Issuu on Google+

cmyb

Sabado e Domingo

TRIBUNA DO VALE 19 e 20 DE MARÇO DE 2011

DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI

330 180

ANO XV - N0 1857 - R$ 1,00

www.tribunadovale.com.br Antônio de Picolli

Antônio de Picolli

Enfim, asfalto

Polêmica

O deputado estadual Hermas Brandão Júnior disse ontem, em visita à redação do Jornal Tribuna do Vale, que a decisão sobre a cidade que vai sediar o subgrupamento do Corpo de Bombeiros é de alçada do governador Beto Richa.  PÁG. A4

A rua Ivo farto Brito, considerada uma das mais importantes do bairro Colorado, em Santo Antônio da Platina, começou a ser pavimentada ontem. Cerca de sete mil metros quadrados da via vão ganhar asfalto, depois de quase 20 anos da existência do bairro.  PÁG. A5

Política

Local

NORTE PIONEIRO

Auxílio Reclusão beneficia famílias de 60 presos da região Antônio de Picolli

De acordo com levantamento feito pela Tribuna do Vale, o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) pagou cerca de R$ 367 mil às famílias de 60 presos da região beneficiados pelo Auxílio Reclusão em 2010. O benefício prevê pagamento que varia de um salário mínimo a R$ 862,11. A média de presos nas carceragens do Norte Pioneiro é de aproximadamente 400 detentos, porém nem todos estão inclusos no benefício. Somente os dependentes de segurados da Previdência Social têm esse direito. O “Auxilio Reclusão” é pago durante todo o período de detenção. O levantamento considerou dados obtidos nas delegacias de Jacarezinho, Santo Antônio da Platina, Ibaiti e Joaquim Távora, Ribeirão Claro e Tomazina. As outras delegacias não conseguiram informar o número exato de presos beneficiários. 

JACAREZINHO EDITORIAL

Cristóvan Andraus assume escritório da SETP 

PÁG. A3

Duas cidades disputam sede do Corpo de Bombeiros 

PÁG. A2

JACAREZINHO LIMPEZA

Codapar quer parceria para instalação de entreposto 

PÁG. A3

JUSTIÇA

Capitão Morais é absolvido em julgamento 

PÁG. A6

MERCADO

Produtores garantem oferta de etanol 

PÁG. A4

Lixo no bairro Santa Cruz incomoda moradores 

PÁG. A5

COLUNA

Não dá para perder: Hoje tem Retalhos de Ideias 

PÁG. A8

UM ANO

Família homenageia dona Dorothéia Guimarães 

PÁG. A6

EMPREGO

Construção Civil enfrenta falta de mão de obra O setor da Construção Civil vive um de seus melhores momentos com o incentivo do governo f e d e r a l n a á re a d a h a b i t a ç ã o, p o r é m , anda faltando mão de obra especializada no mercado. Na Agência do Trabalhador exist e m h oj e qu a s e 4 0 vagas. Elas são oferecidas por diversas empresas que precisam desde mestre de obras até ser ventes sem experiência e vagas até para outros estados. O pedreiro João Batista da Costa Filho saiu do emprego numa firma para s e d e d i c ar a c ons trução civil. “Faz 14 anos que trabalho como pedreiro e até hoje nunca me faltou serviço, mas nem sempre encontro gente para me ajudar”, conta. 

PÁG. A5

PÁG. A6 Antônio de Picolli


A-2 Opinião

TRIBUNA DO VALE

Se a expectativa estivesse acima da meta, subia os juros para derrubar a demanda e, consequentemente, os preços” Luis Nassif

Sabado e domingo, 19 e 20 de março de 2011

A medida administrativa mexeu com os brios dos platinenses, o que de certa forma é compreensível”

A RTIGO

E DITORIAL

Cabo-de-guerra interminável Uma vez mais o Norte Pioneiro assiste a uma disputa entre dois municípios da região, curiosamente governados os dois por prefeitas do Partido dos Trabalhadores as quais, em tese, deveriam trabalhar unidas. Desta vez a disputa se dá em torno de uma das mais reconhecidas instituições brasileiras, o Corpo de Bombeiros. Os Bombeiros estão passando por uma ampla reestruturação em nível de Estado, que tecnicamente avaliou ser impraticável manter duas estruturas do mesmo porte em distância inferior a 20 km uma da outra. Optou, a Corporação, a subordinar a unidade de Santo Antonio da Platina à de Jacarezinho, cidade polo administrativo estadual e federal da Região, onde está em construção uma majestosa nova sede para os Bombeiros, localizada na Avenida Brasil (entrada da cidade). A medida administrativa mexeu com os brios dos platinenses, o que de certa forma é compreensível. Afinal, Santo Antonio da Platina está melhor localizada - pouco, é verdade - e tem maior população que a vizinha Jacarezinho. Por outro ângulo de visão, porém, é da tradição que Jacarezinho ocupe um espaço de liderança regional, uma vez que abriga inúmeros órgãos da administração estadual HORÁRIO DE FECHAMENTO

21:00

Neno Bartholomei*

e federal, e detém uma expressão política representada pelos deputados Pedro e Abelardo Lupion. Os políticos platinenses deixaram escapar a cadeira que o município detinha na Câmara Federal ao não garantirem ao seu legitimo representante - Chico da Princesa - a pretendida reeleição. Lutar para a manutenção do “status” de subgrupamento dos Bombeiros, francamente, é demonstração de falta de visão política. A cidade possui tantas e outras carências que o mais correto seria buscar compensações, em vez de manter essa infindável queda-de-braço com outro município da mesma região. Afinal são todos irmãos, ou não? Muito já se falou sobre a necessidade, por exemplo, de um Centro de Detenção e Ressocialização, assunto esquecido, ultimamente. Ou da importância da criação de novos cursos de graduação na Universidade Estadual do Paraná (Uenp). Seria mais inteligente a união de esforços para conquistas desse porte, no lugar da disputa para saber quem fica com o capitão dos Bombeiros, sem qualquer demérito à importância da função. É muito pouco para uma região que almeja superar as desigualdades na comparação com outras partes do Paraná.

C HARGE

chargeonline.com.br

NESTA EDIÇÃO TEM

16 PÁGINAS CADERNO PRINCIPAL - OPINIÃO - POLÍTICA - GERAL - CIDADES - COTIDIANO - ATAS & EDITAIS - IDEIAS

A 01 - 08 A 02 A 03 A 04 A 05 A 06 A 07 A 08

2ª CADERNO - PUBLICIDADE - ATAS & EDITAIS - SOCIAL

B 01 - 08 B 01 B 02 - 07 B 08

Editorial

PREVISÃO PARA HOJE

330 180

Ah! Essas mulheres Que as mulheres são o esteio dos homens, estamos cansados de saber. Só não ficamos alardeando aos quatro ventos. Que não vivemos sem elas, também sabemos. Que são elas as que realmente criam e educam nossos filhos, pura verdade. A mulher é carinhosa, perspicaz e sábia. É ela que acalma a família num momento de crise. Sabe cuidar de um ente querido adoentado como ninguém. Como uma maestrina, de batuta na mão, rege o concerto familiar, que ao final é aplaudido por todos. Ela gesta, fala, acredita, admira e coloca amor em tudo o que faz para a família. Sem sombra de dúvida a mulher é o centro das atenções em todos os aspectos da vida de um homem. Mas, existem mulheres... e mulheres. Ponto! Chega a beirar o ridículo o papel que vem representando a “presidenta”. Ela vem sendo maquiada para se Ela gesta, passar ou se aproximar o mais possível da figura fala, acredita, da mulher brasileira. Fez admira e coloca omelete no programa da amor em tudo o Ana Maria Braga, vale que faz para a lembrar que o programa família não foi ao vivo. Muitas perguntas foram cortadas e editadas para não constranger a agora “presidenta”. Beijinhos e mesuras no programa da Hebe. Daqui a pouco vai ao do Ratinho palpitar sobre um DNA qualquer. Perdoe-me Senhora “Presidenta”. A Senhora é de fato e de direito a representante do povo brasileiro; mas daí, a ser referência da mulher brasileira, existe uma distância abissal. Citarei uma frase do escritor, poeta e desenhista Inglês - John Ruskin ( 1819 – 1900), que deixará claro, de uma vez por todas, para a Senhora, o que é ser uma Mulher : “O caminho da mulher está juncado de flores; mas estas crescem atrás dos seus passos e não na frente.” Tenham todos um bom final de semana na proteção do G:.A:.D:.U:. – Neno Bartholomei – M:.I:. – Homem Livre.

A RTIGO Renato Chagas*

SANTO ANTÔNIO DA PLATINA

Precisamos de usinas nucleares

A RTIGO Luis Nassif *

As mudanças no Copom Nos últimos dias o Banco Central deu sinais robustos de que pretende modificar o sistema de “metas inflacionárias” que serviu de base para a definição da política monetária da gestão Armínio Fraga para cá. Desde o início havia vulnerabilidades óbvias nesse modelo, mas minimizadas pela pesada ortodoxia vigente no período e pelos interesses sedimentados em torno dos ganhos proporcionados pelos juros altos. O modelo tinha funcionamento simples. Primeiro, o COPOM (Comitê de Política Monetária do Banco Central) define uma meta de inflação para o ano. Periodicamente, o Banco Central asculta o mercado, para analisar a média de opiniões sobre a inflação do ano. Se a expectativa estivesse acima da meta, subia os juros para derrubar a demanda e, consequentemente, os preços. Ao longo dos últimos anos, venho apontando sistematicamente os erros do modelo: 1. O modelo não permite atuar diretamente em cima das fontes de pressão inflacionária, mas sim sobre o conjunto de preços da economia como um todo. Suponha que a inflação fosse afetada por reajustes de tarifas de ônibus, mensalidades escolares ou algum choque na oferta de hortifrutigranjeiros. Nenhuma desses fatores está ligado ao excesso de demanda. No entanto, o BC aumentava os juros derrubando a demanda como um todo, o preço e o emprego de setores que sequer estavam pressionando a inflação.

TRIBUNA DO VALE

O Diário da nossa região - Fundado em agosto de 1995 Editora Jornal Tribuna do Vale LTDA CNPJ 01.037.108/0001-11 Matriz: Rua Tiradentes 425, Centro Santo Antônio da Platina, PR Fone/Fax: 43 3534 . 4114

Diretor Responsável Benedito Francisquini - MTB 262/PR tribunadovale@tribunadovale.com.br tribunadovale@uol.com.br

2. As consultas se davam exclusivamente com analistas econômicos de grandes instituições financeiras. Muitas vezes tem-se inversão brusca nas tendências da economia, mas que demora a aparecer nas estatísticas. Por isso mesmo, o FED (o BC americano) baseia-se não apenas nas estatísticas, mas em conversas permanentes com setores do varejo, da indústria, da agricultura, para captar tendências. O departamento de crédito dos bancos têm o pulso do consumo na mão muito mais que o departamento econômico – que só trabalha com os dados a posteriori. No entanto, ouve-se apenas o economista. 3. O sistema de consultas ao mercado é viciado. Como se trata de um universo pequeno, trabalhando em cima dos mesmos dados, há uma auto-alimentação. Meia dúzia de instituições criam uma expectativa, os jornais reverberam, gera-se um movimento de pressão que leva o BC a aumentar os juros. Muitas vezes a alta da inflação é pontual, problemas de safra, preços internacionais de commodities, altas sazonais que sabe-se serão diluídos nos meses seguintes. Mas como não é possível avaliar a priori os efeitos das taxas de juros, a volta à normalidade acabava sendo atribuída à Selic e não ao fim das pressões pontuais. 4. A meta de inflação era o ano calendário, não os doze meses seguintes. Isso fazia com que, no segundo semestre, se tentasse alcançar a ferro e fogo as metas do ano, obrigando a elevações muito maiores nos juros. Representação: MERCONET Representação de Veículos de Comunicação LTDA Rua Dep. Atílio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 ¦ Fax: 41-3079-3633 Vendas Assinatura Anual R$ 150,00 Trimestral R$ 45,00 Semestral R$ 90,00 On-line R$ 100,00

Impressão e Fotolito: Editora Jornal Tribuna do Vale Fone/Fax : 43 3534 . 4114

Desde que o ex-presidente Geisel no tempo da ditadura militar comprou da Alemanha as sucatas que eles na época chamavam de usinas nucleares que hoje estão em Angra dos Reis, qualquer pessoa de bom senso desconfiou daquele ufanismo todo. Bom, lá estão elas, construídas num local onde se for preciso uma evacuação vai morrer mais gente na correria do que pela contaminação. Quem já foi para Angra sabe que tipo de estradas eles têm por lá. No Nordeste os governadores estão disputando a tapa quatro usinas nucleares que estão planejadas para serem construídas nas margens do já sacrificado rio São Francisco. É de rir se não fosse para chorar. Um país rico em rios e ventos como o nosso não precisa de usinas nucleares. Basta que se construa pequenas usinas que gerarão energia para algumas cidades. Isso seria estratégico e limpo, pois se desse um problema numa delas, as outras providenciariam energia para cobrir o problema até ser sanado.Vejam Itaipu. O retrato da megalomania, basta um pequeno problema e lá vem grandes problemas para metade do país. Se fossem algumas pequenas, nada disso aconteceria. Mas temos de imitar os que não têm a grande quantidade de rios que nós temos. Claro que tudo isso poderia muito bem ser feito sem agredir muito a natureza. Qual melhor, algumas espécies sendo prejudicadas ou a espécie humana morrendo por radiação? Não precisamos de usinas nucleares. Precisamos de pequenas usinas em rios de médio porte. Precisamos de ensino onde as crianças fiquem na escola o dia todo. Precisamos de políticos mais inteligentes e que pensem realmente no futuro de seus netos e bisnetos, não apenas no seu pequeno futuro de vinte anos ou menos. Precisamos de trens de carga e de passageiros, enfim, precisamos de uma elite menos burra e cruel. Circulação: Abatiá ¦ Andirá ¦ Arapoti ¦ Bandeirantes ¦ Barra do Jacaré ¦Cambará ¦ Carlópolis ¦ Conselheiro Mairink ¦ Figueira¦Guapirama ¦ Ibaiti ¦ Itambaracá ¦ Jaboti ¦ Jacarezinho Jaguariaíva ¦ Japira ¦ Joaquim Távora ¦ Jundiaí do Sul ¦ Pinhalão ¦ Quatiguá ¦ Ribeirão Claro ¦ Ribeirão do Pinhal ¦ Santo do Itararé ¦Santana do Itararé ¦Santo Antônio da Platina ¦ São José da Boa Vista ¦ Sengés ¦ Siqueira Campos ¦Tomazina ¦ Wenceslau Bráz

Filiado a Associação dos Jornais Diário do Interior do Paraná

* Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.


Política A-3

TRIBUNA DO VALE

Sabado e domingo, 19 e 20 de março de 2011

Nosso foco passa a ser, com essas mudanças, a geração de oportunidades de trabalho, emprego e renda” Deputado Romanelli

P anorama Regional Bola dentro

C em municípios paranaenses estão isentos, a partir deste ano, do pagamento por serviços prestados pelo Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-PR). O anúncio foi feito pelo governador Beto Richa (PSDB) na tarde desta quinta-feira (dia 17), durante visita à 37ª. Expo-

Umuarama. “No ano que vem, mais 100 municípios serão isentados e, até 2013, todos serão liberados deste pagamento”, informou Richa. Para quem não sabe, são as prefeituras que repassam os recursos para o funcionamento do Instituto para o pagamento dos técnicos e profissionais disponibilizados aos municípios.

Romanelli empossa Andraus no escritório da Secretaria de Trabalho JACAREZINHOSecretário quer parceria com Uenp e Instituto Federal para qualificar trabalhador para o mercado

Divulgação

Reforço Em Curitiba, o governador e o secretário nacional da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Laudemir Muller, entregaram, 250 veículos ao Emater para renovação e modernização da frota. “Os novos carros certamente vão agilizar a chegada dos extensionistas às propriedades rurais e o atendimento no campo”, disse o governador. Richa também anunciou a contratação de mais 400 técnicos para o Instituo nos próximos quatro anos. Melhorar é preciso Richa foi além e manifestou determinação para que o Emater trabalhe com foco em resultados e também com empenho para apoiar e fortalecer os municípios. “São medidas que garantem, ao mesmo tempo, apoio ao pequeno produtor e aos municípios”, disse. A isenção vai representar uma economia de cerca de R$ 4,3 milhões por ano para as primeiras 100 prefeituras contempladas. Economia No total, os municípios repassam cerca de R$ 12 milhões em convênios de assistência técnica e extensão rural para o Emater – custo que será progressivamente assumido pelo Governo do Estado, ao longo de quatro anos. Para permitir o repasse, os recursos serão colocados como despesa no orçamento do Estado, informou Natalino Avance de Souza, diretor técnico do Emater. Apoio Um bom número de prefeitos da região prestigiou a posse do ex-colega Cristóvam Andraus na chefia da Setp, em solenidade realizada ontem (dia 18), em Jacarezinho. Cláudio Revelino (Joaquim Távora), Efraim Morais (Quatiguá), Edão (Barra do Jacaré), Renato Custódio (Japira), Luiz Antonio Liechoki (Siqueira Campos), Neto (Cambará). Maria Ana Pombo (Santo Antonio da Platina) enviou representante - Orlando Pimentel. Andraus disse que, a partir de segunda-feira (dia 21), iniciará uma série de visitas aos prefeitos, visando formalizar parcerias nos municípios. Agenda cheia O deputado federal Abelardo Lupion (DEM) participa neste domingo (dia 20), no CTG de Ribeirão Claro, de almoço beneficente e leilão em prol da Santa Casa de Misericórdia. No período da tarde, o deputado visita o 11.o Pescar - Pesca Esportica da Corvina -, na Ilha Ponciano, município de Carlópolis. Em seguida Lupion vai a Curitiba, onde na segunda-feira (dia 21) tem agendada reunião do Democratas. À noite, retorna a Brasília. Olho aberto Em apenas uma sessão, extraordinária, realizada na manhã desta sexta-feira (dia 18), a Câmara Municipal de Jacarezinho aprovou por unanimidade, em dois turnos de votação, nada menos que 42 projetos de lei. O Presidente da Casa, vereador José Izaías Gomes (Zola, PT), considerou o feito positivo, conforme se depreende de notícia publicada no site Projac (www.projac.com.br). Legislativo. E como fica o ditado que diz ser a pressa inimiga da perfeição? Ou aquele outro que avisa ao apressado que ele come crú? Variedade Entre os projetos de lei "discutidos" (deu tempo?) e votados estão a implantação de pavimentação asfáltica no acesso ao Instituto Federal de Tecnologia; ca onstrução de um novo recinto para leilões no Centro de Eventos; aquisição de um ônibus adaptado e uma van para a APAE; pavimentação asfáltica da Avenida 2, no Jardim Panorama; reforma do Terminal Rodoviário (Avenida Brasil); pavimentação asfáltica, drenagem e sinalização turística do acesso ao Santuário da Mãe Rainha – Trecho II; aquisição de um terreno na Vila São Pedro para instalação de uma Academia de Terceira Idade – ATI. Será que passa? A Comissão de Reforma Política do Senado Federal aprovou a proposta de fim da reeleição e ampliação dos mandatos no Poder Executivo para cinco anos. Apenas dois senadores entre 14 presentes votaram contra. A medida não atingiria quem está no cumprimento do mandato, a candidatura à reeleição em 2014 estaria assegurada. A Comissão decidiu também manter o voto obrigatório no país. Para que as alterações passem a valer, precisam ainda ser aprovadas em outras comissões e nos plenários do Senado e da Câmara.

Autoridades estaduais e regionais participaram da posse Cristóvam Andraus ocorrida ontem em Jacarezinho Da Assessoria

O secretário do Trabalho, Emprego e Promoção Social (Setp), Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), deu posse ontem ao novo chefe do Escritório Regional da Setp em Jacarezinho, Cristóvam Andraus. Na ocasião também foi empossado o assistente Antonio Carlos de Almeida (Tomate, PSB). Romanelli fez um relato das ideias e projetos que está implementando na Setp. As mudanças começarão pelo nome da Secretaria, que deverá chamar-se Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária. A alteração depende da aprovação de um projeto de lei a ser encaminhado pelo governador Beto Richa (PSDB) à Assembleia Legislativa.

A área de Promoção Social ficará a cargo da secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa. "Nosso foco passa a ser, com essas mudanças, a geração de oportunidades de trabalho, emprego e renda. Queremos estimular e apoiar o associativismo, o cooperativismo, e dar prosseguimento a ações que já vinham sendo desenvolvidas, como a Compra Direta, o Banco Social, os programas de qualificação profissional", elencou Romanelli. O secretário falou também sobre parcerias que espera firmar com a Universidade Estadual do Norte do Paraná (Uenp) e com o Instituto Federal, a fim de ampliar as possibilidades de qualificação e treinamento dos trabalhadores na região. "O Norte Pioneiro conta agora

com dois jovens deputados, além de mim, para ajudar a desenvolver esta importante região. Temos um desafio pela frente e conto com a ajuda de todos", disse. Somar forças A solenidade aconteceu na sede do Escritório da Setp em Jacarezinho e contou com a presença do deputado federal Abelardo Lupion (DEM), deputado estadual Hermas Brandão Junior (Herminhas, PSB), reitor da Universidade Estadual do Norte do Paraná, Eduardo Meneghel Rando, prefeitos, vereadores e lideranças políticas regionais. Para Lupion, a escolha de Critóvam Andraus para a chefia do Escritório foi muito feliz, pois "trata-se de um homem honrado, de caráter, batalhador e de grande capacidade. Acima de tudo é

um político leal", elogiou o deputado demista. A mesma opinião manifestou Herminhas, responsável também pela indicação de Tomate. "São pessoas com experiência administrativa e com relevantes serviços públicos prestados à população do Norte Pioneiro. Estaremos sempre à disposição para auxiliar em tudo que for possível", enfatizou. A Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi) esteve representada por seu presidente, Cláudio Revelino, prefeito de Joaquim Távora. O presidente da Câmara Municipal de Jacarezinho, José Izaías Gomes (Zola, PT), representou o Legislativo, na companhia dos vereadores Wilson Ferreira (PMDB), Dr. Nilton (DEM) e Wandinho (PSDB).

JACAREZINHO

Codapar busca parceria para instalação de entreposto agrícola na região Divulgação

Homero Pavan

A Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná (Codapar) quer formalizar parceria com a C ompanhia Nacional de Ab aste c i me nto ( C onab ) para a instalação de um entreposto agrícola no Norte Pioneiro. Segundo o presidente da estatal paranaense, Silvestre Tino Staniszewski, existe a possibilidade de utilização do armazém repassado pelo Ministério da Agricultura à Conab, localizado em Jacarezinho. A informação é do vereador Edilson da Luz (PSDB), do município de Jacarezinho, que esteve na quintafeira (dia 17) em Curitiba, visitando Staniszewski. Da Luz foi recebido pelo presidente da Companhia e pelo Diretor Técnico Sinval Reis, oportunidade em que solicitou apoio aos produtores de café da região com relação ao armazenamento

Edilson da Luz, Silvestre Staniszewski e Sinval Reis, na sede da Codapar

do produto. Em atendimento ao pedido do vereador, uma equipe técnica da Codapar estará em Jacarezinho na próxima semana visitando a rede de

armazéns locais. "A C odapar estará fazendo o levantamento da capacidade e das condições atuais do armazém da Conab de Jacarezinho, com o objetivo de

verificar a possibilidade de se fazer uma parceria entre Codapar e Conab, visando o armazenamento de café dos produtores dessa região", informou Staniszewski.


