Page 1

SEXTA-FEIRA MACEIĂ“ - ALAGOAS 1 DE FEVEREIRO DE 2013 NÂş 1659 R$

1,50

TRIBUNA

INDEPENDENTE

ASCOM PMM

RUI DIZ QUE RECEBEU MUNICĂ?PIO COM ROMBO DE R$ 450 MILHĂ•ES

EXEMPLAR DO ASSINANTE

tribunahoje.com

Saúde municipal acusa mÊdicos por falta de vagas em maternidades Por comodidade e conveniência, mÊdicos obstretras das maternidades conveniadas estavam marcando atendimento privado de partos por cesariana para um único dia, deixando os leitos que poderiam ser usado por parturientes do SUS ocupados. Com isso, elas acorriam à Santa Mônica, que acabava superlotada, com pacientes nos corredores. A constatação Ê da secretåria-adjunta da Secretaria Municipal GH6D~GH9HUD5RGULJXHV2&50MXVWL¿FDTXHFLUXUJLDVHUDPIHLWDVHP³FRQVHQVR´FRPDVSDFLHQWHV Pà GINA 11

ANA PAULA OMENA

O prefeito Rui Palmeira disse ontem que o seu antecessor, Cícero Almeida, deixou um rombo de R$ 450 milhþes nos cofres da Prefeitura de Maceió. As principais dívidas são com o Iprev, prestadores de serviço, funcionårios terceirizados, fornecedores e INSS. Palmeira e disse não ter estimativa de quando poderå pagar HVVDFRQWDHPIDFHGDFULVH¿QDQFHLUDGRPXQLFtSLR

PĂ GINA 3

SETE BOATES SĂƒO FECHADAS POR FALTA DE SEGURANÇA COM AMPLA VANTAGEM, RENAN DEVE SE ELEGER HOJE PRESIDENTE DO SENADO 2VHQDGRU5HQDQ&DOKHLURVIRLODQoDGRRÂżFLDOPHQWH ontem, por aclamação, candidato do PMDB Ă presidĂŞncia do Senado. Com amplo apoio e perspectiva de obter entre 55 e 60 votos na eleição, que ocorre hoje, o parlamentar alagoano terĂĄ como adversĂĄrio o senador Pedro Taques (PDT-MT), que deverĂĄ obter no mĂĄximo 25 votos.

A SMCCU e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente cumpriram a promessa e fecharam ontem sete boates por falta de segurança ao público. O Corpo de Bombeiros, que pretendia dar prazo aos estabelecimento, deu suporte à ação. Estão interditadas a Oråkulo, ArmazÊm Uzina, Vox Room, Maikai, Loop Lounge Clube, Musique e Bar Kfofo. A ação continua hoje. Pà GINA 9 SANDRO LIMA

SEM SEGURANÇA GREVE DE VIGILANTES FECHA 21 AGÊNCIAS BANCà RIAS

PĂ GINA 5

JUSTIÇA DECIDE MANTER PREFEITO TONINHO LINS FORA DO CARGO

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

PĂ GINA 4

PĂ GINA 4

VILELA ASSINA CONTRATO DE FINANCIAMENTO COM O BNDES

PRESIDENTE NACIONAL DO SESCOOP VEM CONHECER INICIATIVAS ALAGOANAS

PĂ GINA 14

SUPLEMENTO

JUDSON CABRAL TENTA IMPEDIR NA JUSTIÇA POSSE DA MESA DIRETORA HOJE

CADERNO COOPERATIVA

TEMPO Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em ĂĄreas isoladas

MĂ­nima

20Âş

MĂĄxima

30Âş

MarĂŠs

00:43 06:54 12:56 19:13

0.4 1.9 0.4 1.9

FINANÇAS DÓLAR COMERCIAL R$ 1,98 R$ 1,98 DOLAR PARALELO R$ 2,09 R$ 2,16 OURO: R$ 107,80 POUPANÇA: 0,4134%

Pelo menos 21 agências bancårias fecharam ontem em Maceió para o atendimento ao público, em razão da greve dos vigilantes privados. Eles reivindicam reajuste salarial de 17% e alegam que não receberam contraproposta das empresas. Os bancos tomaram a decisão por falta de seguraça e de reabastecimento de dinheiro.

PALMEIRA DOS Ă?NDIOS

PĂ GINA 10 ADAILSON CALHEIROS

DESFILE DE BLOCOS FOLIÕES INVADEM COMÉRCIO PARA COMPRAR FANTASIAS

MAIS UMA PREFEITURA NĂƒO NĂƒO FARĂ CARNAVAL POR CAUSA DA CRISE FINANCEIRA

Em busca de fantasias SDUDGHV¿ODU em blocos nas prÊvias carnavalescas de Maceió, de hoje a domingo, foliþes invadem lojas do ramo no comÊrcio de Maceió. As mais procuradas são as de colombina e Mulher Maravilha; para as crianças, as de Minie e de palhaço.

PĂ GINA 10

PĂ GINA 10

MP EXIGE VISTORIA EM CAMAROTES MONTADOS NA AVENIDA ANTONIO GOUVEIA PĂ GINA 9 FOLIA CANCELADADA


TRIBUNAINDEPENDENTE

2 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013

PolĂ­tica

Nem ex-prefeita, nem ex-secretåria esclareceram dispensas de licitação No âmbito criminal, o MPF quer a condenação de Cícera Pereira da Silva e Girleuza Maria de Barros às penas do artigo 89, caput, da Lei nº 8.666/93, por cinco vezes, tendo em vista o concurso material – ou seja, a pena pode chegar a 25 anos de prisão. Cícera Pereira da Silva e Girleuza Maria de %DUURVFKHJDUDPDVHUQRWL¿FDGDVSDUDVHPDQLIHVWDUVREUHRVIDWRVDLQGD QDIDVHGHLQTXpULWRQRHQWDQWRQmRSUHVWDUDPTXDOTXHUHVFODUHFLPHQWRDR 0LQLVWpULR3~EOLFR)HGHUDO

Satuba: prefeito exonera secretĂĄria

*LUOHX]D%DUURVRFXSDYDDWpRQWHPD6HFUHWDULDGH)LQDQoDV03)DDFXVDGHLPSURELGDGHDGPLQLVWUDWLYD

ESPLANADA LEANDRO MAZZINI - contato@colunaesplanada.com.br

O segredo da mala

U

PLQFLGHQWHHP%UDVtOLDpGLJQRGHVFULSWKROO\ZRRGLDQR$FLRQDGDQRGHsembarque do Aeroporto Internacional, a PolĂ­cia Federal deteve um portador GHPDODGLSORPiWLFDGHRULJHPGHSDtVVXODPHULFDQRVREIRUWHVXVSHLWD de carregamento de cocaĂ­na. Malas diplomĂĄticas tĂŞm passe livre e nĂŁo podem ser DEHUWDVPDVD3)QmROLEHURXDHQWUDGDGRPDWHULDO2,WDPDUDW\HQWURXQRFLUFXLWRH DXWRUL]RXRGHVHPEDUTXHGRUDSD]TXHGHVFREULXVHGHSRLVVHUQDPRUDGRGRÂżOKR do embaixador hermano.

Abafa 2HSLVyGLRRFRUULGRQHVWDVHPDQDÂżFRXRÂżFLRVRQmRUHJLVWUDGRQRVDXWRVGD3)H GR,WDPDUDW\SDUDHYLWDUFRQVWUDQJLPHQWRVHFULVHHQWUHRVGRLVSDtVHV

Volta pra casa As autoridades brasileiras nĂŁo deixaram barato: no reenvio da mala para o aeroporto GHRULJHPDYLVDUDPGDVXVSHLWDGDGURJD0DVRGHVHPEDUTXHÂżFRXXPPLVWpULR

O bem-vindo 2HPEDL[DGRUHRÂżOKRHQDPRUDGRIRUDPSDUDUQRDHURSRUWR'LSORPDWDVFRQYHQFHUDPD3)DOLEHUDURSDVVDJHLUR3RLVQmRKDYLDSURYDGHTXHVDELDGRFRQWH~GR

O Mala &DLXRFRQFHLWRGD(PEDL[DGDHP%UDVtOLD2UDSD]HQYROYLGRpWUDWDGRFRPR³2 0DODGLSORPiWLFR´&RPRRFDVRpR¿FLRVRDFROXQDSUHVHUYDRVHQYROYLGRV

Mais um 1mRIRLSRXFRRDVVpGLRDSUHIHLWRVQRHQFRQWUmRGH%UDVtOLD6RERWtWXOR³,QVDWLVIHLWR com o seu Partido? Quer sair dele sem perder o mandato?�, o Partido Republicano GD2UGHP6RFLDO 3526 TXHQHPIRLR¿FLDOL]DGRDLQGDGLVWULEXLXIROKHWRVSHOR FHQWURGHFRQYHQo}HVQRVWUrVGLDVGRHYHQWRDWUiVGH¿OLDGRV

Fator Fundo 2SUHVLGHQWHGR3526p(XUtSHGHV-XQLRUTXHJDUDQWHDHVWUHLDGDOHJHQGDSDUD breve. No ritmo, vai se juntar ao Novo, de Marina Silva, e ao Solidariedade, de PauliQKRGD)RUoDTXHGHYHPDERFDQKDURIXQGRSDUWLGiULRDWpRÂżQDOGRDQR

PAC do Bisturi 8PSUHIHLWRRXYLXGRPLQLVWUR*LOEHUWR&DUYDOKRQRHQFRQWUmRGH%UDVtOLDTXHR JRYHUQRYDLOLEHUDUQR%UDVLODDWXDomRGHPpGLFRVIRUPDGRVHPWRGRVRVSDtVHVGD $PpULFDGR6XOH&XEDHQmRVRPHQWHRVJUDGXDGRVQD%ROtYLD

Os Independentes $UHWLUDGDGDFDQGLGDWXUDGH5DQGROIH5RGULJXHV 362/ j3UHVLGrQFLDGR6HQDGR IRLGHFLGLGDFRPRDJRUDFDQGLGDWRRÂżFLDO3HGUR7DTXHV 3'7 HPMDQWDUQDVHJXQda.

Tecla Mute /HLWRUHVGDFROXQDVHQWLUDPIDOWDGRQHFHVViULRGHEDWHHQWUHRVFDQGLGDWRVjVSUHVLGrQFLDVQR&RQJUHVVRQD79&kPDUDHQD796HQDGR)RLD5HFRUG1HZVRQWHP TXHPSURPRYHXXPVHPDSUHVHQoDGRIDYRULWR5HQDQ&DOKHLURV 30'%$/ 

VilĂľes da folia A caipirinha, o chope e a cerveja sĂŁo os produtos do carnaval que mais levam tributos embutidos. Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento TributĂĄrio, sobre as bebidas incidem os maiores percentuais de impostos, de 76,66%, 62,20% e 55,60%.

Bancada do holofote $RSHUDomRSDUDHQIUHQWDUDFDQGLGDWXUDGH5HQDQ&DOKHLURVDR6HQDGRLQFOXLDLQVFULomRGHP~OWLSODVFDQGLGDWXUDVSDUDKRMH6yFDQGLGDWRVjSUHVLGrQFLDGR6HQDGR terão direito a dar declaraçþes à imprensa.

Fora do mapa Veja o complexo de superioridade de certos americanos. Nos EUA recentemente SDUDHYHQWRRÂżFLDORSUHVLGHQWHGD(PEUDWXU)OiYLR'LQRIRLLQGDJDGRSRUXP DPHULFDQREHPLQIRUPDGRVHR%UDVLOHUDPDLRUTXHR7H[DV

Fecha a cortina 2H[GHSXWDGR9LUJtOLR 370* TXHEDQFRXDFRQVWUXomRFRPHPHQGDQmRIRL jLQDXJXUDomRGR7HDWURHP0XULDpTXHOHYRXRQRPHGHVXDPmH%HOPLUD9LOODV Boas.

Aterro no calado 1mRIRLEHPUHFHELGRSRUHPSUHViULRVHRJRYHUQRRSURMHWRGH0DUFR&LYLOGRV Portos proposto por consultor de Eike Batista.

Ponto Final (QWUH3URVHFRQWUDVREORFRGDIROLDGHSDUWLGRVYDLGHVÂżODQGRQR%UDVLO Com Marcos Seabra e Vinicius Tavares ZZZFROXQDHVSODQDGDFRPEU contato@colunaesplanada.com.br Twitter @leandromazzini

REPRODUĂ‡ĂƒO

EDITORIA DE POLĂ?TICA COM REDAĂ‡ĂƒO

A

resposta veio mais råpida do que se imaginava. Ainda na noite de quarta-feira, 31, o prefeito de Satuba, Paulo Acioly (PSD), conÀUPRX TXH D H[RQHUDomR da secretåria de Finanças, Girleuza Barros, sairia atÊ ontem e assim o fez. A secretåria foi ajuizada em duas açþes – uma penal, outra criminal – pelo MinistÊrio Público Federal (MPF), em Alagoas, por uso indevido de verbas federais da Educação, no ano de 2008, quando ocupou a pasta da Educação, na gestão da então prefeita Cícera Pereira. Logo após tomar conhecimento da informação, amplamente divulgada pela mídia, o atual prefeito convocou a secretåria para uma reunião na sede da prefeitura e então comunicar sua saída da equipe. Informaçþes indicam que Girleuza Barros não saiu satisfeita do encontro. Nossa reportagem tentou contato com ela, mas sem êxito. Segundo o procurador da República, JosÊ Godoy Bezerra de Souza, em 2008,

Girleuza foi exonerada de seu cargo após acusação de irregularidades ter sido feita pelo MPF

Cícera e Girleuza, em 2008, ÀUPDUDP FRQWUDWRV SDUD aquisição de combustível e tambÊm de material de construção e serviços em imóveis, com dispensa irregular de licitação. Não hå sequer registros que indiquem em quais

escolas as obras foram realizadas. As irregularidades foram constatadas pela Controladoria Geral da União (CGU). As compras de combustível e material de construção, por exemplo, eram realizadas

sem licitação ou qualquer pesquisa de preço. Foram feitas nove aquisiçþes diretas, num intervalo de sete meses. Cícera Pereira e Girleuza Barros podem pegar atÊ 25 anos de prisão, caso as denúncias do MPF se comprovem.

PALESTINA

Presidente do TJ chancela processo contra juiz Foi apenas uma praxe formalista, mas foi para mostrar que impunidade não Ê uma palavra que deve ecoar na gestão do desembargador JosÊ Carlos Malta Marques à frente do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas. Ontem, em portaria publicada no Diårio Online da Justiça, o presidente do Poder Judiciårio alagoano chacelou a abertura do processo administrativo contra o juiz Galdino JosÊ de Amorim Vasconcelos. O magistrado estå sendo acusado de re-

ceber propina, entre outras facilidades, do ex-prefeito de Palestina, JĂşnior Alcântara (PSDB). A portaria, na verdade, “se constitui em pressuposto essencial de constituição para o desenvolvimento vĂĄlido e regular a impulsionar o processo administrativo disciplinar contra o citado magistradoâ€?. O desembargador levou em consideração as graves acusaçþes contra o juiz, afastado de suas funçþes na 11ÂŞ Zona Eleitoral. “Essa ina-

dequação de conduta fere o aspecto qualitativo da prestação jurisdicional e o Código de Ética da Magistratura Nacional, porque atinge e desgasta a imagem do Poder Judiciårio�. O processo administrativo foi iniciado no dia 11 de dezembro, por unanimidade de votos no TJ-AL. Ainda esta semana, o relator do processo, desembargador Sebastião Costa Filho, concedeu prazo de defesa ao juiz. Nos autos do processo, entre diversas acusaçþes, o

PDJLVWUDGR *DOGLQR -RVp Àcou de receber - não hå comprovação da consumação do fato - do então prefeito Júnior Alcântara, R$ 150 mil para decidir favoravelmente à coligação de Alberto Fonseca (PTdoB) - candidato eleito -, sobre Ação de Investigação, que impugna a chapa vencedora. Em outra acusação atÊ um veículo importado foi colocado em negociação, sem contar a inserção do juiz na lista de cessão de combustível da prefeitura local. (EP)

CONSELHEIROS

‘Nota tĂŠcnica’ ainda rende explicaçþes no TC Aparentemente, a paz reina na Corte de Contas alagoana nesses primeiros dias de gestĂŁo do conselheiro CĂ­cero AmĂŠlio, porĂŠm resquĂ­cios de outros tempos ainda persistem. Quando o Tribunal de Contas emitiu ‘nota tĂŠcnica’ desencorajando prefeituras e câmaras a enviarem balancetes ao MinistĂŠrio PĂşblico de Contas, seus procuradores entraram na Justiça com um mandado de segurança, aceito pelo desembargador TutmĂŠs Airan, em 2012. Esta semana, o desembargador ofereceu dez dias de prazo para que os conselheiros do TC, Luiz EustĂĄquio Toledo, CĂ­cero AmĂŠlio da Silva, Rosa Maria Ribeiro de Albuquerque, Maria Cleide Costa Bezerra, OtĂĄvio Lessa de Geraldo Santos e Anselmo Roberto de Almeida Brito, apresentem as devidas informaçþes Ă autoULGDGH MXGLFLDO MXVWLĂ€FDQGR tal medida.

SANDO LIMA/ARQUIVO

Desembargador TutmÊs solicita manifestaçþes de conselheiros

TutmĂŠs Airan apenas seguiu encaminhamento solicitado pela Procuradoria Geral de Justiça que sĂł preferiu se manifestar apĂłs os argumentos dos conselheiros da Corte, ou seja, das autoridades coautoras. ANOMALIA Em primeira mĂŁo, a Tribuna noticiou a determinação do desembargador ainda em novembro de 2012. Airan decidiu por anular a nota WpFQLFD H R IH] MXVWLĂ€FDQGR em contraste ao promovido pelo MP de Contas, e ao prĂłprio Tribunal, dever de controle externo dos poderes pĂşblicos no âmbito do Estado, o TC, ora impetrado, optou por censurar a atuação ministerial, editando “nota tĂŠcnicaâ€?. Na ĂŠpoca, o desembargaGRUFRQĂ€UPRXTXHDHPLVVmR da referida nota era totalmente ilegal, por violar as prerrogativas da atuação ministerial do MP de Contas, do TC de Alagoas. (EP)


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013

POLĂ?TICA

3

Rombo na prefeitura supera R$ 450 mi

Valor Ê referente ao dÊbito deixado pela administração do prefeito Cícero Almeida, do PSD; Rui vai ao MP reclamar SECOM-MACEIÓ

RENATO BUARQUE COLABORADOR

O

tadas dos funcionĂĄrios nĂŁo eram devidamente repassaGRVjLQVWLWXLomRĂ€QDQFHLUD “A situação mais crĂ­tica ĂŠ a da SaĂşde. Temos uma dĂ­vida de mais de R$ 45 milhĂľes sĂł nessa ĂĄrea, e nĂŁo podemos diminuir a oferta dos serviços, pois com vidas nĂŁo se pode esperar, ou mesmo brincar. Esse valor ĂŠ um montante astronĂ´mico e com a realidade dos nossos cofres, praticamente impagĂĄvelâ€?, desabafou Rui Palmeira. 2 SUHIHLWR WDPEpP DĂ€Umou que hĂĄ um total descontrole quanto Ă formulação da folha de pagamentos dos servidores, tanto os efetivos quanto os comissionados e os tercerizados, o que deve gerar alguns entraves no que diz respeito ao repasse desses vencimentos. “SĂł para se ter uma ideia, a nossa folha de pagamento ĂŠ rodada em um programa de computador pirata. NĂŁo hĂĄ nenhum tipo de controle, principalmente sobre quem sĂŁo os servidores comissionados e os terceirizados. Em relação Ă s Organizaçþes de Interesse PĂşblico, as Oscips, estas empresas nĂŁo terĂŁo o repasse do valor referente ao seu pagamento repassado. Somente serĂŁo pagos os salĂĄrios dos servidores que

Prefeito Rui Palmeira¿QDOPHQWHGLYXOJRXD³KHUDQoDPDOGLWDœ´GHL[DGDSRU&tFHUR$OPHLGD

prefeito de Maceió, Rui Palmeira, do PSDB, estå diante do SULPHLUR JUDQGH GHVDÀR GH sua gestão à frente do Executivo maceioense. O novo gestor, em entrevista à imprensa, concedida ontem (31), na sede da Casa da Indústria, no bairro do Farol, divulgou o rombo deixado, segundo ele, nos cofres do município pelo ex-prefeito Cícero Almeida, do PSD. Segundo Rui Palmeira, os dÊbitos superam a casa dos R$ 450 milhþes, valor este que segundo o prefeito não devem ser pagos tão cedo, dada a atual situação ÀQDQFHLUD GRV FRIUHV GR 3Rder Executivo de Maceió. Desse montante, cerca de R$ 149 milhþes são devidos ao Instituto de Previdência de Maceió, o Iprev; a prestadores de serviços e funcionårios terceirizados, bem como a fornecedores. O resto, cerca de R$ 303 milhþes, correspondem a dÊbitos com a União, com o Instituto Nacional de Seguridade Social, o INSS, e com bancos que concederam emprÊstimos a servidores municipais, cujos valores das parcelas descon-

CONVERSAĂ‡ĂƒO

NEGOCIAĂ‡ĂƒO SALARIAL

Prefeito Rui Palmeira quer mesa de diĂĄlogo com servidores

Prefeito quer diĂĄlogo com a Caixa Outro ponto relevante ressaltado pelo prefeito de MaceiĂł, Rui Palmeira, durante a coletiva de ontem (31), diz respeito a uma mesa de negociação que a prefeitura de MaceiĂł pretende estabelecer junto Ă Caixa EconĂ´mica Federal (CEF). Rui Palmeira explicou que o objetivo da abertura do referido canal de diĂĄlogo entre o Executivo e o Banco visa fazer com que a prefeitura possa voltar a receber recursos oriundos do governo federal, por meio da Caixa. Segundo o gestor, a liberação dessas verbas, na maioria dos casos, estĂĄ suspensa ou acontecendo de forma muito lenta. Ainda de acordo com o prefeito Rui Palmeira, o canal de diĂĄlogo com a Caixa EconĂ´mica Federal pode ser importante ainda para a liberação de verbas para programas a serem implementados, nas mais diversas ĂĄreas e mesmo na construção de obras estruturantes que se tornaram emblemĂĄticas nos Ăşltimos tempos - mesmo que os projetos, em sua totalidade, sequer tenham saĂ­do do papel. “Estamos com o nosso secretariado e com nossos tĂŠcnicos mantendo contato contĂ­nuo com a Caixa EconĂ´mica. Tal interlocução ĂŠ fundamental para o municĂ­pio, pois muitos recursos federais sĂł sĂŁo liberados mediante a aprovação dos trâmites burocrĂĄticos inerentes Ă  Instituição Financeira. Precisamos dessa verba, principalmente agora com a queda VLJQLĂ€FDWLYDGDVUHVHUYDVHP nossos cofres. Outro ponto ĂŠ que retomamos a negociação para a liberação dos recursos para a emblemĂĄtica e alardeada obra do Vale do Reginaldo, cujos serviços que cabiam Ă  prefeitura de MaceiĂł sequer saĂ­ram do papel. AlĂŠm disso essas verbas permitirĂŁo que implementemos projetos em diversas ĂĄreas, passando pela prĂłpria SaĂşde, pela Infraestrutura, pela Educação e pela AssistĂŞncia Socialâ€?, pontuou Palmeira (R.B.)

estĂŁo trabalhando neste mĂŞs de janeiro. Os meses devidos de outubro a dezembro, como nĂŁo se tem um contrato que formalize a relação das empresas com a prefeitura, geram uma insegurança jurĂ­diFDHRVYDORUHVĂ€FDUmRUHWLGRV DWpVHJXQGDRUGHPÂľDĂ€UPRX Palmeira. Sendo assim, praticamente de mĂŁos atadas no inĂ­cio de sua gestĂŁo, Rui PalPHLUD DĂ€UPRX TXH YDL DUUHgimentar o maior nĂşmero de provas, documentos e dados, TXHFRQĂ€JXUHPRPDXXVRGR dinheiro pĂşblico, para pedir que os gestores anteriores sejam punidos pelo rombo na prefeitura, ora anunciado por ele. “Todos os dias nos surge um fato novo. SĂŁo problemas em cima de problemas, cada vez com um impacto maior em nossos recursos e nĂłs nĂŁo podemos pagar essa enorme conta sozinhos. Estamos nos munindo de provas, documentos e nĂşmeros que mostram, comprovam que o dinheiro da prefeitura foi mal empregado. Vamos ao MinistĂŠrio PĂşblico Estadual e atĂŠ mesmo a outras esferas, caso necessĂĄrio seja, cobrar e chamar Ă responsabilidade a quem de direitoâ€?, concluiu o prefeito.

Fotos expostasPRVWUDUDPRGHVFDVRFRPREHPS~EOLFR

CRISE

Decreto visa regularizar situação crítica na Saúde Durante a coletiva concedida na tarde de ontem, o prefeito Rui Palmeira deu especial atenção à situação, FODVVLÀFDGD SRU HOH FRPR sendo crítica, pela qual passa a Secretaria de Saúde do Município, a SMS. Para tanto, o chefe do Executivo deve editar ainda hoje, para a publicação no 'LiULR2ÀFLDOGR0XQLFtSLR um decreto para tentar regularizar a situação difícil pela qual passa a referida pasta. Inicialmente, Rui Palmeira deve estabelecer um controle do sistema que regula os atendimentos na rede municipal de saúde, o Cora, que segundo o gestor estaria sendo utilizado de forma inadequada. Outro ponto relevante inerente ao decreto instituído pelo chefe do Executivo Municipal diz respeito àa contratualização de todos os serviços e insumos fornecidos e comprados pela SMS, que estariam sendo custeados de forma errada pela prefeitura.

AlĂŠm disso, a Secretaria Municipal de SaĂşde, ainda por intermĂŠdio do referido decreto, quer criar critĂŠrios mais rigorosos para a contratação de servidores, na esfera da terceirização, ou mesmo no que diz respeito DR LQJUHVVR GH SURĂ€VVLRQDLV no corpo mĂŠdico do municĂ­pio de MaceiĂł. “NĂłs queremos acabar com a desorganização e a ingerĂŞncia na SaĂşde PĂşblica de MaceiĂł. Por isso formulamos este decreto que serĂĄ publicado em breve. Vamos acabar com os demandos que encontramos na pasta da SaĂşde. Os contratos serĂŁo revistos, os servidores passarĂŁo por uma seleção mais rigorosa e nĂŁo vamos permitir que determinadas pessoas achem, ou pensem, que mandam na nossa rede pĂşblica de SaĂşde. A população mais carente da cidade, aquela que mais precisa da nossa atenção e dos nossos serviços, nĂŁo pode esperar por um paleativo. Precisamos acabar com este caosâ€?, completou o prefeito. (R.B.)

Outro virtual embate a ser enfrentado pelo prefeito Rui Palmeira deve ser a campanha de reajuste salarial, TXHFRPHoRXDVHUGHĂ DJUDGD pelos servidores do municĂ­pio e que deve ter vĂĄrios desdobramentos nos prĂłximos dias, cujas negociaçþes com a categoria jĂĄ começaram. Ainda na coletiva de ontem (31), o prefeito Rui PalPHLUD DĂ€UPRX TXH RV VHXV secretĂĄrios estarĂŁo empenhados em chegar a um denominador comum com a categoria, alĂŠm de estarem abertos ao diĂĄlogo com o funcionalismo pĂşblico da capital. Mas pediu um pouco de paciĂŞncia, tendo em vista a situação, por ele anunciada como caĂłtica, dos cofres pĂşblicos. Ainda segundo o chefe do Executivo maceioense, a data-base dos servidores, estabelecida pela gestĂŁo anterior, como sendo no mĂŞs de janeiro, constitui mais um entrave no que diz respeito Ă concessĂŁo de reajustes nos vencimentos dos servidores pĂşblicos de MaceiĂł. “NĂłs estamos abertos ao diĂĄlogo, queremos manter os servidores do municĂ­pio satisfeitos e bem remunerados, mas pedimos um pouco de paciĂŞncia a eles. Esta data-base do funcionalismo, ainda no mĂŞs de janeiro nĂŁo nos favorece, principalmente porque nossas receitas estĂŁo

Sidney LopesGR6LQGLFDWRGRV6HUYLGRUHVDJXDUGDSUHIHLWR

quase totalmente zeradas�, pontuou Rui Palmeira. Os servidores públicos de Maceió tiveram na manhã de ontem a primeira rodada de negociação e discussão entre as categorias que compþem o sindicato. Eles querem alcançar um reajuste nos salårios pagos

pela prefeitura da capital da ordem de 15%, o que corresponde a reposição inerente à LQà DomRGRDQRGHDOpP da recuperação das perdas salariais do funcionalismo nos últimos dois anos, que não foram contempladas em aumentos concedidos anteriormente. (R.B.)

RECADASTRAMENTO

Prefeitura terå novo calendårio As medidas de arrumação da administração pública, a serem implementadas pelo prefeito de Maceió, Rui Palmeira, tambÊm passarão pela organização dos quadros do funcionalismo público municipal. Palmeira explicou que os dados de cada servidor público municipal precisarão ser apurados novamente, uma vez que muitos desses servidores foram alocados em outros órgãos públicos, atÊ mesmo nas esferas estadual e federal, o que gerou

uma desorganização nos dados constantes na prefeitura de MaceiĂł, durante a gestĂŁo passada. AlĂŠm disso, o prefeito DĂ€UPRX TXH VHUi HVWDEHOHcido um calendĂĄrio racional e que os servidores nĂŁo precisarĂŁo se deslocar de forma “estabanadaâ€? para a sua secretaria de origem. AlĂŠm disso, o chefe do ([HFXWLYR 0XQLFLSDO DĂ€Umou que o recadastramento feito no Ăşltimo ano da gestĂŁo do prefeito Cicero Almeida com, supostamente, a mes-

PDĂ€QDOLGDGHQmRWHULDVXUtido o efeito desejado pela atual administração. “Vamos montar esse calendĂĄrio, que serĂĄ divulgado em breve, de foma racional. Precisamos reordenar a lotação dos servidores e acabar com alguns desvios de função. Quero lembrar que no ano passado, o nosso funcionalismo foi recadastrado, mas esses dados nĂŁo nos satisfazem. Por isso precisamos implementar um novo processoâ€?, explicou o prefeito de MaceiĂł. (R.B.)


