Page 1

DOMINGO MACEIÓ - ALAGOAS 13 DE OUTUBRO DE 2013 N0 1870 R$ 3,00

TRIBUNA

INDEPENDENTE

EXEMPLAR DO ASSINANTE

tribunahoje.com

O que há com os nossos edifícios?

SANDRO LIMA

EDIFÍCIO DOS PALMARES, DO TRE, DA SEFAZ, ANTIGO PRODUBAN, FÓRUM DE MACEIÓ, BRÊDA... TODOS SÃO CONSTRUÇÕES RELATIVAMENTE RECENTES, MAS COM PROBLEMAS ESTRUTURAIS QUE PÕEM EM RISCO SEUS FREQUENTADORES E ATÉ QUEM PASSA POR PERTO. NA ÚLTIMA SEMANA, UM PEDAÇO DE CONCRETO CAIU DO EDIFÍCIO BRÊDA SOBRE UM TÁXI. A SMCCU INICIOU FISCALIZAÇÃO ANO PASSADO, MAS A AÇÃO CAIU NO ESQUECIMENTO. PÁGINA 9

ARTESÃS SE PREPARAM PARA O REGISTRO DO FILÉ Desde 2010, cinco associações de artesãs alagoanas trabalham para obter a Indicação Geográfica (IG) do Filé de Alagoas, auxiliadas pelo Estado, Ufal e Sebrae/AL. A expectativa é de que até abril de 2014 o INPI dê entrada no projeto, que requer provas documentais da relação do produto com a tradição e a área geográfica da região das lagoas.

PÁGINAS 13 e 14

NONONO NONONO NONONO NON O

OITO SOLUÇÕES PARA O TRÂNSITO DE MACEIÓ SUGESTÕES VÃO DA CONSTRUÇÃO DE UM VIADUTO OU TÚNEL NA AVENIDA FERNANDES LIMA À CRIAÇÃO DE UMA VIA NO VALE DO REGINALDO. ADAILSON CALHEIROS

PÁGINAS 10 e 11

TECNOLOGIA para crianças tem suas vantagens. Estímulo ao raciocínio, concentração, acesso a informação etc. Mas sem o controle dos pais, pode se tornar um problema de saúde. PÁGINA 11

QUARTA-FEIRA

SÉRIE C

O TRE julga na quarta-feira se afasta ou mantém os prefeitos de Atalaia, Boca da Mata e Delmiro Gouveia. Em Satuba, o ex-prefeito Cícero Ferreira da Silva, tenta junto a Corte reaver seus direitos políticos, cassados por abuso de poder político.

O CRB entra em campo neste domingo, no Estádio Rei Pelé, numa situação complicada: para conseguir sua classificação depende, além de vencer, das vitórias do Santa Cruz sobre o Treze, do Sampaio Correa sobre o Fortaleza e empates em outros dois jogos.

PÁGINA 5

PÁGINA 14

TRÊS PREFEITOS ALAGOANOS CRB PRECISA VENCER E TORCE PODEM PERDER OS MANDATOS POR OUTROS 4 RESULTADOS

TEMPO

Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em áreas isoladas

Mínima

20º

Máxima

28º

MARÉS

05:04 11:23

0.6 17:34 0.6 1.7 23:38 1.8

FINANÇAS

DÓLAR COMERCIAL DÓLAR PARALELO R$ 2,17

R$ 2,18

R$ 2,25 R$ 2,25

OURO: POUPANÇA: R$ 89,80

0,5037%


TRIBUNAINDEPENDENTE

2 POLÍTICA MACEIÓ - SÁBADO, 12 DE OUTUBRO DE 2013

Política

‘Tesouro Nacional pode ser acionado e desculpas não serão aceitas’, adverte Sobre as consequências por não dar transparência aos gastos públicos, o promotor José Carlos Castro lembrou que “o Ministério Público Federal pode provocar o Tesouro Nacional para bloquear os recursos. O TCE/AL já poderia aplicar multa, inclusive”. Castro explicou que, com a ferramenta disponibilizada, não se admitirá mais desculpas. “Quem assinou o convênio [com o TC] já era para estar abastecendo. Vamos fazer uma atuação conjunta com o MP de Contas para fiscalizar os 102 municípios e câmaras”.

MP: Recomendação sai até dia 16

Promotores de Justiça deverão promover ação civil pública contra prefeitos que desobedecem a Lei da Transparência ARQUIVO

ESPLANADA

ANDREZZA TAVARES REPÓRTER

O

LEANDRO MAZZINI - contato@colunaesplanada.com.br

Molina ganha apoio de ex-presidente

O

senador boliviano Roger Molina, que reivindica asilo político no Brasil, ganhou um aliado de peso para sua demanda junto ao governo. O ex-presidente da Bolívia Jorge Quiroga, o Tuto Quiroga, desembarca em Brasília na Quarta e fica até Sexta. Tuto e Molina são do Convergência Nacional. O ex-presidente solicitou audiências com o ministro da Justiça, José Cardozo, e o chanceler Luiz Figueiredo. Molina revela à Coluna que o amigo virá com provas de perseguição política por Evo Morales.

Perfil Tuto Quiroga nasceu em Cochabamba, tem 53 anos, e mora em Paris. Foi presidente de Agosto de 2001 a Agosto de 2002. Sucedeu o falecido Hugo Banzer, de quem era vice.

Tem gás Quiroga tornou-se amigo do ex-presidente FHC. Foi na gestão de ambos – Quiroga como vice de Banzer – que construíram o gasoduto Bolívia-Brasil.

Sí, pero.. O Itamaraty vai dialogar, mas quer distância do senador Ricardo Ferraço, presidente da Comissão de Relações Exteriores, contato do diplomata Saboia na fuga de Molina.

A xerife As entidades reunidas no Conselho da Assefaz, o plano de saúde de cinco carreiras da Fazenda, convenceram a promotora das fundações, Catia Vergara, a fazer uma devassa no órgão. Uma força-tarefa do MP entrou na sede da entidade, no Setor Comercial Sul de Brasília, e tomou documentos e computadores. A Assefaz tem déficit milionário.

Vem mais A Agência Nacional de Saúde participa da próxima devassa. O grupo quer entender como, em 2011 e 2012, a Assefaz (com direção ligada ao PTB), pagou milhões de reais em sinistros em quantidade incomum em relação a períodos anteriores.

Bem na fita A despeito de o novo presidente da OMC ser brasileiro, os brazucas estão bem na fita. O deputado Hugo Napoleão (PSD-PI), experiente em assuntos internacionais, será o relator da proposta de exame da situação do Mercosul junto à OMC em Bali.

Como assim? Até fim de Setembro, apenas 41 hotéis de todo o País aderiram ao programa de classificação por estrelas do ministério do Turismo, direcionado para a Copa de 2014.

Vai, não vai.. Uma dúvida cruel para o ex-ministro da Integração Fernando Bezerra: tentar vaga de candidato ao governo de Pernambuco ou coordenar a campanha de Eduardo Campos.

Horário da discórdia O Senado aprovou PL da Câmara (43/13) que retorna o fuso horário do Acre para duas horas a menos que Brasília. Tudo bem. Porém, mais que pedido de parte da população, é briga entre a família Viana (PT), contra, e o senador Petecão (PSC), a favor.

Ass(f)alto Novo O brasiliense – o motorista e o pedestre – continua a sofrer, 24 horas, com máquinas nas pistas, sinalizações mal feitas e recapeamento de asfalto em bom estado, sem precisar. É o programa Asfalto Novo do Governo do DF para pequenas empreiteiras amigas.

Perigo

Jucá aguarda conclusão de seus promotores para emitir minuta

MEDIDAS CABÍVEIS

Gestores sentirão o ‘peso’ das punições De acordo com informações obitidas no site do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas (TCE/AL), das 70 unidades gestoras - câmaras municipais e prefeituras - que repassaram os dados para o Sicap Transparência (Sistema Integrado de Controle e Auditoria Pública), da Corte de Contas, apenas 13 prefeituras lançaram dados, são elas: Boca da Mata, Campestre, Craíbas, Dois Riachos, Jequiá da Praia, Major Izidoro, Mata Grande, Ouro Branco, Paulo Jacinto,

Penedo, Piaçabuçu, Santana do Ipanema e Santana do Mundaú, enviaram os dados. A maioria das unidades, são Câmara de Vereadores. Cada promotor de Justiça tem a liberdade para cobrar dos gestores que atuam em suas respectivas comarcas. Eles já receberam uma recomendação do promotor de Justiça, José Carlos Castro, responsável pela coordenação do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público, porém não estão agindo, pelo menos é que está parecendo.

ções de todos os municípios. A assessoria de comunicação do Tribunal informou, no início do mês, que os municípios terão até o final deste mês de outubro para enviar seus dados ao sistema do TCE/AL, ou lançá-lo em seus próprios portais, sob pena de terem seus nomes incluídos numa relação que será encaminhada ao Ministério Público Estadual e ao Focco/ AL (Forum de Combate à Corrupção de Alagoas), para que sejam tomadas as medidas cabíveis. (AT)

Sabatinas do Quinto começam segunda-feira DIVULGAÇÃO

Assim não dá Enquanto médicos cubanos chegam, os daqui reclamam: O SUS paga R$ 2,10 pela consulta de clínico geral; R$ 10 para consulta por especialista; R$ 1,50 por exame laboratorial. A tabela está congelada há 10 anos.

Águas turvas Até Abril, missão do ministro da Pesca, Marcelo Crivella, candidato no Rio: convencer governadores a autorizarem por decreto cultivo de peixes em represas de hidrelétricas.

Turbulência Faltam dois meses para a FAB mandar para o ferro-velho os caças franceses Mirage que guardam os céus do Sudeste e Centro-Oeste. E a licitação para os novos ainda taxia.

Ponto final Em vez de barrar criação de novos partidos, por que simplesmente não proibir o fundo partidário para eles? Então teríamos partidos por ideal, não por saldo.

Twitter @leandromazzini

“Tenho levado informação aos colegas, assim como também informei há dois anos em relação aos municípios com mais de 50 mil habitantes”, ressaltou o promotor José Carlos Castro, ainda no início do mês. Prefeitos alegam que não dispõem de recursos para custear tal ferramenta de transparência em seus sites. Para burlar tal alegação, o Tribunal de Contas do Estado (TCE/AL) estendeu a mão e ofereceu um mecanismo que integraria as informa-

TRT 19

As pistas do Plano Piloto estão cheias de remendo e desniveladas, um perigo na volta das chuvas. A maioria das faixas, apagadas e não repintadas, deixa cidadãos na mira de maus motoristas, na capital pioneira e modelo para pedestres.

Com Maurício Nogueira e Adelina Vasconcelos www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br

s prefeitos de Alagoas que se cuidem por que o Ministério Público Estadual está de olho naqueles que ainda desrespeitam a Lei da Transparência, que está em vigor, desde o dia 28 de maio deste ano. O procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá, informou que a minuta da recomendação sem caráter vinculativo, que deverá ser encaminhada a todos os órgãos de execução do MP/AL, está em fase de conclusão e até a quarta-feira, 16, deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado. Jucá explicou que depois que os promotores Humberto Pimentel e Edelzito Andrade concluírem o documento, ele será remetido à procuradoria-geral para sua aprovação e consequente, autorização de publicação. A recomendação sem caráter vinculativo servirá para que os promotores promovam ações civis públicas contra os prefeitos que estão descumprindo a lei. A informação foi divulgada em primeira mão na edição do

último dia 2 de outubro, da Tribuna Independente. Todos os municípios do Brasil têm a obrigação de dar transparência aos atos públicos por meio de portais da transparência, mas não é o que se vê por aí. Em Alagoas, vários municípios desrespeitam à legislação. As cidades com menos de 50 mil habitantes tiveram quatro anos para providenciar toda a estrutura para dar transparência aos seus dados públicos. Para esses municípios, pelo menos 88 em Alagoas, o prazo expirou desde o dia 28 de maio deste ano, ou seja, quase quatro meses. Já os municípios que têm entre 100 mil e 50 mil e ainda não têm um portal da transparência, o desrespeito à lei é ainda maior: dois anos e quatro meses, sem prejuízo nenhum, pois até o momento, nenhum prefeito, ou presidente de Câmara Municipais foram punidos por desobediência à Legislação. O chefe do MP/AL, Sérgio Jucá, confirmou que as medidas cabíveis serão tomadas.

17 advogados duelam por uma vaga de desembargador do TRT 19

Os candidatos a desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT 19) na vaga da Ordem dos Advogados do Brasil, de Alagoas (OAB/AL), começam a ser entrevistados na próxima segunda-feira, 14. As sabatinas começam às 14h, na sede da Ordem, no Centro de Maceió. São 17 advogados disputando a indicação para compor a lista sêxtupla da OAB para o quinto constitucional. Eles serão sabatinados pela Comissão de Sabatina feita de cinco conselheiros titulares e dois suplentes, mediante sorteio entre os presentes. O candidato, antes da sua apresentação, sorteará um dos membros da comissão que lhe fará perguntas. Cada resposta terá um tempo máximo de cinco minutos. Os postulantes serão entrevistados na segunda-feira e na terça. A ordem de apresentação foi definida por sorteio, em sessão do Conse-

lho Estadual, na presença da maioria dos candidatos. Serão sabatinados na segunda-feira, 14: Carlos Roberto Ferreira Costa, Felipe Vasconcellos Cavalcante, Gustavo Ferreira, José Alexandre Goes dos Santos, José Marcelo Vieira de Araújo, Luiz Fernando Resende Rocha, Marialba dos Santos Braga, Maria José Vasconcelos Torres, e Wellington Calheiros Mendonça. Na terça-feira, 15, chegou a vez de Ana Kilza Patriota, Carlos André Rocha Sarmento, Carlos Henrique Ferreira Costa, Djalma Tavares Cunha de Mello Neto, Felipe de Pádua Cunha de Carvalho, José Cordeiro de Lima, Severino José da Silva, Valgetan Ferreira de Oliveira. Vale lembrar que da lista sextupla, três serão escolhidos pelos desembargadores do TRT 19ª Região e, posteriormente, encaminhados para a escolha final da presidente Dilma Rousseff.


TRIBUNAINDEPENDENTE

Conjuntura

FLAVIO GOMES DE BARROS - flavio.gb@ig.com.br

Tamanho não é documento

D

e Eliane Cantanhêde, em “O Estado de São Paulo”: “Como é que Cingapura, país com apenas 716 Km² e 5,4 milhões de habitantes e que só alcançou sua independência na década de 1960, conseguiu dar o pulo do gato e virar “tigre asiático”? São duas palavras mágicas: rumo e planejamento. Tudo aqui é idealizado, decidido e executado para daí a 20, 30 anos. Não para ontem. Já na independência, Cingapura concluiu que seu mercado interno jamais impulsionaria o crescimento e entrou na contramão. Enquanto o Brasil e muitos outros “em desenvolvimento” executavam a política de substituição de importações, essa Cidade-Estado fez como a Suécia e jogou as fichas na abertura econômica, com estímulo ao investimento externo e ao capital privado interno. Foi um projeto bumerangue, que reverteu em recursos para habitação, saúde, tecnologia e, claro, educação. Detalhe: para ajustar a formação dos cidadãos à estratégia da abertura ao exterior, o inglês passou a ser língua obrigatória. Exemplo do sucesso: 87% da população têm casa própria, e as “casas públicas” não parecem nada com os projetos habitacionais para pobres construídos no Brasil. Aqui, elas têm boa qualidade e preços cada vez mais altos (por falar em altura, os prédios executivos do centro têm até 70 andares). E Cingapura fez o óbvio. Potencializou as vantagens: o porto de águas profundas serve a toda a região, o número de turistas/ano é três vezes maior do que o da população. E driblou as desvantagens: não havia água? Pois, hoje, o sistema de tratamento de água atrai técnicos de todo o mundo. Nada na vida é perfeito, e o regime político é atípico, curioso: o mesmo partido e a mesma família mandam no país há décadas e as decisões são tomadas de cima para baixo. Eleições há, o que não há é alternância real de poder. Mas, se o povo está feliz, de barriga cheia e com emprego, casa para morar e escola para estudar, quem está para reclamar?”

Força Rogério Teófilo, secretário estadual de Articulação Política, fortaleceu muito o PSDB em Arapiraca, com as filiações do ex-deputado estadual Marcelino Alexandre e do advogado Rodrigo Cunha, diretor do Procon. Marcelino é estimado empresário no município e Rodrigo pode ser o herdeiro político da saudosa Ceci Cunha.

Sucesso O vereador Wilson Júnior (PDT), principal revelação na Câmara Municipal de Maceió, voltou ao vídeo em grande estilo. “A vez do povo”, que estreou, esta semana, na nova TV Mar, é de qualidade. Consegue inclusive abordar temas negativos sem baixar o nível. O programa vai ao ar, ao vivo, às 10h30m, de 2ª a 6ª feiras, com reprises.

Collorindo A presença senador Fernando Collor de Mello (PTB) é a principal atração política da festa da Emancipação Política de União dos Palmares, hoje. Ele terá como cicerone o prefeito Beto Baía, a quem apoiou. Amanhã, às 8 horas, Collor participa do café da manhã organizado pelo prefeito Rui Palmeira à bancada federal, no Hotel Ponta Verde.

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

Prefeito Rui Palmeira consegue reativar programa de cooperação com PNUD

A

o longo de 2013, a Prefeitura de Maceió vem apontando um novo direcionamento para diversas áreas de atuação. Além de um forte investimento em infraestrutura, anunciado no último mês de setembro da ordem de R$14 milhões, a Prefeitura firmou na última semana uma parceria com o Ministério da Educação (MEC) e com o Programa das Nações Unidas Para o Desenvolvimento (PNUD) para dar andamento a reestruturação da Educação Municipal. A Secretaria de Educação já vem investindo em novas metodologias e processos para que o desempenho dos alunos possa ser visto em médio prazo. Os trabalhos da cooperação técnica terão um ano de duração e serão divididos em três etapas. Cada uma servirá de pré-requisito para outra. A etapa seguinte só começará quando a anterior for concluída com êxito e será implantado em um grupo de escolas. O trabalho em Maceió será piloto para este método, pautado na proximidade com as instituições de ensino. Para a coordenação, é a certeza de que as ações planejadas serão

DIVULGAÇÃO

Educação pública em Maceió sentirá os efeitos em médio prazo, entende Prefeitura

cumpridas. “Temos a certeza de que vamos trabalhar para ser referência nacional”, prevê Ana Dayse, secretária municipal de Educação. O Projeto de Cooperação Técnica MEC/PNUD pactuado entre a Prefeitura visa a reestruturação da Educação com foco na melhoria dos índices de desempenho da rede, seja na sala de aula ou na gestão.

Prefeito Rui Palmeira conseguiu reaver convênio instalado em 2010

A Secretaria de Educação já vem investindo em novas metodologias e processos para que o desempenho dos alunos possa ser visto em médio prazo. Após implantar projeto Paralapracá que estimula aos alunos de educação infaltil, de zero a seis anos a vivenciar o aprendizado de forma lúdica e sistematizada e o Programa MenteInovadora, metodologia de estímulo de aprendizagem por meio de atividades lógico-matemáticas, para os alunos do Enisno Fundamental, a Cooperação Técnica do MEC/PNUD traz outra perspectiva para o ensino. “Será uma revolução da educação de Maceió”, reforçou a secretária municipal de Educação, Ana Dayse. A intenção da cooperação é criar padrões mínimos de monitoramento, para que não apenas a formação do aluno melhore, mas principalmente, a metodologia possa potencializar a qualidade do serviço em educação, seja na sala de aula, na prestação de contas, compras públicas, formação de professores e, também, a escolarização. “Maceió tem índices baixos, mas propomos uma

APOIO PNUD

ANÁLISE

A proposta, estabelecida na cooperação, foi elaborada em 2010 por uma equipe de técnicos da secretaria municipal, com o apoio de especialistas contratados pelo PNUD. O trabalho visa a formação continuada de professores e dos profissionais de serviços e de apoio escolar; práticas pedagógicas e avaliação; e infraestrutura física e recursos pedagógicos. São ações consideradas essenciais ao aprimoramento dos serviços educacionais prestados pela Semed à população de Maceió.

