Page 1

EXEMPLAR DO ASSINANTE

MACEIÓ - ALAGOAS 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

EDIÇÃO N0 3.057

R$ 4,00

INDEPENDENTE

tribunahoje.com

CLÁUDIA LEITTE ABRE NESTE SÁBADO O MACEIÓ VERÃO, QUE TERÁ NOVO FORMATO

ANA FLÁVIA CAVALCANTI, DE “MALHAÇÃO”, DIZ QUE SONHA DIRIGIR FILMES

A cantora Cláudia Leitte abre, neste sábado, o Maceió Verão 2018. Outras atrações são os cantores Igbonan Rocha, Wilma Araújo e Léo Santana. Para este ano, o evento terá também camarotes, para quem estiver disposto a pagar. O prefeito Rui Palmeira exaltou a parceria com a iniciativa privada para o festival. PÁGINA 4

Uma das revelações de “Malhação – Viva a Diferença”, a atriz Ana Flávia Cavalcanti interpreta a professora Dóris, dedicada a promover melhorias no ensino público. “Estou feliz com esse trabalho e seus desdobramentos”, diz. Para o futuro, ela sonha dirigir filmes. SUPLEMENTO

Apurar morte de morador de rua não é prioridade para o MP, acusa Paulão DEPUTADO FEDERAL PETISTA DIZ QUE MINISTÉRIO PÚBLICO MOSTRA LENTIDÃO QUANDO SE TRATA DE APURAR OS ASSASSINATOS DE MORADORES DE RUA EM ALAGOAS. “COMO VOCÊ TEM QUASE 40 MORTES (EM 2017) E ATÉ HOJE O MP NÃO ORGANIZOU UMA FORÇA-TAREFA? CADÊ O GECOC PARA VERIFICAR ISSO?” QUESTIONOU PAULÃO, QUE PRESIDE A COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS E MINORIAS (CDHM) DA CÂMARA DOS DEPUTADOS. PÁGINA 2 SANDRO LIMA

ALAGOAS CONECTADA

96 EM CADA 100 HABITANTES TÊM LINHA DE CELULAR ATIVA Anatel registrou no Estado mais de 1.550 contratos de internet fixa até outubro do ano passado. PÁGINAS 13, 14 e 15

VELHA TRADIÇÃO

PANELAS DE BARRO VOLTAM A FAZER SUCESSO Elas foram largamente utilizadas nas cozinhas alagoanas nos séculos passados e com os tempos modernos perderam espaço para suas concorrentes de alumínio. Nos últimos anos, entretanto, elas voltaram, não para cozimento, mas como utensílio de charme para servir alimentos. PÁGINAS 9 e 10

Paripueira tem a segunda maior piscina natural de Alagoas

MAIS DE 130 MIL ASSINATURAS

CINEASTA COSTA-GAVRAS TAMBÉM ASSINA MANIFESTO EM DEFESA DE LULA PÁGINA 7

OPERAÇÃO LAVA JATO

POLÍTICOS DENUNCIADOS MOSTRAM POUCA PREOCUPAÇÃO COM O STF

Piscinas com águas cristalinas ficam a um quilômetro da praia, próximas às barreiras de corais da região, que são consideradas a terceira maior formação de corais do mundo. PÁGINA 17

PÁGINA 5

CRISE SE AGRAVA

NÚMERO DE FAMÍLIAS ENDIVIDADAS SOBE DE 59% PARA 62,2% NO PAÍS PÁGINA 18

TEMPO

Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em áreas isoladas

Mínima

23º

Máxima

30º

MARÉS

00:49 06:56

0.2m 1.9m

13:02 19:13

0.4m 2.0m

FINANÇAS

DÓLAR COMERCIAL DÓLAR PARALELO R$ 3,23

R$ 3,23

R$ 3,19

R$ 3,40

OURO

R$ 135,74

POUPANÇA 0,3994%


TRIBUNAINDEPENDENTE

2 POLÍTICA MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

Política

Minha crítica ao MPE é: como você tem quase 40 mortes e até hoje o MP não organizou uma força-tarefa? Cadê o Gecoc para verificar isso? A lógica do MP no Brasil, seja federal ou estadual, é midiática e patrimonial PAULÃO DEPUTADO FEDERAL - PT

Paulão cobra investigação de mortes

Parlamentar diz que o Ministério Público não prioriza elucidação dos crimes contra moradores em situação de rua

ESPLANADA LEANDRO MAZZINI - contato@colunaesplanada.com.br

Temer emprega aliado de Jader na Sudam

E

m mais um capítulo da distribuição de cargos a aliados, o presidente Michel Temer indicou Carlos Edilson de Almeida Maneschy para gestor de fundos, incentivos e atração de investimentos da Sudam, a Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia. Maneschy é do grupo do senador Jader Barbalho no PMDB e disputou a eleição para prefeito de Belém, no Pará, em 2016. Com 75 mil votos, não passou para o segundo turno, quando, curiosamente, apoiou o deputado Edmilson Rodrigues, do PSOL.

Orçamento A Sudam, que já foi extinta por casos de corrupção inclusive envolvendo Jader, tem um orçamento pomposo. Nos últimos 10 anos injetou mais de R$ 22 bilhões em incentivos e convênios.

Reforma O líder do Governo no Congresso, deputado André Moura (PSC-SE), jura que Temer não fala em reforma ministerial após a saída de três ministros em menos de um mês. Mais 12 chefes de pastas devem deixar os cargos até abril para disputar as eleições.

Molusco O Avança Brasil, movimento que esteve à frente de manifestações pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, também prepara protesto no dia do julgamento do ex-presidente Lula em Porto Alegre. “Pela condenação do Molusco Lula”, convocam pelas redes sociais.

Fio da navalha O Brasil está no fio da navalha, avalia o Instituto tucano Teotônio Vilela. Em “carta de mobilização”, o ITV bate e afaga o governo Temer ao pontuar que, em 2017, “o país viu-se melhor refletido no espelho e a alquimia fiscal deu lugar ao realismo”.

No páreo O nome do ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, já circula como provável substituto de Henrique Meirelles no comando da Fazenda, que deixa a pasta nos próximos meses para se aventurar na disputa presidencial.

Pacto Ex-secretário executivo do Planejamento, Dyogo Oliveira foi efetivado no cargo em maio de 2017; substituiu o senador Romero Jucá (PMDB -RR) que caiu após revelação de diálogos em que sugeria um “pacto” para barrar a Operação Lava Jato.

Em Arraial Sobre a confusão na praia de Arraial D’Ajuda, a Coluna reforça o publicado anteriormente de que o deputado Robério Negreiros (PSDB) não participou da briga, segundo relata.

Com a polícia O parlamentar do DF afirma que seu cunhado foi vítima de agressão por quatro homens de uma casa vizinha cuja família foi expulsa do condomínio após a confusão. Segundo nota do condomínio, a família vizinha, de BH, foi notificada sobre “atos não permitidos” no local. A polícia está com o caso

Sigilos Proposta de Emenda à Constituição de autoria do Senador Cristovam Buarque (PPS-DF) quer abrir os sigilos bancário, fiscal e patrimonial de todos os candidatos a cargos públicos – de vereador a presidente.

Pela aprovação Já há parecer pela aprovação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Os dados, no entanto, só seriam abertos para os órgãos de controle e fiscalização. A intenção, segundo Cristovam, é “moralizar a política”.

Os Sertões O nome do escritor e jornalista Euclides da Cunha será incluído no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria. O projeto que homenageia o autor de “Os Sertões” já foi aprovado pelo Congresso e aguarda sanção presidencial para entrar em vigor.

Ponto final “Entramos 2018 com o pé direito”. Do ministro da Secretaria-Geral do Governo, Moreira Franco (PMDB)

Com Equipe DF, SP e Nordeste www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br Twitter @leandromazzini

SANDRO LIMA

CARLOS AMARAL REPÓRTER

N

as últimas semanas ganhou destaque no noticiário o alto número de assassinatos de pessoas em situação de rua em Alagoas. Os números divergem, mas são entre 30 e 40 mortes só em 2017. Os inquéritos desses casos parecem não andar e a mobilização em torno de sua solução é incipiente. Ao menos mais fraca do que quando se mata alguém da classe média. Há cerca de duas semanas, a Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados, presidida pelo deputado federal Paulão (PT), solicitou à Secretária de Segurança Pública de Alagoas (SSP) um relatório sobre as investigações dos assassinatos de pessoas em situação de rua, mas até o fechamento dessa edição o parlamentar não recebeu tal documento. Para o deputado, o problema da violência em torno dessa população é “pauta invisível” e as instituições não querem resolver o problema. Tribuna Independente – Agora em dezembro, o número de assassinatos de pessoas em situação de rua em Alagoas chegou a entre 30 e 40; o senhor classificou esse fato como “genocídio”. A situação é realmente grave assim? Paulão – Não só aqui, mas no Brasil. Quando assumimos a CDHM, a gente teve demanda dos movimentos sociais, principalmente da Pastoral da População em Situação de Rua. Essa é uma realidade das grandes cidades. É um fenômeno internacional, pois essa realidade existe também nos Estados Unidos e na Europa. No Brasil, isso vem crescendo. Tribuna Independente – Em sua avaliação, a que se deve esse crescimento da população em situação de rua? Paulão – No momento que se tem crise na economia, se tem desemprego e cidades como São Paulo, com mais de 10 milhões de habitantes, se tem uma situação que movimentos como os do sem teto começam a ganhar força. Simplesmente, as pessoas não podem pagar aluguel e isso gera demanda reprimida. Em São Paulo, as pessoas acabam ocupando os prédios abandonados no Centro. Em Maceió, o Centro não tem moradia e, por não dar resposta a essa questão de moradia, para que as pessoas morem perto do Centro e de locais de trabalho, a situação é mais grave porque a tendência é você não entrar numa luta orgânica e se tornar morador em situação de rua. Há casos, principalmente em São Paulo, em que o cara é empregado, ganha um salário mínimo, mas não pode pagar aluguel e vai morar embaixo de uma marquise. No caso de Maceió, se tem uma população de rua alta, não mensurada pelas es-

Deputado Paulão argumenta que os assassinatos dos moradores de rua são “pautas invisíveis”

O problema é que o MP de Alagoas não está priorizando a vida. São 40 casos insolúveis e o MP não faz nada. Ele podia responsabilizar delegados, o secretário de segurança...

O Nô não era morador em situação de rua, tinha casa fixa, mas passava o dia na Praça da Assembleia. Ele tinha relação com todo mundo. A morte dele acabou atingindo a classe média, o mundo político e acadêmico tatísticas, seja do IBGE [Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística], da Prefeitura, do Governo do Estado ou Governo Federal. Essas pessoas, por não terem documentos, não existem para o Estado. Isso gera dificuldade de ingressar em programas sociais. Infelizmente, essa é uma pauta invisível. Tribuna Independente – Invisível em que sentido? Paulão – A Prefeitura de Maceió não prioriza essa questão, por exemplo. Há apenas uma ação isolada do Consultório da Rua, que são pessoas abnegadas que vão ao encontro dos moradores em situação de rua prestar algum tipo auxílio. Essa pauta, só quem dá guarida é a Igreja Católica, com a Casa de Ranquines; a Igreja Batista do Pinheiro. São poucas igrejas. A maioria não quer lidar com essa pauta. Todo mundo faz a reza bonitinha, mas não

levanta essa discussão. Você tem o problema da limpeza étnica, da assepsia do comércio. Se tem comerciantes maldosos que contratam seguranças e milícias para não permitir que essa população fique por perto. O cara quer uma marquise para se proteger do sereno da chuva. Essa articulação de milícias é histórica aqui e possivelmente, não tenho como provar, com a participação de agentes de segurança. Tribuna Independente – Falta interesse da sociedade em resolver esse problema? Paulão – Sim. É uma pauta invisível porque há uma questão idêntica a essa. No Brasil, matam-se mais de 60 mil pessoas por ano. Depois da Segunda Guerra Mundial, o genocídio reconhecido no Mundo é na Somália, com 10 mil. A gente tem mais de 60 mil. Essa população tem localização geográfica: periferia das grandes cidades. Há também na zona rural, mas em menor quantidade. Que público é esse? Jovem, de 14 a 20 anos de idade; do sexo masculino; negro e pobre. Um grande motivador é o tráfico de drogas. E como se fala de um público pauperizado, como dizia Karl Marx lá trás, se trata do exército de reserva. E ele não interessa ao mundo do capitalismo. Veja, a fome existe no mundo mesmo se produzindo três mais alimentos que o necessário para alimentar a todos. O modelo é excludente. No caso dos moradores em situação de rua, eles são o substrato da miséria, sem referência familiar e envolvimento com drogas e todo o tipo de perigo. Tribuna Independente – O senhor solicitou à SSP um relatório dos inquéritos das mortes de pessoas em situação de rua. Já responderam? Paulão – Ainda não. Estou aguardando. Tribuna Independente – Esse problema da população em situação de rua é o caso mais emblemático que o senhor lidou desde que assumiu a CDMH da Câmara dos Deputados? Paulão – É o genocídio da juventude negra e pobre. Esse é o número um. Inclusive Maceió foi por cinco anos a capital mais violenta do Brasil. Em 2013, foi a do mundo. Se teve um final de semana, de sexta

à segunda-feira, que se mataram 36 jovens. É o caso mais forte, e foi criada até uma CPI [Comissão Parlamentar de Inquérito]. E a área de segurança tem problema para lidar com isso. O que ocorre na área de segurança com essa juventude da periferia? Se faz Boletim de Ocorrência, mas os inquéritos são totalmente vazios. 90% dos casos sem solução. Tem uma lógica proposital nisso, perversa. Tribuna Independente – Voltando à questão da população em situação de rua, como o senhor avalia o papel do Ministério Público Estadual (MPE)? Paulão – O Ministério Público está lento, leniente. Ele é o dono da ação, que recebe a peça do delegado e concorda ou não com ela. Mas essa pauta não é prioridade para o MP. O caso do Nô, por exemplo, só houve ação do MP depois de repercussão na imprensa. O Nô não era morador em situação de rua, tinha casa fixa, mas passava o dia na Praça da Assembleia. Ele tinha relação com todo mundo. A morte dele acabou atingindo a classe média, o mundo político e acadêmico. Esse caso do Nô ganhou o foco. Minha crítica ao MPE é: como você tem quase 40 mortes e até hoje o MP não organizou uma força-tarefa? Cadê o Gecoc para verificar isso? A lógica do MP no Brasil, seja federal ou estadual, é midiática e patrimonial. A questão dos moradores em situação de rua é de vida. E na balança do Direito, a vida tem prioridade. O problema é que o MP de Alagoas não está priorizando a vida. São 40 casos insolúveis e o MP não faz nada. Ele podia responsabilizar delegados, o secretário de segurança... A gente percebe que as autoridades competentes, e aí também a Defensoria Pública Estadual deveria ser mais proativa, não se preocupam com esse problema. Os moradores de rua estão espalhados por todos os bairros. Quem for à orla depois de meia-noite poderá verificar o tanto de pessoas que estão morando ali, embaixo de coqueiros e em pequenas tendas. Eles ficam geralmente em grupos para se proteger porque há muita maldade. Se lembra do caso do índio Galdino, em Brasília? [Queimado vivo por jovens de classe média em Brasília em 1997].


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018 POLÍTICA

SANDRO LIMA

3

Infraestrutura e assistência têm prioridade em 2018

Orçamento do governo Renan Filho mostra aumento de recursos em pastas que em 2017 tiveram menos dotação

CARLOS VICTOR COSTA REPÓRTER

A

Governador Renan Filho inicia o ano com o orçamento aprovado, restando apenas sancionar a lei

pesar de o governador Renan Filho (PMDB) ainda não ter sancionado – e ele tem um prazo de 15 dias após a aprovação que ocorreu na última quarta-feira (3) na Assembleia Legislativa do Estado (ALE) –, a Lei Orçamentária Anual (LOA) deste ano, já dá para se ter uma ideia de como serão distribuídos os recursos nos órgãos do Estado este ano. O governo terá receita total estimada dos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social, de R$ 10.214.925.295,00. Para 2018, observa-se que a assistência social e as estradas alagoanas recebem maior aporte de recursos.

Com base no orçamento aprovado pelos deputados estaduais na semana passada, fica evidente que os maiores aumentos figuram para as Secretarias de Estado de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand) e de Assistência e Desenvolvimento Social (Seades). A Setrand contou, em 2017, com R$ 165.585.625, 00. Para este ano, o salto chegou à casa dos R$ 557.789.357,00. Já a Seades, no anterior, estava com um orçamento de R$ 20.477.558,00. Este ano, a secretaria terá à sua disposição 32.629.307,00 a mais. À frente da Setrand, o secretário Mosart Amaral ressaltou que a secretaria vai aplicar o orçamento ba-

sicamente no Projeto Conecta Alagoas, que são as obras de duplicação Maceió/Arapiraca, entre outras obras de implantação, além de obras de recuperação de estradas. “Vamos também continuar o Projeto Vida Nova nas Grotas, além de avançar nas obras dos eixos viários”, destacou, em entrevista à reportagem da Tribuna Independente. A reportagem não conseguiu contato com o secretário de Desenvolvimento e Assistência Social, Fernando Pereira. No entanto, ao acessar a peça orçamentária, os recursos para este anoserão investidos no combate à pobreza, implantação de complexos nutricionais, implementação do Programa Criança Feliz, entre outras ações.

PLANEJAMENTO

Maior orçamento é dividido com unidades vínculadas à Seplag Embora apareça na peça orçamentária como o órgão que tem o maior orçamento do Estado, sendo R$ 2.096.725.216,00, a Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) acaba ficando com um orçamento menor e que todo esse montante é relativo a outras unidades que tem vínculo com a pasta.

Por meio de sua assessoria, o titular da Seplag, Fabrício Marques Santos, explica a situação. O que acontece é que nesse dado estão somadas todas as unidades orçamentárias que estão vinculadas ao órgão Seplag. Pertencem à Seplag as unidades orçamentárias da Amgesp, da Imprensa Oficial, da Carph

e da Alagoas Previdência. Outro detalhe também é que ainda consta nesse valor total as unidades orçamentárias “Fundo Previdenciário”, “Fundo Financeiro” e “Fundo Militar”. Por isso que aparece um orçamento tão alto para Seplag”, detalha. APOSTA Em contato com a Tribuna Independente, o

cientista político avaliou o cenário da aprovação do orçamento para 2018. Segundo ele, o governo parece ter escolhido as fichas que irá jogar nesse ano de eleição. “E as fichas que ele quer jogar é a do tempo de crise e o estado continua em desenvolvimento. A outra ficha é a velha formula de cidade do interior à Presidência

da República. A assistência tem dado voto porque você resolve o problema a curto prazo e não alonga a resolução. Então você resolve o problema perto da eleição e as pessoas vão lembrar e associar isso a um governo eficiente”. Paranhos ainda estranhou o fato de a Secretaria Estado da Comunicação re-

ceber um orçamento menor, justamente num ano de eleição, no qual o órgão poderia ser usado para dar publicidade aos investimentos feitos pelo Governo. “Espanta-me o fato de ele [Renan Filho] não ter mantido ou aumentado a verba de comunicação. É uma pasta que recebe acréscimo em ano eleitoral”. (C.V.C.) ASCOM/ALE

PASTAS

Deputados avaliam concessão de aumentos e congelamentos Partícipes da análise e aprovação da Lei Orçamentária Anual, os deputados Rodrigo Cunha (PSDB) e Bruno Toledo (Pros), também avaliaram os caminhos do governo em 2018. Rodrigo Cunha chegou a disponibilizar uma planilha detalhada comparando os investimentos entres os anos de 2017 e o que se pretende este ano. Durante a sessão em que a LOA deste ano foi aprovada, o tucano questionou o congelamento nas áreas da saúde, educação e segurança, em comparação do que foi investido em 2017. Já Bruno Toledo explicou que, de fato, os valores absolutos das principais pastas do governo (saúde,

educação e segurança) continuam sendo os maiores, mas o problema é a proporção do aumento para as secretarias de infraestrutura (Seinfra), de transporte (Setrand) e assistência social (Seades). “Houve um congelamento no tocante à educação, a segurança e em saúde. Em compensação, um aumento de mais de 300 % na assistência social. Aí justifica a questão do retorno do programa de cestas nutricionais para gestantes que havia sido extinto pelo atual governo”, argumentou Toledo. Toledo ressalta também o aumento dos investimentos para o Departamento de Estradas de Rodagem (DER/ AL), órgão vinculado à Se-

trand e que tem como principal ferramenta, implantar e construir as estradas alagoanas. “Se não me engano tem um aumento de 400% ou são 500 % comparado com 2017 também no DER. Nas pastas mais voltadas para a questão das estradas, são aumentos vultosos. Quando você olha o comparativo de 2017 para 2018, a pasta da saúde houve praticamente um congelamento, um aumento irrisório. Não é nem a inflação. A educação da mesma forma”. O deputado levantou ainda uma preocupação em relação ao financiamento dos novos hospitais, referindose ao orçamento destinado à Sesau. (C.V.C.)

Rodrigo Cunha e Bruno Toledo apontaram que o orçamento para pastas estratégicas congelou

EXECUÇÃO

PLANO

ENSINO

Conforme o aprovado na Lei Orçamentária, Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), saíra de um orçamento R$ 299.034.569,00 de 2017 para R$ 364.788.867,00 neste ano. Entre as prioridades da pasta chefiada por Humberto Carvalho, 2018 a execução de obras de saneamento, na capital e no interior. A obra para ampliação da Adutora da Bacia Leiteira, que contempla 19 municípios, e a construção da Adutora de Olho d’Água do Casado e Povoado Piau (Piranhas) estão no cronograma.

Em 2018, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), que tem à frente Christian Teixeira, terá R$ 1.233.497.808,00 no orçamento. A Sesau pretende implementar ações para redução da mortalidade infantil, reestruturar a rede de Assistência Pré-Hospitalar (Serviço de Atendimento Médico de Urgência - SAMU e Unidade de Pronto Atendimento - UPA), bem como prestar melhor assistência materna infantil com a implantação do Hospital da Mulher e da Casa de Apoio a Gestante.

Outra pasta relevante, a de Educação (Seduc), de Luciano Barbosa, conta com recursos na ordem de R$ 1.358.716.118,00. Em relação a aplicação dos recursos da Educação, a assessoria de Comunicação do órgão ressaltou que 60% dos recursos do Fundeb, por lei, são destinados ao pagamento dos profissionais do magistério. O restante, 40%, serão destinados a manutenção e desenvolvimento do ensino. Ações para o programa Escola 10 e ensino integral serão intensificadas em 2018.

Seinfra com obras de saneamento

Sesau quer melhorias nos atendimentos

Seduc vislumbra intensificar ações


4

TRIBUNAINDEPENDENTE

POLÍTICA MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

Descumprindo a “regra de ouro”

S

em condições de cumprir o que havia estabelecido com a chamada “regra de ouro” das contas públicas em 2018 e dizendo, agora, ser impossível respeitá-la em 2019, a equipe econômica busca apoio parlamentar para uma proposta de emenda constitucional para desobedecer a promessa. A regra é uma norma constitucional para impedir que se recorra ao endividamento público para o pagamento de despesas correntes, que são gastos com custeio e manutenção (como remuneração a servidores, benefícios previdenciários, serviços, diárias e passagens). Porém, caso a norma seja descumprida, o Presidente da República e a equipe econômica podem ser acusados de cometerem crime de responsabilidade fiscal, passível de impeachment. Para os parlamentares que negociam a nova proposta, as despesas correntes já estão comprometidas e se forem cortadas vão paralisar a máquina pública, e bloquear os investimentos. Para eles, a única saída é descumprir a regra.

