__MAIN_TEXT__

Page 1

tribunadovale.com.br

www.

R$ 1,50

25

TERÇA-FEIRA

Ano XXV - EDIÇÃO - Nº 4183 - 27 OUTUBRO DE 2020 Diretor: BENEDITO FRANCISQUINI

Anos

NOVO MODELO

Oito municípios da região terão colégios cívico-militares O programa de implantação de colégios cívico-militares beneficiará escolas de oi to m unicípios da região. A iniciativa, do governo do Paraná, teve o anúncio ontem (25), quando o governador Ratinho Júnior (PSD) deu mais detalhes s obre a i mp l emen -

tação do projeto. Entre os municípios que compõe a Amunorpi (Associação dos Municípios do Nor te Pioneiro) o programa será implantado em Cambará, Carlópolis, Ibaiti, Ja ca rez i n h o , R i b ei rã o Cl a ro , R i b ei rã o do Pinhal, Santo Antônio da Platina e Siqueira C am po s

„ PÁG. A4

Lançamento do programa dos colégio cívico-militares foi feito ontem pelo governador Ratinho Júnior

PINHALÃO

Secretário de Agricultura recebeu auxílio emergencial

U ma si t u a ç ã o verg o nho s a , q ue vem s e ndo de nunc iada e m tod o paí s, a g o ra ex p õ e o s ec ret á ri o d e Agr ic ult ur a da Pre f e i t u r a d e Pi n ha l ã o , M a uro B ra vo B a ena, que apare c e na lis t a do s be n e f i c i ári o s do aux í l i o em ergenc i al do gove rno f e de ral, te n d o re c e b i d o q u a t ro pa rc e l a s d e R $ 6 0 0 , to t a l i z a n d o R $ 2 .4 0 0 . El e te m p ro p ri ed a d es na c i d a d e e f oi c om e rc iante , e desd e j u n h o res p o nd e p el a pa s t a d a A gr ic ult ur a, te ndo s ido n o me a d o pe l o p refei to Serg i o I ná c i o Rodr igue s . Ele não s e

enquadra no per fil apto a se beneficiar de um programa volt ado às f am ílias e m s it u a çã o d e a l ta vu l n era b i l i d a d e p o r c ont a da pande m ia de c oro n a ví ru s. N o extra to vi n cu l a d o n o Por t al da Tr ans parê nc ia da Ca i xa E co n ô mi ca Fed era l , a g en te re s pons áve l pe lo pagam e n to d o b en efi ci o , a pa recem q u a tro pa rc e l a s , a p r i m e i r a pa g a e m a b r i l , a s e g u n d a e m m a i o , a te rc e ir a e m julho e a quar ta em a g o sto . P ro cu ra d o p el a repor t age m Bae na c onf irm ou o receb i men to .

„ PÁG. A4

Fotografe o QR code ao lado

PÁG. A4 e acesse a página do site do

seu jornal TRIBUNA DO VALE

TEMPOHOJE Santo Antônio da Platina / PR

Máx 37º Mín 21º

VENDAS ASSINATURAS (43) 3534.4114

Envie Pautas, Fotos Sugestões e Vídeos para o whatsapp da PÁG. A5DO VALE TRIBUNA (43) 3534-4114

POR UMA PRÁTICA SUSTENTÁVEL RECICLE. PASSE ESTE JORNAL


TERÇA-FEIRA, 27 OUTUBRO DE 2020

A-2

Opinião. E DITORIAL

As profissões do futuro estão chegando Investigador ou cientista de dados, gerente de frota de veículos autônomos (sem motorista), alfaiate digital (que tira medida de roupas pela internet em lojas), operador de drone, analista de computação quântica, construtor de realidade aumentada, oficial de diversidade e mais uma centena de nomes curiosos e até esquisitos são as profissões do futuro, segundo estudo da multinacional norteamericana de tecnologia Cognizant. A empresa tem uma lista das 21 profissões que podem se consolidar até 2028. E diz que uma parte delas já está aparecendo, outras virão e, possivelmente, algumas nem s e c oncretizarão em função do avanço e mudanças na tecnologia. Aquilo que, durante década, foi ficção e futurologia científica – como o desenho televisivo de Os Jetsons - está presente em nossa

área de convivência. Para nós que somos do tempo em que o curso de datilografia era importante – com direito a formatura festiva – é o admirável e assustador mundo novo. Máquina de escrever tornou-se peça de museu e os primeiros computadores também. Hoje vivemos a era em que os aparelhos tecnológicos “conversam” entre si e executam com mais regularidade e desempenho as funções antes executadas manualmente pelo humano. Nas últimas duas décadas presenciamos o grande salto onde a tecnologia colocou numa mesma linha a TV, o rádio, o telefone, o computador e, por fim, os aparelhos eletro-ele tronicos industriais e domésticos. Hoje muitos deles são acionados pelo smar tphone, transformado em controle remoto universal e cada dia mais abrangente.

Com tudo isso disponível, tornou-se mais eficiente o traba l h o e m h o m e - of f i c e – q u e a emergência da Covid 19 tornou-se obrigatório – e uma série de outras atividades. Mas isso é só o começo. As indústrias já viveram a robotização e não param de evoluir. Obras artesanais tornam-se cada dia mais raras, sendo exclusivas e caríssimas. Em compensação, o mesmo trabalho executado por máquina, em escala, tende a ganhar preços módicos. É, também, uma forma de colocar o desenvolvimento a ser viço de um maior numero de países, l ocalidad es e indivíduos. É uma onda mundial que não tem volta. O tempo da vida no rancho de criação de gado e dos trabalhos artesanais na perifeira das cidades já ficou na História. Está presente apenas no cinema e na literatura. A nova realidade é presente. É

preciso que as legislações sejam atualizadas para acolher essa formidável mudança. Não podemos, no Brasil, continuar com a legislação trabalhista octogenária da Era Vargas. As primeiras mudanças já aconteceram ainda no governo Temer, Mas carecemos de mais atualizações que sirvam tanto aos interesses de patrões quanto de empregados. Aquele Estado paternalista e controlador de sindicatos – que se perderam na atividade político-ideológica em vez de atentar para as mudanças em curso – não têm mais raz ão de existir. Os sindicatos, se quiserem sobreviver, têm de focar exclusivamente no associado e prestar-lhe serviços que compensem o valor da mensalidade paga. Do contrário, não sobreviverão ao novo tempo. A roda do progresso costuma atropelar os que não a assimilam.

A RTIGO

O mal não prevalecerá longevidade e perspectivas na oncologia As campanhas como Outubro Rosa e Novembro Azul têm o papel essencial de alertar a população para as doenças oncológicas. A informação é uma ferramenta muito importante para um diagnóstico cada vez mais precoce nessa área, o que é fundamental para o alcance de resultados positivos. O número de pessoas acometidas com algum tipo de câncer deve crescer nos próximos anos tanto no Brasil como no mundo. O aumento pode ser creditado por vários fatores como o envelhecimento da população, crescimento do diagnóstico, quando um maior número

de pacientes p rocura o s sistemas de saúde, entre outros. As projeções do Instituto Nacional e Câncer José Gomes da Silva (Inca) estimam a ocorrência de 625 mil casos novos da doença no triênio 2020-2022, e 450 mil excluindo os casos de câncer de pele não melanoma (177 mil registros). Em seguida, vêm os cânceres de mama e próstata, ambos com expectativa de 66 mil diagnósticos no período. O levantamento do instituto prevê ainda 41 mil ocorrências de câncer de cólon e reto, 30 mil de pulmão e 21 mil de estômago. No mundo, o câncer já se tornou o principal problema

