Page 1

POLĂ?TICA Judson ataca JHC e questiona: ‘por que nĂŁo fez a denĂşncia no inĂ­cio do ano?’ 3 EXEMPLAR DO ASSINANTE

TERÇA-FEIRA

MACEIĂ“ - ALAGOAS - 6 DE DEZEMBRO DE 2011 - NÂş 1313 - R$ 1,50 SANDRO LIMA

tribunahoje.com

Bancos são acusados de negar imagens de assaltos para a polícia Os delegados Denisson Albuquerque e Robervaldo Davino acusam os bancos de não colaborar nas investigaçþes para identificar assaltantes que aplicam o golpe

“saidinha de bancoâ€?. Albuquerque investiga ocorrĂŞncias em trĂŞs agĂŞncias, “mas elas nunca me cederam as imagens do circuito interno de câmerasâ€?, disse. Ele ob-

servou que quando a vĂ­tima ĂŠ o banco, “eles entregam tudoâ€?. Davino lembrou que teve de recorrer Ă Justiça para obter as imagens dos bandidos que mataram o

funcionĂĄrio da Tribuna Independente, JosĂŠ Ednaldo dos Santos, o “Tiriricaâ€?, ano passado. As assesorias dos bancos alegam direito de “privacidade dos clientesâ€?. 9 ADAILSON CALHEIROS

ACIDENTE

CaminhĂŁo tomba na BR-316, mata um e tem carga saqueada O capotamento de um caminhĂŁo, modelo Mercerdes-Benz, na BR-316, no trecho que liga Pilar a Atalaia, provocou a morte de um ajudante de carga. O veĂ­culo transportava sacos de cimento, cujo peso

contribuiu para a perda de controle na chamada “curva da morteâ€?. Joaz Nascimento, motorista do caminhĂŁo, saiu ileso. Curiosos e moradores prĂłximos aproveitaram para saquear a carga transportada. 8 ATIRADOR do Bope faz sobrevoo inaugural sobre MaceiĂł; helicĂłptero serĂĄ usado em operaçþes de combate Ă criminalidade

TRIBUNA LIVRE

A comunicação institucional e a política descentralizada para a divulgação das açþes de interesse coletivo fazem parte da abordagem do novo livro do jornalista e ex-secretårio de comunicação Joaldo Cavalcante... Påg. 4

TEMPO

ARAPIRACA

BOA NOTĂ?CIA!

Onze dias sem registrar nenhum assassinato. Essa boa notícia foi dada ontem pelo Centro de Operaçþes Militares do 3º Batalhão em Arapiraca. O número Ê uma surpresa frente ao total de mortes violentas registradas hå pouco mais de um mês no município. Em outubro, por exemplo, foram registrados 45 homicídios, segundo números do IML. 12

MaceiĂł estĂĄ fora do ranking das capitais expostas a surto de dengue. O estudo foi divulgado ontem pelo MinistĂŠrio da SaĂşde no “Mapa da Dengueâ€?. As capitais nordestinas com

MunicĂ­pio estĂĄ hĂĄ 11 dias sem assassinato

CONTRA O CRIME

Maceió fora da lista de capitais com risco de surto de dengue maior índice de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, são Salvador, com 3,5%, e Recife (3,1%). Mas o MinistÊrio da Saúde alertou para duas cidades alagoa-

nas: Arapiraca e Palmeira dos �ndios, que, segundo o relatório, correm risco de epidemia. Rio Branco, Porto Velho e Cuiabå são as capitais em maior situação de risco. 9 BRENO AIRAN

MĂ­nima

20Âş

MĂĄxima

28Âş

MarĂŠs

00:38 07:00 13:06 19:21

1.6 0.5 1.6 0.5

FINANÇAS DÓLAR COMERCIAL R$ 1,81 R$ 1,95 DOLAR PARALELO R$ 1,59 R$ 1,73 OURO: R$ 99,30 POUPANÇA: 0,5626%

A Secretaria de Defesa Social e a Polícia Militar receberam, na manhã de ontem, um importante reforço para o combate à criminalidade em Maceió e região metropolitana. Foi apresentado, em solenidade no Memorial à República, o helicóptero modelo Bell Jet Ranger II, que passa a ser utilizado pelo Bope na cobertura de ocorrências. 8

VIOLĂŠNCIA

NATAL

Uma jovem grĂĄvida de cinco meses, identificada por Lucicleide da Silva Santos, 25, foi estuprada e enforcada e depois teve o corpo abandonado em um canavial, em Coruripe. Pelas marcas encontradas na vĂ­tima, a polĂ­cia acredita que Lucicleide tenha sido torturada antes de ser executada. Ela morava sozinha desde que seus familiares se mudaram para SĂŁo Paulo. 8

Neste final de ano, 76% dos consumidores da capital alagoana têm intenção de ir às compras. Dentre os produtos que mais vão comprar, os consumidores apontam o vestuårio, com 57,57% das intençþes, indica pesquisa da FecomÊrcio/ AL. Para 21%, o valor do presente de Natal deve ficar entre R$ 51 a R$ 100, enquanto que para 16%, serå entre R$ 101 a R$ 150. 14

Vestuårio serå a maior opção para presentes

GrĂĄvida de cinco meses ĂŠ enforcada Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em ĂĄreas isoladas

Helicóptero reforça o Bope em operaçþes

JOAQUIM GOMES

0DQVRQmRFRQÀDQD30SDUDHOHLomR 2SUHVLGHQWHGR75(GHVHPEDUJDGRU2UODQGR0DQVRQmRFRQ¿DQD3ROtFLD0LOLWDU para dar segurança à eleição para escolha do prefeito de Joaquim Gomes, no próximo domingo, enquanto o coronel Luciano Silva for o comandante-geral. Manso, que na última semana mandou prender o comandante, disse que vai pedir ao governador Teotonio Vilela que solicite a presença de forças federais para garantir a eleição. Påg. 5


TribunaIndependente

2 POL�TICA MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011

PolĂ­tica D

Ministro Fernando Bezerra adiou vinda a Alagoas para dia 19 deste mês O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, adiou para o dia 19 deste mês a visita que faria a Alagoas para assinar o termo de compromisso que garante a construção do terceiro trecho do Canal do Sertão. O ministro tambÊm vai garantir recursos para obras de saneamento nos municípios de Delmiro Gouveia, Traipu, Belo Monte, São Brås e Piaçabuçu. Em agosto deste ano, Bezerra jå havia garantido os recursos necessårios para a execução do terceiro trecho da obra.

Joaquim BeltrĂŁo admite candidatura em Coruripe Rumores davam conta que deputado federal nĂŁo iria mais disputar prefeitura ARQUIVO

NIGEL SANTANA REPĂ“RTER

E Marcos MadeiraGL]TXHYDLDVVHVVRUDUÂżOKRDSDUWLUGH

LITORAL NORTE

Madeira deixa indicação para sucessĂŁo apĂłs Carnaval O prefeito Marcos Madeira (PSD), de Maragogi, a menos de um ano das eleiçþes municipais, prefere divulgar quem serĂĄ seu candidato a prefeito apenas em fevereiro. De quatro nomes existentes em seu grupo, as pesquisas vĂŁo apontar quem sairĂĄ em campanha. “Estamos trabalhando com pesquisas internas para saber quem a sociedade pretende apoiar nas eleiçþes de 2012. Temos em mente quatro nomes que ocupam os cargos de vereador e secretĂĄrio municipal, por exemplo. O resultado vai dizer quem poderĂĄ estar apto a uma campanha eleitoral, e o nome serĂĄ divulgado apenas em fevereiro, apĂłs as festiviGDGHV GR &DUQDYDOÂľ JDUDQtiu Madeira.

Após deixar a Prefeitura de Maragogi, Marcos Madeira disse à reportagem da Tribuna Independente que terå outros compromissos, a exemplo de trabalhar FRP VHX ÀOKR R GHSXWDGR Marquinhos Madeira (PT), na Assembleia Legislativa do Estado. A disputa no segundo polo turístico do Estado promete ser acirrada, visto que o ex-prefeito, Fernando SÊrio Lira (PSDB) Ê prÊ-candidato na eleição. Em 2008, Lira tambÊm foi adversårio de Madeira, que levou a melhor nas urnas. Pode pesar contra o ex-gestor o fato de ele ter sido indiciado em 2005 na Operação Guabiru, que desmontou um suposto esquema de fraude em recursos federais. (N.S)

PORTO CALVO E MARAGOGI

ClĂŁ Madeira pode disputar duas eleiçþes municipais Enquanto o prefeito de 0DUDJRJL QmR GHĂ€QH VHX preferido para disputar o pleito municipal de 2012. Marcos Madeira jĂĄ pensa em ampliar seu prestĂ­gio polĂ­tico na regiĂŁo Norte de Alagoas. Em Porto Calvo, a famĂ­lia Madeira pode ter um representante disputando a cadeira do prefeito Carlos Eurico LeĂŁo (PMDB), o Kaika. Marciano Madeira (PTB) fechou chapa com Juvenal Veiga (PSD), atual presidente da Câmara de Vereadores de Porto Calvo. No domingo, 4, um almoço foi fornecido a lideranças polĂ­ticas da cidade de Porto Calvo onde Marciano Madeira e Juvenal Veiga dialogaram sobre o futuro polĂ­tico da regiĂŁo. Questionado sobre a aliança, o prefeito Marcos Madeira salientou que a chapa ĂŠ formada entre Marciano e Juvenal, porĂŠm ´DLQGD QmR HVWi GHĂ€QLGR quem ĂŠ o prefeito ou o vice QDFKDSDÂľ “Quem vai decidir isso ĂŠ o povo. Por meio de pesquisas, vamos mensurar a aceitação de ambos e assim posicionĂĄ-los na chapa. Decidir quem serĂĄ o candidato a prefeito e quem serĂĄ R FDQGLGDWR D YLFHÂľ HVFOD-

receu Marcos Madeira. A mesma estratĂŠgia serĂĄ usada em Maragogi, ressalta o SUHIHLWR0DGHLUDFRQĂ€UPRX que tĂŞm cinco candidatos da base situacionista em Maragogi, porĂŠm, as pesquisas ĂŠ TXH YmR GHĂ€QLU R FDQGLGDWR RĂ€FLDOHQWUHHOHVHVWiRXWUR membro da famĂ­lia Madeira, Henrique Madeira, que estĂĄ entre os possĂ­veis postulantes a sucessĂŁo municipal. REFORÇO AlĂŠm do apoio do prefeito, o candidato da famĂ­lia vai contar com a sustentação forte de outro membro do clĂŁ Madeira. Segundo Marcos, “o deputado estadual Marquinhos Madeira (PT), vem forte para apoiar tanto a candidatura da famĂ­lia em Maragogi, como HP3RUWR&DOYRÂľ Sobre a disputa no segundo polo turĂ­stico de Alagoas, Madeira vai alĂŠm e diz que seu opositor mais forte - o ex-prefeito Fernando SĂŠrgio Lira (PSDB) - serĂĄ difĂ­cil de se abater. “NĂŁo hĂĄ eleição fĂĄcil, porĂŠm meus serviços prestados, minhas obras, o polo educacional, o aeroporto, o trabalho feito GHYHIDODUDOWRQDVHOHLo}HVÂľ ressaltou o prefeito Marcos Madeira. (N.S)

leito deputado federal pela segunda vez, Joaquim BeltrĂŁo (PMDB) poderĂĄ deixar BrasĂ­lia a partir de janeiro de %HOWUmRFRQĂ€UPRXVXD candidatura Ă Prefeitura de Coruripe, no Litoral Sul de Alagoas, nas eleiçþes do prĂłximo ano. As conversas estavam ocorrendo nos bastidores e a famĂ­lia GHĂ€QLX TXH R QRPH GR SDUlamentar ĂŠ o mais forte nessa linha de sucessĂŁo. O deputado administrou a cidade por dois mandatos, entre 1997 a 2044, depois da conturbada gestĂŁo do ex-prefeito JoĂŁo Carvalho. Joaquim se destacou com obras de infraestrutura no municĂ­pio, o que lhe deu grande popularidade, inclusive conseguindo ser eleito para deputado federal. O deputado disse que estĂĄ pronto para encarar mais uma campanha polĂ­tica, a segunda em menos de um ano. “Sou o candidato a prefeito de Coruripe. JĂĄ fui prefeito daquela cidade por oito anos e fui eleito deputado federal com muitos votos da RegiĂŁo Sul. É uma questĂŁo que jĂĄ HVWi GHĂ€QLGD SHOD IDPtOLDÂľ garantiu o parlamentar apĂłs sair em de uma reuniĂŁo na Associação dos MunicĂ­pios Alagoanos (AMA). Apesar de ter sido muito cogitado, o nome de Joaquim BeltrĂŁo ainda era dĂşvida, jĂĄ que o atual prefeito,

Deputado federal Joaquim BeltrĂŁo foi prefeito do municĂ­pio e deve concorrer mais uma vez ao cargo

Marx BeltrĂŁo (PMDB) ainda aguardava o retorno do deputado estadual JoĂŁo BeltrĂŁo (PRTB) Ă Assembleia Legislativa. Chegou atĂŠ ser cogitado que Joaquim nĂŁo teria gostado da ideia de sair da Câmara Federal por conta do trabalho que vem desenvolvendo em BrasĂ­lia, inclusive, sendo indicado para ser o lĂ­der da Bancada Alagoana. “Nunca falei nada a respeito de minha saĂ­da da Câmara Federal. A minha candidatura Ă  Prefeitura de

Coruripe nĂŁo ĂŠ a meu contragosto, e estĂĄ mais que certa, e vamos trabalhar para que Gr WXGR FHUWRÂľ UHVSRQGHX BeltrĂŁo, antes de ir a BrasĂ­lia. OPOSIĂ‡ĂƒO Do lado da situação as composiçþes polĂ­ticas estĂŁo formadas com essa declaração do deputado Joaquim BeltrĂŁo. Na oposição, as movimentaçþes ocorrem paulatinamente. O ex-deputado estadual ChicĂŁo manifestou interesse em disputar o cargo, mas atĂŠ

o momento nada estå certo. O advogado Carlos Alberto, que perdeu a última eleição para Marx Beltrão pode sair candidato pelo PT. Outro que pode ser mais um postulante a prefeito Ê JosÊ EnÊas, que Ê vice de Joaquim Beltrão no primeiro mandato. AtÊ então, apenas Edinho GR +pOYLR ÀOKR GR H[SUHfeito HÊlvio de Castro Reis, colocou sua candidatura à disposição. Edinho disse não admitir que haja sucessão na prefeitura que tenha o nome da mesma família.

MUNICĂ?PIOS

Advogados: contratação via licitação Um dos painelistas do Dia Internacional Contra a Corrupção em Maceió, o procurador-chefe do MinistÊrio Público de Contas do Estado de Alagoas (MPC/AL), Ricardo Schneider, vai abordar a recente regulamentação ocorrida no Tribunal de Contas do Estado de Alagoas (TCE/AL) a respeito da contratação de escritórios de advocacia e contabilidade, para prestarem seus serviços aos municípios alagoanos. O evento serå realizado no auditório da Justiça Federal, em Maceió, na Av. Menino Marcelo s/n, no dia 7 de dezembro, a partir das 8h. Segundo Schneider, Ê necessårio realizar concurso público para o provimento dos cargos de procurador municipal e, na sua ausência, imprescindível a licitação para a contratação de serviços advocatícios corriqueiros, inerentes ao dia-a-dia da Administração Pública. De acordo com o chefe do MP de Contas em Alagoas, a contratação direta, por inexigibilidade, Ê restrita aos casos inÊditos ou incomuns, cuja execução seja melhor efetivada por detentor de notória especialização. Durante o painel, Schneider pretende esclarecer os funGDPHQWRVHDÀQDOLGDGHGDUHgulamentação, tendo em vista

SANDRO LIMA

Chefe do MP de Contas, procurador Ricardo Schneider pretende normatizar concursos públicos a sua obrigatoriedade a partir de fevereiro de 2012. AlÊm do procurador Ricardo Schneider, o Dia Internacional Contra a Corrupção vai contar com a presença de representantes de outros sete órgãos de ÀVFDOL]DomR H FRPEDWH j FRUrupção: Controladoria-Geral da

UniĂŁo (CGU), Controladoria-Geral do Estado de Alagoas (CGE/AL), Tribunal de Contas da UniĂŁo (TCU), MinistĂŠrio PĂşblico de Alagoas (MP/AL), MinistĂŠrio PĂşblico Federal em Alagoas (MPF/AL), PolĂ­cia Federal (PF) e Tribunal de Contas do Estado de Alagoas (TC/AL).

O evento, organizado pela CGU e pelo Fórum de Combate à Corrupção de Alagoas (Focco-AL), Ê aberto à participação do público, que poderå se inscrever pelo site do Focco-AL (www.foccoalagoas.org) e enviar perguntas aos palestrantes.


TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011

POLÍTICA

3

Cabral lança dúvidas sobre denúncia de JHC

/DUJDGDWXFDQD

1

mRDSDUHFHUDP-RVp7KRPD]1RQ{ '(0 %HQHGLWRGH /LUD 33 QHP5pJLV&DYDOFDQWH 336 UHSUHVHQWDQWHV SULQFLSDLVGHSDUWLGRVTXH5RJpULR7HyÀORHVSHUDWHUFRPR DOLDGRV0DVRHQFRQWURGR36'%HP$UDSLUDFDViEDGRPDUFDQGR RODQoDPHQWRGDSUpFDQGLGDWXUDGHOHjSUHIHLWXUDIRLDYDOLDGR FRPRPXLWRERPSHODF~SXODWXFDQD2SRQWRSULQFLSDOQHVVDDYDOLDomRIRLRGLVFXUVRGH5RJpULRUHVVDOWDQGREDVWDQWHDVH[SUHVV}HV´FRPSURPLVVRµ´SDODYUDµ´IDPtOLDµH´YHUGDGHµ)RLGDGRDOL RPRWHSDUDDFDPSDQKDTXHSURPHWHVHUXPDGDVPDLVHPSROJDQWHVGDKLVWyULDGH$UDSLUDFD6REUHDDXVrQFLDGDGHSXWDGD IHGHUDO&pOLD5RFKDRFRPHQWiULRRWLPLVWDHUDGHTXH´HODYLUi QRWHPSRFHUWRµ2QmRFRPSDUHFLPHQWRGH5LFDUGR7HyÀORLUPmR GH5RJpULRHFLWDGRFRPRSURYiYHOFRQFRUUHQWHIRLPLQLPL]DGR SHODSUHVHQoDGRSURIHVVRU0RDFLU7HyÀORSDLGHDPERVHXPDGDV ÀJXUDVPDLVUHVSHLWiYHLVGH$UDSLUDFD'HUHOHYDQWHWDPEpPD SDUWLFLSDomRGRJRYHUQDGRU7pR9LOHODGHJUDQGHIRUoDHOHLWRUDOQD UHJLmRSHORTXHIH]QRVDQRVFRPRVHQDGRUHQRVFLQFRHPTXH HVWiFRPDQGDQGRR(VWDGR

Descaso O deputado estadual Inácio Loiola SUHWHQGHGHQXQFLDUD&KHVIKRMH na Assembleia Legislativa, por não repassar há três meses recursos para o Instituto Xingó. Segundo ele, por conta disso os funcionários estão com salários atrasados e há sérios riscos para DFRQWLQXLGDGHGHSURMHWRVLPSRUtantes da instituição. O Instituto Xingó atua na região do Rio São Francisco, com atividades em Alagoas, Sergipe, Pernambuco e Bahia.

Modelo No encontro realizado pelo PSDB em Arapiraca, no sábado, o presiGHQWHUHJLRQDO&ODXGLRQRU$UD~MRDQXQFLRXTXHRSURMHWR³36'%&RPXnidade”, implantado este ano em Alagoas, vai ser estendido aos demais (VWDGRV2SURMHWRUHFHEHXPXLWRVHORJLRVGRSUHVLGHQWHQDFLRQDOGD legenda, deputado federal Sérgio Guerra.

$¿QLGDGHV /RJRDSyVRHQFRQWURGR36'%HP$UDSLUDFD5RJpULR7Hy¿ORHR governador Teotonio Vilela Filho foram recepcionados pelo empresário -RVp$OH[DQGUHHPVXDUHVLGrQFLDQDFRPSDQKLDGR¿OKRH[GHSXWDGR Marcelino Alexandre, e de outros familiares. Há poucos dias, um encontro semelhante ocorreu no Grupo Coringa.

Relato

Afago

O senador Benedito de Lira (PPAL) aproveitou bastante o tempo do seu discurso na homenagem TXHOKH¿]HUDPDVHQWLGDGHVGR VHWRUWXUtVWLFRHPDOPRoRGR &OXEHGR)HLMmR$PLJR(PTXDVH meia hora detalhou o que tem feito pelo setor, como presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo.

Benedito de Lira também se valeu do almoço realizado na casa do empresário Mauro Vasconcelos SDUDHORJLDUDDWXDomRGH&tFHUR Almeida, que se encontrava presente. Apesar de divergências S~EOLFDVUHFHQWHVGHVWDFRXDV obras que o prefeito tem realizado em Maceió e o apoio recebido do povo, através do voto.

Lembrança No dia 16 de dezembro, às 8 horas, na Catedral Metropolitana de Maceió, haverá missa pelo 13º ano da morte da deputada federal Ceci &XQKDFRPSUHVHQoDGHOLGHUDQoDVSROtWLFDVQDFLRQDLV2DWRUHOLJLRVR PDUFDUiRLQtFLRGHXPDYLJtOLDSDUDRMXOJDPHQWRHPGHMDQHLURGRV assassinos dela, do marido e mais dois familiares.

Queimado Em outros tempos, o ex-governador Ronaldo Lessa, presidente do PDT em Alagoas, poderia ser um nome para substituir Carlos Lupi como ministro do Trabalho. Mas duas questões o atrapalharam: os vários procesVRVDTXHUHVSRQGHQDMXVWLoDHDGHIHVDDUGRURVDSDUDTXH/XSL¿FDVVH DSHVDUGHWDQWDVGHQ~QFLDV

´)XLYtWLPDGHFRQGHQDomR VXPiULDµ CARLOS LUPI Quase ex-ministro do Trabalho, ao ter a sua demisVmRDQXQFLDR¿FLDOPHQWHSHORJRYHUQRUHSHWLQGR XPDH[SUHVVmRWtSLFDGHFtQLFRVÀDJUDGRVHP irregularidades

* “A gente se vê na comunicação do governo?”, indaga Joaldo CavalFDQWHQRWtWXORGRVHXQRYROLYURDVHUODQoDGRKRMHjVKRUDVQR Mercado 153, no Maceió Shopping. O livro tem depoimentos e outros ex-secretários estaduais de Comunicação, além dele. * Tem início hoje, e segue até o próximo sábado, dia 10, a segunda etapa do Festival da Música do Sesc Alagoas, com os artistas selecionados realizando apresentações em cidades do interior. Os detalhes estão disponíveis no site www.sescalagoanos.com.br $SDUWLUGHKRMHHDWpGHMDQHLURGHRS~EOLFRWHPDFHVVRj mostra “Ateliê Sesc Aberto à Comunidade/2011”, na Galeria Sesc Centro. Neste mês, a visitação é das 12 às 18 horas, 2ª, 4ª e 6ª feiras; em MDQHLURGHDIHLUDV(QWUDGDJUDWXLWD * Vai ser em Viçosa, no próximo sábado, dia exato em que Zé do Cavaquinho completaria 100 anos, a última etapa da programação comemorativa do seu centenário. A festa será no clube da cidade, com apoio da prefeitura municipal. 2$6$SDVVRXXPJUDQGHVXVWRVyVHOLYURXGRUHEDL[DPHQWRQD~OWLPD rodada, e o CRB levou duas “lapadas” do Joinville. Que reste, para nossos representantes na Série B, no próximo ano, a lição de que precisam melhorar bastante suas equipes.

