Issuu on Google+

DOMINGO MACEIÓ - ALAGOAS 14 DE JULHO DE 2013 N0 1794 R$ 3,00

TRIBUNA

INDEPENDENTE

EXEMPLAR DO ASSINANTE

tribunahoje.com

NÃO HÁ NO SISTEMA PRISIONAL ALAGOANO UM SÓ CONDENADO POR CRIME DE CORRUPÇÃO, SEGUNDO NÚMEROS DA PRÓPRIA JUSTIÇA ESTADUAL

PEDRO VILELA

NETO DO VELHO TEOTONIO É A NOVA APOSTA TUCANA

PÁGINA 3

Alagoas não condena

Neto do saudoso senador Teotonio Villela, Pedro Vilela é a nova aposta do PSDB em Alagoas. Secretário municipal e presidente do partido em Maceió aos 28 anos, ele diz ter o avô como referência, mas nega ser candidato a qualquer cargo eletivo.

PÁGINA 2

SANDRO LIMA

METADE DAS PREFEITURAS NÃO TEM MÉDICO MORANDO NA CIDADE ELES VÃO APROVAR?

CIENTISTAS POLÍTICOS DUVIDAM DO FIM DO FORO PRIVILEGIADO Cientistas políticos se dividem sobre a derrubada do foro privilegiado pelos parlamentares. Mas até os que se mostram mais otimistas, admitem ter dúvida. O grande nó da questão é que a decisão está a cargo dos próprios políticos, que são os grandes beneficiados.

PÁGINA 5 BOA NOTÍCIA!

ALAGOAS GANHA MAIS UMA GRANDE EMPRESA NO SETOR DE MINERAÇÃO PÁGINA 13 TEMPO Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em áreas isoladas

Marés

Mínima

01:02 07:17 13:41 19:54

20º

Máxima

29º

0.6 1.8 0.5 1.7

FINANÇAS DÓLAR COMERCIAL R$ 2,26 R$ 2,42 DOLAR PARALELO R$ 2,10 R$ 2,20 OURO: R$ 93,70 POUPANÇA: 0,4551%

MORTALIDADE INFANTIL

EM CINCO ANOS, ÍNDICE SOFRE QUEDA DE 36%

Alagoas conseguiu reduzir o índice de óbitos infantis em 36% entre os anos de 2007 e 2012. A taxa de mortes por mil nascidos vivos caiu de 21,57 para 15,19, graças a investimentos no pré-natal, capacitação de profissionais e estruturação de maternidades.

PÁGINA 12

ASCOM / SESAU

Alagoas tem 54 municípios onde não mora nenhum médico e por isso é mais difícil mantê-lo trabalhando nesses locais. O déficit no PSF é de 545 profissionais. Foi por falta de médico que uma jovem de 22 anos de idade, identificada como Claudinha, morreu na última semana em Passo do Camaragibe. PÁGINA 9


TRIBUNAINDEPENDENTE

2 POLÍTICA MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013

Política

[Teotônio Vilela]É minha grande referência política, o meu avô. Pena que não tive a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente, pois ele já tinha falecido quando eu nasci. (...) É de onde vou pegar o sentido da política, é de lá, do velho senador”. PEDRO VILELA PRESIDENTE ESTADUAL DO PSDB

A nova aposta do PSDB em Alagoas

Tucanos desejam renovação em seus quadros e Pedro Vilela, neto do menestrel e sobrinho de Téo, aparece como tal

ESPLANADA LEANDRO MAZZINI - contato@colunaesplanada.com.br

Câmara tem 442 propostas de plebiscito

A

Câmara dos Deputados registra atualmente 442 propostas de plebiscitos em tramitação, com assuntos para todos os gostos. Alguns deles sobre a redução da maioridade penal – o mais recente apresentado em Junho por Guilherme Mussi (PSD-SP). Dois ganhariam muita polêmica: protocolados em 2011 pelos deputados Marco Feliciano (PSS-SP) e André Zacharow (PMDB-PR), propõem consulta nacional sobre o ‘reconhecimento da união homossexual’.

Cardápio Há um cardápio variado. Entre eles, plebiscito para a criação do Estado do São Francisco, com território separado da Bahia, proposta de Oziel Oliveira (PDT-BA).

Pergunta incendiária Na Ementa de sua proposta, o deputado Zacharow propõe a pergunta: ‘Você é a favor ou contra a união civil de pessoas do mesmo sexo?’.

Dia do Voto Outros, menos polêmicos, como a ideia do líder do PTB, Jovair Arantes (GO): consulta sobre a simultaneidade das eleições para prefeitos, deputados, e presidente.

Elétrica ou nuclear? Ricardo Izar apresentou em 2011 proposta para ‘consulta popular sobre a continuidade ou não do uso de fontes de energia nuclear’.

Jucá e a Verdade A Revista Voto deste mês traz revelação desta coluna de que a Comissão Nacional da Verdade ronda o senador Romero Jucá (PMDB-RR). A pedido da psicanalista Maria Rita Kehl, integrante da CNV que pesquisa a relação de índios e camponeses, quer esclarecimentos sobre a gestão de Jucá quando presidente da Funai.

Te cuida, Sarney Em reunião com professores universitários, Kehl revelou intenção de chamar o senador para explicar supostas grilagens de terras indígenas e de agricultores de 1986 a 1988, no governo de José Sarney. Jucá só se manifestará se convidado – ou convocado.

Programação ampla Foi aprovada na Comissão para a Consolidação da Legislação e Regulamentação de Dispositivos da Constituição (ufa!) proposta do deputado Sergio Zveiter (PSD-RJ), que estabelece os percentuais de produção cultural, artística e jornalística nos canais de TV.

Eita! A ANTT pega fogo nos corredores. Surgiu ideia de implementação de ponto eletrônico. Louvável, claro. Mas não valeria para os comissionados, só para servidores de carreira.

Dica de ex Sobre a esperada grande paralisação nacional do dia 11, que micou, o senador Paulo Paim (PT-RS), ex-sindicalista, lembra que ‘Greve é um ato de protesto. Não precisa ir para um quebra-quebra’. A presidente Dilma ficou irada com fechamento de rodovias.

Megafone O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) cobra o povo de volta às ruas. Diz ser importante essa convicção de que não basta votar. ‘Tem que votar e pressionar aqueles eleitos para fazer o que realmente o Brasil quer’. Ele está entre ‘aqueles’, óbvio.

Bate cabeça O PMDB e PSC andam batendo cabeça. Na votação na comissão mista da MP 610, o líder dos cristãos, deputado André Moura, pediu vistas. Alegou que o relator, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), não consultou o partido.

Profeta Nestes tempos de BBB oficial e extra-oficial, governamental ou não, congressistas lembram a máxima de Tancredo Neves, citada há décadas: Telefone só serve para marcar encontro, e no lugar errado.

Na meta Conta de Aguinaldo Ribeiro, das Cidades, tentativa de turbinar a reeleição de Dilma: O governo entregará 3,75 milhões de residências até 2014, dentro da meta estipulada.

Precavido Se você receber um e-mail do ministro da Defesa, Celso Amorim, irreleve. Ele tem dito que não escreve coisa séria por correspondência eletrônica.

Ponto Final E o Snowden, heim? Vai pedir asilo ao Aeroporto Internacional de Moscou.

Com MArcos Seabra e Vinicius Tavares www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br Twitter @leandromazzini

SANDRO LIMA

ANDREZZA TAVARES COM EDITORIA DE POLÍTICA

O

povo nas ruas pede renovação, um modo novo de tratar a sociedade. É o mínimo que a nova geração de políticos pode oferecer, o secretário municipal de Esporte e Lazer, de Maceió, Pedro Vilela (PSDB), traz no sangue a política. Ele é neto do saudoso senador Teotônio Vilela, o ‘menestrel das Alagoas', e tem nele a inspiração para desempenhar uma política mais perto do cidadão e com nova roupagem. “Precisamos de caras novas”, disse. Pedro Vilela está na boca dos bastidores que põem seu nome como pretenso candidato a deputado federal, mas ele nega e, bem ao estilo da família, prefere deixar para as convenções do tucanato, no próximo ano. Conheça um pouco da nova aposta do PSDB, em Alagoas. Tribuna Independente – Quem é Pedro Vilela? Pedro Vilela – Um advogado de 28 anos, militante político, que recentemente entrou na vida pública. Desde janeiro, ocupo o cargo de secretário municipal de Esporte e Lazer de Maceió a convite do prefeito Rui Palmeira [PSDB], e estou muito realizado com o papel que venho desempenhando, agora acumulado com a presidência de meu partido [o PSDB]. Tenho conduzido os destinos do PSDB com muita alegria. T.I. – Como rosto novo na política, o que o alagoano pode esperar do sr.? Pedro Vilela – Dedicação, seriedade no tocante ao zelo com a coisa pública; além de entusiasmo com o que faço. Chego em casa todo dia satisfeito com o destino que estou traçando. Espero que possa contribuir muito mais com minha cidade e meu estado. T.I. – Ser neto do saudoso Teotônio Vilela pesa muito? Pedro Vilela- É minha grande referência política, o meu avô. Pena que não tive a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente, pois ele já tinha falecido quando eu nasci. Em compensação, estudei tudo referente a ele; li suas biografias, seus escritos, vi filmes, escutei diversos depoimentos, das mais variadas fontes, entre eleitores, políticos, empregados, admiradores. Todos com referências muito positivas. É de onde vou pegar o sentido da política, é de lá, do velho senador. T.I. – Tem alguma história particular dele que você tenha um apêgo em particular? Pedro Vilela – Tem muitas, mas tem uma frase dele que eu gosto muito. Eu sempre me pego pensando nela. ‘O sonho é próprio de todos nós. Não há nenhuma realidade sem que antes tenha sonhado com ela’. T.I. – Ser presidente do partido do governador do Estado é muito para o sr.? Pedro Vilela – É uma grande responsabilidade, não vou dizer que não. Mas é um

Pedro Vilela pretende filiar 2 mil mulheres no PSDB Mulher com vistas nas eleições de 2014

[Candidatura] Não há nenhuma definição dentro do partido quanto a isso ainda. (...) Só tenho idade para ser deputado federal ou estadual, uma dessas duas, e olhe, se eu for para a disputa.

Essas manifestações recentes mostram que o jovem gosta de política. Demonstram que eles despertaram. É a força jovem buscando seu espaço, lutando, batalhando por melhores condições de vida. Seria natural que enveredassem pela política”.

Eleições são em 2014, mas o foco ainda tem que ser em 2013. Vamos fazer também campanhas de filiação específicas para as mulheres. Temos uma meta de filiar 2 mil mulheres”.

desafio que busquei. Não estou presidente aclamado ou forçado, eu construi as questões para que eu fosse. Eu queria ser para ajudar a fazer o PSDB ainda maior, pois creio que tenho condições de fazê-lo juntamente com nossa bancada de deputados, nossos prefeitos, hoje temos 19 por Alagoas. Foi o partido mais votado nas eleições. Temos o prefeito da capital, inúmeros vereadores, uma bancada de deputados expressiva, além do líder maior do Estado, o governador Teotonio Vilela [seu tio]. T.I. – Como o PSDB está se preparando para as próximas eleições? Pedro Vilela – Historicamente, o PSDB se sai muito bem nas eleições em Alagoas. É o partido ganhador de eleições aqui. Estamos vindo de duas eleições vitoriosas consecutivas no Executivo estadual e uma municipal. Então, o alagoano confia no PSDB. As urnas têm demonstrado isso. No próximo ano, tem tudo para que isso se repita. Vamos participar ativamente do jogo político, vamos disputar os espaços, por que entendemos que temos o melhor projeto político para Alagoas. T.I. – O sr. vai tentar alguma vaga na Assembleia Legislativa ou Câmara Federal? Pedro Vilela – Não há nenhuma definição dentro do partido quanto a isso ainda. Nossos políticos estão empenhados em fazer grandes trabalhos para então se ‘cacifar’ para pleitearem um mandato em 2014. O que eu vou estimular, como presidente do partido, seja como militante ou seja disputando um man-

dato eletivo, é a juventude. É uma de minhas missões que abracei aqui no partido. Prevejo fazer uma série de seminários do PSDB, fazer uma ação importante de inserção de novas lideranças da sociedade civil organizada, gente nova, que possa reoxigenar o partido. Caras novas são importantes para uma renovação na política. Isso tem acontecido no Brasil inteiro, como exemplo do prefeito Rui. Não tenha dúvida que o PSDB vai estimular isso. A seriedade na condução das coisas públicas, esse é o perfil do PSDB, deixar a sociedade tranquila, pois ela sabe que a condução do mandato será de forma séria, honesta e eficiente. Respondendo a pergunta, eu só tenho idade para ser deputado federal ou estadual, uma dessas duas, e olhe, se eu for para a disputa. T.I. – Se for disputar uma possível vaga em Brasília, será acirrado. Tem nomes consagrados na política de olho. Assusta? Pedro Vilela – Não existe eleição fácil. O que existe é trabalho, é dedicação, é grupo, partido. Ninguém é candidato de si só, se ilude aquele que pensa que vai longe sozinho. Tem que andar muito, trabalhar bastante. Mas não assusta. Acho que a campanha eleitoral foi muito antecipada. Tanto no país, quanto aqui, em Alagoas. Estão estimulando um clima de campanha que não interessa a ninguém. T.I. – Essa presença de ‘caras novas’ pode mudar o modo de fazer política? Pedro Vilela – Essas manifestações recentes mostram que o jovem gosta de política.

Demonstram que eles despertaram. É a força jovem buscando seu espaço, lutando, batalhando por melhores condições de vida. Seria natural que enveredassem pela política. Vou estimular o maior número possível de pessoas para que o PSDB ocupe os espaços políticos. Os nomes não tenho como falar agora. Só as convenções podem dizer. O que não podemos é tirar o foco da gestão para se fazer política. O que ganha na política é a gestão. Disso tenho convicção plena. As alianças são importantes, mas a gestão é fundamental. Eleições são em 2014, mas o foco ainda tem que ser em 2013. Vamos fazer também campanhas de filiação específicas para as mulheres. Temos uma meta de filiar 2 mil mulheres. Segmentos específicos vão ser difundidos, como o PSDB Mulher, PSDB Jovem, o Tucanato, que é voltado para os negros. T.I. – Qual o diferencial deste jovem que hoje se interessa pela política para um político experiente? Pedro Vilela – O jovem traz um vigor natural e não traz comodidades de quem está há muito tempo na política. Mas também não quero dizer que todo político experiente é acomodado, nem todo jovem é vigoroso e quer mudar. É natural que o jovem venha com o sentimento da mudança. É uma nova forma de agir com o eleitor, falar, interagir, as redes sociais estão ai. Hoje, o político pode ter acesso a toda sua gama de eleitores por meio delas. E de uma forma direta, não precisa mais de um veículo de imprensa para falar com o eleitor, ele tem as redes.


TRIBUNAINDEPENDENTE

Conjuntura

FLAVIO GOMES DE BARROS - flavio.gb@ig.com.br

Questão de prioridade

D

e Ana Pacheco, no blog de Ricardo Noblat: “As centenas de milhares de pessoas que foram às ruas protestar contra o nosso inferno urbano de cada dia certamente não sabiam que: as isenções de impostos para carro e gasolina concedidas pelo governo federal, desde 2003, deixaram de arrecadar R$ 32,5 bilhões que poderiam ter sido aplicados em transporte público (além de entupir ainda mais de carros cidades já completamente saturadas); com R$ 32,5 bilhões seria possível construir 150 km de metrô ou 1.500 km de corredores de ônibus; para saber o que significam 150 km de metrô, é só comparar a alguns metrôs de excelência: Tóquio (292 km), Seul (286 km), Moscou (269 km), Madri (293 km) e Paris (212 km); São Paulo, Santiago do Chile e Cidade do México começaram a construir seus sistemas de metrô na mesma época (e atrasadíssimos!): meados dos anos 1970; hoje, 40 anos depois, a rede de metrô da cidade de São Paulo, a maior do Brasil, tem apenas 74,3 km; a de Santiago do Chile, com metade da população de SP, tem 103 km; e a da Cidade do México, 202 km; reiterando: as isenções de impostos para carros e combustíveis, nos últimos dez anos, teriam construído 150 km de metrô, o dobro do que tem SP e quase o quádruplo do que tem o Rio, com apenas 40,9 km de metrô.”

Desperdício O governo estadual alega falta de recursos para questões importantes, mas dinheiro não falta para programas de capacitação de servidores, normalmente sem resultado prático algum. Há casos em que o Estado paga R$ 6 mil por cada servidor participante. Quem ganha: professores do curso, empresa contratada e intermediários.

Insistente Presidente da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária, o senador Benedito de Lira (PP-AL) festejou a Medida Provisória 610/2013, que garante às famílias do programa Garantia-Safra adicional de até R$ 560,00 referentes à safra 2011/2012. Mas quer mais: anistia das dívidas de pequenos e médios produtores rurais afetados pela estiagem.

Banho maria Efeito político da mudança do quadro político nacional: não se fala mais na vinda, a Alagoas, do governador Eduardo Campos, de Pernambuco. Liderança maior do PSB, em nível nacional, ele está para receber o título de Cidadão Honorário de Alagoas e, por outro lado, abonar a filiação dos deputados Inácio Loiola e Alexandre Toledo

Satisfação O prefeito Cristiano Mateus, de Marechal Deodoro, está empolgado com a confirmação da implantação de uma unidade da fábrica Pisos Portobello. É que haverá geração de 1.200 empregos com o investimento, de R$ 300 milhões. “Centenas de empregos surgirão também com indústrias que virão em torno da Portobelo”, comemora.

O possível Antes de o povo ir às ruas questionar gastos com a Copa do Mundo, nosso conterrâneo Aldo Rebelo (PC do B/SP), ministro dos Esportes, poderia pensar em algo mais que a reeleição de deputado federal. Agora, parece de bom tamanho renovar o mandato. Até porque para ir à reeleição terá de deixar o cargo três meses antes da Copa.

Oportunismo Foi o PSDB quem inventou a reeleição de presidente, governador e prefeito, para garantir segundo mandato seguido para Fernando Henrique Cardoso. Agora o senador Aécio Neves, presidenciável tucano, fala em fim da reeleição e mandato de cinco anos, diante da possibilidade de Dilma se reeleger. Deveria ter um mínimo de ética e ficar calado.

Agenda A II Mostra Cinema pela Verdade, do Instituto Cultura em Movimento em parceria com o Ministério da Justiça, exibe, amanhã, 19 horas, no auditório da Reitoria, no Campus A. C. Simões, o documentário “Eu me Lembro”. Após, debate com o deputado Judson Cabral e Ediberto Ticianelli, da Comissão da Verdade dos Jornalistas em Alagoas.

A realização de plebiscito para as eleições de 2014 está em coma profundo e irreversível na UTI. Só falta a gente desligar os aparelhos.” EDUARDO CUNHA Deputado federal do PMDB-RJ, admitindo mais uma derrota política do governo

* O programa “Aplauso” de hoje se reporta ao Dia Internacional do Rock, comemorado em 13 de julho, apresentando sucessos nacionais e internacionais. Produção de Givaldo Kleber e apresentação de Alessandro Tenório. Às 10 horas, na Educativa FM. * Depois do sucesso nos cinemas, “A Era do Gelo” chega aos palcos, em espetáculo infantil que será apresentado hoje, 15 horas, no Teatro Gustavo Leite. Ingressos: R$ 100,00 e R$ 50,00 (meia). Classificação: livre. Informações: 3034-7722 e 8732-7139. * Com o espetáculo “Velox” a Companhia de Dança Deborah Colker encerra, amanhã, a temporada em Maceió. A apresentação é no Teatro Gustavo Leite, Centro de Convenções, 21 horas. Preços: a partir de R$ 100,00. Informações: 9928-8675. * A Associação Brasileiras de Bares e Restaurantes de Alagoas realiza, de amanhã a 6a feira, a 2ª Semana do Conhecimento Abrasel-AL. O evento será na FITs e visa oferecer reciclagem e aperfeiçoamento de técnicas aplicadas no setor de alimentação fora do lar. * Também de amanhã a 6ª feira, 19, a Secretaria de Educação de Maceió abre inscrições para o ProJovem 2013. Há 3.000 vagas. Inscrições: na própria sede Semed, na Cambona, ou no Calçadão do Comércio, das 9 às 16 horas. * O Programa de Pós-graduação em História da Universidade federal de Alagoas promove, amanhã, a palestra “Novas perspectivas historiográficas: Escravidão, pós-abolição e tempo presente”, com o professor Hebe Mattos. No IHCA, às 15 horas. * Com apenas uma vitória, em casa, e duas derrotas, fora de casa, o CRB precisa ganhar hoje do Brasiliense para manter acesa a chama na luta para voltar à Série B do Brasileiro. O jogo começa às 19 horas, no Trapichão.

