Page 1

cmyb

Quarta-feira 270 190

27 DE FEVEREIRO DE 2013

DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI

ANO XVII - N0 2337 R$ 1,00

www.tribunadovale.com.br

PRONAF

Produtores têm até amanhã para regularizar pendências

Pequenos produtores que têm pendências com o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) devem entregar uma carta de intenções para renegociar a dívida. O prazo vence amanhã.  PÁG. A5

IBOPE

Pesquisa aponta Richa com 73% de aprovação

Adi

CAGED

Cresce geração de empregos em Santo Antônio

O governador Beto Richa mantém seu favoritismo para a disputa eleitoral de 2014. Ele aparece com 73% de aprovação dos paranaenses na pesquisa Ibope contratada pela Associação dos Diários do Interior (ADI). Na avaliação pessoal, o governador recebeu nota 8 dos pesquisados. O levantamento também aponta que 76% do eleitorado do Estado votam em Beto Richa para mais quatro anos nas eleições de 2014. O Ibope fez 2.002 entrevistas, considerando as variantes de sexo, idade, grau de instrução e renda familiar, entre 16 e 22 de fevereiro.  PÁG. A3

Em janeiro foram gerados 459 postos de serviço em Santo Antônio da Platina, ou seja, 63,34% a mais que o mesmo período em 2012. O levantamento é do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).  PÁG. A8

BLITZE

Veículos apreendidos lotam pátios da Polícia Militar

CAIXA ECONÔMICA

Luiz Guilherme Brandani

Pátios estão abarrotados de carros e motos apreendidos em operações de fiscalização da PM

As constantes blitze realizadas pela Polícia Militar estão provocando uma superlotação de carros e motos nos pátios das companhias e pelotões do 2ª Batalhão da Polícia Militar e de algumas delegacias da região. A maioria deles foi recolhida por falta de documentação, tanto de Carteira Nacional de Habilitação (CNH), como débitos no IPVA e Licenciamento. Somente durante dois meses de Operação Verão, a Polícia Militar apreendeu 64 veículos no Norte Pioneiro. Ao todo, foram 1.589 notificações com mais de 6,5 mil veículos abordados. As blitze foram organizadas pelo Gotran (Grupo de Operações de Trânsito) em parceria com as equipes de Rádio Patrulha, Rotam e Motociclistas.  PÁG. A6

NOME DE RUAS

EDITAL NA PÁGINA: B2

Projeto de Mineiro visa homenagem póstuma a platinenses 

PÁG. A3

EFAPI

Organizadores aumentam trajeto da cavalgada 

PÁG. A4

Sindicato quer mais funcionários para agências

Antônio de Picolli

Sindicalistas passaram o dia de ontem recolhendo assinatura de clientes da Caixa Econômica Federal em um abaixo-assinado pedindo a contratação de mais funcionários para a instituição. O documento deverá ser entregue à superintendência do banco em Londrina.  PÁG. A8

TRANSTORNO

Mais de 100 alunos da Apae estão sem transporte

Exigências para veículos licitação da prefeitura para adaptados para cadeiran- cont rat aç ão de ônibus. tes atrasou o processo de  PÁG. A6

cyan magenta yellow black


A-2 Opinião

TRIBUNA DO VALE

Se Renan Calheiros irá cumprir com o que anunciou, é outra história. As promessas do peemedebista terão de ser cobradas de perto pela sociedade.” Editorial

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Hoje, no Brasil, como em qualquer parte do mundo precisamos ser seletivos em relação ao que assistimos na TV, e cabe a nós e não às emissoras esse filtro.”

A RTIGO

E DITORIAL

Paulo Maurício Mello - Cari *

Mobilização virtual

A eleição de Renan Calheiros (PMDB) para a presidência do Senado despertou uma reação inusitada de parte da sociedade – mais de 1,5 milhão de internautas firmaram um abaixo-assinado virtual pedindo o afastamento de Calheiros. Tudo começou com um cidadão de 26 anos, Emiliano Magalhães, que utilizou um aplicativo de internet da organização não governamental Avaaz que permite realizar petições virtuais. Há quem considere a mobilização um modismo das redes sociais. Isso porque o objetivo central do manifesto – o pedido de impeach¬ment de Calheiros – dificilmente ocorrerá, apesar de ter sido assinado por 1,5 milhão de pessoas. Há uma série de obstáculos para isso. Em primeiro lugar, o manifesto não tem poder executivo, o que o impede de ter algum efeito prático. Em segundo lugar, é muito difícil que os senadores aceitem, neste momento, promover um processo de cassação contra Renan Calheiros por causa de um abaixo-assinado – até porque foram eles próprios que elegeram o peemedebista para a presidência da Casa. Mesmo que não cumpra o objetivo a que se propõe, a mobilização virtual não pode ser menosprezada. A magnitude do abaixo-assinado mostra que há uma parcela da população que acompanha de perto a arena pública nacional e que está propensa a ter uma participação ativa nas discussões relevantes para o país. Esse interesse em participar e influir nos rumos da nação tem de ser enaltecido. No campo simbólico, o abaixo-assinado revelou ser um sucesso de magnitude inesperada. Foi tamanho o constrangimento de Renan Calheiros com a reação da sociedade que o senador não teve como deixar de comentar a manifestação virtual por HORÁRIO DE FECHAMENTO

22:10

meio de uma nota. No dia 15 de fevereiro, Calheiros admitiu que o movimento contrário à sua permanência no Senado era “lícito e saudável”. Preferiu, entretanto, reduzir a importância do abaixo-assinado: “O número de assinaturas não é tão importante quanto a mensagem, o que importa é saber que a sociedade quer um Congresso mais ágil e preocupado com os problemas dos cidadãos. E assim o será”, prometeu na nota. Mas a manifestação popular não surtiu efeitos meramente no plano das ideias. Analistas consideram que justamente a pressão do movimento anticorrupção para que o senador deixe o cargo é que foi o catalisador do anúncio de mudanças na administração do Senado. Na terça-feira, Calheiros anunciou uma reforma administrativa que, segundo o senador, vai resultar em economia de R$ 262 milhões por ano nas despesas da Casa. Haverá também corte de cerca de 500 cargos comissionados e o aumento da jornada no Senado – de seis para sete horas diárias, o que deve contribuir para a redução de horas extras pagas pela Casa. Se Renan Calheiros irá cumprir com o que anunciou, é outra história. As promessas do peemedebista terão de ser cobradas de perto pela sociedade. A mobilização culminou ontem, com representantes do movimento anticorrupção fazendo a entrega simbólica do 1,5 milhão de assinaturas para alguns senadores. As novas formas de protesto organizadas pela internet estão dando os primeiros passos para concretizar seus objetivos no mundo real. Por enquanto há mais barulho que efetividade. Mas, aos poucos, os cidadãos começam a provar que a atuação política não se restringe ao voto. E que a internet se tornou uma aliada para o controle social do comportamento político vigente.

C HARGE

chargeonline.com.br

NESTA EDIÇÃO TEM

22 PÁGINAS CADERNO PRINCIPAL - OPINIÃO - POLÍTICA - GERAL - CIDADES - COTIDIANO - ESPORTES - AGRONEGÓCIO

A 01 - 08 A 02 A 03 A 04 A 05 A 06 A 07 A 08

2ª CADERNO - AGRONEGÓCIO - ATAS & EDITAIS - SOCIAL

B 01 - 08 B 01 B 02 - 07 B 08

PREVISÃO PARA HOJE

260 190

SANTO ANTÔNIO DA PLATINA

A RTIGO Fernando Rizzolo *

Tempestades, inundações e a hora do crime Foi na verdade um descuido, ou melhor, uma distração, naquela tarde. Apesar de o céu estar encoberto, nem passou por mim a ideia de que o retorno do meu escritório à minha casa se tornaria um pesadelo. No início da chuva, São Paulo parecia a cidade de sempre, mas, naquela mesma tarde, transformou-se na capital do alagamento. Foram quatro horas parado dentro do meu carro, com o motor quase sempre desligado, tendo como companhia o iPad. Ao chegar em casa, já cansado, liguei a TV bem no horário que eu costumo chamar de “a hora do crime“. É impressionante que, neste país, várias emissoras se especializaram em programas

sobre crimes, exibidos sempre por volta das 19 horas – e há programas para todos os gostos. Já há algum tempo vinha observando o porquê da minha demora para pegar no sono. Culpa de estar a par de todos os crimes cometidos em São Paulo, ou do trânsito infernal ?? Ou seria o temor de ficar ilhado numa esquina e ter de sair pela janela do carro abanando as mãos como um louco? Sinceramente, não sei. Hoje, no Brasil, como em qualquer parte do mundo precisamos ser seletivos em relação ao que assistimos na TV, e cabe a nós e não às emissoras esse filtro. Ouvir diariamente apregoações sobre a pena de morte, chacinas, vítimas de assalto,

TRIBUNA DO VALE

O Diário da nossa região - Fundado em agosto de 1995 Editora Jornal Tribuna do Vale LTDA CNPJ 01.037.108/0001-11 Matriz: Rua Tiradentes 425, Centro Santo Antônio da Platina, PR Fone/Fax: 43 3534 . 4114

Fernando Rizzolo

Diretor Responsável Benedito Francisquini - MTB 262/PR tribunadovale@tribunadovale.com.br tribunadovale@uol.com.br

isso no fundo acaba nos contaminando e sem nos percebermos ficamos abalados. Viver em cidade grande tem um preço, e quando pretendo ir ao litoral para descansar, também na TV local existe a “hora do crime”, versão litorânea, com os atores de bermuda. No entanto, estando lá, sempre se pode desligar o aparelho e olhar o mar. Diante disso tudo, por entre enchentes, “hora do crime”, violência nas cidades, inclusive aquelas que eram sonhos de tranquilidade – como as do Sul do país, que se tornaram hoje alvo de queima de ônibus –, apenas nos resta a paz interior, uma palavra de esperança, que bem poderia ter surgido

em horas complicadas como aquela tarde em que São Paulo parou. Mas o Poder Público nada falou, portanto penso que fatalidades da natureza nas grandes capitais não são boas para políticos comentarem. Melhor esperar que passem. Assim, após quatro horas dentro do carro, com iPad já sem bateria, e após ter sido inteirado sobre todos os crimes da cidade, a solução foi dormir. Pena que demorei para pegar no sono.... por que será, hein.....? *Fernando Rizzolo é Advogado, jornalista, Mestre em Direitos Fundamentais, membro efetivo da Comissão de Direitos Humanos da OAB/SP, articulista colaborador da Agência Estado. www.blogdorizzolo.com.br, rizzolot@gmail.com

Representação: MERCONET Representação de Veículos de Comunicação LTDA Rua Dep. Atílio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 ¦ Fax: 41-3079-3633 Vendas Assinatura Anual R$ 200,00 Semestral R$ 100,00

Impressão e Fotolito: Editora Jornal Tribuna do Vale Fone/Fax : 43 3534 . 4114

Como ser eu

É sempre um desafio observar a nós mesmos, mais ainda é orientar as pessoas a analisarem a si próprias. Ninguém quer olhar pra si, pois é mais confortável olhar a dor, imperfeição, sucesso e o fracasso do outro. Partindo dessa premissa, hoje somos uma sociedade que perdeu muito da própria identidade, pois não olha para si mesma, para o seu “EU” interior, e alguns nem sabem que ele existe. Sem a consciência deste “EU” interior, a pessoa molda sua personalidade baseada em modelos definidos por novela, celebridade, moda, entre outros, sejam bons, ou ruins. Referências externas são excelentes, desde que analisadas em alinhamento com a nossa essência, senão somos o outro, vivendo no nosso corpo, e não, nós mesmos. O não entendimento da necessidade desse alinhamento acaba moldando uma personalidade descaracterizada e falsa, uma verdadeira colcha de retalhos de comportamentos e crenças, uma ilusão de si mesmo. Na minha visão, o grande desafio do ser humano é voltar a ser ele mesmo, e estar compatível com a sua essência individual, pois não existe uma pessoa igual à outra, somos seres únicos. E ser único faz com que cada um saiba o que precisa para ser feliz, então, para atingirmos a chamada felicidade, temos que acessar esse EU, e alinhá-lo com a nossa personalidade. A sensação de felicidade não existe em termos materiais, é uma conjunção de fatores determinados por nossas emoções, crenças, valores e forma de pensar, que por sua vez determinam a nossa visão do mundo, das pessoas que estão nele, e da percepção que temos dos fatos da vida cotidiana. Essa percepção pode ter variáveis de pessoa para pessoa, em relação a um mesmo fato. Por exemplo, um mesmo atropelamento visto por duas pessoas, pode ter interpretações bem distintas. Uma pode interpretar que o pedestre estava errado, se ela ou alguém conhecido já atropelou alguém. A outra pode interpretar que o pedestre estava certo, caso já tenha sido atropelada. É um exemplo simples, mas que mostra que tendemos a nos identificar com imagens de referência, seja de pessoas ou situações. Então para sermos nós mesmos, e viver baseado no nosso “EU”segue algumas dicas: -Autoconhecimento - Descubra o maravilhoso ser imperfeito que você é, pois este é o melhor ponto de partida; -Evolução continua - Use este conhecimento como base do seu processo de aprimoramento, e melhore a cada dia; -Individualidade - Somos seres incomparáveis, o que é bom para o outro, pode não ser pra você; -Tempo Certo - Seja disciplinado e persistente, mas lembre-se que cada um tem o seu próprio ritmo de vida; -Influências - Não se obrigue a ser o que não é, pessoas são possibilidades de aperfeiçoamento, não é você; -Aceitação - Tenha seus próprios sonhos, valores e escolhas, que terá um lugar verdadeiro e acolhedor no mundo; -Humildade - Busque ajuda profissional porque sozinhos podemos entrar num círculo vicioso. Não quero com essas dicas dar receitas mágicas, mas ajudar numa reflexão sobre o que é despertar para uma vida mais verdadeira e plena. Alguns anos atrás me deparei com a seguinte frase sobre mim mesmo: “Eu sou alguém, mas não sou Eu.” Se você se identifica com esta frase, siga as dicas acima, e será um bom começo para ser você, e como consequência transformar a sua vida. Se não se identifica, verifique de qualquer forma as dicas, pois já podem fazer parte dos seus pensamentos. Se já fizer, como diz a nova física, para um pensamento se manifestar para a realidade, é só uma questão de tempo. Se não se identifica, nem tem pensado sobre isso, de qualquer forma reflita sobre essas dicas, para que preventivamente não entre nessa crise existencial. Ser feliz é uma sensação de paz, pertencimento e alegria, consequência do alinhamento da alma com a personalidade, é quando podemos dizer: “Eu sou EU.” * Sobre Paulo Mello - Cari O life coaching do Núcleo Pluri tem 55 anos e busca poder ajudar a transformar a sociedade. Trabalhou por 28 anos no mundo corporativo, sendo 11 anos como executivo e 17 anos como empreendedor. Após superar um colapso físico emocional percebeu que deveria abrir uma local que pudesse auxiliar pessoas a compreender a vida de forma mais ampla, e assim, nasceu o Núcleo Pluri, com a missão de transformar a consciência humana, atuando na área de saúde, através de terapias convencionais e complementares para pessoas e empresas. Sobre o Núcleo Pluri Idealizado para cuidar do ser humano como um todo (no âmbito físico, energético, mental, psíquico, emocional e espiritual), complementando assim, os tratamentos convencionais de saúde, o Núcleo Pluri promove aos seus clientes, por meio da ampliação da consciência, e práticas integradas de saúde, uma visão mais ampla de como superar as dificuldades para obter bem-estar e equilíbrio. Um grupo de terapeutas especializados trabalha de forma integrada, baseados numa metodologia própria e diferenciada, proporcionando ao cliente uma nova percepção de si mesmo e do mundo, o que o permite corrigir, e até prevenir desequilíbrios, para assim, alcançar uma forma mais saudável e feliz de ser e viver. Acesse: www.nucleopluri.com.br e www. facebook.com/NucleoPluri Circulação: Abatiá ¦ Andirá ¦ Arapoti ¦ Bandeirantes ¦ Barra do Jacaré ¦Cambará ¦ Carlópolis ¦ Conselheiro Mairink ¦ Figueira¦Guapirama ¦ Ibaiti ¦ Itambaracá ¦ Jaboti ¦ Jacarezinho Jaguariaíva ¦ Japira ¦ Joaquim Távora ¦ Jundiaí do Sul ¦ Pinhalão ¦ Quatiguá ¦ Ribeirão Claro ¦ Ribeirão do Pinhal ¦ Salto do Itararé ¦Santana do Itararé¦ Santo Antônio da Platina ¦ São José da Boa Vista ¦ Sengés ¦ Siqueira Campos ¦Tomazina ¦ Wenceslau Bráz

Filiado a Associação dos Jornais Diário do Interior do Paraná

* Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.


Política A-3

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Beto Richa é o governador do diálogo e da temperança. A pesquisa mostra isto” Reni Pereira.

P anorama Regional B. Francisquini

Richa tem aprovação de 73%, diz Ibope

POLÍTICAPesquisa aponta Beto Richa como favorito para as eleições de 2014

ADI

Páreo duro em 2014 Se o governador Beto Richa mantiver a popularidade que registra neste momento, segundo pesquisa do Ibope contratada pela Associação dos Jornais Diários do Interior do Paraná (ADI-PR), tem tudo para obter a reeleição, pois vai ser um páreo duríssimo, mesmo contra Gleisi Hoffmann o nome do PT com as bênçãos do governo federal.

Após dois anos no comando do Estado, Richa continua muito bem avaliado pela população e é o favorito na disputa das eleições de 2014. A pesquisa aponta que 73% dos paranaenses aprovam o governo Beto Richa. Na avaliação pessoal, ele recebeu nota 8 dos paranaenses. E 76% afirmaram voto ao governador Beto Richa para mais quatro anos nas eleições de 2014.

Auditagem de jornais O primeiro vice-presidente da Câmara dos Deputados, André Vargas (PT-PR), recebeu na tarde desta terça-feira, 26/02, o presidente da Associação dos Diários do Interior (ADI-Brasil), Âmer Félix Ribeiro. Na reunião, que aconteceu no gabinete de Vargas, em Brasília, foi apresentado o projeto de auditagem de jornais. Vargas que sempre apoiou a auditagem dos veículos de comunicação, apreciou o projeto. “Tem que provar quantos exemplares cada jornal tira por dia”, apontou Vargas em relação aos parâmetros para a publicidade dos governos. Mídia regional Na ocasião, Vargas levantou a hipótese da Câmara dos Deputados ter um departamento, ou mesmo funcionários, para cuidar especificamente das questões da mídia regional. André Vargas é também o presidente da Frente Parlamentar de Apoio e Fortalecimento à Mídia Regional. Da reunião participou ainda o diretor executivo da ADI-Brasil, Alberto Rosa. Um bebê no meio da bagunça É incrível o que algumas pessoas são capazes de fazer quando há uma autoridade ou uma personalidade importante, como foi o caso da visita do governador Beto Richa à região. Uma enfermeira do Hospital Regional ao avistar o governador percorrendo as dependências da casa de saúde, foi capaz de retirar um bebê dos braços da mãe só para fazer foto com Richa, um verdadeiro absurdo. Inconsequência O fato chama a atenção para analisarmos que tipo de profissional temos trabalhando em serviço público. Segundo a própria enfermeira confidenciou, o bebê havia nascido a menos de duas horas antes de ser estrela ao ser tocada pelo governador e sair em todas as mídias regionais e estaduais. Detalhe: a mãe ainda estava na mesa de operação. Existem piores Pior do que a conduta da enfermeira, só a de alguns considerados profissionais da imprensa, que quase derrubam o governador e invadem uma ala de UTI, na qual o acesso seria restrito aos médicos e a Richa que faria a inauguração só para tirar foto com o governador, esquecendo sua verdadeira função que é de apenas testemunhar os fatos e não participar deles. Pés pelas mãos Um grupo de alunos da Fanorpi conseguiu transformar o que seria um protesto em ‘vergonha alheia’. Perderam a razão ao ligar o som dos carros no último volume, com direito a coreografia de funk, tudo regado a muitas gargalhadas. Era notável a expressão de indignação dos que não concordavam com aquilo. Onomatopeicos Os alunos têm toda a razão em cobrar mais transparência do Grupo Uniesp, que adotou práticas controversas e unilaterais. Porém, o que se espera é um nível mínimo de argumentação, muito além de onomatopeias como o famigerado “Lek lek”. Uma nova manifestação estava marcada para a noite de ontem, depois do fechamento desta edição. Mais incômodo Este ano o trajeto da cavalgada da Efapi será mais extenso. No seu novo traçado, mais pessoas terão seu direito de locomoção comprometidos. Haverá mais sujeira e barulho nas ruas e não será surpreendente se houver alguns acidentes causados por pessoas embriagadas conduzindo os animais pelas ruas da cidade. Mãos a obra Esbanjando disposição, o prefeito de Santo Antônio da Platina Pedro Claro de Oliveira Neto (DEM) não desperdiça qualquer oportunidade de reivindicar recursos para o município. Durante encontro com Carlos Roberto Massa Junior , o Ratinho Junior, secretário do Desenvolvimento Urbano do Paraná(Sedu), o prefeito tentou garantir verbas para asfaltar mais ruas na cidade.