O Diário da nossa região - Fundado em agosto de 1995 Tv Editora e Gráfica Eireli CNPJ 28.454.259/0001-21 Matriz: Rua Major Infante Vieira, 36 - Vila São José Santo Antônio da Platina, PR Fone/Fax: 43-3534.4114 Vendas Assinatura Anual R$ 150,00 Semestral R$100,00

de saúde pública e figura entre as quatro causas de morte mais frequentes antes dos 70 anos de i dade. Um diagnóstico de um tumor oncológico não é uma sentença de finitude. Muito pelo contrário. Os pacientes brasileiros já podem ser diagnosticados e tratados com procedimentos e medicamentos usados em países desenvolvidos. O sistema de saúde pública conta com uma rede de atendimento que, apesar das dificuldades, consegue prestar assistência a uma parcela significativa da população. Cientistas de todo mundo têm realizado estudos na busca de novos medi-

Diretor Responsável Benedito Francisquini - MTB 262/PR tribunadovale1@gmail.com tribunadovale@uol.com.br

Diagramação Priscila Simões Impressão e Fotolito EDITORA TRIBUNA DO VALE Fone/Fax: 43-3534.4114

camentos e procedimentos cada vez menos invasivos. A nanotecnologia é um dos exemplos, assim como a imunoterapia e a terapia alvo. Se por um lado teremos um crescimento do número de casos oncológicos, também estamos aumentando as possibilidades de uma abordagem mais ampla e com melhores resultados. Concomitantemente, a população informada tem condições de reduzir os fatores de risco que podem levar às doenças oncológicas. No caso do câncer de pele, evitar a exposição demasiada ao sol e aplicar protetor solar são atitudes para ensinar as

Projeto Gráfico Nilton Magalhães JMB COMUNICAÇÃO Fone: 61-3544.1107 | Fone: 61-99300.9675 Circulação: Abatiá | Andirá | Arapoti | Bandeirantes | Barra do Jacaré |Cambará Carlópolis | Conselheiro Mairink | Figueira | Guapirama | Ibaiti Itambaracá | Jaboti | Jacarezinho Jaguariaíva | Japira | Joaquim Távora Jundiaí do Sul | Pinhalão | Quatiguá | Ribeirão Claro Ribeirão do Pinhal | Salto do Itararé |Santana do Itararé Santo Antônio da Platina | São José da Boa Vista | Sengés Siqueira Campos | Tomazina Wenceslau Bráz.

* Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

crianças. O uso de tabaco é o principal fator de risco para pessoas com câncer de pulmão e esse é um vício que precisa ser extinto. Uma alimentação pobre em fibras e com baixo consumo de água, mas rica em alimentos industrializados e ultraprocessados pode aumentar a propensão para o câncer de cólon e reto. O estresse e a hereditariedade também devem ser levados em con sidera&c cedil;ão quando falamos de fatores de risco. Assim como há 50 anos contávamos com poucas ferramentas para diagnosticar e tratar das doenças oncológicas, o futuro traz otimismo

ampliando a abordagem e o alcance de resultados positivos. Mas é preciso cuidar do dia a dia, buscando reduzir os riscos associados aos hábitos não saudáveis. Uma vida longeva e com qualidade de vida é uma possibilidade cada vez mais presente para todos. (*) Ramon Andrade de Mello, médico oncologista, professor da disciplina de oncologia clínica da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), da Uninove (Universidade Nove de Julho) e da Escola de Medicina da Universidade do Algarve (Portugal).


TERÇA-FEIRA, 27 DE OUTUBRO DE 2020

A-03

Política. COLUNA CHUMBO GORDO Carlos Brickmann A troca triunfal das moscas Bolsonaro está quase completando dois anos de mandato. Prometeu varrer a corrupção, afastar do Governo a velha política, acabar com a busca de apoio em troca de cargos. Teve seus tropeços: as acusações contra seu filho mais velho, o senador Flávio, a delirante ideia de nomear Eduardo, seu filho mais novo, para a Embaixada em Washington, a proximidade do filho do meio, Carluxo, com o Gabinete do Ódio. A pergunta que vem sendo feita há dois meses, por que Queiroz e esposa depositaram R$ 89 mil na conta de Michele Bolsonaro, não foi respondida; formalizou-se a aliança com o Centrão, a base da Velha Política. Diante disso, qual a opinião do eleitor sobre o Governo? A revista Exame contratou o Instituto Ideia para pesquisar o tema. Corrupção: para

37%, a corrupção no atual Governo não aumentou nem diminuiu. Para 34%, a corrupção a u m e n t o u . Pa r a 2 5 % , diminuiu. Tendência da corrupção, diante das providências do Governo: para 29%, vai aumentar. Para 35%, continuará igual. Para 27%, deve diminuir. Popularidade: a avaliação do presidente Bolsonaro é positiva para 37%, que o consideram “ótimo” e “bom”. Influência nas eleiç õ e s : a té a g o r a , n a d a sensível. Bolsonaro apoia com firmeza Celso Russomano, em São Pa u l o , e M a rc e l o C r i vella, no Rio. Mas muita gente, 21%, tende a não comparecer à votação, por causa da pandemia. E metade dos entrevistados ainda não escolheu candidato à Prefeitura, nem tem posição pró ou contra o candidato do presidente. Pode haver surpresas.

Sem fantasia A nota acima não traz conclusões: só mostra o resultado de uma grande pesquisa. Mas é interessante verificar que a grande promessa de Bolsonaro, o combate à corrupção, até agora, na opinião dos eleitores, não rendeu frutos. Rachadinha no poder É guerra aberta. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, desativou boa parte do aparato de combate às queimadas por falta de recursos (a mesma briga de há poucas semanas). A colunista Bela Megale, de O Globo, publicou nota dizendo que há gente no Governo acreditando que Salles estica a corda, testando a força dos militares. Salles atribuiu a informação da nota ao general chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, e o acus o u d e a d o t a r “ p o s t u r a d e M a r i a F of o c a ”. Até aí, normal: os ministros de Bolsonaro brigam muito. Mas a briga cresceu: e os o l a v i s t a s , o s “ i d e o l ó g i c o s ”, o s “ r a d i c a i s ” se puseram ao lado de Salles contra os militares. Houve quem chamasse Ramos d e “ M a r i a F i f i ”. E d u a rd o B o l s o n a ro f i c o u com Salles. Rachadinha profunda. Tá f a l t a n d o u m E o general Mourão, vice-presidente da República, encarregado de tomar conta da Amazônia? Na última briga de Salles por falta de dinheiro, foi ele que segurou os dois lados. Mourão está quieto. Logo agora, que Bolsonaro deixa claro que será candidato à reeleição, mas não quer Mourão de vice! De que lado vai ficar? Seu futuro político também está em discussão. Mourão, se for candidato à Presidência, provoca uma divisão no bolsonarismo. E Bolsonaro? Os filhos fecharam com Salles, contra o general Ramos. Bolsonaro nada falou. Mas convidou Ramos para acompanhá-lo, na manhã de sexta, à festa do Dia do A v i a d o r, m a r c a d a p e l o v o o i n a u g u r a l e m Brasília do caça Gripen,

ESCÂNDALO

Secretário de Agricultura de Pinhalão recebeu auxílio

Mauro Baena admitiu que recebeu duas parcelas, mas no sistema da Caixa aparecem quatro pagamentos do benefício

Da Redação

Uma situação vergonhosa, que vem sendo denunciada em todo país, agora expõe o secretário de Agricultura da Prefeitura de Pinhalão, Mauro Bravo Baena, que aparece na lista dos beneficiários do auxílio emergencial do governo federal, tendo recebido quatro parcelas de R$ 600, totalizando R$ 2.400. Ele tem propriedades na cidade e foi comerciante, e desde junho responde pela pasta da Agricultura, tendo sido nomeado pelo prefeito Sergio Inácio Rodrigues. Ele não se enquadra no perfil apto a se beneficiar de um programa voltado às famílias em situação de alta vulnerabilidade por conta da pandemia de coronavírus. No extrato vinculado no Portal da Transparência da Caixa Econômica Federal, agente responsável pelo pagamento do beneficio, aparecem quatro parcelas, a primeira paga em abril, a segunda em maio, a terceira em julho

e a quarta em agosto. Procurado pela reportagem Baena confirmou o recebimento, mas sustenta que foram apenas duas parcelas, totalizando R$ 1.200, dinheiro que, segundo ele, continua depositado numa poupança social da Caixa. Ele encaminhou pelo aplicativo WhatsApp uma cópia do extrato e o cartão de débito virtual. No entanto, o extrato de liberação dos quatro pagamentos contraria a versão do secretário. Mauro Baena tentou minimizar sua atitude escandalosa afirmando que está sendo alvo de denúncias por ocupar cargo na administração municipal. Ele admite até pedir demissão caso a denúncia venha atingir o prefeito Sergio Rodrigues, que é candidato à reeleição. Consta no Portal da Transparência do Município que o secretário foi nomeado em 29 de junho e mesmo assim teria recebido salário integral referente ao mês. Ele recebe um salário mensal de R$ 4.079,93.