Deputado questionou motivo de informar ilegalidade da GDE após dez meses ARQUIVO

NIGEL SANTANA REPÓRTER

O

pagamento da GratiÀFDomR SRU 'HGLFDomR ([FHSFLRQDO *'(  IHLWD SHOD $VVHPEOHLD /HJLVODWLYD GR (VWDGR H GHQXQFLDGRSHORGHSXWDGR-RmR+HQULTXH &DOGDV 371  p XPD FROFKD GH UHWDOKRV 2 GHSXWDGR-XGVRQ&DEUDO 37 FULWLFDDJHQHUDOL]DomRGRIDWRH JDUDQWH QXQFD WHU FRPSDFWXDGR FRP R UHFHELPHQWR GD *'( SDUD VHXV DVVHVVRUHV 2SHWLVWDGLVVHjTribuna Independente TXH FRQFRUGDFRPRVDUJXPHQWRVGDGHQ~QFLDQRHQWDQWRDJHQHUDOL]DomRGRIDWRQmRVRRXFRPR R HVSHUDGR QR SDUODPHQWR LQFOXVLYHHPVHXJDELQHWH ´(X QmR DFHLWR FRPR HVVH DVVXQWR ÀFRX JHQHUDOL]DGR QD $VVHPEOHLD (X MDPDLV VROLFLWHL HVVD YHUED SDUD RV PHXV DVVHVVRUHV 0XLWR PH HVWUDQKD D PDQHLUD FRPR R GHSXWDGR-RmR+HQULTXH&DOGDVIH]HVVDGHQ~QFLD2VDVVHVVRUHV GHOH SDVVDUDP GH] PHVHV UHFHEHQGR HVVD JUDWLÀFDomR H VRPHQWH DJRUD R SDUODPHQWDUYHPWUD]HUHVVH DVVXQWR'XUDQWHHVVHWHPSR D *'( WDPEpP HUD LOHJDO LPRUDO H LQFRQVWLWXFLRQDOµ UHODWDRGHSXWDGR &DEUDO HQWHQGH TXH -RmR +HQULTXHGHYHULDWHUIRUPX-

Segundo Judson Cabral, João Henrique Caldas deveria ter denunciado GDE no início do ano

ODGR R GHODWR GDV *UDWLÀFDo}HV ([FHSFLRQDLV DR PHQRV QRVHJXQGRPrVTXHVXDDVVHVVRULD HVWLYHVVH GH SRVVH GRVUHFXUVRVHQmRGHSRLVGH GH]PHVHV (PXPVHJXQGRPRPHQWR R GHSXWDGR H[SOLFRX TXH GHVDÀD TXDOTXHU SDUODPHQ-

POSICIONAMENTO

WDU SDUD SURYDU TXH HOH HVWi LQVHULGR QRV SDJDPHQWRV GD *'( ´1mR HVWRX DTXL SDUD ÀVFDOL]DU RV RXWURV GHSXWDGRV &DGD XP p PDGXUR R VXÀFLHQWH SDUD VDEHU R TXH HVWi DFRQWHFHQGR HP VXDV SUHVWDo}HVGHFRQWDVHVHXVJDEL-

QHWHV (X GHVDÀR DOJXpP H HVVH GHSXWDGR SURYH TXH HX WHQKDUHFHELGRHVVDYHUEDGH *UDWLÀFDomR &RQFRUGR TXH GHYHVHUIHLWDDGHQ~QFLDHQWUHWDQWR FRPR R WUDWDPHQWR GHVVH FDVR HVWi VHQGR IHLWR DtQHVVHTXHVLWRHXGLVFRUGRµ FULWLFRXRSHWLVWD

‘ELE É FISCALIZADOR’

'HSXWDGRFREUDUHVSRVWDGD -+&DYDOLDFRPR¶HVWUDQKD· SUHVLGrQFLDGD$VVHPEOHLD SRVWXUDGH-XGVRQ&DEUDO $VGLVFRUGkQFLDVGRGHSXWDGR-XGVRQ&DEUDO 37 QmR IRUDPDSHQDVHPGLUHomRGR GHSXWDGR -RmR +HQULTXH &DOGDV 371  2 SUHVLGHQWH GD $VVHPEOHLD /HJLVODWLYD )HUQDQGR 7ROHGR 36'%  QD RSLQLmR GR SHWLVWD QmR GHYHÀFDURPLVVRQDGHQ~QFLD VREUH R SDJDPHQWR GD *UDWLÀFDomR SRU 'HGLFDomR ([FHSFLRQDO *'(  2PDQLIHVWRGRSUHVLGHQWHGD0HVD'LUHWRUDpIXQGDPHQWDOSDUDTXHDVRFLHGDGH DODJRDQDVDLEDTXHQDTXHOH 3RGHU D WUDQVSDUrQFLD GRV IDWRV H[LVWH SULQFLSDOPHQWH QR TXH GL] UHVSHLWR jV YHUEDV HQFDPLQKDGDV SDUD RV SDUODPHQWDUHV ´$ 0HVD 'LUHWRUD QmR GHYHVHRPLWLUeLPSRUWDQWH TXH R SUHVLGHQWH )HUQDQGR 7ROHGRVHSRVLFLRQHGHIRUPD RÀFLDOFRQYRTXHXPDFROHWLYDHVHUHSRUWHDRIDWRFRPR FKHIHGR/HJLVODWLYReLQDGPLVVtYHO TXH D &DVD UHFHED HVVD GHQ~QFLD H QDGD IDoD MiTXHHVVDDFXVDomRpPXLWRVpULD'HVGHRGLVFXUVRGR GHSXWDGR -RmR +HQULTXH R SUHVLGHQWH QmR VH PDQLIHVWRXµFREUD-XGVRQ 3DUD R GHSXWDGR D $VVHPEOHLD /HJLVODWLYD VRIUHX QR ÀQDO GH  FRP R GH-

VHQFDGHDPHQWRGD2SHUDomR 7DWXUDQD GD 3ROtFLD )HGHUDOTXHGHVFREULXXPVXSRVWRGHVYLRGH5PLOK}HV QRGXRGpFLPRGD&DVDYHP VH UHFXSHUDQGR OHQWDPHQWH GH WRGR R HVWDUGDOKDoR TXH DVLQYHVWLJDo}HVDSRQWDUDP ´9LYHQFLDPRV XPD FULVH LQWHQVLÀFDGD QD 2SHUDomR 7DWXUDQD H DJRUD DSDUHFH PDLV XP FDVR UHVVDOWDQGR D LOHJDOLGDGH GRV SDJDPHQWRV GD *'( 1mR SDUWLFLSHL GHVVD RSHUDomR H DWp DMXGHL TXDQGR IXL VROLFLWDGR SDUD FRQWULEXLU FRP DV LQYHVWLJDo}HV GD 3ROtFLD )HGHUDO $PLQKDPDQHLUDGHDMXGDU QHVVD GHQ~QFLD p GHPRQVWUDQGR TXH QmR UHFHEL HVVD JUDWLÀFDomR ( WDPEpP WHQKR FRQKHFLPHQWR GH TXH D EDQFDGDGR37>IRUPDGDSRU 5RQDOGR0HGHLURVH0DUTXLQKRV 0DGHLUD@ QmR FRQWRX HVVHV UHFXUVRV GXUDQWH HVVH SULPHLUR DQR GH PDQGDWRµ GHFODURX-XGVRQ&DEUDO (QWUH R IRJR FUX]DGR R SUHVLGHQWH)HUQDQGR7ROHGR DLQGD QmR VH PDQLIHVWRX GH IRUPDRÀFLDOVREUHD*UDWLÀFDomR SRU 'HGLFDomR ([FHSFLRQDO 2WHPDSRGHVHUGHEDWLGR QRYDPHQWH QD VHVVmR RUGLQiULDGHVWDWHUoDIHLUD 16

(P UHVSRVWD DV FUtWLFDV GH -XGVRQ &DEUDO R GHSXWDGR -RmR +HQULTXH &DOGDV GLVVHGHVFRQKHFHURFRPSRUWDPHQWR GH VHX FROHJD GH SDUODPHQWRMiTXHRSHWLVWD VHPSUHVHPRVWURXFRPEDWLYR jV LPRUDOLGDGHV GD &DVD HGDSROtWLFDDODJRDQD 6HJXQGR -+& QmR KRXYH DSRQWDPHQWRV QR RItFLR HQYLDGR j 0HVD 'LUHWRUD GH TXHP HVWDULD UHFHEHQGR D YHUED GH *UDWLÀFDomR SRU 'HGLFDomR ([FHSFLRQDO 3DUD HOH R SUHVLGHQWH GD &DVDpTXHPSRGHUiUHVSRQGHU QR SUD]R UHJLPHQWDO GH GLDV ´(P PRPHQWR DOJXP HX IDOHLTXHWRGRVRVGHSXWDGRV HVWDYDP UHFHEHQGR D *'( 1mR p XPD PDQHLUD SDUD TXH HVVH FDVR VHMD JHQHUDOL]DGR SRLV TXHP GHYHUi VH UHSRUWDUVREUHLVVRpRSUHVLGHQWH GD $VVHPEOHLD /HJLVODWLYD QR SUD]R GH  GLDV FXPSULQGR R UHJLPHQWR LQWHUQRµDUJXPHQWD &RP UHODomR DR SRVLFLRQDPHQWR GH -XGVRQ VREUH D GHQ~QFLD -RmR +HQULTXH HQIDWL]RX TXH D SRVWXUD GR SHWLVWD OKH VXUSUHHQGHX H QmRFRQGL]FRPVXDFRQGXWD ÀVFDOL]DGRUD ´(VWRXYLYHQGRDVFRQWUD-

CONCILIAÇÃO I

CONCILIAÇÃO II

A etapa alagoana da Semana Nacional de Conciliação movimentou quase R$ 2 milhões. O valor é referente aos 488 acordos homologados pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) entre as partes que tinham alJXPFRQÀLWRMXGLFLDO Dados da Central de Conciliação do TJ/ AL indicam que, das 1.724 audiências agendadas na capital e nas demais comarcas do interior do estado, houve realização de 1.095 audiências. Destas, 488 processos foram solucionados por meio de acordo.

A Semana Nacional de Conciliação contou com a participação GHMXt]HVFRQFLOLDGRUHV HFRODERUDGRUHV$MXt]D Fátima Pirauá, coordenadora da Central de Conciliação de Maceió, explicou que algumas pessoas não puderam ser intimadas para participar da conciliação devido à mudança de endereço para entrega das citações relacionadas às audiências de conciliação realizadas em todo o estado. O TJ acredita que a conciliação proporciona VROXomRiJLOGHFRQÀLWRV

Semana movimentou R$ 2 milhões

Novos endereços prejudicaram acordos

GLo}HVGDGHQ~QFLDTXHÀ]QR SOHQiULR H R GHSXWDGR -XGVRQ&DEUDOQmRIRLDSULPHLUD SHVVRD 2 TXH PH FDXVD FHUWDHVWUDQKH]DpTXH-XGVRQpXPGHSXWDGRÀVFDOL]DGRUFREUDTXHD$VVHPEOHLD /HJLVODWLYD VHMD XPD 3RGHU FRUUHWRHDJRUDTXHUHUJHUDU G~YLGDV GH XPD GHQ~QFLD 1mR HVWRX DTXL TXHUHQGR SDUWLFXODUL]DU D GLVFXVVmR PDV QXQFD DSRQWHL HVSHFLÀFDPHQWH TXDO SDUODPHQWDU HVWDULDFRQFRUGDQGRFRPHVVHV SDJDPHQWRVµ MXVWLÀFRX -+& 8PGRVTXHVWLRQDPHQWRV GRSHWLVWDHUDVDEHUSRUTXH -RmR +HQULTXH &DOGDV SURWRFRORX D GHQ~QFLD GHSRLV TXH VXD DVVHVVRULD UHFHEHX D *UDWLÀFDomR SRU PDLV GH GH] PHVHV 2 SDUODPHQWDU UHVSRQGH ´&RPDGHQ~QFLDGR6LQGLFDWR GRV 6HUYLGRUHV GD $/( H D GHFLVmR -XGLFLDO WRPHL FRQKHFLPHQWR GH TXH D *'( PDQWpP H VHX WH[WR GLYHUVRVSRQWRVGHLUUHJXODULGDGH 6H HX HVWLYHVVH VLGR FRPSODFHQWH FRP HVVH UHFHELPHQWR GH UHFXUVRV HX QmR WHULDGHYROYLGRjSUHVLGrQFLD GD $VVHPEOHLD /HJLVODWLYD 5PLOµGLVVH-RmR+HQULTXH 16


TribunaIndependente

4 POL�TICA MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

&RQJUHVVR(VWXGDQWLO

A

HVWXGDQWHSHUQDPEXFDQD0DQXHOD%UDJDGHDQRV IRLHOHLWDQR~OWLPRGRPLQJRFRPRDQRYDSUHVLGHQWHGD 8QLmR%UDVLOHLUDGRV(VWXGDQWHV6HFXQGDULVWDV 8EHV  $HOHLomRDFRQWHFHXQR&RQJUHVVR1DFLRQDOUHDOL]DGRHP6mR 3DXORHUHXQLXFHUFDGHFLQFRPLOSDUWLFLSDQWHV0DQXHODpDOXQD GRFXUVRWpFQLFRGH6DQHDPHQWR$PELHQWDOQR,QVWLWXWR)HGHUDO GH(QVLQRGH(GXFDomR&LrQFLDH7HFQRORJLDGH3HUQDPEXFR ,)3( (ODDĂ€UPRXHPVHXGLVFXUVRYHQFHGRUTXHSUHWHQGH SHUFRUUHUERDSDUWHGDVHVFRODVGRSDtVGLVFXWLQGRVROXo}HVSDUD DHGXFDomREUDVLOHLUD(ODMiIRLSUHVLGHQWHGD8QLmR0HWURSROLWDQDGRV(VWXGDQWHV6HFXQGDULVWDVGR1RUGHVWH3DUWLFLSDUDP GDYRWDomRGHOHJDGRVHVWXGDQWHVHVFROKLGRVHPHOHLo}HV UHDOL]DGDVHPWRGRRSDtV$FKDSDTXHHOHJHX0DQXHODREWHYH YRWRVRXGRWRWDO2RXWURFDQGLGDWR*ODGVRQ5HLV GH%HOR+RUL]RQWHREWHYHYRWRV  2&RQJUHVVRGD 8EHVpFRQVLGHUDGRRPDLVLPSRUWDQWHHQFRQWURGRPRYLPHQWR HVWXGDQWLOEUDVLOHLURDRODGRGR&RQJUHVVRGD8QLmR1DFLRQDO GRV(VWXGDQWHV 81( $8EHVGHVWDIRUPDWHQWDGHĂ€QLURVUXPRVGRPRYLPHQWRHVWXGDQWLOVHFXQGDULVWDSDUDRSUy[LPRGRLV DQRV8PDGDVPHWDVSULQFLSDLVpSUHVVLRQDUR*RYHUQR)HGHUDO HPGHIHVDGDDSURYDomRGR3ODQR1DFLRQDOGH(GXFDomRFRPD OXWDSRUGR3,%GHVWLQDGRVDRVHWRUQRSDtV

Livro de Joaldo A comunicação institucional e a polĂ­tica descentralizada para a divulgação das açþes de interesse coletivo fazem parte da abordagem do novo livro do jornalista e ex-secretĂĄrio de comunicação Joaldo Cavalcante. “A gente se vĂŞ na comunicação do governo?â€? serĂĄ lançado ĂĄs 18h de hoje, no Mercado 153, do Shopping MaceiĂł. O prefĂĄcio da obra ĂŠ do historiador Douglas Apratto. O livro analisa o distanciamento da SURSDJDQGDRÂżFLDO de BrasĂ­lia e os governos estaduais e a falta de polĂ­ticas direcionadas para o segmento publicitĂĄrio RÂżFLDO3HODVXD experiĂŞncia Joaldo Cavalcante tambĂŠm faz uma avaliação sobre a posição dos ex-gestores da Secretaria de Comunicação de Alagoas.

Pleitos da Uneal

Cerveja mais cara

Os dez itens incluídos na pauta de reivindicaçþes pela Comissão formada por alunos, professores e tÊcnicos da Universidade Estadual de Alagoas, Uneal, deverão ser atendidos pelo Governo do Estado, segundo assegurou o governador Teotonio Vilela Filho. Entre eles estão a realização do concurso público para professores, a reforma completa da Escola Costa Rego, de Arapiraca, a criação do campi de Palmeira dos �ndios, alÊm do início das obras do Centro Tecnológico de Arapiraca, marcado para janeiro próximo, que terå um investimento de R$ 12 milhþes, sendo R$ 4 milhþes do Estado. O governador assegurou ainda mais recursos para a Uneal no orçamento de 2012.

Deverå ser votado hoje o relatório elaborado pela subcomissão sobre drogas a respeito do combate à disseminação das drogas lícitas no país. O documento recomenda a proibição da propaganda de bebidas alcoólicas, à restrição à comercialização do produto e o aumento de impostos, o que provocaria um reajuste no preço das bebidas, especialmente a cerveja, considerada pela relatora, senadora Ana AmÊlia (PP-RS), como muito barata no Brasil. Em mÊdia, as bebidas alcoólicas são taxadas em 35% no Brasil, mas algumas, como cachaça e uísque chegam a ser tributadas em mais de 70%. Como sempre, quem vai pagar esta conta Ê o consumidor.

Roubo com logística 1 A Policia Civil de São Paulo considerou ousado, muito bem planejado HSUiOiGHRUJDQL]DGRRDVVDOWRFRPHWLGRQR~OWLPR¿QDOGHVHPDQD na distribuidora de remÊdios Ultrafarma, em Santa Isabel, na Grande São Paulo. Cerca de 30 homens armados mantiveram 80 funcionårios refÊns, enquanto carregavam quatro caminhþes baú, com medicamentos previamente escolhidos e indicados. O bando tinha uma lista de medicamentos, especialmente os usados contra disfunção erÊtil (impotência sexual) e outros que não necessitam de prescrição mÊdica, mas que eram os mais caros.

Roubo com logística 2 O grupo permaneceu por quatro horas dentro da empresa e ainda roubou sete armas, coletes, muniçþes e aparelhos do sistema de segurança dos vigilantes, alÊm de dois veículos de propriedade de funcionårios. A Ultrafarma não tinha informado a quantidade de produtos roubados. Segundo uma funcionåria, os assaltantes estavam muito calmos e sabiam exatamente o que faziam. Para a polícia toda DDomRIRLPXLWREHPFRRUGHQDGDHUHDOL]DGDSRUSUR¿VVLRQDLV$~QLFD pista deixada no local foram quatro folhas de cadernos com a lista dos medicamentos roubados.

Biomassa do eucalipto Alagoas poderå ganhar unidades experimentais de eucalipto em três regiþes do Estado. A iniciativa para implantação Ê do Centro de Tecnologias EstratÊgicas do Nordeste, vinculado ao MinistÊrio da Ciência, Tecnologia e Inovação. Segundo a pesquisadora responsåvel pelo centro, Samantha Olivier, o objetivo Ê ampliar as açþes com eucalipto QR1RUGHVWHGHPRGRDSURSRUFLRQDUDGLYHUVL¿FDomRSURGXWLYD(OD esteve em Alagoas buscando parcerias para a execução do Projeto Eucalipto para o Nordeste e garantiu que três estados jå possuem unidades experimentais: Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco.

‡$WpHPDFLGHQWHVDXWRPRELOtVWLFRVR-DSmRWHPPDQLDGHJUDQGH]D 1R¿QDOGHVHPDQDXPDFLGHQWHHPXPDHVWUDGDGDSURYtQFLDGH Yamagughi envolveu 14 carros de luxo, entre eles oito Ferraris, três Mercedes e um Lamborghini. ‡2VYHtFXORVDFLGHQWDGRVID]LDPSDUWHGHXPJUXSRGHImVGHFDUURV GHOX[RTXHYLDMDYDPHPFRPERLRSDUDDFLGDGHGH+LURVKLPDRQGH IDULDPXPDDSUHVHQWDomR ‡2DFLGHQWHDFRQWHFHXFRPRSULPHLURFDUURGRJUXSRHRVGHPDLV tentaram se esquivar, sem sucesso, e acabaram engavetados. Dez SHVVRDV¿FDUDPOHYHPHQWHIHULGDVQRDFLGHQWH ‡2&RULQWKLDQVDOpPGHFDPSHmRIRLRWLPHTXHGHXPDLVDXGLrQFLD j*ORERHj%DQGQDVWUDQVPLVV}HVGR&DPSHRQDWR%UDVLOHLUR'DV FLQFRSDUWLGDVGHPDLV,ERSHRWLPHSDXOLVWDHVWDYDHPTXDWURGHODV ‡-iHQWUHDVFLQFRSDUWLGDVGHPHQRUDXGLrQFLDR3DOPHLUDVHVWHYH em quatro delas. O Campeonato brasileiro deu à Rede Globo uma mÊdia de público nas transmissþes de 21 pontos no Ibope.

Por defesa do turismo, Lira Ê homenageado Clube do Feijão Amigo agradece parlamentar pelas açþes em favor do setor VICTOR AVNER

VICTOR AVNER REPĂ“RTER

O

VHQDGRU %HQHGLWR GH /LUD 33 IRLRJUDQGH homenageado do enFRQWUR GH  GR &OXEH GR )HLMmR $PLJR 2 JUXSR FRPSRVWR SRU HPSUHViULRV GRVHWRUWXUtVWLFREUDVLOHLUR UHDOL]D HYHQWRV DQXDOPHQWH SDUD SUHVWLJLDU KRPHQV H PXOKHUHV TXH WUDEDOKDP SHORGHVHQYROYLPHQWRGRWXULVPRQR%UDVLOHQRVHVWDGRV 3UHVLGHQWH GD &RPLVVmR GH 'HVHQYROYLPHQWR 5HJLRQDO H 7XULVPR GR 6HQDGR R SDUODPHQWDU DODJRDQR IRL HVFROKLGR SDUD VHU R SULQFLSDO KRPHQDJHDGR GR DQR SRUTXH YHP WHQWDQGR DSURYDU R 3URMHWR GH /HL  TXHHVWiKiGH]DQRVSDUDGD QR &RQJUHVVR 1DFLRQDO 2 WH[WR FULD XPD UHJXODPHQWDomRQDFLRQDOSDUDDVDJrQFLDV GH WXULVPR XPD GDV SULQFLSDLV UHLYLQGLFDo}HV GR VHWRUQR%UDVLO ´2 VHQDGRU HVWi GHIHQGHQGRR3URMHWRGH/HL TXHpLPSRUWDQWtVVLPRSDUD o setor no País�, comenta $OH[DQGUH7XPD1HVVÀOKR H UHSUHVHQWDQWH GH 0LFKHO 7XPD 1HVVD SUHVLGHQWH QDFLRQDOGR&OXEHGR)HLMmR Benedito de Lira quer regulamentação das agências de turismo

$PLJR $OpP GR SDUODPHQWDU RXWUDV VHWH SHVVRDV IRUDPKRPHQDJHDGDVSRUVHX WUDEDOKRHPSUROGRWXULVPR ² GHQWUH HOHV R VHFUHWiULR PXQLFLSDOGH,QIUDHVWUXWXUD GH 0DFHLy 0RVDUW $PDUDO 30'%  3DUD %HQHGLWR D KRmenagem Ê resultado das Do}HV GHVHQYROYLGDV QR &RQJUHVVR ´1yV WHPRV D REULJDomRGHWUDEDOKDUQmR estamos em busca de hoPHQDJHQV 0DV ÀFR PXLWR IHOL]SRUTXHpXPUHFRQKHFLPHQWRGRQRVVRWUDEDOKR¾ agradece. eDVHJXQGDYH]TXHDFDSLWDODODJRDQDVHGLDRHYHQWR 'H DFRUGR FRP 7XPD 1HVV D UHDOL]DomR GR HQFRQWUR SRVVLELOLWD XPD SURPRomR JUDWXLWD GD FLGDGH ´(VVDV KRPHQDJHQV VHUmR GLYXOJDGDV SHORV SUy[LPRV  GLDV QRV  HVWDGRV GR 3DtV ,VVR p PXLWR SRVLWLYR SDUD R WXULVPR SULQFLSDOmente de Alagoas�, destaca. 2 HPSUHViULR GR UDPR KRWHOHLUR 0DXUR 9DVFRQFHORV SUHVLGHQWH GR &OXEH HP $ODJRDV GLVVH VREUH R VHQDGRU ´(OH YHP GHVHQYROYHQGR WUDEDOKRV LPSRUWDQWHV SDUD R FUHVFLPHQWR GRWXULVPRQR(VWDGR¾

TURISMO

Segundo o senador, “saĂ­da ĂŠ trabalhar juntosâ€? 3DUD %HQHGLWR GH /LUD 33  DV GLYHUJrQFLDV SROtWLFDV QmR SRGHP DWUDSDOKDU R GHVHQYROYLPHQWR GR WXULVPR HP $ODJRDV (VVD IRL D W{QLFD GR GLVFXUVR GR VHQDGRUDSyVUHFHEHURSULQFLSDO SUrPLR GR &OXEH GR )HLMmR $PLJR ´1yV WHPRV TXH WUDEDOKDU HP FRQMXQWR SHOR FUHVFLPHQWRGRWXULVPRQRQRVVR (VWDGR 1RV SUy[LPRV DQRV YDPRV UHFHEHU GRLV JUDQGHV HYHQWRV LQWHUQDFLRQDLV TXH p D &RSD GR 0XQGR H DV 2OLPStDGDV 7HPRV TXH

DSURYHLWDURPRPHQWRTXHp IDYRUiYHO¾FRQVLGHURX $ SURSRVWD GH SDUFHULD IRL GHQVDPHQWH DSODXGLGD SHORV SUHVHQWHV QR HYHQWR 3RXFRV PLQXWRV GHSRLV GD GHFODUDomRRVHQDGRUGHL[RX FODURTXHDDÀUPDWLYDWHULD VLGRGLUHFLRQDGDD&tFHUR$OPHLGD 33 HFRPSOHWRXTXH PDQWpP DSRLR DR JRYHUQDGRU7HRWRQLR9LOHOD ´(X QmR SRVVR UHFODPDU absolutamente nada do Estado de Alagoas. Eu sou um VHUYRGH$ODJRDV¾SRQWXRX 0HVPR VHQGR FRUUHOLJLR-

QiULRV %HQHGLWR H R SUHIHLWR GH 0DFHLy WrP GLYHUJrQFLDVGHVGHRFRPHoRGRDQR TXDQGRRSUHIHLWRGHL[RXGH ID]HUSDUWHGDDOLDQoDFRPR JRYHUQDGRU7HRWRQLR9LOHOD $LQGD GXUDQWH VHX GLVFXUVR R SDUODPHQWDU OHPEURX TXH GHIHQGH D UHSDUWLomRGRVUR\DOWLHVGRSHWUyOHR entre todos os estados braVLOHLURV H LQIRUPRX VREUH D WUDPLWDomRGHXPSURMHWRGH OHL TXH SURS}H D GLYXOJDomR FRP ÀQV WXUtVWLFRV JUDWXLWD QRVFDQDLVDEHUWRV6HJXQGR %HQHGLWR D SURSRVWD SUH-

Yr GH] LQVHUo}HV SRU HVWDGR HPUHGHQDFLRQDOSDUDFDGD HPLVVRUDGH79 2VHQDGRUDĂ€UPRXDLQGD TXH HVWi UHDOL]DQGR QHJRFLDo}HV SROtWLFDV HP %UDVtOLD SDUD TXH $ODJRDV VHMD XPD GDV VXEVHGHV GD &RSD de 2014. “Barcelona, na EsSDQKD VRXEH DSURYHLWDU D RSRUWXQLGDGH TXH WHYH H KRMHpXPGRVSULQFLSDLVGHVWLQRV WXUtVWLFRV GR PXQGRÂľ FRPHQWRX 2 HVWDGR VHULD XPSRQWRHVWUDWpJLFRSRUVH ORFDOL]DUHQWUHGXDVVHGHV² 3HUQDPEXFRH%DKLD 9$

PREFEITO E SENADOR

+RPHQDJHPFRQĂ€UPDGLVWDQFLDPHQWR 2 SUHIHLWR &tFHUR $OPHLGD H R VHQDGRU %HQHGLWR GH /LUD FKHJDUDP DR PHVPR WHPSR QD IHVWD GR &OXEH GR )HLMmR$PLJR0DVRHQFRQWUR IRL VRPHQWH QD HQWUDGD Durante toda a homenaJHP R VHQDGRU H R SUHIHLWR GD FDSLWDO HYLWDUDP WURFDU ROKDUHV RX FRQYHUVDV PDLV SURIXQGDV 8P GRV SRXFRV PRPHQWRV GH FRQYHUVD IRL TXDQGR %HQHGLWRSHGLXSDUFHULDHP IDYRU GR WXULVPR PDV QmR WHYH RSRUWXQLGDGH GH VHU UHVSRQGLGRQDTXHOHPRPHQ-

WR0HVPRDVVLP$OPHLGDH /LUDSRVDUDPSDUDIRWRV VERTENTES 'LYHUVDV DXWRULGDGHV HVWDYDP SUHVHQWHV QD FRQIUDWHUQL]DomR GR &OXEH GR )HLMmR $PLJR (QWUH HOHV DV SHUVRQDOLGDGHV SUHVHQWHV HVWDYDP R SUHVLGHQWH GR 7ULEXQDO GH -XVWLoD GR (VWDGR GH $ODJRDV 7-$/  GHVHPEDUJDGRU 6HEDVWLmR &RVWD )LOKR R SURFXUDGRUJHUDOGH-XVWLoDVXEVWLWXWR 6pUJLR -XFi R SUHVLGHQWH GD $VVRFLDomR GRV 0XQLFtSLRV $ODJRDV $0$  SUH-

IHLWR $EUDKmR 0RXUD 36% GH 3DULSXHLUD  R SUHIHLWR GH 0DFHLy &tFHUR $OPHLGD 33 0DFHLy  R SUHVLGHQWH GD 2UGHP GRV $GYRJDGRV GR%UDVLOVHFFLRQDO$ODJRDV 2PDU&RrOKRGH0HORRUHFpPHPSRVVDGR SURFXUDGRUJHUDO GR (VWDGR DGYRJDGR 0DUFHOR 7HL[HLUD 0DUFRV 9HLUD VXSHULQWHQGHQWH GR 6HEUDHHP$ODJRDVGHSXWDGR IHGHUDO SRU $ODJRDV 5XL 3DOPHLUD 36'%  SUHWHQVR FDQGLGDWRWXFDQRjVXFHVVmR GR SUHIHLWR &tFHUR $OPHLGD HP  DOpP GH GLYHUVRV

VHFUHWiULRV GH (VWDGR H GRV PXQLFtSLRV 3DUD $OH[DQGUH 7XPD 1HVV ÀOKR H UHSUHVHQWDQWH GH0LFKHO7XPD1HVVSUHVLGHQWH QDFLRQDO GR &OXEH GR )HLMmR$PLJRDSDUWLFLSDomR GHSROtWLFRVGHYHUWHQWHVYDULDGDV QR HYHQWR p SRVLWLYD PDVHOHUHVVDOWDTXHRJUXSR QmR WHP OLJDomR FRP TXDOTXHUSDUWLGR ´2 &OXEH GR )HLMmR $PLJRpDSDUWLGiULReXPFOXEH TXH QmR WHP HVWDWXWR QHP VHGH¾ JDUDQWH $OH[DQGUH 7XPD1HVV 9$

PARALISAĂ‡ĂƒO

PARALISAĂ‡ĂƒO II

O presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), desembargador Sebastião Costa Filho, publicou atos normativos no Diårio da Justiça Eletrônico (DJE) da segunda-feira (5) HFRQ¿UPRXDVXVSHQVmRGH prazos processuais em cinco unidades judiciårias, em virtude da necessidade de realização de correiçþes internas. De ontem atÊ o próximo dia 15 deste mês, estão suspensos os prazos processuais e demais atividades no 10º Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca da Capital.

