Page 1

» OS CLASSIFICADOS DA TN CIRCULAM HOJE COM 5.907 ANÚNCIOS E 32 PÁGINAS FUNDADOR:ALUÍZIO ALVES - 1921 - 2006

Ano 61 • Número 056 • Domingo,29 de maio de 2011 ALDAIR DANTAS

CAMPEÕES DA SOLIDARIEDADE

ROMANCE PARA OS ASSINANTES

O HOMEM DA MULHER IDEAL

José Freire,10 anos,faz parte de um projeto social que revela campeões entre os jovens potiguares. [ ESPORTES 3 ]

O Dia dos Namorados não é só para jovens casais. O Clube do Assinante da TRIBUNA mostra o porquê. [ ESPECIAL 1 A 8 ]

Selton Mello dirige e atua na minissérie inspirada em filme sobre o homem que imaginou a mulher ideal. [ REVISTA 6 E 7 ]

PAC DESACELERADO Estado chegou a ser concluído, e 45% deles sequer entraram em execução. Os 33 projetos já executados receberam 20% dos R$ 28 bilhões previstos. Dentro do PAC 1 estão projetos importantes para a economia potiguar, como a duplicação da BR-101 e o Aeroporto de São Gonçalo do Amarante (ambos atrasados). Mas

foi na área de saneamento onde a frustração foi maior. Das195 obras previstas, apenas duas menores foram concluídas: abastecimento d'água em Jucurutu e esgotamento sanitário em Arês. Apesar desses resultados, a Caern espera pelo PAC 2 e inscreveu seis projetos, totalizando R$ 125 milhões. [ NATAL 1 A 3 ]

EXEMPLAR DO ASSINANTE

Idealizado no governo Lula, administrado pela então ministra e principal argumento eleitoral da hoje presidenta Dilma Rousseff, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) se mantém a passos lentos no Rio Grande do Norte. Quatro anos após o lançamento da fase 1, nem um quinto dos mais de 300 projetos destinados ao

RODRIGO SENA

11%

dos projetos inscritos pelo RN - 33 do total - no Programa de Aceleração do Crescimento 1,foram concluídos.

ONOFRE LOPES

Nova Central de Internação terá 60 enfermarias A nova estrutura tem nove andares, com 202 novos leitos, e custou R$ 21 milhões. A Central deve reforçar o atendimento a pacientes do SUS vindos de todo o Estado. [ PÁGINA 6 ]

EDUARDO SHINYASHIKI E OS SEGREDOS DA ARTE DE CONVIVER COM OS OUTROS

CÓDIGO FLORESTAL

Proposta não tem unanimidade entre senadores

[ NATAL 11]

O novo Código Florestal, aprovado com emendas e à revelia do governo na Câmara, tem um voto contra, outro a favor e um indeciso na bancada potiguar. [ PÁGINA 3 ]

JORNAL DE WM Depoimento da professora Amanda Gurgel ainda repercute por todo o país. [ PÁGINA 2 ]

INTERNACIONAL

ELIANA LIMA A polêmica sobre a decisão de Dilma suspender o kit antihomofobia,idealizado pelo MEC. [ NATAL 14 ]

Ameaça para Israel está além da fronteira palestina

GAUDÊNCIO

Analistas mostram que a segurança de Israel não está mais nas fronteiras palestinas, como afirma Netanyahu para rejeitar a proposta de paz de Obama. [ PÁGINA ? ]

A nova gramática proposta pelo MEC não é democrática, mas sim contra a democracia. [ PÁGINA 7 ] PESQUISA

EDUCAÇÃO

Números sobre torcida assustam os dirigentes

Pais e professores debatem adoção do kit anti-homofobia

Os números da pesquisa Consult sobre os torcedores do RN assustaram os dirigentes. Apenas 11% dos pesquisados frequentam os estádios potiguares. [ ESPORTES 2 ]

A presidenta Dilma suspendeu a distribuição, mas vai ser difícil acabar com a confusão, alimentada pela desinformação, em torno do kit “Escola sem Homofobia”. [ NATAL 4 E 5 ]

AMÉRICA

INSEGURANÇA

Francisco Diá fala em título da “Terceirona”

Registros de violência caem 32,4% nos campi

O técnico do América Francisco Diá enfatizou que o alvirrubro tem que se comportar como time grande, na Série C e entrar para conquistar o título do certame. [ ESPORTES 7 ]

108

TOTAL DE PÁGINAS DESTA EDIÇÃO: páginas

CURRÍCULO INCOMPLETO A volta às aulas, após a greve dos professores, não garantirá a normalidade do ano letivo na rede estadual de ensino. Alunos em escolas da capital e do interior estão concluindo cursos - no nível fundamental e médio - sem terem visto toda a grade curricular preconizada pelo MEC. [ NATAL 9 E 10 ]

REDAÇÃO: PAUTA

pauta@tribunadonorte.com.br

FALE CONOSCO: PABX: 4006-6100 Redação: 4006-6113

Assinaturas: 4006-6111 Venda avulsa: 4006-6103 Comercial: 4006-6173

Classificados: 4006-6161 Circulação: 4006-6103 Reclamações:4006-6111

HOME PAGE:

A tecnologia baixou os índices de violência e de insegurança nos campi da UFRN. No ano passado, foram 308 ocorrências. A maioria (38) por furtos. [ NATAL 12 E 13 ]

www.tribunadonorte.com.br

PREÇO DESTA EDIÇÃO:

R$ 2,50


2 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

opinião

Domingo | 29 de maio de 2011

ESPAÇO LIVRE [ Agnelo Alves ]

Jornal de WM WODEN MADRUGA - woden@terra.com.br

Amanda no Jalapão

O

nome da professora Amanda Gurgel brilha também nos cerrados do Tocantins com o mesmo fulgor do capim dourado que é uma das referências das belezas do Jalapão, marco de sua rica ecologia. O vídeo com o pronunciamento da corajosa professorinha potiguar, numa audiência pública realizada na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, é comentado nas rodas de Mateiros, sede do município onde está localizado o Parque Estadual do Jalapão e em cujas cercanias vive e trabalha o botânico e pesquisador Florentino Vereda, colaborador desta coluna. Num contraponto com Ivan Lins, o cientista me manda um artigo escrito à sombra das mangabeiras que margeiam o Rio Soninho, em que faz corretas considerações sobre a fala de Amanda. Vai por inteiro:

