Issuu on Google+

cmyb

Sexta-feira

TRIBUNA DO VALE 11 DE NOVEMBRO DE 2011

DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI

300 200

ANO XV - N0 2019 - R$ 1,00

www.tribunadovale.com.br

ECONOMIA

Dilma sanciona projeto que amplia o Supersimples 

PÁG. A4

TRAGÉDIA

Touro avança e mata aposentado

Antônio de Picolli

TRABALHO Câmara aprova alteração do horário de funcionamento do comércio em Carlópolis

O projeto de Lei nº 55/2011, de autoria do executivo municipal que altera o horário de fechamento do comércio de Carlópolis foi aprovado em primeira votação pelos vereadores na última sessão ordinária realizada pela Câmara Municipal na última terça-feira, 08. Com a alteração do código de posturas do município de Carlópolis, o comércio local passará a respeitar o horário de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e no 1º, 3º e 4º sábados de cada mês abrirão das 8h ao meio dia. 

POLÍTICA

B2

Depois de matar uma pessoa e ferir outras duas, boi foi sacrificado por policiais

PÁG. B1

Saúde ganha reforço de R$ 2,5 bi por emendas populares 

O aposentado Sebastião Batista de Almeida, 65 anos, morreu na manhã de ontem em um sítio próximo ao distrito da Platina, em Santo Antônio da Platina, após ser pisoteado no tórax por um touro enfurecido. O dono da propriedade, Juventino Abrantes, 61, está internado em estado grave no 

PÁG. A3

NATAL

Prefeitura pode gastar até R$ 65 mil com decoração

Felipe Peres

Hospital Nossa Senhora da Saúde com perfuração em órgãos da região torácica. A sua mulher, Leonina Maria Gomes Abrantes, 59, fraturou a costela, mas já recebeu alta. Para conter a fúria do animal e evitar um novo ataque a Polícia Ambiental, com a autorização da proprietária do animal, sacrificou o touro.

PÁG. A6

INICIATIVA

Alunos revitalizam jardim de escola em Ribeirão Claro

Arcos foram descartados porque não têm condições de uso

PÁG. B1

RIB. CLARO

A prefeitura de Santo Antônio da Platina poderá gastar, este ano, até R$ 65 mil na decoração de natal da cidade. A licitação para a contratação da empresa que ficará responsável pela decoração, que será feita em pregão presencial, vai acontecer no próximo dia 23. Além do centro da cidade, os 

distritos de Conselheiro Zacarias, Monte Real e Platina também vão receber itens decorativos. Ontem a prefeitura também informou que não vai usar os 20 arcos para decoração espalhados no centro da cidade porque muitos não reúnem bom estado de conservação.

PÁG. A8

Instituto das Águas terá escritório em Jacarezinho Representantes do Instituto das Águas do Paraná (AguasParaná) visitaram quarta-feira, 9, a sede administrativa do campus de Jacarezinho da Universidade Estadual do Norte Pioneiro (Uenp), para conhecer o es

paço onde será instalado o escritório regional do órgão. O local também abrigará a gerência do Comitê de Bacia Hidrográfica do Norte Pioneiro (CBH-Norte Pioneiro), que engloba 42 municípios da região.

PÁG. A5

cyan magenta yellow black


A-2 Opinião

TRIBUNA DO VALE

O aluno, mesmo quando está em sala de aula, também quer e precisa ser atendido em seus dramas, mesmo que estes não aconteçam na proporção e no tempo em que estamos dispostos a atendê-los” Erika de Souza Bueno

Sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Ao se constatar que sistemas de valores sociais como honra, família, fé e amizade transmudaram-se para vergonha, clã criminoso, heresia e cumplicidade, abraçamos um fenômeno verdadeiramente mafioso que tenta fazer do “vale tudo” da apropriação privada do bem público uma regra consagrada”

A RTIGO

E DITORIAL

Fausto De Sanctis *

As taxas do Detran

Com a chancela da Assembleia Legislativa, o governo estadual aprovou nesta semana o projeto que aumenta de forma exorbitante as taxas cobradas pelo Departamento de Trânsito (Detran). O reajuste médio será de 28% sobre a tabela anterior, mas alguns dos serviços mais requisitados pelos usuários sofrerão altas maiores. A arrecadação suplementar que será proporcionada pelo “realinhamento” das taxas – para usar o eufemismo que o governo empregou para embalar o tarifaço – servirá para alimentar o Fundo Estadual de Segurança Pública, destinado a reaparelhar as polícias Civil e Militar, setores que, de fato, se ressentem de recursos orçamentários capazes de dar-lhes eficiência no combate à criminalidade. Na teoria, pois, a iniciativa parece combinar, pelo menos em parte, com o justo anseio da sociedade de viver sem medo. Entretanto, colocam a mesma sociedade diante da perspectiva de que terá de arcar com outros “tarifaços” para cobrir as deficiências orçamentárias de setores essenciais como educação e saúde. Aliás, como se tenta agora fazer no plano federal, que busca ressuscitar a CPMF para financiar os gastos com saúde pública. Essa, por sinal, tem sido sempre a rotina histórica da administração pública brasileira. Mal gerenciada, responsável por enorme desperdício de recursos e pouco atenta à corrupção, ela sempre encontra o caminho mais fácil de aumentar a carga tributária em vez de conter os gastos e perdas excessivos de HORÁRIO DE FECHAMENTO

22:10

sua custosa máquina de forma a cumprir suas obrigações sem precisar impor sacrifícios ao povo. Não é por outra razão que o Brasil figura entre os países que mais cobram impostos e menos os devolvem aos contribuintes em quantidade e qualidade de serviços. Por outro lado, no caso do tarifaço do Detran, há de se levar em consideração o conceito legal definidor de taxa. Diferentemente do imposto, a taxa é um tributo que deve remunerar, em estrita correspondência de valor, serviços específicos prestados ao contribuinte. Logo, no caso concreto, as taxas cobradas pela autarquia deveriam ser dimensionadas com a razoabilidade devida, visando basicamente a cobrir apenas os custos dos serviços prestados pelo órgão. Não é o que ocorre há muito tempo no Paraná, já que o Detran tradicionalmente arrecada mais do que gasta. O superávit resultante era transferido ordinariamente para finalidades que lhe são estranhas, como a de financiar a conservação de rodovias (de responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagem – DER) ou, ainda que indiretamente, contribuir para o pagamento da folha dos servidores públicos estaduais, especialmente por ocasião do 13.º salário, obrigação direta do Tesouro. As tarifas da autarquia de trânsito, portanto, já se encontravam acima de suas necessidades específicas – fato que agora se amplia e, no entendimento de alguns tributaristas, configuraria a ilegalidade do aumento proposto pelo governo e aprovado pela Assembleia.

C HARGE

chargeonline.com.br

NESTA EDIÇÃO TEM

22 PÁGINAS CADERNO PRINCIPAL - OPINIÃO - POLÍTICA - GERAL - CIDADES - COTIDIANO - ESPORTES - AGRONEGÓCIO

A 01 - 08 A 02 A 03 A 04 A 05 A 06 A 07 A 08

2ª CADERNO - AGRONEGÓCIO - ATAS & EDITAIS - SOCIAL

B 01 - 08 B 01 B 02 - 07 B 08

PREVISÃO PARA HOJE

300 200

SANTO ANTÔNIO DA PLATINA

A RTIGO Erika de Souza Bueno *

A escola e o bem-estar integral de seus alunos No peito, um vazio imenso. Nos olhos, mais uma lágrima entre tantas outras. Dias e dias vão se passando e ainda não se entende como tudo aconteceu daquele modo. As ideias se misturam e os fatos começam a ter contornos ilógicos, nada mais parece ser a verdade. O vazio do peito dá lugar a um coração cheio de lembranças, cheio de dor e que se nega a acreditar que um dia tudo vai passar. Numa tentativa de sobreviver a tudo o que aconteceu, agarra-se às lembranças de tempos felizes, pois elas são as únicas coisas que sobraram de tudo o que foi ou não vivido. Lembra-se da companhia daquele alguém que hoje não está mais disposto a dar sua companhia, lembra-se de momentos que poderiam ser mais bemaproveitados. Mas a vida precisa continuar e, com ela, esperanças inexplicáveis começam a brotar. A dor da ausência parece infindável, mas, diante dela, há apenas duas alternativas: entregar-se à dor e às suas cruéis consequências, ou erguer os

olhos, mesmo com lágrimas, e tentar, pelo menos mais uma vez, continuar vivendo da forma e na medida do possível de cada um. Você já viveu momentos assim? Já passou por situações em que tais sentimentos tomaram conta de sua mente? Pois é, nossos alunos também passam por isso, mas nem sempre são atendidos em suas necessidades. Às vezes, as circunstâncias que comovem o aluno e que o fazem pensar que é o fim do caminho não são tão graves quanto algumas experiências vividas por nós, mas, independentemente da gravidade, para o aluno pode ser difícil tanto quanto foi ou é para nós sobrevivermos em tempos de grandes apertos, vamos assim dizer. Quantos de nós já nos sentimos sem chão quando um ente querido perde o emprego, fica doente ou, até mesmo, em graus mais leves, nosso carro estraga, somos multados, entre tantas outras possibilidades? Nossa mente, em alguns momentos, ocupa-se apenas de um fato ocorrido conosco

TRIBUNA DO VALE

O Diário da nossa região - Fundado em agosto de 1995 Editora Jornal Tribuna do Vale LTDA CNPJ 01.037.108/0001-11 Matriz: Rua Tiradentes 425, Centro Santo Antônio da Platina, PR Fone/Fax: 43 3534 . 4114

Fausto De Sanctis

Diretor Responsável Benedito Francisquini - MTB 262/PR tribunadovale@tribunadovale.com.br tribunadovale@uol.com.br

e, dessa forma, queremos ser compreendidos em nossas razões. O aluno, mesmo quando está em sala de aula, também quer e precisa ser atendido em seus dramas, mesmo que estes não aconteçam na proporção e no tempo em que estamos dispostos a atendê-los. Na sala de aula, muitos alunos, ainda que jovens, vivem confusos quanto a várias questões em que se veem envolvidos. Essas questões, por exemplo, podem envolver a separação dos pais, a perda de um animalzinho de estimação, a ausência de alguém que fez promessas que não cumpriu... Enfim, os fatores são tantos, mas o professor pode ajudar seus alunos a superá-los. Nossos alunos precisam saber que tais momentos são inevitáveis e todos, independentemente de quaisquer aspectos, estão sujeitos a passar por tempos difíceis. É importante, também, que o professor aponte a família como base para o aluno e, mesmo que ela possa parecer sem

estrutura, em toda família há alguém no qual o aluno pode, verdadeiramente, confiar. Ele só precisa saber que essa pessoa existe e identificá-la. Dessa maneira, a escola precisa também estar consciente de seu papel em vários aspectos da vida do aluno, pois a não compreensão de um professor pode distanciar facilmente a atenção do aluno quanto a quaisquer assuntos que se desejar trabalhar. Em contrapartida, ao abordar temas de ordem emocional, por exemplo, a escola está construindo pontes, aproximando-se da realidade de seus alunos. Está, de fato, promovendo uma educação mais próxima do integral, que considera e respeita os vários setores da vida do aluno. Está, de fato, promovendo educação de boa qualidade. *

Erika de Souza Bueno é consultora pedagógica de Língua Portuguesa da Planeta Educação e editora do Portal Planeta Educação (www.planetaeducacao. com.br); articulista sobre assuntos de língua portuguesa e família; professora de Língua Portuguesa e Espanhol pela Universidade Metodista de São Paulo.

Representação: MERCONET Representação de Veículos de Comunicação LTDA Rua Dep. Atílio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 ¦ Fax: 41-3079-3633 Vendas Assinatura Anual R$ 150,00 Trimestral R$ 45,00 Semestral R$ 90,00 On-line R$ 100,00

Impressão e Fotolito: Editora Jornal Tribuna do Vale Fone/Fax : 43 3534 . 4114

Um país em desconstrução Qualquer atitude em direção ao fenômeno crime organizado, mais incisiva que seja por parte da magistratura de primeiro grau, e dentro dos limites institucionais, assume propriamente riscos e conotações como se fruto fosse de organismo à margem do Estado. Do Estado de Direito. Ilegalidade, arbitrariedade, saudosismo da ditadura, adoção da Lei e da Ordem, do Direito Penal do Inimigo etc. etc. etc. Inconstitucionalidade. Tratam como se estivéssemos num campo de discricionariedade da atividade judicial que não teria lugar, ainda que preventivamente. Uma análise minimamente exauriente deve levar em consideração a emergência do fenômeno e a resposta adequada. Acredita-se ingenuamente que tal emergência em algum momento tenha refreado, mas, ao contrário, além de resistir, aumenta substancialmente e sequer se cogita de uma contenção institucional. O que se observa, de fato, é a grave dilaceração do tecido democrático, uma dor moral (irreparável) aos valores sociais, colocando em perigo ou fulminando práticas políticas salutares e legitimando gravíssimos fatos ilícitos contra o Estado. Deve-se ponderar que a situação, de tão sistematicamente emergente, tornou-se praxe, e por vezes, possui origem e destino no próprio Estado de “Direito”. Bravamente, por meio de seus Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário), com fundamentos sempre bem definidos e convincentes, resiste a qualquer ação de combate ao crime organizado contra a Administração Pública (corrupção) ou a Ordem EconômicoFinanceira (colarinho branco), quando não é negada veementemente. O fenômeno ou a situação é agravado (a) quando, de forma fantástica e generalizada, dissemina-se a ideia de que os costumes dos homens públicos do país dificilmente seriam extirpados da vida da população já que traduziriam algo inerente à sociedade. Ledo engano. A reação social, ainda tímida, mas importante e inquietante, cobra uma definição mais adequada que possibilite algum respiro. O ceticismo geral diante da indiferença institucional, travestida de movimentos teatrais espetaculares, tem sido, entretanto, acompanhado de questionamentos da corrente mantenedora do grave fenômeno. É um sopro de esperança ou um fator de sobrevivência da democracia, cujo foco único é a funcionalidade do aparato estatal. Sua utilidade. Ao se constatar que sistemas de valores sociais como honra, família, fé e amizade transmudaram-se para vergonha, clã criminoso, heresia e cumplicidade, abraçamos um fenômeno verdadeiramente mafioso que tenta fazer do “vale tudo” da apropriação privada do bem público uma regra consagrada. Pior quando a deturpação dos reais valores caros torna-se operosa, exitosa e perene. A extorsão ou o favorecimento com a grave comunhão de apadrinhados tem sido idôneo o bastante para interferir no ânimo da sociedade que, perplexa, sente sua liberdade moral ruída e o patrimônio público fatiado. Que fazer? A luta contra um estado tal de coisas é ao mesmo tempo repressiva (julgamentos eficazes) e preventiva (estabelecimento da cultura da licitude no seio da família, escola e comunidade), ou seja, a constituição de um pool antimáfia institucionalizado que reveja leis, nossas instituições e posturas culturais. Necessariamente que torne transparente contratos e convênios públicos, que proteja, de fato, os colaboradores, sejam réus ou testemunhas, que preveja métodos de investigação que levem à verdade e dêem um stop às intimidações e às medidas que visem criar obstáculos ao combate (reforço de penas privativas e medidas de prisão preventiva em certos casos). O delinquente econômico tem plena ciência, hoje, que os riscos da conduta criminosa (se é que riscos existem) são menores que os efeitos de suas ações, não se recomendando, portanto, penas pecuniárias ou prestação de serviços, cuja prevenção, já assim entendida por importante doutrina internacional, mostra-se ineficaz. Em xeque está a decência da dignidade. Que os direitos coletivos sejam verdadeiramente reconhecidos e não suprimidos por uma valorização simplória e cômoda de direitos individuais. Aliás, os direitos do todo, nada mais significam do que um conjunto de direitos individuais coletivizados para o benefício do todo. Os direitos fundamentais clamam um postulado de intervenção que corresponda em deveres de tutela geral. É ilusório imaginar prescindir-se da função judicial propulsora – e isso independe da imparcialidade – que faz com que o crime praticado por imitação seja obstado e não venerado. Mesmo pessoas bem educadas, em ambiente corrompido, absorvem maus hábitos. O Superior Tribunal de Justiça, criado pela Constituição de 1988 para desafogar o Supremo Tribunal Federal, s.m.j., tem assumido função deste (paralisando sistematicamente processos judiciais com invocação de inconstitucionalidade que nem a Corte própria assim entende), quando não de Tribunal de Segunda Instância (apreciando prova que não lhe compete). Uma terceira instância que não tem refletido uma jurisprudência remansosa e pacífica. Tribunal da Cidadania, sim, mas principalmente Tribunal da Coletividade. Cabe refletir o seu papel. Devia se constituir em última instância, caso em que o Supremo Tribunal Federal se tornaria, exclusivamente, Corte Constitucional? O Supremo, também com o respeito e acatamento devidos, tem decidido questões marcantes com grau de inovação e de compaixão únicos, reconhecendo um garantismo particular que pode tornar em salvo conduto geral o delito econômico. Os advogados, tanto possuem função essencial, que chefiam a Polícia Federal, integram Tribunais e opinam na indicação dos que ocuparão os cargos próprios da magistratura. Triste magistratura de primeiro grau que, para galgar qualquer cargo legítimo, terá que se valer do apoio de parte de políticos que prestigia e promove a manutenção do delicado e vitorioso fenômeno criminoso avassalador, aviltante e tomador da riqueza e da esperança brasileiras. O povo que aceita esse fenômeno paga o preço: não prestigia a dignidade, não goza de liberdade, não desfruta de segurança. Tampouco é verdadeiramente soberano. Circulação: Abatiá ¦ Andirá ¦ Arapoti ¦ Bandeirantes ¦ Barra do Jacaré ¦Cambará ¦ Carlópolis ¦ Conselheiro Mairink ¦ Figueira¦Guapirama ¦ Ibaiti ¦ Itambaracá ¦ Jaboti ¦ Jacarezinho Jaguariaíva ¦ Japira ¦ Joaquim Távora ¦ Jundiaí do Sul ¦ Pinhalão ¦ Quatiguá ¦ Ribeirão Claro ¦ Ribeirão do Pinhal ¦ Santo do Itararé ¦Santana do Itararé ¦Santo Antônio da Platina ¦ São José da Boa Vista ¦ Sengés ¦ Siqueira Campos ¦Tomazina ¦ Wenceslau Bráz

Filiado a Associação dos Jornais Diário do Interior do Paraná

* Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.