De ontem, 5, atĂŠ o prĂłximo GLDÂżFDPVXVSHQVDV as atividades na Comarca de Porto Calvo, ressalvadas as urgĂŞncias e audiĂŞncias jĂĄ designadas. Ainda de acordo com ato da PresidĂŞncia, desta segunda-feira atĂŠ o dia 9 deste mĂŞs, estĂŁo suspensas as atividades na Comarca de Joaquim Gomes. De quarta-feira (7) atĂŠ o prĂłximo dia 16 deste mĂŞs, tambĂŠm estĂŁo suspensos os prazos processuais e demais atividades no 8Âş Juizado Especial CĂ­vel e Criminal da Comarca da Capital.

TJ suspende prazos processuais

Comarca de JG com atividades suspensas


TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011 POL�TICA

5

Manso dispensa PM do pleito de JG Desembargador argumenta que tropa nĂŁo pode ser comandada por coronel Luciano Silva: “ele ĂŠ um trasgressorâ€? BRENO AIRAN

NIGEL SANTANA REPĂ“RTER

O COLUNA SEMANAL DA PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF Henrique Luz dos Santos Maia, 54 anos, engenheiro mecânico em TubarĂŁo (SC) – HĂĄ tempos nĂŁo ouço falar nem leio nada sobre o programa Luz para Todos. NĂŁo acredito que o Brasil todo esteja coberto. Este programa acabou? Presidenta Dilma – O programa Luz para Todos continua em execução. Em julho deste ano, eu prorroguei sua vigĂŞncia para 2014. Nessa nova fase, Henrique, o programa vai priorizar o atendimento GRVEHQHÂżFLiULRVGRSODQR%UDVLOVHP0LVpULDGHSHVVRDVUHVLGHQtes em ĂĄreas do TerritĂłrios da Cidadania ou em ĂĄreas de distribuidoras de energia elĂŠtrica cujo atendimento tenha impacto tarifĂĄrio mais elevado. ContinuarĂŁo sendo atendidos assentamentos rurais, comunidades indĂ­genas, quilombolas, comunidades de reservas extrativistas, escolas, postos de saĂşde e poços de ĂĄgua comunitĂĄrios. Desde 2003, quando o programa foi lançado, atĂŠ outubro deste ano, a energia elĂŠtrica jĂĄ tinha chegado a mais de 2,9 milhĂľes de ODUHVEHQHÂżFLDQGRPLOK}HVGHSHVVRDV,VVRMipPXLWRPDLV que a meta inicial, que era de 2 milhĂľes de moradias. É o maior programa de inclusĂŁo energĂŠtica do mundo, com resultados sociais extraordinĂĄrios. Ajudou a interromper o ĂŞxodo rural e a promover o retorno para o campo. Mais de 687 mil pessoas voltaram Ă s suas regiĂľes apĂłs a chegada da energia. As famĂ­lias começaram a adquirir bens que antes nĂŁo podiam. Uma pesquisa do MinistĂŠrio de Minas e (QHUJLDPRVWURXTXHGRVGRPLFtOLRVEHQHÂżFLDGRVSDVVDUDPD ter televisĂŁo, 73,3% compraram geladeira e 45,4% adquiriram algum equipamento de som. Omar Everton, 38 anos, logĂ­stica de circulação de jornal em Barreiras (BA) – Por que o programa Ă gua para Todos nĂŁo chegou ao interior da Bahia? Presidenta Dilma – JĂĄ começou a chegar, Omar. Na primeira fase do Ă gua para Todos, que lançamos em julho, dez municĂ­pios baianos jĂĄ foram contemplados. Esse nĂşmero serĂĄ ampliado, priorizando as comunidades mais carentes, de acordo com as informaçþes do Cadastro Ăšnico de Programas Sociais. O programa tem um objetivo e uma prioridade. O objetivo ĂŠ garantir o acesso Ă  ĂĄgua, que ĂŠ um direito de todos os cidadĂŁos. A prioridade ĂŠ levar ĂĄgua a 750 mil famĂ­lias em situação de extrema pobreza, que vivem no semiĂĄrido nordestino e no norte de Minas Gerais e sofrem com problemas crĂ´nicos de abastecimento. AtĂŠ 2014, serĂŁo implantadas 750 mil cisternas, criados PLOVLVWHPDVVLPSOLÂżFDGRVGHDEDVWHFLPHQWRPLOSHTXHQRVEDUreiros, 150 mil cisternas de produção e 3 mil pequenos sistemas de irrigação. AlĂŠm do Ă gua para Todos, Omar, estamos fazendo outros investimentos para garantir o acesso Ă  ĂĄgua aos nordestinos, como a Integração da Bacia do SĂŁo Francisco, construção de adutoras, açudes, canais de irrigação e sistemas urbanos de abastecimento. SĂŁo açþes que, juntas, vĂŁo garantir a ĂĄgua para o consumo e para a produção e, assim, permitir o pleno desenvolvimento humano e a segurança alimentar e nutricional de milhĂľes de brasileiras e brasileiros. Sonielson Luciano de Sousa, 34 anos, publicitĂĄrio em Palmas (TO) – Praticamente nĂŁo se vĂŞ mais falar, na grande mĂ­dia, em ocupação de ĂĄreas improdutivas por parte dos movimentos sociais. Temos, aĂ­, um sinal de ampliação constante, por parte do governo, da indispensĂĄvel reforma agrĂĄria? Presidenta Dilma – O governo federal tem feito a sua parte, Sonielson. Temos um projeto amplo de reforma agrĂĄria, que busca nĂŁo sĂł democratizar o acesso Ă  terra, mas tambĂŠm garantir segurança jurĂ­dica Ă  posse da terra e fornecer crĂŠdito e assistĂŞncia tĂŠcnica para a produção. A ĂĄrea incorporada ao programa de reforma agrĂĄria saltou de 21,1 milhĂľes de hectares em 2003 para 48,3 milhĂľes em 2010. Atualmente, hĂĄ mais de 900 mil famĂ­lias assentadas. Este ano, jĂĄ investimos R$ 530 milhĂľes na obtenção de novas ĂĄreas. Mas nĂŁo basta garantir acesso Ă  terra. Para que as famĂ­lias tenham vida digna no campo, promovemos mutirĂľes de documentação, educação de jovens e adultos, assistĂŞncia tĂŠcnica, damos apoio Ă  agroindustrialização da produção, condiçþes para o escoamento da produção, acesso Ă  moradia e outros instrumentos. Com o Brasil sem MisĂŠria, por exemplo, hĂĄ uma parceria inĂŠdita com supermercados, que estĂŁo comercializando a produção de agricultores familiares extremamente pobres. HĂĄ muito a fazer, mas os brasileiros do campo estĂŁo hoje inseridos em um conjunto de açþes que lhes proporciona terra mais produtiva e vida melhor. E esses avanços ocorrem com diĂĄlogo franco e aberto do governo federal com os movimentos sociais do campo.

clima entre o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Orlando Cavalcanti Manso, o comandante da PolĂ­cia Militar, coronel Luciano Silva, e o governo do Estado, estĂŁo acirrados, principalmente quando o assunto ĂŠ a eleição suplementar em Joaquim Gomes. Segundo informaçþes apuradas pela reportagem Manso nĂŁo quer a presença da PM promovendo a segurança no pleito, enquanto o coronel estiver Ă frente da tropa. O desembargador vai pedir ao governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) que solicite a presença das Forças Armadas nas eleiçþes deste domingo, 11. A medida de Orlando Manso dĂĄ a transparecer que nĂŁo existe mais FRQĂ€DQoDQRWUDEDOKRGHVHQvolvido pelo coronel Luciano Silva. Nas palavras do desembargador, que decretou a prisĂŁo do comandante da PolĂ­cia Militar, no dia 24 de novembro, “Luciano Silva ĂŠ um transgressor, e nĂŁo pode exercer a sua atual função por desrespeitar o artigo 344 do CĂłdigo Penal, podendo pegar de um a quatro anos de reclusĂŁoâ€?.

Desembargador Orlando Manso solicita do governador Teotonio Vilela a presença do ExÊrcito

Manso reconhece a importância do papel da PM na segurança pĂşblica, porĂŠm, com o atual comando, o TRE nĂŁo quer a presença da PM na garantia da paz durante o pleito suplementar de Joaquim Gomes. “Tudo o que acontecer no pleito daquele municĂ­pio,

PH UHÀUR jV TXHVW}HV GH VHgurança, a responsabilidade serå inteiramente do governador Teotonio Vilela Filho, que mantÊm o coronel Luciano Silva no comando da polícia Militar de Alagoas�, disse. AtÊ o fechamento desta

edição, Luciano Silva não se pronunciou sobre o fato. Nem a sua assessoria comentou a decisão do desembargador Orlando Manso. O comandante recebeu voz de prisão do desembargador por descumprimento de ordem judicial.

BIOMETRIA

Apenas 83% dos eleitores recadastrados BRENO AIRAN REPĂ“RTER

Em entrevista coletiva concedida na tarde de ontem, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL), desembargador Orlando Manso, o coordenador do processo de recadastramento eleitoral, juiz MaurĂ­lio Ferraz, e o tĂŠcnico do TRE, Luciano Gustavo de Oliveira LĂşcio, apresentaram dados do recadastramento em MaceiĂł e no interior do Estado. De acordo com o tĂŠcnico do TRE, que apresentou grĂĄ-

Ă€FRVFRPRVQ~PHURVGRSURcesso, MaceiĂł deverĂĄ chegar DRĂ€QDOGRSUD]RHVWLSXODGR para o dia 16, com 83% dos eleitores recadastrados. A mĂŠdia histĂłrica de comparecimento para esse tipo de procedimento, segundo Luciano Gustavo, ĂŠ de 80% . No momento, 75% dos eleitores maceioenses compareceram aos postos de atendimento espalhados pela cidade. Mesmo assim, segundo Orlando Manso, a capital alagoana deverĂĄ ser a primeira a concluir os procedimentos. Sobre os municĂ­pios do interior, o magistrado anunciou

que as cidades de Cajueiro, Capela, Mata Grande, Canapi, Inhapi, Anadia, Tanque D’Arca, Junqueiro e Teotônio Vilela terão prazo para conclusão dos trabalhos ampliados para o dia 9 de dezembro. Jå os eleitores de Arapiraca, São Miguel dos Campos e Palmeira dos �ndios terão atÊ março de 2012 para realizarem o recadastramento. De acordo com o TRE, o município alagoano com melhor desempenho foi Cacimbinhas, que concluiu o recadastramento antes mesmo do encerramento do prazo estabelecido para a cidade.

Na capital, pontos de biometria foram instalados nas faculdades Fits e Cesmac, para não haver tanto tumulto atÊ o dia 16, que funcionarão tambÊm aos domingos. JOAQUIM GOMES As eleiçþes para prefeito do próximo domingo movimentarão Joaquim Gomes. E para o aparato policial, Manso garantiu uma reunião, QHVWD TXLQWDIHLUD   GHÀnindo o apoio na cidade com RÀFLDLV GDV SROtFLDV )HGHUDO Rodoviåria Federal e Civil. Esta serå a primeira eleição suplementar biomÊtrica do Brasil.

BIOMETRIA EM ARAPIRACA

Justiça eleitoral abre segundo posto da 22ÂŞ e 55ÂŞ Zonas Eleitorais de Arapiraca, Alberto Alencar, 80 servidores estĂŁo Arapiraca (Sucursal) - trabalhando no local e 60 mĂĄO trabalho desenvolvido pela quinas e computadores disJustiça Eleitoral, em Arapi- SRQtYHLVFRPDĂ€QDOLGDGHGH raca, ganhou reforço ontem atender cerca de 1.500 pessocom a abertura de mais um as por dia. espaço para o cadastramento PorĂŠm, no primeiro dia de biomĂŠtrico. atividades, foi grande a proO novo local ĂŠ um amplo cura no posto eleitoral geranJDOSmR ORFDOL]DGR QR Ă€QDO do muita confusĂŁo para atuada Rua Marechal Deodoro, OL]DomRGHGDGRVIRWRJUDĂ€DH nas imediaçþes do Posto Ba- colhimento das digitais. “NĂłs naneiras, no bairro BrasĂ­lia. prevĂ­amos muita procura, O primeiro posto jĂĄ funciona mas a quantidade superou na sede do CartĂłrio Eleitoral. todas as expectativas. Por Segundo o chefe do CartĂłrio conta disso, tivemos de fechar

DAVI SALSA REPĂ“RTER

CASO CECI CUNHA

Sorteados os 25 jurados de julgamento O juiz federal titular da 1ÂŞ Vara, AndrĂŠ Tobias Granja, realizou na segunda-feira (5) audiĂŞncia de sorteio dos 25 jurados para o Tribunal do JĂşri que vai julgar os acusados pela morte da deputada IHGHUDO&HFL&XQKDHGHVHXVSDUHQWHVFDVRTXHÂżFRXFRQKHFLGR como “chacina da Grutaâ€?. O jĂşri popular estĂĄ marcado para o dia 16 de janeiro de 2012, Ă s 9h, no auditĂłrio da Justiça Federal em Alagoas, ocasiĂŁo em que, dentre esses 25 jurados sorteados, serĂŁo escolhidos por sorteio os sete que vĂŁo compor o Tribunal do JĂşri.

as portas no início da tarde para evitar desconforto para servidores e, principalmente, aos eleitores�, explicou Alberto Alencar, revelando que o trabalho serå retomado na manhã desta terça-feira. Arapiraca tem uma população estimada em 220 mil habitantes, e de acordo com a Justiça Eleitoral deve ter um contingente de 170 mil eleitores. Funcionam duas zonas eleitorais: a 22ª e a 55ª, que estão a cargo dos juízes Giovanni Alfredo Jatubå e Rômulo Vasconcelos, respecti-

vamente. A 22ª Zona Eleitoral compreende 27 bairros da cidade e ainda os municípios de CoitÊ do Nóia e Craíbas. A 55ª Zona Eleitoral tem a jurisdição dos demais bairros da cidade e os municípios de Lagoa da Canoa e Feira Grande. Alberto Alencar adiantou que, atÊ o momento, jå foram cadastrados cerca de 43 mil eleitores. De acordo com ele, o juiz Giovanni Jatubå solicitou a ampliação do prazo - que seria encerrado no próximo dia 16 de dezembro.

CHACINA

Previsão de duração do Júri Ê de dois dias Segundo informaçþes prestadas pelo juiz federal AndrÊ Granja, foi requerido à presidência do Tribunal Regional Federal da 5ª Região o envio da equipe de taquígrafos para atuar no júri, fato que deve agilizar a oitiva das testemunhas e o andamento das atividades, reduzindo para dois dias a previsão do júri. São rÊus no processo o ex-deputado federal Talvane Albuquerque, Jadielson Barbosa da Silva, AlÊcio CÊsar Alves Vasco, JosÊ Alexandre dos Santos e Mendonça Medeiros da Silva.


6

OPINIAO

TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011

OpiniĂŁo

Biometria e cidadania

O

pionerismo da Justiça Eleitoral em Alagoas demonstra que essa tem sido, nos últimos tempos, uma das poucas prestaçþes de servioRV S~EOLFRV D IXQFLRQDU FRP HÀFLrQcia neste Estado. A conclusão da revisão biomÊtrica em menos de um ano WDPEpPUHSUHVHQWDTXHRVLJQLÀFDGR do binômio serviço público-modernização Ê essencial para o bem-estar do FLGDGmR H SDUD PDLRU HÀFiFLD QD DGministração pública. No próximo ano, 100% dos eleitores de Alagoas votarão pelo sistema biomÊtrica, fato que representa mais LGRQHLGDGHHWUDQVSDUrQFLDQRSURFHVso eleitoral que, por sinal, tem histórica de conturbação que, em muitas ocasiþes provocou embaraço ao Poder -XGLFLiULR O processo eleitoral de 1990, por exemplo, ocasião em que a votação se

UHSHWLXSRUWUrVYH]HVSRUVXVSHLomRGH fraudes, envolvendo membros da Justiça Eleitoral, foi o último fato negativo e de grande repercussão. Com o voto ainda manual, a manipulação de políticos e interessados no pleito gerou casos pitorescos como a denúncia de dinheiro para os escrutinadores nos sanduíches. Contudo dois anos depois, a Justiça Eleitoral se redimiu do passado somEULR H R YRWR SRU XUQD HOHWU{QLFD Mi no plebiscito sobre regime de governo, mostrou o pioneirismo do Estado QDPDLVHÀFLHQWHIRUPDGHYRWDomRGR mundo. A organização montada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas, depois dos transtornos no início do processo biomÊtrico, Ê uma conquista para a Justiça Eleitoral alagoana, mas tambÊm um aperfeiçoamento no processo de cidadania dos alagoanos

LEONARDO SAKAMOTO Jornalista e doutor em CiĂŞncia PolĂ­tica

Rico erra; pobre comete crime 2V UHSHWLGRV FDVRV GH YLROrQcia gerados por jovens da classe mĂŠdia alta brasileira e a forma DYLOWDQWHFRPDTXDOWrPVLGRWUDtados adolescentes pobres no processo de ocupação policial de comunidades no Rio de Janeiro me deixam duplamente incomodado. Primeiro, ĂŠ claro, pelo fato em si. Segundo, pela forma como a sociedade se comporta diante disso. 6DEHPRV TXH p PDLV IiFLO XPD pessoa que roubou um xampu, um litro de leite ou meia dĂşzia de coxinhas ir amargar uma temporada no xilindrĂł – como mostram GLYHUVRVFDVRVTXHMiWURX[HDTXL ²GRTXHXPHPSUHViULRTXHFRUrompeu ou um polĂ­tico que foi corrompido passarem uma temporada fora de circulação. NĂŁo que o princĂ­pio da insigQLĂ€FkQFLD TXH SRGH VHU DSOLFDGR quando o caso nĂŁo representa riscos Ă sociedade e nĂŁo tenha causado lesĂŁo ou ofensa grave) QmR VHMD FRQKHFLGR SHOR -XGLFLiULR,QVLJQLĂ€FDQWHPHVPRpTXHP nĂŁo tem um bom advogado, muito menos sangue azul ou imunidade polĂ­tica. 7HPSRV DWUiV D VHJXLQWH QRWtcia veio a pĂşblico: “A empregada domĂŠstica Sirley Dias de Carvalho Pinto, de 32 anos, teve a bolsa roubada e foi espancada por cinco jovens moradores de condomĂ­nios de classe mĂŠdia da Barra da Tijuca, na PDGUXJDGD GH ViEDGR 2V JROSHV foram todos direcionados Ă  sua cabeça. Presos por policiais da 16ÂŞ '3 %DUUD  WUrV GRV UDSD]HV ÂŤ  confessaram o crime e serĂŁo levaGRVSDUDD3ROLQWHU&RPRMXVWLĂ€FDWLYD SDUD R TXH Ă€]HUDP DOHJDram ter confundido a vĂ­tima com uma prostitutaâ€?. Os rapazes nĂŁo eram da ralĂŠ. Se fossem de classe social mais baixa, certamente o texto seria sutilmente diferente:

“A empregada domĂŠstica Sirley Dias de Carvalho Pinto, de 32 anos, teve a bolsa roubada e foi espancada por cinco moradores da favela da Rocinha, na madrugada GHViEDGR2VJROSHVIRUDPWRGRV direcionados Ă sua cabeça. Presos SRU SROLFLDLV GD Â? '3 %DUUD  WUrV GRV EDQGLGRV ÂŤ  FRQIHVVDram o crime e estĂŁo presos. Como MXVWLĂ€FDWLYD SDUD R TXH Ă€]HUDP alegaram ter confundido a vĂ­tima com uma prostitutaâ€?. Rico ĂŠ jovem, pobre ĂŠ bandido. Um ĂŠ criança que fez coisa errada, o outro um monstro que deve ser encarcerado. Lembro que o pai de um deles, num momento de desesSHUR MXVWLĂ€FRX D DWLWXGH GR Ă€OKR FRPR VHQGR SHUGRiYHO 'D PHVma forma, o pai de um dos jovens que agrediram homossexuais com OkPSDGDVĂ XRUHVFHQWHVQD$YHQLda Paulista, em SĂŁo Paulo, pediu FRQGHVFHQGrQFLD $Ă€QDO LVVR QmR condiz com a criação que tiveram. Bem, sĂŁo pais, ĂŠ direito deles. O incrĂ­vel ĂŠ como a sociedade encara o tema, com uma diferenciação claramente causada pela origem social. Tenho minhas dĂşvidas se a notĂ­cia sairia se fosse o segundo caso. Provavelmente, na hora em TXH R HVWDJLiULR TXH ID] D FKHFDgem das delegacias chegasse com a informação, ouviria algo assim na redação: “Pobre batendo em pobre? Ah, acontece todo dia, nĂŁo ĂŠ notĂ­cia. AlĂŠm disso, ĂŠ coisa deles com eles. EntĂŁo, deixem que resolvamâ€?. Amigos que trabalharam em XPD UiGLR JUDQGH GH 6mR 3DXOR pertencente a um grupo de comuQLFDomRMiRXYLUDPDOJRPXLWRSDUHFLGRPDVPDLVFUXHOÂŤeWULVWH YHULĂ€FDUPDLVXPDYH]TXHRFRQceito de notĂ­cia depende de qual classe social pertencem os protagonistas. Somos lenientes com os nossos semelhantes, com aqueles

que poderiam ser nossos primos e irmĂŁos, e duros com os outros. $MXVWLĂ€FDWLYDGRVHVSDQFDGRUHV tambĂŠm ĂŠ bastante esclarecedora. Ou seja, “putaâ€? e “bichaâ€? pode. Assim como Ă­ndio e “mendigoâ€?. Lembram-se do Galdino, que morreu queimado por jovens da classe mĂŠdia brasiliense enquanto dormia em um ponto de Ă´nibus? Ou a população de rua do Centro de SĂŁo Paulo, que vira e mexe ĂŠ morta a pauladas enquanto descansa? AtĂŠ onde sabemos, apesar dos inFHQGLiULRVEUDVLOLHQVHVWHUHPVLGR presos, eles possuĂ­am regalias, como sair da cadeia para passear. E na capital paulista, crimes contra populacĂŁo de rua tendem a ser punidos com a mesma celeridade que agressĂľes contra indĂ­genas no Mato Grosso do Sul. 1D SUiWLFD DV SHVVRDV HQYROvidas nesses casos apenas coloFDUDP HP SUiWLFD R TXH GHYHP ter ouvido a vida inteira: putas, bichas, Ă­ndios e mendigos sĂŁo a corja da sociedade e agem para corromper os nossos valores morais e tornar a vida dos cidadĂŁos de bem um inferno. Seres descarWiYHLVTXHYLYHPQDSHQXPEUDH QRVDPHDoDPFRPVXDH[LVWrQFLD que nĂŁo se encaixa nos padrĂľes estabelecidos. E por que nĂŁo incluir nesse caldo as empregadas domĂŠsticas, que existem para serYLU"6HHOHVVRXEHVVHPDSURĂ€VVmR de Sirley, teria feito diferença? A sociedade tem uma parcela grande de culpa em atos como esse e os dos jovens que se tornam VROGDGRV GR WUiĂ€FR SRU IDOWD GH opçþes e na busca por dignidade, IXJLQGR GD YLROrQFLD GR (VWDGR H do nosso desprezo. A culpa nĂŁo ĂŠ sĂł deles. A diferença ĂŠ que, para os da classe mĂŠdia e alta, passamos a PmR QD FDEHoD $Ă€QDO VmR ´MRvensâ€?. Para os pobres, os “menoresâ€?, passamos bala.