Te recuerdo Amanda (...). Ah, Ivan Lins, cantando Vitor Jara... Final dos anos setenta, o vento da liberdade soprando as nuvens cinzentas e pesadas da opressão, o peito cheio de esperança, o coração cheio de amor. Tudo podíamos. O poder estava, por fim, nas mãos do povo, seu legítimo guardião e beneficiário. (...) La vida es eterna, en cinco minutos (...) Amanda Gurgel também vive seus cinco minutos de fama. Na presença dos deputados, representantes do povo, subiu à tribuna da Assembleia Legislativa e, com voz firme e atitude resoluta, falou por todos nós, pobres contribuintes, da sua indignação com o descaso das autoridades quanto às questões da educação. Pois educação é um dos itens de maior importância para o futuro de uma nação. Será? Agora mesmo – acompanho pela internet e pela televisão – vocês aí do Rio Grande do Norte estão à volta com greves e mais greves, amargando ainda mais o cálice de sofrimento de nossa pobre gente. Motoristas de ônibus, Central do Cidadão, Polícia Civil, Detran, professores, Procuradoria-Geral do Estado. Qual dessas paralisações causa mais transtorno à população? Se apostou em motoristas de ônibus, acertou. Uma cidade do porte de Natal não aguenta mais de três dias sem ônibus. Depois vêm as demais categorias, ficando os professores no fim da fila. Afinal, a maioria do povo nem nota a sua falta. Talvez no futuro cheguem a lamentar, mas aí já será tarde. Te recuerdo Amanda (...). Mas quem se lembrará de Amanda Gurgel, depois que a televisão esgotar o assunto e encontrar novas tragédias para manter o besta à frente da telinha, comprando em dez vezes sem juros? Ah,

Amanda, Amanda... Você ficou famosa. Horário nacional, You tube, Orkuts, blogs e bate-papos nas mesas dos bares. Parabéns. Mas não se iluda. Antes mesmo de Cristo, o Livro dos Eclesiastes, Capítulo 32, Versículo 6 já dizia: Não te alongues em discursos, onde não há quem os ouças. Ou você acredita que os nobres deputados se emocionaram com a suas palavras sinceras e corajosas? A eles interessa mais saber quais as costuras políticas que lhes permitiram manter-se no poder, bebendo vinho tinto de sangue do pobre eleitor, de quem só se lembra na hora do voto. Veja, por exemplo, esta jogada amoral para permitir a reeleição do presidente da Assembleia. Mas não desiludamos de vez. Com a repercussão da sua fala, você poderá, quem sabe, amealhar alguns milhares de votos que lhes permitam subir à tribuna, não mais como uma professorinha indignada, mas como uma parlamentar, para fazer a revolução pelas leis, já que nós brasileiros – feliz ou infelizmente – não a fazemos pela violência. O problema é que ninguém chega impune ao poder. Haja vista aos antigos militantes da esquerda que hoje lambuzam nos repastos do poder. Ou será que as mazelas que você apontou no seu discurso não teriam sido evitadas se os que um dia empunharam as bandeiras da moralidade não houvesse traído seus ideais e empenhado suas almas, repetindo os mesmos desvios éticos dos seus antepassados, desde Pero Vaz de Caminha. Se este for seu desejo e esta sua intenção, repita seu discurso e conte com o meu voto, embora eu seja eleitor aqui em Mateiros. Mas esteja preparada para receber de outras Amandas, a mesma reprimenda que pespegou nos parlamentares de hoje. Boa sorte!!!

Do tempo de Jagunço No fundo da gaveta, um bilhete de Paulo Balá. É de 19 de janeiro de 1997,quando ele ainda morava na rua Maria Auxiliadora, no Tirol, já encostando com Petrópolis: “Woden Madruga – Bom dia. Sei que ando amoitado feito carneiro que tomou bicho na capação. Sei disso. A derradeira notícia que lhe mandei era assunto da exposição de fotografias antigas que recebeu o seu incentivo e o apoio da Fundação José Augusto. Agora estou sendo peitado a repetir a dose. Não sei. Osvaldo Lamartine esteve aqui. Vai ao Rio e volta para ficar. Vê-lo

na Academia é desejo de um magote de gente, ocupando a cadeira que seu pai, o Dr. Juvenal, ocupou. Nada tão justo. Tem um boi manso lá nas Pinturas, descendente de Jagunço. Julião Balá, engenheiro, fim de rama, mediu o bicho, multiplicou, potencializou e, depois de juntar tudo, deparou-se com 1.111 quilos de peso vivo. Estamos perto de tirar essa conta a limpo. E o inverno... Vem? Receba um abraço do vaqueiro que, em outras eras, corria em mato fechado, nos machins de rês arisca. Paulo Bezerra (Em 19.1.97 – Dia de São Canuto).”

DIVA CUNHA Junho começa alvissareiro para as letras do Rio Grande do Norte. Tem a posse da poeta Diva Cunha na Academia Norte-Riograndense de Letras, noite do dia 2, quinta-feira. Ocupará a cadeira 30, fundada por Manoel Rodrigues de Melo, dos grandes nomes de nossa literatura, e sucederá ao pesquisador Aluízio Azevedo. A saudação acadêmica ficará por conta de Paulo de Tarso Correia de Melo, outro grande poeta. Diva, canta: Um ligeiro arrepio/ na curvatura morna/ do ventre/ avisa a mulher/ que ela (ainda) é:/ coisa de asa/ coisa de carne/ coisa da coisa/ que exulta ao toque/ do que ousa.

Empresa Jornalística Tribuna do Norte Av.Tavares de Lira,101 - Ribeira - Natal/RN CEP:59010200 Fone: (PABX) 4006-6100 Fax: (0xx84) 4006-6124 Endereço eletrônico: www.tribunadonorte.com.br

Diretor Presidente: Henrique Eduardo Alves Superintendente: José Roberto Cavalcanti Diretor Adm.e Operações: Ricardo Luiz de V.Alves Diretor Financeiro: Agnelo Alves Filho Diretor de Redação:Carlos Peixoto cpeditor@tribunadonorte.com.br Gerente Comercial: Eliane Rocha Gerente de Marketing: Andréia Barandas Gerente de Circulação: Thales Vilar

Falta só o sol nascer quadrado. A lua não encanta os namorados,que preferem “ficar” que é prático – Olhaí,Osní,estou esperando você para fazer o caminho das águas – O Rio de Janeiro continua lindo,mas sou mais Pirangi.