Um novo matadouro Uma equipe da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura esteve esta semana inspecionando as obras do Matadouro Regional de Viçosa. O superintendente de Desenvolvimento Agropecuário, Hibernon Cavalcante, que integrou a equipe, disse que o matadouro vai atender a produtores e a população do Vale do Paraíba, englobando nove municípios. O novo frigorífico terá uma estrutura completa, como currais, salas administrativas, vestiários, caldeiras, subestação elétrica, bloco de abate, necropsia, pocilgas, lagoas de tratamento de resíduos e depósito para cascos e chifres.

Rui exalta o “formato plural” do Maceió Verão Ele diz que município também economiza recursos com parceria privada EDITORIA DE POLÍTICA COM ASSESSORIA

A

edição 2018 do Maceió Verão vem com um formato diferente das três antigas edições. Desta vez, o evento traz uma nova roupagem, que dará a oportunidade de atrair o mercado regional, com um ambiente democrático, onde haverá também camarotes, para quem estiver disposto a pagar, atingindo assim diversos perfis de público. A empresa Branco Promoções de Eventos e Editora Musical Ltda ficará responsável pela gestão do evento, após vencer a licitação lançada pelo Município em novembro de 2017. Cabe à empresa adminis-

trar a estrutura física, que compreende palco, som, iluminação, camarotes, áreas reservadas e um espaço de livre acesso com capacidade para mais de 30 mil pessoas, além da produção executiva e identidade visual dos eventos. O prefeito Rui Palmeira (PSDB) comemora a nova forma de realizar um dos eventos mais tradicionais da cidade de Maceió. Segundo ele, essa parceria entre a Prefeitura e a empresa privada trará uma economia de dois terços do valor investido pelo Município em relação à edição anterior, além de posicionar Maceió na rota de competitividade com eventos que acontecem no mesmo período.

“É uma programação variada, a gosto do grande público. O palco continua firme para o artista alagoano, com duas atrações locais por dia, bem mescladas e democráticas. Nesta edição o evento continua aberto ao público, mas também com áreas de camarote e frontstage pagos, que devem atrair os mais distintos públicos”, disse o prefeito da capital alagoana. ATRAÇÕES A programação da quarta edição do Maceió Verão foi divulgada no início do mês de dezembro e conta, em todos os dias, com atrações locais e nacionais. No sábado (6), irão se apresentar os cantores Igbonan Rocha, Wilma Araújo e Cláu-

dia Leite e Léo Santana. No dia 13/01, o som fica por conta da banda Cheiro de Calcinha, Vitor Pirralho, Babado Novo e Péricles. Dia 20/01 tem Milane Hora, Wado, Mano Walter e a dupla Zezé di Camargo & Luciano. E no último dia, 27/01, Unidade Nova Praia, Fernanda Guimarães & Baque Alagoano, Vibrações, Cidade Negra e Nação Zumbi. Os ingressos para o camarote estão disponíveis nas lojas Hering do Parque Shopping, Walmart Gruta, Ponta Verde e Shopping Pátio Maceió, lojas Gasoline do Maceió Shopping, Shopping Pátio Maceió e Centro e no site ingressos.maceioverao. com.br. ASSESSORIA

Um novo matadouro 2 O matadouro regional de Viçosa, está sendo construído em uma área de 2.300 m2, e deve estar concluído até Março próximo. O Governo de Alagoas está investindo R$ 9,6 milhões na obra, que quando entrar em operação terá capacidade para abater 150 animais por dia, entre bovinos, caprinos e suínos. O novo espaço atenderá aos requisitos exigidos na legislação, seja federal e estadual, visando oferecer um ambiente adequado para o abate de animais, com as condições de higiene necessárias ao fornecimento de um produto de qualidade para a população, a ao mesmo tempo evitando o abate clandestino na região.

Contraceptivo masculino Um gel contraceptivo masculino, que bloqueia temporariamente toda a produção de esperma no corpo humano, foi desenvolvido no Instituto Nacional de Saúde Infantil e Desenvolvimento Humano dos Estados Unidos. O novo método começará a ser testado em Abril, com 400 casais. Os testes durarão aproximadamente quatro anos e serão realizados com parceiros dos EUA, como Itália, Grã-Bretanha, Chile, Suécia e Quênia. Batizado de Nestoronegel, o produto contém dois hormônios sintéticos: Testosterona e progestagênio.

Contraceptivo masculino 2 No caso o progestagênio impede os testículos de produzir testosterona o suficiente para o nível normal de esperma. E a testosterona substitutiva contrasta o equilíbrio hormonal, mas sem produzir espermatozoides. O gel deve ser aplicado nos braços e nas costas do homem diariamente. O método é capaz de suprimir o nível de esperma por aproximadamente 72 horas. A princípio, os homens deverão usá-lo por pelo menos 4 meses. Os pesquisadores monitorarão os níveis de espermatozoide nos homens, que devem cair a menos de um milhão de mililitros para prevenir de maneira eficaz a gravidez. Atualmente as duas opções contraceptivas masculinas são o uso de preservativo e a vasectomia.

Conferência da Cannabis Punta del Este, o mais famoso balneário do Uruguai, será sede, nos próximos dias 12 e 13, da Cannabis Conference, um evento internacional sobre as novidades da Cannabis e suas aplicações na medicina, tecnologia, inovação e indústria. O evento se apresenta com uma proposta de grande qualidade para turistas e uruguaios interessados no tema. A conferência consistirá de palestras de caráter científico e político, facilitadas por especialistas nacionais e internacionais de excelente nível.

Conferência da Cannabis 2 Entre os especialistas no tema estão o Prof. Lúmir Hanus, da República Checa, que descobriu a Anandamida, o primeiro neurotransmissor cannabinoide endógeno já encontrado. O Dr. Ilya Resnik de Israel, psiquiatra que trabalha o uso médico da cannabis e cannabinoides em várias doenças neuropsiquiátricas, como a Síndrome da Dor Crônica, Fibromialgia, Parkinson, Alzheimer e outras doenças. E ainda a Dra. Raquel Peyraube do Uruguai, fundadora e presidente da Sociedade Uruguaia de Endocannabinologia e com trabalhos na capacitação, prevenção, tratamento e redução de mazelas a partir da cannabis. • O presidente da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Thomaz Monson, morreu esta semana, aos 90 anos de idade de causas naturais, em sua casa em Salt Lake City, a capital dos Mórmons. • O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, transmitiu suas condolências à família do líder religioso e se declarou “profundamente triste”. • Monson “tinha uma mensagem de otimismo, perdão e fé” escreveu Trump. “Era considerado um profeta por quase 16 milhões de membros da sua Igreja”. • O líder da Igreja Mórmon foi eleito em 3 de Fevereiro de 2008 para suceder Gordon Hinckley, que morreu aos 97 anos e também foi enterrado em Salt Lake City, em um funeral que reuniu milhares de pessoas. • Fundada em 1830 pelo pioneiro americano Joseph Smith, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias se considera um ramo do cristianismo, mas baseia sua doutrina no Livro do Mórmon, um texto que pretende apresentar uma versão mais completa das palavras de Jesus do que a Bíblia. • Atualmente tem cerca de 15,8 milhões de fiéis em todo o mundo, sendo que realiza um trabalho de catequização em países pobres, como é o caso do Brasil, especialmente aqui no Nordeste.

Rui Palmeira destacou a programação variada e considera que o Maceió Verão expressa a democracia entre artistas locais e nacionais

AÇÕES

Educação presta contas de 2017 a Conselho A Secretaria de Educação de Marechal Deodoro apresentou ao Conselho Municipal de Educação a prestação de contas das ações realizadas durante o ano de 2017 e alguns projetos para este ano. Os dados foram apresentados pelo secretário municipal de Educação, Marcelo Beltrão. Durante a reunião foi repassado aos conselheiros, entre outros dados, o número de matriculas; as reformas e reparos realizados nas escolas; as formações e capacitações para toda a equipe da Educação como professores, coordenadores, diretores, técnicos, merendeiras, entre outros; avanços na alfabetização dos alunos e atividades e projetos complementares que foram realizados. Além disso, os conselheiros também foram informados sobre os projetos, obras e ações que serão implementadas em 2018 na Educação de Marechal Deodoro. Após ouvir toda a apresentação, a presidente do Conselho Municipal de Educação, Maria Silvana de Oliveira, parabenizou o trabalho realizado em 2017 e falou das expectativas para no ano de 2018. “Pela primeira vez nesse tempo quem trabalho em Marechal Deodoro estamos vendo um secretário empe-

DIVULGAÇÃO

Conselho Municipal de Educação recebeu informações sobre os investimentos em Marechal Deodoro

nhado. A prova é tanta que mesmo com as dificuldades já houve avanço. Saio da reunião muito satisfeita, vendo melhoria em todos os níveis de ensino. Além disso, temos um Conselho que realmente funciona, participativo e que trabalha em parceria com a secretaria e a prova disso foi o encerramento do ano letivo de 2016 e início do 2017, que conseguimos finalizar dentro do ano, como há anos não acontecia. Isso é muito gratificante. A expectativa para este ano é a melhor possível”, disse a presidente do Conse-

lho Municipal de Educação. Ao final da reunião, o secretário Marcelo Beltrão agradeceu parceria com o Conselho Municipal de Educação e creditou os avanços ocorridos no primeiro ano de gestão e as mudanças ocorridas. “Tivemos um ano com muitos desafios e uma enchente que devastou o município. Mas o Conselho sempre foi parceiro e acreditou no nosso trabalho quando deliberou pelo encerramento do ano letivo de 2016. Iniciamos e finalizamos o ano de

2017 dentro do ano. Fizemos um trabalho para melhorar a educação e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida da população. Mostramos que o calendário unificado foi melhor, conseguimos dar resultado. Digo que a recuperação da autoestima da nossa categoria e nossos setores tenha sido a maior conquista de 2017 e tenho certeza que 2018 será um ano melhor, principalmente na alfabetização. Promovendo a alfabetização, todo o resultado será positivo”, comemorou o secretário.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018 POLÍTICA

5

Lava Jato longe de desfecho no STF Maioria dos políticos investigados na operação não precisará se preocupar com o julgamento por conta das eleições FOTOS PÚBLICAS

Ministros estão de posse dos processos relacionados à Lava Jato, no entanto as ações demoram para ser julgadas; políticos agradecem

A

BBC BRASIL

o longo do ano de 2017, a aposta entre analistas e até mesmo investigadores que acompanhavam o andamento da operação Lava Jato era de que o Supremo Tribunal Federal (STF) começaria ainda no ano passado a julgar os casos da operação envolvendo políticos, o que não aconteceu. E uma análise mais profunda mostra que a maioria desses investigados ainda não precisa se preocupar: dos mais de cem inquéritos, só dois estão prontos para serem julgados. Na prática, a existência do chamado “foro privilegiado” para os políticos com mandato adia o risco de punições. E, em muitos casos, evitará que investigados na Lava Jato sejam enquadrados pela Lei de Ficha Limpa, o que poderia excluí-los das eleições deste ano - a norma impede que condenados na segunda instância por certos crimes sejam candidatos. Quem não tem cargo no momento, como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), é que precisa

se preocupar. Um dos processos de corrupção contra o petista, no qual ele já foi condenado em 1ª instância pelo juiz Sergio Moro, será julgado em janeiro pelos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre. Caso a condenação seja confirmada, ele poderá ficar inelegível e, com isso, de fora das eleições deste ano. Outro exemplo é Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ex-presidente da Câmara, hoje preso em Curitiba. Sem mandato, ele já foi condenado em segunda instância e, na teoria, teria pretensões de disputar as eleições frustradas, caso a tivesse. Já no STF, a maior parte dos processos da Lava Jato ainda está no começo, e provavelmente não será concluída em 2018. É o caso das denúncias contra políticos da cúpula do PT, do PP e do PMDB, consideradas algumas das mais importantes da operação: as denúncias só foram apresentadas pelo então procurador-geral, Rodrigo Janot, em setembro passado. DIVULGAÇÃO

INQUÉRITOS

Apenas 35 denúncias foram apresentadas Do acervo de mais de uma centena de inquéritos relacionados à Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), só 35 tiveram denúncias apresentadas até o momento. E, destas, apenas nove foram aceitas e se tornaram ações penais, o que significa que os políticos acusados são, formalmente, réus. As informações são da Procuradoria-Geral da República, e foram confirmadas pela reportagem da BBC Brasil em um levantamento no sistema eletrônico do STF. O destino das investi-

gações da Lava Jato no Supremo não é, por enquanto, muito diferente da maioria dos processos criminais de políticos com foro privilegiado naquele tribunal. Em meados do ano passado, uma equipe de pesquisadores da FGV Direito Rio publicou um estudo mostrando que só 0,6% dos crimes de políticos apurados no STF resultaram em condenação. E, em cerca de dois terços dos casos (65%), os processos nem sequer chegaram a ser julgados: os supostos crimes prescreveram antes, ou (o que é mais

comum) a questão deixou de ser da alçada do Supremo quando os políticos envolvidos deixaram os cargos. Um dos autores do estudo, o professor da FGV Direito Rio Ivar Hartmann, disse à BBC Brasil que é “provável” que a corte não conclua os principais casos da Lava Jato em 2018. “Esta previsão é amparada no tempo médio da tramitação dos casos penais no STF”, diz ele. Os processos julgados em 2016, por exemplo, estavam ‘na fila’ durante uma média de 1.377 dias [ou 3,7 anos], segundo a pes-

quisa da FGV. PRESCRIÇÃO A possibilidade de prescrição dos crimes também pode favorecer os investigados. No caixa dois, por exemplo, esse prazo é de 12 anos. Embora o prazo seja relativamente longo, muitas vezes as apurações só começam décadas depois: é o que aconteceu na delação do empresário Emílio Odebrecht, da empreiteira de mesmo nome. Ele narrou pagamentos a políticos ainda na década de 1990, mas os casos dificilmente resultarão em punições.

Emílio Odebrecht narrou várias delações que prescreveram

CORRUPÇÃO

Outras decisões da Corte são consideradas importantes Embora exista a possibilidade de que o Supremo não julgue muitos políticos da Lava Jato, a corte não deixará de abordar temas com impacto direto sobre a operação e outras investigações de corrupção. “Eu acho que, na verdade, tanto a própria força-tarefa (de investigadores do MPF) quanto os ministros (do STF) devem concordar que casos como o do fim do foro privilegiado, da possibilidade da PF fechar delações e do cumprimento de pena depois da condenação em segunda instância terão um impacto maior na Lava Jato que o julgamento de ações penais”, diz o pesquisador Ivar Hartmann. O professor diz acreditar ser “provável” a conclusão destes julgamentos neste ano, embora eles ainda não estejam na pauta prevista do tribunal. Em relação ao foro privilegiado, já existe inclusive maioria no STF para restringir o direito de ser julgado pela corte - a proposta, formulada pelo ministro Luís Roberto Barroso, é de que só ficariam ali o julgamento de crimes cometidos no mandato e que tenham relação com o cargo público. A apreciação do tema foi interrompida em dezembro por um pedido de vista de Dias Toffoli. O STF também começou a julgar no fim do ano passado

se a Polícia Federal teria legitimidade para fechar acordos de delação premiada. O Ministério Público Federal é contra esta possibilidade, e entende que só os procuradores poderiam fazer este tipo de acordo. Mas, para a maioria dos ministros, os delegados da PF têm, sim, poder para fechar os acordos. O julgamento acabou adiado no dia 14 de dezembro - a presidente do STF, Cármen Lúcia, disse que pretende retomar a questão ainda em fevereiro deste ano. Por fim, o Supremo também terá de decidir se as pessoas condenadas (por qualquer crime, não só de corrupção) podem começar a cumprir pena na prisão logo depois de serem condenadas na segunda instância da Justiça. O Ministério Público defende que se mantenha a regra atual: a de que a pena começa logo depois da segunda condenação no mesmo processo. ADIANTADOS Dos nove processos que já se tornaram ações penais, só dois encontram-se na fase final, e podem ser julgados já no começo de 2018. Trata-se das investigações contra a senadora e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR), e contra o deputado federal Nelson Meurer (PP-PR). O STF volta do recesso no dia 1º de fevereiro.


6

OPINIÃO

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

Opinião

Destruição de armas

U

m mês após assinatura do Acordo de Cooperação Técnica entre a presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, e o Comandante do Exército Brasileiro, General Villas Bôas, mais de 100 mil armas já foram retiradas dos fóruns de todo o País. Por determinação legal, o material é entregue ao Exército para ser destruído. As armas encaminhadas para destruição são aquelas que foram consideradas desnecessárias, pelos juízes, para a continuidade e instrução dos processos judiciais. Pelo acordo, cabe ao CNJ estabelecer parceria com os tribunais para que estes enviem ao Exército as armas de fogo e munições apreendidas. Ao Exército, cabe indicar as unidades responsáveis pelo recebimento das armas de fogo e munições recolhidas pelo Poder Judiciário e adotar medidas para acelerar o procedimento de destruição ou doação. A última grande operação de destruição de armas entregues aconteceu no Rio de

Janeiro em dezembro, onde cerca de duas mil armas que estavam nos fóruns de Justiça foram destruídas. A ação, realizada no Batalhão de Manutenção e Suprimento de Armamento (BMSA), no bairro de Deodoro, integra a Operação Vulcão. A ministra Cármen Lúcia acompanhou pessoalmente a destruição das armas. Antes, em 8 de dezembro deste ano, 3,8 mil armas de fóruns de Justiça foram destruídas em Brasília. O Exército Brasileiro tem feito todos os esforços necessários para a capacitação do pessoal e a preparação das instalações, conforme exigências, para o cumprimento da missão de destruição das armas. A Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC), em coordenação com o Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados (SFPC) das doze Regiões Militares de todo o País, desencadeou a Operação Vulcão, que tem entre seus objetivos viabilizar a completa destruição de, pelo menos, cem mil armas até o final de dezembro de 2017, em cumprimento ao acordo firmado com o CNJ.

INOCÊNCIO NÓBREGA Jornalista. inocnf@gmail.com

Condor e Lava Jato Atitudes direcionais, claramente seletivas, praticadas pela Operação Lava-Jato, agora com o açodamento no julgamento do pres. Lula, parecem confirmar a motivação de sua origem e propósitos antipetistas, no plano interno. Sua roupagem, entretanto, engana a população brasileira, que, iludida, acredita nas suas intenções moralizadoras. Com seus equivalentes, especialmente dos países do Cone Sul, tem uma gênese comprometedora com a doutrina geopolítica imperialista e neoliberal, capitaneada pelo Departamento de Estado. Assemelha-se, nos seus objetivos, à famigerada Condor, do pós-1975, desenvolvida pelas ditaduras na região, cujo alvo principal era exterminar movimentos oposicionistas, precisamente de natureza armada, a exemplo do MR-8, do Brasil; Tupamaros, no Uruguai, dentre outros. O nome Condor, que tinha Manuel Contrera no cargo máxi-

mo, deriva dessa ave de rapina, abundante nos Andes, bem apropriada para o exercício do terror. A Lava-Jato refere-se à determinada lavanderia e um posto de gasolina, em Brasília, onde organizações criminosas, por negócios ilícitos, comumente se reuniam. É conduzida pelo juiz Sérgio Moro, detentor de cursos específicos para os objetivos da instituição, ministrados pela Universidade de Harvard dos EUA, a mesma que está sendo denunciada por limitar o percentual de participação de asiáticos, africanos e latino-americanos. O jornal Clarin, o Globo portenho, reporta-se a discurso do subprocurador Kenneth A. Blanco, que revela a ampla interação com Sérgio Moro, desde 2009, via Departamento de Estado. E vai mais adiante: “o Brasil levou a cabo importantes resultados, cuja força tarefa da Lava-Jato coordenou resoluções, de combate à corrução, inclusive praticadas a nível internacional”. Entretanto, a imprensa ingle-

sa, destaca as acusações contra Lula, cujas investigações dessas operações têm mirado, exclusivamente, partidos de esquerda ou de centro-esquerda. A ex-presidenta Michelle Bachelet, do Chile, ora sucedida pelo neoliberal Sebastian Piñera; o então pres. peruano, Ollanda Humala , já submetido à prisão, e o atual, Pedro P. Kuczynski, também sofrem pressão; a ex -presidenta argentina, Christina Kirchner, todos encimados pela nossa Dilma Rousseff, deposta por um golpe parlamentar, têm sido acusados por supostos envolvimentos de corrução. Kirchneristas e petistas são os mais atingidos. Na outra face, partidários de Carlos Menem e do PSDB, poupados. Na verdade, uma política de terra arrasada, visando destruir partidos de esquerda ou de centro-esquerda no Continente. Nova doutrina imposta pelos norte-americanos, a fim de manterem seus tentáculos nas Américas.

MARIA DO SOCORRO SILVA Médica. Professora aposentada da FMUNCISAL.

O Estado forte (1)

EMIR SADER Sociólogo e cientista político

Condenação tardia Depois da fracassada tentativa de prender o Lula, um juiz afirmou que eles “tinham perdido o timing para prender o Lula”. Era uma confissão, não apenas do fracasso daquela tentativa, como também da estreita aliança entre setores do Judiciário e da mídia. A própria ideia do “timing” para prender o maior líder popular da historia do Brasil, confessava que se tratava de uma operação de marketing, que tem seus “timings”, seus efeitos na opinião publica, de que esses juízes dependem para colocar em pratica suas arbitrariedades. Aquela tentativa fracassada, que se dava no auge da ofensiva desestabilizadora da direita contra o governo democraticamente reeleito, pretendia encerrar o Lula em Curitiba, desfechar nova ofensiva de desmoralização do ex -presidente em toda a imprensa do fim de semana – a tentativa foi feita, de proposito, numa sexta feira cedo -, sem lhe dar a palavra, como ofensiva final de destruição da reputação do Lula. Lula amanheceu prisioneiro, terminou o dia falando 10 minutos no Jornal Nacional, por-

que quando saiu, recuperou a palavra, fez seu discurso, com as denuncias correspondentes, impôs o caráter politico do que se estava vivendo. Foi o sinal para a retomada das mobilizações populares, depois do desconcerto generalizado nos movimentos populares. Foi a partir daquela virada que a direita perdeu o “timing” para prender o Lula e para condená-lo. A perseguição jurídica, policial e midiática só se multiplicou, mas passava a se chocar com a recuperação da capacidade de iniciativa e de discurso por parte da esquerda. A direita foi perdendo força e foi concentrando sua ação no plano jurídico e midiático, sem capacidade mais de mobilização popular. Conforme os efeitos socialmente negativos das politicas do governo foram sendo sentidos por setores cada vez mais amplos da população, Lula recuperando prestigio, conseguindo diminuir a rejeição que as campanhas persecutórias da direita tinham produzido e o movimento popular voltou a se mobilizar. A perseguição judicial se mul-

tiplicou por vários processos, conforme a direita foi percebendo que suas ilusões de que poderia derrotar eleitoralmente o Lula, projetando um candidato “de fora da politica”, foram se desfazendo. Lula é vitima de cerca de 7 processos, uns mais absurdos que os outros, ao mesmo tempo que não parou de subir nas pesquisas. Até que o primeiro dos processos chega à sua fase final, de condenação em primeira e segunda instancia, paralelamente ao auge do apoio do Lula e das mobilizações populares a seu favor. Fica mais claro ainda que a direita perdeu o “timing” para condenar o Lula. Por mais que juízes reafirmem seu poder de impor condenações mesmo sem provas, as condições politicas de excluir Lula do processo eleitoral se enfraquecem cada vez mais. As condenações chegam tarde demais. Lula já se tornou o personagem mais importante da politica brasileira e o líder chave sobre o o futuro do Brasil. Pode mudar a forma e o lugar de onde vai atuar, mas não mudará mais o peso determinante que ele reconquistou para os destinos do Brasil.

