a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 1

FIM DE SEMANA n MACEIÓ - ALAGOAS - 21 E 22 DE MARÇO DE 2020 - Nº 3.606 -

R$ 4,00

ENTREVISTA

Podemos quer eleger Gaspar mais 3 vereadores em Maceió Cotado para ser o vice na chapa de Alfredo Gaspar à Prefeitura de Maceió, Tácio Melo afirma que a aliança de Rui Palmeira com Renan Filho está consolidada. PÁGINA 2

site: tribunahoje.com

MENINA PRODÍGIO!

MINA 7

Garota de 9 anos dá show literário e encanta na Academia de Letras

Maior risco de colapso no Mutange fica próximo à Casa José Lopes

Helena de Paiva Oiticica surpreendeu acadêmicos na festa do centenário da AAL.

Professor Abel Galindo pede tomada de medidas urgentes para evitar o pior.

PÁGINAS 17 a 20

PÁGINA 7

Emergência!

Governo decreta fechamento de indústrias, comércio e igrejas Medidas também suspendem transportes intermunicipal e de trens urbanos e obriga isolamento domiciliar para pessoas com suspeita de doença; servidores estaduais ficam liberados do ponto Decisão foi anunciada pelo governador Renan Filho, ao lado do prefeito Rui Palmeira, de Maceió, com o objetivo de impedir a propagação do novo coronavírus em Alagoas, e começa a valer a partir da meia-noite deste sábado. As medidas estabelecem o fechamento, por 10 dias, de shoppings, bares, restaurantes, lanchonetes e outros estabelecimentos comerciais. A exceção é para supermercados, farmácias e entidades de saúde. O comércio poderá funcionar por meio de serviços de

entrega, inclusive por aplicativo - algumas lojas já estão utilizando esse recurso. Já para pessoas com suspeita de infecção da doença ou que retornem de viagem internacional, o governo estabeleceu o prazo, obrigatório, de confinamento em casa pelo período de 14 dias. Renan Filho decretou ainda ponto facultativo para servidores, exceto das áreas consideradas essenciais (saúde, segurança etc.) até o próximo dia 27, prazo que poderá ser prorrogado. PÁGINAS 5, 6, 11 e 12 EDILSON OMENA

Estabelecimentos que comercializam produtos vinculados à saúde, como álcool em gel, poderão continuar funcionando., como a Sucroquímica, onde centenas de pessoas formaram extensa fila nesta sexta para comprar o produto

Renan Filho pede aos alagoanos, em artigo, luta para deter coronavírus

Sites pornôs do Brasil dobram assinaturas após surto de Covid-19

Vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira para pessoas idosas

PÁGINA 4

PÁGINA 9

PÁGINA 10

Bom com possiblidades de chuvas em áreas isoladas

Mínima

24º

Máxima

30º

MARÉS 02:21 08:24

1.9m 0.5m

14:23 20:45

2.0m 0.3m

FINANÇAS

DÓLAR COMERCIAL DÓLAR PARALELO OURO R$ 5,02

R$ 5,02

R$ 4,54 R$ 5,20

R$ 240,73

POUPANÇA 0,3434%


POLÍTICA

2

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

ENTREVISTA

TÁCIO MELO DIZ QUE ALIANÇA É EM TORNO DE ALFREDO À PREFEITURA Presidente do Podemos, Tácio ressalta que a escolha do vice é a última situação a ser debatida numa construção de campanha CARLOS AMARAL

T

REPÓRTER

ambém apontado com um nome para a posição de vice-prefeito na chapa de encabeçada pelo ex-procurador-geral de Justiça Alfredo Gaspar (sem partido), Tácio Melo não desconsidera a possibilidade, mas ressalta ser candidato a vereador pelo Podemos, partido que preside em Alagoas. Há dois anos, o seu

Tribuna Independente – Seu nome é especulado para ser o vice na chapa encabeçada por Alfredo Gaspar à Prefeitura de Maceió. Em que pé isso está, houve conversas nesse sentido? Tácio Melo – Hoje eu sou pré-candidato a vereador, temos um grupo pelo Podemos e acredito que conseguimos eleger ao menos três vereadores. Agora, vice é a última coisa que se define numa eleição, pois é fruto de composição. O Podemos é um dos partidos aliados ao prefeito Rui Palmeira e, consequentemente, à candidatura de Alfredo Gaspar. Só em agosto é que isso [nome do vice] será definido. Até hoje, o próprio Rui mesmo diz ‘o vice eu não sei, sei por especulações, só dessa forma’. A indicação do vice é do prefeito. Tribuna Independente – Após essa união entre o prefeito e o governador, com seu nome ventilado como vice de Alfredo Gaspar, voltou a se falar sobre o episódio ocorrido na festa da vitória de reeleição de Rui Palmeira, em que o senhor teria ofendido o senador Renan Calheiros (MDB), e que isso seria um impeditivo ao seu nome. Ainda há algum rescaldo daquilo? Tácio Melo – Se você olhar no vídeo que circulou nas redes sociais, quem fala o nome do Renan Calheiros não sou eu. Estávamos comemorando a vitória do Rui e quem fez a filmagem foi um amigo e não tinha teor de provocação. Mas não há, de forma alguma, problemas de minha parte com o senador. Sempre fiz as críticas de

nome ganhou o noticiário por causa de um vídeo, divulgado amplamente nas redes sociais, em que ele aparece discursando em tom de desabafo em frente à casa do senador Renan Calheiros (MDB). Devido ao momento atual, aquele episódio voltou à tona e há quem afirme ser um impeditivo ao seu nome na chapa majoritária. À Tribuna, Tácio Melo nega haver qualquer rescaldo de problema com líder do MDB e ressal-

ta que nas conversas sobre a disputa de outubro, “nunca houve restrição a nome de vice”. Muito próximo ao prefeito Rui Palmeira (sem partido), ele também ressalta que a aliança não é necessariamente com o governador Renan Filho (MDB), mas sim, “em torno da candidatura de Alfredo Gaspar”. Tácio Melo também fala sobre a saída de Rui do PSDB e sobre a aliança dos tucanos com JHC (PSB).

SANDRO LIMA

O Alfredo é um cara que entende de boa parte dos problemas de Maceió por sempre estar debatendo. Por isso eu repito, a aliança é em torno do nome do Alfredo”

forma política. Pode verificar em entrevistas que concedi que sempre deixei frisado bem que meu problema com os Calheiros sempre foi político, nunca pessoal. O que ocorre hoje é que se fez uma aliança em torno do Alfredo Gaspar. Ele é o grande timoneiro dessa aliança, que tem como apoiadores o prefeito Rui Palmeira e o governador Renan Filho. Em outras vezes eu deixei claro, como no episódio da PRF [Tácio Melo foi cotado para assumir o comando da instituição], que ali faz parte do jogo político. O senador era presidente do Senado e não queria alguém do grupo adversário assumindo qualquer cargo de relevância. Ressalto que a indicação do vice é do Rui Palmeira e, a todo o momento, nas conversas, sempre se afirmou não haver restrição de nomes. Mas, independente de eu ser vice ou não, o Podemos estará com o Alfredo Gaspar nesta eleição pela aliança que temos com o prefeito e também pelo próprio

Isso, três vereadores. Nós temos o Luciano Marinho, que já é vereador pelo Podemos; o Eduardo Canuto, que está vindo para o Podemos; e temos também vários nomes”

br218

Para Tácio Melo, as diferenças com a família Calheiros sempre foram tratadas no âmbito político nome do ex-procurador-geral de Justiça. Tribuna Independente – Qual a sua avaliação sobre a saída do Rui do PSDB, que resultou na aliança com Renan Filho em torno da candidatura de Alfredo Gaspar, a base aliada foi pega de surpresa? Tácio Melo – O nome do Alfredo Gaspar sempre foi muito bem visto por toda a base. Mesmo no Ministério Público, ele sempre teve gestos muito republicanos e sempre de união. Várias vezes o Ministério Público precisa ouvir o gestor para saber o que está acontecendo, pois não é fácil ser gestor. Ser gestor é

tomar decisões que às vezes te deixa no limite do que poderia ou não fazer. O Alfredo sempre foi muito conciliador, sempre chamou para conversar e saber o que estava acontecendo. Sempre tentou mediar par ao bem da população, independente de cores partidárias, seja de Rui ou Renan Filho. No caso do bairro Pinheiro, ele logo tomou a frente e tentou intermediar Governo do Estado e Prefeitura. Acredito que a partir daí, ele foi criando, tanto de um lado como do outro, uma relação de confiança. Além disso, o Alfredo é um cara que entende de boa parte dos problemas de Maceió por sempre estar debatendo. Por

isso eu repito, a aliança é em torno do nome do Alfredo. Se ele também conta com o apoio do governador, a gente não pode chegar para ele, que tomou uma decisão dificílima [sair do MPE] e dizer para negar este ou aquele apoio. Tribuna Independente – E sobre a saída do Rui do PSDB? Tácio Melo – Para mim, foi mais surpresa o Rui sair do PSDB do que apoiar o Alfredo Gaspar. O Rui tinha um apego grande ao partido, mas por ver os rumos que a legenda estava tomando, decidiu sair. O JHC [João Henrique Caldas], desde 2016, é nosso adversário político e o

Rui sempre conversou com o Rodrigo [Cunha, senador e presidente do PSDB em Alagoas] para apoiar um nome do partido, que poderia ser até o próprio Alfredo Gaspar. Mas o Rodrigo já está fechado com a família Caldas desde 2016. Não sei quais são os compromissos que eles têm. Diga-se, a única divergência que temos com o senador Rodrigo é a relação dele com a família Caldas. Tribuna Independente – A conta do Podemos é fazer três vereadores em Maceió? Tácio Melo – Isso, três vereadores. Nós temos o Luciano Marinho, que já é vereador pelo Podemos; o Eduardo Canuto, que está vindo para o Podemos; e temos também vários nomes como o ex-vereador Jorge VI; Alan Balbino, ex-presidente da Câmara Municipal; Lucas Costa, Jônatas Omena, Pinto de Luna, Omar Coelho. É uma chapa forte e faremos, no mínimo, três vagas.


POLÍTICA

CONJUNTURA FLÁVIO GOMES DE BARROS

flaviogomesdebarros@gmail.com

Coronavírus e relações de trabalho

A

lmir Pazianotto, ex-ministro do Trabalho e ex-presidente do TST: “Pela primeira vez, em longos anos de vida, observo que todos se sentem indefesos e acuados. O coronavírus desconhece diferenças sociais, econômicas, de raça, de cor, de nacionalidade, idade ou estado civil. A paralisia atinge como torpedo o mercado de trabalho. Brutal retração de atividades econômicas provoca o encerramento de indústrias, o fechamento de casas comerciais, a quase completa paralisação dos transportes. Milhares ou milhões de trabalhadores correm perigo de engrossar as fileiras dos desempregados. Afirmam os infectologistas que os vírus são permanentes. A ciência não consegue erradicá-los. Felizmente o presidente Jair Bolsonaro conta com a presença do Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, cuja irretocável atuação tem conseguido evitar o pânico e convencer os incrédulos a aceitarem as diretrizes traçadas pelas autoridades federais, estaduais e municipais da área da saúde. Falta, porém, alguém com a mesma autoridade na área do trabalho. Do ponto de vista jurídico estamos diante de caso de força maior, que se concretiza, segundo o Código Civil, “no fato necessário, cujos efeitos não era possível evitar ou impedir” ou, na definição da CLT, ‘todo acontecimento inevitável, em relação à vontade do empregador, e para a realização do qual este não concorreu direta ou indiretamente’. O mundo foi apanhado de surpresa por inimigo desconhecido. Está em guerra contra o inesperado.”

INDISPENSÁVEL Foram duras, mas necessárias para o momento atual, as decisões do governador Renan Filho e do prefeito Rui Palmeira, anunciadas ontem, por conta do coronavírus. Há quem esteja fazendo pouco caso da situação e achando as medidas exageradas, porém é preciso que todos nos sacrifiquemos de algum modo.

O BÁSICO Para o secretário estadual da Saúde, Alexandre Ayres, o momento exige precauções, mas não é necessário pânico. Por exemplo, ele explica que, ao ficarem em casa, basta às pessoas praticarem um hábito simples: lavar periodicamente as mãos com água e sabão. O uso do gel pode ficar para ambientes externos.

ORIENTAÇÃO José Thomaz Nonô, secretário de Saúde de Maceió, diz que os postos do município vão estar sempre abertos e que os servidores são orientados para não deixar faltar insumos. “O servidor público sério notifica os órgãos competentes e a gente abastece. As forças de saúde têm que fazer um esforço”, recomenda.

3

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

APELO O deputado federal João Beltrão (PSD/AL) formalizou um pedido ao ministro da Economia, Paulo Guedes: “Avalie e implemente de modo emergente a alteração da tabela do Imposto de Renda Pessoa Física e a prorrogação do prazo para declaração, e posterior pagamento, do IRPF 2019 durante este ano de 2020”.

DITO E FEITO Valeu o alerta do engenheiro civil Marcos Carnaúba, de que os trilhos do VLT precisam de ajustes por causa do afundamento do solo na área lagunar entre Maceió e Bebedouro. A pedido da Braskem, a CBTU suspende operações de embarque e desembarque de passageiros na Estação Mutange, por tempo indeterminado.

OPINIÃO Cláudio Humberto Rosa E Silva: “O ex-deputado Flávio Bierenbach acha que o ministro Paulo Guedes ‘só usa a máscara para disfarçar o sorriso’. Para o ministro aposentado do STM, ‘dizimando pobres, velhos e vulneráveis, o Estado nunca mais haverá de intervir. Deixa tudo por conta do livre mercado.”

Não cogitamos essa possibilidade. Cada dia com sua agonia. Tenho fé que até outubro tudo será controlado” Luís Roberto Barroso Ministro do STF, descartando o adiamento da eleição municipal deste ano *A missa do sétimo dia do falecimento do magistrado Oduvaldo Persiano será neste sábado, 10 horas, na Igreja de Santa Terezinha, no Farol. Por causa do coronavírus, a celebração é restrita apenas aos familiares. * Estão suspensas por 15 dias as atividades comerciais nas orlas marítima e lagunar. Exceção:estabelecimentos de abastecimento alimentar, como Centro Pesqueiro e balanças de pescados. * O presidente do TRE/AL, Pedro Augusto Mendonça de Araújo, e o Corregedor Regional Eleitoral, Otávio Leão Praxedes, suspenderam até 31 de março o expediente nos cartórios eleitorais, postos e centrais de atendimento. * Servidores e magistrados do Judiciário de Alagoas trabalham de forma remota

MP Estadual terá eleição com seis candidatos

e em plantão extraordinário até 30 de abril. São medidas temporárias de prevenção ao contágio pelo Novo Coronavírus. * A Defesa Civil de Maceió restringiu atendimento presencial. Agora sócom agendamento prévio. O atendimento pelo 0800 030 6205 funciona de segunda a sexta-feira, no horário de 8 às 18 horas. *A Igreja Batista do Farol suspendeu os cultos presenciais realizados aos domingos, atendendo às recomendações de alerta e prevenção ao coronavírus. A determinação já vale para este domingo, 22. *O CRB colocou o Centro de Treinamentos Ninho do Galo, em Roteiro, à disposição das autoridades para ser utilizado quando achar necessário, durante a preocupaçãocom a proliferação do coronavírus.