Coisas esquisitas

A

s coisas estão diferentes, sei lá, esquisitas. Não quero entender nem, tão pouco, desentender. Chove e faz calor. Não chove e faz frio. A gente ouve um sim e logo parece que a gente deve entender como não foi assim. Com muito boa vontade, nem sim, nem não, antes pelo contrário, convencionando-se entender como mais ou menos. Não sei se fui claro. Sim ou não? Apenas mais ou menos. E os leitores? Não tenho a menor idéia. Tradução, a raiz quadrada de que número? Leio as pesquisas publicadas. Nenhuma novidade nos seus resultados. Pesquisas dão números e percentuais do que a gente ouve nas ruas, valendo registrar, contudo, que os pesquisadores são locais, enquanto se espera quem queira patrocinar o IBOPE ou o DATAFOLHA. Ainda sou da opinião que os jornais devem patrocinar e publicar na íntegra. Tenho certeza que não dariam diferente do que as pesquisadoras locais estão apurando. Ainda não fiz o que todos os anos tenho feito, quando os açudes e barragens começam a sangrar no interior do Estado. A grande barragem do Açu, a Armando Ribeiro Gonçalves, sangra e ainda não fui ver. No Seridó, o Gargalheiras exibe, no seu sangradouro, a queda

d’água mais bonita que jamais vi. Nem nas Cataratas do Iguaçu, nem no Niágara, no Canadá, que conheço. Mas Deus é testemunha do quanto lamento não ter reunido, ainda, condições para montar, sobre quatro rodas, para chegar lá. Olhaí, Osní, vamos? Osní, depois que virou empresário bem sucedido, mudou muito. Caramba, o cara anda desaparecido. Não atende ao telefone e nem telefona, tão pouco. Mas acredito na sua fidelidade às coisas do nosso interior, apesar das mudanças esquisitas que também fazem a diferença dos meus tempos, em Angicos. Curioso, não sei se sinto saudade no modelo do sentimento que aperta o coração. Mas gostaria que tudo continuasse como era naquele meu tempo de “filho do cumpadre Nesinho”. Outro dia, vi, pela TV, um debate entre doutos sobre sexo, educação da criança, direitos, escola pública, escola privada, TV, radio, jornais, livros, deveres do Estado. Cada douto mais culto, mais preparado, mais, até, inteligente, pelo menos pela facilidade e pelo ar, assim, de doutores honores causa. Tudo que

sei sobre essas matérias aprendi na prática do dia a dia, sem ninguém me ensinar. Ou na escola da saudosa professora Lurdes, com o professor Heliodoro, homem bom, dedicado ao ensino, embora não soubesse além do beabá, que recitava muito bem. As meninas... Ah, sim, na escola da professora Lurdes, quem não aprendesse a lição por não prestar atenção levava seis bolos, três em cada mão. E não me consta que nenhum aluno não tenha dado pra gente boa, decente, sem, portanto, ser complexado. Hoje a “tia”, professora, e o aluno se conhecem e se falam apenas na sala de aula. Eu sei que os tempos são outros. Claro que sei, mas que os tempos estão esquisitos, estão. Aprender sexo na escola? Até a soletrar é difícil. Como é mesmo que se soletra sexo? O Rio de Janeiro continua lindo... Alô, alô Realengo, Botafogo, Leblon e Ipanema, aqueles abraços... Mas sou mais Pirangi!

Amâncio

Cartas Homicídios (1) O número crescente de homicídios é causado pela impunidade. Não adianta polícia. O problema são as nossas leis, muito brandas, especialmente pra quem decide tirar a vida de pessoas de bem. O cara mata um homem de bem e quando é julgado nem vai preso. Digo isso porque um parente meu foi assassinado por um vagabundo e ele nunca foi preso e quando foi julgado só pegou 4 anos em regime aberto. O rapaz do interior que veio trabalhar em Natal para ajudar os pais está hoje debaixo do chão, enquanto o criminoso está aí curtindo a vida. nefita@hotmail.com

Homicídios (2) Lamentável o que aconteceu com o agente de trânsito de Parnamirim, um pai de família que estava nas ruas, trabalhando para levar o pão aos filhos. Minha solidariedade à família. Esperamos que o assassino não fique impune, na rua, zombando do feito. João Nery - por e-mail

Copa do Mundo

JOSÉ SARNEY [ escritor ]

Cinzas e ventos

É

o velho e sábio Salomão quem nos diz -e tem sido repetido ao longo dos milênios- que “nada há de novo debaixo do sol". Esse trecho está na passagem em que fala que há o dia de plantar e o de colher, chegando a dogmatizar que “uma geração vai e outra geração vem, mas a Terra permanecerá para sempre". Agora, são tantas as catástrofes que se acumulam em espaços cada vez menores de tempo que chegamos a pensar que começa a existir alguma novidade debaixo do sol. O hemisfério Norte nestes dias está envolto em cinzas, cobrindo em parte a Islândia, a Dinamarca, a Noruega e o Reino Unido, fazendo com que os aviões fiquem em terra, com receio de que suas turbinas enfrentem as partículas de quatro gramas por dez metros cúbicos de ar das cinzas do Grimsvotn, esse vulcão que jorra fogo sob as geleiras. Os cientistas dizem que ele é diferente, diferentes suas nuvens, diferente o clima. Mas, na palavra de Walter Oppenheimer, “os vulcões fazem o que querem". Seus humores são desconhecidos e os homens têm de lidar com eles desde que a nossa Terra passou por fogo, água, contorções e tudo o mais até ser como nós a olhamos hoje. Desde a Antiguidade, eles são ameaças e motivo de medo. Lembremos o mais conhecido deles, o Vesúvio, que sepultou Pompeia e Herculano, cidades romanas que hoje conhecemos como eram, com suas obras de arte e suas calçadas e colunatas, além de mostrar os costumes nada virtuosos da atração entre o homem e a mulher, a inventar modos de sublimar desejos. Era o ano de 79 de nossa era cristiaClassificados Redação Fax Venda Avulsa Assinatura Natal Reclamações Natal ASSINATURA Mensal (à vista) Semestral (à vista) Anual (à vista)