Política A-3

TRIBUNA DO VALE

Sexta-feira, 11 de novembro de 2011

O voto foi impecável. Ele compreendeu o espírito da lei. Preservou os aspectos mais importantes” Marlon Reis

P anorama Regional B. Francisquini

Lei seca nas estradas

O deputado Pastor Edson Praczyk (PRB) apresentou projeto de lei na Assembleia Legislativa que proíbe a venda de bebidas alcoólicas em postos de combustíveis e lojas de conveniências neles instaladas ou conjugadas. Aqueles que infringirem a proibição estarão sujeitos à pena de advertência, multa de R$ 5 mil e até a cassa-

ção da respectiva inscrição estadual. Segundo o parlamentar, a redução de locais disponíveis para o consumo de bebidas, mormente aqueles vinculados à condução de veículos, como é o caso dos postos de gasolina e as lojas de conveniência, é imperativo para diminuir os acidentes causados por motoristas alcoolizados.

Saúde ganha reforço de R$ 2,5 bi por emendas populares

MUNICÍPIOS  Orçamento participativo chega a todos os municípios de até 50 mil habitantes

Chovendo no molhado O que o projeto não conta é que legislação federal neste sentido já existe, com o detalhe de que ninguém cumpre. Seria mais uma lei feita para adormecer nas gavetas? De olho na cadeira Em Guapirama existe um acordo pelo qual o atual prefeito Eduí Gonçalves, o Dudu, apóie à sua sucessão o atual vice, Nagib. O que ninguém esperava é que o empresário Pedro Banzé, amigo pessoal do prefeito fosse lançar seu nome, contrariando as expectativas do grupo. Dividida, a situação corre sério risco de perder a eleição. Existe ainda uma terceira via, liderada pelo empresário da Construbim. Em meio a esta disputa, o exprefeito Sergio Chaek, que mentem sua fatia do eleitorado, pode ser o fiel da balança, embora seja impedido de candidatar-se. Surpresa Causou surpresa nos meios políticos do Norte Pioneiro a informação de que o prefeito de Quatiguá, Efraim Bueno de Moraes vai renunciar no mês de abril de 2012 para concorrer ao cargo de vereador. Ele continua mantendo a disposição e garante que vai apoiar o atual vereador Tramontim. Sem interesse Pelo que se vê na região, vai ser muito difícil os partidos conseguirem preencher a cota de mulheres nas chapas proporcionais. O interesse delas pela política é proporcional ao do brasileiro comum sobre a Copa do Mundo. Corajosa A prefeita Tina Toneti (PT) teima em manter seu apoio ao assessor Nelson Paulino, que entusiasma o eleitorado proporcionalmente ao interesse do brasileiro pelas partidas de cricket e golfe. Tem coisa pior Paulino pode parecer insosso, ma existe coisa pior na região. Imagine a população de Siqueira campos ter que encarar uma quarta candidatura de Dirceu Rodrigues? Ele tem tudo para vencer no cansaço. Exóticos Mas se fizermos uma comparação entre Dirceu e o atual, Luiz Antônio, fica difícil definir que dos dois é o mais exótico. Geração Mas se forçarmos a memória lembraremos outro ex-prefeito siqueirense que não foge à regra. Quem tal ressuscitarmos Evaldo Barbosa? Apologia Recebemos ontem um texto da assessoria de imprensa da prefeitura de Carlópolis respondendo alguns questionamentos feitos por este colunista. Na edição de sábado sai no jornal. Supremo suspende julgamento da Ficha Limpa Ainda não foi desta vez. Um pedido de vista do ministro Joaquim Barbosa suspendeu, na quarta-feira, o julgamento da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa no Supremo Tribunal Federal. Segundo matéria da Agência Senado, no único voto apresentado antes da interrupção, o ministro Luiz Fux, relator das ações em discussão, manifestou-se "parcialmente" a favor da lei. Os ministros julgavam duas ações declaratórias de constitucionalidade, ajuizadas pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e pelo Partido Popular Socialista (PPS), e uma ação direta de inconstitucionalidade da Confederação Nacional das Profissões Liberais (CNPL) questionando artigo da lei que prevê a inelegibilidade por sanções aplicadas por entidades profissionais. Luiz Fux discordou de dois pontos específicos da lei. Para ele, a inelegibilidade por renúncia a cargo eletivo não pode se configurar a partir do mero "oferecimento de representação ou petição capaz de autorizar a abertura" de processo de cassação, como dispõe o texto atual. Em sua opinião, o político só deve ficar inelegível se renunciar depois de aberto o processo de cassação. Fux também considerou desproporcional o prazo de inelegibilidade por condenação criminal por órgão colegiado. Pela Lei da Ficha Limpa, o político fica inelegível por oito anos, além do tempo de pena. Para Fux, o prazo deve ser de oito anos, contados a partir da condenação, se a pena não for maior. O restante da lei foi considerado constitucional pelo ministro, que rejeitou as alegações de violação dos princípios da não retroatividade e da presunção de inocência.

Vargas: “Estamos atendendo aos municípios menores, que não têm voz na definição do orçamento” Da Assessoria

Os municípios com até 50 mil habitantes ganharam um reforço ontem, 10, com a aprovação do parecer preliminar pela Comissão de Orçamento de um pacote de R$ 2,5 bilhões para serem aplicados na saúde em áreas a serem escolhidas pelos municípios por meio de realização de audiências públicas. A proposta é do relatorgeral da Lei orçamentária Anual de 2012, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), qu e apre s e nt ou e m e n d a p e r m i t i n d o à i n i c i at i v a p opu l ar dest inar R$ 2,5 bilhões para recursos dos municípios com até 50 mil h a bit a nt e s n a s á re a s d e saúde, saneamento, agricultura, infraestrutura, prevenção de desastres e educação infantil. Durante reunião da Comissão Mista de Orçamento, os representantes dos p ar t i d o s re d i s c ut i r am a proposta e, por sugestão de André Vargas (PT-PR) - coordenador da banca-

da do PT na Comissão do Orçamento -, os recursos serão exclusivamente para a área de saúde. As emendas poderão ser entre R$ 300 mil para os municípios com até 5 mil habitantes, R$ 400 mil para as cidades com até 10 mil habitantes, R$ 500 mil para cidades coma ate 20 mil moradores e R$ 600 mil para as cidades com até 50 mil habitantes. “De uma s ó vez estamo s c onc re t i z and o u ma marca do PT, que é garantir a participação popular na definição da aplicação d o s re c u r s o s , o f a m o s o orçamento participativo, iniciando uma nova forma de se fazer orçamento público no Brasil, cumprindo a meta de aumentar os recursos aplicados na saúde, conforme prevê, inclusive a Emenda 29, e atendendo aos municípios menores, que geralmente não têm voz na definição do orçamento”, destaca Vargas. O deputado disse ainda que as emendas populares só serão aprovadas depois de passarem por audiências

públicas promovidas pelas C â m a r a s d e Ve re a d ore s e Prefeituras Municipais, e pelo acompanhamento habitu a l d a C âmara dos D e put a d o s . No e nt anto, reforça o alerta de que as propostas devem ser discutidas nas audiências e encaminhas à Comissão de Orçamento até o dia 10/12 ainda deste ano. Os R$ 2,5 bilhões destinados às emendas de inic i at iv a p opu l ar d e ve r ã o ser gastos com a estruturação da rede de serviços de atenção básica à saúde, implantação de melhorias sanitárias domiciliares, implantação e melhoria de serviços públicos de abastecimento de águia, implantação e melhoria de sistemas públicos de esgotamento sanitário, resíduos sólidos e nos serviços de Atenção as urgências e emergências na rede hospitalar. S egundo o rel ator do orçamento, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), cerca de 5 mil municípios, envolvendo 65 milhões de pessoas serão beneficiados.

“Esse dinheiro das chamadas emendas de iniciativa p opular vai diretamente para a saúde, porém dentro de um rol de ações, por exemplo, compra de ambulâncias, saneamento básico, e outras iniciativas”. O vice-líder do governo, Gilmar Machado (PT-MG) também comemorou: “Pela primeira vez municípios pequenos, como a cidade onde nasci que tem pouco mais de 3 mil habitantes, vai poder agora apresentar emendas no orçamento do Brasil”. Os recursos populares poderão ser aplicados ainda em estruturação da rede de serviços de atenção básica de saúde e melhorias sanitárias domiciliares. Emendas individuais Na reunião dos líderes da Comissão de Orçamento também ficou definido que as emendas individuais apresentadas pelos deputados sobem de R$ 13 milhões para R$ 15 milhões. Sendo que R$ 2 milhões s e r ã o o b r i g at o r i a m e nt e para a saúde.

STF

OAB defende mudança em proposta feita por ministro para a Lei da Ficha Limpa Da Agência Globo

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) defendeu na segunda-feira, 7, mudanças na proposta feita p elo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), para a Lei da Ficha Limpa. Durante julgamento na quarta-feira, que decidiria sobre a constitucionalidade da lei, o ministro relator defendeu a aplicação da Ficha Limpa a partir das eleições municipais de 2012, mas propôs mudanças no artigo sobre inelegibilidade. Segundo a norma, a pessoa pode ficar inelegível mesmo se renunciar

antes de aberto o processo de cassação. Para Fux, a i n e l e g i bi l i d a d e s ó p o d e ocorrer se a renúncia for decidida após a abertura de processo. É justamente essa mudança que não agradou a OAB. Apesar de ter considerado bom o voto de Fux, a entidade diz que os políticos voltam a poder renunciar, na véspera da reunião do Conselho de Ética, para não serem cassados, ficando plenamente elegíveis para a eleição imediatamente seguinte. O julgamento foi suspenso diante de um pedido de vista do ministro Joaquim Barbosa. S egundo análise feita

pelo presidente da OAB, Ophir Cavalcante, o ponto que alterado pelo relator anula uma das conquistas da Lei da Ficha Limpa em re l a ç ã o à qu e l e s qu e re nunciam para escapar de medidas de cassação. "A se manter esse ponto do voto do ministro Fux, ficarão elegíveis todos os políticos que já renunciaram antes da abertura do processo pelo Conselho de Ética para escapar de cassações, como é o caso do ex-governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz", disse Ophir. Voto de Fux O voto do ministro Luiz Fux em favor d a L ei d a Ficha Limpa foi elogiado

pelo professor de ética e filosofia da Unicamp Roberto Romano e pelo juiz Marlon Reis, presidente da Associação Brasileira de Magistrados Procuradores e Promotore s E l e itor ais (Abramp). Por outro lado, os dois manifestaram preocupação com a possibilidade de a conclusão do ju lgamento f ic ar p ara o próximo ano. "Foi melhor do que eu esperava. Dá para salvar a lei e tranquiliza", disse Romano. "O voto foi impecável. Ele compreendeu o espírito da lei. Pres er vou os aspectos mais importantes", afirmou Reis.


A-4 Economia

TRIBUNA DO VALE

Sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Presidente Dilma sanciona projeto que amplia o Supersimples BRASÍLIA Mais de 5,6 milhões de empresas serão beneficiadas com ajuste no sistema de tributos

XXXXXXXXXXXXXXXXXXX

A presidente Dilma Rousseff sancionou ontem, 10, sem vetos, a lei que amplia os limites de faturamento do Simples Nacional e o Empreendedor Individual. O ajuste na tabela do sistema especial de tributação dos micro e pequenos negócios atinge diretamente mais de 5,6 milhões de empresas, incluindo os 1,7 milhão de empreendedores individuais que optaram pela formalização. “A ampliação do Simples Nacional era muito esperada pelo segmento e trará benefícios para a economia brasileira como um todo. Vai estimular o crescimento dos pequenos negócios, incentivar as exportações e permitir a negociação de débitos sem comprometer a sobrevivência da empresa”, afirma o presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto. A legislação tem origem

numa iniciativa do Executivo, enviada ao Congresso Nacional no dia 9 de agosto. Aprovada por unanimidade na Câmara (31 de agosto) e no Senado (5 de outubro) a nova lei reajusta em 50% as faixas de enquadramento e o teto da receita bruta anual das empresas do Simples Nacional. O da microempresa passa de R$ 240 mil para R$ 360 mil e o da pequena sobe de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões. Já o teto do Empreendedor Individual (EI), categoria jurídica criada em julho de 2009, aumenta de R$ 36 mil para R$ 60 mil por ano. Esses empreendedores que integram o regime especial de tributação em atividades como cabeleireiras, manicures, costureiras, carpinteiros, borracheiros, eletricistas e encanadores. O Supersimples está em vigor desde julho de 2007. Ao longo de mais de quatro anos sem ajustes no valor da receita bruta anual exigida para entrada no sistema, milhares de pequenos negócios atingiram o teto máximo e sem as alterações nas faixas de enquadramento corriam o risco de sair do sistema. Outros benefícios O Empreendedor Individual vai se beneficiar com outras simplificações da lei. Passa a alterar e fechar o negócio pela internet e a qualquer momento e pode usar a declaração única, feita via Portal do Empreendedor, onde poderá também prestar informações sobre obrigações trabalhistas e imprimir os respectivos boletos

10/11/11

Baixa: 0,40%

57.321 pontos

Volume negociado: R$ 4,85 bilhões 58.196 58.669 59.198 59.026 57.549 57.321

de pagamento. Com a sanção da lei, esses ajustes passam a valer no dia 1º de janeiro de 2012. O Simples Nacional reúne seis impostos federais – IRPJ, IPI, PIS/PASEP, Cofins, CSLL e INSS patronal, mais o ICMS recolhido pelos estados e o ISS cobrado pelos municípios. A nova lei beneficia também as empresas do Simples que são exportadoras. Elas terão o limite de receita bruta anual duplicado - as suas vendas para o mercado

10/11/11 EURO

Baixa: 0,84% Var. novembro: +3,41% Compra R$ 1,759 Venda R$ 1,761

DÓLAR PTAX (Banco Central)

03/11 04/11 07/11 08/11 09/11 10/11

Ações Petrobrás PN Vale PNA ItauUnibanco PN Bradesco PN Natura ON Marfrig ON Telemar PNA Brasil Foods ON

% +0,23 -0,43 -1,04 -1,89 +2,66 -4,55 -3,72 -3,23

R$ 21,51 41,60 31,40 30,12 35,10 6,30 54,65 34,45

11.894,01 5.444,82 5.867,81 8.500,80

+0,92 -0,28 +0,66 -2,91

BOLSAS NO MUNDO Dow Jones Londres Frankfurt Tóquio

%

OURO - BM&F

var. dia

10/11

-0,90%

R$ 99,10 /grama

IR

NOVEMBRO

BASE (R$)

Alíquota Parc. a % deduzir Até R$ 1.566,61 Isento De R$ 1.566,62 a 2.347,85 7,50% 117,49 De R$ 2.347,86 a 3.130,51 15% 293,58 De R$ 3.130,52 a 3.911,63 22,50% 528,37 Acima de R$ 3.911,63 27,50% 723,95

Deduções: a) Assalariados: 1-R$ 157,47 por dependente; 2 - pensão alimentícia; 3 - contribuição à Prev. Social; 4 - R$ 1.566,61 por aposentado a partir de 65 anos; 5 - contribuições à previdência privada e aos Fapi pagas pelo contribuinte; b) Carne Leão: itens de 1 a 3 mais as despesas escrituradas no livro-caixa.

SELIC/IR IR 2011 - A oitava parcela vence em 30/11. Para pagamento desta parcela há juros Selic de 6,81%.

MÊS TAXA SELIC Ago/11 1,07% Set/11 0,94%

MÊS TAXA SELIC Out/11 0,88% *Nov/11 1,00%

*No mês corrente a Selic é sempre 1,00% Indicadores Econômicos: elaboração da agência Dossiê:Dinheiro. Fone: (41) 3205-5378

Var. novembro: +3,258% R$ 1,73 R$ 1,89

DÓLAR TURISMO Estável Compra Venda

Alta: 0,54% Compra Venda

Var. novembro: +1,32% R$ 2,3910 R$ 2,3921

EURO TURISMO

Var. novembro: +4,29% R$ 1,7603 R$ 1,7610

DÓLAR PARALELO Estável Compra Venda

Var. novembro: +3,05% R$ 1,680 R$ 1,860

Estável Compra Venda

Var. novembro: +1,61% R$ 2,37 R$ 2,53

OUTRAS MOEDAS X REAL Iene Libra esterlina Peso argentino

R$ 0,0227 R$ 2,81 R$ 0,41

US$ 1 É IGUAL A: Iene Libra esterlina Euro

77,66 0,6278 0,7362

ÍNDICES DE INFLAÇÃO Índices em % INPC (IBGE) IPCA (IBGE) IPCA-15 (IBGE) IPC (FIPE) IPC (IPARDES) IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV) IPA-DI (FGV) IPC-DI (FGV) INCC-DI (FGV)

mai 0,57 0,47 0,70 0,31 0,25 0,43 0,01 -0,63 0,51 2,94

jun 0,22 0,15 0,23 0,01 -0,02 -0,18 -0,13 -0,19 -0,18 0,37

jul 0,00 0,16 0,10 0,30 0,15 -0,12 -0,05 -0,13 -0,04 0,45

REAJUSTE ALUGUÉIS Índice INPC (IBGE) IPCA (IBGE) IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV)

set 1,0740 1,0723 1,0800 1,0781

out 1,0730 1,7031 1,0746 1,7045

A ampliação no teto do Simples Nacional e do Empreendedor Individual (EI) vai fortalecer o mercado interno, protegendo o País das crises internacionais. A afirmação é do secretárioexecutivo do Comitê Gestor do Simples Nacional, Silas Santiago. Ontem, 10, em Brasília, a presidente Dilma

CÂMBIO

Alta: 0,54% Compra Venda

Das Agências

externo poderão atingir o mesmo valor do faturamento bruto anual no mercado interno. As empresas do Simples também poderão parcelar, em até 60 meses, os débitos tributários, o que não era permitido. Atualmente, mais de 500 mil empresas do sistema têm dívidas com os fiscos federal, estadual e municipal. Sem o parcelamento, elas seriam retiradas do sistema em janeiro de 2012. A mudança vai permitir que elas resolvam sua situação tributária.

