Issuu on Google+

cmyb

Terça-feira 290 150

DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI

20 DE NOVEMBRO DE 2012

S.A.PLATINA Quadrilha que assaltou irmã do prefeito conhecia rotina da família Para o delegado de Santo Antônio da Platina, Fátima de Siqueira, os cinco criminosos que assaltaram e aterrorizaram a família de Glauce Claro, irmã do prefeito eleito, Pedro Claro de Oliveira, conheciam a rotina dos moradores e tinham informações privilegiadas. Os ladrões levaram mais de R$ 40 mil em joias e R$ 900 em dinheiro, além de cartões de crédito. O assalto aconteceu na tarde de sábado.  PÁG. A6

ANO XVII - N0 2272 - R$ 1,00

www.tribunadovale.com.br

ASSASSINATO DE PROFESSORA

Polícia colhe material genético de suspeitos Antônio de Picolli

Aline foi assassinada na casa onde morava no Povoado da Platina

Seis das oito pessoas consideradas suspeitas de envolvimento no assassinato da professora Aline Margarida Messias tiveram que recolher material genético para confronto com os encontrados no corpo da vítima, morta por asfixia na quinta-feira, 8. Durante o final de semana prolongado, a polícia civil também chegou em mais dois nomes, subindo para oito o número de suspeitos. O delegado Fátimo de Siqueira disse que trabalha com três hipóteses, mas preferiu não revelá-las para não atrapalhar as investigações. Ele adiantou que pedirá urgência na realização dos exames de confronto dos materiais coletados na vitima (pele, saliva e sêmen) com os colhidos dos suspeitos.  PÁG. A6

S.A.PLATINA

VÍTIMA DE ATROPELAMENTO

Solidariedade oferece Asilo ganha veículo zero km mais qualidade de vida ao garoto Alan

Antônio de Picolli

Antônio de Picolli

Com as talas ortopédicas, Alan tem mais proteção para as pernas

Romanelli e Gil Martins fizeram a entrega da kombi à direção do Asilo

A Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social doou na sexta-feira, 15, um veículo zero quilômetro ao Asilo São Francisco de Assis de Santo Antonio da Platina. A Kombi foi repassada à institui-

ção pelo deputado estadual e secretário de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Luiz Claudio Romanelli e pelo vereador Gilson de Jesus Esteves (PMDB), Gil Martins.  PÁG. A3

SEGURANÇA

Jacarezinho terá Cartório de Homicídios

Antônio de Picolli

VEREADORES

Câmara quer trabalhar em harmonia com executivo 

PÁG. A3

SEGURANÇA

O garoto Alan Gabriel de Souza, de apenas quatro anos, que ficou paraplégico após um atropelamento há dois anos, tem sido alvo de atenção da solidariedade do povo platinense. Depois que sua história foi publicada na Tribuna do Vale, muitas pessoas têm colaborado para melhorar a sua qualidade de vida. Ele ganhou as talas ortopédicas que tanto precisava, leite, fraldas, alimentos e até mesmo um tratamento de fisioterapia. A tia Eliane Pinheiro de Oliveira, que o adotou após a morte de sua mãe, está agradecida e emocionada com a ajuda que a criança vem recebendo.  PÁG. A5

Governador finaliza compra de 1.220 viaturas Segundo o delegado Sérgio Barroso, Subdivisão está preparada para receber o Cartório de Homicídios

PÁG. A4

UMA SEMANA

Familiares procuram por mulher desaparecida

O delegado-geral da Polícia Civil, Marcus Vinícius da Costa Micheloto determinou a criação de um Cartório de Homicídios em cada delegacia divisional do Estado. Jacarezinho está entre elas e o serviço abrangerá 22 municípios.  PÁG. A5  PÁG. A5

cyan magenta yellow black


A-2 Opinião

TRIBUNA DO VALE

O julgamento do mensalão ainda não terminou, mas já registra enormes ganhos para o país” Editorial

Terça-feira, 20 de novembro 2012

Se não bastasse as reclamações injustas dos petistas, o próprio ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, fechou com chave de ouro a semana classificando o sistema prisional brasileiro como “medieval” ” Mario Eugenio Saturno

E DITORIAL

O STF deu a sua resposta Não exagera quem considerar “histórica” – pela terceira vez em pouco mais de um mês – uma sessão do Supremo Tribunal Federal em que se julga o processo do mensalão. Apesar do risco de banalizar o adjetivo, ele continua sendo o mais adequado quando se trata do destino de integrantes da cúpula petista que idealizaram um esquema de compra de votos no Congresso: em 9 de outubro o STF condenou José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares por corrupção ativa; em 22 de outubro, o trio foi condenado por formação de quadrilha; e anteontem a corte definiu que Dirceu e Delúbio cumprirão pena em regime fechado, com penas de 10 anos e 10 meses e 8 anos e 11 meses respectivamente; Genoino, condenado a 6 anos HORÁRIO DE FECHAMENTO

22:10

e 11 meses, cumprirá pena em regime semiaberto. As punições decididas pelo STF nos recordam a gravidade do mensalão, uma manifestação acabada de desprezo pelas instituições democráticas. A compra de apoio parlamentar de partidos inteiros violou a independência do Poder Legislativo; verificou-se com tristeza que à pretensão do governo Lula de pagar pela maioria no Congresso correspondeu a disposição, por parte de dirigentes políticos, de vender sua dignidade parlamentar pelas somas subtraídas dos cofres públicos. Como resultado, disse o ministro Ayres Britto, houve uma quebra da confiança do cidadão no poder público. Não é à toa que os ministros do STF usaram termos fortes para descrever

esse esquema criminoso: Luiz Fux classificou o mensalão como “projeto delinquencial”; o decano Celso de Mello, revelando sua indignação, chamou os acusados, em diferentes ocasiões, de “verdadeiros marginais do poder”, “profanadores da República” e “um grupo de delinquentes que degradou a trajetória política”. Muitos foram os esforços para que esse julgamento não acontecesse, ou para que o STF agisse segundo a vontade do PT. Meses atrás, o agora quadrilheiro condenado José Dirceu quis conclamar seguidores para uma “batalha travada nas ruas”. Até hoje permanece mal contada a história da pressão que o ex-presidente Lula teria feito sobre o ministro Gilmar Mendes, para que a corte não

C HARGE

iniciasse o julgamento antes das eleições. E, iniciado o julgamento, foram inúmeras as insinuações de que o STF estaria promovendo um “golpe” – a primeira delas veio do presidente do PT, Rui Falcão, por ocasião da condenação do deputado petista João Paulo Cunha, muito antes de Dirceu, Delúbio e Genoino terem o mesmo destino. Líderes petistas não faziam questão de esconder seu desgosto pela “traição” dos ministros do STF que foram indicados por Lula e Dilma Rousseff e agora votavam contra os líderes do partido. Mas o STF deu sua resposta com as palavras do ministro Ayres Britto, na sessão que condenou a cúpula petista por corrupção ativa: “Com a velha, matreira e renitente inspiração patrimonialista, chargeonline.com.br

um projeto de poder foi arquitetado. Não de governo, porque projeto de governo é lícito, mas um projeto de poder que vai muito além de um quadriênio quadruplicado, muito mais de continuidade administrativa. É continuísmo governamental. Golpe, portanto, nesse conteúdo da democracia, que é o republicanismo, que postula renovação dos quadros de dirigentes.” Golpistas, então, não eram os ministros do STF. Golpistas eram os que arquitetaram o maior escândalo de corrupção da história do país. Não nos iludamos: as três esferas do poder público seguem repletas de corruptores e corruptos, que só deixarão seus postos se retirados de lá – pela polícia, pela Justiça ou, principalmente, pelo voto consciente dos

cidadãos. O julgamento do mensalão ainda não terminou, mas já registra enormes ganhos para o país. Apesar disso, esse precisa ser apenas o começo de um novo tempo na política brasileira. O tempo da impunidade, em que “o pau só quebra nas costas do pequeno” (nas palavras do advogado de Antônio Lamas, um dos acusados), tem os dias contados. Muitos escândalos do passado – alguns, de um passado bem recente – ainda aguardam julgamento, nos quais se espera o mesmo rigor aplicado aos mensaleiros. Mas, de agora em diante, o recado está dado. O “cupim da República” – como Ulysses Guimarães, citado por Ayres Britto, se referia à corrupção – finalmente tem um inseticida à altura.

A RTIGO

NESTA EDIÇÃO TEM

Mario Eugenio Saturno

22 PÁGINAS CADERNO PRINCIPAL - OPINIÃO - POLÍTICA - GERAL - CIDADES - COTIDIANO - ESPORTES - AGRONEGÓCIO

A 01 - 08 A 02 A 03 A 04 A 05 A 06 A 07 A 08

2ª CADERNO - AGRONEGÓCIO - ATAS & EDITAIS - SOCIAL

B 01 - 08 B 01 B 02 - 07 B 08

3º CADERNO - ATAS & EDITAIS

C 01 - 06 C 01 - 06

Estado da prisão e a prisão do Estado

PREVISÃO PARA HOJE

290 150

SANTO ANTÔNIO DA PLATINA

A RTIGO ROSEMARY DE ROSS

20 de novembro: dia nacional da consciência negra O Dia Nacional da Consciência Negra homenageia e resgata as raízes do povo afro-brasileiro e é comemorado no Brasil no dia 20 de novembro. Esta data foi restabelecida pelo projeto lei número 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003, porque coincide com o dia 20 de novembro de 1695, dia da morte de Zumbi dos Palmares, grande líder da resistência negra e da luta pela liberdade, autor da célebre frase: “Nascer negro é conseqüência, ser negro é consciência”. Este dia é dedicado de modo especial à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira e sobre a influência do povo africano na formação cultural do nosso país. Desde o Brasil colônia até a atualidade a influência dos negros africanos foram muitas, sobretudo nos aspectos religiosos, políticos, sociais e gastronômicos. Ao longo da nossa história, as crenças, as danças, o vocabulário, a culinária, o folclore e tantas outras coisas, foram sendo incorporadas à nossa cultura. Buscando valorizar a cultura

afro-brasileira, comemoramos essa data nas escolas, entidades, espaços culturais e em outros locais. Há ainda entidades como o Movimento Negro (MN) que organiza eventos educativos, palestras e atividades culturais visando principalmente às crianças negras. De diversas formas, procura-se trabalhar a auto-estima e o senso de valorização pessoal, evitando o desenvolvimento do auto preconceito, que faz com muitos se sintam inferiores perante a sociedade. Outros temas ganham evidência e são levados a debate, como a inserção do negro no mercado de trabalho, a questão das cotas universitárias, o preconceito racial e a questão da diferenciação salarial. Mas qual é a situação dos negros no Brasil atualmente? Ainda é possível ver os reflexos da história de desigualdade e exploração da população negra. A maioria dos negros no Brasil pertence à classe média baixa. Eles sofrem com o racismo e com freqüência são vítimas de humilhações de várias formas na sociedade.

TRIBUNA DO VALE

O Diário da nossa região - Fundado em agosto de 1995 Editora Jornal Tribuna do Vale LTDA CNPJ 01.037.108/0001-11 Matriz: Rua Tiradentes 425, Centro Santo Antônio da Platina, PR Fone/Fax: 43 3534 . 4114

Diretor Responsável Benedito Francisquini - MTB 262/PR tribunadovale@tribunadovale.com.br tribunadovale@uol.com.br

Segundo pesquisas do IBGE (ano 2000) os afrodescendentes têm menos acesso à Previdência Social e conseqüentemente menor esperança de sobrevida no país, vivem em média 15 anos menos que os brancos. Em todo o país, a expectativa de vida dos negros de ambos os sexos é de 67,03 anos. As famílias brancas têm a renumeração com o salário médio de 5,25/h e as famílias de negros 2,43/h, ou seja, os brancos ganham mais que o dobro do salário da família negra. Hoje o programa Bolsa Família é um dos principais responsáveis pela redução nas desigualdades sociais, sendo que 24% das famílias chefiadas por afrodescendentes (7,3 milhões) estão cadastradas no programa do governo federal. Temos no país uma lei que obriga as escolas a ensinarem temas relativos à história dos povos africanos em seu currículo. Nas últimas décadas tivemos muitos avanços na área da educação, com o declínio do analfabetismo e aumento da escolarização e da

escolaridade média, mas há muito que ser feito para alcançar níveis melhores de qualidade, eficiência e rendimento do ensino compatível com as necessidades atuais e futuras para o mercado de trabalho e o exercício da cidadania para a população jovem negra. No ensino fundamental, a escolaridade dos brancos é de 6,7 anos e dos negros é de 4,5 anos, ou seja, os negros saem da escola antes do tempo para ajudar a família na renda familiar. No ensino superior, nem as cotas raciais fizeram crescer de forma significativa o acesso de negros e pardos às universidades brasileiras. Há ainda muito que se fazer para oferecer aos afro-brasileiros pleno acesso aos seus direitos humanos fundamentais, à liberdade de expressão e à igualdade racial. Para que ocorram significativas mudanças é necessário um esforço em conjunto das esferas federais, estaduais e municipais, assim como dos movimentos sociais e da sociedade civil como um todo.