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013

POLÍTICA

3

Justiça de Alagoas não condena corruptos Sistema Penitenciário não tem condenados por crimes contra a adminstração pública DIVULGAÇÃO

ERIK MAIA REPÓRTER

A

lagoas não condena corruptos. A constatação é forte, mas é confirmada pelo Poder Judiciário de Alagoas. Nossa reportagem buscou informações sobre a condenação de pessoas envolvidas em crimes contra a administração pública e foi possível constatar que não há nenhum preso no Sistema Prisional do Estado com tal acusação. Para o juiz da 16º vara Criminal de Execuções Penais de Maceió, José Braga Neto, é necessário a criação de um órgão para contabilizar a tipologia dos processos em andamento no Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), isso facilitaria, por exemplo, a progressão destes crimes. “Não tem um cadastrado. Em nosso caso, aqui na Execuções Penais, o tipo de crime que o condenado cometeu só é descoberto após examinar o conteúdo do processo. Só assim é possível identificar a categoria do crime”, explicou Braga Neto. A verdade é que o último levantamento feito nesse sentido foi realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e data de maio de 2012, e ainda com dados do ano anterior. Com a pesquisa, o CNJ pôde identi-

Justiça alagoana não dispõe de uma contabilização de julgamentos por tipologia de crimes

ficar os processos estaduais mais antigos e estabelecer metas a serem cumpridas pelos Tribunais. Segundo o documento, no ano de 2011, 14 denúncias de crimes contra a administração pública foram realizadas, e nenhum deles foi julgado naquele

ano. O levantamento apontava ainda que 259 processos deste gênero tramitava na Justiça estadual, até 31 de dezembro daquele ano, e nenhum dele havia sido julgado. Segundo a assessoria do TJ/AL, o Grupo de Combate a Improbidade Administrati-

va, composto por cinco juízes nomeados para aviar esses julgamentos, tem aproximadamente 150 processos relativos as comarcas de Rio Largo e Maceió, e que os demais devem ser julgados até o fim deste ano, como determina a meta 18 do CNJ.

DEFICIÊNCIA

Juízes desconhecem números do Estado O problema na coleta desses dados é que há problemas estruturais nas comarcas do interior do estado. Por conta disso, os processos existentes nessas varas não conseguem ser visualizados pelo setor de estatística do TJ/AL. Entretanto, a assessoria informou que as providências para solucionar essas limitações já foram tomadas e que em breve isto estará resolvido. Mas não é só as comar-

cas do interior que sofrem com problemas na área de informática. Em Maceió, as Varas também tem dificuldades para identificar os processos por assunto. “Não faço nem ideia”. Essa foi à resposta do juiz Maurício Breda, da 17ª Vara Criminal, que julga os processos oriundos do crime organizado, quando perguntado sobre quantos desses processos são relativos a crimes contra a administração pública.

Essa falta de conhecimento também é compartilhada pelo juiz de Execuções Penais, José Braga Neto, que não pôde informar quantos presos do sistema prisional do Estado haviam sido condenados por este tipo de crime. “Esse número eu não posso te informar porque não tenho como consultar isso aqui”, explicou ele. Além disso, Braga Neto disse que o sistema de movimentação de processos poderia ser usado atendendo as

necessidades específicas de cada vara. “Eu requeri, já algum tempo, que o programa pudesse automatizar a progressão de pena. Isso seria ótimo aqui na Vara de Execuções Penais, mas ainda não obtive respostas” concluiu. A empresa Softplan, que é responsável pelo programa de movimentação de processo do TJ/AL, foi procurada para reponder sobre as limitações mas ninguém foi encontrado. (EM)

PRAZOS

Prescrição criminal é uma arma utilizada O levantamento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) também apontava a discrepância entre os prazos para o julgamento desses processos, mas para o procurador geral de Justiça, Sérgio Jucá, há dois fenômenos que causam a lentidão desses casos, os advogados e influência dos acusados. Segundo o chefe do Ministério Público Estadual, os advogados, que antes iam para o embate nos tribunais do júri, hoje preferem que o

processo prescreva, já que, com a prescrição, não há risco de condenação. “Nesses casos, geralmente os réus são pessoas influentes e muitas vezes prejudicam as investigações fazendo com que a fase de instrução nesses processos seja demasiadamente longa. Outra coisa que é prejudicial é o posicionamento dos advogados, alguns deles se tornaram especialistas em atravancar o andamento desses casos até causar

a sua prescrição”, explicou Jucá. Mas há quem discorde do procurador geral. Esse é o caso do juiz da Vara de Execuções Penais, José Braga Neto. Ele acredita que hoje é muito difícil para um advogado levar um desses casos a prescrição. “Isso pode acontecer em alguns raros casos, mas hoje isso é quase impossível. Veja bem, hoje se o réu for foragido, ele não prescreve. Não tem como ele percorrer

TEMPO

LIMITAÇÕES

Outro dado interessante da pesquisa é o tempo médio de cada julgamento. O tribunal mais ágil no julgamento de um desses processos é o do Ceará, que julgou um caso de crimes contra a administração pública em um ano e cinco meses. O mais lento é o da Bahia, dez anos e um mês. O Tribunal de Justiça de Alagoas, não aparece na relação, mas segundo a pesquisa, o tempo médio para o julgamento de um casos desses no Brasil é de quatro anos e 11 meses.

Para o juiz da 16ª Vara de Execuções Penais de Maceió, José Braga Neto, os problemas do Poder Judiciário vão além das limitações do programa de movimentação processual, a falta de pessoal capacitado é o principal problema. “Um programa deste precisa ser alimentado e é necessário pessoas capacitadas para isso. Hoje, aqui quem faz são os estagiários, que quando são bons concluem o curso e a gente não consegue mais contratar”, avaliou o magistrado.

Julgamentos levam em média 5 anos

Falta de pessoal prejudica judiciário

esse prazo todo com recursos até a prescrição do processo”, acredita Braga Neto. A verdade é que mesmo com os prazos longos, os processos ainda demoram acontecer. O levantamento do CNJ mostrava que não havia julgamento realizado em 2011, e isto pode ser confirmado hoje com o número de presos que cumprem pena por crimes cometidos contra a administração pública. “Preso mesmo não tem”, concluiu Braga Neto. (EM)


TRIBUNAINDEPENDENTE

4 POLÍTICA MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

Economia de energia

C

riado em 1985 pelo governo federal e gerido desde então pela Eletrobrás, o Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel), obteve uma economia para o país em 2012, de 9 bilhões de quilowatts-hora (kwh), segundo relatório divulgado pela estatal. Essa economia representa 2% do consumo brasileiro de energia elétrica em 2012. Significa o consumo aproximado de 5 milhões de residências durante um ano. O resultado foi um recorde e significou um aumento de mais de 36% de energia economizada em relação á 2011. O resultado satisfatório é atribuído á difusão da informação sobre hábitos eficientes, e o trabalho do Procel em estimular os avanços tecnológicos em equipamentos que cada vez consomem menos energia. O Procel trabalha em parceria com o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) que é o orgão certificador brasileiro e também com as associações de fabricantes. Atualmente o programa engloba 36 categorias de equipamentos que foram avaliados e receberam o selo Procel de eficiência energética no Brasil. Somente no ano passado foram comercializados mais de 44 milhões de equipamentos com esse registro. Esta no planejamento do programa a inclusão de mais equipamentos como o forno de microondas e o ferro de passar roupa. Outro equipamento que vem sendo trabalhado é o chuveiro elétrico, que merece uma atenção especial por parte do programa, já que ele representa boa parte do consumo de energia nas residências, especialmente no inverno. Nos 25 anos de existência do Procel, a economia de energia atingiu 60 bilhões de kwh.

Fim do foro privilegiado é ‘cortar na própria pele’ Beneficío concedido a detentores de mandato pode ser alvo das ruas SANDRO LIMA/ARQUIVO

A

Horário dos jogos Mesmo sem querer melindrar as relações entre a Rede Globo e o Governo Federal, o ministro do Esporte, o alagoano Aldo Rebelo, reconheceu esta semana que é preciso discutir novos horários para a realização das partidas de futebol durante a semana. Isso porque a CBF segue as orientações da Globo para colocar os jogos das competições oficiais ás 22h, e em troca os clubes recebem pagamentos milionários pelo direito de transmissão. “O governo deve tentar fazer alguma coisa. Se não por imposição legal, o governo pode ter uma capacidade de mediação e deve ter. É preciso equilibrar entre o que o mercado dá e o que o mercado tira. Mas não se pode transformar isso simplesmente em uma mercadoria, porque isso pode tirar do futebol o seu encanto” disse o Ministro.

Horário dos jogos 2 Aldo Rebelo revelou ainda que uma mudança no horário das partidas atenderia aos interesses principalmente dos torcedores em geral. “Mas isso (a mudança) parte de uma negociação entre os clubes e os detentores dos direitos de transmissão. Tem que ser resolvido levando em conta o interesse público do torcedor, do organizador e dos clubes. Eles têm que se manifestar. Já abordei a questão com parte dos interessados e não vi nenhuma resistência em conversar” disse o ministro do Esporte. Hoje a Globo paga muito caro aos clubes para que os jogos aconteçam ás 22h, para manter a audiência do Jornal Nacional e da novela das 21h.

O maior do mundo Inaugurado esta semana na Província de Chengdu, na China, o maior prédio do mundo, o Century Global Center. Ele tem 1,7 milhão de metros quadrados, 500 metros de comprimento, 400 metros de largura e 100 metros de altura. Dentro dele existem dois hotéis cinco estrelas, pista de patinação no gelo, lojas, restaurantes, um centro de artes com três auditórios, um museu de arte e espaço para exposições e conferências. Tem ainda uma praia (Paradise Island Oceanic) e uma área de lazer com a maior tela de LED do mundo, com 400 metros. A construção de 18 andares levou três anos para ser concluída.

O mundo gay na história Enquanto que no Brasil se discute o estúpido projeto de lei da “Cura Gay”, o conhecido British Museum acaba de inaugurar um projeto ousado e que começou a ser trabalhado há sete anos. Um livro sobre a história da homossexualidade através dos tempos, e que também serve como catálogo de peças que comprovam a prática desde muito tempo. Das milhões de peças do Museu, 44 foram selecionadas em um primeiro momento. Entre elas estão os bustos do Imperador Adriano (117-138 d.C.) e do seu amante Antinoo. Este morreu afogado no Rio Nilo aos 18 anos e foi declarado deus por Adriano que mandou fazer esculturas em sua homenagem e fundou a cidade de Antinoópolis.

O mundo gay na história 2 Outro destaque da publicação são xilogravuras eróticas japonesas, que mostram o sexo entre duas mulheres e por dois homens, sendo um deles vestido com trajes do Teatro Kabuki, onde os atores interpretam personagens masculinos e femininos. Outro destaque é a “Taça de Warren” (10 d.C.) adquirida pelo Museu por 1,8 milhões de liras (R$ 5,8 milhões). A taça de vinho romana é decorada com cenas de sexo entre homens e foi encontrada perto de Jerusalém. Também faz parte da exposição a “Epopeia de Gilgamesh” do século XVIII a.C., um poema escrito em uma tabuleta encontrada no Iraque e que conta a história do rei Gilgamesh e do seu companheiro íntimo Enkidu.

Semana do conhecimento A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Alagoas realiza de 15 a 19 deste mês, no auditório da Faculdade Tiradentes, a segunda Semana do Conhecimento Abrasel-Alagoas. Idealizado no ano passado, o evento tem como objetivo oferecer reciclagem e aperfeiçoamento das técnicas aplicadas no setor de alimentação fora do lar. Nesta segunda edição, além das oficinas, cursos e palestras também serão discutidas atividades específicas do setor como “A importância do marketing como sucesso”, “Divulgando meu negócio nas redes sociais”, “O desenvolvimento do mercado do vinho”, “Líder Coachin” e “Fotografia de comida”. • A cidade de Santana do Ipanema promove na próxima terça feira (16) a XIII Festa do Carro de Boi, já tradicional na região sertaneja de Alagoas. O evento é organizado pela Associação dos Carreiros de Santana do Ipanema e conta com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura, • A festa acontece no parque de Exposições Isaías Vieira Rego e atrai participantes do próprio município de também de cidades próximas, como Poço das Trincheiras, Maravilha, Ouro Branco, Olho D’Água das Flores, Olivença, Carneiros e muitos outros. • A programação será aberta hoje (Domingo) com a entrega dos kits aos carreiros participantes, e logo a seguir haverá o canto de aboios e toadas. • Termina hoje no Centro de Convenções de Olinda a 14ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato, que contou com a participação de artesãos de Alagoas e dos seus trabalhos. • Entre as muitas técnicas artesanais no estande de Alagoas, vale destacar as esculturas em madeira do Mestre André da Marinheira, de Boca da Mata; do filé de Marechal Deodoro e do Pontal da Barra e das peças feitas com fibra de bananeira de Coruripe e Feliz Deserto.

ANDREZZA TAVARES REPÓRTER

Ferreira entende que com o fim do privilégio, corrupção diminuiria

s vozes da população brasileira que foram às ruas protestar nas últimas semanas já conquistaram vários êxitos no Congresso Nacional como a rejeição da PEC 37, o arquivamento do projeto da “cura gay”, a inclusão da corrupção no rol de crimes hediondos, a destinação dos royalties do petróleo para a educação e também para a saúde, dentre outros. Mas será que as manifestações vão conseguir acelerar a votação da reforma política antes das eleições de 2014? Se isso acontecer, o Congresso aprovaria o fim do foro privilegiado, defendido por muitos como “impunidade parlamentar”? Para o professor universitário e cientista político, Eduardo Magalhães, será difícil o Congresso aprovar o fim do foro privilegiado, pois seria “cortar a própria pele”. “O foro privilegiado é uma coisa absurda e ninguém tem direito a ele. O fim desse privilégio ajudaria a acabar com a impunidade no país”, defendeu o professor, acrescentando que o be-

nefício blinda os gestores e parlamentares que cometerem irregularidades, sendo preciso uma autorização de órgão colegiado para puní-los, como ocorreu com o deputado federal Natan Donadon (PMDB-RO), que foi o primeiro parlamentar preso no Brasil, desde a Constituição Federal de 1988. “Ele só foi preso por causa das passeatas nas ruas”, destacou o professor. De acordo com Magalhães, nos parlamentos modernos este privilégio não existe. “Poderíamos crescer muito se não houvesse o foro por prerrogativa de função”, reforçou. O cientista político acredita que a força do povo pode sim, derrubar o foro privilegiado. “Ou os deputados ouvem a população ou não se reelegem”, concluiu. A professora universitária e cientista política, Luciana Santana, acredita que o tema é bastante delicado também para os próprios parlamentares. “A votação pelo fim foro privilegiado é uma decisão que atinge diretamente os senadores e deputados”, lembrou a cientista política.

GUSTAVO FERREIRA

‘Corrupção seria bem menor’

O advogado eleitoral Gustavo Ferreira defende que o foro privilegiado seja extinto por completo, pois o fim do privilégio ajudaria a diminuir a corrupção no Brasil. “O que acaba com a corrupção é a certeza da punição, pois sua ausência, em conjunto com a demora no julgamento, estimula a prática de condutas ilícitas”, declarou. Para ele, o privilégio é dificultador da punição de muitos políticos que praticaram irregularidades. Na opinião de Ferreira, se houves-

se punição, os políticos iriam pensar duas vezes antes de praticar um crime. O foro privilegiado dá ao gestor ou parlamentar, o direito de iniciar o julgamento dos seus processos penais em instância superior. Em casos de prefeitos e deputados estaduais, o início da tramitação do processo criminal se dará nos Tribunais de Justiça ou Regionais Federais. Já os deputados federais, governadores e senadores, a ação é iniciada no Supremo Tribunal Federal. Ao presidente

da República apenas os crimes de responsabilidade são punidos, o que acontecem por meio de impeachment. Segundo o advogado eleitoral, o STF não está acostumado a fazer a instrução processual, pois sua própria estrutura não está preparada para julgamentos, pois eles não fazem parte da realidade de sua organização, sendo sua maior função a análise de recursos, o que pode ocasionar a demora. “Não acostumado com julgamentos, naturalmente o

Tribunal poderá deixar o julgamento dos processos para depois, ou ainda, esperar que o mandato acabe e seu processo seja remetido ao primeiro grau. A impunidade é decorrente da demora”, destacou Gustavo Ferreira. O especialista não crê que os parlamentares aprovem o fim do foro privilegiado, mas se isso não ocorrer por completo, “que o privilégio seja concedido apenas para casos de crimes cometidos decorrente da função”, defende. o advogado (A.T.)

CONTRA A MARÉ?

Vereadores querem foro privilegiado

Atualmente, todos os políticos em exercício de cargo público possuem o foro privilegiado exceto, os vereadores. Mas, a classe luta pela valorização inclusive, para também obter o privilégio. “O foro por prerrogativa de função é previsto para membros do legislativo, exceto para o vereador, razão pela qual, não vemos problema em cobrar tratamento minimamente isonômico neste aspecto”, declarou o vice-presidente da União dos Vereadores de Alago-

as (Uveal), França Júnior (PSDB). O vereador de Palmeira dos Índios defende que se a proposta é acabar, “ainda que se entenda que o foro é uma garantia importante”, que seja discutida às claras os prós e os contras. O foro privilegiado é um dos itens da reforma política que segundo França Júnior, vai afetar as eleições de prefeitos e vereadores. “Vamos cobrar que o Congresso nos deixe participar ativamente do processo de mudança, já

NO PASSADO

Processos paravam durante mandatos Segundo o advogado eleitoral Gustavo Ferreira, no passado, o trato com os crimes cometidos por políticos que estavam em exercício da função era ainda mais danoso, pois os processos paravam completamente com a eleição deles. “Antes era muito pior, pois o processo parava enquanto o político estivesse no poder e só tramitava após o fim do mandato. A mudança ocorreu por que o povo reclamou. Se considerar o passado, já houve um avanço”, declarou o advogado.

que somos nós que convivemos diariamente com os problemas sociais mais graves”, salientou. O parlamentar informou que a entidade estuda uma melhor forma de participar das discussões. “O debate precisa ser amplo, honesto e sobretudo, sereno. Não dá para debater reforma política movido por emoção, paixão ou arroubos. Queremos aprimorar nossa democracia e não desfigurá-la”, destacou França Júnior, acrescentando que nos próximos dias a

HISTÓRICO

1ª vez que deputado é condenado pelo STF O deputado federal Natan Donadon (PMDB-RO) se entregou à Polícia Federal em 28 de junho, dois dias depois de o STF (Supremo Tribunal Federal) expedir um mandado de prisão contra ele. A Corte julgou os recursos do caso e decidiu, por oito votos a um, manter a sentença de 2010, que condenou Donadon a 13 anos e quatro meses de prisão por formação de quadrilha e peculato. Esta é a primeira vez que um parlamentar é condenado à prisão desde a Constituição de 1988.

diretoria da Uveal deverá se reunir para discutir o tema. Para o vice-presidente da entidade, o fim foro especial não ajudaria a diminuir a corrupção. “O foro não impede que o político seja julgado, de forma alguma isso acontece. É preciso esclarecer. O foro apenas garante ao político que ele seja julgado em um órgão colegiado”, explicou. “O foro potencializa a lei da ficha limpa, pois uma vez condenado em colegiado, o político está fora do pleito”, destacou.(A.T.)


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013 POLÍTICA

5

Congresso deve aprovar fim do foro Para cientista política, Luciana Santana, parlamentares poderão atrasar a votação, porém mudança é inevitável

Cotidiano

BRENO AIRAN/ARQUIVO

C

LININHO NOVAIS - contato@lininho.com

A ética na medicina

D

o médico Mauro Santayana sobre as mudanças nos cursos de medicina: Os médicos protestam contra a contratação de profissionais estrangeiros, pelo prazo de três anos, para servir em cidades do interior, onde há carência absoluta de profissionais. Não seriam necessários, se os médicos brasileiros fossem bem distribuídos no território nacional, mesmo considerando a má preparação dos formados em escolas privadas de péssima qualidade, que funcionam em todo o país. Ora, o governo oferece condições excepcionais para os que queiram trabalhar no interior. O salário é elevado, de dez mil reais, mais moradia para a família, e alimentação. É muitíssimo mais elevado do que o salário oferecido aos engenheiros e outros profissionais no início de carreira. Ainda assim, não os atraem. E quando o governo acrescenta ao currículo dois anos de prática no SUS, no interior e na periferia das grandes cidades, vem a grita geral. (...) Dois anos dos jovens médicos trabalhando no SUS – remunerados modestamente e com os gastos pagos pelo Erário – seriam um bom começo para esse costume. E a oportunidade de aprenderem, com os desafios de cada hora, a arte e o humanismo que as más escolas de medicina lhes negaram.