SANDRO LIMA

Procuradores e promotores apresentam propostas para obter os votos e defendem MPE ainda mais combativo contra a corrupção CARLOS VICTOR COSTA REPÓRTER

D

iferentemente dos últimos pleitos que tiveram candidato único, a eleição que vai eleger o próximo procurador-geral de Justiça (PGJ) do Ministério Público do Estado (MPE) deverá seguir o rito normal, tendo a lista tríplice dos candidatos eleitos para ser enviada ao governador Renan Filho (MDB) para escolha do nome. O pleito está marcado para o dia 17 de abril e até o momento tem seis postulantes ao cargo. O destaque para esse pleito surgiu após a saída do ex-procurador-geral de

Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, que pediu exoneração recentemente do cargo para poder disputar a eleição municipal deste ano em Maceió. Eleito como candidato único ao cargo de chefe do MPE em 2016 e reeleito em 2018, Alfredo Gaspar não encontrou obstáculos nas duas eleições e isso – de acordo com informações apuradas pela Tribuna dentro do próprio Ministério Público –, se deu pela sua passagem pela Secretaria de Estado da Segurança Pública em 2015. Desta vez, conta a fonte à Tribuna, há uma possibilidade em aberto de indicação numa lista tríplice de

verdade e todos aqueles que têm interesse, pretensão de colaborar com a instituição e com a sociedade alagoana, enxerga ali a oportunidade de concorrer democraticamente ao cargo de procurador-geral de Justiça. Para a disputa que vai ocorrer no dia 17 do próximo mês, seis promotores já confirmaram as respectivas candidaturas. São eles: o ex-vice-procurador-geral de Justiça, Márcio Roberto Tenório de Albuquerque; o promotor Marcus Rômulo, da Fazenda Municipal; o promotor Wesley Fernandes, de Penedo; o promotor Antônio Villas Boas, do Tribunal do Júri; o promotor

Márcio Roberto defende um maior diálogo com os poderes constituídos e reversão de problemas com deputados Flávio Gomes e o ex-procurador-geral de Justiça, Eduardo Tavares. À Tribuna, Márcio Roberto disse que a sua experiência dentro do MPE o faz ter requisitos para exercer a chefia do órgão. “Um dos desafios será

superar os graves problemas institucionais que os ocupantes da Assembleia Legislativa do Estado protagonizaram. Vamos construir canais para possibilitar, com altivez e serenidade, o diálogo franco e transparente com os Po-

deres do estado. O segundo desafio será dotar todos órgãos de Execução, principalmente de primeiro grau, de melhores condições orgânicas e de pessoal, indispensáveis a uma prestação de serviço de excelência ao povo”, destaca.

Marcos Rômulo diz que “promotor está entregando notificações” Também candidato ao posto de procurador-geral de Justiça do Ministério Público Estadual, o promotor Marcus Rômulo salientou que uma das suas propostas é a questão da política remuneratória do Ministério Público. “Pode não parecer, mas acho que hoje nós somos a carreira jurídica mais mal remunerada do estado. Magistratura está com vencimento maior do que o nosso e todas as outras, procuradoria e etc. Então, eu acho que qualquer administração aí passa necessariamente por valorizar a política de remuneração do órgão no sentido de não ser melhor do que os outros, mas de igualar”. O segundo ponto destacado por Marcus Rômulo é a questão da infraestrutura do órgão. “Não faz sentido o estado investir na formação profissional de um agente público num concurso que é dificílimo de passar para ele

estar fazendo ofício e entregando notificação pessoalmente”, complementa. Segundo o promotor Wesley Fernandes, o MPE, seguindo uma tendência de todo o Brasil, vem sendo alvo de ataques movidos por revanchismos de classes incomodadas com a atuação ministerial. “É certo, assim, que nossa instituição vem pagando justamente pelos seus acertos, e não pelos erros. Nossa atuação é pautada pela preservação do interesse público. É peremptória a defesa das prerrogativas ministeriais, a descentralização dos núcleos de apoio para o interior do Estado, bem como o fortalecimento destes núcleos de forma a possibilitar-lhes uma atuação mais eficaz e contundente no combate à malversação de recursos públicos”. Já Antônio Villas Boas, destacou que sua campanha se resume na busca do

ASSESSORIA

Marcos Rômulo defende valorização profissional; já os candidatos ao posto, Wesley Fernandes e Villas Boas, falam em fortalecimento fortalecimento do Ministério Público, no respeito às prerrogativas e, sobretudo, no exercício constante e das atribuições do MPE que são

a defesa intransigente do regime democrático, da legalidade e dos direitos coletivos e individuais indisponíveis. A reportagem da Tribu-

na tentou contato com os promotores Eduardo Tavares e Flávio Gomes, mas até o fechamento desta edição não obteve êxito. O nome

escolhido pelo governador do estado comandará os destinos do Ministério Público, por dois anos, a partir de janeiro de 2021. (C.V.C.)


4

OPINIÃO UM PRODUTO:

Cooperativa dos Jornalistas e Gráficos do estado de alagoas

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Empresarial Humberto Lôbo Av. Menino Marcelo - 9.350- Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

inistros e autoridades penitenciárias de Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai e representantes do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) se reuniram via Skype na sexta-feira (20 de março) para dialogar sobre os desafios enfrentados na condução do combate à pandemia da Covid-19 e os protocolos que puderam ser implementados nos centros de detenção em seus países. A expansão de doenças contagiosas em contextos penitenciários é muito mais provável e põe em risco as pessoas privadas de liberdade, que apresentam múltiplas vulnerabilidades. A reunião contou com a participação de ministros e autoridades dos serviços penitenciários da Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai e

PRESIDENTE José Paulo Gabriel dos Santos DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: Flávio Peixoto EDITOR GERAL: Ricardo Castro ricardocastro@tribuna-al.com.br

Governador de Alagoas

Alagoas está em emergência de saúde. Estamos lutando para conter a disseminação do coronavírus no território alagoano. Para proteger a população do contágio, foi necessário decretar severas restrições à locomoção e aglomeração de pessoas. O objetivo é mantê-las em casa tanto quanto possível, conforme recomenda a Organização Mundial de Saúde. É uma decisão difícil, sem dúvida. Não é nada fácil, por exemplo, pedir que crianças sejam mantidas dentro de casa, separadas dos amigos e colegas, sem brincar nas ruas e parques. Também o isolamento de idosos é penoso mas tem que ser feito; eles são os mais vul-

Jornalista. inocnf@gmail.com

Argentina e Brasil, duas grandes nações da América Latina, se separam, territorialmente, por uma linha de 2.236 km. Daria para perceber as semelhanças econômicas, políticas e culturais, entre si. São dois povos, originários de metrópoles, também vizinhas, de distintos idiomas, mas que, na sua construção muitas são as palavras iguais, no falar e na grafia. Há expressões, cujas discrepâncias são imperceptíveis. Veja esta manchete, de um jornal buenairense, edição recente: “Estamos todos en el mismo barco”. São duas irmandades exploradas pelo mesmo patrão, nas armas, na economia e politicamente, as quais sofreram os horrores de ditaduras sanguinárias. Juntos, sentiram a agonia dos torturados e mortos nos cárceres.

CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com OS ARTIGOS ASSINADOS SÃO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NÃO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPINIÃO DESTE JORNAL.

especialistas do CICV. Em momentos de incerteza, a prevenção é o método mais eficaz de combater a epidemia de COVID-19 nas prisões. O ambiente prisional (superlotação e consequente promiscuidade, falta de higiene, falta de ventilação, entre outros) favorece a disseminação exponencial de doenças infecciosas e, principalmente, aquelas transmitidas por gotículas no ar. O CICV considera que todas as pessoas privadas de liberdade, independentemente dos motivos de sua prisão ou detenção, devem ser tratadas com humanidade e ter condições dignas de detenção. Para isso, sensibiliza, aconselha e apoia as autoridades dos países da região a adotar as medidas apropriadas para melhorar a situação humanitária dos detidos.

Lições do vírus

neráveis, precisam de cuidados especiais. É igualmente amargo obrigar empresas a parar ou reduzir suas atividades. Mas são medidas absolutamente necessárias e temporárias. O que está em jogo é a preservação de muitas vidas humanas, e a vida é o bem maior. Estamos diante de uma situação inédita, uma pandemia que assusta o mundo e exige enfrentamento firme. Para isso, como governador de Alagoas, faço um apelo a todas e todos os alagoanos para que compreendam, colaborem e participem desse esforço coletivo. A luta é na capital e em todos os nossos 102 municípios. Prefeitos e gestores municipais são parte fundamental. O trabalho é integrado, e boa parte dele é atribuição das prefeituras. Encaro esse desafio com preocupação, é evidente, mas também com otimismo e confiança. Otimismo é esperar pelo melhor; confiança é saber lidar com o pior.

É nessas horas difíceis que todos nós somos postos à prova. “Quando tudo nos parece dar errado, acontecem coisas boas que não teriam acontecido se tudo tivesse dado certo”, diz uma canção de Renato Russo. Foi por causa de epidemias devastadoras que os cientistas criaram vacinas e hoje a humanidade tem proteção contra o tifo, a varíola, a difteria e tantas outras doenças. Vamos fazer a nossa parte, não dando boa-vida ao coronavírus, impedindo-o de se alastrar em Alagoas. Vale a pena apostar na solidariedade; ela sempre fala alto nesses momentos. E vamos confiar e ter esperança na ciência. Desde já, um agradecimento especial que faço como governador – e conclamo a população a fazer também – aos profissionais de saúde, em todas as esferas públicas e privadas. Vocês são as heroínas, os heróis e anjos da guarda do nosso povo neste momento. Um grande abraço virtual, e bom trabalho.

Quanto às raízes históricas, entretanto, não combinam. No século XIX a Inglaterra queria impor ao Novo Continente, especialmente nas Colônias que se declaravam autônomas, a incipiente economia de mercado. A partir daí surgem fortes reações, que ainda continuam. José de San Martín, em 1812, deixa Londres, carregado de cultura revolucionária francesa, portando mensagens de mudança, não só para seus irmãos argentinos, mas a quem pleiteasse sua colaboração. Tornou-se um dos mentores intelectuais na Independência da Venezuela, liderada por Simón Bolívar, Francisco Miranda e o brasileiro Abreu e Lima. O Congresso de Tucumán, que ele preconizava, deu as coordenadas de Soberania da Argentina, em julho de 1816. A geografia do Brasil não permitia a concentração da luta emancipatória, salvo esporádicas manifestações, inclusive bélicas, porém de menor magnitude. Uma população dispersa, condicionada a um mandatário “mandalete”, D. João VI, vindo de Portugal em 1808, por medo de enfrentar

tropas de Napoleão. Retornando a sua Pátria, a calmaria se transforma num frenesi coletivo, criando na pessoa de D. Pedro uma imagem de tutor. Afinal, num gesto monocrático, solta o famoso Grito do Ypiranga! Os personagens, hoje, têm outros nomes: San Martín, agora é Alberto Fernández, e D. João VI, Jair Bolsonaro, cada qual com seu mérito histórico. Na inauguração do ano legislativo, o discurso do presidente argentino, deixa escapar essas palavras: “Há uma Argentina mais justa que nos devemos”; “Nunca mais a porta giratória de dólares, que ingressam por um endividamento e se fugam deixando uma terra arrasada”; “Toda sociedade necessita respeitar o direito de cada um...”. A campanha, pela recuperação da soberania das Malvinas, não foi esquecida. Disse Bolsonaro: “Se infectei alguém, a responsabilidade é minha”. No seu governo, a base de Alcântara será entregue aos EUA, o Congresso Nacional e o STF fechados, além dos trabalhadores sem direitos. Estão nos campos opostos.

Os opostos INOCÊNCIO NÓBREGA

REDAÇÃO: 82.3311.1328 - 3311.1329

Billo

A vida é o bem maior RENAN FILHO

PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

Covid-19 e o sistema prisional

M

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

MIGUEL PAIVA Cartunista, ilustrador, diretor de arte, roteirista

Claro que jamais desejaríamos o coronavírus, mesmo para qualquer consequência positiva. Podemos melhorar o mundo sem o vírus mas, infelizmente, ele está aí. Não custa nada tirar proveitos dessa tragédia em benefício pessoal e universal. Pessoalmente diria que o corona pode ter vindo, entre outras coisas, para acabar com o neoliberalismo. Já seria um bem danado. Os neoliberais que sempre pregaram o estado mínimo, com o vírus aí não conseguem pregar um prego sem a presença do Estado. Um vírus, assim como uma guerra nos termos tradicionais, estabelece novos equilíbrios nas relações entre as pessoas e os países. Não desejamos guerras nem pandemias mas é difícil estabelecer um roteiro prévio para os caminhos da humanidade. O homem é imprevisível e capaz de coisas inimagináveis. Recentemente descobriram que sem o movimento habitual Veneza pode ver novamente o fundo, ou quase, dos seus canais. A água, renovada pelo mar, foi ficando limpa e transparente, uma prova que as pessoas, suas lanchas, suas indústrias e seus combustíveis transformaram os canais de Veneza em caminhos de água suja que quando sobe cobre as ruas da cidade. Uma boa lição para o futuro. Na China, imagens de satélites mostram como a poluição diminuiu na região onde o vírus nasceu. O isolamento e a quarentena acabaram freando o processo irracional e assassino, a longo prazo, da poluição do ar por conta do desenvolvimento a qualquer custo. Ar puro é um bem valiosíssimo. Devia ser mais valorizado e distribuído de graça. Seria outra boa lição. A China, que está controlando a pandemia, precisa resolver também essa questão.Está na hora do mundo repensar seus hábitos, pecados e virtudes. Como passamos pouco tempo aqui no planeta, as pessoas não se incomodam tanto com o que es-

tão deixando para o futuro a não ser a herança econômica, propriedades e dinheiro. Oitenta ou noventa anos de vida é muito pouco para que possamos avaliar, sem uma noção abstrata de legado, o quanto podemos contribuir para o futuro. Vocês perceberam que paramos de falar em guerras, em política externa até em eleições? O vírus é maior do que tudo isso. Assusta porque não temos controle imediato sobre ele. Assusta porque mata sem distinção Poderia ser menos abrangente se patrões entendessem a gravidade e liberassem seus empregados de obrigações arriscadas tais como pegar condução ou se expor aos outros para continuar trabalhando. O vírus chegou ao Brasil, de fato, através de pessoas capazes de viajar ao exterior, mas a irresponsabilidade dessas pessoas obrigando seus empregados a um contato acabou por disseminar para outras classes sociais, as menos favorecidas. Se não houver essa consciência e esse controle vai ser uma tragédia sem precedentes. O governo precisa urgentemente proteger a população do trabalho informal, tão estimulada pelo neoliberalismo, para que não haja um genocídio a partir da pandemia. Entendam que o Estado é o esteio, a base de uma nação. Um país não é uma empresa em que basta uma diretoria formada em Harvard para funcionar direito. Lidamos com pessoas sujeitas à todas as influências e condições que normalmente não são estabelecidas por elas. Além da ignorância, a população está perdida em relação ao futuro. Posso tomar decisões em relação à minha saúde? Tenho autonomia para decidir não ir trabalhar sem as mínimas condições de segurança? A pandemia é um problema só meu ou de todos? Espera-se que as lições dos canais de Veneza e da poluição da China sirvam também para que as pessoas repensem seus hábitos, seus conceitos, seus mandamentos. Nosso tempo aqui na Terra é curto. Não temos o que fazer quanto a isso mas podemos fazer com que esse tempo seja o melhor possível. Aí sim, depende de nós.


CIDADES TRIBUNALIVRE BARTOLOMEU DRESCH

bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

Socialite infecta 44 pessoas

C

om uma população estimada em 3,5 milhões de habitantes, o Uruguai contabiliza (até a noite de quinta-feira) 55 casos confirmados de coronavírus. Um número bastante alto, se compararmos com a Argentina, com 43 milhões de habitantes e com 97 confirmações. Porém, um caso chamou a atenção. A decoradora e empresária uruguaia Carmela Hontou, de 57 anos, ficou doente quando viajou à Europa nos primeiros meses do ano. Tratou-se com antibióticos, mas continuou com febre e tosse. Ao retornar no último dia 7 ao Uruguai, resolveu ir a um casamento com 500 convidados da alta sociedade uruguaia, no bairro de Carrasco, em Montevidéu. Segundo fontes do Ministério da Saúde, dos 55 casos registrados no país, 44 foram contaminados a partir desta cerimônia. Deste número, nem todos compareceram á festa, mas foram infectados a partir do “vetor Carmela”. A decoradora e seus dois filhos também estão internados com a doença.

LABORATÓRIO REALIZA TESTES

O Laboratório Central de Alagoas (Lacen/AL) já está realizando o teste para detecção da Covid-19, doença causada pelo coronavírus. O Ministério da Saúde encaminhou 960 kits de teste para Alagoas, que serão aplicados pelo Lacen. Desta forma, as autoridades de saúde do Estado terão resultados em 48 horas após a coleta do material biológico, que será feita apenas nas unidades de saúde onde os pacientes são atendidos.

