a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 1

FIM DE SEMANA n MACEIÓ - ALAGOAS - 14 E 15 DE MARÇO DE 2020 - Nº 3.601 -

R$ 4,00

DOIS PRA LÁ...

Wilma Araújo e Almir Bezerra, ex-Fevers, fazem show dia 21 no Pierre Chalita

tribunahoje.com

DIVERSÃO&ARTE 1

Sob articulação de Rui, vereadores esvaziam PSDB e decidem apoiar Gaspar Tucanos perdem espaço em Maceió e veem crescer adesão ao candidato do MDB

Movimentos promovem nova

Kelmann Vieira e José Márcio Filho confirmam que aguardam apenas orientação de Rui Palmeira sobre qual partido vão se filiar. Eduardo Canuto já sabe para onde vai: o Podemos. Vereadores de outros partidos, que integram a base aliada, já combinaram com Rui apoio a Alfredo Gaspar - candidato também do governador Renan Filho - para prefeito de Maceió. O PSDB perde todo seu espaço na capital. PÁGINA 3

QUEBRA DE XANGÔ

Mais de 100 anos depois, intolerância ainda é uma realidade em Alagoas

CPRM retorna a Maceió para avaliar situação de bairros que estão afundando PÁGINA 7

Alagoas segue com 10 casos suspeitos de coronavírus; no Brasil são 1.485 PÁGINAS 11 E 12

Desempregados estão há um ano e 3 meses, em média, sem trabalhar PÁGINA 19

Nordestão: CRB encara Confiança e CSA cumpre tabela contra Freipaulistano PÁGINA 22

Relatório denuncia tortura em hospitais psiquiátricos do país O ataque contra religiões de matrizes africanas em 1912 foi um dos piores casos de violência já registrados em Alagoas e ficou conhecido como Quebra de Xangô. À frente estavam políticos, muitos deles envolvidos com uma entidade miliciana da época, lideranças da alta sociedade e até dirigentes de outras religiões. Mais de 100 anos depois, os casos de intolerância continuam a ocorrer. O pesquisador da cultura afro-brasileira, Pai Célio, aponta mais três quebras ocorridos no Estado: no fim do Quilombo dos Palmares, na separação de Alagoas de Pernambuco e na ditadura Vargas. PÁGINAS 15 a 18

SANDRO LIMA

TV

ENTREVISTA RECADO DE DEPUTADOS À SOCIEDADE É DE QUE PODEM FREAR O COMBATE À CORRUPÇÃO

LETÍCIA BIRKHEUER VIVE EM LONGA UMA MULHER QUE ABDICA DE SONHO PARA CUIDAR DA FAMÍLIA

Ex-procurador-geral de Justiça interino, Márcio Roberto diz esperar um entendimento para manter grupos do MP de combate à corrupção. PÁGINA 2

Bom com possiblidades de chuvas em áreas isoladas

Mínima

24º

Máxima

30º

Documento relata cárcere privado, violência sexual contra mulheres, falta de estrutura para atendimento e isolamento de pacientes em 40 unidades distribuídas em 17 Estados brasileiros. PÁGINA 5

Filme está em cartaz nos cinemas, com ela no papel de uma mulher de 35 anos que se descobre na menopausa precoce e com perda da fertilidade. SUPLEMENTO

MARÉS 03:24 09:47

2.3m 0.0m

15:56 22:02

2.2m 0.1m

FINANÇAS

DÓLAR COMERCIAL DÓLAR PARALELO R$ 4,83

R$ 4,83

R$ 4,54

R$ 4,89

OURO

R$ 236,60

POUPANÇA 0,3434%


POLÍTICA

2

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

ENTREVISTA

PARA MPE, DEPUTADOS QUEREM FREAR COMBATE À CORRUPÇÃO Márcio Roberto, então à frente do MP Estadual, diz que parlamentares mandaram um claro recado aos promotores e procuradores SANDRO LIMA

E

CARLOS AMARAL REPÓRTER

sta semana foi marcada pelo conflito entre a Assembleia Legislativa do Estado (ALE) e o Ministério Público Estadual (MPE), após os parlamentares aprovarem medidas que alteram a estrutura do órgão ministerial, como a extinção de grupos de combate ao crime organizado e à sonegação fiscal. Pegos de surpresa, promotores e procuradores de Justiça chegaram a ir à Casa de Tavares Bastos para tentar impedir a votação de emendas ao projeto de lei – encaminhado pelo próprio MPE – que tinha como objetivo “modernizar a legislação que rege o Ministério Público”. À Tribuna, o então procurador-geral de Justiça em exercício, Márcio Tenório, entendeu a postura dos parlamentares como uma mensagem ao MPE. Tenório se afastou da chefia da instituição na última sexta-feira (13). Tribuna Independente – Em sua avaliação, quais foram os motivos que levaram os parlamentares a elaborar e aprovar as medidas sobre a estrutura do MPE e extinguir grupos como o Gaeco e o Gaesf? Márcio Tenório – Acho que eles quiseram mandar uma mensagem de que eles têm a autoridade de brecar, de frear, a atuação forte do Ministério Público no com-

Não podemos estar no lugar do gestor, mas temos a obrigação constitucional de fiscalizar. Aquilo que entendemos que está contrariando a lei, buscaremos os mecanismos legais para fazer cessar tal ilegalidade”

bate à criminalidade e aos maus gestores do dinheiro público. Tribuna Independente – Mas por que eles iam querer brecar o MPE? Márcio Tenório – Por que o Ministério Público tem, nos últimos anos, tido atuação muito forte junto a prefeitos, câmaras de vereadores e, inclusive, contra deputados que, de uma forma ou de outra, mal geriram o dinheiro público. O Gaeco, o Gaesf, o Núcleo de Combate à Criminalidade, o Núcleo de Defesa do Patrimônio Público, são órgãos do Ministério Público com atuação muito

forte nessa área. Inclusive, tem contribuindo, e muito, com a baixa da criminalidade e da violência em Alagoas. Tribuna Independente – O senhor destacou durante a sessão da ALE que aprovou as emendas ao projeto de readequação da estrutura do MPE de que houve conversas com parlamentares – inclusive o presidente da Casa, deputado Marcelo Victor (Solidariedade) – e que a matéria não entraria em pauta, o que acabou ocorrendo. Se sentiu traído pelos parlamentares? Márcio Tenório – Traição, não, porque a traição só ocorre quando há abuso da confiança. Na verdade, temos uma relação institucional com o presidente da Assembleia Marcelo Victor e, inclusive, abrimos um canal de negociação com ele, com o deputado Marcos Barbosa (Cidadania) e a Mesa Diretora. Conversamos com vários deputados para que nosso projeto de lei sobre a legislação que rege o Ministério Público, de forma geral, fosse atualizada. Nessas conversas ficou claro, ficou certo, de que não haveria modificações de forma alguma no projeto de lei. Até mesmo porque a Constituição Federal não permite isso. Os deputados poderiam até não aceitar o projeto e devolvê-lo para nós, mas não mexer em seu conteúdo. Nesse contexto, eu entendi que se faltou com o respeito devido à instituição Ministério Público. Mas tenho certeza de que nós, que representamos as instituições, teremos maturidade suficiente para voltarmos à mesa e conversarmos sobre esse problema. Também tenho convicção que, a partir de agora, com o possível veto do governador do Estado [Renan Filho] – não creio em outra decisão dele –, possamos, então, sentar com o presidente da Assembleia, com

br218

Márcio Roberto espera que problema seja solucionado sem precisar chegar às esferas da justiça brasileira a Mesa Diretora, com cada deputado individualmente, para que possamos manter esse veto. A partir daí, com o veto total, começarmos a construir a possibilidade de renovarmos, atualizarmos, a legislação que rege o Ministério Público Estadual. Tribuna Independente – O senhor citou a atuação do MPE junto a prefeituras e câmaras municipais e muita gente do meio político reclama da atuação de promotores, de que eles querem governar mais que os eleitos. Qual a sua posição acerca desse tipo de avaliação? Márcio Tenório – Tenho a convicção firmada, inclusive fui corregedor-geral do Ministério Público, e orientado a todos os colegas de que o gestor é o prefeito e é o presidente da Câmara. Não podemos estar no lugar do gestor, mas temos a obrigação constitucional de fiscalizar. Aquilo que entendemos que está contrariando a lei, buscaremos os mecanismos legais para fazer cessar tal ilegalidade. Agora, isso não impede que também apliquemos instrumentos que estão a nossa disposição para uma composição, de realizar um TAC [Termo de Ajustamento de Conduta]. O que for melhor para o povo, é melhor para o Ministério Público. Tribuna Independente – Toda essa celeuma com a ALE vem às vésperas do

O Gaeco, o Gaesf, o Núcleo de Combate à Criminalidade, o Núcleo de Defesa do Patrimônio Público, são órgãos do Ministério Público com atuação muito forte nessa área”

processo eleitoral interno do MPE. Os fatos recentes podem interferir na eleição para a Procuradoria Geral de Justiça? Márcio Tenório – Em absoluto. Acho que não. Somos bem maduros. O Colégio de Procuradores já deflagrou o processo eleitoral, já publicamos sua resolução que regulamenta a eleição, já publicamos a convocação para o dia 17 de abril [data do pleito]. Está tudo tranquilo. Iremos escolher um candidato dentro de promotores e procuradores, que é isso que deve prevalecer. Lamentavelmente, até nisso, a Assembleia Legislativa fez ingerência, não permitindo naquele projeto monstruoso, que promotores não fossem candidatos, como se promotores não tivessem capacidade suficiente para gerir, com serenidade, nossa instituição. Temos promotores valorosos que podem, e devem, gerir a instituição. Promotores e procuradores de Justiça. Também criaram outro monstro jurídico que é a figura do procurador-geral tampão. Eu já disse que, mesmo primeiro na linha de sucessão, não aceito, sob nenhuma hipótese, ser procurador-geral de Justiça tampão. Só assumirei a instituição com seu chefe se for através do voto direto de promotores e procuradores. Tribuna Independente – O senhor também acredita que essa movimen-

tação dos parlamentares tem a ver com a decisão do ex-procurador-geral Alfredo Gaspar em se candidatar à Prefeitura de Maceió para, na visão dos deputados, frear o uso do MPE como instrumento político? Márcio Tenório – Não quero crer que a Assembleia Legislativa tenha tido esse pensamento. Até mesmo porque nossa instituição é republicana e mesmo tendo membros candidatos, o Ministério Público sempre agiu com altivez e dentro estrito cumprimento do dever legal. Jamais qualquer agente do Ministério Público estará a serviço de político ou política, mesmo que esse agente político seja integrante - ou ex-integrante – desta instituição. Temos muito respeito, admiração, e devemos muito ao doutor Alfredo Gaspar de Mendonça, mas ele mesmo sabe que jamais qualquer promotor ou procurador de Justiça irá integrar – ou participar – sua campanha ou praticar qualquer ato que o beneficie durante o pleito eleitoral. Tribuna Independente – O MPE já se reuniu com o governador e ele se mostrou favorável ao pleito da instituição. Mesmo assim, os parlamentares podem derrubar os vetos. O que o MPE está planejando em ações, considerando a derrubada dos vetos? Márcio Tenório – Para mim, na política nada é absoluto. Isso quer dizer que

O Colégio de Procuradores já deflagrou o processo eleitoral, já publicamos sua resolução que regulamenta a eleição, já publicamos a convocação para o dia 17 de abril [data do pleito]. Está tudo tranquilo”

mesmo a votação na Assembleia tenha tido apenas o voto da Jó Pereira (MDB) contrário às emendas, nada impede que construída uma ponte de diálogo – como disse o governador – para demonstrar os prejuízos que esse projeto trará a Alagoas, nós possamos sentar, conversar e, ao final, sair um resultado que espelhe a necessidade do Ministério Público e da sociedade. Tenho muito respeito pela Assembleia Legislativa e confio no sentimento público de todos que integram aquela Casa. Nesse patamar, eu entendo que o problema será solucionado.


POLÍTICA

CONJUNTURA

PRECAUÇÃO

FLÁVIO GOMES DE BARROS

flaviogomesdebarros@gmail.com

Medidas emergenciais

M

aílson da Nóbrega, economista e ex-ministro da Fazenda: “Sem abandonar o discurso monótono da necessidade das reformas, o governo resolveu começar a agir com medidas emergenciais para mitigar os efeitos negativos da Covid-19. É uma mudança corretíssima. Focalizar exclusivamente nas reformas, como vinha fazendo, transmitia uma sensação de insensibilidade em relação ao impacto da crise nas pessoas e nas empresas, particularmente as de menor porte. As reformas continuam fundamentais para afastar de vez os riscos no campo fiscal e para criar as condições necessárias ao aumento da produtividade e, assim, do potencial de crescimento da economia. Mas elas apenas produzem efeitos nos próximos anos, enquanto uma crise dessa magnitude demanda ações de curto prazo. O desemprego pode voltar a crescer e muitas empresas tenderão a ser financeiramente asfixiadas diante da queda da demanda por seus bens e serviços. A redução de vendas pressiona o caixa e aumenta o risco de demissão de empregados, atraso no pagamento de compromissos e impossibilidade de recolher impostos. Tudo isso se propagaria pelas cadeias produtivas, gerando uma espiral que resultaria em recessão e mais desemprego. Em momentos como esse, o Estado é insubstituível no papel de conter os danos da crise e evitar o seu agravamento. Lições da história são fundamentais nessa hora. Em situações semelhantes do passado, a demora em agir contribuiu para tornar catastrófica uma situação que era apenas grave.”

EDILSON OMENA

“Governador Renan Filho, ao anunciar restrição a passeios no Estado de passageiros de cruzeiros que aportem em Maceió: “A gente compreende que o surto está ampliando e que o Brasil começa a apresentar sinais que vamos passar a ter o contágio doméstico. Nós estamos tomando medidas preventivas”.

MALDIÇÃO? Partidários da candidatura de Alfredo Gaspar de Mendonça a prefeito estão sentindo o efeito negativo do apoio do governo do Estado. A rejeição aos Renans Calheiros, pai e filho, continua alta. As próximas pesquisas eleitorais vão avaliar se é algo passageiro ou se é a repetição das eleições mais recentes em Maceió.

AGENDA Por iniciativa da vereadora Fátima Santiago, a Câmara Municipal realiza na 2ª feira, 14 horas, entrega de título de cidadania de Maceió à médica Edilma de Albuquerque e à advogada Cosmélia Folha. E da Comenda Edécio Lopes às jornalistas Gilka Mafra e Eliane Aquino, secretária de Comunicação do município.

3

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

DECADÊNCIA O PSDB, que já teve fase áurea em Alagoas, com Téo Vilela como senador por 20 anos e oito como governador, vive seu momento mais difícil. O desafio do senador Rodrigo Cunha, que assumiu há pouco o comando, é grande nesta eleição: a legenda não tem mais vereador em Maceió e só possui quatro prefeitos.

DISPUTA O Procurador-geral de Justiça interno, Márcio Roberto Tenório de Albuquerque, se afastou do cargo para disputar a chefia do Ministério Público. Está sendo substituído pelo Subprocurador-geral judicial, Sérgio Jucá. Ele concorre com Flávio Gomes da Costa, presidente da Associação do Ministério Público.

OPINIÃO Cláudio Humberto Rosa Silva: “O presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, Clóvis Arns da Cunha, explicou que pandemia é risco de “transmissão comunitária” do coronavírus, sem origem identificada. Para ele, se isso ocorrer no Brasil, apenas grandes cidades tipo Rio e São Paulo correm riscos.”

Apesar de meu teste ter dado negativo, eu não vou apertar a mão de vocês… a gente evita qualquer problema” JAIR BOLSONARO Presidente da República, que se submeteu a exames do coronavirírus, aos seus apoiadores

* George Santoro, secretário estadual da Fazenda, recebe na próxima 2ª feira, 9 horas, na Assembleia Legislativa, o título de Cidadão Honorário de Alagoas. O proponente da comenda foi o deputado estadual Sílvio Camelo. * O prefeito Rui Palmeira assina na próxima 2ª feira, 9 horas, ordem de serviço para obras de pavimentação, drenagem e esgotamento sanitário, do Litoral Norte de Maceió. Os serviços fazem parte do programa Nova Maceió. * O Tribunal de Justiça de Alagoas promove, na 2ª feira, 8 horas, ação da Justiça Itinerante na Casa de Direitos, no bairro do Jacintinho, em Maceió. A população contará com resolução de processos cíveis de menor complexidade. * Em homenagem ao Dia Mundial de Combate e Conscientização das Doenças Raras, o Instituto Hemerson Casado

promove o I Simpósio Alagoano de Doenças Raras, na 2ª feira, das 8 às 18 horas, no auditório da Unit, em Maceió. * O projeto Praia Acessível deste mês de março será realizado neste sábado, às 8 horas, na orla de Pajuçara. O projeto da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer é por conta do Dia Internacional da Síndrome de Down. * A instituição Amor21 realiza neste sábado feijoada beneficente oferecida por jovens com Síndrome de Down que fazem parte da ONG. O evento acontece na sede da Associação dos Delegados de Polícia, às 11 horas. * O colorido dos ipês amarelo, roxo, branco e rosa vão transformar o cenário da Avenida Humberto Gomes de Barros, no Benedito Bentes. A via está sendo estruturada pela Prefeitura de Maceió, dentro do pacote de obras do programa Nova Maceió.

PSDB se esvazia e apoio a Alfredo cresce na Câmara Sob a coordenação de Rui Palmeira, vereadores aproveitam janela partidária CARLOS VICTOR COSTA REPÓRTER

R

Eduardo Canuto cita acompanhamento das decisões de Rui Palmeira

eflexo da saída do prefeito Rui Palmeira do PSDB e consequentemente a confirmação da précandidatura de Alfredo Gaspar à Prefeitura de Maceió, vereadores que ainda estão filiados à sigla tucana e a outros partidos da base da gestão da capital, a exemplo do Progressistas (PP), irão aproveitar o período da janela partidária para migrarem para legendas que estarão no grupo liderado pelo ex-promotor de Justiça e com apoio de Rui e do governador Renan Filho (MDB). Desta maneira, o PSDB de Maceió deverá ter um cenário totalmente oposto do que viveu no pleito de quatro anos atrás. A situação política se encaminha para que a legenda não lance candidato para majoritária, além de perder, nos próximos dias, os seus dois vereadores de

mandato. No pleito de 2016, a legenda conseguiu reeleger Rui Palmeira como prefeito e teve quatro vereadores eleitos para a Câmara. Estão prestes a sair do PSDB o presidente da Câmara, vereador Kelmann Vieira, que pode se filiar ao Democratas (DEM); o vereador José Márcio Filho, espe-

Rui deve ter uma conversa com o [Thomaz] Nonô, do Democratas e ver o que é melhor e nós iremos acompanha-lo, claro” EDUARDO CANUTO Vereador licenciado, secretário de Gestão e próximo filiado ao Podemos

culado no MDB; e Eduardo Canuto, que está como secretário de Governo de Maceió, que pode chegar ao Podemos que no estado é comandado por Tácio Melo, ex-superintendente do SMTT. À Tribuna, Kelmann Vieira e José Márcio Filho confirmaram que sairão do PSDB e que aguarda decisão do prefeito Rui Palmeira para definir em que partido vão se filiar. O único a confirmar o destino foi Eduardo Canuto. Ele vai se filiar ao Podemos e pode ser o nome escolhido por Rui para ser o vice de Alfredo na chapa. Eduardo explicou que o prefeito vem fazendo a composição dos candidatos e dos espaços que os vereadores irão ocupar nos partidos aliados. “O fato de eu participar das reuniões do Podemos faz com que essa seja a tendência. Rui deve ter uma conversa com o [Thomaz] Nonô, do Democratas e ver

o que é melhor e nós iremos acompanhá-lo, claro”, disse Eduardo Canuto. Ainda na base de Rui Palmeira, o PP não seguirá o mesmo caminho do prefeito e mantém a pré-candidatura do deputado estadual Davi Davino Filho à Prefeitura de Maceió. Por conta disso, alguns vereadores irão deixar o partido para apoiar Alfredo Gaspar. A assessoria de comunicação do vereador Cleber Costa disse que ele irá mudar de partido, mas que ainda está analisando algumas possibilidades. Já a vereadora Fátima Santiago, informou através de sua assessoria, que não falará nada a respeito. A reportagem tentou contato com o vereador Chico Filho para confirmar se realmente ele deixará o PP, mas até o fechamento desta edição ele não atendeu as ligações. Chico é cotado para se filiar ao MDB.

DEM prioriza chapa proporcional e PSB vai filiar Francisco Sales Embora não tenha confirmado que seguirá o caminho de Rui Palmeira, o secretário de Saúde de Maceió e presidente estadual do Democratas, Thomaz Nonô, informou à reportagem da Tribuna que a probabilidade deve ser essa. Ele ressaltou ainda que o esforço do partido no momento é montar uma chapa forte para a proporcional. “Por ora, o foco do trabalho todo é a chapa proporcional. Também tenho que conversar com o prefeito e as conversas dele com o governador. Fizemos uma reunião alguns dias atrás, mas acertando essa filosofia de chapa, enfim, estamos discutindo essa formação. As tratativas têm sido boas. Tenho sido procurado por algumas pessoas, inclusive alguns vereadores de mandato e vamos ver como a gente monta. Estou oti-

mista. Sobre a majoritária vamos ver, mas claro que a opinião do Rui pesa. A ideia básica é seguir com o Rui”, ressaltou Nonô. SALES NO PSB Ainda no contexto das mudanças políticas, o vereador Francisco Sales anunciou na última sextafeira (13) o seu apoio à précandidatura do deputado federal JHC (PSB) na disputa pela prefeitura de Maceió. A declaração foi dada por meio de suas redes sociais. “Devemos apoiar, de acordo com nossa consciência, o melhor para nossa cidade. Irei e estou apoiando a pré-candidatura do deputado JHC, entendendo que a candidatura do deputado é o melhor para nossa cidade, contra as máquinas do município e do estado, contra os acordos e conchavos políticos”, afirmou Francis-

co Sales. Com a aliança, o parlamentar assinará sua filiação com o Partido Socialista Brasileiro (PSB) ainda nos próximos dias. “Posso ser até o único vereador em declarar esse apoio, mas na certeza que faço isso com a cabeça erguida e consciência tranquila. Estamos juntos e fortes”, emendou o vereador. O vereador Francisco Sales será mais um a apoiar à pré-candidatura de JHC, já que o presidente estadual do PSDB, o senador Rodrigo Cunha, vem dando claras demonstrações de que o partido não irá lançar candidato em Maceió, porém deve marchar junto com JHC na campanha para prefeitura da capital. Rodrigo Cunha diz que tem se dedicado ao fortalecimento do PSDB junto aos correligionários. (C.V.C.)

EDILSON OMENA

Thomaz Nonô ainda vai conversar com Rui Palmeira; Francisco Sales está de mudança para o PSB


4

POLÍTICA

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

TRIBUNALIVRE

ELETRÔNICOS SENTEM A CRISE

O impacto da crise econômica causado pelo surto de coronavírus, já está sendo sentido por 70% das empresas de eletroeletrônicos do Brasil. A informação foi repassada esta semana pela Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica), que constatou que 6% dos fabricantes já funcionam com paralisação parcial, mas 48% disseram que não tem previsão de parar as atividades.

BARTOLOMEU DRESCH

bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

Na ONU, repúdio ao governo

C

erca de 80 entidades, brasileiras e internacionais, pediram o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), diante do desmonte dos mecanismos de proteção aos direitos humanos pelo governo Bolsonaro. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Instituto Vladimir Herzog, Campanha Pelo Direito á Educação, Amazon Watch, Instituto Ethos, Artigo 19, Conselho Indigenista Missionário, Society Threatened Peoples, Conectas e dezenas de outras entidades participaram do movimento e disseram que o Brasil vive “graves ataques” e que “corroem o estado de direito e a democracia no país”. Elas pediram a comunidade internacional a dar urgente atenção e a desenvolver ações incisivas ante esse grave quadro de direitos humanos no Brasil. Foram citadas as questões das demarcações das terras indígenas, extinção e enfraquecimento de mais de 50 órgãos de participação social, o desmonte dos órgãos da defesa ambiental, os ataques quase que diários á imprensa e aos jornalistas e o aumento da desigualdade social.

