Issuu on Google+

EXEMPLAR DO ASSINANTE

DOMINGO MACEIÓ - ALAGOAS 18 DE MAIO DE 2014 N0 2047 R$

INDEPENDENTE

3,00

tribunahoje.com

Apoiar candidato de outro partido torna-se prática comum em Alagoas OS ESTATUTOS PARTIDÁRIOS PROÍBEM E A ÉTICA NÃO RECOMENDA, MAS JÁ SE TORNOU PRÁTICA COMUM EM ALAGOAS POLÍTICOS DECLARAREM APOIO A CANDIDATOS DE OUTROS PARTIDOS, MUITAS VEZES ADVERSÁRIOS DO SEU. PARA ESTAS ELEIÇÕES, NÃO SÃO POUCOS OS INFIEIS. ELES ESTÃO NA MIRA DOS DIRIGENTES DE SEUS PARTIDOS, QUE, SE APLICAREM A LEGISLAÇÃO ELEITORAL, PODEM ATÉ EXPULSÁ-LOS. PÁGINA 3

TEM POLÍCIA NA REDE TECNOLOGIA ENCURTA O CAMINHO COM A POPULAÇÃO E DENÚNCIAS CHEGAM MAIS RÁPIDO E DETALHADAS

Aplicativos de sucesso entre usuários de smartphones para conversação instantânea, como o WhatsApp, agora são um canal informativo entre a Polícia Militar e um grupo de 100 jornalistas alagoanos. As ações da polícia no dia a dia são compartilhadas em tempo real e a notícia chega mais rápido à sociedade pelos meios de comunicação.

PÁGINA 10 DITADURA MILITAR

TESTEMUNHA DO ATENTADO A BOMBA NO RIOCENTRO ESTÁ SOFRENDO AMEAÇAS PÁGINA 19

DINÁRIO LEMOS

PREVENÇÃO REDUZ PERIGO NAS ÁREAS DE RISCO EM MACEIÓ Com trabalho preventivo, o coordenador municipal de Defesa Civil, Dinário Lemos, reduziu o perigo para moradores em áreas de risco.

PÁGINA 2 ELEIÇÕES 2014

USANDO A FÉ PARA ANGARIAR VOTOS, EVANGÉLICOS VÃO ÀS URNAS PARA AMPLIAR BANCADAS PÁGINA 4

TUDO PELA SELEÇÃO

ADVOGADO PROMETE MUDAR O NOME SE O BRASIL FOR HEXACAMPEÃO

ATRIZ DE ‘EM FAMÍLIA’, ALINE FANJU DIZ QUE NÃO SENSUALIZA A VIDA

O advogado Nelson Paviotti há 20 anos só usa verde e amarelo e agora está disposto a mudar seu nome pela Seleção. A promessa é incluir “Bandeira Brasil” ao registro civil se o time de Felipão conquistar o hexacampeonato. PÁGINA 16

A atriz Aline Fanju, que vive a Rafaela de “Em Família”, tem sido convidada para papéis sensuais, apesar de dizer que não fica “sensualizando” vida afora. Fanju diz que o teatro é sua escola desde os 13 anos de idade. “Acho muito difícil, mas adoro fazer TV”,diz.

PROTESTOS EM QUEDA

MINISTRO ALDO REBELO DIZ QUE COPA DO MUNDO NO BRASIL ‘SERÁ UM SUCESSO’ O ministro Aldo Rebelo está confiante que a Copa “será um sucesso” e prevê que a adesão aos protestos, já em em queda, será ainda menor até o início do mundial. PÁGINA 16

SUPLEMENTO

TEMPO

Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em áreas isoladas

Mínima

20º

Máxima

29º

MARÉS

01:15 07:30

1.9 13:34 0.5 19:51

1.9 0.4

FINANÇAS

DÓLAR COMERCIAL DÓLAR PARALELO R$ 2,21

R$ 2,21

R$ 2,09

R$ 2,40

OURO: R$ 92,00

POUPANÇA: 0,5290%


TRIBUNAINDEPENDENTE

2 POLÍTICA MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

Política

Após sermos acionados, registramos a solicitação e as equipes de assistentes sociais vão até onde as famílias moram DINÁRIO LEMOS COORDENADOR DA COMDEC

Áreas de risco receberam atenção

Fortes chuvas na capital alagoana acionaram o alerta da Defesa Civil Municipal, que está atenta durante as 24h

ESPLANADA LEANDRO MAZZINI - contato@colunaesplanada.com.br

Cachoeira & Beira Mar, heróis da cadeia

C

om a chegada da bancada parlamentar à cadeia – são oito os ex-mandatários presos – vêm à tona bastidores de outros criminosos: Carlinhos Cachoeira e Fernandinho Beira-Mar. Nos meses que passou na Papuda (DF), o bicheiro Cachoeira era quem dominava. Nos serviços internos, numa sala com televisão para servidores, ele mandava trocar todo dia o canal de filmes para assistir a NBR, TV do governo. Direto de Catanduvas (PR), o traficante Beira-Mar tornou-se o maior doador de livros do sistema presidiário.

PAC do livro Beira-Mar, que estuda direito na cadeia, ainda banca a compra de livros de ficção e não-ficção e manda distribuir através de advogados. Avisa que não são doações do governo.

Olho neles! O governo começa a distribuir 2 mil ingressos da FIFA para índios assistirem aos jogos. Curioso é que surgiu uma onda de índios brancos de olhos verdes no Brasil.

Bolso cheio Se os jogadores e Felipão atuarem tão bem em campo como nos comerciais milionários que fazem, a Seleção é Hexa! Do contrário, o chororô é só nosso. E sem dinheiro.

Fenômeno na tela Um fenômeno no Ministério das Comunicações. A TVCI, de um empresário do Paraná, é o canal que mais cresce no País. Tem concessão em Paranaguá (de 2007). Desde o início do governo Lula conseguiu sete outorgas de retransmissão e está na iminência de autorização de mais 99 outorgas. A grade é comprada pelo bispo Valdemiro Santiago.

TV Pinguim Nos bastidores do poder, a TV ganhou o apelido de TV Pinguim – por que, ninguém entende ainda. O Ministério avisa que as sete outorgas correspondem a 1,85% do total em 2011, quando a pasta emitiu 378 de retransmissoras de TV.

Bombardeio O Ministério da Defesa não quer saber de audiência pública que a deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF) aprovou na Câmara para debater produção de munições cluster. Nas Américas, apenas Brasil e EUA têm fábricas. Ganham milhões por mês com exportações para Irã, Iraque e Arábia Saudita.

Estrago geral As munições cluster consistem em bomba numa cápsula, lançada do ar e que explode antes de chegar ao chão. A cápsula abre e espalha centenas de submunições nos alvos.

Descarrilou O governo não falou mais do Trem Bala – nem dos gastos milionários com estudos de viabilidade pagos, encomenda do ex-diretor Bernardo Figueiredo, braço de Dilma.

Tela = voto Para o líder do PMDB Eduardo Cunha (RJ), a CPI da Petrobras vai bombar, seja qual for, porque até os candidatos vão preferir ficar em Brasília, aparecendo na TV, em vez de fazerem campanha nas bases. ‘Quem não vai querer ficar no Congresso pautando a imprensa nacional todos os dias?’, justifica o deputado.

No País da Copa Jornalistas de sites e TVs que cobriram Goiás x Botafogo na quinta em Juiz de Fora ficaram numa ‘cabine’ improvisada com chão de tapume e pregos soltos. Os da Globo e SporTV, com direito a transmissão ao vivo, na cabine top da diretoria do estádio.

Brasil lá fora Marcelo Rech, especialista em coberturas internacionais, participará do programa Diálogo Brasil, da Fundação Konrad Adenauer, em Berlim, Bruxelas e Roma. Há dois anos, Rech escapou de atentado em Israel. Homem-bomba explodiu a 20m dele.

Nada sobe Assim como os brasileiros em parceria com a China – que enviaram ao mar um satélite de R$ 300 milhões – a Rússia mandou quinta para o chão um satélite de 200 milhões de euros. A dúvida é: os brasileiros aprenderam com os russos ou estes com os chineses?

Brasiiilll Inconformados com as condições das celas no presídio Francisco Conde, em Rio Branco (AC), os detentos encomendaram material de construção e iniciaram reformas por conta própria. Revelação de Gina Menezes, do site ContilNet.

Esplanada no mundo Acompanhe no site da coluna artigos dos correspondentes da Coluna na Europa e Estados Unidos. Fotos de Evandro Teixeira e charges de Aliedo.

Ponto Final Esses foguetes russos e sino-brasileiros estão iguais ao PIB do Brasil. Não sobem.

Com Luana Lopes e Equipe DF e SP www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br Twitter @leandromazzini

ASSESSORIA

EDITORIA DE POLÍTICA COM ASSESSORIA

N

o início do mês, durante toda a noite do Dia do Trabalho até as primeiras horas do dia seguinte, a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) registrou um volume de 100 milímetros de chuva. Nos dois dias, foram recebidas mais de 60 chamadas de moradores em grotas nos bairros de Jacintinho, Benedito Bentes, Mutange e na comunidade do Sururu de Capote, tendo como principal acionamento o deslizamento de barreiras. Apesar desse volume inesperado de chuva, a Comdec manteve-se em estado de atenção para prestar assistência aos moradores antes e mesmo após as chuvas. Ao adotar o trabalho preventivo e se valer da antecedência como mecanismos para reduzir eventuais prejuízos à vida de moradores em áreas de risco na capital, a Defesa Civil conseguiu firmar o atendimento às famílias que estão em áreas de risco. Com a integração entre as superintendências e secretarias, o resultado tem se traduzido no aumento dos mutirões de limpeza, visitas às comunidades e diálogo com os líderes dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs). Nesta entrevista, o coordenador municipal de Defesa Civil, Dinário Lemos, comenta o trabalho das equipes responsáveis pela prevenção e atendimento de assistência social às famílias durante a quadra chuvosa. Lemos contextualiza o planejamento de atividades e comenta a atuação da Comdec no caso do rompimento do Moinho Motrisa. Tribuna Independente – Como a Comdec tem atuado em ações preventivas em grotas e áreas de risco na capital? Dinário Lemos - Com a chegada da quadra chuvosa, entre os meses de abril a julho, estamos em alerta para atender a população. Desde o primeiro ano de gestão trabalhamos em conjunto com a Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió (Slum) e as secretarias municipais de Assistência Social e Infraestrutura e Urbanização. No período de estiagem, lançamos a Operação Inverno, em janeiro, e já realizamos a limpeza de todos os riachos do Vale do Reginaldo e o Salgadinho. Os canais do Vergel, do Gulandi, localizado no bairro do Poço, e do Joaquim Leão, por exemplo, também já receberam limpeza. Com a antecipação das atividades, foi possível desassorear diversos trechos

Dinário Lemos ressalta o trabalho integrado feito diretamente com as comunidades da capital

Comunidades como a Grota do Cigano, Santa Rosa de Lima, Grota do Moreira, entre outras, já receberam o mutirão de limpeza que reduziu os estragos

do canal para facilitar o escoamento das águas pluviais, evitando o surgimento de alagamento e elevação de águas de esgoto. Intensificamos os trabalhos em pontos críticos, minimizando o risco 4 (o mais alto). Por se tratar de um serviço continuado, a Slum disponibiliza agentes de limpeza para remover entulhos e capinar o solo em barreiras nas grotas e áreas de risco. Comunidades como a Grota do Cigano, Santa Rosa de Lima, Grota do Moreira, Grota das Piabas, Grotas do Pau D’arco, Mutange, Cidade Sorriso II e Grota do Estrondo já receberam o mutirão da limpeza, reduzindo estragos. Já as obras como contenções, escadarias, e limpeza de córregos e canais foram realizadas pela Seminfra. Tribuna - Como está o diálogo com os Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs)? Dinário Lemos - Os líderes dos 37 Nudecs são a peça mais importante que temos hoje na Defesa Civil, pois são cidadãos voluntários e conhecedores de todos os pontos que merecem atenção redobrada, além conviveram diretamente com a população que moram em áreas classificadas como de risco. Os líderes são os primeiros a acionarem a Comdec seja na remoção de árvore que ameaça cair ou até mesmo na identificação de famílias com moradias ameaçadas pelo deslizamento de barro.

Os líderes dos 37 Nudecs são a peça mais importante que temos hoje na Defesa Civil, pois são cidadãos voluntários e conhecedores de todos os pontos críticos

A comunicação com os Nudecs é principal ferramenta para priorizamos o atendimento nas comunidades. Tribuna – Além do contato direto com a comunidade, a Comdec utiliza pluviômetros para monitorar o volume de chuvas em Maceió. Esse tipo de equipamento tem contribuído? De que forma? Dinário Lemos - Sem dúvida, sim. Contamos hoje com 10 pluviômetros semiautomáticos em pontos estratégicos da capital. Eles estão instalados na própria sede da Comdec, no Farol, em Ipioca, Benedito Bentes II, Chã da Jaqueira, Fernão Velho, Mutange, Pontal da Barra, Ouro Preto, na Grota Santo Onofre (Cruz das Almas), além do Catolé, no bairro do Santos Dumont. Contamos também com a cooperação técnica com Universidade Federal de Alagoas, por meio do Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites (Lapis), coordenado pelo professor Humberto Barbosa, do Instituto de Ciências Atmosféricas (Icat), onde temos acesso à previsão do tempo. Após o reconhecimento das imagens geradas pelo satélite, elaboramos mensagens rápidas e enviamos com antecedência, por telefone, aos líderes dos Nudecs que repassam para comunidade. Tribuna - Como a Comdec coordena a retirada de famílias que ti-

Contamos hoje com 10 pluviômetros semiautomáticos em pontos estratégicos da capital. Eles estão instalados na própria sede da Comdec e em diversas localidades veram as moradias condenadas? Dinário Lemos – Em casos como esse, atuamos conjuntamente com as equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas). Após sermos acionados, seja pelos telefones da própria Defesa Civil ou Corpo de Bombeiros, registramos a solicitação e as equipes de assistentes sociais vão até onde as famílias moram, no primeiro momento, fazem o todo o levantamento e encaminham os moradores para casa de parentes ou vizinhos, o mais rápido possível. Em seguida, após o recolhimento de todos os dados da família que teve a casa condenada, a Semas inicia o cadastro para o plano de auxílio-moradia. Tribuna – Como a Defesa Civil atuou, há mais de 40 dias, quando o silo do Moinho Motrisa se rompeu? Dinário Lemos - Depois do rompimento, destacamos equipes da Defesa Civil para a Avenida Comendador Leão. Permanecemos no local para acompanhar todo o trabalho de remoção do trigo, atendimento aos feridos e retirada da placa de concreto do silo, como também prestamos assistência às famílias próximas ao Moinho. Também nos reunimos diversas vezes para que a empresa pudesse apresentar todo o plano de trabalho relatórios e laudos técnicos dos demais silos instalados na sede da empresa.


TRIBUNAINDEPENDENTE

Conjuntura

FLAVIO GOMES DE BARROS - flavio.gb@ig.com.br

Sem-teto, uni-vos

D

o jornalista Elio Gaspari: “Três dirigentes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto produziram um artigo intitulado ‘O que quer o MTST?’. E responderam: Querem ‘movimentos populares de massa, que enfrentam as relações de poder constituídas. Chamamos a isso poder popular. É isso que quer o MTST’. O que vem a ser um poder popular, não se sabe e coisa boa não há de ser. Mesmo assim, os argumentos dos militantes devem levar pessoas que não gostam deles a refletir. Desde 2008 os alugueis subiram 97% em São Paulo e 144% no Rio de Janeiro, contra uma inflação acumulada de 40%. Esse movimento da mão invisível do mercado tange pessoas de mais baixa renda para a periferia longínqua ou para as comunidades desprovidas de serviços públicos. Nem todos aqueles que estão em dificuldades para conseguir um teto participam de invasões de terrenos. Ainda bem. Em São Paulo o MTST organizou 12 invasões e o Rio assistiu à ocupação de uma área abandonada que pertenceu à Telerj. Invasões são mais vitrine do que solução. Tanto é assim que o MTST blindou a invasão de um terreno próximo ao estádio onde será aberta a Copa depois que nele colocou quatro mil famílias. Seguindo a lógica do mercado, como as demais imobiliárias, abriu um cadastro para candidatos. Conseguiram uma conversa com a doutora Dilma e, como sempre, uma promessa. Demagogia de ano eleitoral. Nem ela dará teto aos quem não o têm nem o MTST ficará contente enquanto não conseguir o ‘poder popular’.”

Cotação Tudo caminha para o PT indicar o candidato a vice na chapa de Renanzinho Calheiros (PMDB) para o governo, numa aliança que já tem o senador Fernando Collor de Mello (PTB) candidato à reeleição. Os cotados para a vaga são o deputado estadual Judson Cabral e a ex-prefeita Rosiana Beltrão. Corre por fora a empresária Patrícia Sampaio.

Sentido O PSDB está tendo dificuldades em obter apoio do Solidariedade, controlado em Alagoas pelo ex-deputado João Caldas. A questão maior é que Caldas guarda mágoa do governador Téo Vilela, por compromissos da campanha de 2010 não cumpridos pelo tucano. Por conta disso, a contrapartida, desta vez, terá de ser maior. E mais garantida.

Opção Seguidores de Téo Vilela insatisfeitos com a candidatura de Eduardo Tavares (PSDB) tendem a votar em Benedito de Lira (PP). Quase todos nessa situação reconhecem méritos em ET, como pessoa, mas não veem nele viabilidade política. Como os tucanos nunca se afinaram com Renan Calheiros, não pretendem votar em Renanzinho.

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

POLÍTICA

3

Votar em adversário no pleito é prática comum Partidos se deparam com filiados declarando votos a opositores em Alagoas SANDRO LIMA

ANDREZZA TAVARES REPÓRTER

Q

uando uma candidatura política é lançada espera-se, pelo menos, que os filiados políticos do mesmo partido, ou os que pertencem ao mesmo grupo apoiem tal candidatura, certo? Em Alagoas, parece que não. No Estado, prefeitos, ex-prefeitos, deputados estaduais e outros políticos estão anunciando seu apoio a pré-candidatos que não fazem parte do seu grupo político, o que fere os estatutos partidários. O deputado estadual Dudu Holanda (PDT) declarou seu apoio à candidatura do deputado federal Renan Filho (PMDB) ao Governo de Alagoas, só que o presidente do seu partido, o deputado federal João Lyra (PDT), garantiu apoio ao senador Benedito de Lira (PP) também pré-candidato ao governo. O mesmo caso é o do deputado Edival Gaia Filho (PSDB) líder do governo na Assembleia Legislativa Estadual, que também já demonstrou apoiar Renan Filho ao Governo do Estado, quando seu partido também já lançou o nome do procurador Eduardo Tavares (PSDB) ao Executivo Estadual.

Dudu Hollanda declara voto a Renan Filho, mas, o seu partido apoia o candidato Benedito de Lira

A prefeita Socorro Cardoso, de Minador do Negrão, e James Ribeiro, de Palmeira dos Índios, ambos do PSDB, entraram na campanha em prol da candidatura de Renan Filho. Os bastidores da política dão conta de que dos 19 pre-

feitos tucanos, pelo menos 15 apoiam Renan Filho ao governo. Só no último encontro da Frente de Oposição, realizado no município de Penedo, estiveram presentes 86 gestores. Mas as defecções não param por aí. O ex-prefeito de Palmeira dos Ín-

dios, Gileno Sampaio (PT) já anunciou apoio à reeleição do deputado federal Chico Tenório (PRTB). Gileninho, seu filho, também filiado ao PT, vai apoiar Ângela Garrote (PP), como em 2012, ao fazer campanha para a mesma família.

SEM TRAIÇÕES

Cabresto A deputada Rosinha da Adefal (PT do B), de excelente desempenho parlamentar, anda às voltas com problemas junto ao seu partido para definir com qual grupo fica na eleição deste ano. Depois do vexame a que foi induzida a passar, na disputa pela Prefeitura, ela é de novo refém da legenda. A tendência é compor com Renan Filho.

Plano O advogado Rodrigo Cunha já desencadeou a campanha para deputado estadual, pelo PSDB. Sua estratégia é ser identificado em Maceió como o “Rodrigo do Procon”, pelo bom trabalho que realizou no órgão. E no interior, especialmente Arapiraca, como “O filho de Ceci Cunha”, deputada federal assassinada no exercício do mandato.

Discriminação O PMDB expurgou PMN e PRTB alegando que alguns dos seus integrantes respondem a processos na Justiça. Mas candidatos de outros partidos, que fazem parte da coligação em torno de Renan Calheiros Filho, também têm pendências judiciais e não foram excluídos. Isso é o que incomoda os prejudicados pela tomada de posição do partido.

Mamata Marco Aurélio Mello, ministro do STF, sobre uso do Fundo Partidário para pagar advogados de réus do Mensalão: “A lei prevê punição, inclusive chegando-se a não só ao recolhimento dos valores, como também se for o caso a suspensão na participação desses partidos no rateio do fundo partidário. Não há norma que autorize esse gasto. Esse gasto é um gasto esdrúxulo, extravagante”.

Propaganda na TV é relevante quando feita com densidade (horário eleitoral). Inserções, programas dos partidos e pronunciamentos não explicam oscilações nas pesquisas.” JOÃO FRANCISCO Cientista político do Instituto Vox Populi

* O presidente da Junta Comercial de Alagoas, José Lages Júnior, participa, de hoje ao dia 22, da 37ª Conferência Anual da Associação Internacional de Administradores Comerciais, em Milwaukee, Estados Unidos. O tema é “Impulsionando Negócios”. * O programa “Aplauso” reverencia hoje um dos mais completos personagens da MPB: Jair Rodrigues, que faleceu na semana passada, aos 75 anos. Na Educativa FM, das 10 horas ao meio-dia. Produção: Givaldo Kleber. Apresentação: Elias Ferreira. * O Neafa participa hoje, das 10 às 15 horas, do Projeto “Lazer na Praça”, na Praça Centenário, colocando cães e gatos para adoção. No stand serão vendidas camisas, adesivos, canetas e outros itens que serão revertidos para a manutenção da instituição. * O governo estadual inaugura amanhã, às 10h30m, o restaurante popular “Prato Cheio”, no bairro Benedito Bentes, com capacidade de mil refeições diárias. O funcionamento será de 2ª a 6ª, das 11h30m às 14 horas. O custo da refeição é de R$ 2,00 por pessoa. * Dando Continuidade à mostra “A América por John Ford”, o Cine Sesc exibe amanhã o filme “O Homem que matou o facínora”, com classificação livre e 119 minutos de duração. Às 12h30m, no Teatro Jofre Soares, no Centro. * O ASA faz hoje, 19 horas, o primeiro jogo em Arapiraca pela Série C do Campeonato Brasileiro, enfrentando o Cuiabá. Nos dois jogos anteriores, o time arapirquense empatou com o Treze, em Campina Grande, e perdeu para o Paysandu, em Belém.

