Issuu on Google+

cmyb

Terça-feira

TRIBUNA DO VALE 22 DE FEVEREIRO DE 2011

POLÍTICA

Salário de deputados aumenta, mas produção cai 

PÁG. A3

DIRETOR: BENEDITO FRANCISQUINI

ANO XV - N0 1840 - R$ 1,00

www.tribunadovale.com.br

SAÚDE

Jacarezinho enfrenta caos com epidemia de dengue Antônio de Picolli

SAÚDE

Santo Antônio intensifica combate à dengue 

PÁG. A5

CURSO

Cambará oferece capacitação em artesanato 

PÁG. A5

JACAREZINHO

Dois bandidos morrem em troca de tiros com polícia 

PÁG. A6

BARULHO

Diversão na avenida incomoda moradores 

PÁG. A6

GOVERNO

Paraná vai implantar nova política fiscal 

PÁG. A8

JACAREZINHO

Proprietários de terrenos sujos serão multados 

PÁG. A8

ECONOMIA

Renda agrícola no país deve subir 16% em 2011 

PÁG. B1

330 200

O número de casos de dengue em Jacarezinho não para de crescer e os sete postos de saúde da cidade não estão mais dando conta de atender as suspeitas da doença. Hoje, o município tem 343 casos confirmados oficialmente. Duas mortes estão sendo investigadas. Há suspeitas de que elas tenham sido causadas por dengue hemorrágica, o tipo mais grave da doença. Como senão bastasse, o Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia (foto) decidiu que não atende mais as pessoas com sintomas de dengue. 

PÁG. A5

CARLÓPOLIS

Agitação provoca discórdias no Vale dos Sonhos

Antônio de Picolli

Com a alta temporada, o clube Vale dos Sonhos, em Carlópolis, chega a receber 2 mil pessoas nos fins de semana. A grande concentração de gente, ao mesmo tempo gera renda para o clube, também traz problemas. As diferenças entre o estilo de vida dos jovens, que abusam do som alto, e das famílias, que preferem paz e tranqüilidade fazem com que o presidente do clube, Gilberto Aguiar, tenha que mediar discussões. Alguns sócios estão descontentes com os decibéis gerados pelos potentes alto falantes dos carros.  PÁG. A6

Antônio de Picolli

S.A. PLATINA

Prefeitura vai abrir três novas creches

A prefeitura de Santo Antônio da Platina anunciou a abertura de mais três novas creches na cidade. Com isso, 220 alunos que compunham uma fila de espera de 750 crianças terão vagas garantidas. O projeto de lei para abertura das unidades já foi enviado à Câmara dos Vereadores para aprovação e deverá ser votado na próxima semana. De acordo com a diretora do departamento municipal de educação Lucimara Ildefonso, a previsão é de que as novas creches comecem a funcionar a partir de abril. Serão priorizadas as crianças que estão há mais tempo na fila de espera.

PÁG. A4


A-2 Opinião

TRIBUNA DO VALE

O governo brasileiro tem de aproveitar o bom momento da economia nacional para convencer os investidores brasileiros a trazer de volta as suas aplicações” Dirceu Cardoso

Terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

O professor foi perdendo sua autonomia e, sem ela, sente-se desprestigiado, desmotivado e desestimulado e seu aluno percebe esse desencanto”

A RTIGO

E DITORIAL

Vera Lúcia Pereira dos Santos *

Contraste politico Enquanto o ex-governador Roberto Requião, agora no Senado Federal, goza de liberdade para dizer e fazer o que bem entende, cá na Província seu sucessor encara a dura realidade administrativa de um Paraná que, apesar de rico e pujante, amarga uma situação preocupante no que diz respeito às contas públicas. Sem dinheiro e com um arsenal de promessas utilizadas na campanha eleitoral para convencer os eleitores a votarem em si, Beto Richa talvez esteja sentindo uma certa inveja do antecessor. Enquanto a bancada inteira do PMDB votou de acordo com a proposta governista de salário mínimo de R$ 545, aprovada com folga na Câmara dos Deputados, Requião avisa que, no Senado, a conversa será diferente. Prevista para quarta-feira (dia 23), a votação em plenário não terá 100% de apoio da bancada peemedebista. O ex-governador, que não terá que pagar a conta, afirmou que discorda do valor defendido pelo governo, e que deverá se alinhar ao senador Paulo Paim, do PT gaúcho, caso este apresente uma emenda elevando o mínimo a R$ 560. Matreiro, Requião sabe que os R$ 545 prevalecerão, porque o Congresso na verdade está conferindo um voto de confiança ao governo Dilma Rousseff. Mesmo assim promete dissidência para faturar politicamente. Não tem nada a perder com o voto discordante, já que não indicou ocupantes para ministérios ou cargos no HORÁRIO DE FECHAMENTO

21:21

governo federal. Richa, por sua vez, já avisou que não terá como pagar o reajuste prometido aos professores da Rede Pública Estadual, da ordem de 27%, pediu à Assembleia a retirada de 40 projetos de lei encaminhados pelo governo anterior - alguns dos quais gerariam aumento de despesas, como a criação da Defensoria Pública - e, impopular dos impopulares, aumentará a despesa dos eleitores com a elevação da tarifa de água e esgoto da Companhia Paranaense de Saneamento (Sanepar) em 16% nas contas que vencem a partir de 4 de abril. A tarifa mínima de água da companhia, que é paga por 48,8% dos usuários no Estado, passará para R$ 18,97 e segundo a justificativa governamental ajudará a recuperar parte da inflação acumulada desde 2005, quando aconteceu o último reajuste. Nestes seis anos, a inflação acumulada, medida pelo IPCA, foi de 34,1%, enquanto no mesmo período os principais custos da companhia (pessoal, material para tratamento de água e esgoto, energia e serviços de terceiros) aumentaram, em média, 39% segundo o governo. O problema para Richa é que, até aqui, a Sanepar funcionou muito bem sem os reajustes anuais. Será difícil, portanto, explicar ao consumidor um aumento de tal magnitude enquanto o salário do trabalhador acaba de ser reajustado em menos da metade desse percentual.

C HARGE

chargeonline.com.br

NESTA EDIÇÃO TEM

12 PÁGINAS CADERNO PRINCIPAL - OPINIÃO - POLÍTICA - GERAL - CIDADES - COTIDIANO - ESPORTES - AGRONEGÓCIO

A 01 - 08 A 02 A 03 A 04 A 05 A 06 A 07 A 08

2ª CADERNO - AGRONEGÓCIO - ATAS & EDITAIS - SOCIAL

B 01 - 04 B 01 B 02 - 03 B 04

Vera Lúcia Pereira dos Santos

PREVISÃO PARA HOJE

330 200

Professores em fuga Não constitui surpresa saber que caiu o número de formandos em cursos que preparam docentes. O desinteresse dos adolescentes pelo magistério não se revelou repentinamente. É reflexo de um processo que vem se corporificando há muito tempo no exercício do magistério, aliado à decadência do ensino público monitorado por políticas públicas equivocadas. Como professora de escola pública nas décadas de 1970, 80 e 90, fui testemunha da aplicação de leis, regimentos e normas pretensamente democráticas, inovadoras e revolucionárias, impostas ao professor como panacéias solucionadoras de todos os problemas educacionais. A escola transformou-se em entidade predominantemente assistencialista e ao mestre era atribuída toda a responsabilidade pelo insucesso do aluno a reprovação, se ultrapassada determinada porcentagem, era sinônimo de incompetência didática. O professor foi perdendo sua autonomia e, sem ela, sente-se desprestigiado, desmotivado e desestimulado e seu aluno percebe esse desencanto. Para esse processo de desconstrução, vários outros fatores contribuíram. Entre eles, ainda da perspectiva do docente, destaco o tratamento dispensado aos cursos de formação de professores da Educação Básica. Aos docentes que atuavam nesses cursos recomendava-se, não oficialmente, agir com complacência e não exigir muito do aluno na atividade didática. Isso porque o perfil da clientela, segundo orientadores e diretores de escola, era formado por adolescentes menos favorecidos economicamente e com poucos subsídios culturais e que, muitas vezes, ignoravam o alcance de sua vocação. Não seria essa uma forte razão para se elevar o nível desses jovens, futuros mentores da fase mais importante e decisiva do ensino, a alfabetização? O que pensar de cursos de graduação em Pedagogia que serviram durante algum tempo de meio de aquisição de maior remuneração para docentes e acesso à classificação privilegiada na atribuição de aulas? Via e vejo nessa atitude facilitadora e desvirtuada uma contradição que só poderia resultar no quadro preocupante que hoje mobiliza institutos de pesquisas, educadores e especialistas em educação para tentar revertê-lo. A ausência de atração pela carreira docente entre estudantes do Ensino Médio soma-se ao desalento do magistério e cria uma lacuna perigosa na formação de outros profissionais? Quem irá orientá-los? Qual é a saída desse labirinto? É óbvio que há soluções e elas já foram apresentadas por pesquisadores abalizados como Bernardete Gatti, da Fundação Carlos Chagas. Agora falta aplicá-las. Os professores estão fugindo não por covardia, mas em busca da própria dignidade.

A RTIGO Paz no Campo *

Miséria com um pedaço de terra

SANTO ANTÔNIO DA PLATINA

A RTIGO Dirceu Cardoso*

Lugar de dinheiro de brasileiro é no Brasil A informação sobre a existência de mais de US$ 50 bilhões pertencentes a brasileiros depositados em bancos da Suíça e de paraísos fiscais, sugere a necessidade da adoção de medidas inteligentes para repatriar esse capital e colocálo a serviço do desenvolvimento nacional e do bem-estar da população. A ação poderá ser iniciada com a aprovação do projeto do senador Delcídio Amaral (PSDB-MS), que estabelece a alíquota baixa, de 5% de Imposto de Renda (ou 10% se parcelado), para os bens repatriados, que viriam para fomentar as áreas da infraestrutura, habitação, agronegócio, inovação e pesquisa científica e tecnologia. Mas, além do imposto reduzido, há ainda a necessidade de outros atrativos seguros e eficientes que mobilizem e incentive o investidor a trazer o seu dinheiro de volta. O principal deles é a garantia de rentabilidade nas aplicações nacionais, o que não é muito difícil diante dos juros que o mercado brasileiro paga hoje, e com os quais atrai o capital especulativo internacional. Se conseguir buscar de volta os recursos que os brasileiros, por falta de perspectivas ou qualquer outra razão plausível, enviaram ao exterior, o Brasil lucraria várias vezes. Além de não precisar recorrer ao nômade capital selvagem e de curto prazo, teria a garantia de que a renda das aplicações repatriadas ainda produziria vários filhotes, já que o recebedor dos juros de aplicação é brasileiro e certamente aqui investiria o seu lucro. Para que isso aconteça é fundamental a manutenção da política atrativa e o aperto nos mecanismos de fiscalização do envio de capitais para o exterior. Se a atratividade for mantida, a fiscalização não precisará ser tão rígida, pois o capitalista nacional, como todos os outros, quer é ganhar dinheiro preferencialmente perto de casa.

TRIBUNA DO VALE

O Diário da nossa região - Fundado em agosto de 1995 Editora Jornal Tribuna do Vale LTDA CNPJ 01.037.108/0001-11 Matriz: Rua Tiradentes 425, Centro Santo Antônio da Platina, PR Fone/Fax: 43 3534 . 4114

Diretor Responsável Benedito Francisquini - MTB 262/PR tribunadovale@tribunadovale.com.br tribunadovale@uol.com.br

Quando se fala em capital de brasileiros depositados no exterior, o assunto é exclusivamente a renda negocial e outros recursos lícitos que brasileiros um dia decidiram levar ao mercado externo. Exclui-se desse montante as rendas do tráfico de armas e drogas, dos assaltos, da corrupção e de outros crimes, que constituem dinheiro sujo e cuja legalização representaria lavagem, atividade capitulada no Código Penal e na legislação que regula o sistema financeiro. Para essa parcela, o remédio é a repressão policial, o rigor na vigilância de fronteiras e medidas judiciais punitivas decorrentes, inclusive o seqüestro dos bens auferidos na ilicitude. O governo brasileiro tem de aproveitar o bom momento da economia nacional para convencer os investidores brasileiros a trazer de volta as suas aplicações. Garantir o pagamento dos rendimentos que recebem no exterior, evitar a burocracia excessiva e inspirar confiança quanto à estabilidade. Com isso, terá recursos para promover o desenvolvimento, gerar emprego e o bem-estar nacional, resultados que esse dinheiro hoje produz nos países onde se encontra depositado. Na época da anistia política, falando de exilados, afirmou-se que lugar de brasileiro é no Brasil. Eles voltaram e ajudaram construir a democracia de que hoje desfrutamos. Agora não é demais dizer que lugar de dinheiro de brasileiro, também é no Brasil, pois aqui temos muito o quê com ele fazer e podemos oferecer bons rendimentos aos nossos patrícios, seus donos... Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves – dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo) aspomilpm@terra.com.br Representação: MERCONET Representação de Veículos de Comunicação LTDA Rua Dep. Atílio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 ¦ Fax: 41-3079-3633 Vendas Assinatura Anual R$ 150,00 Trimestral R$ 45,00 Semestral R$ 90,00 On-line R$ 100,00

Impressão e Fotolito: Editora Jornal Tribuna do Vale Fone/Fax : 43 3534 . 4114

Texto publicado no blog do príncipe herdeiro do trono brasileiro, Dom Bertrand de Orleans e Bragança, mostra com crueza a realidade da reforma agrária brasileira, desnudando a farsa distributivista de terras, sem, no entanto, efetivar uma política agrária e, pior ainda, selecionando para ocupar as terras cedidas pelo INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), famílias sem qualquer vocação agrícola, “Nem mesmo uma radiografia oficial do INCRA salva a triste realidade dessa imensa “Terrabrás” de 1.164 assentamentos com aproximadamente 1,1 milhão de famílias assentadas e uma extensão de 80 milhões de hectares”, assinala o texto. “Agora o governo começa a repensar o modelo de Reforma Agrária. Será verdade?” Notícia dada pelo Estadão durante traz como título: ‘Plano de Dilma para erradicar pobreza põe em xeque modelo de Reforma Agrária’. Assinada por Roldão Arruda, a matéria afirma que o governo constata precariedade dos assentamentos da Reforma Agrária: Os dados, coletados no final do ano passado pelo INCRA revelam que 38% do total de 924 mil famílias já instaladas em assentamentos da reforma agrária no Brasil não conseguem obter com seu trabalho sequer um salário mínimo por mês. E a pobreza se concentra nas regiões Norte e Nordeste: do total de 38% de famílias em condições de pobreza nos assentamentos, 95% se encontram nessas duas regiões. O contraste pode ser mais bem demonstrado na comparação entre dois Estados. Enquanto no Ceará 47% dos assentados alcançam no máximo um salário mínimo mensal e 27% não atingem sequer a meio salário, em Santa Catarina 73% dos beneficiados pela reforma têm renda superior a dois salários e 29% ultrapassam cinco salários. A dúvida instalada no governo é se, diante desses números, vale a pena continuar com a política de investir em novos assentamentos, como reivindicam os movimentos de sem-terra e os especialistas do Desenvolvimento Agrário. O que se ouve cada vez mais no Ministério do Desenvolvimento Social é que se deveria investir mais na melhoria do que já existe. Fonte: OESP, 20/01/2011. Ou seja, jogar dinheiro do contribuinte num saco sem fundo e sem resultados. Basta restabelecer o direito de propriedade e a livre iniciativa que o nosso homem do campo sabe produzir. http://www.paznocampo.org.br/blog/blog_db.asp Circulação: Abatiá ¦ Andirá ¦ Arapoti ¦ Bandeirantes ¦ Barra do Jacaré ¦Cambará ¦ Carlópolis ¦ Conselheiro Mairink ¦ Figueira¦Guapirama ¦ Ibaiti ¦ Itambaracá ¦ Jaboti ¦ Jacarezinho Jaguariaíva ¦ Japira ¦ Joaquim Távora ¦ Jundiaí do Sul ¦ Pinhalão ¦ Quatiguá ¦ Ribeirão Claro ¦ Ribeirão do Pinhal ¦ Santo do Itararé ¦Santana do Itararé ¦Santo Antônio da Platina ¦ São José da Boa Vista ¦ Sengés ¦ Siqueira Campos ¦Tomazina ¦ Wenceslau Bráz

Filiado a Associação dos Jornais Diário do Interior do Paraná

* Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal, sendo de exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.