A-4 Geral

TRIBUNA DO VALE

Sabado e domingo, 19 e 20 de março de 2011

Deputado diz que decisão sobre subgrupamento é do governador POLÊMICA Hermas Brandão Júnior diz que definição sobre cidade escolhida será do governador e do comando do CB Marco Martins

O deputado estadual Hermas Brandão Júnior, o Herminhas (PSB), disse ontem em visita à redação da Tribuna do Vale, que ainda não há uma definição sobre a sede do subgrupamento do Corpo de Bombeiros que o governo estadual pretende instalar no Norte do Estado. De acordo

com o parlamentar, a decisão só será anunciada depois que o assunto for discutido entre o comando do CB e o governador Beto Richa. “Quem vai decidir se o subgrupamento será instalado em Santo Antônio da Platina ou em Jacarezinho é o governador, depois de ouvir as opções, condições e facilidades oferecidas e exigidas pelos interessados”, disse. A declaração de Herminhas foi dada logo depois da assessoria do também deputado estadual Pedro Lupion (DEM) ter anunciado que o comando do CB havia confirmado a instalação de um subgrupamento em Cornélio Procópio e Jacarezinho. Santo Antônio da Platina continuaria abrigando uma seção, assim como Ibaiti e Wenceslau Braz abrigariam unidades subordinadas ao subgrupamento de Jacarezinho. Conforme Herminhas, as definições sobre a instalação de qualquer unidade do CB devem passar ainda pelo crivo técnico do governo, já que não

há certeza se existem recursos alocados no Orçamento Geral do Estado deste ano para obras desse porte. Há ainda a possibilidade de o assunto ficar somente para 2012. De qualquer maneira, o parlamentar explicou que antes de 90 dias não haverá definição sobre o assunto. No entanto ele explicou que o mais importante é que o subgrupamento seja instalado na região e que leve-se em conta questões de logísticas, assim como de orçamento. “Acredito que haverá bom senso entre as lideranças que vão atender as exigências necessárias. Mas antes de qualquer coisa é necessário trabalhar para que a região não perca essa unidade. Uma unidade como essa representa aumento do efetivo, mais veículos e equipamentos à disposição da população do Norte Pioneiro”, justificou o deputado. IML O deputado Hermas Brandão Júnior também anunciou

Antônio de Picolli

Herminhas tem discutido com o governo subgrupamento do CB e IML

que solicitou ao secretário de Segurança do Paraná, Reinaldo de Almeida César a reestruturação da unidade regional do Instituto Médico Legal (IML), com sede em Jacarezinho. Segundo Herminhas, o IML funciona de forma precária em um imóvel residencial sem

funcionários suficientes e com a falta de equipamentos básicos para realização de exames e autópsias. Herminhas denunciou que até o veículo usado para recolher corpos não reúne as mínimas condições de segurança. “É um veículo com

vidros quebrados, que roda com pneus carecas e vários problemas mecânicos”, disse o parlamentar. De acordo com o deputado, a Secretaria Estadual de Segurança (Sesp) deverá se pronunciar sobre o IML de Jacarezinho em 30 dias.

AGRONEGÓCIO

Produtores de cana garantem que não faltará etanol Agência Brasil

Representantes de produtores de cana-de-açúcar garantiram ao governo federal que o mercado será regularmente abastecido com etanol, mesmo no período da

entressafra. Eles estiveram reunidos nesta quinta-feira (17/03) com os ministros da Fazenda, Guido Mantega, e de Minas e Energia, Edison Lobão, além de representantes do Ministério da Agricultura. “Sempre na entressafra

há uma dúvida que surge na cabeça das pessoas, de que pode haver alguma crise no abastecimento. Mas estamos conversando com os produtores e eles nos transmitiram a firmeza de que o mercado será plenamente abastecido”,

disse Lobão. O presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), Marcos Jank, disse que a produção começará no início de abril e até a primeira quinzena do mês mais de 50% da usinas estarão

18/03/11

CÂMBIO

18/03/11

DÓLAR COMERCIAL

INDICE BOVESPA Alta: 1,00%

66.879 pontos

Volume negociado: R$ 8,46 bilhões 66.684 67.169 67.005 66.002 66.215 66.879

Baixa: 0,95% Compra Venda

EURO

Var. março: +0,42% R$ 1,668 R$ 1,670

DÓLAR PTAX (Banco Central) Baixa: 0,22% Compra Venda

11/03

14/03

15/03

16/03

Ações Petrobrás PN Vale PNA BMFBovespa ON ItauUnibanco PN Brasil ON Hypermarcas ON B2W Varejo ON Redecard ON

17/03

% -0,64 +1,98 +2,48 +2,13 +1,42 +6,17 -6,05 +3,45

18/03

R$ 27,90 46,83 11,55 35,98 28,50 19,80 23,90 23,06

BOLSAS NO MUNDO

%

Dow Jones Londres Frankfurt Tóquio

+0,71 +0,39 +0,11 +2,72

11.858,52 5.718,13 6.664,40 9.206,75

OURO - BM&F

var. dia

18/03

+0,65%

R$ 78,00 /grama

IR

MARÇO

BASE (R$)

Alíquota Parc. a % deduzir Até R$ 1.499,15 Isento De R$ 1.499,16 a 2.246,75 7,50% 112,43 De R$ 2.246,76 a 2.995,70 15% 280,94 De R$ 2.995,71 a 3.743,19 22,50% 505,62 Acima de R$ 3.743,19 27,50% 692,78

Deduções: a) Assalariados: 1-R$ 150,69 por dependente; 2 - pensão alimentícia; 3 - contribuição à Prev. Social; 4 - R$ 1.499,16 por aposentado a partir de 65 anos; 5 - contribuições à previdência privada e aos Fapi pagas pelo contribuinte; b) Carne Leão: itens de 1 a 3 mais as despesas escrituradas no livro-caixa.

SELIC/IR IR 2010 - A oitava parcela venceu em 30/11.

Para pagamento de parcelas atrasadas há em março juros Selic de 9,39% + multa. MÊS TAXA SELIC Dez/10 0,93% Jan/11 0,86%

MÊS TAXA SELIC Fev/11 0,84% *Mar/11 1,00%

*No mês corrente a Selic é sempre 1,00% Indicadores Econômicos: elaboração da agência Dossiê:Dinheiro. Fone: (41) 3205-5378

Var. março: 0,00% R$ 1,68 R$ 1,81

DÓLAR TURISMO Baixa: 0,56% Compra Venda

Alta: 0,84% Compra Venda

Var. março: +3,32% R$ 2,3664 R$ 2,3677

EURO TURISMO

Var. março: +0,65% R$ 1,6712 R$ 1,6720

DÓLAR PARALELO Estável Compra Venda

Var. março: 0,00% R$ 1,645 R$ 1,745

Estável Compra Venda

Var. março: +3,77% R$ 2,33 R$ 2,48

OUTRAS MOEDAS X REAL Iene Libra esterlina Peso argentino

R$ 0,0207 R$ 2,71 R$ 0,41

US$ 1 É IGUAL A: Iene Libra esterlina Euro

80,86 0,6164 0,7062

ÍNDICES DE INFLAÇÃO Índices em % INPC (IBGE) IPCA (IBGE) IPCA-E (IBGE) IPC (FIPE) IPC (IPARDES) IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV) IPA-DI (FGV) IPC-DI (FGV) INCC (FGV)

set 0,54 0,45 0,31 0,53 0,26 1,15 1,10 1,47 0,46 0,21

out 0,92 0,75 0,62 1,04 0,90 1,01 1,03 1,32 0,59 0,20

nov 1,03 0,83 0,86 0,72 0,54 1,45 1,58 1,98 1,00 0,37

REAJUSTE ALUGUÉIS Índice INPC (IBGE) IPCA (IBGE) IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV)

jan 1,0647 1,0591 1,1132 1,1130

fev 1,0653 1,0599 1,1150 1,1127

possível, mas isso depende de outras condições, como o clima”, alertou. Lobão também disse que o governo não pensa em alterar o percentual de etanol acrescentado à gasolina neste momento.

Mercado Agropecuário

Indicadores Econômicos BOVESPA

produzindo etanol. Segundo ele, a possibilidade de desabastecimento existe todos os anos, mas, neste momento, o risco é muito pequeno. “Estamos fazendo de tudo para que as empresas comecem a moer [a cana] o mais rápido

mar 1,0636 1,0601 1,1130 1,1112

* Correção anual. Multiplique valor pelo fator acima

PREVIDÊNCIA

dez 0,60 0,63 0,69 0,54 0,68 0,69 0,38 0,21 0,72 0,67

jan 0,94 0,83 0,76 1,15 0,91 0,79 0,98 0,96 1,27 0,41

fev 0,54 0,80 0,97 0,60 0,10 1,00 0,96 1,23 0,49 0,28

ano 1,49 1,64 1,74 1,75 1,00 1,80 1,94 2,20 1,77 0,69

12m 6,36 6,01 6,08 6,05 5,47 11,30 11,12 13,69 6,02 7,44

OUTROS INDICADORES jan fev mar BTN + TR 1,546827 1,547932 1,548743 TJLP (%) 6,00 6,00 6,00 Sal. mínimo 540,00 540,00 545,00 FGTS (%) 0,3875 0,3183 0,3875 TAXA SELIC ANUAL: 11,75%

COMPETÊNCIA FEVEREIRO

Vencimento: empresas 18/03 e pessoas físicas 15/03. Após multas de 4% a 100% e juros (Selic)

Empresário/empregador

Facultativo

Contribui com 11% sobre o pró-labore, entre R$ 540,00 (R$ 59,40) e R$ 3.689,66 (R$ 405,86), através de GPS.

Contribui com 20% sobre qualquer valor entre R$ 540,00 (R$ 108,00) e R$ 3.689,66 (R$ 737,93), através de carnê.

Autônomo

Assalariados

1) Quem só recebe de pessoas físicas: recolhe por carnê 20% sobre os limites de R$ 540,00 (R$ 108,00) a R$ 3.689,66 (R$ 737,93). 2) Quem só recebe de pessoas jurídicas: a empresa recolhe 11% sobre o máximo de R$ 3.689,66 (R$ 405,86) e desconta do autônomo. 3) Quem recebe de jurídicas e físicas: têm desconto de 11% sobre o que recebe de jurídicas, até R$ 3.689,66 (R$ 405,86). Se não atingir este teto, recolhe 20%, via carnê, sobre a diferença até R$ 3.689,66. 4) Aut. especial: recolhe 11% por carnê, sobre R$ 540,00 (R$ 59,40), mas só se aposenta por idade.

Salários até 1.106,90 De 1.106,91 até 1.844,83 De 1.844,84 até 3.689,66

8,00% 9,00% 11,00%

Empregados domésticos Alíquota % R$ mín R$ máx Empregado 8 a 11 43,20 405,86 Empregador 12 64,80 442,76 Total 20 a 23 108,00 848,62

SALÁRIO FAMÍLIA - FEVEREIRO/2011 Salário de até R$ 573,58 Salário de R$ 573,59 a 862,11

R$ 29,41 R$ 20,73

TR, TBF, POUPANÇA TR MÊS Janeiro/11 Fevereiro/11 Março/11

POUPANÇA MÊS Janeiro/11 Fevereiro/11 Março/11

LOTES - ATACADO

% 0,07 0,05 0,62

ano 0,07 0,12 1,76

12 m 0,76 0,81 7,08

% 0,57 0,55 0,62

ano 0,57 1,13 1,76

12 m 6,98 7,03 7,08

TAXAS DIÁRIAS % Período 10/2 a 10/3 11/2 a 11/3 12/2 a 12/3 13/2 a 13/3 14/2 a 14/3 15/2 a 15/3 16/2 a 16/3 17/2 a 17/3 18/2 a 18/3 19/2 a 19/3 20/2 a 20/3 21/2 a 21/3 22/2 a 22/3 23/2 a 23/3 24/2 a 24/3 25/2 a 25/3 26/2 a 26/3 27/2 a 27/3 28/2 a 28/3 1/3 a 29/3 1/3 a 30/3 1/3 a 31/3 1/3 a 1/4 2/3 a 2/4 3/3 a 3/4 4/3 a 4/4 5/3 a 5/4 6/3 a 6/4 7/3 a 7/4 8/3 a 8/4 9/3 a 9/4

TR 0,0000 0,0078 0,0000 0,0000 0,0018 0,0246 0,0069 0,0116 0,0221 0,0232 0,0232 0,0243 0,0050 0,0072 0,0216 0,0166 0,0289 0,0289 0,0413 0,0396 0,0635 0,0973 0,1212 0,0921 0,1009 0,0489 0,0410 0,0731 0,1053 0,1274 0,1500

TBF 0,7263 0,7479 0,7399 0,7399 0,7318 0,7648 0,7470 0,7517 0,7623 0,7634 0,7634 0,7645 0,7450 0,7473 0,7718 0,7667 0,7791 0,7791 0,7916 0,7899 0,8340 0,8781 0,9222 0,8728 0,8817 0,8093 0,8013 0,8437 0,8861 0,9284 0,9612

POUP 0,5000 0,5078 0,5000 0,5000 0,5018 0,5247 0,5069 0,5117 0,5222 0,5233 0,5233 0,5244 0,5050 0,5072 0,5217 0,5167 0,5290 0,5290 0,5415 0,6218 0,5926 0,6014 0,5491 0,5412 0,5735 0,6058 0,6280 0,6508

18/03/11

SOJA - saca 60kg PRAÇA Paranaguá Ponta Grossa Maringá Cascavel Sudoeste Guarapuava

TRIGO - saca 60kg

R$ 49,70 47,50 45,00 45,00 45,00 45,50

SEM 1,4% 2,2% 1,1% 2,3% 1,1% 0,0%

30 d. -2,5% -4,0% -3,2% -1,1% -2,2% -2,2%

-3,4% 0,0% 0,0% 0,0% -5,6% -1,9%

-5,1% -3,8% 0,0% 1,8% -3,8% -3,8%

PRAÇA Curitiba Ponta Grossa Maringá Cascavel

28,00 25,00 26,00 28,00 25,50 25,50

PRODUTO Bezerro (1) Boi gordo (2) Café (3) Algodão (4)

PREÇO AO PRODUTOR Produto

unidade

SOJA saca 60 kg MILHO saca 60 kg TRIGO saca 60 kg FEIJÃO CAR. saca 60 kg BOI GORDO arroba, em pé SUÍNO kg, vivo FRANGO kg, vivo CAFÉ BEN. beb. dura, 60kg CAFÉ kg, em coco

média PR - R$ 43,82 23,35 26,65 74,68 98,69 2,22 1,79 419,46 6,73

var. 7 dias -0,8% -1,0% 1,4% 7,9% 0,6% 2,8% 0,6% -0,7% -0,1%

BOLSA DE CHICAGO (CBOT) SOJA - US$cents por bushel (27,216 kg)

MILHO

Cont. FECH. mai/11 1.362,50 jul/11 1.371,50

Cont. mai/11 jul/11

18/03/11

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS 27,25 2,1% -1,3% 28,00 2,2% -1,3%

FECH. 683,50 690,00

0,09 1,67

931,16 931,98

9,71

SAL. MÍNIMO - PARANÁ Grupo 1 R$ 663,00 Trab.s na agricultura. Grupo 2 R$ 688,50 Serviços administrativos, domésticos e gerais, vendedores e trab. de reparação.

Se o seu negócio é capital , anuncie nos jornais diários do interior do Paraná.

Grupo 3 R$ 714,00 Trab. produção de bens e serviços industriais Grupo 4 R$ 765,00 Técnicos nível médio. * Todos valores válidos a partir de maio/2010.

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS 37,00 2,9% -5,1% 36,25 2,9% -4,8%

FARELO - US$ por tonelada curta (907,2kg)

TRIGO - US$cents por bushel

(25,4 kg)

mai/11 jul/11

mai/11 jul/11

0,6% -15,5% 1,0% -14,4%

367,90 371,10

9,30 9,30

5,1% 5,0%

0,5% 1,0%

723,00 758,50

12,75 13,25

*Diferença sobre dia anterior. 1,00 ponto = US$ 0,01 na soja, milho e trigo e US$ 1,00 no farelo

*Diferença s/ dia anterior. 1,00 ponto = US$ 0,01 no café e algodão.

Oeste

Jacar. R$ 43,00 26,50 30,60 105,00 98,00 2,40 2,15 410,00 6,20

- US$cents por bushel (25,4 kg)

Norte

8,62

C.Proc. R$ 43,50 23,00 26,40 98,00 2,00 410,00 7,20

MERCADO FUTURO

Cont. mai/11 jul/11

0,31 2,00 10,27

var. 30 dias -6,5% -0,7% 3,4% 26,0% 1,2% 5,2% 0,6% 4,6% 8,0%

Fonte: Sima/Deral/Seab. Os preçs nas praças referem-se aos valores “mais comuns” apurados

Cont. mar/11 mai/11

0,11 0,91

MÊS 1,55% 0,56% 1,20% 0,70%

18/03/11 var. diária 1,6% 0,1% 0,6% 0,0% 0,2% -0,9% 0,0% 1,1% 0,7%

Fonte: Sinduscon/PR e Sinduscons regionais R$/m2 JAN FEV %m %ano %12m Paraná 917,54 918,54 0,11 0,19 8,21 905,12 906,10

R$ DIA 742,45 0,27% 105,96 -0,03% 530,08 1,11% 398,65 0,54%

Soja, milho e trigo: fonte Dossiê:Dinheiro; Cepea/Esalq: mais informações em www.cepea.esalq.usp.br

ALGODÃO

Noroeste 902,59 905,41

30 d. 13,8% 15,8% 15,8% 14,0%

1- preço médio no MS, unid. de 8 a 12 meses; 2 -média à vista da arroba no Estado de SP; 3 - valor à vista saca 60kg posto SP Capital, arábica, bica corrida, tipo 6; 4 - em pluma, cent/R$ por libra-peso (453 gr), posto SP Capital.

BOLSA DE NOVA YORK (NYBOT) CAFÉ - US$cents/libra peso (0,453 kg)

CUB PARANÁ

SEM 0,0% 0,0% 0,0% 0,0%

INDICADORES CEPEA/ESALQ

MILHO - saca 60kg Paranaguá Sudoeste Cascavel Maringá Ponta Grossa Guarapuava

R$ 33,00 33,00 33,00 32,50

FECH. 276,80 276,20

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS 5,40 1,1% 1,9% 5,30 0,7% 1,2%

18/03/11 - US$cents/libra peso (0,453 kg)

FECH. 199,12 189,46

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS 7,00 3,0% 1,1% 7,00 2,9% 1,6%

BOLSA DE MERCADORIAS DE SÃO PAULO (BM&F) MILHO - R$/saca 60 kg SOJA - US$ saca 60 kg - *(em 21/01) Cont. mai/11 mai/12

C 30,30 28,37

VP 0,57 0,55

CN 2 141

CA 149 660

1.678 392

3.914 3.659

BOI GORDO - R$/arroba mar/11 out/11

105,32 105,25

0,51 0,35

Cont. mai/11 set/11

C 28,90 28,66

VP 0,03 0,24

18/03/11 CN 905 681

CA 5.696 6.669

CAFÉ - US$/saca 60 kg (arábica) mai/11 set/11

360,25 346,35

6,45 6,75

24 1.488

1.161 9.246

C-cotação de fechamento (ajuste diário); VP-variação diária (1 ponto = US$ 1,00 ou R$ 1,00); CN - contratos negociados no dia; CA-contratos em aberto.

ADI-PR: 20 jornais diários localizados nas cidades polos de desenvolvimento COMERCIALIZAÇÃO: (41)3079-4666


Cidades A-5

TRIBUNA DO VALE

Sabado e domingo, 19 e 20 de março de 2011

Construção Civil aquece mercado, mas sofre com falta de mão de obra Fotos: Antônio de Picolli

S.A.PLATINA Setor já enfrenta falta de profissionais que preferem receber por dia trabalhado Aline Damásio

O incentivo do governo federal para a construção de moradias através do programa Minha Casa, Minha Vida tem aquecido o mercado da construção civil em Santo Antonio da Platina e região. Porém, o bom momento que o setor vive tem esbarrado na falta de mão de obra. De acordo com a agência da Caixa, em 2010 foram expedidos 157 contratos para construção de casas através do programa federal e a previsão para este ano é de que cerca de 350 contratos sejam fechados através do programa. No ano passado, segundo a Secretaria Municipal de Planejamento foram emitidos 288 alvarás de licença de construção e ampliação de obras, este ano, apenas nos primeiros meses 50 alvarás já foram emitidos

Empresas precisam desde mestre de obras à servente sem experiência , há vagas para outros locais

no município. A construção civil também tem incentivado principalmente, o mercado de trabalho. Na Agência do Trabalhador existem hoje quase 40 vagas. Elas são oferecidas por diversas empresas que precisam desde mestre de obras até serventes sem experiência e vagas até para outros estados. O pedreiro João Batista da Costa Filho saiu do emprego numa firma para se dedicar a construção civil. “Faz 14 anos que trabalho como pedreiro e até hoje nunca me faltou serviço. Estou reformando essa casa sozinho, pois nem servente estou encontrando para me

ajudar e com isso tenho até perdido alguns serviços”, diz. Batista conta que consegue uma renda de até mil reais por mês na profissão. “Atualmente recebo por dia de trabalho, e mesmo assim tenho tido bom rendimento. Ficar rico a gente não fica mesmo, mas graças a Deus trabalho não tem me faltado”, afirma. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria e Construção Civil de Ponta Grossa, que atua na região, o piso salarial de um mestre de obras é de R$1.293,60. Já o salário do servente de pedreiro é de R$609,40. O pedreiro Antonio da Silva está trabalhando

há três meses nas casas do programa Minha Casa, Minha Vida em Santo Antonio da Platina e conta que trabalhar por dia é mais lucrativo que por empreita. “Hoje em dia um pedreiro não cobra menos de R$70 por dia de trabalho, além da diária do servente. Muitos dispensam serviço, pois algumas empresas querem pagar abaixo disso”, explica. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de Ponta Grossa, Ademir Dias, acredita que a falta de profissionais no mercado está ligada a dois fatores: serviço pesado e remuneração. Apesar de o salário de

Pedreiro João Batista da Costa Filho trabalha há 14 anos no setor

pedreiro ser o melhor se comparado ao de trabalhadores de outros 12 ramos de atividades, esta remuneração não garante a permanência no emprego. “Tomando por base 10 a 12 sindicatos, a remuneração do nosso é a melhor. O salário é bom, mas ainda é pouco”, defende. A maior dificuldade, segundo Ademir, não está em

encontrar pessoas dispostas a trabalhar, mas achar profissionais qualificados. “Para construir uma casa é preciso pedreiro. Um prédio também precisa pedreiro. O pedreiro precisa saber trabalhar. É diferente do servente de obra, pessoa que muitas vezes em três, quatro dias está apta ao trabalho”, diz.

 S.A. PLATINA

Prefeitura inicia pavimentação de rua no bairro Colorado O Departamento de Obras da prefeitura de Santo Antônio da Platina iniciou ontem a pavimentação da rua Ivo Farto Brito, uma das mais importantes do bairro Colorado. A expectativa do departamento é que a obra, que envolve 800 metros da via, seja finalizada ainda hoje. A pavimentação faz parte de um convênio de financiamento entre prefeitura e governo do estado, através do programa Paraná Cidade. De acordo com o diretor de obras do município, Fernando Lemes Vicente, o programa já pavimentou ruas nos bairros Vila Claro –rua Maria Dalila Pinto, Tiradentes e Munhoz da Rocha- e Aparecidinho 1rua Prefeito Arnolfo Alves. “O custo total dessas obras é R$ 787 mil”, disse.

Cerca de 20 funcioná- prefeitura Gino de Oliveira. rios da construtora Salenco, “Serão plantadas ár vores nas calçade Ourinhos, das, que vão vencedora ter também da licitação, trechos graestavam tramados para balhando no aument ar a Colorado ond r e n a g e m”, tem. concluiu o Além de pavimendiretor de Planejamentar cerca de t o Va l m o r sete mil metros quadraBinde. Segundo dos da rua, a obra prevê Lemes, divers o s b ai r ro s também a construção de calçadas eco- da cidade ainda vão ganhar lógicas, meiopavimentação neste ano. “A fio e galeria prefeitura pluvial. “Toda a obra de pa- metros quadrados está investindo em infravimentação da rua Ivo Farto e calçamenestrutura e Brito vai receber mu it as r u as to está sendo de outros feita respeipavimentação tando as leis bairros da cide acessibilidade e ecológi- dade vão ser beneficiadas cas”, disse o engenheiro da com asfalto”, finalizou.

Antônio de Picolli

Toda a obra de pavimentação e calçamento está sendo feita respeitando as leis de acessibilidade e ecológicas”

7 mil

Cerca de 20 operários trabalhavam na pavimentação da via na tarde de ontem.

Antônio de Picolli

Da Redação

Perigo: Mesmo diante do cenário de epidemia de dengue que vive hoje Jacarezinho e com mais de 150 notificações registradas e 19 casos confirmados em Santo Antônio da Platina, ainda é comum encontrar lixo amontoado pelas ruas da cidade. A foto acima mostra uma pilha de lixo localizada na rua Laura Maria de Jesus, na Vila Santa Cruz, em Santo Antônio da Platina. Moradores do bairro fizeram a denúncia informando que o lixo acumulado tem servido de criadouro para o mosquito aedes aegypti, transmissor da doença.