ALUNOS RECEBERÃO CESTA BÁSICA A Prefeitura Municipal de Maceió anunciou que irá distribuir cestas básicas para 51 mil alunos da rede municipal de ensino. O objetivo é fazer com que os estudantes tenham uma alimentação garantida no período em que as aulas estarão suspensas, afirmou a secretária municipal de Educação, Ana Dayse Dórea. A própria secretaria vai divulgar o cronograma de distribuição nos próximos dias.

ALUNOS RECEBERÃO CESTA BÁSICA 2

Ana Dayse explicou que a questão foi amplamente discutida com o prefeito Rui Palmeira, exatamente para manter o valor nutricional que estes alunos encontram nas escolas municipais. “Queremos que eles mantenham uma alimentação de qualidade, como a que é fornecida onde estudam” destacou a secretária de educação.

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

HOLANDA REJEITA CONFINAMENTO

A Holanda pretende implementar a “imunidade coletiva” rejeitando o princípio do confinamento como implantado na Itália e na França. Para o primeiro-ministro Mark Rutte é preciso que um número máximo de pessoas desenvolva naturalmente anticorpos para enfrentar o coronavírus. E quanto mais pessoas estiverem imunes, menor a probabilidade de disseminação entre pessoas vulneráveis e idosos, defende o premiê holandês.

UM BEIJA-FLOR RARO EM PE E ALAGOAS Um inglês entusiasta de aves,

encontrou, depois de 15 anos de busca, uma espécie rara de beijaflor, que ocorre em Pernambuco, Alagoas e na Bahia. Trata-se do rabo-branco-de-margarette, que vinha sendo procurado pelo professor Stephen John Jones. Muita gente considerava a espécie extinta, porque ela habita a mata atlântica de baixada, com feições primárias, que é uma raridade atualmente.

5

UM BEIJA-FLOR RARO EM PE E ALAGOAS 2

Segundo o professor inglês “no início, 15 anos atrás, eu não me importava muito em localizar a espécie, porque haviam outras espécies que eu não tinha registrado no WikiAves. Com o tempo a busca foi se tornando uma obsessão, e nos últimos três anos ela se tornou o alvo principal das minhas passarinhadas” explicou o estudioso Stephen John Jones. • A partir da próxima segunda feira, as lojas localizadas no centro da cidade, adotarão horários diferenciados, como medida preventiva contra a proliferação do coronavírus. • Segundo a Aliança Comercial de Maceió, a maioria das lojas vai funcionar entre 8h às 17h, mas algumas outras abrirão no horário de 9h às 17h. • As lojas também estão adotando outras medidas pertinentes, como antecipando as férias para funcionários de mais idade, em função dos riscos, e, quando é possível, colocando empregados administrativos para trabalhar em casa. • Os estabelecimentos igualmente estão preparados com álcool gel, máscaras para funcionários e recomendações aos clientes.

Governo de Alagoas decreta situação de emergência no Estado

AGÊNCIA ALAGOAS

Estão suspensos restaurantes, bares, comércio e transporte intermunicipal por 10 dias; apenas serviços essenciais funcionam

O

Governo de Alagoas decretou, nessa sextafeira (20), situação de emergência no estado e intensifica as medidas para a contenção e o enfrentamento ao coronavírus. O anúncio foi feito pelo governador Renan Filho durante live (transmissão ao vivo), ao lado do prefeito de Maceió, Rui Palmeira. Por determinação do Governo do Estado, a partir da meia noite deste sábado (21) todas as pessoas que estiverem com sintomas de gripe deverão ficar em casa durante 14 dias. As medidas estabelecem ainda o fechamento, por 10 dias, de bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos comerciais similares. “Quero reforçar aos alagoanos que todas essas medidas têm como objetivo único a proteção da população. Enfrentaremos juntos esse grande desafio!”, afirmou Re-

nan Filho. Também deverão permanecer fechados para o público lojas ou estabelecimentos que pratiquem o comércio ou prestem serviços de natureza privada. Eles poderão funcionar por meio de serviços de entrega, inclusive por aplicativo. Mas fica vedada a presença de clientes nos estabelecimentos. Deverão ser fechados ao público igrejas, templos religiosos, museus, cinemas e outros equipamentos culturais, públicos e privados; academias, clubes, centros de ginástica e congêneres. Estão suspensos o funcionamento de shoppings centers, galerias comerciais e estabelecimentos similares com exceção de supermercados, farmácias e estabelecimento que prestem serviços de saúde. A medida serve também para feiras e exposições e a indústria, com exceção da-

quelas do ramo farmacêutico, químico, alimentício, de bebidas, produtos hospitalares ou laboratoriais, gás, energia, água mineral, produtos de limpeza e de higiene pessoal, bem como os respectivos fornecedores e distribuidores. O decreto estabelece, também, a suspensão da frequência a barracas de praia, lagoa, rio e piscinas públicas ou quaisquer outros locais de uso coletivo e que permitam a aglomeração de pessoas. Fica suspensa, ainda, a operação do serviço de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros, regular e complementar, assim como o serviço de trens urbanos. “O decreto é o instrumento legal para transmitir a todos o apelo que está sendo feito em todo o mundo: fiquem em casa, evitem o contágio; protejam os idosos, que são mais vulneráveis; lavem as mãos EDILSON OMENA

Governador, entre prefeito e secretários de Saúde, destaca que medidas objetivam proteger a população sempre que for possível e sigam as orientações das autoridades sanitárias”, apelou o governador. Não serão afetados pelo decreto os órgãos de imprensa e meios de comunicação e telecomunicações, estabelecimentos médicos, odontológicos para emergências, hospitalares, laboratórios de análises clínicas, farmacêuticos, psicológicos, clínicas de fisioterapia e de vacinação; distribuidoras e revendedoras de água e gás, distribuidores de energia elétrica, serviços de telecomunicações, segurança privada, postos de combustíveis, funerárias, estabelecimentos bancários, lotéricas, padarias, clínicas veteriná-

rias, lojas de produtos para animais, lavanderias, oficinas mecânicas e supermercados/ congêneres. Durante a suspensão das atividades, lojas e outros estabelecimentos comerciais também poderão funcionar por meio de serviços de entrega, inclusive por aplicativos. É proibido, entretanto, o atendimento presencial de clientes nas dependências do negócio. FACULTATIVO Fica decretado também ponto facultativo para os servidores e empregados dos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual até o dia 27 de março. Serão mantidos, entretanto, os serviços

MACEIÓ

Atividade comercial nas orlas também está suspensa

Nas orlas de Maceió, apenas estabelecimentos ligados ao abastecimento alimentar podem funcionar

A Prefeitura de Maceió publicou, em edição suplementar do Diário Oficial do Município (DOM), o Decreto 8.851 com as medidas a serem tomadas em âmbito municipal. De acordo com a decisão, estão suspensas, por 15 dias prorrogáveis, toda atividade comercial nas orlas marítima e lagunar da cidade. A exceção é para estabelecimentos ligados ao abastecimento alimentar, como o Centro Pesqueiro, balanças de pescados e similares. Segundo o prefeito Rui Palmeira, o momento exige estas medidas restritivas,

mas que para elas sejam efetivas é necessário a contribuição de todos. “As medidas são mais restritivas em relação ao convívio social, mas importantes para diminuir a proliferação do vírus em nossa cidade e em nosso Estado. Neste momento, contamos com a contribuição de cada cidadão. Pedimos para que cumpram seu papel, que se cuidem e cuidem das pessoas que estão ao seu redor”, destacou. Também a partir deste sábado (21), as praias, lagoas e rios apenas podem ser frequentadas para a prática de atividades físicas indi-

de fornecimento de água e aqueles prestados pelas secretarias de Saúde, Segurança Pública, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Perícia Oficial e da Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal). Durante a vigência do decreto, todo e qualquer veículo de transporte rodoviário de passageiros, regular ou alternativo, proveniente de estados onde já foi decretada situação de emergência por causa do novo coronavírus, deverá passar por inspeção da Polícia Rodoviária Estadual, quando da entrada em território alagoano. O objetivo é verificar a presença de passageiros com sintomas da Covid-19.

viduais, como caminhadas e corridas. Os praticantes devem respeitar a distância mínima de um metro entre pessoas. A medida também vale por 15 dias prorrogáveis. Com o objetivo de garantir o cumprimento das determinações, os agentes dos órgãos municipais atuarão na fiscalização das medidas em conjunto com a Segurança Pública do Estado. O Decreto determina ainda a suspensão, a partir da próxima segunda-feira (23), do atendimento presencial ao público em todos os órgãos municipais por sete dias prorrogáveis. Durante este período, as demandas serão atendidas pelos canais de comunicação de cada secretaria. Mais informações podem ser encontradas no http://www.maceio.al.gov. br/coronavirus/.


6

CIDADES

AILTON VILLANOVA AÍLTON VILLANOVA

aílton.villanova@gmail.com

Com Diego Villanova

Igual a Cristo!

D

esde a época em que era acadêmico de medicina no

Recife, Latércio Bezerra Villanova é presepeiro e gozador ao extremo. Até quando foi preso sob a acusação de subversivo, naquele período de “caça às bruxas” promovida pela milicada ditadurística (conforme diria Odorico Paraguaçu), o cara zonava com a cara de todo mundo dentro da prisão, incluindo os coronéis. Tempos depois, liberado pela ditadura, conseguiu se formar, juntamente com o irmão, Lupércio, e os dois, então, abriram uma clínica médica na periferia do Recife, destinada ao povão. Ouro dia, ele me contava, pelo telefone: - Minha responsabilidade agora aumentou, primo. Inventei de tirar uma onda com um paciente meio pirado e terminei virando “santo”, já pensaste? - Não me diga que está fazendo milagre! – aventurei. - É por aí... Vou lhe contar como ocorreu esse barato. Contou. Villanova atendia seus pacientes quando, em dado momento, entrou no consultório um sujeito com a maior cara de preocupação. Sem pedir licença e nem nada, o cara

abriu a boca e disse que havia sido acometido das mais cabeludas moléstias do mundo. O médico escutou a história do inusitado paciente e concluiu que ele não passava de um tremendo hipocondríaco. Mesmo assim, cumpriu o seu papel, dispensando-lhe a melhor das atenções. - Olha, meu amigo... – começou a dizer doutor Latércio. Aí, o cara o interrompeu: - Peraí, doutor! Já sei o que o senhor vai falar... - Bom... - O senhor vai falar que o meu caso é gravíssimo, não é? - Bem, eu... - Diga! Diga, doutor! O mínimo o senhor vai me pedir é para fazer um monte de exames... Nesse momento, a veia humorística do doutor Latércio começou a funcionar e ele pegou o cara pela palavra: - Exatamente! Vou pedir uma sequência de exames. O senhor não quer? - Mas é claro que eu quero! Adoro fazer exames! Latércio Villanova requisitou os exames. Uma semana depois, o indivíduo voltou à clínica carregando uma batelada de papéis. Jogou tudo em cima da mesa do médico, respirou fundo e disse: - Pronto, doutor! Leia tudo e me prepare logo a declaração de óbito!

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

O esculápio leu tudo o que diziam os resultados dos exames, encarou o paciente, balançou a cabeça e ficou assuntando o tempo. E o paciente, apreensivo: - Tô praticamente morto, não é doutor? Minhas doenças são muito graves, não são? Fale a verdade, seja sincero, doutor... E Villanova, na maior cara de pau: - Vamos colocar o seu problema da seguinte maneira... Se eu conseguir curá-lo, ou melhor, se o senhor não morrer dentro de uma semana, serei tão famoso quanto Jesus Cristo! O hipocondríaco não morreu, claro. Por isso, doutor Latércio Bezerra Villanova ganhou a fama de milagreiro, no estado de Pernambuco.

MACAQUINHO TRELOSO

O empresário Melárdio Botelho possui um cão pastor alemão que é o campeão da raça no Nordeste. Inteligente, o animal só falta falar. Dia desses, Melárdio deu uma festa em casa para comemorar o aniversário natalício de um dos seus netos mais novos, com a presença de dezenas de convidados, muita bebida e comida adoidado. A certa altura da festa, os donos da casa se descuidaram do cão e ele andou comendo restos comida gordurosa. Resultado: dia seguinte, o

animal estava com uma disenteria infeliz. Melárdio deu pra ele um monte de antidiarreico e nada da caganeira parar. Era cocô pra todo lado. E o mau cheiro? Dona Felisberta, a dona da casa, apavorou-se com a situação do cachorro e aí apelou para o marido: - Melárdio, meu amor, vamos levar o pobrezinho pro veterinário. Se ele continuar assim vai morrer desidratado! Mais depressa do que imediatamente, marido e mulher pegaram o cão, acomodaram na mala do automóvel e se mandaram à clínica veterinária. Antes, porém, Melárdio tomou a iniciativa de tampar o fiofó do coitadinho com uma rolha, fim de estancar o cocô. No meio do caminho, Melárdio deu uma parada rápida para admirar um macaquinho muito interessante, que fazia piruetas numa árvore. O danadinho do primata com toda certeza havia fugado da casa do dono. E o que o bom Melárdio fez? Apanhou o macaquinho e o prendeu no porta-malas, juntamente com o cachorro cagão. Feito isso, seguiu viagem. Momentos depois, ao estacionar na porta do veterinário, o carro exalava um mau cheiro terrível e a mulher reclamava mais do que bode embarcado. Ao reparar na cena, o doutor assustou-se. Quando Melárdio abriu o porta-malas, estava tudo inundado de cocô ralo. E o macaquinho, coitadinho, com a mão na venta e os olhos arregalados, tentando colocar a rolha de volta no lugar.

Covid-19: AL tem 6 casos confirmados e 53 em investigação

EDILSON OMENA

Segundo o Ministério da Saúde, até sexta no país já eram 904 registros de coronavírus e 11 mortes em decorrência da doença

A

Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) informou nessa sextafeira (20), que Alagoas tem seis casos confirmados para Covid-19, além de 53 casos em investigação e 38 descartados. Os seis casos confirmados estão localizados em Maceió. Durante uma transmissão ao vivo no final da tarde dessa sexta, o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, apresentou ao público que acompanhou a live, o cenário epidemiológico em relação ao estado. “Em relação à origem da possível infecção dos casos confirmados tivemos relatos de deslocamento para outros países e contato próximo de

caso confirmado no Estado de São Paulo. Seguimos monitorando toda a situação e é importante destacar que o Laboratório Central de Alagoas [Lacen-AL] já realizou mais de 20 exames”, informou o secretário Alexandre Ayres. Quanto aos 53 casos em investigação, 45 estão em Maceió; 2 em Ouro Branco, 1 em Penedo; 1 em Rio Largo; 2 em São Miguel dos Campos; 1 em São José da Laje; e 1 em Flexeiras. Os contatos dos casos suspeitos estão sendo monitorados pela equipe do Cievs/ Sesau, da Secretaria Municipal de Saúde de Maceió e as vigilâncias dos respectivos municípios.

MACEIÓ

Alagoas tem seis casos confirmados para Covid-19, além de 53 casos em investigação e 38 descartados. Os seis casos confirmados estão localizados em Maceió

SUSPEITOS

Quanto aos 53 casos em investigação, 45 estão em Maceió; 2 em Ouro Branco, 1 em Penedo; 1 em Rio Largo; 2 em São Miguel dos Campos; 1 em São José da Laje; e 1 em Flexeiras

A Sesau informou que tem reiterado a necessidade de que a pessoa com histórico de viagem recente ao ex-

Alagoanos que viajaram a Portugal tentam voltar para casa ANA PAULA OMENA REPÓRTER

Números preliminares apontam que 883 turistas brasileiros estão retidos em Portugal e deverão retornar ao país até ao próximo domingo (22). Alagoanos que compraram um pacote de cruzeiro pela CVC encontram-se isolados em um quarto de hotel. “Estamos com passagens marcadas para o dia 24, remarcaram para o dia 25, e agora estamos aguardando sermos repatriados até domingo, mas não sabemos se é verdade”, disse Jaguaracira de Melo. “Metrôs, trens, ônibus, shoppings, pontos turísticos, tudo vazio. Apenas supermer-

cado funcionando e com longas filas, fraudas já faltam”, frisou. De acordo com a alagoana, o clima é tenso. Já não há mais dinheiro, comida e local onde ficarem. “Os hotéis não estão mais recebendo pessoas. O transporte está aberto, sendo gratuito para evitar contato com o dinheiro”. Para Jaguaracira de Melo o que mais impressiona é o descaso da ausência de informações por parte da CVC. “Compramos o pacote em agosto e uma semana antes da epidemia entramos em contato com a CVC para desistir, mas fui informada de que em Portugal não tinha caso nenhum, que a viagem estava confirmada, todos os portos abertos, e que perderia 40% do valor pago

caso desistisse”, salientou. Segundo ela, o grupo de alagoanos é grande em Portugal na mesma situação. “O aeroporto está lotado, a maior bagunça. Queremos uma resposta concreta da CVC, estamos apreensivos”, concluiu. REPATRIAMENTO Uma ação de repatriamento está a ser coordenada pelo Ministério do Turismo do Brasil, em conjunto com o Ministério das Relações Exteriores e com as companhias aéreas brasileira Azul e portuguesa TAP. “Esta é a terceira de uma série de ações coordenadas pelo Ministério do Turismo para repatriar brasileiros que estão em outros países durante a pandemia de coronavírus”, diz um comunicado do executivo do Brasil.