Representação: MERCONET Representação de Veículos de Comunicação LTDA Rua Dep. Atílio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 ¦ Fax: 41-3079-3633 Vendas Assinatura Anual R$ 200,00 Semestral R$ 100,00

Impressão e Fotolito: Editora Jornal Tribuna do Vale Fone/Fax : 43 3534 . 4114

Ao observarmos o estado das prisões no Brasil, ficamos estarrecidos com as condições desumanas. Essa é mais uma motivação que explica a impunidade no país. Certamente, muitos juízes são inclinados a não condenar à prisão muitos criminosos que merecem. Isso também contribui para que todos os brasileiros desacreditem na Justiça. Mas isso parece que vai mudar, pois enquanto quase todos acreditavam que o julgamento do Mensalão do Governo Lula fosse terminar em “pizza”, o improvável aconteceu, José Dirceu, o líder mais importantes do PT, foi condenado e, agora, recebeu uma pena que não prescreveu e que vai colocá-lo no presídio. Certamente os brasileiros entendem do que falo, mas meus leitores canadenses devem estar estupefatos em saber que no Brasil, um criminoso pode ser condenado a mil anos mas só vai cumprir trinta e se tiver bom comportamento nem dez... “Esses brazileiros son muito bonzinhos” já dizia aquela comediante norte-americana! O ex-ministro da Casa Civil, homem forte de Lula, José Dirceu, idealizador do projeto político que levou o Partido dos Trabalhadores ao poder com a eleição do ex-presidente Lula em 2002, recebeu pena do Supremo Tribunal Federal de 10 anos e 10 meses de prisão por atuar como chefe do esquema que distribuiu milhões de reais a parlamentares que apoiaram o governo Lula no Congresso. Pelas leis brasileiras, Dirceu deverá cumprir pelo menos um ano e nove meses em regime fechado, provavelmente num presídio de segurança máxima no interior de São Paulo (se Catanduva tivesse presídio, gostaria que ficasse lá), e ainda foi condenado a pagar uma multa de R$ 676 mil. Dirceu ainda ficará impedido de disputar eleições até 2031, quando terá 85 anos de idade. A condenação do núcleo político foi um lance de mestre do ministro Joaquim Barbosa que inverteu a ordem da definição das penas dos 25 réus, o que permitiu a participação de Ayres Britto na dosimetria da condenação de José Dirceu, o personagem mais complicado. Britto completa 70 anos e se aposenta compulsoriamente dia 18 de novembro. A participação de Britto era fundamental para manter o STF longe das críticas infundadas do Partido dos Trabalhadores. Se não bastasse as reclamações injustas dos petistas, o próprio ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, fechou com chave de ouro a semana classificando o sistema prisional brasileiro como “medieval” e afirmando que preferia morrer a cumprir pena por longo tempo em uma prisão. O ministro ainda disse que o sistema penitenciário não consegue ressocializar os detentos e é violador de direitos humanos. O próprio Ministério da Justiça informa que, no ano passado, havia 471 mil presos em todo o país para 295 mil vagas no sistema. Todas as 27 unidades da federação têm mais detentos do que comportam e a situação está piorando. O ministro esqueceu que embora o sistema penitenciário seja da responsabilidade de cada Estado, é função do Ministério da Justiça coordenar as ações nessa área. Beira ao absurdo que o Governo Federal que corta verbas na área faça denúncias como se nada tivesse a ver. A Justiça está melhorando e muito, é preciso que governo e parlamentares também façam suas partes na construção de uma nação democrática e justa. Mario Eugenio Saturno (mariosaturno.blog.com) é Tecnologista Sênior do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e congregado mariano. Circulação: Abatiá ¦ Andirá ¦ Arapoti ¦ Bandeirantes ¦ Barra do Jacaré ¦Cambará ¦ Carlópolis ¦ Conselheiro Mairink ¦ Figueira¦Guapirama ¦ Ibaiti ¦ Itambaracá ¦ Jaboti ¦ Jacarezinho Jaguariaíva ¦ Japira ¦ Joaquim Távora ¦ Jundiaí do Sul ¦ Pinhalão ¦ Quatiguá ¦ Ribeirão Claro ¦ Ribeirão do Pinhal ¦ Salto do Itararé ¦Santana do Itararé¦ Santo Antônio da Platina ¦ São José da Boa Vista ¦ Sengés ¦ Siqueira Campos ¦Tomazina ¦ Wenceslau Bráz

Filiado a Associação dos Jornais Diário do Interior do Paraná

* Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.


Política A-3

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 20 de novembro de 2012

Pretendo fiscalizar com rigor o Executivo, mas minhas decisões serão pautadas pelo bem comum, oposição sistemática não leva a nada” Aguinaldo do Carmo (PSC)

P anorama Regional MP esclarece O Ministério Público Estadual (MPE), da comarca de Andirá, encaminhou na tarde de ontem à imprensa uma nota de esclarecimento na qual tenta explicar episódio envolvendo atuação do órgão na fase final da campanha eleitoral no município quando esta Tribuna veiculou reportagem com denúncia em que o prefeito José Ronaldo

Xavier foi flagrado comprando drogas de um traficante. Considerando a notícia veiculada na página A3 (Política) do jornal Tribuna do Vale, na edição dos dias 27 e 28 de outubro, a Promotoria de Justiça de Andirá esclarece que agiu nos termos da legislação vigente, para garantir a lisura do processo eleitoral no município.

Vídeo “O vídeo em questão – que a Justiça decidiu retirar do ar - teria sido realizado em agosto e publicado uma semana antes das eleições de outubro. Na avaliação da Promotoria Eleitoral, essa atitude configuraria fato político com intuito de afetar o resultado das eleições, razão pela qual, para garantir a lisura do processo eleitoral na cidade, foi solicitada à Justiça Eleitoral a retirada do material do ar. Investigação Segundo o MPE, cabe ressaltar que a solicitação foi acolhida pelo Poder Judiciário, que acatou a argumentação da Promotoria de Justiça. Quanto à questão criminal envolvendo o prefeito, noticiada no vídeo, será devidamente apurada no âmbito criminal, conforme providências já adotadas pela Promotoria de Justiça. Advocacia gratuita O que a tribuna do vale questiona é a promotoria de justiça ter agido como advogado do prefeito denunciado. O MP agiu sem ser instado. Ou seja, sem que a assessoria jurídica de Xavier se mobilizasse, ele, por sua conta, resolveu ingressar com ação contra a Tribuna, o site Youtube e o site noticioso platinense, Tanosite. Ou seja, o promotor foi advogado gratuito do prefeito, um homem com reputação comprometida por aparecer num vídeo, comprando drogas de um traficante. Imagem manchada Fale o que quiser, mas a imagem do Ministério Público fica comprometida com a atuação da promotoria local. Uma situação vergonhosa, repudiada até mesmo por setores pouco informados da comunidade regional. Investigar o crime é uma obrigação do MP que é o guardião dos interesses da sociedade. Atuar como advogado de uma autoridade flagrada num mau exemplo, é, no mínimo, estranho. Contato direto O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), deputado Valdir Rossoni (PSDB), anunciou, na sessão plenária desta segunda-feira (19), que o Poder Legislativo estará com um espaço exclusivo no evento promovido pelo governo do estado e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com prefeitos e prefeitas eleitos em outubro passado, em Foz do Iguaçu, de 28 a 30 de novembro. “Vamos colocar a Assembleia à disposição e oferecer nossa colaboração para que os municípios tenham seus potenciais valorizados”, disse Rossoni, ao convidar todos os deputados e deputadas a participar do encontro. Integração O presidente da Alep ressaltou a importância do envolvimento dos parlamentares para detectar as necessidades específicas de cada município. “Será uma excelente oportunidade para que o Poder Legislativo possa ouvir as principais demandas dos municípios e ajudar os prefeitos na busca de soluções. É muito importante essa união de forças em prol do desenvolvimento do nosso estado”, afirmou. O deputado Rossoni lembrou, ainda, que a iniciativa está dentro das ações desenvolvidas desde o ano passado para aproximar cada vez mais os parlamentares das comunidades paranaenses. “É assim, mais perto das pessoas, que entendemos e detectamos melhor as necessidades de cada município paranaense", enfatizou. Troca de informações O objetivo do encontro é a troca de informações, para que os novos prefeitos conheçam as ações do governo estadual e os instrumentos de gestão e fomento desenvolvidos pelo Sebrae. Haverá palestras, painéis e oficinas de construção do Plano de Ação dos 100 primeiros dias. Dirigentes de mais de 30 entidades estarão sugerindo as melhores alternativas para as futuras gestões. Royalties Como fica a distribuição dos Royalties com a nova regra? Pela nova regra, os Estados receberão mais recursos no próximo ano do que receberam em 2011. A única exceção é o Rio de Janeiro, que terá redução de apenas 4% de sua enorme receita e, de acordo com as projeções de aumento de produção, em 2015 o Rio já estará recebendo mais do que atualmente. A nova regra beneficiará 5.440 municípios. Serão 59% dos municípios do Rio de Janeiro e 53,8% do Espírito Santo que receberão, em 2013, mais recursos do que em 2011.

Assessor de Claro prevê relação harmoniosa com a Câmara

Arquivo

DIÁLOGO Zezão diz que novo prefeito não vai interferir na eleição do futuro presidente do Legislativo Maurício Reale

O professor José da Silva Coelho Neto, o Zezão, que integra a comissão de transição do prefeito eleito de Santo Antônio da Platina, Pedro Claro de Oliveira Neto (DEM) afirmou, na tarde de ontem, que espera uma relação harmoniosa entre o Executivo e os vereadores eleitos para a próxima legislatura. Ele disse que não haverá interferência do prefeito eleito na definição do próximo presidente da Casa, mas acredita que, seja quem for, haverá facilidade no diálogo entre

Executivo e Legislativo. A nova Câmara teve renovação superior a 70% e apenas dois parlamentares foram reeleitos – Cláudio Domingues, o Cação (PR) e Francisco Faustino de Proença Junior, o Chiquinho Net (PPS) -, ambos eleitos pela coligação Agora é Só Por Santo Antônio da Platina que tinha Francisco Octávio Beckert, o Chico da Princesa (PSB) como candidato a prefeito e que elegeu mais quatro parlamentares. Teoricamente Pedro Claro enfrentará uma oposição na Casa, mas a postura da maioria dos parlamentares eleitos pela coligação adversária aponta para um convívio harmonioso, mesmo assim, há uma possibilidade de a presidência da Casa ser ocupada por Santinho Vitral dos Santos Furtado (PMDB), um dos três parlamentares eleitos pela coligação Dignidade Tem Pressa, que elegeu Claro, o que facilitaria ainda mais o diálogo com o futuro prefeito. Os nomes de José Jaime da Silva, o Mineiro (PSB) e de Aguinaldo do Carmo (PSC), também são especulados. Carmo afirmou que tem pretensões de disputar a presi-

Zezão diz que Pedro Claro está aberto a diálogo com vereadores

dência da Casa, mas adiantou que – caso eleito – não adotará uma postura oposicionista em relação ao Executivo. “Pretendo fiscalizar com rigor o Executivo, mas minhas decisões serão pautadas pelo bem comum, oposição sistemática não leva a nada”, disse o vereador. Em outras oportunidades os vereadores Valdir Domingos de Souza, o Valdir do Foto (PSB) e Francisco Faustino de Proença Junior, o Chiquinho Net (PPS) também afirmaram

que votarão a favor de projetos que beneficiem a população independente da autoria deles. Carmo informou que ainda não participou de reuniões com os futuros colegas para definir a votação que elegerá o próximo presidente da Casa e acredita que deverá haver uma reunião em dezembro onde o assunto poderá ser abordado, mas também alerta que a disputa precoce pode gerar desgastes entre os futuros parlamentares.

ALEP

Legislativo participará da discussão de metas com futuros prefeitos Da Assessoria

Presidente da Alep Deputado Valdir Rossoni (PSDB) A Assembleia Legislativa participará, entre os dias 28 a 30 de novembro, em Foz do Iguaçu, do Programa de Estudos Avançados para Líderes Públicos. O objetivo é estabelecer, em conjunto com os prefeitos eleitos para a gestão 2013/2016, um plano de metas e ações envolvendo as diferentes esferas da administração. O evento é promovido pelo Governo do Estado, em parceria com o SEBRAE, e contará com diversos painéis de discussão e oficinas.

O Legislativo estadual terá um espaço à disposição dos prefeitos para que, juntamente com os parlamentares, possam apresentar projetos e programas a serem desenvolvidos a partir do próximo ano. Entre as lideranças já confirmadas, 220 prefeitos e vice-prefeitos, bem como representantes de diferentes pastas do Executivo estadual e do governo federal, além de deputados federais e senadores, e de conselheiros do Tribunal de Contas do Estado. “A Assembleia é do Paraná. E é importante articularmos um diálogo com os futuros

prefeitos, o Legislativo e o Governo do Estado, para traçarmos metas e planos de ação em conjunto, pensando inclusive no avanço de políticas públicas e programas. Neste processo a nossa Casa de Leis pode auxiliar, recebendo ideias e encaminhando, dentro das atribuições legislativas, medidas integradas com os municípios”, disse Rossoni. Interiorizações – Desde 2011 a política da atual gestão da Assembleia Legislativa já tem sido a de aplicar uma postura institucional mais próxima dos municípios, inclusive com o deslocamento

do Poder Legislativo para discutir as principais demandas regionais com entidades, lideranças, prefeitos e as próprias comunidades locais. Sessões de interiorização, assim, foram feitas já em Londrina, Cascavel, Ponta Grossa, Francisco Beltrão, Foz do Iguaçu e Maringá. “Portanto, esta será mais uma excelente oportunidade do Poder Legislativo ouvir as demandas e apontar sugestões, colocando a Assembleia à disposição dos municípios, até mesmo para que eles se sintam valorizados como merecem”, analisou o presidente do Parlamento estadual.

S.A. PLATINA

Secretaria doa veículo zero quilômetro para Asilo São Francisco de Assis

Antônio de Picolli

Da Redação/Assessoria

O Asilo São Francisco de Assis em Santo Antonio da Platina recebeu na última sexta-feira, 16, a doação de um veículo zero quilômetro da Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social (SEDS). O veículo, uma Kombi, foi repassada à instituição pelo o deputado estadual e secretário de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Luiz Claudio Romanelli e pelo vereador Gilson de Jesus Esteves(PMDB), o Gil Martins. O veículo faz parte da entrega oficial de veículos feita pela secretaria, que através do governador Beto Richa e da secretária da Família e Desenvolvimento Social, primeira-dama Fernanda Richa

Entrega de veículo foi feita por Romanelli e por mantedores e voluntários do Asilo

fizeram entrega de veículos à várias entidades sociais e prefeituras do estado. No total foram 58 veículos que serão utilizados por entidades que atuam com educação especial e para municípios que aderiram ao programa Família Paranaense. “O programa Família Paranaense, conduzido por

Fernanda Richa, é um projeto extremamente bem pensado e executado para combater a pobreza e gerar mais oportunidades de inclusão social. A Secretaria do Trabalho faz parte do programa e atuamos de forma integrada para garantir o sucesso das ações governamentais”, comentou

Romanelli. Várias lideranças, mantedores e voluntários do Asilo São Francisco de Assis participaram da entrega e bênção das chaves. As chaves do carro foram entregues à diretora da instituição, irmã Luzia de Fátima Ribeiro e abençoadas pelo padre Adão de Souza Pires.