Liderança Esta semana, em Brasília, durante a Marcha que reúne prefeitos de todo o país na capital da República, Marcelo Beltrão voltou a se destacar pelas posições assumidas em defesa do municipalismo e foi um dos convidados para participar da reunião privada com a presidenta Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto.

Visita A informação ainda não foi confirmada oficialmente, mas, fala-se que 17 deputados estaduais de Alagoas foram ao encontro do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), que afirma ser candidato a presidente da República em 2014. Na ALE, quem tem a simpatia de Campos é o deputado Inácio Loiola.

Complicado De um empresário arapiraquense à Coluna Cotidiano: “Sabe qual o motivo que muitos políticos estão vindo fazer campanha ou buscar espaço em Arapiraca? Porque os representantes eleitos pelos arapiraquenses não representam o povo”. E avisa: “Quem pretende sair em busca de mandato são alguns filhinhos de papai’ que nada fazem no município.

Barulho Quem está em Arapiraca sempre é o deputado estadual João Henrique Caldas (PTN), que abriu seu escritório na cidade, e o ex-prefeito de Coruripe, Marx Beltrão. Ambos têm feito muito ‘barulho’ na segunda maior cidade de Alagoas. A visita de JHC e Marx Beltrão está incomodando quem almeja espaço na política em 2014.

Sem autorização O governador Teotônio Vilela altera sempre a voz quando algum de seus colaboradores ousa criticar o Governo Federal. Como não é novidade, em Brasília o governador alagoano é conhecido como tucano do ‘bico vermelho’, devido a sua aproximação a presidenta Dilma Rouseff.

Teimosia Enquanto o governador descredencia os discursos em tons de critica a gestão petista, outros membros do ninho tucano fazem questão de endurecer o discurso com a turma do Palácio do Planalto.

Inovação A Braskem será uma das representantes da inovação brasileira durante da feira Tecnópolis, que está acontecendo na Argentina. A exposição busca mostrar a integração entre os países latino-americanos nos campos de tecnologia, inovação e no desenvolvimento industrial.

Adequação Em resposta a Ação Civil Pública proposta pela Defensoria Pública do Estado de Alagoas, o juiz da 3ª Vara Cível da Comarca de Arapiraca, José Afrânio dos Santos Oliveira, determinou que as agências bancárias da cidade se adequem, no prazo de quarenta dias, à Lei Municipal que determina o tempo máximo de atendimento de 30 a 40 minutos, sob pena de multa diária no valor de R$ 500. A decisão passa a valer no próximo mês.

Redução Alagoas conseguiu reduzir a mortalidade infantil em 36, 12 % ao longo dos últimos seis anos. De último colocado no ranking nacional em 2000 – o que representava a maior quantidade de óbitos do País –, o Estado pulou para a 17ª posição em 2008 e os avanços vêm se mantendo.

Comenda A Câmara Municipal de Maceió realiza na próxima segunda-feira (15), às 9h, no plenário da Casa, a entrega da Comenda Desembargador Mário Guimarães ao promotor de Justiça Luiz José Gomes Vasconcelos. O título é a mais alta honraria entregue pela Câmara.

Pagamento A diretoria da Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA) esteve esta semana em Brasília para discutir a questão do repasse do pagamento aos agricultores familiares que fornecem ao Programa do Leite. As reuniões aconteceram na sede do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Oportunidade A Companhia Brasileira de Trens Urbanos, vinculada ao Ministério das Cidades, abrirá concurso nas seis capitais onde atua e prevê o preenchimento de 525 vagas com regime de contratação celetista. Em Maceió serão 32 vagas de nível médio, técnico e superior imediatas e para a formação de cadastro reserva

ALUGA-SE APTO.

Aluga-se apto. no Residencial Dhiana, com 3 quartos, sala, cozinha e banheiro. Com interfone. Próximo ao Colégio Expoente, no Feitosa Tratar fone: 3320.1959

ANDREZZA TAVARES REPÓRTER

Luciana Santana desafia parlamentares votarem contra eles mesmos

omo já foi dito, o fim do foro por prerrogativa de função é um dos itens da reforma política, a qual faz parte da agenda positiva do Congresso Nacional, mas o tema será aprovado, como a maioria das pautas que estiveram presentes nas ruas durante as manifestações das últimas semanas? A professora universitária e cientista política, Luciana Santana, acredita que sim, embora reconheça que o tema é delicado para os próprios parlamentares. “Diante da atual conjuntura e ao considerar que todos os holofotes sociais e midiáticos estão sobre o Congresso [e também sobre o Executivo] é factível acreditar que os deputados e senadores votarão pelo fim do foro privilegiado”, opinou a professora. Segundo Luciana Santana, há uma possibilidade dos parlamentares tentarem atrasar a votação como aconteceu esta semana, na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, porém a votação é inevitável. “Votar contra eles mesmos? Se eles votarem contra-

riamente, eles [deputados e senadores] estarão dizendo à sociedade que podem fazer qualquer coisa que estarão protegidos e isso não pode continuar assim. Os legisladores precisam reconhecer que eles não estão no parlamento decidindo o que eles querem, mas o que a população deseja”, enfatizou a cientista política. Luciana Santana explicou que apesar do fim do foro privilegiado ser uma pauta diferente daquela que constava na PEC 37, que ditava diretamente sobre outra instituição, o Ministério Público. “Claro que as consequências da redução do poder dos órgãos ministeriais de alguma forma iria impactar legisladores que poderiam ser alvos de investigação, porém, a votação do fim foro privilegiado é uma decisão que atinge diretamente os senadores e deputados”, pontuou. O fim do foro privilegiado seria uma forma de reforçar determinadas demandas da sociedade. “O fim da impunidade é uma delas. A Lei da Ficha Limpa já foi aprovada e está em vigor, qual o problema votar e decidir pelo fim do foro privilegiado?”, questionou Santana.

NO BOLO

Papel da Justiça merece ser discutido Para a professora universitária e cientista política, Luciana Santana, além do fim do foro privilegiado e da Lei da Ficha Limpa - que já está em vigor -, o papel da Justiça no Brasil também merece ser discutido. “Não é possível mais ficar aguardando tantos anos para que os julgamentos ocorram. A morosidade do Judiciário brasileiro também causa impunidade”, opinou. A impunidade é a maior causadora da corrupção

no Brasil. “A corrupção é perversa, é um mal para a democracia e para a sociedade”, enfatizou Luciana Santana. A especialista diz que não dá para afirmar se com o fim do foro privilegiado vai diminuir a corrupção. “Minha hipótese é que, se aprovada essa decisão e tantas outras que estão na pauta da reforma, a redução das práticas de corrupção será maior. Um político deverá pensar duas vezes antes de

usar recursos públicos para fins privados e pessoais”, ressaltou. A professora lembrou que muitos estudos apontam que os políticos envolvidos em denúncias ainda conseguem bons índices para se reelegerem, o que é um problema sério para a qualidade da democracia brasileira. “Quem enfrenta processo criminal não pode ter o direito de se apresentar em uma disputa eleitoral, deve resolver primeiro com a Justiça

e se for declarado inocente é que pode se apresentar”, salientou Luciana Santana, acrescentando que e corrupção também é um crime. “O foro privilegiado garante ao político que sofreu um processo criminal, poder político e econômico, possibilidades de julgamentos mais lento e brando, além de poder de barganha para tentar ser inocentado de outra maneira, o que não é justo”, reforçou a professora universitária. (AT)


6

OPINIAO

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013

Opinião

Passivo histórico no IDH

O

Brasil apresentou leve avanço em seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) deste ano, principalmente em expectativa de vida e renda per capita, consolidando o que a ONU classifica como um dos “mais altos desempenhos” em questões sociais no mundo e superando inclusive países vizinhos. Mesmo assim, o país ainda convive com alta desigualdade e com um “passivo histórico” - os baixíssimos indicadores sociais do Brasil sobretudo antes de 1990 -. que mantêm sua nota de IDH em nível inferior à média da América Latina. O último relatório de desenvolvimento humano, divulgado pelo Pnud (programa de desenvolvimento da ONU), dá nota de 0,730 ao Brasil, levemente superior aos 0,728 do relatório anterior (quanto mais próximo de 1, mais alto é o IDH). A média latino-americana/caribenha é de 0,741. Mas na

avaliação de longo prazo, a partir de 1990, o país é um dos que tiveram um dos maiores avanços em seus indicadores sociais. Os motivos principais, na avaliação da ONU, foram reformas econômicas e investimentos em educação, saúde e distribuição de renda. Com isso, o país fica entre os 15 países que mais conseguiram reduzir o déficit no IDH (ou seja, a diferença restante para chegar à nota 1) entre 1990 e 2012. Apesar disso, o Brasil ainda tem IDH inferior ao de vizinhos latino-americanos como Argentina, Uruguai, Chile, Venezuela, Costa Rica e México. Os avanços em indicadores sociais do Brasil são elogiados pelo relatório da ONU, mas os dados mostram que o país ainda apresenta forte desigualdade de renda. Na medição que leva em conta a desigualdade social, o país perde 27% de sua nota de IDH.

JOÃO LYRA Deputado federal pelo PSD de Alagoas

Dilma será reeleita em 2014 A pregação de alguns setores políticos pela volta de Lula ao Poder, já em 2014, é tema absolutamente fora de propósito na agenda do ex-presidente. Sem dúvida, Lula não se tem mostrado disposto a discutir a ideia, repelindo-a de forma insofismável todas as vezes que é instado a falar no assunto, além de reafirmar, categoricamente, o seu irrestrito apoio à reeleição de Dilma Rousseff. Em segundo lugar, porque não há razões para engrossar as vozes da oposição, que não perde tempo para enfraquecer e desmoralizar a Presidenta. E, por último, a volta de Lula, pura e simplesmente, pode levar o Brasil a uma crise política sem tamanho, implicando até na perda total da credibilidade do governo, a um ano e meio do seu término. Um quadro desses tem força para paralisar a economia e esfacelar os canais de diálogo entre o governo e a população. Lula já faz parte da história do Brasil e jamais contribuiria para fomentar uma crise com tais dimensões e tão graves consequências. Lula não um amador, é um especialista na matéria e sabe

muito bem como, onde e quando intervir no conturbado ambiente político em que vive o País. Não vai meter os pés pelas mãos, arriscando-se a ser penalizado pela Justiça Eleitoral, por propaganda política antecipada. Sobre a importunidade do retorno de Lula em 2014, Gilberto Carvalho, Ministro-Chefe da Secretária-Geral da Presidência, em entrevista ao jornal Valor, descartou “a possibilidade da volta do ex-presidente, caso Dilma Rousseff não consiga recuperar sua popularidade”. Para justificar essa posição, Gilberto Carvalho lembrou a crise vivida por Lula, em meio ao escândalo do mensalão, quando “era proclamado por vários grandes jornais que o seu governo tinha acabado e que não haveria reeleição”. Nesta ocasião, esclareceu o Ministro, a orientação de Lula é a busca por resultados, semelhante à adotada em 2005, quando o então presidente pediu à sua equipe a “não dar tanta importância à bolha política”. Assim, como ontem, afirmou Carvalho, “Lula recomenda muita serenidade para enfrentar os acontecimentos

negativos e superá-los com sabedoria e competência”. Dessa maneira, apostar na volta de Lula é um desserviço ao Brasil, fazendo o jogo de Aécio Neves, Marina Silva e Eduardo Campos ─ e, por não dizer, também de José Serra. De uma forma ou de outra, reconheça-se, todos eles se aproveitam da “deixa” dos ingênuos (que pedem a volta de Lula), para enfraquecer a autoridade da Presidenta. Potenciais candidatos no próximo ano, ecoam notícias e versões negativas sobre o governo, que rebaixam a popularidade de Dilma Rousseff. Sobre isso, demonstrando confiança, o ministro Gilberto Carvalho reitera que, “daqui há cinco ou seis meses o quadro político será bem diferente e Dilma Rousseff recuperará a popularidade de antes e será reeleita”. A firmeza e a crença do Ministro fazem lembrar o sábio pensamento do mineiro Magalhães Pinto, segundo o qual “Política é como nuvem. Você olha e ela está de um jeito. Olha de novo e ela mudou”. Se for para o bem do Brasil, que assim seja.

PAULO NOGUEIRA Jornalista

Escândalo dentro do escândalo

OLÍVIA DE CÁSSIA Jornalista

Ainda a violência contra a mulher Mais uma vez volto a discorrer aqui sobre um tema que ainda é frequente na sociedade: os crimes cometidos contra as mulheres, que acontecem pelos mesmos motivos: companheiros insatisfeitos com o fim dos relacionamentos agridem e matam suas mulheres como se fossem donos delas e pudessem dispor de suas vidas e de seus destinos. As agressões se repetem diariamente e não só nos extratos mais baixos da sociedade. Na classe alta isso acontece com frequência, como já comprovaram várias pesquisas, só que de forma muito sutil; essas mulheres ainda se envergonham de fazer a denúncia. “Qualquer ato ou conduta que cause morte, dano ou sofrimento físico, sexual ou psicológico à mulher, tanto na esfera pública quanto na vida privada, é considerado violência”. Esta é a definição prevista na Convenção Interamericana de 1994, para Prevenir e Erradicar a Violência contra a Mulher. Felizmente, nos dias atuais, apesar de ainda haver muito

medo, as mulheres estão mais corajosas para denunciar seus espancadores e violentadores; mas ainda é preciso muito para que se consiga chegar a um grau de civilidade no País e no Estado. Em Alagoas, só para citar um exemplo, na quinta-feira, 11, um homem foi acusado de tentar matar sua esposa, a facadas. A tentativa de homicídio aconteceu na residência do casal, no povoado de Campo Alegre, em Jaramataia. Segundo vizinhos, a vítima já havia tentado se separar do marido várias vezes, mas ele não queria. Nesta quinta, o tema voltou a ser pauta do dia entre os dois e mais uma vez discutiram por causa do assunto. Durante a briga, ele teria usado uma faca-peixeira e começou a ameaçar a esposa. A mulher correu para a rua, tentando fugir do marido, mas ele foi atrás da esposa e conseguiu alcançá-la, esfaqueando-a no braço, abdômen e no peito. Os vizinhos do casal acionaram a Polícia Militar e uma ambulância local. Os militares do 3º Batalhão fizeram rondas pela comuni-

TRIBUNA

INDEPENDENTE

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

dade, mas não conseguiram localizar o agressor. A mulher foi conduzida à Unidade de Emergência do Agreste, em Arapiraca, onde foi internada. Essa mulher foi apenas um exemplo das centenas de vítimas espalhadas nesse país afora, muitas que ainda nem têm a coragem de se expor para denunciar os maus tratos. E não é só a falta de educação que resulta nesse tipo de agressão nos relacionamentos. Sempre que os ânimos estão exaltados, eles usam de violência para tentar impor suas vontades e imposições, como se as mulheres fossem propriedade privada deles, que eles podem dispor de suas vidas. A ausência de diálogo, a violência e a intolerância, parece que ainda são marca nos relacionamentos, em pleno século XXI. Ma se não há preparo, entrosamento, parceria e muito carinho, tudo se dispersa. Ainda falta muito para que cheguemos a uma sociedade mais justa e mais fraterna, onde os homens de verdade valorizem suas mulheres e companheiras. Bom domingo e fiquem com Deus.

Jorgraf UM PRODUTO:

Cooperativa dos Jornalistas e Gráficos do estado de alagoas

Existe um escândalo dentro escândalo do caso Globo versus Receita Federal. É a omissão da mídia, dos políticos e do governo. Todos estão se fazendo de mortos, numa cumplicidade mórbida, como se não estivesse ocorrendo nada. A tarefa de lutar por um Brasil melhor, neste caso, está limitada, até aqui, a esforços épicos de blogues independentes. Os fatos são espetaculares. Vejamos. A Receita, como primeiro noticiou o blog O Cafezinho, flagrou a Globo numa trapaça fiscal. Documentos vazados por uma fonte da Receita mostram que a Globo tratou a compra dos direitos da Copa de 2002 como se fosse um investimento no exterior para fugir aos impostos brasileiros. Isso se chama sonegação. E sonegação é corrupção. A empresa se utilizou, na manobra, de um paraíso fiscal, recurso predileto de sonegadores no mundo todo. Não à toa, os governos dos países adiantados decidiram impor um cerco terminal aos paraísos fiscais, porque o dinheiro sonegado destrói a saúde dos cofres públicos e impõe uma injustiça monstruosa à sociedade. Em dinheiro de 2006, a Globo devia 615 milhões de reais à Receita. Isso são seis vezes o que a Globo definiu como o maior caso de corrupção da história do Brasil, o Mensalão. Pressionada, a Globo, depois

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: José Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

de tergiversar, admitiu que tivera sim problemas com a Receita. Mas jamais mostrou o darf, o recibo, para comprovar que acertara as contas. Se o enredo já não fosse sensacional, entrou depois em cena a notícia – confirmada – de que uma funcionária da Receita tentara fazer desaparecer a documentação do caso. Uma história fiscal passou a ser policial também. A funcionária escapou da prisão graças a um habeas corpus de Gilmar Mendes. Para quem ela trabalhara? Teoricamente, basta buscar na lista dos beneficiários de um eventual sumiço. Não são tantos assim. Estranhamente, ou não estranhamente, pensando bem, a mídia corporativa – que tem exércitos de repórteres – não fez o menor esforço para encontrar funcionária e tentar esclarecer um caso de dimensões extraordinárias. Isso atesta a miséria do jornalismo investigativo nacional. Cenas bizarras vão aparecendo: um advogado da Globo disse não se recordar do caso, como se estivesse falando da conta de um restaurante. Um repórter do UOL entrou no caso, provavelmente sem conhecimento dos donos, extraiu da Globo a admissão da multa e sumiu exatamente no momento em que conseguira mostrar que tinha uma grande história. O UOL – da Folha, sócia da Globo no jornal Valor – não deu

mais nada. O mesmo comportamento teve seu irmão, a Folha, que estampa na primeira página a informação de que é um jornal a serviço do Brasil. Sim, a serviço do Brasil – mas desde que isso não signifique investigar a Globo. Fora todos os fatos comprovados, há especulações eletrizantes. Exemplo: a justiça suíça, ao denunciar no ano passado a rede de propinas comandada por João Havelange e Ricardo Teixeira, denunciou a propina milionária paga num paraíso fiscal para Havelange para que garantisse a uma emissora de televisão que a Fifa venderia a ela, e não à concorrência, os direitos da Copa de 2002. Quanto a Globo ganha com futebol é uma enormidade: em 2012, foram vendidas seis cotas a patrocinadores por 174 milhões cada. Isso dá mais de 1 bilhão de reais. O tamanho do negócio do futebol justificaria qualquer coisa? Esta é uma das questões que deveriam estar sendo discutidas publicamente, num regime de transparência urgente, dado o torrencial interesse público do caso. Mas não. Há um silêncio abjeto que paira sobre este escândalo – exceto pela luta heroica e solitária dos bravos Davis da internet contra o Golias e seus amigos, ou cúmplices, se você quiser.

Nosso noticiário nacional é fornecido pelas agências: Agência Folha e AGência Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAÇÃO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

OS ARTIGOS ASSINADOS SÃO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NÃO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPÍNIÃO DESTE JORNAL.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013 POLÍTICA 7

Pela internet, médicos querem atrasar importação Mensagem pede que toda a categoria se inscreva, mas não siga etapas

M

édicos brasileiros se mobilizam na internet para atrasar o cronograma do governo com a importação de estrangeiros. A ideia é fazer com que todos os profissionais se inscrevam no programa Mais Médicos, lançado pelo governo federal na última terça-feira (8/7). Os médicos não dariam prosseguimento às outras estapas da seleção. Por meio de mensagem que circula no Facebook, os profissionais da saúde são orientados a fazer o cadastro no programa, e boicotar as etapas poste-

riores. A grande quantidade de cadastros, de acordo com o comunicado, faria com que o sistema de avaliação do programa ficasse sobrecarregada e dificultasse o processo. O atraso faria com que o Conselho Federal de Medicina (CFM), ganhasse mais tempo para conseguir uma liminar na justiça e barrar a importação dos médicos estrangeiros. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, encaminhou na quinta-feira ofício ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, solicitando o acom-

panhamento pela Polícia Federal das inscrições no programa Mais Médicos. A medida foi adotada depois de denúncias recebidas pelo ministério de que grupos usariam redes sociais para incentivar médicos do Brasil a se inscrever em massa no programa. Uma vez atingido o objetivo e encerradas as inscrições, seria organizada uma desistência em conjunto. A estratégia, de acordo com as denúncias, teria como meta atrapalhar o cronograma e o recrutamento de médicos estrangeiros.