Secretário Alexandre Ayres diz que Sesau monitora situação no estado e que o Lacen já realizou mais de 20 exames terior ou aos municípios de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Belo Horizonte e/ou que tenha tido contato com caso suspeito ou confirmado de Covid-19 e não apresente sintomas, permaneça em casa em isolamento voluntário. No caso de apresentar sintomas respiratórios e febre, buscar atendimento em unidade de saúde, hospitais privados ou Unidades de Pronto Atendimento (UPAS). BRASIL No Brasil, o número de

mortes em decorrência da Covid-19 subiu de seis para 11 entre quinta-feira (19) e sexta-feira (20), conforme atualização divulgada pelo Ministério da Saúde. Deste total, nove foram identificadas em São Paulo e duas no Rio de Janeiro. Os casos confirmados da doença saíram de 621 para 904 entre os balanços de quinta e sexta-feira. São Paulo acumula 396 casos, seguido por Rio de Janeiro (109), Distrito Federal (87),

Ceará (55), Rio Grande do Sul (37) e Minas Gerais (35). Além desses estados, foram mapeados casos na Bahia (33), Paraná (32), Pernambuco (30), Santa Catarina (21), Goiás (15), Espírito Santo (13), Mato Grosso do Sul (nove), Acre (sete), Sergipe (seis), Piauí e Amazonas (três), Pará (dois) e Mato Grosso, Rio Grande do Norte, Paraíba, Amapá, Tocantins, Rondônia (um). Apenas Roraima não apresenta casos confirmados.

CORTESIA / JAGUARACIRA DE MELO

Alagoanos em Portugal que compraram pacote de cruzeiro pela CVC aguardam isolados em quarto de hotel


CIDADES

CIDADES EMFOCO

Após três anos na cidade polo sertaneja, foi para a região da Bacia Leiteira, trabalhar em Batalha. Em seguida, por meio de permuta, seguiu para Limoeiro de Anadia, município do Agreste que antecedeu sua transferência para Arapiraca.

ROBERTO BAIA

HISTÓRICO EXEMPLAR

robertobaiabarros@hotmail.com

Merecida aposentadoria

O

Procurador de Justiça Geraldo Magela Barbosa Piruá está aposentado do Ministério Público Estadual (MPE). Após mais de quarenta anos dedicados ao órgão ministerial, com assiduidade e zelo, Dr. Geraldo Magela revela, em entrevista exclusiva, passagens marcantes de sua carreira profissional e o que pretende fazer a partir de agora.

Na cidade mais importante do interior alagoano, atuou por cerca de 15 anos, inclusive como diretor operacional das promotorias arapiraquenses. Geraldo Magela tem histórico exemplar no MPE, passando de promotor a procurador de justiça, membro do Colégio de Procuradores e do Conselho Superior, concluindo sua folha de serviços prestados na condição de Corregedor Geral do Ministério Público Estadual de Alagoas.(Com Fernando Vinicius).

COMITÊ DE CRISE

Através de um vídeo publicado na manhã de sexta-feira, 20, nas redes sociais, o prefeito de Arapiraca Rogerio Teófilo (PSDB) anunciou a criação de um comitê de crise para conter o avanço do coronavírus em todo o município.

ALERTOU A POPULAÇÃO

ATUAÇÃO DESTACADA

Formado em Direito pela Universidade Federal de Alagoas, ele conta que ingressou no Ministério Público Estadual em janeiro de 1978, por meio de concurso público. Sua primeira missão no MPE o levou para o Alto Sertão de Alagoas, atuando na promotoria de Delmiro Gouveia.

Rogerio disse que o momento que está vivenciando a saúde em todo o País é muito grave. O gestor alertou a população para ficar em casa e assegurou que toda a equipe da secretaria municipal de Saúde está empenhada em trabalhar pela população de Arapiraca.

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

JANELA PARTIDÁRIA

Há poucos dias para o final da janela partidária, que é quando os políticos podem trocar de partido sem a perda do mandato, os números apontam que o PSDB de Arapiraca é o que mais vai sair ganhando. Ao todo, serão ao menos 10 vereadores que vão compor o partido do prefeito Rogério Teófilo e do senador Rodrigo Cunha.

REFORÇO

O número final pode chegar a 13 dos 17, muito mais do que a previsão indicava quando a janela for aberta no dia 5 deste mês, seguindo até 4 de abril. A filiação em massa vai reforçar o grupo que busca renovar o mandato do prefeito Rogério Teófilo, além de tentar eleger 7 ou 8 vereadores no pleito agendado para o mês de outubro. (Com Paulo Marcello).

LOTEAMENTOS ILEGAIS

Os loteamentos abertos, vendidos como imóveis fechados, começaram a ser construídos em Arapiraca a partir de 2006, aí, deu-se início à farra das construtoras. Dezenas de loteamentos abertos, construídos no período de 2007 até 2017 são ilegais, e o pior, foram vendidos com preços supervalorizados, como condomínios e residenciais fechados. Hoje, são milhares de famílias lesadas e desinformadas sobre este assunto, que moram em loteamentos abertos, certas de que estão em um imóvel com valor compatível ao imóvel construído em condomínio.

7

ILUDIDOS PELAS CONSTRUTORAS

Todas as transações lesaram milhares de famílias, que compraram seus respectivos imóveis iludidos pelas construtoras e imobiliárias que venderam gato por lebre. Contudo, na sua grande maioria financiada pela Caixa Econômica, no programa “Minha Casa, Minha Vida”, com o devido preço de um imóvel situado em um residencial ou condomínio.

MULTAS

São 27 loteamentos e condomínios irregulares, comprovados até agora, pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, que vem tomando as medidas necessárias para as devidas autuações e as consequentes regularizações. Já são mais de quatro milhões de reais, em multas, para as respectivas empresas construtoras.

PROCEDIMENTOS BUROCRÁTICOS

O secretário Várany Kelthone relatou que alguns empresários da construção muravam os terrenos, enquanto pertenciam a particulares, o que é legal. Todavia, alguns empresários da construção civil, muravam o terreno enquanto estavam em nome de particulares, na sequência, partiam para os procedimentos burocráticos na prefeitura de Arapiraca, exemplo; alvarás, e estudos técnicos para a construção das casas, em loteamentos abertos. Porém, alguns desses loteamentos já estavam murados, e outros, murados após a construção das casas. (Com Carlo Bandeira). ... Com a chegada do período chuvoso, é comum o aumento no número de pessoas com resfriados, gripes e doenças respiratórias. Os sintomas gripais são muito parecidos em relação aos sintomas do Coronavírus (Covid-19).

“Mina 7 é a que oferece maior risco de colapso”

EDILSON OMENA

Pesquisador afirma que é preciso adotar medidas para evitar rompimento

EVELLYN PIMENTEL REPÓRTER

O

Serviço Geológico do Brasil (CPRM) divulgou esta semana um relatório técnico de análises interferométricas – imagens de satélite que identificam movimentações -, feitas entre 2018 e 2019. O relatório aponta para uma continuidade no afundamento dos bairros do Pinheiro, Bebedouro, Mutange e Bom Parto. O pesquisador Abel Galindo, que vem realizando estudos paralelos sobre o processo, analisou o relatório e afirma que atualmente o maior risco de colapso está na Mina 7 situada entre a sede operacional da Braskem e a Casa de Saúde José Lopes, no bairro do Mutange em Maceió. Galindo afirma ainda que é preciso adotar medidas que impeçam o possível colapso da cavidade. Tribuna Independente –

O relatório da CPRM aponta para um afundamento acumulado de 714mm desde 2016, período da coleta de análises. Além disso faz um destaque especial para a região da Mina 7. Qual seria o risco para essa cavidade? Abel Galindo - Nos últimos oito dias eu venho fazendo cálculos de estabilidade de algumas minas, principalmente aquelas que têm diâmetro maior, destacado pelo relatório dos alemães. E entre essas minas, a que tem o maior diâmetro, das minas que subiram, a mina 7 é a que se destaca. E de todas as minas que eu vi que valeria a pena dar uma verificada sobre a estabilidade delas, realmente a mina 7 é a que oferece maior risco de haver um sinkhole, um colapso. Para a minha surpresa no relatório da CPRM está justamente o destaque para a mina 7, que é a mais perigosa de todas, a que pode realmente romper é

a mina 7, não deixando de dizer que outras minas poderiam também no futuro se nada for feito, vir a romper. De um modo geral, o relatório mostra que o mais preocupante é a mina 7, onde é mais provável de se ter um colapso. Essa mina 7, você olhando para a casa de saúde José Lopes, ela fica na lateral esquerda da casa de saúde José Lopes. Essa é a mina mais perigosa de todas. E eu venho repetindo, com meus cálculos e esse relatório de interferometria só vem confirmar que essa mina tem uma deformação específica maior do que a área que está afundando. A área toda tem deformação em torno de 24cm por ano, já na região da mina 7, são 28cm. É o ponto crítico de toda essa deformação Tribuna Independente – Existe uma área considerada de maior risco, ou que afunde mais nos quatro bairros? Abel Galindo - A interfe-

rometria mostra de novo que realmente ali na parte baixa, pegando da encosta do Mutange até a margem da lagoa é a parte que afunda mais. Tribuna Independente – Considerando os dados da primeira interferometria apresentada ano passado com dados de 2016 a 2018 e essa, quanto representa o afundamento? Abel Galindo – O destaque que é preciso fazer é que, se você pegar a primeira interferometria, apresentada pelo Thalles da CPRM, lá no Senado no ano passado, a interferometria que eles apresentaram mostra que ali onde está a casa de saúde José Lopes, a sede da Braskem de campo, que tem ocorrido no ano de 2018 um afundamento na ordem de 18,8cm no ano de 2018. Agora vem o relatório que mostra que o afundamento passou de 19cm para 24cm por ano. Então aumentou aí diante desses resultados, 5cm por ano, foi a

Afirmação de Abel Galindo é baseada em relatório técnico da CPRM deformação. Como um todo a deformação continua lenta, mas consistente. Tribuna Independente – Também esta semana, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) anunciou a suspensão das atividades de embarque e desembarque na estação do Mutange. O que especificamente está havendo naquela região? Abel Galindo - Em relação ao VLT, no relatório de fevereiro de 2019 mostra uma deformação na ordem de 14cm ano no máximo. Agora está apresentando 17,5cm aproximadamente. Então o aumento não é tão grande assim, foi de 3cm por ano, é o que está no relatório. Está deformando na faixa de 17,5 e não foi uma deformação tão preocupante, existe, mas é lenta. Tribuna Independente – Em relação à Lagoa Mundaú, quais informações se tem até agora ? Abel Galindo - Quando eu falo que a deformação em baixo, entre a Major Cícero e a Lagoa Mundaú, em 2018 se teve um afundamento de 19cm e em 2019 de 24cm, houve uma velocidade um pouco maior de deformação. Em 2019 soma-se a 2018 mais 24cm. Como também está no relatório, essa parte fora da lagoa, entre a margem atual e a Avenida Major Cícero, temse um acumulo nesses últimos três anos e meio de mais de 71cm. Foi um afundamento maior em 2019, do que em 2018. Agora eu quero relembrar que é na parte fora da água. Porque dentro da água eles não têm informação do que aconteceu nos últimos dez anos. Eu mostrei que através de imagens de satélite do Google, do mapa, e investigando, medindo, fazendo medições em campo e pegando informações de pessoas da região, eu cheguei a conclusão de que a antiga margem da lagoa ali tem um avanço de 150 metros. O quanto a lagoa submergiu a área da casa José Lopes e continua avançando. Na parte

submersa, onde era a antiga margem tivemos um afundamento de dois metros ou mais. Tribuna Independente – A CPRM elencou algumas recomendações à Braskem e aos órgãos públicos. A finalidade é prever possíveis colapsos? Abel Galindo - O que a CPRM fala no relatório é que para monitorar o risco de haver um colapso é preciso a instalação de sensores que medem sismos, são microssismógrafos. Esses equipamentos são instalados dentro das cavidades, ao longo da perfuração dos poços. Então já existe a recomendação porque esse equipamento acusa no caso de um iminente colapso, dá para acusar com alguma antecedência, de um dia, dois dias. Isso é importante que seja instalado. Tribuna Independente – Em sua avaliação o risco está aumentando? Abel Galindo - A medida que a cada ano vai aumentando mais e mais o afundamento, o risco vai se agravando. Agora é importante medir. Nos meus cálculos a mina 7 subiu 200 metros. Como a deformação ainda está acontecendo é porque os tetos estão desabando. É muito importante que seja verificados e o teto da mina 7 continua subindo. No relatório dos alemães a mina 7 e 17 não pararam de subir. Nos meus cálculos se a mina 7 subir 150m chegando a uma altura de 600m ela desaba e entra em colapso. Isso aí é o que meus cálculos dizem e há uma possibilidade muito grande. As outras eu fiz uns cálculos e a possibilidade é menor, a não ser que continue subindo. Mas mesmo que a mina 17 suba mais, exista uma segurança maior por conta do perfil geológico acima da mina 17. E a mina 7 tem o diâmetro maior de todos, de 150 metros, isso medido agora recente, enquanto que as outras têm diâmetro de cerca de 100m. Por isso, quanto maior o diâmetro, maior possibilidade de ruptura.


8

PUBLICIDADE

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020


BRASIL HISTÓRIAS DO

VELHO CAPITA Oitenta (3)

E

sses meus oitenta anos estão me remetendo a fatos marcantes em minha vida. Hoje me lembrei de minha entrada na Escola Preparatória de Cadetes de Fortaleza no longínquo ano de 1956. Era um menino. No primeiro dia distribuíram, para cada aluno, um enorme saco com fardamentos, equipamentos, manuais. Levei o saco nas costas e arrumei no armário, forrei a cama, coloquei minha primeira farda de brim verde: calça, camisa de mangas compridas, por cima de uma cueca samba canção, cinturão, um gorro na cabeça, por fim calcei um coturno preto de laços entrelaçados. Logo o sargento gritava: “Primeiro ano em forma!” Pela primeira vez entramos em forma. Passamos o dia recebendo instruções de como seria a vida na Escola. Dia seguinte entramos na rotina: alvorada às 5:30 da manhã. Vestido de calção de educação física, camiseta e tênis a turma foi levada para o campo de futebol onde os tenentes ministraram vários tipos de ginásticas planejadas. Retornamos para o banho. No alojamento vestimos o roupão com o sabonete na mão, corremos para o banheiro coletivo. Logo, fardados, nos levaram para o café da manhã. Satisfeito com a gororoba, marchando, cada tur-

ma dirigia-se para as salas de aulas. No primeiro ano só matérias básicas: aritmética, álgebra, geometria, trigonometria, português, inglês. Ensino puxadíssimo com excelentes professores. Às tardes nos ministravam Instrução Militar. Foi difícil a adaptação daquele menino da praia de uma infância extraordinária, livre, leve e solta na Avenida da Paz em Maceió. Várias vezes senti vontade de pedir desligamento da Escola, mas ao mesmo tempo a vontade de vencer aqueles obstáculos me dava força. Certa tarde de sábado fiquei indignado com um trote de um veterano, mandou que eu arrumasse seu armário, engraxasse coturnos, etc. Perdi meu sábado. Delatar jamais. Então eu decidi pedir desligamento e voltar para minha Maceió. Porém, houve uma santa coincidência, na segundafeira recebi uma carta de mau pai que decidiu minha vida para sempre. CARLITO, Meu afetuoso abraço. Recebemos a tua carta que nos encheu de alegria ao sabermos da tua satisfação aí na Escola, mas também de saudade do filho querido, que tanta falta tem feito.