A-4 Geral

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 20 de novembro de 2012

Governo finaliza compra de 1.220 viaturas para a segurança pública PREGÃOGovernador Beto Richa diz que a entrega das primeiras 200 viaturas acontecerá em, no máximo, 60 dias, após a assinatura do contrato AEN

O governador Beto Richa confirmou nesta segunda-feira (19/11) a compra de 1.220 novas viaturas para atender a área de segurança pública do Estado. No pregão realizado pela Secretaria da Administração e Previdência na semana passada o valor global da concorrência foi de R$ 122,5 milhões. O valor é 10,5% menor que a estimativa máxima prevista no edital de licitação, que era de R$ 137 milhões. Além disso, deverão ser abatidos do preço final dos veículos outros R$ 6,8 milhões relativos ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Com isso, o Estado vai desembolsar R$ 115,7 milhões pelo lote. As empresas vencedoras do certamente terão que entregar os veículos equipados com rádio-comunicador, pintura personalizada, sistema de sinalização (giroflex) e

compartimento para a guarda de presos. As adaptações equivalem a um terço do valor total de cada viatura. “O investimento em infraestrutura e os novos equipamentos asseguram melhores condições de trabalho para os nossos policiais e mais segurança para a população. Este é mais um compromisso que estamos cumprindo”, afirmou Richa. Segundo o governador, a entrega das primeiras 200 viaturas acontecerá em, no máximo, 60 dias, após a assinatura do contrato. Outras 355 viaturas deverão ser entregues em até 90 dias; 70 viaturas em até 120 dias e as últimas 595 em até 180 dias. O Paraná não fazia nenhuma compra de viaturas para a segurança pública neste volume desde 2007. LOTES - A licitação para a compra dos veículos, que será finalizada nos próximos dias e aguarda apenas as medidas formais necessárias, abrange seis lotes, com especificações

distintas de viaturas. A compra prevê a entrega de 150 veículos modelo sedan; 100 utilitários de 110 cv; 470 utilitários de 130 cv; 100 utilitários (4x4); 160 utilitários médios (4x4); e 240 picapes (4x4). A aquisição de novas viaturas faz parte do planejamento do Programa Paraná Seguro, criado para reestruturar a área da Segurança Pública no Estado. No total, o programa prevê a compra de 3.600 novas viaturas. No mês de outubro, foram entregues 80 veículos para unidades do Corpo de todo o Estado. “O governo está fazendo um grande esforço para dotar as unidades de polícia de equipamentos adequados para o combate à criminalidade”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Cid Vasques. Além do reequipamento das polícias, o que também inclui investimentos com novas armas e munições, o Paraná Seguro contempla um

Richa diz que valor é 10,5% menor que a estimativa máxima prevista no edital

aumento efetivo no número de profissionais, tanto no policiamento extensivo como no trabalho de investigação. Em março deste ano, o governo do Paraná incorporou 3.120 policiais às forças de segurança, em um único ato. São 1.967 policiais militares, 481 bombeiros e 672 policiais civis, entre investigadores,

escrivães e papiloscopistas. Para manter a regularidade nas contratações, o governo do Estado autorizou, no mês de agosto, concurso para 5.664 novos policiais (4.445 policiais militares, 819 bombeiros e 400 delegados). É a maior contratação de policiais da história do Paraná. VALORIZAÇÃO – Du-

rante este ano, o governo estadual também melhorou os salários pagos às categorias policiais, com a implantação do subsídio. O aumento consistente colocou o Paraná como referência no pagamento na área da segurança pública, atrás apenas do Distrito Federal, onde os salários são pagos pela União.

 ECONOMIA

Manutenção do crescimento econômico dobrará renda da população em 20 anos Agência Brasil

A manutenção do crescimento da economia brasileira entre 4% e 5% ao ano permitirá ao país dobrar a renda per capita da população em 20 anos, disse hoje (19) o secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa. Segundo ele, depois de desacelerar no fim do ano passado e

no início deste ano, o Produto Interno Bruto (PIB) voltou a registrar este ritmo no segundo semestre. O secretário relembrou o indicador de prévia do PIB divulgado pelo Banco Central na semana passada para destacar que a economia brasileira já se recuperou. “Os dados do terceiro trimestre indicam que o crescimento ficou em 1,15% [de

julho a setembro]. Se o ritmo for anualizado [projetado para um período de 12 meses], isso representa 4,7% ao ano”, ressaltou Barbosa, durante a divulgação do balanço da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Para o secretário, a economia brasileira manterá a velocidade de crescimento no quarto trimestre. “As próprias

avaliações do mercado indicam a manutenção do ritmo de expansão do PIB em uma faixa entre 4% e 5%”, disse ele. “Este nível de crescimento é essencial para consolidar a sociedade de classe média que está se formando e gerar mais oportunidades de investimento e emprego.” De acordo com Barbosa, taxas de crescimento do PIB entre 4% e 5% ao ano permi-

19/11/12

CÂMBIO

19/11/12

DÓLAR COMERCIAL

INDICE BOVESPA Alta: 1,89%

56.450 pontos

Volume negociado: R$ 7,83 bilhões 57.357 57.064 57.486 56.279 55.402 56.450

Estável Compra Venda

EURO

Var. novembro: +2,56% R$ 2,080 R$ 2,082

DÓLAR PTAX (Banco Central) Alta: 0,16% Compra Venda

09/11

12/11

13/11

14/11

Ações Petrobrás PN Vale PNA ItauUnibanco PN Bradesco PN Eletrobrás PNB OGX Petróleo ON Rossi Resid. ON Usiminas PNA

16/11

% +0,53 +1,21 +3,10 +2,23 -15,43 +7,47 +7,04 +6,45

R$ 19,13 35,07 30,97 33,50 9,81 4,89 4,26 11,39

12.795,96 5.737,66 7.123,84 9.153,20

+1,65 +2,36 +2,49 +1,43

BOLSAS NO MUNDO Dow Jones Londres Frankfurt Tóquio

19/11

%

OURO - BM&F

var. dia

19/11

+1,31%

R$ 116,00 /grama

IR BASE (R$) Até 1.637,11 De 1.637,12 até 2.453,50 De 2.453,51 até 3.271,38 De 3.271,39 até 4.087,65 Acima de 4.087,65

NOVEMBRO Alíquota Parc. a % deduzir 7,5 122,78 15 306,80 22,5 552,15 27,5 756,53

Deduções: a) Assalariados: 1-R$ 164,56 por dependente; 2 - pensão alimentícia; 3 - contribuição à Prev. Social; 4 - R$ 1.637,11 por aposentado a partir de 65 anos; 5 - contribuições à previdência privada e aos Fapi pagas pelo contribuinte; b) Carne Leão: itens de 1 a 3 mais as despesas escrituradas no livro-caixa.

SELIC/IR IR 2012 - A oitava parcela do IR 2012 vence

em 30/11, com incidência de juros Selic de 4,90%. MÊS TAXA SELIC Ago/12 0,69% Set/12 0,54%

MÊS TAXA SELIC Out/12 0,61% *Nov/12 1,00%

*No mês corrente a Selic é sempre 1,00% Indicadores Econômicos: elaboração da agência Dossiê:Dinheiro. Fone: (41) 3205-5378

Var. novembro: +1,85% R$ 2,03 R$ 2,20

DÓLAR TURISMO Estável Compra Venda

Alta: 0,60% Compra Venda

Var. novembro: +0,69% R$ 2,6520 R$ 2,6529

EURO TURISMO

Var. novembro: +2,13% R$ 2,0740 R$ 2,0745

DÓLAR PARALELO Estável Compra Venda

Var. novembro: +1,64% R$ 2,020 R$ 2,170

Alta: 0,36% Compra Venda

Var. novembro: +0,72% R$ 2,54 R$ 2,78

OUTRAS MOEDAS X REAL Iene Libra esterlina Peso argentino

R$ 0,0255 R$ 3,30 R$ 0,43

US$ 1 É IGUAL A: Iene Libra esterlina Euro

81,23 0,6285 0,7820

ÍNDICES DE INFLAÇÃO Índices em % INPC (IBGE) IPCA (IBGE) IPCA-15 (IBGE) IPC (FIPE) IPC (IPARDES) IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV) IPA-DI (FGV) IPC-DI (FGV) INCC-DI (FGV)

mai 0,55 0,36 0,51 0,35 0,50 1,02 0,91 0,91 0,52 1,88

jun 0,26 0,08 0,18 0,23 0,07 0,66 0,69 0,89 0,11 0,73

jul 0,43 0,43 0,33 0,13 0,16 1,34 1,52 2,13 0,22 0,67

REAJUSTE ALUGUÉIS Índice INPC (IBGE) IPCA (IBGE) IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV)

set 1,0539 1,0524 1,0772 1,0804

out 1,0558 1,0528 1,0807 1,0817

só foi possível, por um lado, por causa do aumento dos investimentos proporcionado pelo PAC, e, por outro, por causa das medidas de redução de impostos e de juros tomadas pelo governo desde o início do ano. “As desonerações e a diminuição do custo financeiro reduzem os custos e estimulam a produção e os investimentos”, destacou.

Mercado Agropecuário

Indicadores Econômicos BOVESPA

tem que a economia continue se expandindo sem pressionar a inflação. “O próprio Banco Central prevê que a inflação convergirá para o centro da meta [4,5%] no terceiro trimestre do ano que vem. Essa faixa de crescimento não compromete a estabilidade macroeconômica”, comentou. Na avaliação do secretário, a recuperação do crescimento

nov 1,0599 1,0545 1,0752 1,0741

* Correção anual. Multiplique valor pelo fator acima

PREVIDÊNCIA

ago 0,45 0,41 0,39 0,27 0,36 1,43 1,29 1,77 0,44 0,26

set 0,63 0,57 0,48 0,55 0,80 0,97 0,88 1,11 0,54 0,22

out 0,71 0,59 0,65 0,80 0,50 0,02 -0,31 -0,68 0,48 0,21

ano 4,85 4,38 4,49 3,59 4,50 7,12 7,12 8,15 4,58 6,59

12m 5,99 5,45 5,56 4,85 5,53 7,52 7,41 7,92 5,97 7,47

OUTROS INDICADORES set out nov BTN + TR 1,570040 1,570040 1,570040 TJLP (%) 5,50 5,50 5,50 Sal. mínimo 622,00 622,00 622,00 FGTS (%) 0,2589 0,2466 0,2466 TAXA SELIC ANUAL: 7,25%

COMPETÊNCIA OUTUBRO

Vencimento: empresas 20/11 e pessoas físicas 16/11. Após multas de 4% a 100% e juros (Selic)

Empresário/empregador

Facultativo

Contribui com 11% sobre o pró-labore, entre R$ 622,00 (R$ 68,42) e R$ 3.916,20 (R$ 430,78), através de GPS.

Contribui com 20% sobre qualquer valor entre R$ 622,00 (R$ 124,40) e R$ 3.916,20 (R$ 783,24), através de carnê.

Autônomo

Assalariados

1) Quem só recebe de pessoas físicas: recolhe por carnê 20% sobre os limites de R$ 622,00 (R$ 124,40) a R$ 3.916,20 (R$ 783,24). 2) Quem só recebe de pessoas jurídicas: a empresa recolhe 11% sobre o máximo de R$ 3.916,20 (R$ 430,78) e desconta do autônomo. 3) Quem recebe de jurídicas e físicas: têm desconto de 11% sobre jurídicas, até R$ 3.916,20 (R$ 430,78). Se não atingir este teto, recolhe 20%, via carnê, sobre a diferença até R$ 3.916,20. 4) Aut. especial: sobre R$ 622,00, recolhe 5% (donas de casa, Lei 12.470/2011) ou 11% (demais especiais), mas a aposentadoria é por idade.

Salários até 1.174,86 De 1.174,87 até 1.958,10 De 1.958,11 até 3.916,20

8,00% 9,00% 11,00%

Empregados domésticos Alíquota % R$ mín R$ máx Empregado 8 a 11 49,76 430,78 Empregador 12 74,64 469,94 Total 20 a 23 124,40 900,72

SALÁRIO FAMÍLIA - NOVEMBRO/2012 Salário de até R$ 608,80 Salário de R$ 608,81 a 915,05

R$ 31,22 R$ 22,00

POUPANÇA, TR

LOTES - ATACADO

Poupança antiga: depósitos até 03/05/12 Nova poupança: dep. a partir de 04/05/12

POUP. ANTIGA Outubro/12 Novembro/12

% 0,50 0,50

ano 5,42 5,95

12 m 6,64 6,58

NOVA POUP. ago Índice

set out nov 0,4675 0,4273 0,4273 0,4134

TR MÊS

% 0,00 0,00

Outubro/12 Novembro/12 Período 16/10 a 16/11 17/10 a 17/11 18/10 a 18/11 19/10 a 19/11 20/10 a 20/11 21/10 a 21/11 22/10 a 22/11 23/10 a 23/11 24/10 a 24/11 25/10 a 25/11 26/10 a 26/11 27/10 a 27/11 28/10 a 28/11 29/10 a 29/11 30/10 a 30/11 31/10 a 1/12 1/11 a 1/12 2/11 a 2/12 3/11 a 3/12 4/11 a 4/12 5/11 a 5/12 6/11 a 6/12 7/11 a 7/12 8/11 a 8/12 9/11 a 9/12 10/11 a 10/12 11/11 a 11/12 12/11 a 12/12 13/11 a 13/12 14/11 a 14/12 15/11 a 15/12 16/11 a 16/12

POUP ANTIGA 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000 0,5000

ano 0,29 0,29

POUP NOVA 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134 0,4134

12 m 0,45 0,38 TR 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000

CUB PARANÁ Fonte: Sinduscon/PR e Sinduscons regionais R$/m2 SET OUT %m%ano %12m Paraná 1.069,75 1.071,50 0,16 7,63 8,19 Norte 1.023,54 1.024,46 0,07 5,42 5,96 Noroeste1.042,75 1.046,38 0,35 7,45 7,88 Oeste 1.061,73 1.063,17 0,14 6,58 6,85

SAL. MÍNIMO - PARANÁ Grupo 1 R$ 783,20 Trab.s na agricultura. Grupo 2 R$ 811,80 Serviços administrativos, domésticos e gerais, vendedores e trab. de reparação.

Grupo 3 R$ 842,60 Trab. produção de bens e serviços industriais Grupo 4 R$ 904,20 Técnicos nível médio. * Valores válidos de maio/2012 a abril/2013

19/11/12

SOJA - saca 60kg PRAÇA Paranaguá Ponta Grossa Maringá Cascavel Sudoeste Guarapuava

TRIGO - saca 60kg

R$ 69,00 73,50 72,00 75,00 73,00 72,50

SEM 0,0% 3,5% 2,9% 5,6% 2,8% 2,8%

30 d. -5,5% -3,3% -2,7% -1,3% -2,7% -3,3%

6,1% 0,0% 3,4% 0,0% 0,0% 0,0%

6,1% 6,9% 5,2% 8,6% 1,7% 0,0%

MILHO - saca 60kg Paranaguá Sudoeste Cascavel Maringá Ponta Grossa Guarapuava

35,00 31,00 30,50 31,50 30,50 30,00

PRAÇA Curitiba Ponta Grossa Maringá Cascavel

R$ 39,50 39,00 39,00 38,50

SEM 0,0% 0,0% 0,0% 0,0%

30 d. 1,3% 1,3% 1,3% 1,3%

INDICADORES CEPEA/ESALQ PRODUTO Bezerro (1) Boi gordo (2) Café (3) Algodão (4)

R$ 704,71 98,20 354,19 155,09

DIA MÊS 0,71% -1,81% 0,41% 1,02% 0,37% -3,31% 0,05% -1,05%

1- sc 50Kg, com impostos, posto usina SP; 2 -média à vista da arroba no Estado de SP; 3 - valor à vista saca 60kg posto SP Capital, arábica, bica corrida, tipo 6; 4 - em pluma, cent/R$ por libra-peso (453 gr), posto SP Capital.