A secretária de Educação, Ana Dayse, explicou que tem um projeto idealizado, já balizado com a intervenção dos técnicos da Semed. Projeto coletivo. “Com a retomada da cooperação técnica as ações planejadas serão revisadas e entrarão em fase de implementação. Isso significa que vamos ter padrões mínimos de atuação e monitoramento, que nos possibilitarão visualizar nossos pontos fortes e fracos e com isso corrigir ou potencializar nossa atuação em sala de aula”, destacou.

Debate Amanhã, a partir das 15 horas, acontece sessão pública na Assembleia Legislativa para debater créditos fundiários e titulações de terras em Alagoas, proposta pelo deputado Ronaldo Medeiros (PT). O centro das discussões será o Programa de Cadastro de Terras e Regularização Fundiária, que visa a segurança jurídica da posse do imóvel

Quem? Os partidos políticos têm até amanhã, 14, para enviar a relação dos filiados ao Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas. É uma praxe, cumprindo disposição legal, que se repete em abril e outubro. Este ano, acrescida da curiosidade em torno dos nomes daqueles que trocaram de legenda com o propósito de disputar a eleição de 2014.

Risco De Joaquim Falcão, no Blog do Noblat, avaliando a filiação da ex-senadora Marina Silva ao PSB: “O PSDB chegou ao poder não como oposição. Mas como situação, com Fernando Henrique, candidato do Presidente Itamar Franco. Parece faltar uma vocação eleitoral de oposição. Com a nova aliança, Campos/Marina, ou o PSDB muda ou...”

Todo mundo espiona todo mundo. O Brasil espiona seus principais parceiros do Mercosul. Dilma sabe disso. Apenas joga para seu público interno às vésperas de tentar se reeleger.”

* “A Farinhada”, da Associação Teatral Joana Gajuru, encerra hoje a recente temporada em Maceió, às 19 horas, no Teatro Deodoro. A peça também será apresentada em Penedo (18 e 19) e em Arapiraca (08 e 09 de novembro). Informações: 9930.9866. * No Teatro Gustavo Leite, do Centro de Convenções, quem encerra temporada hoje é o Circo Nacional da China, com “A Bela Adormecida”, clássico infantil, em sessões às 16 e às 19 horas. Ingressos a partir de R$ 100,00. Informações: 9928-8675. * O CRB pega o Baraúnas, hoje, 17 horas, no Trapichão, diante de três possibilidades: manter-se na Série C, ser rebaixado à Série D ou se habilitar a disputar a fase que dará acesso à Série B (nessa, depende da combinação de cinco resultados da rodada).

portantes”, afirmou o prefeito. O desafio de mudar os baixos índices da educação e reestruturar a rede municipal de ensino, pensando de forma sistematizada e focada em resultados, fez com que os gestores municipais fossem à Brasília para articular a retomada do projeto de cooperação técnica PNUD no município, iniciada em 2010, mas que havia sido suspensa.

Ideologia nova buscando uma educação melhor

Secretário estadual da Infraestrutura e presidente do PSDB de Maceió, Marco Fireman recebe amanhã a Comenda Mário Guimarães, iniciativa do vereador Francisco Holanda Filho, presidente da casa. A solenidade tem início às 9 horas, no plenário da Câmara Municipal de Maceió. Marco Fireman é um nome do partido à Câmara dos Deputados.

* O Itaú Cultural e a Pinacoteca Universitária realizam amanhã, às 17 horas, reunião de divulgação do “Programa Rumos Itaú Cultural 2014”. No Espaço Cultural Universitário Salomão de Barros Lima, Praça Sinimbu, Centro. Informações: 3214.1545.

Na última na última terça-feira (8), o prefeito Rui Palmeira (PSDB) e secretária Ana Dayse reuniram-se com a equipe técnica do MEC/ PNUD para reforçar o compromisso assumido em fazer uma educação pública de qualidade. “Ficamos felizes por dar o pontapé inicial nesse projeto. Tenho certeza de que, no futuro, iremos colher frutos im-

MÉDIO PRAZO

SECOM/MACEIÓ

* A cantora Rosa Passos se apresentará no Teatro Gustavo Leite, em Maceió, dia 20, com o show “Samba Dobrado - Canções de Djavan”. Hoje, ele é a personagem enfocada pelo programa “Aplauso”, da Educativa FM, das 10 horas ao meio-dia.

3

Política educacional será referência nacional

Homenagem

RICARDO NOBLAT Jornalista, para quem a presidente da República joga para a plateia, com interesse eleitoral, ao se dizer indignada com espionagem dos Estados Unidos e do Canadá

POLÍTICA

Prioridades já foram apresentadas

Pontos fortes e fracos serão visualizados

atuação que vai além dos índices”, comentou Liliane Marchiorato, coordenadora técnica do projeto. RESULTADO Com uma experiência internacional de intervenção em comunidades de baixo desenvolvimento, o Pnud propõe que a Educação de Maceió siga o rumo de uma gestão para resultados. A proposta apresentada a Semed tem como parâmetros o gerenciamento de processo, reorganização do trabalho pedagógico e padronização da infraestrutura. “Vamos fazer uma reflexão e agir naquilo que a escola precisa e deve receber para organizar o trabalho, processos e infraestrutura. Tudo isso é possível, pois as experiências vivenciadas pelo PNUD nos estados do Maranhão e Piauí, já podem ser comprovadas”, destacou a secretária Ana Dayse. A cooperação pretende apresentar à população maceioense proposições para a mudança da realidade educacional local, buscando promover a melhoria da qualidade da aprendizagem dos alunos da educação básica e a reversão dos indicadores educacionais do município.


TRIBUNAINDEPENDENTE

4 POLÍTICA MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

Guerra das biografias

A

polêmica que envolve a publicação de biografias sem autorização do biografado voltou com força na semana que passou. A discussão dividiu o meio literário e também o dos artistas e celebridades, cada um defendendo suas teses e opiniões a respeito. O Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, classificou como censura a possibilidade de que as biografias sejam proibidas pela Justiça, caso o biografado não autorize a publicação da obra. Em 2008 quando era deputado federal, Cardozo foi relator do projeto de lei que liberava a publicação de biografias. Essa proposta acabou arquivada na Câmara. “Não é possível você ter qualquer tipo de censura á publicações num estado democrático de direito. Juridicamente é inadmissível não garantir a livre expressão e a livre circulação de ideias. Seria submeter à verdade histórica, ou as versões históricas, à avaliação de alguém que seria proprietário de versões. Não acho correto” afirmou o Ministro. Na verdade qualquer tipo de calúnia ou difamação que porventura esteja na biografia, é crime previsto no Código Penal, mas o Judiciário somente deve agir após a publicação, nunca previamente, retirando obras de circulação ou impedindo que sejam publicadas. Outro projeto de lei, que autoriza a publicação sem a autorização do biografado aguarda entrar em votação no plenário da Câmara, depois de ter passado pelas comissões. Ele altera o parágrafo 20 do Código Civil, que permite a proibição das biografias sem autorização.

‘Jeitinho’ não é regra na formação do corrupto Estilo brasileiro de resolver problemas não é o culpado pela ilicitude nacional CGU/ARTE

F

Homenagem a Vinicius Se vivo estivesse, o escritor, poeta, musico e compositor Vinicius de Morais, o Poetinha, estaria completando 100 anos de idade no próximo dia 19. São muitas as homenagens, mas vale ressaltar o espetáculo “Nordeste Canta Por Toda a Minha Vida” que acontece nesta quarta feira (16) no palco do Teatro Deodoro. A homenagem faz parte da XV edição do Festival Nordeste Cantat, um dos principais eventos musicais da região e que traz a Alagoas, corais de diversos estados brasileiros e até de outros países.

Homenagem á Vinicius 2 A organização do Festival é da Federação Alagoana de Coros, e a homenagem a Vinicius de Morais terá a participação dos grupos alagoanos Coral do Poder Judiciário, Coral de Idosos do Sesc, Coral Infanto-Juvenil do Colégio Santa Madalena, Sofia e Coretfal, além dos corais uruguaios Infantes do Colégio San Pablo e Vozes Amigas. O espetáculo esta marcado para começar ás 19h com ingressos bem acessíveis, custando apenas R$ 10 e R$ 5 a meia entrada.

Países mais bebuns Todos sabem, amigo leitor, que se dependesse de você o Brasil seria líder no consumo de álcool no mundo. Mas tem gente neste planeta bem mais dedicado aos porres do que você. Um site (Guyism) fez o levantamento e concluiu o seguinte: O país líder é a República Tcheca, graças ao consumo per capita de cerveja. Especialmente pela grande quantidade de cervejas artesanais. Até uma das maiores cidades se chama Pilsen. Em seguida aparece a Moldávia, porque lá bebem de tudo e segundo a Organização Mundial da Saúde é imenso o numero de adolescentes alcoólatras.

Países mais bebuns 2 Em terceiro lugar aparece a Rússia que lidera o consumo per capita de vodca: 18 litros por habitante, o que corresponde a mais de 2 bilhões de litros consumidos por ano. Boa parte dos russos começa a beber vodca aos 11 anos. Em quarto lugar surge a Alemanha onde se bebe cerveja por hobby. Depois vem a Coreia do Sul onde se bebe de tudo de vodca a rum passando por cerveja. A Hungria, segundo a OMS também consome todo o tipo de bebida. Depois, surpreendentemente aparece o Vaticano, mas se compreende: população pequena e vinho todos os dias. Depois vem a Irlanda que tem a fama de consumir álcool de manhã, de tarde e de noite. E também de madrugada. E em nono lugar aparece a Ucrânia, que copia a Rússia. É vodca o tempo todo.

Diamante de US$ 30 milhões Um diamante branco de 118,22 quilates foi leiloado no inicio desta semana em Hong Kong por 30 milhões de dólares, novo recorde mundial. A pedra foi comprada pelo telefone em um leilão que durou apenas seis minutos. Ela foi considerada a mais refinada do seu tipo, e seu valor total foi calculado entre 25 a 35 milhões de dólares. A pedra, apelidada de “Magnífico Diamante Ovalado” foi descoberta em um país africano em 2011, e em seu estado bruto pesava 199 quilates. O preço de venda deste diamante superou o recorde estabelecido ano passado de um diamante de 101,23 quilates, vendido por US$ 26,7 milhões.

Cultivo de Macroalgas A Secretaria da Pesca e Aquicultura, em convênio com o governo federal vai implantar em Maceió e em Paripueira inicialmente, o Programa de Desenvolvimento da Algicultura Marinha e da Piscicultura Continental. A iniciativa se baseia em uma experiência bem sucedida no litoral do Rio de Janeiro no cultivo da macroalga como forma de geração de renda. O projeto deverá criar cerca de 1.500 postos de trabalho nas duas cidades alagoanas. Serão investidos no projeto R$ 8 milhões obtidos através de emenda parlamentar de autoria do senador Benedito de Lira (PP). Participam ainda do projeto a Prefeitura de Maceió e a Universidade Federal de Alagoas.

• A Organização Mundial da Saúde (OMS) fez um apelo para que sejam eliminados até 2020 todos os termômetros e aparelhos de tensão que contenham mercúrio, devido aos efeitos graves na saúde pública. • Segundo a OMS o mercúrio e seus diferentes componentes são “uma preocupação para a saúde pública mundial e têm vários efeitos graves” lembrou a organização. • Citou inclusive uma série de problemas neurológicos, principalmente nos mais jovens, além de causar problemas sérios nos rins e no sistema digestivo. • O anúncio foi feito em Genebra, na Suíça durante a chamada Convenção de Minimata. Também foi assinado um termo de compromisso que autoriza a utilização do mercúrio nos equipamentos citados somente até 2020. • O mercúrio é considerado uma das dez substâncias químicas que mais preocupam em relação á saúde pública mundial. A Convenção orienta os países sobre as medidas que devem ser adotadas para eliminar as formas mais nocivas de utilização do produto.

ANDREZZA TAVARES REPÓRTER

Controladoria Geral da União faz campanha contra esses gestos

urar fila, pagar propina para se livrar de uma multa de trânsito, não devolver aquele troco a mais que recebeu por engano... Será que o famoso “jeitinho brasileiro” é um embrião da corrupção na política? Esse tipo de comportamento pode refletir na postura do cidadão brasileiro quando ele entra para o universo político? A professora universitária e cientista política, Luciana Santana, acredita que só o “jeitinho” não é o responsável pela corrupção no Brasil e que muita coisa é cultural além do desapego com o que é público. “Não seria a regra. Quem comete o famoso ‘jeitinho brasileiro’ não necessariamente será um corruptor. O problema é que as maiores negociações ocorrem de forma oculta e é na falta de transparência que se comete a corrupção”, declarou a cientista política, acrescentando que além da falta de transparência, a pouca valorização do que é público colaboram com a corrupção no país. Para Luciana Santana, o

‘jeitinho’ facilita determinadas coisas. “Muitas pessoas acham que é bobagem o fato de aceitar esse tipo de comportamento e abre um precedente para aceitar também a corrupção”, disse. Na opinião da cientista política, vários políticos que respondem a processos não necessariamente pagaram propina. “Os corruptos políticos podem nunca ter furado uma fila, por exemplo”, reforçou. Luciana Santana disse ainda que os deslumbramentos da política fazem com que pessoas que não tinham comportamentos corruptíveis, passem a tê-los. CONSEQUÊNCIAS A corrupção praticada quando se fura uma fila ou se comete grandes desvios de verbas públicas são comportamentos problemáticos cometidos em condições diferenciadas. A professora falou que o controle pessoal é importante, pois as pessoas passarão a se policiar mais e consequentemente vão fiscalizar mais aqueles que os representam. “Só vamos ter direito de cobrar do outro, quando eu também me policiar”, enfatizou.

MAZELAS SOCIAIS

Políticos não são os únicos culpados

Para o vereador de Palmeira dos Índios e vice-presidente da Uveal (União dos Vereadores de Alagoas), França Júnior (PSDB), o “jeitinho brasileiro” tido como embrião da corrupção na política é um problema cultural e o olhar deve ser voltado a sua raiz. “Não dá para colocar na conta dos políticos todas as mazelas da corrupção. É preciso à conscientização da população em reconhecer que o ato de um dia [o voto] tem reflexos durante pelo

menos quatro anos”, declarou o parlamentar. França Júnior, que é professor e advogado, relatou que todas as saídas que não são previstas na lei, são formas de corrupção, porém vistas por muitos como algo natural, como por exemplo não usar cinto de segurança, ultrapassar o sinal vermelho, comprar um CD ou DVD pirata, ou ainda, baixar uma música e não pagar os direitos autorais. “Se cada um fizer sua parte e cobrar tenho certeza

que vamos viver dias melhores”, ressaltou o político. Na opinião do vice-presidente da Uveal, a corrupção deve ser combatida e compreendida, pois a venda do voto não se dá somente pela forma mais comum, sendo trocado por dinheiro, mas também por um favor, emprego, objetos. “E não é só gente desinformada que vende o voto, tem gente esclarecida que também age dessa forma, com outra moeda de troca”, lembrou, lamentando Fran-

ça Júnior. ÚNICA SAÍDA O vereador palmeirense acredita que a solução para acabar, se não, amenizar, o problema da corrupção é a Educação. “O grande gargalo do Brasil é a Educação. O Estado falta em quase tudo, só prioriza a polícia para resolver os problemas, quando na verdade, deve-se investir em Saúde e Educação para não precisar gastar muito com polícia”, completou Frana Júnior. (AT)

CONSTATOU MCCE

‘Povo acostumou com a corrupção’

Já na opinião do coordenador-geral do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral em Alagoas (MCCE/ AL), Fernando CPI, o famoso modo brasileiro de resolver as coisas encontra no seio social um abrigo simpático e aceito por todos. De modo um tanto quanto pessimista o coordenador alagoano do MCCE lamenta que a sociedade até gosta da corrupção. “Uma parcela do povo é acostumada e gosta do político corrupto”, ressaltou Fernando CPI. Para ele, o ‘jeitinho brasi-

leiro’ é não querer enfrentar fila, é pagar uma pessoa para ficar na fila, é trapacear com um amigo, é não devolver o troco a mais, tentar subornar o guarda de trânsito. “Isso mostra a personalidade de cada um e o desvio de personalidade é um ato de corrupção, mas algumas pessoas acham isso natural”, declarou. De acordo com a liderança do MCCE, quando era chefe de gabinete do deputado estadual Ildo Fidelis ninguém ia em seu gabinete. “Tem muita

gente que anda com os vales botijões de gás para distribuir nas portas dos gabinetes”, relatou Fernando CPI. A Justiça, conforme ele, deve ser para todos e a solução é investir na Educação, assim como disse o vereador França Júnior, de Palmeira dos Índios. A Controladoria Geral da União (CGU) iniciou em julho último uma campanha nacional contra estes gestos condenáveis. Em sua página no Facebook, a CGU está movimentando mensagens contra

DESDE SEMPRE

FISCALIZAÇÃO

A corrupção é uma epidemia no Brasil e segundo o vereador de Palmeira dos Índios e vicepresidente da Uveal (União dos Vereadores de Alagoas), França Júnior, ela não é recente e vem dos tempos mais remotos do Brasil Colônia. “O Brasil conseguiu a sua independência pagando a Portugal”, destacou o parlamentar, acrescentando que a corrupção se trata de algo cultural e passou através dos tempos. Para reverter tal condição, é preciso se investir pesadamente em educação pública.

Na opinião da coordenadora do Curso de Ciências Sociais da Ufal, Luciana Santana, uma grande arma para combater a corrupção é a fiscalização. “A fiscalização causaria constrangimento. O grande problema do país é que ninguém fiscaliza, e as regras não estão bem colocadas”, enfatizou Santana, acrescentando que é por isso que tudo está do jeito que está. A legislação existe, as regras, normas e preceitos todos conhecem, mas a efetivação delas não tem acompanhamento.

Independência do Brasil foi paga

O problema é que ninguém fiscaliza

algumas ações de corrupção que acontecem no cotidiano e muitas pessoas ignoram. A campanha ‘Pequenas Corrupções – Diga Não’ orienta algumas condutas como não colar na prova, não furar fila, dar nota fiscal e não tentar subornar um guarda para evitar multas. A hashtag #contracorrupção é utilizada também como método de disseminar nas redes sociais essas mudanças que podem ser o diferencial para um melhor convívio e até para um país melhor. (AT)


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

POLÍTICA

5

TRE pode mudar comando de 3 cidades Pauta da Corte Eleitoral promete fortes emoções para os eleitores de Atalaia, Boca da Mata e Delmiro Gouveia

Cotidiano LININHO NOVAIS - contato@lininho.com

Balbúrdias nas redes sociais

O

jornalista Luís Nassif escreve em Carta Capital: “A saga da Carta Maior repete-se em outras iniciativas da Internet. Em meio ao caos que domina o meio, aos ataques destrambelhados de esquerda e direita, à nova não-etiqueta – de um pessoal capaz de cometer, pela Internet, grosserias que jamais cometeriam presencialmente – começam a se moldar as referências, um pequeno arquipélago de blogs e sites independentes, capazes de fazer o contraponto. (...Ainda é uma realidade caótica, mas já dividida em camadas hierárquicas – do público menos intelectualizado, que se move por slogans, aos formadores de opinião, que se articulam em torno de conceitos. São esses blogs e sites que ajudarão no trabalho civilizatório da rede, de disciplinar os ímpetos ativistas dos militantes, organizando o debate em torno de conceitos. Gradativamente, surgem outros pontos de referência, que se articulam com os blogs de combate (aqueles que buscam fazer barulho em torno de cada assunto, por mais insignificante que seja), destes com seus seguidores, se espraiando pelo Facebook e pelo Twitter. Está-se na infância das redes sociais e existe muita balbúrdia. Mas é essa balbúrdia que permite ampliar a democracia”.