Rousseff sancionou o projeto de lei que ajusta as faixas do Supersimples e do EI. Silas Santiago destacou que essa é a primeira vez que ocorre aumento real no limite do Simples, em todas as faixas. “Trata-se do fortalecimento das micro e pequenas empresas, o que vai gerar melhora no mercado interno, ajudando o Brasil a enfrentar as crises externas”, afirmou. O presidente da Frente

Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa, deputado Pepe Vargas, ressaltou que o Simples Nacional é um modelo vitorioso. “Muitos brasileiros deixam a informalidade por meio desse sistema”, observou. Ele assinalou que o trabalho da frente continua. “Aguardamos a aprovação do projeto de lei nº 856, que cria a Secretaria da Micro e Pequena Empresa”, declarou. Par a o pre s i d e nte d a Confederação Nacional das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Comicro), José Tarcísio da Silva, a sanção representa uma conquista das micro e pequenas empresas. “Muitas das 5,6 milhões de empresas que hoje estão nesse sistema especial de tributação se encontravam na eminência de serem excluídas a partir de janeiro de 2012”, lembrou. O secretário de Fazenda do Estado do Pará, Luiz C arlos Hau ly, diss e que a medida vai b enef iciar 230 mil micro e pequenas empresas e 90 mil empreendedores individuais no estado, responsáveis por gerar milhares de empregos. “Ao longo dos últimos 16 anos, o segmento tem tido benefícios fiscais e de crédito, resultado do trabalho conjunto da União, estados, municípios e do Congresso Nacional, por intermédio da Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa”, salientou.

Mercado Agropecuário

DÓLAR COMERCIAL

INDICE BOVESPA

Aumento no teto do Supersimples fortalece mercado

Muitas das 5,6 milhões de empresas que hoje estão nesse sistema especial de tributação se encontravam na eminência de serem excluídas a partir de janeiro de 2012”

Indicadores Econômicos BOVESPA

EMPRESAS

nov 1,0695 1,0678

* Correção anual. Multiplique valor pelo fator acima

PREVIDÊNCIA

ago 0,42 0,37 0,27 0,39 0,46 0,44 0,61 0,77 0,40 0,13

set 0,45 0,53 0,53 0,25 0,30 0,65 0,75 0,94 0,50 0,14

out 0,42 0,39 0,53 0,40 0,48 0,26 0,23

ano 4,61 4,97 5,48 4,54 4,54 4,70 4,72 4,34 4,96 6,61

12m 7,30 7,31 7,12 5,85 6,78 6,95 6,78 6,63 6,78 7,72

OUTROS INDICADORES set out nov BTN + TR 1,560500 1,562065 1,563033 TJLP (%) 6,00 6,00 6,00 Sal. mínimo 545,00 545,00 545,00 FGTS (%) 0,4547 0,3471 TAXA SELIC ANUAL: 11,50%

COMPETÊNCIA OUTUBRO

Vencimento: empresas 18/11 e pessoas físicas 16/11. Após multas de 4% a 100% e juros (Selic)

Empresário/empregador

Facultativo

Contribui com 11% sobre o pró-labore, entre R$ 545,00 (R$ 59,95) e R$ 3.691,74 (R$ 406,09), através de GPS.

Contribui com 20% sobre qualquer valor entre R$ 545,00 (R$ 109,00) e R$ 3.691,74 (R$ 738,34), através de carnê.

Autônomo

Assalariados

1) Quem só recebe de pessoas físicas: recolhe por carnê 20% sobre os limites de R$ 545,00 (R$ 109,00) a R$ 3.691,74 (R$ 738,34). 2) Quem só recebe de pessoas jurídicas: a empresa recolhe 11% sobre o máximo de R$ 3.691,74 (R$ 406,09) e desconta do autônomo. 3) Quem recebe de jurídicas e físicas: têm desconto de 11% sobre o que recebe de jurídicas, até R$ 3.691,74 (R$ 406,09). Se não atingir este teto, recolhe 20%, via carnê, sobre a diferença até R$ 3.691,74. 4) Aut. especial: recolhe 5% por carnê, sobre R$ 545,00 (R$ 27,25), mas só se aposenta por idade.

Salários até 1.107,52 De 1.107,53 até 1.845,87 De 1.845,88 até 3.691,74

8,00% 9,00% 11,00%

Empregados domésticos Alíquota % R$ mín R$ máx Empregado 8 a 11 43,60 406,09 Empregador 12 65,40 443,01 Total 20 a 23 109,00 849,10

SALÁRIO FAMÍLIA - OUTUBRO/2011 Salário de até R$ 573,91 Salário de R$ 573,92 a 862,60

R$ 29,43 R$ 20,74

TR, TBF, POUPANÇA TR MÊS Setembro/11 Outubro/11 Novembro/11

POUPANÇA MÊS Setembro/11 Outubro/11 Novembro/11

% 0,10 0,06 0,06

ano 0,99 1,05 1,11

12 m 1,21 1,22 1,26

% 0,60 0,56 0,56

ano 5,62 6,22 6,82

12 m 7,45 7,47 7,50

TAXAS DIÁRIAS % Período 2/10 a 2/11 3/10 a 3/11 4/10 a 4/11 5/10 a 5/11 6/10 a 6/11 7/10 a 7/11 8/10 a 8/11 9/10 a 9/11 10/10 a 10/11 11/10 a 11/11 12/10 a 12/11 13/10 a 13/11 14/10 a 14/11 15/10 a 15/11 16/10 a 16/11 17/10 a 17/11 18/10 a 18/11 19/10 a 19/11 20/10 a 20/11 21/10 a 21/11 22/10 a 22/11 23/10 a 23/11 24/10 a 24/11 25/10 a 25/11 26/10 a 26/11 27/10 a 27/11 28/10 a 28/11 29/10 a 29/11 30/10 a 30/11 31/10 a 1/12 1/11 a 1/12

TR 0,0936 0,0954 0,1134 0,0914 0,0845 0,0419 0,0368 0,0687 0,1060 0,1004 0,1072 0,1040 0,0811 0,0798 0,0798 0,1217 0,0819 0,0803 0,0458 0,0412 0,0466 0,0791 0,1076 0,0991 0,0897 0,0655 0,0624 0,0559 0,0789 0,1046 0,0645

TBF 0,8743 0,8761 0,9043 0,8721 0,8652 0,7922 0,7971 0,8392 0,8868 0,8812 0,8880 0,8948 0,8517 0,8604 0,8604 0,9127 0,8525 0,8609 0,8061 0,8015 0,8070 0,8497 0,8984 0,8799 0,8704 0,8260 0,8229 0,8163 0,8595 0,8954 0,8250

POUP 0,5941 0,5959 0,6140 0,5919 0,5849 0,5421 0,5370 0,5690 0,6065 0,6009 0,6077 0,6045 0,5815 0,5802 0,5802 0,6223 0,5823 0,5807 0,5460 0,5414 0,5468 0,5795 0,6081 0,5996 0,5901 0,5658 0,5627 0,5648

LOTES - ATACADO

10/11/11

SOJA - saca 60kg PRAÇA Paranaguá Ponta Grossa Maringá Cascavel Sudoeste Guarapuava

TRIGO - saca 60kg

R$ 46,50 44,00 43,50 43,50 43,50 43,50

SEM -3,1% -4,3% -3,3% -2,2% -3,3% -3,3%

30 d. 1,1% -2,2% 0,0% 0,0% -2,2% -1,1%

0,0% 0,0% -2,0% 0,0% 0,0% 0,0%

7,7% 4,1% 4,3% 4,1% 6,3% 6,3%

MILHO - saca 60kg Paranaguá Sudoeste Cascavel Maringá Ponta Grossa Guarapuava

28,00 25,50 24,50 25,50 25,50 25,50

PRAÇA Curitiba Ponta Grossa Maringá Cascavel PRODUTO Bezerro (1) Boi gordo (2) Café (3) Algodão (4)

PREÇO AO PRODUTOR Produto

unidade

SOJA

saca 60 kg

média PR - R$ 41,54

10/11/11 var. diária -0,3%

var. 7 dias -1,5%

BOLSA DE CHICAGO (CBOT) SOJA - US$cents por bushel (27,216 kg)

MILHO

Jacar. R$ 43,05

Cont. nov/11 jan/12

Cont. dez/11 mar/12

FECH. *DIF. 1 SEM. 1 MÊS 1.158,00 -17,75 -5,0% -1,7% 1.167,50 -18,00 -4,9% -1,8%

10/11/11 - US$cents por bushel (25,4 kg)

FECH. *DIF. 1 SEM. 1 MÊS 645,50 -10,50 -1,2% 6,7% 654,75 -10,25 -1,4% 6,0%

FARELO - US$ por tonelada curta (907,2kg)

TRIGO - US$cents por bushel (25,4 kg)

dez/11 jan/12

dez/11 mar/12

297,90 300,10

-5,20 -5,20

-5,3% -5,2%

-3,4% -3,4%

620,00 -23,00 -2,5% 647,00 -15,25 -3,2%

1,4% -0,1%

*Diferença sobre dia anterior. 1,00 ponto = US$ 0,01 na soja, milho e trigo e US$ 1,00 no farelo

SAL. MÍNIMO - PARANÁ

Cont. nov/11 mai/12

* Valores válidos de maio/2011 a abril/2012

C.Proc. R$ 41,00

MERCADO FUTURO

Cont. dez/11 mar/12

Grupo 4 R$ 817,78 Técnicos nível médio.

var. 30 dias 0,8%

MILHO saca 60 kg 22,65 0,6% 0,7% 4,2% 21,80 25,00 TRIGO saca 60 kg 24,95 0,0% 0,8% -3,5% 27,77 FEIJÃO CAR. saca 60 kg 89,11 0,0% -0,6% -2,4% aus BOI GORDO arroba, em pé 96,97 0,1% 1,9% 3,8% 96,00 96,00 SUÍNO kg, vivo 2,23 0,0% -1,3% -4,3% 2,30 2,35 FRANGO kg, vivo 1,76 -1,1% 0,0% -1,1% 2,10 CAFÉ BEN. beb. dura, 60kg 429,70 0,1% -2,4% -2,6% 418,00 440,00 CAFÉ kg, em coco 6,85 0,0% -2,8% -3,5% 7,10 6,30 Fonte: Sima/Deral/Seab. Os preços nas praças referem-se aos valores “mais comuns” apurados

Cont. dez/11 mar/12

Grupo 2 R$ 736,00 Serviços administrativos, domésticos e gerais, vendedores e trab. de reparação.

R$ DIA MÊS 731,75 -1,41% -2,50% 106,35 0,41% 4,94% 492,07 -0,25% 5,14% 171,26 1,01% 2,17%

Soja, milho e trigo: fonte Dossiê:Dinheiro; Cepea/Esalq: mais informações em www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: Sinduscon/PR e Sinduscons regionais R$/m2 SET OUT %m %ano %12m Paraná 987,13 990,39 0,33 8,03 8,25 Norte 963,65 966,85 0,33 7,68 7,90 Noroeste 968,56 969,89 0,14 9,26 9,97 Oeste 994,27 995,04 0,08 8,55 8,92

Grupo 3 R$ 763,26 Trab. produção de bens e serviços industriais

30 d. -0,7% -1,0% -1,0% 0,0%

1- preço médio no MS, unid. de 8 a 12 meses; 2 -média à vista da arroba no Estado de SP; 3 - valor à vista saca 60kg posto SP Capital, arábica, bica corrida, tipo 6; 4 - em pluma, cent/R$ por libra-peso (453 gr), posto SP Capital.

ALGODÃO

Grupo 1 R$ 708,74 Trab.s na agricultura.

SEM 0,0% 0,0% 0,0% 0,0%

INDICADORES CEPEA/ESALQ

BOLSA DE NOVA YORK (NYBOT) CAFÉ - US$cents/libra peso (0,453 kg)

CUB PARANÁ

R$ 28,80 28,50 28,50 28,50

FECH. 230,00 233,40

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS -0,20 1,4% 1,6% -0,05 1,2% 1,7%

10/11/11 - US$cents/libra peso (0,453 kg)

FECH. 99,50 98,88

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS 2,32 1,4% -3,7% 1,74 1,1% -1,6%

*Diferença s/ dia anterior. 1,00 ponto = US$ 0,01 no café e algodão.

BOLSA DE MERCADORIAS DE SÃO PAULO (BM&F) MILHO - R$/saca 60 kg SOJA FINANCEIRO - US$ saca 60 kg C 27,00

VP -0,09

CN CA 149 2.120

BOI GORDO - R$/arroba nov/11 dez/11

107,81 107,50

1,01 0,97

Cont. nov/11 jan/12

C 30,89 30,91

VP -0,29 -0,54

10/11/11 CN CA 389 2.728 1.056 5.432

CAFÉ - US$/saca 60 kg (arábica) 6.341 6.826 1.828 5.295

dez/11 321,20 mar/12 315,00

-0,05 0,00

1.125 224

3.410 1.624

C-cotação de fechamento (ajuste diário); VP-variação diária (1 ponto = US$ 1,00 ou R$ 1,00); CN - contratos negociados no dia; CA-contratos em aberto.


Cidades A-5

TRIBUNA DO VALE

Sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Governo anuncia escritório regional do Instituto das Águas em Jacarezinho MEIO AMBIENTE Com o novo escritório, o atendimento à população será facilitado

Da Agência Estadual

Representantes do Instituto das Águas do Paraná (AguasParaná) visitaram quarta-feira, 9, a sede administrativa do campus de Jacarezinho da Universidade Estadual do Norte Pioneiro (Uenp), para conhecer o espaço onde será instalado o escritório regional do órgão. O local também abrigará a gerência do Comitê de Bacia Hidrográfica do Norte Pioneiro (CBH-Norte Pioneiro), que engloba 42 municípios da região. “O novo escritório será parte importante do processo de

descentralização dos serviços prestados pelo AguasParaná, uma vez que vai agilizar o processo de concessão de outorgas para uso da água, facilitando o atendimento à população”, explica o diretor-executivo do instituto, Everton Costa Souza. Segundo ele, espera-se formalizar o acordo e inaugurar a regional até o fim do ano. Para a diretora do campus, a professora Ilca Maria Setti, a parceria com o AguasParaná será proveitosa para ambas as instituições. “A UENP está nascendo agora e temos interesse em atuar junto ao Comitê. Desse modo, estaremos participando ativamente de questões ambientais de interesse público, além de incentivar a produção científica na área de recursos hídricos”, afirma. O chefe do escritório do AguasParaná em Londrina (responsável por atender o Norte Pioneiro), Fábio Pinto, incentivou a criação da nova regional. “Atualmente, quem requere uma outorga para uso de água na região precisa se

AEN

Representantes do Instituto das Águas do Paraná visitaram a sede administrativa do Campus da Uenp em Jacarezinho.

dirigir à Londrina, para que então o processo seja encaminhado à Curitiba e retorne para Londrina após aprovado. Com o novo escritório, o atendimento à população será facilitado e a concessão da outorga poderá sair com

ANDIRÁ

Local da pista de skate ainda pode ser alterado

maior rapidez”. A chefe regional do escritório do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) de Londrina, Rosa Maria Gonzaga Baccon, explica que alguns processos de licenciamento ambiental exigem a outorga para uso de água

emitida pelo AguasParaná. Segundo o presidente do CBH-Norte Pioneiro, Alfredo Alemão, a instalação da gerência potencializará a participação das instituições de ensino da região no órgão. “Atualmente, a UENP conta

com representatividade na plenária do Comitê. As universidades são peças importantes para debater as questões dos recursos hídricos e queremos valorizar essa parceria, podendo até mesmo criar cursos de pós-graduação na área”.

ANDIRÁ

Prefeito anuncia antecipação do pagamento de novembro, dezembro e décimo terceiro Antônio de Picolli

O prefeito de Andirá, José Ronaldo Xavier Da Assessoria

Para Joel Rauber, cidade pode ter duas pistas de skate Maurício Reale

O chefe de gabinete da prefeitura de Santo Antônio da Platina, Joel Rauber admitiu, na tarde de ontem, existir uma possibilidade – embora remota – de haver uma nova alteração no local onde será construída uma pista de skate. Caso isso aconteça, será a quarta alteração em pouco mais de oito meses. Atualmente, consta no Projeto de Lei (PL) no 97/2011, que a pista deverá ser construída no campo do Bentão, na Vila Ribeiro, mas nem os skatistas, nem os vereadores e, segundo o presidente da Federação Paranaense de Skate, Adauto Elias Pereira, nem os próprios moradores do local querem que a pista seja construída lá. “Não há garantia de segurança naquele local. tenho certeza que, depois de pronta, a pista jamais será usada porque nenhum skatista vai se arriscar a ser assaltado indo lá. Além do mais, os moradores também não querem a pista porque sabem que o barulho vai incomodar”, disse Pereira que mora em Curitiba, mas é platinense e acompanha o caso de perto. A falta de consenso sobre o local da pista parece não incomodar o Executivo. “Se aparecer outro local ainda há

tempo de licitar a obra em outro terreno, mas, caso a construção seja confirmada para o Bentão, não é difícil conseguir verba para a construção de outra pista de skate em outro local”, afirma Rauber. O Projeto data de março e, inicialmente, a construção estava prevista para ser na Vila Claro. Como os skatistas

Não há garantia de segurança naquele local. tenho certeza que, depois de pronta, a pista jamais será usada porque nenhum skatista vai se arriscar”

não aprovaram o local, a prefeita Maria Ana Pombo (PT) propôs a mudança para um terreno na avenida José Palma Rennó. Com a definição do local o PL foi aprovado pela Câmara Municipal. No entanto, quando o Projeto voltou à Câmara para a segunda votação, em outubro, já estava incluída a alteração

do local. Com exceção do vereador Mário Pombo (PT), os vereadores não aceitaram a alteração e – para não correr o risco de inviabilizar o projeto – decidiram retirá-lo de pauta para ampliar o debate com os skatistas e com o Executivo. A Justificativa A justificativa da prefeita para alterar o local da construção da pista era de que o terreno onde a obra seria construída na avenida José Palma Rennó, está hipotecado. Além disso, segundo a prefeita, uma das exigências do Ministério do Esporte – de onde veio a verba de R$ 100 mil para a construção – é de que a obra seja erguida em local próximo a alguma comunidade, o que não era o caso do terreno da avenida José Palma Rennó. Sem opção, mas com o descontentamento de vereadores e skatistas, ficou definido que a pista deverá mesmo ser construída no Bentão, pelo menos por enquanto. Em sessão extraordinária realizada na manhã de terçafeira, 8, na Câmara Municipal, os vereadores votaram por unanimidade – com as ausências dos vereadores Cláudio Domingues, o Cação (PR) e Edson da Silva Cudik, o Dissão (PSDB), uma emenda que determina que o Executivo é que vai definir o local da obra.

