Page 1

EXEMPLAR DO ASSINANTE

MACEIÓ - ALAGOAS 21, 22 e 23 DE ABRIL DE 2017

EDIÇÃO N0 2.883

R$ 4,00

INDEPENDENTE

tribunahoje.com

TCE contraria MPs e autoriza uso de recursos do Fundef em qualquer área COM VOTOS DECISIVOS DOS CONSELHEIROS ROSA ALBUQUERQUE E ALBERTO PIRES, O TRIBUNAL DE CONTAS DECIDIU QUE OS RECURSOS ORIUNDOS DOS PRECATÓRIOS DO FUNDEF PARA OS MUNICÍPIOS NÃO PRECISAM SER APLICADOS EXCLUSIVAMENTE EM EDUCAÇÃO. A DECISÃO BATE DE FRENTE COM AS RECOMENDAÇÕES DOS MINISTÉRIOS PÚBLICOS (MPS) ESTADUAL E DE CONTAS. PÁGINA 4 SANDRO LIMA

Mu to além do tabule ro

POR ELEVAR O PODER DE CONCENTRAÇÃO, ESTÍMULAR O APRENDIZADO E O RACIOCÍNIO LÓGICO, O XADREZ - RECONHECIDO COMO ESPORTE, ARTE E CIÊNCIA - VEM SENDO INCORPORADO POR ALGUMAS ESCOLAS PARTICULARES DE MACEIÓ EM SEUS CONTEÚDOS DIDÁTICOS. NAS REDES PÚBLICAS DE ENSINO, NO ENTANTO, A INICIATIVA PARECE DISTANTE DE SER ADOTADA. PÁGINAS 10 e 11 AGÊNCIA ALAGOAS / OLIVAL SANTOS

PREFEITURA DE ARAPIRACA

REPACTUAÇÃO DE DÍVIDA VAI GARANTIR PAGAMENTO DE FOLHA

O prefeito Rogério Teófilo, de Arapiraca, e o presidente da CEF, Gilberto Occhi, repactuaram a dívida do município, que vai viabilizar o pagamento de salários em atraso dos servidores. O acordo foi intermediado pelo senador Benedito de Lira (PP). PÁGINA 5

ENTREVISTA

SANDRO LIMA

“CORTES ORÇAMENTÁRIOS PODEM INVIABILIZAR O IFAL”

HEMOCENTRO RECEBE INVESTIMENTO DE R$ 1,5 MILHÃO O governador Renan Filho liberou R$ 1,5 milhão ao Hemocentro de Alagoas para qualificar a captação, processamento, armazenamento, transporte e transfusão de sangue e adquirir duas vans para fazer o transporte de doadores. PÁGINA 12

O reitor Sérgio Teixeira, do Ifal, teme a inviabilização de várias atividades e programas em consequência de cortes orçamentários. Ele disse que vai ao Ministério da Educação cobrar uma solução, que, se não vier, levará a situação à comunidade universitária e apoiará mobilizações. PÁGINA 2

FISCALIZAÇÃO RIGOROSA

RECOMENDAÇÕES DO MINISTÉRIO PÚBLICO GANHAM “FORÇA” DE LEI PÁGINA 3

TEMPO

Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em áreas isoladas

Mínima

23º

Máxima

32º

MARÉS

06:00 11:54

0.7m 1.7m

18:23

0.5m

FINANÇAS

SEMIFINAL DO ALAGOANO

COM VANTAGEM DO EMPATE, ASA E CRB RECEBEM CSA E MURICI PÁGINA 16

DÓLAR COMERCIAL DÓLAR PARALELO R$ 3,16

R$ 3,16

R$ 3,09

R$ 3,27

OURO:

R$ 128,30

POUPANÇA: 0,6031%


TRIBUNAINDEPENDENTE

2 POLÍTICA MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO 21, 22 e 23 DE ABRIL DE 2017

ESPLANADA LEANDRO MAZZINI - contato@colunaesplanada.com.br

Desespero venezuelano

A

crise econômica-política-social na Venezuela se agravou a ponto de milhares de venezuelanos atravessarem de carro, ônibus e a pé a fronteira para o Brasil. Eles aportam em Boa Vista (RR), como primeira parada, e de lá rumam para Manaus. Os que ainda têm dinheiro hospedam-se com as famílias em hotéis até comprar imóvel – e mais de 100 estão acampados e famintos na rodoviária da capital amazonense. Em Boa Vista, ganharam famas as ‘Ochentas’. São as venezuelanas que gritam “Ochenta! Ochenta” em esquinas da cidade. É o valor que cobram, R$ 80, para programas sexuais.

Zona de guerra Em Roraima, na capital e interior, há dezenas de casos semanais de imigrantes estupradas, violência entre os próprios hermanos, e com brasileiros. Com mortes.

Mercado Além do problema da Venezuela, os haitianos continuam a entrar forte no Acre. Virou um mercado para brasileiros, tal qual o coiote mexicano que leva patriotas para os EUA.

Lá,lá,lá,lá... A Operação da PF que cercou a Caixa e o Banco Panamericano ganhou outro nome em Brasília. É a “Silvio Santos vem aí..”. O ‘patrão’ era dono do banco ajudado pela Caixa.

CFA & Terceirização Wagner Siqueira, presidente do Conselho Federal de Administração, apoia a terceirização. Garante que “fertilizará a economia e abrirá espaço”: “O que atrapalha o trabalhador é a falta de regulamentação. Precisamos sair da ótica da proteção ao emprego, proteger o trabalhador e abrir caminho para as relações sociais de trabalho”.

Motorizado$ Com a concorrência, os táxis se reinventam. A 99POP e o Méliuz criaram o cashback – devolução em dinheiro de parte do valor das corridas. Por ora, vale em São Paulo, pelos aplicativos das duas empresas. Ao completar R$ 20, o usuário resgata seu dinheiro.

Corte no Censo Deputados da Comissão de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Desenvolvimento Rural reforçaram as críticas à “drástica” redução do Orçamento destinado para o Censo Agropecuário 2017, realizado pelo IBGE.

Falta muito Para realizar o Censo de forma plena, segundo o deputado Sérgio Souza (PMDB-PR), são necessários R$ 1,6 bilhão, mas a União dispõe de R$ 505 milhões.

Aposentadoria Diplomata, ex-senador e prefeito reeleito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB) deu um nó na roda do Poder manaura. Avisou que desistiu da Política.

Fronteira ativa O Conselho Nacional de Combate à Pirataria será reativado pelo Ministério da Justiça, que terá ações de inteligência, coordenação e repressão nas fronteiras, em especial com a do Paraguai. O movimento de empresários com o Governo federal é forte.

Comando em trio O Ministro Osmar Serraglio (Justiça), o deputado Efraim Filho (DEM -PB), da Frente de Combate ao Contrabando, e o coordenador do Movimento em Defesa do Mercado Legal Brasileiro, Edson Vismona, se reuniram há dias para discutir a implementação da campanha “O Brasil que nós Queremos: Unidos pelo fim do contrabando”.

Expertise “A união de forças entre Governo, parlamento e sociedade é o caminho para combater o crime do contrabando e o apoio do Ministro da Justiça será fundamental para êxito da defesa do mercado ilegal”, diz Vismona, que foi secretário de Justiça do Governo de SP.

Equação Jucariana.. De Claudio Melo, ex-diretor da Odebrecht em Brasília, sobre senador Jucá: “Eu e o senador tínhamos a convicção de que os apoios aos pleitos da empresa seriam posteriormente equacionados no valor estabelecido para contribuição a pretexto de campanha eleitoral, fosse ela realizada de forma oficial ou via caixa 2”.

.. e Eduardiana Melo também citou propinas que somam mais de R$ 10 milhões ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, e disse que os pagamentos criavam “situação confortável”. Com Equipe DF, SP e Nordeste www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br Twitter @leandromazzini

Cortes no orçamento preocupam reitor do Ifal Sérgio Teixeira, dirigente da instituição de ensino, ressalta que mais de 20 mil alunos podem ser afetados este ano CARLOS VICTOR COSTA REPÓRTER

C

om 16 campus em todo o Estado, um custeio geral em torno de R$ 64 milhões e mais de 20 mil alunos afetados, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (Ifal) vem passando por diversas dificuldades para conseguir fechar o ano letivo por conta dos cortes do Governo Federal. Em entrevista à Tribuna Independente, o reitor da instituição, Sérgio Teixeira fala sobre o assunto e diz também que vai a Brasília para tentar resolver esses problemas junto ao Ministério da Educação.

Tribuna Independente - Mais um ano de gestão à frente do Instituto Federal de Alagoas, o Ifal, quais os destaques dados em indicadores voltados à educação pública? Sérgio Teixeira - Indicadores são os resultados através da pesquisa e do ensino da instituição que a gente tem alcançado. Números realmente importantes, exponenciais, com o crescimento da quantidade de projeto de pesquisa e pesquisadores, a quantidade de projeto de extensão. Quando nós assumimos só tínhamos um projeto de extensão. Neste ano estamos com mais de 200 projetos, mais de 700 alunos com bolsas de estudo. E os indicadores através do ensino, das olimpíadas, da participação de alunos em eventos nacionais e internacionais e a própria expansão com a interiorização do Ifal. A gente passou de 4.500 alunos para mais de 20 mil estudantes. Ultrapassamos o número de servidores que era de 6 mil servidores quando eu assumi tinha 700. São números gigantescos num curto espaço de tempo e os resultados estão surgindo naturalmente. Tribuna Independente Os atuais investimentos do Governo Federal para o ensino apontam para avanços na educação pública? Sérgio Teixeira - Não. Os números que estamos recebendo desde o ano passado estão nos dificultando bastante. Para se ter uma ideia tivemos o orçamento normal de 2016 e esse orçamento foi limitado 90% do que foi gasto em 2015. No ano passado retornou para algo que foi executado em 2015 e cortou

Sérgio Teixeira vai a Brasília buscar soluções para a falta de recursos no Ifal e defende mobilização

Vou procurar o ministro da Educação também e se não obtivermos nenhum resultado positivo, eu mesmo vou convocar toda comunidade e comunicar o que está acontecendo e fazer uma mobilização 10%. Quando é agora esse mês que saiu a portaria estabelecendo limites. Limite é como se fosse um cheque especial onde você tem o dinheiro lá, mas que só pode gastar dentro daquele limite. Então a gente tem o orçamento mantido, aprovado por lei, porém só posso gastar 80% do orçamento. Isso vai inviabilizar várias ações, tanto que irei para Brasília para tratar diretamente com a secretária sobre isso para ver se mudamos esse quadro, pois essa inviabilização implica no dia-a-dia da instituição funcional, por exemplo, pra você funcionar uma escola tem que ter a limpeza, tem que ter a segurança, tem que ter todo um apoio. Então isso está atacando diretamente a terceirização, que hoje a gente emprega bastante. Em relação à alimentação mesmo, nós temos campus como o de Satuba que é agrícola onde o aluno fica em horário integral, então esse corte atinge a alimentação de lá e inviabiliza

a gente. Isso atrapalha, pois um aluno que tem o incentivo de produzir pesquisa, produzir projeto de extensão já querendo mostrar sua produção lá fora fica impedido e se desestimula. Vai ficar quase impossível de enviarmos qualquer aluno para apresentar seus projetos em outros países. Antes da portaria nós conseguíamos enviar. Tribuna Independente O atual cenário econômico acaba gerando uma série de preocupações quanto ao orçamento para gerir instituições públicas. A condição orçamentária do Ifal hoje atende às necessidades? Sérgio Teixeira - Orçamentárias sim. O orçamento é o suficiente, porém com essa limitação fica inviável a gente conseguir conduzir a instituição dentro do padrão que é o necessário. Teremos que adotar medidas que vai limitar muitas coisas. Fizemos uma reunião e pedimos que cada diretor fizesse um corte dentro desse limite. Ainda ainda irei brigar em Brasília para que isso não ocorra, mas infelizmente é possível se a gente não conseguir negociar que esses cortes venham a atingir principalmente a área terceirizada. Vou ter que limitar a segurança armada que é muito cara. O pessoal que trabalha em recepção, limpeza, isso vai prejudicar um pouco. Tem a despesa obrigatória que eu não posso reduzir, como o consumo de água, energia, isso nós vamos garantir para que os institutos funcionem, porém outras coisas teremos que apertar os cintos para que o instituto não pare,

mas vai ficar difícil a gente investir. Até agora não chegaram os cortes do capital, mas já estão limitando também a gente iria investir em laboratórios e equipamentos que também estão limitados. Tribuna Independente O Congresso Nacional vem aprovando projetos que se voltam contra os trabalhadores. A terceirização, por exemplo, como afeta os serviços da educação pública? Sérgio Teixeira - No nosso caso, áreas que não temos mais cargos criados para fazer concurso a gente é obrigado a terceirizar ou adotar outras medidas como a segurança. Pensamos em fazer como o Estado fez que acabou com a vigilância armada e está investindo na eletrônica e que estamos estudando pra ver se fazemos pelo menos um meio termo, pois de qualquer forma temos um patrimônio muito grande nos campus para deixar de investir. Não existe no quadro o pessoal da limpeza, temos que terceirizar. Agora é claro em outras áreas terceirar professores eu não concordo. Então afeta com certeza os serviços públicos. O importante é você ter o servidor efetivo, qualificado, preparado. Ninguém sabe qual é a preparação e a qualificação através de uma terceirização. E seria ate uma forma de você começar reduzindo os servidores públicos que são necessários para o desempenho das atividades da instituição, servidor concursado. Tribuna Independente - Existe um calendário de mobilizações do Ifal contrário a todas as propostas do governo Michel Temer? Sérgio Teixeira - Tem o sindicato que está atuando ativamente, fazendo assembleias e audiências. Estou aguardando essa reunião que vou ter em Brasília na quarta ou quintafeira. Vou procurar o ministro da Educação também e se não obtivermos nenhum resultado positivo, eu mesmo vou convocar toda comunidade e comunicar o que está acontecendo e fazer uma mobilização. Porque como está vai ficar inviável terminar o ano da instituição. Estamos adotando medidas para que a escola não pare. Medidas de ajustes nos contratos, em cortes para garantir o funcionamento dos institutos. O governo incentivou tanto uma expansão, no entanto quando estamos consolidando vem os cortes.


TRIBUNAINDEPENDENTE

Conjuntura

FLAVIO GOMES DE BARROS - flaviogomesdebarros55@gmail.com

O mal de Lula Do jornalista Ricardo Noblat: “Quem foi Marcelo Odebrecht? O mandachuva do país durante o reinado do PT? O chefe de uma sofisticada organização criminosa? Ou o “bobo da corte” afinal preso e forçado a delatar? E Lula, quem foi? O primeiro operário a chegar ao poder? O maior líder popular da História? Ou o presidente que fez da corrupção uma política de Estado? Marcelo será esquecido. Luiz Inácio Odebrecht da Silva, jamais. Em dezembro de 1989, poucos dias após a eleição do presidente Fernando Collor de Mello, o deputado Ulysses Guimarães (PMDB-SP), excondestável do novo regime, almoçava no restaurante Piantella, em Brasília, quando entrou a cantora Fafá de Belém, amiga de Lula. ‘Como vai Lula?’, perguntou Ulysses. Fafá passara ao lado dele o domingo da sua derrota para Collor. E contou: ‘Lula ficou muito chateado, mas começamos a beber e a comer, os meninos foram para a piscina e ele acabou relaxando’. Ulysses quis saber: ‘Tem piscina na casa de Lula?’ Fafá explicou: ‘Tem, mas a casa é de um compadre dele, o advogado Roberto Teixeira’. Ulysses calou-se. Depois comentou com amigos: ‘O mal de Lula é que ele parece gostar de viver de obséquios’. Na mosca!”

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO 21, 22 e 23 DE ABRIL DE 2017 POLÍTICA

Recomendações do MP podem evitar improbidade Municípios são alvos de uma série de procedimentos em diversas áreas SANDRO LIMA

Desde o final do ano passado o deputado federal Givaldo Carimbão vinha advertindo para o esvaziamento político do governo Michel Temer. Os fatos estão a lhe dar razão. O Presidente da República tem se mostrado fraco, vacilante, se submetendo a todo tipo de negociata para impor as reformas trabalhista e previdenciária.

Campanha O ministro do Turismo, deputado federal Marx Beltrão, tem ajustado a sua agenda de modo que, sempre que possível, passa os finais de semana em Alagoas. Tanto para ações do ministério como, principalmente, para compromissos políticos visando 2018. A cada visita, novos acordos fechados para a disputa ao Senado.

Presença Marcelo Palmeira, que assume interinamente a Prefeitura de Maceió, com as férias do titular Rui Palmeira, comanda amanhã, em Bebedouro, a quarta edição do projeto “Nosso Bairro”, que será realizado na comunidade. Marcelo “corre o risco” de assumir de vez a prefeitura, se Rui confirmar a candidatura ao governo.

Boa causa

Agenda O Sebrae/AL realiza na próxima 2ª feira o evento “Cenários e Perspectivas: 200 anos de história e um olhar para o futuro”. Na Associação Comercial de Maceió, às 8 horas. Palestrantes e debatedores: Luiz Sávio de Almeida, Gian Carlo de Melo Silva, Vinícius Lages, Cláudio Marinho, Cícero Péricles e Fábio Guedes.

Agenda II Às 8 horas da próxima 2ª feira, no Hotel Jatiúca, será aberto o “Encontro com Prefeitos 2017 – 2020: Governando o município, desafios e oportunidades”. Iniciativa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Alagoas, com o apoio da Associação dos Municípios Alagoanos, Sesc e Instituto Fecomércio.

Briga boa Jornalista Carlos Brickmann: “Para Renan, é bom brigar com Temer: o Governo tem baixa popularidade, e talvez seja melhor, em Alagoas, dispor do apoio de Lula. Mas Temer deveria arranjar adversários mais qualificados. O que não pode é o presidente brigar com alguém cuja maior aspiração é escapar de Moro.”