Soja, milho e trigo: fonte Dossiê:Dinheiro; Cepea/Esalq: mais informações em www.cepea.esalq.usp.br

PREÇO AO PRODUTOR Produto

unidade

SOJA

saca 60 kg

média PR - R$ 67,26

19/11/12 var. diária -0,7%

var. 7 dias -1,2%

var. 30 dias -1,1%

C.Proc. R$ 66,50

Jacar. R$ -

MILHO saca 60 kg 26,65 0,5% 1,1% 6,8% 26,00 25,70 TRIGO saca 60 kg 33,92 -0,4% 0,2% 0,8% 33,00 33,00 FEIJÃO CAR. saca 60 kg 131,05 -1,0% 0,0% 4,8% BOI GORDO arroba, em pé 97,21 -0,5% 0,2% 1,7% 96,00 96,00 SUÍNO kg, vivo 2,92 0,0% 0,3% 3,5% 2,90 3,05 FRANGO kg, vivo 2,19 -2,7% 0,0% 0,5% 2,60 CAFÉ BEN. beb. dura, 60kg 322,54 -0,6% -0,7% -5,9% 315,00 325,00 CAFÉ kg, em coco 5,15 -0,8% -2,1% -7,0% 5,20 5,10 Fonte: Sima/Deral/Seab. Os preços nas praças referem-se aos valores “mais comuns” apurados

MERCADO FUTURO BOLSA DE CHICAGO (CBOT) SOJA - US$cents por bushel (27,216 kg)

MILHO

Cont. FECH. jan/13 1.394,75 mar/13 1.382,00

Cont. dez/12 mar/13

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS 11,50 -0,7% -9,2% 14,00 -0,4% -8,4%

19/11/12 - US$cents por bushel (25,4 kg)

FECH. 738,75 742,50

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS 11,75 2,9% -3,0% 11,50 2,8% -2,2%

FARELO - US$ por tonelada curta (907,2kg)

TRIGO - US$cents por bushel

dez/12 jan/13

dez/12 mar/13

424,60 420,00

0,00 1,00

-1,6% -1,6%

-8,5% -8,5%

841,75 857,75

3,75 4,00

(25,4 kg)

-1,9% -1,7%

-3,5% -2,9%

*Diferença sobre dia anterior. 1,00 ponto = US$ 0,01 na soja, milho e trigo e US$ 1,00 no farelo

BOLSA DE NOVA YORK (NYBOT) CAFÉ - US$cents/libra peso (0,453 kg)

ALGODÃO

Cont. dez/12 mar/13

Cont. dez/12 mar/13

FECH. 151,40 157,40

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS 4,10 -1,1% -6,3% 4,90 -0,5% -5,3%

19/11/12 - US$cents/libra peso (0,453 kg)

FECH. 72,05 72,06

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS -0,68 1,7% -6,3% -0,58 1,2% -4,5%

*Diferença s/ dia anterior. 1,00 ponto = US$ 0,01 no café e algodão.

BOLSA DE MERCADORIAS DE SÃO PAULO (BM&F) MILHO - R$/saca 60 kg SOJA FINANCEIRO - US$ saca 60 kg Cont. mar/13 mai/13

C 30,50 29,65

VP -0,25 0,08

CN CA 148 57 1.889

BOI GORDO - R$/arroba nov/12 dez/12

97,83 97,80

-0,09 -0,13

Cont. nov/12 jan/13

C 34,63 32,75

VP 0,59 0,72

19/11/12 CN 964 144

CA 6.364 3.913

CAFÉ - US$/saca 60 kg (arábica) 705 456

6.736 6.152

dez/12 mar/13

193,00 199,35

4,40 5,10

476 405

3.275 3.991

C-cotação de fechamento (ajuste diário); VP-variação diária (1 ponto = US$ 1,00 ou R$ 1,00); CN - contratos negociados no dia; CA-contratos em aberto.


Cidades A-5

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 20 de novembro de 2012

Subdivisão Policial de Jacarezinho vai ganhar Cartório de Homicídios SEGURANÇA Medida será adotada em todas as unidades divisionais do Estado para dar mais agilidade aos inquéritos de homicídios

Celso Felizardo

Para dar mais agilidade à solução de homicídios n o Par an á , o d e l e g a d o - g e r a l d a Po l í c i a C i v i l , Marcus Vinícius da Costa Micheloto, determinou a cr i aç ão de um C ar tór io de Homicídios em cada d e l e g a c i a d i v i s i on a l d o Estado. Este é o caso da

1 2 ª Su b d i v i s ã o Po l i c i a l (SDP) de Jacarezinho, sede da 23ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP) que abrange ainda outros 22 municípios da região. De acordo com o delegado-chefe da 12ª SDP, Sérgio Luiz Barroso, a medida visa uniformizar os dados de inquéritos de homicídios, de forma a dar agilidade à solução dos casos. Barroso informou que ainda não recebeu instruções da Divisão Policial do Interior (DPI) de Londrina, mas garantiu não ter problemas na adoção do novo sistema na reg ião. “Est amos aguardando as definições da chefia, porém a SDP de Jacarezinho está preparada para receber o cartório. O quadro de policiais teve melhora significativa com o ingresso daqueles que prestaram o último concurso público”, revelou. Barroso destacou também a redução significativa no número de homicídios na região. Em Jacarezinho,

Antônio de Picolli

Barroso está preparado para receber o Cartório de Homicídios

foram três assassinatos contra oito no mesmo período do ano passado. Em Santo

Antônio da Platina, a queda foi de 12 para sete. “Como o homicídio é um crime

imprevisível, de difícil prevenção, a melhor forma de combate é a solução, não dando margem à impunidade”, apontou. Segundo o último boletim estatístico divulgado pela Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), de janeiro à setembro, 17 homicídios e um latrocínio foram registrado na área de 23ª AISP. “Com essa medida teremos mais dados sobre crimes de autoria conhecida e desconhecida. Queremos saber quantos foram solucionados e, principalmente, cobrar solução daqueles que ainda não foram. O Departamento da Polícia Civil vai fazer essa cobrança de m a n e i r a b e m e n f át i c a”, afirmou Micheloto. “Estamos dando total prioridade para a investigação de casos de homicídio. Afinal, a vida é o nosso bem maior”, completou. O delegado-geral explicou que com a criação dos cartórios todos os casos de homicídio de uma determi-

nada unidade passarão pelas mãos de apenas um escrivão. “Assim teremos números mais fiéis, um retrato mais preciso do que está acontecendo”, salientou. Ele informou que vai ser reunir com os diretores Instituto de Criminalística, Antônio Edson Vaz de Siqueira, e do Instituto Médico Legal (IML), Porcídio Otaviano Vilani, para pedir prioridade nas perícias relativas a homicídios. “Quanto mais rápida esta parte é feita, maiores as possibilidades de elucidação dos crimes”, afirmou. Os Cartórios de Homicídios s erão cr iados em todos os distritos policiais de Curitiba, em todas as delegacias da Região Metropolitana de Curitiba e em todas as Subdivisões Policiais do interior, exceto aquelas que já têm Delegacias de Homicídios, ou seja, Londrina, Maringá, C a s c av e l e Fo z Ig u a ç u . (Com Agência Estadual de Notícias).

 S.A.PLATINA

 SOLIDARIEDADE

Alan consegue fisioterapia Família procura mulher desaparecida há uma semana gratuita Antônio de Picolli

Celso Felizardo

Aline Damásio

Neuza Maria Rocha Missé, 47 anos, moradora de Americana (40 km de Campinas, interior de São Paulo), está desaparecida há uma semana. Ela estava com o marido Claudemir Missé, 50 anos, e uma filha de 14 anos havia três dias na casa de uma tia, no centro de Santo Antônio da Platina. Na terça-feira passada ela saiu para procurar emprego e não retornou. Segundo o marido, ela chegou a fazer um cadastro na Agência de Emprego de Santo Antônio da Platina. Todos os dias, ele anda pela cidade atrás da mulher. Neuza faz uso de quatro medicamentos controlados. “Ela toma calmantes fortes e sofre de depressão, não pode ficar sem os remédios”, conta Claudemir. Um boletim de ocorrência foi registrado na 38ª Delegacia Regional de Polícia. Claudemir revela que ela tem parentes em Ribeirão

O caso de Alan Roger Gabriel de Souza, de 4 anos, vítima de um crime bárbaro que chocou Santo Antonio da Platina há dois anos, teve repercussão na imprensa e resulta hoje em melhoria na qualidade de vida do menino. Paraplégico, a rotina do garotinho mudou completamente, desta vez amparado pela solidariedade da comunidade, que através de uma corrente de doou leite, fraldas, alimentos e a tala ortopédica, item considerado mais importante para sua recuperação. Além da tala para as

Não posso levá-lo todos os dias, pois meu marido está desempregado e sem condições de abastecer o carro. Espero que isso se resolva logo”

pernas, a família de Alan ganhou cestas básicas, leite, fraldas e até a sonda utilizada no dia a dia. A fisioterapia diária e a consulta com um pediatra foram as maiores conquistas, segundo relata a tia que adotou o menino, Eliane Pinheiro de Oliveira. “Antes ele ia duas vezes por semana apenas na fisioterapia e agora vai todos os dias, tudo graças a uma empresa que conseguiu a consultas para ele com uma fisioterapeuta no centro social. Ele também conseguiu com a ajuda do povo a consulta com uma boa pediatra para saber como estava a saúde dele”, conta.

Neuza Maria Rocha Missé, 47 anos, faz uso de calmantes fortes

do Pinhal. Quem tiver informações sobre Neuza pode ligar para (43) 3534-3295, falar com Jenice, ou acionar diretamente a Polícia Militar

pelo 190. “Nossa filha já está desesperada, cada dia que passa a angústia aumenta. Peço a ajuda da população para que nos ajude a encontrá-la”, apela.

Alan teve rotina melhorada após ser amparado pela comunidade

Alvo da solidariedade da população, Alan ainda pena com algumas falhas dos órgãos públicos de saúde e assistência social. Apesar de ter ganho as sessões de fisioterapia, ainda falta o transporte até a clínica. “Não posso levá-lo todos os dias, pois meu marido está desempregado e sem condições de abastecer o carro. Espero que isso se resolva logo”, diz a tia. Além das doações, Alan aguarda também o resultado da perícia médica para conseguir a aposentaria por invalidez através da Previdência Social, benefício que ajudaria muito a família a cuidar dele. “Estamos todos esperançosos, pois com a aposentadoria teremos condições de cuidar melhor dele, mesmo assim agradeço a todas as doações feitas pela cidade”, afirma Eliane. Relembre o caso

Quando tinha um ano e sete meses, Alan foi atropelado em uma rua da Vila Ribeiro. Ele estava dentro de um carrinho de bebê, que era empurrado pela sua mãe Luciana Pereira Gabriel, 30 anos, que estava grávida de oito meses. Eles foram atingidos por um Celta dirigido por Rogério Valentim de Souza, 27 anos, que desceu do veículo apenas para soltar o carrinho da criança que estava preso no paralama, e fugiu do local sem prestar socorro. Mãe e o bebê chegaram a ser socorridos, mas morreram horas depois no pronto-socorro. Alan ficou internado mais de dois meses na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e teve como sequela a paralisia dos membros inferiores. Alguns meses após o acidente ele foi adotado pelos tios que conseguiram a sua guarda definitiva.

CAMPANHA DE DOAÇÃO O pequeno Davi Coelho Piedade, de apenas 5 meses, sofre de uma alergia grave à lactose e tem que tomar leite especial, o Actamil 1. O problema é que o leite em pó está em falta no Centro Social de Santo Antônio da Platina e a mãe, a dona de casa Luciana C oelho, não tem condições de comprar a lata de 800g que custa cerca de R$ 40,00 e dura uma s e mana . Quem puder ajudar pode levar o leite ou qualquer contribuição em dinheiro até a casa de Luciana, na Rua B, nº335, no Aparecidin ho 3 , ou d e i x ar n a Tribuna do Vale ou na Rádio Vale do Sol.


A-6 Cotidiano

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira 20 de novembro de 2012

Polícia Cívil coleta material genético de suspeitos para confronto Antônio de Picolli

CASO ALINE MESSIASDelegado pedirá urgência na realização de exame de confronto Jivago França

A Polícia Civil de Santo Antônio da Platina realizou na tarde de ontem, as coletas de materiais genéticos de seis dos suspeitos da morte da professora Aline Margarida Messias. Durante o feriado prolongado, a polícia incluiu mais duas pessoas no rol de suspeitos, subindo agora para oito. As duas foram ouvidas e negaram conhecer a professora, mas a polícia não descarta nenhum suspeito. O delegado Fátimo de Siqueira revelou que a polícia trabalha com três hipóteses principais para o crime, mas preferiu não revelar para não atrapalhar as investigações. Ele adiantou que pedirá urgência na realização dos exames de confronto dos materiais coletados na vitima (pele, saliva e sêmen) com os materiais genéticos dos suspeitos. Outros dois suspeitos

cederão hoje o material para exame de confronto genético. Siqueira contou que um dos novos suspeitos que surgiu durante o final de semana já possui passagens pela polícia por furto e é usuário de drogas. Um dos suspeitos ouvidos pela polícia na semana passada negou que tinha envolvimento com a vítima, mas declarou que a conhecia. Segundo o delegado, o suspeito alegou ainda que estava fora da cidade a serviço, mas ainda não apresentou documentos que comprovem o possível álibi. “Esta semana irei ouvir os alunos para quem a Aline dava as aulas na parte da noite na Platina. Queremos saber como foi o último dia e quem foi o último a falar com ela naquele dia. Não podemos descartar nenhuma hipótese agora”, afirmou Siqueira. “Também iremos solicitar um psicólogo para ouvir o filho da

professora”, completou. Siqueira adiantou que a partir de agora, caso não surjam novos suspeitos, as investigações dependem do resultado dos exames da criminalística. “No máximo quarta-feira iremos enviar para Curitiba os materiais coletados nos suspeitos e na vítima para realizar o exame de confronto. Irei pedir urgência para que o resultado fique pronto logo”, afirmou. Ele contou ainda que todas as pessoas que tinham relacionamento próximo com a vítima já foram ouvidas. Na quarta-feira da semana passada, a Polícia Civil esteve novamente na casa onde a professora foi morta na quarta-feira, dia 8, por volta da meia noite. Os investigadores juntamente com o delegado buscavam provas e evidencias que ajudassem na elucidação do crime, mas encontraram apenas alguns documentos do

Polícia Civil investiga vestigios que possam desvendar crime

celular da vítima que desapareceu no dia do crime. Durante a última semana, o delegado revelou que no dia do crime, Aline mudou sua rotina. Ele contou que ela pediu licença do colégio onde lecionava em Jacarezinho pela manhã, e voltou para sua casa no horário do almoço, o que não costumava fazer. De

acordo com as investigações, ela passou pela casa da sogra, pegou o filho, levou-o até a escola e foi trabalhar na parte da tarde, mesmo depois de ter alegado que de manhã não estava bem. Siqueira explicou que a moça saiu o trabalho às 17 horas e foi para o outro emprego no período da noite. Naquele dia, Aline traba-

lhou até as 21h30 e após essa hora foi até a casa da sogra para pegar o filho. O delegado contou também que na casa da sogra Aline jantou e ficou até as 21h50, quando foi embora com o filho para sua casa. Ela foi morta cerca de duas horas depois por asfixia, como confirmou o laudo do Instituto Médico Legal (IML).