O prefeito de Andirá, José Ronaldo Xavier (PTB), anunciou nesta semana a antecipação dos pagamentos dos servidores, referentes aos meses de novembro e dezembro e o pagamento integral do 13° salário. A folha de novembro será paga no próximo dia 26 e a de dezembro, junto com o décimo terceiro, no dia 17 de dezembro. A exceção fica para os servidores do setor de educação, que vão receber o pagamento de dezembro entre os dias 20 e 22, já que o fechamento da folha depende de repasse doFundo Nacional de Desenvolvimento da Educação(FUNDEB). Com a antecipação de duas folhas e do décimo terceiro, a prefeitura injetará diretamente, neste final de ano, cerca de R$ 3,5 milhões na economia de

Andirá. A medida visa aquecer o comercio e proporcionar comodidade aos servidores municipais, para que possam planejar melhor seus gastos. Ao todo, 955 servidores, incluindo ativos, inativos e pensionistas serão beneficiados. Além da antecipação das duas folhas e do décimo terceiro, Xavier anunciou a concessão de abono especial aos servidores ativos, que deverá ser pago no final de dezembro ou no inicio de janeiro. O valor do benefício ainda está sendo estudado pela equipe de finanças, mas ele adiantou que será maior que o abono de R$ 150 concedido em 2010. A medida é mais uma demonstração de que, apesar das dificuldades, o governo municipal tem conseguido organizar as finanças públicas e se preparado com antecedência para as despesas de fim de ano, fazendo pro-

visão adequada de fundos, sem interromper os programas de desenvolvimento do município. “Recebendo seus pagamentos antecipados nossos servidores poderão organizar melhor suas finanças e passar um final de ano mais feliz com seus familiares. Em quanto eu estiver à frente do executivo, essa será a nossa política de remuneração dos servidores”, explicou Xavier.


A-6 Cotidiano

TRIBUNA DO VALE

Sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Touro enfurecido mata aposentado S.A.PLATINA Após autorização da proprietária, Polícia Florestal sacrificou o animal a tiros;

Celso Felizardo

O aposentado Sebastião Batista de Almeida, 65 anos, morreu na manhã de ontem em um sítio próximo ao distrito da Platina, em Santo Antônio da Platina, após ser pisoteado no tórax por um touro enfurecido. O dono da propriedade, Juventino Abrantes, 61, está internado em estado grave no Hospital Nossa Senhora da Saúde com perfuração em órgãos da re-

Antônio de Picolli

gião torácica. Já a mulher, Leonina Maria Gomes Abrantes, 59, fraturou a costela, mas já recebeu alta. Segundo ela, o touro, uma cruza de Jersey com Nelore de aproximadamente três anos, tinha escapado do sítio. Pela manhã, os três encontraram o boi a poucos metros da casa. No caminho de volta, eles foram atacados pelo bicho. “Estávamos conseguindo tocá-lo, porém quando chegamos perto da porteira ele avançou”, conta. Antônio de Picolli

Descontrolado, animal ameaçava atacar quem se aproximasse do pasto

Aposentado Sebastião Batista de Almeida não teve tempo de se defender da ação rápida do boi

O primeiro a ser atacado foi o aposentado. Ele foi arremessado ao chão por uma cabeçada do boi. Em seguida, tentou fugir, mas foi pisoteado. Para tentar salvar o amigo, Abrantes entrou na frente do animal, mas também foi atacado. O Corpo de Bombeiros foi acionado e por volta do meiodia fez o resgate das vítimas. Durante o salvamento, um soldado dos bombeiros, que quase foi atacado, conseguiu afastar o animal. Após alguns minutos, as polícias Florestal e Militar

INSTRUÇÃO

S.A. PLATINA

foram acionadas por vizinhos, pois o touro estava fora de controle. O comandante da 4ª Companhia do 2º Batalhão da Polícia Militar, capitão Márcio Jaquetti fez a guarda até a chegada da Polícia Florestal que, após autorização da dona, sacrificaram o animal com três tiros de carabina calibre 357. Leonina, que tinha acabado de receber alta hospitalar, conversou com a reportagem da Tribuna do Vale. Ela contou que Chico, nome do boi, foi criado desde pequeno na mamadeira pelo casal. “Ele nunca tinha tido

uma reação violenta assim antes, foi terrível”, lamenta. De acordo com funcionários da Prefeitura, uma vaca no cio seria a causa da raiva do touro. “O espaço é muito pequeno para todos os animais, com muitos machos por perto, ele fica zangado, querendo demarcar o território”, explica o fiscal Janderson Figueredo. Um amigo da família que cria bovinos há 15 anos alertou sobre os riscos de se criar o animal com uma mamadeira. “Eles não demonstram agressividade e ficam traiçoeiros”, conta.

Novos investigadores serão PM pretende instalar mais três treinados para operações policiais câmeras de segurança no centro Agência Estadual de Notícias

O treinamento para que 240 novos policiais civis trabalhem fora de delegacias começa no dia 21. Os módulos básicos de “Uso legal de arma de fogo” e de “Operação policial” fazem parte do curso de formação técnico profissional de investigador de policia. Até então, os policiais admitidos no mês passado exercem funções administrativas nas unidades policiais. Para o delegado-geral Marcus Vinícius Michelotto, com o treinamento, os investigadores já poderão portar arma de fogo, colete balístico e funcional, além de exercer parcialmente as atividades

referentes à função. “Dará maior segurança aos policiais e condição para que eles possam apoiar os policiais antigos. O objetivo é diminuir os índices de criminalidade, principalmente crimes contra a vida”, afirma Michelotto. As aulas, na Escola Superior de Polícia Civil (ESPC) e na Delegacia de Explosivos, Armas e Munições (Deam), atendem critérios de aquisição progressiva de capacidades profissionais, de acordo com a matriz curricular do Ministério da Justiça. Segundo o diretor da ESPC, Luis Fernando Viana Artigas Júnior, os servidores nomeados recebem a formação em módulos, sem se desvincular

do dia a dia das unidades policiais. Assim, eles podem unir a experiência prática com as aulas. “Há alguns anos não seria possível haver estágio de policiais em delegacias, antes de iniciar o curso de formação técnico-profissional. Os alunos tinham na formação técnica parte integrante do concurso”, explica Artigas. O critério para a definição dos policiais que participarão do treinamento foi a ordem de classificação no concurso público. A Polícia Civil programa a realização desses módulos no Interior do Estado. No site da instituição é divulgado os nomes dos integrantes das oito turmas que começarão o treinamento.

SEGURANÇA

Denúncias anônimas levam policiais a encontrar nove armas irregulares Antônio de Picolli

Durante operação, policiais encontraram quatro espingardas, cinco revólveres além de munições Da Redação

A Polícia Militar organizou uma operação na manhã de ontem para cumprir mandado de prisão e busca e apreensão no distrito da Triolândia, em Ribeirão do Pinhal. Com a informação de que um suspeito de integrar uma quadrilha de assaltantes que age na região, os policiais foram até o bairro e encontraram um revólver calibre

38 com um rapaz. Após a prisão, moradores do bairro contaram que vizinhos teriam armas em casa. Em um total de 10 casas revistadas, os policiais encontraram nove armas de fogo irregulares, quatro espingardas e cinco revólveres. A operação mobilizou 18 policiais militares e seis viaturas. O sargento da PM, Juarez Eusébio ressaltou a importância das denúncias anôni-

mas no combate ao crime. “Com a parceria da população podemos retirar armas e drogas das ruas, reduzindo o número de homicídios e a violência em geral”, conclui. Os seis suspeitos foram encaminhados a Delegacia de Polícia de Ribeirão do Pinhal. Eles foram autuados em flagrante por posse irregular de arma de fogo. A pena varia de um a três anos de detenção e multa

Antônio de Picolli

Da Redação

A 4ª Companhia da Polícia Militar, em Santo Antônio da Platina, pretende ampliar o sistema de monitoramento por câmeras no centro da cidade. O desejo dos policiais é trabalhar c om , p e l o m e n o s , m a i s três câmeras. Atualmente, a PM conta com apenas um equipamento instalado e já em funcionamento desde agosto. Para o comandante da Companhia, capitão Márc i o Ja qu e tt i , o s i s t e m a , se ampliado, facilitaria o trabalho da polícia na repressão a violência sobretudo no centro da cidade. “Sem dúvida (a câmera) é uma ótima ferramenta, que auxi lia no t rab a l ho dos policiais. A ampliação desse sistema de vigilância seria importantíssima p ar a o n o s s o t r ab a l h o”, disse. “Essa câmera tem um bom alcance e com ela conseguimos identif icar até placas de automóveis”, completou. O equipamento é monitorado ao vivo e 24 horas pelo comando da Polícia Militar. “Via internet nós operamos a câmera ao vivo”, explicou. O equipamento dispõe de zoom e pode dar giro de 360º. Essa câmera que funciona atualmente foi doada pela prefeitura, que investiu R$ 7 mil na aquisição e instalação do equipamen-

Capitão Márcio Jaquetti opera câmera de dentro da Companhia da PM

to. O oficial reconhece, no entanto, que o trabalho de ampliação desse sistema demanda dinheiro e tempo. “É um trabalho burocrático e que precisa de investi-

Nós demos o ponta pé inicial adquirindo essa primeira câmera. Agora aguardamos a iniciativa de lojas e bancos do centro”

mentos”. Ontem, o chefe de gabinete da prefeitura de Santo Antônio da Platina informou que a administração não vai mais investir em

segurança. Para Rauber falta a colaboração do comércio. “Nós demos o ponta pé inicial adquirindo essa pr imeira c âmera. Agora aguardamos a iniciativa de lojas e bancos do centro”, disse. O presidente da Associação C omercial e Empresarial de Santo Antônio da Platina (Acesap), Sílvio Pacheco Medeiros, disse que a entidade já desenvolveu um projeto que visava a compra e instalação de câmeras de segurança. O primeiro projeto não foi para frente e recentemente o presidente convocou uma reunião com os associados. Porém, novamente a ideia naufragou. “Pensamos em c o nt r at a r u m a e mp r e s a terceirizada para operar e monitorar o sistema. Porém o investimento seria alto demais e os associados desistiram”, finalizou.

S.A. PLATINA

Corpo de professor vítima de acidente é enterrado Da redação

Parentes e amigos se reuniram na manhã de ontem no Cemitério São João Batista, em Santo Antônio da Platina, para se despedir de Antonio de Carvalho, 59 anos, que

morreu em um acidente no trevo da BR-369, próximo a Cambará na manhã da última quarta-feira, 9. Carvalho conduzia sua moto Honda Bros 250 cilindradas quando bateu em uma caminhonete Ford Ran-

ger. Ele morreu no local. Carvalho morava em Santo Antônio da Platina e era professor do Núcleo Regional de Educação em Jacarezinho. O professor sofreu o acidente a caminho de Barra do Jacaré, onde iria aplicar uma prova.


Esporte A-7

TRIBUNA DO VALE

Sexta-feira, 11 de novembro de 2011 O meia do Palmeiras Jorge Valdivia se reuniu com outros três jogadores do Chile para pedir desculpas pelo incidente ocorrido na terça-feira. Eles reconhecem que chegaram à concentração aproximadamente 40 minutos mais tarde e afirmaram: "É uma situação que não corresponde e que pedimos desculpas públicas aos nossos companheiros e à torcida em geral".

Elkeson está reagindo bem ao tratamento da tendinite traumática no joelho direito e deverá jogar contra o Vasco, neste domingo, às 19h, no Engenhão. O meia, no entanto, participou separadamente do treinamento desta quintafeira, realizando apenas uma atividade física. A previsão da comissão médica é de que o jogador participe normalmente do treino desta sexta.

Seleção vence sem esforço AMISTOSO Maior dificuldade do Brasil foi a estrutura do estádio de Libreville

Do UOL Esporte

Os brasileiros do segundo escalão da Europa não tiveram dificuldade no teste diante do Gabão e conquistaram uma fácil vitória por 2 a 0. O gramado que já era ruim virou um pasto com a chuva ocorrida antes da partida. E os jogadores ainda esfriaram um pouco porque dois apagões atrasaram o início da partida em 18 minutos e forçou o time a realizar um novo aquecimento em campo. O jogo valeu mais para Hernanes aparecer bem pela seleção. Fora os problemas antes do início da partida e a necessidade de se segurar para evitar lesão no campo e tomar cuidado com

um perigoso degrau entre o campo e a pista do atletismo no entrono do campo, a seleção brasileira não teve dificuldades para vencer o jogo. Logo com dois minutos de partida, o primeiro ataque já demonstrou a ingenuidade da seleção local nas bolas aéreas em lance que só não rendeu o gol porque Jonas chutou para fora. Depois de uma leve pressão, a zaga gabonesa falhou feio e o Brasil abriu o placar aos 11 min. Na cobrança do escanteio da direita, Bruno César tabelou com Jonas e cruzou na área. O zagueiro Ebanega tentou cortar, mas mandou a bola para o próprio gol. Ebang espalmou e a bola sobrou para Sandro marcar o primeiro gol do jogo. O jogo estava tão fácil que Hernanes até tentou um golaço, aos 24min, depois de receber bom passe de Adriano. Depois de passar pela zaga com um leve toque na bola, meio-campista saiu na cara do gol e tentou encobrir o goleiro Ebang. A bola foi para fora e Mano Menezes chiou. O Brasil ainda teve boas

chances com Elias e Hulk até o Gabão assustar em cobrança de falta da linha de fundo na qual Madinda mandou direto para o gol. Esperto, Diego Alves desviou a bola, que bateu no travessão e foi para escanteio. Diante do susto, no ataque seguinte o Brasil ampliou. Em rápido contra-ataque organizado por Hernanes, Jonas recebeu a bola na intermediária e arriscou o chute. A bola foi forte e Ebang deu o rebote para Hernanes completar de cabeça e minar qualquer chance de reação do time da casa, aos 34 min do primeiro tempo. O Brasil diminuiu o ritmo e o Gabão ainda teve mais uma chance de fazer gol, em jogada pela esquerda, aos 39min. Aubameyang invadiu a área, pedala para cima de Fábio e bateu firme. Diego Alves saltou no canto direito para espalmar pela linha de fundo em mais uma boa defesa. No in��cio do segundo tempo o Brasil seguia à vontade e Bruno César, que teve boa atuação, arriscou um chu-

Divulgação

Jogadores comemorando gol de Hernanes durante o amistoso

te do campo de defesa. O meio-campista viu o goleiro adiantado e soltou a bomba. No entanto, apesar de passar perto do gol e assustar Ebang, a bola saiu pela linha de fundo. Jonas e Hulk, que formaram uma interessante dupla, tiveram chance de ampliar e o jogo parecia que seria tranquilo. E foi, apesar de o Gabão ter reagido com o Aubameyang, que arriscou duas vezes, aos 14 e aos 20min. Depois do lampejo de ousadia do atacante do time da casa, o Brasil retomou o con-

trole da partida rapidamente. Hulk fez boa jogada pela direita e cruzou para Bruno Cesar, aos 24 min da segunda etapa. O meia pegou de primeira e exigiu ótima defesa de Ebang, que mandou a bola para escanteio. Depois os técnicos fizeram várias alterações e o ritmo da partida diminuiu. O Brasil ainda teve chance com Willian, mas o milésimo jogo da seleção principal valeu para Mano Menezez conseguir a quarta vitória consecutiva e para hernanes reaparecer bem.

Diretor corintiano admite interesse em Kleber A diretoria do Corinthians admitiu na tarde desta quintafeira, pela primeira vez, que pode entrar na briga por Kleber. De maneira oficial, o clube alega que vai aguardar o desfecho do negócio iniciado entre Palmeiras e Grêmio, porém já se mostra abertamente confiante em virtude de o atacante ser assumido corintiano de infância. "O Kleber gostaria de jogar aqui", comentou o diretor adjunto de futebol, Duílio

Monteiro Alves, ao admitir contato com o empresário Giuseppe Dioguardi a partir do momento em que o rival quis se desfazer do atleta. "Agora, daí até vir para o Corinthians, depende de valores, de uma série de aspectos em que a gente não entrou em detalhes. A gente sabe que ele é corintiano, isso é interessante, e é um grande jogador". Nesta semana, ventilou-se que a proposta corintiana beirava 2 milhões de euros. "Bochicho", negou o dirigente, ressaltando que não haverá leilão pelo cen-

troavante, apesar do interesse. Kleber não atua desde 25 de setembro, quando o Palmeiras empatou com o Atlético-GO. Depois disso, ficou entregue ao departamento médico por conta de tendinite no joelho esquerdo e, quando voltaria, desentendeu-se com o técnico Luiz Felipe Scolari e o vice-presidente Roberto Frizzo, sendo afastado do resto do grupo e liberado para negociar a saída para outros clubes. Na quarta-feira, o ainda palmeirense foi para Porto

S.J. BOA VISTA

Campeonato Municipal de Futebol de Campo já tem vencedores Agência Criativa

A prefeitura de São José da Boa Vista, por meio do Departamento Municipal de Esporte, realizou dia 5 de novembro, no estádio municipal José Miguel Rolim, o fechamento do Campeonato Municipal de Futebol de Campo Categoria Sub 23, e o Campeonato Municipal de Futebol de Campo, categoria Veteranos 2011. A final do Campeonato Municipal Sub-23 foi realizada às 14 horas e envolveu as equipes MD Modas que duelou com São José/Paiva e Aquino Confecções. A equipe MD Modas venceu pelo placar de 6 a 2 e sagrou-se a grande campeã do campeonato, que teve como artilheiro o atleta Fernando Vanutem da equipe São José/Paiva e Aquino Confecções, com 9 gols. O goleiro menos vazado foi Edinei, da equipe da MD Modas, com apenas 7 gols sofridos. Às 16h30 foi realizada a final do Campeonato Municipal de veteranos com o jogo envolvendo as equipes União

Boavistense x Baixada FC. Com um gol marcado pelo atleta Amauri, pelo União Boavistense, e outro pelo atleta Edson Proença, da equipe da Baixada FC, o jogo terminou empatado

Bona sempre se coloca à disposição para a realização de competições no município e apoia todas as iniciativas do esporte municipal"

e a decisão foi para os pênaltis. O goleiro Nei Til defendeu a cobrança do atleta Edson Proença, e Delei converteu o ultimo tiro para a equipe do União Boavistense que venceu por 5 a 3 nas penalidades e ficou com o titulo de Campeão do Campeonato de Veteranos

2011. O campeonato teve com artilheiro o atleta Birô, da equipe Madeireira Rocha, com 5 Gols, e o goleiro menos vazado foi o atleta Neil Til, do união Boavistense, que só levou 5 gols. O secretário de Esportes do município, José Aparecido do Nascimento, parabenizou todos os atletas pela participação e espírito de competitividade, e premiou as equipes com troféus e medalhas para todos os atletas. Ele comentou sobre o empenho da equipe da divisão de esporte para realizar os eventos esportivos no município e ressaltou também a importante participação do prefeito Dilceu Bona. “O Bona sempre se coloca à disposição para a realização de competições no município e apoia todas as iniciativas do esporte municipal”, comemorou Nascimento. O secretário também agradeceu aos representantes da Associação Atlética Boa Vista e os parceiros Adilson de Jesus e o Jovane de Araujo na realização do Campeonato Municipal de Veteranos 2011.