ANTONIO MACHADO Membro da AAI

Centro Cultural do SertĂŁo

MARCO ANTONIO ARAUJO Jornalista

Futebol com resultados Ah, o tempo Ê senhor da razão. Se ainda havia alguma dúvida, acabou: A TV Globo conspirou contra a democracia, atentou contra os ideais republicanos, WUDLXVXDDXGLrQFLDPDQLSXORX imagens e ajudou a eleger o pior presidente da história deste País, Fernando Collor de Mello. Fossemos uma nação honrada, com leis a serem respeitadas, tivÊssemos uma Justiça para todos, a emissora da família Marinho deveria perder a concessão pública que a autoriza a manter uma emissora de TV. ( D FRQÀVVmR GH FXOSD IRL veiculada na Globo News. Com desfaçatez que beira o insulto, o então todo poderoso JosÊ BoQLIiFLR GH 2OLYHLUD 6REULQKR R famigerado Boni, admitiu, em entrevista a Geneton Moraes Neto, que, sim, a Globo ajudou a praticar a maior fraude eleitoral da história do Brasil. Boni, sempre na primeira pessoa do plural, confessa que, durante o escabroso debate eleitoral com Lula, em 1989, agiu como assessor político de Collor, compondo seu visual e tendo a brilhante ideia de colocar as famosas pastas empilhadas que

À]HUDPDWRGRVFUHUTXHDOLKDvia volumosas denúncias contra o candidato do PT. Detalhe sórdido: as pastas estavam vazias. Boni não tocou no assunto da criminosa edição do debate que iria ao ar no dia seguinte, no Jornal Nacional. Nem precisava. Chegamos a essa conclusão por mero raciocínio lógico. Todos sabem como aquelas imagens distorcidas foram determinantes para a vitória do presidente que viria a sofrer o primeiro processo de impeachment das democracias ocidentais. Agiram como sabotadores, terroristas das comunicaçþes, para colocar QR3DOiFLRGR3ODQDOWRRKRPHP FRUUXSWR GH TXH GH Oi VHULD H[pulso pelo povo, a pontapÊs. TambÊm não precisava falar mais do que isso, o bonachão cínico. Talvez no futuro seja obrigado a dizer, nas barras de DOJXPLPSURYiYHOWULEXQDO6Xgiro que lhe deem o privilÊgio da delação premiada, para que a verdade tambÊm atinja os poucos homens que estavam acima de Boni, entre eles Roberto Marinho. Collor nega que recebeu ajuda. TambÊm, pudera. Só faltava ele ser sincero uma vez na vida.

Mas percebam o ato falho, em entrevista Ă Folha de S. Paulo: “Nunca pedi a ninguĂŠm para falar com o Boni, meu contato era direto com o doutor Robertoâ€?. $KWi)RLRFKHImRPHVPRTXH o ajudou? -iRDWXDOGLUHWRUGD&HQWUDO Globo de Jornalismo, Ali Kamel, diz que toda essa sujeira “foi uma iniciativa do Boni, como cidadĂŁo, mesmo que com o consentimento de Roberto Marinhoâ€?. Hum? Se houve consentimento, como separar pessoa fĂ­sica de pessoa jurĂ­dica? Esse Kamel, ĂŠ sĂł apertar que entrega tudo... Se alguĂŠm nĂŁo julga sĂŠrias e estarrecedoras as declaraçþes do ex-capo da rede Globo, merecia perder a cidadania brasileira e ser deportado para algum SDtViUDEHTXHDLQGDYLYDVRER jugo de uma ditadura moribunda. Ignorar a gravidade dessas FRQĂ€VV}HV p DEGLFDU GD SUySULD cidadania. Com a palavra, o MinistĂŠrio PĂşblico, o Congresso Nacional, o MinistĂŠrio das Comunicaçþes, o Supremo Tribunal Federal e todos os brasileiros que foram vĂ­timas desse crime que quase levou os brasileiros ao caos.

FILIADO AO

Jorgraf UM PRODUTO:

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

Cooperativa dos Jornalistas H*UiÂżFRVGRHVWDGRGHDODJRDV

Dizem que as aposentadorias deixam as pessoas ociosas e Ă s vezes atĂŠ depressivas, perdendo o gosto pela vida, haja vista o contato humano ser essencial Ă  vida, gerando alegria, levando AristĂłteles a escrever: “o homem nĂŁo ĂŠ uma ilhaâ€?, nĂłs precisamos de mĂŁos que nos ajudem na difĂ­cil caminhada da vida. Uma vez aposentado merecidamente, o Dr. Tobias Medeiros, continuou suas atividades. Homem de livros e longas tertĂşlias, iYLGRGHFRQKHFLPHQWRWHYHRVXblime e fecundo ideal de criar um ĂłrgĂŁo cultural que viesse aglutinar valores culturais de uma reJLmRPRUPHQWHjVHUWDQHMDiUHD inĂłspita, porĂŠm rica em cultura, e dentro destes aspectos criou o Centro Cultural do SertĂŁo - CCS. Tendo como sede a vetusta cidade de Poço das Trincheiras, emancipada politicamente aos 15 de julho de 1958, por força da Lei 2.100, sendo essa cidade terra de seus ancestrais, descontentes dos Ă€GDOJRV KRODQGHVHV TXH WURX[Hram o sobrenome dos Wanderley, QD pSRFD GRV Ă DPHQJRV QDV $ODgoas, ĂŠ dessa estirpe que descenGH 'U 7RELDV 0HGHLURV Ă€FDQGR portanto, o dia 10 de setembro de FRPRRGLDRĂ€FLDOGDFULDomR do CCS. O ĂłrgĂŁo, uma vez fundado, coube a ser seu primeiro presidente o prĂłprio Dr. Tobias Medeiros, TXH FRPHoRX D QRUPDOL]iOR H convidar pessoas ligadas Ă  cultuUD SDUD LQWHJUiOR QRWDGDPHQWH Ă queles que fazem as letras serta-

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: JosĂŠ Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

QHMDVYLVWRRQRPHGRyUJmRHVWi PDLV GLIHUHQFLDGR D HVVD iUHD ( assim os anos se formam... Face seu idealismo, o presidenWHHVWiFRQVWUXLQGRDVHGHGH&HQtro Cultural do Sertão, às duras pernas, quase com recursos próprios, haja vista às contribuiçþes GRVVyFLRVVHUHPtQÀPDVQmRIDzendo face quase a nada, mesmo DVVLP FKHJDPRV DR ÀP GH PDLV um ano, numa reunião festiva e alegre em sua sede provisória, em UHVLGrQFLDV GH VHXV DQFHVWUDLV num ambiente simples e acolhedor. Foram momentos descontraídos e cheios de novas esperanças renovadas na perspectiva de um novo ano promissor. O Centro Cultural do Sertão MiFRQWDFRPTXDVHWULQWDVyFLRV Traz no seu bojo, a preservação da cultura e dos valores que enoEUHFHP H GLJQLÀFDP R KRPHP sem deixar de ser um liame entre os demais órgãos culturais do Estado. Mesmo encravado no megaWpUPLFR GR 6HPLiULGR DODJRDQR tende a crescer e projetar-se para o futuro, como um referencial da cultura no Sertão, porque não se pode deixar morrer a cultura sertaneja, pontua seu fundador, Dr. Tobias Medeiros. Mesmo vivendo em Maceió como membro da Academia Maceioense de Letras, esse jovem VHSWXDJHQiULR WHP VHX LGHDO plantado nas terras adustas do Sertão, onde conviveu toda sua infância. $KLVWyULDGRVSRYRVHVWiOLJDGD à sua cultura, daí, alguÊm acer-

tadamente ter dito: “preservar a histĂłria ĂŠ tĂŁo importante quanto ID]rODÂľ8PDUHJLmRHPTXHWXGR IDOWDHLVTXHVXUJHXPRiVLVHP XP PHLR DRV FiTXLWRV 8PD UHJLmR HP TXH WXGR IDOWD iYLGD GH cultura e conhecimentos, nunca ĂŠ tarde para se sonhar e tentar fazer. O pensador Richard Bach esFUHYHXHVWDPi[LPD´HQTXDQWRR homem tiver forças para sonhar, ele pode libertar sua alma e voarâ€?. ImbuĂ­dos destes propĂłsitos tĂŁo alvissareiros, o Centro Cultural do SertĂŁo - CCS continua atuante e altaneiro rumo aos seus objetivos na promoção e na preservação da cultura sertaneja. O SertĂŁo tem sido muito descriminado culturalmente. Poucos WrPVLGRDTXHOHVTXHJUDQMHDUDP uma Academia de Letras ao longo da histĂłria, quando, na realidaGHHVVDiUHDSRVVXLYDORUHVLQFRPHQVXUiYHLVFRPR%UHQR$FFLROL %UiXOLR &DYDOFDQWH %H]HUUD H Silva, cĂ´nego Fernando Medeiros, padre JosĂŠ BulhĂľes, OlĂ­mpio 6DOHVGH%DUURV-RVp2UrQFLRGR 7DPDQGXi 7DGHX 5RFKD DOpP de tantos outros valores desperdiçados pela vida afora, apoio-me na sentença do poeta Carlos Drummond de Andrade, que escreveu: “a cada dia que vivo mais me convenço de que o desperdĂ­cio GDYLGDHVWiQRDPRUTXHQmRGDmos, nas forças que nĂŁo usamos, QD SUXGrQFLD HJRtVWD TXH QDGD arrisca. E esquivando-nos do sofrimento, perdemos tambĂŠm a felicidadeâ€?.

Nosso noticiĂĄrio nacional ĂŠ fornecido pelas agĂŞncias: AgĂŞncia Folha e AGĂŞncia Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAĂ‡ĂƒO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

OS ARTIGOS ASSINADOS SĂƒO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NĂƒO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPĂ?NIĂƒO DESTE JORNAL.


TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011

PUBLICIDADE

7


8

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011

Cidades

Helicóptero do Bope faz voo inaugural no Memorial à República Representantes da Secretåria de Estado da Segurança Pública (Seds) e da Polícia Militar realizaram na manhã de ontem o voo inaugural no Memorial à República, no Jaraguå. O helicóptero, modelo Bell Jet Ranger II, serå utilizado pelo Batalhão de Operaçþes Policiais Especiais (Bope) para auxiliar as operaçþes policiais em terra. De acordo com o coronel Thúlio, a aeronave serå utilizada para a cobertura aÊrea das ocorrências policiais e de resgate.

PolĂ­cia nĂŁo descarta crime passional

GrĂĄvida de cinco meses pode ter sido assassinada por esposa de amante ou a mando dela, diz o 89Âş DĂ­strito Policial SANDRO LIMA

ANA PAULA OMENA REPĂ“RTER

M

Capotamento do caminhĂŁo atraiu curiosos, que aproveitaram a tragĂŠdia para saquear a carga de cimento

ais um caso de violĂŞncia contra mulher foi registrado em Alagoas. A mais recente vĂ­tima foi a jovem de 25 anos, Lucicleide da Silva Santos, que estava grĂĄvida de cinco meses. Ela morava sozinha no Povoado Santa Terezinha, que interliga as cidades de Coruripe e Penedo. O 89Âş Distrito Policial, comandado pelo delegado Josias Lima, vai investigar o caso e nĂŁo descarta a possibilidade de crime passional. “Ainda ĂŠ muito cedo para apontar a linha de investigação, mas tudo indica que teria sido crime passional (relativo Ă paixĂŁo ou amor)â€?, disse um agente da PolĂ­cia Civil daquela delegacia, que QmRTXLVVHLGHQWLĂ€FDU

Lucicleide da Silva Santos morava sozinha no Povoado Santa Terezinha desde quando seus familiares resolveram tentar melhorar de vida em São Paulo, por ser jovem e visivelmente bonita, teria tido um caso com um homem casado e engravidado dele. Supostamente, a jovem pode ter sido assassinada a mando da esposa de seu amante. Nesta terça-feira, o delegado Josias Lima começa a ouvir familiares e vizinhos da vítima, jå que ela teria sido encontrada em um canavial próximo de sua residência. Lucicleide pode ter sido estuprada e posteriormente enforcada.PorÊm, somente o laudo do Instituto MÊdico Legal Eståcio de Lima, que sai em 30 dias, poderå comprovar se houve ou não o estupro.

CURVA DA MORTE

CaminhĂŁo tomba na BR-316 e provoca uma morte Um capotamento envolvendo um caminhĂŁo Mercedes, de cor azul, com placa MUA 8934, que transportava carga de cimento, na manhĂŁ de ontem, na BR-316, entre Pilar e Atalaia, na ĂĄrea conhecida como “trevo da morteâ€?, deixou, pelo menos, duas

pessoas presas nas ferragens. Equipes do Samu (Serviço Móvel de Urgência) e do Corpo de Bombeiros estiveram no local do acidente para fazer a remoção das vítimas, que foram encaminhadas para hospitais particulares em Maceió. De acordo com informa-

çþes, um ajudante do caminhão morreu na hora, identiÀFDGRDSHQDVSHORDSHOLGRGH Del, de aproximadamente 30 anos de idade. $ EROpLD GR FDPLQKmR Àcou totalmente destruída e o PRWRULVWD LGHQWLÀFDGR FRPR Joaz Nascimento Melo, saiu

ileso para contar a história. Ele disse que perdeu o controle da direção na curva do trevo que liga Pilar a outros municípios alagoanos, na BR - 316. Com o capotamento houve saque, e dezenas de pessoas se aproveitaram de forma improvisada para

levar a carga de cimento do caminhĂŁo. $UHSRUWDJHPĂ DJURXSHVsoas levando sacos cimento em carro-de-mĂŁo, bicicletas e em malas de carros e nĂŁo se importavam com o corpo do ajudante estendido ao lado do caminhĂŁo. (A.P.O.)

DELMIRO

Homem usa foice e mata companheira A polícia de Delmiro Gouveia estå à procura de Luciano Gomes da Silva, que assassinou, na noite de domingo, sua companheira Sueli Teixeira da Silva, 23, com vårios golpes de foice. O crime foi registrado no Assentamento Boa Vista, localizado no Povoado Cruz, na zona rural da cidade sertaneja. De acordo com informaçþes da polícia, o acusado teria passado pelo povoado e DÀUPDQGRDIDPLOLDUHVGDYttima que iria praticar o crime. Preocupados com a notícia, parentes de Sueli Teixeira da Silva foram atÊ a residência do casal e encontraram o corpo da jovem todo coberto de sangue no chão. Em seguida, os familiares de Sueli Teixeira acionaram a polícia, que fez vårias buscas mas não conseguiu localizar o acusado. A jovem foi brutalmente assassinada e morta com golpes de foice na cabeça, tendo seu crânio aberto por conta da violência da agressão. Relatos de testemunhas revelaram que, na noite do crime, o casal travou uma forte discussão, e depois Luciano Gomes da Silva teria chamado Sueli Teixeira para ir para casa. Ainda de acordo com informaçþes da polícia, o acusado fugiu em uma motocicleta Honda, de cor verde. O assassinato de Sueli Teixeira da Silva chocou as pessoas que moram no Assentamento Boa Vista.


TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011

Cidades

CIDADES

9

Preso membro de quadrilha que assaltou três agências dos Correios em AL e SE A Polícia Civil prendeu no domingo (4), Nildo Macedo da Silva, conhecido como “Bida”, 40 anos, acusado de praticar assaltos à agência do Banco do Brasil de Piaçabuçu, ao grupamento da Polícia Militar e aos Correios no interior de Alagoas e no Estado de Sergipe. “Bida” estava em um povoado no município de Penedo quando foi surpreendido por agentes da polícia. Ele também é acusado de cometer um homicídio contra um policial civil sergipano, durante um assalto praticado pelo grupo aos Correios de Aracaju. Dentre os assaltos praticados pela quadrilha de “Bida” em Alagoas, além do Banco do Brasil estão os assaltos aos Correios da cidade de Jaramataia e de Igreja Nova.

Bancos se negam a ceder imagens de assalto Delegados apontam agências que só passam vídeos quando assalto é cometido contra empresa e não contra cliente ANDREZZA TAVARES REPÓRTER

A

maioria dos estabelecimentos comerciais de Maceió instala câmeras de segurança para tentar inibir a ação dos criminosos. Quando isso acontece, as imagens gravadas pelas câmeras podem ajudar nas investigações policiais, revelando os autores dos crimes. Mas, de acordo com delegados da capital, as agências bancárias, na contramão dessa lógica, se negam a ceder as imagens do circuito interno alegando invasão de privacidade dos clientes. Elas só liberam os vídeos mediante ordem judicial. O delegado do 4° Distrito Policial da Capital, Robervaldo Davino, precisou recorrer à Justiça para obter as imagens do circuito de câmeras da agência do Banco do Brasil, localizada no bairro da Serraria. Foi após sair da agência que José Ednaldo dos Santos, conhecido como Tiririca, funcionário

da Tribuna Independente, foi vítima de uma tentativa de saidinha de banco, que resultou em sua morte. “As imagens foram importantes porque, através delas, chegamos ao autor do disparo que vitimou o rapaz”, revelou Davino. Segundo o delegado, o autor do disparo foi autuado em flagrante pela saidinha de banco e outros crimes. “Identificamos o assassino e pedimos a prisão preventiva dele”, afirma. Ela acrescentou que o processo já está na Justiça. Os outros três bandidos que participaram da morte de Tiririca ainda não foram identificados. “Espero que no curso do processo, eles sejam identificados”, declarou Davino. Outro delegado que tem dificuldades em obter as imagens de câmeras dos bancos é Denisson Albuquerque, do 7° Distrito Policial de Maceió. “Na minha área, tem duas agências do Banco do Brasil e uma da Caixa Econômica Federal e elas nunca me cederam as imagens do ADAILSON CALHEIROS

circuito em casos de assaltos e saidinhas de banco. Os bancos geralmente ignoram o pedido, e quando respondem dizem que só passam as imagens mediante ordem judicial. Quando a vítima é o banco, eles entregam tudo”, declara Albuquerque, acrescentando que algumas agências afirmam que não têm câmeras. RESPOSTA O Banco do Brasil, por meio da assessoria de imprensa, falou que cuida em não descumprir o direito constitucional garantido pelo artigo 5° da Constituição Federal, que protege o direito de imagem dos cidadãos brasileiros e que por esse motivo só libera as imagens mediante requisição do Poder Judiciário. A assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal preferiu não se pronunciar sobre o assunto sem antes falar com a área de segurança da instituição para checar o que foi dito pelos delegados.

ADAILSON CALHEIROS

Bancos registram imagens de assaltantes, mas só entregam material para investigação com ordem da Justiça

MINISTÉRIO DA SAÚDE

Maceió fora do risco de surto de dengue SANDRO LIMA

DANIEL MAIA REPÓRTER

Cliente diz que não considera liberação como invasão de privacidade

FACILITA INVESTIGAÇÃO

Presidente da Câmara e juiz apóiam liberação de imagens O presidente da Câmara de Vereadores de Maceió, Galba Novaes, autor da lei que obriga os bancos a colocarem um painel opaco nos caixas das agências é favorável também à liberação das imagens das agências bancárias à polícia. O vereador acredita que a liberação não invadiria a privacidade das pessoas, por se tratar de locais públicos. Perguntado se apoiaria uma lei que obrigasse os bancos a liberar as imagens, sem o intermédio da Justiça, Galba Novaes respondeu que sim. “Quando se comete um crime, as imagens facilitam na elucidação”, declara. O juiz da 3ª Vara Criminal da Capital, Carlos Henrique Pita, revelou que todas as vezes que recebe uma solicitação de delegados e julga as imagens uma prova relevante para as investigações ele defere o pedido. Os clientes de bancos também disseram ser favoráveis à liberaração. “Sou totalmen-

te contra a postura do banco [de não liberar], que tem por obrigação ceder as imagens para a polícia. Se a pessoa é lesada, eles deveriam minimizar a situação liberando as imagens”, declara o engenheiro eletricista, Deraldo Júnior. “Os clientes não vão receber do banco o dinheiro roubado, mas na verdade deveriam receber”, critica. A representante de vendas, Janaína Carla da Silva, defende: “Tudo o que for fácil, deveria ser feito para agilizar o processo”, relata. “Até facilitaria, tornando o processo mais rápido para a polícia chegar aos criminosos”, conta a psicóloga Henriqueta Cardeal. Os três clientes de banco, entrevistados pela reportagem da Tribuna Independente, disseram que não consideram invasão de privacidade a liberação das imagens à polícia. “Só teria se tivesse feito algo de errado”, esclarece Deraldo Júnior. (A.T.)

O Ministério da Saúde divulgou ontem o Levantamento Rápido de Infestação por Aedes aegypti (Liraa) dos 561 municípios monitorados em todo o Brasil. Os dados revelam que em 48 cidades estão previstos surtos de dengue para 2012. De Alagoas, se enquadram na lista apenas Arapiraca e Palmeira dos Índios. No relatório que analisa o período de 2010 a 2011, Maceió está apenas em situação de alerta, com 1,9% de moradias identificadas com larvas do mosquito. Por municípios, são analisadas 100 residências. A média abaixo 1% caracteriza o território como zona satisfatória, longe de epidemias, enquanto acima de 3,9%, demonstra a iminência de surto. Considerando a região Nordeste, única em que o risco de epidemia aumentou, Maceió está melhor do que Salvador, que possui índice de infestação de 3,5%; de Recife, com 3,1%, e de São Luiz, com 1,6%. Aracaju ficou empatada com Maceió. O coordenador do Programa de Controle da Dengue no município, Manuel Gomes de Araújo, informou que o risco da doença está controlado, atualmente com uma incidência de 1,5%. Segundo ele, o mérito é dos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde e da população. “Conseguimos reduzir o índice realizando o trabalho de divulgação, ministrando palestras em obras e com a atuação de 600 profissionais concursados a partir de janeiro deste ano. Em 2010 tínhamos apenas 300”, disse. Manuel revela ter analisado a mudança de perfil das pessoas, que esquecem preconceitos e permitem as inserções nas residências, realizadas a cada dois meses. “As pessoas estão mais conscientes. Isso é bom”, destaca.

Inserções nas residências têm acontecido com mais facilidade por conscientização da população, segundo SMS

EM 2012

Número de cidades com risco de surto vai cair de 15 para dois A quantidade de municípios alagoanos em área de risco, diferente da previsão para 2012, é bem maior em 2011, segundo destaca a superintendente da Vigilância Sanitária da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), Sandra Canuto. Este ano, foram considerados nas zonas de risco de surto da dengue os municípios de Minador do Negrão, Estrela de Alagoas, Palmeira dos Índios, Arapiraca, Lagoa da Canoa, Feira Grande, Igreja Nova, Penedo, Rio Largo, Colônia Leopoldina, Satuba, Marechal Deodoro, Porto Calvo, Maragogi e Paripueira. Mas no próximo ano permanecem na lista apenas Arapiraca e Palmeira dos Índios. Para a superintendente, a

redução da dengue no Estado vem se demonstrando mais significativa quando se compara o ano de 2010, que fechou com 53.624 casos, com 2011, cujo índice chegou a 10.277 diagnósticos da doença. “Nós tivemos uma epidemia em 2010. Ficamos preocupados com o número de pessoas infectadas e começamos a intensificar os mutirões e tomar as devidas precauções”, disse. Para a gestora, ainda que a diminuição do risco da doença seja comprovada em números, a falta de educação e a ‘água parada’ persistem, causando a formação das larvas do mosquito Aedes aegypti. “A maioria das causas da dengue está ligada à intermi-

tência da água, problemas de abastecimento d’água, isso é verdade. A gente tem um nível socioeconômico muito baixo e isso dificulta nossa atuação. Se a população nos ouvisse e não depositasse lixo em lugares inadequados, estaríamos em uma situação melhor”, reflete Sandra. A secretária de Saúde de Arapiraca, Aurélia Fernandes, falou pelo município de Arapiraca, informando que já previa o risco de epidemia, mas adiantou que a secretaria não poupa esforços para atuar, seja orientando a população ou capacitando profissionais de saúde. A reportagem não conseguiu contato com a Secretaria de Saúde de Palmeira dos Índios. (D.M.)


10

PUBLICIDADE

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011

TribunaIndependente


TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011

PUBLICIDADE

11


12

CIDADES

Cavalgada em TeotĂ´nio

A

2ª Cavalgada de Nossa Senhora do Guadalupe, do Povoado Sucupira, no município de Teotônio Vilela, reuniu centenas de cavaleiros e amazonas de todo o Estado de Alagoas. O evento, que contou com a presença dos prefeitos de Teotônio, Peu Pereira; de Junqueiro, Fernando Pereira, e do deputado estadual Joãozinho Pereira, ficou marcado por homenagens ao saudoso político João JosÊ Pereira, conhecido naquela região como Prefeitão.

$JRUDpRÂżFLDO

9LOHODFRQÂżUPD

O Encontro Estadual do PSDB, realizado no Ăşltimo sĂĄbado, no municĂ­pio de Arapiraca, movimentou lideranças tucanas da capital e do Agreste alagoaQRTXHFRQÂżUPDUDPHFRPHPRUDUDP a prĂŠ-candidatura do ex-deputado e secretĂĄrio estadual de Articulação 3ROtWLFD5RJpULR7HyÂżORj3UHIHLWXUDGH Arapiraca. Durante o encontro, o presidente de honra do PSDB, governador 7HRWRQLR9LOHOD)LOKRFRQÂżUPRXRVHX DSRLRjFDQGLGDWXUDGH7HyÂżORUHIRUoRX o papel do secretĂĄrio estadual como liderança polĂ­tica histĂłrica em Arapiraca e destacou os princĂ­pios do PSDB e da vida polĂ­tica do ex-deputado recĂŠm ingresso no “ninho tucanoâ€?.