S. A. PLATINA

ACIDENTES

Feriado prolongado termina Quadrilha que assaltou irmã com uma morte na região de prefeito pode ter tido informações privilegiadas Jivago França

O Corpo de Bombeiros registrou durante feriado prolongado da proclamação da República na região, cinco acidentes, com cinco feridos e uma morte. A batida entre um caminhão Mercedes Benz de Presidente Lucena conduzido por Marcio Roberto Tomazi e um Fiat Fiorino de Orlândia conduzido por Joel Aparecido dos Santos na PR-092 em Wenceslau Braz, vitimou o motorista do carro. Segundo relatório da Polícia Militar, Santos chegou a ser encaminhado para o Pronto Socorro da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu pouco depois de dar entrada no hospital. A batida aconteceu por volta das 20 horas de sábado (17) próximo a Agro Pantanal no bairro São Miguel. O motorista do caminhão não se feriu. Em Santo Antônio da Pla-

tina, às 05h15 de domingo, os bombeiros foram acionados para atender um atropelamento próximo ao Auto Posto Milênio na rua Rui Barbosa no centro da cidade. Geni Francrineo, 35, foi encaminhada para o Pronto Socorro Municipal com ferimentos leves. A moto que causou o acidente fugiu do local. Já na tarde de domingo, na cidade de Cambará, uma batida entre um ônibus e uma moto deixou duas pessoas feridas, uma em estado grave. O acidente foi às 15h40 na rua Vitório Scoparo no bairro Inês Panichi, próximo ao lago do bairro. Adenilson Marilio Oliveira, 24, e Paulo Henrique Batista Junior, 18, foram encaminhados para o Pronto Socorro. De acordo com os bombeiros, Oliveira sofreu ferimentos graves sem risco de morte, já Junior sofreu ferimentos leves. O motorista do ônibus, Amauri Aparecido

Cardoso não ficou ferido. Adones Cesar Dutra, 23, foi socorrido com ferimentos graves com risco de morte, depois de uma batida entre uma moto e um carro às 19h54 de domingo na rua Monsenhor João Belchior, próximo a lanchonete Mestre Cuca em Cambará. Ele foi encaminhado para o Pronto Socorro pelo Corpo de Bombeiros. Até o fechamento desta edição, a reportagem não conseguiu informações sobre o estado de saúde de Dutra. Em Siqueira Campos, às 21h30 de domingo, Paulo Henrique de Abreu, 21 foi socorrido com ferimentos leves e encaminhado para a Santa Casa de Misericórdia depois de uma batida entre um carro e uma moto na rua Benjamin Constant próximo ao supermercado Tem Sim no centro da cidade. O motorista do carro, Juvenal Verchai não ficou ferido.

Jivago França

A Polícia Civil investiga desde ontem o assalto ocorrido na tarde de sábado na casa

tônio da Platina, Pedro Claro de Oliveira Neto. No crime, a quadrilha formada, em princípio por cinco criminosos, levou mais de R$ 40 mil em joias e R$ 900 em dinheiro, além de cartões de crédito. Segundo Glauce, os ladrões chegaram a pé, renderam o caseiro, invadiram a residência e anunciaram o assalto. Em seguida, amarraram a família (ela, o esposo, uma sobrinha e o caseiro) e praticaram o roubo. Para o delegado que cuida do caso, Fátimo de Siqueira, os bandidos não pertencem a uma quadrilha já organizada, mas poderiam ter informações privilegiadas da rotina da família e do que havia na casa. “Provavelmente eles tinham informações. Um chip do celular roubado da vítima foi

Provavelmente eles tinham informações. Um chip do celular roubado da vítima foi encontrado pela Polícia Militar, caído em uma estrada rural, próximo a casa”

da empresária Glauce Claro na PR-439 em Santo Antônio da Platina. A vítima é irmã do prefeito eleito de Santo An-

encontrado pela Polícia Militar, caído em uma estrada rural, próximo a casa”, declarou. Siqueira revelou ainda que peritos estiveram ontem no local do crime para tentar colher impressões digitais e outras pistas que os levem até a quadrilha que agiu de forma violenta com a família. “Foram colhidas impressões digitais deixadas no cofre. A polícia está fazendo levantamento do local e colhendo provas”, explicou. O delegado informou ainda que a Polícia Militar acredita na possibilidade dos bandidos terem chegado e fugido do local em motos pela mesma estrada de terra onde foi encontrado o chip do celular roubado. Siqueira disse ainda que a estrada liga até o bairro Vila Ribeiro e que os criminosos possam ser moradores do próprio bairro.

S. A. PLATINA

Assaltante de açougue é preso pela Polícia Militar Jivago França

A Polícia Militar prendeu na noite de quinta-feira (15), Jeferson Ricardo, 19, acusado d e ro u b a r n a t a r d e d e quarta-feira, mais de mil reais do açougue Boi Dourado no Jardim Altvater, em Santo Antônio da Platina. Ele que é c on he c i d o n a c i d a d e c omo “Pe qu e no”, a l e g a não ter sido preso antes, mas j á s e envolveu em outra ocorrência policial quando ainda era adolescente. No assalto da última semana, Ricardo foi flagrado pelas câmeras de s egurança do est ab ele-

cimento. Ele invadiu o local com uma blusa enrolada em uma das mãos, simulando ser um revólver. No momento da prisão, o acusado estava com um adolescente de 13 anos que foi detido e depois liberado. Ricardo foi preso em sua casa, também no Ja r d i m A l t v a t e r e n ã o esboçou reação. O dinheiro teria sido usado para comprar roupas que ele diz ter usado em um baile. Com ele a polícia encontrou ap e nas R$ 130 . E l e foi encaminhado para a 38ª D e l e g a c i a R e g i on a l d e Polícia.

Jeferson Ricardo foi preso em casa, no Jardim Altvater, e levado para a 38ª DRP

Antônio de Picolli


Esporte A-7

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 20 de novembro de 2012 Satisfeito com os resultados do Grande Prêmio dos Estados Unidos, Stefano Domenicali, chefe da Ferrari, defendeu a posição da equipe de privilegiar o espanhol Fernando Alonso, ainda na briga pelo título mundial, em detrimento do brasileiro Felipe Massa e falou em transparência na estratégia da equipe.

Tite prometeu beber um balde de caipirinha quando o Corinthians conquistouaCopaLibertadoresdaAmérica.Asedenãoerasemmotivo. O título continental foi alcançado depois de o treinador superar uma sériedepreocupaçõesnoCTJoaquimGrava.Umadelaseramosatosde indisciplina do atacante Emerson, o herói da final contra o Boca Juniors.

Rebaixamento de 2012 "copia" 2002

N OTAS Sem folga Mesmo antes de assegurar a vaga na primeira fase da Libertadores, o São Paulo já havia mudado seu planejamento. Como essa etapa da competição começa só em janeiro, o clube reduziu as férias de fim de ano dos jogadores para apenas 20 dias -a reapresentação será nos primeiros dias de janeiro. Os dez dias restantes que os atletas têm direito só serão gozados durante a Copa das Confederações, quando o Brasileiro para.

PALMEIRASToca de técnico, atletas veteranos e grupo de Mustafá são alguns fatores em comum com a queda de 10 anos atrás

Planejamento Apesar de dirigentes do Palmeiras terem considerado que Gilson Kleina não tinha experiência para assumir o time em crise, o técnico deverá continuar, independentemente de quem entrar na presidência em janeiro. Balança Consenso entre os cartolas é que Kleina é um bom treinador e é a melhor aposta que o clube pode fazer. Pesa contra o técnico, segundo dirigentes, a falta de pulso perante os jogadores. Dirigentes afirmam que, se Luiz Felipe Scolari ainda estivesse no Parque Antarctica, os atletas estariam ainda mais comprometidos com o time.

Queda veio com gol de empate do Flamengo no final e vitórias de Bahia e Portuguesa Danilo Lavieri / UOL

O Palmeiras está mais uma vez na segundona. Talvez nem mesmo o mais pessimista dos palmeirenses poderia imaginar que um dos mais importantes times do futebol brasileiro pudesse retornar à Série B apenas dez anos depois de sua primeira experiência na segunda divisão. Para a torcida, fica a amarga sensação de que o time não aprendeu com os erros de um passado recente. As coincidências entre 2002 e 2012 são tão crueis que por pouco a data da notícia fúnebre não foi a mesma. Em 2002, o time caiu em um 17 de novembro. Em 2012, despencou no dia 18 de novembro. Na primeira vez que caiu, em 2002, o clima era sempre de “ainda dá”. Até o último jogo, o discurso dos jogadores era de que seria possível e de que o roteiro poderia ser diferente se a sorte acompanhasse o Palmeiras mais de perto. Zinho, então um dos líderes do elenco, avisou: ���Não temos de acreditar em número, temos de jogar bola para reverter essa situação”. Dez anos depois, o discurso de Marcos Assunção era similar: “Temos de trabalhar para reverter essa situação. Vamos acreditar até o último suspiro que poderemos dar”. Com a queda decretada para a Série B, é possível também perceber outros detalhes que voltaram a ser fatais na hora da decisão. Na reta final de 2002, o Palmeiras precisou se isolar em Jarinu, interior de São Paulo, e ainda optou por ficar direto no Rio de Janeiro para enfrentar Vasco e Fluminense no período de uma semana. Dez anos depois, a tática foi repetida. Primeiro, o time se concentrou em Itu para tentar esquecer a crise. Depois, ficou direto no Nordeste para enfrentar Bahia e Sport na mesma semana. No início da crise, as frases dos treinadores eram as mesmas. Depois do Palmeiras perder por 3 a 0 para a Portuguesa, Luiz Felipe

Scolari limitou-se a dizer que não sabia mais o que fazer com o elenco. “Não sei mais como trabalhar para motivar esses atletas. Tudo o que eu poderia fazer eu já fiz”, disse ele ainda no gramado do Canindé. A inspiração pode ter vindo de Levir Culpi, há dez anos. “Agora é ir para o campo e jogar bola. Tudo o que era possível para a fazer com um time de futebol a gente fez”, afirmou o então treinador palmeirense. É no comando, aliás, que o torcedor pode notar mais semelhanças. Em 2002, depois de elaborar uma lista de demissão e contratar quem queria, Vanderlei Luxemburgo pulou fora do barco para aceitar uma proposta melhor do Cruzeiro e deixou a bomba na mão de Flavio Murtosa e, por fim, de Levir. Em 2012, Felipão preferiu sair em meio à crise e deixou para que Gilson Kleina se tornasse o salvador da pátria. Acima deles, o mesmo grupo político estava no comando. Na primeira vez, ele era representado por Mustafá Contursi, que sofria para colocar o time nos eixos após a saída da Parmalat. O então presidente continuou ativo no cenário palmeirense e fez força para eleger Arnaldo Tirone. Os dirigentes também se uniram na hora de escolher os culpados pelo fracasso. Em 2002, Mustafá afirmou que o time foi muito prejudicado pela arbitragem. “Principalmente nos jogos contra os paulistas, a arbitragem ficou devendo. Poderíamos estar em uma condição melhor”, disse ele na época. Uma década à frente, o Palmeiras se viu até no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) para tentar anular um jogo em que se considerou prejudicado pela ação extracampo. Isso sem contar as inúmeras reclamações contra os “homens de preto”, especialmente na época em que Felipão era o comandante. Tanto os jogadores daquela época como os atuais afirmavam que o pensamento estava focado apenas dentro de

campo e tentavam ignorar as polêmicas com a arbitragem. Na hora “H”, no entanto, as falhas no gramado voltavam a acontecer. Maurício R amos, p or exemplo, é símbolo de vontade e garra, mas falhou diante do Botafogo, em um dos jogos cruciais na caminhada contra a queda. No dia seguinte, o discurso era de que nem mesmo dormir ele conseguia em meio à crise e afirmou que a noite foi só de lamentação. Pois veja o que o zagueiro Alexandre disse após falhar diante do Flamengo. “Fui dormir às 4h, 5h da manhã e não entendi até agora como cometi essa falha”. A coincidência não para por aí. O Alviverde de 2002 ficou no empate com o time carioca, que também lutava contra a queda. Uma vitória no Palestra Itália, diante de sua torcida, poderia fazer o time respirar ares mais tranquilos. De nada adiantou e o placar ficou no 1 a 1. Dez anos depois, mais uma vez diante de sua própria torcida, o Palmeiras poderia subir na tabela e jogar um rival direto na lona. Era só vencer o Coritiba. O placar final foi 1 a 0 para o time paranaense e isso graças à ajuda da arbitragem, assim como acontecera no Brasileirão de 2002 contra o Flamengo. A lista de semelhanças ainda engorda com o mesmo tipo de aposta dentro de campo. O time de Levir Culpi tinha três grandes símbolos: Arce, com sua bola parada, Zinho, com sua liderança, e Marcos, como o atleta do departamento médico. Atualmente, Kleina vive a mesma situação. Marcos Assunção é o homem das faltas e cruzamentos, enquanto que Maurício Ramos lidera o seu grupo, que teve Valdivia como “o cara” das macas. Agora com a queda consumada, a receita para subir deve ser bem parecida. Aposta na base, que naquela época revelou Edmilson, Diego Souza e Vagner Love e, agora, pode revelar de vez João Denoni, Patrick Vieira e Bruno Dybal.

NA ESTREIA

Dono da 8 no São Paulo, Ganso se diz típico "grande camisa 10"

Desmanche Se por um lado o Internacional vai trocar Fernandão por um treinador mais experiente para comandar o time, a diretoria promete livrar-se de jogadores mais velhos do elenco para a próxima temporada. Estão na mira atletas contratados a peso de ouro, com altos vencimentos e que não desfrutam mais de prestígio no Beira-Rio. Fim de linha Os argentinos D'Alessandro e Guiñazu, além dos veteranos Kleber e Bolívar, estão entre os jogadores que devem deixar o Beira-Rio em 2013. A intenção da diretoria é reformular o time para a próxima temporada.

Ganso usou o número 8 no Morumbi em sua partida de estreia Uol

Paulo Henrique Ganso aparentemente ainda não se acostumou a ser camisa 8. Após sua primeira partida pelo São Paulo, na vitória sobre o Náutico, o meia falou como um típico 10, numeração que usava no Santos, chegou a vestir também na Seleção Brasileira e pode até retomar a partir da próxima temporada. "Quero fazer muitos gols, chegar perto da área, finalizar, ajudar os atacantes. Essa é a função de um grande camisa 10", disse o jogador, que atuou por 38 minutos após entrar no segundo tempo da partida. "Hoje (domingo) fiz o básico, até porque a equipe do Náutico estava fechada, bem postada lá atrás". Ganso só não tem a 10 porque, ao chegar em setembro, ela já tinha dono: Jadson. No ano que vem, porém, o ex-santista pode recuperá-la. Além de a 7 ficar disponível para Jadson com a saída de Lucas para o Paris Saint-Germain, o clube mudará de fornecedora de material esportivo, o que surge como boa desculpa para a alteração da numeração fixa. "A numeração é um enten-

dimento entre o marketing e o departamento de futebol. Eu acho que não vai mudar, embora isso possa ser redefinido no início da temporada. A tendência é a continuidade dos registros deste ano", disse o vice-presidente de marketing, Julio Casares, em entrevista à GE.net, nessa semana. Em sua primeira partida com a camisa do São Paulo, o meia Paulo Henrique Ganso usou o número 8 no Morumbi. Por coincidência, quem deixou o campo neste domingo para Ganso estrear foi exatamente Jadson. O técnico Ney Franco negou que isso signifique que, em 2013, ambos disputarão posição. "Não quis mexer na estrutura do time para esta partida. Simplesmente fiz a troca de um meia pelo outro, mas ambos podem jogar juntos em determinado momento", disse o treinador. A transição da 8 para a 10 já ocorreu no passado do clube. Na década de 1970, o uruguaio Pedro Rocha começou sua história "por baixo" e só assumiu o principal número do time depois da saída de Gérson, o "Canhotinha de Ouro" campeão mundial com a Seleção, no México.