O secretário de Agricultura de Pinhalão, Mauro Bravo Baena


Cidades.

TERÇA-FEIRA, 27 DE OUTUBRO DE 2020

A-4

NOVO MODELO

Oito municípios da região terão colégios cívico-militares

Cambará, Carlópolis, Ibaiti, Jacarezinho, Ribeirão Claro, Ribeirão do Pinhal, Santo Antônio da Platina e Siqueira Campos serão beneficiados pelo programa Confira a lista de colégios e vagas de matrículas que devem fazer parte do projeto:

O governador Ratinho Junior e o deputado estadual Luiz Romanelli no lançamento do programa de colégios cívico-militares Da Redação

O programa de implantação de colégios cívico-militares beneficiará escolas de oito municípios da região. A iniciativa, do governo do Paraná, teve o anúncio ontem (25), q u ando o gove rn ador Ratinho Júnior (PSD) deu mais detalhes sobre a implementação do projeto. Entre os municípios que compõe a Amunorpi (Associação dos Municípios do Norte Pioneiro) o programa será implantado em Cambará, Carlópolis, Ibaiti, Jacarezinho, Ribeirão Claro, Ribeirão do Pinhal, Santo Antônio da Platina e Siqueira Campos. No total serão 11 escolas nestes municípios com um total de 6.205 matrículas disponíveis, de acordo com o detalhamento no gráfico abaixo. As unidades do progra-

ma de escolas cívico-militares foram selecionadas em municípios dos 32 Núcleos Regionais de Educação (NREs) com mais de dez mil habitantes e que tenham ao menos duas escolas estaduais na área urbana, além das seguintes características: alto índice de vulnerabilidade social, baixos índices de fluxo e rendimento escolar e que não ofertem ensino noturno. Esses critérios foram delimitados na lei estadual para que pais e mães possam escolher o modelo educacional que deseja para o filho. COMO FUNCIONA O programa será implementado em 215 colégios estaduais de 117 municípios de todas as regiões do Estado a partir de 2021. O investimento direcionado a aproximadamente 129 mil alunos será de cerca de R$ 80

milhões. A nova modalidade de ensino funcionará com g e s t ã o c o m pa r t i l h a d a entre militares e civis em escolas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e no Ensino Médio. As aulas continuarão sendo ministradas por professores da rede estadual, enquanto os m ilitares serão responsáveis pela infraestrutura, patrimônio, finanças, segurança, disciplina e atividades cívico-militares. Haverá um diretor-geral e um diretor-auxiliar civis, além d e u m d i re t o r c í v i c o -militar e de dois a quatro monitores militares, conforme o tamanho da escola.

Haverá uma consulta à comunidade escolar a partir desta terça-feira (27) para oficializar a indicação. Um dos diferenciais é o aumento da carga horária curricular, com aulas extras de português, matemática e valores éticos e constitucionais. A lei foi aprovada neste ano pela Assembleia Legislativa do Estado, mas o programa está sendo planejado desde o ano passado. “Esse programa será t r a n s f o r m a d o r pa r a o Pa r a n á . Pa r a e n t re g a r a melhor educação do Brasil precisamos ampliar os projetos e trazer novas ideias”, avalia Ratinho Junior. O governador destaca que a média das

escolas cívico-militares no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é 20% maior do que na educação tradicional. “Esse é um modelo vencedor. Se é vencedor, queremos ofer tar essa modalidade. A implantação será feita de forma democrática”. CONSULTAS As consultas públicas acontecerão nas escolas indicadas para o programa nesta terça-feira (27) e na quar ta-feira (28), das 8 horas às 20 horas. A consulta será em formato de referendo, cabendo à população dizer sim ou não ao modelo na escola em questão. Fazem parte da comu-

nidade escolar professores, funcionários e pais de alunos matriculados na instituição. Caso o estudante seja maior de idade (18 anos), o próprio participa da consulta. Para ter validade, mais de 50% das pessoas aptas devem participar da consulta. Se uma comunidade escolar for formada por 500 pessoas, é necessário um quórum de pelos menos 251 pessoas. Para migrar ao modelo cívico-militar basta a aceitação de maioria simples dos votantes da escola, ou seja, 50% e mais um voto do total. O resultado de todas as consultas deve sair até quinta-feira (29).

PERÍODO ELEITORAL

Saúde regulamenta medidas de prevenção à Covid-19 Agência Estadual

O Centro de Operações de Emergências (COE) em Saúde Pública, da Secretaria da Saúde do Paraná, aprovou uma série de orientações para condutas durante o período de campanha eleitoral e para a data das eleições. Embora o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já tenha publicado documento semelhante, o COE estipula condutas específicas e regionalizadas para o território paranaense. Todas as condutas estão na Nota Orientativa Número 51. “Nunca é demais revr as normas e pedir que as pessoas sigam as regras", afirma o secretário da Saúde, Beto Preto, enfatizando que o período eleitoral tem potencial para propagar transmissão do coronavírus. “Pedimos para os candidatos e toda a população que mantenham o distanciamento físico, que usem sempre máscaras e que higienizem

muito as mãos”, afirmou. CAMPANHA No período de campanha eleitoral é comum ocorrerem manifestações, reuniões, carreatas e encontros de eleitores ou simpatizantes. Para esse tipo de situação a Secretaria da Saúde recomenda evitar encontros presenciais, para que as aglomerações não aconteçam. No que se refere ao contato direto dos candidatos e seus apoiadores, as orientações são as seguintes: - Visitas domiciliares devem ser evitadas e, caso ocorram, devem garantir o afastamento mínimo de 1,5 metro entre as pessoas e, tanto candidato quanto o eleitor, devem estar fazendo uso de máscara facial. - Considerando o deslocamento realizado pelos candidatos em diferentes locais, é indicado que os mesmos não adentrem nas residências. - Os abraços e apertos de mãos, tão comuns nes-

ta época, devem ser evitados. Os gestos de carinho e cumprimento devem ser a distância. FISCAIS Pessoas dos grupos de risco não devem ser indicadas como fiscais. No dia das eleições, deve-se evitar a permanência de fiscais dentro das salas, os quais devem permanecer nos ambientes externos dos locais de votação a uma distância mínima de 1,5 metro de outras pessoas. CUIDADOS PESSOAIS Os cuidados pessoais para evitar a infecção pelo Sars-CoV-2 devem ser mantidos e reforçados durante o período eleitoral. A higienização das mãos e o uso de máscaras são essenciais. Além das recomendações elencadas, a Secretaria da Saúde sugere que o eleitor leve sua própria caneta para assinar o caderno de votação, evitando assim o contato com o objeto que será de uso coletivo.

Cuidados pessoais para evitar a infecção pelo Sars-CoV-2 devem ser mantidos e reforçados durante o período eleitoral


TERÇA-FEIRA, 27 OUTUBRO DE 2020

A-5

Geral.