“RogĂŠrio, vocĂŞ estĂĄ chegando onde, na verdade, vocĂŞ sempre esteve, em princĂ­pios, valores, dedicação ao serviço pĂşblico. Os seus valores se coadunam com os valores do PSDB, e nos enchemos de orgulho ao saber que vocĂŞ serĂĄ o prefeito de Arapiraca que levarĂĄ esse municĂ­pio para uma era de ainda mais desenvolvimentoâ€?, anunciou o governador, enfĂĄtico, aponWDQGRDo}HVGH7HyÂżORFRPR liderança polĂ­tica da regiĂŁo e ex-secretĂĄrio de Estado da Educação.

Lideranças Vilela tambĂŠm relembrou, durante o Encontro Estadual do PSDB, o “legadoâ€? de lideranças polĂ­ticas que transformaram a histĂłria de Arapiraca e possibilitaram o desenvolvimento do Agreste alagoano, como a deputada federal CĂŠlia Rocha; a ex-deputada federal Ceci Cunha; o presidente do PSDB Arapiraca, Francisco Azevedo, e o prĂłprio RogĂŠrio 7HyÂżORÂł$UDSLUDFDpXPFHQWURGHJUDQGHVOtGHUHVSROtWLFRVSHVVRDV que sabem que fazer polĂ­tica ĂŠ agir com honestidade, isenção, e nĂŁo com politiquice ou politicagemâ€?, avaliou o governador.

PĂłlo Moveleiro )HVWDGDVĂ€RUHV O presidente de honra do partido tambĂŠm levou aos arapiraquenses algumas das principais açþes do governo do Estado no municĂ­pio, como a construção da Estrada da Bananeira, da RodoviĂĄria e do PĂłlo Moveleiro e o apoio aos agricultores por meio da lei sancionada que cria a nova Emater. “Arapiraca e o Agreste alagoano estĂŁo entre as metas prioritĂĄrias de nosso governoâ€?, enfatizou.

(DIHVWDGDVÀRUHVHVWiGHYROWD2)HVWLval das Flores da cidade de Holambra/SP estå chegando mais uma vez a Arapiraca, desta feita em sua 2ª edição. Desde o dia 1º e atÊ o dia 11 de dezembro, o estacionamento do ginåsio municipal do Parque Ceci Cunha vai se transformar em um grande jardim com mais de 100 espÊcies GHÀRUHVHSODQWDV'HQWUHHODVFDFWXV gÊrberas, bonsais, rosas, e as sempre bem procuradas orquídeas para embelezar ou para presentear as famílias alagoanas, lå HVWDUmRSUHVHQWHV2HYHQWRpEHQH¿FHQWH e tem entrada franca, funcionando sempre GDVjVKRUDVQRHVWDFLRQDPHQWRGR ginåsio municipal do Parque Ceci Cunha. Mais informaçþes: 9963-9813.

Maragogi Em recente encontro, o prefeito de Maragogi, Marcos Madeira, e o deputado estadual Marquinhos Madeira, aproveitaram a reunião com secretårio de Infraestrutura, Marco Firemann, e solicitaram mais celeridade na construção do aeroporto que vai interligar Alagoas e Pernambuco atravÊs do último município do Litoral Norte, Maragogi.

Aeroporto Segundo Marcos Madeira, DFRQVWUXomRYDLEHQHÂżciar os dois Estados. “O secretĂĄrio revelou que foi feito um consĂłrcio entre Alagoas e Pernambuco para que se tenha mais rapidez na construção. AtravĂŠs da parceria com os dois governos, os dois aportando recursos, DSLVWDGHSRXVRÂżFDUi no territĂłrio alagoano e o terminal de carga e descarga para o Estado vizinho. Assim, o aeroporto serĂĄ viabilizado logoâ€?, ressaltou.

TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011

Moradia

Ainda na mesma reuniĂŁo, eles trataram das casas que estĂŁo prometidas para a cidade. “O Conjunto Deda Paes necessita de condiçþes mĂ­nimas de sobrevivĂŞncia. $VLWXDomRHVWiÂżFDQGRFDGDYH]SLRU e precisamos ajudar essa populaçãoâ€?, frisou o deputado Marquinhos Madeira. O deputado e o prefeito entraram com a contrapartida doando o terreno e oferecendo obras de infraestutura e, segundo o deputado, o Estado vai dar R$ 1 mi para a construção de 100 casas, nesse conjunto, em Maragogi. De acordo com o prefeito, o secretĂĄrio Marco Fireman vai entrar com toda a documentação necessĂĄria para a construção dessas casas o mais rĂĄpido possĂ­vel na Caixa EconĂ´mica Federal (CEF).

Contratação Prefeitura Municipal de Arapiraca, por intermédio da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos e da Secretaria Municipal de (GXFDomRGLYXOJRXDUHODomRGRVFDQGLGDWRVjYDJDGHPRWRULVWDVSDUD atendimento de transporte escolar em caráter excepcional e por tempo determinado. Os candidatos participarão de uma prova eliminatória com conhecimentos básicos de português, matemática e trânsito. A prova acontece na SUy[LPDTXDUWDIHLUDjVKQR&HQWURGH)RUPDomRGH3URIHVVRres, no Alto do Cruzeiro (mesmo local onde aconteceram as inscrições). Para informações ou dúvidas, entrar em contato com o setor de Recursos Humanos da Secretaria de Administração. 1DWDUGHGD~OWLPDTXLQWDIHLUD  XPDHTXLSHGHSUR¿VVLRQDLVGR 1~FOHRGH$SRLRj6D~GHGD)DPtOLD 1DVI GH/LPRHLURGH$QDGLD esteve no banco de leite humano em Arapiraca, para fazer a doação GHDSUR[LPDGDPHQWHIUDVFRVGHYLGURGHVWLQDGRVjFROHWDGHOHLWH materno. ... Os frascos foram arrecadados pelos agentes comunitários de saúde do município de Limoeiro de Anadia, durante a realização de provas TXH¿]HUDPSDUWHGD*LQFDQDGRV$JHQWHVRFRUULGDQR¿QDOGRPrVGH outubro, promovida pela Atenção Básica, através do Nasf. A realização da gincana foi uma alusão ao Dia do Agente Comunitário de Saúde. $HQWUHJDGRVIUDVFRVIRLIHLWDSHOD¿VLRWHUDSHXWD6WpSKDQLH$OPHLGDH a pela psicipedagoga Zeneide Marinho, que representaram toda a equipe. As duas foram recepcionadas pela enfermeira Patrícia Mendes e pela coordenadora do Programa de Saúde da Criança e do Adolescente GH$UDSLUDFD9LOPD&DHWDQRTXHQDRFDVLmR¿FDUDPPXLWRIHOL]HVH DJUDGHFLGDVSHODGRDomRHVHFRORFDUDPjGLVSRVLomRGRPXQLFtSLRGH Limoeiro de Anadia para qualquer necessidade.

Arapiraca nĂŁo registra homicĂ­dios hĂĄ 11 dias

NĂşmero da PM revela novidade diante dos Ă­ndices de criminalidade no municĂ­pio DAVI SALSA

DAVI SALSA REPĂ“RTER

A

rapiraca (Sucursal) - O município de Arapiraca, de acordo com informaçþes repassadas pelo Centro de Operaçþes Militares (Copom) do 3º Batalhão, nos últimos 11 dias não teve registro de assassinatos. O número Ê uma surpresa frente ao total de mortes violentas registradas hå pouco mais de um mês. Conforme dados do Instituto MÊdico Legal de Arapiraca (IML), somente no mês de outubro deste ano foram notificadas 45 mortes violentas, sendo a maioria por arma de fogo, 88%, e arma branca (faca), 11%. No período tambÊm foram registrados mais de 100 exames de lesão corporal. Os dados chegaram ao conhecimento do promotor da Vara de Execuçþes Penais, Alberto Tenório, que ficou preocupado com o crescimento da violência na região. Outro dado estatístico revela a elevação da criminalidade em cidades da Região Metropolitana do Agreste, in-

Em contrapartida, no mĂŞs de outubro foram registrados 45 assassinatos, a maioria entre jovens de 15 a 35 anos

cluindo assassinatos e latrocĂ­nios. Somente de janeiro atĂŠ o inĂ­cio do mĂŞs de novembro deste ano o IML de Arapiraca notificou a entrada de 1.213 corpos. A maior parte dos crimes de homicĂ­dios atingem jovens

na faixa etåria entre 15 e 35 anos. Eles tambÊm lideram o ranking de mortes por acidentes de trânsito - maior parte envolvendo motocicletas. Os números são assustadores e preocupam as autoridades policiais, que realizaram

recentemente em Arapiraca um seminĂĄrio para abordar temas como a defasagem no nĂşmero de militares e agentes civis, bem como a falta de viaturas e armas para atender as principais ocorrĂŞncias da cidade e regiĂŁo.

VIOLĂŠNCIA

Primavera e Manoel Teles lideram ranking Durante o seminårio que discutiu segurança pública em Arapiraca, a polícia apresentou informaçþes revelando que os bairros Primavera e Manoel Teles lideram o ranking das regiþes que mais registraram crimes violentos neste ano. Outras localidades, como Caititus, Planalto e Brasília, jå mostram um crescimento dos índices de violência. O levantamento inclui casos de homicídios, furtos, roubos e lesþes corporais. O crime que mais preocupa os moradores dessas localidades são os roubos praticados por assaltantes em motocicletas. Recentemente, os cerca de 25 mil moradores do bairro Primavera, um dos mais populosos da cidade, recebeu uma base provisória de Policiamento Comunitårio. A previsão Ê que, atÊ o início do próximo ano, serå construída em definitivo no bairro a primeira Base de Policiamento Comunitårio do interior de Alagoas. Outras duas bases estão previstas para serem insta-

DAVI SALSA

Manoel Teles deve ganhar base de polĂ­cia comunitĂĄria, assim como Primavera, que serĂĄ contemplado no inĂ­cio de 2012

ladas na cidade, uma delas no Conjunto Residencial Jardim das Paineiras, onde vivem 583 famĂ­lias, e outra no Lago da Perucaba, que irĂĄ atender os moradores do bairro Manoel Teles e adja-

cĂŞncias. Atualmente, o municĂ­pio detĂŠm o terceiro lugar no ranking de homicĂ­dios do PaĂ­s. Arapiraca apresenta um Ă­ndice de 107,5 homicĂ­dios

por 100 mil habitantes, perdendo para MarabĂĄ, no Estado do ParĂĄ, com 125 assassinatos por cem mil habitantes, e Itabuna, na Bahia, com 113,8 homicĂ­dios por 100 mil habitantes.

MAIS DE 200 CAIXAS

PRF faz maior apreensĂŁo de cigarros do ano NIGEL SANTANA

PETRÔNIO VIANA NIGEL SANTANA REPÓRTERES

Carga estava escondida em caminhĂŁo embaixo de caixas de verdura

O Núcleo de Operaçþes Especiais da Polícia Rodoviåria Federal apreendeu, no início da noite de såbado, o maior carregamento de cigarros contrabandeados interceptado em Alagoas em 2011. A carga estaria avaliada em aproximadamente R$ 200 mil. Segundo a PRF, são mais de 200 caixas contendo 50 pacotes de cigarros cada uma. O cigarro era da marca Eight, que estaria proibida no Brasil por conter uma quantidade de substâncias cancerígenas maior que a permitida pelas autoridades de saúde do país. De acordo com oficiais da PRF, algumas viaturas faziam uma operação de fiscalização de rotina no município de Delmiro Gouveia, no Sertão alagoano, quando avis-

taram o caminhĂŁo vermelho, de placa JMH-9379, de Lagoa dos Gatos, em Pernambuco, realizando uma manobra arriscada. O veĂ­culo foi parado e, ao abordarem o motorista, identificado como JosĂŠ Erivonaldo Souza, de 33 anos, perceberam seu nervosismo. Os policiais começaram a averiguar a carga e, apĂłs a retirada de algumas caixas de verdura usadas de “disfarceâ€?, os policiais rodoviĂĄrios encontraram o contrabando. O motorista foi detido e contou Ă PRF que receberia R$ 5 mil pelo transporte da carga. Os cigarros haviam saĂ­do do Paraguai, passado por vĂĄrios estados, entre eles SĂŁo Paulo, e seriam entregues em Arapiraca. ApĂłs a apreensĂŁo, o caminhĂŁo foi levado para a SuperintendĂŞncia da PRF em MaceiĂł. O motorista foi indiciado por contrabando, com pena de um a quatro anos de prisĂŁo.


TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011

Economia AĂ?LTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com

Um pai pra lå de inconveniente Finalzinho de tarde na orla marítima, ventinho soprando maneiro. Uma delícia. No Bar do Raimundo, ambiente selecionado, uma patota bebia descontraída, enquanto apreciava, pela TV, o bate bola entre Palmeiras e São Paulo. De repente, a quietude do ambiente foi quebrada com a chegada de um sujeito pra lå de biritado, que apontou para um rapaz que se achava ocupando uma mesa, juntamente com alguns amigos: - Ei! Tua mãe Ê gostosa demais, tå sabendo? O cara não respondeu. Baixou a cabeça e continuou bebendo a sua cervejinha. Plantado no meio do salão, o cara prosseguiu: - Pode haver mulher igual a tua mãe, mas melhor, nuuunca! 7RGRPXQGRSDURXGHEHEHUH¿FRXHVSHUDQGRXPDUHDomRYLROHQWD do rapaz. AtÊ o vento deixou de soprar. - Que bunda linda que ela tem! E os peitos? Que peitos maravilhosos, meu Deus! O bêbado não parava de falar na mãe do freguês, que parecia ser feito de gelo. - Aquela mulher me mata! – insistiu o bebão, encarando o rapaz. O que o pessoal achava era que aquela história não iria acabar bem. Muito timidamente, alguÊm sugeriu num canto do salão: - Chamem a polícia! Esse sujeito estå passando dos limites! E o bêbado: - Pra quê polícia? Fique na sua, cara. O assunto aqui Ê comigo e esse rapazinho aí! Dito isto, o cachaçudo chegou mais pra perto do seu alvo e sapecou: - Vou tomar mais uma e vou voltar pra me deitar com a tua mãe. Só hoje de manhã trepei cinco vezes com ela! Eita mulher gostosa da porra! A freguesia esperou que nesse ponto ocorresse a tragÊdia que se desenhava. - Tua mãe adorou! – completou o inconveniente. Aí, aconteceu. O rapaz levantou-se... - Ooohhh... – gemeram todos de pavor. ... colocou a mão no ombro do sujeito e disse, na maior tranquilidade: - Pai, vå pra casa. Você tå bêbado demais!

Dupla cornagem Mal entrou em casa, trepada num par de tamancos altĂ­ssimos, madame MargadolĂ­nea, muito da gostosa, por sinal, foi abordada pelo ÂżOKLQKR-XQLQKRTXHGHGXURX - Mainha, quando vocĂŞ saiu, o painho pegou a empregada, tirou a roupa, botou ela em cima da mesa e... - Calminha aĂ­, meu anjo! Hoje, seus avĂłs, seus tios e primos virĂŁo jantar aqui em casa. AĂ­, vocĂŞ conta essa histĂłria na frente deles, que eu quero ver a cara do safado do seu pai, tĂĄ bom? Mais tarde, todos em volta da mesa, mamĂŁe deu uma piscada pro ÂżOKLQKRHRUGHQRX 9DPRVOi-XQLQKRFRQWDDJRUDDTXHODKLVWRULQKD O menino subiu numa cadeira, assumiu postura de orador e mandou ver: - Bem, quando vocĂŞ saiu de manhĂŁ, o painho pegou a empregada, tirou a roupa, botou ela em cima da mesa e fez a mesma coisa que vocĂŞ faz quando vai ao dentista!

Infelizmente não desviou! O Ilustre Ediborde Rêgo pode ser considerado, hoje, o doente mais visitado de todos os tempos, num quarto de hospital. Sua situação não Ê nada boa, com 80 por cento das costelas fraturadas, uma perna e um braço triturados e com menos dez dentes na boca. Culpa da mulher GHOHGRQD5XWLQpD(ODpGRWLSRTXH¿FDRWHPSRWRGREX]LQDQGRQR ouvido do marido. Ediborde e a sobredita RutinÊa viajavam com destino ao interior GRHVWDGRD¿PGHFXUWLUHPXP¿QDOGHVHPDQDUHVSLUDQGRXPDU]LQKR melhorado. Ele ao volante e ela ao lado, azucrinando: - Edinho, olha um caminhão parado ali na frente! - Tô vendo! Pode deixar que eu desvio. - E aquele buraco adiante, Edinho? Você tå vendo? - Não sou cego, Rutinha. Eu desvio! E Ediborde de pÊ topado. - Edinho, meu amor! - QuiÊ, mulher? - Olha lå adiante, a velhinha atravessando a pista! - Eu jå ví! - Presta atenção, Edinho! Olha a ponte! - Deixa que eu desviii...

Menos marcha à rÊ! Apesar de entrada demais na idade, dona Creôncia inventou de aprender a dirigir automóvel. Não se sabe como, conseguiu passar no exame de habilitação numa dessas fases do interior do estado. Mês depois, andava montada num Corsa zerinho, presenteado pelo marido Antupatro. Na semana seguinte, olha ela envolvida num acidente de tråfego! Dona Creôncia dirigia naquele trânsito complicado do centro da cidade quando, de repente, atropelou um motoqueiro. Desesperada, ela olhou para trås e viu o infeliz estirado no chão. Então, desabafou: - Ai, meu Deus! O que Ê que eu faço agora? E o motoqueiro, tambÊm agoniado: - Faça qualquer coisa, dona. Só não dê marcha à rÊ, pelo amor de Deus!

Finesa não confundir! &KDWHDGtVVLPDjPHVDGHUHIHLo}HV)ODYLQKD¿OKLQKDHGXFDGLQKD tentava disfarçar a inconveniência do pai Adalabardo, frente aos convidados. - Ô painho, eu jå disse que Ê falta de educação arrotar diante das visitas! E o maleducado: - Arrotar quê, menina? Tå confundindo o meu cu com a minha boca? Eu não arrotei! Eu peidei!

E era pra tirar? 2SLDQRGDÂżOKDGR5DLPXQGR1RQDWRSLIRXHHOHHQWHQGHXGHOHYi lo pro conserto. EntĂŁo, tentava passĂĄ-lo atravĂŠs da janela quando o vizinho Theobaldo ofereceu-se para ajudar. Depois de vĂĄrias tentativas frustradas e morto de cansado, Nonato desistiu: - Ă” ThĂŠo, acho que vamos conseguiu tirar esse piano deste quarto! - E era pra tirar?! Eu pensei que era pra empurrar pra dentro!

ECONOMIA

13

Casa Dom Bosco recebe alevinos para açude e depois usar no consumo O secretårio de Estado da Pesca e Aquicultura, Regis Cavalcante, esteve ontem na Casa Dom Bosco, no bairro Santa AmÊlia, para entregar um montante de alevinos para povoamento no açude da entidade. Em aproximadamente seis meses, as tilåpias devem estar prontas para o consumo. Hå 20 anos a entidade abriu as portas com o objetivo de abrigar meninos de rua que habitavam as redondezas. No entanto, desde janeiro, a entidade comandada pelo padre Tito funciona como comunidade terapêutica, com a intenção de recuperar dependentes químicos entre 12 e 18 anos. A instituição sobrevive de doaçþes de bem-feitores desde a sua criação.

PlĂĄstico: trĂŞs empresas serĂŁo inauguradas em AL Plastmar, Ultra Therm e MegaplĂĄs abrem novos empreendimentos este mĂŞs DIVULGAĂ‡ĂƒO

O mĂŞs de dezembro serĂĄ especial para o setor produtivo alagoano, principalmente para a cadeia da QuĂ­mica e do PlĂĄstico. As empresas Plastmar, MegaplĂĄs e Ultra Therm abrirĂŁo novos empreendimentos em Alagoas, gerando 250 empregos diretos no Estado. Com investimentos somados na ordem de R$ 26 milhĂľes, DV XQLGDGHV Ă€FDUmR VLWXDGDV no Polo Multissetorial Governador Luiz Cavalcante. A Plastmar serĂĄ inaugurada na prĂłxima segunda-feira (12), a partir das 10h, em solenidade que contarĂĄ com a presença do governador Teotonio Vilela Filho e do secretĂĄrio de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento EconĂ´mico, Luiz Otavio Gomes. Logo em seguida, Ă s 11h, serĂĄ a vez da MegaplĂĄs inaugurar sua nova Novas fĂĄbricas dispĂľem de ampla matĂŠria-prima a partir da Braskem unidade, que conta com uma ĂĄrea total de 20 mil m². No dia 21 de dezembro, ocorrerĂĄ a inauguração da Ultratherm, HPSUHVD TXH Ă€FDUi ORFDOL]DGD na Rua JoĂŁo JosĂŠ Pereira Filho, nÂş 1.600, do Polo Multissetorial. “A equipe da Seplande trabalhou incessantemente para trazer esses empreendimentos. Estamos satisfeitos em encerrar o ano com a inauguração dessas empresas que vĂŁo gerar vĂĄrios postos de trabalho e aquecer a ecoQRPLD DODJRDQDÂľ DĂ€UPRX R secretĂĄrio Luiz Otavio Gomes. Fundada em 1990, a Plastmar, fĂĄbrica especializada na produção de mangueiras e componentes plĂĄsticos jĂĄ conta com uma unidade em AlagoDV $ HPSUHVD Ă€JXUD HQWUH DV lĂ­deres de comercialização nas regiĂľes Norte e Nordeste. Com a nova fĂĄbrica, que conta com investimentos na ordem de R$ 8 milhĂľes para a execução do projeto, a previsĂŁo ĂŠ que a produção alcance 400 toneladas por mĂŞs. A nova unidade tem uma ĂĄrea total de 15 mil m². A MegaplĂĄs, empresa com matriz na cidade de Catanduva, interior de SĂŁo Paulo, vai potencializar a produção e distribuição de embalagens plĂĄsticas em polietileto de baixa densidade, uma das especialidades da empresa.

AVALIAĂ‡ĂƒO

Agricultura famililiar tem conformidade TÊcnicos do Governo do Estado, cooperativas e representantes de empresas ligadas ao ramo da agricultura familiar se reuniram, ontem, na sede do Sebrae/ AL, para tratar da constituição do Sistema Participativo de Garantia (SPG), que visa a ampliação de acesso ao mercado dos produtos orgânicos por meio da avaliação gratuita de conformidade. O sistema Ê uma iniciativa do Arranjo Produtivo Local (APL) Laranja no Vale do Mundaú – coordenado pela Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande) e pelo Sebrae/AL – em parceria com a Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri). 1D RFDVLmR ÀFRX GHWHUminada a criação de uma comissão especializada para D FRQFHVVmR GH FHUWLÀFDomR orgânica para os produtos dos agricultores, que, segundo a gestora do APL, Leila Flåvia, passarão a ter maior credibilidade no mercado. A partir de uma avaliação do cultivo dos alimentos sem agrotóxico pelos Organismos Participativos de Avaliação da Conformidade Orgânica (Opacs), os produtos receberão ou não o aval da comissão, que deve ser formada SRU SURÀVVLRQDLV TXDOLÀFDdos, aprovados por seleção.

TURISMO

Rodovia Caminhos do São Francisco A rodovia Caminhos de São Francisco jå começa a despontar como uma expressiva obra de infraestrutura em Alagoas. A obra implantarå o total de 179 km entre as rodovias AL-230 e AL- 225, perfazendo toda a orla do Rio São Francisco, de Penedo atÊ Piranhas. Em 2011, o Departamento de Estradas de Rodagem '(5 ÀQDOL]RXDVREUDVQXP segmento do primeiro lote da ribeirinha, referente a 10 km da AL-225, no trecho do entroncamento BR 101/Porto Real do ColÊgio/São Brås. No total, o primeiro lote implantarå 45,6 km entre Penedo, Porto Real do ColÊgio e São Brås e o segundo lote 68,09 km entre São Brås, Traipu e Belo Monte. O terceiro lote diz respeito ao trecho entre Belo de Monte e Pão de Açúcar, onde serão implantados 24,6 km de rodovia AL-225. Jå o quarto totaliza 40 km de rodovia entre Pão de Açúcar e Belo Monte. TambÊm em 2011 houve avanço no processo de licitação de todos os quatros lotes que fazem parte da obra, como explica o diretor-presidente do DER, Marcos Vital.


14

ECONOMIA

TribunaIndependente

MACEIĂ“ - QUINTA-FEIRA, 4 DE AGOSTO DE 2011

HWMRUQDOLVWD#JPDLOFRP

Santa Luzia do Norte, festa religiosa Católicos do município estão vivenciando desde domingo último, a histórica e tradicional Novena de Santa Luzia de Siracusa, evento que se estende atÊ a próxima terça-feira, dia 13, data R¿FLDOGDIHVWDFXMRSRQWRDOWRVHUiXPD grande procissão pelas principais ruas HTXHHVWHDQRVHUiFRPDQGDGDSHOR bispo Dom Antonio Muniz. A prefeitura por sua vez que vem dando todo apoio, OLEHURXQR~OWLPRGLDRVDOiULRGH todos seus servidores referente a novembro, e a prefeita Fåtima Barros MiDGLDQWRXTXHQDSUy[LPDVHJXQGD IHLUDGLDVHUiSDJRQDtQWHJUDRž VDOiULRV

Barra de Santo Antônio Moradores da Barra de Santo Antônio estão na bronca com a empresa de ônibus Real Alagoas. Eles denunciam que os coletivos não estão GHVFHQGRPDLVSDUDR3RUWRGD%DOVDD¿PGHID]HUVHXWUDGLFLRQDO SHUFXUVR³2VPRWRULVWDVMXVWL¿FDPTXHQDORFDOLGDGHHVWiKDYHQGR piquetes, o que vem atrapalhando a manobra dos ônibus, mas isso não MXVWL¿FDFRLVDDOJXPDSRUTXHHVVHQHJyFLRGHSLTXHWHYHLRDSDUHFHU DJRUDHKiGLDVTXHHOHVWRPDUDPHVVDLQLFLDWLYDLQGLJHVWDSDUDWRGRV nós�, disse uma passageira bastante revoltada.