Indulto... Após intervenção do governo brasileiro em sua embaixada em Riad (Arábia Saudita), Diego Souza obteve liberação do Al Ittihad para passar o Natal com sua família no Brasil. O meia, que enfrenta sérios problemas no país, corria o risco de ficar preso na Arábia Saudita durante as festas de fim de ano. ...de Natal A Fifa havia enviado dois ofícios à federação saudita pedindo que o Al Ittihad liberasse o atleta, mas o visto de saída só foi concedido após ação do consultor jurídico do Ministério do Esporte, Wladimyr Camargos, na embaixada local. Histórico Não é a primeira vez que há esse tipo de problema com o clube saudita. Obina, em 2005, também passou por muita dificuldade para voltar para casa. Agora, para Diego Souza, o desafio é conseguir sua liberação para jogar no Brasil ou em outro país.


cmyb

A-8 Região

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 20 de novembro de 2012

Impasse entre sindicatos deixa horário do comércio indefinido FIM DE ANOSindicato dos Empregados quer prorrogar do dia 12 para o dia 17 de dezembro o funcionamento noturno das lojas Celso Felizardo

Em assembleia que ocorreu na noite de sexta-feira, membros do Sindicato dos Empregados no Comércio de Santo Antônio da Platina repudiaram a decisão da prefeita Maria Ana Guimarães Pombo (PT) de estender até as 22 horas o horário de funcionamento das lojas a partir do dia 12 de dezembro. O presidente Milton Coelho informou que tenta uma reunião com a prefeita para expor as exigências dos comerciários, que não aceitam qualquer aumento na carga horária de trabalho. Durante a reunião ficou

decidido que o horário diferenciado de fim de ano só será cumprido a partir do dia 17. “Os empregados simplesmente não aceitam essas imposições dos patrões. Se eles querem funcionar duas semanas até mais tarde, que contratem trabalhadores temporários”, defendeu Coelho. Alguns comerciários relataram até ameaça de demissão dos patrões para quem participasse da assembleia. O decreto atual determina que a partir do dia 12, o comércio fica aberto até as 22 horas nos dias comerciais, aos sábados até as 17 horas, e nos dias 24 e 31, até as 18 horas. Já a reivindicação dos

empregados é trabalhar até as 22 horas a partir do dia 17, dia 24 até as 16 horas e no dia 31 até ao meio-dia. O presidente do Sindicato do Comércio Varejista, José Alex Gonçalves Figueira, reclama que se o horário diferenciado começar a partir do dia 17, restarão apenas cinco dias úteis para as vendas de Natal, que é tradicionalmente a melhor época do ano para o comércio. “Cinco dias é muito pouco, uma cidade polo comercial não pode ter somente esse período de horário noturno, os consumidores precisam de atrativos”, expõe. Com o impasse, o caso segue longe de terminar em

Antônio de Picolli

Milton Coelho garantiu que os comerciários estão irredutíveis e só buscam seus direitos

um acordo. O desenrolar depende da reunião de Coelho com a prefeita Maria Ana, prevista para os próximos dias. “Vamos expor nossas

condições que são direitos trabalhistas garantidos aos trabalhadores”. A prefeita estipulou o dia 12 para conciliar com a inauguração das

obras de reforma da Praça São Cristóvão do Capinzal, quando o coral natalino se apresenta durante a noite ao lado da Igreja Matriz.

RURAL

Ribeirão Claro recebe caminhão para Patrulha Mecanizada Da Assessoria

O prefeito reeleito de Ribeirão Claro, Geraldo Maurício Araújo (PV) recebeu na última quarta-feira (14) um caminhão truck, que será usado para atender produtores rurais do município. O veículo faz parte dos equipamentos adquiridos para a formação da Patrulha Mecanizada. Há cerca de duas semanas, uma roçadeira

hidráulica articulada e um trator foram entregues. Uma grade aradora (Rome) chega nas próximas semanas. Os equipamentos fazem parte do programa Patrulha Mecanizada e foram adquiridos através de uma emenda parlamentar do deputado Abelardo Lupion (DEM) no valor total de R$ 400 mil. O caminhão e os demais equipamentos serão usados

para preparo de solo, transporte de calcário, conservação das estradas e adequações nas propriedades rurais. A Patrulha Rural foi um pedido do prefeito Maurício para melhorar as condições dadas aos agricultores do município e para executar a manutenção das vias rurais. Com a roçadeira hidráulica articulada, servidores da secretaria de obras farão a conservação das

Caminhão será usado para transporte de calcário

estradas vicinais, agilizando o escoamento da produção. Para o prefeito Geraldo Maurício Araújo, a patrulha será de grande utilidade para manter as estradas rurais bem conservadas. “Os equi-

pamentos são importantes para manter as estradas rurais em bom estado e dar suporte para o escoamento da safra”, declarou. O mandatário frisou a renovação da frota municipal e garantiu que a prefeitura

continuará investindo para oferecer condições de trabalho e geração de renda para os agricultores e pecuaristas. “Agora teremos três caminhões caçamba novos à disposição do município”, concluiu.

TOMAZINA

Bióloga premiada com selo ODM participa de Feira Cultural Da Assessoria

A bióloga Carine Gonçalves participou recentemente da 1ª Feira Cultural Municipal em Tomazina, representando a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Wenceslau Braz. Estiveram presentes diversas instituições, como a Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Núcleo de Estudos e Práticas em Acompanhamento Terapêutico (Sepat) e Serviço Social da Indústria (SESI/PR), entre outras. A bióloga disse que sua participação na feira deve-se ao recebimento do selo ODM – Objetivos de Desenvolvimento do Milênio 2012-2013, através da elaboração do projeto Arborização Urbana de Wenceslau Braz em prol da qualidade de vida e respeito ao meio ambiente. “A apresentação do meu projeto recebeu muitos elogios e teve uma boa aceitação, diante de todos

Bióloga Carine Gonçalves elaborou projeto de arborização

os participantes. A Secretaria Municipal de Meio ambiente foi convidada pelo SESI/PR em reconhecimento pelo trabalho e projetos que temos em nosso município, o que serve de exemplos a toda região”, frisou. Gonçalves ainda disse que Wenceslau Braz é pioneiro em toda região norte, com projeto de arborização urbana e ressaltou a importância do recebimento do selo ODM. “Nos dias 5 e 6 de dezembro vou expor o projeto em Curitiba (PR), o qual poderá ser visto e analisado pelos paranaenses, bem como, em nível nacional,

visto que o evento contará com participação de diversos estados”, lembrou ela. O selo ODM Objetivos de Desenvolvimento do Milênio é um certificado do movimento ‘Nós Podemos Paraná’, programa institucional do Serviço Social Da Indústria (SESI/PR), que atua mobilizando a sociedade em torno de projetos que contribuem para o alcance da ODM, para o desenvolvimento local, bem como para alcançar as metas propostas pela ONU – Organização das Nações Unidas, para eliminar a fome e a extrema pobreza até o ano de 2015.

cyan magenta yellow black


cmyb

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 20 de novembro de 2012

Rodovias

B-1

www.tribunadovale.com.br

Excesso de peso prejudica rodovias e põe em risco vida do motorista INFRAESTRUTURADe janeiro a junho de 2012, das 14.233 pesagens efetuadas em veículos de carga, 9% acusaram excesso de peso AEN

O excesso de peso nos caminhões que trafegam no Paraná é um fardo pesado demais para as rodovia”. A conclusão é de um relatório elaborado pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Veículos com carga acima do permitido, além de favorecerem a ocorrência de acidentes, são em grande parte os maiores responsáveis por danos no pavimento das estradas. A prática causa ain-

EIXOS A MAIS

Uma das irregularidades constatadas é o aumento irregular dos eixos dos caminhões de sete (bitrens) para nove eixos (bitrenzão), com 19,8 metros, fora dos padrões, com excesso de comprimento e principalmente de peso. A transformação é feita, em geral, sem que haja qualquer estudo a respeito da capacidade de frenagem e de peso, o que resulta em graves acidentes e aumento

da aumento do consumo de diesel e desgaste mais rápido nos veículos, especialmente pneus e suspensão. A pesquisa foi feita por iniciativa da Superintendência Regional Campos Gerais, com sede em Ponta Grossa, e levada a efeito considerando postos de balança localizados em várias regiões do Estado, segundo informa Vanderlei Carlos Zanella, do setor de concessões do DER. O levantamento, com base em estudos do engenheiro Rubem Penteado de Melo,

indica que transportar cargas além do peso permitido, com a intenção de melhorar o desempenho, também reduz a oferta de fretes, prejudicando a categoria como um todo. Conforme a Coordenadoria de Engenharia de Tráfego e Segurança Rodoviária do DER, de janeiro a junho de 2012, do total de 14.233 pesagens efetuadas em veículos de carga, 9% acusaram excesso de peso, ou seja, 1.221 caminhões trafegavam acima do volume de carga permitido.

A estatística é dos postos de pesagens de cinco regiões do Estado (CETs, Campos Gerais, Norte, Noroeste e Oeste). O DER emitiu multas de R$ 1.027.820,99 por excesso de peso, no período. Para os técnicos, as estatísticas que afirmam que 90% dos acidentes são causados pelos motoristas são uma simplificação, pois entre as causas “não identificadas” está o excesso de carga nos caminhões. Segundo o estudo, 45% dos caminhões reprovam nos testes de freio.

Cargas com excesso de peso causam danos no pavimento

na manutenção das rodovias. Os custos de restauração do asfalto, além dos problemas com segurança, segundo Zanella, são repassados a toda a sociedade e encarecem os produtos e serviços, inclusive a conservação das rodovias do Anel de Integração. Apenas em situações especiais, o Código Brasileiro de Trânsito (CTB) autoriza transporte de cargas com peso e dimensões excedentes,

a critério do Conselho Nacional do Trânsito (Contran). Entre os impactos que o excesso de peso traz para a atividade está a redução da frenagem e o superaquecimento. A eficiência do sistema de freios é dada pela relação entre o peso do conjunto e a sua capacidade de frenagem. Se o veículo leva peso acima do normal, os riscos aumentam com a queda na capacidade de desaceleração.

TOMBAMENTOS – O excesso de peso também prejudica a estabilidade do veículo, com risco de tombamento, além de comprometer a dirigibilidade. Para uma mesma manobra, um caminhão com excesso de peso pode tombar em uma velocidade em que um caminhão com carga normal não tombaria. Veículos irregulares, com cargas perigosas, também levam grande risco para todos os usuários.

Os veículos com cargas acima do peso especificado causam danos ao pavimento e às pontes e deixam trilhas de rodas ou afundamento da pista, que interferem na dirigibilidade de veículos m e n o r e s ( au t o m ó v e i s e motocicletas) e dos caminhões, favorecendo acidentes. Esses “rastros” no asfalto propiciam o acúmulo de água e perda de controle dos condutores, além da

quebra da suspensão, entre outros incidentes. Sem levar em conta os danos a terceiros e ao patrimônio público, a carga em excesso prejudica os próprios caminhões modificados, causando danos na suspensão, comprometendo feixes de molas, originado quebras em ponteiras de eixo, assim como trincas ou empenamentos em chassi.

cyan magenta yellow black


B-2 Atas&Editais

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 20 de novembro de 2012

EMPRESA DE GRANDE PORTE CONTRATA ODONTÓLOGO PARA ATUAR EM SANTO ANTÔNIO DA PLATINA * Nível superior em odontologia, com inscrição no CRO; * Desejável especialização em Endodontia, Prótese, Odontopediatria, Ortodontia, Periodontia ou Dentística; * Experiência com atendimento ambulatorial; * Domínio de informática (Windows e Pacote Office). O processo terá as seguintes etapas: avaliação curricular, redação, entrevista e prova de conhecimentos específicos. Interessados entregar currículo na portaria deste jornal, com pretensão salarial, até o dia 23/11/2012 Esse processo seletivo terá validade de 24 meses a partir da data do anúncio.

VENDE-SE

Sobrado em Cambará/Pr. Excelente para ponto comercial/residencial. Esquina: rua Jose Bonifácio com a Rua Otávio R. Ferreira, 1416, medindo 12m de frente x 17,40 m de fundo com área total construída. O imóvel é composto: No térreo: 1 suite, 2 quartos, 1 WC social, 1 escritorio, 1 sala ampla, copa e cozinha conjugada, garagem para 2 veículos. Na parte superior: 02 comodos, 01 banheiro, lavanderia e um terraço amplo. Fone para mais informações: (43) 9977-6824.

VENDE-SE

Sítio Monte Alto, situado no Bairro Taquaralzinho/Cambará-Pr, ladeado pelos vizinhos Pavan e W.Papa, uma área de 6.93645 alqueires com varzea, ao leste, o Rio Ribeirão Taquaral. Fone para mais informações: (43) 9977-6824. REQUERIMENTO DE RENOVAÇÃO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO CLEUDINEZ APARECIDO CRUZ, torna público que requereu ao IAP Renovação da Licença de Operação nº 7676 válida até 15/04/2013, para extração de basalto no local denominado Fazenda São Geraldo, no município de Jacarezinho/PR. SÚMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA AMBIENTAL VIRGILLI E VERGILLI LTDA, CNPJ Nº 78.445.822/0001-73, torna público que recebeu do IAP, a RENOVAÇÃO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO – nº 5257, para atividade de SERRARIA E DESDOBRAMENTO DE MADEIRA – BAIRRO DO SHANGRILÁ/D.E.R, MUNICÍPIO DE IBAITI/PR. CÂMARA MUNICIPAL DE JOAQUIM TÁVORA Dispensa de Licitação 08/2012 Termo de Ratificação e Homologação: Em razão do parecer emitido pela assessoria jurídica da Câmara de que os serviços prestados não atinge o estabelecido no Art. 24, inciso II, da Lei 8.666/93 e alterações posteriores, bem como a existência de dotação orçamentária e recursos para assegurar o pagamento das obrigações decorrentes dos SERVIÇOS DE CONSULTORIA E ASSESSORIA TÉCNICA – PARAMETRIZAÇÃO DO SISTEMA INFORMATIZADO, ORIENTAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE PESSOAL, ADEQUAÇÃO DOS TIPOS DE INGRESSOS PATRIMONIAIS, ADEQUAÇÃO DOS TIPOS DE BAIXAS PATRIMONIAIS ETC, RATIFICO o parecer apresentado e HOMOLOGO a dispensa de licitação em favor da empresa GOVERNANÇA BRASIL S/A, CNPJ Nº. 00.165.960/0001-01 no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais). Joaquim Távora, 13 Novembro de 2012 Reginaldo Pereira da Silva Márcio Ferreira Presidente 1º Secretário