ADI

Após dois anos no comando do Estado, o governador Beto Richa continua muito bem avaliado pela população e é o favorito na disputa das eleições de 2014. Pesquisa Ibope contratada pela Associação dos Diários do Interior (ADI) aponta que 73% dos paranaenses aprovam o governo Beto Richa. Na avaliação pessoal, Richa recebeu nota 8 dos paranaenses. E 76% afirmaram voto ao governador Beto Richa para mais quatro anos nas eleições de 2014. “Agradeço aos paranaenses pela confiança em nosso trabalho. A pesquisa mostra que o governo está no caminho certo, buscando atender às necessidades da população”, disse Beto Richa. “O resultado é grande um incentivo para mim e para minha equipe, para nos esforçarmos cada vez mais, com muito diálogo, transparência e seriedade na administração do Estado.” Universo O Ibope fez 2.002 entrevistas, considerando as variantes de sexo, idade, grau de instrução e renda familiar, entre 16 e 22 de fevereiro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Na pergunta que rendeu 73% de aprovação a Beto Richa, a desaprovação ficou em 18%, já que pouco mais que 8% dos entrevistados disseram não saber responder à pergunta. O governo Beto Richa é bem avaliado nas 12 regiões pesquisadas pelo Ibope e a aprovação é superior aos 73% no Noroeste (aprovação de 91%), Centro Ocidental (89%), Sudoeste (88%), Oeste (86%), Norte Pioneiro (77%) e Centro Sul (77%). “O modo municipalista de governar, com atenção especial aos municípios do interior, é fator considerável no alto índice de aprovação do governador Beto Richa”, disse o prefeito de Bandeirantes, Celso Silva, presidente da Amunop

76% afirmaram voto ao governador Beto Richa para mais quatro anos nas eleições de 2014

(Associação dos Municípios do Norte do Paraná). Nota 8 Para o diretor do Ibope, Hélio Gastaldi, o resultado da pesquisa sobre o Governo Richa é muito bom, considerando que foram apenas dois anos de governo. “É um alto índice de aprovação, difícil de ser alcançado em apenas dois anos. Este índice pode crescer ainda mais, pois a nota dada ao governador é excelente. Poucos governantes recebem nota 8 no Brasil, onde a população é muito crítica em relação ao governo”, diz Gastaldi. A avaliação do governador, numa escala de zero a 10, também é superior à média geral dos 8,0 em regiões como Centro Ocidental (8,9), Noroeste (8,7), Sudoeste (8,6), Sudeste (8,4), Centro Oriental (8,4), Norte Pioneiro (8,4), Oeste (8,4) e Centro Sul (8,3). “Beto Richa é o governador do diálogo e da temperança. Atende a todos prefeitos, independente do partido, e as prefeituras precisam do apoio incondicional do Estado para executar obras e projetos. No Paraná, nós temos um governador que respeita e busca atender as necessidades dos municípios”, disse o prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira. Satisfação O grau de satisfação dos

paranaenses com o Estado também é alto. Vinte por cento responderam que estão “muito satisfeitos” em morar no Paraná. Somados com os satisfeitos, esse percentual sobe para 89%. “A pesquisa mostra que o governador Beto Richa está bem, o paranaense está satisfeito com ele”, disse o matemático Luiz Carlos Kossar, pesquisador das tendências do eleitorado nas regiões oeste, sudoeste e noroeste. Sobre o potencial de voto do governador, foi perguntado aos entrevistados como votariam caso Beto Richa concorresse mais uma vez ao Governo do

Estado em 2014. A maioria, 76%, disse que com certeza votaria nele ou poderia votar nele. 19% disseram que não votariam em Richa e 5% não responderam. “A polarização das eleições municipais não afetou a aprovação do governador. Isto mostra também que está se fechando um ciclo. Esse modelo - crédito consignado e desoneração de impostos - se exaure e o eleitor cobra qualidade de vida na porta de sua casa. O governador entendeu isso”, completou Kossar.

TRIBUTO

Vereador homenageia platinenses com nome de ruas Maurício Reale

O vereador José Jaime Paula Silva, o Mineiro (PSB) encaminhou, segunda-feira, 25, três Projetos de Lei (PL) nomeando ruas em homenagem a pessoas já falecidas há mais de um ano, conforme determina a lei. Os homenageados são Arlei Jesus Levatti Filho, Tamires Martins da Silva e Douglas Dalossio Vidal da Silva. Os PLs foram aprovados por unanimidade em primeira votação. Na justificativa dos PLs o vereador destacou a índole dos homenageados. Arlei Filho e Tamires Silva eram recém-casados quando morreram num acidente automobilístico que chocou a população. Douglas Dalossio também morreu num violento acidente em frente ao Posto Platina, na BR 153. Emocionado, o vereador lamentou a perda de pessoas jovens – todos com menos de 30

Arquivo de Família

Casal Arlei Levatti Filho e Tamires da Silva homenageado pelo vereador Mineiro

anos – com um futuro promissor pela frente. Durante seu discurso, o vereador se referiu a Douglas Dalossio como um filho. “Ele era amigo do meu filho, um jovem exemplar, promessa de um futuro brilhante como cidadão e profissional”, ressaltou.

Ele também enfatizou a importância da família Levatti, pioneira no município, lamentando a perda do casal Arlei Levatti Filho e Tamires Silva. Com as homenagens, a atual travessa 3, do residencial Tarumã, passa a ser denominada Travessa Arlei

Jesus Levatti Filho. A atual travessa 2, também no residencial Tarumã, passa a ser denominada travessa Tamires Martins da Silva e a travessa 6, no mesmo bairro, passa a se chamar travessa Douglas Dalossio Vidal da Silva.


A-4 Geral

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

13 municípios do Estado enfrentam epidemia de dengue concentram nas regiões noroeste e oeste do Estado. Atualmente são 13 municípios em situação epidêmica. Além dos 11 já informados, São João do Caiuá e Engenheiro Beltrão apresentaram 27 e 65 casos, respectivamente, e entraram na lista por ultrapassarem a marca de incidência de 300 casos por 100 mil habitantes. O superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz, destacou que o Estado ainda

SAÚDEEstado passa por período crítico da doença por conta das chuvas características da estação AEN

A Secretaria da Saúde divulgou nesta segunda-feira (25/2) o informe técnico nº 16, que trata

da situação da dengue no Paraná. De acordo com o documento foram confirmados 5.438 casos da doença entre agosto de 2012 e esta segunda-feira (25). Os casos se

enfrenta um período crítico da doença por conta das chuvas de março. “O combate à dengue deve ser feito durante todo o ano, mas devemos ficar atentos ao período de calor intenso e chuvas, que favorecem a proliferação do mosquito transmissor da doença”. O presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, Antonio Carlos Nardi, destacou que os municí-

pios devem intensificar as ações de combate à dengue. “As prefeituras devem manter as equipes de combate a endemias e monitorar a eliminação de criadouros, que é a medida mais eficaz contra a dengue”, disse Nardi, que também é secretário de Saúde de Maringá, no norte do Estado. Ele chama a atenção ainda dos novos gestores municipais que podem não ter tido tempo de estruturar seus serviços, mas que devem dar atenção especial a essa área. Casos graves – Dos 5.438 casos confirmados, 15 evoluíram para a forma grave da doença. Sezifredo enfatiza que a demora na procura por atendimento médico pode agravar o quadro clínico. “Ao qualquer sintoma de dengue, Seis pacientes que tiveram a forma mais grave da doença morreram de dengue. Três novas mor-

EFAPI

Trajeto da Cavalgada será mais extenso Google

A diretoria da Sociedade Rural e os vereadores decidiram, durante reunião realizada segunda-feira,25, na Câmara dos Vereadores, aumentar o trajeto da cavalgada da 41a. Exposição-feira, Agropecuária e Industrial do Norte Pioneiro (Efapi) que este ano acontecerá no dia 17 de março. Este ano a cavalgada começa avenida José Palma Rennó, passa pela avenida Oliveira Mota, faz o contorno na prefeitura, desce pela rua Marechal Deodoro da Fonseca, passa pela rua Benedito Lúcio Machado, entra na rua Rui Barbosa, passa pela rua José Bonifácio, contorna novamente a prefeitura e volta pela avenida Oliveira Mota até chegar a antiga sede da secretaria da Assistência Social, na avenida José Palma Rennó. Segundo o vereador Francisco Faustino de Proença Júnior, a Polícia Militar (PM) não participou da reunião que mudou o trajeto, mas aprovou a mudança.

Trajeto da Cavalgada

Mercado Agropecuário

Indicadores Econômicos BOVESPA

26/02/13

CÂMBIO

26/02/13

DÓLAR COMERCIAL

INDICE BOVESPA Alta: 0,59%

56.948 pontos

Volume negociado: R$ 8,16 bilhões 57.314 56.177 56.154 56.697 56.617 56.948

Alta: 0,46% Compra Venda

EURO Var. fevereiro: -0,20% R$ 1,985 R$ 1,986

DÓLAR PTAX (Banco Central) Alta: 0,72% Compra Venda

20/02

21/02

Ações Petrobrás PN Vale PNA ItauUnibanco PN Bradesco PN OGX Petróleo ON JBS ON Eletrobrás ON Gerdau Met PN

22/02

25/02

% -1,24 +2,54 -1,82 -2,19 +3,98 +4,02 +4,14 +3,78

R$ 16,74 35,15 34,53 34,80 3,40 7,24 6,54 21,40

BOLSAS NO MUNDO Dow Jones Londres Frankfurt Tóquio

% 13.900,13 6.270,44 7.597,11 11.398,81

+0,84 -1,34 -2,27 -2,26

OURO - BM&F 26/02

26/02

var. dia R$ 103,00 /grama

IR

+1,98%

FEVEREIRO

BASE (R$) Até 1.710,78 De 1.710,79 até 2.563,91 De 2.563,92 até 3.418,59 De 3.418,60 até 4.271,59 Acima de 4.271,59

Alíquota % isento 7,5 15 22,5 27,5

Parc. a deduzir 128,31 320,60 577,00 790,58

Deduções: a) Assalariados: 1-R$ 171,97 por dependente; 2 - pensão alimentícia; 3 - contribuição à Prev. Social; 4 - R$ 1.710,78 por aposentado a partir de 65 anos; 5 - contribuições à previdência privada e aos Fapi pagas pelo contribuinte; b) Carne Leão: itens de 1 a 3 mais as despesas escrituradas no livro-caixa.

SELIC/IR IR 2012 - A 8ª parcela venceu em 30/11. para esta e ou-

tras parcelas atrasadas há juros de 6,60% para pagamento em fevereiro. MÊS Nov/12 Dez/12

TAXA SELIC 0,55% 0,55%

MÊS Jan/12 *Fev/12

TAXA SELIC 0,60% 1,00%

*No mês corrente a Selic é sempre 1,00% Indicadores Econômicos: elaboração da agência Dossiê:Dinheiro. Fone: (41) 3205-5378

Alta: 0,48% Compra Venda

Var. fevereiro: -0,94% R$ 1,96 R$ 2,11

DÓLAR TURISMO Alta: 0,48% Compra Venda

Baixa: 0,38% Compra Venda

Var. fevereiro: -4,01% R$ 2,5894 R$ 2,5904

EURO TURISMO

Var. fevereiro: -0,33% R$ 1,9812 R$ 1,9816

DÓLAR PARALELO

19/02

Maurício Reale

Var. fevereiro: -0,48% R$ 1,960 R$ 2,090

Alta: 0,36% Compra Venda

Var. fevereiro: -2,48% R$ 2,50 R$ 2,75

OUTRAS MOEDAS X REAL Iene Libra esterlina Peso argentino

R$ 0,0216 R$ 3,00 R$ 0,39

US$ 1 É IGUAL A: Iene Libra esterlina Euro

91,65 0,6608 0,7651

ÍNDICES DE INFLAÇÃO Índices em % INPC (IBGE) IPCA (IBGE) IPCA-15 (IBGE) IPC (FIPE) IPC (IPARDES) IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV) IPA-DI (FGV) IPC-DI (FGV) INCC-DI (FGV)

set 0,63 0,57 0,48 0,55 0,80 0,97 0,88 1,11 0,54 0,22

out 0,71 0,59 0,65 0,80 0,50 0,02 -0,31 -0,68 0,48 0,21

nov 0,54 0,60 0,54 0,68 0,94 -0,03 0,25 0,16 0,45 0,33

REAJUSTE ALUGUÉIS Índice INPC (IBGE) IPCA (IBGE) IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV)

dez 1,0595 1,0553 1,0696 1,0722

jan 1,0620 1,0584 1,0782 1,0810

tes foram registradas em Peabiru e outra em Campo Mourão. Além destas, duas mortes já haviam sido confirmadas em outros momentos: uma em Peabiru e outra em Paranavaí. Uma das mortes confirmadas é de uma moradora de Peabiru, de 84 anos. De acordo com a investigação da secretaria, o óbito foi causado por febre hemorrágica da dengue associada a uma hemorragia digestiva alta. A idosa era hipertensa e começou a apresentar sintomas da doença no dia 08/02. Mesmo com dores de cabeça, vômito, febre e dores abdominais, a idosa não procurou atendimento e optou por tomar remédios sem orientação médica, o que pode ter influenciado no agravamento de seu quadro clínico. No dia 12/02 a paciente foi internada na Santa Casa de Campo Mourão, transferida para a UTI da Central Hospitalar e morreu na madrugada do dia seguinte. “A automedicação pode matar. Neste caso específico, a idosa tomou AAS 100 mg por quatro dias. O medicamento é totalmente contraindicado para pacientes com suspeita de dengue, pois favorece a hemorragia”, explicou o superintendente. Uma paciente de 62 anos que adquiriu a dengue em Peabiru também morreu no dia 12/02 pelo grau máximo da febre hemorrágica durante transferência para uma UTI em Campo Mourão. O início dos sintomas foi registrado no dia 08/02, inclusive com ocorrência de vômito, um sinal de alarme para caso grave. Outras duas pessoas, uma de Campo Mourão e outra de Peabiru, morreram após serem internadas em leitos de UTI em Campo Mourão. Uma mulher, moradora de Campo Mourão tinha 31 anos e ficou hospitalizada por cinco dias em estado grave, por conta da febre hemorrágica. Outro caso é de um homem de 75 anos, morador de Peabiru, que tinha doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Ele ficou internado por sete dias na UTI e não resistiu as complicações da dengue.

fev 1,0663 1,0615 1,0791 1,0811

* Correção anual. Multiplique valor pelo fator acima

dez 0,74 0,79 0,69 0,78 0,40 0,68 0,66 0,74 0,66 0,16

jan 0,92 0,86 0,88 1,15 0,34 0,31 0,00 1,01 0,65

fev 0,68 -

ano 0,92 0,86 1,57 1,15 5,91 0,34 0,31 0,00 1,01 0,65

12m 6,63 6,15 6,18 5,61 5,91 7,91 8,11 9,12 5,95 6,86

OUTROS INDICADORES dez BTN + TR 1,570040 TJLP (%) 5,50 Sal. mínimo 622,00 FGTS (%) 0,2466 TAXA SELIC ANUAL: 7,25%

PREVIDÊNCIA

jan 1,570040 5,00 678,00 0,2466

fev 1,570040 5,00 678,00 0,2466

COMPETÊNCIA JANEIRO

Vencimento: empresas 20/2 e pessoas físicas 15/2. Após multas de 4% a 100% e juros (Selic)

Empresário/empregador

Facultativo

Contribui com 11% sobre o pró-labore, entre R$ 678,00 (R$ 74,58) e R$ 4.159,00 (R$ 457,49), através de GPS.

Contribui com 20% sobre qualquer valor entre R$ 678,00 (R$ 135,60) e R$ 4.159,00 (R$ 831,80), através de carnê.

Autônomo

Assalariados

1) Quem só recebe de pessoas físicas: recolhe por carnê 20% sobre os limites de R$ 678,00 (R$ 135,60) a R$ 4.159,00 (R$ 831,80). 2) Quem só recebe de pessoas jurídicas: a empresa recolhe 11% sobre o máximo de R$ 4.159,00 (R$ 457,49) e desconta do autônomo. 3) Quem recebe de jurídicas e físicas: desconto de 11% sobre as jurídicas, até R$ 4.159,00 (R$ 457,49). Se não atingir este teto, recolhe 20%, via carnê, sobre a diferença até R$ 4.159,00. 4) Aut. especial: sobre R$ 678,00, recolhe 5% (donas de casa, Lei 12.470/2011) ou 11% (demais especiais), mas a aposentadoria é por idade.

Salários até 1.247,70 de 1.247,71 até 2.079,50 de 2.079,51 até 4.159,00

8,00% 9,00% 11,00%

Empregados domésticos Empregado Empregador Total

Alíquota % 8 a 11 12 20 a 23

R$ mín 54,24 81,36 135,60

R$ máx 457,49 499,08 956,57

SALÁRIO FAMÍLIA - JANEIRO/2013 Salário de até R$ 646,55 Salário de R$ 646,55 a 971,78

R$ 33,16 R$ 23,36

POUPANÇA, TR

LOTES - ATACADO

Poupança antiga: depósitos até 03/05/12 Nova poupança: dep. a partir de 04/05/12

POUP. ANTIGA

NOVA POUP. Índice

ano 0,50 1,00

12 m 6,38 6,38

nov dez 0,4134 0,4134

jan 0,4134

fev 0,4134

% 0,00 0,00

ano 0,00 0,00

12 m 0,20 0,20

TR MÊS Janeiro/13 Fevereiro/13 Período 13/1 a 13/2 14/1 a 14/2 15/1 a 15/2 16/1 a 16/2 17/1 a 17/2 18/1 a 18/2 19/1 a 19/2 20/1 a 20/2 21/1 a 21/2 22/1 a 22/2 23/1 a 23/2 24/1 a 24/2 25/1 a 25/2 26/1 a 26/2 27/1 a 27/2 28/1 a 28/2 29/1 a 1/3 30/1 a 1/3 31/1 a 1/3 1/2 a 1/3 2/2 a 2/3 3/2 a 3/3 4/2 a 4/3 5/2 a 5/3 6/2 a 6/3 7/2 a 7/3 8/2 a 8/3 9/2 a 9/3 10/2 a 10/3 11/2 a 11/3 12/2 a 12/3 13/2 a 13/3

SOJA - saca 60kg

% 0,50 0,50

Janeiro/13 Fevereiro/13

POUP ANTIGA 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000

POUP NOVA 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134

TR 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000

CUB PARANÁ Fonte: Sinduscon/PR e Sinduscons regionais R$/m2 DEZ JAN %m %ano %12m Paraná 1.075,22 1.077,14 0,18 0,18 7,93 Norte 1.025,89 1.016,21 -0,94 -0,94 4,34 Noroeste 1.049,58 1.050,36 0,07 0,07 7,52 Oeste 1.067,19 1.068,78 0,15 0,15 6,97

SAL. MÍNIMO - PARANÁ Grupo 1 R$ 783,20 Trab.s na agricultura. Grupo 2 R$ 811,80 Serviços administrativos, domésticos e gerais, vendedores e trab. de reparação.