Moradia Legal

SaĂşde alagoana

Dezenas de prefeitos tiveram a oportunidade ontem, na sede da AMA, de acompanharem detalhes VREUHRSURMHWRÂł0RUDGLD/HJDO´2 evento foi destacado pela Corregedoria do Tribunal de Justiça. O GHWDOKHpTXHHVVHSURMHWRFDPLQKD para ser reativado depois de seis anos suspenso. Por sua vez, o TJ quer o apoio da AMA na orientação aos prefeitos sobre as exigĂŞncias do programa. O “Moradia Legalâ€? foi criado para atender a população carente que nĂŁo tem a possibilidade de registrar suas propriedades. O SURMHWRGHFXQKRVRFLDOHVWiVHQGR DMXVWDGRSDUDYROWDURDWHQGLPHQWR antes de maio, perĂ­odo eleitoral. Antes disso, equipes do Tribunal de Justiça deverĂŁo realizar mutirĂľes de cadastros.

MÊdicos, enfermeiros e dentistas continuam pressionando os prefeitos alagoanos, como forma GHUHYHUVHXVVDOiULRVWRWDOmente defasados. Os prefeitos defendem as correçþes salariais HHQWHQGHPFRPRMXVWDDOXWD das categorias, mas entendem que os demais entes da tripartite - governo federal e estadual- seMDPFKDPDGRVDVHSRVLFLRQDU 2SUHIHLWRGH&DMXHLUR3DOPHU\ Neto, que presidiu a reunião com representantes de odontólogos e enfermeiros, voltou a enfatizar que a saúde não se paga e que a solução não pode ser individual, apenas dos prefeitos.

Moradia Legal – limite Os Juízes Ivan Brito e Klever Loureiro, representando a Corregedoria, informaram que os prefeitos devem se dirigir à ANOREG, que disponibilizou tÊcnicos para orientação sobre os principais prÊrequisitos do programa, entre eles o tamanho do imóvel que não pode exceder a 250 metros incluindo o terreno. As famílias tambÊm devem WHUUHQGDGHDWpVDOiULRVPtQLPRV Segundo Iran Malta, da ANOREG, RSURMHWRQDVFHQDSUHIHLWXUDTXH precisa fazer um levantamento WRSRJUi¿FRGDORFDOLGDGHTXHVHUi regularizada.

Medidas Sobre a reunião de ontem na AMA, uma comissão de prefeitos começa a trabalhar imediatamente para fazer um estudo sobre a realidade do Programa Saúde da Família em cada muQLFtSLRSDUDGH¿QLUXPSDGUmR salarial entre os municípios para as categorias que compþem o programa – mÊdicos, odontólogos e enfermeiros-. O programa que foi criado pelo governo IHGHUDOHVWiHQIUHQWDQGRVpULRV SUREOHPDVSHODIDOWDGH¿QDQFLDPHQWR+RMHRVPXQLFtSLRVHVtão bancando 70% do programa e não têm mais como autorizar UHDMXVWHVVHPLQIULQJLUD/HLGH Responsabilidade Fiscal.

Parlamentar

A reunião de ontem da AMA, teve tambÊm a participação do deputado estadual Judson Cabral, representando a comissão de saúde da AssemblÊia. O parlamentar entende que a instituição pode funcionar como LQWHUORFXWRUDHVHQHFHVViULRUHYHURRUoDPHQWRGR(VWDGRTXH ainda não foi votado e pode destinar mais recursos para o PSF.

Viçosa

Maragogi

Seguindo a proposta do Unicef, alunos de cinco escolas municipais estão realizando açþes de esporte e cidadania, igualdade Êtnico-racial e educação para a convivência com RVHPLiULGR$VDWLYLGDGHVIRUDP iniciadas em setembro com a etapa de pesquisa e desdobramento. Agora as escolas estão na etapa de mobilização e avaliação.

Em recente encontro, o prefeito 0DUFRV0DGHLUDHVHX¿OKR que Ê o deputado estadual, Marquinhos Madeira, aproveitaUDPDUHXQLmRFRPVHFUHWiULRGH Infraestrutura, Marco Firemann, e solicitaram mais celeridade na construção do aeroporto que vai interligar Alagoas e Pernambuco atravÊs do último município do Litoral Norte, Maragogi.

Viçosa- ação Para que os temas fossem trabalhados de forma homogênea, o articulador do Selo Unicef no PXQLFtSLR&ODXGLRQH\5RGULJXHV se reuniu com professores de todas as escolas da zona rural e urbana participantes para apresenWDURSURMHWRHGLVFXWLURTXHVHULD desenvolvido em cada uma delas GHQWURGDWHPiWLFD6HJXQGRHOH RREMHWLYRGRSURMHWRpGHVHQYROYHU a comunidade escolar, adotando medidas e açþes que garantam a proteção do patrimônio ambiental e familiar.

Maragogi – acordo Segundo o prefeito, a conVWUXomRYDLEHQH¿FLDURVGRLV HVWDGRV³2VHFUHWiULRUHYHORX que foi feito um consórcio entre Alagoas e Pernambuco para que se tenha mais rapidez na construção. AtravÊs da parceria com os dois governos, os dois aportando recursos, a pista GHSRXVR¿FDUiQRWHUULWyULR alagoano e o terminal de carga e descarga para o estado vizinho, DVVLPRDHURSRUWRVHUiYLDELOLzado logo�, ressaltou.

Satuba 3UHIHLWR7LWRUTXHHVWiLPSODQWDQGRRVLVWHPDGHDEDVWHFLPHQWRGHiJXD via municĂ­pio, disse que foi informado pela Casal, de que Satuba tem XPDGtYLGDFRPDHPSUHVDGHFHUFDGHPLOUHDLV2FDORWHHVWi sendo atribuĂ­do aos ex-prefeitos, CĂ­cera do Bar e Adalberon Moraes os mais recentes antecessores respectivamente. “Interessante ĂŠ que a Casal quando um cidadĂŁo pobre deixa de pagar por dois meses, tem DXWRPDWLFDPHQWHVHXIRUQHFLPHQWRGHiJXDFRUWDGR´FULWLFRXRSUHIHLWR UHYROWDGRFRPDVLWXDomRGHGHVOHL[RGDÂżVFDOL]DomRGDHPSUHVDQR setor pĂşblico.

Pesquisa revela que76% dos alagoanos vão às compras Roupas e calçados são itens mais indicados pelos consumidores, diz FecomÊrcio

A

pesquisa sobre a Intenção de Compras do Consumidor de Maceió para Natal/Ano Novo, realizada pela Federação do ComÊrcio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (FecomÊrcio/ AL), aponta que 76% dos consumidores da capital alagoana têm intenção de ir às compras. Da relação de produtos de intenção de compras do consumidor, vestuårio lidera com 57,57%. O Instituto FecomÊrcio de Estudos, Pesquisas e Desenvolvimento (IFEPD) entrevistou 540 pessoas entre os dias 25 a 30 de novembro. Para 71% dos entrevistados, o 13º salårio deverå utilizar D JUDWLÀFDomR SDUD TXLWDU dívidas (23,9%), fazer as compras de Natal (23,1%), guardar para compromissos em janeiro (10,6%), aplicar o dinheiro (8,1%), utilizar

para reforma residencial (6,1%), gastar com as fÊrias (3,9%) e outros (3,3%). Os itens mais apontados pela pesquisa para consumo em dezembro pelos consumidores maceioenses são: vestuårio (57,57%); calçados (33,75%); perfumaria e cosmÊtico (19,35%); brinquedos (14,89%); cintos e bolsas (10,92%); celular (9,43%); livros (7,69%); óculos/relógio (6,45%); outros (5,37%); eletroeletrônico (5,21%); cesta de cafÊ da manhã (4,47%); artigos esportivos (4,71%); CDs e DVDs (3,72%); eletrodomÊstico (2,73%). Para a pergunta, os entrevistados podiam citar mais de um tipo de presente como resposta. Neste caso, a soma dos resultados pode superar os 100%. A intenção de gastos com presentes para 21% dos enWUHYLVWDGRV GHYH ÀFDU HQWUH R$ 51 a R$ 100. Para 16%,

DIVULGAĂ‡ĂƒO

Vestuårio lidera na intenção de produto a comprar, com 57,57%

entre R$ 101 a R$ 150. Jå para 15%, a intenção de gasWRVFRPSUHVHQWHVGHYHÀFDU entre R$ 251 a R$ 300. 13%

pretendem gastar entre R$ 201 a R$ 250. 12%, acima de R$ 400. 8% atĂŠ R$ 50 e outros 8% entre R$ 151 a R$ 200.

FIM DE ANO

Påtio Maceio divulga horårio de funcionamento O Shopping Påtio Maceió informa que devido aos feriados deste mês de dezembro haverå alteraçþes de horårios de funcionamento. Na próxima quinta-feira (8), feriado de Nossa Senhora da Conceição, as lojas e fast food, as salas de cinema e o Supermercado GBarbosa funcionam normalmente. Jå nos domingos que antecedem a comemoração

do Natal, dias 11 e 18, as lojas e festa food funcionam com horårio estendido, das 10 às 22. As salas de cinema não sofrem alteração, mas o GBarbosa vai estar aberto das 8 às 22 horas. HORARIO AMPLIADO Na semana considerada de pico para as compras de Natal, 19 a 23 de dezembro, o shopping amplia ainda mais o seu ho-

rårio de funcionamento. Lojas e fast food abrem às 10 horas e encerram os expedientes às 23 horas.  2 *%DUERVD ÀFD DEHUWR das 8 às 23 horas e as salas de cinema funcionam sem alteração de horårio. No dia 24, vÊspera de Natal, lojas e fast food abrem das 10 às 20 horas H R *%DUERVD ÀFD HP IXQcionamento das 8 às 18

horas. As salas de cinema não funcionam no dia 24. Nos feriados dos dias 25 de dezembro e 01 de janeiro, apenas o cinema funciona no Påtio Maceió. Jå no último dia do ano (31), o horårio sofre uma pequena redução. Lojas e fast food funcionam das 10 às 18 horas, GBarbosa das 8 às 18 horas e salas de cinema vão estar fechadas.


TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011

ESPORTES 15

Corinthians ĂŠ pentacampeĂŁo brasileiro 5RGDGDFKHLDGHHPRo}HVGHÂżQLXRVFODVVLÂżFDGRVSDUD/LEHUWDGRUHVSDUD6XO$PHULFDQDHRV~OWLPRVUHEDL[DGRV

O

tÊrmino do Campeonato Brasileiro foi espetacular. O torcedor brasileiro parou para acompanhar os dez jogos da 38ª rodada. O grito de campeão, porÊm, foi atÊ o final. Isso porque o Corinthians segurou o empate sem gols com o Palmeiras, no Pacaembu, e levou a taça pela quinta vez. Acabou com 71 pontos, na frente do Vasco da Gama que empatou com o Flamengo, por 1 a 1, no Engenhão, ficando com 69 pontos, em segundo lugar. O Corinthians foi o primeiro em número de vitórias: 21. O Fluminense ficou em terceiro lugar, com 63 pontos, ao empatar, por 1 a 1, com o Botafogo, em Volta Redonda. A maior disputa ficou mesmo para a última vaga da Copa Libertadores. O Internacional não jogou bem, mas venceu o rival Grêmio, por 1 a 0. O São Paulo fez 3 a 1 sobre o Santos e terminou com 59 pontos, em sexto lugar, ficando de novo fora da Libertadores. Nesta disputa,

DDDDD

vacilaram, por não vencer seus clåssicos: Coritiba e Figueirense, que empatou com o lanterna Avaí, por 1 a 1. Quem dançou, como consolo ficou com vaga na Copa Sul-Americana. As duas últimas foram confirmadas por AtlÊtico-GO, que chegou aos 48 pontos e pelo Bahia, que superou o Cearå, em Salvador, por 2 a 1. LIBERTADORES Corinthians Fluminense Flamengo Internacional Santos (atual campeão) Vasco (Copa do Brasil_ SUL-AMERICANA São Paulo Figueirense Coritiba Botafogo Palmeiras Grêmio AtlÊtico-GO Bahia REBAIXADOS AtlÊtico-PR Cearå AmÊrica-MG Avaí 7(55$

Jogadores do Corinthians comemoram o quinto tĂ­tulo nacional do clube apĂłs o empate de 0x0 com rival Palmeiras no Pacaembu

ADEUS

Sócrates Ê enterrado sob clima de emoção

Cielo ganhou muitas medalhas e e o grande favorito ao prĂŞmio

ATLETAS

COB divulga finalistas ao prêmio de melhor de 2011 O Comitê Olímpico Brasileiro divulgou os candidatos ao prêmio de Melhor Atleta de 2011. A escolha faz parte do Prêmio Brasil Olímpico, que escolhe anualmente os destaques nas respectivas categorias. A cerimônia serå realizada em 19 de dezembro. Entre as mulheres, as três concorrentes são Fabiana Beltrame, do remo, campeão mundial em 2011 e prata nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara; Fabiana Murer, que compete no salto com vara e tambÊm chegou ao título mundial nesta temporada, e Maurren Maggi, do salto em distância, tricampeã pan-america-

na. Jå entre os homens estão na briga o nadador CÊsar Cielo, que ganhou dois ouros no Mundial e outros quatro no Pan-Americano, o ginasta Diego Hypólito, que ficou com o bronze no Mundial de Tóquio e abocanhou três ouros em Guadalajara, e Emanuel do vôlei de praia, que ganhou tudo. Os candidatos ao prêmio de melhor atleta e os melhores em cada modalidade foram escolhidos por um grupo formado por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte. Esses votos terão 50% de peso na eleição final. A outra metade virå de eleição via internet.

O corpo do ex-jogador SĂłcrates, de 57 anos, foi enterrado no domingo em RibeirĂŁo Preto, no interior de SĂŁo Paulo. Ele morreu na madrugada no Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de SĂŁo Paulo. Segundo o hospital, SĂłcrates morreu em decorrĂŞncia de um choque sĂŠptico, uma infecção generalizada, Ă s 4h30. Ele estava internado desde quinta-feira (1Âş) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). SĂłcrates atuou na Seleção Brasileira nas Copas de 1982 e 1986 e ĂŠ considerado um dos maiores Ă­dolos da histĂłria do Corinthians. O corpo de SĂłcrates foi levado neste domingo atĂŠ RibeirĂŁo Preto, no interior de SĂŁo Paulo, cidade onde ele cresceu e estudou. Amigos e parentes, como o ex-jogador RaĂ­, irmĂŁo de SĂłcrates, acompanharam o velĂłrio. Quem tambĂŠm esteve presente foi o ex-jogador Wladimir. Visivelmente emocionado e sem conter as lĂĄgrimas, Wladimir disse que encontrou o amigo e chegou a dar dicas para ele apĂłs uma de suas recuperaçþes. “Fui visitĂĄ-lo na semana passada. Cobrei dele caminhadas no condomĂ­nio. Ele estava bem animado, disposto a reverter seus hĂĄbitosâ€?, disse. Em entrevista apĂłs ter alta da primeira das trĂŞs internaçþes deste ano, SĂłcrates contou como a bebida quase o levou Ă  morte. Ele reconheceu que era dependente de ĂĄlcool. â€œĂ‰ nessas horas que a gente cresce. Saio muito mais forte, muito maior e com muito mais compromissos e responsabilidades que eu tinha antesâ€?, resumiu.

MELHORES DO MUNDO

Neymar fora da lista e alagoana Marta perto do hexa na Fifa Ainda nĂŁo ĂŠ desta vez que um jogador que atua no futebol brasileiro vai ter a chance de conquistar a Bola de Ouro. Em coletiva na sede da revista France Football, em Paris, a Fifa anunciou que Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Lionel Messi e Xavi (ambos do Barcelona) sĂŁo os trĂŞs finalistas ao prĂŞmio de melhor jogador do mundo em 2011. O santista Neymar, que havia sido indicado, ficou fora do top 3. O vencedor da honraria, conquistada nos dois Ăşltimos anos pelo argentino Messi, serĂĄ conhecido no prĂłximo dia 9 de janeiro, no Fifa Gala, em

Zurique. No entanto, nem tudo ĂŠ tristeza para o craque do Santos. Neymar tambĂŠm vai Ă Suíça para disputar o prĂŞmio Puskas de melhor gol do ano. O tento escolhido foi o anotado na derrota do Peixe para o Flamengo por 5 a 4 pelo BrasileirĂŁo 2011. Entre as mulheres, a craque Marta ĂŠ mais uma vez finalista e vai tentar o “hexaâ€?. Melhor do mundo desde 2006, a brasileira terĂĄ como concorrentes Abby Wambach, dos Estados Unidos, e Homare Sawa, do JapĂŁo. O prĂŞmio melhor do mun-

do da Fifa existe desde 1991. No ano passado, o evento sofreu modificaçþes significativas por conta da fusão entre o prêmio da entidade måxima do futebol e a Bola de Ouro da revista France Football, dando origem à nova Bola de Ouro Fifa. AlÊm dos trofÊus apresentados ao melhor jogador e à melhor jogadora, aos melhores tÊcnicos e ao autor do gol mais bonito do ano, três outros prêmios serão entregues durante a cerimônia em Zurique: a Seleção Mundial da Fifa/FIFPro, o Prêmio Presidencial e o Prêmio FIifa Fair Play. 7(55$

Cristiano Ronaldo, Xavi e Messi brigam novamente por prĂŞmio em 2011, alagoana Marta em destaque

TREINADOR

FIFA GARANTE

LIGA DA UEFA

2%RWDIRJRUHVROYHXRV~OWL PRVGHWDOKHVFRP2VZDOGRGH 2OLYHLUDHGHL[RXDFHUWDGDDVXD FRQWUDWDomR2VDGYRJDGRVGR FOXEHHGRWpFQLFRÂżQDOL]DUDP RFRQWUDWRRQWHPSDUDTXHHOH VHMDDQXQFLDGRRÂżFLDOPHQWH2 WUHLQDGRUTXHHVWiQR.DVKLPD $QWOHUVGR-DSmRFRPDQGDUiD HTXLSHDSDUWLUGHMDQHLURTXDQ GRVHHQFHUUDVHXYtQFXORFRPR WLPHMDSRQrV2VZDOGRDVVLQRX XPFRPSURPLVVRGHWUrVDQRV FRPR*ORULRVRFRPXPDPXOWD UHVFLVyULDHPFDVRGHTXHEUDGH FRQWUDWRGHDOJXPDGDVSDUWHV

QR%UDVLODDUELWUDJHPWHUi RDX[tOLRGHWHFQRORJLDSDUDVDEHU VHDERODXOWUDSDVVRXRXQmRD OLQKDGHJROUHYHORXRSUHVLGHQWH GD)LID-RVHSK%ODWWHUÂł7HUHPRV WHFQRORJLDSDUDHYLWDUÂľJROVIDQ WDVPDVϫDÂżUPRXRGLULJHQWHÂł$ )LIDGLVS}HGHGRLVERQVVLVWHPDV TXHSUHHQFKHPRVQRVVRVUHT XLVLWRVFRQÂżDELOLGDGHLPHGLDWH] HIDFLOLGDGHGHXVR´FRPSOHWRXR SUHVLGHQWHGD)LID$~OWLPDHGLomR GD&RSDQDĂˆIULFDGR6XOHP WHYHYiULRVLQFLGHQWHVTXH HQYROYHUDPDDUELWUDJHPVHMDHP TXHVW}HVWpFQLFDVRXGLVFLSOLQDUHV

&KHOVHDH3RUWRFOXEHVGHWUDGLomR DFRVWXPDGRVDVHGHVWDFDUQD/LJD GRV&DPSH}HVWHUmRTXHVHHPSHQ KDUSDUDDYDQoDUSDUDDVRLWDYDVGH ÂżQDOKRMHSHOD~OWLPDURGDGDGDIDVH GHJUXSRVQDTXDOVHHQFRQWUDPHP VLWXDo}HVGHVFRQIRUWiYHLV7RGRVRV MRJRVVHUmRjVK GH0DFHLy  &KHOVHD[9DOHQFLD *HQN[%D\HU/HYHUNXVHQ 2O\PSLDFRV[$UVHQDO %RUXVVLD'RUWPXQG[2O\PSLTXH 3RUWR[=HQLW $32(/[6KDNKWDU'RQHWVN %DUFHORQD[%$7(%RULVRY 9LNWRULD[0LODQ

%RWDIRJRDFHUWDFRP 2VZDOGRGH2OLYHLUD

&RSDWHUiWHFQRORJLDFRQWUDJROIDQWDVPD Ăšltima rodada hoje GHĂ€QHFODVVLĂ€FDGRV 'XUDQWHD&RSDGR0XQGRGH


16 ESPORTES

TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011

Esportes

Pré-temporada do quadro de arbitragem de Alagoas começa esta semana Todos os árbitros e assistentes de Alagoas estarão esta semana começando os trabalhos visando a temporada 2012. Os instrutores dos trabalhos serão Manoel Serapião Filho e Milton Otaviano. A atividade será de três dias, començando nesta quinta (8) e vai até sábado (10). “Tivemos um ano brilhante com as participações em todas as divisões do Brasileirão e o bom desempenho. Esse trabalho inicial é fundamental para uma reciclagem e que possamos entrar na próxima temporada em melhores condições”, disse o presidente do Sindafal, Charles Hebert.

Vice-campeão, CRB reformula elenco para 2012

TRAPICHAO.COM

Presidente Marcos Barbosa parabeniza grupo pelo acesso e concede coletiva para anunciar mudanças

F

im de temporada e início de férias. A delegação do CRB chegou no último domingo de Jonville, após a trágica final, mas com o pensamento de dever cumprido por ter subido para a Série B. Os dois jogos finais contra o JEC foram diferentes e o grupo não mostrou a qualidade das últimas partidas. Por isso o presidente executivo Marcos Barbosa vai conversar esta semana com todos para que amanhã (quarta-feira) possa anunciar os que ficam e os que saem. A grande expectativa também gira

em torno da permanência do técnico Paulo Comelli. Ele não veio a Maceió com a delegação e recebeu uma proposta do Joinville-SC e outra do Grêmio Barueri. O CRB deve iniciar a pré-temporada 2012 na segunda quinzena de dezembro. O primeiro jogo será o clássico contra o CSA, dia 15 de janeiro. Alguns nomes vazarem e os atletas que devem ficar no CRB são: Aloísio Chulapa, Davi, Roberto Lopes, Sidnei Dos que devem sair estão: Cadu, Ednei, Pio, Paulo Rodrigues, Jonatan, Marco An-

tonio, André Luiz e Paraíba “A fase do CRB apenas participar do Alagoano já passou; agora o momento é outro. Essa união de todos os regatianos fortaleceu o clube dentro e fora de campo. A equipe, que está praticamente montada por nosso Departamento de Futebol, é para decidir o Estadual. Eu disse que nosso time conquistaria o acesso para Série B e fomos além, estamos na final da Série C. Ano que vem, pode apostar que estaremos na decisão do Alagoano”, falou Marcos Barbosa. ASCOM CSA

Atacante $ORtVLR&KXODSDpXPGRVTXHGHYHP¿FDUQRHOHQFRGR&5%SDUDDWHPSRUDGD

COMPETIÇÃO

PARA 2012

Marechal é sede Direção do ASA está em de nova etapa da negociação com vários técnicos Ecovela-Braskem O presidente do ASA, José tação, outros nomes poderão

Jogadores do CSA seguem os treinamentos e Alex Mineiro (destaque) pode ser o novo reforço azulino

REFORÇOS

CSA segue contratando e sonha com o atacante Alex Mineiro Oficialmente, o CSA chegou à decima contratação para a temporada 2012. Trata-se do meia Maico Gaúcho, de 30 anos. Ele chegou ontem e se apresentou em Viçosa (AL) ao grupo para realizar as atividades de pré-temporada. O jogador já passou por clubes como: Flamengo (RJ), XV de Campo Bom (RS), Novo Hamburgo (RS), Santa Cruz (RS), Remo (PA), Nanchang Bayi (China), Luver-

dense (MT) e Nacional (AM). Além de Maico Gaúcho foram contratados pelo Azulão os volantes Anderson e Lima, além de Rafael, Ceará (laterais), Leandro (zagueiro), Paulinho Marília, Lindoval, Edson Di e Roni (atacantes). ALEX MINEIRO Segundo o site Apito Final, após uma conversa entre dirigentes azulinos e o empresário de Alex Mineiro, Marcelo Robalinho, a contra-

tação foi praticamente acertada. O site diz que o técnico Celso Teixeira se mostrou bastante otimista com o acerto do artilheiro “Conversamos sexta-feira durante a tarde. Foi uma reunião produtiva. As coisas estão caminhando bem entre as partes”, afirmou um dirigente marujo ao site após a conversa. A assessoria do clube negou qualquer contratatação deste nível e o presidente Jorge VI também.

Terminou em Marechal Deodoro mais uma edição do Ecovela-Braskem. O evento na Orla Lagunar Antonio Silva Matheus foi sucesso de participação de público e de pescadores competidores. A maior competição náutica de pesca profissional do Brasil é fruto de uma parceria entre Braskem, Instituto Lagoa Viva, Colônia de Pescadores e Prefeitura de Marechal Deodoro, onde foi realizada pela primeira vez a disputa. Participaram das provas representantes de Coqueiro Seco, Barra de São Miguel, Maceió, Jequiá da Praia, Pão de Açúcar, Penedo, Pilar, Piaçabuçu, Roteiro e Santa Luzia do Norte. Durante o Ecovela também houve apresentações artísticas de talentos da região. No domingo foi dia de resultado da gincana ecológica e da grande final de regatas. Para o gerente de Marketing e Relações Institucionais da Braskem, Milton Pradines, esta edição do Ecovela-Braskem em Marechal Deodoro ganhou um brilho ainda maior no novo cenário.

de Oliveira, o Zé da Danco, está procurando um treinador para o ASA. Vários nomes estão sendo especulados. Segundo o blog do repórter Jânio Barbosa, ontem o presidente alvinegro contactou com Osmar Loss, auxiliar técnico de Dorival Júnior no Internacional de Porto Alegre, para ver se ainda existe alguma possibilidade de contar com ele para 2012. Segundo o blog mesmo que não dê certo essa contra-

surgir ainda esta semana. “Vou sentar com os patrocinadores e a diretoria para planejar o orçamento do ano que vem e fazer tudo com os pés no chão”, disse o presidente ao blog. Marcelo Oliveira, do Coritiba, que foi vice-campeão da Copa do Brasil deste ano, é cotado. Jorginho, ex-auxiliar técnico na era Dunga na seleção brasileira, e que saiu do Figueirense, também é especulado. VIPCOMM

Osmar Loss está sendo especulado como treinador do ASA


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011 DIVERSĂƒO&ARTE

Ă lbum “21â€? de Adele ĂŠ o mais vendido do sĂŠculo no Reino Unido

Festival trarĂĄ BjĂśrk e Justice a SĂŁo Paulo em maio

O ĂĄlbum “21â€?, o Ăşltimo da cantora Adele, ĂŠ o mais vendido deste VpFXORQR5HLQR8QLGRLQIRUPRXQHVWDVHJXQGDIHLUDD2IÂżFLDO Charts Company, empresa que elabora a lista dos discos mais vendidos do paĂ­s. Adele, que lançou seu segundo ĂĄlbum no começo do ano, vendeu 3,4 milhĂľes de cĂłpias, superando “Back to Blackâ€? da cantora britânica Amy Winehouse. O disco de Amy precisou de cinco anos para alcançar os 3,3 milhĂľes de exemplares vendidos, e mesmo assim parte do sucesso deve-se a sua morte prematura.