Partidos defendem a fidelidade ao candidato O vice-presidente estadual do PT, o deputado Ronaldo Medeiros, disse que é favorável a expulsão desses políticos que não seguem a ideologia partidária, principalmente os que têm cargos políticos como prefeitos, vereadores, entre outros. “É melhor a gente expulsar, perder um, porque a gente já não tem essa pessoa. Isso só leva problemas para o partido, além de trazer uma imagem ruim, de que o PT está se tornando um partido comum, igual aos outros que não tem linha ideológica”, declarou Medeiros. Medeiros lembrou que o PT é um partido que sempre prezou pela ideologia, pela fidelidade e pela moral da política e agora não pode sair apoiando qualquer um. PSDB Procurado pela Tribuna Independente para avaliar as defecções existentes dentro do seu próprio partido, o presidente estadual do PSDB, Pedro Vilela, falou que a política é muito dinâmica e que a eleição é focada em alianças. “Esse ano foi um pouco diferente, nós não lançamos tão rápido um candidato, além de o fato de ele ser uma novidade no cenário político,

SANDRO LIMA

Ronaldo Medeiros entende que o PT precisa ser mais rígido; Pedro Vilela quer fidelidade ao PSDB

mas estamos conversando com as lideranças do PSDB e estreitando as relações”, declarou. Pedro Vilela disse também que o cenário político ainda não está definido, e que somente após as convenções é que tudo ficará

mais claro. Quanto à avaliação sobre os tucanos que já declararam apoio à Frente de Oposição, encabeçada pelo PMDB, Pedro Vilela limitou-se a falar que não iria fazer uma avaliação baseada em suposições, já que o cenário

ATUAÇÃO

CAMPANHA

Com políticos adversários declarando voto favorável, o précandidato ao governo, Renan Filho (PMDB), entende isso não significa um enfraquecimento do grupo da situação. “As pessoas decidem sempre por quem trabalha e o PMDB tem feito um trabalho em todos os municípios de Alagoas”, declarou o peemedebista acrescentando que o apoio vem para prestigiar quem tem serviço prestado e nessas horas é o que conta muito. Renan Filho contou que tem boa relação com os prefeitos.

O ex-prefeito de Maceió, Cícero Almeida (PRTB), estava dialogando com o PMDB, porém, seu partido foi retirado da Frente de Oposição. Apesar de estar fora dos planos do PMDB, Cícero Almeida seriam procurado pelo senador Renan Calheiros para que ele o ajudasse na campanha da Frente de Oposição. “É um nome muito forte e eu o ajudei bastante quando ele era prefeito de Maceió”, analisou o presidente do Senado. Almeida, por sua vez, nunca se posicionou sobre o fato.

Declaram o voto em quem trabalha por AL

PMDB ainda sonda o ex-prefeito de Maceió

não estava definido. No entanto, o presidente do PSDB afirmou que o partido preza pela fidelidade partidária, por julgar importante para manter os princípios ativos e as bandeiras ideológicas. “Pensar igual, fortalece o nosso partido”. (AT)


4

TRIBUNAINDEPENDENTE

POLÍTICA MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

Brasil como refúgio

O

número de pessoas que buscaram refúgio no Brasil no ano passado foi mais que o dobro em relação a 2012. Em 2013 foram 5.256 pessoas que fizeram a solicitação, contra pouco mais de 2 mil em 2012, segundo dados do relatório “Refúgio no Brasil: uma Análise Estatística”, elaborado pelo Comitê Nacional para os Refugiados e pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados. O número vem aumentando consideravelmente. Em relação a 2010 o aumento foi de 800%. Agora em 2014, até Maio, já foram 684 concessões de refúgios no Brasil e estima-se que o número possa chegar a 12 mil até Dezembro. A justificativa dos organismos que elaboraram o relatório é que o aumento acontece principalmente pelo acirramento dos conflitos internacionais e pelo fluxo migratório rumo a países considerados como “terras de oportunidade”. Por outro lado o Brasil tem prática humanitária de destaque, tradição de respeito aos direitos humanos, e é reconhecido internacionalmente por isso. Atualmente existem 5.208 refugiados no Brasil. Entre eles há pessoas de 80 nacionalidades, das quais 90% estão na faixa etária de 18 a 30 anos e 66% são homens. A maioria dos refugiados hoje no Brasil veio da Síria, República Democrática do Congo, Colômbia e Paquistão. A legislação brasileira prevê que têm direito a se tornar refugiados, pessoas que vivem em ambiente de perseguição por motivos políticos, de raça, religião, pertencimento a determinados grupos sociais (como países que tem politicas homofóbicas) e por grave e generalizada violação dos direitos humanos.

Tráfico de pessoas O programa Ufal em Defesa da Vida vai abordar a questão do tráfico de pessoas no seu 14º Ato, que acontece no próximo dia 22, durante todo o dia. Essa forma de violação dos direitos humanos esta prestes a ser considerado crime hediondo pelo Congresso Nacional e esta muito presente no dia a dia de centenas de brasileiros. Por ter pouca visibilidade e por ser ainda um crime pouco discutido é que o programa este ano resolver abordar o mesmo, explica Ruth Vasconcelos, que coordena o programa. O problema tem se agravado em todo o país e por isso precisa mobilizar a sociedade em geral.

Tráfico de pessoas 2 Alagoas já chegou a ter um Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, mas ele foi desarticulado, sem concluis as pesquisas e os trabalhos que vinham sendo desenvolvidos. Uma das pesquisadoras do Núcleo, Thaísa Christine de Oliveira Costa, vai participar do programa da Ufal para repassar informações sobre a situação de combate ao tráfico de pessoas em Alagoas. Segundo Ruth Vasconcelos, também participarão representantes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Ministério Público.

Evangélicos miram a Câmara Federal e ALE Candidatos buscam expandir suas atuações para outras esferas do poder LUCIANA MARTINS REPÓRTER

É

cada vez mais frequente a participação de religiosos no cenário político. Atualmente compondo as principais Casas Legislativas de Alagoas (Câmara Municipal de Maceió e Assembleia Legislativa do Estado) existem dois vereadores e dois deputados estaduais, que são evangélicos. A intenção é deste segmento é aumentar os representantes nas Casas Legislativas Estaduais e Federais. O vereador Marcelo Gouveia (PRB), que é pastor da Assembléia de Deus, revelou que está trabalhando para que a representatividade do PRB na Assembleia Legislativa e também na Câmara Federal seja maior. “Hoje o PRB não tem representação na Assembleia do Estado, nem na Câmara Federal representando Alagoas e nós estamos trabalhando para que tenhamos essa representação”, pontuou.

Quando questionado quem seriam esses representantes do partido, Gouveia apenas disse que existem muitos nomes. “O partido está muito bom, temos muitas pessoas, muitos outros partidos querendo compor com o PRB, nós fomos felizes com os nomes que conseguimos trazer para o PRB”, comentou. A intenção do PRB é eleger pelo menos um deputado estadual e um federal. “Nós vamos compor com outros partidos e falar que nosso interesse é eleger todos da bancada evangélica seria muito egoísta. Nós queremos eleger um evangélico federal e um evangélico estadual pelo PRB”, avaliou Gouveia à reportagem da Tribuna Independente. Gouveia afirma também que sempre é candidato, já que o partido sempre está questionando e indicando seu nome para os cargos políticos. O pastor tem vontade de ser candidato a deputado estadual.

Bancada tem que prezar pelo valor familiar SANDRO LIMA

Pesquisadores descobriram recentemente no Mar do Caribe destroços que podem ser da caravela Santa Maria, que fez parte da expedição responsável pela descoberta da América. A novidade foi anunciada na terça feira pelo jornal inglês “The Independent” e considerada uma das mais importantes da arqueologia submarina. A caravela era a principal da expedição, onde viajava o próprio Cristóvão Colombo. As partes da nau foram encontradas no litoral norte do Haiti, no fundo do oceano. Por enquanto os pesquisadores estão somente explorando os destroços, sem maiores intervenções, limitando-se a fotografar e medir o tamanho dos objetos.

A nau de Colombo 2 Para encontrar a Santa Maria, os pesquisadores estudaram detalhadamente o diário do navegador, utilizaram um sonar e outras evidências que aos poucos foram surgindo. As autoridades haitianas já foram notificadas da descoberta, e os estudos devem se concentrar nos destroços no leito do mar, mas não esta descartada a hipótese de emergir algumas partes e serem colocadas em um museu. Se as escavações tiverem sucesso e dependendo do estado de conservação da madeira que esta enterrada, pode ser possível levantar a embarcação e conservá-la em exposição pública.

A nau de Colombo 3

Internet na TV Até o final deste mês o Google vai lançar no Brasil um dos seus produtos mais comentados dos últimos anos: o Chromecast, dispositivo que permite a transmissão de conteúdo da internet na tela da televisão. O aparelho deverá custar no Brasil cerca de R$ 199 (custa US$ 35 nos EUA, onde foi lançado em 2013). Ele tem o tamanho de um pen-drive e é colocado na entrada HDMI da televisão. Com isso pode receber via WI-FI vídeos do computador, smartphone ou tablet. • O Complexo Benedito Bentes ganha, nesta segunda feira, a partir das 10h30, o restaurante popular “Prato Feito”, que terá capacidade de servir mil refeições a cada dia. • Ele vai funcionar de segunda a sexta feira, das 11h30 às 14h e o custo da refeição será de R$ 2,00 por pessoa, com a possibilidade ainda de utilizar o sistema “viajando” a um custo adicional de R$ 0,50 a marmita. • Todo o cardápio será elaborado por nutricionistas e cozinheiras previamente treinadas para produzir refeições de qualidade alimentar, para atender as necessidades da comunidade em geral. • A Fundação de Amparo à Pesquisa em Alagoas (Fapeal) vai liberar nesta terça feira R$ 1,284 milhão para programas de pós-graduação de Instituições de Ensino Superior (IES). • Os termos de outorga dos recursos serão assinados pelos representantes das IES. Pelo menos 26 programas foram contemplados, e vão receber R$ 50 mil em média. • A iniciativa visa proporcionar melhores condições de formação qualificada para novos cursos, aumento da produção e aprofundamento do conhecimento nos cursos de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado).

Marcelo Gouveia quer uma representação evangélica bem maior

BONS COSTUMES

A nau de Colombo

A Santa Maria foi construída no século XV e fez parte da primeira expedição de Colombo que saiu da Espanha em 1492, chegando às Ilhas do Caribe no mesmo ano. O navegador acreditava que tinha chegado à Índia. Colombo desceu na ilha batizada de “Hispaniola” que hoje abriga o Haiti e a República Dominicana. No litoral haitiano a Santa Maria bateu em uma rocha e teve de ser abandonada no local. Colombo seguiu viagem em outro barco da expedição, mas antes construiu um pequeno forte perto do local do acidente. Depois voltou a Espanha para anunciar sua façanha. O navegador morreu em 1506, aos 55 anos, ainda acreditando que tinha chegado à Índia atravessando o Oceano Atlântico.

ASSESSORIA

João Henrique diz que o resgate da moral familiar é possível

Na Assembleia Legislativa, um dos representantes do segmento evangélico, o deputado estadual João Henrique Caldas (Solidariedade), da Igreja Adventista, revela que o pensamento dele é a valorização da família. “Nós trabalhamos no sentido de resgatar os valores familiares, os bons costumes, mas isso não significa dizer que não vamos discutir qualquer proposta que venha a Casa, no entanto, é preciso conhecer o trabalho feito pelas igrejas”, analisa o parlamentar. Assim como o PRB, a intenção do Solidariedade é eleger um representante na Câmara Federal e um representante na Assembleia Legislativa do Estado. “Pode haver ou não candidatura às majoritárias. Hoje as conversas são todas no sentido de acompanharmos o PP,

PSB, PPS, PR e Solidariedade”, revelou. A princípio, a pré-candidatura para a deputado federal seria do próprio JHC, já no que diz a vaga estadual, o parlamentar disse que ainda não foi definido. “Estes nomes serão apresentados no momento certo. Temos alguns pastores que podem ser candidatos, a exemplo do Pastor Eliel Farias”, comentou. MANUTENÇÃO Outro representante da Assembleia Legislativa, que também congrega na Assembleia de Deus, é o deputado estadual Jota Cavalcante (PDT) que afirma que o trabalhado feito pela legenda é de manter a cadeira na ALE. “A igreja que eu faço parte vai apresentar um candidato a federal e a gente vai ver se dá certo”, afirmou o deputado. (L.M)

FERRAMENTA

Eleitores são conquistados por meio da fé O cientista político, professor Eduardo Magalhães vê como positiva a participação dos evangélicos na política, principalmente pela pluralidade dos temas de debate que esta bancada tem realizado. “Mesmo tendo reservas quanto às posições mais sectárias de alguns evangélicos, noto com satisfação a contri-

buição positiva que podem trazer à pluralidade dos temas de debate, a grande característica das democracias mais consolidadas”, comentou. Na visão do professor a força política dos evangélicos não é maior porque eles ainda são fragmentados do ponto de vista de levar a mensagem bíblica e mais ainda no

engajamento e as identificações de cada denominação. “O grande problema é que cada denominação dá a impressão de que somente ela é detentora da verdade divina e do caminho do sucesso individual e da salvação eterna”, explicou. Para ele, esse pensamento pode afetar o crescimento dos líderes evangélicos na

DEFEITOS

MANDATO

Quanto à postura dos parlamentares evangélicos, Eduardo Magalhães explica que somente em poucos casos fica bem claro que a posição de um determinado político reflete o pensamento predominante de sua igreja, até porque as instituições políticas são laicas e há ainda uma separação entre Estado e Igreja. “Os nossos representantes evangélicos têm um papel muito positivo em todas as instâncias onde atuam. Seus defeitos e deslizes não têm nada a ver com a religião que praticam”. opina.

O outro representante na Câmara Municipal é o Pastor João Luiz (DEM). A reportagem da Tribuna Independente este durante toda a semana nas sessões e o pastor não compareceu a nenhuma delas. O vereador sempre é cotado para sair candidato a deputado estadual e já chegou a afirmar no Twitter que tem dúvidas em deixar a Câmara de Vereadores de Maceió, onde exerce o mandato há 12 anos para sair candidato a uma das cadeiras da Assembleia Lgeislativa.

Erros políticos não são movidos pela fé

DEM pensa em pastor para a Assembleia

política, onde na verdade, o que deveria existir era uma homogeneização de ideias. “O movimento evangélico tem grande poder de convencimento por dispor de uma ferramenta de importantíssimo poder que é a fé. Este movimento poderá ser um segmento importantíssimo da política brasileira”. (L.M)


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

POLÍTICA

5

Agora PSDB defende ‘Bolsa Esmola’ Antes taxado pejorativamente pelos tucanos, Bolsa Família volta a ser citado nos discursos de Aécio Neves

Cotidiano

DIVULGAÇÃO

LININHO NOVAIS - contato@lininho.com

Sobre nunca e sempre Assim escreveu Paulo Rousenbaum no Jornal do Brasil: “Todo mundo está dizendo que nunca viu tanta barbárie, gente insatisfeita, violência, linchamentos, impunidade, denúncias, arroubos, maledicência, ocultamento, manipulação de dados, fraudes, inquietação. Estamos sempre na pendura, sempre inviáveis, no improviso, injusto, violento e incorrigível. São tantos itens que a listagem não terminaria nunca. Nunca é como o sempre. Difícil predizer qualquer um dos dois. Ninguém mais duvida que as contas não fecham e que arrocho e aumentos estão sendo postergados para depois da Copa- Eleições. Quem levar caneco e faixa vai ter que pagar a rodada. A Copa já está ai”.

Assédio futebolístico Tem sido uma crescente constante o assédio de dirigentes de clubes de futebol em Alagoas para lançar Remi Calheiros como presidente da Federação Alagoana de Futebol. Reunindo a maioria dos presidentes o prefeito de Murici anda estudando a possibilidade de lançar seu nome para comandar a FAF, e não descarta a possibilidade.

Ludibriando O concurso para os cartórios de Alagoas promete ter momentos tensos, principalmente quando existe a denúncia de que dois juízes que participaram da elaboração do edital vão optar pela aposentadoria, com a intenção de disputar a vaga de registral em dois cobiçados cartórios de registro de imóveis da capital.

Falando nisso... ... Está longe de se concretizar o famigerado concurso dos cartórios em Alagoas, tabeliões começam a ingressar na justiça alegando que estão amparados desde 1977 quando o Tribunal de Justiça fez a seleção. Onde vamos parar?

Novo voo Não muito distante de uma concretização o nome do ex-vereador Galba Novaes aparece como opção para ocupar a vaga de candidato a vice de Renan Filho. As movimentações conduzem para a efetivação de Novaes que desejava disputar uma vaga na Assembleia Legislativa.

Sonhando alto Marcos Toledo, sempre eufórico, esquece que cada coisa tem seu tempo para acontecer, e contando as vantagens que ele acredita ter esbraveja que já tem cadeira certa no novo governo independente de quem esteja lá.

Prato cheio Analista político definiu que o senador Benedito de Lira está cozinhando a aliança com o PSB/PPS para valorizar seu passe até a reta final na tentativa de obter seu quinhão. Porém o tempo está passando e Biu começa a viver seu inferno astral com as investidas duras do Palácio República dos Palmares.

Negando o sobrenome Em busca de apoio para se manter no poder tem figura politica da capital alagoana tentando desgrudar do sobrenome que lhe fez chegar a Câmara de Vereadores de Maceió. Ao reunir seus amigos de parlamento foi enfático em dizer: “meu sangue é diferente de papai”.

Processos individuais De forma direta o presidente da Câmara de Maceió, Chico Filho (PP), vai processar individualmente os onze vereadores que assinaram requerimento pedindo a antecipação da eleição da mesa diretora. Alegando que seu companheiros estão abusando do poder, Chico Filho com sua atitude apenas conseguiu unificar o grupo que já se declarou oposição aos seus atos.

Linha dura O presidente da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal), Waldo Wanderley, reforçou a legalidade das fiscalizações realizadas pelo órgão, e voltou a frisar que o Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros é uma atribuição dos transportadores que possuem permissão outorgada pelo Estado, por meio da agência reguladora.

Prefeito empreendedor A final da etapa estadual do Prefeito Empreendedor, que nesta segunda-feira (19), em Maceió, contará com a participação de 24 municípios alagoanos que se inscreveram. O evento irá apontar os grandes vencedores da oitava edição do prêmio, realizado a cada dois anos, que é um reconhecimento estadual e nacional aos melhores projetos municipais que fomentam o empreendedorismo e o desenvolvimento regional através de políticas públicas voltadas às micro e pequenas empresas.

PLEITO

PSB avalia que tem chances de vitória Comum aos dois partidos é avaliação de que as candidaturas devem servir primeiramente para viabilizar os palanques para as campanhas presidenciais nestes estados. Neste contexto de ruptura, tanto tucanos como socialistas avaliam que o PSB tem mais a ganhar que o PSDB. O pré-candidato Eduardo Campos já conseguiu enxergar que tentar se aliar ao Aécio Neves no primeiro turno pode ser prejudicial às pretensões do partido, deixando Dilma mais folgada na ponta.

Aécio Neves quer o aumento para o programa Bolsa Família

N

o passado, uma “bolsa esmola” que “estimula a preguiça”. Hoje unanimidade entre os pré-candidatos à Presidência da República. O sucesso e o alcance eleitoral do programa Bolsa Família – presente em 14 milhões de lares – não só são defendidos e disputados pelo PSDB, que reivindica parte da autoria do projeto, como agora o partido também advoga um reajuste ainda maior que os 10% anunciados pela presidente Dilma Rousseff em tom de campanha antecipada durante pronunciamento à nação no dia 1º de Maio. Considerado por tucanos o embrião do Bolsa Família, o Bolsa Escola foi implantado em 2001, penúltimo ano de mandato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). No ano seguinte, outros projetos foram lançados, como o Auxílio Gás e o Cartão Alimentação, administrados por diferentes ministérios. Faltando quatro meses para a eleição presidencial, FHC anunciou o Cartão Cidadão, unificando todos os programas de transferência de renda por meio de um cartão magnético que pretendia pular de

1,7 milhão para 9,3 milhões o número de famílias beneficiadas. Ainda pouco conhecidos da população e mal defendidos no programa eleitoral do então candidato tucano José Serra, os projetos sociais do PSDB acabaram eclipsados pela promessa do então candidato Luiz Inácio Lula da Silva de acabar com a fome no Brasil em quatro anos. Primeiro foi o Fome Zero, que desidratado terminou substituído pelo Bolsa Família. “É um exagero dizer que o Bolsa Família é a continuação dos programas do FHC”, acredita o professor de filosofia política na USP, Renato Janine Ribeiro. “O estalo foi do Lula, que colocou o fim da miséria como prioridade nacional. Esse foco não havia no governo anterior. Tanto é que, ao ir para a oposição, o PSDB chamou o programa de assistencialista.” Intitulado de “Bolsa Esmola”, o site nacional do PSDB publicou um editorial em setembro de 2004 afirmando que o programa petista tinha “eficácia social bastante questionável”. O senador Arhur Virgílio também criticou o programa.

PRÉ-CAMPANHA

Tucanos e socialistas entram em atrito A parceria firmada entre o socialista Eduardo Campos e o tucano Aécio Neves para tirar da presidente Dilma Rousseff as chances de reeleição no primeiro turno já começa a se desfazer ainda na pré-campanha. O acordo entre os dois incluía o apoio mútuo nos seus Estados de origem, mas PSB e PSDB já planejam candidaturas próprias e concorrentes, tanto em Pernambuco, quanto em Minas Gerais. O plano de Campos, neste momento, considera lan-

çar a candidatura do deputado federal Júlio Delgado ao governo de Minas Gerais, em vez de apoiar a candidatura do tucano Pimenta da Veiga. Em reação, Aécio poderá ter como candidato ao governo de Pernambuco o deputado estadual Daniel Coelho, contra o nome do PSB, o ex-secretário da Fazenda do governo de Campos, Paulo Câmara. No PSB, a tese da candidatura em Minas já conta com unanimidade do partido. Nesta semana, Eduar-

do Campos já repassou a incumbência de encarnar a candidatura a Delgado. “Ele se mostrou animado. Não tenho como dizer não”, ponderou o deputado, que tinha como plano inicial concorrer à reeleição. Na conversa, Campos avaliou que, da mesma forma que há uma fadiga com os 12 anos do PT no plano nacional, também há uma fadiga em Minas com os 12 anos de governo tucano. Esse cansaço deve ser explorado, ao máximo, na campa-

nha socialista. No PSDB ainda há uma esperança de que os socialistas se alinhem à candidatura de Pimenta da Veiga, apesar da reação do presidente do diretório de Pernambuco, deputado Bruno Araújo de lançar o nome de Daniel Coelho. Araújo recebeu o aviso da cúpula nacional do partido de que a candidatura em Pernambuco terá que ser discutida pela cúpula nacional. Tucanos e socialistas não fazem segredo dos atritos.