EDITORIA DE POLÍTICA COM REDAÇÃO

A

sessão do próximo dia 16 de outubro promete ser uma das mais movimentadas do ano no Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE/AL). A pauta de julgamentos da quarta-feira reserva possíveis novidades no panorama eleitoral em pelo menos três municípios, além de renovar as esperanças de um outro prefeito derrotado nas urnas. Atalaia, Boca da Mata e Delmiro Gouveia podem ter novidades. Em Satuba, é o ex-

-prefeito Cícero Ferreira da Silva, o Titor (PCdoB), que volta seus olhos - e faz figa - para o Pleno da Corte Eleitoral tentando reaver seus direitos políticos, cassados pelo cometimento de abuso de poder político durante a campanha eleitoral do ano passado. Além dele, seu candidato a vice, Adalberon Clemente (PRB), também está sob o efeito da pena de oito anos sem poder se candidatar a cargos eletivos. Titor e Clemente participaram das inaugurações de obras públicas durante a comemoração do aniversário de

Emancipação Política de Satuba, no dia 17 de agosto de 2012 - com direito a faixa promocional e tudo. Sua defesa, representada pelo advogado Gustavo Ferreira, argumentou que seus clientes nem discursaram, apenas se fizeram presentes. Ele confirmou que vai tentar livrá-los da inelegibilidade. Em Delmiro Gouveia, parte da cidade ainda até comemora o retorno do prefeito Lula Cabeleira (PMDB) e de sua filha-vice, Ziane Costa (PMDB). Porém, não satisfeito com a sentença do TRE/AL, que devolveu os mandatos de

ambos, a oposição recorreu e quarta-feira, aguarda uma reforma da decisão. Pai e filha foram condenados, em primeira instância, por abuso de poder político e econômico. O principal opositor do clã ‘Cabeleira’, Padre Eraldo (PCdoB), segundo colocado nas eleições de 2012, aponta que a insenção de impostos nas taribas do matadouro e mercado público de Delmiro Gouveia contribuiu positivamente para a vitória do prefeito. Em paralelo, já Padre Eraldo já recorreu também ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). DICOM/TJ

Posição confortável A atuação do coronel Dário César tem surtido efeito principalmente quando o assunto é investimento. Mesmo com toda dificuldade com problemas históricos, Dário se porta como gestor responsável, e sem alardes ou precipitações, conduz os trabalhos a frente da Secretaria de Defesa Social.

Liderança De casa nova o deputado federal Givaldo Carimbão ganhou mais notoriedade do que imaginava ao assumir a liderança do PROS. Ao lado dos irmãos Gomes – Cid e Ciro – o alagoano tem ‘carta branca’ para tomar qualquer decisão. Carimbão promete responder a altura a confiança e seus pares.

Collor: o analista 1 Durante o encontro de contabilistas o senador Fernando Collor disse que a violência está caótica em todo o Estado. Collor afirmou que não se trata de uma questão de mudar de secretário de Segurança, mas sim de governador. “Em 2014 a população de Alagoas vai ter a oportunidade de escolher um nome para o melhor para o nosso Estado”.

Collor: o analista 2 O ex-presidente da República ainda analisou a situação da corrida presidencialista afirmando que a chapa do PSB está de cabeça para baixo, pois Eduardo deveria ser o vice de Marina Silva. “Na última eleição Marina teve 20 milhões de votos; é um nome consolidado”, colocou o senador. Collor reiterou seu apoio a presidente Dilma em 2014 após falar de Eduardo e Marina.

E agora? Collor aguara apenas um sinal de Renan Calheiros sobre o processo eleitoral do próximo ano para que possa seguir seu destino. Collor sabe que não será uma disputa fácil a sua reeleição, e aos mais próximos elle confidencia o desejo em disputar o Governo do Estado.

Bancada reunida O prefeito Rui Palmeira reúne amanhã (14) toda bancada federal alagoana num café da manhã. O objetivo de Palmeira é apresentar os projetos estruturantes e conseguir o apoio dos parlamentares para que destinem suas emendas.

Em frente Heloísa Helena não tem se preocupado com os resultados das pesquisas que estão indicando sua candidatura como senadora. HH tem buscado preparar seu caminho de volta com mais tranquilidade adotando o estilo paz e amor. Com essa postura HH tem sido um ‘calo de sangue’ para os velhos caciques.

Defensor ideal Nado Torres não nega sua origem, um apaixonado pela Barra de São Miguel, que sempre sonhou com dias melhoras para sua terra natal. Torres tem realizado um trabalho sério onde divulga os potenciais turísticos de Alagoas, e muitas vezes é vítima do atropelo de alguns que apenas vivem de bajulação e mau-caratismo.

Soluções de gestão Os bancos do Nordeste e do Brasil apresentarão aos prefeitos alagoanos e os Gerentes Municipais de Convênio (GMC) soluções para gestão pública através de produtos e serviços que são oferecidos ao setor. A reunião acontece na próxima segunda-feira, dia 14, às 10h, no auditório da Associação dos Municípios Alagoanos.

Comendador A Câmara Municipal de Maceió entrega na próxima segunda-feira (14), às 9h, a Comenda Desembargador Mário Guimarães ao secretário de Estado da Infraestrutura, Marco Fireman. A comenda é a mais alta honraria entregue pelo Legislativo municipal, conferida a personalidades que tenham, por qualquer meio, prestado serviços relevantes em prol do desenvolvimento de Maceió.

TRE/AL

Último dia para envio das listas de filiados Amanhã é um dia decisivo para as eleições de 2014. Os partidos têm que entregar, nesta segunda-feira, 14, a relação dos filiados ao Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/ AL). O processo de envio deve ser feito via internet, através do programa Filiaweb. Caberá aos juízes eleitorais o arquivamento, publicação e cumprimento dos prazos de filiação partidária para efeito de candidatura a cargos eletivos. Nela constará a data de filiação, o número dos títulos e das seções eleitorais em que os filiados estiverem inscritos.

Enquanto o Tribunal Regional Eleitoral/AL segue em reforma, Pleno se reúne no Tribunal de JustiçaJ/AL

CRIMES

Prefeitos respondem por abuso de poder O perigo é iminente e a caneta dos desembargadores eleitorais pode afastar na próxima quarta-feira, 16, em uma única tarde, três prefeitos. Manoel da Silva Oliveira, o professor Mano (PTB), prefeito de Atalaia; Gustavo Feijó (PDT), prefeito de Boca da Mata; além de Lula Cabeleira, citado acima, podem ser condenados por crimes de abuso de poder político e econômico em seus respectivos municípios. O que pesa contra o pro-

fessor Mano foi a prisão de um de seus cabos eleitorais, o pastor Severo. Ele foi visto pelos PMs entregando R$ 50 ao condutor de um veículo Palio e a uma senhora que saída de seu local de votação. Os policiais o prenderam e com o pastor foram encontrados ao todo R$ 1.010,00 e mais 76 ‘santinhos’ de propaganda eleitoral dos então candidatos, professor Mano, a prefeito, e de sua filha, Michele Oliveira, a vereadora – ambos eleitos.

O juiz João Paulo Alexandre dos Santos arquivou a ação por falta de provas. O prefeito Gustavo Feijó está perigando perder o mandato eletivo, em virtude também de terceiros. Um candidato a vereador José Joubert Florentino (PDT) teria cedido seu veículo para levar eleitores a capital para realizar exames médicos, em troca de apoio político ao então candidato dele, Feijó. “Todos sabem que o referido candidato a vereador era um ‘laranja’.

Ele não colocou campanha na rua, teve pouquíssimos votos”, relatou o advogado Fábio Gomes, acrescentando que o veículo tinha a propaganda eleitoral apenas do então candidato ao Executivo. Segundo a defesa, o juiz André Guasti Motta, de Boca da Mata, entendeu que houve o crime de compra de votos, porém praticado pelo candidato a vereador e não pelos gestores eleitos, por isso a oposição recorreu ao TRE/ AL. (EP)


6

OPINIAO

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

Opinião

Aposentadoria especial

A

Lei Complementar 142/2013, que entra em vigor em 8 de novembro deste ano, regulamenta essa modalidade de aposentadoria para os segurados do Regime Geral de Previdência Social - RGPS, prevendo redução do tempo de contribuição em até dez anos para pessoas com deficiência. A decisão é do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal que entendeu que a até a lei complementar entrar em vigor, será aplicado o disposto no artigo 57 da Lei 8.213/1991 — que dispõe sobre os benefícios da Previdência Social. Após a vigência da lei complementar, a aferição será feita nos moldes ali previstos. O ministro analisou um agravo regimental em Mandado de Injunção impetrado por um servidor público que, segundo ele, houve omissão legislativa da presidente da República e do governador do Distrito Federal. Ele sustenta ser portador de cervicalgia em razão da sequela de poliomielite, deficiência física passível de ser reconhecida como causa de aposentadoria especial, nos termos do artigo 40, parágrafo 4º, inciso I, da Constituição Federal. O questionamento vem sendo debatido

pelo STF que na última sexta-feira realizou pelo you tube um debate com participação de juristas sobre o fato. O governador do Distrito Federal interpôs agravo regimental contra a decisão, sustentando a impossibilidade de se aplicar à hipótese sob exame o disposto no artigo 57 da Lei 8.213/1991, uma vez que essa disposição trata apenas da aposentadoria especial em razão do exercício de atividades prejudiciais à saúde ou à integridade física. Em 8 de maio deste ano, foi editada a Lei Complementar 142/2013, que regulamenta a aposentadoria da pessoa com deficiência segurada do Regime Geral da Previdência Social, “revelando-se a disciplina adequada para o presente caso”. com a regulamentação da aposentadoria da pessoa com deficiência naquele regime, o ministro reconsiderou parcialmente a decisão anterior e determinou a aplicação da LC 142/2013 a partir da data em que entrar em vigor (seis meses após sua publicação) e até que o direito dos servidores públicos na mesma condição seja objeto de regulamentação. Ressalvou, porém, que, até a sua entrada em vigor, mantém-se a aplicação do artigo 57 da Lei 8.213/1991.

JOÃO LYRA Deputado federal pelo PSD de Alagoas

Mais Médicos: arrojado e inovador

A cerrada oposição ao Mais Médicos impediu que se fizesse uma avaliação menos emocional sobre esse Programa, logo após o seu lançamento em junho. Cenas agressivas e desrespeitosas - e, porque não dizer, vergonhosas - foram vistas na TV contra os profissionais estrangeiros, que vieram ajudar a melhorar o quadro da saúde pública brasileira. Foi preciso que acontecesse tudo isso, para que o bom sendo prevalecesse, com o que só têm a ganhar o Sistema Único de Saúde (SUS) e os milhões de brasileiros pobres e carentes de mais de 800 municípios e das periferias das grandes cidades. Depois desses tristes episódios, muita coisa mudou para melhor, devendo-se assinalar a aprovação, pela Câmara dos Deputados, do texto do Projeto de Lei Conversão (PLC) à Medida Provisória (MP) nº621/2013, que institui o Programa. Um detalhe: entidades médicas que se opuseram tenazmente à proposta - a exemplo do Conselho Federal de Medicina (CFM) – contribuíram para aperfeiçoar a redação original da MP. O acordo liderado pelo CFM permitiu incluir no PL-

Cum dispositivo que permite a prorrogação,por mais três anos, do profissional estrangeiro no Programa, mas somente se integrarem carreira médica específica, submetendo-se ao exame de convalidação do diploma. Mas, afinal de contas o que é o Mais Médicos? É um programa que abre vagas para médicos brasileiros e estrangeiros, destacando-se, em especial, a criação de 11.447 vagas em cursos de medicina, até 2017, e residência médica obrigatória e remunerada de dois anos. Além da aprovação do PLC, já encaminhada para o Senado Federal, chamaram atenção as considerações e análises sobre o Mais Médicos por Clarisse Etienne, Diretora-Geral da Organização Panamericana de Saúde (OPAS), a mais antiga instituição médica do mundo. Em artigo publicado no jornal O Globo, Etienne é taxativa: “AOPAS e a Organização Mundial de Saúde (OMS) têm apoiado seus países-membros, na execução de ações semelhantes às do arrojado e inovador Programa Mais Médicos, do Brasil”. E acrescenta: “Como a maioria dos países de nossa Região, o Brasil sofre com

a falta de profissionais de saúde em áreas remotas e de baixa renda, sendo compreensíveis as discussões acaloradas que se seguiram ao lançamento do Programa, em junho. Agora, há uma boa oportunidade para se ampliar esse debate”. Sem dúvida, o ambiente está menos tensionado. Caminha-se a passos largos para a chegada de mais dois mil médicos cubanos, uruguaios, argentinos, portugueses, espanhóis e de outras nacionalidades para se incorporarem ao Programa, mas sempre se ressaltando que a prioridade é dos brasileiros. O depoimento da Dra. Clarisse Etienne é oportuno e serve para mudar a visão da sociedade sobre o Mais Médicos, e seria bom que todos o lessem. Sua mensagem é de uma indiscutível confissão de singeleza e impressionante objetividade. Assim, será muito bom que os médicos brasileiros possam ser vistos como o que verdadeiramente são: protagonistas de uma história dos progressivos sucessos de um País na luta contra a pobreza, a desigualdade e o abandono de grande parte do seu povo.

OLÍVIA DE CÁSSIA Jornalista

Divagações RENAN CALHEIROS Senador pelo PMDB e presidente do Congresso Nacional

O fim das legendas de aluguel O Senado Federal deu um importante passo para inibir a criação de novos partidos e evitar o troca-troca entre legendas. Foi aprovado o projeto, que já seguiu para sanção da presidente Dilma Rousseff, impondo novas regras na criação de partidos. A lei só valerá para as eleições futuras e não para 2014. O projeto restringe o acesso ao dinheiro do Fundo Partidário e ao tempo de propaganda na televisão. Atualmente o Fundo Partidário e o tempo de TV são calculados a partir do número de parlamentares eleitos pelos partidos. Pela regra atual, os deputados que migram para um partido novo levam os votos, para cálculo de tempo de TV e Fundo Partidário. Assim, os novos partidos ganham mais dinheiro e tempo, mesmo sem ter disputado eleições. São as chama-

das legendas de aluguel. Pelo novo texto, o partido novo não receberá os votos de deputados que decidiram aderir à nova legenda. Este projeto de lei, já aprovado pela Câmara dos Deputados, chegou a tramitar no Senado Federal, mas foi suspenso por uma liminar do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, em abril. O Senado conseguiu derrubar a liminar, liberou a votação e o STF, pela maioria de seus integrantes, considerou que não pode haver controle preventivo da Constitucionalidade. Ou seja, antes da Lei vir à luz, ela não pode ser contestada por inconstitucionalidade. A nova lei busca colocar um termo na criação de novas legendas. A verdadeira inflação que deve nos preocupar no Brasil é a dos partidos políti-

TRIBUNA

INDEPENDENTE

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

cos. Já são 32, é a maior profusão de partidos no planeta e isso acontece em detrimento de uma orientação ideológica, programática. Chegou a hora de colocarmos um basta nisso. Qualquer um poderá criar partido, mas sem levar o fundo partidário e o tempo de televisão. Tentamos votar e mesma Lei no passado, mas infelizmente fomos vítimas das ligeirezas das interpretações de que a proposta tinha objetivos políticos de fragilizar este ou aquele candidato em favor do governo. A personalização dificultou a análise isenta da proposta. O projeto, além valorizar o voto popular, a intenção inicial do eleitor, coloca um ponto final na criação de novos partidos que, no Brasil, se transformou em uma verdadeira linha de produção.

Jorgraf UM PRODUTO:

Cooperativa dos Jornalistas e Gráficos do estado de alagoas

A experiência me deu algum conhecimento de causa em algumas situações da vida e a constatação de fatos que hoje eu não posso negar que me trouxeram maturidade e um pouco de sabedoria. Os dias foram minguando, a vida foi passando, tudo se foi rapidamente, como na passagem do tempo de um filme de ficção e eu nem percebi que ela havia voado, levando tudo: pessoas, paisagens, momentos, sentimentos (bons e ruins). Passaram os bons momentos, mas também os que não foram tão bons assim. Lá se foram também as minhas agonias: aquelas mais profundas que eu imaginava não fosse me livrar delas nunca. O bom da velhice é isso. Pelo menos alguma coisa de bom teria que proporcionar a quem tem o privilégio de chegar até aqui. A ansiedade ainda se faz presente no meu interior, reconheço que às vezes me pego feito adolescente: querendo e sonhando viver aventuras, como se meu corpo ainda pudesse isso e eu tivesse todos os direitos do mundo. E tenho. PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: José Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

Às vezes quero voltar ao frescor da juventude, mas também reflito que naquele tempo eu não sabia o que sei agora, não conhecia a malandragem do ser humano. A maturidade foi mostrando os caminhos. Tudo na vida tem causa e consequência, é fato. Em noites e dias desiguais a gente se pega filosofando, sonhando com a poesia, fazendo planos com dias melhores, mesmo que eles nunca venham a acontecer. Mas é bom a gente ter boas expectativas na vida, é salutar a gente acreditar, ter fé. Diferente do que eu era ontem, hoje eu consigo acreditar que ainda posso fazer alguma coisa a mais, do que um simples ato de respirar, que eu posso lutar e conseguir algo melhor. Eu quero ser feliz e para isso eu não preciso de fortunas. Não digo que eu não seja feliz, que não me sinta bem, mas eu quero o conforto que a idade requer e exige; aquele que eu já teria que ter sem muitas preocupações. E nessas horas me avalio sem competência para tal, mas deixa estar, tudo tem seu tempo.

Tenho esperança, ainda. Não importa a idade cronológica que eu tenha agora, não importam os impedimentos do corpo, limitado por problemas adquiridos e pela idade, mas ainda quero sonhar. Ainda ontem eu lembrava que quando jovem tentei enveredar por vários caminhos no campo das artes: não deu certo. Eu tentei desenhar, não aprendi; quis pintar quadros, arrisquei algumas telas, que depois terminaram no lixo: mesmo assim, me arrependo de não ter continuado tentando. A vida é uma grande tentativa. Ainda é tempo. Tem gente que nasce iluminada e consegue logo de pronto; outros tentam a vida inteira e não conseguem, mas pelo menos têm a certeza de que tentaram, de que não deixaram passar a vida em branco. Eu tentei em várias frentes e me constatei um desastre em algumas delas, mas não me deixei seduzir pelas forças contrárias. Sou persistente na vida, se eu tenho alguma virtude, essa é uma delas, como todo brasileiro eu não desisto fácil dos meus sonhos.