O festival Sonar São Paulo divulgou os artistas da edição que acontece nos dias 11 e 12 de maio do ano que vem. Entre os principais nomes estão BjÜrk e Justice. Hå tambÊm James Blake, Four Tet, Modeselektor, Little Dragon (que a Folha jå havia adiantado), Alva Noto & Ryuichi Sakamoto, alÊm dos brasileiros Emicida e The Twelves. Criado em 1994, em Barcelona, o evento ocorre anualmente na capital catalã e, desde 2002, em diversas outras cidades do mundo. A versão brasileira serå produzida tambÊm pela Dream Factory, produtora do Rock in Rio.

E

mbora o tĂ­tulo do livro seja “Casados com Paris – A HistĂłria de Amor e Traição do Jovem Casal Hemingway nos Loucos Anos 1920â€? (tradução de Celina Portocarrero, editora Nova Fronteira), ĂŠ sĂł na pĂĄgina 81 que a capital francHVDHQWUDHPGHÂżQLWLYR no romance de Paula McLain. Antes disso, o relato do encontro entre Ernest Hemingway e Hadley Richardson estĂĄ ambientado numa Chicago regada a muito ĂĄlcool e jazz, e no sonho de viver uma “dolce vidaâ€? em Roma. Na maior parte do tempo, o livro apresenta a histĂłria do casal a partir da visĂŁo de Hadley. Isso o torna de certo modo complementar Ă â€œParis ĂŠ uma Festaâ€?, uma das mais importantes obras de Hemingway na qual o autor americano faz um apanhado dos loucos anos vividos Ă  beira do Sena, na companhia de personagens como Gertrude Stein, Ezra Pound e Scott e Zelda Fitzgerald. SĂł que o livro de Paula começa muito antes disso, quando o temperamental Hemingway, atĂŠ ai um jovem de 21 anos que tenta apagar da memĂłria os horrores da guerra com ĂĄlcool e sonha tornar-se escritor, cruza com uma recatada e infeliz garota americana. Hadley tinha 27 anos e o mĂĄximo que conhecia do amor era uma

E SE FOSSE VERDADE? “Casados em Parisâ€?, da romancista Paula McLain, transforma em ÂżFomRDMXYHQWXGHGH+HPLQJZD\ na Paris dos anos 20 experiĂŞncia frustrada e nĂŁo correspondida, tĂ­pica paixĂŁo platĂ´nica, com o professor de piano. Era outubro de 1920. Os jovens se divertiam ouvindo mĂşsica e embriagando-se com cidra forte. â€œĂ‰ possĂ­vel que eu esteja bĂŞbado demais para julgar, mas talvez vocĂŞ tenha algo muito especialâ€?, diz Ernest Ă garota que toca Rachmaninoff ao piano. Ele ainda nĂŁo era famoso,

nem estava seguro que VHXWH[WRVLJQL¿FDULD alguma coisa, mas era uma presença marcante no grupo. Uma espÊcie de centro de tudo, que conhecia todo mundo e recebia vårios apelidos dos amigos como Hemingstein, Oinbones, Bird, Nesto, Wemedge ou qualquer outra coisa que conseguissem inventar na hora. Quando conheceu e se apaixonou por Ernest,

entĂŁo noivo, Hadley faz a comparação: “- Nossas mĂŁes sĂŁo tĂŁo parecidas. VocĂŞ acredita que seja por isso que fomos atraĂ­dos um para o outro? – Santo Deus, espero que nĂŁo! – exclamou ele.â€? Claro que a conexĂŁo entre os dois nĂŁo ĂŠ sempre um mar tranquilo. Ao desembarcarem na França, Hadley entende que sua educação tradicional e seus conceitos rĂ­gidos de casamento e monogamia nĂŁo combinam com a vida sem regras nem limites a que se condiciona a vida em Paris. DifĂ­cil tambĂŠm ĂŠ lidar com um escritor disposto a tudo para encontrar seu espaço na liteUDWXUD$VGLÂżFXOGDGHVR isolamento intelectual e a boĂŞmia de Hemingway logo se tornam problemas grandes demais. “Entramos numa rotina, acordando juntos todas as manhĂŁs e lavando-nos sem conversar, porque o texto jĂĄ havia começado em sua cabeça. Depois de comer, ele saĂ­a, usando seu paletĂł surrado e tĂŞnis furados no calcanhar. Caminhava atĂŠ o quartinho e brigava o dia todo com suas frases.â€? Embora a escritoHadley era uma sobrevi- ra Paula McLain faça vente da prĂłpria histĂłria. questĂŁo de esclarecer que seu livro apresenta Acabara de vencer trĂŞs SHUVRQDJHQVÂżFFLRQDLV mortes dolorosas na a autora fez uma profamĂ­lia. Primeiro o pai, funda pesquisa histĂłrica que endividado e deprimido cometeu o suicĂ­dio sobre o casal Hemingway e as pessoas que no escritĂłrio de casa. os cercaram. “Casados Depois a irmĂŁ mais vecom Parisâ€? ĂŠ, assim, um lha, a Ăşnica a entendĂŞ-la, que morreu apĂłs um romance de base realista, produzido a partir da acidente domĂŠstico em que queimou metade do leitura de registros hisseu corpo, quando esta- tĂłricos bem-documentava grĂĄvida. Por Ăşltimo, a dos. Diferente de “Paris ĂŠ Uma Festaâ€?, livro em mĂŁe que sofreu do mal Hemingway romanceia de Bright por anos, se o prĂłprio casamento, agravando no verĂŁo de Paula se dedica a uma 1920. apresentação mais emoHadley sequer era a ÂżOKDIDYRULWDHQXQFDVH cional dos personagens. É delicada a forma esqueceu da matriarca a FODVVLÂżFDQGRFRPRXPD como, por exemplo, a “coitadinhaâ€? com poucas autora expĂľe o sentido do amor a partir de uma chances de uma vida abordagem feminina, feliz. “Ela sempre parecera sentir prazer com a que deriva da intensidade de Hadley. “Eu teria placidez da minha vida, saĂ­do feliz da minha pele como se eu tivesse me naquela noite e entrado tornado aquilo que ela na dele, porque eu acreachava que eu seria, o que nĂŁo era muita coisa.â€? ditava que era aquele o VLJQLÂżFDGRGRDPRU1mR Ainda assim, foi Hadley tĂ­nhamos acabado de que esteve no leito de PRUWHDWpRVXVSLURÂżQDO desfalecer um dentro do outro, atĂŠ que nĂŁo houda mĂŁe.Quando Hadley vesse diferença entre H(UQHVWHQÂżPVHGHVnĂłs? A lição mais difĂ­cil cobrem apaixonados e do meu casamento foi dispostos a uma vida a descobrir a falha desse dois, a primeira semepensamento. Eu nĂŁo lhança a saltar entre o conseguia alcançar topassado de ambos ĂŠ a das as partes de Ernest, mĂŁe opressora. e ele nĂŁo queria que eu ApĂłs o primeiro enRÂż]HVVH´ contro com a famĂ­lia do

1


2

DIVERSĂƒO&ARTE

TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011

A Cor da Chuva

Nesta quinta, e no prĂłximo dia 15, o projeto Quinta no Arena oferece ao pĂşblico o espetĂĄculo ‘A Cor da Chuva’, da InvisĂ­vel Companhia de Teatro. A partir das 19h, com ingressos a preços populares: R$ 10 e R$ 5. No Teatro de Arena SĂŠrgio Cardoso (anexo ao Teatro Deodoro). Tomando FRPRSRQWRGHSDUWLGDDLQTXLHWDomRKXPDQDHPUHODomRDRGHVFRQKHFLGRÂľ$&RUGD&KXYDÂśDERUGDDFRQYLYrQFLDFRQĂ€LWXRVDHQWUHGRLVLUPmRV por causa de uma tempestade, encontram-se ilhados numa hemeroteca. Dentro deste enredo ĂŠ possĂ­vel discutir desde relaçþes de poder atĂŠ a fragilidade humana no momento em que todas as esperanças acabam.

Lambe-lambe

O premiado espetĂĄculo da Associação Teatral Joana Gajuru, Versos de Um Lambe Sola, volta ao Teatro do Sesi (Pajuçara) amanhĂŁ, Ă s 20h30. A peça ĂŠ inspirada nas poesias do ex-sapateiro AntĂ´nio AurĂŠlio de Moraes, da cidade de Atalaia, mais conhecido como o ‘Poeta Lambe Sola’. Direção de Eris Maximiliano. Preços: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (estudante). Mais informaçþes: 3235-4280.

Jorge & Mateus

Luau

Exposição

Uma das duplas de maior sucesso do estilo sertanejo universitĂĄrio, Jorge & Mateus se apresentam em MaceiĂł no prĂłximo dia 8 de dezembro, a partir das 22h30, na Vox (estacionamento de JaraguĂĄ). A noite ainda conta com a banda Saia Rodada e o cantor Eduardo Pollozzi. Contato: 3034-3282.

O grupo Mixtura Maceió realiza no såbado, a partir das 17h, um super luau, ao som do cantor e compositor Raffa Honorato e do DJ Glawco, em Garça Torta, uma das praias mais bonitas de Maceió. O evento vai acontecer no Quintal, Restaurante, Música e Bar, com decoração temåtica. Os ingressos que dão acesso à festa estão sendo vendidos no local por R$ 10 (dez reais). Mais informaçþes pelos telefones: 8813-1919/ 9910-5227/ 9951-0139. O Quintal Restaurante, Música e Bar ¿FDQD3UDoD6mR3HGURQD Praia de Garça Torta (em frente ao Restaurante Lua Cheia).

Jå estå aberta, na Galeria Sesc-Centro, a Exposição Ateliê Sesc Aberto à Comunidade/2011, onde estão expostas obras criadas pelos arte-educandos. Esse Ê um projeto idealizado pelo Sesc Alagoas, por meio da Coordenação de Cultural (Carc) e quem assina a curadoria da exposição Ê Alice Barros e Jamilla Pasan. Iniciado em 2003, o Projeto Ateliê Sesc Aberto à Comunidade, foi desenvolvido com foco nos adolescente e jovens em situação de vulnerabilidade, com o objetivo de proporcionar a eles novos horizontes por meio GDDUWH$H[SRVLomR¿FDUiDEHUWDSDUDYLVLWDomR pública atÊ o dia 31 de janeiro de 2012. No mês de dezembro as visitaçþes ocorrem segunda, quarta e sexta-feira, de 12h às 18h e no mês de janeiro de terça a sexta-feira, de 12h às 18h, na galeria Sesc-Centro. A entrada Ê gratuita.

Estacionamento de Jaraguå A banda Natiruts tambÊm passa por Maceió na temporada de shows do verão. A apresentação estå marcada para o dia 10 de dezembro na Vox (Estacionamento de Jaraguå). A noite ainda conta com bandas e DJs convidados. Preços: pista R$ 25 e camarote R$ 50 no 1º lote. Vendas: Lojas Tchuk Jhones, Point Radical, Jameika e estandes Maceió Ingressos e Folia Brasil. Telefone: (82) 3031-1750.

FALE CONOSCO - A Agenda Ê um serviço gratuito de orientação ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposiçþes podem enviar material atravÊs do endereço: tiagenda@hotmail.com

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 18h A VIDA DA GENTE

Ana e Manuela se abraçam. Rodrigo pensa em Ana e não consegue dormir. Eva observa o interesse entre Lúcio e Ana. Manuela convida Ana para conhecer o Bufê. Cris sofre ao ver Tiago abraçar Lorena. Ana pede para Manuela ajudå-la a se reaproximar de Júlia. Inå se surpreende ao saber que Wilson acredita que ela Ê sua admiradora. Júlia se surpreende ao ver suas duas mães na porta da escola.

GLOBO 19h AQUELE BEIJO Ricardo tem a certeza de que Camila abandonou sua casa. Ele chega à casa de Brigitte e Ê recebido por Camila. Vicente discute com Lucena e cogita cancelar o casamento. Uma cliente do restaurante reclama que sua carteira foi roubada e Brites acusa Violante. Orlandinho leva Belezinha para casa e eles se beijam. Rubinho cobra explicaçþes de Claudia sobre o beijo em 9LFHQWHTXDQGR0DUXVFKNDDYLVDDR¿OKRTXH Grace Kelly quer falar com eles.

GLOBO 21h FINA ESTAMPA RenĂŞ convida Griselda para jantar. Wallace conta para QuinzĂŠ que Teodora lhe pediu dinheiro para pagar um advogado. Ă?ris ouve Griselda falar que possui uma mala de dinheiro guardada em seu armĂĄrio. Pereirinha conta para Ă lvaro que dormiu com Tereza Cristina. Griselda pensa em RenĂŞ. Paulo espera por Vanessa na porta do “Le Velmontâ€?. Ferdinand tira satisfaçþes com Tereza Cristina por ter dormido com Pereirinha.

RECORDE 21h VIDAS EM JOGO

Adalberto Ê pressionado por todos que o aguardavam na sala. Marialice visita Rita. As duas são surpreendidas por alguÊm que bate na porta. A confeiteira decide enrolar uma toalha QDFDEHoDSDUD¿QJLUTXHHVWDYDQREDQKR(OD atende o policial, que estå procurando por Rita. Andrea mente para Lucas que se apaixonou por outro homem. Lucas bebe muito, amargurando a separação forçada. Juliana chega em casa e o leva atÊ o quarto. No dia seguinte, depois que /XFDVVHUHFXSHUD-XOLDQDD¿UPDTXHWHPXP plano para garantir a segurança de Andrea.


TribunaIndependente

MACEIĂ“ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DEZEMBRO DE 2011 DIVERSĂƒO&ARTE

3

*/2%2',98/*$d­2

FLĂ VIO RICCOFRODERUDomR-RVp&DUDORV1HU\ZZZWZHWWHUFRPĂ€DYLRULFFR

SBT completa o time do “Cante se Puder�

TV TUDO

O

Foi meio longe

O entusiasmo nas transmissĂľes SBT contratou MĂĄrcio Ballas, do â€œĂ‰ esportivas ĂŠ atĂŠ certo ponto normal e tudo improvisoâ€?, da Bandeirantes, para compreensĂ­vel. SĂł nĂŁo se deve carregar muito na tinta. No SporTV, antes de Cruser um dos apresentadores do “Cante zeiro e AtlĂŠtico, entre outros exageros do se puderâ€? e dividir os trabalhos com PatrĂ­cia gĂŞnero, o narrador Jaime Junior considerou o jogo como “clĂĄssico do milĂŞnioâ€?. Abravanel. 6HÂżFDLPDJLQDQGRDTXLRTXHHOHQmR 2M~ULTXHWDPEpPMiSRGHVHUFRQĂ€UPDGR GLULDSRUH[HPSORQXPDÂżQDOGH&RSD do Mundo. terĂĄ as participaçþes do cantor Nahim, Lola Melnick e Nany People. Outras formaçþes Coordenação foram testadas, mas esses trĂŞs acabaram Por outro lado, se deve reconhecer o prevalecendo. No programa, baseado no formato “Sing if you WUDEDOKRGR6SRU79HGRVVHXVSURÂżVVLRnais na tarde do Ăşltimo domingo. canâ€?, os convidados cantam mĂşsicas famosas, Todos os 10 jogos foram transmitidos atravĂŠs dos seus dois canais e do Preenquanto passam por distraçþes fĂ­sicas com miere F.C. GHWHUPLQDGRVQtYHLVGHGLĂ€FXOGDGH$SURSRVWD nĂŁo ĂŠ a de revelar talentos, mas divertir o Coisa estranha telespectador. Na Ăşltima sexta-feira, Daniela O “Leitura Dinâmicaâ€?, da Rede TV!, ĂŠ e sempre foi um telejornal diferente, atĂŠ Beyruti exibiu um vĂ­deo para diretores do pelas suas caracterĂ­sticas, mas SBT, e o “Cante se puderâ€? foi anunciado como elogiado que ainda assim deve observar certos uma das principais apostas da emissora para a limites. Iniciar uma edição, como aconteprĂłxima temporada. Estreia na semana de 16 FHXQDVH[WDIHLUDIDODQGRGRQRYRÂżOPH dos Muppets, ĂŠ, no mĂ­nimo, um pouco de janeiro, Ă s 10 da noite. exagerado. SerĂĄ que nĂŁo havia, naquele determinado instante, nada mais importante acontecendo no mundo?

Ficou devendo Os trabalhos de criação e realização da vinheta de Natal da Globo merecem os elogios que vêm recebendo. Mas a sua edição deixa a desejar. Estå picotada e extremamente nervosa, impedindo que todos os seus participantes sejam LGHQWL¿FDGRV8QVDSDUHFHPGHPDLVH outros de menos.

TĂ­tulo A Bandeirantes registrou como “PacĂ­ÂżFRÂąRRXWURODGRGDJXHUUD´DVpULH de Steven Spielberg e Tom Hanks, “The 3DFLÂżF´$SURGXomRTXHWHPHSLVydios, estreia em janeiro, ou na faixa das ÂąVHDLJUHMDVDLURXKRUDV

Depois de “Os Caras de Pauâ€?, Alexandra Richter jĂĄ acertou novo trabalho na Globo.A sua participação em “Marias do Larâ€?, de Filipe Miguez e Isabel Oliveira, VXEVWLWXWDGHÂł$TXHOH%HLMR´QDIDL[DGDVKRUDVDFDEDGHVHUFRQÂżUPDGD

Pilotando A Band, com direção de Rodrigo RiccĂł, estĂĄ realizando as primeiras gravaçþes do “Achados & Perdidosâ€?, novo programa do Milton Neves, com esteia prometida para o ano que vem. Por enquanto, apenas como testes de alguns quadros e provĂĄveis participantes.

Outros nomes Pensando em dinamizar ainda mais as suas manhĂŁs no ano que vem, a partir da presença de FĂĄtima Bernardes, outros nomes sĂŁo especulados na Globo como provĂĄveis participantes da sua “revista eletrĂ´nicaâ€?. A atriz Ingrid GuimarĂŁes e a mĂŠdica Carmita Abdo, do “Amor & Sexoâ€?, entre eles.

Momento especial

Bate na madeira Se jĂĄ nĂŁo bastassem as chuvas em Diamantina, o pessoal da minissĂŠrie “Rei Daviâ€?, da Record, precisou alterar todo RSODQRGHJUDYDo}HVGR~OWLPRÂżPGH semana porque a atriz Nadine de Oliveira pegou catapora.As cenas giravam em torno dela, que faz a personagem de Renata Dominguez na fase jovem. O trabalho terĂĄ que ser improvisado no Rio.

Selton Mello, colecionando elogios da crĂ­tica pelo trabalho em “O Palhaçoâ€?, jĂĄ disse em algumas entrevistas que tambĂŠm se inspirou em Renato AragĂŁo para ID]HURÂżOPH)RLVHXtGRORGHLQIkQFLD CoincidĂŞncia ou nĂŁo, na Ăşltima quinta, a convite do prĂłprio, Selton gravou a edição de Natal de “Aventuras do Didiâ€?, ao lado de Regina Duarte, Eriberto LeĂŁo, Ingrid GuimarĂŁes e Oscar Magrini.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br A obra regulada pela Ancine

Š Revistas COQUETEL 2011

O esporte jogado na Super Bowl (EUA) Testemunhar (na delegacia)

Que pode Informa(?) ser reco- ção nutri- Ravache, lhido cional do a Clô de rótulo de alimentos "Passione"

Bater papo pela internet (pop.)

Ache graça

Cidade dos EUA onde se localiza a universidade de Harvard

Escolher mediante votação

"Lua de (?)", filme de Roman Polanski

A medida de uma superfĂ­cie

GĂŞnero de rock da banda NX Zero A filha mais velha

Museu com acervo de pinturas Interjeição de surpresa por gafe

A classe do canĂĄrio (Zool.) Reconhecer como verdadeiro (o documento)

Categoria morfolĂłgica, como artigo, O rugido adjetivo (do leĂŁo) e verbo

A

Parte do intestino (Anat.) Carinho

Carne do lombo do boi

V

E

Cidade sagrada dos muçulmanos A construção rítmica do poeta

Tufo de arbustos Jogadora de vĂ´lei

Investir contra (o adversĂĄrio)

(?) Ohtake, pintora e esculto- (?) Lee, ra nipo- cineasta brasileira de "Hulk"

Santo (?), cidade do ABCD Paulista

Criatura buscada pelos ufĂłlogos

(?) Clapton, cantor e guitarrista

Despenca 504, em romanos À (?): sem rumo Vitamina antigripal Direito de recusa do chefe de Estado

Emoção que Ê må conselheira (dito)

108

Solução ) $ 8 7 ( % 2 )( / $ 0 ( 3 5 , $ & $ 1 & 2

' , ( & 3 2 6 5 $ 8 7 , 0 2 , 0 0 2 0 $ ($ 5 ' ,

& 2 9 / $ ( / 7 2 $ 5 9 ( ( 1 / ( 5 2 * 7 ( ( 7 9 , & * 2

, 6 8 5 5 ( *( 5 1 2 ( $ $ 7 , & 2 0( ,0 $ ( 1 , ' ( 5 5 ( ' , , & , 9

& $ / , $ 6 3 6 , ( 1 * $ 5 & $ 2 0 7 $ ( 7 & , $ & 5 $ , /

BANCO

Educação A Distância (sigla)

3/emo — fel. 4/mari — near. 5/tomie. 6/boston.

Ampère (símbolo) Próximo, em inglês Lei revisada em 2002 (BR)

¡ SĂŠrgio Reis e a dupla Victor e LĂŠo serĂŁo os convidados do “Direito de Viverâ€?, domingo, a partir das 6 da tarde, na Rede TV!. ¡ A abertura do programa serĂĄ do casal Daniela Albuquerque e Amilcare Dallevo. ¡ E o encerramento com Luciana Gimenez e Marcelo de Carvalho. Tudo bem divididinho. ¡ Boni, ontem, na Jovem Pan, disse que Renata Vasconcellos seria a sua preferida para substituir FĂĄtima Bernardes no “Jornal Nacionalâ€?. ¡ Na verdade, ĂŠ o que todos sempre entenderam como substituição simples e natural. ¡ SBT vai reprisar anovela “Picara Sonhadoraâ€?, a partir do dia 19, 14h15. ¡ Bianca Rinaldi, Giselle ItiĂŠ, Karina Bacchi e PetrĂ´nio Gontijo aparecem nos principais papĂŠis. ¡ Luciano do Vale, Neto, Renata Fan e TĂŠo JosĂŠ, entre outros, gravam nesta semana a “Retrospectivaâ€? do esporte da Band. ¡ Vai ao ar dia 18, domingo, a partir das 13h40. Ă‚2Âł3URÂżVVmR5HSyUWHU´KRMHQD*ORERWHPFRPRGHVWDTXHRV

&¡HVWĂ€QL O Campeonato Brasileiro foi em frente, mas a bola ainda vai rolar SRUDTXLDJRUDQRVJUDPDGRVGDÂżFomR1HVWDTXLQWDIHLUDQR 3DUTXHGR6DELiHP8EHUOkQGLDD*ORERFRPHoDDVJUDYDo}HV de “Avenida Brasilâ€?, substituta de “Fina Estampaâ€?. Murilo BenĂ­cio e Juliano CazarrĂŠ estarĂŁo envolvidos neste trabalho. “Avenida Brasilâ€?, de JoĂŁo Emanuel Carneiro, estreia em abril. EntĂŁo ĂŠ isso. Mas amanhĂŁ tem mais. Tchau!