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA PORTARIA Nº 634/12 A Prefeita Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, CONSIDERANDO o Processo Administrativo Disciplinar nº 005/12, instaurado pelas Portarias nº 494/12, de 27/08/12 e nº 509/12, de 04/09/12, com fundamento no art. 182, da Lei Municipal 02/93; RESOLVE: I – ARQUIVAR o Processo Administrativo Disciplinar nº 005/12, instaurado pelas Portarias nº 494/12, de 27/08/12 e nº 509/12, de 04/09/12, conforme recomendado pela Comissão Processante, bem como pela sugestão contida no Parecer Jurídico nº 013/2012, de 13/11/2012, com base no art. 159, I, da Lei Municipal nº 02/93. II – DETERMINAR à Divisão de Expediente e Comunicação desta Prefeitura Municipal que informe a Secretaria Municipal de Educação do arquivamento do Processo, e necessidade do retorno imediato do servidor as suas atividades. III – DETERMINAR ao Departamento de Recursos Humanos desta Prefeitura Municipal que arquive o Processo Administrativo Disciplinar nº 005/12, por prazo indeterminado. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALÍCIO DIAS DOS REIS, em 19 de novembro de 2012. MARIA ANA VICENTE GUIMARÃES POMBO Prefeita Municipal

MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA – ESTADO DO PARANÁ EXTRATO DO CONTRATO Nº 96/2012 REFERENTE À INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO N º 011/2012 CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA – PARANÁ CONTRATADA: GOVERNANÇABRASIL S/A TECNOLOGIA E GESTÃO EM SERVIÇOS OBJETO: O Objeto do presente Contrato é a contratação de empresa especializada para dar continuidade na Prestação de Serviços de Manutenção e Atualizações Mensais do Software ARNET – Atendimento ao Cidadão, por um período de 12 meses, conforme objeto do Processo de Inexigibilidade de Licitação nº 011/12, que juntamente com a proposta da CONTRATADA, para todos os fins de direito, obrigam as partes em todos os seus termos e passam a integrar este instrumento, independentemente de transcrição. VALOR: Pelo fornecimento do Objeto ora contratado, o CONTRATANTE pagará à CONTRATADA o valor total de R$ 8.160,00 (oito mil cento e sessenta reais), dividido em doze parcelas mensais de R$ 680,00 (seiscentos e oitenta reais). VIGÊNCIA: O presente Contrato terá vigência pelo período de 12 (doze) meses, podendo o CONTRATANTE optar pela prorrogação desse prazo por períodos iguais e sucessivos, até o limite de 48 (quarenta e oito) meses, nos termos do artigo 57, inciso IV, da Lei nº 8.666/93. RECURSO FINANCEIRO: As despesas do presente Contrato correrão à conta da seguinte Dotação Orçamentária do orçamento vigente: FISCALIZAÇÃO TRIBUTÁRIA, 04.005 – 04.129.0030.2.067 – 3390.39.11.00 (8266) – 01510 – Taxas Exercício do Poder de Polícia. DATA: 13 de novembro de 2012. MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA – ESTADO DO PARANÁ EXTRATO DO 1º TERMO ADITIVO À ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 048/2012 - PREGÃO PRESENCIAL Nº 017/2012 CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA – PARANÁ. DETENTORA: SILVAGÁS COMÉRCIO E TRANSPORTES DE GÁS LTDA OBJETO:O presente Termo Aditivo tem por objeto a manutenção do equilíbrio econômico-financeiro da Ata de Registro de Preços nº 048/2012 Pregão Presencial nº 0017/12, ficando os preços reajustados conforme abaixo: QUANT. VALOR VALOR DO VALOR LOTE ITEM QUANT. UNIDADE ESPECIFICAÇÃO SALDO ANTERIOR REAJUSTE REAJUSTADO 1 1 1.487,00 1.010,00 UN GÁS DE COZINHA 30,00 5,00 35,00 DO VALOR: O valor do presente termo aditivo é de R$ 5.050,00 (cinco mil e cinquenta reais). § 1º: A importância acima foi calculada tomando-se o valor do reajuste multiplicado pelo respectivo saldo remanescente. § 2º: Diante do reequilíbrio econômico-financeiro concedido atualiza-se o valor global estimado da Ata de Registro de Preços 066/2012 para R$ 49.660,00 (quarenta e nove mil, seiscentos e sessenta reais). DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 03.001.04.122.0021.2.013.3390.30.04.00 (7203) - 01000 DATA: 14 de novembro de 2012. MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA – ESTADO DO PARANÁ EXTRATO DO CONTRATO Nº 95/2012 REFERENTE AO PREGÃO PRESENCIAL N º 077/2012 CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA – PARANÁ CONTRATADA: CAIME CASALE COMERCIAL LTDA OBJETO: O Objeto do presente Contrato é a Aquisição de Peças de 1ª linha, e, a Contratação de Serviços Especializados de Tapeçaria; Funilaria e Pintura, para reparos em Viatura ABTR 8757, modelo 17-250 Constelation, placa ASE 3219, pertencente à Seção do Corpo de Bombeiros de Santo Antônio da Platina, a serem adquiridos e executados neste exercício, conforme quantitativo, especificações e detalhamentos consignados nos Lotes constantes do Edital do Pregão Presencial nº 077/2012, que juntamente com a proposta da CONTRATADA, para todos os fins de direito, obrigando as partes em todos os seus termos, passam a integrar este instrumento, independentemente de transcrição; A CONTRATADA obriga-se a fornecer ao CONTRATANTE os itens abaixo, referentes ao Objeto do Pregão Presencial nº 077/2012, conforme quantitativo e especificações constantes na proposta de preços e de acordo com as solicitações feitas pela CONTRATANTE. VALOR: Pelo fornecimento do Objeto ora contratado, a CONTRATANTE pagará à CONTRATADA o valor total de R$ 8.800,00 (oito mil e oitocentos reias), pelo Menor Preço apresentado; conforme abaixo descriminado: Lote Item Quant. Unidade Especificação Complemento Valor Unitário Valor Total 1 1 1,0 UN CHAPA 16 MM 206,00 206,00 1 2 1,0 UN LONGARINA LD PEÇA 2.400,00 2.400,00 1 3 1,0 UN AÇOALHO LD PEÇA 2.794,00 2.794,00 2 1 1,0 HR SERVIÇO DE FUNILARIA C/ MATERIAIS 2.150,00 2.150,00 2 2 1,0 HR SERVIÇO DE PINTURA C/ MATERIAIS 600,00 600,00 2 3 1,0 HR SERVIÇO TAPEÇARIA C/ MATERIAIS 650,00 650,00 VIGÊNCIA: O presente Contrato terá vigência neste exercício, podendo a CONTRATANTE optar pela prorrogação desse prazo, até igual período, para o subseqüente exercício financeiro, nos termos do Artigo 57 da Lei nº 8.666/93 e alterações posteriores. Para efeitos de garantia, a vigência do contrato se dará até o termino da garantia ofertada pelos serviços executados e materiais fornecidos pela CONTRATADA, conforme descrito na sua Proposta de Preços, que passa a fazer parte deste contrato para todos os efeitos legais e cabíveis, independente de transcrição. DATA: 12 de novembro de 2012.


TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 20 de novembro de 2012

Atas&Editais B-3 PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA – PARANA EXTRATO DO 3º TERMO ADITIVO DE CONTRATO N.º 171/2011 REFERENTE AO PREGÃO PRESENCIAL N.º 048/2011 PARTES: MUNICIPIO DE JOAQUIM TAVORA e PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS. OBJETO: De conformidade com as especificações e quantidades de serviços constantes do PREGÃO 048/11 e contrato de 04/11/2011, documentação que passa a fazer parte integrante deste contrato, como se nele estivesse integral e expressamente reproduzida. DA VIGÊNCIA: De comum e tempestivo acordo, nos termos do Artigo 57, § 2º da Lei 8.666/93, por força deste Aditivo Contratual, fica prorrogado o prazo de vigência para 04/11/2013, do referido contrato, ou seja, pelo prazo de 01 (um) ano, ficando mantidas as demais condições. FORO: Comarca de Joaquim Távora, Estado do Paraná. Joaquim Távora, 31 de outubro de 2012.

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA - PR LICITAÇÃO - MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL Nº 040/2012 TIPO: MENOR PREÇO POR LOTE O Município de Guapirama, Estado do Paraná, torna público que fará realizar licitação na modalidade Pregão Presencial sob o nº 040/2012, que tem por objeto a seleção de proposta visando à A AQUISIÇÃO DE ÓLEOS LUBRIFICANTES, GRAXAS, FLUÍDOS, PROTETIVOS, ÁGUA DESTILADA, FILTROS E COMBUSTÍVEIS - até 250.000 LITROS DE ÓLEO DIESEL COMUM, até 35.000 LITROS DE GASOLINA COMUM e até 45.000 LITROS DE ETANOL COMBUSTÍVEL, DESTINADOS AO ABASTECIMENTO DA FROTA MUNICIPAL, valor máximo de até R$ 853.902,40 (oitocentos e cinquenta e três mil novecentos e noventa e dois reais e quarenta centavos), sendo assim distribuídos por lote: LOTE I – ÓLEOS LUBRIFICANTES, GRAXAS FLUÍDOS, PROTETIVOS, ÁGUA DESTILADA, FILTROS Total para o Lote: R$ 123.202,40 (cento e vinte e três mil duzentos e dois reais e quarenta centavos). LOTE II – até 250.000 LITROS DE ÓLEO DIESEL COMUM R$ 2,16 (dois reais e dezesseis centavos) por litro Total para o lote: R$ 540.000 (quinhentos e quarenta mil reais) LOTE III – até 35.000 LITROS DE GASOLINA COMUM R$ 2,89 (dois reais e oitenta e nove centavos) por litro Total para o lote: R$ 101.150,00 (cento e um mil cento e cinquenta reais) LOTE IV – até 45.000 LITROS DE ETANOL COMBUSTÍVEL R$ 1,99 (um real e noventa e nove centavos) por litro Total para o lote: R$ 89.550,00 (oitenta e nove mil quinhentos e cinquenta reais) Data e Horário da Sessão Pública: 03 DE DEZEMBRO DE 2012 às 09:00 horas, na sede da Prefeitura Municipal de Guapirama, sita à Rua Dois de Março, 460. A pasta técnica, com o inteiro teor do edital e seus respectivos modelos, adendos e anexos poderão ser examinados no endereço, acima indicado, no horário comercial, ou pelo endereço eletrônico www.guapirama.pr.gov.br. Informações adicionais, dúvidas e pedidos de esclarecimento deverão ser dirigidos à Comissão de Licitação no endereço acima mencionado – fone/fax: (0**43) 3573-1122. Guapirama/PR, 19 de novembro de 2012 ANGELA SOARES DE OLIVEIRA PREGOEIRA PREFEITURA MUNICIPAL DE GAUPIRAMA DECRETO nº 673/2012 SÚMULA: Dispõe sobre homologação de licitação. EDUÍ GONÇALVES, Prefeito do Município de Guapirama, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista o parecer, julgamento e adjudicação promovidos pela Pregoeira, com referência ao Pregão Presencial sob nº 036/2012, que tem por objeto a AQUISIÇÃO DE MATERIAIS PARA DECORAÇÃO NATALINA NA PRAÇA E RUAS NO MUNICÍPIO DE GUAPIRAMA. D/E/C/R/E/T/A/ Artigo 1º: Fica homologada a licitação de modalidade Pregão Presencial sob nº 036/2012, que tem por objeto a AQUISIÇÃO DE MATERIAIS PARA DECORAÇÃO NATALINA NA PRAÇA E RUAS NO MUNICÍPIO DE GUAPIRAMA. Artigo 2º: Em face da homologação estabelecida pelo artigo anterior, fica declarada vencedora do certame licitatório a seguinte empresa: ACÁCIA LTDA ME pelo valor de R$ 21.478,00 (vinte e um mil quatrocentos e setenta e oito reais) Artigo 3º: Em conseqüência, fica convocada a proponente para a assinatura do instrumento de contrato, nos termos do artigo 64, caput, da Lei 8.666/93, sob pena de decair o direito à contratação, sem prejuízo das sanções previstas no artigo 81. artigo 4º: Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Guapirama (PR), 19 de novembro de 2012 EDUÍ GONÇALVES Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL DECRETO Nº. 72/2012. SÚMULA:- Abertura de Crédito Adicional Suplementar, com recursos de remanejamento de dotações orçamentárias. O Senhor Dartagnan Calixto Fraiz, Prefeito do Município de Ribeirão do Pinhal, Estado do Paraná, usando de suas atribuições legais, e em especial a Lei nº. 1.523/2011 de 20 de dezembro de 2011; decreta: ARTIGO 1º - Fica aberto no orçamento vigente um Crédito Adicional Suplementar com recursos de remanejamento de dotações orçamentárias, no valor de Valor R$ 65.268,65 (sessenta e cinco mil duzentos e sessenta e oito reais e sessenta e cinco centavos), na seguinte dotação orçamentária: 04 - DEPARTAMENTO DE VIAÇÃO, OBRAS E URBANISMO. 04.001 – Divisão de Obras. 04.122.00092-010 – Manutenção do Departamento de Obras. 000530 - 0.1.00.000000 - 3.3.90.30.00.00 – Material de Consumo. Valor R$ 65.268,65 (sessenta e cinco mil duzentos e sessenta e oito reais e sessenta e cinco centavos). ARTIGO 2º - Servirá como recurso para o custeio do presente crédito Adicional suplementar os recursos de remanejamento das dotações orçamentárias que abaixo seguem: 04 - DEPARTAMENTO DE VIAÇÃO, OBRAS E URBANISMO. 04.001 – Divisão de Obras. 04.122.00092-010 – Manutenção do Departamento de Obras. 000560 - 0.1.00.000000 - 4.4.90.51.00.00 – Obras e Instalações. Valor R$ 65.268,65 (sessenta e cinco mil duzentos e sessenta e oito reais e sessenta e cinco centavos). ARTIGO 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Edifício da Prefeitura Municipal de Ribeirão do Pinhal, em 19 de Novembro de 2012. Dartagnan Calixto Fraiz Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔINIO DA PLATINA PORTARIA Nº 635/12 A Prefeita Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, CONSIDERANDO o Processo Administrativo Disciplinar nº 004/12, instaurado pela Portaria nº 488/12, de 22/08/12, com fundamento no art. 182, da Lei Municipal 02/93; RESOLVE: I – ARQUIVAR o Processo Administrativo Disciplinar nº 004/12, instaurado pela Portaria nº 488/12, de 22/08/12, conforme recomendado pela Comissão Processante, bem como pela sugestão contida no Parecer Jurídico nº 015/2012, de 14/11/2012, com base no art. 159, I, da Lei Municipal nº 02/93. II – DETERMINAR ao Departamento de Recursos Humanos desta Prefeitura Municipal que arquive o Processo Administrativo Disciplinar nº 004/12, por prazo indeterminado. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALÍCIO DIAS DOS REIS, em 19 de novembro de 2012. MARIA ANA VICENTE GUIMARÃES POMBO Prefeita Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA PORTARIA Nº 036/2012 O cidadão EDUI GONÇALVES, Prefeito Municipal de Guapirama, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais, nos termos do Inciso II, do Artigo 95, e Incisos VII do Artigo 69, da Lei Orgânica do Município, com observância no disposto no Artigo 90 da Lei Municipal nº 238/93. RESOLVE Art. 1º - Conceder Licença-Prêmio por Assiduidade a Servidora SANDRA MARIA LANDIS DE SOUZA, brasileira, casada, residente e domiciliada em Guapirama, Estado do Paraná, inscrita no cpf/mf sob nº 869.841.529-68, a partir de 15.11.12 á 15.02.13. Art. 2º - A presente portaria entra em vigor nesta data. Edifício da Prefeitura Municipal de Guapirama, Estado do Paraná, aos 15 (quinze) dias do mês de Novembro de 2012. EDUI GONÇALVES Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRMA PORTARIA Nº 037/2012 O cidadão EDUI GONÇALVES, Prefeito Municipal de Guapirama, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais, nos termos do Inciso II, do Artigo 95, e Incisos VII do Artigo 69, da Lei Orgânica do Município, com observância no disposto no Artigo 90 da Lei Municipal nº 238/93. RESOLVE Art. 1º - Conceder Licença-Prêmio por Assiduidade a Servidora FERNANDA CRISTINA PIROLA, brasileira, casada, residente e domiciliada em Carlopolis, Estado do Paraná, inscrita no cpf/mf sob nº 005.563.499-03, a partir de 20.11.12 á 20.02.13. Art. 2º - A presente portaria entra em vigor nesta data. Edifício da Prefeitura Municipal de Guapirama, Estado do Paraná, aos 20 (vinte) dias do mês de Novembro de 2012. EDUI GONÇALVES Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA TERMO DE HOMOLOGAÇÃO E ADJUDICAÇÃO DO PROCESSO LICITATÓRIO – TOMADA DE PREÇOS 010/2012. Expirado o prazo recursal e com base nas razões invocadas pelos membros da comissão permanente de licitação, que recomenda a adjudicação do objeto da licitação supramencionada para a firma vencedora , VALLE & ASSIS LTDA ME no valor de R$ 493.000,00 (quatrocentos e noventa e três mil reais), HOMOLOGO o procedimento licitatório TOMADA DE PREÇOS 010/2012, ADJUDICANDO-O ao licitante supra mencionado, para que produza seus jurídicos e legais efeitos. Guapirama, em 19 de novembro de 2012 EDUÍ GONÇALVES PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ PORTARIA No 369/2012 O Excelentíssimo Senhor José Salim Haggi Neto, Prefeito Municipal de Cambará, Estado do Paraná, usando de suas atribuições legais, que lhe são conferidas por lei, R E S O L V E: Art. 1º Exonerar, a pedido, a servidora CRISTIANE RAMOS DE CARVALHO, admitida em 11/06/2007, portadora da CTPS nº 81837 Série 173, RG nº 6.896.818-6, ocupante do cargo de TECNICO EM ENFERMAGEM - PSF. Art. 2º- A presente Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Publique-se, Notifique-se, Cumpra-se. Gabinete do Prefeito Municipal de Cambará, Estado do Paraná, em 19 de novembro de 2012. JOSÉ SALIM HAGGI NETO PREFEITO MUNICIPAL DE CAMBARÁ CÂMARA MUNICIPAL DE JOAQUIM TÁVORA Portaria 01/2012 O presidente da Câmara de Vereadores de Joaquim Távora, no uso de suas atribuições legais, com fundamento no artigo 30 XIX e 92, §2º da Resolução n. 02/98 (Regimento Interno da Câmara Municipal), resolve: CONCEDER Férias regulamentares pelo prazo de 15 (quinze) dias ao Sr. Alexandre Almeida de Oliveira, ocupante do cargo de Advogado desta Câmara Municipal, referente ao período aquisitivo de 09/06/2010 a 08/06/2011, com início no dia 19 de Novembro de 2012 e término no dia 03 de Dezembro de 2012. Joaquim Távora, 19 Novembro de 2012 Reginaldo Pereira da Silva Márcio Ferreira Presidente 1º Secretário CLUBE DE CAMPO BARRA DO JACARÉ EDITAL DE CONVOCAÇÃO Cumprindo o que determina o Estatuto do CLUBE DE CAMPO BARRA DO JACARÉ, em seu artigo n° 34,b, 35ª39, ficam convocados os sócios á realização de uma Assembléia Geral Ordinária, no dia 15 de Dezembro de 2012, ás 10:00 horas, nas dependências do Centro Cultural “Avanir Vicente de Sant’Anna” à rua Silvio Paduim, 766, para tratar o seguinte: ESCOLHA E VOTAÇÃO DA CHAPA DA NOVA DIRETORIA. PS: Ás chapas deverão ser apresentadas com 10 dias de antecedência da Assembléia Geral Ordinária, como o Sr. Valdemir José Lobo. Barra Do Jacaré, 14 de novembro de 2012 Cilson Rodrigues da Silva Presidente