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

Porém, Carlito velho, a vida é assim mesmo; é luta brava, principalmente na carreira que escolhestes. Temos absoluta certeza, e inabalável fé em Deus, que serás muito feliz. Não fraquejes ante nenhum obstáculo; enfrenta-o sempre de ânimo forte. Acostuma-te desde agora aos rígidos princípios da disciplina; aceita -a conscientemente, pois ela é a mais bela característica do soldado. Estuda, dedica-te com muito esmero às tuas obrigações escolares; este hábito salutar será constante na tua vida profissional e fator decisivo na carreira. O valor de um oficial está em função da sua cultura, do seu saber, do seu carinho aos afazeres profissionais. Procura, desde já, meu filho, ser “Caxias”. Mas “Caxias” sem intransigência. Correto no cumprimento dos deveres, porém humano, delicado, sereno e leal no tratamento com seus subordinados e companheiros. O oficial que assim procede é respeitado, acatado e querido por todos. Pensa sempre no bem do Brasil; sirva mesmo de rumo aos teus atos e ações o pensamento constante na grandeza da Pátria querida.

9

Porém, jamais te cumplicies aos aventureiros da política malsã, que infelizmente ainda infesta o Brasil. Seja sempre digno, mantenha sempre bem alto o alvo de tuas ambições e afetos; porém também sempre te lembres que são injustificáveis as “quarteladas” e a “ditadura”. São estes, meu filho, os conselhos gerais, que a experiência de mais de trinta anos de serviços do teu pai, que o carinho e o afeto que te dedico, que a vontade imensa de te ver vitorioso na carreira que espontaneamente escolhestes, me inspiram. São advertências saídas no mais íntimo do meu coração. Prepara-te, pois, para a vida, meu filho, certo de que nem tudo serão flores. Os espinhos, as ilusões surgirão fatalmente. Mas que nada abata o teu ânimo forte, o teu caráter, a tua dignidade, a tua coragem, o teu ardor cívico, o teu amor à carreira que abraçastes. Esta a única riqueza que teu pai pode legar. Guarda com carinho esta primeira carta que te escrevo e que a Divina Providência te faça muito feliz. Tua mãe e teus irmãos te abraçam. A saudade de seu pai. Mário Lima. (tenho essa carta guardada desde abril de 1956)

Sites pornôs lucram com o isolamento Produtora mais antiga do país registra um aumento médio de 312 assinaturas diárias com o isolamento social

N

em todo empresário está perdendo dinheiro com a crise do coronavírus. Mais gente confinada em casa e menos relacionamentos amorosos já fez com que ao menos um setor do entretenimento tivesse incremento imediato nas vendas: o setor dos filmes adultos. O site da Brasileirinhas, maior e mais antiga produtora de filmes eróticos do Brasil, está registrando o dobro de assinaturas diárias habituais desde a última segunda-feira —quando a pandemia começou a trancar as pessoas em casa de fato. Segundo a produtora informou à coluna, na semana passada houve uma média de 312 assinaturas diárias. Na segunda e na terça desta semana esse número passou para mais de 600. Somente nesta quarta-feira (18), até 12h, o site www.brasileirinhas.com.br já havia recebido 295 novos assinantes. O site tem dois planos: o de R$ 29,90 dá direito a assistir ao, digamos, “BBB” semanal com as atrizes. Para quem não sabe, todas as quintas a mansão da produtora na Grande São Paulo recebe

uma nova pornstar que passa uma semana sendo filmada quase que 24 horas por dia. Essa assinatura também dá direito a 5.000 horas de vídeo. A assinatura premium custa R$ 39,90 e, além do “reality” dá acesso a 1.045 filmes do acervo da produtora, sendo que 131 estão em 4K. Mesmo antes da pandemia, o setor dos filmes eróticos no Brasil já dava mostras de estar ao largo da crise econômica, com um faturamento milionário. ITALIANOS PREMIUM No mundo pornô internacional a notícia da semana foi o site Pornhub que liberou o acesso de conteúdo premium de sua plataforma para todos os italianos. A Itália tem sido um dos países mais afetados pelo vírus. O site também decidiu doar as receitas de março para os italianos. POR FALTA DE LAZER Cafés, restaurantes, ginásios, parques de diversões… aos poucos, todos os espaços que associávamos ao lazer estão a ser encerrados (ou a limitar muito a sua capacidade de lotação) no âmbito do plano de contingência para comba-

REPRODUÇÃO

PORNHUB

Mulheres também veem pornografia

Canais de TV e sites por assinatura de entretenimento adulto cresceram em acesso com o isolamento social ter o surto do novo coronavírus. Numa altura em que as pessoas têm muito tempo livre e poucas opções de entretenimento, parece que a indústria da pornografia é dos poucos negócios que continua a cres-

cer. O site Pornhub revelou não só que os seus números dispararam, como também que os utilizadores têm pesquisado ativamente pela palavra “coronavírus”. A tendência teve início no passado dia 25

de janeiro e continuou a aumentar. Nos últimos 30 dias, houve um total de 6.8 milhões de buscas que continham as palavras-chave “corona” ou “covid”. O pico aconteceu no dia 5 de março, com 1.5 milhões.

Existe o estereótipo de que as mulheres que vêm filmes pornográficos procuram essencialmente cenas românticas, porque, supostamente, esse é um fator essencial para aumentar a libido. Contudo, dados recolhidos ao longo de 2018 pelo PornHub provam o contrário. O site entrou em detalhes sobre as pesquisas dos utilizadores, dividindo-os por género, sendo que as mulheres compõem 29% do total de visitantes. “Lésbica” continua a ser o termo mais pesquisado pelo público feminino, seguido de “japonês” e de “hentai” (um subgénero do mangá e do anime caracterizado por personagens extremamente sexualizados, bem como por imagens e tramas sexualmente explícitas). Quanto às tendências, a primeira posição foi uma novidade: o jogo “Fortnite” é o mais popular entre homens e mulheres.


10

ÚLTIMASNOTÍCIAS

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

Vacinação anti-gripe começa 2ª feira Profissionais de saúde e idosos serão os primeiros a ser atendidos pela campanha; Dia D somente ocorrerá no dia 9 de maio

O

Ministério da Saúde inicia na segundafeira (23/3) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Nesta primeira etapa, os públicos prioritários são idosos e trabalhadores da saúde. Serão realizadas mais duas etapas em datas e para públicos diferentes, alcançando cerca de 67,6 milhões de pessoas em todo o país. A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos, até o dia 22 de maio. Para isso, foram adquiridas 75 milhões de doses da vacina, que já estão sendo enviadas aos estados. O dia “D” de mobilização nacional para a vacinação acontece no dia 9 de maio (sábado). Nesta data, os 41 mil postos de saúde ficarão abertos para atender todos os grupos prioritários.

Neste ano, o Ministério da Saúde mudou o início da campanha, de abril para março, para proteger de forma antecipada os públicos prioritários contra os vírus mais comuns da gripe. A vacina contra influenza não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para coronavírus, já que os sintomas são parecidos. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde. Estudos e dados apontam que casos mais graves de infecção por coronavírus têm sido registrados em pessoas acima de 60 anos, grupo que corresponde a 20,8 milhões de pessoas no Brasil. Por isso, a primeira etapa da campanha contempla esse público.

DIVULGAÇÃO

ALERTA

Vacina não é contra Covid mas combate três vírus

Campanha de vacinação somente combate os vírus H1N1 e H3N2

A etapa seguinte da campanha terá início no dia 16 de abril com objetivo de vacinar doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança e salvamento. A última fase, que começa no dia 9 de maio, priorizará crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade. Para viabilizar a campanha, o Ministério da Saúde investiu R$ 1 bilhão na aquisição de 75 milhões de doses da vacina. Até o momento, a pasta enviou aos estados 15 milhões de

doses e mais 4 milhões serão distribuídas até o final de março. A vacina, composta por vírus inativado, é trivalente e protege contra os três vírus que mais circularam no hemisfério sul em 2019: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2).A aplicação não protege contra a Covid-19. A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe envolve as três esferas gestoras do Sistema Único de Saúde (SUS), contando com recursos da União, das Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde. Em 2020, até a Semana Epidemiológica 11 (14 de março), foram registrados 165 casos e 13 óbitos por Influenza A (H1N1), 139 casos e 14 óbitos por Influenza B e 16 casos e 2 óbitos por Influenza A (H3N2).


ECONOMIA

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

11

Comércio apela para vendas on-line Em Maceió, aplicativos são ferramentas para ajudar pequenos empreendedores no isolamento por conta do coronavírus LUCAS FRANÇA REPÓRTER

C

om a diminuição do fluxo de pessoas e consequentemente quedas nas vendas, donos de estabelecimentos de vários seguimentos tanto da parte alta quanto da baixa de Maceió, estão usando a internet através de aplicativos de entregas, de mensagens instantâneas e até as redes sociais como a grande ferramenta para garantir a entrada de recursos financeiros e fidelização de seus clientes. A ideia dos pequenos empresários é seguir as recomendações dos órgãos de saúde - com isolamento social por conta do novo coronavírus (Covid-19), sem necessariamente parar de vez com as atividades de seus pontos comerciais. Eles dão opções para que o cliente possa fazer suas compras com maior conforto e segurança. Eles não suspenderam as atividades nas lojas, mas estão seguindo algumas recomendações e protocolos. Uma loja de suplementos, por exemplo, que tem sede na antiga Bomba do Gonzaga, no Tabuleiro dos Martins e no Conjunto Graciliano Ramos, foi intensificadas as vendas

via aplicativo de mensagens e redes sociais, com promoção de entrega grátis na compra a partir de R$ 50, em toda Maceió. Por lá, os pedidos e entregas em domicílio não param. “Ainda tem muito cliente vindo na loja. Mas, para garantir a segurança deles e dos funcionários estamos intensificando o protocolo de higiene várias vezes por dia com limpeza das prateleiras, maçanetas, máquinas de cartão, computador e etc. Como também disponibilizando o álcool em gel na entrada das lojas’’, disse uma das proprietárias Patrícia Virtuoso. AUMENTO Além disso, Patrícia conta que os pedidos via redes sociais aumentaram nos últimos dias. “As entregas de fato aumentaram bastante - já trabalhávamos com a divulgação e pedidos vias nossas redes socais, mas agora intensificamos para levar mais segurança aos clientes. Inclusive, os entregadores também segue o protocolo, sempre com álcool em gel na bolsa e uso de máscaras caso haja necessidade. Além disso, por conta do momento, estamos fazendo as entregas em toda Maceió totalmente grátis. Também tem a opção de fazer a transferência do

EDILSON OMENA

Algumas lojas fecham e cai o movimento no centro da capital alagoana

DIVULGAÇÃO

Trabalhadores informais precisam de políticas publicas para sobreviver

EDILSON OMENA

Patrícia Virtuoso, em sua loja de suplementos alimentares, faz entrega de mercadoria grátis para toda Maceió; na loja, protocolo de higiene valor da compra para que não precise pegar no dinheiro ou usar o cartão de crédito, e tem muitos que estão preferindo essa opção’’, diz. Na parte baixa de Maceió, vários estabelecimentos estão seguindo esse mesmo formato. A dona de uma loja de roupa e acessórios femini-

nos, Letícia Pimentel ressalta que já tinha o hábito de vender através das redes sociais, mas que agora intensificou. “Já tínhamos esse perfil de vender muito através das redes. Mas, agora intensificamos e começamos a focar nossas postagens e publicações visando toda essa questão

do isolamento social e consequentemente queda em nossas vendas na loja física”. Pimentel relata ainda que desde das primeiras recomendações para que as pessoas saíssem menos de casa, foi visível a diminuição de pessoas tanto na loja quanto circulando próximo.

“Agora, com esse novo decreto a situação piora. Houve a queda em vendas e até no fluxo de pessoas nas redondezas. Mas, estamos tentando manter o foco e sobre tudo sempre manter contato com nossos clientes através das redes sociais e vendas online”.

No interior, planejamento para não “quebrar’’ Com o novo decreto do Governo de Alagoas divulgado na sexta-feira (20), informando a situação de emergência e intensificando as medidas para a contenção e o enfrentamento ao coronavírus, proprietários de estabelecimentos comerciais do interior do estado também iniciaram seus planejamentos para não ‘’quebrar’’ de vez durante esse período de crise com a pandemia. As medidas estabelecem o fechamento por 10 dias de bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos comerciais similares. Estão suspensos o funcionamento de shoppings centers, galerias comerciais e estabelecimentos similares com exceção de supermercados, farmácias e estabelecimento que prestem serviços de saúde. Apesar da medida não afetar diretamente donos

de mercadinhos, os proprietários estão tendo mais cautela no atendimento e com o público interno - os funcionários. “Aqui em União dos Palmares ainda não teve registro de casos suspeitos e nem foi confirmado nenhum indivíduo com o coronavírus. Mas, intensifiquei meus serviços de entregas e divulgação de produtos nas redes sociais. Antes era feito na rede social do estabelecimento, agora fazemos em nossas particulares. Focando sempre na promoção e serviços de entrega em toda cidade para que a pessoa não precise se deslocar e acabar criando aglomeração’’, explica o proprietário de um mercadinho da cidade, Josival Gomes. Em Paulo Jacinto, região da Zona da Mata alagoana, os lojistas e donos de pon-

tos comercias de vários seguimentos também estão usando as ferramentas online para continuar com suas atividades. “Estamos com horários reduzidos e ficaremos só com a porta principal aberta pela metade, e nosso funcionamento será mais por entregas em domicílio para evitar aglomeração e garantir a saúde de nossos clientes’’, explica a vendedora Letícia Lima, de uma loja de conveniência. CENTRO A reportagem da Tribuna Independente esteve na tarde da sexta-feira (20), no Centro de Maceió. Por lá não foi difícil constatar que muitos estabelecimentos estavam de portas fechadas logo cedo. E outros com poucas pessoas no interior. A vendedora Nilda da Silva conta que os funcionários foram liberados às 16h pela

falta de procura dos produtos oferecidos e a movimentação de pessoas. “A Loja estava parada. A situação é preocupante. As pessoas estão de fato com medo de ir as ruas, nunca tinha visto antes. Acredito que está todo mundo em pânico, e tem que ser de fato dito o que está acontecendo. Está muito pesada a situação e o comentário entre os funcionários de várias lojas. Será que de fato precisa desse isolamento? Tomando as medidas cabíveis seria possível continuarmos com nossa rotina? Vale explicar que essa doença é mais perigosa para pessoas do grupo de risco”, questiona, afirmando que pensa assim por conta que ao final muita gente vai perder o emprego, pois as lojas, os pequenos empresários não têm como ficar muito tempo parados sem as atividades. (L.F.)