4

TRIBUNAINDEPENDENTE

POLĂ?TICA MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

Reajuste nĂŁo alivia

O

reajuste concedido Ă gasolina e ao diesel esta semana doeu no bolso do consumidor, mas nĂŁo aliviou a situação da PetrobrĂĄs. Suas açþes caĂ­ram 5% na Bolsa de Valores de SĂŁo Paulo (Bovespa) e apesar do aumento reforçar o caixa da empresa em aproximaGDPHQWH5PLOK}HVPHQVDLVRYDORUVHUiLQVXÂżFLHQWHSDUDFREULUD defasagem entre os preços praticados no mercado interno e os do exterior. Para o Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), antes do reajuste a empresa perdia R$ 1,7 bilhĂŁo por mĂŞs, em decorrĂŞncia da defasagem do preço. Agora o prejuĂ­zo deverĂĄ ser de R$ 1 bilhĂŁo. Segundo o CBIE, mesmo depois do aumento, a defasagem da gasolina esta em 11,2 % HRGRGLHVHOHP3DUDPXLWRVRSHUFHQWXDOGHUHDMXVWHÂżFRX abaixo do esperado pelo mercado, que estimava um aumento entre 7% a 10%. Na prĂłxima semana a Petrobras deverĂĄ divulgar os resultados GRTXDUWRWULPHVWUHGHPDVRVQ~PHURVQmRWHUmRDLQĂ€XrQFLDGR UHDMXVWHGHVWDVHPDQD$HVWLPDWLYDpTXHROXFURGD3HWUREUDVÂżTXH em R$ 4,7 bilhĂľes, uma queda de 15% em relação ao trimestre de 2012 TXHÂżFRXHP5ELOK}HV0DVpQRWyULRTXHTXDOTXHUUHDMXVWHGRV combustĂ­veis tem efeito cascata no Brasil. Outros setores jĂĄ começam a fazer cĂĄlculos. Os novos preços vĂŁo afetar o setor de transporte de carga onde o aumento do diesel vai acrescentar 1,53% no custo dos fretes, especialmente os de longa distância. O aumento ainda vai chegar aos hortifrutigranjeiros, aos transportes coletivos e escolares e a diversos outros segmentos da economia.

TCE recua e mantĂŠm decreto de 4 cidades Prefeitos entregaram documentos apĂłs a suspensĂŁo do status de emergĂŞncia DIVULGAĂ‡ĂƒO

O

Comissão para saúde A situação caótica encontrada pela nova administração municipal na Secretaria de Saúde de Maceió forçou a Câmara de Vereadores da capital a formar uma Comissão de Representação para acompanhar o trabalho de recuperação do setor. A Comissão terå como presidente a vereadora Tereza Nelma (PSDB), como vice-presidente o vereador Cleber Costa (PT), alÊm de Fåtima Santiago (PP), Silvânio Barbosa (PSB) e Antonio Holanda (PMDB). O grupo acompanharå o trabalho a ser feito pelo Executivo muniFLSDOHSUHWHQGHDLQGDLGHQWL¿FDUDVRULJHQVGRVSUREOHPDVTXHWHP afetado a saúde em Maceió, submetendo a população que necessita destes serviços a uma situação indigna.

Lula em Cuba O ex-presidente Lula continua com sua imagem em alta na ilha de Fidel Castro. Ele proferiu o discurso de encerramento da III ConferĂŞncia Internacional “Pelo equilĂ­brio do mundoâ€? que durou trĂŞs dias em Havana. Lula desejou muita “energia positivaâ€? ao presidente da Venezuela, Hugo ChĂĄvez, que faz tratamento contra o câncer em Cuba, pediu um minuto de silĂŞncio em solidariedade Ă s vitimas fatais do incĂŞndio na boate Kiss, HP6DQWD0DULD 56 HYROWRXDGHIHQGHURÂżPGREORTXHLRD&XEDSRU parte dos EUA. E vai continuar a lutar pela integração dos paĂ­ses latino-americanos. O ex-presidente brasileiro tambĂŠm se encontrou com os irmĂŁos Fidel e RaĂşl Castro em Havana.

Cursos de idiomas O Instituto de Línguas da Secretaria de Educação e do Esporte informou TXHDGLVWULEXLomRGH¿FKDVSDUDDVPDWUtFXODVQRVFXUVRVGHLGLRPDV vai acontecer às três da tarde desta sexta-feira (1º). O local da distribuição será o auditório da 15ª Coordenadoria Regional de Educação, localizada ao lado do posto da Transpal no Centro Educacional de 3HVTXLVDV$SOLFDGDV &HSD 6HUmRGLVWULEXtGDV¿FKDVHVWDEHOHFLdas da seguinte forma: 175 destinadas aos alunos do curso de inglês; 175 para o espanhol, 94 para o curso de português e 29 para o Francês. As matrículas poderão ser feitas a partir do dia 5 de fevereiro, na Escola Maria José Loureiro, das 18h às 21h.

Foto com a presidente Como nos encontros dos anos anteriores, uma fotomontagem pode VLJQLÂżFDUXPDTXHVWmRGHSUHVWtJLR3RULVVRPHVPRRIRWyJUDIR7iVVLR resolveu colocar seu equipamento na entrada do Centro de Convençþes em BrasĂ­lia, para fazer a foto do prefeito ao lado da presidente Dilma Rousseff. O encontro dos prefeitos reuniu milhares deles na capital federal e nĂŁo foram poucos que aceitaram pagar R$ 30 pela foto “com a presidenteâ€?. O acerto do fotĂłgrafo ĂŠ entregar a foto no dia seguinte, apĂłs tratamento em programa de computador, no qual o prefeito surge ao lado de Dilma, numa aparente audiĂŞncia no gabinete presidencial.

Isenção do IR aos 60 A Câmara dos Deputados deve analisar nos próximos meses uma proposta que estabelece a isenção do Imposto de Renda a partir do mês em que o contribuinte aposentado completar 60 anos de idade. O projeto de Lei Ê de autoria da deputada Andreia Zito (PSDB-RJ) e pretende alterar a lei em vigor que estabelece a isenção aos 65 anos. Segundo a deputada, o projeto atualiza a legislação sobre o Imposto de Renda que Ê de 1988, adaptando-a ao Estatuto do Idoso que Ê de 2003. Conforme o Estatuto a pessoa Ê considerada idosa a partir dos 60 anos e não aos 65.

Presente de aniversĂĄrio O governador Teotonio Vilela Filho considerou que a chegada das ĂĄguas do Rio SĂŁo Francisco ao Canal do SertĂŁo, na Ăşltima terça-feira (29) foi o melhor presente que poderia receber no seu aniversĂĄrio. “Comemoro o meu aniversĂĄrio hoje aqui e esse ĂŠ o meu melhor presente. É a realização de um sonho antigo, desde a minha ĂŠpoca no Senado; meu respeito e carinho pelo povo sertanejo estĂŁo representados nesta obraâ€?, disse o JRYHUQDGRU$LQDXJXUDomRRÂżFLDOGRVTXLO{PHWURVLQLFLDLVGR&DQDO do SertĂŁo deve acontecer apĂłs o Carnaval (possivelmente dia 15) com a presença da presidente Dilma Rousseff. Atualmente dois mil trabalhadores estĂŁo envolvidos com a obra no SertĂŁo alagoano. ‡$6XSHULQWHQGrQFLDGD3ROtFLD)HGHUDOHP$ODJRDVWHPPDLVGH inquĂŠritos envolvendo prefeitos e ex-prefeitos alagoanos, segundo o site Cada Minuto. A maior parte das açþes por improbidade administrativa desvio de verbas federais e formação de quadrilha. ‡9iULRVJHVWRUHVMiIRUDPDWpDIDVWDGRVGRVFDUJRVPDVVHJXQGRDV LQIRUPDo}HVPXLWDFRLVDDLQGDYDLDFRQWHFHUQRVSUy[LPRVPHVHV ‡1DPHVPDGLUHomRVHJXHRWUDEDOKRGHLQYHVWLJDomRGR0LQLVWpULR PĂşblico Federal. Nesta semana duas açþes – uma cĂ­vel e outra criminal- foram ajuizadas pelo MinistĂŠrio PĂşblico Federal (MPF) contra a ex-prefeita de Satuba, CĂ­cera Pereira da Silva, a “CĂ­cera do Barâ€?. ‡$H[SUHIHLWDHDH[VHFUHWiULDPXQLFLSDOGH(GXFDomR*LUOHX]D0DULD GH%DUURVVmRDFXVDGDVGHDGTXLULUFRPEXVWtYHOPDWHULDOGHFRQVWUX omRUHDOL]DUHPVHUYLoRVHPLPyYHLVHRXWURVDWRVVHPOLFLWDomRHVHP UHJLVWURVGDVHVFRODVEHQHÂżFLDGDVMiTXHRVUHFXUVRVHUDPRULJLQDGRV GR0LQLVWpULRGD(GXFDomR ‡$FRLVDpIHLD$VGXDVGHYHPVHUFRQGHQDGDVDRUHVVDUFLPHQWR integral dos valores desviados, multa, suspensĂŁo dos direitos polĂ­ticos por 40 anos e ainda serem condenadas a 25 anos de prisĂŁo na soma das penas previstas.

ANDREZZA TAVARES REPĂ“RTER

ZezecoVHVHQWHPDLVDOLYLDGRDSyVHVFODUHFHUG~YLGDVGR7&

Tribunal de Contas do Estado, que havia suspendido o decreto emergencial de 12 municĂ­pios alagoanos, voltou atrĂĄs em sua decisĂŁo e manteve o decreto da Barra de SĂŁo Miguel, Piranhas, Olho d’à gua das Flores e Taquarana. A decisĂŁo aconteceu, apĂłs a entrega dos documentos solicitados. Os 32 prefeitos tiveram atĂŠ o dia 25 para entregarem a documentação exigida SHOR 7&( TXH MXVWLĂ€FDVVHP a emergĂŞncia em seus municĂ­pios. O prazo de 48 horas expirou e o Tribunal decidiu, por unanimidade, suspender o decreto de 12 cidades que nĂŁo haviam entregue os documentos. Apenas os quatro que, atenderam a exigĂŞncia, mesmo que fora do prazo, mantiveram a emergĂŞncia. “Entregamos toda a docuPHQWDomR H R 7&( YHULĂ€FRX que estava tudo certo e manteve o decreto do municĂ­pioâ€?, informou o prefeito JosĂŠ Medeiros Nicolau, o Zezeco (PP). A suspensĂŁo do decreto de emerĂŞngia da Barra de

SĂŁo Miguel e de outros sete municĂ­pios, tinha sido motivada pela ausĂŞncia de alguns documentos exigidos pelo ĂłrgĂŁo. Os outros quatro, pediram um prazo maior para a entrega da documentação. Apesar da suspensĂŁo, a expectativa do prefeito Zezeco era a de que a Corte de Contas revertesse sua prĂłpria decisĂŁo, jĂĄ que a situação de caos no municĂ­pio havia sido amplamente divulgada na imprensa local, conforme declarou em sua pĂĄgina na internet, na Ăşltima terça-feira. SUSPENSĂƒO A decisĂŁo do TCE que suspendeu os decretos de emergĂŞncia administratiYD Ă€QDQFHLUD HP SDUWH GRV municĂ­pios alagoanos, foi publicada ontem, no DiĂĄrio EletrĂ´nico do ĂłrgĂŁo. O Tribunal de Contas manteve a suspensĂŁo dos decretos em UniĂŁo dos Palmares, Inhapi, Paulo Jacinto, Maribondo, Estrela de Alagoas, Olho d’à gua Grande, Cajueiro e Igaci. Todos os documentos entregues pelas prefeituras, serĂŁo analisados pelos tĂŠcnicos do TCE, e o resultado deverĂĄ sair em 15 dias.

MP/AL

Prefeituras nĂŁo enviaram documentos

Alguns prefeitos alagoanos esqueceram que alÊm do Tribunal de Contas do Estado, tambÊm devem satisfaçþes ao MinistÊrio Público Estadual sobre a decretação de emergência administratiYDÀQDQFHLUDHPVHXVPXQLcípios. Dos promotores que a reportagem manteve contato, apenas o gestor de Paulo Jacinto, Ivanildo Pereira (PSB), jå havia entregue relatório a promotora Marluce Falcão. O prazo para o fornecimento das informaçþes, expirou ontem.

O promotor JosĂŠ Carlos Castro, coordenador do NĂşcleo de Defesa do PatrimĂ´nio PĂşblico, do MinistĂŠrio PĂşblico Estadual, informou que esse prazo pode ser ampliado de acordo com cada promotoria. A expectativa ĂŠ que na prĂłxima semana, Carlos Castro, possa ter um apanhado geral da situação dos decretos emergenciais dos municĂ­pios alagoanos. “Alguns colegas promotores jĂĄ devem ter recebido os relatĂłrios e tomado as providĂŞnciasâ€?, pontuou.

Os municĂ­pios de Satuba, Igreja Nova e Piranhas, ainda nĂŁo encaminharam aos respectivos promotores os documentos que comprovem a necessidade da emergĂŞncia. O promotor Magno Alexandre Ferreira Moura, que responde pela Comarca de Piranhas, informou que na prĂłxima semana vai encaminhar um ofĂ­cio para a prefeitura para que no prazo de cinco dias, o gestor apresente documentos que MXVWLĂ€TXHP D HPHUJrQFLD

“Tentei manter contato por telefone com o prefeito [Dante Alighieri, PDT], mas nĂŁo obtive sucessoâ€?, relatou o promotor. “Diante das ocorrĂŞncias de desvios e danos ao patrimĂ´nio, caso existam, os responsĂĄveis poderĂŁo responder civil ou criminalmenteâ€?, explicou Moura. Segundo ele, a legalidade da emergĂŞncia deve ser observada, “pois a exceção nĂŁo pode ser utilizada como regraâ€?, referindo-se a dispensa de licitação. (A.T.)

ALE

Mesa toma posse e deputado recorre

Mesmo contra o posicionamento do deputado estadual Judson Cabral (PT), a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa toma posVHKRMH$RSRVLomRDÀUPRX que vai recorrer junto ao Superior Trbunal de Justiça (STJ). O recurso impetrado pelo advogado JosÊ Fragoso serå contra a decisão do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ), que negou em dezembro passado, o mandado de segurança que pedia a anulação da eleição antecipada da Mesa Dire-

tora da ALE. “NĂŁo hĂĄ mais tempo hĂĄbil para barrar a posse da Mesa, pois a oposição foi prejudicada pela demora de seis meses que o TJ/AL levou para julgar o mandado de segurança apresentado por nĂłsâ€?, declarou Judson Cabral, relatando que nĂŁo serĂĄ fĂĄcil conseguir a anulação da posse no STJ. ANTECIPAĂ‡ĂƒO Em janeiro do ano passado, apĂłs a convocação extraordinĂĄria dos parlamentares, foi realizada uma eleição da Mesa Diretora,

que foi anulada pela Justiça. Uma nova eleição foi feita em março e o deputado estadual Fernando Toledo (PSDB) foi reeleito com 19 votos. A oposição pediu a anulação da eleição, mas a desembargadora do Tribunal de Justiça, Elisabeth Carvalho, negou o mandado de segurança, por entender que não existia ilegalidade na eleição ocorrida em março, realizada com pelo menos um ano de antecedência.

TRT 19

OAB/AL

A expectativa da comissĂŁo eleitoral da OAB/AL, que comanda as eleiçþes do 5° Constitucional, TXHYDLGHÂżQLUXPDYDJDSDUDR Tribunal Regional do Trabalho, 19ÂŞ RegiĂŁo, ĂŠ a de que atĂŠ junho, DOLVWDVr[WXSODVHMDGHÂżQLGD “Esse ĂŠ o nosso prazo mĂĄximoâ€?, declarou o presidente da comissĂŁo, Marcelo Madeira, informando que as duas impugnaçþes serĂŁo analisadas e que jĂĄ estĂĄ homologando as desistĂŞncias. Cerca de 20 candidatos concorrem a vaga. Na prĂłxima semana comissĂŁo deverĂĄ se reunir.

O processo eleitoral do 5° Constitucional da OAB/AL, para a vaga no TRT 19, que jĂĄ dura quase um ano, estava praticamente parado desde outubro do ano passado. “Achava que as eleiçþes estavam mais adiantadas, mas percebi que depois de outubro de 2012, nĂŁo teve mais andamentoâ€?, revelou o presidente da comissĂŁo eleitoral, Marcelo Madeira. Nesta ĂŠpoca, a classe dos advogados estava mais engajada nas eleiçþes para a presidĂŞncia da Ordem, vencida por 7KLDJR%RPÂżP.

AtĂŠ junho os 6 nomes serĂŁo conhecidos

ApĂłs outubro processo parou

EMENDA Judson Cabral revelou que assim que os trabalhos na Assembleia Legislativa voltar, o que deve ocorrer após o carnaval, pretente apresentar um Emenda Constitucional, exigindo a proibição da reeleição da Mesa Diretora. Caso seja aprovada, a partir da próxima legislatura, não serå mais possível administrar o Legislativo alagoano por mais de dois anos. Os membros da Mesa 'LUHWRUD ÀFDUmR QR H[HUFtcio no biênio 2013/2014.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013 POLĂ?TICA

5

Senadores podem eleger Renan hoje Parlamentar alagoano ĂŠ franco favorito para presidir o Senado Federal; ele deve receber entre 50 e 60 votos

Cotidiano LININHO NOVAIS - contato@lininho.com

O dia de Renan

S

ilĂŞncio. Eis a palavra que norteou os Ăşltimos cinco anos do alagoano de Murici, Renan Calheiros, que hoje (1Âş) regressarĂĄ Ă presidĂŞncia do Senado Federal. A persistĂŞncia de Calheiros GHVDÂżRXVHXVLOrQFLRLQFRPRGRXSULQFLSDOPHQWHDTXHOHVTXHQmR aceitando seu retorno Ă  cadeira de encosto mais alto tentariam a todo modo, com jogos sĂłrdidos, rasos e covardes, “requentandoâ€? matĂŠrias desfazer o caminho de volta de Renan.

Por lå Os prefeitos que viajaram atÊ Brasília para o grande encontro com a presidente Dilma Rousseff esticaram a permanência atÊ hoje para acompanhar de perto a eleição da presidência do Senado Federal.

Vistoria O governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho, visita hoje, 1Âş de fevereiro, o canteiro de obras do PresĂ­dio do Agreste, localizado na ĂĄrea rural do municĂ­pio de CraĂ­bas. A vistoria tĂŠcnica terĂĄ inĂ­cio Ă s 9h.

Juntos Vilela serå acompanhado pelo vice-governador, JosÊ Tomaz Nonô; pelo superintendente geral de Administração Penitenciåria, tenente-coronel Carlos Luna; pela prefeita de Arapiraca, CÊlia Rocha e pelo prefeito de Craíbas, Bruno Cavalcanti. A visita tambÊm vai contar com a presença de representantes do Poder Judiciårio e da sociedade civil.

Blog da vice Com carta branca e caneta com bastante tinta, a vice-prefeita Iolanda $OFkQWDUDWHPDWRWDOFRQÂżDQoDGRSUHIHLWR&ULVWLDQR0DWKHXV$VVXmindo a pasta de AssistĂŞncia Social a lĂ­der deodorense mostra que tem bagagem basta observar seu blog http://professoraiolandamd. blogspot.com.br

Conselho federal Os conselheiros federais eleitos para o triênio 2013-2015 da OAB-AL estão em Brasília Brasília onde participam da eleição que elege o novo presidente do Conselho Nacional da OAB e assinatura de termo de posse dos seus respectivos cargos, na sede do Conselho Federal da OAB.

Em comitiva 2SUHVLGHQWHGD2$%$/HRYLFHSUHVLGHQWH7KLDJR%RPÂżPH(GQDOdo Maiorano, participam da posse formal dos novos conselheiros, que serĂĄ realizada nesta sexta-feira, dia 1Âş de fevereiro. Juntamente com eles, viajam tambĂŠm a tesoureira Karol Mafra, o secretĂĄrio-adjunto Davi Lima, alĂŠm do presidente da caixa de AssistĂŞncia dos Advogados, Nivaldo Barbosa e o reitor da Escola Superior de Advocacia, Adrualdo CatĂŁo.

Não recebe mais O Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas informou desde ontem (31), que o Banco do Brasil deixarå de receber documentos de arrecadação para esta autarquia. Com a suspensão deste contrato, o Detran/AL orienta aos usuårios que utilizam o Banco do Brasil que procurem outro banco para efetuar esses pagamentos.

Tutoria Por meio da Coordenadoria Institucional de Educação a Distância (Cied), a Universidade Federal de Alagoas (Ufal) abre inscriçþes, atÊ dia 6 de fevereiro, para o processo de seleção de tutores da Universidade Aberta do Brasil (UAB). Conforme o edital estão sendo ofertadas 137 vagas, distribuídas da seguinte maneira: 83 para a modalidade a distância e as outras 54 na modalidade presencial.

TrĂŞs dĂŠcadas de folia 2GHVÂżOHGREORFRFDUQDYDOHVFR)LOKLQKRVGD0DPmHVHUiQDQRLWH desta sexta-feira, 1Âş. Como jĂĄ ĂŠ tradição no prĂŠ-carnaval da capital alagoana, o Museu ThĂŠo BrandĂŁo abre seus portĂľes para que a “mamĂŁeâ€? UHFHEDVHXV³¿OKLQKRV´DSDUWLUGDVK(VWHDQRVHUiDFRPHPRUDção de trĂŞs dĂŠcadas de sua criação, preservando o compromisso que assumiu de reanimar o carnaval de rua em MaceiĂł.

On-line Desde 2009, a ferramenta Push, disponibilizada na årea de serviços do site do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), permite que advogados, defensores públicos e interessados possam acompanhar todas as movimentaçþes processuais pelo e-mail cadastrado em formulårio on-line. O recurso faz parte dos serviços disponibilizados pelo Portal E-SAJ.

GECOC

Alfredo Gaspar entra no Conseg O promotor Alfredo Gaspar de Mendonça Neto foi escolhido pelo ColÊgio de Procuradores de Justiça para representar o MinistÊrio Público do Estado de Alagoas (MPE) no Conselho Estadual de Segurança Pública de Alagoas (Conseg). O promotor substituirå o atual procurador-geral de Justiça, SÊrgio Jucå, que ocupa uma cadeira no Conseg desde o ano de 2011. A indicação do nome de Alfredo Gaspar foi unânime entre os 16 procuradores de Justiça presentes em reunião, ontem.

ASSESSORIA

O

senador alagoano, Renan Calheiros, lĂ­der do PMDB no Congresso Nacional, deve ser sacaramentado hoje como novo presidente do Senado Federal. Ele ĂŠ franco favorito, por mais que ele prĂłprio nĂŁo admita. A perspectiva, segundo os bastidores polĂ­ticos ĂŠ que o parlamentar alagoano, obtenha entre 55 e 60 votos favorĂĄveis Ă sua candidatura para suceder JosĂŠ Sarney (PMDB-AP), atual presidente do Senado. Para se eleger, Renan precisa dos votos de metade dos presentes mais um (maioria simples). As dissidĂŞncias deverĂŁo Ă€FDU HQWUH  H  YRWRV “Ele (Renan) consegue se eleger tranquilamente, com uma grande folga de votosâ€?, DĂ€UPRX QHVWD TXDUWDIHLUD 30, o presidente do PMDB, senador Valdir Raupp (RO). AtĂŠ o vice-presidente da RepĂşblica, Michel Temer, do mesmo partido de Renan, elogia o retorno do senador ao cargo mais alto do LegislatiRenan Calheiros deve herdar presidĂŞncia do Senado Federal de seu colega de partido JosĂŠ Sarney vo federal. â€œĂ‰ um nome que tem tradição para presidir o Senado e que pode fazer uma CAPENGANDO ÂśEHOtVVLPD¡JHVWmRÂľFRQĂ€UPRX Temer. Renan Calheiros jĂĄ foi presidente do Senado, mas renunciou ao cargo em 2007, acuado por denĂşncias de que WHULD D SHQVmR GH XPD Ă€OKD paga por uma construtora. A Terceira Câmara CĂ­- o artigo 109 da Constituição dĂ­vida mobiliĂĄria no valor de Na anĂĄlise do vice-presidenvel do Tribunal de Justiça Federal de 1988: “Aos juĂ­zes R$ 807.191.884,74, constituĂ­- te, o histĂłrico da renĂşncia de Alagoas (TJ/AL) anulou a federais compete processar e da por tĂ­tulos pĂşblicos emiti- nĂŁo deve trazer prejuĂ­zos a sentença do magistrado de 1Âş julgar: As causas em que a dos apĂłs 13 de dezembro de Calheiros. Ontem, o PSB retirou grau que considerou nulas as UniĂŁo, entidade autĂĄrquica 1995 para obtenção de receioperaçþes realizadas com a ou empresa pĂşblica federal tas destinadas ao pagamento o apoio que era dado como certo ao lĂ­der do PMDB. Por emissĂŁo, circulação, colocação forem interessadas na condi- de precatĂłrios. Com a remessa dos autos, meio de nota, senadores do HYHQGDQRPHUFDGRĂ€QDQFHL- ção de autoras, rĂŠs, assistenUR GDV OHWUDV Ă€QDQFHLUDV GR tes ou oponentes, exceto as de caberĂĄ ao juiz federal de 1Âş PSB defendem que o PMDB tesouro estadual (LFT/AL) falĂŞncia, as de acidentes de grau, a decisĂŁo sobre a pre- escolha um candidato Ă  Pree determinou a remessa dos trabalho e as sujeitas Ă  Jus- sença do interesse da UniĂŁo. sidĂŞncia do Senado capaz de autos processuais Ă  Justiça tiça Eleitoral e Ă  Justiça do ´6HYLHUDGHFODUiORĂ€UPDUi “recuperar a credibilidadeâ€? sua competĂŞncia jurisdicional da Casa. Federal (JF). Trabalho.â€? O grupo de quatro senadoDe acordo com os autos, e prosseguirĂĄ no julgamento O relator dos embargos de declaração, desembargador em maio de 2000, a UniĂŁo da ação popular originĂĄria. UHVDĂ€UPDTXHDOpPGHXPD TutmĂŠs Airan, entendeu que Ă€UPRX FRP R (VWDGR GH $OD- Caso decida pela ausĂŞncia, o plataforma de trabalho que a sentença de 1Âş grau era nula JRDV XP FRQWUDWR GH FRQĂ€V- procedimento adequado a ser resgate a imagem do Senaporque, nos casos em que hĂĄ sĂŁo, assunção, consolidação e adotado serĂĄ o de suscitar o do, o novo presidente precisa interesse da UniĂŁo, a compe- UHĂ€QDQFLDPHQWR GH GtYLGDV FRQĂ LWRMXQWRDR6XSHULRU7UL- representar o “ideal de renovaçãoâ€? - num recado para que tĂŞncia ĂŠ da JF, como dispĂľe DVVXPLQGR H UHĂ€QDQFLDQGR D bunal de Justiça (STJ)â€?. os peemedebistas nĂŁo formalizem a indicação de Renan Calheiros para disputar o TJ cargo. A nota ĂŠ assinada pelos quatro senadores do PSB: LĂ­dice, Rodrigo Rollemberg (DF), AntĂ´nio Carlos Valadares (SE) e JoĂŁo Capiberibe (AP). Com essa divisĂŁo de tamanho, o PSB perde a possiconvincentes vo fraudulento, consistente bilidade de disputar a quarO prefeito reeleito de Rio fundamentos Largo, AntĂ´nio Lins de Souza e relevantes, capazes de evi- na aquisição de um imĂłvel ta-secretaria do Senado com Filho, o Toninho Lins (PSB), denciar a verossimilhança do pelo preço de R$ 700.000, o DEM, que tambĂŠm possui SHUPDQHFHDIDVWDGRGDFKHĂ€D direito e a intensidade do ris- dispensando licitação. O pro- quatro senadores. A manocedimento foi aprovado pelo bra, segundo alguns senadodo Poder Executivo do muni- co de lesĂŁo grave. “NĂŁo vislumbro, nesta Legislativo Municipal, pelo res do partido, poderia ser cĂ­pio. A decisĂŁo monocrĂĄtica da desembargadora Elisabe- cognição rasa, risco ao agra- mesmo preço. estratĂŠgia da campanha de Ao interpor o agravo de Renan para assegurar apoio th Carvalho Nascimento, am- vante (AntĂ´nio Lins), jĂĄ que parada na possibilidade de as normas que tratam de im- instrumento, a defesa havia do DEM na eleição. existĂŞncia de riscos Ă  instru- probidade administrativa au- alegado a existĂŞncia de imLĂ?DER ção processual, caso o polĂ­tico torizam o afastamento do car- possibilidade do afastamento Para consolidar sua viesteja no cargo, foi publicada go de agente polĂ­tico, quando do cargo por fatos relativos ao tĂłria na eleição na sexta, no DiĂĄrio de Justiça (DJE) de houver a possibilidade de mandato anterior, conside- Renan trabalhou nos Ăşltihaver comprometimento da rando haver limite temporal mos dias para acabar com o ontem. A desembargadora desta- instrução processual pelo seu a ser observado para o afas- racha em torno da disputa cou que para a concessĂŁo des- exercĂ­cioâ€?, fundamentou a de- tamento dos seus ocupantes, pela liderança do PMDB. O qual fosse, o interregno do senador Romero JucĂĄ (RR) ta liminar, seria necessĂĄria sembargadora. Contra o polĂ­tico pesa mandato exercido contempo- ameaçou disputar a liderana comprovação do perigo da demora e da fumaça do bom a acusação de realizar um raneamente aos atos aponta- ça do partido contra EunĂ­cio Direito, pelo agravante, com procedimento administrati- dos como Ă­mprobos. Oliveira (C.E).