26/02/13

Grupo 3 R$ 842,60 Trab. produção de bens e serviços industriais Grupo 4 R$ 904,20 Técnicos nível médio. *Valores válidos de maio/2012 a abril/2013

PRAÇA Paranaguá Ponta Grossa Maringá Cascavel Sudoeste Guarapuava

TRIGO - saca 60kg R$ 62,50 60,00 57,50 57,00 57,50 57,50

SEM -1,6% -1,6% -2,5% -1,7% -2,5% -2,5%

30 d. -2,3% -5,5% -3,4% -3,4% -3,4% -3,4%

31,00 27,00 26,50 28,00 28,00 27,00

6,9% 0,0% -1,9% 0,0% 0,0% -3,6%

-4,6% -6,9% -7,0% -8,2% -1,8% -5,3%

MILHO - saca 60kg Paranaguá Sudoeste Cascavel Maringá Ponta Grossa Guarapuava

PRAÇA Curitiba Ponta Grossa Maringá Cascavel

R$ 45,80 45,80 45,50 45,30

SEM -2,1% -2,1% -2,2% -2,2%

30 d. -5,6% -5,6% -5,2% -3,6%

INDICADORES CEPEA/ESALQ PRODUTO Bezerro (1) Boi gordo (2) Café (3) Algodão (4)

R$ 719,24 97,94 310,91 188,74

DIA 1,50% -0,34% 0,65% 0,94%

MÊS -4,21% 0,21% -7,52% 2,45%

1- sc 50Kg, com impostos, posto usina SP; 2 -média à vista da arro ba no Estado de SP; 3 - valor à vista saca 60kg posto SP Capita arábica, bica corrida, tipo 6; 4 - em pluma, cent/R$ por libra-pes (453 gr), posto SP Capital.

Soja, milho e trigo: fonte Dossiê:Dinheiro; Cepea/Esalq: mais informações em www.cepea.esalq.usp.br

PREÇO AO PRODUTOR Produto

26/02/13

unidade

média var. var. var. PR - R$ diária 7 dias 30 dias SOJA saca 60 kg 56,71 -1,5% 1,7% -3,7% MILHO saca 60 kg 24,80 -2,2% -2,6% -5,5% TRIGO saca 60 kg 39,83 -0,2% -0,3% -0,3% FEIJÃO CAR. saca 60 kg 184,43 1,2% 4,2% 15,3% BOI GORDO arroba, em pé 97,74 -0,1% 0,1% 1,1% SUÍNO kg, vivo 3,14 0,0% 2,3% 1,3% FRANGO kg, vivo 2,29 0,0% -0,9% -1,3% CAFÉ BEN. beb. dura, 60kg 275,63 0,0% -1,9% -11,2% CAFÉ kg, em coco 4,60 0,0% 0,2% -8,5% Fonte: Sima/Deral/Seab. Os preços nas praças referem-se aos valores “mais comuns” apurados

C.Proc. R$ 56,00 24,00 39,00 98,00 3,30 285,00 4,68

Jacar. R$ 57,50 24,50 94,00 3,20 3,05 260,00 4,50

MERCADO FUTURO BOLSA DE CHICAGO (CBOT) SOJA Cont. mar/13 mai/13

26/02/13 MILHO

- US$cents por bushel (27,216 kg)

FECH. 1.447,75 1.431,75

*DIF. -3,50 -3,50

1 SEM. -1,5% -1,7%

1 MÊS 0,5% 0,4%

427,70 426,80

2,10 2,30

Cont. mar/13 mai/13

FECH. 705,00 694,75

*DIF. 11,50 9,25

1 SEM. 1,4% 0,4%

1 MÊS -2,2% -3,7%

TRIGO - US$cents por bushel (25,4 kg)

FARELO - US$ por tonelada curta (907,2kg) mar/13 mai/13

- US$cents por bushel (25,4 kg)

0,6% 0,5%

2,7% 3,7%

mar/13 mai/13

705,75 711,00

6,50 5,75

-3,6% -3,8%

-9,1% -9,4%

*Diferença sobre dia anterior. 1,00 ponto = US$ 0,01 na soja, milho e trigo e US$ 1,00 no farelo

BOLSA DE NOVA YORK (NYBOT) CAFÉ Cont. mar/13 mai/13

- US$cents/libra peso (0,453 kg)

FECH. 142,90 143,50

*DIF. 0,30 0,40

1 SEM. 4,7% 3,7%

1 MÊS -3,6% -5,1%

26/02/13 ALGODÃO

- US$cents/libra peso (0,453 kg)

Cont. mar/13 mai/13

FECH. 80,33 81,83

*DIF. 0,11 0,11

1 SEM. -2,3% -2,7%

1 MÊS -0,2% 1,7%

*Diferença s/ dia anterior. 1,00 ponto = US$ 0,01 no café e algodão.

BOLSA DE MERCADORIAS DE SÃO PAULO (BM&F) Cont. mar/13 mai/13

C 31,36 30,20

VP -0,64 -0,51

CN 1 98

CA 134 2.558

0,56 0,53

663 24

4.069 598

BOI GORDO - R$/arroba fev/13 abr/13

97,71 96,53

13/02/13

MILHO - R$/saca 60 kg

SOJA FINANCEIRO - US$ saca 60 kg

Cont. jan/13 mar/13

C 31,04 28,00

VP -0,17 -0,36

CN 825 374

CA 7.580 4.263

110 1

3.412 171

CAFÉ - US$/saca 60 kg (arábica) mar/13 set/13

170,75 174,75

-2,60 -3,70

C-cotação de fechamento (ajuste diário); VP-variação diária (1 ponto = US$ 1,00 ou R$ 1,00); CN - contratos negociados no dia; CA-contratos em aberto.


Cidades A-5

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Prazo para regularizar crédito com o Pronaf vence amanhã

AGRICULTURA Produtores precisam encaminhar carta de intenções e depositar 3% do valor devido

Maurício Reale

Os pequenos produtores rurais que ainda têm pendências com o governo federal por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) têm até amanhã para regularizar a situação. Segundo o gerente da agência do Banco do Brasil de Santo Antônio da Platina, Hudson Junior Gonçalves, os produtores devem entregar a carta de intenções para renegociar a dívida e efetuar um pagamento correspondente a 3% do valor da dívida. O resto será parcelado com o pagamento da primeira parcela previsto para ser efetuado no dia 28 de março. O limite de crédito para a renegociação é de R$ 30 mil. De acordo com a resolução nº 4.028, os agricultores têm até dez anos para quitar o débito e a taxa de juros é de 2% ao ano. Segundo o

 JACAREZINHO

Concurso da PM e dos bombeiros tem 6,75% de abstenção AEN

Antônio de Picolli

gerente, 50% dos agricultores do município já depositaram o valor mínimo. Ele também revelou que, dos 128 produtores inscritos no programa, apenas 24 ainda não aderiram à negociação. Os produtores que ficarem de fora da renegociação perderão o acesso

Os produtores ainda não colheram a safra plantada e estão com dificuldades para efetuar qualquer tipo de pagamento”

ao seguro da agricultura familiar e ao programa de garantia de preço da agricultura familiar e terão que enfrentar condições menos favorecidas no mercado com juros maiores. Dificuldades Segundo o presidente da Associação dos Produtores Rurais do Monte Real, Abel de Souza Melo, a data não é propícia para o pagamento da parcela mínima referente a 3% da dívida. “Os produtores ainda não colheram a safra plantada e estão com dificuldades para efetuar qualquer tipo de pagamento”, justifica. “se o prazo fosse estendido por mais

Concurso disponibilizará 800 vagas para PM na região de Londrina Da Redação/Assessoria

Melo, presidente da Associação, diz que setor está desestruturado

30 dias a situação já seria melhor”, comentou. A associação presidida por Melo é composta por 26 produtores. Segundo o presidente, como ela existem mais quatro ou cinco associações que funcionam nos mesmos moldes no município. “O pequeno produtor está desestruturado. Precisamos nos organizar melhor para reivin-

dicar mais verbas para o setor”, desabafa. Amanhã os pequenos produtores do município se reunirão na Câmara de Vereadores com o objetivo de buscar alternativas para melhorar as condições de trabalho e buscar outras alternativas para obtenção de verbas.

O concurso para contratação de policiais militares e bombeiro promovido no último domingo, 24, em Jacarezinho teve taxa de abstenç ão de 6,75% dos 4.698 candidatos inscritos. O concurso disponibilizará 5.264 vagas para ambos os cargos em todo estado, 900 deles para regional de Londrina, que abrange o Norte Pioneiro. As provas foram realizadas nos centros da Universidade Estadual do Norte d o Par aná ( Ue np ) e e m escolas estaduais da cidade. Segundo a Fundação de Apoio à Faculdade Estadual de Paranavaí (FAFIPA), res-

ponsável pela aplicação das provas, nenhum problema foi registrado durante o concurso que teve início às 7h45 e duração de cinco horas. Foram registradas em todo estado mais de 164 mil inscrições para as 5.264 vagas, 4.445 para policiais militares e 819 para bombeiros; já para regional de Londrina são 800 vagas para PM e 100 para o Corpo de Bombeiros. O gabarito da prova de conhecimentos gerais já está disponível no site da FAFIPA, o concurso terá ainda outras quatro etapas: teste físico, avaliação psicológica, exame clínico e avaliação social.

APP-Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Paraná • Av. Iguaçu, 880 - Rebouças - Curitiba - Paraná - CEP 80.230-020 Fone: (41) 3026-9822 / Fax: (41) 3222-5261 • Site: www.appsindicato.org.br • Presidente: Marlei Fernandes de Carvalho • Secretário de Imprensa e Divulgação: Luiz Carlos Paixão da Rocha. Jornalistas responsáveis: Adir Nasser Junior (3819-PR), Uanilla Piveta (8071-PR) e Valnísia Mangueira (893-SE). Diagramador: Rodrigo Augusto Romani (7756-PR).

Nº 814 - 27 de fevereiro de 2013

Educadores fazem manifestações nos NREs nesta quinta

Editais de convocação Trabalhadores em Educação Municipal de Balsa Nova Assembleia Extraordinária

Ação para sensibilizar governo e sociedade integra calendário de mobilização para a greve dos educadores, marcada para começar dia 13 de março A APP-Sindicato promove nesta quinta-feira (28) atos em frente às sedes dos Núcleos Regionais de Educação em todo o Estado como parte do calendário de construção da greve dos professores e funcionários de escola da rede estadual. Os educadores reivindicam do governo do Estado reajuste salarial e melhores condições de trabalho e carreira. Conforme deliberação de assembleia

da categoria, se não houver uma resposta adequada às demandas da categoria, os trabalhadores devem iniciar a greve no dia 13 de março. O objetivo do ato do dia 28 é chamar a atenção do governador Beto Richa e da sociedade para a importância das reivindicações dos trabalhadores para a educação pública paranaense. Segundo a demanda dos professores e funcio-

nários de escola, é preciso que o Paraná cumpra a Lei do Piso Nacional dos professores e os compromissos assumidos por Beto Richa durante a campanha eleitoral. Entre as demandas urgentes estão a implantação de 33,3% de horaatividade (período dentro da jornada de trabalho do professor para atividades extraclasse); aumento salarial de 7,12% para se alcançar o novo

valor do Piso Nacional dos professores; aprovação de adequações na carreira e reajuste de 8,59% para os funcionários de escolas; instituição de um novo modelo de atendimento à saúde dos servidores. Outra demanda diz respeito à revisão e ao debate da matriz curricular do ensino fundamental, adotada no final do ano passado pelo governo sem a devida consulta aos educadores.

Seminário de Funcionários lança estratégias de luta da rede estadual. Com a promessa do governo de, até o final de fevereiro, incluir na minuta a inclusão do reconhecimento da graduação dos agentes educacionais no Plano de Carreira do Quadro Próprio de Funcionários da Educação Básica (QFEB), a categoria se prepara para as próximas pautas de negociação. “De imediato, temos a emendas para o Plano de Carreira dos Funcionários que serão enviadas à Assembleia. Logo em seguida, vamos lutar pelas aprovações, para em seguida, buscar a equiparação salarial para além da data-base.”, pontua Valdivino. A valorização dos funcionários da educação vai além das questões salariais. A APP busca a formação continuada dos trabalhadores em políticas pedagógicas e educacionais, para isso, outra proposta foi levada ao seminário: a criação de um curso superior de tecnólogo para profissionalizar os agentes II e a realização de cursos específicos nas áreas de meio

1. Informes. 2. Discussão sobre as negociações com o Poder Executivo local. 3. Eleição da Comissão de Negociação dos Trabalhadores em Educação. 4. Pauta de reivindicação da categoria. 5. Outros assuntos de interesse da categoria. Dirceu Ferreira - Presidente do NS Curitiba Metropolitano Sul -

NS Jacarezinho Assembleia Regional Extraordinária O presidente da APP – Sindicato Núcleo Sindical de Jacarezinho convoca os Trabalhadores em Educação na ativa e aposentados para Assembleia Extraordinária a ser realizada no dia 01 de março de dois mil e treze, sendo a primeira chamada às dezessete horas e segunda chamada às dezessete horas e trinta minutos, no prédio da APP-Sindicato, para tratar da seguinte pauta: 1. Informes. 2. Negociações com o Governo. 3. Greve. 4. Outros Assuntos.

Foto: Adir Nasser Junior

O Seminário Estadual dos Funcionários e Funcionárias de Escola reuniu quase 400 agentes educacionais de todas as regiões do Estado no dia 22, na sede da APP-Sindicato, em Curitiba, para traçar metas sobre a carreira da categoria para próximos anos. O seminário reafirmou a necessidade da reformulação no plano carreira, a luta pelo concurso público, a reposição salarial e a formação continuada. O debate sobre a conjuntura política, as necessidades de melhorias nas condições de trabalho, a análise econômica dos atuais governos serviram para delimitar o panorama da construção da greve, prevista para 13 de março de 2013. O secretário de Funcionários da APP, José Valdivino de Moraes, fez, em sua intervenção, considerações sobre a valorização da categoria, mencionando a importância do reconhecimento aos cursos de graduação e pós-graduação para agentes I e II

O presidente do Núcleo Sindical Curitiba Metropolitano Sul, da APP – Sindicato convoca os trabalhadores em Educação Municipal de Balsa Nova para Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no dia 06 de março de 2013, às 17h30, em primeira convocação, e às 18h, em segunda convocação, no barracão da Igreja do Santo Antônio, situado à Rua Ricardo Zanetti, s/n, em Balsa Nova, Paraná, para tratar da seguinte pauta:

NiltoN apareciDo SteiN - Pres. do NS Jacarezinho -

Acesse:

www.appsindicato.org.br @appsindicato

Encontro reuniu quase 400 trabalhadores da educação de todo o Estado

ambiente, alimentação e segurança para os agentes de apoio. Nas políticas a longo prazo em prol da carreira, os trabalhadores levantaram a necessidade de estudar as disposições do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) para, até 2020, vincular para o pagamento de salário dos funcionários à receita do Fundo.

O auxílio transporte foi outro dos temas tratados. “Trabalhamos com a ideia que o benefício deve ser incorporado ao salário do servidor, para que possamos levar à aposentadoria e até a promover o equilíbrio na tabela dos professores e agentes educacionais II”, defende Valdivino. Para a categoria, a incorporação minimiza desigualdades e impulsiona a luta unitária.

App Sindicato

APPSINDICATO


A-6 Cotidiano

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Falta de ônibus escolar deixa 120 alunos da Apae sem aulas T RA N ST O R N O  F a m í li a s de e xce p ci o na i s e stã o preoc upadas c om a in t errupç ão das ter api a s e p ed em a g i li da de ; p re f e i tu ra p l a ne ja lic it ar n ovo veíc ulo adapt ado Antônio de Picolli

Celso Felizardo

Cerca de 120 alunos da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) estão sem transporte escolar em Santo Antônio da Platina. O ano letivo já começou, porém, sem o ônibus, eles ficam impossibilitados de frequentar as aulas. Este é o caso de Levi Alves Pereira, 60 anos. Sem o acompanhamento psicológico, já demonstra sinais de stress trancado dentro de casa, na Vila São José. A irmã, Ilda Alves Pereira, contou que a vida de Levi é a Apae. “Ele chegava contente de lá, pois participava das atividades desenvolvidas pelos especialistas. Agora, sem este acesso, o tratamento fica interrompido, todos estes anos de terapias acabam perdidos pela falta de transporte. É um pre-

juízo sem tamanho”, lamentou. Ela explica que a família não tem condições de pagar o transporte. “Alguns que têm dinheiro e podem pagar contratar transporte particular, mas este não é o caso de quase 90% dos alunos”, expôs. Ela pede agilidade para que os usuários não sejam prejudicados. A responsável pelo Setor de Transporte Escolar da Secretaria Municipal de Educação, Marlene da Silva Barreto, explicou que a prefeitura não dispõe de um ônibus adaptado para o transporte dos alunos excepcionais. Segundo ela, as exigências são veículos adaptados para o transporte de cadeirantes, além de monitores treinados para cuidar dos alunos durante o trajeto. Ela contou que a prefeitura

Trancado em casa, Levi Alves Pereira, já começa a sentir os efeitos colaterais como o stress

recebeu a solicitação da Apae no dia 18 de janeiro. “Esse problema se arrasta desde o ano passado, porém recebemos a

EFEITO COLATERAL

Com maior rigor em blitze, pátios da PM ficam abarrotados de veículos Luiz Guilherme Brandani

Celso Felizardo

Os pátios das companhias e pelotões do 2ª Batalhão da Polícia Militar e de algumas delegacias da região estão abarrotados de carros e motos, a maioria recolhida por falta de documentação, tanto de Carteira Nacional de Habilitação (CNH), como débitos no IPVA e Licenciamento. As constantes ap r e e n s õ e s d e v e í c u l o s têm causado transtornos para as polícias. C om o todo o espaço tomado pelos veículos recolhidos, as viaturas ficam na rua, expostas à ação do tempo, o que diminui a vida útil dos carros da corporação. Somente durante dois meses de Operação Verão, a Polícia Militar apreendeu 64 veículos no Norte Pioneiro. Ao todo, foram 1 . 5 8 9 n o t i f i c a ç õ e s c om mais de 6,5 mil veículos abordados. As blitze foram organizadas pelo Gotran (Grupo de Operações de Trânsito) em parceria com as equipes de Rádio Patrulha, Rotam e Motociclistas. No pátio da 4ª C ompanhia do 2º BPM, em Santo Antônio da Platina, pr at i c am e nt e j á n ã o h á mais espaço para guardar o s ve í c u l o s . Um e sp a ç o menor, na lateral do pátio, comporta quase 100 motocicletas enfileiradas. Nos f undos, 30 c ar ros est ão amonto ad os, s e nd o que seis deles estão do lado de fora do prédio. Alguns já estão lá há mais de cinco anos. Em muitos casos, o alto montante dos débitos faz com que o proprietário abandone o veículo. Em grandes centros, os veículos são mantidos nos pátios do Departamento de Trânsito (Detran). Já na

solicitação em cima da hora, não tivemos tempo de planejar as ações”, relata. A prefeitura já faz o transporte de cerca de 10

alunos da Apae que moram na zona rural. Marlene frisou que a prefeitura não está se negando a

oferecer o transporte, porém que a solução, que pode ser adotar licitação para compra de um veículo novo ou até mesmo a reforma do ônibus da Apae, que está quebrado, é um pouco demorada. “O que podemos destacar é que estamos nos empenhando no caso, porém não é um problema fácil de se resolver, pois não podemos improvisar. São vidas que est ão em r is co”. D e acordo com Marlene, a secretária de Educação Lilian Cristina lemes de Toledo e o prefeito Pedro Claro de Oliveira Neto (DEM) mantém diálogo com a diretoria da Apae para resolver o problema o quanto antes. A reportagem tentou contato, por telefone, com a Apae durante a tarde de ontem, porém ninguém atendeu.