O programa dá prioridade a médicos brasileiros no preenchimento de novas vagas criadas - na ausência de candidatos locais, o governo abre as vagas para estrangeiros. Os profissionais contratados receberão bolsa do Ministério da Saúde de R$ 10 mil para atuar, sob a supervisão de instituições públicas de ensino, na atenção básica do Sistema Único de Saúde (SUS) em municípios do interior e em regiões metropolitanas. Também está previsto o pagamento de auxílio-deslocamento, que pode chegar a R$ 30 mil.

REVALIDA

MEC vai aplicar exame sobre os diplomas O Ministério da Educaç��o (MEC) vai aplicar o Exame Nacional de Diplomas Médicos (Revalida) para os estudantes dos cursos de Medicina do Brasil. A informação foi confirmada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixe i r a

(Inep), responsável pelo exame. A prova — obrigatória para os médicos formados no exterior que querem atuar no país — será aplicada como um pré-teste para alunos do sexto ano ainda em 2013. A ideia é verificar se o exame está de acordo com a matriz curricular das faculdades brasileiras. Criado em 2011, o Revalida teve índices de 90% e 91% de reprovação nos dois últimos anos. Segundo a assessoria de imprensa do Inep, a medida não tem o objetivo de avaliar a qual-

idade dos futuros profissionais brasileiros. Ainda não há informações sobre quantos alunos (e de quais universidades) serão submetidos ao teste. A novidade foi divulgada quatro dias depois de o governo federal anunciar o programa “Mais Médicos”, com uma série de medidas para atender a demanda por profissionais da área no Sistema Único de Saúde (SUS). Entre elas, a decisão de aumentar de seis para oito anos o tempo de duração dos cursos de Medicina no Brasil e a importação de médicos

estrangeiros para atuação em cidades do interior e da periferia, possivelmente sem a exigência de revalidação dos diplomas. Principais alvos do governo, os médicos formados em Portugal e Espanha têm bom desempenho no Revalida. Na prova de 2012, 37% dos diplomas portugueses obtiveram a revalidação - o país é o primeiro no ranking de aprovações. Em seguida, conseguiram mais aprovações os formados na Venezuela (26%), Argentina (20%) e Espanha (19%).

REAÇÃO

Entidades médicas criticam programa do governo federal Entidades médicas criticaram o Programa Mais Médicos, lançado pelo governo federal. Em nota, a Federação Nacional dos Médicos (Fenam) informou que o piso salarial dos médicos, estipulado pela própria entidade, é R$ 10.412 para 20 horas semanais de trabalho. Enquanto isso, o programa prevê pagamento de bolsa de R$ 10 mil para 40 horas semanais. Para a Fenam, o Mais Médicos é exploração e precarização do trabalho médico, além disso, a entidade critica a contratação de médicos formados em outros países sem que sejam aprovados no Exame Nacional de Revalidação de Diplomas (Revalida). “Abster-se do Revalida é mais um artifício em manter mão de obra escrava, pois o profissional fica retido em uma certa locali-

dade, sem poder se afastar”, diz o presidente da Fenam, Geraldo Ferreira, em nota. Outra nota divulgada por várias entidades médicas, entre elas o Conselho Federal de Medicina e a Associação Médica Brasileira, diz que a vinda de médicos estrangeiros sem aprovação no Revalida é uma medida irresponsável e expõe a parcela mais carente e vulnerável da população aos riscos decorrentes do atendimento de profissionais mal formados e desqualificados. As entidades também ressaltam que o formato de contratação de médicos é “sem garantias trabalhistas expressas, com contratos precários e com uma remuneração não compatível com a responsabilidade e exclusividade”. Os médicos ainda desaprovam a criação do se-

gundo ciclo do curso de medicina, medida que vai exigir a atuação de alunos que entrarem no curso de medicina a partir de 2015 por dois anos no Sistema Único de Saúde (SUS) para receber o diploma. “Trata-se de mais uma forma de exploração do governo quando aborda a extensão do curso de medicina, pois as últimas etapas da graduação exigem o estágio e, após a graduação, o formando ainda dedica de três a cinco [anos] em especializar-se em uma residência médica”, disse em nota o presidente da Fenam. A entidade divulgou que na quinta-feira (11), se reunirá com todas as lideranças sindicais do país para traçar os próximos passos do movimento contra o Mais Médicos e não descarta ações judiciais e uma possível greve.


8 PUBLICIDADE MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013

TRIBUNAINDEPENDENTE


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013

Cidades

CIDADES

9

Usuários de unidade de saúde em Messias pedem agilidade no atendimento Os usuários da Unidade de Saúde Luiza Oliveira Suruagy, localizada no Centro de Messias, região metropolitana de Maceió, cobram agilidade no atendimento e mais médicos para o estabelecimento de saúde. A estudante Jéssica da Silva, aguardava desde a semana passada por um atendimento em decorrência de uma dor abdminal. A secretária de Saúde, Morgana Oliveira, salientou que são 23 médicos distribuídos nos Caps, plantões e seis Programas de Saúde da Família, na cidade. Ela frisou que ainda deve estudar a possibilidade de solicitar mais médicos para Messias, pois a classe é volátil e comumente pede demissão quando recebe uma melhor proposta remuneratória.

54 cidades não têm médicos domiciliados Situação de Alagoas é mais grave do que a do país; programa Mais Médicos promete resolver carência no interior ANA PAULA OMENA REPÓRTER

O

programa Mais Médicos, lançado semana passada pelo governo federal, promete ser uma alternativa à carência de médicos nos municípios brasileiros, em especial aqueles onde não reside nenhum profissional da categoria. Dados do Ministério da Saúde apontam que a oferta de médicos no Brasil (1,8 para cada grupo de mil habitantes) é menor que em países vizinhos, como Argentina (3,2) e Uruguai (3,7). Além disso, eles estão concentrados nos centros urbanos, o que faz com que cerca de 700 municípios não tenham nenhum médico permanente. Em Alagoas, a situação parece ser mais grave. Dos 102 municípios alagoanos, apenas 48 dispõem de médicos domiciliados, disponíveis para atender a popula-

ção que depende do Sistema Único de Saúde (SUS). Em 54 municípios não há sequer um médico residindo por lá. O Conselho Regional de Medicina (CRM) conta com 3.800 médicos cadastrados, só que deste total, 3.471 são domiciliados em Maceió, e o restante está distribuído em 47 outras cidades: 213 em Arapiraca, 51 em Palmeira dos Índios, 37 em Penedo, 21 em Marechal Deodoro, 20 em Santana do Ipanema, 12 em Piranhas e um ou dois nos demais municípios que têm médico permanente. O reflexo desses números pode ser entendido na fala da secretária de Saúde de Messias, cidade onde não há médicos domiciliados. Segundo Morgana Oliveira, há 23 médicos trabalhando pelo SUS no município, mas com muita frequência, a secretaria precisa contratar novos profissionais, porque a evasão é constante. “Eles

conseguem um emprego melhor, na capital, e deixam o cargo do interior”, afirma. Para a diretora da Atenção Básica da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), Cláudia Cerqueira, a deficiência de médicos no estado é maior quando os municípios estão mais distantes da região metropolitana. “São mais de 700 equipes de Saúde da Família em Alagoas. Existe uma deficiência de mais de 20 médicos e os que têm não cumprem a carga horária de 40 horas, alegando baixa remuneração. Nem no alto sertão, onde se paga melhor que Maragogi, por exemplo, os médicos têm interesse em trabalhar. O Provab [Programa de Valorização da Atenção Básica] em seu edital diz que seriam beneficiados apenas os municípios mais distantes, porém os médicos escolheram as cidades interioranas mais próximas de Maceió”, apontou.

SANDRO LIMA

Em Messias, pacientes contam com médicos, porém evasão dos profissionais para a capital é grande SANDRO LIMA

EQUIPE DE SAÚDE DA FAMÍLIA

Procura-se médico: 545 vagas no interior não estão preenchidas

Estado deveria ter sete mil profissionais

Com o déficit, programa do SUS tem cobertura de 72,69% Em Alagoas, para que o estado tivesse Equipes de Saúde da Família suficientes para 100% de cobertura, seriam necessários 1.309 médicos. Atualmente, a cobertura do programa tem apenas 764 profissionais, o que significa que o atendimento chega a somente 72,69% do território alagoano. Dessa forma, há um déficit de 545 profissionais médicos. O déficit remete ao caso de uma jovem de 22 anos, identificada apenas pelo apelido de ‘Claudinha’, que faleceu no dia nove deste mês, por não ter conseguido atendimento médico, na Unidade Mista Carlos de Barros, em Passo do Camaragibe, região norte de Alagoas. No estabelecimento de

saúde, a jovem teria recebido a notícia de que não havia médico. No local, funcionários sugeriram que a paciente procurasse outra unidade de saúde, no município vizinho de São Luiz do Quitunde, mas não houve tempo para garantir a vida de ‘Claudinha’. De acordo com a diretora de Saúde Básica da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), Cláudia Cerqueira, em todos os municípios alagoanos há médicos, porém ainda sobram vagas em determinadas regiões como é o caso das cidades mais distantes. A direção não soube precisar quais são estes municípios onde sobram vagas para médicos. A gestora justifica afirmando que a equipe estaria focada no surto de

diarreia que ocorre no estado, e que teria que consultar o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde para fazer o levantamento, um processo demorado, segundo ela. “Não temos disponível no momento por município os dados solicitados, portanto estamos encaminhando o quantitativo de profissionais médicos necessários na Estratégia Saúde da Família no Estado de Alagoas”, colocou em resposta, via e-mail para a reportagem. “Uma equipe composta por sete pessoas do apoio institucional está no processo de tratamento e coleta de dados. Em 52 municípios já foi feito este levantamento. O ideal seriam dez [pessoas], um por cada região de saúde”, acrescentou. (A.P.O.)

Unidades de saúde do interior ainda atraem menos profissionais

REVOLTA

Sindicato é contra ações do governo federal para saúde

Wellington Galvão diz que obrigar estudantes a trabalhar pelo SUS é ditadura e critica ‘estrangeirismo’

SINMED

O presidente do Sindicato dos Médicos de Alagoas, Wellington Galvão, assegurou que a classe médica não vai aceitar as novas medidas do governo federal para resolver a carência de profissionais dessa área nos municípios. A medida mais criticada é a de aumentar o tempo do curso de medicina para oito anos, para que os estudantes sejam obrigados a prestar dois anos de serviços para o SUS. “O cenário vai se transformar em uma guerra; os médicos não irão aceitar esta ditadura e os residentes também não. Isso não existe: obrigar o médico a trabalhar dois anos a mais. O aluno do quinto ou sexto ano já trabalha no HGE, HU, postos de saúde”, reclamou. Quanto à contratação de

médicos estrangeiros, Galvão afirma que eles não serão fiscalizados, nem terão seu diploma revalidado no país. “Essas pessoas não vão ser fiscalizadas pelo Conselho de Medicina, quem vai ser responsabilizada é a enfermeira que aplicou a medicação”, criticou. O presidente do Sinmed também fez questão de ressaltar que a formação de médicos cubanos não é eficiente. “Essa faculdade de ELAM [Escola Latino-Americana de Medicina] tem formação de três anos, que quem banca é o governo brasileiro. A escola foi feita pelo Lula, com formação de terceira qualidade”, opinou. Para ele, a medicina tem regras que devem ser obedecidas (A.P.O.)

O presidente do Sindicato dos Médicos de Alagoas (Sinmed), Wellington Galvão, não contesta que Alagoas tem um número insuficiente de médicos, mas alega que não é por falta de profissionais e sim por não haver concursos públicos na área há mais de dez anos. “O número necessário seria de sete mil, por isso existe uma cobrança em relação à convocação de um concurso público urgentemente”, apontou. Fernando Pedrosa, presidente do Conselho Regional de Medicina de Alagoas (Cremal), acredita que o programa Mais Médicos, do governo federal que pretende contratar médicos brasileiros e estrangeiros para atuar em alguns municípios do Brasil recebendo bolsa de R$ 10 mil, mais auxílio alimentação e moradia pagos pelo Município - confessa que a medida é uma solução, porém não deve ser permanente. Para ele, muitos pontos ainda devem ser esclarecidos no segundo edital divulgado pelo Ministério da Saúde. “Tem que saber se serão casas ou verdadeiros alojamentos oferecidos para os médicos; se as prefeituras terão condições de assumir a alimentação dos profissionais; quem vai pagar o salário de R$ 10 mil. Essa medida resolveria se fosse a caráter emergencial, porém a gente sabe que não é assim. Qual regime será adotado? Enfim, são muitas dúvidas que precisam ser esclarecidas”. Já Wellington Galvão cobra mais do que foi oferecido pelo governo federal. “Nós somos contra ao programa Mais Médico. Não adianta ter médico sem oferecer estrutura para o profissional trabalhar”, afirmou. O presidente do Cremal conclui frisando que o governo incorporou que o médico é a solução para o problema da saúde pública, “e não é”. “Ficamos muito tristes quando o ministro da Saúde disse que vai reformar os postos para receber os médicos estrangeiros, e a gente pode continuar trabalhando neste caos?”, indagou. (A.P.O.)


10

CIDADES

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013

TRIBUNAINDEPENDENTE

Solução para encostas sem previsão Maceió tem intenção de realizar projeto de contenção, mas ainda não possui levantamento atual de áreas de risco ALAIN LISBOA REPÓRTER

ADAILSON CALHEIROS

A

Prefeitura de Maceió divulgou no início do mês a intenção de pedir recursos para o Ministério das Cidades para realizar medidas de contenção de deslizamentos de encostas nos locais com maior risco de acidentes no período chuvoso. O projeto deve beneficiar milhares de famílias que moram em grotas ou barreiras na capital, mas está muito distante de sair do papel e não deve chegar a tempo de impedir novos acidentes no próximo período chuvoso e, até, no próximo inverno, ano que vem. A realidade é que a Defesa Civil Municipal não sabe precisar quantas casas espalhadas nas diversas áreas de risco em Maceió correm o risco desabar, isso porque o último Plano Municipal de Redução de Riscos foi realizado em 2007. De acordo com esse levantamento, pelo menos seis mil famílias devem morar em áreas de risco muito alto, e existem 575 áreas de alerta para acidentes. Mas com os números defasados, um novo levantamento terá que ser feito antes de qualquer projeto de contenção de encostas. SOFRIMENTO Enquanto isso, casas localizadas em grotas de Maceió vão sendo destruídas a cada perío-

Casas são destruídas pouco a pouco, no período chuvoso, enquanto moradores aguardam solução

do de chuva. Nos últimos anos, 36 casas construídas numa encosta da Grota Bom Jesus, no Conjunto Henrique Equelman, foram soterradas após a erosão do solo, que formou um barranco de mais de 60 metros de altura. Pelo menos outras 10 residências foram totalmente ou parcialmente destruídas no Conjunto Flexal de Cima, no Bebedouro, só no início do mês. De acordo com moradores da Grota Bom Jesus, desde 2007 a erosão ocorre devido à para-

lisação das obras de macrodrenagem para o escoamento de esgoto do Tabuleiro do Martins, informação compartilhada pelo secretário Roberto Fernandes, da Secretaria Municipal de Infraestrutura, que acrescentou: sem a conclusão de obras de saneamento pela cidade também há alagamentos e deslizamentos em outros locais. “Me espantou o fato de terem esquecido de concluir o serviço de drenagem antes da pavimentação das ruas [em ou-

tros pontos de Maceió]. Devido a isso, as águas descem para a casa das pessoas, o que causa deslizamentos”, apontou. “Já tem oito anos que a água que passava por essa tubulação [da macrodrenagem do Tabuleiro] vem acabando com tudo. Todo ano que passava, ela comia um pouquinho [de terra]. Dessa vez, a chuva ajudou a cair tudo de uma vez”, disse Antonio Fernandes de Araújo neto, de 63 anos, morador do Henrique Equelman há 27 anos.

SEM OPÇÃO

Casas destruídas são comercializadas No Bebedouro, diferente do que ocorreu no Henrique Equelman, a área de risco não foi identificada pela prefeitura, nem os moradores foram levados para abrigos ou cadastrados no aluguel social. Pelo contrário: uma das casas atingidas pela queda de uma barreira, no Flexal de Cima, por incrível que pareça, foi comprada pelo segurança e encanador Luis Correia de Lima, 42. Na sexta-feira passada, Lima ainda retirava os entulhos e a terra que atingiram cozinha, banheiro, quarto e sala do imóvel parcialmente destruído. “Comprei a casa porque não tinha outro lugar para onde ir. Paguei oito mil [reais] na compra, mas vou ter que gastar mais cinco pra poder reconstruir tudo que a chuva destruiu”, disse. Questionado se ele teme outro desmoronamento, o segurança respondeu que não, pois tem “fé em Jesus Cristo que isso não irá acontecer novamente”. Segundo ele, a queda da barreira que atingiu a casa onde vai morar também ocorreu devido a um escoamento sanitário inconcluso, este de uma vila localizada em outro conjunto. “As chuvas só agilizaram a erosão. Tem três

SANDRO LIMA

Morando à frente das barreiras ameaçadoras, famílias confiam na própria sorte para salvar suas vidas

canos que jorravam o esgoto de uma vila da Chã de Bebedouro diretamente na encosta. Agora vou ter que conversar com o dono da vila pra levar o cano até uma fossa, pra que não fique fofando essa encosta”, disse. Os moradores do local sabem que correm risco de morte,

mas dizem se proteger com base em conhecimentos próprios. A moradora Luciana Camilo da Silva, 24, por exemplo, não estava em casa quando ocorreu o deslizamento que destruiu os fundos do imóvel onde morava. Ela havia se mudado um dia antes para a casa da mãe – que

fica três casas depois - porque já sabia da possibilidade do desmoronamento devido às chuvas. “Eu me sinto desprezada porque ninguém vem aqui para resolver o problema. Já não durmo direito com as minhas filhas. Todo ano é isso!”, reclamou. (A.L.)

PALIATIVO

Aluguel social se torna alternativa ADAILSON CALHEIROS

Área do entorno da Grota Bom Jesus deveria estar isolada

Pessoas como Luciana e Luis Correia, assim como outras afetadas pelos desabamentos de terra no início do mês, em Maceió, podem ter o benefício do aluguel social (de até R$ 200), custeado por um período de até cinco meses pelo poder público. Segundo um dos beneficiários, Jurandir Procópio de Oliveira Neto, 28, morador da Grota Bom Jesus, que apesar de não ter perdido sua casa, teve ela condenada pela prefeitura, ele saiu do local para um bairro vizinho com a promessa de ser inserido num programa habitacional do governo. O coordenador do Centro de Gerenciamento de Crises e Emergência da Defesa Civil, Paulo Noronha, disse que a prefeitura tem feito o possível para identificar os locais

de risco e identificar as famílias que precisam de ajuda. “Muitas pessoas foram orientadas a irem para a casa de parentes e aquelas que não tinham pra onde ir, foram levadas para um dos dois abrigos arranjados pela prefeitura, um no Cambuci, e outro no Poço”, disse Noronha. PERIGO Na Grota Bom Jesus, o precipício que ficou no lugar das casas equivale a um prédio de aproximadamente vinte andares e uma extensão de aproximadamente 500 metros e, apesar de o terreno que restou ter sido condenado pela prefeitura a uma distância de vinte metros, o local ainda não está isolado, o que possibilita o risco de queda de pessoas ou de um novo desmoronamento. (A.L.)