Política A-3

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Muita gente de vários municípios já me ligou e me disse que quer entrar, mas já sabe que se não mudar o diretório, não vai conseguir ser candidato” Waldyr Pugliesi

P anorama Regional Justus na CCJ Terminou o suspense na Assembleia Legislativa do Paraná em torno dos nomes dos deputados que comporão as Comissões Paralmentares que analisam previamente os projetos de lei, antes de serem encaminhados à votação plenária - ou descartados, por inconsistências ou inconstitucionalidades detectadas. Conforme antecipado semana passada, o deputado Nelson Justus (DEM), ex-presidente da Casa, foi eleito por unanimidade dos membros da comissão presidente da poderosa Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Votaram em Justus os colegas Elio Rusch (DEM), Caíto Quintana (PMDB), Nereu Moura (PMDB), Alexandre Curi (PMDB), Evandro Júnior (PSDB), Francisco Bührer (PSDB), Tadeu Veneri (PT0, Hermas Brandão Jr. (PSB), Edson Praczyk (PRB), Duílio Genari (PP), Fernando Scanavaca (PDT) e Cesar Silvestri Filho (PPS). Os escândalos noticiados ano passado, portanto, em nada abalaram o prestígio do ex-presidente da AL entre seus pares. E assim caminha a humanidade... Destaque O deputado Hermas Brandão Junior (PSB), representante do Norte Pioneiro e debutante na Assembleia, foi confirmado na presidência da Comissão de Agricultura. As demais Comissões ficaram compostas da seguinte maneira: Finanças, Ademir Bier (PMDB); Orçamento, Nereu Moura (PMDB); Tomada de Contas, Duílio Genari (PP); Obras Públicas, Transportes e Comunicação, Marcelo Rangel (PPS); Educação, Osmar Bertoldi (DEM); Segurança, Mauro Moraes (PSDB); Saúde, Doutor Batista (PMN); Redação, Alexandre Curi (PMDB); Ecologia e Meio Ambiente, Luiz Eduardo Cheida (PMDB); Fiscalização, Nelson Garcia (PSDB); Direitos Humanos e Cidadania, Tadeu Venerei (PT); Defesa dis Direitos da Mulher, Rose Litro (PSDB); Mercosul, Professor Lemos (PT); Defesa do Consumidor, Leonardo Paranhos (PSC); e Assuntos Metropolitanos, Toninho Wandscheer (PT). Cofres vazios O secretário de Fazenda, Luiz Carlos Hauly (PSDB), em entrevista concedida ao programa Olho no olho, disse que hoje não existe qualquer possibilidade de reajustar os salários dos professores da Rede Pública Estadual. A equiparação salarial dos educadores, que demandaria reajuste de 27%, é uma das promessas de campanha do governador Beto Richa (PSDB). Massa falida Segundo Hauly, a situação é tão complicada que mal dá para pagar as contas fixas da máquina pública. “Hoje não é possível aumentar um salário sequer, contratar um servidor a mais. Estamos engessados. Há uma massa falida no Paraná. Estamos no cheque especial e pagando juros altos”, lamentou-se o secretário. Olho aberto Dezenas de guardas municipais relizaram ontem (dia 21) um protesto na Boca Maldita, centro de Curitiba, por melhorias nas condições de trabalhos. Os manifestantes levaram um bolo ao local para “comemorar” um ano de promessas não cumpridas pela Prefeitura. Os guardas, que estão em operaçãopadrão, cobram um plano de cargos e salários. E pensar que tem muito prefeito por aí pensando em criar guardas municipais para amenizar a sensação de insegurança. Melhor deixar o trabalho para as Polícias Civil e Militar, não é não? SOS Saúde Matéria produzida pelo site de notícias Projac (www.projac. com.br), versando sobre a situação de calamidade no Pronto Socorro de Jacarezinho, onde a falta de médicos plantonistas leva a população que precisa de atendimento ao desespero devido à demora, revela a dificuldade que o administração municipal enfrentará com a municipalização dos serviços programada para o mês de março. Falta médico O atendente da Santa Casa que concedeu entrevista ao site deu a senha para a solução do problema: a falta de médicos nos postinhos de saúde para atendimento ambulatorial está gerando um acúmulo de pessoas no Pronto Socorro, para onde deveriam se dirigir somente os casos de urgência e emergência. Sem médicos nos Postos, argumenta, não há solução. A situação é mais grave porque apenas o médico Sérgio Eduardo Emygdio de Faria se dispõe a atender os plantões da Santa Casa. Ele diz que até gostaria de fazer milagre, mas não chegou a esse ponto. Causa e efeito O último "Levantamento Rápido de Infestação por Aedes Aegypti" (LIRAa) de 2010 indicou a relação entre a alta ocorrência de casos de dengue e a falta de Saneamento Básico. O mapeamento mostrou que a incidência foi mais elevada nas regiões que não possuem água canalizada – nas torneiras – e que são submetidas a rodízios. Nestes bairros, geralmente, a comunidade estoca água em baldes, caixas ou outros sistemas improvisados e sem segurança. Investimento necessário A pesquisa promovida pelo Ministério da Saúde mostrou que, além de investimento em campanhas de conscientização e vigilância de focos, é fundamental universalizar os serviços de saneamento para combater a dengue no País - abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo da água das chuvas, coleta e destinação de resíduos sólidos e a preservação dos mananciais.

Menos projetos, mais gastos na Assembleia

ASSEMBLEIAEm 2010, os 54 deputados estaduais receberam 9,4% a mais de recursos em comparação com 2009 Divulgação

Gazeta do Povo

Em 2010, os deputados estaduais do Paraná conseguiram um feito que nenhum trabalhador comum teria direito: produziram menos, mas ganharam mais. Entre agosto e dezembro do ano passado, os 54 parlamentares receberam 9,4% a mais de verba de ressarcimento na comparação com o mesmo período de 2009. Entretanto, a produção legislativa caiu 50%. A queda de produtividade coincide com o período eleitoral, quando os parlamentares praticamente não trabalharam. De acordo com o sistema de pesquisa legislativa da Assembleia, os 54 parlamentares do Paraná apresentaram 571 projetos entre agosto e dezembro de 2009. Nessa conta entram leis ordinárias, complementares, proposições, indicações, decretos legislativos e resoluções. No ano passado, quando 50 deles disputaram as eleições, o número de projetos apresentados entre agosto e dezembro caiu para 292 (veja detalhes no quadro). Apesar de estar em funcionamento desde 2009, o Portal da Transparência da Assembleia Legislativa do Paraná apresenta limitações que dificultam a fiscalização dos gastos dos deputados estaduais pelos cidadãos e eleitores. Ao contrário de outros portais legislativos, como o do Senado, que apresenta detalhes dos gastos de parlamentares, o site da Assembleia traz apenas o valor da despesa e o CNPJ da empresa fornecedora. Os dados apresentados nesta reportagem foram obtidos a partir de extensa consulta feita pela Gazeta do Povo à prestação de contas de cada deputado. Da maneira que está hoje, o portal do Legislativo não atende aos requisitos exigidos pela lei nacional de Transparência. Sancionada pelo expresidente Luiz Inácio Lula da Silva em maio de 2009, a Lei Complementar nº 131 acrescentou dispositivos à Lei

54 parlamentares receberam 9,4% a mais de verba; projetos caíram 50%

de Responsabilidade Fiscal (LRF) e, prevê, entre outros pontos, “a disponibilização mínima dos dados referentes (...) ao bem fornecido ou ao serviço prestado, à pessoa física ou jurídica beneficiária do pagamento”. Quem descumprir as determinações contidas na lei poderá sofrer bloqueio de transferências da União e se ver alvo de acusações sobre improbidade administrativa. Nova gestão Uma das promessas do novo presidente da Assembleia, Valdir Rossoni (PSDB), é a reforma do portal da transparência. Ele quer contar com os serviços da Fundação Getulio Vargas – que fará uma auditoria geral nas contas do Legislativo –, para adaptá-lo às regras da lei nacional de transparência. Em almoço com jornalistas na quinta-feira, o tucano ressaltou ainda que todas as despesas dos deputados serão colocadas na internet – inclusive as cotas especiais de R$ 12,5 mil a que cada deputado tem direito mensalmente, e que não constam atualmente do portal da transparência. (SM e RF). Apesar dessa redução, a verba de ressarcimento que os deputados receberam passou de R$ 3,9 milhões para R$ 4,3 milhões. A comparação é restrita aos cinco meses finais de

cada ano porque foi somente a partir de agosto de 2009 que a Assembleia começou a publicar a prestação de contas de cada parlamentar. Ao longo de 2010, os deputados receberam R$ 9,55 milhões de verba de ressarcimento. No mesmo período, foram apresentados 825 projetos, segundo o sistema de pesquisa legislativa. No ano anterior, essa marca foi de 1.840 – uma queda de 55%. Segundo o economista Evilásio Salvador, professor de Políticas Públicas da Universidade de Brasília (UnB), o Legislativo tem autonomia para decidir como aplicar as verbas que recebe, mas é preciso gastar com parcimônia. “A maior discussão é saber se a aplicação desse dinheiro traz algum retorno para a sociedade. Será que a vida dos cidadãos comuns está melhorando?” Ele explica que os gastos públicos, em geral, penalizam os mais pobres. Isso porque são os impostos que custeiam a máquina governamental, e o sistema tributário brasileiro pesa mais sobre os que têm menor renda. Lei e brechas Na edição de ontem, a Gazeta do Povo mostrou que os deputados costumam extrapolar os gastos nos períodos em que não trabalham, e que concentram os gastos no fim do ano. A despesa média dos

parlamentares entre janeiro e novembro foi de R$ 773,8 mil; em dezembro, o gasto saltou para R$ 1,19 milhão. Os deputados, entretanto, agem dentro da lei, e ao longo de 2010, nem atingiram o teto de gastos, que é de R$ 9,72 milhões. Esse valor corresponde ao ressarcimento mensal de R$ 15 mil que cada deputado tem direito. A verba pode ser usada no pagamento de combustíveis, passagens, locação de imóveis e carros, alimentação, divulgação da atividade parlamentar, serviços técnicos e até material de limpeza, entre outras coisas. Se o deputado não usar toda a verba, pode usar o saldo nos meses seguintes – com exceção do dinheiro destinado ao combustível (R$ 5 mil por mês), que não é cumulativo. Pelas regras, só são permitidas despesas de gabinete, e a verba de ressarcimento não deve ser usada nas campanhas eleitorais. Mas, para o cidadão comum, é quase impossível saber se o deputado age dentro da lei. Não há prazo para apresentar as notas fiscais e, por isso, a verba ressarcida em determinado mês pode ser referente a meses anteriores. Muitos parlamentares também alegam que quitam os contratos no fim do ano e por isso apresentam notas fiscais de valor elevado em novembro e dezembro.

DATAS

Pugliesi quer mudar a data das convenções municipais do PMDB Da Paraná Online

O presidente do diretório regional do PMDB, deputado estadual Waldyr Pugliesi, pretende pedir autorização ao diretório nacional para alterar a data das convenções municipais do partido, previstas para o dia 24 de outubro deste ano. A avaliação da direção estadual é que o calendário atrapalha a organização do partido para as eleições municipais, impedindo a atração de nomes competitivos para as eleições de 2012. No atual cronograma, as convenções serão realizadas após o vencimento do prazo de filiação dos candidatos à disputa municipal de 2012 que, conforme a legislação eleitoral,

vence um ano antes da eleição. Em vários municípios, lideranças interessadas em se filiar e concorrer pelo partido em 2012 não são aceitas por alguns dos diretórios que podem travar suas candidaturas. “Muita gente de vários municípios já me ligou e me disse que quer entrar, mas já sabe que se não mudar o diretório, não vai conseguir ser candidato. O que acontece é que essas pessoas vão procurar outros partidos e o PMDB perde”, disse Pugliesi. Dissolução O PMDB de Curitiba é um caso típico dessa situação. Sob o comando de Doático Santos, integrante do núcleo mais próximo do senador Roberto Requião, o partido dificilmente aceitaria a filiação

do deputado Gustavo Fruet, tido por alguns peemedebistas como o candidato dos sonhos a prefeito da cidade. A única chance de Fruet ter a garantia de que uma transferência para o PMDB significaria uma candidatura líquida e certa, é se o diretório mudar. O movimento de mudança está sendo discutido na direção estadual. Nesta segundafeira (21) a executiva estadual começa a discutir se aceita a abertura de um processo de dissolução da atual direção municipal. O pedido foi feito pelo deputado estadual Reinhold Stephanes Junior, que defende não apenas o retorno de Fruet ao partido, mas também um

esforço do PMDB de Curitiba para lançar candidato próprio em 2012. O grupo de Requião se mobiliza na direção contrária, sinalizando que pretende levar o partido para uma aliança de apoio à candidatura à reeleição do prefeito de Curitiba, Luciano Ducci. Para o presidente estadual, a situação no partido começa a preocupar. “Eu estou vendo tudo isso com apreensão porque eu sou partidário da democracia interna. Acho que tudo deve ser discutido no partido e decidido no voto. Se já estamos sinalizando apoio a uma candidatura de outro partido, estamos dizendo desde já que, em Curitiba, queremos ir a reboque”, criticou.


A-4 Cidades

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Educação anuncia abertura de três novas creches S.A.PLATINA Novas unidades terão vagas para 220 alunos; fila de espera atualmente é de 750 crianças Aline Damásio

A secretaria de Educação de Santo Antonio da Platina anunciou a abertura de três novas creches no município. Os imóveis foram alugados pela prefeitura para suprir a falta de vagas nos Centros de Educação Infantil (CMEI), que atualmente conta com uma lista de espera de 750 crianças. As novas creches vão oferecer 220 vagas e contará com a contratação de cerca de 80 novos funcionários. Uma das creches será no prédio da maçonaria, onde funcionava a escola Pedro Claro de Oliveira. A entidade cedeu o imóvel para a prefeitura, que está fazendo as reformas de adaptação para receber o público infantil. O

prédio terá capacidade para atender 75 alunos. O projeto de lei para abertura das unidades já foi enviado à Câmara dos Vereadores para aprovação e deverá ser votado na próxima semana. De acordo com a diretora do departamento municipal de educação Lucimara Ildefons o, a previsão é de que as novas creches comecem a funcionar a partir de abril. “Já foram feitos todos os processos licitatórios e os imóveis já passaram pela inspeção do Corpo de B omb e i ro s . Também estão sendo feitas as obras de adaptação e esperamos abrigar estas crianças o quanto antes”, afirma. Segundo a diretora serão priorizadas as crianças que estão há mais tempo na fila de espera. “A abertura dessas novas creches é uma medida emergencial. Mesmo ofertando poucas vagas, não há como

furar esta lista, pois estamos trabalhando em parceria com o Conselho Tutelar e o Ministério Público, que tem acesso a todos os dados da lista”, diz. Lucimara contou que muitos pais de alunos reclamam da falta de vaga nas creches. “Os responsáveis pelas crianças vivem me pedindo para eu encaixar os filhos deles nas creches, alegando que um a mais não vai fazer diferença. Mas eles não entendem que hoje esse mecanismo não funciona. Não existe a possibilidade de colocar algum aluno a mais do que o adequado nos CMEI”, explicou A diretora afirmou ainda que a Secretaria Municipal de Educação e a prefeitura de Santo Antônio da Platina firmaram um compromisso com o Ministério Público em disponibilizar mais 500 vagas em creches da cidade até o final do ano.