6

OPINIAO

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

Opinião

Proteção às crianças

O

Conselho Nacional de Justiça é o novo apoiador do Unicef no Brasil na divulgação da campanha “Está em minhas mãos proteger nossas crianças”, que a organização vai lançar no país na próxima semana. Hoje se celebra o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e a data foi escolhida pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) para lançar essa iniciativa de proteção a crianças e adolescentes na Copa do Mundo 2014. A campanha convida brasileiros e estrangeiros a ficarem atentos e denunciarem casos de violência contra crianças e adolescentes durante o Mundial de futebol. O principal elemento da campanha é o aplicativo “Proteja Brasil” para smartphones e tablets. A partir do local onde o usuário está, o app indica telefones para denúncias e endereços de delegacias, conselhos tutelares, Varas da Infância e Juventude e organizações que ajudam a combater e reprimir a violência contra a infância e adolescência nas principais cidades brasileiras. Durante toda a semana de 18 a 23/5

será realizada grande movimentação nas redes sociais com posts de atletas, artistas, doadores e apoiadores, com o objetivo de ajudar a engajar as pessoas a baixar o aplicativo e denunciar situações de violência contra crianças e adolescentes durante a Copa e mesmo depois do evento. O aplicativo Proteja está disponível em português, inglês e espanhol e pode ser baixado gratuitamente na Apple Store e Google Play. Foi desenvolvido em parceria entre o Unicef, a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) e a organização não governamental CEDECA-Bahia. O software foi desenvolvido de forma voluntária por uma empresa alagoana criada por jovens empreendedores digitais, a IlhaSoft. Em abril passado, o CNJ lançou campanha com o mesmo objetivo, com o nome Eu Cuido, em que divulgou em todas as suas ferramentas de comunicação leis relativas à exploração infantil, mecanismos de denúncia e formas de identificação de violência, além de outros conteúdos relativos ao tema.

HENRIQUE JAMBISKI Consultor e assessor jurídico em crédito rural de vários Sindicatos Rurais em todo País

Abandono no campo

Aqui, em se plantando tudo dá. Atribuída a Pero Vaz de Caminha, a máxima de mais de 500 anos continua mais atual do que nunca. A Companhia Nacional de Abastecimento – CONAB divulgou em fevereiro de 2014 que a produção nacional de grãos deve ser a maior de todos os tempos (recorde, aliás, batido ano após ano), ultrapassando a barreira de 190 milhões de toneladas. Grande notícia para o País que além de gerar renda e riquezas, reduz o déficit da balança comercial, vez que grande parte da produção é destinada a exportação e assim resulta em forte causa para ingresso de moeda estrangeira em nossa economia. Tudo muito bom, tudo muito bem. Se a produção é recorde, então o agronegócio vai bem como nunca, certo? Não necessariamente. Em razão de suas dimensões imensas, o Brasil é composto por vários climas, relevos, composições geológicas e potenciais pluviométricos diferentes. Assim, é muito mais comum do que se pensa que haja superprodução aqui (o que dá mídia, propaganda e anúncio aos quatro ventos) enquanto há quebra severa de safra ali. Aí é que está o problema. No País das supersafras não há esforço algum do Governo para socorrer o produtor que não colheu ou cuja colheita foi insuficiente para arcar com seus custos de produção. E qual o problema do produtor que não colheu, se no final das contas haverá produção recorde, não é mesmo? Não, não é mesmo. É o produtor rural o grande responsável pela geração da maior parte da riqueza circulante na maioria dos muni-

cípios brasileiros (sobretudo os de porte médio e pequeno), razão pela qual quando o campo vai bem, a cidade vai bem. Já quando o campo vai mal... Além disso, o sucesso da atividade rural fixa o homem no campo, reduz o êxodo rural, gera riquezas e assegura ao País segurança alimentar, quiçá um dos mais importantes quesitos para efetiva soberania da nação. O que de fato está acontecendo é que há dois Brasis rurais diferentes: um vai bem, obrigado, e apresentará nova safra recorde; outro, composto por produtores que tiveram suas produções assoladas por intempéries (falta de chuvas a mais comum) terá que lutar muito para não perder suas terras dadas em garantia das operações de crédito contraídas para plantar. O que o produtor precisa saber é que a Legislação de Crédito Rural lhe socorre em momentos agudos. Claro que é muito mais simples quando as quebras são generalizadas, como nas safras de 2006 e 2007, porque então o Governo Federal trabalha no sentido de editar normas gerais de prorrogação, bastando ao produtor que demonstre sua intenção de prorrogar para ter seus débitos rolados para as safras futuras, sem prejuízo ou sacrifício de suas garantias. O problema de safras como esta é justamente o oposto: como os olhos do Governo estão virados para a alardeada supersafra, produtores de regiões atingidas por falta de chuvas como Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia, Goiás, entre outros, estão entregues à própria sorte. Sem conseguir pagar seus débitos pelas quebras de safras ocorridas, os produtores estarão sujeitos,

primeiro, à perda de crédito. Na sequência, ao arresto da pouca produção colhida ou execução para tomada da garantia hipotecária. Num nefasto efeito dominó, em breve estará promovida a absurda reforma agrária ao avesso, através da qual o produtor será arrancado de suas terras para satisfazer um crédito do banco que deveria estar prorrogado em razão das quebras de produção sofridas. Não adianta, no País das supersafras, esperar que o Governo faça sua tarefa e proteja a produção atingia pelas intempéries. O socorro do produtor está em outro Poder da República: o Legislativo. O Brasil possui uma das mais avançadas legislações de crédito rural do mundo e assegura ao produtor em momentos de crise (ainda que a crise seja local, e não generalizada) o direito de parar suas contas e reprograma-las para poder pagar com trabalho e não com a perda de suas terras. Mas não basta que a Lei proteja a terra, o crédito e os meios de produção do agricultor: há necessidade de se exigir que estes direitos sejam cumpridos, seja na agência do banco, seja em Brasília, seja nos Tribunais. Se o produtor não conseguiu pagar seus débitos rurais em razão de quebra de safra e mesmo após tê-lo comprovado o banco se negou a prorrogar seus financiamentos, então não é o produtor que está violando o direito de crédito do banco, mas sim o banco que está violando o direito de crédito do produtor, o que deve ser resolvido na Justiça. Sabedor de seus direitos, o homem do campo não será mais vítima, seja do clima, seja da inércia do Governo. Há, para a Lei, lugar para todos no País das supersafras.

OLÍVIA DE CÁSSIA Jornalista

As campanhas nas redes sociais RENAN CALHEIROS Senador pelo PMDB e presidente do Congresso Nacional

Luta permanente pela igualdade Comemoramos este ano 136 anos da Abolição da Escravatura. Apesar de mais de u m século, os afrodescendentes, com raras exceções, ainda não conseguiram se integrar efetivamente na sociedade brasileira. Apesar de todos esses anos não conseguimos resgatar esta dívida histórica. Não bastou a Constituição ter apontado o repúdio ao racismo. Não bastou ainda ter estabelecido que a prática do racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão. Não tem sido suficiente também o nosso Código Penal ter determinado pena de um a três anos de prisão para as injúrias motivadas por elementos referentes à raça, cor, etnia, religião, origem. Nem tem sido eficaz a vigência da Lei 7716, de 1989, conhecida como a Lei Anti Racismo, que penaliza, com reclusão de

um a três anos, a discriminação ou preconceitos de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. Mais do que medidas punitivas temos que fazer valer o recomendado pela Constituição, com ações afirmativas a favor dos afrodescendentes. E o Senado quer fazer a sua parte, tanto para premiar aqueles que oferecem contribuição relevante à proteção e à promoção da cultura afro-brasileira, quanto para conceder aos afrodescendentes as oportunidades especiais de ascensão social. Aprovamos em 2010 o Estatuto da Igualdade Racial, destinado a garantir à população negra a efetivação da igualdade de oportunidades, a defesa dos direitos étnicos individuais, coletivos e difusos e o combate à discriminação e às demais formas de intolerância étnica. Sabemos, contudo, que o Esta-

INDEPENDENTE Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

tuto não atendeu todos os anseios dos afrodescendentes. No ano passado a Mesa Diretora do Senado instituiu a Comenda Senador Abdias Nascimento, conferida anualmente a personalidades que tenham contribuído com a promoção e divulgação da cultura dos afrodescendentes. Outra medida relevante foi a aprovação, na semana passada, pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado, do PLC 29 que reserva 20% das vagas oferecidas em concursos públicos federais a candidatos negros e pardos, que colocarei em pauta imediatamente. Neste quesito queremos fazer mais. Na última reunião da Mesa Diretora, determinamos que todos os concursos para o Senado Federal e também nos contratos com pessoal terceirizado sejam reservadas 20% das vagas aos afrodescendentes.

Jorgraf UM PRODUTO:

Cooperativa dos Jornalistas e Gráficos do estado de alagoas

Em ano eleitoral as redes sociais serão utilizadas sem comedimento para divulgação de programas e propostas; plataformas políticas e também para se divulgar muita notícia, infundada ou não. É bom a gente ter cuidado com o que diz do outro, sem ter certeza, pois já existe uma legislação que prevê punição para os abusos na internet. As redes sociais têm sido uma ótima ferramenta de trabalho, um meio democrático para se protestar contra os absurdos que vemos todos os dias na sociedade. Até aí, tudo bem: sou fã da tecnologia e sempre que acho que tem cabimento faço as minhas críticas ponderadas e aproveito para divulgar meu trabalho, me divertir um pouco, fazer amizades e compartilhar conhecimentos. Reconheço que vez ou outra há alguns exageros na rede e o que estamos vendo ultimamente é uma onda de revolta contra A ou B, geralmente entes públicos, entidades constituídas e principalmente governos. Salutar em uma democracia. Mas como disse certa vez um colega jornalista em um de seus artigos, é muito fácil protestar sentado confortavelmente em uma cadeira acolchoada, ou não, na frente da telinha e desdizendo quem quer que seja. Insuflar uma massa desgovernada, sem liderança ou formação política e que não tem pensamento formado a respeito de determinado assunto para fazer rebelião, quebra-quebra; fazer escarcéus sobre

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: José Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

entidades, conclamando voto nulo e desfiliações de sindicatos, tudo isso é muito fácil. Quero ver quem toma essas atitudes ir para o enfrentamento de uma negociação com patrões e seus representantes cheios de empáfia, desdizendo o trabalhador e menosprezando suas funções no trabalho; achando sempre que trabalhamos menos e ganhamos mais do que merecemos. É a relação capital-trabalho prevista por Marx. Ele dizia que “a relação capital, trabalho e alienação promovem a coisificação ou reificação do mundo” e que “a tomada de consciência de classe e a revolução são as únicas formas para a transformação social”. Tudo bem, os tempos são outros, mas apeguemo-nos um pouco à filosofia básica para encontrar explicações para o modo de agir atual de ambas as classes. Muitas atitudes são tomadas, às vezes, por uma discordância pontual de um argumentou ou situação, ou por egos feridos. E aí é onde deve entrar a ponderação e o bom senso de cada um. Não quero ser dona da razão e nem unanimidade de nada; estou apenas expressando meu ponto de vista e espero não ser mal interpretada por um ou outro. Já não tenho mais idade para brigas e nem tempo aqui na terra para ficar de querelas políticas ou de fofocas com quem quer que seja. Meu tempo é curto por aqui. No entanto, avalio que antes de a gente tomar qualquer decisão

LOCALIDADE ALAGOAS

VENDA AVULSA DIAS ÚTES R$ 2,00

OUTROS ESTADOS R$ 3,00

LOCALIDADE ALAGOAS

ASSINATURAS SEMESTRAL R$ 350,00

OUTROS ESTADOS R$ 500,00

na vida tem que pensar e pensar e pensar sobre as consequências daquele ato. Sou de um tempo, que mesmo não tendo muita avaliação sobre o peso do que fazia, eu ia para a rua, sim. Protestávamos em plena época da repressão, no governo do presidente João Batista de Figueiredo, aquele que dizia que o povo fedia a cavalo. Numa época em que os partidos de esquerda eram clandestinos e íamos vender o jornal Tribuna Operária no Mercado da Produção, bem cedinho, com os jornais debaixo do braço, passando pela polícia; ou estávamos nas passeatas, pacificamente, com palavras de ordem pelas ruas de Maceió, protestando contra os desmandos do governo e seus seguidores. Mas, graças aos nossos combatentes companheiros que lutaram de todas as formas contra esse regime ditatorial e asqueroso; líderes sindicais e de partidos políticos que perderam até a vida defendendo um mundo melhor e mais igualitário, estamos aqui, falando abertamente sobre esses assuntos e outros tantos, que são comentados nas redes sociais . O que se espera, daqui por diante, depois da aprovação do marco civil da internet no Brasil, (Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014) é que a legislação seja de fato aplicada para quem cometer excessos e abusos: que haja mais avaliações e cuidados com o que se diz e as mensagens que se deseja passar. Fiquem com Deus.

Nosso noticiário nacional é fornecido pelas agências: DOMINGO R$ 3,00 R$ 5,00

Agência Folha e Agência Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAÇÃO: 82.3311.1328 - 3311.1329

ANUAL R$ 700,00 R$ 1.000,00

CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

OS ARTIGOS ASSINADOS SÃO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NÃO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPÍNIÃO DESTE JORNAL.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014 PUBLICIDADE 7


8 PUBLICIDADE MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

TRIBUNAINDEPENDENTE


TRIBUNAINDEPENDENTE

CIDADES

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

Cidades

9

Vítima ou familiar, em caso de morte ou invalidez, deve ir a postos nos Correios A vítima ou um familiar em caso de morte ou invalidez deve procurar um dos postos de atendimento autorizados nas agências dos Correios. Deve também providenciar o registro do acidente emitido por órgão policial competente, o chamado boletim de Ocorrência (B.O.). É importante levar documentos como RG e o CPF, além dos dados bancários e, caso o beneficiário não possua uma conta em banco, o Seguro DPVAT abrirá uma conta para o pagamento da indenização. Conforme a assessoria de comunicação do Detran-AL, o Serviço Social do órgão orienta as vítimas e seus parentes que o procuram a fim de receber a indenização do Seguro DPVAT, informando apenas os locais onde é possível dar entrada no requerimento. Ainda de acordo com a assessoria, o Detran não possui nenhuma dado estatístico, de qualquer natureza, sobre o Seguro.

Desinformação reduz DPVAT em Alagoas Potenciais beneficiários, vítimas ou familiares de acidentados desconhecem ou acham que é díficil acesso ao seguro

O

Seguro de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de vias Terrestres (DPVAT) existe para assistir vítimas de acidentes de trânsito mesmo que elas estejam na condição de pedestre. Ele é pago junto com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e as indenizações podem ocorrer por morte, invalidez permanente ou para custeio de assistência médica. Porém, nem todo mundo sabe de sua existência e mesmo os que sabem, encontram dificuldades em conseguir receber a indenização. A desinformação impediu a alagoana Andrea Carvalho, de 35 anos, funcionária pública federal, de ter acesso à indenização do Seguro. Em 2009, ela mudou para Brasília e após dois meses de sua mudança sofreu um acidente na região da Asa Norte no Plano Piloto. Ela precisou usar colete cervical e até hoje sente incômodos por ter lesionado a coluna na ocasião. “Não

solicitei o Seguro DPVAT por achar que ele era destinado apenas a familiares daqueles que morriam nos acidentes”, lembra. Ela estava sem cinto no banco de trás do carro de uma amiga. Andrea somente ficou sabendo que teria direito à indenização anos mais tarde ao ler uma matéria de jornal, quando já havia passado o prazo de requerimento, que é de no máximo três anos após o acidente. A Seguradora Líder realiza campanhas institucionais para ampliar a divulgação sobre o Seguro DPVAT em todo o território nacional. “Apesar de todos os esforços, inclusive ampliando a rede de atendimento em todo o País, que hoje supera os 7,5 mil pontos, muitas pessoas ainda acreditam que é difícil dar entrada no pedido do Seguro DPVAT, o que não é verdade”, diz um representante da empresa. Os pagamentos por mortes do Seguro de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de vias Terrestres (DPVAT) diminuí-

ram em Alagoas. Em 2012, foram pagas 889 indenizações por morte no Estado, conforme dados da Seguradora Líder, responsável pelo DPVAT no país. No ano de 2013, foram pagos apenas 850 indenizações. Segundo dados da Perícia Oficial de Alagoas, 780 pessoas morreram por causa dos acidentes de trânsito em 2013. Em 2012, foram 517, mas os números não são exatos. De acordo com a assessoria de comunicação da Perícia, houve uma mudança no seu sistema de estatísticas e eles possuem os dados de abril a dezembro. Se levarmos em conta a média mensal e somarmos os três meses que faltam nos dados oficiais desse ano, chega-se a 689 mortes por causa do trânsito. Até março de 2014, o número de mortos chegou a 214 pessoas. Os dados da Perícia Oficial referem-se às vítimas fatais recolhidas nos locais dos acidentes e nas unidades de saúde do Estado.

SANDRO LIMA

Wagner Douglas está impossibilitado de sair de casa por acidente sofrido há dois meses na Via Expressa

VÍTIMAS OU FAMILIARES

DPVAT

Prazo para requerer seguro Acidentado é de até três anos do sinistro nega facilidade

Em Alagoas no ano de 2013, foram pagos quase 27 milhões de reais em benefícios a acidentados

Em função dos prazos de requerimento, é difícil realizar com exatidão o cruzamento dos dados entre seguros pagos e mortes no trânsito. Os beneficiários ou seus herdeiros – em caso de morte – têm até três anos para dar entrada no pedido do benefício. Portanto, os seguros pagos em determinado ano podem ter sido em função de acidentes provocados anteriormente. A vítima de um acidente em 2012 pode ter requerido o seguro em 2013 e ter recebido a indenização em 2014, por exemplo. Conforme a Seguradora, tem aumentado as indenizações por invalidez permanente. “Foi esse tipo de

benefício que impulsionou o aumento das requisições do seguro DPVAT no país e que todos os estados acompanharam esse crescimento”, disse Rafael Maia, assessor de comunicação da Líder. O montante pago em indenizações do DPVAT em Alagoas no ano de 2013 foi de quase 27 milhões de reais. Segundo informou a Seguradora Líder, à equipe do jornal Tribuna Independente, os dados referentes aos pagamentos das indenizações do primeiro trimestre de 2014 seriam divulgados no mês de maio, mas até o fechamento dessa edição isso não aconteceu.

SEGURO

Advogado nem sempre é melhor escolha para obter o benefício Em alguns casos, profissional abocanham alto percentual e acaba causando um prejuízo Iria Souza Sena, 53, perdeu o marido (1995) e dois filhos (2003 e 2009) em acidentes de trânsito. Na primeira vez que requereu o Seguro DPVAT, no acidente que envolveu seu esposo em 1995, ela usou os serviços de uma advogada e após um ano, recebeu apenas metade do valor que teria direito. No segundo acidente, de um de seus filhos, Iria precisou de oito meses para receber e o advogado abocanhou 40% da indenização. “Na terceira vez, já desconfiada, não quis advogado. Dei entrada numa seguradora, no bairro do Farol e recebi em três meses o valor integral, 100%”, lembra. VALORES O valor pago nas indenizações em casos de morte é de R$ 13.500, a indenização em casos de invalidez variam, e podem chegar a R$ 13.500,

mesmo valor da indenização por morte. Para o reembolso para pagamento Despesas Médicas (DAMS), o valor pode chegar a R$ 2.700. O pagamento das indenizações é feito através de débito em conta, corrente ou poupança, da vítima ou familiares em até 30 dias após o encaminhamento da documentação do requerimento do Seguro. Após três anos do acidente, a vítima não tem mais direito ao recebimento do DPVAT. 19 REAIS Já Ângelo Correia, 33, recebeu apenas 19 reais. Seu tratamento foi feito pelo SUS e ele gastou apenas com um remédio. Recebeu muletas e cadeira de rodas durante o tempo em que não podia se locomover e precisou colocar placa e pinos de metal na perna quebrada. Seu acidente foi em 2012 no bairro da Gruta

de Lourdes em Maceió. Ele também estava de moto e se chocou com um carro. “Recebi apenas os 19 reais do remédio, mas queria receber o valor por invalidez, pois não vou mais poder tirar o ferro da perna e não consigo ficar em pé por muito tempo”, lamenta. Como realizou seu tratamento pelo SUS, Ângelo recebeu apenas o que gastou por fora, no caso, o remédio. Mas não foi levada em conta a parte do tratamento em casa, cuidando dos ferimentos, como a necessidade de anti-inflamatórios. “Usei remédios caseiros”, lembra. TRÂNSITO VIOLENTO Morrem no país cerca de 50 mil pessoas por ano vítimas de acidentes e no ano passado em Alagoas, de acordo com o Hospital Geral do Estado (HGE), 9.921 pessoas deram entrada no hospital, vítimas de acidentes de trânsito. Até março

deste ano, 2.666 pessoas já foram atendidas no HGE pelo mesmo motivo. De acordo com os dados recolhidos na Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Alagoas e no Departamento de Estradas e Rodagem de Alagoas (DER-AL), ocorreram 3515 acidentes nas estradas alagoanas em 2013 e 734 pessoas faleceram no local. Dados fornecidos pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) de Maceió aponta que foram registrados 2075 acidentes na capital alagoana no ano passado. Contudo, a SMTT não soube informar quantas pessoas faleceram por causa dos acidentes. FROTA Alagoas tinha, ao final de 2013, uma frota de 591 mil de veículos automotores. Cerca de 0,75% da frota nacional, segundo dados do Departa-

mento Nacional de Trânsito (Denatran). A maior parte dela é composta de carros, são 288 mil unidades, seguido por motocicletas, com 225 mil unidades. Caminhões e ônibus (e micro-ônibus) chegaram, ao final do ano passado em 65 mil unidades e 11 mil unidades, respectivamente. Contudo, o maior número de acidentes ocorre com motocicletas. Elas representam 38% da frota alagoana, acima da média nacional que é de 27%, e 51% das indenizações pagas por morte do DPVAT. HOMENS MORREM MAIS De acordo com os dados do HGE, os homens são as maiores vítimas dos acidentes de trânsito com 75% dos casos. Característica que se repete ao analisar os dados nacionais do Seguro DPVAT com 76%. A faixa etária de maior incidência é entre 25 anos e 34 anos.

no acesso

A Seguradora Líder garante, inclusive através texto em sua página na internet, que não há a necessidade de terceiros – a não ser familiares de vítimas fatais ou com invalidez – para conseguir receber as indenizações do DPVAT. “Solicitar o Seguro DPVAT é rápido, fácil e, o melhor, é totalmente gratuito”, garantiu a Seguradora. SEM FACILIDADES Porém, Wagner Douglas, 26, técnico em telecomunicações, que está em vias de requerer o Seguro DPVAT pela segunda vez não segue as orientações da Líder para ter acesso à indenização. Ele nega que as orientações da Seguradora para o recebimento das indenizações funcionem a contento. “É muita burocracia. Os documentos vão e voltam e você fica meio perdido. Sem advogado você não recebe”, reclama Wagner que diz ter um amigo que tentou conforme as orientações e não conseguiu. Ele lembra que para fazer os laudos exigidos no IML não se pode estar com o gesso ou pinos nos ossos. “Nessa hora o advogado, pelo menos o que está comigo, ajuda muito. Ele resolve quase tudo para mim. Só o que se faz necessária a minha presença é que tem que esperar”. Wagner Douglas está impossibilitado de sair de sua casa por causa do acidente que sofreu há dois meses na Via Expressa em Maceió. Ele pilotava uma moto. “Fui tentar uma ultrapassagem e um carro me fechou”. Nayara Madeiros, advogada, garante que só há a necessidade do serviço de um advogado quando a relação entre a vítima de um acidente e a seguradora for parar na justiça. “Não aconselho ninguém a procurar um advogado logo de início. Assim, não se precisa pagar nada a ninguém e todo o processo de requerimento da indenização é autoexplicativo”, comenta.