ELETRÔNICOS SENTEM A CRISE 2 IPÊS ENFEITAM A CAPITAL

O programa Nova Maceió traz entre suas ações um processo de arborização das algumas das principais vias da capital. Ontem foi a vez da Avenida Humberto Gomes de Barros, no Benedito Bentes, que recebeu o plantio de 100 mudas de Ipês, de cores diversas, no canteiro central. O titular da Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes), Gustavo Torres, disse que o projeto é contínuo e já beneficiou áreas verdes nas avenidas Josepha de Melo e Márcio Canuto.

IPÊS ENFEITAM A CAPITAL 2

A IMPORTÂNCIA DA OUVIDORIA

A Ouvidoria do Tribunal de Contas de Alagoas realiza nesta segunda-feira (16) o evento “Ouvidoria Day”. Na oportunidade será abordado o tema “A Importância das Ouvidorias Públicas no Fortalecimento do Controle Social”. O evento está marcado para o Auditório Jorge Assunção durante todo o dia. As ouvidorias representam um instrumento da democracia e uma importante ferramenta de gestão.

O Superintende explicou ainda que, o trabalho de urbanização, atenderá os bairros do Graciliano Ramos e Benedito Bentes, em uma extensão de mais de 4 km. Além dos Ipês, a ideia é utilizar mudas de diversos outros exemplares da Mata Atlântica. O objetivo é ampliar a arborização da cidade, em um trabalho que une o aspecto paisagístico e os benefícios ambientais.

O novo levantamento da entidade trouxe informações sobre a entrega do produto final. As empresas se dizem preocupadas e caso a crise permaneça por um prazo de 45 dias, pode haver risco na entrega. Para a Abinee, o problema está na cadeia de fornecimento com a falta de insumos que viriam da China, que enfrenta uma crise aguda afetada pelo coronavírus.

CASAMENTO MILIONÁRIO É CANCELADO

A festa de casamento do empresário Alexandre Birman, dono da Arezzo, que seria realizada no Copacabana Palace, foi adiada por causa do coronavírus. O hotel havia sido fechado para a festa, marcada para o dia 21 e teria mais de mil convidados vindos de São Paulo, Paris e Nova York. A noite seria animada por Carlinhos Brown. Os convidados estão sendo avisados do adiamento.

DIVULGAÇÃO

• A Justiça do Rio de Janeiro anulou o testamento do humorista Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho, o Chico Anísio, sob alegação de que ele feriu a legislação. • O humorista teria destinado 100% do seu patrimônio, sem especificar a divisão para os herdeiros. Isso acarretou uma segunda ação impetrada pela viúva Malga de Paula. • Além da mulher, Chico deixou ainda oito filhos. E por estar em segredo de justiça não se sabe como foi elaborada a divisão do patrimônio. • Existem informações não confirmadas, de que Chico Anísio teria deixado um patrimônio de R$ 150 milhões, mas com uma divisão equivocada.

CENÁRIO DE CRISE

“Ministro se preocupa em transferir responsabilidades”

Rodrigo Maia contesta a forma como o governo Bolsonaro vem agindo por não ter um plano de contingência para o enfrentamento das crises no país

Maia critica governo por não ter pauta anticrise

Para o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em meio à crise, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tenta transferir responsabilidades. “Não posso imaginar que, numa crise desse tamanho, o ministro tenha encaminhado uma lista de 19 projetos para transferir a responsabilidade para nós. Não posso acreditar que um homem de 70 anos, com a experiência dele, tenha mandado esses projetos com essa intenção. Não acredito nisso. A crise é tão grande que a gente não tem direito nem de imaginar que o ministro da Economia de uma das maiores economias do mundo, o com mais poder desde a redemocratização, possa ter pensado de forma tão medíocre. Eu tenho certeza de que não. [...] Queremos que o governo construa as soluções que vão minimizar os efeitos na saúde pública e na crise na vida das pessoas na área econômica

área social. O governo precisa liderar isso.” Maia ressalta, ainda, que há um desconforto entre o Congresso e as medidas que não estão sendo adotadas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). “Entre uma pressão do Guedes e o risco de perder a vida de brasileiros com o vírus, somado ao risco de ampliação de desemprego no Brasil, não vou estar preocupado se ele fez isso para pressionar. Essa não é a pressão que nos incomoda. A que nos incomoda é a gente ainda estar desconfortável em relação à resposta que o poder público, os três Poderes, precisa dar.” Por fim, Maia relata que a reforma administrativa preocupava há 15 dias. “O que incomoda e angustia é que a gente ainda não tem um plano de contingência para superar essa crise e os impactos na vida das pessoas na economia”, finaliza. DIVULGAÇÃO

Parlamentares estão frustrados com a falta de iniciativa do ministro Paulo Guedes EDITORIA DE POLÍTICA COM AGÊNCIAS

O

presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou a falta de respostas imediatas do governo e a possível tentativa do ministro Paulo Guedes de transferir para o Congresso a responsabilidade pelo enfrentamento da crise econômica intensificada pelo avanço do coronavírus. Maia disse que os parlamentares se frustraram com o ministro pela falta de propostas de curto prazo durante sua apresentação em reunião de emergência realizada na Câmara na noite de quarta-feira (11). “[Paulo] Guedes não tinha uma coisa organizada ou não quis falar. Se olhar os projetos, tem pouca coisa que impacte a agenda de curto prazo ou quase nada. O que preocupou os parlamentares é que certamente teremos impacto de curto

prazo e que essas reformas de médio e longo prazo não vão resolver. Temos uma crise de pandemia de um vírus que começa a crescer no Brasil. [...] O que incomodou os parlamentares é que não sentimos e não vimos, se ele [Guedes] não podia falar ou se ainda não organizou, as soluções para os problemas de curto prazo, como nos setores da aviação civil e de serviços”, criticou. O presidente afirmou que a agenda do Congresso nos próximos 45 dias será focada no combate aos efeitos econômicos do coronavírus. Na avaliação dele, nem as reformas nem a lista de projetos considerados prioritários enviada por Guedes na terça oferecem soluções de curto prazo requeridas pelo momento. “A reforma administrativa estar atrasada incomodava até 15 dias atrás”, afirmou. Para Rodrigo Maia, Guedes terá agido de forma “me-

díocre” se tiver pensado em transferir a responsabilidade para os parlamentares sobre a solução da crise ao ter cobrado a votação da agenda econômica. “Não posso acreditar que um homem de 70 anos, com a experiência dele, tenha mandado isso com essa intenção. A crise é tão grande que a gente não tem direito de imaginar que o ministro da Economia de uma das maiores economias do mundo possa ter pensado de forma tão medíocre.” Segundo, incomoda e angustia o Congresso Nacional saber que o governo não tem plano de contingência para superar essa crise e os impactos dela na vida das pessoas na economia. “Queremos que o governo construa as soluções que vão minimizar os efeitos na saúde pública e na crise na vida das pessoas na área econômica área social. O governo precisa liderar isso”, cobrou.

Na noite da última quinta-feira (12), o Ministério da Economia anunciou medidas para combater o impacto que o coronavírus tem trazido para a economia brasileira. Uma das medidas será a antecipação do pagamento de R$ 23 bilhões referentes a parcela de 50% do 13º salário aos aposentados e pensionistas do INSS. Em relação à saúde e educação, Rodrigo Maia informou que são dois eixos: “como impacta a saúde dos brasileiros e como impacta a vida econômica e social. São duas urgências. Essa primeira está bem organizada. Por outro lado, como o governo vai reagir em relação à queda da atividade e a algum risco de perda de emprego? Essa parte incomodou os deputados e senadores. A falta dessa parte. Essas variáveis de curto prazo é que eu acredito que os deputados e senadores sentiram falta na apresentação do Guedes.”

Paulo Guedes fala em reformas, mas projetos não chegam ao Congresso


POLÍTICA

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

Hospitais psiquiátricos promovem tortura

CUSTÓDIA

Juiz em MG determina transferência de Adélio Bispo

Mecanismo Nacional de Combate e Prevenção quer reunião com o governo federal

B

arbárie. Esta foi a definição de especialistas em direitos humanos e saúde mental após apresentação da segunda edição revisada do documento Hospitais Psiquiátricos no Brasil – Relatório de Inspeção Nacional 2020 ao Comitê Nacional de Prevenção e Combate à Tortura, órgão do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, braço operador do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT). O levantamento, disponível no site do MNPCT, denuncia a falta de estrutura, relatos de violência sexual contra mulheres, além de cárcere privado, isolamento, e contenção forçada em 40 Hospitais Psiquiátricos, localizados em 17 estados nas cinco regiões do país. Em uma unidade em São Paulo, por exemplo, entre os internados foram encontradas uma idosa de 106 anos e uma criança de 10. “Essas instituições, muitas delas, propõe a substituição da vida pela segregação e isso tem uma série de impactos na vida dessas pessoas, primeiro porque elas perdem a oportunidade de serem tratadas a partir de uma perspectiva comunitário, de fortalecimento de laços e de inserção social dentro dessas instituições”, aponta o perito do MNPCT Lucio Costa. Entre as instituições denunciadas, 75% são particulares, porém sustentadas

DIVULGAÇÃO

Denúncia vai de violações como cárcere privado, castigo a violência sexual; situações acontecem em 40 instituições por verbas do Sistema Único de Saúde (SUS). O que para Frei David Santos, da ONG Educafro, evidencia um negócio lucrativo em cima do sofrimento humano. A Educafro é das organizações que apoiam o trabalho do Mecanismo de Combate e Prevenção à Tortura que defende a abertura de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para que a Política

Nacional de Saúde Mental seja investigada. O órgão também exige uma reunião com o atual ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e um maior comprometimento do governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Na última terça-feira (10), no entanto, a ministra da pasta responsável pelo órgão atuou para invisibi-

5

lizar o trabalho do MNPCT durante reunião do Comitê, segundo ativistas. “Estamos transformando a sociedade em uma sociedade mais cruel. E um governo transitório precisa garantir o que nós queremos, e nós queremos uma sociedade mais honesta, equilibrada e que trate bem os mais sofridos”, destaca Frei David.

O juiz Bruno de Souza Savino, da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora, determinou na sexta-feira (13) a transferência de Adélio Bispo para Hospital Psiquiátrico de Custódia Jorge Vaz em Barbacena. A medida foi tomada após determinação do juiz Dalton Igor Kita Conrado, da 5ª Vara Federal Criminal de Campo Grande (MS). Adélio foi preso por esfaquear o então candidato à presidência Jair Bolsonaro em setembro de 2018. Após a determinação da Justiça Federal do MS, ocorrida no início de março, a Defensoria Pública da União (DPU) e o Ministério Público Federal (MPF) analisaram a decisão e foram favoráveis à transferência. A data em que irá ocorrer a transferência de Adélio do presídio de Campo Grande para Hospital Psiquiátrico de Custódia Jorge Vaz não foi informada. Entretanto, o prazo estipulado para a permanência dele no presídio em Campo

Grande se encerra no próximo dia 2 abril. Adélio Bispo foi diagnosticado com Transtorno Delirante Persistente em maio de 2019 e considerado inimputável. Por isso, conforme a decisão da Vara Federal de Campo Grande, ele não deve permanecer em um presídio que é destinado apenas para encarceramento de pessoas, sem espaço ou estrutura para o tratamento adequado. Também já havia sido expedido ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen), para a autorização do recolhimento de Adélio nas celas mantidas pela Polícia Federal nos aeroportos ou proximidades dos aeroportos durante o período de traslado do preso. No documento, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerias (SES-MG) afirmou que o estado dispõe apenas do Hospital Psiquiátrico de Custódia Jorge Vaz, em Barbacena, para casos semelhantes.

NOTÍCIAS

Projeto fixa multa para divulgação de fake news A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) aprovou, na última semana, o Projeto de Lei (PL) 538/2018, que estipula multa de até R$ 5,5 mil para quem elaborar e disseminar informações e notícias falsas, por qualquer meio, com o objetivo de obter vantagem de qualquer tipo, prejudicar pessoa física ou jurídica ou distorcer a verdade. O PL foi encaminhado para o governador do estado, João Doria, que agora decide se irá sancioná-lo ou não. Com a medida em vigor, também ficarão sujeitas a punição pessoas que utilizarem mecanismos automáticos de distribuição massiva de informações inverídicas e fraudulentas, como é o caso dos bots (robôs virtuais). Os bots são softwares concebidos para responder de maneira padrão a algum comando e podem, portanto, acabar sendo programados para esse fim. O PL estabelece, ainda, que, se alguém compartilhar informação falsa e

comprovar que não teve a intenção de prejudicar a honra ou a imagem de outra pessoa, não será punido. A sanção também não recairá sobre pessoas que difundirem informações alegando que se tratam de opinião pessoal ou material “de evidente ou previamente informado cunho humorístico”. Caso o autor da infração seja reincidente, a multa será aplicada em dobro. O valor também dobrará quando o agente propagador das mensagens for servidor público. Se ele utilizar recursos da repartição onde trabalha para cometer o ato ilícito, a multa será quadruplicada. Além da multa, os infratores ficam sujeitos a responder civil, administrativa e penalmente. Os parlamentares que votaram contra a proposta foram Arthur do Val (Patriota); Gil Diniz (PSL); Heni Ozi Cukier (Novo), líder do partido na Casa, que registrou voto em nome de toda a sigla; Janaina Paschoal (PSL); e Ricardo Mellão (Novo).


6

OPINIÃO UM PRODUTO:

Cooperativa dos Jornalistas e Gráficos do estado de alagoas

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Empresarial Humberto Lôbo Av. Menino Marcelo - 9.350- Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

Tratamento ao consumidor N ão só os bons descontos estão movimentando a Semana do Consumidor nos últimos anos no Brasil. O consumidor quer mais e espera que as empresas façam mais por ele, é o que revela a Pesquisa State of the Connected Customer realizada com mais de 6.700 consumidores de 15 países, incluindo o Brasil. Entre os brasileiros, 89% declararam que a qualidade da experiência de compra é tão ou mais importante que o produto oferecido pelas empresas e 94% acreditam que um fator essencial para isso é ser tratado como uma pessoa, e não apenas como um número. Consumidor, pode não funcionar para outro. O Dia do Consumidor é comemorado neste domingo, 15 de março, mas durante todo o mês os consumidores estão ganhando benefícios: em preços e em

PRESIDENTE José Paulo Gabriel dos Santos DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: Flávio Peixoto EDITOR GERAL: Ricardo Castro ricardocastro@tribuna-al.com.br

Jornalista

A família Bolsonaro está acusando a imprensa, como sempre, de fake news no caso do teste do presidente que teria dado positivo para coronavírus. A Fox News publicou a notícia pela manhã, citando Eduardo Bolsonaro. De acordo com a emissora, a favorita de Trump e onde Eduardo tem cadeira cativa, ele afirmou que “estão fazendo mais testes para confirmar o diagnóstico.” O segundo conjunto de resultados de testes sairia nesta sexta-

Sociólogo e presidente do Instituto Vox Populi

Nem todo mundo sabe, mas, hoje, o antibolsonarismo é maior que o antipetismo. Na verdade, bem maior. Inversamente, a proporção de pessoas que têm uma atitude favorável em relação ao PT, a Lula e às lideranças e bandeiras do partido ultrapassa, em muito, as que pensam positivamente a respeito de Bolsonaro, suas ideias e governo. Há tempo que o mito do “crescimento da rejeição ao PT” (e tudo que dele decorre) faz parte de nosso senso comum. Tanto, que muitos passaram a considerá-lo um dado de natureza, que dispensa comprovação. Repetido como um mantra desde, pelo menos, 2013, tornou-se uma daquelas verdades que, embora falsas, parecem ser auto-evidentes. Ainda mais depois do resultado da eleição de 2018, que a maioria dos entendidos explicou como se fosse a expressão do “maciço” (e, ao que parece, em sua opinião, “natural”) antipetismo na sociedade. Isso, no entanto, não procede. Não há evidências de que tenha havido, nos últimos anos, uma mudança relevante nas proporções de aprovação/ reprovação do PT e, muito menos, de que a vitória de Bolsonaro decorra do crescimento do antipetismo. Ao contrário, dizer que é o antipetismo (supostamente espontâneo e “normal”) que explica o bolsonarismo equivale a naturalizar o resultado da eleição de 2018, transferindo a responsabilidade por termos um desqualificado à frente do Executivo às escolhas racionais de eleitores “decepcionados” com o PT.

REDAÇÃO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com OS ARTIGOS ASSINADOS SÃO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NÃO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPINIÃO DESTE JORNAL.

Billo

experiências de compra e atendimento. Na área da saúde, por exemplo, quem já é cliente de um plano de saúde está recebendo ofertas em estabelecimentos que fazem parte de um programa de relacionamento que o convênio criou para “mimar” os consumidores, como 30% de desconto oferecido por uma das maiores redes de moda feminina do Brasil. Mas o atendimento personalizado vai além dos descontos. Para tratar de maneira única os consumidores exigentes, o convênio intensificou os treinamentos em humanização. As tecnologias estão contribuindo para a criação de ambientes e canais que entreguem o melhor atendimento para as novas expectativas dos consumidores. Na visão de especialistas, a tendência é a experiência de compra ficando cada vez mais individualizada, e não massificada.

-feira, de acordo com o que o Zero 3 falou à Fox. Pouco depois, o pai dele apareceu no Twitter com uma foto dando banana para a mídia com o diagnóstico negativo. Foi secundado, como sói acontecer, pelas crias. Tudo mentira etc etc. Não contavam com John Roberts, da Fox, correspondente na Casa Branca. “Após dizer para a Fox News que seu pai havia preliminarmente testado positivo para coronavírus, Eduardo Bolsonaro agora diz que o teste foi negativo”, escreveu no Twitter. A Fox relata no site que Eduardo “aparentou confirmar” mais cedo que o primeiro teste deu positivo e que ele mesmo negou o que

falara anteriormente. Na tela, um Eduardo tenso, com olheiras, gaguejando, o inglês mais claudicante que o normal, tenta explicar à entrevistadora a lambança. “As informações que tenho são os resultados que surgiram dizendo que ele é negativo para o coronavírus. Eu nunca ouvi dizer que foi positivo no primeiro exame. Isso é algo que eu não sei. Mas, ãããã… tudo está bom agora”, conta. É bem diferente do personagem altivo, orgulhoso de sua burrice, que costuma aparecer na Fox. Alguém está mentindo e não é difícil imaginar quem. Enquanto isso, o gado muge com a alfafa distribuída pelos Bolsonaros.

Antibolsonarismo é muito maior que antipetismo MARCOS COIMBRA

PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

A fake news de Eduardo Bolsonaro na Fox KIKO NOGUEIRA

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

Na mais recente pesquisa do instituto Vox Populi, antibolsonaristas e antipetistas foram definidos como a soma das pessoas que “detestam” ou “não gostam, sem chegar a detestar” de um ou outro. No primeiro caso, do personagem em si, seu comportamento e as coisas que fala (dado que o capitão sequer está filiado a um partido). No segundo, do partido propriamente dito. Nesses termos, são antibolsonaristas 47% dos entrevistados, enquanto que 25% são antipetistas. Ou seja, as pessoas que têm sentimentos negativos em relação a Bolsonaro são cerca do dobro das que antipatizam ou desgostam do PT. Vice-versa, o contrário: 38% dizem “gostar muito” ou “gostar, sem ser muito” do PT e 28% de Bolsonaro. Em relação ao PT, esses resultados, do final de 2019, são quase idênticos aos de cinco anos atrás: em maio de 2015 (já em pleno desgaste da imagem de Dilma), 31% dos entrevistados, empregando a mesma métrica, podiam ser considerados antipetistas, taxa que permaneceu sem mudar até às vésperas da eleição passada (em outubro de 2018, estava em 29%). Como se vê, os números não sugerem que tenha ocorrido, ao longo de 2018, uma elevação significativa do antipetismo, capaz de explicar a vitória de Bolsonaro. Note-se que haver uma proporção estável, de pouco menos que um terço de antipetismo em nossa sociedade, faça chuva ou faça sol, não significa imaginar que os dois terços restantes são eleitores que, em algum momento, o partido teve e perdeu. Em nenhuma eleição nacional desde 1989, o PT conseguiu mais que 60% dos votos válidos ou mais que 46% do voto total, o que significa dizer que, no mínimo, 40% dos eleitores que compareceram

às urnas (ou 54% dos cidadãos aptos a votar) não votaram em um candidato do PT (estamos falando de Lula em 2006, contra Alckmin no segundo turno, o melhor resultado obtido pelo PT em todos os tempos). Hoje, uma parcela expressiva do antipetismo vem das pessoas que gostam de Bolsonaro, mas não a totalidade: entre os 25% antipetistas, 16% (ou seja, dois terços) são bolsonaristas, mas há 9% que não gostam ou repudiam Bolsonaro (entre os quais estão os 4% que rejeitam ambos, simultaneamente). O antibolsonarismo, por sua vez, abriga maior diversidade: 40% das pessoas que não gostam ou detestam Bolsonaro não simpatizam ou se identificam com o PT. Bolsonaro e sua claque representam uma minoria, que chegou ao poder depois de uma sucessão de manipulações: juízes e procuradores facciosos condenaram e prenderam Lula, impedindo que o PT pudesse disputar com seu candidato natural, os militares ultrarreacionários proibiram que ele falasse, Bolsonaro se escondeu do debate público e, para arrematar, trapacearam a eleição com toneladas de fake news contra Haddad, despejadas com grana ilegal e o beneplácito dos empresários da fé evangélica. Enquanto isso, a “grande imprensa” olhava para o lado e fingia que não via. Chega a ser cômico afirmar que o antipetismo é a causa da vitória do capitão. A turma de Bolsonaro pode querer desfechar um golpe para estabelecer uma ditadura e pode até conseguir. Mas uma coisa é certa: não será porque “o povo quer” ou “em resposta aos anseios populares”, como os militares gostavam de dizer a respeito de suas intervenções na politica antes de 1964. Se depender da escolha livre do eleitorado, o pesadelo bolsonarista será breve.

Guedes, coronavírus e pibinho ANDRÉ BARROCAL Jornalista

O governo anunciou em 11 de março nova projeção de crescimento econômico este ano, de 2,1%, não mais de 2,4%. Com um PIB mais fraco, a arrecadação de impostos será 7,8 bilhões de reais menor. No dia da divulgação, o coronavírus foi declarado uma pandemia, sinal de que os cálculos terão de ser refeitos. O PIB será ainda pior, idem a arrecadação. O que não muda é a disposição do governo de tomar dinheiro dos funcionários públicos para tapar buracos. A tunga foi proposta pelo Ministério da Economia em novembro, e o ministro Paulo Guedes tratou dela na manhã de 11 de março com o relator do projeto no Senado, Oriovisto Guimarães (Podemos-PR). Foi no mesmo dia em que o Senado realizava a primeira audiência pública sobre a chamada PEC Emergencial, uma das 19 prioridades recém listadas por Guedes perante o Congresso. Pela proposta, o governo pode cortar até 25% do salário dos servidores (a jornada de trabalho cairia em igual proporção) e segurar promoções, caso se veja obrigado a violar a “regra de ouro” fiscal. Esta proíbe o governo de pegar empréstimo no “mercado” para pagar despesas com pessoal, luz, água (só pode para quitar dívida ou investir). A violação é caso de impeachment do presidente. Jair Bolsonaro escapou do risco em 2019 graças a uma autorização especial pedida ao Parlamento para gastar 248 bilhões de reais.O ritmo de tartaruga da economia impediu o governo de coletar mais impostos e bancar suas obrigações no ano passado. Houve rombo fiscal de 95 bilhões, e outro virá em 2020, de 87 bilhões pelo menos. Com a tunga, Bolsonaro estaria a salvo de degola até 2022. Oriovisto Guimarães é um rico (239 milhões em bens na eleição de 2018) economista pró-Estado mínimo, daí apoiar a tomada do dinheiro dos servidores. Mas mostrou a Guedes que o clima não está bom no Congresso para votar tal impopularidade, ainda mais em ano eleitoral. Seria preciso ao menos abrir umas exceções na tunga. “Nem na saúde, nem na segurança pública nem na educação”, disse

ao sair do ministério. Os servidores prometem uma greve em 18 de março contra a proposta e a reforma administrativa que Bolsonaro sequer mandou ao Congresso, mas é obsessão de Guedes. O mau humor é grande na alta burocracia, dona dos maiores salários e excluída das exceções. São policiais federais, auditores da Receita, advogados da AGU, diplomatas, gestores. Na eleição, Bolsonaro teve 70% dos votos em Brasília, berço dessa burocracia. Quando mandou a PEC Emergencial ao Legislativo, o time de Guedes calculava que, com ela, arranjaria 12 bilhões de reais este ano e 26 bilhões até 2022. Um quarto desse total de 38 bilhões iria para investimentos, o que incentivaria o crescimento econômico e a campanha reeleitoral de Bolsonaro em 2022. Na quinta-feira 12 de março, o Ministério divulgou outro estudo, a apontar que, com a aprovação da tunga e de uma outra mudança constitucional proposta também pelo governo em novembro, a PEC do Pacto Federativo, surgiriam 31,5 bilhões de reais para todos o setor público (prefeitos e governadores incluídos) investir. Segundo cálculos de quatro professores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a tunga de 25% no salário do funcionalismo renderia 55 bilhões de reais. Mas o quarteto não diz que isso é bom. Ao contrário. Argumenta que reduziria o consumo das famílias e, com isso, causaria uma queda do PIB no curto prazo, de 1,4%. Números citados na audiência pública do Senado. No curto prazo, a economia brasileira já sofre os efeitos do coronavírus, embora o tamanho e a duração deles sejam incertos. Estudos da equipe de Guedes, concluídos também antes do cenário de pandemia, descreveram o caminho dos efeitos. Redução das exportações, do preço das commodities e dos ativos nacionais. Recuo no fluxo de pessoas. Interrupção de algumas cadeias produtivas. Epicentro do vírus, a China responde por 18% do PIB mundial (dado de 2018), é destino de 30% de nossas vendas externas e fornece 20% dos insumos industriais do planeta. Há casos pelo globo de fábricas que tiveram de parar a produção por falta de matéria-prima chinesa. Não há como o Brasil escapar das consequências.