Construí esse equívoco para mim mesmo” JOÃO SANTANA Ex marqueteiro do PT, ao confessar que, sem perceber, estava sendo cúmplice de um sistema eleitoral corrupto

* A Braskem e o Sindicato dos Jornalistas de Alagoas promovem amanhã a solenidade de entrega da 4ª edição do Prêmio Braskem de Saúde e Segurança do Trabalho. A partir das 21 horas, no Armazém Uzina, na Rua Sá e Albuquerque, bairro de Jaraguá. * As bandas Time Machine, Celebration, Avalon e Platino se apresentam amanhã, às 19 horas, no Sesc Poço, para show beneficente em favor do músico Roberto Correia, que precisa de recursos para transplante de fígado. Informações: 98863.6605 /98758.8684. * O Balé Folclórico da Bahia, que se anuncia como única companhia profissional de dança folclórica do País em atividade, apresenta hoje, em Maceió, “Herança Sagrada – A Corte de Oxalá”. Às 22 horas, no Teatro Gustavo Leite. Ingresso a R$ 70,00. * A banda Mopho lança hoje seu novo disco, “Brejo”, no Rex Jazz Bar, em Maceió, a partir das 22 horas, apresentando músicas novas e antigos sucessos. Na abertura, a banda “Gato Negro”, de Arapiraca, e o DJ Coelho. Ingressos a R$ 20,00. * A Igreja Católica celebra, no próximo domingo, a “Festa da Misericórdia de Maceió”, instituída em 2000 pelo Papa João Paulo II. A partir das 22 horas, no Santuário da Divina Misericórdia São João Paulo II e Beata Irmã Dulce, no Dique Estrada. * A programação do projeto Cine Sesc prevê para a próxima 2ª feira, 24, exibição do filme “Attila Marcel”. A projeção se inicia às 12h30m, no Teatro Jofre Soares, do Sesc Centro,com entrada gratuita. Na 4ª, 26, tem “Onde fica a casa do meu amigo?”. * CRB e ASA jogam pelo empate, domingo, em casa, respectivamente contra Murici e CSA, na rodada que definirá os finalistas do Campeonato Alagoano 2017. A vantagem é decorrência do regulamento, mas, na verdade, não se pode falar em favoritismo.

CARLOS AMARAL REPÓRTER

É

Alerta

O vereador Zé Márcio Filho (PSDB) captou a revolta dos consumidores e propôs uma Comissão Especial de Inquérito, na Câmara Municipal de Maceió, para apurar porque os preços dos combustíveis na Capital são muito mais altos do que no interior. Ganhou, logo de cara, a adesão de nove outros vereadores à CEI.

3

José Carlos Castro lembra que 20% dos prefeitos foram afastados

com frequência que o Ministério Público Estadual (MPE), através de suas promotorias – temáticas e por comarca –, emite recomendações às prefeituras alagoanas para que seus gestores adotem medidas com vistas a solucionar problemas enfrentados pela população ou mesmo administrativos. Só entre 2016 e o início deste ano é possível identificar dezenas de recomendações diretas às prefeituras, e nas mais variadas áreas, como meio ambiente, educação e saúde. Tais medidas não possuem o mesmo efeito que ações judiciais, mas se descumpridas podem vir a se tornar uma. Para o promotor de Justiça, José Carlos Castro, do Núcleo de Combate à Improbidade Administrativa do MPE, a postura dos prefeitos alagoanos tem melhorado em relação às irregularidades apontadas pelo MPE em suas recomendações, mas que ainda é grande o número de ações judiciais. “No quadriênio passado, nós tivemos o afastamento de aproximadamente 20% dos gestores por improbidade, o que é elevado. E há numero maior de gestores

sendo investigados por improbidade administrativa. Eu espero que essa nova geração de prefeitos, apesar das dificuldades, estejam mais dispostos a cumprir o que a lei determina e façam gestões que atendam as necessidades da população”, diz o promotor. O promotor afirma que as recomendações – assim como os Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) – são a forma mais rápida para solucionar problemas das gestões municipais. “As prefeituras costumam acatar as recomendações. Elas são uma forma positiva e mais ágil do MPE dar resolutividade às questões. O gestor reconhece a falha e através disso, as supre”, diz José Carlos Castro. Ele ressalta que em caso de negativa dos gestores em cumprir as recomendações, abre-se a possibilidade de ações judiciais. Até mesmo em nível pessoal aos prefeitos. “Se as recomendações não forem atendidas, é possível a propositura de ações judiciais já com a negativa prévia do município em não atender. Havendo essa resistência, necessariamente, terá de haver a propositura de ação, que pode resvalar em sanções ao próprio gestor, pessoais”, explica.

AVALIAÇÃO

“Ministério Público realiza o seu papel” As recomendações do MPE podem ser consideradas como intromissão nas gestões municipais, uma vez que direciona ações e recursos financeiros das prefeituras. Para o presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Hugo Wanderley, o órgão ministerial está apenas cumprindo seu papel. Por meio de assessoria, ele afirma que vê a postura do MPE com “naturalidade”. “O Ministério Público apenas realiza o seu papel. Cada município recebe sua notificação e a AMA acompanha a partir de demandas desses municípios sempre que solicitada. A Associação é uma entidade municipalista e, como tal, defende o cumprimento das políticas públicas e a eficiência na gestão”. Apesar do posicionamento do presidente da AMA, de forma velada, há quem critique as recomendações do MPE. O promotor José Carlos Castro rebate as críticas com o argumento de que esse é o papel constitucional do MPE. “Se a notícia chega à

Instituição, dando conta de ocorrência de violação de direitos, cabe ao promotor de justiça tomar a inciativa de buscar solução”, comenta José Carlos Castro. Mas nem sempre é possível cumprir as recomendações do MPE. No último mês de dezembro, foi recomendado à Prefeitura de Penedo que exames e procedimentos médicos feitos por generalistas fossem atendidos. Segundo Iara Barros, coordenadora de Atenção Básica do Município, isso não é possível. “Dependendo do exame, se acata a solicitação de generalista, mas alguns casos precisam passar por especialistas, como a ressonância magnética ou tomografia por serem de meia e alta complexidade. Essa liberação depende da gravidade do caso. Muitas vezes o paciente está com dor na coluna e a solicitação já é direto uma ressonância, sem passar pelo raio-x. Isso acaba gerando muita fila com pessoas que podiam fazer outros exames mais simples antes”, explica. (C.A.)

SANDRO LIMA

Hugo Wanderley lembra que é preciso eficiência nas gestões

ACÚMULO

MARECHAL

O MPE acompanha a atuação das 102 prefeituras alagoanas, mas com alguma dificuldade. Segundo o promotor José Carlos Castro, a Instituição precisa de mais promotores para desempenhar melhor seu papel, pois há acúmulo de trabalho por parte dos promotores. Contudo, ele destacou a atuação do procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, para garantir o preenchimento das vagas nas promotorias pelos aprovados no último concurso do MPE.

Neste mês, o MPE recomendou à Prefeitura de Marechal Deodoro que não realize novas contratações de agentes administrativos, técnicos de enfermagem e enfermeiros oriundos do processo seletivo simplificado da Secretaria de Saúde até a reavaliação dos currículos apresentados. Em nota, o prefeito Cláudio Filho Cacau afirma estar “tomando as providências cabíveis para esclarecimentos dos fatos” e que está “à inteira disposição para resolução de toda e qualquer dúvida”.

MP Estadual precisa de mais promotores

Gestor adota medidas sobre contratações


4

POLÍTICA MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO 21, 22 e 23 DE ABRIL DE 2017

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

Nova lei da migração

O

Senado Federal aprovou esta semana a nova Lei da Migração, que estabelece os direitos e deveres do imigrante e do visitante, regula sua entrada e estada no país e estabelece princípios e diretrizes sobre as políticas públicas para os grupos. A lei garante a condição de igualdade do imigrante com os nacionais, a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade e ainda o acesso aos serviços públicos de saúde e de educação, assim como a documentação para o mercado de trabalho e direito à Previdência Social. Também permite exercer cargo ou função pública, desde que regulamentada por um edital. Por outro lado a lei tipifica como crime a ação de traficantes que promovem a entrada ilegal de estrangeiros em território nacional, caracterizando o tráfico de pessoas e estabelece as penas de prisão e multa agravada se houver violência. A lei deve ser sancionada nos próximos dias.

Os mundos do poeta Dentro das comemorações pelos 200 anos de Emancipação de Alagoas, a cada mês, um filho ilustre será homenageado pelo Governo do Estado. Agora em Abril, o escolhido é o poeta, escritor, médico, artista plástico, tradutor e romancista, Jorge de Lima. Nestes dias 24 e 25 acontecerão as principais homenagens em União dos Palmares (terra natal) e em Maceió, com encontros, palestras e exposições sobre as mais diversas atividades deste grande intelectual alagoano. A homenagem foi batizada pela comissão especial do bicentenário de “Os mundos do poeta impossível”.

TRIBUNAINDEPENDENTE

Precatórios do Fundef irão para diversas áreas Decisão do TCE contraria entendimento do MP de Contas sobre aplicação CARLOS VICTOR COSTA REPÓRTER

A

presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Rosa Albuquerque, decidiu na sessão da última quinta-feira (20) que os recursos oriundos dos precatórios do antigo Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério) não precisam ser vinculados exclusivamente à educação como defendia o Ministério Público de Contas de Alagoas (MPC/AL), o conselheiro Anselmo Brito e a conselheira substituta Ana Raquel. O conselheiro Alberto Pi-

res que já tinha votado pela vinculação exclusiva, voltou atrás e modificou o voto. No ano passado, o TCE/ AL já havia defendido que os recursos dos precatórios do Fundef não precisariam ser vinculados exclusivamente à educação. À época, a votação foi majoritária e foi definida por um placar apertadíssimo de 4 a 3, com o voto de minerva do então presidente, o conselheiro Otávio Lessa, no sentido da não vinculação exclusiva à educação, mesma deliberação da atual presidente, Rosa Albuquerque na decisão de quinta-feira. DISTRIBUIÇÃO Com a decisão, o TCE manteve como segue a cons-

tituição: 25% para educação; 15% para saúde; e uma porcentagem necessária para pagamento de salários atrasados e fornecedores. O restante do percentual para ser utilizado livremente pelo gestor da forma como ele achar necessário ao bem estar da população. A presidente Rosa Albuquerque, através de sua assessoria, disse que já havia uma decisão anterior em relação a esse assunto e que alguns prefeitos já estavam praticando essa decisão, sendo complicado mudar agora, pois poderia causar uma série de transtornos. Então houve a decisão que esse recurso poderia ser

utilizado para outras finalidades previstas dentro da legalidade baseada numa decisão que já tinha sido tomada na época do antigo presidente, Otávio Lessa. Em fevereiro deste ano a questão foi levada novamente ao Pleno do TCE/AL e o então procurador-geral do MP de Contas, Rafael Alcântara, sustentou a necessidade de revisão e evolução do entendimento do TCE/AL, uma vez que a composição da Corte de Contas havia tido uma alteração substancial com o afastamento judicial do conselheiro Cícero Amélio e a convocação em seu lugar do conselheiro substituto Alberto Pires. SANDRO LIMA

Os mundos do poeta 2 A escolha de Jorge de Lima para ser um dos homenageados das comemorações do bicentenário de emancipação foi inquestionável, justificou o secretário-chefe do Gabinete Civil, Fábio Farias. “O legado de Jorge de Lima é imprescindível para reforçar os avanços, a história e a cultura da nossa gente, e ele não poderia ficar de fora das comemorações dos 200 anos” disse Farias. O curador do projeto, o jornalista e poeta Claufe Rodrigues, da Globonews, profundo conhecedor da obra de Jorge de Lima gravará um programa de literatura sobre o poeta alagoano a ser exibido em rede nacional.

Cai o preço do feijão De acordo com o Boletim Econômico, publicação vinculada ao Banco do Nordeste, que analisa dados do mercado e de pesquisa do Dieese, o feijão apresentou uma variação negativa de preço mais relevante da região Nordeste. Segundo a publicação o grão somente não baixou de preço em Aracaju e Salvador. Mas aqui em Maceió a redução chegou a 35%. Na região, a queda acumulada nos últimos nove meses já é de 56%. Ainda segundo o Boletim, este mesmo feijão aumentou 154% entre 2015 e 2016.

Semana indígena Cerca de 4 mil índios de dez etnias diferentes participaram esta semana, em São Félix do Xingu, no Pará, da Semana dos Povos Indígenas. O evento buscou resgatar a identidade dos povos indígenas da Amazônia e o fortalecimento da luta pela continuidade de seus costumes. Participaram as etnias Caiapó, Tembé, Gavião, Waiwai, Kuxuyana, Kikrion, Guajajara, Parakanã, Suruí e Munduruku. Também discutiram políticas públicas e disputaram de atividades culturais, sociais e esportivas.

A propina do Maracanã O maior templo do futebol brasileiro não ia escapar do processo de rapinagem instituído nas obras urbanas dos últimos anos. Para a reforma do estádio visando a Copa do Mundo, a Odebrecht pagou R$ 7,3 milhões em propinas para fraudar a licitação para as obras de reforma. O montante foi destinado ao então governador Sérgio Cabral (hoje preso), secretários de estado e conselheiros do Tribunal de Contas do Estado. E a corrupção só não foi maior por causa do descumprimento de alguns acordos, já em função da Lava Jato.

A propina do Maracanã 2 Segundo o delator Benedicto Barbosa da Silva Júnior, responsável pelo departamento de propinas da empresa, foram pagos ao governador Sérgio Cabral R$ 6,3 milhões. Para o presidente do Tribunal de Contas, Jonas Lopes recebeu R$ 1 milhão. O valor acertado com o Tribunal de Contas era de R$ 4 milhões, que corresponde a 1% do valor da obra. Com a deflagração da Lava Jato, apenas uma parcela teria sido paga, no dia 17 de Março de 1984. Mesmo assim os conselheiros do TCE pressionaram a Odebrecht pelo pagamento das demais parcelas, o que não foi feito por causa do alcance da operação da Polícia Federal. • A Prefeitura de Maceió pretende encaminhar à Câmara Municipal vários projetos de lei, propondo alterações em nomes de logradouros e prédios públicos batizados com nomes de pessoas vivas. • A decisão atende à determinação legal, com base em uma ação do Ministério Público Estadual. • Assim mudarão de nome alguns locais bem conhecidos do maceioense como Viaduto João Lyra (a sugestão é que mude para Viaduto Jorge de Lima). O Viaduto Washington Luís poderá se chamar Nise da Silveira. • A Avenida Márcio Canuto pode mudar para Avenida jornalista Waldemir Rodrigues. Avenida Milton Hênio poderá ser Avenida Jofre Soares. A Avenida Carlos Lyra, pode vir a ser chamada de Avenida Mestre Verdelinho. • O Ginásio Arivaldo Maia, poderá se chamar Ginásio Jurandir Costa. • Várias outras modificações estão sendo sugeridas pela Prefeitura, para atender o que a lei determina, finalmente.

Conselheiros retomaram as discussões sobre os precatórios do Fundef, que devem ser usados para aplicar em diversas áreas

MACEIÓ

Viadutos e passarelas recebem investimentos As cores, os traços e a arte que hoje destacam equipamentos públicos como os viadutos Ib Gatto Falcão e Oscar Fontes Lima, situados nos bairros Poço e Farol, serão levados a outras regiões da capital nos próximos meses. Por meio de uma parceria com a iniciativa privada, a Prefeitura de Maceió garantiu na última sexta-feira (20) a revitalização de cinco viadutos e passarelas dentro do projeto Adote uma Área Pública (Lei nº 6.286), pelo qual as empresas podem colaborar com a manutenção de espaços públicos, realizando investimentos em um trabalho conjunto. Marcelo

Palmeira também visitou obras de infraestrutura no Ouro Preto. O prefeito em exercício de Maceió, Marcelo Palmeira (PP) recebeu o empresário Giuseppe Cartisano, da Ibratin Tintas, que assinou o Termo de Adoção de três viadutos e duas passarelas da cidade, nos bairros do Farol e Jacintinho, além da passarela em frente à Universidade Federal de Alagoas (Ufal). “É uma importante iniciativa que chega graças ao apoio da Ibratin, empresa genuinamente alagoana, para levar renovação e arte a viadutos e passarelas de Maceió”, disse Palmeira, ao assinar a parceria.

VISTORIA

NORMA

Ações beneficiam região do Ouro Preto A população do Ouro Preto já pode andar por todas as ruas do bairro sem sofrer com a poeira ou a lama. A Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), está finalizando as obras na Rua Rio Grande do Sul e transversais. No final da manhã de quinta-feira ontem (20), o prefeito em exercício Marcelo Palmeira, acompanhado do gestor da Seminfra, Ib Brêda, vistoriou a execução das obras complementares de meio-fio e linha d´água.

O projeto Adote uma Área Pública é uma iniciativa criada pela Prefeitura em 2013 e gerida pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Semds). Segundo explicou o titular da pasta, Gustavo Acioli Torres, a parceria com a Ibratin se dará da seguinte forma: um dos viadutos ficará a cargo da Ibratin e nos demais, o Município fará uma seleção de artistas e fornecerá os materiais doados pela empresa parceira para a execução do trabalho. Para o gestor, ações como esta valorizam o espaço urbano de Maceió e a expectativa é de que, em breve, outras empresas façam adesão

ao projeto. “São muito importantes esses apoios e parcerias para investirmos em manutenção nesse momento de crise que enfrentamos. Temos procurado cada vez mais firmar parcerias, como acontece no Adote uma Praça, para entregar espaços bonitos e de qualidade aos cidadãos”, disse o secretário, que nesta semana também esteve reunido com gestor da Braskem para garantir o apoio a novas obras por meio do mesmo projeto. Na reunião com o prefeito e o secretário, o empresário da Ibratin ressaltou que a parceria vai funcionar como um trabalho em benefício da população.