Nosso noticiário nacional é fornecido pelas agências: Agência Folha e AGência Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAÇÃO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

OS ARTIGOS ASSINADOS SÃO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NÃO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPÍNIÃO DESTE JORNAL.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013 PUBLICIDADE 7


8 PUBLICIDADE MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

TRIBUNAINDEPENDENTE


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

Cidades

CIDADES

9

Crea recomenda interditar sede da Superintendência Regional do Trabalho O superintendente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas (Crea), Jackson Cabral, indicou ainda outro prédio com problemas em Maceió, o da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, no Centro. Ele fez recentemente uma vistoria no local e recomenda sua interdição. “É mais um que entra na lista pela falta de manutenção. Prédios com mais de dez anos devem passar por vistoria pelo menos uma vez por ano”, observou. Para Cabral, Alagoas tem bons técnicos e engenheiros, mas a influência política estaria atrapalhando o trabalho desses profissionais. “A sugestão para que se tenha manutenção é começar a multar”, diz.

Prédios de Maceió são ameaça a usuários Sem manutenção, construções da década de 70 ou até mais novas já apresentam riscos de queda ou acidente ANA PAULA OMENA REPÓRTER

P

rédios da década de 70, prestes a completar 50 anos, ou ainda mais novos, têm apresentado riscos para seus usuários e para a população de Maceió em geral, até mais evidentes do que muitas construções com mais idade. A fragilidade dos edifícios da capital, pela falta

de manutenção, foi constatada e denunciada por órgãos públicos no ano passado, logo após o desabamento de três prédios antigos no Centro do Rio de Janeiro, em janeiro de 2012, que incentivou a criação de comissões de fiscalização predial em todo o Brasil. O trabalho, em Maceió, levantou o problema e cobrou soluções, mas esmoreceu meses depois e caiu no esquecimento.

À época, uma comissão composta por representantes dos órgãos competentes foi formada para observar a precariedade de prédios públicos em Maceió, e assim foi feito, sendo concluído o trabalho em março do ano passado. Porém, de acordo com informações da Superintendência Municipal de Controle do Convívio Urbano (SMCCU), esta comissão parou após a mudança de gestão.

De acordo com o superintendente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas (Crea), Jackson Cabral, o problema dos edifícios com mais de dez anos na capital passa por fatores como a falta de manutenção e ausência de um maior rigor na fiscalização. “A lei de inspeção predial, criada pelo ex-vereador Galba Novaes, foi regulamentada e já está em

vigor, mas a Superintendência de Controle do Convívio Urbano ainda não a pôs em prática”, criticou. “Não digo que os edifícios estão em xeque, mas a falta de manutenção física tem deixado a desejar e, por isso, há situações de precariedade na maioria deles. Não é só pensar em desabamento, mas também se o prédio oferece condições de ser habitável”, mencionou. Entre os prédios de Ma-

ceió que já apresentaram problemas estruturais, podem ser citados o Edifício Palmares, o Edifício Brêda, o Tribunal Regional Eleitoral, a Secretaria da Fazenda, o antigo Produban, a Igreja do Livramento, o Fórum do Barro Duro e a Igreja de Nossa Senhora do Ó, em Ipioca. Parte deles foi vistoriada, mas a SMCCU não souber listar quais foram os problemas identificados na época. SANDRO LIMA

TRE, Brêda, Igreja do Livramento, antigo Produban e Sefaz estão na lista das construções mal cuidadas e mal fiscalizadas que apresentam problemas

APÓS ACIDENTE

Brêda terá que proteger pedestres de queda de reboco de suas paredes Na última terça-feira, parte do reboco do edifício Brêda, despencou em cima de um táxi, danificando o para-brisa e o teto do veículo, no Centro de Maceió. O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil Municipal estiveram no local e notificaram o prédio, bem como o síndico, Armando Jorge Lopes Ferreira, que terá de realizar os reparos, reforçando a proteção no entorno no edifício. “Caso não seja cumprido o critério, o edifício Brêda poderá ser embargado”, disse o coordenador de emergência da Defesa Civil Municipal, Paulo Noronha. O síndico do edifício Brêda, Armando Jorge, alega que o prédio não apresenta problema estrutural, e considerou a queda de parte do reboco como acidental. “Acontece em qualquer lugar, não é somente aqui no Brêda, não. Existe uma equipe de uma empresa terceirizada que cuida da manutenção constantemente. Tudo na vida, hoje em dia, é um risco. O condomínio vai pagar o prejuízo do taxista sem problema algum. Se o prédio apresentasse risco, o Corpo de Bombeiros não solicitaria autorização para fazer rapel”, destacou. Os taxistas que param na Rua Luiz Pontes de Miranda, onde o edifício Brêda está situado, não gostaram do que aconteceu, principalmente porque, após o incidente, eles foram convidados a se retirar do local.

Sem querer ser identificado, um taxista reclamou da postura de agentes de trânsito da SMTT, que determinaram que mais de 20 táxis parassem de estacionar por ali. “A gente vai ter que deixar o nosso local de trabalho por conta do erro dos outros. O pessoal do edifício é que teria que reformar o prédio e não a gente sair. A SMTT já disse que, se pegar, vai multar e será sujeito a guincho”, desabafou o taxista. TRE A Tribuna Independente conversou também com o coordenador de serviços gerais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Gustavo Oliveira, e teve a informação de que três andares (do quarto ao sexto) prosseguem interditados depois do superaquecimento identificado pelos órgãos competentes do Município de Maceió. O prédio também apresenta fiação exposta e graves falhas com relação a acessibilidade para deficientes físicos. “Ainda estamos fazendo as adaptações. A quantidade de equipamentos é grande e a parte elétrica não estava suportando a carga, resultando em aquecimento da fiação do prédio. Ainda não temos uma previsão para a conclusão, até porque deve haver um projeto e passar pelo processo licitatório para que tudo retorne a funcionar”, explicou Gustavo Oliveira. OUTROS PRÉDIOS O Edifício Palmares, se-

gundo laudo da Defesa Civil, que subsidiou o pedido de interdição do Ministério Público Federal, acatado pela Justiça Federal em março de 2012, apresenta graves problemas estruturais, na parte elétrica e hidráulica, nos elevadores, e necessita de revisão nas paredes externas, o que não foi feito até hoje. A Secretaria da Fazenda deveria estar interditada, conforme decisão da Justiça do Trabalho, mas segue funcionando. Na quinta-feira passada, o órgão divulgou que pediu a reconsideração da interdição, alegando já ter realizado os ajustes recomendados pelo Ministério Público do Trabalho. Já o prédio do antigo Produban, usado pela Sefaz, teve os andares com problemas desocupados. A Igreja do Livramento apresenta os mesmos problemas do Edifício Brêda, com a queda frequente de pedaços de concreto. Parte do prédio foi interditada e os responsáveis pela igreja alegam falta de recursos para uma reforma. Outras construções que apresentaram problemas mais recentemente foi o Fórum do Barro Duro e a Igreja Nossa Senhora do Ó, em Ipioca. O Fórum passou dois anos fechado, durante reforma que custou R$ 4 milhões, após ter registrado tremores em 2008. Já a igreja, que se encontra em estado de abandono, foi interditada no início do ano. (A.P.O.)

SANDRO LIMA

Taxistas serão multados se forem flagrados pela SMTT embaixo do edifício Brêda: punição foi invertida

PARA CUMPRIR A LEI

SMCCU faz levantamento de construções O superintendente adjunto da SMCCU, Alfredo Gazzaneo, enfatizou que a partir do próximo mês, a Superintendência lança uma campanha acerca da lei que determina inspeções em edificações públicas e privadas no município de Maceió. Ele salientou que o objetivo da campanha é alertar a população sobre a lei, para que os maceioenses não sejam pegos de surpresa. “Por enquanto, a lei não está sen-

do operacionalizada, mas a recomendação é de que a população já comece a procurar técnicos ligados ao Crea para que seja feita a vistoria”, disse. Ele explicou que a SMCCU realiza levantamento minucioso de prédios com mais de dez anos para que seja dado início à vistoria. “A Coordenação de Fiscalização de Edificação está fazendo este levantamento em arquivo digital para posteriormen-

te darmos início ao processo de fiscalização”. Para Gazzaneo, as edificações mais antigas do Brasil eram feitas de forma mais ‘solta’. “Hoje já existe uma fiscalização maior, uma cobrança maior dos órgãos competentes. As falhas aparecem quando o profissional não tem experiência, que aceita qualquer condição, mas a situação não é um caso pontual de Maceió. Todo o país passa por isso”, colocou.


10

CIDADES

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

TRIBUNAINDEPENDENTE

Oito obras que podem ser a solução para o trânsito de Maceió Especialista ouvido pela Tribuna Independente aponta construção de viadutos, avenidas, binários e ações menores, todas já abordadas em projetos engavetados na SMTT, como alternativas ao caos diário das ruas ALAIN LISBOA REPÓRTER

D

e oito grandes obras apontadas como necessárias para a fluidez do tráfego de veículos em Maceió, segundo especialista em trânsito ouvido pela Tribuna Independente, apenas três estão na pauta de ações futuras da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) da capital. Mas na visão do engenheiro de tráfego José Geraldo Dorta Moura, professor do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), que foi duas vezes superintendente da SMTT, o trânsito de Maceió pode funcionar com fluidez se a administração pública pôr em prática projetos que já existem no órgão, inclusive os antigos - há décadas engavetados. Eles preveem investimentos na construção de novas avenidas, viadutos, elevados e a manutenção permanente e adequada da sinalização e fiscalização das vias. Os projetos citados pelo ex-superintendente - que repudia a ideia de um convite ao retorno da função – são: a construção de uma avenida margeando a orla lagunar, até a cidade de Satuba; uma avenida no

Vale do Reginaldo, tendo como canteiro central o Riacho Salgadinho; a implementação de sistemas modernos de transporte urbano; a construção de um viaduto na rotatória da Polícia Rodoviária Federal, no Tabuleiro do Martins; outro viaduto passando pelo 59º Batalhão de Infantaria Motorizada do Exército, na Fernandes Lima, ou mesmo um túnel. O especialista também recomenda mudanças urgentes nos bairros do Poço, com a construção de novos elevados, dando continuidade ao projeto inicial que era a construção de quatro elevados e não somente um, que é o Ib Gatto, e mudanças no Jacintinho. A recomendação de Geraldo Dorta para este último bairro seria a desobstrução de vias laterais para a construção de binários (ruas paralelas que operam em mão única e com sentidos opostos), ampliando as faixas de rolamento. Por último, Dorta sugere a duplicação da AL-101 Norte, assim como foi feito na AL-101 Sul. Ambas as rodovias, segundo o engenheiro, têm o mesmo fluxo de veículos. Uma novidade apresentada esta semana é que a obra da via estadual deve ser contemplada

no Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC 2. PREVISÕES A SMTT, por meio de seu assessor especial de trânsito, Roberto Barreiros, reconhece a precariedade da estrutura e sinalização das ruas de Maceió, além da falta de agentes de trânsito para garantir fluidez do tráfego. Segundo Barreiros, muitas obras estão empacadas devido à falta de planejamento ou de recursos humanos, mas garantiu que até o final deste ano, as principais vias serão pelo menos sinalizadas, e novos agentes de trânsito estão sendo preparados para irem às ruas. Barreiros adiantou, também, que em até quatro anos, três grandes obras já terão sido iniciadas. Ele se refere à construção de uma avenida que ligará o Vale do Reginaldo à Via Expressa; à desapropriação de casas no bairro do Farol e de um terreno do Exército para a construção de uma via paralela à congestionada Avenida Fernandes Lima e a implementação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) entre o Farol e o Aeroporto. “Toda obra, antes [de ser implantada] deve ter um estudo técnico e a partici-

pação popular, o que não ocorreu, por exemplo, nas mudanças das vias no Poço e Jaraguá. A SMTT também tem muita dificuldade de realizar a fiscalização, pois os agentes de trânsito nem sempre abraçam a causa. Dos últimos concursados, 18 já rescindiram o contrato e estão em outra atividade. Hoje, são 250 agentes e estamos treinando 50 e, com o tempo, é que vamos saber os que vestem a camisa”, disse. Para o engenheiro Geraldo Dorta, o problema da falta de fiscalização e sinalização está presente em toda a cidade e afeta principalmente os turistas que, sem orientação adequada, acabam perdidos. “Os problemas do tráfego em Maceió são bem gerais. A nossa cidade tem uma carência de sinalização bem evidente. O motorista é desinformado. Veja que nós, que somos daqui, nascemos aqui, moramos aqui, nos perdemos no trânsito! Imagine o usuário que vem de fora, um turista... Nem com um GPS na mão dá pra encontrar o destino. Eu acho que os grandes pecados, hoje, da SMTT, é não deixar a equipe técnica trabalhar nos projetos que já existem no órgão há oito ou nove anos”, disse Dorta.

TRAMITAÇÃO LENTA

Primeiras mudanças só nos próximos anos Segundo o assessor de trânsito da SMTT, Roberto Barreiros, grandes obras estão por acontecer em Maceió nos próximos quatro anos. Avenidas serão construídas e sistemas modernos de transporte de massa também estão na pauta, mas o motorista só deve começar a perceber as mudanças a longo prazo. Para breve, serão iniciadas as construções de avenidas como a do Vale do Reginaldo e a implementação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) no bairro do Farol. “A Fernandes Lima está realmente estrangulada. Há dois anos, queríamos tirar um pouco do canteiro, mas fomos impedidos pelo DNIT, que nos orientou primeiro a buscar opções laterais pra dissipar o fluxo. Vamos pôr em prática um projeto de 1985, que é indenizar algumas casas na Rua Manoel Maia Nobre, por trás do Bompreço do Farol, para dar um acesso à Pitanguinha. No quartel do 59º [Exército], pretendemos abrir uma estrada para dar acesso à Rotary. Estamos em negociação com o general para pôr adiante a construção da estrada que também vai ligar à Pitanguinha”, disse. Até 2017, o Veículo Leve

sobre Trilhos (VLT) e o BRT (Bus Rapid Transit), que é um ônibus com faixa exclusiva, semelhante ao metrô, devem, pelo menos, ter começado a serem implementados em Maceió: o primeiro na Avenida Fernandes Lima, o segundo na Via Expressa, após a duplicação da avenida. Os transportes de massa são apontados por especialistas como peça fundamental para a redução dos congestionamentos. Modernizá-los, oferecendo atrativos como conforto e maior comodidade é uma aposta do governo para convencer os motoristas a saírem menos com seus veículos particulares. “Com eles [VLT e BRT], dá para você ir de casa para o seu trabalho em menor tempo, com prazer”, apontou o engenheiro de trânsito José Geraldo Dorta Moura. Ele dará palestra, na próxima quarta-feira, no seminário de transporte público em Maceió sobre alternativas e perspectivas em mobilidade urbana no auditório do Espaço Cultural da Ufal, na Praça Sinimbu, e abordará o sistema BRT, já implementado em cidades do Brasil. A SMTT alega que a pasta elabora um projeto de inserção do BRT em Maceió. “Será divulgado

ainda este ano o projeto de implantação do BRT, para depois da ampliação da Via Expressa e do VLT na Fernandes Lima, que está para ser licitado até o final do ano, ligando o Mirante Pierre Chalita – que fica no Centro, acima do Itaú da Rua do Sol -, com um elevador, até o aeroporto. A construção deve ser iniciada em três ou quatro anos”, assegurou Barreiros. Já a avenida no Vale do Reginaldo, que ligará o Poço à Via Expressa, segundo o assessor especial de trânsito da SMTT, vai ser iniciada ainda neste ano, mas a conclusão da obra ainda não tem data prevista. “As obras do Vale do Reginaldo já tiveram a ordem de serviço assinada. O governo vai arcar com a parte de habitação, para a retirada daquelas pessoas para outros imóveis e o município vai entrar com a via e o saneamento. Aquelas obras ainda não haviam sido iniciadas porque não havia lugar para a mudança daquelas pessoas. Vai ser uma pista com três faixas, com calçada, ciclovia nos dois lados, que vai dar acesso do viaduto Ib Gatto à Márcio Canuto, no Barro Duro, emen-

dando com a Via Expressa. Essas são obras que estarão prontas daqui a uns dois, três ou quatro anos”, completou. A situação é diferente do projeto de construção da avenida que margearia a orla lagunar até a cidade de Satuba, que ainda não foi apreciado pelo atual gestor da SMTT, Tácio da Silveira. Na avaliação de Geraldo Dorta, as obras dariam mais opções aos moradores de Vergel, Bebedouro, Fernão Velho e adjacências, diminuindo o encontro e o congestionamento de veículos na principal avenida de Maceió, a Fernandes Lima. “É muito difícil, porque ali vai ter que acabar com o mangue e com o CSA. E é uma via que, para o serviço de transporte urbano, talvez não seja tão importante. A ideia da SMTT é fazer uma rua paralela ao trilho do trem, que passa pelo Mutange, uma rua com duas faixas de rolamento, perto da Grota do Padre”, explicou Roberto Barreiros. A rotatória onde fica o posto da Polícia Rodoviária Federal, no Tabuleiro do Martins, também terá novidades. Um viaduto ligará a Avenida Durval de Góes Monteiro à BR-104. (A.L.)

A nossa cidade tem uma carência de sinalização bem evidente. Os grandes pecados, hoje, da SMTT, é não deixar a equipe técnica trabalhar nos projetos que já existem” GERALDO DORTA ENGENHEIRO DE TRÁFEGO

VENDAS FACILITADAS

Diferente da infraestrutura, fr São urgentes as mudanças que precisam ser feitas para uma boa fluidez do trânsito em Maceió. O alerta se intensifica quando são observados os números, cada vez maiores, de veículos que saem das concessionárias. Ano após ano, as facilidades de aquisição de automóveis têm servido para alavancar a economia e proporcionar ao pedestre a possibilidade de possuir um transporte particular. Dados do Departamento Nacional de Trânsito apontam que o número de veículos aumentou 91% num período de cinco anos, enquanto que na malha viária da capital alagoana desenvolveu-se quase nada.