Remetido à Justiça Federal processo das Letras do Estado

Toninho Lins continua fora da Prefeitura de Rio Largo

OAB

Conselheiros federais tomam posse hoje Os conselheiros federais eleitos para o triênio 2013-2015 da OAB-AL, Everaldo Patriota, Felipe Sarmento e Fernando Paiva, participaram, ontem, da eleição que elege o novo presidente do Conselho Nacional da OAB e assinatura de termo de posse dos seus respectivos cargos, na sede do Conselho Federal da OAB. A posse formal deles acontece hoje; eles serão empossados pelo novo presidente da OAB Nacional. O presidente GD2$%$/7KLDJR%RP¿P tambÊm se farå presente.

MPF

Prova de estagiårios serå neste domingo Neste domingo (3), das 8h às 12h, serå realizada a etapa subjetiva da seleção de estagiårios, da årea de Direito, da Procuradoria da República em Alagoas. A prova acontecerå na sede da PR/AL, localizada na Avenida Juca Sampaio, nº 1800, no Barro Duro. Ao todo, 79 candidatos estão aptos a participar desta fase. Os portþes serão abertos às 6h45, devendo o candidato comparecer ao local de realização de prova atÊ as 7h30, horårio de fechamento dos portþes.


6

OPINIAO

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013

OpiniĂŁo A

TrĂŞs mil vetos

cada início do ano, a expectativa na årea política e jurídica gira em torno dos assuntos polêmicos que serão apreciados pelos poderes Legislativo e Judiciårio. Alguns foram superados nos últimos dois anos, a exemplo da Lei da Ficha Limpa e do Mensalão, porÊm outros ainda estão na lista de espera de votação que Ê acrescentada por outros itens polêmicos. Neste ano, a polêmica pode se ampliar com a proposta do congresso em analisar, em um só bloco, três mil vetos presidenciais, alguns da Êpoca de Fernando HenriTXH&DUGRVRDWRTXHSRGHVLJQLÀFDULQVHgurança jurídica em vårios setores do país. $ GLVFXVVmR FRPHoRX QR ÀP GH QRYHPbro, quando a presidente Dilma Rousseff vetou a distribuição dos royalties de petróleo, de maneira igual, para todos os estados e municípios do país, aprovado pelo Congresso naquele mesmo mês (Lei 12.734/12). A medida agradou o Rio de Janeiro e o Espírito Santo, que lideram a

produção nacional de petróleo, mas levou à mobilização dos parlamentares dos demais estados para a derrubada imediata do veto. A disputa foi parar no Supremo Tribunal Federal. O ministro Luiz Fux determinou que, antes dos royalties, o Congresso deve votar cerca de três mil vetos que aguardam anålise hå vårios anos, desde o governo Fernando Henrique Cardoso, por exemplo. A perspectiva Ê a de que esses vetos sejam analisados em bloco, numa votação única neste mês. Especialistas veem risco na decisão, pois nesses projetos hå marco regulatório que se forem derrubados podem resultar em colapso em setoUHVFRPRHQHUJLDVLVWHPDÀQDQFHLURHQD Lei de Responsabilidade Fiscal. AlÊm do FDVRGRVUR\DOWLHVRFyGLJRà RUHVWDORÀP do fator previdenciårio estão à espera de XPÀQDOGHÀQLWLYRSDUDTXHDVRFLHGDGH tenha uma real perspectiva sobre os benefícios e estragos da anålise de mais de três vetos em bloco.

RUBENS MĂ RIO Professor do Cesmac

Saudades do Carnaval Carnaval, considerado festa pagĂŁ e atĂŠ do satanĂĄs, para algumas religiĂľes mais radicais, mas, de comunhĂŁo, de romantismo, de ternura, de amor, de famĂ­lia, e, sobretudo, de muita alegria, para milhares de outras pessoas. Num passado remoto, acredito que, hĂĄ cerca de 30 anos, a festa ainda retratava todos os substantivos relatados acima. Naquelas ĂŠpocas, o povo, mesmo os menos abastados, brincava, com romanWLVPR H VHP PDOGDGHV DV Ă€JXUDV ĂŠpicas do pierrĂ´, da colombina, e do arlequim, personagens lĂşdicos do nosso Carnaval, que foram extraĂ­dos do teatro italiano, faziam parte obrigatĂłria da grande festa. Esses trĂŞs personagens imortalizados no nosso Carnaval, serviram de inspiração para o mestre ZĂŠ KĂŠti, junto com Pereira Matos, compor uma das mais belas letras e melodias da nossa mĂşsica popular - “MĂĄscara Negraâ€? - “Arlequim estĂĄ Chorando pelo Amor da Colombina, no meio da multidĂŁoâ€?‌ esta linda canção que foi imortalizada pela grande Dalva de Oliveira, felizmente, atĂŠ hoje, ainda ĂŠ bastante cantada nos grandes bailes e nos prĂŠ-carnavais da sexta-feira e do sĂĄbado. Aqui em nossa capital, algumas semanas antes do Carnaval, a Prefeitura Municipal promovia as chamadas “maratonasâ€? - em diversos bairros da capital eram armados palanques onde orquestras de frevo tocavam todas as noites, prepa-

rando os foliĂľes para os quatro dias de folia. Os festivais de mĂşsicas carnavalescas, tambĂŠm eram realizados todos os anos antes do Carnaval, e tinham uma importância muito grande, tanto para a revelação de novos compositores da terra, quanto para a preservação da nossa rica cultura. Os blocos populares tambĂŠm saiam Ă s ruas, desde algumas semanas antes do Carnaval propriamente dito; eles eram inĂşmeros e arrastavam poeira e multidĂľes “cavaleiro dos montesâ€?, “amigos da onçaâ€?, “cara duraâ€?, “sai da frenteâ€?, daqui nĂŁo saioâ€?, “bota foraâ€?, “vulcĂŁoâ€?, “bomba atĂ´micaâ€?, “vareta de açoâ€?, “sururu da nĂŞgaâ€? e muitos outros. Naquelas ĂŠpocas, no nosso Carnaval de rua, chamavam a atenção grandes passistas e autĂŞnticos foliĂľes, como: o “Moleque namoradorâ€?, “RĂĄs Gonguilaâ€?, “Major BonifĂĄcioâ€? e tantos outros. Numa ĂŠpoca mais remota, lembro com bastantes saudades de foliĂľes que percorriam as ruas do bairro do Prado fantasiados Ă  carĂĄter - o saudoso “DidĂ´â€? com sua imensa chupeta pendurada ao pescoço, era XPDĂ€JXUDLQFRQIXQGtYHO Compositores como Reinaldo Cavalcante, EdĂŠcio Lopes – o maior de todos –, Roberto Becker e Juvenal Lopes tambĂŠm compuseram lindas cançþes, que as emissoras, naquela ĂŠpoca, difundiam com bastante intensidade, motivando e incenti-

vando as pessoas Ă participarem do verdadeiro Carnaval. As lanças perfume, devido a inocĂŞncia e romantismo das pessoas da ĂŠpoca, eram usadas, principalmente, pelas crianças, de forma, apenas lĂşdica; os confetes e serpentinas constituĂ­am-se em apetrechos obrigatĂłrios para todos os foliĂľes – as “batalhasâ€? ofereciam um colorido e uma beleza especial, tanto nos salĂľes, quanto nas ruas. 2 FRUVR ² GHVĂ€OH GH YHtFXORV abertos, ornamentados -, era um espetĂĄculo Ă  parte realizado nas ruas do centro da cidade. Milhares GHSHVVRDVĂ€FDYDPDRORQJRGRSHUcurso dos corsistas, ora aplaudindo, ora espirrando ĂĄgua ou aroma das lanças, ou atirando confetes e serpentinas. Era um espetĂĄculo desOXPEUDQWH Infelizmente, com a partida do nosso maior difusor do verdadeiro FDUQDYDO²(GpFLR/RSHV²Ă€FDPRV sem a publicidade na mĂ­dia; para a nossa tristeza, o velho radialista e compositor nĂŁo deixou herdeiros que continuassem a sua grande obra. Resta-nos parabenizar os fundadores e organizadores dos blocos de frevo, em especial, os componentes do “Pinto da Madrugadaâ€?, hoje, as nossas Ăşnicas opçþes de carnaval, ou prĂŠ carnaval, pelo menos, na capital, que, melancolicamente, se GHVSHGHGDIROLDFRPRĂ€QDOGRGHVĂ€OHGR´3LQWRGDPDGUXJDGDÂľ´eGH fazer chorarâ€?...

LULA MIRANDA Poeta, cronista e economista

Procura-se um ‘bom burguĂŞs’ MARCOS SOUTO MAIOR Advogado e desembargador aposentado

eGDQGRTXHVHUHFHEH Saia do meu escritĂłrio de advocacia, para o almoço, quando uma moto com condutor e uma garupa, fez um movimento brusco e parou, bem em frente a mim. De imediato me afastei rapidamente deixando que moto e conGXWRUHV Ă€FDVVHP GH FRVWDV HP eventual defesa pessoal. ,PDJLQHL XP DVVDOWR Ă€JXULQR que o nordeste importou do sul, e se alastrando, incontidamente, por todo paĂ­s. Aliviou-me um pouco mais, quando o condutor desligou o motor, colocou a moto no descanso, o TXHVLJQLĂ€FDYDVHUJHQWHGREHP Ainda com os respectivos capacetes de segurança enterrados nas cabeças, aonde muitas vezes servem para esconder as caras do mau; logo desceram da motocicleta e em voz alta o motoqueiro disse: “Ei Doutor Marcos, hĂĄ quanto tempo nĂŁo lhe vejo...â€? e continuou: “esta ĂŠ a minha esposaâ€?. $SHUWHLDVPmRVGHDPERVHĂ€quei alegre em rever uma pessoa conhecida cuja face tinha me esquecido. A emoção foi tĂŁo grande que nĂŁo consegui lembrar o nome daTXHOHPRWRFLFOLVWDGDSD] Mas pouco importa, porque

se tratava de um homem bom e simples em busca de justiça, que se realiza pela ação advocatĂ­cia no equilĂ­brio social, sem olhar a quem. Com um sorriso nos lĂĄbios desatou o nĂł da garganta e disse: “Esta ĂŠ minha esposa e faz muitos anos que nĂŁo lhe via. Saudades daqueles tempos sua no Tribunal de Justiça da ParaĂ­baâ€?. Abri um sorriso de saudade e, como foram muitas as pessoas que proporcionei a ação da justiça a todos, quer como desembargador e, novamente, quer como advogado militante fui direto ao assunto dizendo que meu escritĂłrio estava Ă s suas ordens... Ledo engano, ele resolveu a charada me olhando no fundo dos olhos e voltou a falar para terminar o suspense: “Eu tinha um problema prĂĄ resolver na justiça e, chegando ao gabinete do senhor, apresentei o nĂşmero do meu processo, que precisava da sua assinatura pra terminar tudo. O senhor tava saindo pra uma viagem marcada e, tava sem paletĂł. AĂ­ o senhor olhou prum lado e pra o outro, encontrou o paOHWyGHVHXĂ€OKR+LOWLQKRYHVWLX apressado e foi despachar meu

TRIBUNA

INDEPENDENTE

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

processoâ€?. Fiquei atĂ´nito e emocionado, abracei-o fortemente no reencontro que foi rememorado dos saudosos anos 2001. $V EDWLGDV GR FRUDomR PH Ă€]Hram pulsar a verdadeira sensação do dever cumprido, de quem, apenas, exerceu o difĂ­cil trabalho de decidir as disputas entre pessoas inconformadas. Chamei para um cafezinho quente, mas o meu herĂłi desta crĂ´nica disse que estava com pressa para o trabalho. Ajudou a mulher montar novamente na sela da sua mĂĄquina, colocou o capacete e deu com a mĂŁo, se despedindo. Garantiu YROWDURXWUDYH] Nem o sol escaldante me importunou. Fiquei olhando atĂŠ o meu visitante dobrar a esquina GDUXDGHVDSDUHFHQGR Raro alguĂŠm reconhecer e se OHPEUDU SDUD DJUDGHFHU 7DQWR que a oração de SĂŁo Francisco de Assis prega: “pois ĂŠ dando que se recebeâ€?, mas esses sĂŁo muitos e fazem de conta que nada aconteceu. Preferem navegara na ingratidĂŁo pura e simples, negando o SDVVDGRTXHQmRVHDSDJDMDPDLV

FILIADO AO

Jorgraf UM PRODUTO:

Cooperativa dos Jornalistas H*UiÂżFRVGRHVWDGRGHDODJRDV

TĂĄ certo que alguns vĂŁo dizer que a expressĂŁo “bom burguĂŞsâ€? traz em si uma “contradição em termosâ€? ao XQLUGRLVTXDOLĂ€FDWLYRVH[FOXGHQWHV (sendo um “substantivadoâ€?) e incompatĂ­veis entre si: “bomâ€? e “burguĂŞsâ€?. A opiniĂŁo ĂŠ livre. Provavelmente vai ter atĂŠ leitor, ainda mais radical, que dirĂĄ que “burguĂŞs bom ĂŠ burguĂŞs mortoâ€?. Esse tipo de formulação, desgraçadamente, jĂĄ teve lugar na histĂłria. Tem opiniĂŁo para todos os gostos. Reconheço como, digamos, “legĂ­timasâ€? todas essas opiniĂľes. Mas jĂĄ sou um “jovem senhorâ€? e esses arroubos radicais jĂĄ se perderam hĂĄ muito pelo caminho. SĂŁo mais prĂłprios e caros aos mais jovens, decerto. NĂŁo pretendo tampouco, esclareço, abolir a luta de classes e/ou sequer empanar/confundir a essencial consciĂŞncia de classes. Bem sei que operĂĄrio ĂŠ operĂĄrio; patrĂŁo ĂŠ patrĂŁo. Mas com o outro Lula - o Luiz InĂĄcio - aprendi da oportunidade de se fazer uma necessĂĄria ponte que leve a um entendimento e colaboração possĂ­veis. Pois esse ĂŠ o caminho para se construir um “capitalismo de Estadoâ€? ou um “socialismo de mercadoâ€? – como queira. Mas esse ĂŠ outro assunto e jĂĄ estava fugindo do tema a que me propunha escrever. Bom burguĂŞs, vocĂŞ deve se lembrar, em parcas palavras, ĂŠ aquele personagem egresso das classes privilegiadas que se une Ă luta revoOXFLRQiULD SDUD Ă€QDQFLiOD H DVVLP supostamente viabilizĂĄ-la, dando sua contribuição Ă  causa. Personagem bastante citado na literatura. -iIRLDWpWHPDGHĂ€OPH/HPEUDGR isto, cabe perguntar e esclarecer: DĂ€QDO GH FRQWDV SDUD TXr SURFXUR um bom burguĂŞs? Explico-lhes. Tive a ideia, ainda muito incipiente, embrionĂĄria, de constituir um fundo de investimento privado SDUDĂ€QDQFLDPHQWRGDLPSUHQVDDOternativa no Brasil – nos moldes dos fundos de investimento e/ou fundos de pensĂŁo. A proposta inicial ĂŠ constituĂ­-lo com doaçþes de empresĂĄrios,

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: JosĂŠ Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

)XQGDo}HV VHP Ă€QV OXFUDWLYRV QDFLRQDLVHHVWUDQJHLUDV GHĂ€ODQWURpos e cidadĂŁos comuns – nĂŁo seriam aceitas, por exemplo, doaçþes de partidos polĂ­ticos ou empresas que se utilizam de trabalho escravo ou que desrespeitam o meio-ambiente e os direitos do trabalhador. “Esse Lula Miranda ĂŠ mesmo um poeta, um sonhadorâ€? – vocĂŞ jĂĄ deve estar aĂ­ fulminando essa minha ideia. NĂŁo ĂŠ mesmo? Mas jĂĄ estou DFRVWXPDGR j GHVFRQĂ€DQoD H DWp mesmo desdĂŠm, para com as propostas “novidadeirasâ€? (ou nem tanto). Lembro-me do dia em que, isso jĂĄ faz uns 12 anos, mais ou menos, em meio a uma assembleia da miQKD FDWHJRULD SURĂ€VVLRQDO SURSXV que fosse incluĂ­do na pauta de reivindicaçþes o fornecimento de vale-refeição nas fĂŠrias. Muxoxos e risos sarcĂĄsticos ecoaram no auditĂłrio. Mas nĂŁo me dei por vencido. Insisti e lembrei que nas fĂŠrias se recebe salĂĄrio, e que, se recebemos salĂĄrio, terĂ­amos que receber tambĂŠm os demais benefĂ­cios – tais como vale-refeição e vale-alimentação. Expliquei ainda que algumas poucas empresas jĂĄ forneciam vale-refeição aos empregados nas fĂŠrias e que o fato de nĂłs nĂŁo recebermos denunciava o nosso atraso com relação Ă s conquistas dos outros trabalhadores. Hoje, naquela empresa em que trabalhei, todos recebem o vale-refeição nas fĂŠrias e ninguĂŠm lembra que isso começou de uma ideia aparentemente “sem pĂŠ nem cabeçaâ€?. NĂŁo tenho dĂşvida de que deveria ser uma polĂ­tica de Estado, e nĂŁo de governo ou de iniciativas como esVDV R Ă€QDQFLDPHQWR GRV SHTXHQRV veĂ­culos, a democratização da mĂ­dia e a livre circulação de ideias, mas, como disse antes, jĂĄ estou acostumado ao desdĂŠm para com as ideias e propostas “novidadeirasâ€?. E, alĂŠm desse suposto “desdĂŠmâ€?, deparamo-nos com os interesses de poderosos conglomerados de comunicação e dos polĂ­ticos – alguns nĂŁo por mera coincidĂŞncia ou obra do acaso donos

desses conglomerados. O cerne dessa proposta ĂŠ que os comunicadores nĂŁo sejam dependentes de partidos, governos ou de grandes empresas. Para que assim possam manifestar de forma mais livre suas opiniĂľes e agir de forma mais independente e vigilante com relação aos poderes constituĂ­dos – função primordial de uma imprensa livre, hoje completamente corrompida. Esse Fundo seria administrado por pessoas de reconhecida competĂŞncia e idoneidade na administração de fundos de investimentos. Suas contas e balanços seriam publicados, diariamente, na internet e VHULDP Ă€VFDOL]DGRV SHULRGLFDPHQWH por auditores independentes, para tanto contratados. Os doadores ou colaboradores poderĂŁo, a qualquer tempo, solicitar uma prestação de contas ao Fundo. Tudo na maior transparĂŞncia e dentro das regras do capitalismo – mas a serviço de um ideal humanista ao qual se subordina. Todos teriam direito a requisitar e receber recursos desse Fundo? Sim, pequenos e grandes blogueiros – das mais diversas opiniĂľes e ideologias. Mas com a condição de jĂĄ ter de alguma maneira contribuĂ­do ou colaborado para a arrecadação de recursos [por exemplo, colocando um banner da propaganda do Fundo em seu blog] e, claro, de efetivamente ter pĂşblico ou leitorado. O blog do “eu sozinhoâ€? e os “diletantesâ€? nĂŁo estariam contemplados. Mas... Isso ĂŠ apenas uma ideia, incipiente como disse, mas que jĂĄ compartilhei com alguns poucos editores da blogosfera, e que agora compartilho com os leitores com o intuito de colher as milionĂĄrias contribuiçþes de todos os erros. E assim prosperar. Ou mesmo malograr, se for o caso. A arrecadação para o Fundo Democracia & MĂ­dia [ou Found for Media and Democracy – em inglĂŞs] começa agora – e começa pela doação de sugestĂľes e ideias. DĂŞ a sua.

Nosso noticiĂĄrio nacional ĂŠ fornecido pelas agĂŞncias: AgĂŞncia Folha e AGĂŞncia Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAĂ‡ĂƒO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

OS ARTIGOS ASSINADOS SĂƒO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NĂƒO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPĂ?NIĂƒO DESTE JORNAL.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - 6(;7$)(,5$'()(9(5(,52'( POLĂ?TICA 7

‘A elite nĂŁo gosta de nĂłs, nĂŁo pelos erros, mas pelos acertos’, diz Lula em Havana

Política de redução de custos da Petrobras afeta prestadores de serviços $3HWUREUDVWHPDWUDVDGRSDJDPHQWRVDIRUQHFHGRUHVHSURYRFDGRGL¿FXOGDGHV¿QDQceiras na cadeia de prestadores de serviços, após ter adotado uma política de redução de custos em meio a prejuízos na sua divisão de Abastecimento, aumentos de custos e produção estagnada. Hå tambÊm o atraso de pagamento para fundos de recebíveis FULDGRVSDUD¿QDQFLDUHVVHVSUHVWDGRUHVGHEHQVHVHUYLoRVGLVVHUDPIRQWHVj5HXters, observando que a estatal alterou sua política de pagamentos recentemente e vem olhando com mais rigor os contratos. Com isso, tem demorado mais tempo para liberar os recursos. Em uma espÊcie de efeito dominó, os prestadores de serviços tambÊm DWUDVDPVHXVFRPSURPLVVRV¿QDQFHLURV

“Eu nĂŁo reclamo, porque, no Brasil, a imprensa gosta muito de mim, sĂł fala bem de mim... Nasci assim, sou assim e vou morrer assim, irritando eles.â€? Foi nesse tom descontraĂ­do que o ex-presidente Lula discursou durante o encerramento da Terceira ConferĂŞncia Internacional pelo EquilĂ­brio do Mundo, no PalĂĄcio de Convençþes de Havana, na quarta-feira (30). Apesar das crĂ­ticas Ă imprensa, Lula evitou mencionar a Ley de Medios argentina ou Ă  possibilidade de uma versĂŁo brasileira, preferindo convocar a integração entre os ativistas latino-americanos via internet. “A elite dos nossos paĂ­ses nĂŁo gosta de nĂłs, nĂŁo ĂŠ pelos erros que cometemos, ĂŠ pelos acertos que cometemosâ€?, disse.

PREVIDĂŠNCIA

'HEDWHVREUHÀPGHIDWRU GHYHÀFDUSDUDRXWURJRYHUQR 2PLQLVWURGD3UHYLGrQFLD 6RFLDO *DULEDOGL $OYHV )LOKR QmR GHVFDUWD D SRVVLELOLGDGH GHRÀPGRIDWRUSUHYLGHQFLiULRRXRXWURWLSRGHPXGDQoD QRFiOFXORGDVDSRVHQWDGRULDV ÀFDUSDUDGHEDWHQR&RQJUHVVRGXUDQWHRSUy[LPRJRYHUQR (OH DGPLWLX TXH DV GLVFXVV}HV ´HVIULDUDP¾ H TXH Ki RXWURV WHPDV LPSRUWDQWHV QD SDXWD GR &RQJUHVVR FRPR D YRWDomRGRVUR\DOWLHVGRSHWUyOHR GRV IXQGRV GH 3DUWLFLSDomRGRV(VWDGRVHGRV0XQLFtSLRVHDFDVVDomRGRPDQGDWR GHGHSXWDGRVFRQGHQDGRVSHOR 6XSUHPR 7ULEXQDO )HGHUDO $FUHGLWD TXH HVWD SDXWD SRGHUiLPSHGLUDDQiOLVHGHPXGDQoDVQRFiOFXORGDVDSRVHQWDGRULDVDQWHVGH ´(XYRXFRQWLQXDUOXWDQGR H Ki SURMHWRV SDUD LVVR PDV QmRWHQKRFRPRLPSRUDSDXWD (X FRPSUHHQGR TXH QHP VHPSUH VH FRQVHJXH DV FRLVDV

IDFLOPHQWH 1yV YDPRV ÀFDU QR QRVVR OXJDUGDÀODHVSHUDQGRTXHDV FRLVDVDFRQWHoDP¾GLVVH*DULEDOGL $OYHV )LOKR 'H DFRUGR FRPRPLQLVWURRJRYHUQRQmR SRGHUi DFHLWDU R ÀP ´SXUR H VLPSOHV¾ GR IDWRU SUHYLGHQFLiULR 6HJXQGR HOH R PLQLVWpULR QmR WHP GLQKHLUR SDUD DUFDU FRP RV FXVWRV GH XPD SRVVtYHOHOLPLQDomRGRUHGXWRUGDV DSRVHQWDGRULDV $WXDOPHQWH D DSRVHQWDGRULD GRV FRQWULEXLQWHV GR ,QVWLWXWR 1DFLRQDO GR 6HJXUR 6RFLDO ,166  p DSURYDGD GH DFRUGR FRP D FRPELQDomR GH GRLV FULWpULRV LGDGH PtQLPD  DQRV SDUD KRPHQV H  DQRVSDUDPXOKHUHVHDQRV SDUD KRPHQV H  DQRV SDUD PXOKHUHV TXH WUDEDOKDP QR FDPSR  H WHPSR GH FRQWULEXLomR DQRVSDUDKRPHQV DQRVSDUDPXOKHUHV 

Disputa pela presidência da Câmara tem quatro nomes Eleição serå na segunda-feira; pleito ganha mais um concorrente

M

ais um nome surgiu ontem (31) QD UHWD ÀQDO GD HOHLomR SDUD D SUHVLGrQFLD GD &kPDUD )HGHUDO &KLFR $OHQFDU 362/ ² 5-  ODQoRX VXD FDQGLGDWXUD 2 DQ~QFLR IRL IHLWR SHOR OtGHU GR SDUWLGR QD FDVD GHSXWDGR ,YDQ 9DOHQWH 63  HP XPD FDUWD HQYLDGD j &kPDUD )HGHUDO TXH HOHJH QD VHJXQGDIHLUD   R SUHVLGHQWH 6HJXQGR R WH[WR R 30'%GD´PRUDOKRPRJrQHD¾ WHP GRLV FDQGLGDWRV &kPDUDH6HQDGR QDHOHL-

omRGHVWHDQRHFRQWDFRP R DSRLR GD EDVH GH JRYHUQR DSHVDU GH WHU ´FDQGLGDWRV EHP FRQKHFLGRV QmR FRPR QRWiYHLV PDV FRPR QRWyULRV IUHT HQWDGRUHV GH WHUULWyULRV QHEXORVRV¾ 'HDFRUGRFRPR362/D FDQGLGDWXUDGH&KLFR$OHQFDU p LQGHSHQGHQWH H YHP FRPR DOWHUQDWLYD DR QRPH GRIDYRULWR+HQULTXH(GXDUGR $OYHV 30'%51  VXVSHLWR GH GHVYLDU GLQKHLURS~EOLFRSRUPHLRGH HPHQGDV SDUODPHQWDUHV 2FDQGLGDWRSHOR362/ WHQWD D GLVSXWD SHOD VH-

JXQGD YH] H VH MXQWD DRV GHSXWDGRV -~OLR 'HOJDGR 36%0*  H 5RVH GH )UHLWDV 30'%(6 TXHID]HP FDPSDQKDQRVHVWDGRVGHVGH R ÀP GR DQR SDVVDGR (PQRWDR362/GLVVH ´2 3DUWLGR 6RFLDOLVPR H /LEHUGDGH WHUi FDQGLGDWR SUySULRQDHOHLomRGRQRYR SUHVLGHQWHGD&kPDUDGRV 'HSXWDGRV SDUD R ELrQLR 6HUiRGHSXWDGR&KLFR$OHQFDU 5- TXH FXPSUH VHX WHUFHLUR PDQGDWR FRQVHFXWLYR QD FDVD¾ $ GHFLVmR HP ODQoDU FDQGLGDWXUD SUySULD p

SDUD UHSUHVHQWDU XP FRQWUDSRQWR UDGLFDO IURQWDO H QtWLGR DRV FDQGLGDWRV TXH FRQWDP FRP R DSRLR GR JRYHUQR IHGHUDO H GD RSRVLomR FRQVHUYDGRUD 3DUD R 362/ R SURSyVLWR IXQGDPHQWDO p UHFRORFDU D SROtWLFDQDRUGHPGRGLDH DFHUWDURSDVVRGR/HJLVODWLYR1DFLRQDOFRPDVJUDQGHV TXHVW}HV TXH DIHWDP D YLGD GR SRYR EUDVLOHLUR $ FDQGLGDWXUD GR GHSXWDGR&KLFR$OHQFDUVHUi UHJLVWUDGD QD 6HFUHWDULD *HUDOGD0HVDQHVWDVH[WDIHLUDGLDoGHIHYHUHLURÂľ

NO STF

3URFXUDGRUDHQWUDFRPWUrV Do}HVFRQWUD&yGLJR)ORUHVWDO 3DUD´DXPHQWDUDVFKDQFHV¾GHVXFHVVRGHVHXSHGLGR D VXESURFXUDGRUDJHUDO GD 5HS~EOLFD 6DQGUD &XUHDX HQWURX FRP WUrV $o}HV 'LUHWDV GH ,QFRQVWLWXFLRQDOLGDGH GLVWLQWDV QR 6XSUHPR 7ULEXQDO )HGHUDO SHOD VXVSHQVmRGHPXGDQoDVWUD]LGDV SHOR QRYR &yGLJR )ORUHVWDO 6HJXQGR D VXESURFXUDGRUDRIDWRGHDVDo}HV WHUHP UHODWRUHV GLIHUHQWHV DXPHQWDULD D SRVVLELOLGDGH GHYLWyULD ´1RVVD LGHLD HUD HQWUDU FRPPDLVGHXPDDomRSDUD SRVVLELOLWDURH[DPHGHPDLV XP UHODWRU TXH DR QRVVR YHU DPSOLDULD DV QRVVDV SRVVLELOLGDGHV¾ DÀUPRX 6DQGUD &XUHDX TXH DVVX-

PLXRFRPDQGRGD3*5LQWHULQDPHQWH QR LQtFLR GR DQR HVSHUD XP SURQXQFLDPHQWR GR67)VREUHRWHPDQRPrV TXHYHPXPDYH]TXHDFRUWHHVWiHPUHFHVVRHWUDWDVH GHXPSHGLGRGHOLPLQDU2V UHODWRUHV GDV $',V VmR RV PLQLVWURV 5RVD :HEHU *LOPDU0HQGHVH/XL])X[ 3DUD 6DQGUD Ki LQFRQVWLWXFLRQDOLGDGH H UHWURFHVVR QRV GLVSRVLWLYRV TXHVWLRQDGRV Mi TXH HOHV UHGX]HP RX H[WLQJXHP iUHDV DQWHV FRQVLGHUDGDV SURWHJLGDV SRU OHJLVODo}HV DQWHULRUHV (OD DÀUPD TXH VH EDVHRX QR SULQFtSLR FRQVWLWXFLRQDO TXH SURtEH R UHWURFHVVR GH QRUPDV DPELHQWDLV ´(X Mi FRQKHFLDEHPDVPDWpULDV¾

2QWHPUHWD¿QDOda eleição, Chico Alencar, PSOL do RJ, virou o quarto candidato à presidência da Câmara Federal


8

TRIBUNAINDEPENDENTE

BRASIL/MUNDO MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013

Brasil / Mundo SISU 2

MatrĂ­culas

iniciam amanhã e vão atÊ terça

Os candidatos aprovados na segunda lista para uma das vagas do Sisu (Sistema GH 6HOHomR 8QLÀFDGD  GHYHrão fazer a matrícula para os cursos escolhidos a partir de amanhã (2). O prazo para entrega de documentos vai atÊ a terça-feira (5). O MEC (MinistÊrio da Educação) divulgou a segunda chamada de aprovados no såbado (26) no Sisu (SisWHPDGH6HOHomR8QLÀFD  Os convocados na primeira chamada tiveram atÊ o dia 22 de janeiro para fazer a matrícula. Aqueles que não foram selecionados nas duas primeiras convocaçþes ainda podem aderir à lista de espera do programa. O estudante deve demonstrar interesse em uma das vagas remanescentes do dia 28 de janeiro a 8 de fevereiro. A nova lista de aprovados serå publicada no dia 18 de fevereiro.