Mudança de opinião A conf iança de Pelé no Corinthians, líder do Campeonato Brasileiro, durou dois dias. Ontem, aquele que é considerado o melhor jogador de futebol da história mudou de ideia e deixou de apostar no maior rival do Santos n a d i s p ut a p e l o t ít u l o nacional. Reservas

NEGOCIAÇÃO

Tossiro Neto

N OTAS

Alegre conversar com a diretoria do Grêmio e até gostou da proposta, contudo pediu 48 horas para tomar decisão. A intenção inicial do clube gaúcho era incluir André Lima na transação, só que o atacante se recusou a deixar o Olímpico. Desse modo, o Palmeiras receberia apenas em dinheiro em caso de uma eventual transferência. Em meados de agosto, às

vésperas do clássico entre Palmeiras e Corinthians, a Gaviões da Fiel (maior torcida uniformizada do clube alvinegro) divulgou ficha de cadastro de Kleber. Após a partida, vencida pelo time alviverde em Presidente Prudente, o próprio atacante confirmou que deu entrada nos documentos para integrar o quadro de associados da facção, dez anos atrás.

O Santos treinou na manhã de ontem, no CT Rei Pelé e o técnico Muricy Ramalho ensaiou a equipe que irá enfrentar o Ceará, no próximo domingo, às 17 horas (horário de Brasília), no Presidente Vargas. Mas, ao contrário do que havia dito após a vitória sobre o Vasco, o treinador deverá escalar um time repleto de reservas diante do Vovô. Carro ruim O venezuelano Pastor Maldonado não poupou elogios para o brasileiro Rubens Barrichello, seu companheiro de equipe na Williams, nesta quintafeira. De acordo com o piloto, a dupla da equipe britânica é uma das melhores da categoria, mas não possui um carro bom. Velho esquema O técnico Luiz Felipe Scolari realizou mais u m t re i n o c ol e t ivo n o Palmeiras. Depois de ter testado o esquema com três zagueiros na quartafeira, o comandante voltou o time ao 4-4-2 na tarde de ontem, na Academia de Futebol. A novidade na formação titular foi o lateral esquerdo Gerley, que aproveitou a ausência de Rivaldo, suspenso, e de Gabriel Silva, em negociação com a Udinese Perto do título Coritiba, Figueirense, Atlético-GO, Internacional e Vasco. Estes são os cinco adversários que o Flamengo terá pela frente até o final do Campeonato Brasileiro. Nas contas da comissão técnica, quatro vitórias podem garantir o título, começando pelo próximo domingo, quando enfrenta o Coritiba, às 17h (de Brasília), no estádio Couto Pereira, pela 34ª rodada. Foco psicológico O confronto de amanhã contra o América-MG deveria dar tranquilidade ao Fluminense, às 19h (horário de Brasília). O time mineiro ocupa a última colocação praticamente ao longo de todo o Brasileirão. Já os cariocas fazem a melhor campanha do segundo turno, estão apenas dois pontos atrás dos líderes e poderão dormir de sábado para domingo no topo da tabela em caso de vitória. As coisas podem parecer simples, mas não para o pessoal das Laranjeiras que foca na parte psicológica para não ser surpreendido nesta reta final.


cmyb

A-8 Local

TRIBUNA DO VALE

Sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Prefeitura pode gastar até R$ 65 mil com decoração natalina

Fotos de Antônio de Picolli

S.A. PLATINA Montagem da decoração deve ser finalizada no início do próximo mês Felipe Peres

A prefeitura de Santo Antônio da Platina poderá gastar, este ano, até R$ 65 mil na decoração de natal da cidade.

A licitaçãopara a contratação da empresa que ficará responsável pela decoração, que será feita em pregão presencial, vai acontecer no próximo dia 23. A informação sobre os preparativos de natal do município foi anunciada ontem pelo chefe de gabinete da prefeitura de Santo Antônio da Platina, Joel Rauber. Além do município, os distritos de Conselheiro Zacarias, Monte Real e Platina também vão receber itens decorativos. Além da tradicional iluminação, a decoração desse ano vai contar ainda com uma casinha do Papai Noel no calçadão,

árvore de natal e chafariz no trevo da BR-153 com a avenida Frei Guilherme e placa luminosa no Morro do Bin. De acordo com Rauber, o objetivo da prefeitura é investir na decoração da cidade para atrair mais consumidores para o comércio local. “Somos uma cidade polo comercial e vamos receber muitos consumidores agora no final do ano. O município precisa estar bonito para receber os clientes”, explicou. Rauber explicou ainda que a prefeitura reaproveitou parte do material que sobrou do natal passado. “A instalação da iluminação no calçadão

Arcos da Associação Comercial não vão receber decoração para a campanha de natal desse an

já foi iniciada com parte da iluminação do natal de 2010”, disse. O objetivo é que toda a iluminação decorativa da cidade comece a funcionar do próximo dia 5. Praça A decoração de natal tradicionalmente se concentra na praça frei Cristóvão Capinzal, a praça da Matriz, localizada no centro de Santo Antônio da Platina. Este ano, porém, por conta das reformas no local, o centro da decoração vai ficar no calçadão. “A praça vai receber decoração apenas no entorno, já que o miolo da praça está em obras”, disse Rauber. Associação comercial Diferentemente do que aconteceu nos últimos anos, a Associação Comercial e Empresarial de Santo Antônio da Platina (Acesap) não vai participar da decoração de Natal em 2011. Segundo Sílvio Pacheco Medeiros, presidente da entidade, a prefeitura não quis renovar o convênio que mantinha com a associação. “O convênio não foi renovado para este ano e ficou impossível para nós investirmos em decoração”, disse. O presidente explicou ainda que a associação promoveu muitas campanhas ao longo do ano, investindo cerca de R$ 150 mil, outro fator que impossibilitou a associação a aplicar recursos. Arcos Pacheco disse ainda que os 20 arcos de decoração que

Parte do material do ano passado já foi instalado em árvores da cidade

associação mantem no centro de Santo Antônio da Platinaestão à disposição da prefeitura. “Nós cedemos os arcos para que a prefeitura utilize se for necessário”, disse. O chefe de gabinete da prefeitura, porém, já informou que não vai utili-

zar as estruturas para a decoração da campanha de 2011. Muitos dos arcos, não reúnem bom estado de conservação. Pacheco, porém, informou a reportagem que as estruturas passam por inspeções semanais.

MODA

Alunos da Fanorpi promovem 5°edição do Fashion Dinner Da Redação Acadêmicos do curso de Desing em Moda da Faculdade do Norte Pioneiro (Fanorpi) em Santo Antonio da Platina promovem

Estamos nos dedicando ao máximo a este evento”

no dia 19 de novembro a quinta edição do “Fashion Dinner”, desfile que expõe roup a s e a c e ss ór i o s d e lojas da região e modelos confeccionados pelos alunos do curso. O evento acontece no

Luz de Lua Espaço Musical às 19h45 e já têm os convites à venda com os organizadores. Segundo a coordenadora do curso Eliza Ogawa Kubo, o objetivo do Fashion Dinner é desenvolver aptidões dos

acadêmicos sobre moda e impulsionar o mercado regional da confecção de roupas e acessórios. “Estamos nos dedicando ao máximo a este evento, pois desfile tornou-se uma t r a d i ç ã o e s e d e sp ont a

como um evento de suma importância para o Norte Pioneiro. Este ano traremos o tema burlesque, que tem como propósito mostrar a mulher como ela é, sua forma física e sua atitude”, afirma.

Absurdo Uma leitora da Tribuna do Vale flagrou, na manhã da última quarta-feira, dia 9, um operário da prefeitura de Santo Antônio da Platina trabalhando de uma forma pra lá de improvisada. A leitora registrou, através da câmera de seu aparelho celular, um funcionário consertando um semáforo no centro da cidade utilizando uma retroescavadeira como escada (foto). Além da completa ausência de segurança, a prefeitura sequer sinalizou o local no momento da operação.


cmyb

TRIBUNA DO VALE

Sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Cidades

B-1

www.tribunadovale.com.br

Câmara aprova alteração do horário de funcionamento do comércio CARLÓPOLIS Aprovado em primeira votação, projeto prevê funcionamento das lojas das 8h às 18h durante a semana

Da Redação/ Assessoria

O projeto de Lei nº 55/2011, de autoria do executivo municipal que altera o horário de fechamento do comércio de Carlópolis foi aprovado em primeira instância pelos vereadores na última sessão ordinária realizada pela Câmara Municipal na última terça-feira, 08. Com a alteração do código de posturas do município de Carlópolis, o comércio local passará a respeitar o horário de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e no 1º, 3º e 4º sábados de cada mês abrirão das 8h ao meio dia. Já no 2º sábado do mês e datas que pre-

Assessoria

cedem feriados prolongados e datas comemorativas como dia das mães e dia dos pais, o comércio trabalhará das 8h às 18h. Para as empresas que trabalham no ramo de supermercados, padarias, açougue, quitanda, farmácia, hotel, restaurantes e similares poderão trabalhar em horário especial desde que requeiram um alvará especial de funcionamento junto à prefeitura. A abertura do comércio fora dos horários especificados na lei acarretará sanções previstas em lei, que serão penalizados com multa de 100 a 300 UFM (Unidade Fiscal Municipal) que

Criamos a lei atendendo ao pedido de grande parte dos comerciantes da cidade e também de muitos funcionários”

equivale de R$ 227 a R$831. O presidente da Associação Comercial e Industrial de Carlópolis (Acec) José Geraldo Machado diz que apesar

Projeto que regulamenta horário do comércio teve primeira votação na última terça-feira, 8

de algumas contestações, a decisão do executivo tem sido aceita pelos empresários. “Carlópolis é uma cidade turística e deveria trabalhar com um horário diferenciado do comércio das outras cida-

des, apesar disso a nova lei irá regulamentar principalmente os funcionários que terão direito à hora extra. Apesar da nova lei deixar alguns empresários descontentes, felizmente os lojistas irão chegar

RIB. CLARO

Jardins da Escola Correia Defreitas passam por revitalização

Diógenes Gonçalves

a um consenso”, afirma. Para que passe a vigorar, o presente projeto de lei ainda vai para segunda votação, que provavelmente ocorra na próxima quarta-feira, dia 16, isso se nenhum vereador apresentar

emendas e depois para que o prefeito sancione. “Criamos a lei atendendo ao pedido de grande parte dos comerciantes da cidade e também de muitos funcionários”, salientou o prefeito Roberto Coelho (DEM).

CARLÓPOLIS

Prefeitura recupera pontes e estradas em bairros rurais

Assessoria

Roberto Coelho e secretários em visita às pontes recuperadas Da Redação/Assessoria

Crianças colocaram em prática o que aprenderam em projeto de educação ambiental Da Assessoria

A Escola Municipal Correia Defreitas, em Ribeirão Claro, está tendo seus jardins revitalizados. O projeto acontece através uma parceria com a Escola Estadual Doutor João da Rocha Chueiri e com o apoio da S e cret ar ia Municip a l de Educação. O objetivo é envolver os estudantes em atividades de conservação do local onde estudam, es-

treitando os vínculos com o estabelecimento de ensino de maneira sustentável. A profe ss or a Mau re n Krainer Vita Penitente e alunos da 7ª Série C daEscola Estadual Doutor João da Rocha Chueiri aplicaram o que aprenderam em um projeto de educação ambiental em sua escola e também na Escola Correia Defreitas. Os trabalhos iniciaram na última semana e estão praticamente concluídos.

Os alunos da Escola Correia Defreitas receberam toda a orientação necessária para colaborar na tarefa e contaram com a ajuda da professora Mauren, alunos da 7ª Série e da vice-diretora do Correia Defreitas, Maria Regina Chiarotti. As crianças colaboraram ajudando no plantio de mudas de árvores, flores e plantas ornamentais em locais preparados com antecedência para receber as plantas. Segundo a diretora, Da-

niela Rodrigues Martelini Rahuam, a participação dos alunos no plantio das mudas foi muito importante.“Com essa ação sustentável, esperase que eles ajudem a cuidar dos jardins”, disse. “O que pretendemos é que, além de deixar o ambiente mais florido e acolhedor para os pais e alunos, as crianças aprendam uma grande lição de cidadania que é respeitar e cuidar do ambiente onde vivem”, concluiu.

A prefeitura de Carlópolis concluiu esta semana o reparo das pontes e estradas rurais dos bairros Omura, Sabastião Luis, João Moisés e Alagoano. As fortes chuvas dos últimos dias causaram vários estragos nos bairros e deixaram algumas propriedades rurais isoladas sem acesso à cidade. Ao todo quatro pontes foram danificadas, sendo duas delas destruídas completamente. Com a melhora do tempo, a prefeitura iniciou os trabalhos de reconstrução

das pontes e melhoria nas estradas priorizando o serviço nestas localidades, alterando o cronograma pré-estabelecido pelo departamento que cuida dos maquinários. O Prefeito Roberto Coelho (DEM) esteve na tarde da última quarta-feira, 9, visitando as obras. “Muitos desses locais estavam impedidos de escoar a produção agrícola e sem passar até mesmo os ônibus escolares, ficando os moradores isolados dependendo dos trabalhos da prefeitura, por isso foram priorizados”, diz.

cyan magenta yellow black


B-2 Atas&Editais ALUGA-SE Sala comercial, com wc, situada à R. 13 de maio, 425 centro Santo Antonio da Platina- Pr Contato :(43) 9977- 6824 AURI ESTEVAM & CIA LTDA SÚMULA DE PEDIDO DE LICENÇA PRÉVIA A empresa AURI ESTEVAM & CIA LTDA, estado do Paraná, pessoa jurídica de direito privado, CNPJ nº 11.519.664/0001-88, com sede administrativa na Rua Pedro de Oliveira Campos, nº 15, Andirá – Pr, neste ato representado pelo seu administrador Auri Estevam, torna público que requereu perante o Instituto Ambiental do Paraná – IAP, LICENÇA PRÉVIA, para construção de um loteamento, residencial, LOTEAMETO CIDADE ALTA, no Município de ANDIRÁ – Estado do Paraná. Andirá, 09 de novembro de 2011. AURI ESTEVAM Administrador

Prefeitura do Município de Andirá Errata O extrato de convênio publicado no jornal Tribuna do Vale, no dia 25/10/2011, deve ser retificado: Onde se lê: EXTRATO DE CONVÊNIO Leia-se: EXTRATO DE CONTRATO Andirá – (Paraná), 09 de novembro de 2011. Edson Roberto Stefanuto Secretário Municipal de Administração