NACIONAL

Governo lança 2º plano contra tráfico de pessoas Da Agência Brasil

O aperfeiçoamento da legislação é um dos eixos do 2º Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, lançado ontem pelo Ministério da Justiça e pelas secretarias de Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres da Presidência da República. Também foi apresentado relatório informando que as dificuldades para reunir provas dificultam a punição desse tipo de crime. Para melhorar a legislação brasileira, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que pedirá aos presidentes da Câmara e do Senado celeridade na apreciação de projetos de lei que ampliam a tipificação de crimes envolvendo o tráfico de pessoas. Considerado um crime invisível, o tráfico de pessoas é uma prática frequente e preocupante no Brasil. O primeiro relatório sobre esse tipo de crime, divulgado pelo Ministério da Justiça, revela que entre 2005 e 2011 foram instaurados 514 inquéritos pela Polícia Federal. Desses, 344 são relativos a trabalho escravo e 13 a tráfico interno de pessoas. No mesmo período, houve 381 indiciamentos, enquanto as prisões chegaram a 158. Segundo o relatório, além

das dificuldades para reunir provas do crime dificultam a punição, a legislação brasileira pune apenas o tráfico de pessoas para fins de exploração sexual. Falta previsão previsão legal para punir crimes de tráfico para fins de trabalho escravo, trabalho doméstico, venda de órgãos e tráfico de crianças. Para o governo, a abordagem da vítima é suficiente para caracterizar o crime. Não precisa que a exploração sexual ou o trabalho escravo seja consumado, por exemplo. Além disso, o consentimento da vítima é considerado irrelevante, já que foi obtido por meio do engano e da falsa promessa. José Eduardo Cardozo disse que um problema ainda mais importante é a falta de denúncia, resultado da vergonha ou do medo das vítimas. “Nós precisamos conscientizar a sociedade brasileira de que as informações têm que chegar ao Poder Público porque, sem essas informações, não temos como abrir inquérito, não temos como investigar, não temos como punir aqueles que praticam esse tipo de violência contra seres humanos”, destacou. Entre as 115 metas previstas no plano até 2016, também estão a capacitação de

profissionais de várias áreas, a criação de mais dez postos de atendimento em cidades de fronteira, a aprovação de projetos de lei que impliquem na perda dos bens dos envolvidos com o tráfico de pessoas e a internacionalização, ainda este semestre, dos serviços de atendimento Disque 100 e Disque 180 - centrais de denúncia que funcionam 24 horas por dia. “Os aliciadores são pessoas muito próximas das vítimas. Não são pessoas estranhas. Esse é um perfil que nós temos identificado estatisticamente”, disse a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci. O plano também prevê a promoção e participação do Brasil em campanhas nacionais de internacionais de combate ao tráfico de pessoas. Os ministros receberam cópia do relatório produzido pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Pessoas, que funcionou no Senado, cujos trabalhos foram encerrados em dezembro. O ministro da Justiça disse que as propostas de legislação apresentadas pela CPI terão prioridade na pauta da pasta no Congresso. A Câmara dos Deputados também tem uma CPI sobre o assunto, ainda em andamento.

JUSTIÇA

Ministra defende Judiciário sem medo da imprensa

Quantidade de motocicletas apreendidas já se aproxima de uma centena

região, um convênio entre o Detran e a Polícia Militar prevê que os veículos sejam deixados nas companhias. A multa diária de permanência no pátio é de R$ 19,00. Em Santo Antônio da Platina, o problema só deve ter solução após a construção da nova sede do Detran, prevista para sair na Vila Ribeiro, na região conhecida como

Campo do Bentão. Além das infrações de trânsito, muitos carros e motos também são apreendidos por serem usados para o tráfico de drogas. Estes, envolvidos em crimes, geralmente são encaminhados para as delegacias e, enquanto fazem parte de ação penal não podem ser restituídos, só com decisão da Justiça.

Agência Brasil

Um trabalho de comunicação mais eficiente no Po der Judiciário ser virá para torná-lo “um poder d i fe re nte, s e m me d o d a imprensa, trabalhando com transparência e contribuindo para o estabelecimento da cidadania”, s egundo defendeu nest a ontem a vice-presidenta do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Eliana

Calmon. A ministra fez palestra para jornalistas de assessorias de comunicação social de tribunais de todo o país, reunidos em Brasília para o Encontro Naciona l de Comunicação do Poder Judiciário, que termina hoje. A ministra disse que o trabalho de comunicação social no Judiciário “não deve se destinar a promover o Poder e os magistrados, mas contribuir para

a g ar ant i a d o s d i re ito s humanos e das políticas públicas, além de proteger os cidadãos dos interesses políticos e econômicos”. Eliana Calmon defendeu também o uso de redes s o c i ai s , c om o Tw itt e r e Facebook, para a difusão e o compartilhamento das informações sobre o Judiciário, ressaltando que esses canais “dão ao público a oportunidade de emitir suas opiniões”.


Esporte A-7

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Corinthians veta impressa e transmissão de TV no Pacaembu Agestado

LIBERTADORESDeterminação pode ser revogada hoje após consulta do clube à Conmebol Das Agências

O Corinthians levou a decisão da Conmebol à risca e, até segunda ordem, a partida desta quarta-feira contra o Millonarios, da Colômbia, sequer terá transmissão na TV. Ontem, o clube consultou a entidade sul-americana e aguarda uma resposta para, só então, autorizar a entrada da imprensa no Pacaembu. A decisão foi anunciada pelo Corinthians em seu site. Por meio de uma nota oficial, o clube disse que "com base na decisão da Câmara de Apelações da Conmebol", "apenas o presidente, a diretoria de futebol, os atletas e a comissão técnica poderão ir ao estádio do Pacaembu nesta quarta-feira".

Ainda incomodado com a punição, considerada injusta, que o força a atuar com portões fechados, o Corinthians não quer se responsabilizar pelas pessoas que estiverem no estádio. Isso inclui, além da imprensa, juízes e desembargadores com acesso irrestrito ao Pacaembu e até patrocinadores da competição continental. Por isso, até que a Conmebol esclareça exatamente quais pessoas estão autorizadas a irem à partida, o C orinthians, como mandante, veta a presença delas no Pacaembu. A diretoria alvinegra já vinha pensando no assunto desde semana passada, quando a liminar foi anunciada, e colocou a decisão em prática nesta

N OTAS

Corinthians joga hoje no Pacaembu sem torcida

terça, após a entidade confirmar que o clube jogará sem público. A postura do clube, no entanto, não deve ser a mesma da entidade que representa os jornalistas esportivos no estado. Luiz Ademar, presidente da Aceesp (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo) e co-

ATLETISMO

mentarista do Sportv, disse que a Conmebol já planeja a operação do dia do jogo com a FPF (Federação Paulista de Futebol) e a administração do Pacaembu. "Falei com o Pacaembu e a FPF e eles já tiveram uma reunião para decidir até por onde a imprensa vai entrar", d iss e Lui z Ad e mar, qu e

acredita que o Corinthians recuará em breve. Até o momento, no entanto, a Conmebol não se pronunciou sobre a decisão. Único porta-voz ofical, o paraguaio Nestor Benitez trabalha até meio-dia na sede do órgão em Assunção e, por isso, só poderá ser encontrado na manhã de quarta.

CARIOCA

Flamengo projeta Ribeirão-clarenses ganham Carlos Eduardo 11 medalhas em 36ª Prova 'próximo de 100%' em Pedestre de Cornélio Procópio Diógenes Gonçalves

clássico com Botafogo Das Agências

Após atuar por 45 minutos na estreia e pouco mais de um tempo de partida em seu segundo jogo com a camisa do Flamengo, o meia Carlos Eduardo ainda busca a melhor forma física e técnica para fazer jus à camisa 10 que veste. E o objetivo do jogador não deve demorar a ser alcançado. Segundo Cláudio Pavanelli, fisiologista do Flamengo, a tendência é que o meia esteja próximo dos 100% já no próximo fim de semana, no clássico contra o Botafogo pela semifinal da Taça Guanabara. “Temos uma semana de trabalho e acredito que ele estará próximo de 100% para este clássico. Por toda a evolução que vem apresentando nos últimos dias, não ficará longe disso. Ele ainda pode melhorar um pouco a parte física, mas está em um estágio normal, que não chega a nos assustar”, explicou Pavanelli. O fisiologista acrescentou ainda que a principal preocupação da comissão no momento não está na parte física, que deve ser resolvida com

os treinos desta semana, mas sim com a evolução técnica de Carlos Eduardo. “Entendemos que a evolução principal agora seja na parte técnica. É claro que ele precisa de mais ritmo de jogo, mas está pronto para entrar e jogar normalmente”, disse, sem prever quanto tempo o jogador poderá atuar, mas acreditando em uma participação integral no clássico. “Esta questão de tempo jogado não é uma ciência exata. São vários fatores que alteram isso. Mas acredito que ele pode jogar o tempo inteiro, sim, principalmente pelo aspecto emocional. O fato de disputar uma decisão minimiza qualquer desgaste ali no campo, naquele momento. O atleta quer sempre jogar uma partida assim”, ressaltou. E o fato de ter Carlos Eduardo praticamente pronto para o duelo da semifinal não é a única boa notícia para o técnico Dorival Júnior. Com Nixon e Thomás recuperados, além de Alex Silva e Gabriel já incorporados ao time principal, o comandante rubro-negro terá todos os jogadores à disposição para o clássico com o Botafogo no domingo.

Temos uma semana de trabalho e acredito que ele estará próximo de 100% para este clássico”

Largada da categoria principal: prova teve 1,3 mil atletas Da Assessoria

Em mais uma prova de t a l e nto, pl ane j ame nto e preparo físico, atletas da Associação de Corredores de Ribeirão Claro (Ascor) se destacaram na 36ª Prova Pedestre Quinze de Fevereiro e Quinzinha, realizada no dia 23 desse mês, em Cornélio Procópio. O município foi representado por um total de 25 corredores, entre adultos e crianças. O destaque obtido na região é resultado do trabalho do atleta Rodrigo Jorge, técnico da equipe. Quatro atletas da Associação Atlética dos Menores Ribeirão-Clarenses (AAMR) também participaram da prova. Na categoria 500 metros até 12 anos feminino, primeiro lugar para Angélica Carolina dos Santos, seguida de Andressa Ferreira (2º), Júlia Tavares (3º), Gislaine B eltramo (4º) e

Emanuelle Medeiros. Nos 500 metros até 12 anos masculino, quinta colocação para Emanuel Silva. Nos 1.000 metros masculino, medalha de ouro para Alexander Tofoli e prata para

Futuramente pretendemos trazer resultados ainda melhores, especialmente com as crianças que vem se destacando a cada prova”

Matheus Jesus Assunção. Nos 10 quilômetros masculino, de 17 a 19 anos, prata para Fabiano Aparecido do Lago. Nos 10 quilômetros masculino, categoria comerciários, primeiro lugar

para Luís Carlos de Souza e terceira colocação para Guilherme Ottílio. Segundo o técnico Rodrigo Jorge, os atletas de Ribeirão Claro se destacaram novamente, desta vez em uma prova com 1,3 mil atletas da elite nacional de provas de rua. “Futuramente pretendemos trazer resultados ainda melhore s , e sp e c i a l me nte c om a s c r i an ç a s qu e ve m s e destacando a cada prova”, planejou. “Isso fará com que outras crianças sejam incentivadas a praticar esse espor te”, completou. De acordo com ele, o objetivo para 2013 é conseguir uma pista de atletismo para fomentar a prática de outras modalidades do esporte. “A g r a d e c e m o s o a p o i o do prefeito Maurício, S e cret ar i a de E duc aç ão, L aticínios C arolina, Sup e r m e rc a d o s C a s a C h i c e R.G. Fitness”, concluiu.

Mínimo garantido A Fifa cedeu em relação aos direitos de transmissão de TV da Copa, uma das maiores disputas entre federação e governo federal durante a criação da Lei Geral. A entidade enviou ofício às emissoras que não têm o direito, oficializando que todas poderão usar 3% das imagens dos jogos (quase três minutos), como deseja a União. Onde não há lei específica, a Fifa determina que as emissoras sem direito só poderão usar um minuto. Agiliza No recurso enviado à Conmebol, o Corinthians pediu pressa à entidade para decidir se a defesa será aceita ou não. Explicou que o clube já havia vendido quase todos seus ingressos para a partida contra o Millonarios-COL e solicitou uma resposta. Bola fora A confissão do garoto de 17 anos, que disse ter acionado o sinalizador que matou Kevin Espada, 14, não servirá para aliviar a punição aplicada ao Corinthians pela Conmebol, aponta o departamento jurídico do clube paulista. Até o fim O Corinthians tem direito de apelar a instâncias superiores, caso a Conmebol insista em punir o clube severamente. A Corte Arbitral do Esporte é uma saída estudada para tentar reverter a decisão da confederação ou para receber indenização por danos causados ao clube indevidamente. Maré O resultado da promoção de ingressos, que gerou público de 19.128 pagantes no Pacaembu, foi comemorado pelo presidente do Palmeiras, Paulo Nobre. As entradas mais baratas -o preço mínimo é de R$ 20vão permanecer ao menos pelos próximos dois jogos do clube no Paulista. Cara a cara Juvenal Juvêncio, do São Paulo, foi um dos presidentes de clube que foram à sede da CBF discutir tabela, calendário e outros assuntos com a cúpula da confederação. No início da gestão de José Maria Marin, Juvenal o apoiava, mas recentemente fez duras críticas à gestão da CBF por, entre outros motivos, pagar salários a Ricardo Teixeira. Circuito... Felipe Massa pilotará um carro da Ferrari, modelo 2010, nas ruas do Rio. No dia 10 de março, o brasileiro vai dirigir a máquina por 2,8 quilômetros em vias do aterro do Flamengo. Depois de participar do evento, Massa vai direto para a Austrália, onde acontece o primeiro GP da F-1. ...de rua Aliás, o local onde vai ocorrer a apresentação, o aterro do Flamengo, já foi apontado pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), como possível local para receber corridas de F-1 ou Indy.


cmyb

A-8 Região

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Protesto em ritmo de funk tumultua aulas na Fanorpi

Alan Júnior de Queiroz

SEM FOCOManifestação contra mudança no horário das aulas noturnas vira bagunça e tem até intervenção da Polícia Militar Celso Felizardo

Era um protesto, mas parecia mais uma festa. A manifestação de um grupo de cerca de 300 estudantes da Faculdade do Norte Pioneiro (Fanorpi), deflagrada na noite de segunda-feira, no pátio da instituição, teve carro de som com funk no volume máximo, coreografia, motocicletas aceleradas e muita diversão. Por alguns instantes, a música dava trégua para o coro de

palavras de ordens contra a antecipação de uma hora no início das aulas noturnas. A algazarra foi tanta que até uma equipe da Polícia Militar teve de ser acionada. A forma de protesto dividiu a opinião dos alunos. “Eu sou totalmente contra a mudança de horário, acho que tem que haver protesto sim, porém, isto aqui não é protesto, é bagunça. Só desmoraliza os alunos”, criticou Thiago Toncovitch, que cursa Direito na instituição.

Com a chegada da PM, os manifestantes desligaram o som do “funk do Lek Lek” e se concentraram nas reivindicações. Eles cobravam a presença da diretoria, que segundo eles estaria se escondendo. Uma faixa colocada na fachada do prédio alertava que os alunos estavam cansados de “blá blá blá”. Enquanto isso, a diretora-geral da Fanorpi, Maria das Graças Zurlo, aguardava os ânimos se acalmarem em

Protesto desorganizado irritou alguns alunos que planejam manifestação consciente

uma sala no anfiteatro da faculdade, acompanhada de duas alunas. Com semblante que dava sinais do desgaste da relação conflituosa, Graça disse que estava em negociações com o Grupo Uniesp e que tinha um acordo com os alunos de apresentar o resultado dessa reunião no dia seguinte (hoje).

VISITA DO GOVERNADOR

“Eles quebraram o acordo, fizeram uma arruaça sem tamanho. Eu não tiro a razão deles, de querer reivindicar seus direitos, porém não é dessa forma que vão conseguir alguma coisa. Isto não tem nada a ver com os protestos estudantis dos anos 1960, 1970. É apenas bagunça”, rechaçou. Pelas redes sociais, um

grupo de alunos condenou a conotação desastrosa que a manifestação ganhou e já articula outro protesto de maneira organizada. Uma comissão se reuniu com a diretoria da faculdade por volta das 21h30. O aluno do 7º período de Jornalismo, Alan Junior de Queiroz, contou que continua com as reivindicações.

S.A.PLATINA

Prefeito de Ribeirão Claro pede apoio ao turismo Sindicato faz abaixo assinado por mais Durante a visita do gocontratações na Caixa vernador Beto Richa (PSDB) Da Assessoria

a Ribeirão Claro, na última quinta-feira (21), o prefeito Geraldo Maurício Araújo (PV) pediu apoio do estado para o desenvolvimento turístico do município. O governador esteve na região para cumprir agenda oficial e pernoitou em um dos empreendimentos turísticos de Ribeirão Claro. Richa chegou ao município por volta das 18h do dia 21 e seguiu para Santo Antônio da Platina na manhã do dia 22. Durante o tempo que esteve na cidade, conheceu alguns empreendimentos e pontos turísticos próximos à represa Xavantes. O governador estava acompanhado do secretário de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Luiz Claudio Romanelli, pelo presidente da Cohapar, Mounir

Aline Damásio

Prefeito e primeira-dama (c) ofereceram jantar a Richa, Romanelli e equipe do governo

Chaowiche, deputados estaduais Pedro Lupion (DEM), Alexandre Curi (PMDB), deputado federal Abelardo Lupion (DEM) e pelo superintendente federal da Pesca e Aquicultura do Paraná, José Antônio Brito Faria. A comitiva se surpreendeu com o potencial turístico do município e o governador

Maurício levou Richa para conhecer pontos turísticos

revelou que pretende retornar futuramente para passar alguns dias em Ribeirão Claro. O prefeito Maurício ofereceu um jantar ao governador, secretários, deputados e convidados no dia 21. Na sexta-feira (22), Richa e o grupo que acompanhou o governador partiram num passeio de lancha pela represa Xavantes. No trajeto, alguns dos pontos turísticos de Ribeirão Claro e empreendimentos construídos nos últimos anos. Pouco depois, Richa seguiu de helicóptero para Santo Antônio da Platina. De acordo com o prefeito Maurício, a beleza da represa Xavantes impressionou o governador, que vê no reservatório um ótimo local para a promoção de esportes e construção de novos empreendimentos. “O comentário geral foi de que temos um local privilegiado que merece todo o investimento”,

revelou. Maurício agradeceu o apoio do governo estadual para o recape das rodovias PR 151 e PR 431 e pediu a intercessão do governador junto ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER) para a construção de uma área de escape e um guard rail na PR 151, no trecho entre Ribeirão Claro e Carlópolis. Ampliação e novos investimentos Durante o jantar dois dos temas mais presentes nas conversas foram o desenvolvimento turístico e a geração de emprego e renda. Os proprietários do Tayayá Resort mostraram ao governador o projeto da nova fase do empreendimento. Nos próximos meses será construído um hotel com capacidade para 90 pessoas, com estrutura de ponta. A obra gerará cerca de 120 empregos na construção civil e outras dezenas depois de concluída.

COMUNICADO EM GERAL A EMPRESA CONCESSIONÁRIA DE RODOVIAS DO NORTE S.A. comunica a quem possa interessar que em apoio a Polícia Rodoviária foi(ram) apreendido(s) animal(is) nos termos do art. 269, inc. X do Código de Trânsito, pela autoridade de trânsito competente, encontrando-se à disposição de seus proprietários os referidos animais consoante descrições abaixo, que após o pagamento de multa, taxas e despesas o mesmo será liberado. (i) especificação dos animais: ANIMAL (Quantidade)

ESPÉCIE

PELAGEM / COR

RAÇA

SEXO

01

Equino

Bragado

Comum

Fêmea

01

Equino

Bragado

Comum

Fêmea

01

Equino

Vermelha

Comum

Macho

Esclarecemos mais que, em não sendo reclamado a propriedade do(s) animal(is) em referência, no prazo de 90 (noventa) dias, o mesmo será doado a instituições competentes. Londrina, 22 de fevereiro de 2013.