ELEIÇÕES 2020

Terezinha garante dois médicos no PS e o fim das filas nos postos de saúde Candidata diz que a maior dívida do poder público platinense é com o setor de saúde, atingindo principalmente os mais carentes Da Redação

Na primeira entrevista que concedeu à Tr i b u n a d o Va l e , a candidata a prefeita de Santo Antônio da Platina pelo PSD, Terezinha Maiorky foi taxativa ao a f i rm ar q ue o se to r d e s a úd e d o m uni c í p i o é a áre a m ai s c a ó t i c a d a a dmi ni str a ç ão p ú b l i c a municipal e uma de suas prioridades é resg atar e sta d í v i d a c o m a c o muni d a d e , p r i n c i palmente os setores ma i s c a re nte s. “Será que não enxergam o óbvio? Há quantos anos vemos o sof r i me nto d o p o vo q ue f i c a ho r as a f i o a es p e r a d e a te ndi m e n t o n o P ro n t o S o c o r ro Municipal e, muitas ve z e s e ssas p e ss oa s , a maioria gente carente, vo l ta m par a c a sa s e m q u e s e u s f i l h o s e o utros familiares sejam atendidos. A solução é o b v i a e te m o s e xe m plos na região. Basta contratar mais um médico para atender d e p o i s d as 5 d a t a rd e a té 1 0 o u 1 1 ho r a s d a noite, quando ocorre o m a i o r p i c o ´ ´ , o b s e r va in c o nf o rm ad a. Ela garante que essa

va i s e r a p r i m e i r a i n i ciativa que tomará c a s o ve n ç a a s e l e i ç õ e s n o p róx i m o d i a 1 5 de n o ve m b ro . O u t ro p o n to que assinalou é a manutenção de uma farmácia básica para fornecer os medicam e n to s a q u e m b u s c a atendimento no Pronto S o c o r ro e n a s U n i d a des Básicas de Saúde ( U B S s ) , d o s ba i r ro s . “Não pode faltar os remédios básicos. Uma mãe ou um pai q u e t r a ba l h a o d i a i n teiro na roça e chega a n o i te e n c o n t r a o f i l h o queimando de febre, leva ao Pronto Socorro e, mesmo que s e j a a te n d i d o , d o q u e a d i a n t a s a i r c o m u ma receita não mão! Onde vai comprar e com que d i n h e i ro ? É u m a q u e s tão de humanidade´´, d e s a ba f a e m o c i o n a d a . Outra desumanidade, na sua avaliação, s ã o a s f i l a s n o s p o s to s de saúde. Segundo e l a , m u i t a s ve z e s , pa i s e mães desesperados, passam horas nas filas, nas madrugas e, não raro, tomando chuva a o re l e n to p o rq u e n ã o t e m o n d e s e a b r i g a r. ´´Ate quando vamos conviver com isso.

Terezinha Maiorky, junto com o ex-prefeito Flávio, durante campanha pelos bairros de Santo Antônio da Platina

S u b m e te r n o s s a ge n te a e s s e de s c a s o e de s re s p e i to . I n a c re di t á ve l que em plena revolução da informática, a qu i e m n o s s a c i da de o povo tem que ficar n a f i l a pa ra p e ga r u m a f i c h a . I s s o é i n a c re di t á ve l ´ ´ , de s a ba f a . Te r e z i n h a , q u e e m do i s m a n da to s do m a rido, o ex-prefeito Flá-

v i o M a i o r k y, f e z u m trabalho social recon h e c i do p o r to do s , i n c l u s i ve o s a dve r s á ri o s p o l í t i c o s , a s s i n a l a qu e quer se cercar das pess oa s qu e e f e t i va m e n te c o n h e ç a m a s d i ve r s a s áreas da administraç ã o m u n i c i pa l , c o m o to qu e de h u m a n i da de que marcam sua traj e tó ri a . ´ ´ N o s s a p o p u -

lação tá cansada da arrogância, do olhar superior de quem ocupa u m cargo e de ve ri a ser mais humilde, mais humano, lembrando qu e e stá l á para s e r vi r o p o v o q u e pa g a s e u s a l á ri o´ ´ , cri ti ca. A candidata destaca a alegria de ter ao lado uma figura ilustre como Pedro Claro (PSD), seu

vice, que era cotado para ser o cabeça de c h a pa , m a s p re f e r i u a s u p l ê n c i a pa r a c u i d a r da saúde. ´´A experiência do Dr. Pedro, seu conhecimento de gestão pública, o respeito que tem na comunidade são e l e m e n to s f u n d a m e n tais para dar segurança à nossa caminhada´´, finalizou.

POLÊMICA

Comportamento controverso de Tina gera críticas em redes sociais Da Redação

O controverso comportamento da candidata a prefeita de Jacarezinho, Tina Toneti (PT), tem sido alvos de d u r a s c r í t i c a s n a s re des sociais e causado polêmicas até entre aliados. O motivo principal é que a petista te m a t a c a d o a d ve r s á rios em questões onde ela própria, em sua vida p a r t i c u l a r, a g e c o m o os adversários que são criticados. Pe l o m e no s trê s s i tuações ilustram bem essa polêmica. A prim e i r a sã o as se g u i d a s f a l a s d e T i n a To n e t i s o b re e sc o l as p ú b l i c a s e q u e tê m c o m o a l v o o candidato Marcelo Palhares (PSD), que recentemente abriu

u m a e s c o l a pa r t i c u l a r no município. A petista, contudo, manté m o f i l h o e m u m d o s colégios privados de Ja c a re z i n h o . A situação rendeu inúmeras discussões – não pela opção de matricular o filho no ensino privado, o que é direito de qualquer cidadão, mas pelas críticas indiretas ao ensino par ticular. Vale lembrar que existe outro candidato, Celso Rossi Júnior, vice na chapa de Luiz Antônio Setti (PSL), que também é proprietário de escola. Outra crítica subliminar direcionada a Palhares diz respeito a frase “nossa campanha é do tostão”. A petista foi eleita por duas vezes em campanhas

m u i to b e m e s t r u t u r a s na época do auge do par tido, quando havia recursos de sobra. Além disso, Tina costuma ironizar a ocupação do adversário, que é empresário, esquecendo-se que também já foi empresária. No entanto a empresa da família foi a falência e deixou quase 30 funcionários sem receber os direitos. Po r f i m t e m c i r c u lado um vídeo onde a ex-prefeita afirma, durante uma sessão da c â m a ra de ve re a do re s , que se comprometeu a não ser mais candidata a prefeita. Tina afirma categoricamente que não disputaria mais a prefeitura de Jacarez i n h o e m u m a te n t a t i va d e s e d e f e n d e r d o processo que culmi-

Tina Toneti: comportamento controverso

nou com sua inelegibilidade, conseqüência de uma reprovação de c o n t a s do Tri b u n a l

de Contas do Estado ( TC E / P R ) p o r e x c e s s o de gastos com publicidade no exercício

de 2008, an o e l e i to ral o n de a p e ti s ta co n s e g u i u a re e l e i ç ã o pa r a o cargo .

SAÚDE

Ações de enfrentamento da dengue são intensificadas

Agência Estadual

A Secretaria de Estado da Saúde promove, nesta semana, ações de enfrentamento à dengue, abrangendo as 22 Regionais da Saúde, gestores municipais e técnicos que atuam na Atenção Primária e

na Urgência e Emergência, e estão diretamente envolvidos no atendimento a pacientes com doença. O objetivo é manter a mobilização contra a dengue, com alinhamento de protocolos entre as áreas técnicas e apresentação, ao Ministério da Saúde, do Plano

de Ação para o Enfrentamento no Paraná para o período epidemiológico 2020/2021. “No período anterior de monitoramento, encerrado no final de julho deste ano, tivemos a maior epidemia da doença no Paraná, com mais de 227 mil casos e 177 óbitos

e, no período atual, com três meses de acompanhamento, temos 848 casos e três óbitos. Por isso, a atuação permanente no Estado com integração das áreas técnicas da Sesa”, afirmou o secretário estadual da Saúde, Beto Preto. Nesta segunda-feira (26),

equipes da diretoria de Atenção e Vigilância em Saúde da secretaria participaram de encontro técnico online com a Secretaria de Atenção Especializada do Ministério da Saúde para a discussão de apoio do Governo Federal às atividades na área da assistência, previs-

tas pelo Paraná.“O momento é de alinhamento, integração e diálogo”, explicou a diretora da Sesa, Maria Goretti David Lopes. “Por isso a apresentação de nosso planejamento de combate à dengue e também o nosso pedido de apoio ao ministério”.