A abertura dessas novas creches é uma medida emergencial. Mesmo ofertando poucas vagas, não há como furar esta lista, pois estamos trabalhando em parceria com o Conselho Tutelar e o Ministério Público”

Antônio de Picolli

Creche será aberta na antiga escola da Maçonaria, que passa por reformas para receber 75 crianças. Divulgação

Investimento irá tirar 220 crianças de uma lista de espera de 750

Mercado Agropecuário

Indicadores Econômicos BOVESPA

21/02/11

CÂMBIO

21/02/11

DÓLAR COMERCIAL

INDICE BOVESPA Baixa: 1,19%

67.258 pontos

Volume negociado: R$ 6,61 bilhões 66.557 66.341 67.570 67.685 68.066 67.258

Alta: 0,24% Compra Venda

EURO

Var. fevereiro: -0,36% R$ 1,666 R$ 1,668

DÓLAR PTAX (Banco Central) Baixa: 0,06% Compra Venda

14/02

15/02

16/02

17/02

Ações Petrobrás PN Vale PNA BMFBovespa ON ItauUnibanco PN Bradesco PN OGX Petróleo ON Cyrela Realt ON Gol PN

18/02

% +0,47 -2,07 -2,65 -0,97 -1,31 +3,59 -3,90 -3,65

BOLSAS NO MUNDO Dow Jones (18/02) Londres Frankfurt Tóquio

21/02

R$ 21,18 49,20 11,38 12,28 31,68 18,77 17,74 22,16

%

12.391,10 6.014,80 7.321,81 10.857,53

0,59 -1,12 -1,41 0,14

OURO - BM&F

var. dia

21/02

+0,13%

R$ 77,10 /grama

IR

FEVEREIRO

BASE (R$)

Alíquota Parc. a % deduzir Até R$ 1.499,15 Isento De R$ 1.499,16 a 2.246,75 7,50% 112,43 De R$ 2.246,76 a 2.995,70 15% 280,94 De R$ 2.995,71 a 3.743,19 22,50% 505,62 Acima de R$ 3.743,19 27,50% 692,78

Deduções: a) Assalariados: 1-R$ 150,69 por dependente; 2 - pensão alimentícia; 3 - contribuição à Prev. Social; 4 - R$ 1.499,16 por aposentado a partir de 65 anos; 5 - contribuições à previdência privada e aos Fapi pagas pelo contribuinte; b) Carne Leão: itens de 1 a 3 mais as despesas escrituradas no livro-caixa.

SELIC/IR IR 2010 - A oitava parcela venceu em 30/11.

Para pagamento de parcelas atrasadas há em fevereiro juros Selic de 8,55% + multa. MÊS TAXA SELIC Nov/10 0,81% Dez/10 0,93%

MÊS TAXA SELIC Jan/11 0,86% *Fev/11 1,00%

*No mês corrente a Selic é sempre 1,00% Indicadores Econômicos: elaboração da agência Dossiê:Dinheiro. Fone: (41) 3205-5378

Var. fevereiro: -1,09% R$ 1,69 R$ 1,82

DÓLAR TURISMO Alta: 0,28% Compra Venda

Var. fevereiro: -0,51% R$ 2,2783 R$ 2,2795

EURO TURISMO

Var. fevereiro: -0,40% R$ 1,6659 R$ 1,6667

DÓLAR PARALELO Estável Compra Venda

Baixa: 0,13% Compra Venda

Var. fevereiro: -0,56% R$ 1,650 R$ 1,770

Estável Compra Venda

Var. fevereiro: -1,24% R$ 2,23 R$ 2,38

OUTRAS MOEDAS X REAL Iene Libra esterlina Peso argentino

R$ 0,0201 R$ 2,70 R$ 0,41

US$ 1 É IGUAL A: Iene Libra esterlina Euro

83,12 0,6167 0,7312

ÍNDICES DE INFLAÇÃO Índices em % INPC (IBGE) IPCA (IBGE) IPCA-E (IBGE) IPC (FIPE) IPC (IPARDES) IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV) IPA-DI (FGV) IPC-DI (FGV) INCC (FGV)

ago -0,07 0,04 -0,05 0,17 0,46 0,77 1,10 1,70 -0,08 0,14

set 0,54 0,45 0,31 0,53 0,26 1,15 1,10 1,47 0,46 0,21

out 0,92 0,75 0,62 1,04 0,90 1,01 1,03 1,32 0,59 0,20

REAJUSTE ALUGUÉIS Índice INPC (IBGE) IPCA (IBGE) IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV)

dez 1,0608 1,0563 1,1027 1,1075

jan 1,0647 1,0591 1,1132 1,1130

fev 1,0653 1,0599 1,1150 1,1127

* Correção anual. Multiplique valor pelo fator acima

nov 1,03 0,83 0,86 0,72 0,54 1,45 1,58 1,98 1,00 0,37

dez 0,60 0,63 0,69 0,54 0,68 0,69 0,38 0,21 0,72 0,67

jan 0,94 0,83 0,76 1,15 0,91 0,79 0,98 0,96 1,27 0,41

ano 0,94 0,83 0,76 1,15 0,91 0,79 0,98 0,96 1,27 0,41

12m 6,53 5,99 6,04 6,20 5,81 11,50 11,27 13,85 6,21 7,52

OUTROS INDICADORES dez jan fev BTN + TR 1,544656 1,546827 1,547932 TJLP (%) 6,00 6,00 6,00 Sal. mínimo 510,00 540,00 540,00 FGTS (%) 0,2803 0,3875 0,3183 TAXA SELIC ANUAL: 11,25%

PREVIDÊNCIA

COMPETÊNCIA JANEIRO

Vencimento: empresas 18/02 e pessoas físicas 15/02. Após multas de 4% a 100% e juros (Selic)

Empresário/empregador

Facultativo

Contribui com 11% sobre o pró-labore, entre R$ 540,00 (R$ 59,40) e R$ 3.689,66 (R$ 405,86), através de GPS.

Contribui com 20% sobre qualquer valor entre R$ 540,00 (R$ 108,00) e R$ 3.689,66 (R$ 737,93), através de carnê.

Autônomo

Assalariados

1) Quem só recebe de pessoas físicas: recolhe por carnê 20% sobre os limites de R$ 540,00 (R$ 108,00) a R$ 3.689,66 (R$ 737,93). 2) Quem só recebe de pessoas jurídicas: a empresa recolhe 11% sobre o máximo de R$ 3.689,66 (R$ 405,86) e desconta do autônomo. 3) Quem recebe de jurídicas e físicas: têm desconto de 11% sobre o que recebe de jurídicas, até R$ 3.689,66 (R$ 405,86). Se não atingir este teto, recolhe 20%, via carnê, sobre a diferença até R$ 3.689,66. 4) Aut. especial: recolhe 11% por carnê, sobre R$ 540,00 (R$ 59,40), mas só se aposenta por idade.

Salários até 1.106,90 De 1.106,91 até 1.844,83 De 1.844,84 até 3.689,66

8,00% 9,00% 11,00%

Empregados domésticos Alíquota % R$ mín R$ máx Empregado 8 a 11 43,20 405,86 Empregador 12 64,80 442,76 Total 20 a 23 108,00 848,62

SALÁRIO FAMÍLIA - FEVEREIRO/2011 Salário de até R$ 573,58 Salário de R$ 573,59 a 862,11

R$ 29,41 R$ 20,73

TR, TBF, POUPANÇA TR MÊS Dezembro/10 Janeiro/11 Fevereiro/11

POUPANÇA MÊS Dezembro/10 Janeiro/11 Fevereiro/11

LOTES - ATACADO

% 0,14 0,07 0,05

ano 0,69 0,07 0,12

12 m 0,69 0,76 0,81

% 0,64 0,57 0,55

ano 6,90 0,57 1,13

12 m 6,90 6,98 7,03

TAXAS DIÁRIAS % Período 18/1 a 18/2 19/1 a 19/2 20/1 a 20/2 21/1 a 21/2 22/1 a 22/2 23/1 a 23/2 24/1 a 24/2 25/1 a 25/2 26/1 a 26/2 27/1 a 27/2 28/1 a 28/2 29/1 a 1/3 30/1 a 1/3 31/1 a 1/3 1/2 a 1/3 2/2 a 2/3 3/2 a 3/3 4/2 a 4/3 5/2 a 5/3 6/2 a 6/3 7/2 a 7/3 8/2 a 8/3 9/2 a 9/3 10/2 a 10/3 11/2 a 11/3 12/2 a 12/3 13/2 a 13/3 14/2 a 14/3 15/2 a 15/3 16/2 a 16/3 17/2 a 17/3

TR 0,1262 0,1569 0,0957 0,0844 0,0744 0,1046 0,1229 0,1297 0,1370 0,1212 0,1010 0,1018 0,1018 0,1027 0,0524 0,0582 0,0763 0,0821 0,0709 0,0709 0,0597 0,0335 0,0043 0,0000 0,0078 0,0000 0,0000 0,0018 0,0246 0,0069 0,0116

TBF 0,9172 0,9682 0,8664 0,8651 0,8450 0,8854 0,9039 0,9207 0,9381 0,9122 0,8818 0,8826 0,8826 0,8835 0,8128 0,8286 0,8469 0,8527 0,8414 0,8414 0,8302 0,7838 0,7343 0,7263 0,7479 0,7399 0,7399 0,7318 0,7648 0,7470 0,7517

POUP 0,6268 0,6577 0,5962 0,5848 0,5748 0,6051 0,6235 0,6303 0,6377 0,6218 0,6015 0,5527 0,5585 0,5767 0,5825 0,5713 0,5713 0,5600 0,5337 0,5043 0,5000 0,5078 0,5000 0,5000 0,5018 0,5247 0,5069 0,5117

CUB PARANÁ Fonte: Sinduscon/PR e Sinduscons regionais R$/m2 DEZ JAN %m %ano %12m Paraná 916,81 917,54 0,08 0,08 8,28 Norte 897,91 905,12 0,80 0,80 8,62 Noroeste 887,69 902,59 1,68 1,68 10,58 Oeste

916,70 931,16

1,58 1,58

9,80

SAL. MÍNIMO - PARANÁ Grupo 1 R$ 663,00 Trab.s na agricultura. Grupo 2 R$ 688,50 Serviços administrativos, domésticos e gerais, vendedores e trab. de reparação.

Se o seu negócio é capital , anuncie nos jornais diários do interior do Paraná.

Grupo 3 R$ 714,00 Trab. produção de bens e serviços industriais Grupo 4 R$ 765,00 Técnicos nível médio. * Todos valores válidos a partir de maio/2010.

21/02/11

SOJA - saca 60kg PRAÇA Paranaguá Ponta Grossa Maringá Cascavel Sudoeste Guarapuava

TRIGO - saca 60kg

R$ 51,00 49,50 46,50 45,50 46,00 46,50

SEM -1,9% -3,9% -7,0% -9,0% -8,0% -7,0%

30 d. 2,0% -2,9% -7,0% -9,0% -8,0% -7,0%

4,6% -3,7% -3,7% 1,9% -1,9% -1,9%

11,3% 8,3% 10,6% 10,0% 6,0% 10,4%

PRAÇA Curitiba Ponta Grossa Maringá Cascavel

29,50 26,00 26,00 27,50 26,50 26,50

SEM 0,0% 0,0% 0,0% 0,0%

30 d. 3,6% 3,6% 3,6% 3,6%

INDICADORES CEPEA/ESALQ PRODUTO Bezerro (1) Boi gordo (2) Café (3) Algodão (4)

MILHO - saca 60kg Paranaguá Sudoeste Cascavel Maringá Ponta Grossa Guarapuava

R$ 29,00 28,50 28,50 28,50

R$ DIA MÊS 711,84 -0,65% 1,26% 104,76 0,32% 1,86% 512,99 -0,01% 11,86% 396,32 0,05% 10,61%

1- preço médio no MS, unid. de 8 a 12 meses; 2 -média à vista da arroba no Estado de SP; 3 - valor à vista saca 60kg posto SP Capital, arábica, bica corrida, tipo 6; 4 - em pluma, cent/R$ por libra-peso (453 gr), posto SP Capital.

Soja, milho e trigo: fonte Dossiê:Dinheiro; Cepea/Esalq: mais informações em www.cepea.esalq.usp.br

PREÇO AO PRODUTOR Produto

unidade

SOJA saca 60 kg MILHO saca 60 kg TRIGO saca 60 kg FEIJÃO CAR. saca 60 kg BOI GORDO arroba, em pé SUÍNO kg, vivo FRANGO kg, vivo CAFÉ BEN. beb. dura, 60kg CAFÉ kg, em coco

média PR - R$ 46,49 23,69 25,89 59,90 97,65 2,12 1,76 402,72 6,25

21/02/11 var. diária -0,8% 0,7% 0,5% 1,1% 0,1% 0,5% -1,1% 0,4% 0,3%

var. 7 dias -2,1% 2,3% 1,4% 4,9% 0,8% -1,9% 0,6% 6,0% 4,2%

var. 30 dias -0,2% 11,4% 4,0% -7,8% 2,5% -14,9% 2,3% 15,3% 31,3%

C.Proc. R$ 46,00 23,50 26,10 97,00 2,00 400,00 6,00

Jacar. R$ 47,00 27,00 29,40 80,00 95,00 2,00 2,05 410,00 6,20

Fonte: Sima/Deral/Seab. Os preçs nas praças referem-se aos valores “mais comuns” apurados

MERCADO FUTURO BOLSA DE CHICAGO (CBOT) SOJA - US$cents por bushel (27,216 kg)

MILHO

Cont. FECH. *DIF. 1 SEM. 1 MÊS mar/11 1.368,00 -36,50 -3,4% -3,7% mai/11 1.381,00 -35,50 -3,4% -3,0%

Cont. mar/11 mai/11

FARELO - US$ por tonelada curta (907,2kg)

TRIGO - US$cents por bushel

mar/11 mai/11

mar/11 822,25 -28,50 -5,2% * Ontem (21/02) foi feriado nos EUA

362,00 -10,70 366,00 -10,90

-4,3% -4,2%

-5,6% -5,2%

*18/02/11 - US$cents por bushel (25,4 kg)

FECH. 709,75 720,25

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS -3,00 0,5% 7,6% -2,75 0,4% 7,6% (25,4 kg)

3,7%

*Diferença sobre dia anterior. 1,00 ponto = US$ 0,01 na soja, milho e trigo e US$ 1,00 no farelo

BOLSA DE NOVA YORK (NYBOT) CAFÉ - US$cents/libra peso (0,453 kg)

ALGODÃO

Cont. mar/11 mai/11

Cont. FECH. *DIF. 1 SEM. 1 MÊS mar/11 197,02 -7,00 3,7% 35,5% * Ontem (21/02) foi feriado nos EUA

FECH. 271,65 273,00

*DIF. 1 SEM. 1 MÊS 4,30 7,8% 15,4% 4,15 7,1% 15,1%

*18/02/11 - US$cents/libra peso (0,453 kg)

*Diferença s/ dia anterior. 1,00 ponto = US$ 0,01 no café e algodão.