BRASIL

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

Bairros afetados voltam a ser checados pela CPRM

7 MARCO ANTONIO / SECOM MACEIÓ

Comitiva do serviço geológico chega quarta-feira para vistoria afundamento do solo

U

ma comitiva com representantes do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Ministério das Minas e Energia (MME), Agência Nacional de Mineração (ANM) vem a Maceió na próxima quarta-feira (18) para apresentar novos dados obtidos a partir de análise interferométrica. “Recomenda-se, portanto, que nenhuma mina seja desconsiderada na elaboração de perímetros de resguardo, visto que os registros históricos de sonares já demonstraram que ocorrem colapsos sucessivos do teto em todas elas sendo impossível garantir a

integridade da superfície sobrejacente. As áreas de subsidência onde os danos aos imóveis ainda não são comprometedores continuam em movimentação e novas áreas com danos já foram identificadas ou intensificadas, conforme foi constatado em trabalhos de campo realizados em janeiro deste ano”, diz documento elaborado pelo CPRM. Ainda de acordo com o Serviço, as análises apontam para uma aceleração no processo de afundamento que chega em alguns pontos a 714mm por ano. O órgão também demonstra preocupação com a região

da linha férrea. “O Serviço Geológico do Brasil - CPRM reforça a importância e necessidade da instalação de uma rede sismográfica de alto detalhe, com sensores em profundidade, com precisão suficiente para que seja possível a individualização do colapso de cada mina, com transmissão e processamento automático de dados. Uma rede sismográfica com tal configuração é necessária para o acompanhamento do processo contínuo de colapso das cavidades que vêm ocorrendo e fundamental para que possam ser identificadas variações inesperadas no pa-

drão do processo”, diz. DEMOLIÇÃO Quatro blocos do Jardim Acácia, no bairro do Pinheiro vão ser demolidos neste mês. A informação foi divulgada por moradores após reunião com a Braskem S/A. Apesar de a empresa não confirmar oficialmente, moradores relataram à Tribuna Independente que um cronograma foi apresentado. Os trabalhos devem começaram no mês passado com isolamento da área. As demolições devem durar seis semanas, o bloco 8 e 15 receberam prioridade, porque estão em condições mais graves.

Câmara vai dispensar deputados sexagenários A Câmara dos Deputados emitiu um ato da mesa, na sexta-feira (13), adotando medidas administrativas para prevenir à propagação do coronavírus. A partir de hoje, parlamentares e servidores acima de 60 anos,” às gestantes, bem como aos que tenham realizado recentes intervenções cirúrgicas, estejam realizando tratamento de saúde que cause diminuição da imunidade, transplantados

e doentes crônicos, independentemente da faixa etária”, estão isentos de qualquer tipo de sanções administrativa por falta. No momento, a Câmara conta com 95 deputados com mais de 60 anos. Outra medida que será tomada é a suspensão do registro eletrônico de todos os servidores, pois, segundo a argumentação que consta no ato, o “coletor biométrico pode ser potencial transmis-

sor do vírus”. Os eventos e audiências na Câmara também foram suspensos, exceto aqueles para os quais a mesa diretora emita uma autorização especial. Para os gabinetes receberem convidados, precisarão de uma autorização da Primeira-Secretaria da Casa, caso contrário, todas visitas estão suspensas. As reuniões das comissões funcionarão somente com a

presença dos congressistas e se seus assessores diretos. O ato relembra que “conforme amplamente divulgado pelo Ministério da Saúde, haverá inevitavelmente um crescimento exponencial de casos do vírus no país nas próximas semanas”. Em consonância com o Ato da Mesa n. 118, publicado em 11/3/2020, determino a adoção das seguintes medidas administrativas de prevenção.

CNS sugere a revogação do Teto dos Gastos O Conselho Nacional de Saúde (CNS) divulgou nota pública em que reivindica a revogação imediata da Emenda Constitucional (EC) 95/2016, conhecida por Teto dos Gastos, que congelou por 20 anos investimentos públicos nas áreas sociais. O objetivo é obter mais recursos para enfrentar o avanço do coronavírus. De acordo com estudo da Comissão de Orçamento e Financiamento (Cofin) do

CNS, o prejuízo em relação ao SUS já chega a R$ 20 bilhões. Ao longo de duas décadas, os danos são estimados em R$ 400 bilhões a menos para os cofres públicos. O Conselho classifica como “de extrema irresponsabilidade” a aprovação do Plano Mais Brasil, que retira ainda mais investimentos das políticas sociais. “Senadores e deputados não podem permitir mais essa

afronta à Constituição de 1988 e ao povo brasileiro, que vem sendo penalizado injustamente diante de tais medidas”, advertem os conselheiros, que representam todos os setores da sociedade brasileira. O governo Bolsonaro foi irresponsável quanto ao coronavírus e agora que a crise já está se instalando começa a se atentar à realidade. Esta é a avaliação da presidenta Nacional do PT,

Gleisi Hoffmann, em recado transmitido ao lado dos deputados José Guimarães, Humberto Costa e Enio Verri na tarde de sexta-feira (13). A mandatária do partido, no entanto, vê com ressalvas as propostas – ainda que tardia – da atual gestão, que desdenhou do problema mesmo depois de comunidades internacionais de saúde já terem declarado estado de pandemia.

Técnicos da CPRM farão nova análise do solo nos bairros afetados

CORONAVÍRUS

Em isolamento, Bolsonaro terá de fazer novos exames Apesar de dar uma “banana” pra imprensa ao anunciar na sexta-feira (13) que o resultado do teste de Covid-19 deu negativo, o presidente Jair Bolsonaro terá que passar por novos exames na próxima semana. Segundo reportagem de Tânia Monteiro e Jussara Soares, do Estado de S.Paulo, a equipe médica do presidente recomentou isolamento e novos testes em razão do tempo que ele passou com o secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten, dentro de avião. “Ele segue de quarentena até o começo da próxima semana no Palácio do Alvorada. Precisa ficar isolado pelo menos sete dias depois do contato”, revelou um dos médicos. Na manhã de sextafeira ganhou repercussão mundial a notícia de que o primeiro teste feito por

Bolsonaro teria dado positivo, com confirmação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) à Fox News. Horas depois, o ex-capitão apresentou um laudo médico do Hospital Albert Einstein negando a informação. BRASIL Segundo a Plataforma Ivis, do Ministério da Saúde, o Brasil possui 98 casos confirmados de coronavírus e 1.485 suspeitos. Outros 1.344 já foram descartados. A jornalista Barbara Gancia cobrou que Jair Bolsonaro divulgue os laudos dos exames que fez para avaliar se estava com Covid-19, doença causada pelo coronavírus. Alô, Jair Bolsonaro! Queremos ver o laudo do(s) seu(s) exame(s) para detecção do Covid-19, acompanhado de depoimento do médico responsável”, escreveu a jornalista.


20

ECONOMIA

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

Refúgio de lindos cenários em Passo de Camaragibe

DIVULGAÇÃO

Município é um dos maiores em extensão territorial do Litoral Norte e mescla praia com a beleza do campo CLAUDIO BULGARELLI SUCURSAL LITORAL NORTE

O

município de Passo do Camaragibe, um dos maiores em extensão territorial do Litoral Norte e que possui duas características distintas para o desenvolvimento do turismo, o de praia, pois possui algumas das mais belas da Rota Ecológica e o rural, com suas suaves colinas verdejantes, é uma região belíssima, que mescla a beleza do campo com a proximidade do litoral, além da grande diversidade de ecossistemas, com rios, lagoas, manguezais e praias desertas. No quesito turismo de praia, a de Marceneiro é extensa e boa para caminhadas, tem vastos coqueirais, barreiras de recifes e mar que varia entre tons de verde e azul. Uma das poucas praias do Litoral Norte com acesso por estrada de paralelepípedo. Na maré baixa, a paisagem fica especialmente bela. Dá para curtir longas caminhadas mar adentro e banhos em pequenas piscinas naturais de águas mornas. Suas águas cristalinas são um convite irrecusável ao mergulho. O mar exibe

pequenas ondas tornando a prática do surf ideal para iniciantes. No local há algumas belas pousadas e casas de veraneio, mas sem estrutura de barracas. É recomendado levar sua comida e bebida, mas seja educado e não deixe lixo na praia. O prazer de desfrutar dessa praia maravilhosa, de areias finas e douradas, é inexplicável. A praia de Marceneiro proporciona aos turistas sossego, momentos de reflexão e de muita diversão. Os visitantes da Praia de Barra de Camaragibe se encantam com as belezas naturais do lugar. Tem a foz do Rio Camaragibe, manguezais, além de um mar exuberante de recifes de corais. Conta com faixa de areia clara e fofa, o mar é calmo e de água meio turva. Mas o que torna esta praia especial é o encontro do Rio Camaragibe com o mar. Dá para passar o dia boiando em águas mornas e apreciando a riqueza dos manguezais que cercam a foz. É propício para o banho, inclusive para crianças e idosos, além de favorecer a prática de esportes náuticos como vela e stand up paddle. Cercada por coqueiros e belas árvores, essa praia pode ser vista como o cenário

CLAUDIO BULGARELLI

Casa de Aurélio Buarque de Holanda precisa ser revitalizada

ideal para um ótimo dia na praia, principalmente para os amantes da natureza. Possui pousadas, mercadinhos e restaurantes. PRAIA DOS MORROS Deserta, paradisíaca, cinematográfica e a menos conhecida e explorada de toda a Rota Ecológica dos Milagres. Assim se apresenta a Praia dos Morros, a mais famosa e bela do município de Passo de Camaragibe, que é uma verdadeira perfeição para quem quer desfrutar de momentos tranquilos em meio a uma paisagem de tirar o fôlego. Mas conhecer esse cenário tem seu preço, porque fica numa região de difícil acesso, mas essencial para ser visitada, afinal como a mais bonita do município, merece o grau de dificuldade. O acesso pode ser feito por uma estrada de barro, sem sinalização, partindo da rodovia AL 101, logo depois da Barra de Santo Antônio: pela antiga estrada do Coco, passando pela Ilha da Croa ou pelas estradas dos canaviais, antes do centro da cidade do Passo. Também tem o acesso pela Praia de Barra de Camaragibe onde é feita a travessia de jangada pelo rio.

Deserta, paradisíaca, cinematográfica e menos explorada, assim se apresenta a Praia dos Morros DIVULGAÇÃO

Praia de Marceneiro proporciona aos turistas que a visitam sossego, momentos de reflexão e diversão

Falésias e morros designaram nome da praia A ponta norte da Praia dos Morros se inicia com o Rio Camaragibe que esbanja algumas paisagens encantadoras. Depois o cenário dá lugar a um imenso coqueiral. Partindo com destino ao sul da praia, o cenário aponta no horizonte as pedras com características vulcânicas, as falésias e os morros que designaram o nome da praia. Na maré alta, as pedras ficam submersas, formando espécies de aquários. A praia está numa centenária fazenda particular onde há uma bela igrejinha, que dizem ter sido construída pelos holandeses. Praticamente intocada, com pouca estrutura, só o som natu-

ral do barulho do mar e do vento. A tranquilidade reina absoluta nas águas mansas, mornas e cristalinas, nas piscinas naturais e na vegetação daquilo que ainda resta de Mata Atlântica. Depois das falésias e dos morros, vem outra praia belíssima, a praia da Pedra da Cebola, que é a continuação da Praia de Carro Quebrado e conserva as mesmas características da famosa praia: ampla e cercada de falésias de diferentes tons. A orla, com muitas pedras, fica inacessível na maré cheia. Não há sinalização de acesso. HISTÓRIA Passo de Camaragibe está

localizado na Costa dos Corais entre Maceió e Recife. Recortada por manguezais e com belas paisagens, a pequena cidade encanta por manter ainda prédios históricos em ótimas condições. O pequeno povoado se formou às margens do rio Camaragibe e em torno de uma igreja, por isso, sua primeira denominação foi Matriz de Camaragibe. No entanto outro povoado surgiu no ponto em que o rio tinha menor profundidade. O movimento intenso por causa dos comerciantes que vinham da capitania de Pernambuco para utilizar os armazéns de embarque conhecidos como

“passos”- fez com que a sede administrativa fosse transferida de Matriz para Passo de Camaragibe. Após a invasão holandesa e morte de Calabar, Passo de Camaragibe se tornou um ponto estratégico, ideal para as comunicações entre o Norte e o Sul. Além disso, Passo de Camaragibe é a cidade natal do literário Aurélio Buarque de Holanda. Mas são as praias, em sua maioria selvagem, que atraem inúmeros turistas. Entre as mais visitadas estão: a Praia da Barra de Camaragibe, Marceneiro e dos Morros, emolduradas por coqueirais. (C.B.)

Servidor vindo do exterior trabalhará à distância O Ministério da Economia divulgou uma nota na sexta-feira (13) na qual afirmou que os servidores que viajarem ao exterior deverão trabalhar à distância por 14 dias se apresentarem sintomas de contaminação pelo coronavírus. A Organização Mundial de Saúde (OMS) já declarou pandemia, isto é, reconheceu que o coronavírus se espalhou por diversos continentes, com transmissão contínua entre as pessoas. Segundo o Ministério da Saúde, até a sexta-feira, só no Brasil eram 98 casos confirmados e mais 1.485 suspeitos. “Os servidores e empregados públicos que realizarem viagens internacionais, a serviço ou pri-

vadas, e apresentarem sintomas associados ao Covid-19, conforme estabelecido pelo Ministério da Saúde, deverão executar suas atividades remotamente até o décimo quarto dia contado da data do seu retorno ao país”, afirmou o Ministério da Economia na nota divulgada. Em meio à crise do coronavírus, o Supremo Tribunal Federal (STF), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) restringiram o acesso de pessoas a julgamentos e suspenderam visitas aos tribunais. ORIENTAÇÕES Os órgãos e entidades integrantes do Sipec deverão organizar campanhas de conscientização dos riscos e das medidas

de prevenção para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do Covid-19, observadas as informações e diretrizes estabelecidas pelo Ministério da Saúde. Os órgãos e entidades deverão reavaliar criteriosamente a necessidade de realização de viagens internacionais a serviço programadas enquanto durar o estado de emergência de saúde pública decorrente do Covid-19. Os servidores e empregados públicos que realizarem viagens internacionais, a serviço ou privadas, e apresentarem sintomas associados ao Covid-19, conforme estabelecido pelo Ministério da Saúde, deverão executar suas atividades remotamente

até o décimo quarto dia contado da data do seu retorno ao País. Os órgãos e entidades da Administração Pública Federal deverão reavaliar criteriosamente a necessidade de realização de eventos e reuniões com elevado número de participantes, enquanto durar o estado de emergência de saúde pública. Deverá ser avaliada a possibilidade de adiamento ou de realização do evento ou da reunião por meio de videoconferência ou de outro meio eletrônico. Enquanto permanecer o estado de emergência de saúde pública, os atestados de afastamento por motivo de saúde poderão ser entregues no formato digital, no prazo de até cinco dias após a sua emissão.


CIDADES ANM faz exigências à Braskem sobre pedido de pesquisa

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

9

EDILSON OMENA

Representação da agência em Alagoas solicita detalhes técnicos; empresa diz que não há prazo para início de estudo EVELLYN PIMENTEL REPÓRTER

A

superintendência da Agência Nacional de Mineração (ANM) em Alagoas fez novas exigências à Braskem em relação ao pedido de autorização de pesquisa mineral em sete áreas no Litoral Norte do estado. Segundo a gerência regional do Departamento Nacional de Proteção Mineral (DNPM), as exigências são de caráter técnico. As solicitações de pesquisa em sete áreas foram feitas pela Braskem para pesquisa do minério sal-gema. A área a ser pesquisada tem cerca de 13.800 hectares e fica situada entre os municípios de Maceió, Paripueira e Barra de Santo Antônio. A região seria predominantemente zona rural e alguns dos trechos em áreas de propriedade privadas. Os requerimentos foram solicitados entre os dias 31 de julho e 1º de agosto deste ano.

De acordo com o protocolo padrão da Agência Nacional de Mineração (ANM), cada pedido leva de dois a quatro meses para ser oficializado. Segundo o gerente regional do DNPM em Alagoas, Fernando Bispo, as recomendações feitas pelo Ministério Público Federal (MPF) em relação ao pedido de licenciamento foram consideradas e o processo “demorou um pouco mais”. “São exigências técnicas. Ainda não foi iniciada a pesquisa. Nos requerimentos enviados ficaram faltando alguns dados e ainda não foram passados. Essa questão demorou um pouco mais porque há recomendações do MPF e demoramos um pouco para analisar, porque haviam esses ajustes. Fizemos as exigências e vamos então liberar para a pesquisa. Se todas as exigências forem cumpridas, não haveria impedimento para a liberação”, diz Fernando Bispo. A Braskem confirmou que as exigências feitas pela ANM

EXIGÊNCIAS Segundo a gerência regional do DNPM, as exigências são de caráter técnico

SAL-GEMA

As solicitações de pesquisa em sete áreas foram feitas pela Braskem para pesquisa do minério sal-gema

ÁREA A área tem cerca de 13.800 hectares e fica entre os municípios de Maceió, Paripueira e Barra de Santo Antônio

são “comuns”. Além disso, informou que não há prazo para que as pesquisas sejam iniciadas. “A ANM fez à Braskem recomendações comuns, que fazem parte dos processos de pesquisa mineral de modo geral, tais como mapeamento estrutural nas áreas. Ainda não há prazo definido para o início destas pesquisas”, afirma a empresa.

Braskem confirma que exigências feitas pela Agência Nacional de Mineração são “comuns”

Recomendações do MPF em outubro são atendidas pela agência As recomendações citadas pelo gerente do DNPM em Alagoas foram expedidas pelo Ministério Público Federal em outubro do ano passado à ANM. Em síntese, o órgão ministerial solicitou que fossem incluídas condições à concessão da autorização de pesquisa, como visita in loco, amostras de solo, estudo específicos ao impacto ambiental e georreferenciamento que identifique a densidade populacional na região. “Realize vistoria in loco,

previamente à concessão do alvará inicial, nas sete áreas constantes na solicitação da Braskem S.A., inclusive com georreferenciamento, para verificar a densidade habitacional das áreas possivelmente afetadas pelas atividades extrativistas e averiguar se estão inseridas em perímetro urbano; que, dentre as condicionantes estipuladas para a expedição do alvará, incluase a exigência à Braskem S.A. de que sejam extraídas amostras do solo, subso-

lo e rochas das sete áreas, com realização dos devidos estudos geomecânicos específicos e aprofundados, elaborados por profissionais devidamente capacitados – com especialização técnica necessária – tendo em vista que os fenômenos que estão ocorrendo em Maceió, em relação às atividades da Braskem, assim se deram, principalmente, pela ausência de estudos e avaliações adequadas sobre o impacto ambiental das atividades de extração

mineral; que as amostras de solo extraídas sejam encaminhadas a CPRM para análise; proceda ao recorte das áreas coincidentes com perímetros urbanos e com a Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais (APACC), a fim de que, em relação às mesmas, não haja sequer expedição de alvará inicial para a realização de pesquisa de lavra pela Braskem S.A.”, disse o MPF à época. O MPF disse à Tribuna Independente que a ANM

atendeu as recomendações. Além disso, desde a expedição do documento afirma que vem acompanhando o trâmite processual da possível concessão de autorização de pesquisa. “O Ministério Público em Alagoas recebeu resposta da Agência Nacional de Mineração a qual demonstrou concordância ao que foi orientado, no entanto com questionamentos pontuais por motivos técnicos. Trata-se de um procedimento extrajudicial dinâmico, com

juntadas constantes de documentos das partes envolvidas. Novas providências estão sendo tomadas pelo órgão para que a autarquia preste informações sobre o atual estágio dos requerimentos de autorização de pesquisa formulados pela Braskem S.A. em diversos processos administrativos, bem como que especifique as providências adotadas a partir do acatamento parcial dos itens b, c e d da recomendação mencionada”, afirma o MPF. (E.P.)


10

CIDADES geral com todos os servidores na próxima sexta-feira (20) para informar o resultado das negociações salariais. (Com assessoria).

CIDADES EMFOCO

CONTINUA FORAGIDO

ROBERTO BAIA

robertobaiabarros.hotmail.com

Reajuste salarial

A

Associação dos Servidores da Câmara Municipal de Arapiraca (Ascama) realizou, na manhã de ontem, sexta-feira, 13, uma assembleia geral com os servidores efetivos, aposentados e pensionistas. A assembleia, que foi convocada pelo presidente da Ascama, André Luís, contou com a participação do presidente da Casa, vereador Jário Barros, que acompanhou as propostas apresentadas pela categoria.

PROPOSTA DE 10%. De acordo com André Luís, como a data-base de reajuste salarial já é a partir de abril, os servidores iniciaram uma série de reuniões com o presidente Jário Barros, propondo um reajuste de 10%. Segundo o presidente da Ascama, Jário Barros disse que vai conversar com os demais integrantes da Mesa Diretora e solicitar ao setor de finanças da Casa. Se não houver impacto estará pronto para atender as reivindicações da categoria.

REUNIÃO “Vou sentar com os integrantes da Mesa Diretora e os demais vereadores, na próxima terça-feira, 17. Na quarta-feira, 18, já terei uma resposta para os servidores da Câmara Municipal de Arapiraca”, assegurou Jário Barros. Após essa reunião, André Luis disse que haverá outra assembleia

Polícia Civil realizou na quinta-feira, 12, buscas para prender o prefeito de Maribondo Leopoldo Pedrosa. A operação foi comandada pelo delegado João Marcello, da Regional de Penedo. O prefeito é considerado como foragido. O delegado informou que as diligências vão continua até localizá-lo. O mandado de prisão foi expedido pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL).

MANDADO DE PRISÃO A Justiça determinou na quarta-feira, 11, que o prefeito de Maribondo, Leopoldo Pedrosa, que responde em prisão domiciliar a um processo por tráfico de drogas, porte ilegal de arma e violência doméstica, volte para o Sistema Prisional. O gestor municipal foi preso em dezembro de 2019 e, dias depois, conseguiu o direito de aguardar julgamento em casa.