4006-6161 4006-6113 4006-6124 4006-6100 4006-6111 4006-6111 R$ 43,00 R$ 258,00 R$ 516,00

PREÇO DO EXEMPLAR Rio Grande do Norte 3ª a Sábado Domingo Outro Estado 3ª a Sábado Domingo

níssima. O maior deles está no Chile, Ojos del Salado, que Na palavra de não é de nada, pois está Walter dormindo na inatividade. Oppenheimer,“os O Japão sofreu há pouvulcões fazem o co o horror do tsunami, que que querem". matou tanta gente e cuja Seus humores são herança de radiação perdudesconhecidos e rará por muitos anos. os homens têm de Sobre a morte dizia Malidar com eles lherbe que nem os muros desde que a nossa do Louvre com sua guarda Terra passou por defendiam o rei. Pois nem fogo, água, a riqueza e a força dos Escontorções e tudo tados Unidos os livram dos o mais até ser ataques da natureza, dos como nós a ventos de tornados e furaolhamos hoje. cões, o último deles o que devastou Joplin, sem esquecer o que sofreu San Francisco no terremoto de 1906. Mas o que há de novo é que sabemos desses fatos no mesmo momento em que ocorrem graças ao milagre da tecnologia. E o mais trágico é que a ciência nos diz que a Terra está morrendo por causa do aquecimento global, da alta das águas oceânicas, do aumento da temperatura. Lévi-Strauss dizia que o homem é essencialmente poluidor. Vamos abrir nossos corações e olhos para não participarmos desse suicídio coletivo, salvando o próprio homem de morrer no seu mistério: o mundo.

Depois da decisão da Fifa de excluir Natal da Copa das Confederações em 2014, e de fazer alertas sobre a possibilidade de ficarmos fora de 2014, pergunto aos universitários: não seria melhor preservar nosso velho, machucado, mas glorioso Machadão? Só assim a torcida do América não precisaria se deslocar para Goianinha ou Extremoz para ver o time jogar na série C. Ramos Delgado Jr. - por e-mail

Greve Até que enfim uma luz no final do túnel. Assim começamos a ser tratados com respeito. A inteligência começa a florir e os homens passam a usar a inteligência em vez da ignorância, o que não levaria a nada. Parabéns a todos e espero que isso termine em acordo que favoreça a ambas as partes. pinheiro54@gmail.com

Açudes Amei essa matéria, sou fã de Acari e consequentemente do Gargalheiras. Tenho vários amigos naquela linda e aconchegante cidade, conheço o Bistrô, mas ainda não tive o prazer de degustar esse delicioso prato. marbelavida@yahoo.com.br

FILIADO AO

R$ 1,50 R$ 2,50

FILIADO AO INSTITUTO VERIFICADOR DE CIRCULAÇÃO

R$ 2,00 R$ 3,20

REPRESENTANTE NACIONAL – Pereira de Souza & Cia Ltda: Rio de Janeiro :(O21)2544-3070 – São Paulo:(011) 3259-6111

FILIADO À ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JORNAIS

REDE CABUGI DE COMUNICAÇÃO TRIBUNA DO NORTE 4006-6100 Rádio Globo/Cabugi (AM) Natal 4006-6180 104 (FM) Parnamirim 3272-3737 Rádio Difusora de Mossoró (AM) 3316-3181/2181/3317-6167 Rádio Cabugi do Seridó (AM) J.do Seridó 3472-2759 Rádio Baixa Verde (AM)J.Câmara 3262-2498 Pereira de Souza(SP) 11/3259-6111 Pereira de Souza(RJ) 21/2544-3070


política

Domingo | 29 de maio de 2011

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 3

[ MEIO AMBIENTE ] Representantes do Rio Grande do Norte no Senado têm posicionamentos diferentes sobre o projeto que muda as regras contra desmatamentos

Notas & Comentários colunanotas@tribunadonorte.com.br

Preferências no TCE s conselheiros do Tribunal de Contas do Estado procuram ser discretos, mas têm suas preferências na escolha para a vaga aberta com a aposentadoria de Getúlio Nóbrega. A lista tríplice para nomeação do novo conselheiro foi definida entre integrantes do Ministério Público Especial junto ao TCE e cabe agora à governadora escolher um dos procuradores indicados: Carlos Thompson, Carlos Roberto Galvão e Luciana Ribeiro Campos. As informações dos bastidores do TCE sinalizam que os conselheiros Adélia Sales, Tarcísio Costa e Valério Mesquita preferem Carlos Thompson. Enquanto isso, o conselheiro Alcimar Torquato tem preferência por Luciana Campos. O conselheiro Renato Dias prefere Carlos Roberto. E o conselheiro Paulo Roberto Alves considera que tanto Thompson quanto Carlos Roberto estão preparados para assumir a vaga. Resta saber quais influências vão pesar mais na decisão da governadora.

O

Novas vagas A próxima vaga para conselheiro do Tribunal de Contas do Estado vai ser aberta com a aposentadoria de Alcimar Torquato, em setembro. Neste caso a vaga é de livre nomeação da governadora Rosalba Ciarlini e o atual secretário de Agricultura, Betinho Rosado, é um dos cotados. Deputado federal licenciado, Betinho é cunhado da governadora. Outra vaga estará disponível

em novembro de 2012, com a aposentadoria do conselheiro Valério Mesquita, atual presidente do TCE. Será a vez da Assembleia Legislativa e, se não houver mudança de preferência, o escolhido tende a ser o atual secretáriochefe do Gabinete Civil, Paulo de Tarso Fernandes, que atualmente é o preferido da governadora e do vice-governador Robinson Faria.

DIVULGAÇÃO

Reconhecimento

Durante a inauguração da nova ala do Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol),o reitor Ivonildo Rêgo,destacou o trabalho do ministro da Previdência,Garibaldi Filho,pela ajuda que ele deu como parlamentar e continua dando (como ministro) para que a Universidade Federal do Rio Grande do Norte obtenha os recursos que reivindica.“Toda hora ele está resolvendo pleitos da UFRN”,disse Ivonilddo Rêgo.Garibaldi Filho agradeceu a homenagem,elogiou emocionado o trabalho do diretor do UOL,médico Ricardo Lagreca e dividiu os méritos com toda a bancada potiguar, informando que com relação à UFRN,os parlamentares do RN sempre dão prioridade absoluta. Participaram da inauguração a governadora Rosalba Ciarlini e os deputados federais Henrique Eduardo Alves,Fátima Bezerra,João Maia e Felipe Maia.