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013 CIDADES

11

Novo levantamento só após licitação Prefeitura espera saber o mais breve possível quantas pessoas vivem em áreas de risco nas grotas e encostas de Maceió ALAIN LISBOA REPÓRTER

N

ão há estudo técnico que mensure o tamanho do perigo que correm moradores de áreas de risco em Maceió. A prefeitura deverá ainda atualizar o número e o perfil das famílias que vivem em áreas de riscos, mas que não foram afetadas diretamente pelas chuvas deste mês, e garantir que as medidas futuras deem total segurança para essas pessoas até o próximo inverno. Os números estão desatualizados por dois períodos, já que um novo Plano Municipal de Redução de Riscos deve ser feito pela Defesa Civil local a cada três ou quatro anos. “Fica difícil dizer quantas casas estão em risco de desabamento ou de serem atingidas de alguma forma

pelas chuvas, mas já tiramos algumas famílias do Henrique Equelman e do Benedito Bentes, que estavam em casas construídas em encostas. Pelo menos seis mil famílias precisam ser retiradas com urgência, isso de acordo com o último Plano Municipal de Redução de Riscos feito em 2007”, apontou o coordenador de emergências da Defesa Civil em Alagoas, Paulo Noronha. Cerca de 13 funcionários compõem a Defesa Civil, que ainda depende de verbas para ter suas ações postas em prática. Segundo a assessoria de comunicação do município, a coordenação do órgão ainda pleiteia junto ao Ministério da Integração Nacional as verbas para subsidiar as obras de contenção das áreas de encostas. “A gente não sabe quantas famílias saíram desses

locais, seja para irem a programas habitacionais, ou por qualquer outro motivo. Ainda não existe um balanço, que só teremos quando o Plano for atualizado. Pretendemos fazer ainda esse ano, após um processo de licitação”, explicou a assessoria. O certame ainda não tem data certa para ocorrer. Além das encostas do Henrique Equelman e Flexal de Cima, outras áreas de risco em Maceió, apontadas por Paulo Noronha, estariam localizadas no Benedito Bentes, Vale do Reginaldo, Mutange, Grota do Cigano e Chã da Jaqueira. “São regiões que, todo ano, quando chove, você escuta falar em deslizamento nelas”, disse o coordenador da Defesa Civil. Desde o início deste mês, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) faz vistorias nas áreas con-

sideradas mais críticas de Maceió. De acordo com o secretário, Roberto Fernandes, mais de cem intervenções já foram feitas. Os números repassados pela Defesa Civil mostram que somente no Henrique Equelman, 70 pessoas foram desabrigadas e outras 12 tiveram que sair de suas casas no Benedito Bentes. Nos seis primeiros dias desse mês, o órgão registrou trinta desabamentos, 47 deslizamentos, três crateras, nove alagamentos, dez quedas de árvores e quatro rachaduras por toda Maceió. Ao todo, na primeira semana do mês, 110 ocorrências foram registradas pelo órgão, a maioria delas no dia três, fazendo com que mais de 170 pessoas ficassem desalojadas e outras 40 pessoas fossem cadastradas no aluguel social somente naqueles conjuntos.

PIERRE CHALITA

Risco de deslizamento interdita via Desmatamentos irregulares são os responsáveis pelos problemas na avenida Na sexta-feira passada, problemas estruturais levaram à interdição, pela quarta vez consecutiva, de um trecho da Avenida Pierre Chalita, que liga os bairros da Serraria a Jacarecica. Desta vez, o trecho interditado é uma alça viária que liga o Sítio São Jorge à Pierre Chalita. A interdição foi determinada pela Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) após constatar o perigo de deslizamento de parte da alça, que fica a uma altura de 20 metros de profundidade. “O barro que fica sob o passeio público e a linha d’água deslizou e ameaça provocar o desmoronamento da via. Não podemos correr o risco de que haja acidentes com carros de passeio, ou, pior ainda, com ônibus de passageiros”, avaliou o coordenador da Defesa Civil, Dinário Lemos Júnior. Devido à constatação do perigo, a Comdec acionou a Superintendência de Energia e Iluminação Pública (Sima) para analisar a situação dos postes, uma vez que a tubulação também está exposta. “Devido ao perigo, não podemos desligar os postes, por isso os técnicos da Sima vieram avaliar a situação e explicaram que o sistema

SECOM MACEIÓ

Barro que fica embaixo do passeio público deslizou e ameaça provocar um desmoronamento no local

será desabilitado automaticamente em caso de deslizamento”, explicou. Agentes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito também foram deslocados para o local para realizar o bloqueio da via. A interdição não tem prazo para ser revogada, conforme informou a Defesa Civil. “Esta não é obra para um dia ou uma semana e

esta administração tem priorizado a vida dos cidadãos acima de tudo, por isso optamos pela interdição, apesar dos transtornos causados”, defendeu Dinário. PIERRE CHALITA A obra da Pierre Chalita foi entregue em dezembro de 2012, na gestão anterior, e foi construída para interligar os bairros da Serraria, do Barro Duro, Farol e Jacareci-

ca. Mas desde o início do ano, deslizamentos frequentes de encostas levaram a Prefeitura a fazer quatro interdições. A primeira em 24 de abril e as demais interdições nos meses de maio e junho, todas causadas pelo desmatamento irregular da região. A Prefeitura estuda medidas a serem tomadas e já prepara um decreto que proíba edificações na região.

ADAILSON CALHEIROS

Desalojados e desabrigados somaram 170 pessoas este mês


12

CIDADES

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013

TRIBUNAINDEPENDENTE

Alagoas reduz mortalidade infantil em 36% De 2007 até o ano passado, índice de 21,57 óbitos para cada mil nascidos vivos caiu para 15,19 no Estado

CidadesemFoco ROBERTO BAIA robertobaiabarros@hotmail.com

Cristiano homenageado

O

Prefeito de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus, foi homenageado com o prêmio de destaque do ano de 2012 pelo Jornal Tribuna de Alagoas. É o terceiro ano consecutivo que o jornal homenageia as figuras de destaque positivo no Estado. Em 2011 o Prefeito já havia recebido do Sebrae o troféu de Prefeito Empreendedor.

Reconhecimento Transformação A entrega do prêmio foi na noite de quinta-feira, 11, no Teatro Téo Brandão, em Maceió. No mesmo evento a Tribuna Independente homenageou outras figuras de destaque no ano passado. Foram empresários, artistas, empreendedores e também o Prefeito Cristiano Matheus.

Ao ser chamado para receber a homenagem, o mestre de cerimônia disse: “Marechal Deodoro vive desde 2009 um momento de transformação em sua infraestrutura e também na qualidade de vida dos seus moradores. Por todas estas transformações e seriedade no trato do bem público, é que chamamos para receber o prêmio, o Prefeito Cristiano Matheus”.

Deodorenses Após receber a homenagem, o prefeito disse que aquele era um prêmio de todos os deodorenses. “É o prêmio de uma equipe, de uma comunidade, de todos os moradores da cidade que contribuem para que seguimos na trilha do progresso”, disse Cristiano.

Outro prêmio Em 2011 ele também recebeu um prêmio do Sebrae. Depois de ter seu desempenho analisado juntamente com todos os prefeitos do Estado, Cristiano Matheus recebeu o prêmio prefeito empreendedor, dado pelo Sebrae. Ele chegou a concorrer em Brasília ao prêmio de melhor prefeito do país.

Festa especial Integração entre pais, filhos e direção. Foi com este objetivo que, na manhã de sexta-feira (12), uma festa de São João foi realizada na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Arapiraca (Apae), no bairro Brasília. A comemoração em alusão ao mês junino com as mais de 50 crianças e adolescentes foi feita com doações adquiridas com empresas parceiras.

Centro administrativo Em reunião no Centro Administrativo Antônio Rocha, a presidente da instituição, a administradora Nayara Vital, conversou com a prefeita Célia Rocha (PTB) e as secretarias Municipais de Planejamento, Orçamento e Desenvolvimento Territorial, Edina Pereira, e de Governo Municipal, Cícera Pinheiro, para conseguir apoio.

C

om a implantação de políticas públicas voltadas para gestantes e crianças, Alagoas conseguiu reduzir a mortalidade infantil em 36% ao longo dos últimos seis anos. O índice de mortes caiu de 1.240 casos (21,57 para cada mil nascidos vivos) no ano de 2007 para 794 (15,19) no ano passado. Entre os melhores resultados, estão os dos 26 municípios considerados de importância epidemiológica para redução da mortalidade materna e infantil, sendo 14 prioritários e 12 selecionados com esse propósito. Em 14 cidades prioritárias – Arapiraca, Atalaia, Coruripe, Delmiro Gouveia, Joaquim Gomes, Maceió, Marechal Deodoro, Palmeira dos Índios, Penedo, Rio Largo, Santana do Ipanema, São Luiz do Quitunde, Teotônio Vilela e União dos Palmares, a taxa passou de 19,47 para 14,11 entre 2007 e 2012. Já nas 12 cidades selecionadas os índices de óbitos infantis passaram de 24,62 em 2007 para 16,66 no último ano. São municípios selecionados Anadia, Campo Alegre, Canapi, Girau do Ponciano, Inhapi, Maragogi, Matriz de Camaragibe, Murici, Pilar, São José da Laje, São José da Tapera e São Miguel dos Campos. Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde, Sandra Canuto, uma série de ações tem ajudado o Estado na diminuição das estatísticas. “O governo federal priorizou e Alagoas aderiu à proposta, assumindo a responsabilidade quando ainda éramos os últimos [colocados no ranking nacional de óbitos infantis, no ano 2000]. Entre os investimentos, está a capacitação de profissionais da atenção básica e das áreas pré-hospitalar e hospitalar”, diz. Além disso, também fo-

ram empregados recursos em transporte sanitário, na criação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Neonatal – no qual Alagoas foi pioneiro no País – e na estruturação tanto de maternidades, por meio do ProMater, quanto do Programa de Saúde da Família (PSF) nos municípios, com o ProSaúde. “As políticas continuam com a qualificação dos sistemas de informação, a entrega mensal de cestas nutricionais para gestantes com risco de desnutrição e a realização dos fóruns Viva Vida, que passaram pelas regiões mobilizando prefeitos, gestores de Saúde, médicos, enfermeiros e agentes de todos os municípios”, acrescenta a superintendente. Ela lembra, no entanto, que, apesar da redução, o assunto continua sendo uma preocupação do Governo do Estado. “Precisamos continuar mobilizados para diminuir ainda mais os índices e o mesmo vale para as administrações municipais. Por isso, a partir deste mês de agosto, vamos promover novos fóruns regionais”, expõe Sandra Canuto. Durante os eventos, serão realizadas oficinas específicas sobre medidas de assistência médica e prevenção de óbitos. As regionais também serão reunidas para debater assuntos como qualificação do pré-natal, tratamento de HIV e sífilis, imunização e notificação e investigação de mortes. “A Sesau coordena as ações, fazendo capacitações e adquirindo instrumentos e as cidades contribuem com a assistência à gestante e a realização do pré-natal. Tudo isso é muito importante, pois 69,9% dos óbitos seriam evitados por intervenção da Atenção Básica e da média e alta complexidade”, afirma a superintendente de Vigilância em Saúde. AGÊNCIA ALAGOAS

Parcerias “Dependemos das parcerias com a Administração Pública Municipal, empresas da terra e escolas para gerir este espaço. Estamos na ativa desde janeiro com pacientes de dois meses de vida até 21 anos de idade”, pontua Vital, que conta ainda com uma equipe com assistente social, psicólogo, fisioterapia, fonoaudiólogo e terapeuta ocupacional. Ao som do tradicional forró pé-de-serra, tocado pelos próprios pais das crianças, os pacientes vestidos a caráter dançavam e provavam comidas típicas. Houve ainda sorteio de brindes do Grupo Coringa.

Movimentos

Em Maceió

No fim da tarde de quinta-feira (11), a secretária de Governo, Cícera Pinheiro, recebeu, na sala de reuniões do Centro Administrativo Municipal, representantes da comissão de estudantes e de movimentos de trabalhadores rurais sem terra. Cerca de 200 pessoas haviam saído em caminhada pelas ruas centrais da cidade, e depois seguiram até a sede do Centro Administrativo Municipal, no bairro Santa Edwiges.

A prefeita Célia Rocha (PTB) estava em Maceió, e o vice Yale Fernandes (PMDB) participando da Marcha dos Prefeitos em Brasília. O grupo foi recebido pela secretária de Governo, Cícera Pinheiro, que ouviu as reivindicações dos estudantes e camponeses.

... Na ocasião, o representante do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), Kleverton Tenório, que também é servidor contratado da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. ... Ele disse que os jovens queriam a garantia da redução da tarifa da passagem de ônibus também para a zona rural; melhorias no transporte coletivo e sua regulamentação no processo de licitação, bem como aprovação na Câmara de Vereadores da Lei da Meia-Passagem e da paridade dos estudantes no Conselho Municipal de Trânsito. ... Por outro lado, os representantes dos movimentos de trabalhadores rurais sem terra solicitaram a realização de uma feira camponesa com o apoio da prefeitura e um ônibus para o transporte de um grupo para participar de congresso dos movimentos sociais, no próximo ano, em Brasília.

Maternidades melhoraram sua estrutura com destinação de recursos

AÍLTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com

As folgas da mulher do pastor

R

ei da boemia, o Gerúndio Escolástico andava sumido havia um tempão. No último Dia de Reis, por acaso, seu amigo Perióstio Escaleno deu de cara com ele na praça D. Pedro II. - Pô, meu! Onde você andava? - indagou o amigo. E ele, meio apressado: - Ocupadíssimo, amizade. Perióstio insistiu: - Mas cara, não sobra nem um tempinho pra uns birinaites na orla? Passa lá no Posto 7, no sábado à noite... - Sábado? Não posso! Sábado o pastor SS Silibaldo vai fazer uma pregação no Tabuleiro... - Não! Não é possível! Você agora é crente?! Nesse caso, a gente toma só uma água de coco e bota o papo em dia. Segunda-feira, tá bom? - Também não dá, cara. O pastor vai comandar uma campanha de evangelização no Barro Duro. - Então, eu te espero na sexta-feira, tá combinado? - Iiih, piorou! Logo na sexta, meu irmão! Impossível! O pastor vai passar o dia inteirinho em perigrinação. Só vai voltar no sábado pela manhã. Nesse ponto o amigo Perióstio perdeu a paciência: - Ô cara, esse seu fanatísmo repentino pelo evangelhismo não tá dando pra entender! Será que você não pode perder nenhuma pregação ou uma reunião com esse tal de pastor SS Silibaldo? Qualé? - Claro que eu posso perder qualquer encontro, reunião ou pregação do pastor. O que eu não posso perder, são as folgas da mulher dele, entendeu?

Ganhou o prêmio! Determinados locutores de rádio FM têm aprontado horrores, na condução dos chamados programas disquejóqueis, onde o ouvinte tem partição ativa e direta com os sobreditos. Ainda bem que temos honrosas e gratificantes exceções - que são a maioria -, atuando na área. Pois bem. Numa determinada emissora, o locutor comandava um programa tão cretino quanto o próprio. Certíssimo que estava abafando, o imbecilóide abriu espaço para o público ouvinte feminino manifestar-se através do telefone. Empolgadão, o cara deitava falação: - Daremos um belíssimo prêmio para a ouvinte que apresentar a melhor resposta à seguinte pergunta: o que você diria ao seu marido na primeira noite de núpcias? Imediatamente uma ouvinte ligou. Ele a atendeu, no ar: - Alô querida, tudo legal? Tudo jóia? E ela: - Superlegal! Superjóia! E o locutor, mais empolgado ainda: - Seu nome, querida? - Marijudicleide Juliette... com dois “tês”, viu? - respondeu a ouvinte. Novamente, o “brilhante” e “inteligente” locutor: - Manjou na pergunta que está no ar, meu amor? - Supermanjado. - Então, você tem um minuto para responder. Vale um CD da dinâmica, imbatível e magnífica dupla Xitãozinho e Xororó. Responda, minha querida: o que você diria ao seu marido na noite de núpcias? - Eu diria... “enfim, sós”. Não é romântico? - respondeu a ouvinte. - Aaah, mas que pena! Essa sua resposta é muito manjada. Man-ja-dissima! É ou não é querida? Você tem outra chance. A moça mandou outra dose: - Bom... eu chegava no ouvido dele e dizia: “Oh, meu amor, que momento tão lindo!” E o locutor, algo decepcionado: - Desse jeito você está pisando na bola, minha cara. Essa resposta está muuuiiito fraca! Desse jeito você não vai ganhar o CD do Xitãozinho e do Xororó. Eu quero uma resposta objetiva. Mais outra chance pra você. Vamos! Faltam 10 segundos, 9, 8, 7, 6, 5... Desconsolada, sem esperança alguma de ganhar o prêmio, a coitadinha murmurou: - É... tá duro! O locutor explodiu: - Muuuiiito bem! É isso aí, querida! Finalmente, a resposta inteligente! Parabéns! Meus parabéns! Ganhou o CD!

Ela não se esconde!... Há muito tempo atrás, o colega Emanuel Pedrosa, que não é outro senão o apresentador de TV Canetinha, foi chegado a uma farra esperta. Hoje em dia, não. Reciclado, bem casado com a professora Geny Muritiba, avô de vários netos, pode ser considerado um “santo”, conforme avalia a própria consorte. Numa ocasião dos tempos de boêmio, ele voltou pra casa alta madrugada, no maior pileque e Geny, que dava “plantão”, no seu aguardo, o recebeu cheia de bronca: - Chegando embriagado de novo, não é seu safado? Ainda por cima a esta hora da madrugada. No mínimo andava por aí com as raparigas... E ele, expelindo o maior bafo de alcool: - Mas o que é isso, meu amor? Não seja injusta. Eu estava trabalhando! E Geny, na ponta dos pés, pronta para a briga: - Tô lhe manjando, canalha. Faz dias que você não me procura... - E como é que você quer que eu lhe procure, se você não se esconde em canto nenhum? Dito isto, Canetinha correu pro quarto, caiu na cama e puxou um ronco seguro. Estava cansado demais!


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013

Economia

ECONOMIA

13

Eletrobras Alagoas garante atendimento de qualidade apesar da greve anunciada A Eletrobras recebeu das entidades sindicais representativas dos seus trabalhadores comunicado de greve por tempo indeterminado, a partir de segundafeira (15). A Eletrobras Distribuição Alagoas, por sua vez, reafirma seu respeito ao direito de greve, mas adotará medidas que garantam o fornecimento de energia elétrica confiável e de qualidade a todos os seus consumidores de Alagoas e, para isso, conta com o apoio, empenho e alto grau de responsabilidade de seus colaboradores. Durante o período de greve, as equipes de operação e manutenção estarão trabalhando com contingente otimizado para atender às demandas cotidianas e para que não haja a descontinuidade dos serviços essenciais. Pelo Call Center: 0800 082 0196, os atendimentos serão realizados normalmente.

Alagoas ganha mais uma mineradora Aliança entre empresas canadense e indiana vai investir em três projetos de exploração de minério de ferro

U

ma empresa de mineração canadense, a Atlantica Mining, tem estudado nos últimos dois anos o solo da região Agreste de Alagoas e já desenvolveu três projetos nos municípios de Campo Grande, Campo Alegre e Major

Isidoro. Até o momento, aproximadamente R$ 5 milhões foram investidos em pesquisas, e o resultado foi apresentado na sexta-feira (12) pelos executivos ao governador Teotonio Vilela Filho e ao secretário de Estado do Planejamento e do

Desenvolvimento Econômico, Luiz Otavio Gomes. De acordo com o presidente da Atlantica, Renato Gomes, a qualidade do minério de ferro de Alagoas é propícia para expandir o trabalho. Diante disso, eles firmaram uma aliança com

a empresa indiana Fomento Resources, indicando o Nordeste, em especial o Estado de Alagoas, para receber um novo investimento. A Fomento Ressources é uma das cinco maiores de mineração da Índia com foco no minério de ferro e vai

fazer o aporte financeiro, viabilizando projetos. “Alagoas ganha mais um investimento de grande porte na área de mineração de ferro, o que capacitará o Estado a gerar mais emprego e desenvolvimento na região do Agreste. O

nosso governo agradece a confiança e se coloca como parceiro para ajudar no que for possível. Já sinto um clima de avanço e prospecção desse projeto, que tem tudo para dar certo”, disse o governador Teotonio Vilela Filho. DIVULGAÇÃO

Atlantica Mining tem estudado solo da região Agreste de Alagoas

EM 60 ANOS

Pela primeira vez, indianos investem em outro país O diretor executivo da Fomento e representante dos acionistas do grupo, Anuj Timblo, explicou, que apesar de atuar há 60 anos no mercado indiano, é a primeira vez que eles estão investido em outro país. “Somos especialistas em trabalhar com minérios de ferro que possuem um teor abaixo de 40% e encontramos no Estado um minério com teor de 30%, o qual vai ser processado até 60%, que é o que o mercado consome. Posso afirmar que Alagoas é um lugar especial para nós”, disse o diretor executivo da Fomento, Anuj Timblo. “Temos experiência com empresas de mineração porque a Mineradora Vale Verde, que já está construindo sua planta no município de Craíbas, passou quase seis anos estudando o solo e fazendo pesquisas. Depois de tudo, cerca de US$ 500 milhões estão sendo investidos pela empresa e eu acredito

que com esse grupo não será diferente”, ressaltou o secretário Luiz Otávio Gomes. “A logística do Estado e as políticas de incentivo compensam qualquer investimento”. As jazidas de ferro, que possuem um grande potencial econômico verificado pelos engenheiros de minas e geólogos que fizeram os estudos, ainda passarão por vários processos. Nos próximos 18 meses, serão aportados mais US$ 5 milhões para uma campanha de sondagem mais intensa. Com relação a quanto será investido na unidade, os executivos afirmaram que esse valor será proporcional à matéria-prima. “Precisamos verificar qual o retorno financeiro que teremos com a matéria-prima alagoana. Vários processos serão realizados para agregar valor ao minério, como a pelotização. Definiremos isso durante a fase de estudos”, explicou o presidente Renato Gomes.