Os resultados da administração de Getúlio Vargas de 1930-1937, mostravam que a indústria havia crescido 50%, a agricultura voltada para o mercado interno 40% e a renda per capita chegou a inéditos 7%. O mais difícil era equilibrar a moeda e a receita cambial, que melhorou em meados desse período mas depois continuou o déficit no balanço de pagamentos. No Estado Novo, Vargas transformou a relação entre o governo federal e estadual em um governo verdadeiramente nacional e empenhou-se no Executivo forte para colocar o Estado brasileiro a serviço do Brasil e de sua população. As jurisdições fiscais das Constituições de 34 e 37 retiraram dos Estados o imposto interestadual ou “de exportação”, passo importante para o desenvolvimento do mercado interno. Educação, trabalho, previdência, projetos de obras públicas, supervisão e exportação do café, antes estaduais, passaram a federais. Novas escolas públicas foram abertas para diminuir o analfabetismo e o ensino secundário e universitário passou por reforma Os extremos regionalismos, especialmente a vaidade de S.Paulo, foram combatidos constantemente por Vargas que então apelava para os mais altos sentimentos do nacionalismo. Em novembro/37, queimou todas as bandeiras estaduais numa cerimônia pública. É..., uma imagem vale mais que mil palavras. Os radicais de direita, integralistas, pensavam que iam ser beneficiados pois seus inimigos da esquerda estavam eliminados. Mas a AIB foi suprimida como os demais partidos, restando-lhes o ressentimento por ficaram nas mãos de Vargas da mesma maneira como ficaram os comunistas. Em maio/38, um bando de integra-

Presidente José Paulo Gabriel dos Santos

INDEPENDENTE Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

Jorgraf UM PRODUTO:

Cooperativa de Produção e Trabalho dos jornalistas e gráficos do Estado de Alagoas

Diretor administrativo-financeiro Flávio Peixoto Editor geral Ricardo Castro ricardojcastro@yahoo.com

Diretora comercial Marilene Canuto

listas armados, ajudados por alguns militares anti-Vargas atacou o palácio presidencial que foi defendido pelos guardas e pelo próprio Getúlio e sua filha Alzira de armas nas mãos, até que os agressores fossem levados pela polícia. Com o ataque armado, os integralistas deram a Getúlio a mesma justificativa para que fossem tão reprimidos como os comunistas. Logo após o Levante Integralista, os clubes que restavam dos “camisas verdes” foram desmantelados e seus membros presos ou exilados. Essa foi a única reação contra o Estado Novo, que começou e terminou com tensões sociais relativamente pequenas. Para coibir atividades políticas ou suspeitos e banir ideologias contrárias ou “exóticas”, o governo criou o DESP – delegacia especial que era uma polícia política, baseada na LSN e o Tribunal de Segurança Nacional.. A Constituição de 37 submetia à censura prévia o teatro, cinema, rádio, jornais, a cargo do DIP- um controle da imprensa e da propaganda fora da polícia civil, desde dezembro/39. O DIP não admitia a figura do malandro carioca. Dividia com a Hora do Brasil a comunicação oficial coordenava as festas patrióticas e as manifestações cívicas. Uma subdivisão, a Agência Nacional, fornecia notícias às redações divulgando e estimulando os valores nacionalistas e do Estado Novo: o trabalho, a disciplina e a família. Jornais oposicionistas como O Estado de S.Paulo, foram confiscados e depois dezenas de jornais deixaram de circular. O DIP ramificou-se em vários Estados com os DEIPs e assim unificava a informação e a vida cultural em todo o Brasil. Nesse mesmo ano de 1939, em setembro, a Alemanha nazista

LOCALIDADE ALAGOAS

VENDA AVULSA DIAS ÚTES R$ 2,00

OUTROS ESTADOS R$ 3,00

LOCALIDADE ALAGOAS

ASSINATURAS SEMESTRAL R$ 300,00

OUTROS ESTADOS R$ 500,00

DOMINGO R$ 4,00 R$ 5,00

invadiu a Polônia e iniciou a pior guerra de todos os tempos. Getúlio tornava-se mais e mais populista, no melhor sentido da palavra: amigo do povo. Amigo dos trabalhadores e dos artistas. Aos olhos das novas gerações, personificava um senso de objetivo nacional e o apoio de jovens intelectuais de classe média compensava a supressão da política democrática. Para Vargas, governar o Brasil era sua missão e enfatizava que o Estado Novo era apolítico e não ideológico. O ditador não era um tirano porque tiranos não dão satisfações. Sempre falava ao povo na Hora do Brasil e em comícios que enchiam de trabalhadores, estádios do futebol do Rio de Janeiro e de S. Paulo. Getúlio não era dado ao “culto da personalidade”, ao invés disso, declarava seu “respeito profundo à inteligência popular” “que criou a identidade de nossos espíritos e a comunhão entre a ação do governo e a vontade popular”. Não impedia no entanto, algumas publicações mais exaltadas do DIP, nem as respostas dos poetas nas canções: “Surgiu Getúlio Vargas/ O grande chefe brasileiro/ Que entre teus filhos/ Como um herói foi o primeiro” ou ”G que representa a glória, V que significa a vitória”; Os programas da Hora do Brasil transmitiam as canções de compositores brasileiros, marchinhas, literatura de cordel, arte popular e suas variadas expressões regionais, escolas de samba, humorismo, pontos turísticos e o radio-teatro cujos temas eram páginas da nossa História, como até hoje assistimos nas novelas de época pela TV. A música Aquarela do Brasil de Ary Barroso ganhou um concurso do DIP e tornou-se a música brasileira mais conhecida no mundo, tocada recentemente na Olimpiada Rio 2016.

PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAÇÃO: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308

ANUAL R$ 600,00

comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

R$ 1.000,00

OS ARTIGOS ASSINADOS SÃO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES, NÃO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPINIÃO DESTE JORNAL.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018 POLÍTICA 7

Bra07A

Milhares de militantes petistas, sindicalistas, políticos, intelectuais promotem ocupar a cidade de Porto Alegre no próximo dia 24 como ocorreu no ano passado em Curitiba durante depoimento do petista

Assinaturas pró-Lula chegam a 140 mil

Manifesto lançado no dia 19 de dezembro recebe apoio de políticos, artistas, intelectuais e sindicalistas internacionais

O

manifesto “Eleição sem Lula é Fraude” está perto de alcançar 140 mil assinaturas. O documento ganhou a adesão do cineasta grego radicado na França Costa-Gavras, que afirma ser admirador do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Assino, com orgulho. Admiro muito o presidente Lula. Não hesite em contar comigo, por Lula e por um Brasil democrático”, diz o diretor em mensagem enviada ao exchanceler e ex-ministro da Defesa Celso Amorim, um dos

organizadores do manifesto. Prestes a completar 85 anos, em 12 de fevereiro, Costa-Gavras faz cinema há 60. O diretor notabilizou-se ao retratar nas telas processos históricos como golpes, conflitos sociais e intrigas internacionais. São longas-metragens baseados em dramas amorosos e familiares, tendo como pano de fundo conflitos político e atentados contra a democracia movidos por interesses econômicos e geopolíticos – tal como vê hoje a situação do Brasil. Muitos se tornaram clássicos. Estado

de Sítio (1972) narra a presença de agentes de inteligência norte-americanos no Uruguai para formar milícias e treinar métodos de tortura contra ativistas de esquerda no Cone Sul, em alusão à incipiente Operação Condor. Em Missing – Desaparecido, um Grande Mistério (1982), expõe a participação da CIA na deposição do presidente socialista Salvador Allende pela ditadura sangrenta de Augusto Pinochet (19731990), no Chile. Em Z (1968), aborda a resistência à instalação de bases militares dos

Estados Unidos no país. Em trabalho mais recente, O Capital (2012), baseado em romance do escritor francês Sthépane Osmont – Costa-Gavras desfila pelos bastidores do sistema financeiro e o papel da financeirização das economias na concentração de riqueza e perpetuação da pobreza. Seguidor atento de cada momento histórico de crises do capitalismo e seus efeitos nas sociedades contemporâneas, o cineasta greco-francês diz estar ciente dos acontecimentos no Brasil. “Já soube

da exata situação e do sofisticadíssimo golpe de Estado pelo qual passa o Brasil”, diz em seu recado a Amorim. Além do diplomata, participaram da divulgação do manifesto “Eleição sem Lula é Fraude” o economista Luiz Carlos Bresser Pereira, o cantor Chico Buarque, os escritores Raduan Nassar e Milton Hatoum, a socióloga Maria Victoria Benevides, o jurista Fábio Konder Comparato, a jornalista Hildegard Angel e o líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Teto (MST) João Pedro

GLOBAIS

DEFESA

Vídeo apresenta falhas na condenação

Beth Carvalho, Beth Mendes e Wagner Moura assinam Nesta semana, assinaram o documento o ator Wagner Moura, a atriz Marieta Severo, os diretores de cinema Kleber Mendonça e Sergio Machado, o escritor Mario Prata, o teatrólogo Amir Haddad, a psicanalista e fundadora do Instituto Augusto Boal Cecília Boal aderiram nesta semana ao documento, que denuncia a perseguição ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, defende eleições livres e a democracia no Brasil. “A trama de impedir a candidatura do Lula vale tudo: condenação no tribunal de Porto Alegre, instituição do semiparlamentarismo e até adiar as eleições. Nenhuma das ações elencadas está fora de cogitação. Compõem o arsenal de maldades de forças políticas que não prezam a democracia”, diz o texto. Também apoiam o teólogo Leonardo Boff, o economis-

MARINGÁ

Cidade de Moro terá ato favorável a Lula As forças vivas e democráticas da cidade de Maringá, no Noroeste do Paraná, onde nasceu o juiz Sérgio Moro, lançarão no próximo dia 13 de janeiro o Comitê de Defesa da Democracia e da candidatura de Lula à Presidência da República. O evento plural e suprapartidário será realizado às 9h30 na Câmara Municipal com lideranças da região metropolitana de Maringá, que também é a base eleitoral e política do ministro da Saúde Ricardo Barros (PP) — ex-vice-líder do petista. Sob o lema “Eleição sem Lula é Fraude”, a senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, publicou um vídeo nas redes sociais convocando o levante contra a cassação de Lula pelo TRF-4.

ta Luiz Gonzaga Belluzzo, a sambista Beth Carvalho, as atrizes Bete Mendes, Silvia Buarque e Soraya Ravenle, o cartunista Renato Aroeira, os cineastas Silvio Tendler e Walter Lima Júnior, o artista plástico Ernesto Neto. Da cena política brasileira aderiram nomes como Manoela D´Ávila, deputada estadual do PCdoB-RS e pré-candidata do partido à presidência; Guilherme Boulos, coordenador do MTST, da Frente Povo Sem Medo e também presidenciável, pelo Psol; Vagner Freitas, presidente da CUT; João Carlos Gonçalves, o Juruna, secretário-geral da Força Sindical; Edson Carneiro Índio, secretário-geral da Intersindical; Raimundo Bonfim, da Central de Movimentos Populares (CMP) e da Frente Brasil Popular; e Nalu Faria, da Marcha Mundial das Mulheres.

Stédile – como iniciativa do Projeto Brasil Nação. Lançado em 19 de dezembro, o manifesto ganhou a adesão da ex-presidenta da Argentina, Cristina Kirchner, o historiador inglês Peter Burke, o sociólogo português Boaventura de Sousa Santos, a escritora portuguesa e presidenta da Fundação José Saramago, Pilar del Rio, do linguista e filósofo norte -americano Noam Chomsky, do prêmio Nobel (1980) da Paz Adolfo Pérez Esquivel e do ex-ministro das Finanças da Grécia Yánis Varoufákis.

Advogado Cristiano Zanin Martins mostra contradições da sentença expedida por Sérgio Moro

RISCO À DEMOCRACIA

Líderes mundiais também demonstram preocupação Documento circula também nas universidades europeias O manifesto ganha adesão de intelectuais e líderes mundiais preocupados com o quadro político no país e a perseguição ao ex-presidente Lula, como a australiana Sharan Biurrow, presidenta da Confederação Internacional de Sindicatos de Trabalhadores (Ituc) – que representa 170 milhões de pessoas em 155 países –, o ex-diretor executivo Abdrew Whitle, da The Elders (do inglês Os Anciãos, organização fundada em 2007 por Nelson Mandela), que reúne líderes globais e exchefes de Estado e o professor emérito da Universidade Jawaharlal Nehru de Nova Déli, o indiano Deepak Nayyar, Da Europa, aderiram Hei-

demarie Wieczorek-Zeul, exministra da Cooperação para o Desenvolvimento da Alemanha; Stefan Rinke, professor do Instituto de Estudos da América Latina da Universidade de Berlim; Inês Oliveira, cineasta (Portugal); Maria Luís Rocha Pinto, professora -associada da Universidade de Aveiro (Portugal); Filipe do Carmo, pesquisador, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (Portugal); Pedro de Souza, pesquisador e editor (Portugal). Na França, o manifesto circula nos principais centros de conhecimento, com a adesão de Luc Boltanski, sociólogo, diretor de honorário da Escola de Altos Estudos em

Ciências Sociais (EHESS); Francine Muel-Dreyfus, socióloga, diretora honorária da EHESS; Gisèle Sapiro, socióloga, diretora de estudos da EHESS; Héctor Guillén Romo, professor de economia da Universidade Paris; Jean-Yves Mollier, professor emérito do Centro de História Cultural das Sociedades Contemporâneas da Universidade de Versalhes. Segundo o ex-ministro Gilberto Carvalho, em Porto Alegre, os eventos ocorrerão nos três dias: 22 com encontro de intelectuais pela manhã; 23 áridas mulheres de manhã e ato/caminhada do Fórum Social Mundial à tarde; 24, vígilia.

Em um vídeo bastante didático, o advogado Cristiano Zanin Martins, que defende o ex-presidente Lula, pontua todas as fragilidades do processo sobre o triplex do Guarujá, cujo recurso será julgado em segunda instância no TRF4, em Porto Alegre, no dia 24 de janeiro. Entre as fragilidades destacadas por Zanin, que constam no recurso da defesa, estão a competência indevida do juiz Sergio Moro para julgar o caso, uma vez que não há recursos da Petrobras no apartamento, o que caracterizaria o caso como parte da Lava Jato; o cerceamento de defesa durante o julgamento em primeira instância; e o uso da delação de Léo Pinheiro como prova, sendo que delações precisam ser provadas. “A verdade é que o único resultado possível é o reconhecimento da inocência do ex-presidente Lula e do caráter e do caráter ilegítimo do processo”, constata Zanin. LAWFARE Juristas de todo o Brasil divulgaram uma carta aberta, redigida em cinco idiomas, na qual denunciam a manipulação do direito, no Brasil, com os objetivos políticos mais escusos. O manifesto, organizado pelo Instituto Joaquin Herrera Flores – América Latina, denuncia a ocorrência do fenômeno do lawfare e o uso de normas processuais de “exceção” por setores do Sistema de Justiça no Brasil.


8 PUBLICIDADE MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

TRIBUNAINDEPENDENTE


MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

TRIBUNAINDEPENDENTE

Cidades

CIDADES

9

Projeto Golfinho do Corpo de Bombeiros tem início nesta segunda-feira A 13ª edição do Projeto Golfinho tem início nesta segunda-feira (8). A colônia de férias é promovida pelo Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL), em parceria com a Braskem, e ocorrerá no início da praia de Pajuçara, em frente ao Hotel Verde Mar. Este ano, o evento atenderá 500 crianças de 8 a 13 anos que atuarão como multiplicadores de conhecimentos que podem salvar vidas. A distribuição foi feita por semana e pelotão. Cada pelotão contará com cerca de 40 crianças que serão divididas de acordo com a idade. A primeira turma de Golfinhos inicia nesta segunda-feira, enquanto a segunda turma dá o pontapé no próximo dia 15. Já a última terá início no dia 22 de janeiro.

Panelas de barro ainda são fabricadas e comercializadas em Alagoas

Produtos são utilizados para decoração, servir alimentos e podem ser encontrados em lojas e mercados de artesanato

LUCAS FRANÇA REPÓRTER

A

panela de barro é sem dúvida uma das maiores expressões da cultura popular. Elas ainda são fabricadas e comercializadas em várias regiões do país. Aqui em Alagoas, o produto pode ser encontrado em lojas e mercados de artesanato. Segundo o comerciante Eronildes da Silva, de 63 anos, que vende panelas e outros utensílios de barro desde 1983, as panelas de barro ainda são muito vendidas para servir e decorar cozinhas de restaurantes e residências. “Mesmo a maioria das pessoas tendo deixado de cozinhar os alimentos em panelas de barro, elas ainda estão sendo muito vendida. A procura não é ruim. Pessoas de todas as idades passam por aqui e acaba levando uma. Muita gente compra para decoração, para servir comidas regionais e outras até para trabalhos em escolas, faculdades. É um produto artesanal”, explica Eronildes. Na lojinha do Eronildes, que fica no Mercado de Artesanato no Centro da capital, podem ser encontradas variedades de panelas de barro. Frigideira, cuscuzeira, potes, caldeirão e outros. E com valores bem acessíveis. A depender do modelo e tamanho, as peças variam entre R$ 10 a R$ 40. O comerciante diz que as pessoas mais antigas ainda utilizam as panelas para fazer sopas, feijão, feijoadas e outros alimentos. “As pessoas mais antigas utilizam para o cozimento de várias comidas”, comenta. A aposentada Deilde Barros, que mora no interior do estado, apesar de ter aderido às panelas mais modernas não deixou de lado a tradição e ainda faz o cozimento de várias receitas nas famosas panelas de

barro. Segundo ela, o sabor da comida fica bem melhor. “Eu tenho vários tipos de panelas. Mas ainda tenho também as minhas queridas panelas de barro. Tem receita que deve ser feita utilizando a panela de barro para o cozimento. O sabor dos alimentos fica mais gostoso”, disse a aposentada. Deilde também segue a tradição do fogão a lenha. “Apesar de ter fogão e forno microondas, tem determinado alimento que prefiro cozinhar no fogão a lenha”, conta. PARA SERVIR A proprietária de um restaurante que fica localizado na parte baixa da Capital, Rose Moreno, também utiliza as panelas de barro em seu estabelecimento. Rose explica que no restaurante a panela tradicional tem algumas funções. “Como o restaurante é rústico e trabalha com a culinária nordestina, comidas típicas, optamos por ter produtos de utensílios com essas características também. Como a Vigilância Sanitária não permite o uso das panelas de ‘barro crua’, por ter uma porosidade que pode soltar micro-organismos, usamos elas de suporte. A panela de barro permitida para colocar alimentos são as esmaltadas, porém elas também não pode ser levadas ao fogo por não ter resistência”, ressalta Rose. Rose tem em seu estabelecimento os dois tipos de panela; a crua e a esmaltada. A esmaltada é utilizada para servir os alimentos. “Servimos o nosso buffet nessas panelas esmaltadas e as crua serve de suporte e decoração. Essas que não tem porosidade podemos levar até ao forno em temperaturas mais amenas e uso muito em banho Maria para deixar a temperatura ideal no alimento”, explica a proprietária.

SANDRO LIMA

Na loja de Eronildes, no Mercado do Artesanato, preço das panelas de barro varia entre R$ 10 e R$ 40: “Pessoas antigas ainda utilizam para cozimento” SANDRO LIMA

“Eu tenho vários tipos de panelas. Mas ainda tenho também as minhas queridas panelas de barro. Tem receita que deve ser feita utilizando a panela de barro para o cozimento. O sabor dos alimentos fica mais gostoso” DEILDE BARROS APOSENTADA

Rose Moreno utiliza panela de barro “crua” para decoração e esmaltada para servir alimentos em seu restaurante


10

CIDADES

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

Cozimento em panelas de barro cai em desuso

ADAILSON CALHEIROS

Chef de cozinha explica que utensílio era usado para dar sabor diferenciado aos alimentos, mas modernidade mudou hábitos

LUCAS FRANÇA REPÓRTER

A

chef de Cozinha Rose Santos explica que antigamente as panelas de barro eram muito utilizadas para cozimento dos alimentos e, segundo pesquisas, o sabor das comidas fazia muita diferença. “Antes de fato as pessoas optavam por usar realmente esse tipo de panelas. De acordo com a história, o sabor das comidas fazia

muita diferença. Mas com a nova modernidade e a fiscalização da Vigilância Sanitária tudo mudou. E elas não são mais as ideias”, ressalta a chef acrescentado que a melhor panela para fazer o cozimento são as de alumínio mais grosso. Tipo rústico. “Isso depende muito das pessoas. Algumas preferem as panelas de inox”. MODO DE USAR Caso a pessoa for usar uma panela de barro pela primeira vez, é importan-

te untá-la na parte interna com óleo e levá-la ao fogo até que seque. Feito isso, deixa-se esfriar e ela já está pronta para ser utilizada. Esse procedimento é chamado de cura. Quando for cozinhar, não a leve a temperaturas muito altas logo de início. Vá aumentando o fogo gradativamente. Isso evitará rachaduras na panela, o que a inutilizaria. É importante lembrar que as panelas de barro podem ir tanto aos fogões a lenha quanto aos domésticos.

Muitos restaurantes utilizam a panela de barro “crua” para decorar o ambiente e a resinada, para servir

TRADIÇÃO

Técnica de confecção das peças é secular e ultrapassa gerações A confecção da panela de barro é uma técnica secular que chegou aos nossos dias pela transmissão das tradições familiares, desde a busca de todas as matérias primas que compõem, até a sua utilização. Para fazer as panelas, os artesãos retiram argila e /ou barro em locais

específicos que contenham o material. Depois o barro passa por um processo de limpeza no qual são retirados os grãos de areia maiores e a matéria orgânica visível para que seja amassado, manualmente, em seguida. Depois disso, se inicia o processo de con-

fecção da panela, através de uma técnica de modelagem aplicada a partir de uma bola de barro. O acabamento da panela é feito com seixos rolados (pedras de rio), casca de coco, facas e estiletes. A peça totalmente modelada é colocada ao ar livre para secar e depois de seca,

ARAPIRACA

é alisada com um seixo rolado para retirar os grãos de areia mais grossos. A partir daí, as ‘’paneleiras’’ ou artesãos que faz esse tipo de material reúnem sua produção e queimam suas panelas. No final da queima, as peças, ainda quentes, recebem um tratamento desuperfície

com tanino (retirado da casca das árvores do mangue dando coloração específica às peças. É aconselhável ao comprador das panelas de barro outra queima antes de utilizá-las na cozinha. Para isso, devem-se colocar dentro da panela duas colheres de óleo

de cozinha, depreferência óleo de oliva, levando-a em contato com o fogo. O óleo queimará e, quando a fumaça começar a ficar preta, o fogo deve ser apagado. Tudo isso para que os materiais usados na confecção das panelas não interfiram no sabor da comida. (L.F.)