MUNICÍPIO DE JOAQUIM TÁVORA LEI 1.226/2011 Súmula. Altera valores que constam do anexo IV, item 2, letras “a” e “b” da Lei 807/98, Código Tributário,de 22 de dezembro de 1998 e dá outras providências. A Câmara Municipal de Joaquim Távora, Estado do Paraná, aprovou, e eu, Prefeito Municipal sanciono a seguinte Lei. ART. 1º. Altera os índices/valores que constam das letras “a” e “b” do item 2 – Taxa de Licença para comércio Eventual ou Ambulante, do Anexo IV, do Código Tributário Municipal, Lei nº 807/98, conforme segue: a)Comércio ambulante de qualquer tipo de produto sem uso de veículos automotores: 20 UFM. b)Comércio ambulante de qualquer tipo de produto utilizando-se de veículo automotor: 40 UFM. ART. 2º. Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, ficando revogadas as disposições em contrário. Joaquim Távora, em 09 de novembro de 2011. CLÁUDIO REVELINO PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE CONSELHEIRO MAIRINCK EXTRATO DE DISPENSA Nº 034/2011 OBJETO: contratação de uma empresa para elaboração de projeto elétrico do Centro de Eventos, compreendendo: a) projeto elétrico (fiação, locação de tomadas luminárias, quadro de cargas, diagrama unifilar, malha de aterramento); b) entrada de energia/ Copel; c) Entrada de Telefone; d) cabo lógico; e) Sistema de proteção contra descargas atmosféricas; e) Iluminação externa (prova de laço); CONTRATADA: SALA – COMÉRCIO DE MATERIAIS ELETRICOS E SERVIÇOS LTDA, CNPJ Nº 05.041.414/0001-82, SITUADA À RUA RUI BRANCO, 903, SANTO ANTONIO DA PLATINA – PR, apresentou um valor de R$ 3.000,00 (três mil reais); BASE LEGAL: Art.24, Inciso II da Lei nº 8.666/93 Conselheiro Mairinck, 10 de Novembro de 2011. JUAREZ LÉLIS GRANEMANN DRIESSEN PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL DECRETO Nº. 48/2011. SÚMULA – Dispõe sobre a abertura de Crédito Adicional Especial e da outras providencias. O Senhor Dartagnan Calixto Fraiz, Prefeito do Município de Ribeirão do Pinhal, Estado do Paraná, usando de suas atribuições legais, e em especial a Lei nº. 1.518/2011 de 03 de novembro de 2011; decreta: ARTIGO 1º - Fica aberto no orçamento vigente um Crédito Adicional Especial com Recursos de provável excesso de arrecadação no valor de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais), na seguinte dotação: 05 – DEPARTAMENTO DE SAÚDE. 05.001 – Fundo Municipal de Saúde. 10.301.00112-014 – Fundo Municipal de Saúde. 000791 - 3.1.00.000338 – 4.4.90.51.00.00 – Obras e Instalações. Valor R$ 200.000,00 (duzentos mil reais). ARTIGO 2º - Servirá como recursos para o custeio do Presente Crédito Especial, os recursos a serem repassados ao Município pelo Ministério da Saúde, nos moldes da Proposta UBS nº. 76.968.064000/1100-02. ARTIGO 3º - Este decreto entrará em vigor na data de Sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Ribeirão do Pinhal – Pr em 10 de novembro de 2011. Dartagnan Calixto Fraiz Prefeito Municipal ERRATA Prefeitura Municipal de Guapirama – PR Ref: Processo de Dispensa 009/2011 No dia 09 de novembro de 2011, foi publicado a homologação de licitação no jornal Tribuna do Vale, na parte Atas e Editais, página B-3, onde constou a homologação do processo de dispensa de licitação 009/2011 como sendo 008/2011 equivocadamente. Portanto, onde se lê homologação do processo de dispensa de licitação sob o nº 008/2011 leia-se Processo de Dispensa sob o nº 009/2011. Guapirama, 10 de novembro de 2011. Eduí Gonçalves Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ - PARANÁ TERMO DE HOMOLOGAÇÃO LICITAÇÃO MODALIDADE Tomada de preços Nº 21/2011. OBJETO: VEÍCULO MODELO CAMIONETA, CARROCERIA ABERTA, ANO NÃO INFERIOR A 1984, MOTOR A DIESEL. Em cumprimento ao disposto no art.109, parágrafo 1 da Lei 8.666, de 21 de junho de 1993, torna-se público o resultado da licitação em epígrafe, apresentando o vencedor pelo critério Menor Preço; declarando-se como vencedor a pessoa do Sr. VALDEMIR ANTONIO DUTRA, por apresentar proposta de menor valor, para o veículo Ford F-1000, cor cinza, ano 1984/84, placas ADB-8050, chassi-LA7NED84749, perfazendo um valor total de R$ 20.000,00 (Vinte Mil Reais). Paço Municipal José G. Pereira, Barra do Jacaré/PR, em 10/11/2011. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL AVISO DE LICITAÇÃO Pregão Presencial nº: 085/2011 Encontra-se aberto na PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL – ESTADO DO PARANÁ, processo licitatório na modalidade Pregão, do tipo menor preço global por lote, cujo objeto é a contratação de empresa especializada para execução de serviços de retifica de motor com fornecimento de peças novas para os ônibus MBB OM355/6 CIl. TURBO, placa BWG 2503 destinados ao transporte universitário e de trabalhadores, conforme solicitação do Departamento Rodoviário. A realização do pregão presencial será no dia: 24/11/2011, a partir das 09h00min, na sede da Prefeitura Municipal, localizada à Rua Paraná, nº. 983 – Centro, em nosso Município. O edital na íntegra estará disponível para consulta e retirada mediante pagamento de taxa no endereço supra, junto ao Setor de licitações, de segunda a sexta-feira, no horário das 09h00min às 11h00min e das 13h30min às 15h30min. Ribeirão do Pinhal, 10 de novembro de 2011. Fayçal Melhem Chamma Junior Pregoeiro Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRA AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 090/2011 – PARA FINS DE REGISTRO DE PREÇOS OBJETO: Contratação de empresa para prestação de serviços de horas manutenção mecânica leve, para atender veículos pertencentes a Secretaria Municipal de Saúde. Critério de julgamento: Menor preço DISPONIBILIDADE DO EDITAL: do dia 14/11 à 23/11//2011 PROTOCOLO: Até ás 13:50 (Treze horas e cinqüenta minutos) do dia 24/11/2011; ABERTURA: 14:00 (quatorze) horas do dia 24/11/2011; LOCAL: Prédio da Prefeitura Municipal de Andirá-PR, Pregoeiro e auxiliares 2011; Rua Mauro Cardoso de Oliveira,190 – Andirá – Pr.,; Fone/ Fax: (43) 3538-8100, ramal - 117; AQUISIÇÃO DO EDITAL: Os interessados em participar do certame, poderão retirar exemplares deste edital, no Departamento de Compras, sito à Rua Mauro Cardoso de Oliveira, nº 190– Jardim Vésper – Andirá - PR. Andirá, 10 de novembro de 2011. ANGELA MARIA DA SILVA CORREIA - PREGOEIRA OFICIAL

ERRATA O Aviso de Licitação Pregão Presencial nº 025/2011, publicado no dia 22/03/2011 página B - 5, no Jornal Tribuna do Vale, dever ser retificada, ou seja: ONDE SE LÊ: Andirá, 28 de fevereiro de 2011 LEIA-SE: Andirá, 18 de março de 2011 Andirá, 23 de março de 2011. Ângela Maria da Silva Correia Pregoeira Oficial

TRIBUNA DO VALE

Sexta-feira, 11 de novembro de 2011

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRÁ EXTRATO DE TERMO ADITIVO DE CONTRATO PARTES: MUNICÍPIO DE ANDIRÁ - PARANÁ ALFA – MATERIAIS ELÉTRICOS LTDA CLÁUSULA PRIMEIRA – PRAZO O prazo de vigência previsto na cláusula sexta do contrato original nº 060/10, firmado pelas partes em 30/12/2010, fica prorrogado até 31/12/2011 a contar de 01/07/2011, conforme preceitua o Art. 57, inciso II, da Lei 8.666/93 e suas alterações. Continuam em pleno vigor as demais cláusulas do contrato original, não modificadas pelo presente aditivo e, por estarem justas e pactuadas, as partes assinam o presente aditivo em 03 (três) vias de igual forma e teor. DATA: 29/06/2011 PREGÃO 079/2010 ASSINATURAS: JOSÉ RONALDO XAVIER – Prefeito GILMAR ZAMBONI - – Representante Legal

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTONIO DA PLATINA DECRETO Nº 473/11 A Prefeita Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, e de conformidade com os requerimentos protocolizados sob nos 2011/10/013589, 2011/10/013668 e 2011/10/014331, decreta: Art. 1º - Fica outorgada, com base no artigo 17, § 3º, da Lei Orgânica do Município – Resolução nº 01/90, a Permissão de Uso Gratuita e a Título Precário de Bens Móveis pertencentes ao patrimônio municipal à ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO À MATERNIDADE E À INFÂNCIA DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA - APMI, com sede na Rua Wenceslau Braz, nº 544, sala 3, Centro, Santo Antonio da Platina – Paraná, inscrita no CNPJ sob nº 00.370.985/0001-47, doravante denominada permissionária, representada por sua Presidente, Sra. Maristela Moreno, brasileira, RG nº 4.502.603-5 SSP-PR e CPF nº 158.163.718-78, residente e domiciliada na Rodovia Benedito Lucio Machado, nº 1020, Bairro Boi Pintado, CEP 86.430-000, nesta cidade e comarca de Santo Antonio da Platina – Paraná. Parágrafo único – os bens objeto da presente permissão de uso são os abaixo relacionados:

Art. 2º – Os bens acima descritos destinam-se exclusivamente para utilização no Pronto Socorro Municipal, atualmente sob a gestão da Permissionária. Art. 3º - A Permissionária ficará responsável pela manutenção e conservação dos bens, devendo mantê-los em perfeitas condições de uso e não lhes dando destinação diversa da acima especificada. Art. 4º - A presente Permissão de Uso não gera privilégios nem direitos sobre os bens descritos no artigo 1º e poderá ser revogada a qualquer tempo, a critério do Município, sem qualquer indenização à Permissionária. Art. 5º - Revogada a Permissão de Uso, ficará a Permissionária obrigada a restituir os bens em perfeitas condições, ressalvado o desgaste natural ocasionado pelo tempo. Art. 6º – O descumprimento da finalidade ou das responsabilidades assumidas pela Permissionária acarretará, automaticamente, a revogação da Permissão de Uso. Art. 7º - A Permissão de Uso terá vigência até 31 de dezembro de 2011. Art. 8º - Os casos omissos serão resolvidos pela autoridade competente. Art. 9º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / PALÁCIO DO PODER EXECUTIVO, aos 09 de novembro de 2011. MARIA ANA VICENTE GUIMARÃES POMBO Prefeita Municipal


TRIBUNA DO VALE

Sexta-feira, 11 de novembro de 2011 PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ LEI MUNICIPAL Nº. 421/2011 SÚMULA: Dispõe a instituição de um novo Plano de Cargos, Carreira e Salários dos Servidores Públicos da Câmara Municipal de Barra do Jacaré, e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ – ESTADO DO PARANÁ, APROVOU E EU, PREFEITO MUNICIPAL SANCIONO A SEGUINTE LEI: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. Fica instituído o Plano de Cargos, Carreira e Salários da Câmara Municipal de Barra do Jacaré, com a finalidade de proporcionar a valorização e a dignificação das funções dos servidores ocupantes dos cargos no serviço público da Câmara Municipal de Barra do Jacaré - Estado do Paraná. Art. 2º. Para os efeitos desta lei são adotadas as seguintes definições: I-Cargo público é o lugar instituído na organização do serviço público, com denominação específica e vencimentos correspondentes; II-Função é a atribuição ou conjunto de atribuições que a lei impõe ao cargo ou individualmente a determinados servidores para a execução de serviços temporários; III-Servidores públicos é o conjunto de ocupantes de cargos públicos da Câmara Municipal de Barra do Jacaré; IV-Referência é a indicação em números da posição do cargo público na tabela de vencimentos; V-Padrão de vencimento é a letra que identifica o vencimento recebido pelo servidor dentro de sua faixa salarial; VI-Vencimento é a retribuição pecuniária pelo exercício do cargo público, correspondente ao valor fixado em lei, nunca inferior ao salário mínimo fixado pelo Governo Federal; VII-Remuneração é a atribuição paga ao servidor pelo efetivo exercício do cargo correspondente ao padrão do vencimento mais as vantagens fixas e variáveis estabelecidas em lei; VIII-Interstício é o lapso temporal estabelecido como mínimo para que o servidor habilite-se à progressão salarial; IX-Progressão é a elevação do padrão salarial do servidor para o padrão imediatamente superior dentro do mesmo cargo, respeitadas as determinações legais específicas. Art. 3º. O Plano de Cargos e Salários será integrado pelos anexos: I-Quadro de Cargos Efetivos – Anexo I; II-Quadro de Cargos em Comissão – Anexo II; III-Tabela de Valores dos Vencimentos dos Cargos Efetivos – Anexo III; IV-Tabela de Valores dos Vencimentos dos Cargos em Comissão – Anexo IV; V-Funções Gratificadas – Anexo V; VI-Descrição de Cargos Efetivos - Anexo VI; VII-Descrição de Cargo em comissão – Anexo VII; VIII-Descrição dos fatores de avaliação de desempenho dos servidores da Câmara Municipal, em estágio probatório - Anexo VIII; IX-Descrição dos fatores de avaliação de desempenho dos servidores estáveis da Câmara Municipal - Anexo IX; X-Ficha de avaliação dos servidores da Câmara Municipal em estágio probatório – Anexo X; XI-Ficha de avaliação de desempenho dos servidores estáveis da Câmara Municipal - Anexo XI; XII-Descrição de função gratificada – Anexo XII. Art. 4º. Os servidores integrantes dos cargos de carreira da Câmara Municipal, definidos nesta lei, serão regidos pelo Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos do Município de Barra do Jacaré, instituído pela Lei Municipal nº. 16/1993 e suas alterações. CAPÍTULO II DO INGRESSO E DO ESTÁGIO PROBATÓRIO Art. 5º. A investidura em cargos públicos na Câmara Municipal de Barra do Jacaré dependerá de aprovação em concurso público, conforme estabelecido na Constituição Federal e no Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos Municipais, observando-se os requisitos mínimos previstos nas descrições dos cargos constantes no Anexo VI. § 1º. O preenchimento de cargos públicos efetivos, mediante concurso público, será determinado pela Mesa Diretora da Câmara Municipal, devendo respeitar a necessidade pública e administrativa, dotação orçamentária e impacto financeiro. § 2º. O concurso público será de provas escritas, podendo ser utilizadas também provas de títulos e provas práticas. § 3º. Ficam reservadas 20% (vinte por cento) das vagas de concurso público, para portadores de deficiência, nos termos da Lei Federal nº 7853/89 e Decreto Regulamentar Federal 3298/99. Inciso I. A deficiência deverá ser compatível com o cargo, sendo atestada mediante laudo médico elaborado por médico designado pelo Presidente da Câmara Municipal. Art. 6º. Para realização de concurso, após deliberação da Mesa Diretora e atendimento ao disposto no parágrafo primeiro do artigo anterior, o Presidente da Câmara Municipal baixará ato, através de Edital específico, indicando: I-Número de vagas a serem preenchidas; II-Requisitos mínimos necessários para inscrição do candidato; III-Regime jurídico, cargo, carga horária semanal e piso salarial; IV-Prazo de validade do concurso; V-Outras informações julgadas necessárias. Art. 7º. O servidor nomeado para o cargo de provimento efetivo, ao entrar em exercício no piso salarial inicial do quadro de cargos e salários, ficará sujeito a estágio probatório pelo prazo ininterrupto de 03 (três) anos, ou outra forma e prazo que determinar a Constituição Federal. § 1º. No período mencionado no caput deste artigo, serão apuradas as habilidades e a capacidade funcional do servidor, observados os requisitos: I-Idoneidade moral; II-Pontualidade e assiduidade; III-Capacidade de adaptação; IV-Eficiência. § 2º. Os servidores em estágio probatório serão submetidos à avaliação anual de acompanhamento, com a finalidade de subsidiar a avaliação final do estágio probatório, através dos conceitos: I-Supera o desempenho esperado; II-Atinge o desempenho esperado; III-Atinge parcialmente o desempenho esperado. IV-Não atinge o desempenho esperado. § 3º. A apuração dos requisitos descritos no parágrafo primeiro deverá processar-se de modo que a exoneração do servidor seja feita antes de findar o período de estágio, caso não aprovado na avaliação final. § 4º. De acordo com os indicadores de avaliação, a pontuação máxima que o servidor em estágio probatório poderá obter, anualmente, na avaliação de desempenho é de 110 pontos, totalizando o máximo de 330 pontos ao final dos 03 (três) anos. § 5º. Será considerado inapto e, conseqüentemente exonerado, o servidor que no somatório dos pontos obtidos nas 03 (três) etapas de avaliação, obtiver pontuação inferior a 50% do total da pontuação máxima permitida, ou seja, abaixo de 165 pontos. Art. 8º. Para a realização da avaliação dos servidores em estágio probatório, será constituída uma comissão composta por 03 (três) pessoas, definidos pelo Presidente da Câmara, sendo que 02 (dois) devem ser titulares de cargo efetivo e o próprio Presidente da Câmara. Art. 9º. A Secretaria Administrativa providenciará a ficha de avaliação dos servidores da Câmara Municipal em estágio probatório (Anexo X), para ser preenchida pela Comissão de Avaliação de estágio probatório, baseando-se na descrição dos fatores de avaliação de desempenho dos servidores da Câmara Municipal em estágio probatório (Anexo VIII). Parágrafo único. Cada fator deve ser avaliado com pontuação de 0 a 10 – exceto a assiduidade e pontualidade que tem pontuações próprias, conforme Anexo VIII. Art. 10º. No prazo de 30 (trinta) dias, contados a partir da data do preenchimento da Ficha de Avaliação dos Servidores em Estágio Probatório da Câmara Municipal (Anexo X), a Comissão de Avaliação deverá emitir, com justificativa, a conclusão da avaliação. Art. 11. A Comissão, imediatamente, dará ciência ao servidor do resultado da avaliação, assegurandolhe o direito ao contraditório e ampla defesa, que poderá ser apresentada pessoalmente ou por procurador constituído, no prazo de 10(dez) dias, contados da data da ciência. Art. 12. Após a apresentação da defesa, a Comissão de Avaliação terá o prazo de 10 (dez) dias para apreciá-la e elaborar nova manifestação conclusiva, opinando, com justificativa, pela confirmação do cargo ou pela exoneração. Art. 13. O ato de exoneração ou de confirmação no cargo, declarando o funcionário estável, deverá ser publicado até o penúltimo dia do estágio probatório CAPÍTULO IV DOS CARGOS PÚBLICOS Art. 14. Os Cargos Públicos da Câmara Municipal de Barra do Jacaré são os constantes da Descrição de Cargos dos Anexos I e II, podendo ser extintos ao vagarem ou criados de acordo com as necessidades e conveniências da administração legislativa. Parágrafo único. A criação de Cargos Públicos da Câmara Municipal será de competência da Mesa Diretora da Câmara Municipal, com aprovação do Plenário, ficando esta subordinada à absoluta necessidade de serviço, à existência de dotação orçamentária específica e à disponibilidade de recursos financeiros. Art. 15. A denominação dos cargos públicos, o número de vagas, a carga horária semanal e a escolaridade mínima exigida, são os constantes da Descrição de Cargos (Anexos VI e VII). Art. 16. Os Níveis Salariais dos cargos efetivos são os constantes do Quadro de Cargos e Salários (Anexo III), os quais poderão ser alterados e/ou reajustados seus valores, mediante Lei Municipal, em conformidade com o Art. 39 da Constituição Federal. § 1º. O Quadro de Cargos e Salários da Câmara Municipal é composto de referências (descritos em números arábicos) de 1 (um) ao 4 (quatro) e de 17 (dezessete) níveis (descritos em letras) de A ao Q, prevendo a possibilidade da aprovação do servidor em todas as avaliações de desempenho. § 2º. O Servidor concursado e nomeado cumprirá o estágio probatório pelo período de 03 (três anos), ou diferente se assim determinar a Constituição Federal. § 3º. A diferença entre um nível salarial e outro imediatamente superior é de 2% (dois por cento). Art. 17. O vencimento básico previsto no Anexo III corresponde ao cumprimento pelo servidor da carga horária semanal de trabalho, conforme seu cargo e serão devidos a partir da publicação desta lei. CAPÍTULO V DA PROGRESSÃO SALARIAL Art. 18. O candidato habilitado em concurso público passa a integrar o quadro de cargos da Câmara Municipal, mediante o enquadramento no piso salarial do cargo. Art. 19. Fica assegurado aos servidores efetivos que integra o quadro de cargos da Câmara Municipal, o direito à progressão salarial, nos termos desta lei e demais dispositivos legais pertinentes. Art. 20. Progressão Salarial é a elevação dos proventos do servidor dentro do mesmo cargo, de um nível salarial para outro, a cada 02 (dois anos), concedida mediante aprovação na avaliação de desempenho.