10

CIDADES

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

TRIBUNAINDEPENDENTE

Recursos digitais facilitam trabalho da PM Com as novas tecnologias, denúncias também chegam mais rápido aos policiais, que agem imediatamente

M

aior ferramenta de auxílio à comunicação no século XXI, a internet vem encurtando os caminhos percorridos pela informação até chegar à sociedade. Em dia com as novidades proporcionadas pela grande rede, a Polícia Militar de Alagoas agora trabalha com novos recursos digitais, incluindo a interação por redes sociais, a fim de estreitar os canais de comunicação com a sociedade. Aplicativos de conversação instantânea como o WhatsApp, sucesso mundial entre usuários de smartphones, se tornaram ferramentas importantes na disseminação de informações da PM junto aos jornalistas do Estado, que passaram a ter um canal aberto de comunicação com a polícia. Atualmente, cerca de 100 jornalistas participam de grupos que mantém contato

direto com o setor de comunicação da corporação. Por meio dos apps, como são conhecidos os aplicativos, as ações policiais realizadas no dia a dia são compartilhadas em tempo real com os veículos de comunicação, fazendo com que a notícia chegue mais rápido ao conhecimento dos alagoanos. A situação inversa também acontece: demandas surgem a partir da internet e chegam, via rede social, ao conhecimento da polícia. Recentemente, uma jovem sequestrada conseguiu ser localizada graças a uma postagem no Facebook, que trazia, além do pedido de socorro, a sua localização. O caso repercutiu na imprensa, ganhou enorme proporção na internet, e contribuiu diretamente na busca da polícia pela jovem, que foi encontrada com vida. O

suspeito pelo sequestro foi localizado no mesmo dia e acabou detido. “As redes sociais e aplicativos funcionam como um elo rápido na transmissão de informações e, não menos importante, no recebimento de fatos que necessitem da ação policial, como no caso desta jovem”, explicou o tenente-coronel da PM, Maxwell Cavalcante. O tenente-coronel também afirmou que a PM tem planos de ampliar o serviço digital da corporação nos próximos meses. “Sem dúvida, foi uma iniciativa que otimizou as divulgações importantes. Sabemos da força dos veículos de comunicação como replicadores de notícia, por isso tivemos a ideia de criar um meio digital e prático para essa troca de informações. Planejamos ampliá-lo para facilitar ainda mais a comunicação”. ASCOM PM

ASCOM PM

Ações policiais realizadas no dia a dia são compartilhadas em tempo real com os veículos de comunicação

TECNOLOGIA

Jornalistas aprovam o uso do WhatsApp

‘WhatsApp deixou tudo muito mais prático mas é indispensável entrar em contato por telefone com a base’

Coordenador do portal G1 Alagoas, o jornalista Cau Rodrigues elogia a iniciativa e afirma que ela facilita o trabalho de apuração da notícia. Segundo Rodrigues, com a interatividade em tempo real, as informações chegam com mais velocidade para a produção da notícia, bem como as imagens relacionadas às ações policiais. “Também continuamos a utilizar os canais tradicionais, como os telefones das assessorias, mas pela internet as informações chegam mais rápido. É claro que é dever do jornalista checar a informação, pois quando trabalhamos com essa velocidade, por vezes os dados precisam ser novamente conferidos”,

explica. “O WhatsApp, por exemplo, deixou tudo muito mais prático, mas é indispensável entrar em contato por telefone com a base ou com o oficial de plantão para assegurar a veracidade dos fatos”, afirmou. Outro benefício da interatividade em favor da população alagoana é a Delegacia Interativa (www.delegaciainterativa. al.gov.br), criada pela Polícia Civil em 2006. O portal oferece praticidade, segurança e comodidade aos usuários na hora de reportar queixas e registrar boletins de ocorrência. Passados oito anos da sua criação, o serviço chegou à marca de 70 boletins de ocorrência

registrados diariamente pela internet, facilitando a vida daqueles que não podem se dirigir até as delegacias convencionais. Os boletins são autenticados por policiais plantonistas e apresentam o mesmo valor dos registros feitos de forma presencial. “Em cerca de uma hora o boletim de ocorrência já pode ser impresso pela vítima que fez o registro no site da Delegacia Interativa. Hoje colocamos à disposição da população formulários para preenchimento em casos de furto simples, extravio de documentos e celulares. Essa gama de serviços está sendo ampliada e deve estar disponível em breve”, explicou o gestor da Delegacia Interativa, Erisvaldo Souza.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

CIDADES

11

Projeto objetiva reduzir acidentes em AL Moto Amiga visa diminuir desastres de trânsito de um modo geral, mais particularmente de moto, pela conscientização e educação

OLÍVIA DE CÁSSIA REPÓRTER

U

ma iniciativa da Associação dos Revendedores Honda – Núcleo Nordeste II (Assohonda), o Projeto Moto Amiga pretende reduzir acidentes de trânsito em geral, mas particularmente acidentes de moto e objetiva fazer isso por meio de duas linhas de trabalho: conscientização e educação. Segundo o coordenador do Projeto, José Carlos Carvalho Silveira, para diminuir esses números, o Moto Amiga busca levar informação sobre educação no trânsito para orientar sobre como ter mais segurança e evitar acidentes. Para isso, ele utiliza como ferramentas a rede social Facebook e mobiliza os órgãos públicos do Estado como o Detran, com o objetivo de realizar capacitações para motociclistas. Para José Carlos Silveira, a capacitação de profissionais que trabalham diariamente com motos é muito importante. “Esse convênio entre o projeto

e o Detran vai possibilitar que os profissionais trafeguem de forma mais segura, não colocando em risco suas vidas nem de outras pessoas”, destacou. O coordenador ressalta que o Projeto Moto Amiga não está limitado aos revendedores Honda: está aberto a todas as marcas e já está atuando em Pernambuco, Alagoas e Paraíba: deve se estender a todo o país. Segundo estatística do Departamento de Trânsito de Alagoas (Detran/AL), 12.643 condutores se envolveram em acidentes no ano de 2012 no estado. Deste total, 1.548 estavam em motocicletas. “É preciso chamar a atenção da sociedade porque a quantidade de acidentes é alarmante”, destaca. LEGISLAÇÃO BOA José Carlos Silveira observa que o Brasil tem uma legislação de trânsito bastante completa e o que falta é fazer cumprir essa lei. “Existem três grandes causas para aos acidentes de trânsito no Estado: a primeira causa é o condutor - que tem que respeitar as normas de trânsito, cuidado

ao dirigir, não usar bebida alcoólica, respeito e educação”, pontua. Uma segunda questão, segundo o coordenador, está ligada aos veículos: têm que ser seguros, bem equipados e bem conservados. José Carlos Silveira acrescenta que a terceira questão está ligada ao sistema viário. “Nós temos em Maceió uma soma dos três problemas: motoristas mal educados, ou despreparados (que não respeitam leis de trânsito), nós temos veículos que não são seguros e um sistema viário difícil”, destaca. O coordenador do Projeto Moto Amiga define ainda que tudo isso é agravado às vezes, pela falta de fiscalização do trânsito nas vias. “Ninguém pode ter uma solução única para o trânsito de Maceió se não pensa nessas três coisas. Nosso projeto pode ajudar na educação, na conscientização da população, mas não pode resolver o sistema viário: só quem podia resolver isso seriam os órgãos públicos”, sublinha. ADAILSON CALHEIROS

ADAILSON CALHEIROS

Projeto busca educar e conscientizar condutores para evitar que tantos motoqueiros morram no trânsito

COLABORAÇÃO

CINQUENTINHA

O coordenador disse que se dispõe a colaborar com as autoridades de várias instituições com debates sobre trânsito e que já foram feitos trabalhos conjuntos com o Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran); a Superintendência Municipal de Trânsito (SMTT) e Secretaria de Saúde (Sesau). “Estamos lá para poder ajudar e dar sugestões, ajudar com palestras, na medida do possível”, pontua. “Patrocinamos palestras sobre educação no trânsito; participamos de eventos junto com o Comitê de Combate à Morte da Sesau - desde trabalhar com apoio financeiro até estarmos presentes; dar sugestões palestras e ajudar no que for preciso para a solução do problema-”, observa. Numa publicação sobre motos que é distribuída pela concessionária Honda são impressas várias recomendações de segurança do Moto Amiga para auxiliar o condutor a dirigir com cuidado. Além das recomendações que já foram citadas pelo coordenador, o manual ensina que o condutor deve ter cuidado com pisos de baixa aderência: “Com chuva, ou piso molhado, reduza a velocidade e aumente a distância dos outros veículos. Cuidado com manchas de óleo ou areia na pista”, destaca.

Silveira ensina que, no caso das motos ‘cinquentinhas’, que são classificadas pelo Código de Trânsito como veículos ciclomotores, as pessoas não podem dirigi-las sem uma habilitação: “Têm que ter carteira de habilitação como motorista ou como condutor de ciclomotor, mas tem que ser habilitado, portanto não pode ser menor de idade. Para você ter uma habilitação tem que ser maior de idade, como qualquer veículo duas rodas”, destaca. Segundo José Carlos Silveira, as pessoas que guiam as motos ‘cinquentinhas’ são obrigadas a usar capacete e todo o equipamento de segurança, como farol, buzina, espelho, entre outras ferramentas. DIFERENÇA “A única diferença que existe entre a ‘cinquentinha’ e as motocicletas maiores é que a competência para cuidar do emplacamento e do licenciamento é do órgão local de trânsito (SMTT), enquanto que a competência para tratar e legislar sobre emplacamento das motos co-

Ações auxiliam Condutores precisam de a dirigir com habilitação para circular cuidado José Carlos Carvalho muns é federal”, ensina.

Coordenador do Projeto, José Carlos Silveira defende a cordialidade e acima de tudo a vida de todos

LONGO PRAZO

Coordenador de projeto defende planejamento para vias expressas

Planejamento com cuidado seria a solução para o trânsito de Maceió, de acordo com José Carlos Silveira. “Nós temos buracos nas vias, como na Via Expressa e esse é um problema para ser resolvido que não depende de grandes recursos, depende de fazer. Outra questão é a da sinalização: a maior parte das vias não tem faixa; não tem divisão de mão e contramão; isso é fácil de fazer”, avalia.

Segundo o coordenador do Projeto Mão Amiga, existem grandes obras como as vias expressas e viadutos que dependeriam de um planejamento com mais tempo. “Nós queríamos que as autoridades de trânsito de Maceió pensassem em longo prazo. Imaginar as soluções para serem implantadas com um período de cinco dez a quinze anos”, propõe. José Carlos Silveira expli-

ca que o Projeto Moto amiga também procura, por meio de treinamento e cursos, mostrar ao condutor que ele faça a parte dele como respeitar as regras de trânsito: como limites de velocidade; respeito à sinalização; não ingerir bebidas alcoólicas, não exceder velocidade, principalmente no caso da moto; cuidar do seu veículo e de seus equipamentos de segurança”, ensina.

Pelo fato de que não houve uma regulamentação do emplacamento, ele observa que o que está acontecendo é que as ‘cinquentinhas’ não estão emplacadas, mas não estão dispensadas de todo o resto da legislação. “Então, pelo fato de não estarem emplacadas, algumas autoridades entendem que eles podem fazer o que quiser e não podem. Tem que ter rigor a tudo aquilo que é lei de trânsito: não pode andar de contramão; não pode andar em cima de calçada; não pode avançar sinal, não pode andar sem capacete, sem habilitação e tem que obedecer todas as regras”, destaca. O coordenador destaca ainda que para quem dirige, qualquer quer seja o veículo, outra recomendação é a defesa da paz no trânsito: “Não transforme sua motocicleta ou outro veículo em uma arma e respeite os demais motoristas. Não adote atitudes agressivas e nem responda a elas. Atitudes civilizadas geram a cordialidade e a simpatia entre motociclistas e motoristas”, enfatiza.


12

CIDADES

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

Apetrechos eróticos: mulheres compram mais

Maioria dos homens aceita objetos durante a relação, mas na hora de adquirir os produtos eles ainda demonstram atitude passiva

I

AÍLTON VILLANOVA ailton.vilanova@gmail.com

Reverendo explorado e escaldado

B

astante simpática, charmosa e muito da gostosa, madame Erotildes tinha a mania de trancar o filho Juninho no armário de seu quarto de dormir, para ele não perturbar enquanto a casa estava sendo cuidada. É que o menino não parava quieto um instante sequer, de noite ou de dia. Além dessa, a grande preocupação de Erotildes era, justo, o amante, que ela mantinha em segredo, debaixo de sete capas. Seu marido trabalhava dois expedientes, às vezes três, numa empresa de construção civil. Certo dia, ele voltou mais cedo pra casa e o amante - que lá se achava bem à vontade, nos braços de Erotildes -, teve de enfiar-se no armário, onde o garoto se encontrava trancafiado. Todo cismado, procurou disfarçar, puxando papo com o fedelho:

- Isto aqui está muito escuro, não está? - Tá! – respondeu Juninho. O amante ficou tentando encontrar um motivo para distrair o garoto. E ele: - Quer comprar uma bola de futebol, moço? - Quero não. Não gosto de jogar... - Tem certeza? – insistiu o menino, aumentando o tom de voz. - Eu compro! Eu compro! Quanto é? - Cinquenta reais! - O quê???!!! É rou... Está bem. Não estou na posição de reclamar e nem de regatear nada. Na semana seguinte, coincidentemente, aconteceu a mesmíssima coisa. Os céus estavam conspirando contra os amantes. Dentro do armário, Juninho repetiu a dose anterior: - Quer comprar uma camisa do Flamengo? - Sou vascaíno! - Quer comprar ou não quer? – o garoto insistiu quase aos berros. - Shhhh... Quero! Quero! Quanto é? - Cem reais! - O Quêêê? Cem reais?! Ok! Ok! Estando de folga no fim de semana, o marido de Erotildes chamou o filhinho adorado para bater uma bolinha no campinho do quarteirão, mas o menino não aceitou o convite, com uma bela justificativa: - Não vai dar, painho. Vendi a bola e a camisa do Flamengo. - Vendeu? Por quanto? - Cento e cinquenta reais. - Deus do céu! Mas isso é roubo, meu filho! Vá já pra igreja se confessar. Cento e cinquenta reais por uma camisa do Flamengo e uma bola, é extorsão! E extorsão é pecado! Juninho correu para a igreja. Chegando lá, ajoelhou-se no confessionário bem na hora em que o sacerdote foi chegando: - Oi, seu padre! Tá escuro aqui, né? E o religioso, muito puto: - Ah, não comece com esse papo, porque hoje eu não vou comprar porra nenhuma!

Camisinha no gargalo Padre Evilásio era treloso demais! Um dia, andou transando com uma paroquiana de “utilidade pública” e acabou contraindo uma doença sexualmente transmissível (DST). Apavorado, procurou o doutor Aldegundes Barata e tentou levá-lo no papo: - Pois é, doutor, não sei como foi que eu peguei essa doença. Eu tenho a impressão que foi uma cerveja gelada que bebi, semana passada... E doutor Aldegundes, cheio de ironia: - É, deve ter sido isso, padre. Da próxima vez que for tomar uma cervejinha gelada, coloque uma camisinha no gargalo. Afinal, ele era um bispo! Um cidadão muito distinto, bem apessoado e elegante, entrou no consultório do médico Hipoclorildo Barbosa para fazer um checape geral. Depois de medir-lhe a pressão, tirar-lhe o eletro e fazer todos os exames clínicos pertinentes, o doutor passou a entrevistá-lo, com vistas a um possível diagnóstico: - Quantas vezes por mês o senhor tem relações sexuais? - Duas! – respondeu o cidadão, meio sem jeito. - Só, duas?! Mas sua saúde é perfeita! O senhor está em plena forma! Eu que sou bem mais velho que o senhor transo três vezes por semana...! E o paciente: - Mas o senhor é médico. Eu sou bispo!

Bico Doce é... a mãe! Padre Oséas era chegado a uma cachacinha. Até na missa ele biritava, camufladamente. Ele fazia o seguinte: a misturava aguardente com o vinho de uva e chava na grande. Em razão dessa sua preferência pelo álcool, a molecada da paróquia apelidou-o de Bico Doce. Evidentemente que ele não gostava do apelido. Uma bela tarde de domingo, durante a procissão da padroeira, lá ia o reverendo puxando os cânticos e aquele monte de fiéis acompanhando, em coro. Entre esses, a molecada pronta para tirar uma onda com ele. Até que, num determinado momento, o padre caprichou na entonação do tradicional cântico: - “O meu coração/ é só de Jesus/ e a minha alegria... - Bico Doce! - ...é o cu da mãe!

Apenas um engano! Entre as grandes virtudes do padre Nildo destacava-se a sinceridade. E, como não há bom sem defeito, ele tinha lá o seu pecadinho: era muito indiscreto. Certa ocasião, encontrava-se cochilando no confessionário e aí foi despertado por uma mocinha, cujo semblante denotava aflição: - Padre, por favor... me dê o seu perdão! E ele, cheio de paciência, outra de suas virtudes: - O que houve, minha filha? - É que eu tenho cometido com insistência o pecado da vaidade... - Vaidade, hein? - É, padre. Duas vezes por dia, eu me olho no espelho e fico admirando a minha beleza! O sacerdote sorriu e tranquilizou, com sapiência: - Ora, minha filha... isso não é pecado. É só um engano!

sso é o que constatou uma pesquisa divulgada pela Associação Brasileira Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico e Sensual (Abeme) durante a 19ª Erótika Fair 2012, realizada em São Paulo entre os dias 22 e 25 deste mês. Sessenta e cinco por cento dos entrevistados afirmaram que topam ou topariam incrementar a relação com um brinquedinho, 23% disseram aceitar apenas alguns tipos de itens eróticos, como lingeries, fantasias e cosméticos, e que gostariam de ser consultados para a compra dos produtos. A minoria, 12%, respondeu que não concordaria caso a companheira fizesse tal proposta. São as mulheres as protagonistas do mercado erótico brasileiro. Elas participam de 68% do consumo em lojas físicas, 55% em lojas virtuais e 90% da compra com consultoras, em vendas domiciliares. E mais: 49% dessas mulheres estão na faixa de 18 a 25 anos de idade e são as que mais frequentam cursos, procuram informações e compram novidades. A pesquisa também mostra que 45% das consumidoras são casadas ou vivem uma relação estável, 39% delas namoram, 10% são solteiras e 4% estão separadas ou divorciadas (2% não quiseram responder). O

tempo de união de 81% das entrevistadas que mantêm um relacionamento é de três anos ou mais. Apenas 9% das mulheres são acompanhadas pelos homens nas idas ao sexshop, enquanto 29% vão sozinhas e 62% visitam o local com as amigas. A principal motivação da compra seriam as datas especiais dos casais e a vontade da mulher em surpreender e agradar o parceiro. De acordo com a Abeme, esses dados significam que a mulher brasileira enxerga o produto erótico como um aliado na manutenção da relação amorosa. MERCADO O mercado de produtos eróticos no Brasil cresceu 18,5%, em 2011, quando movimentou R$ 1 bilhão, com a venda de 72 milhões de itens. O aumento da venda em domicílio pode explicar o crescimento do mercado: o número de vendedoras de artigos eróticos por catálogo saltou de dois mil para 85 mil em dois anos. “Muitas delas vendiam cosméticos e lingeries tradicionais e passaram a oferecer uma nova categoria de produtos. Esta venda atende, principalmente, as mulheres que ainda sentem vergonha de entrar num sex shop”, afirma Evaldo Shiroma, organizador da Erótika Fair.

NIGEL SANTANA – INTERINO - nigeljornalista@ig.com.br

Lançamento

O

senador Benedito de Lira anunciou que fará o pré-lançamento de sua candidatura ao Governo na segunda-feira, dia 19, às 9h30, no Centro de Convenções. Segundo a assessoria política do candidato, além do PP, estarão presentes representantes da base aliada, como o PR, de Maurício Quintela, Solidariedade, de JHC, PSD, de João Lyra, PPS, de Régis Cavalcante e PSB, de Kátia Born, partidos que irão compor a aliança para disputar as eleições de outubro.

Palanque De acordo com a presidente do PSB em Alagoas, Kátia Born, o senador Benedito de Lira agrega valor a qualquer partido e é um excelente nome para o governo, bem como para receber o candidato do PSB à presidência, Eduardo Campos.

