Issuu on Google+

cmyb

Quinta-feira

TRIBUNA DO VALE 06 DE OUTUBRO DE 2011

DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI

310 160

ANO XV - N0 1995 - R$ 1,00

www.tribunadovale.com.br

ELEIÇÕES

Grupo de Maria Ana terá candidato, mas só em março Antônio de Picolli

Maria Ana Pombo disse que o candidato do seu grupo pode até ser o atual vice, Jorge Garrido (D)

O grupo político que venceu as eleições municipais em 2008 e conduziu Maria Ana Pombo à prefeitura da cidade ainda não definiu quem será o candidato à sucessão da prefeita no ano quem vem. Pior, candidata natural à reeleição, nem mesmo Maria Ana Pombo (PT), decidiu se vai disputar a reeleição. O grupo, formado por representantes do PT, PMDB, PSC e PCdoB reuniram a imprensa ontem pela manhã, na casa da prefeita, para anunciar que a definição do nome do pré-candidato só vai acontecer em março do ano quem vem. Se Maria Ana Pombo recusar a proposta de se candidatar novamente, o mais provável é que o candidato escolhido seja o vice-prefeito Jorge Garrido. No entanto, nem a prefeita e nem o próprio Garrido sustentam essa hipótese e garantem que o nome pode sair de qualquer um dos quatro partidos. 

CARLÓPOLIS

Lojistas e empregados querem redução da jornada de trabalho

PÁG. A8

LOCAL

Mudanças do trânsito saem do papel Aline Damásio

O Departamento de Trânsito de Santo Antonio da Platina iniciou esta semana a sinalização das ruas Benjamin Constant, 13 de Maio, Artur Franco e Joaquim Ribeiro Mendes que sofrerão alterações de sentido nos trechos da área central da cidade. Na rua Benjamin Constant o tráfego que atualmente é de mão dupla se modifica para o sentido único bairrocentro, seguindo o sistema binário das ruas Marechal Deodoro, rui Barbosa e 13 de Maio. Nas vias próximas ao Hospital Nossa Senhora da Saúde, a rua 13 de Maio que é de sentido único até o cruzamento com a rua Artur Franco se estende até a rua Joaquim Ribeiro Mendes, próxima ao hospital. No local também ficou definido a proibição do estacionamento (foto) próximo a calçada da unidade hospitalar.

Antônio de Picolli

Comerciantes e comerciários lotaram na terça-feira as dependência da Câmara de Vereadores de Carlópolis

Empresários e trabalhadores do comércio lotaram a Câmara de Vereadores de Carlópolis na noite de terçafeira, 4, para acompanhar a sessão que debateu o pedido de alteração da lei orgânica que visa a redução de jornada de trabalho para os empregados do comércio. Segundo o projeto de lei número 53/2011, apresentado na sessão, os horários de abertura e fechamento dos estabelecimentos industriais e comerciais serão alterados. Atualmente, o comércio abre das 8 às 19 horas de segunda a sábado e, nos domingos, os supermercados abrem das 8 às 13 horas.  PÁG. A4

EM JACAREZINHO

Polícia civil vive quadro caótico , diz delegado-geral

“Fase negra” e “quadro caótico” foram alguns dos adjetivos utilizados pelo delegado-geral da Polícia Civil do Paraná, Marcus Vinícius da Costa Michelotto, para definir a situação da corporação no Estado. A declaração foi feita na manhã de ontem, no auditório do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Estadual do Norte do Paraná (Uenp), em Jacarezinho, durante a cerimônia de entrega de medalhas a policiais da região. Ele acusou os antigos governantes de jogarem o ônus da segurança pública sobre a instituição e disse que o descaso gerou uma “fase negra” vivida atualmente pela polícia civil. “A polícia civil está doente e precisa ser reestruturada”, disse.

PÁG. A6

SOLIDARIEDADE

S.A. PLATINA

Voluntariado da Duke Energy atua na bacia do Paranapanema

Prefeitura ainda não tem solução para animais abandonados

PÁG. A5

PÁG. A8

PÁG. B1

B2

cyan magenta yellow black


A-2 Opinião

TRIBUNA DO VALE

No caso dos veículos, é fato que o preço de um zero km pode recuar pouco mais de 20% após o seu primeiro ano de uso, fragilizando a garantia do financiamento” Ricardo Loureiro

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011

O exercício do poder de polícia de trânsito é uma atividade jurídica exclusiva do poder administrativo do Estado e jamais poderá ser exercido por entidade que congregue capital ou interesse particular, ou por seus agentes, por não restar vínculo direto e estrito com o poder público”

A RTIGO

E DITORIAL

Reginaldo Koga *

Voto consciente Faltando quase um ano para as eleições municipais, os brasileiros começam a mostrar uma certa revolta contra os vícios da política brasileira, reivindicando mais moralidade na vida pública. Manifestações como as que estamos vendo acontecer no país desde o 7 de Setembro, e que devem se repetir em 12 de outubro, não eram previstas no cenário político brasileiro, principalmente em ano não eleitoral e no qual a economia apresenta bons resultados. Esses protestos são indícios de se estar iniciando uma transformação cultural para a qual se espera continuidade. No ano eleitoral que se aproxima, seria importante que essa consciência contra a corrupção seja estendida para a escolha eleitoral. Amanhã termina o prazo para filiações dos cidadãos que pretendem se candidatar em 2012, fechando um ciclo do processo eleitoral. É a data-limite também para troca de partidos. A partir dessa data, o cenário das eleições passará a ficar mais definido. E as articulações partidárias devem começar a se intensificar, até junho do próximo ano, quando ocorrerão as convenções partidárias. Com a mesma intensidade na qual os políticos vão organizando suas chapas de vereadores e negociando alianças para a disputa das prefeituras, a população precisará se dedicar a conhecer o passado e as propostas dos candidatos e partidos. O eco das manifestações de hoje precisa se prolongar no tempo para que resulte em transformação efetiva no país, no que se refere à representatividade. Portanto, essa força que vem HORÁRIO DE FECHAMENTO

22:10

se apresentando por meio dos protestos contra a corrupção poderá promover a renovação dos quadros partidários, afastando diversos políticos atuais da vida pública, e exercendo o voto de forma consciente. As marchas contra a corrupção, que vão ganhando adesões da sociedade, independentemente da atuação dos partidos, podem ser um importante veículo para um projeto de mudança pautado pelos cidadãos. Isso não quer dizer que se pode prescindir de representantes eleitos. Mas, sim, que a fiscalização da conduta deles deve ser constante, para que cumpram o seu mandato tal como se espera em uma República. Nesse sentido, os protestos podem disseminar a mensagem da responsabilidade que a população terá no próximo ano, ao escolher seus representantes. Mas essa responsabilidade não termina nas urnas. É imprescindível que, após as eleições, a população permaneça vigilante sobre a conduta dos eleitos. Do contrário, os esforços empreendidos até o momento terão eficácia reduzida. Os protestos contra a corrupção e em favor de medidas moralizadoras da política estão entre as poucas boas notícias no quadro institucional da atualidade. Entretanto, as marchas são apenas um dos componentes necessários para tornar as nossas instituições mais transparentes e republicanas. É necessário que a experiência decorrente delas conduza a novos comportamentos políticos, melhorando a qualidade do voto e a fiscalização dos políticos pelos cidadãos. Não aproveitar essa janela de oportunidade que se avizinha seria um desperdício.

C HARGE

chargeonline.com.br

NESTA EDIÇÃO TEM

22 PÁGINAS CADERNO PRINCIPAL - OPINIÃO - POLÍTICA - GERAL - CIDADES - COTIDIANO - ESPORTES - AGRONEGÓCIO

A 01 - 08 A 02 A 03 A 04 A 05 A 06 A 07 A 08

2ª CADERNO - AGRONEGÓCIO - ATAS & EDITAIS - SOCIAL

B 01 - 08 B 01 B 02 - 07 B 08

3º CADERNO - ATAS & EDITAIS

C 01 - 06 C 01 - 06

Reginaldo Koga

PREVISÃO PARA HOJE

310 160

SANTO ANTÔNIO DA PLATINA

Poder de polícia é do Estado O trânsito é, antes de mais nada, uma questão de segurança pública e o exercício do poder de polícia pela Urbs afronta não apenas os artigos 173 e 175 da Constituição Federal, como também o artigo 144 da mesma, vez que, inexistindo órgão legalmente competente da administração pública direta em Curitiba, a relevante tarefa compete à Polícia Militar, através do BPTran em fiel observância à legislação de trânsito. O poder de polícia está definido no artigo 78 do Código Tributário Nacional, como “a atividade da administração pública que, limitando ou disciplinando direito, interesse ou liberdade, regula a prática de ato ou abstenção de fato, em razão de interesse público concernente à segurança, à higiene, à ordem, aos costumes, à disciplina da produção e do mercado, ao exercício de atividades econômicas dependentes de concessão ou autorização do Poder Público, à tranquilidade pública ou ao respeito à propriedade e aos direitos individuais ou coletivos”. Como atividade indissociável da ideia de Estado, o poder de polícia somente pode ser exercido por órgãos da administração pública direta, enquanto poder público, o que afasta a atuação das entidades paraestatais, como empresas públicas, sociedades de economia mista ou outras entidades que explorem atividade econômica que somente podem receber delegação de poderes para a prestação dos denominados serviços “impróprios”, ou “não típicos do Estado”. O exercício do poder de polícia de trânsito é uma atividade jurídica exclusiva do poder administrativo do Estado e jamais poderá ser exercido por entidade que congregue capital ou interesse particular, ou por seus agentes, por não restar vínculo direto e estrito com o poder público. Assim, aplicar multas, arrecadar, apreender veículos, julgar motoristas infratores e tantas outras inerentes à fiscalização e garantia da paz e segurança no trânsito é, segundo o artigo 24 do Código de Trânsito Brasileiro, exercício de poder de polícia que compete ao poder público municipal, portanto, indelegável a ente privado, ainda que sob a forma de empresa estatal. É incompatível a Urbs aplicar multas e ser remunerada pelo Município em 4% pelos valores recolhidos ao Fundo de Urbanização de Curitiba, (artigo 10 da Lei Municipal n.º 4.369/72) ou ainda, nos termos do artigo 41 do seu Estatuto Social, deduzir 25% do lucro líquido para distribuição como dividendos aos acionistas representados por uma seguradora, fundos de pensão, políticos e empresários, demonstrando assim um conflito de interesses entre segurança do trânsito e exploração da atividade econômica pelo Estado. Assim, não há qualquer sombra de dúvida quanto à impossibilidade jurídica de um ente de natureza privada, como no caso da Urbs S/A, exercer poder de polícia, pois está em causa a restrição à liberdade e a propriedade do administrado, além da insustentável violação ao Estado Democrático de Direito (art. 1.º da Constituição Federal). Algumas decisões judiciais já reconheceram a indelegabilidade do poder de polícia a pessoa jurídica de direito privado: 1.ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do Paraná, Autos n.º 24 – 09.2010.8.16.0179; Superior Tribunal de Justiça, caso da BHTrans, autos n.º 817.354; Supremo Tribunal Federal, autos da Adin n.º 1717; Tribunal de Justiça do Paraná, Adin n.º 52764-2. Portanto, no âmbito do trânsito, o exercício do poder de polícia administrativa é uma atividade típica de Estado, não podendo ser delegada a particulares ou empresas com natureza jurídica de direito privado, ainda que constituída de patrimônio público e tendo como sócio majoritário o Município, pois os atos administrativos praticados por essas entidades são nulos, por falta de competência, o que permite aos administrados buscarem o reembolso dos valores que indevidamente recolheram. Reginaldo Koga é advogado.

A RTIGO Ricardo Loureiro *

Bolha, só se for de equívocos Desde o início do ano temos presenciado alertas quanto aos riscos de estouro de uma possível bolha crédito no Brasil. O crescimento acelerado do crédito no país, o alto comprometimento de renda do brasileiro com pagamento de dívidas e a escalada dos preços dos imóveis nos principais centros urbanos costumam ser elencados como sinais da existência desta bolha em terras brasileiras. Assim, mais cedo ou mais tarde, sucumbiríamos a uma crise tal qual vem ocorrendo no hemisfério norte. Em primeiro lugar, o termo “bolha” não é, a rigor, adequado ao mercado de crédito pois, tecnicamente, “bolha” representa o descolamento significativo e prolongado do preço de algum ativo financeiro ou real dos seus fundamentos. Mas, como bolhas especulativas costumam ser precedidas por “booms” de

crédito, acaba-se utilizando, alternativamente e com certa liberalidade, o termo “bolha”. Esta associação entre “boom” de crédito e bolha especulativa foi justamente o que ocorreu com os EUA e com vários países da Europa Ocidental: um longo período de crédito farto gerando movimentos especulativos nos preços das residências. Mas, para que esta “tempestade perfeita” possa acontecer é preciso um combustível fundamental: a prevalência, por um tempo bastante razoável, de taxas reais de juros próximas de zero, ou até mesmo negativas. E é aqui onde começam as diferenças entre a situação do mercado de crédito brasileiro daquilo que ocorreu no exterior. Nossa taxa real de juros é uma das mais altas do planeta! Isto faz com que os bancos brasileiros não precisem, para se rentabilizar, aventurarem-se

TRIBUNA DO VALE

O Diário da nossa região - Fundado em agosto de 1995 Editora Jornal Tribuna do Vale LTDA CNPJ 01.037.108/0001-11 Matriz: Rua Tiradentes 425, Centro Santo Antônio da Platina, PR Fone/Fax: 43 3534 . 4114

Diretor Responsável Benedito Francisquini - MTB 262/PR tribunadovale@tribunadovale.com.br tribunadovale@uol.com.br

por mercados de altíssimo risco, tal como ocorreu nos EUA e em alguns países europeus. Outra grande diferença: no Brasil os bancos possuem baixa alavancagem e operam num ambiente regulatório e fiscalizatório que é “benchmark” mundial. Lá fora, os empréstimos de alto risco evoluíram em um impressionante vácuo do ponto de vista regulatório e fiscalizatório, disseminando o risco através de operações cruzadas com derivativos exóticos. Assim, a expansão do crédito no Brasil vem ocorrendo sob rigoroso monitoramento por parte da Autoridade Monetária, que não se furta em adotar medidas macroprudenciais para coibir certos excessos. Há quem diga que o mercado de veículos, fortemente influenciado pela expansão do crédito ao longo dos últimos anos, seria o “subprime”

brasileiro. Outros enxergam na valorização dos preços dos imóveis a presença de uma bolha imobiliária no Brasil. Não é a visão que compartilhamos. No caso dos veículos, é fato que o preço de um zero km pode recuar pouco mais de 20% após o seu primeiro ano de uso, fragilizando a garantia do financiamento. Mas é por isto mesmo que, normalmente, se exige do comprador uma entrada mais ou menos equivalente, no ato do financiamento. Quanto aos imóveis, as altas observadas de pouco mais de 100% em algumas regiões metropolitanas no país, ao longo dos últimos três anos, refletem o forte crescimento da demanda – induzida pelo elevado grau de confiança dos consumidores, pela ascensão das classes C e D, pelos impactos das novas regras introduzidas a partir

Representação: MERCONET Representação de Veículos de Comunicação LTDA Rua Dep. Atílio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 ¦ Fax: 41-3079-3633 Vendas Assinatura Anual R$ 150,00 Trimestral R$ 45,00 Semestral R$ 90,00 On-line R$ 100,00

Impressão e Fotolito: Editora Jornal Tribuna do Vale Fone/Fax : 43 3534 . 4114

de 2005, nos financiamentos imobiliários, pelo programa Minha Casa, Minha Vida – e que não tiveram a devida resposta, no tempo e na mesma intensidade, da oferta. Afinal, o setor imobiliário passou por quase vinte anos de letargia caracterizado por baixo investimento em mão-de-obra, em produção de insumos e em bancos de terrenos. Quando a demanda aflorou, a oferta n��o conseguiu evoluir no mesmo ritmo e, por conta disto, os preços subiram. Logo, são os fundamentos – e não bolha – que explicam a alta dos preços das residências. Além disto, no caso dos imóveis, a maioria esmagadora são compradores finais e, no Brasil, o refinanciamento de hipotecas praticamente não existe. Uma última consideração: a inadimplência dos consumidores está crescendo pouco mais de 20% neste ano.

Alguém poderia citar este fato como mais um sinal de bolha. Porém, se há bolha de crédito, a inadimplência sobe depois e não antes do seu estouro. Na verdade, a alta da inadimplência em 2011 foi devida à aceleração da inflação no início do ano e não ao eventual estouro de bolha. Aliás, nossos indicadores antecedentes já apontam para uma estabilização da inadimplência ainda neste ano. Em suma, não vislumbramos existir bolha de crédito no Brasil. Temos, sim, um movimento saudável de crescimento do crédito que, com a introdução do cadastro positivo, tem tudo para se tornar mais um case de sucesso perante a comunidade financeira internacional. * Ricardo Loureiro Presidente da Serasa Experian e da Experian América Latina

Circulação: Abatiá ¦ Andirá ¦ Arapoti ¦ Bandeirantes ¦ Barra do Jacaré ¦Cambará ¦ Carlópolis ¦ Conselheiro Mairink ¦ Figueira¦Guapirama ¦ Ibaiti ¦ Itambaracá ¦ Jaboti ¦ Jacarezinho Jaguariaíva ¦ Japira ¦ Joaquim Távora ¦ Jundiaí do Sul ¦ Pinhalão ¦ Quatiguá ¦ Ribeirão Claro ¦ Ribeirão do Pinhal ¦ Santo do Itararé ¦Santana do Itararé ¦Santo Antônio da Platina ¦ São José da Boa Vista ¦ Sengés ¦ Siqueira Campos ¦Tomazina ¦ Wenceslau Bráz

Filiado a Associação dos Jornais Diário do Interior do Paraná

* Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.


Cotidiano A-3

TRIBUNA DO VALE

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011

Apesar de assumirmos responsabilidades que não são nossas, a ação da polícia civil no Estado é eficiente” Marcus Vinícius da Costa Michelotto

P anorama Regional B. Francisquini

Decisão difícil

A convocação de uma coletiva de imprensa pela prefeita Maria Ana Guimarães Pombo (PT) criou um clima de tensão no ar, afinal, a opinião quase unânime na cidade era a de que, com a presença de seu vice, Jorge Garrido (PMDB), anunciaria sua candidatura à reeleição, mantendo o mesmo time que ganhou o último pleito municipal. Ao contrário das expectativas, Maria Ana frustrou as expectativas ao fazer um

pronunciamento antecipando que os partidos que compõem seu grupo político ainda não definiu candidatura e ela mesma admite que possa abdicar do direito em favor de outro nome. A definição ficou para março de 2012. O que se tentou mostrar foi que o grupo continua unido, o que está longe da verdade, pois são públicas as rusgas internas entre o vice e a prefeita e entre ela mesma e os membros de seu partido.

Debandada O anuncio da unidade política, na verdade, tem o objetivo de frear a debandada geral com a possibilidade de não haver candidato à prefeito entre os partidos da coligação. Desde que o ex-deputado Chico da Princesa anunciou sua pré-candidatura à prefeito, está ocorrendo uma migração em massa de políticos para os partidos da base de sustentação do ex-parlamentar. Isso ameaça esfacelar o grupo de Maria Ana e alguma coisa deferia ser feita para impedir a continuidade do fenômeno. Pouca gente acredita que isso dê resultado. Hipóteses 1 Maria Ana anuncia que é candidata à reeleição mantendo Garrido na vice. Isso criaria uma situação de risco para os dois pré-candidatos anunciados até agora, Chico da Princesa (PSB) e Pedro Claro (DEM). Seriam três candidaturas fortes, tornando difícil uma aposta no provável vencedor. Para Maria Ana se criaria algumas dificuldades, principalmente nas ações administrativas onde tudo que fizesse seria visto como campanha eleitoral. Hipóteses 2 Maria Ana diz que está fora da próxima disputa. Do ponto de vista administrativo ela estaria liberada para governar sem medo de causar impactos negativos à sua imagem. Teria chances de fechar sua gestão com “chave de ouro” e seu partido, o PT, naturalmente se encaminharia do PSB de Chico da Princesa, com possibilidade de indicar o vice, mesmo cenário provável ao PMDB. Hipótese 3 Ana Maria anuncia que seu grupo só indica candidato a partir de março de 2012, fato que se tornou real na manhã de ontem. Que existem dificuldades, não como negar, mas também cabem outras hipóteses, como por exemplo, um dos adversários acabar desistindo da campanha. Pedro Claro, por exemplo, tem alguns abacaxis para descascar. Existem informações que ele está tendo dificuldades de ver aprovadas pelo Tribunal de Contas os dois balanços que apresentou à corte. Há ainda o fato de que suas contas relativas às eleições de deputados ainda não foram aprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral. Nesse cenário, se o demista sai de cena, a atual prefeita se veria frente a frente com Chico da Princesa, numa situação bem diferente. O negócio mesmo, é esperar. Apoio fundamental Pela primeira vez o governador Beto Richa, do PSDB, assumiu publicamente que irá apoiar a reeleição do prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, do PSB. Em entrevista a emissoras de rádio, quando da assinatura de um protocolo de intenções entre o governo do Paraná e o Movimento Brasil Competitivo, para implantar o programa Modernizando a Gestão Pública, realizada terça-feira, no Palácio das Araucárias, Richa destacou que Ducci sempre foi “parceiro”. “Esteve sempre ao nosso lado, tem tocado todos os projetos seguindo a linha de governo que nós iniciamos e não poderia ser diferente porque deu grande contribuição quando foi nosso vice”, destacou. Fruet não tem do que reclamar Questionado sobre a saída do ex-deputado Gustavo Fruet do PSDB, o governador Beto Richa disse que ele não tem do que reclamar. Dele ou do PSDB. Sobre sua filiação ao PDT, Beto disse que foi “uma estratégia que adotou, seguiu um caminho imaginando que é o melhor para ele”. “Só posso desejar que ele seja feliz”, disse. Mudanças não valem para 2.012 As alterações na legislação eleitoral em curso no Congresso Nacional não irão prevalecer nas eleições municipais do ano que vem. É que, segundo o Tribunal Superior Eleitoral, existe o chamado princípio da anterioridade eleitoral, que está previsto no Artigo 16 da Constituição Federal, e que entra em vigor nesta próxima sexta-feira, um ano antes das eleições. O objetivo, de acordo com o TSE, é evitar mudanças de última hora motivadas por conveniências políticas (casuísmo eleitoral) e preservar a segurança do processo eleitoral. (Com Roseli Abrão, de Curitiba)

Polícia civil vive quadro caótico , diz delegado-geral JACAREZINHO

Antônio de Picolli

Michelotto diz que Polícia Civil precisa ser reestruturada e revela que mais de 70% dos municípios sofrem com falta de policiais Maurício Reale

“Fase negra” e “quadro caótico” foram alguns dos adjetivos utilizados pelo delegado-geral da Polícia Civil do Paraná, Marcus Vinícius da Costa Michelotto, para definir a situação da corporação no Estado. A declaração foi feita na manhã de ontem, no auditório do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Estadual do Norte do Paraná (Uenp), em Jacarezinho, durante a cerimônia de entrega de medalhas a policiais da região. Ele acusou os antigos governantes de jogarem o ônus da segurança pública sobre a instituição e disse que o descaso gerou uma “fase negra” vivida atualmente pela polícia civil. “A polícia civil está doente e precisa ser reestruturada”, enfatizou. “Apesar de assumirmos responsabilidades que não

Michelotto (em pé) lamenta situação da polícia civil e espera ações concretas do Estado

são nossas, a ação da polícia civil no Estado é eficiente”, disse Michelotto referindose ao acúmulo de presos nas cadeias das delegacias. O delegado geral revelou que em 70% das delegacias faltam policiais e que está reconstruindo o departamento de polícia do Estado que estava completamente desorganizado. Ele lamentou a falta de ações mais efetivas dos governos anteriores e afirmou que nunca havia presenciado um conjunto de ações tão eficientes para melhorar a estrutura da instituição como neste governo, porém, disse que ainda há muito a fazer para melhorar as condições de trabalho e os salários dos policiais. “Chega de tratar a Polícia Civil dessa forma”,

desabafou. O delegado geral afirmou também que, uma das metas do secretário de Segurança Pública, Reinaldo de Almeida Cesar, é desafogar as delegacias removendo os presos já condenados para presídios estaduais. Ele também fez um comentário sobre sua atuação como delegado geral. “Tenho desapego ao cargo de delegado geral. Sou feliz como policial”, concluiu. Homenageados Ao todo foram homenageados com medalhas de bronze (10 anos), prata (20anos) e ouro (30 anos) uma delegada e 24 investigadores e escrivães pelo mérito durante o tempo de serviços prestados à instituição. O único a receber medalha de ouro foi o investigador de Carlópolis,

Osmar Baggio. A delegada da 38ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Santo Antônio da Platina, Margareth Neves Alferes de Oliveira Motta, recebeu medalha de bronze. O investigador Marcelo Augusto, da mesma delegacia, recebeu medalha de prata e outros quatro policiais e escrivães também receberam medalhas de bronze. Na 12ª Subdivisão Policial (SDP) de Jacarezinho foram homenageados sete investigadores e escrivães, sendo que Renato Sergio Torres, recebeu medalha de prata. Outros dez de Tomazina, Carlópolis, Wenceslau Braz, Siqueira campos, Ribeirão Claro, Ribeirão do Pinhal, Joaquim Távora, Cambará e Ibaiti, também receberam medalhas de bronze.

S.A. PLATINA

Acidente na rua 13 de maio deixa motociclista ferida Aline Damásio

Uma motociclista ficou ferida na tarde de ontem, 4, em um acidente envolvendo uma moto Honda Biz 125 e um veículo VW Gol com placas de Curiúva, no cruzamento das ruas 13 de maio e Coronel Joaquim Rodrigues do Prado. O condutor do veículo, Jonatas Bittencourt contou não ter visto a moto no cruzamento das vias e bateu lateralmente na moto de Akeme Sakai, que sofreu ferimentos leves e foi conduzida pelo Corpo de Bombeiros ao Pronto Socorro Municipal . O motorista do veículo não teve ferimentos.

Motociclista teve ferimentos leves em colisão envolvendo Gol com placas de Curiúva

S.A.PLATINA

Homem preso ao roubar leitões Celso Felizardo

A e x pre s s ã o “ l a d r ã o de galinhas” ganhou uma v a r i a nt e e m u m c r i m e inusitado que ocorreu na noite de terça-feira, 4, em Santo Antônio da Platina. José Tiago Caldi foi flagrado pela Polícia Militar com dois porcos que ele havia furtado de uma casa na r ua Aurora, na Vila Ribeiro. A equipe de motociclistas da 4ª Companhia do 2º Batalhão da Polícia Militar encontrou Caldi andando com uma mochila e em atitude suspeita. Como o rapaz já ti-

nha passagens por furtos, os policiais fizeram uma revista na bolsa e encontraram os animais. Durante a abordagem, o morador Eduardo Aparecido de Campos, relatou ter sumido um porco marrom de sua casa. Os policiais foram até a casa de Campos e constataram que havia um chiqueiro c om u m a l e it o a e d oi s porquinhos da mesma idade dos dois suínos furtados. Caldi foi preso em flagrante por furto qualificado e foi encaminhado à 38ª Delegacia Regional de Polícia.