A-6 Cotidiano

TRIBUNA DO VALE

Sabado e domingo, 19 e 20 de março de 2011

Familiares de presos receberam mais de R$ 360 mil no ano passado

NORTE PIONEIRO Cerca de 60 famílias de presos da região foram beneficiadas com o auxílio reclusão Da Redação

O Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) pagou pelo menos R$ 367 mil às famílias de 60 presos da região amparados pelo auxílio reclusão, benefício do governo federal que prevê o pagamento de valor que varia de um salário mínimo até o teto de R$ 862,11 para cônjuges e filhos do preso. O levantamento feito pela Tribuna do Vale levou em conta dados obtidos nas delegacias de Jacarezinho, Santo Antônio da Platina, Ibaiti e Joaquim Távora, Ribeirão Claro e Tomazina. As outras delegacias não conseguiram informar o número exato de presos beneficiários. A média de presos nas carceragens do Norte Pioneiro é de aproximadamente 400 detentos, porém nem todos estão inclusos no benefício. Somente os dependentes de segurados da Previdência Social têm esse direito. O benefício é concedido aos dependentes do segurado que for preso por qualquer motivo durante

todo o período de reclusão. Entende-se por dependentes o cônjuge, companheiros, filhos e irmãos menores de 21 anos e pais. Em caso de fuga, liberdade condicional, extinção da pena ou em regime aberto, a família deixa de receber o benefício. Para a família ter direito ao auxílio, o detento não pode receber salário da empresa na qual trabalhava antes da prisão. Além disso, receber auxíliodoença e aposentadoria também não são permitidos. Se o preso falecer, o auxílio reclusão será convertido em pensão por morte. Após a liberação do auxílio, os dependentes devem apresentar à Previdência Social, de três em três meses, atestado de que o trabalhador continua preso. Esse documento pode ser a certidão de prisão preventiva, a certidão da sentença condenatória ou o atestado de recolhimento do segurado à prisão. O valor do auxílio-reclusão corresponde à média dos 80%

Antônio de Picolli

 Prós e Contras O cientista político Antônio Flávio Testa afirma que o auxílio-reclusão tem grande papel social. Para ele, muitas famílias dos condenados ficam numa situação difícil durante o tempo em que o chefe de família encontra-se preso. “Esse auxílio pode ajudar a família a se manter e essa renda vai para quem realmente precisa”. Testa ainda informa que é preciso haver fiscalização. “Um acompanhamento gerencial bem feito desse desembolso seria importante para evitar distorções e uso indevido”. Para Testa, o preso deveria ser obrigado a trabalhar para custear as próprias despesas e ajudar a família. “Mas seria necessário haver algumas mudanças na lógica prisional brasileira e mudar a mentalidade gerencial sobre o cumprimento das penas”, analisa. O especialista aponta ainda que o sistema penitenciário brasileiro é apenas punitivo, e muito caro. Para ele, o condenado deveria ser obrigado a aprender uma profissão útil para o mercado e trabalhar produtivamente durante o cumprimento da pena. “Se isso não ocorrer, as bolsas auxílio não ajudarão muito, e o custo social e financeiro para o governo e a sociedade, que é quem sustenta o sistema, somente vai aumentar, pois a reincidência no crime torna-se inevitável”, argumenta. melhores salários do segurado da Previdência a partir de 1994, desde que o último seja menor ou igual a R$ 862,11. Para o segurado especial (trabalhador rural), o valor do auxílio-reclusão será de um salário-mínimo, se o empre-

gado não contribuiu facultativamente. O benefício pode ser solicitado nas Agências da Previdência Social mediante o cumprimento das exigências cumulativas e a apresentação dos documentos exigidos pelo Ministério da Previdência.

Pelo menos 60 presos da região estão inseridos no auxílio reclusão

OITO ANOS DEPOIS

Capitão Morais é absolvido em julgamento realizado ontem Da Redação com informações de Juninho Queiroz

O comandante da 1ª Companhia da Polícia Militar de Santo Antônio da Platina, capitão Antônio Carlos de Morais e o Sargento reformado da Polícia Militar, Américo Miranda Santos Neto foram absolvidos ontem, pelo tribunal do júri no Fórum Leonel Pessoa da Cruz Marques, em Joaquim Távora. Eles eram réus no processo sobre a morte de Luiz Carlos Gomes Junior – conhecido como CDI-, morto em uma troca de tiros com a PM em 2002, em Joaquim Távora. O júri foi composto pelo juiz de Direito Ricardo Damasceno, o promotor Guilherme Carneiro Resende pelo advogado de defesa dos réus, Eurolino Schinel dos Reis, além dos jurados (cinco mulheres e três homens), que por unanimidade, decidiram pela absolvição dos réus. O promotor relatou que por falta de provas a dupla deveria ser

absolvida. Após a sentença proferida pelo juiz, Morais comemorou a decisão e desabafou. “Foram oito anos de desgaste até o fim deste processo, que me trouxe muitos prejuízos, mas enfim a justiça foi feita”. O comandante do 2º Batalhão da PM de Jacarezinho, Aírton Sérgio Diniz, também se pronunciou após a sentença. “O Capitão Morais, como é chamado pelos companheiros e trabalho, é um profissional querido e respeitado por todos os membros da corporação, devido ao seu alto grau de profissionalismo, competência, dedicação, participando efetivamente nas operações policias, sendo um dos grandes responsáveis pelo combate à criminalidade no Norte Pioneiro, especialmente o narcotráfico”, elogia. O caso Na noite de 19 de abril de 2002, por volta das 22 horas, Luiz Carlos Gomes Junior – conhecido como CDI- famoso no meio policial por sua

conduta violenta de agir, teria tentado um furto próximo ao Colégio Estadual Miguel Dias, no centro de Joaquim Távora, juntamente com mais quatro comparsas armados. O vigilante noturno Valdir Aparecido Lorente Baceli flagrou a ação do grupo e, via rádio, informou o plantonista da delegacia sobre a situação. O funcionário público Pedro Donizete Vale, que por falta de profissionais capacitados para assumir a função estava de plantão naquela noite na delegacia, atendeu ao chamado de Valdir e foi até o local onde estava o grupo. Dentro de uma das viaturas da Polícia Civil, Pedro foi surpreendido por CDI que o matou com um tiro na cabeça. O funcionário público morreu no local e Valdir, também baleado, ficou estirado no chão. CDI aproveitou a situação e utilizou a motocicleta de Valdir para empreender fuga ao ver a chegada de uma viatura da Polícia Militar, acionada após os tiros disparados. Quando a equipe da PM chegou ao local, Donizete já estava sem vida dentro da viatura e Valdir ferido gravemente no chão com tiro

Juninho Queiroz

Com absolvição, Morais pode ganhar promoção para major em breve

no peito provocado por um revolver calibre 38. Diante da situação foi armado um cerco policial na cidade. Tanto a zona urbana quanto a rural ficaram sob olhares atentos de policiais militares e civis. Participaram também do cerco o delegado de Joaquim Távora na época, Júlio César de Souza e do enArquivo de família

tão promotor de justiça Almir Carreiro Jorge do Santos. Por volta das 5 horas da manhã do dia 20 de fevereiro, CDi foi identificado e denunciado por moradores da zona rural de Guapirama. Imediatamente os policiais foram até o local e tiveram êxito em localizar CDI, que teria desobedecido à ordem policial

Homenagem pra vó Dorotheia Minha querida avó Dorothéia Marques Guimarães você se foi, mas é como se você estivesse em nossos corações todos os dias na hora do almoço de domingo, na hora do nossos cafezinhos todos os dias no final da tarde, hoje em dia muitos perguntam qual o motivo de tanta união da família, qual é o nosso segredo, todos querem saber... e eu digo, o nosso segredo foi dado por ela durante muitos e muitos anos e a palavra se chama AMOR E UNIÃO entre nós todos. Vozinha onde quer que você esteja lá de cima do céu junto com nosso querido anjo avô Alexandre e nossa querida tia Edina você vai continuar tomando nosso café da tarde e junto com eles se tornando o anjo que mais brilha no céu. Um ano sem ouvir sua voz, ver seu sorriso lindo, olhar nos olhos. Um ano sem receber sua proteção

e atirado contra os policias. Na sequência, o acusado foi alvejado pelo capitão Morais e pelo sargento Américo. Com apenas 20 anos, CDI foi morto com dois tiros na cabeça e dois tiros na altura da cintura. O jovem ainda foi levado ao hospital Lincoln Graça, de Joaquim Távora, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

e seu carinho nas horas difíceis, Um ano sem você, e o tempo é implacável ele passa e leva embora momentos, pessoas e oportunidades. Apesar da certeza de que esta num lugar melhor, a saudade não diminui pelo contrário, só aumenta cada dia mais, uma saudade gostosa, saudade da segurança e ter ao nosso lado, de saber que ali encontraremos um amor incondicional e verdadeiro. Vozinha Querida eu vou dizer uma frase que você escreveu um dia quando eu pedi sentada no sofá: Vó escreve uma frase que você tem vontade, e ela me escreveu uns dias antes de falecer. “Jamais esquecerei quem amei”. Hoje só tenho a agradecer pelo presente maravilhoso que Deus nos deu, a vida vivida conosco. Hoje dia 19/03/2011, faz um ano que você se foi, Vó, te amaremos para sempre. Suas Netas Fabiene Guimarães Vilas Boas e Aline Guimarães e Toda sua Família.


TRIBUNA DO VALE

Sabado e domingo, 19 e 20 de março de 2011 PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRÁ (PROJETO DE LEI Nº. 011/2011 – PMA) LEI Nº. 2.185 DE 18 DE MARÇO DE 2011 SÚMULA: Dispõe sobre autorização para abertura de Crédito Adicional Especial no valor de R$ 897.145,16 (oitocentos e noventa e sete mil, cento e quarenta e cinco reais e dezesseis centavos). A Câmara Municipal de Andirá aprovou e eu, JOSÉ RONALDO XAVIER, Prefeito Municipal de Andirá, sanciono e promulgo a seguinte lei: Art. 1º - Fica o Executivo Municipal autorizado a abrir “CRÉDITO ADICIONAL ESPECIAL”, nas Dotações Orçamentárias abaixo especificadas: 05. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES 002. DEPARTAMENTO DE ENSINO 2.024. Manter os Centros de Educação Infantil - Demais Recursos 3.3.90.30.00.00 01110 MATERIAL DE CONSUMO 1.034,39 09. SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E URBANISMO 002. DEPARTAMENTO DE OBRAS PÚBLICAS 1.007. Recuperar, Recapear e Pavimentar Ruas do Município 3.3.90.30.00.00 03000 MATERIAL DE CONSUMO 50.000,00 10. SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL 003. FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 2.097. Manter o Programa Projovem Adolescente - PSB 3.3.90.30.00.00 51773 MATERIAL DE CONSUMO 3.715,00 3.3.90.36.00.00 51773 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA 33.000,00 15. SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTES E LAZER 001. GABINETE DE ESPORTES E LAZER 2.120. Manter o Gabinete de Esportes e Lazer 3.1.90.11.00.00 01000 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS - PESSOAL CIVIL 128.644,34 3.1.90.13.00.00 01000 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 27.645,60 3.1.90.16.00.00 01000 OUTRAS DESPESAS VARIÁVEIS - PESSOAL CIVIL 18.019,64 3.1.91.13.00.00 01000 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 18.019,64 3.3.90.14.00.00 01000 DIÁRIAS - PESSOAL CIVIL 6.500,00 3.3.90.30.00.00 01000 MATERIAL DE CONSUMO 1.000,00 3.3.90.33.00.00 01000 PASSAGENS E DESPESAS COM LOCOMOÇÃO 11.053,19 3.3.90.36.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA 24.013,36 3.3.90.39.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 5.000,00 4.4.90.52.00.00 01000 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE 20.000,00 002. DEPARTAMENTO DE ESPORTES 2.121. Manter as Atividades Esportivas 3.3.90.30.00.00 01000 MATERIAL DE CONSUMO 50.000,00 3.3.90.31.00.00 01000 PREM. CULTURAIS, ARTÍSTICAS, CIENTIF, DESPORT. E OUTRAS 18.000,00 3.3.90.33.00.00 01000 PASSAGENS E DESPESAS COM LOCOMOÇÃO 8.000,00 3.3.90.36.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA 3.000,00 3.3.90.39.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 81.000,00 4.4.90.52.00.00 01000 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE 20.000,00 003. DEPARTAMENTO DE LAZER 2.122. Manter as Atividades Recreativas 3.3.90.30.00.00 01000 MATERIAL DE CONSUMO 19.000,00 3.3.90.31.00.00 01000 PREM. CULTURAIS, ARTÍSTICAS, CIENTIF, DESPORT. E OUTRAS 5.000,00 3.3.90.33.00.00 01000 PASSAGENS E DESPESAS COM LOCOMOÇÃO 2.000,00 3.3.90.36.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA 5.000,00 3.3.90.39.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 5.000,00 4.4.90.52.00.00 01000 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE 10.000,00 16. SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA E MEIO AMBIENTE 001. GABINETE DA AGRICULTURA E MEIO AMBIENTE 2.123. Manter o Gabinete de Agricultura e Meio Ambiente 3.1.90.11.00.00 03000 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS - PESSOAL CIVIL 90.000,00 3.1.90.13.00.00 03000 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 7.000,00 3.1.90.16.00.00 03000 OUTRAS DESPESAS VARIÁVEIS - PESSOAL CIVIL 6.000,00 3.1.91.13.00.00 03000 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 17.000,00 3.3.90.14.00.00 03000 DIÁRIAS - PESSOAL CIVIL 6.000,00 3.3.90.30.00.00 03000 MATERIAL DE CONSUMO 5.000,00 3.3.90.33.00.00 01000 PASSAGENS E DESPESAS COM LOCOMOÇÃO 3.000,00 3.3.90.36.00.00 03000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA 5.000,00 3.3.90.39.00.00 03000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 10.000,00 4.4.90.52.00.00 01000 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE 10.000,00 002. DEPARTAMENTO DE AGRICULTURA 2.124. Manter o Departamento de Agricultura 3.3.90.30.00.00 01000 MATERIAL DE CONSUMO 10.000,00 3.3.90.36.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA 5.000,00 3.3.90.39.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 10.000,00 2.125. Manter os Abastecedouros Municipais 3.3.90.30.00.00 01000 MATERIAL DE CONSUMO 3.000,00 3.3.90.39.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 1.500,00 2.126. Firmar Convênios de Assistência Técnica ao Meio Rural 3.3.30.41.00.00 01000 CONTRIBUIÇÕES 5.000,00 2.127. Manter as Estradas Rurais 3.3.90.30.00.00 03000 MATERIAL DE CONSUMO 50.000,00 3.3.90.39.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 10.000,00 003. DEPARTAMENTO DE PECUÁRIA 2.128. Manter o Departamento de Pecuária 3.3.90.30.00.00 01000 MATERIAL DE CONSUMO 10.000,00 3.3.90.36.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA 5.000,00 3.3.90.39.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 10.000,00 004. DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE 2.129. Manter o Departamento de Meio Ambiente 3.3.90.30.00.00 01000 MATERIAL DE CONSUMO 10.000,00 3.3.90.36.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA 5.000,00 3.3.90.39.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 10.000,00 2.130. Manter o Barracão de Reciclagem 3.3.90.30.00.00 01000 MATERIAL DE CONSUMO 7.500,00 3.3.90.36.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA 1.000,00 3.3.90.39.00.00 03000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 6.500,00 4.4.90.52.00.00 01000 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE 5.000,00 Art. 2° - Os recursos para a abertura do Crédito Adicional Especial de que trata esta lei serão resultantes do estimado excesso de arrecadação da fonte de recursos 1110 – Programa Dinheiro Direto na Escola no valor de R$ 1.034,39 (mil e trinta e quatro reais reais e trinta e nove centavos) e da fonte 1773 – Programa Duke/ Projovem no valor de R$ 36.715,00 (trinta e seis mil, setecentos e quinze reais), do superávit financeiro do exercício de 2010 da fonte de recursos 3000 – Recursos Livres no valor de R$ 193.049,74 (cento e noventa e três mil, quarenta e nove reais e setenta e quatro centavos), da anulação externa da fonte 1001 – Recursos do Tesouro (Descentralizados) da Autarquia Municipal de Esportes de Andirá no valor de R$ 262.066,55 (duzentos e sessenta e dois mil, sessenta e seis reais e cinqüenta e cinco centavos) e do cancelamento no valor de R$ 404.279,48 (quatrocentos e quatro mil, duzentos e setenta e nove reais e quarenta e oito centavos) das seguintes dotações orçamentárias: 05. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES 004. DEPARTAMENTO DE ESPORTES 2.106. Manter as Atividades Esportivas 3.1.90.11.00.00 01000 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS - PESSOAL CIVIL 79.596,83 3.1.90.16.00.00 01000 OUTRAS DESPESAS VARIÁVEIS - PESSOAL CIVIL 33.025,81 3.1.91.13.00.00 01000 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 18.019,64 3.3.90.14.00.00 01000 DIÁRIAS - PESSOAL CIVIL 650,00 3.3.90.30.00.00 01000 MATERIAL DE CONSUMO 52.679,50 3.3.90.33.00.00 01000 PASSAGENS E DESPESAS COM LOCOMOÇÃO 1.000,00 3.3.90.36.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA 10.878,47 3.3.90.39.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 24.013,36 4.4.90.52.00.00 01000 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE 5.000,00 07. SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO 001. GABINETE DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO 2.053. Manter o Gabinete da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico 3.1.90.11.00.00 01000 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS - PESSOAL CIVIL 68.965,61 3.1.90.16.00.00 01000 OUTRAS DESPESAS VARIÁVEIS - PESSOAL CIVIL 2.000,00 3.1.91.13.00.00 01000 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 5.000,00 002. DEPARTAMENTO DE FOMENTO AGRÍCOLA 2.054. Manter o Departamento de Fomento Agrícola 3.3.90.14.00.00 01000 DIÁRIAS - PESSOAL CIVIL 2.000,00 3.3.90.30.00.00 01000 MATERIAL DE CONSUMO 10.408,70 3.3.90.39.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 1.541,56 2.055. Manter os Abastecedouros Municipais 3.3.90.30.00.00 01000 MATERIAL DE CONSUMO 3.000,00 3.3.90.39.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 1.500,00 2.056. Firmar Convênios de Assistência Técnica ao Meio Rural 3.3.30.41.00.00 01000 CONTRIBUIÇÕES 5.000,00 2.057. Manter as Estradas Rurais 3.3.90.30.00.00 03000 MATERIAL DE CONSUMO 50.000,00 3.3.90.39.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 10.000,00 005. DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE E TURISMO 2.052. Manter o Barracão de Reciclagem 3.3.90.30.00.00 01000 MATERIAL DE CONSUMO 7.500,00 3.3.90.36.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA 1.000,00 3.3.90.39.00.00 01000 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 6.500,00 4.4.90.52.00.00 01000 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE 5.000,00 12. AUTARQUIA MUNICIPAL DE ESPORTES 001. GABINETE DO ESPORTE 2.098. Manter o Gabinete da Autarquia Municipal de Esportes 3.1.90.11.00.00 01001 VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS - PESSOAL CIVIL 49.951,97 3.1.90.13.00.00 01001 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 10.989,43 3.1.90.16.00.00 01001 OUTRAS DESPESAS VARIÁVEIS - PESSOAL CIVIL 1.000,00 3.1.91.13.00.00 01001 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 1.000,00 3.3.90.14.00.00 01001 DIÁRIAS - PESSOAL CIVIL 6.895,00 3.3.90.30.00.00 01001 MATERIAL DE CONSUMO 5.000,00 3.3.90.33.00.00 01001 PASSAGENS E DESPESAS COM LOCOMOÇÃO 1.000,00 3.3.90.36.00.00 01001 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA ‘2.000,00 3.3.90.39.00.00 01001 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 12.765,15 4.4.90.52.00.00 01001 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE 3.000,00 002. DEPARTAMENTO DE ATIVIDADES ESPORTIVAS 2.099. Manter as Atividades Esportivas 3.1.90.13.00.00 01001 OBRIGAÇÕES PATRONAIS 1.300,00

Atas&Editais A-7 3.3.90.30.00.00 01001 MATERIAL DE CONSUMO 25.000,00 3.3.90.31.00.00 01001 PREM. CULTURAIS, ARTÍSTICAS, CIENTIF, DESPORT. E OUTRAS 18.000,00 3.3.90.33.00.00 01001 PASSAGENS E DESPESAS COM LOCOMOÇÃO 8.000,00 3.3.90.36.00.00 01001 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA 6.500,00 3.3.90.39.00.00 01001 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 77.665,00 4.4.90.52.00.00 01001 EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE 20.000,00 003. MANTER OS CENTROS ESPORTIVOS 2.100. Manter os Centros Esportivos 3.3.90.30.00.00 01001 MATERIAL DE CONSUMO 3.000,00 3.3.90.36.00.00 01001 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA 1.000,00 3.3.90.39.00.00 01001 OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 3.000,00 090. RESERVA DE CONTINGÊNCIA 9.999. Reserva de Contingência 9.9.99.99.00.00 99999 RESERVA DE CONTINGÊNCIA 5.000,00 Art. 3° - Ficam acrescentadas/reduzidas no Anexo – Programas Finalísticos – Plano Plurianual, Lei Municipal nº. 2.033 de 22 de dezembro de 2009, nos Programas descritos abaixo as metas discriminadas no artigo 1º desta lei: PROGRAMAS Acrescentar Reduzir 0002. APOIO ADMINISTRATIVO 254.000,00 109.915,87 0005. EDUCACAO INFANTIL 1.034,39 0011. ESPORTE PARA TODOS 485.895,77 481.930,16 0019. AGROPECUARIA 69.500,00 69.500,00 0022. OBRAS E INFRAESTRUTURAS 50.000,00 0023. ASSISTENCIA SOCIAL 36.715,00 0999. RESERVA DE CONTINGÊNCIA 5.000,00 Art. 4° - Ficam acrescentadas/reduzidas no Anexo I – Das Metas e Prioridades da Administração Municipal – Lei de Diretrizes Orçamentárias, previstas no art. 5º da Lei Municipal nº. 2.093 de 13 de julho de 2010, nas ações descritas abaixo as metas discriminadas no artigo 1º desta lei. Ações Acrescentar Reduzir 1.007. Recuperar, Recapear e Pavimentar Ruas do Município 50.000,00 2.024. Manter os Centros de Educação Infantil - Demais Recursos 1.034,39 2.052. Manter o Barracão de Reciclagem 20.000,00 2.053. Manter o Gabinete da Secretaria de Desenvolvimento 75.965,61 2.054. Manter o Departamento de Fomento Agrícola 13.950,26 2.055. Manter os Abastecedouros Municipais 4.500,00 2.056. Firmar Convênios de Assistência Técnica ao Meio Rural 5.000,00 2.057. Manter as Estradas Rurais 60.000,00 2.097. Manter o Programa Projovem Adolescente - PSB 36.715,00 2.098. Manter o Gabinete da Autarquia de Esportes 93.601,55 2.099. Manter as Atividades Esportivas 156.465,00 2.100. Manter os Centros Esportivos 7.000,00 2.106. Manter as Atividades Esportivas 224.863,61 2.120. Manter o Gabinete de Esportes e Lazer 259.895,77 2.121. Manter as Atividades Esportivas 180.000,00 2.122. Manter as Atividades Recreativas 46.000,00 2.123. Manter o Gabinete de Agricultura e Meio Ambiente 159.000,00 2.124. Manter o Departamento de Agricultura 25.000,00 2.125. Manter os Abastecedouros Municipais 4.500,00 2.126. Firmar Convênios de Assistência Técnica ao Meio Rural 5.000,00 2.127. Manter as Estradas Rurais 60.000,00 2.128. Manter o Departamento de Pecuária 25.000,00 2.129. Manter o Departamento de Meio Ambiente 25.000,00 2.130. Manter o Barracão de Reciclagem 20.000,00 9.999. Reserva de Contingência 5.000,00 Art. 5° - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Paço Municipal Bráulio Barbosa Ferraz, Município de Andirá, Estado do Paraná, em 18 de março de 2011, 68º da Emancipação Política. JOSÉ RONALDO XAVIER Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA - ESTADO DO PARANÁ AVISO DE ANULAÇÃO DE LICITAÇÃO A Prefeita Municipal de Santo Antônio da Platina (PR) torna público aos interessados e para fins de divulgação, que ANULA o Processo de Licitação Modalidade Pregão Presencial nº 002/2011, que tem por objeto a aquisição de materiais gráficos, necessários para as atividades de vários departamentos, pelo período de 12 (doze) meses; com base no art. 49 § 1º, da Lei 8.666/93, tornando sem efeito todos os atos nele praticados, desde o início. PUBLIQUE-SE o feito, revogando-se as disposições contrárias, assegurando aos interessados o contraditório e a ampla defesa. Santo Antonio da Platina, 17 de março de 2011. MARIA ANA V. G. POMBO Prefeita Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRÁ (PROJETO DE LEI Nº. 010/2011 – PMA) LEI Nº. 2.184 DE 18 DE MARÇO DE 2011 SÚMULA: Dispõe sobre autorização para abertura de Crédito Adicional Especial no valor de R$ 7.850,65 (sete mil, oitocentos e cinqüenta reais e sessenta e cinco centavos). A Câmara Municipal de Andirá aprovou e eu, JOSÉ RONALDO XAVIER, Prefeito Municipal de Andirá, sanciono e promulgo a seguinte lei: Art. 1º - Fica o Executivo Municipal autorizado a abrir “CRÉDITO ADICIONAL ESPECIAL” nas Dotações Orçamentárias abaixo especificadas: 05. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES 002. DEPARTAMENTO DE ENSINO 0.009. Restituir Saldo de Convênios e Transferências - Educação 3.3.31.93.00.00 1132 INDENIZAÇÕES E RESTITUIÇÕES 27,28 3.3.31.93.00.00 3132 INDENIZAÇÕES E RESTITUIÇÕES 2,00 07. SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO 001. GABINETE DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO 0.008. Restituir Saldo de Convênios e Transferências 3.3.20.93.00.00 1760 INDENIZAÇÕES E RESTITUIÇÕES 100,00 3.3.20.93.00.00 3760 INDENIZAÇÕES E RESTITUIÇÕES 7.721,37 Art. 2° - Os recursos para a abertura do Crédito Adicional Especial de que trata esta lei serão resultantes do cancelamento das seguintes dotações orçamentárias: 05. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES 002. DEPARTAMENTO DE ENSINO 2.031. Manter o Programa de Transporte Escolar 3.3.31.93.00.00 1132 INDENIZAÇÕES E RESTITUIÇÕES 27,28 3.3.31.93.00.00 3132 INDENIZAÇÕES E RESTITUIÇÕES 2,00 07. SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO 001. GABINETE DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO 2.053. Manter o Gabinete da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico 3.3.20.93.00.00 1760 INDENIZAÇÕES E RESTITUIÇÕES 100,00 3.3.20.93.00.00 3760 INDENIZAÇÕES E RESTITUIÇÕES 7.721,37 Art. 3° - Ficam acrescentadas/reduzidas no Anexo – Programas Finalísticos – Plano Plurianual, Lei Municipal nº. 2.033 de 22 de dezembro de 2009, nos Programas descritos abaixo as metas discriminadas no artigo 1º desta lei: PROGRAMAS ACRESCENTAR REDUZIR 0000. ENCARGOS ESPECIAIS 7.850,65 0002. APOIO ADMINISTRATIVO 7.821,37 0007. TRANSPORTE ESCOLAR 29,28 Art. 4° - Ficam acrescentadas/reduzidas no Anexo I – Das Metas e Prioridades da Administração Municipal – Lei de Diretrizes Orçamentárias, previstas no art. 5º da Lei Municipal nº. 2.093 de 13 de julho de 2010, nas ações descritas abaixo as metas discriminadas no artigo 1º desta lei. AÇÕES ACRESCENTAR REDUZIR 0.008. Restituir Saldo de Convênios e Transferências 7.821,37 0.009. Restituir Saldo de Convênios e Transferências - Educação 29,28 2.031. Manter o Programa de Transporte Escolar 29,28 2.053. Manter o Gabinete da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico 7.821,37 Art. 5° - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Paço Municipal Bráulio Barbosa Ferraz, Município de Andirá, Estado do Paraná, em 18 de março de 2011, 68º da Emancipação Política. JOSÉ RONALDO XAVIER Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAI DO SUL Estado Paraná RATIFICAÇÃO DO ATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 026/2011 Ratifico o ato da Comissão de Licitação, nomeada através da Portaria nº. 001 de 07 de janeiro de 2011 e Portaria n°. 015 de 11 de fevereiro de 2011, que declarou Dispensável a Licitação com fundamento no Art. 24, Inciso IV, Inciso II em favor do médico; Drº FRANCISCO ALVES DE ALMEIDA NETTO, podendo ainda, contratar outros profissionais, tantos quantos forem necessários para atender a demanda dos serviços, tendo em vista o caráter essencial e o potencial risco ao interesse público, visando Contratação de Profissional médico para atendimentos emergenciais ao Serviço Público Municipal de Saúde em substituição a servidora efetiva que entrará em férias. Período 21.03.2011 a 21.05.2011, período de 60 (sessenta). Escala e jornada definidos pelo Departamento de Saúde: a). plantão de doze horas de segunda a sexta feira; b). plantão de vinte e quatro horas aos sábados domingos e feriados, obedecendo o sistema de revezamento; c). atendimento: c.1). quatro horas diárias no hospital: d).oito horas diárias no Programa Saúde da Família (PSF)., no valor R$-360,00 (trezentos e sessenta reais) cada plantão de doze horas; e R$-720,00 (setecentos e vinte reais), cada plantão de vinte e quatro horas; R$-5.500,00 (cinco mil e quinhentos reais centavos) e R$-7.200,00 (sete mil e duzentos reais) mensal, para as jornadas de quatro e oito horas, respectivamente. Perfazendo um total de R$ - 13.780,00 (treze mil setecentos e oitenta reais), face ao disposto no Art. 26 da Lei nº 8.666/93, vez que o processo se encontra devidamente instruído. PUBLIQUE-SE Jundiaí do Sul, 18 de março de 2011. Eclair Rauen Prefeito Municipal