Fatura Após o lançamento da candidatura do senador Benedito de Lira, é hora de o time pepista cair em campo e buscar apoio em cada municípios que senador destinou recursos federais. Vereadores de prefeitos estão atentos à chegada do senador mais votado de Alagoas.

Bloco O deputado federal Arthur Lira parece não se preocupar com o que os aliados da Frente de Oposição estão falando. Lira avisa que não adianta exclamar que mais de 80 cidades apoiam o candidato do PMDB. “Quero ver com o bloco na rua”, desafia o parlamentar.

Novo, novato, caduco... O deputado Antonio Albuquerque acredita que o adjetivo de novo não pode ser taxado a quem tem mais de dois mandatos, seja de prefeito, vereador ou deputado. Segundo Albuquerque, o novo neste pleito é o pré-candidato do PSDB, Eduardo Tavares, que segundo o parlamentar é apoiado pelo caduco governador Teotonio Vilela Filho (PSDB), que já foi senador e é governador.

Sotaque O deputado Antonio Albuquerque afirmou que tinha uma amizade de 24 anos com o senador Renan Calheiros. Após ver o PRTB fora da Frente de Oposição, o parlamentar disse que o presidente está mudado e até está com sotaque. “Ele fala chiando agora, perceberam”, brincou o deputado.

Empenho Trabalho, trabalho, trabalho. Este, que é o lema da atual gestão da Prefeitura de Arapiraca, parece estar sendo realmente colocado em prática pela Assessoria de Comunicação (Ascom). Até esta sexta-feira (16), os números apontavam 591 matérias feitas no site oficial do órgão desde o começo de 2014 - são mais de 100 releases por mês. Acha pouco? E não para por aí: as redes sociais também vêm ganhando destaque com perfis no Facebook, Twitter e Instagram.

Em pauta No começo deste ano, o trabalho da Ascom Arapiraca foi destacado na coluna da Comissão Estadual de Jornalistas em Assessoria de Comuninação (Cejac/AL), em uma das edições deste jornal Tribuna Independente, parabenizando a jornalista Mônica Nunes e equipe por desenvolverem trabalho presencial nas redações e até em meios um tanto novos, como o aplicativo para celulares Whatsapp, onde foram criados grupos para filtragem e divulgação de notícias do município, reunindo e pautando jornalistas, radialistas e comunicadores em geral.

Crédito O presidente da AMA, Jorge Dantas, que participou de todas as reuniões representando o Nordeste, diz que os prefeitos vão dar esse crédito ao governo e ao legislativo, mas continuarão mobilizados. Ele avaliou como um avanço a abertura das negociações, principalmente a sinalização imediata da presidenta com relação à atualização da lei que trata do ISS.

Mandato Em assembleia extraordinária, realizada na sexta-feira (16), em Maceió, foi empossada para o triênio 2014/2017, a presidente da Federação dos Pescadores de Alagoas, Eliane Moraes, para seu segundo mandato à frente da entidade. Pescadora desde os 12 anos de idade, Eliane Moraes é a primeira mulher a assumir uma federação da categoria no país. Ela foi reeleita com 90% dos votos dos representantes das 40 Colônias de Pescas de Alagoas.

*A Secretaria de Estado da Gestão Pública (Segesp), por meio da Escola de Governo de Alagoas (Egal), realizou na última sexta-feira o curso de Nivelamento Metodológico com candidatos que estão inscritos no cadastro de Instrutores da Egal. *E em Alagoas, o político que não vota com o partido, pode ser penalizado. É o que defende o vice-presidente do PT, deputado Ronaldo Medeiros. *Por falar em Ronaldo Medeiros, o parlamentar vive postando fotos e informes sobre o relatório da CPI da Eletrobras. Está protelando demais.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

Economia

ECONOMIA

Crescimento do Nordeste atiça muitas redes de franquia O forte crescimento econômico do Nordeste nos últimos tempos levou muitas redes a elegerem a região como novo foco do seu plano de expansão. Para quem quer abrir uma franquia, trata-se de um mercado que apresenta muitas oportunidades e ainda tem grande potencial para explorar. As marcas que já se consolidaram no Nordeste também formam concorrência para quem chega lá agora. Elas conhecem bem os hábitos de consumo do local e já são conhecidas pelo público nordestino.

Crédito ajuda pequenos negócios do comércio em AL Agência Desenvolve já liberou mais de R$ 5 milhões

A

Desenvolve - Agência de Fomento de Alagoas liberou 16% de suas operações de crédito para o setor de Comércio e Serviços, só em 2014. Durante todo o ano de 2013, foram 70% dos contratos direcionados para este mercado. A agência, que tem por finalidade promover o desenvolvimento do Estado, já investiu R$ 5 milhões em crédito para os pequenos negócios, só no primeiro trimestre deste ano. Os dados demonstram a contribuição da instituição no crescimento de vendas do comércio varejista em Alagoas. Números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), divulgados na última quinta-

-feira (15), indicam um índice de crescimento do setor de 9,7% no primeiro trimestre de 2014. A pesquisa também aponta a variação de doze meses, entre março de 2013 e março de 2014, com alta de 8,6% no Estado, com desempenho também crescente no terceiro mês do ano de 0,8%. No ano anterior, o comércio alagoano apresentou um crescimento de 4,1%, durante o mesmo período, sendo classificado como o sexto maior desempenho do País. De acordo com o presidente da Desenvolve, Antonio Carlos Quintiliano, a atuação da Agência vem crescendo substancialmente e colabora com a alta dos índices divulgados.

“A atuação da Agência tem como finalidade preparar as empresas para que possam acessar o mercado de maneira planejada, contribuindo para o favorecimento de condições mercadológicas dos empreendedores alagoanos”, afirmou. FOMENTO

Ainda segundo Antonio Carlos Quintiliano, esse crescimento do comércio se deu graças ao envolvimento do Estado visando o desenvolvimento, seja por meio da Agência de Fomento, Bancos de Desenvolvimento ou programas do Governo. “A Desenvolve partilha deste crescimento nas vendas do comércio e é parceiro do empreendedor alagoano”, pontuou.

DIAS DE JOGOS

Feriado para Copa prejudica o comércio Quando a Copa do Mundo começar, daqui a 25 dias, o Brasil deverá parar por causa dos jogos - literalmente. Milhões de funcionários serão dispensados em dias de partidas - oito das 12 cidades-sede já anunciaram medidas especiais para servidores públicos e serviços. Alguns podem estar felizes com a folga extra. Outros, como comerciantes, não. No Rio de Janeiro, haverá feriado nos três dias úteis de jogos no estádio do Maracanã. Até agora, a cidade é a única a ter anunciado tal medida, que também é estudada por São Paulo. A decisão exclui comércio de rua, bares, restaurantes e shoppings, que poderão funcionar normalmente. O prefeito, Eduardo Paes, negou que a cidade terá prejuízos, dizendo que ela receberá maior número de turistas durante o evento. Mas nem todos concordam. “Há uma perda de faturamento, um impacto numérico de valoração difícil de se saber”, disse à BBC Brasil o presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro, Antenor Barros Leal. “Por outro lado, há uma compensação com o movimento que a Copa traz para a cidade... (Mas o feriado) é lamentável sob o aspecto comercial”, disse. Dirigentes e especialistas dizem ser difícil mensurar um eventual impacto negativo. O valor das perdas foi estimado em R$ 8 bilhões por Aldo Gonçalves, presidente das associações que reúnem lojistas do Rio, o Sindilojas Rio e a CDL Rio, segundo a Agência Brasil. Por outro lado, as cidades serão beneficiadas com o movimento adicional ligado à Copa.

Consumidores só querem uma coisa: ver a Seleção Brasileira ganhar

Setor do comércio apresentou um crescimento de 9,7% no primeiro trimestre de 2014 no Estado

13


14

ECONOMIA

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

Interior consome R$ 827 bilhões/ano

De cada R$ 10 gastos no Brasil, R$ 4 correspondem ao consumo desse público fora das capitais brasileiras

D

e cada R$ 10 gastos no Brasil, R$ 4 correspondem ao consumo efetuado no interior do país. Levantamento inédito do Sebrae, realizado em parceria com o Instituto Data Popular, mostra que o consumo fora das capitais e regiões metropolitanas soma R$ 827 bilhões ao ano, o equivalente a 38% do total do consumo no país. Esse cenário confirma a existência de um ambiente promissor para os pequenos negócios, na medida em que metade da população brasileira vive no interior e que essas regiões vêm apresentando um crescente desenvolvimento econômico. “O consumo no interior hoje já é maior do que o PIB de muitos países, como Chile, Dinamarca ou Portugal, por exemplo. E ainda há muito potencial de crescimento, em especial para as micro e pequenas empresas que estão nessas localidades e conhecem melhor os mercados e as demandas da sua população”, afirma o presidente do Sebrae, Luiz Barretto. “Além disso, a pesquisa mostrou que os consumidores no interior definem suas compras principalmente com base no preço e na qualidade e dão menos importância à marca, o que favorece as empresas menores

que se preparam para oferecer bons produtos e serviços”, complementa. O Brasil tem 4,6 mil municípios fora das capitais e regiões metropolitanas que reúnem 94,3 milhões de habitantes, o equivalente a 49% da população. A grande maioria (74%) desses moradores do interior vive em áreas urbanas, e apenas 26% vivem em áreas rurais. Entre os trabalhadores, 77% ganham até dois salários mínimos (já nos grandes centros, 64% estão nessa faixa de renda). “Embora a renda seja menor no interior, o consumo vem sendo favorecido pelo desenvolvimento das cidades e pelo aumento da circulação de dinheiro nos municípios. Uma das razões é o fato que 63% dos beneficiários do Bolsa Família vivem no interior”, destaca Renato Meirelles, presidente do Instituto Data Popular. No último ano, os moradores dessas cidades gastaram R$ 265 bilhões de reais na manutenção do lar e outros R$ 118,4 bilhões com alimentação no domicílio. Medicamentos, material de construção e alimentação fora do lar (em restaurantes, bares e lanchonetes) também estão entre os principais gastos.

Consumo fora das capitais e regiões metropolitanas são ambientes promissores para os pequenos negócios, pois 50% da população vive no interior

CONSUMIDORES

Eles querem móveis, viajar de

avião e eletrodomésticos

73% dos municípios têm menos de 20 mil habitantes Nos próximos 12 meses, esses consumidores planejam comprar principalmente móveis para a casa, TVs, geladeiras, máquinas de lavar e viajar de avião. “O desejo de consumo representa bons negócios não apenas para o comércio, mas para todos os outros segmentos envolvidos. Isso porque será preciso fabricar móveis, prestar manutenção para as TVs, geladeiras e lavadoras, ter agências de viagens e lojas para vender malas, por exemplo”, avalia o presidente do Sebrae, que vê mais chances para as micro e pequenas empresas. “73% dos municípios do interior têm menos de 20 mil habitantes, o que diminui o interesse das grandes redes. Já o pequeno negócio pode nascer e crescer na sua própria localidade e assim ainda contribui para o desenvolvimento regional”, completa. De olho nas oportunidades, o microempresário Marcos Vinicius de Sena e Paiva concluiu em 2013 uma obra com a qual vinha trabalhando há cinco anos para ampliar sua loja. Ele é

O desejo de consumo representa bons negócios não apenas para o comércio, mas para todos os outros segmentos envolvidos. Isso porque será preciso fabricar móveis, prestar manutenção para as TVs, geladeiras e lavadoras, ter agências de viagens e lojas para vender malas, por exemplo”

LUIZ BARRETTO PRESIDENTE DO SEBRAE

dono de um supermercado em Jequitinhonha (MG), um dos municípios atendidos pelo programa de Desenvolvimento Territorial do Sebrae. De 180 m², a área de vendas passou para 600 m² e a clientela subiu de 1,2 mil para 1,8 mil pessoas por mês, com faturamento 50% maior. “Pude dar mais conforto aos clientes, diversificar a oferta de produtos e até mesmo inserir itens mais sofisticados”, revela o empresário. No sertão de Pernambuco, a Microempreendedora Individual Lyedja Santos Ferreira começou a fazer a decoração para as festas de aniversário da filha e, traba-

lhando em casa, teve a ideia de começar a vender para outros clientes. Para não depender apenas do mercado local, criou uma loja na Internet e fez sua primeira venda para Gravataí, no interior do Rio Grande do Sul. Com o aumento no volume de negócios, abriu também uma loja física, em Cabrobó (PE). “Sempre procuro melhorar participando de palestras do Sebrae que ajudam bastante, principalmente a organizar o faturamento, que eu tinha muita dificuldade. Hoje, com muito orgulho, faço parte de festas de Norte a Sul do Brasil e até nos Estados Unidos”, comemora.

Arapiraca, maior cidade alagoana, depois da capital, inaugurou seu primeiro shopping recentemente

CIELO

Vendas aceleram 4,8% em abril

Um indicador antecedente apontou aceleração das vendas do varejo brasileiro em abril, com destaque para os supermercados, mas a fraca confiança do consumidor e o menor crescimento da renda das famílias deve limitar o desempenho do setor nos próximos meses. O Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) apontou alta de 4,8% em abril ante igual mês de 2013, informou a empresa de meios de pagamento Cielo. O indicador desconta a inflação registrada no período. Além dos supermercados, foram destaques positivos em vendas em abril os postos de gasolina e as lojas de departamento, disse o gerente da área inteligência da Cielo, Gabriel Mariotto, em teleconferência com jornalistas. A informação veio horas após o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ter divulgado que as vendas no comércio varejista brasileiro tiveram queda anual de 1,1% em março, retração mais aguda para o mês desde o início da série em 2002. Segundo o IBGE, os supermercados foram a principal influência negativa para o índice. Segundo disse na teleconferência a economista Maria Oliveira, da Tendências Consultoria, o crescimento menor da renda e queda na confiança do consumidor deve limitar expansão das vendas no varejo no Brasil nos próximos meses. LOJAS O movimento dos consumidores nas lojas do país aumentou 1,6% em abril na comparação com março. O indicador da Serasa Experian que mede a atividade do comércio mostra que na comparação com abril de 2013, a alta é 5,4%. No acumulado do ano, foi o índice registra avanço de 3,8% ante os quatro primeiros meses de 2013.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

ESPORTES 15

Flamengo e São Paulo jogam no Maraca

Ney Franco estreia no Urubu e reencontra desafeto Rogério Ceni, que protagonizou uma série de polêmicas no tricolor Flamengo e São Paulo jogam hoje às 16h pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Muricy Ramalho já tem a escalação que entrará em campo neste domingo no Maracanã. Alexandre Pato volta ao time titular além do zagueiro Lucão e do lateral-esquerdo Reinaldo. O atacante foi escalado pelo técnico após ficar de fora do clássico com o Corinthians no último domingo por estar emprestado pelo rival do clube do Morumbi. Já Reinaldo entra na vaga do uruguaio Alvaro Pereira, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Lucão, por sua vez, briga para assumir o posto na defesa de Rodrigo Caio, que viajou para integrar a Seleção Brasileira sub-21. Muricy armou o time com Rogério Ceni; Luis Ricardo, Lucão, Antonio Carlos e Reinaldo; Souza, Maicon e Ganso; Alexandre Pato, Osvaldo e Luis Fabiano. FLA Apresentado na última quarta-feira, Ney Franco já promove mudanças no time do Flamengo. Em atividade táti-

ca realizada no Centro de Treinamento Ninho do Urubu, o treinador escalou Hernane ao lado de Alecsandro no ataque rubro-negro, em teste para o duelo deste domingo contra o São Paulo, às 16h, no Maracanã. Se for confirmada a escalação, será a primeira vez que os dois centroavantes iniciarão juntos uma partida como titulares. Atuaram lado a lado apenas durante o decorrer de alguns jogos. Alecsandro foi contratado no começo do ano para ser o reserva imediato de Hernane e tem dado conta do recado, sendo o artilheiro da equipe na temporada com 14 gols. O Brocador perdeu espaço ao ter se machucado no fim de março, quando sofreu uma fratura nas costas. Somente agora está liberado para atuar. O volante Cáceres e o meia Mugni treinaram entre os reservas. Everton é outro que retorna após lesão. Ney Franco escalou com Felipe; Léo Moura, Wallace, Samir e André Santos; Mário Araújo, Luiz Antonio, Everton e Paulinho; Alecsandro e Hernane. ASCOM ASA

UOL

Após quatro rodadas do Campeonato Brasileiro, o Flamengo é apenas o 16º colocado, com quatro pontos e encara hoje o São Paulo

SÉRIE C

ASA espera casa cheia para duelo neste domingo contra o Cuiabá

Técnico Beto Almeida modifica algumas posições no time

Goleiro Pedro Henrique será titular do ASA neste domingo, em casa

UOL

ASA e Cuiabá jogam neste domingo, em Arapiraca, às 19h, pela Série C. A direção do Alvinegro está confiante na grande presença do torcedor. O time busca a primeira vitória na competição. Para este jogo o técnico Beto Almeida fará algumas mudanças pontuais. A principal será a saída do goleiro Marcão, substituído por Pedro Henrique. Na zaga, André Nunes treinou no lugar de Marco Tiago, ainda lesionado, e deve ser confirmado entre os titulares no treino deste sábado à tarde. Quem ganhou a posição foi o meia Jean. O treinador gostou do esquema 4-5-1 e pretende melhorar a qualidade do passe com a escalação de três meias. No último trabalho a equipe titular foi definida com: Pedro Henrique, Leandrinho, André Nunes e Amarildo e Thalysson; Jorginho, Lucas, Jean e Didira; Alex Henrique e Wanderson. Sobre a mudan-

ça no gol, Beto disse na coletiva que Pedro merece uma oportunidade. “Goleiro que está se apresentando bem nos treinamentos e vai fazer sua estreia. O critério é, dentro da nossa concepção, fazer o melhor para os interesses do ASA”, declarou Beto, que disse não ter conversado com Marcão sobre sua saída do time. “Não tenho por hábito avisar a um jogador de forma especial que vai jogar ou não jogar. Foi simplesmente opção. O Pedro poderia ser titular quando chegou. mas avisei aos dois que o Marcão não deu motivo. Agora achamos que devemos dar essa oportunidade ao Pedro”, explicou. O treinador revelou que única dúvida está na zaga. Marco Tiago ainda se recupera de lesão nas costas e tem chance de enfrentar o Cuiabá se participar do último treino. Beto também elogiou o meia Jean.

“Se o Marco treinar amanhã, ele vai para o jogo. Se não, vai o André Nunes. O Jean tem demonstrado bom futebol e personalidade. Para melhorar a qualidade do passe, optamos por três meias, o Jean, o Didira e o Alex. Naquele bom gramado de Florianópolis, erramos muitos passes e precisamos melhorar. Na lateral esquerda, Thalysson segue entre os titulares. Romano está recuperado da lesão no tornozelo, treinou, mas deve ficar no banco. O centroavante Lima continua sem ser relacionado.- São dois jogadores de muita qualidade. O Romano ficou sete dias sem treinar. A princípio, começa o Thalysson. O Lima carece de um recondicionamento físico. Quando vinha jogando, não estava bem. O Lima dinâmico que conheci, estava longe de aqui. Ele precisa atingir alguns índices, fica fora desse jogo e, de repetente, no próximo pode entrar na lista.

TREINADOR

Cuca se antecipa e descarta volta ao Brasil para assumir Palmeiras

Campeão da Libertadores em 2013, ele está no Shandong

Técnico Cuca, Montillo e Aloísio estão atuando no Shandong

O Palmeiras termina a semana com pelo menos duas negativas públicas de treinadores considerados pelos dirigentes para comandar o time. Depois do paraguaio Arce dizer que não sai do Cerro Porteño, foi a vez de Cuca negar a possibilidade. Campeão da Libertadores em 2013 pelo Atlético-MG, Cuca está hoje no Shandong Luneng, da China. O treinador disse que ainda tem três anos de contrato com o clube chinês e que pretende cumpri-lo: “[O Palmeiras] é um lugar que eu gosto muito, mas não tem como, estou no meu primeiro ano aqui e é muito cedo para voltar”. Segundo Cuca, não houve uma proposta oficial do Palmeiras, mas, mesmo que houvesse, ele acredita que uma cláusula específica do seu contrato com o Shandong Ludeng seria o maior

entrave: “A multa é alta, seria o restante do salário previsto, mas ainda assim eu só poderia sair após o vencimento do meu primeiro ano aqui. Até dezembro, eu não tenho como sair daqui, preciso ficar até completar um ano”. E Cuca diz isso mesmo admitindo as dificuldades na adaptação: “É uma mudança grande em tudo, cultura, alimentação. Mas estou me adaptando, minha família toda veio comigo”. Esta semana foi Arce quem deu entrevista negando a ida para o Palmeiras. Ele falou à rádio Cardinal do Paraguai que chegou a ser contatado pelo clube brasileiro, mas que não se vê abandonando o trabalho que vem desenvolvendo no Cerro: “Recebi três ligações do Palmeiras, agradeci, mas não vou sair. Estou feliz e isto importa muito mais do que qualquer outra coisa”, disse o ex-lateral.

O Palmeiras ainda considera Dorival Júnior e segue de olho no mercado de técnicos estrangeiros, mesmo após a negativa de Arce. O zagueiro Lucio defende a permanência do interino Alberto Valentim e falando sobre os reveses de ter um técnico estrangeiro no clube. O volante Renato, por exemplo, jogou em Portugal por um ano, no Moreirense, e não vê problemas caso o Palmeiras confirme a contratação de um técnico de fora do Brasil: “Acho que não cabe a nós escolher. Independentemente do técnico que chegar, temos que dar o nosso melhor”. Lúcio tinha criticado a possibilidade de um estrangeiro assumir. “Acho complicado ter um técnico estrangeiro. É um choque cultural muito grande, às vezes não sabem falar perfeitamente o português e isso pode dificultar”.