João Caldi foi flagrado com os dois porquinhos escondidos em uma mochila


A-4 Economia

TRIBUNA DO VALE

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011

Lojistas e empregados querem redução de jornada de trabalho CARLÓPOLIS Projeto de lei que altera lei orgânica foi apresentada na terça-feira

Maurício Reale

Empresários e trabalhadores do comércio lotaram a Câmara Municipal na noite de terça-feira, 4, para acompanhar a sessão que debateu o pedido de alteração da lei orgânica que visa a redução de jornada de trabalho para os empregados do comércio. Segundo o projeto de lei número 53/2011, apresentado na sessão, os horários de abertura e fechamento dos estabelecimentos industriais e comerciais serão alterados. Atualmente, o comércio abre das 8 às 19 horas de segunda a sábado e, nos domingos, os supermercados abrem das 8 às 13 horas. Caso o Legislativo aprove a alteração, o comércio passará a funcionar de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas, sábados das 8 às 12 horas e não abrirá aos domingos. Também ficou acertado que, no segundo sábado de cada mês e também naqueles que precederem datas comemorativas como dia das mães, das crianças, dos pais, entre outros, o comércio abrirá das 8 às 18 horas. O abaixo-

Antônio de Picolli

assinado pedindo a alteração foi proposto e assinado pelos proprietários de estabelecimentos comerciais. Quase 90 proprietários assinaram o documento e, embora não haja assinaturas dos trabalhadores do comércio, a maioria apóia a iniciativa. Abuso Uma funcionária que não quis se identificar disse que, apesar de os estabelecimentos fecharem as portas às 19 horas, muitos clientes ainda per-

Gostaria que houvesse uma audiência pública para estabelecer critérios que definam a jornada de trabalho em Carlópolis”

manecem fazendo compras internamente e não é raro o movimento se estender até depois das 22 horas. No caso dos supermercados a queixa é ainda pior, já que, depois de fechado, muitos funcionários ainda entregam as compras nas residências depois das 23 horas. Ela também revelou que muitos estabelecimentos não pagam horas extras aos funcionários e que o excesso de trabalho motiva

Com plenário lotado, vereadores aprovaram alteração da carga horária no comércio

a migração de trabalhadores para cidades vizinhas, como Santo Antônio da Platina, por exemplo, onde indústrias como a Yazaki pagam horas extras e não realizam turnos de trabalho aos sábados e domingos. “O ideal é que a carga horária no comércio em Carlópolis fosse de 44 horas semanais, como nas cidades vizinhas. Aqui a carga horária é de 48 horas semanais. Isso

dificulta a contratação de funcionários”, diz a funcionária Adessandra Mateus. Debate Apesar de aprovado em primeira instância, o projeto pode receber emendas e alguns vereadores defendem um debate mais amplo com a sociedade. “Reconheço que Carlópolis ainda não está preparada para atender um aumento da demanda turís-

05/10/11

CÂMBIO

05/10/11

DÓLAR COMERCIAL

INDICE BOVESPA Alta: 0,65%

51.013 pontos

Volume negociado: R$ 5,89 bilhões 53.270 53.384 52.324 50.791 50.686 51.013

Baixa: 1,98% Compra Venda

EURO

Var. outubro: -2,66% R$ 1,830 R$ 1,832

DÓLAR PTAX (Banco Central) Baixa: 2,12% Compra Venda

28/09 29/09 30/09 03/10 04/10 05/10

Ações Petrobrás PN Vale PNA ItauUnibanco PN Bradesco PN Tam S/A PN Fibria ON Brookfield Inc. ON Telemar PN Dow Jones Londres Frankfurt Tóquio

OURO - BM&F 05/10

R$ 18,21 38,70 28,80 27,35 28,50 14,62 5,60 17,60

10.936,62 5.102,17 5.473,03 8.382,98

+1,18 +3,19 +4,91 -0,86

%

var. dia

R$ 98,00 /grama

IR

+0,51%

OUTUBRO

BASE (R$)

Alíquota Parc. a % deduzir Até R$ 1.566,61 Isento De R$ 1.566,62 a 2.347,85 7,50% 117,49 De R$ 2.347,86 a 3.130,51 15% 293,58 De R$ 3.130,52 a 3.911,63 22,50% 528,37 Acima de R$ 3.911,63 27,50% 723,95

Deduções: a) Assalariados: 1-R$ 157,47 por dependente; 2 - pensão alimentícia; 3 - contribuição à Prev. Social; 4 - R$ 1.566,61 por aposentado a partir de 65 anos; 5 - contribuições à previdência privada e aos Fapi pagas pelo contribuinte; b) Carne Leão: itens de 1 a 3 mais as despesas escrituradas no livro-caixa.

SELIC/IR IR 2011 - A sétima parcela vence em 31/10.

Para pagamento desta parcela há juros Selic de 5,93%.

MÊS TAXA SELIC Jul/11 0,97% Ago/11 1,07%

Var. outubro: -1,36% R$ 2,4587 R$ 2,4598

Var. outubro: -1,00% R$ 1,79 R$ 1,99

Baixa: 1,14% Compra Venda

Var. outubro: -1,89% R$ 2,40 R$ 2,60

OUTRAS MOEDAS X REAL Iene Libra esterlina Peso argentino

R$ 0,0240 R$ 2,85 R$ 0,44

TR, TBF, POUPANÇA TR MÊS Agosto/11 Setembro/11 Outubro/11

POUPANÇA MÊS Agosto/11 Setembro/11 Outubro/11

LOTES - ATACADO

% 0,21 0,10 0,06

ano 0,88 0,99 1,05

12 m 1,18 1,21 1,22

% 0,71 0,60 0,56

ano 4,99 5,62 6,22

12 m 7,42 7,45 7,47

TAXAS DIÁRIAS % Período 4/9 a 4/10 5/9 a 5/10 6/9 a 6/10 7/9 a 7/10 8/9 a 8/10 9/9 a 9/10 10/9 a 10/10 11/9 a 11/10 12/9 a 12/10 13/9 a 13/10 14/9 a 14/10 15/9 a 15/10 16/9 a 16/10 17/9 a 17/10 18/9 a 18/10 19/9 a 19/10 20/9 a 20/10 21/9 a 21/10 22/9 a 22/10 23/9 a 23/10 24/9 a 24/10 25/9 a 25/10 26/9 a 26/10 27/9 a 27/10 28/9 a 28/10 29/9 a 29/10 30/9 a 30/10 1/10 a 31/10 1/10 a 1/11 2/10 a 2/11 3/10 a 3/11

TR 0,0999 0,1316 0,1252 0,1085 0,1238 0,1149 0,0866 0,1199 0,1485 0,1208 0,1143 0,1261 0,0802 0,0596 0,0828 0,1290 0,1271 0,1234 0,1046 0,0715 0,0572 0,0802 0,1227 0,1180 0,0885 0,1091 0,0603 0,0404 0,0620 0,0936 0,0954

TBF 0,8807 0,9327 0,9162 0,8994 0,9248 0,9058 0,8673 0,9108 0,9597 0,9118 0,9052 0,9271 0,8508 0,8201 0,8634 0,9200 0,9181 0,9144 0,8954 0,8421 0,8176 0,8608 0,9237 0,9089 0,8662 0,8900 0,8308 0,7907 0,8325 0,8743 0,8761

POUP 0,6004 0,6323 0,6258 0,6090 0,6244 0,6155 0,5870 0,6205 0,6492 0,6214 0,6149 0,6267 0,5806 0,5599 0,5832 0,6296 0,6277 0,6240 0,6051 0,5719 0,5575 0,5806 0,6233 0,6186 0,5859 0,5623 0,5941 0,5959

05/10/11

SOJA - saca 60kg PRAÇA Paranaguá Ponta Grossa Maringá Cascavel Sudoeste Guarapuava

TRIGO - saca 60kg

R$ 48,50 47,00 45,50 45,50 45,50 45,50

SEM -3,0% -2,1% -3,2% -2,2% -3,2% -3,2%

30 d. -7,6% -4,1% -5,2% -4,2% -5,2% -5,2%

28,00 1,8% 24,50 -3,9% 24,00 -4,0% 24,50 -5,8% 24,00 -11,1% 25,00 -2,0%

-5,1% -5,8% -5,9% -3,9% -9,4% -3,8%

MILHO - saca 60kg Paranaguá Sudoeste Cascavel Maringá Ponta Grossa Guarapuava

PRAÇA Curitiba Ponta Grossa Maringá Cascavel

R$ 29,00 28,80 28,80 28,50

SEM 0,0% 0,0% 0,0% 0,0%

MÊS TAXA SELIC Set/11 0,94% *Out/11 1,00%

*No mês corrente a Selic é sempre 1,00% Indicadores Econômicos: elaboração da agência Dossiê:Dinheiro. Fone: (41) 3205-5378

DÓLAR TURISMO Baixa: 1,51% Compra Venda

Var. outubro: -1,26% R$ 1,770 R$ 1,960

US$ 1 É IGUAL A: Iene Libra esterlina Euro

76,86 0,6477 0,7503

ÍNDICES DE INFLAÇÃO

Índices em % INPC (IBGE) IPCA (IBGE) IPCA-15 (IBGE) IPC (FIPE) IPC (IPARDES) IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV) IPA-DI (FGV) IPC-DI (FGV) INCC-DI (FGV)

abr 0,72 0,77 0,77 0,70 1,06 0,45 0,50 0,24 0,95 1,06

mai 0,57 0,47 0,70 0,31 0,25 0,43 0,01 -0,63 0,51 2,94

jun 0,22 0,15 0,23 0,01 -0,02 -0,18 -0,13 -0,19 -0,18 0,37

REAJUSTE ALUGUÉIS Índice INPC (IBGE) IPCA (IBGE) IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV)

ago 1,0687 1,0687 1,0836 1,0834

set out 1,0740 1,0723 1,0800 1,0746 1,0781 -

* Correção anual. Multiplique valor pelo fator acima

PREVIDÊNCIA

jul 0,00 0,16 0,10 0,30 0,15 -0,12 -0,05 -0,13 -0,04 0,45

ago 0,42 0,37 0,27 0,39 0,46 0,44 0,61 0,77 0,40 0,13

set 0,53 0,25 0,65 -

ano 4,14 4,42 5,04 4,14 4,22 4,15 3,52 2,87 4,17 6,21

12m 7,40 7,23 7,33 6,54 6,73 7,46 7,81 8,09 7,10 7,75

OUTROS INDICADORES ago set out BTN + TR 1,557268 1,560500 1,562065 TJLP (%) 6,00 6,00 6,00 Sal. mínimo 545,00 545,00 545,00 FGTS (%) 0,3698 0,4547 TAXA SELIC ANUAL: 12,00%

COMPETÊNCIA SETEMBRO

Vencimento: empresas 20/10 e pessoas físicas 17/10. Após multas de 4% a 100% e juros (Selic)

Empresário/empregador

Facultativo

Contribui com 11% sobre o pró-labore, entre R$ 545,00 (R$ 59,95) e R$ 3.691,74 (R$ 406,09), através de GPS.

Contribui com 20% sobre qualquer valor entre R$ 545,00 (R$ 109,00) e R$ 3.691,74 (R$ 738,34), através de carnê.

Autônomo

Assalariados

1) Quem só recebe de pessoas físicas: recolhe por carnê 20% sobre os limites de R$ 545,00 (R$ 109,00) a R$ 3.691,74 (R$ 738,34). 2) Quem só recebe de pessoas jurídicas: a empresa recolhe 11% sobre o máximo de R$ 3.691,74 (R$ 406,09) e desconta do autônomo. 3) Quem recebe de jurídicas e físicas: têm desconto de 11% sobre o que recebe de jurídicas, até R$ 3.691,74 (R$ 406,09). Se não atingir este teto, recolhe 20%, via carnê, sobre a diferença até R$ 3.691,74. 4) Aut. especial: recolhe 5% por carnê, sobre R$ 545,00 (R$ 27,25), mas só se aposenta por idade.

Salários até 1.107,52 De 1.107,53 até 1.845,87 De 1.845,88 até 3.691,74

8,00% 9,00% 11,00%

Empregados domésticos Alíquota % R$ mín R$ máx Empregado 8 a 11 43,60 406,09 Empregador 12 65,40 443,01 Total 20 a 23 109,00 849,10

SALÁRIO FAMÍLIA - SETEMBRO/2011 Salário de até R$ 573,91 Salário de R$ 573,92 a 862,60

R$ 29,43 R$ 20,74

CUB PARANÁ Fonte: Sinduscon/PR e Sinduscons regionais R$/m2 AGO SET %m %ano %12m Paraná 982,84 987,13 0,44 7,67 8,03 Norte

959,70 963,65 0,41 7,32

7,90

Noroeste 966,19 968,56 0,25 9,11 10,27 Oeste

992,40

- 0,51 8,26

9,29

SAL. MÍNIMO - PARANÁ Grupo 1 R$ 708,74 Trab.s na agricultura. Grupo 2 R$ 736,00 Serviços administrativos, domésticos e gerais, vendedores e trab. de reparação.

Grupo 3 R$ 763,26 Trab. produção de bens e serviços industriais Grupo 4 R$ 817,78 Técnicos nível médio. * Valores válidos de maio/2011 a abril/2012

30 d. -1,7% -0,7% -0,7% 0,0%

INDICADORES CEPEA/ESALQ PRODUTO Bezerro (1) Boi gordo (2) Café (3) Algodão (4)

R$ DIA MÊS 731,72 1,04% 3,30% 99,15 0,00% -0,10% 495,02 1,40% 0,54% 180,94 -0,37% -1,55%

1- preço médio no MS, unid. de 8 a 12 meses; 2 -média à vista da arroba no Estado de SP; 3 - valor à vista saca 60kg posto SP Capital, arábica, bica corrida, tipo 6; 4 - em pluma, cent/R$ por libra-peso (453 gr), posto SP Capital.

ECONOMIA % -1,83 +2,25 +1,70 +0,15 +6,98 +6,33 +4,09 +4,14

BOLSAS NO MUNDO

Baixa: 1,89% Compra Venda

EURO TURISMO

Var. outubro: -0,47% R$ 1,8449 R$ 1,8456

DÓLAR PARALELO Baixa: 1,49% Compra Venda

e trabalhadores”, afirma o vicepresidente. Porém, Adessandra diz que, tanto funcionários quanto empregadores querem a redução da jornada. “Mais de 90% dos proprietários concordam com a redução”, enfatiza a funcionária. O presidente da Câmara, Carlos Alberto de Andrade, o Pezão (PTB), avisou que o projeto será analisado pelos vereadores por mais dez dias.

Mercado Agropecuário

Indicadores Econômicos BOVESPA

tica, mas temos que pensar, desde já, em alternativas para receber os turistas que injetam dinheiro e movimentam a economia do município”, diz o vereador Marcos Antônio David (DEM), vice-presidente da Câmara. “Gostaria que houvesse uma audiência pública para estabelecer critérios que definam a jornada de trabalho em Carlópolis de forma harmônica entre proprietários

Soja, milho e trigo: fonte Dossiê:Dinheiro; Cepea/Esalq: mais informações em www.cepea.esalq.usp.br

PREÇO AO PRODUTOR

Produto

05/10/11

unidade

média var. var. var. C.Proc. Jacar. PR - R$ diária 7 dias 30 dias R$ R$ SOJA saca 60 kg 42,82 -1,1% -3,3% -3,7% 42,40 44,00 MILHO saca 60 kg 22,21 -0,7% -6,1% -3,9% 21,00 24,11 TRIGO saca 60 kg 25,03 -0,1% -1,7% -2,7% aus FEIJÃO CAR. saca 60 kg 94,46 1,8% 6,7% 10,9% aus BOI GORDO arroba, em pé 93,67 -0,2% -0,3% -3,3% 95,00 91,00 SUÍNO kg, vivo 2,28 0,0% 0,0% 10,7% 2,30 2,45 FRANGO kg, vivo 1,78 1,1% 1,1% 0,6% 2,10 CAFÉ BEN. beb. dura, 60kg 452,35 -0,2% -1,8% -1,2% 420,00 490,00 CAFÉ kg, em coco 7,21 0,0% -1,2% 0,8% 7,20 7,15 Fonte: Sima/Deral/Seab. Os preços nas praças referem-se aos valores “mais comuns” apurados

MERCADO FUTURO BOLSA DE CHICAGO (CBOT) SOJA - US$cents por bushel (27,216 kg)

MILHO

Cont. FECH. nov/11 1.163,75 jan/12 1.175,50

Cont. dez/11 mar/12

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS 3,75 -4,9% -19,5% 3,75 -4,9% -19,3%

05/10/11 - US$cents por bushel (25,4 kg)

FECH. 605,50 618,25

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS 17,75 -4,0% -20,3% 17,50 -4,0% -19,9%

FARELO - US$ por tonelada curta (907,2kg)

TRIGO - US$cents por bushel (25,4 kg)

out/11 dez/11

dez/11 mar/12

301,50 305,20

3,20 3,10

-4,4% -20,6% -4,6% -20,7%

625,25 660,00

21,25 -2,1% -19,4% 20,00 -1,7% -18,5%

*Diferença sobre dia anterior. 1,00 ponto = US$ 0,01 na soja, milho e trigo e US$ 1,00 no farelo

BOLSA DE NOVA YORK (NYBOT) CAFÉ - US$cents/libra peso (0,453 kg)

ALGODÃO

Cont. dez/11 mar/12

Cont. dez/11 mar/12

FECH. 227,70 230,80

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS 1,15 -2,5% -21,0% 1,25 -2,5% -20,6%

05/10/11 - US$cents/libra peso (0,453 kg)

FECH. 102,30 99,43

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS 0,53 2,8% -3,4% 0,32 2,9% -3,1%

*Diferença s/ dia anterior. 1,00 ponto = US$ 0,01 no café e algodão.

BOLSA DE MERCADORIAS DE SÃO PAULO (BM&F) MILHO - R$/saca 60 kg SOJA FINANCEIRO - US$ saca 60 kg Cont. nov/11 mai/12

C 26,30 26,25

VP -0,49 -0,45

CN CA - 205 422 2.200

BOI GORDO - R$/arroba out/11 nov/11

102,09 103,70

0,46 0,42

Cont. nov/11 jan/12

C 30,26 30,68

VP 0,06 0,03

04/10/11 CN CA 1.007 5.175 553 5.055

CAFÉ - US$/saca 60 kg (arábica) 5.116 10.910 380 2.668

dez/11 set/12

307,15 282,50

9,00 5,95

2.513 13

4.816 1.703

C-cotação de fechamento (ajuste diário); VP-variação diária (1 ponto = US$ 1,00 ou R$ 1,00); CN - contratos negociados no dia; CA-contratos em aberto.


Geral A-5

TRIBUNA DO VALE

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011

Projeto de pastagem irrigada é apresentado a técnicos da Seab

Divulgação

LEITE A PASTODeputado Abelardo Lupion e pesquisador mineiro apresentam a técnicos da secretaria sistema de irrigação em malha Homero Pavan Filho

O deputado federal Abelardo Lupion (DEM) apresentou ao secretário de Estadual de Agricultura e do Abastecimento (Seab), Norberto Ortigara, o trabalho que está implantando em sua propriedade rural, localizada no município de Santo Antonio da Platina, de criação de gado leiteiro em sistema de pastagem irrigada, desenvolvido pelo pesquisador da Universidade de Viçosa, Dr. Luiz Cesar Drumond. A reunião, realizada na segunda-feira, 3, contou com as presenças de Drumond, do deputado estadual Pedro Lupion (DEM) e do diretorpresidente do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Rubens Ernesto Niederheitmann. O encontro teve por objetivo a apresentação do projeto e a proposição de parceria com Seab e Emater para difundir o sistema em todo o Estado, como alternativa de geração de renda ao pequeno produtor rural. Segundo o deputado federal, em qualquer lugar do Brasil, é possível gerar uma renda mensal de R$ 4 mil para

uma família de produtores em apenas três hectares de terras e um rebanho de vinte vacas, o que demandaria investimentos de R$ 100 mil reais, que poderiam ser obtidos através de linhas de crédito específicas. Os deputados solicitaram a reunião com a Secretaria e o Instituto Emater para que Drumond expusesse seu sistema de irrigação em malha. “Foi importante unir o Dr. Drumond com esses órgãos e apresentar um projeto que representa uma verdadeira revolução para o pequeno produtor”, comentou o deputado Pedro Lupion. Na semana passada o deputado Abelardo Lupion sugeriu que o pesquisador da Universidade de Viçosa fosse convidado a falar, na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados, sobre a produção de leite a pasto. Na ocasião o parlamentar relatou o projeto aplicado na Bahia, região de Côcos, de terra arenosa e baixa qualidade, onde um grupo de produtores neozelandeses cria gado de leite nesse sistema. “Hoje eles retiram 30

Deputados em reunião com secretário Norberto Ortigara

mil litros de leite por dia a um custo de R$ 0,32 o litro”, exemplificou Lupion. Durante a reunião o deputado federal ressaltou ao secretário Ortigara que ao lado de sua propriedade há um assentamento do Banco da Terra que se viabilizou com café, com 10 hectares por produtor. O leite complementaria a renda mensal das famílias produtoras. Empresas como a Confrepar (Londrina), Laticínios Carolina (Ribeirão Claro), Cooperativa de Arapoti, já manifestaram

SOLIDARIEDADE

interesse em participar com subsídios para o investimento do pequeno produtor. De acordo com o parlamentar existem linhas de crédito do Pronaf, com juros de 2% ao ano, que poderiam ainda ser custeados pelo Estado. O Secretário mostrou-se extremamente receptivo ao projeto. “É uma proposta muito interessante. Não tenho dúvidas da viabilidade do projeto e competência dos envolvidos. Iniciamos um de muitos encontros para acertar

a implantação de uma proposta que muito tem a contribuir com o pequeno produtor”, disse Ortigara. Na seqüência os parlamentares e o pesquisador reuniram-se com o diretor de Acompanhamento e Recuperação de Crédito do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Nivaldo Assis Pagliari, que entusiasmado sinalizou também sobre a possibilidade de se estabelecer uma parceria para viabilizar linhas de crédito da instituição financeira.

Lupion convidou a todos para, em março de 2012, estarem na Fazenda Nelore Beka, onde promoverá um Dia de Campo para apresentar o módulo experimental em implantação e que pretende demonstrar a viabilidade do projeto, que contará com a presença do ex-Senador Osmar Dias, vice-presidente de Agronegócio do Banco do Brasil, técnicos da Embrapa, Iapar e Emater. “Quero mostrar que é um projeto real e viável”, enfatizou Lupion.

EDUCAÇÃO

Voluntariado Duke Energy atua Ribeirão Claro mais uma vez na bacia do Paranapanema é destaque no Agrinho 2011 Divulgação

Voluntários fizeram corte de cabelo em pacientes da Associação dos Voluntários no Combate ao Câncer Da Assessoria

Dia 30 de setembro, a presença de empregados das usinas hidrelétricas Canoas I e II mudou a rotina do Club Feminino de Proteção à Infância, em Palmital (SP). Munidos de ferramentas e materiais para reforma, os voluntários dedicaram o dia a promover melhorias no prédio onde são atendidas 65 crianças de famílias de baixa renda pelo “Projeto Gota Verde”. A sede do projeto foi pintada, recebeu reformas na rede elétrica e na iluminação, além da instalação de alambrados e portões. A ação faz parte do Voluntariado-2011 da Duke Energy, concessionária de oito usinas hidrelétricas no Rio Paranapanema. Assim como em Palmital, o programa está atendendo instituições em outras cidades paulistas e paranaenses próximas das usinas. “A escolha é feita pelos voluntários, que doam seu trabalho, enquanto a Duke Energy doa os materiais para as reformas e itens como livros, mobiliário

ou eletrodométicos”, explica a Ana Amélia de Conti Gomes, gerente-geral de Relações Institucionais da companhia. As ações começaram dia 8 de julho, em Teodoro Sampaio (SP), quando voluntários da usina Taquaruçu reformaram a quadra da EE Pedro Caminoto, que tem 190 alunos. Em 27 de agosto, a Biblioteca Comunitária de Primavera recebeu os voluntários da usina Rosana. “Com a doação das estantes e livros, pela Duke Energy, e o trabalho dos voluntários na organização, iremos melhorar o atendimento”, avalia Sebastiana Morais Inez, presidente da biblioteca. O pessoal da usina Salto Grande escolheu o Lar Anália Franco de Cambará, e reservou o dia 2 de setembro para pintar as paredes e recuperar o piso do prédio onde são atendidas 100 crianças de até 5 anos. A entidade também recebeu uma lavadora de roupas. Em Piraju (SP), o trabalho dos empregados da usina Jurumirim foi para a Associação

dos Voluntários no Combate ao Câncer, que atende 140 pacientes. Foram doados um lote de suplemento alimentar, camas hospitalares, TV 40’’ e DVD. Os voluntários fizeram corte de cabelo, manicure, maquiagem e atividades de recreação com os pacientes. “Foi muito importante para nós, uma verdadeira festa”, comenta Sebastião Galhardo, coordenador da entidade. Nos próximos meses, as atividades prosseguem com a participação dos voluntários das usinas Capivara, Chavantes e do escritório São Paulo. Em 2010, mais de 100 voluntários – o que inclui funcionários da Duke Energy, familiares e amigos – participaram do programa no Brasil. A expectativa é que o número de participantes, neste ano, seja igual ou superior. “O Voluntariado acontece todo ano, nos diversos países onde a Duke Energy atua, refletindo junto às comunidades os valores da empresa. No Brasil, é desenvolvido desde o início das operações, em 1999”, pontua Gomes.

Diogenes Gonçalves

Educadores com material entregue para a categoria Escola Agrinho Da Assessoria

Pelo terceiro ano consecutivo, a educação de Ribeirão Claro foi destaque no programa Agrinho, promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-PR). A Secretaria de Educação divulgou na terça-feira, 4, os resultados preliminares obtidos pelo município. Além do terceiro lugar na categoria Município Agrinho, dois projetos foram classificados entre os 20 melhores e as professoras responsáveis concorrerão a um carro zero quilômetro. A cerimônia oficial de premiação será realizada em Curitiba-PR no dia 21 de outubro. O projeto “Pequenas Atitudes, Grandes Resultados”, relatado pela professora diretora do Departamento de Educação, Marina Golinelli Vian Pioli ficou com o terceiro lugar. O conteúdo é a compilação de todas as ações desenvolvidas no município por professores e alunos da Rede Pública Municipal. Na categoria Experiência Pedagógica, o pro-

jeto da professora Luciane Cirelli Denobe, da Escola Municipal Correia Defreitas ficou entre os 20 primeiros trabalhos. O projeto “4º Ano B: Os caçadores de pilhas e baterias” será apresentado para a banca julgadora no dia 13 desse mês. Se for classificada entre os quatro primeiros concorrerá ao automóvel. A Escola Correia Defreitas também se destacou na categoria Escola Agrinho, com o projeto “Queremos Saúde pra Gente e pro Meio Ambiente”, que ficou entre os 10 melhores. A Escola Municipal Zuleika David Chammas Cassar foi outro estabelecimento de ensino a obter destaque com o projeto “Ama o teu Mundo”. No próximo dia 11 serão divulgados os critérios para a entrega dos prêmios, com a presença do supervisor regional do SenarPR, autoridades do município e educadores. A direção da Escola Correia Defreitas promoveu uma premiação interna para os alunos de todas as turmas, parabenizando-os pelos belos trabalhos

realizados para o Agrinho e expôs os trabalhos selecionados. “Nós só temos a agradecer a todos que participaram desse projeto, alunos, professores, pais, a Secretaria de Educação e a prefeitura pelo apoio irrestrito e por acreditar em nosso trabalho, além dos inúmeros parceiros de todo o município, pois foi com a ajuda de todos que pudemos realizar projetos tão bonitos e importantes” avaliou a diretora, Daniela Martelini Rodrigues Rahuam. “É o reconhecimento de nosso trabalho e nossa dedicação”, completou. A secretária de Educação, Cleuza Molini Ormeneze e a chefe do Departamento de Educação, Marina Golinelli Vian Pioli, parabenizam todos os que colaboraram com os projetos. “Professores, alunos e comunidade em geral colaboram para que conquistássemos essas classificações e temos certeza que com pequenas atitudes, conquistamos grandes resultados para a qualidade de vida dos munícipes”, declarou a secretária.