Na zona rural, ainda há pessoas que cozinham no fogão à lenha DAVI SALSA SUCURSAL ARAPIRACA

Além do uso das tradicionais panelas de barro, muita gente ainda tem o hábito de usar o fogão à lenha mesmo com as facilidades da vida moderna que modificaram os hábitos dos moradores da área urbana e, também, nas comunidades rurais. No ambiente doméstico, essas mudanças são cada vez mais significativas, fazendo as pessoas deixar de lado antigos costumes, a exemplo de preparar comida no fogão a lenha. Mas, no Povoado Baixa do Capim, na área rural de Arapiraca, ainda existem pessoas que mantêm essa antiga tradição familiar. É o caso de Dona Maria Tavares da Silva. Ela tem 55 anos e cozinha no fogão à lenha desde criança. A mulher conta que aprendeu a arte de

DAVI SALSA

Maria tem fogão a gás, mas prefere à lenha: “Dá mais sabor e é mais econômico”

cozinhar com a mãe e avó. Dona Maria Tavares confessa que tem fogão a gás em casa, mas não troca o utensílio doméstico pelo fogo a lenha. “Só uso o fogão a gás para fazer café”, lembra a mulher. Ela revela que a madeira utilizada para fazer o fogo é oriunda de uma mata, localizada em volta da casa onde

mora com a família. “Sempre gostei de cozinhar com fogo a lenha. Acho mais econômico porque o gás está muito caro. Além disso, a comida fica mais saborosa e do jeito que toda a família gosta”, afirma ela, dizendo que só pretende deixar o fogão a lenha quando não estiver mais nesse mundo.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

CIDADES

11

Projeto presta atendimento a moradores de Chã da Jaqueira Vida Nova nas Grotas atende mais de 1.200 famílias de três comunidades do bairro

O

s mais de 4.600 moradores das grotas da Macaxeira, J. Mota Alencar e Esperança, no bairro de Chã da Jaqueira, em Maceió, foram beneficiados com a implantação de melhorias em mobilidade urbana por meio do programa Vida Nova nas Grotas. As ações do programa renovaram o sentimento de dignidade e vêm elevando a autoestima da população de regiões carentes. As mudanças do programa do Governo do Estado foram ainda mais comemoradas pela família de seu Maurício dos Santos, morador da Grota da Macaxeira há 35 anos. Ele deixou o desemprego para trás e entrou para lista dos mais de 500 empregados em toda a capital por meio do programa. “Trabalhei por mais de um ano e tive a oportunidade de ajudar na mudança para melhor de onde moro. Agora está tudo uma maravilha

AGÊNCIA ALAGOAS

Comunidades receberam pavimentação, passeio, escadarias, corrimão e pontilhão

aqui. Não precisamos mais nos preocupar quando chove, se vai dar para sair de casa ou não. Podemos sair sem nos preocupar em sofrer algum acidente”, conta Maurício, que mora com sua esposa, um filho e seu neto. As três comunidades receberam ao todo 1,1 quilôme-

tro de escadarias drenantes, 2.980 metros quadrados de passeio, 195m2 de pavimentação, 2,2 quilômetros de corrimão e 65 metros de pontilhão. As obras garantem também mais segurança nos trajetos com a execução de 480 metros de canaleta e 1,2 quilômetro de meio-fio,

que ajudam no escoamento adequado da água, sobretudo, durante os períodos de chuva. Em parceria com o Programa das Nações Unidas para Assentamentos Urbanos (ONU-Habitat), o Vida Nova nas Grotas está beneficiando, atualmente, 31 comunidades da capital alagoana. O secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, destacou a entrega dos serviços na 11ª comunidade. “Esse Programa é fantástico. Hoje nós recebemos depoimentos das pessoas que moram nesses locais, que antes mal podiam receber uma visita em suas residências. Essa acessibilidade leva inclusão social às pessoas. O Vida Nova nas Grotas é um programa que cresceu tanto que além da Setrand, outras secretarias também passaram a fazer parte trazendo diversas ações para melhorar ainda mais a vida dos moradores”.


12

CIDADES

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

TRIBUNAINDEPENDENTE

Samu atende mais de 73 mil pessoas em 2017 Dados divulgados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência mostram que o número de ligações e trotes caiu em Alagoas

O

AÍLTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com COM DIEGO VILLANOVA

O “príncipe” e o plebeu

O

itavo de 12 irmãos, o distinto Orégano Alcoforado veio de uma família modesta, porém de bem com a vida. Logo cedo ele aprendeu o ofício de lanterneiro de autos. Trabalhava durante o dia com espaço mínimo para as refeições e, à noite, estudava no supletivo, porque pretendia ser “gente muito importante na vida”. No começo, para suas locomoções, utilizava-se de uma bicicleta (de terceira mão) da marca Phillips tendo, anos mais tarde, a substituído por uma velha Kombi, a qual adaptou internamente para suas necessidades. Orégano era bastante criativo. Um dia, Orégano se deslocava de sua residência, na Chã da Jaqueira, para o trabalho, em Jaraguá, guiando o seu veículo quando, a certa altura do percurso, ao parar num semáforo, uma Mercedes-Benz vermelha encostou ao seu lado. Ao volante, um garotão debochado, autêntico riquinho, olhou pra ele e esnobou: - Esta minha Mercedes é o máximo! Tem ABS, airbags, tração nas quatro rodas, controle de temperatura, computador de bordo, vidros cromados, televisão com parabólicas... É mole ou quer mais? - Tem DVD player? Perguntou Orégano. Nesse momento o verde abriu no semáforo e a Kombi arrancou deixando o playboyzinho arrasado porque o seu carrão não tinha esse equipamento. Semanas depois os dois voltaram a se encontrar no mesmo semáforo. Aí o riquinho gritou de lá: - Ei, meu! Fique sabendo que a minha Mercedes tem DVD, falei? E o Orégano: - Mas tem minibar? O sinal verde apareceu novamente e a Kombi se mandou, deixando o garotão desiludido. Passaram-se os dias. O riquinho desfilava com sua reluzente Mercedes pela orla marítima e então reparou na Kombi daquele cara chato estacionada, com os vidros fechados. Ele parou ao lado, desceu da Mercedes e bateu no vidro da Kombi: - Ei! Ô cara! Instalei o meu minibar, ouviu? - Orégano botou a cabeça de fora, depois de ter baixado o vidro, e respondeu malcriado: - Ô rapaz! Você me tirou do chuveiro por causa de uma besteira dessa?

Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Alagoas prestou assistência para 73.164 pessoas no ano de 2017. A Central de Maceió prestou 51.210 socorros em suas 16 Bases Descentralizadas, espalhadas pelo Litoral, Zona da Mata e Região Metropolitana do Estado. E as equipes do Samu Arapiraca atenderam 21.954 pessoas em suas 19 Bases Descentralizadas do Sertão e Agreste alagoano. Em 2017, as Centrais do Samu em Alagoas receberam 656.428 ligações, sendo 37.708 orientações médicas - quando o médico consegue resolver o problema durante chamada sem o envio de viaturas. De 2016 para o ano de 2017 houve uma redução no número de ligações em 122.753 chamadas - em 2016 foram 779.181 acionamentos para o 192 e no ano passado foram 656.428. Para o major Dárbio Alvim, supervisor do Samu, essa redução mostra a mudança de consciência da população em somente ligar para o 192 nos casos de urgência e emergência. “Quando as pessoas ligam para o Samu somente nessas situações, as linhas telefônicas não ficam congestionadas, o que acaba melhorando o nosso tempo resposta e conseguimos chegar mais rápido até as ocorrências, fazendo um atendimento mais ágil para a população”, disse. As Unidades de Suporte Básico (USBs) e Unidades de Suporte Avançado (USAs), formadas por médicos, condutores, enfermeiros e técnicos de enfermagem, saíram para prestar socorro à população 34.900 vezes. Desse total, 21.298 atendimentos ocorreram pela Central Maceió e 13.602 pela Central Arapiraca, onde os principais casos foram vítimas de acidentes de trânsito, arma de fogo ou branca, pacientes infartados ou que sofreram um Acidente Vascular Encefálico (AVE), além das transferências inter-hospitalares. O Samu Aeromédico regis-

trou, no ano passado, 173 solicitações para ocorrências envolvendo vítimas em estado grave e com a necessidade de rápido deslocamento para a unidade hospitalar de referência. As equipes da motolância foram acionadas 1.730 vezes, chegando rapidamente até as vítimas atendidas nas ruas de Maceió e Arapiraca, onde os técnicos de enfermagem realizaram os primeiros atendimentos para a estabilização do pacientes. DIGA NÃO AO TROTE! Outro dado mostra a redução no número de trotes recebidos pelo Samu. De 2016 para 2017, o número de ligações reduziu em 49.679 chamadas em Maceió, e em Arapiraca a diferença foi de 49.322. Mesmo com essa redução, entre 2016 e 2017, o número continua alto, uma vez que foram registradas 317.067 ligações para a Central Maceió e outras 122,611 para a Central Arapiraca. “Os trotes para o 192 foram quase de 67% das nossas ligações em todo o Estado em 2017. Temos que continuar fazendo nossas ações educativas, como os projetos ‘Samu nas Escolas’ e ‘Conheça o Samu’, para conscientizar a população de que o trote é crime, com o objetivo de que os números continuem caindo”, enfatizou o supervisor. O Projeto Samu nas Escolas é uma ação desenvolvida em parceria com a Universidade Federal de Alagoas (Ufal), desde 2014, onde participam acadêmicos de Medicina, Enfermagem e Serviço Social, falando com crianças e adolescentes sobre as consequências do trote. Em 2017, o projeto de extensão esteve em 15 escolas municipais e estaduais de Maceió, e conseguiu atingir mais de mil pessoas. O “Conheça o Samu” teve início em 2017, com duas edições, uma acontecendo no Centro de Maceió, e outra no Shopping Pátio Maceió, no bairro Benedito Bentes, com o mesmo intuito de conscientizar a população sobre os serviços oferecidos. AGÊNCIA ALAGOAS

ROBERTO BAIA robertobaiabarros@hotmail.com

Medo de morrer

B

ahia Boiadeiro, filha do vereador assassinado Neguinho Boiadeiro, contesta a versão da Polícia Civil e afirma que a casa da sua avó foi invadida durante uma operação policial sem mandado judicial. “Foi um ato truculento. Não apresentaram qualquer documento, estavam nervosos, bem armados e fiquei temerosa, com medo de morrer. Vou embora desse Estado, não aguento mais”, disse. Segundo ela, os policiais revistaram a casa e como não encontraram nada, foram embora sem dar qualquer explicação. Ela disse que vai denunciar o caso as autoridades alagoanas.

Violência em Arapiraca

Com 7Segundos: - O corpo de segurança Gustavo Nunes de Oliveira, 21 anos, foi localizado ontem, sexta-feira (05), em terreno baldio localizado na comunidade Canaã, em Arapiraca. O jovem havia sido raptado de sua casa na madrugada desta sextafeira (05), por quatro homens encapuzados e usando jaqueta preta, conforme informações de familiares da vítima repassadas à imprensa.

Respondia processo

Ainda de acordo com o site arapiraquense, Gustavo Nunes tem passagem pela polícia e respondia processo na área judicial, mas a mãe do jovem – que terá a identidade preservada – afirma que ele era inocente. Ela também descarta que seu filho tenha sido levado por policiais, como os autores do rapto se identificaram.

Casa invadida

Os responsáveis pelo crime invadiram a casa de Gustavo Nunes pela porta dos fundos e o levaram da forma como ele estava, só de bermudas de cor azul e sandálias, sem camisa.

Era segurança

O jovem que estava trabalhando como segurança de pequenas empresas era casado e foi localizado morto no assentamento Ceci Cunha, povoado Canaã, localizado em uma área rural de Arapiraca. O corpo foi encontrado por populares que acionaram a polícia. O cadáver tem marcas de projéteis de espingarda calibre 12 e também de pistola

Amistoso em Palmeira

Com Luciana Araújo - O Clube Sociedade Esportiva (CSE) enfrentará o Central Sport Club de Caruaru (PE), em um amistoso que faz parte da pré-temporada de dois jogos do tricolor palmeirense, que serão preparatórios para o Campeonato Alagoano de 2018. A partida acontecerá neste sábado (7), às 16h, no Estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios. O CSE só disputará as fases do Alagoano a partir do dia 24 de janeiro, quando enfrentará o CEO no Estádio Edson Matias, em Olho D’Água das Flores, e apresentará o novo elenco para a temporada, sob o comando do técnico Manoel Pinheiro.

Ingressos a R$ 20,00

Os ingressos que darão acesso ao jogo contra a equipe do Central custam R$ 20, e na ocasião será sorteada uma moto Honda Fan 125. De acordo com o prefeito Júlio Cezar, para o CSE é muito importante receber uma equipe do nível do Central em casa.

Está preparado

“O CSE tem se preparado para enfrentar os times adversários do Campeonato Alagoano e receber o Central, em um amistoso, será um grande teste para que possamos avaliar o rendimento do nosso tricolor. O Central é uma grande equipe e certamente teremos um grande jogo pela frente. Contamos com o apoio das torcidas. Que elas lotem o Juca Sampaio e que tenhamos uma tarde de muita diversão e de muita paz”, disse o prefeito Júlio.

Da dívida à loucura Comerciando falido, Catervaldo Xavier hoje em dia não é nem a sombra do que foi no passado. Antigo dono de uma bela propriedade no Agreste, possuía uma grana graúda no banco. E ainda esnobava adoidado, por esse mundo afora. Todos os anos, montava num “asa dura” e danava-se a fazer turismo por esse mundão de Deus. De repente, eis que o infeliz iniciou um mergulho vertiginoso no nada e caiu na falência total. Aí, deu para andar falando sozinho e a chorar feito bezerro desmamado. Mas, eis que, um dia, surgiu-lhe uma alma caridosa que cochichou no seu ouvido: - Procura um terapeuta, Catervaldo! Procura um terapeuta, do contrário você vai morrer doido! - Doido eu já estou, Obdúlio! Só falta mesmo morrer! – replicou o infeliz. - Doido totalmente você não está, mas a caminho disso, isso é verdade! Procura logo um doutor, rapaz! Diante da insistência do amigo, Catervalo procurou o terapeuta Melinésio Coutinho: - Doutor! Só o senhor me livrará da loucura total! – desabafou Catervaldo, diante do especialista. - Conte-me sua história, meu amigo. – pediu doutor Melinésio. - Andei fazendo uma série de asneiras na vida, mas a maior delas me fez perder tudo o que eu tinha. Hoje em dia, não consigo mais dormir! Para complicar, também não me alimento e só vivo com dor de cabeça de tanta preocupação! - Mas, entre tantos, qual o principal motivo de tanta preocupação? - Dinheiro, doutor! Ou melhor, a falta dele! Se eu lhe disser que fui um homem muito rico, o senhor acredita? - Claro que acredito! Mas, me responda outra coisa: pra onde foi toda a sua fortuna? Para o jogo? Mulheres? - Não, não, doutor. Bem dizer, eu dei todo o meu dinheiro de “mão beijada”. Entrei em falência e nunca mais parei de pensar no assunto... - Ah, meu caro, você ter que fazer uma forcinha para esquecer esse dinheiro. Olha, outro dia esteve aqui um paciente que não conseguia dormir e nem comer por causa das dívidas que havia contraído com um tio. Falei pra ele esquecer o tio e que o tio era quem deveria ficar preocupado, já que tinha muito dinheiro a receber. Muito, mesmo! Daí em diante, ele passou a dormir tranquilo! Curioso, Catervaldo retrucou: - Como é o nome desse paciente, doutor? - Gelásio! - Pois, doutor, eu sou o tio desse infeliz! Eu lhe prometo que, a partir de amanhã, a esposa dele é quem não vai dormir tranquila!

CidadesemFoco

Samu Aeromédico registrou, no ano passado, 173 solicitações para ocorrências

Foi interditada

A juíza da Comarca de Piranhas, Amine Mafra Chukr Conrado determinou a interdição da delegacia de Piranhas pelo fato do prédio possui extrema precariedade, insalubridade e problemas estruturais, que colocam em risco a integridade física e a saúde dos policiais, da população e dos detentos. A carceragem não dispõe de iluminação e ventilação adequadas, não possui plano de prevenção de incêndio nem saída de emergência e não há esgotamento sanitário.

Abandono

A delegacia está cheia de carros e motos espalhados pelo pátio, acumulando lixo, poeiras e pragas. O alojamento contém materiais das delegacias, tornando o local impróprio para o descanso do policial. Há fiação elétrica exposto e infiltrações nas paredes.

Apoio do Sindicato

Ação foi movida pela Defensoria Pública de Alagoas, com o apoio do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol). A magistrada deu prazo de 24 horas ao delegado de Polícia de Piranhas, quando notificado, para informar que a decisão foi cumprida sob pena de responder judicialmente. A Procuradoria Geral do Estado contestou a decisão, alegando que o Judiciário não pode interfe ... Com Renata Bello - Considerado o maior programa de transferência de renda, o Bolsa Família registrou um repasse histórico de R$ 880.053.947,00 para as famílias alagoanas em 2017. Segundo levantamento feito pela Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades), o valor é R$ 26.085.608,00 maior do que o ano anterior. ... Ainda de acordo com o levantamento, o Estado de Alagoas fechou o ano com 405.105 famílias em situação de vulnerabilidade social incluídas do programa social. O valor pago pelo beneficio também aumentou 12,5% em comparação a 2016, passando de R$ 162,07 para uma média de R$ 182,31. ... O valor repassado varia de acordo com o número de membros da família, a idade de cada um e a renda declarada ao Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) do Governo Federal. Para se candidatar ao programa, é necessário que a família esteja inscrita no CadÚnico e com seus dados atualizados há menos de 2 anos.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

Cidades

Brasileiros preferem aparelho móvel para conectar-se à internet Desde 2014, no Brasil, o celular para navegar na rede era usado em 80,4% das casas com acesso à internet. Já o computador para esse fim estava em 76,6% desses domicílios e teve queda na comparação com 2013 (88,4%). A maior proporção desse uso foi registrada no Nordeste, com 92,5% dos domicílios com o celular como meio de acesso à internet. Do total de linhas móveis do país, 155.058.524 são pré-pagas e 85.792.157 são pós-pagas. No mês de outubro de 2017, quando comparado ao mês anterior, as linhas móveis pré-pagas apresentaram queda de 1.283.676 unidades (-0,82%) e as pós-pagas crescimento de 1.071.402 (+1,26%).

CONECTADOS

Item quase unânime, aparelho celular é a marca registrada dos dias atuais. A Tribuna Independente traz uma série de reportagens para mostrar a relação que o alagoano tem com a “indispensável” tecnologia e seus diferentes usos e aplicações.

CIDADES

13


14

CIDADES

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

AL tem 96 celulares ativos para cada

100 habitantes

Dados da Anatel apontam importância do aparelho no dia a dia do alagoano, o que, para especialistas, reforça a democratização do acesso FOTOS: SANDRO LIMA

EVELLYN PIMENTEL LUCAS FRANÇA REPÓRTERES

N

os quatro cantos de Alagoas é bem fácil encontrar alguém ligando ou enviando mensagens; jogando ou postando em redes sociais. Seja em casa, na rua ou no trabalho, o aparelho celular faz parte da rotina. O difícil mesmo é achar quem resista aos encantos do dispositivo. Os dados são incontestáveis. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a cada 100 alagoanos, existem 96 linhas móveis ativas. São mais de 3,2 milhões ao todo, num estado cuja população foi estimada em 3.375.823 habitantes em 2017 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). E não para por aí! Além de receber e fazer ligações, uma crescente preocupação é se manter conectado à internet. Desconectar-se é uma tarefa complicada, pois por meio da ferramenta é que muita gente fica sabendo de tudo que acontece ao seu redor. É o caso do autônomo David Benaldo, de 29 anos, que se assume um apaixonado pelo celular. Segundo ele, a conexão com a internet tem que ser constante para o uso em demandas do trabalho, como atender clientes, enviar orçamentos, além de usar redes sociais, e para o lazer. Das cinco pessoas que moram com ele, apenas uma, que por sinal é criança, não tem o aparelho móvel. “São cinco pessoas e todo mundo tem. Tanto a gente usa a internet do próprio celular como a de casa. No meu caso, que uso muito para o trabalho, estou sempre olhando, usando a internet. Atendo clientes, faço tudo pelo telefone e me ajuda bastante. É difícil ficar sem ou me imaginar sem”, revela. Na casa do jovem Kelson Lima, de 18 anos, moram quatro pessoas. Ele conta que todos têm celular, exceto ele. Mas temporariamente. “Lá em casa todo mundo tem celular. Ou a gente usa a internet de dados, ou o Wifi de casa. Só não pode ficar sem. Eu estou sem o meu há alguns dias e já estou aperreado”, conta o rapaz. A rede mundial de computadores interligados – internet – é uma maneira muito eficiente de se ter acesso a um grande número de informações de forma simultânea, dando oportunidade de interação com outras pessoas e de debate sobre assuntos relevantes. INTERNET FIXA Dados da Anatel apontam que, em Alagoas, o acesso à internet fixa tem crescido em todas as municípios. O número de contratos aumentou entre 2016 e 2017. Em todo o estado foram registrados no ano passado 1.550.844 contratos de internet fixa até outubro. No mesmo período de 2016, foram 1.489.005 contratos. O ano de 2016 fechou com 1.786.806 contratos realizados. Só a capital alagoana registrou 1.167.176 contratos de internet fixa até outubro de 2017. Já em 2016, foram contabilizados pela Anatel 1.394.982 em todo o ano. Em relação a dados de uso de internet móvel, a Anatel explica que não realiza divulgação dos dados mensalmente, como é o caso dos outros segmentos, como banda larga fixa. Enquanto alguns optam pela utilização de internet fixa ou móvel, em meio às ruas do Centro de Maceió, a doméstica Rosemeire Batista, de 39 anos, usa o telefone para fazer uma ligação já que internet só em casa. “Quando eu estou em casa uso a internet de casa. Quando saio, fico sem. Mas tudo na minha vida é com celular. São três pessoas na minha casa, três celulares e todos usando a internet o dia inteiro”, detalha a doméstica.

Para o autônomo David Benaldo, a conexão com a internet tem que ser constante; ele a usa tanto para assuntos do trabalho como para o lazer

Quando eu estou em casa uso a internet de casa. Quando saio, fico sem. Mas tudo na minha vida é com celular. São três pessoas na minha casa, três celulares e todos usando a internet o dia inteiro” ROSEMEIRE BATISTA DOMÉSTICA

Lá em casa todo mundo tem celular. Ou a gente usa a internet de dados, ou o Wifi de casa. Só não pode ficar sem. Eu estou sem o meu há alguns dias e já estou aperreado” KELSON LIMA 18 ANOS

AMPLIAÇÃO

Aparelho móvel é principal meio de acesso à internet no País

Mais de 3,2 milhões de alagoanos têm aparelho celular, segundo a Anatel

O telefone celular se tornou o principal meio de acesso à internet no Brasil. Segundo pesquisa do IBGE, mais da metade dos 67 milhões de domicílios brasileiros passaram a ter acesso à internet em 2014 (54,9%). Em 2013, esse percentual era 48%. Segundo a assessoria do IBGE, o que provocou o aumento foi a democratização de pacotes de internet oferecidos pelas operadoras de telefonia celular. “Elas [operadoras] conseguiram ampliar os pacotes, dando mais opções

para os usuários, enquanto os provedores aumentaram os preços. Muitas pessoas acessam a internet somente pelo telefone móvel”, explica. 2017 De acordo com dados divulgados pela Anatel, a telefonia móvel registrou 240.850.681 linhas em operação em outubro de 2017 no País. Em relação ao mês anterior, o serviço móvel pessoal apresentou uma queda de 212.274 linhas (-0,09%). Nos últimos 12 meses, houve redução de 6.602.968 linhas (-2,67%).