Prefeituras que decretaram emergência devem entregar documentos O Tribunal de Contas do Estado aprovou a Instrução Normativa Nº 01/2017, que disciplina a fiscalização especial e extraordinária nas prefeituras que decretaram emergência administrativa no início do exercício financeiro de 2017. Segundo a decisão, os municípios alagoanos que decretaram emergência administrativa no início do mandato têm 48 horas, a partir da última quinta-feira (20), para apresentar ao Tribunal de Contas toda a documentação que comprove a situação.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO 21, 22 e 23 DE ABRIL DE 2017 POLÍTICA

5

Senador viabiliza liberação de recursos Benedito de Lira acompanhou prefeito de Arapiraca para resolver impasses referentes a atrasos salariais

Turismo TRIBUNA

FLAVIO GOMES DE BARROS - flaviogomesdebarros55@gmail.com

Turismo aquecido no Brasil: Zarpo fatura R$ 40 milhões no 1º trimestre

O

s ventos mostram-se totalmente favoráveis ao turismo no Brasil em 2017. De acordo com levantamento divulgado pelo Ministério do Turismo no início deste ano, no último trimestre de 2016 o setor superou 37% do faturamento esperado para o período e a expectativa é que os números sejam ainda mais positivos no primeiro trimestre deste ano, especialmente graças à movimentação do Carnaval. A Associação Brasileira de Agências de Viagens de São Paulo (ABAV-SP) prevê um aumento de 5% a 6% na movimentação do turismo doméstico em 2017, principalmente por conta dos feriados, 10 deles prolongados. O impacto econômico previsto na economia brasileira deve variar entre R$ 9,1 bilhões a R$ 10,9 bilhões. O Zarpo, agência de viagens online focada em resorts e hotéis premium, mostra que o crescimento do setor de turismo também refletiu na procura por viagens de luxo. Apenas no primeiro trimestre de 2017, o Zarpo obteve um faturamento de R$40 milhões, 60% superior ao identificado no mesmo semestre do ano anterior (R$25 milhões), 78% proveniente de reservas de hotéis e 22% de compras de pacotes internacionais, que incluem hospedagem e transporte aéreo. O Zarpo também identificou que 71% da sua receita foi obtida por meio de compras feitas no desktop e 29% por dispositivos mobile. Entre os destinos nacionais mais procurados, destacam-se o interior de São Paulo e a Praia do Forte, na Bahia. Já entre os destinos internacionais, as novas estrelas montantes foram Jamaica e Nova Iorque, que cresceram muito em relação ao período anterior. “Nossos resultados foram muito satisfatórios, pois superamos em 10% a expectativa que tínhamos em relação ao primeiro trimestre. Apesar de o segundo trimestre ser geralmente mais fraco por ser baixa temporada, pretendemos continuar crescendo e temos boas perspectivas, impulsionadas pelos feriados prolongados que vêm pela frente e as estratégias de crescimento desenvolvidas no primeiro trimestre”, afirma Alexis Manach, cofundador e co-CEO do Zarpo. Em fevereiro, o Ministério do Turismo, em conjunto com a Fundação Getúlio Vargas, realizou uma pesquisa intitulada Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem, na qual identificou que 21,1% dos brasileiros têm a intenção de viajar nos próximos 6 meses, 75,8% para destinos nacionais e 23,3% para o exterior. Entre os entrevistados, 49,4% pretendem se hospedar em hotéis e pousadas, número cerca de 2% superior ao identificado no mesmo mês de 2016. Manach afirma que, para aproveitar essa onda positiva, pretende investir na expansão do Zarpo para outras regiões do País nos próximos meses, especialmente no Rio de Janeiro, com diversas campanhas de marketing e ofertas abaixo do preço do mercado. “Queremos oferecer novos destinos, tarifas mais baixas e o dobro de datas disponíveis na região fluminense. Tudo para que nossos associados possam curtir uma viagem incrível, sem precisar ir muito longe de casa”.

MSC Cruzeiros consegue 100% de ocupação na temporada 2016/2017 No último dia 13, com o início da travessia do MSC Preziosa para a Europa, e dia 18, com a última escala do navio no Brasil, em Fortaleza, a MSC Cruzeiros encerrou com êxito a temporada nacional 2016/2017. A armadora fechou o período tendo embarcado mais de 142 mil hóspedes, o que significa 100% de ocupação nos roteiros realizados pelo MSC Preziosa e MSC Musica. E para a próxima temporada, reforçando sua aposta no mercado brasileiro, a companhia aumentará em 40% a sua oferta. “O Brasil sempre foi um mercado estratégico para a nossa companhia. Nessa última temporada, fomos a armadora com a maior oferta no país e, para 2017/2018, além de aumentarmos o número de navios no Brasil, traremos outras novidades importantes, que incluem um luxuoso transatlântico dedicado exclusivamente ao mercado carioca, com saídas do porto do Rio de Janeiro, e dois novos destinos regulares: Balneário Camboriú e Porto Belo”, destaca Adrian Ursilli, diretor Geral da armadora. A partir de novembro, o MSC Preziosa oferecerá minicruzeiros de três e quatro noites pelo sul e sudeste, com partidas de Santos e escalas alternadas em Búzios, Ilhabela, Ilha Grande, Balneário Camboriú e Porto Pelo; além de roteiros de sete e oito noites para o nordeste, passando por destinos incríveis como Salvador e Ilhéus. Em cada um desses locais, a companhia oferecerá excursões fantásticas, que permitirão aos viajantes explorar ao máximo as belezas nacionais, com muito conforto e segurança. A bordo, a diversão também estará garantida. Com capacidade para mais de 4,3 mil cruzeiristas, a embarcação será a maior a navegar pelo país e conta com uma infraestrutura de ponta com sete restaurantes – sendo dois da rede Eataly, 20 bares e lounges, teatro com shows ao estilo Broadway, um dos maiores tobogãs do mundo em um navio, quatro piscinas, jacuzzis, simulador de Fórmula 1, cinema 4D, discoteca, o MSC Aurea SPA e muito mais. Além disso, contempla ainda o MSC Yacht Club, produto de luxo da empresa dedicado aos hóspedes que desejam ainda mais conforto e privacidade.

ABAV: campanha de premiação para agências associadas A ABAV lançou o Grande Prêmio Big Data ABAV, campanha de incentivo que visa estimular a participação de todas as agências de viagens associadas nas quatro consultas eletrônicas do censo promovido pela entidade no período entre 9 de janeiro e 30 de maio. O prêmio tem apoio da TAP Portugal e contemplará com o sorteio de duas passagens aéreas com destino a Paris, sem direito a acompanhante, uma única agência associada entre todas que tiverem concluído as quatro fases de consultas do Censo Big Data ABAV. O sorteio será realizado por meio eletrônico (pelo número do CNPJ da agência), no dia 31 de maio. “Temos desenvolvido uma série de iniciativas visando o engajamento das nossas agências de viagens associadas, mas a completa adesão ao censo nos levará ao patamar que almejamos como entidade referencial do setor. É importante que todos atentem para os objetivos deste levantamento, e somos muito gratos à TAP por acreditar no projeto e apoiar nossa campanha de incentivo. Os dados arrecadados contribuirão para a criação de uma plataforma de dados multiusuário, que possibilitará consultas e a geração periódica de indicadores, com confiabilidade e grande relevância para o turismo”, afirma o presidente da ABAV Nacional, Edmar Bull. A participação no censo é rápida e simples, e se dá por meio de resposta às quatro fases de questionários bem objetivos hospedadas no Portal ABAV, na área restrita ao associado, acessada com login e senha. Os dados inseridos pelos associados são tratados sob os critérios da confidencialidade e não serão divulgados, sendo utilizados somente para a construção de indicadores da entidade.

EDITORIA DE POLÍTICA COM ASSESSORIA

DIVULGAÇÃO

O

senador Benedito de Lira (PP/AL) declarou na última quinta-feira, 20, que a administração do prefeito Rogério Teófilo (PSDB) deu um grande passo para reorganizar as finanças da Prefeitura de Arapiraca. O senador se referiu à repactuação da dívida que a prefeitura tem junto à Caixa Econômica Federal. Benedito de Lira participou das gestões desenvolvidas prefeito Rogério Teófilo junto ao presidente da Caixa Econômica, Gilberto Occhi, e aos demais diretores da Caixa Econômica Federal. Desde que tomou posse, Rogério vem buscando uma solução e finalmente na noite de quarta-feira, dia 19 de abril, foi assinado um novo contrato, por meio do qual a CEF garantiu a liberação imediata de cerca de R$ 2 milhões, que serão destinados ao pagamento de dívidas geradas ainda na gestão da prefeita Célia Rocha (PSL), que comandou o município nos últimos quatro anos. Na reunião em que foi assinada a repactuação, o senador Benedito de Lira elogiou a ação da diretoria da Caixa Econômica Federal, à frente

Rogério Teófilo (ao centro) e Benedito de Lira conseguiram a liberação de recursos para Arapiraca

o presidente Gilberto Occhi, reconhecendo a sensibilidade de todos para equacionar as dificuldades financeiras que estão sendo enfrentadas pelo prefeito Rogério Teófilo. O próprio Rogério mencinou a situação dos funcionários da prefeitura, notadamente aqueles com salários

na faixa de R$ 1.200 reais, que estão sem receber desde dezembro do ano passado, a quem será dada absoluta prioridade. O senador Benedito de Lira disse que continua a disposição dos prefeitos alagoanos, e reconheceu que a situação financeira das Pre-

feituras algoanas é muito dificil. “Eu diria que estão vivendo uma situação caótica. Todas, sem exceção, precisam da ajuda da bancada federal para que os nossos prefeitos possam corresponder às expectativas daqueles que os elegeram”, disse o senador Benedito de Lira.

CONCILIAÇÃO

Mutirão consegue realizar 160 audiências A Defensoria Pública do Estado participou, esta semana, do Mutirão de Mediação, Conciliação e Julgamento de processos cíveis, ocorrido no 10º Juizado Especial Cível e Criminal da Capital (JECC), no Benedito Bentes. A ação, que visa dar celeridade ao atendimento judicial da população da região, é resultado da parceria do Tribunal de Justiça com a Defensoria e o Centro Universitário Tiradentes. De acordo com a juíza titular do juizado, Aída

Cristina Lins Antunes, a ação trouxe benefícios para todos os participantes. “Temos uma demanda muito grande, já que, atualmente, atendemos quatro bairros, que contabilizam 340 novos processos por mês. Tivemos um resultado muito positivo. Em quatro dias fizemos 165 audiências, número muito superior ao que fazemos semanalmente. Conseguimos dar celeridade aos processos e desafogar um pouco o Juizado”, explicou a magistrada.

O defensor público João Maurício da Rocha de Mendonça destaca a importância da ação para garantir a celeridade dos processos. “O mutirão vem dar maior celeridade aos processos com a possibilidade de acordo entre as partes, o que garante a pacificação dos interesses em litígio e, em caso de inexistir conciliação, um julgamento num tempo razoável.” Participaram do mutirão os defensores públicos João Maurício Rocha Mendonça e Rômulo Santa Rosa.

O 10º juizado da Capital atende as populações do Benedito Bentes, Serraria, Santa Lucia e Antares, sendo responsável por mais de 5.000 mil ações, com 340 novos processos por mês. Para atender adequadamente a demanda local, a Defensoria Pública conta com um Núcleo de Atendimento no Benedito Bentes, localizado ao lado do Fórum, para acompanhamento dos processos e um Núcleo de Atendimento Inicial no JÁ do Shopping Pátio Maceió.


6

OPINIAO

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

Opinião

Ditadura contra índios

A

ditadura continua para os índios, segundo disseram os convidados da audiência pública sobre a agressão aos direitos dos povos indígenas no período do governo militar no Brasil. Promovida na quinta-feira (20), pela Comissão de Direitos Humanos (CDH), em razão do Dia do Índio, celebrado em 19 de abril, a audiência mostrou dados sobre essa agressão contidos no livro “Os fuzis e as flechas – História de sangue e resistência indígena na ditadura”. O trabalho da Comissão Nacional da Verdade, que investigou os crimes da ditadura, foi superficial em relação aos povos indígenas. O Brasil ainda precisa consolidar o respeito aos direitos desses povos.O cacique da etnia Xetá, no Paraná, Claudemir da Silva, contou que, na década de 1940, por causa da expansão do café, a etnia Xetá foi dizimada e de 2.800 índios, apenas 10 sobreviveram. Ele afirmou que ainda hoje seu

povo luta para adquirir um pequeno pedaço de terra e que são contestados em seu direito com a afirmação de que sua etnia não existe mais. Há um grupo de trabalho no Ministério Público Federal instituído para identificar as violações ocorridas com os povos indígenas na ditadura. O MPF criticou uma nota do Ministério da Justiça, dizendo que não demarcará mais terras indígenas porque já são 13% de terras demarcadas para 0,4% da população brasileira. A estimativa mais baixa, segundo o autor do livro José Rubens é de houve 1.278 mortes de indígenas durante esse período, mas pode ter havido mais de 8 mil. Ele deu várias informações sobre índios isolados, que, quando o Exército resolveu transferi-los, acabaram morrendo por doenças ou condições de precariedade. O Estado brasileiro deveria pedir desculpas aos povos indígenas, algo que até hoje se recusa a fazer.

RENAN CALHEIROS Líder do PMDB no Senado

Delações sem contrapesos O jurista e jornalista Rui Barbosa, em uma conferência sobre a Imprensa e o Dever da Verdade editada na década de 20, afirmou que “a imprensa é a vista da Nação. Uma vida sem vista, é uma vida no escuro, é a morte em vida”. A imprensa livre, democrática e compromissada com a ética é a garantia de uma sociedade suficientemente informada para formar opiniões e julgamentos justos. O compromisso de informar é irmão siamês da responsabilidade. E a responsabilidade caminha necessariamente atrelada a um jornalismo sério, livre e ciente de que o princípio de pesos e medidas deve nortear a forma como os fatos são abordados. Rui Barbosa alertou que quando a imprensa falha, “em vez de ser os olhos, por onde se lhe exerce a visão, ou o cristal, que lha clareia, é a obscuridade, onde se perde, obstando-lhe a notícia da realidade, ou não lha deixando senão adulterada, invertida, enganosa”. Nas últimas semanas, vivi as consequências de algumas dessas falhas. Por força de mais um vazamento criminoso ao longo das investigações da Lava Jato, foram tornadas públicas as delações de mais de setenta executivos da Odebrecht, cujas palavras criaram uma tormenta no noticiário

e uma criminalização da política, sem distinções e contrapesos. Meu nome aparece em alguns desses depoimentos. E isso foi exaustivamente lembrado pela imprensa. Algo comum para um homem público, não fosse a abordagem seletiva feita por setores da imprensa, omitindo o contexto em que os delatores se referiam a mim. A ressalva de que nunca fui a encontros e que não trataram absolutamente nada comigo aparece inúmeras vezes nos depoimentos gravados, mas não nas reportagens sobre o assunto ou nos trechos selecionados para divulgação. É preciso assistir a todos os registros audiovisuais disponíveis para contextualizar as citações corretamente. Além disso, há ainda uma tentativa desesperada dos delatores –que tentam auferir regalias -, em fazer conexões absurdas entre atuação parlamentar e o financiamento legal das campanhas políticas. Um exemplo disso é a relação entre meu apoio à MP 579/12, que estendia o prazo de fornecimento de energia para as empresas eletrointensivas do Nordeste, e a doação eleitoral feita para a campanha do governador Renan Filho dois anos depois. Apoiei a proposta porque o aumento do custo energético poderia fechar empresas, aumentar o desempre-

go e reduzir a arrecadação dos estados nordestinos. Como senador, é meu dever atuar em defesa dos interesses de Alagoas e do Nordeste e foi isso que fiz. A proposta foi aprovada em 18 de dezembro de 2012 pelo Senado. Em 2014, o então deputado federal Renan Filho foi candidato ao governo e recebeu doações para a campanha de algumas empresas, entre elas, a Braskem. Uma doação legal, declarada, como prevê a Lei Eleitoral. Que relação teria isso com meu apoio, anos antes, a uma proposta que interessava ao meu Estado? Para qualquer pessoa disposta a estabelecer a conexão de fatos, fica evidente que não há relação alguma. Mesmo assim, serei investigado por isso. Em outros casos em que meu nome aparece, os delatores fazem apenas deduções. Dizem “ter entendido” que terceiros falavam e negociavam em meu nome e, por isso, “teriam concluído” que eu seria beneficiário de repasses ilegais. Percebo que há graves omissões nos termos de declarações, quando comparados ao teor integral do que os delatores dizem sobre mim. Se a imprensa é, como bem disse Rui Barbosa, a vista da Nação, não dá para negar o fato de que a sociedade tem enxergado a política de forma turva e generalizada. Quem ganhará com isso?

PE. MANOEL HENRIQUE DE MELO SANTANA Vigário episcopal de Maceió

Neste lugar, está faltando Ele! Primeiramente, louvamos as iniciativas tomadas para a celebração dos 200 anos de Alagoas. Rica e diversificada, digna de ser acompanhada por nosso povo, avaliada e que deve ser assumida em seus vários desafios. Como na melodia “Naquela mesa, está faltando ele”, também por aqui eu me lembrodos aspectos religiosos que geraram uma Alagoas de muitos rituais, festas e celebrações e que estão faltando.Por aqui os santos dão nome aos vários logradouros e instituições. O calendário alagoano é sobretudo religioso, de janeiro a dezembro. Estas festas são portadoras de muitas tradições históricas, trazidas pelos portugueses ou mesmo advindas com os negros, sem faltarem as tradições nativas, que ainda hoje são buscadas. A religião é o suspiro da alma humana, conexão misteriosa com as divindades, necessidade fundamental de todo ser humano. Ninguém haverá de negar a importância vital e cultural das religiões. Alagoas inteira respira essa realidade de muita riqueza e diversidade, presente em todos os aspectos da vida. Muitas lendas surgiram desse rico cenário, certamente, substrato religioso e cultural de nossa história. Figuras históricas daqui e d‘alhures, beatos e beatas, sacerdotes, homens e mulheres, religiosos das religiões africanas, pastores e pastoras. Por acaso, o Beato Franciscano nunca existiu? E as nossas Igrejas, algumas tricentenárias? As capelinhas dos engenhos e dos sítios e fazendas? Por acaso, podemos esquecer em Alagoas as Escolas Paroquias, além dos Colégios da Campanha, que Padre Teófanes foi implantando nos vários municípios de Alagoas? Ou ainda podemos esquecer os Educandários e Orfanatos para os estudantes do interior, mantidos pela Igreja? Os Colégios Santíssi-

INDEPENDENTE Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

Jorgraf

Cooperativa de Produção e Trabalho dos jornalistas e gráficos do Estado de Alagoas

cadores, ajudava a alfabetização do povo interiorano. Os militares fecharam a onda tropical da Rádio e o MEB funcionou com restrições. A Ação Católica, chegada da Europa, aqui foi acolhida ereunia as várias classes sociais, desde os camponeses, aos estudantes e universitários, sem deixar de fora os operários. Aqui foram fortes a JOC (Juventude Operária Católica) e os Círculos Operários. Vários padres orientavam os Círculos Operários,a exemplo de Padre João Pinho que mantinha um orfanato masculino, em Juvenópolis, Bairro de Bebedouro,além disso era o assistente religioso da JUC (Juventude Universitária Católica). Esse Estado conhece santeiros, a riqueza musical de nossas melodias, o cantar penitencial das romarias e tantas outras artes, elementos constantes e permanentes em nossa cultura. As Santas Missões não são esquecidas pelo povo que ainda canta seus benditos. Religioso é também o rico, alegre e vistoso folclore alagoano, especialmente, em torno das celebrações do Natal e São João, presentes em todo o Estado, e estudado por grandes intelectuais pertencentes à Escola de Viçosa. Impressiona-me neste momento o risco de descarte do Ensino Religioso nas bases de nossa educação, inserido não só no pacote ‘moderno’ de país laico, para disfarçar todo um projeto ateu, fruto de um radical movimento radical de um secularismo, devastador chegando por aqui, depois de muito tempo na Europa. A proposta é que o Cesmac, em parceria com outras instituições, assuma realizar um Seminário de repercussão intelectual, científica e cultural que sirva de resgate histórico dessa realidadereligiosa em Alagoas, a fim de que Ele volte e participar da mesa de todos os alagoanos.