cmyb

TRIBUNA DO VALE

Sábado e domingo, 19 e 20 de março de 2010

O que me salvou é que sou um péssimo compositor, um péssimo cantor e um péssimo instrumentista. Aí tanto faz tocar piano ou enceradeira!”

Retalhos de

Ideias Marco Martins

redação2@tribunadovale.com.br

Enxada ou trator? Se a Justiça Eleitoral concordar é bem provável que o eleitor

poderá ter mais uma opção partidária já a partir de 2012. Tratase do Partido Rural, sigla que tem a sua criação sendo discutida por gente de alto coturno na política brasileira. E pelo jeito já deve nascer grande, a bancada ruralista no Congresso tem pelo menos 200 parlamentares.

Não duvido Há quem aposte que o Japão coloque em prática e conclua o

projeto de reconstrução do país, depois da série de terremotos e tsunamis, antes do Brasil terminar as reformas e construções dos estádios para a Copa de 2014.

Tom Zé www.tribunadovale.com.br

Ordem JOGO DOS SETE ERROS Por falar em terremoto no Japão, interessan-

te ver como os japoneses lidam com a tragédia. Apesar de todos os problemas causados pela catástrofe, o gari sequer deixou de fazer seu trabalho nas ruas da organizadíssima Tóquio. Na Terra do Sol Nascente não há registros de saques apesar da falta de comida e água mineral e, nem mesmo a falta de gasolina, faz os nipônicos furarem fila. Fosse aqui no Brasil o caos estaria instalado. A bagunça seria generalizada e políticos de oposição culpariam o governo pelo terremoto, assim como o governo culparia a oposição de ter fabricado o tremor de terra. Vai entender.

[ ] Profeta A nota que reproduzo é da coluna do meu amigo Aragão Fi-

lho, jornalista bom de papo e profissional dos mais competentes com quem aprendi muito nos meus tempos de Umuarama Ilustrado e Tribuna do Povo. “Do profeta Antonio Santiago, figura com bagagem cultural pra encher muitas caçambas: ‘Depois do “Sertanejo Universitário”, do “Luau Sertanejo”, o sertanejo no carnaval baiano, também conhecido como “Axé Sertanejo”, vem aí o “Pagode Sertanejo” e o “Sertanejo Gospel’. Os Maias tinham razão, de 2012 não passa”. Se continuar assim, meu caro, poderia até terminar antes.

A-8

Perguntinha E já que perguntar não ofende...qual

o departamento da prefeitura de Santo Antônio da Platina que organiza, licita, e fiscaliza o transporte público urbano na cidade?

Piratinha O custo total da gravação de um

DVD pirata, incluindo o próprio material, sai por R$ 1,08, segundo um entendido da área. Um lançamento original custa entre 25 e 30 mangotes, segundo a indústria.

Para refl etir “A cada dia que vivo, mais me convenço de

que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional” Carlos Drummond de Andrade

Preservação da história A prefeitura está construindo o Museu do Café, que deve ser

inaugurado em dezembro. As obras estão atrasadas devido às intensas chuvas dos últimos meses, mas estão em andamento. As obras de readequação das antigas instalações da estação ferroviária, que compreende a estação e três casas, começaram em julho. Todo o processo de reforma e restauração foi aprovado pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), para manter as características originais e preservar a memória cultural e histórica das construções. Mas se você acha que a iniciativa é de alguma prefeitura da região, meus caros leitores, vocês estão redondamente (?) enganados. O museu está sendo construído no distrito de Pirapó, em Apucarana.

Não enche Como é que é? Quer dizer que a Maria Be-

Repouso do guerreiro Antes de gostar de rock, gosto de boa música e assim sendo, cometeria heresia se deixasse de

sugerir ao notável leitor a possibilidade de ter contato com um dos gênios da nossa música. Desde a primeira vez que percebi o que diziam as letras das músicas de Cartola comecei a revirar tudo que encontrava dele na internet. Encontrei raridades, como o Programa Ensaio, na TV Cultura, na década de 1970, em que o mestre do samba divide o palco com a não menos talentosa Leci Brandão. São canções que fazem você rir, chorar e refletir. Cartola é a prova da natureza surpreendente do verdadeiro talento. Fez somente o primário e jamais conseguiu se integrar à estrutura de trabalho. Apesar do sucesso de seus sambas, Cartola morreu pobre, morando numa casa doada pela prefeitura do Rio de Janeiro, em 30 de novembro de 1980. Reserve seu tempo neste final de semana e procure pelo menos um música de Cartola e você verá que o que digo é real. Sugestão desse colunista é a lindíssima “Adorável Vagabundo”.

Do mestre “Ser gênio não é difícil.

Difícil é encontrar quem reconheça isso.” Millôr Fernandes

thânia pediu e teve autorização do Ministério da Cultura para captar recursos da ordem R$ 1,3 milhão com o objetivo de criar um blog? Só se esse blog for hospedado no Copacabana Palace. Ah, Bethânia, vai pentear essa gadelha, vai!

Economia O deputado Tiririca tem sido um dos mais

econômicos no Congresso. Gastou só R$ 42,03 em março, com “serviços postais”. Em janeiro, pediu reembolso de R$ 519 por duas passagens aéreas - sendo que uma delas custou R$ 80. Em pouco mais de dois meses de mandato, o “palhaço” como muita gente dizia por aí, se tornou exemplo pra muita raposa felpuda do Congresso. Tem gente que não entendeu que os votos dos paulistas em Tiririca era uma maneira de protestar. Só isso.

Sirene Mas que lambança das nossas “otoridades”

nessa mal explicada história do Corpo de Bombeiros, hein?


cmyb

TRIBUNA DO VALE

Sabado e domingo, 19 e 20 de marรงo de 2011

Geral B-1

cyan magenta yellow black


B-2 Atas&Editais

TRIBUNA DO VALE

Sabado e domingo, 19 e 20 de março de 2011

Please purchase PDFcamp Printer on http://www.verypdf.com/ to remove this watermark. PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUA Estado do Paraná Exercício:

2010

Demonstração da Dívida Fundada Adendo III a Portaria SOF nº 08, de 04/02/1985 Anexo XVI, da Lei nº 4.320/64

VENDE-SE Terreno no centro, com área de 434 m2 ,(com uma casa antiga em alvenaria) todo murado, portão eletrônico, situado à Rua Benjamin Constant, 500 - Santo Antonio da Platina/Pr. Informações:(43) 9977-6824

no Período de Janeiro a Dezembro AUTORIZAÇÕES LEIS (Número e Data)

6.01.01.01.14....... 6.01.01.01.15....... 6.01.01.01.16.......

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ LEI Nº 391/2011 SÚMULA: Dispõe sobre criação e denominação de prédio público. A CÂMARA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARE, ESTADO DO PARANÁ, APROVOU E EU, PREFEITO MUNICIPAL PROMULGO A SEGUINTE LEI: Art. 1º. Fica o Poder Executivo Municipal, autorizado a criar a Biblioteca Pública Cidadã, com sua sede instalada no prédio público desta municipalidade, no prolongamento da Rua Antonio dos Santos nº. 549. Art. 2º. A Biblioteca Pública Cidadã de que trata o art. 1º, será denominada de “BIBLIOTECA CIDADÃ PROFESSOR JOÃO ROSÁRIO FILHO”. Parágrafo Único. Faz parte deste projeto, como se nele estivesse transcrito o Anexo I, dispondo sobre a biografia do homenageado. Art. 3º. Esta Lei entra em vigor a partir da data de sua publicação, ficando revogadas as disposições em contrário. Paço Municipal José Galdino Pereira - Barra do Jacaré – Estado do Paraná, em 18 de março de 2011. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL Conselheiro Mairinck - Paraná RESOLUÇÃO Nº 001/2011 SÚMULA – Aprova a prestação de contas do recurso do Índice de Gestão Descentralizada - IGD, referente ao exercício 2009. O Conselho Municipal de Assistência Social – CMAS, do município de Conselheiro Mairinck – Pr, no uso de suas atribuições que lhe confere a Lei Municipal nº 425 de 15 de julho de 2010, - Considerando a deliberação da Plenária realizada em 01/03/2011; - Considerando o disposto no Inciso III, do artigo 30 da Lei Federal nº 8742/93; Resolve: Art. 1º - Aprovar a prestação de contas do recurso recebido do Índice de Gestão Descentralizada – IGD – do Governo Federal, referente ao exercício de 2009; Art. 2º - Esta Resolução entra em vigor a partir da data de publicação, revogadas as disposições em contrário. Conselheiro Mairinck, 10 de março de 2011. Vivia Aparecida da Silva Ogg Presidente do CMAS PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA PORTARIA Nº 116/11 A Prefeita Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, resolve: NOMEAR os servidores GETÚLIO HENRIQUE CALHEIRO CABRAL DO AMARAL, MARCOS PAULO DA SILVA e RENATA DE ALMEIDA ESPERANÇA, para, sob a Presidência do primeiro, comporem a Comissão de Processo Administrativo Disciplinar nº 004/11, para apuração de fatos pertinentes ao servidor objeto da denúncia contida no ofício nº 176/11, da Secretaria Municipal de Saúde, protocolado sob nº 3400/11, em 04/03/11. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALÍCIO DIAS DOS REIS, aos 17 de março de 2011. MARIA ANA VICENTE GUIMARÃES POMBO Prefeita Municipal

Saldo Anterior em Circulação

Valor

MOVIMENTO NO EXERCÍCIO Débito

0,00

CONT. 0692/2004 -PLANO DIRETOR CONT. 794/2004-PAVIMENTAÇÃO E CONT. 1672/2007 - CAMINHÕES

6.01.01.01.17....... Contrato nº. 1806/08 Please purchase PDFcamp Printer on http://www.verypdf.com/ to remove this watermark. Pavimentação de Vias Urbanas DEB. CONS. INSS LEI 1.181/2004 PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUA DEB. CONSOLIDADO 6.01.01.02.01.01.03..... INSS LEI 1.226 DE 11/01/2005 Estado do Paraná 6.01.01.02.01.01.04..... DEB. CONSOLIDADE INSS - LEI 1514/2008 Exercício: 2010 6.01.01.02.01.02.01..... DEB. CONS. FGTS LEI 857 30/03 6.01.01.02.01.01.02.....

SALDO PARA O EXERCICIO SEGUINTE

Crédito

Quantidade

0,00

0,00

34.975,10

14.940,26

2.188,44

22.223,28

218.868,01

108.765,25

38.461,39

148.564,15

252.349,95

48.163,74

19.308,38

223.494,59

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

101.895,37

104.812,73

2.917,36

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

2.260,27

503,80

251,90

128.668,11

6.01.01.02.02.16......

0,00

0,00

3.387,41

6.01.01.02.02.18......

RESTOS A PAGAR DE 1998

12.766,09

0,00

0,00

12.766,09

6.01.01.02.02.19......

RESTOS A PAGAR DE 1999

11.941,30

0,00

0,00

11.941,30

6.01.01.02.02.20......

COPEL LEI Nº. 1173/2004

0,00

0,00

0,00

0,00

6.01.02.02.01.......

TRIB. JUST. PR

6.01.01.02.02.15......

Demonstração RESTOS A PAGAR DE 1995

0,00

Saldo

da Dívida Fundada 2.260,27 III1996 a Portaria SOF nº 08, de 04/02/1985 128.920,01 RESTOSAdendo A PAGAR DE 3.387,41 Anexo RESTOS A PAGAR DE 1997 XVI, da Lei nº 4.320/64

6.01.01.02.02.14......

no Período de Janeiro a Dezembro 0,00 27.537,07

Total Grupo AUTORIZAÇÕES LEIS (Número e Data)

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ LEI Nº 390/2011 SÚMULA: Dispõe sobre reposição de perdas inflacionarias e reposição salarial sobre os vencimentos dos servidores públicos da Câmara Municipal de Barra do Jacaré. A CÂMARA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ – ESTADO DO PARANÁ APROVOU E EU, PREFEITO MUNICIPAL, PROMULGO A SEGUINTE LEI: Art. 1º. Com base na Lei Municipal de número 379 de 22/02/2011, fica concedida sobre os vencimentos dos Servidores Públicos da Câmara Municipal, uma reposição de perdas inflacionárias, no valor de 6,47%, (seis vírgula, quarenta e sete) por cento, correspondentes ao período inflacionário de 01/01/2010 a 31/12/2010, apurados pelo INPC (Instituto Nacional de Preços ao Consumidor) e mais 1,53% (Um vírgula cinquenta e três) por cento a título de reposição salarial. Parágrafo único. Os reajustes e a reposição salarial de que trata o caput deste artigo, incidirão sobre os valores de todos os cargos pertencentes ao quadro de pessoal da Câmara Municipal. Art. 2º. As despesas decorrentes desta lei correrão por conta de dotações orçamentárias próprias da Câmara Municipal. Art. 3º. Esta lei passa a vigorar a partir da data de sua publicação, retroagindo seus efeitos financeiros a partir de 01/01/2011. Art. 4º. Ficam revogadas as disposições em contrário. Paço Municipal José Galdino Pereira - Barra do Jacaré – Estado do Paraná, em 18 de março de 2011. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito

Quantidade

DIVIDA FUNDADA

ALUGA-SE Sala comercial, com wc, situada à R. 13 de maio, 425 centro Santo Antonio da Platina- Pr Contato :(43) 9977- 6824 PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ LEI Nº 389/2011 SÚMULA: Dispõe sobre reposição de perdas inflacionarias sobre os Subsídios dos Agentes Políticos do Município de Barra do Jacaré. A CÂMARA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ – ESTADO DO PARANÁ APROVOU, E EU, PREFEITO MUNICIPAL PROMULGO A SEGUINTE LEI: Art. 1º. De conformidade com a Lei Municipal de número 379 DE 22/02/2011, e do Provimento 056/2005 do Tribunal de Contas do Paraná fica concedido aos Agentes Políticos do Município de Barra do Jacaré, investidos nos cargos eletivos de Prefeito e Vice-Prefeito Municipal; Vereadores e Presidente da Câmara Municipal, uma reposição a titulo de perdas inflacionárias, no valor de 6,47%, (seis vírgula quarenta e sete) por cento, sobre seus subsídios mensais, correspondente ao período inflacionário de 01/01/2010 a 31/12/2010, apurado pelo INPC – Instituto Nacional de Preços ao Consumidor. Art. 2º. Esta lei passa a vigorar a partir da data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Paço Municipal José Galdino Pereira – Estado do Paraná, em 18 de março de 2011. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito

Identificação Contábil

TOTAIS Identificação Contábil

Quantidade

Comentários

Valor

767.363,51 Saldo Anterior em Circulação 767.363,51

27.537,07

0,00

304.722,85 90.664,54 MOVIMENTO NO EXERCÍCIO 304.722,85 90.664,54 Débito Crédito

SALDO PARA553.305,20 O EXERCICIO SEGUINTE 553.305,20 Quantidade Saldo

www.elotech.com.br

Page 1-of 2

Efraim Bueno de Moraes Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL DECRETO N°. 010/2010 Súmula: Diz respeito à equiparação salarial ao salário mínimo nacional a partir de março de 2011. Dartagnan Calixto Fraiz, prefeito do Município de Ribeirão do Pinhal, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais: Considerando que, a Presidente da República elevou o piso do salário mínimo para R$ 545,00 (quinhentos e quarenta e cinco reais). DECRETA Page 2assegurado of 2 Art. 1º. Fica aos servidores públicos efetivos e empregados públicos a partir de 1º de março de 2011, o salário mínimo de R$ 545,00 (quinhentos e quarenta e cinco reais). Art. 2º. O departamento de Recursos Humanos deverá proceder as devidas anotações para a folha do pessoal à partir de 1º de março de 2011. Art. 3º. Este decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogando-se disposições contrárias. Edifício da Prefeitura Municipal, em 17 de março de 2011. DARTAGNAN CALIXTO FRAIZ - Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA PORTARIA Nº 117/11 A Prefeita Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, resolve: NOMEAR os servidores SUMARA BERNARDI ALVES, GENILDO JOSÉ LUIZ SIQUEIRA e JULIANA DIAS SANDY, para, sob a Presidência do primeiro, comporem a Comissão de Processo Administrativo Disciplinar nº 006/11, para apuração de fatos pertinentes ao servidor objeto da denúncia contida no ofício nº 259/11, da Secretaria Municipal de Educação, protocolado sob nº 3246/11, em 02/03/11. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALÍCIO DIAS DOS REIS, aos 17 de março de 2011. MARIA ANA VICENTE GUIMARÃES POMBO Prefeita Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA PORTARIA Nº 114/11 A Prefeita Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, CONSIDERANDO o Processo Administrativo Disciplinar nº 01/2011, instaurado pela Portaria nº 002/11, de 05 de janeiro de 2011; RESOLVE: I – DECLARAR improcedente a denúncia feita ao servidor CÉSAR VICENTE DE LIMA, ocupante do cargo de Motorista, tendo em vista a conclusão da Comissão Disciplinar e o Parecer Jurídico nº 20/2011, com base no Parágrafo Único do artigo 158 da Lei Municipal nº 02/93. II – DETERMINAR ao Departamento de Recursos Humanos desta Prefeitura Municipal que arquive o Processo Administrativo Disciplinar nº 01/2011. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALÍCIO DIAS DOS REIS, em 17 de março de 2011. MARIA ANA VICENTE GUIMARÃES POMBO Prefeita Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA PORTARIA Nº 115/11 A Prefeita Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, CONSIDERANDO o Processo Administrativo Disciplinar nº 02/2011, instaurado pela Portaria nº 003/11, de 05 de janeiro de 2011; RESOLVE: I – DECLARAR improcedente a denúncia feita à servidora do CMEI Avenida, Senhora MARIA ALZIRA DE ALMEIDA REIS, ocupante do cargo de Auxiliar de Serviços Públicos, tendo em vista a conclusão da Comissão Disciplinar e o Parecer Jurídico nº 21/2011, com base no Parágrafo Único do artigo 158 da Lei Municipal nº 02/93. II – DETERMINAR ao Departamento de Recursos Humanos desta Prefeitura Municipal que arquive o Processo Administrativo Disciplinar nº 02/2011. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALÍCIO DIAS DOS REIS, em 17 de março de 2011. MARIA ANA VICENTE GUIMARÃES POMBO Prefeita Municipal PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ABATIÁ ESTADO DO PARANÁ AVISO DE CANCELAMENTO DE LICITAÇÃO O MUNICÍPIO DE ABATIÁ – ESTADO DO PARANÁ, TORNA PÚBLICO QUE CANCELOU A LICITAÇÃO DA MODALIDADE TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2011, QUE TEM POR OBJETO A “CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS MÉDICOS DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA, COM PLANTÕES DIÁRIOS DE 24 (VINTE E QUATRO) HORAS, POR UM PERÍODO DE 12 (DOZE) MESES, COM VALOR MÁXIMO DE R$ 32.000,00 (TRINTA E DOIS MIL REAIS) MENSAL, TOTALIZANDO R$ 384.000,00 (TREZENTOS E OITENTA E QUATRO MIL REAIS)” PREVISTA PARA O DIA 24 (VINTE E QUATRO) DE MARÇO DE 2011, [24/03/2011, EM RAZÃO DE INCONSISTÊNCIA TÉCNICA NO EDITAL DE RE-GULAMENTAÇÃO DO CERTAME. NOVO EDITAL SERÁ PUBLICADO OPORTUNAMENTE. EDIFÍCIO DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ABATIA, EM 18.03.2011. IRTON OLIVEIRA MÜZEL PREFEITO MARIA JOSÉ DO NASCIMENTO HOSOUME PRESIDENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO

Valmir Beltani - CRC-PR 33.769/O-2 Técnico Contábil

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ABATIÁ ESTADO DO PARANÁ AVISO DE CANCELAMENTO DE LICITAÇÃO O MUNICÍPIO DE ABATIÁ – ESTADO DO PARANÁ, TORNA PÚBLICO QUE CANCELOU A LICITAÇÃO DA MODALIDADE TOMADA DE PREÇOS Nº 003/2011, QUE TEM POR OBJETO A “CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS MÉDICOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS NO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA (PSF), POR UM PERÍODO DE 12 (DOZE) MESES, COM VALOR www.elotech.com.br MÁXIMO DE R$ 4.000,00 (QUATRO MIL REAIS) MENSAL, TOTALIZANDO O VALOR MÁXIMO DE R$ 48.000,00 (QUARENTA E OITO MIL REAIS)” PREVISTA PARA O DIA 25 (VINTE E CINCO) DE MARÇO DE 2011, [25/03/2011, EM RAZÃO DE INCONSISTÊNCIA TÉCNICA NO EDITAL DE REGULAMENTAÇÃO DO CERTAME. EDIFÍCIO DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ABATIA, EM 18.03.2011. IRTON OLIVEIRA MÜZEL PREFEITO MARIA JOSÉ DO NASCIMENTO HOSOUME PRESIDENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO JUIZO DE DIREITO DA COMARCA DE CAMBARÁ -PARANÁ EDITAL DE LEILÃO COM PRAZO DE CINCO (05) DIAS Pelo presente se faz saber a todos, que será levado à hasta pública em primeiro e segundo leilão, o bem de propriedade da executada CASQUEL AGRÍCOLA E INDUSTRIAL S/A. PRIMEIRO LEILÃO: DIA 01/ABRIL/2011, ÀS 16:00 horas, por preço não inferior ao valor da avaliação, para venda a quem mais der. SEGUNDO LEILÃO: DIA 12/ABRIL/2011, ÀS 16:00 horas, pelo maior lanço que oferecido, desprezado o valor da avaliação, ressalvando-se a hipótese de preço vil (menos de 60% da avaliação). LOCAL: Átrio do Edifício do Fórum, sito na Avenida Brasil, 1229. PROCESSO: Autos de AÇÃO MONITÓRIA – Em fase de Execução sob nº 406/1996 em que é exeqüente PEDRO ALONSO ROMERO. LEILOEIRO:- Fernando Martins Serrano, cuja comissão em caso de adjudicação será de 2% sobre o valor da avaliação; em caso de arrematação 5% sobre o valor do bem, a ser pago pelo arrematante e em caso de remição 2% sobre o valor da avaliação a ser pago pelo executado. BENS: um imóvel agrícola com área de 4 alqueires, localizado na gleba B da Fazenda Palmeiras, neste município, com os rumos e confrontações, constante da matricula nº 477 do CRI local, avaliado em R$-128.000,00 e 2)- Um imóvel agrícola com área de 5.036 alqueires denominado Sitio Alves, localizado no Bairro Fazenda São Judas Tadeu, neste município, confrontando pela cabeceira com propriedade de Manoel Medeiros de Araujo de um lado com Anísio Ugucioni, de outro lado com Antonio Casquel e aos fundos com Antonio Yamamoto, objeto da matricula nº 2247 do CRI local, avaliado em R$-161.152,00. AVALIAÇÃO’TOTAL:- R$-289.152,00 (duzentos e oitenta e nove mil, cento e cinqüenta e dois centavos). DÉBITO:- R$-280.206,88 (duzentos e oitenta mil, duzentos e seis reais e oitenta e oito centavos). ONUS: sobre o imóvel constante do item 01 consta hipoteca em favor do Banco Bamerindus do Brasil S/A, Banco do Brasil S/A, RT nº 1976/96 movida pelo Ministério Público Federal, Execução Fiscal nº 66/98 movida pelo INSS e 51/07 movido pela Fazenda Nacional e o item 02 consta hipoteca em favor do Banco do Brasil S/A penhora em favor da própria exeqüente e RT nº 1976/96 movida pelo Ministério Público Federal. RECURSO PENDENTE: não há. INTIMAÇÃO: Fica desde logo intimada dos leilões designados a executada CASQUEL AGRICOLA E INDUSTRIAL S/A, na pessoa de seu representante legal, caso não seja encontrado para sua intimação pessoal. Dado e passado nesta Cidade e Comarca de Cambará, Estado do Paraná, aos onze dias do mês de março do ano dois mil e onze (11/03/2011). Eu,__________(Roberto Lúcio Cia Rodrigues Vilar), Escrevente, que subscrevo.OSVALDO TAQUE Juiz Substituto PREFEITURA MUNICIPAL DE CONSELHEIRO MAIRINCK EXTRATO DE DISPENSA Nº 007/2011 OBJETO: : Contratação de empresa para realizar reparos em impressoras jato de tinta e laser (mão de obra) e kites para reparos em impressoras jato e laser, não ultrapassando um valor total de R$ 8.000,00, por um período de 12 meses CONTRATANTE: Município de Conselheiro Mairinck/PR; CONTRATADA: CADARI INFORMATICA, CNPJ 01.689.724/0001, Santo Antonio da Platina Rua 24 de maio 481, Centro, Fone: 43- 35581177; ofertou um valor de R$ 7.820,00 (Sete Mil oitocentos e vinte reais);BASE LEGAL: Art.24, Inciso II da Lei nº 8.666/93 Conselheiro Mairinck, 18 de março de 2011. JUAREZ LÉLIS GRANEMANN DRIESSEN PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA ESTADO DO PARANÁ AVISO DE ANULAÇÃO DE LICITAÇÃO A Prefeita Municipal de Santo Antônio da Platina (PR) torna público aos interessados e para fins de divulgação, que ANULA o Processo de Licitação Modalidade Pregão Presencial nº 002/2011, que tem por objeto a aquisição de materiais gráficos, necessários para as atividades de vários departamentos, pelo período de 12 (doze) meses; com base no art. 49 § 1º, da Lei 8.666/93, tornando sem efeito todos os atos nele praticados, desde o início. PUBLIQUE-SE o feito, revogando-se as disposições contrárias, assegurando aos interessados o contraditório e a ampla defesa. Santo Antonio da Platina, 17 de março de 2011. MARIA ANA V. G. POMBO Prefeita Municipal


Atas&Editais B-3

TRIBUNA DO VALE

Sabado e domingo, 19 e 20 de março de 2011

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ RUA: LOURENÇO ORMENEZE, Nº 105 – FONE (43) 3564 2317 QUATIGUÁ -PR CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEP – 86.450-000 CONCURSO PÚBLICO Nº. 001/2011 EDITAL 001/2011 O Presidente da Câmara Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais, e em conformidade com o art. 37 e inciso II da Constituição da República Federativa do Brasil, com base na LEI Nº. 1.645/2010, que “Institui o Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos Servidores da Câmara Municipal de Quatiguá, e dá outras providências”, faz saber a todos os interessados que irá realizar CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS e TÍTULOS, para seleção de candidatos aos cargos públicos do Quadro de servidores da Câmara Municipal, com Regime Jurídico dos Integrantes do Presente Plano de Cargos, Carreiras e Salários é o Estatutário,

CARGOS E REQUISITOS 1.CARGOS: 1.1 NÍVEL SUPERIOR:

ADVOGADO

CARGA TAXA DE VAGAS VENCIMENTO HORÁRIA INSCRIÇÃO R$ SEMANAL 01

1.400,00

20h

R$ 80,00

REQUISITOS • Graduação em Direito; • Registro na OAB/PR.

1.1.1 COMPROVAÇÃO DOS REQUISITOS Nível Superior: Diploma de conclusão de curso de nível superior, na área correlata, devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e registro na OAB, para realizar o seguinte serviço: Assessoria Jurídica do Plenário. 1.2 NÍVEL MÉDIO: CARGO

TÉCNICO EM CONTABILI DADE

AUXILIAR LEGISLATI VO

CARGA TAXA DE VAGAS VENCIMENTO HORÁRIA INSCRIÇÃO R$ SEMANAL

01

1.000,00

20h

R$ 50,00

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ

3.13 O candidato aprovado e convocado deverá comparecer na Câmara Municipal, no prazo estipulado no Edital de Convocação, para proceder sua nomeação e será submetido a estágio probatório por 03 (três) anos onde será avaliado e, se aprovado, será considerado efetivo. 3.14 O candidato que não comparecer neste prazo será excluído da lista de aprovados. 4- DOS PROCEDIMENTOS PARA A INSCRIÇÃO E PAGAMENTO DA TAXA 4- DOS PROCEDIMENTOS PARA A INSCRIÇÃO E PAGAMENTO DA TAXA 4.1 A inscrição poderá ser efetuada a partir do dia 24 de março de 2011 até o dia 07 de abril de 2011, somente via internet, no endereço eletrônico da empresa organizadora do concurso Prosperity Empreendimentos e Assessoria Ltda.: www.prosperity1.com.br, em cujo sítio existirá um link (inscrições abertas) com o formulário destinado à inscrição que deverá ser devidamente preenchido pelo candidato. Ao final da inscrição, deverá o candidato imprimir o boleto bancário para o pagamento da taxa de inscrição até dia 08 de abril de 2011.

segurado do Regime Geral de Previdência – INSS.

CARGO

3.REQUISITOS BÁSICO PARA A NOMEAÇÃO E POSSE: 3.1 Ser brasileiro nato ou naturalizado; 3.2 Ter completado 18 (dezoito) anos de idade e ou emancipado legalmente; 3.3 Estar quite com a Justiça Eleitoral; 3.4 Estar quite com o serviço militar (quando do sexo masculino); 3.5 Fotocópia autenticada de documento que comprove a escolaridade, conforme exigido para o cargo, os documentos comprobatórios de escolaridade - diplomas registrados ou certificados acompanhados de histórico escolar - devem referir-se a cursos devidamente reconhecidos pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), Conselho Nacional de Educação (CNE) ou Conselho Estadual de Educação (CEE); 3.6 Comprovante de que se encontra inscrito e quite com o Conselho Profissional correspondente. 3.7 Fotocópia e original da Certidão de Nascimento ou Casamento, da Cédula de Identidade, do Título de Eleitor, do CPF e do PIS/PASEP (quando já cadastrado). 3.8 Fotocópia e original da certidão de nascimento e da carteira de vacinação dos filhos menores de 14 (quatorze) anos. 3.9 Ter aptidão física e mental para o exercício do cargo, atestado por inspeção de saúde realizada pelo médico indicado pela Câmara Municipal, de caráter eliminatório (se o candidato for considerado inapto perderá automaticamente a vaga). 3.10 Atestado de RUA: antecedentes criminais,ORMENEZE, passado pelo distribuidor público(43) local3564 de residência ou LOURENÇO Nº 105 – FONE 2317 domicilio do candidato. QUATIGUÁ -PR CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEP – 86.450-000 3.11 Declaração de que não exerce outro emprego ou função pública. 3.12 A FALTA DE QUALQUER DOCUMENTO ACIMA, IMPEDIRÁ A CONTRATAÇÃO.

REQUISITOS • Graduação em Curso Superior completo de Ciências Contábeis, Técnico em contabilidade ou Ensino Médio (com habilitação legal para o exercício da profissão). • Registro no CRC – Conselho Regional de Contabilidade.

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ • Ensino Fundamental 01 550,00 R$ 40,00 40h Nº 105 completo RUA: LOURENÇO ORMENEZE, – FONE (43) 3564 2317 QUATIGUÁ -PR CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEP – 86.450-000

1.2.1 COMPROVAÇÃO DOS REQUISITOS Nível Médio: Diploma de conclusão de curso de nível médio, na área correlata devidamente registrado e fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no CRC – Conselho Regional de Contabilidade, para a execução dos seguintes serviços: Contabilidade da Câmara Municipal.

Nível Fundamental Completo: Diploma de conclusão de curso de nível fundamental completo, devidamente registrado e fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), para a execução dos seguintes serviços: Serviços gerais, recepcionista/telefonista e secretaria. DESCRIÇÃO SUMÁRIA DOS CARGOS 2.DESCRIÇÃO SUMÁRIA DOS CARGOS: 2.1 CARGO: ADVOGADO ESPECIALIDADE: ASSESSORIA JURÍDICA DO PLENÁRIO ATRIBUIÇÕES · Orientar e elaborar pareceres, quanto aos aspectos da constitucionalidade e legalidade, as ações administrativas e legislativas; · Orientar os pareceres emitidos pelas Comissões Permanentes; · Acompanhar os trabalhos das comissões especiais; · Propor ações judiciais e elaborar defesas e recursos em processos administrativos e judiciais. · Assessorar os trabalhos e elaborar relatórios conclusivos de comissões legislativas, quando estes exigirem fundamentação jurídica. · Executar outras atividades correlatas.

2.2 CARGO: TÉCNICO CONTÁBIL ESPECIALIDADE: TÉCNICO EM CONTABILIDADE ATRIBUIÇÕES · Manifestar-se nos processos administrativos de ordem financeira; · Assessorar os vereadores em matérias orçamentárias, tributárias, financeiras e outras relacionadas à Contabilidade Pública. · Exarar pareceres sobre os balancetes patrimoniais, orçamentários, econômicos e financeiros da Administração Direta e Indireta. · Assessorar os vereadores sobre matérias do Plano Plurianual de Investimentos, do Orçamento Anual e da Lei de Diretrizes Orçamentárias. · Orientar projetos de Lei sobre matérias orçamentárias e financeiras. · Elaborar e exercer o controle da execução do orçamento da Câmara. · Elaborar demonstrativos mensais, balancetes, balanços e prestação de contas da Câmara. · Elaborar relatórios de gestão fiscal e de execução orçamentária. · Acompanhar o cumprimento da Lei de responsabilidade Fiscal pelos Poderes Executivo e Legislativo do Município. · Registrar os atos e fatos de natureza contábil e elaborar os demonstrativos financeiros correspondentes. RUA: LOURENÇO ORMENEZE, Nº 105 – FONE (43) 3564 2317 QUATIGUÁ -PR CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEP – 86.450-000 · Planejar e coordenar os sistemas de seleção de pessoal. · Executar outras atividades correlatas

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ

2.3 CARGO: AUXILIAR LEGISLATIVO ESPECIALIDADE: Serviços gerais, recepcionista/telefonista e secretaria. ATRIBUIÇÕES Serviços Gerais: · Realizar a limpeza e conservação do prédio da Câmara Municipal; · Realizar a limpeza e conservação do Plenário, bem como dos gabinetes dos vereadores quando solicitado; · Preparar e servir café e lanche aos vereadores e servidores; · Servir café e água aos visitantes, quando solicitado; · Manter a cantina higiênica e em boas condições de uso; · Executar outras atividades correlatas às acima descritas, a critério do superior imediato. Recepcionista/Telefonista: · Recepcionar as pessoas que demandem aos serviços prestados pelos gabinetes e pelos departamentos e dar-lhes o devido encaminhamento; · Receber ligações telefônicas; · Efetuar ligações interurbanas solicitadas, e registrá-las em impresso próprio para o devido arquivamento; · Imprimir o relatório de ligações telefônicas e encaminhá-lo ao setor competente; · Executar outras atividades correlatas às acima descritas, a critério do superior imediato. Secretaria: · Auxiliar na digitação de documentos; · Realizar fotocópias; · Auxiliar os trabalhos administrativos em qualquer dos setores da Câmara Municipal, procedendo digitação, arquivamento e demais atividades básicas administrativas; · Auxiliar nos trabalhos das Sessões da Câmara Municipal, podendo proceder a gravação das mesmas, bem como a leitura de documentos e suporte aos vereadores; · Executar outras atividades correlatas às acima descritas, a critério do superior imediato. REQUISITOS BÁSICOS PARA A NOMEAÇÃO E POSSE: 3.REQUISITOS BÁSICO PARA A NOMEAÇÃO E POSSE: 3.1 Ser brasileiro nato ou naturalizado; 3.2 Ter completado 18 (dezoito) anos de idade e ou emancipado legalmente; 3.3 Estar quite com a Justiça Eleitoral; 3.4 Estar quite com o serviço militar (quando do sexo masculino); 3.5 Fotocópia autenticada de documento que comprove a escolaridade, conforme exigido para o cargo, os documentos comprobatórios de escolaridade - diplomas registrados ou certificados acompanhados de histórico escolar - devem referir-se a cursos devidamente reconhecidos pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), Conselho Nacional de Educação (CNE) ou Conselho Estadual de Educação (CEE); 3.6 Comprovante de que se encontra inscrito e quite com o Conselho Profissional correspondente. 3.7 Fotocópia e original da Certidão de Nascimento ou Casamento, da Cédula de Identidade, do Título de Eleitor, do CPF e do PIS/PASEP (quando já cadastrado). 3.8 Fotocópia e original da certidão de nascimento e da carteira de vacinação dos filhos menores de 14 (quatorze) anos. 3.9 Ter aptidão física e mental para o exercício do cargo, atestado por inspeção de saúde realizada pelo médico indicado pela Câmara Municipal, de caráter eliminatório (se o candidato for considerado inapto perderá automaticamente a vaga).

INSCRIÇOES: PERÍODO: do dia 24 de março de 2011 até o dia 07 de abril de 2011. LOCAL: Somente via internet ENDEREÇO ELETRONICO: www.prosperity1.com.br INFORMAÇÕES PELO TELEFONE: (43) 3564-2317 e no site: www.prosperity1.com.br 4.2 Na hipótese de múltiplas inscrições serão mantidas a última que tiver sido efetivada e com comprovação de pagamento. Não serão aceitas solicitações de mudança de opção de cargo/função/especialidade/área de atuação/município após efetivada a inscrição, sendo a opção de exclusiva responsabilidade do candidato, no ato da inscrição. 4.3 O valor da taxa de inscrição é de R$ 80,00 (oitenta reais) para advogado, R$ 50,00 (cinqüenta reais) para Técnico em Contabilidade, e R$ 40,00 (quarenta reais) para o cargo de auxiliar de legislativo. 4.4 O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até o dia 08 de abril de 2011, em qualquer agência bancária credenciada, mediante a apresentação do boleto bancário, que deverá ser impresso pelo candidato, após o preenchimento do formulário de inscrição pela Internet. 4.5 A inscrição somente será efetivada e confirmada com o correspondente pagamento da taxa de inscrição, não se responsabilizando a Câmara Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná ou a Empresa Prosperity Empreendimentos e Assessoria Ltda. pelo não recebimento da confirmação bancária do recolhimento do valor da taxa de inscrição. 4.6 Antes de efetuar o recolhimento da taxa de inscrição, o candidato deverá certificar-se de que preencheu todos os requisitos exigidos para a investidura no cargo, observada a função/especialidade e área de atuação estabelecida neste Edital, pois a taxa, uma vez paga, não será restituída em qualquer hipótese. 4.7 Não haverá isenção, parcial ou total, do valor da taxa de inscrição. 4.8 É vedada a inscrição condicional e/ou fora de prazo. 4.9 A qualquer tempo poderá ser anulada a inscrição, as provas e a nomeação, por meio de processo administrativo devidamente instaurado, ouvido o candidato, o que pode ocorrer inclusive após a homologação do resultado do Concurso Público, desde que verificada a prática de qualquer ilegalidade pelo candidato, tais como: falsidade nas declarações e/ou quaisquer irregularidades nas provas e/ou nos documentos apresentados, entre outras. 4.10 Ao efetuar a inscrição, o candidato assume o compromisso, tácito, de que aceita as condições estabelecidas no presente Edital e nos demais que vierem a ser publicados durante a realização das fases do Concurso Público. 4.11 A solicitação de condições especiais para a realização da Prova Objetiva será atendida obedecendo a critérios de viabilidade e de razoabilidade, mediante apreciação da Coordenação do Concurso Público.RUA: LOURENÇO ORMENEZE, Nº 105 – FONE (43) 3564 2317 QUATIGUÁ -PR que CNPJ. 86.450-000 4.12 A relação geral dos candidatos tiverem77.778.769/0001/60 as inscrições homologadasCEP será –divulgada por meio de edital específico, a partir do dia 13 de abril de 2011, no site www.prosperity1.com.br, Jornal

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ

Tribuna do Vale de Santo Antonio da Platina, Estado do Paraná, e afixado na Prefeitura e Câmara Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná. 4.13 O candidato que tiver sua inscrição indeferida poderá interpor recurso dirigido à Coordenadoria de Processos Seletivos da empresa Prosperity, no prazo de 72 (setenta e duas) horas, contados da data da divulgação da relação de candidatos inscritos, observando um dos procedimentos a seguir: 4.13.1 Protocolo do recurso deverá ser preenchido em formulário próprio, disponível no Anexo III deste edital, e entregue na sede da Câmara Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, ou na Coordenadoria de Concursos da Empresa Prosperity Empreendimentos e Assessoria Ltda., Rua Margarida F. Gonçalves, 138, Centro, Ibaiti/PR, no horário das 8h às 11h e das 13h às 17h. 4.14 Na hipótese de mero erro material de dados cadastrais digitados incorretamente no ato da inscrição, o candidato deverá informar quais as alterações que devem ser procedidas, mencionando também os dados que identificam a sua inscrição, por meio do FAX (43) 3546-1714 e/ou TELEFONE (43) 3546-2530, aos cuidados da Coordenadoria de Processos Seletivos da Prosperity. 4.15 Decorridos 72 (setenta e duas) horas da data da publicação do Edital de Inscritos, a Coordenadoria de Processos Seletivos da empresa Prosperity Empreendimentos e Assessoria Ltda, não se responsabilizará por inscrições não recebidas em decorrência de ordem técnica, falhas de comunicação, congestionamento de linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados. 5- DAS ETAPAS DO CONCURSO PÚBLICO: 5. DAS ETAPAS DO CONCURSO PÚBLICO 5.1 O Concurso Público compreenderá em uma única etapa: Etapa única: consistirá de Prova Objetiva, de múltipla escolha, com uma única alternativa correta, de caráter eliminatório e classificatório a ser aplicada para todos os candidatos; 5.2 Serão classificados na prova objetiva, os candidatos que obtiverem média igual ou superior a 50% (cinqüenta por cento) do valor da prova. 6- DA PROVA OBJETIVA: 6. DA PROVA OBJETIVA 6.1. O Edital de Ensalamento das provas será divulgado por meio de edital específico, pela Internet, no endereço eletrônico www.prosperity1.com.br, a partir da Homologação das inscrições. 6.2 Os candidatos deverão comparecer ao local da prova até as 08:30 min (oito horas e trinta minutos), pois os portões permanecerão abertos das 08:00 min (oito horas) até as 08:30 min (oito horas e trinta minutos), horário oficial de Brasília, horário após o qual não será permitido em hipótese alguma, o acesso de candidatos no recinto das provas. 6.3 A prova Objetiva terá início as 09h00min (nove horas), terá a duração improrrogável de 3 horas. 6.4 O candidato que teve sua inscrição homologada, deverá imprimir o Cartão de Inscrição, que estará disponível no endereço eletrônico www.prosperity1.com.br, no qual contém um espaço destinado à afixação da fotografia 3x4 (recente) e da cópia da Cédula de Identidade do candidato. 6.5 O Cartão de Inscrição, com a cópia da cédula de identidade e fotografia afixados, e o documento de identidade oficial original com fotografia, será exigido para o ingresso do candidato na sala de prova, não podendo ser substituído por outro documento de identificação, ainda que oficial. 6.6 O candidato que não apresentar a documentação contida no subitem 6.5 não poderá sob hipótese alguma realizar as provas do concurso e nem alegar desconhecimento da apresentação dos documentos, estando o mesmo excluído do concurso público. 6.7 O candidato deverá comparecer ao local da prova munido da documentação necessária e no LOURENÇO Nº 105 FONE 3564 2317 horário estipuladoRUA: no presente Edital, comORMENEZE, caneta esferográfica azul– ou preta,(43) sendo imprescindível a 77.778.769/0001/60 CEPpara – 86.450-000 apresentação de QUATIGUÁ um documento -PR original CNPJ. oficial de identificação com fotografia ingresso na sala de provas.