Centro: Aliança Comercial diz que fluxo caiu 20% A Aliança Comercial de Maceió já começou a registrar queda no número de pessoas circulando no Centro antes mesmo do decreto. A diminuição já havia iniciado quando o Ministério da Saúde (MS), recomendação as pessoas que ficassem em casa. De acordo com a entidade, a redução do número de pessoas foi de 20% só entre os dias 17 e 18 de março. E a tendência é a de que esse percentual cresça ainda mais nos próximos dias. “A diminuição no fluxo de consumidores no centro da capital já era esperado devido às recomendações dos órgãos de saúde para

evitar aglomerações, nós já sabíamos que cairia o fluxo, mas sentimos essa queda rapidamente de um dia para o outro” disse Guido Júnior, presidente da Aliança Comercial de Maceió. IMPACTO O economista Emanuel Lucas disse que o impacto econômico no estado deve ser simular ao mundial com perda de até 5% do Produto Interno Bruto (PIB) segundo o Banco Mundial. “Ainda não temos como estimar financeiramente as perdas para Alagoas, mas pelas proporções e cálculos que já tem a nível

nacional e global, a queda deve ser simular por está dentro do contexto global da economia. Os principais setores afetados em Alagoas será o comércio e serviços por conta destas restrições impostas com o isolamento social. Mas, pode ser minimizados a partir de medidas do Governo Federal e estadual, como por exemplo, o adiantamento do décimo terceiro - que pode dinamizar. Outros problemas são os gastos na área de saúde que irá aumentar e deve ter algo para dinamizar também isso e equilibrar’’, explica o economista. Para o especialista, o

que preocupa no momento são os trabalhadores informais. “Mas, agora do ponto de vista do PIB de Alagoas, ela é dependente do setor de comércio e serviço, além da agricultura. Sem contar que tem a restrição de turismo que vai fazer circular menos recursos na economia. Mas, a perda maior são para os pequenos empresários e trabalhadores informais. Ou seja, tem que haver políticas públicas para esses trabalhadores que não tem seguridade social ou outros meios de sobrevivência, eles são os mais afetados’’, avalia Emanuel. (L.F.)


12

ECONOMIA

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

Jacarecica do Sul é praia para fugir do estresse do coronavírus

DIVULGAÇÃO

No município de Jequiá da Praia, local tem grandes atributos, é exótico, tranquilo e isolado CLAUDIO BULGARELLI SUCURSAL REGIÃO NORTE

E

m tempos de coronavírus, com mudanças de hábito, quase que isolamento social, é preciso evitar locais de concentração. Mas quem gosta de praia e sol, já que o fim de semana prevê dias quentes e ensolarados, que tal conhecer uma praia no Litoral Sul de Alagoas, deserta, bela, cheia de atrativos e que certamente lhes dará um dia de muito prazer. Estamos falando de Jacarecica do Sul, uma praia localizada a pouco mais de 50 km de Maceió, no município de Jequiá da Praia. O local tem grandes atributos, por ser isolada. É uma das melhores praias de

Alagoas, pois o seu visual é extraordinário, com suas falésias avermelhadas com até 15 metros de altura, contrastando com o mar de águas límpidas e areia clara. Selvagem A praia é bastante selvagem e deserta, apesar de ser uma das mais bonitas do Litoral Sul. Talvez a dificuldade de se chegar, por duas estradas de terra batida, um por dentro de um canavial, logo depois do Mirante do Gunga e outra partindo de Duas Barras, já em Jequiá da Praia, afasta um pouco as pessoas. Mas os curiosos e aventureiros podem aproveitar esse fim de semana e conhecer. O cenário de Jacarecica do Sul difere um pouco daquele composto basicamente por mar, areia e coqueiros.

O destaque deste trecho do litoral alagoano fica por conta das belíssimas falésias de cor avermelhada e ocre, contrastando com o azul do mar. As falésias possuem mais de 15 metros de altura e encantam os que se aventuram por lá, pois se revelam como um verdadeiro presente da natureza. Inclusive, é dessas falésias que se retira a areia colorida para a confecção do artesanato típico da região, areia colorida em garrafas. Tem uma grande extensão e uma ótima faixa de areia. Além disso, tem ao seu redor características nativas bastante preservadas. O local é muito bom para dar uma caminhada e contemplar a beleza do lugar. Seu mar tem a tonalidade

Falésias avermelhadas com até 15 metros de altura contrastando com o mar de águas límpidas entre o azul e o verde, com ondas moderadas e é procurada para que prática bodyboard. Para agregar mais prazer ao passeio, além do mar que vale a pena dar um mergulho, a uns 20 metros, existe uma lagoa de água doce para banhos relaxantes. Essa lagoa tem uma ca-

racterística muito interessante: na superfície a água e bastante fria, mas ao mergulhar a água é quente, que chega quase a queimar a pele do rosto. Não conta com infraestrutura de bares, barracas e restaurantes, então leve seus comes e bebes. Mas atenção, não deixe seu lixo na praia.

Até porque o local é meio que preservado, já que em certas épocas do ano, serve para reprodução de tartarugas marinhas. Da praia do Gunga até Jacarecica do Sul, o trecho acabou virando um santuário de desova desses animais dóceis e que estão ameaçados de extinção.

Ministério do Turismo facilita crédito e adia pagamentos para empresas DIVULGAÇÃO

Iniciativas visam manutenção de milhares de empregos e continuidade dos serviços à população

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, assinou portaria com uma série de mudanças que facilitam o acesso a crédito para micro, pequenos e médios empresários do setor com dificuldades financeiras por conta da pandemia de coronavírus. Por meio do Fundo Geral de Turismo (Fungetur), os empreendedores terão a suspensão dos limites impostos para a aplicação dos recursos do Fundo, ou seja, um prazo maior para começar a aplicar o dinheiro que financiaram, sendo 50% para fluxo de caixa e 90% para empreendimentos em municípios integrantes do Mapa do Turismo Brasileiro, outro programa do MTur. Além disso, as medidas englobam juros ainda mais baixos, a redução foi de 7% para 5%; mais tempo de carência no pagamento dos empréstimos, que aumentou

de seis meses para 1 ano, e o adiamento dos pagamentos de empréstimos para as empresas que estão adimplentes. Os contratos vigentes, na fase inicial de carência, também terão um prazo maior para pagamento de até seis meses. Um acordo de cooperação técnica com o Banco Regional de Brasília (BRB) para alinhar os recursos da instituição financeira previstos para o setor de turismo com as políticas do Ministério também está contemplado na portaria. Foi anunciada a liberação de R$ 381 milhões pelo Ministério, por meio do Fundo com suas 17 instituições financeiras credenciadas, para empréstimos. Para o ministro do Turismo, a portaria representa mais uma iniciativa do governo federal para enfrentar adversidades do período. “O presidente Jair Bolso-

naro e todo o governo estão empenhados em dar suporte ao empresariado em geral. O nosso objetivo é permitir que serviços turísticos atravessem esse momento delicado e, superado o problema, o turismo possa continuar contribuindo fortemente para a economia nacional e a geração de emprego e renda no país”, reitera Álvaro Antônio. Os empréstimos, com taxas diferenciadas, podem ser acessados por empreendimentos privados de toda a cadeia produtiva do turismo para, além de capital de giro, implantar, ampliar, modernizar ou reformar atrativos, além de adquirir máquinas e equipamentos. A contratação do crédito é permitida a prestadores de serviços elencados no art. 21 da Lei 11.771/2018 e que estejam devidamente inscritos no Cadastur, o cadastro oficial de operadores da área.


ESPORTES

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

Cartilha do futebol: o que os clubes querem dos atletas?

13

ASSESSORIAS CRB E CSA

Tribuna Independente conversou com os preparadores físicos de CSA e CRB sobre cuidados durante momento de isolamento JÚNIOR DE MELO

EDITOR DE ESPORTES

A

s atividades do futebol profissional estão suspensas no Brasil inteiro. Os jogadores dos clubes seguirão uma rotina de exercícios em casa. Além da manutenção da forma física, todos os atletas e membros do departamento de futebol receberam uma lista de orientações para prevenção ao coronavírus. Isso ocorreu nos clubes do eixo Sul-Sudeste e também em Alagoas. Tanto CSA como CRB estão nesse ritmo de resguardo e cuidados. A principal recomendação é clara: ficar em casa e evitar contato direto com pessoas na rua.

Uma cartilha com todas as orientações de prevenção, foi passada ao grupo. O teor do comunicado prevê as mesmas orientações passadas pelo Ministério da Saúde. A reportagem da Tribuna Independente falou com os dois preparadores físicos (CSA e CRB), Ambos entendem o momento delicado do mundo, e esperam que seus atletas cumpram o que foi determinado. “Passamos exercícios para todos fazerem em casa ou em alguns local em seus prédios. É importante que essa ação não cause risco. Destacar também o controle de alimentação com baixo teor calórico”, disse o preparador regatiano Léo Cupertino acrescentando. “Me disponibilizei a

estar com eles individualmente caso necessário para orientação de treinamento específico, pois temos atletas novos chegando ao clube e a necessidade de ir colocando todos no ritmo do nosso trabalho”. Do lado azul, Caio Gilli disse que foram elaboradas duas situações. Uma para quem tem possibilidade de atuar na academia do seu prédio, e outra para quem fica dentro de casa ou apartamento. “Treinar a questão física sem a bola fica difícil. Estamos em uma cidade litorânea e passamos algumas situações de trabalho de força na areia. Para acompanhamento, distribuímos GPS para os jogadores, assim no final saberemos quais foram os índices de cada um”, explicou.

REPRODUÇÃO

Léo Cupertino no CRB e Caio Gilli no CSA fizeram orientações para os jogadores de seus clubes

MANO?

Corinthians pode trocar de treinador durante isolamento

Thiago Nunes vive a pressão e a sombra de Mano Menezes para seguir no comando do Corinthians

PSG não aprovou saída de jogadores da França para seus países de origem Em meio à pandemia do coronavírus, Neymar e Thiago Silva decidiram viajar ao Brasil a contragosto do Paris Saint-Germain nesta semana. Era um desejo do clube a permanência de todos os jogadores do elenco na capital francesa até o final do confinamento na França, contra o risco de fechamento de fronteiras na América do Sul ou então para escapar de uma eventual obrigatoriedade de uma quarentena no retorno à Europa. Em uma posição colhida pela reportagem do UOL nos bastidores, o PSG argumenta que não autorizou a viagem dos brasileiros, mas

entende que não cabia uma proibição devido à gravidade da situação. Durante a semana o uruguaio Edinson Cavani também decidiu viajar para realizar a quarentena em seu país. Já no Brasil, Thiago Silva e Neymar estão sob o risco da explosão local do coronavírus levar a União Europeia impedir voos vindos do país - ou mesmo uma decisão exclusiva do governo francês. O cenário foi transmitido aos jogadores antes da decisão. Por sua vez, o outro brasileiro do elenco, o zagueiro Marquinhos, decidiu permanecer em Paris com a família. Outra ques-

tão colocada como hipótese pelo PSG é a obrigatoriedade de quarentena de Thiago Silva e Neymar caso o Brasil enfrente altos índices de coronavírus, em uma hipótese de cenário, pensando na projeção otimista de que a França terá solucionado a situação interna antes disso. Como exemplo, os jogadores do clube chinês Wuhan, a cidade onde o coronavírus se originou, foram colocados em confinamento solitário após seu retorno à China nesta semana, depois de passar um mês e meio na Espanha, onde o Covid-19 se espalhou amplamente.

Timão pode mudar o comando técnico. A última vitória do Corinthians foi na eliminação da Libertadores para o Guaraní, do Paraguai, em 12 de fevereiro. Em suas últimas entrevistas, Tiago Nunes reconheceu que os resultados não vêm sendo bons, mas apontou evolução no rendimento do time. O treinador tem contrato até o fim do ano. Nunes entrou na quarentena do futebol brasileiro pressionado no cargo de técnico do Corinthians. Embora ainda respaldado por uma parte da diretoria alvinegra, ele já não é unanimidade no clube e sofre críticas não só pelos maus resultados obtidos, mas também por decisões tomadas. Após dois meses e meio de trabalho no Corinthians,

Tiago Nunes também lida com a sombra de Mano Menezes, técnico que agrada ao presidente Andrés Sanchez e alguns de seus aliados. Livre no mercado desde que deixou o Palmeiras em dezembro do ano passado, ele é apontado como uma alternativa em caso de troca de comando. Eliminado na primeira fase da Libertadores e praticamente fora do Paulistão, o Timão tem aproveitamento de 38% em jogo oficiais em 2020 - três vitórias, cinco empates e quatro derrotas. Apesar de os maus resultados virem desde fevereiro, a pressão sobre Tiago Nunes começou apenas nas últimas semanas, quando a equipe, mesmo tendo tempo para treinar, não apresentou evolução.

A pausa nas competições levantou dúvidas na diretoria do Corinthians sobre como conduzir a situação. Manter Tiago Nunes agora e demiti-lo quando os jogos forem retomados, caso o time siga jogando mal, representaria a perda de um tempo precioso na avaliação de alguns cartolas. Porém, dois pontos jogam a favor de Tiago Nunes: a diretoria corintiana entende que o elenco também tem parcela grande de culpa pelo desempenho ruim e precisa ser cobrada. Demitir o técnico agora poderia eximir os atletas da responsabilidade. Trocar o treinador agora iria contra o discurso pregado desde o ano passado, de que Tiago Nunes foi contratado para mudar o estilo de jogo da equipe, algo que demanda tempo. Por outro lado, as contestações são muitas. Escalações e substituições não agradaram e também há críticas sobre a forma de se relacionar com os atletas. Recentemente, algumas regras incomodaram.

ASCOM PSG

Neymar veio para o Brasil e Cavani foi para o Uruguai durante o período de isolamento do Covid-19


14

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

AS DESIGUALDADES DO MUNDO E SEUS RITMOS Armas, Germes e Aço é um livro que trata dos destinos das sociedades humanas e o porquê dos ritmos destoantes de desenvolvimento nos diferentes continentes e a consequente desigualdade

B

iólogo, Fisiólogo, Biogeógrafo são alguns dos campos de formação de Jared Diamond. Contudo seus livros de não ficção abrangem uma gama cientifica de inúmeras áreas, como arqueologia, história e linguística. Justamente essa amplitude de conhecimentos permitiu que fosse possível condensar 15 mil anos de história humana nas 400 páginas de Armas, Germes e Aço. Claro, não se pode incorrer no erro, e o próprio autor ressalta esse fato, de criar uma obra completa, máxima, sobre o tema. Contudo é possível ter um vislumbre e, porque não, uma síntese da estrutura das sociedades humanas e sua evolução pela geografia da terra nesse tempo evolutivo. Não é um baque revolucionário onde dormimos homo erectus e acordamos homo sapiens, essa taxação passa a não servir na perspectiva de que estamos sempre em transformação, já que o termo evolução não é sinônimo direto de melhora, sendo que nessa visão o termo mais correto seria adaptação, portanto, o ambiente nos força a adaptar, no caso, por meio de transformação. O incrível do discurso do autor é que há uma manutenção nessa lógica a partir dos homens primitivos que passam eles a mudar o ambiente, mas sempre sofrendo a pressão do mesmo. Dentre os objetivos principais de Diamond nesse livro, que ganhou o prêmio Pulitzer de não-ficção em 1998, é demonstrar que as influências geográficas é que definiram quais regiões do planeta permitiriam que sua população habitante tivesse condições de subjugar as demais durante o tempo. Negando qualquer relação biológica pra esse fato, largando mão de qualquer tipo de determinismo, o autor usa a geografia e toda a influência vinda desse fato para atestar que as escolhas que aparentam ser uma decisão consciente de um grande homem, de um grupo, tribo ou civilização de uma região, na verdade não passam de uma construção feita por pessoas ou civilizações anteriores e, em muitos casos, influenciadas ape-

nas pela necessidade ou pelo ambiente que dispunham acesso. Interessantes conclusões que essa pesquisa realizada no livro nos traz, ampliam, mesmo para alguém da área, o campo de conhecimento, pois oferece novas relações entre os acontecimentos além de abranger inúmeras áreas do conhecimento para fornecer uma análise relativamente complexa e bem estruturada da nossa história como espécie. A explicação baseada na geomorfologia mostra, por exemplo, porque o eixo Leste-Oeste da eurásia proporcionou importantes trocas e descobertas pelo homem primitivo ao contrário do eixo Norte-Sul americano, que tornou problemático a difusão da domesticação de animais e plantas entre as sociedades nativas, bem como os desertos, montanhas e mares que provocaram o isolamento de diversas proto-civilização promissoras sob a visão tecnológica. Além disso, dificuldades de nível biológico, como a mosca tsé-tsé que impedia o sul e centro da África de possuir animais domésticos importantes, como cavalos e/ou a ausência de plantas selvagens de fácil domesticação ou com um valor nutricional muito baixo. Essas são algumas das respostas levantadas pelo autor, que acerta, baseado em dados de diferentes origens, inclusive heranças linguísticas e seus desdobramentos, que as civilização que “deram certo” são em partes vinculadas ao ponto de partida geográfico e não á herança genética, ou seja, o determinismo biológico ou alguma espécie de eugenia. Uma obra acessível, atraente tanto para estudantes e/ou conhecedores da área afim como para leigos que gostariam de estruturar melhor seu entendimento sobre a caminhada de nossos antepassados até aqui, pois mesmo com um bom conhecimento as relações realizadas por Diamond são bem originais, além de unir diversos segmentos de estudo para formular sua tese, tornando-a, mesmo que sintética, é bem abrangente.