INOCÊNCIO NÓBREGA Jornalista. inocnf@gmail.com

Briga nos céus Outrora os Céus, para quem desejasse se fixar, eternamente, num lugar de absoluta calmaria, fugindo à violência da terra, e por que não dizer, do Brasil, nada melhor do que lá. Bom que não precisa de passaporte, tampouco pedágio, pois essa viagem é sem volta, podendo seguir pela estrada do além. Único documento exigido é o salvoconduto de uma vida limpa, aqui na terra. Nos últimos tempos o fluxo tem diminuído bastante, por fatores que não nos cabem discutir. Apesar de toda divulgação sobre as excelentes qualidades de morada no reino celeste, as notícias que nos chegam é de que a tranquilidade, ali, vem sendo quebrada, e o pivô disso é a seca no nordeste. Depois da inauguração popular, pelos presidentes Lula e Dilma Rousseff, da transposição das águas do “Velho Chico”, S. José e S. Francisco não param de trocar farpas. Pior, que S. Pedro tem entrado nessa briga, sem que o Chefe maior consiga apaziguá-los. S. Francisco, com essa intenção de remediar a sede do nordestino do semiárido, é acusado de penetrar, de pilantra, sem aquiescência do

Presidente José Paulo Gabriel dos Santos UM PRODUTO:

mo Sacramento e Marista vieram da Europa para Maceió. Os Conventos de Marechal Deodoro e Penedo exerceram também funções educacionais. Não nos esquecemos da Instituição Cesmac, fundado por um padre, com a finalidade de atender aos jovens estudantes trabalhadores. A nossa UFAL apenas oferecia a oportunidade de ensino aos filhinhos de papai, que estudavam gratuitamente, uma vez que só funcionava durante o dia e somente em Maceió. A fundação do Seminário, por Dom Antônio Brandão, no início do século XX, em 1904, constituiuse no primeiro Curso Superior de Alagoas. O primeiro Curso de Filosofia foi do Seminário. Mais tarde, Dom Adelmo Machado criará a Escola de Serviço Social Padre Anchieta, entregue às Irmãs de Jesus Crucificado, com destaque para a Irmã Zely, recentemente falecida em Maceió, com mais de 90 anos. A sociedade alagoana necessitava de quem pudesse ajudar o povo alagoano em suas organizações. Foi ainda Dom Adelmo que incentivou a criação de Sindicatos Rurais, em tempos difíceis, com as ameaças dos usineiros ajudados com os militares da Ditadura Militar. Alguém, poracaso, poderá esquecer na história da imprensa alagoana o jornal “O Semeador”, da Igreja Católica, possuidor de uma histórica e destacada inserção cultural, religiosa e política, com a marca centenária de ininterrupta circulação. Nele escreveram jornalistas e intelectuais de renome, dando ao jornal uma importância significativa no campo das comunicações. Era intenção de Dom Adelmo Machado criar uma emissora de Televisão, que não se concretizou por motivos ainda desconhecidos, mas pode criar a Rádio Educadora Palmares de Alagoas, com o auxílio de rádios cativos, utilizados por agentes multipli-

Diretor administrativo-financeiro Flávio Peixoto Editor geral Ricardo Castro ricardojcastro@yahoo.com

Diretora comercial Marilene Canuto

mesmo, no território, que secularmente pertencia a S. José. Quanto a S. Pedro é parte dessa história como mero participante passivo, em virtude de um erro, por ele cometido, nos primórdios da geração do mundo. Explica muito bem esse episódio, uma lenda que corre no interior da Paraíba. Esse estado é tradicionalmente composto de três zonas fisiográficas principais: brejo, cariri e sertão, no sentido leste-oeste. A fim de averiguar as distorções pluviométricas, com maior ocorrência nas duas primeiras áreas, Jesus, acompanhado de S. Pedro, que o secretariava, veio verificar, in loco, a situação. Nos sertões, chovendo regularmente, naturalmente permaneceu como estava. No brejo, o panorama era de desolação, pela predominância de constantes estiagens. Determinou, então, a regularidade pluviométrica. No cariri, todavia, praticamente submersa pelas frequentes inundações. Mas, que farei eu? Perguntou Jesus. Anote aí, Pedro, que não tinha boa audição: “chover um ano e outro ano”. Mas Pedro registrou: “um ano e

LOCALIDADE ALAGOAS

VENDA AVULSA DIAS ÚTES R$ 2,00

OUTROS ESTADOS R$ 3,00

LOCALIDADE ALAGOAS

ASSINATURAS SEMESTRAL R$ 300,00

OUTROS ESTADOS R$ 500,00

DOMINGO R$ 4,00 R$ 5,00

oito não”! A cizânia entre os dois históricos líderes dos Céus poderá aumentar com a chegada das águas do Velho Chico ao Ceará, do qual S. José é padroeiro. A isso se alia a circunstância de que o Papa é Chico, afinal terá de defender outro Chico, complicando a vida de S. José, cujo indiscutível prestígio, particularmente no nordeste, poderá sofrer abalos. Nesta região o dia 19 de março, dedicado a S. José, é escolhido para previsões de inverno. Justamente onde a devoção pelo santo é de natureza religiosa e brota, igualmente, do povo. Temo pela sorte de sua popularidade. Somente agora, passado mais de século, que se pretende corrigir a anotação de S. Pedro, a qual vale para toda região do perímetro de baixa pluviometria. Com a transposição Lula entra, também, nessa encrenca, mas como bom político não está contra a qualquer um dos três. Acredito que a paz logo retornará, de modo definitivo, e que quanto mais água para os nordestinos melhor, para alegria de seus devotos, dos santos e futuros viajantes.

PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAÇÃO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308

ANUAL R$ 600,00

comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

R$ 1.000,00

OS ARTIGOS ASSINADOS SÃO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES, NÃO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPINIÃO DESTE JORNAL.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017 PUBLICIDADE 7


8 PUBLICIDADE MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

TRIBUNAINDEPENDENTE


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

Cidades

CIDADES

9

Rede estadual usa contação de história para trabalhar temática do preconceito Em comemoração à semana do livro, gremistas da Escola Estadual Afrânio Lages, no Cepa, promovem nessa quinta-feira (20) oficinas de contação de história para trabalhar preconceitos e bullying com estudantes da educação infantil na Escola Estadual Vitorino da Rocha, no mesmo complexo educacional. De forma lúdica, com a obra “O cabelo de Lelê”, de Valéria Belém, e apoio de fantoches, os adolescentes e crianças mergulharam juntos no mundo da leitura, em novas descobertas e sentimentos. “Eu gostei muito. O cabelo da Lelê é grandão e cacheado. Ela fez trancinhas e os colegas gostaram. Colocou presilhinhas e eles também gostaram. E eu gostei muito desta história e quero ouvir sempre”, confidencia a estudante do 2º ano, Eahgy Lima Santos, de apenas 7 anos.

Jogo de xadrez estimula desenvolvimento escolar

SANDRO LIMA

Prática fomenta concentração, raciocínio lógico e aprendizado; mudanças no comportamento também são reflexos entre estudantes EVELLYN PIMENTEL REPÓRTER

S

egundo praticantes e especialistas, o jogo de xadrez é um importante aliado da concentração infantil e no estímulo ao aprendizado. Prova disso é que diversas escolas em Maceió têm incorporado o jogo no conteúdo estudantil. O xadrez pode ser apresentado para crianças a partir dos 6 anos. Segundo Stanley Oliveira Lessa, professor e árbitro da Federação de Xadrez de Alagoas (Fexeal), antecipar a iniciação da criança no jogo facilita a assimilação das técnicas e regras. “Quanto antes a criança começa a ter contato com o xadrez maior a possibilidade de influenciar no comportamento. Até porque crianças de até 7 anos assimilam muito melhor o que é ensinado do que crianças mais velhas. Costumo dizer que o xadrez não tem idade, o que importa e influencia é a dedicação e a vontade de aprender”, explica Stanley que é também professor de matemática e física. Stanley dá aulas de xadrez em vários colégios particulares de Maceió. Amante do esporte desde os 16 anos, o professor afirma que o jogo só traz benefícios para as crianças. “Ajuda na concentração, atenção, tomada de decisões, memorização. Tenho casos de alunos com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) que melhoraram. Alguns já ganharam medalhas de olímpiada nacionais e campeonatos de xadrez local. O aluno desenvolve não só no xadrez, mas também em outras áreas porque o trabalho realizado é multidiscipli-

nar”, aponta Lessa. É o que Elizabete Gomes, mãe de Maria Beatriz de 8 anos, tem percebido em casa. A filha dela, aluna do 3º ano, tem aulas de xadrez há três anos. Para ela, o comportamento da filha sofreu uma mudança significativa. “Ela está bastante interessada tanto em jogar xadrez, quanto nos assuntos da escola. Ela diz que os colegas participam e também gostam muito. Também a notei mais ativa, mais concentrada. Achei que mudou muito”, diz a mãe de Beatriz. Luize Vitória de 11 anos e Laura Sofia de 6 anos são irmãs e fazem juntas as aulas de xadrez. Segundo a mãe das meninas Roberta Gomes Santos, a mais velha começou a jogar há quatro anos e a paixão pelo jogo influenciou a mais nova que também pediu para fazer as aulas. “A escola começou a oferecer junto com os conteúdos e ela começou a fazer. Gostou tanto que pediu para fazer aulas extras. É muita diferença, são muitos benefícios. A prática mental que elas têm, tanto nos estudos como nas tarefas do cotidiano, é um deles. Elas fazem questão de jogar, gostaram muito e não ficam mais sem o jogo”. A mãe de Luize que faz o 6º ano e Laura do 1º ano diz também que o espírito esportivo decorrente do xadrez tem influenciado no relacionamento das irmãs em casa. “Sempre tem aquela briguinha comum de irmãos, mas quando elas começaram a jogar juntas ajudou muito no relacionamento delas, porque elas passaram a praticar em casa. Aí, ficam treinando, jogam juntas. Tem sido muito importante”, detalha a mãe orgulhosa.

Para todas as idades, xadrez é apresentado de forma lúdica em escolas abordando conteúdos multidisciplinares e situações cotidianas SANDRO LIMA

Ajuda na concentração, atenção, tomada de decisões, memorização. O aluno desenvolve não só no xadrez, mas também em outras áreas porque o trabalho realizado é multidisciplinar” STANLEY OLIVEIRA LESSA PROFESSOR DE XADREZ E ÁRBITRO DA FEXEAL

Laura, de 6 anos, se encantou com o xadrez ao acompanhar a irmã, Luize, de 11, jogar


10

PUBLICIDADE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

TRIBUNAINDEPENDENTE


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

CIDADES

11

Benefícios do xadrez vão além da sala de aula Abordado de forma lúdica ou por meio das competições, esporte inspira comportamento positivo nas crianças EVELLYN PIMENTEL REPÓRTER

A

psicopedagoga Eliane Cansanção reforça os benefícios do jogo para as crianças em idade escolar. “É muito interessante o trabalho com o xadrez porque, além de trabalhar a atenção e a concentração, lida com o nível de frustração. Porque a criança precisa esperar a vez do outro, precisa aprender que nem sempre vai ganhar e isso é muito positivo”, explica. Outro fator segundo a psicopedagoga é que as crianças passam a agir com mais calma por ser uma condição inerente do jogo. “Existe a necessidade de raciocinar desenvolver e também a questão da espera e principalmente do silêncio. Porque ninguém joga xadrez em um espaço turbulento. Isso tudo é muito importante para as

crianças”, pondera. Para o professor Stanley Lessa, o aprendizado do xadrez tem que acontecer de forma lúdica, integrando as demais disciplinas. “Eles tinham a noção básica e eu comecei a trabalhar de forma lúdica propondo desafios matemáticos, trazendo situações que envolviam as técnicas e as regras do jogo, como memorização. Também é importante fazer a ligação com outros jogos próximos. É um trabalho multidisciplinar que, se feito corretamente, se transforma em muito mais que um jogo”, destaca. Marcel Batista dos Santos, de 11 anos, é aluno do 6º ano do ensino fundamental. Ele faz aulas de xadrez há mais ou menos quatro anos. O menino conta que o xadrez aguçou sua curiosidade em explorar estratégias do jogo, tanto que já tem treinado com alunos

de outras faixas etárias. “Gosto muito do jogo porque é de estratégia. Assim que comecei a jogar gostei muito e fui pesquisar na internet novas formas de jogar, as melhores estratégias. É bom porque a gente aprende novas técnicas. Mudou muita coisa e também me ajudou. Eu gosto bastante. Para mi o xadrez é nota dez”, diz. Para Lessa, ainda há resistência em relação ao jogo porque algumas crianças acreditam que no xadrez é preciso matemática. O que segundo ele, não é verdade. “Têm aqueles alunos mais concentrados que só aperfeiçoam. O aluno que tem mais energia começa a controlar melhor, a focar mais sua atenção. Mesmo aqueles que resistem, que acham que tem a ver com a matemática, aos poucos vão percebendo que é positivo e vão desenvolvendo interesse no jogo”.

SANDRO LIMA

Professor Stanley Lessa entende que aprendizado tem que ser de forma lúdica, integrando outras disciplinas

INICIATIVAS

Escolas da Barra de São Miguel adotam modalidade há três anos No município da Barra de São Miguel, as escolas da rede pública integraram o xadrez no conteúdo programático. Segundo a assessoria de comunicação da prefeitura, o projeto foi implantado em 2014 em todas as unidades municipais. “Em todas as escolas há

oferta para a prática de xadrez. Em 2014, o projeto “Xadrez, a ginástica da inteligência”, de Jaime Miranda, hoje presidente da Federação Alagoana de Xadrez, chegou ao conhecimento da Prefeitura Municipal da Barra. Compramos a ideia imediatamente porque entendemos

que o xadrez ajuda na melhoria de atitude, liderança, agilidade de pensamento e raciocínio lógico”, informou a assessoria do município. Desde 2015, o xadrez começou a fazer parte das avaliações escolares no município. “O xadrez é tratado como ferramenta

pedagógica e associada à matemática para contribuir com o raciocínio lógico. A partir dessa experiência, os alunos foram participando de campeonatos e temos campeões de várias faixas etárias. Em 2016, éramos a 9ª cidade enxadrista em número de federados no Brasil”, sa-

lienta o órgão. Em 1970, o Alagoas Xadrez Clube, extinto atualmente, iniciou um projeto voluntário em escolas no Centro de Estudos e Pesquisa Aplicada (Cepa), no entanto, o projeto foi descontinuado um ano depois. Segundo Stanley Lessa, falta incentivo do poder

público na adoção do xadrez em sala de aula. “Faltam voluntários e professores que tenham aptidão técnica para atribuir o xadrez nas escolas públicas. Não tem vaga específica e os professores de educação física que deveriam desenvolver não fazem”, aponta. (E.P.)


12

CIDADES

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

TRIBUNAINDEPENDENTE

Hemoal recebe investimento de quase R$ 1,5 mi Recursos são destinados à reforma do segundo andar de prédio do órgão e aquisição de duas vans para transporte de doadores

P

AÍLTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com COM DIEGO VILLANOVA

Eita remédio do “cabrunco”!

I

ngressei na faixa dos 50, coisa que não teria ocorrido se a competentíssima equipe de cirurgia do coração da Santa Casa, comandada pelo craque José Wanderley Neto, não tivesse entrado em campo a tempo. Baixei naquele nosocômio infartado, mais pra lá do que pra cá, pronto para encarar São Pedro. Saí zerado, com um monte de pontes de safena e com meia dúzia de distintos amigos, todos cardiologistas, felizes e satisfeitos com a minha rápida recuperação. Voltei lá tempos depois, aos 65 anos, para me submeter a novo procedimento cirúrgico, no mesmíssimo coração, dado o fato de que cada uma das artérias que irrigam este órgão muscular estavam entupidas. Hoje em dia possuo nove safenas. É mole ou quer mais? Eu pensava que me achava livre de novo encontro com cirurgiões numa mesa de operações, mas eis que, há cerca de dois anos (e depois de submetido a exames de rotina) descobriram competentes esculápios do Hospital do Açucar e da Santa Casa, que eu tinha câncer num dos meus rins e a vesícula estourada. Encarei numa boa os bisturis dos doutores Ricardo Soares da Costa e Antônio de Pádua Carvalho e hoje, segundo esses amigos, vai demorar um pouco mais para me deparar com Papai do Céu. As cicatrizes que se distinguem no meu corpo, me servem como admoestação para continuar respeitando e preservando a Vida. Ademais, representam a suprema ordem no sentido de que devo continuar mais e mais pobre. Explico: o que eu invisto em remédios não está no gibi. Hoje em dia, quase todos os meus vencimentos são comprometidos com a aquisição de medicamentos, sempre mais caros. Não existe, no mundo, negócio mais rentável e lucrativo do que produzir e comercializar remédios. Embora não precise comprovar o que estou dizendo, aqui vai um exemplo do que, por mais eu ganhe dinheiro trabalhando decente e honestamente, menos terei para fazer jus a sua obtenção. Há coisa de três dias voltei ao consultório médico, para exame de rotina e um dos meus clínicos, me encarou com um sorriso que ia de orelha a orelha: - Você vai entrar numa medicação moderna e bastante eficiente, para melhorar o seu desempenho... E disse maravilhas do medicamento. Dessa vez quem riu fui eu: - Manda brasa, doutor. Remédio é comigo mesmo! E ele, cheio de cautela: - Olha, esse remédio é um pouquinho caro! - Ah, deixa comigo, rapaz! Nenhum remédio é caro quando se quer cuidar da saúde, é ou não é? – rebati cheio de entusiasmo. - É isso aí! Sai da clínica direto para a farmácia. Exibi a receita pro balconista e sapequei: - Me vê esse remedinho aí, meu jovem... O balconista pegou o medicamento, botou numa cestinha, passoua às minhas mãos e me dirigi ao caixa. E haja a mocinha do caixa a digitar números e mais números. Terminou, olhou pra mim com a cara de piedade e disse: - São R$ 4 mil e 400 reais! Achei que não tinha ouvido direito e pedi a garota para repetir. Ela repetiu: - São 4 mil e 400 reais! Gelei! Naquela hora não tive outro infarto – dessa vez fulminante -, porque doutor Wanderley Neto e sua equipe capricharam nas minhas NOVE pontes de safena. Mas, caí estatelado no chão, desmaiado. O susto foi grande demais!