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ

6.8 Será excluído do Concurso Público, por ato da Comissão Organizadora o candidato que cometer qualquer irregularidade constante do item 6.8, deste edital. 6.8.1 Durante a realização da prova, não serão permitidas consultas de qualquer natureza, o uso de telefone celular, fones de ouvido ou quaisquer outros aparelhos eletrônicos ou similares, bem como, tratar com descortesia os fiscais de provas ou membros da Comissão Organizadora do Concurso Público. 6.8.2 Não será permitida, durante a realização da prova, a utilização de máquinas calculadoras, e/ou similares, livros, anotações, réguas de cálculo, impressos ou qualquer outro material de consulta, nem a comunicação entre os candidatos. 6.8.3 Não será permitida, no dia da realização da prova, a entrada de candidatos portando aparelhos eletrônicos, (exemplos: bip, telefone celular, walkman, notebook, receptor, gravador, e outros aparelhos eletrônicos que possam comprometer a segurança do Concurso Público). Caso o candidato porte qualquer um desses objetos, deverão desligar os mesmos e colocá-los embaixo da carteira ou em local determinado pelo fiscal de sala. O descumprimento da presente prescrição implicará a eliminação do candidato do concurso, caracterizando-se como tentativa de fraude. 6.8.4 Os aparelhos celulares e similares deverão ser desligados durante o período de realização da prova, e depositados embaixo da carteira ou em local indicado pelo fiscal. 6.8.5 Durante a realização da Prova Objetiva, não será permitida a utilização de gorros, bonés, óculos escuros e de relógios, cujos objetos deverão ser guardados pelos candidatos em local que impeça sua visibilidade. 6.9 Será de inteira responsabilidade do candidato o preenchimento correto do cartão de respostas, que será o único documento válido para efeito de correção da prova. 6.9.1 Não serão computadas as questões não-assinaladas, assinaladas a lápis, assim como as questões que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legíveis. 6.9.2 Ao entrar na sala o candidato receberá seu Cartão de Respostas, o qual deverá ser assinado e ter seus dados conferidos e, em hipótese nenhuma haverá substituição do cartão de respostas em caso de erro ou rasura do candidato. 6.9.3 O candidato deverá transcrever as respostas da prova objetiva para o Cartão de Respostas, que será o único documento válido para a correção. O preenchimento do Cartão de Respostas é de inteira responsabilidade do candidato e deverá ser devidamente assinado e entregue ao fiscal de provas juntamente com o caderno de provas. 6.10 O candidato não poderá ausentar-se da sala durante a prova, a não ser momentaneamente, em casos especiais, e na companhia de um fiscal de provas. 6.11 Não será permitida a permanência de acompanhante do candidato ou de pessoas estranhas ao Concurso Público nas dependências do local de aplicação das provas.


prova, e depositados embaixo da carteira ou em local indicado pelo fiscal. 6.8.5 Durante a realização da Prova Objetiva, não será permitida a utilização de gorros, bonés, óculos escuros e de relógios, cujos objetos deverão ser guardados pelos candidatos em local que impeça sua visibilidade. 6.9 Será de inteira responsabilidade do candidato o preenchimento correto do cartão de respostas, que será o único documento válido para efeito de correção da prova. 6.9.1 Não serão computadas as questões não-assinaladas, assinaladas a lápis, assim como as questões que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legíveis. 6.9.2 Ao entrar na sala o candidato receberá seu Cartão de Respostas, o qual deverá ser assinado e ter seus dados conferidos e, em hipótese nenhuma haverá substituição do cartão de respostas em caso de erro ou rasura do candidato. 6.9.3 O candidato deverá transcrever as respostas da prova objetiva para o Cartão de Respostas, que será o único documento válido para a correção. O preenchimento do Cartão de Respostas é de inteira responsabilidade do candidato e deverá ser devidamente assinado e entregue ao fiscal de provas juntamente com o caderno de provas. 6.10 O candidato não poderá ausentar-se da sala durante a prova, a não ser momentaneamente, em casos especiais, e na companhia de um fiscal de provas. 6.11 Não será permitida a permanência de acompanhante do candidato ou de pessoas estranhas ao Concurso Público nas dependências do local de aplicação das provas. 6.12 Em nenhuma hipótese haverá segunda chamada para realização das provas, seja qual for o motivo alegado pelo candidato, importando a ausência na sua eliminação do Concurso Público. 6.13 Não haverá, igualmente, realização de prova fora do horário ou do local previamente marcado. 6.14 A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas deverá levar um acompanhante, que ficará em sala reservada para esta finalidade e que será responsável pela guarda da criança. 6.15 Os três últimos candidatos ao terminarem a prova deverão permanecer juntos na sala, sendo somente liberados após terem entregues as provas e assinarem juntamente com os fiscais de sala a folha ata e o lacre dos envelopes que guardarão os cartões de respostas para correção. 6.16 O candidato que queira contestar alguma questão, poderá fazê-lo, no dia da prova, através do fiscal de sala registrando na folha ata, a qual será encaminhada à Comissão Organizadora do Concurso público. 6.17 Por razões de ordem técnica, de segurança e de direitos autorais adquiridos, a empresa responsável pela execução do Concurso Público e com anuência da Comissão Organizadora do Concurso Público,RUA: se reserva o direito ORMENEZE, de não fornecerNº exemplares dos (43) Cadernos Provas a LOURENÇO 105 – FONE 3564 de 2317 candidatos ou a outras instituições, após 77.778.769/0001/60 o encerramento do Concurso Público, sendo que os QUATIGUÁ -PRmesmo CNPJ. CEP – 86.450-000 cadernos de provas serão disponibilizados no site da empresa após a divulgação do gabarito preliminar.

B-4 Atas&Editais

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ

6.18 O gabarito preliminar será publicado no site www.prosperity1.com.br, afixado no mural da Prefeitura e Câmara Municipal de Quatiguá – PR, e publicado no Jornal Tribuna do Vale de Santo Antonio da Platina, Estado do Paraná, de acordo com o cronograma do concurso do presente Edital. 6.19 Se o candidato quiser interpor recursos contra alguma das questões, por não tê-lo feito em Ata no dia da prova, poderá requerer no prazo de 3 (três) dias após a publicação do gabarito preliminar junto a Comissão Organizadora do Concurso Público, protocolando o pedido junto à Câmara Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, cujos formulários estarão disponíveis no site www.prosperity1.com.br. 6.10 Não poderão participar do Concurso Público, os membros de quaisquer das comissões deste certame e os profissionais responsáveis pela elaboração das provas objetivas, assim como seus parentes consangüíneos ou por afinidade, em linha reta ou colateral, até o terceiro grau. 7- DA COMPOSIÇÃO DA PROVA OBJETIVA – ETAPA ÚNICA 7. DA COMPOSIÇÃO DA PROVA OBJETIVA – ETAPA ÚNICA: 7.1 A prova será Objetiva composta por 40 questões, abrangendo as seguintes áreas de conhecimento: QUANTIDADE DE QUESTÕES

PESO INDIVIDUAL

PESO TOTAL

Língua Portuguesa

04

0,25

1,0

Matemática

04

0,25

CONTEÚDOS

1,0 0,50

0,25 02 0,50 0,25 Conhecimentos de Informática 02 Conhecimentos Específicos do 7,0 0,25 28 cargo TOTAL DE PONTOS 10,0 Serão avaliados o conteúdo global da prova na escala de 0 (zero) a 10,0 (dez) pontos, e considerados APROVADOS os candidatos que obtiverem média igual ou superior a 50% (cinqüenta por cento) do valor da prova. Conhecimentos Gerais

8- DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E A DESCRIÇÃO SUMÁRIA DOS CARGOS 8. DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E DESCRIÇÃO SUMÁRIA DOS CARGOS 8.1 O conteúdo programático dos cargos estão descritos no Anexo I e a descrição sumária dos cargos estão descritas no Item 2 (dois) do presente Edital e serão disponibilizados aos candidatos pelo site www.prosperity1.com.br, e publicados no mural da Câmara e Prefeitura Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná e no Jornal Tribuna do Vale de Santo Antonio da Platina, Estado do Paraná. 9- DA REALIZAÇÃO DA PROVA OBJETIVA – ETAPA ÚNICA 9. DA REALIZAÇÃO DA PROVA OBJETIVA 9.1 As provas serão realizadas em Quatiguá, Estado do Paraná.

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ

DATA: 1º/05/2011 HORÁRIO: 08:30RUA: horas LOURENÇO fechamento dosORMENEZE, portões – 09:00Nº horas das(43) provas 105o –início FONE 3564 2317 LOCAL: EscolaQUATIGUÁ Municipal Bom-PR Pastor CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEP – 86.450-000 ENDEREÇO: Rua Nicodemos Rodrigues de Paula nº 44 CIDADE: QUATIGUÁ/PR

9.2 A prova será objetiva,composta por 40(quarenta) questões e terá a duração de 03 (três) horas, incluindo o tempo de preenchimento do gabarito de respostas. 9.3 O controle do tempo de aplicação da prova e as informações a respeito do tempo transcorrido, durante a realização da prova, serão feitos pelos fiscais de sala, que serão nomeados através de Resolução da Câmara Municipal. 9.4 O candidato deverá comparecer ao local 30 minutos antes do início da prova (8:30 horas), horário em que os portões serão fechados, munido de protocolo de inscrição, documento oficial de identidade original, caneta esferográfica azul ou preta, lápis e borracha, pois somente será permitido o ingresso às salas das provas, os candidatos que comprovarem sua identidade mediante a apresentação da Cédula de Identidade oficial e Protocolo de Inscrição (disponibilizados aos candidatos pelo site www.prosperity1.com.br, com foto 3x4 e cópia da identidade afixada na ficha de inscrição. 9.5 Não será permitido o ingresso ao recinto das provas, o candidato que apresentar-se fora do horário estabelecido, sendo o mesmo excluído do Concurso Público. 9.6 Não será permitido, durante a realização da prova, a utilização de máquinas calculadoras, e/ou similares, livros, anotações, réguas de cálculo, impressos ou qualquer outro material de consulta, nem a comunicação entre os candidatos. 9.7 Não será permitido, no dia da realização da prova, a entrada de candidatos portando aparelhos eletrônicos, (exemplos: bip, telefone celular, walkman, notebook, receptor, gravador, e outros aparelhos eletrônicos que possam comprometer a segurança do Teste Seletivo). Caso o candidato porte qualquer um desses objetos, deverão desligar os mesmos e colocá-los embaixo da carteira ou em local determinado pelo fiscal de sala. O descumprimento da presente prescrição implicará a eliminação do candidato, caracterizando-se como tentativa de fraude. 9.8 Durante a realização da Prova Objetiva, não será permitida a utilização de gorros, bonés, óculos escuros e de relógios, cujos objetos deverão ser guardados pelos candidatos em local que impeça sua visibilidade. 9.9 O não comparecimento do candidato à Prova Objetiva implicará sua eliminação do Concurso Público. 9.10 O candidato que usar de atitudes de desacato ou desrespeito com qualquer dos fiscais ou responsáveis pela aplicação da prova, bem como aquele que descumprir o disposto nos subitens 9.5, 9.6, 9.7, 9.8 e 9.9 deste Edital, será excluído do Concurso Público. 9.10 Fica vedado o ingresso de pessoas estranhas ao serviço, às salas e outros locais de prova. 9.11 A correção será efetuada através de gabarito preenchido pelo candidato, e não serão válidas questões não assinaladas ou que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura. 9.12 O candidato é responsável pelo correto preenchimento do gabarito(cartão de respostas) e pela sua conservação e integridade, pois em nenhuma hipótese haverá substituição do cartão, salvo em caso de defeito de impressão. 9.13 O candidato somente poderá se retirar da sala de prova após uma hora do início da Prova Objetiva, devendo, antes de se retirar do recinto da sala, entregar aos aplicadores, o caderno de prova e o gabarito de respostas. 9.14 É obrigatória a saída simultânea dos três últimos candidatos, os quais deverão assinar a ata de encerramento da aplicação da prova na sala em que está realizando a prova, juntamente com os fiscais de sala. 9.15 Não será permitido ao candidato ausentar-se do recinto da sala, durante a realização da prova, a não ser em caso especial e desde que acompanhado por um componente da equipe de aplicação da prova. 9.16 Ao termino da prova objetiva o candidato não deverá permanecer no recinto.

válido para todos os cargos; 10.2.2 Obtiver maior nota na prova de Conhecimentos específicos. 10.2.3 For o mais idoso, não incluídos os maiores de 60 anos mencionados no item 10.2.1. 11 - DA NOMEAÇÃO: 11. DA NOMEAÇÃO: 11.1 Para efeito da nomeação, os candidatos deverão comprovar toda a documentação prevista em Lei, qualquer declaração ou documentação não comprovada, eliminará o 19 candidato Sabado e domingo, e 20 devetando marçosua de 2011 admissão e anulando todos os atos decorrentes na inscrição. 11.2 Os candidatos serão habilitados de acordo com o número de vagas e ordem de classificação. 11.3 A aprovação no concurso público não gera direito à nomeação, a qual se dará a exclusivo critério da Câmara do Município de Quatiguá, Estado do Paraná, dentro do prazo de validade do concurso. 11.4 Os cargos a que se refere o presente edital serão providos em regime Jurídico dos Integrantes do Presente Plano de Cargos, Carreiras e Salários, que é o Estatutário, segurado do Regime Geral de Previdência – INSS.

TRIBUNA DO VALE

12 - DO PRAZO DE VALIDADE DO CONCURSO PÚBLICO: 12. DO PRAZO DE VALIDADE DO CONCURSO PÚBLICO: 12.1 O Concurso Público terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período, por meio de Decreto do Legislativo Municipal e a disponibilidade de recurso orçamentário. 13 - DOS RECURSOS: 13. DOS RECURSOS; 13.1 Das decisões da Comissão Examinadora do Concurso Público caberão recursos fundamentados, no prazo de 05 (cinco) dias a contar da data de divulgação oficial dos resultados das provas. Decorrido o prazo para recurso, as provas poderão ser incineradas pela Comissão Examinadora, resguardando-se àquelas para as quais foram tempestivamente apresentados recursos, que deverão ser mantidas pelo prazo de 120 (cento e vinte) dias contados da data da divulgação final do resultado. 13.2 Os protocolos dos recursos deverão ser preenchidos em formulário específico, disponível no Anexo II deste edital, e entregues na sede da Câmara Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, ou na Coordenadoria de Concursos da Empresa Prosperity Empreendimentos e Assessoria Ltda., Rua Margarida F. Gonçalves, 138, Centro, Ibaiti/PR, no horário das 8h às 11h e das 13h às 17h. 14 - DOS CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA: 14. DOS CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA: 14.1. Inscrições de portadores de necessidades especiais: - Às pessoas portadoras de necessidades especiais é assegurado o direito de se inscreverem no presente concurso público cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que são portadoras. Tendo em vista as poucas vagas oferecidas, aos portadores de necessidades especiais não lhes sendo reservadas vagas específicas. 14.2. O candidato que não declarar a necessidade especial da qual é portador não poderá alegar, posteriormente, essa condição, para reivindicar as prerrogativas deste Edital. No ato da inscrição, o candidato portadorRUA: de necessidades especiais especificará, o caso,(43) a sua necessidade de LOURENÇO ORMENEZE, Nº se 105for – FONE 3564 2317 adaptação para aQUATIGUÁ realização da prova a ser prestadas respeitadas as características estabelecidas neste -PR CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEP – 86.450-000 Edital, disponível no Anexo III, não lhe cabendo qualquer reivindicação no dia da prova ou, posteriormente, caso não faça essa especificação.

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ

14.3. A realização de prova em condições específicas para o candidato portador de necessidades especiais, assim consideradas aquelas que possibilitem a prestação do exame respectivo, é condicionada à solicitação prévia pelo candidato e sujeita à apreciação e deliberação da Comissão Especial do Concurso Público, observada a legislação específica. 14.4. O candidato portador de necessidades especiais participará do Concurso Público em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo, à avaliação e aos critérios de aprovação e classificação. 14.5. Não serão considerados como deficiência os distúrbios de acuidade visual passíveis de correção simples do tipo miopia, astigmatismo, estrabismo e congêneres. Os candidatos que no ato da inscrição se declarem portadores de deficiência, se aprovados no concurso público, terão seus nomes publicados na lista geral dos aprovados. 15 - CRONOGRAMA DO CONCURSO PÚBLICO: 15.

15. CRONOGRAMA DO CONCURSO PÚBLICO: O Concurso Público será realizado dentro do seguinte Cronograma, onde os documentos serão publicados em Edital da Câmara Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no Jornal Tribuna do Vale de Santo Antonio da Platina, Estado do Paraná e no site da empresa organizadora www.prosperity1.com.br 15.1 Publicação do Edital de Abertura do Concurso no Site www.prosperity1.com.br 15.1.1 e jornal Tribuna do Vale, a partir do dia: 15.1.2 Prazo para recurso do Edital até o dia: 15.1.3 Início do Período das Inscrições 15.1.4 Término do Período das Inscrições 15.1.5 Homologação das Inscrições a partir do dia: Publicação do Edital de Ensalamento afixado na Prefeitura e Câmara do 15.1.6 Município, disponível no site: www.prosperity1.com.br a partir do dia: 15.1.7 Realização da Prova Escrita Objetiva Divulgação das Provas e Gabaritos, afixado na Prefeitura do Município e 15.1.8 disponível no site: www.prosperity1.com.br a partir do dia: 15.1.9 Recursos dos Gabaritos até o dia: Publicação do Edital do Resultado Classificatório Final da prova objetiva, afixado na Prefeitura do Município, disponível no Jornal Tribuna do Vale e no 15.1.10 site: www.prosperity1.com.br a partir do dia: 15.1.11 Recursos dos Gabaritos: Publicação da Homologação do Concurso Público, em edital afixado na Prefeitura Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no Jornal Tribuna do Vale 15.1.11 e no site www.prosperity1.com.br , a partir do dia:

11 - DA NOMEAÇÃO: 11. DA NOMEAÇÃO: 11.1 Para efeito da nomeação, os candidatos deverão comprovar toda a documentação prevista em Lei, qualquer declaração ou documentação não comprovada, eliminará o candidato vetando sua admissão e anulando todos os atos decorrentes na inscrição. 11.2 Os candidatos serão habilitados de acordo com o número de vagas e ordem de classificação. 11.3 A aprovação no concurso público não gera direito à nomeação, a qual se dará a exclusivo critério da Câmara do Município de Quatiguá, Estado do Paraná, dentro do prazo de validade do concurso. 11.4 Os cargos a que se refere o presente edital serão providos em regime Jurídico dos Integrantes do Presente Plano de Cargos, Carreiras e Salários, que é o Estatutário, segurado do Regime Geral de Previdência – INSS.

25/04/2011 1º/05/2011 02/05/2011 05/05/2011 10/05/2011 13/05/2011 16/05/2011

16. DISPOSIÇÕES GERAIS: 16.1 As atribuições de cada cargo, descrição sintética, requisitos para provimento, recrutamento e perspectivas de desenvolvimento funcional estão contidas em conformidade com o art. 37 e inciso II da Constituição da República Federativa do Brasil, com base na LEI Nº. 1.645/2010, que “Institui o Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos Servidores da Câmara Municipal de Quatiguá, e dá outras providências”, estará disponível naORMENEZE, prefeitura Municipal; RUA: LOURENÇO Nº 105 – FONE (43) 3564 2317 16.2 O ConcursoQUATIGUÁ Público consistirá de conhecimentos, mediante de Prova -PR da avaliação CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEPa –aplicação 86.450-000 Objetiva de acordo com a especificidade do cargo, em conformidade com o estabelecido neste Edital;

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ

16.3 Preenchidas as vagas na forma prevista neste edital e, eventualmente, surgindo novas vagas durante o prazo de validade do Concurso Público, serão convocados os demais candidatos aprovados, obedecendo-se rigorosamente à ordem de classificação. 16.4 Todos os casos, problemas ou questões que surgirem e que não tenham sido expressamente previstos no presente Edital, serão resolvidos pela Comissão do Concurso Público 001/2011, constituída pela Resolução 001/2011 de 25/02/2011, formada pelas pessoas, abaixo relacionadas: - WANDERLEY FORASTIERI DA SILVEIRA, Secretário Municipal de Educação, PósGraduado, Casado, CPF: 042.493.139.72, RG:650624 – PRESIDENTE; - ALVARO SIMONETTI FONSECA FILHO, Secretário Municipal de Obras, Ensino Fundamental Completo, Casado, CPF:142.738.539.49, RG:956474 – SECRETÁRIO; - JOSE BELASQUE FILHO, Secretário Municipal da Administração, Professor de Educação Física, Casado, CPF:142.733.309.20, RG:1075433- MEMBRO; - IVAIR DALDEGAN, Agente Administrativo, Bacharel em Direito, Casado, CPF: 749.214.019.34, RG: 75495787 – MEMBRO; - MARLON VALLE, Chefe da Seção de Esportes, Professor de História, Solteiro, CPF:66.511.329.38, RG: 90671154 - - MEMBRO; - GILVAN DE OLIVEIRA, Assistente Administrativo, Professor de Português/Inglês, Casado, CPF: 033.857.169-85, RG: 8.211.462-9 - SUPLENTE; - ORENILDE BORGES BELTANI, Assistente Administrativo, Ensino Médio, Casada, CPF: 019.737.519-76, RG: 5.229.271-9 – SUPLENTE. Quatiguá, 18 de março de 2011.

CARLOS ALBERTO TRAMONTIN Presidente da Câmara Municipal

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ RUA: LOURENÇO ORMENEZE, – FONE (43) 3564 2317 WANDERLEY FORASTIERINº DA105 SILVEIRA QUATIGUÁ -PR CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEP – 86.450-000 Presidente da Comissão do Concurso

ANEXOI

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ

10.2 A classificação final obedecerá à ordem decrescente de pontos. Em caso de empate do resultado, terá preferência sucessiva o candidato que: 10.2.1 Tiver idade superior a 60 anos, até o último dia de inscrição neste concurso, conforme art. 27, parágrafo único, do Estatuto do Idoso (Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003), critério válido para todos os cargos; 10.2.2 Obtiver maior nota na prova de Conhecimentos específicos. 10.2.3 For o mais idoso, não incluídos os maiores de 60 anos mencionados no item 10.2.1.

18/03/2011 23/03/2011 24/03/2011 07/04/2011 13/04/2011

16 - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS:

10 - DA DIVULGAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO FINAL DO CONCURSO PÚBLICO:

10. DA DIVULGAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO FINAL DO CONCURSO PÚBLICO: LOURENÇO ORMENEZE, NºEdital 105 –na FONE (43)Câmara 3564 2317 10.1 O resultado RUA: do Concurso Público será divulgado em sede da e Prefeitura QUATIGUÁ -PR CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEP –Estado 86.450-000 Municipal de Quatiguá, no Jornal Tribuna do Vale de Santo Antonio da Platina, do Paraná e no site da empresa contratada: www.prosperity1.com.br.

DATAS

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO CONCURSO PÚBLICO DA CÂMARA MUNICIPAL Nº. 001/2011 QUATIGUÁ – PARANÁ 1.CARGOS: 1.1 NÍVEL SUPERIOR E MÉDIO: - PORTUGUÊS: 04 questões 1. Compreensão e interpretação de textos. 2. Tipologia textual. 3. Ortografia oficial. 4. Acentuação gráfica. 5. Emprego das classes de palavras. 6. Emprego do sinal indicativo de crase. 7. Sintaxe da oração e do período. 8. Pontuação. 9. Concordância nominal e verbal. 10. Regência nominal e verbal. 11. Significação das palavras. 12. Colocação pronominal. - MATEMÁTICA: 04 questões 1. Sistema de Numeração Decimal; 2. Problemas envolvendo as quatro operações; 3. Números Decimais e fracionários; 4. Juros e Porcentagens;


3. Ortografia oficial. 4. Acentuação gráfica. 5. Emprego das classes de palavras. 6. Emprego do sinal indicativo de crase. 7. Sintaxe da oração e do período. 8. Pontuação. 9. Concordância nominal e verbal. 10. Regência nominal e verbal. Significação Sabado e11. domingo, 19 edas 20 palavras. de março de 2011 12. Colocação pronominal.

TRIBUNA DO VALE

- MATEMÁTICA: 04 questões 1. Sistema de Numeração Decimal; 2. Problemas envolvendo as quatro operações; 3. Números Decimais e fracionários; 4. Juros e Porcentagens; 6. Regra de Três; 7. Sistema de Medidas; 8. Razão e Proporção; divisão proporcional; 9. Números inteiros e racionais. - CONHECIMENTOS DE INFORMÁTICA: 02 questões 1. Manuseio de periféricos – impressoras; 2. Conhecimentos básicos de Word, Excel e Power Point; 3. Conceitos de Internet e intranet e principais navegadores; 4. Utilização do Windows na parte de organização do microcomputador, tais como: apagar / renomear / copiar arquivos, criar / apagar pasta de trabalho; 5. Conceitos de organização de arquivos e métodos de acesso. - CONHECIMENTOS GERAIS: 02 questões Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como saúde, política, economia, sociedade, educação, tecnologia, ORMENEZE, energia, relações internacionais, desenvolvimento RUA: LOURENÇO Nº 105 – FONE (43) 3564 2317 sustentável, responsabilidade socioambiental, segurança e ecologia, vinculações QUATIGUÁ -PR CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEPe –suas 86.450-000 históricas.