TRICOLORES

Grêmio recebe o Fluminense na Arena

O encontro entre tricolores Grêmio e Fluminense é um dos principais destaques do Campeonato Brasileiro 2014, neste domingo (18), quando os dois se confrontam em partida pela quinta rodada. Em oitavo lugar na classificação, com 7 pontos, o Grêmio espera atingir o topo da tabela, se não por agora, ao menos antes do período de pausa para a Copa de 2014 no Brasil, principalmente para bater de frente com o rival Inter-RS, líder com 10 pontos. “Fazendo bem as coisas podemos ficar até em primeiro. Nossa mentalidade é essa, porque queremos sair campeão. O grupo está bem focado e todos sabem da responsabilidade”, afirmou o atacante Hernán Barcos. OUTROS JOGOS 16h Corinthians x Figueirense 16h Atlético-PR x Chapecoense 18h30 Santos x Atlético-MG 18h30 Vitória x Palmeiras 18h30 Criciúma x Inter

EM ALAGOAS

Aloísio Chulapa confirma visita de Adriano Esta semana Aloísio Chulapa e Adriano Imperador se encontraram num restaurante da Zona Sul do Rio de Janeiro. Eles são amigos do tempo que jogaram juntos no São Paulo. O ex-atacate do CRB e natural de Atalaia não perdeu a oportunidade de convidar Adriano para conhecer sua cidade “Pude rever o meu irmãozinho e a gente pôde relembrar os momentos vividos juntos no São Paulo. Aproveitei e fiz o convite para o Imperador vir conhecer o meu projeto, a escolinha e a minha cidade natal, que eu tanto amo. Ele aceitou e estamos agendando a visita para esse mês ainda”, disse Chulapa ao G1 Sobre a carreira profissional de Adriano, Aloísio destacou que o Imperador está empenhado em voltar aos gramados. “Depois da passagem dele pelo Atlético-PR, ele está só aguardando uma oportunidade. E vou te dizer: o cara está magrinho”, revelou Chulapa.


16

ESPORTES

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

Esportes

TRIBUNAINDEPENDENTE

Técnico francês se irrita com pergunta sobre boate ao lado de hotel da Copa O técnico da seleção francesa Didier Deschamps se irritou durante entrevista ao ser questionado sobre a existência de uma casa noturna a pouco mais de 600 metros do hotel onde a delegação francesa ficará durante a Copa do Mundo, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. O treinador ameaçou os jornalistas. “Aparentemente vocês estão mais bem informados. É estranho porque vocês devem frequentar os mesmos lugares que os jogadores. Quando vamos à Ucrânia, sei que as noitadas dos jornalistas são muito animadas. Curiosamente, vocês vão aos mesmos lugares, mas poucos ficam sabendo. Geralmente chega ao meu conhecimento. Vocês podem ter dossiês dos jogadores, mas eu também tenho de vocês. É bom saber o que se passa e, depois, cada um faz o que quiser”, declarou o treinador.

Aldo Rebelo aposta em festa na Copa Alagoano, Ministro dos Esportes vê redução de manifestações e está confiante em um grande evento para o país TERRA

A

jornada de manifestações contra a Copa do Mundo de 2014 não abalou a confiança do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, quanto à realização bem sucedida do evento. Pelo contrário. Depois de uma série de protestos ter sido organizada em várias cidades do país, Rebelo disse que a adesão da população a esses atos está diminuindo. Segundo ele, até o início do Mundial, ela cairá ainda mais. “Como eu já previa, há uma redução do impacto dessas manifestações. As pessoas estão voltando-se para o momento de festa que será a Copa do Mundo” afirmou. Rebelo está no Rio para discutir detalhes do plano operacional da capital fluminense para a

O Brasil é o país do futebol, e a partir do próximo dia 12 de junho, viverá intensamente esse título com a Copa do Mundo Fifa 2014

PAIXÃO

Copa. Ele disse que as manifestações que ocorreram no Rio, São Paulo e outras cidades não são contra o Mundial. Na sua avaliação, são demandas históricas e que já não mobilizam tanta gente como no ano passado, durante a Copa das Confederações. “Li nos jornais que a concentração de pessoas para ver a taça da Copa do Mundo em Macapá foi maior. Cerca de 20 mil pessoas concentraram-se por lá”, disse Rebelo. O ministro afirmou ainda que o direito a manifestações está garantido em lei no Brasil. Ele disse que o governo não vai tentar impedir os atos, sejam eles quais forem. “Nenhuma ONG estrangeira precisa vir dar cartão amarelo para o governo para que respeitemos as manifestações”, afirmou Rebelo. “Quero deixar claro uma coisa: vamos dar um show na abertura da Copa do Mundo”, frisou o alagoano. “Estamos muito orgulhosos do evento.” GLOBOESPORTE

Pelo hexa, torcedor promete mudar nome Advogado vai adicionar “Bandeira Brasil” caso a seleção conquiste a Copa Vinte anos depois de adotar as cores do Brasil como uma segunda pele, o advogado Nelson Paviotti agora está disposto a mudar o próprio nome pela Seleção. A promessa da vez é incluir “Bandeira Brasil” ao registro civil se o time de Felipão conquistar o hexacampeonato. Para quem só usa roupas e come alimentos verdes e amarelos desde a Copa 94, o novo juramento é só mais uma demonstração do fanatismo pela Seleção. - Hoje eu sou conhecido pelo homem bandeira. Então, se o Brasil for campeão, eu vou entrar com uma ação na Jus-

tiça para modificar meu nome na certidão de casamento para Nelson Paviotti Bandeira Brasil. Espero poder realizar essa promessa, assim como aconteceu em 1994 - afirmou o torcedor, de 63 anos, que mora em Campinas. O futuro possível “sobrenome” do advogado tem relação com a fama que ele conquistou pela cidade, onde virou uma figura emblemática desde que passou a vestir apenas roupas com os tons da Seleção. Para levar o juramento ao pé da letra, reformulou o guarda-roupas. São 300 peças, entre cuecas, gravatas, meias e paletós,

tudo nas cores do Brasil. A casa dele no Jardim Bandeirantes, onde vive com a esposa e dois filhos, já está com cara de Copa do Mundo. Cadeiras, quadros, toalhas de banho, de mesa e até as refeições: tudo leva as cores da nação. Na fechada e no interior, são aproximadamente 500 bandeiras. Foram gastos R$ 5 mil para a decoração. O cardápio à base de alimentos verdes, amarelos e brancos, já que azuis são difíceis de encontrar, segundo ele, fez Paviotti emagracer 13 quilos desde 94. A mania também extrapolou os limites da residência. Na

sala do escritório de advocacia, as cores preferidas também imperam. Para se locomover, ele usa dois Fuscas pintados de, adivinhe, verde e amarelo. Os veículos serão utilizados por Paviotti para acompanhar os jogos do Brasil. Ele sonha em ver a abertura na Arena Corinthians, 12 de junho, contra a Croácia. “Ainda não sei aonde vou assistir aos jogos. Estou querendo ir com meu Fusca à estreia do Brasil. Não tenho ingresso, mas vou tentar falar com amigos que conhecem minha história para conseguir assistir a partida no estádio”.

OUSADO

Argentino Agüero sonha em ganhar a Copa

“Vencer no Brasil seria um fardo para carregarem a vida inteira”, disse atacante

Campeão inglês pelo Manchester City e provável titular da seleção argentina na Copa do Mundo, Sergio Agüero está confiante na participação de seu país no Mundial que será disputado no Brasil. O atacante usa a rivalidade com os brasileiros como motivação extra para buscar o título, que os argentinos não comemoram desde 1986. Além de ficar marcado na história da seleção pela conquista de um título mundial, o atacante também quer ter o nome registrado para sempre na memória dos brasileiros. Ciente de que não contará com o apoio da torcida da casa, Agüero sonha ser lembrado por derrotar os maiores rivais na casa do adversário. Em uma repetição do que os uruguaios fizeram na Copa de 50. - A diferença é no clima, que vai ser ruim para a gente. Os argentinos sabem que se fizermos história no

Brasil, será um fardo para eles carregarem a vida inteira. Poderemos dizer: “Ei ganhamos de vocês no seu país”. O jogador do Manchester City faz questão de destacar o grau de dificuldade da competição. O argentino indica quatro seleções com títulos mundiais como favoritas à conquista da taça, além da Bélgica. - Os favoritos são os de sempre, as grandes equipes. A Alemanhã, o Brasil é favorito por jogar com o apoio de sua torcida, a Espanha, que é uma grande equipe, a Itália está muito bem também e a Bélgica que foi muito bem nas Eliminatórias da Europa. É uma Copa do Mundo, todos querem fazer o seu melhor e querem mostrar o melhor para o seu país. Não vai ser fácil. Mas esperamos que possamos fazer um grande Mundial e que eles se preocupem com isso.

G1

Sergio Agüero, atacante do City, usa rivalidade com o Brasil

Advogado faz promessa em 1994 e só usa as cores do Brasil

AMISTOSO

Primeiro jogo da Seleção após Copa será em Natal O presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol, José Vanildo, anunciou que o primeiro jogo da seleção brasileira após a Copa do Mundo será realizado na Arena das Dunas, em Natal. O dirigente divulgou esta informação após encontro com o atual presidente da Confederação Brasileira de Futebol, José Maria Marin, e o vice-presidente Marco Polo Del Nero, que assumirá a presidência da entidade em 2015. A CBF, porém, ainda não oficializou a presença da Seleção em Natal. A data do amistoso ainda não foi confirmada, assim como o adversário, mas, segundo José Vanildo, será na primeira “data Fifa” depois do Mundial. A entidade máxima do futebol reservou o período de 1º a 9 de setembro para a realização de jogos oficiais ou amistosos. “O primeiro jogo da seleção brasileira após a Copa do Mundo será na Arena

das Dunas. Foi um compromisso assumido pela CBF com a nossa federação. Natal poderá, quem sabe, comemorar o hexacampeonato da seleção de Luiz Felipe Scolari”, disse José Vanildo. A reunião foi realizada na sede da CBF em São Paulo, oportunidade em que houve debate sobre refinanciamento das dívidas dos clubes. O encontro também contou com a presença do presidente do América-RN, Gustavo Carvalho, do vice-presidente administrativo, de finanças e relações institucionais do ABC, Rogério Marinho, e do presidente da Câmara Federal, o deputado Henrique Eduardo Alves. A CBF já havia divulgado dois amistosos da seleção brasileira para o segundo semestre. O primeiro será contra a Argentina, no dia 11 de outubro, no Estádio Ninho do Pássaro, em Pequim. O outro adversário será a Turquia, no dia 12 de novembro, em Istambul.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014 VEÍCULOS 17

Veículos

São Paulo aprova redução de IPVA para carros elétricos

A Câmara Municipal de São Paulo saiu na frente e aprovou o projeto do vereador Antonio Donato, do PT, que incentiva o uso de veículos automotores movidos a energia elétrica (VE puro e híbrido) e a hidrogênio (célula a combustível). O incentivo será feito com a devolução da parte do IPVA – Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores que a cidade tem direito, já que a arrecadação do imposto é feita pelo Estado.

Escolha: ‘Marca automotiva mais inovadora’

Exemplar tecnologia da Mercedes-benz é destaque em estudos e vence competição como melhor do setor

U

m estudo realizado pelo Centro de Administração Automotiva (CAM) e a consultoria Pricewaterhouse Coopers (PwC) revelou que a Mercedes-Benz é a marca automotiva mais inovadora. A Daimler também venceu a competição como “Grupo mais inovador” nas categorias “Veículos conceitos” e “Sistemas de segurança”. A cerimônia de entrega dos prêmios do “AutomotiveINNOVATIONS Awards 2014” em Frankfurt, na Alemanha. “Com quase 170 pontos, a Mercedes-Benz demonstrou com grande vantagem a mais alta força de inovação, atingindo assim o posto mais alto entre as

marcas na pesquisa AutomotiveINNOVATIONS. Os três modelos mais inovadores também pertencem à Mercedes-Benz, as classes S, E e C”, observou o Prof. Dr. Stefan Bratzel, membro do CAM. “A paixão pela invenção não morre jamais”. Esse era o lema de Carl Benz, um dos fundadores da marca. “As inovações são hoje um fator para o sucesso mais importante do que nunca”, declarou o Prof. Dr. Thomas Weber, membro do conselho de direção da Daimler AG responsável por Pesquisa e Desenvolvimento da Mercedes-Benz Automóveis, no simpósio que antecedeu a cerimônia de premiação. “Os diversos desafios do

futuro só poderão ser encarados com sucesso por meio da rápida introdução das inovações nos veículos, em todas as áreas de importância.” As inovações pelas quais a Mercedes-Benz recebeu o prêmio “Automotive INNOVATIONS Award 2014” incluem a “suspensão com olhos” MAGIC BODY CONTROL, o sistema DISTRONIC PLUS Traffic Jam Vehicle Follow Assist e o modelo Mercedes-Benz S 400 HYBRID. A exemplar tecnologia aerodinâmica e numerosas inovações em segurança também levaram a Daimler a vencer como “Grupo mais inovador” nas categorias “Veículos conceitos” e “Sistemas de segurança”.

Modelos da marca alemã Mercedes-Benz são, historicamente, marcados pela inovação nos projetos

RENAULT

Novo Logan e Sandero são destaques de vendas no mercado Em abril, a Renault registrou 19.052 emplacamentos e uma participação de 6,8% do mercado, 0,1 ponto percentual acima do resultado de abril de 2013. No acumulado deste ano, a marca está entre as que mais cresceram: de janeiro a abril, a Renault obteve participação de 6,7% e contabilizou 70.918 emplacamentos, 11% a mais em comparação ao

primeiro quadrimestre de 2013, enquanto o mercado registrou queda de 4,6%. O Novo Logan e a gama Sandero voltaram a ser destaque. No mês de abril, a linha Sandero registrou 8.747 emplacamentos, confirmando o seu bom desempenho e alcançando a oitava posição entre os mais vendidos no País, uma acima do ranking de março.

O Novo Logan, lançado no final do ano passado, também manteve a boa trajetória com 4.073 unidades emplacamentos no mês (foram 3.206 em março), acumulando 13.553 emplacamentos no ano. O mercado brasileiro de veículos somou 1.053.178 unidades emplacadas no quadrimestre, ou seja, 51.077 unidades a menos que em 2013 (1.104.255).

ZERO EMISSÃO

Kangoo Z.E. reforça frota de veículos elétricos da CPFL Energia Novidade em energia limpa. Mais quatro veículos elétricos Renault Z.E. (Zero Emissão) irão reforçar o Programa de Mobilidade Elétrica da CPFL Energia. Os modelos Kangoo Z.E. se somam aos dois veículos elétricos já adquiridos pela companhia em 2013 e servirão para ampliar os estudos que avaliam a viabilidade do uso deste tipo de veículo em frotas empresariais e os impactos na rede elétrica. Com esta aquisição, a Renault do Brasil comercializou 66 unidades de veículos elétricos no país, desde 2013. “Os veículos elétricos da Renault despertam cada vez mais interesse de empresas que buscam soluções em mobilidade urbana 100% limpas, inovadoras e tecnologicamente avançadas. Isso reforça a liderança da marca em vendas de veículos zero emissão no país”, destaca Silvia Barcik, coordenadora de projetos de veículos elétricos da Renault do Brasil.

Os Kangoo Z.E. foram entregues no dia 14 de maio e direcionados para atividades cotidianas das empresas 3M do Brasil, Natura Cosméticos e a distribuidora do Grupo CPFL Paulista, as quais possuem objetivos alinhados ao Programa de Mobilidade Elétrica da CPFL Energia. O Kangoo Z.E. é o primeiro furgão 100% elétrico, com zero emissão de CO2, disponível no mercado. A versão mantém as mesmas qualidades funcionais do Kangoo com motor de combustão interna, idêntico volume de carga (650 kg), e o mesmo padrão de conforto. O modelo é equipado com motor de 60cv e 23,06 kgfm. Sua autonomia é de 170 Km. A Aliança Renault-Nissan lidera o segmento de veículos zero emissão e está investindo 4 bilhões de euros no desenvolvimento dessa tecnologia. Desde o início da comercialização em 2011, foram mais de 100 mil veículos elétricos vendidos pela Aliança no mundo.

Modelo Renault Kangoo Z.E. é o primeiro furgão 100% elétrico, que produz zero emissão de CO2, em disponibilidade no mercado

CINZA MOND

MOTOCICLETAS

O Celta 2015 (foto), chegou, mas você não vai notar a diferença, a não ser que você encontrar pela frente uma unidade da cor cinza, a “cinza mond”, única diferença visível em relação à linha anterior. Mas, por causa da exigência da nova legislação, o carro vem com ABS, air bag duplo e a única versão a ser vendida, a LT, tem travamento automático das portas, sistema de imobilização do motor, ar-condicionado, direção hidráulica e vidros elétricos. Desde o seu lançamento, em setembro de 2000, o Celta vendeu 1.627.700 unidades. A linha 2015 custa R$ 32.490,00

A produção de motocicletas (foto), caiu 5,1% em abril (146.838), em relação ao mesmo período do ano passado (154.672), segundo a Abraciclo, associação do setor. No quadrimestre a produção cresceu, foram 555.788 este ano, contra 537.871 em 2013, crescendo 3,3%. As vendas no atacado (das montadoras para as concessionárias) no quadrimestre caíram 2,9%, chegando a 511.726, contra 526.772 no ano passado. Já as vendas de motos caíram 1,2% no quadrimestre, foram 487.050 em 2014, contra 493.038 no ano passado. Em abril as vendas no varejo atingiram 121.744 unidades, caindo 13,6% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Celta 2015 com air bag duplo e ABS

Produção cai em abril, mas cresce no ano

WAY

Fiat lança versão do popular Palio Fire A Fiat lançou uma nova versão do Palio Fire (foto). O Way, com novas molas, amortecedores e uma suspensão elevada, o objetivo é melhorar desempenho fora de estrada. Os pneus são maiores (165/85 R14) e carro aumentou a altura do solo em ficou 15mm. O preço também subiu: o Fire Way custa R$ 1 mil a mais do que o modelo original, ou R$ 27.860,00. O carro se diferencia do Fire por pequenos detalhes, como molduras nas caixas de roda, minisaias laterais, pintura na grade frontal, faróis com máscara negra biparábola, nova cor nos retrovisores, tecidos diferente e conta-giros.


TRIBUNAINDEPENDENTE

18 VEÍCULOS MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

A mais completa linha de caminhões do Brasil foi atração da Mercedes-Benz na Agrishow, principal evento do agronegócio na América Latina, que atraiu grande público em Ribeirão Preto, interior de São Paulo

Agrishow: logística no agronegócio

Caminhões Mercedes-Benz são reconhecidos nas atividades de transporte no campo por sua robustez

A

Mercedes-Benz – com um estande 600 metros quadrados onde destaca as soluções da marca para o transporte e logística no agronegócio participou da edição 2014 da Agrishow - Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, principal evento do setor na América Latina e um dos maiores do mundo. Em sua 21ª edição, a exposição foi realizada em

Ribeirão Preto, SP, O evento aconteceu este mês e reuniu um grande público. Juntamente com seus concessionários Pedro Monteleone, Ribeirão Diesel e Stecar, a Mercedes-Benz irá expor o semipesado Atego 2430 6x2 Econfort, sua mais recente novidade no mercado. Também estarão em evidência os caminhões Atron 2729 6x4, Axor 2644 6x4, Axor 3344 6x4 e Actros

2546 6x2, dois automóveis, um CLA 200 e um Classe C, bem como produtos e serviços do mais completo portfólio de pós-venda e a nova geração do sistema de gestão de frota FleetBoard. “Os caminhões da nossa marca são reconhecidos no setor do agronegócio por sua força e desempenho excelente e pela elevada robustez, resistência e produtividade, seja para o pequeno, médio

ou grande produtor rural”, diz Gilson Mansur, diretor de Vendas e Marketing de Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil. “Além disso, destacam-se pela versatilidade de aplicação, elevada capacidade de carga, reduzido consumo de combustível e menor custo operacional. Dessa forma, asseguramos a rentabilidade para os negócios de transporte e logística dos nossos

clientes”. Lançado na Fenatran 2013 e disponível para venda a partir deste mês, o Atego 2430 6x2 Econfort foi uma das grandes atrações da Mercedes-Benz na Agrishow. Ele é o primeiro modelo da linha de caminhões da marca a introduzir no mercado todos os recursos do conceito ECONFORT, que se caracteriza por novos pa-

drões de economia, conforto, força e desempenho. Entre eles, o câmbio automatizado Mercedes PowerShift sem pedal de embreagem, o novo eixo traseiro HL-4, cabina com nova suspensão, interior renovado com novo banco pneumático e o maior torque da categoria, até 32% maior que os concorrentes. A marca mostrou também caminhões pesados para o agronegócio.

CHEVROLET

Onix quer ser o carro feito para os dias de hoje A Chevrolet lançou nova campanha para o Onix, criada pela Commonwealth, dentro do posicionamento global da marca “Find New Roads”. O Chevrolet Onix traz uma proposta diferenciada no segmento de carros de entrada. É o primeiro carro da categoria a trazer o exclusivo MyLink, um sistema multimídia de conectividade com uma tela de 7” touchscreen com o qual o usuário emparelha seu smartphone e, além do GPS que traz em tempo real novidades que possam vir a surgir no trajeto percorrido, reproduz músicas, vídeos, fotos e faz ligações telefônicas, via bluetooth. A ação fala diretamente com o público-alvo (25-35

anos) e sua habitual relação com a tecnologia. No filme, um jovem dirige seu hatch compacto Onix até perceber que o sistema multimídia MyLink do carro não está conectado ao celular. Ele lembra que deixou o celular em casa e, na mesma hora, faz o retorno. Assim que abre a porta do seu apartamento, ele encontra o aparelho. Em seguida, o jovem conecta o celular ao MyLink do Onix e segue o seu caminho. Agora, se sentindo completo e com o MyLink funcionando. A locução em off finaliza: “Chevrolet Onix com MyLink. O carro feito para os dias de hoje”. O comercial começou ser veiculado dia 27 em TV aberta e fechada.