Ausências na base aliada Dos onze deputados estaduais, com os quais o governo conta como integrantes da base aliada, quatro não estiveram na reunião de sexta-feira convocada pela governadora Rosalba Ciarlini. Os ausentes foram Leonardo Nogueira (DEM), Antônio Jácome (PMN), Dibson Nasser (PSDB) e Vivaldo Costa (PR). Líder do governo na Assembleia, Getúlio Rego (DEM) tentou mostrar que as faltas não foram por insatisfação com os ru-

mos da administração ou com a demora para o governo atender os pedidos de nomeações em cargos comissionados. “Dibson Nasser está em Brasília para a convenção do PSDB; Vivaldo Costa viajou com o secretário Betinho Rosado para Caicó; Antônio Jácome também precisou viajar; e o deputado Leonardo, apesar de inúmeras tentativas pelo celular, foi o único que não conseguimos contato”, disse Getúlio.

Lei de responsabilidade Uma audiência pública na próxima terça-feira, na Assembleia Legislativa, vai discutir a situação do Estado em relação aos limites definidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Na ocasião, o secretário de Planejamento e Finanças, Obery Rodrigues, deve apresentar os demonstrativos de despesas e receitas do governo. Ontem, o Diário Oficial publicou

alguns números sobre os demonstrativos. O Estado baixou o percentual acima do limite da LRF. O índice de 49% tinha sido ultrapassado em 0,92% no último quadrimestre de 2010 e, no primeiro quadrimestre, de 2011 o excesso baixou para 0,42%. O governo alega que, acima do limite da LRF, não pode conceder reajustes aos servidores.

COPA DE 2014 A presidenta Dilma Rousseff vai reunir na próxima terça-feira os governadores dos Estados que têm cidades escolhidas para sediar jogos da Copa de 2014. A governadora Rosalba Ciarlini vai participar da reunião.

AUDIÊNCIA PÚBLICA A construção de um aeroporto em São Gonçalo do Amarante será tema de uma audiência pública nesta segunda-feira, na Assembleia Legislativa.

Senadores da bancada do RN divergem sobre código GERALDO MAGELA/AS

s senadores do Rio Grande do Norte têm opiniões divergentes sobre o projeto do novo Código Florestal que foi aprovado na Câmara dos Deputados e e encaminhado para apreciação no Senado Federal. Em trincheiras opostas, o senador José Agripino Maia (DEM), que é favorável à matéria como foi aprovada pelos deputados federais e acredita que o texto permanecerá intacto; e o senador Paulo Davim (PV), que considera o projeto um “retrocesso”. Para Paulo Davim, se a proposta de novo código não for alterada no Senado, vai provocar graves distorções ambientais. O senador Garibaldi Alves (PMDB) informou, através da assessoria de imprensa, que ainda vai analisar a matéria. Criado em 1965, o Código Florestal regulamenta a exploração da terra no Brasil, baseado no fato de que ela é bem de interesse comum a toda a população. O texto do novo código, aprovado na Câmara Federal, foi considerado a primeira grande derrota do governo de Dilma Rousseff. Para os ambientalistas, apoiados em boa parte pelo Palácio do Planalto, a legislação que segue para o Senado sacrifica 60 milhões de hectares de floresta brasileira, ou 103 áreas do tamanho do Distrito Federal, e não resolve as atuais mazelas da legislação brasileira do setor — como a necessidade de pagamento por serviços ambientais. Por outro lado, os ruralistas destaca que fecharam um ciclo de 12 anos, período em que os deputados passaram discutindo uma nova lei florestal e ambicionando retirar da ilegalidade cerca de 90% dos produtores brasileiros. Paulo Davim enfatizou que o projeto original, como queria o governo, era “menos nocivo” ao meio ambiente. Ele disse esperar que no Senado haja uma discussão menos emocional e que se conheça mais as instituições que podem dar opiniões técnicas e avalizadas sobre o tema, como é o caso das universidades e instituições ambientalistas e sociais que manifestaram mas, segundo ele, não tiveram a opinião técnica aproveitada no relatório. Entre os assuntos polêmicos e que foram criticados pelo senador do PV está a dispensa de reserva legal para proprietários de até quatro módulos rurais de terra (entre 20 e 400 hectares, de acordo com o bioma); e a anistia aos agricultores que desmataram antes de julho de 2008 e que não precisarão mais recompor as áreas devastadas, caso não se cadastrem num programa de regularização ambiental. Há ainda a emenda nº 164, de autoria da própria base aliada com deputados da oposição e que permite “atividades agrossilvopastoris” em áreas de preservação permanente (APPs). Uma outra polêmica diz respeito a atribuir aos estados a responsabilidade pela regularização dessas áreas. Em reunião com oito ex-ministros do Meio Ambiente, que pediram o adiamento da votação, a presidente Dilma confirmou que manteria promessas de campanha e vetaria pontos do projeto que prejudicassem as áreas de reserva legal ou APPs. O senador José Agripino destacou que era intenção do governo aprovar uma desocupação de áreas gerando, desemprego, desassossego e inquietação no campo. “O governo investe em uma tese que desemprega milhares de pessoas no campo e se contrapôs à sociedade. O Congresso ficou ao lado da sociedade”, observou ele. Paulo Davim discorda: “a imagem do Brasil ficou chamuscada com a aprovação daquele texto. Espero que no Senado possamos estabelecer debate mais técnico, menos apaixonado e que venha contribuir de fato para beneficiarmos o agronegócio mas também para que preservemos o patrimônio irrecuperável da biodiversidade”.