A-6 Cidades

TRIBUNA DO VALE

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011

Prefeitura prioriza investimentos em bairro rural

Arquivo

OBRASPrefeito Guilherme Costa ressaltou o carinho especial que tem pelo bairro do Sapé e revelou investimentos Agência Criativa por Danilo Felipe e David Batista

“Eu acho que a administração pública é feita de muita responsabilidade, de muito trabalho, mas também de momentos felizes, de momentos bons, onde você se sente gratificado e hoje é um desses momentos. A gente vê quando um trabalho consegue atingir seu objetivo, e estou muito feliz.” A frase é do prefeito de Tomazina, Guilherme Cury Saliba Costa e expressa todo o carinho que ele tem pelo bairro do Sapé, na região rural do município. O prefeito se referiu à inauguração do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) do Sapé, que foi inaugurado no final do mês de agosto. Depois de 12 anos construído, mas nunca utilizado, o prédio foi reformado pela

atual administração que também adquiriu todos os móveis, desde os berços do maternal até as mesas, carteiras, televisores e máquinas de lavar roupa. O investimento foi de, aproximadamente, R$ 50 mil. Guilherme Costa revelou outros investimentos que serão feitos no bairro e ressaltou que o Sapé está com “cara de cidade”. “Hoje a gente pode dizer que, cada dia mais, o Sapé está se tornando uma cidade, está tendo cara de cidade. Nós estivemos este mês assinando, junto com o governador Beto Richa, um recurso de mais de 200 mil para calçamento aqui do bairro. Nós vamos fechar o calçamento que já iniciou aqui, em volta da praça, fazer a avenida principal praticamente inteira”, disse o prefeito. Segundo ele, o projeto da administração é recuperar o tempo que

foi perdido e revitalizar o bairro, pelo qual tem um carinho especial. “Quem começou a fazer o asfalto aqui foi José Gouveia, que foi prefeito há mais de 20 anos. Se cada prefeito que passou por aqui tivesse feito uma quadra desse calçamento, hoje o Sapé estava inteiro calçado. Vamos recuperar o tempo perdido aqui no Sapé que, sem dúvida nenhuma, é a menina dos meus olhos.” Ele reiterou ainda o gosto que tem pelo bairro, lembrando da primeira eleição que concorreu para prefeito, a qual acabou perdendo. “Na primeira eleição que eu não ganhei, quando eu perdi em todas as urnas do município, as duas únicas urnas que eu ganhei foi aqui no Sapé. Então, meu compromisso com o bairro é ainda maior, e fico feliz em estar retribuindo isso”, concluiu Guilherme.

TERCEIRA IDADE

Guilherme Costa: “A gente vê quando um trabalho consegue atingir seu objetivo”

QUALIFICAÇÃO

Semana do Idoso em Ribeirão do Pinhal

Tiemi Abe

Sindicato Rural oferece cursos gratuitos para as famílias dos produtores rurais de Andirá L. C. Bragança de Pina

Semana do Idoso em Ribeirão do Pinhal teve em sua programação desde caminhada até concurso de miss Da Redação

A secretaria de assistências social de Ribeirão do Pinhal está desenvolvendo durante toda esta semana atividades esportivas e recreativas em comemoração a Semana do Idoso. A programação teve início na última segunda-feira, 3, quando a caminhada de abertura contou com mais de 150 idosos, num trajeto feito entre o Ginásio de Esportes Marcionílio Reis Serra e a agência do Banco do Brasil. Na terça-feira, 4, a co-

memoração continuou com atividades na praça Erasmo Cordeiro com profissionais à disposição para corte de cabelo, manicure e monitoramento de pressão, serviço disponibilizado para mais de 200 idosos. Na tarde de ontem, o Grupo de Danças da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) de Cornélio Procópio exibiu uma apresentação no Centro Cultural José Martins Sobrinho. Amanhã, 7, o encerramento das atividades acontece no

Clube Recreativo de Ribeirão do Pinhal com baile da escolha da Miss Terceira Idade, que contará com a concorrência de 15 candidatas acima de 60 anos. “Temos uma boa participação dos idosos do município e trabalhar com este grupo tem sido muito gratificante. A prefeitura tem apoiado muito os projetos voltados aos idosos e a semana só vem a acrescentar todo o carinho e atenção dedicada a estas pessoas tão especiais”, declarou a Secretária de Assistência Social Marluce Peccin.

EM BRASÍLIA

André Vargas discute projetos de saneamento para Andirá Da Assessoria

O deputado federal André Vargas (PT) recebeu na terça-feira, 04, em seu gabinete em Brasília, autoridades da cidade de Andirá. Estiveram presentes o prefeito José Ronaldo Xavier (PTB), o secretário de Obras, Luiz Antonio Possaguinolo, o

representante da ADR Ambiental Construtora, Aurí Estevan e o diretor do Departamento de Águas, Luiz Carlos Demarqui. O grupo procurou o deputado para tratar dos projetos do Programa de Aceleração do Crescimento 2 – PAC 2 – para implantação do sistema de abastecimento de água

no município de Andirá. O projeto é da ordem de R$ 2, 2 milhões e já passou pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa) do Paraná e agora seguiu para Brasília. Também foi discutida com o deputado a aprovação do projeto para a rede de esgoto que poderá ser fornecido pela própria Funasa.

Sede do Sindicato Rural de Andirá: cursos para famílias de produtores L. C. Bragança de Pina

O Sindicato Rural de Andirá e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) vão realizar nos próximos meses diversos cursos gratuitos criados especialmente para os produtores rurais. O objetivo das aulas é a formação profissional, promoção social e a melhoria da qualidade de vida das famílias desses trabalhadores. Os cursos serão realizados nos meses de outubro e novembro em Andirá e na Barra do Jacaré, extensão de base do sindicato. As aulas são ministradas por i nst r utore s d o S e n ar. A instituição também disponibiliza o material didático aos estudantes. Nos mes es anter iores foram oferecidos diversos cursos voltados à culinária e até os de formação pessoal dedicados às mulheres agricultoras e qualidade de vida

para os idosos. Para o presidente da entidade, Valdir Bocato, cada aula realizada “é a certeza de futuros empreendedores usando as técnicas aprendidas para colocarem no mercado produtos artesanais provenientes das suas culturas, seja a do milho, da soja ou da banana”. Ele conta que várias famílias de agricultores já passaram por 20 cursos oferecidos pelo sindicato. “Hoje produzem (as famílias) doces em compotas a partir de frutas colhidas das suas plantações e em alguns casos compradas de agricultores. A produção é vendida nas feiras ou de casa em casa”. “Os cursos abrem possibilidades. Uma delas é formar nichos de produção com o aproveitamento de culturas da nossa região. Outra possibilidade e poder gerar renda para as famílias do pequeno proprietário rural”, completou Bocato.

Cursos a serem realizados As aulas programadas para este mês em Andirá são as seguintes: “Produção artesanal de alimentos – básico em conservas” e “Trabalhador na olericultura orgânica”. Em novembro é a vez do curso “Jardineiro – implantação e manutenção”. Os cursos deste mês a serem realizados na Barra do Jacaré: “Trabalho no cultivo de plantas medicinais”, “Produção artesanal de alimentos – básicos em conservas” e “Produção artesanal de alimentos – básico em soja”. Em novembro: “Produção artesanal de alimentos – básico em milho”. Serviço Para obter informações detalhadas sobre os cursos, os interessados podem comparecer na sede do Sindicato Rural de Andirá, rua São Paulo, 215. O interessado pode também se informar através do telefone 43 3538-1251 ou via e-mail sra@ tdkom.com.br.


Esporte A-7

TRIBUNA DO VALE

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011 Apesar de Juninho já ter 36 anos e estar perto da aposentadoria, a diretoria do Vasco não cogita não poder contar com o jogador para, pelo menos, mais uma temporada. A intenção da cúpula é de ter o apoiador para, pelo menos a disputa da Copa Libertadores do ano que vem.

Adriano vive a expectativa de, enfim, estrear pelo Corinthians. O atacante deve entrar em campo no domingo na partida contra o Atlético-GO, no Pacaembu. O Imperador falou sobre seu longo processo de recuperação e revelou que chorou várias vezes durante este período.

São Paulo e Felipão negam conversas para acerto em 2012 POLÊMICA Imprensa publicou ontem que treinador estava de saída para o rival em 2012 Do UOL Esporte

A informação da colunista Sônia Racy, do jornal O Estado de São Paulo, de que São Paulo e Felipão estariam conversando para que o treinador assumisse a equipe a partir do ano que vem foi negada pelos dois lados. O São Paulo negou ter procurado o técnico e classificou como “notícia plantada” a especulação envolvendo o treinador do Palmeiras com o clube do Morumbi. O vice de futebol do São Paulo, João Paulo de Jesus

Lopes, enfatizou que o clube dá total respaldo a Adilson Batista apesar das críticas da torcida. "Temos um compromisso muito forte com o Adilson. É uma ofensa qualquer cogitação a esse momento. Estamos fazendo boas campanhas no Brasileiro e na Sul-Americana. Não tem nenhum sentido esse tipo de conversa nesse momento. o São Paulo pretende manter o Adilson, temos contrato com ele”, destacou o dirigente em entrevista à rádio Estadão/ESPN na tarde de ontem. “Estranhamos essas notícias na imprensa, mas essas coisas parecem que têm sido plantadas muito nessas últimas semanas. Primeiro foi a notícia de que estaríamos contratando o Vanderlei Luxemburgo”, completou Jesus Lopes. João Paulo de Jesus Lopes comentou também o fato de o clube ter feito um contrato curto com Adilson Batista quando ele foi contratado, em julho. Segundo o dirigente,

Arquivo

Através de nota de sua assessoria de imprensa, treinador negou haver contato com o São Paulo

foi uma prática nova adotada em comum acordo, já que o treinador assumiu a equipe no meio de uma temporada. Por meio de sua assessoria de imprensa, Felipão também negou qualquer tipo de contato com o rival e divulgou um comunicado ao qual classifica a informação como "inverídica". O treinador vive relação conturbada com os dirigentes do Palmeiras e já chegou até a

TÊNIS

Em São Paulo, Brasil Open sonha com Nadal, Federer e público

Arquivo

Gazeta Esportiva

A mudança do local do Brasil Open da Costa do Sauípe, onde era disputado desde 2001, para São Paulo já faz a organização do torneio sonhar com a presença do espanhol Rafael Nadal e do suíço Roger Federer na edição de 2012. Os tenistas teriam ficado animados ao saber que a competição ocorrerá em uma das maiores metrópoles do mundo e negociam sua participação no ano que vem. "Nós estamos negociando e não é de hoje. Já faz tempo, dois anos, com os dois e o Djokovic também", afirmou o presidente da Koch Tavares, organizadora do torneio, Luiz Felipe Tavares. O anúncio de que o único torneio de nível ATP do Brasil será realizado em São Paulo no próximo ano foi feito ontem, no Palácio dos Bandeirantes. Segundo o organizador, tanto Nadal como Federer defenderam com entusiasmo a mudança de sede do Brasil Open. Em São Paulo, a logística para os principais jogadores do mundo fica facilitada em relação à Costa do Sauípe. Conta também o fato de o torneio ser disputado em quadras de saibro cobertas, o que garante o cumprimento do cronograma mesmo em caso de chuva. Nadal disputou o Brasil Open de 2005, a quinta edição do torneio na Costa do Sauípe. Ainda com 19 anos de idade e na 48ª colocação do ranking, ele foi campeão, derrotando na final seu compatriota Alberto Martin. Na semifinal, ele superou o brasileiro Ricardo Mello. “Quando foi apresentado o projeto, os dois que apoiaram com mais ênfase a decisão de trazer o evento para uma cidade grande como São Paulo foram o Nadal e o Federer. Não quer dizer que eles venham, mas

falar em deixar o clube antes do término do seu contrato, no fim do ano que vem. Confira a nota na íntegra "A colunista Sonia Racy publicou no site do Estado de SP uma nota inverídica sobre Luiz Felipe Scolari. Através de sua assessoria, ele afirma que não está negociando com nenhum clube do futebol brasileiro ou do futebol do exterior.

Aproveita para afirmar que nenhum empresário do futebol brasileiro tem o direito, autorização ou autonomia para falar em seu nome. O único agente que trabalha para o Scolari na Europa é o português Jorge Mendes. Portanto não tem nenhum fundamento a nota da colunista Sonia Racy que afirma que "Scolari teria até um pré contrato assinado com o São Paulo".

N OTAS Costura O Corinthians realiza uma manobra com a Transpetro para reduzir o custo da remoção dos dutos do Itaquerão. No acordo, a Transpetro irá emprest ar dutos novos para o clube fazer o desvio, e o Corinthians vai comprar novas estruturas direto com uma fornecedora da empresa para pagar o empréstimo. A estimativa de quem participa da operação é que o preço caia de R$ 30 milhões para cerca de R$ 20 milhões. Jogo de... Exigido pelo Ministério Público Federal, o termo que definia as responsabilidades dos envolvidos na remoção dos dutos foi assinado por Corinthians e Odebrecht na segundafeira da semana passada e entregue para a Transpetro. ...empurra Gente ligada ao clube afirma que, se o MPF não recebeu o documento até sexta passada, a data-limite, a culpa é da Transpetro. 'Custo-malefício' Entusiasmados com a atuação de Danilo no último domingo, dirigentes corintianos defendem a manutenção do meia no time titular. Consideram que Alex, por mais caro que tenha sido para o clube, ainda não tem condições de atuar como titular da equipe. Vetado Um dos principais alvos de crítica da torcida palmeirense, Kleber participou da partida contra o Atlético-GO, há dois domingos, vet ado p elo departamento médico do clube, conta um dirigente do Palmeiras.

Brasil Open planeja trazer Nadal para a edição de 2012

talvez fique mais fácil para eles virem", explicou Tavares.

Quando foi apresentado o projeto, os dois que apoiaram com mais ênfase a decisão de trazer o evento para uma cidade grande como São Paulo foram o Nadal e o Federer”

Outro anseio da organização é levar público ao torneio. Na Costa do Sauípe, arquibancadas vazias eram constantes, também pelas

dificuldades impostas pela localização. Os jogos ocorriam dentro de um resort de luxo, a mais de 70 km de Salvador, capital da Bahia. Em São Paulo, a expectativa é que o Ginásio do Ibirapuera e o Mauro Pinheiro recebam bom público durante todos os dias de competição. A organização promete preços populares para os ingressos, que começam a ser vendidos ainda este ano. "Muda bastante, principalmente para o público. O Ibirapuera é central, tem uma estrutura fácil de entrada e saída, acho que vai ser bem interessante isso. E a quadra coberta de saibro, vai ser o primeiro ATP desse jeito, acho que também é um chamariz", disse o presidente da Confederação Brasileira de Tênis, Jorge Lacerda.

No sacrifício Com dores no joelho, o atacante só foi a campo a pedido de Luiz Felipe Scolari, que sabia de sua lesão, relata o cartola. Sabendo do ocorrido, atletas do Palmeiras reclamam de que, após esse jogo, S colari ainda chegou a declarar publicamente que os medalhões do time não estavam rendendo. Amigos e inimigos No coquetel de lançamento da clínica do goleiro Marcos, anteontem, Scolari ficou distante do vice de futebol Roberto Frizzo. Gastou boa parte de s eu temp o no lo c a l conversando com Andres Sanchez e com Emerson Leão. Continência Algumas cidades-sedes da C opa-2014 que têm leis proibindo a venda de bebida alcoólica dentro dos est ádios, inclusive São Paulo, já sinalizam que irão fazer emendas para atender aos pedidos da Fifa. Entendem que é necessário ceder para realizar uma boa Copa.


cmyb

A-8 Local

TRIBUNA DO VALE

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011

Grupo político da prefeita Maria Ana continua sem pré-candidato

S.A. PLATINA ALideranças do PT, PMDB, PCdoB e PSC reunem a imprensa para dizer que só vão escolher pré-candidato em março

Felipe Peres

O grupo político que venceu as eleições municipais em 2008 e conduziu Maria Ana Pombo à prefeitura da cidade ainda não definiu quem será o candidato à sucessão da prefeita no ano quem vem. Pior, candidata natural à reeleição, nem mesmo Maria Ana Pombo, decidiu se vai disputar a mais uma vez a prefeitura. O grupo, formado por representantes do PT, PMDB, PSC e PCdoB, reuniu a imprensa ontem pela manhã, na casa da prefeita, para anunciar que a definição do nome do précandidato só vai acontecer em março do ano quem vem. Se Maria Ana Pombo recusar a proposta da se candidatar novamente, o mais provável é que o candidato escolhido seja o vice-prefeito Jorge Garrido. No entanto, nem a prefeita e nem o próprio Garrido sustentam essa hipótese e garantem que o nome pode sair de qualquer um dos quatro partidos.

Antônio de Picolli

Além de Maria Ana e do médico Jorge Garrido também participaram da coletiva o presidente do diretório municipal do PT, Adriano Bueno Carvalho, a advogada Léia Ritti e o secretário Municipal de Assistência Social, Aguinaldo do Carmo, ambos do PSC, e o diretor do Departamento Municipal de Esporte, professor Jaime Sacco (PCdoB). O coordenador regional do PT, Valter Pereira e o vereador Mário Pombo (PT) também participaram da coletiva. Durante a conversa com os jornalistas, Maria Ana Pombo se apressou ao deixar bem claro que a coletiva não seria para anunciar a sua précandidatura, mas para reafirmar a união entre os partidos. “Estamos aqui para divulgar que os partidos PT, PMDB, PC do B e PSC estão unidos para as próximas eleições”. “Não é nada diferente do que outros – pré-candidatos - estão fazendo. A população está se perguntando e o anúncio que temos hoje (ontem) é que, mais do que nunca, os partidos estão unidos. O grupo está consolidado”, garantiu. Maria Ana ainda ressaltou que o grupo vai sentir o clima pré-eleitoral antes de anunciar um nome. “Pode ser eu – a candidata - ou o Jorge Garrido. Esse nome ainda está indefinido. O que está definida é a união desses partidos. Antes de lançar o nome, vamos fazer uma avaliação junto à população”, repetiu. “Ainda é muito cedo para cravar um nome. Dentro dessa coligação há vários nomes de respeito

Grupo formado por lideranças políticas do PT, PMDB, PC do B e PSC vai decidir nome do candidato até março de 2012

como a própria Maria Ana e o doutor Mário Pombo. É muito desgastante lançar um nome nessa hora”, frisou Garrido. De acordo com a prefeita Maria Ana Pombo, será a opinião popular que vai decidir quem será o candidato do grupo, dando a entender que se ela não estiver bem nas pesquisas até março de 2012, os partidos da base vão escolher um novo nome. “Hoje estamos apenas apresentando a coligação, e já que temos até março de 2012 para anunciar o pré-candidato, respeitaremos a vontade popular para decidiremos”, disse a petista. “Este grupo é o mesmo que Antônio de Picolli

Maria Ana não quis fazer avaliação da sua administração: “O julgamento cabe à população”

venceu as últimas eleições, e será ele o responsável em continuar os trabalhos por mais quatro anos, no caso de vencermos as eleições”, completou. Valter Pereira disse que o grupo vai aguardar até março para decidir e lançar o nome do candidato do grupo a prefeito de Santo Antônio da Platina. Para o coordenador regional do PT, o anúncio de que o partido disputará as eleições mexe no cenário político do município. “Muitos dizem que o PT não terá candidato para disputar as eleições em Santo Antônio da Platina. Estão equivocados! Não somos apenas um partido, somos um grupo forte, e este visa o desenvolvimento do município, o que não significa que o nome do pré-candidato tenha que ser do PT”. Vereadores A prefeita também disse que o posicionamento “precoce” de alguns vereadores que pertencem aos partidos que compuseram a coligação em 2008 é normal. Para ela, todos, inclusive aqueles que já anunciaram apoiar outros pré-candidatos, vão defender suas agremiações durante a campanha. Para o vice Jorge Garrido,

as divergências são comuns. “Nós do PMDB também temos algumas cabeças que pensam de maneira própria sem que haja ruptura”, garantiu. “Essas divergências são comuns na maioria dos municípios”, completou Pereira. Nota e autocrítica Durante a entrevista concedida ontem, a prefeita Maria Ana Pombo não quis fazer uma auto-avaliação da sua administração. A prefeita também não quis dar uma

nota a sua administração. “O julgamento cabe à população”, resumiu. Para o vereador Mário Pombo (PT), a marca da atual administração é a responsabilidade. “A grande marca dessa administração é a responsabilidade. Assumimos as dívidas das administrações anteriores. O município, além de pagar essas dívidas, está aplicando valores em saúde, educação e infraestrutura”, finalizou.

 “Pode ser qualquer um” Para o vice-prefeito de Santo Antônio da Platina, Jorge Cendon Garrido (PMDB), o anúncio de que o grupo terá candidato nas eleições em 2012 é importante para que a população possa discutir o futuro político da cidade, mas acha que ainda é cedo para indicar o nome a ser lançado como pré-candidato. “Pode ser a Maria Ana, pode ser eu, o Jaime Sacco, o professor Aguinaldo, a Léia Ritti, entre outros da coligação! O importante é deixar claro à população que o grupo está vivo”, disse Garrido. O médico cardiologista também reforçou que acredita na força do grupo. “Não é segredo para ninguém que

esses partidos unidos obtiveram vitória com certa folga nas últimas eleições”, lembrou. “Aqui temos a certeza de que se tivermos unidos, decidiremos a eleição”, reforçou, confiante. Garrido disse ainda crer que as classes menos favorecidas de Santo Antônio da Platina devem votar no candidato que será anunciado pelo grupo. “Os eleitores vindos de classes menos favorecidas estarão conosco. Tenho certeza que o eleitor humilde, trabalhador e consciente vai nos apoiar”, completou. Apesar da confiança demonstrada durante a entrevista, Garrido pregou humildade. “Perde a eleição quem achar que já ganhou”.

S.A. PLATINA

Prefeitura ainda não tem solução para animais abandonados Felipe Peres

Os problemas envolvendo o abandono e maus tratos a animais em Santo Antônio da Platina ainda vão demorar a serem resolvidos. Além de colocar em risco a vida de cavalos, bovinos, cães e gatos, o abandono e os maus tratos estão se tornando um problema de saúde pública. De acordo com o chefe de gabinete da prefeitura de Santo Antônio da Platina, Joel Rauber, um projeto que previa recolhimento de animais abandonados foi entregue à Câmara de Vereadores em julho. Porém, por apresentar falhas, o documento foi devolvido à prefeitura. Rauber reconheceu que encontrar a solução para o caso é uma questão urgente e prometeu mais agilidade

no desenvolvimento de um novo projeto. “Sei que esse problema está complicado e perigoso, reconheço isso. Vou entrar em contato com o departamento jurídico ainda hoje (ontem) para cobrar mais rapidez no cumprimento das exigências do documento feitas pelo legislativo”, disse. Rauber garantiu que um novo documento será entregue ao legislativo já na próxima segunda-feira. Nesta semana, a reportagem da Tribuna do Vale flagrou um potro vagando pelo centro de Santo Antônio da Platina, no meio do trânsito, provavelmente à procura de alimento e água. Além de expor o abandono do animal, a cena deixa claro que a falta de um centro de proteção tem colocado em risco a saúde e integridade física da própria

população. Animais sacrificados Só em 2011 a ong Mundo Cão, de Santo Antônio da Platina, registrou o sacrifício de 30 animais na cidade. A maioria dos animais teve que ser mortos por conta de abandono e maus tratos. De acordo com a tesoureira da ong, Elizabeth Bahr, é comum a organização receber animais vítimas de maus tratos. “Recebemos e resgatamos muitos animais machucados nas ruas”, disse. “Alguns deles nós conseguimos tratar. Os que sobrevivem nós colocamos para adoção. Agora em muitos casos o sacrifício é a única e triste saída para reduzir o sofrimento dos animais”, completou. Há 15 dias o veterinário que presta serviços voluntários para a ong teve que

Antônio de Picolli

Cavalo abandonado vaga pela rua 13 de Maio, uma das mais movimentadas de Santo Antônio da Platina

sacrificar um cavalo no bairro Colina Verde. Depois de ficar dois dias abandonado em um terreno baldio, com o pescoço destroncado, os olhos machucados e muito debilitado pela falta de água

e alimento, o animal teve que ser sacrificado. Na sexta-feira passada, um rapaz apenas identificado como Porquinho, morador do bairro Jardim Murakami, cravou uma faca no peito de um

cavalo. O animal foi atendido pela ong, levou 35 pontos no peito e conseguiu ser salvo. Os casos frequentes de maus tratos e abandonos expõe a falta de um centro de proteção que zele pelos animais.

cyan magenta yellow black


cmyb

TRIBUNA DO VALE Quinta-feira, 06 de outubro de 2011

Cidades

B-1

www.tribunadovale.com.br

Prefeitura inicia alterações no trânsito

S.A. PLATINA Ruas Benjamin Constant, 13 de Maio, Artur Franco e Joaquim Ribeiro Mendes têm sentidos mudados Aline Damásio

O Departamento de Trânsito de Santo Antonio da Platina iniciou esta semana a sinalização das ruas Benjamin Constant, 13 de Maio, Artur Franco e Joaquim Ribeiro Mendes que sofrerão alterações de sentido nos trechos da área central da cidade. Na rua Benjamin Constant o tráfego que atualmente é de mão dupla se mo dif ica para o sentido único bairro-centro, s eguindo o sistema binário das r uas Marechal Deodoro, rui Barbosa e 13 de Maio. Nas vias próximas ao Hospit a l Noss a S en hora da Saúde, a rua 13 de Maio que é de sentido único até o cruzamento com a rua Artur Franco se estende até a rua Joaquim Ribeiro Mendes, próxima ao hospi-

Antônio de Picolli

tal. No local também ficou def inido a proibiç ão do estacionamento próximo a calçada do hospital para facilitar a parada de ambu-

Período de orientação segue até o dia 21 de outubro e após este prazo será lavrada multa ao condutor que desrespeitar as novas sinalizações”

lância e carros do serviço de saúde. Já a rua Artur Franco será de mão única no sentido bairro-centro. De acordo com o diretor

Com nova sinalização mudanças de ruas já começam a vigorar

do Departamento de Trânsito Marceluz Queiroz, as mudanças estão sendo feitas com intenção de propiciar maior fluidez no nas ruas. “O trecho central da cidade está muito con-

gestionado e as alterações visam melhorar o fluxo de veículos nas entradas e saídas da cidade”, disse. As alterações foram aprovadas há um mês pelo C o n s e l h o Mu n i c i p a l d e

Trânsito e começaram a ser implantadas esta semana. “Com a sinalização vertical e horizontal concluída, será designado um período de adaptação dos motoristas, que com o apoio da

Polícia Militar receberão orientações sobre as mudanças das vias. O período de orientação segue até o dia 21 de outubro e após e s t e pr a z o s e r á l av r a d a mu lt a a o c on d ut or q u e desrespeitar a nova sinalização”, alerta Queiroz. Segundo o diretor, ainda não há data prevista para serem implantadas as modif icações em outras vias, mas anuncia que a partir de novembro motoristas começarão a ser informados através de faixas sobre outras mudanças que serão aplicadas. “Estamos estudando junto ao conselho iniciar as alterações da rua Benedito Lúcio Machado, considerada a mais crítica no momento. Nas próximas reuniõ es iremos def inir novas estratégias e mudanças, a longo prazo, nas vias da cidade”, afirmou.

ANDIRÁ

Dez meses depois de pronto, prédio da delegacia continua fechado Antônio de Picolli

Felipe Peres

O prédio da nova Delegacia de Polícia de Andirá, onde as obras foram finalizadas em dezembro do ano passado, ainda não tem previsão para ser inaugurado. A informação partiu ontem da assessoria de imprensa das secretarias de Segurança Pública e Justiça do Paraná. Com um investimento de R$ 700 mil, a estrutura moderna da delegaciaconta com uma área de 2,9 mil metros quadrados. Construída na rua Chico Mendes, próxima à avenida Major Barbosa Ferraz Júnior, a delegacia possui setores administrativos, recepção, cartórios, sala de delegado, cozinha e refeitório, além de salas de visitas e de reconhecimento, solário, pátio e carceragem com capacidade para 78 detentos, sendo a maior cadeia da região. Apesar da qualidade e do tamanho da estrutura, a delegacia de Andirá ainda funciona no antigo endereço. O Obras da delegacia de Andirá foram finalizadas em 2010, mas inauguração não tem data para acontecer

prédio antigo e completamente ultrapassado, localizado às margens da rodovia BR-369, abriga atualmente 50 detentos, sendo que a capacidade total do local é de quase a metade: 26. A reportagem da Tribuna do Vale tentou comunicação com a delegacia de Andirá, mas não foi possível contato até o final da edição. Administração Depois de inaugurada, a nova unidade da delegacia de Andirá vai ser administrada pela Secretaria de Justiça, e não pela Secretaria de Segurança Pública. A informação partiu da assessoria de imprensa da própria Secretaria de Justiça, que explicou que, a partir de 2011, a Justiça será a responsável por administrar as delegacias que possuírem presos. A mesma assessoria de imprensa, porém, não soube informar quando a unidade será inaugurada. A dúvida também permeia a Secretaria de Segurança Pública, que não soube dizer se há uma previsão para a utilização da nova estrutura.