Atas&Editais B-3 §1º. Para receber a progressão salarial o servidor deverá atingir pelo menos 70% (setenta por cento) do total da avaliação de desempenho. §2º. O servidor contemplado com a progressão receberá o salário correspondente ao nível salarial imediatamente superior, no mês seguinte à conclusão da avaliação, mediante dotação orçamentária e disponibilidade financeira, e terá reiniciado a contagem de tempo para efeito de nova progressão; §3º. O servidor que não adquirir direito à progressão salarial permanecerá na mesma situação funcional e somente será promovido nos termos desta lei. §4º. A reposição salarial e inflacionária independe da progressão salarial, ficando definida como data base 1º de janeiro. Art. 21. Para efeito de progressão salarial, será considerado o tempo de efetivo exercício no nível salarial que o servidor se encontrar. Art. 22. Não será computado como tempo de efetivo exercício no nível salarial, quando o servidor houver tido: I-Licença com perda de salário; II-Suspensão disciplinar ou preventiva; III-Licença para tratamento de assuntos particulares; IV-Faltas injustificadas. Art. 23. A progressão salarial implica somente aumento de remuneração, sem qualquer alteração nas atribuições e responsabilidades do servidor. Art. 24. Não será beneficiado com a progressão salarial o servidor que se encontrar: I-Em estágio probatório; II-Em disponibilidade; III-Em licença para tratamento de assuntos particulares; IV-Em licença para desempenho de mandato eletivo; V-Submetidos a processo administrativo. CAPÍTULO VI DO ENQUADRAMENTO Art. 25. O enquadramento dos atuais ocupantes dos cargos de provimento efetivo, constantes do Quadro de Pessoal da Câmara Municipal, será efetuado considerando-se: I-O ano de admissão do servidor público em cargo de provimento efetivo; II-Do enquadramento não poderá resultar redução de vencimentos; III-O servidor enquadrado ocupará faixa de vencimento do cargo conforme Tabela do Anexo III, respeitando-se o disposto nos incisos I e II deste artigo. Art. 26. O enquadramento será feito pelo Presidente da Câmara através de ato próprio, após análise da Secretaria Administrativa, Assessoria Jurídica e Contabilidade. Art. 27. O enquadramento deverá ser feito em até 30 (trinta) dias a contar da data da publicação desta lei. Art. 28. O servidor poderá acompanhar todos os procedimentos relativos ao enquadramento, inclusive fornecendo informações, se necessário. CAPÍTULO VII DOS CARGOS DE PROVIMENTO EM COMISSÃO Art. 29. Fica criado o Cargo de provimento em Comissão da Câmara Municipal, com nomenclatura, vencimento, carga horária, quantidade e descrição de suas atribuições, conforme discriminados nos Anexos II, IV e VII. Art. 30. O Cargo em Comissão constante da descrição de cargos do (Anexo II) destina-se a assessoria, direção e chefia, sendo de livre nomeação e exoneração do Presidente da Câmara Municipal e será ocupado preferencialmente por cidadão que possua experiência e habilitação profissional. Parágrafo único. O Cargo em Comissão de Assessor Jurídico será extinto por ato próprio a ser expedido pelo Presidente da Câmara Municipal de Barra do Jacaré quando da nomeação do servidor, para o cargo efetivo de advogado, aprovado em concurso. CAPÍTULO VIII DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Art. 31. Avaliação de Desempenho é um sistema de apreciação do desempenho do servidor no cargo e de seu potencial de desenvolvimento. Art. 32. Os fatores que servirão de base para avaliação de desempenho dos servidores públicos da Câmara Municipal, são: I-Assiduidade e pontualidade; II-Produção e rendimento; III-Atenção e qualidade no trabalho; IV-Cooperação; § 1º. De acordo com os fatores de avaliação, a pontuação máxima que o servidor efetivo poderá obter, anualmente, na avaliação de desempenho é de 110 (cento e dez) pontos, totalizando o máximo de 220 (duzentos e vinte) pontos ao final dos 02 (dois) anos. § 2º. Terá direito à progressão salarial somente o servidor que, a cada dois anos, na avaliação de desempenho obtiver, no mínimo, 70% (setenta por cento) da pontuação máxima, ou seja, 154 (cento e cinqüenta e quatro) pontos. § 3º. O servidor que obtiver pontuação abaixo de 70% (setenta por cento) até o mínimo de 30% (trinta por cento) da pontuação máxima, ou seja, entre 154 (cento e cinquenta) e 66 (sessenta e seis) pontos no final dos dois anos da avaliação de desempenho perderá o direito à progressão salarial, mas serão propostas ações para a melhoria do seu desempenho. § 4º. O servidor que obtiver pontuação inferior a 30% (trinta por cento) da pontuação máxima, ou seja, abaixo de 66 (sessenta e seis) pontos, na avaliação de desempenho, ao final dos dois anos, perderá o direito à progressão salarial naquela e na próxima avaliação de desempenho. Art. 33. Para a realização da avaliação de desempenho dos servidores, será constituída uma Comissão de 03 (três) membros, sendo o 1º (primeiro) e o 2º (segundo) membros servidores designados pelo Presidente, e o 3º (terceiro) membro, será o próprio Presidente. Art. 34. A Comissão de Avaliação deve atuar de forma imparcial e objetiva, obedecendo aos princípios de: legalidade, publicidade, impessoalidade, moralidade e eficiência. Art. 35. A Comissão de Avaliação deve considerar o Anexo IX para computar os pontos do servidor. Art. 36. No prazo de 30 (trinta) dias, contados a partir da data do preenchimento da Ficha de Avaliação de Desempenho dos Servidores Estáveis da Câmara Municipal (Anexo XI), a Comissão de Avaliação deverá emitir, com justificativa, a conclusão da avaliação. Art. 37. Será dada, imediatamente, ciência ao funcionário da conclusão da avaliação, assegurandolhe o direito ao contraditório e ampla defesa que, poderá ser apresentada pessoalmente ou por procurador constituído, no prazo de 10 (dez) dias, contados da data da ciência. Art. 38. Após a apresentação da defesa, a Comissão de Avaliação terá o prazo de 10 (dez) dias para apreciá-la e elaborar nova manifestação conclusiva, ratificando ou retificando a anterior. Art. 39. A avaliação, para fins de promoção por desempenho, será realizada anualmente, tendo o mês de junho como referência. § 1º A Secretaria se encarregará das formalidades burocráticas necessárias para fins de avaliação de desempenho. CAPÍTULO IX DA REAVALIAÇÃO DOS CARGOS PÚBLICOS Art. 40. A reavaliação dos cargos públicos é a revisão das funções do cargo em virtude das mudanças em suas características e qualificações. Parágrafo único. Essa revisão poderá ocorrer quando: I-Houver extinção de um cargo público; II-Houver mudança no processo produtivo ou substituição de equipamentos e métodos. Art. 41. Os servidores que ocupam os cargos reavaliados serão reenquadrados em outros cargos compatíveis com o seu nível salarial e sua formação, por meio de lei. CAPÍTULO X DA FUNÇÃO GRATIFICADA Art. 42. Para atender encargos da função constante no Anexo V, fica instituída a FG – Função Gratificada, exclusivamente para servidores da Câmara Municipal ocupantes de cargos efetivos, cuja nomenclatura, valor e descrição estão discriminados nos Anexo V e XII, respectivamente. Art. 43. A Função Gratificada confere ao servidor responsabilidade adicional e vantagens financeiras correspondentes. Art. 44. O servidor efetivo somente terá direito à Função Gratificada enquanto estiver no exercício da função de qual foi designado Art. 45. A Função Gratificada será atribuída ao servidor, mediante Portaria, pelo Presidente da Câmara Municipal na forma de designação ou demais providências julgadas convenientes à administração. CAPÍTULO XI DOS ADICIONAIS Art. 46. Os servidores terão direito aos seguintes adicionais: I II-Adicional curso superior; Adicional por serviço extraordinário (hora extra). Art. 47. O servidor público da Câmara Municipal terá direito a receber adicional por curso superior completo, quando o curso não for mínimo exigido para o cargo que ocupa, na proporção de 10% (dez por cento) sobre seu vencimento básico. Art. 48. O adicional previsto no artigo 47 será computado para o cálculo de férias, décimo terceiro salário e licença prêmio. CAPÍTULO XII DA CARGA HORÁRIA SEMANAL DE TRABALHO Art. 49. A carga horária semanal de trabalho dos servidores é parte integrante do Quadro de Cargos e Salários (Anexos VI e VII). Art. 50. No interesse da Administração, o Presidente da Câmara Municipal poderá convocar extraordinariamente, através de portaria, o servidor para trabalhar em regime suplementar. § 1º O serviço extraordinário será remunerado com acréscimo de 50% (cinqüenta por cento) em relação ao valor da hora normal de trabalho, realizados de segunda à sexta-feira. § 2º As horas extraordinárias realizadas aos sábados, domingos e feriados deverão ter acréscimo de 100% (cem por cento) sobre o valor da hora normal de trabalho. CAPÍTULO XIII DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 51. Fica assegurada aos servidores públicos da Câmara de Vereadores a irredutibilidade de seus vencimentos básicos. Art. 52. As despesas decorrentes desta lei correrão por conta das dotações orçamentárias próprias do Poder Legislativo, podendo ser suplementadas na forma da Lei. Art. 53. Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário, especialmente a Lei nº. 01 de 06/12/1.999 -CM. Sala das Sessões da Câmara Municipal de Barra do Jacaré, Estado do Paraná, em 10 de novembro de 2011. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal Continua na próxima página


B-4 Atas&Editais

TRIBUNA DO VALE

Sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Continuação da página B3

ANEXO VI DESCRIÇÃO DOS CARGOS EFETIVOS

CARGO: Advogado ESCOLARIDADE: Graduação em Direito Carga horária: 20 horas semanais EXIGÊNCIA: Estar inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); SUMÁRIO DAS TAREFAS: Desenvolver trabalhos jurídicos da Câmara Municipal de Vereadores, analisando e fornecendo pareceres aos de projetos de leis, leis, resoluções, normas e regulamentos e demais documentos de natureza jurídicoadministrativa. TAREFAS TÍPICAS: •Assessorar os vereadores nos assuntos jurídicos da Câmara; •Defender, judicialmente e extrajudicialmente, os interesses da Câmara; •Elaborar parecer sobre consultas formuladas pelos Vereadores, relativas a assuntos de natureza jurídica, de interesse da Câmara; •Redigir ou examinar projetos de leis, leis, resoluções, decretos legislativos, regulamentos, contratos, portarias e informações de natureza jurídica; •Exarar parecer em todos os projetos de leis que envolvam assuntos jurídicos; •Orientar quanto ao aspecto jurídico, nos processos administrativos e sindicâncias realizadas pela Câmara; •Avaliar a viabilidade e o interesse público dos projetos de leis, resoluções, decretos e outros atos que envolvam interesse do município; •Exarar parecer referente a minutas de editais de licitação, bem como aos contratos, acordos e convênios referentes a licitações; •Colaborar com a limpeza e organização do local de trabalho; •Executar outras tarefas correlatas ao cargo e/ou determinadas pelo Presidente da Câmara. ANEXO VI CARGO: Secretário Executivo ESCOLARIDADE: Ensino médio completo Carga horária: 40 horas semanais SUMÁRIO DAS TAREFAS: Executar todas as tarefas pertinentes à secretaria administrativa da Câmara. Compreender e executar as tarefas primando pela boa qualidade de seu trabalho. TAREFAS TÍPICAS: •Supervisionar, orientar e proceder à tramitação de processos, contratos, licitações, projetos, determinações, atos legislativos, consultando documentos em arquivos e fichários, levantando dados, efetuando cálculos e prestando informações quando necessário à Presidência e à Mesa Executiva; •Elaborar relatórios de atividade administrativa legislativa; redigir, revisar e encaminhar atos, projetos, pareceres, circulares, tabelas, gráficos, instruções, normas, memorandos e outros, sempre com assessoramento jurídico e técnico quando for o caso; •Elaborar, analisar e atualizar quadros demonstrativos, tabelas e gráficos, atas das sessões da Câmara Municipal, conversão de medidas, ajustamentos, percentagens e outros; •Orientar as elaborações de atas das Comissões permanentes, especiais ou temporárias da Câmara Municipal; •Participar de estudos e projetos a serem elaborados e desenvolvidos por técnicos, na área administrativa, recursos humanos, financeiro e contábil; •Elaborar relatórios de atividades com base em informações de arquivos, fichários e outros, sempre que lhe for solicitado; •Protocolar os documentos recebidos; •Auxiliar o Presidente nos trabalhos das sessões da Câmara, procedendo às gravações das sessões; leitura de documentos e suporte aos Vereadores; •Redigir as atas das Sessões das Câmaras; •Redigir correspondências sempre que lhe for solicitado; •Manter organizado arquivos de projetos de leis, leis, resoluções e demais documentos pertinentes à Câmara Municipal; •Verificar se os projetos de leis do Poder Executivo estão sendo enviados corretamente para sanção e publicação; •Mandar publicar a leis, Decretos Legislativos, Resoluções, Portarias, Editais, processos licitatórios, enfim todos os atos de competência da Câmara Municipal; •Acompanhar se as publicações foram realizadas corretamente. •Executar outras tarefas correlatas. ANEXO VI CARGO: Técnico em Contabilidade ESCOLARIDADE: Ensino médio completo, específico na área – técnico em contabilidade. Carga horária: 40 horas semanais EXIGÊNCIA: Estar inscrito no CRC – Conselho Regional de Contabilidade; SUMÁRIO DAS TAREFAS: Compreender e executar as atividades da área contábil e financeira em geral. TAREFAS TÍPICAS: •Planejar os trabalhos inerentes às atividades contábeis, organizando o sistema de registro e operações a fim de possibilitar o controle e o acompanhamento contábil e financeiro; •Elaborar, conferir e assinar balanços, balancetes e outros documentos contábeis em geral; •Supervisionar os trabalhos de contabilização, analisando-os e orientando seu processamento a fim de assegurar o cumprimento do plano de contas adotado; •Proceder ou orientar a classificação e avaliação de despesas, examinando sua natureza, para apropriar custos de bens e serviços; •Organizar balancetes, balanços e demonstrativos de contas, aplicando as normas contábeis para apresentar resultados da situação patrimonial, econômica e financeira do órgão; •Elaborar a Lei de Diretrizes Orçamentárias e o Orçamento anual conferido os dados contábeis para servirem de base à montagem dos mesmos; •Executar auditorias contábeis, efetuando perícias, investigações, apurações e exames técnicos a fim de assegurar o cumprimento às exigências legais e administrativas; •Elaborar anualmente relatório analítico sobre a situação patrimonial, econômica e financeira do órgão, apresentando dados estatísticos; •Assessorar a direção em problemas financeiros, contábeis e orçamentários dando pareceres a fim de contribuir com políticas e instrumentos de ação nos referidos setores; •Executar outras tarefas correlatas. ANEXO VI CARGO: Auxiliar de Serviços Gerais ESCOLARIDADE: ensino fundamental incompleto Carga horária: 40 horas semanais SUMÁRIO DAS TAREFAS: Executar os serviços de limpeza e cozinha das dependências da Câmara Municipal e compreender e executar as tarefas rotineiras primando pela boa qualidade de seu trabalho. TAREFAS TÍPICAS: •Efetuar a limpeza e manter em ordem o local de trabalho, varrendo, tirando o pó e lustrando os móveis, lavando vidraças, utensílios e instalações, providenciando material e produtos necessários para a limpeza, mantendo assim as condições de conservação e higiene requeridas; •Coletar o lixo, recolhendo e depositando-o na lixeira central; •Mudar a posição dos móveis, quando necessário para efetuar a limpeza, colocando-os nos seus devidos lugares; •Preparar e servir café, chá, sucos, lanches e outros alimentos quando solicitado; •Efetuar o controle dos materiais utilizados na limpeza e na cantina; •Executar outras tarefas correlatas. ANEXO VII DESCRIÇÃO DE CARGO EM COMISSÃO CARGO: Assessor Jurídico (em extinção) ESCOLARIDADE: Graduação em Direito Carga horária: 20 horas semanais EXIGÊNCIA: Estar inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); SUMÁRIO DAS TAREFAS: Desenvolver trabalhos jurídicos da Câmara Municipal de Vereadores, analisando e fornecendo pareceres aos de projetos de leis, leis, resoluções, normas e regulamentos e demais documentos de natureza jurídicoadministrativa. TAREFAS TÍPICAS: •Assessorar os vereadores nos assuntos jurídicos da Câmara;

•Defender, judicialmente e extrajudicialmente, os interesses da Câmara; •Elaborar parecer sobre consultas formuladas pelos Vereadores, relativas a assuntos de natureza jurídica, de interesse da Câmara; •Redigir ou examinar projetos de leis, leis, resoluções, decretos legislativos, regulamentos, contratos, portarias e informações de natureza jurídica; •Exarar parecer em todos os projetos de leis que envolvam assuntos jurídicos; •Orientar quanto ao aspecto jurídico, nos processos administrativos e sindicâncias realizadas pela Câmara; •Avaliar a viabilidade e o interesse público dos projetos de leis, resoluções, decretos e outros atos que envolvam interesse do município; •Exarar parecer referente a minutas de editais de licitação, bem como aos contratos, acordos e convênios referentes a licitações; •Colaborar com a limpeza e organização do local de trabalho; Executar outras tarefas correlatas ao cargo e/ou determinadas pelo Presidente da Câmara. ANEXO VIII DESCRIÇÃO DOS FATORES DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS SERVIDORES EM ESTÁGIO PROBATÓRIO DA CÂMARA MUNICIPAL


Atas&Editais B-5

TRIBUNA DO VALE

Sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Vendas no varejo voltam a crescer em setembro, mostra IBGE COMÉRCIO Veículos, vestuário e perfumaria estão entre artigos que mais aumentaram volume de negócios

Agência Brasil

O volume das vendas do comércio varejista brasileiro aumentou 0,6% em volume de agosto para setembro deste ano. O dado foi divulgado ontem, 10, pelo Instituto Brasileiro de Ge-

ografia e Estatística (IBGE) e mostra que o setor se recupera da queda de 0,4%, registrada na passagem de julho para agosto, segundo a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC). Assim como as vendas, a receita nominal do varejo cresceu. Em setembro, foi registrado o 18º aumento consecutivo, de 1,1% em relação a agosto. No mês anterior, a alta havia sido de 0,3%. Na comparação com setembro de 2010, o aumento do volume de vendas chegou a 5,3%, influenciado pelo crescimento de 16,5% do setor de móveis. Já no acumulado entre janeiro e setembro, houve expansão de 7%. O indicador também cresceu 7,7% quando se analisam os dados dos últimos 12 meses encerrados em setembro. A receita nominal

aumentou 11,1%, em relação a setembro de 2010; 12,1%, no acumulado do ano; e 12,8%, em 12 meses. Entre as dez atividades analisadas pelo IBGE, sete

tiveram expansão no volume de vendas na passagem de agosto para setembro. Os destaques são o aumento de 2,2% nos artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de

perfumaria; de 1,7% em veículos, motos, partes e peças; e de 1,6% em tecidos, vestuário e calçados. Apresentaram queda as vendas dos setores de equipamento e material

para escritório, informático e comunicação (5%); livros, jornais, revistas e papelarias (2,5%); além de combustíveis e lubrificantes (1,1%). Na comparação trimestral, o IBGE revela um crescimento menor da taxa. No segundo trimestre do ano, houve aumento de 6,2%, ante 7,8% no segundo trimestre. O resultado menor no período de julho a setembro reflete diminuição das taxas de nove das dez atividades pesquisadas. A maior redução foi a do setor de veículos motos, parte e peças, cuja taxa passou de 18%, no segundo trimestre, para 4,9%, no terceiro, além de tecidos, vestuário e calçados, de 6,3% para 1%. O único aumento foi registrado no setor de combustíveis e lubrificantes, de 0,1% para 0,4%.