O

José Agripino é favorável à aprovação, sem mudanças no Senado, do projeto votado na Câmara WALDEMIR BARRETO/AS

Paulo Davim aponta que o projeto do Código aprovado na Câmara pode provocar distorções ambientais LIA DE PAULA/AS

Garibaldi Alves afirma que vai analisar a proposta que foi votada na Câmara e enviada ao Senado

PROJETO DO NOVO CÓDIGO FLORESTAL As mudanças definidas pelo projeto que foi votado na Câmara e que será apreciado no Senado

Projeto é aprovado na Câmara com emendas O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou na última terça-feira o projeto novo Código Florestal, que agora segue para votação no Senado. O projeto aprovado na Câmara permite o uso das áreas de preservação permanente (APPs) já ocupadas com atividades agrossilvipastoris, ecoturismo e turismo rural. Esse desmatamento deve ter ocorrido até 22 de julho de 2008. Essa redação prevaleceu com a aprovação da emenda 164, dos deputados Paulo Piau (PMDB-MG), Homero Pereira (PR-MT), Valdir Colatto (PMDB-SC) e Darcísio Perondi (PMDB-RS), ao texto-base do relator, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), que foi aprovado por 410 votos a 63 e 1 abstenção. A emenda, aprovada por 273 votos a 182, também dá aos estados, por meio do Programa de Regularização Ambiental (PRA), o poder de estabelecer outras atividades que possam justificar a regularização de áreas desmatadas. As hipóteses de uso do solo para atividade de utilidade pública, interesse social ou de baixo impacto serão previstas em lei e, em todos os casos, deverão ser observados critérios técnicos de conservação do solo e da água. O dia 22 de julho de 2008 é a data de publicação do segundo decreto (6.514/08) que regulamentou as infrações contra o meio ambiente com base na Lei 9.605/98. As faixas de proteção em rios continuam as mesmas de hoje (30 a 500 metros em torno dos rios), mas passam a ser medidas a partir do leito regular e não do leito maior. A exceção é para os rios de até dez metros de largura. [LEIA MAIS NA PÁGINA 5]


4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

polĂ­tica

Domingo | 29 de maio de 2011


Domingo | 29 de maio de 2011

política

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 5 JÚNIOR SANTOS

RODRIGO SENA

[ MEIO AMBIENTE / CONTINUAÇÃO DA PÁG. 3 ] Marcelo Toscano

lamenta proposta de anistia “para quem depredou reservas legais”

Diretor do Idema critica emendas ao Código Florestal diretor geral do Instituto de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema), Marcelo Toscano, discorda de pelo menos dois pontos do texto original do Código Florestal aprovado na Câmara Federal. Um deles é a anistia para quem, até 22 de julho de 2008, depredou área de preservação permanente (APPs) e reserva legal. Ele destacou que embora a discussão seja complexa, uma vez que envolve peculiaridades de cada estado, não há como negar que o “perdão” aos desmatadores de APPs acaba por prejudicar aqueles que seguiam os trâmites legais. “Essa é a parte pior. E quem trabalhou regularizado durante todo esse

O

tempo?”, indagou. Toscano comentou também sobre a polêmica emenda 164, de autoria do deputado Paulo Piau (PMDB-MG), que estabelece que a União estipularia as regras gerais e os estados definiriam, de fato, o que pode ser cultivado nas APPs. “Não dá pra tirar essa discussão do governo federal. É bom que ele faça parte do processo. Só botar as responsabilidades nos estados fica meio complicado”. O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Mauro Campbell Marques também falou esta semana sobre a lei da anistia. Segundo ele, com o dispositivo, “o cumpridor da lei e o criminoso serão tratados igualmente”. “Essa

anistia é uma excrescência, mesmo porque há decisões judiciais condenando proprietários que infringiram a lei”, frisou. Para o ministro, “o melhor código florestal a se aplicar é o código ético”. O ministro afirmou que trata-se de uma questão complexa, considerando que as florestas são um “patrimônio da sociedade”; trata-se de “bens de interesse comum a todos os habitantes do planeta”. O grande desafio dos magistrados, segundo ele, é buscar isenção e imparcialidade por métodos científicos. Campbell falou do “código florestal do caboclo”. Depois de atuar como promotor no Amazonas, descobriu que o caboclo tem sabedoria que deve ser considerada.

Carcinicultura comemora “vitória” O presidente da Associação Brasileira de Criadores de Camarão (ABCC), Itamar Rocha, disse que a vitória foi inserir ao projeto do novo Código Florestal um pleito que define as áreas de “apicuns” e “salineiras” - terras arenosas margeando as áreas do ecossistema manguezal – como terrenos e não como APPs, como antes era especificado. “A carcinicultura gera milhares de empregos para trabalhadores não qualificados, ajuda a manter o

homem no interior do Estado e tem um faturamento em torno de R$ 200 milhões por ano. Da forma como estava o texto era uma ameaça para o setor, porque era dúbio essa relação das APPs”, destacou. Itamar observou também que já havia instrução normativa por parte do Ministério do Meio Ambiente, relatando que o Instituto Chico Mendes mandaria desmanchar áreas de cultivo de camarão que estivessem localizadas em

terrenos de apicuns e salineiras. “Por isso que nós fomos ao relator e conseguimos proteger essa questão no Código Florestal dizendo que essas áreas não são APPs e sim terrenos”. Ele assinalou ainda que mais de 70% do camarão do Brasil é produzido nessas áreas. “O equívoco que dizia serem esses locais manguezais prejudicaria a maior parte dessa produção. Mas conseguimos essa vitória e tivemos mais de 400 votos”, concluiu.

Marcelo Toscano: direção do Idema

Itamar Rocha:Associação de Criadores de Camarão


6

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

geral

Domingo | 29 de maio de 2011

[ UFRN ] A nova estrutura custou R$ 21 milhões e será um reforço no atendimento aos pacientes do SUS. A inauguração contou com

a presença do reitor Ivonildo Rêgo, da governadora Rosalba Ciarlini, do ministro Garibaldi Alves e de outros políticos do Estado

Huol inaugura Central de Internação FOTOS:ALEX RÉGIS

Momento da inauguração do novo edifício da Central de Internação do Hospital Universitário

Cada uma das 60 enfermarias terá três leitos para atender a pacientes do Sistema Único de Saúde

Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol) inaugurou ontem pela manhã o seu Prédio Central de Internação, com 202 novos leitos e 10 novas enfermarias por andar. A cerimônia foi realizada no próprio Hospital Universitário e contou com a presença do reitor da UFRN Ivonildo Rego, em seu último dia no comando da Universidade, o diretor do Huol, Ricardo Lagreca, a governadora Rosalba Ciarlini, o ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho, e deputados federais e estaduais. A nova estrutura será um reforço no atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde.