LANÇAMENTO

HF Loteadora traz a Santo Antônio da Platina Grupo Sansey Aline Damásio

O Grupo HF Loteadora e Incorporadora traz a Santo Antonio da Platina o Gr up o S ans e y, c on junto de dança japonesa que se apresentará neste sábado, 8, no centro da cidade, para marcar o lançamento do Residencial Tarumãs. As apresentações acontecem às 10 horas no Platina Shopping e às 14 horas no Calçadão da Marechal. O gr upo apresentará também execuções com o Taiko, instrumento de percussão t radiciona l da c ultura japonesa e do Yosakoi

Soran, dança contemporânea nipônica, praticada no país asiático desde 2003 pelo Grupo Sansey. Durante as apresent a ç õ e s re p re s e nt a nt e s e a equipe de venda da HF Loteadora estarão à disp osição do público para reser vas e vendas de lotes do Residencial Ta r u m ã s . L o c a l i z a d o próximo a avenida Palma Rennó, o loteamento conta com 232 lotes à venda com terrenos de até 250 metros quadrados e opções facilitadas de pagamento, com parcelas a partir de R$ 500 mensais e pagamento em até 99 vezes.

Divulgação

Grupo de dança japonesa se apresenta pela primeira vez em Santo Antonio da Platina

cyan magenta yellow black


B-2 Atas&Editais

ALUGA-SE Sala comercial, com wc, situada à R. 13 de maio, 425 centro Santo Antonio da Platina- Pr Contato :(43) 9977- 6824 VENDE-SE BIZ + 125, ANO 07/07-PARTIDA ELÉTRICA FONE 43- 9109-7655(TIM)- FLAVIO SÚMULA DE PEDIDO DE LICENÇA PRÉVIA Kelly Oliveira dos Santos torna público que está requerendo do IAP – Jacarezinho – PR, licença prévia, para implantação de empreendimento a seguir. Empreendimento: RESIDENCIAL PLANALTO. Endereço: Entre a Rua Benedito Alves de Lara e a Rua dos Ypes. Município: Joaquim Távora – PR

A Companhia de Saneamento do Paraná - Sanepar torna público que recebeu, do Instituto Ambiental do Paraná - IAP - a Licença Ambiental Simplificada (LAS 32.389 – com validade até 27/09/2017) - para ampliação do Sistema de Abastecimento de Aguá, localizado no município de Jacarezinho - PR.

A Companhia de Saneamento do Paraná - Sanepar torna público que recebeu, do Instituto Ambiental do Paraná - IAP - a Licença Ambiental Simplificada (LAS 32.393 – com validade até 28/09/2017) - para ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário, localizado no município de São Sebastião da Amoreira - PR.

A Companhia de Saneamento do Paraná - Sanepar torna público que recebeu, do Instituto Ambiental do Paraná - IAP - a Licença Ambiental Simplificada (LAS 32.394 – com validade até 28/09/2017) - para ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário, localizado no município de Leópolis - PR.

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMBARÁ PORTARIA Nº 08/2011 O senhor João Antônio Tinelli, Presidente da Câmara Municipal de Cambará, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, Considerando o disposto no art. 1º, §§2º e 4º, da Lei Complementar nº 029/2011, que altera os dispositivos da Lei Complementar nº 026/2010, RESOLVE I – Nomear o senhor OLAVO MAFRA SANCHES, portador do RG nº 547.895/SSP-PR para exercer o cargo de provimento em comissão de Diretor Administrativo, símbolo CC-1, com vencimento correspondente ao valor inicial da respectiva referência, consoante o Quadro de Descrição de Cargos – Anexo I, da referida Lei. II – Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, retroagindo seus efeitos a 05 de outubro de 2011. Publique-se. Registre-se. Cumpra-se. GABINETE DO PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMBARÁ, ESTADO DO PARANÁ, aos 05 de outubro de 2011. JOÃO ANTÔNIO TINELLI Presidente da Câmara Municipal

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMBARÁ PORTARIA Nº 09/2011 O senhor João Antônio Tinelli, Presidente da Câmara Municipal de Cambará, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, Considerando o disposto no art. 1º, §3º e 4º, da Lei Complementar nº 029/2011, que altera os dispositivos da Lei Complementar nº 026/2010, RESOLVE I – Nomear a senhora VERA LÚCIA DEGA TEIXEIRA, portadora do RG nº 959.470/SSP-PR para exercer o cargo de provimento em comissão de Diretor Financeiro, símbolo CC-1, com vencimento correspondente ao valor inicial da respectiva referência, consoante o Quadro de Descrição de Cargos – Anexo I, da referida Lei. II – Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, retroagindo seus efeitos a 05 de outubro de 2011. Publique-se. Registre-se. Cumpra-se. GABINETE DO PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMBARÁ, ESTADO DO PARANÁ, aos 05 de outubro de 2011. JOÃO ANTÔNIO TINELLI Presidente da Câmara Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ-PARANÁ REF.: PREGÃO PRESENCIAL Nº 35/2011 - SRP A Comissão Permanente de Licitação comunica aos interessados no objeto do Edital do Pregão Presencial nº 35/2011-SRP, que após a análise e verificação da documentação da única empresa proponente e sendo a mesma considerada inabilitada, abre-se o prazo de 08 (oito) dias úteis conforme § 3º do artigo 48 da Lei Federal nº 8.666 de 21 de junho de 1993, para apresentação da documentação faltante em conformidade com as disposições do edital. Quatiguá-PR, em 05 de outubro de 2011. GILVAN DE OLIVEIRA Pregoeiro EDITAL DE CONVOCAÇÃO O presidente da Câmara Municipal de Barra do Jacaré, Estado do Paraná, CONVOCA a população em geral e as entidades representativas do Município, para participarem da Audiência Pública para apreciação do Relatório Resumido da Execução Orçamentária, relativo ao 1º Quadrimestre do Exercício Financeiro de 2011, a ser realizada no dia 10 de Outubro de 2011, às 16h00min na Câmara Municipal, situada a Rua Rui Barbosa, nº 98 em Barra do Jacaré - PR. Barra do Jacaré, 05 de Outubro de 2011. Luiz Antonio Calixto Presidente da Câmara

MUNICÍPIO DE JOAQUIM TÁVORA LEI 1.223/2011 Desafeta bem público, autoriza o Poder Executivo a proceder a doação do bem imóvel e dá outras providências. A Câmara Municipal de Joaquim Távora, Estado do Paraná aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte lei. ART. 1º. Fica desafetada área com 1.104,54m2 de propriedade do Município de Joaquim Távora, situada no perímetro urbano desta cidade, parte da matricula nº 6.459, do Cartório de Registro de Imóveis, desta Comarca. ART. 2º. Autoriza o executivo a proceder a doação da área do terreno sem benfeitorias, com a área de 1.104,54 m2 (MIL CENTO E QUATRO METROS E CINQUENTA E QUATRO CENTIMETROS QUADRADOS), no perímetro urbano desta cidade, com as medidas, rumos técnicos e confrontações de acordo com o mapa e memorial descritivo elaborados pelo Engenheiro Agrônomo JORGE DE PAULO TEIXEIRA – CREA 9.767-D/PR: “Inicia-se o perímetro no ponto (15), localizado junto à divisa do alinhamento da Rua 1º de maio, no azimute de 256º35’54” na distância de 12,00 metros até o ponto (23); daí deflete à direita e segue confrontando com a Área Remanescente do Município de Joaquim Távora, no azimute de 344º40’22” na distância de 84,33 metros até o ponto (22); daí deflete à direita e segue confrontando com o Município de Joaquim Távora, no azimute 65º19’56” na distância de 14,00 metros até o ponto (14); daí deflete à direita e segue confrontando com a Associação dos Produtores Rurais do Norte Pioneiro, no azimute de 165º52’19” na distância de 87,02 metros até o ponto (15), inicial deste perímetro”, em favor de MERLIN FERRAGENS LTDA, inscrita no CNPJ sob n. 81.101.743/0001-50, com sede na Avenida Paraná, 712, nesta cidade, tendo em vista a existência de interesse público no processo de geração de empregos no Município, conforme faculta o Art. 5º da Lei 906/2003, de 02 de setembro de 2003. ART. 3º. Fica estipulada que a área será destinada à ampliação de empreendimento implementado pela donatária devendo ocorrer a reversão dos bens doados ao patrimônio do Município constantes do art. 1º desta lei, incluindo-se as construções acessadas, caso não seja atendido o prazo de 02 (dois) anos para o início das obras e o prazo máximo de 05 (cinco) anos para a sua conclusão, a contar da data da publicação desta lei, bem como não transferi-lo espontaneamente a qualquer título pelo prazo de 10 (dez) anos, a contar da assinatura da respectiva Escritura Pública de Doação, devendo ser comprovada mediante verificação no local pelo Conselho Comunitário de Planejamento de Desenvolvimento Municipal ou outro meio idôneo. ART. 4º. Revogadas as disposições em contrário, esta lei entrará em vigor na data de sua publicação. Joaquim Távora, 05 de outubro de 2011. CLÁUDIO REVELINO PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE CONSELHEIRO MAIRINCK EXTRATO DE DISPENSA Nº 026/2011 OBJETO: “Aquisição de Material Educativo e Esportivo”, para atender as necessidades do Departamento Municipal de Assistência Social, nas atividades realizadas com o Grupo da 3ª Idade do município”, nos termos da Lei nº 8.666/93; CONTRATANTE: Município de Conselheiro Mairinck/PR/ Prefeitura Municipal. CONTRATADO: “ABIA ALVES DE SIQUEIRA - ME – CNPJ: 81.216.194/0001-69 – Fone: 43- 3561-1410 – Rua XV de Novembro, s/n, Bairro: Centro – Cep: 86480-000, Conselheiro Mairinck – Paraná – Valor R$ 318,60 (trezentos e dezoito reais e sessenta centavos). BASE LEGAL: Art.24, Inciso II da Lei nº 8.666/93 Conselheiro Mairinck, 04 de outubro de 2011. JUAREZ LÉLIS GRANEMANN DRIESSEN PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE CONSELHEIRO MAIRINCK PORTARIA Nº 031/2011 O Prefeito Municipal de Conselheiro Mairinck, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais, de acordo com o Art. 92, do Estatuto dos Servidores Públicos Municipais Lei 111/92. RESOLVE Art. 1º - Conceder ao servidor municipal JOSÉ DOMINGUES MENDES, portador da cédula de identidade RG nº 3.115.545-2, cargo de MOTORISTA, 3 (três) meses de licença especial remunerada, a partir de 30/09/2011. Edifício da Prefeitura do Município de Conselheiro Mairinck, Estado do Paraná, aos 30 dias do mês de setembro de 2011. Juarez Lelis Granemann Driessen Prefeito Municipal

MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA – ESTADO DO PARANÁ EXTRATO DO CONTRATO DE OURTORGA DE PERMISSÃO DE USO Nº 119/2011 CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA – PARANÁ. CONTRATADA: ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO À MATERNIDADE E À INFÂNCIA DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA – APMI. OBJETO: O objeto do presente contrato é a Permissão de Uso a título precário e gratuito de um aparelho oximetro de pulso portátil, registrado no patrimônio municipal sob nº 21.115. VIGÊNCIA: A Permissão de Uso será outorgada até 31 de dezembro de 2011, podendo ser prorrogada por acordo entre as partes. DATA: 28 de setembro de 2011. PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA DECRETO Nº 530/2011 SÚMULA: O Prefeito Municipal de Guapirama – Paraná no uso de suas atribuições legais e tendo em vista a autorização contida na Lei Municipal nº 265 de 04/10/2011. D E C R ETA Artigo 1º - Fica aberto no Orçamento Geral do Município para o corrente exercício, um Crédito Adicional Especial no valor de R$ 13.000,00 (Treze mil reais) conforme demonstrativo abaixo:

TRIBUNA DO VALE

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ DECRETO Nº 639 / 2011 SÚMULA: Dispõe sobre abertura de Credito Adicional Suplementar, autorizado pela Lei nº 377/2010 de 27/12/2010. O PREFEITO MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ, ESTADO DO PARANÁ, NO USO DAS ATRIBUIÇÕES QUE LHES SÃO CONFERIDAS POR LEI, DECRETA Art. 1º - Fica aberto no corrente exercício financeiro, Crédito Adicional Suplementar, no valor de R$ 129.500,00 ( Cento e vinte e nove mil e quinhentos reais ), com as seguintes dotações orçamentária: 04.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS 04.002 – DEPARTAMENTO DE TRIBUTAÇÃO 04.122.00042-009 – MANUTENÇÃO DO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO 000980– 3190.11.00.00 – 0.1 - 000 – Vencimentos e Vantagens Fixas – Pessoal Civil.......................R$ 6.000,00 000990– 3190.13.00.00 – 0.1 - 000 – Obrigações Patronais ..... ...........................................................R$ 1.000,00 05.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE 05.001 – FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 10.301.00062-023 – Atividades Setor de Saúde – Fonte 303 001070– 3190.34.00.00 – 0.1 - 303 – Outras Despesas Decor. Terceir. de Mão de Obra ....................R$ 17.000,00 001080– 3190.47.00.00 – 0.1 - 303 – Obrigações Tributárias e Contributivas ....................................R$ 3.300,00 0 0 11 0 0 – 3 3 9 0 . 3 0 . 0 0 . 0 0 – 0 . 1 - 3 0 3 – M a t e r i a l d e Consumo...............................................................R$ 21.000,00 001120– 3390.39.00.00 – 0.1 - 303 – Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Jurídica. ...................R$ 51.750,00 06.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL 06.003 – MANUTENÇÃO DO BEM ESTAR SOCIAL 08.243.00052.045 - PROGRAMA ERRADICAÇÃO TRABALHO INFANTIL – PETI –Fr livre 001960– 4490.30.00.00 – 0.1 - 000 – Material de Consumo ..... .........................................................R$ 9.000,00 07.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRIC. ABASTEC E MEIO AMBIENTE 07.001 – MANUTENÇÃO MUN DE AGRIC E SERVIÇOS RURAIS 20.541.00102-050 – MANUTENÇÃO DO MATADOURO MUNICIPAL 002220– 3390.39.00.00 – 0.1 - 000 – Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Jurídica. ...................R$ 500,00 08.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE VIAÇÃO, OBRAS E SERV PÚBLICOS 08.001 – DEPARTAMENTO MUN DE SERV URBANOS E LIMPEZA PÚBLICA 15.452.00082-062 – MELHORIAS/MANUTENÇÃO ILUMINAÇÃO PÚBLICA 002680– 3390.39.00.00 – 0.1 - 000 – Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Jurídica. ...................R$ 10.000,00 08.002 – DEPARTAMENTO DE VIAÇÃO E SERVIÇOS RODOVIÁRIOS 26.782.00102-065 – AMPLIAÇÃO/MANUTENÇÃO RODOVIÁRIA 002790– 3390.39.00.00 – 0.1 - 000 – Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Jurídica. ...................R$ 1.000,00 09.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, ESPORTES ECULTURA 09.001 – DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO 12.361.00072-069- MANUTENÇÃO ENSINO FUNDAMENTAL – Fonte 303 003010– 3390.30.00.00 – 0.1 - 103 – Material de Consumo ..... ...................................... ...................R$ 8.950,00 TOTAL R$ 129.500,00 Art. 2º - Para dar cobertura ao Crédito autorizado no artigo anterior, serão indicados como recursos o disposto na Lei Federal 4.320/64, no Artigo 43 § 1º; a) Inciso III – Cancelamento das seguintes dotações orçamentária: 03.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO 03.001 – DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO 04.122.00042-09 – MANUTENÇÃO DO DEPARTAMENTO ADMINISTRAÇÃO 000330– 3190.11.00.00 – 0.1 - 000 – Vencimentos e Vantagens Fixas – Pessoal Civil.......................R$ 32.600,00 000340– 3190.13.00.00 – 0.1 - 000 – Obrigações Patronais ..............R$ 7.000,00 03.003 – DEPARTAMENTO DE LICITAÇÃO,COMPRAS, ALOMOXAR. E PATRIMONIO 04.122.00042-018 – MANUTENÇÃO DO DEPARTAMENTO DE PATRIMONIO 000730– 3190.11.00.00 – 0.1 - 000 – Vencimentos e Vantagens Fixas – Pessoal Civil.......................R$ 10.000,00 05.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE 05.001 – FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 10.301.00062-026 – ASSISTÊNCIA ESPECIALIZADA – CONSORCIO INTERMUNICIPAL 001240– 3350.41.00.00 – 0.1 - 000 – CONTRIBUIÇÕES...... R$ 9.950,00 05.002 – SETOR DE SANEAMENTO 1 7 . 8 1 2 . 0 0 1 3 2 - 0 3 4 – M A N U T E N Ç Ã O D O S E TO R D E SANEAMENTO – Fonte livre 001480– 3390.39.00.00 – 0.1 - 000 – Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Jurídica. ...................R$ 1.200,00 001490– 4490.52.00.00 – 0.1 - 000 – Equipamento e Material Permanente ....................................R$ 4.950,00 06.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 06.002 – FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 08.244.0062-037 – MANUTENÇÃO DO F.M.A.S. – Fonte livre 001560– 3390.30.00.00 – 0.1 - 103 – Material de Consumo ..... ...................................... .................R$ 15.000,00 001570– 3390.36.00.00 ��� 0.1 - 000 – Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Física.... ...................R$ 7.950,00 001580– 3390.39.00.00 – 0.1 - 000 – Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Jurídica. ...................R$ 13.950,00 06.003 – MANUTENÇÃO DO BEM ESTAR SOCIAL 08.243.00052.045 - PROGRAMA ERRADICAÇÃO TRABALHO INFANTIL – PETI –Fr livre 001970– 4490.52.00.00 – 0.1 - 000 – Equipamento e Material Permanente.......................................R$ 9.000,00 08.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE VIAÇÃO, OBRAS E SERV PUBLICOS 08.001– DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE SERV URBANOS E LIMPEZA PÚBLICA 15.452.0009-2.061 – AMPLIAÇÃO/MANUTENÇÃO FUNDO DE VALE 002630 – 3390.30.00.00 – 0.1-000 – Material de Consumo ..... .......................................................R$ 2.000,00 002640– 3390.36.00.00 – 0.1 - 000 – Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Física.... ...................R$ 2.000,00 002660 – 4490.30.00.00 – 0.1-000 – Material de Consumo ....... R$ 4.950,00 09.00 – SECRETARIA MUNICIPAL DE educação, esportes e cultura 09.001– DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO 12.361.00072-071 – MANUTENÇÃO DO TRANSPORTE ESCOLAR – Fonte 103 003080– 3390.36.00.00 – 0.1 - 103 – Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Física.... ...................R$ 2.950,00 003090– 3390.39.00.00 – 0.1 - 103 – Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Jurídica. ...................R$ 6.000,00 TOTAL ... R$ 129.500,00 Art. 3º - Esta lei entrará em vigor a partir da publicação, revogadas as disposições em contrário. Paço Municipal José Galdino Pereira, em 26 de Setembro de 2011. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal


TRIBUNA DO VALE

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011 PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRÁ DECRETO Nº. 5.858 DE 05 DE OUTUBRO DE 2011 Dispõe sobre abertura de Crédito Adicional Suplementar no valor de R$ 196.700,00 (cento e noventa e seis mil e setecentos reais), autorizado pela Lei n°. 2.235 de 04 de outubro de 2011. JOSÉ RONALDO XAVIER, Prefeito Municipal de Andirá, Estado do Paraná, usando das atribuições que lhe são atribuídas por lei, D E C R E T A: Art. 1º. Fica aberto “CRÉDITO ADICIONAL SUPLEMENTAR”, nas Dotações Orçamentárias abaixo especificadas: 02. EXECUTIVO MUNICIPAL 002. ASSESSORIA JURÍDICA 0.003. Promover o Pagamento de Ações Judiciais 3.3.90.91. 1000 SENTENÇAS JUDICIAIS 30.000,00 003. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL 2.005. Manter a Divulgação Oficial do Município 3.3.90.39. 1000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA JURÍDICA 20.000,00 03. SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO 001. GABINETE DA ADMINISTRAÇÃO 2.006. Manter o Gabinete da Secretaria Municipal de Administração 3.1.90.13. 1000 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 5.000,00 3.3.90.39. 1000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA JURÍDICA 50.000,00 06. SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE - FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 002. DEPARTAMENTO DE SAÚDE 2.107. Manter os Serviços de Atendimento do Pronto Socorro 3.3.90.39. 1000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA JURÍDICA 59.700,00 08. SECRETARIA MUNICIPAL DE VIAÇÃO E SERVIÇOS PÚBLICOS 003. DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS PÚBLICOS 2.065. Manter os Serviços Urbanos 3.3.90.39. 1000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA JURÍDICA 30.000,00 2.069. Manter o Programa Bombeiro Comunitário 3.3.90.30. 1000 MATERIAL DE CONSUMO 2.000,00 Art. 2° - Os recursos para a abertura do Crédito Adicional Suplementar de que trata este decreto serão resultantes do cancelamento das seguintes dotações orçamentárias: 02. EXECUTIVO MUNICIPAL 002. ASSESSORIA JURÍDICA 0.001. Promover o Pagamento de Precatórios Judiciais 3.3.90.91. 1000 SENTENÇAS JUDICIAIS 20.000,00 0.002. Promover o Pagamento de Ações Trabalhistas 3.3.90.91. 1000 SENTENÇAS JUDICIAIS 30.000,00 03. SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO 001. GABINETE DA ADMINISTRAÇÃO 2.006. Manter o Gabinete da Secretaria Municipal de Administração 3.1.90.11. 1000 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS PESSOAL CIVIL 10.000,00 2.009. Apoiar as Associações e Sindicatos 3.3.30.41. 1000 CONTRIBUIÇÕES 4.000,00 3.3.50.43. 1000 SUBVENÇÕES SOCIAIS 4.000,00 04. SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS 002. DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE 0.005. Manter o Pagamento das Confissões de Dívidas 4.6.91.71. 1000 PRINCIPAL DA DÍVIDA POR CONTRATO 14.000,00 0.006. Manter o Pagamento das Amortizações de Empréstimos 4.6.90.71. 1000 PRINCIPAL DA DÍVIDA CONTRATUAL RESGATADO 25.000,00 0.007. Manter o Pagamento dos Juros de Empréstimos 3.2.91.21. 1000 JUROS SOBRE A DÍVIDA POR CONTRATO COM RPPS 20.000,00 004. DEPARTAMENTO DE CADASTRO, TRIBUTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO 2.019. Manter o Departamento de Cadastro, Tributação e Fiscalização 3.3.90.36. 1000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA 6.000,00 06. SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE - FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 002. DEPARTAMENTO DE SAÚDE 2.107. Manter os Serviços de Atendimento do Pronto Socorro 3.1.90.16. 1000 OUTRAS DESPESAS VARIÁVEIS - PESSOAL CIVIL 9.900,00 3.1.91.13. 1000 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 29.900,00 3.3.90.36. 1000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA 19.900,00 08. SECRETARIA MUNICIPAL DE VIAÇÃO E SERVIÇOS PÚBLICOS 002. DEPARTAMENTO DE VIAÇÃO 2.064. Manter a Oficina Mecânica e o Lavadouro 4 . 4 . 9 0 . 5 2 . 1 0 0 0 E Q U I PA M E N T O S E M AT E R I A L PERMANENTE 4.000,00 Art. 3° - Este decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Paço Municipal “Bráulio Barbosa Ferraz”, Município de Andirá, Estado do Paraná, em 05 de outubro de 2011, 68º da Emancipação Política. JOSÉ RONALDO XAVIER Prefeito Municipal CONTRATO DE EMPREITADA Contrato no 19/2011. EXTRATO DE CONTRATO. MUNICÍPIO DE CAMBARÁ – CONTRATANTE. ASSOCIAÇÃO CAMBARAENSE DOS AGRICULTORES FAMILIAR - ACAF CONTRATADO DO OBJETO. aquisição de GÊNEROS ALIMENTÍCIOS DA AGRICULTURA FAMILIAR PARA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR, para alunos da rede de educação básica pública, verba FNDE/PNAE, para maio a dezembro de 2011. DO FORNECIMENTO. O início da entrega dos gêneros alimentícios será imediatamente após o recebimento da Ordem de Compra, expedida pelo Departamento de Compras, sendo o prazo do fornecimento até o término da quantidade adquirida ou até 31 de dezembro de 2011. DO PREÇO E CONDIÇÕES DE PAGAMENTO. O limite individual de venda de gêneros alimentícios da Agricultura Familiar e do Empreendedor Familiar Rural será de até R$ 9.000,00 (nove mil reais) por Declaração de Aptidão ao PRONAF – DAP por ano civil, referente à sua produção, conforme a legislação do Programa Nacional de Alimentação Escolar. Gabinete do Prefeito Municipal, 02 de maio de 2011. JOSÉ SALIM HAGGI NETO CONTRATANTE ASSOCIAÇÃO CAMBARAENSE DOS AGRICULTORES FAMILIAR - ACAF CONTRATADO

Atas&Editais B-3 PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRÁ DECRETO Nº. 5.859 DE 05 DE OUTUBRO DE 2011 Dispõe sobre abertura de Crédito Adicional Especial no valor de R$ 244.000,00 (duzentos e quarenta e quatro mil reais), autorizado pela Lei n°. 2.236 de 04 de outubro de 2011. JOSÉ RONALDO XAVIER, Prefeito Municipal de Andirá, Estado do Paraná, usando das atribuições que lhe são atribuídas por lei, D E C R E T A: Art. 1º. Fica aberto “CRÉDITO ADICIONAL ESPECIAL”, nas Dotações Orçamentárias abaixo especificadas: 06. SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE - FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 002. DEPARTAMENTO DE SAÚDE 2.039. Manter os Postos de Saúde Municipais 3.3.90.30. 1495 MATERIAL DE CONSUMO 70.000,00 3.3.90.39. 1495 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 60.000,00 2.047. Manter os Serviços de Atendimento Especializados 3.3.50.41. 1303 CONTRIBUIÇÕES 7.000,00 2.107. Manter os Serviços de Atendimento do Pronto Socorro 3.3.90.39. 1303 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 102.000,00 08. SECRETARIA MUNICIPAL DE VIAÇÃO E SERVIÇOS PÚBLICOS 003. DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS PÚBLICOS 2.069. Manter o Programa Bombeiro Comunitário 4.4.90.52. 1000 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE 3.000,00 16. SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA E MEIO AMBIENTE 001. GABINETE DA AGRICULTURA E MEIO AMBIENTE 2.123. Manter o Gabinete de Agricultura e Meio Ambiente 3.1.90.11. 1000 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS PESSOAL CIVIL 2.000,00 Art. 2° - Os recursos para a abertura do Crédito Adicional Especial de que trata este decreto serão resultantes do cancelamento das seguintes dotações orçamentárias: 06. SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE - FUNDO MUNCIPAL DE SAÚDE 002. DEPARTAMENTO DE SAÚDE 2.039. Manter os Postos de Saúde Municipais 3.1.90.11. 1495 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS PESSOAL CIVIL 130.000,00 3.3.90.39. 1303 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 109.000,00 07. SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO 003. DEPARTAMENTO DE PROJETOS E DESELVOLVIMENTO 2.058. Manter a Agência do Trabalhador 3.3.90.39. 1000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 5.000,00 Art. 3° - Este decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Paço Municipal “Bráulio Barbosa Ferraz”, Município de Andirá, Estado do Paraná, em 05 de outubro de 2011, 68º da Emancipação Política. JOSÉ RONALDO XAVIER