Sindicalistas recolheram assinaturas de clientes e funcionários Aline Damásio

O Sindicato dos Bancários do Cornélio Procópio fez ontem em frente à agência da C aixa Econômica Federal de Santo Antonio da Platina uma manifestação reivindicando mais contratações para o banco. Uniformizados e com faixas, os sindicalistas recolheram assinaturas dos clientes na porta da agência para um abaixo assinado que será entregue à superintendência da Caixa, em Londrina. De acordo com o presidente do sindicato Divonzir Lemos Carneiro, o movimento tem o objetivo de conseguir mais funcionários para as agências d a C aixa de 20 municípios do Norte Pioneiro, da abrangência do Sindicato. “Atualmente, os funcionários dos bancos acumulam serviços e tarefas por conta do déficit de pessoal, isso prejudica funcionários e clientes. Devido ao pouco pessoal, muitas agências estão terceirizando os serviços, o que coloca em risco até o sigilo bancário, pois ao invés de ser atendido por funcionários concursados e treinados, o cliente é obri-

gado a se dirigir a casas lotéricas e outros postos, que não oferecem este preparo”, afirmou. Carneiro diz que não há um levantamento do déficit de funcionários da Caixa, mas que pretende arrecadar o máximo de assinaturas possíveis e levar o abaixo assinado até a superintendência regional do banco, em Londrina. “A intenção é conseguir contratações para as agências da região, temos informações de que a Caixa tem a pretensão de abrir concurso para mais de duas mil vagas, e esperamos com este movimento voltar a atenção para as necessidades das nossas agências”, diz. Até o momento, cerca de duas mil assinaturas foram conseguidas pelo movimento que teve o apoio dos funcionários da Caixa. Clientes do banco também foram a favor da mobilização. “Sinto falta de quando íamos a um só banco e resolvíamos todos os problemas. Hoje enfrentamos longas filas devido ao poucos funcionários. Nós, clientes, deveríamos ser melhor atendidos”, comentou a professora aposentada Maria de Lourdes Andreatta.

cyan magenta yellow black


cmyb

TRIBUNA DO VALE Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Economia

B-1

www.tribunadovale.com.br

Santo Antônio da Platina é lidera geração de empregos na região ADMISSÕESEm janeiro foram gerados 459 postos de serviço, 63,34% a mais que o mesmo período em 2012 Maurício Reale

Um levantamento do Cadastro Geral de Empregados

Antônio de Picolli

mais em Santo Antônio da Platina, 63,34% a mais que o mesmo período em 2012. É o melhor desempenho entre os municípios que compõem a Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi). Jacarezinho aparece em segundo com 297 admissões, mas o desempenho foi 3,25% menor que o mesmo período em 2012.

e Desempregados (Caged) divulgado sexta-feira, 22, indica que em janeiro foram gerados 459 empregos for-

Compare empregos gerados em janeiro de 2012 e 2013 Jacarezinho Jacarezinho

Conselheiro ConselheiroMairinck Mairinck

2012 2012

2013 2013

307 307

297 297

Admissões Admissões

2012 2012

2013 2013

1818

1212

Admissões Admissões

Curiúva Curiúva Mairinck Santo SantoAntônio Antônioda daPlatina Platina Conselheiro Jacarezinho 459 459 297

Barra Barra do doJacaré Jacaré Santo Antônio da Platina

Admissões Admissões 183232 Admissões

4592 2

Cambará Cambará Barra do Jacaré Admissões Admissões Admissões

157 2157

Ribeirão RibeirãoClaro Claro Cambará

Jundiaí Jundiaído doSul Sul Ribeirão Claro 556 6

Abatiá Abatiá Jundiaí do Sul

Admissões Admissões 161 3232 Admissões

61515

Andirá Andirá Abatiá

246 6

156161

Ribeirão Ribeirãodo doPinhal Pinhal Andirá Admissões Admissões 782525 Admissões

Admissões Admissões Admissões

64 4

66 6

Ribeirão do Pinhal

Admissões Admissões 173 3 Admissões

281313

2012 2012 2013 2013 2013 2012 Admissões Admissões Admissões

140 3140

285 285 13

2012 2012 2013 2013 2013 2012 Admissões Admissões 140 1818 Admissões

1616 285

Tomazina Tomazina São José da Boa Vista 2012 2012 2013 2013 2013 2012

Admissões Admissões Admissões

47 7

61010

2012 2012 2013 2013 2013 2012 Admissões Admissões 181818 Admissões

162424

Wenceslau WenceslauBraz Braz Tomazina

2012 2012 2013 2013 2013 2012 Admissões Admissões Admissões

78383

105 105 10

Guapirama Guapirama Carlópolis 616060

2012 2012 2013 2013 2013 2012

2012 2012 2013 2013 2013 2012

2012 2012 2013 2013 2013 2012

912828

São SãoJosé José da daBoa BoaVista Vista Siqueira Campos

Carlópolis Carlópolis Pinhalão

Admissões Admissões 217878 Admissões

Admissões Admissões 491717 Admissões

Siqueira Siqueira Campos Campos Santana do Itararé

Admissões Admissões 326 6 Admissões

2012 2012 2013 2013 2013 2012

9191 185

2012 2012 2013 2013 2013 2012

2012 2012 2013 2013 2013 2012

2012 2012 2013 2013 2013 2012

Admissões

2424 154

Pinhalão Pinhalão Japira

52121

Admissões Admissões 132 4949 Admissões

Santana Santana do doItararé Itararé Salto do Itararé

Japira Japira Jaboti

Admissões Admissões 925 5 Admissões

185 185

2012 2012 2013 2013 2013 2012

2012 2012 2013 2013 2013 2012

2012 2012 2013 2013 2013 2012

Admissões Admissões Admissões

154 154 51

Jaboti Jaboti Figueira 5555 157

132 132

Salto Saltodo doItararé Itararé Quatiguá

Admissões Admissões 32 161 161 Admissões

2012 2012 2013 2013 2013 2012 Admissões Admissões 148 9292 Admissões

125151

Figueira Figueira Ibaiti

148 8148

2013 2013

Setor industrial empregou 123 trabalhadores em Santo Antônio da Platina

2012 2012 2013 2013 2013 2012

2012 2012 2013 2013 2013 2012

2012 2012

Quatiguá Quatiguá Joaquim Távora

Ibaiti Ibaiti Curiúva

2012 2012 2013 2013 2013 2012 Admissões Admissões 2818 8 Admissões

Admissões Admissões

2012 2012 2013 2013 2013 2012

2012 2012 2013 2013 2013 2012 Admissões Admissões 307 281 281 Admissões

Joaquim JoaquimTávora Távora

2012 2012 2013 2013 2013 2012 Admissões Admissões 188080 Admissões

Wenceslau Braz

2012 2012 2013 2013 2013 2012 Admissões Admissões 832929 Admissões

103 103 24

2626 105

2012

2013

80

103

Admissões

No ranking estadual – sexta-feira, 22. Ele destaque leva em consideração o cou a posição ocupada pelo saldo entre admissões e des- Estado no cenário nacional ligamentos – Santo Antônio que obteve o quarto melhor da Platina aparece em 24º desempenho, num contexto lugar à frente de municípios em que 16 estados apontamais populosos como Ponta ram recuo do emprego com Grossa e Cornélio Procópio. carteira assinada. Na região Em janeiro de 2013 foram Sul, o Paraná foi o estado efetuados 293 desligamen- com melhor desempenho tos deixando o município gerando 82,8 mil postos de com um saldo positivo de trabalho nos últimos doze 114. Já, em Jacarezinho os meses correspondendo a um 563 desligamentos produ- aumento de 3,30%. ziram um saldo negativo de O setor que mais con266, deixando o município t r i bu iu p ar a o b om d e no 52º lugar no ranking dos sempenho do estado foi a 53 municípios com mais de indústria de transformação 30 mil habitantes do Estado. que empregou mais de seis O setor mil trabalhaque mais emdores proporpregou em cionando um Santo Antôm e nto d e postos de trabalho au nio da Platina 0,88% em reforam gerados no lação ao mês foi o industrial. Foram Paraná nos últimos anterior. Uma c ont r at a d o s alta de 0,42% doze meses 123 trabalhatambém foi dores para atuar na linha registrada no setor de serde produção e o que mais viços que contratou 3,9 mil desempregou foi o comer- trabalhadores. Estes dois cial, com a demissão de 55 setores foram responsáveis vendedores. Em Jacarezinho por mais de 50% do estoque o comércio foi o setor que de empregos formais, com mais contratou. Foram re- destaque para a construção gistradas 24 admissões em civil onde foram gerados 3,1 janeiro. O setor que mais mil postos de trabalho refedesempregou foi o rural rentes a 2,04% em relação ao com a demissão de 270 tra- mês anterior. balhadores no corte de cana No Estado os municípios de açúcar. que mais geraram empregos O desempenho do Para- for am Cu r it i b a ( 1 . 7 9 1 ) , ná na geração de emprego Maringá (1.778), Londrifoi elogiado pelo governa- na (1.281), São José dos dor Beto Richa durante a Pinhais (868), Rio Negro visita que fez à região na (485) e Guarapuava (477).

82,8 mil

Guapirama

2012

2013

25

60

2012

2013

29

26

Admissões

8.000 bolsas de estudo de até 100% *

“A bolsa de estudo da Estácio me ajudou e deu a oportunidade que eu precisava para fazer a minha faculdade.” João, Direito.

E mais:

• Material didático interativo em um tablet**, sem custo. Disponível para Direito. • Mais de 40 anos de experiência em mais de 70 unidades em todo o Brasil. • FIES***: estude agora e só pague depois de se formar.

vestibular INSCREVA-SE JÁ

www.estacio.br 0800 282 3231

*Consulte o regulamento no site www.estacio.br. **O tablet será entregue em comodato após a renovação da matrícula para o 2º período a ser cursado em 2013.2, exclusivamente para os novos alunos que ingressarem em 2013.1 para os cursos indicados no regulamento disponível no site www.estacio.br. Para Administração o tablet será entregue exclusivamente para as unidades Santo André e Cotia. A extensão aos demais cursos e localidades está sob estudo. ***A amortização do financiamento só é paga após a conclusão do curso: durante o curso são pagos somente os juros do financiamento. Consulte a lista dos cursos e unidades elegíveis ao FIES, bem como os pré-requisitos e as demais condições para financiamento no site www.estacio.br/fies.

cyan magenta yellow black


B-2 Atas&Editais VENDO CHÁCARA COM CASA MISTA - 120M2, COM ÁGUA, LUZ, TELEFONE - TODA MURADA. VÁRIAS ÁRVORES FRUTÍFERAS E PALMITO4000 MTS2- VALOR A COMBINAR- ACEITO CARRO. FONES 43- 3564-2769 OU 9658- 2630 (TIM)- FALAR COM IRACI - QUATIGUÁ - PR VENDE-SE TERRENO COM ÁREA DE 360m2 COM CONSTRUÇÃO ANTIGA DE UMA CASA EM ALVENARIA DE 80m2 RUA WENCESLAU BRAZ , Nº 158 – CENTRO SANTO ANTONIO DA PLATINA –PR CONTATO :(43) 9681 3004

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL EXTRATO DE CONVÊNIO DE TRANFERÊNCIA VOLUNTÁRIA – SUBVENÇÃO SOCIAL- RECURSOS DO TESOURO MUNICIPAL Nº.13/2013 ENTIDADE CONVENENTE: HNSG –HOSPITAL E MATERNIDADE DE RIBEIRÃO DO PINHAL CNPJ 76.562.198/0006-73 ENTIDADE CONCEDENTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL – CNPJ 76.968.064/0001-42 DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 05-Departamento de Saúde – 001 – Fundo Municipal de Saúde – 10.301.00112-019 – Fundo Municipal de Saúde – 3.3.50.43.00.00 – Subvenções Sociais – 00910-303 OBJETO: priorizar o desenvolvimento das ações no atendimento de saúde à população de forma integral, através de vários serviços e programas desenvolvidos no hospital. VIGÊNCIA: 26/02/2013 A 31/01/2013 VALOR ANUAL: R$ 34.803,64 VALOR DO DESEMBOLSO MENSAL: R$ 3.480,36 EMBASAMENTO: regido pela CF, CE, Lei 4.320/1964, Resolução nº. 28/2011 e IN 61/2011 do TCPR, Lei Complementar 101/2000, Lei Complementar Estadual 113/2005, Lei Federal 8666/1993, Leis Municipais 1287/05 promulgada 1287/06, 578/1977 e 1331/2007 e 1572/2013 e demais atos normativos do Poder Público aplicáveis, Ribeirão do Pinhal, 26/02/2013. Dartagnan Calixto Fraiz - Prefeito Municipal Dirce das Graças Diretora Geral do HNSG – Hospital e Maternidade de Ribeirão Pinhal PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIÁ Portaria Nº 73 de 25 de fevereiro de 2013. A Prefeita Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei RESOLVE: I – CONCEDER, ao servidor OSVALDO RIBEIRO DA SILVA, ocupante do Cargo de Provimento Efetivo de Operador de Máquinas Leves deste município, a Licença Prêmio por Assiduidade de 03 (três) meses, de acordo com a Lei Municipal n° 12/93 (Estatuto dos Servidores do Município de Abatiá), a partir de 22 de fevereiro de 2013, convertendo 50% (cinqüenta por cento) da mesma em abono pecuniário. II - Revogam-se as disposições em contrário. III - Registre-se e Publique-se. Gabinete da Prefeita Municipal de Abatiá, aos 25 dias do mês de fevereiro do ano de 2013. MARIA DE LOURDES FERRAZ YAMAGAMI Prefeita Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIÁ Portaria Nº 74 de 25 de Fevereiro 2013. A Prefeita Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE: I – Conceder, a servidora IVELI APARECIDA FERNANDES, ocupante do Cargo de Provimento Efetivo de ATENDENTE deste Município as férias que são de direito, pelo período compreendido entre 2011/2012, a partir de 04/03/2013. II - Revogam-se as disposições em contrário. III - Registre-se e Publique-se. Gabinete da Prefeita Municipal de Abatiá, aos 25 dias do mês de Fevereiro do ano de 2013. MARIA DE LOURDES FERRAZ YAMAGAMI Prefeita Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIÁ Portaria Nº 75 de 25 de fevereiro de 2013. A Prefeita Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei RESOLVE: I – DESIGNAR, a partir desta data, como Diretor do Serviço Municipal de Água e Esgoto – SAMAE, o servidor RICARDO JOSÉ DE CARVALHO, portador do RG 6.795.497-1 SSP/PR e CPF 005.704.219-50 II - Revogam-se as disposições em contrário. III - Registre-se e Publique-se. Gabinete da Prefeita Municipal de Abatiá, aos 25 dias do mês de fevereiro do ano de 2013. MARIA DE LOURDES FERRAZ YAMAGAMI Prefeita Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIÁ Portaria Nº 76 de 26 de Fevereiro 2013. A Prefeita Municipal de Abatiá, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, RESOLVE: I – Exonerar, a pedido, a partir de 01 de março de 2013, do cargo de Psicólogo, o senhor WAGNER WENCESLAU ALMIRÃO, portador do RG n° 7.297.722-0 e CPF n° 003.027.409-05 II - Revogam-se as disposições em contrário. III - Registre-se e Publique-se. Gabinete da Prefeita Municipal de Abatiá, aos 26 dias do mês de Fevereiro do ano de 2013. MARIA DE LOURDES FERRAZ YAMAGAMI Prefeita Municipal

MUNICÍPIO DE SANTO ANTONIO DA PLATINA – PARANÁ AVISO DE LICITAÇÃO – TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2013 PROCESSO Nº 169/2013 OBJETO: Contratação de empresa de engenharia, a qual fornecerá materiais e mão de obra para a Execução de Reforma da ponte de acesso ao Hospital Distrital, com prazo de 120 (cento e vinte) dias para execução. VALOR MÁXIMO ADMITIDO: R$ 29.665,66 (vinte e nove mil seiscentos e sessenta e cinco reais e sessenta e seis centavos). ENCERRAMENTO: Protocolo até às 09:00, do dia 15/03/2013. ABERTURA: 15/03/2013, às 09:30 na Prefeitura Municipal de Santo Antônio da Platina, na Praça N. S. Aparecida, s/nº. INFORMAÇÕES: A cópia do edital e demais informações, encontram-se à disposição dos interessados no endereço acima citado, no horário comercial, das 08h30min às 11h00min e da 13h00min às 17h00min, telefone (43) 3534-8720 / 3534-8742 – e-mail: licitacao@ santoantoniodaplatina.pr.gov.br. Santo Antonio da Platina – PR, 26 de Fevereiro de 2013. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO – Prefeito Municipal MUNICÍPIO DE SANTO ANTONIO DA PLATINA – PARANÁ AVISO DE LICITAÇÃO - EDITAL PREGÃO PRESENCIAL RP Nº 014/2013 - PROCESSO nº 157/2013 OBJETO: Aquisição de pães e mortadela fatiada, destinados a Secretaria Municipal de Educação, Departamentos Municipais de Obras e Assistência Social e Corpo de Bombeiros, a serem adquiridos conforme a necessidade, no Sistema de Preços, pelo período de 12 (doze) meses. VALOR MÁXIMO ADMITIDO: R$ 155.359,50 (cento e cinqüenta e cinco mil trezentos e cinqüenta e nove reais e cinqüenta centavos). ENCERRAMENTO: Protocolo até as 09:00, do dia 12/03/2013. ABERTURA: 12/03/2013, às 09:30 na Prefeitura Municipal de Santo Antônio da Platina, na Praça N. S. Aparecida, s/nº. INFORMAÇÕES: A cópia do Edital e demais informações e elementos, encontram-se à disposição dos interessados no endereço acima citado, no horário comercial, das 08h30min às 11h00min e da 13h00min às 17h00min, telefone (43) 3534-8700 - 3534-8702 Fax: (43) 3558-1615 – e-mail: licitacao@santoantoniodaplatina.pr.gov.br Santo Antônio da Platina - PR, 26 de Fevereiro de 2013. PEDRO CLARO DE OLIVEIRA NETO - Prefeito Municipal MUNICÍPIO DE CAMBARÁ – ESTADO DO PARANÁ AVISO DE LICITAÇÃO CHAMADA PÚBLICA 01/2013 O MUNICÍPIO de CAMBARÁ torna pública a abertura de Chamada Pública para aquisição de gêneros alimentício, diretamente do Programa Agricultura Familiar e do Empreendedor Familiar Rural, destinado ao atendimento do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). O Edital completo deverá ser retirado pessoalmente no Departamento de Compras e Licitações, situado na Avenida Brasil, nº 1082, Paço Municipal, Cambará PR, no período de 28/03 /2013 a 20/03/2013, das 08h30min às 11h00min e das 13: 30 às 17h00min, mediante o recolhimento de taxa de R$ 20,00. A entrega e abertura dos envelopes contendo a documentação e a proposta comercial serão realizadas no dia 28/03/2013, impreterivelmente, até às 09h30min, em conformidade com as condições estabelecidas no instrumento convocatório. Cambará 25 de fevereiro de 2013. NÁGILA GRUBA VIEIRA PREGOEIRA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL DECRETO Nº 006/2013 SÚMULA: RENOMEIA O CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS; O Senhor Dartagnan Calixto Fraiz, Prefeito Municipal de Ribeirão do Pinhal, Estado do Paraná, no uso das atribuições legais que lhe são conferidas por lei; D E C R E T A: ART.1º. Conforme reunião ordinária do Conselho Municipal de Assistência Social, lavrada em Ata no dia 20.02.2012, fica renomeado o CMDCA, composto dos seguintes membros: CONSELHEIROS GOVERNAMENTAL: REPRESENTANTE DA SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSITÊNCIA SOCIAL Carlos Alexandre Braz - titular Maria Regina Topan - suplente REPRESENTANTE DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Lucia Helena Nogari Moreira - titular Maria Regina de Oliveira - suplente REPRESENTANTE DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE Nadir Sara Mello Fraga Cunha- Titular. Delamir de Sousa – suplente REPRESENTANTE DO COLÉGIO ESTADUAL HERMINIA LUPION Maria aparecida de Sousa – titular Marcia Regina Ferreira – suplente REPRESENTANTE DA ESCOLA ESTADUAL RUTH MARTINEZ Marlene Carolino da Silva Venâncio – titular Lucélia Aparecida Bonifácio Mariano – suplente REPRESENTANTE DA CRECHE VÓ ZAÍDE Lucilene de Cássia Siqueira Silva – titular Ana Paula Gonçalves - suplente REPRESENTANTE DO PROJETO VIDA ESPERANÇA Ana Maria Fraiz Martines – titular Maria do Carmo Oliveira – suplente REPRESENTANTE DA CRECHE IRMÃ JOSIANE Cleuza Cruz de Barros – titular Tassiana Quintanilha de Souza Duque - suplente CONSELHEIROS NÃO GOVERNAMENTAL REPRESENTANTE DO LAR SÃO VICENTE DE PAULO Ir. Juliane Menegazzo – titular Ir. Lidia Terezinha Ribeiro - suplente REPRESENTANTE DA APAE Denise Ribeiro Moreira – titular Heloisa Alvarenga Moreira – suplente REPRESENTANTE DO HOSPITAL NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS Daniele Galdino – titular Ir. Dirce das Graças - suplente REPRESENTANTE DA ASSOCIAÇÃO DOS PASTORES Rita Aparecida Martins Lopes – titular Sueli Felix Carvalho – suplente REPRESENTANTE DA APMF DA ESCOLA RUTH MARTINEZ Roselia Barbosa de Lima e Silva – titular Maria Aparecida de Souza – suplente REPRESENTANTE DA PASTORAL DA CRIANÇA Maria Aparecida de Souza Oliveira – titular Nilda Rezende - suplente REPRESENTANTE DA ASSOICAÇÃO DE PAIS E ALUNOS UNIVERSITÁRIOS DE RIBEIRÃO DO PINHAL Karina Keli dos Santos Valim – titular Danilo Torregrossa - suplente REPRESENTANTE DA LIONS CLUBE DE RIBEIRÃO DO PINHAL Marluce M. Peccin Coutinho – titular Paulo Geraldo Borges – suplente ART. 2°. Este Decreto Entra em vigor n data de sua publicação, revogando-se disposições contrárias. Edifício da Prefeitura Municipal de Ribeirão do Pinhal, em 21 de fevereiro de 2013. GABINETE DO PREFEITO DARTAGNAN CALIXTO FRAIZ Prefeito Municipal Interessado: Município de Cambará PR. DISPENSA DE LICITAÇÃO Processo de Compras n.º 558/2013. Em cumprimento ao artigo 24, inciso II, da Lei 8.666/93 atualizada, Torna-se pública a DISPENSA DE LICITAÇÃO n.º 005/13, para a instalação de aparelho de ar condicionado - 12.000 BTU´S para suprir às necessidades da Secretaria de Administração, no tocante a necessidade urgente de resfriamento e manutenção de temperatura das máquinas existentes na sala do Servidor de Informática, a favor de M.A. FERRARI REFRIGEÇÃO, CNPJ 11.621.896/0001-42, pelo valor total de R$ 400,00 (quatrocentos reais). Cambará 18 de fevereiro de 2013. João Mattar Olivato - Prefeito do Município.