BOLSA DE MERCADORIAS DE SÃO PAULO (BM&F) MILHO - R$/saca 60 kg SOJA - US$ saca 60 kg - *(em 21/01) Cont. mai/11 mai/12

C 30,50 27,99

VP -0,21 -0,01

CN CA 165 5.154 30

BOI GORDO - R$/arroba fev/11 out/11

105,04 107,36

0,05 0,16

Cont. mar/11 mai/11

C 28,76 26,92

VP -0,23 -0,18

21/02/11 CN 366 116

CA 4.913 4.690

CAFÉ - US$/saca 60 kg (arábica) 2.014 477

3.237 2.386

mar/11 set/11

355,50 343,75

3,45 2,15

108 116

2.635 7.411

C-cotação de fechamento (ajuste diário); VP-variação diária (1 ponto = US$ 1,00 ou R$ 1,00); CN - contratos negociados no dia; CA-contratos em aberto.

ADI-PR: 20 jornais diários localizados nas cidades polos de desenvolvimento COMERCIALIZAÇÃO: (41)3079-4666


Cidades A-5

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Jacarezinho vive o caos com epidemia de dengue SAÚDE Prefeitura concentra esforços para combater proliferação, mas casos da doença não param de crescer Marco Martins

Com 343 casos de dengue confirmados nas estatísticas oficiais da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) e com duas mortes suspeitas causadas pelo tipo mais grave da doença, a dengue hemorrágica, Jacarezinho passa a viver um

verdadeiro caos por conta da gastou cerca de R$ 70 mil na epidemia da doença. Como se- contratação de mais seis ménão bastasse, os sete postos de dicos para atuar nos postos e saúde da cidade não estão sen- na compra de medicamentos. do suficientes Mesmo para atender assim, os recursos não são os casos suspeitos e sem casos de dengue suficientes e a g a r a nt i a d e secretária esconfi rmados pela atendimento pera um aporSesa rápido, muitas te de cerca de R$ 100 mil sopessoas estão procurando o Pronto Socorro licitados à Secretaria Estadual da Santa Casa de Misericórdia, de Saúde (Sesa). No entanto, que não atende pessoas com segundo Andreia, nem mesmo sintomas da doença. os R$ 19 mil prometidos pelo órgão para o A impressão que se tem pagamento de é que a denagentes de endemias e para gue está fora notificações em compra de de controle, 2011 apesar do esequipamentos forço dos 60 de proteção agentes que estão trabalhando individual sequer chegaram no combate ao mosquito aedes aos cofres do município. Com tantos problemas, aegypti. Ontem a secretária de Saúde de Jacarezinho, Andréia a prefeita Tina Toneti deve Kalil disse que a prefeitura já optar por decretar estado de

Antônio de Picolli

343

1.112

 PREVENÇÃO

Pronto Socorro da Santa Casa recebe diariamente dezenas de pessoas com suspeita da doença

emergência no município para facilitar a ação da prefeitura na compra de medicamentos, insumos e na contratação de mais profissionais para atuar no combate a doença. A medida fora descartada há três semanas, quando o número de casos da doença era de 197. A secretária de Saúde também confirmou que a prefeitura considera denunciar formalmente a direção da Santa Casa de Misericórdia por não estar atendendo casos suspei-

tos da doença. A prefeitura assume a gestão na unidade a partir de terça-feira, 1º. Ontem a Sesa divulgou mais um boletim da doença no estado. No levantamento Jacarezinho continua sendo a cidade com maior número de casos proporcionalmente a sua população. São 343 casos na cidade e 1.112 notificações. No último boletim, divulgado há uma semana eram 269 casos e 992 notificações. O chefe da 19ª Regional de

Saúde, Antônio Carlos Setti disse ontem que a Sesa continua sendo parceira da prefeitura de Jacarezinho no combate à dengue. Ele explicou que os R$ 19 mil devem ser liberados em poucos dias e que a secretaria analisa o pedido do R$ 100 mil feitos pela secretária de Saúde Andreia Kalil. “Continuamos trabalhando e auxiliando a prefeitura e a secretaria de Saúde. Vamos ajudar no que pudermos”, disse o chefe da 19ª.

 CAPACITAÇÃO

Saúde de Santo Antônio Prefeitura de Cambará e Senar intensifica combate a dengue disponibilizam cursos Divulgação

Segundo secretaria de saúde, resistência dos moradores é o maior desafio Aline Damásio

Preocupada com o avanço dos casos de dengue na região, a Secretaria Municipal de Saúde de Santo Antonio da Platina vêm redobrando as ações de combate ao mosquito. O objetivo é evitar o aumento da incidência da doença, que em 2010, teve 501 casos notificados, dos quais 342 foram confirmados. Este ano apenas um caso foi registrado como importado, ou seja, a doença foi contraída em outra cidade. A Secretaria Mu8nicipal da Saúde organizou uma equipe de 23 agentes, que, além de preparada para a exterminação de focos, ainda orienta os moradores quanto às medidas principais de combate ao mosquito. A Saúde Pública também está realizando o “bloqueio”, que consiste na aplicação de inseticidas nas casas próximas onde há suspeita da doença notificada. “Neste caso o agente visita cerca de nove residências ao redor da casa do suposto doente e faz a eliminação dos focos e a pulverização de inseticidas

com a bomba costal”, explica João Batista Pereira, agente de combate a dengue. De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde, Roseli Teixeira, a prefeitura municipal ainda está fazendo a notificação dos proprietários de terrenos baldios sujos. “Os agentes visitam os terrenos, tiram fotos do local e as informações são enviadas ao Departamento de Planejamento que notifica o proprietário”, esclarece. A diretora afirma ainda que a maior dificuldade dos agentes é a resistência dos cidadãos, que muitas vezes não respeitam o trabalho dos funcionários. “As pessoas não têm a consciência da importância que é a limpeza dos quintais e a eliminação dos focos do mosquito. Muitos moradores não deixam os agentes nem entrar no quintal fazer o trabalho de eliminação do mosquito, isso é muito grave, pois um único foco pode contaminar uma rua inteira”, ressalta. Diante disso a secretaria tem trabalhado com a aplicação de multas aos moradores que não cuidam dos quintais.

“Os proprietários podem receber três notificações. Sem acordo, o morador será intimado pelo setor jurídico da prefeitura, onde é feito um processo que resulta na aplicação de multa”, explica o agente Rodrigo Aparecido Mendonça. A multa varia de 1 a 30 URM (Unidade de Referência Municipal), que equivale de R$49 a R$1,4 mil. “A multa foi a solução encontrada para os casos mais graves como empresas, ferro velhos e terrenos maiores. Mesmo assim, para aplicá-la se leva muito tempo devido a burocracia, e com isso o mosquito da dengue vai se multiplicando naquele local. Temos encontrado muitos focos do mosquito e a nossa luta só é válida de houver a colaboração da população”, diz Roseli. No sábado, dia 27, será feito um mutirão de combate a dengue nos bairros da cidade. Todos os postos de saúde estarão abertos para orientação da população com palestras e informativos. Também será feita uma mobilização junto aos moradores para eliminar os focos em cada bairro.

Divulgação

Curso formou 15 mulheres integrantes de programas assistenciais do município Da Assessoria

O Centro de Referência da Assistência Social de Cambará (CRAS) realizou no período de 03 a 17 de fevereiro, o curso de Artesanato de Tecidos, com confecção básica de vestuário, (Corte e Costura), voltado as pessoas que já tenham prática em operar máquina de costura. O curso foi oferecido por meio de um convênio entre a Prefeitura de Cambará através da Secretaria Municipal da Assistência Social, e o SENAR/PR, através do Sindicato Rural do município, disponibilizado para famílias de trabalhadores e produtores rurais, e pessoas cadastradas no CadÚnico – Cadastro Único, e que são assistidas pelos Programas Sociais brasileiros. Na abertura, o presidente do Sindicato Rural de Cambará, Aristeu Sakamoto, afirmou que apesar da industrialização ocorrida nos últimos anos, o município cambaraense ainda é dependente da agricultura e, portanto, os produtores rurais continuam sendo os principais responsáveis pela economia da cidade. Lembrou que a diretoria da entidade tem trabalhado para que sejam ampliadas cada

vez mais as oportunidades de capacitações por meio dos muitos cursos disponibilizados pelo SENAR/PR, importantes para a formação e qualificação de produtores e trabalhadores rurais e seus familiares. “A agricultura não é importante somente para Cambará. O que produzimos representa 1/3 do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, e não somos os depredadores da natureza como dizem alguns. Respeitamos o meio ambiente tanto isto é verdade, que o maior processo de conservação de agricultura do mundo, que é o Plantio Direto, foi criado por nós, agricultores brasileiros. Se não preservarmos a natureza, seremos os primeiros prejudicados”, afirmou Sakamoto. No final do curso, o prefeito José Salim Haggi Neto elogiou a força de vontade das participantes, agradeceu ao SENAR/ PR pela parceria e disse que sua administração vai continuar oferecendo capacitações aos cambaraenses, uma importante forma de agregar conhecimento e estar pronto para enfrentar os desafios constantes dos vários mercados de trabalho. A presidente do Provopar

– Programa do Voluntariado Paranaense em Cambará, Claudia Batista, parabenizou as 15 formandas, agradeceu a instrutora Rosilene Xavier, de Ponta Grossa, e afirmou estar muito feliz com as várias capacitações que o município tem conseguido desde a instalação do CRAS em 2009. Entre as alunas do curso, foi visível a alegria de conseguir em poucos dias, confeccionar peças infantis e adultas do vestuário feminino e masculino, através da apostila do SENAR/ PR. De acordo com a instrutora Rosilene, o certificado do curso é reconhecido pelo Ministério do Trabalho. Novos cursos com o SENAR/PR. A Prefeitura de Cambará já firmou convênio com o SENAR/PR através da Secretaria Municipal da Assistência Social e Sindicato Rural, para o curso de Jardinagem, nos dias 01, 02 e 03 de março; de Panificação, dias 17 e 18 de março, e de Floricultura Avançada nos dias 29 e 30 de março. No dia 16 de março, haverá no Sindicato Rural, uma palestra aberta ao público em geral, sobre o Programa Mulher Atual, às 16 horas.


A-6 Cotidiano

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Dois bandidos morrem e um é preso em operaçãono morro do Cruzeiro

Fotos: Divulgação

JACAREZINHO Policiais foram recebidos a tiros na vila São Pedro; os três bandidos eram foragidos da Justiça Celso Felizardo

Dois bandidos morreram em troca de tiros com a polícia na noite de domingo, 20, no morro do Cruzeiro, na vila São Pedro, em Jacarezinho. Quando um policial a paisana chegou no morro, por volta das 18 horas, foi reconhecido e recebido a tiros. Com a chegada do reforço das equipes da Rotam e da Rádio Patrulha, Isaías Ferreira, 45 anos, mais conhecido como “Véio” e Wellington Marques Silva,

Cléber se entregou após tentar fugir para Vila Scyllas

20 anos, o “Blindado” foram atingidos e morreram. O terceiro integrante da quadrilha, Cléber de Almeida Diogo, 23 anos, o “Clebinho”, se entregou e foi preso. De acordo com a polícia, os três eram foragidos da Justiça. ‘Véio’, que responde por homicídio e outros crimes, fugiu da cadeia de Hortolândia/SP em 3 de janeiro deste ano. ‘Blindado’ fugiu da cadeia de Apucarana

Isaias, um dos bandidos mortos na troca de tiros com os policiais

em outubro de 2009, na qual cumpria pena por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo. Cléber estava foragido desde dezembro da carceragem da 12ª Sub Divisão Policial de Jacarezinho. Ele estava preso por matar a mulher Claudineia da Silva Campos, 18 anos, em 2008 Após serem baleados, Isaías e Wellington foram socorridos pela equipe do Siate do Corpo de Bombei-

S.A. PLATINA

ros de Jacarezinho, mas não resistiram aos ferimentos e morreram. As armas utilizadas pelos criminosos, um revólver calibre 38 e um revólver calibre .22, mais munições, também foram apreendidas. Nenhum policial militar ficou ferido. Investigações da polícia militar indicaram que o grupo seria o mesmo que na sexta-feira (18) assaltou uma casa no Residencial

Pompéia, em Jacarezinho. No assalto, o grupo formado por quatro homens armados levou aproximadamente 12 mil reais de um morador. A operação Os p oliciais militares contaram que como a chegada das viaturas seria facilmente percebida pelos suspeitos que, além da vista privilegiada, tinham várias rotas de fuga, um policial a paisana em uma motocicleta

TRÂNSITO

CARLÓPOLIS

Encontro de jovens em avenida Sócios de clube é motivo de reclamações reclamam de som alto dos carros Antônio de Picolli

Antônio de Picolli

Jovens reunidos na avenida Frei Guilherme Maria: mistura de bebida, som alto e confusão. Da Redação

Com opções limitadas de lazer, o destino de dezenas de jovens de Santo Antônio da Platina nos finais de semana é a avenida Frei Guilherme Maria. A principal avenida do município, que liga o centro da cidade à BR-153 fica completamente lotada nas noites e madrugadas de sexta-feira, sábado e domingo. O encontro, sempre regado a muita bebida, som alto e bagunça, tem incomodado a vizinhança. A 1ª Companhia da Polícia Militar de Santo Antônio da Platina prova essa questão. De acordo com o sargento Reginaldo Aparecido da Silva, a corporação recebe uma média de seis denúncias por noite em relação ao local, nos finais de semana. “As ligações são constantes e quase sempre anônimas. As pessoas que vivem na avenida ou próximas dali não conseguem ter um sono tranqüilo durante os finais de semana”, disse. “As reclamações são muitas, sobretudo em relação ao volume dos sons automotivos”, completou. Uma moradora que vive próxima ao ponto de maior aglomeração de jovens reclama do som alto e dos atos de van-

dalismo. “O som geralmente começa por volta das 21 horas e só termina no final da madrugada. Fica difícil dormir sossegada”, disse a moradora, que não quis se identificar. “Os jovens ficam alcoolizados e costumam urinar nos portões e nos muros das casas. Quando o dia amanhece, o asfalto da avenida fica forrado de cacos de vidro”, completa. Uma outra moradora, também vizinha do ‘ponto de encontro’ dos jovens, alega já ter visto até cena de sexo explícito durante a madrugada. “Foi muito constrangedor e não aconteceu uma vez só”, disse a vizinha, que também preferiu ter o nome preservado. “Já fiz inúmeras denúncias, já filmei a bagunça, mas a situação não melhora”. De acordo com o comandante da1ª Companhia da Polícia Militar em Santo Antônio da Platina, capitão Antônio Carlos de Morais, os policiais

têm feito o que podem para conter a situação no local. “São muitas abordagens na avenida nos finais de semana”, confirma o comandante. “Durante as abordagens a orientação passada aos policiais é de conferir documentos pessoais e dos veículos”, completou. No entanto, de acordo com Morais, os policiais ficam de mãos at a d as e m Santo Antônio da Platina por não terem autonomia legal para apreender o som dos veículos. “Comarcas de outras cidades como Jacarezinho e Cambará, por exemplo, já adotaram essa medida (apreensão de aparelhos de som automotivo) e o resultado foi muito positivo”, explicou. “Fizemos o pedido ao Ministério Público daqui para liberar essa medida. Estamos aguardando resposta”, finalizou.