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRÁ DECRETO Nº. 5.860 DE 05 DE OUTUBRO DE 2011 Dispõe sobre Suplementação de Crédito Especial no valor de R$ 16.000,00 (dezesseis mil reais), autorizado pela Lei n°. 2.237 de 04 de outubro de 2011. JOSÉ RONALDO XAVIER, Prefeito Municipal de Andirá, Estado do Paraná, usando das atribuições que lhe são atribuídas por lei, D E C R E T A: Art. 1º. Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a “SUPLEMENTAR CRÉDITO ESPECIAL” nas Dotações Orçamentárias abaixo: 05. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA 002. DEPARTAMENTO DE ENSINO 2.026. Manter o Programa de Merenda Escolar 3.3.90.32. 1000 MATERIAL, BEM OU SERVIÇO PARA DISTRIBUIÇÃO GRATUITA 6.000,00 003. DEPARTAMENTO DE CULTURA 2.119. Manter os Centros de Informática para Todos/ Telecentros 3.3.90.36. 1000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA 4.000,00 0 6 . S E C R E TA R I A M U N I C I PA L D E S A Ú D E - F U N D O MUNICIPAL DE SAÚDE 002. DEPARTAMENTO DE SAÚDE 2.048. Manter o CAPS - Centro de Atenção Psicossocial 3 . 1 . 9 0 . 1 6 . 3 3 0 3 O U T R A S D E S P E S A S VA R I Á V E I S PESSOAL CIVIL 1.000,00 10. SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL 003. FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 2.086. Manter os Benefícios Eventuais/Cestas Básicas - PSB 3.3.90.32. 1000 MATERIAL, BEM OU SERVIÇO PARA DISTRIBUIÇÃO GRATUITA 5.000,00 Art. 2° - Os recursos para a Suplementação de Crédito Especial de que trata este decreto serão resultantes do cancelamento das seguintes dotações orçamentárias: 04. SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS 002. DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE 0.005. Manter o Pagamento das Confissões de Dívidas 4.6.91.71. 1000 PRINCIPAL DA DÍVIDA POR CONTRATO 5.000,00 0.006. Manter o Pagamento das Amortizações de Empréstimos 4.6.90.71. 1000 PRINCIPAL DA DÍVIDA CONTRATUAL RESGATADO 10.000,00 0 6 . S E C R E TA R I A M U N I C I PA L D E S A Ú D E - F U N D O MUNICIPAL DE SAÚDE 002. DEPARTAMENTO DE SAÚDE 2.048. Manter o CAPS - Centro de Atenção Psicossocial 3.1.90.11. 3303 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS PESSOAL CIVIL 1.000,00 Art. 3° - Este decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Paço Municipal “Bráulio Barbosa Ferraz”, Município de Andirá, Estado do Paraná, em 05 de outubro de 2011, 68º da Emancipação Política. JOSÉ RONALDO XAVIER Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA DECRETO Nº. 430/2011 Dispõe sobre a abertura de crédito adicional suplementar. A Prefeita Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, usando das atribuições que lhe são conferidas pela Lei Municipal nº. 988, de 27 de dezembro de 2010, decreta: Art. 1. º - Fica aberto ao Orçamento Geral do Município em vigor, um crédito adicional suplementar no valor de R$. 182.400,00 (Cento e oitenta e dois mil e quatrocentos reais), assim discriminado: UNIDADE ORÇAMENTÁRIA – 03.01 – GABINETE DO SECRETARIO MUNICIPAL DE GESTÃO 0412200212.013 GABINETE DO SECRETARIO DE GESTÃO 3390.39.00.00 Outros Serviços de Terceiros – P. Jurídica R$90.000,00 Fonte: 01000 – Recursos Ordinários (livres) UNIDADE ORCAMENTARIA – 07.04 – FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL 0824404872.109 PROGRAMA DE ASSISTENCIA COMUNITARIA 3390.32.00.00 Material, Bem ou Serviço p/ Dist. Gratuita R$ 10.400,00 Fonte: 01000 – Recursos Ordinários (livres) U N I D A D E O R Ç A M E N T Á R I A – 0 8 . 0 6 – S E TO R D E TRANSPORTE ESCOLAR 1236102392.128 TRANSPORTE ESCOLAR 3390.33.00.00 Passagens e Despesas com Locomoção R$ 60.000,00 Fonte: 01104 – 25% Sobre demais impostos vinculados a educação 3390.33.00.00 Passagens e Despesas com Locomoção R$ 22.000,00 Fonte: 31119 – Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar Total R$ 182.400,00 Art. 2. º - Para dar cobertura ao crédito aberto no Artigo 1.º , serão canceladas parcialmente as seguintes dotações do Orçamento vigente: UNIDADE ORÇAMENTÁRIA – 08.04 – SETOR DE ENSINO FUNDAMENTAL 1236101881.251 CONSTRUÇÃO DE ESCOLA NA VILA RIBEIRO 4490.51.00.00 Obras e Instalações R$60.000,00 Fonte: 01104 – 25% Sobre demais impostos vinculados a educação UNIDADE ORÇAMENTÁRIA – 08.09 – DEPARTAMENTO DE ESPORTE E RECREAÇÃO 2781202241.200 REFORMA DE QUADRAS DE ESPORTES 4490.51.00.00 Obras e Instalações R$ 22.000,00 Fonte: 01000 – Recursos Ordinários (livres) UNIDADE ORÇAMENTÁRIA – 09.02 – DEPARTAMENTO DE AGRICULTURA 2060100802.230 PROJETO FRUTICULTURA 3390.30.00.00 Material de Consumo R$ 10.000,00 3390.39.00.00 Outros Serviços de Terceiros – P. Jurídica R$ 13.000,00 Fonte: 01000 – Recursos Ordinários (livres) 2060101112.207 PROJETO CAFEICULTURA 3390.30.00.00 Material de Consumo R$10.000,00 3390.36.00.00 Outros Serviços de Terceiros – P. Física R$ 400,00 3390.39.00.00 Outros Serviços de Terceiros – P. Jurídica R$12.000,00 Fonte: 01000 – Recursos Ordinários (livres) 2060201032.278 APOIO A AGRICULTURA FAMILIAR 3390.30.00.00 Material de Consumo R$5.000,00 Fonte: 01000 – Recursos Ordinários (livres) UNIDADE ORÇAMENTÁRIA – 10.13 – OBRAS E SERVIÇOS URBANOS 1751204601.238 PROJETO GABIÃO 4490.51.00.00 Obras e Instalações R$50.000,00 Fonte: 01000 – Recursos Ordinários (livres) Total R$ 182.400,00 Art. 3. º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / PALÁCIO DO PODER EXECUTIVO, aos 05 de outubro de 2011. MARIA ANA VICENTE GUIMARÃES POMBO Prefeita Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIÁ EDITAL DE CONVOCAÇÃO AUDIÊNCIA PÚBLICA Alteração da LOA – Exercício 2011 O Município de Abatiá, Estado do Paraná, convoca a comunidade em geral para participar da Audiência Pública, referente à discussão da alteração da LOA – Lei Orçamentária Anual de 2011, a ser realizada às 15:00 horas (quinze horas) do dia 07 de outubro de 2011, na Câmara Municipal, Avenida João Carvalho de Mello, 324, Abatiá-PR. Abatiá, 05 de outubro de 2011. Irton Oliveira Müzel - Prefeito PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA PORTARIA Nº 463/11 A Prefeita Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, resolve: NOMEAR o servidor LUCIANO PANSARDI OURO, para proceder à fiscalização e acompanhamento das cláusulas dos contratos firmados pela Administração Municipal, relativos às OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA, em conjunto com a Assessoria Jurídica do Município, em substituição ao senhor LEANDRO SCHENA DIAS RODRIGUES, nomeado pela Portaria nº 363/11, de 05/08/11. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALÍCIO DIAS DOS REIS, aos 04 de outubro de 2011. MARIA ANA VICENTE GUIMARÃES POMBO Prefeita Municipal

MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA - PARANÁ PREGÃO PRESENCIAL Nº 078/2011 - AVISO DE ADJUDICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO Torna publica a Adjudicação e a Homologação do Procedimento Licitatório Modalidade Pregão Presencial sob o nº 078/2011 que tem como objeto a Contratação de Empresa de Prestação de Serviços Mecânicos, com fornecimento de Peças e Materiais de 1ª Linha e Mão de Obra Especializada, para a recuperação total de 01(um) Rolo Compactador Dynapac CA-15, a ser executado neste exercício; à(s) empresa(s): FORNECEDOR CNPJ VALOR IMPORPEÇAS COM. DE PEÇAS PARA TRATORES LTDA 76.071.984/0001-63 68.000,00 Santo Antonio da Platina - PR, 05 de Outubro de 2011. MARIA ANA V. G. POMBO Prefeita Municipal


TRIBUNA DO VALE

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011

E-mail: social@tribunadovale.com.br

FERNANDA DINIZ Thays Silva

Fernanda Diniz/ TV

10 anos No click a família da Farmácia de Manipulação Belladona Fórmulas que completou ontem, dia 05, dez anos em Santo Antônio da Platina. Sucesso sempre!

Parabéns Arquivo Pessoal

Jaqueline Balduíno Diniz trocou de idade na última terça-feira, 04. A aniversariante, que reside em Santo Antônio da Platina, recebe felicitações do esposo André e do filhão Danilo. Parabéns!

Passeio Ciclistico O MFC, Movimento Familiar Cristão, de Santo Antônio da Platina, promove no próximo dia 8, Passeio Ciclístico pelas ruas da cidade. O evento, que terá início às 16h (com inscrições às 15h30), sorteará ao final uma bicicleta. Prestigie!

Fórum

Saia-Lápis

Os diretores da Fanorpi (Faculdade do Norte Pioneiro), em Santo Antônio da Platina, Regina Arantes Maluly e Vinícius Maluly estiveram na última semana em São Paulo no 13º FNESP (Fórum Nacional de Ensino Superior Particular Brasileiro/ A Liderança na Educação Superior) este ano com o tema: Os Desafios dos Líderes na Dinâmica do Ensino Privado . O evento, realizado no Hotel Renaissance, teve a participação de Bernardinho, técnico da seleção brasileira de vôlei

Elas são acinturadas e ajustadinhas ao corpo com o comprimento que chegam aos joelhos. As saias lápis deixam a mulher facilmente com um ar elegante devido ao seu corte e caimento que é capaz de alongar as pernas ao mesmo tempo que delineia as curvas femininas, valorizando o corpo e as deixando sensuais com muito recato. Quando surgiu, nos anos 40, esse modelo era conhecido como saia tubinho, também devido ao seu formato, ganhou seu nome atual no início da década de 60. De lá pra cá, tornou-se uma peça atemporal, estando presente em todas as gerações sucessoras sem sair de moda. (Mulher Beleza)

Fejacan

Reflexão Não existe grandeza quando a simplicidade, a bondade e a verdade estão ausentes. (Tolstoi)

As apresentações do Festival Jacarezinhense da Canção 2011, acontecem entre 10 e 11 de novembro, a partir das 20h30, no Cine Teatro Iguaçu. O Fejacan tem o objetivo de contribuir para o desenvolvimento da produção musical do Paraná, e outras diversas regiões do país, especialmente aquelas que resultam de processos de pesquisa e que estão relacionadas ao aprofundamento do uso da linguagem musical. Informações pelo telefone (43) 3527-1232

H ORÓSCOPO PARA HOJE Áries Num ambiente pra lá de competitivo, vence quem tiver paciência e foco. Coragem não lhe falta, mas será preciso mais. Esqueça atitudes arbitrarias: irá atrair sanções e não ajuda. Altos e baixos na relação amorosa: não confunda o ideal com o real.

Gêmeos Quatro astros amigos acenam com presentes, receptividade e calor em sua direção. É o momento de se orgulhar de filhos, e de suas realizações.. Tensões passageiras podem ser superadas com boa dose de flexibilidade. Dê exemplo.

Leão O pique deste período astral é aprender, trocar e dialogar. Será a partir da tarde que você poderá entender o que seu amor quer e precisa de verdade. E a partir daí, tudo vai depender de quanto estiver disposto a dar e mudar. Aposte na renovação!

Libra Tensões passageiras entre necessidades internas e demandas externas. Por isso o dia não favorece decisões de longo alcance. A tarde seu astral fica melhor. Fuja das pessoas autoritárias. Vida social animada, mas amigos brigam.

Sagitário Sob um clima astral benéfico pra você, tudo segue seu caminho natural sem que tenha de intervir e se esforçar demais. Contudo, deve se precaver contra atitudes presunçosas e promessas que não irá cumprir. Seja discreto no amor.

Aquário Faça um estilo mais sóbrio, não chame a atenção sobre você. Na tarde de hoje a Lua entra em seu signo. A partir daí, vale a pena reservar mais tempo pra cuidar de seus interesses pessoais e deixar os do mundo um pouco de lado por dois dias.

Touro Plane jamento e inspiração em alta hoje. Está você bem confortável e eis que chega alguém a fim de provocar e mudar você do seu lugar. A irritação é mutua, e envolve questões do tipo quem manda em quem etc. Cabe a você decidir rumos.

Câncer Competição é um assunto espinhoso. Você está mais sensível aos outros hoje. Aproveite para entrar em contato com clientes e sócios e perguntar para eles o que esperam de seus serviços e atuação. No amor, quanto mais objetividade e foco, melhor.

Virgem Dia ótimo pra trabalhar duro e se esforçar, você está aberto pra captar as armas mais eficientes e apropriadas - aquelas que o levarão mais perto de seus objetivos. Use o tempo com objetividade e não se disperse.. Mudanças na rotina.

Escorpião Divergências e confrontos fazem parte da vida, como você bem sabe. Mas as vezes, como hoje, tudo parece mais agudo, áspero. Escolha bem as palavras. Evite magoar ao defender seus pontos de vista. Problemas com dinheiro e posses materiais.

Capricórnio Até o início da tarde a Lua ainda passeia por seu signo, então já sabe: tire umas horas pra você se cuidar com aquele carinho que merece! De tarde, astral ótimo para conhecer pessoas novas, aprender algo e mudar de ares. Sensibilidade financeira.

Peixes Jornada colorida por pensamentos idealistas e necessidades contraditórias.. Importante seguir a risca determinações acertadas com chefes e superiores. Sua paciência está por um fio com alguém que usa o poder pra humilhar os outros. Amor em alta.

cyan magenta yellow black










 TRIBUNA DO VALE

21

9 1929

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TÁVORA

- Prestar assessoramento jurídico aos Conselhos Municipais, analisando as questões formuladas e orientando quanto aos procedimentos cabíveis; - Elaborar pareceres, informes técnicos e relatórios, realizando pesquisas, entrevistas, fazendo observações e sugerindo medidas para implantação, desenvolvimento e aperfeiçoamento de atividades em sua área de atuação; - Participar das atividades administrativas, de controle e apoio referentes à sua área de atuação; - Participar das atividades de treinamento e aperfeiçoamento de pessoal técnico e auxiliar, realizando-as em serviço ou ministrando aulas e palestras, a fim de contribuir para o desenvolvimento qualitativo dos recursos humanos em sua área de atuação; - Participar de grupos de trabalho e/ou reuniões com unidades da Prefeitura e outras entidades públicas e particulares, realizando estudos, emitindo pareceres ou fazendo exposições sobre situações e/ou problemas identificados, opinando, oferecendo sugestões, revisando e discutindo trabalhos técnico-científicos, para fins de formulação de diretrizes, planos e programas de trabalho afetos ao Município; - Realizar outras atribuições compatíveis com sua especialização profissional.

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 EDITAL Nº 001/2011

O Prefeito Municipal e a Comissão Examinadora do Concurso Público nº. 001/2011 de Joaquim Távora, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais, e em conformidade com o art. 37 e inciso II da Constituição da República Federativa do Brasil, com base nas Leis Municipais nº. 668/1989, nº. 691/1991, nº. 819/1999, nº.830/2000, nº. 900/2003, nº. 1.050/2008 e nº. 1.112/2009 e Decreto Municipal nº. 2.464/2008 faz saber a todos os interessados que irá realizar CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS E PROVA PRÁTICA Nº. 001/2011, para seleção de candidatos aos cargos públicos do Quadro de servidores da Municipalidade, com enquadramento jurídico regido pela CLT. 1.DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

- REQUISITOS: - Possuir Diploma e/ou certificado de conclusão de curso de nível superior de Bacharel em Direito, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no conselho competente: OAB(Ordem dos Advogados do Brasil).

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

21

1.1 O Concurso Público será regido pelas regras estabelecidas no presente Edital, executado pela Coordenadoria de Concursos da Empresa Prosperity Empreendimentos e Assessoria LTDA e destinado a selecionar candidatos para cargos do Quadro Próprio do Poder Executivo do Município de Joaquim Távora, Estado do Paraná, nas várias funções, conforme estabelecido no item 2(dois) deste Edital. 1.2 A seleção de que trata este Edital consistirá de prova de conhecimentos a serem avaliados por meio de aplicação de Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório e Prova Prática, de caráter eliminatório e classificatório. 1.2.1 As Provas serão ETAPA ÚNICA para os cargos de nível profissional superior: ADVOGADO, DENTISTA E MÉDICO e Grupo Profissional de Serviços Gerais: ELETRICISTA. 1.2.2 As Provas serão PRIMEIRA ETAPA (PROVA OBJETIVA) E SEGUNDA ETAPA (PRÁTICA) para os cargos de nível profissionais do Grupo Serviços Gerais: MOTORISTA, OPERADOR DE TRATOR AGRÍCOLA E OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS (MOTO NIVELADORA). 1.3 É de exclusiva responsabilidade do candidato inscrito, acompanhar a publicação ou divulgação dos atos concernentes ao Concurso Público, divulgados na Internet, no endereço eletrônico www.prosperity1.com.br, no Jornal Tribuna do Valle, Estado do Paraná e afixados nas dependências da Prefeitura do Município de Joaquim  Távora, Estado do Paraná, obrigando-se a atender aos prazos e condições estipulados neste Edital e nos que forem publicados durante o período de validade do  concurso. 1.4 A  inscrição no Concurso Público implicará a aceitação tácita das normas estabelecidas neste Edital e em outros que forem publicados durante a realização do Concurso Público, cujas regras, normas e critérios, obrigam-se os candidatos a cumprir.

9 1929

1.5 O prazo de validade do presente Concurso esgotar-se-á em 02 (dois) anos, a contar da data de publicação do ato de homologação do resultado final do Concurso Público, podendo o mesmo vir a ser prorrogado por uma única vez, por igual período, a critério da Administração Pública Municipal. 1.6 Dentro do prazo de validade do Concurso Público poderão ocorrer convocações de candidatos aprovados, além das vagas oferecidas, desde que o quantitativo de vagas por cargo seja autorizado pelo Excelentíssimo Senhor Prefeito de Município de Joaquim Távora, Estado do Paraná. 2. DOS CARGOS E REQUISITOS 2. DOS CARGOS E REQUISITOS 2.1 - GRUPO PROFISSIONAL CARGO

VAGAS

VENCIMENTO R$

CARGA HORÁRIA SEMANAL

TAXA DE INSCRIÇÃO R$

Advogado

01

2.521,68

20h

85,00

Dentista

01

1.970,25

20h

85,00

Médico

01

4.501,37

20h

85,00

CARGA HORÁRIA SEMANAL

TAXA DE INSCRIÇÃO R$

REQUISITOS - Graduação em Direito; - Registro na OAB. - Graduação em Odontologia; - Registro no CRO. - Graduação em Medicina; - Registro no CRM.

2.2- GRUPO SERVIÇOS GERAIS CARGO

VAGAS

VENCIMENTO R$

Atas&Editais C-1



21 9 1929

REQUISITOS

3.1.2 CARGO: DENTISTA - ATRIBUIÇÃO: Compreende os empregos que se destinam a executar e coordenar os trabalhos relativos a diagnóstico, prognóstico e tratamento de afecções de tecidos moles e duros da boca e região maxilofacial, utilizando processos laboratoriais, radiográficos, citológicos e instrumentos adequados, para manter ou recuperar a saúde bucal: - Examinar os tecidos duros e moles da boca e a face no que couber ao Cirurgiãodentista, utilizando instrumentais ou equipamentos odontológicos por via direta, para verificar patologias dos tecidos moles e duros da boca, encaminhando nos casos de suspeita de enfermidade na face, ao médico assistente; - Identificar as afecções quanto à extensão e à profundidade, utilizando instrumentos especiais, radiológicos ou outra forma de exame complementar para estabelecer diagnóstico, prognóstico e plano de tratamento; - Aplicar anestesias tronco-regionais, infiltrativas, tópicas ou quaisquer outros tipos regulamentadas pelo CFO, para promover conforto e facilitar a execução do tratamento;  - Promover a saúde bucal, quer no âmbito do Posto/Unidade de saúde quer no meio externo, através da participação direta com conferências e palestras sobre os vários  aspectos da odontologia, notadamente a preventiva. - Extrair  raízes e dentes, utilizando fórceps, alavancas e outros instrumentos, quando não houver condições técnicas e/ou materiais de tratamento conservador; - Efetuar remoção de tecido cariado e restauração dentária, utilizando instrumentos, aparelhos e materiais tecnicamente adequados, para restabelecer a forma e a função do dente; - Executar a remoção mecânica da placa dental e do cálculo ou tártaro supra e subgengival, utilizando-se de meios ultra-sônicos ou manuais; - Prescrever ou administrar medicamentos, inclusive homeopáticos, quando o Cirurgião-dentista for devidamente habilitado em homeopatia em odontologia, determinando a via de aplicação, para auxiliar no tratamento pré, trans e pósoperatório; - Proceder a perícias odonto-administrativas, examinando a cavidade bucal e os dentes, a fim de fornecer atestados e laudos previstos em normas e regulamentos; - Coordenar, supervisionar ou executar a coleta de dados sobre o estado clínico dos pacientes, lançando-os em fichas individuais, para acompanhar a evolução do tratamento; - Orientar e zelar pela preservação e guarda de aparelhos, instrumental ou equipamento utilizado em sua especialidade, observando sua correta utilização; - Elaborar, coordenar e executar programas educativos e de atendimento odontológicos preventivos voltados principalmente para a comunidade de baixa renda e para os estudantes da rede municipal de ensino; - Elaborar pareceres, informes técnicos e relatórios, realizando pesquisas, entrevistas, fazendo observações e sugerindo medidas para implantação, desenvolvimento e aperfeiçoamento de atividades em sua área de atuação; - Participar das atividades administrativas, de controle e de apoio referentes à sua área de atuação; - Participar das atividades de treinamento e aperfeiçoamento de pessoal técnico e auxiliar, realizando-as em serviço ou ministrando aulas e palestras, a fim de contribuir para o desenvolvimento qualitativo dos recursos humanos em sua área de atuação; - Participar de grupos de trabalho e/ou reuniões com unidades da Prefeitura e outras entidades públicas e particulares, realizando estudos, emitindo pareceres ou fazendo exposições sobre situações e/ou problemas identificados, opinando, oferecendo sugestões, revisando e discutindo trabalhos técnico-científicos, para fins de formulação de diretrizes, planos e programas de trabalho afetos ao Município; - Realizar outras atribuições compatíveis com sua especialização profissional.

21

9 1929

- REQUISITOS:

Ensino Fundamental - Possuir Diploma e/ou certificado de conclusão de curso de nível superior, expedido incompleto; Motorista 4 612,08 44h 45,00 por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no - Habilitação com categoria conselho competente. mínima D ou E. - Ensino fundamental Operador de incompleto; Máquinas 1 1.270,85 44h 45,00  - Habilitação com categoria (Motoniveladora) 3.1.3 CARGO: MÉDICO(A) mínima C, D ou E. - ATRIBUIÇÃO:  - Ensino fundamental Operador de incompleto; Compreende os empregos que se destinam a prestar assistência médica, dentro de 1 979,38 44h 45,00  Trator Agrícola - Habilitação com categoria cada especialidade, em postos de saúde e demais unidades assistenciais da  mínima C, D ou E. Prefeitura, bem como elaborar, executar  e avaliar planos, programas e subprogramas - Ensino fundamental  de saúde pública: Eletricista 1 545,00 44h 45,00 incompleto - Curso Técnico de eletricista - Efetuar exames médicos, emitir diagnósticos, prescrever medicamentos e realizar

21 9 1929

outras formas de tratamento para diversos tipos de enfermidades, aplicando recursos da medicina preventiva ou terapêutica; - Analisar e interpretar resultados de exames diversos, comparando-os com os padrões normais, para confirmar ou informar o diagnóstico; - Manter registro dos pacientes examinados, anotando a conclusão diagnóstica, o tratamento prescrito e a evolução da doença; - Prestar atendimento em urgências clínicas; - Encaminhar pacientes para atendimento especializado, quando for o caso; - Assessorar a elaboração de campanhas educativas no campo da saúde pública e medicina preventiva; - Participar do desenvolvimento e execução de planos de fiscalização sanitária; - Elaborar pareceres, informes técnicos e relatórios, realizando pesquisas, entrevistas, fazendo observações e sugerindo medidas para implantação, desenvolvimento e aperfeiçoamento de atividades em sua área de atuação; - Participar das atividades administrativas, de controle e de apoio referentes à sua área de atuação; - Coordenar equipes técnicas de serviços já existentes ou a serem criadas, bem como equipes técnicas de plantão; - Participar das atividades de treinamento e aperfeiçoamento de pessoal técnico e auxiliar, realizando-as em serviço ou ministrando aulas e palestras, a fim de contribuir para o desenvolvimento qualitativo dos recursos humanos em sua área de atuação; - Participar de grupos de trabalho e/ou reuniões com unidades da Prefeitura e outras entidades públicas e particulares, realizando estudos, emitindo pareceres ou fazendo exposições sobre situações e/ou problemas identificados, opinando, oferecendo sugestões, revisando e discutindo trabalhos técnico-científicos, para fins de formulação de diretrizes, planos e programas de trabalho afetos ao Município; - Participar de ações para atendimento médico de urgência, em situações de calamidade pública, quando convocado pela Prefeitura; - Realizar outras atribuições compatíveis com sua especialização profissional.