EDUCAÇÃO

Paraná oferta 12 mil vagas em cursos de qualificação do ensino médio Agência Estadual

A Secretaria de Estado da Educação, em parceria com o Instituto Federal do Paraná, Senai e Senac, oferta a partir deste mês 12.637 vagas para cursos de qualificação - FIC, para alunos

do ensino médio da rede estadual. A iniciativa faz parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). De acordo com a diretora do Departamento de Educação e Trabalho da Secretaria, Marilda

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRÁ EXTRATO DE CONTRATO PARTES: MUNICÍPIO DE ANDIRÁ - PARANÁ L.R. RAMOS SIMONI & SIMONI LTDA OBJETO: Constitui objeto deste instrumento a Contratação de Serviços Médicos na Especialidade de Clínica Geral para atendimento do Programa da Saúde da Família (PSF) na Unidade Básica da Saúde da Vila Industrial. PREÇO: Os preços para a execução do objeto deste contrato são os constantes da Tabela do Anexo I do Edital, perfazendo o valor R$ 60.000,00 (Sessenta mil reais). PRAZO DE VIGÊNCIA: A Contratação terá vigência de 12 (doze) meses, podendo ser prorrogado por igual período, respeitando o limite de 60 (sessenta) meses, determinado pelo inciso II, do Artigo 57, da Lei nº 8.666/93 e suas alterações, mediante celebração de Termo Aditivo, de comum acordo entre as partes, com justificativa da Secretaria Municipal de Saúde e devidamente aprovado pelo Prefeito Municipal de Andirá. DATA: 09/11/2011 INEXIGIBILIDADE Nº 006/2011 ASSINATURAS: JOSÉ RONALDO XAVIER – Prefeito LUIZ RENATO RAMOS SIMONI - Representante Legal PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRÁ EXTRATO DE CONTRATO DE Nº 061/2011 PARTES: MUNICÍPIO DE ANDIRÁ - PARANÁ M. L.JORDÃO & JORDÃO LTDA OBJETO: Constitui objeto desta dispensa de licitação a CONTRATAÇÃO de serviços de confecção de faixas para atender as Secretarias de Administração, Educação, Saúde e Ação Social. PREÇO: O preço para a execução do objeto deste contrato é o apresentado na proposta da CONTRATADA, devidamente aprovada pelo CONTRATANTE, sendo que o valor global é de R$ 7.900,00 (Sete mil e novecentos reais). PRAZO DE VIGÊNCIA: O presente contrato terá vigência de 12 (doze) meses, contados a partir da data da assinatura do contrato, podendo ser prorrogado nos termos do art. 57 da Lei Federal Nº 8.666/93. DATA: 27/10/2011 DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 076/2011 ASSINATURAS: JOSÉ RONALDO XAVIER – Prefeito MAURÍCIO LÁZARO JORDÃO - Representante Legal PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA DECRETO Nº. 475/2011 Dispõe sobre a abertura de crédito adicional suplementar. A Prefeita Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, usando das atribuições que lhe são conferidas pela Lei Municipal nº. 988, de 27 de dezembro de 2010, decreta: Art. 1. º - Fica aberto ao Orçamento Geral do Município em vigor, um crédito adicional suplementar no valor de R$. 8.871,50 (Oito mil, oitocentos e setenta e um reais e cinqüenta centavos), assim discriminado: UNIDADE ORÇAMENTÁRIA – 08.03 – SETOR DE MERENDA ESCOLAR 1236104272.150 ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO 3390.30.00.00 Material de Consumo R$ 8.800,00 Fonte: 01000 – Recursos Ordinários (livres) UNIDADE ORÇAMENTÁRIA – 08.09 – DEPARTAMENTO DE ESPORTES E RECREAÇÃO 2781202242.134 DIRETOR DE ESPORTES E RECREAÇÃO 3390.14.00.00 Diárias – Pessoal Civil R$ 71,50 Fonte: 01000 – Recursos Ordinários (livres) Total R$ 8.871,50 Art. 2. º - Para dar cobertura ao crédito aberto no Artigo 1.º , serão canceladas parcialmente as seguintes dotações do Orçamento vigente: UNIDADE ORÇAMENTÁRIA – 08.07 – DEPARTAMENTO DE CULTURA 1339202471.125 REFORMA DA CASA DA CULTURA PLATINENSE 4490.51.00.00 Obras e Instalações R$ 8.871,50 Fonte: 01000 – Recursos Ordinários (livres) Art. 3. º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / PALÁCIO DO PODER EXECUTIVO, aos 10 de novembro de 2011. MARIA ANA VICENTE GUIMARÃES POMBO Prefeita Municipal

Diorio Menegazzo, o programa amplia a oferta de cursos profissionalizantes e bolsas para estudantes e trabalhadores. “O objetivo do Pronatec, na primeira fase, é ofertar com gratuidade pelo IFPR, Senai e Senac cursos de qualificação profissional para

alunos do ensino médio da rede estadual”, explica. Os cursos de qualificação e cursos técnicos pelo Pronatec beneficiarão estudantes regularmente matriculados no ensino médio com oferta de curso sem ônus, transporte, alimentação e

RESULTADO DE LICITAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRÁ – PR PREGÃO 077/2011 PROCESSO DE LICITAÇÃO Nº 168/2011 DATA DE HOMOLOGAÇÃO: 01/11/2011 OBJETO: AQUISIÇÃO DE UNIFORMES, COM A FINALIDADE DE ATENDER O PROGRAMA PROJOVEM VENCEDOR: MARIA DA GLÓRIA CHAVES CAMPOS NASCIMENTO, CNPJ: 09.450.736/0001-36, com o valor total de R$ 1.209,00 (Um mil duzentos e nove reais). PREGOEIRA: ANGELA MARIA DA SILVA CORREIA PREFEITO: JOSÉ RONALDO XAVIER PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRÁ – CNPJ: 76.235.761/0001-94 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 068/2011 PROCESSO LICITAÇÃO Nº 169/2011 PREGÃO Nº 078/2011 - FORMA PRESENCIAL OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA TÉCNICA E ASSESSORIA PÚBLICA JUNTO À SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO, COMPREENDENDO ASSESSORAMENTO NO PLANEJAMENTO DAS ATIVIDADES QUANTO Á MELHORIA E ALTERAÇÕES, NORMATIZANDO A EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS EMPRESA VENCEDORA: Fornecedor : ANTONIO CESAR DE OLIVEIRA - ME – CNPJ : 14.157.429/0001-00 VIGÊNCIA: 07/11/2011 A 07/11/2012 JOSÉ RONALDO XAVIER – PREFEITO ANGELA MARIA DA SILVA CORREIA – PREGOEIRA ANTONIO CESAR DE OLIVEIRA – REPRESENTANTE LEGAL OBS: A RELAÇÃO DE ITENS REFERENTE AO PROCESSO LICITATÓRIO E ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 060/2011, ESTARÁ DISPONIVEL NO SITE OFICIAL DO MUNICÍPIO www.andira. pr.gov.br/licitações PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRÁ EXTRATO DE CONTRATO PARTES: MUNICÍPIO DE ANDIRÁ - PARANÁ L.D.GODOI & GODOI LTDA OBJETO: Constitui objeto do presente instrumento a Contratação de empresa para execução de base para reservatório, muro, grades e fechamentos em alvenaria em um terreno localizado na Rua Ferdinando Bonfante no Conjunto Habitacional Timburi. PREÇO: O preço para a execução do objeto deste contrato é o apresentado na proposta da CONTRATADA, devidamente aprovada pelo CONTRATANTE, sendo que o valor global é de R$ 69.273,11 (Sessenta e nove mil, duzentos e setenta e três reais e onze centavos). PRAZO DE VIGÊNCIA: O presente contrato terá vigência de 150 (cento e cinquenta) dias, contados a partir da data da assinatura do contrato, podendo ser prorrogado nos termos do art. 57 da Lei Federal Nº 8.666/93. DATA: 31/10/2011 CONVITE Nº 011/2011 ASSINATURAS: JOSÉ RONALDO XAVIER – Prefeito JOÃO CÉSAR GODOI - Representante Legal Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Ribeirão do Pinhal - PR RESOLUÇÃO N.º 001, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2011 Dispõe sobre a realização da VI Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. O CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE – CMDCA DE RIBEIRÃO DO PINHAL – PR, no uso de suas atribuições legais e considerando a deliberação em reunião ordinária do Conselho referente a realização da Pré Conferência e da Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, realizada no dia 07 de novembro de 2011. RESOLVE informar a data da realização: •Dia 07 de novembro de 2011 – Pré Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente •Dia 21 de novembro de 2011 – VI Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente •Centro Cultural Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação. Juliano Viceli Presidente do CMDCA

material didático. Para a etapa inicial, as qualificações no Paraná acontecerão em 27 das 32 regiões do Estado atendidas pelos Núcleos Regionais de Educação. Serão 107 cursos nas mais diversas áreas, com carga horária mínima de 160 horas. Os

interessados devem procurar a equipe de Educação e Trabalho do Núcleo da sua região. Os telefones e endereços estão nas páginas eletrônicas dos núcleos podem ser acessados pelo endereço www.diaadia. pr.gov.br/nre

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA DECRETO Nº 474/11 A Prefeita Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, e de conformidade com o requerimento protocolizado sob no 2011/07/009941, DECRETA: Art. 1º - Fica outorgada, com base no artigo 17, § 3º, da Lei Orgânica do Município – Resolução nº 01/90, a Permissão de Uso Gratuita e a Título Precário de Bens Móveis pertencentes ao patrimônio municipal à MITRA DIOCESANA DE JACAREZINHO – PARÓQUIA SANTO ANTONIO DE PÁDUA, com sede na Praça Frei Cristóvão, nº 731, Centro, Santo Antonio da Platina – Paraná, inscrita no CNPJ sob nº 78.212, doravante denominada PERMISSIONÁRIA, representada pelo coordenador da Capela Santa Filomena, Sr. Adilson Sigo, brasileiro, casado, RG nº 3.925.796-3 SSP/PR e CPF nº 531.935.479-72, residente e domiciliado na Rua Paulino Cunha França, nº 20, Jardim Santo André, CEP 86.430-000, Santo Antonio da Platina – Paraná. Parágrafo único – o objeto da presente permissão de uso constitui-se de quarenta conjuntos de carteira e cadeira escolares, cujos números de registro patrimonial estão abaixo relacionados:

Art. 2º – Os bens acima descritos destinam-se exclusivamente para utilização nas aulas de catequese na Capela Santa Filomena, localizada na Vila Claro, em Santo Antonio da platina o Pronto Socorro Municipal, atualmente sob a gestão da Permissionária. Art. 3º - A Permissionária ficará responsável pela manutenção e conservação dos bens, devendo mantê-los em perfeitas condições de uso e não lhes dando destinação diversa da acima especificada. Art. 4º - A presente Permissão de Uso não gera privilégios nem direitos sobre os bens descritos no parágrafo único do artigo 1º e poderá ser revogada a qualquer tempo, a critério do Município, sem qualquer indenização à Permissionária. Art. 5º - Revogada a Permissão de Uso, ficará a Permissionária obrigada a restituir os bens em perfeitas condições, ressalvado o desgaste natural ocasionado pelo tempo. Art. 6º – O descumprimento da finalidade ou das responsabilidades assumidas pela Permissionária acarretará, automaticamente, a revogação da Permissão de Uso. Art. 7º - A Permissão de Uso terá vigência até 31 de dezembro de 2012. Art. 8º - Os casos omissos serão resolvidos pela autoridade competente. Art. 9º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / PALÁCIO DO PODER EXECUTIVO, aos 09 de novembro de 2011. MARIA ANA VICENTE GUIMARÃES POMBO Prefeita Municipal


cmyb

TRIBUNA DO VALE

Sexta-feira, 11 de novembro de 2011

E-mail: social@tribunadovale.com.br

FERNANDA DINIZ Juninho Queiroz

Juninho Queiroz

Registro

Flash

Fica aqui o registro de Paulo Menke e sua esposa Tátyla Cristina Menke pelas lentes de Juninho Queiroz, no último mês em Joaquim Távora

No flash o casal Silvio Luiz Alves Garcia e Mara Regina Lampareli Garcia em recente evento na região

Fernanda Diniz/ TV

Prazo de Validade Gaste um pouco mais no que é básico, clássico, de cor neutra, e principalmente, que caia bem em você. Encare as peças da modinha como vontade passageira. Dá para esperar a liquidação ou, se não aguentar, procure peças mais baratas em lojas de departamentos ‒ que estão caprichando cada vez mais. Um exemplo: o azul bic, que está com tudo e promete arrasar no verão, tem prazo de duração curto. Portanto, vale investir, mas com cautela: acessórios e algumas peças ajudam a compor um visual bacana sem arrasar a conta bancária. (Bolsa de Mulher)

Anote na sua agenda Vem aí Baile do Hawaí no Clube Caravela! Será no dia 31 de dezembro com a banda Jair Supercap Show + frutas tropicais + queima de fogos. Tudo isso em um dos mais belos clubes de campo da região que fica às margens da represa de Carlópolis. Agende-se!

Dupla A dupla sertaneja Evandro e Aguinaldo passou por Santo Antônio da Platina na manhã desta quinta-feira, 10. No click eles aparecem nos estúdios da Vale do Sol FM

Truques contra olheiras 1) Massageie a região: Com a ponta dos dedos, faça movimentos suaves. Com isso, você aumenta a irrigação sanguínea.

Reflexão O acaso faz da vida o seu destino (Sêneca)

2)Reduza a ingestão de sal: A alimentação com muito sal pode aumentar a retenção de líquidos e piorar a congestão

H ORÓSCOPO PARA HOJE Áries Com mudança lunar, os ânimos ficam extremados e você não está livre disso também! Esteja ciente de tudo que parecer urgente e fundamental hoje pode não ser nada disso amanhã. Sua ótica vai mudar, mas os efeitos de suas ações não.

Gêmeos Cenário astral de conturbações e confrontos, normal para a fase atual de Lua cheia. É assim mesmo, o maniqueísmo toma conta de tudo e todos. E você tem de se fixar no campo pratico da vida se não quiser ficar sobrando depois.

Leão Esta Lua cheia de hoje é bem importante pra você; pra dizer a verdade, uma das quatro mais impactantes do ano. E o que ela revela e traz? Consciência, leonino. Consciência de que você tem mais é que se focar nos compromissos, por 15 dias.

Libra Mudança de ritmo com cheia lunar vibrando por mais consistência no trabalho e na vida financeira! Vale 15 dias pra repensar e rever dívidas etc. Vênus transita Sagitário de 1 a 26/11, então você tem sido talvez entusiasta demais com suas posses.

Sagitário Num clima particularmente tenso ocorre a Lua cheia de hoje; ela ativa a área de saúde, doenças crônicas e agudas. Assoma a percepção de que você não tem cuidado direito de seu corpo, mente ou espírito. Pé no chão, sagitariano...

Aquário A partir de hoje e nos próximos 15 dias, focalize um estilo de vida mais sensual: em casa, comida da mais saborosa, no amor os pequenos mimos e os momentos de pura dedicação. A Lua cheia em Touro mostra o caminho da intimidade.

Touro Clima astral revela você em todas as suas características - até as indese jáveis! Lua cheia em seu signo é sinal que doravante, e por duas semanas, o melhor a fazer é cuidar da sua própria vida. Deixe os outros cuidarem das suas próprias.

Câncer É bom que você esteja flexível e aberto a mudanças hoje, canceriano! Vale tomar decisões com a cabeça, e não dar um passo sem ter certeza de que há fundamento no que vai fazer. Contato social problemático; as pessoas estão ultrassensiveis.

Virgem Quando a Lua fica cheia, como hoje, e surge redondinha no céu possível, é hora de aprender pelo embate, confrontando opiniões, crenças, posicionamentos. Todos crescem na disputa que depois vira acordo, pacto e solução. A sua, no setor amoroso.

Escorpião É ali, na arena dos relacionamentos que você vai ter que provar suas teses, argumentos, especialmente dar testemunho de sua força, fidelidade etc. Um parceiro quer ver até onde você vai com ele. E você, também vai ver quem segue ao seu lado.

Capricórnio Se novembro é um mês excelente pra você aprofundar seus vínculos sociais e fazer planos de futuro com amigos queridos, daqui em diante vai ter de compartilhar seu tempo e energia com filhos, amores e projetos pessoais também. Coisas da Lua cheia!

Peixes Sensações boas, a busca por um mundo melhor, uma vida mais ampla, gostosa: temas por onde se enveredar pos Lua cheia em Touro. Falar/escrever bonito, sensibilizar com sua expressão, outras pessoas. Um trabalho e tanto! E gostoso.

cyan magenta yellow black


TRIBUNA DO VALE EDIÇÃO Nº 2019