ROMPEU A TORNOZELEIRA De acordo com informações da polícia, o prefeito estava sendo monitorado por tornozeleira eletrônica. Mas, o Centro de Monitoramento de Tornozeleiras – COPEN, certificou que a tornozeleira havia sido rompida na manhã da quarta-feira (11), logo após o julgamento do TJ/AL.

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

FOI ABSOLVIDO

PREPARAÇÃO

O Tribunal do Júri da 8ª Vara Criminal da Arapiraca absolveu, na quinta-feira (12), o réu Erisvaldo dos Santos, acusado de matar o primo Jamilson Roque dos Santos em outubro de 2008. O júri foi conduzido pelo titular da unidade, juiz Geneir Marques de Carvalho Filho. Durante o julgamento, o representante do Ministério Público requereu a condenação de Erisvaldo por homicídio qualificado. Após os debates, os jurados reconheceram que o réu havia cometido o assassinato, mas optaram por absolvê-lo.

O CASO Segundo a denúncia, o crime foi motivado pelo fato de Jamilson viver chamando o primo Erisvaldo de ‘vacilão’. Ambos moravam juntos, com outros familiares, desde a infância e segundo os parentes não existia intriga entre os primos. O réu teria se aproveitado de estar sozinho em casa com a vítima no dia do crime e efetuou um disparo de arma de fogo contra Jamilson, atingindoo na cabeça, por não suportar mais ser chamado de ‘vacilão’. De acordo com Erisvaldo, a vítima já teria lhe ameaçado, mas nenhuma providência legal foi tomada pelo réu.

CURSO DE FORMAÇÃO O Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) realizou, na manhã de ontem, sextafeira (13), a aula inaugural do Curso de Formação de Praças (CFP) - Polo Arapiraca. O evento foi realizado no auditório do Fórum da cidade, no bairro Santa Edwiges.

“É uma pesquisa, não significa que eles vão explorar”

Atualmente, 143 alunos estão em formação, divididos em quatro pelotões na cidade de Arapiraca. As atividades são realizadas diariamente no 3º Batalhão de Polícia Militar (3° BPM) e engloba a parte física e a intelectual, onde eles adquirem o conhecimento necessário e a preparação adequada para atuar nas ruas das cidades do interior, protegendo a população. (Com assessoria). ... Visando reforçar o meio-campo, o ASA contratou o volante Natan Soares, de 29 anos, que estava no Esporte Clube Primeiro Passo Vitória da Conquista (ECPP), mais conhecido como Vitória da Conquista, na Bahia. ... O clube baiano liberou o atleta, após Natan ter aceitado a proposta do ASA para enfrentar as últimas rodadas do Campeonato Alagoano. ... Natan Soares chegou ao Estádio Coaracy da Mata Fonseca, o Fumeirão, em Arapiraca, na manhã de ontem, sexta-feira (13). O volante já vestiu a camisa do ASA e gravou um vídeo mandando um recado para a torcida alvinegra.

REPRODUÇÃO / CREA

Engenheiro de minas explica como funciona processo de autorização de pesquisa para exploração de minério EVELLYN PIMENTEL REPÓRTER

C

onsultado pela reportagem da Tribuna Independente, o engenheiro de minas, Wenner Gláucio Pereira explica que o processo de autorização de pesquisa mineral consiste em analisar todos os aspectos envolvidos na jazida, além disso, não é possível o uso comercial do material retirado durante as análises. Isto é, caso a autorização de pesquisa seja concedida à Braskem, a empresa não pode, por lei, aproveitar o material extraído do subsolo para fins comerciais, apenas para estudos. “Toda pesquisa ou concessão de lavra, ou licença, o bem mineral tanto uma pessoa física ou jurídica pode

requerer. Porque a autorização de pesquisa é um regime de aproveitamento mineral em que é definida a jazida e a avaliação da exequibilidade econômica. Ou seja, ele pode ter aquela área de sal que vai pesquisar, para ele ter certeza se o volume que ele tem ali é exequível, é viável, para ele produzir. Ele sabe que lá tem sal, mas ele tem que fazer uma pesquisa apurada para saber se aquele volume de sal é economicamente viável para ele colocar toda uma infraestrutura. Mesmo na pesquisa, não quer dizer que ele vá ter sucesso nela. A subjetividade já começa aí. De repente ele vai ter um volume que só dura seis meses. Será que é viável montar toda uma estrutura para tirar seis meses? A pesquisa mineral tem um período de dois anos por lei, pode ser prorrogado pelo

mesmo período, e ao final ele vai dizer a ANM se foi positiva ou negativa. Eles não podem aproveitar o material da pesquisa. Se for negativa ele entrega a área, se for positiva ele vai solicitar uma concessão de lavra, aí ele faz um plano de ação, o estudo e pede o requerimento junto ao Ministério das Minas e Energia, aí já vai pra hasta do Ministério”, detalha o engenheiro de minas. De acordo com Wenner Pereira, a empresa precisa saber se mesmo com a existência de uma jazida de sal vai ser rentável montar estrutura de extração. “A pesquisa serve para saber se há viabilidade econômica, de repente ele faz vários poços de pesquisa e percebe que está mais distante, que o volume é pouco. É pesquisa, o próprio nome já diz, qualquer

Wenner Pereira explica que possível exploração no Litoral Norte não indica que haverá problema de afundamento, como ocorreu em Maceió um pode fazer uma pesquisa. Até porque mineração, especificamente de bens metálicos, assim como para sal, nessa condição que temos em Alagoas, requer um custo muito grande. É diferente de uma pesquisa de pedreira, cascalho, argila, dos bens minerais na construção civil. A argila, que chamamos comumente de barro, a gente encontra em qualquer lugar. Mesmo assim é preciso uma pesquisa, para as propriedades, se vai servir para a indústria cerâmica”, afirma. Ele avalia que uma possível exploração no Litoral Norte do estado não indica que haverá, apesar do histórico,

um problema de afundamento semelhante ao que ocorre nos bairros do Pinheiro, Bebedouro, Mutange e Bom Parto. “Com a experiência que eu tenho, fazer uma pesquisa naquela região que ele [Braskem] está fazendo não significa dizer que vai ocorrer o mesmo evento que aconteceu naquela área da Braskem. Na área da Braskem existe uma falha geológica, desde a década de 1970 que se explora ali. E com essa pesquisa vai ser visto se de repente tem uma falha, vai ser visto o subsolo, que vai permitir fazer ou não. A temporalidade hoje é diferente. Porque de repente, se for constatado uma falha lá,

eles já vão ter que avisar, informar. Não estou defendendo Salgema, Braskem, mas é preciso lembrar que esses estudos foram feitos há muito tempo, de repente não consideraram a falha, não sei, não posso alegar porque não vi os estudos”, aponta o especialista. O engenheiro de minas acrescenta que o Código de Mineração Brasileiro prevê a utilização de diversos tipos de áreas, exceto áreas indígenas para a exploração mineral. E que há um processo longo desde a concessão de pesquisa até uma possível lavra [exploração] que englobam estudos minuciosos, avaliações de campo e análises físicas e químicas. “Eu pessoalmente não vejo problema no processo de pesquisa na área que eles estão requerendo. É uma pesquisa, que não significará que eles vão explorar. Há um processo até a exploração. Essa situação é uma situação muito nova, especificamente exploração de sal nesse procedimento que nós temos aqui, jogando água. Eu só posso dizer em síntese que, conforme o Código Mineral, a pesquisa minerária compreende entre outros trabalho de campo, trabalho de laboratório, acompanhamento geológico, escala conveniente, é preciso ver o posicionamento da mina lá embaixo, levantamentos geofísicos, geoquímicas, análises, criar amostras, testemunhos de sondagem, fazer ensaio desse bem mineral. Há um conjunto de procedimentos a fim de ter uma conclusão se há ou não o aproveitamento econômico”, detalha.


CIDADES

AILTON VILLANOVA AÍLTON VILLANOVA

aílton.villanova@gmail.com

COM DEGO VILLANOVA

“Daqui não saio!”

D

uas vezes a vida o delegado de polícia civil Antônio Rosalvo Cardoso, o proverbial Mamão, andou de avião. Primeira delas foi quando saiu de Maceió, há mais de 10 anos, integrando a delegação da Adepol, para participar de um congresso de autoridades policiais em Foz do Iguaçu. - Que coisa mais gostosa é andar de avião! – exclamou assim que apeouse da aeronave no aeroporto de Foz. A segunda vez, não faz muito tempo. Embarcou com alguns colegas da patota anterior, para novo encontro de delegados em São Paulo. Assim que se viu na famosa Avenida Paulista, abriu os braços e mandou: - Eita cidadão da gota serena! Depois de um dia de discussões no conclave, a turma resolveu dar umas voltas na capital bandeirante. Numa determinada esquina, Mamão suspirou: - Isso é que é lugar! Valeu a pena Pedro Álvares Cabral ter descoberto o Brasil!

Não demorou muito, ele e a turma estava dentro de um daqueles shoppings finórios. Mais uma vez não se conteve: - Agora posso dizer que conheci o mundo! Se eu morrer amanhã. Morrerei feliz! Daí a pouco Mamão se deparou com uma máquina muito estranha. Era uma máquina de refrigerantes. Ao lado dela, um rapazinho vendia fichas. Ele comprou uma porrada delas. Orientado pelo garoto, empurrou a primeira ficha na máquina. De dentro, saltou uma latinha de refrigerante. Pôs outra ficha. Nova latinha pintou no pedaço. Mais uma ficha, mais outra latinha. Não demorou muito, olha a ruma de latinhas de refrigerantes em volta do Mamão! Ele se divertia a valer, mais feliz que pinto no lixo. Até que alguém reclamou: - Ô moço, dá pra liberar a máquina, por favor? Olha a fila! Realmente, atrás do delegado se formava uma fila que não tinha mais tamanho. E Mamão, tranquilão, na dele. Empurrava uma ficha na fenda, saltava uma latinha... - Todo mundo puto na fila. O que cara havia reclamado antes, reiterou a bronca: - Comequié, ô imbecil! Desocupa ou não desocupa essa porra de máquina? Mamão invocou-se com o destrato. Virou-se para trás, alisou o cabo da pistola que carregava na cinta e respondeu malcriado: - Enquanto eu estiver ganhando nesta merda, filho da puta nenhum me tira daqui, fui claro?

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

TRAGAM O DEFUNTO!

Em assuntos barísticos, o Osclípedes gosta de dizer que é esperto e que conhece “tudo e o resto”. Devorador de histórinhas policialescas e vidrado em filmes de mocinho e bandido, vive a vida lamentando o fato de nunca ter passado nos concursos a que se submeteu para ingressar na Polícia Civil. Sua leitura é muito pouca, mas suficiente para ter concluído um desses cursinhos picaretas de detetive particular. De modo que, investido nessa condição e aliado ao fato de ser um tremendo preconceituoso, vive a vida desconfiando dos mais escurinhos que ele. O cretino não pode ver um preto ou um pobre e logo mete na cachola a ideia de que está diante de um marginal. Certo dia, entrou no Bar do Xará com a intenção de beber apenas uma dúzia de cervejas. Mal sentou a bunda numa mesa de canto, deu de cara com quatro negros biritando ao lado e logo pensou: “Esses safados devem estar tramando algum assalto, no mínimo!” E aguçou os ouvidos para escutar o que eles conversavam. - Ih, mano, o parangolé tá demorando pacas! – dizia um. - Tô ligado, mas fica frio. Daqui a pouco a gente vai ter notícia... – respondeu outro. – O defunto já tá a caminho! - Esse defunto tá de rosca, bróder! – comentou um terceiro. Nesse ponto, Osclípedes já não

SANDRO LIMA

Comunicado sobre ações de combate ao coronavírus em Alagoas foi passado pelo governador durante coletiva de imprensa

Pacotes de passeios de navios que chegam a AL são suspensos Serão investidos R$ 20 mi para combater o coronavírus; são criados gabinete de crise e 105 novos leitos de UTIs ANA PAULA OMENA CARLOS AMARAL REPÓRTERES

O

Governo de Alagoas recomendou que todos os pacotes de passeios de turistas oriundos de navios que chegam a Maceió sejam suspensos dentro do estado. O comunicado foi passado na manhã dessa sexta-feira (13) pelo governador Renan Filho, durante coletiva à imprensa no Salão de Despachos do Palácio República dos Palmares. De acordo com Renan Filho, mais dois cruzeiros estavam previstos para atracar no Porto de Maceió, sendo na sexta passada e outro no dia 23. “O surto está sendo ampliado por meio do contato doméstico, por

isso a medida preventiva para preservar a saúde do povo alagoano no sentido de reduzir o contágio”, frisou. “Estamos em contato direito com a Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária]. Eles acompanham diretamente essas pessoas aportando nos navios. Duas equipes de Alagoas estão orientando os passageiros de navios com sintomas de gripe. Além disso, três ambulâncias e equipes técnicas com materiais necessários estão disponíveis para fazer o isolamento imediato para fazer o teste”, destacou. Em Alagoas há um caso confirmado de coronavírus, trata-se de um italiano de 42 anos que está em isolamento domiciliar sendo tratado sem apresentar risco de morte. “Pessoas em contato com

o italiano já foram testados e descartados”, avisou o governador. “Não há contágio doméstico em Alagoas”, tranquilizou Renan Filho. No estado, os 20 casos suspeitos são de pacientes importados de países listados com o coronavírus, não havendo internamento clínico para estes casos. Nove deles já foram descartados, isto é, não eram coronavírus; e dez ainda aguardam análise de amostras enviadas a São Paulo para rejeitar ou confirmar a suspeita. São de quatro dias, o prazo para o resultado do exame. O secretário de Saúde, Alexandre Ayres, ressaltou a atuação de Alagoas em relação ao coronavírus. “O internamento e isolamento hospitalar é exceção, mas caso o vírus tenha uma ampliação estamos

prontos para cuidar dos cidadãos, estamos preparados e de maneira conjunta com o Ministério da Saúde para superar o ciclo. Volto a dizer, não há motivo pra pânico, a vida cotidiana tem que seguir”. Ayres relembrou que na última coletiva era apenas um caso, com expectativa de ser descartado e assim aconteceu. “Mais de mil casos foi descartado no Brasil. O coronavírus se assemelha a outras gripes, mas que tem contágio maior e mais rápido, porém o tratamento é semelhante para o da gripe. Ainda não há vacina. Com sintomas leves os pacientes são orientados a se tratar em casa, com repouso, hidratação e consumação de antitérmicos em caso febril”, detalhou. Ainda de acordo com o secretário de saúdem, o Estado tem acompanhado a pandemia no Brasil e Mundo. “A OMS [Organização Mundial de Saúde] confirmou a pandemia consolidada em diferentes lugares do planeta. A China já diminuiu os casos letais, mas é um vírus de três meses, novo no mundo, e estamos atentos acompanhando a movimentação dele”. Alexandre Ayres reforçou que medidas preventivas estão sendo tomadas com os grupos de trabalho e as redes de saúde. “A perspectiva é que se tenha a permanência do vírus num curto espaço de tempo. Aqui em Alagoas, estamos orientando e monitorando os casos que chegarem. Prevenção é a higienização pessoal, sempre lavar as mãos”, mencionou. ESTRUTURAÇÃO 105 novos leitos de UTIs serão distribuídos entre a rede hospitalar pública, privada e filantrópica em Alagoas de casos de complicações por coronavírus. Além de R$ 20 milhões para medidas necessárias. O MS já sinalizou que vai colaborar para fortalecer ações de prevenção e divulgação do fluxo que o cidadão tenha que cumprir, caso tenha o novo vírus. Mais 24 leitos de isolamentos nas Unidades de Pronto Atendimento (Upas) também serão disponibilizados no estado. O cidadão com sintomas do novo vírus poderá se dirigir a uma unidade básica de saúde mais próxima ou hospital particular de Alagoas. GABINETE DE CRISE O governador Renan Filho fez um decreto onde cria um gabinete de crise com o objetivo de se reunir diariamente para acompanhar a situação do coronavírus em Alagoas. Na sextafeira, às 11h, já aconteceu a primeira reunião com o início dos trabalhos conjuntos envolvendo vários órgãos competentes. O prefeito de Maceió Rui Palmeira também faz parte dessa corrente de integração, já que, a prefeitura toca as unidades de atenção básica de saúde em Maceió.

11

tinha mais dúvidas que os quatro negros eram mesmo bandidos. E o que fez, então? Levantou-se, tirou do bolso o celular, procurou um canto bem discreto e fez uma ligação: - Alô? É da polícia? Olha, aqui quem fala é um colega de vocês. Preciso de ajuda para prender quatro terríveis bandidos, que estão no Bar do Xará. Eles acabaram de matar pelo menos uns seis e estão aguardando um novo defunto! Não demorou cinco minutos e o bar ficou repleto de PMs. O comandante da tropa, um sargento gordão, abriu o bocão no meio do salão, exibindo uma metralhadora: - Quietos todos! Apresentem-se os criminosos! Nesse momento, levantou-se o Osclípedes, que apontou para os quatro negros e dedurou: - Óia eles aqui, colegas! Podem prendê -los. No aperto, vão dizer onde está o defunto! Os quatro infelizes foram levados para a Delegacia de Plantão, na base do pau. De manhã, depois de incontáveis porradas e muito papo, ficou esclarecido que os negros não eram bandidos coisa nenhuma. Eram trabalhadores de uma oficina de consertos de automóveis e que o “defunto” por eles referido era apenas um frango que tinham mandado matar para servir de tira-gosto. Finalmente, por ter formulado falsa denúncia e mobilizado a polícia sem motivo justificado, Osclépio teve que pagar uma “cana” de 30 dias na cadeia pública, de onde saiu mais quebrado que macarrão antes de ser levado à panela.


12

CIDADES

HISTÓRIAS DO

VELHO CAPITA Oitenta (2)

A

o completar 80 anos, vivo a recordar passagens de minha vida agitada e bem vivida, alguns fatos que ficaram em minha mente e no coração, fazem parte de meu ser. No longínquo de 1955, eu era um adolescente, 15 anos, vindo de uma infância livre, leve e solta, pelos arredores da praia da Avenida da Paz. Naquela época em Maceió havia apenas a Faculdade de Direito, as outras opções de “futuro brilhante” era submeter-se aos concursos do Banco do Brasil ou da Escola Militar. Cheio de empolgação, família de militares, era um crack na matemática, encarei o difícil exame para Escola Preparatória de Cadetes de Fortaleza. Certa noite de festa de rua de natal na Praça Sinimbu, um amigo, Jarbas Bagdá, deu-me a notícia mostrando o jornal, O Globo do Rio, estava lá meu nome entre os aprovados, era a glória. Corri desembestado para dar a notícia em casa. Dona Zeca, festeira que só ela, improvisou maior festa, meu pai orgulhoso, amigos e parentes, bebidas e comidas à vontade. Altas horas, ao terminar a comemoração familiar, atravessei a Avenida da Paz, andei pela praia de areia fofa com uma garrafa de vinho numa mão, sapatos na outra. A lua iluminava a imensidão do

mar. Eu pensava, me perguntando, ”O quê será?”. Retornei, subi os degraus do coreto, sentei-me no parapeito, olhando para o infinito, não sei de felicidade ou tristeza chorei como menino. Naquele momento estava deixando de ser menino. Ser menino foi uma passagem extraordinariamente bela de minha vida. Logo o dia amanheceu lindamente alaranjando o céu. Dei os últimos goles na garrafa, entre feliz e bêbado, fui dormir. O Exército deu-me a viagem para Fortaleza em duas etapas: de Maceió ao Recife de trem, e do Recife à Fortaleza, via marítima. Numa madrugada de março, deixando minha mãe chorosa, meu pai levou-me à bela Estação Ferroviária de Maceió. Embarquei no trem para Recife juntamente com Rubião Torres e Élio Wanderley, outros alagoanos aprovados nos exames da EPF. Partimos no famoso Trem das Alagoas às 06:00 horas da manhã com chegada prevista 18:00 horas, nunca cumpria o horário. Escalas incontáveis, Bebedouro, Fernão Velho, Satuba, União dos Palmares, pequenas cidades perdidas nos canaviais. Nas estações, desciam e entravam novos passageiros. O trem parava o mínimo tempo, os ambulantes aproveitavam para

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

vender frutas e outras comidas. ”Olha a manga madurinha... Cavaco, olha o cavaco... Tapioca quentinha feita na hora...Olha a água de quartinha...Chapéu de palha...” Esses ambulantes me impressionaram. Em cada estação pareciam as mesmas pessoas, os mesmos artigos oferecidos. Também havia pedintes. ”Dê uma esmola para o aleijadinho... Um auxílio para quem tem fome”... Os meninos pediam tostões e o ceguinho cantava na viola: ”Seu José, Dona Maria... Tenha pena do ceguinho que não vê a luz do dia...” O maquinista puxava o apito, o foguista botava lenha, a vistosa Maria Fumaça puxava os vagões como se fora a mãe pata e os patinhos em fila. O trem invadia canaviais, verde cana, cana caiana. O azul do céu encontrava-se com o verde dos morros nos horizontes ondulados. O poeta Ascêncio Ferreira imortalizou essa viagem com o poema, “O Trem das Alagoas”. “Vou danado pra Catende, vou danado pra Catende com vontade de chegar... Mergulham mocambos nos mangues molhados... Moleques mulatos vêm vê-los passar... Adeus, adeus, mangueiras, coqueiros, cajueiros em flor. Adeus morena dos cabelos cacheados... Vou danado pra Catende com vontade de chegar... Cana caiana, cana roxa, cana fita, cada qual

é mais bonita, todas boa de chupar...Vou danado pra Catende, com vontade de chegar. Já deixei a praia longe...e vem perto outro mar.” O outro mar ainda desconhecido estava longe, viagem cansativa, bancos de madeira dura. Conversávamos, especulávamos o que haveria de ser, três meninos. No fundo do coração batia a saudade de meus pais, de meus irmãos, de meu mundo, de minha praia. Às vezes tinha vontade de chorar, olhava o verde canavial no infinito e disfarçadamente enxugava uma lágrima. Eu era apenas um menino. Na hora do almoço, fomos para o vagão restaurante. Tomamos bebidas conversando amenidades, a cerveja alegrou o restante de viagem. Era noite quando o trem entrou na última estação, afinal Recife. Primeira etapa da viagem cumprida, a danada da saudade a apertar, não valia chorar. Ao descer do trem, avistei Seu Marcos, sogro de minha irmã Rosita. Levou-me para sua casa, belo prédio antigo na Rua da Imperatriz, centro do Recife. Tive tratamento de príncipe, no outro dia embarcaria para Fortaleza no navio de guerra Barroso Pereira com futuros colegas. Cansado fui deitar. Com o travesseiro abafei meu choro, minhas lágrimas, meus temores. Adormeci. Nessa noite fiz xixi na cama.