Do total de linhas móveis do país, 155.058.524 são pré-pagas e 85.792.157 são pós-pagas. No mês de outubro de 2017, quando comparado ao mês anterior, as linhas móveis pré-pagas apresentaram queda de 1.283.676 unidades (-0,82%) e as pós-pagas crescimento de 1.071.402 (1,26%). Em 12 meses, o pré-pago registrou diminuição de 15.063.960 linhas (-8,85%) e o pós-pago aumento de 8.460.992 (10,94%). TECNOLOGIAS As linhas 4G apre-

sentaram crescimento de 3.901.301 unidades (4,27%), seguidas das utilizadas em aplicações máquina-máquina com mais 317.299 linhas (2,19%) em outubro quando comparado a setembro de 2017. As outras tecnologias apresentaram redução no período. Nos últimos 12 meses, as linhas 4G apresentaram crescimento de 42.739.132 unidades (81,23%) e as utilizadas em aplicações máquina-máquina tiveram adição de 2.480.530 linhas (20,12%). (E.P. e L.F.)


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

CIDADES

15

SANDRO LIMA

Item considerado “de luxo”, internet

tornou-se necessidade Especialistas avaliam que relação do alagoano com a tecnologia tem avançado e se democratizado

EVELLYN PIMENTEL LUCAS FRANÇA REPÓRTERES

P

ara o gerente de sistemas de informação da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Joathan Silva, o aumento do uso da internet é maravilhoso para o desenvolvimento social. “Com o avanço da tecnologia e com acessos mais constantes a redes sociais, a população está cada vez mais necessitada de interatividade e informação, assim contratando serviços de internet até então vistos como supérfluos. Com isso, o uso de internet aumenta cada

vez mais. E isso é maravilhoso para o desenvolvimento. Quanto mais a sociedade estiver conectada à internet, mais ela está presente nas redes sociais. Com isso, a formação de opinião muda muito. Novos formadores de opinião estão nascendo todos os dias e isso é bom para um desenvolvimento social”, comenta Joathan Silva. O gerente da Secti lembra ainda de um estudo realizado pela Universidade de Chicago sobre o impacto causado pelas relações online. O estudo acompanhou 205 pessoas por uma semana, chegando à conclusão de que é mais difícil resistir às redes sociais do que dizer não ao cigarro e

ao álcool. “A dependência das redes sociais é uma realidade cada vez mais assustadora. Embora essa dependência tenha seus pontos negativos, que é a compulsividade de estar sempre ‘ligado’ a redes sociais, acaba trazendo também um novo conceito de disseminação da informação, com a propagação de informações de modo fácil, eficiente (quando divulgada corretamente) e muito mais rápida que qualquer meio de comunicação hoje utilizado. Além disso, com a evolução da tecnologia, foi possível que novas ferramentas de comunicação fossem desenvolvidas para viabilizar essa nova visão de

propagação da informação. Profissionais até então desconhecidos no mercado de trabalho sugiram, trabalham em casa, vendendo a sua imagem em troca de divulgação de produtos ou serviços, acumulando seguidores que agregam credibilidade a esta inovação e, ao mesmo tempo, fomentando a dependência de estarmos sempre conectados”, ressalta Silva. ACESSIBILIDADE O profissional de Tecnologia da Informação, Fernando Pinto, acredita que o crescimento ocorre devido à redução nos custos dos equipamentos, como também a questão da própria junção da tecnologia.

“Esse incremento dá-se a redução no geral, seja relativo a valores ou em preço de equipamentos e com a junção da tecnologia. Telefonia mais acessível e moderna. Além disso, os serviços para acesso de internet móvel e fixo estão se tornando cada vez mais baratos. E sem contar o conjunto de informações quase que de imediato que a internet é capaz de proporcionar. Todo esse conjunto determina o número de usuários. Isso é claro na área da tecnologia da informação, onde se percebe melhor o crescimento do número de pessoas conectadas”, comenta o profissional. Para o especialista em tecnologia da informação,

quanto mais gente conectado mais informações são geradas para tomadas de decisões no contexto de informação. “Quanto mais usuários conectados em uma rede de internet, e gerando informações para o sistema de informações em tempo real, cada vez mais essas informações são tratadas para gerar mais informações e tomadas de decisão. Com a internet, dá para verificar muitos contextos. Isso transforma as cidades em cidades inteligentes, interligadas com várias informações que contribuem para um cenário diferente. A tecnologia sendo bem usada pode trazer benefícios”, destaca Fernando.

“SEM SINAL”

Apesar de crescimento, demanda por acesso ultrapassa 11 milhões No Brasil são mais de 240 milhões de linhas móveis ativas, numa relação de 116,85 linhas para cada 100 habitantes. O número de brasileiros com acesso à internet ultrapassou a marca de 100 milhões em 2015, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número total de pessoas com mais de 10 anos que se conectaram cresceu 7,1% naquele ano, em rela-

ção a 2014. O acréscimo de 6,7 milhões de usuários à população brasileira na internet fez esse contingente saltar para 102,1 milhões. Em 2015, o número de internautas subiu 57,5%. O ano de 2014 contabilizou mais da metade da população conectada à internet, foi a maior marca até então. A conectividade atingiu o patamar de 54,4%. Foi também em 2014 que o total de domicílios online ultrapassou a barreira dos 50%, chegando a 54,9%.

DEMANDA Mas, mesmo com esse aumento, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) disponibilizou, em dezembro de 2017, a íntegra dos resultados do Acordo de Cooperação Técnica com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O estudo, realizado entre 2016 e 2017, indicou que a demanda reprimida por acesso à internet no País pode chegar a 11,6 milhões de domicílios. Segundo os documentos

publicados pela agência reguladora, no Brasil há 39,1 milhões de domicílios com acesso à banda larga fixa ou 3G e 4G na telefonia móvel e, se o acesso a esses serviços de telecomunicações fosse universalizado, haveria a inclusão de mais seis milhões de domicílios. Assim, o acesso dos domicílios à banda larga fixa passaria de 39,1 para 45,1 milhões. O objetivo do Acordo Anatel-Ipea é gerar dados que possam orientar a adoção de uma política de

expansão da banda larga no Brasil. “Uma boa escolha de política pública deve ser aquela que contempla a priorização com base no mercado potencial, pois é aquela que gera o maior ganho econômico além de atender os diferentes seguimentos da população”, informa o estudo. De acordo com o texto do documento, na expansão da banda larga, a priorização do mercado potencial é o que gera maior retorno econômico, seguido pelo tamanho da

população. Assim, por esses critérios, a população jovem e a de baixa renda seriam mais beneficiadas com a ampliação do acesso à internet. No entanto, o estudo também informa que no País um domicílio urbano tem três vezes mais chances de ter acesso à internet do que um domicílio rural. Para realização da pesquisa, foram utilizados dados do Censo 2010 e da Pnad de 2015, ambos do IBGE. (E.P. e L.F.)


16

CIDADES

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

TRIBUNAINDEPENDENTE

Velho nada! Negócio é se reinventar Exemplo em Alagoas vem da artista plástica Arlinda Fernandes que, aos 78 anos, mostra que estar na 3° idade é ter vitalidade

WELLINGTON SANTOS REPÓRTER

A

s mãos de Arlinda dos Santos Fernandes — prestes a completar 78 anos neste 2018 que mal começou — marcam o tempo e não se cansam. Longe disso. Expostas na mesa da sala e em quase todos os cômodos da sua aconchegante e imensa casa, estão as lembranças de uma invejável força de vontade de nunca parar. Panfletos, fotos, prêmios, recortes de jornais imortalizam a façanha desta jovem senhora que não pára de produzir, de fazer arte — e revelam o que esta boa velhinha é capaz. Assim é a rotina desta doce senhora que chega quase aos 80 anos este ano e mostra aos mais jovens que a terceira idade muda conceitos e aposta em novas alternativas. Estas palavras, aliás, serviram de

mote para uma reportagem com dona Arlinda, há exatos 10 anos nesta Tribuna Independente, ao revelar suas façanhas e arte, sempre vencendo o tempo, que para muitos, ainda, é um adversário. Para ela isso é impensável. No mosaico desta artista plástica que não se cansa de reinventar podem ser vistos no seu quartel general da arte um currículo que expõe diversos títulos de sua formação acadêmica, que vão de cinco cursos superiores a atividades e qualificações complementares que ultrapassam ao número de 50, cursos que fez ao longo de seus respeitáveis 78 anos. Detalhe. A maior parte de seu vasto currículo foi construída já depois dos 60 anos de idade, e dois de seus cursos superiores já depois de completar 70 anos de idade. Isso sem contar os inúmeros prêmios que já conquistou na sua agitada vida.

FOTOS: CORTESIA

Dona Arlinda dos Santos Fernandes, durante uma de suas exposições de peças criadas por ela, esbanja vitalidade aos quase 78 anos de vida

EXEMPLO

Exposição é nova “travessura” da boa velhinha Sua mais nova travessura já neste ano que se inicia foi promover uma exposição com cerca de 300 peças de sua lavra, que encantaram os pouco mais de 20 convidados para mostrar arte em porcelana, vidros reciclados, velas e cerâmica vitrificada, além de revelar uma exposição individual de relevo e pintura na cerâmica. No meio de tantos objetos cheios de história na aconchegante casa , o que parece mais uma recordação traz o futuro. E de onde vem tanta inspiração desta mulher que nesta idade já poderia ter ficado quieta no seu cantinho “esperando a morte chegar com a boca cheia de dentes”, como diria o roqueiro e compositor Raul Seixas? Está na rotina, no marido, nas duas filhas, nos amigos, enfim, na vida, segundo ela mesma define.

“É a vontade de sempre fazer algo, meu filho, me reinventar ”, diz a jovem senhora. “Depois de velha, aí foi que me deu vontade de criar e recriar as coisinhas que eu já fazia quando mocinha, parece até que voltei a ser criança, eu não paro”, ensina dona Arlinda. Dona Arlinda, em verdade, faz parte da nova geração de idosos do século 21 que revela que estar na chamada terceira idade não significa ser velho. A vitalidade, os planos, a descoberta de hobbies depois dos 60 anos fazem com que a sensação de velhice esteja cada vez mais distante. Os idosos são 15% da população. Daqui a 20 anos, a previsão é a de que esse número dobre. E, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), por volta de 2025, pela primeira vez na história, have-

Vidros reciclados, velas e cerâmica vitrificada, um dos muitos trabalhos da incansável senhora

rá mais idosos do que crianças no planeta. O corpo menos ágil não é mais desculpa para ficar parado. Se a saúde parecia frágil e deixava o idoso mais caseiro, agora ele busca qualidade de vida com exercícios, alimentação e mais acesso à medicina. Esse perfil da terceira idade não para de crescer. Para Arlinda, a terceira idade tem um significado especial. “Eu percebi que passei não passei pela vida, eu a faço a cada dia, vivo intensamente”, filosofa. Foi depois dos 60 anos que ela conheceu a grande maioria dos diversos cursos que fez e descobriu a paixão pela arte. “Antigamente, as velhinhas só faziam crochê e iam pra missa. Eu até gosto de fazer os dois, mas no seu tempo e não só isso”, complementa. (W.S.)

NA VANGUARDA

Uma vida de desafios e quebra de barreiras A artista plástica alagoana se redescobriu e não entende o espanto das pessoas com a proatividade que a nova terceira idade tem. Gosta de contar sobre a ida a eventos com os amigos. Arlinda tem o fôlego necessário para seguir em frente e perceber que ainda há muito o que viver. “Tudo o que eu fiz de muito bom foi depois de mais velha”, admite. Ela descobriu o gosto por liderar e organizar eventos, como festas e promoção de exposições para revelar aos amigos sua arte com cerâmica — e uma capacidade incrível para criar novas peças, como é o caso da reinvenção de velas em decoração doméstica. Durante as exposições que frequentemente promove, Arlinda não sossega: enquanto organiza o salão para receber as palestras e os amigos, fica de olho se o lanche está bem servido e dá atenção para cada pessoa que chega. A preocupação com o bem-estar social vai além da família que cuida. “Eu adoro participar das reuniões do Rotary Club, gosto dessa coisa de cuidar das pessoas, de melhorar a vida delas, principalmente das menos favorecidas de nossa sociedade”, completa Arlinda. A vida de quebrar barreiras com a idade é, aliás, uma das especialidades da jovem senhora Arlinda dos Santos

Fernandes. Somente em graduação superior, tem cinco no currículo: graduação em Artes Plásticas pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió (Cesmac); graduação em Gastronomia pela Uninassau, em 2013; pós-graduação em docência para o Ensino Superior na Universidade SEB. Fora isso, foi a primeira mulher alagoana a romper com o machismo nos rotarys clubs do Estado e deixar boquiabertos e de narizes empinados os machões da década de 1980. Foi nessa época que passou a integrar o Rotary Club do Distrito 4390, convidada pelo então presidente e médico José Medeiros, já falecido. Na universidade de Viçosa, de Minas Gerais, há dois anos, dona Arlinda impressionou no alto dos seus 75 anos a todos que a conhecem nesta e em outras plagas, como a aluna mais velha da turma on-line e se especializou em cozinha profissional com os seguintes cursos: cozinha mineira, cozinha brasileira, montagem e decoração de pratos, cozinha chinesa para delivery e restaurante, cozinha árabe e cozinha japonesa. “Não é à toa que quem é convidado para qualquer festividade na casa de dona Arlinda logo se apaixona, tanto por ela, como por suas iguarias deliciosas. Ela ganha a gente

Arte em porcelana, com vidros reciclados é um de seus dons; na outra imagem, Arlinda (no meio) recebe homenagens da amiga

literalmente pela boca”, diz Cristiane Moreira Torres, uma amiga recente de Arlinda, a quem conheceu em dos momentos tristes do ano passado, em função do falecimento de uma prima muito querida de Arlinda. “Apesar do momento muito triste, Deus permitiu que nos conhecêssemos justamente durante os últimos dias de vida de sua prima querida. Mas ela foi tão espirituosa e afável comigo e com minha família que hoje nos tratamos como família mesmo, com muito carinho, como se fosse uma pessoa que eu já conhecia de muitos anos”, completa Cristiane. “Ela é um exemplo extraordinário para todos nós do Rotary Club e, naturalmente, para quem vai ler esta reportagem, principalmente de uma geração mais nova que Arlinda”, reforça a presidente do Rotary Pajuçara, Marly Ribeiro, amiga que está sempre por perto da incansável Arlinda. “Minha avó não é só um exemplo, ela é o máximo mesmo. Sou muito feliz em participar bem perto de tudo o que ela faz e nunca perder essa jovialidade em todos sentidos. Sei que nunca vou conhecer outra pessoa igual a ela. Tenho muito sorte de tê-la como avó”, finaliza Andressa Fernandes, futura engenheira civil e neta de Arlinda. (W.S.)


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

Economia

ECONOMIA

17

Comercialização do artesanato alagoano supera R$ 600 mil em 2017 O êxito das medidas do Governo do Estado refletem na importância do ano de 2017 para o artesanato alagoano. Através do projeto Alagoas Feita à Mão, que incentiva e fortalece a cultura e o empreendedorismo artesanal local, foram comercializados R$ 626.533 mil em feiras e eventos ao redor do país. Impulsionar a prática artesanal por meio da regulamentação de profissionais e sua valorização como parte da cultura estadual tem surtido efeito na expansão de produtos e na renda de mestres e artesãos. O incentivo consolida e destaca a atividade como geradora de emprego, além de destacar a cultura popular de Alagoas.

Paripueira: piscinas naturais são as grandes atrações

FOTO BY CORTESIA / JORGE MENEZES

Série Destinos do Litoral Norte mostra beleza do município CLAUDIO BULGARELLI SUCURSAL LITORAL NORTE

A

primeira reportagem da série especial sobre os Destinos Turísticos do Litoral Norte, que a Tribuna Independente vai publicar semanalmente, na edição de final de semana, durante todo o verão, começa em Paripueira, o mais novo município emancipado da região e suas piscinas naturais, a segunda maior em extensão de Alagoas e a principal atração turística do primeiro município da Costa dos Corais. As piscinas naturais, dentro da APA Costa dos Corais e do Parque Marinho Municipal, são as principais atrações do município e têm mais de seis quilômetros de extensão. A praia possui muitas piscinas naturais a 1 km da costa e as barreiras de corais, que se encontram na região do município e municípios vizinhos, são consideradas a terceira maior formação de corais do mundo. Águas cristalinas, prática de snorkel e grande diversidade de peixes, corais e espécies marinhas são os ingredientes do passeio às piscinas naturais, que só é possível na maré baixa. O traslado é feito em lanchas e dura cerca de duas horas. A saída para o passeio é feita com receptivo local. O maior operador das piscinas de Paripueira é o restaurante Mar & Cia,

com acesso bem sinalizado da estrada. O lugar cobra um couvert artístico. Se você vai por conta própria, peça uma pulseirinha de cliente avulso aos atendentes que estão na área do estacionamento. Ela será necessária para reservar o passeio. E ao entrar, vá direto à fila da bilheteria para comprar o passeio. As águas calmas de Paripueira trazem um clima de relaxamento total. O nome Paripueira tem origem indígena e significa “águas mansas”. Paripueira tem o típico ambiente do interior, com ótimas casas de veraneio, algumas pousadas e uma culinária de dar água na boca. Paripueira possui uma das mais longas praias do estado de Alagoas: na maré baixa, é possível andar quilômetros mar adentro com a água pelos joelhos. São praias que estão ocupadas principalmente por pescadores e casas de veraneio ao longo do litoral do município. A praia de Paripueira é a mais urbana da cidade. No meio entre as praias de Sonho Verde e Costa Brava, em direção ao Rio Sapucaí. Corta toda a área central, margeada por uma estrada de paralelepípedos, com muitas casas e alguns bares. Protegida pela barreira de corais, apesar de urbana é ideal para banhos e longas caminhadas. A Praia de Sonho Verde, emoldurada por mui-

tos coqueirais, talvez a tamanha beleza justifique o nome da praia. As águas tranquilas, onde se encontram formações de recifes de coral, excelente para banho. Tem estrutura de bares rústicos, que servem pratos típicos e a praia de Costa Brava, em direção ao Rio Sapucaí. Tem arrecifes, piscinas naturais e coqueirais. Uma parte è deserta. Muito bonita. Ideal para longas caminhadas. Paripueira já foi vila de pescadores e região de veraneio. Hoje é uma cidade que recebe muitos turistas ávidos por desfrutar da tranquilidade de suas praias de mar calmo e de suas piscinas naturais. E foi a expansão turística que fez o povoado, que pertencia à Barra de Santo Antônio ganhar importância, fazendo com que alguns moradores iniciassem um movimento pela emancipação política. José Vasco, José Dadi, Hamilton Monteiro e Lamenha Filho foram importantes nesse processo. Com isso, o município terminou criado pela Constituição Estadual de 1988. Ações judiciais questionaram a constitucionalidade do processo até 1990, quando houve um plebiscito, mas só em 1991 é que Carlos Alberto Costa foi nomeado administrador público. No mesmo uma nova liminar cassou a transformação do município, mas o STF manteve a decisão inicial.

DIVULGAÇÃO

Piscinas naturais de Paripueira, dentro da APA Costa dos Corais, têm mais de seis quilômetros de extensão

DOMINGO

Nossa Praia traz ação especial para crianças DIVULGAÇÃO

Instituto do Meio Ambiente leva banda Cazuadinha para show na rua fechada de Ponta Verde

Com o verão em alta e celebrando o último mês antes da volta às aulas, o projeto Nossa Praia realiza diversas atividades para sensibilização ambiental do público infantil durante todos os finais de semana. Neste próximo domingo (7), os técnicos do Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL) estarão na famosa rua fechada, na praia de Ponta Verde, realizando brincadeiras com temática ambiental e levando um show da banda Cazuadinha para alegrar as férias das crianças. Atualmente em sua terceira edição, o projeto Nossa Praia é uma iniciativa do IMA/AL para sensibilizar os banhistas sobre a preservação do ecossistema marinho, principalmente através do descarte correto do lixo. Durante o verão, o órgão inten-

sifica as ações do projeto, que investe também na sensibilização do público infantil. A grande novidade para as crianças que participarem da ação realizada neste domingo será um show especial realizado pela banda Cazuadinha, famosa em Alagoas, com músicos que são caracterizados de personagens para brincar com o imaginário infantil, levando elementos que intercalam entre as personalidades já consagradas e brincadeiras de criança. Os mascotes Astro e Doroty, uma dupla formada por um peixe-boi e uma tartaruga marinha, já são presença garantida nas ações e estão confirmados no evento. Além disso será montada uma tenda interativa com jogos ambientais, pintura facial e distribuição de materiais educativos. Será realizado também a

sensibilização com os transeuntes adultos da orla da capital Alagoana, com uma equipe distribuindo sacolas biodegradáveis para que a população deposite seu lixo para posterior descarte em local adequado.

PROGRAMAÇÃO 07/01/2018 – Rua Fechada 09h às 13h: Workshop (pintura facial, jogos e interação com mascotes) 10h às 12h: Show com a banda Cazuadinha 9h às 13: Exposição em tenda 10h às 13h: Sensibilização dos transeuntes


18

ECONOMIA

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

Famílias endividadas sobem para 62,2% Para 76,7% dessas pessoas com contas a pagar, cartão de crédito é a principal causa da inadimplência do consumidor DIVULGAÇÃO

Três em cada cinco famílias terminaram 2017 com dívidas; número de pessoas sem condições de pagar suas dívidas aumentou

O

percentual de famílias brasileiras com dívidas fechou 2017 em 62,2%, acima dos 59% de 2016. Os dados são da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) divulgada na sexta-feira (5) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Comércio (CNC). O resultado indica uma alta de 3,2 pontos percentuais em relação ao registrado em dezembro de 2016. As famílias inadimplentes, isto é, com dívidas ou contas em atraso, representaram 25,7% do total em dezembro, indicando alta de 1,7 ponto percentual em relação a dezembro de 2016. Ao mesmo tempo, o percentual de famílias que declaram não ter condições de pagar suas contas ou dívidas em atraso ficou em 9,7%, índice 0,6 ponto percentual na comparação com o mesmo período de 2016. A proporção de famílias que disseram estar muito endividadas em dezembro ficou em 14,6%, o mesmo resultado do último mês de 2016. O tempo médio de atraso para que as dívidas sejam pagas foi de 64,3 dias em dezembro de 2017. No mesmo período do ano anterior, o tempo médio para regularização das contas foi de 63,8 dias.

CARTÃO DE CRÉDITO Ainda de acordo com a pesquisa, 76,7% das famílias endividadas estão nessa situação, principalmente, por conta do cartão de crédito. Em seguida, estão os carnês, principais responsáveis pelo endividamento de 17,5% das famílias e o financiamento de carro, que ocupa a maior despesa para 10,9% das famílias. “Apesar da melhora recente, os indicadores de inadimplência permanecem em níveis superiores aos do ano passado. A taxa de desemprego ainda bastante alta ajuda a explicar a dificuldade das famílias em pagar suas contas em dia e o pessimismo em relação à capacidade de pagamento”, avalia Marianne Hanson, economista da CNC. Em relação a novembro, o índice de famílias com dívidas permaneceu estável na casa de 62,2%, após cinco altas mensais consecutivas. No mesmo período, os inadimplentes passaram de 25,8% para 25,7%. Já as famílias sem condições de pagar as dívidas caíram de 10,1% em novembro para 9,7% em dezembro. A pesquisa coletou dados de todas as capitais brasileiras com cerca de 18 mil consumidores.