Marido crucificado

Dada a sua magreza, o agrônomo Bercildo Machado era conhecido pelo apelido de Macarrão. Também não fazia questão de atender pelos vulgos de Magrão, Fiapo, Lombriga ou Arame Vestido. O rapaz era simpático, estudioso, mas tinha um complexo infeliz da sua raquitice. Bermuda ele não vestia para não exibir os cambitos. Também não andava sem camisa, porque só tinha a pele e o osso. Dona Bercelina, sua extremosa mãe, gastou tudo o que tinha comprando remédios e mais remédios pro filho querido “pegar um corpinho”. Nada. Um dia, Bercildo deixou o acanhamento de lado e partiu para conquistar a bonita donzela Maria Alice, filha da viúva Astrofásia, uma velhota cheia de moral. Conquistada a garota, Magrão avançou resoluto para o casório, que se realizou com muitos cânticos religiosos e orações mil. Faltou dizer que, além de bonita, Maria Alice tinha um corpo sensacional. Pois bem, logo após a cerimônia religiosa, o noivo lembrou-se da sua magreza e ficou preocupado. Chamou num canto o amigo mais chegado e desabafou: - Pô, Ascânio, eu sou magro demais! Como é que eu vou fazer para ficar nu na frente da Alicinha, sem que ela repare no monte de ossos que eu sou? O amigo coçou a cabeça, deu uma temperada na goela e aconselhou: - Faz o seguinte, Macarrão... antes de começarem a transar, você apaga a luz, faz charminho e vai ao banheiro. Em seguida, volta peladão e cai em cima dela, na ferocidade, entende? Mulher gosta disso, rapaz! - Será que vai dar certo, Ascânio? - Pode apostar, meu irmão. É tiro e queda! - Tá legal! – concordou o noivo dentro do terno folgadão. A festa do casório foi bonita e muito animada. Na hora em que os nubentes foram para o quarto conjugal, Bercildo pôs em prática o conselho do amigo. Começou alisando a moça, disfarçou, apagou a luz, fez o tal charminho e entrou no banheiro, avisando: - Me aguarde aí, meu amor! E ela, ansiosa, piscando os olhinhos: - Não demore muito, ouviu, meu amor? Bercildo não demorou nadinha no banheiro. Só fez tirar a roupa e voltar correndo, peladão, para os braços da amada. Da porta do quarto, ele pulou para a cama. No que pulou, Alicinha assustou-se e deu o maior berro: - Socorro, Bercildinho! Caiu um crucifixo em cima de mim!

ara qualificar a captação, processamento, armazenamento, transporte e transfusão de sangue, o Hemocentro de Alagoas (Hemoal) vai receber investimentos da ordem de R$ 1.499.556,65. Os recursos asseguraram a aquisição de duas vans para realizar o transporte de candidatos à doação de sangue, além de garantirem a recuperação e reforma do segundo andar do prédio da Hemorrede Pública de Alagoas, segundo anunciou o governador Renan Filho nessa quinta-feira (20), durante cerimônia realizada na sede do órgão, localizada na no bairro Trapiche, em Maceió. Acompanhado do secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira, o chefe do Executivo estadual assinou a ordem de serviço para a execução da obra de reforma, orçada em R$ 1.239.756,65. Com previsão de conclusão em dezembro deste ano, conforme prevê o contrato 91/2017, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), na edição de terça-feira (18), a obra será executada pela Inove Construções. Com isso, segundo Renan Filho, toda a área administrativa do Hemoal vai contar com modernas instalações, segundo prevê o projeto elaborado pela Assessoria de Engenharia e Arquitetura da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). Este novo investimento do Governo do Estado, marca o compromisso da atual gestão estadual com a melhoria da saúde pública em Alagoas, conforme ressaltou o governador alagoano, durante o seu pronunciamento, diante de autoridades, doadores de sangue, pacientes hematológicos e servidores do Hemoal, inaugurado em 1981. “A fase do puxadinho e dos improvisos acabou em Alagoas. Estamos realizando novos investimentos na saúde pública de Alagoas. E como nosso pro-

jeto é construir novos hospitais no interior e na capital, também temos que modernizar o Hemoal e o Hemoar, pois eles realizam um trabalho de excelência e fornecem o sangue necessário à demanda transfusional”, salientou Renan Filho, ao parabenizar os servidores da Hemorrede Pública de Alagoas pelo trabalho qualificado que realizam diariamente. MODERNIZAÇÃO Para o secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira, a saúde pública de Alagoas vive um momento de grandes investimentos e o Hemoal também está sendo contemplado, devido a sua grande importância para o povo alagoano. “Nunca na história da saúde pública de Alagoas um governo realizou tantos investimentos. Além da construção e reforma de novos hospitais na capital e no interior, a exemplo do Hospital da Mulher, cujas obras estão avançadas, estamos assegurando a modernização do Hemoal, para que ele continue ofertando um serviço de excelência”, ressaltou. NOVO SERVIÇO Após a assinatura da ordem de serviço, Renan Filho e Christian Teixeira entregaram duas vans para a Hemorrede Pública de Alagoas. Os dois veículos, que tiveram investimento de R$ 259.800, irão assegurar o transporte de candidatos à doação de sangue até o Hemocentro Regional de Arapiraca (Hemoar) e o Hemoal, que mensalmente coleta entre 2.600 e 3 mil bolsas de sangue. Isso porque, segundo a gerente do Hemoal, Verônica Guedes, a realização de uma coleta externa requer uma previsão de no mínimo 70 doações. A partir de agora, quando a quantidade de candidatos à doação for inferior a este número, as vans serão disponibilizadas para realizar o transporte dos voluntários até a unidade de coleta de sangue. AGÊNCIA ALAGOAS/OLIVAL SANTOS

CidadesemFoco ROBERTO BAIA robertobaiabarros@hotmail.com

Podres poderes

D

os 17 vereadores da Câmara Municipal de Arapiraca, apenas Melquisedec e Sinielza Pessoa apoiam a administração do prefeito Rogério Teófilo. Os demais formam o bloco de oposição. Não resta dúvida que esse afastamento entre o Poder Legislativo e Executivo teve como gota d´água a polêmica entre os vereadores e a secretária de Educação, Mônica Pessoa, que acusou os parlamentares arapiraquenses de exigirem a divisão dos cargos do Programa Seletivo Simplificado (PSS) do setor educacional.

Escândalo do PSS Para acirrar ainda mais os ânimos, a secretária Mônica disse, em um programa de rádio, que se fosse convocada apontaria os responsáveis pela proposta indecorosa. A presidente do Legislativo colocou um balde de gelo para suavizar o escândalo e chegou a falar que ela (a secretária) cometeu um equivoco e estava passando por um “momento de pressão”.

Clima esquentou E o termômetro dessa pendenga ente os dois poderes arapiraquenses foi à sessão realizada na terça-feira, 18, com a presença de uma comissão formada por representantes do Sinteal e do Fundeb. O tom das críticas surpreendeu até mesmo os vereadores Melquisedec e Sinielza, que decidiram ficar em um verdadeiro silêncio sepulcral, enquanto os colegas desciam a “madeira” na administração municipal.

Até o Nezinho Até o vereador Rogério Nezinho, que tem um comportamento mais passivo e amigável, não poupou críticas ao chefe do Executivo ao abordar a área de Educação, onde segundo ele “faltou planejamento para o inicio do ano letivo. Em pronunciamento, denunciou superlotação no transporte de estudantes, além da falta de merenda para escolas e creches.

Manda quem pode Com assessoria: Os servidores do Município de Arapiraca, em greve desde a última segunda-feira (17), devem retornar às atividades, sob pena de receberem descontos em seus salários. O sindicato que representa a categoria também poderá pagar multa diária de R$ 5 mil, em caso de descumprimento. A decisão é do desembargador Klever Rêgo Loureiro, do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/ AL).

Sem salário De acordo com os autos, o Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde, Administração e Serviços do Município de Arapiraca (Sindsar) deflagou greve por tempo indeterminado, devido ao não recebimento do salário referente ao mês de dezembro de 2016.

Alegou “abusiva” O município ingressou com ação na Justiça alegando que a paralisação é ilegal e abusiva, diante da essencialidade do serviço de saúde. Sustentou ainda que a tomada de decisão pela greve não foi legítima, pois não teria sido comprovado o número mínimo de membros na assembleia que decretou o movimento paredista.

Liminar Ao analisar o caso, o desembargador concedeu liminar favorável ao município, determinando que os servidores se abstenham de paralisar as atividades. Segundo Klever Loureiro, o comunicado de deflagração da greve atendeu ao requisito temporal, tendo sido feito com antecedência de 72 horas.

Governador assina ordem de serviço para reforma de andar do prédio do Hemoal

Cidadania O Governo Federal, por meio da Secretaria Nacional de Renda e Cidadania (Senarc), iniciou, no mês de abril, as ações periódicas referentes à Atualização Cadastral de 2017, que inclui os processos de Averiguação e Revisão das famílias que recebem os benefícios sociais através do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), com destaque para os beneficiários do programa Bolsa Família.

Processos A Revisão Cadastral garante a atualização dos dados declarados ao CadÚnico, de famílias que não atualizaram o cadastro nos últimos dois anos. Já a Averiguação Cadastral identifica possíveis incoerências nos dados registrados no CadÚnico a partir de um cruzamento com as informações prestadas em outros registros administrativos. Mesmo sendo dois processos independentes, ambos buscam garantir a veracidade e a atualidade dos dados declarados no CadÚnico.

Bolsa Família Neste ano, o processo de Revisão Cadastral será destinado às famílias beneficiárias dos programas Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada (BPC), Tarifa Social de Energia Elétrica e Bolsa Verde. Além dessas, também devem realizar a atualização de cadastro todas as famílias do CadÚnico que não o fizeram nos últimos 24 meses, independentemente de serem ou não beneficiária desses programas sociais. ... Em Alagoas, a primeira etapa do processo conta com 25.621 famílias incluídas no Grupo 1, que estão sendo convocadas a comparecerem as coordenações municipais do CadÚnico e do Bolsa Família para efetuarem a atualização do cadastro até o dia 21 de abril. ... Para o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social do Estado, Fernando Pereira, esse é um dos procedimentos mais importantes para a manutenção dos benefícios sociais. ... “Ao todo são mais de 20 benefícios, que, através do Cadastro Único, são destinados às famílias em situação de vulnerabilidade. Por isso, esse momento de atualização cadastral é tão importante. Com esse processo, podemos traçar o perfil atual das famílias para inseri-las no programa social mais adequado. Além disso, podemos, com os dados daquelas famílias que superam as dificuldades e conseguiram deixar os programas, analisar os efeitos desses benefícios”, explica o secretário. Em levantamento feito pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), em todo o país cerca de 11 milhões de famílias serão convocadas, ao longo de 2017, para realizar a Atualização Cadastral. Dessas, 4,2 milhões são beneficiárias do Programa Bolsa Família, das quais 1,7 milhão devem passar pela Revisão Cadastral e 2,5 milhões pelo processo de Averiguação. Essa ação é considerada a maior já realizada pelo MDSA.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

GERAL

GERAL

13

Escola pública estadual participa de projeto sobre coleta de lixo Uma turma de estudantes da Escola Estadual Princesa Isabel participou de uma sessão de Ecocine. A atividade faz parte das ações do projeto Coleta Certa, de sensibilização para a temática geração e destinação de resíduos sólidos, desenvolvido pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA), em conjunto com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc). O Coleta Certa teve as atividades retomadas no dia 11 com o projeto piloto que está sendo aplicado em escolas inseridas no Centro Educacional de Pesquisa Aplicada (Cepa). Segundo Mirela Cavalcante, bióloga e consultora ambiental do IMA, a ação teve início em outubro de 2016, com as Escolas Estaduais Dom Pedro, Princesa Isabel, Teotônio Vilela e Laura Dantas.

Cidades: mais de 50% ainda têm lixões Prazo para adequação terminou em 2014; sete consórcios estão em andamento para resolver problemas em Alagoas LUCAS FRANÇA REPÓRTER

O

prazo para que todos os municípios brasileiros se adequem à lei de Política Nacional de Resíduos Sólidos instituída pela Lei Federal 12.305/2010 se encerrou em 2014 e desde então, segundo o Instituto do Meio Ambiente (IMA), muitos municípios alagoanos encontram-se irregulares. Em Alagoas apesar de mais de 90 dos municípios já estarem com consórcios públicos que visam à solução de problemas e o descarte adequado dos resíduos sólidos, de acordo com informações da Gerência de Monitoramento e Fiscalização do IMA, mais da metade dos municípios alagoanos continuam descartando o lixo de forma irregular. A gerente de Resíduos Sólidos da Secretaria de Es-

tado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Elaine Melo, informou que desde 2016 foram inaugurados vários aterros sanitários em Alagoas, na Capital, o aterro público municipal funciona desde 2015 e na região Metropolitana na cidade de Pilar foi inaugurado um aterro privado que é gerido pela empresa Limpel e recebe lixo dos municípios de Santa Luzia do Norte, Satuba, Messias, Atalaia e Marechal Deodoro. Também foi inaugurado o aterro sanitário de Craíbas, monitorado pela Limpel e recebe resíduos de Arapiraca, Limoeiro do Anadia, Coite do Nóia, Igaci, Taquarana, Lagoa da canoa e São Sebastião. De acordo com a Semarh também já está em funcionamento desde 2016, o Consórcio Intermunicipal para Gestão de Resíduos Sólidos (Cigres) na região da Bacia

Leiteira. Esse aterro recebe resíduos produzidos por aproximadamente 249.704 habitantes (dados do IBGE de 2014) dos municípios de Batalha, Cacimbinhas, Carneiros, Dois Riachos, Jacaré dos Homens, Jaramataia, Major Isidoro, Maravilha, Monteirópolis, Olho d’Água das Flores, Olivença, Palestina, Pão de Açúcar, Santana do Ipanema, São José da Tapera, Senador Rui Palmeira. Além do Cigres, outros seis consórcios já foram firmados e deve beneficiar Região do Sertão, Região do Agreste, Região da Zona da Mata, Região Sul, Região do Litoral Norte e Região Metropolitana de Alagoas. De acordo com a gerente de resíduos sólidos da Semarh, Elaine Melo, todos os consórcios já estão em andamento com CNPJ e sendo estudados. SANDRO LIMA

SANDRO LIMA

Muitos municípios alagoanos ainda utilizam lixões com suas condições insalubres ao homem e meio ambiente

IMA

Municípios já foram notificados e alguns autuados para adequação Órgão ressalta que há disposição irregular de resíduos sólidos

Em Alagoas, produz-se mais de 20 mil toneladas de lixo por dia e isso precisa de destinação correta

Em Alagoas, produz-se mais de 20 mil toneladas de lixo por dia. Grande partes desses resíduos acabam indo para terrenos baldios, e terminam se transformando em lixões, causando prejuízos à população. O IMA vem apertando o cerco. Já foram interditados os lixões dos municípios de Arapiraca, São Sebastião, Igaci, Feira Grande, Taquarana, Coité do Nóia, Ouro Branco e Palmeira dos Índios. Já Craíbas, Rio Largo, Marechal Deodoro, Lagoa da Canoa, Atalaia, Santa Luzia do Norte, Carneiros, Batalha, Monteirópolis, Olivença, São José da Tapera, Senador Rui Palmeira, Olho D’água das Flores, Pilar, Limoeiro do Anadia e Santana do Ipanema fecha-

ram antes da interdição e também passaram a destinar os resíduos produzidos para aterros licenciados. No caso de Palmeira dos Índios a prefeitura não cumpriu o acordo estabelecido no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) e encontra-se irregular. Em relação ao lixão de Arapiraca, o IMA firmou, em dezembro de 2016, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a prefeitura para oficializar obrigações, prazos e a redução do valor da multa aplicada quando houve a interdição do lixão do município. O órgão ressalta que a disposição irregular de resíduos sólidos é considerada crime ambiental. Mas, apesar

de ter notificado as cidades para resolver os problemas e ter autuados algumas, o IMA entende que não é possível simplesmente interditar a atividade sem que o município tenha condições de encontrar uma alternativa de resolução. Por isso, o órgão tem levado em consideração a capacidade para resolução do problema e as ações implementadas pelo governo do Estado para colaborar com as prefeituras. O presidente do IMA, Gustavo Lopes, explicou que o maior desafio é mudar uma cultura já existe nos municípios, “na maioria dos casos, os gestores nunca se preocuparam com a questão ambiental em relação aos lixões. (L.F.)

EMPECILHOS

Prazos e recursos são maiores problemas, diz AMA A Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) informou que vem seguindo as orientações da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) que tem defendido alterações nos prazos e ajustes na legislação vigente na Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). A AMA acredita que apesar do avanço, seria impossível até 2014 todos os lixões esti-

vessem desativados. “Isso não é um processo que se realize do dia para a noite, e além de toda uma estrutura física, aos especialistas da entidade municipalista mostraram que a demanda não será cumprida enquanto os governos estadual e federal não cumprirem com suas responsabilidades e não houver colaboração da sociedade comum como todo.”

A entidade ressalta que a legislação entrou em vigor obrigando a realização de planos de gestão e gerenciamento de resíduos sólidos, coleta seletiva, compostagem, reciclagem e disposição final em aterros sanitários apenas de rejeitos. Nenhum Município conseguiu cumprir 100% da lei, mas a União e a maioria dos Estados também não cumpriram com as

determinações da PNRS. “A lei impõe obrigações para o setor empresarial e para a sociedade civil.” Segundo a entidade a Lei desconsidera as características socioeconômicas dos Municípios brasileiros e isso afeta diretamente na gestão dos resíduos sólidos. ESTUDO O Ministério do Meio Am-

biente (MMA) contratou um consórcio de empresas para fazer estudos que resultarão na consolidação do Plano. Os estudos serão finalizados apenas em agosto de 2018. Após esse prazo é que o plano será consolidado e passará por audiências públicas. A CNM alerta que é improvável que o Plano seja publicado como decreto antes de 2019 e ressalta

que qualquer política pública necessita de planejamento para ser bem sucedida. A AMA esclareceu ainda que os municípios que ainda não fecharam os lixões são os que visivelmente apresentam fatores como dificuldade financeira, isolamento geográfico ou ainda estão se consorciando para custear o aterro sanitário. (L.F com Assessoria.)