TERÇA-FEIRA, 27 OUTUBRO DE 2020

A-06

Geral.

RESSOCIALIZAÇÃO

Paraná está entre os primeiros em número de presos que trabalham Levantamento do Depen Nacional mostrou ainda que 1.404 detentos paranaenses, sendo1.289 homens e 115 mulheres, estudam e trabalham. Agência Estadual

O Departamento Pe n i te n c i á r i o N a c i o nal divulgou levantamento de informações penitenciárias com estatística do primeiro semestre de 2 0 2 0 . D e n t re o s d a d o s divulgados, estão as a ç õ e s d e re i n t e g r a ç ã o e assistência social. C o n f o r m e a p l a t a f o rma de estatísticas, mesmo com a pandemia da Covid-19, o Pa r a n á f o i o t e r c e i r o colocado entre os estados com o maior n ú m e ro d e p re s o s t r a balhando (7.785), depois apenas de Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Na questão de estudo, o Estado ficou c o m o 5 º l u g a r, c o m 6.691 internos matric u l a d o s n o e n s i n o bá s i c o , c u r s o s p rof i s s i o nalizantes, atividades complementares ou ainda em programas de remição pelo espor te ou leitura. São Paulo, Minas Gerais, Pe r n a m b u c o e S a n t a Catarina são os primeiros colocados. “Buscamos colocar cada vez mais os presos para estudar e t r a b a l h a r, p o i s t e m o s cer teza que, somente desta forma, é que devolveremos à sociedade alguém mel h o r, i n d e p e n d e n t e d o que o fez entrar para o s i s t e m a p r i s i o n a l ”, disse o secretário estadual da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares. O levantamento do Depen Nacional mostrou ainda que 1.404 detentos paranaenses, sendo1.289 homens e 115 mulheres, estudam e trabalham.

Segundo o chefe do Setor de Produção e Desenvolvimento (Seprod) do Depen d o Pa r a n á , B o a n e r g e s Silvestre Boeno Filho, o número mostra que a instituição e o Estado estão no caminho cer to quanto à ressocialização dos presos. “É muito importante darmos oportunidades para que os presos possam aprender e sair do sistema prisional melhor do que e n t r a r a m ”, a f i r m o u . Mesmo com os dive r s o s o b s t ác u lo s im postos pela pandemia, in c lu in d o a s u s p e n s ão d e at iv id ad e s lab o rai s não-essenciais e de trabalho externo, no primeiro semestre de 2020 o Paraná ficou d e p o is ap e n as d e M i nas Gerais (com 13.488 p re s o s t rabalh an d o ) e Rio Grande do Sul (que te m 9 . 6 3 4 p re s o s t ra ba l h a n d o ) e m re l a ç ã o a o n ú m e ro d e p re s o s q u e t rabalh a. “Com a pandemia, nós conseguimos mostrar à sociedade como a mão prisional é produtiva. Vá r i a s u n i d a d e s f i zeram equipamentos de proteção individual, como máscaras e jalecos, e, assim, atendemos forças de segurança e profissionais da saúde de todo o Paraná, além do próprio Depar tam e n t o Pe n i t e n c i á r i o”, disse o chefe do Seprod. A p ro d u ç ã o d e m á s caras ainda rendeu dois convênios com confecções que ampliaram o leque de p ro d u to s e pa s s a r a m a t a m b é m c o m e rc i a l i z á -las. “Uma delas já era parceira, produziam

Na questão de estudo, o Estado ficou com o 5º lugar, com 6.691 internos matriculados no ensino básico

uniformes profissionais, mas, devido à pandemia, o nicho mudou. A partir do momento que não precisarem mais das máscaras, eles voltam à p r o d u ç ã o a n t e r i o r, o que mostra como os internos podem se a d a p t a r ”, a c r e s c e n t o u Boanerges. CONVÊNIOS DE TRABALHO E s te s f o r a m a p e n a s dois dos 112 convênios f e c h a d o s e n t re j a n e i ro e outubro deste a n o . “ E s te s c o n vê n i o s p e r m i t e m a b r i r va g a s remuneradas de trabalho e reais opor tunida de s de m u da n ç a de vi da de l e s ”, a f i rm ou o Boanerges. Dentre os contratos, 71 foram feitos com unidades penais, 29 com cadeias pú bl i c a s e 1 2 c om e s -

c r i tó r i os s oc i a i s . ESTUDO O chefe do Setor de Educação e Capacitação (Diepro) do Depen, Ismael Meira, lembra que a pandem i a a c a r r e t o u d i v e rsos obstáculos para manter os presos estudando. Foi necessário, por exemplo, a d a p t a r a re l a ç ã o p ro fessor e aluno para a n o va re a l i d a d e . A g o r a , os docentes acompanham os internos por meio de videoconferência. “A p a n d e m i a n o s t ro u xe i n o va ç õe s , porque pudemos aprove i t a r o qu e t í n h a m o s disponível de tecnol o gi a e a c a bou da n do muito cer to. Estamos fazendo a remição pela leitura, por exemplo, por meio de telão e

câmera, assim como o ensino fundamental dois e o ensino médio”, de s t a c ou I smael . Em Guarapuava, por exemplo, a média de presos das penitenciárias Estadual e Industrial do município matriculados em algum programa de estudo passa dos 7 6 % . “ Va m o s a p r o v e i tar estes processos para depois da pandemia, porque está dando muito certo e estamos até aumentando o número de p re s o s a te n d i d o s ”, disse o chefe do Diepro. Nesse novo modelo de estudo, os alunos são levados às salas de aula, obedecendo a distância e os demais protocolos de segurança impostos

pela pandemia, e por meio dos equipamentos de videochamada ( c o m p u t a d o r, c â m e r a e microfone). De modo virtual, os professores acompanham as atividades elaboradas pelos internos, como a escrita dos resumos e da resenha final sobre o livro lido para o P r o g r a m a d e Re m i ç ã o pela Leitura. Depois, as atividades feitas são encaminhadas aos docentes, com as devidas medidas de higienização. “Com estudo e traba l h o , d e v o l v e m o s u m preso melhor do que ele entrou e ainda baixamos o nível de re i n c i d ê n c i a n o c r i m e , ou seja, a sociedade s ó t e m a g a n h a r ”, r e s saltou Ismael.

REMIÇÃO DE PENA No caso dos presos que desempenham atividades laborais, além de receberem salário (ou pecúlio), experiência e profissionalização, reduzem um dia de pena a cada três dias trabalhados. Já na questão do estudo, a remição se dá diferente: a cada 12 horas de

atividades educacionais (obrigatoriamente dividida em três dias), o detento reduz um da pena. Outra forma de reduzir a pena pelo estudo é através do programa de remição pela leitura. O projeto prevê que o preso tem um

prazo de 21 a 30 dias para a leitura de uma o b r a l i t e r á r i a . Pa s s a d o e s s e p e r í o d o , e l e d e v e apresentar uma resenha sobre o conteúdo l i d o , q u e s e r á a v a l i a d a p e l o p r o f e s s o r. S e a nota for maior que 6 pontos, o detento tem direito a reduzir quatro dias de pena.

PANDEMIA

Governador do Paraná diz que aulas presenciais da rede estadual podem voltar em novembro Das Agências

O governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), afirmou ontem, 26, que as aulas presenciais da rede estadual podem voltar a p ar t i r d e n ove mbro, ou seja, daqui a uma semana.