0DWHULDOÂżFDYDHQWUHRLVRODPHQWRHDÂżEUDGHYLGURSDUDPHOKRUDUDDF~VWLFDGRORFDO

E

m entrevista coletiva na tarde de ontem (31), o delegado MarFHOR $ULJRQ\ TXH FKHĂ€D DV investigaçþes sobre o incĂŞndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), que deixou mais de 230 mortos na madrugada do Ăşltimo domingo (27), disse que se a espuma que servia como isolante acĂşstico nĂŁo existisse, “talvez o foco do incĂŞndio fosse menorâ€?. $ HVSXPD Ă€FDYD HQWUH R LVRODPHQWRHDĂ€EUDGHYLGUR para melhorar a acĂşstica do local. “No local onde nĂŁo tinha espuma, praticamente nĂŁo queimouâ€?, disse. Nesta sexta-feira (1o), engenheiros do Crea-RS (Conselho Regional de Engenheria e Arquitetura do Rio Grande do Sul) farĂŁo uma nova inspeção na boate. O delegado Gabriel Zanella, que tambĂŠm estĂĄ Ă

Apenas 271 dĂłlares nos cofres

IMIGRAĂ‡ĂƒO

Obama quer reforma para este ano

O presidente norte-americano, Barack Obama, prometeu que a reforma imigratĂłria estarĂĄ completa em 2013, possivelmente atĂŠ a primeira metade do ano. O mandatĂĄrio fez a declaração em uma entrevista para a Telemundo, uma das emissoras de televisĂŁo em espanhol mais famosas dos Estados Unidos. Obama disse que deixarĂĄ para o Congresso a tarefa de acertar os detalhes da reforma. “Mas se surgirem problemas, eu apresentarei a minha propostaâ€?. O presidente norte-americano acrescentou que a reforma da imigração pode acontecer junto com a reforma sobre o aumento dos controles de armas de fogo, em anĂĄlise no Congresso,

2GHEDWHVREUHRXVRGHDQLPDLVHPWHVWHVSDUDDLQG~VWULDGHFRVPpWLFRVQmRpQRYRPDVRQWHP  RDVVXQWRGiPDLVXPSDVVRDIDYRU GREHPHVWDUGRVELFKRV$8QLmR(XURSHLDDFDEDGHDQXQFLDUTXH HVWiEDQLQGRDLPSRUWDomRHDFRPHUFLDOL]DomRGHTXDOTXHULQJUHGLHQWH RXSURGXWRGHEHOH]DTXHWHQKDVLGRWHVWDGRHPDQLPDLV2XVHMDQmR VyRVSDtVHVHXURSHXVGHYHPGHL[DUGHID]HUWHVWHVHPDQLPDLVFRPR QmRVHUmRYHQGLGRVLWHQVTXHDLQGDRIDoDPHPRXWURVSDtVHV(LVVR LQFOXLGHVGHFUHPHVHVDERQHWHVDWpPDTXLDJHQVHSDVWDVGHGHQWH 7RQLR%RUJQRYRFRPLVViULRHXURSHXGH6D~GHH&RQVXPRIRLTXHP FRQÂżUPRXDYDOLGDomRGDPHGLGDHPXPDUHFHQWHFDUWD

Onde nĂŁo tinha espuma, nĂŁo queimou, diz delegado

ZIMBĂ BUE

´$V Ă€QDQoDV GR JRYHUQR estĂŁo em um estado de paraliVLDQHVWHPRPHQWRÂľDĂ€UPRXR ministro de Finanças do ZimbĂĄbue, Tendai Biti, durante uma coletiva de imprensa na qual anunciou que os cofres pĂşblicos do paĂ­s contam atualmente com 217 dĂłlares. “Na semana passada, quando pagamos os funcionĂĄrios, havia somente US$ 217 nos cofres do governoâ€?, disse, admitindo que cada jornalista presente na entrevista certamente possui uma situação bancĂĄria mais saudĂĄvel que o Estado zimbabuano, segundo o jornal The Telegraph. Segundo ele, o paĂ­s precisarĂĄ de apoio estrangeiro para organizar o referendo constitucional e as eleiçþes deste ano, jĂĄ que a suposta quantia GLVSRQtYHO QmR VHULD VXĂ€FLHQte. A realização dos mesmos demanda investimentos da ordem de US$ 300 milhĂľes, segundo estimaçþes da ComissĂŁo Eleitoral do paĂ­s.

UniĂŁo Europeia bane os testes de cosmĂŠticos em animais

Imagens mostram partes intactas da boate Kiss, em Santa Maria

COLÔMBIA

Farc mata quatro soldados e explode torre de energia Rebeldes colombianos das Forças Armadas Revolucionårias da Colômbia (Farc) mataram quatro soldados no sul do país, explodiram uma torre de energia no norte e são suspeitas de terem sequestrado três trabalhadores de petróleo, disseram fontes militares, em um sinal de que o grupo estå LQWHQVLÀFDQGRDSUHVVmRGXrante as negociaçþes de paz. Os sequestros e outros incidentes violentos na quarta-feira (30) aconteceram dias depois de as Farc deixarem claro durante as negociaçþes em Cuba que continuariam a capturar os membros das Forças Armadas, mesmo enquanto as conversas continuassem. Os trabalhadores do petróleo eram contratados como engenheiros da canadense Gran Tierra Energy, de acordo com um email da Força AÊrea colombiana durante a noite. Funcionårios da empresa no Canadå e em Bogotå não estavam imediatamente dis-

ponĂ­veis para comentar. A Força AĂŠrea procura os trabalhadores, disse o comunicado. Acredita-se que eles sejam colombianos. O governo do presidente Juan Manuel Santos e os rebeldes marxistas estĂŁo envolvidos em negociaçþes de paz em Havana desde novembro, tentando chegar a um acordo para uma guerra TXHGHVDĂ€RXWRGDVDVWHQWDtivas anteriores de resolução. IRĂƒ O IrĂŁ informou Ă agĂŞncia nuclear da ONU que instalarĂĄ mais centrĂ­fugas para o enriquecimento de urânio, o que deve complicar ainda mais os esforços diplomĂĄticos para resolver o impasse em torno do programa atĂ´mico iraniano. Em carta Ă  AgĂŞncia Internacional de Energia Nuclear (AIEA, um ĂłrgĂŁo da ONU), TeerĂŁ disse que usarĂĄ as novas centrĂ­fugas na sua usina de Natanz, segundo comunicado da AIEA aos Estados membros, ao qual a Reuters teve acesso.

frente da investigação, disse que um sócio da empresa Hidramix foi ouvido hoje pela polícia como testemunha. Zanella salientou que o sócio disse que a empresa não faz projetos de prevenção de incêndio, e somente vende materiais de prevenção. Em depoimento, ele contou que vendeu e instalou para a boate uma barra antipânico nas portas. A Hidramix tem como sócios bombeiros - um Ê aposentado; outro estå na ativa e foi quem prestou depoimento ontem. Segundo a polícia, que não revelou o nome da testemunha, ele não trabalha na ÀVFDOL]DomRHVLPQRFRPEDte a incêndios. O delegado disse que pretende ouvir os outros sócios da empresa nos próximos dias. Quanto às prisþes tem-

porårias, Arigony disse que a polícia estå trabalhando para pedir a prorrogação, mas que o pedido ainda não foi feito. Reportagem do jornal Zero Hora de ontem mostra que o MP-RS (MinistÊrio Público do Rio Grande do Sul) investiga, desde 2011, o favorecimento na elaboração de planos de combate e prevenção a incêndios por empresas ligadas a bombeiros. Uma das investigadas Ê, justamente, a Hidramix. Arigony contou que a espuma estava, principalmente, perto do palco e que, mais ou menos um terço da boate, tinha o tal revestimento. Ele disse que a Polícia Civil do Rio Grande do Sul ainda não sabe como ela foi instalada, nem quando ou por quem, e que tudo isso serå objeto de investigação.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013

Cidades

CIDADES

9

Grupo formado por gestante e outros quatro assaltam ônibus em rodovia 8PJUXSRGHFLQFRFULPLQRVRVDUPDGRVFRPUHYyOYHUHVHQWUHHOHVGXDVPXOKHUHVXPDGHODVJUiYLGDDVVDOWRXQDQRLWHGHTXDUWDIHLUD  XP{QLEXVGD HPSUHVD5HDO$ODJRDVGDOLQKD0DFHLy%RFDGD0DWD2DWDTXHDRFROHWLYR DFRQWHFHXQD]RQDUXUDOGDURGRYLD(GYDO/HPRVD$/HP0DUHFKDO 'HRGRUR9iULRVSHUWHQFHVGHSDVVDJHLURVFRPRFHOXODUHVHGLQKHLURIRUDP OHYDGRVSHORVEDQGLGRVTXHDSyVRFULPHIXJLUDPDSpSRUXPPDWDJDO1mRp DSULPHLUDYH]TXHDSROtFLDUHJLVWUDDWDTXHD{QLEXVHP0DFHLyRXUHJLmRFRP DSDUWLFLSDomRGHXPDPXOKHUJUiYLGD$LQGDQmRVHVDEHSRUpPVHDPXOKHU pDPHVPDTXHMiSDUWLFLSRXGHSHORPHQRVWUrVFULPHVGRWLSRHVWHDQR

Sete casas noturnas fecham as portas ,UUHJXODULGDGHVGLYHUVDVUHVXOWDUDPQDSXQLomRDSyV¿VFDOL]DomRUHDOL]DGDSHODSUHIHLWXUDFRPR&RUSRGH%RPEHLURV NIGEL SANTANA ANA PAULA OMENA REPÓRTERES

A

ÀVFDOL]DomR GDV FDVDV GHVKRZVQRWXUQDVHP 0DFHLy UHDOL]DGD HP GLYHUVRV EDLUURV VXUSUHHQGHX HPSUHViULRV H DWp RV IUHTXHQWDGRUHV GHVVHV HVWDEHOHFLPHQWRV 'H RLWR YLVLWDGRV VHWH IRUDP LQWHUGLWDGRV 2V ÀVFDLV GD 6HFUHWDULD 0XQLFLSDO GH 3URWHomR DR 0HLR $PELHQWH 6(030$  6XSHULQWHQGrQFLD 0XQLFLSDO GH &RQWUROH GR &RQYtYLR 8UEDQR 60&&8 HPLOLWDUHVGR &RUSR GH %RPEHLURV LQLFLDUDP DV YLVWRULDV QR 2UiNXOR &KRSSHULDHP-DUDJXi $R FRQVWDWDU TXH R DPELHQWHWUD]ULVFRVjVHJXUDQoD GDV SHVVRDV TXH FRVWXPDP IUHTXHQWDU R ORFDO XP DGHVLYR FRP QRPH ¶ODFUDGR· IRL FRODGR j SRUWD GR HVWDEHOHFLPHQWR6HJXQGRRFRRUGHQDGRUGD60&&8-DPHUVRQ 2OLYHLUD R ORFDO SDVVRX SRU UHIRUPDVPDVQmRKRXYHFRPXQLFDomR FRP R &RUSR GH

%RPEHLURV SDUD LQIRUPDU R SRUTXrGDVPXGDQoDV 0DLV j IUHQWH DLQGD HP -DUDJXi D FDVD GH VKRZV $UPD]pP 8]LQD WDPEpP IRL ODFUDGD SRU QmR SRVVXLU DOYDUiGHIXQFLRQDPHQWRMXQWR DRV yUJmRV PXQLFLSDLV 1R HVWDFLRQDPHQWR GR -DUDJXi RXWUDFDVDGHHYHQWRVD9R[ 5RRPIRLLQWHUGLWDGD $V HTXLSHV GD 60&&8 6(030$ H GRV %RPEHLURV IRUDP WDPEpP j iUHD QREUH GH 0DFHLy PDLV SUHFLVDPHQWH QR 6WHOOD 0DULV /i IXQFLRQDP PDLV WUrV ORFDLV FRP JUDQGH FRQFHQWUDomR GH SHVVRDVHPÀQDLVGHVHPDQD 0DLNDL/RRS/RXQJH&OXEHH 0XVLTXHWRGRVLQWHUGLWDGRV 2 SURSULHWiULR GR 0DLNDL $OWLQR%UDQGmRFULWLFRXRSRVLFLRQDPHQWRGRVÀVFDLVWHQGRHPYLVWDTXHXPSUD]RGH GRLV GLDV IRL FRQFHGLGR SDUD UHJXODUL]DU D VLWXDomR H TXH HVWH SUD]R VH YHQFHULD KRMH 3RUpP R HVWDEHOHFLPHQWR WHYHVXDSRUWDODFUDGDRQWHP $OJXQV IXQFLRQiULRV GD /RRSWHQWDUDPLPSHGLUDHQSANDRO LIMA / ARQUIVO

WUDGD GR &RUSR GH %RPEHLURV (QWUHWDQWR R ODFUH IRL FRODGR QD HQWUDGD GD ERDWH 8P SRXFR DGLDQWH R 0DLNDL 6KRZ %DU WDPEpP IRL IHFKDGR SRU QmR WHU R FHUWLÀFDGR GRVERPEHLURV 'H DFRUGR FRP ÀVFDLV D /RRS IRL LQWHUGLWDGD SRU WHU REVWUXtGR R VHUYLoR GRV yUJmRV ÀVFDOL]DGRUHV 3RU ~OWLPR R EDU .IRIR ORFDOL]DGR QD 3UDoD 5D\RO WDPEpP IRL ODFUDGR $ 0XVLTXH IRL IHFKDGD SRUTXH WDPEpP QmR HVWDYD FRP D GRFXPHQWDomR HP GLD 6y R 3DUTXH GD 3HFXiULD YLVLWDGR RQWHP QmR IRL IHFKDGR SRU DWHQGHU jV QRUPDV GD SUHIHLWXUD H GR &RUSRGH%RPEHLURV3HORPHQRV  FDVDV GH VKRZV HQWUH DV PDLRUHV GH 0DFHLy HVWmR QD OLVWDGDÀVFDOL]DomRTXHGHYH SURVVHJXLUKRMHFRQIRUPHLQIRUPRXD60&&8 $ DomR IRL PRWLYDGD SHOR LQFrQGLR RFRUULGR QR ÀQDO GH VHPDQD SDVVDGR QD ERDWH .LVV HP 6DQWD 0DULD 56  TXHPDWRX

ANA PAULA OMENA

Musique, no Stella MarisIRLXPGRVHVWDEHOHFLPHQWRVIHFKDGRVSRUQmRSRVVXLUDGRFXPHQWDomRH[LJLGD

DESFILE DE SÁBADO

03SHGHYLVWRULDXUJHQWHHPFDPDURWHVQDRUOD

Procurador UHFRPHQGDDWHQomRHVSHFLDODSyVWUDJpGLDQR56

INTERIOR

3URPRWRUHVGHYHPH[LJLU ÀVFDOL]DomRQRVPXQLFtSLRV $ 3URFXUDGRULD*HUDO GH -XVWLoD H D &RUUHJHGRULD*HUDOGH-XVWLoDGH$ODJRDV H[SHGLUDP RQWHP   UHFRPHQGDomR RULHQWDQGR DV SURPRWRULDVGH-XVWLoDWDQWRGDFDSLWDOTXDQWRGRLQWHULRU GRWDGDV GH DWULEXLo}HV SDUDWDOÀQDOLGDGHDFREUDU GH IRUPD ULJRURVD H FRQWtQXD ÀVFDOL]Do}HV SRU SDUWH GRV yUJmRV FRPSHWHQWHV QRV HVWDEHOHFLPHQWRV S~EOLFRV H SULYDGRVGHVWLQDGRVjGLYHUVmR $ PHGLGD IRL DGRWDGD FRPR IRUPD GH SUHYHQomR FRQWUD TXDLVTXHU VLWXDo}HV TXH H[LMDP R HVYD]LDPHQWR GRVHVSDoRVGHIHVWD ´eGHYHUGRVyUJmRVS~EOLFRV HVWDGXDLV H PXQLFLSDLV ÀVFDOL]DUDUHJXODULGDGHGRV ORFDLV S~EOLFRV RX SULYDGRV GHVWLQDGRV j GLYHUVmR H HQWUHWHQLPHQWR ]HODQGR SHOD

VHJXUDQoDHLQWHJULGDGHItVLFD GRV IUHTXHQWDGRUHV 3RUWDQWR HVVD UHFRPHQGDomR DFRQWHFHSDUDTXHRVFROHJDV SURPRWRUHV SRVVDP PHOKRUDU R GHVHPSHQKR GH VXDV IXQo}HV H DGRWDU PHGLGDV FRQYHQLHQWHV DR DSULPRUDPHQWR GRV VHUYLoRV H[LJLQGR DVVLP GRV yUJmRV FRPSHWHQWHV PDLRU ULJRU QDV ÀVFDOL]Do}HVQRTXHVHUHIHUH jVHJXUDQoDGRS~EOLFRµH[SOLFRXRSURFXUDGRUJHUDOGH -XVWLoD6pUJLR-XFi 'H DFRUGR FRP D UHFRPHQGDomR RV SURPRWRUHV GH-XVWLoDGHYHUmRH[LJLUGR &RUSRGH%RPEHLURV0LOLWDU 'HIHVD &LYLO H SUHIHLWXUDV PXQLFLSDLV D UHDOL]DomR GH ÀVFDOL]DomR QRV HVWDEHOHFLPHQWRV S~EOLFRV H SULYDGRV RQGHVmRUHDOL]DGRVVKRZVH HYHQWRV

$ 3URPRWRULD GH -XVWLoD GH'HIHVDGR&RQVXPLGRUVROLFLWRX RQWHP   DR &RUSR GH %RPEHLURV 0LOLWDU YLVWRULD XUJHQWH QDV HVWUXWXUDV TXH HVWmR VHQGR PRQWDGDV SDUD VHUYLU GH FDPDURWHV QD RUOD GD SUDLD GH 3DMXoDUD (OHV GHYHUmR DEULJDU IROL}HV TXH SUHVWLJLDUmR RV GHVÀOHV GRV EORFRV 3LQWR GD 0DGUXJDGD H 7XUPD GD 5ROLQKD DPDQKm  23URFHGLPHQWR 3UHSDUDWyULR QR  IRL LQVWDXUDGRFRPRREMHWLYRGH DFRPSDQKDU DV DWLYLGDGHV SHUWLQHQWHV DR FDUQDYDO GH 0DFHLy $WUDYpV GR RItFLR QR RVSURPRWRUHV0D[ 0DUWLQVH'HQLVH*XLPDUmHV QRWLÀFDUDPR&RUSRGH%RPEHLURV0LOLWDUSDUDTXHDFRUSRUDomR SURFHGD GH IRUPD XUJHQWHFRPYLVWRULDQDVGLYHUVDV HVWUXWXUDV PHWiOLFDV LQVWDODGDVHPYLDS~EOLFDQD 3DMXoDUD 2VFDPDURWHVHVWmRVHQGR PRQWDGRVDRORQJRGD$YHQLGD 'RXWRU $QW{QLR *RXYHLD QDRUODPDUtWLPDGDFLGDGHH VHXV RUJDQL]DGRUHV Mi DQXQFLDUDPHPSURSDJDQGDVTXH DOpP GRV IROL}HV TXH GHYHUmR DGTXLULU R LQJUHVVR SDUD DFRPSDQKDU D IHVWD D HVWUXWXUDPRQWDGDYDLDEULJDU WDPEpPJUXSRVPXVLFDLV ´(P WUkQVLWR SHOD SUDLD SHUFHEHPRV TXH RV FDPDURWHV HVWmR VHQGR PRQWDGRV H GHSRLV GR TXH DFRQWHFHX QD ERDWH HP 6DQWD 0DULD 56  p PHOKRU DJLUPRV FRP SUHFDXomR DGRWDQGR PHGLGDV SUHYHQWLYDV 6ROLFLWDPRV DV YLVWRULDV H HVSHUDPRV TXH RV ERPEHLURV SRVVDP LU DWp R ORFDO SDUD DYHULJXDU D VHJXUDQoDGDTXHODVHVWUXWXUDV PHWiOLFDV 3UHFLVDPRV VDEHU VH HODV GH IDWR FRPSRUWDP RV SHVRV GH IROL}HV H GH EDQGDVµ DÀUPRX R SURPRWRU 0D[0DUWLQV ´2RItFLRMiIRLHQWUHJXHDR &RUSR GH %RPEHLURV QD PDQKmGHVWDTXLQWDIHLUD  H QRVVRGHVHMRpTXHDVYLVWRULDV SRVVDPDFRQWHFHUGHLPHGLDWR 2 GRFXPHQWR VHJXLX FRP R SHGLGR GH FXPSULPHQWR GH XUJrQFLDµGHVWDFRXDSURPRWRUD'HQLVH*XLPDUmHV


10

CIDADES

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013

TRIBUNAINDEPENDENTE

Fantasias agitam Carnaval e as lojas especializadas

SANDRO LIMA

Encomendas tĂŞm movimentado o comĂŠrcio de fantasias em 0DFHLyRQGHDFRQWHFHPDVSUpYLDVQHVWHÂżPGHVHPDQD ALANA BERTO REPĂ“RTER

C

omo era de se esperar, Ă s vĂŠsperas do Carnaval a procura por fantasias aumenta e, em MaceiĂł, as lojas especializadas QHVWHV Ă€JXULQRV FDUQDYDOHVcos sĂŁo as mais procuradas. A vendedora Joseane BezerUD DĂ€UPD TXH QHVWD pSRFD GR ano, naturalmente a busca por fantasias dobra. “NĂłs recebemos umas dez encomendas por VHPDQDQHVWHSHUtRGRÂľDĂ€UPRX

Apesar do aumento, Joseane FRQIHVVDTXHDQRSDVVDGRDSURcura foi maior. “Este ano, nĂŁo vai haver baile municipal, mas PXLWD JHQWH YDL SDUD R 3LQWR GD0DGUXJDGD-DUDJXi)ROLDH tambĂŠm Olindaâ€?, explicou. A vendedora acrescentou TXH DV IDQWDVLDV PDLV SURFXradas sĂŁo as de Colombina, 0XOKHU0DUDYLOKDHGHFLJDQD ´7HP DV FRVWXUHLUDV GDTXL H DV TXH ID]HP HP FDVD H WUD]HPÂľ contou. 2XWUDYHQGHGRUD$QD3DXOD9DOpULRGL]TXHMiVHSDURXD

sua fantasia: “Este ano eu vou pular Carnaval vestida de ciJDQDÂľ UHYHORX (OD LQIRUPRX TXHDVIDQWDVLDVLQIDQWLVPDLV compradas sĂŁo de Minnie e 3DOKDoR -i SDUD RV DGXOWRV saem muito as de melindrosa HSUHVLGLiULR “Nesta temporada, nĂłs nĂŁo estamos mais recebendo encomenda. Mas depois do Carnaval, elas voltarĂŁo a ser feitasâ€?, FRPHPRURX$QD3DXOD 1R -DUDJXi )ROLD TXH DFRQWHFHUiKRMHjQRLWHPXLWD JHQWH VDLUi IDQWDVLDGD GH SHUVRQDJHQV GH FLQHPD SDUD GHVĂ€ODU QR EORFR 1R (VFXULnho ĂŠ mais Gostoso. Outros blocos tambĂŠm incentivam o XVR GH IDQWDVLDV FRPR R )Llhinhos da MamĂŁe. A concenWUDomR VHUi jV K QR /DUJR GRV 3RHWDV QR EDLUUR GR -DUDJXi

SEM RECURSOS

3UHIHLWXUDGH Satuba cancela festa deste ano

Em face da situação de HPHUJrQFLD DGPLQLVWUDWLva decretada no municĂ­pio, R SUHIHLWR GH 6DWXED 3DXOR $FLRO\ 36'  DQXQFLRX TXH WRGD D SURJUDPDomR RĂ€FLDO do Carnaval 2013 elaborada pela Secretaria Municipal de Cultura, Eventos e Turismo HVWiFDQFHODGD &RPR H[SOLFD R JHVWRU D prefeitura nĂŁo poderia fazer despesas para realizar a festa deste ano com o orçamento FRPSURPHWLGRMiQRLQtFLRGH JHVWmRHDLQGDFRPVHUYLGRUHV FRP VDOiULRV DWUDVDGRV UHIHUHQWHVDRPrVGHGH]HPbro e 13o VDOiULR ´$SHVDU de ser um apaixonado por carnaval, na atual circunstância a prioridade ĂŠ com a IROKD GH SDJDPHQWR GRV VHUvidores pĂşblicos, e disso nĂŁo YRXDEULUPmRÂľDĂ€UPD3DXOR Acioly. 3DUD R &DUQDYDO GHVWH ano, o municĂ­pio de Satuba FRQWDUiDSHQDVFRPRVGHVĂ€les dos tradicionais blocos de rua. O primeiro bloco a conWDJLDU RV IROL}HV 2 &RPHUFLDO VDLUi DPDQKm D SDUWLU GDV K QD SUDoD 3DGUH &tFHUR1RGRPLQJRVHUiDYH] GR%DWH%RODHQWUH$PLJRVD partir das 12h, com concentração na praça central. $ SURJUDPDomR GH EORFRV SURVVHJXH QD VH[WDIHLUD FRP$V%RODFKHLUDVK3HGH3HGH QR ViEDGR GH &DUnaval, Ă s 15h; Melhor Idade, QR GRPLQJR jV K ´)OD6DWXEDQDVHJXQGDIHLUDH2V /LQJXDUXGRV QD WHUoD DPbos a partir das 17h, na rua $PpOLD3RQWHV BLOCO VULCĂƒO Em MaceiĂł, as prĂŠvias do Carnaval tambĂŠm começam QHVWHĂ€PGHVHPDQD)RUPDGRSRULQWHJUDQWHVGD3ROtFLD 0LOLWDU GH $ODJRDV 30$/  o bloco VulcĂŁo se apresenta na orla marĂ­tima de MaceiĂł, QRGRPLQJRGXUDQWHREDQKR de mar Ă  fantasia, animado pelos mĂşsicos da banda musical da corporação. Ao som de frevo e marchinhas carnavalescas, o bloco MiYLURXWUDGLomRQDVSUpYLDV carnavalescas da capital. $OpPGR9XOFmRRVIROL}HV tambĂŠm serĂŁo animados pelo bloco Mandacaru, do 3o BaWDOKmR GH 3ROtFLD 0LOLWDU GH Arapiraca. A concentração VHUi D SDUWLU GDV K QR (Vpaço Gerusa Malta, no bairro GH3RQWD9HUGH

Quem procurou os serviços de bancos ontem se deparou com portas fechadas e muita reclamação

MACEIĂ“

9LJLODQWHVFUX]DPRVEUDoRVH IHFKDPDJrQFLDVEDQFiULDV NIGEL SANTANA RĂ?VISON BATISTA REPĂ“RTERES

Quem procurou atendiPHQWR QDV DJrQFLDV EDQFiULDV GH 0DFHLy RQWHP   se deparou com portas feFKDGDV H YLJLODQWHV GH EUDços cruzados. 6HP HVVD VHJXUDQoD D OHL QmR SHUPLWH TXH RV bancos mantenham suas atividades e por isso, 21 DJrQFLDVGDFDSLWDOÀFDUDP fechadas. 26LQGLFDWRGRV9LJLODQWHV GH $ODJRDV 6LQGYLJLODQWH  LQIRUPRX TXH GHVGH VHWHPEURGHDFDWHJRULD DJXDUGD XP SURQXQFLDPHQWR RÀFLDO GDV HPSUHVDV SDUD HQÀP UHDMXVWDU RV VDOiULRV O presidente do SindviJLODQWH -RVp &tFHUR GD 6LOYDDÀUPRXTXHDVUHLYLQGLFDo}HVIRUDPHQFDPLQKDGDV mas, atÊ ontem, nenhuma UHVSRVWD KDYLD DJUDGDGR j FDWHJRULD ´2 SLVR GH XP YLJLODQWH

JLUDHPWRUQRGH52 VLQGLFDWR QHJRFLRX FRP RV YLJLODQWHV H Ă€FRX DFRUGDGR TXH QyV TXHUHPRV  GH reajuste, mais o aumento QDGLiULDGDDOLPHQWDomRQR YDORUGH5$VHPSUHVDV SDJDP5SDUDDFRPSUD do almoço, por exemplo. Conversamos com a direção GDV HPSUHVDV GH YLJLOkQcia privada, e mostramos TXH HVVD VLWXDomR QmR SRGH continuar. AlĂŠm do mais, UHTXHUHPRVXPUHDMXVWHGH  GR DGLFLRQDO GH ULVFR aumentando os nossos venFLPHQWRV SDUD PDLV GH 5 800â€?, explicou o presidente do sindicato. Levando em consideUDomR RV  GH UHDMXVWH mais o ticket-refeição, e a SRUFHQWDJHPGHQRDGLFLRQDOGHULVFRRVDOiULRGRV YLJLODQWHV GHYH FKHJDU DRV 5  3DUD GHĂ€QLU HVVD TXHVWmRXPDDVVHPEOHLDIRL realizada na noite de ontem. Caso as empresas nĂŁo entrem em um acordo, o clima pode nĂŁo amenizar. “Se

nenhuma proposta nos convencer, o sindicato vai paralisar as atividades em toda $ODJRDV 'Dt RV yUJmRV TXH WrP FRQWUDWRV FRP DV HPSUHVDVGHVHJXUDQoDSULYDGD vão se prejudicar, a exemplo do INSS e aeroporto�, alertou JosÊ Cícero. (OHDOHUWRXTXHKRMHDVLtuação muda - e eles voltam ao trabalho -, pois foi acordado, após uma reunião na procuradoria do MinistÊrio 3~EOLFR (VWDGXDO 03(  TXHQDVHJXQGDIHLUD  XP QRYRHQFRQWURVHUiUHDOL]DGR no MinistÊrio do Trabalho, FRP JDUDQWLDV GH TXH HOHV obterão resposta. PAGAMENTO $ SDUDOLVDomR GRV YLJLlantes causou dor de cabeça HPTXHPFKHJRXjVDJrQFLDV EDQFiULDV GR EDLUUR GR )Drol, e no Centro de Maceió. 1RHQWDQWRRSDJDPHQWR GRV VDOiULRV GRV VHUYLGRUHV municipais e da primeira faixa do Estado, alÊm dos aposentados, pôde ser efetuado.