TECNOLOGIA

Demo Day com inscrições abertas para novos projetos O Demo Day Alagoas – evento que descobriu o Hand Talk, aplicativo gratuito que traduz do português para Libras (Língua Brasileira de Sinais), vencedor do prêmio da ONU como o melhor aplicativo de inclusão digital do mundo – está com inscrições gratuitas abertas para receber novos projetos. Não há limites de quantidade nem de critérios para participar da seleção. Basta ter uma ideia ou projeto com soluções tecnológicas que gerem benefícios para qualquer área. O objetivo do Demo Day é ajudar empreendedores digitais a transformar projetos, sonhos, em negócios. As inscrições podem ser feitas até dia 25 de julho pelo site www.demodayal.com. br. Já o Demo Day Alagoas, evento no qual serão apresentados os projetos selecionados, ocorrerá dia 22 de agosto, no Centro de Conven-

ções, das 8h às 19h. As inscrições também são gratuitas. PROGRAMAÇÃO A programação inclui palestras e painéis de debates com a presença de convidados de vários lugares do País. É uma iniciativa do Polo de Tecnologia, Informação, Comunicação e Serviços (TICS), através da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) de Alagoas, com patrocínio do Sebrae/AL, e apoio da Prefeitura de Maceió e a Anjos do Brasil. Este é o segundo ano em que acontece o Demo Day Alagoas, e a expectativa é de contar com mil participantes no dia 22. O público é formado de investidores, empresários, estudantes, professores e pesquisadores, e profissionais de diversos segmentos. Esperam-se mais de 50 projetos inscritos, dos quais 20 serão selecionados e apresentados no palco do encontro.


14

ECONOMIA

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013

Das árvores ou cânions, Alagoas é beleza pura

ALAGOAS 24 HORAS

Parasail, rapel, arvorismo e tirolesa têm atraído praticantes de todo o Brasil

A

prática do turismo de aventura em Alagoas tem atraído adeptos de várias regiões do Brasil. Parasail, rapel, arvorismo e tirolesa estão em alta, contribuindo para o desenvolvimento do turismo em Alagoas. Parasail é executado na Região do Baixo São Francisco, em Piaçabuçu, a 135 quilômetros de Maceió. O praticante pode voar os 21 quilômetros pela praia deserta do Peba, seguindo em direção à Foz do Velho Chico, a uma altura de 80 metros, observando toda a exuberância da região.

Rapel é praticado em Delmiro Gouveia, distante 283 km da capital, no magnífico Cânion do Rio São Francisco, que serviu de cenário para a novela Cordel Encantado, da TV Globo, e também na Barra de São Miguel, do alto de uma ponte sobre a Lagoa do Roteiro, sensacional. O arvorismo segue a mesma linha, tendo como locais ideais Maragogi, no Litoral Norte, a 125 quilômetros de Maceió, e Barra de São Miguel, a apenas 35km da capital, onde o praticante pode vislumbrar cenários paradisíacos do alto das árvores.

A última modalidade é a tirolesa, em Maragogi, segundo polo turístico de Alagoas, conhecido por suas belas praias. A prática também é comum no cânion do Rio São Francisco, entre os municípios de Delmiro Gouveia e Olho D’Água do Casado (o cenário é espetacular) e na Barra de São Miguel, cujas belezas naturais enchem os olhos dos turistas, sobretudo dos adeptos das modalidades de aventura. Alagoas para Alagoanos Lançada em março deste ano, com o objetivo de movimentar o turismo interno, minimizando a sazonalida-

de, a campanha Alagoas Para Alagoanos completa 4 meses e está sendo bastante utilizada. Os beneficiados garantem satisfação. Numa ação do Governo de Alagoas, por meio das Secretarias de Estado do Turismo e da Gestão Pública, em parceria com a iniciativa privada, a campanha Alagoas Para Alagoanos já conta com 85 adesões. São diversos empreendimentos de hospedagem, alimentação, passeios e atrativos turísticos, que oferecem descontos de 10% a 50% durante os meses considerados de baixa temporada no turismo.

PIONEIRO

TURISMO

Projeto facilita turismo para alagoanos no próprio Estado O alagoano pode desfrutar, com mais facilidade, as inúmeras belezas naturais, históricas, culturais e da diversificada gastronomia nas cinco regiões do estado. Andréa Tenório, servidora pública, diz que está aproveitando bastante junto com sua família. “Aqui em Maceió, fui a alguns restaurantes. Mais recentemente, viajei a Piranhas e utilizei os empreendimentos de hospedagem e alimentação. Fiquei muito satisfeita com o atendimento em todos”, afirmou. Rildo Albuquerque, sócio da operadora Destino Alagoas Turismo e Negócios, aproveita o momento para potencializar suas vendas. “Na próxima semana, lançaremos pacotes

para as regiões Costa dos Corais, Lagoas e Mares do Sul e São Francisco, que serão utilizados em setembro”, revelou. Segundo ele, um dos propósitos da operadora, inaugurada ano passado, é fomentar a venda de produtos para o estado de Alagoas. Danielle Novis, secretária de Estado do Turismo, demonstra sua satisfação. “Somos pioneiros no país e, desde o início, acreditamos no sucesso desta campanha que estimula a população a conhecer os destinos turísticos de Alagoas”, destaca a secretária de Estado de Turismo, Danielle Novis. “O alagoano pouco conhecia sua terra, e o interior do estado tem muito a oferecer”.

Rapel no cânion do Rio São Francisco junta adrenalina com beleza

Campanha com descontos vai até novembro de 2014

Cidades históricas como Penedo oferecem muitas opções em diversão

A campanha Alagoas Para Alagoanos vigora até novembro de 2014. Os descontos são ofertados nos meses de: março, abril, maio, junho, agosto, setembro, outubro e novembro – exceto feriados prolongados, datas comemorativas e eventos locais. O servidor público deve se dirigir ao destino com o ‘cartão /desconto’ em mãos – que ele recebe no setor de Recursos Humanos do órgão em que trabalha - além de um documento que identifique o vínculo com o serviço público (matrícula ou contracheque). Se o empreendimento ofertar outra promoção nesse perío-

do, ela não se torna cumulativa à promoção do servidor. Os empreendimentos que quiserem aderir à campanha devem procurar a sede da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), no Centro de Maceió. As adesões de hospedagem serão apenas para os empreendimentos cadastrados no Cadastur ou associados. Para conhecer melhor a campanha e saber quais os destinos, empreendimentos e respectivos descontos, acesse o site www.alagoasparaalagoanos.al.gov.br e, para acompanhar as novidades, acesse a página do facebook “Alagoas Para Alagoanos”.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013 ESPORTES 15

CRB e Brasiliense jogam pela reabilitação Adversários deste domingo vivem fase delicada na tabela de classificaçao do Campeonato Brasileiro da Série C ARQUIVIO

Márcio Goiano e Roberto Fonseca travam, um duelo a beira do campo hoje no jogo CRB e Brasiliense

O

ficialmente ainda não foi definido, mas o técnico Márcio Goiano deixa transparecer que vai alterar a formação do CRB para o jogo deste domingo, às 19h, contra o Brasiliense, no Rei Pelé. O que fortalece a possibilidade de mudança tática foi a postura da equipe na derrota para o Fortaleza, quando o time não conseguiu colocar em prática a situação de jogo treinada durante o intervalo da Copa das Confederações. Quem concorre a uma vaga na próxima formação é volante Thiaguinho. O jogador fez sua estreia com a camisa do Galo no segundo tempo do confronto em Sobral-CE e deverá entrar na vaga do meio-campista Jairo. Outra mudança que deverá acontecer é na lateral-

-esquerda, a volta do titular João Victor no lugar de Marcos Antônio. Na lateral-direita, Alex Murici é o mais cotado para substituir o experiente Paulo Sérgio, que cumpre suspensão por expulsão. Já o atacante Schwenck, que vem sendo pressionado e questionado por grande parte da torcida alvirrubra, por ainda não ter marcado gol em nenhum dos três jogos da equipe na Série C do Brasileiro, vai disputar a condição titular com Denílson. A provável formação é com Julio César; Alex Murici, Audálio, Marcus Vinícius e João Victor; Marcinho Guerreiro, Johnnattan, Thiaguinho, Danilo Sacramento e Thiago Potiguar; Schwenck (Denílson). A diretoria regatiana faz uma promoção de ingressos, que estão à venda aos pre-

ços de R$ 10 a arquibancada baixa, R$ 15 a arquibancada alta e R$ 50 a cadeira. “Os preços estão acessíveis e ainda teremos o sorteio de 20 brindes no domingo”, revelou o presidente Marcos Barbosa. Segundo ele, todos que comprarem o ingresso na loja oficial do CRB concorrem ao sorteio que acontece no domingo, às 11h. Quem comprar ingresso de cadeira ganha na hora uma camisa comemorativa ao bicampeonato 2012/2013. Quem comprar a camisa oficial (R$ 130) ganha na hora um ingresso de arquibancada alta. Os pontos de venda são Loja do CRB (Pajuçara), sede da Galo Chopp (Pajuçara), sede da Comando Alvirrubro (Jaraguá), Mercadinho J.Tigre (Vergel), Super Bits (Jatiúca) e todas as lojas Poly Sport de Maceió. UOL

UFC

Anderson Silva confirma que fará revanche em dezembro Anderson Silva sofreu a pior derrota de sua carreira na madrugada do último final de semana, perdendo o cinturão de campeão dos pesos médios para o americano Chris Weidman. O grande nome da história do MMA, que nunca havia sido nocauteado até então, contou qual foi a sensação de perder, rebate as criticas de que teria entregado a luta e confirma a revan-

che com data marcada: dia 28 de dezembro. “Depois de perder, tenho que me preparar novamente e voltar a lutar. Aliás, confirmo a revanche, que será no dia 28 de dezembro deste ano. Se pudesse voltar ao início do 2°round desta última luta ele disse que faria algo diferente. “Acho que eu me focaria mais. Faria um caminho inverso,

mas não mudaria a tática. Tenho confiança de que fiz o meu jogo só que acabou não dando certo. Jogo é jogo, se pode ganhar ou perder. Sobre a primeira sensação que teve ao perceber que havia sido nocauteado ele relatou. “Sensação ruinzinha... Na verdade ainda a tenho. Nunca tinha sido nocauteado na minha carreira. Não gostei”.

Anderson Silva confirma revanche com Weidman para 28 de dezembro para Dana White não confirma


14

ESPORTES

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013

Esportes

TRIBUNAINDEPENDENTE

Presidente do Real Madrid ainda tem esperança em Kaká: ‘é um fenômeno’ O meia Kaká pode ganhar mais uma chance no Real Madrid com a chegada de Carlo Ancelotti, que o comandou no Milan com sucesso entre 2003 e 2009. O presidente do clube espanhol, Florentino Pérez, admitiu que espera que o brasileiro brilhe finalmente na Espanha, e não precise ser negociado. “É um fenômeno, mas se lesionou depois da Copa do Mundo e teve que operar. Aí chegou Özil e pegou a vaga, mas é um dos grandes. No Twitter, depois de Cristiano, é o que tem mais seguidores. Tem brilho e emociona os torcedores. Sou otimista de que com Ancelotti, que o conhece bem, volte a ser o Kaká mágico que contratamos”, disse Florentino.

Clássico Vasco e Flamengo deve bater recorde de público Confronto carioca pelo Brasileirão acontecerá na Arena Mané Garrincha, em Brasília UOL

Vasco e Flamengo fazem o clássico da rodada em local inédito, na Arena Mané Garrinha em Brasília

A

o que tudo indica, o clássico neste domingo às 18h30 entre Vasco e Flamengo, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, será com casa cheia. O Cruz-Maltino, mandante da partida, anunciou que já foram vendidos mais de 70% dos ingressos. Houve problemas em alguns postos de vendas da capital federal. Mas mesmo assim, grande carga de bilhetes acabou sendo adquirida. Ao todo, foram disponibilizados 69 mil entradas para o Clássico dos Milhões. Ambas equipes não estão em boas colocações na tabela do Campeonato Brasileiro e buscam a vitória para se recuperar. O Vasco está na 14ª colocação e tem sete pontos ganhos. Já o Flamengo se encontra no 18º lugar, na zona de rebaixamento, e tem um ponto a menos do que o rival. Diferentemente do que consta nos ingressos do jogo entre Vasco e Flamengo,

marcado para este domingo no Estádio Mané Garrincha, o torcedores não terão assento marcado. Conforme o governo local, apenas os setores serão numerados. As torcidas de cada time ficarão separadas na arquibancada superior. Os rubro-negros ficarão na Ala Norte, voltada para o Autódromo. Os cruzmaltinos, na Ala Sul, virada para o Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Já na arquibancada inferior, nos camarotes e na área vip, a torcida será mista, sem separação. O governo local divulgou o plano de segurança pública e de mobilidade urbana. Polícia Militar vai contar com 1.500 homens nas áreas externa e interna do estádio. OUTROS JOGOS 16h00 Corinthians x Atlético-MG 16h00 Vitória x São Paulo 16h00 Grêmio x Botafogo 16h00 Coritiba x Atlético-PR 18h30 Criciúma x Goiás 18h30 Cruzeiro x Náutico

LIBERTADORES

Atlético-MG tenta jogar final no Independência Apesar de a diretoria do Atlético-MG ter informado na quinta-feira, que acata a marcação do segundo jogo da final da Libertadores para o Mineirão, os dirigentes atleticanos ainda não desistiram de mandar a partida no ‘caldeirão do Independência’. Nos bastidores, o clube trabalha para conseguir convencer a Confederação Sul-Americana de Futebol, que o estádio do Horto tem condições de receber a partida já que será utilizado para treinamentos na Copa de 2014. A tarefa atleticana é convencer a Conmebol que o Independência possui estrutura para receber um jogo de final da Libertadores, mesmo não comportando os 40 mil torcedores, mínimo determinado pela entidade para os jogos das finais da Libertadores. Mesmo sem querer se pronunciar oficialmente sobre a situação, a diretoria atleticana tenta mostrar que após a reforma realizada, o estádio tem padrão Fifa, estando apto a receber seleções na Copa do Mundo de 2014, durante treinamentos. A ideia é mostrar que os torcedores terão segurança e comodidade, assim como os dois clubes.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013 DIVERSÃO&ARTE

Autor best-seller recria a história de Krypton, planeta do Super-Homem Uma nova aventura do Super-Homem estreia nesta sexta-feira (12) nos cinemas. Em “O Homem de Aço”, o protagonista (interpretado pelo galã Henry Cavill) tem que mergulhar em suas origens extraterrestres para enfrentar kryptonianos que invadem a Terra. Esse foi o gancho para o autor americano Kevin J. Anderson também se aprofundar na história do planeta Krypton, que, como qualquer fã de quadrinhos sabe, foi devastado antes da vinda do super-herói Kal-El (ainda bebê) para o mundo dos humanos.

Ator sugere que homem-aranha seja gay O ator Andrew Garfield, que vive o herói Homem-Aranha nos cinemas, sugeriu que o personagem poderia ser gay, já que sua identidade secreta, Peter Parker, ainda está “explorando sua sexualidade”. Garfield é a estrela de “O Espetacular Homem-Aranha”, filme do último ano que já garantiu duas continuações, a serem lançadas em 2014 e 2016. Em entrevista à revista “Entertainment Weekly”, Garfield contou que, enquanto discutia sobre a personagem Mary Jane Watson, interesse romântico de Peter Parker, sugeriu ao produtor Matt Tolmach que ela fosse um homem.

O RETORNO DE

ANVIL F/X

Há oito anos sem gravar, o pioneiro projeto de eletrônica experimental, liderado pelo mineiro Paulo Beto, reaparece com um disco novo

T

rês garotas, fazendo topless, comandam sintetizadores analógicos e instrumentos musicais no clipe de “Psych mood”, música de “Anvil machine” (YB Music), novo disco do Anvil F/X, um dos pioneiros da eletrônica de tons experimentais no Brasil. As imagens dão a ideia do clima de ficção científica da nova fase do grupo, comandando por Paulo Beto, que desenvolve esse projeto desde os anos 1990, em diversos formações, e que há oito anos não lançava um trabalho inédito. A partir do encontro com o também mineiro Pedro Zopelar, ele criou a dupla e produziu o novo disco. Paulo Beto fez fama com projetos eletrônicos, como o próprio Anvil FX e o Silverblood, no qual Ana Clara Romano cantava como se interpretasse a personagem Delirium de “Sandman”. O disco, “imperfection”,

gravado no quarto de Paulo Beto com um gravador Tascam de fita cassete, com quatro canais, foi lançado em 1995 pela Cri du Chat. O músico ainda tem no currículo um disco com sua banda Freakplasma, o “Popcar Spacemobile”, de 2004, além de participações em tributos a Zé do Caixão e Rogério Duprat, e ainda colaborações com artistas como Trio Mocotó, Walter Franco e Otto. Por mais de dez anos, produziu trilhas sonoras para filmes comerciais de grandes marcas e ainda para obras de ficção de Dennison Ramalho, Paulo Sacramento e Dácio Pinheiro. No show de amanhã, com entrada franca, a dupla vai tocar com alguns sintetizadores que entraram na formulação do trabalho. Este faz uma homenagem à chamada “library music”, produzida nos anos 1960. — Em vários países do mun-

do, existiram selos que produziam discos para serem usados em trilhas. Não eram discos comercializados para o público. A música deveria, de alguma forma, ter potencial para ser sincronizada — explica Paulo Beto, que durante oito anos fez trilhas na produtora Lobo/Vetor 0, de São Paulo. — A tiragem era muito pequena, só vendida para emissoras de rádio e TV. Alguns artistas que, depois, ficaram famosos, como Jean Jacques Perrey, Delia Derbyshire, Alan Hawkshaw e até mesmo Rogério Duprat, fizeram música com esse objetivo. Seguindo esta filosofia, o “Anvil machine” está sendo lançado em uma tiragem limitada de 250 discos de vinil, numerados. — Não é um disco para agradar à maioria. A escolha do LP é porque amo essa mídia. Um CD encalhado você põe na lata do lixo facilmente. Um LP, não. Ou

você dá para alguém que gosta ou vende em um sebo. Tenho LPs muito bem conservados dos anos 1950. Quero que esse meu trabalho atinja as pessoas que dão valor ao disco como obra de arte, e não apenas um código binário que você acumula, esquece e depois perde no HD que deu defeito. MP3 não pode ser considerado um objeto, quanto menos colecionável — afirma o músico (mesmo assim, o disco está disponível para audição na web). Além do disco em vinil, o Anvil FX — cuja discografia inclui “Lo-Fi Genesis”, lançado em 1999, pelo selo mineiro Motor Music, “Miolo” (YB Music), de 2002, e “Reboot”, de 2005 — lançou recentemente a fita cassete “Ris”, pelo selo Bumbum Sexy Tapes, de Binho Miranda, sem link na rede, e já tem, na gaveta, prontinho, o álbum “Jolymod DIY”, sem previsão de lançamento.

1


2

TRIBUNAINDEPENDENTE

DIVERSÃO&ARTE MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013

CD Exposição em Homenagem a Portugal O Cantinho Cultural dos Correios em Alagoas é uma homenagem ao Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, celebrado no dia 10 de junho. A mostra fica aberta ao público de segunda a sexta, das 9h às 17h, na agência central da empresa, localizada na Rua do Sol, com uma coleção de moedas e cédulas portuguesas raras, além de banners com informações sobre o português João de Barros e o Padre Antonio Vieira.

Banda Smashing Pumpkins lançará disco ao vivo e show em 3D

Pinacoteca Universitária Em exposição conjunta, “Simbioses Possíveis”, de Eva Cavalcante, e “Fruição Circular”, de Rosivaldo Reis, estão em cartaz na Pinacoteca Universitária. Com agendamento de visita em grupos e visitas guiadas em inglês, a mostra conjunta fica aberta ao público até o dia 26 de julho. As visitas podem ser feitas das 8h30 às 19h, às segundas, quartas e sextas; das 8h30 às 20h, às terças e quintas; e das 9h às 12h, em visitação especial no dia 6 de julho. A exposição ainda conta uma “Conversa de Arte” no dia 26 de julho, às 16h30. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3214-1545.