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ

- Conhecimentos específicos voltados ao cargo de Advogado: 28 questões 1. Direito Constitucional: Constituição Brasileira. Poder Constituinte, Hierarquia das normas jurídicas. Controle da constitucionalidade. Classificação das normas constitucionais quanto à eficácia. Princípios fundamentais. Direitos e garantias fundamentais. Regime federativo. Intervenção federal. Competência da União, Estados, Distrito Federal e Municípios. Discriminação de rendas. Da repartição das rendas tributárias. Limitações constitucionais ao poder de tributar. Poder Legislativo. Processo legislativo. Normas orçamentárias. Poder Executivo: atribuições. Administração Pública. Poder Judiciário. Ordem econômica financeira e social. Servidores Públicos: aposentadoria, pensão, estabilidade, estágio probatório, disponibilidade. A Constituição do Estado do Paraná. 2.Direito Administrativo: Regime jurídico-administrativo. Princípios. Administração Pública. Conceito. Classificação da administração Pública. A organização constitucional da Administração Pública. Administração Pública direta e indireta e fundacional. Autarquias, Sociedades de Economia Mista, Empresas Públicas, Agências Executivas, Agências Reguladoras, Organizações Sociais. Emenda Constitucional 19/98. Os órgãos. Natureza jurídica. Teorias. Conceito. Classificação. Atos administrativos. Elementos. Atributos. Vinculação e Discricionariedade. Validade, perfeição e eficácia. Invalidada dos atos administrativos. Anulação e revogação. Licitação. Aspectos gerais, conceito, finalidade e princípios. Hipóteses de obrigatoriedade, de dispensa e inexigibilidade. Procedimentos. Invalidação, revogação e suspensão da licitação. Recursos administrativos. Apreciação jurisdicional. Sanções. Contratos administrativos. Conceito. Características. Fundamentos. Formalização do contrato. Cláusulas exorbitantes. Equilíbrio econômico-financeiro do contrato administrativo. Revisão e reajuste. Execução dos contratos administrativos. Alteração contratual. Inexecução e extinção dos contratos administrativos. Contratos em espécie. Serviços públicos. Autorização, permissão e concessão de serviço público. Regime jurídico dos agentes públicos. Cargos, empregos e funções públicos. Regime constitucional e jurídico. Classificação. Conceitos. Regime jurídico-administrativo. Prerrogativas. Deveres e direitos. Processo disciplinar. Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Quatiguá. Poder de polícia.Conceito. Fundamentos. Natureza jurídica. Objeto. Limites. Processo administrativo. Direito de petição e seus instrumentos. Prescrição administrativa. Noção de domínio público. Classificação e caracteres jurídicos dos bens públicos. Utilização e ocupação dos bens públicos: permissão, cessão e concessão de uso. Aforamento. Concessão de domínio. Intervenção do Estado na propriedade. Aspectos gerais. Conceito. Fundamentos. Função social da propriedade. Tratamento constitucional. Formas de intervenção estatal na propriedade. Limitação administrativa. Servidão administrativa. Tombamento. Ocupação temporária. Requisição administrativa. Desapropriação. Conceito. Objeto. Fundamentos. Espécies. Competência das pessoas jurídicas na desapropriação. Justa indenização. Formas de indenização. Procedimento. Imissão provisória e definitiva de posse. Desistência e consumação. Controle jurisdicional. Retrocessão. Responsabilidade extracontratual do Estado. Controle da Administração Pública. Controle interno e externo. Objetivos. Extensão. Ações constitucionais. Tratamento legislativo infraconstitucional. O Tribunal de Contas. O controle pelo Poder Judiciário. 3.Direito Financeiro: Sistema financeiro constitucional. Normas gerais de Direito Financeiro: competência legislativa. Princípios constitucionais aplicáveis ao direito financeiro. Competência administrativa do Estado-membro. Repartição constitucional das receitas tributárias. Validade, vigência, eficácia e aplicação das normas de direito financeiro. Atividade financeira doLOURENÇO estado. Títulos públicos. Controle externo. de RUA: ORMENEZE, Nº 105 interno – FONEe (43) 3564Tribunais 2317 Contas: conceito, fundamento constitucional autonomia. Tribunal de Contas e os Poderes QUATIGUÁ -PR CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEP – 86.450-000 do Estado. Julgamento das contas dos administradores e demais responsáveis pela gestão de bens e recursos públicos.

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ

4.Direito Tributário: Conceito de tributo. Espécies tributárias e identificação dos critérios desta classificação. Diferença entre taxas e preços públicos. Princípios constitucionais tributários. Competência tributária: conceito, definição e características. Normas gerais de direito tributário, função da lei complementar prevista no Art. 146 da Constituição Federal, fundamento de validade do CTN e demais legislação pertinente aos Estados e Municípios. Fato gerador. Conceito. Obrigação tributária e obrigações acessórias. Lançamento tributário. Crédito tributário. Notificação do lançamento tributário. Alterabilidade e invalidação do lançamento tributário. Garantias e privilégios do crédito tributário. Administração tributária. Fiscalização: competência administrativa da Fazenda Pública. Dívida Ativa. Certidões Negativas. Tributos em espécie. As Infrações e as Sanções Tributárias. Classificação. Espécies de Sanções. Princípios Aplicáveis. A Responsabilidade por Infrações. Ilícitos ou infrações tributárias e os crimes fiscais. A Denúncia Espontânea. Lei de Responsabilidade Fiscal (LC 101/2000). Pessoas sujeitas à Lei. Renúncia Fiscal face à Lei de Responsabilidade Fiscal. 5.Direito Civil e Processual Civil: Aplicação e interpretação das normas jurídicas. Princípios. Personalidade. Capacidade jurídica. Pessoas jurídicas. Domicílio. Bens. Fatos e atos jurídicos.Vícios, dos atos jurídicos. Ineficácia. Condição, termo e modo. Atos ilícitos. Prescrição e decadência. Contratos. Requisitos. Espécies. Compra e venda mercantil. Prestação de Serviços. Locação. Natureza jurídica da ação. Direito de ação e condições para o seu exercício. Classificação das ações. Função jurisdicional. Atos processuais. Forma, tempo, prazos e nulidade. Processo e procedimento. Conceito e espécies. Recursos. Conceito, classificação, requisitos e efeitos. Mandado de Segurança. Ação popular. Ação civil pública.Lei Federal nº 9.504, de 30 de Setembro de 1997. Lei Orgânica do Tribunal de Contas do Estado do Paraná –Lei Complementar nº 113/2005. 6. Lei Orgânica do Município de Quatiguá: Da Organização Municipal, Dos Princípios Gerais, Da Divisão Administrativa, Do Município, Das Competências do Município, Da Competência Privativa, Da Competência Comum, Das Proibições, Dos Bens do Município, Da Organização dos Poderes Municipais, Do Poder Legislativo, Da Câmara Municipal, Da Competência da Câmara Municipal, Do Funcionamento da Câmara, Da Mesa da Câmara, Das Comissões, Da Competência Da Mesa, Da Competência Do Presidente da Câmara, Dos Vereadores, Da Liderança Parlamentar, Das Deliberações, Do Processo Legislativo, Disposições Gerais, Das Emendas da Lei Orgânica Municipal, Das Leis, Da Medida Provisória, Dos Decretos Legislativos e das Resoluções, Da Fiscalização Contábil, Financeira e Orçamentária, Do Poder Executivo: Do Prefeito e do Vice-Prefeito, Das Vedações, Das Atribuições do Prefeito, Da Transição Administrativa, Dos Auxiliares do Prefeito Municipal, Da Remuneração dos Agentes Políticos, Da Organização Do Governo Municipal: Da Administração Pública, Da Estrutura Administrativa, Do Planejamento Municipal, Dos Funcionários Públicos, Das Obras e Serviços Públicos, Dos Atos Municipais, Das Certidões, Dos Impedimentos, Da Ordem Econômica: Dos Princípios Gerais, Da Política Urbana, Da Política Agrícola, Da Política Do Meio Ambiente, Da Ordem Social, Da Assistência Social, Da Educação, Da Cultura, Do Desporto e Do Lazer, Da Saúde, Da Defesa do Cidadão, Das Disposições Finais e Transitórias 7. Ética, Normas e comportamento em serviço público: Regras básicas de servidor público; Ética e Comportamento. - Conhecimentos específicos voltados ao cargo de Técnico em Contabilidade: 28 questões Regras básicas de servidor público; Ética, Normas e comportamento em serviço público; Ética e Comportamento, contabilidade financeira, orçamentária e patrimonial, plano de contas, sistema de livros e documentos, método de escrituração, controle contábil e orçamentário; classificação contábil ORMENEZE, dos documentos comprobatórios das 2317 operações RUA: LOURENÇO Nº 105 – FONE (43) 3564 realizadas, empenhos de despesas; escrituração; classificação de taxas e QUATIGUÁ -PR CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEPimpostos, – 86.450-000 tributos; análise e conciliação de contas, operações contábeis; balanços, balancetes, mapas

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ

e outros demonstrativos financeiros, coordenação dos serviços contábeis; relatórios, pareceres. Receitas e despesas Orçamentárias e Extra orçamentárias; Orçamento Público; demonstração das variações Patrimoniais; Plano de Contas; Agenda Fiscal; Previdência Própria; Processo de Gestão de pessoas; Análise de Descrição de cargos. DIREITO ADMINISTRATIVO: Administração Pública. Agentes públicos. Poderes administrativos. Atos administrativos: conceito, classificação e espécies. Serviço público. Constituição Federal, LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) nº 101 de 04/05/2000, Lei nº 8.666/93, Lei 4.320/64, PPA, LDO, LOA. Controle Interno. As Infrações e as Sanções Tributárias. Classificação. Espécies de Sanções. Princípios Aplicáveis. A Responsabilidade por Infrações. Ilícitos ou infrações tributárias e os crimes fiscais. A Denúncia Espontânea. Quanto a Lei de Responsabilidade Fiscal nº 101 de 04/05/2000. Pessoas sujeitas à Lei. Renúncia Fiscal face à Lei de Responsabilidade Fiscal.Tribunais de Contas: conceito, fundamento constitucional autonomia. Tribunal de Contas e os Poderes do Estado. Julgamento das contas dos administradores e demais responsáveis pela gestão de bens e recursos públicos.

administrativos: conceito, classificação e espécies. Serviço público. Constituição Federal, LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) nº 101 de 04/05/2000, Lei nº 8.666/93, Lei 4.320/64, PPA, LDO, LOA. Controle Interno. As Infrações e as Sanções Tributárias. Classificação. Espécies de Sanções. Princípios Aplicáveis. A Responsabilidade por Infrações. Ilícitos ou infrações tributárias e os crimes fiscais. A Denúncia Espontânea. Quanto a Lei de Responsabilidade Fiscal nº 101 de 04/05/2000. Pessoas sujeitas à Lei. Renúncia Fiscal face à Lei de Responsabilidade Fiscal.Tribunais de Contas: conceito, fundamento constitucional autonomia. Tribunal de Contas e os Poderes do Estado. Julgamento das contas dos administradores e demais responsáveis pela gestão de bens e recursos públicos.

Atas&Editais B-5

1.2 NÍVEL ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO: - PORTUGUÊS: 04 questões 1. Compreensão e interpretação de textos. 2. Ortografia oficial. 3. Acentuação gráfica. 4. Emprego das classes de palavras. 5. Emprego do sinal indicativo de crase. 6. Pontuação. 7. Concordância nominal e verbal. 8. Significação das palavras. 9. Colocação pronominal. - MATEMÁTICA: 04 questões 1. Sistema de Numeração Decimal; 2. Problemas envolvendo as quatro operações; 3. Números Decimais e fracionários; 4. Juros e Porcentagens; 6. Regra de Três; 7. Razão e Proporção; divisão proporcional; 8. Números inteiros e racionais. - CONHECIMENTOS DE INFORMÁTICA: 02 questões 1. Manuseio de periféricos – impressoras; 2. Conhecimentos básicos de Word, Excel e Power Point; 3. Conceitos de Internet e intranet e principais navegadores; 4. Utilização do Windows na parte de organização do microcomputador, tais como: apagar / renomear / copiar arquivos, criar / apagar pasta de trabalho; - CONHECIMENTOS GERAIS: 02 questões Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como saúde, política, economia, RUA: LOURENÇO Nº 105 – FONE (43) 3564 2317 sociedade, educação, tecnologia, ORMENEZE, energia, relações internacionais, desenvolvimento QUATIGUÁ -PR CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEPe –suas 86.450-000 sustentável, responsabilidade socioambiental, segurança e ecologia, vinculações históricas.

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ

- CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS DA ÁREA: 28 questões - Conhecimentos específicos voltados ao cargo de Auxiliar Legislativo: Regras básicas de servidor público; Ética, Normas e comportamento em serviço público; Regras para Recepcionar as pessoas nos gabinetes e pelos departamentos e dar-lhes o devido encaminhamento; conhecimento sobre atendimento telefônico:· Receber ligações telefônicas; · Efetuar ligações interurbanas solicitadas, e registrá-las em impresso próprio para o devido arquivamento;· Imprimir o relatório de ligações telefônicas e encaminhá-lo ao setor competente.Executar outras atividades correlatas às acima descritas, a critério do superior imediato. Conhecimento dos trabalhos administrativos em qualquer dos setores da Câmara Municipal: digitação, arquivamento e demais atividades básicas administrativas; redação de correspondências, pareceres, ofícios, memorandos, documentos legais e outros significativos para o órgão; Conhecimentos básicos de operação de microcomputador, digitação e fotocópias, utilizando programas básicos e aplicativos, para incluir, alterar e obter dados e informações, bem como consultar registros; Coordenar a classificação, o registro e a conservação de processos, livros e outros documentos em arquivos específicos; Elaborar, sob orientação, ou colaborar na elaboração de relatórios parciais e anuais, atendendo às exigências ou normas da unidade administrativa. Conhecimentos sobre trabalhos das Sessões da Câmara Municipal, como gravação das mesmas, bem como a leitura de documentos e suporte aos vereadores, controle de estoque, a fim de assegurar a perfeita ordem de armazenamento, conservação e níveis de suprimento. Conhecimento de informações de caráter geral, pessoalmente ou por telefone, anotando e transmitindo recados; Controlar estoques de materiais, inspecionando o recebimento e a entrega, bem como verificando os prazos de validade dos materiais perecíveis e a necessidade de ressuprimento dos estoques; Colaborar nos estudos para a organização e a racionalização dos serviços. Conhecimento sobre serviços de limpeza e conservação do prédio da Câmara RUA: LOURENÇO Nº 105 – FONE (43) 3564 Preparo 2317 Municipal limpeza e conservação do ORMENEZE, Plenário, dos gabinetes dos vereadores; de QUATIGUÁ CNPJ.outras 77.778.769/0001/60 CEP – 86.450-000 café e lanche aos vereadores-PR e servidores; atividades correlatas.

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ ANEXOII

CONCURSO PÚBLICO 001/2011 – CAMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ/PR FORMULÁRIO PARA RECURSOS À Comissão Organizadora do Concurso Público 001/2011 para Provimento dos Cargos para a Câmara Municipal de Quatiguá - Paraná Recurso referente a: 1-( ) Prova Objetiva 2-( ) Classificação no Concurso 3-( ) ___________________ Candidato(a): _______________________________________ Nº Inscrição: __________ RG: _______________ CPF:_______________CARGO PLEITEADO: _________________ Questões apontadas como problemáticas: _______/______/______/______ JUSTIFICATIVA PARA A QUESTÃO CONSIDERADA PROBLEMÁTICA: Questão Número [_] : _______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ Questão Número [_] : _______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ Questão Número [_] : _______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ Questão Número [_] : _______________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________ Justificativa para os recursos referentes aos itens demarcados: Para fundamentar essa contestação, encaminho anexos os seguintes documentos: _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________ ______________________________ Assinatura do Candidato: _____________________________________________ Data: ____/ ____/ ______ Recebido por (nome e assinatura): _____________________________________________ Data: ____/ ____/ ______

Obs: Entregar uma cópia deste formulário para a Comissão do Concurso, na sede da Câmara Municipal de Quatiguá, Paraná, Rua Lourenço Ormeneze, nº 105,Centro, Quatiguá/PR ou na Coordenadoria de Concursos da Empresa Prosperity Empreendimentos e Assessoria Ltda., Rua RUA: LOURENÇO ORMENEZE, Nº 105 – FONE (43) 3564 2317 Margarida F. Gonçalves, 138, Centro, Ibaiti/PR, no horário das 8h às 11h e das 13h às 17h, QUATIGUÁ CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEP – 86.450-000 obedecendo ao prazo previsto -PR no cronograma.

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ ANEXOIII

CONCURSO PÚBLICO 001/2011 – CAMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ/PR FORMULÁRIO PARA RECURSOS

Apresentação de Laudo Médico Para Pessoas com Deficiência REQUERIMENTO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA Município: QUATIGUÁ - PR Nome do Candidato: _________________________________________ N.º da inscrição: _____________ Cargo : _________________________________________________ Vem REQUERER PROVA ESPECIAL e/ou TRATAMENTO ESPECIAL como PORTADOR DE DEFICIENCIA, pelo qual apresento LAUDO MÉDICO com CID (colocar os dados abaixo, com base no laudo): Tipo de deficiência_____________________________________ Código correspondente da Classificação Internacional de Doença – CID _____________________________________________________ Nome do Médico Responsável pelo laudo: ___________________________________ Nº do CRM :___________

1.2 NÍVEL ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO:

(OBS: Não serão considerados como deficiência os distúrbios de acuidade visual passíveis de correção simples do tipo miopia, astigmatismo, estrabismo e congêneres)

- PORTUGUÊS: 04 questões 1. Compreensão e interpretação de textos.

Dados especiais para aplicação das PROVAS: (marcar com X no local caso necessite de Prova Especial ou não, em caso positivo , discriminar o tipo de prova


como PORTADOR DE DEFICIENCIA, pelo qual apresento LAUDO MÉDICO com CID (colocar os dados abaixo, com base no laudo):

II – acompanhar o julgamento dos recursos interpostos pelos candidatos, com o

Tipo de deficiência_____________________________________

III - velar pela preservação do sigilo das provas;

Código correspondente da Classificação Internacional de Doença – CID _____________________________________________________

IV – analisar e referendar todos os editais do concurso: principalmente em relação a

Nome do Médico Responsável pelo laudo: ___________________________________ Nº do CRM :___________

Concurso Público.

(OBS: Não serão considerados como deficiência os distúrbios de acuidade visual passíveis de correção simples do tipo miopia, astigmatismo, estrabismo e congêneres)

§ 2º Os membros da Comissão, nos seus afastamentos, serão substituídos pelos

Dados especiais para aplicação das PROVAS: (marcar com X no local caso necessite de Prova Especial ou não, em caso positivo , discriminar o tipo de prova necessário)

§ 3º A Comissão de Concurso contará com 07(sete) membros, sendo: uma

B-6 Atas&Editais

parecer dos profissionais da empresa contratada;

TRIBUNA DO VALE

homologação das inscrições e da lista de aprovados na Classificação final do

( ) NÃO NECESSITA DE PROVA ESPECIAL e/ou TRATAMENTO ESPECIAL ( ) NECESSITA DE PROVA ESPECIAL (Discriminar abaixo qual o tipo de prova necessária)

suplentes,

Sabado e domingo, 19 e 20 de março de 2011

designados

em

Resolução

pelo

Legislativo

Municipal.

presidência, uma secretaria para apoio administrativo, três membros e dois suplentes. § 4º A presidência será responsável em coordenar a comissão, a secretaria será

É Obrigatório a apresentação de LAUDO MÉDICO com CID, junto a esse requerimento.

responsável pela lavratura das atas das reuniões da Comissão, os membros

_____________________, _______ de _____________________ de 2011.

concurso público e os membros suplentes em substituir os membros titulares em

titulares em participar e fiscalizar o acompanhamento de todas as etapas do

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ RUA: LOURENÇO ORMENEZE, Nº 105 – FONE (43) 3564 2317 QUATIGUÁ -PR CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEP – 86.450-000

Assinatura do candidato:__________________________________________

eventuais faltas dos membros titulares. Art. 3º Aplicam-se aos membros das comissões e os seus parentes consangüíneos

RESOLUÇÃO Nº. 001/2011 O Presidente da Câmara Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso de suas

ou por afinidade os motivos de suspeição e de impedimento para a participação no

atribuições legais e tendo em vista a realização de Concurso Público, para preenchimento de cargos

concurso público:

vagos no Quadro de Pessoal da Câmara Municipal:

§ 1º Constituem motivo de suspeição ou impedimento:

RESOLVE:

I - a existência de candidatos funcionalmente vinculados a comissão do concurso ou

I – Designar as seguintes pessoas abaixo denominadas para compor a Comissão do Concurso Público: - WANDERLEY FORASTIERI DA SILVEIRA, Secretário Municipal de Educação, PósGraduado, Casado, CPF: 042.493.139.72, RG:650624 – PRESIDENTE; - ALVARO SIMONETTI FONSECA FILHO, Secretário Municipal de Obras, Ensino Fundamental Completo, Casado, CPF:142.738.539.49, RG:956474 – SECRETÁRIO; - JOSE BELASQUE FILHO, Secretário Municipal da Administração, Professor de Educação Física, Casado, CPF:142.733.309.20, RG:1075433- MEMBRO; - IVAIR DALDEGAN, Agente Administrativo, Bacharel em Direito, Casado, CPF: 749.214.019.34, RG: 75495787 – MEMBRO; - MARLON VALLE, Chefe da Seção de Esportes, Professor de História, Solteiro, CPF:66.511.329.38, RG: 90671154 - - MEMBRO;

de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, inclusive, cuja inscrição haja sido deferida. II - Não poderão participar do Concurso Público, os membros da comissão deste certame e os profissionais responsáveis pela elaboração das provas objetivas,

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ

assim como seus consangüíneos ouNºpor em3564 linha reta ou RUA:parentes LOURENÇO ORMENEZE, 105afinidade, – FONE (43) 2317 QUATIGUÁ -PR CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEP – 86.450-000 colateral, até o terceiro grau. § 2º Os motivos de suspeição e de impedimento deverão ser comunicados ao Presidente da Comissão de Concurso, por escrito, até 5 (cinco) dias úteis após a publicação da relação dos candidatos inscritos no Diário Oficial. III– Esta Resolução terá efeitos legais a partir desta data.

- GILVAN DE OLIVEIRA, Assistente Administrativo, Professor de Português/Inglês, Casado, CPF: 033.857.169-85, RG: 8.211.462-9 - SUPLENTE; - ORENILDE BORGES BELTANI, Assistente Administrativo, Ensino Médio, Casada, CPF: 019.737.519-76, RG: 5.229.271-9 – SUPLENTE.

REGISTRE-SE E PUBLIQUE-SE. Quatiguá, 25 de fevereiro de 2011.

Para, sob a presidência do primeiro e secretariado pelo segundo, constituir a Comissão do Concurso Público Nº. 001/2011 a ser realizado pela Câmara Municipal de Quatiguá em conformidade com o Edital n.º 001/2011.

CARLOS ALBERTO TRAMONTIN Presidente da Câmara Municipal

II – Os membros acima citados foram convocados através de ofício circular nº 001/2011 e estão cientes de sua participação na seguinte comissão, bem como de suas atribuições no pleito em questão.

III– Esta Resolução terá efeitos legais a partir desta data.

REGISTRE-SE E PUBLIQUE-SE. Quatiguá, 25 de fevereiro de 2011.

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ RUA: LOURENÇO ORMENEZE, Nº 105 – FONE (43) 3564 2317 CARLOS ALBERTO TRAMONTIN CEP – 86.450-000 QUATIGUÁ -PR CNPJ. 77.778.769/0001/60 Presidente da Câmara Municipal

RESOLUÇÃO Nº. 002/2011 O Presidente da Câmara Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista a realização de Concurso Público, para preenchimento de cargos vagos no Quadro de Pessoal da Câmara Municipal: RESOLVE: I – Designar as atribuições da comissão para realização de Concurso Público: Seção I Da composição, quórum e impedimentos: Art. 1º O concurso desenrolar-se-á exclusivamente perante Comissão do Concurso Público. § 1º As atribuições da Comissão Examinadora são: I - auxiliar na elaboração e aprovar o edital de abertura do certame; II - fixar o cronograma com as datas de cada etapa; III - receber e examinar os requerimentos de inscrição preliminar e definitiva, deliberando sobre eles, observando, em especial, se existe motivo de suspeição ou impedimento dos candidatos; IV - designar os fiscais para aplicação das provas; V - emitir documentos; VI - prestar informações acerca do concurso; VII - validar os requerimentos de inscrição; VIII - acompanhar a realização de todas as etapas do concurso público IX - validar os títulos dos candidatos e atribuição de suas notas; X - julgar os recursos interpostos nos casos de indeferimento de inscrição preliminar; XI - ordenar a convocação do candidato a fim de comparecer em dia, hora e local indicados para a realização da prova; XII - homologar, em virtude de recurso, o resultado da prova objetiva seletiva, determinando a publicação no Diário Oficial da lista dos candidatos classificados; RUA: questões LOURENÇO ORMENEZE, Nº 105 – FONE (43) 3564 2317 XIII - apreciar outras inerentes ao concurso. QUATIGUÁ -PR CNPJ. 77.778.769/0001/60 CEP – 86.450-000 Seção II

CÂMARA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ

Art.2º Compete à Comissão: § 1º As competências da Comissão do concurso são: I – fiscalizar a aplicação e correção das provas; II – acompanhar o julgamento dos recursos interpostos pelos candidatos, com o parecer dos profissionais da empresa contratada; III - velar pela preservação do sigilo das provas; IV – analisar e referendar todos os editais do concurso: principalmente em relação a homologação das inscrições e da lista de aprovados na Classificação final do Concurso Público. § 2º Os membros da Comissão, nos seus afastamentos, serão substituídos pelos suplentes,

designados

em

Resolução

pelo

Legislativo

Municipal.