As ligações são constantes e quase sempre anônimas. As pessoas que vivem na avenida ou próximas dali não conseguem ter um sono tranqüilo durante os finais de semana”

Sócios reclamam que jovens fazem competição de som no clube Da Redação

O alto volume dos sons automotivos também está tirando o sossego de alguns sócios do Clube Vale dos Sonhos, em Calópolis. Para eles, o que era um lugar de sossego e tranqüilidade nos fins de semana está se tornando um verdadeiro inferno. As pessoas estão deixando a prainha da represa de Xavantes e se concentrando na piscina, onde o barulho é menor. O sócio do clube Dilson Pereira, reuniu cerca de 30 associados para cobrar uma atitude de coibir abusos. “Não tem como mais freqüentar o clube, o barulho atormentador”, revela. Geralmente, um carro começa a tocar as músicas e logo em seguida chega outro com outra música. “Eles fazem competição de som, pra eles nem importa a música, o que importa é quem tem o som mais potente”, desabafa. De acordo com o presidente do clube, Gilberto Aguiar, os abusos acontecem, porém com baixa freqüência. “É difícil de

foi até o local. No mome nto e m qu e ele conversava sobre o fato com um morador, ouviu disparos de armas de fogo em sua direção vindo da Estrada ao lado morro do Cruzeiro. Quando o reforço chegou, Cleber correu em direção a Vila Scylas, sendo alcançado e preso. Ele não estava armado. Os policiais acreditam que ele jogou a arma no mato.

segurar essa garotada, mas isso não é sempre, e quando acontece nós sempre vamos lá para mandar abaixar o volume”, relata. Ele pede para que os sócios descontentes reclamem na hora, para que o responsável seja punido. “Não adianta deixar para depois, venha aqui (na portaria) e faça a reclamação que tomaremos as atitudes cabíveis”, orienta o presidente. Aguiar contou que o clube conta com aproximadamente 5 mil associados em mais de 50 municípios do Norte Pioneiro e Sul de São Paulo. Nos fins de semanas, cerca de 2 mil pessoas freqüentam o clube. “É um universo grande de pessoas para controlar, mas acredito que as ocorrências estão dentro da normalidade, não podemos proibir tudo também”, diz. “A Polícia Ambiental do município também fiscaliza e passa orientações para os funcionários do clube, então creio que estamos dentro da lei, e no mais, é preciso aprender a conviver com as diferenças” conclui.

Não tem como mais freqüentar o clube, o barulho atormentador”

Detran vai direcionar trabalho educativo Das agências

O trânsito em estradas e vias urbanas paranaenses fez 57 mil vítimas no ano passado. Foram registrados 43 mil acidentes envolvendo pedestres, motoristas e motociclistas, e mais de 2 mil mortes. Os números foram divulgados nesta segunda-feira (21), pela Assessoria de Planejamento do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) e serão usados como alerta nas ações educativas. De acordo com o diretorgeral do Detran, Marcos Traad, os dados farão parte do planejamento para proteção à vida e redução do número de vítimas de acidentes de trânsito: “Precisamos atuar junto com a comunidade para conscientizar a todos da importância do cuidado e respeito ao próximo”. Dos 54 mil condutores acidentados no ano passado, cerca de 38% (20,5 mil) pilotavam motocicletas. O que mais preocupa nestes casos é a gravidade dos ferimentos. Entre as vítimas fatais, 21% eram motociclistas (420 pessoas). “Na maioria das vezes, um acidente que não causa grande dano para o condutor de um carro pode ser grave ou fatal para um motoqueiro”, explica o assessor militar do departamento, capitão Alexandre Bruel Stange. Dirigir de forma defensiva e respeitar as normas vigentes são maneiras de prevenir acidentes. Segundo Stange, a noção de respeito no trânsito tem que ser recebida na infância. “Os pais devem dar o exemplo e ensinar os filhos a se relacionarem com as leis de trânsito desde pequenos, só assim poderemos ter uma mudança cultural no comportamento dos futuros motoristas”.


Esporte A-7

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 22 de fevereiro de 2011 Marcelinho Paraíba disputou a Série B do Brasileirão ano passado pelo Sport e, embora tenha demonstrado vontade de permanecer no clube, teve que se reapresentar ao São Paulo. De volta o experiente jogador de 35 anos foi apresentado ontem e lamentou ter saído.

Quando a fase não é boa sempre aparece uma notícia ruim para complicar o momento. Essa é a vida colorada. Após a eliminação precoce no Campeonato Gaúcho, o Inter perdeu D'Alessandro para a segunda partida do clube na Libertadores da América.

Flamengo se torna primeiro pentacampeão brasileiro REUNIÃO Depois de muita confusão CBF volta atrás e dá o título aos cariocas Divulgação

Gazeta Esportiva

Após entregar a Taça das Bolinhas para o São Paulo, na segunda-feira passada, ratificando o Sport como único campeão brasileiro de 1987, a Confederação Brasileira de Futebol voltou atrás e reconheceu o título nacional do Flamengo na mesma temporada, transformando o clube carioca no primeiro pentacampeão do país. Após uma reunião entre a presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, e o mandatário da entidade, Ricardo Teixeira, no Rio de Janeiro, a CBF decidiu que novos argumentos a convenceram. "Esse é um dia histórico para o Flamengo. Quero homenagear todos os jogadores da campanha de 87 e o técnico Carlinhos. Vocês são agora os legítimos campeões de 87, e o Flamengo tem de direito seis títulos de campeão brasileiro", comemorou Patrícia Amorim. A Taça das Bolinhas, dada pela Caixa Econômica Federal, seria entregue ao primeiro pentacampeão brasileiro em anos alternados, ou ao clube que se tornasse tricampeão seguido. O troféu foi para o São Paulo graças aos títulos de 1977, 1986, 1991, 2006 e 2007. O rubro-negro foi campeão em 1980, 1982, 1983, 1992 e 2009 e agora teve o título de 1987 reconhecido. A Copa União de 1987 foi organizada pelo Clube dos 13, com os times de maior torcida do país, mas posteriormente a CBF decidiu propor um

...e presente Apesar de o mandato de Andres Sanchez acabar no fim do ano, Rosenberg deve conduzir a negociação dos "naming rights". Deve ser candidato a vice na chapa da situação.

Presidenta do Flamengo, Patrícia Amorim comemorou muito o título na manhã de ontem

quadrangular entre os vencedores do módulo verde, Flamengo e Internacional, com os melhores do módulo amarelo, Sport e Guarani. Os cariocas e os gaúchos se recusaram a jogar, mas houve duas partidas entre o Leão da Ilha e o Bugre, sagrando o time pernambucano campeão, com uma vitória e um empate. “Estão se expondo ao ridículo” A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) reconheceu, no final da manhã de ontem, o Flamengo como campeão brasileiro de 87, junto com o

Sport. Polêmica já antiga, essa edição havia praticamente estabelecido os pernambucanos como únicos campeões, mas uma reviravolta deu novos rumos ao caso. Presidente do Sport à época, Homero Lacerda custou a acreditar no fato quando foi informado pela reportagem da GE.Net. "Custo a acreditar que o Ricardo Teixeira vá mudar uma decisão imposta por uma sentença já transitada, que vale praticamente como lei. Ela é inatacável", afirmou. Após o site da entidade ter confirmado a decisão, ele fez severas críticas à postura do

dirigente. "Ele está se expondo ao ridículo. Está indo contra o que foi imposto e já transitado em várias instâncias da lei. É praticamente u m c r i me " , declarou o ex-mandatário, que, por outro lado, se mostrou muito confiante na reversão desta posição.

"Se essa decisão prevalecer, podem acabar com a justiça no país. Essa é uma atitude mais do que ilegal, ela é burra. Porque se fosse permanecer, ela seria apenas ilegal. Mas todos sabem que não tem como o Flamengo ser o campeão daquele ano. Essa decisão não vai prosperar", analisou.

Se essa decisão prevalecer, podem acabar com a justiça no país. Essa é uma atitude mais do que ilegal, ela é burra”

Geninho assume comando do Atlético-PR Geninho é o novo treinador do Atlético-PR. O técnico foi procurado pela diretoria ontem e acertou seu retorno ao Furacão, time que já comandou por duas vezes.

Postergado A negociação dos "naming rights" do estádio do Corinthians só sairá em 2012. Segundo Luis Paulo Rosenberg, diretor de marketing do clube e quem acompanha de perto o projeto da arena, nada acontecerá neste ano. "Pretendo começar a negociar em maio do ano que vem. Se negociar agora, sem a construção do estádio ter começado, ele [os "naming rights"] sairá desvalorizado", argumenta o cartola corintiano. Confiante... Rosenberg reitera sua previsão de que conseguirá R$ 30 milhões anuais com "naming rights". "Se a Globo falar o nome do estádio, eu consigo. E a Globo é parceira do Corinthians há muito tempo", afirma.

NOVO COMANDO Gazeta Esportiva

N OTAS

Em 2001, conquistou o título mais importante da história do clube, o Campeonato Brasileiro, em cima do São Caetano, e, em 2009, venceu o Campeonato Paranaense. "Recebi o convite da diretoria e aceitei pois tenho

um carinho pelo clube e p ela torcida. C onquistei muitas coisas aqui e a expectativa é a de fazer um bom trabalho, brigar pelos títulos. Vou acompanhar o jogo da Copa do Brasil e nos próximos dias inicio as ati-

FÓRMULA 1

vidades com o grupo", explicou Geninho, que chega à Curitiba na próxima quinta-feira. O treinador,

Recebi o convite da diretoria e aceitei”

que acertou com o Atlético-PR até o final do ano, será oficialmente apres e nt a d o n a sexta-feira.

Organização cancela GP do Bahrein de Fórmula 1 Gazeta Esportiva

A organização do Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1 anunciou ontem que a prova, que seria a abertura da temporada da categoria, foi cancelada devido à onda de protestos sociais que ocorre no país. De acordo com o príncipe Salman bin Hamad Al Khalifa, o país precisa "se focar em questões de interesse nacional imediato e deixar para realizar a corrida de Fórmula 1 do Bahrein em uma outra data". O Grande Prêmio do Bahrein de F-1 estava marcado para o dia 13 de março e seria, pelo segundo ano consecutivo, a primeira corrida do ano. Antes da prova, os

testes da categoria que seriam realizados no circuito local também foram cancelados. "É triste que o Bahrein tenha que cancelar a corrida. Desejamos bem a toda a nação, à medida em que eles recuperam seu país", disse o chefe comercial da Fórmula 1, Bernie Ecclestone. "A hospitalidade e o calor do povo do Bahrein são as marcas da corrida de lá, como qualquer um que já foi pode

testemunhar. Esperamos voltar lá em breve", complementou. C om o cancelamento da etapa do B a h re i n d a abetura da Fórmula 1, o Mundial terá início no GP de Melbourne, na Austrália, marcado para o dia 27 de março. Há a expectativa de que o país asiático volte à F-1 ainda em 2011, em uma brecha do calendário, mas nenhuma decisão foi tomada ainda.

É triste que o Bahrein tenha que cancelar a corrida. Desejamos bem a toda a nação, à medida em que eles recuperam seu país”

De todos os lados Adilson Batista voltou a ser criticado anteontem no Pacaembu. Desta vez, foram pessoas ligadas ao Santos que dispararam contra o treinador. Quando estava no Corinthians, Adilson era grande alvo de cartolas do clube. Nem pintado Poucos funcionários do Corinthians cumprimentaram Adilson no Pacaembu. Entre eles, o fisioterapeuta Bruno Mazziotti. Ilustres Ronaldo e Andres Sanchez foram alguns dos convidados que haviam confirmado presença no aniversário de Neymar, que aconteceu anteontem em uma casa noturna de São Paulo. Vinculado O departamento de marketing do São Paulo pretende fazer uma promoção em que, comprando um determinado número de É Gol (título de capitalização vinculado aos clubes que ainda será lançado), o torcedor terá alguns benefícios. De perto Além de ganhar ingressos, o torcedor poderá entrar no campo com os jogadores do São Paulo ou até acompanhar a delegação da equipe em viagens. Estratégia própria Haverá um acordo sobre o marketing coletivo do É Gol, mas os clubes terão autonomia para fazer seu marketing individual para vender seus títulos. As equipes receberão 30% das vendas do É Gol. Centralizado Arnaldo Tirone afirma que quem toca os assuntos relativos ao marketing do Palmeiras é apenas ele. Porém, nos próximos dias, ele deverá nomear Rubens Reis, ligado a Affonso Della Monica, como diretor de marketing do clube.


cmyb

A-8 Agronegócio

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Paraná vai ter nova política fiscal para ampliar competitividade INDÚSTRIA E COMÉRCIO A meta é atrair mais investimentos nacionais e internacionais ao estado Divulgação

Das agências

O governador Beto Richa anuncia na próxima quintafeira (24), em Londrina, o programa Paraná Competitivo, que define a nova política fiscal do Estado do Paraná. Serão assinados dois decretos que vão modernizar e flexibilizar a legislação atual, com o objetivo de tornar o Estado mais atraente para investimentos nacionais e internacionais. O evento será realizado na sede da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil), às 10h. “Queremos que o Paraná recupere o tempo perdido e volte a ser destino de investimentos, que vão se refletir em benefícios para toda a população”, afirma o governador. O secretário da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, Ricardo Barros, afirma que a atualização da política fiscal é fundamental para a atração de novos empreendimentos e para a retomada do crescimento do Estado. O Paraná, afirma, vem apresentando nos últimos anos desempenhos modestos na comparação com a economia nacional e com outras economias estaduais. “Estávamos perdendo espaço no cenário nacional. De 2003 a 2009, a participação do PIB paranaense no nacional caiu de 6,4% para 5,9%, e a participação nas exportações encolheu de 9,8% para 7%. No mesmo período o PIB nacional avançou 4% em média e o paranaense cresceu 3,6 %”, compara. “Tenho certeza de que com essas alterações voltaremos a ser competitivos e, por conseqüência, seremos o destino de muitos empreendimentos nacionais e in-

Política fiscal deve favorecer novos empreendimentos no Estado, governador vai apresentar planos nesta quinta-feira em Londrina

ternacionais”, aponta Barros. De acordo com o secretário da Fazenda, Luiz Carlos Hauly, o programa a ser lançado esta semana está entre os melhores do País. “O Paraná precisa ser mais competitivo nacionalmente. Em função disso, resolvemos melhorar e ampliar o programa de estímulo aos investimentos no Estado”, informa. MUDANÇAS - As alterações envolvem a modificação dos porcentuais e os prazos de diferimento do ICMS e a criação de comitês para verificar caso a caso os benefícios requisitados pelas empresas. Esses comitês vão analisar situações específicas seguindo critérios como o tipo e o porte do empreendimento, o número de empregos gera-

dos, a capacidade de geração de receita, o ramo de atividade, a localização, o impacto ambiental, entre outros. Ricardo Barros explica que a implantação dos comitês vai permitir a criação de novos mecanismos para at rair empre endimentos e aumentar consideravelmente a competitividade do Paraná: “Hoje não há essa possibilidade de análise técnica caso a caso”. “O governador Beto Richa criou um ambiente favorável aos empresários que querem investir no Paraná. Temos dezenas de empresas que estão aguardando a definição dessas novas regras”, afirma o secretário. De acordo com Ricardo Barros, o fato de o anúncio ser feito em Londrina refor-

ça o objetivo do Governo do Paraná de descentralizar os investimentos industriais e fomentar a industrialização do interior. “A geração de emprego e renda nas pequenas e médias cidades é uma das principais metas no nosso plano de governo”. SUGESTÕES - A elaboração da nova política fiscal contou com ideias e sugestões do setor produtivo e dos municípios. Foram realizadas reuniões com federações, sindicatos, associações e com secretários de Indústria e Comércio dos municípios-sede das 22 regionais do Paraná e da Região Metropolitana de Curitiba. “Fizemos reuniões de trabalho com diversos setores da sociedade para aprimorar a nossa proposta. Foram

encontros produtivos nos quais pudemos receber boas sugestões que foram incorporadas e aprimoraram o projeto”, diz Ricardo Barros. O PROGRAMA – A reformulação da política fiscal faz parte da linha de atuação “fomento, incentivos e crédito” d o pro grama Paraná Competitivo. Além dessa, há mais três vertentes: qualificação e capacitação da mão de obra; infraestrutura e internacionalização, incluindo atração de investimentos e comércio

exterior. Além das secretarias de Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul e da Fazenda, também participam da elaboração do Paraná Competitivo as secretarias de Assuntos Estratégicos, do Planejamento, do Meio Ambiente, do Trabalho e E mp r e g o, de Infraestrutura e Logística, além da Agência de Fomento, BRDE, Copel, Compagas, Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Lactec e Ipardes.