Campanha publicitária enfatiza a conectividade do Chevrolet Onix e possui como alvo principal o público com idade de 25 até 35 anos

COMERCIALIZAÇÃO DE PEÇAS

Senado aprova projeto que cria regras para desmanche

O Plenário do Senado aprovou, no dia 25 de abril, um projeto de lei que regulamenta a atividade das empresas que desmancham carros para venda de peças. O texto original da Câmara foi aprovado sem alterações com relatório favorável do senador Romero Jucá (PMDB-RR). O objetivo é reduzir práticas relacionadas a furto, roubo, adulterações e fraudes diversas na frota de veículos atualmente em

circulação no país. Entre as normas adotadas a partir do projeto, a principal é estabelecer um registro das empresas que trabalham com desmanche de carros no Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Elas deverão atuar exclusivamente nessa atividade e ter alvará de funcionamento expedido pelas autoridades locais, entre outros requisitos. Da mesma forma, os ve-

ículos que serão desmontados deverão ter certificado de baixa do registro no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). As peças retiradas deverão conter informações sobre a procedência e condição de uso e poderão passar por processo de pintura e reparos para sua comercialização. No entanto, fica vedada a venda de peças novas por essas empresas. O Contran deverá criar

um banco nacional de dados sobre os veículos desmontados e as empresas que exercem essa atividade. O conselho também será responsável por regulamentar prazos e procedimentos para a extração das peças e o destino das sucatas que não terão condição de serem reutilizadas. “A nova disciplina abre perspectivas concretas de combate à indústria do furto e do roubo de veículos e à

clandestinidade no execício das atividades de desmontagem, com a proliferação dos desmanches ilegais que tanto prejuízo têm causado à sociedade brasileira. Adicionalmente, as medidas propostas poderão ter importantes desdobramentos no campo ambiental. Ao criar condições para o máximo aproveitamento de componentes automotivos de forma lícita, o projeto favorece a ampliação da vida útil

de determinadas(peças) e, consequentemente, a redução do volume de sucatas e da quantidade de descartes irregulares ou inadequados no meio ambiente”, analisou o relator. O projeto não precisa retornar à Câmara dos Deputados porque não foi alterado no Senado. Dessa forma, ele seguirá para sanção presidencial e começa a valer um ano após a publicação no Diário Oficial da União.

ECOFIBRA

HONDA

LIDERANÇA

A Mitsubishi passou a equipar a Pajero TR4 (foto), com porta-pacotes e suportes laterais traseiros produzidos com ecofibra automotiva, um laminado que mescla polímero com fibra natural. Os equipamentos são produzidos pela Artecola Química, contribuem para a redução de peso e para o nível de ruídos internos, além de trazer mais facilidade para moldagem e é totalmente reciclável. O projeto levou 18 meses e envolveu estudos com fibras naturais de cana-de-açucar, com o objetivo de atender as especificações ambientais e que se adaptasse ao processo de moldagem.

A Honda venceu a em três categorias de produto e quatro de imagem no prêmio Moto de Ouro (foto), promovido pela Revista Motociclismo, da editora MotorPress Brasil. A premiação aconteceu terça-feira (29/04), no Centro da Cultura Judaica, em São Paulo. Os modelos Biz 125, XRE 300 e CRF 450X conquistaram o primeiro lugar nos votos dos leitores da publicação nas categorias CUB, Trail e Moto Verde, respectivamente. As motos Biz 125 e CRF 450X já haviam sido premiadas na edição passada, confirmando a excelente aceitação dos produtos pelos consumidores. Nas categorias relativas à imagem da marca, a Honda ficou em primeiro lugar

Foi só um tropeço. A queda de vendas do Gol (foto), em março agitou o mercado e fez alguns analistas tirarem conclusões apressadas. Bem que o diretor de Marketing da Volkswagen, Axel Schroeder, garantiu: “o Gol vai ser líder mais uma vez em 2014” . Quem duvidou, dançou. O Gol aumentou as vendas em abril e fechou o mês com 16.909 unidades, 1.501 a mais do que o Palio, segundo colocado. A Strada, que liderou o ranking em março, caiu para a terceira posição, com 13,3 mil unidades e o Ônix, que chegou a ser líder na primeira semana do mês, fechou abril na quarta posição.

Pajero TR4 tem porta-pacote “sustentável”

Marca conquista 13 troféus no Moto de Ouro

Gol retoma primeiro lugar nas vendas


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014 GERAL 19 ARQUIVO

O atentado de 30 de abril de 1981 tem mais uma testemunha que contou como ocorreu a explosão da bomba e como ela socorreu o capitão Wilson, ferido pelos estilhaços do artefato conduzido no Puma

Testemunha do Riocentro sob ameaça

Mauro César Pimentel chegou a se aproximar do Puma e o capitão Wilson disse: ‘sai daqui, filho da puta’

O

corretor de imóveis Mauro César Pimentel, 52 anos, depôs na sessão da Comissão Nacional da Verdade, que apresentou o relatório do atentado do Riocentro, em 30 de abril de 1981. Pimentel foi testemunha dos acontecimentos e contou que sofreu ameaças depois que revelou sua versão dos fatos. Ele, que também foi militar e policial, narra que viu o sargento Guilherme Pereira Rosário

e o capitão Wilson Luiz Machado armando a bomba que minutos depois explodiu com eles dentro do carro. Ele afirma que tentou socorrer o capitão, que ficou gravemente ferido. O sargento, que estava com o explosivo no colo, morreu na hora. “Eu era muito jovem e não tinha a estrutura que tenho hoje para enfrentar isso”, explicou ele, contando que servia ao Exército na época, quando tinha 18 anos. Logo

depois, ele entrou para a Polícia Militar, onde, inclusive, soube que era procurado: “Eles falavam que tinham que achar o cara que socorreu o capitão, sem saber que eu estava ao lado deles”. No dia do show, Pimentel saiu de Niterói com dois amigos para ir ao Riocentro, na zona oeste do Rio. Ao chegar no complexo de eventos atrasado, ele estranhou o fato de não haver alguém cobrando as entradas. “Depois, vimos

o Puma (modelo de carro da época, no qua estavam os militares) sair de uma vaga, e paramos nela. O Puma ficou parada na traseira do carro do meu amigo”. Quando desembarcou e seguiu para o show, ele conta que olhou para dentro do carro Puma e viu dois cilindros no banco de trás e um no colo do carona, que se irritou e o xingou. Como tinha esquecido algo no carro, ele voltou depois e, ao passar novamen-

te pelos militares, foi ainda mais hostilizado: “Sai daqui agora, seu filho da puta!”, disse um deles. Ao se afastar, ele ouviu o estrondo da explosão e correu em direção ao carro. ”Se ele (o capitão Wilson) quiser negar isso o resto da vida, que negue. As provas mostram que as mentiras deles vêm à tona. O carro não estava em movimento, estava parado. E não teve granada. ‘Eu socorri ele e o tirei de dentro do carro,

com os olhos esbugalhados, o braço chamuscado e o abdome sangrando muito. Como não consegui falar com ele, botei a mão na carteira dele e vi que era capitão do Exército. Eu era militar e tentei salvar um militar”, conta ele, que continua a narração: “Corri até a entrada do Riocentro e não tinha ninguém. Quando voltei, ele não estava mais lá. Aí, deixei a carteira para não me acusarem de furto”.

PAULA MACEDO

TÂNIA RÊGO

AMEAÇAS

‘Se ficou mudo 30 anos ficará para sempre’

Mauro César Pimentel, testemunha do atentado no Riocentro, prestou depoimento à CNV em abril

HISTÓRIA OCULTA

Amigo militar recomendou que corretor se calasse “Eu cheguei a procurar um amigo que era militar e perguntar o que eu deveria fazer. Ele disse: ‘Se você quer viver e constituir família, se quer ser alguém na vida, se cale. Se você contar e disser que me contou, eu vou negar”. Depois desse conselho, ele e os amigos decidiram esconder a história. Os outros dois permanecem com as identidades preservadas pelo pacto que o trio fez. A história de Mauro veio

à tona quando ele assistiu uma reportagem televisiva em 2011. Acreditando que os crimes já haviam prescrito, ele decidiu contar toda a história ao filho, que estudava jornalismo na Pontifícia Universidade Católica do Rio e era aluno do jornalista Chico Otávio, do jornal O Globo. Ele aceitou que o filho levasse o caso ao professor, que o entrevistou e trouxe seu depoimento a público. Mauro já foi ouvido pelo Ministério Público Fe-

deral (MPF), que processou seis pessoas no início deste ano pelo atentado, entre elas o hoje coronel reformado Wilson Luiz Machado. “Eu não sabia que o crime não havia prescrito. Achei que seria só uma entrevista. O MPF argumenta que o crime não prescreveu por causa da assinatura de um acordo com a Comissão Interamericana de Direitos Humanos, que impede que crimes contra a humanidade prescrevam.

Depois de revelar a história, ele conta que recebeu ameaças. “Recebi e-mails que diziam: ‘se ficou calado por 30 anos, agora vai ficar calado para sempre’. Foram atrás de mim no Orkut e cheguei a trocar de telefone, porque ligavam e ficavam em silêncio”. Ao se dirigir à CNV para dar depoimento, ele conta que pegou dois ônibus e metrô, viajando inclusive no sentido contrário, para ter certeza de que não estava sendo seguido: “marquei que chegaria em uma hora e vim em outra”. A sensação de insegurança aumentou depois da morte do coronel reformado Paulo Malhães, que confessou ter matado e torturado presos políticos em uma audiência pública da CNV. Ainda sem saber que o caseiro havia assumido a culpa pela morte do militar, Pimentel desabafou: “eu hoje me sinto assustado com a morte desse coronel. Quem mandou matar 27 mil (público do Riocentro no dia do show), manda matar um fácil”. Mauro conta que foi chamado pelo assessor do governo do Estado do Rio de Janeiro para um encontro no Palácio Guanabara, na tarde tarde desta terça-feira, para tratar de sua segurança.”Não vou pedir nada, mas, se acharem que eu tenho que ter escolta, vou aceitar”, concluiu.

Mauro César tenta retomar a vida, mas segue ameaçado por e-mails

PLANO DE ATENTADO

Explosão durante o show iria causar efeito devastador O episódio, que ficou conhecido como o atentado do Rio Centro, foi apenas o mais famoso de uma série de ataques terroristas promovidos pela extrema-direita do regime militar. O objetivo do atentado era uma tentativa da ala dura do regime militar a convencer os demais de endurecer a repressão às organizações de esquerda e prolongar a ditadura. O plano do atentado, de colocar três bombas em um show de 20 mil pessoas, é totalmente delirante. Dependendo de onde fossem colocadas essas bombas, centenas e até milha-

res de pessoas poderiam ter morrido. “O destino daquela bomba era o palco. Tratava-se de um artefato de grande poder destruidor. O efeito da carga explosiva no ambiente festivo, onde deveriam se apresentar uns oitenta artistas famosos, seria devastador. A expansão da explosão e a onda de pânico dentro do Riocentro gerariam consequências desastrosas. Era evidente que muitas pessoas morreriam pisoteadas”, declarou no livro “Memórias de uma guerra suja”, de Cláudio Guerra.


20

VEÍCULOS MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014 PUBLICIDADE

TRIBUNAINDEPENDENTE


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014 DIVERSÃO&ARTE

Lars von Trier está escrevendo roteiro para filme de terror

Ator e roteirista Lucas Salles é o novo repórter do ‘CQC’

O dinamarquês Lars von Trier (Dançando no Escuro) está escrevendo o roteiro para um filme de terror que será dirigido pelo conterrâneo Kristian Levring. Intitulado, temporariamente, de ‘Detroit’, o longa se passará justamente nesta cidade dos Estados Unidos. Não há muitos detalhes ainda, mas a história mostrará um homem lutando contra seus demônios internos. Levring também ressaltou algo que pode ser uma dica da trama: a palavra “Detroit” lembra um pouco “destroyed”, que significa “destruído”. Essa não é a primeira vez que von Trier realiza um roteiro com essa temática. Elementos próprios do terror podem ser encontrados em Anticristo (2009), com Charlotte Gainsbourg (Não Estou Lá) e Willem Dafoe (Coração Selvagem), e na minissérie para televisão The Kingdom.

O ator e roteirista Lucas Salles, de 21 anos, é o novo repórter do “CQC”. A informação foi divulgada pela assessoria de imprensa do programa. Lucas recentemente esteve na novela “Além do Horizonte” e também é conhecido por sua participação no canal de humor na internet Parafernalha. “Estou muito feliz por fazer parte de um projeto revolucionário. Digo revolucionário porque o ‘CQC’, além de nos divertir, toca o dedo na ferida de uma forma magnífica. É um trabalho que envolve cidadania, humor e política. É um passo muito importante para mim, espero que gostem”, opinou o novo repórter.

O diretor brasileiro Karim Aïnouz volta a tratar de fuga e reinvenções do ser humano no longa ‘Praia do Futuro’, que é um filme singelo sobre o poder de escolher o próprio destino

A

filmografia do cineasta cearense Karim Aïnouz é pequena, mas notável: ‘Madame Satã’, ‘O Céu de Suely’ e ‘Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo’ são trabalhos fantásticos. Assim, não é surpresa que este ‘Praia do Futuro’ seja um filme de ideias ambiciosas e abordagem corajosa. Escrito por Aïnouz ao lado de Felipe Bragança, o roteiro acompanha o salva-vidas Donato (Moura), que, trabalhando na praia do título, em Fortaleza, certo dia fracassa ao tentar resgatar um turista alemão, cujo corpo desaparece sob as águas enquanto seu parceiro Konrad (Schick) é levado de volta à areia por um colega do protagonista. Sem conseguir evitar a culpa por ter falhado, Donato insiste em dar a notícia da morte do turista ao seu companheiro – e não demora muito até que o brasileiro e o alemão se envolvam sexual e romanticamente. A partir daí, seguimos o personagem de Moura até a Alemanha, onde decide morar com Konrad, apesar das dificuldades para se adaptar ao frio e à ausência de praia. E quando, anos depois, seu irmão mais novo (Barbosa) vai ao

seu encontro, um conflito familiar surge inevitável. Lidando com o tema da homossexualidade sem sentir a necessidade de incluir passagens que discutam o preconceito, ‘Praia do Futuro’ traz indivíduos bem resolvidos quanto à própria orientação sexual – e o fato de Aïnouz e a montadora Isabela Monteiro de Castro cortarem subitamente para uma intensa cena de sexo entre Donato e Konrad sem sentirem a necessidade de inicialmente sugerirem a atração entre eles, é um reflexo da atitude daqueles dois homens com relação a quem são e ao que desejam. O roteiro se mostra brilhante ao introduzir esta ideia através de um diálogo que superficialmente nada tem a ver com a questão, num exemplo magnífico de subtexto: ao discutir a geografia local com Konrad, o salva-vidas explica casualmente que, em função do salitre, “não dá para construir nada na Praia do Futuro” – uma fala que eventualmente percebemos ser rica de significados, podendo traduzir a insegurança do próprio Donato diante de seu futuro ali. Não por acaso, depois de uma introdução em um quadro aberto que traz moi-

nhos de vento e dois motoqueiros percorrendo a areia até chegarem ao mar, numa sugestão inequívoca de liberdade, testemunhamos o afogamento de um deles. Em contrapartida, se a Alemanha é vista em cores frias, é ali que testemunhamos os dois namorados dançando, felizes, em um longo plano que denota o conforto que sentem um com o outro. TALENTO DE SOBRA

Moura transforma Donato em um homem repleto de dimensões: confortável em Fortaleza, muda-se para o frio alemão num impulso; aparentemente tão introspectivo e controlado diante dos colegas, subitamente se rende ao sexo com um estranho. Retratando a humanidade e o caráter de Donato através de pequenos momentos, o ator ainda exibe uma integridade artística admirável ao não hesitar em se entregar às sequências de sexo, que são fundamentais para que percebamos a magnitude da atração entre os dois amantes. A mesma integridade, claro, vale para Clemens Schick, que ilustra bem o afeto de Konrad pelo outro e sua dor diante dos obstáculos que enfrentam. Assim, considerando todas es-

tas virtudes de ‘Praia do Futuro’, é realmente frustrante perceber como o terceiro ato/capítulo do longa parece não se encaixar no restante da narrativa. Em primeiro lugar, fica difícil aceitar que Donato simplesmente passasse a ignorar sua família, já que se mostrara tão apaixonado pelo irmão pequeno. Sim, como já discuti, é possível perceber que ele se sentia oprimido em Fortaleza, mas isto não explica um corte tão completo em suas relações familiares. Da mesma forma, se os dois primeiros capítulos já eram mais hábeis em sugerir a atração sexual entre o casal principal do que em nos levar a acreditar no sentimento nutrido pelos dois, o terceiro ato complica tudo, ainda mais ao revelar uma dinâmica nova e estranha entre eles – e, mais uma vez, sem se preocupar em explicar o que realmente ocorreu. E, assim, é perfeito que aquelas criaturas multifacetadas nos deixem não ao fim de suas jornadas, já que ainda se encontram muito distantes deste, mas sim em meio a uma névoa intensa que os mergulha no desconhecido e no incerto - e na direção dos quais seguem lenta, determinada e corajosamente.

1


2

DIVERSÃO&ARTE

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

Exposição O Museu Palácio Floriano Peixoto (MUPA) recebe, até 20 de julho, a exposição “ Coleção e Conexões”, que reúne obras do acervo pessoal do artistal visual Lula Nogueira. Estão expostos trabalhos do artista e também outros de importantes nomes do Estado; convidados, como Tânia Pedrosa, Agélio Novais e Ricardo Nascimento. Local: MUPA - Museu Palácio Floriano Peixoto (Pça. Mal. Floriano Peixoto, S/N - Centro). Visitações: 3ª a 6ª, das 8h às 17h e sábados, domingos e feriados, das 13h às 17h. Mais Informações: 3315.7889

Comédia global Após oito anos de sucesso, com temporadas no Rio e São Paulo e passagem por mais de 80 cidades brasileiras, “Enfim, Nós”, comédia escrita por Bruno Mazzeo e Cláudio Torres Gonzaga chega à capital alagoana para três sessões, nos dias 30 e 31 de maio e 01 de junho, no Teatro Deodoro, em Maceió. No palco, Maria Clara Gueiros e Ricardo Tozzi interpretam um casal que fica preso no banheiro no Dia dos Namorados e aproveita para refletir quanto a questões do relacionamento.

Na rua Espetáculo de dança de rua produzido pela Cia. Dançurbana, do Mato Grosso do Sul, que faz parte das atividades do Palco Giratório em Alagoas. A apresentação será no Sesc Poço, amanhã, às 20h. “Plagium” apropria-se de recortes de obras de companhias de dança reconhecidas para criar um espetáculo particular. Toma como referências Ginga Cia. de Dança (MS), Membros (RJ), Quasar (GO), Cena 11 (SC) e a companhia belga Rosas, e lança a pergunta: como é possível ser singular em contato com o que há em comum com outras obras? Entrada gratuita e ingressos entregues 1h antes do espetáculo.

Dora Um dos maiores sucessos da TV, “Dora, a Aventureira” volta ao palco do teatro alagano neste final de semana. O espetáculo infantil será no Teatro Gustavo Leite, hoje, às 15h. A história é da menina Dora que, acompanhada do seu amigo Botas, um macaco de botas vermelhas, vivem muitas aventuras. Ingressos: R$ 80, inteira e R$ 40, meia. Pontos de venda: Stands Acesso Vip (Unicompra Farol, Bompreço Ponta Verde e Parque Shopping)

Turma da Mônica

A musique recebe hoje, às 16h, o espetáculo infantil “A Turma da Mônica em: Um plano para salvar o planeta!”. Com direção de Mauro de Sousa - filho do criador da turma, a peça aborda lições de cidadania, sustentabilidade ambiental e valorização da cultura, por meio de muitas músicas e histórias interativas. Ingressos: R$100 - cadeira individual, R$40 - pista criança/meia entrada e R$80 - pista inteira. Mais informações: 3327.8700 / 9306.9306

Ventos

Espetáculo circense produzido pelo grupo paulista Cia. Solas de Vento, que faz parte das atividades do Palco Giratório em Alagoas se apresente em Alagoas, no Teatro do Centro Cultural Arte Pajuçara, às 20h, hoje. “Homens de Solas de Vento” conta a história de dois viajantes prestes a embarcar e que ficam retidos na aduana. Limitados a viver em um saguão, em um limbo suspenso desconhecido, cada um tenta instalar-se tendo somente suas malas para criar um espaço pessoal. Enquanto aguardam a decisão para seguir seus destinos, esses dois estrangeiros vão aproximar-se, afrontar-se e dialogar para talvez e afinal encontrar-se. Apresentação gratuita. Ingressos: Entregues 1h antes do espetáculo. Mais informações: (82) 3326.3133.

Comédia

de três

odoro, Teatro De na palco do de volta cesso no ar com su ty Maionese’ está integrando tre es ós z Um ano aplo ‘Encontro com Pa19 horas, desta ve or Barato’. ai ro a o espetácu arta-feira (21), às tro Deodoro é o M ia do teat qu ea próxima ação do projeto ‘T ndidos na bilheter programas ve m o izand os aionese’ é sendo o tir a progra tã Sa es ). já M ty sos (meia Os ingres teira) e R$ 5,00 ‘Encontro com Pa dade do elen, (in brasileira conferir a versatili especialmenR$ 10,00 e, rio da TV ra de auditó oportunidade pa de Souza rama ‘Tudo é gis Re , a os og uma ótim o por Robson Barr apresentou no pr plateia com a al: co, formad de Jesus, que já se na, o trio diverte e princip ce s como mot cord. Em te, Marco m da TV Re , tendo o improvisontação, sempre co fedi Possível’, as se lo ad re cu aç ap tá gr da pe en situações lo é renovado a ca , assistirá um es viu cu s. “O espetá Por isso, quem já sael Carlo . novidades enta o produtor Is m co rente”,

FALE CONOSCO - A Agenda é um serviço gratuito de orientação ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposições podem enviar material através do endereço: tiagenda@hotmail.com


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014 DIVERSÃO&ARTE

FLÁVIO RICCO - colaboração: José Carlos Nery - www.twitter.com/flavioricco

Os programas de reportagem não cansam de se repetir

N

unca foi e jamais estará entre as pretensões desta coluna ditar regras ou ensinar quem quer que seja a fazer televisão, mas verifica-se que, entre aqueles com muito mais quilômetros nesta estrada, a falta de imaginação sempre se aproxima dos limites mais absurdos. Tanto nos canais abertos como fechados, se acentuaram demais os programas especializados em grandes reportagens, especialmente fora do país, trazendo um pouco da cultura, usos e costumes de cada povo. Até aí, maravilha. É mais o que têm que fazer. O lugar comum está sempre na mesmice do foco. O alguém escalado para isso raramente sai do “tá muito frio”, “tá muito quente”, “é cansativo”, “perigoso” e da cara de paisagem quando há a obrigatoriedade de experimentar alguma coisa da culinária típica. Tudo isso sobre todos já ficou sobejamente conhecido. Será que não é possível escapar um pouco desse roteiro? Ou será que é pedir demais solicitar o uso de maior imaginação? GLOBO

TV TUDO

Zé da Espn

Escalação

Zé Elias, que nos campos ficou também conhecido por Zé da Fiel, embora tivesse também atuado em outros times, de fora e daqui, é outro reforço confirmado na equipe da Espn na Copa. Já está em ação.