14

GERAL

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

TRIBUNAINDEPENDENTE

Suicídio de jovens cresce e culpa recai sobre mundo virtual Casos ocorridos no Brasil vinculam mortes à seriado da internet e ao game desafiador Baleia Azul

A

pós anos de declínio, a taxa de suicídio subiu novamente, de acordo com um novo relatório do centro de Controle e Prevenção da Doença, considerada o “extermínio silencioso”. Os dados mostram que os grupos mais afetados foram mulheres jovens e homens mais velhos. Para adolescentes e adolescentes de 10 a 14 anos, a taxa de suicídios triplicou de 1999 a 2014. Homens com idade entre 45-64 anos tiveram a segunda maior taxa de suicídio para homens em 2014 em todo o planeta. Só que tudo isso já vem acontecendo antes de acharem a culpa no jogo Baleia Azul, internet, Netflix, Hannah Baker ou youtubers. Um dos casos que chamou a atenção para o tema ocorreu em São Paulo. A estudante Kaena Novaes Maciel, 18, encontrada morta no último domingo de Páscoa (16) com o namorado Luís Fernando Hauy Kafrune, 19, em um quarto do hotel Maksoud Plaza, nos Jardins (Zona Oeste), assistiu à série “13 Reasons Why” (“Os 13 Porquês”), da Netflix, uma semana antes do crime, segundo a Polícia Civil. A série, de ficção, tem como tema o suicídio.Segundo o delegado Gilmar Contrera, titular do 5º DP (Aclimação), é muito

cedo para apontar isso como o principal motivo para a morte do casal, mas não se pode descartar que a ficção possa ter influenciado no crime. Segundo a polícia, os jovens colocaram uma mesa contra a porta. Ao arrombarem a porta, funcionários e parentes viram os dois jovens baleados, deitados na cama. Ela, com um tiro na testa; ele, com um tiro na boca. A arma, mais próxima do rapaz. Ao lado deles, duas cartas, uma com a letra dele, outra, com a dela, ambas datadas de 16 de abril, às 10h. Na carta da jovem, a frase: “Sei que estou fazendo todos sofrerem, mas isso é necessário para que eu pare de sofrer. Obrigada por tudo que vocês fizeram por mim”. Havia, ainda, duas folhas que apontavam “passos” de como “aproveitar a morte”. A série 13 reasons why, enorme sucesso do Netflix que conta a história de uma jovem se mata depois de gravar fitas dizendo as razões para seu ato. Coincidência ou não, nesse mesmo período o tal desafio da Baleia Azul começou a ser comentado (no Brasil, porque a notícia é velha), trazendo para o primeiro plano o tema do suicídio entre jovens.Casos de suicídio referente a esses dois temas foram assuntos no país nesta semana.

DIVULGAÇÃO

Exposição negativa na internet leva jovens à depressão, automutilação e aos casos de suicídio

PREOCUPAÇÃO

Audiência na Câmara vai debater tema

A Câmara dos Deputados aprovou a realização de uma audiência pública para discutir o “jogo da baleia azul” — uma série de 50 desafios, que levam o participante a se mutilar e a cometer suicídio. A reunião, ainda sem data marcada, será promovida pela Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Os organizadores da audiência convidarão um representante da Unicef Brasil e o youtuber Felipe Neto, que gravou um depoimento em seu canal no site de vídeos para alertar as famílias sobre o jogo e sobre a necessidade de atenção à saúde mental dos adolescentes.Na audiência, representantes do Facebook e do WhatsApp, meios em que os jovens são geralmente cooptados para o jogos, deverão explicar o que as empresas têm feito para combater a propagação do jogo na web. O deputado federal Sandro Alex (PSD-PR) pediu a audiência à Câmara para discutir o jogo. Mesmo que a série de perigosos desafios seja debatida nas comissões de saúde e educação, o parlamentar julgou importante avaliá-la no prisma das telecomunicações.

AUTOMUTILAÇÃO

BALEIA ROSA

No Brasil, 1 em cada 10 adolescentes de 11 a 17 anos acessa conteúdo na internet sobre formas de se ferir – e 1 em cada 20, de se suicidar, segundo o Centro de Estudos Sobre Tecnologias da Informação e Comunicação (Cetic). Depois de postar em sua página no Facebook a frase “a culpa é da baleia”, um adolescente de 17 anos tentou se jogar na quarta-feira (19) do viaduto sobre a Rodovia Marechal Rondon, em Bauru, interior paulista. Trata-se de mais um caso que envolveria o jogo viral de internet Baleia-Azul, que incita a suicídio e mutilações e já causou alertas policiais e de saúde em oito Estados (SP, PR, MG, MT, PE, PB, RJ e SC). Pesquisa do Cetic que analisou 19 milhões de internautas brasileiros mostra o avanço das buscas desse público por mutilações (11%) e mortes (6%) no universo online. Os casos mais recentes envolvem o Baleia-Azul. O maior número de registros até agora é na Paraíba, onde a Polícia Militar diz ter identificado 20 adolescentes envolvidos no jogo. O coronel Arnaldo Sobrinho, coordenador do Escritório Brasileiro da Associação Internacional de Prevenção ao Crime Cibernético, relatou tentativas de suicídio e mutilação de adolescentes em João Pessoa e nas cidades de Campina Grande e Guarabira.

A indignação com o jogo Baleia Azul, que induz jovens a se mutilarem e até cometer suicídio, fez nascer no mundo virtual algumas baleias do bem. Uma, em especial, está tendo grande repercussão em várias redes: a Baleia Rosa. Nadando contra a maré de tormentos que se espalhou na web, ela convida os internautas a focarem em pensamentos e atitudes positivas. São 50 tarefas estimulando a autoestima, a gentileza, a valorização da família e dos amigos. Até o início da noite de ontem, sexto dia no ar, a página do Facebook (@eusoubaleiarosa), já tinha quase 150 mil seguidores. Em pouco tempo, os amigos foram surpreendidos com o alcance das publicações. Entre as muitas mensagens de apoio, eles também se depararam com jovens em situação de risco, inclusive que se mutilam. “A gente só queria criar uma corrente do bem. Quando recebemos uma foto de uma pessoa que se corta foi um baque. Aí falamos com uma especialista e ela tomou as rédeas e passou a responder a essa demanda. Estamos encaminhando algumas pessoas para o CVV (Centro de Valorização da Vida, que atende gratuitamente pessoas com pensamentos suicidas no telefone 141)”. Na página, há pessoas que questionam o fato de se criar uma expectativa de ajuda a pessoas que precisam de um tratamento especializado e não poder dar conta dessa demanda. A psicóloga Priscila Bastos analisou a proposta e acredita que só o fato de se buscar ajuda em um ambiente positivo já é lucro. “É um ambiente onde os jovens se encontram com iguais buscando ajuda e não o suicídio”, observa. “É um movimento que a própria sociedade está pedindo”. A profissional salienta que a possibilidade de ajuda vai depender do encaminhamento. “A proposta do Baleia Rosa é desafiar as pessoas a enxergarem o que se tem de bom na vida, não focar só no ruim. Mas quem está em um nível de comprometimento emocional mais grave, como a depressão, tem necessidade de atenção e também de acompanhamento de psicólogo e psiquiatra”, alerta.

Adesão ao Psicólogos modo já atinge criam hastag 11% na web como ajuda


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

ESPORTES

15

Flamengo e Botafogo no Maracanã Clássico define um finalista do estadual e os dois rivais chegam muito fortes para o jogo deste domingo

O

Flamengo encara o Botafogo neste domingo, às 16h, no Maracanã, pelas semifinais do Campeonato Carioca. Além da vantagem do empate, o Rubro-Negro tem a seu favor o fato de ter passado a semana toda se preparando para o jogo, enquanto que o Glorioso está no Equador por conta do confronto com o Barcelona de Guayaquil pela Copa Libertadores. Porém, na visão dos flamenguistas, isso não chega a caracterizar uma vantagem. A ausência do meia Diego na reta final do Campeonato Carioca ainda repercute no Flamengo. O camisa 10 se recupera de uma cirurgia no joelho direito e o técnico Zé Ricardo ainda não indicou quem será o seu substituto para a semifinal com o Botafogo, neste domingo, no Maracanã. Mas independentemente da opção do treina-

dor, o centroavante Paolo Guerrero garantiu que o time saberá lidar com essa ausência, sem deixar de ser competitivo. “Sabemos da falta que vai fazer Diego, que é um jogador muito importante para nós. Mas o Zé com certeza já deve ter o time definido. Essa semana, a gente trabalhou com uma grande variedade de jogadores, experimentou com outros jogadores nessa posição”, disse. Sem Diego, Zé Ricardo admitiu a possibilidade de colocar Trauco no meio-de-campo do Flamengo, com Renê entrando na lateral esquerda, mas Mancuello e Ederson são outras opções. De qualquer forma, Guerrero reconheceu que a sua participação ganha importância no time com a ausência de Diego. “Responsabilidade maior, mas somos um grupo e todo mundo assume” UOL

ASCOM FLA

Flamengo minimiza desgaste do rival Botafogo e sabe que a partida deste domingo será marcada pelo equilíbrio físico e tático

TAMBÉM NO MARACA

Vasco e Flu decidem vaga neste sábado Partida é única para se conhecer um dos finalistas do Carioca 2017

Nenê está confirmado no time do Vasco que encara o Fluminense

O Vasco começou nesta terça-feira a sua preparação para o clássico contra o Fluminense neste sábado, às 19h (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pelas semifinais do Campeonato Carioca. Na visão dos jogadores vascaínos, o confronto tem tudo para ser um dos mais equilibrados da competição e eles entendem que é praticamente impossível apontar um favorito. “São dois times que já mostraram muita qualidade ao longo desta temporada. O Fluminense ganhou a

Taça Guanabara e nós vencemos a Taça Rio. Os dois querem muito conquistar o Estadual e empenho não vai faltar. A minha expectativa é a de uma partida muito equilibrada e sem favoritismo. Qualquer coisa pode acontecer e temos que estar preparados para todas as situações possíveis. Estamos trabalhando muito para ganharmos o jogo”, disse o volante Douglas. O meia Nenê concorda com a principal revelação do Vasco na temporada. “O Fluminense tem um grande

time e com certeza vai tentar fazer o possível e o impossível para vencer a partida e se classificar. O Vasco também vem valorizando muito a conquista deste título estadual. Queremos a conquista do tri para que a nossa torcida possa ter essa alegria, pois é algo que ela vem cobrando desde o começo do ano. Acredito em uma partida muito equilibrada e com final imprevisível”, afirmou o apoiador. O goleiro Martín Silva segue a mesma linha de raciocínio.”Pelo que apre-

sentaram até aqui na competição, os dois times chegam sem favoritismo para esta decisão. Apresentaram um bom trabalho até este momento e não vão querer vacilar justamente na reta decisiva”, assegurou o goleiro. O técnico Milton Mendes não deve divulgar a escalação que será utilizada diante do Fluminense. Mas a base que entra em campo para buscar vaga na final será a mesma que derrotou o Botafogo por 2 a 0 na final da Taça Rio.

EM CASA

Palmeiras precisa de remontada histórica Verdão encara Ponte Preta após perder primeiro jogo em Campinas por 3x0

Potkker e Zé Roberto estarão em campo neste sábado na Arena

O Palmeiras busca reverter a vantagem da Ponte Preta neste sábado, às 19h (de Brasília), no Allianz Parque. Se a tarefa de precisar vencer por 4 a 0 para avançar à final do Campeonato Paulista já não fosse suficientemente difícil, ter a Ponte Preta como adversária promete complicar ainda mais a vida do Palmeiras. O time alviverde não consegue vencer a rival desde julho de 2015. O último triunfo palmei-

rense sobre a Ponte Preta aconteceu pelo Campeonato Brasileiro de 2015, na Arena Pantanal, dia 5 de julho. Na ocasião, Dudu anotou os dois gols alviverdes após duas assistências de Rafael Marques. Desde então, as equipes se encontraram em outras cinco oportunidades, três pelo Campeonato Brasileiro e duas pelo Campeonato Paulista. Na Série A, foram duas derrotas (1 a 0 no Allianz Parque, e 2 a 1 no Moisés Lucarelli) e um

empate (2 a 2 na Arena alviverde). Já no torneio Estadual, Palmeiras e Ponte Preta se encontraram duas vezes desde então, ambas nesta temporada. Além do revés por 3 a 0 neste domingo, o time de Eduardo Baptista foi derrotado ainda na fase classificatória por 1 a 0, em Campinas. O Palmeiras fez treinos com cobranças de pênalti e faltas, o que é rotina no dia a dia dos atletas.

Ídolo da torcida, Fernando Prass já cobrou duas penalidades com a camisa alviverde. Na primeira, foi dele o gol que deu ao clube o título da Copa do Brasil de 2015. Na segunda, ele desperdiçou a cobrança que eliminou a equipe então dirigida por Cuca na semifinal do Campeonato Paulista do ano passado. “Se o treinador quiser e eu tiver confiante, bato. Mas vamos primeiro pensar nos 90 minutos”.


16

ESPORTES

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

Esportes

Arbitragem Fifa outra vez para as duas partidas decisivas do Alagoano 2017 A Comissão Estadual de Arbitragem divulgou a escala dos jogos de volta das semifinais do Campeonato Alagoano. Em Maceió, Ricardo Marques Ribeiro (FIFA/MG) comanda CRB e Murici no Estádio Rei Pelé. Rondinelle dos Santos Tavares (CBF/AL) e Benilson dos Santos Silva (FAF) serão os assistentes. Denis Ribeiro Serafim (CBF/AL) fica como quarto árbitro e Carlos Alberto da Silva (FAF) será o quinto árbitro. Rodolfo Toski Marques (FIFA/PR) apita o clássico entre ASA e CSA no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. Ele será auxiliado por Lennon Mccarteney Farias (CBF/AL) e Ana Paula dos Santos (FAF). José Ricardo Laranjeira (CBF/AL) e Maxwell Rocha da Silva atuarão como quarto e quinto árbitros, respectivamente.

ASA recebe CSA em jogo de risco para os dois times

DIVULGAÇÃO

Duelo define o primeiro finalista do Campeonato Alagoano 2017; Alvinegro tem a vantagem do empate

N

este domingo o Campeonato Alagoano conhecerá os dois finalistas e os dois times que disputam a terceira colocação. Em Arapiraca um clássico de risco. ASA e CSA ficaram no 1x1 em Maceió, e neste final de semana entram em campo às 16h no Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca pressionados. O Alvinegro tem a vantagem do empate. O Azulão precisar vencer. O técnico Oliveira Canindé vai contar com dois jogadores que não atuaram nas últimas partidas. Recuperados das lesões, os meias Cleyton e Thiago Potiguar treinaram

bem. O único no departamento médico é o atacante Luís Soares. Esse sofreu um problema na coxa esquerda contra o CRB e ainda se recupera. Com essas novidades, Canindé deve promover mudanças na equipe titular. A provável escalação deve ser formada com: Mota; Celsinho, Thales, Douglas Marques e Rafinha; Dawhan, Everton Heleno, Didira, Thiago Potiguar e Cleyton; Jeam. Do outro lado o técnoco Maurílio Silva tratou de desmanchar qualquer ideia de entrar em campo com o regulamento. “Vamos jogar em casa e buscar o resultado

positivo. Todo mundo pode tirar esse negócio de regulamento da cabeça. Regulamento só presta quando acaba o último jogo, aí você vê se o regulamento te ajuda. Nós vamos trabalhar forte, temos um adversário difícil, e desde já pedimos o comparecimento do nosso torcedor para mostrar também a nossa força na arquibancada”, disse. INGRESSOS A direção alvinegra promoveu a casadinha na venda dos ingressos. O torcedor que comprar um bilhete ganha outro. A entrada custa R$ 40. Vale lembrar que o setor de arquibancada metálica continua interditado. ASCOM MURICI - JAILSON COLÁCIO

ESP2021B

CSA e ASA fizeram um bom jogo na última quarta-feira e por isso devem repetir a dose no domingo

GALO

CRB quer Trapichão lotado para carimbar a vaga contra o Murici Técnico Léo Condé espera recuperação de atacantes

ESP2021C

CRB e Murici ficaram no empate no primeiro jogo e neste domingo decidem quem vai para final

Ingressos custam R$ 15 baixa, R$ 20 alta e R$ cadeira. A ordem é lotar. Neste domingo às 16h o CRB encara o Murici com a vantagem do empate para seguir na briga pelo tricampeonato estadual. Os atacantes Elias e Maílson não jogaram no meio de semana quando o galo empatou em 1x1 com este mesmo Murici. Os dois se recuperam de lesões. São dúvidas para Léo Condé, que só confirma o time momentos antes do jogo. “A gente poderia ter saí-

do de Murici com um resultado melhor, mas de qualquer forma vale o espírito de luta dos jogadores, a gente leva um bom resultado, mas ainda vai ter um jogo difícil ainda. A equipe do Murici já apresentou as suas qualidades no campeonato, na Copa do Brasil também, a gente vai continuar respeitando e tentar se impor dentro dos nossos domínios para conseguir essa classificação para a final”, disse Léo. Ele também fez um chamamento para a torcida.

“Queremos eles conosco os 90 minutos”, exaltou. Os pontos de venda são Arena das Torcidas (Jatiúca e Shopping Farol), Poly Sport (Centro, Maceio Shopping e Shopping Pátio), Bar do Carlão (Trapiche), Loja do Grande Torcedor (Sams Clube) e Confraria do Rei (Santo Eduardo). “Nós jogamos por dois resultados iguais, então vamos fazer de tudo para conquistar o nosso objetivo, que é a vitória no Rei Pelé no domingo”, disse o lateral Diego. DIVULGAÇÃO

EM MAIO

Maceió receberá campeões do mundo de Beach Tennis Competição está com inscrições abertas para amadores Ainda resta um mês para o Meridiano Hotel Open de Beach Tennis, maior torneio de Beach Tennis da história do estado, que será realizado em Maceió, mas já tem dupla Campeã Mundial confirmando a presença na competição que será realizada na praia de Pajuçara entre os dias 19 e 21 de maio. O torneio tem a chancela e conta pontos para o ranking mundial da Federação Internacional de Tênis com premiação de US$ 10 mil. A carioca Joana Cortez, ex-número 1 do mundo, e a catarinense Rafaella Miiller, dupla atual campeã mundial, única parceria de fora da Itália a vencer o mais prestigioso título do esporte, realizado em Cervia, na Itá-

lia, confirmou presença para ser uma das favoritas ao troféu no litoral alagoano: “É a primeira vez que jogaremos uma etapa mundial em Maceió. O Beach Tennis está se desenvolvendo por todo país e é ótimo que cresça na região Nordeste onde a extensão de areia é grande e tem lindas praias”, afirmou Cortez que é a atual quarta do mundo. Sua parceira é a atual sexta colocada. Outra dupla confirmada é da também ex-número 1, a brasileira Samantha Barijan com Marcela Vita. “Por ser a primeira vez em Maceió o que pode mudar é os atletas não conhecerem o clima, areia, se venta ou não, desconhecido para os atletas, mas ao mesmo tempo é uma cidade muito boni-

ta de belezas naturais incríveis e que só combina com o Beach Tennis, em termos de favoritismo não muda muito, os atletas profissionais estão sempre preparados às diversidades dos jogos. O atleta que for local tem um pouco de vantagem. É muito legal ver o circuito mundial ITF rodando pelo Brasil inteiro e assim faz com que os brasileiros possam jogar sem precisar viajar para fora”, destacou Barijan que junto com Joana Cortez somou um título Mundial por equipes com o Brasil em 2013 na Rússia. O torneio segue com inscrições abertas até 27 de abril pelo site da Confederação Brasileira de Tênis através do link www.tenisintegrado.com.br.