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013 PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ DECRETO 00746/2013 SÚMULA: DISPÕE SOBRE A FIXAÇÃO DE PREÇOS PARA UTILIZAÇÃO DOS SERVIÇOS COM VEÍCULOS, MAQUINÁRIOS, IMPLEMENTOS E EQUIPAMENTOS DE PROPRIEDADE DESTA MUNICIPALIDADE PARA PARTICULARES. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI, Prefeito Municipal de Barra do Jacaré, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições, que lhes são conferidas por Lei, D E C R ETA: Art. 1º. Ficam fixados os preços para utilização por particulares dos serviços com veículos, maquinários, implementos e equipamentos de propriedade desta municipalidade. Art. 2º. Os valores ficam assim definidos: a) Motoniveladora (por hora)...............................................R$ 50,00 b) Pá-Carregadeira (por hora)...............................................R$ 50,00 c) Retro-Escavadeira (por hora) ........................................R$ 50,00 d) Trator Esteira (por hora) .................................................R$ 50,00 e) Trator/Rome – Proprietário até 10 alqueires (por hora)...................... R$ 50,00 f) Trator/Rome – Proprietário acima de 10 alqueires (por hora)............. R$ 70,00 g) Trator/Roçadeira – Proprietário até 10 alqueires (por hora)............... R$ 50,00 h) Trator/Roçadeira – Proprietário acima de 10 alqueires (por hora)......R$ 70,00 i) Trator/Niveladora – Proprietário até 10 alqueires (por hora)................ R$ 50,00 j) Trator/Niveladora – Proprietário acima de 10 alqueires (por hora)......R$ 70,00 k) Trator/Subsolador – Proprietário até 10 alqueires (por hora).............. R$ 50,00 l) Trator/Subsolador – Proprietário acima de 10 alqueires (por hora).....R$ 70,00 m) Trator/Sulcador – Proprietário até 10 alqueires (por hora)................ R$ 50,00 n) Trator/Sulcador – Proprietário acima de 10 alqueires (por hora)........R$ 70,00 o) Carreta distribuidora de calcário/esterco (até 30 toneladas).............. R$ 50,00 p) Carreta distribuidora de calcário/esterco (acima de 30 toneladas).....R$ 70,00 q) Trator/Limpa Fossa (por unidade) ....................................R$ 15,00 r) Caminhão (por hora) ........................................................R$ 40,00 s) Caminhão de terra - pequeno (por viagem).......................R$ 15,00 t) Abate no Matadouro Municipal: I - Bovino (por cabeça) .........................................................R$ 20,00 II - Suino e Caprino (por cabeça) ..........................................R$ 10,00 Art. 3º. Os implementos e/ou equipamentos mencionados no artigo anterior não poderão ser emprestados para uso particular e somente poderão ser utilizados com trator e operador desta municipalidade. Art. 4º. Nos deslocamentos dos referidos veículos e/ou maquinários em distância superior a 1 (um) quilômetro da sede do Município, haverá um acréscimo de R$ 1,00 (um real) por quilômetro rodado. Art. 5º. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, ficando revogadas as disposições em contrário. Paço Municipal José Galdino Pereira, em 26 de fevereiro de 2013. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal. PREFEITURA MUNICIPAL DE TOMAZINA DECRETO 002/2013 Convoca a Etapa Preparatória Municipal da 5ª Conferência Nacional das Cidades e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE TOMAZINA PR, no uso de suas atribuições legais, considerando o Decreto Estadual nº 6231, de 16 de outubro de 2012 e a Resolução Normativa nº 14 de 06 de junho de 2012, do Conselho Nacional das Cidades, decreta: Art. 1º Fica convocada a Etapa Preparatória Municipal da 5ª Conferência Nacional das Cidades, a ser realizada na data de 08/05/2013, sob a coordenação de Michel Couto Mendes. Art. 2º A Etapa Preparatória Municipal da 5ª Conferência Nacional das Cidades terá como tema: “Quem muda a cidade somos nós: Reforma Urbana já!”. Art. 3º A Etapa Preparatória Municipal da 5ª Conferência Nacional das Cidades será presidida pelo Prefeito Municipal Guilherme Cury Saliba Costa e no seu impedimento, pelo Sr. Flavio Xavier de Lima Zanrosso. Art. 4º O Coordenador da Conferência expedirá resolução, definindo e aprovando o Regimento da Etapa Municipal elaborado pelas entidades componentes do Conselho Municipal da Cidade. Parágrafo Único: O regimento disporá sobre a organização e funcionamento da Etapa Preparatória Municipal da 5ª Conferência Nacional das Cidades, inclusive sobre o processo democrático de escolha dos seus delegados, devendo conter data, local e pauta. Art. 5º As despesas com a realização da Etapa Preparatória Municipal da 5ª Conferência Nacional das Cidades correrão por conta de recursos orçamentários do próprio Município. Art. 6º Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Tomazina, 26 de fevereiro de 2013 GUILHERME CURY SALIBA COSTA Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE TOMAZINA DECRETO N.º 003/2013 SÚMULA: Dispõe sobre a criação da Comissão Municipal de Defesa Civil – COMDEC, de Tomazina. O senhor Guilherme Cury Saliba Costa, Prefeito Municipal de Tomazina, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais, DECRETA: Artigo 1º - Fica criada a COMISSÃO MUNICIPAL DE DEFESA CIVIL – COMDEC, de Tomazina, de acordo com a Lei Municipal n.º 357/96 de 23/05/1996, que será constituída pelos seguintes membros: Presidente: Guilherme Cury Saliba Costa Prefeito Municipal Vice-Presidente: Adalberto Sanches da Silva Vice-Prefeito Municipal Dir. de Operações: Michel Couto Mendes Chefe da Divisão de Turismo Secretário: Delcino Nabor da Silva Diretor Depto. Agropecuário Artigo 2º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Gabinete do Prefeito Municipal de Tomazina, em 26 de fevereiro de 2013. GUILHERME CURY SALIBA COSTA Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE TOMAZINA PORTARIA N.º 029/2013 O senhor Guilherme Cury Saliba Costa, Prefeito Municipal de Tomazina, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais, R E S O L V E: Desclassificar a candidata LUANA RODRIGUES DE LIMA, portadora do RG nº 9.766.941-4 PR, aprovada em 2º lugar no Concurso Público nº 001/2011 para o cargo de Professor – Barra Mansa / Paineirinha, em razão do não atendimento ao Artigo 100 do Edital de Concurso Público nº 001/2011 e ao Edital de Convocação nº 014. CUMPRA-SE - REGISTRE-SE - PUBLIQUE-SE Gabinete do Prefeito Municipal de Tomazina, em 26 de fevereiro de 2013. GUILHERME CURY SALIBA COSTA Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL EXTRATO DE CONTRATO “Extrato de Contrato celebrado entre o MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO DO PINHAL, CNPJ 76.968.064/0001-42 e a Empresa ITAÚ UNIBANCO S.A, CNPJ 60.701.190/0001-04; Objeto: Prestação de serviços de pagamento de vencimentos, salários, proventos, aposentadorias, pensões e similares, dos servidores da Administração Pública Municipal Direta do Município, mediante crédito em conta corrente, conforme Edital PR 82/2012; Valor: R$ 300.000,00 (trezentos mil reais). Data e Assinaturas: 11/01/2013, CÉSAR PADOVAN e DARTAGNAN CALIXTO FRAIZ”. Fayçal Melhem Chamma Junior Pregoeiro Municipal


Atas&Editais B-3

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

 

  

  













   







  









 









 











 

 







 

 





 



   











 

 



  



  

  

  





















































    

 












B-4 Atas&Editais

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013



 

  







 











 

 

































































  

   

 



  

  









 









 













 







 



 































































  

































 





 













































































 



 

















 

 





























 



















































 



 

 











 


Atas&Editais B-5

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

 

  





 



























































































 



































 





































































































































































 





















































































































































   





 





 











    







 







 

  

        



 













 













 

  





  







 

 















  














B-6 Atas&Editais

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013 













 



























































































































































































































































































































































































































































  













 

  



















































































     

 

  

 














Atas&Editais B-7

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013



 

 

 

















 









 

 

  

    





   

   







   

   



















 











PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL EXTRATO DE CONVÊNIO DE TRANFERÊNCIA VOLUNTÁRIA – SUBVENÇÃO SOCIALRECURSOS DO TESOURO MUNICIPAL, ESPECÍFICO DA LEI MUNICIPAL 1573/2013-23/02/13 Nº. 14/2013 ENTIDADE CONVENENTE: HNSG – HOSPITAL E MATERNIDADE DE RIBEIRÃO DO PINHAL – CNPJ 76.562.198/0006-73 ENTIDADE CONCEDENTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL – CNPJ 76.968.064/0001-42 DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 05-Departamento de Saúde – 001 – Fundo Municipal de Saúde – 10.301.00112-019 – Fundo Municipal de Saúde – 3.3.50.43.00.00 – Subvenções Sociais – 00910-303 OBJETO: operacionalização das ações de assistência médico-hospitalar – custeio das despesas pela prestação de serviços de urgência, emergência e hospitalares aos pacientes encaminhados ao Pronto Socorro Municipal e aquisição de medicamentos. VIGÊNCIA: 26/02/2013 A 31/01/2015 VALOR R$ 154.000,00 VALOR DO DESEMBOLSO MENSAL: mar a dez/2013 e jan a dez/2014 = R$ 7.000,00 EMBASAMENTO: regido pela Constituição Federal e Constituição Estadual, Lei 4.320/1964, Resolução nº. 28/2011 e IN 61/2011 do TCPR, Lei Complementar 101/2000, Lei Complementar Estadual 113/2005, Lei Federal 8666/1993, Leis Municipais 578/1977 e 1331/2007 e 1573/2013 e demais atos normativos do Poder Público aplicáveis, Ribeirão do Pinhal, 26/02/2013 Dartagnan Calixto Fraiz Prefeito Municipal Dirce das Graças Diretora Geral do HNSG – Hospital e Maternidade de Ribeirão Pinhal PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL AVISO DE LICITAÇÃO Pregão Presencial nº. 013/2013 Encontra-se aberto na PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL – ESTADO DO PARANÁ, processo licitatório na modalidade Pregão, do tipo menor preço global por lote, cujo objeto é a contratação de empresa especializada no fornecimento e instalação de manta geomembrana, a ser aplicada no Aterro Sanitário. Assim sendo, a realização do referido pregão será no dia: 11/03/2013, a partir das 09h00min, na sede da Prefeitura Municipal, localizada à Rua Paraná, nº. 983 – Centro, em nosso Município. O edital na íntegra estará disponível para consulta e retirada mediante pagamento de taxa no endereço supra, junto ao Setor de licitações, de segunda a sexta-feira, no horário das 09h00min às 11h00min e das 13h30min às 15h30min. Ribeirão do Pinhal, 26 de fevereiro de 2013. Fayçal Melhem Chamma Junior Pregoeiro Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA CNPJ/MF 75.443.812/0001-00 Rua 2 de março, 460 - Telefone/Fax: (43)35731122 Guapirama – Paraná EDITAL Nº 007/2013 CONCURSO PÚBLICO – EDITAL Nº 001/2012 CONVOCAÇÃO DOS CLASSIFICADOS O Prefeito Municipal de Guapirama, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, CONVOCA OS CLASSIFICADOS no Concurso Público para os cargos abaixo (Edital nº 001/2012), para comparecerem no dia 01 de Março de 2013, ás 08:00 horas, no setor de Recursos Humanos da Prefeitura, na Rua 02 de Março 460, munidos dos documentos exigidos no edital de concurso item 19 (Dos Requisitos Gerais para Investidura no Cargo (Posse). No item 19.1.8 Aptidão Física e Mental, a relação de exames exigidos deverão ser retirados no setor de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal, conforme Decreto nº 630/2012. CLASSIFICADOS CONVOCADOS CARGO: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL INSCRIÇÃO CONVOCADO Classificação 114 ALICELMA DE FATIMA DA SILVA 2º 335 ANA PAULA DAS NEVES SCATAMBULI 3º 390 MARIA BEATRIZ SANTIN 4º 352 PATRICIA PARMEZAN PONDÉ 5º CARGO: AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS INSCRIÇÃO CONVOCADO 41 MARLI SIERRA PEREIRA

Classificação 6º

CARGO: MOTORISTA INSCRIÇÃO CONVOCADO 217 EDSON ALBANO DE PAULA

Classificação 4º

Guapirama – Pr. 26 de fevereiro de 2013 PEDRO DE OLIVEIRA Prefeito Municipal

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMBARÁ TERMO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 07/2013 O Excelentíssimo Senhor João Antônio Tinelli, Presidente da Câmara Municipal de Cambará, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com o inciso II, do art. 24, da Lei Federal nº 8.666, de 21 de junho de 1993 e suas alterações, dispensa a licitação para a aquisição de produtos de mercado, envolvendo limpeza, copa e alimentação para a Câmara Municipal de Cambará (Dotações Orçamentárias nº 01.001 - 01.031.0101.2001 - 3.3.90.30.07 – Gêneros de alimentação; 3.3.90.30.21 – Material de copa e cozinha; e 3.3.90.30.32 – Material de limpeza e produção de higienização) da empresa SUPERMERCADO NAGASSAWA LTDA., inscrita no CNPJ nº 75.442.178/0001-91, com sede na Rua Dr. Genaro Resende, nº 1279, Centro, na cidade de Cambará/PR, CEP: 86.390-000, no valor de R$ 3.694,67 (três mil, seiscentos e noventa e quatro reais e sessenta e sete centavos), tendo em vista que o valor da referida compra não ultrapassará o teto limite de R$ 8.000,00 (oito mil reais). Gabinete da Presidência da Câmara Municipal de Cambará, Estado do Paraná, em 26 de fevereiro de 2013. João Antonio Tinelli CÂMARA MUNICIPAL DE TOMAZINA EXTRATO DE CONTRATO Nº 002/2013 Contratante: Câmara Municipal de Tomazina. OBJETO: Contratação de Empresa para Locação dos Sistemas de Patrimônio Publico, Compras e Licitações. Contratada: BETHA SISTEMAS LTDA. Dotação: 000006.2.001.3.3.90.39.00.00.00.00 Valor: R$ 2.040,00 (Dois Mil e Quarenta Reais). Vigência: seis meses a partir de 04/02/2013. Foro: Comarca de Tomazina – PR. Tomazina, 26 de Fevereiro de 2013. Hélio Targino Ribeiro - Presidente da Câmara Municipal Secretária Municipal de Educação, Cultura e Esportes de Abatiá PORTARIA N° 03/2013 Secretária Municipal de Educação, Cultura e Esportes de Abatiá, considerando o disposto do Decreto nº 06/2013, de 01 de fevereiro de 2013, RESOLVE: Art. 1º - Designar para o exercício de suporte pedagógico à docência os seguintes professores: A) Para a função de Coordenadora Pedagógica na Escola Municipal Dom Bosco, a professora Sônia Maria Guergolett Maciel de Lima – RG: 6.151.883-5; B) Para a função de Coordenadora Pedagógica na Escola Municipal Dom Bosco, a professora Leni Cagalli Cunha – RG: 3.303.565-9; C) Para a função de Coordenadora Pedagógica na Escola Municipal Dom Bosco, a professora Marizane de Paula Nogueira – RG: 5.877.927-0; D) Para a função de Coordenadora Pedagógica na Escola Municipal Dom Bosco, a professora Márcia Becker – RG: 4.515.991-4; E) Para a função de Coordenadora Pedagógica da Educação de Jovens e Adultos na Escola Municipal Dom Bosco, a professora Vivian Barbaresco Iglécias de Lima – RG: 6.524.064-5; F) Para a função de Coordenadora Pedagógica no Centro Municipal de Educação Infantil, a professora Selma Antônia da Costa Leite – RG: 4.057.427-1; G) Para a função de Coordenadora Pedagógica no Centro Municipal de Educação Infantil, a professora Aliandersan Alves Barbosa – RG: 7.576.051-5; H) Para a função de Coordenadora Pedagógica na Secretaria Municipal de Educação, a professora Jacinta Aparecida de Lima Chaves – RG: 4.227.756-8; I) Para a função de Coordenadora Pedagógica na Área de Projetos na Secretaria Municipal de Educação, a professora Aparecida de Lourdes dos Reis – RG: 4.241.335-6; J) Para a função de Documentadora com Carga horária de 20 horas na Secretaria Municipal de Educação, a professora Benedita da Costa Carvalho – RG: 3.553.084-3; K) Para a função de Psicopedagoga na Secretaria Municipal de Educação, a professora Luciane Maria Pedroso – RG: 6.362.485-3; Art. 2º - Registre-se. Publique-se. Gabinete da Secretária Municipal de Educação, Cultura e Esportes, 26 de Fevereiro de 2013. PATRICIA PITOLI Secretária Mun. de Ed. Cultura e Esportes EDITAL N.º 003/2013 DO TESTE SELETIVO N.° 001/2013 Retificação ao Edital n° 001/2013 do teste seletivo para ingresso ao quadro de estagiários da Prefeitura Municipal de Abatiá. A Prefeitura Municipal de Abatiá retifica: No item 6 do Edital, onde se lê “será aplicado no dia 10 de março de 2013”, leia-se “será aplicado no dia 03 de março de 2013”. Abatiá, 25 de fevereiro de 2013. MARCOS ANTONIO MUNIZ DE CARVALHO CHEFE DO DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS


cmyb

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Social

E-mail: social@tribunadovale.com.br

Da Assessoria

Reunião O deputado federal e vice-presidente da Câmara, André Vargas, reuniu-se com médicos e gestores do Hospital Nossa Senhora da Saúde, em Santo Antônio da Platina na última sexta, 21, para ouvir as demandas da instituição que está há 70 anos na cidade. A reunião aconteceu na capela do hospital.

Reflexão

Cilson Rodrigues

Algumas coisas não precisam fazer sentido, bastam valer a pena (Renato Russo)

Novidade O estilista alemão Karl Lagerfeld, conhecido por seu trabalho à frente da grife francesa de luxo Chanel, criou uma linha especial de sandálias para a Melissa. São quatro modelos inspirados pelo Brasil que chegam às lojas da marca no país em março. O resto de mundo receberá as peças entre abril e junho.(UOL)

Tendência: Casaco vem com tudo! A cada estação a moda ganha novas tendências e looks que passam a ser a preferência entre as mulheres. No entanto, as pessoas buscam ficar dentro das novidades que estarão presentes na moda brasileira. Em Nova York, Londres, Milão e Paris já foram apresentadas as peças que prometem conquistar o Outono / Inverno 2013. O desfile trouxe roupas com estampas, detalhes em brilhante e casacos de pele. Segundo alguns estilistas os casacos com cortes diferentes, blazers, calças pantalona, são peças indispensáveis para esta estação. (BlogMail)

Cabelos Crespos Nem toda tintura e tonalizante ressecam os cabelos crespos. Produtos de boa qualidade, por exemplo, até ajudam a deixá-los mais hidratados. Esses produtos já vêem com hidratante e outras substâncias que deixam o cabelo mais macio e brilhoso , explicam os especialistas. Os cabelos crespos devem ser hidratados semanalmente. Aposte nos produtos à base de silicone, colágeno e de elastina, proteínas, óleos e extratos vegetais, ceramidas e vitamina E, que repõem nutrientes e ajudam a unir as pontas duplas.