MAIS SEGURANÇA

7D[LVWDVGH$ODJRDVMiGLVS}HP GHOLJDomRGLUHWDFRPD30 NIGEL SANTANA ANA PAULA OMENA REPĂ“RTERES

Conviver diariamente WUDIHJDQGR FRP SHVVRDV GH um bairro a outro de Maceió traz seus riscos. A situação preocupa os taxistas de Maceió e tambÊm no interior de $ODJRDV 3DUD WDQWR XPD PHGLGD GHVHJXUDQoDHQWURXHPIDVH GHWHVWHVQRLQtFLRGRPrVGH janeiro, e deve ser consoliGDGD SDUD JDUDQWLU D VHJXUDQoDGHVWHVSURÀVVLRQDLV 'H DFRUGR FRP 8ELUDFL Correia, presidente do SindiFDWRGRV7D[LVWDVGH$ODJRDV 6LQWD[L RVYHtFXORVYmRHVWDUOLJDGRVQDIUHTXrQFLDGR &HQWUR,QWHJUDGRGD'HIHVD 6RFLDO &LRGV RQOLQHYLDLQWHUQHW(P0DFHLyWi[LV MiHVWmRFRPHVVHWLSRGHFRmunicação. ´$ HVWLPDWLYD p TXH WUrV mil taxistas, de Maceió e do

LQWHULRU GH $ODJRDV PDQWHQKDP HVVD OLJDomR FRP R Ciods. É uma ação contra a criminalidade. Caso o taxisWDSHUFHEDTXHRSDVVDJHLUR QmROKHSDVVDFRQÀDQoDXP ERWmRSRGHVHUDFLRQDGRTXH OLJD GLUHWDPHQWH j FHQWUDO 'H LPHGLDWR R &LRGV HPLWH XPDOHUWDSDUDD3ROtFLD0Llitar, deslocando uma viatura atÊ o local. 3UHFLVDPRV WRPDU HVVH tipo de atitude, pois, somenWH HP MDQHLUR WUrV WD[LVWDV foram mortos, sendo um na capital e dois no interior�, salientou o presidente do Sintaxi. 2Wi[LTXHQmRIRUFDGDVtrado em empresas tambÊm SRGHUiVHUFRQWHPSODGRFRP esse novo artifício para a VHJXUDQoD GD FDWHJRULD 2V SURÀVVLRQDLV GR YRODQWH como são conhecidos, podem DYLVDU DR &HQWUR ,QWHJUDGR GD 'HIHVD 6RFLDO YLD *36  TXH WDPEpP VHUi LQVWDODGR

QR YHtFXOR  TXH DOJR GH HVtranho possa estar ocorrendo. 8PD &HQWUDO GH 0RQLWRUDPHQWR HP 5HFLIH HVWDUi controlando este procedimento, bem como o SindicaWR GRV 7D[LVWDV GH $ODJRDV 'XUDQWH D LQDXJXUDomR GR 3URJUDPD7i[L&LGDGmRTXH contou com a participação do JRYHUQDGRU 7HRWRQLR 9LOHOD )LOKR VHFUHWiULR GH 'HIHVD 6RFLDO 'iULR &pVDU H R FRPDQGDQWH GH 3ROLFLDPHQWR GD &DSLWDO *LOPDU %DWLQJD HQWUH RXWURV RV WD[LVWDV ÀFDUDP VDEHQGR TXH HVWDUmR LVHQWRVGR,39$SDUDYHtFXORVFRPVHWHOXJDUHV 6HJXQGR R VHFUHWiULR 'iULR &pVDU R WD[LVWD QmR deve acionar o Ciods apeQDVTXDQGRHVWLYHUHPXPD situação de risco, mas tambÊm se presenciar crimes ou observar atitudes estranhas de pessoas nos locais por onde passa.


TRIBUNAINDEPENDENTE

AĂ?LTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013

CIDADES

11

Secretaria culpa mĂŠdicos por maternidades lotadas 6HJXQGRDVHFUHWiULDSURÂżVVLRQDLVPDUFDYDPPDLVGHGH]FLUXUJLDVSDUDXPGLD ANA PAULA OMENA

ANA PAULA OMENA REPĂ“RTER

A

O segredo do reverendo O Moribaldo tinha um amigo, que considerava o maior e o melhor de todos. Não era um amigo comum, porque se tratava de um reverendo, por sinal respeitadíssimo na sua paróquia. Moribaldo e padre Ricardão - esportista de vårias modalidades, inclusive da pesca -, eram, bem dizer, unha e carne. Os dois pegaram a mania de pescar MXQWRVQRVÀQDLVGHVHPDQD6yTXHR0RULEDOGRQmRSHJDYDQDGDFRP o anzol na ågua, ao passo que o reverendo voltava pra casa abarrotado de peixes, e dos grandes. Belo dia, Moribaldo criou coragem e perguntou pro padre Ricardão qual era o segredo da sorte dele. O sacerdote respondeu: - Olha, eu vou te contar porque você Ê meu amigo, mas, boca de siri, hein? Segredo de confessionårio! - Pode deixar, padre! Pra essas coisas eu sou um túmulo! O sacerdote contou, então, o seu truque: - Sempre antes de vir pescar, eu vou à casa de certa mulher e passo a minha mão na parte íntima dela. Em seguida, fricciono a mão no anzol... Mal o padre acabou e falar, Moribaldo saiu correndo pra casa. Lå, encontrou a esposa na lavanderia, curvada, de costas, esfregando sabão numas roupas. Ele chegou por trås e encheu a mão na prexeca dela. Sem se virar, a mulher falou, toda lânguida e maliciosa: - Vai pescar de novo, padre?

Presente de aniversårio Correinha pede a opinião de um colega sobre que presente de aniversårio deve comprar para o seu melhor amigo. O colega sugere: - Um par de meias Ê uma boa! E Correinha: - Par de meias! Você tå louco? É o meu melhor amigo! Sabe o que ele deu de presente de aniversårio pra minha mulher? Um casaco de peles caríssimo! - Então dê uma caneta importada, daquelas bem chiques! - Não, não! Isso Ê muito mixuruca! Sabe o que ele deu de presente pra minha esposa no Natal? Um colar de pÊrolas! Legítimas! - Bom, então... sei lå! Då um par de sapatos de cromo alemão! - Nada disso! Ainda Ê muito pouco! Você sabia que nas fÊrias da minha HVSRVDHOH¿QDQFLRXXPDYLDJHPSDUDHODDWp3DULV"(HOHTXHpXPFDUD PXLWRYLDMDGRIH]TXHVWmRGHLUMXQWRVHUYLQGRGHJXLD - Bom, jå vi que só tem uma coisa que você pode dar pra ele! - E o que Ê? - Uma bela chifrada!...

à gua só pra lavar o cartão A mulher do Floribaldo andava muito estranha: um dia, chega em casa com uma jóia caríssima! No outro dia, aparece com um perfume francês, da melhor marca. E vestido novo, e anel de brilhante... o marido só de butuca! Um dia, ele a encosta na parede: (XTXHURVDEHUFRPRpTXHDVHQKRUDID]SUDFRQVHJXLUWDQWDFRLVD cara! Eu exijo uma explicação! E ela: - Calma, amor! Tenha nervos! O fato Ê que eu compro tudo no cartão de crÊdito! Nesse mesmo dia a mulher do Floribaldo estå tomando banho e a ågua do chuveiro acaba na hora em que ela estå toda ensaboada. Ela chama o corno, digo, o marido: $PRUYRFrWUD]XPEDOGHFRPiJXDSUDHXWHUPLQDURPHXEDQKR" O marido foi atÊ a mulher com uma canequinha de ågua. Ela chia: - O que Ê isso, amor? Só esse tantinho de ågua não då! - Lava só o cartão de crÊdito!...

denúncia feita por vereadores de Maceió de que alguns mÊdicos de maternidades conveniadas ao Sistema Único de Saúde (SUS) estavam programando partos cirúrgicos, os cesarianos, para um único dia na semana e consequentemente superlotando a Maternidade Santa Mônica, principalmente nos ÀQDLV GH VHPDQD IRL FRQÀUmada pela secretåria-adjunta Municipal de Saúde, Vera Elias Rodrigues. A Santa Mônica deveria atender apenas gestantes de alto risco. Diante da situação ocorrida no último dia 21, quando uma gestante deu à luz na recepção da maternidade, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) convocou uma reunião de emergência para discutir sobre o assunto e traçar metas para que fatos como este não viessem a ser repetidos. Foi quando se descobriu o problema. Vera Rodrigues explicou que alguns mÊdicos de maternidades conveniadas pelo SUS estavam programando entre 15 e 16 partos cirúrgicos para o mesmo dia, como nas quintas-feiras, por exemplo. ´1RV ÀQDLV GH VHPDQD WRGDV DV PDWHUQLGDGHV Àcavam com leitos ocupados porque as cesarianas demandam um tempo para a mãe receber alta, e por isso acontecia a superlotação da Santa Mônica, as gestantes

Santa MĂ´nicaTXHGHYHULDDWHQGHUDSHQDVJHVWDQWHVGHDOWRULVFRÂżFDYDFRPGHPDQGDGHWRGDDUHGH

Ă€FDYDPVHPRSomRSHODIDOWD de leitos nas demaisâ€?, disse. “O correto ĂŠ fazer os partos eletivos dentro da programação e nĂŁo restringir a apenas um dia, sem juntar, por ser mais rĂĄpido e tambĂŠm mais cĂ´modo para elesâ€?, frisou. O valor pago pelo SUS ao mĂŠdico por uma cesariana ĂŠ de R$ 545, enquanto para o parto normal ĂŠ R$ 443,40. Para a diretora da Santa MĂ´nica, Rita Lessa, as auditorias que estĂŁo sendo feitas diariamente sĂŁo de fundamental importância para o encaminhamento das gestantes. “Quando nĂŁo tinha como encaminhar para outras maternidades era bem mais difĂ­cil, mas agora estĂĄ melhorâ€?, anunciou. As auditorias estĂŁo acontecendo nas maternidades

Medir como?! 1XPEDU]LQKRGRLVDPLJRVSDSHDYDP'L]LDXPGHOHV - Ă” Laudelino, vocĂŞ sabe a letra daquele tango: “Encontrei minha mulher com seu amante, na minha cama, com meu pijama de bolhinhas...â€? Pois ĂŠ, outro dia eu cheguei em casa e... sĂł faltou o pijama! - VocĂŞ tĂĄ brincando, Silveira! Foi mesmo? Quer merda, hein? E vocĂŞ nĂŁo tomou nenhuma medida? 'HTXHMHLWRHXLUPHGLUVHRQHJyFLRGRFDUDWDYDWRGRHQÂżDGRQD mulher!...â€?

Olho vivo, meu! (QDVFHXRÂżOKRGR6DOJDGLQKR'DtXPDVVHPDQDVHOHOHYRXREHErDR mĂŠdico e se queixou: 'RXWRUWHPDOJXPSUREOHPDFRPRPHQLQR-iID]XPDVVHPDQDVTXH ele nasceu e ainda nĂŁo abriu o olho! 2PpGLFREDWHXRROKRQDFULDQoDYLXTXHVHWUDWDYDGHXPEHEH]LQKR PHVWLoRÂżOKRGHMDSRQrVHIDORXSURSDL - Olha, Salgadinho, que devia ter aberto o olho era vocĂŞ!

-adjunta. O Conselho Regional de Medicina de Alagoas (CRM/AL) representando por Fernando Pedrosa tambĂŠm estĂĄ acompanhando a situação, apĂłs denĂşncia da SMS. Ele estava na reuniĂŁo em que a situação foi apresentava, mas alegou que as marcaçþes de partos estavam ocorrendo em “consensoâ€? entre os mĂŠdicos e as gestantes. Ele ainda acrescentou que a maioria das mulheres optam pelo parto cirĂşrgico, o que contribui para a ocupação dos leitos por mais temSR3RUĂ€P3HGURVDDĂ€UPRX TXH RV SURĂ€VVLRQDLV SHFDP ao nĂŁo realizar partos nos Ă€QDLV GH VHPDQD PDV HOHV nĂŁo o faziam porque, sem leitos, nĂŁo tinham como atender novas pacientes.

OPERAĂ‡ĂƒO

*UXSRGHWUDĂ€FDQWHVpSUHVRHPJURWD /tGHUGDTXDGULOKDpDFXVDGRHPGLYHUVRVKRPLFtGLRVUHODFLRQDGRVDRWUiÂżFR ASSESSORIA

As bexigas da mĂŁe do garoto $RVFLQFRDQRVGHLGDGHR=L]LQKRHUDXPJDURWRPXLWRLQJrQXR8PGLD folheando uma revista que dava sopa em cima do sofĂĄ da sala, ele reparou na foto de uma mulher gostosĂ­ssima, com os peitĂľes Ă mostra. Levou a revista atĂŠ o pai e perguntou o que era aquilo. Pouco afeito a pedagogias moGHUQDVRSDLGR=L]LQKRGHXXPDH[SOLFDomREHPHVWDSDI~UGLDSURPHQLQR - Ah, sĂŁo bexigas, iguais Ă s que tinham de enfeite no seu aniversario. - E serve pra que, hein, paĂ­nho? %RPVHDPXOKHUHVWLYHUPXUFKDQGRTXHUGL]HUPRUUHQGRpVyVRSUDU ali no bico que ela enche de novo e volta a viver. E o papo morreu aĂ­. Dias depois, o garotinho chegou todo esbaforido, gritando pro pai: - PaĂ­nho! PaĂ­nho! A mamĂŁe tĂĄ morrendo! 4XrLVVRPHXÂżOKR"3RUTXHYRFrHVWiIDODQGRGHVVHMHLWR"2QGHHVWi a sua mĂŁe? - Ela tĂĄ lĂĄ na garagem, deitada dentro do carro, gemendo muito! E o YL]LQKRWiVRSUDQGRQRELFRGHXPDEH[LJDGHODWHQWDQGRVDOYDHOD(HOHDWp tampou o buraco que ela tem embaixo, pro ar nĂŁo sair!

Nossa Senhora de FĂĄtima, Nossa Senhora da Guia, Santo AntĂ´nio, Alerta MĂŠdico, Hospital UniversitĂĄrio e Santa MĂ´nica, duas vezes por dia. A Central de Regulação de Serviços de SaĂşde (Cora) tambĂŠm passa por auditoria diĂĄria da SMS. “A intenção ĂŠ que se crie uma rotina. O trabalho nĂŁo ĂŠ fĂĄcil, mas ĂŠ o que o secretĂĄrio JoĂŁo Marcelo Lyra quer, que tudo seja transparente e dentro da ĂŠtica. As gestantes precisam de dignidade e humanização na hora do partoâ€?, avisou Vera Elias Rodrigues. EstĂĄ em fase de negociação a abertura de mais 26 leitos obstĂŠtricos no Hospital do Açúcar e mais 34 na Maternidade Paulo Neto, nos prĂłximos 45 dias, de acordo com a secretĂĄria-

AlĂŠm dos trĂŞs homens, uma mulher, menor de idade, foi presa

Quatro integrantes de XPD TXDGULOKD GH WUDÀcantes foram presos numa operação desencadeada por agentes da Delegacia de 5HSUHVVmR DR 1DUFRWUiÀFR (DRN), comandados pelo delegado Jobson Cabral. Cristiano Araújo dos Santos, 26 anos – líder do grupo; a mulher dele, uma menor de 17 anos; Lucas Rafael da Silva Luciano, 20 anos, e Leonardo Alves da Silva, 21 anos, tiveram as prisþes decretadas pelo juiz João Silva, da 8ª Vara Criminal da Capital. O grupo criminoso foi cercado pelos policiais civis nas primeiras horas da manhã de ontem, na grota do bairro Ouro Preto, em Maceió. Houve reação, troca de tiros, e um dos bandidos se feriu no braço. Cristiano Araújo recebeu atendimento mÊdico e voltou a ser preso. Com eles, foram apreendidos crack, cocaína, maconha, celulares, um revólver

calibre 38, e cachimbos usados para o uso das drogas. Todos os presos foram levados para autuação na DRN, e conduzidos para a Casa de Custódia da Polícia Civil, no Jacintinho. Cristiano Araújo Ê aponWDGRFRPROtGHUGRWUiÀFRHP diversos bairros da capital alagoana, inclusive no Ouro Preto, Canaã e Village Campestre. AlÊm disso, seria responsåvel por oito crimes de homicídio, relacionados com o WUiÀFRGHGURJDV Apesar de ser menor de idade, a mulher de Cristiano seria a pessoa que decidia quem seria ou não assassinada devido à disputa por pontos de venda de drogas, dívidas ou intrigas com a quadrilha. Em dezembro, dois integrantes do grupo – Maria EzanequÊrcia Pereira de Souza e JosÊ Cabral de Araújo Neto – jå haviam sido presos com drogas.

CASAL E ELETROBRAS

Furto de ĂĄgua e energia ĂŠ alvo de ação A Eletrobras Distribuição Alagoas e a Companhia de Saneamento do Estado de Alagoas (Casal), com o apoio do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) e da PolĂ­cia Militar desencadearam ontem a ‘Operação Gato Escaldado’, com o objetivo de inspecionar propriedades que estariam desviando energia e ĂĄgua da adutora Carangueja, em Quebrangulo, para

propriedades particulares. Como resultado parcial da operação, um homem IRL SUHVR HP à DJUDQWH QD região de Palmeira dos �ndios. No momento da prisão, ele estava desviando ågua da adutora para abastecer um carro-pipa e depois fazer a comercialização. Ele foi levado para a delegacia regional de Palmeira dos �ndios e irå responder pelo

crime de furto de ågua e de energia, jå que as bombas estavam ligadas de forma clandestina. $ RSHUDomR WDPEpP à Dgrou o uso irregular de bombas que estavam transferindo ågua para açudes, irrigação e consumo próprio. Foram inspecionadas mais de cinco propriedades. A Operação Gato Escaldado continua na região do Agreste e segue depois para

outras regiþes do Estado de Alagoas, sem prazo para ser concluída. Em novembro do ano passado, outra operação semelhante, porÊm só da Casal, resultou na prisão de dez pessoas em Delmiro Gouveia, Sertão de Alagoas. Eles tambÊm estavam furtando ågua de adutoras da companhia e gerando desabastecimento em algumas åreas da cidade.


12

CIDADES

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013

robertobaiabarros@hotmail.com

InclusĂŁo social

A

Associação PsiquiĂĄtrica Teodora Albuquerque promoveu, na quinta-feira 31, o Loucura Folia, cuja concentração foi no Mercado de Artesanato do Parque Ceci Cunha, em Arapiraca. Segundo a diretora presidente da instituição, Nireide Albuquerque (no centro segurando o estandarte) o evento foi realizado com bastante sucesso e contou com o apoio da sociedade arapiraquense. “O evento tem como um de seus objetivos a inclusĂŁo social dos nossos pacientesâ€?, observou Nireide Albuquerque que fez questĂŁo de agradecer o incentivo de setores como o comĂŠrcio.

Festa animada De acordo com Nireide Albuquerque, o Loucura Folia teve inĂ­cio a partir das 15h, com concentração no Mercado de Artesanato do Parque Ceci Cunha. Em seguida, os foliĂľes seguiram pelas ruas do ComĂŠrcio, LĂşcio Roberto, CalçadĂŁo do Lago Dom Fernando Gomes, Praça Marques da Silva, Rua Estudante JosĂŠ de Oliveira Leite, HÂżQDOPHQWHQD7HQGD&XOWXUDOGD Praça Luiz Pereira Lima (antiga Praça da Prefeitura). “Quero agradecer, tambĂŠm, a nossa equipe que ajudou na organização do eventoâ€?, disse a diretora-presidente do Instituto Teodora Albuquerque – ITA, uma instituição mĂŠdica que possui 120 leitos credenciados pelo SUS.

Carnaval em Viçosa A Prefeitura de Viçosa preparou uma programação carnavalesca recheada de atraçþes. Os ritmos são os mais variados: frevo, axÊ, samba, música afro e mais de 20 blocos de rua. AlÊm da programação e da alegria contagiante que são marcas do carnaval de Viçosa, a novidade GHVWHDQR¿FDSRUFRQWD do modelo indoor que serå implantado. É a primeira vez que uma cidade do interior de Alagoas farå um carnaval indoor a cÊu aberto.

TRIBUNAINDEPENDENTE

Assaltantes de lotĂŠricas sĂŁo presos no Reginaldo Na casa onde a polĂ­cia capturou os acusados, havia mais de 70 celulares RĂ?VISON BATISTA REPĂ“RTER

U

ma quadrilha especializada em assaltos a casas lotĂŠricas e joalherias foi presa pela DivisĂŁo Especial de Investigação e Capturas (Deic) e apresentada Ă imprensa na Delegacia Geral da PolĂ­cia Civil, em Jacarecica, ontem de manhĂŁ. A quadrilha era formada por quatro homens e tinha como lĂ­der FabrĂ­cio Ferreira dos Santos, 23 anos, conhecido como ‘Bitinha’. Os quatro foram os responsĂĄveis pelo assalto Ă  casa lotĂŠrica do MaceiĂł Shopping em dezembro de 2012, de onde levaram cerca de R$ 300 mil. Bitinha foi preso na segunda-feira da semana passada (21) e se encontra na Casa de Detenção de MaceiĂł. Os outros trĂŞs acusados detidos nesta semana sĂŁo Ariel Silva Santos, de 24 anos, JosĂŠ Ferreira dos Santos Filho, de 26 anos, e EliĂŠgio Santos de Oliveira, de 23 anos.

Segundo a delegada Ana LuĂ­za Nogueira, chefe da Deic, a partir das informaçþes passadas por ‘Bitinha’, chegou-se ao resto da quadrilha. Os integrantes foram presos na madrugada de ontem em uma operação da Deic em uma residĂŞncia no Vale do Reginaldo, em MaceiĂł. Na residĂŞncia onde o bando foi preso, foram encontrados 72 aparelhos celulares, muniçþes de vĂĄrios calibres, trĂŞs revĂłlveres de calibre 38 e motocicletas usadas nos crimes. “Estamos rastreando o dinheiro roubado SDUD YHULĂ€FDU VH H[LVWHP PDLV pessoas envolvidas com o grupo criminosoâ€?, disse a delegada. JosĂŠ Ferreira dos Santos Filho jĂĄ teve passagens pela polĂ­cia em 2010, por porte ilegal de arma de fogo, e em 2011, por formação de quadrilha no municĂ­pio de Maribondo. Segundo a delegada Ana LuĂ­za Nogueira, depois do ‘Bitinha’, Ariel Silva Santos ĂŠ o indivĂ­duo mais perigoso da quadrilha. “VocĂŞs

Comodidade e segurança Flaubert Filho, prefeito de Viçosa, informa que com o novo modelo da festa o foliĂŁo terĂĄ comodidade e segurança. “Nestes quatro dias de folia teremos muita animação e segurança. Uma proJUDPDomRGLYHUVLÂżFDGD e com Ăłtimas bandas, inclusive valorizando os artistas da terra. O espaço serĂĄ fechado, as bebidas sĂł poderĂŁo ser vendidas em lata, os churrascos nĂŁo poderĂŁo ser comercializados nos palitos. SĂŁo medidas preventivas para coibir atos violentos. Convido os foliĂľes de Alagoas para que venham a Viçosa festejar, pois aqui nossa festa serĂĄ lindaâ€?.

CoitĂŠ em Juazeiro Com apoio da Prefeitura Municipal de CoitĂŠ do NĂłia, 450 romeiros estĂŁo desde o Ăşltimo dia 30 em Juazeiro do Norte, no CearĂĄ, onde visitam a terra de Padre CĂ­cero RomĂŁo Batista. O prefeito Seninha e o vice-prefeito Aurelino organizaram o evento, intitulado de Caravana da FĂŠ.

Programação

A coordenação da viagem Ê da secretåria de Assistência Social, Kaline Sena e conta com apoio do secretårio de Cultura e Promoçþes, Leandro Soares. Os romeiros permanecem atÊ o próximo dia 3, onde seguem uma programação especial que inclui visita as principais igrejas, o Museu de Padre Cícero e o Horto, onde estå localizado a eståtua do Santo Milagreiro do Nordeste. De acordo com o secretårio Leandro, o encerramento serå com a procissão dos romeiros e a missa de Nossa Senhora Mãe das Dores.

Contra o desperdĂ­cio

O

Programa das Naçþes Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) e a Organização das Naçþes Unidas para Agricultura e Alimentação (Fao) lançaram, essa semana, a campanha global Pensar. Comer. Preservar. Diga não ao desperdício. O objetivo Ê alertar sobre desperdício de comida, que causa grandes impactos ambientais. A cada ano, cerca de 1,3 bilhão de toneladas de comida próprias para consumo são descartadas no mundo todo, seja ainda nos pontos de venda, seja após serem compradas pelos consumidores. Por meio do portal www.thinkeatsave.org serão reunidas diversas açþes organizadas em todo o mundo como parte do movimento. A pågina oferece dicas para os consumidores sobre o que fazer para reduzir as perdas, como elaborar listas e comprar vegetais que, mesmo não atendendo o padrão dos supermercados, estão plenamente adequados para o consumo. Hå tambÊm informaçþes para os comerciantes e ferramentas para mensurar o desperdício nos estabelecimentos e como combatê-lo. Cerca de um terço dos alimentos produzidos no mundo Ê perdido durante os processos de produção e venda, o equivalente a um trilhão de dólares, de acordo com a Fao. O lançamento da campanha Ê um resultado direto da Rio+20. Na conferência, chefes de estado aprovaram uma sÊrie de iniciativas que favorecem a produção e o consumo sustentåveis, e a produção de alimentos foi considerada um campo de atuação essencial. Cerca de 70% da ågua consumida no mundo Ê utilizada pela agricultura.

Participaram do encontro, as secretårias municipais de Indústria, ComÊrcio e Serviços, Myrka Lúcio, e de Planejamento e Desenvolvimento Urbano, Edina Pereira; o secretårio municipal-adjunto da Seduh, Cícero Barbosa, o secretårio-adjunto estadual do Desenvolvimento Econômico, Keylle Lima, o presidente da Associação dos Moveleiros do Agreste, Sóstenes Leite, o presidente do Sebrae Arapiraca, Arestides Minervino, representantes do APL Móveis, Fåtima Aguiar, alÊm de empresårios e moveleiros.