Menos satisfeitos são aqueles que vivem nas periferias, diz CNI

PESQUISA

População do interior é a mais satisfeita com a vida O Índice de Satisfação com a Vida, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), constatou que a população mais satisfeita com a vida reside nos municípios do interior do país. Foi lá onde se atingiu maior pontuação, 66,9 pontos, de uma escala de 0 a 100. Os menos satisfeitos são os que vivem nas periferias, 62 pontos. A pontuação obtida por residentes nas capitais ficou em 64,7 pontos. Também é no interior onde se tem menos medo de perder o emprego, segundo o Índice de Medo do Desemprego. Lá o índice registrado ficou em 64,5 pontos, enquanto nas capitais e periferias esse índice ficou em 67,5 pontos. O brasileiro estava com menos medo de perder o emprego em dezembro do que em setembro de 2017. No entanto, segundo o Índice de Medo do Desemprego e o Índice de Satisfação com a Vida, divulgados nesta sexta-feira (5) pela CNI, o brasileiro está mais preocupado com essa possibilidade, se comparado a dezembro de 2016. De acordo com o levantamento, o índice relativo a medo de desemprego estava em 65,7 pontos em dezembro de 2017. O valor representa uma queda de 2 pontos em relação a setembro do mesmo ano. Na comparação com dezembro de 2016, no entanto, o índice representa uma alta de 0,9 ponto – o que significa que o medo do desemprego aumentou.

De acordo com a CNI, o valor está “muito acima da média histórica”, que é de 48,8 pontos, e que a alta de 0,9 ponto indica “persistência da insegurança em relação à recuperação do mercado de trabalho”. A economista da CNI Maria Carolina Marques justifica essa alta explicando que o emprego reage “de forma defasada” à recuperação da economia, e que as empresas contratam somente quando têm segurança de que o crescimento será sustentado. “A população percebe essa demora na reação do mercado de trabalho e o medo do desemprego continua elevado. À medida que o crescimento econômico se mostrar sustentado, o resultado no emprego deve aparecer com maior intensidade e o medo do desemprego deve ceder”, disse a economista. A pesquisa da CNI apontou também que a satisfação do brasileiro com a vida diminuiu entre setembro e dezembro do ano passado, atingindo 65,6 pontos em dezembro. O valor é 0,4 ponto menor do que o registrado em setembro e 1,2 ponto abaixo do registrado em dezembro de 2016. O Índice de Satisfação com a Vida é também inferior à média histórica, de 69,9 pontos. O levantamento da CNI, realizado a cada três meses, foi feito entre 7 e 10 de dezembro de 2017, com 2 mil pessoas, em 127 municípios.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

ESPORTES 19

PSG encara Rennes com Neymar em campo Brasileiro curtiu a folga de Réveillon com Bruna Marquezine, mas já está de volta aos trabalhos no clube francês

ACRÉSCIMOS

EDMILSON TEIXEIRA etjornalista@gmail.com

Curiosidade

A

expressão lanterna ou “lanterninha”, significando o último colocado num campeonato esportivo, particularmente de futebol, teria se originado no antigo (e extinto) jornal de esportes “Gazeta Esportiva”, de São Paulo. Naqueles velhos tempos, as matérias abordando o Campeonato Paulista costumavam ser ilustradas pela caricatura de um trem, onde o líder do campeonato era a locomotiva (geralmente o Palmeiras), o 2º colocado o tênder, o 3º colocado o primeiro vagão, e assim por diante. O desenho mostrava pendurado atrás do último vagão da composição, uma lanterna. E, por essa razão, o último colocado no campeonato era descrito sempre assim: “e o lanterninha do campeonato, é o time tal” (frequentemente o Jabaquara…).

Alagoano 2018 Próximo dia 21 começa o nosso Campeonato Alagoano 2018. Serão apenas nove equipes. O Galo atual campeão estreará contra o CEO, no Rei Pelé. O Azulão vai até Boca da Mata encarar o Santa Rita. Já o ASA receberá o caçulinha da competição, o Dimensão Capela; enquanto que o Coruripe vai até Murici enfrentar o dono da casa. A folga da rodada fica por conta do CSE de Palmeira.

Compactado Agora em 2018, esse Estadual terá apenas jogos de ida, com todos os clubes entrando em campo em oito oportunidades. Com isso, a cada rodada, um time irá folgar na tabela. Os quatro melhores colocados avançam para as semifinais, enquanto que os dois piores serão rebaixados para a 2ª Divisão Estadual, em 2019 - quando a elite do futebol alagoano terá apenas oito clubes, contando com o que vai subir da Segundona no ano que vem.

Rindo à toa! “O bom filho à casa torna”. Foram com estas palavras ditas pelo presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá, que começou a apresentação do atacante Fred. O principal reforço da temporada logo mostrou estar com o mesmo discurso. Em suas primeiras palavras, o jogador de 34 anos, que volta ao clube pouco mais de 12 anos, vestirá a camisa 9 e disse que realiza um sonho em retornar à Toca da Raposa e de estar atuando pelo time do coração. No ano passado, o artilheiro passou pelo Flu e Atlético/MG.

Milionário O Manchester City, líder da Premier League, é o clube financeiramente mais poderoso do mundo, à frente do Paris SaintGermain, terceiro colocado de uma lista dominada por clubes ingleses, segundo o estudo “Soccerex Football Finance 100” publicado na última quinta-feira. O Arsenal é o segundo do ranking que leva em conta os ativos esportivos, o dinheiro em caixa, o investimento potencial dos donos e a dívida de cada clube.

A

pós passar alguns dias no Brasil curtindo folga prolongada, e reatando namoro com Bruna Marquezine, Neymar está de volta ao PSG. Desde a última quarta-feira, ele participa dos treinamentos do clube. Ele está confirmado para o jogo deste domingo. O PSG volta a campo quando enfrenta o Rennes, pela Copa da França, às 16h (horário de Alagoas). Pela Ligue 1, os parisienses visitam o Nantes, apenas no dia 14. PENSAMENTO NO REAL O duelo entre Paris Saint-Germain e Real Madrid pela Liga dos Campeões, Ainda repercute no mundo do futebol. Desta vez, quem se pronunciou sobre o confronto, que acontece em fevereiro, foi o ex-jogador Rivaldo, ídolo do Barcelona e da Seleção Brasileira.

“No Barça, ele seria a sombra de Messi pelos próximos anos”, disse Rivaldo ao espanhol Marca. “Ele tem um jogo importante contra o Real Madrid. Se ele quiser ser o melhor do mundo, tem que eliminar o Real Madrid da Champions”. O melhor do mundo em 1999 ainda comentou sobre a possível ida de Coutinho ao Barcelona, muito especulada nas últimas semanas. “Coutinho é muito bom jogador. Creio que tem as características que um jogador precisa para dar certo no Barcelona.” Rivaldo também exaltou o meio-campista Paulinho, que chegou ao clube catalão em agosto de 2017. “É um jogador que faz muito bem seu trabalho. Uma equipe como o Barcelona precisa ter jogadores como ele”.

ASCOM PSG

Neymar é um dos destaques do PSG na temporada europeia

RECLAMAÇÃO

CBF impõe pré-temporada “inaceitável” Clubes reclamam do pouco tempo de preparação para as competições O calendário da CBF impôs aos jogadores e clubes uma das pré-temporadas mais curtas da década por conta da Copa do Mundo. Serão apenas 14 dias até o início dos Estaduais, período que começou nesta semana com a representação dos times. Apenas no ano do Mundial no Brasil e em 2011 houve menos tempo de treinos para as equipes. A pré-temporada é um período essencial para preparação física e tática do times. Na Europa, estende-se por períodos superiores a um mês, do final de junho até o

início de agosto, com a realização de amistosos. No Brasil, historicamente, competições começavam pouco após a volta das férias. Durante os últimos três anos, no entanto, a CBF tinha implantando um período um pouco mais longo de preparação, que atingiu 25 dias. Era uma evolução em relação às duas semanas padrão do início de 2012 e 2013. Anteriormente, em 2011, houve só 10 dias. Há ainda um ponto fora da curva com a realização da Copa-2014 no Brasil quando foram apenas oito dias de prétemporada. A confederação

sequer chegou a delimitar o período. Aqui, foi considerado o dia final de 30 de férias coletivas até o início dos Estaduais. Então, as competições se iniciaram em 12 de janeiro. A partir de 2015, a CBF tinha jogado o início dos campeonatos para o final de janeiro ou primeiros dias de fevereiro, o que proporcionava a pré-temporada maior. Isso foi possível graças à retirada de cinco datas de Estaduais durante esses anos. Só que a entidade não obrigou as federações a diminuir mais as competições em 2018, o que levou seu início para 16 de ja-

neiro. O período de descanso da confederação na Copa será mínimo, comparado a outros países. Há uma rodada da Série A prevista para o dia 13 de junho, véspera da estreia da Copa. No calendário da CBF, o início do Mundial aparece marcado no dia 15, mas, na realidade, ocorre um dia antes. Assim, será impossível ter os 25 dias padrão de pré-temporada que tinham sido criados. Caso algum time brasileiro chegue à final do Mundial, terá disputar ainda uma rodada do Brasileiro com a competição já em andamento. REPRODUÇÃO

Nacional Já o Brasil, segundo o estudo “Soccerex Football Finance 100” está bem representado na parte de baixo do ranking com 11 clubes. O Atlético Paranaense é o melhor ranqueado, aparecendo na 61ª posição, à frente de Internacional (63º), Corinthians (71º), São Paulo (84º), Cruzeiro (85º), Palmeiras (87º), Fluminense (92º), Flamengo (94º), Grêmio (95º), Atlético Mineiro (96º) e Santos (98º).

Na mira Depois de contratar o meia-atacante Luiz Fernando, ex-AtléticoGO, e Leandro Carvalho, ex-Paysandu, o Botafogo carioca aponta para um novo alvo. Trata-se do apoiador Renatinho, artilheiro do Paraná na campanha que devolveu o Tricolor à elite nacional, com nove gols.

Mercado O cobiçado Renatinho, de 25 anos, tem vínculo com o MirassolSP até dezembro de 2018. O atleta também recebeu sondagens do exterior, mercado que o atrai. Caso não saia do Brasil até 15 desse mês, o jogador e seu representante darão prioridades a ofertas do futebol nacional. Renatinho, que se profissionalizou no Atlético-PR, interessa e muito ao Paraná, porém o clube curitibano vê dificuldade em disputar o atleta com propostas superiores.

Desfalque nordestino O veterano atacante Magno Alves é o novo reforço do Novorizontino para o Paulistão 2018. Prestes a completar 42 anos, o “Magnata” não chegou a um acordo com o Ceará e foi presentado pelo time do interior paulista na quinta-feira desta semana. O atacante vestiu a camisa do Vovô em 2017 atuando em 43 partidas e marcando 10 gols, o que contribuiu para o acesso do time cearense à Série A do Brasileirão.

Ronaldo Fenômeno diz em entrevista ao Bild que Messi e Cristiano Ronaldo não teriam tantas bolas de ouro se jogassem em sua época

Trajetória

Fenômeno compara premiações de Messi e Cristiano Ronaldo com seu tempo

Magno Alves ganhou projeção ao jogar pelo Araçatuba e depois de transferir ao Criciúma, em 1997. No Tigre catarinense, o jogador fez oito gols em 15 partidas, indo para o Fluminense logo em seguida. Após 265 jogos, com 144 gols pelo Flu, Magnata rodou pelo futebol coreano, japonês, árabe, teve uma primeira passagem pelo Ceará e voltou ao alvinegro após mais dois anos no Flu.

Mercado Na reapresentação da última quarta-feira, os novos comandantes do futebol do São Paulo, Raí e Ricardo Rocha, se reuniram com Lucas Pratto e ouviram do atacante que o River Plate fará uma proposta para contratá-lo, e que essa oferta compensará o investimento de um ano atrás. Pratto expôs a necessidade de ficar perto de sua filha, mas o São Paulo respondeu que não tem intenção de negociá-lo, e que vai esperar a proposta chegar para conversarem outra vez.

“OUTRA ÉPOCA”

Ronaldo faz polêmica com Bola de Ouro Recentemente, em dezembro, Rivaldo abriu um debate ao dizer que estaria na briga pela Bola de Ouro com Messi e Cristiano Ronaldo hoje em dia. Agora, Ronaldo reforçou as palavras de seu companheiro de ataque na seleção do penta em 2002. Em entrevista ao jornal alemão “Bild”, o Fenômeno afirmou que a geração que atravessou os anos 90 para os 2000 era muito mais forte que a atual, o que impediria tanta supremacia por parte dos craques atuais de Barcelona e

Real Madrid. “Na minha geração, a competição era muito maior do que hoje em dia, sem querer diminuir a importância de Messi e Cristiano Ronaldo. Eles ainda vão brigar pelo título de melhor jogador do mundo nos próximos anos, mas na minha época tínhamos Zidane, Rivaldo, Figo, eu e depois o Ronaldinho. Aquela foi uma geração na qual ser o melhor era muito mais difícil”. Melhor do mundo pela Fifa em 1996, 1997 e 2002, sendo

Bola de Ouro pela France Football nos dois últimos anos, Ronaldo traçou um paralelo entre sua inda para a Inter em 1997 com a transferência de Neymar para o Barcelona em 2016. Em ambos os casos os brasileiros saíram de maneira surpreendente do Barcelona. “Não sei o que esteve por trás dessa transferência (de Neymar para o PSG). Talvez tenha sido um problema com a presidência do Barcelona, assim como aconteceu comigo em 1997. Só que, na época da mi-

nha transferência para a Inter, a liga italiana era muito mais forte que a francesa atualmente”. O Fenômeno também falou de Copa do Mundo e bancou que o Brasil está forte de novo com a chegada de Tite. Apesar de achar que o novo técnico deu um certo padrão de jogo à Seleção, ele disse acreditar que o principal favorito é outro. - A Alemanha é a líder do ranking da Fifa e é automaticamente a maior favorita. Depois aparecem Espanha e Brasi


20

ESPORTES

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

Esportes

TRIBUNAINDEPENDENTE

Sete de Setembro e Santa Cruz em campo pela Copa São Paulo de Juniores A segunda rodada da Copa São Paulo de Futebol Júnior para os times de Alagoas acontece neste sábado. O Santa Cruz encara o Vila Nova-GO no estádio Novelli Júnior pelo Grupo 16, e o Sete de Setembro enfrenta o Goiás-GO, no estádio Antônio Soares de Oliveira. As duas partidas iniciam às 15h no horário de Alagoas. Na estreia os times não foram bem. O Santa Cruz perdeu para o Ituano pelo placar de 4x0, enquanto o Sete de Setembro foi derrotado pelo Flamengo de Guarulhos por 1x0. Em caso de nova derrota neste sábado os clubes alagoanos já estarão matematicamente eliminados da competição.

CSA faz segundo teste, contra o Coruripe

Jogo-treino no Estádio Gérson Amaral, neste sábado às 19h, terá dois tempos de 50 minutos para avaliação dos técnicos

N

este sábado, às 19h, no Estádio Gérson Amaral, o CSA faz o segundo jogo-treino da temporada. O adversário será o Coruripe. A partida terá caráter de avaliações e diferente da semana passada, o amistoso, apesar do caráter de jogo-treino, terá a duração de um jogo oficial, com dois tempos de 45 minutos. Em campo, o técnico Flávio Araújo pode até repetir as escalações da semana passada. O treinador gostou da atuação do time e deu destaque especial ao volante Dawhan. “Durante os treinamentos, eu já identifiquei que o Dawhan era um jogador com potencial ofensivo muito bom, potencial de infiltração muito bom. Então a gente já começou a trabalhar esse aspecto de ele chegar na zona de finalização, vir lá de trás, de surpresa,

porque ele tem um potencial para chute forte e tem uma impulsão, um cabeceio muito bom. E ele se fortaleceu bastante, tanto que foi importante na conquista da Série C. Ele finalizou quatro vezes sábado passado, fazendo dois gols, então a gente tem que procurar desenvolver cada vez mais esse potencial dele”, disse Flávio. Foram selecionados 23 jogadores: Mota, Cajuru, Celsinho, Talisson, Rafinha, Paulinho, Leandro Souza, Lobão, Cristiano, Mazinho, Dahwan, Boquita, Yuri, Da Silva, Marcos Antonio, Didira, Daniel Costa, Caíque, Maxuell Samurai, Michel Douglas, Giva, João Victor e Bruno Veiga. No próximo sábado (13), às 15h15, as equipes irão disputar mais um jogo-treino, desta vez no CT Gustavo Paiva, no Mutange. ASCOM CRB

RCORTEZ / ASCOM CSA

Jogadores do CSA querem mostrar serviço ao técnico Flávio Araújo neste segundo jogo-treino do time que acontece em Coruripe

TREINAMENTOS

Mazola não definiu esquema do CRB

Elenco 2018 do CRB tem muitas caras novas e está fortalecido ASCOM ASA

Com as opções de elenco para 2018, o técnico Mazola Júnior ainda não deu pistas de como deve formar o time titular do CRB para estreia na temporada. Com muitos jogadores de meio-campo, existe uma tendência inicial do Galo atuar com três volantes, pensando em encaixar a marcação, para depois atacar. Os atacantes de velocidade, Ruan, Potiguar e Willians correm por fora. Na referência a briga é entre Neto Baiano e Marcão.

No gol existe também uma dúvida sobre a titularidade. João Carlos (ex-Ponte Preta), Edson (ex-Criciúma), Jacsson (ex-Santa Cruz) e Cris são os candidatos para camisa um. É provável que o ex-goleiro da Ponte seja o preferido de Mazola. Esse ano o técnico vai precisar montar um novo time. O CRB desfez a base e acertou com 19 reforços. O treinador tem apenas duas semanas de pré-temporada, a contar da apresentação na última terça-feira até ao primeiro jogo

no Nordestão, que acontece dia 16 de janeiro, fora de casa ainda com adversário indefinido. Com pouco tempo, Mazola vai fazer os ajustes na escalação na sequência de jogos dos três primeiros meses: cinco partidas em janeiro, mais cinco em fevereiro e outras cinco em março, que pode aumentar caso o CRB avance no Alagoano e Copa do Brasil. “No único ano que trabalhei aqui em que a gente teve a possibilidade, com o presidente e o Alarcon, de montar

o grupo de jogadores, a gente obteve sucesso e fez um ano histórico no clube. Procuramos reduzir o número de jogadores, mas também aumentamos a qualidade e, principalmente, o poder físico do grupo. Estou muito satisfeito. Muito esperançoso, pela qualidade dos jogadores, que tivemos escolhas a dedo. Estamos vindo de um ano não muito bom, mas tenho certeza que vamos superar tudo isso e ter um ano grandioso aqui no CRB”, disse Mazola.

AMISTOSO

Fora de casa, ASA encara o Propriá-SE

Rômulo marcou dois gols e é o candidato a artilheiro do ASA ASCOM SELAJ

O ASA venceu o seu primeiro teste da temporada 2018. O Alvinegro superou o Propriá-SE por 2x1, jogando no Estádio Coaracy da Mata Fonseca. Os gols do time foram marcados pelo atacante Rômulo. Neste sábado, às 15h30, no Estádio Durval Feitosa, em Propriá, acontece o jogo da volta. Na primeira oportunidade para o técnico alvinegro Luiz Paulo avaliar o seu elenco e começar a desenhar a equipe que disputará o Campeonato Alagoano

e a Copa do Brasil no início do ano, ele se agradou. É provável que repita a mesma escalação. Os jogadores executaram bem as funções que haviam sido determinadas nos treinamentos. “Encaramos como um jogo oficial, até porque não poderia ser diferente. Marcamos pressão até onde tivemos pernas, depois caímos um pouco. Nossa comissão técnica avaliou como normal essa queda de rendimento. Agora fora de casa teremos que mostrar esse poder de reação.

Será mais um momento de avaliações antes da nossa estreia contra o Dimensão Saúde no estadual”, disse Luiz Paulo Durante a semana, os treinamentos foram intensos. O meia Juliano, de 20 anos, já está trabalhando com o grupo e pode ser uma opção do treinador. O jovem esteve na seleção alagoano sub-20 e já defendeu as camisas do CSE, Murici e Ipanema. Luiz Paulo ainda não confirmou os titulares, mas a exemplo do jogo passado, quem entrar de pri-

meira deve atuar mais de 45minutos. “Temos que evoluir nos fatores físico, técnico e tático. O tempo de preparação é curto e até nossa estreia dia 21 estaremos com o time ideal”. PRESIDÊNCIA Nelson Filho está confirmado como presidente do ASA. Esta semana houve uma série de reuniões sobre uma possível troca de comando na executiva, mas os conselheiros optaram pela manutenção do radialista.

REFORMA

Gramado do Rei Pelé pronto para 2018

Gramado do Estádio Rei Pelé está pronto após as reformas

Foram 12 meses de muitas atividades de diversas modalidades. Agora, o gramado da maior praça esportiva de Alagoas, o Rei Pelé, passou por reparos para o início da temporada 2018. Os serviços foram iniciados na segunda quinzena de desembro pela Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude (Selaj) e estão concluídos antes das primeiras competições oficiais do próximo ano. Os trabalhos no gramado do Trapichão foram executados por técnicos especia-

lizados, contratados para que a qualidade e a rotina de jogos do espaço seja mantida o ano inteiro. Segundo o secretário Executivo do Esporte e Lazer da Selaj, Charles Hebert, toda uma linha de trabalho deve ser seguida para o tratamento do gramado. “Iniciamos os reparos no gramado com o processo de escarificação (corte) e descompactação do solo, retirando todo excesso do gramado com uma máquina moderna doada pela CBF em 2016. Logo após vem a

colocação de dez caçambas de terra preta para nutrir e planear o gramado. Para finalizar, a aplicação do adubo, da ureia, muita água para irrigar a grama e o último passo é a aplicação dos pesticidas, para evitar qualquer tipo de praga no gramado do Rei Pelé”, afirmou. O trabalho foi feito dentro de um mês e o gramado já está apto para receber as primeiras competições oficiais. A secretária Claudia Petuba destacou a utilização do Rei Pelé e reforça que

a praça esportiva deve ser movimentada com o maior número de atividades possíveis. “Ainda em 2015, quando assumi a secretaria, seguindo uma orientação do governador Renan Filho, falava que o Rei Pelé deveria ter as portas abertas para a população alagoana e para todas as modalidades esportivas. A cada ano nós temos observado um crescimento significativo, mas trabalhamos para beneficiar um número ainda maior de pessoas para os próximos anos”, afirmou.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018 DIVERSÃO&ARTE 1

Logan é indicado a filme com melhor roteiro O Sindicato de Roteiristas divulgou a lista de filmes que concorrem a prêmios na edição 2018 do WGA Awards. Entre os destaques está Logan, que concorre na categoria Melhor Roteiro Adaptado junto com O Artista do Desastre e Me Chame Pelo Seu Nome. Escrito e dirigido por Jordan Peele, Corra! disputa com Doentes de Amor, Eu, Tonya e A Forma da Água o prêmio de Melhor Roteiro Original.