21

2.3 DA COMPROVAÇÃO DOS REQUISITOS Nível Superior: Diploma de conclusão de curso de nível superior, na área correlata, devidamente registrado, fornecida por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Nível Fundamental: certificado e/ou histórico escolar de nível fundamental (antigo primeiro grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). - O candidato deverá observar a atribuição do cargo no ato da inscrição e comprovação dos requisitos, não podendo depois de efetivada e paga alegar desconhecimento. 3. DAS ATRIBUIÇÕES E REQUISITOS PARA OS CARGOS 3. DAS ATRIBUIÇÕES E REQUISITOS PARA OS CARGOS 3.1 DAS ATRIBUIÇÕES SUPERIOR:

E

REQUISITOS

PARA OS

CARGOS

DO

NÍVEL

3.1.1 CARGO: ADVOGADO - ATRIBUIÇÃO: Compreende em prestar assistência em assuntos de natureza jurídica, bem como representar judicial e extrajudicialmente o Município, com as seguintes atribuições: - Atuar em qualquer foro ou instância em nome do Município, nos feitos em que seja autor, réu, assistente ou oponente, no sentido de resguardar seus interesses; - Prestar assessoria jurídica às unidades administrativas da Prefeitura, emitindo pareceres sobre assuntos fiscais, trabalhistas, administrativos, previdenciários, constitucionais, civis, contratos, processos licitatórios, de habite-se, parcelamento do solo e outros, através de pesquisas da legislação, jurisprudências, doutrinas e instruções regulamentares; - Estudar e redigir minutas de projetos de leis, decretos, portarias, atos normativos, bem como documentos contratuais de toda espécie, em conformidade com as normas legais; - Interpretar normas legais e administrativas diversas, para responder a consultas das unidades da Prefeitura; - Promover desapropriações de forma amigável ou judicial; - Estudar questões de interesse da Prefeitura que apresentem aspectos jurídicos específicos; - Assistir à Prefeitura na negociação de contratos, convênios e acordos com outras entidades públicas ou privadas; - Analisar processos referentes a aquisição, transferência, alienação, cessão, permuta, permissão e concessão de bens ou serviços, conforme o caso, em que for interessado o Município, examinando a documentação concernente à transação; - Instruir e dar pareceres em processos administrativos internos que lhe sejam submetidos; - Dar parecer nos processos licitatórios do Município conforme a legislação pertinente ao assunto;

9 1929

-REQUISITOS: - Possuir Diploma e/ou certificado de conclusão de curso de nível superior, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no conselho competente. 3.2 DAS ATRIBUIÇÕES E REQUISITOS PARA OS CARGOS DO NÍVEL BÁSICO: 3.2.1 CARGO: MOTORISTA - ATRIBUIÇÃO: Compreende as atividades que se destinam a dirigir veículos automotores e de transporte de carga e conservá-los em perfeitas condições de aparência e funcionamento: − Dirigir automóveis, caminhonetes, veículos leves de transporte de passageiros, caminhões, micro-ônibus, ônibus escolar e ambulâncias; − Verificar diariamente as condições de funcionamento do veículo, antes de sua utilização: pneus, água do radiador, bateria, nível de óleo, sinaleiros, freios, embreagem, nível de combustível entre outros, para o transporte de cargas; − Verificar se a documentação do veículo a ser utilizado está completa, bem como devolvê-la à chefia imediata quando do término da tarefa; − Zelar pela segurança de passageiros verificando o fechamento de portas e o uso de cintos de segurança;










C-2 Atas&Editais 21

9 1929

 21



TRIBUNA DO VALE

9 1929

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011

4.2 Na hipótese de múltiplas inscrições será mantida a última que tiver sido efetivada e paga. 4.3 Não serão aceitas solicitações de mudança de opção de cargo/função/especialidade/área de atuação/município após efetivada a inscrição, sendo a opção de exclusiva responsabilidade do candidato, no ato da inscrição. 4.4 O valor da taxa de inscrição é de R$ 45,00 (quarenta e cinco reais) para nível fundamental e de R$ 85,00 (oitenta e cinco reais) para nível superior. 4.5 O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até o dia 18 de outubro de 2011, em qualquer agência bancária credenciada, mediante a apresentação do boleto bancário, que deve ser impresso pelo candidato, após o preenchimento do formulário de inscrição pela Internet. 4.6 A inscrição somente será efetivada e confirmada com o correspondente pagamento da taxa de inscrição, não se responsabilizando o município de Joaquim - REQUISITOS: Távora ou a empresa contratada pelo não recebimento da confirmação bancária do - Possuir Nível Fundamental Incompleto: certificado e/ou histórico escolar de nível recolhimento do valor da taxa de inscrição. 4.7 Antes de efetuar o recolhimento da taxa de inscrição, o candidato deverá certificarfundamental incompleto (básico), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo se de que preencheu todos os requisitos exigidos para a investidura no cargo, Ministério da Educação (MEC). observada a função/especialidade e área de atuação estabelecida neste Edital, pois a - Possuir habilitação com categoria mínima D ou E, de acordo com o art. 145 do taxa, uma vez paga, não será restituída em qualquer hipótese. DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito). 4.8 Não haverá isenção, parcial ou total, do valor da taxa de inscrição, salvo para os hipossuficientes. 3.2.2 CARGO: OPERADOR DE MÁQUINAS - MOTONIVELADORA 4.9 É vedada a inscrição condicional e/ou fora de prazo. - ATRIBUIÇÃO: 4.10 A qualquer tempo poderá ser anulada a inscrição, as provas e a nomeação, por Compreende os empregos que se destinam a operar máquinas pesadas montadas meio de processo administrativo devidamente instaurado, ouvido o candidato, o que sobre rodas ou esteiras e providas de implementos auxiliares que servem para nivelar, pode ocorrer inclusive após a homologação do resultado do Concurso Público, desde escavar, mexer, remover ou carregar terra, pedra, areia, cascalho e similares: que verificada a prática de qualquer ilegalidade pelo candidato, tais como: falsidade - Operar maquina pesada, para execução de serviços de escavação, terraplanagem, nas declarações e/ou quaisquer irregularidades nas provas e/ou nos documentos nivelamento de solo, pavimentação, conservação de vias, carregamento e apresentados, entre outras. descarregamento de material, entre outros; 4.11 Ao efetuar a inscrição, o candidato assume o compromisso, tácito, de que aceita - Conduzir e manobrar a máquina, acionando o motor e manipulando os comandos de as condições estabelecidas no presente Edital e nos demais que vierem a ser marcha e direção, para posicioná-la conforme as necessidades do serviço; publicados durante a realização das fases do Concurso Público. - Operar mecanismos de tração e movimentação dos implementos da máquina, 4.12 A solicitação de condições especiais para a realização da Prova Objetiva será acionando pedais e alavancas de comando, para escavar, carregar, mover e levantar atendida obedecendo a critérios de viabilidade e de razoabilidade, mediante ou descarregar terra, areia, cascalho, pedras e materiais análogos; apreciação da Coordenação do Concurso Público. - Zelar pela boa qualidade do serviço, controlando o andamento das operações e 4.13 A relação geral dos candidatos que tiverem as inscrições homologadas será efetuando os ajustes necessários, a fim de garantir sua correta execução; divulgada por meio de edital específico, a partir do dia 25 de outubro de 2011, no site - Pôr em prática as medidas de segurança recomendadas para a operação e www.prosperity1.com.br, no Jornal Tribuna do Valle e afixado na Prefeitura de estacionamento da máquina, a fim de evitar possíveis acidentes; Joaquim Távora, Estado do Paraná. - Efetuar pequenos reparos de urgência, utilizando as ferramentas apropriadas, para 4.14 O candidato que tiver sua inscrição indeferida poderá interpor recurso dirigido à assegurar o bom funcionamento do equipamento; Coordenadoria de Processos Seletivos da PROSPERITY e/ou junto à comissão do  - Acompanhar os serviços de manutenção preventiva e corretiva da máquina e seus concurso, no prazo de 03 (três) dias úteis, contados da data da divulgação da relação  implementos e, após executados, efetuar os testes necessários;  de candidatos inscritos, observando um dos procedimentos a seguir: - Anotar, segundo normas estabelecidas, dados e informações sobre os trabalhos 4.14.1 O protocolo do recurso deverá ser preenchido em formulário próprio, disponível  Municipal de Joaquim realizados, consumo de combustível, conservação e outras ocorrências, para controle no ANEXO II deste edital, e entregue na sede da Prefeitura da chefia; Távora, Rua Miguel Dias, 226, Joaquim Távora/PR ou na Coordenadoria de  Concursos da Prosperity, Rua Margarida Frankilin Gonçalves, 138, Ibaiti/PR, no - Executar outras atribuições afins. horário das 8h às 11h e das 13h às 17h. - REQUISITOS: 4.15 Na hipótese de mero erro material de dados cadastrais digitados incorretamente - Possuir Nível Fundamental Incompleto: certificado e/ou histórico escolar de nível no ato da inscrição, o candidato deverá informar quais as alterações que devem ser fundamental incompleto (básico), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). procedidas, mencionando também os dados que identificam a sua inscrição, por meio - Operar máquina Moto niveladora; do FAX: (43) 3546-1714 e/ou TELEFONE: (43) 3546-2530, na sede da empresa contratada e/ou na sede da Prefeitura Municipal de Joaquim Távora, aos cuidados da - Possuir habilitação com categoria C, D ou E, de acordo com o art. 144 do Coordenadoria do Concurso. DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito), para a condução de trator de roda, PROSPERITY EMPREENDIMENTOS E ASSESSORIA LTDA. trator de esteira, trator misto ou o equipamento motor destinado à movimentação de Rua Margarida F. Gonçalves, 138 - Centro cargas e execução de trabalho agrícola, de terraplanagem, de construção ou de CEP: 84.900-000 Ibaiti/PR pavimentação, de acordo com o art. 144 do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito). 4.16 Os locais de realização das provas serão divulgados por meio de edital específico

− Efetuar transporte de pacientes que necessitam de atendimento urgente, dentro ou fora do Município; realizar transporte de estudantes da rede municipal de educação; − Orientar o carregamento e descarregamento de cargas a fim de manter o equilíbrio do veículo e evitar danos aos materiais transportados; − Observar os limites de carga preestabelecidos, quanto ao peso, altura, comprimento e largura; − Fazer pequenos reparos de urgência; manter o veículo limpo, interna e externamente e em condições de uso, levando-o à manutenção sempre que necessário; − Observar os períodos de revisão e manutenção preventiva do veículo; − Auxiliar no carregamento e descarregamento de volumes.

21

9 1929

21

3.2.3 CARGO: OPERADOR DE TRATOR AGRÍCOLA - ATRIBUIÇÃO: Compreende os empregos que se destinam a operar tratores e reboques montados sobre rodas para carregamento e descarregamento de material, roçada de terrenos e limpeza de vias, praças e jardins, além de compreender os empregos que se destinam a operar máquinas montadas sobre rodas ou esteiras e providas de implementos auxiliares para preparação de plantio agrícola que servem para nivelar, escavar, mexer, carregar terra, pedra, areia, cascalho e similares: - Operar tratores e reboques, para execução de serviços de carregamento e descarregamento de material, roçada de terrenos e limpeza de vias, praças e jardins, preparo de terreno para recebimento de plantio agrícola; - Conduzir e manobrar a máquina, acionando o motor e manipulando os comandos de marcha e direção, para posicioná-la conforme as necessidades do serviço; - Operar mecanismo de tração e movimentação dos implementos da máquina, acionando pedais e alavancas de comando, para carregar ou descarregar terra, areia, cascalho, pedras e materiais análogos; - Zelar pela boa qualidade do serviço, controlando o andamento das operações e efetuando os ajustes necessários, a fim de garantir sua correta execução; - Pôr em prática as medidas de segurança recomendadas para a operação e estacionamento da máquina, a fim de evitar possíveis acidentes; - Limpar e lubrificar a máquina e seus implementos, seguindo as instruções de manutenção do fabricante, bem como providenciar a troca de pneus, quando necessária; - Efetuar pequenos reparos, utilizando as ferramentas apropriadas, para assegurar o bom funcionamento do equipamento; - Acompanhar os serviços de manutenção preventiva e corretiva da máquina e seus implementos e, após executados, efetuar os testes necessários; - Anotar, segundo normas estabelecidas, dados e informações sobre os trabalhos  realizados, consumo de combustível, conservação e outras ocorrências, para controle da chefia;  - Executar outras atribuições afins. - REQUISITOS:  - Possuir Nível Fundamental Incompleto: certificado e/ou histórico escolar de nível fundamental incompleto (básico), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). - Operar trator agrícola; - Possuir habilitação com categoria C, D ou E, de acordo com o art. 144 do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito), para a condução de trator de roda, trator de esteira, trator misto ou o equipamento motor destinado à movimentação de cargas e execução de trabalho agrícola, de terraplanagem, de construção ou de pavimentação, de acordo com o art. 144 do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito). 21

9 1929

de ensalamento, pela Internet, no endereço eletrônico www.prosperity1.com.br, a partir do dia 03 de novembro de 2011. 4.17 O candidato que teve sua inscrição homologada, deve imprimir o Cartão de Inscrição, que estará disponível no mesmo endereço eletrônico www.prosperity1.com.br, no qual contém um espaço destinado à afixação da fotografia 3x4 (recente) e da cópia da Cédula de Identidade do candidato e somente será válido com a fotografia, que deverá ser atual, e cópia da Cédula de Identidade, afixadas. 4.18 O Cartão de Inscrição será exigido para o ingresso do candidato na sala de prova, bem como o documento de identificação original oficial. 4.19 Decorridos 5 (cinco) dias da data da publicação do Edital de Inscritos, a Coordenadoria de Processos Seletivos do Concurso Público, não se responsabilizará por inscrições não recebidas em decorrência de ordem técnica, falhas de comunicação, congestionamento de linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados. 4.20 São de inteira responsabilidade do candidato, acompanhar todas as divulgações relativas ao Concurso Público Nº. 001/2011 da Prefeitura de Joaquim Távora, Estado do Paraná, que serão divulgadas em edital na Prefeitura Municipal, no Jornal Tribuna do Vale e no site www.prosperity1.com.br. 5. DOS REQUISITOS PARA CONTRATAÇÃO 5. DOS REQUISITOS PARA CONTRATAÇÃO:

9 1929

3.2.4 CARGO: ELETRICISTA - ATRIBUIÇÃO: - Confecção de instalações elétricas em equipamentos elétricos e/ou eletrônicos em prédios públicos; - Realizar montagens elétricas, - Reparar a fiação elétrica em equipamentos elétricos e/ou eletrônicos; - Leitura de desenhos e esquemas de circuitos elétricos; - Limpeza e lubrificação de chaves compensadoras, substituição e ajuste de peças defeituosas; - Fazer manutenção corretiva em instalação elétrica eletrônicos em prédios públicos. - REQUISITOS: - Ensino fundamental incompleto - Curso Técnico de eletricista 3.3 DA VERIFICAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES E REQUISITOS PARA OS CARGOS: 3.3.1 O candidato deverá observar a atribuição e comprovação dos requisitos do cargo que vai se inscrever no ato da inscrição, não podendo depois da inscrição estar efetivada e paga alegar desconhecimento do fato. 4. DA INSCRIÇÃO 4. DA INSCRIÇÃO 4.1 A inscrição poderá ser efetuada a partir de: 04(quatro) de outubro de 2011 até o dia 18(dezoito) de outubro de 2011, somente via internet, no endereço eletrônico da empresa organizadora do concurso – PROSPERITY EMPREENDIMENTOS E ASSESSORIA LTDA: www.prosperity1.com.br, em cujo sítio existirá um link (inscrições abertas) com o formulário destinado à inscrição que deverá ser devidamente preenchido pelo candidato. Ao final da inscrição, deverá o candidato imprimir o boleto bancário para o pagamento da taxa de inscrição. INSCRIÇOES: PERÍODO: De 04/10/2011à 18/10/2011 LOCAL: Somente via internet ENDEREÇO ELETRONICO: www.prosperity1.com.br

21

9 1929

5.1 Ser brasileiro nato ou naturalizado; 5.2 Ter completado 18 (dezoito) anos de idade e ou emancipado legalmente; 5.3 Estar quite com a Justiça Eleitoral; 5.4 Estar quite com o serviço militar (quando do sexo masculino); 5.5 Fotocópia autenticada de documento que comprove a escolaridade, conforme exigido para o cargo. 5.6 Comprovante de que se encontra inscrito e quite com o Conselho Profissional correspondente, para os cargos de nível superior, quando for o caso.  5.7 Fotocópia e original da Certidão de Nascimento ou Casamento, da Cédula de Identidade, do Título de Eleitor, do CPF e do PIS/PASEP (quando já cadastrado).  5.8 Fotocópia e original da certidão de nascimento e da carteira de vacinação dos filhos menores de 14 (quatorze) anos.  5.9 Ter aptidão física e mental para o exercício do cargo, atestado por inspeção de saúde realizada pelo médico indicado pela Prefeitura Municipal, de caráter eliminatório (se o candidato for considerado inapto perderá automaticamente a vaga). 5.10 Atestado de antecedentes criminais, passado pelo distribuidor público local de residência ou domicilio do candidato. 5.11 Declaração de que não exerce outro emprego ou função pública. 5.12 A FALTA DE QUALQUER DOCUMENTO ACIMA, IMPEDIRÁ A CONTRATAÇÃO. 5.13 O candidato aprovado e convocado deverá comparecer a prefeitura municipal, no prazo estipulado no Edital de Convocação, para proceder sua nomeação e será submetido a estágio probatório por 03 (três) anos onde será avaliado e, se aprovado, será considerado efetivo. 5.14 O candidato que não comparecer neste prazo será excluído da lista de aprovados.

6. DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS DA PRIMEIRA ETAPA E/OU ETAPA 6. DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS DA PRIMEIRA ETAPA E/OU ETAPA ÚNICA: 6.1 As provas serão realizadas em Joaquim Távora, Estado do Paraná. DATA: 06/11/2011 HORÁRIO: 14:00 horas LOCAL: a ser DEFINIDO E DIVULGADO NO EDITAL DE ENSALAMENTO 6.2 A prova escrita terá a duração de 03 (três) horas, incluindo aí o tempo de preenchimento do gabarito. O controle do tempo de aplicação da prova e as informações a respeito do tempo transcorrido, durante a realização da prova, serão feitos pelos fiscais de sala. 6.3 O candidato deverá comparecer ao local 30 minutos antes do início da prova, munido de protocolo de inscrição, documento de identidade, caneta esferográfica azul ou preta, lápis e borracha, pois somente será permitido o ingresso às salas das provas, os candidatos que comprovarem sua identidade mediante a apresentação da Cédula de Identidade e Protocolo de Inscrição. 6.4 Não será permitido o ingresso na sala das provas, o candidato que apresentar-se fora do horário estabelecido, sendo o mesmo excluído do Concurso. 6.5 Não será permitida, durante a realização da prova, a utilização de máquinas calculadoras, e/ou similares, livros, anotações, réguas de cálculo, impressos ou qualquer outro material de consulta, nem a comunicação entre os candidatos. 6.6 Não será permitida, no dia da realização da prova, a entrada de candidatos portando aparelhos eletrônicos, (exemplos: bip, telefone celular, walkman, notebook, receptor, gravador, e outros aparelhos eletrônicos que possam comprometer a segurança do concurso). Caso o candidato porte qualquer um desses objetos, deverão desligar os mesmos e colocá-los embaixo da carteira. O descumprimento da presente prescrição implicará a eliminação do candidato, caracterizando-se como tentativa de fraude. 6.7 Durante a realização da Prova Objetiva, não será permitida a utilização de gorros, bonés, óculos escuros e de relógios, cujos objetos deverão ser guardados pelos candidatos em local que impeça sua visibilidade. 6.8 O não comparecimento do candidato à Prova Objetiva implicará sua eliminação do Concurso.


 

21

9 1929





Atas&Editais C-3

 11. DO PRAZO DE VALIDADE E DAS VAGAS DO CONCURSO PÚBLICO

 TRIBUNA DO VALE 21

 

21

9 1929

9 1929

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011

11. DO PRAZO DE VALIDADE E DAS VAGAS DO CONCURSO PÚBLICO

11. DO PRAZO DE VALIDADE E DAS VAGAS DO CONCURSO PÚBLICO 11.1 O prazo de validade do concurso é de dois anos, podendo ser prorrogado por mais 02 (dois) anos, por uma única vez, contados da data de sua homologação por meio de Decreto do Executivo Municipal, observando-se a Lei Municipal nº. 668/1989 11. DO PRAZO DE VALIDADE E DAS VAGAS DO CONCURSO PÚBLICO e suas posteriores alterações. 11.2 A aprovação neste Concurso Público, dentro do número de vagas imediatas 11.1 O prazo de validade do concurso é de dois anos, podendo ser prorrogado por previstas e dentro do prazo de validade previstos neste Edital, cria direito à nomeação mais 02 (dois) anos, por uma única vez, contados da data de sua homologação por e esta, quando ocorrer, obedecerá rigorosamente à ordem de classificação final dos meio de Decreto do Executivo Municipal, observando-se a Lei Municipal nº. 668/1989 candidatos e demais exigências normativas previstas no edital. e suas posteriores alterações. 11.3 Preenchidas as vagas na forma prevista no presente edital e, eventualmente, 11.2 A aprovação neste Concurso Público, dentro do número de vagas imediatas surgindo novas vagas durante o prazo de validade do concurso, serão convocados os previstas e dentro do prazo de validade previstos neste Edital, cria direito à nomeação demais candidatos aprovados no concurso, obedecendo-se rigorosamente à ordem de e esta, quando ocorrer, obedecerá rigorosamente à ordem de classificação final dos classificação e demais exigências normativas previstas no edital, na medida em que candidatos e demais exigências normativas previstas no edital. surgirem as vagas e de acordo com a disponibilidade orçamentária, conveniência e 11.3 Preenchidas as vagas na forma prevista no presente edital e, eventualmente, oportunidade da administração. surgindo novas vagas durante o prazo de validade do concurso, serão convocados os demais candidatos aprovados no concurso, obedecendo-se rigorosamente à ordem de 12. DA CONTRATAÇÃO classificação e demais exigências normativas previstas no edital, na medida em que surgirem as vagas e de acordo com a disponibilidade orçamentária, conveniência e 12. DA CONTRATAÇÃO: oportunidade da administração.

6.9 O candidato que usar de atitudes de desacato ou desrespeito com qualquer dos fiscais ou responsáveis pela aplicação da prova, bem como aquele que descumprir o disposto nos subitens 6.5, 6.6 e 6.7 deste Edital, será excluído do Concurso. 6.10 Fica vedado o ingresso de pessoas estranhas ao serviço, às salas e outros locais de prova. 6.11 A correção será efetuada através de gabarito preenchido pelo candidato, não serão válidas questões não assinaladas ou que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura. 6.12 O candidato é responsável pelo correto preenchimento do gabarito e pela sua conservação e integridade, pois em nenhuma hipótese haverá substituição do cartão, salvo em caso de defeito de impressão. 6.13 O candidato somente poderá se retirar da sala de prova após uma hora do início da Prova Objetiva, devendo, antes de se retirar do recinto da sala, entregar aos aplicadores, o caderno de prova e o gabarito. 6.14 É obrigatória a saída simultânea dos três últimos candidatos, os quais deverão assinar a ata de encerramento da aplicação da prova naquela sala. 6.15 Não será permitido ao candidato ausentar-se do recinto da sala, durante a realização da prova, a não ser em caso especial e desde que acompanhado por um componente da equipe de aplicação da prova.

12.1 efeito da contratação, os candidatos deverão comprovar toda a 12. DAPara CONTRATAÇÃO documentação prevista em Lei, qualquer declaração ou documentação não comprovada, eliminará o candidato vetando sua admissão e anulando todos os atos 12. DA CONTRATAÇÃO: decorrentes na inscrição.

7. DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS 7. DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS DA SEGUNDA ETAPA/PRÁTICA:

12.1 Para efeito da contratação, os candidatos deverão comprovar toda a 12.2 Os cargos a que se refere o presente edital serão providos em regime da documentação prevista em Lei, qualquer declaração ou documentação não Consolidação das Leis de Trabalho – CLT. comprovada, eliminará o candidato vetando sua admissão e anulando todos os atos decorrentes na inscrição. 13. DO CRONOGRAMA DO CONCURSO PÚBLICO

7.1 Prática para os cargos de: Motorista, Operador de Trator Agrícola e Operador de máquinas (moto niveladora); 72 3 As provas serão realizadas em Data, horário e local a ser divulgado em Edital específico após a publicação dos candidatos aprovados na primeira Etapa, afixado em edital na Prefeitura, no Jornal Tribuna do Vale e no endereço eletrônico: www.prosperity1.com.br.

12.2 Os cargos a que se refere o presente edital serão providos em regime da Consolidação das Leis de Trabalho – CLT. 13. DO CRONOGRAMA DO CONCURSO PÚBLICO:

8. DAS PROVAS DA PRIMEIRA E SEGUNDA ETAPA 8. DAS PROVAS DA PRIMEIRA E SEGUNDA ETAPA: 8.1 DAS PROVAS DE ETAPA ÚNICA  8.1.1 ETAPA ÚNICA para os cargos de nível profissional: ADVOGADO,   DENTISTA E MÉDICO– Grupo Profissional e – Grupo Serviços Gerais: ELETRICISTA a Prova objetiva terá a duração improrrogável de 3(três) horas, terá 40 (quarenta)  questões, de múltipla escolha, com quatro alternativas e uma única alternativa correta, de caráter eliminatório e classificatório a ser aplicada para todos os candidatos, abrangendo as seguintes áreas de conhecimento onde apenas uma das alternativas é correta: 21

9 1929

ÁREA DE CONHECIMENTO

NÚMERO DE QUESTÕES

PESO

PONTOS (MÁXIMO)

Língua Portuguesa

04

0,25

1,00

Matemática

04

0,25

1,00

Conhecimentos Gerais

04

0,25

1,00

Conhecimentos Específicos

28

0,25

TOTAL DE PONTOS DA PROVA OBJETIVA

7,00 MÁXIMO 10,00 PONTOS

8.1.2 Serão avaliados o conteúdo global da prova na escala de 0 (zero) a 10,0 (dez) pontos, e considerados aprovados os candidatos que obtiverem média igual ou superior a 50% (cinqüenta por cento) do valor da prova e nota igual ou superior a 5,0 (cinco) pontos na somatória dos acertos. 8.1.3 As matérias constantes das provas da ETAPA ÚNICA a que se submeterão os candidatos estão constantes no Conteúdo Programático, ANEXO I, disponível no site: www.prosperity1.com.br, e na sede da prefeitura do município de Joaquim Távora, Estado do Paraná.

21

13. DO CRONOGRAMA DO CONCURSO PÚBLICO 13.1 O Cronograma do Concurso Público está previsto em conformidade com o quadro abaixo onde os documentos serão publicados em Edital na Prefeitura Municipal de JOAQUIM TÁVORA/PR, no Jornal Tribuna do Valle e no site 13. DO CRONOGRAMA DO CONCURSO PÚBLICO: www.prosperity1.com.br. e se for alterado por alguma eventualidade deverá ser  realizado através de retificação do presente Edital. 13.1 O Cronograma do Concurso Público está previsto em conformidade com o quadro abaixo onde os documentos  serão publicados em Edital na Prefeitura Municipal de JOAQUIM TÁVORA/PR, no Jornal Tribuna do Valle e no site  www.prosperity1.com.br. e se for alterado por alguma eventualidade deverá ser realizado através de retificação do presente Edital.

9 1929

CRONOGRAMA DO CONCURSO:

Datas

- A avaliação da prática levará em consideração: I - O aproveitamento do (a) candidato (a) na prova de Direção Veicular será avaliado em função da posição negativa das cometidas no percurso. Datas CRONOGRAMA DO faltas CONCURSO: II- Será considerado aprovado aqueles cujos pontos negativos não ultrapassem 3 (três), considerando o total de faltas graves, médias e leves. III - o cumprimento das ordens transmitidas pela banca examinadora; IV - os cuidados com o equipamento utilizado. 8.2.3.2.2 A prova prática do cargo de OPERADOR DE TRATOR AGRÍCOLA E OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS(MOTO NIVELADORA), tem por objetivo avaliar a aptidão do candidato para o exercício das atividades inerentes ao cargo para o qual concorre, de acordo com os requisitos de cada cargo, e formulário de avaliação da PROVA PRÁTICA - modelo inserido no ANEXO VI e ANEXO VII. - A avaliação da prática levará em consideração: I – a qualidade dos serviços executados; II - o tempo utilizado (máximo e mínimo) para realização dos serviços; III - o cumprimento das ordens transmitidas pela banca examinadora; IV – a aptidão e os cuidados com o equipamento utilizado conforme a categoria.

8.2 DAS PROVAS DE PRIMEIRA E SEGUNDA ETAPA/PRÁTICA

8.2.3.3 A Data, horário, local e endereço da Prova Prática será divulgado em edital próprio após o resultado da primeira etapa, que será exposto na Prefeitura Municipal e no site: www.prosperity1.com.br.

8.2.1 PRIMEIRA E SEGUNDA ETAPA para os cargos de nível profissional– Grupo Serviços Gerais: MOTORISTA, OPERADOR DE TRATOR AGRÍCOLA E OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS (MOTO NIVELADORA).

8.2.3.4 O candidato poderá acompanhar através do site: www.prosperity1.com.br todas as informações e editais do presente concurso público.