Durante o encontro, Keylle Lima contou que a prefeita CÊlia Rocha propôs a reunião com o secretårio Luiz Otåvio Gomes, D¿PGHTXHKRXYHVVHXP entendimento entre a Prefeitura, o Governo do Estado e os empresårios para o funcionamento imediato do Polo. Inaugurado em dezembro de 2011, o Polo Moveleiro do Agreste estå localizado no Povoado Capim, em uma årea doada pelo município. O espaço estå instalado em terreno com 365 mil metros quadrados, no Povoado Capim, doado ainda durante a gestão do prefeito Luciano Barbosa (PMDB).

... O Polo Moveleiro Nascimento Leão vai dinamizar a produção de móveis na Região Agreste. A ideia Ê que o local seja ocupado por pequenos produtores de móveis da região, alÊm de indústrias PDLRUHVD¿PGHTXHSRVVDPH[SDQGLUDVXDSURGXomRHDODYDQFDU o setor. ... 1DUHXQLmRGHVWDTXLQWDIHLUD¿FRXGH¿QLGRTXHVHUiLQYHVWLGR PDLV5PLOKmRSDUDDDTXLVLomRGR%DOFmR&RPXQLWiULR ... AlÊm disso, Estado e Prefeitura negociam a desapropriação do terreno, com vistas à regularização fundiåria e, com isso, agilizar a situação para que os moveleiros iniciem os trabalhos no prazo de 60 a 90 dias.

raria, em agosto. Entre as fotos de Ariel postadas em redes sociais, uma chama mais atenção. Uma “declaraçãoâ€? de amor dizendo “eu te amoâ€? moldada a balas. FabrĂ­cio Ferreira dos Santos, o ‘Bitinha’, o mentor da quadrilha, de acordo com a delegada Ana LuĂ­za, tambĂŠm responde por vĂĄrios homicĂ­dios, entre eles o de Leonardo Francisco da Silva, lĂ­der comunitĂĄrio no bairro do Benedito Bentes.

Com 14 mil votos, a petroleira Shell foi escolhida como a pior empresa do ano,vencedora do Public Eye Award. Todos os anos, quem teve a pior atuação socioambiental no ramo empresarial Ê escolhida para passar vergonha durante o Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, onde o prêmio Ê entregue. As inúmeras e fracassadas tentativas da Shell de explorar petróleo no Polo Norte renderam a ela apenas uma reputação com uma grande mancha de óleo. O à rtico Ê um dos ecossistemas mais frågeis e inóspitos do planeta. Por suas condiçþes delicadas, os riscos para a exploração de petróleo são tão elevados que seria quase impossível conter um vazamento na região.

Pela ciĂŞncia

Nova diretoria

A Marinha do Brasil, em parceria com o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), lançou o concurso público Estação Antårtica Comandante Ferraz, que irå selecionar o melhor projeto de arquitetura para a construção das novas instalaçþes da base PLOLWDUHFLHQWt¿FDEUDVLOHLUD(P fevereiro de 2012, a estação foi parcialmente destruída por causa de um incêndio, quando dois militares morreram. Poderão concorrer arquitetos brasileiros ou estrangeiros associados a escritórios nacionais. O edital serå publicado no próximo dia 28 no endereço eletrônico www. concursoestacaoantartica.iab. org.br e os projetos devem ser inscritos atÊ 14 de março

O Comitê Brasileiro do Pacto Global (CBPG) empossou tem nova diretoria. A gestão 2013-2014 Ê composta por representantes da Braskem, Petrobras, Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), Itaipu e Instituto Superior de Administração e Economia (ISAE-FGV). A Braskem, representada Jorge Soto, diretor de desenvolvimento sustentåvel, foi eleita por consenso dos demais membros para liderar a nova diretoria. Uma das atividades prioritårias da nova gestão Ê dar seguimento aos compromissos para o desenvolvimento sustentåvel assinados por signatårias do Pacto Global no Brasil na Conferência Rio+20.

O CBPG Ê um grupo voluntårio formado por 35 organizaçþes membros da Rede Brasileira, cujo objetivo Ê promover a adoção e a incorporação dos Princípios do Pacto Global na gestão de negócios das empresas e organizaçþes que operam no Brasil. A iniciativa conta com a participação de agências das Naçþes Unidas, empresas, sindicatos e organizaçþes não-governamentais.

A prefeita CÊlia Rocha (PTB) não tem medido esforços para garantir o funcionamento do Polo Moveleiro, em Arapiraca. A pedido dela, representantes da prefeitura e do Governo do Estado estiveram reunidos, na tarde de quinta-feira, 31, no auditório do Sebrae, para tratar sobre o assunto.

Entendimento

podem ver nessas fotos [apresentadas na Delegacia] que ele gostava de ostentar o poder que HOH WLQKDÂľ DĂ€UPD D GHOHJDGD UHIHULQGRVH D IRWRJUDĂ€DV GH redes sociais que Ariel postava mostrando dinheiro roubado e armas de fogo. Ele ĂŠ acusado de assaltar tambĂŠm vĂĄrias outras casas lotĂŠricas no ano passado, como a do Jacintinho, em janeiro, a do Salvador Lyra, em julho, e a da Ser-

Sobre o ComitĂŞ

Polo moveleiro

Participação

Delegada mostra celulares, armas e munição apreendidas com grupo

Shell: pior empresa

A cÊu aberto O objetivo dos gestores Ê proporcionar aos foliþes a sensação de um carnaval de clube, mas a cÊu aberto. Assim com o formato indoor, onde o espaço da Avenida Firmino Maia estarå fechado, a palavra chave Ê segurança. Para entrar no espaço da festa gratuita os foliþes passarão por revista. A årea serå monitorada por câmeras de segurança e terå saídas de emergência.

SANDRO LIMA

Para educação Eduardo Campos, governador de Pernambuco, assinou projeto de lei que destina 100% dos lucros do prÊ-sal do estado para a educação. O projeto serå encaminhado à Assembleia Legislativa. A assinatura ocorreu na abertura da 8ª Bienal de Arte e Cultura da União Nacional dos Estudantes (UNE). Os lucros dos royalties serão empregados em educação, ciência e tecnologia. O governador espera que o projeto incentive a aprovação pelo Congresso Nacional do projeto de lei nacional que destina os royalties do SUpVDOSDUDDHGXFDomRSDUDTXHDPHGLGDEHQH¿FLHHVWXGDQWHV de todo o país. A assinatura foi aclamada pelos estudantes da UNE e da União Brasileira de Estudantes Secundaristas (Ubes), que em 2011 entregaram uma carta ao governador com o pedido.

Prêmio Mandacaru Pråticas inovadoras em acesso à ågua e convivência com o Semiårido serão reconhecidas por meio do Prêmio Mandacaru. A iniciativa SUHYrDSRLR¿QDQFHLURDDVVRFLDo}HVGHDJULFXOWRUHVIDPLOLDUHV instituiçþes de pesquisa e organizaçþes da sociedade civil para consolidar tecnologias sociais que viabilizem o manejo sustentåvel da ågua e da caatinga. O prazo para inscriçþes foi prorrogado para 22 de fevereiro e os prêmios variam de R$ 5 mil a R$ 150 mil. A iniciativa Ê organizada pelo Instituto Ambiental Brasil Sustentåvel (Iabs) e pela Agência Espanhola de Cooperação (Aecid), com apoio do MinistÊrio do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). O regulamento estå disponível no site www.iabs.org.br/ projetos/premiomandacaru e o resultado serå divulgado em 15 de março.

Concurso 1

Concurso 2

Estudantes com idade atÊ 15 anos, da rede pública ou privada, podem participar do Concurso Internacional de Redação de Cartas para Jovens, promovido anualmente pela UPU – União Postal Universal, sediado em Berna – Suíça. No Brasil, Os Correios participam voluntariamente com a organização. Este ano, o aluno deve escrever uma carta argumentando por que a ågua Ê um recurso precioso. O objetivo tambÊm Ê desenvolver a habilidade de composição dos jovens; contribuir para o estreitamento das relaçþes de amizade internacionais e aprimorar a comunicação por meio da escrita.

No Brasil, este concurso Ê desenvolvido em três fases: escolar, estadual e nacional. A participação se då por meio das escolas (rede pública e privada), que selecionam, entre as redaçþes de seus alunos, as duas melhores cartas para representå-las. Na fase estadual são premiadas as 3 melhores redaçþes de cada estado e na fase nacional Ê escolhida apenas uma carta que irå representar o Brasil na fase internacional. As inscriçþes começam hoje e vai atÊ o dia 15 de março. Mais informaçþes: http://www.correios.com.br/ sobreCorreios/sustentabilidade/ vertenteSocial/concursoInternacionalRedacao.cfm.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013

ECONOMIA

13


14

ECONOMIA

75,%81$INDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013

etjornalista@gmail.com

Satuba, que destino!

D

uas notĂ­cias desagradĂĄveis surgiram no transcorrer dessa semana em Satuba. A primeira foi na terça-feira, quando a MinistĂŠrio PĂşblico Federal denunciou uma sĂŠrie de irregularidades ocorridas entre 2005 e 2008, praticadas pela entĂŁo prefeita Ciçou, a CĂ­cera do Bar como ĂŠ mais conhecida por lĂĄ. O MPF pede severas puniçþes que podem chegar atĂŠ a 25 anos de prisĂŁo. A segunda foi o cancelamento do Carnaval, anunciado na quarta-feira pelo prefeito Paulo Acioly, quando esse alega falta de dinheiro, e que preferiu priorizar o pagamento do servidor municipal. O bom seria se a Prefeitura tivesse dinheiro disponĂ­vel para fazer a festa do povo, mas infelizmente depenaram os cofres da “viĂşvaâ€? prefeitura.

Satuba – livre Sobre o Carnaval satubense nĂŁo haverĂĄ por parte da prefeitura, mas os tradicionais blocos de ruas prometem agitar a cidade, sobretudo com irreverĂŞncia e muita animação, com destaque para o bloco “O Comercialâ€?, que sairĂĄ amanhĂŁ Ă noite e o “Bate bola entre amigosâ€?, que no dia seguinte, botarĂĄ a partir das 12h, a sua batucada na rua.

Coruripe A tradicional feira livre da cidade estå com seus dias contados para sair do local. É que vem aí um plano que visa proporcionar condiçþes adequadas aos 900 feirantes cadastrados nela. Para isso, a prefeitura se responsabilizou pela infraestrutura, e o Sebrae, com a metodologia de 0RGHUQL]DomRGDV)HLUDV/LYUHVH0HUFDGRV3~EOLFRVD¿PGHRUJDQL]DU o local para uma melhor utilização do ambiente.

Japaratinga O prefeito Newberto Neves (PRP) que retornou esta semana otimista de BrasĂ­lia, com promessas de ajuda, participa amanhĂŁ da Festa de Nossa Senhora das Candeias, padroeira da cidade. O evento religioso DWUDLPLOKDUHVGHÂżHLVWRGRVRVDQRVFRPDPLVVDHDSURFLVVmRVRER comando do Padre Alex.

Barra de São Miguel A programação carnavalesca começa såbado da outra semana e vai atÊ terça-feira, dia 12. A Praça de Eventos mais uma vez serå o palco do QG do Carnaval, com início todos os dias das 16h às 22h. A prefeitura garante que durante os quatro dias não faltarå animação. As bandas A Tribo e Swing Bakana vão abrir a festa. No domingo têm: Idem ElÊtrico e 'XKDUHP1DVHJXQGDIHLUDYmRWRFDU$OKRDH6y.DUSSDVH¿QDOL]DQGR na terça, as bandas Mô Fio e Idem ElÊtrico.

Barra de São Miguel – blocos 2VRUJDQL]DGRUHVD¿UPDPTXHD3UHIHLWXUDGDUiWRWDODSRLRDRVGHV¿OHV de blocos carnavalescos durante os quatro dias. As agremiaçþes vão GHV¿ODUVHPSUHGDVKjVKQRWUHFKRGR&RUUHGRUGD)ROLDTXH¿FD entre a Imobiliåria Fernando Oiticica e o Condomínio Barra Bali.

Anadia Toda uma programação montada para o encerramento das festividades da padroeira da cidade, Nossa Senhora da Piedade que acontece neste såbado. O evento teve início ontem com apresentação cultural e show musical. Hoje tem apresentação da Banda Filarmônica, os Anadienses e seus visitantes poderão conferir a apresentação do grupo teatral Agamenon, com o Espetåculo 2 de fevereiro, de autoria de Manoel Say. Em seguida, tem o grupo de Seresteiros da Pitanguinha. TambÊm hoje tem, só que na AABB, show da banda Saia Rodada e no Ginåsio de Esportes, show com a Banda Arreio de Ouro. E amanhã, após a realização da procissão, ocorrerå o tradicional bingo com sorteio de 4 motos.

Viçosa A prefeitura preparou uma programação carnavalesca recheada de atraçþes. Os ritmos são os mais variados: frevo, axÊ, samba, música afro e mais de 20 blocos de rua. AlÊm da programação e da alegria contagiante que são marcas do Carnaval de Viçosa, a novidade deste DQR¿FDSRUFRQWDGRPRGHORLQGRRUTXHVHUiLPSODQWDGReDSULPHLUD vez que uma cidade do interior de Alagoas farå um carnaval indoor a cÊu aberto.

Viçosa - prevenção O objetivo dos gestores Ê proporcionar aos foliþes a sensação de um carnaval de clube, mas a cÊu aberto. Assim com o formato indoor, onde o espaço da Avenida Firmino Maia estarå fechado, a palavra chave Ê segurança. Para entrar no espaço da festa gratuita os foliþes passarão por revista. A årea serå monitorada por câmeras de segurança e terå saídas de emergência.

$VVLQDGRĂ€QDQFLDPHQWR GRJRYHUQRFRP%1'(6 Caixa EconĂ´mica ĂŠ agente dos recursos, que totalizam R$ 522 milhĂľes

O

governador Teotonio Vilela Filho e o superintendente da Caixa Econômica Federal, Hebert Buenos Aires, assinaram, ontem (31), contrato referente ao Programa de Apoio ao Investimento dos Estados e do Distrito Federal (ProinYHVWH  ÀQDQFLDGR SHOR %DQco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O programa tem a Caixa Econômica Federal como agente repassador dos recursos, que totalizam cerca de R$ 522 milhþes. Social e econômica  2 ÀQDQFLDPHQWR JDUDQtirå recursos para investimentos nas åreas econômica e social de Alagoas e serão destinados para execução de projetos inseridos no programa Alagoas Tem Pressa. Na oportunidade, o governador comemorou a assinatura e FODVVLÀFRX R PRPHQWR FRPR

histĂłrico para o Estado de Alagoas. “Este ĂŠ um momento importantĂ­ssimo para o nosso Estado. Ele representa a coroação de uma luta que representou a volta de Alagoas como um Estado FUHGHQFLDGRDUHFHEHUĂ€QDQciamentos nacionais e internacionais, resultado de um DMXVWHĂ€VFDOIHLWRFRPPXLWR esforço e muita vontade, por meio de um trabalho realizado com seriedade e austeridade. Estamos tratando da vida dos alagoanos e esse ĂŠ o nosso propĂłsito: melhorar a qualidade de vida da nossa SRSXODomRÂľDĂ€UPRX Segundo o governador, a presidente Dilma Rousseff tambĂŠm reconheceu o esforço do governo de Alagoas para retomar a credibilidade. “Durante reuniĂŁo para DQXQFLDU R HVSDoR Ă€VFDO GH cada Estado, em BrasĂ­lia,

1O LOTE

Teotonio Vilela durante assinatura de contrato com o BNDES

a presidente cumprimentou especialmente Alagoas, dizendo que vivenciou e acompanhou o nosso esforço

desde o primeiro momento e reconheceu a importância daquele momento para o Estado�, relatou Vilela.

ARAPIRACA

Seagri recebe lote com 6 mil Estado vai investir mais aves e 14 toneladas de ração R$ 1 milhão no Polo Moveleiro A Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrårio (Seagri) recebeu esta semana seis mil pintinhos e 14.400 quilos de ração, adquiridos por meio de processo licitatório, que fazem parte do Programa de Avicultura Familiar Sustentåvel de Alagoas (PAF), um dos projetos do Alagoas Tem Pressa. Os animais estão alojados num aviårio no município de Palmeira dos �ndios, onde devem permanecer por 28 dias, período necessårio para se tornarem aptos a sobreviver em propriedades rurais. Depois disso, serão repassados a agricultores familiares jå cadastrados em dois municípios que fazem parte do programa. Ao todo, mil produtores familiares em 14 municípios serão incluídos no PAF. Para isso, a cada mês a Seagri vai receber novos lotes de pintinhos e de ração. Cada produtor receberå 60 aves, sendo 30 de corte e 30 para postura. Após 90 dias, recebe mais 40 aves de corte, alÊm

de ração. Para começar a atividade, os agricultores tambÊm receberão DVVLVWrQFLD WpFQLFD HVSHFtÀFD H terão prioridade para vender ovos e frango abatido ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em seu município. AlÊm da Seagri, são parceiros do PAF a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), o Instituto de 'HVHQYROYLPHQWR &LHQWtÀFR H Tecnológico de Alagoas (Ictal) e o Sebrae/AL. O PAF foi implantado de forma experimental em Santana do Ipanema, com apoio da prefeitura local e da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), o Instituto Globoaves e as empresas Globoaves e Novus. Ao todo, 100 produtores jå foram beneÀFLDGRV 'HYLGR DR VXFHVVR GR programa em Santana, os agricultores fundaram a Associação de Avicultores do Sertão e agora servem de modelo para a expansão do PAF em 14 municípios.

DAVI SALSA REPĂ“RTER

O secretårio-adjunto do Planejamento, Keyller Lima, anunciou ontem (31), em Arapiraca, que o governo do Estado vai investir mais R$ 1 milhão no Polo Moveleiro do Agreste. Ele adiantou que a verba foi garantida pelo secretårio Luiz Otåvio Gomes, com recursos do Fecooep, para a aquisição de um balcão comunitårio. A informação foi repassada, no auditório do Sebrae, em Arapiraca, durante reunião com empresårios moveleiros, representantes da Associação do Moveleiros do Agreste (Amagre), Arranjo Produtivo Local (APL) de Móveis e as secretårias municipais Myrka Lúcio, da Indústria e ComÊrcio, e Edna Pereira, do Planejamento, alÊm do gerente regional do Sebrae, Arestides Minervino. AlÊm da compra do balcão comunitårio, Estado e prefeitura negociam a desapropriação do terreno, doado pelo município, com vistas à regularização

fundiåria para tornar mais ågil o funcionamento do Polo Moveleiro do Agreste. Ainda participaram do encontro, o presidente da Associação dos Moveleiros do Agreste, Sóstenes Leite, e a representante do APL Móveis, Fåtima Aguiar. Durante o encontro, Keyller Lima contou que a prefeita CÊlia Rocha propôs a reunião com o secretårio Luiz Otåvio Gomes, D ÀP GH TXH KRXYHVVH XP HQtendimento entre a prefeitura, o governo do Estado e os empresårios para o funcionamento imediato do polo. Inaugurado em dezembro de 2011, o Polo Moveleiro do Agreste estå localizado no povoado Capim, em uma årea doada pelo município. O governo do Estado jå investiu R$ 6 milhþes no empreendimento, com a construção do prÊdio e infraestrutura do negócio. O espaço estå instalado em terreno com 365 mil metros quadrados doados ainda durante a gestão do prefeito Luciano Barbosa.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013

ESPORTES 15

Palmeiras quer trĂŞs atletas do Inter O time paulista queria inicialmente quatro jogadores para ceder Luan ao Internacional; Rafael Moura recusou

A

o saber do interesse do Inter por Luan, Gilson Kleina solicitou, em troca, os emprĂŠstimos dos volantes Josimar e Bolatti, do meia DĂĄtolo e do atacante Rafael Moura. O Ăşltimo nĂŁo quer o Palmeiras, mas o tĂŠcnico tem esperança de contar com os outros trĂŞs apĂłs a reuniĂŁo desta quarta-feira que GHĂ€QLUi R GHVWLQR GH /XDQ “Tem que ver o interesse dos jogadores na relação. Mas o Luan ĂŠ um jogador que especula em grandes clubes. NĂŁo adianta vir propostas e nĂŁo trazermos alguĂŠm do nĂ­vel do Luanâ€?, argumentou o treinador, lembrando que o time alviverde tambĂŠm foi procurado pelo AtlĂŠtico-MG e Cruzeiro para ceder Luan e o empresĂĄrio do jogador, o ex-atacante MagrĂŁo, ainda citou o interesse do Fluminense. Ao menos, jĂĄ houve um acerto com Josimar, volan-

te que trabalhou com Kleina na campanha do acesso da Ponte Preta Ă primeira divisĂŁo nacional em 2011. “Conheço muito bem o Josimar, atua como primeiro ou segundo volante, ĂŠ um cara interessante para as competiçþes que o Palmeiras vai disputarâ€?, elogiou o tĂŠcnico. $JRUD DV GLĂ€FXOGDGHV estĂŁo com os outros nomes. Rafael Moura recusou a oferta, atĂŠ por veto de seu empresĂĄrio, que ĂŠ o mesmo de Lincoln, a quem o Palmeiras ainda deve dinheiro. JĂĄ DĂĄtolo estĂĄ nos planos de Dunga e o clube colorado nĂŁo deseja liberĂĄ-lo. A maior facilidade seria com Bolatti. Para aumentar o enxuto elenco de Kleina, porĂŠm, o Palmeiras pode mudar a ideia de ceder Luan por emprĂŠstimo de um ano. Existe atĂŠ a possibilidade de o clube oferecer alguma quantia Ă  equipe gaĂşcha do InternaLuan, atacante do Palmeiras, despertou o interesse do Internacional, porĂŠm, viu no Palmeiras a vontade de ter trĂŞs jogadores em troca cional.

STAFF

Blindado, Mano Menezes entra na mira do futebol inglĂŞs GETTY IMAGES

“NĂŁo vou falar sobre Mano Menezes, nem perca o seu tempoâ€?. A declaração do empresĂĄrio Carlos Leite, quando questionado sobre os planos do ex-treinador da Seleção Brasileira, resume bem sua rotina desde o dia 23 de novembro, quando foi demitido por JosĂŠ Maria Marin, presidente da CBF, em reuniĂŁo realizada na sede da Federação Paulista. A rotina de Mano desde entĂŁo ĂŠ guardada a sete-chaves pelas pessoas que o cercam, mas se sabe que ele desejaria trabalhar na Inglaterra. O treinador, natural-

mente, levou esse desejo ao empresĂĄrio, que tem boa entrada no Arsenal. De olho no mercado europeu, Mano optou por um perĂ­odo sabĂĄtico atĂŠ o meio do ano, quando deve decidir qual caminho adotar. Ele sabe que, alĂŠm de Cruzeiro e atĂŠ VitĂłria, seu nome foi bastante discutido no Flamengo. Um de seus auxiliares, o analista Rafael Vieira jĂĄ estĂĄ no clube rubro-negro carioca, e o ex-presidente KlĂŠber Leite, inclusive, teria sido um intercolutor entre clube e o treinador. KlĂŠber aposta que Mano voltarĂĄ ao traba-

lho para o Campeonato Brasileiro. “Ele estĂĄ se ocupando de outras formas, estĂĄ prevendo coisas, querendo retomar a vida. EstĂĄ se reciclando, com alguma viagem tambĂŠm. Ele tem um apoio familiar muito interessante, a mulher ĂŠ uma grande companheiraâ€?, diz KlĂŠber Leite, amigo pessoal de Mano. Ele ĂŠ uma das poucas pessoas que, abertamente, falam a respeito do treinador. AtĂŠ mesmo sua assessoria de imprensa, em fĂŠrias, nĂŁo responde solicitaçþes. Um funcionĂĄrio da CBF,

prĂłximo a Mano, explica: “ele ĂŠ evasivo nas conversas, acho que sentiu um pouco o baque. Pouca gente tem tido acesso a eleâ€?, resumiu. 1R Ă€P GR DQR HQWUHWDQWR deixou sua rotina reclusa e viajou a Passos do Sobrado, onde visitou a mĂŁe, as irmĂŁs e amigos mais prĂłximos. A alguns conhecidos do futebol, como do Corinthians e da Seleção, enviou torpedos de Feliz Natal pelo telefone celular. Entre as pessoas com quem mantĂŠm contato estĂĄ Carlinhos Neves, preparador fĂ­sico da Seleção.

FĂ“RMULA 1

McLaren celebra 50 anos de histĂłria 0DUFDGDSDUDFRPHoDUjVKDFHULP{QLDWHYHLQtFLRFRPXPGHVÂżOH

Mano vive perĂ­odo sabĂĄtico desde a demissĂŁo em novembro

Em evento transmitido ao vivo na manhĂŁ desta quinta-feira, em suas conWDVRĂ€FLDLVQR)DFHERRNHQR YouTube, a McLaren apresentou o carro para a temporada 2013 da FĂłrmula 1. O modelo, batizado de MP4-28, seguirĂĄ tendo motores da Mercedes e foi mostrado ao pĂşblico pela primeira vez no McLaren Technology CenWUHHP:RNLQJQD,QJODWHUra.

O novo modelo, divulgado nesta quinta-feira, mantĂŠm o tom prateado como predominante, tendo novamente detalhes em vermelho. Assim como em 2012, a McLaren nĂŁo utiliza o degrau no bico (“bico de ornitorrincoâ€?) que marcou a F1 no ano passado. O veĂ­culo, no entanto, tem uma descida acentuada em sua parte frontal para respeitar o regulamento, que GETTY IMAGES

REFORÇO

PSG agenda entrevista e GHYHDSUHVHQWDU%HFNKDP A imprensa internacional då como certa a contraWDomR GH 'DYLG %HFNKDP para o Paris Saint-Germain. De acordo com a rede britânica BBC, o meia de 37 anos jå realizou exames mÊdicos na manhã de quinta-feira (31) e, como estå sem contrato, pode assinar com qualquer equipe. Os rumores aumentaram depois que o PSG anunciou uma conferência de imprensa às 13h (de Brasília). %HFNKDP SRGH VHU DSUHVHQtado pelos franceses ou ao menos ter sua contratação RÀFLDOL]DGD Nos últimos dias, BeFNKDP DSULPRURX D IRUPD física em treinamentos com o Arsenal enquanto negociava seu futuro. O experiente meia que fez história com a camisa do Manchester Uni-

ted nĂŁo atua desde dezembro, quando se despediu do Los Angeles Galaxy. Pela equipe americana, ele cumpriu mais de cinco anos de contrato, mas intercalou dois emprĂŠstimos para o Milan. Foi justamente na equipe italiana que David BeFNKDP WUDEDOKRX FRP GRLV possĂ­veis colegas de PSG. Na primeira passagem, ele foi treinado por Carlo Ancelotti, hoje o comandante da equipe francesa. Na segunda, jĂĄ em 2010, Leonardo era o treinador do Milan. Hoje, o brasileiro ĂŠ o diretor esportivo do Paris Saint-Germain. De acordo com o jornal LQJOrV *XDUGLDQ %HFNKDP escolheu o PSG diante de RIHUWDVRĂ€FLDLVSRUQRYDV equipes.

na Ăşltima temporada limitou a altura do bico a 55 cm. “O esquema de cores ĂŠ exatamente o mesmo e parece similar, mas digo que ĂŠ completamente diferente HPEDL[R GD SHOHÂľ DĂ€UPRX R inglĂŞs Jenson Button, comparando os carros de 2012 e 2013 - o regulamento tĂŠcnico das duas temporadas ĂŠ bastante parecido. “Sabemos que as regras nĂŁo mudaram muito, mas ĂŠ

R VXÀFLHQWH SDUD ID]HU GLIHrença�. Marcada para começar às 11h (9h de Brasília), a cerimônia de apresentação do MP4-28 teve início com um GHVÀOH GH FDUURV HVSRUWLYRV históricos da equipe, que foram brevemente pilotados em um giro pela fåbrica. O evento marcou a celebração dos 50 anos da McLaren, fundada em 1963 pelo zeozelandês Bruce McLaren.

EMBAIXADOR

Guardiola teria recebido R$ 30 mi em apoio ao Qatar

Beckham e Leonardo trabalharam juntos pelo Milan em 2010

Um dos embaixadores do Catar durante a campanha do país para ser sede da Copa do Mundo de 2022, o tÊcnico Josep Guardiola teria recebido pelo menos 11 milhþes de euros (R$ 29,67 milhþes) para apoiar a candidatura. A informação recebeu destaque na quinta-feira (31) no site do diårio alemão Bild. O periódico cita como fonte a reportagem da revista francesa France Football, que nesta semana publicou um dossiê acusando o Catar de comprar votos de membros do Comitê Executivo da Fifa para ter o direito de organizar o Mundial de 2022. Em dezembro de 2010, o país superou em eleição a concorrência de Estados Unidos, Coreia do Sul, Japão e Austrålia, levando a

sede da Copa. Em sua campanha, os catarianos tiveram como embaixadores astros como o ex-meia francĂŞs Zinedine Zidane e Guardiola, que segundo a revista receberam entre 11 e 25 milhĂľes de euros (entre R$29,67 e R$ 67,43 milhĂľes) cada um para apoiar a candidatura do paĂ­s. Ex-volante, Guardiola atuou na capital do Catar, em Doha, pelo Al-Ahli, de 2003 a 2005. Como tĂŠcnico, ele dirigiu o Barcelona entre 2008 e 2012 e assinou contrato para assumir o Bayern de Munique a partir da prĂłxima temporada europeia, em um vĂ­nculo vĂĄlido atĂŠ 2016. Durante a candidatura a ser sede do Mundial, o Catar ainda recrutou argentino Gabriel Batistuta.