Segundo o Denatran, em 2008, a frota ículos automotores em Alagoas era de 31 Hoje, mais de meio milhão de automóve culam em todo o estado: são 591.827, a ria deles carros, seguidos de motos. “Tá faltando rua pra tanto carro. A cresceu muito e a malha viária urbana c nada, quase. Maceió tem mais carro que analisa o engenheiro de tráfego, José G Dorta Moura. “Quer dizer, é preciso se criar novos co res e esquecer a Fernandes Lima, corr paralelos. As ideias que ocorrem aqui, d beças das pessoas, até chegam a ser le


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013 ADAILSON CALHEIROS

CIDADES

11

CURTO, MÉDIO E LONGO PRAZO

Bairros terão alterações em avenidas e ruas, porém nem todas serão imediatas

A sinalização das vias, uma medida simples e que, aparentemente, não tem grande interferência nos congestionamentos, está fazendo falta em diversos pontos de Maceió. Por conta da ausência de placas, faixas e agentes de trânsito para orientar o condutor, muitas vias de diversos bairros estão ficando engarrafadas. Os serviços de pintura de uma empresa carioca para a sinalização horizontal das ruas e avenidas foram contratados pela SMTT e até o início de novembro será iniciado o trabalho. Serão sinalizados com tinta fria 25 mil metros quadrados em toda a cidade. “Já pensamos em outra licitação, principalmente porque a pintura será feita com tinta a frio, que dura de seis meses a um ano, e não com tinta termoplástica, que dura mais tempo, mas é três vezes ou quatro vezes mais cara”, disse o assessor especial de trânsito da SMTT, Roberto Barreiros. Além da pintura do asfalto, o órgão tem outras propostas para reduzir os congestionamentos na capital, que serão implantadas em curto, médio e longo prazo. A primeira delas será no bairro do Poço. Além da sinalização das vias, que desde as mudanças de sentido, no ano passado, estão sem as devidas informações, a Prefeitura vai proibir, até o final deste mês, a passagem de

carros pesados e ônibus pela Rua Inácio Calmon. Na Avenida Cleto Campelo, no Jacintinho, só haverá a sinalização horizontal, já que, segundo Roberto Barreiros, não há opções para desafogar o tráfego na região. “A solução seria um binário, mas já tentamos fazer, mas é difícil, porque as ruas não

têm continuidade e, no outro lado, é a Grota do Moreira. A Cleto Campelo, infelizmente, foi feita de uma forma que temos que conviver com aquele pedacinho da Índia. Se tirar os ambulantes, deixar só os veículos e sinalizar, tudo funciona direito. O que podemos fazer é isso”, pontuou. No Feitosa, será construído um viaduto na Avenida Leste Oeste, que dará acesso à rodo-

viária, para quem sair da nova avenida que será construída no Vale do Reginaldo. “Vamos fazer um looping [via em formato de ‘L’ minúsculo] ali. Incluído no projeto do Vale do Reginaldo, vai ter um braço que vai sair na baixada da rodoviária, com um viaduto para o retorno que vai evitar os acidentes que são constantes ali”, adiantou o assessor de trânsito. Na Via Expressa, um elevado será construído, após a ampliação da Avenida Menino Marcelo, para ligá-la à Avenida Cachoeira do Meirim, no Benedito Bentes. Na Ponta Grossa, assim como na Santa Lúcia, a SMTT deve construir um binário entre as ruas Cabo Reis e São Luiz. O projeto ainda não tem data certa para ser posto em prática. No Centro da cidade, apesar da existência de R$ 53 milhões para continuidade das obras de revitalização, os trâmites estão parados desde 2011. A SMTT também não soube precisar a data para o reinício das obras. “A gente precisa retomar. Acho que a nova gestão reinicia esse projeto, porque tem recursos pra isso. Em relação ao congestionamento no Centro, até o fim do ano veremos um projeto para sinalização, porque faltam placas e pintura. Próximo ano, vamos dar um basta, porque também tem a Copa do Mundo e vamos receber bem os turistas”, lembrou. (A.L.)

INIMIGO DO CONDUTOR

Congestionamento aumenta estresse e risco de acidentes

Em Maceió, tem 350 mil veículos. São quase 1.200 carros matriculados por mês em Maceió. Cidade nenhuma do Brasil tem capacidade para suportar as frotas” ROBERTO BARREIROS ASSESSOR DE TRÂNSITO DA SMTT

Os longos e demorados congestionamentos que ocorrem sempre que um veículo para nas avenidas e ruas de Maceió, devido à desproporção no número de automóveis e espaço para eles circularem, são uma porta aberta para o estresse do motorista e do passageiro, tendo como consequência possíveis desentendimentos, que podem ganhar maiores proporções e irem de uma simples discussão a um assassinato. Para estar no trânsito não basta saber dirigir bem. É preciso aprender a controlar as emoções. Nunca se sabe a reação das pessoas após enfrentarem horas de engarrafamento. O despreparo emocional provoca cansaço físico e mental, contribuindo para possíveis colisões, que ampliam ainda mais o tempo de congestionamento, principalmente em cidades sem vias alternativas de tráfego, como Maceió. Segundo o gestor de trânsito e coterapeuta, Josué Santos de França, da autoescola Dirigindo Bem, técnicas de relaxamento e a prática do que se aprende nas autoescolas são importantes dicas para a manutenção do equilíbrio e a consequente fluidez do tráfego. “Muitas pessoas nos procuram reclamando dos estresses causados enquanto dirigem. Elas têm medo de dirigir, principalmente devido ao nervosismo, à insegurança e ao desconforto desse trânsito caótico, que impede até o aprimoramento da habilidade e a autoconfiança das pessoas. O desconforto que causa o estresse provoca dores no corpo e tensão, deixando aquela sensação de que a viagem não valeu a pena. Nesse sentido, o acompanhamento de um profissional é de muita importância, pois ele orienta o motorista a como se comportar diante de situações adversas no trânsito”, disse o instrutor. Josué dá algumas dicas de relaxamento. “Para evitar isso, aconselhamos o exercício do diafragma, com respirações bem alternadas e o uso de bolas de sopro, mesmo em casa, entre a nuca e o assento e embaixo dos pés,

SANDRO LIMA

Condutor apressado acaba cometendo infrações para fugir do trânsito porque causa a sensação de conforto”, lembrou. CAMPANHAS Além dessas sugestões, o próprio governo frequentemente tem divulgado campanhas publicitárias com dicas para uma melhor convivência no trânsito e aconselhado uma técnica antiga, como a de contar até dez para manter o equilíbrio, por exemplo. A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) também apela à paciência ao dirigir: “O nosso condutor, quando for para o trânsito, tem que ir com um espírito aberto, sem briga, sem nada, porque tem que ter paciência. Isso é em todo lugar, em Maceió, Recife, João Pessoa. Se for um motorista apressado, vai acabar batendo, causando acidentes”, reforçou o assessor de trânsito do órgão, Roberto Barreiros. Não é a toa que a Tribuna Independente lembra da importância da ma-

nutenção da calma ao dirigir. Há pouco mais de um ano, a falta de paciência no trânsito culminou numa tragédia irreversível na Avenida Assis Chateaubriand, onde o português Mário José Silva dos Santos, 50, foi assassinado com dois tiros à queima roupa. A assessoria da Polícia Civil não soube informar se o homicida já foi localizado e punido, já que passou meses foragido. Outro caso foi o da morte, em novembro de 2011, do garçom Genival da Costa Ferreira, de 24 anos, que, no trânsito, arranhou o carro de Arthur Fonseca Albuquerque, à época com 21 anos. Descontrolado, antes de matar o garçom com cinco tiros, Albuquerque deflagrou socos e pontapés na vítima que ficou caída no acostamento. Arthur Fonseca foi identificado no dia seguinte. “No trânsito não adianta se estressar, porque a probabilidade de uma tragédia é muito alta”, lembrou o instrutor Josué França. (A.L.)

ura, frota de Alagoas quase duplica em cinco anos e passa de meio milhão

m 2008, a frota de vegoas era de 310.083. o de automóveis cirsão 591.827, a maiode motos. anto carro. A frota iária urbana cresceu mais carro que vias”, ráfego, José Geraldo

criar novos corredoes Lima, corredores correm aqui, das caegam a ser levadas

a efeito, em nível de projeto, mas para buscar dinheiro em Brasília, pra parte executiva, o dinheiro ou não sai ou some”, completou. MAIS IMPOSTO Para o assessor especial de trânsito da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) de Maceió, Roberto Barreiros, o problema de arrecadação de verbas públicas para o investimento na malha viária poderia ser resolvido com um aumento no imposto sobre o veículo. “Eu acho que deveria aumentar a taxa da área ocupada pelo carro e reverter o dinheiro em transporte urbano, como é feito na Euro-

pa. Na França, tudo é subsidiado. O governo banca através do imposto. Lá o dinheiro é bem aplicado”, disse. “Em Maceió, tem 350 mil veículos. São quase 1.200 carros matriculados por mês em Maceió. Cidade nenhuma do Brasil tem capacidade para suportar as frotas que se ampliam”, acrescentou. Enquanto não encontra a solução para viabilizar as obras de grande custo, a SMTT planeja pequenas adequações em algumas ruas da cidade, no intuito de desafogar o trânsito a curto prazo. “Se a Prefeitura tivesse dinheiro, o ideal seria escolher construir grandes avenidas. Mas como não tem arrecadação suficiente

para demolir e indenizar tantas casas, para fazer uma baita de uma avenida, construímos binários nos bairros, que são duas ruas paralelas, cada uma em um sentido. Atualmente, vamos fazer um na Santa Lúcia, na Rua Marquês de Tamandaré, com a Belmiro Amorim”, disse o assessor, lembrando que o dinheiro virá de recursos do Ministério das Cidades. Além da Santa Lúcia, os bairros do Benedito Bentes, Bebedouro, Centro, Feitosa, Jacintinho, Poço e Ponta Grossa também serão visitados pelos técnicos da SMTT. Todos esses bairros terão a sinalização horizontal recuperada, começando pelo corredor General Her-

mes, no Mutange, até a Santa Amélia, onde, ao lado dos trilhos do trem, será construída uma rua paralela à Avenida Major Cícero de Góes Monteiro, com acesso à Chã da Jaqueira. “Com a sinalização o condutor tem condições de dar sua direção. Ela é fundamental para um bom fluxo de veículos. As ruas não foram sinalizadas antes porque há algum tempo a SMTT não tem o contrato de pintura horizontal nem vertical. Não é por acaso que há nove meses não há licitação, mas já foi dada a ordem de serviço e, dentro de 15 a 20 dias, a sinalização horizontal vai ser iniciada”, disse Barreiros. (A.L.)


12

CIDADES

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

TRIBUNAINDEPENDENTE

Tecnologia para criança tem riscos Uso de tablets, computadores e videogames sem controle de tempo pode gerar problemas de comportamento

CidadesemFoco ROBERTO BAIA robertobaiabarros@hotmail.com

Primeira infância

N

a manhã de sexta ( 11, ) a secretária de governo Cícera Pinheiro esteve reunida com os representantes de todas as secretarias e entidades que participam da implantação do programa Ágapi – Arapiraca Garante a Primeira Infância, para definir os detalhes finais da programação especial da Semana da Criança que acontecerá entre os dias 14 a 25 Outubro.

Vai beneficiar

Gestantes

A programação vai beneficiar crianças que estudam em creches municipais de oito comunidades de Arapiraca. Haverá apresentação de filmes, peças teatrais, contação de histórias, cama elástica, pula-pula, tobogã e distribuição de lanches.

De acordo com a coordenadora do Ágapi, Gineide Castro o programa lançado em agosto desse ano visa priorizar a primeira infância com ações voltadas para a saúde das gestantes e das crianças de 0 a 6 anos.

Palestras As mães também vão participar assistindo palestras que vão abordar vários temas como relação entre mãe e filho, primeira infância, hábitos saudáveis. Além das palestras as mães poderão participar de oficinas terapêuticas.

Grandioso A secretária de governo Cícera Pinheiro disse que o impacto de um programa grandioso como esse será visto a longo prazo. “A prefeita Célia Rocha (PTB), quer cuidar da saúde dos bebês desde a barriga da mãe com orientações sobre aleitamento materno, estímulos neuro sensoriais na primeira infância, vacinas, nutrição e uma série de temas que vai contribuir na formação física e intelectual dessa criança”, concluiu Pinheiro.

A

globalização e a disseminação das informações contribuíram para o desenvolvimento da comunicação, além de impulsionarem a fabricação de produtos eletrônicos que se adéquem a esta demanda. No entanto, o que normalmente é utilizado para facilitar o contato com pessoas de diferentes lugares, para aprender um novo idioma e ampliar o conhecimento, pode se tornar prejudicial à saúde e desencadear diversas doenças, sobretudo nas crianças. De acordo com a pediatra do Hapvida Saúde, Gracie Ribeiro, a relação do público infantil com as tecnologias é necessária, mas é preciso que as crianças sejam orientadas para usufruir do seu tempo no computador, tablet, videogame e diversos outros aparelhos, de forma saudável e educativa. “Há mais benefícios que malefícios, devido ao acesso à informação, à possibilidade de sociabilizar e à facilidade ao conhecimento, já que tudo está na rede e as crianças podem usufruir disso”, revela. No entanto, a médica alerta para que os pais tenham cuidado com o tempo que as crianças passam em frente a esses produtos, pois

o descontrole pode gerar o vício e, a partir disso, causar problemas como distúrbios de comportamento, dores de cabeça e até mesmo crises convulsivas. “Esse contato pode ajudar na atividade cerebral, mas o uso excessivo dos aparelhos eletrônicos gera desequilíbrio e prejudica a saúde da criança”, afirma Gracie Ribeiro. Tendo em vista a relação do usuário com a internet, uma pesquisa da Norton Cybercrime Report, divulgada no último ano, revelou que o brasileiro passa mais de 30 horas semanais na internet, uma média superior à mundial, que é de 24 horas. Devido a estes e outros aspectos, a pediatra do Hapvida Saúde alerta que esse tempo excessivo gasto na internet pode fazer com que a criança perca o contato interpessoal e se isole da família, dos amigos e da sociedade. A médica ressalta que a culpa não é das crianças. Portanto, é preciso que os pais tenham consciência do seu papel e aprendam a dosar o acesso. “O problema é que os pais não têm domínio nem controle do tempo das crianças e quando há alguma alteração na saúde, eles sofrem as consequências juntos”, afirma. DIVULGAÇÃO

Municípios Quatorze municípios da região do Semiárido alagoano foram contemplados, nesta sexta-feira, com caminhões-caçamba para aliviar os efeitos da seca. O ato simbólico de entrega dos caminhões-caçambas aconteceu na sede da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), com a presença do presidente do Senado, Renan Calheiros.

Necessário De acordo com Renan, o apoio aos municípios “continua necessário porque o inverno passado não foi suficiente para prover de água o Semiárido, e por isso programas como o “PAC 2 Equipamentos” são fundamentais para mitigar os efeitos da seca”, disse ele.

Foram Homenagem contemplados Na segunda-feira, dia 21 deste mês a Os municípios contemplados foram: Igaci, Inhapi, Jacaré dos Homens, Jaramataia, Major Izidoro, Maravilha, Mata Grande, Minador do Negrão, Monteirópolis, Olho D’Agua das Flores, Olho d’Agua do Casado, Olivença, Ouro Branco e Palestina.

Universidade Federal de Alagoas estará no foco das atenções em Brasília. É que o professor Hilário Alencar, do Instituto de Matemática (IM), participará, como premiado, da solenidade das Insígnias da Ordem Nacional do Mérito Científico, promovida pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT). A comenda, outorgada pela presidência da República, é concedida a personalidades nacionais e estrangeiras que se distinguiram por relevantes contribuições a citada área.

Solenidade A solenidade será às 10 horas, no Museu Nacional de Brasília Setor Cultural Eixo Monumental, será conduzida pela presidente da República Dilma Roussef, com com a presença do ministro Marco Antônio Raupp , chanceler da Ordem Nacional do Mérito Científico e marca o início das atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2013. ... Membro titular da Academia Brasileira de Ciências e também membro titular da Academia de Ciências do Mundo em Desenvolvimento (TWAS) o professor Hilário Alencar, pelos méritos científicos, já foi distinguido com a Ordem Nacional do Mérito Científico na classe Comendador. ... No âmbito local, recebeu a Medalha do Mérito Universitário: Ufal 45 anos e a Comenda Mérito da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal). ... “É uma honra para qualquer cidadão ser distinguido com a Ordem Nacional do Mérito Científico, principalmente quando esta honraria é concedida pelas relevantes contribuições à Ciência”, frisou Hilário Alencar.

AÍLTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com

A desventura do boníssimo Valmir Jornalista culto, advogado competente, escritor brilhante e pesquisador emérito, o colega Valmir Calheiros de Siqueira de quando em vez passa por um apertozinho, inclusive por conta dos seus frequentes lapsos de memória. Faz algum tempo, sofreu acidente em dose tripla que o deixou horizontalizado num leito hospitalar. Eu conto. Empenhava-se o genial companheiro no conserto de uma porta, em sua residência, quando, em dado momento, uma barra de madeira despencou de altura superior a 2metros e- pleft! – se abateu sobre sua cabeça. Foi terrível! Da madeira destacava-se um prego filho da puta de grande, que foi esbarrar a poucos milímetros do cérebro do caro colega. Pegaram o Valmir Calheiros e correram com ele para o HPS (que à época existia). A tábua também foi junto, pregada na careca dele. Com muita perícia, os doutores de plantão no nosocômio conseguiram arrancá-la com prego e tudo. Terminada a tarefa cirúrgica, o médico-chefe recomendou: - O senhor já pode ir pra casa doutor Valmir. Mas eu o aconselho a tomar muuuiiito cuidado! Inclusive, evite botar o juízo para pensar... - Mas por quê? – indagou Valmir meio grogue da anestesia. - É que pode prejudicar na recuperação da massa cefálica, que foi lesionada. O caso é serio! - Pode deixar, doutor, que eu me cuidarei direitinho. Posso ir? Nivaldete, a minha esposa, está me esperando em casa. - Pode ir! Naquilo que Valmir levantou-se da mesa para ir embora, a janela da sala de cirurgia foi empurrada para dentro por uma lufada de vento. Aí, aconteceu novo desastre: a quina da maldita janela atingiu em cheio o ferimento que acabara de ser suturado e o jornalista desabou desmaiado de tanta dor. E lá voltaram os esculápios a consertar o novo estrago na cabeça do velho Calheiros. Providenciado o segundo curativo, o hospital liberou novamente o paciente, que decidiu voltar pra casa de taxi. Colocaram Valmir no carro e o motorista, meio aloprado, arrancou cantando pneus. Na primeira esquina – vabei! –, trombou violentamente num poste e o passageiro, que viajava no banco de trás, foi catapultado para a frente. Valmir saiu voando por cima do banco dianteiro e enfincou a cabeça no para-brisa do veículo, espatifando-o. Nem é preciso dizer que o colega voltou para o hospital. Os doutores do plantão do HPS o receberam com espanto: - De noooovvvooo???!!! Médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e alguns voluntários passaram várias horas arrancando os cacos de vidro do “telhado” do Valmir. Terminado o serviço, ele ponderou com os extenuados médicos e auxiliares: - É melhor que eu fique logo internado, para o caso de ocorrer novo acidente. Arrumaram-lhe uma vaga na UTI.

Finalmente, a vocação! Uso de eletrônicos também tem vantagens, segundo especialista

POR DIA

Tempo máximo de acesso deve ser de duas horas De acordo com a pediatra do Hapvida Saúde, Gracie Ribeiro, as crianças não devem ficar mais de duas horas por dia na internet, sendo este horário dividido por um intervalo de, no mínino, uma hora. O período deve ser respeitado rigorosamente para que elas não desenvolvam problemas e o uso deve ter qualidade, com acesso a materiais que acrescentem conhecimento. Além disso, os adultos

também precisam respeitar o tempo, que varia de quatro a seis horas por dia, com intervalos de uma hora. Mas, nem todas as profissões permitem que esse período seja seguido corretamente, por isso, a médica orienta para que as pessoas sigam, pelo menos, o tempo de descanso recomendado, ou seja, fazer pausas a casa uma hora utilizada em frente ao computador.

A época em que Antônio Sapucaia (hoje desembargador aposentado) era juiz de direito da comarca de Atalaia, a polícia local capturou o elemento conhecido como Dé da Neusa, taradão acusado de um monte de crimes capitulados como “atentado ao pudor” e algo mais cabeludo. Concluido o respectivo inquérito policial, o delegado que o presidiu colocou o indivíduo à disposição do magistrado Sapucaia. No dia designado para a audiência no fórum, eis Dé da Neusa se deparou com o doutor Sapucaia, num dia em que ele se achava menos invocado que de costume. O magistrado pegou a ficha de antecedentes do indigitado transgressor, franziu a testa e, cheio de ironia, o encarou por cima dos óculos: - Ora, mas isso é que é currículo decente! Furto! Roubo! Tráfico de Drogas! Atropelamento com fuga! Lesão corporal! Estupro! Estupro! Estupro...! Danou-se! Como é que você me explica isso, rapaz? E o meliante, com a cara mais lisa do mundo: - Ah, excelência, é que custei a descobrir a minha verdadeira vocação!