8.2.2 A PROVA OBJETIVA – PRIMEIRA ETAPA para os CARGOS DO GRUPO: MOTORISTA, OPERADOR DE TRATOR AGRÍCOLA E OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS(MOTO NIVELADORA), terá a duração improrrogável de 3(três) horas, será composta por 30 (trinta) questões, de múltipla escolha, com quatro alternativas e uma única alternativa correta, de caráter eliminatório e classificatório a ser aplicada para todos os candidatos, abrangendo as seguintes áreas de conhecimento onde apenas uma das alternativas é correta:

9. DOS CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA E HIPOSSUFICIENTES 9. DOS CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA E HIPOSSUFICIENTES 9.1. DOS CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA:

9.1.1 Inscrições de portadores de deficiência e necessidades especiais: - Às pessoas portadoras de deficiência e necessidades especiais é assegurado o direito de se inscreverem no presente concurso público cujas atribuições sejam compatíveis com QUANTIDADE DE PESO CONTEÚDOS PONTOS (MÁXIMO) a deficiência de que são portadoras, tendo em vista as poucas vagas oferecidas, não QUESTÕES INDIVIDUAL lhes estão reservadas vagas específicas. 1,00 05 Língua Portuguesa 0,20 9.1.2 O candidato que não declarar a necessidade especial da qual é portador não  1,00 poderá alegar, posteriormente, essa condição, para reivindicar as prerrogativas deste 05 Matemática 0,20  Edital. No ato da inscrição, o candidato portador de necessidades especiais 1,00   05 Conhecimentos Gerais 0,20 especificará, se for o caso, a sua necessidade de adaptação para a realização da  Conhecimentos Específicos do 3,00 prova a ser prestadas respeitadas as  características estabelecidas neste Edital, 15 0,20  cargo disponível  no ANEXO III, não lhe cabendo qualquer reivindicação no dia da prova ou, TOTAL DE PONTOS 6,00 posteriormente, caso não faça essa especificação. 8.2.2.1 Serão avaliados o conteúdo global da prova na escala de 0 (zero) a 06 (seis) 9.1.3 A realização de prova em condições específicas para o candidato portador de pontos e será considerado classificado o candidato que na somatória dos acertos necessidades especiais, assim consideradas aquelas que possibilitem a prestação do exame respectivo, é condicionada à solicitação prévia pelo candidato e sujeita à obtiver média igual ou superior a 50% (cinqüenta por cento) do valor total da prova, apreciação e deliberação da Comissão do Concurso Público, observada a legislação e nota igual ou superior a 3,0 (três) pontos na somatória dos acertos. específica. 9.1.4 O candidato portador de necessidades especiais participará do Concurso Público 8.2.2.2 As matérias constantes das provas da PRIMEIRA ETAPA a que se em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo, submeterão os candidatos estão constantes no Conteúdo Programático, ANEXO I, à avaliação e aos critérios de aprovação e classificação. disponível no site: www.prosperity1.com.br, e na sede da prefeitura do município de 9.1.5 Não serão considerados como deficiência os distúrbios de acuidade visual Joaquim Távora, Estado do Paraná. passíveis de correção simples do tipo miopia, astigmatismo, estrabismo e congêneres. 9.1.6 Os candidatos que no ato da inscrição se declarem portadores de deficiência, se 8.2.3 A PROVA PRÁTICA – SEGUNDA ETAPA para os CARGOS DO GRUPO: aprovados no concurso público, terão seus nomes publicados na lista geral dos MOTORISTA, OPERADOR DE TRATOR AGRÍCOLA E OPERADOR DE MÁQUINAS aprovados. PESADAS (MOTO NIVELADORA) terá a duração de no mínimo 30(trinta) minutos e no máximo 1 (uma) hora, de caráter eliminatório e classificatório a ser aplicada para todos os candidatos aprovados na Primeira Etapa, onde serão avaliados na realização 9.2. DOS CANDIDATOS HIPOSSUFICIENTES: da prova prática por um funcionário responsável da empresa, um operador de máquina (profissional habilitado) para os operadores de máquinas e um funcionário 9.2.1 Inscrições para os hipossuficientes:- Fará jus a isenção do pagamento da taxa habilitado com o curso de examinador do DETRAN/PR para o cargo de motorista, os de inscrição o candidato economicamente hipossuficiente que estiver inscrito no candidatos serão avaliados na escala de 0 (zero) a 04(quatro) pontos, e considerados Cadastro Único Federal (CADÚNICO) e for membro de família de baixa renda, assim APROVADOS os candidatos que obtiverem média igual ou superior a 50% compreendida aquela que possua renda per capta de até meio salário mínimo ou que (cinqüenta por cento) do valor da prova e nota igual ou superior a 2,0 (dois) pontos possua renda per capta de até três salários mínimos mensais, nos termos do Decreto na somatória dos acertos. Federal 6.135 de 26/06/2007.

21

9 1929

21

8.2.3.1 Para a realização da Prova prática para cargos de: MOTORISTA, OPERADOR DE TRATOR AGRÍCOLA E OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS (MOTO NIVELADORA), os candidatos aprovados na primeira etapa terão que comprovar os requisitos referente à habilitação do cargo que se inscreveram (de acordo com o DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito), nos termos da normatização do CONTRAN (Conselho Nacional de Transito) no ato da realização da prova prática, caso contrário os mesmos serão excluídos da prova prática. - Para os cargos de: Motorista, os candidatos deverão apresentar para a realização da prova: - habilitação com categoria mínima D ou E, de acordo com o art. 145 do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito); - Para os cargos de Operador de Trator Agrícola e Operador de máquinas Pesadas (Retro escavadeira e Moto niveladora), os candidatos deverão apresentar para a realização da prova: - habilitação com categoria C, D ou E, de acordo com o art. 144 do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito), para a condução de trator de roda, trator de esteira, trator misto ou o equipamento motor destinado à movimentação de cargas e execução de trabalho agrícola, de terraplanagem, de construção ou de pavimentação, de acordo com o art. 144 do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito). 8.2.3.2 Para a realização da PROVA PRÁTICA PARA CARGOS DE: MOTORISTA, OPERADOR DE TRATOR AGRÍCOLA E OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS (MOTO NIVELADORA): 8.2.3.2.1 A prova prática do cargo de: Motorista, terá por objetivo avaliar a aptidão do candidato para o exercício das atividades inerentes ao cargo para o qual concorre, de acordo com os requisitos de cada cargo, de acordo com as Resoluções nº 168 e 169 do CONTRAN, e formulário de avaliação da PROVA PRÁTICA - modelo inserido no ANEXO V.

9 1929

9.2.1.1 Para que possa fazer juz a essa isenção o candidato deverá solicitar para a Comissão do Concurso mediante requerimento: até o último dia da inscrição, devendo o candidato entregar na sede da Prefeitura Municipal de Joaquim Távora, o ANEXO IV do Edital 001/2011, juntamente com os seguintes documentos: - Cópia dos documentos autenticados em cartório ou por servidor público: documento oficial de identidade, Cadastro de pessoas Físicas; Comprovante do Número do NIS (Número de Identificação Social) atribuído no CADÚNICO; - Declaração, conforme modelo inserido no ANEXO IV. 9.2.1.2 A Comissão do Concurso verificará a veracidade das informações prestadas pelo candidato para requerer a hipossuficiencia; 9.2.1.3 A Declaração falsa sujeitará o candidato ás sansões previstas em lei, aplicando-se, ainda o disposto no parágrafo único do artigo 10 do Decreto Federal 83.936, de 06/09/1979. 10. DA DIVULGAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO FINAL 10. DA DIVULGAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO FINAL 10.1 O resultado do Concurso Público será divulgado em Edital na sede da Prefeitura Municipal de Joaquim Távora, no Jornal Tribuna do Valle e no site www.prosperity1.com.br. 10.2 A classificação final obedecerá à ordem decrescente de pontos. Em caso de empate do resultado, terá preferência sucessiva o candidato que: a- tiver idade superior a 60 anos, até o último dia de inscrição neste concurso, conforme art. 27, parágrafo único, do Estatuto do Idoso (Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003), critério válido para todos os cargos; b- For o mais idoso, não incluídos os maiores de 60 anos mencionados na letra “a”. c- Obtiver maior nota na prova de Conhecimentos específicos.


  

C-4 Atas&Editais 21 9 1929

TRIBUNA DO VALE

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011

Publicação do Edital de Abertura do Concurso

04/10/2011

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TÁVORA- PARANÁ

Início do Período das Inscrições

04/10/2011

ANEXOI

Término do Período das Inscrições

18/10/2011

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO CONCURSO PÚBLICO DO MUNICÍPIO DE JOAQUIM TÁVORA/PR Nº. 001/2011

Homologação das Inscrições: a partir do dia

25/10/2011

Publicação do Edital de Ensalamento a partir do dia:

03/11/2011

Realização da Prova Escrita Objetiva

06/11/2011

Divulgação do caderno de provas e gabarito de respostas da prova objetiva

07/11/2011

Recursos dos gabaritos

10/11/2011

Publicação do Edital do Resultado Classificatório da prova objetiva, bem como a divulgação das Provas

16/11/2011

Recurso das provas

21/11/2011

Publicação do Edital para a realização das provas práticas a partir do dia:

28/11/2011 De 03 à 11/12/2011

Realização da prova prática Resultado classificatório da Prova Prática

14/12/2011

Recurso até

19/12/2011

Publicação do Resultado Final do Concurso, após análise dos recursos a partir do dia:

22/12/2011

Homologação do Concurso Público a partir do dia:

30/12/2011

14. DOS RECURSOS 14. DOS RECURSOS:



 14.1 Das decisões da Comissão do Concurso Público caberão recursos fundamentados, no prazo de 03 (três) dias a contar da data de divulgação oficial dos  resultados das provas.

- CARGOS DO GRUPO PROFISSIONAL: ADVOGADO(A), DENTISTA E MÉDICO(A). CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR: PORTUGUÊS 04 questões 1. Compreensão e interpretação de textos. 2. Tipologia textual. 3. Ortografia oficial. 4. Acentuação gráfica. 5. Emprego das classes de palavras. 6. Emprego do sinal indicativo de crase. 7. Sintaxe da oração e do período. 8. Pontuação. 9. Concordância nominal e verbal. 10. Regência nominal e verbal. 11. Significação das palavras. 12. Colocação pronominal.

MATEMÁTICA 04 questões 1. Sistema de Numeração Decimal; 2. Problemas envolvendo as quatro operações; 3. Números Decimais e fracionários; 4. Juros e Porcentagens; 6. Regra de Três; 7. Sistema de Medidas; 8. Razão e Proporção; divisão proporcional; 9. Números inteiros e racionais.

CONHECIMENTOS GERAIS 04 questões Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como saúde, política, economia, sociedade, educação, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável, responsabilidade socioambiental, segurança e ecologia, e suas vinculações históricas.

CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR: ADVOGADO(A)

21 9 1929

14.2 Os protocolos dos recursos deverão ser preenchidos em formulário específico, disponível no ANEXO II deste edital, e entregues na sede da Prefeitura Municipal de

Joaquim Távora/PR, Rua Miguel Dias, 226, Ibaiti/PR ou na Coordenadoria de Concursos da PROSPERITY, no horário das 8h às 11h e das 13h às 17h. PROSPERITY EMPREENDIMENTOS E ASSESSORIA LTDA. Rua Margarida F. Gonçalves, 138 - Centro CEP: 84.900-000 Ibaiti/PR 14.3 As provas, gabaritos de resposta e todos os documentos referente ao processo seletivo serão mantidos durante todo o prazo de validade do certame. 15. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS 15. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS: 15.1 As atribuições de cada cargo, descrição sintética, requisitos para provimento, recrutamento e perspectivas de desenvolvimento funcional estarão disponível na prefeitura Municipal de Joaquim Távora, Estado do Paraná; 15.2 O Concurso Público consistirá da avaliação de conhecimentos, mediante a aplicação de Prova Objetiva e Prova Prática, de acordo com a especificidade do cargo, em conformidade com o estabelecido neste Edital; 15.3 Faz parte do presente Edital os ANEXOS I,II,III,IV,V,VI e VII. 15.4 O presente Edital e os demais decorrentes desse certame poderão ser retificados se necessário através de retificação aprovada pela Comissão do Concurso Público. 15.5 Todos os casos, problemas ou questões que surgirem e que não tenham sido expressamente previstos no presente Edital, serão resolvidos pela Comissão Examinadora do Concurso Público, nomeada pela Portaria nº 461/2011 de 21/09/2011, constituída pelas pessoas, abaixo relacionadas: - DANIELE CRISTINA DE OLIVEIRA NABARRO, CASADA, TECNICA CONTABIL, RG: 6.830.711-2 CPF: 023.484.189-32 - PRESIDENTE - MARCOS ROGERIO DE OLIVEIRA, CASADO, TECNICO CONTABIL, RG: 6.308.051-9 CPF: 022.961.729-89 – SECRETÁRIO - TADEU RODRIGUES DE ALMEIDA, CASADO, TECNICO CONTABIL, RG: 07.281.325-1, CPF: 031.560.739-46 – MEMBRO TITULAR  - CLEIDE APARECIDA OLIVEIRA DO NASCIMENTO, CASADA, COORDENADORA DOS ANOS INICIAIS, RG: 4.629.976-0, CPF 708.238.049-68– MEMBRO TITULAR 

- DELZUITA  VIEIRA DE SOUZA, CASADA , GESTORA ESCOLAR, RG: 5.933.861-7, CPF: 965.867.109-87 - MEMBRO TITULAR 21 9 1929

- RAFAEL CANDELORO CAMPOI, CASADO, ASSISTENTE SOCIAL, RG: 7.886.986-0, CPF: 046.172.719-61– MEMBRO SUPLENTE - KELLEN MARIA SALLES TAVARES DA SILVA, CASADA, NUTRICIONISTA, RG: 6.898.568-4, CPF: 034.099.389-82 – MEMBRO SUPLENTE

Ibaiti (PR), 30 de setembro de 2011.

CLÁUDIO REVELINO Prefeito Municipal

DANIELE CRISTINA DE OLIVEIRA NABARRO Presidente da Comissão do Concurso

CONHECIMENTO ESPECÍFICO 28 questões 1. Direito Constitucional: Constituição. Poder Constituinte, Hierarquia das normas jurídicas. Controle da constitucionalidade. Classificação das normas constitucionais quanto à eficácia. Princípios fundamentais. Direitos e garantias fundamentais. Regime federativo. Intervenção federal. Competência da União, Estados, Distrito Federal e Municípios. Discriminação de rendas. Da repartição das rendas tributárias. Limitações constitucionais ao poder de tributar. Poder Legislativo. Processo legislativo. Normas orçamentárias. Poder Executivo: atribuições. Administração Pública. Poder Judiciário. Ordem econômica financeira e social. Servidores Públicos: aposentadoria, pensão, estabilidade, estágio probatório,

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TÁVORA- PARANÁ CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 disponibilidade. 2.Direito Administrativo: Regime jurídico-administrativo. Princípios. Administração Pública. Conceito. Classificação da administração Pública. A organização constitucional da Administração Pública. Administração Pública direta e indireta e fundacional. Autarquias, Sociedades de Economia Mista, Empresas Públicas, Agências Executivas, Agências Reguladoras, Organizações Sociais. Emenda Constitucional 19/98. Os órgãos. Natureza jurídica. Teorias. Conceito. Classificação. Atos administrativos. Elementos. Atributos. Vinculação e Discricionariedade. Validade, perfeição e eficácia. Invalidada dos atos administrativos. Anulação e revogação. Licitação. Aspectos gerais, conceito, finalidade e princípios. Hipóteses de obrigatoriedade, de dispensa e inexigibilidade. Procedimentos. Invalidação, revogação e suspensão da licitação. Recursos administrativos. Apreciação jurisdicional. Sanções. Contratos administrativos. Conceito. Características. Fundamentos. Formalização do contrato. Cláusulas exorbitantes. Equilíbrio econômico-financeiro do contrato administrativo. Revisão e reajuste. Execução dos contratos administrativos. Alteração contratual. Inexecução e extinção dos contratos administrativos. Contratos em espécie. Serviços públicos. Autorização, permissão e concessão de serviço público. Regime jurídico dos agentes públicos. Cargos, empregos e funções públicos. Regime constitucional e jurídico. Classificação. Conceitos. Regime jurídico-administrativo. Prerrogativas. Deveres e direitos. Processo disciplinar. Estatuto dos Servidores Públicos do Município. Poder de polícia. Conceito. Fundamentos. Natureza jurídica. Objeto. Limites. Processo administrativo. Direito de petição e seus instrumentos. Prescrição administrativa. Noção de domínio público. Classificação e caracteres jurídicos dos bens públicos. Utilização e ocupação dos bens públicos: permissão, cessão e concessão de uso. Aforamento. Concessão de domínio. Intervenção do Estado na propriedade. Aspectos gerais. Conceito. Fundamentos. Função social da propriedade. Tratamento constitucional. Formas de intervenção estatal na propriedade. Limitação administrativa. Servidão administrativa. Tombamento. Ocupação temporária. Requisição administrativa. Desapropriação. Conceito. Objeto. Fundamentos. Espécies. Competência das pessoas jurídicas na desapropriação. Justa indenização. Formas de indenização. Procedimento. Imissão provisória e definitiva de posse. Desistência e consumação. Controle jurisdicional. Retrocessão. Responsabilidade extracontratual do Estado. Controle da Administração Pública. Controle interno e externo. Objetivos. Extensão. Ações constitucionais. Tratamento legislativo infraconstitucional. O Tribunal de Contas. O controle pelo Poder Judiciário. 3.Direito Financeiro: Sistema financeiro constitucional. Normas gerais de Direito Financeiro: competência legislativa. Princípios constitucionais aplicáveis ao direito financeiro. Competência administrativa do Estado-membro. Repartição constitucional das receitas tributárias. Validade, vigência, eficácia e aplicação das normas de direito financeiro. Atividade financeira do estado. Títulos públicos. Controle interno e externo. Tribunais de Contas: conceito, fundamento constitucional autonomia. Tribunal de Contas e os Poderes do Estado. Julgamento das contas dos administradores e demais responsáveis pela gestão de bens e recursos públicos. 4.Direito Tributário: Conceito de tributo. Espécies tributárias e identificação dos critérios desta classificação. Diferença entre taxas e preços públicos. Princípios constitucionais tributários. Competência tributária: conceito, definição e características. Normas gerais de direito tributário, função da lei complementar prevista no Art. 146 da Constituição Federal, fundamento de validade do CTN e demais legislação pertinente aos Estados e Municípios. Fato gerador. Conceito. Obrigação tributária e obrigações acessórias. Lançamento tributário. Crédito tributário. Notificação do lançamento tributário. Alterabilidade e invalidação do lançamento tributário. Garantias e privilégios do crédito tributário. Administração tributária. Fiscalização: competência administrativa da Fazenda Pública. Dívida

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 .


TRIBUNA DO VALE

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TÁVORA- PARANÁ Ativa. Certidões Negativas. Tributos em espécie. As Infrações e as Sanções Tributárias. Classificação. Espécies de Sanções. Princípios Aplicáveis. A Responsabilidade por Infrações. Ilícitos ou infrações tributárias e os crimes fiscais. A Denúncia Espontânea. Lei de Responsabilidade Fiscal (LC 101/2000). Pessoas sujeitas à Lei. Renúncia Fiscal face à Lei de Responsabilidade Fiscal. 5.Direito Civil e Processual Civil: Aplicação e interpretação das normas jurídicas. Princípios. Personalidade. Capacidade jurídica. Pessoas jurídicas. Domicílio. Bens. Fatos e atos jurídicos. Vícios, dos atos jurídicos. Ineficácia. Condição, termo e modo. Atos ilícitos. Prescrição e decadência. Contratos. Requisitos. Espécies. Compra e venda mercantil. Prestação de Serviços. Locação. Natureza jurídica da ação. Direito de ação e condições para o seu exercício. Classificação das ações. Função jurisdicional. Atos processuais. Forma, tempo, prazos e nulidade. Processo e procedimento. Conceito e espécies. Recursos. Conceito, classificação, requisitos e efeitos. Mandado de Segurança. Ação popular. Ação civil pública. · Lei Orgânica do Município. · Regimento Interno da Câmara Municipal. · Lei Federal nº 9.504, de 30 de Setembro de 1997. . Lei Orgânica do Tribunal de Contas do Estado do Paraná – Lei Complementar nº 113/2005. 6. Ética, Normas e comportamento em serviço público. CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR: DENTISTA CONHECIMENTO 28 questões ESPECÍFICO 1.Regras básicas de servidor público; Ética, Normas e comportamento em serviço público; 2. Ética Profissional: comportamento social e de trabalho, sigilo profissional; 3. Saúde Pública: Organização dos Serviços de Saúde no Brasil - SUS: legislação, princípios, diretrizes, estrutura e características. Indicadores de saúde, sistema de notificação e de vigilância epidemiológica e sanitária. Conceitos, fundamentação legal, diretrizes e princípios, participação popular e controle social; Papel do Dentista no processo de educação em saúde: importância, métodos, atuação, resultados; Noções do Programa Saúde Bucal – PSB. Modelos de Atenção Odontológica (promoção de saúde e prevenção em saúde bucal, programas em serviços públicos odontológicos). 3. Norma Operacional Básica – NOB/96 e Norma Operacional da Assistência a Saúde – NOAS/2001; 4. Lei 8080/90. Lei 8142/90; 5. Atualidades sobre Saúde Pública. Saúde Coletiva. 6.Anestesiologia; 7.Bio-segurança no Trabalho; 8. Dentística; Endodontia; Estomatologia; Exodontia; 9.Odontologia preventiva; 10.Odontopediatria; 11.Ortodontia; 12. Patologia (lesões de mucosa, cistos, tumores, lesões cancerizáveis, processos proliferativos); 13. Radiologia; 14.Periodontia (prevenção e tratamento das doenças periodontais); 15.Prótese; 16.Semiologia e Tratamento das Afecções dos Tecidos Moles Bucais; 17.Terapêutica e farmacologia (analgésicos, antiinflamatórios, antibióticos, antidepressivos, anti-hipertensivos, hemostáticos, anticoagulantes); 18. Atualidades sobre Odontologia.

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TÁVORA- PARANÁ CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR: MÉDICO(A) CONHECIMENTO 28 questões ESPECÍFICO CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 1.Regras básicas de servidor público; Ética, Normas e comportamento em serviço público; 2. Ética Profissional: comportamento social e de trabalho, sigilo profissional; 3. Saúde Pública: Organização dos Serviços de Saúde no Brasil - SUS: legislação, princípios, diretrizes, estrutura e características. Indicadores de saúde, sistema de notificação e de vigilância epidemiológica e sanitária. Conceitos, fundamentação legal, diretrizes e princípios, participação popular e controle social; Papel do Dentista no processo de educação em saúde: importância, métodos, atuação, resultados; 3. Norma Operacional Básica – NOB/96 e Norma Operacional da Assistência a Saúde – NOAS/2001; 4. Lei 8080/90. Lei 8142/90; 5. Atualidades sobre Saúde Pública. Saúde Coletiva. 6.Indicadores de saúde, sistema de notificação e de vigilância epidemiológica e sanitária; 7. PSF - Programa Saúde Família (objetivos, funções e atribuições); 8.Cuidados gerais com o paciente em medicina interna; 9.Doenças cardiovasculares: hipertensão arterial, cardiopatia isquêmica, insuficiência cardíaca, miocardiopatias e valvulopatias, arritmias cardíacas. 10.Doenças pulmonares: asma brônquica e doença pulmonar obstrutiva crônica; embolia pulmonar; pneumonias e abscessos pulmonares; doença pulmonar intersticial; hipertensão pulmonar. 11.Doenças gastrointestinais e hepáticas: úlcera péptica, doenças intestinais inflamatórias e parasitárias, diarréia, colelitíase, e colecistite, pancreatite, hepatites virais, e hepatopatias tóxicas, insuficiência hepática crônica, cirrose hepática, 12.Doenças renais: insuficiência renal aguda, e crônica, glomerulonefrites, síndrome nefrótica, litíase renal, 13.Doenças endócrinas: diabetes mellitus, hipotireoidismo e hipertireoidismo, tireoidite e nódulos tireoidianos, distúrbios das glândulas supra-renais, distúrbios das glândulas paratireóides; 14. Doenças reumáticas: artrite reumatóide, espondiloartropatias, colagenoses, gota; 15. Doenças infecciosas e terapia antibiótica: abordagem do paciente febril, malária, estreptococcias, endocardite infecciosa, estafilococcia, meningites, tétano, Febre tifóide, tuberculose, DST, leptospirose, resfriado comum, influenza, malaria, micoses sistêmicas, herpes simples e varicela-zoster, doença de Chagas, leishmanioses, sida e principais infecções oportunista. Distúrbios idroeletrolíticos e acidobásicos; 16. Exames complementares invasivos e não-invasivos de uso corriqueiro na prática clínica diária; 17. Emergências clínicas; 18. Neoplasias: rastreamento e história natural das neoplasias ginecológicas, próstata, cólon e pulmão; 19.Relação médico-paciente; 20. Pré e pós-operatório: avaliação pré-operatória, critérios e complicações da transfusão de hemoderivados, profilaxia e tratamento do tromboembolismo venoso; 21. Pré natal de baixo risco. Crescimento e desenvolvimento infantil e esquema básico vacinal.

Atas&Editais C-5 PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TÁVORA- PARANÁ 1.2 NÍVEL ENSINO FUNDAMENTAL INCOMPLETO: - CARGO DO GRUPO DE SERVIÇOS GERAIS: ELETRICISTA.

CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO: PORTUGUÊS 04 questões 1. Interpretação de Texto; 2. Ortografia; 3. Acentuação Gráfica; 4. Flexão da palavra: gênero, número e grau; 5. Concordância Nominal e Verbal; 6. Emprego dos Pronomes; 7. Análise Sintática: termos essenciais da oração. MATEMÁTICA 04 questões 1. Problemas envolvendo as quatro operações; 2. Números Decimais e fracionários; 3. Noções básicas de geometria; 4. Juros e Porcentagens; 5. Regra de Três. CONHECIMENTOS GERAIS 04 questões Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como saúde, política, economia, sociedade, educação, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável, responsabilidade socioambiental, segurança e ecologia, e suas vinculações históricas.

CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO: ELETRICISTA CONHECIMENTO ESPECÍFICO 28 questões 1. Montagens elétricas, manutenção corretiva em instalação elétrica; 2. Materiais e instrumentos utilizados na atividade; 3. Confecção de instalações elétricas em prédios públicos; 4. Equipamentos e materiais: conhecimento e finalidades; 5. Leitura de desenhos e esquemas de circuitos elétricos; 6. Limpeza e lubrificação de chaves compensadoras, substituição e ajuste de peças defeituosas; 7. Noções de Segurança do trabalho: acidentes do trabalho, causas e prevenção; 8. Normas de segurança: conceito e equipamentos; 9. Normas de higiene: meio ambiente e CIPA; 10. Primeiros socorros: papel do socorrista; parada cardiorespiratória; ntorses, luxações e fraturas; vertigens, desmaios e convulsões; choques elétricos; transporte de pessoas acidentadas; PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TÁVORA- PARANÁ 11. Regras básicas de servidor público. Ética, Normas e comportamento em serviço público. - CARGOS DO GRUPO DE SERVIÇOS GERAIS: MOTORISTA, OPERADOR DE TRATOR AGRÍCOLA E OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS.

CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO:

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011

PORTUGUÊS 05 questões 1. Interpretação de Texto; 2. Ortografia; 3. Acentuação Gráfica; 4. Flexão da palavra: gênero, número e grau; 5. Concordância Nominal e Verbal; 6. Emprego dos Pronomes; 7. Análise Sintática: termos essenciais da oração. MATEMÁTICA 05 questões 1. Problemas envolvendo as quatro operações; 2. Números Decimais e fracionários; 3. Noções básicas de geometria; 4. Juros e Porcentagens; 5. Regra de Três.

CONHECIMENTOS GERAIS 05 questões Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como saúde, política, economia, sociedade, educação, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável, responsabilidade socioambiental, segurança e ecologia, e suas vinculações históricas.

CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO: MOTORISTA CONHECIMENTO ESPECÍFICO 15 questões 1.Regras básicas de servidor público. Ética, Normas e comportamento em serviço público; 2. Prevenção, Noções básicas de segurança no trabalho; 3. Código de Trânsito Brasileiro; Circulação urbana e trânsito; 4. Noções básicas de mecânica automotiva; manutenção de veículos; 5.Direção defensiva; 6.Primeiros socorros em acidentes de trânsito; MUNICIPAL DEtransito, JOAQUIM TÁVORA- PARANÁ 7.PREFEITURA Situações emergenciais; regras de sinalização 8. manutenção preventiva de veículos; 9. Transporte coletivo, transporte de MOP; CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL 10.Estacionamentos, conhecimentos básicos sobre motores, operação e PREFEITURA MUNICIPAL DEINCOMPLETO: JOAQUIM TÁVORAPARANÁ OPERADOR DE de TRATOR manutenção veículos.AGRÍCOLA

CONHECIMENTO ESPECÍFICO 15 questões CARGOSbásicas DE NÍVEL INCOMPLETO: 1.Regras de FUNDAMENTAL servidor público. Ética, Normas e comportamento em serviço OPERADOR DE TRATOR AGRÍCOLA público; 2. Prevenção, Noções básicas de segurança no trabalho;15 questões CONHECIMENTO ESPECÍFICO 3. Código de Trânsito Brasileiro; Circulação e trânsito; 1.Regras básicas de servidor público. Ética,urbana Normas e comportamento em serviço 4. Noções básicas de mecânica automotiva; manutenção de veículos; público; 5.Direção defensiva; 2. Prevenção, Noções básicas de segurança no trabalho; 6.Primeiros acidentes de trânsito; 3. Código desocorros Trânsitoem Brasileiro; Circulação urbana e trânsito; CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 7. Situações emergenciais; regras de transito, sinalização 4. Noções básicas de mecânica automotiva; manutenção de veículos; 8. manutenção preventiva de veículos; 5.Direção defensiva; 9. Conhecimentos daem operação e manutenção 6.Primeiros socorros acidentes de trânsito; de trator agrícola; 10. Transporte de cargas pesadas em carrocerias; 7. Situações emergenciais; regras de transito, sinalização 11.Estacionamentos, conhecimentos 8. manutenção preventiva de veículos; básicos sobre motores, operação e manutenção de veículos. 9. Conhecimentos da operação e manutenção de trator agrícola; 10. Transporte de cargas pesadas em carrocerias; 11.Estacionamentos, conhecimentos básicos sobre manutenção de veículos.

motores,

operação

e

CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO: OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS CONHECIMENTO ESPECÍFICO 15 questões CARGOSbásicas DE NÍVEL INCOMPLETO: 1.Regras de FUNDAMENTAL servidor público. Ética, Normas e comportamento em serviço OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS público; 2. Prevenção, Noções básicas de segurança no trabalho;15 questões CONHECIMENTO ESPECÍFICO 3. Código de Trânsito Brasileiro; Circulação e trânsito; 1.Regras básicas de servidor público. Ética,urbana Normas e comportamento em serviço 4. Noções básicas de mecânica automotiva; manutenção de veículos; público; 5.Direção defensiva; 2. Prevenção, Noções básicas de segurança no trabalho; 6.Primeiros acidentes de trânsito; 3. Código desocorros Trânsitoem Brasileiro; Circulação urbana e trânsito; 7. Situações emergenciais; regras de transito, sinalização de veículos; 4. Noções básicas de mecânica automotiva; manutenção 8. manutenção preventiva de veículos; 5.Direção defensiva; 9.Estacionamentos, conhecimentos básicos sobre motores, operação e 6.Primeiros socorros em acidentes de trânsito; manutenção de veículos; regras de transito, sinalização 7. Situações emergenciais; 10. Conhecimentos da operação e manutenção de máquinas motoniveladora, 8. manutenção preventiva de veículos; retro-escavadeira, pá-carregadeira, rolo compressor e trator esteira; operação e 9.Estacionamentos, conhecimentos básicos sobre motores, 11. Transporte de cargas pesadas em carrocerias. manutenção de veículos; 10. Conhecimentos da operação e manutenção de máquinas motoniveladora, retro-escavadeira, pá-carregadeira, rolo compressor e trator esteira; 11. Transporte de cargas pesadas em carrocerias.


 



C-6 Atas&Editais 

21

9 1929

21 9

TRIBUNA DO VALE



1929



Quinta-feira, 06 de outubro de 2011 MODELO DE DECLARAÇÃO DE HIPOSSUFICIÊNCIA

ANEXO II CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 - FORMULÁRIO PARA RECURSOS À Comissão Organizadora do Concurso Público nº 001/2011 Joaquim Távora - Paraná Recurso referente a: 1-( ) Prova Objetiva 2-( ) Classificação no Concurso 3-( ) Questões 4-( ) Prova Prática 5-( ) Outro___________________

Eu, (nome completo), nascido em .../..../.....(data), .....anos, natural de ..............., filho de ...........e de............, brasileiro(a), estado civil, profissão, CPF nº ......., carteira de identidade nº....., NIS nº ......., residente e domiciliado na Rua........., nº, Bairro, no município de.........., Estado do Paraná. DECLARO que sou pessoa

CANDIDATO(A): __________________________________________ Nº Inscrição: __________

reconhecidamente “hipossuficiente” e para tanto, cito texto da Lei Federal que permite

RG: _______________________ CPF:__________________CARGO PLEITEADO: _________________

assim posicionar-me diante de Vossa Senhoria, como embasamento para as minhas

Questões apontadas como problemáticas: _______/______/______/______ JUSTIFICATIVA PARA A QUESTÃO CONSIDERADA PROBLEMÁTICA: Questão Número [_] : _______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ Questão Número [_] : _______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ Questão Número [_] : _______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ Questão Número [_] : _______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ Justificativa para os recursos referentes aos itens demarcados: ________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________ Para fundamentar essa contestação, encaminho anexos os seguintes documentos: ________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________

 Assinatura do Candidato: _____________________________________________Data: ____/ ____/2011.  Obs: Entregue uma cópia deste formulário para a Comissão Examinadora do Concurso Público, na sede da Prefeitura Municipal de Joaquim Távora, Rua Miguel Dias, nº 226, centro, Joaquim Távora/PR ou na Coordenadoria de Concursos da Empresa Prosperity Empreendimentos e Assessoria Ltda., Rua Margarida F. Gonçalves, 138, Centro, Ibaiti/PR, no horário das 8h às 11h e das 13h às 17h, obedecendo ao prazo previsto no cronograma. 21 9

necessidades Lei nº 7.115 de 29/08/1983 do Diploma Brasileiro. Portanto, DECLARO sob as penas da Lei, que não possuo recursos financeiros suficientes para o pagamento da taxa de inscrição do concurso público, da Prefeitura do município de Jaboti/PR, e busco a interpretação e consecutivamente a aplicabilidade do artigo 9º, inciso III, da Lei Estadual nº 7.257, qual, contemplar-me-á com a isenção da aludida despesa. Nada mais para o momento. JOAQUIM TÁVORA/PR,.....de........... de 2011.

__________________________________ NOME COMPLETO: CPF: NIS: *Fará jus a isenção do pagamento da taxa de inscrição o candidato economicamente hipossuficiente que estiver inscrito no Cadastro Único Federal (CADÚNICO) e for membro de família de baixa renda, assim compreendida aquela que possua renda per capta de até meio salário mínimo ou que possua renda per capta de até três salários mínimos mensais, nos termos do Decreto Federal 6.135 de 26/06/2007.

1929

ANEXO III CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 - FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE LAUDO MÉDICO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA REQUERIMENTO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 MUNICÍPIO: JOAQUIM TÁVORA - PR NOME DO CANDIDATO: ______________________________________________ N.º DA INSCRIÇÃO: ________________ CARGO : _________________________

Vem REQUERER PROVA ESPECIAL e/ou TRATAMENTO ESPECIAL como PORTADOR DE DEFICIENCIA, pelo qual apresento LAUDO MÉDICO com CID (colocar os dados abaixo, com base no laudo): Tipo de deficiência_____________________________________ Código correspondente da Classificação Internacional de Doença – CID________________ Nome do Médico Responsável pelo laudo:________________________________________ Nº do CRM do Médico:__________________ (OBS: Não serão considerados como deficiência os distúrbios de acuidade visual passíveis de correção simples do tipo miopia, astigmatismo, estrabismo e congêneres) Dados especiais para aplicação das PROVAS: (marcar com X no local caso necessite de Prova Especial ou não, em caso positivo , discriminar o tipo de prova necessário) ( ) NÃO NECESSITA DE PROVA ESPECIAL e/ou TRATAMENTO ESPECIAL ( ) NECESSITA DE PROVA ESPECIAL (Discriminar abaixo qual o tipo de prova Necessária) É Obrigatório a apresentação de LAUDO MÉDICO com CID, junto a esse requerimento. _____________________, _______ de _____________________ de 2011.

____________________________________ ASSINATURA DO CANDIDATO 

Obs: Entregue uma cópia deste formulário para a Comissão Examinadora do Concurso  Público, na sede da Prefeitura Municipal de Joaquim Távora, Rua Miguel Dias, nº 226, centro, Joaquim Távora/PR ou na Coordenadoria de Concursos da Empresa Prosperity  Empreendimentos e Assessoria Ltda., Rua Margarida F. Gonçalves, 138, Centro, Ibaiti/PR, no horário das 8h às 11h e das 13h às 17h, obedecendo ao prazo previsto no cronograma. 21 9

1929

ANEXOIV

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 - FORMULÁRIO PARA SOLICITAR HIPOSSUFICIENCIA REQUERIMENTO PARA PESSOAS HIPOSSUFICIENTES MUNICÍPIO: JOAQUIM TÁVORA - PR NOME DO CANDIDATO: _________________________________________ N.º DO NIS (NÚMERO DE IDENTIFICAÇÃO SOCIAL): _____________ N.º DA INSCRIÇÃO: _____________ CARGO : ___________________________ Venho por meio desse REQUERER a isenção da TAXA DE INSCRIÇÃO, por ser PESSOA HIPOSSUFICIENTE, e apresentar os documentos abaixo relacionados: - Cópia do documento oficial de identidade; - Cópia do Cadastro de pessoas Físicas; - Comprovante do Número do NIS (Número de Identificação Social) atribuído no CADÚNICO; (os documentos deverão ser autenticados em cartório ou por servidor público) - Declaração de ser membro de família de baixa renda (Modelo em anexo, com assinatura e reconhecimento de firma em cartório). É obrigatória a apresentação dos documentos acima citados, junto com o requerimento. ____________________, _______ de _____________________ de 2011. Assinatura do candidato:__________________________________________



Obs: Entregue uma cópia deste formulário  para a Comissão Examinadora do Concurso Público, na sede da Prefeitura Municipal de Joaquim Távora, Rua Miguel Dias, nº 226, centro, Joaquim Távora/PR ou na Coordenadoria de Concursos da Empresa Prosperity Empreendimentos e Assessoria Ltda., Rua Margarida F. Gonçalves, 138, Centro, Ibaiti/PR, no horário das 8h às 11h e das 13h às 17h, obedecendo ao prazo previsto no cronograma. 21 9

1929

ANEXO V – FORMULÁRIO DE AVALIAÇÃO PROVA PRÁTICA MOTORISTA CONCURSO PÚBLICO 001/2011 DO MUNICÍPIO DE JOAQUIM TÁVORA

IDENTIFICAÇÃO DO PROCESSO/CONDUTOR NUMERO DE INSCRIÇÃO: ______________________ NOME: ____________________________________________ IDENTIFICAÇÃO: _______________________ REGISTRO CNH: ___________________ DATA DO EXAME: _____________ HORA: ____________ LOCAL: __________________ OBSERVAÇÕES DA CNH: ____________________ DATA DA EMISSÃO: _______________ CATEGORIA EXAMINADA: ____________ PLACA VEÍCULO: __________________ DADOS DA AVALIAÇÃO – EXAME PRÁTICO - Compreende as atividades que se destinam a dirigir veículos automotores e de transporte de carga e de passageiros conservá-los em perfeitas condições de aparência e funcionamento. Executar outras atividades correlatas e afins. - A avaliação da prática levará em consideração: I - O aproveitamento do (a) candidato (a) na prova de Direção Veicular será avaliado em função da posição negativa das faltas cometidas no percurso. II- Será considerado aprovado aqueles cujos pontos negativos não ultrapassem 3 (três), considerando o total de faltas graves, médias e leves. III - o cumprimento das ordens transmitidas pela banca examinadora; IV - os cuidados com o equipamento utilizado. FALTAS COMETIDAS (Conforme ART 24 – Resolução 50/98 – CONTRAN) ___________

Assinatura do Presidente da Comissão do Concurso:___________________________ ( ) Deferida a solicitação ( ) Indeferida a solicitação: Justificativa:_______________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________

Obs: Entregue uma cópia deste formulário para a Comissão Examinadora do Concurso Público, na sede da Prefeitura Municipal de Joaquim Távora, Rua Miguel Dias, nº 226, centro, Joaquim Távora/PR ou na Coordenadoria de Concursos da Empresa Prosperity Empreendimentos e Assessoria Ltda., Rua Margarida F. Gonçalves, 138, Centro, Ibaiti/PR, no horário das 8h às 11h e das 13h às 17h, obedecendo ao prazo previsto no cronograma.

___________

___________

___________

O aproveitamento do (a) candidato (a) na prova de Direção Veicular será avaliado em função da posição negativa das faltas cometidas no percurso, do cumprimento das ordens transmitidas e dos cuidados com o equipamento utilizado. Será considerado aprovado aqueles cujos pontos negativos não ultrapassem 3 (três), considerando o total de faltas graves, médias e leves. NOTA: __________

APROVADO

____REPROVADO

____AUSENTE

Assinatura do Candidato: ____________________________________________________ Examinador Responsável (Nome/Assinatura): ____________________________________ 

 Assinatura da Comissão Examinadora: _________________________________________ 21 9

1929



REQUISITOS PARA MOTORISTA REALIZAR A PROVA PRÁTICA: - Ter sido aprovado na Primeira Etapa do Concurso e apresentar documento original e cópia da habilitação com categoria mínima D ou E, de acordo com o art. 145 do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito).

ANEXO VI – FORMULÁRIO DE AVALIAÇÃO PROVA PRÁTICA: OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS CONCURSO PÚBLICO 001/2011 DO MUNICÍPIO DE JOAQUIM TÁVORA IDENTIFICAÇÃO DO PROCESSO/CONDUTOR NUMERO DE INSCRIÇÃO: ______________________ NOME: ____________________________________________ IDENTIFICAÇÃO: _______________________ REGISTRO CNH: ___________________ DATA DO EXAME: _____________ HORA: ____________ LOCAL: __________________ OBSERVAÇÕES DA CNH: ____________________ DATA DA EMISSÃO: _______________ CATEGORIA EXAMINADA: ____________ PLACA VEÍCULO: __________________ DADOS DA AVALIAÇÃO – EXAME PRÁTICO - Compreende em operar máquinas montadas sobre rodas ou esteiras e providas de pá mecânica ou caçambas para escavar e mover terras, pedras, areias, cascalho e outros materiais; -Operar máquinas de abrir canais de drenagem, abastecimento de água, etc;-Operar equipamentos de drenagem para aprofundar e alargar leitos de rios ou extrair areia e cascalho; -Operar máquinas providas de lâminas para nivelar solos na construção de edifícios, construção de estradas e outros serviços de terraplenagem. Executar outras atividades correlatas e afins. - A avaliação da prática levará em consideração: I - O aproveitamento do (a) candidato (a) na prova de Direção Veicular será avaliado em função da posição negativa das faltas cometidas no percurso. II- Será considerado aprovado aqueles cujos pontos negativos não ultrapassem 3 (três), considerando o total de faltas graves, médias e leves. III - o cumprimento das ordens transmitidas pela banca examinadora; IV - os cuidados com o equipamento utilizado. FALTAS COMETIDAS (Conforme ART 24 – Resolução 50/98 – CONTRAN) ___________

Para o deferimento da inscrição para Pessoa Hipossuficiente a Comissão do Concurso verificará a veracidade das informações prestadas pelo candidato e documentação enviada, ressaltando que a Declaração falsa sujeitará o candidato ás sansões prevista em lei, aplicando-se, ainda o disposto no parágrafo único do artigo 10 do Decreto Federal 83.936, de 06/09/1979.

___________

___________

___________

___________

___________

O aproveitamento do (a) candidato (a) na prova de Direção Veicular será avaliado em função da posição negativa das faltas cometidas no percurso, do cumprimento das ordens transmitidas e dos cuidados com o equipamento utilizado. Será considerado aprovado aqueles cujos pontos negativos não ultrapassem 3 (três), considerando o total de faltas graves, médias e leves. NOTA: __________ APROVADO ____REPROVADO ____AUSENTE Assinatura do Candidato: ____________________________________________________ Examinador Responsável (Nome/Assinatura): ____________________________________ Assinatura da Comissão Examinadora: _________________________________________

REQUISITOS PARA O OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS REALIZAR A PROVA PRÁTICA: - Ter sido aprovado na Primeira Etapa do Concurso e apresentar documento original e cópia da habilitação com categoria C, D ou E, de acordo com o art. 144 do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito), para a condução de trator de roda, trator de esteira, trator misto ou o equipamento motor destinado à movimentação de cargas e execução de trabalho agrícola, de terraplanagem, de construção ou de pavimentação, de acordo com o art. 144 do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito).


 

Atas&Editais C-7

 TRIBUNA DO VALE 21 9 1929

Quinta-feira, 06 de outubro de 2011

ANEXO VII – FORMULÁRIO DE AVALIAÇÃO PROVA PRÁTICA: TRATOR AGRÍCOLA CONCURSO PÚBLICO 001/2011 DO MUNICÍPIO DE JOAQUIM TÁVORA IDENTIFICAÇÃO DO PROCESSO/CONDUTOR NUMERO DE INSCRIÇÃO: ______________________ NOME: ____________________________________________ IDENTIFICAÇÃO: _______________________ REGISTRO CNH: ___________________ DATA DO EXAME: _____________ HORA: ____________ LOCAL: __________________ OBSERVAÇÕES DA CNH: ____________________ DATA DA EMISSÃO: _______________ CATEGORIA EXAMINADA: ____________ PLACA VEÍCULO: __________________ DADOS DA AVALIAÇÃO – EXAME PRÁTICO - Compreende os empregos que se destinam a operar tratores e reboques montados sobre rodas para carregamento e descarregamento de material, roçada de terrenos e limpeza de vias, praças e jardins, além de compreender os empregos que se destinam a operar máquinas montadas sobre rodas ou esteiras e providas de implementos auxiliares para preparação de plantio agrícola que servem para nivelar, escavar, mexer, carregar terra, pedra, areia, cascalho e similares. Executar outras atividades correlatas e afins. - A avaliação da prática levará em consideração: I - O aproveitamento do (a) candidato (a) na prova de Direção Veicular será avaliado em função da posição negativa das faltas cometidas no percurso. II- Será considerado aprovado aqueles cujos pontos negativos não ultrapassem 3 (três), considerando o total de faltas graves, médias e leves. III - o cumprimento das ordens transmitidas pela banca examinadora; IV - os cuidados com o equipamento utilizado. FALTAS COMETIDAS (Conforme ART 24 – Resolução 50/98 – CONTRAN) ___________

___________

___________

___________

___________

O aproveitamento do (a) candidato (a) na prova de Direção Veicular será avaliado em função da posição negativa das faltas cometidas no percurso, do cumprimento das ordens transmitidas e dos cuidados com o equipamento utilizado. Será considerado aprovado aqueles cujos pontos negativos não ultrapassem 3 (três), considerando o total de faltas graves, médias e leves. NOTA: __________ APROVADO ____REPROVADO ____AUSENTE Assinatura do Candidato: ____________________________________________________ Examinador Responsável (Nome/Assinatura): ____________________________________ Assinatura da Comissão Examinadora: _________________________________________

REQUISITOS PARA O OPERADOR DE TRATOR AGRÍCOLA REALIZAR A PROVA PRÁTICA: - Ter sido aprovado na Primeira Etapa do Concurso e apresentar documento original e cópia da habilitação com categoria C, D ou E, de acordo com o art. 144 do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito), para a condução de trator de roda, trator de esteira, trator misto ou o equipamento motor destinado à movimentação de cargas e execução de trabalho agrícola, de terraplanagem, de construção ou de pavimentação, de acordo com o art. 144 do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito).



 21 9 1929



PORTARIA Nº. 461/2011 O Prefeito Municipal de Joaquim Távora, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais, e tendo em vista a realização do CONCURSO PÚBLICO nº. 001/2011, para seleção de candidatos para Municipalidade, RESOLVE:

 ACAMPAR

Campanha contra a corrupção ganha apoiadores no Estado Da Redação

O encontro de vereadores em Foz do Iguaçu, ocorrido no último dia 28 de Setembro, marcou o início da “Mobilização Estadual Contra a Corrupção”. Promovida pela Associação de Câmara e Vereadores do Paraná (Acampar), a campanha de moralização conta com o apoio institucional do Ministério Público do Paraná (MPE), da Secretaria Especial do Controle Interno, da Controladoria Geral da União (CGU), do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e da Fundação da Universidade Federal do Paraná (Funpar). Com destaca o presidente da Acampar, Bento Batista da Silva, “o principal objetivo é mobilizar os gestores públicos e a sociedade civil organizada para debaterem e combaterem a corrupção em seus municípios, sobretudo, no que se refere à gestão pública”. Com a iniciativa, os legisladores esperam também aprimorar mecanismos de controle e transparência, através da participação popular, encorajando o cidadão a denunciar atos violadores da honestidade na vida pública. Para Mauro Munhoz, Secretário Especial do Controle Interno e, um dos coordenadores do Consocial - Movimento Nacional de Controle Social e Transparência Pública -, “o Brasil vive um momento especial de repulsa a corrupção. Precisamos ampliar nossos níveis e aparelhos de fiscalização. Esse exercício de cidadania depende

de todos”. Para o controlador da CGU, Dany Andrey Secco “a participação cidadã é uma tendência, e um dos papéis dos órgãos de fiscalização e controle é fomentar os dados abertos. Todos devem ter acesso aos gastos e investimentos nos órgãos públicos, e mais do que isso, estes dados devem estar dispostos de maneira inteligível, onde todos possam compreender”, lembrou Secco. Ainda durante o encontro de Foz, o coordenador de Programas da Fundação da Universidade Federal do Paraná (Funpar), Prof. Hamilton Costa Júnior, detalhou ao público de vereadores o projeto conjunto da Funpar com a Acampar para a realização de concursos públicos unificados para todas as Câmaras do Estado. “A maioria das Câmaras tem deficiência em seu quadro funcional e, além disso, cargos comissionados mal escalados. Um consórcio entre as Câmaras pode ao mesmo tempo, viabilizar financeiramente um concurso idôneo e de alto nível, e eliminar definitivamente estes dois problemas”, destacou. Para o procurado do Ministério Público, Mário Sérgio Schirmer – também palestrante no evento -, a sociedade deve se mobilizar no combate ao que classificou de “ambiente deturpado”. No Brasil a lei da vantagem pessoal e da troca de favores enraizou-se ao ponto de parecer normal. “Nesta situação, a educação, aliada a uma forte atuação do Poder Legislativo, com sua atribuição

de criar leis, é o caminho mais eficientes para se reverter este quadro”, afirmou Schirmer. O encontro de Foz registrou também a presença dos deputados estaduais Reni Pereira (PSB) e Douglas Fabrício (PPS). Reni lembrou a importância de um movimento contra a corrupção que se origina na esfera do poder legislativo, “este é um contraponto importantíssimo, uma vez que o legislativo é, de uma maneira geral, o mais visado para a cobertura de escândalos”. Já o deputado Douglas Fabrício, após breve painel onde apresentou resultados sobre a CPI dos Portos, em andamento na Assembléia Legislativa, parabenizou a iniciativa dos vereadores no combate a corrupção. Segundo ele “a corrupção ainda é a maior doença do Brasil”. Fechando o encontro, o analista de controle do TCE, Ednilson da Silva Mota, esclareceu questionamentos sobre inelegibilidade e desaprovação de contas por parte do tribunal. Além das manifestações de apoio, a “Mobilização dos Vereadores Contra a Corrupção” ganhou destaque da mídia de massa. Bento Batista da Silva, presidente da Acampar, foi entrevistado no Bom Dia Paraná (29), da RPCTV (1.globo.com). “Essa publicidade é fundamental para que o movimento ganhe força e alcance bons resultado”, lembrou Batista. Mais cinco encontro estão sendo programados em diferentes microrregionais do Paraná. Os detalhes serão disponibilizados nos site da Acampar, em: www.acampar.org.br

I – Designar os cidadãos abaixo relacionados: - DANIELE CRISTINA DE OLIVEIRA NABARRO, CASADA, TECNICA CONTABIL, RG: 6.830.711-2 CPF: 023.484.189-32 – PRESIDENTE; - MARCOS ROGERIO DE OLIVEIRA, CASADO, TECNICO CONTABIL, RG: 6.308.051-9, CPF: 022.961.729-89 – SECRETÁRIO; - TADEU RODRIGUES DE ALMEIDA, CASADO, TECNICO CONTABIL, RG: 07.281.325-1, CPF: 031.560.739-46 – MEMBRO TITULAR; - CLEIDE APARECIDA OLIVEIRA DO NASCIMENTO, CASADA, COORDENADORA DOS ANOS INICIAIS, RG: 4.629.976-0, CPF 708.238.049-68– MEMBRO TITULAR; - DELZUITA VIEIRA DE SOUZA, CASADA, GESTORA ESCOLAR, RG: 5.933.861-7, CPF: 965.867.109-87 - MEMBRO TITULAR; - RAFAEL CANDELORO CAMPOI, CASADO, ASSISTENTE SOCIAL, RG: 7.886.986-0,CPF: 046.172.719-61– MEMBRO SUPLENTE; - KELLEN MARIA SALLES TAVARES DA SILVA, CASADA, NUTRICIONISTA, RG: 6.898.5684, CPF: 034.099.389-82 – MEMBRO SUPLENTE.

Para, sob a presidência do primeiro e secretariado pelo segundo, constituir a Comissão do Concurso Público Nº 001/2011. II – Esta Portaria terá efeitos legais a partir desta data. REGISTRE-SE E PUBLIQUE-SE.

Jaboti, 21 de setembro de 2011.

CLÁUDIO REVELINO Prefeito Municipal EXTRATO DE CONTRATO DE Nº 004/2011 PARTES: FUNDO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERV. PÚBLICOS DE ANDIRÁ M. G. ASSESSORIA EM RECURSOS HUMANOS SOCIEDADE SIMPLES OBJETO: CONTRATAÇÃO de empresa para consultoria para capacitação dos servidores do Fundo de Previdência Social dos Servidores Públicos de Andirá na área de legislação previdenciária de regimes próprios de previdência Social e o treinamento dos mesmos nos procedimentos administrativos de concessão de benefícios. PREÇO: O preço para a execução do objeto deste contrato é o apresentado na proposta da CONTRATADA, devidamente aprovada pelo CONTRATANTE, sendo que o valor global é de R$ 2.850,00 (Dois mil oitocentos e cinquenta reais) . PRAZO DE VIGÊNCIA: O presente contrato terá vigência de 12 meses,com início a partir da data da assinatura do contrato, podendo ser prorrogado nos termos do art. 57 da Lei Federal Nº 8.666/93. DATA: 06/10/2011 DISPENSA Nº 004/2011 ASSINATURAS: AURENILSON CIPRIANO – Presidente MARCUS EVANDRO GIAROLA – Sócio Gerente

TERMO ADITIVO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS – CONVITE Nº 001/2009, CONTRATO 003/2009 PARTES: FUNDO DE PREVIDENCIA SOCIAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE ANDIRÁ SÉRGIO RICARDO BORRI - COLORADO OBJETO: CONTRATAÇÃO de empresa especializada na área de informática para fornecimento, mediante serviços de locação e de software de sistema de gestão pública compreendendo: Sistemas de Contabilidade, RH, e controle interno, possibilitando assim, agilidade nos processos de prestação de contas e controle. CLÁUSULA PRIMEIRA – DO OBJETO E SEUS ELEMENTOS: Conforme previsão legal das alíneas “b”, inciso I do Art. 65 da Lei nº 8.666/93, o valor inicialmente contratado, fica acrescido em até 25 % (vinte e cinco por cento), perfazendo um total de R$ 7.076,86 (Sete mil setenta e seis reais e oitenta e seis centavos). Continuam em pleno vigor as demais cláusulas do contrato original, não modificadas pelo presente aditivo e, por estarem justas e pactuadas, as partes assinam o presente aditivo em 03 (três) vias de igual forma e teor. DATA: 06/10/2011 CONVITE Nº 001/2009 ASSINATURAS: AURENILSON CIPRIANO – Presidente SERGIO RICARDO BORRI – Representante Legal

ERRATA O extrato de contrato nº 035/2011, firmado entre o Município de Andirá e Top Jur Informação e Tecnologia Ltda - EPP, publicado no dia 04/08/2011, no Jornal Tribuna do Vale, dever ser retificada, ou seja: ONDE SE LÊ: LARISSA RODRIGUES CABRERA – Representante Legal LEIA-SE: DENACIR APARECIDA MENEZES PALHARES – Representante Legal Andirá, 06 de outubro de 2011. Allan Pierre Barbezani Presidente da Comissão de Licitação PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ-PARANÁ AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 40/2011 Objeto: Contratação de empresa especializada em locação de arquibancada e arena em metal, camarotes, iluminação padrão para arena, sonorização profissional, palco e banheiros químicos. Credenciamento: 20/10/2011 das 13h20min às 13h40min. Abertura: Após credenciamento. Informações sobre a retirada do edital através do site: www.quatigua. pr.gov.br, ou através do e-mail: pmqlicitacoes@uol.com.br. Quatiguá-PR, em 05 de outubro de 2011. Genivaldo Valle – Pregoeiro.


TRIBUNA DO VALE EDIÇÃO Nº1995