Feliz Aniversário Parabéns e muitas felicidades à Joseane Moreira que na segunda-feira, 25, comemorou idade nova. Amigos e familiares à parabenizam pela data

H ORÓSCOPO PARA HOJE Áries É bom manter segredos - mas você não precisa ouvir novos. Fique longe de motins e fofocas no ambiente de trabalho. O amor acontece melhor ao cair da tarde, num happy hour improvisado com amigos novos.

Gêmeos Você pode ir pra qualquer lugar - pena que está agora desnorteado, meio sem saber pra onde ir. Seus interesses são tantos. Mas há que definir rumos.. Viagens serão alteradas. Amor em período neutro.

Leão Tire o dia pra resolver as coisas chatas - tudo que tem relação com burocracia, funcionários com má vontade, serviçais preguiçosos etc. seu caminho está aberto! No amor, evite as caras azedas.

Libra Sua saúde deve estar já se ressentindo da falta de horários e de bons hábitos. Se o trabalho absorve, pelo menos tome mais agua e dance um pouco para se exercitar. Um colega de trabalho pode estar enamorado.

Sagitário Mercúrio traz indeterminação e confusão na família. Você não consegue se entender com um parente - nem com o parceiro! Tente a comunicação sem palavras; o canal do afeto está aberto. Amores seguem neutros.

Aquário Olhe em volta você deve ter um bem precioso bem debaixo do nariz e não se deu conta, distraído que é. Fase de destaque social, bom pra mostrar seus dotes e talentos. Um namoro incipiente toma rumo inesperado.

Touro A época é boa pra observar como é que parceiro age quando você precisa dele para tarefas bem práticas. Ilusões e poesia tem seu lugar, mas não no relacionamento a dois. Saúde sensível, cuide dela.

Câncer Astral oscilante! Período bom pra voltar atrás em tarefas de grupo, rever atribuição de responsabilidades. Reveja também documentos importantes - faça uma cópia dos importantes. Namoro pega fogo.

Virgem É um astral bonito para rever assuntos domésticos - ajustando os parafusos para que a vida familiar fique melhor. Você enxerga longe nesses assuntos hoje. Prepare-se para alguns novos lances no trabalho.

Escorpião Saturno não dá mole pra você. E o jeito é seguir a risca a orientação de um medico, ou renunciar por um tempinho a liberdade de ir e vir em nome de um trabalho chato, mas essencial. A noite, amor em alta.

Capricórnio Comece ajeitando a papelada do escritório cena astral sinaliza extravios. Cuidado com compras impulsivas - e pense bem antes de falar algo duro com as pessoas que ama. Parentes se distanciam.

Peixes Sim, você pode voltar atrás num assunto privado. Até meados de março, alias. O que deve evitar hoje é ousadia na apresentação, nada de inventar moda. Se não tem certeza, adie encontro amoroso.

cyan magenta yellow black


Atas&Editais C-1

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARA RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL Janeiro/2012 a Dezembro /2012 - Consolidado RGF - Anexo I (LRF, art. 55, inciso I alinea "a")

R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses)

DESPESA COM PESSOAL

INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS

EMPENHADAS 16.709.238,06

DESPESA BRUTA COM PESSOAL (I)

16.709.238,06

Pessoal Ativo Pessoal Inativo e Pensionistas Outras Despesas de Pessoal Decorrentes de Contratos de Tercerização ( § 1º do art. 18 da LRF )

370.913,99

DESPESA NÃO COMPUTADAS ( § 1º do art. 19 da LRF) (II)

9.475,84

Indenizações por Demissão e Incentivos a Demissão Voluntária

151.633,48

Decorrentes de Decisão Judicial

16.843,44

Despesas de Exercícios Anteriores Inativos e Pensionistas com Recursos Vinculados Despesas com Recursos Vinculados - Acórdão TCE/PR 1509/06 Acórdão TCE/PR 1568/06 Pensionistas I.R.R.F.

192.961,23

Instrução Normativa TCE/PR 56/2011 Despesas com Recursos Vinculados Pensionistas

192.961,23

I.R.R.F.

DESPESA LÍQUIDA COM PESSOAL (III) = (I - II)

16.338.324,07

DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP (IV) = (IIIa + IIIb)

16.338.324,07

APURAÇÃO DO CUMPRIMENTO DO LIMITE LEGAL

TOTAL

RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL (V)

32.407.617,44

% DA DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP sobre a RCL (VI) = (IV / V) * 100

50,42

LIMITE MAXIMO ( incisos I, II e III, do art. 20 da LRF) -

54,00 %

17.500.113,42

LIMITE PRUDENCIAL ( § único do art. 22 da LRF) -

51,30 %

16.625.107,75

Fonte:

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARA

MUNICíPIO DE CAMBARA RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DISPONIBILIDADE DE CAIXA ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A DEZEMBRO DE 2012 LRF, art . 55, Inciso III, alínea "a" - Anexo V

ATIVO DISPONIBILIDADE FINANCEIRA

R$ 1,00

VALOR

PASSIVO

1.064.638,09 OBRIGAÇÕES FINANCEIRAS

Caixa

0,00

Bancos

1.058.613,28

Depósitos Restos a Pagar Processados

100.222,72

Do Exercício

Contas Vinculadas

958.390,56

De Exercícios Anteriores

0,00

Outras Disponibilidades Financeiras

6.024,81

Créditos Intragovernamentais Devedores Diversos

0,00

156.282,89 48.609,53

Conta Movimento Aplicações Financeiras

VALOR

107.673,36 107.673,36 0,00

RP não Processados de Exercícios Anteriores

0,00

Débitos de Tesouraria

0,00

Contas Pendentes

0,00

6.024,81

Aplicações Financeiras Médio e Longo Prazo

0,00

Depósitos Judiciais

0,00

Créditos Intergovernamentais

0,00

Contas Pendentes

0,00

Emissão: 26/02/2013 15:57:10 SUBTOTAL

INSUFICIÊNCIA ANTES DA INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (I) TOTAL

Page 1 de 1 156.282,89

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARA 1.064.638,09 SUBTOTAL

-

SUFICIÊNCIA ANTES DA INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (II)

1.064.638,09 TOTAL

Homologado 908.355,20

1.064.638,09

INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (III)

39.413,81

SUFICIÊNCIA APÓS A INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (IV) = (II - III)

868.941,39

REGIME PREVIDENCIÁRIO ATIVO

VALOR

DISPONIBILIDADE FINANCEIRA

PASSIVO

VALOR

0,00 OBRIGAÇÕES FINANCEIRAS

0,00

Caixa

0,00

Depósitos

0,00

Bancos

0,00

Restos a Pagar Processados

0,00

Conta Movimento

0,00

Do Exercício

0,00

Contas Vinculadas

0,00

De Exercícios Anteriores

0,00

-

RP não Processados de Exercícios Anteriores

0,00

Aplicações Financeiras

0,00

Outras Obrigações Financeiras

0,00

Outras Disponibilidades Financeiras

0,00

Encargos Sociais a Recolher

0,00

0,00

Obrigações Tributárias

0,00

-

Precatórios a Pagar

0,00

-

Débitos Diversos a Pagar

0,00

Créditos em Circulação

INSUFICIÊNCIA ANTES DA INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (V) TOTAL

-

SUFICIÊNCIA ANTES DA INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (VI)

0,00 TOTAL

0,00 0,00

INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (VII)

0,00

SUFICIÊNCIA APÓS A INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (VIII) = (VI - VII)

0,00

PREFEITURA MUNICIPAL DE TOMAZINA DECRETO N.º 017/2012. SÚMULA: Abre Crédito Adicional Suplementar no Orçamento Geral de 2012 do Município de Tomazina, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE TOMAZINA, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições, de conformidade com a Lei Municipal nº 318/2011, de 25 de outubro de 2011, combinada com o Art. 43, parágrafo 1º, da Lei Federal nº 4.320, de 17/03/64. DECRETA Artigo 1º - Fica aberto no Orçamento Geral do Município para o corrente exercício de 2012, um crédito adicional suplementar no valor de R$ 1.074.528,73 (um milhão, setenta e quatro mil, quinhentos e vinte e oito reais e setenta e três centavos), nas seguintes dotações orçamentárias: 03 – ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS. 01 – ASSESSORAMENTO SUPERIOR. 04.122.0004.2.005 – MANUTENÇÃO ADMINISTRAÇÃO GERAL. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 000 000020 – 3190.13.00.00 – Obrigações Patronais.................................................72.630,00 000252 – 3330.93.00.00 – Indenizações e Restituições..............................................1.675,00 000021 – 3390.14.00.00 – Diárias Pessoal Civil.....................................................12.362,70 000022 – 3390.30.00.00 – Material de Consumo......................................................248.560,00 000023 – 3390.36.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Física...............................................31.616,00 000024 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Jurídica..........................................252.140,00 000026 – 4490.51.00.00 – Obras e Instalações..................................................864,99 Iduso: 3 Grupo: 1 Fonte: 776 000292 – 4490.51.00.00 – Obras e Instalações......................28.999,05 04 – VIAÇÃO E OBRAS PÚBLICAS. 01 – OBRAS PÚBLICAS. 15.452.0019.1.013 – AMPLIAÇÃO DA REDE DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 507 000042 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Jurídica..............................................8.197,02 26.782.0019.2.015 – MANUTENÇÃO DO DEPARTAMENTO RODOVIÁRIO. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 000 000046 – 3390.14.00.00 – Diárias – Pessoal Civil.....................................3.500,00 Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 511 000049 – 3390.30.00.00 – Material de Consumo.........................................4.386,00 05 – FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 01 – FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE PÚBLICA. 10.301.0011.2.018 – MANUTENÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 000 000293 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Jurídica..............................................2.135,00 Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 303 000064 – 3390.14.00.00 – Diárias – Pessoal Civil............................................11.377,00 000065 – 3390.30.00.00 – Material de Consumo..........................................2.170,35 000066 – 3390.36.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Física.................................2.507,00 000067 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Jurídica..........................119.730,00 10.301.0011.2.021 – PAB/SUS – PARTE FIXA. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 495 000080 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Jurídica............................................16.745,00 10.301.0012.2.022 – AÇÕES BÁSICAS DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 497 000082 – 3390.36.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Física.................................................1.000,00 10.301.0030.2.026 – MANUTENÇÃO PROGRMA SAÚDE DA FAMÍLIA - PSF. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 495 000097 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Jurídica............................................14.500,00 10.301.0011.2.027 – MANUTENÇÃO PROGRMA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE - PACS. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 495 000099 – 3190.11.00.00 – Vencimentos e Vantagens Fixas – Pessoal Civil............................................30.000,00 10.301.0031.2.029 – MANUTENÇÃO PROGRMA INCIDÊNCIA BUCAL. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 495 000103 – 3190.11.00.00 – Vencimentos e Vantagens Fixas – Pessoal Civil.............................10.000,00 06 – EDUCAÇÃO 02 – EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL. 12.361.0014.2.037 – MANUTENÇÃO TRANSFERENCIA SALÁRIO EDUCAÇÃO. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 107 000127 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Jurídica............................................21.795,14 12.361.0016.2.038 – MANUTENÇÃO MERENDA ESCOLAR. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 174 000129 – 3390.32.00.00 – Material de Bem ou Serviço para Distribuição Gratuita.................................11.060,13 12.361.0014.2.040 – MANUTENÇÃO ENSINO FUNDAMENTAL. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 103 000139 – 3390.30.00.00 – Material de Consumo....................................................30.250,00 Iduso: 3 Grupo: 1 Fonte: 175 000298 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Jurídica..........................7.120,30 12.361.0046.2.034 – MANUTENÇÃO ENSINO FUNDAMENTAL – 60%. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 101 000117 – 3190.11.00.00 – Vencimentos e Vantagens Fixas – Pessoal Civil..............................83.837,81 0 0 0 11 8 – 3 1 9 0 . 1 3 . 0 0 . 0 0 – O b r i g a ç õ e s Patronais............................................8.600,00 06 – EDUCAÇÃO 03 – EDUCAÇÃO ESPECIAL. 08.242.0036.2.046 – SUBVENÇÃO A APAE. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 747 000167 – 3350.43.00.00 – Subvenções Sociais................................................764,30 09 – FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 01 – FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 08.244.0007.2.055 – MANUTENÇÃO DO FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL. Iduso: 3 Grupo: 1 Fonte: 753 000276 – 4490.52.00.00 – Equipamentos e Material Permanente...............................................................8.290,00 Iduso: 3 Grupo: 1 Fonte: 768 000254 – 3390.30.00.00 – Material de Consumo...................................10.014,44 000255 – 3390.36.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Física....................................................451,50 Iduso: 3 Grupo: 1 Fonte: 769 000262 – 3390.30.00.00 – Material de Consumo..........................................3.400,00 Iduso: 3 Grupo: 1 Fonte: 773 000286 – 3390.30.00.00 – Material de Consumo......................................3.500,00 08.244.0037.2.060 – PROGRAMA DE ATENÇÃO AS FAMILIAS – PISO BASICO TRANSIÇÃO. Iduso: 3 Grupo: 1 Fonte: 765 000192 – 3390.30.00.00 – Material de Consumo..............................................1.027,00 14 – ASSISTÊNCIA SOCIAL. 01 – DEPARTAMENTO MUN. DE TRABALHO E BEM ESTAR


C-2 Atas&Editais SOCIAL. 08.244.0040.2.059 – MANUTENÇÃO DO CONSELHO TUTELAR. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 000 000244 – 3190.11.00.00 – Vencimentos e Vantagens Fixas – Pessoal Civil..............................................9.323,00 Artigo 2º - Servirá de recurso para cobertura dos créditos r e f e r i d o s n o a r t i g o a n t e r i o r, a a n u l a ç ã o t o t a l a o p a r c i a l das seguintes dotações orçamentária, tal como previsto no inciso II, constante do § 1º do art. 43 da Lei Federal nº 4.320/64, e o excesso de arrecadação da receita da conta 1.7.2.1.01.02.00.00.00 – Cota Parte Fundo de Participação dos Municípios (FPM) – FONTE 000, no valor de R$ 634.806,69 (seiscentos e trinta e quatro mil, oitocentos e seis reais e sessenta e nove centavos); da receita da conta 1.7.2.4.01.01.00.00.00 – FUNDEB – FONTE 101, no valor de R$ 92.437,81 (noventa e dois mil quatrocentos e trinta e sete reais e oitenta e um centavos); da receita da conta 1.7.2.1.35.01.00.00.00 – Transferência Salário Educação – FONTE 107, no valor de R$ 17.895,14 (dezessete mil oitocentos e noventa e cinco reais e quatorze centavos); da receita da conta 1.7.2.1.35.99.04.00.00 – Programa Merenda Escolar – FONTE 174, no valor de R$ 11.060,13 (onze mil sessenta reais e treze centavos); da receita da conta 1.7.2.1.35.99.05.00.00 – Convênio Aquisição de Ônibus Escolar – FONTE 175, no valor de R$ 7.120,30 (sete mil cento e vinte reais e trinta centavos); da receita da conta 1.7.2.2.01.01.00.00.00 – Cota parte ICMS Estadual – FONTE 303, no valor de R$ 48.730,00 (quarenta e oito mil setecentos e trinta reais); 1.2.3.0.00.01.00.00.00 – COSIP – FONTE 507, no valor de R$ 8.197,02 (oito mil cento e noventa e sete reais e dois centavos); da receita da conta 1.1.2.2.99.02.00.00.00 – Taxa Coleta de Lixo – FONTE 511, no valor de R$ 4.386,00 (quatro mil trezentos e oitenta e seis reais); da receita da conta 1.7.6.1.99.11.00.00.00 – Programa Apoio a Pessoa Deficiente – FONTE 747, no valor de R$ 764,30 (setecentos e sessenta e quatro reais e trinta centavos); da receita da conta 1.7.6.1.99.24.00.00.00 – Programa Piso Básico Fixo – FONTE 768, no valor de R$ 3.842,94 (três mil oitocentos e quarenta e dois reais e noventa e quatro centavos); da receita da conta 1.7.6.1.03.05.00.00.00 – Programa IGD – FONTE 773, no valor de R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais), e da receita da conta 1.7.6.1.99.29.00.00.00 – Convênio Pavimentação do Distrito do Sapé – FONTE 776, no valor de R$ 28.999,05 (vinte e oito mil novecentos e noventa e nove reais e cinco centavos), tal como previsto no inciso III, constante do § 1º do art. 43 da Lei Federal nº 4.320/64. 05 – FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 01 – FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE PÚBLICA. 10.301.0011.1.020 – REFORMA E AMPLIAÇÃO DOS POSTOS DE SAÚDE Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 303 000077 – 4490.51.00.00 – Obras e Instalações......................................999,00 10.301.0032.2.014 – MANUTENÇÃO DO PROGRAMA DA SAÚDE DA MULHER Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 303 000069 – 3190.11.00.00 – Vencimentos e Vantagens Fixas – Pessoal Civil..........................................463,35 10.301.0011.2.018 – MANUTENÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 303 000062 – 3190.11.00.00 – Vencimentos e Vantagens Fixas – Pessoal Civil............................................30.000,00 000065 – 3390.30.00.00 – Material de Consumo..................................................43.500,00 000068 – 4490.52.00.00 – Equipamentos e Material Permanente..............................999,00 10.301.0036.2.019 – CONTRIBUIÇÃO AO CISNORPI Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 303 000076 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Jurídica...........................8.096,00 10.301.0011.2.025 – MANUTENÇÃO COMBATE A CARENCIA NUTRICIONAL Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 303 000093 – 3390.30.00.00 – Material de Consumo.......................................................999,00 10.301.0013.2.028 – PROGRAMA NACIONAL VIGILANCIA EPIDEMIOLOGICA E CONTROLE DOENÇAS Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 303 000102 – 3390.30.00.00 – Material de Consumo.................................................999,00 10.301.0011.2.030 – PROGRAMA TRANSFERENCIA FRAÇÃO ATENÇÃO ESPECIAL - FAE Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 303 000105 – 3390.30.00.00 – Material de Consumo.............................................999,00 10.301.0011.2.021 – PAB/SUS – PARTE FIXA. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 495 000078 – 3390.30.00.00 – Material de Consumo................................16.745,00 10.301.0012.2.022 – AÇÕES BÁSICAS DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 497 000083 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Jurídica..............................................1.000,00 10.301.0011.2.027 – MANUTENÇÃO PROGRMA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE - PACS. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 495 000100 – 3190.13.00.00 – Obrigações Patronais...................................40.000,00 10.301.0031.2.029 – MANUTENÇÃO PROGRMA INCIDÊNCIA BUCAL. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 495 000104 – 3190.13.00.00 – Obrigações Patronais...................................14.500,00 06 – EDUCAÇÃO 02 – EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL. 12.361.0014.2.037 – MANUTENÇÃO TRANSFERENCIA SALÁRIO EDUCAÇÃO. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 107 000126 – 3390.36.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Física.................................................3.900,00 12.361.0014.2.040 – MANUTENÇÃO ENSINO FUNDAMENTAL. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 103 000141 – 3390.36.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Física...............................................16.000,00 12.361.0047.2.043 – MANUTENÇÃO TRANSPORTE ESCOLAR. Iduso: 0 Grupo: 1 Fonte: 103 000157 – 3390.30.00.00 – Material de Consumo................................4.250,00 000159 – 3390.36.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Física...............................................10.000,00 0 9 – F U N D O M U N I C I PA L D E A S S I S T Ê N C I A S O C I A L 0 1 – F U N D O M U N I C I PA L D E A S S I S T Ê N C I A S O C I A L 08.244.0007.2.055 – MANUTENÇÃO DO FUNDO M U N I C I PA L D E A S S I S T Ê N C I A S O C I A L . Iduso: 3 Grupo: 1 Fonte: 753 000190 – 3390.39.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Jurídica..............................................8.290,00 Iduso: 3 Grupo: 1 Fonte: 768 0 0 0 2 5 7 – 3 3 9 0 . 3 9 . 0 0 . 0 0 – O u t r o s S e r v i ç o s d e Terceiros de Pessoa Jurídica..............................................6.623,00 Iduso: 3 Grupo: 1 Fonte: 769 000256 – 3390.36.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Física.................................................3.400,00 0 8 . 2 4 4 . 0 0 3 7 . 2 . 0 6 0 – P R O G R A M A D E AT E N Ç Ã O A S FAMILIAS – PISO BASICO TRANSIÇÃO. Iduso: 3 Grupo: 1 Fonte: 765 000194 – 3390.36.00.00 – Outros Serviços de Terceiros de Pessoa Física.................................................1.027,00 Artigo 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE TOMAZINA, em 17 de dezembro de 2012 GUILHERME CURY SALIBA COSTA Prefeito Municipal

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013 ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARA CNPJ: 75442756000190 Avenida Brasil - 0001082 - Centro Telefone 04335328800

Relatório de Gestão Fiscal Demonstrativo da Dívida Consolidada Líquida Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Semestral - 01/2012 à 12/2012 LRF, Art 55, inciso I, alínea "b" - Anexo II SALDO DO EXERCÍCIO DE 2012

SALDO EXERCICIO ANTERIOR

DÍVIDA CONSOLIDADA DÍVIDA CONSOLIDADA - DC (I)

até o 1º Semestre

até o 2º Semestre

5.150.804,79

4.181.294,34

0,00

0,00

0,00

Dívida Contratual

5.150.804,79

4.180.984,71

4.718.971,49

Interna

Dívida Mobiliária

4.719.281,12

5.150.804,79

4.180.984,71

4.718.971,49

Externa

0,00

0,00

0,00

Precatórios Posteriores a 05/05/2000 (inclusive) - Vencidos e Não Pagos.