ESP2021D

Campeãs, carioca Joana Cortez e a catarinense Rafaella Miiller confirmaram presença em Maceió


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

ECONOMIA

17


18

ECONOMIA

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

TRIBUNAINDEPENDENTE


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

ECONOMIA

19


20

ECONOMIA

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

TRIBUNAINDEPENDENTE


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017 DIVERSÃO&ARTE 1

Capitão América pode morrer ao final de nova saga Durante a Guerra Civil 2, o inumano Ulysses teve uma visão do futuro que até agora não se confirmou: o Capitão América Steve Rogers parece morrer nas mãos do Homem-Aranha Miles Morales. Essa previsão pode finalmente se confirmar no final de Secret Empire, a saga que envolve a revelação do segredo do Steve Rogers controlado pela Hydra.

WINITS, ANDRÉ E MONROE

A

trama de “Depois do Amor” – que já passou por 19 cidades - retorna ao ano de 1962 e aos bastidores do filme “Something’s got to give”, produção estrelada por Marilyn Monroe e interrompida em virtude de sua morte, no mês de agosto do mesmo ano, aos 36 anos. Nos primeiros 16 dias, a atriz, vivida na peça por Danielle Winits, não apareceu no set de filmagem alegando uma sucessão de enfermidades. Quando finalmente decidiu trabalhar estava mais magra e foi preciso ajustar todo o seu figurino, que havia sido encomendado por ela ao famoso estilista Jean Louis. Margot Taylor, vivida por André Gonçalves, foi designada para a tarefa, e encontrou a atriz em sua nova casa. Assistente do estilista, ela era também velha conhecida da sexy symbol . Elas se tornaram amigas em 1952, nos bastidores de uma filmagem. Na época, Margot era namorada de Joe DiMaggio, que ao colocar os olhos em Marilyn, rompeu com ela e viveu um casamento de nove meses com a atriz. Dez anos depois, a vida se encarregou de colocar as duas frente a frente para um acerto de contas. Enquanto experimenta os belos vestidos, Marilyn e Margot conversam sobre o passado, os amores e as alegrias, relembrando fatos engraçados, aflições e vislumbrando um futuro, que a Deusa do cinema não teve tempo para viver. Depois do Amor poderia ser definido como um estudo da alma feminina, mas pode ser mais que isso. Em cena, um dos maiores mitos da feminilidade do século XX: Marilyn Monroe, a mais absoluta encarnação do glamour, da feminilidade e da carência afetiva e Margot, uma mulher comum. Apesar das diferenças abissais entre os dois mundos, perceptíveis de imediato, a mesma prisão as aproxima: a dificuldade de se afirmar

Casados na vida real, os atores Danielle Winits e André Gonçalves sobem juntos ao palco do Teatro Gustavo Leite no último trabalho de Marília Pêra como diretora, com espetáculo Depois do Amor – Um Encontro com Merilyn com autonomia em um mundo controlado pelos homens e a impossibilidade de encarar a vida sem afeto. André Gonçalves encara o desafio de viver uma mulher nos palcos. Margot é uma típica mulher elegante e recatada dos anos 1950/60. André, Winits e Monroe formam um trio lindo em cena.

2013, a atriz dirigiu “Callas”, escrito para comemorar os 90 anos da cantora lírica Maria Callas, e agora Depois do Amor, uma homenagem os 90 anos de Marilyn Monroe. SOBRE MARILYN MONROE

A simples menção ao nome Marilyn Monroe desperta o imaginário de muitas formas. Para alguns, sugere SOBRE A MONTAGEM o padrão absoluto da sensualidade feminina. Beleza. Graça. Sofisticação. A grande dama dos palcos, da Para outros, vem à mente insegurantelevisão e do cinema, Marília Pêra, ça. Infelicidade. Tragédia. Mas para passou os últimos dois meses de vida fazendo aquilo que mais amava, exer- apreciar a vida complexa e fascinante dessa mulher enigmática é preciso deicendo o seu ofício. Apesar da saúde xar de lado quaisquer noções preconfragilizada, ela abriu as portas de cebidas sobre ela, tarefa, com certeza, sua casa no Rio de Janeiro e recebeu elenco e equipe do espetáculo. Foram difícil, considerando o seu status de iconoclasta. dois meses de ensaios, das 15h às Foi uma pessoa que superou dificul19h. Marília trabalhou até poucos dades aparentemente intransponíveis dias antes de falecer. A estreia do espetáculo aconteceu em Manaus no para tornar-se não só respeitada e histórico teatro Amazonas no dia 05 adorada, mas também, para muitos, a maior estrela de cinema do mundo. de dezembro de 2015, mesmo dia do Embora grande parte de sua vida falecimento da genial atriz. tenha sido dedicada a construir e Depois do Amor marca mais uma manter sua carreira, na intimidaparceria entre Fernando Duarte e de Marilyn buscava a estabilidade Marília Pêra. Eles se conheceram subtendida na ideia de um núcleo nos bastidores de uma produção, quando Fernando era contrarregra e familiar. Infelizmente para ela, essa promessa não se cumpriu. camareiro em um espetáculo dirigiTalvez a verdadeira história de do por Marília. Sempre estimulado Marilyn gire em torno de algo, que ela, pela veterana, o autor mergulhou em seus melhores momentos possuía no universo da dramaturgia. Em

em abundância: a esperança. Acreditava que tudo era possível. Era mais que apenas uma atriz famosa. Foi uma alma vulnerável, um espírito generoso e um soldado corajoso na devastadora batalha com a própria mente. Dizer que nenhuma outra atriz vendeu tanto quanto ela, nem começa a explicar a importância que teve para o mundo do cinema. Ainda hoje é vista nas vitrines da vida como uma referência que nunca sai de moda. No entanto, por trás do sorriso fotogênico, era uma pessoa frágil e vulnerável, tinha uma combinação de esplendor e anseio que a destacava. Longe dos holofotes, sem a maquiagem que a transformava no mito Marilyn Monroe, às vezes, passava despercebida. Era uma mulher muito simples e amada pelas pessoas de seu circulo mais próximo. E é justamente esse lado menos conhecido, o lado mais humano que o espetáculo pretende mostrar. Cinquenta e três anos após sua morte, ainda é capaz de fascinar e inspirar. A Marilyn viva promoveu um caso de amor com o mundo e, morta, provocou uma espécie de necrofilia em massa. Sim, teve e mantém a espantosa fama que tantos almejam - mas, além disso, tinha uma incrível doçura que tocava a todos. Depois do Amor revela esta outra Marilyn: mulher, elegante, sofisticada, muito complexa, séria, mas também, extremamente divertida e inteligente. A mulher por trás do mito, mais humana e certamente ainda mais fascinante.

SERVIÇO

culo Um Espetátác do Amor – ulo Depois

pe O que: es n Monroe Com Merily Encontro oro ngo, atro Deod Te : hs e domi de On hã, às 21 an Am : Quando eingresso. ad hs loj w. 20 ww às Online: Vendas com


TRIBUNAINDEPENDENTE

2 DIVERSÃO&ARTE MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

CPM22 Na próxima sexta-feira (21), às 22h no Clube Fênix, a banda CPM22 apresenta seus maiores hits no Clube Fênix em Maceió.

“Embalo de Sexta” Happy Hour do Empreendedor Hoje (21), às 19h, a publicitária Ilka França, da IF Marketing e o empresário Lucas Paiva, promovem no Espaço Herbalife, localizado no 3º piso do Pavilhão do Artesanato, o 1º Happy Hour do Empreendedor. O principal objetivo do evento é a troca de experiências ligadas ao mundo corporativo e a vida empreendedora. Na oportunidade, os participantes também poderão esclarecer dúvidas a cerca do assunto. A entrada é gratuita. No Happy Hour do Empreendedor networking é a palavra-chave! Participe!

Samba pra Jorge São Jorge, o Santo Guerreiro protetor dos sambistas de boa fé, vai receber uma justa homenagem de artistas alagoanos no próximo sábado, dia 22, durante o SAMBA PRA JORGE, a 1ª feijoada oferecida aos apaixonados por boa música e pelo samba de raiz em reverência à proteção e fé no Santo padroeiro do samba. O evento acontecerá no Altomang, a partir de 13h, e vai reunir cantores alagoanos consagrados, alunos da escola de música Vila Lobos e o Samba da Periferia. Mesa: R$ 240,00 / Individual: R$ 60,00 com direito a Feijoada. Vendas: Salão Via Brasil (KikoMarasco) – 99306-2090/ 3231-9768. Mais informações: (82) 99901-8912.

Uma noite de muita música, animação e momentos inesquecíveis. Esta é a proposta do evento “Embalos de Sexta”, organizado pelo Celebration Entretenimento e que acontece no próximo dia 28, no Parque Shopping, no bairro da Cruz das Almas. O evento traz esse nome pelas suas grandes atrações, já que vai conseguir reunir, na mesma noite, The Fevers, Renato e Seus Blue Caps e o fenômeno Zezo. A venda de ingressos já estão à venda nas lojas Acesso Vip, Churrascaria Beach Prime, Folia Brasil, Buk One, Viva Alagoas e Forum. Os valores vão de R$ 52,00 a R$ 732,00 (mesa para seis pessoas no setor A). Mais informações pelo 3357-8007.

Mário Moita

“Especial Rock BR”

U

ma noite dedicada ao rock nacional com tributos das maiores bandas que marcaram uma geração. A MIB, e Arenal farão quatro especiais homenageando os sucessos de Legião Urbana, Paralamas do Sucesso, O Rappa e Charlie Brown Jr. O “Especial Rock BR”, que tem o apoio do Clube do Rock, acontece hoje (21), no Black Out Pub, no bairro da Jatiúca. Ingressos no local: R$ 20,00. Mais informações: (82) 98868-4696.

Mostra

Show solidário

Pinacoteca Universitária apresenta mostra inédita “Do lado de cá, do lado de lá.”, da artista plástica mineira Eugênia França, que dará continuidade ao calendário anual de exposições de 2017. Visitação: Até 19 de maio (Segunda a sexta, das 8h30 às 18h). Visitas em grupo agendadas pelo telefone (82) 3214 1545 ou pelo e-mail pinaufal@gmail.com.

Espetáculo do grupo Trans Show O grupo artístico Trans Show dar a volta ao mundo em seu novo espetáculo “Nações: trans pelo mundo”. A apresentação, que acontece no dia 13 de maio, às 20h, no Teatro de Arena, é uma parceria com a Associação Cultural de Travestis e Transexuais de Alagoas (ACTTRANS). Ingressos : R$ 15 + 1Kg de alimento não perecível (O Kg de alimento deve ser entregue no dia do espetáculo). Mais informações: 988171969/ 99646 2902

A

solidariedade uniu as bandas Time Machine, Celebration, Avalon e Platino. Todas essas atrações alagoanas sobem ao palco do Sesc Poço, neste sábado (22/04), a partir de 19h, para uma apresentação especial, dentro do projeto “Sesc embalando seu sábado”, com o objetivo de ajudar Roberto Correia, músico alagoano que já participou de diversos projetos artísticos em nosso Estado mas que agora está afastado do trabalho após ter sido diagnosticado, em janeiro de 2010, com Cirrose Hepática e posteriormente AVC Hemorrágico e encefalopatia hepática, precisando urgente de transplante de fígado. Os ingressos estão sendo vendidos no local nos valores de R$ 8,00 (comerciários) e R$ 20,00 (usuários). Mais informações: 98863-6605 e 9 8758-8684.

P

ela primeira vez em Alagoas, o Balé Folclórico da Bahia (BFB) apresentará nesse sábado (22) às 21h, no Teatro Gustavo Leite do Centro de Convenções de Maceió, o espetáculo “Herança Sagrada – A Corte de Oxalá” No palco, são apresentadas coreografias clássicas do repertório do Balé e as mais importantes manifestações folclóricas baianas, em “Puxada de Rede”,

“Capoeira” e “Samba de Roda”, além de “Afixirê”, coreografia inspirada na influência dos escravos africanos na cultura brasileira. Ingressos: plateia R$70 (inteira) e R$35 (meia-entrada) e no mezanino R$50 (inteira) e R$25 (meia); e estão sendo comercializados naLoja Alethia no Maceió Shopping e Parque Shopping. Mais informações: (82) 3235-5301 / 999288675 / www.suechamusca.com.br

FALE CONOSCO - A Agenda é um serviço gratuito de orientação ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposições podem enviar material através do endereço: tiagenda@hotmail.com

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 19h

NOVO MUNDO

ROCK STORY

Joaquim tenta convencer Anna a reatar com ele. Wolfgang implora que Elvira o ajude a encontrar Diara. Cecília descobre onde encontrar Libério. Sebastião manda seus capangas castigarem o editor do jornal. Leopoldina percebe os olhares de Dulcina para Pedro e comenta com Anna. Cauré reclama de Jacira para Ubirajara. Thomas consegue adiar o processo de Domitila. Leopoldina surpreende Dulcina. Joaquim decide ir embora e leva Quinzinho com ele. Anna se prepara para sua noite de núpcias.

Diana se sente ofendida pelo questionamento de Gordo. Gui pede que Júlia não viaje com Tiago. Gordo comenta com Eva sobre sua desconfiança em relação à gravidez de Diana. O dono da pensão em que Glenda estava hospedada vai até a casa de Nelson cobrar a estadia, e todos descobrem que a ex-dançarina está falida. Betão leva objetos da casa de Néia, que fica sob ameaça do bandido. Betão briga com Ramon e é demitido. Gordo confirma com o médico que Diana está mentindo sobre a gravidez. Júlia decide ficar com Gui.

Curso de Desenho com Salles Tenório A Galeria Gamma tem a honra de anunciar o primeiro curso de sua pauta do ano de 2017 com o artista alagoano Salles Tenório. O curso com certificação terá duração de 3 meses e aulas sextas ou sábados em nossa sede. Não perca esta

ótima oportunidade! Segue em anexo os conteúdos, materiais necessários e valor do investimento. Previsão de início das aulas: 28 de abril de 2017. Mais informações: (82) 3377-3979 ou galeriagamma@ gmail.com

Mostra “Gerinpakó – O ritual do menino do rancho”

“Herança Sagrada A Corte de Oxalá”

GLOBO 18h

O músico português Mário Moita se apresenta no Teatro Gustavo Leite, em Maceió, no dia 13 de maio. O show faz parte do projeto “Uma Noite em Portugal”, que já passou por 20 países. Mário Moita vai descrever o panorama histórico e musical de cada das 4 estações do ano através de um estilo musical português, o fado. O show, que promete fazer o espectador passear por Portugal, está previsto para começar às 21h. Ingressos: Viva Alagoas (Maceió Shopping). Mais informações pelo telefone: (82) 99992-0158

GLOBO 21h A FORÇA DO QUERER

Ruy se desespera com a notícia e tenta convencer Ritinha a interromper sua gravidez. Cândida convida Abel e Nazaré para a festa de aniversário de Vitor. Dantas questiona Ruy sobre as passagens compradas por ele de Belém para o Rio de Janeiro. Irene ameaça Silvana para não se afastar de Eugênio. Zeca consegue um emprego e Jeiza comemora. Jeiza expulsa Vitor de sua casa. Zu obriga Ruy a compartilhar seu problema com ela. Nazaré conta para Zeca que Edinalva apareceu. Edinalva procura Ruy na empresa.

RECORD 21h O RICO E O LÁZARO

Absalom sai no tapa com Chaim. Zac expulsa o pai de casa. Todos tentam acudir Zelfa. Ebede-Meleque procura Joaquim e fala sobre Gadise. O eunuco revela que ela foi seu grande amor. Zelfa recebe o amparo da família de Elga. Sammu-Ramat respira a fumaça de um incenso e se recorda do passado. Aconselhada por Hurzabum, Shag-Shag não permite que Chaim durma com ela. Larsa nota a ausência de Asher. Darice chega com Zabaia na casa da Lua. Asher tenta fugir. Rabe-Sáris questiona a presença de Matias no palácio. Zac e Joana se reencontram. Nebuzaradã encontra Asher tentando fugir.

Considerados os primeiros povos indígenas a reivindicar reconhecimento em Alagoas, os Gerinpakós seguem rituais dos antepassados, preservando a cultura e religiosidade. A tradição do “Menino do Rancho” foi capturada pelas lentes da fotógrafa Karla Calheiros e o resultado está em exposição no Museu Palácio Floriano Peixoto (MUPA), até o dia 05 de maio. A abertura oficial da mostra “Gerinpakó – O ritual do menino do rancho” acontece hoje às 15h. Na ocasião, o grupo indígena Dzubucua, da cidade de Porto Real do Colégio, irá dançar o Toré, mostrando sua cultura e tradições.

Espetáculo ‘‘Vinte Motes na Cacunda’’ Com 20 anos de carreira, o poeta paraibano Jessier Quirino já contou em verso, prosa e canções muitos ‘causos’ do sertão. Para comemorar esse feito, o artista conta algumas dessas histórias no espetáculo Vinte Motes na Cacunda, apresentado nos dias 28 e 29 de abril às 20h no Teatro Deodoro. Ingressos: R$ 35

(meia-entrada) R$40 (Lote social) e R$ 70 (inteira). Locais de venda: Chilli Beans no Maceió Shopping (dinheiro ou cartão em até 3x sem juros) Viva Alagoas (apenas dinheiro) ou on-line pelo link www.sympla. com.br/jessierquirino (boleto ou cartão em até 10x). Mais informações: 82.99908-1035


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017 DIVERSÃO&ARTE 3

FLÁVIO RICCO - colaboração: José Carlos Nery - www.twitter.com/flavioricco

Débora Falabella faz estilo “atração fatal” e cresce em “A Força do Querer”

Requintes 1

A Globo foi nos detalhes para construir o cenário do “Conversa com Bial”, que estreia em 1º de maio. Segundo a emissora, um trabalho “com forte inspiração em Oscar Niemeyer”. O mobiliário apresentará várias características do arquiteto e irá aliar elementos de madeira para dar uma sensação mais aconchegante ao espaço.