§ 3º A Comissão de Concurso contará com 07(sete) membros, sendo: uma presidência, uma secretaria para apoio administrativo, três membros e dois

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE JUNDIAÍ DO SUL/PR EXTRATO DO INSTRUMENTO PARTICULAR DE COOPERAÇÃO FINANCEIRA Nº. 002/2011. CONVENENTES:. Município de Jundiaí do Sul/PR, com sede à Rua Anchieta nº. 260, Praça Pio X, inscrito no CNPJ/MF sob nº. 76.408.061/0001-54 e a APMI - Associação de Proteção à Maternidade e a Infância de Jundiaí do Sul/PR, com sede na Rua São Francisco, nº. 75 inscrita no CNPJ/MF sob. Nº.78.597.705/0001-25. OBJETO: Transferência de recursos para atender despesas com atividades ínsitas no Plano de Trabalho visando ao atendimento a crianças e famílias menos favorecidas do município. DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 09-DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 09.001-Departamento de Assistência Social 08.244.14002-076 – Convênio com a APMI 3.3.50.43.00.00 – Subvenções Sociais VALOR GLOBAL: R$ 20.200,00 (vinte mil e duzentos reais), sendo R$ 20.000,00 (vinte mil reais), transferido pelo Município mediante depósitos mensais e R$ 200,00 (duzentos reais) de contrapartida da Entidade a serem disponibilizado em parcelas conforme plano de trabalho. VIGÊNCIA: 18/03/2011 à 31/12/2011. FORO: Comarca de Ribeirão do Pinhal – Pr. Jundiaí do Sul, 18 de março de 2011. Eclair Rauen Prefeito Municipal CPF/MF Nº. 549.592.259-04 Natália Rauen Godoy Presidente da APMI CPF/MF Nº. 078.795.889-14 PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA – ESTADO DO PARANA EXTRATO DO CONTRATO Nº 049/2011 REFERENTE AO PREGÃO PRESENCIAL Nº 011/2011 PARTES: PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA e MERCADO VALLE LTDA. OBJETO: Contratação de empresa para aquisição, conforme necessidade, de gêneros alimentícios de 1ª qualidade, destinados a merenda escolar das Escolas Municipais e Centro de Educação Infantil desta municipalidade pelo período de 12 (doze) meses. VALOR CONTRATUAL: R$ 77.064,60 (setenta e sete mil sessenta e quatro reais e sessenta centavos), referente aos itens 01 e 02 do Lote 02, itens 03,05,07,10,16,24,25,28,29,30,31,32,38,39,40, 43,44,51,53,62 ,64,68,79,84,88,92,97 e 103, do referido edital. VIGÊNCIA: 12 (doze) meses, a partir da assinatura do contrato. FORO: Comarca de Joaquim Távora, Estado do Paraná. Joaquim Távora (PR), 17 de março de 2011. CLAUDIO REVELINO PREFEITO MUNICIPAL CONTRATANTE MERCADO VALLE LTDA CONTRATADA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL DECRETO 009/2011 Sumula: Determinada providencias para reintegrar no cargo a servidora municipal ELIANE PEREIRA DA COSTA O Senhor DR DARTAGNAN CALIXTO FRAIZ, Prefeito Municipal de Ribeirão do Pinhal, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e na forma da Lei. DECRETA: Art: 1º. Fica reintegrada no cargo a servidora municipal ELIANE PEREIRA DA COSTA, portadora da CTPS 06455 serie 0047/PR. Art. 2º. Dê-se ciência a servidora de sua reintegração. Art. 3º. Este Decreto entra em vigor nesta data, revogando-se as disposições em contrario. Gabinete do Prefeito DARTAGNAN CALIXTO FRAIZ Prefeito Municipal PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE JUNDIAÍ DO SUL/PR EXTRATO DO INSTRUMENTO PARTICULAR DE COOPERAÇÃO FINANCEIRA Nº. 003/2011. CONVENENTES: Município de Jundiaí do Sul/PR, com sede à Rua Anchieta nº. 260, Praça Pio X, inscrito no CNPJ/MF sob nº. 76.408.061/0001-54 e o PROVOPAR -Programa do Voluntariado Paranaense, com sede na Rua São Francisco, nº. 75 , inscrita no CNPJ/MF sob. Nº. 05.159.316/0001-44. OBJETO: Transferência de recursos para atender despesas com atividades ínsitas no Plano de Trabalho visando ao atendimento a crianças e famílias menos favorecidas do município. DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA : 09-DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 09.001-Departamento de Assistência Social 08.244.14001-009 – Convênio com o PROVOPAR 3.3.50.43.00.00 – Subvenções Sociais VALOR GLOBAL: R$ 35.350,00 (trinta e cinco mil, trezentos e cinqüenta reais), sendo R$ 35.000,00, transferido pelo Município mediante depósitos mensais e R$ 350,00 de contrapartida da Entidade a serem disponibilizado em parcelas conforme plano de trabalho. VIGÊNCIA : 18/03/2011 à 31/12/2011. FORO: Comarca de Ribeirão do Pinhal – Pr. Jundiaí do Sul, 18 de março de 2011. Eclair Rauen Prefeito Municipal CPF/MF Nº. 549.592.259-04 Natália Rauen Godoy Presidente do PROVOPAR CPF/MF Nº. 078.795.889-14


TRIBUNA DO VALE

Sabado e domingo, 19 e 20 de março de 2011 PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA DECRETO Nº 111/11 A Prefeita Municipal de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei, considerando a realização do concurso Público de Provas e Provas e Títulos, realizado em 28 de março de 2010, regulamentado pelo Edital nº 01/2010-PMSAP, autorizado pela Lei nº 876, de 27 de novembro de 2009; Considerando o disposto na Lei nº 02/93, de 02/02/93, que dispõe sobre o Regime Jurídico dos Servidores Públicos deste Município, e Lei nº 412/05, de 17 de março de 2005, que dispõe sobre a Estrutura do Plano de Cargos e o Sistema de Carreira no Serviço Público; Considerando o disposto nos Incisos I a XIV, artigo 138 do Edital nº 001/2010-PMSAP; Considerando, finalmente, o teor do Decreto nº 139/10, de 12/05/10, que Homologa o Resultado do Concurso Público, Decreta: Art.1º - Ficam NOMEADAS em caráter efetivo, de acordo com a Lei nº 02/93, artigo 13, I, a partir de 17 de março de 2011, para exercerem cargos públicos criados pela Lei nº 876, de 27 de novembro de 2009, neste Município, as pessoas abaixo relacionadas, com vencimento correspondente ao valor inicial da respectiva referência, tabela de cargos e valores – Anexo A, da referida Lei, como segue: Cargo: AUXILIAR DE SERVIÇOS PÚBLICOS – Referência 01 – Grau “Piso” Vencimento R$ 314,81 (equiparado ao Salário Mínimo, conforme Lei nº 595/07)

Art.2º - A Pessoa nomeada no art. 1º deste decreto deverá obedecer ao estabelecido no artigo 16 da Lei nº 412/05. Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário.GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA / ESTADO DO PARANÁ / PAÇO MUNICIPAL DR. ALÍCIO DIAS DOS REIS, aos 17 de março de 2011. MARIA ANA VICENTE GUIMARÃES POMBO Prefeita Municipal CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL PARA ATERRO SANITÁRIO CIAS SEDE : SANTO ANTONIO DA PLATINA EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 001/2011 MODALIDADE – PREGÃO PRESENCIAL 001/2011. TIPO: MENOR PREÇO - POR ITEM OBJETO DA LICITAÇÃO: Contratação de empresa para fornecimento de materiais e serviços abaixo especificado.

DATA E HORÁRIO DE APRESENTAÇÃO E ABERTURA DOS ENVELOPES: Das 14hs às 14hs30m, do dia 08 de abril de 2011, na Sede da ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO NORTE PIONEIRO - AMUNORPI – Rua Tiradentes, 442 – Santo Antonio da Platina, Estado do Paraná. DATA DA ABERTURA E JULGAMENTO: Às 14hs31m, do dia 08 de abril de 2011, na Sede da ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO NORTE PIONEIRO - AMUNORPI – Rua Tiradentes 442 – Santo Antonio da Platina, Estado do Paraná Obs.: A documentação completa do Edital deverá ser retirada no endereço acima mencionado, no horário comercial das 08h30min às 11hs, e das 13hs as 17horas – amunorpi@uol.com.br. Santo Antonio da Platina, em 17 de março de 2011. CLAUDIO REVELINO PRESIDENTE CIAS PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARA – ESTADO DO PARANÁ COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL NO 09/2011 PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS No 09/2011 EMISSÃO 18/03/2011 - ABERTURA 01/04/2011 Prefeitura Municipal de Cambará – Estado do Paraná, torna público para conhecimento de interessados, que, com base na Lei no 10.520, de 17 de Julho de 2002 e subsidiariamente a Lei no 8.666/93 e alterações posteriores, e, Lei Complementar n.º 123/2006, encontra-se aberta Licitação, na modalidade PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS, do tipo MENOR PREÇO POR ITEM, apresentando preço para aquisição de baterias, conforme especificado no instrumento convocatório e anexos. I - DO OBJETO: A presente licitação tem por objeto o Registro de Preços para aquisição de baterias, conforme ANEXO I - OBJETO, observadas as especificações ali estabelecidas, visando aquisições futuras por esta Administração. II – DO EDITAL: O Edital e seus Anexos poderão ser adquiridos no Prédio da Prefeitura Municipal, no endereço Avenida Brasil no 1082, Centro, Fone (43) 3532-3535, Ramal 226, Cambará, Estado do Paraná, de 2a a 6a feira, nos horários das 08:00 às 11:30 horas, e das 13:00 às 17:00 horas, onde poderão ser consultados e adquiridos gratuitamente e pelo site: www.cambara.pr.gov.br. Esclarecimentos adicionais, no mesmo endereço, junto ao Departamento de Licitação, e telefones acima. III - DA ABERTURA: Os envelopes deverão ser protocolados e entregues na sede da Prefeitura, no departamento de Licitações, até o dia 01/04/2011 às 13:15 horas, para o julgamento às 13:30 horas do mesmo dia. Gabinete do Prefeito Municipal de Cambará – Estado do Paraná, 18 de março de 2011. JOSÉ SALIM HAGGI NETO PREFEITO MUNICIPAL DE CAMBARÁ PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE JUNDIAÍ DO SUL/PR EXTRATO DO INSTRUMENTO PARTICULAR DE COOPERAÇÃO FINANCEIRA Nº. 002/2011. CONVENENTES:. Município de Jundiaí do Sul/PR, com sede à Rua Anchieta nº. 260, Praça Pio X, inscrito no CNPJ/MF sob nº. 76.408.061/0001-54 e a APMI - Associação de Proteção à Maternidade e a Infância de Jundiaí do Sul/PR, com sede na Rua São Francisco, nº. 75 inscrita no CNPJ/MF sob. Nº.78.597.705/0001-25. OBJETO: Transferência de recursos para atender despesas com atividades ínsitas no Plano de Trabalho visando ao atendimento a crianças e famílias menos favorecidas do município. DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 09-DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL 09.001-Departamento de Assistência Social 08.244.14002-076 – Convênio com a APMI 3.3.50.43.00.00 – Subvenções Sociais VALOR GLOBAL: R$ 20.200,00 (vinte mil e duzentos reais), sendo R$ 20.000,00 (vinte mil reais), transferido pelo Município mediante depósitos mensais e R$ 200,00 (duzentos reais) de contrapartida da Entidade a serem disponibilizado em parcelas conforme plano de trabalho. VIGÊNCIA: 18/03/2011 à 31/12/2011. FORO: Comarca de Ribeirão do Pinhal – Pr. Jundiaí do Sul, 18 de março de 2011. Eclair Rauen Prefeito Municipal CPF/MF Nº. 549.592.259-04 Natália Rauen de Godoy Presidente da APMI CPF/MF Nº. 078.795.889-14 PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA – ESTADO DO PARANA EXTRATO DO CONTRATO Nº 048/2011 REFERENTE AO PREGÃO PRESENCIAL Nº 011/2011 PARTES: PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA e ATACADÃO FARTURA DISTRIBUIDORA LTDA. OBJETO: Contratação de empresa para aquisição, conforme necessidade, de gêneros alimentícios de 1ª qualidade, destinados a merenda escolar das Escolas Municipais e Centro de Educação Infantil desta municipalidade pelo período de 12 (doze) meses. VALOR CONTRATUAL: R$ 16.825,10 (dezesseis mil oitocentos e vinte e cinco reais e dez centavos), referente aos itens 06,09,11,20,22,35,41,47,48,52,66,70,72,75,83,91,93 e 102 do Lote 03, do referido edital. VIGÊNCIA: 12 (doze) meses, a partir da assinatura do contrato. FORO: Comarca de Joaquim Távora, Estado do Paraná. Joaquim Távora (PR), 17 de março de 2011. CLAUDIO REVELINO PREFEITO MUNICIPAL CONTRATANTE ATACADÃO FARTURA DISTRIBUIDORA LTDA CONTRATADA

Atas&Editais B-7 PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ-ESTADO DO PARANÁ AVISO DE ADIAMENTO DE LICITAÇÃO E RETIFICAÇÃO DE EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 14/2011 Tendo em vista a necessidade de se realizar alterações no Edital do Processo Licitatório Modalidade Pregão Presencial sob o nº 14/2011, no que se refere a Qualificação Econômico-Financeira (item 1.3 da cláusula VI), fica adiada a sessão de processamento do certame em epígrafe marcada para às 08h20min do dia 25 de março de 2011, ficando agendada para o dia 04 de abril de 2011, a sessão para o processamento do mesmo, com credenciamento das 08h20min às 08h40min. Informações sobre a retirada do edital com o setor de Tributação e Cadastro da Prefeitura Municipal de Quatiguá – Fone: (43) 3564-1381. Quatiguá-PR, em 18 de março de 2011. Genivaldo Valle Pregoeiro Conselho Municipal de Assistência Social RESOLUÇÃO 001/2011 SÚMULA: Aprovar o Demonstrativo Físico Financeiro do IGD (Índice de Gestão Descentralizada) de 2009. O Conselho Municipal de Assistência Social, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Municipal nº 437, de 10 de dezembro de 2009. Resolve: Art. 1º - Aprovar o Demonstrativo Físico Financeiro do IGD(Índice de Gestão Descentralizada) referente a 2009. Art. 2º - Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação. Sala de reunião do Conselho Municipal de Assistência Social – CMAS, aos 18 de março de 2011. hiago Pinheiro da Costa Presidente do CMAS PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA – ESTADO DO PARANA EXTRATO DO CONTRATO Nº 050/2011 REFERENTE AO PREGÃO PRESENCIAL Nº 011/2011 PARTES: PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA e SUPERMERCADO BRUNHARI LTDA. OBJETO: Contratação de empresa para aquisição, conforme necessidade, de gêneros alimentícios de 1ª qualidade, destinados a merenda escolar das Escolas Municipais e Centro de Educação Infantil desta municipalidade pelo período de 12 (doze) meses. VALOR CONTRATUAL: R$ 55.593,10 (cinqüenta e cinco mil quinhentos e noventa e três reais e dez centavos), referente aos itens 01,08,12,21,34,36,45,49,54,59,61,67,69,71,73,85,87,95 e 98 do Lote 03, e itens 04,05,13,16,19,20,24,27,31,33,34,39,48,51 e 55 do Lote 04, do referido edital. VIGÊNCIA: 12 (doze) meses, a partir da assinatura do contrato. FORO: Comarca de Joaquim Távora, Estado do Paraná. Joaquim Távora (PR), 17 de março de 2011. CLAUDIO REVELINO PREFEITO MUNICIPAL CONTRATANTE SUPERMERCADO BRUNHARI LTDA CONTRATADA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA – ESTADO DO PARANA EXTRATO DO CONTRATO Nº 043/2011 REFERENTE AO PREGÃO PRESENCIAL Nº 011/2011 PARTES: PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA e FABIO LUCIANO DEMEU DA SILVA ME OBJETO: Contratação de empresa para aquisição, conforme necessidade, de gêneros alimentícios de 1ª qualidade, destinados a merenda escolar das Escolas Municipais e Centro de Educação Infantil desta municipalidade pelo período de 12 (doze) meses. VALOR CONTRATUAL: R$ 59.300,00 (cinqüenta e nove mil e trezentos reais), referente aos itens 01 e 02 do Lote 01, do referido edital. VIGÊNCIA: 12 (doze) meses, a partir da assinatura do contrato. FORO: Comarca de Joaquim Távora, Estado do Paraná. Joaquim Távora (PR), 17 de março de 2011. CLAUDIO REVELINO PREFEITO MUNICIPAL CONTRATANTE FABIO LUCIANO DEMEU DA SILVA - ME CONTRATADA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA – ESTADO DO PARANA EXTRATO DO CONTRATO Nº 044/2011 REFERENTE AO PREGÃO PRESENCIAL Nº 011/2011 PARTES: PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA e JOSMAR BAGATIN. OBJETO: Contratação de empresa para aquisição, conforme necessidade, de gêneros alimentícios de 1ª qualidade, destinados a merenda escolar das Escolas Municipais e Centro de Educação Infantil desta municipalidade pelo período de 12 (doze) meses. VALOR CONTRATUAL: R$ 1.200,00 (um mil e duzentos reais), referente ao item 104 do Lote 03, do referido edital. VIGÊNCIA: 12 (doze) meses, a partir da assinatura do contrato. FORO: Comarca de Joaquim Távora, Estado do Paraná. Joaquim Távora (PR), 17 de março de 2011. CLAUDIO REVELINO PREFEITO MUNICIPAL CONTRATANTE JOSMAR BAGATIN CONTRATADA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA – ESTADO DO PARANA EXTRATO DO CONTRATO Nº 045/2011 REFERENTE AO PREGÃO PRESENCIAL Nº 011/2011 PARTES: PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA e LUZ & DUZANSKI LTDA ME. OBJETO: Contratação de empresa para aquisição, conforme necessidade, de gêneros alimentícios de 1ª qualidade, destinados a merenda escolar das Escolas Municipais e Centro de Educação Infantil desta municipalidade pelo período de 12 (doze) meses. VALOR CONTRATUAL: R$ 27.421,80 (vinte e sete mil quatrocentos e vinte e um reais e oitenta centavos), referente aos itens 01,02,03,07,08,09,11,12,14,17,18,22,25,26,28,29,30,32,35,37,39,40,41, 42,43,44,46,47,49,50,52,53,54 e 57, do Lote 04, do referido edital. VIGÊNCIA: 12 (doze) meses, a partir da assinatura do contrato. FORO: Comarca de Joaquim Távora, Estado do Paraná. Joaquim Távora (PR), 17 de março de 2011. CLAUDIO REVELINO PREFEITO MUNICIPAL CONTRATANTE LUZ & DUZANSKI LTDA ME CONTRATADA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA – ESTADO DO PARANA EXTRATO DO CONTRATO Nº 046/2011 REFERENTE AO PREGÃO PRESENCIAL Nº 011/2011 PARTES: PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA e TEREZA ERNESTINA DAYEH - ME. OBJETO: Contratação de empresa para aquisição, conforme necessidade, de gêneros alimentícios de 1ª qualidade, destinados a merenda escolar das Escolas Municipais e Centro de Educação Infantil desta municipalidade pelo período de 12 (doze) meses. VALOR CONTRATUAL: R$ 34.379,00 (trinta e quatro mil trezentos e setenta e nove reais), referente aos itens 02,13,15,17,18,23,46,50,55,58,60,63,74,77,78,80,86,89,99 e 101 do Lote 03 e itens 23,36,38,45 e 56 do Lote 04, do referido edital. VIGÊNCIA: 12 (doze) meses, a partir da assinatura do contrato. FORO: Comarca de Joaquim Távora, Estado do Paraná. Joaquim Távora (PR), 17 de março de 2011. CLAUDIO REVELINO PREFEITO MUNICIPAL CONTRATANTE TEREZA ERNESTINA DAYEH - ME CONTRATADA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA – ESTADO DO PARANA EXTRATO DO CONTRATO Nº 047/2011 REFERENTE AO PREGÃO PRESENCIAL Nº 011/2011 PARTES: PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA e REGINALDO VILELA - ME. OBJETO: Contratação de empresa para aquisição, conforme necessidade, de gêneros alimentícios de 1ª qualidade, destinados a merenda escolar das Escolas Municipais e Centro de Educação Infantil desta municipalidade pelo período de 12 (doze) meses. VALOR CONTRATUAL: R$ 21.730,10 (vinte e um mil setecentos e trinta reais e dez centavos), referente aos itens 04,14,19,26,27,33,37,42,56,57,65,76,81,82,90,94,96 e 100 do Lote 03 e itens 10,15 e 21 do Lote 04, do referido edital. VIGÊNCIA: 12 (doze) meses, a partir da assinatura do contrato. FORO: Comarca de Joaquim Távora, Estado do Paraná. Joaquim Távora (PR), 17 de março de 2011. CLAUDIO REVELINO PREFEITO MUNICIPAL CONTRATANTE REGINALDO VILELA - ME CONTRATADA


cmyb

TRIBUNA DO VALE

Sabado e domingo, 19 e 20 de março de 2011

E-mail: social@tribunadovale.com.br

FERNANDA DINIZ Divulgação

Frase

Existem manhãs em que abrimos a janela e temos a impressão de que o dia nos está esperando . (Charles Baudelaire)

Arquivo Pessoal

Parabéns

A bela Vanessa Oliveira Camargo trocou de idade no último dia 18. Vanessa recebeu felicitações, pelos 23 anos, do marido Fernando Santos Camargo da mãe Aparecida Lhamas de Oliveira e do pai Jorge Paulino de Oliveira

Arquivo Pessoal

1 aninho

Felicidades

A linda Maria Júlia Ferreira completou seu 1º aninho no último dia 12. Os mimos vieram ao dobro da mamãe Natália Ferreira e do papai Waldemir Ferreira Junior

No último dia 11 a professora Francielle Santos comemorou aniversário em Santo Antônio da Platina. Os parabéns especiais vêm dos amigos e familiares

Torneio

A Upe Clube de Campo promove neste dia 10 de abril, a partir das 9h, Torneio de Truco. O evento terá as seguintes premiações: 1°Lugar ‒ R$ 400,00 + 1 Leitoa Assada/ 2º Lugar - R$ 200,00/ 3º Lugar - R$ 100,00. As duplas interessadas podem se inscrever na secretaria do Clube, sendo que o valor da inscrição por dupla é de R$40,00. Maiores informações nos telefones: (43) 3534-1361 ou 9621-

Agenda

Acontece hoje em Santo Antônio da Platina o Baile para escolha da Rainha da EFAPI 2011. A animação fica por conta da Banda Jair Super Cap Show que garante agito total no Clube Platinense.Garotas de toda região estarão desfilando neste super evento que antecede a 39ª Exposição Feira Agropecuária. Imperdível!

Foto Celso

Babados

O astro do pop adolescente Justin Bieber fez uma pausa em sua turnê para visitar o museu Madame Tussauds, em Londres, e conhecer a sua réplica em cera. O boneco, vestido com uma camisa xadrez vermelha e preta e calça jeans escura, é uma das três réplicas de Bieber que serão inauguradas no mundo -- as outras estão em Amsterdã e Nova York. É muito incrível de ver , disse o cantor de 17 anos, antes de fazer uma piada sobre o tamanho do modelo de cera. Como você pode ver, você sabe, eu sou pelo menos 1,80m mais alto que esse cara. (Uol)

Love

O belo casal da foto é de Santo Antônio da Platina, Luana e Dieyson. Só Love!

cyan magenta yellow black


TRIBUNA DO VALE EDIÇÃO 1857