Por causa da pandemia, as au l a s pre s e n c i ai s for am suspensas em 20 de março. Na segunda quinzena de outubro, 54 escolas estaduais retomaram as at ividades extracurriculares presenciais. "Começamos há 10 dias

o re t or n o d a s au l a s e x tracurriculares e também d o re forç o e s c ol ar. Is s o está sendo ampliado pela Secretaria de Educação para outras escolas. Até o momento, tem sido bem organizado. Nenhum tipo d e probl e m a – t anto d e

segurança para os professores como alunos", disse o governador. Segundo o Ratinho Junior, se esse ritmo continuar e a contaminação do novo coronavír us continuar caindo no Paraná, a ideia é de que na 2ª quin-

zena de novembro volte-se "próximo da normalidade para as aulas com os alunos de forma gradativa". O anúncio foi feito durante ent re vist a coletiva sobre o programa de colégios cívico-militares q u e s e r á i mp l e m e nt a d o

em 215 colégios estaduais de 117 municípios de t o d a s a s re g i õ e s d o E s tado a par tir de 2021. O investimento direcionado a cerca de 129 mil alunos será de cerca de R$ 80 milhões. É o maior projeto do País nessa área.


A-7

TERÇA-FEIRA, 27 OUTUBRO DE 2020

Geral.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ/PR AVISO DE EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE TOMADA DE PREÇOS 15/2020 (Exclusiva MPE, Lei Complementar nº 147/2014)

1.0. DO OBJETO 1.1. 1.1.1. AQUISIÇÃO DE ENFEITES NATALINOS (MATERIAIS ELÉTRICOS, ENFEITES E LUZES NATALINAS), conforme especificações contidas no anexo I, e demais quesitos do edital. Valor estimado da licitação: R$. 33.157,73 (Trinta e Três Mil, Cento e Cinquenta e Sete Reais e Setenta e Três Centavos). 2.0. DA ABERTURA E RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS 2.1. A data da abertura dos envelopes (Habilitação e Proposta de Preços) será no dia 12/11/2020, às 14:00 horas, na sala de reunião da Comissão de Licitação, da Prefeitura Municipal de Barra do Jacaré/PR, sito à Rua Rui Barbosa n.º 96, Centro. 2.2. O prazo máximo para apresentação dos envelopes, será até o inicio da abertura do certame. 3.0. DO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS 3.1. Será considerada vencedora a licitante que oferecer a proposta de menor valor por itens. 4.0. DO FORNECIMENTO DO EDITAL 4.1. Está disponível aos interessados o texto integral do Edital de Licitação Tomada de Preços 15/2020, na sede da Prefeitura Municipal de Barra do Jacaré/PR, e no Portal da Transparência. Informações pelo fone/Fax - (43) 3537-1212, conforme Parágrafo 1º do art. 21 da lei 8.666/93, ou pelo email pmbj@uol.com.br. Paço Municipal José G. Pereira, em 26/10/2020. Pedro Luiz Branco Presidente da CPL MUNICÍPIO DE CAMBARÁ EXTRATO DO CONTRATO CONTRATO 148/2020 ID 3292020 MUNICÍPIO DE CAMBARÁ – 75.442.756/0001-90 RODRIGUES DO AMARAL & AMARAL LTDA - ME - CNPJ 14.211.527/0001-70 OBJETO: AQUISIÇÃO DE AR CONDIONADO SPLIT QUENTE E FRIO 12.000 BTUS. VALOR: R$8.396,00 VIGÊNCIA: 12 (doze) MESES. DATA: 23 de outubro de 2020 - PE138/2020 JOSE SALIM HAGGI NETO – PREFEITO MUNICÍPIO DE CAMBARÁ – PR PREGÃO ELETRÔNICO 138/2020 Homologo para todos os fins de direito, o objeto do procedimento licitatório Pregão nº 138/2020: AQUISIÇÃO DE AR CONDIONADO SPLIT QUENTE E FRIO 12.000 BTUS, a empresa: RODRIGUES DO AMARAL & AMARAL LTDA - ME - CNPJ 14.211.527/0001-70, como valor de R$8.396,00. Cambará, 23 de outubro de 2020. JOSE SALIM HAGGI NETO PREFEITO TERCEIRO APOSTILAMENTO – ALTERAÇÃO DA RAZÃO SOCIAL – CONTRATO Nº 100/2020 CONCORRENCIA 02/2019 MUNICIPIO DE CAMBARÁ - JOSE SALIM HAGGI NETO. AA PEREIRA ME - CNPJ 21.879.211/0001-16. OBJETO: CONCESSÃO DE DIREITO REAL DE USO, ONEROSA, PELO PRAZO DE 60 (SESSENTA) MESES, COM OPÇÃO DE TRANSFERÊNCIA POSTERIOR DA PROPRIEDADE, POR DOAÇÃO DE ÁREA INDUSTRIAIS E/OU COMERCIAIS E/OU PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CLÁUSULA PRIMEIRA – DO OBJETO Constitui objeto do presente Termo de Apostilamento a alteração da razão social da contratada. CLÁUSULA SEGUNDA – DA RAZÃO SOCIAL Em razão da alteração do contrato social da empresa contratada, os seus dados passam a ser o seguinte: a) Razão Social: A A PEREIRA LTDA. CLÁUSULA TERCEIRA – DA RATIFICAÇÃO Ficam ratificadas as demais cláusulas do contrato originário não alterados pelo presente Termo de Apostilamento. CLÁUSULA QUARTA – DA PUBLICAÇÃO A publicação resumida deste Termo de Apostilamento, será realizada pela Administração Publica em seu Diário Oficial, até o quinto dia do mês seguinte. Cambará/PR, 26 de outubro de 2020. JOSE SALIM HAGGI NETO PREFEITO MUNICÍPIO DE CAMBARÁ – PR PREGÃO ELETRÔNICO 144/2020 OBJETO: AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS PARA A REDE DE OXIGÊNIO, REDE DE AR COMPRIMIDO, REDE DE VACUÔMETRO E SALA DE EMERGÊNCIA 2. RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS: 13/11/2020 ATÉ ÀS 09:00h INÍCIO DA SESSÃO: 13/11/2020 A PARTIR DAS 09:01h LOCAL: www.bllcompras.org.br. DISPONIBILIDADE DO EDITAL: REQUISITADO, GRATUITAMENTE, PELO E-MAIL: municipiocambara@gmail.com e estará disponível no Portal Transparência do município e Plataforma BLL. Cambará 26 de outubro de 2020. JOSE SALIM HAGGI NETO Prefeito EDITAL DE CONVOCAÇÃO- ASSEMBLEIA GERAL A ASSOCIAÇÃO CRIANÇA ESPERANÇA DE CARLOPOLIS, entidade Beneficente, sem fins lucrativos, registrado no CNPJ 84.788.280/0001-34, Utilidade Pública n° 10221, convoca toda pessoa física, maior, capaz, no pleno gozo de seus direitos civis e políticos, residentes nesta Comarca para a Assembleia Geral, que se realizará no dia 29 de outubro de 2020, na residência da Sra, Vilma Alves da Silva, sito à Rua Fidêncio de Melo, 256, Carlópolis Pr. Em 1a. Convocação às 20:00h e em 2a às 20:15h, para deliberaram a seguinte ordem do dia: -Eleição dos membros da Diretoria da Associação Criança Esperança de Carlopolis.,apresentação da chapa:- Presidente - Vice Presidente - Secretário - Tesoureiro - Conselho Deliberativo (3). De acordo com o Estatuto da referida Entidade, que em seus artigos 8 e 9 normaliza o processo eleitoral. Carlópolis, 26 de outubro de 2020. MUNCÍPIO DE CAMBARÁ – PR PREGÃO ELETRÔNICO 145/2020 EXCLUSIVO MEI/ME/EPP OBJETO: REGISTRO DE PREÇO DE MATERIAS ODONTOLÓGICOS 2 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS: 11/11/2020 ATÉ ÀS 09:00h INÍCIO DA SESSÃO: 11/11/2020 A PARTIR DAS 09:01h LOCAL: www.bllcompras.org.br. DISPONIBILIDADE DO EDITAL: REQUISITADO, GRATUITAMENTE, PELO E-MAIL: municipiocambara@gmail.com e estará disponível no Portal Transparência do município e Plataforma BLL. Cambará 26 de outubro de 2020. JOSE SALIM HAGGI NETO Prefeito MUNCÍPIO DE CAMBARÁ – PR PREGÃO PRESENCIAL 146/2020 EXCLUSIVO MEI/ME/EPP - LOCAL OBJETO: REGISTRO DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DESCARTAVEIS 2. ABERTURA: 11/11/2020 ÀS 09h LOCAL: Av. Brasil, 1.229, Centro, Cambará – PR DISPONIBILIDADE DO EDITAL: REQUISITADO, GRATUITAMENTE, PELO E-MAIL: municipiocambara@gmail.com e Portal Transparência. Cambará, 26 de outubro de 2020. JOSE SALIM HAGGI NETO PREFEITO A POLIJAC INDÚSTRIA E PROCESSAMENTO DE MATERIAIS PLÁSTICOS LTDA., inscrita sob o CNPJ 17.337.300/0001-63, torna público que recebeu do Instituto Água e Terra (IAT), a Licença Ambiental Simplificada (LAS) nº 209354 válida até 26/10/2030 para transportadora de: resíduos perigosos (classe I), produtos perigosos, produtos não perigosos e resíduos não perigosos (classe II). Instalada na Rodovia BR 153, KM 8,1 Parque Industrial, município de Jacarezinho_PR. Não foi determinado estudo de impacto ambiental.