Site do Grammy vai liberar inéditas da premiação 2020 O museu do Grammy, em Los Angeles, está fechado por causa da pandemia de coronavírus, e por isso, a Academia decidiu liberar vários materiais inéditos em seu site durante este período. A partir de 1º de abril, entrevistas e performances de artistas premiados estarão disponíveis online para todos os usuários no site da premiação. São entrevistas e apresentações inéditas, gravadas pela Academia, de artistas como Billie Eilish, Greta Van Fleet, Brandi Carlile, Yola, Bob Newhart, Kool and the Gang, X Ambassadors, Larkin Poe e Scarypoolparty, que poderão ser visualizadas no site oficial do museu do Grammy. Principal premiação do mundo da música, o Grammy 2020 consagrou a cantora Billie Eilish. Com 18 anos, a jovem foi premiada em cinco das seis categorias em que estava indicada, tornando-se a primeira mulher a levar os prêmios de Álbum do Ano, Artista Revelação, Canção do Ano e Gravação do Ano em uma mesma edição da premiação. Eilish ainda ficou com o prêmio de Melhor Álbum de Vocal Pop Solo.

RESUMO DAS NOVELAS GLOBO 18h ÉRAMOS SEIS Julinho confronta Afonso e Lola o repreende. Afonso se surpreende ao saber que Lola poderá se mudar para o Rio de Janeiro. Inês confessa a Afonso que espera um filho de Alfredo, e pede que o pai se afaste de Lola. Lola, Julinho e Isabel se despedem de sua casa. Zeca é dispensado de seu trabalho, e Neves sugere que o amigo se candidate à prefeitura. Karine e Soraia temem a presença de Lola. Afonso e Lola se beijam. Lola parte com Julinho para o Rio de Janeiro.

GLOBO 19h SALVE-SE QUEM PUDER Renzo diz a Alexia/Josimara que ela lembra uma pessoa especial que conheceu. Téo surpreende Luna/Fiona ao convidá-la para um passeio de helicóptero até o Rio de Janeiro. Micaela convoca Bruno para a inauguração do restaurante. Kyra desconfia de que está gostando de Alan. Lúcia recomenda que Renzo procure uma psiquiatra. Kyra pede que Alexia investigue o que Renzo deseja com a aproximação de Rafael. Luna/Fiona confessa a Téo que está apaixonada por ele.

GLOBO 21h

Artista mais indicada desta edição, Lizzo ficou com apenas três dos onze troféus que concorria. A cantora ficou como prêmio por Melhor Performance de Pop Solo, Melhor Perfrormance de R&B Tradicional e Melhor Álbum de Música Urbana Contemporânea. Com seis indicações, Lil Nas X ficou com

dois Grammys, vencendo nas categorias Melhor Clipe Musical e Melhor Performance de Pop em Grupo ou Dupla, ambos pela música “Old Town Road”, parceria com Billy Ray Cyrus. EfeitoCoronavírusna cultura pop O COVID-19 é uma nova mutação da família coronavírus que está se espalhando em ritmo

alarmante desde dezembro de 2019. A China foi o primeiro país vítima da epidemia, com infecções e mortes confirmadas em todas as suas províncias. Desde então, a presença do vírus foi confirmada em quatro continentes - incluindo a América do Sul, com casos no Brasil, Argentina e Chile.

AMOR DE MÃE Danilo conforta Camila, e Thelma disfarça o nervosismo. Sandro fica tenso com o evento para as novas lideranças da PWA. Jane desconfia do envolvimento de Thelma na morte de Rita. Davi se surpreende quando Álvaro convoca Benjamim para participar do evento. Álvaro manda Belizário seguir Verena. Érica parabeniza Sandro por seu apoio a Farula. Lurdes acompanha Lídia em sua primeira reunião do Alcoólicos Anônimos. Álvaro interrompe o show de Verena, que enfrenta o marido.

RECORD 21h O RICO E LÁZARO Não há exibição aos sábados.


MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

CANAL 1

ESTÚDIOS FECHADOS O programa da Maisa, quinta-feira, foi a última gravação no SBT antes do fechamento completo dos seus estúdios. Nada do entretenimento está previsto para os próximos tempos. Os trabalhos só no jornalismo e “Fofocalizando” seguem normalmente.

FLÁVIO RICCO - colaboração: José Carlos Nery - www.twitter.com/flavioricco

Coronavírus: trabalho realizado na dramaturgia da Globo é elogiado

A

CORONAVÍRUS

JOÃO COTTA

maneira como o diretor Silvio de Abreu conduziu os rumos da Teledramaturgia da Globo, em meio ao complicado episódio envolvendo o coronavírus, foi elogiada internamente. E também deve ser reconhecida aqui do lado de fora. Desde o primeiro momento, ele se colocou à frente da situação, na busca de soluções que pudessem atender aos inúmeros interesses envolvidos. Parar uma máquina desse tamanho, definir encerramentos de novelas e escolha de substitutas, foi um trabalho que ele e sua equipe de colaboradores desenvolveram com extrema habilidade. E uma situação para a qual nunca existiu outra alternativa. Era parar e parar tudo, diante de todos os riscos e perigos conhecidos. Essa é a grande vantagem de ter um profissional que sempre faz a diferença e entende de televisão num cargo de comando.

TV TUDO REPROGRAMAR O BandSports já tinha tudo organizado para a transmissão do Roland Garros, que aconteceria em maio, mas foi transferido para setembro. A expectativa é a mesma com relação à Olimpíada, agora no meio do ano, no Japão. Está tudo providenciado.

FESTANÇA A escolha de “Fina Estampa” para substituir “Amor de Mãe”, na Globo, a partir da próxima segunda-feira, foi recebida com festa pelo pessoal do seu elenco. Entre os tantos, Lilia Cabral e Marcelo Serrado usando seus espaços nas redes sociais.

LADO CONTRÁRIO Ao contrário dos outros tantos telejornais, que estão colocando os seus âncoras cada dia mais em pé, na CNN Brasil, pelo menos até aqui, acontece o inverso. A ordem, parece, é todo mundo atrás da bancada.

Em se tratando da CNN, houve uma suspeita de coronavírus com um funcionário terceirizado da Paris Filmes. No quinto andar do mesmo prédio onde o canal está instalado, um caso, em uma outra empresa, foi confirmado.

FUNÇÃO A CNN Brasil definiu Daniela Lima como substituta do “Jornal da CNN”, apresentado por William Waack. Na ausência do titular, por algum problema ou demais motivos, como férias, caberá a Daniela a missão de substituir Waack e conduzir o principal informativo do novo canal de notícias.Mas, neste caso específico da quarentena de Waack, foi acionado Daniel Adjuto.

TRANSFERIDO Ao definir que o “The Four”, a partir da semana que vem, será exibido às quartas-feiras, faixa das 22 horas, a direção da Record foi levada a tomar uma outra decisão. A produção do “Top Chef”, do Felipe Bronze, também programado para o mesmo dia e horário, teve que ser interrompida.

ASSUNTO GERAL O coronavírus vai dominar a pauta do “É de Casa”, na Globo, neste sábado, mostrando os cuidados que estão sendo tomados em um grande condomínio de São Paulo. O repórter Manoel Soares, acompanhado de um infectologista, visitará uma favela paulistana para conversar com moradores. Além da presença de um professor de matemática, que dá aulas gratuitas na internet.

LÁ FORA Assim como no Brasil, em seus canais nas Américas, Europa e África, a Globo está aumentando muito a presença do jornalismo. O Globoplay, nos Estados Unidos, também vem disponibilizando mais informação e notícias a não assinantes com a abertura do sinal da GloboNews por 15 dias e a produção de boletins jornalísticos exclusivos.

O ÚLTIMO Neste sábado, depois do “Jornal Nacional”, a Globo vai exibir o último capítulo de “Amor de Mãe”, antes da pausa da novela. Na segunda-feira, conforme anunciado, entra a reprise de “Fina Estampa”.

BATE–REBATE · A possibilidade da Band, nas tardes de domingo, exibir antigos jogos de futebol, chegou a ser cogitada... · A ideia era usar um pouco do seu arquivo, farto em se tratando de competições esportivas... · E se utilizar dele durante essa parada em todos os campeonatos... · Mas o plano não avançou. · O canal TerraViva, do Grupo Band, começou quarta-feira, ao vivo, a mostrar os tradicionais leilões em seu canal do YouTube... · No primeiro, atingiu cerca de 450 visualizações. · Canal Brasil, considerando o período da quarentena, selecionou alguns filmes de sucesso do cinema brasileiro para exibições diárias... · E isso começou a acontecer já a partir de ontem, sexta-feira... · Entre os selecionados, “O Auto da Compadecida”, “A Grande Família”, “Vai que Cola”, “Cidade de Deus” e “Entre Lençóis”... · Este último com Paolla Oliveira e Reynaldo Gianecchini.

Horóscopo

BLOODSHOT

Filme de Vin Diesel terá lançamento digital antecipado Mais um filme tem seu lançamento em VOD antecipado. Dessa vez, a Columbia Pictures está disponibilizando Bloodshot digitalmente, para compra e aluguel, a partir do dia 24 de março, nos Estados Unidos. A iniciativa surge diante da situação atual do surto de Coronavírus, onde cinemas de todo o mundo estão sendo fechados. Lançado na última sexta-feira, o filme protagonizado por Vin Diesel só arrecadou US$ 24 milhões mundialmente. “Essa é uma única e rara circunstância, onde salas de cinemas foram obrigados a fechar nos Estados Unidos pelo bem da nação e Bloodshot ficou indisponível de forma abrupta. Agora, o público terá a chance de ter Bloodshot rapidamente em casa, onde todos nos estamos passando o tempo. Estamos confiantes que - como qualquer outro negócio afetado pelo vírus - os cinemas vão retornar mais fortes e estaremos lá para apoiá-los”, declarou Tom Rothman, presidente da Sony, que mantém a Columbia Pictures Tal ação é similar a iniciativa da Universal lançou seus filmes atualmente em cartaz, diretamente para aluguel e compra online — O Homem Invisível, Emma, A Caçada e Trolls 2. Além desses, a Warner disponibilizou digitalmente Aves de Rapina e Magnatas do Crime. Será que outras companhias vão seguir esses passos, considerando o número de blockbusters adiados como Mulan, Viúva Negra e 007 - Sem Tempo para Morrer? Em Bloodshot, Vin Diesel interpreta o soldado Ray Garrison, que é ressuscitado através de mutações genéticas, tornando-se a arma mais poderosa da história. Mas ele começa a ser manipulado por uma organização misteriosa. Adaptação da HQ homônima, o elenco ainda é formado por Guy Pearce, Toby Kebbell, Sam Heughan e Eiza Gonzalez.

ÁRIES - (21/3 a 19/4) – O romance pode bater de frente com os seus interesses profissionais. Talvez seja necessário sacrificar um para que o outro cresça. Pense nisso! Seu serviço está bem amparado, mesmo assim, uma sensação de dúvida vai tomar conta de seu espírito. Evite gastos desnecessários. TOURO – (20/4 a 20/5) – No romance, a distância pode se tornar um obstáculo. Viagem pode trazer o estímulo que a sua vida amorosa necessita. No trabalho, novos horizontes estão se abrindo. Aproveite para unir forças. Mas tudo que conseguir será fruto do seu esforço. Notícias de familiares mais velhos ou de outra cidade terão uma influência bastante positiva em sua vida familiar. GÊMEOS – (21/5 a 21/6) – A dois, poderá enfrentar altos e baixos nesse período. Convém ser mais transparente. Segredos ou mentiras podem magoar. No trabalho, desejo de se sobressair pode bater de frente com aquilo que esperam de você. Fique atenta a tramas de bastidores. É possível que tenha um comportamento mais rebelde em relação aos seus familiares. Controle-se! CÂNCER – (22/6 a 22/7) – Problemas que vinham se acumulando na vida a dois podem vir à tona agora. Tornar convivência entre vocês melhor só dependerá de você. Aproveite o momento para trocar ideias, partilhar projetos e dividir tarefas no trabalho. LEÃO – (23/7 a 22/8) – A dois, o clima é de insegurança. Na sede de atingir suas metas no trabalho, o par pode acabar ficando para escanteio. Cuidado! Não adianta ficar se cobrando demais: respeite suas limitações. Por outro lado, tenha cuidado com intrigas. Alguém pode querer prejudicá-la.No convívio familiar, evite tomar partido. Você será mais útil tentando acalmar os ânimos. VIRGEM – (23/8 a 22/9) – O astral é de intensidade na relação a dois. Mas o ciúme, seu ou de quem ama, pode provocar estragos. Evite se impor e complicar ainda mais as coisas. No trabalho, terá dificuldades para lidar com pressões. Coloque o amor em primeiro plano, no lugar de se perder nos problemas da relação, durante o encontro de Lua e Marte.

Cruzadas LIBRA – (23/9 a 22/10) – A dois, o clima pode ficar nebuloso. Não permita que outras pessoas ou a família interfiram em sua vida afetiva. Na paquera, evite se precipitar ou irá se decepcionar. Será preciso manter a harmonia no ambiente de trabalho, que estará um pouco tumultuada. Se descuidar do seu dinheiro, há sinais de perdas. Assuntos relacionados à sua casa concentrarão a sua atenção. ESCORPIÃO – (23/10 a 21/11) – Se está só, cuidado para não perder o pé da realidade. A dois, a insegurança pode gerar conflitos. Relações estáveis contam com maior proteção das estrelas. No trabalho, alguns de seus planos podem não sair como você deseja. Tenha cuidado com pessoas oportunistas. SAGITÁRIO – (22/11 a 21/12) – No romance, fazer concessões será fundamental. Evite ficar alimentando velhos ressentimentos. Se está sozinha, aposte na discrição para laçar o coração do paquera. CAPRICÓRNIO – (22/12 a 19/1) – A dois, é preciso encontrar uma maneira de se tornar mais próxima do par. Se não tem alguém, evite se jogar de cabeça em um relacionamento ou corre o risco de se decepcionar. No trabalho, solte a sua imaginação e aposte no seu taco. Pensamento positivo: Mereço todas as glórias e triunfos que a vida me dá. AQUÁRIO – (20/1 a 18/2) – Não deixe a insegurança dominar seu coração e afetar o bom entendimento com quem ama. Se está numa relação que não funciona, este é o momento de fazer ajustes. Não faça propaganda de seu progresso. Corra atrás dos seus sonhos, sem esperar pelos outros. Dinheiro: Contenha os seus impulsos.Fase desfavorável PEIXES – (19/2 a 20/3) -O companheirismo promete tomar conta do romance, apimentando os momentos íntimos. Você e o par vão estar bastante envolvidos. No trabalho, terá disposição para colocar seus planos em prática. Dinheiro: Seja prudente o quanto baste, nos passos que dá e na forma como avança para atingir as suas metas. Invista naquilo que parece sólido e não em meras especulações. Não corra riscos desnecessários, poupe dinheiro energias.

15 C’EST FINI No jornalismo de todas as TVs, este também será um final de semana bem diferente.Entre os canais fechados, GloboNews, BandNews e CNN Brasil, prometem continuar incessantemente a cobertura do coronavirus. Globo, Band e Record também armaram esquemas de coberturas especiais. Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau


16

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

TOP

“Nesta vida, pode-se aprender três coisas de uma criança: estar sempre alegre, nunca ficar inativo e chorar com força por tudo o que se quer”

Elenilson Gomes

elenilsontopnews@gmail.com

FOTO BY ASCOM / ALE

SAPATILHA ROMÂNTICA

O

famoso laço de gorgorão da Salvatore Ferragamo adorna um novo modelo de sapato. Batizado de Viva, o par é uma releitura de um dos maiores clássicos da marca, o Vara, criado em 1979 por Fiamma, filha do fundador da label homônima. As criações monocromáticas em azul, rosa, off-white, vinho, nude e preto são mais uma aposta de Paul Andrew, diretor criativo da maison que vem injetando novo fôlego aos acessórios da grife desde que ingressou no cargo em 2016. A dica de styling para usar a sapatilha? Combinar com meias no mesmo tom.