Prefeito passarinheiro O saudoso colega Nunes Lima era o editor da página de Municípios da Gazeta de Alagoas e resolveu dar uma incrementada na sobredita. De modo que programou uma série de matérias especiais através das quais teriam maior relevo, durante determinado período, as potencialidades naturais do litoral alagoano. Para o pontapé inicial à promoção, o próprio Nunes decidiu, ele próprio, manter os primeiros contatos com os prefeitos da região. Elegeu Japaratinga como arrancada para a iniciativa e mandou-se pra lá. Assim que assentou o solado dos pés em território japaratinguense, Nunes Lima dirigiu-se imediatamente à prefeitura municipal, onde foi recebido por um dos assessores do chefe da edilidade, que foi logo avisando: - Infelizmente sua excelência, o prefeito, não está atendendo hoje, porque está cuidando de um problema importantíssimo! Nunes entendeu, claro. Afinal, para que serve um prefeito? O cara tem mesmo é que se preocupar com os problemas do município. Nunes procurou uma hospedaria, acomodou-se lá e, dia seguinte, bem cedinho, voltou à prefeitura. O mesmo papo: “Ele não pode atender”. Aí, Nunes, tarimbadão, manjou na jogada e resolveu dar um pulinho na residência do alcáide. Ali, naturalmente, receberia a informação verdadeira e quente, acerca do seu paradeiro. O jornalista bateu na porta do da casa do prefeito, uma garotinha veio atender: - O quié, moço? Nunes presenteou-a com um confeitinho, para ganhar sua confiança e, por fim, indagou: - O prefeito está, minha filha? A menininha piscou os olhinhos e respondeu: - O painho num tá não! - E onde eu poderia encontrá-lo, você sabe? - Ah, moço, sei não. Só sei que desde ontem ele anda por aí com uns meninos, petecando passarinhos!


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

ECONOMIA

13

Ufal subsidia estudo geográfico do filé Pesquisa beneficia artesãos do Complexo Estuarino Lagunar Mundaú-Manguaba que buscam selo de indicação FILÉ

DIVULGAÇÃO

IG é um selo

de qualidade comprovada Para os estudiosos, muito além de um registro geográfico, a IG também representa um selo de qualidade. “O filé alagoano é muito singular, pelo jogo de cores e diferenciado uso de pontos. Com o crescimento do turismo e o desenvolvimento do comércio, apareceram bordados com a denominação de filé sem a qualidade do produto tradicional. Em geral, essas réplicas vêm de outras localidades, como o Ceará, e apresentam limites na variedade ou na elaboração dos pontos. Em muitos casos, as cores desbotam rapidamente e as peças podem não ter bom acabamento”, salientou Bruno Cavalcanti. Caso o registro seja criado, consequências normativas serão aplicadas para a produção do material. Dessa forma, os artesãos deverão obedecer às normas exigidas pelo Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI). Entre os diversos critérios, a padronização e a manutenção da qualidade da produção devem ser observados. Tais aspectos são verificados em quesitos com tamanho da tela e acabamento final. De acordo com Bruno Cavalcanti, a ideia é que seja elaborada uma cartilha de normatização, para que os artesãos possam produzir de modo padronizado. “A IG é um dispositivo formal que protege e padroniza o processo de produção. Para isso, é necessário que os produtores mostrem que suas peças possuem características de qualidade”, explicou.

AGENTES

Universidade

ajuda catalogar informações Segundo o pesquisador, Bruno Cavalcanti, pesquisador destacou que a solicitação da IG só pode ser feita pelas associações de produtores do filé. Ainda assim, o engajamento de agentes públicos pode impulsionar o projeto dos pequenos empreendedores locais. Para que o pedido passe por avaliação, é preciso que seja delimitada a área de interesse. A localidade apontada foi o CELMM, devido à grande quantidade de produtores de filé. A região das lagoas Mundaú e Manguaba também conta com outras características essenciais para a validação do pedido, já que concentra prática de saberes comuns, como trabalho manual e uso de linhas. As associações também precisam comprovar que a prática é tradicional, por meio de documentação, biografias e outros dados complementares. “Nosso trabalho é justamente voltado para a catalogação das informações, já que a maioria dos produtores tem pouco acesso às pesquisas sobre o material historiográfico, documental. Nós elaboramos uma pesquisa extensiva, que faz parte de uma cooperação técnica com o Sebrae”, enfatizou Bruno. O estudo de campo inicial foi realizado pelos pesquisadores do LACC e contou com o engajamento de alunos do curso de Ciências Sociais, por meio de disciplina eletiva dedicada ao treino de alunos para atividades etnográficas. O grupo teve a parceria do Laboratório de Geoprocessamento Aplicado do Instituto de Geografia, Desenvolvimento e Meio Ambiente (Igdema), que possibilitou a demarcação da área da IG, com GPS.

Filé utiliza elementos semelhantes aos das rede de pesca e se concentra nas comunidades pesqueiras

P

resente no vestuário, em toalhas, colchas e outros artigos de decoração, o filé alagoano começa a se destacar no cenário da moda nacional. A renda também faz parte da tradição cultural do Estado e desperta a atenção de cientistas sociais na Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Pesquisa realizada na instituição auxilia produtores de filé instalados no Complexo Estuarino Lagunar Mundaú-Manguaba (CELMM) a solicitarem registro de Indicação Geográfica (IG) do produto. O jogo de cores, a variedade de pontos num produto e o acabamento perfeito tornam o filé produzido em Alagoas uma das técnicas manuais de maior autenticidade na região. Atualmente, o produto está em processo de reconhecimento como Patrimônio Cultural Imaterial alagoano e demanda estudo aprofundado para a emissão de um selo geográfico. A solicitação do registro estadual exige provas documentais da relação do produto com a tradição cultural de populações do território alagoano. A IG também demanda comprovações do vínculo do material com a área geográfica específica onde ele é produzido. Sob essa perspectiva, pesquisadores do Instituto de Ciências Sociais (ICS) desenvolvem estudo etnográfico e documental sobre o filé produzido em comunidades do CELMM. As atividades, iniciadas em 2011, foram

coordenadas pelos antropólogos Bruno César Cavalcanti e Rachel Rocha, integrantes do Laboratório da Cidade e do Contemporâneo (LACC). Ações como essa aumentam as chances de emissão de selo geográfico que aponte, oficialmente, o filé como um produto tipicamente alagoano. De acordo com Bruno César Cavalcanti, a IG é a certificação que vincula a produção de bens a uma localidade específica. A Indicação Geográfica estabelece relação entre um lugar e um produto. Ela é uma espécie de proteção comercial de produtos cujas características são atribuídas à especialidade do local ou da população que o produz”, ressaltou o pesquisador. Segundo Bruno César, a IG pode ser classificada de acordo com a Denominação de Origem (DO), quando há vínculo entre o produto e condições do meio físico, ou com a Indicação de Procedência (IP), em situações onde há relação entre o produto e a população situada numa dada área. O caso do bordado mais famoso de Alagoas pode ser caracterizado como uma IP. “O filé é um bordado aplicado sob uma renda e tem ligação com outra atividade, a pesca. Ou seja, não tem relação direta com o meio, mas com a população aí estabelecida, com seu modo de vida. Em muitos dos povoados lagunares existem produtores desse material, devido à forte relação com a atividade pesqueira”, destacou Bruno.


14

ECONOMIA

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

Artesãs se preparam para registro do filé de AL Renda é ícone e sempre traduz Estado com beleza artística

O

filé está entre os elementos que mais traduzem o território alagoano. Esse tipo de bordado está em diferentes cenários e é característico da “Terra dos Marechais”. A beleza dos pontos e das cores despertou o interesse de grandes nomes da moda nacional pela técnica preservada em Alagoas. Em agosto deste ano, a marca carioca Cantão apresentou sua coleção primavera/verão baseada no filé local, durante a Semana da Moda Alagoana, a Trend House 2013. Cerca de 40 artesãs do Complexo Mundaú e Manguaba estiveram envolvidas na produção de peças que abrilhantaram vestidos, blusas, bolsas e sandálias da loja. “Hoje, o filé é um ícone territorial, uma identidade visual da nossa terra. Ele possibilita uma retroalimentação de significados. Por isso, a Ufal tem feito ações em parceria com órgãos de governo e instituições de desenvolvimento que possibilitam a valorização desse bem e, com isso, das comunidades pro-

dutoras”, enfatizou Bruno César. INÍCIO Desde 2010, cinco associações de artesãs alagoanas vêm trabalhando para obter a Indicação Geográfica (IG) do Bordado Filé da região das Lagoas Mundaú e Manguaba, auxiliadas pelo governo estadual, Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e Sebrae em Alagoas. As associações já passaram pelas fases de delimitação e mapeamento da área onde o bordado tem forte incidência, além de entregarem estudos sobre a incidência histórica do filé na região e criarem o Instituto Bordado Filé para ser o órgão detentor do selo de IG. Para cumprir o depósito do pedido, uma das necessidades é a identificação de todos os pontos e das redes que receberão a Indicação Geográfica, pois eles terão que ser documentados As artesãs irão entregar a documentação necessária para registro de marca junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi).

EMPREENDER

IG FILÉ

Entre os diversos espaços que o Sebrae Alagoas ofereceu na Feira do Empreendedor, um deles chamou a atenção de empresários e empreendedores que passam pelo local. Foi a Loja Conceito, que, como o próprio nome diz, traz um modelo de loja estruturada perfeitamente para atender os clientes. Na feira, a Loja Conceito foi de materiais de construção e de peças para decoração, mas a consultora do Sebrae Liliane Mota garante que a loja serviu de modelo para qualquer outro segmento, e que é um exemplo para os empresários aprenderem como um espaço, mesmo que pequeno, se utilizado de maneira correta, pode atender às necessidades do consumidor moderno. A Loja Conceito acompanha as mudanças exigidas pela concorrência e também pelo público, e foi toda planejada para atender as novas demandas de mercado: clientes exigentes e que, devido ao corre-corre cotidiano, desejam ser atendidos com praticidade e rapidez. “O diferencial desse tipo de loja é que ela foi toda pensada para o cliente. Desde a iluminação das vitrines em LED, que permite uma melhor apresentação do produto, passando pela distribuição dos produtos nas prateleiras, permitindo que o cliente faça uma espécie de auto-atendimento, até a estruturação e o layout da loja, que estão voltados para deixar o cliente mais à vontade”, explica a consultora Liliane Mota.

De acordo com Vanessa Fagá Rocha, gerente de Turismo e Economia Criativa do Sebrae no Estado, a expectativa é de que até abril de 2014 o Inpi dê entrada no projeto. “Nós realizamos um forte trabalho técnico com essas artesãs desde 2010. Esse evento é a consolidação de uma das etapas mais importantes do processo de Indicação Geográfica, porque é o momento em que as próprias artesãs vão validar os pontos, as normas, os detalhes que mais à frente serão submetidos ao Inpi”, destaca a gerente. “O filé existe em várias partes do país, mas só aqui ele possui toda uma carga histórica e cultural de existência. A ideia da Indicação Geográfica é fazer com que essas artesãs protejam a sua técnica, provando a sua notoriedade”, explica Marta Melo, consultora do Sebrae em Alagoas. O registro de Indicação Geográfica concedido pelo Inpi é destinado a produtos ou serviços que são característicos do seu local de origem. A certificação, além de diferenciar os produtos dos seus similares no mercado, atribui identidade própria, valor intrínseco e reputação ao produto, valorizando-o ainda mais. Para merecer o registro, os produtos devem apresentar uma qualidade única em função de características naturais, como solo, vegetação e clima, ou na forma diferenciada de fazê-lo, como é o caso do Bordado Filé.

Loja Conceito é Projeto deve nova tendência entrar no INPI de mercado até abril de 2014


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

PUBLICIDADE 15


16

ESPORTES

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

Esportes

TRIBUNAINDEPENDENTE

Três jogos complementam a rodada do Campeonato Alagoano da 2ª Divisão A Federação Alagoana de Futebool (FAF) divulgou que neste domingo três jogos devem acontecer, complementando a 5ª rodada do Campeonato Alagoano da 2ª Divisão. Todas as partidas acontecem às 15h. São elas: Associação Sportiva São Domingos x Penedense, no estádio Gerson Amaral, em Coruripe; Igreja Nova Futebol Clube x Dínamo Esporte Clube, no estádio Alfredo Leahy, em Penedo; e Sociedade Esportiva São Luiz x São Luis do Quitunde, no estádio Eduardo Melo. As mudanças ocorreram a pedidos das diretorias dos clubes, visando facilitar o horário e os períodos para que cada equipe realize seu treinamento sem prejudicar os atletas.

CRB encara jogo de ‘vida ou morte’ Galo enfrenta o Baraúnas para se manter na Série C ou até se classificar com uma combinação de resultados

O

CRB recebe o Baraúnas neste domingo, às 16h, no Estádio Rei Pelé. A equipe potiguar está na vice-lanterna do grupo, com apenas 13 pontos conquistados e já está rebaixada para a Série D de 2014. A derrota do CRB para o Sampaio Corrêa no último domingo diminuiu, consideravelmente, as chances de classificação do Galo para a próxima fase da Série C do Campeonato Brasileiro, e o aproximou perigosamente da zona de rebaixamento. Na oitava colocação com apenas 29 pontos, o time alagoano agora terá que se apegar com-

pletamente à matemática para calcular suas possibilidades, tanto as positivas, quanto as negativas. No melhor e mais improvável cenário, uma vitória do Santa Cruz sobre o Treze em Campina Grande, aliado a um triunfo do Sampaio Corrêa frente ao Fortaleza na capital cearense, e aos empates entre Luverdense e Águia de Marabá, Brasiliense e Cuiabá, colocaria o CRB na terceira colocação do grupo. “Temos o grande apoio da diretoria e também da maioria dos torcedores. Fiquei muito feliz com a campanha que está sendo feita

nas redes sociais dizendo que enquanto houver 1% de chance todos terão 99% de fé. Isso nos motiva muito”, disse o regatiano Audálio. O técnico Robarval Davino perdeu Marcinho Guerreiro, Marcus Vinícius e o Diego Aragão, que receberam o terceiro amarelo. Por outro lado, voltam a ficar à disposição da comissão técnica o João Victor (lateral-esquerdo) e o Daniel Marques (zagueiro), que cumpriram a automática. OUTROS JOGOS Brasiliense x Cuiabá Fortaleza x Sampaio Luverdense x Águia Treze x Santa Cruz

TNH1

São Paulo e Corinthians se enfrentam hoje

No Rei Pelé, o CRB encara o Baraúnas e espera vencer a partida

CLÁSSICO CARIOCA

Botafogo e Flamengo se enfrentam no Maracanã Após jejum de cinco jogos sem vencer, o Botafogo derrotou o lanterna Náutico por 3 a 1 e espera conseguir mais três pontos diante do rival Flamengo neste domingo, no Maracanã. Beneficiado por uma rodada em que seus principais concorrentes a um

posto no torneio continental tropeçaram, o time alvinegro parece ter respirado aliviado. Isso está evidente no discurso dos atletas, que entendem que o triunfo no Nordeste chegou no momento certo. “Todos os clubes viveram momentos de irregu-

laridade no Campeonato Brasileiro e com o Botafogo não foi diferente. Infelizmente perdemos jogos importantes, dentro de casa, e esses pontos fazem muita falta”, ressaltou o zagueiro Dória. No Flamengo não é diferente. O clube bateu e o

RIVAIS

Inter e vai com tudo para cima do Fogão. O atacante Hernane marcou o 26º gol na temporada e quer fazer valer a sua marca contra o rival. “Tenho que pensar sempre nisso (fazer gol). Estava confiante que ia sobrar uma bola e tinha que empurrar.

O mesmo precisa ser feito contra o Botafogo. Mas, precisamos trabalhar ainda mais e manter a calma”. OUTROS JOGOS 16h Criciúma x Vasco 16h Atlético-MG x Cruzeiro 16h Inter x Náutico 18h30 Goiás x Bahia 18h30 Atlético-PR x Portuguesa

Corinthians e São Paulo é jogo bom de assistir. Para aquecer ainda mais o clima antes da partida, as provocações já começara. Mesmo rapidamente, o presidente mostrou a habitual irreverência quando questionado sobre a possibilidade de ultrapassar o Corinthians em caso de vitória no clássico de domingo, no Morumbi. “É claro que essa pergunta só tem uma resposta e eu vou dar. Até porque isso é aritmética, matemática. Ainda que não tivesse nenhum valor em termos de tabela, teria um sabor especial. O sabor aumenta agora e isso é bom para o futebol”, falou o mandatário, que havia falado com a imprensa pela última vez em 10 de julho TIMÃO Fábio Santos e Paolo Guerrero ainda têm chances de disputar o clássico contra o São Paulo. O técnico Tite deixou claro em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava que aguardará a dupla - primeiro está recuperado de uma pubalgia e o segundo tem uma fissura no dedinho do pé esquerdo. Guerrero foi cortado da seleção peruana.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013 DIVERSÃO&ARTE

1

Batman não é um personagem interessante, provoca Quentin

Rafinha Bastos lança canal na web com histórias de vida de gente comum

O diretor de cinema americano Quentin Tarantino afirmou que o Batman “não é um personagem muito interessante” e que ele não tem opinião sobre a escolha de Ben Affleck para interpretá-lo no cinema.Em agosto, o anúncio de Affleck como o novo homem-morcego do cinema causou verdadeiro furor nas redes sociais, com a maioria absoluta dos fãs desaprovando o nome do ator. Até mesmo uma petição on-line foi criada para impedir que ele vivesse o personagem na telona, no filme “Batman vs. Superman”, continuação de “O Homem de Aço”.

Rafinha Bastos, que já é seguido por cerca de um milhão de pessoas no canal do YouTube que leva seu nome, outro canal no mesmo site: o Marcapasso. O projeto, que já começa com três séries, nada tem a ver com humor. A ideia é falar sobre fatos extraordinários na vida de pessoas comuns e mostrar a reação de transeuntes diante de situações na cidade que fogem da rotina. “Hoje” vai narrar um dia importante na vida de uma pessoa comum. Uma dessas histórias é a de Bricio Loureiro, jovem que passou a usar cadeira de rodas após um acidente e que se prepara para sua estreia em um show de stand-up comedy. “Neste, coincidiu de eu aparecer, porque eu era personagem, mas não é uma regra”, conta Rafinha.