A geração de emprego e renda nas pequenas e médias cidades é uma das principais metas no nosso plano de governo”

JACAREZINHO

Terrenos sujos serão notificados por edital Da Assessoria

A partir de hoje, os proprietários de terrenos sujos ou abandonados têm até dez dias para limpá-los. Do contrário, serão multados através de um decreto que notifica todos os proprietários nesta situação, sem que haja a necessidade do fiscal ir até o local. A medida se justifica pelo alto número de denúncias registradas apenas na primeira semana do Disk-denúncia para terrenos baldios. Foram mais de 80 ligações em cinco dias. A notificação via edital está prevista tanto no Código de Processo Civil quanto no Código de Posturas do Município. Portanto, os donos de terrenos sem cuidados devem ficar atentos porque já a partir do dia 3 de março poderão ser multados. De acordo com a Procuradoria Geral do Município, depois de lavrada a multa, o proprietário tem um prazo para contestá-la ou pagar o valor, que vai de R$301 a R$1 mil. Caso não o faça, ele será notificado mais uma vez pelo Correio (o processo não

Alfredo Jorge

Reunião estabeleceu uma série de medidas contra terrenos sujos

pode correr à revelia) e se não tomar as providências, vai para a dívida ativa e a multa será cobrada via execução fiscal. A prefeita Tina Toneti apoiou a iniciativa, classificada por ela como “essencial” também no combate à dengue. “Estes terrenos são também focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti. O momento é propício para notificar os proprietários irresponsáveis e ajudar tanto na limpeza quanto na saúde do município”, disse. Reunião define força-tarefa Na manhã do último sábado, 19, uma reunião envolvendo a Secretaria de Conser-

vação Urbana, Departamento de Meio Ambiente e fiscais do Desenvolvimento Urbano estabeleceu as metas e ações a serem realizadas contra a “farra dos terrenos baldios”. Uma força-tarefa foi programada para ter início já nesta semana, com ações integradas de fiscalização, multa e limpeza. A legislação prevê também que, se mesmo depois de multado, o dono do terreno não realizar sua limpeza, a Prefeitura poderá fazê-la e a taxa pelo serviço será cobrada no próximo IPTU (Imposto sobre a propriedade Predial e Territorial Urbana).


cmyb

TRIBUNA DO VALE

Agronegócio

Terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

B-1

www.tribunadovale.com.br

Renda agrícola no país deve subir 16% em 2011

Divulgação

AGRICULTURA  Alta é motivada pelas vendas das safras de café, laranja, cana, algodão e grãos Agência Estado

A cifra recorde é resultado da venda das safras de café, laranja, cana, algodão e grãos, que estão em fase inicial de colheita no Centro-Sul. Quase R$ 210 bilhões começam a irrigar a economia das cidades do interior do país a partir deste mês de fevereiro. A cifra recorde é resultado da venda das safras de café,

laranja, cana, algodão e grãos, que estão em fase inicial de colheita no Centro-Sul. São perto de R$ 30 bilhões, ou 16% a mais, no bolso dos produtores rurais em relação à receita obtida em 2010, com praticamente os mesmos volumes de produção, segundo projeções da RC Consultores. O dinheiro do campo já aquece o comércio dos polos do agronegócio. Em Sorriso,

MT, por exemplo, o maior município produtor de soja do mundo, há fila de espera para compra de máquinas agrícolas. Em Rio Verde, GO, as vendas de caminhonetes dobraram este mês e faltam imóveis para alugar ou comprar. Já em Barreiras, oeste da Bahia, várias grifes de vestuário desembarcaram no comércio local atrás da riqueza do campo.

FAUNA/FLORA

A cifra recorde é resultado da venda das safras de café, laranja, cana, algodão no Brasil

“Esta será a safra mais rentável de todos os tempos, apesar do câmbio desfavorável”, afirma Walter Horita. Ele cultiva 43 mil hectares com algodão, soja e milho no oeste da Bahia e preside a Associação de Agricultores Irrigantes da Bahia (Aiba), que reúne

1.200 produtores. Por causa da disparada das cotações dos alimentos no mercado internacional neste início de ano, o campo vive hoje uma situação inusitada: praticamente todas as lavouras estão com preço e renda crescentes em relação a

2010, observa o sócio da RC Consultores, Fabio Silveira. Segundo ele, a política monetária restritiva do Banco Central deve esfriar a demanda, mas não vai conseguir conter a alta dos preços agrícolas e a renda do campo. “O setor tem dinâmica própria.”

PREÇOS

Boa parte da biodiversidade Batata e tomate forçam baixa brasileira ainda é desconhecida na média de preços na Ceasa Divulgação

Técnicos acreditam que 75% da fauna e flora brasileiras em extinção não têm qualquer tipo de manejo Agência Brasil

Técnicos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) constataram, por meio da análise de estudos de variabilidade genética, que há, no Brasil, desconhecimento sobre as espécies e o meio ambiente em todas as regiões, o que afeta as possibilidades de preservação de animais e plantas, inclusive os mais ameaçados. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 17, e fazem parte do Comunicado Ipea, Série Eixos do Desenvolvimento Brasileiro, intitulado Sustentabilidade Ambiental no Brasil: Biodiversidade, Economia e Bem-Estar Humano. O Ipea reconhece que ‘o conhecimento e a conservação dos biomas brasileiros têm avançado bastante nos últimos anos’, conforme constatado no capítulo que traz o levantamento dos biomas brasileiros, onde há referência ao início recente do monitoramento por satélite do desmatamento no Cerrado e na Caatinga. Em outro trecho da publicação, os técnicos, no entanto, constatam que há um profundo desconhecimento sobre genes e espécies, o que inviabiliza a

proteção. ‘O fato é que aproximadamente 75% das espécies da fauna e da flora ameaçadas de extinção não são objeto de quaisquer medidas de manejo’. Na conclusão, os técnicos sugerem que ‘o potencial da perda de biodiversidade seja considerado, efetivamente, no âmbito decisório, quando da implementação de políticas e ações, nas esferas pública e privada, de forma a evitá-la ou mitigá-la. Merecem destaque as obras de infraestrutura e o uso do solo para as chamadas atividades produtivas, por serem importantes vetores associados a essa perda’. ‘Capital Natural’. A pesquisa, no entanto, não calcula o valor do ‘capital natural’ da biodiversidade sob ameaça em território brasileiro, porém compila a estimativa de estudos anteriores de que 30% dos fármacos disponíveis em todo o mundo derivam diretamente de fontes naturais. A ignorância científica que afeta a atual produção de remédios, se associada ao problema de extinção de espécies, pode comprometer a cura de doenças, conforme registra a publicação. ‘Entre essas perdas, podem estar as chaves para a

cura de doenças, o aumento da produção de alimentos e a resolução de muitos outros problemas que a humanidade já enfrenta ou enfrentará’. Segundo os dados apresentados pelo Ipea, os estudos genéticos sobre as espécies estão concentrados na Amazônia e na Mata Atlântica, mesmo assim em quantidade insuficiente. Em todo o país, não há nenhum estudo genético sobre os genes de anfíbios ameaçados de extinção e apenas de 3% das aves. Sobre répteis, esses estudos não passam de 15% e, sobre mamíferos, de 22%. ‘Isso dificulta o mapeamento da erosão genética’, aponta Nilo Luiz Saccaro Júnior, fazendo referência à perda de variabilidade genética, mecanismo importante para a perpetuação das espécies. A informação sobre a constituição genética das espécies é fundamental, por exemplo, em programas de defesa de espécies ameaçadas. Os pesquisadores do Ipea ponderaram que os licenciamentos ambientais para obras de infraestrutura são concedidos sem que haja conhecimento total sobre animais, plantas e regiões afetadas.

Divulgação

A redução dos preços do tomate e da batata foi de mais de 8% por conta da oferta Agência Estadual

Maior oferta da batata e do tomate forçaram a queda da média de preços dos 30 principais hortigranjeiros comercializados no atacado da Ceasa Curitiba. No comparativo realizado semanalmente pela Divisão Técnica e Econômica – Ditec, da Ceasa Paraná, a média ponderada apresentou redução de 8,6%. A diminuição das chuvas, em muitas regiões produtoras, ajudou o agricultor que voltou a colher aumentando a oferta dos produtos que estão em plena safra. Entre os oito hortigranjeiros cotados com preços menores em relação à semana anterior, a maior queda, 32,4% , é para o tomate tipo extra 2 A, cotado a R$ 25 para a caixa de 23 quilos. Além da entrada da safra paranaense, principalmente do município de Reserva, os técnicos da Ceasa registraram também cargas de tomate vindas de Santa Catarina e de São Paulo. Quem também ajudou a influenciar na redução da média ponderada dos preços foram as batatas tipo comum especial, doce e salsa. O saco

de 50 quilos da batata comum especial lavada foi cotada a R$ 40 – baixa de 18,3%, com registro da entrada do produto principalmente dos municípios de Candói, Guarapuava e Palmas. A batata salsa tipo extra 2 A, a mandioquinha, apresentou baixa nas cotações, com a caixa de 25 quilos sendo cotada em média a R$ 50 – redução de 10,7%. A b at at a d o c e tipo extra branca, caixa com 23 quilos, foi cotada a R$ 30 – baixa de 3,2%. Outras duas hortaliças t amb ém apresentaram redução nos preços. A caixa de 22 quilos do chuchu, tipo extra 2 A, foi cotado a R$ 15 – baixa de 28,5%. O pepino salada tipo aodai extra 2 A, caixa com 21 quilos, está cotado a R$ 28 – baixa 6,6%. Nas frutas a redução de preços ficou por conta da maçã e melancia. A maçã nacional vermelha tipo Gala,

caixa com 20 quilos, está cotada a R$ 40 – redução de 2,4% Os técnicos do Ditec registraram entrada da maçã dos municípios de Campo do Tenente, Lapa e Porto Amazonas, além das safras de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O quilo da melancia redonda está cotado a R$ 0,55 – redução de 8,3%. Va g e m e alface em altaEntre os nove produtos que apresentaram alta em relação à semana anterior estão alface crespa, caixa com 18 unidades, cotado a R$ 15 – aumento de 25%; e vagem macarrão tipo extra 2 A, caixa com 17 quilos, cotada a R$ 40 – aumento de 25%. Ainda com cotações superiores estão a abobrinha, cenoura, couve-flor, abacaxi, tangerina, uva niágara e ovo branco. Os demais produtos comercializados no atacado da Ceasa Curitiba estão com preços estáveis.

Ainda com cotações superiores estão a abobrinha, cenoura, couveflor, abacaxi, tangerina, uva niágara e ovo branco”

cyan magenta yellow black


B-2 Atas&Editais VENDO Terreno com área de 434 m(quadrados), murado, portão eletrônico, centro - Santo Antônio da Platina-PR - Rua Benjamin Constant,500 Fone: (41) 9611- 9656 ALUGA-SE Sala comercial, com wc, situada à R. 13 de maio, 425 centro Santo Antonio da Platina- Pr Contato :(43) 9977- 6824