Salão de Fotografia

Melhor do mundo

A GA Produções traz para Maceió, no dia 20 de julho, o espetáculo “O Melhor Melhor Show do Mundo” com o ator e comediante Eduardo Sterblitch, Marcinho Eiras e Rodrigo de Arruda. O espetáculo vai acontecer no palco do Teatro Gustavo Leite, com duas sessões: às 19 e às 21 horas. O “Melhor Melhor Show do Mundo”, como o nome do espetáculo sugere, é a estreia do Melhor do Melhor do Mundo no teatro. Como é de praxe, o personagem criado por Eduardo Sterblitch para o programa Pânico quer agora provar que pode apresentar o melhor melhor show do mundo. E, para tanto, vai oferecer à sua plateia uma série de números irreverentes e imprevisíveis que vão dar o que falar. Vai ser a oportunidade para que o grande número de fãs de Eduardo Sterblitch, de todo Estado, confira de perto uma de suas criações de maior sucesso. Também dividem o palco com Eduardo o ator Rodrigo de Arruda e o músico Marcinho Eiras. A direção do espetáculo é de Rafael Queiroga.

Deborah Colker

Até o dia 31 de julho, a Fundação Pierre Chalita apresenta o seu 2º Salão de Fotografia. Com curadoria de Carlos Gama Junior, a exposição conta com 184 fotos, de 66 fotógrafos, e aborda a temática “Aspectos sociais, econômicos e culturais da realidade alagoana, considerando o passado, o presente e o futuro”. As visitas podem ser realizadas de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h, e no sábado, das 8h às 12h.

A

Amanhã é o último dia para assistir a Companhia de Dança Deborah Colker, que comemora 20 anos de trajetória. O grupo apresentará o espetáculo Velox, às 21h. Os ingressos estão à venda por R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia-entrada), a plateia; e R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia-entrada), o mezanino. Mais informações podem ser obtidas através dos telefones 3235-5301 e 9928-8675. FALE CONOSCO - A Agenda é um serviço gratuito de orientação ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposições podem enviar material através do endereço: tiagenda@hotmail.com

banda de rock americana Smashing Pumpkins lançará um novo disco ao vivo e um filme em 3D com um de seus shows. O pacote se chama “Oceania: Live in NYC” e trará a apresentação da banda no Barclays Center do Brooklin, em Nova York, realizada em 10 de dezembro do ano passado. O show havia sido marcado para o Dia das Bruxas, em outubro, mas teve de ser adiado para o final do ano por

causa da passagem da tempestade Sandy na costa leste dos Estados Unidos. O disco ao vivo será lançado em CD, DVD e Blu-ray 3D, em setembro. Além disso, o grupo pretende relançar a caixa “The Aeroplane Flies High”, de 1996, que terá, além de versões expandidas de singles do disco “Mellon Collie And The Infinite Sadness”, diversas versões alternativas e gravações inéditas da década de 1990.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013 DIVERSÃO&ARTE

3 BAND

FLÁVIO RICCO - colaboração: José Carlos Nery - www.twitter.com/flavioricco

Rodrigo Faro continua na espera de um programa novo

A

TV TUDO Continuar desse jeito não dá.

mudança do “Melhor do Brasil”, do O que resta é sair em busca de sábado para o domingo, sem nenhum saída honrosa, que não deve ser outra, senão inventar um prograplanejamento e apenas para cobrir o ma novo, pelo menos em condições mais razoáveis de disputa. buraco da saída do Gugu, deu no que deu. Ao vivo ou gravado, nesta altura, Sem nenhuma condição de disputa, está é o que menos importa. apanhando feio da Globo, SBT e Bandeirantes, em alguns momentos. Algo tão trágico, Simples quanto previsível. Rodrigo Faro tinha um consequência programa para os sábados, que bem ou mal, Se a Record continua derrubada nos domingos, o mesmo passou sempre assegurou a vice-liderança de aua acontecer nas noites de sábadiência, facilitado até pela falta de maior do, depois da saída do “Melhor concorrência no horário. Se alguma culpa do Brasil”. ou responsabilidade cabe a ele foi a de con- “Esquadrão da Moda” e “SuperNanny”, dois bons programas do cordar com uma mudança nessas condições SBT, passaram a ocupar a vicee de tamanha irresponsabilidade, sem qual- -liderança de audiência, até com certa tranquilidade. quer condição de fazer frente a ninguém. Agora não 1 Agora se tem como oficial que a série “Doutora Priscila”, do Aguinaldo Silva, só será produzida e apresentada no ano que vem. A direção da Globo, que já tem em mãos os dois primeiros episódios, deve fixar a sua estreia na nova grade de abril.

Agora não 2

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br Principal torneio europeu de clubes

© Revistas COQUETEL 2013

O Tremendão da Jovem Guarda (MPB) (?) Pinheiros, via expressa paulistana

Conserva de ovos de esturjão

Destinada a um propósito

Primeira linha de figura geométrica

A vogal do pingo Homem, em inglês

O Rei do (?): Michael Jackson

Local de visitação a animais Prática predatória usual na captura de camarões

Marca da poesia de Patativa do Assaré Graça Aranha, político maranhense

Período orbital de um planeta Qualidade do líder natural

Letra do símbolo do euro

Chocalhos indígenas (bras.) O tipo mais barato de leite

Massa, em inglês Veneno, em inglês Sistema filosóficoreligioso judaico

Mulher infeliz Princípio jurídico

O plano alternativo

L E

Estado mórbido Conjunto de 500 folhas de papel Torna suave ao tato Partidária

"Militar", em PM Obscuro (fig.)

Cidade (abrev.) Tramar (fig.) (?)campeiro, cervídeo brasileiro Victoria Abril, atriz madrilenha

I Perfeito; superior

Bem-me(?), flor amarela brasileira

Que não fez votos religiosos Vermelho, em inglês Testemunhos (jur.)

Autorizou a interven- 11, em ção na Lí- romanos bia (2011)

Sistema de TV em cores nos EUA

Cede; outorga Chá, em inglês

Elemento encontrado no mar (símbolo)

Tempo (símbolo) "Física", em CPF

Albert Einstein, cientista

Cacá Diegues, cineasta brasileiro Objeto de cobiça do fã ardoroso

3/man — red — tea. 4/mass — ntsc. 6/mofina — poison. M A R G I N A L

www.coquetel.com.br

L I G C A D P O S C M A M O P R E Õ D E C S

Nas baNcas e livrarias

P E S C A D E A R R A S T O

er v l o s e r ê c o v para

Solução CA E E Z P R O V I S O A I P O I S M A E M A R A C A S O N N I C M O FI N B A L A C I R E S M A A L I S A V C O Q U E S E C U L A XI I D O I M E N T O N I A E U T O G R A F

Os enigmas de Sherlock

47

A D E P T A

BANCO

O programa “A Liga” volta a ser exibido pela Bandeirantes na próxima terça-feira, às 22h30, abordando o tema “Funk ostentação”.Mariana Weickert, Rita Batista e China se juntam a Cazé e Thaide na apresentação

Perguntar não ofende Desligamento Já que agora é moda, e vandalismos à parte, por que não pensar numa manifestação para a melhoria da televisão paga? O número de assinantes cresce a cada ano no país, mas a qualidade não cresce na mesma proporção. Ao contrário. O serviço continua muito ruim.

A autora Ecila Pedroso deixou a Record. Saída em função do momento de reestruturação pelo qual passa a emissora. Nos últimos meses, ela vinha trabalhando na tradução dos capítulos da novela “Patinho Feio”, que, por sinal, já foi repassada ao SBT pela mexicana Televisa.

História sem fim

A quarta temporada de “Game of Thrones” tem previsão de estreia para final de março de 2014 na HBO, simultaneamente nos Estados Unidos e Brasil. As gravações, inclusive, já começaram. Só que esta série também permanece como a mais pirateada do momento, quebrando recordes de downloads. É difícil calcular o tamanho do prejuízo.

Uma vez que a Globo optou pela exibição de “Doutora Priscila” no ano que vem, isso, de imediato, resultou em um fator positivo para Aguinaldo Silva. Na ocasião ele poderá contar com Letícia Spiller como protagonista, o que não seria possível agora pelo trabalho dela na próxima novela das 6, “Joia Rara”. Foi um papel criado e escrito especialmente para ela.

Virou festa

Sinal amarelo 1

Sinal amarelo 2

Em São Paulo e no Rio de Janeiro, empresas que agenciam atores acompanham com preocupação o momento das emissoras de TV no campo da dramaturgia. Afinal, hoje já se pratica uma política diferente, no que diz respeito à duração de contrato e valor de salários.

Tal estrangulamento está levando alguns atores a buscar novas alternativas de trabalho. O barulho causado pelo “Porta dos Fundos” na Internet, por exemplo, é citado como modelo para enfrentar - com dignidade - este novo estado de coisas. É preciso perceber que, do lado de fora da televisão, também se encontra oxigênio puro.

A Rede TV!, com essa estratégia do dinheiro fácil, em detrimento de uma grade mais competitiva e de qualidade, virou uma espécie de ancoradouro de programas religiosos. Em sua programação podem ser encontradas, atualmente: Igreja Internacional, Igreja Universal, Igreja Evangelho, Igreja Vitória em Cristo, Igreja Assembleia de Deus e também a Igreja Bola de Neve. Faltou alguma? Caso aconteça mesmo um entendimento, com aprovação do Entretenimento da Globo, Walcyr Carrasco poderá trabalhar em nova versão de “Xica da Silva”, que lhe rendeu muito sucesso na extinta Manchete com o pseudônimo de Adamo Angel.A questão ainda está na base do pode ser

Bate-rebate ·Cátia Fonseca entrou em férias no “Mulheres”, da TV Gazeta. Volta dia 29. ·Durante sua ausência, o programa será apresentado por Marisy Idalino. ·A ideia na Globo é que os integrantes do Casseta passem a colaborar em outros programas da casa. ·Uma atração, nos moldes anteriores, dificilmente será viabilizada para eles. ·Até porque, mas ninguém vai assumir isso publicamente, houve uma enorme decepção com o formato “...Vai Fundo”. ·Marcelo Silva, vice-presidente Artístico e de Programação da Record, tem participado de encontros com autores da emissora... ·... E solicitado a colaboração de todos no sentido de dar um novo rumo para a dramaturgia da casa. ·Em 2014, vale informar, a Record pretende apostar muito em microsséries. ·A negociação de compra de textos, inclusive, já está acontecendo justamente para essa finalidade. ·Esta segunda temporada do “Na Moral”, do Pedro Bial, ficará em cartaz na Globo até o dia 26 de setembro. ·Na sequência, ele vai se preparar para mais uma edição do “BBB”.

C’est fini Fernanda Lima, fazendo um comercial atrás do outro, terá pela frente mais uma temporada do “Amor & Sexo”. O programa será apresentado entre setembro e outubro, mais uma vez com algumas reformulações. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

HORÓSCOPO ÁRIES - (21/3 a 19/4) – A desarmonia entre a Lua e Saturno lhe indica sua inclinação a agir de forma egoísta e baseada em suas próprias vontades. A dificuldade está em abrir espaço para a argumentação das pessoas. Estabeleça seus objetivos de forma bem complexa. TOURO – (20/4 a 20/5) – Busque mais maleabilidade e entenda que é preciso dividir mais do que concentrar e argumentar mais do que exigir. No amor, a passagem da Lua e Saturno desestabiliza seu setor amoroso, por isso tenha atenção redobrada com o romance. Assuma uma postura mais calma e empenhe-se em manter a harmonia na sua vida afetiva. GÊMEOS – (21/5 a 21/6) – Procure administrar melhor sua inflexibilidade, já que você deve comprometer a compreensão em seus relacionamentos profissionais. A desarmonia entre a Lua e Saturno lhe sugere ter cuidado para que seu equilíbrio não prejudique sua naturalidade, impondo barreiras ao seu redor. Abra-se as suas relações interpessoais. CÂNCER – (22/6 a 22/7) – Mesmo diante de problemas financeiros ou de tempo para o descanso, evite descontar nas pessoas. No amor, a passagem dos astros lhe sugere mais segurança para preservar-se determinado em suas metas de renovar a relação com seu amor. Não se entregue ao negativismo e empenhe-se em melhorar o romance. LEÃO – (23/7 a 22/8) – Evite atitudes egoístas, pois as mesmas tendem a lhe desviar de assuntos cruciais em sua rotina familiar. Sua delicadeza fica prejudicada com a tensão entre a Lua e Saturno e algumas particularidades podem não ser notadas. Preserve as conversas francas e expresse sua afeição pelas pessoas, esforçando-se para não proferir considerações precipitadas. VIRGEM – (23/8 a 22/9) – O romance necessita de muito cuidado, pois a passagem da Lua e Saturno, sob tensão, lhe faz refletir sobre a necessidade do relacionamento amoroso de se preservar estável. Busque ordenar melhor o tempo que dispõe ao lado do seu amor.

LIBRA – (23/9 a 22/10) – Os aspectos tensos da Lua com Saturno entre seu setor de amizades e material indicam a importância de não se portar de forma radicalmente crítica diante de seus relacionamentos. Um conflito de vaidades tende a desencadear em brigas. Seja prudente. No amor, relaxe por um tempo do dia a dia no trabalho e tenha mais atenção com seus sentimentos. ESCORPIÃO – (23/10 a 21/11) –O contato tenso ente a Lua e Saturno no seu setor profissional e seu signo indicam o perigo de desequilíbrio emocional por acúmulo de responsabilidades assumidas. Organize suas demandas priorizando algumas atividades em detrimento de outras. Encontre tempo para relaxar. SAGITÁRIO – (22/11 a 21/12) – Lua e Saturno, tensionados, lhe preestabelecem a dar mais valor às dificuldades do que as resoluções, o que lhe desequilibra as emoções por choques existenciais. Entenda a importância de reestruturar alguns planos e enxergar a vida com mais otimismo. No amor, o romance necessita de todo o seu empenho e o da pessoa querida para manter a estabilidade emocional no romance, apesar de tantas adversidades. Esforce-se em encontrar novas formas de tratar as dificuldades do dia a dia e lutar pelo amor. CAPRICÓRNIO – (22/12 a 19/1) – O contato tenso entre a Lua e Saturno desarmoniza o setor de amizades e lhe coloca diante de adversidades que lhe fazem entender melhor o outro, pois sua sensibilidade encontra-se bem aguçada. AQUÁRIO – (20/1 a 18/2) – Mesmo diante de pressão abundante, compartilhe suas incumbências. No amor, bom momento para investir em seus sentimentos e evitar brigas e discussões. PEIXES – (19/2 a 20/3) -O abatimento e a exaustão lhe impossibilitam de buscar resoluções para as dificuldades. Convém procurar soluções a longo prazo, promovendo um planejamento mais minucioso. No amor, não valorize demais os problemas. Empenhe-se em manter o amor em alta e conviver mais intensamente com seu par.

SUCESSO

Arcade Fire revela data de lançamento do novo álbum

O

Arcade Fire revelou a data de lançamento de seu quarto álbum de estúdio. Não foi exatamente um anúncio oficial, e sim uma resposta a um fã no Twitter. O usuário @ fifferwright enviou uma mensagem elogiando a banda (“Você é a minha favorita”), que, em seguida, disse: “Obrigado. Nosso álbum sai no dia 29 de outubro”. O último disco de estúdio do Arcade Fire foi “The suburbs” (2010), que venceu o Grammy de Melhor Álbum do Ano. Ainda não há informações sobre o título do novo trabalho, que foi parcialmente produzido pelo ex-LCD Soundsystem

James Murphy. No mês passado, ele afirmou ao “Daily Star” que o álbum era “fantástico”. No dia 9 de junho, o vocalista Win Butler tocou com os Rolling Stones em Montreal, no Canadá. Recentemente, Butler e a esposa, Regine Chassagne, também vocalista do Arcade Fire, tiveram seu primeiro filho, o que provocou nas redes sociais boatos sobre um possível atraso no lançamento do novo CD. O tweet da banda, publicado na tarde desta sexta-feira, foi acompanhado pela imagem que você vê ao lado. É uma referência ao museu Biosphère, de Montreal,


4

DIVERSÃO&ARTE

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013

“É bom sonhar, mas é melhor sonhar e trabalhar. A fé é poderosa, mas a ação com fé é mais poderosa ainda”

FOTOS BY CHICO BRANDÃO

E

Eugênio Jucá, um amigo muito querido, um odontólogo do Aninha Loureiro, empresária de destaque, em companhia mais alto escalão, enaltece a odontologia alagoana pela sua da promoter Mamá Omena, elas sempre acontecem com capacidade e pela dedicação à sua clínica. Parabéns! sucesso em tudo que fazem. Aplausos, amigas!

Parceria

lemídia, a brasileira líder no segmento Mídia Digital out-of-home, firmou parceria com o portal de notícias S.Mag. A partir de agora, conteúdos da revista e do site poderão ser vistos também nos 108 monitores espalhados por empreendimentos comerciais, supermercados, universidades, clínicas, bares, restaurantes e hotéis de Maceió. “Veiculamos mais de 150 noticias por dia, todas atualizadas e com a credibilidade da linha editorial da Abril e para nós é muito importante aproximar a audiência com noticias locais e relevantes. Após um processo de avaliação e rigorosa seleção , a Elemidia elege mais este parceiro, provedor de conteúdo relevante, atual e segmentado. Agora, a moda, gastronomia e personalidades alagoanas, farão parte da linha editorial da Elemidia, através deste renomado portal

David Pereira, jovem empresário de sucesso, nos comunicando o início das novidades dos perfumes masculinos da Mahogany para o Dia dos Pais que se aproxima. Um show de requinte e bom gosto

Bacalhau assado com batatas, tomate e vinho • 60 minutos • Porções: 6 Ingredientes • ½ kg de lombo de bacalhau demolhado por 24 a 48 horas, na geladeira trocando a água várias vezes ao dia • 1 kg de batatas médias, sem casca, cortadas em rodelas ou batata bolinha cozidas no vapor al dente • 1 xícara (chá) de vinho branco seco • 200 g de tomate-cereja ou grape cortados ao meio

• Sal e pimenta-do-reino moída na hora ou calabresa a gosto • Azeite a gosto • Galhos de tomilho para decorar MODO DE PREPARO Em uma panela com água fervente, coloque o bacalhau e cozinhe por 5 a 10 minutos ou até começar a se soltar em lascas (não cozinhe demais para evitar que o peixe fique ressecado). Escorra a água e deixe esfriar um pouco para retirar

Viva melhor

a pele e os espinhos. Separe em lascas grandes. Em uma travessa refratária, vá colocando as lascas de bacalhau, intercalando com a batata. Regue com o vinho e cubra com o tomate. Tempere com uma pitada de sal e pimenta e o louro. Regue com um fio de azeite e leve ao forno moderado (180°C), preaquecido, por 20 minutos ou até o líquido borbulhar e a batata ficar macia. Decore com o tomilho e sirva quente.

FOTO BY CHICO BRANDÃO

A

O

empresária Carol Azevedo vem revolucionando o conceito de clínica de estética na cidade. Além dos tratamentos tradicionais, a Oligoflora, localizada na Rua Manoel Ribeiro Rocha, 78, Ponta Verde, está com tratamentos revolucionários para o alívio do stress. Para mais informações entre em contato pelo telefone 3317-5859.

L

Cores

uis Jardim, das Casas Jardim, e prefeito Rui Palmeira comandaram a super concorrida inauguração da nova pintura do Mercado do Artesanato. Um dos pontos turísticos da capital, o prédio recebeu nova pintura a partir de uma parceria firmada entre o executivo municipal e a Tintas Coral, por meio da empresa privada. Parabéns pela iniciativa!

Alecrim

E

liane, Elaine e Eleuza apresentam para a nossa sociedade uma opção perfeita para um delicioso almoço ou café regional em uma das casas mais bacanas da cidade, o Alecrim Verde, localizado na Avenida Deputado José Lages, Ponta Verde. Uma opção perfeita para o fim de semana. A dica está dada, é só conferir!

A

Fios de Cabelo foi mais uma vez destaque na mídia nacional de beleza. Escolhido pela revista Cabelos & Cia como um dos momentos mais marcantes da última feira Hair Brasil, principal evento do setor, realizada em São Paulo, o show Noivas Pelo Mundo, de Mônica Casado, patrocinado pela Joico, está nas páginas da edição de junho da publicação. Com a participação de convidados especiais como os hairstylists Maurício Pina, Miguel Estelrich, Luciana Nilo e Lincoln Tramontini e sob coordenação geral de Jefferson Stevanato. O show apresentou looks para noivas baseados em referências culturais de diversos países.