O MINIMALISMO GANHOU O NOBEL Nobel de literatura foi para Alice Munro, que aos 82 anos, manteve sua obra dedicada aos contos, e sabe ser concisa e objetiva como poucos em épocas de extravagância s literárias

MONICA BAUMGARTEN DE BOLLE AGÊNCIA GLOBO

N

o mundo contemporâneo, poupam-se tempo e palavras. Redes sociais, Twitter, blogs. A proliferação dos meios digitais de comunicação obriga os escritores, amadores ou não, a resumir em poucas palavras uma ideia ou uma reflexão. Isso se tornou um grande desafio ao conteúdo da mensagem. Frequentemente, a concisão resvala na superficialidade, ou, pior, nas análises rasas revestidas de polêmica inútil. Desafortunadamente, a economia de palavras vem acompanhada da falta de profundidade de pensamento e de conteúdo. Mas há esperança. Anton Tchekov e Jorge Luis Borges são dois exemplos distantes no tempo e no espaço que mostraram o poder inequívoco da concisão, a verdadeira concisão, aquela que não pode de modo algum ser confundida com a superficialidade. Esse poder não distingue gêneros, não é prerrogativa do sexo masculino. A capacidade de resumir, em poucas páginas e com uma narrativa cativante, as angústias, as aflições, os dilemas, os turbilhões que podem se formar sob a aparente placidez da vida cotidiana é para poucos. Quando o talento da concisão surge, ele é arrebatador. O conto é o terreno da concisão. Todavia, ele é um gênero literário pouco prestigiado. Ou melhor, era. A Academia Sueca acaba de conceder o Prêmio Nobel de literatura, instituído por Alfred Nobel em 1901, à escritora canadense Alice Munro, citando-a como uma “mestra do conto contemporâneo” (“a master of the contemporary short story”). Alice Munro é a 13ª mulher a receber o prêmio nos 102 anos de sua existência. Apesar de ser uma escritora de contos, Alice Munro não é minimalista. Suas histórias contêm um mundo de nuances, reflexões, ironias e paradoxos. A sutileza, a nuance, o infinito em poucas páginas ou palavras são uma raridade no mundo de hoje. É mais fácil perverter a concisão para provocar polêmicas ou para reciclar ideias antiquadas travestidas de novidade. No debate econômico e político brasileiro, a polêmica barata e a reciclagem de argumentos, contra ou a favor da política econômica do governo, de “esquerda” ou de “direita”, abundam. Nessa falsa concisão se perde a complexidade dos temas, a textura intrincada de questões como a convivência da melhoria da qualidade de vida da população, alcançada nos últimos anos, com uma economia que não cresce assolada por uma inflação que não cede. Parabéns à Academia Sueca. Não somente por ter concedido o Prêmio Nobel de Literatura a uma talentosíssima mulher de 82 anos, mas por ter resgatado a importância de ser simultaneamente conciso e profundo. Ou, no caso, concisa e profunda.


2

TRIBUNAINDEPENDENTE

DIVERSÃO&ARTE MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

Sincopando Jacinto Silva Em homenagem ao cantor, compositor e mestre de coco, Jacinto Silva, no próximo dia 23 de outubro, a partir das 23h, a cantora Andréa Laís vai encantar o público com o show “Sincopando Jacinto Silva”. Os ingressos estão custando R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). Mais informações pelos números (82) 9604-1686,(82) 9924-1655 e (82) 9926-0573.

POETINHA

Vinícius de Moraes ganha homenagem de corais alagoanos e uruguaios

Rosa Passos canta Djavan

O

A cantora Rosa Passos se apresenta no próximo dia 20 de outubro, a partir das 20h, no Teatro Gustavo Leite. Considerada uma das maiores vozes do Brasil, a cantora fará um show dedicado às músicas do cantor e compositor alagoano Djavan. Os ingressos, que custam R$ 20,00 (meia) e R$ 40,00 (inteira), já podem ser comprados pelo Stand Sue Chamusca, no Maceió Shopping. Mais informações pelos números (82) 3235-5301 e (82) 9928-8675.

Cine Algás

Durante os meses de outubro e novembro, o “Corredor Cultural Alagoas Viva” levará 28 atrações culturais a cerca de oito municípios alagoanos. Durante passagem do evento pelo Estado, os municípios terão a chance de prestigiar bandas de fanfarras, cocos, peneira, mamulengo, orquestras, filarmônicas, quadrilhas, samba de matuto, poesia e pastoril. Mais informações pelos números (82) 8802.3057 e 3218.7747.

A Pequena Sereia Nos dias 25, 26 e 27 de outubro o espetáculo “A Pequena Sereia” irá realizar a sua primeira temporada em Maceió. O palco do Teatro Deodoro será o cenário perfeito para a apresentação da peça que relata as aventuras de Ariel e Sebastião. Mais informações pelos números (82) 9602-3186 e (82) 8856-0559.

Monoboclo em Maceió onob) No próximo dia 15 de novembro a banda Monoboclo desembarca em Maceió para a primeira prévia do Reveillon Absoluto. Os ingressos, que variam entre R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia) para a pista, R$ 60,00 para o mezanino e R$ 80,00 para o front stage, já estão disponíveis pelo Store Musique.

VI Bienal do Livro A Farinhada A VI Bienal Internacional do Livro em Maceió acontece entre os dias 25 de outubro e 3 de novembro no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Maceió. Durante a realização do evento, o público vai poder acompanhar uma programação diversificada de palestras, cursos, oficinas, exposições, venda de livros, apresentações culturais e muito mais.

Hoje é o último dia da pequena temporada do espetáculo A farinhada. A primeira montagem do espetáculo aconteceu em,1997 e ficou em cartaz até 2006, nesse período ganhou mais de 25 prêmios nacionais. Com direção de Renée Guerra, A Farinhada narra a história de Rosa Maria e Pedro Bom, trabalhadores de uma casa de farinha do interior de Alagoas, que são perseguidos pelo patrão. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e estão sendo vendidos no próprio Teatro Deodoro (3315-5656) e na Loja Conrad (3432-5301).

Eletro Sensation A primeira edição da melhor festa de e-music de Maceió já está confirmada! É a “Eletro Sensation” que vai acontecer no dia 19 de outubro, a partir das 23h30, no Orákulo. A festa, comanda pelo som dos Djs Adriano Suares, Dany Andrade, Ygor Möet e Pitão, promete causar diversas sensações. Os ingressos antecipados custam Rs 15,00 e já estão disponíveis no Sou Jorge ou online pelo link http://even.tc/e-sensation. Os ingressos comprados na hora custarão Rs 20,00. Mais informações pelos números (82) 33267616, (82) 9107-2808 e (82) 8861-5023.

FALE CONOSCO - A Agenda é um serviço gratuito de orientação ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposições podem enviar material através do endereço: tiagenda@hotmail.com

projeto Teatro Deodoro é o Maior Barato, realizado pela DITEAL - Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas, traz nesta quarta-feira (16) o espetáculo musical “Nordeste canta Por toda a minha vida”, na XV edição do Festival Nordeste Cantat. O show tem início às 19h, com ingressos a R$ 5,00 e R$ 10,00, no palco do Teatro Deodoro. Um dos mais tradicionais eventos de canto coral do Nordeste, o Nordeste Cantat apresenta uma homenagem ao “Poetinha”, o escritor, poeta, músico e compositor Vinícius de Moraes, que completaria 100

anos no próximo dia 19. No show “Nordeste canta Por toda a minha vida”, a FAC - Federação Alagoana de Coros, que organiza o evento, mostra a obra de Vinícius de Moraes canta-

da pelos grupos alagoanos Coral do Poder Judiciário, Coral de Idosos do SESC, Coral Infanto-Juvenil do Colégio Santa Madalena Sofia e Coretfal, além dos corais uruguaios, Infantes do Colégio San Pablo e Vozes Amigas.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013 DIVERSÃO&ARTE

3

Supervisor de verdade

FLÁVIO RICCO - colaboração: José Carlos Nery - www.twitter.com/flavioricco

Silvio de Abreu vai fazer a supervisão da novela de estreia do Daniel Ortiz, seu colaborador em outras jornadas. Assim como aconteceu com o Carlos Lombardi lá atrás ou o João Emanuel Carneiro mais recentemente, ele pretende se envolver diretamente com tudo. Desde a escalação do elenco ao desenvolvimento da trama.

A volta do guerreiro Talma

N

as últimas semanas, cada visita de Roberto Talma ao Projac, complexo de estúdios da Globo no Rio, foi motivo de festa, depois de um longo período de internação e recuperação em São Paulo. Todos sempre fizeram questão de saudá-lo e desejar a sua volta rápida aos trabalhos. É um profissional que, com a sua experiência, fez muita falta. Sabe tudo de televisão e é reconhecido pela maioria como um dos maiores diretores de novelas e programas em todos os tempos. Talma, hoje um dos mais antigos funcionários da Globo em atividade, em muitas dessas ocasiões, chegou a se emocionar com o carinho de todos. Nesta última semana, inclusive com direito a sala nova no Projac, Talma retomou efetivamente o seu expediente na emissora.

O amor não tem idade: Ary Fontoura e Nathalia Timberg em cena de “Amor à Vida”, na Globo. Crédito: Estevam Avellar

TV TUDO Faltou dizer Nada foi falado por aqui sobre a estreia, excelente, da Renata Vasconcellos no “Fantástico”. Esteve segura e elegante como sempre. Ela e o Tadeu formam uma dupla que deve fazer história.

Curioso isso 1

Na recente feira em Cannes, assim como as anteriores no mesmo local, o grande destaque em vendas da Bandeirantes ainda é a novela “Os Imigrantes”. Um trabalho do Benedito Ruy Barbosa, escrito e apresentado no início da década de 80.

Curioso isso 2 Por essas e outras, o dono da Band, Johnny Saad, tem como frustração a sua emissora nunca ter se firmado ou dado continuidade na produção das novelas. Apesar das inúmeras tentativas e dos investimentos realizados.

Tudo daqui Ontem, em Seul, a Globo estava com uma equipe completa no estádio, transmitindo o amistoso da seleção brasileira. O SporTV, desta vez, preferiu economizar. Luiz Carlos Jr. e Lédio Carmona fizeram o jogo daqui.

Outras novidades Além de Juliana Silveira, Angelina Muniz, Manoelita Lustosa e Antonia Fontenelle que já tiveram as suas participações anunciadas, André de Biase, Camila Rodrigues e duas crianças que trabalharam no espetáculo “Família Addams”, também foram confirmados no elenco do especial “Coisas de Casal”, da Letícia Dornelles, na Record. Grava em novembro.

A decisão da alta direção da Globo em espichar “Amor à Vida” até 31 de janeiro provocou, por tabela, alterações também na agenda de compromissos do seu elenco. Caso, por exemplo, de Malvino Salvador, que agora só poderá se dedicar às filmagens do longa-metragem sobre o lutador José Aldo a partir de março.

Plano mantido A Globo está com todo o seu planejamento de HD mantido para os próximos meses. A expectativa é começar com a programação esportiva em novembro e todos os telejornais, locais e rede, ainda em dezembro. A ordem dos trabalhos, por enquanto, se mantém dentro do que foi estabelecido.

O elenco da novela “Chiquititas” vai participar da programação de fim de ano do SBT. Algumas ideias, para o especial, já estão sendo estudadas pela direção musical da emissora.

www.coquetel.com.br

© Revistas COQUETEL 2013

Península que iniciou 2013 em crise diplomática Tarifa reduzida no (?) Young, músico governo Dilma

Atividade proibida durante a piracema

Designação carinhosa ao filhote de gato

Iguaria vendida por Beiçola (TV)

Representou a Coroa, na era colonial

"Transtorno", em TOC (Psiq.)

Classe (?), setor do avião

Os jogos como o I Ching e o tarô

Agitada; hiperativa (bras.)

Acontecimento de(?) sociais: sastroso Twitter e Publicado Instagram (livro)

Hora canônica (Catol.) Surra

"Devagar (?) vai ao longe" (dito)

Harry (?), personagem de J. K. Rowling

Amarras (?) Araújo, atriz

Apaga Corte de peixe, sem espinhas

Octavio Paz, poeta mexicano Atuante; participante Astatínio (símbolo) Tonelada, em inglês

País que reivindica integrar a UE Extensão de arquivos de vídeo (Inform.) Chega (segredo) ao conhecimento do público Aplaudir entusiasticamente BANCO

De + a "Vargas", em FGV

(?) Niña, fenômeno climático (?) de Freitas, artista plástica

3/noa — ton. 4/iole. 7/bichano — turquia. 9/acelerada — donatário.

P E E S C F A

B P I C A C O S H T A D E N L O S O P I V O A T T T O L E N A R

www.coquetel.com.br

C N O M E R I I E L I D A O S N E T A A T Q I A U S R A I C I O

NAS BANCAS E LIVRARIAS

C O O T N T A A C D E E L L E U R Z A D V A

de lógica ambientados no universo místico da Idade média

Solução R E D F I T V A D O

60 jogos mais de

6

·A Globo e Fernanda Lima já estão acertadas sobre o próximo trabalho dela... ·... Mas o combinado é não falar nada, pelo menos por enquanto. ·Já existe uma proposta para Maria Casadevall acertar contrato de longa duração com a Globo. ·A mexicana Televisa tem outras intenções ao abrir um escritório em São Paulo... ·... Fala-se que o interesse da sua direção, a partir de agora, também diz respeito aos canais fechados. ·A Record precisa cuidar um pouquinho mais da imagem dos seus repórteres... ·... Alguns deles não têm o menor cuidado com a aparência. ·A grande maioria do pessoal que foi trabalhar em Cannes, representando as diversas emissoras brasileiras, amanhã já estará reassumindo os seus postos por aqui. ·O elenco de “Amor à Vida” já foi avisado que as gravações devem se estender até a segunda quinzena de janeiro... ·... Alguns atores, inclusive, se viram forçados a transferir alguns compromissos.

Agenda comprometida

Especial de dezembro

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

Bate-rebate

C’est fini A convite do diretor Dennis Carvalho, alguns atores farão participações especiais nos capítulos finais de “Sangue Bom”. Alejandro Claveaux e Roberto Birindelli, por exemplo, já foram convidados

Em homenagem ao centenário de nascimento de Vinícius de Moraes, no dia 19, sábado que vem, o Canal Brasil estará exibindo os filmes “Orfeu”, “Para Viver Um Grande Amor”, “Orfeu Negro” e o documentário “Vinícius”. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

HORÓSCOPO ÁRIES - (21/3 a 19/4) – Que fique claro a você quais os valores que realmente importam na vida, ariano. Hora de expandir o modo como lida com relacionamentos e sentimentos. Além de antigos muros. Esteja atento à tendência a se iludir, por esperar demais das pessoas, ariano. Números da Sorte: 7, 28, 16, 38, 24, 41 TOURO – (20/4 a 20/5) – Negociações podem ser frustrantes, se houver expectativas exageradas, taurino. Se não for capaz de compartilhar mais profundamente sentimentos e recursos não evoluirá. Números da Sorte: 29, 32, 43, 14, 2, 27 GÊMEOS – (21/5 a 21/6) – As intensas demandas familiares podem estar influindo em seus relacionamentos. Não aja baseado em antigas concepções, em ideais que não correspondem à realidade. Seja mais realista, sem, contudo, deixar de ser carinhoso e atencioso. Números da Sorte: 17, 25, 30, 2, 9, 28 CÂNCER – (22/6 a 22/7) – Oportunidades profissionais, mas não abrace mais do que esteja em condições de fazer. Momento importante para compreender o que precisa ser curado emocionalmente, canceriano. O contato com pessoas e locais distantes pode estimular a compaixão, mas ser fonte de ilusão. Números da Sorte: 14, 18, 26, 48, 35, 7 LEÃO – (23/7 a 22/8) – Não prometa o que não seja capaz de cumprir, especialmente em termos emocionais. Perdas podem ajudá-lo a compreender o que é verdadeiramente importantes, leonino. Ilusões custam caro. Esteja lúcido diante dos desafios que se apresentam. Números da Sorte: 17, 23, 38, 9, 49, 3 VIRGEM – (23/8 a 22/9) – Não tente impor aos outros a sua visão de mundo. Seja mais tolerante e compreensivo. Não banque a vítima das situações, nem aja com base em sentimentos como pena e autocomiseração. Se você atrai certas pessoas e situações, o que em seu comportamento leva a isso? Números da Sorte: 49, 10, 5, 19, 11, 20

LIBRA – (23/9 a 22/10) – A tendência a captar energias nocivas pode ter reflexos sobre a saúde. Respeite a sua vulnerabilidade e sensibilidade. Evite ambientes e pessoas que geram tumulto. Não se deixe enganar e seduzir pelo que não tem o valor que aparenta libriano Números da Sorte: 25, 11, 63, 65, 57, 70 ESCORPIÃO – (23/10 a 21/11) – Evite misturar negócios e assuntos afetivos. Evite ilusões e situações duvidosas. Pode estar supervalorizando algo. Esteja atento, pois o risco de confusão é grande. Valorize os seus talentos. E que esteja claro a você seus verdadeiros valores e sentimentos. Números da Sorte: 39, 46, 47, 73, 71, 94 SAGITÁRIO – (22/11 a 21/12) – O momento atual é de muitas solicitações de familiares, o que tende a esgotá-lo energeticamente. Proteja a sua sensibilidade, sem deixar de ser compreensivo com quem precisa de você. Compartilhar e ser compassivo são ações importantíssimas. Mas cuide também de você. Números da Sorte: 23, 51, 66, 64, 79, 77 CAPRICÓRNIO – (22/12 a 19/1) – Esteja atento ao que não é dito, mas ao que você sente intuitivamente. Seja compreensivo, mas não se fragilize diante de um excesso de demandas e expectativas. Números da Sorte: 20, 27, 9, 14, 40, 32 AQUÁRIO – (20/1 a 18/2) – Negócios são desaconselháveis, pois há discrepância entre o valor emocional e material. Amigos pode estar tendo expectativas excessivas sobre você, o que lhe desgasta. Ensinamento de afeto incondicional, que não significa fazer tudo pelos outros e esquecer de você. Números da Sorte: 21, 14, 16, 23, 45, 9 PEIXES – (19/2 a 20/3) -Momento delicado nas questões emocionais, com grande sensibilidade, Demandas profissionais e dos relacionamentos podem se revelar desgastantes. Evite excesso de expectativas. Realismo é importante. Números da Sorte: 45, 9, 28, 34, 17, 41

CRÍTICA

Livro conta e analisa, disco a disco, a saga do Black Sabbath

A

passagem da mítica banda pesada inglesa Black Sabbath pelo Brasil, naquela que pode ser sua última turnê, é propícia ao lançamento de livros sobre um grupo que completa 43 anos de história ligada a drogas e satanismo. Entre alguns títulos fracos, até oportunistas, chega ao país “Black Sabbath, A Biografia”, do canadense Martin Popoff, que tem no currículo outros perfis de bandas importantes do rock pesado. Sua grande sacada é usar cada álbum do Sabbath como um capítulo. A análise dos discos é muito competente, mas não fica nisso. Ele agrega o relato da vida dos integrantes à época das

gravações. Claro que não é uma leitura deliciosa como a proporcionada pela recente e hilariante autobiografia do vocalista Ozzy Osbourne, mas tem informações para atrair até a curiosidade de fãs mais radicais. Um capítulo deve agradar bastante a um fã em particular: aquele que adora “Born Again” (1983), disco do Sabbath com outra lenda no vocal, Ian Gillan, do Deep Purple. Só esse texto vale o livro. Depois de tocar na última quarta em Porto Alegre, a banda sobe hoje no palco montado no Campo de Marte, em São Paulo. A turnê brasileira acaba neste domingo, no Rio.


4

DIVERSÃO&ARTE

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

“A vida é cheia de decisões difíceis. Os vencedores são aqueles capazes de tomá-las”

FOTOS BY CHICO BRANDÃO

Marroquim Engenharia

T

Simone Melro, uma empresária muito querida e de muito sucesso no que faz, divide seu tempo entre a casa de festas Unique e a bela loja Broomer. Parabéns, amiga, você merece!

Quando falamos em bom gosto, classe e requinte falamos nas amigas Andréa Cunha e Mirella Coelho. Elas sempre acontecem quando falamos moda fashion em nossa cidade. Parabéns!