16

ESPORTES

MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013

Esportes

TRIBUNAINDEPENDENTE CRB realiza treinamento nesta sexta, no campo do Bahia de Feira de Santana A delegação do CRB chegou ontem (31) à cidade de Feira de Santana. Após mais de dez horas de viagem, o time faz nesta sexta um último treinamento no campo do Bahia de Feira. O tÊcnico Heriberto da Cunha deve manter a base qua atuou na última rodada. O CRB encara o Feirense neste såbado, às 16h, no estådio Jóia da Princesa.

CSA vai solicitar parada tĂŠcnica Preparador fĂ­sico do azulĂŁo estĂĄ preocupado com as altas temperaturas nos jogos do Alagoano

D

epois do empate por 1 a 1 diante do UniĂŁo, jogadores e comissĂŁo tĂŠcnica do CSA saĂ­ram de campo reclamando das condiçþes do gramado e do forte calor na cidade de UniĂŁo dos Palmares. De acordo com o preparador fĂ­sico do azulĂŁo, Victor Albuquerque, esse cenĂĄrio aumenta o risco de lesĂŁo dos atletas. Para ele, a famosa “parada tĂŠcnicaâ€? seria uma forma de reidratar e amenizar o desgaste dos atletas. â€œĂ‰ uma situação muito desconfortĂĄvel, principalmente para os atletas. Normalmente, em dia de semana, por estarmos no VerĂŁo, deverĂ­amos jogar Ă noite. NĂŁo ĂŠ sĂł o vestiĂĄrio e o sol, mas o campo duro e seco aumenta o risco de lesĂŁo. JĂĄ solicitei a parada tĂŠcnica duas vezes para o mesmo ĂĄrbitro (contra o CSE e UniĂŁo). Ontem (31) contra o UniĂŁo, ele [o ĂĄrbitro] disse que o clube deveria entrar FRP XP SHGLGR SDUD RĂ€FLDOL]DU essa parada junto Ă  federação. Eu acho que falta bom-senso, aquecemos em 48Âş. Albuquerque fez questĂŁo de acrescentar que, neste sĂĄbado (2), diante do CEO, a situação se repetirĂĄ. Ainda de acordo com o preparador fĂ­sico azulino, o supervisor do CSA, Lourinaldo Melo, estĂĄ preparando um ofĂ­cio que serĂĄ encaminhado Ă  Federação Alagoana

de Futebol. “Vai ser a mesma situação, mas eu jĂĄ falei com o Lourinaldo e ele vai fazer essa solicitação da parada tĂŠcnica junto Ă federação.â€? Para o presidente da ComissĂŁo Estadual de Ă rbitros de Futebol de Alagoas (Ceaf-AL), HĂŠrcules Martins, o poder de conceder a parada tĂŠcnica estĂĄ nas mĂŁos do ĂĄrbitro da partida. Ele enfatizou que a situação nĂŁo estĂĄ inclusa em nenhuma regra do jogo, tampouco no regulamento do campeonato. “Isso nĂŁo tem na regra do jogo nem estĂĄ no regulamento do campeonato. O ĂĄrbitro pode dar uma parada, desde que ele sinta que o sol estĂĄ prejudicando a partida, que alguĂŠm poderĂĄ ter algum prejuĂ­zo. Inclusive, esse ‘tempo tĂŠcnico’ foi uma criação da Federação Carioca de Futebol. Ele ĂŠ dado aos 20 minutos de cada tempo para que os tĂŠcnicos deem instruçþes a sua equipe e os ĂĄrbitros conversem com os auxiliares. A vontade GRVMRJDGRUHVQmRLQĂ XHQFLDDGHcisĂŁo do ĂĄrbitroâ€?, disse Martins, ressaltando que a federação tem o poder de determinar a parada tĂŠcnica atravĂŠs de um ato. “Agora, se o presidente da federação baixar um ato, ĂŠ de responsabilidade da federaçãoâ€?, explicou o presidente da Ceaf-AL.

CBF divulga chaveamento e 1os jogos da Copa Brasil 2013

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta quinta-feira (31) o chaveamento e os primeiros jogos da Copa do Brasil 2013, que inaugura um novo formato de disputa este ano. Ao todo, serão 86 clubes no torneio, que vai do dia 3 de abril atÊ 27

de novembro e terå sete fases mata-mata. A competição serå interrompida no mês de junho, para a Copa das Confederaçþes, e tambÊm não tem jogos previstos para o mês de setembro. A tabela completa serå divulgada pela entidade na próxima segunda-feira (4).

DATAS E FASES

1ª fase dias 3, 10, 17 e 24 de abril 2ª fase dias 1, 8, 15 e 22 de maio 3ª fase dias 3, 10, 17 e 24 de julho 4ª fase (oitavas) dias 21 e 28 de agosto 5ª fase (quartas) dias 23 e 30 de outubro �IDVH VHPLÀQDLV GLDVHGHQRYHPEUR �IDVH ÀQDO GLDVHGHQRYHPEUR As equipes brasileiras que estão na Libertadores - Grêmio, Fluminense, Corinthians, AtlÊtico-MG e Palmeiras - entrarão automaticamente nas RLWDYDVGHÀQDOFRPDH[FHomR do São Paulo, que no segundo semestre vai defender o título da Copa Sul-Americana. Na vaga do time paulista estarå o Vasco, time mais bem colocado no Brasileirão 2012 depois GRV FODVVLÀFDGRV SDUD R WRUneio continental. Quando essas

equipes entrarem no torneio, KDYHUiXPVRUWHLRSDUDGHĂ€QLU XPQRYRFKDYHDPHQWRDWpDĂ€nal. Ainda restam dois clubes para completarem a lista de participantes. Um ĂŠ do Rio Grande do Norte, que serĂĄ o vencedor da primeira fase do Campeonato Potiguar deste ano. JĂĄ a Ăşltima vaga serĂĄ disputada entre o AtlĂŠtico Acreano e a Desportiva FerroviĂĄria, do EspĂ­rito Santo.

JOGOS DA PRIMEIRA FASE: Flamengo x Remo-PA

Botafogo x Sobradinho-DF

Sampaio CorrĂŞa-MA x Campinense-PB

CRB-AL x Fast Clube-AM

Cearå x Ceilândia-DF

Figueirense x AtlĂŠtico-AC ou Desporti-ES

ASA-AL x RN3

SĂŁo Caetano x Arapongas-PR

Internacional x Rio Branco-AC

Cruzeiro x CSA-AL

Santa Cruz x Guarani Juazeiro-CE

Caxias do Sul-RS x Resende-RJ

AvaĂ­ x Volta Redonda-RJ

AtlĂŠtico-GO x CametĂĄ-PA

AmĂŠrica-MG x Gurupi-TO

GrĂŞmio Barueri-SP x Cianorte-PR

GoiĂĄs x OratĂłrio-AP

AtlĂŠtico-PR x Brasil-RS

Santo AndrĂŠ x VeranĂłpolis-RS

AmĂŠrica-RN x Ji-ParanĂĄ-RO

Sport x VitĂłria da Conquista-BA

Portuguesa x Naviraiense-MS

ABC-RN x Parnahyba-PI

Paysandu-PA x SĂŁo Raimundo-RR

VitĂłria x Mixto-MT

Santos x Flamengo-PI

Boa Esporte-MG x Salgueiro-PE

Joinville-SC x Aracruz-ES

ParanĂĄ x SĂŁo Bernardo-SP

NĂĄutico x Crac-GO

CriciĂşma x Noroeste-SP

Betim-MG x Bangu-RJ

Coritiba x CSP-PB

Bahia x MAC-MA

Ă guia de MarabĂĄ-PA x Nacional-AM

Luverdense-MT x Tupi-MG

Ponte Preta x Itabaiana-SE

*XDUDQL[&RQĂ€DQoD6(

Bragantino-SP x Ă guia Negra-MS

Fortaleza x Luziânia-DF


TRIBUNAINDEPENDENTE

SĂŠrie de TV vai produzir continuação de ‘Alice no PaĂ­s das Maravilhas’ A sĂŠrie de TV com a continuação das aventuras de “Alice no PaĂ­s das Maravilhasâ€? HVWiFRPSURGXomRRÂżFLDOPHQWHDXWRUL]DGD2FDQDODPHULFDQR1%&OLEHURXR SLORWRGHÂł:RQGHUODQG´TXHWUDUiQRYRVSHUVRQDJHQVHVHUiDPELHQWDGDWHPSRV GHSRLVGRVFOiVVLFRVHYHQWRVQDUUDGRVSRU/HZLV&DUURO$SURWDJRQLVWDGRURWHLUR FULDGRSRU:KLW$QGHUVRQVHUi&ODUDSHUVRQDJHPTXHSDVVDSRUXPDFRQWHFLPHQWRWUDXPiWLFRFXMDH[SOLFDomRHVROXomRSDUDRSUREOHPDHVWDULDQXP PXQGRVXEWHUUkQHReSDUDOiTXHDPRoDWHPGHLUVHTXLVHUUHFRPSRUDVXD YLGD(pOiTXHHODYDLWHUGHHQIUHQWDUXPDUDLQKDQDGDKRVSLWDOHLUDFRQKHFLGD FRPR$OLFH$SURGXomRGDIDQWDVLDpGH$QWKRQ\=XLNHU

D

epois de oito meses em uma instituição mental, o ex-professor Pat Solitano se muda para a casa dos pais e tenta se reconciliar com sua ex-esposa, Nikki. $VFRLVDVĂ€FDPGLItFHLVSDUD Pat quando ele conhece Tiffany, uma garota com seus prĂłprios problemas. NĂŁo ĂŠ nenhum exagero dizer que “O Lado Bom da Vidaâ€? ĂŠ uma simples comĂŠdia romântica, clichĂŞ. No entanto, ĂŠ um erro subestimĂĄ-lo por isso. Vamos começar pelo Ăłbvio. Jennifer Lawrence. (VVHĂ€OPHQmRpGH7Lffany, personagem de Lawrence, mas ela rouba a cena com uma facilidade que sua segunda indicação ao Academy Award ĂŠ comSUHHQVtYHO (ODGRPLQDRĂ€OPH7RGDV as cenas em que ela aparece pertencem a ela, ela rouba a câmera para si. Mal se vĂŞ

0$&(,Ă?6(;7$)(,5$'()(9(5(,52'( DIVERSĂƒO&ARTE

Alicia Keys se apresentarå com Maroon 5, no Grammy $FDQWRUD$OLFLD.H\VDQXQFLRXSRUPHLRGHVXDFRQWDQR7ZLWWHU TXHVHDSUHVHQWDUiFRPRJUXSR0DURRQQR*UDPP\GHVWHDQR TXHVHUHDOL]DQRGLDGHIHYHUHLUR³(VSHUHDWpYHURTXHHXIDUHL FRP0DURRQQRGLDGHIHYHUHLUR´SXEOLFRXHOD7DPEpPVH DSUHVHQWDPQDFHULP{QLD-XVWLQ7LPEHUODNH5LKDQQD7D\ORU6ZLIW H(OWRQ-RKQGHDFRUGRFRPRVRUJDQL]DGRUHV6HUiDSULPHLUD YH]HPTXDWURDQRVTXH7LPEHUODNHGHDQRVVHDSUHVHQWDQR SDOFRGRV*UDPP\6HLVYH]HVJDQKDGRUGRV*UDPP\7LPEHUODNH VDOWRXSDUDDIDPDQRVDQRVFRPD¾ER\EDQGœ16\QF

QUANDO É PRECISO SEGUIR... a hora de ela surgir, novamente irritando o personagem de Bradley Cooper. Ela rouba a cena atÊ mesmo quando a divide com Robert De Niro. Tiffany Ê sexy. Engraçada. E um tantinho louca. Seu olhar Ê o pedido de socorro de uma pessoa capaz de reconhecer sua natureza destrutiva. PorÊm, ela não Ê a protagonista dessa história – não mesmo? – e agora vamos ao não tão óbvio. Bradley Cooper.

1

Bradley Cooper nos entrega seu melhor desempenho atĂŠ agora. A força de seu personagem ĂŠ menor que a de Tiffany de Jennifer Lawrence, mas isso nĂŁo quer dizer que Pat seja menos interessante. Cooper atribui ao seu personagem, FDUDFWHUtVWLFDVTXHRWRUQDP cativante e o tiram do lugar comum de “personagens instĂĄveisâ€?. Seja no tom “infantilâ€? com o qual o personagem fala, como quando repete sobre

‘O Lado Bom da Vida’ ĂŠ uma comĂŠdia romântica nada convencional: claro que existem risadas e romance, mas quase sempre de uma maneira que foge dos clichĂŞs do gĂŞnero sua tentativa de “ser melhor para Nikkiâ€? ou quando Pat VXUWDFRPRĂ€QDOWUiJLFRGH um livro de Ernest Hemingway e acorda os pais no meio da noite para reclamar GHFRPRRVĂ€QDLVVmRWUiJLcos. Quanto ao resto do elenco, todos estiveram muito bem. Desde a atuação afetada e irritante, mas inegavelmente boa de De Niro, interpretando o pai supersticioso e a atuação simplista, mas agradĂĄvel de

Jacki Weaver interpretando a mĂŁe que tenta controlar os ânimos dentro de casa Ă atuação contida e hilĂĄria de Chris Tucker, interpretando o amigo que Pat fez na insWLWXLomRPHQWDORQGHĂ€FRX por oito meses, e que insiste em fugir de lĂĄ e surgir em diversos momentos ao longo GRĂ€OPH &RPRĂ€FDFODURSHODV indicaçþes a todas as categorias referentes a atuação, ĂŠ na direção de seus atores que David O. Russell tem VHXJUDQGHDFHUWR$TXtPLca entre Cooper e Lawrence ĂŠ contida ao longo da projeção, mas nĂŁo de um jeito negativo, mas de um jeito “realâ€?. A relação de seus personagens nĂŁo ĂŠ forçada como nas comĂŠdias românticas ou nos melodramas, seus personagens vĂŁo se encaixando aos poucos o que os torna FUtYHLVHDFHLWiYHLVPHVPR com toda sua loucura. Alias, volto atrĂĄs no que disse. O maior acerto de Russell ĂŠ em saber mesclar muito bem a interpretação de seus atores, os dramas de cada personagem e os diversos tons que “Silver Linings Playbookâ€? possui sem tornar RĂ€OPHXPDGUDPpGLDUHSHtitiva e sem personalidade. David fez algo que apenas bons diretores, fazem. Tornar o clichĂŞ interessante, mas ele nĂŁo conseguiria sucesso nessa empreitada, se nĂŁo fosse por seu Ăłtimo elenco. Uma boa ideia com um bom elenco, isso ĂŠ “O Lado Bom da Vidaâ€?.


2

TRIBUNAINDEPENDENTE

DIVERSĂƒO&ARTE MACEIĂ“ - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013

Baile de Carnaval da Terceira Idade No dia 7, às 14h, quem comanda a animação Ê o Baile de Carnaval da Terceira Idade. Com concursos de Rei e Rainha do Carnaval e Melhor Fantasia, ao som da banda Painel do Tempo, a unidade do Sesc em Arapiraca pretende transportar os foliþes para o universo das marchinhas que marcaram Êpoca. Para participar, basta contribuir com R$ 2, para quem tem carteira do Sesc, e R$ 3, para quem não tem carteira. Mais informaçþes podem ser adquiridas atravÊs do telefone (82) 3482-2400.

Curso no Cenarte O Centro de Belas Artes de Alagoas (Cenarte), equipamento da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), estå ofertando 452 vagas para cursos gratuitos nas åreas de música, dança e artes plåsticas. As inscriçþes vão atÊ a próxima segunda-feira (4). As 452 vagas serão distribuídas entre os cursos de violão (20 vagas), teoria musical (60), violino (40), percussão – pandeiro e atabaque (40), VRSUR¹ÀDXWDGRFHHWUDQVYHUVDOFODULQHWH sax etc. (40), cavaquinho (2), artes plåsticas – desenho e pintura (10), história da arte (120), artesanato criativo (30), ballet clåssico (60), expressão corporal (10) e dança afro (20). Para efetivar a matrícula, os interessados devem comparecer à secretaria do Cenarte, das 8h às 17h, munidos de 1 foto 3x4, carteira de identidade e CPF (original), no caso de menores de idade, a documentação deve ser do responsåvel. No momento da inscrição Ê necessårio o preenchimento do formulårio de matrícula no curso desejado.

O maior festival integrado do mundo ancora pela quarta vez em terras alagoanas. O Grito Rock Alagoas 2013 terå sete ediçþes, sendo duas delas em Maceió e cinco espalhadas pelo interior do Estado. O festival acontece todos os anos em mais de 300 cidades do Brasil e do mundo, sempre nos meses de fevereiro e março. Na capital alagoana, o Grito Rock acontece pela quarta vez na praça Marcílio Dias durante a prÊvia carnavalesca, Jaraguå Folia,

PrÊvia eletrônica A Pixel Produçþes realiza no dia 2 de fevereiro, no Kfofo, em Jaraguå, a sua prÊvia carnavalesca CarnaPixel. Este ano, a balada começa às 16h e vai atÊ às 2h, totalizando dez horas de muita alegria em uma dobradinha que reúne as consagradas Vish e Vapor em uma única festa. A prÊvia serå dividida em dois blocos: a brasilidade e o tropicalismo da Vapor com David Andrade e Kakå Marinho, dividindo o palco com os convidados Hipster Alagoano, Gilbef e Lyndys; e o pop e o trash da Vish, com Marcsheep, João Paes e Deri Andrade, junto aos residentes David Andrade e Kakå Marinho. Os ingressos estão à venda a R$ 20 no stand Viva Alagoas (Maceió Shopping) e no Eventick (http://eventick.com.br/carnapixel).

É hoje

Grito Rock

Hoje tem Jaraguå Folia. A festa, que conta com a participação de mais de 80 blocos, começa às 20h e só termina às 2h, na madrugada do dia seguinte. Em sua SURJUDPDomRRLQtFLRGRVGHV¿OHVVHGiQD5XD6iH$OEXTXHUTXH QRVHQWLGR Praça Marcílio Dias/Praça Dois Leþes), às 20h, mas, às 18h, o evento tem abertura com o cortejo do Bloco Filhinhos da Mamãe, que parte do påtio da Igreja N. S. Mãe do Povo com destino ao Museu Theo Brandão, onde os foliþes fazem a festa.

Pinto da Madrugada

Filhos do Moleque

Amanhã (2) a folia tomarå conta da orla da Pajuçara, com o tradicional bloco Pinto da Madrugada agitando a orla de Maceió. A previsão Ê de que este ano 200 mil pessoas compareçam à maior prÊvia carnavalesca de Alagoas. A partir das 7h.

No dia 8, um dia antes do såbado de Carnaval, o bloco Filhos do Moleque anima a folia na Praça Moleque Namorador, no bairro de Ponta Grossa.

In door $PDQKmGDVKjVKREORFR$V3HFLQKDVGH0DFHLyFRPHPRUDDQRVGHGHV¿OHFRP3DUDQJROp Conversa Fiada e Cannibal. As entradas estão à venda na loja Maxhu’s, no Maceió Shopping, ao preço de R$ 80. Mais informaçþes podem ser obtidas atravÊs do telefone (82) 9981-4018 ou pelo e-mail aspecinhasdemaceio@ig.com.br.

FALE CONOSCO - A Agenda Ê um serviço gratuito de orientação ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposiçþes podem enviar material atravÊs do endereço: tiagenda@hotmail.com

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 18h LADO A LADO

Constância conversa com Umberto, para que o advogado possa defendê-la da acusação de Isabel. Diva depþe a favor de Isabel. Diva acusa Luciano de ter deixado fotos de Manuel Loureiro no seu camarim, sem saber que foi Neusinha. Edgar se preocupa com a demora de Isabel, que estå com Melissa. Jonas avisa a Carlota que $XJXVWRpXPFKDUODWmR&DWDULQD¿FDDSDYRrada, ao saber por Edgar que Melissa foi para a escola com Isabel.

GLOBO 19h GUERRA DOS SEXOS

Roberta e Nando ignoram a presença de Juliana. Felipe diz que não vai sair da delegacia com Otåvio e Charlô. Nenê exige que Veruska consiga um cargo na diretoria das lojas Charlo’s. Kiko e Analú imploram que Felipe impeça o casamento de Roberta. Nando entrega a aliança que comprou para Roberta. Carolina disfarça o ciúme e a raiva de Zenon. Otåvio ouve Charlô e Olívia falando sobre o detetive que ele contratou. Felipe procura Nieta e revela que tem um plano para separar Nando e Roberta.

GLOBO 21h SALVE JORGE

Lucimar conta para Theo que Morena estå HQYROYLGDFRPGURJDV3HVFRoR¿FDIUXVWUDGRDR saber que Delzuite comprou o material de que precisava. Helô pede para falar com Lucimar. A delegada questiona Lívia sobre o sumiço de Morena. Stênio tira Wanda da cadeia. Esma manda Ekram bloquear o número de Bianca no celular de Zyah. Celso e Amanda pegam com o detetive as fotos de Antônia e Carlos juntos. Helô pega os vídeos da segurança do hotel. Berna leva Aisha para a casa de Helô. Morena se preocupa com Lívia.

RECORDE 21h BALACOBACO

3DXORVXSOLFDSHODDMXGDGH+HORLVDTXHÂżFD receosa. Arthur conta para JoĂŁo Paulo que Abigail o estĂĄ chantageando. Eduardo e Ă lvaro repassam os fatos que incriminam Norberto pelo atropelamento de Nestor e Teresa. Danilo convida amigos para jogatina em seu apartamento. Eduardo conta para Isabel e TaĂ­s que Norberto era o piloto da lancha que matou Teresa e Nestor. Isabel nĂŁo acredita, mas Mauro mostra uma foto das gĂŞmeas Paranhos e a deixa sem ar. TaĂ­s lamenta o fato. Eduardo garante que vai denunciar o vilĂŁo para o MinistĂŠrio PĂşblico.


TRIBUNAINDEPENDENTE

0$&(,Ă?6(;7$)(,5$'()(9(5(,52'( DIVERSĂƒO&ARTE

3

*/2%2

FLĂ VIO RICCOFRODERUDomR-RVp&DUDORV1HU\ZZZWZHWWHUFRPĂ€DYLRULFFR

Jornalismo estå cada vez mais preguiçoso

TV TUDO

Bate-rebate

Melhor das impressĂľes

C

omo a boa pergunta e a boa reportagem estão em baixa na 79RTXHVHWHPQRWDGRpTXHQHPPHVPRQRVDFRQWHFLPHQWRVGHDOFDQFHQDFLRQDORVSURÀVVLRQDLVGHXPPRGR geral, salvo - Ê claro – as raras e honrosas exceçþes, acabam se SHUGHQGRHVHGHL[DQGROHYDUSHODVLQIRUPDo}HVRÀFLDLVQHP VHPSUHFRQÀiYHLVNo caso do incêndio na boate em Santa Maria atÊ agora ninguÊm foi buscar a informação com o IXQFLRQiULRGDSUHIHLWXUDRXGR&RUSRGH%RPEHLURVTXH DVVLQRXR~OWLPRDOYDUiFRQFHGLGR3RUTXHDVVLQRX"&RP TXHLQWHUHVVH"$OJXpPGHFLPDTXHPDQGRX"7HULDPGH falar com ele em pessoa. Buscar o bombeiro, o funcionårio PXQLFLSDOPDVVyÀFDUDPHQWUHYLVWDQGRRFRPDQGDQWH GR&%TXDVHVHPSUHFRPUHVSRVWDVHYDVLYDVNo caso das três mortes num Hospital de Campinas, após exame de UHVVRQkQFLDPDJQpWLFDRVUHSyUWHUHVWDPEpPÀFDUDPj HVSHUDGDVLQIRUPDo}HVRÀFLDLV6HpYHUGDGHTXHDVWUrV pessoas receberam o contraste de dois laboratórios diferenWHVHXVDUDPGXDVPiTXLQDVDUHVSRVWDVySRGHHVWDURX HPTXHPPDQXVHRXRFRQWUDVWHQRKRVSLWDOPHVPRRXQR fornecedor de matÊria prima para o contraste. AlguÊm perJXQWRXRQRPHGRVHQIHUPHLURVHRXWURVIXQFLRQiULRVTXH PDQLSXODUDPRFRQWUDVWH"1mR$OJXpPSHUJXQWRXTXHP fabrica ou fornece a matÊria prima do contraste para os GRLVODERUDWyULRV"1mR3UHFLVDPRVUiSLGRGHXPD(VFROD de Perguntas para Repórteres.

8PGRVDVVXQWRVPDLVFRPHQWDGRVQR GLDGHRQWHP  IRLDHVWUHLDGH³-RVp GR(JLWR´ 2VHORJLRVIHLWRVDLQGDVmRSRXFRV 7UDWDVHHIHWLYDPHQWHGHXPWUDEDOKR GDPDLVDOWDTXDOLGDGH2GLUHWRU$OH[DQGUH$YDQFLQLDVXDHTXLSHHWRGR RHOHQFRPHUHFHPVHUUHFRQKHFLGRV SRULVVR$5HFRUGSHJRXDPmRGDV PLQLVVpULHVEtEOLFDV

Fila das 9 'HSRLVGH³6DOYH-RUJH´HGDSUy[LPD GR:DOF\U&DUUDVFRHVWiGHFLGLGR QD*ORERTXHVHUiDYH]GR0DQRHO Carlos. (MiHVWiGH¿QLGRWDPEpPTXHVHUiXP WUDEDOKRHPSDUFHULDFRPRVGLUHWRUHV -D\PH0RQMDUGLPH/HRQDUGR1RJXHLUD ¹GXSODDWXDOPHQWHHQYROYLGDHP³)ORU GR&DULEH´GR:DOWKHU1HJUmR

4XHP¿POHYRX" 4XHPDOSHUJXQWHDOJXpPWHPQRWtFLDV GR³4XDOpD0~VLFD"´$FRPSUDGR IRUPDWRIRLDQXQFLDGDSHOD5HFRUGQR DQRSDVVDGRPDVDWpDJRUDSHUVLVWH DEVROXWRVLOrQFLRVREUHRVHXODQoDPHQWRQR³3URJUDPDGR*XJX´ 6HUiTXHQRPHLRGLVVRDFRQWHFHX DOJXPDFRLVDTXHDJHQWHQmRVDEH"

Sessão da tarde 2³=RR´TXHD%DQGOHYDDRDUWRGDV DVQRLWHVFRP1DGMD+DGGDGDJRUD WHUiXPDHGLomRQDSDUWHGDWDUGH 3DUDWDOIRLHVFROKLGDDDSUHVHQWDGRUD HUHSyUWHU0{QLFD$SRU

FĂłrmula 1 $JUDQGHQRYLGDGHGD)R[6SRUWVSDUD RVSUy[LPRVPHVHVpDVXDHQWUDGDQD )yUPXOD &RPRVHVDEHD)R[WHPRVGLUHLWRV GRHYHQWRSDUDWRGDD$PpULFD/DWLQD PHQRV%UDVLOPDVSRUDTXLMiIRL GHFLGLGRRODQoDPHQWRGHEROHWLQVH SURJUDPDVHVSHFLDLVDRORQJRGHWRGD DWHPSRUDGD

Combinado assim $LGHLDGD5HGH79pERWDUQRDUR PDLVUDSLGDPHQWHSRVVtYHOXPSURJUDPDFRPR-RmR.OHEHUGHVHJXQGDD VH[WDSHODVPDQKmV 4XDQWRDRVHPDQDORSODQRpYROWDU FRPRDQWLJR³(XYLQD79´SRVVLYHOPHQWHQDVVHJXQGDVIHLUDV1mRWHP QDGDFRPDVQRLWHVGHGRPLQJR

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

Š Revistas COQUETEL 2013

Cofundador da Piloto bra- AssisMicrosoft sileiro que tĂŞncia (?) e julieta: atuou 18 fornecida anos na F1 pelo FMI goiabada com queijo

Meio atravÊs do qual o Tiro, em oxigênio Ê distribuído pelo corpo inglês Liame Habitação

Guincho (de animais)

Enfurecer Aparelho da PRF (pl.)

Articulação prejudicada pela pråtica de esportes de alto impacto

Unidade de venda do leite

Atitude da criança que quer chamar atenção

Rua (abrev.) GĂĄs (?) Johnson, essencial Ă vida ator carioca (sĂ­mbolo)

De (?) a zê: do início ao fim Sala de exibiçþes musicais

Rebelde sem (?): fama do adolescente

Saber (?): anseio de analfabetos

Adotar; assumir A letra muda

Que age de forma precipitada

Sentimento de intenso prazer

GuichĂŞs onde se vendem ingressos

Tribo urbana Tipo de argila

TambĂŠm (abrev.)

Cidade dos EUA Molusco da paella Jarda, em inglês Estruturas multiplicadas na mitose Que Ê amplamente divulgado pelos meios de comunicação

Grande, em inglĂŞs Secante (sĂ­mbolo) Pronome pessoal Alugar; arrendar

(?) Mendes, municĂ­pio de Minas Gerais IrmĂŁ da Pousada, mĂŁe em inglĂŞs

Delegacia (abrev.)

Estar na posse de 10, em romanos

Farol de (?), uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo

T I

Relaçþes Internacionais (sigla) Cuidado, em inglês "Doctor", em PhD

A 3/big — emo — inn — lio. 4/care — elói — shot — yard. 5/dengo — odeon. 6/boston.

BANCO

Ente folclĂłrico sedutor de mulheres

Eriberto LeĂŁo, ator paulista

19

Solução

pegando fogo nas bancas!