Sesau monitora chegada de turistas no Porto de Maceió

JOÃO VICTOR BARROSO / ASCOM SESAU

Não houve registros de passageiros com sintomas que possam culminar em Covid-19, informa Sesau

A

Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) reforçou as medidas de proteção para os casos de Covid-19, garantindo uma assistência imediata e segura, em caso de necessidade, para os turistas das embarcações que chegarem ao Porto de Maceió. As medidas iniciais foram adotadas com os passageiros do cruzeiro MSC Fantasia que atracou em Jaraguá na sexta-feira (13). Antes mesmo de o navio atracar, técnicos do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), junto as duas unidades do Suporte Avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em parceria com profissionais da Agência Na-

cional de Vigilância Sanitária (Anvisa), já estavam no local esperando para avaliar os turistas do cruzeiro, que veio de Búzios, no Rio de Janeiro. De acordo com Marcos Ramalho, secretário Executivo de Ações de Saúde da Sesau, as ações de vigilância foram reforçadas para garantir que nenhuma pessoa que apresente sintomas do Covid-19 permaneça no Estado sem o tratamento adequado. “Os técnicos da Anvisa confirmaram que ninguém da embarcação MSC Fantasia apresentou os sintomas suspeitos do Covid-19. Estamos preparados e acompanhando o desembarque dos turistas que estão chegando pelo Porto de

ANVISA Técnicos da Anvisa confirmaram que ninguém do MSC Fantasia apresentou sintomas do Covid-19

SAMU

O Samu esteve presente visando tornar o desembarque dos turistas mais seguro

TRANSPORTE

Em caso de suspeita, os pacientes serão transportados para as unidades de referência

Medidas iniciais foram adotadas com passageiros do cruzeiro MSC Fantasia que atracou em Jaraguá Maceió. Em caso de suspeita, os pacientes serão transportados para as unidades de referência para que sejam feitos os protocolos de atendimento”, afirmou o secretário executivo. As duas equipes do Samu Alagoas que estavam de prontidão no Porto de Maceió eram compostas por médicos, enfermeiros e condutores socorristas. Segundo Ewerton Soares, médico do Samu Alagoas, todas os profissionais da instituição estão devidamente capacitados para fazer o atendimento de casos suspeitos, casos confirmados e também de

Covid-19: Alagoas segue com dez casos suspeitos A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) informou, na sexta-feira (13), que 10 casos permanecem suspeitos para Covid-19 e seus contatos estão sendo monitorados pela equipe do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) da Sesau e da Secretaria de Saúde de Maceió. Segundo o último informe epidemiológico da Sesau, ainda em relação aos casos suspeitos, 68% são do sexo feminino e 32% do sexo masculino. As faixas etárias mais referidas estão acima dos 40 anos. CASO CONFIRMADO No último domingo (8), a Fundação Oswaldo Cruz, laboratório de referência nacional, encaminhou resultado laboratorial detectável para Covid-19 em Alagoas. Trata-se de um homem, de 42 anos que esteve em viagem à Itália, e está em isolamento domiciliar, com quadro de saúde estável. BRASIL O Brasil teve os primeiros casos de transmissão comunitária. De acordo com a última atualização do Mi-

DIVULGAÇÃO

Covid-19: casos suspeitos, 68% são do sexo feminino e 32% masculino

nistério da Saúde, essa nova situação foi registrada nas cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro. Transmissão comunitária ocorre quando as equipes de vigilância não conseguem mais mapear a cadeia de infecção, não sabendo quem foi o primeiro paciente responsável pela contaminação dos demais. No balanço do ministério disponibilizado na sexta-feira (13), o número de casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) chegou a 98. Foram 21 pessoas infectadas a mais do que o último dado, anunciado na quintafeira (12). Os casos suspeitos aumentaram para 1.485. Os descartados ficaram em 1.344. Os estados de São Paulo e Rio de Janeiro são os epicentros do surto no país, respectivamente com 56 e 16 casos confirmados. Em seguida vêm Paraná (seis), Rio Grande do Sul (quatro), Goiás (três) e Minas Gerais, Santa Catarina, Bahia, Distrito Federal e Pernambuco (dois casos cada um). Completam a lista Alagoas e Espírito Santo (um caso).

casos graves da doença. “O Samu esteve presente visando tornar o desembarque dos turistas mais seguro. Estivemos no local para fazer o atendimento inicial e o transporte. Todas as medidas de segurança que estão sendo adotadas pela Secretaria de Estado da Saúde e Samu Alagoas servem para proteger tanto a população quanto ao paciente e a equipe. Tudo isso é feito da forma mais adequada para poder levar o paciente até um serviço de referência e evitar a disseminação de um possível caso”. Os socorristas do Samu Ala-

goas possuem todos os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) necessários para fazer o atendimento e transporte - luvas, macacão, óculos e máscaras. Nos casos graves da doença, o local de referência é o Hospital Escola Helvio Auto, porém é preciso de encaminhamento. Para os casos mais leves, os pacientes estão sendo direcionados para as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e nos casos em que os pacientes possuam plano de saúde, eles devem procurar as unidades de referência do próprio plano.


CIDADES

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

13

Festival movimenta economia de Maceió Evento gastronômico itinerante também é oportunidade de trocar experiências entre empreendedores locais e do sul do país LUCAS FRANÇA REPÓRTER

O

maior evento gastronômico itinerante do país chega pela primeira vez em Maceió. Alguns dos melhores food trucks do país estão no Estacionamento do Jaraguá. Além dos maceioenses, apreciarem cardápios com opções variadas e preços acessíveis, o “Festival Food Trucks na Estrada’’, garante renda, economia e troca de ideias entre empreendedores locais e os idealizadores do evento que vieram do sul do país. Para a consultora empresarial do Projeto Empreender do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e da Associação Comercial, Michele Larissa, o evento é importante porque vai educar e trazer informações para os food trucks de Maceió. “É uma oportunidade extraordinária. Vai educar e trazer informações para os empreendedores locais deste ramo. Nosso projeto é para capacitar e visualizar a necessidade dos food trucks daqui. Vamos entender os pontos fortes que eles precisam, assim como a legalidade, vigilância sanitária, e dá o melhor serviço para o consumidor e também para eles crescerem com esses empreendimentos. Ou seja, o festival é uma boa hora de trocar ‘figurinhas’, pois esse grupo tem uma carga de importância, são anos no ramo de modo nacional’’, ressalta a consultora. Ao todo, são cinco super caminhões Food Trucks que trazem experientes chefes

de cozinha com vários anos de experiência e cardápios com opções variadas de hambúrgueres artesanais, crepes franceses e sorvetes de casquinhas coloridas, entre outras opções. O Festival também agrega shows com bandas e artistas locais, transformando a área onde fica instalado em um polo cultural e gastronômico de forma temporária. Larissa acredita que um grande número de pessoas deva passar pelo estacionamento do Jaraguá até amanhã (15). “Esperamos os consumidores, os donos de food trucks de Maceió visitando e conhecendo a rotina desse grupo, porque não é fácil visitar em outros estados. E o grupo trouxe essa grande estrutura. Então, de fato é trocar experiências”. ECONOMIA Um dos organizadores do evento, Luiz Carlos Morfim conta que além de trazer as experiências vividas nas localidades que passaram, o festival vai girar a economia de Maceió. “Nossa ideia é de fato também movimentar a economia nas cidades que nos instalamos temporariamente. Os caminhões chegam praticamente vazios e terminam movimentando a economia local. Nossa estimativa é que pelos cerca de 80% dos insumos consumidos serão adquiridos no próprio município”. Ainda segundo Morfin, a estrutura para a realização do festival também foi contratada em Maceió e que algumas mãos de obras, por volta de 50 funcionários diretos e 200 indiretos são da capital alagoana. “E claro, os truckeiros estão hospedados na rede hoteleira maceioense’’.

EDILSON OMENA

Festival Food Trucks na Estrada começou na quinta e segue até este domingo no estacionamento de Jaraguá; evento tem também um workshop

“Trazemos culinária moderna e diferenciada” O truckeiro e organizador do festival conta como a ideia surgiu e garante que foi aceita por todas as cidades que passou. “São mais de 200 mil quilômetros rodados entre Brasil e exterior, com três países, 20 estados, 400 municípios, mais de 2 milhões de hambúrgueres vendidos em quatro anos. O festival surgiu há cinco anos no sul do Brasil, especificamente em Santa Catarina. Reunimos os principais food trucks das principais capitais - Florianópolis, Porto Alegre e Paraná, na época e fomos para os municípios do estado. A ideia deu certo, fizemos novamente por lá, e resolvemos levar a experiência para outros estados. Fizemos uma websérie contando nossa trajetória e somos sucesso também nas

redes sociais com mais de 100 mil seguidores. A receptividade do público é grande. Em Teresina tivemos um recorde de 100 mil pessoas em sete dias. No Maranhão também ficamos surpreendidos, como em outras cidades. Estamos trazendo sempre o que existe de mais moderno e uma culinária diferenciada’’, conta Morfim. O truckeiro também lembra que o espaço é para toda família. “Contamos com espaço kids e fazemos em todas as noites um momento de entretenimento com músicas ao vivo e atrações culturais’’. Luiz Carlos garante que quem for ao espaço não vai se arrepender. “São chefs renomados que estão buscando sempre se atualizar com o que há de mais moderno no mer-

cado gastronômico, inclusive viajando frequentemente para o exterior, trazendo o espírito jovem da inovação, pra incrementar lanches e fazer de cada opção do cardápio uma experiência única na gastronomia sobre rodas. Tudo para o cliente saborear opções diferenciadas e artesanais em um ambiente alegre e descontraído”. O truckeiro Matheus Galvão Santos, diz que a expectativa do evento em Maceió está sendo muito boa. “Convido todo o público para vir conhecer. Estamos trazendo muitas novidades. Particularmente estamos ansiosos tanto para conhecer o público quanto para eles nos conhecerem. É algo bem familiar com muitos atrativos. Estamos percorrendo o Nordeste há quase um ano e Maceió des-

ta vez é nossa parada’’. Os truckeiros lembram que também será realizados workshop durante o festival. Quem quiser conhecer melhor essa turma, pode acompanhar nas redes sociais. Por elas, tem as webséries que contam um pouco da vida e dessa ‘loucura’ que é viajar o mundo oferecendo o melhor da gastronomia sobre rodas a todos os cantos da América do Sul. Em Maceió, o evento conta com o apoio da Prefeitura, da Associação Comercial de Maceió, da Federalagoas, do Sebrae, do Programa Empreender e do vereador Chico Filho. O festival começou na última quinta-feira (12), e segue até este domingo (15), das 17h às 0h, com entrada gratuita. (L.F.)


14

CIDADES

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

CRAÍBAS

ASSESSORIA

74% da mão de obra de mineradora são locais Intuito da empresa é começar a operar já em 2021, garantindo cerca de 1.200 empregos no final da implantação no Agreste DAVI SALSA

SUCURSAL ARAPIRACA COM ASSESSORIA

O

ano de 2020 está sendo decisivo para o Projeto Serrote da Mineração Vale Verde (MVV), situado na zona rural de Craíbas, na divisa com o município de Arapiraca. Neste primeiro trimestre, pela primeira vez desde a criação da empresa, em 2007, o número de empregos diretos gerados pelo Projeto superou mil pessoas, mais exatamente 1.043 trabalhadores, sendo 74% deles do próprio estado de Alagoas. O compromisso de con-

tratar mais de dois terços de mão de obra local se mantém, cada vez mais focando no crescimento econômico e desenvolvimento social da região. Nas redes sociais, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, manifestou seu contentamento pelas obras da MVV estarem avançando a passos largos, caminhando para ser uma das principais produtoras de cobre do Brasil. “Sem dúvida, após o primeiro semestre de 2021, quando a Mineração Vale Verde começar a funcionar no Agreste, você vai ver as coisas acontece-

rem e crescerem cada vez mais, com geração de empregos e de oportunidades para muita gente”, diz ele, em comunicado gravado em vídeo. METAS Neste começo de ano, a MVV conquistou metas importantes: a conclusão da construção do muro de terra armada da britagem primária e a entrega do projeto detalhado de concreto da flotação. No último dia 3, a mineradora assinou a ordem de serviço para o início da montagem eletromecânica das instalações do Projeto Serrote. Os trabalhos serão realizados pela Milplan Enge-

Obras de mineradora avançam no Agreste e geram 1.043 empregos no primeiro trimestre deste ano nharia, que reúne em seu portfólio mais de 20 anos de experiência em empresas como a Usiminas, Petrobras Regap (Refinaria Gabriel Passos), Acesita e a construção da usina hidrelétrica de Itaipu.

O acordo entre a MVV e a Milplan Engenharia, com duração prevista de 15 meses, abrange a montagem eletromecânica de estruturas e tubulações do empreendimento, incluindo as unidades de

britagem, moagem, flotação e filtragem do produto final: o concentrado de minério de cobre. Além disso, a parceria prevê o apoio ao comissionamento da planta de beneficiamento.

Com pico da obra, 650 novos empregos diretos devem ser criados No pico da obra de montagem, previsto para junho deste ano, estima-se que 650 novos empregos diretos sejam gerados. Após o término da montagem eletromecânica, haverá um período de testes, entre

janeiro e maio de 2021. Segundo Leandro Tunussi, gerente geral de Implantação da MVV, o objetivo é garantir que a obra esteja dentro dos mais rigorosos padrões de engenharia e, principalmente, de segurança, maior valor da

Mineração Vale Verde. “Estamos felizes com a chegada de uma empresa séria como a Milplan, que tem valores alinhados com os nossos. Cada nova empresa e trabalhador que chegam ao projeto são responsáveis por sua

própria segurança e pela vida de cada uma das pessoas que já estão com a gente”, ressalta Tunussi. APPIAN Desde 2018, 100% do capital da MVV pertence a um fundo de investimentos admi-

nistrado pela Appian Capital Advisory LLP focado em mineração. O fundo também possui um ativo no Brasil no município de Itagibá (BA), denominado Atlantic Nickel, tendo foco na produção de concen-

trado de níquel sulfetado, com capacidade nominal de 120 mil toneladas/ano e que voltou a operar em janeiro de 2020. Sediada em Londres, a Appian possui ainda escritórios em países como a África do Sul e o Canadá.


FOTO: SANDRO LIMA

ESPECIAL

Q Passados 108 anos do triste episódio na Terra de Zumbi dos Palmares que ficou conhecido como “Quebra de Xangô”, Alagoas e o Brasil ainda mostram as faces da intolerância religiosa, com agressões físicas, xingamentos, depredações e destruições de imagens contra adeptos de religiões de matriz africana. ESPECIAL

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

15


16

ES

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

WELLINGTON SANTOS EDIÇÃO E REPORTAGEM DIAGRAMAÇÃO: WILSON BARROS

E

ntre os dias 1º e 2 de fevereiro, Alagoas lembrou os 108 anos de um dos mais emblemáticos episódios da história do Estado que ficou conhecido como “O Quebra de 1912”. O movimento foi organizado por integrantes da Liga dos Republicanos Combatentes, em Maceió, e responsável por um dos piores casos de violência e intolerância religiosa contra terreiros e praticantes de crenças de matriz africana. O episódio teve conotação ainda de preconceito contra os negros alagoanos e abuso de autoridade, figurando, segundo os historiadores, como caso gravíssimo de discriminação explícita ocorrida no Brasil. Também denominada Operação Xangô, o movimento tinha viés político que objetivava a queda do então governador do Estado, Euclides Vieira Malta, que já administrava Alagoas por 12 anos ininterruptos e era adepto da religião de matriz africana. Não raro, a reboque do que significou o Quebra para a história, esse episódio sempre que lembrado suscita os mais diversos questionamentos que pululam o universo imaginário e o inconsciente das pessoas que dão prosseguimento às crenças religiosas de matriz africana e até mesmo dos historiadores que ouviram relatos dos contemporâneos do episódio. Um exemplo disso é o mito que ficou de uma personagem que para muitos é a personificação de um

mártir do Quebra de 1912 – Tia Marcelina, que, segundo as informações colhidas na imprensa da época e obras literárias que versam sobre o assunto, seria a mais famosa yalorixá dessa época. No “corpo” intelectual do Quebra, faziam parte políticos locais, como Clodoaldo da Fonseca, então candidato a governador; Fernandes Lima, seu vice, e Manuel da Paz, um sargento militar responsável pela liderança da Liga e da devassa aos terreiros alagoanos. O ataque coordenado pela Liga dos Republicanos Combatentes, comandado por Paz, tem outro importante componente para análise: o movimento foi muito profissional na ação, isso porque o sargento era integrante do Exército e serviu no batalhão da Guerra de Canudos (BA) e reforça a versão dos historiadores no viés político como o principal motivo para a destruição dos terreiros. “Foi uma perseguição ao governador Euclides Malta, que tinha ligação com os terreiros e havia recebido até o título de papa do xangô alagoano. O interessante é que Euclides era um fervoroso católico”, conta o médico, historiador e ex-vice-presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas (IHGAL) Fernando Gomes, autor do livro “Legba”, que aborda a “Operação Quebra-Quebra da Soberania”, que vitimou o governo de Euclides Vieira Malta, coroado o papa do xangô alagoano, o deus Legba. A oposição conseguiu destituí-lo e, com isso, a Liga dos Republicanos Combatentes – uma associação civil miliciana – junto com o apoio popular - conseguiu destruir com fúria os terreiros.

FOTO: SANDRO LIMA

Célio Rodrigues, também conhecido como “Pai Célio”, é administrador e fundador do primeiro museu a céu aberto de tradições de matriz africana de Maceió

INTOLERÂNCIA CRESCE; JÁ EM ALAGOAS, NÚMEROS SÃO SUBNOTIFICADOS Passados 108 anos do triste episódio na Terra de Zumbi dos Palmares, sabese que, constitucionalmente, o Brasil é laico há mais de 120 anos e não discrimina nenhuma religião. Mas na prática, o país ainda mostra as faces da intolerância religiosa, com agressões físicas, xingamentos, depredações, destruições de imagens, tentativas de homicídio e incêndios criminosos. Levantamento feito pelo Ministério dos Direitos Humanos (MDH), com base nas ligações para o Disque 100, aponta que, no primeiro semestre de 2019, foram registradas 210 denúncias de discriminação por religião. Os estados campeões são Rio Grande do Norte, São Paulo e Rio de Janeiro. Desde 2015, o estado potiguar lidera o ranking, e os outros dois têm alternado o segundo e o terceiro lugares. A maior parte dos relatos foi feita por praticantes de crenças como a umbanda

e o candomblé. Os casos são registrados via Disque 100, número de telefone do governo criado em 2011, que funciona 24 horas por dia para receber denúncias de violações de direitos humanos. Entre 2015 e o primeiro semestre de 2019, foram 2.722 casos de intolerância religiosa – uma média de 50 por mês. Os números podem ser ainda mais expressivos, já que, em muitos casos, as vítimas não realizam a denúncia, por medo de que a violência se repita ou de que o Estado não preste o apoio necessário. Já em Alagoas, um outro ponto a ser levado em consideração na questão de casos de intolerância é a chamada subnotificação, que são registros abaixo do que realmente acontece, não formalizados, gerando índice abaixo da realidade. Procurada pela reportagem do Tribuna Independente, a Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos, através

da assessoria, afirmou que recebeu duas denúncias recentes, mas informou que muita gente não formaliza denúncia de discriminação religiosa. A Secretaria de Segurança Pública, por sua vez, também por meio da assessoria, informou que não existe um departamento ou delegacia específica para apurar os casos de intolerância religiosa. Quando ocorrem, eles são investigados pela delegacia que cobre a área do fato. Sobre casos em investigação, a Polícia Civil informou que há três registros. Entre as religiões que mais sofrem discriminação, está a umbanda, com 34 denúncias; o candomblé, com 20; e a evangélica, com 16 casos. A pesquisa do MDH também traçou o perfil dos agressores. A maioria das ações de intolerância é praticada por mulheres. Elas também encabeçam a lista das vítimas — são 45,18%, contra 37,35% dos homens.

O primeiro grande Queb com o extermínio e os gra à Serra da Barriga, no m

PAI CÉLIO HISTORIADOR, PESQUISADOR D ABERTO DE TRADIÇÕES DE MAT


SPECIAL

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

17

MATRIZES

TERRA DE ZUMBI FOTO: SANDRO LIMA

bra foi no ano de 1695, no século dezessete, andes genocídios em todos os quilombos ligados município de União dos Palmares”

DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA E FUNDADOR DO PRIMEIRO MUSEU A CÉU TRIZ AFRICANA DE MACEIÓ

“SOU DISCRIMINADO DENTRO DO ÔNIBUS, POIS FAZEM QUESTÃO DE NÃO SENTAREM A MEU LADO” Em Alagoas, o historiador, pesquisador da cultura afrobrasileira Célio Rodrigues, também conhecido como “Pai Célio”, administrador e fundador do primeiro museu a céu aberto de tradições de matriz africana de Maceió, conta que sofre na pele a discriminação nada velada por ser adepto da religião. “Muitas vezes precisei me deslocar de ônibus até o centro da cidade e notei que quando uso turbante, ninguém senta na poltrona onde eu estou por pura discriminação, desconfiança, medo e ignorância também”, relata Pai Célio. “Essa coisa de não sentar perto é também uma espécie de Quebra, porque mostra a faceta psicológica com viés discriminatório das pessoas”, completa. Em Brasília, por exemplo, Adna Santos, 56 anos, mais conhecida como Mãe Baiana, sentiu na pele a discriminação contra o candomblé, religião à qual pertence. Chefe da Divisão de Proteção de Patrimônio da Casa Palmares, ela possui um terreiro no Lago Norte, na divisa com o Paranoá. Em novembro de 2015, o Ylê Axé Oyá Bagan foi incendiado e vários santos e instrumentos religiosos foram queimados ou destruídos. Um laudo da polícia apontou curto-circuito, conclusão contestada por membros da comunidade. No mesmo ano, foram registrados mais de 10 ataques a terreiros no DF. “Sofro preconceito. Sou preta, mãe de santo, com um terreiro instalado em uma área nobre. A situação melhorou com a implantação da delegacia contra crimes religiosos e com a visibilidade da Palmares. Antes, o próprio governo desconhecia o nosso povo. A população nos tratava como macumbeiros”, diz Mãe Baiana. Em Maceió, em 2019, um caso tomou as manchetes do noticiário que lembrou bem o episódio que ocorreu em 1912. Um terreiro de candomblé foi alvo de violência e intolerância religiosa durante a madrugada do emblemático dia 13 de maio, dedicado à memória da assinatura da Lei Áurea. O centro fica localizado no Conjunto Otacílio de Holanda, na Cidade Universitária. De acordo com Veronildes Rodrigues da Silva, a “Mãe Vera”, durante a noite alguém tentou entrar no centro, mas não conseguiu e retornou durante a madrugada por volta de 4h. “Tentaram entrar, mas não conseguiram devido ao portão ser muito forte, e correram. Às 4h eles voltaram, derrubaram o portão e destruíram o que tinha na área, foi quando eu chamei os vizinhos”, afirmou. Segundo Mãe Vera, havia várias pessoas dentro do centro, mas ninguém ficou ferido, e só a área externa foi afetada. “Por eu viver na militância da vida, cuidando da minha comunidade, sei que não foi ninguém daqui. Não posso apontar o dedo para dizer que foi alguém, não tenho como. Há pouco terminei um projeto, ‘Maracatu na Comunidade’, não tivemos atrito com ninguém que motivasse o ataque”, completou Mãe Vera. Vera foi uma das poucas a registrar Boletim de Ocorrência na Polícia Civil por esse tipo de crime.


18

ESPECIAL

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

MÃE MIRIAM, HEROÍNA DE LONGAS

Q

uem visita o terreiro de Mãe Miriam, uma das mais antigas yalorixás de Alagoas, no bairro da Ponta da Terra, em Maceió, tem como boas-vindas a saudação na língua yorubá com o significado: “casa de amor, filho das águas do Poço Betá”. “O Poço Betá é um elemento da natureza”, explica ela, que há 85 anos nasceu Miriam Araújo Souza Melo, e se tornou uma referência na religião de matriz africana. O yorubá é um idioma da família linguística nígerocongolesa falado secularmente pelos yorubás em diversos países ao sul do Saara, principalmente na Nigéria e por minorias em Benim, Togo e Serra Leoa. No Brasil, quando se fala em Orixá, normalmente o termo refere-se a uma força pura, geradora de uma série de fatores predominantes na vida de uma pessoa e também na natureza. Os Orixás são os intermediários entre Olódùmarè - Olórun (Deus) e os seres humanos. Questionada se o centro religioso já sofreu algum tipo

de ataque de intolerância desde que inaugurou em 1975, Mãe Miriam, que foi iniciada aos 12 anos de idade na religião, responde que nunca passou por esse tipo de situação desagradável no local de sua crença. “Graças a Deus o meu centro nunca sofreu represálias de quebra-quebra, ele é respeitado aqui no bairro”. Porém, revela perseguição quando deu os primeiros passos na crença. “Naquele tempo era difícil assumir que se acreditava em qualquer religião afro. Eu ainda hoje sofro e já sofri discriminação quando ando por aí com gente que diz assim, ‘o diabo que te carregue’...’olha a endemoniada’ e ouço piadas ainda”, conta Miriam. “Infelizmente, apesar da luta que nós temos no movimento negro, religioso e dos quilombolas, luta pela liberdade, da mulher, ainda existe a discriminação, mas estamos unidos. Graças a Deus temos ao nosso lado o Ministério Público, o Tribunal de Justiça para que nossos direitos de professar a religião que acreditamos não sejam retirados”, diz.