Q

uando a Sony Pictures anunciou uma sequência/ reboot de ‘Jumanji’, muitas pessoas se revoltaram com a possibilidade do estúdio estragar um clássico de nossa infância estrelado pelo saudoso Robin Williams. O medo e a revolta era geral, afinal, novas versões de filmes antigos quase sempre destroem as boas memórias deixadas pelo material original. Por sorte, estávamos enganados: ‘Jumanji: Bem-Vindo à Selva’ é uma deliciosa aventura com toques de “Sessão da Tarde” que faz jus ao filme original. Na história, que serve como uma leve “sequência” para o original, um pai encontra o tabuleiro Jumanji na praia e dá de presente para o filho. O jogo logo se transforma em uma daquelas fitas para games como os do console Mega Drive (quem viveu nos anos 80 e 90 vai entender). Quando quatro jovens acabam em uma antiga casa, eles descobrem o velho aparelho de vídeo game e são imediatamente catapultados ao cenário de selva do jogo e ocupando o corpo dos avatares que escolheram, interpretados por Dwayne Johnson, Jack Black, Kevin Hart e Karen Gillan. O que eles descobrem é

GRATA

surpresa

que eles não vão apenas jogar Jumanji – Jumanji joga com eles. Os quatro terão que sobreviver à mais perigosa aventura de suas vidas, ou ficarão presos no jogo para sempre… A ideia de transformar o jogo de tabuleiro em um vídeo game é genial, afinal, os jovens de hoje em dia não têm paciência para jogos de tabuleiro como “War” e “Jogo da Vida”, não é mesmo? Porém, o principal acerto do filme está sem seu elenco: tanto os jovens quanto seus avatares estão sensacionais. Quem rouba a cena é Jack Black, que interpreta o avatar da patricinha Bethany (Madison Iseman). Ver o ator se comportando como uma adolescente mimada é uma das melhores piadas do filme, e apesar de ser exaustivamente repetida – a piada nunca cansa. Dwayne Johnson,

Apostar em trazer a aventura para o mundo dos games foi, certamente, o principal mérito do filme “Jumanji: Bem-Vindo à Selva”

como de praxe, está sensacional como o sensacional protagonista Fumegante Dr. Bravestone, um herói cheio de músculo e com uma voz sensual e grossa. Ele é o avatar de Spencer, vivido pelo mediano Alex Wolff (‘Cidades de Papel’)– que aqui entrega uma atuação decente. O elenco ainda conta com Karen Gillan – que entrega uma das cenas mais engraçadas do filme; Rhys Darby – meio apagado em meio a tantos astros; e Nick Jonas – que apesar de ter uma participação curta demonstra um ótimo timing para atuação. Jake Kasdan, das comédias ‘Sex Tape – Perdido na Nuvem‘ e ‘Professora Sem Classe‘, consegue aliar na medida certa as cenas de ação e humor, entregando um filme leve e com uma bela mensagem em seu escopo. Apesar de ter alguns easter eggs do ‘Jumanji’ original e retomar o mesmo “espírito” do filme de 1995, ‘BemVindo à Selva’ entrega uma aventura original que consegue se inovar, assim como o jogo do título. É divertido, cheio de ação e aventura. Robin Williams provavelmente estaria orgulhoso.


TRIBUNAINDEPENDENTE

2 DIVERSÃO&ARTE MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

Exposição Gabeia

Maceió Verão 2018

O cantor Leo Santana será uma das principais atrações do Maceió Verão 2018. O show do artista baiano acontecerá neste sábado (6) durante a programação de abertura do festival, que vai animar a capital alagoana até o último sábado deste mês. O evento acontecerá no Estacionamento de Jaraguá, com início às 16 horas, também com Igbonan Rocha, Wilma Araújo e Cláudia Leitte entre as atrações. No dia 13/01, o som fica por conta da banda Cheiro de Calcinha, Vitor Pirralho, Babado Novo e Péricles. Dia 20/01 tem Milane Hora, Wado, Mano Walter e Zezé Di Camargo e Luciano. E no último dia, 27/01, Unidade Nova Praia, Fernanda Guimarães, Vibrações, Nação Zumbi e Cidade Negra. Camarote Fronstage, nesta primeira etapa de vendas, o valor fica entre R$ 80 a R$ 100, a depender da data. Mais informações podem ser adquiridas através do telefone 82-3325.3448 ou ainda 813038.6820.

Os fotógrafos Adilson Andrade, Arthur Celso, Felipe Almeida, Jorge Vieira e Luna Gavazza revelam seus olhares sobre o Mercado da Produção de Maceió na exposição Gabeia. A exposição fica aberta até 14/01, no Complexo Cultural Teatro Deodoro e pode ser visitada de segunda a sábado, das 8h às 18h, às quartas até 20h, e, aos domingos e feriados, das 14h às 17h. A entrada é gratuita. Grupos de escolas e instituições devem fazer o agendamento gratuito por um dos telefones (82) 988846885 e 98819- 5010 ou pelo e-mail escolasditeal@gmail.com.

Complexo Cultural Teatro Deodoro lança edital

Os artistas locais têm uma excelente oportunidade para expor seus trabalhos. O Complexo Cultural Teatro Deodoro abriu edital para selecionar uma exposição individual ou coletiva, que vai ocupar a galeria de arte do espaço no período de 15/03 a 15/05/2018. As inscrições vão até 25/01 e devem ser feitas por correspondência. A lista com todos os documentos exigidos no edital estão disponíveis pelo link http://www.diteal.al.gov. br/selecao-de-projeto-de-artes-visuais-paraexposicao-no-complexo-cultural-0032017/. O resultado será divulgado no dia 02/02 no site da Diteal, www.diteal.al.gov.br, e no Diário Oficial do Estado, DOE.

Negreiros

‘‘Meu Corpo É Político’’

Respeitar a diversidade é uma forma de promover a inclusão. Pensando nisto, o Sesc inicia o ano de 2018 trazendo para o telão o longa-metragem “Meu Corpo É Político”. O documentário levanta questões contemporâneas sobre a população trans e suas disputas políticas ao retratar o cotidiano de quatro militantes LGBT que vivem na periferia de São Paulo. A exibição acontece dia 09 janeiro, no Teatro Jofre Soares, Sesc Centro, às 19h.

O que aconteceu com os libertos após 13 de maio de 1888? O que o Brasil fez com eles? Assunto ainda atual no século 21, a Companhia Artística LaCasa traz em Negreiros o por que, ainda nos dias de hoje, é preciso abordar essa questão. É necessário falar sobre ser negro em um país de maioria negra, mas de minorias negras. A política brasileira do século 19, época da Lei da Abolição no país, não é tão diferente da atual. O espetáculo Negreiros será apresentado no Teatro Linda Mascarenhas, no Cepa, bairro do Farol, neste sábado (06), às 20h, com ingressos a R$ 20 inteira e R$ 10 meia.

dos Seresteiros da Pitanguinha

N

a festa de 15 anos do Baile dos Seresteiros não vai ter valsa, não. No Debut na Folia vai é ter é muito frevo até o sol raiar. E os preparativos já começaram para o mais querido baile das prévias de carnaval de Alagoas. Com muito confete e serpentina, depois da apresentação emocionante e emocionada dos Seresteiros da Pitanguinha, subirá ao palco o Maestro SPOK Frevo e sua orquestra endiabrada. Dia 26 de Janeiro, às 22h, no Centro de Convenções de Maceió. Ingressos: Individuais: R$ 60,00 (meia-entrada) e R$ 120,00 (inteira). Mesas: R$ 600,00 (para 4 pessoas). Vendas on line: www.eventim.com.br. Pontos de venda: Loja Alethia – Maceió Shopping – térreo/Livraria Leitura – Parque Shopping – 1º andar. Mais informações: 82 3235-5301

Projeto MPB Petrobras

A

pós voltar à cena musical do país no último dia 14 de dezembro, com show de João Bosco em Aracaju, o projeto MPB Petrobras agora se prepara para levar música de qualidade a Maceió, no dia 17 de janeiro, quando realiza show deste que é um dos mais respeitados nomes da música brasileira. A apresentação de João Bosco na capital alagoana será no Teatro Gustavo Leite, às 20h, com abertura da cantora Arielly Oliveira. Ingressos: R$ 60 e R$ 30.

Exposição

A 2ª Mostra de Fotojornalismo e Vídeo de Alagoas segue até o dia 15 de janeiro, no Complexo Cultural Teatro Deodoro, Centro de Maceió. Organizada pela Associação de Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Estado, a mostra reúne 50 fotografias e 12 vídeos; e conta com a participação de 17 repórteres fotográficos. As visitas podem ser realizadas de segunda a sábado, das 8h às 18h, às quartas até às 20h, e, aos domingos e feriados, das 14h às 18h. Para o agendamento de grupos, entrar em contato: (82) 98884-6885 e 98819-5010 ou pelo e-mail escolasditeal@gmail.com. Entrada franca! FALE CONOSCO - A Agenda é um serviço gratuito de orientação ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposições podem enviar material através do endereço: tiagenda@hotmail.com

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 18h

GLOBO 19h

GLOBO 21h

RECORD 21h

TEMPO DE AMAR

PEGA PEGA

O OUTRO LADO DO PARAÍSO

APOCALIPSE

Inácio sente-se mal e conta para Lucerne que deseja voltar para Portugal. Lucinda ofende Emília e é obrigada a deixar a casa da tia. Natália tenta consolar Helena. Celeste desconfia que Eunice esteja grávida. Eunice afirma a Celeste que não contará sobre sua gravidez para Reinaldo. Lucerne dá o dinheiro para Inácio comprar sua passagem para Portugal. Tomaso e Natália fogem do restaurante onde estavam jantando sem pagar a conta. Alzira não aceita abandonar a sociedade no negócio da geleia. Celina vê Artur com uma caneta de alto valor e desconfia.

Aníbal confessa que foi ele quem cortou os freios do carro de Mirella. Athaíde decide fugir com Lígia. Douglas pede a Nelito que convença Raquel a deixar Gabriel no Brasil. Nelito aceita o cargo de chefia no hotel. Gabriel confessa a Raquel que nunca foi tão feliz morando com o pai. Maria Pia se nega a conversar com Bebeth. Athaíde consegue retirar a tornozeleira eletrônica e se prepara para deixar o país com Lígia. Mônica afirma em seu depoimento que Malagueta não fazia parte do grupo de Timóteo.

Laerte sai do quarto de Duda sem deixar vestígios de sua presença. Gael se irrita quando Clara o ofende, e Patrick defende sua cliente. Bruno pede que Gustavo lhe indique um advogado para tratar do fim de seu casamento. Tônia decide não aceitar o divórcio de Bruno. Tomaz incentiva Lívia a namorar. Mariano tem uma ideia para enganar Sophia e pede a ajuda de Xodó. Odair se insinua para Aura. Renato estranha a presença de Adinéia no hospital para buscar Samuel. Laura e Rafael contam para Renato que pretendem se casar.

Não há exibição aos sábados.

NOVO DISCO

Justin Timberlake revela mais detalhes de Man Of The Woods

J

ustin Timberlake anunciou que o primeiro clipe de seu próximo álbum, Man Of The Woods, será lançado no dia 5. A faixa “Filthy’” ganhará um vídeo dirigido por Mark Romanek, que trabalhou com o cantor em “Can’t Stop the Feeling”.

O cantor revelou também uma possível arte da capa do álbum em seu Instagram. Timberlake anunciou que o álbum será promovido por mais três clipes, que serão lançados semanalmente a partir do dia 18 de janeiro. O cantor revelou também que o álbum contará com participações de Neptunes, Timbaland,

Alicia Keys e Chris Stapleton. Man Of The Woods será lançado no dia 2 de fevereiro. Dois dias antes do lançamento do álbum, Timberlake fará o show no intervalo do próximo Super Bowl. O cantor se apresentou em setembro no Rock In Rio. Cantor vencedor de seis prêmios Grammy, Justin Timberlake começou sua carreira no Clube do Mickey, integrou a boy band N’Sync e, a partir de sua estreia solo, Justified (2002), começou a ser respeitado no meio musical. Hoje, é um nome crescente no cinema.


TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018 DIVERSÃO&ARTE 3 Ontem, com uma reprise, foi ao ar o último “Mulheres” apresentado pela Cátia Fonseca na Gazeta. A partir de 1º de fevereiro ela irá se entregar aos trabalhos de montagem do seu novo programa na Band.

FLÁVIO RICCO - colaboração: José Carlos Nery - www.twitter.com/flavioricco

Amaury Jr. virou o ano trabalhando no novo programa

Como é a vida 1

Está circulando nas mídias sociais um vídeo destacando as mais importantes conquistas do Santos, do seu “ataque mágico”, Dorval, Mengalvio, Coutinho, Pelé e Pepe. A narração é do próprio Pepe, com as participações do saudoso narrador Luiz Noriega e do jornalista Clóvis Rossi.

A

maury Junior está trabalhando direto na montagem do seu novo programa da Bandeirantes. A estreia, já com chamadas no ar, está confirmada para o dia 27, às 23h30, com duas horas e meia de duração. As festas e viagens serão mantidas como pilares principais, mas com toda uma produção em cima delas, acrescentando novidades a um tipo de trabalho que o próprio Amaury lançou e veio a consagrar. Ao lado disso, quadros como o “Passaporte”, onde o seu convidado, ao receber um celular de presente, irá registrar momentos de uma viagem. Uma mostra da visão do turista normal sobre qualquer destino.“Adivinhe quem vem para jantar?” será outro, sempre criando certo mistério envolvendo a participação do convidado que irá experimentar um prato temático. Por exemplo, o “Fool’s Gold”, lanche preferido do Elvis Presley. E também o “Meu Bairro”, título de trabalho, mas que irá visitar bairros conhecidos, como Ipanema no Rio ou Mooca em São Paulo, com seus bares, restaurantes, os moradores mais emblemáticos etc. A vontade de fazer um trabalho interessante e diferente para o público é muito grande.

TV TUDO Em “Deus Salve o Rei”, que vem aí na Globo, está sendo ampliado o uso da computação gráfica, chegando a limites nada usais na produção de novelas no Brasil. Várias das suas cenas estão sendo gravadas sem cenários, só com os seus atores em cena. Algo que está sendo visto por todos os setores envolvidos como um grande desafio.

Como é a vida 2

C’est Fini Apesar dos problemas que “Apocalipse” vem encontrando, nem passa pela cabeça da direção da Record parar com as novelas religiosas. E se houver mesmo a decisão de extinguir um horário, só elas, as religiosas, é que irão continuar. Ficamos assim. Mas amanhã trem mais. Tchau!

Num determinado trecho, Clóvis Rossi fala na delícia que seria, existissem naquela época os recursos de hoje, “tapes, filmes e histórias em torno das grandes conquistas do Santos”.Pior é lembrar que o pouco que existia, quando diretor da Tupi e por não gostar de futebol, J. Silvestre mandou apagar. Determinou que as fitas fossem liberadas para gravação de novelas.

Bate-rebate

Toda a questão

O capítulo Baccei, mais tranquilo, resta apenas ser formalizado. É um homem da casa, já ambientado com as suas intempéries e que poderá vir a ser importante nessas funções, por ser alguém formado na área. Quanto a Copa da Rússia, aí sim, está tudo mais complicado. A Band não tem resolvido o empecilho das garantias que deverá oferecer para viabilizar a sua transmissão. O problema é se ainda irá conseguir. O tempo está jogando contra.

A patrulha em cima do que se faz, se diz ou deixa de dizer e de como alguém se comporta ou deixa de se comportar está conseguindo superar todos os limites do suportável. O mundo está ficando chato demais. O Ratinho falou o que pensa. E daí? Concordar ou discordar faz parte do jogo. Pessoalmente acho que ele perdeu uma excelente ocasião de ficar quieto. E só. Fora isso, aí sim, se deve condenar qualquer tipo de exagero.

Ratinho postou um vídeo nas redes sociais expressando sua surpresa com a quantidade de gays nas novelas da Globo. Tem “até em filme de cangaceiro”. Pau em cima dele. De xingar a mãe a jurar de morte teve de tudo um pouco. Precisa?

Foto/SBT

Experiência única

Mundo esquisito

E aí?

Neste domingo, no “Programa Silvio Santos”, serão exibidas pegadinhas inéditas da escada rolante. É mais uma edição. Já existiram duas. As primeiras tinham uma mulher atraente, Vivi Fernandez, e um galã, Moreno Nunes, paquerando pessoas no sentido contrário. As de agora, serão um anão, uma senhora e dois senhores de idades avançadas. (A atriz Gell Correa em uma das suas paqueradas).

Então é o seguinte: E por acontecer... Os dois que, hoje, mandam na Band, o dono Johnny Saad e o vice André Aguero, tiraram essas duas últimas semanas para descansar. De acordo com o pessoal de lá, a partir de segunda-feira, as coisas devem começar a acontecer.

O que se tem como dois assuntos importantes, em se tratando de Band, para esses próximos tempos são:

1º - a oficialização de Mário Baccei como novo homem forte do comercial e; 2º - a definição da questão Copa do Mundo.

·Fátima Bernardes e o namorado encontraram um jeito de neutralizar a ação dos “paparazzi”... ·... Eles mesmos têm se encarregado de espalhar suas fotos nas redes sociais. ·William Bonner e a nova namorada, um pouco mais comedidos, não deixam de fazer o mesmo... ·... E assim vamos, com o dólar caindo e subindo. ·Também só a partir da próxima semana serão intensificados estudos para a montagem de uma programação para a TV Bandeirantes SP... ·... O decidido até agora é que uma hora do novo programa da Cátia Fonseca será para o mercado paulista. ·Os contratos que a Band tem com vários compradores de horários é que ainda travam muita coisa... ·... A maioria deles não se encerra antes de fevereiro e março. ·O SporTV está se valendo da Copa São Paulo para testar novos valores, mas, por enquanto, só nas reportagens... ·... Os narradores e comentaristas continuam sendo os mesmos.

HORÓSCOPO ÁRIES - (21/3 a 19/4) – O dia pode começar tenso e você deve controlar suas reações para evitar conflitos. A dica é manter o bom humor e usar a criatividade para contornar os desafios. Praticar um esporte pode ser muito bom para aliviar o estresse: experimente! O astral será mais leve a partir da tarde e será mais fácil fazer acordos. TOURO – (20/4 a 20/5) – O convívio com a família vai exigir mais jogo de cintura pela manhã, mais ainda se você trabalha em parceria com parentes. Evite impor as suas vontades: saiba negociar e ceder. Há chance de faturar uma grana extra à tarde. Boa fase para quem planeja mudar ou reforçar a casa.

Não deixe a família interferir demais na sua vida amorosa. GÊMEOS – (21/5 a 21/6) – Convém ter cuidado com fofocas e mal-entendidos no trabalho. Procure adiar assuntos delicados ou, se não for possível, escolha bem as palavras para evitar confusões. CÂNCER – (22/6 a 22/7) – Os astros recomendam mais atenção com as finanças. É melhor não contar demais com a sorte. Evite gastar com supérfluos e não arrisque seu dinheiro em apostas. Se quer aumentar seus ganhos, mergulhe no trabalho e use a criatividade para faturar mais. A paixão está no ar. Mas cobranças e atitudes possessivas podem atrapalhar a conquista ou abalar o romance. Controle o ciúme, valeu?

LEÃO – (23/7 a 22/8) – Briga em família pode afetar o seu humor no início do dia. Tente fugir de discussões e evite atitudes autoritárias. No trabalho, explore seus pontos fortes e mostre do que é capaz. VIRGEM – (23/8 a 22/9) – Ouvir mais e falar menos é a dica do dia para você. O céu alerta que pode ter problemas com fofocas ou intrigas. Então, guarde seus segredos a sete chaves e tenha cautela para não deixar escapar nenhuma informação sigilosa no trabalho. Se quiser desabafar, procure alguém da família. Atração inesperada pode mexer com as suas fantasias. LIBRA – (23/9 a 22/10) – Misturar amizade com dinheiro pode trazer prejuízos

para o seu bolso. Os astros aconselham a não emprestar grana nem fazer acordos financeiros com conhecidos, ok? No trabalho, trabalhar em equipe será muito produtivo e pode render ideias superinovadoras. Aceite convites da turma para sair e se divertir. Conhecer gente nova vai animar as paqueras. Companheirismo total no romance. ESCORPIÃO – (23/10 a 21/11) – Você vai lutar com unhas e dentes para conquistar o que deseja. Sua determinação será invejável, mas é importante controlar a impaciência para não se desentender com os outros. Cuidado com atitudes autoritárias e excesso de franqueza, ok? Há boa chance de conquistar uma promoção ou aumento.

Pessoas influentes e bem-sucedidas vão atrair você na paquera. SAGITÁRIO – (22/11 a 21/12) – Seja generoso com seu amor, claro, mas não prometa o que nunca irá cumprir! Aspectos arrevesados de Júpiter indicam tendência a excessos e a exageros. A Lua promete sensibilidade nervosa e difícil. Afaste-se de alguém muito crítico, CAPRICÓRNIO – (22/12 a 19/1) – Uma amizade ou parceria de trabalho pode enfrentar problemas no início do dia e há risco até de cortar relações com alguém. Evite tomar decisões de cabeça quente: espere a poeira baixar. Será mais fácil conversar e esclarecer as coisas à tarde. Pode ganhar uma grana inesperada.

AQUÁRIO – (20/1 a 18/2) – Trabalho em equipe ou sociedade vai exigir mais paciência e jogo de cintura hoje. Será preciso conciliar as suas vontades com as dos outros se quiser evitar problemas. Acordos e parcerias devem fluir melhor à tarde. Será mais fácil atrair aliados. A dois, respeite as diferenças e faça planos para o futuro com seu amor. PEIXES – (19/2 a 20/3) -Tarefas e responsabilidades demais podem afetar o seu humor e não será fácil controlar o desejo de jogar tudo para o alto. Respire fundo e controle seus impulsos. Com disciplina e boa vontade, você consegue dar conta do recado. Pode ter imprevistos em uma viagem: evite excesso de velocidade. Ótima fase no amor.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br Atendimento feito pelo médico

Condição do produto muito cobiçado, como o iPhone 6 Não, em francês

Leviano O exame exigido pela Justiça

"Desenvolvimento", em BNDES

Seleção "(?) – Uma (abrev.) Lição de Estrutura Vida", do tutano filme de Roman Polanski Desamarrado

Tecido de sapatinhos de bebê

Recipientes recolhidos por garis Ingrediente do quentão (bras.)

Antigo altar hebreu para sacrifícios Poder, em inglês Ingênuo

Função de Boris Casoy na TV

A tartaruga, por sua locomoção "(?) É Carioca", sucesso de Tom Vegetal rasteiro vendido em placas

Inimigo do Capitão Gancho Via pública

"(?) Ching", livro Modo de proceder

Sufixo de "nazarena" Editores (abrev.) O vaso que não quebra (dito)

Código de ligações locais (sigla)

Caracteriza a produção do filme B (Fin.) Charles Dickens, romancista inglês Heitor Villa-(?): compôs "Uirapuru" 62

Solução

V

A

S T T

C O N S U L T A

G

R U A C I A L R

I

P E P O

A

R A P A R I C O N F I S C O

X S E M O S S O R G D

L

D E S A T A D O P E D I U

D C A N E L E V A N T E

O

C R E D U L O E

S

O R I

S B S I N C O P E A L

A T O A R A X N I

O

A N G

H E

T O S N A N I C O S D

A

C A N D I

BANCO

(?) mostarda, arma química

E

A oitava marcha do carro de F1

G E N G I B

rest”) como Reed e Kate, dois pais comuns, que começam a fugir do governo após descobrirem as habilidades mutantes de seus filhos Lauren (Natalie Alyn Lind, a Silver St. Cloud de “Gotham”) e e Andy (Percy Hynes White). Outros atores em destaque são Sean Teale, Jamie Chung, Coby Bell, Emma Dumont e Blair Redford,. A série recebeu uma encomenda de piloto na Fox depois de uma tentativa anterior de uma série dos X-Men, baseada no Clube do Inferno, não avançar na rede em 2016; The Gifted foi ordenada a série em maio de 2017.