A

partir desta segunda-feira, Irene, personagem de Débora Falabella em “A Força do Querer”, vai ganhar ainda mais espaço na novela de Glória Perez e mostrar a que veio. Disposta a conquistar Eugênio (Dan Stulbach), custe o que custar, ela se revelará não tão disfarçada como até agora foi. Mas ainda mais fria e calculista. Irene fará uma enorme pesquisa sobre o advogado e sua família, tendo acesso a dados como preferências de cada um, horários, hobbies... Descobrirá que ele gosta de praticar pesca e que abandonou o esporte por causa da mulher, Joyce (Maria Fernanda Cândido). Usará isso a seu favor, o incentivando a retomar a pescaria. Também se colocará como uma amiga “para todas as horas”, sempre muito atenciosa, e procurará ocupar todos os espaços deixados pela esposa. Evidente que em determinado momento essa relação sairá de controle e Irene se tornará uma ameaça para todos. O fato é que, além de Paolla Oliveira, Juliana Paes, Isis e Lilia Cabral, Glória também pode contar com o trabalho dessa competentíssima atriz. Ganha a novela. Ganha o seu telespectador. Foto/Munir Chatack/Record TV

Batalhão

Fernanda Lima não parou no “Mexeu com uma, mexeu com todas”. Ela está cada vez mais envolvida em movimentos contra assédio. Agora, tem chamado atenção para o “Mapa do Acolhimento”, uma rede de apoio que conecta vítimas de violência sexual e terapeutas voluntárias.

“Nada a Perder”, filme sobre a vida de Edir Macedo, vai movimentar cerca de 130 atores. A pré-produção já começou em São Paulo.

Requintes 2

C’est Fini

A proposta é de um cenário dinâmico, para contemplar todas as necessidades do programa. Foram criados “três universos dentro do palco: o local onde o Bial conversa e faz as entrevistas, outro para o debate de ideias e mais um espaço para a banda”, explica o cenógrafo Milton Di Biasi, com quase 20 anos na casa.

A Bandeirantes não esconde de ninguém que apenas o produtor Rick Bonadio está confirmado na segunda temporada do “X Factor”. Por conta disso ou dessa indefinição, outros nomes começam a ser cogitados para o programa. É o caso da Luiza Possi. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

TV TUDO

Aquecimento

No Rio de Janeiro começaram os trabalhos de uma série sobre a Lava Jato sob encomenda para a Netflix. Por enquanto, tudo ainda muito limitado à pré-produção. José Padilha vai dirigir.

Foca em mim!

Welder Rodrigues poderá ser uma das novidades da próxima temporada da “Escolinha do Professor Raimundo”. Trata-se de um nome sempre muito disputado pelos programas de humor da Globo.

Vez do Gugu

Gabriela Moreyra, após “Escrava Mãe”, começou a mostrar serviço em “O Rico e Lázaro”. Ela vive Shamiran, uma princesa de origem Persa que é enviada para a Babilônia para se casar com Evil–Merodaque (Kayky Brito), filho do rei Nabucodonosor (Heitor Martinez). “Tem sido uma delícia dar vida a Shamiran, uma mulher irônica e doce. Totalmente diferente das outras personagens que vivi”, declara a atriz.

Infantil

O garoto Kaleb Figueiredo, recémsaído de “Carrossel - O Musical” no teatro, foi contratado para fazer parte do elenco de “Carinha de Anjo”, no

SBT. Vai fazer o personagem Luciano, só que ainda não sabe a partir de quando; isto porque a novela está com gravações bem adiantadas.

Fábio Porchat voltou, e agora, na Record, quem se prepara para gravar uma bateria de entrevistas lá fora é o Gugu Liberato. Antes, como obrigação terá que deixar alguns programas gravados.

Thriller

O filme “O crime da Gávea”, de Marcílio Moraes, com Simone Spoladore no elenco, será exibido no Canal Brasil. A sua programação será agora em maio.Batalhão “Nada a Perder”, filme sobre a vida de Edir Macedo, vai movimentar cerca de 130 atores.A pré-produção já começou em São Paulo.

Bate-rebate ·“Haja Coração”, novela de Daniel Ortiz, faz sucesso na Rússia... ·...E com direito a fã-clube com 35 mil seguidores. ·Com “O Outro Lado do Paraíso”, Anderson Di Rizzi vai completar 5 trabalhos na Globo em parceria com Walcyr Carrasco. ·Nesta segunda-feira Mariana Ferrão estreia uma série sobre meditação no “Bem Estar”, na Globo. ·O reality “Segurança Máxima” (Behind Bars: Rookie Year) retorna ao canal A&E em sua segunda temporada, a partir do dia 25. ·Marcella Rica, que esteve no elenco de “A Lei do Amor”, volta a fazer trabalhos como diretora... ·... No momento, por exemplo, está cuidando dos novos clipes de Guga Sabatiê e Maranda. ·Primeira temporada do “Tô de Graça”, novo programa do Rodrigo Sant’anna no Multishow, terá oito episódios... ·... As gravações vão começar em maio e a equipe espera contar com Grace Gianoukas no elenco. ·Programa do Otaviano Costa na rádio Globo estreia em maio, das 8h às 11h.

HORÓSCOPO LIBRA – (23/9 a 22/10) – O contato desarmônico da Lua com Mercúrio entre a quinta e oitava casas destaca a importância de ser prudente com sua intimidade. Busque estabilidade emocional para expressar suas ideias com segurança e bom senso. No amor, assuma o controle do seu relacionamento. O contato da Lua com Mercúrio indica a você uma atitude emocional mais ordenada frente aos problemas cotidianos. Encare o amor com serenidade. ESCORPIÃO – (23/10 a 21/11) – A tensão da Lua com Mercúrio no seu signo sugere cuidado com as situações conflitantes do relacionamento. Procure resolver os conflitos com serenidade sem brigas ou desentendimentos com

quem ama. SAGITÁRIO – (22/11 a 21/12) – Fase propensa para desentendimentos no trabalho por conta da tensão da Lua com Mercúrio, por isso cuide da forma que vem se comunicando. Expresse equilíbrio emocional diante dos problemas. No amor, invista em suas emoções e evite que os conflitos do dia a dia façam você perder a cabeça. CAPRICÓRNIO – (22/12 a 19/1) – A tensão da Lua com Mercúrio exige de você uma atitude emocional mais atenciosa, especialmente no que diz respeito aos assuntos do coração. Expresse cuidado e atenção redobrada à ligação afetiva. AQUÁRIO – (20/1 a 18/2) – Fase introspectiva de grande dificuldade em

lidar com as pessoas. Procure encarar as diferenças pessoais com bom senso. No amor, Lua e Mercúrio em desarmonia indicam a necessidade de arcar com seus compromissos e não permitir que as adversidades façam você se desestabilizar. PEIXES – (19/2 a 20/3) -O momento sugere evitar expor sua intimidade, já que Lua e Mercúrio em desarmonia sensibilizam a área de crise e de comunicação. Não permita influências externas na sua vida e preserve seus relacionamentos interpessoais. No amor, reveja suas emoções de forma lúcida. A tensão da Lua com Mercúrio restringe sua habilidade de lidar com os conflitos a dois de forma coerente.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br Designação genérica do psicólogo clínico

© Revistas COQUETEL

Unidade Aventuras amorosas A baía vista do de Elevador Lacerda Pronto (BA) Atendimento (sigla)

O produto O Leão da usado con- Ilha (fut.) tra acne Colocar Barragem (fogo) em

(?)-graduação: curso Quebra de relação

Direito Tornado difícil de mover

Caranguejo que sobe em árvores

Pedido de socorro do náufrago Base salarial de uma categoria

Líquido volátil de uso hospitalar

Itens de contrato Gregório de Matos, o Boca do Inferno (Lit.)

Fenômeno molecular (Quim.)

(?) de lado: desprezar (?) Chagall, pintor

Aquilo que prende uma coisa a outra

Serviço de entrega postal

Membros de antiga seita judaica

“Desta terra nada (?) leva” (dito)

Nelson Sargento, sambista carioca

Organiza- A aversão ção como do perfeco Ibase cionista (sigla) Triturar com os dentes

Rumava; caminhava

Primeiro grande festival de música jovem realizado no Brasil, completou 30 anos de Nelas vivem sua estreia (1/1985) os cisnes BANCO

13

Solução

L C E E T

D E R M A T O L O G I C O

M A R C R E P R E S A

K L M U P A T E A R

I S O M E R I A S P O R T

O N G

R O

I A

ER

S R U P T U R A E

L L I

OT

S A N SO SO

U P A

E S S E N I O S

T O D

C A S O S

interesses amorosos. O romance pode ser cada vez melhor. LEÃO – (23/7 a 22/8) – As relações profissionais podem enfrentar divergências de opiniões com a tensão entre Lua e Mercúrio, o que precisa ser tratado com gentileza. Atitudes impacientes tendem a atrapalhar você. Procure não debater assuntos controversos. VIRGEM – (23/8 a 22/9) – A tensão da Lua com Mercúrio destaca uma fase vulnerável para suas emoções, por isso procure estar em ambientes tranquilos, acompanhado de pessoas verdadeiras. Fuja de brigas. No amor, resgate suas emoções mais sinceras e não descuide do romance e do bem-estar de quem ama.

R

ousadia. GÊMEOS – (21/5 a 21/6) – Conduza a convivência amorosa com afetuosidade e bom senso. A tensão da Lua com Marte indicam adversidades que precisam ser tratadas com mais firmeza. Assuma uma atitude otimista e faça de tudo para que a relação cresça e amadureça. CÂNCER – (22/6 a 22/7) – Fase de dependência sentimental, por conta da tensão da Lua com Mercúrio, em que você tende a transmitir suas angústias para seus amigos. Evite se expor para não correr o risco de ser incoerente. No amor, encare os conflitos amorosos com consideração e bom senso. Lua e Mercúrio em desarmonia sugerem uma atitude mais sensata com seus

5/aratu — liame — spor t. 6/lagoas. 8/essênios — isomeria. 9/rock in rio — terapeuta.

ÁRIES - (21/3 a 19/4) – Algumas inquietações ligadas à pessoa querida precisam ser tratadas com seriedade. A tensão da Lua com Mercúrio preestabelece a você uma atitude ousada diante dos problemas. Compreenda que a convivência necessita do seu cuidado. TOURO – (20/4 a 20/5) – Momento propício para estabelecer metas profissionais mais coerentes, já que a Lua se desarmoniza com Mercúrio entre a décima casa e seu signo. Organize melhor suas demandas e preserve a serenidade frente aos problemas. No amor, Não perca tanto tempo com as situações conflitantes a abra-se mais ao amor. Conduza a convivência com mais


4 DIVERSÃO&ARTE

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 21, 22 E 23 DE ABRIL DE 2017

“Os verdadeiros vencedores na vida são pessoas que olham para cada situação com a esperança de poder resolvê-la ou melhorá-la”

FOTOS BY CHICO BRANDÃO

‘Arraiá do Aviões’ no Pátio Maceió

P

ara iniciar os festejos juninos em grande estilo, o Shopping Pátio Maceió recebe, em seu estacionamento, no dia 29 de abril, às 22h, o show ‘Arraiá do Aviões’. Além da banda Aviões do Forró, o público contará, também, com os sucessos de Léo Santana, Samyra Show, Conde do Forró e Geninho Batalha. Os ingressos podem ser adquiridos no estande ‘Arraiá do Aviões’, que fica no shopping, próximo à loja Casa Vieira. São quatro opções de entradas: Arena, Frontstage, Camarote e Lounge. O show é uma realização da CDR Entretenimento e Ragazzo Produções. Mais informações através do site www. patioshoppingmaceio.com.br, Facebook (Shopping Pátio Maceió) e Instagram (@shoppingpatiomaceio).

D Nesta foto, TopNews enfoca duas gerações: Angelo Arthur Bezerra Junior, em companhia do seu pai, Angelo Bezerra, dois estimados amigos que passam este feriadão cercados de familiares na belíssima casa de praia de Angelo e Socorrinho, na Barra de São Miguel. Bom feriado, amigos!

Embalo de sexta

Sempre presente nos mais importantes congressos nacionais e internacionais de odontologia infantil, enfocamos a querida amiga Kalina Jucá, uma mulher chic, dona de uma beleza singela, que em seu consultório desenvolve um trabalho maravilhoso na dentição infantil. Parabéns, amiga, você é merecedora dos nossos aplausos. Parabéns!

FOTO BY CHICO BRANDÃO

Mais bonita do mundo

A

U

atriz Julia Roberts foi eleita a mulher mais bonita do mundo pela quinta vez pela revista People. Hoje com 49 anos, a artista é mãe de três filhos - os gêmeos Hazel e Phnnaeus de 12 anos e o caçula Henry de 9 anos, todos frutos de seu casamento de 14 anos com o fotógrafo Danny Moder. A atriz tinha 23 anos em 1991 quando foi eleita a mulher mais bonita do mundo pela primeira vez pela revista. Na época ela havia acabado de protagonizar o clássico ‘Uma Linda Mulher’ (1990).

ma noite de muita música, animação e momentos inesquecíveis. Esta é a proposta do evento “Embalos de Sexta”, organizado pelo Celebration Entretenimento e que acontece no próximo dia 28, no Parque Shopping, no bairro da Cruz das Almas. O evento traz esse nome pelas suas grandes atrações, já que vai conseguir reunir, na mesma noite, The Fevers, Renato e Seus Blue Caps e o fenômeno Zezo. O Embalos de Sexta está dividido em três setores – mesa para seis ou quatro pessoas, cadeira individual e ingresso individual - que disponibilizam de uma super estrutura, com muito conforto e serviços de qualidade. O evento terá sua área totalmente coberta, desde os setores mesa, cadeira avulsa até a área de ingressos individuais.

Frutos do Mar no Maria Antonieta

C

om intenso uso de frutos do mar, bacalhau e outros peixes, a cozinha italiana, especialmente a das regiões da Emilia Romana, da Sicília e do Vêneto, vai muito além das famosas massas. Apresentar aos alagoanos um pouco da diversidade da autêntica culinária de raiz da Itália é a proposta do chef Breno Gama em seu premiado restaurante Maria Antonieta. A casa é sucesso absoluto em Maceió desde a sua inauguração, em 2009, e uma excelente pedida em qualquer época do ano.

Dia do Índio no Parque Shopping

O

s índios da tribo XukuruKariri, de Palmeira dos Índios, Agreste de Alagoas, serão convidados especiais do Parque Shopping esta semana, em comemoração ao Dia do Índio. De 19 a 23 de abril, o público poderá conferir de perto apresentações artísticas e informações sobre a cultura dos povos indígenas, além de adquirir peças originais do artesanato produzido pela tribo. A ação é uma parceria com a prefeitura de Palmeira dos Índios e estará aberta ao público no piso L1, próximo à entrada A.

O

Nathalia Pessoa na Básico Chic

N

E E

la é maravilhosa, sempre de bem com a vida, sempre com um astral que encanta a todos os seus amigos, uma apaixonada por cavalos, ela se chama Andira Jucá, uma odontóloga com especialidade em endodontia, hoje recebe a nossa homenagem. Parabéns, amiga, você é crème de la crème!

Doces memórias

O

Summerville Beach Resort, localizado em Porto de Galinhas (PE) agora oferece ponto de venda da doceria Don Brownie. Além das delícias de chocolate que dão nome a marca, no local, é possível adquirir o tradicional bolo de rolo com recheio de goiabada. O intuito é incentivar os turistas a levarem como lembrança de viagem o patrimônio pernambucano, que está sempre presente no café da manhã do empreendimento hoteleiro.

Misa Acústico

projeto Misa Acústico, no Museu da Imagem e do Som (Misa), traz no dia 28, às 19 horas, com o show ‘Eu no Baião de Dois’, com o músico e instrumentista Edi Ribeiro. O artista fará parte do Power Trio, composto por bateria, contrabaixo e guitarra. O Misa está localizado na rua Sá de Albuquerque, 275, no histórico bairro de Jaraguá. Entrada franca.

esta quarta, TopNews e a empresária Zélia Wanderley apresentam para os nossos leitores um belo modelo outono/ inverno da conhecida grife Nathalia Pessoa. A coleção está belíssima e convidamos as nossas amigas para conhecer as novas tendências na Básico Chic Ponta Verde e Farol. Vale a pena conferir. Parabéns, Zélia Wanderley!

Papetes em alta

epois das pochetes, as papetes são a nova mania fashion do momento - tanto nas passarelas quanto no streetstyle. E não estamos falando daqueles calçados de plástico que todas temos preconceito. A aposta da vez é em releituras fashionistas, com materiais que valorizam os modelos.

N

Parabéns!

esta sexta, já em clima de feriadão, TopNews não poderia deixar de parabenizar os amigos que no último dia 20 foram homenageados em razão de mais uma virada de calendário. Aproveitamos a oportunidade para parabenizar os amigos Michela Almeida, Verônica Costa, Matheus Wanderley, Marcos Antonio Ferraz, Igor Damaso, Gabriell Lacerda, Paulinho Segundo, Marcia Nutels, Xandinha Nunes, Anderson Alves, Fabrício Barros, Yuri Costa, Thaise Fontes. Aos amigos queridos, felicidades mil para vocês!

Papa recusa convite

m uma carta na qual recusa um convite para visitar o Brasil, o papa Francisco cobrou o presidente Michel Temer para evitar medidas que agravem a situação da população carente no país. A correspondência foi uma resposta a outra enviada pelo mandatário no fim de 2016, na qual o líder da Igreja Católica era convidado formalmente para as celebrações dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, comemorados em 2017.

A

Fernando Azevedo

coluna utiliza esse espaço para parabenizar o empresário Fernando Azevedo, proprietário e principal responsável pelo sucesso da Esmel, empresa especializada em aço inox do nosso Estado. As espeças executadas pelas Esmel possuem acabamento perfeito, o que permite a execução de projetos arrojados e cheios de classe, conquistando os mais variados públicos. Informações e orçamentos pelos telefones 3324-4090/99997-1868.

M

Feriadão no Maceió Shopping

ais um feriadão chegando e para os alagoanos e turistas que estarão na capital alagoana nesta sexta (21), feriado nacional em comemoração ao Dia de Tiradentes, um sugestão é curtir o dia de folga no Maceió Shopping. As lojas e praça de alimentação do shopping funcionarão em horário normal, de 09 até 22h. Os cinemas também funcionam em horário normal. E como o dia deve ser de lazer e diversão, o mais tradicional shopping da capital mantem uma programação semanal de atrações para pais e filhos. Toda sexta é dia de happy hour, a partir de 18h até 21h, com apresentação de artistas locais, com os maiores hits da música popular brasileira e até internacional. As apresentações são gratuitas. Já nos finais de semana, a dica é curtir as apresentações gratuitas do projeto ‘Diversão de Sol a Sol, na praça de alimentação II. Grupos cover dos astros infantis, mágicos e bandas apresentando musicais infantis estão no shopping sempre a partir de 16h, aos sábados e domingos.


Edição número 2883 - 21, 22 e 23 de abril de 2017  

tribunaindependenteediçãodigitaltribunahoje

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you