FOTO: EDILSON OMENA

DATAS QUE MANTÉM RESPEITO DE SUA FÉ

Mãe Miriam é uma das sacerdotisas mais antigas da religião de matriz africana em Alagoas e luta pelo respeito e o direito de vivenciar sua fé

PESQUISADOR APONTA MAIS TRÊS GRANDES QUEBRAS Para Pai Célio, os ‘Quebras’ contra casas de religiões de matriz africana aconteceram em número de quatro episódios na historiografia brasileira e alagoana, e não somente no ano de 1912. “O primeiro grande Quebra foi no ano de 1695, no século dezessete, com o extermínio e os grandes genocídios em todo os quilombos ligados à Serra da Barriga, no município de União dos Palmares. Se não tivesse ocorrido aquele Quebra, com certeza teríamos em Alagoas o maior povo bantu do mundo fora da África”, sustenta o historiador. “Vieram homens e mulheres livres da África. Aqui é que eles foram escravizados”, completa Célio. O segundo grande Quebra, de acordo com ele, foi a divisão de 1817 com a separação de Alagoas e Pernambuco. “Um problema que ocorre em Pernambuco, a Revolução Praieira, respinga em Alagoas. E por isso digo que

Alagoas passou a ser o quintal cultural de Pernambuco porque é um estado que tem o maior número de folguedos como o maracatu, taieira, baianas, todos relatando os sofrimentos do povo negro alagoano. O batido do tambor do bumba meu boi é a batida do xangô, com origens negras”, explica. E o terceiro Quebra de 1912, acrescenta Pai Célio, foi gerado por um problema político que respinga contra a religiosidade. “Um grupo contrário ao governador não havia encontrado nenhuma mácula para derrubá-lo e foram mexer e encontraram brecha justamente na religiosidade do então governador”, explica Pai Célio. E os dias 1 e 2 de fevereiro não foram escolhidos à toa. Era o dia de Oxum, e no sincretismo religioso era também o Dia de Nossa Senhora das Candeias, com tudo preparado para a festa em homenagem à santa

com as chamadas “obrigações”, em todos os terreiros naquele fatídico dia. O quarto grande Quebra, diz Célio, foi a ditadura Vargas, na ascensão do gaúcho Getúlio Vargas ao poder em 1930, o qual culminou com o fechamento de todas as casas de terreiro do país, mediante a outorga de uma lei. Sobre se considera os episódios de violência dos dias atuais uma espécie de Quebra moderno, Pai Célio diz que não é um quebraquebra propriamente dito, mas um ‘Quebra administrativo’. “A atual presidência da Fundação Palmares, por exemplo, tem uma visão distorcida. E outro absurdo são os fatos de violência e intolerância religiosa em várias casas de terreiros no Rio de Janeiro por movimentos e milícias ligados a evangélicos”, relembra. Ele acrescenta que em Alagoas tiraram um

terreiro antigo no bairro de Jaraguá de uma yalorixá para colocá-la em um apartamento “Onde já se viu candomblé dentro de apartamento?”, questiona, ao lembrar também do quebra-quebra no centro de Mãe Vera. “As igrejas neopentecostais no bairro do Cruzeiro do Sul jogaram chuvas de pedras em um terreiro de uma senhora por lá. Mas o pior é que esses inquéritos não andam, não chegam. É o preconceito institucional de um policial que é crente e não se interessa em apurar”, diz Célio, sem se importar com possíveis críticas, justamente porque também é um policial civil, porém aposentado. “Com o fenômeno ocorrido em 1912, o grupo étnico africano da Nação Xambá foi expulso de Alagoas e se ramificou por vários Estados do Nordeste, principalmente em Pernambuco. Em verdade, 1912 é considerado uma diáspora do candomblé em Alagoas”, avalia.

COLEÇÃO PERSEVERANÇA: RELÍQUIA TOMBADA MANTÉM RESPEITO AS TRADIÇÕES

Médico e historiador, Fernando Gomes é autor do livro “Legba” que dá detalhes sobre o Quebra

TIA MARCELINA,

A PRETA

ANCESTRAL

No episódio de 2012, nenhuma história é mais emblemática que o da africana Tia Marcelina, fundadora do candomblé em Alagoas e a mais famosa mãe de santo do estado à época, e a quem é atribuída uma frase que vive no imaginário de adeptos e simpatizantes da religião de matriz africana. A famosa yalorixá teve seu terreiro invadido por um grupo miliciano. Ela resistiu à invasão de seu terreiro e

A Coleção Perseverança é considerada uma das mais importantes e raras coleções etnográficas existentes no País. São esculturas, imagens, instrumentos, indumentárias e paramentos que resistiram ao “Dia do Quebra”. As peças, antes de chegarem ao Instituto Histórico e Geográico de Alagoas (IHGAL), pertenciam ao museu da extinta Sociedade Perseverança e Auxílio dos Empregados no Comércio de Maceió, conhecida como agremiação dos caixeiros – como antigamente eram chamados os comerciários. Por isso o nome da coleção, que por sua importância foi cobiçada, antes de passar a fazer parte do acervo do Instituto, por uma organização americana. De procedência africana em sua maioria, os objetos encontram-se em perfeito estado de conservação. Uma das peças consideradas de maior valor da coleção é o capacete Ogum-China. Coberto com búzios africanos e contas brancas, ele chegou a ser avaliado, em 1912, em 500 mil réis. As esculturas de Oxalá, Ogum-Taió, Xangô-Dadá e Oxum-Ekum, por exemplo, representam os Orixás, divindades das religiões afro. Cajado, espada,

recebeu golpes de sabre enquanto, banhada de sangue, bradava: “Bate moleque, quebra braço, quebra perna, tira sangue, mas não tira saber”, gemendo para Xangô a cada chute. Tia Marcelina e outros adeptos exerciam livremente a prática do seu ofício na pacata e burguesa Maceió, pelos idos de 1910. O famoso xangô da tia Marcelina ficava situado num baixio à margem dos

ganzá, agogôs, pandeiro e vasilhas de barro também fazem parte do acervo. No livro Legba, o médico e escritor Fernando Gomes destaca no volume uma marca singular: a do conhecimento de que a arte da religiosidade negra dos malês no Brasil vai além de uma manifestação folclórica ou antropológica. Como se observa na longa introdução, um verdadeiro estudo do autor reafirma que o Quebra é oriundo de uma disputa política que resultou na apreensão de objetos de culto. O governo da época reprimiu e recolheu as peças, o que permitiu, mais tarde, o acesso a esse importante acervo de esculturas religiosas e objetos de culto nos terreiros xangôs dos negros malês. A Coleção Perseverança do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas serve como fonte de consultas para vários estudos e elucidação de pontos fundamentais para a compreensão das influências dos orixás, vodus, inquices, malês, caboclos, candomblés, umbanda, catimbó, jurema, xangôs nos símbolos da travessia do homem vivente das Alagoas.

trilhos da Great Western, quase em frente à rua da Aroeira, habitada por mascates e bicheiros. O Quebra de 1912 se estendeu a várias cidades próximas de Maceió. Os objetos que não eram queimados na fogueira pública eram levados para a sede da Liga e colocados em exposição no Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas (IHGAL) onde se encontram até os dias atuais. A influência da cultura afrodescendente

oriunda de negros escravos que vieram para o Brasil trouxe enormes bagagens culturais, como a arte, gastronomia e a religião, além de usos e costumes com linguajar próprio, ritmos e vozes. E Alagoas não foi diferente. E dessa forma, há uma singularidade que transformou a Terra de Zumbi dos Palmares como ponto inicial para a disseminação da cultura afro em uma de suas vertentes para outros estados do país.


ECONOMIA DIVULGAAÇÃO

Seis em cada dez desempregados são mulheres; 59% têm entre ensino médio completo e superior incompleto

Desempregados estão há um ano e 3 meses sem trabalho Essa é a média do brasileiro, segundo pesquisa da CNDL/SPC; 39% têm recorrido ao trabalho temporário

U

ma pesquisa divulgada, na quinta-feira (12), pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em convênio com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com pessoas que estão sem trabalho, revela que os desempregados brasileiros já estão há um ano e três meses, em média, sem ocupação formal. O levantamento ainda mostra que 51% dos entrevistados estariam dispostos a receber menos que a remuneração do último emprego, sobretudo por que precisam voltar ao mercado de trabalho (19%). Outros 18% argumentam que o que importa neste momento é arranjar um emprego para pagar as despesas, enquanto 13% afirmam ser mais fácil procurar

oportunidades melhores quando se está empregado. De acordo com o presidente da CNDL , José César da Costa : ““O desemprego muitas vezes obriga as pessoas a buscarem alternativas para constituir renda. O aumento da informalidade também está relacionado à chamada ‘ gig economy ’, ou ‘ economia dos bicos ’ – aquela que diz respeito aos motoristas e entregadores de aplicativos, por exemplo. As plataformas digitais facilitam a contratação de pessoas e oferecem oportunidade de geração de renda para milhões de desempregados. Por outro lado, esses trabalhadores não têm direitos assegurados e ou vínculo empregatício”. Somente 15% dos desempregados possuem reserva financeira para se manter até conseguirem um empre-

DESEMPREGO

Faltam políticas públicas para qualificação de pessoal Para o presidente da CNDL, o problema do desemprego deve ser abordado com políticas públicas capazes de contribuir para a qualificação profissional. “O desemprego não ocorre apenas pela falta de oportunidades e pela economia adversa. As empresas costumam ter muita dificuldade em encontrar pessoas capazes de preencher vagas que exijam conhecimento técnico e especializado. Nesse sentido, os governos e a iniciativa privada devem fazer uma análise setorial para investir em cur-

sos preparatórios atualizados, e que estejam em sintonia com as novas necessidades do universo profissional. Além disto, é preciso que o trabalhador seja proativo ao lidar com o problema do desemprego, aproveitando o tempo livre para analisar e reavaliar as próprias competências. Embora algumas pessoas não disponham de recursos financeiros para investir em cursos, lembramos que a internet está repleta de oportunidades gratuitas e com fontes confiáveis de aprendi-

go, ao passo em que 76% não possuem. Dentre os ainda têm alguma quantia guardada, 59% possuem dinheiro na poupança ou outro investimento, 33% mencionam o FGTS e 21% outras fontes. Com o dinheiro, 18% conseguiriam pagar todas as despesas e contas essenciais pelos próximos três meses, outros 18% pelos próximos seis meses, 11% apenas até o próximo mês e outros 11% durante um ano. 48% FORAM CHAMADOS PARA ENTREVISTAS DE EMPREGO A pesquisa revela que 48% dos entrevistados foram chamados para entrevistas de emprego, sendo que a maioria foi chamada para poucas (43%) e somente 5% para um volume grande de entrevistas. Por outro lado, outros 52% não têm sido chamados para entrevistas.

zado”, completa Costa. O levantamento mostra que o desemprego vem afetando, em grande medida, as camadas mais vulneráveis da população: seis em cada dez desempregados são mulheres (61%), enquanto 39% são homens. A média de idade é de 33 anos, sendo que a maior parte corresponde aos jovens de 18 a 24 anos (34%) e à faixa etária de 25 a 34 anos (24%). Em relação à escolaridade , 59% possuem entre o ensino médio completo e ensino superior incompleto , ao passo em que 31% têm o 2º grau incompleto e 10% o ensino superior completo . Apenas 8% falam outro idioma. Tendo em vista o estado civil , 55% são solteiros e 26% correspondem aos casados; pouco mais da metade dos entrevistados possui filhos (52%).

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

19


20

ECONOMIA

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

Refúgio de lindos cenários em Passo de Camaragibe

DIVULGAÇÃO

Município é um dos maiores em extensão territorial do Litoral Norte e mescla praia com a beleza do campo CLAUDIO BULGARELLI SUCURSAL LITORAL NORTE

O

município de Passo do Camaragibe, um dos maiores em extensão territorial do Litoral Norte e que possui duas características distintas para o desenvolvimento do turismo, o de praia, pois possui algumas das mais belas da Rota Ecológica e o rural, com suas suaves colinas verdejantes, é uma região belíssima, que mescla a beleza do campo com a proximidade do litoral, além da grande diversidade de ecossistemas, com rios, lagoas, manguezais e praias desertas. No quesito turismo de praia, a de Marceneiro é extensa e boa para caminhadas, tem vastos coqueirais, barreiras de recifes e mar que varia entre tons de verde e azul. Uma das poucas praias do Litoral Norte com acesso por estrada de paralelepípedo. Na maré baixa, a paisagem fica especialmente bela. Dá para curtir longas caminhadas mar adentro e banhos em pequenas piscinas naturais de águas mornas. Suas águas cristalinas são um convite irrecusável ao mergulho. O mar exibe

pequenas ondas tornando a prática do surf ideal para iniciantes. No local há algumas belas pousadas e casas de veraneio, mas sem estrutura de barracas. É recomendado levar sua comida e bebida, mas seja educado e não deixe lixo na praia. O prazer de desfrutar dessa praia maravilhosa, de areias finas e douradas, é inexplicável. A praia de Marceneiro proporciona aos turistas sossego, momentos de reflexão e de muita diversão. Os visitantes da Praia de Barra de Camaragibe se encantam com as belezas naturais do lugar. Tem a foz do Rio Camaragibe, manguezais, além de um mar exuberante de recifes de corais. Conta com faixa de areia clara e fofa, o mar é calmo e de água meio turva. Mas o que torna esta praia especial é o encontro do Rio Camaragibe com o mar. Dá para passar o dia boiando em águas mornas e apreciando a riqueza dos manguezais que cercam a foz. É propício para o banho, inclusive para crianças e idosos, além de favorecer a prática de esportes náuticos como vela e stand up paddle. Cercada por coqueiros e belas árvores, essa praia pode ser vista como o cenário

CLAUDIO BULGARELLI

Casa de Aurélio Buarque de Holanda precisa ser revitalizada

ideal para um ótimo dia na praia, principalmente para os amantes da natureza. Possui pousadas, mercadinhos e restaurantes. PRAIA DOS MORROS Deserta, paradisíaca, cinematográfica e a menos conhecida e explorada de toda a Rota Ecológica dos Milagres. Assim se apresenta a Praia dos Morros, a mais famosa e bela do município de Passo de Camaragibe, que é uma verdadeira perfeição para quem quer desfrutar de momentos tranquilos em meio a uma paisagem de tirar o fôlego. Mas conhecer esse cenário tem seu preço, porque fica numa região de difícil acesso, mas essencial para ser visitada, afinal como a mais bonita do município, merece o grau de dificuldade. O acesso pode ser feito por uma estrada de barro, sem sinalização, partindo da rodovia AL 101, logo depois da Barra de Santo Antônio: pela antiga estrada do Coco, passando pela Ilha da Croa ou pelas estradas dos canaviais, antes do centro da cidade do Passo. Também tem o acesso pela Praia de Barra de Camaragibe onde é feita a travessia de jangada pelo rio.

Deserta, paradisíaca, cinematográfica e menos explorada, assim se apresenta a Praia dos Morros DIVULGAÇÃO

Praia de Marceneiro proporciona aos turistas que a visitam sossego, momentos de reflexão e diversão

Falésias e morros designaram nome da praia A ponta norte da Praia dos Morros se inicia com o Rio Camaragibe que esbanja algumas paisagens encantadoras. Depois o cenário dá lugar a um imenso coqueiral. Partindo com destino ao sul da praia, o cenário aponta no horizonte as pedras com características vulcânicas, as falésias e os morros que designaram o nome da praia. Na maré alta, as pedras ficam submersas, formando espécies de aquários. A praia está numa centenária fazenda particular onde há uma bela igrejinha, que dizem ter sido construída pelos holandeses. Praticamente intocada, com pouca estrutura, só o som natu-

ral do barulho do mar e do vento. A tranquilidade reina absoluta nas águas mansas, mornas e cristalinas, nas piscinas naturais e na vegetação daquilo que ainda resta de Mata Atlântica. Depois das falésias e dos morros, vem outra praia belíssima, a praia da Pedra da Cebola, que é a continuação da Praia de Carro Quebrado e conserva as mesmas características da famosa praia: ampla e cercada de falésias de diferentes tons. A orla, com muitas pedras, fica inacessível na maré cheia. Não há sinalização de acesso. HISTÓRIA Passo de Camaragibe está

localizado na Costa dos Corais entre Maceió e Recife. Recortada por manguezais e com belas paisagens, a pequena cidade encanta por manter ainda prédios históricos em ótimas condições. O pequeno povoado se formou às margens do rio Camaragibe e em torno de uma igreja, por isso, sua primeira denominação foi Matriz de Camaragibe. No entanto outro povoado surgiu no ponto em que o rio tinha menor profundidade. O movimento intenso por causa dos comerciantes que vinham da capitania de Pernambuco para utilizar os armazéns de embarque conhecidos como

“passos”- fez com que a sede administrativa fosse transferida de Matriz para Passo de Camaragibe. Após a invasão holandesa e morte de Calabar, Passo de Camaragibe se tornou um ponto estratégico, ideal para as comunicações entre o Norte e o Sul. Além disso, Passo de Camaragibe é a cidade natal do literário Aurélio Buarque de Holanda. Mas são as praias, em sua maioria selvagem, que atraem inúmeros turistas. Entre as mais visitadas estão: a Praia da Barra de Camaragibe, Marceneiro e dos Morros, emolduradas por coqueirais. (C.B.)

Servidor vindo do exterior trabalhará à distância O Ministério da Economia divulgou uma nota na sexta-feira (13) na qual afirmou que os servidores que viajarem ao exterior deverão trabalhar à distância por 14 dias se apresentarem sintomas de contaminação pelo coronavírus. A Organização Mundial de Saúde (OMS) já declarou pandemia, isto é, reconheceu que o coronavírus se espalhou por diversos continentes, com transmissão contínua entre as pessoas. Segundo o Ministério da Saúde, até a sexta-feira, só no Brasil eram 98 casos confirmados e mais 1.485 suspeitos. “Os servidores e empregados públicos que realizarem viagens internacionais, a serviço ou pri-

vadas, e apresentarem sintomas associados ao Covid-19, conforme estabelecido pelo Ministério da Saúde, deverão executar suas atividades remotamente até o décimo quarto dia contado da data do seu retorno ao país”, afirmou o Ministério da Economia na nota divulgada. Em meio à crise do coronavírus, o Supremo Tribunal Federal (STF), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) restringiram o acesso de pessoas a julgamentos e suspenderam visitas aos tribunais. ORIENTAÇÕES Os órgãos e entidades integrantes do Sipec deverão organizar campanhas de conscientização dos riscos e das medidas

de prevenção para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do Covid-19, observadas as informações e diretrizes estabelecidas pelo Ministério da Saúde. Os órgãos e entidades deverão reavaliar criteriosamente a necessidade de realização de viagens internacionais a serviço programadas enquanto durar o estado de emergência de saúde pública decorrente do Covid-19. Os servidores e empregados públicos que realizarem viagens internacionais, a serviço ou privadas, e apresentarem sintomas associados ao Covid-19, conforme estabelecido pelo Ministério da Saúde, deverão executar suas atividades remotamente

até o décimo quarto dia contado da data do seu retorno ao País. Os órgãos e entidades da Administração Pública Federal deverão reavaliar criteriosamente a necessidade de realização de eventos e reuniões com elevado número de participantes, enquanto durar o estado de emergência de saúde pública. Deverá ser avaliada a possibilidade de adiamento ou de realização do evento ou da reunião por meio de videoconferência ou de outro meio eletrônico. Enquanto permanecer o estado de emergência de saúde pública, os atestados de afastamento por motivo de saúde poderão ser entregues no formato digital, no prazo de até cinco dias após a sua emissão.


ESPORTES nos

ACRÉSCIMOS

EDMILSON TEIXEIRA etjornalista@gmail.com

Cancelas fechadas

A

qui no Brasil, por orientação do Ministério da Saúde, os jogos do Campeonato Mineiro marcados para este final de semana serão realizados com portões fechados. O mesmo ocorrerá nas partidas do Gaúcho e nos confrontos marcados para as capitais do Rio de Janeiro e de São Paulo neste fim de semana. Os jogos do Goiano também serão realizados, por tempo indeterminado, com portões fechados.

INOVADOR Os treinos ainda mais fechados no Atlético-MG com Jorge Sampaoli tornam tarefa “ingrata” a observação de qual escalação o treinador deverá utilizar a cada partida. Mas, para a estreia do argentino no Galo, neste sábado, contra o Vila Nova, há uma forte dica apresentada na reta final da parte “aberta” da atividade desta sexta-feira. Exatamente 10 jogadores de linha desceram do vestiário para o campo. Na formação, Diego Tardelli, Hyoran, Savarino e Ricardo Oliveira formam a parte ofensiva.

SITUAÇÃO De cara, Sampaoli não poderá utilizar os titulares Jair e Otero. O primeiro recebeu o terceiro cartão amarelo, e o venezuelano foi expulso no clássico por comemorar o gol da vitória tirando a camisa (já tinha amarelo). Ambos cumprem suspensão automática. Tardelli entrou no segundo tempo da partida contra o Cruzeiro, mas deve fazer a primeira aparição entre os 11 iniciais em Nova Lima.

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

21

AVENTURA

MATUTO DE LUXO

EM ALTA

Depois dos acertos com o zagueiro Igor Maidana e do meia-atacante Bruninho, ambos vindos do Atlético-MG, o Sport confirmou uma nova contratação, nesta sexta-feira. Tratase do atacante Philip, de 28 anos, um dos destaques do Afogados de Ingazeira/PE; que disputará a Série D do Campeonato Brasileiro nesta temporada. Foi esse time que eliminou o Atlético/MG, pela Copa Brasil, depois de empatar em 2 x 2 em seu reduto (um dos gols foi do Philip), e ter avançado para a terceira fase, depois de vencer nas cobranças da marca penal.

Rafael Sóbis está voando. O atacante chegou ao Ceará para disputar a temporada como uma das principais apostas de gol e não tem decepcionado. Embora tenha levado oito jogos para marcar, bastou desencantar, marcando três vezes contra o River-PI, para iniciar boa fase na equipe. O centroavante do Vovô fez gols nos últimos três jogos e foi o responsável pelo triunfo do Ceará contra o Vitória, pela 3ª fase da Copa do Brasil.

Por falar em Cruzeiro, o time em busca de um jogador que possa atuar pelas beiradas do ataque, tentou a contratação, por empréstimo de uma temporada, do atacante Berrío, do Flamengo. A tentativa foi a pedido do técnico Adilson Batista. Entretanto, o clube recebeu uma resposta negativa dos representantes do atleta e não prosseguiu na negociação.

HISTÓRICO

A ideia do Cruzeiro era ter o atacante Berrío em moldes parecidos aos de outros reforços, com um empréstimo em 2020 (com o Flamengo pagando parte dos salários), com possibilidade de ampliação do contrato, caso o clube fosse promovido à Série A do Brasileiro.

NOVIDADE André Martins foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira como coordenador técnico da Chapecoense. Ele estava no Athletico/PR e chega com a missão de ajudar na organização do departamento de futebol do Verdão.

TEMPORAL A chuva não deu trégua para Ceará e Vitória na noite de quinta-feira, na Arena Castelão, pelo duelo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Apesar disso, o Vovô conseguiu impor superioridade e garantiu a vitória por 1 a 0 com gol de Rafael Sobis. Debaixo de muita água, as duas equipes tiveram dificuldade para criar oportunidades . O Leão, acuado na defesa, até tentou empatar, mas esbarrou em Samuel Xavier, que salvou chute de Vico em cima da linha e assegurou o triunfo alvinegro.

Walter Luiz historiado do futebol alagoano descobriu em seus arquivos, que o Dia 11 de Março vai entrar para história do CRB. É de se saber que a vitória diante do Cruzeiro por 2 x 0 em Belo Horizonte na última quarta, caiu no 11 de março, pois exatamente nessa data, há 36 anos, o Galo teria vencido o Palmeiras por 1 x 0 em partida ocorrida no Rei Pelé.

PANCADA Entre um período de quatro meses, o Cruzeiro sofreu diante de CSA e CRB jogando no Mineirão. No dia 28 de novembro, num jogo-chave pela permanência na Série A, a Raposa perdeu para o CSA por 1 a 0, e entrou em parafuso. Thiago Neves ainda desperdiçou um pênalti. Um dia depois, o técnico Abel Braga deixou o clube, e Adílson Batista assumiu. Quarta-feira última foi a vez do CRB, que meteu 2 a 0, pela Copa do Brasil. Técnico Batista chegou a ser anunciado de sua dispensa, mas depois a situação foi contornada.