OCUPAÇÃO HOTELEIRA EM CRESCIMENTO

O

estado de Alagoas se consolida mais uma vez entre os turistas do Brasil e do mundo na busca de destinos para curtir a alta temporada. No primeiro bimestre de 2020, a ocupação hoteleira foi de 86,63% em janeiro e 79,76% no mês de fevereiro, representando um crescimento de 1,91% e 3%, respectivamente, em relação ao mesmo período do ano anterior. Os dados são da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Alagoas (ABIH/AL)

O

secretário de Estado da Fazenda, George André Palermo Santoro, foi homenageado pela Assembleia Legislativa de Alagoas na última segunda-feira (16) com o título de Cidadão Honorário de Alagoas. Santoro tem atuado na Sefaz para levar boas práticas e equilíbrio para o setor fazendário alagoano. Contando com a presença do governador de Alagoas, Renan Filho (MDB); do deputado estadual Silvio Camelo (PV), autor da proposta, aprovada por unanimidade pelo plenário da Casa; de sua esposa Danielle Santoro; e de secretários de governo e autoridades de todo segmento. A solenidade fez Alagoas ganhar mais um ilustre e honrado cidadão. FOTO BY CHICO BRANDÃO

ACNE NO BUMBUM

FOTO BY CHICO BRANDÃO

É

fato que a acne pode aparecer em diversas áreas - rosto, colo, costas, bumbum. O princípio é o mesmo para todas as regiões: a estimulação da glândula sebácea. O curioso é que ela se manifesta em regiões específicas - por exemplo, se você tiver espinhas no rosto, não necessariamente terá em outras áreas do corpo. Segundo a profissional, os casos de acne no bumbum têm relação com o excesso do uso de calça jeans ou de roupa fitness (pasme!) ou também pessoas que passam muito tempo sentadas. Pois é! Quem tem acne nas costas, colo e bumbum pode tratar as espinhas da mesma forma que o rosto. O que acontece é que estas outras áreas têm contato com as roupas e alguns dos cremes usados no tratamento acabam manchando a roupa (como é o caso do peróxido de benzoíla).

PARABÉNS, NADO, FRACINEIDE E RODOLFO

T

opNews não poderia deixar de parabenizar os empresários Nado, Francineide e Rodolfo Diniz Freire, eles que comandam os restaurantes Janga Ponta Verde e Janga Praia, que explodem de sucesso. Estivemos neste final de semana e encontramos as casas repletas, sucesso total. Aproveitamos para parabenizar os amigos que comandam os restaurantes. Eles são referência de sucesso na gastronomia alagoana. Lembrando que as casas adotaram todas as medidas de segurança contra o COVID-19. Parabéns a todos que fazem a casa!

OUTONO NA ENTRE & VISTA COM IODICE

N

este final de semana, já em clima de outono, TopNews e as empresárias Andréa e Moacira Cunha, elas que comandam a moda feminina em nossa cidade, trazem para os nossos leitores um belo modelo outono’20 da conhecida grife Iodice. O início da coleção está belíssimo e as nossas amigas poderão encontrar na conhecida loja Entre & Vista, localizada na Galeria Victoria Place, Ponta Verde. Vale a pena conferir!

A

coluna TopNews não poderia deixar de parabenizar e aplaudir este grande empresário, grande líder, que muito tem feito pelo desenvolvimento econômico do nosso Estado e do esporte alagoano. Estamos falando do amigo Rafael Tenório, ele engrandece o empresariado local e neste final de semana recebe a nossa homenagem e os nossos aplausos. Parabéns, amigo, você é um exemplo a ser seguido!

E

las são nomes de sucesso quando falamos em bolos decorativos e também em cupcakes, empresárias de sucesso, estamos falando de duas gerações em nossa sociedade, elas são Raquel Brizeno em companhia da sua filha Bianca Brizeno, elas se fazem presentes com seus belíssimos bolos, que são verdadeiras obras de arte. Parabéns amigas, neste final de semana vocês recebem a nossa homenagem!

MARIA ANTONIETA REFORÇA CUIDADOS BOLSAS TRANÇADAS

A

o lado das bolsas minimalistas, mais um modelo promete fazer sucesso na temporada: as trançadas. O acessório faz contraste chique com produções urbanas, especialmente os looks de alfaiataria. Em tons terrosos e neutros, também são ótimas para acompanhar um visual bem estampado.

T

opNews aproveita a oportunidade para parabenizar os empresários Leopoldo, Dedé e o chef Breno Gama, responsáveis pelo sucesso do Maria Antonieta, informam aos nossos amigos que a casa reforçou todas as medidas de segurança, com fiscalização rigorosa, medidas de assepsia, esterilização de uniformes, pratos, talheres enfim, todas as medidas para garantir a segurança de funcionários e clientes. Parabéns ao restaurante Maria Antonieta!

DELIVERY NO MARIA ANTONIETA

E

ssa é para os amigos que reforçaram as medidas de prevenção contra o Covid-19, mas não abrem mão de refeição de qualidade. O Maria Antonieta restaurante, dos empresários Leopoldo, Dedé e Breno Gama está anunciando a implantação temporária do delivery da casa. Ou seja, nossos amigos podem garantir o melhor almoço ou jantar pelo telefone. Boa notícia!


ESPECIAL

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

FOTO: EDILSON OMENA

FUTURO DAS

AO COMPLETAR 100 ANOS,

EM ALAGOAS

NOVAS GERAÇÕES

LETRAS

a Academia Alagoana de Letras revela a garota Heloísa Oiticica, de apenas 9 anos, que impressionou até o presidente da Academia Brasileira; entidade sai do casulo ao projetar proximidade com as

17


18

ESP

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

HELENINHA, WELLINGTON SANTOS EDIÇÃO E REPORTAGEM WILSON BARROS DIAGRAMAÇÃO

E

ra a comemoração do centenário da Academia Alagoana de Letras (AAL), no dia 1º de novembro de 2019, quando, para a surpresa de todos, surgiu no auditório lotado do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas (IHGAL), uma menina de apenas 9 anos. Ela chamou para si todos os holofotes e aplausos, deixando embasbacado o mais sisudo dos acadêmicos e imortais da maior instituição literária de Alagoas. A menina se fez firme e compassada na declamação dos versos de autoria de seu pai, sem se intimidar, em momento algum, com a presença de várias personalidades e autoridades da política alagoana, além de convidados especiais, como o presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL), Marco Lucchesi.

E como o mais lúcido dos poetas, Helena de Paiva Oiticica revelou-se para todos declamando “Academia Alagoana de Letras”, de autoria do pai, Arnaldo de Paiva Oiticica, membro da AAL. Helena, ou carinhosamente Heleninha, como é chamada por muitos, cursa o 4º ano do ensino fundamental no Colégio Santa Úrsula. Já se apresentou em 2019 no Teatro Arena, tocando ukulele, com três amiguinhas. Estudava até então no Maple Bear. “Gosto de ginástica rítmica e atualmente faço teatro, coisa que me interessei, principalmente depois da minha apresentação lá no centenário da academia”, disse a desinibida Heleninha. Depois da surpreendente apresentação, o comando da academia resolveu tomar uma decisão que pode significar o divisor de águas para uma aproximação da entidade - sempre muito formal e fechada - com as futuras gerações. “A Heleninha foi a inspiração que a Academia Alagoana de Letras precisava para pensar nas crianças e juventude”, admite o presidente da AAL, Rostand Lanverly.

MENINA JÁ TEM LIVROS ESCRITOS E INCENTIVA LEITURA PARA CRIANÇAS Proativa, com todo jeitinho peculiar da criança, Helena não se fez de rogada e falou de forma simples, mas com estilo, sobre seu currículo, apesar da pouca idade. “Sou Helena e tenho dois livros escritos... Gente, eu sei que muita gente não gosta mais de ler com essa modernidade que está aí. Não fiquem só no celular e nas redes sociais, busquem ler um livro e verão como é divertido”, disse a menina, que encantou adultos e velhinhos taciturnos e reticentes da AAL, ao incentivar a leitura das novas gerações e crianças de sua idade, na gravação para as redes sociais da Tribuna Independente e do portal tribunahoje.com. Os livros que a pequena Heleninha escreveu são A Captura de Olívia e My Poems, este um livro de poesias escritos em inglês, publicados pela editora Es-

tante Mágica, num projeto educativo da escola Maple Bear. “A participação da minha filha na festa do centenário foi uma grande surpresa. Houve a proposta de eu escrever uma poesia em homenagem a todos os expresidentes. Eu disse logo que poderia escrever, mas nunca em recitar, porque não tenho esse dom”, conta o pai Arnaldo Paiva. “Aí pensei em dois dos meus filhos mais velhos. Mas aí em casa a Heleninha disse ‘eu leio pai’. E depois, outro dia, no carro, ela recitou e decorou a poesia e aquilo me chamou a atenção”, disse Paiva. “Na solenidade eu pensei que ela ia só ler, mas não, ela declamou aquilo e isso foi o mais surpreendente para mim e para todos”, completou Paiva.

HELENINHA EM MOMENTOS DISTINTOS. SAPECA, COBRE O ROSTO COM O QUE MAIS GOSTA: UM LIVRO; NA FOTO ACIMA, O DIA EM QUE DECLAMOU POESIA NO AUDITÓRIO LOTADO

A MENINA HELENA PAIVA ENTRE O PRESIDENTE DA A E SEU PAI E TAMBÉM MEMBRO DA AAL, ARNALDO PAI


PECIAL

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

19

FOTOS: EDILSON OMENA

ACADEMIA ALAGOANA DE LETRAS, ROSTAND LANVERLY (À ESQ.) IVA

VEJA ABAIXO A POESIA QUE HELENINHA DECLAMOU NO DIA DA COMEMORAÇÃO DOS 100 ANOS DA ACADEMIA ALAGOANA DE LETRAS: Nasceste do desejo incontido de quarenta patronos do saber, artistas de diversos matizes, mestres no escrever e dizer. Sonho de romancistas e contistas, poetas e jornalistas, ilustrados homens de fé, trouxeste brilho e cultura ao nosso rincão caeté. És a tinta, o papel e o perfume de uma linda carta de amor, escrita por médicos, engenheiros e juristas, políticos, religiosos, letristas que a musa francesa inspirou. Desde primeiro do mês de novembro, exatos cem anos atrás, reluzem no céu estrelado os nomes de teus ancestrais: Moreira e Silva, teu primaz presidente, Demócrito Gracindo a assentou, Guedes de Miranda e seus notáveis discursos, Barreto Cardoso, letrado doutor. Jayme d’Altavila, poço de sabedoria, Augusto Galvão, magistrado, professor, Orlando Araújo, grande amigo das artes e o tribuno romano ao pódio voltou. Mendonça Júnior, ingente poeta do norte, José Maria de Melo no folclore foi rei, Moliterno inflou na poesia um vórtice. O médico Ib Gatto assumiu o bastão, o cajado de dom Iório abençoou o traçado e Milton Hênio Gouveia abraçou o timão. Carlos Méro, intelectual de estirpe, do Penedo exaltou o teu verbo, e Rostand Lanverly é o capitão do barco que singra as letras do magistral alfabeto. Oh Academia! O que te espera? Quantas histórias por redigir? Quantos sonhos dormitam em ti? És confraria de vestais guardiãs do conhecimento e ousas crer que o melhor está no porvir. E na tua imortalidade reside o poder de teus crentes - eles reles mortais - pois são as obras e não os escritores que ficarão “ad gloriam” para sempre!


20

ESPECIAL

EDILSON OMENA

SANDRO LIMA

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

EDILSON OMENA

Escritora Maria Heloísa de Melo Moraes, nova integrante da Academia Alagoana de Letras SANDRO LIMA

Presidente da Academia Alagoana de Letras, Rostand Lanverly anuncia novidades

ENTRE AS AÇÕES ESTÃO CONCURSOS LITERÁRIOS COM CRIANÇAS, JOVENS E INTERIORIZAÇÃO

E

m que pese o casulo tradicional da intelectualidade que compõe a Academia Alagoana de Letras, e em geral as academias de letras Brasil afora, com um certo ar senhorial, há um consenso entre o pai de Heleninha e o presidente da Academia Alagoana de Letras: não dá mais para pensar só no passado somente, mas é preciso pensar na juventude. “Eu vejo essa gestão muito importante porque dá um passo à frente. A Academia sempre foi realmente muito fechada. A Academia quer ir onde o povo está e a juventude hoje esqueceu o livro e a leitura, com essa coisa do celular e das redes sociais”,

disse o pai de Heleninha, Arnaldo Paiva. Para isso, o presidente da Academia Alagoana de Letras, Rostand Lanverly, anuncia três grandes projetos na tentativa de mostrar que a AAL quer uma proximidade com as novas gerações. O primeiro é o lançamento do projeto da Academia Alagoana Mirim de Letras, com a sugestão de temas e concurso de redações nos colégios. “Não existe no Brasil algo similar. O que existe são grupos literários mirins. Então vamos dar oportunidade a jovens entre 9 e 15 anos de idade que gostam de escrever e depois escolher as melhores para a gente for-

mar essa academia mirim”, diz Lanverly. A Academia também vai colocar em prática um outro projeto: o de interiorização. “Em breve deveremos visitar a cidade de Delmiro Gouveia”, revela Lanverly, ao acrescentar que o projeto chama-se “Academia Alagoana de Letras: Mais Alagoana que Nunca”. E já estão agendadas visitas de integrantes da academia a cidades como Junqueiro e Maragogi. “Queremos fazer uma visita pelo menos uma vez por mês”, completa o presidente da AAL. Outro projeto vai ocorrer todas as terceiras quartasfeiras de cada mês, chamado de Dois Dedos de Prosa e

Na foto superior, histórico prédio da AAL está com problemas e reuniões estão sendo feitas na Casa Jorge de Lima Poesia, com direito a certificado, visando oportunizar novos escritores. “Serão escolhidos dois escritores por mês, com cobertura de TV e tudo e, posteriormente, serão escolhidos para publicação, com parceria da AAL e a editora Graciliano Ramos na publicação de livros dos novos escritores”, diz Lanverly. As academias de letras, a partir de um determinado tempo, passaram a representar um marco na cultura e na civilização. Inspiradas na Academia Francesa de Letras, elas se espalharam pelo mundo. Uma nota triste no cente-

SANDRO LIMA

Na foto acima, literários alagoanos reunidos em encontro recente para eleição de novos membros; nas imagens do lado esquerdo e direito, fotos dos primeiros membros da AAL, em 1919, e dos membros atuais, feita no ano passado, no centenário da entidade

nário da Academia Alagoana de Letras, no entanto, é o atual estágio do seu prédiosede histórico, projetado pelo arquiteto italiano Luigi Lucarrini, situado bem no coração de Maceió. O prédio está sem atividades por causa da deterioração de suas instalações e não existe uma previsão para a volta das atividades por lá. Os literários do Estado estão se reunindo provisoriamente no prédio onde morou o escritor Jorge de Lima, conhecido como “príncipe dos poetas alagoanos” e um modernista, além de um dos fundadores da Academia

Alagoana de Letras. Fundada a 1º de novembro de 1919 e que já teve entre seus membros mais famosos, além do próprio Jorge de Lima, o imortal e ex-presidente da Academia Brasileira Lêdo Ivo; e o lexicógrafo Aurélio Buarque de Hollanda Ferreira, atualmente a academia possui 40 escritores, dos quais três deles tomaram posse recentemente nas cadeiras da AAL, os escritores Temóteo Correia, o médico Fernando Gomes e Maria Heloísa de Melo Moraes, em função do falecimento de três ex-membros da Academia.

Profile for Tribuna Hoje

Edição número 3606 – 21 e 22 de março de 2020  

TRIBUNA INDEPENDENTE - 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

Edição número 3606 – 21 e 22 de março de 2020  

TRIBUNA INDEPENDENTE - 21 E 22 DE MARÇO DE 2020

Advertisement