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ-PR. PROCESSO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº. 001/2011. AVISO DE HOMOLOGAÇÃO. Torno público a homologação e a adjudicação do objeto do presente processo à empresa: Objeto – Confecção de 3000 (Três Mil) carnês de IPTU EMPRESA VALOR/R$ • RR Rizziolli Informática e Serviços Ltda – ME............R$ 5.460,00 Quatiguá-Pr, em 21 de fevereiro de 2011. EFRAIM BUENO DE MORAES PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA – EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO N.º 008/2011 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 027/2011 PARTES: MUNICIPIO DE JOAQUIM TAVORA (PR) e ARISTIDES AVANÇO. OBJETO: Contratação de profissional para prestação de serviços na cozinha central de cortes e recortes de carnes, adquiridas dos produtores rurais do programa da agricultura familiar, durante o ano em exercício. VALOR CONTRATUAL: R$ 3.000,00 (três mil reais), referente à epígrafe. VIGÊNCIA: neste exercício. FORO: Comarca de Joaquim Távora, Estado do Paraná. Joaquim Távora (PR), 21 de fevereiro de 2011. CLAUDIO REVELINO PREFEITO MUNICIPAL EDITAL DE CITAÇÃO DA REQUERIDA CLÁUDIA SOARES DORINI, COM PRAZO DE 30 (TRINTA) DIAS. A EXCELENTÍSSIMA SENHORA DOUTORA JOANA TONETTI BIAZUS, MMº. JUÍZA DE DIREITO DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA, ESTADO DO PARANÁ, ETC... FAZ SABER a tantos quantos o presente edital virem, ou dele conhecimento tiverem que, por este Juízo se processam os autos sob nº 667/2010, Ação de Adjudicação Compulsória, em que é Requerente José Angelo Padilha e outra e Requerida Cláudia Soares Dorini, única herdeira de José Carlos Dorini, pelo presente CITA a Requerida CLÁUDIA SOARES DORINI, encontrando-se em lugar incerto e não sabido, para querendo, no prazo de 15 (quinze) dias, contestar a presente ação, sob as penas e os efeitos da revelia, ficando desde logo, ciente de que, não sendo contestada a ação, presumir-se-ão aceitos como verdadeiros pelos réus os fatos articulados pelo autor.(artigos 285 e 319 do Código de Processo Civil). E para que chegue ao conhecimento de todos os interessados e ninguém possa alegar ignorância mandou expedir o presente edital, que será afixado no local de costume e publicado na forma da Lei. DADO E PASSADO nesta cidade e Comarca de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, aos vinte e nove dias do mês de outubro do ano de dois mil e dez. Eu,___________(Jefferson V.B Erichsen) Escrivão, o fiz digitar e assino. JOANA TONETTI BIAZUS Juíza de Direito PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA ESTADO DO PARANÁ PREGÃO PRESENCIAL Nº 003/2011 AVISO DE HOMOLOGAÇÃO Torna publica a Homologação do Processo Licitatório Modalidade Pregão Presencial nº 003/2011, que tinha como objeto a contratação de prestação de serviços para a confecção de armários para o Centro de Especialidades Odontológicas - CEO do Centro Social Urbano, o qual foi considerado DESERTO. Santo Antônio da Platina, 21 de fevereiro de 2011 MARIA ANA V. G. POMBO Prefeita Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA DECRETO nº 438/2011 SÚMULA: Dispõe sobre homologação de licitação. EDUÍ GONÇALVES, Prefeito do Município de Guapirama, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista o parecer, julgamento e adjudicação promovidos pela Pregoeira, com referência ao Pregão Presencial sob nº 001/2011, que tem por objeto a AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE PAPELARIA E EXPEDIENTE DE ESCRITÓRIO, DESTINADOS AOS ÓRGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE GUAPIRAMA D/E/C/R/E/T/A/ Artigo 1º: Fica homologada a licitação de modalidade Pregão Presencial sob nº 001/2011, que tem por objeto a AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE PAPELARIA E EXPEDIENTE DE ESCRITÓRIO, DESTINADOS AOS ÓRGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE GUAPIRAMA Artigo 2º: Em face da homologação estabelecida pelo artigo anterior, fica declarada vencedora do certame licitatório a seguinte empresa: LOTE ÚNICO para a empresa JOÃO CLAUDINO DOS SANTOS pelo valor de R$ 58.000,00 (cinquenta e oito mil reais) Artigo 3º: Em conseqüência, fica convocada a proponente para a assinatura do instrumento de contrato, nos termos do artigo 64, caput, da Lei 8.666/93, sob pena de decair o direito à contratação, sem prejuízo das sanções previstas no artigo 81. Artigo 4º: Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. Guapirama (PR), 21 de fevereiro de 2011 EDUÍ GONÇALVES Prefeito Municipal CAMARA MUNICIPAL DE JAPIRA EXTRATO DO ATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO N.º 001/2010. Contratante: Câmara Municipal de Japira-PR. Contratado: Ricardo Ferreira de Camargo M.E. Objeto: Informativo Mensal da Câmara Municipal de Japira Dotação Orçamentária:60- 3.3.90.39.00.00 Valor total: R$ 7.200,00 Vigência: 24 (vinte e quatro meses) , iniciando-se em 03.11.2010, podendo ser prorrogado de acordo com o inciso II do art.57 da Lei nº 8.666/93 Fundamento: Art. 24, inc. II da Lei nº 8.666/93. Foro: Comarca de Ibaiti, Estado do Paraná. Japira-PR., 29 de Outubro de 2010. Walmir Wellington da Silva Presidente da Câmara de Vereadores de Japira Contratante Ricardo Ferreira de Camargo Contratada PREFEITURA MUNICIPAL DE ABATIÁ – PARANÁ AVISO O MUNICÍPIO DE ABATIÁ – ESTADO DO PARANÁ TORNA PÚBLICO A DESCLASSIFICAÇÃO DA EMPRESA ISABELA DUMAS CAROLENSKY, INSCRITA NO CNPJ SOB Nº 12.534.730/0001-51, NO LOTE VII, DO PRE-GÃO PRESENCIAL Nº 001/2011, POR DEIXAR DE APRESENTAR O EXI-GIDO NO ITEM 7.2 LETRA “E” DESTE EDITAL DE PREGÃO E CONVOCA A EMPRESA SUPERMERCADO BRUNHARI LTDA EPP, INSCRITA NO CNPJ SOB Nº 04.525.675/0001-05, CLASSIFICADA EM SEGUNDO LUGAR NO REFERIDO LOTE, COM VALOR DE 3.475,00 (TRÊS MIL QUATROCENTOS E SETENTA E CINCO REAIS), NA FORMA DAS DISPOSIÇÕES PREVISTAS EM EDITAL. EDIFÍCIO DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ABATIA- PR, EM 18.02.2011. IRTON OLIVEIRA MÜZEL PREFEITO MARIA JOSÉ DO NASCIMENTO HOSOUME PREGOEIRA DO MUNICÍPIO PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ ESTADO DO PARANÁ COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO No 05/2011 AVISO DE HOMOLOGAÇÃO E ADJUDICAÇÃO A Prefeitura Municipal de Cambará – Estado do Paraná, no uso de suas atribuições que lhes são conferidas pela Lei 8.666/1993 Lei Federal 10.520/2002, torna público para conhecimento dos interessados, que, não havendo interesse recursal, HOMOLOGA o procedimento licitatório, modalidade Pregão Eletrônico no 05/2011, com abertura no dia 09/02/2011, que tem como objeto a aquisição de materiais odontológicos, conforme solicitado e especificado no instrumento convocatório e anexos, ADJUDICANDO OS LOTES NO 1, 2 E 4 para a empresa DENTAL MED SUL ARTIGOS ODONTOLÓGICOS LTDA, com o valor global de R$ 7.700,00 (sete mil e setecentos reais) para o lote 01, com o valor global de R$ 4.300,00 (quatro mil e trezentos reais) para o lote 02; e com o valor global de R$ 2.400,00 (dois mil e quatrocentos reais) para o lote 04. E, ADJUDICANDO OS LOTES NO 3, 5 E 6 para a empresa MUNIZ & FERNANDES LTDA, com o valor global de R$ 15.199,99 (quinze mil, cento e noventa e nove reais e noventa e nove centavos) para o lote 03, com o valor global de R$ 3.315,00 (três mil, trezentos e quinze reais) para o lote 05; e com o valor global de R$ 2.980,00 (dois mil, novencentos e oitenta reais) para o lote 06. Gabinete do Prefeito Municipal de Cambará – Estado do Paraná, 17 de fevereiro de 2011. JOSÉ SALIM HAGGI NETO PREFEITO MUNICIPAL DE CAMBARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ CONTRATO DE FORNECIMENTO Contrato no 10/2011. EXTRATO DE CONTRATO. MUNICÍPIO DE CAMBARÁ – CONTRATANTE. DENTAL MED SUL ARTIGOS ODONTOLÓGICOS LTDA CONTRATADA. DO OBJETO. Aquisição de materiais odontológicos, conforme lotes 01, 02 e 04 do instrumento convocatório e anexos. DO FORNECIMENTO. O objeto da presente licitação será fornecido em 06 (seis) etapas, em até 10 (dez) dias após requerimento do Departamento de Compras. DO PREÇO E CONDIÇÕES DE PAGAMENTO. O valor do presente contrato é de R$ 14.400,00 (quatorze mil e quatrocentos reais), referente ao objeto descrito na cláusula primeira. O pagamento será efetuado em (03) parcelas iguais, em 30 (trinta), 60 (sessenta) e 90 (noventa) dias após a etapa de entrega do objeto e da nota fiscal/fatura. DA ENTREGA. A etapa de entrega será realizada em até 10 (dez) dias após o pedido, abastecidos pelos funcionários da Prefeitura Municipal. CRÉDITO PELO QUAL CORRERÃO AS DESPESAS. 05. Secretaria de Municipal de educação e Cultura. 05.001 Departamento de Educação. 12.361.1202.2100. Manutenção ensino fundamental outros recursos. 339030000000. Material de consumo. F. R. 1103, 1104 e 1107; 07. Secretaria municipal de saúde. 07.001 Departamento de saúde. 10.301.2290.2040. Manutenção do departamento de saúde. 339030000000. Material de consumo. F. R. 1000, 1303, 1495 e 1510; 10. Secretaria municipal de infra-estrutura urbana. 10.005. Departamento de serviços urbanos. 15.452.2510.2350. Manutenção do departamento de serviços urbanos. 339030000000. Material de consumo. F. R. 1000 e 1504. Gabinete do Prefeito Municipal, 21 de fevereiro de 2011. JOSÉ SALIM HAGGI NETO CONTRATANTE DENTAL MED SUL ARTIGOS ODONTOLÓGICOS LTDA CONTRATADA PREFEITUA MUNICIPAL DE GUAPIRAMA DECRETO Nº 436/2011 O PREFEITO MUNICIPAL de Guapirama, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas no Art. 69 da Lei Orgânica do Município, DECRETA: Art. 1º - Feriado no Município de Guapirama, Estado do Paraná, no dia 04 de Março do corrente ano, em comemoração ao dia do aniversário do município, consagrado dia 02 de Março. Art. 2º - Este decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário. Edifício da Prefeitura Municipal de Guapirama, Estado do Paraná, aos 17 (dezessete) dias do mês de Fevereiro de 2011. Edui Gonçalves Prefeito Municipal

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 22 de fevereiro de 2011 PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBARÁ CONTRATO DE FORNECIMENTO Contrato no 11/2011. EXTRATO DE CONTRATO. MUNICÍPIO DE CAMBARÁ – CONTRATANTE. MUNIZ & FERNANDES LTDA - ME - CONTRATADA. DO OBJETO. Aquisição de materiais odontológicos, conforme lotes 03, 05 e 06 do instrumento convocatório e anexos. DO FORNECIMENTO. O objeto da presente licitação será fornecido em 06 (seis) etapas, em até 10 (dez) dias após requerimento do Departamento de Compras. DO PREÇO E CONDIÇÕES DE PAGAMENTO. O valor do presente contrato é de R$ 21.494,99 (vinte e um mil, quatrocentos e noventa e quatro reais e noventa e nove centavos), referente ao objeto descrito na cláusula primeira. O pagamento será efetuado em (03) parcelas iguais, em 30 (trinta), 60 (sessenta) e 90 (noventa) dias após a etapa de entrega do objeto e da nota fiscal/fatura. DA ENTREGA. A etapa de entrega será realizada em até 10 (dez) dias após o pedido, abastecidos pelos funcionários da Prefeitura Municipal. CRÉDITO PELO QUAL CORRERÃO AS DESPESAS. 05. Secretaria de Municipal de educação e Cultura. 05.001 Departamento de Educação. 12.361.1202.2100. Manutenção ensino fundamental outros recursos. 339030000000. Material de consumo. F. R. 1103, 1104 e 1107; 07. Secretaria municipal de saúde. 07.001 Departamento de saúde. 10.301.2290.2040. Manutenção do departamento de saúde. 339030000000. Material de consumo. F. R. 1000, 1303, 1495 e 1510; 10. Secretaria municipal de infra-estrutura urbana. 10.005. Departamento de serviços urbanos. 15.452.2510.2350. Manutenção do departamento de serviços urbanos. 339030000000. Material de consumo. F. R. 1000 e 1504. Gabinete do Prefeito Municipal, 21 de fevereiro de 2011. JOSÉ SALIM HAGGI NETO CONTRATANTE MUNIZ & FERNANDES LTDA - ME CONTRATADA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TÁVORA ESTADO DO PARANÁ TERMO DE HOMOLOGAÇÃO E ADJUDICAÇÃO DO PREGÃO PRESENCIAL N. 006/2011 OBJETO: Contratação de empresa jurídica prestadora de serviços de seguros para os veículos que compõem a frota do município de Joaquim Távora, Estado do Paraná. Expirado o prazo recursal e tendo em vista a Ata de Julgamento do Pregão em epígrafe, elaborada pela Pregoeira e Equipe de Apoio, o senhor CLÁUDIO REVELINO, Prefeito Municipal de Joaquim Távora, no uso de suas atribuições legais RESOLVE: HOMOLOGAR A LICITAÇÃO MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL 006/2011 TIPO MENOR PREÇO e ADJUDICAR o objeto a empresa PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS , com um valor total de R$ 26.000,00 (vinte e seis mil reais). E para que produza seus efeitos legais, PUBLIQUE-SE Joaquim Távora, 21 de fevereiro de 2011. CLÁUDIO REVELINO PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ ESTADO DO PARANÁ PROCESSO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 03/2011 DISPENSA Nº 03/2011 Objeto: Prestação de serviços médico-hospitalares e exames médicos especializados, através do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro – CISNORPI. CNPJ/MF: 00.476.612/0001-55. Valor: R$ 57.081,00 (cinqüenta e sete mil e oitenta e um reais). Vigência: até 31/12/2011. Embasamento: Inciso VIII, do artigo 24 da Lei Federal nº 8.666/93 e alterações. Data: 21/02/2011. EFRAIM BUENO DE MORAES Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA/PR EXTRATO DE CONTRATO 021/2011 DISPENSA 007/2011- PROCESSO ADMINISTRATIVO 25/2011 PARTES: FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE DO MUNICIPIO DE JOAQUIM TAVORA CONTRATANTE e a pessoa física FABIO LUIZ GHELFI. Objeto– Prestação de serviços de Agentes de Saúde Pública. Valor Contratual– R$ 700,00(setecentos reais) mensais, pelo período de 03 meses. Da Vigência–17/05/2011 Foro: Comarca de Joaquim Távora (PR Joaquim Távora, 17 de fevereiro de 2011. PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA/PR EXTRATO DE CONTRATO 022/2011 DISPENSA 007/2011- PROCESSO ADMINISTRATIVO 25/2011 PARTES: FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE DO MUNICIPIO DE JOAQUIM TAVORA CONTRATANTE e a pessoa física GEOVANE MARCEL ROVILLER. Objeto– Prestação de serviços de Agentes de Saúde Pública. Valor Contratual– R$ 700,00(setecentos reais) mensais, pelo período de 03 meses. Da Vigência–17/05/2011 Foro: Comarca de Joaquim Távora (PR Joaquim Távora, 17 de fevereiro de 2011. PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAQUIM TAVORA/PR EXTRATO DE CONTRATO 023/2011 DISPENSA 007/2011- PROCESSO ADMINISTRATIVO 25/2011 PARTES: FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE DO MUNICIPIO DE JOAQUIM TAVORA CONTRATANTE e a pessoa física LUCILENE ADÃO. Objeto– Prestação de serviços de Agentes de Saúde Pública. Valor Contratual– R$ 700,00(setecentos reais) mensais, pelo período de 03 meses. Da Vigência–17/05/2011 Foro: Comarca de Joaquim Távora (PR Joaquim Távora, 17 de fevereiro de 2011. EDITAL DE CITAÇÃO DA REQUERIDA VALQUÍRIA MAKERT FARIA, PORTADORA DO CPF Nº 250.662.288-88, COM PRAZO DE 30 (TRINTA) DIAS. A EXCELENTÍSSIMA SENHORA DOUTORA JOANA TONETTI BIAZUS, MMª. JUIZA DE DIREITO DA VARA CÍVEL DE SANTO ANTÔNIO DA PLATINA, ESTADO DO PARANÁ, ETC... FAZ SABER a tantos quantos o presente edital virem, ou dele conhecimento tiverem que, por este Juízo se processam os autos sob nº 933/2009, de Ação de Cobrança, em que é Requerente COOPERATIVA DE CRÉDITO RURAL DOS PLANTADORES DE CANA DO PARANÁ – SICREDI AGRO PARANÁ e Requerida Valquíria Makert, pelo presente CITA A requerida VALQUÍRIA MAKERT, brasileira, solteira, inscrita no CPF nº 250.662.288-88, encontrando-se em lugar incerto e não sabido, dos termos da ação de cobrança, valor da causa R$ 9.452,53 (nove mil, quatrocentos e cinquenta e dois reais e cinquenta e três centavos) e para comparecer à audiência de conciliação redesignada para o dia 25/05/2011, às 13:30 horas, na sede deste Fórum, sito a Avenida Oliveira Mota, nº 745, onde a requerida deverá comparecer pessoalmente ou representada por preposto com poderes para transigir, ficando advertida de que, em caso de ausência injustificada, presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos alegados na inicial, bem como será facultado-lhe apresentar resposta, escrita ou oral, na própria audiência, se acaso frustrada a composição (art. 277, § 2º e 3º e art. 278 do CPC). E para que chegue ao conhecimento de todos os interessados e ninguém possa alegar ignorância mandou expedir o presente edital, que será afixado no local de costume e publicado na forma da Lei. DADO E PASSADO nesta cidade e Comarca de Santo Antônio da Platina, Estado do Paraná, aos trinta e um dias do mês de janeiro do ano de dois mil e onze (31.01.2011). Eu,____________(Jefferson V.B Erichsen) Escrivão, o fiz digitar e assino. JOANA TONETTI BIAZUS Juíza de Direito


TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 22 de fevereiro de 2011 PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ - PARANÁ Extrato de Contrato nº. 006/2011, Tomada de Preços nº. 02/2011. Partes: MUNICÍPIO DE BARRA DO JACARÉ/PR E A EMPRESA BIOANÁLISE – CENTRO DE EXAMES LABORÁTORIAIS DR. JULIO PEDRÃO. Objeto: O presente Contrato tem por objetivo a CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PRESTADORA DE SERVIÇOS DE EXAMES LABORÁTORIAIS PARA O CENTRO DE SAÚDE MUNICIPAL, conforme proposta apresentada pela CONTRATADA e anexada no processo de licitação de fls. 93 a 97. DOTAÇÕES:

Valor: R$ 60.908,40(Sessenta Mil Novecentos e Oito Reais e Quarenta Centavos). Duração: 12 (doze) meses. Data da Assinatura: 18/02/2011 Foro: Comarca de Andirá – PR EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal MUNICIPIO DE ABATIÁ LICITAÇÃO MODALIDADE “PREGÃO PRESENCIAL Nº 002/2011”. PREFEITURA DO MUNICIPIO DE ABATIÁ – PR. RESULTADO DE HOMOLOGAÇÃO E ADJUDICAÇÃO O Município de Abatiá – Estado do Paraná torna público a homologação do procedimento licitatório em epigrafe e adjudicação do objeto, sendo, “AQUISIÇÃO DE MATERIAIS ESCOLARES, MATERIAIS DE EXPEDIENTE, MATERIAIS DE ESCRITÓRIO, MATERIAL DE INFORMÁTICA E SUPLEMENTOS DE INFORMÁTICA, ATRAVÉS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES”, conforme constante no Anexo I, que faz parte integrante deste Edital, tendo como vencedoras as empresas ESTEFANUTO & PIRES LTDA, estabelecida na Rua São Paulo, nº 525, Centro, cidade de Andirá, Estado do Paraná, inscrita no CNPJ sob nº 03.639.354/0001-79, vencedora do Lote I, com valor de R$ 19.500,00 (dezenove mil e quinhentos reais) e J. DOS SANTOS NETO PAPELARIA LTDA, estabelecida na Rua Marechal Deodoro da Fonseca nº 845, Centro, Cidade de Santo Antonio da Platina, Estado do Paraná, inscrita no CNPJ sob nº 04.958.600/0001-18, vencedora do Lote II, com valor de R$ 10.650,00 (dez mil seiscentos e cinqüenta reais). Abatiá – Paraná, aos vinte e um dias do mês de fevereiro do ano de 2011. IRTON OLIVEIRA MÜZEL PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL AVISO DE LICITAÇÃO Pregão Presencial nº. 034/2011. Encontra-se aberto na PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL – ESTADO DO PARANÁ , processo licitatório na modalidade Pregão, do tipo menor preço global por lote, cujo objeto é a locação (com opção de compra ao final) de 01 (um) chassis tipo caminhão, equipados com coletor compactador de lixo, destinado a coleta de lixo no município, pelo período de 36 (trinta e meses) meses, conforme solicitação da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. A realização do pregão presencial será no dia: 04/03/2011 a partir das 09h00min, na sede da Prefeitura Municipal, localizada à Rua Paraná, nº. 983 – Centro, em nosso Município. O edital na íntegra estará disponível para consulta e retirada mediante pagamento de taxa no endereço supra, junto ao Setor de licitações, de segunda a sexta-feira, no horário das 09h00min às 11h00min e das 13h30min às 15h30min. Ribeirão do Pinhal, 21 de fevereiro de 2011. Fayçal Melhem Chamma Junior Pregoeiro Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL AVISO DE LICITAÇÃO Pregão Presencial nº. 035/2011. Encontra-se aberto na PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO DO PINHAL – ESTADO DO PARANÁ , processo licitatório na modalidade Pregão, do tipo menor preço global por lote, cujo objeto é a aquisição de uniformes, material esportivo, material de expediente, gêneros alimentícios e materiais de construção para o Programa Melhor Idade, e para o Departamento de Esportes pelo sistema de preços a serem utilizados durante o exercício de 2011.A realização do pregão presencial será no dia: 04/03/2011 a partir das 13h30min, na sede da Prefeitura Municipal, localizada à Rua Paraná, nº. 983 – Centro, em nosso Município. O edital na íntegra estará disponível para consulta e retirada mediante pagamento de taxa no endereço supra, junto ao Setor de licitações, de segunda a sexta-feira, no horário das 09h00min às 11h00min e das 13h30min às 15h30min. Ribeirão do Pinhal, 21 de fevereiro de 2011. Fayçal Melhem Chamma Junior Pregoeiro Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL Estado do Paraná RATIFICAÇÃO DO ATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 015/2011 Ratifico o ato da Comissão de Licitação, nomeada através da Portaria nº. 001 de 07 de janeiro de 2011, que declarou Dispensável a Licitação, com fundamento no Art. 24, Inciso II, a favor da (s) empresa(s): TRATORAUTO OURINHOS COMERCIO DE PEÇAS LTDA, na Aquisição de Peças Novas para o Trator Massey Ferguson 275, ano 2002, no valor total de R$ 178,00 (cento e setenta e oito reais), face ao disposto no Art. 26 da Lei nº 8.666/93, vez que o processo se encontra devidamente instruído. PUBLIQUE-SE Jundiaí do Sul, 21 de fevereiro de 2011. ECLAIR RAUEN Prefeito Municipal PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ PORTARIA Nº. 29/2011. O Prefeito Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso das suas atribuições que são conferidas por Lei. RESOLVE: Conceder gratificação da sexta parte ao servidor, JAIR BELASQUE, portador do documento de identificação nº 13202525, conforme disposto no artigo 85 parágrafo 1º da Lei 867 de 24 de junho de 1993. Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com efeito retroativo a 01 de fevereiro de 2011. Gabinete do Prefeito Municipal de Quatiguá, em 21 de fevereiro de 2011. EFRAIM BUENO DE MORAES PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ PORTARIA Nº. 30/2011. O Prefeito Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso das suas atribuições que lhe são conferidas por Lei. RESOLVE: Conceder Licença Prêmio de 01 (um) mês a que se faz jus, nos termos do artigo 100 da Lei nº. 867, de 24 de junho de 1993, ao funcionário JAIR BELASQUE, portador do RG nº 1.320.252-5, na função de operador de equipamentos pesados. Esta licença é referente ao período aquisitivo de 01 de Agosto de 1998 a 30 de Junho de 2003 e será concedida no período de 02 de Janeiro de 2011 a 02 de maio de 2011. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de fevereiro de 2011. Gabinete do Prefeito Municipal de Quatiguá, em 02 de Fevereiro de 2011. EFRAIM BUENO DE MORAES PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ PORTARIA Nº. 31/2011. O Prefeito Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso das suas atribuições que lhe são conferidas por Lei. RESOLVE: Conceder A PROFESSORA Claudinéia Borges Vargas, portadora do documento de identificação nº 42456748, gratificação de 20% sobre a remuneração básica, por exercer a docência em sala de recurso, de acordo com o estabelecido no artigo 1º, Parágrafo 1º da Lei Municipal nº 1668/2010. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 08 de fevereiro de 2011. Gabinete do Prefeito Municipal de Quatiguá, em 21 de Fevereiro de 2011. EFRAIM BUENO DE MORAES PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ PORTARIA Nº. 32/2011. O Prefeito Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso das suas atribuições que lhe são conferidas por Lei. RESOLVE: Conceder A PROFESSORA Marcela Cristina Mario Coser, portadora do documento de identificação nº 64412175, gratificação de 20% sobre a remuneração básica, por exercer a docência em sala de recurso, de acordo com o estabelecido no artigo 1º, Parágrafo 1º da Lei Municipal nº 1668/2010. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 08 de fevereiro de 2011. Gabinete do Prefeito Municipal de Quatiguá, em 21 de Fevereiro de 2011. EFRAIM BUENO DE MORAES PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ PORTARIA Nº. 33/2011. O Prefeito Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso das suas atribuições que lhe são conferidas por Lei. RESOLVE: Conceder A PROFESSORA SILVANA APARECIDA SAI DA SILVA, portadora do documento de identificação nº 39268256, gratificação de 20% sobre a remuneração básica, por exercer a docência em sala de recurso, de acordo com o estabelecido no artigo 1º, Parágrafo 1º da Lei Municipal nº 1668/2010. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 08 de fevereiro de 2011. Gabinete do Prefeito Municipal de Quatiguá, em 21 de Fevereiro de 2011. EFRAIM BUENO DE MORAES PREFEITO MUNICIPAL

Atas&Editais B-3 PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ PORTARIA Nº. 24/2011. O Prefeito Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei. RESOLVE: Suspender por 30 (Trinta) dias o funcionário Reinaldo Gomes, CTPS 65934 série 46 PR, CPF 004.790.92931, conforme Art. 140 Inciso I da Lei 867/93, pelo não cumprimento as ordens superiores conforme o Art. 128 Inciso X. Gabinete do Prefeito Municipal de Quatiguá, em 21 de Fevereiro de 2011. Registre-se, Comunique-se e Publique-se. EFRAIM BUENO DE MORAES PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ PORTARIA Nº. 25/2011. O Prefeito Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei. RESOLVE: Conceder 30 (trinta) dias de férias a que faz juz, indenizadas ao servidor JOE LUIZ CARMELINO DE MELO, portador do CPF nº 797.043.959.49, referente ao período aquisitivo de 12/09/2009 a 11/09/2010, nos termos da Lei Municipal nº 1300/2006. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Quatiguá, em 21 de Fevereiro de 2011. EFRAIM BUENO DE MORAES PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ PORTARIA Nº. 26/2011. O Prefeito Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso das suas atribuições que são conferidas por Lei. RESOLVE: Conceder, gratificação de 50% (cinqüenta por cento) do nível de vencimento que estiver enquadrado, ao funcionário ANDERSON INÁCIO, portador do documento de identificação nº 46177509, de acordo com o artigo 25 inciso B da Lei Municipal 1629 de 24 de maio de 2010. Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com efeito retroativo a 01 de fevereiro de 2011. Gabinete do Prefeito Municipal de Quatiguá, em 21 de fevereiro de 2011. EFRAIM BUENO DE MORAES PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ PORTARIA Nº. 27/2011. O Prefeito Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso das suas atribuições que lhe são conferidas por Lei. RESOLVE: Conceder A PROFESSORA AIDÊ MARIA ZILLI RODRIGUES, portadora do documento de identificação nº 1055840, passando da referência da Classe “B” para referência da Classe “C”, de acordo com os parágrafos 2º e 3º, do artigo 46 da Lei Municipal nº 1033/98, da Linha Funcional I. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 08 de fevereiro de 2011. Gabinete do Prefeito Municipal de Quatiguá, em 21 de Fevereiro de 2011. EFRAIM BUENO DE MORAES PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ PORTARIA Nº. 28/2011. O Prefeito Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso das suas atribuições que lhe são conferidas por Lei. RESOLVE: Atribuir em caráter extraordinário aos professores abaixo relacionados, conforme art. 1º da Lei nº 1360/2007.

Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a partir de 08 fevereiro de 2011. Gabinete do Prefeito Municipal de Quatiguá, em 21 de Fevereiro de 2011. EFRAIM BUENO DE MORAES PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ PORTARIA Nº. 35/2011. O Prefeito Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso das suas atribuições que lhe são conferidas por Lei. RESOLVE: Conceder licença prêmio por assiduidade (indenizada-50%) ao servidor ISRAEL FREITAS MORGADO, portador do documento de identificação nº 45913520, referente ao período aquisitivo de 07 de fevereiro de 2006 a 06 de fevereiro de 2011, nos termos do artigo 100 da Lei Municipal nº. 867-93. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Quatiguá, em 18 de Fevereiro de 2011. EFRAIM BUENO DE MORAES PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ PORTARIA Nº. 34/2011. O Prefeito Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso das suas atribuições que lhe são conferidas por Lei. RESOLVE: Conceder licença prêmio por assiduidade (indenizada-50%) ao servidor JOE CARMELINO DE MELO, portador do CPF nº 797.043.959-49, referente ao período aquisitivo de 01 de agosto de 1998 a 31 de julho de 2003, nos termos do artigo 100 da Lei Municipal nº. 867-93. Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação. Gabinete do Prefeito Municipal de Quatiguá, em 21 de Fevereiro de 2011. EFRAIM BUENO DE MORAES PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE QUATIGUÁ-PR. DECRETO Nº. 15/2011. O Prefeito Municipal de Quatiguá, Estado do Paraná, no uso das atribuições que lhe são conferidas por Lei. DECRETA: Artigo 1º - Fica concedida gratificação de 40% (quarenta Por cento) sobre o salário base do cargo que ocupa, Pregoeiro/Presidente CPL e Controle Interno, 30% (trinta por cento) aos demais membros da Equipe de Apoio Pregoeiro / CPL, da Prefeitura Municipal de Quatiguá. Artigo 2º - Este Decreto entrará em vigor nesta data, retroagindo a 02 de janeiro de 2011, revogando-se as disposições em contrário. Gabinete do Prefeito Municipal de Quatiguá, em 21 de fevereiro de 2011. EFRAIM BUENO DE MORAES PREFEITO MUNICIPAL PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ TERMO DE HOMOLOGAÇÃO LICITAÇÃO MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL Nº 01/2011. OBJETO: CONTRATAÇÃO HORAS MÁQUINAS E KM CARREGADO DE CAMINHÃO VASCULANTE. Em cumprimento ao disposto no art.109, parágrafo 1 da Lei 8.666, de 21 de junho de 1993, torna-se público o resultado da licitação em epígrafe, apresentando o vencedor pelo critério Menor Preço Por Item, declarando-se como vencedora a empresa A R Z ENGENHARIA LTDA, GIROLDO-COMÉRCIO E EXTRAÇÃO DE AREIA LTDA, por apresentarem menor valor perfazendo um valor total de R$ 371.250,00 (Trezentos e Setenta e Um Mil Duzentos e Cinqüenta Reais). Barra do Jacaré/PR, em 21 de Fevereiro de 2011. EDIMAR DE FREITAS ALBONETI Prefeito Municipal


cmyb

TRIBUNA DO VALE

Terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

E-mail: social@tribunadovale.com.br

FERNANDA DINIZ Arquivo pessoal

Carnaval

O Clube Caravela de Carlópolis te espera para uma super festa de carnaval, o Carnafolia. O evento já tem data certa para acontecer, será nos dias 05,06 e 07 de março com animação total de três bandas, confira: 05 Banda Boneco Madeira (Londrina); 06 ‒ Dona Banda (Marília); 07 ‒ Banda Vozaíra (S.A.P). A Dj Kaci Mariano, virá de Curitiba, especialmente para o Carnafolia. Ela estará todas as noites no Clube Caravela com o melhor da música nacional e internacional. Carlópois te espera para o Carnafolia. Maiores informações pelo telefone (43) 3566 1340

Reflexão

E no final das contas não são os anos em sua vida que contam. É a vida nos seus anos. (Abraham Lincoln)

Paulo Sergio Dal-Ry Filho foi clicado recentemente ao lado de seu ídolo Nelsinho Piquet, Paulinho, como é carinhosamente conhecido, é filho de Paulo Sergio Dal Ry e Jamilla Nespoli Dal Ry e neto da platinense Irma Nespoli

Fotos: Divulgação

Anfitriã

Foi eleita na noite desta sexta-feira, 18, em Santo Antônio da Platina, a Rainha Afitriã da Efapi Expo 2011. A bela Beatriz Toledo Barreto Oliveira é a mais nova anfitriã. A morena foi escolhida pelos sete jurados que lá estavam, entre eles o apresentador Cobra, da Ric TV. Dez lindas platinenses desfilaram na passarela do concurso, na ACESAP (Associação Comercial e Empresarial de Santo Antônio da Platina). A candidata Valéria Priscila Andrade levou o título de Princesa Anfitriã .

cyan magenta yellow black


TRIBUNA DO VALE EDIÇÃO Nº 1840