(?) the rocks: o uísque com gelo

R

da uma promo do final da primeira temporada da série ‘The Gifted‘ The Gifted é uma série de televisão americana criada por Matt Nix para a Fox, baseada em propriedades dos X-Men da Marvel Comics. Ela está ligada à série de filmes X-Men, a segunda série de televisão a ser assim, depois de Legion. A série é produzida pela 20th Century Fox Television e Marvel Television, com Matt Nix servindo como showrunner. A série é estrelada por Stephen Moyer (“True blood”) e Amy Acker (a Root de “Person of Inte-

Supressão de fonema no interior da palavra

M

A

Fox renovou ‘The Gifted‘ para a 2ª temporada, fazendo o anúncio oficial da continuação da série dos X-Men durante o Winter 2018 TCA Press Tour. A renovação era incerta, após a série alcançar apenas 2,8 milhões de espectadores e uma classificação de 0,8 no grupo demográfico 18-49. Dado o declínio constante nas classificações desde a estreia (4,85 milhões de espectadores e 1,5 na demo de 18 a 40), ‘The Gifted‘ estava no grupo de risco de cancelamentos. Também foi divulga-

Designação da prostituta no NE

Etapa inicial da viagem turística Tirar o (?): usar pela primeira vez

2/on — or. 3/can — ddd — non. 4/tess. 6/angola. 7/síncope. 8/gengibre.

Série “The Gifted” garante segunda temporada para 2018

Os presidenciáveis de pouca expressão

General (abrev.) Ouro, em francês

Daniela Escobar, atriz gaúcha

Língua estudada por José de Anchieta

X-MEN

© Revistas COQUETEL

País africano de origem do kuduro Insurreição como a dos 18 do Forte (Hist.)

Suplicou; implorou Diâmetro (símbolo)

(?) da poupança, medida de Collor


4 DIVERSÃO&ARTE

TRIBUNAINDEPENDENTE

MACEIÓ - SÁBADO E DOMINGO, 6 E 7 DE JANEIRO DE 2018

“Os verdadeiros vencedores na vida são pessoas que olham para cada situação com a esperança de poder resolvê-la ou melhorá-la” FOTO BY CHICO BRANDÃO

O

Games aumentam miopia

número de casos de miopia está aumentando em todo o mundo e um dos principais fatores de risco é o hábito de passar horas diante do computador ou jogando games em frente à TV. O problema já alcança proporções epidêmicas em países como o Japão, com 70% de míopes, e a China, onde a incidência é de 60%. No Brasil, calcula-se que a dificuldade para enxergar de longe atinja 30% da população. Em especial as crianças.

Clean Express

O

s nossos amigos Henrique Dória e Daniel Cunha comunicam a abertura de mais uma unidade da Lavanderia Clean Express em Maceió. A nova loja está localizada na Avenida Dr. Antonio Gomes de Barros, na Galeria Vila Mar. Informações pelo telefone 3028-9750. Parabéns e sucesso, amigos!

N

o primeiro final de semana do ano, TopNews registra um casal que se destaca nas reuniões empresariais e sociais da cidade. Eles são Carol Tenório advogada do mais alto escalão, e Gustavo Tenório, juiz trabalhista que se destaca naquilo que faz. O casal recebeu 2018 na bela casa de praia na Barra de São Miguel. Eles acontecem como anfitriões perfeitos. TopNews aproveita para desejar um Feliz Ano Novo e que 2018 seja um ano de muita saúde, paz e realizações. Sucesso sempre amigos!

O

Filhos da Pauta para presidente

FOTO BY CHICO BRANDÃO

O

bloco Filhos da Pauta chega a mais um ano de desfile nas prévias carnavalescas de Maceió. O palco será novamente no histórico bairro do Jaraguá, durante a edição do “Jaraguá Folia” que acontecerá no dia 2 de fevereiro. Este ano a organização leva para a avenida o tema “FDP para Presidente” em alusão às eleições presidenciais que acontecem em 2018. A proposta é fazer com que as pessoas repensem seus conceitos quanto aos representantes que serão indicados por nós nas próximas eleições. Os vouchers que garantem o acesso aos abadás serão postos à venda a partir desta sexta-feira (5) com os organizadores do Filhos da Pauta e na Kaçuá Bolsas e Sapataria, localizada na Rua Quintino Bocaiúva, 745, na Pajuçara.

O

O

O

Imersão System

s amigos Eraldo e Fátima Tenório, Carlos e Vanessa Palmeira e Marigia Tenório Attard estão em Orlando, na Flórida, coordenando mais uma Imersão System. Cerca de 200 adolescentes embarcaram para Orlando onde irão viver a experiência mais importante das suas vidas, conhecendo os maiores parques temáticos do mundo e aperfeiçoando o inglês. A Imersão System é uma referência e conta com estrutura e profissionais ímpares. Parabéns, amigos, parabéns!

N

E

la é linda, dona de uma beleza marcante e internacional, ela sempre se destaca nos acontecimentos sociais e empresariais em nosso Estado. Ela se chama Carmosina Pereira Leite, uma amiga muito querida que entrou em 2018 no mais alto estilo, no Réveillon organizado pela sua tia Lisinha Pereira Leite e a empresária Leninha Machado. Carmosina comandou uma mesa super vip na bela noite. TopNews aproveita a oportunidade para desejar a esta grande mulher um Feliz Ano Novo, querida, que 2018 seja de muita saúde e realizações. Saudades, amiga!

Reciclar

E

m 2017, o Tribunal de Justiça de Alagoas encaminhou 5,8 toneladas de material reciclável para a Cooperativa de Recicladores de Lixo Urbano de Maceió (Cooplum), que funciona no bairro Jacarecica. Desde que o projeto foi implantado, em junho de 2016, foram entregues ao todo 10,8 toneladas de lixo. Além de contribuir com a preservação do meio ambiente, o TJ/AL ajuda na complementação de renda das 22 famílias associadas à cooperativa.

A

Favo de mel

coluna aproveita este final de semana para aplaudir e parabenizar os empresários José Maurício Cansanção, Alexandre Machado e Leninha Machado, eles que comandam com sucesso o tradicional buffet Favo de Mel, começam 2018 com grandes lançamentos no cardápio. A cozinha do Favo de Mel é uma referência em nossa cidade. Vale a pena conferir. Informações pelo telefone 3326-1636.

O

Mara Mac

este final de semana, a coluna TopNews e as empresárias Andréa e Moacira Cunha trazem para os nossos leitores um belo modelo verão’18 da consagrada grife Mara Mac. A coleção está linda e as nossas amigas poderão encontrar na Casa Moa, localizada na Avenida Deputado José Lages, Ponta Verde. Vale a pena conferir mais uma dica TopNews!

Maceió Verão muda o trânsito

este sábado (6), acontece a abertura do Maceió Verão 2018. Este ano o evento ocorrerá no estacionamento de Jaraguá e tem início marcado para as 16h. Para a realização da festa, o trânsito na região será modificado. A partir de 13h, agentes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) farão duas interdições. Os bloqueios serão coordenados por agentes da SMTT que vão auxiliar os motoristas nos locais. Os trechos serão liberados para o trânsito normal a partir das 23h. Fiquem ligados!

Bontempo

Casa Moa com

N

Ana Silva em alta

Restaurante Ana Silva, que já virou point em nossa cidade, começa 2018 com grandes novidades em sua gastronomia. Localizado na Avenida Sandoval Arroxelas, Ponta Verde, a chef Ana Silva, juntamente com seu filho Pedro Silva estão esperando você para se deliciar com o almoço e café regional. Em breve, a casa anunciará novidades. Aguardem!

Maria Antonieta

s empresários Leopoldo, Dedé e Breno Gama, que comandam com sucesso o consagrado Maria Antonieta Restaurante, começam o ano de 2018 dando prosseguimento à culinária perfeita, atendimento excepcional, além de uma adega que dispensa comentários e faz com que o restaurante seja uma referência na gastronomia do NO/NE. A casa está com grandes novidades. Feliz ano novo amigos, vocês merecem todo sucesso do mundo. Parabéns!

Vermelho e preto

Réveillon acabou e o carnaval está aí. Na programação, os tradicionais bailes, entre eles o Vermelho Preto, que acontece no próximo dia 25, na Acrópole Hall, com orquestra de Wilma Araújo e grupo maria Bateria. A festa este ano tem assinatura de Mamá Omena e DJ Peixe. Garanta já o seu ingresso.

N

este início de 2018, os empresários Alexandre e Tatiana Morais convidam toda a nossa sociedade para conhecer os belos ambientes que estão montados no showroom da loja, que está localizada na Rua Mário de Gusmão, Ponta Verde. Os belos ambientes dos móveis Bontempo deixarão a sua casa o espaço dos seus sonhos. Convidamos os nossos amigos para conhecer as novidades da marca. Vale a pena conferir!

Camarote Palato

Camarote Palato, espaço mais disputado nas prévias carnavalescas de Maceió, chega a sua 7ª edição em 2018. Um ambiente exclusivo na orla de Pajuçara à beira do famoso desfile Pinto da Madrugada, no dia 3 de fevereiro. O Camarote conta com estrutura especial e serviço all inclusive de comidas e bebidas. Este ano, além de acompanhar a passagem dos blocos, os convidados do Camarote Palato vão curtir a apresentação da Seresta da Pitanguinha, e a atração tão aguardada e querida pelos alagoanos: Netinho! Um dos principais nomes da música baiana, retorna a Maceió para seu primeiro show na cidade após sua volta aos palcos, e também sua primeira apresentação no Carnaval 2018.


ANO 6 |332

Plus!

ZIK

CELEBRATION: COBERTURA COMPLETA

DO YOU SPEAK

ENGLISH? A NECESSIDADE DE SER BILÍNGUE

O jornalista Gernand Lopes (aluno da escola de idiomas) é um dos personagens da campanha “Vem Ser Wizard” – Nação Bilíngue


EDITORIAL Formadores de opinião do calibre do jornalista Gernand Lopes (nosso cover boy) – apresentador do programa Fique Alerta na TV Pajuçara – estrelam a Campanha #Vem Ser Wizard! Mas não como meros garotos-propaganda e sim como verdadeiros usuários do serviço, tendo em vista que todos são alunos da Wizard. “Criamos este bordão, onde dois conceitos fortes estão inseridos: o ato de convidar para ser parte de uma das maiores e melhores escolas de idiomas do país e, também, o conceito de vitória, que simboliza a quebra de barreiras, a conquista de novos idiomas, o conhecimento de novas culturas e a liberdade de ser parte do mundo e não somente do Brasil: Vencer é Wizard – Vem Ser Wizard”, explica o publicitário Igor Meda – da agência de publicidade Tengu, que criou a campanha. Claro que tudo isso tinha que virar capa e recheio da primeira edição de 2018... A sessão Beauty fala de make, mas de forma muito luxuosa, já que a Clinique e o designer Jonathan Adler coassinam uma coleção de edição especial e limitada que traz produtos lindos, tanto no design quanto nos benefícios que trarão para você. Desde a embalagem glamorosa até a cor ousada, esses tesouros de beleza certamente tornarão a rotina de maquiagem mais divertida e elegante do que nunca. “Minha coleção para Clinique é para as mulheres que querem aumentar seu fator de glamour para onze”, diz Jonathan. Inspirado em alguns de seus destinos de viagem favoritos - Capri, Palm Beach e Santorini cada produto o transporta instantaneamente para as praias mais luxuosas do mundo e ainda adiciona um toque de glamour no dia-a-dia. Com os padrões geométricos icônicos de Jonathan e as cores irresistivelmente ousadas da Clinique, esta coleção desejo captura o espírito de luxo e a assinatura divertida de Clinique e Jonathan Adler. Agora, antes de tudo, senta num sofá, ponto de encontro da família e amigos, é onde as conversas e risadas são compartilhadas. Para deixar esse ambiente ainda mais feliz, o conforto é primordial, assim como a beleza do móvel que é considerado o protagonista da decoração. Dentre os inúmeros formatos, materiais e cores, o arquiteto Marcelo Rosset dá algumas dicas importantes na hora de escolher o modelo ideal para seu ambiente. A primeira delas diz respeito ao momento da compra. O profissional recomenda que, além de sentar no móvel, você fique atento à densidade da espuma, ao tipo de revestimento e as costuras do estofamento. Estas características indicam a qualidade e o conforto da peça. Outra dica: “Se você quer um modelo para a sala de TV, dê preferência para os sofás mais profundos e com encosto de cabeça mais alto. As versões em L, desde que usada sem atrapalhar a circulação, também são ótimas para home theaters porque permitem que o usuário se esparrame confortavelmente”, completa... Isso é Tudo!

James Silver editor

Presidente - José Paulo Gabriel dos Santos Dir. Adm/financeiro - Flávio Miguel Peixoto Editor Geral - Ricardo Castro Dir. Comercial - Marilene Canuto Comercial: 082.3311.1330 Redação: 082.3311.1328

James Silver | Editor especialmente convidado Marcelle Limeira | Assistente de produção Diagramação | Jonathan Canuto

make

2 | Maceió - Domingo, 07 de Janeiro de 2018 | Tribuna Independente

BEAUTY

DIVERTIDA

EMBALAGEM GLAMOROSA ASSINADA POR JONATHAN ADLER MARCA NEO COLLECTION CLINIQUE EDIÇÃO JAMES SILVER FOTOS DIVULGAÇÃO

Pop ™ Lip Color + Primer (R$ 85,00) Clinique + Jonathan Adler é inspirado na Collection ‘Globo’ de Jonathan, que são cúpulas coloridas de joias acrílicas e de latão para sua casa. Cada uma das seis cores apresenta um detalhe de acrílico em forma de cúpula em cima da tampa e o padrão geométrico de assinatura de Jonathan gravado em torno do tubo

Luxe Brush Collection (R$ 85,00) Clinique + Jonathan Adler apresenta quatro pinceis cor-de-rosa fúcsia de edição limitada alojadas em uma bolsa de fecho de correr com padrões de coordenação perfeita para todos os destinos. Inclui um pincel de pó, pincel de blush, pincel de sombra de olho e pincel de sobrancelha

NECESSÁIRE No verão maioria das pessoas deixam o cuidado com a pele de lado para aproveitar as férias, mas a luz solar pode causar queimaduras, envelhecimento precoce, danos oculares e debilidade do sistema imune. A Kosmein apresenta cinco produtos para o rosto da sua linha de hidratação profunda e prevenção de sinais do tempo, a RLMT2. Esses produtos são Sabonete Espuma Cremosa (55ml) que garante limpeza, frescor e sedosidade; Água Demaquilante (60ml) que promove a eliminação total de resíduos; Creme Esfoliante (15g); Loção Tônica (60 ml) com sua propriedade calmante que hidrata a pele dando a sensação de bem-estar e maciez; e o Creme Restaurador (15g), que aumenta a maciez, hidratação, firmeza e luminosidade da pele, além de diminuir em mais de 9,1% rugas faciais, se utilizado por 28 dias consecutivos. Toda a hidratação que você precisa dentro de forma compacta para te acompanhar em todos os caminhos, trazendo o cuidado que sua pele merece de uma forma eficiente.


Tribuna Independente | Maceió - Domingo, 07 de Janeiro de 2018 | 3

DECOR Sofá 2 Lugares Retrô Zap Amarelo (R$ 1129,99) Mobly para Casas Bahia. Medidas: 1,30 x 0,69 x 0,79 m (largura x altura x profundidade) Cavalete Sertanejo Tok&Stok em parceria com o escritório Fogo Design que trazem um design primoroso com consciência socioambiental, produzidos com madeira maciça (Algaroba) de reflorestamento, tingida com aplicação de verniz e assento em couro caprino

Banco Baixo Sertanejo Tok&Stok em parceria com o escritório Fogo Design com traços marcantes, que resgatam o feito à mão nordestino e a memória afetiva familiar

SENTA SOFÁS E BANCOS: PROTAGONISTAS DA DECORAÇÃO EDIÇÃO JAMES SILVER FOTOS DIVULGAÇÃO

Sofá Surfaces by Marcus Ferreira para Decameron. Medidas: 3,40 x 0,95 x 0,67 m (largura x profundidade x altura)

Sofá C10 assinado por Marcus Ferreira para Carbono. Medidas: 2,60cm x 0,86cm x 0,66cm.

Sofá Ana assinada por Paulo Alves para DonaFlor Mobília. Medidas: produto modular (medidas variam de acordo com a composição).

Sofá Aston da Adendo. Medidas: 2,20 x 0,80 x 0,85m – (largura x profundidade x altura)


4 | Maceió - Domingo, 07 de Janeiro de 2018

CAPA

| Tribuna Independente

O jornalista Gernand Lopes (aluno da escola de idiomas) é um dos personagens da campanha “Vem Ser Wizard” – Nação Bilíngue

A NECESSIDADE de ser

BILÍNGUE O JORNALISTA GERNAND LOPES (E OUTROS INFLUENCERS) SÃO PERSONAGENS DA CAMPANHA “VEM SER WIZARD” – NAÇÃO BILÍNGUE DA REDAÇÃO FOTOS ARNALDO MEDEIROS

Formadores de opinião do calibre do jornalista Gernand Lopes – apresentador do programa Fique Alerta na TV Pajuçara – estrelam a Campanha #Vem Ser Wizard! Mas não como meros garotos-propaganda e sim como verdadeiros usuários do serviço, tendo em vista que todos são alunos da Wizard. “Criamos este bordão, onde dois conceitos fortes estão inseridos: o ato de convidar para ser parte de uma das maiores e melhores escolas de idiomas do país e, também, o conceito de vitória, que simboliza a quebra de barreiras, a conquista de novos idiomas, o conhecimento de novas culturas e a liberdade de ser parte do mundo e não somente do Brasil: Vencer é Wizard – Vem Ser Wizard”, explica o publicitário Igor Meda – da agência de publicidade Tengu, que criou a campanha. A Wizard é a maior escola de idiomas do mundo. Além de estar presente em todos os estados brasileiros, com mais de 1.200 escolas, ainda leva o aprendizado de idiomas para os Estados Unidos, Japão, Costa Rica e Paraguai. São mais de 500 mil alunos matriculados nos cursos de inglês, espanhol, francês, alemão, italiano, japonês, chinês ou português para estrangeiros. Ciente de que pode levar as pessoas aonde elas sonham chegar, a Wizard selou um compromisso: transformar o Brasil em uma #nacaobilingue! Contando com uma metodologia exclusiva, você conquista um certificado internacional em dois anos ou a Wizard oferece aulas gratuitas para você chegar lá. Só quem confia tanto no próprio ensino e no sonho de um Brasil melhor pode selar um compromisso do tamanho de uma nação. Com um método de ensino exclusivo, a Wizard possui infraestrutura apropriada para cada etapa do aprendizado: salas de aula tematizadas, área de convivência que estimula a conversação no idioma e biblioteca para estudo e pesquisa. Já para as crianças, o ambiente é diferenciado e promove o aprendizado de forma lúdica. Além de ser referência pela qualidade do ensino e grande número de unidades, a Wizard também se destaca pela conquista de importantes prêmios e certificados no segmento em que atua. Entre eles está o selo de excelência em Franchising, conquistado seis vezes consecutivas (2011 até 2016). Além de filmes (estrelados pela blogger Marina Ferrari), a campanha conta com folheteria e outdoors protagonizados por formadores de opinião, a exemplo de Galisteu, James Silver (com seu filho, Vinicius) e Gernand Lopes. Na intenção de fixar a campanha que já estará acontecendo nos cinemas, os outdoors com a digitais influencers trazem alguma frase de efeito da sua área ou com seus filhos.


Tribuna Independente | Maceió - Domingo, 07 de Janeiro de 2018

|5

CAPA

MODA

O VINTAGE É... ...A APOSTA DO EYEWEAR COM LENTES COLORIDAS, FLUTUANTES E ARMAÇÕES SINUOSAS

DA REDAÇÃO FOTOS DIVULGAÇÃO

O jornalista James Silver – famoso pelos posts TalPaiTalFilho – ao lado do herdeiro Vinicius aparece na folheteria e outdoors da campanha

De olho nas tendências, a Chloé, grife referência mundial em moda e acessórios, lançou sua coleção inspirada no vintage, estilo que se recicla constantemente e não sai de moda. A coleção eyewear de 2018 propõe o luxo moderno para o rosto, um jeito despojado de tornar os óculos a peça-chave do look. O novo conceito Poppy foi adicionado pelo olhar sofisticado da marca na coleção, que é composta por linhas modernas, aos icônicos detalhes Chloé para formar um estilo inovador e elegante. As técnicas artesanais e a tecnologia formaram acabamentos com brilho, para dar um toque retrô e, ao mesmo tempo, contemporâneo. O dourado e o marrom foram as tonalidades escolhidas pela marca para a nova linha e marcam presença em todos os modelos, solares (com proteção contra raios UVA e UVB) e de receituário.

CE133S 211 (R$ 1.590,00) Chloé para FluLook: borboleta oversized – parte da família Poppy – combina o estilo vintage e o design leve à originalidade, por meio de um elegante fio de metal que adorna as lentes. Inspirado no design e estilo dos anos 80, este modelo é decorado com folhas de metal aplicadas à mão. As lentes flutuantes – anexadas com um fio de nylon fino – adicionam leveza a este modelo. As armações são complementadas com lentes tradicionais e lentes de acabamento espelhado. Preço sugerido:

A blogger Marina Ferrari estrela filmes da campanha exibidos em salas de cinema e redes sociais

CE134S 791 (R$ 1.720,00) Chloé para FluLook: clássico estilo aviador feminino é reinterpretado de uma forma amplamente elegante, com um desenho sinuoso e contemporâneo. O icônico modelo Carlina é atualizado com lentes espelhadas coloridas, enquadrado e mantido no lugar por uma espiral que realça o brilho das hastes douradas. Cada uma das pontas de acetato tem acabamento feito com um novo corte em forma de gota. Disponível em dourado/Havana com lentes azuis brilhantes, dourado/Havana com lentes acastanhadas e dourado/mármore, com lentes cor de pêssego


zik

6 | Maceió - Domingo, 07 de Janeiro de 2018

| Tribuna Independente

zenitaalmeida@gmail.com

Bruno de Luca deu uma pausa no programa “Vai pra onde?” do Multishow e desembarcou em Maceió para curtir a virada de ano no Réveillon Celebration

RÉVEILLON

CELEBRATION Antonio Rafaski

A produtora do badalado Camarote Salvador, Stefânia Brito, comemorou a chegada de 2018 com o marido Alan Sales no Réveillon Celebration. Ela, que integra a equipe de marketing da Premium Entretenimento, esteve presente nos cinco dias de festa da Celebration Week em Maceió

Com o tema “O Brasil celebra aqui”, o Réveillon Celebration 2018 apresentou um novo conceito em festas de alto padrão e trouxe parcerias de peso para proporcionar grandes atrações e a melhor experiência para festejar o Ano Novo. A Premium Entretenimento, referência na promoção do badalado Camarote Salvador, e a Luan Promoções e Eventos, uma das maiores empresas do show business nacional, se uniram ao CEO da Celebration Entretenimento, Sérgio Feitosa, para proporcionar cinco dias inesquecíveis que agitaram a cidade de Maceió na melhor época do ano: Celebration Phoenix Boat, Sururu, Carpe Vita, Garota White e Réveillon Celebration. São as três maiores produtoras de eventos do Nordeste, juntas, para a festa da virada que aconteceu em Maceió o destino mais desejado do Brasil. Confira as fotos da festa mais badalada da virada do ano:

Diogo Ordinário

A ex-panicat Carol Narizinho apostou no tradicional branco para curtir o Réveillon Celebration e uniu a cor com a tendência da transparência, que bombou em 2017


Tribuna Independente | Maceió - Domingo, 07 de Janeiro de 2018

zik

|7

Dayana Tenório, Maria Eunice Queiroz, Isabela Queiroz, Bruno Tenório

DJ Alexauen

Ernesto Souza

DJ Pitão e Jaqueline Machado

Flávia Viana atriz e campeã da Fazenda

Xande Aviões do Forró

Gustavo Lima


Edição número 3057 - 6 e 7 de janeiro de 2018  
Edição número 3057 - 6 e 7 de janeiro de 2018  

tribunaindependenteediçãodigitaltribunahoje

Advertisement