O diretor Mauro Mendonça Filho convidou Cris Nicolotti para o elenco da série “Dupla Identidade”, de Glória Perez, que começa a ser gravada em junho. Nesta produção, Bruno Gagliasso fará um assassino em série. Também estão confirmadas as participações de Luana Piovani e Débora Falabella. O grupo ainda não está inteiramente fechado.

Ficou por aí Por enquanto, na Band, não existe o desejo de ampliar a equipe de colunistas ou colaboradores do “Café com jornal”. Deve continuar do tamanho de agora. Aliás, não progrediram os entendimentos com Alexandre Rossi, o dr. Pet.

Time da Globo A Globo já está com seu time de transmissão fechado para a final da Liga dos Campeões, no dia 24. Viajam para Portugal Cleber Machado, Caio Ribeiro e Leonardo Gaciba. O trabalho de reportagem será de Marcos Uchôa.

C’est fini

O detalhe... É que a Band ainda não tem presença confirmada em Portugal neste jogo decisivo. Como foi uma coisa resolvida de última hora, já não existem pontos de transmissão disponíveis no Estádio da Luz. A procura foi intensa por emissoras de todo o mundo.

Assim como aconteceu no programa inédito, o “Superpop” teve a melhor audiência do dia, na terça-feira, quando reprisou a entrevista com Jair Rodrigues. Foi quando ele plantou bananeira no palco. Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Mais desentendimentos com: Touro SAGITÁRIO – (22/11 a 21/12) – Os afetos serão maioritariamente vividos no campo social, o que o fará brilhar em termos sociais. No amor, vai se sentir um pouco desgastado e sem grande capacidade de compreensão e tolerância para com o ser amado. Deverá dizer aquilo que sente no seu íntimo, ultrapassar dúvidas e fazer as suas opções. Melhor compatibilidade com: Touro Mais desentendimentos com: Aquário CAPRICÓRNIO – (22/12 a 19/1) – Quando lhe são pedidos esforços guarda tudo para último, o que lhe faz desgastar imenso as suas energias. Saber dosear as tarefas a cumprir, faz com que todos esses esforços não se-

jam em vão e possa retirar dividendos. Pense nisso Melhor compatibilidade com: Virgem Mais desentendimentos com: Aquário AQUÁRIO – (20/1 a 18/2) – Algumas pessoas influentes podem apoiá-lo a desbloquear projetos financeiros ou a desenvolver negociações de forma positiva. Melhor compatibilidade com: Sagitário Mais desentendimentos com: Touro PEIXES – (19/2 a 20/3) - No amor, se voçê estiver necessitado de atenção e carinho, esses poderão ser momentos de grande satisfação pessoal. Aproveite a fase! Melhor compatibilidade com: Capricórnio Mais desentendimentos com: Áries

Final da Liga

Trio de frente

A Bandeirantes está com uma equipe na Europa preparando matérias e entrevistas sobre o jogo decisivo da Liga dos Campeões, Real e Atlético de Madrid, no Estádio da Luz, em Lisboa. O zagueiro Miranda, por exemplo, já gravou a sua.

Isis Valverde, Bianca Bin e Marcos Pigossi serão os protagonistas de “Boogie Oogie”, novela do estreante Rui Vilhena que substituirá “Meu pedacinho de chão” a partir de agosto. Pigossi, nome em alta na Globo, ficou com o personagem que seria destinado ao Caio Castro.

Bate-rebate

MAIS CINEMA

Festival do Rio abre inscrições para Première Brasil Estão abertas até o dia 4 de julho as inscrições para a Première Brasil do Festival do Rio, que acontece entre os dias 24 de setembro e 8 de outubro no Rio de Janeiro. A Première Brasil é a seção do festival dedicada à exibição de produções nacionais de longa ou curta-metragem e se divide nas Mostras Competitivas Principais de Ficção, Documentário e Curta-Metragem; na Mostra Competitiva Novos Rumos; e em Mostras Especiais Não Competitivas. Para concorrer ao Troféu Redentor, longas-metragens de ficção ou documentário devem ter duração acima de 70 minutos, ser inéditos no Rio de Janeiro e não podem ter sido explorados comercialmente no Brasil. Curtas-metragens podem ter duração de até 15 minutos. As produções exibidas na Mostra Competitiva Principal da Première Brasil disputam o Troféu Redentor nas já tradicionais categorias de Melhor Longa-Metragem de Ficção, Melhor Longa-Metragem Documentário, Melhor Curta-Metragem, Melhor Direção, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Roteiro, Melhor Montagem, Melhor Fotografia, Prêmio Especial do Júri, e Melhor Longa-metragem de Ficção, de Documentário e Curta Metragem pelo voto popular. Dois novos prêmios foram criados para a edição de 2014. A partir deste ano, o Festival do Rio também oferece o Troféu Redentor para o Melhor Diretor de Documentário e para o vencedor do Prêmio Especial do Júri na Mostra Novos Rumos. Esta última mostra premia também o Melhor Filme de LongaMetragem e o Melhor Filme de Curta-Metragem. Para mais informações, acesse o site www.festivaldorio.com.br.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br Arquiteto responsável Transa- pelo Plano tlântico Piloto de Brasília italiano naufragado em 2012 Figura folclórica com pés virados para trás Continente da China

© Revistas COQUETEL

Afirmativo Estado natal de Zé Ramalho

Pinturas como "La Maja Desnuda"

Grosseiros; indelicados (fig.)

Publicação especial de livro ou revista, que celebra data ou tema 4a letra

Sentimento que mantém o casamento "O Último (?)", filme com Tom Cruise

Vasco, São Paulo e Cruzeiro (fut.)

(?) certo: teve bom resultado

Ato que preserva patrimônio público A vogal do pingo Grupo sanguíneo

Rocha, em francês Soma de conhecimentos e experiências (fig.)

Deus romano das orgias Lugar de diversões sórdidas (fig.)

Casal (?), criação de Glauco (HQ) Chefe; patrão Anjo, em inglês

(?) Vista, capital de Roraima Ferramenta para calibrar furos (Mec.)

"Ai (?) Eu te Pego", hit de Michel Teló

Cerne; essência Moeda do Japão Habitação construída por indígenas

Suporte para câmeras fotográficas

"Movimento", em PMDB Ataque súbito (de riso) O tráfego controlado pelo Cindacta

Carregamento Claridade poética

L

U

Errar, em inglês 2, em romanos

R

Principal destino turístico na Indonésia (?) sexual, Lei crime do Orgânica estuprador da Assistência Social (sigla)

Arte marcial brasileira criada por escravos Pirâmide (?): representação de ecossistema

BANCO

A

Calçado de vaqueiros Bolsa, em inglês

Museu de (?) Moderna: MAM O terreno cuja água foi escoada

12

Solução

L U C I O C O S T A

Mais desentendimentos com: Peixes LIBRA – (23/9 a 22/10) – A maior parte dos seus problemas amorosos têm como base um baixo moral e pensamento negativo. Reaja. Não necessita que lhe deem conselhos sobre nada quando a solução está em si. Pense positivo, e viva o amor de forma descontraída. Melhor compatibilidade com: Gemeos Mais desentendimentos com: Câncer ESCORPIÃO – (23/10 a 21/11) – Excelente fase para avançar em projetos nos quais trabalhou afincadamente e neles depositou a esperança de um futuro melhor. Financeiramente viverá dias de grande alegria, os seus lucros apresentam-se superiores aos esperados. Melhor compatibilidade com: Leão

E D A I ÇÃ T O I C M O E M S E M O R TA I V C A

HORÓSCOPO

Mais desentendimentos com: Áries LEÃO – (23/7 a 22/8) – Tudo o que deseja será satisfeito. Se ainda está de coração disponível, poderá desfrutar de boas oportunidades de encontros e reencontros inesperados e originais que poderão trazer á sua vida amorosa um futuro brilhante, como sempre desejou. Melhor compatibilidade com: Capricórnio Mais desentendimentos com: Aquário VIRGEM – (23/8 a 22/9) –Profissionalmente, vai se sentir habitado por uma excessiva dose de autoconfiança. Aproveite-a para começar os seus projetos mais arrojados e evite a rotina. Estão favorecidas todas as mudanças, tanto em termos pessoais como profissionais. Melhor compatibilidade com: Leão

S A O L

GÊMEOS – (21/5 a 21/6) – Muitas serão as emoções a viver neste período. Amores intensos e paixões exacerbadas podem surgir sem aviso prévio. Há que reconhecer os limites e acalmar corpo e espírito. Recomenda-se muito cuidado com relações duplas. Melhor compatibilidade com: Escorpião Mais desentendimentos com: Capricórnio CÂNCER – (22/6 a 22/7) – Contenha os seus impulsos, pois poderá criar situações de conflito. Não está num período muito favorável para impor as suas ideias. Se as compras são uma forma de terapia, faça-as, mas não carregue consigo o cartão de crédito. Melhor compatibilidade com: Libra

·... Por enquanto, em campo, só as necessárias audições.

S R A U R D EU E N S A A G N G O E S L U B B A A G I

Começa no próximo dia 25, às 23h, no Multishow a nova temporada do programa “Vai Pra Onde?”, apresentado por Bruno de Luca. Desta vez, ele embarcou em um Cruzeiro saindo de Miami com destino à Jamaica.

N S R U P I S A M A R M B A M O I R B A B A G R O R A M A I A C E N EN A D O ER R O E I R C O L O

Nova temporada

T R I P E

Atriz Isis Valverde,

vai girar em torno desses três. Trata-se de uma produção ambientada no ano de 1978. Uma troca de bebês, logo nos primeiros capítulos, irá abrir os trabalhos desta próxima novela das seis

C O A S T B A C O A N O C O A R D I C A

O diretor Pedro Henrique Peixoto, chamado para implantar o reality “The Bachelor”, que será exibido na Fox e depois na Rede TV!, está de mudança do Rio para São Paulo. A partir de amanhã, segundafeira, ele inicia suas atividades no programa. Peixoto já trabalhou em realities como “Fama” e “Big Brother”, dentre outros programas.

·A Globo está jogando pesado no próximo “Malhação”, em busca de melhor audiência... ·... Todo o apoio é oferecido para que os seus responsáveis apresentem o melhor dos trabalhos. ·A CNT já está despedindo a maioria dos seus funcionários... ·... Aliás, eles estão saindo para dar lugar aos pastores da Universal... ·...E não adianta espernear porque não acontece nada. É um vale-tudo. ·Tudo indica que o SBT, ainda nesses próximos dias, irá processar mudanças em alguns dos seus principais postos. ·Está cada vez mais difícil a vidinha do Ibope... ·... Todo santo dia tem a reclamação de uma emissora. ·Passando a Copa, a Globo vai acelerar o passo na produção do próximo “The Voice”...

3/bag — err — roc. 5/âmago — angel — antro. 6/neuras. 7/mandril.

Endereço

ÁRIES - (21/3 a 19/4) – Tente não comandar tudo. Não imponha as suas ideias, permita que os outros se expressem livremente e faça posteriormente uma análise isenta sobre as suas propostas. Não derrube por terra o bom relacionamento de trabalho. Melhor compatibilidade com: Câncer Mais desentendimentos com: Peixes TOURO – (20/4 a 20/5) – Poderá tomar decisões sérias relativas a casamento ou a uma vida a dois. A lucidez de espírito que o habita, permite ultrapassar as opiniões mais ou menos negativas que lhe transmitam. Razão e coração estão em perfeita harmonia. Melhor compatibilidade com: Virgem Mais desentendimentos com: Câncer

3


4

DIVERSÃO&ARTE

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - DOMINGO, 18 DE MAIO DE 2014

“Precisamos de sabedoria e humildade. A primeira para enfrentar as adversidades e a segunda, para aceitá-las” FOTO BY ANDREA MOREIRA

FOTOS BY CHICO BRANDÃO

FOTO BY ARQUIVO PESSOAL

David & Lívia

A

Uma geração nova começa a despontar no empresariado jovem da cidade, hoje enfocamos o casal Thomas Vilella Torres e sua amada Jéssica Jucá, que formam um casal modelo em nossa sociedade. Parabéns!

O jovem empresário e futuro engenheiro Ighor Bezerra Marroquim em companhia do seu grande amor Evelyne Cavalcante, eles formam um casal perfeito, com um amor que promete durar 100 anos. Aplausos para eles

Flávia Coutinho Marroquim em companhia do seu grande amor, Mário Marroquim, um casal de empresários de grande sucesso em segmentos diferentes, são merecedores da nossa admiração e do nosso carinho

Mahogany quer dar aos apaixonados a oportunidade de criar o presente do Dia dos Namorados com o estilo do seu amor. Para isso, criou embalagens sofisticadas para incentivar homens e mulheres a montarem estojos que combinam com o perfil de cada namorado ou namorada. Estão disponíveis diversos cachepôs e caixas. Com o slogan Só você conhece o seu amor, a intenção é deixar a imaginação fluir na escolha dos produtos Mahogany que mais agradam a pessoa amada. Este ano resolvemos dar outro tom ao Dia dos Namorados. A ideia é valorizar ainda mais o conteúdo do presente com uma embalagem charmosa e diferente. Customizar o presente dá mais valor à data e ressalta dedicação, carinho e a intensidade da paixão, declara Andrea Gusmão, gerente de marketing da Mahogany. Você encontra a Mahogany no 2º piso do Maceió Shopping.

Veja como planejar um closet funcional e organizar as peças por ordem de necessidade Quantidade de roupas - Para decidir o tamanho do closet e a quantidade ideal de prateleiras e gavetas, é preciso saber quantas peças, em média, serão guardadas no local. É importante que o armário tenha espaço suficiente para comportar todas as roupas e acessórios e evitar que as peças fiquem amontoadas. Compartimentos vazios também precisam ser evitados porque deixam o espaço sem harmonia. Vale lembrar que a mulher precisa de espaço para guardar bolsas e sapatos.

F

Organização - Um closet compartilhado entre homem e mulher precisa ter infraestrutura para acomodar as roupas dos dois. Do lado feminino, é preciso ter nichos específicos para guardar bolsas, maquiagem e sapatos, cabideiros altos para os vestidos longos, cabides para acomodar camisas e vestidos curtos. Paletós, camisas e calças masculinas têm que ficar pendurados em cabides, que podem ser colocados em cabideiros. Também é necessário ter um espaço dedicado às gravatas e aos sapatos.

Jonatas Moreira

Distribuição das peças - A maneira como as peças serão distribuídas determinam a praticidade do closet. Nas prateleiras altas, ficam as peças que não são utilizadas diariamente, como malas e chapéus, por exemplo. As roupas que ficarão dobradas podem ser colocadas empilhadas em prateleiras. Já as peças que precisam ficar esticadas, como camisas e calças, precisam de cabides instalados em cabideiros.

eficiente é aquele que traz mais praticidade ao morador. As portas de correr, por exemplo, facilitam o dia a dia. Os compartimentos, portanto, precisam ficar ao alcance das mãos. Caso as prateleiras sejam altas, é indicado ter uma escada segura para manusear as peças. O armário precisa ser planejado estrategicamente para o ambiente por um profissional que possa indicar a distância entre as prateleiras e a profundidade dos compartimentos.

Funcionalidade - Um closet

Iluminação e ventilação - A

Todas as correspondências, como convites para esta coluna, e para Elenilson Gomes, deverão ser enviadas para Av. Sandoval Arroxelas, 840, Edf. Calliate Ap. 204 PV. CEP: 57035-230

Benedito de Lira

O

senador Biu de Lira anunciou que fará o prélançamento da sua candidatura ao Governo na segunda-feira, dia 19, às 9h30, no auditório Lígia Loureiro, no Centro de Convenções. O lançamento reúne PP, PR, de Maurício Quintela, Solidariedade, de JHC, PSD, de João Lyra, PPS, de Régis Cavalcante e PSB, de Kátia Born, partidos que irão compor a aliança para disputar as eleições de outubro.

Hoje, um domingo de outono, a ModaNews, um quadro que está explodindo de sucesso em nossa sociedade, apresenta juntamente com a empresária Márcia Maciel, da maison Márcia, um modelo da conhecida grife Faven, uma exclusividade da maison. A bela loja está localizada na Rua Mário de Gusmão, Ponta Verde. Vale a pena conferir.

Caixas organizadoras - As caixas organizadoras podem ser usadas para guardar documentos no armário sem fazer bagunça. E elas ainda podem decorar o closet, desde que sejam feitas de um material que harmonize com o móvel.

Chandon Collors

It bag

ara os P amantes do espumante

Arraiá do Zé Pereira vento já tradicional na cidade, o empresário José Pereira arma mais um Arraia do Zé Pereira, na próxima sexta-feira, dia 23, tendo como cenário o Espaço Pierre Chalita. Entre as atrações da festa, Forró 100%, Samira Show, Galope do Cannibal, Alisson Cunha e Forró Pé de Serra. Ingressos à venda do Viva Alagoas e Acesso Vip. Informações pelos telefones 9671-8036/8737-4424.

iluminação direta - que abrange todo o ambiente - é a mais indicada, já que facilita o contato com as roupas. Nas gavetas e sapateiras, por exemplo, é possível usar LED, que não esquentam. Mas, independentemente da lâmpada ou da localização, a luz

FOTO BY CHICO BRANDÃO

igurando entre os chefs de restaurantes alagoanos convidados para o Rio Bom de Mesa 2014, Festival Gastronômico da Associação da Boa Lembrança, Jonatas Moreira conduz na próxima sexta-feira (16) um jantar especial no consagrado Sushi Leblon, restaurante oriental no Rio de Janeiro, comandado pelas sócias Carolina Gayoso, Bia Stewart e Marina Hirsch. Este ano, o Rio Bom de Mesa presta uma homenagem à cultura, aos ingredientes e aos segredos de Alagoas. Esta é a terceira participação de Jonatas, chef do restaurante Akuaba e do Espaço Gourmet Vera Moreira, no festival gastronômico. Para o evento, Jonatas preparou um menu que une os ingredientes orientais àqueles que tradicionalmente utiliza nos pratos do Akuaba.

E

precisa ser branca ou amarela para não interferir na cor do tecido. O ambiente também precisa ser bem ventilado para evitar mofo e outros problemas.

S

empre presente nos grandes acontecimentos empresariais e sociais da cidade, os amigos Walderez França e Valter França, eles são amigos muito queridos que sempre merecerão os nossos aplausos

Tech na Copa

A

Copa está chegando e com ela os amigos empresários, vão precisar em suas empresas, apartamentos e residências de telões, tvs led, datashow para transmissão de todos os jogos. Pensando nisso, Top News já tem a solução, a conhecida empresa Tech Eventos & Soluções, do empresário Danillo Dantas, oferece o que há de mais moderno, em tecnologia de ponta para você passar momentos inesquecíveis com seus familiares e amigos. Ligue para (8116-6999) e desfrute momentos inesquecíveis. A dica está dada é só conferir.

mais querido do país, a Chandon propõe de novo o pack Colors Collection 2014. A novidade, desta vez, está nas cores nacionais na embalagem e nas duas taças de acrílico colecionáveis - verde e amarelo. Essa é uma edição especial e limitada ideal para celebrar antes, durante e depois dos jogos oficias. Chandon Colors Collection 2014 pode ser encontrado nas principais delicatessens, empórios e supermercados de todo o Brasil a partir do dia 01 de junho, no valor de R$ 80 cada.

F

iamma, a nova linha de bolsas da Salvatore Ferragamo, mal saiu do forno e já está conquistando título de it bag. As peças foram lançadas pela maison durante um jantar na Casa Lever em NY, nessa semana. Com três tamanhos diferentes e tecidos variados, tem para todos os gostos. Para melhorar, a label convidou mulheres inspiradoras mundo afora para estrelar os a campanha da Fiamma.

Malas prontas

eita de couro Saffiano, a mala da coleção primavera-verão 2014 da Prada dá a qualquer viagem uma dose extra de estilo. A estampa é inspirada em países quentes como o Havaí e Vietnã, referências da atual coleção da marca de Miuccia. Interessou? Corra porque a peça é única. Custa R$ 12.150.

O amor custa caro

R

iqueza! Nas mãos de Kate Middleton, o anel de noivado da princesa Diana valorizou em 10 vezes. A joia de 12 quilates de safira e 14 diamantes custava R$ 105 mil quando o príncipe Charles pediu Lady Di em casamento em 1981 e agora custa R$ 1 milhão. Enquanto isso, o anel de noivado da rainha Elizabeth II custa R$ 374 mil. Mas pensa que esses valores são altos? Olha só: o anel de noivado de Beyoncé, segundo o “Daily Express”, vale R$ 21 milhões. Pois é… o amor custa caro.

Power shape plataform tratamento facial

Alecrim Verde

S

egundo o dermatologista Abdo Salomão Jr., especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, quem tem rugas bem fininhas e inconvenientes e poros bem abertos também pode contar com o tratamento para amenizá-los. O procedimento é bem simples e utiliza as mesmas ondas de radiofrequência do PowerShape corporal, que dão forma ao tratamento. O calor gerado estimula intensamente o colágeno e as fibras elásticas da pele, levando à melhora da aparência geral, principalmente da flacidez. As mais novinhas também podem comemorar, já que Power Shape pode ser aplicado a partir dos 25 anos. Você encontra o tratamento na Vivacy Centro de Estética, da empresária Wanessa Costa, nesta segunda-feira, a empresária estará apresentando em seu Centro de Estética Vivacy,no Centro Empresarial JTR, Edifício Itália, o tão esperado aparelho que irá revolucionar os tratamentos estéticos em nosso estado. Imperdível!.

F

Ritz na Copa

O

tempo passa, as coisas mudam, os paladares se aprimoram e as receitas são sofisticadas, mas o Alecrim Verde continua presente nos pratos dos apreciadores da boa comida. Pensando nisso, o Alecrim Verde inova mais uma vez oferecendo novas receitas e pratos gourmets. A casa, uma das mais concorridas da cidade, localizada no coração da Ponta Verde, irá preparar neste um cardápio especial para seu almoço. Parabéns as empresárias Eliane, Elaine e Eleuza Tenório. Informações e reservas pelo telefone 3231-0320. Mais uma dica TopNews.

C

urta o paraíso de Maceió no charmoso Hotel Ritz Lagoa da Anta com tarifas promocionais durante a Copa do Mundo. Os empresários Márcio e Mirella Coelho estão prometendo ‘causar’ durante o mundial que terá início no dia 12 de junho. As tarifas promocionais a partir de R$ 324. Ofertas disponíveis exclusivamente no site do hotel: ritzlagoadaanta. com.br. Corra lá e garanta a sua reserva.

g



Edição número 2047 - 18 de maio de 2014