Š 2013 Classic Media, LLC.

os tempos!

C L L O I RA R O R E E O N TE R I A S F A T O N B I G T U L O I O N CA R E R I A

de todos

S C H E H O I T R O A O D O M A T E R O E B O S CR L A S E T I C I N A N D

mais encapetado

B R R I O E L M L E N G U S A T L H E E S R D E L E L U E L D I A E T L E X

do diabinho

B A J U D C A F B I N Y A N C E M I R A

A volta

Paolla Oliveira vai começar a próxima das 9, na Globo, do Walcyr Carrasco, em meio a cenas de muito drama. A personagem da Paolla vai ter uma menina no banheiro de um bar. Depois de um parto complicado, a criança Ê jogada numa caçamba pelo irmão da protagonista, Mateus Solano, que depois serå encontrada por Bruno, Malvino Salvador. Evidente que no decorrer da história, Paolla e Malvino irão se envolver, mas tambÊm passarão a disputar a guarda da criança

Acabar com isso 1

Acabar com isso 2

/RXYiYHORHVIRUoRHDPRELOL]DomRGDVHPLVVRUDVQD FREHUWXUDGRVWULVWHVDFRQWHFLPHQWRVGH6DQWD0DULD6yXPD FRLVLQKDHPWXGRLQFRPRGRXD PDLRULDPHVPRQXPDVLWXDomR WmRWULVWHFRPRDTXHODDOJXQV LGLRWDVDLQGDDFKDUDPTXHHUD XPDERDRFDVLmRSDUDVHUYLUGH SDSDJDLRGHSLUDWD

$OLiVDWHFQRORJLDWDPEpPHVWiD VHUYLoRGHVVHSHVVRDOTXHQmRWHP PDLVRTXHID]HU 7DQWROiHP6DQWD0DULDFRPR HPWDQWDVRXWUDVRSRUWXQLGDGHV R³SDSDJDLRGHSLUDWD´HPVHX SODQWmRWHPVHXWLOL]DGRGRFHOXODU SDUDDYLVDUTXHHVWiDSDUHFHQGRQD WHOHYLVmReXPDIDOWDGHQRomRTXH DRPHVPRWHPSRGiUDLYDHGy

Esquema diferente -RUJH/RUHGRDQRVR=p%RQLWLQKRSDVVDDSHJDUPDLVOHYHHPVXD MRUQDGDGHWUDEDOKRQD³$3UDoDp1RVVD´GR6%7 $SDUWLUGHDJRUDRFRPHGLDQWHTXHPRUDQR5LRSDVVDUiDJUDYDUDVXD SDUWLFLSDomRDSHQDVXPDYH]SRUPrV

HORĂ“SCOPO Ă RIES - (21/3 a 19/4) – Mantenha a VXDGLVFULomRQRFDPSRSURÂżVVLRQDO ÂŹVYH]HVRVHJUHGRpDDOPDGR QHJyFLR7HQKDFXLGDGRSRUpP SDUDQmRSURPHWHURTXHQmRSRGH VHUFXPSULGR2DVWUDOUHYHODDOJXQV DERUUHFLPHQWRVQRVFRQWDWRVFRP JHQWHGHRXWUDFLGDGH 0DLVGHVHQWHQGLPHQWRVFRP3HL[HV TOURO – (20/4 a 20/5) – VocĂŞ VDEHUiFRPRHQWUHWHUDVXDFOLHQWHOD7UDEDOKRTXHHVWHMDOLJDGRj PRGDFXOWXUDHGLYHUVmRFRQWDFRP DOWtVVLPDVYLEUDo}HV(QWUHWDQWR QDGDYDLFDLUGRFpXSRULVVRIXMDGH HVSHFXODo}HVJDVWRVLQGHYLGRVRX QHJyFLRVGHULVFR 0DLVGHVHQWHQGLPHQWRVFRP $TXiULR GĂŠMEOS – (21/5 a 21/6) – PreoFXSDo}HVH[FHVVLYDVYmRGLPLQXLU VHXUHQGLPHQWRHSURGXWLYLGDGH 2DVWUDOUHYHODPXLWDDQVLHGDGHH LQTXLHWDomR1mRÂżTXHVHFREUDQGR DSHUIHLomRUHVSHLWHVXDVOLPLWDo}HV HVHVHQWLUiPHOKRU 0DLVGHVHQWHQGLPHQWRVFRP/HmR CĂ‚NCER – (22/6 a 22/7) – Tudo TXHHQYROYDSXEOLFLGDGHPDUNHWLQJ YHQGDVHSXEOLFDo}HVFRQWDFRPD DMXGDGRVDVWURV1mRIDOWDUiFULDWLYLGDGHSDUDH[SUHVVDURTXHVHQWH &XLGDGRFRPDOJXQVDERUUHFLPHQWRV QHVWDWDUGH&UtWLFDVRXFREUDQFDV nĂŁo estĂŁo descartadas. 0DLVGHVHQWHQGLPHQWRVFRP $TXiULR LEĂƒO Âą D Âą+RMHYRFr VHQWLUiQHFHVVLGDGHGHDYDOLDUR TXHpUHDOPHQWHLPSRUWDQWHHRTXH MiQmRVHUYHPDLVVHMDHPDVVXQWR GHWUDEDOKRDPL]DGHRXUHODFLRQDPHQWR1mRFRQYpPVHHQYROYHUQRV SUREOHPDVÂżQDQFHLURVGRVRXWURVRX SRGHUiWHUSHUGDVRXSUHMXt]R 0DLVGHVHQWHQGLPHQWRVFRP Gemeos VIRGEM – (23/8 a 22/9) – Procure RXYLURSDUHFHUGHSHVVRDVFRP RXWURSRQWRGHYLVWDDRLQYpVGH HQFDUDUDVGLIHUHQoDVFRPGHVGpP 9RFrFRUUHRULVFRGHSHFDUSHOR H[FHVVRGHDPELomRRXDQVLHGDGH 1mRÂżTXHVHFREUDQGRDSHUIHLomR RXSRGHUiRSRUWXQLGDGHV 0DLVGHVHQWHQGLPHQWRVFRP 6DJLWiULR LIBRA Âą D Âą(YLWHÂżFDU HPHYLGrQFLD4XDQWRPDLVGLVFUHWD IRUDVXDPDQHLUDGHWUDEDOKDUPDLV

¡A Record realizou a audição paulista do “Got Talent Brasilâ€? no ~OWLPRÂżPGHVHPDQD Ă‚$HPLVVRUDLQIRUPRXTXHSHORIDWR GHVHUDSULPHLUDHWDSDGDDXGLomR DLQGDQmRSRVVXLRVQ~PHURV FRQVROLGDGRVGHTXDQWDVSHVVRDV SDUWLFLSDUDP ¡NĂŁo fosse por outros motivos, o pĂşblico feminino transformou “Salve Jorgeâ€? num campo de REVHUYDomR Ă‚7RGDVHVWmREHPLQWHUHVVDGDVQDV URXSDVHGHPDLVDSHWUHFKRVGD HVWLORVDSHUVRQDJHPGD*LRYDQQD $QWRQHOOL9LURXUHIHUrQFLD ¡O “EsquadrĂŁo da Modaâ€?, da dupla Isabella Fiorentino e Arlindo Grund, voltou a ser gravado no 6%7 Ă‚Âł*XHUUDGRV6H[RV´HPVXDVH[WHUQDVQDFLGDGHGH6mR3DXORWHP PRVWUDGRFRPIUHTXrQFLDDWRUUHGD %DQGHLUDQWHVQR3DFDHPEX ¡Depois da minissĂŠrie “JosĂŠ do Egitoâ€?, Nanda Ziegler irĂĄ direto SDUDDVJUDYDo}HVGHÂł9LGD%DQGLGD´QRYHODGH&DUORV/RPEDUGL Ă‚$QGUHD$YDQFLQLpRXWUDTXHWDPEpPHVWDUiQDQRYHODGR/RPEDUGL Âˇâ€œSangue na Caixa Pretaâ€?, peça da TaĂ­s AraĂşjo e Luiz Henrique Nogueira, estreia neste sĂĄbado (2), no Teatro Tobias Barreto, em $UDFDMX Ă‚Âł'HSHUQDVSURDUÂą´FRP,QJULG *XLPDUmHVHVWiVHQGRSODQHMDGRSDUDFKHJDUDRVFLQHPDVHP GH]HPEURGH ¡A entrevista de Silas Malafaia ao “De Frente com Gabiâ€? serĂĄ exibida pelo SBT no prĂłximo GRPLQJR Ă‚Âł-RVpGR(JLWR´FRPHoRXPXLWR EHPFRPGHPpGLDHP6mR 3DXORHQR5LRGH-DQHLUR ¡JĂĄ “Balacobacoâ€?, tambĂŠm na quarta, atingiu recorde de audiĂŞncia na Grande SĂŁo Paulo, com 12 SRQWRVGHPpGLD

&¡HVWĂ&#x20AC;QL $FROXQDIRLLQMXVWDFRP*HUDOGR /XtV2HUURGHSRUWXJXrVFRPHWLGR QRÂł%DODQoR*HUDO´HP6mR3DXOR QmRSDVVRXGHXPDEULQFDGHLUD2 DSUHVHQWDGRUQmRWHYHQHQKXPD UHVSRQVDELOLGDGHQDTXLOR 2WiYLR$XJXVWRXPFUDTXHHVWi FRQÂżUPDGRQRHOHQFRGHÂł2'HQWLVWD0DVFDUDGR´QRYDVpULHGD)HUQDQGD<RXQJH$OH[DQGUH0DFKDGR QD*ORERTXHWHUi0DUFHOR$GQHW FRPRSURWDJRQLVWD $OpPGR2WiYLRWDPEpPHVWmRFHUWRV/HDQGUR+DVVXP7DtV$UD~MR 'LRJR9LOHODH+HOHQD)HUQDQGHV )LFDPRVDVVLP0DVDPDQKmWHP PDLV7FKDX

FLORIANĂ&#x201C;POLIS SURGXWLYRVHUiRVHXGLD$OJXQV GHVHXVSODQRVSRGHPVHIUXVWUDU PDVDRLQYpVGHGHVDQLPDUSURFXUH DSHUIHLoRDURVVHXVFRQKHFLPHQWRV 0DLVGHVHQWHQGLPHQWRVFRPĂ&#x2C6;ULHV ESCORPIĂ&#x192;O â&#x20AC;&#x201C; (23/10 a 21/11) â&#x20AC;&#x201C; 9RFrWHUiVXFHVVRSDUDOLGDUFRPR S~EOLFRSULQFLSDOPHQWHVHWUDEDOKD FRPDWLYLGDGHVOLJDGDVDROD]HU jUHFUHDomRRXHQWUHWHQLPHQWR2 DVWUDOUHTXHUFXLGDGRFRPDPLJRV H[WUDYDJDQWHVTXHSRGHPFRORFDU YRFrHPXPDVLWXDomRGLItFLO 0DLVGHVHQWHQGLPHQWRVFRP&DSULFyUQLR SAGITĂ RIO â&#x20AC;&#x201C; (22/11 a 21/12) â&#x20AC;&#x201C; 7HQKDFXLGDGRFRPRFRPRGLVPRRX SRGHUiSHUGHUERDVRSRUWXQLGDGHV QRWUDEDOKR1mRFRQYpPÂżFDUQD GHSHQGrQFLDGHWHUFHLURVRXGHOHJDU DVVXDVUHVSRQVDELOLGDGHV&REUDQoDVRXH[LJrQFLDVSRGHPDIDVWDUDV SHVVRDVGRVHXFRQYtYLR 0DLVGHVHQWHQGLPHQWRVFRP 9LUJHP CAPRICĂ&#x201C;RNIO â&#x20AC;&#x201C; (22/12 a 19/1) Âą%RPGLDSDUDH[SUHVVDURTXH SHQVD3RUpPpSUHFLVRUHVSHLWDURV VHXVOLPLWHV+iVLQDOGHLQGLVFLSOLQD HPUD]mRGRH[FHVVRGHWUDEDOKR 1mRFRQYpPDVVXPLUPDLVWDUHIDV GRTXHMiWHP1RFDPSRIDPLOLDU YRFrHVWDUiHPSOHQRGRPtQLR 0DLVGHVHQWHQGLPHQWRVFRP (VFRUSLmR AQUĂ RIOÂą D Âą&RQÂżH QDVXDFDSDFLGDGHDQDOtWLFDSRLV YRFrVHQWLUiQHFHVVLGDGHGHDYDOLDU RTXHpUHDOPHQWHLPSRUWDQWHH RTXHMiQmRVHUYHPDLV$/XD H[LJHPDLVGLVFLSOLQDGHVXDSDUWH GHYHQGRFRUWDURVH[FHVVRVHDV H[WUDYDJkQFLDV 0DLVGHVHQWHQGLPHQWRVFRP7RXUR PEIXES Âą D 1mRGHL[H TXHDVGLIHUHQoDVVHMDPYLVWDV FRPRIDWRUGHVHSDUDomRHQWUH DVSHVVRDVGRVHXFRQYtYLR(VWD VH[WDIHLUDLQGLFDTXHKiXPFRQĂ&#x20AC;LWR HQWUHRVVHXVPDLVtQWLPRVDQVHLRV HPUHODomRjVH[SHFWDWLYDVGRVRXWURV1RDPRUSRGHUiVHQWLUVHXP SRXFRVyHQRVWiOJLFRHDWpVDXGRVR GHPRPHQWRVSDVVDGRV$VROXomR pPDLVXPDYH]QmRVHLVRODU$ WHUQXUDUHYHODVHRFRPSRQHQWH PDLVLPSRUWDQWHGDVUHODo}HV(P FDVRGHGLYyUFLRDFDXWHOHRVVHXV LQWHUHVVHVOHJDOPHQWH 0DLVGHVHQWHQGLPHQWRVFRPĂ&#x2C6;ULHV

Mostra de Cinema Infantil abre inscriçþes

E

stão abertas as inscriçþes para a 12ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis. O evento acontece no Teatro Governador Pedro Ivo Campos, na capital catarinense, e em mostras itinerantes para alunos de escolas públicas e comunidades da Grande Florianópolis, entre os dias 28 de junho e 14 de julho. O festival

prevĂŞ tambĂŠm a exibição de Ă&#x20AC;OPHVHPRXWUDVFLGDGHVGH Santa Catarina. A seleção ĂŠ aberta para Ă&#x20AC;OPHVHYtGHRVGHTXDOTXHU gĂŞnero e formato, com duração Pi[LPDGHPLQXWRVTXH contemplem o pĂşblico infanto-juvenil. As produçþes inscritas devem ter sido realizadas por brasileiros (ou radicados no Brasil), e ser inĂŠditas em Santa Catarina. 2PHOKRUĂ&#x20AC;OPHHOHLWRSHOR M~ULRĂ&#x20AC;FLDOHRPHOKRUĂ&#x20AC;OPH escolhido pelo pĂşblico infantil serĂŁo contemplados com o PrĂŞPLR$TXLVLomRGD79%UDVLO no valor de R$ 10 mil, cada,

alĂŠm do trofĂŠu oferecido pela mostra. Os curtas da Mostra Competitiva sĂŁo tambĂŠm encaminhados para a Programadora Brasil, para inclusĂŁo QRFDWiORJRGHĂ&#x20AC;OPHVLQIDQWLV (cabe Ă programadora a seleção Ă&#x20AC;QDOGHLQFOXVmRGDVREUDV  fazendo circular o cinema brasileiro em escolas, universidades, cineclubes e centros culturais. No intuito de homenagear e reconhecer o trabalho de SURĂ&#x20AC;VVLRQDLV TXHVHGHGLFDP Ă  realização GHĂ&#x20AC;OPHV para o pĂşblico infanto-juvenil, o festival concede tambĂŠm o PrĂŞmio Amigo do Cinema Infantil. A cineasta Ana Luiza Azevedo, a produtora ClĂŠlia Bessa, o escritor e cartunista Ziraldo, a atriz e diretora Carla Camurati e o diretor HelvĂŠcio Ratton foram alguns dos contemplados com o prĂŞmio. AlĂŠm da mostra competitiva, o evento tambĂŠm exibe curtas e longas-metragens internacionais, mĂŠdias e longas brasileiros nas sessĂľes especiais e de prĂŠ-estreias, e SURPRYHRĂ&#x20AC;FLQDVGHDQLPDomR interpretação e produção audiovisual.As inscriçþes podem ser feitas atĂŠ 22 de março pelo site www.mostradecinemainfantil.com.br.


4

DIVERSĂ&#x192;O&ARTE

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIĂ&#x201C; - SEXTA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2013

â&#x20AC;&#x153;SĂł existem duas formas de viver a sua vida. A primeira ĂŠ pensando que o milagre nĂŁo existe; a outra ĂŠ pensando que tudo ĂŠ milagreâ&#x20AC;?

FOTOS BY CHICO BRANDĂ&#x192;O

Aspirina

essoas que tomam aspirina por muitos P anos, como pacientes com problemas cardĂ­acos, por exemplo, sĂŁo mais

suscetíveis a desenvolver um determinado tipo de cegueira, revelaram cientistas. Um estudo indicou que o uso prolongado do iFLGRDFHWLOVDOLFtOLFRSULQFLSDOVXEVWkQFLD do medicamento, dobra os riscos do surgimento da forma úmida da degeneração PDFXODUUHODFLRQDGDjLGDGH$GRHQoD deteriora a chamada retina central, ou måcula, causando perda de visão no centro do campo visual do paciente. Os pesquisadores, entretanto, não souberam dizer. O processo pode acontecer muito rapidamente, FRPDYLVmRVHQGRGDQL¿FDGD HPGLDV,GDGHIXPRHKLVWyULFRIDPLOLDUVmR os principais fatores de risco.

Empresårio Robson Rodas celebra mais um aniversårio Eraldo e Fåtima Tenório, leia-se System a escola de nesta quinta-feira (31) em clima de contagem regressiva idiomas e System Tour, de volta ao nosso convívio de mais uma temporada dos Estados Unidos para a inauguração do Påtio Arapiraca Garden Shopping, primeiro shopping do interior alagoano

Rosbife ao molho de vinho do Porto

INGREDIENTES Â&#x2021;350 gramas de cebola-roxa sem casca e cortada ao meio Â&#x2021;3 colheres de (sopa) (45 gramas) de manteiga, dividida Â&#x2021;1 e ½ colheres de (chĂĄ) de extrato de tomate Â&#x2021;1 e ½ colheres de (sopa) de azeite Â&#x2021;3 xĂ­caras (760 ml) de caldo de carne Â&#x2021;3/4 xĂ­cara (180 ml) de vinho do Porto Â&#x2021;SHoD TXLOR GHÂżOpPLJQRQOLPSR Â&#x2021;3 fatias de bacon, cortadas em cubos Â&#x2021;1 colher de (sopa) de farinha de trigo Â&#x2021;1 colher de (chĂĄ) de tomilho seco Â&#x2021;Sal e pimenta-do-reino a gosto

ParabĂŠns,

PARA ENFEITAR Â&#x2021;4 raminhos de agriĂŁo MODO DE PREPARO 3UpDTXHoDRIRUQRDÂ&#x17E;&(PXPDIRUPDGH cm para torta, coloque a cebola-roxa e misture-a com o azeite, deixando-a bem coberta pelo o azeite. Tempere com sal e pimenta. Leve a cebola ao forno, PH[HQGRGHYH]HPTXDQGRDWpTXHHVWHMDFRUDGDH macia, cerca de 30 minutos. Em uma panela grande, misture o caldo de carne e o vinho do Porto. Leve ao fogo para que o molho ferva. Cozinhe o molho em fogo DOWRDWpTXHHOHWHQKDUHGX]LGRSHODPHWDGHFHUFD de 30 minutos. Misture o extrato de tomate. Reserve. Seque a carne com um pedaço de papel toalha e em seguida salpique o tomilho, o sal e a pimenta. Em uma

Chanel

A coluna Top News, parabeniza ao jovem empresĂĄrio David Pereira, que no Ăşltimo dia 31 foi o aniversariante mais festejado da cidade

panela grande e que possa ir ao forno, doure o bacon HPIRJRPpGLR5HWLUHREDFRQGDSDQHODFRPXPD escumadeira e coloque-o para escorrer sobre uma folha GHSDSHOWRDOKD3RQKDRÂżOpPLJQRQQDSDQHODGRXUHR GRVGRLVODGRVHPIRJRPpGLRDOWRGXUDQWHFHUFDGH minutos. Ponha a panela no forno e deixe a carne assar DWpTXHDWHPSHUDWXUDLQWHUQDFKHJXHDÂ&#x17E;&SDUDFDUQH mal-passada, cerca de 25 minutos assando. Ponha a carne na travessa que serĂĄ servida e cubra-a com papel alumĂ­nio. Usando uma colher, retire a gordura que se formou durante o cozimento da carne. Coloque a panela no fogo alto. Acrescente o caldo de carne que estava reservado, misture e deixe que o molho ferva. Raspe a panela para remover qualquer resĂ­duo que possa estar JUXGDGRQRIXQGR7UDQVÂżUDRPROKRIHUYLGRSDUDXPD panela menor e novamente espere ele ferver. Numa vasilha separada misture 1 ½ colher de sopa (20 gramas)

Mais popular

David Pereira!

N

E

mpresa de aluguel de equipamentos de som, microfones, laptops, televisores de plasma, tudo que você precisa em termos de equipamento para a realização de um grande evento YRFrLUiHQFRQWUDUQD7HFK6ROXo}HV de Eventos. O empresårio Danillo Dantas e equipe espera você. Agende seu atendimento pelo WHOHIRQH

Filhinhos da MamĂŁe

Ă&#x2030;

VySDUD lembrar: GLDÂ&#x17E;GH fevereiro, das KjVK na Casa Azul, acontece o â&#x20AC;&#x2DC;esquenteâ&#x20AC;&#x2122; para o bloco Filhinhos da MamĂŁe. A casa farĂĄ homenagem ao eterno rei momo Setton Neto e o cantor Altair 3HUHLUDRÂľKRPHPFDUDQJXHMRÂś2 HVTXHQWHUH~QHÂżJXUDVGHGHVWDTXH de nossa sociedade como artistas plĂĄsticos, colunistas sociais, MRUQDOLVWDVP~VLFRVHQWUHRXWURV $IHVWDFODURWHUiFRPRDQÂżWUL}HV RMRUQDOLVWD5RQDOGR$UD~MRH o artista plĂĄstico Denis Mattos. 6LPSOHVPHQWHLPSHUGtYHO

O

VVHPSUHGHVHMDGRVHVPDOWHV GRVGHVÂżOHVGD&KDQHO FRVWXUDPOHYDUDOJXPWHPSRDWp GHVHPEDUFDUQDVSUDWHOHLUDVÂąjV YH]HVPHVHVJHUDQGRDWpOLVWDV GHHVSHUDQDVORMDV'HVWDYH]QR HQWDQWRIRLGLIHUHQWHXPGLDDSyV apresentar sua aposta da vez, um rosa neutro batizado de Emprise, no GHVÂżOHGHDOWDFRVWXUDRYLGULQKRMi chegou nas prateleiras da maison QRKHPLVIpULRQRUWH2IUDVFRID] parte do trio de esmaltes do verĂŁo 2013 da grife, que inclui ainda o Accessoire (um vermelho escuro) e o Fracas (um pink intenso). Ainda QmRKiSUHYLVmRGHFKHJDGDjV ORMDVGDPDUFDQR%UDVLO

Sem tolerância

E

VVDpSDUD turma que bebe e dirige. O Conselho Nacional GH7UkQVLWRSXElicou resolução que torna mais rĂ­gidos os Ă­ndices mĂĄximos de ĂĄlcool para motorista TXHIRUĂ&#x20AC;DJUDGR GLULJLQGRDSyV beber. As mudanças trazidas pela UHVROXomRDIHWDPRVSDUkPDWHURV SDUDLQIUDomRGHWUkQVLWRHPDQWpPRVQtYHLVDWXDOPHQWHHPYLJRU para caracterização de crime. O OLPLWHSDUDTXHRFRQGXWRUQmRVHMD multado passa de 0,1 miligramas de ĂĄlcool por litro de ar para 0,05 mg. Para exames de sangue, a resolução estabelece que nenhuma quantidade de ĂĄlcool serĂĄ tolerada. O limite anterior era de 0,2 decigramas de ĂĄlcool por litro de sangue. A LQIUDomRFRQWLQXDFODVVLÂżFDGDFRPR JUDYtVVLPDHRYDORUGDPXOWDpGH 5DOpPGHRPRWRULVWD ÂżFDULPSHGLGRGHGLULJLUSRUXPDQR (QWmRVHEHEHUQmRGLULMD

Massaguerinha no verĂŁo

esta primeira coluna da semana, queremos SDUDEHQL]DURMiFRQVDJUDGR restaurante Massaguerinha, ORFDOL]DGRQD$Y'HSXWDGR-RVp Lages, Ponta Verde. Estamos visitando a conhecida FDVDH¿FDPRVPDUDYLOKDGRV com o cardåpio, a variedade, e o serviço perfeito, um verdadeiro cartão de visitas para os turistas e os amigos que apreciam as delicias MXQWRGRPDU$SURYHLWDPRVDRSRUWXQLGDGHSDUDSDUDEHQL]DURDPLJR empresårio Pedro Tenório, por ter trazido as delicias da Massagueira, SDUDREDLUURGD3RQWD9HUGH3DUDEpQV

Aço Inox

O A

IUXWDPDLVSRSXODUGRPXQGRpRtomateeLVVRPHVPR2tomate pXPDIUXWDHVHGHVWDFDFRPRDPDLVFRQVXPLGDHSURGX]LGDGR SODQHWD$QXDOPHQWHVmRPDLVGHPLOK}HVGHWRQHODGDVGHWRPDWHV SURGX]LGRVQRPXQGR6ySDUDVHWHUXPDLGHLDDbanana, segunda fruta mais popular do mundo, apresenta uma produção anual de 44 milhþes de toneladas. Os tomates foram cultivados pela primeira vez pelos Astecas e pelos Incas. Do MÊxico, a fruta foi enviada para a Europa por volta de 1556+RMHRVWRPDWHVVmRFRQVXPLGRVFRPR legumes e utilizados em molhos e saladas$IUXWDpULFDHPYLWDPLQDV $H&H¿EUD, e são livres de colesterol$OpPGLVVRDVXEVWkQFLD licopeno, encontrada nos tomates vermelhospFRPSURYDGDPHQWH EHQp¿FDFRQWUDRFkQFHU2licopenoWDPEpPpFRQVLGHUDGRR antioxidante mais poderoso da família dos carotenos. Os preços do WRPDWHVmRPDLVEDUDWRVQRSHUtRGRGHMXOKRDRXWXEUR2VSULQFLSDLV tipos de tomate são: o Santa Cruz , o Caqui, a Cereja e a Saladinha.

empresĂĄrio Fernando Azevedo desenvolvendo RVSURMHWRVPDLV modernos na sua Esmel, quando RDVVXQWRp DoRLQR[$OpP de estruturas SDUDSUpGLRV esculturas, escadas e suportes dĂŁo um toque todo especial DRVSURMHWRV desenvolvidos pela Esmel. 3DUDEpQVDPLJR

VerĂŁo no Iloa

J

o Ăşltimo dia 30, o empresĂĄrio David Pereira, leiase Mahogany, foi super homenageado pela passagem de mais uma virada de calendĂĄrio. Um MRYHPGHYLVmR sempre voltada para a linha de perfumaria da Mahogany, um nome que vem explodindo de sucesso em todo o Brasil. O aniversariante recebeu muitas homenagens, especialmente da bem-amada LĂ­via. Aproveitamos a oportunidade SDUDGHVHMDUVD~GHSD]HVXFHVVR VHPSUHHPVXDYLGDDPLJR

N

GHPDQWHLJDFRPDIDULQKDPH[DDWpIRUPDUXPDSDVWD 3RQKDMXQWRFRPRPROKRHPH[DEHPVHTXLVHUXVHXP EDWHGRUGHRYRVSDUDPLVWXUDUPHOKRU0H[DRPROKRDWp engrossar. Ponha o restante da manteiga. Acrescente a cebola assada e o bacon frito. Misture o molho. Tempere com sal e pimenta a gosto. Corte a carne em fatias de 1 FHQWtPHWURGHHVSHVVXUD'HVSHMHRPROKRSRUFLPDGDV fatias e enfeite com o agriĂŁo.

Assine a Tribuna Independente e esta coluna

pelo telefone (82) 3311-1308

Acesse o portal Tribunahoje.com e leia na Ă­ntegra a coluna Top News no Blog Elenilson Gomes

elenilsontopnews@gmail.com

V

erão no IloapDVVLP7RGRGLDOLQGR2FRPSOH[RPL[GHUHVRUWHFRQGRPtQLRp sucesso desde a sua inauguração. O Iloa oferece diversos serviços para quem procura comodidade e praticidade. Você e sua família contarão com os serviços de: Room Service 24h, Espaço Bebê com fraldårio, berçårio e Baby Copa6HUYLoRGHIRWRJUD¿D3DSDUD]]L /RMDGHFRQYHQLrQFLD6HUYLoRGHODYDQGHULD,QIRUPDo}HVVREUHVHUYLoRVHUHVHUYDVpVy ligar para o (82) 3272.1115 ou envie um email para reservas@iloa.com.br.

AndrĂŠa e Moacira Cunha apresentando mais um modelo arrasador da Spezzato para a Casa Moa. A maison, localizada na Deputado JosĂŠ Lages, ĂŠ para obrigatĂłrias das elegantes

Edição número 1659 - 1º de fevereiro de 2013  

edicaodigitaltribunahojetribunaindependente

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you