mo dia como reitor da UFRN. Ivonildo lembrou da luta para conseguir viabilizar a construção do Prédio Central de Internação. “É preciso agradecer à bancada federal do Estado, que contribuiu com emendas à UFRN, principalmente para a reestruturação do Hospital Onofre Lopes”, discursou. E complementou: “Faço minhas as palavras do deputado federal Henrique Alves quando ele diz que a bancada do RN torna-se um partido único quando o assunto é ajudar a UFRN”. O ministro Garibaldi Alves Filho foi o terceiro da manhã a discursar. “Essa obra é a garantia de que os pacientes do SUS não so-

O

As reformas no Huol custaram R$ 21 milhões. A nova estrutura tem nove andares, sendo que seis deles estavam prontos ontem durante a inauguração. O restante dos leitos serão inaugurados no fim do ano, quando o Hospital passará de 202 leitos para 266. Os antigos pavilhões que abrigavam enfermarias serão desativados. Já a nova estrutura conta com três leitos por enfermaria, além de poltronas para os acompanhantes e banheiro. O conforto e a modernidade do espaço construído são os pontos mais destacados pela direção do Hospital. O diretor do Hospital Universitário, Ricardo Lagreca, iniciou o

seu discurso, durante a cerimônia de inauguração, lembrando do início do Huol, ainda como Hospital de Caridade Juvino Barreto, e fundado pelo primeiro reitor da UFRN, Onofre Lopes. “Tenho certeza que essa inauguração hoje é a confirmação de que os objetivos dos fundadores dessa unidade, Onofre Lopes e Januário Cicco, continuam presentes”, disse Lagreca. O diretor lembrou que os pacientes do Hospital serão atendidos em uma estrutura moderna e confortável. Em seguida, o reitor Ivonildo Rêgo falou aos presentes, ressaltando primeiramente que a inauguração coincidiu com o seu últi-

frerão aqui as mesmas coisas que sofrem em outros lugares”, disse. Garibaldi Alves falou ainda que a Universidade sempre foi uma prioridade e que a inauguração era um momento importante para a bancada federal. “O diretor do Huol, Ricardo Lagreca, não me deixava em paz, quando eu atuava como senador. Eu e os outros parlamentares do RN sempre éramos procurados pelo diretor para a liberação de recursos”, rememorou Garibaldi. Por fim, a governadora Rosalba Ciarlini relembrou a sua passagem pelo Huol, como estudante de medicina e a aprovação da emenda que possibilitou a refor-

ma no Onofre Lopes. “Esse será um instrumento importante para o povo do RN, porque aumenta a capacidade de atendimento, além de atender com muito conforto, como o paciente do SUS merece”, comemorou. O Huol funciona como residência universitária – treinando novos especialistas em diversas áreas - além de abrigar boa parte das pesquisas em saúde da UFRN. São 119 médicos, 117 técnicos de enfermagem, além de 970 estudantes que semestralmente passam pelo Hospital. São realizadas 14.875 consultas todos os meses. Além disso, o Onofre Lopes faz cirurgias eletivas e transplantes de córnea e rins.

[ OBSTETRÍCIA ] Pelo menos por hora, o problema da falta

[ LRF ] O índice de 49% tinha sido ultrapassado em 0,92% no último

de leitos nas maternidades da capital parece estar controlado

quadrimestre de 2010, mas este ano o excesso baixou para 0,42%

Maternidades ainda têm vagas RN baixa 0,50% do excesso no limite legal de 49% A s vagas de obstetrícia disponíveis na Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), que recebe pacientes de todo o Rio Grande do Norte, vão durar no máximo só até hoje. O alerta foi feito pela médica obstetra Valéria Montenegro e revela um problema presente nas principais maternidades de Natal: a falta de leitos. Dos 60 leitos disponíveis na MEJC, sete estavam vagos na manhã de ontem, e nenhum deles no

setor de alto risco. “Um plantão mais movimentado preenche todos eles”, justifica Valéria. Para desocupar um leito, leva-se, no mínimo, dois dias: tempo necessário para uma parturiente, cujo parto foi normal e sem complicações, receber alta, de acordo com uma norma do Ministério da Saúde. Há pouco mais de uma década, a parturiente só permanecia um dia na maternidade. No Hospital da Mulher Leide Morais, na zona Norte de Natal,

também haviam sete leitos vagos na manhã de ontem. Situação bem diferente da encontrada no início da semana, quando as gestantes estavam sendo encaminhadas para outras unidades devido a falta de vagas. Os responsáveis pelas unidades negaram qualquer tipo de desabastecimento e disseram que a regra é atender todas as pacientes, mesmo que para isso precisem interná-las em macas dentro dos consultórios ou acomodálas em cadeiras de plástico.

Poder Executivo do Rio Grande do Norte baixou o índice percentual de ultrapassagem do limite legal estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), mas ainda se mantém acima do limite previsto em Lei. O índice de 49% tinha sido ultrapassado em 0,92% no último quadrimestre de 2010 e no primeiro quadrimestre de 2011 o excesso baixou para 0,42%. O relatório quadrimestral foi publicado na edição deste sábado (28) no Diário Oficial do Estado. Nesta terça-feira, 31, às 10h30, em audiência pública na Assembleia Legislativa solicitada pelo líder do Governo, deputado estadual Getúlio Rego (DEM), ocorrerá o demonstrativo das despesas e receitas através do secretário de Estado de Planejamento e Finanças, Obery Rodrigues. Ainda na audiência pública haverá a palestra “LRF e as políticas públicas”, do consultor econômico Raul Velloso, especializado em Análise Macroeconômica e Finanças Públicas e Ph.D, Master of Philosophy e Master of Arts em economia pela Universidade de Yale, nos EUA. Atualmente, é consultor econômico de empresas, bancos, organismos multilaterais e entidades públicas, além de colunista dos jornais O Estado de São Paulo e O Globo. “Estamos no caminho certo. A economia de 30% nos gastos com cargos comissionados, corte de gratificações e o esforço para aumento de arrecadação com a revisão dos regimes especiais para contribuintes de ICMS, entre outras medidas que estão sendo adotadas no dia-a-dia, estão dando resultado. Essas medidas irão colocar o Estado dentro dos limites previsto em lei. Vamos adotar providências para atingir este objetivo no próximo quadrimestre. Enquanto isto, o Estado se mantém impedido de promover qualquer