ECONOMIA

Estoque de empregos encerrou 2019 no maior nível em quatro anos

Segundo a Rais, país retomava geração de trabalho antes da pandemia Agência Brasil

A Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2019, divulgados ontem (26) pela Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, aponta que o estoque de postos de t r a ba l h o c o m c a r te i r a assinada encerrou o ano passado no maior nível desde 2015. A tendência de crescimento dos empregos formais, segundo a pasta, foi interrompida pela pandemia de covid-19. Em 2019, havia 47.554.211 empregos no mercado formal de trabalho brasileiro, c re s c i m e n to d e 1 , 9 8 % (923.096 postos) em relação ao fim de 2018. Em 2015, o país havia encerrado o ano com 48,06 milhões de empregos formais. No ano passado, o país acumulou geração

de empregos formais pelo terceiro ano consecutivo. O estoque de empregos em 2019 é o quar to maior da série histórica, iniciada em 1985, e só perde para os números registrados em 2014 (49,57 milhões), 2013 (48,95 milhões) e 2015 (48,06 milhões). Do total de vínculos formais registrados no fim do ano passado, 79,3% eram celetistas (trabalhadores do setor p r i va d o s u b m e t i d o s à Consolidação das Leis do Trabalho), 18% eram estatuários (ser vidores públicos submetidos ao Regime Jurídico Único) e 2 , 7 % t i n h a m o u t ro s vínculos, como aprendizes, contratos temporários e trabalhadores avulsos. Em relação ao trabalho intermitente, modalidade criada depois da Reforma Trabalhista de

2016, o estoque de contratos atingiu 156.756 no fim do ano passado, a u m e n to d e 1 5 4 % e m re l a ç ã o a o re g i s t r a d o no fim de 2018. Os vínc u l o s d e t r a ba l h o e m tempo parcial totalizaram 417.450, crescimento de 138% em relação a 2018. A pandemia do novo coronavírus interrompeu a geração de empregos. Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia, 849.387 vagas foram f e c h a d a s d e j a n e i ro a agosto, o pior resultado para os oito primeiros meses do ano desde o início da série histórica, em 2010. Desde julho, o país tem voltado a criar postos de trabalho, mas em ritmo insuficiente para reverter a extinção de vagas acumulada de fevereiro a junho.

NOTIFICADO: ROGERS ALAN FERREIRA - CPF: 073.768.489-59 BELLAGIO EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS S/S LTDA, pessoa jurídica de direito privado, estabelecida na Rua Rui Barbosa, nº 567, Centro em Santo Antônio da Platina/PR, inscrita no CNPJ/MF sob nº 15.308.516/0001-75, através de seu representante legal que ao final assina, serve-se da presente para NOTIFICÁ-LO, expondo o quanto segue:Consta que Vossa Senhoria é titular de Contrato Particular de Compromisso de Venda e Compra de Imóvel Urbano em Loteamento firmado com a NOTIFICANTE em 27/11/2012, na qualidade de compromissário comprador do LOTE 10 da QUADRA 10 do JARDIM BELLAGIO em SANTO ANTONIO DA PLATINA/PR.Todavia Vossa Senhoria encontra-se em atraso com o pagamento das parcelas contratuais, contando com prestações vencidas referentes aos vencimentos 20/02/2020, 20/03/2020, 20/04/2020, 20/05/2020 e 20/06/2020. Assim sendo, fica Vossa Senhoria Notificada a efetuar o pagamento das parcelas em atraso e as que se vencerem até o efetivo pagamento, e ainda eventuais débitos de IPTU, impreterivelmente, no prazo de 30 (trinta) dias contados a partir do recebimento desta notificação, devendo, para tanto, fazer contato através do e-mail atraso@ghfnet.com.br ou por telefone (43) 3534-0943 ou compareça(m) na Rua Rui Barbosa, n° 567 sala 704, Edifício Palácio do Comercio, Santo Antônio da Platina,PR para solicitar o boleto bancário para o respectivo pagamento. Fica desde já esclarecido que se Vossa(s) Senhoria(s), eventualmente, estiver em posse de boletos e/ou carnês com parcelas já vencidas, nenhum pagamento parcial deverá ser realizado, pois somente a quitação integral do débito corresponderá ao cumprimento da obrigação contratual e evitará a resolução por inadimplência.Decorrido o prazo acima, Vossa Senhoria restará constituída em mora e em virtude do inadimplemento do contrato serão tomadas as medidas jurídicas e ou judiciais aplicáveis à espécie, acarretando-lhe despesas contratuais, sem prejuízo das sanções legais previstas, facultando à NOTIFICANTE optar por pleitear a resolução do contrato ou a execução do saldo atualizado da dívida, incidindo para ambos os casos custas processuais e honorários advocatícios, tudo de acordo com o disposto pela Lei Federal nº 6.766/79 (Lei do Parcelamento do Solo Urbano), com alterações dadas pela Lei Federal nº 13.786/2018, bem como pela Lei Federal nº 10.406/2002 (Código Civil) e Lei Federal nº 13.105/2015 (Código de Processo Civil).Acaso Vossa Senhoria tenha efetuado o pagamento, favor demonstrar à Notificante para que se proceda com a devida baixa e regularização da pendência, desconsiderando esta.Era o que havia para notificar.Santo Antônio da Platina/PR, 14 de Julho de 2020. _____________________________________________________ BELLAGIO EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS S/S LTDA Henrique Favoretto Oliveira – CRA/PR 27221 E/OU Carlos Rafael Menegazo – OAB/PR 48.017

NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL NOTIFICADO: VERONICA ROCHA PONDE – CPF: 075.892.609-08 LOTEADORA ASSAÍ S.S. LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 07.267.254/0001-10, estabelecida na Rua Rui Barbosa, nº 567, 7º andar, sala 704, centro em Santo Antônio da Platina/PR, através de seu advogado que ao final assina, serve-se da presente para NOTIFICÁ-LO, expondo o quanto segue: Consta que Vossa Senhoria é titular de Contrato Particular de Compromisso de Venda e Compra de Imóvel Urbano em Loteamento firmado com a NOTIFICANTE em 04/07/2016, na qualidade de compromissário comprador do LOTE 04 da QUADRA 09 do JARDIM AURORA em QUATIGUA/PR.Todavia Vossa Senhoria encontra-se em atraso com o pagamento das parcelas contratuais, contando com prestações vencidas referentes aos vencimentos 10/11/2019, 10/12/2019, 10/01/2020 e 10/02/2020. Assim sendo, fica Vossa Senhoria Notificada a efetuar o pagamento das parcelas em atraso e as que se vencerem até o efetivo pagamento, e ainda eventuais débitos de IPTU, impreterivelmente, no prazo de 30 (trinta) dias contados a partir do recebimento desta notificação, devendo, para tanto, fazer contato através do e-mail atraso@ghfnet.com.br ou por telefone (43) 3373-7979 ou compareça(m) na Av. Higienópolis, n° 70 sala 01, centro, Londrina/PR para solicitar o boleto bancário para o respectivo pagamento. Fica desde já esclarecido que se Vossa(s) Senhoria(s), eventualmente, estiver em posse de boletos e/ou carnês com parcelas já vencidas, nenhum pagamento parcial deverá ser realizado, pois somente a quitação integral do débito corresponderá ao cumprimento da obrigação contratual e evitará a resolução por inadimplência.Decorrido o prazo acima, Vossa Senhoria restará constituída em mora e em virtude do inadimplemento do contrato serão tomadas as medidas jurídicas e ou judiciais aplicáveis à espécie, acarretando-lhe despesas contratuais, sem prejuízo das sanções legais previstas, facultando à NOTIFICANTE optar por pleitear a resolução do contrato ou a execução do saldo atualizado da dívida, incidindo para ambos os casos custas processuais e honorários advocatícios, tudo de acordo com o disposto pela Lei Federal nº 4.591/64 (Lei de Condomínios e Incorporações Imobiliárias), com alterações dadas pela Lei Federal nº 13.786/2018, bem como pela Lei Federal nº 10.406/2002 (Código Civil) e Lei Federal nº 13.105/2015 (Código de Processo Civil).Acaso Vossa Senhoria tenha efetuado o pagamento, favor demonstrar à Notificante para que se proceda com a devida baixa e regularização da pendência, desconsiderando esta.Era o que havia para notificar.Londrina /PR, 10 de Março de 2020. _____________________________________________________ LOTEADORA ASSAI S/S LTDA Henrique Favoretto Oliveira – CRA/PR 27221 E/OU Carlos Rafael Menegazo – OAB/PR 48.017


TERÇA-FEIRA, 27 DE OUTUBRO DE 2020

A-08

Cidades. RIBEIRÃO CLARO

Pedro Lupion reforça apoio à Bonato e Ana Deputado federal que sempre foi atuante em Ribeirão Claro, quer fazer ainda mais pela cidade turística

Da Assessoria

O deputado federal, Pedro Lupion, vice-líder do governo no Congresso Nacional, presidente do Democratas (DEM) no Paraná e vice-presidente nacional do partido, este ve e m R ib e i r ã o C l aro nesta segunda-feira, 26, prestando seu apoio aos c an d i d at o s a pre fe it o e vice, João Carlos Bonato (PSB) e Ana Maria Baggio Molini (DEM) e aos vere adores d a chap a. O deputado que sempre foi um braço direito na administração do ex- pre fe ito G e r a l d o Mau rício Araújo, garante seu apoio a aliança de Bonato e Ana, em Brasília (DF). O parlamentar, destaca que não está satisfeito com o rumo que Ribeirão C l a ro v e m t om a n d o n a ú lt ima gest ã o e d e t a l ha de forma breve alguns dos investimentos que cons egu iu t r azer p ar a o município. “Além de deputado, sou proprietário r ural em Ribeirão Claro. E e u m e s i nt o e m c a s a a qu i , e s t ou s e mpre n o s finais de semana, mas não gosto do r u mo qu e a c i d a d e e s t á tom an d o. Quando Maurício era prefeito, cons eguimos juntos muitos investimentos. To do calçamento de pedra poliédrica nos bairros Abreus, Três C oraçõ es, Água da Mu la foram feitos com nossa parceria. Além dis-

“A resposta do nosso trabalho em prol da população será dia 15 de novembro nas urnas”, diz Pedro Lupion junto com Bonato e Ana

s o, d i n h e i ro d e c u s t e i o para a saúde, reforma e re org an i z a ç ã o d o C o légio Rocha Chuieire ( qu e foi const r u í d o p or Moisés Lupion), conseguimos dinheiro de asfa lto, e quip amentos, ate nd i me nto a o s pro du tore s r u r ais , habit a ç ã o e rest r uturaç ão d a est rad a do Tayaya e muito mais”, d e t a l ha . Lupion destaca que trabalha por Ribeirão Claro como se eu fosse a c i d a d e d e l e . Há p ou c o s mes es, inclusive, cons eguiu destinar um respirador para a Santa Casa de

Misericórdia de Ribeirão Claro, em pleno período de pandemia. “A resposta do nosso trabalho em prol da população será dia 15 de novembro. Eu n ã o te n ho dúv i d a s d e s sa eleição. Estou seguro de que vamos ganhar. Já enfrentamos mentiras, p e d i d o s d e i mpu g na ç ã o e outros desafios. Mas seguimos firme e fortes, pensando sempre no bem-estar da população. Precisamos de uma Ribeirão Claro de paz n o v a m e n t e . Te m p o d e estender a mão para o próx i m o s e m p e ns ar d e

qual lado a pessoa está”, declara. Faltando apenas 20 dias para as eleições, Pedro Lupion garante que o mesmo trabalho que ele faz em Jacarezinho, Carlópolis e Cambará, quer voltar a fazer por Ribeir ã o C l a r o. “Q u e r o u m a c i d a d e mais t ranqu i l a e voltada para as pessoas”, destaca. B onato comemora a visita do deputado e ress a lt a a t r aj e tór i a d a f a mília Lupion no Paraná. “Enorme satisfação receber o deputado que é um p arc e i ro d e l on g a d at a ,

o nome Lupion já é con he cido des de a dé cada de 50, pela trajetória de seu bisavô que foi gov e r n a d o r d o E s t a d o. A t r o c a d e g e nt i l e z a , q u e a p ol ít i c a propi c i a p ar a nós é muito gratificante. Somos políticos do bem, que queremos fazer uma boa gestão. Queremos ser lembrados por realizar a gestão competente, séria e olhando para as necessidades da p opu lação. A mudança somos nós e os vereadores são nossa l o c o m o t i v a”, a s s i n a l a o candidato. Ana por sua vez enalte-

ce o apoio, a parceria e o bom relacionamento que sempre teve com o deputado. “Pedro Lupion é um g r a n d e p a r c e i r o n o s s o, temos a cer te za que vai nos ajudar lá em Brasília”, finaliza. PEDRO LUPION Lupion que vem de uma família com vasta trajetória política, é bisneto do ex-governador do Pa r a n á , Moy s é s Lu p i o n e filho do ex-deputado federal, Abelardo Lupion. Foi muito atuante como deputado estadual no No r t e P i o n e i r o e c o m o deputado federal também tem lutado por melhorias nos municípios. Na linha de frente com B onato e Ana, garante que vai continuar trazendo investimentos e recursos para Ribeirão Claro. Agropecuária e Segurança Pública são as pr i nc ip ais b and e i r as d o d e put a d o fe d e r a l Pe d ro Lupi on . E l e a c re d it a na importância da transparência na política e tem como compromisso a realização de um mandato em benef ício dos munic ípi o s e d o d e s e nvo l v i m e nt o d o Pa r a n á e s u a população. O deputado federal integra as C omissões de C o n s t i t u i ç ã o e Ju s t i ç a ; de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Regional; de S egurança Pública; e de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados.

Profile for Tribuna do Vale

ED 4183  

ED 4183  

Advertisement