 SEGURANÇA

Governo amplia serviços no Litoral para a temporada de verão AEN

O Governo do Paraná irá reforçar os serviços de saúde, segurança pública, transporte e limpeza pública para garantir melhor atendimento aos moradores e veranistas nos sete municípios do litoral do Estado. O reforço será realizado durante a Operação Verão 2012/2013, que vai de 16 de dezembro a 18 de fevereiro. A expectativa é que cerca de 2 milhões de pessoas devam circular pelo Litoral no período. Para atendê-las, órgãos públicos estaduais preparam o plano de ações para a temporada em Pontal do Paraná, Paranaguá, Antonina, Guaratuba, Matinhos, Morretes e Guaraqueçaba. Seguindo determinação do governador Beto Richa, os investimentos se concentraram nas áreas de serviço. “Vamos enviar ao Litoral uma grande estrutura para melhorar os serviços e garantir tranquilidade e conforto dos veranistas. Assim como no ano passado, vamos fazer um trabalho de qualidade”, afirmou Richa. A Secretaria da Segurança Pública estuda a quantidade de agentes que serão enviados na operação, que deve contar com alunos-soldados, em estágio operacional. Haverá acréscimo de policiais militares, bombeiros, policiais civis e peritos. No ano passado, o governo atuou com 2 mil agentes. Está prevista a retirada de presos das delegacias do Litoral para dar mais eficiência ao trabalho policial da Operação Verão. Um helicóptero será enviado à região exclusivamente para o resgate e salvamento. Para a limpeza pública, este ano o governo ampliou o número de coletores e veículos, além de aumentar os serviços previstos no contrato com as empresas responsáveis. Ações que tiveram êxito na temporada passada também deverão ser mantidas e ampliadas, como a contratação de saneadores automatizados que irão fazer a limpeza da areia das praias nos 61 quilômetros da orla. O objetivo é assegurar a qualidade da areia. Outra medida é a instalação de pontos de internet sem fio gratuita nos maiores municípios do Litoral, que será feita pela Copel. Neste ano, o serviço será estendido para alguns balneários do Lago de Itaipu, na região Oeste. SAÚDE - Durante os dois meses da temporada, a Secretaria da Saúde reforçará a assistência nos principais postos e hospitais do Litoral. Além de equipamentos e medicamentos, o governo ampliará o número de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem nas unidades. Serão cerca de 2 mil plantões médicos, 900 de enfermagem e 2 mil de técnicos de enfermagem nos diferentes postos de atendimento. Em julho deste ano, entrou em funcionamento o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) Regional do Litoral, que atende pelo telefone 192 e mantém ambulâncias em Antonina, Guaratuba, Pontal do Paraná, Matinhos, Morretes e Paranaguá. Sete ambulâncias de suporte básico e uma UTI móvel estarão disponíveis no Litoral durante a temporada.

Os casos graves serão tratados no Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá. Em abril deste ano, a Secretaria da Saúde criou o Grupo de Trabalho Saúde Litoral, que se reúne bimestralmente para discutir estratégias que melhorem a qualidade de vida da população local. AFOGADOS – Assim como no ano passado, funcionará no Hospital Nossa Senhora de Navegantes, em Matinhos, a Central de Recuperação de Afogados, com uma equipe especializada. “A estrutura estará pronta para atender as necessidades da população, não somente de afogados, mas todas as emergências aquáticas, como por exemplo, acidentes com animais marinhos”, disse o diretor. durante a temporada, a Secretaria da Saúde vai oferecer testes rápidos para identificar doenças como a aids, hepatites virais e sífilis. As equipes de saúde vão distribuir materiais educativos sobre as principais doenças presentes no Paraná. Na área de vigilância sanitária, a preparação já começou em outubro. Bares, restaurantes, lanchonetes, hotéis, pousadas, mercados de peixe e vendedores ambulantes estão sendo treinados para se adequar às legislações sanitárias vigentes. ESTRADAS - As estradas que dão acesso ao Litoral estão sendo recuperadas. A previsão é de circulação de 200 mil veículos na temporada. Um acordo prevê melhorias no trecho da concessionária Ecovia e também obras de manutenção e recuperação nas rodovias estaduais da região. A previsão da Secretaria de Infraestrutura e Logística é concluir o trabalho até 15 de dezembro. O Departamento de Estradas e Rodagem (DER) está trabalhando em mais de 170 quilômetros de estradas, com a recuperação de pavimentos, roçada ao longo das rodovias, pintura de faixas e recuperação e troca de placas de sinalização. Na PR-405, que dá acesso a Guaraqueçaba, começou o cascalhamento, além de obras de roçadas e drenagem. Também haverá reforço no atendimento do ferryboat, com ampliação do número de embarcações. BALNEABILIDADE – Além de coibir desmatamentos e a caça predatória, o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) irá monitorar semanalmente a balneabilidade na água em 49 pontos de rios e mar e verificar a qualidade da areia da orla. O instituto realizará ainda atividades de orientação e educação ambiental no Litoral. Com investimentos realizados durante o ano, a Sanepar também assegura os serviços de saneamento básico e abastecimento de água. A Copel vai, a partir de dezembro, reforçar seus efetivos de eletricistas, operadores de subestação e atendentes comerciais, além de ampliar o horário de funcionamento das suas agências em Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná. Neste ano, a Copel está investindo na região litorânea cerca de R$ 7 milhões em serviços de reforma, melhoria, expansão e manutenção de redes elétricas, poda de árvores e modernização de equipamentos.


cmyb

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 20 de novembro de 2012

Social

E-mail: social@tribunadovale.com.br

Rodrigo Oliveira Foto e Stúdio

1 aninho A sorridente Manuella Gabriel Bonoto completou no último dia 10 aniversário de 1 aninho. A aniversariante, junto da mamãe Claudia Regina Gabriel Bonoto e do papai Matheus Pimentel Bonoto, recebeu amiguinhos e familiares para uma linda comemoração no Lions Clube em Joaquim Távora. Parabéns!

Arquivo Pessoal

Bolo de milho cremoso Ingredientes: 4 ovos (claras e gemas separadas), 3 colheres (sopa) de maisena, 3 xícaras (chá) de leite, 2 latas de milho escorridas, 1 colher (sopa) de margarina, 2 xícaras (chá) de açúcar, 5 colheres (sopa) de farinha de trigo, 1 colher (sopa) de fermento em pó, Margarina e farinha de trigo para untar. Modo de preparo: Na batedeira, bata as claras em neve e reserve. Bata no liquidificador todos os ingredientes incluindo as gemas, mas não as claras em neve. Transfira para uma tigela grande e misture delicadamente as claras em neve com uma colher. Coloque em uma fôrma de 22 cm de diâmetro untada e enfarinhada e leve ao forno médio, preaquecido por 45 minutos ou até dourar.

Para as madeixas A variedade de penteados foi uma das marcas do Fashion Rio. As apostas vão do lisinho às dreadlocks, dos cachos volumosos aos coques trançados. Muitas opções, todas elas em alta, dependendo apenas do estilo que você quer adotar no dia.

Fisio White Party Dia 24 é noite de festa no Espaço Musical LuzdeLua, em Santo Antônio da Platina, é aniversário de 7 anos da casa mais bonita da região! Vem aí a Fisio White Party, a festa do Branco em parceria com o 1º ano de Fisioterapia da UENP. Animando o evento estará o Dj Léozinho de São Paulo. Imperdível!!!!!!!!!

Parabéns Muitas felicidades ao lindo João Emanuel de Souza Cândido que no último dia 14 completou 3 aninhos em Santo Antônio da Platina. Os parabéns mais que especiais vêm da mamãe Carla. Feliz Aniversário!

H ORÓSCOPO PARA HOJE Áries Mais fácil aceitar novas ideias e trabalhar em equipe, numa posição de colaboração e amizade. A liderança é de quem tiver as ideias mais avançadas e originais - parece que você será o portavoz delas. Amor em alta!

Gêmeos Lua e Júpiter em ângulo harmonioso favorecem um início de semana inspirador. Você pode sentir um contentamento maior. O perigo é se perder em mil direções, então anote os planos e ideias para trabalhar nelas depois.

Leão Você está contando com muita empatia e capacidade de entender a vontade dos outros. Para trabalhar com clientes e fazer as pazes com sócios e parceiros, é ideal. Um amigo abrirá novas frentes de oportunidade para você.

Libra Encanto pessoal conta muito, assim como sua capacidade de equilibr ar as relações que estão sem harmonia. Lua e Júpiter servem de blindagem contra a monotonia, o desamor, as promessas vazias. Foque no seu futuro.

Sagitário Mais parcerias? Mais projetos? Mais sonhos também. Tudo que virá pelas mãos dos outros pode trazer mais abertura, prosperidade e valor para você hoje.. Assegure-se de anotar as promessas feitas. E não exagere.

Aquário Um ótimo aspecto se forma entre a Lua, que segue em seu signo, e Júpiter, que transita em gêmeos. Emoções conectadas com o sentido da amizade, do companheirismo e do amor. Abundancia de conexões, estudos importantes.

Touro Para explicar o inexplicável, aquilo que você sente, siga o caminho da fé na sua cosmovisão. Assim poderá entusiasmar muitas pessoas no trabalho. E garantirá posição de destaque. Contemporaneidade e refinamento.

Câncer Verifique seus rendimentos, mas seja discreta sobre suas fontes de renda. Nada de fazer comentários com amigos, colegas ou outros. O segredo hoje é usar a intuição a favor da sua saúde financeira, não disperse essa força.

Virgem Pessoas infladas, encantadas consigo mesmas, serão a pedra no seu sapato - trate de fugir delas no trabalho e na vida pessoal. Você supera por seu rigor e base de conhecimento. Assim ganhará o premio da excelência.

Escorpião Semana começa sob o signo da força controlada, dos recursos geridos c o m r i g o r, s e m p e r d a ou desperdício. Tanto vale para as relações com chefes e superiores, como para as de amizade. Você está vendo com quem pode contar.

Capricórnio Desacertos entre emoções e pensamento podem transtornar o clima doméstico hoje. Descompasso maior se instala no campo amoroso. Evite mudança nos hábitos, ou nas medicações. Amor sem imaginação.

Peixes Voe está sendo sustentado pela disciplina interior se houver uma aspiração futura poderosa. Por este sonho você será capaz de um rigor maior. Mas você precisará descansar a mente, aliviar a alma de remorsos imaginários.

cyan magenta yellow black


TRIBUNA DO VALE EDIÇÃO Nº 2272