SÉRIE ANTIGA

HORĂ“SCOPO Ă RIES  D Âą1mRÂżTXH na dependĂŞncia dos demais para desenvolver as suas tarefas. Aproveite o perĂ­odo para colocar suas atividades em dia. É um bom momento para entrar em contato com pessoas que estĂŁo distantes. Demonstre mais carinho Ă sua cara-metade e o romance vai ser EHQHÂżFLDGR Cor do Dia: Verde Folha TOURO Âą D Âą0DQWHQKD RIRFRHPVHXVREMHWLYRVSURÂżVVLRQais. NĂŁo desanime se os resultados nĂŁo forem imediatos. Seja paciente e conquistarĂĄ aquilo que deseja. Em casa, o seu bom humor vai contagiar o pessoal. A dois, o clima ĂŠ de ternura e sensualidade. Cor do Dia: Pink GĂŠMEOS Âą D Âą6H SUHWHQGHGLYHUVLÂżFDUVHXVQHJyFLRV invista suas energias em algo que tenha retorno garantido. Em casa, faça a sua parte para mandar a tensĂŁo embora e viver momentos agradĂĄveis em famĂ­lia. Seu charme estarĂĄ em alta, use-o quando estiver ao lado da sua cara-metade. Cor do Dia: Amarelo Ouro CĂ‚NCER Âą D Âą7UDbalhos em grupo sĂŁo os mais indicados. Parcerias e associaçþes prometem trazer bons resultados para sua carreira. VocĂŞ estarĂĄ esbanjando carinho e atenção aos familiares. Mantenha a discrição de sua vida pessoal para nĂŁo se envolver em fofocas. Cor do Dia: Bege LEĂƒO Âą D Âą1RWUDEDOKR pPHOKRUDGLDQWDUWDUHIDVHÂżQDOL]DU pendĂŞncias. Marte estĂĄ em sua Casa do Dinheiro, sinalizando que ĂŠ tempo de RUJDQL]DUVXDVÂżQDQoDV2XoDVHXV familiares com atenção e nĂŁo vai se arrepender.Para nĂŁo se sobrecarregar, peça ajuda ao pessoal. Cor do Dia: Azul Royal VIRGEM – D Âą2VDVWURV enviam boas energias para que trabalha em casa ou por conta prĂłpria. $RWHUPLQDUXPDDWLYLGDGHFRQÂżUD antes de passar para a prĂłxima. Reserve um tempo para estar entre seus parentes, eles vĂŁo cobrar sua atenção. Cor do Dia: Laranja

Bate-rebate

LIBRA Âą D Âą1RFDPSR SURÂżVVLRQDORVHJUHGRGRVXFHVVR estĂĄ em fazer o que gosta. Se quer aumentar seus rendimentos, siga em frente! Diferenças de opiniĂŁo podem surgir em seu lar, mas serĂŁo superadas rapidamente. Nos assuntos do coração, ĂŠ tempo de resolver SHTXHQRVFRQĂ€LWRV Cor do Dia: Marrom Escuro ESCORPIĂƒO Âą D Âą Momentos de tensĂŁo nĂŁo estĂŁo descartados no trabalho. Mas respire fundo e siga em frente, pois poderĂĄ ter bons lucros. Em famĂ­lia, serĂĄ preciso um pouco de jogo de cintura. Aproxime-se do pessoal e dĂŞ mais carinho a eles. Cor do Dia: Branco Neve SAGITĂ RIOÂą D ÂąĂ?WLmo momento para se aliar a quem tenha os mesmos objetivos que YRFrQRFDPSRSURÂżVVLRQDO&XLdado com a impulsividade na hora de gastar. No romance, ĂŠ tempo de GHÂżQLo}HV5HODo}HVGHVJDVWDGDV podem se romper. Cor do Dia: Vermelho Carmim CAPRICĂ“RNIOÂą D Âą Se pretende comprar algo de valor, excelente perĂ­odo para começar seu pĂŠ-de-meia. Os astros enviam energias positivas no contato com seus parentes. No amor, seu charme estĂĄ em alta e vai resolver qualquer FRQĂ€LWRTXHVXUJLU Cor do Dia: Azul Marinho AQUĂ RIO Âą D Âą1mR tenha pressa em colher os frutos do seu trabalho. Faça o que ĂŠ de sua responsabilidade e os resultados virĂŁo. Passe mais tempo com o pessoal de casa e curta os momentos ao lado deles. A dois, se deseja carinho e atenção, ofereça o mesmo ao seu par. Cor do Dia: Chocolate PEIXES – (19/2 a 20/3) -Cumpra com suas atividades sem depender dos demais, seja em casa ou no trabalho. O diĂĄlogo ĂŠ a melhor forma de conFLOLDULQWHUHVVHVHUHVROYHUFRQĂ€LWRV Na ĂĄrea sentimental, amizade e companheirismo vĂŁo fortalecer o romance. JĂĄ ĂŠ hora de aprender a ceder no convĂ­vio com as pessoas de sua estima. Cor do Dia: Verde Esmeralda

“Vigilante RodoviĂĄrioâ€? pode voltar em 2012

A

primeira sĂŠrie independente do Brasil, “O Vigilante RodoviĂĄrioâ€?, que teve 38 episĂłdios produzidos nos anos 1960, pode voltar a ser produzida no ano que vem. O policial rodoviĂĄrio Carlos e o seu cachorro Lobo tĂŞm sua histĂłria adaptada para os anos 2000 pelas mĂŁos de Newton Cannito (de “9MMâ€?, da Fox). O projeto parte de 13 roteiros inĂŠditos escritos em 1999 pelo criador e diretor da sĂŠrie, Ari Fernandes, para uma nova temporada. ApĂłs a sua morte, em agosto do ano passado, os herdeiros venderam os direitos de produção dos episĂłdios para a Academia de Filmes, do Grupo Ink --que, entre outros, fez para a Globo a minissĂŠrie “Amor em Quatro Atosâ€?. “O roteiro do primeiro episĂłdio jĂĄ estĂĄ prontoâ€?, conta Ă Folha Paulo Schmidt, sĂłcio do Grupo Ink, que agora busca patrocinadores para o projeto e tambĂŠm um canal para a sĂŠrie voltar Ă  TV. A Cultura jĂĄ mostrou interesse, mas nĂŁo fechou negĂłcio. Com a Record, a conversa “estĂĄ encamiQKDGDÂľPDVQDGDGHĂ€QL-

tivo foi acordado. A ideia da produtora ĂŠ FRPHoDUDVĂ€OPDJHQVHP 2012. (QTXDQWRDGHĂ€QLomR QmRYHPRVĂ€OKRVGH$UL --Fernando e Vânia Fernandes-- sonham com a nova produção e lembram o cĂŁo King, “intĂŠrpreteâ€? de Lobo. “As pessoas acham que ele era pastor alemĂŁo, mas era um vira-lataâ€?, diz Fernando. O novo cachorro deverĂĄ vir de um canil da PolĂ­cia Militar de SĂŁo Paulo, que apoia o projto. Segundo Schmidt, o intento ĂŠ mostrar um policial diferente daqueles da dramaturgia brasileira atual, como o capitĂŁo Nascimento de “Tropa de Eliteâ€?. Seus traços distintivos seriam o bom-mocismo e a integridade. Tanto os irmĂŁos quanto Schmidt nĂŁo descartam uma participação, na nova sĂŠrie, de Carlos Miranda, 78, que interpretou o primeiro vigilante. Ele poderia viver o avĂ´ do novo rodoviĂĄrio ou um coronel da reserva da PolĂ­cia Militar na nova sĂŠrie. “Eu jĂĄ sou coronel da reservaâ€?, conta Miranda, que entrou de verdade para a corporação em 1965. “Estou Ă disposiçãoâ€?.


4

DIVERSĂƒO&ARTE

felipe1camelo@gmail.com

TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 6 DE DZEMBRO DE 2011

felipecamelo@saladaonline.com.br

camelofelipecamelo.blogspot.com

Rainha das Ă guas

Domingão de sol e cÊu limpo, cenårio pra lå de perfeito pro almoço na casa da Barra Nova de Silvana & Maurinho Vasconcelos, que receberam com a alegria de sempre pra reunião, sempre festiva, do Clube do Feijão Amigo. Receberam devidas homenagens Afrânio Lages, Antônio Noya, Biu de Lira, Emerson Tenório, Kiko Gatto, Marcos Vieira, Mosart Amaral, Paulo Kugelman

É Hoooje *RVWRWDQWRGHOHGHVGHRVWHPSRVGD8IDOHGHVHXVHVFULWRVTXHHVWLYHQR0HUFDGR QDÂ?SDVVDGD(SDVVDGRÂżTXHLHXTXDQGRPHWRTXHLTXHHXHVWDYDVRPHQWHGLDVDGLDQWDGRSUDSHJDUDXWyJUDIRGH-RDOGR&DYDOFDQWHTXHODQoDÂł$JHQWHVHYrQDFRPXQLFDomR GHJRYHUQR"´1mRHHXFKHJXHLDSXEOLFDUIRWRHQRUPHGHOHDTXLQD&ROXQD&ODURTXH assumi a bobeira e me desculpei com leitores, assinantes e anunciantes. “A obra apresenta um debate sobre o conteĂşdo regional na comunicação de governo e a relação entre os Estados e o governo federal. Segundo o autor, a publicação irĂĄ revelar documentos que atestam a distância de BrasĂ­lia dos ĂłrgĂŁos de comunicação dos Estados, a partir do exemplo alagoano. Para dar amplitude Ă sua tese em defesa da regionalização da comunicação JRYHUQDPHQWDO-RDOGR&DYDOFDQWHVXEPHWHXWRGRVRVH[VHFUHWiULRVGH&RPXQLFDomRGR Estado de Alagoas a um questionĂĄrio. As respostas compĂľem capĂ­tulo especial que interSUHWDDSRVLomRGRVH[JHVWRUHVGD6HFRP´$SRLR&HVPDFH0DFHLR6KRSSLQJGHYLGDPHQte assessorado Por Renata Pais, da MĂ­dia Nova. Claro que vale autĂłgrafo e leitura.

“A articulação dos Grupos da Cultura Popular e Afro-Alagoana e a Secretaria da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos estarĂŁo realizando QRGLDGHGH]HPEURjVK no inĂ­cio da Praia de Pajuçara, uma grande festa em homenagem a IemanjĂĄ, a Festa das ĂˆJXDV´1DSURJUDPDomR$Ur ,RUXEi 1~FOHR&XOWXUDOGD Zona Sul), Maracatu Raiz da 7UDGLomR $EDVViGH$QJROD GH2\i,JEDOp ,QDr *XHVE  $IR[p2MX2PLQ2PRUHZi&ROHWLYR$IUR&DHWpH/HFL%UDQGmR3RUHPDLO(UQDQL9LDQD informando e convidando.

Com inspirada coleção ‘Os DragĂľes’, Joana & Damian Lopez Morales atraindo gente de Bom Gosto Ă CaleidoscĂłpio. Desde ontem atĂŠ o prĂłximo sĂĄbado, 10. A cada trabalho, estes espanhĂłis/brasileiros se superam. Vale coleção. +, no tribunahoje.com/felipe-camelo Quero aqui, com esta foto de quem pode ir comemorar os 33 anos da Turma 1978 do Marista, no Ăşltimo sĂĄbado, os ausentes. Alguns atĂŠ jĂĄ morreram, mas outros estĂŁo vivinhos da silva, graças a Deus, mas nĂŁo apareceram. Mas, nem por isso, esquecidos. Ficamos sempre citando nomes dos que levaram ‘falta’. Da prĂłxima, levam ‘pau’

Açþes e Reaçþes

A Rosa

“Oi bonitĂŁo, bom dia!!! Passando por aqui para agradecer seu carinho; adorei jornalista-bonita na nota sobre o MaceiĂł Shopping!!!! 9FpTXHpXPDSHVVRDOLQGDFRPXPFRUDomRHQRUPHFKHLRGHDPRU 8PGRVPHXVPRWLYRVSDUDDJUDGHFHUDSDSDLGRFpXSRUpDFRQVWUXção de novas e verdadeiras amizades, como a sua. Beijos, boa semana de trabalho para nĂłs! (VWRXSRUDTXLjVXDGLVSRVLomR%21,72´&KHJDQGRDRMRUQDORQWHP começo de semana, 1 das Ăşltimas do ano, e este foi o 1Âş e-mail que abri. 6mRUHDo}HVFRPRDGDFRPSHWHQWHMRUQDOLVWD VHXVUHOLVHVVmRFRPSOHtos, suas notas muito bem escritas...) Renata Pais que me re-energizam, repĂľem minhas baterias. E tenho certeza da sinceridade de suas palavras e intençþes. Num mundo onde as 2ÂŞ intençþes imperam, agradeço a Deus ainda existirem pessoas, como eu, que nĂŁo tem tempo de 2ÂŞ intenção. 2EULJDGRPHVPRTXHULGDHTXHQHVWHDQRQRYRHVWHMDPRVSUy[LPRV'D TXHULGD,YRQH6DQWRV$SSUDWR7HQyULR HPQRPHWDPEpPGHVHXEHPDPDGR 'RXJODV$SSUDWR7HQyULR QR~OWLPRViEDGRPHIH]JDQKDURÂżPGHVHPDQD com seu carinho explĂ­cito: “Querido, primeiro: agradecemos a cobertura que vc. deu ao lançamento do livro, antes e depois. Segundo: a-do-rei foto e OHJHQGD7HUFHLURYFpXPPHQLQRPXLLLWRFRPSHWHQWHVDELD"eERPWrOR FRPRDPLJR2EULJDGDSRUWXGR%MV,YRQH´&RQIHVVRTXHDGRURTXDQGR HODPHFKDPDGHPHQLQR$RVÂżFRPHDFKDQGR

De Walter Karwatzki pelo facebook ontem: “Filme [A Rosa] documentĂĄrio sobre Rosa MossorĂł faz sucesso em sua primeira audição pĂşblica no CLOSE: Festival Nacional de Cinema da 'LYHUVLGDGH6H[XDO32$562ÂżOPHpGH)LOLSH Matzembacher e MĂĄrcio Reolon. Lindo, lindo, OLQGR5RVD0RVVRUyQmRp"´(PDQGRXHVWH recado na sequĂŞncia: “Os realizadores estĂŁo pensando em fazer uma audição em MaceiĂł. O )LOLSHHR0iUFLRHVWmRGDQGRRVDMXVWHVÂżQDLV DEHUWXUDHÂżQDO6HULDPXLWRERPXPDIHVWDFRP tod@s amig@s de Rosa e a apresentação. É um documentĂĄrio, tem cerca 8 mim, mas estĂĄ 08,72OHJDO4XDOTXHUQRYLGDGHHXDYLVR´ (VWHÂżOPHIRLSURMHWRGH6DQGUR.DTXDQGR indiquei Rosa MossorĂł pra ser 1 das entrevistadas no Mapeamento Cultural LGBT que o Grupo gaĂşcho Somos estava produzindo em todo o paĂ­s. Rosa MossorĂł e sua incrĂ­vel histĂłria de YLGDpUHDOPHQWHHPRFLRQDQWH$GRUR9DLDFDEDU rendendo 1 longa.

Porto das Artes

Capitão de Fragata e dos 3RUWRVGH$ODJRDV$QGUp Pereira Meire convidando pro 27º Salão de Artes da Marinha do Brasil. Pintura, HVFXOWXUDIRWRJUD¿D videoarte, instalaçþes, desenhos... obras de DUWLVWDVUHXQLGDVQR Centro Cultrural e de Exposiçþes de Maceió, com curadoria de Fredy Correia e Carol Gusmão. Abertura, às 8 da noite da próxima 4ª, 7, e na cena, show da talentosa e estonteante Irina Costa, /-$EXWUH 6DPEDFDLWi $K(QWUDGDJUDWXLWD9DOH presença, claro.

Senador + votado na última eleição, e que vem trabalhando muito, principalmente pelo Turismo, Benedito de Lira foi o Homenageado-Mor no almoço do Clube do Feijão Amigo, no último domingo. E sem dúvida, a pessoa + cumprimentada e festejada da cena. O Baixinho vai longe HELCIANE ANGÉLICA

&RPLVVmRGH-RUQDOLVWDVSHODLJXDOGDGHUDFLDO&RMLUD$/ Editado por Helciane AngĂŠlica ZZZFRMLUDDOEORJVSRWFRPFRMLUDDO#JPDLOFRP#FRMLUDDO 7ZLWWHU

Festa das Ă guas

N

Uma pro santo 1RGRPLQJR  WHYHPXLWDGHVFRQWUDomRHVDPEDQRSpQRHYHQWR Âł8PDSURVDQWRÂą)HLMRDGDHQWUHDPLJ#V´ IRWR SURPRYLGRSHOR&HQWURGH Cultura e Estudos Étnicos AnajĂ´, entidade vinculada aos Agentes de PasWRUDO1HJURVGR%UDVLO $31V $OpPGRSUDWRDIUREUDVLOHLURWHYHFKHTXHWr EHELGDDIULFDQD VRUWHLRGHEULQGHVHDDSUHVHQWDomRGRJUXSRGHVDPED Âł'DPRGDDQWLJD´ÂąTXHH[LVWHKiTXDWURDQRVHQDVFHXDSyVDUHDOL]DomR GDRÂżFLQDGHSHUFXVVmR%DWXNDWX(VWLYHUDPQDDWLYLGDGHIDPLOLDUHVH amigos do AnajĂ´; integrantes do Mocambo Esperança; do Maracatu Baque $ODJRDQRGR&HQWURGH(GXFDomR$PELHQWDO6mR%DUWRORPHX &HDVE  Sindjornal; e a vereadora FĂĄtima Santiago, com membros de seu gabinete.

a quinta-feira (8/11), das 15 Ă s 18h, na Praia dae Pajuçara (em frente Ă  quadra do CRB) terĂĄ a Festa das Ă guas em homenagem a IemanjĂĄ – orixĂĄ feminino dos lagos, mares e fertilidade, alĂŠm Mostra Mulher e MĂ­dia de ser a matriarca do panteĂŁo afro sagrado. É um dos 1RGLDGHQRYHPEURR1~FOHR 'HGHQRYHPEURDžGHGH]HPEUR orixĂĄs mais respeitados e populares, no sincretismo de Estudos e Pesquisa sobre a DFRQWHFHXQR5LRGH-DQHLURR6HPLQireligioso ĂŠ a Nossa Senhora. Nessa data, tambĂŠm ĂŠ o 'LYHUVLGDGHeWQLFRUUDFLDO 1HGHU  rio Nacional “A Mulher e a MĂ­dia 8 - “Rarealizou a 3ÂŞ Mostra de produção feriado religioso do Dia da Imaculada Conceição. Na cismo e sexismo na mĂ­dia: uma questĂŁo cultural com o tema “Negros programação afro-cultural terĂŁo apresentaçþes artĂ­stiDLQGDHPSDXWD´9DOGLFH*RPHV H1HJUDVDOpPGH=XPEL SUHVLGHQWHGR6LQGLFDWRGRV-RUQDOLVWDV cas do ArĂŞ IorubĂĄ (NĂşcleo Cultural da Zona Sul), Macelebrando o ano internacional racatu Raiz da Tradição (AbassĂĄ de Angola de OyĂĄ Ig- GRVSRYRVDIURGHVFHQGHQWHV´ 3URÂżVVLRQDLVGH$ODJRDV 6LQGMRUQDO H da ComissĂŁo Nacional balĂŠ), InĂŞ (Guesb), AfoxĂŠ Oju Omin OmorewĂĄ, Coletivo no auditĂłrio Paulo Freire, na Se- Coordenadora GH-RUQDOLVWDVSHOD,JXDOGDGH5DFLDO cretaria Municipal de Educação AfroCaetĂŠ, e no encerramento a cantora e compositora &RQDMLUD)HQDM SDUWLFLSRXGDDWLYLGDGH 6HPHG )RUDPDSUHVHQWDGRV Lecy BrandĂŁo – a carioca ĂŠ uma das mais importantes trabalhos desenvolvidos por e fez a apresentação dos resultados do &XUVRGH)RUPDomRSDUD-RUQDOLVWDVVRintĂŠrpretes de samba, jĂĄ gravou mais de 20 ĂĄlbuns alunos de 20 escolas pĂşblicas, bre GĂŞnero e Raça/Etnia, realizado nese atualmente ĂŠ deputada estadual em SĂŁo Paulo. O teve exposição de cartazes, bante ano em oito capitais. A atividade foi QHUVVREUHDWUDMHWyULDGH-RmR evento ĂŠ uma realização da Articulação dos Grupos organizado pelo Instituto PatrĂ­cia GalCândido – o almirante negro que da Cultura Popular e Afro-Alagoana, em parceria com vĂŁo em parceria com a ONU Mulheres, liderou a Revolta das Chibatas Secretaria de PolĂ­ticas de Promoção da a Secretaria da Mulher, da Cidadania e dos Direitos GHQWURGD0DULQKDDOpPGH ,JXDOGDGH5DFLDO 6HSSLU 6HFUHWDULDGH Humanos/Governo de Alagoas. A atividade ĂŠ bonita. apresentação de poesias afros, PolĂ­ticas para as Mulheres, Fundação WHDWURFRUGHOMRJUDOHDWpXPD ReĂşne caravanas de religiosos de matrizes africanas Ford no Brasil e o BNDES. escola de samba. oriundas de diversos bairros de MaceiĂł e municĂ­pios alagoanos, que farĂŁo simultaneamente seus batuques Campanha e oferendas, alĂŠm de simpatizantes e turistas curiosos. $WpRGLDGHGH]HPEURVHUiYHLFXODGDQDFLRQDOPHQWHDFDPSDQKD TambĂŠm visa o combate da intolerância interreligiosa, Âł4XHPDPDDEUDoD´QD79SRUPHLRGHYLGHRFOLSHFRPJUDQGHVQRporĂŠm, neste ano, chamou a atenção a iniciativa da mes da mĂşsica brasileira; no metrĂ´ e intervençþes urbanas nas ruas de importantes capitais brasileiras. Marca os 30 anos do Dia Internacional SuperintendĂŞncia Municipal de Controle do ConvĂ­vio GH/XWDSHOD1mR9LROrQFLDFRQWUDDV0XOKHUHV FHOHEUDGRQRGLDGH Urbano (Smccu), da Prefeitura de MaceiĂł, em controQRYHPEUR HWDPEpPEXVFDFKDPDUDDWHQomRGDVRFLHGDGHVREUHRV lar o horĂĄrio e o local das manifestaçþes das crenças GDGRVDODUPDQWHVGR0DSDGD9LROrQFLDGR0LQLVWpULRGD-XVWLoD religiosas na orla da capital, que deve acontecer entre e da pesquisa realizada pela Fundação Perseu Abramo em parceria com o Hotel Atlantic e a Balança de Pescados da Praia R6HVFTXHDÂżUPDPDFDGDGXDVKRUDVXPDPXOKHUpDVVDVVLQDGDQR Brasil; seis em cada dez brasileiros conhecem alguma mulher que foi vĂ­tima GH3DMXoDUD(VSHUDPRVTXHDĂ€VFDOL]DomRGDRUGHP GHYLROrQFLDGRPpVWLFDGDVPXOKHUHVEUDVLOHLUDVMiVRIUHUDPDOJXP pĂşblica aconteça igualmente no show e caminhada WLSRGHYLROrQFLDGRPpVWLFDHDFDGDGRLVPLQXWRVFLQFRPXOKHUHVVmR que ocorrem com representantes de outras religiĂľes. violentamente agredidas no Brasil. A ação foi desenvolvida pela Rede de Desejamos um dia de muita harmonia e respeito entre Desenvolvimento Humano e o Instituto Magna Mater. Acesse o portal www. quemamaabraca.org.br. todos! AxĂŠ!

Prêmio Anu 1 A Central Única das Favelas &8)$ HQFRQWUDVHFRPYRWDomR popular para a escolha de projetos que receberão o Prêmio Anu 2012. De Alagoas concorrem os projetos: ³%D~GH/HLWXUD´ 0RYLPHQWRSUy-Desenvolvimento Comunitårio), ([SRVLomRGH)RWRJUD¿D/LYUHV 2OKDUHV $VVRFLDomR$PDMDU  2¿FLQDVGH(GXFDomR1XWULFLRQDO &5(1 6LVWHPD$JURHFROyJLFR $VVVHQWDPHQWR HRSURMHWR Criação, do Centro de Cultura e &LGDGDQLD0DOXQJRVGR,Or IRWR  - que desenvolve vårias açþes socioeducativas e de conscienti]DomRpWQLFRUUDFLDOFRPFULDQoDV e adolescentes de comunidades vulnerabilizadas de Maceió.

CURTAS

PrĂŞmio Anu 2

Tem como objetivo destacar açþes executadas em comunidades carentes em todo o território nacional, que contribuam para o desenvolvimento humano e VRFLDOGHVVHVHVSDoRVDOpPGHVPLWL¿car preconceitos e contribuir para uma sociedade mais justa. São os invisibilizados fazendo a diferença! A votação encerra-se no dia 31 de dezembro. Entre no site www.premioanu.com.br, cadastra-se e registre o seu voto! O $QX3UHWRpXPSiVVDURHVtPERORGD &XID"9RFrVDELDTXHGXUDQWHRSHUtodo colonial, portugueses e espanhóis usavam este nome para insultar escraYRV&RPRSDVVDUGRWHPSRDOpPGH incentivar o racismo, a ave passou a ser culturalmente odiada pela população e DWpFRPRVLQDOGHDJRXUR HELCIANE ANGÉLICA

$$VVRFLDomRGRV0RUDGRUHVH$PLJRVGH-DUDJXiHR3RQWRGH&XOWXUD (QVHDGDGDV&DQRDVLQLFLRXQRGLDGHQRYHPEURHVHJXHDWpRGLD GHGH]HPEURFRPD([SRVLomR)RWRJUiÂżFDÂł/,95(62/+$5(6´QRSUpGLR do Curso de Direito do Centro UniversitĂĄrio CESMAC – Rua Ă?ris Alagoense, no bairro Farol, em MaceiĂł. 1DVH[WDIHLUD  D)XQGDomR0XQLFLSDOGH$omR&XOWXUDO )0$& HD Prefeitura de MaceiĂł realizam comemoração especial pelo aniversĂĄrio de DQRVGDFDSLWDODODJRDQD1RHVWDFLRQDPHQWRGR-DUDJXiWHUiVKRZV do artista GalĂŁ do Brega, a banda Los Borrachos Enamorados, e da cantora paraibana Elba Ramalho. $WpRGLDGHGH]HPEURWHUiQR%DUGD5RVD0RVVRUyDH[SRVLomR Âł)HVWDVGDVĂˆJXDV´FRPIRWRJUDÂżDVGH7KLDJR%LDFKHWWL-XOLDQD%DUUHWR Christiano Barros e Sandreana Melo, retratando o dia 8 de dezembro na Pajuçara. Prestigie! 26LQGLFDWRGRV-RUQDOLVWDV3URÂżVVLRQDLVGH$ODJRDV 6LQGMRUQDO FRQYLGD seus associados para a festa de confraternização da categoria neste sĂĄbaGR  DSDUWLUGDVKQR&OXEHGD2$% -DFDUHFLFD $DWUDomRGR dia serĂĄ a banda Mac Quinteto. Para acesso ao clube, apresente a carteira de jornalista. &KHJDPRVjHGLomRQžGD&ROXQD$[p$VSHVVRDVTXHQmRWLYHUDP acesso Ă segunda edição do encarte afro AXÉ ESPECIAL – publicado no GLDGHQRYHPEURTXHWDPEpPVHUYLXSDUDFHOHEUDURVTXDWURDQRVGH atuação da Cojira/AL, pode conferir as reportagens no blog: www.cojira-al. blogspot.com.

Edicao de numero 1311 - 06 de dezembro de 2011  

Edicação digital - jornal tribuna independente - tribunahoje.com

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you