Sempre presente nos grandes acontecimentos empresariais e sociais da cidade, a advogada Cristina Dantas, chic por natureza, sempre merecerá os nossos aplausos e a nossa admiração

Como tirar manchas de roupa

A

quela peça branca que você adora está com aquela terrível mancha amarelada ao redor da axila? Calma, não precisa desistir dela, ela ainda tem salvação! Alguns truques caseiros são bastante eficazes para remoção desses tipos de mancha, que parecem ser impossíveis de tirar. Confira essa e outras dicas! Manchas amareladas da axila - faça uma pasta de vinagre de álcool branco e bicarbonato de sódio, espalhe sobre a parte amarelada da roupa (como colarinho e axila) e deixe descansar por uma hora. Depois, coloque a roupa na máquina de lavar, e verá que a mancha sai bem mais fácil. Manchas pretas de mofo - esfregue a peça com

sal, vinagre branco e suco de limão. Coloque a roupa por uma hora no sol, e então lave normalmente. Bolor - ferva o tecido manchado numa água contendo um pedaço de couro de bacalhau ou utilize a mesma água em que o bacalhau foi fervido. Batom - esfregue um pouco de álcool no tecido manchado antes de lavar. Café - lave a roupa com água morna e glicerina. Ferro de passar - o ferro muito quente deixa uma marca amarelada no tecido. Passe água oxigenada sobre a mancha e lave em seguida com água. Ferrugem - coloque sal sobre o tecido manchado,

Bruna Tenório para Raulph Lauren

pingue algumas gotas de limão, deixe secar sob o sol e depois lave. Frutas - coloque leite fervente sobre a mancha e deixe até o dia seguinte. Depois lave. Gordura - coloque um papel absorvente embaixo da mancha e passe com ferro bem quente. Graxa - a margarina vegetal ajuda a tirar as manchas de graxas. Coloque um pouco sobre a mancha, deixe por alguns minutos, depois lave normalmente com água e sabão. Dica: Um facilitador geral na hora de tirar manchas é o sal. Na dúvida, antes de usar qualquer produto para remover as manchas das roupas, passe um pouco de sal para facilitar a retirada.

FOTO BY CHICO BRANDÃO

N

R

Antonio Mario Leahy

U

m amigo muito querido foi muito solicitado e homenageado por mais um parabéns na última sexta, dia 11. A comemoração aconteceu em família e com amigos mais próximos. Foram muitas comemorações e aproveitamos a oportunidade para desejar saúde, muita paz e que o nosso Deus esteja sempre com você. Parabéns!

C

Bodas

omemoração em família marcou a celebração pelos 42 anos de união entre Jane e Manoel Gomes de Família. Filhos, genros, noras e netos se reuniram em torno do casal para festejar a data. Felicidades!

Plátanos

Desembargador eleitoral

Carlos e Cleide Mero, um casal top do top em nosso mundo social e empresarial da cidade, estarão recebendo familiares e amigos no próximo dia 15 para comemorar os 60 anos de Cleidinha. Será uma noite de muita gente bonita e muita energia positiva. Parabéns, amiga, você merece!

Para poderosas

Olhinhos felizes

Instituto da Visão promove neste sábado um mutirão para diagnóstico oftalmológico de 42 crianças. Além de exames, os pequenos serão agraciados com óculos caso seja detectada a necessidade. Grande iniciativa. Todas as correspondências, como convites para esta coluna, e para Elenilson Gomes, deverão ser enviadas para Av. Sandoval Arroxelas, 840, Edf. Calliate Ap. 204 PV. CEP: 57035-230

C

Apoio

om quase duas décadas de experiência no mercado alagoano, o Grupo Ferreira Hora é referência nos vários segmentos em que atua, a exemplo da empresa de segurança patrimonial, a Apoio Segurança Eletrônica, responsável por oferecer os melhores os melhores serviços a todos os nosso amigos. Parabéns a Ana e Ferreira Hora pela excelência. A Apoio Security está localizada na Praça Cipriano Jucá, 24, Mangabeiras. Informações pelo telefone 3355-7000.

F

Guga Rocha

oi super concorrida a noite de autógrafos do livro Receitas para pegar mulher, do chef alagoano Guga Rocha, nesta sexta, no Palato. Infelizmente, devido a uma viagem não pudemos comparecer, mas soubemos que foi um dos eventos mais concorridos da cidade. Parabéns, Guga, você merece!

E

dênia Diniz explodindo de sucesso com as novas peças belíssimas que a Plátanos trouxe para a nossa cidade. A loja, instalada na Galeria Marques da Silva, na Ponta Verde, está atraindo as mulheres mais elegantes da cidade. Vale a pena as nossas amigas marcarem presença na bela loja. Um luxo!

O

D

iane Von Furstenberg tem como missão levar poder às mulheres. A feminista mais charmosa do mundo da moda criou esta bolsa vermelha de python para as que já alcançaram o poder. Suba no salto e vá a alguma das lojas da estilista por aqui e garanta a sua por R$ 1.600.

Abacaxi com formiga

Clean Express

s jovens empresários Daniel Cunha e Henrique Dória estão de parabéns. Eles vêm desenvolvendo um trabalho grandioso à frente da conhecida Clean Express, uma lavanderia que está localizada na Rua José Freire, 270, na Ponta Verde. Lavagem a kg, lavagem de tapetes persas, tênis, pelúcia, enfim, todos os serviços que podemos encontrar. Parabéns a todos que fazem a conhecida Clean Express. Informações pelo telefone 3231-6964.

Parabéns, Cleide Mero

o próximo dia 15, a nossa queridíssima Cleide Mero, um amiga admirada por todos, estará reunindo todos os seus familiares e amigos na casa de festas Unique, na Abdon Arroxelas, Ponta Verde, para juntos comemorar 60 anos. Será uma bela festa temática, com inspiração havaiana. A bela casa receberá decoração assinada pelo competente Aldo Rodrigues, o serviço de buffet ficará sob a responsabilidade de Izabel Pinheiro e o bolo terá assinatura de Marli e Raquel Brizeno. Será uma festa linda, alegre, descontraída, com muita energia positiva. O convite ficou belo Cleidinha, só você, com a sua criatividade para realizar uma festa dessas. Agradecemos o convite e depois estaremos dando mais detalhes.

alph Lauren apresentou seu primeiro desfile na Europa, na École Nationale Supérieure des Beaux-Arts em Paris. A top Bruna Tenório, queridinha de Ralph, foi convidada para desfilar a coleção outono 2013 com direito a participar do jantar de gala nos jardins da escola. Bruna também vai estrelar a próxima campanha Black Label da marca. Legal, né? Vale lembrar que o jantar vai arrecadar fundos para a escola, com o objetivo de restaurar e modernizar suas instalações.

O

er voz ativa e poder participar de todas as etapas do processo de construção de um empreendimento imobiliário. São por estes e outros motivos que, cada vez mais, alagoanos estão fazendo parte de sistemas de condomínios para efetuar a aquisição dos seus imóveis. Através destes sistemas de condomínios, um grupo de pessoas interessadas trabalha em conjunto com a construtora em um modelo de negócio que possui diferenciais que valorizam, principalmente, os clientes mais exigentes e os transformam em investidores do empreendimento. Uma vez inserido neste modelo de negócio, o cliente participa da escolha do terreno ao projeto arquitetônico, dos diferenciais tecnológicos aos detalhes do acabamento. Além disso, os novos investidores passam a ser donos do empreendimento, que tem CNPJ e conta bancária própria, assim como autonomia financeira para gestão dos recursos destinados à obra. Em Alagoas, a Marroquim Engenharia vem desenvolvendo um trabalho de destaque dentro do sistema.

O

juiz Alexandre Lenine Pereira será empossado, na próxima segunda-feira (14), como desembargador eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL). A solenidade terá início às 14hs, no auditório do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/ AL), onde estão ocorrendo as sessões plenárias da Justiça Eleitoral. Alexandre Lenine assumirá o cargo na vaga deixada pelo também juiz Ivan Vasconcelos Brito Júnior, que encerrou seu biênio do TRE/ AL no início do mês. Durante sua trajetória na magistratura, Lenine atuou como juiz eleitoral nas comarcas de Traipu, Campo Alegre e Palmeira dos Índios.

S

erá neste sábado e domingo as apresentações do Circo Nacional da China. O espetáculo, que conta com 28 artistas em cena entre malabaristas, equilibristas, contorcionistas e ginastas, será apresentado neste fim de semana, com sessões às 16h e 19, no Teatro Gistavo Leite. Informações pelos telefones 3235-5310/9928-8675.

V E

le já figurou na lista dos maiores chefs de cozinha e agora acaba de lançar um prato no mínimo para quem gosta de aventura. O chefe Alex Atala introduziu no menu do D.O.M formigas saúvas da Amazônia, que são servidas sobre uma fatia de abacaxi. As formigas, caçadas pelos índios, têm cheiro e sabor cítrico, semelhantes aos do capim-limão. Ah, e sabia que elas eram consideradas iguarias na época do Brasil Colonial? Quem experimentou, aprovou. E você, encararia?

Circo da China

Lá vem o sol

ai ser para lá de concorrida a virada de coleção da multimarcas Coco - do trio Mischa, Marcella e Manoella Falcão. É que as irmãs estão dando uma repaginada no mix de produtos da loja. Entre as grifes que estreiam nas araras estão a marca de acessórios Lool, da empresária Luiza Setubal, a grife de beachwear e resort Skinbiquini. E as empresárias confirmam a chegada de três grifes internacionais, entre elas, os sunglasses do designer Thierry Lasry

g


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013 VEÍCULOS 17

Veículos

Volkswagen pretende fabricar novo Golf no Brasil em 2016 A Volkswagen anunciou, semana passada, investimento de R$ 520 milhões para produzir o novo Golf (foto) na fábrica de São José dos Pinhais (PR), que terá a capacidade de produção aumentada em 20%. Segundo o presidente da Volks no Brasil, Thomas Schmall, a montadora pretende renovar todo o seu portfólio, começando pelo novo Golf. A montadora vai trazer ao Brasil uma tecnologia de nível mundial, chamada Modular MQB.

Fit CX: automático com o melhor custo-benefício Uma alternativa ideal para o consumidores que procuram um veículo econômico e versátil para o seu cotidiano

U

m dos modelos mais vendidos do segmento acaba de ganhar uma nova versão que promete agradar ainda mais os consumidores brasileiros: trata-se do Honda Fit CX, opção mais acessível do monovolume de maior sucesso do mercado nacional. Com características para quem valoriza estilo moderno, conforto, amplo espaço interno e muita segurança, o Fit CX é a alternativa ideal para o consumidor que procura um veículo econômico e com versatilidade para o dia-a-dia. A novidade chega para ampliar a gama de opções da linha Fit 2014 e oferecer aos consumidores um veícu-

lo com excelente custo-benefício e itens exclusivos. Entre os principais diferenciais da nova versão CX estão os faróis com máscara negra, lanternas traseiras translúcidas escurecidas, rodas de aço, calota e grade frontal na cor preta, que asseguram um visual mais jovem e esportivo. Um dos grandes atrativos do Fit CX, que passa ser a versão de entrada da Linha Fit 2014, será a disponibilidade de transmissão manual e automática – sendo essa, uma das mais acessíveis do mercado nacional – ambas de cinco velocidades, a exemplo da versão LX. O sensor de estacionamento é outro item de conforto que

consagra a versão, que já é considerada o melhor custo-benefício da categoria. O Fit CX conta com propulsor de 1.4l com tecnologia i-VTEC Flex, de 101 cv potência a 6.000 rpm (etanol) ou 100 cv a 6.000 rpm (gasolina), com torque de 13 kgf.m a 4.800 rpm e sistema de injeção de combustível do tipo multiponto programada PGM-FI (Programmed Fuel Injection). O tanque de combustível tem capacidade de 47 litros. Com têm três anos de garantia, sem limite de quilometragem, o Fit CX estará disponível na rede de concessionárias este mês, pelos valores de R$ 49.900,00 (câmbio manual) e R$ 53.900,00 (câmbio automático),

Modelo Honda Fit CX possui todos os itens característicos de conforto das demais versões da linha

SETEMBRO

Mercedes-Benz tem melhor mês de vendas de sua hitória O terceiro trimestre foi especialmente favorável para a Mercedes-Benz nos Estados Unidos e na China. A empresa também aumentou sua parcela de participação nos mercados europeus e se manteve como a marca premium com maior número de emplacamentos na Alemanha, Japão e Estados Unidos. Muito deste crescimento

pode ser atribuído aos modelos compactos e à nova Classe E, que foi lançada com grande sucesso. A nova Classe S já lidera entre os emplacamentos de veículos novos do segmento na Alemanha. Com seu lançamento no mercado chinês em setembro, sua presença e posicionamento globais serão ainda mais fortalecidos. Nunca antes a Mercedes-

-Benz vendeu mais veículos em um único mês do que em setembro deste ano. A nova Classe S já é líder destacada no mercado na Alemanha e na Europa. Nossos compactos e a nova Classe E também têm se mostrado muito populares junto aos consumidores”, diz Joachim Schmidt, vice-presidente executivo de Vendas e Marketing da Mercedes-Benz.


18

VEÍCULOS MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

TRIBUNAINDEPENDENTE

Venda da Audi aumenta em 10% Este ano, 150.400 unidades da família A3 foram entregues

A

udi conquistou novo recorde de vendas em setembro. Cerca de 150.300 clientes escolheram um dos modelos da marca no mês passado, o que configura um aumento de 10% ano-a-ano. A companhia continua a se beneficiar do aumento nas vendas nos Estados Unidos (+6,2%) edas taxas de crescimento de dois dígitos na China (+28,2%). Na Europa, afabricante também fechou o mês de setembro em alta, em comparação com omesmo período do ano passado (+3,0%). Ao todo, as vendas mundiais da Audi AG subiram 7,6% de janeiro a setembro para 1.180.750 automóveis. “Apesar das difíceis condições em alguns mercados-chave, fechamos novamente os primeiros três primeiros trimestres com vendas mais fortes do que no mesmo período de 2012. Portanto, em todas as regiões ao redor do mundo nós continuamos a ter umdesempenho melhor do que o mercado global de automóveis”, diz Luca de Meo, vicepresidente mundial de Marketing e Vendas da

Audi AG. “Em particular, os modelos Q3, Q5 e A3 Sportback lideraram nossas vendas”, completa. Desde o início do ano, cerca de 150.400 unidades de toda a família A3 já foram entregues. Além disso, a mais recente chegada a essa série de modelos de sucesso, o A3 Sedan, foi lançado em concessonárias da Europa há duas semanas. Na China, o A3 Sedan chegará ao mercado no segundo trimestre de 2014. Em setembro, foram particularmente os modelos SUVs que atraíram os clientes às concessionárias Audi e contribuíram para que a companhia alcançasse forte crescimento de dois dígitos: alta de 28,2% totalizando 45.530 unidades vendidas no país. O Q3 e o Q5, ambos produzidos em Changchun, representaram cerca de 72% desse aumento de vendas. O A4 L, também produzido localmente, alavancou as vendas com alta de 41,1%. No total, as entregas de todos os modelos na China subiram 20,6% para 358.213 unidades desde janeiro.

A companhia continua a se beneficiar do aumento nas vendas nos Estados Unidos, assim como na Europa; veículos são referências

LICITAÇÃO

Novos ônibus para capital do País Frota reforça a implantação do novo sistema de transporte coletivo A marca Mercedes-Benz é o grande destaque no novo sistema de transporte coletivo urbano que envolve Brasília, a capital do País, e as cidades satélites do Distrito Federal. Dos 3.300 ônibus que operam nesta região metropolitana, 2.100 unidades estão sendo renovadas (conforme licitação pública de 2012) com chassis Mercedes-Benz dos modelos OF 1721, articulados O 500 UA (piso baixo) e O 500 MA (piso alto), além dos microônibus LO 916. “Recentemente, iniciamos a entrega dos primeiros ônibus e a previsão é que todas as 2.100 unidades es-

tejam à disposição das empresas operadoras até o mês de dezembro, contribuindo para melhoria da qualidade do transporte coletivo urbano da Capital Federal”, afirma Joachim Maier, vice-presidente de Vendas e Marketing da Mercedes-Benz do Brasil. Os ônibus Mercedes-Benz, que garantem aos frotistas o melhor custo operacional do mercado, estão presentes em quatro lotes da licitação do governo local, que abrange Brasília e as cidades satélites de Taguatinga, Gama, Sobradinho, Guará, Planaltina e Ceilândia. Estas regiões serão atendi-

das pelas empresas Viação Piracicabana (lote 1), Viação Pioneira (lote 2), Consórcio HP Transportes (lote 3) e Auto Viação Marechal (lote 4). “Essa foi a primeira licitação de ônibus da história da Capital Federal, o que atesta a crescente profissionalização do sistema e o compromisso com a melhoria da qualidade do transporte de passageiros e da mobilidade urbana em toda aquela importante região metropolitana”, destaca Walter Barbosa, diretor de Vendas e Marketing de Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

A conquista dessa licitação pela Mercedes-Benz deve-se, especialmente, à apresentação de uma solução completa para garantia de produtividade e rentabilidade aos clientes. Isso inclui produtos de reconhecida eficiência e confiabilidade – chassis de alta qualidade, que proporcionam conforto e segurança para os passageiros, além de reduzido custo operacional para os frotistas – oferecidos a preços competitivos, juntamente com treinamento de operação e condução econômica para os motoristas, contrato de manutenção, entre outros produtos e serviços.

ANA SOPHIA, EM ORLANDO, AO LADO DE MINIE, comemorou duplamente de forma antecipada seu aniversário e o Dia das Crianças, em setembro. Obrigada, mamãe Kíria Lane, por enviar esta foto para a “NOSSA” Coluna Agreste, afinal de contas clicar esta princesinha desde a gestação me torna uma “Tia de Coração” e muito coruja. Adorei a lembrança!

Agreste

LOURDES RIZZATTO Jornalista e Fotógrafa lourdes.rizzatto@hotmail.com

SILVESTRE RIZZATTO, IGOR CASTRO E ALDO SILVA comemoram o lançamento do site “Sou Mais Arapiraca” . O evento que reuniu jornalistas, fotógrafos, colunistas sociais, editoras de revistas, radialistas e empresários no “Escritório Comedoria”, na ultima quarta (09), em Arapiraca, foi um grande sucesso. Parabéns!

ARAPIRACA A CADA DIA PROVA que é a terra das oportunidades. Parabéns ao empreendedor do ramo de alimentos “Nildo Saradão” por dezoito anos de sucesso e por mostrar que vendedor ambulante também pode escrever uma história de prosperidade.

LA V A UR C orrida T R A nc o STA c I L a I u T s ou S S a E n e E t o i h pin do s ISTA m L o t e A t n N ion e m h R m u s a O a u ç J F o O co lan emos no rum u r r s a a i e E g i CANT para prest rido nos v mbro, sorte a ue nove ento! e agend apiraca. Q d 7 e0 r u ev 6 A e 0 s s i s a m a M ,e s di m o é n b , e m Hous ra você ta a esso p

O SENADOR FERNANDO COLLOR DE MELLO e a prefeita de Arapiraca Célia Rocha fazem parte do seleto grupo de proprietários de lotes do primeiro condomínio horizontal do nordeste, o Villa De La Roche. Recebidos na residência dos empresários Wolney Rocha e Polyana Rocha, em confraternização com amigos eles demonstraram satisfação com o andamento das obras do condomínio

EM VISITA ÀS OBRAS DO CONDOMÍNIO Villa De La Roche, a pequena Ana Tereza e a arquiteta Michelly Luz não resistiram ao calor do agreste e foram refrescar os pés. Adorei clicar o “quase flagrante”. Queridas, na próxima tô na parada!


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013 PUBLICIDADE 19


20

VEÍCULOS PUBLICIDADE MACEIÓ - DOMINGO, 13 DE OUTUBRO DE 2013

TRIBUNAINDEPENDENTE


Edição número 1870 - 13 de outubro de 2013  

tribunaindependenteediçãodigitaltribunahoje

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you