0,00

0,00

0,00

Demais Dívidas

0,00

309,63

309,63

DEDUÇÕES (II)

2.635.461,60

3.632.057,11

744.594,66

3.455.647,30

5.021.499,67

1.058.613,28

Disponibilidade de Caixa Bruta Demais Haveres Financeiros (-) Restos a Pagar Processados (Exceto Precatórios) DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA (DCL) (III) = (I - II) RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL % da DC sobre a RCL (I / RCL)

-6.187,73

-6.904,81

-6.024,81

813.997,97

1.382.537,75

307.993,81

2.515.343,19

549.237,23

3.974.686,46

30.324.799,43

31.759.529,75

32.407.617,44

16,99

13,17

14,56

% da DCL sobre a RCL (III / RCL)

8,29

1,73

12,26

LIMITE DEFINIDO POR RESOLUÇÃO DO SENADO FEDERAL

0,00

0,00

0,00

DETALHAMENTO DA DÍVIDA CONTRATUAL DÍVIDA DE PPP PARCELAMENTO DE DÍVIDAS De Tributos

0,00

0,00

0,00

4.317.734,75

3.530.419,68

3.947.363,16

0,00

0,00

0,00

4.317.734,75

3.530.419,68

3.947.363,16

4.317.734,75

3.530.419,68

3.947.363,16

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

833.070,04

650.565,03

771.608,33

PRECATÓRIOS ANTERIORES A 05/05/2000

0,00

0,00

0,00

INSUFICIÊNCIA FINANCEIRA

0,00

0,00

0,00

22.877,30

26.291,64

48.609,53

102.711,46

451.014,36

135.066,07

0,00

0,00

0,00

De Contribuições Sociais Previdênciárias Demais Contribuições Sociais Do FGTS DEMAIS DIVIDAS CONTRATUAIS

OUTROS VALORES INTEGRANTES DA DC

DEPÓSITOS RP NÃO PROCESSADOS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES ANTECIPAÇÕES DE RECEITA ORÇAMENTÁRIA - ARO

DÍVIDA CONSOLIDADA PREVIDENCIÁRIA DÍVIDA CONSOLIDADA PREVIDÊNCIÁRIA (IV)

0,00

0,00

0,00

Passivo Atuarial

0,00

0,00

0,00

Demais Dívidas

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

Disponibilidade de Caixa Bruta

0,00

0,00

0,00

Investimentos

0,00

0,00

0,00

Demais Haveres Financeiros

0,00

0,00

0,00

(-) Restos a Pagar Processados

0,00

0,00

0,00

OBRIGAÇÕES NÃO INTEGRANTES DA DC

0,00

0,00

0,00

DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA PREVIDENCIÁRIA (VI) = (IV - V)

0,00

0,00

0,00

DEDUÇÕES (V)

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARA RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DAS GARANTIAS E CONTRAGARANTIAS DE VALORES ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURALIDADE SOCIAL Semestral - Janeiro a Dezembro de 2012 RGF - ANEXO III (LRF, art. 55, inciso I, alínea "c" e art. 40, § 1º)

R$ 1,00 SALDO DO EXERCICIO ANTERIOR

GARANTIAS CONCEDIDAS EXTERNAS (I) Aval ou Fiança em Operações de Crédito Outras Garantias na Forma da LRF* INTERNAS (II) Aval ou Fiança em Operações de Crédito Outras Garantias na Forma da LRF * TOTAL GARANTIAS CONCEDIDAS (III) = (I + II) RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL (IV) % do TOTAL DAS GARANTIAS sobre a RCL LIMITE DEFINIDO POR RESOLUÇÃO DO SENADO FEDERAL

Emissão:

SALDO DO EXERCÍCIO DE 2011 Até o 1º Semestre

30.324.799,43

31.759.529,75

SALDO DO EXERCICIO ANTERIOR

SALDO DO EXERCÍCIO DE 2011 Page 1 de 1 Até o 1º Semestre Até o 2º Semestre

EXTERNAS (V) Aval ou Fiança em Operações de Crédito Outras Garantias na Forma da LRF* INTERNAS (VI) Aval ou Fiança em Operações de Crédito Outras Garantias na Forma da LRF * TOTAL CONTRAGARANTIAS RECEBIDAS (VII) = (V + VI) PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARA

Nota:

* Inclui garantias concedidas por meio de fundos.

32.407.617,44

%

CONTRAGARANTIAS RECEBIDAS 26/02/2013 15:58:00

Fonte:

Até o 2º Semestre

Homologado 309,63 309,63

309,63 309,63

309,63

309,63

MUNICIPIO DE CAMBARA - PODER EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARA RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO SIMPLIFICADO DO RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL - CONSOLIDADO ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL ATE O 3 QUADRIMESTRE DE 2012

LRF, art. 48 - ANEXO VII Emissão:

R$ 1,00 Page 1 de 1

26/02/2013 15:59:20

DESPESA COM PESSOAL

DIVIDA CONSOLIDADA

3.974.686,46

OPERACOES DE CREDITOS EXTERNAS E INTERNAS OPERACOES DE CREDITOS POR ANTECIPACAO DA RECEITA LIMITE DEFINIDO PELO SENADO FEDERAL PARA OP. CREDITO EXTERNAS E INTERNAS - 16,00 % LIMITE DEFINIDO PELO SENADO FEDERAL PARA OP. CREDITO POR ANTECIPACAO DA RECEITA - 7,00 %

RESTOS A PAGAR

SUFICIÊNCIA ANTES DA INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (II) PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARA

VALOR

% SOBRE A RCL 50,41 % 54,00 % 51,30 %

% SOBRE A RCL 12,26 % 0,00 %

% SOBRE A RCL 0,00 % 0,00 %

%

OPERACOES DE CREDITO

Fonte:

VALOR

%

GARANTIAS DE VALORES TOTAL DAS GARANTIAS DE VALORES LIMITE DEFINIDO POR RESOLUCAO DO SENADO FEDERAL -

VALOR 16.338.324,07 17.500.113,42 16.625.107,75

Despesa Total com Pessoal DTP LIMITE MAXIMO ( incisos I, II e III, do art. 20 da LRF) - 54,00% Limite Prudencial (parágrafo único, art. 22 da LRF) 51,30%

DIVIDA CONSOLIDADA LIQUIDA LIMITE DEFINIDO POR RESOLUCAO DO SENADO FEDERAL -

Homologado

VALOR

% SOBRE A RCL

0,00 % 0,00 % 10.037.186,70 16,00 % 4.391.269,18 7,00 % SUFICIÊNCIA INSCRIÇÃO EM ANTES DA RESTOS A PAGAR INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO NÃO PROCESSADOS PROCESSADOS 1.093.341,35


Atas&Editais C-3

TRIBUNA DO VALE

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DE RESTOS A PAGAR ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL Janeiro à Dezembro / 2012 LRF, art . 55, Inciso III, alínea "b" - Anexo VI

R$ 1,00

RESTOS A PAGAR INSCRITOS

Liquidados e Não Pagos (Processados)

ORGAO

De Exercícios Anteriores

Do Exercício

EMPENHOS CANCELADOS E NÃO INSCRITOS POR INSUFICIÊNCIA FINANCEIRA

Empenhados e Não Liquidados (Não Processados) De Exercícios Anteriores

Do Exercício

GABINETE DO PREFEITO

0,00

4.630,62

3.289,00

0,00

0,00

PROCURADORIA JURIDICA

0,00

0,00

6.409,82

0,00

0,00

SECRETARIA MUNICIPAL SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

0,00

100.761,94

215.679,94

39.413,81

0,00

0,00

2.280,80

60.665,98

0,00

0,00

0,00

0,00

9.927,97

0,00

0,00

TOTAL

0,00

107.673,36

295.972,71

39.413,81

0,00

SUFICIÊNCIA ANTES DA INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (Apurado no Anexo V - Demonstrativo da Disponibiliade de Caixa)

1.093.341,35

RESTOS A PAGAR INSCRITOS

Liquidados e Não Pagos (Processados)

FONTE

De Exercícios Anteriores 000-RECURSOS ORDINARIOS (LIVRES) EXERCICIO CORRENTE 030-Fonte não Cadastrada

Do Exercício

EMPENHOS CANCELADOS E NÃO INSCRITOS POR INSUFICIÊNCIA FINANCEIRA

Empenhados e Não Liquidados (Não Processados) De Exercícios Anteriores

Do Exercício

0,00

47.920,74

167.669,34

35.169,59

0,00

0,00

0,00

889,60

0,00

0,00

101-FUNDEF 60% - EXERCICIO CORRENTE

0,00

8.550,61

7.779,55

0,00

0,00

102-FUNDEF 40% - EXERCICIO CORRENTE 103-10% SOBRE TRANSFERENCIAS CONSTITUCIONAIS - EXERCIC 104-25% SOBRE DEMAIS IMPOSTOS VINCULADOS A EDUCACAO 107-SALARIO EDUCACAO - EXERCICIO CORRENTE 112-MDE/P.N.A.E. ( CRECHES ) 303-SAUDE - RECEITAS VINCULADAS (EC 29/00 - 15%) - EXE 495-ATENCAO BASICA 504-ROYALTIES E OUTRAS COMPENSACOES FINANCEIRAS NAO PR 738-RECAPE ASFALTICO - CNT 0247338-84 747-CONV FNAS ASILO S VICENTE CONT 140/MDS/2007 755-PROGRAMA PISO BASICO FIXO

0,00

2.185,77

4.260,04

0,00

0,00

0,00

2.675,33

873,55

250,22

0,00

0,00

0,00

2.357,14

0,00

0,00

0,00

0,00

3.871,80

0,00

0,00

0,00

0,00

929,77

0,00

0,00

0,00

16.795,73

41.184,39

3.994,00

0,00

0,00

29.545,18

33.861,77

0,00

0,00

0,00

0,00

16.266,12

0,00

0,00

0,00

0,00

10.449,49

0,00

0,00

0,00

0,00

135,95

0,00

0,00

0,00

0,00

4.644,20

0,00

0,00

757-FMAS PROGRAMA PROJOVEM

0,00

0,00

800,00

0,00

0,00

TOTAL

0,00

107.673,36

295.972,71

39.413,81

0,00

SUFICIÊNCIA ANTES DA INSCRIÇÃO EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (Apurado no Anexo V - Demonstrativo da Disponibiliade de Caixa)

1.093.341,35

MUNICÍPIO DE CAMBARA

RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DAS OPERAÇÕES DE CRÉDITO ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL Segundo Semestre - Julho à Dezembro de 2012 R$ 1,00

RGF - ANEXO IV (LRF, art. 55, inciso I, alínea "d" e inciso III alínea "c")

OPERAÇÕES DE CRÉDITO

VALOR No Semestre

SUJEITAS AO LIMITE PARA FINS DE CONTRATAÇÃO (I)

Até o Semestre (a)

0,00

0,00

Mobiliária

0,00

0,00

Interna

0,00

0,00

Externa

0,00

0,00

Contratual

0,00

0,00

0,00

Interna Emissão: 26/02/2013 16:03:29 Abertura de Crédito

0,00

0,00 Page 1 de 1 Homologado 0,00

Aquisição Financiada de Bens e Arrendamento Mercantil Financeiro

0,00

0,00

Derivadas de PPP

0,00

0,00

Demais Aquisições Financiadas

0,00

0,00

0,00

0,00

Pela Venda a Termo de Bens e Servicos

0,00

0,00

Demais Atencipações da Receita

0,00

0,00

Assunção, Reconhecimento e Confissão de Dívidas (LRF, art. 29, § 1º)

0,00

0,00

Outras Operações de Crédito

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

De Tributos

0,00

0,00

De Contribuicoes Sociais

0,00

0,00

Previdenciárias

0,00

0,00

Demais Contribuições Sociais

0,00

0,00

0,00

0,00

Melhoria da Administração de Receitas e da Gestão Fiscal, Financeira e Patrimonial

0,00

0,00

Programa de Iluminação Pública - RELUZ

0,00

0,00

Antecipação da Receita

Externa NÃO SUJEITAS AO LIMITE PARA FINS DE CONTRATAÇÃO (II) Parcelamento de Dívidas

Do FGTS

APURAÇÃO DO CUMPRIMENTO DOS LIMITES RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL

VALOR

% Sobre a RCL

62.732.416,80

-

OPERAÇÕES VEDADAS (III)

0,00

0,00%

TOTAL CONSIDERADO PARA FINS DA APURAÇÃO DO CUMPRIMENTO DO LIMITE = (IV) = (Ia + III)

0,00

0,00%

10.037.186,70

16,00%

0,00

0,00%

4.391.269,18

7,00%

0,00

0,00%

LIMITE GERAL DEFINIDO POR RESOLUÇÃO DO SENADO FEDERAL PARA AS OPERAÇÕES DE CRÉDITO INTERNAS E EXTERNAS OPERAÇÕES DE CRÉDITO POR ANTECIPAÇÃO DA RECEITA ORÇAMENTÁRIA LIMITE GERAL DEFINIDO POR RESOLUÇÃO DO SENADO FEDERAL PARA OPERAÇÕES DE CRÉDITO POR ANTECIPAÇÃO DA RECEITA ORÇAMENTÁRIA TOTAL CONSIDERADO PARA CONTRATAÇÃO DE NOVAS OPERAÇÕES DE CRÉDITO (V) = (IV + IIa) Fonte: MUNICÍPIO DE CAMBARA Nota:

¹ Este demonstrativo evidencia todas as operações de crédito efetivamente realizadas pelo ente, sem prejuízo da verificação da legalidade dessas operações, bem como das eventuais cominações decorrentes, especialmente no caso de operações de crédito vedadas ou em desacordo com limites e condições impostos pela legislação em vigor.

PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIÁ – PARANÁ AVISO DE LICITAÇÃO O MUNICÍPIO DE ABATIÁ – ESTADO DO PARANÁ TORNA PÚBLICO QUE FARÁ REALIZAR LICITAÇÃO NA MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL Nº 010/2013, QUE TEM POR OBJETO “AQUISIÇÃO DE PEÇAS E SERVIÇOS PARA MANUTENÇÃO DE 05 (CINCO) CANETAS DE BAIXA E ALTA ROTAÇÃO E 02 (DOIS) EQUIPOS DO CENTRO ODONTOLÓGICO MUNICIPAL, ATRAVÉS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PÚBLICA, COM VALOR MÁXIMO DE R$ 2.886,00 (DOIL MIL OITOCENTOS E OITENTA E SEIS REAIS)”. AS PROPOSTAS (ENVELOPES “A”) E DOCUMENTAÇÃO DE HABILITAÇÃO (ENVELOPES “B”) SERÃO RECEBIDOS PELO PREGOEIRO E EQUIPE DE APOIO ATÉ AS 09:00 (NOVE HORAS) DO DIA 11 (ONZE) DE MARÇO DE 2013, [11/03/2013], NO EDIFÍCIO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIA – PARANÁ, SITUADO À AVENIDA JOÃO CARVALHO DE MELLO, Nº 135 – ABATIA – PR. A ABERTURA DOS ENVELOPES “A” E “B” OCORRERÁ NO DIA 11 (ONZE) DE MARÇO DE 2013, [11/03/2013], ÀS 9:00 (NOVE) HORAS NO EDIFÍCIO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIA – PARANÁ, SITUADO À AVENIDA JOÃO CARVALHO DE MELLO, Nº 135 – ABATIA – PR. A ÍNTEGRA DO EDITAL E OUTRAS INFORMAÇÕES PODERÃO SER OBTIDAS NA PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIÁ, NO ENDEREÇO ACIMA MENCIONADO, EM HORÁRIO DE EXPEDIENTE DAS 8:00 ÀS 11:30 E DAS 13:00 ÀS 16:30 HORAS, PELO TELEFONE (43) – 35561545 OU PELO SITE DO MUNICÍPIO www.abatia.pr.gov.br. EDIFÍCIO DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ABATIA- PR, EM 26/02/2013. MARIA DE LOURDES FERRAZ YAMAGAMI PREFEITA SÉRGIO HOSOUME PREGOEIRO DO MUNICÍPIO PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIÁ EXTRATO DO SEXTO TERMO ADITIVO DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS SOB Nº 074/2010 DA TOMADA DE PREÇOS Nº 008/2010 CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE ABATIÁ – PR CONTRATADA: TIAGO FRAXINO DE ALMEIDA - ME OBJETO: PRORROGAÇÃO DE PRAZO DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE FISIOTERAPIA. VALOR R$ 17.928,00 (DEZESSETE MIL NOVECENTOS E VINTE E OITO REAIS). VIGÊNCIA: DE 01/03/2013 A 31/08/2013. ABATIÁ – ESTADO PARANÁ, EM 22 DE FEVERERIO DE 2013. MUNICÍPIO DE ABATIÁ (PR). MARIA DE LOURDES FERRAZ YAMAGAMI – PREFEITA MUNICIPAL CONTRATANTE TIAGO FRAXINO DE ALMEIDA - ME CONTRATADA PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ-ESTADO DO PARANÁ EXTRATO CONTRATUAL CONTRATO Nº 03/2013 Partes: Município de Quatiguá e o Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro. Objeto: Prestação de serviços médico-hospitalares e exames médicos especializados, através do Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro – CISNORPI. Valor Contratual Global: R$ 59.164,52 (cinqüenta e nove mil, cento e sessenta e quatro reais e cinqüenta e dois centavos). Execução: Parcelada. Vigência: de 21 de fevereiro de 2013 a 31 de dezembro de 2013. Data: 21 de fevereiro de 2013. Luis Fernando Dolenz – Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ-PARANÁ EXTRATO CONTRATUAL CONTRATO Nº 04/2013 Partes: Município de Quatiguá e Eulália Bordignon da Silva. Objeto: Locação de 01 (um) imóvel para uso das atividades da brinquedoteca municipal e da Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Habilitação. Valor Contratual Mensal: R$ 1.900,00 (um mil e novecentos reais). Valor Contratual Global: R$ 22.800,00 (vinte e dois mil e oitocentos reais). Vigência: 12 (doze) meses. Data: 26 de fevereiro de 2013. Luis Fernando Dolenz – Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ AUDIÊNCIA PÚBLICA A Prefeitura e Câmara Municipal convidam autoridades e munícipes, para Audiência Pública, com o intuito de deliberar sobre o cumprimento das Metas Fiscais relativas ao 3º quadrimestre, do exercício de 2012, do Município de Cambará-Estado do Paraná, que será realizada no dia 28 de fevereiro (quinta-feira), às 14hs, no recinto da Câmara Municipal, situada à Avenida Brasil, nº. 1037. Cambará - Pr, 26 de fevereiro de 2013. JOÃO MATTAR OLIVATO Prefeito Municipal


TRIBUNA DO VALE - EDIÇÃO Nº 2337  

27 DE FEVEREIRO DE 2013

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you