MOLEZA

MAIS UM CAPÍTULO

A Câmara de Apelação da Justiça do Paraguai rechaçou nesta sexta-feira o terceiro recurso da defesa de Ronaldinho Gaúcho e seu irmão Roberto Assis para sair da detenção. Assim, o craque permanece em prisão preventiva por causa do uso de passaportes falsos.

LANCE

Os advogados dos irmãos Ronaldinho Gaúcho e Roberto Assis tinham tentado tirá-los da prisão no sábado da semana passada e na última terça-feira. Nesta sexta, o promotor Marcelo Pecci apresentou uma resposta ao novo apelo, pedindo que fosse julgado improcedente e que a resolução impugnada fosse confirmada. O Tribunal acatou a solicitação.

Flu poupará titulares contra o Vasco Técnico tricolor acredita que clássico domingo no Maracanã é menos importante que a decisão de quinta na Copa do Brasil

F

luminense e Vasco se enfrentam neste domingo, às 18h, pela terceira rodada do Grupo B da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. Na próxima quinta-feira, o Tricolor recebe o Figueirense, às 21h30 (de Brasília) para disputar a classificação pela terceira fase da Copa do Brasil. Os dois jogos serão disputados no Maracanã. Pensando nisso, o técnico Odair Hellmann estuda poupar titulares no clássico. Após a derrota por 1x0 no Orlando Scarpeli, o Flu precisa vencer por dois gols de diferença para avançar na competição. Ciente da importância da partida, a comissão técnica avalia poupar alguns titulares da equipe Questionado sobre o assunto, Odair prometeu analisar cada caso individualmente para evitar o desgaste dos atletas. “Temos um jogo importante para pensar no fim de semana, um clássico à frente. É uma sequência pesada de jogos. Precisamos analisar bem.

Eu tenho sentado com a comissão técnica sempre após os jogos para fazer uma avaliação criteriosa para sempre buscarmos entrar no jogo seguinte o mais forte possível. Sabemos que na semana que vem há esse jogo importante da Copa do Brasil. Vamos avaliar todos os jogadores”, prometeu Odair. Aos 38 anos, o meia Nenê é o artilheiro do Flu na temporada tem sido uma das referências táticas para o elenco. A atuação do camisa 77 contra o Figueirense ficou abaixo das demonstradas na partidas anteriores da equipe, mas o veterano garante estar à disposição do treinador para as duas partidas na sequência. “É difícil falar porque o próximo jogo pela Copa do Brasil será só na quinta. Serão dias para descansar depois do clássico. Isso depende da situação de cada jogador. A comissão técnica vai avaliar. O Odair e o pessoal da fisiologia sabem o que vai ser melhor para o grupo. Precisamos estar bem tanto no clássico como no próximo

ASCOM SPFC

Alagoano Reinaldo é um dos destaques do time do São Paulo

REPRODUÇÃO

COVID-19

Eventos esportivos são cancelados A Uefa anunciou que

Vasco e Fluminense jogam neste domingo no Maracanã para melhorar na tabela do estadual jogo contra o Figueirense, que para nós vai ser um dos mais importantes do ano. Eu me sinto bem. Vamos ver no dia a dia, antes dos jogos como vamos estar, mas estou sempre à disposição”, garantiu Nenê. VASCO O Vasco tem convivido com as fracas atuações e já

se complicou na Taça Rio. Agora, os cruzmaltinos querem uma reação. Para esta partida, o torcedor vascaíno não deverá ver pela primeira vez o argentino Martín Benítez em campo. O meia ainda se recupera de um problema muscular e está entregue a preparação física.

SÁBADO 16h Resende x Macaé 18h Flamengo x Portuguesa 19h Boavista x Cabofriense DOMINGO 16h Botafogo x Bangu 18h Vasco x Fluminense

São Paulo vai com força máxima para o clássico contra o Santos Fernando Diniz está feliz no São Paulo. Não só pelo Tricolor ter se recuperado na Libertadores, mas principalmente pelo fato de o time ter jogado bem e conseguido decidir quando teve as chances. O São Paulo volta a campo neste sábado, às 19h, contra o Santos, no Morumbi, pelo Paulistão. Na terçafeira, também no Morumbi, o Tricolor recebe o River Plate, pela Libertadores da América. Fernando Diniz, no entanto, não pretende poupar jogadores no clássico. “A gente vai ver, mas a intenção não era de poupar. Muito diferente de Juliaca, pelo cansaço. A gente ia jogar em Ribeirão, quente, então a es-

tratégia foi a melhor. Agora o jogo é em casa, é diferente. Eu gostei da equipe, jogou muito bem contra uma boa equipe”.O Santos visita o São Paulo, e tenta repetir a vitória pelo Paulistão de 2018, a última do Peixe no Morumbi. Dentro de campo, apenas um jogador daquela partida deve começar como titular neste final de semana. Naquela época comandado por Jair Ventura, o Santos foi a campo com Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jean Mota; Alison, Renato e Vecchio; Eduardo Sasha, Gabigol e Copete. Dois anos se passaram e o elenco santista passou por grandes modificações.

Entre os titulares daquela partida, apenas Lucas Veríssimo deve começar o SanSão neste sábado. Eduardo Sasha, um dos atacantes de confiança de Jesualdo, tem grande chance de ficar de fora da partida devido a um trauma na região lombar. Arthur Gomes, que entrou naquela partida durante a segunda etapa, é um dos cotados para substituir o atacante no San-São deste ano.

SÁBADO 16h30 Ferroviária x Novorizontino 16h30 Inter Limeira x Palmeiras 19h00 São Paulo x Santos DOMINGO 11h00 Mirassol x Santo André 16h00 Corinthians x Ituano

todos os jogos da semana que vem da Liga dos Campeões, Liga Europa e Youth League estão suspensos por causa da pandemia do coronavírus. A entidade já havia suspendido os duelos de terça da Champions (Juventus x Lyon e Manchester City x Real Madrid) por conta da quarentena imposta aos elencos da Juventus e Real Madrid. Agora, os jogos de quarta (Bayern x Chelsea e Barcelona x Napoli) também não acontecerão. Os sorteios das quartas de final da Liga dos Campeões e Liga Europa, marcados para o dia 20, obviamente, foram cancelados. Na próxima terça, 17, a Uefa se reúne em videoconferência para definir novas medidas e soluções. FÓRMULA 1

O Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1 está cancelado. A decisão de suspender a primeira corrida da temporada devido à pandemia de coronavírus foi oficializada em conjunto com dirigentes de nove equipes (sem a McLaren), a organização da prova, a direção da categoria e oficiais da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). Ainda não há informações sobre uma possível nova data para a prova ao longo do ano. De acordo com a FIA, os torcedores que compraram ingressos serão reembolsados.

OLÍMPIADAS

A pandemia desencadeada pelo avanço do coronavírus tem causado problemas e afetado eventos de 80% das modalidades olímpicas na definição de atletas nos Jogos Olímpicos de Tóquio, previstos para serem realizados entre 24 de julho e 9 de agosto. Apenas oito modalidades das 50 já definiram todos os seus classificados: hóquei sobre a grama, vôlei de quadra, hipismo saltos, hipismo CCE (concurso completo de equitação), hipismo adestramento e softbol.


ESPORTES

22

CSA cumpre tabela contra o Freipaulistano-SE

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

AUGUSTO OLIVEIRA / ASCOM CSA

Duelo neste domingo no Rei Pelé pela Copa do Nordeste será teste para o Azulão

D

e um lado um time que está pensando no estadual. Do outro a esperança matemática de ainda brigar por vaga. CSA e Freipaulistano-SE se enfrentam neste domingo, às 18h, no estádio Rei Pelé, com objetivos distintos. O Azulão sabe que está fora da Copa do Nordeste e por isso o técnico Eduardo Baptista vai usar o jogo para entrosar mais o time titular. O rival sergipano tem 5 pontos e chances remotas de se classificar para o mata-mata.

O treinador azulino deve mandar um time modificado a campo. Ele deu pistas da escalação que será utilizada no Trapichão. O último treino coletivo, contra o time sub-20, foi um esboço. Caio Felipe, Luciano Castán e Michel Douglas estavam na equipe titular e estão cotados para começar a partida de primeira. Com virose, o atacante Allano não participou da atividade. A provável escalação azulina tem Thiago Rodrigues; Caio Felipe, Alan Cos-

ta, Luciano Castán e Diego Renan; Yago, Jean Kléber e Renatinho; Pimpão (Vitor Paraíba), Rafael Bilu e Michel Douglas. Recuperado da fratura na tíbia, o atacante Alecsandro será relacionado para o jogo, válido pela sétima rodada do Nordestão. O jogador, de 39 anos, deve começar a partida no banco de reservas. Com apenas um ponto, o CSA é o lanterna do Grupo B. No domingo, o time entra em campo apenas para cumprir tabela. O Azulão encer-

ra sua participação na Copa do Nordeste no dia 21 contra o ABC, no Frasqueirão. INGRESSOS Os ingressos estão sendo vendidos por R$ 15 para as arquibancadas altas e R$ 50 nas cadeiras. O setor de arquibancada baixa não será aberto. Os ingressos serão vendidos na Loja do Azulão, Loja Grande Torcedor, Sócio Torcedor do CSA e Poly Sport, no centro de Maceió. Os bilhetes também podem ser adquiridos pelo site www.fanpass.com.br .

CRB vai até Aracaju encarar o Confiança O pensamento está na Copa do Brasil. Mas neste sábado o CRB precisa focar as atenções na Copa do Nordeste. O Galo viajou até Aracaju para encarar o Confiança neste sábado, às 18h, na Arena Batistão. O desfalque certo é o meia Rafael Longuine que se recupera de uma lesão no joelho. Ou-

tros jogadores considerados titulares devem ser preservados. O técnico Marcelo Cabo entende que o CRB possui chances remotas de classificação no Nordestão e ainda quer dar mais oportunidades para os jogadores que não estão sendo aproveitados. É provável inclusive

que os garotos da base sejam colocados de primeira. O time que encarou o CEO na semana passada pelo estadual pode se repetir. Mas o treinador só divulga os titulares momentos antes do jogo. Com 5 pontos o Regatas precisa vencer e torcer pelo tropeço de ABC, Sport, Fortaleza e Bahia.

Atacante Michel Douglas está de volta ao CSA neste domingo

GUSTAVO HENRIQUE / ASCOM CRB

SÁBADO 16h00 18h00 18h00 20h00

América-RN x Bahia Confiança x CRB Náutico x Fortaleza Imperatriz x ABC

DOMINGO 15h30 Ceará x Sport 15h30 Vitória x Ríver 18h00 CSA x Freipaulistano

João Carlos pode ganhar uma nova oportunidade como titular do CRB


MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

DIVERSÃO&ARTE

A BOA MÚSICA

Regina Casé lança filme e rebate preconceito de personagens

das antigas

R

egina Casé está no ar como Lurdes, em “Amor de Mãe, e acaba de lançar o filme “Três Verões”. No longa, ela vive Madá e comentou sobre a importância de falarmos sobre mulheres que são fortes e lutam por uma vida melhor e mais justa. “Está começando um movimento de trazer à tona pessoas que sempre foram protagonistas na vida, mas obscurecidas na dramaturgia. Uma mulher como a Madá ou como a Lurdes nunca tiveram um lugar nas telas”, revelou. Em entrevista à revista “TPM”, a atriz falou sobre as críticas constantes que recebe por causa dos papéis que interpreta em sua carreira. “Ainda ouço ‘a Regina só faz papel de pobre, lá vem outra empregada’. É como se só as mulheres ricas tivessem personalidades e individualidades, enquanto as pobres fossem todas iguais.”, ressaltou.

Projeto Dois Pra Lá Dois Pra Cá, com Wilma Araújo e Almir Bezerra, que acontece no próximo dia 21 de março, fará público dançar ao som dos Fevers

N

4

a estreia do segundo ano do Projeto Dois Pra Lá Dois Pra Cá, Wilma Araújo dividirá o palco com o ex-FEVERS, Almir Bezerra. A apresentação acontecerá dia 21 de março, no Espaço Pierre Chalita – Jaraguá, e os ingressos já estão à venda.

Cinema em pausa: os filmes adiados pelo coronavírus

A

pandemia causada pelo coronavírus também impactou a sétima arte: foram diversos filmes adiados para evitar a aglomeração de pessoas em salas de cinema. Velozes e Furiosos 9. Estrearia nos EUA em maio de 2020 e só vai para as telonas em abril de 2021. 007: Sem Tempo Para Morrer. A despedida de Daniel Craig como James Bond aconteceria em abril deste ano, agora, acontecerá apenas em novembro. Mulan chegaria aos cinemas no dia 26 deste mês – e ainda não teve sua nova data de estreia anunciada. Um Lugar Silencioso – Parte 2 - A sequência. Previsto para abril, sua nova data não foi revelada ainda. Os Novos Mutantes - O longa inauguraria a nova fase da Marvel nos cinemas – a nova data de estreia não foi decidida.

Show: DOIS PRA LÁ, DOIS PARA CÁ – CLUBE DA DANÇA com Wilma Araújo e Almir Bezerra Local: Espaço Pierre Chalita – Jaraguá Data: 21 de março de 2020 Abertura da casa: 21h Show Time: 22h Ingressos Mesa para 4 pessoas: R$ 300,00 Lugar à mesa: R$ 75,00

Falar de Fevers é falar de parte importante de história da Jovem Guarda, um dos movimentos mais significativos da música popular do Brasil nos últimos 60 anos. Além de cantor, Almir é também compositor inspirado. São dele alguns dos maiores sucessos da banda, como: “Ela”, “Esse Mundo Louco”, “Você Morreu Pra Mim”, “O Amor é a Razão”, “O Tempo Vai Passar” e “Não Quero te Perder”. Com 56 anos de carreira, permaneceu nos Fevers até meados nos ano 1980 e depois seguiu carreira solo. Tem 5 CDs lançados e eventualmente faz apresentações com o THE ORIGINALS, conjunto formado por nomes importantes da Jovem Guarda e parceiros dos tempos dos Fevers. Mas Almir não restringe o seu repertório apenas ao cancioneiro romântico do movimento liderado por Roberto e Erasmo Carlos. Ele também gravou e interpreta em seus shows canções de autoria de grandes compositores da MPB, como “Apelo”, de Baden Powell e Vinícius de Moraes, “A Noite do Meu bem”, de Dolores Duran, “Vingança”, de Lupicínio Rodrigues e “Fracasso”, de Mário Lago, “Ouça”, de Maysa, “Marina”, de Dorival Caymmi e “Balada triste”, de Esdras Silva e Dalton Vogeler, “Nossos momentos”, de Luiz Reis e Haroldo Barbosa, “Atiraste uma pedra”, de Herivelto Martins e David Nasser. Sobre o projeto – O Dois Pra Lá Dois Pra Cá nasceu em julho de 2019 tem com claro objetivo: criar espaço para casais dançarem de rosto colado ao som de boa música. No ano passado foram realizadas 3 edições de sucesso. Em duas Wilma dividiu o palco com Altemar Dutra Jr e numa terceira, com Adilson Ramos. O sucesso fez com que novas datas fossem marca-

SERVIÇO

4

VENDAS Acesso Vip: Parque Shopping e Unicompra Farol Erva Doce & Doce Erva (Rua Eng. Mário de Gusmão, 530 – Ponta Verde) Viva Ingressos – Maceió Shopping Venda on line: www. suechamusca.byinti.com Forma de pagamento: em dinheiro, débito, rotativo e parcelado em até 2 X

das, sempre de dois em dois meses e no mesmo local, o Espaço Pierre Chalita. O ambiente climatizado, a segurança e o ótimo serviço servem também de atrativo para o crescente aumento do publico. Wilma Araújo – são 27 anos de estrada, 3 CDs lançados (Princípios, Beleza Delicadeza e Feliz Quem Se Dá Por Inteiro e Princípios) e centenas de shows em Alagoas e em outros Estados do Brasil. Apaixonada pela MPB, Wilma também participou de diversos festivais de música e levou o seu canto até para Paris, a convite do Movpaz – Movimento Internacional Pela Paz e Não violência.

Maria Bethânia, Djavan, Diogo Nogueira, Alcione, Marcos Sacramento, Erasmo Carlos e Milton Nascimento já tiveram shows em que Wilma abriu a noite com seu vasto repertório. Eclética, há anos é protagonista de noites de samba das amais animadas de Maceió, possui um Bloco de Carnaval e realiza um pré-reveillon dos mais disputados na cidade. São de Wilma também shows memoráveis em homenagem a três grandes nomes da MPB: Com Buarque, Com Afeto (Chico Buarque), Santa Clara Clareou (Clara Nunes) e Retrato da Vida (Dominguinhos). Em 2017 Wilma foi contemplada com o Prêmio Grão de Música na cidade de São Paulo.


2

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

BAILE DO BRAZA

O Baile do Braza acontece no dia 30 de abril, no Rex Jazz Bar, no Jaraguá e traz o quarteto carioca que mistura pop, reggae e ritmos brasileiros. No repertório da noite, grandes sucessos como ‘Segue o baile’ vão estar presente. O evento tem início previsto para às 22h30 e acontece na véspera do feriado de Dia do Trabalhador. Além da banda, DJ’s locais vão animar a pista. Os ingressos estão sendo vendidos on-line através da plataforma Sympla, https://bit.ly/3ctkTOt , e variam de $45 (meia/ sem taxas) a $90 (inteira/ sem taxas). Para mais informações (82) 993820029 (WhatsApp e Ligação) ou no instagram.com/ producoestrv .

PELL MARQUES

COM MIGUEL FALABELLA

COMÉDIA ROMÂNTICA A HISTÓRIA DE NÓS 2

Depois de 10 anos, 800 mil espectadores, turnê por mais de 30 cidades no país e indicação aos Prêmios Shell e APCA de melhor texto, a comédia romântica A História de Nós 2 estará em Maceió no Teatro Deodoro para uma curta temporada de 27 a 29 de março. As aventuras e desencontros de um casal separado, que revê a própria história na noite em que o marido busca suas coisas no apartamento. Teatro Deodoro, nos dias: 27 e 28, às 21h e no dia 29, às 19h. Ingressos a partir de R$ 23,00. Pontos de venda: Lojas Mr. Cat: Parque shopping, Pátio Maceió, Maceió shopping Loja Amélia Rosa. Vendas Online: www.lojadeingresso.com. Mais Informações: (82) 3032-5210.

SAMBA ALAGOAS 2020

Após 3 anos de saudade, está de volta o Samba Alagoas, o evento que reúne os maiores artistas de samba e pagode do Brasil! Numa edição especial com palco 360°, Dilsinho, Thiaguinho, Ferrugem e Belo, os 4 maiores sambistas da atualidade comandaram o Samba Alagoas 2020, no estacionamento do Parque Shopping , dia 18 de abril, às 22h. Ingressos: - Lounge p/8 pessoas na área Premium - R$ 1.500. (Área reservada, sofá, mesa e garçons para atendimento - 8 ingressos inclusos). - Vip 1º Lote R$ 82 (Área com acesso para parte palco 360º, banheiros e praça de alimentação).- Premium 2º lote R$ 112 (Área ampla, lateral inteira do palco 360º, praça de alimentação exclusiva, banheiros e área de descanso coberta). - Tapete vermelho promo R$ 192 (Área limitadíssima, capacidade reduzida de público, colada com o palco, acesso exclusivo, food trucks premium exclusivo, garçons e banheiros exclusivos para pessoas do tapete vermelho). Vendas: MAIKAI / LOJAS HERING / KANOA . Venda online: www.bilheteriadigital.com .

PROJETO QUINTAS NO POÇO

O Quintas no Poço é realizado em duas versões, o Quintas MPB tradicional, que traz um repertório da Música Popular Brasileira, em homenagem a ritmos e artistas. E Quintas no Poço Alternativas voltado para o público pop rock e outros ritmos. O projeto terá como atração no dia 26 a cantora Soraya, com MPB. Ingressos: Comerciário: R$ 3, Conveniado: R$ 4 e Usuário. R$ 5. Mais Informações: 0800 284 2440.

BANDA CELEBRATION

O Happy Hour possibilita ao público, de todos os estilos, apreciar um repertório envolvente e emocionante. Os músicos sempre trazem uma coletânea de ritmos consagrados e atuais. Dia 20 de março quem sobe ao palco do Sesc Poço é a Celebration, a banda lançou seu primeiro CD no palco do projeto Happy Hour. Ingressos: Comerciário: R$ 9, Conveniado: R$ 15 e Usuário. R$ 20. Mais Informações: 0800 284 2440.

QUEEN EXPERIENCE IN CONCERT

Depois do sucesso do longa Bohemian Rhapsody nos cinemas, mostrando a trajetória de Freddie Mercury (1946-1991), líder da banda britânica Queen, o público poderá conferir o show Tribute Queen Experience in Concert, um tributo à Banda Queen, que mistura cover, rock’n roll e erudito, no Teatro Gustavo Leite, com apresentação única no dia 29 de março, no Centro de Convenções. O show conta com a participação especial da banda Magic Queen que, após anos de estudos, pesquisas e laboratório, buscou a excelência em cada detalhe artístico e musical do Queen, trazendo de forma protagonista o tributo ao Queen às Américas. Ingressos: Plateia A - Inteira: R$ 160,00 e Meia: R$ 80,00 Plateia B - Inteira: R$ 140,00 e Meia: R$ 70,00 e Mezanino – Inteira: R$ 120,00 e Meia: R$ 60,00. Mais informações: 3032-5210 ou 99601-2828.

Um dos maiores sucessos da atual temporada do teatro no Brasil, “A Mentira”, chega a Maceió. As apresentações acontecerão dias 4 e 5 de abril, no Teatro Gustavo Leite, Centro de Convenções. Com assinatura da Atual Produções, o espetáculo de Florian Zeller, adaptado e dirigido por Miguel Falabella, que também o protagoniza ao lado de Zezé Polessa, conta ainda com Alessandra Verney e Frederico Reuter no elenco. “A Mentira” é uma comédia sobre a arte de esconder, seja para proteger aquelas pessoas que amamos, ou não. Na história, Alice surpreende na rua o marido de sua melhor amiga com outra mulher, criando-se assim um conflito – ela deve ou não contar à amiga o que viu? Seu marido Paulo tenta convencê-la a esconder a verdade – e essa mentira é para defender o amigo ou porque ele também tem algo a esconder? Vendas online: www.suechamusca.byinti.com .

MANO BROWN E MV BILL EM MACEIÓ

Os cantores Mano Brown e MV Bill fazem show juntos, em Maceió, neste sábado (14), no Espaço Armazém Uzina, em Jaraguá. Os cantores trarão para a capital alagoana o melhor do rap carioca e paulista. Ingressos: Casadinha Meia : R$ 52,00. 2° lote: R$ 124,00 (+ R$ 12,40 TAXA). 2° lote (MEIA-ENTRADA) R$ 62,00 (+ R$ 6,20 TAXA). Vendas: Point Radical, Maceió Tattoo, Paradise Surf Street, Afroyalla e Toró Barbearia.

JÃO - TURNÊ ANTI-HERÓI

Natural de Américo Brasiliense, João Vitor, mais conhecido como Jão, nasceu no interior de São Paulo, o cantor foi descoberto na internet e logo começou a produzir o próprio repertório em parceria com a Head Media e a Universal Music. Em agosto de 2018, lançou “Lobos”, seu primeiro álbum, após o enorme sucesso de seus primeiros singles “Imaturo” e “Vou Morrer Sozinho”. Dessa vez o jovem cantor vem a Maceió para fazer a estreia da sua nova turnê com o nome do seu novo álbum, “Anti-herói”. O disco, diferente do seu primeiro, traz uma energia mais calma e até melancólica. Teatro Gustavo Leite, neste sábado (14), às 21h. Ingressos: Inteira:R$90,00. Meia-entrada:R$45,00. Vendas: Viva ingressos – Acesso Vip. Pela internet: www.ingressonacional.com. Mais informações: (82) 3032-5210.