Dia do Homem

s datas comemorativas têm grande importância para o comércio brasileiro. Não é novidade que o Natal, o Dia das Mães e dos Pais recebem atenção especial dos varejistas. Outras datas também vêm ganhando espaço, é o caso do Dia do Homem, comemorado em 15 de julho. O Boticário, por exemplo, criou uma fragrância exclusiva para a data, em edição limitada, o Malbec Absoluto. A marca foi pioneira no mercado Brasileiro a celebrar a data, com o lançamento da fragrância Dimitri Redvolution, em 2009. De acordo com dados da Euromonitor International, o mercado brasileiro é o segundo do mundo em cosméticos masculinos. A perspectiva é que ultrapasse os EUA e se torne líder de mercado em 2015.

Todas as correspondências, como convites para esta coluna, e para Elenilson Gomes, deverão ser enviadas para Av. Sandoval Arroxelas, 840, Edf. Calliate Ap. 204 PV. CEP: 57035-230

Rafael Cerqueira e Gastone Pontes Cerqueira, um casal super vip em nossa sociedade, sempre se destaca nas reuniões empresariais da cidade

A

Joias

semana de moda de alta-costura em Paris ganhou dois dias extras, dedicados exclusivamente à alta-joalheria. Chanel, Boucheron, Van Cleef & Arpels, Christian Dior e Bulgari, entre outras grifes, apresentaram suas novas criações, que capricharam no uso de safiras, rubis, esmeraldas e diamantes de muitos quilates. Como usar essas peças é privilégio de pouquíssimas, selecionamos algumas das joias para deixar nossas internautas babando.

Adiada

O

s amigos Ana, José e Henrique Dória estão de parabéns pela Dry Clean. A conhecida lavanderia localizada na Praça do Skate, em Ponta Verde, vem atraindo uma clientela fiel em nossa sociedade. Os empresários são referência em dedicação pela qualidade do serviço e tecnologia de ponta. Parabéns, amigos, a Dry Clean valoriza ainda mais os serviços oferecidos no bairro da Ponta Verde.

A

Destaque na mídia nacional

querida Nadeje Feitosa, leia-se Idear Home, nos comunicando que devido a problemas técnicos e logísticos com a transportadora, o coquetel de lançamento da marca suíça Laufen não poderá ser realizado na data divulgada, dia 16 de julho, pois os produtos que compõem o showroom não chegaram integralmente. Em breve será divulgada uma nova data para o coquetel de apresentação da Laufen e os seus produtos serão devidamente apresentados a imprensa, clientes, arquitetos, engenheiros e designers. Recado anotado!

Parabéns

N

este domingo, aproveitamos a oportunidade para desejar paz, saúde e realizações de todos os projetos para os amigos, a médica Arlene Cavalcanti, Carlos Ronaldo Mero Cansanção, eles terão todo o dia cheia de emoções e homenagens, o motivo é mais um ano de vida que eles estão comemorando. Aproveitamos a oportunidade para desejar aos amigos, paz e felicidades. Parabéns para os amigos que nesta segunda (15) estarão comemorando mais um parabéns: Ana Cristina Jatobá Cansanção, Anilda Leão Moliterno, Eugênio Lisboa Vilar de Melo Jr. Para vocês, amigos, muita paz, felicidades mil para os amigos que nesta segunda serão homenageados pela grande data. Parabéns!

As amigas Andréa e Moacira Cunha, dois nomes que enaltecem a moda feminina com as suas lojas, trouxeram para a nossa coluna de domingo um modelo da grife Corporeum, um modelo exclusivo que as mulheres chics poderão encontrar na maison Casa Moa, na Deputado José Lajes, Ponta Verde

g


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013 VEÍCULOS 17

Veículos

Apresentado na China a Toyota Yaris pronto para o lançamento Apresentado no Salão de Xangai, a versão hatch já está circulando pela China, pronta para ser produzida, como mostram os flagras do site Auto Sohu. A pegada do Yaris (foto), é diferente do Etios, mesmo que usem a mesma plataforma EFC. O Etios nasceu na Índia como um modelo mais barato, enquanto o Yaris e o Vios pegam a classe acima, com melhor acabamento e mais espaço interno. O entre-eixos do Yaris é o mesmo do Etios sedã, com seus 2,55 metros.

Honda bate recorde histórico de vendas

Depois de renovar todo o seu line-up em 2012, a marca viu seus resultados crescerem expressivamente

A

Honda Automóveis do Brasil registrou no primeiro semestre de 2013 o seu melhor resultado de vendas desde que iniciou as atividades como fabricante no país, há 15 anos. Ao todo, foram vendidos no período 65.127 carros, superando a marca histórica anterior, de 61.577 veículos em 2009. O resultado representa um crescimento de 13,2% em relação ao primeiro semestre do ano passado. Um dos destaques foi o Honda Civic, veículo que consolidou-se como líder absoluto do segmento de sedãs médios. Em janeiro, a empresa lançou a versão 2014 do modelo, com nova motorização 2.0 e tecnologia sem o

subtanque de partida a frio, o que impulsionou ainda mais as vendas no país. Foram comercializadas 26.192 unidades, caracterizando um crescimento de 20,5% no comparativo com os seis primeiros meses de 2012. Os demais veículos da marca também apresentaram aumento em suas vendas em relação ao ano anterior. O Fit registrou crescimento de 38,4% e o City, 42,5%. A Honda atravessa um ótimo momento no país. Depois de renovar todo o seu line-up em 2012, a empresa viu seus resultados crescerem expressivamente. “Conquistamos dia a dia a confiança do exigente consumidor brasileiro, co-

mercializando produtos de alto desempenho, qualidade e aliados às constantes evoluções do mercado automotivo”, explica Roberto Akiyama, diretor executivo da empresa Entre os lançamentos apresentados em 2013, em abril a empresa iniciou a comercialização da CR-V bicombustível, também com o diferencial da tecnologia sem o subtanque de partida a frio. A nova tecnologia faz parte do conceito Honda Flex One, que representa o empenho da Honda em inovação para mobilidade sustentável, aliando alta performance com baixo consumo de combustível e emissão de poluentes.

Entre os lançamentos de 2013, em abril a empresa iniciou a comercialização da CR-V bicombustível

VOLUME

Vendas nos Estados Unidos crescem até 9% em junho As vendas de carros nos Estados Unidos cresceram em junho, caminhando para um volume próximo ao verificado antes da crise de 2008. Foram comercializados 1.403.000 unidades, conforme o Focus2move, um aumento de 9,2% em relação ao mês anterior. As três grandes - Ford, GM e Chrysler &ndash ficaram com quase a metade - 46% - das vendas. A Ford

foi a primeira colocada, com 227.448 unidades, atingindo 1.251.448 no semestre, com uma participação de 16% e a Chevrolet a segunda, com 193.460 carros no mês e 1.015.134 no semestre, ficando com 13%. Em seguida aparecem as três japonesas: Toyota (11,9%), Honda (8,8%) e Nissan (6,8%) e duas coreanas: Hyundai, com 4,6%, e Kia, com 3,6%.

No ranking, uma surpresa: o Chevrolet Cruze, que no mês anterior estava na décima quinta posição, passou a ocupar o quarto lugar em junho, com 32.871 unidades vendidas. É o único carro de passeio de marca dos EUA que figura na lista dos dez mais vendidos. Os demais modelos são japoneses: Honda Accord, quinto colocado Honda Civic, sexto e Nissan Altima, na nona posição.


18

VEÍCULOS MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013

TRIBUNAINDEPENDENTE

Alemanha produz nova geração do

Classe S Daimler investiu cerca de um bilhão de euros em fábrica em 2013

C

erca de 40 anos após a estreia da Classe S, os colaboradores da fábrica da Mercedes-Benz em Sindelfingen já produziram a primeira unidade da sexta geração desta série de modelos. “2013 é o ano da Classe S. Estamos colocando em movimento nossa ofensiva de lançamentos no segmento de luxo. A nova Classe S está abrindo para nós novas oportunidades no

mercado”, declarou Dr. Dieter Zetsche, presidente do Conselho de Administração da Daimler AG e CEO da Mercedes-Benz Automóveis. Andreas Renschler, membro do Conselho de Administração da Daimler para Manufatura e Suprimento da Mercedes-Benz Automóveis e da Mercedes-Benz Vans, explica: “Com todas as suas inovações, a Classe S é a porta-estandar-

Apenas este ano, a Daimler já investiu cerca de um bilhão de euros na fábrica da Mercedes-Benz em Sindelfingen, na Alemanha

te do progresso automotivo. E nossa produção vai além dos padrões tradicionais: nós a preparamos para o futuro, implementando numerosos novos processos em sua fabricação.” Todas as versões são produzidas por meio de um processo eficiente e flexível, em uma única linha de montagem. A gama de opcionais é tão variada que é improvável que qualquer veículo da Classe

S seja completamente igual a outro em todo o seu ciclo de vida. Apenas este ano, a Daimler já investiu cerca de um bilhão de euros na fábrica da Mercedes-Benz em Sindelfingen. Isto inclui gastos significativos direcionados à Classe S. Entre 2011 e 2014, estão sendo investidos cerca de 350 milhões de euros na área de carroceria, cerca de 130 milhões de euros na

estamparia e aproximadamente 70 milhões de euros na montagem, entre outros aportes. Todos esses investimentos mostram o quanto a fábrica de Sindelfingen está focada nas necessidades futuras. Os colaboradores da fábrica passaram por um extenso treinamento para o início da produção. Novas tecnologias estão sendo usadas na área da carroceria,

para a montagem de peças de alumínio fundidas. Entre as inovações na logística de produção está o sistema “pick-by-projector”. Ele ajuda os empregados a escolherem as peças, mostrando a eles que unidade de armazenamento contém cada componente necessário. A eficiência energética também foi levada em conta desde o planejamento do processo de produção.

SUV

Versatilidade e robustez do novo Toyota RAV4

A Toyota diz ser a pioneira na categoria dos chamados “utilitários crossovers”, um tipo de veículo que une a agilidade e conforto de rodagem de um carro de passeio, como um sedã ou uma perua, com a versatilidade e robustez de um SUV. Em outras palavras, é um jipe para andar na cidade e vez ou outra enfrentar um trecho de terra. O RAV4, lançado em 1994, foi quem lançou a tal moda, seguida por diversas montadoras atualmente. Hoje, passados quase 20 anos desde sua estreia, o modelo chega a quarta geração seguindo novas tendências.

O RAV4, que não mudava desde 2006, enfim se livrou da cara de “tiozão”, característica que define bem boa parte dos carros da Toyota – o Corolla que o diga. A reformulação do RAV4 foi baseada nos traços do conceito Furia, um carro cheio de curvas marcantes, traços modernos e músculos pela carroceria, padrão que será adotado em breve em todos os produtos da fabricante japonesa – inclusive no Corolla. Essa mudança, transformou o RAV4 em carro moderno, uma revolução para um veículo que estava já alguns anos no ostracismo.

RAV4 destinado ao mercado brasileiro vem bem equipado, mais que alguns concorrentes. A lista do modelo top de linha inclui ar condicionado dual zone, câmera de ré, controlador de velocidade de cruzeiro (Cruise Control), botão de ignição, teto solar entre outros itens

TECNOLOGIA

Venda de Fusion Hybrid da Ford crescem nos EUA

No me r rotativ cado dos E UA, o idades mode mais a lo reg ltas no istra u s distr ma da ibuido s res da marca

MOTOCICLETA

SETE LAGOAS

ÔNIBUS ELÉTRICO

A Dafra lançou a Horizon 250 (foto), uma motocicleta de estilo custom, o terceiro modelo nessa categoria, de 250cc. A moto tem motor de 250,2 cm3, quatro tempos, com comando duplo de válvulas no cabeçote, quatro válvulas, sistema de injeção eletrônica e de arrefecimento líquido e potência de 23,1cv a 8.000 rpm. Segundo Victor Trisotto, diretor de engenharia da empresa, o objetivo foi fazer configuração que permitisse garantir maior torque.

A Iveco passou a Produzir no Brasil o carro de defesa Guarani (foto), feito em parceria com o Exército Brasileiro na fábrica de Sete Lagoas (MG). A nova unidade vai empregar 350 trabalhadores e vai criar 1.400 postos de trabalho indiretos. Sairão da linha de montagem 100 veículos blindados por ano. A inauguração da fábrica é mais uma prova da confiança da Iveco no mercado brasileiro, disse o presidente da Fiat Industrial Latin América, Marco Mazzu.

O grupo suíço ABB apresentou em Genebra um sistema que permite a recarga de ônibus elétricos em 15 segundos, que pode ser feita, portanto, enquanto os passageiros embarcam ou desembarcam, no ponto de ônibus. A nova tecnologia consiste em uma estação de carregamento, com uma altura maior do que a do veículo. O ônibus tem no teto um braço móvel que se envolve com o ponto de recarga durante 15 segundos em cada parada.

Dafra lança a custom Horizon 250

Guarani é um Iveco feito para o Exército

Bateria carrega em 15 segundos

O lançamento da nova geração do Fusion Hybrid é um dos principais responsáveis pelo crescimento da Ford no segmento de veículos híbridos, que se encontra em expansão nos Estados Unidos. O modelo atingiu a participação mais alta dentro do mix de vendas da linha, com 15%. Recém-lançado nos Estados Unidos, o Fusion Hybrid tem alcançado um sucesso sem precedentes e contribuído para a Ford bater recordes de vendas nesse segmento, o que aumenta a expectativa da sua chegada ao mercado brasileiro, trazendo uma nova tecnologia híbrida. No mercado americano, o modelo registra hoje uma das rotatividades mais altas nos distribuidores da marca, com uma média de 14 dias na loja (e menos ainda, 10 dias, na Califórnia). “Nossa nova linha de veículos eletrificados está atraindo novos consumidores para a Ford”, diz C.J. O’Donnell, gerente de marketing do grupo de veículos eletrificados da Ford. “Estamos crescendo no segmento com a oferta de veículos econômicos que não obrigam os consumidores a abrir mão do design, tecnologia e conforto encontrados nos demais produtos da linha. Segundo a pesquisa J.D. Power, a Ford é hoje líder em satisfação em economia de combustível no mercado americano”.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013 VEÍCULOS 19

Novo sedã Classe E chega ao Brasil

Classe E com novas proporções e aráter mais imponente e agressivo, mantendo simultaneamente a identidade os modelos da marca

Modelos da Mercedes-Benz são referência no segmento de luxo

A

Mercedes-Benz anuncia a chegada ao Brasil da nova geração da Classe E. Totalmente redesenhados, os sedãs, referência no segmento de luxo, estão ainda mais atraentes e desejáveis. Os designers seguiram a nova linguagem de estilo da Mercedes-Benz e reinterpretaram os valores clássicos da marca a partir da base já existente. Com seu novo design, a Classe E reúne eficiência, inteligência e apelo emocional em um formato visualmente atraente. Os modelos que chegam ao país – E 250 Turbo Avantgarde e E 350 Avantgarde – estão configurados com a versão mais esportiva da dianteira, ostentando a estrela da Mercedes-Benz ao centro da grade do radiador. A parte frontal do carro foi inteiramente recriada e traz novos conjuntos de faróis “full LED”, que não utilizam mais lâmpadas tradicionais, cujo design reúne agora to-

dos os elementos funcionais sob uma única lente. Uma nova linha de caráter e uma faixa tridimensional reposicionada, que se estende sob o vinco estrutural desde a porta de trás até a lanterna traseira, dão aos modelos novas e vibrantes proporções. Visualmente, é criada uma impressão de maior comprimento. A nova Mercedes-Benz Classe E parece mais longa e elegante mas, ao mesmo tempo, ganhou um caráter ainda mais dinâmico e jovem. Os designers da Mercedes-Benz também retrabalharam intensamente o interior da nova família Classe E, para harmonizá-lo com a expressividade das linhas externas. Tradição da Classe E, dentro do carro predominam materiais de alta classe. O novo acabamento em duas cores se estende por todo o painel, integrado visualmente a um novo console central e com a presença de um grande display colorido.

BETIM

Fiat comemora 37 anos de operação Produção de automóveis já superou os 13 milhões de unidades A Fiat Automóveis comemora 37 anos de operação no Brasil. A fábrica de Betim, Minas Gerais, foi inaugurada no dia 9 de julho de 1976, três anos depois da assinatura do Acordo de Comunhão de Interesses entre Fiat e Governo do Estado de Minas Gerais, que reuniu o presidente e neto do fundador da empresa, Giovanni Agnelli, e o governador Rondon Pacheco. Desde sua inauguração, a fábrica de Betim superou a produção de 13 milhões de automóveis e comerciais leves, dos quais mais de 5

milhões são flexfuel. Entre os maiores sucessos produzidos em Betim destacam-se o Uno, com mais de 3,9 milhões de unidades, e o Palio, que supera a marca de 3 milhões de veículos. A Fiat celebra a data como líder do mercado brasileiro e continua a crescer e tornar-se cada vez mais moderna, impulsionada por um plano de investimentos anunciado para o Grupo Fiat Chrysler no Brasil que soma R$ 15 bilhões entre 2013 e 2016. As prioridades da empresa são a ampliação da capacidade de produção,

Agreste re p m se o aé ã t m s e A e do o t ação I C RÚ quan premi har T E ” P o ul a ç g A r a j m D o u o LIN . “Cor oso c ara se A SU siões ulh o é p g E r o g O RIT as oca a mais o. Ami ul!” B GO todas u aind ucess utif a O e Y D S em le fico is b e s y d o junt ãe”, e ulheres mamm r m “ma vento M ue “you no e o porq REI O O D m A s me ” DE “MIMO FRA. A M A GILK nos ó s e d r Apesa rmos, a r t n o c en nte, e m a c i esporad s na nto em eve tropolie capital m reste, ag tana do e dos d a z i m aa os p m e t s velho ão da ç a d e r de está a t e z a TV G oref “ a d a d guar ver”!

DONA DE UMA LINDA VOZ, Jéssica Flor é a cantora com agenda mais concorrida da capital metropolitana do agreste. Amada, parabéns pelo sucesso!

o desenvolvimento de novos produtos, a inovação tecnológica e de processos, a fim de permitir que a empresa continue a surpreender os consumidores brasileiros com automóveis e comerciais leves de qualidade, seguros, confortáveis e eficientes. A fábrica de Betim é a maior unidade de produção do Grupo Fiat Chrysler no mundo e continua a ampliar sua capacidade de produção, através da expansão física e da adoção de novas soluções tecnológicas e de processos, que a tornam cada vez mais

moderna e eficiente. A capacidade de produção será elevada das atuais 800 mil unidades ao ano para 950 mil veículos ao final de 2014. Paralelamente, avançam as obras da segunda fábrica de automóveis no Brasil, em Goiana, Pernambuco. Essa será a mais moderna planta do Grupo Fiat Chrysler no mundo, reunindo as melhores práticas de produção, organização, logística e as mais avançadas soluções tecnológicas. A nova unidade, a ser concluída em 2014, terá capacidade de produção de 250 mil veículos ao ano.

LOURDES RIZZATTO Jornalista e Fotógrafa lourdes.rizzatto@hotmail.com

MOYSÉS JÚNIOR MARCOU presença com seus click´s no Pirá Night na linda festa organizada pelo colunistas social e promoter Harold Marques. Colega, adorei a gravata!

do o ã o iç d d a e c i a 6ª s, foi cl o, d ÃO rque I ent R v T e a I NF rold M ias do grafo A otó L E o, Ha rimon f A I o OC ucess de ce rel e d S STA s de S estre se Car I N OLU ulhere ista e m ria Ro hic”! C O esá Très C o M jornal i r p m em da e “ Prê do da a d n , a ao l Mafra Festa li a Gilk é Fon. r And

em o ih o f EÃO sso no L IRA e Suce amora C A L J eres d terno n anjou A I OC Mulh o e al esb S d A o u IST trofé Ao lad , o cas ! N U OL com o raca. res abéns a C o A da Arapi ndo S a, par a e rid nag 4, em Ferna e u Q 0 dia esposo patia. m do e me e si r cha

SER UMA DAS HOMENAGEADAS na 6ª edição do troféu Mulheres de Sucesso foi uma adorável surpresa. Fazer parte de um seleto grupo de empresárias, médicas, personalidades e profissionais liberais que foram destaque em Arapiraca me deixa lisonjeada. Querido Harold, obrigada pelo carinho


20

PUBLICIDADE MACEIÓ - DOMINGO, 14 DE JULHO DE 2013 VEÍCULOS

TRIBUNAINDEPENDENTE



Edição número 1794 - 14 de julho de 2013