SHOW ESPERADO TURNÊ NACIONAL FOGUEIRA EM ALTO MAR

Ana Carolina é cantora, compositora, empresária, arranjadora, produtora e instrumentista brasileira. Conquistou quatro vezes o Prêmio Multishow de Música Brasileira, três vezes o Troféu Imprensa, venceu o Prêmio TIM de Música e tantas outras premiações. E ela volta a Maceió no dia 21 de março, em única apresentação, de sua turnê nacional Fogueira em Alto Mar, que marca a comemoração de 20 anos de carreira da cantora. A apresentação será no Space Maceió Shopping.

SÁBADO SHOPPING SHOW

Sábadão (14) é dia de Sábado Shopping Show. Confira os Artistas convidados: A Banda Farra Absoluta vem para fazer um farra da boa, não percam! Pela primeira vez no Programa teremos Radielson do Acordeon tocando o melhor do Forró Pé de Serra.Renan Perrone vem com seu violão para tocar o melhor do MPB.E para finalizar a cantora Cris Mel vem relembrar o melhor do forró das antigas. A entrada é franca. Venha assistir ao vivo toda a nossa programação. O Programa Sábado Shopping Show é comandado pelo apresentador Pell Marques todos os sábados no Terminal Rodoviário de Maceió João Paulo ll, localizado no Bairro do Feitosa, com Transmissão ao vivo pelo Facebook (perfil pell.marques) das 15:30h ás 16:30h, Flashs ao Vivo pelo Instagram (@pellmarques) e cobertura completa no blogdopell.com.

GERALDO CARDOSO LANÇA NOVO SINGLE

Com dezoito discos gravados e 3 DVD’s, Geraldo Cardoso esta lançando o seu mais novo trabalho o Single “ Eu Vou Pra Vaquejada” música inédita de composição de Jonnas Alves e Chambinho do Acordeon. O Single também esta disponível em um videoclipe gravado na cidade de Pilar/AL no Haras Santa Valentina e na Vaquejada do Milhão e está sendo bastante acessado em todas as plataformas digitais e promete ser um dos maiores hits do artista.

JORGE ARAGÃO EM MAIO

Está marcado para 23 de maio uma apresentação do cantor Jorge Aragão, o consagrado sambista carioca, celebra 70 anos de vida com um show repleto de sucessos no Teatro Gustavo Leite. No repertório, sucessos como “A Possibilidade”, “Vou Festejar”, “Coisinha do Pai”, “Enredo do Meu Samba”, “Moleque Atrevido”, “Lucidez” e sua incrível versão instrumental, no cavaquinho, da erudita “Ave Maria”, já estão confirmados. A produção ainda não liberou os valores dos ingressos.

ATENTO AOS SINAIS

Depois do sucesso absoluto da crítica e do público, que lotou todas as primeiras apresentações no Rio de Janeiro, Bloco na rua, o novo show de Ney Matogrosso, agora ganha a estrada. Apresentação em Maceió acontecerá dia 2 de abril, no Teatro Gustavo Leite – Centro de Convenções. Foram pouco mais de 5 anos ininterruptos à frente da turnê Atento aos sinais, projeto que passou pelos mais diferentes palcos e arrebatou plateias no Brasil e no exterior. Uma temporada longa até para os padrões de Ney Matogrosso que, como de costume nos últimos anos, testou e amadureceu o repertório antes de lançar CDs e DVD de Atento Aos Sinais. Mais informações no endereço eletrônico : http://suechamusca.com.br/agenda/ .

SAFADÃO

Quem está com saudade de ouvir os grandes sucessos de Wesley Safadão levanta mão! Se você se inclui entre os milhões de fãs do cantor e compositor cearense, não pode deixar de curtir o show #TBTWS, que vai acontece no próximo dia 4 de abril, no Cafe de La Musique Maceió, em Maceió. Além do astro do forró eletrônico, também subirão ao palco Dorgival Dantas e Samyra Show. Ingressos à venda nas Lojas Hering (exceto a do Maceió Shopping) | Kanoa Beach Bar | Maikai | www.bilhetecerto.com.br .

SHOW “GRANDES SUCESSOS”

No próximo dia 4 de abril quem chega a Maceió é o cantor Moraes Moreira. Ele faz apresentação única, do seu show “Grandes Sucessos”, com músicas como Pombo Correio” e “Preta Pretinha”. O show acontece no Teatro Deodoro e os ingressos estão à venda no site : https://www.ingressodigital.com/, variam de R$ 60 a R$ 120.

FALE CONOSCO - A Agenda é um serviço gratuito de orientação ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposições podem enviar material através do endereço: tiagenda@hotmail.com

RESUMO DAS NOVELAS GLOBO 18h ÉRAMOS SEIS Isabel consegue fugir, e Felício detém Zulmira. Zulmira é presa e tenta subornar Gusmões. Alfredo beija Adelaide. Inês diz a Lola que necessita ter Afonso e Shirley juntos. Lola recusa falar com Afonso. Inês sente falta de Lúcio. Isabel descobre que Zulmira partiu para a França. Osório arma para Alfredo e avisa a Gusmões. Isabel visita Lola. Julinho e Soraia se angustiam com a imposição a seu casamento. Osório ataca Alfredo, que se defende e acaba ferindo o agressor.

GLOBO 19h SALVE-SE QUEM PUDER Graziela avisa a Petra sobre o sequestro de Alan e Kyra/Cleyde e manda a filha ir para o hotel cuidar das crianças. Luna/Fiona conta a Téo que seu ex-namorado a traiu com uma amiga. Téo garante a Luna/Fiona que não desistirá dela. Após serem deixados presos em um local deserto, Alan e Kyra/Cleyde conseguem se livrar das amarras. Alexia comenta com Zezinho sobre a preferência da mãe por Petra. Rafael comunica a Renzo que a empresa perdeu metade da receita com a saída repentina de clientes. Dominique avisa a Renzo que é a responsável pelas perdas da Labrador.

GLOBO 21h AMOR DE MÃE Raul afirma a Érica que apoia seu namoro com Sandro. Lurdes estranha o comportamento dos filhos em relação a seu aniversário. Sandro conversa com Raul sobre sua dúvida entre Érica e Betina. Lídia apoia a aproximação entre Betina e Sandro. Lurdes vê os filhos chorando e acredita estar com uma doença grave. Todos preparam a festa surpresa de Lurdes. Sandro repreende Érica por ter falado com Raul. A pedido de Álvaro, Belizário e Penha exigem que Leila se infiltre na ONG de Davi. Leila conta para Belizário e Álvaro sobre Benjamim. Lurdes se emociona com sua festa surpresa.

RECORD 21h O RICO E LÁZARO Não há exibição aos sábados.


MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

CANAL 1

CINEMA

FLÁVIO RICCO - colaboração: José Carlos Nery - www.twitter.com/flavioricco

TV TUDO

Cidade cenográfica de “Imperador” tem mais de 8 mil metros quadrados

João Côrtes (Popstar) se prepara para lançar “Nas mãos de quem me leva”, filme que marca sua estreia como roteirista e diretor. O longa-metragem é um drama que conta a história de Amora, uma jovem de 20 anos que perdeu os pais ainda pequena e desde então mora com sua avó, com quem tem uma relação desgastada.

VICTOR POLLAK / TV GLOBO

ROMANCE

Ao se apaixonar por um homem mais velho e passar pelos desdobramentos que essa paixão causará, Amora vai entendendo que seu destino depende muito mais dela mesma, do que de qualquer fator externo. O elenco de “Nas mãos de quem me leva” conta com Neusa Maria Faro, Fernanda Marques, entre outros.

O INFILTRADO

Selton Mello, como Dom Pedro II, com as atrizes Melissa Nóbrega e Any Maia, intérpretes das princesas Leopoldina e Isabel

P

or tudo o que envolve, principalmente pesquisas e detalhes de reconstituição, uma produção de época consome um trabalho sem igual. Em muitos casos, anos, até sua entrada no ar. Com a próxima das seis, “Nos Tempos do Imperador”, que estreia dia 30, não seria diferente. Pra começar, cenários da novela “Novo Mundo”(2017) foram adaptados para retratar a Corte e o Brasil após a passagem de 34 anos, desde a Proclamação da Independência. De acordo com o cenógrafo Paulo Renato, que assinou o trabalho de “Novo Mundo”, e divide a responsabilidade de “Imperador” com Paula Salles, nesta nova empreitada, eles têm o desafio de ultrapassar as três décadas que separam as duas novelas, mantendo alguns dos cenários utilizados na primeira trama, mas que sofreram as ações do tempo, como o Palácio da Quinta. Os profissionais precisaram criar novos ambientes para retratar os avanços do Brasil da metade do século XIX. Juntos, eles contam com nove assistentes de cenografia. A equipe ficou cerca de um ano dedicada a pesquisar as referências da época. Além de livros, imagens e fotos de sites especializados, telas do pintor Thomas Ender serviram de inspiração para o trabalho estético, por ter viajado pelo Brasil a partir da chegada de Dom João VI, retratando o país em suas obras. Com uma área de 8,2 mil metros quadrados nos Estúdios Globo e um eixo construído de 100 metros, além dos entornos, a cidade cenográfica da novela vai reproduzir as regiões cariocas da Rua do Ouvidor, da Pequena África, interligada com o Cais do Valongo, e o Passeio Público, a orla, que foi urbanizada e passou a ser frequentada na época. Além disso, a cidade foi separada em dois espaços distintos: o novo, urbanizado, comercial, e o da Pequena África, empobrecido, envelhecido, antigo e colonial. O primeiro é o que Dom Pedro II gostaria de traçar para o Brasil; o segundo, representa a realidade que vinha se perpetuando.

Em “Malhação: Toda Forma de Amar”, Marco Rodrigo(Julio Machado) e Carla(Mariana Santos) vão se separar. Ficará evidente para ela que, desde que ele saiu da cadeia, o major leva uma vida secreta fora de casa, cheio de mistérios e segredos.O que Carla não sabe é que o Major Marco Rodrigo está trabalhando infiltrado numa quadrilha de traficantes e milicianos.

ANIVERSÁRIO Em abril, Edu Guedes completará cinco anos de Rede TV!.Compondo a grade matutina do canal, o programa, “Edu Guedes e Você”, que está no ar há dois anos recémcompletados, é sucesso comercial absoluto na casa, figurando como um dos principais produtos em termos de faturamento.

NÃO ROLOU A ida do ex-jogador Zé Elias para trabalhar como comentarista da rádio Transamérica não se confirmou. Tudo porque a ESPN, onde tem contrato de exclusividade, não o liberou. Vai ficar apenas na televisão.

ENCONTRO Curiosamente, o locutor Eder Luiz, há poucos dias, foi visto almoçando com Ricardo Rocha. Numas dessas...

BATE–REBATE · A produção do “Domingão” está trabalhando firme para que a próxima edição do “Show dos Famosos” seja uma das melhores... · O quadro volta ao ar dia 5 de abril. · Novidade nos sábados da TV Aparecida... · A partir do dia 18 de abril, às 13h, estreia o “Arte Brasil”... · Apresentado pela jornalista Tatiane Camargo, o programa terá em seu conteúdo principal o artesanato, além de pautas de culinária, sustentabilidade, saúde e bem-estar. · O que mais se escuta dos profissionais do cinema é: está tudo parado!... · Enquanto a Ancine não voltar a andar, o quadro não mudará. · Como ficará o cenário dos canais de notícia a partir de segunda-feira, com a CNN já em carga total?... · É a pergunta de R$ um milhão. · No dia 17, o ator e roteirista Felipe Folgosi lança a campanha da Graphic Novel “Knock Me Out”, no site de financiamento coletivo Catarse... · “Knock Me Out” é a quinta obra na série de HQs do autor, iniciada em “Aurora”, lançado em 2015, seguida de “Comunhão” em 2017, “Um Outro Dia” em 2018 e por “Chaos” em 2019. · Sobre a nova HQ, Felipe comenta: “É a história de Tom Rocco, um lutador brasileiro de jiu-jitsu, que vai para os Estados Unidos em busca de seu próprio caminho.

Horóscopo

TEATRO

Jofre Soares abre temporada de espetáculos O Projeto Temporada Jofre Soares, realizado pelo Sesc, estreia no mês de março com os espetáculos Medusa ao Reverso, de Kamilla Mesquita, e Da ponte pra cá, do Grupo Quilombrothers Crew. O projeto tem como objetivo proporcionar aos grupos de artes cênicas de Alagoas espaço para realizarem suas apresentações em temporadas. Durante os meses de abril e maio, o palco da Unidade Sesc Centro vai presentear o público com várias apresentações. Medusa ao Reverso é um espetáculo de dança solo desenvolvido e interpretado pela professora do curso de Licenciatura em Dança da Ufal, Kamilla Mesquita. A apresentação de 45 minutos foi desenvolvida pela artista como trabalho de conclusão de doutorado e já passou por outras cidades. O público, que comparecer ao Teatro Jofre Soares, nos dias 20 e 21 de março, poderá apreciar uma apresentação que discute a mitologia e o corpo feminino, com o objetivo de gerar discussões importantes para a contemporaneidade. A aquisição do ingresso pode ser feita, antecipadamente, no número (82) 99107-2542 ou no dia da apresentação, na bilheteria do teatro.

SERVIÇO Espetáculo: Medusa ao Reverso Artista: Kamilla Mesquita Dança: Adulto Datas: 20 e 21/03 Horário: 19h Local: Teatro Jofre Soares Classificação indicativa: 14 anos Valores: R$ 22,00 (inteira) R$ 12,00 (comerciário com carteirinha do Sesc) R$ 11,00 (estudantes, idosos e professores)

ÁRIES - (21/3 a 19/4) – Uma consciência maior de suas necessidades emocionais e pessoais fica mais clara. A maturidade é essencial para que você consiga transitar essa fase, que exige de você habilidades emocionais e autoconhecimento. O desapego é vital para o seu aprimoramento. Saúde: Um problema do foro emocional pode fazer com que entre em depressão. TOURO – (20/4 a 20/5) – O cônjuge ou uma pessoa importante para o seu desenvolvimento está transitando um ciclo de maturidade e de maior consciência sobre ações e comportamentos. O cenário traz superação e cura das experiências a dois. GÊMEOS – (21/5 a 21/6) – É um dia ótimo para lidar com as mudanças de rotina e de hábitos. Você está mais consciente do momento atual e de como deve agir para adquirir crescimento e progresso profissional. O dia segue produtivo e, consequentemente, com novas percepções. Amor: Mesmo que não lhe apeteça ceder, faça um sacrifício para satisfazer os desejos do seu parceiro. CÂNCER – (22/6 a 22/7) – As suas necessidades ficam em destaque, e isso é ótimo para aprimorar os afetos com os filhos e o campo amoroso. Uma nova percepção sobre a vida lhe dá condições se de posicionar com maturidade em relação a uma pessoa especial. Amor: Antes de falar com a sua alma gêmea, pense bem no que deseja dizer. Poderá correr o risco de ser mal interpretado. LEÃO – (23/7 a 22/8) – A família passa por curas importantes e necessárias para o momento de cada um envolvido. Com isso, é possível também organizar a rotina e conduzir as suas metas no trabalho com propósitos elevados. Há conexão com as necessidades mais íntimas. VIRGEM – (23/8 a 22/9) – A necessidade de conversar sobre assuntos mais complexos o leva a curar fatos que não estão totalmente sob o seu controle. Você está maduro para usar as palavras com maior consciência e para transmitir notícias importantes. Amor: Aproveite a compreensão que existe entre você e o seu parceiro. É o vosso

Cruzadas melhor trunfo. LIBRA – (23/9 a 22/10) – O céu aponta superação de obstáculos financeiros. Os desafios o levam a seguir com mais coragem as expectativas profissionais. É preciso agir com bravura e seguir os planos traçados com mais consciência da sua vocação. ESCORPIÃO – (23/10 a 21/11) – É um dia excelente para superar obstáculos e guiar os seus interesses pessoais com pessoas do seu convívio. Os estudos e a forma de transmitir informações são superadas e lhe trazem uma sensação de obstáculo vencido. É recomendável expressar os sentimentos. Amor: Se alguma coisa menos positiva lhe acontecer na vida, tire delas uma lição. Deus quer o nosso bem e a nossa felicidade. O mal é o resultado da nossa inexperiência! SAGITÁRIO – (22/11 a 21/12) – Por meio de uma nova postura em família e de um novo olhar para as suas necessidades emocionais, é possível tomar decisões mais assertivas e justas no campo material. Escute a sua intuição e vença os seus medos e bloqueios. CAPRICÓRNIO – (22/12 a 19/1)– É um dia ótimo para se posicionar com um grupo de pessoas e amigos. Você está maduro para assumir compromissos viáveis para o seu desenvolvimento pessoal e profissional. A conexão com novos valores e ideias é essencial para transformar si mesmo! Saúde: Sofrerá um desgaste físico ainda maior do que o habitual, o que fará com que chegue ao final do dia completamente esgotado. AQUÁRIO – (20/1 a 18/2) – É um bom dia para tomar decisões importante para a carreira e para o futuro. As responsabilidades devem ser encaradas como uma forma de aperfeiçoar novas posturas e de reconstruir o cenário profissional de uma forma mais viável para o momento. PEIXES – (19/2 a 20/3) -Uma nova percepção sobre as suas necessidades é fortalecida por meio da transformação de seus valores filosóficos e religiosos. Os estudos também participam dessas mudanças e agregam uma nova conexão de ideias e de projetos. Dinheiro: Seja persistente, pois só desta forma, conseguirá seguir em frente com os seus projetos.

3 C’EST FINI Na volta de Silvio Santos ao Brasil, após período de férias nos Estados Unidos, o diário “Fofocalizando” entrará na sua mira. O programa, uma criação do dono do SBT, precisa reagir nos índices de audiência para permanecer na grade. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!


4

MACEIÓ - ALAGOAS SÁBADO E DOMINGO, 14 E 15 DE MARÇO DE 2020

TOP

“Nesta vida, pode-se aprender três coisas de uma criança: estar sempre alegre, nunca ficar inativo e chorar com força por tudo o que se quer”

Elenilson Gomes

elenilsontopnews@gmail.com

FOTO BY CHICO BRANDÃO

SWAROVSKI LANÇA COLEÇÃO QUE CELEBRA OS 125 ANOS DA MARCA

P

resente nos principais centros de moda do mundo, a Swarovski celebra seus 125 anos em 2020. E, para comemorar, a marca preparou uma coleção de acessórios exclusiva. Com lançamento em cada uma de suas unidades, em Maceió, o lançamento aconteceu na quinta-feira (12), na loja do Maceió Shopping.

REINO DO GELO

P

T

opNews, sempre divulgando e enfocando personalidades e amigos que se destacam nos acontecimentos sociais e empresariais da nossa sociedade, apresenta a advogada Carol Agra Tenório e o juiz Gustavo Tenório, o casal embarca neste sábado para Jerusalém, numa viagem de fé por onde Cristo passou. Boa viagem amigos, que o nosso Deus esteja ao lado de vocês, aproveitem e voltem com muitas novidades para todos os seus amigos. FOTO BY ARQUIVO PESSOAL

FOTO BY CHICO BRANDÃO

ela primeira vez em Maceió, o espetáculo “Reino do Gelo”, uma adaptação do filme Frozen 2, será apresentado no palco do Teatro Deodoro, no dia 15 de março às 16hs, em apresentação única aberta ao público. Os ingressos já estão à venda no Acesso Vip, no Parque Shopping e no Unicompra Farol. A apresentação promete encantar crianças e adultos com figurinos luxuosos, trocas de cenário, efeitos especiais, e muito mais.

MINIBAG DE NYLON PRADA DE VOLTA

Q

uando o assunto é bolsa, o street style tem mesmo um ponto fraco: a nostalgia por it bags dos anos 2000. Nesta temporada de desfiles de inverno 2020, as fashionistas elegeram a Mini Bag da Prada como o acessório da vez. O modelo é uma reedição de uma das peças mais icônicas da casa, lançada em 2005, e trazida de volta no último mês de dezembro em edição especial - e um arco-íris de cores, além de diferentes opções de alças. A Re-Edition Mini Bag já está à venda no Brasil por R$ 3550.

MASSAS NO MARIA ANTONIETA

A

coluna aproveita para prestar uma homenagem a um casal por quem temos um carinho especial. Eles sempre se fazem presentes nos grandes acontecimentos da nossa cidade. Estamos falando da querida amiga Cidônia Lessa e do grande amigo Antônio Carlos Lessa, eles formam um casal up do date em nossa sociedade. Hoje, recebem a nossa homenagem. Parabéns, amigos, vocês fazem falta. Saudades!

CAFÉ DA MANHÃ NA BODEGA

Q

uer tomar um maravilhoso café da manhã? TopNews e os empresários Nado e Fracineide Freire convidam os nossos amigos e turistas que aqui chegam para saborear um delicioso café da manhã que o restaurante A Bodega do Sertão oferece todos os finais de semana. É um espetáculo o café da manhã da consagrada casa, venham se deliciar com o melhor café da manhã. Ligue já e tenha mais detalhes pelo telefone 3327-4446. Mais uma dica TopNews!

FERNANDO AZEVEDO DE PARABÉNS!

T

opNews aproveita a oportunidade para parabenizar o empresário Fernando Azevedo, ele que comanda a Esmel, indústria especializada em aço inox, fabrica tudo que você precisar para sua casa, consultório, escritório, banheiro, apartamentos, cozinhas industriais, tudo com o melhor aço inox. Faça já o seu orçamento com a Esmel pelos telefones 33244099/99997-1868.

E

les são empresários de sucesso em nossa sociedade, jovens de visão, acontecem quando falamos em lavanderias industriais, estamos falando dos amigos Henrique Dória e Daniel Cunha, os dois amigos retornam ao nosso convívio depois de uma temporada na África do Sul. Aproveitamos a oportunidades para desejar boas-vindas e dizer que vocês são especiais para seus amigos. Bem-vindos!

INSTITUTO CHIRLYS GARRIDO COM BARBEARIA

D

epois do grande sucesso que o Instituto Chirlys Garrido vem fazendo junto às nossas amigas, com os melhores alongamentos de cabelo da cidade, Chirlys – em companhia do seu amado – apresenta para nossa sociedade a bela barbearia Garrido, localizada dentro do instituto. A barbearia conta com belo projeto, que vem deixando os nossos amigos mais produzidos e elegantes. Convidamos os nossos amigos para conhecer a Barbearia Garrido, localizado na Rua Ariosvaldo Pereira Cintra, 105, Gruta. Vale a pena conferir!

SAFADÃO NO CAFÉ DE LA MUSIQUE

Q

uem está com saudade de ouvir os grandes sucessos de Wesley Safadão levanta mão! Se você se inclui entre os milhões de fãs do cantor e compositor cearense, não pode deixar de curtir o show #TBTWS, que vai acontece no próximo dia 4 de abril, no Cafe de La Musique Maceió, em Maceió. Além do astro do forró eletrônico, também subirão ao palco Dorgival Dantas e Samyra Show. Ingressos à venda nas Lojas Hering (exceto a do Maceió Shopping) | Kanoa Beach Bar | Maikai | www.bilhetecerto.com.br .

Q

ue tal saborear o melhor da cozinha italiana, com um toque alagoano? Essa é a proposta do Maria Antonieta Restaurante, uma casa especializada em massas, que apresenta a mais variadas opções para você curtir um almoço ou jantar inesquecíveis. A casa ainda possui um adega premiada nacionalmente, além de um ambiente delicioso e música contemporânea ao piano. Imperdível!

MIXED NO OUTONO/ INVERNO

A

s araras da Casa Moa, localizada na Avenida Deputado José Lages, Ponta Verde, já começam a receber as primeiras peças das coleções outono/inverno da grifes mais desejadas do país. Hoje as empresárias Andréa e Moacira Cunha trazem para as nossas leitoras um belo modelo da Mixed, que as nossas amigas podem conferir de perto na Maison. Tudo está absolutamente lindo. Vale a pena conferir!

Profile for Tribuna Hoje

Edição número 3601 - 14 e 15 de março de 2020  

Tribuna Independente edição digital tribuna hoje

Edição número 3601 - 14 e 15 de março de 2020  

Tribuna Independente edição digital tribuna hoje

Advertisement