O

reajuste ou adoção de Plano de Carreiras”, comentou a governadora Rosalba Ciarlini. A Governadora, no último encontro com todos os secretários, externou a necessidade de que cada um reveja seus orçamentos e faça o máximo com menos, tendo em vista a escassez de recursos já constatada pela Secretaria de Estado de Planejamento e Finanças. “Os secretários vão promover cortes para termos condições de cumprir nossos compromissos com os servidores. E aos servidores, principalmente àqueles que estão em greve, solicito cooperação e compreensão para

Estamos no caminho certo. As medidas que estamos adotando no dia a dia estão dando resultado.” ROSALBA CIARLINI governadora

que os serviços voltem à normalidade, e se mantenham na mesa de negociação em busca do entendimento”, disse. LEGISLAÇÃO A proposta da Lei de Responsabilidade Fiscal é promover uma ação planejada e eficaz, relativa ao gerenciamento de finanças, e garantir o equilíbrio financeiro das contas públicas. Essa lei provocou inúmeras mudanças no cenário público brasileiro quanto à gestão de recursos públicos, uma vez que as penalidades provocadas pelo seu não cumprimento podem acarretar sanções, inclusive de ordem criminal.

Desta forma, a LRF é responsável pela formação do novo perfil do servidor público brasileiro. O desequilíbrio fiscal resultante de gastos superiores à receita, o que por muito tempo predominou na administração pública brasileira, trouxe consequências negativas para a economia, colocando em risco o futuro de várias administrações, sendo uma ameaça constante de volta da inflação. A transparência, como um dos pilares de sustentação da LRF, consiste na elaboração de relatórios quadrimestrais produzidos pelos gestores segundo normas expedidas pela Secretaria do Tesouro Nacional. Tudo isso visando um efetivo controle da sociedade sobre a gestão do dinheiro público. São estes os instrumentos de transparência da gestão fiscal: os planos, orçamentos e leis de diretrizes orçamentárias; as prestações de contas e o respectivo parecer prévio; o relatório resumido da execução orçamentária; o relatório de gestão fiscal e suas versões simplificadas. Outro pilar de sustentação da LRF é a responsabilidade dos gestores, ou seja, arrecadar o máximo possível, e só gastar até o limite de sua receita, obedecendo aos parâmetros fixados por lei. Para isso é necessário o aumento da receita própria e por meio de outras fontes, tendo em vista que os Municípios e os Estados não podem sobreviver apenas das transferências constitucionais ou voluntárias de outros entes. Ao contrário, devem, efetivamente, ter uma política mais eficiente com relação à cobrança de todos os tributos de sua competência, tais como ICMS, IPVA, ITCD, IPTU, ITIV e ISS. No caso do Rio Grande do Norte, isto está sendo feito com o ICMS, e os primeiros resultados já estão aparecendo, e estão sendo avaliados quanto à sua sustentabilidade.


geral

Domingo | 29 de maio de 2011

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

7

[ TERRORISMO ] O Taleban paquistanês assumiu a responsabilidade pelo [ FÓRMULA 1 ]

ataque, que seria uma retaliação ao trabalho das Forças de Segurança

Gaudêncio Torquato gaudenciotorquato@tribunadonorte.com.br

A “espertocracia” educacional achado de Assis, mulato, gago e epilético, um dos mais ilustrados e respeitados cultores do idioma pátrio, conseguiu de modo exemplar unir o erudito ao popular. Em seus irretocáveis escritos, ensinava que a democracia deixa de ser uma coisa sagrada quando se transforma em “espertocracia” - “o governo de todos os feitios e de todas as formas”. Já de Rui Barbosa, pequena estatura, advogado, diplomata, político e jornalista, cujo nome está inscrito nos anais da história do Direito internacional, pode-se extrair uma singela lição de seu celebrado patrimônio intelectual: “A musa da gramática não conhece entranhas”. Pois bem, esses dois curtos arremates dos renomados mestres de nossa língua escrita e falada vêm a calhar neste momento em que a perplexidade assoma ante a barbaridade, patrocinada pelo Ministério da Educação (MEC), de uma “nova gramática”, cuja autora assim ensina: “Os livro ilustrado mais interessante estão emprestado”, como frase adequada à linguagem oral, está correta ao ser usada em certos contextos.

M

O sentimento que inspira os cultores da ignorância só pode ser o de que, para melhorar a autoestima e ter uma vida melhor, a população menos alfabetizada pode escrever como fala.”

Para o grande Rui, a letra da gramática não entra em curvas e evita estratagemas. E o aforista Machado puxa a orelha dos “espertocratas”, aqueles que bagunçam ao escrever tal como falam, usando todos os feitios e formas. E arremata de maneira cortante: “A primeira condição de quem escreve é não aborrecer”. Aborrecimento é o que não falta quando vemos “sábios pareceristas”, contratados pelo MEC, exibindo o argumento: seja na forma “nós pega o peixe” ou “nós pegamos o peixe”, o pescado estará na rede. Se assim é, ambas estão corretas. Para dar mais voltas no quarteirão da polêmica, a pasta da Educação alega que não é o Ministério da Verdade. Donde se conclui que um doidivanas qualquer, desses que se encontram no feirão das ofertas gramaticais estapafúrdias, pode vir a propor um texto sobre a História do Brasil sem nexo, com figurantes trocados e português estropiado. Basta receber o imprimatur de outra figura extravagante que seja docente de Português para ser adotado nas escolas. Com esse arranjo, o pacote educacional tem condições de receber o endosso da instância mais alta da educação no País para circular nas salas de aula. Esse é o caminho percorrido pelo acervo didático que faz a cabeça da estudantada. Analisemos as questões suscitadas pela obra Por uma Vida Melhor, a começar pela indagação filosófica que se pinça do título da série. Terá uma vida melhor o estudante que se obriga a aprender numa gramática alternativa, onde a “norma popular” se imbrica à norma culta? Ou, para usar a expressão da professora Heloisa Ramos, autora do livro, sofrem os alunos que escrevem errado “preconceito linguístico”? Primeiro, é oportuno lembrar que, mesmo concordando que a língua é um organismo vivo, evolutivo, não se pode confundir uma coisa com a outra, a forma oral e a norma escrita. Cada compartimento deve ser posto em seu devido lugar. Quem troca uma pela outra ou as junta na mesma gaveta gramatical o faz por alguma intenção, algo que ultrapassa as fronteiras linguísticas. E é nesse campo que surgem os atores, aqui cognominados de doidivanas. Mais parece um grupo que considera a língua instrumento para administrar preconceitos, elevar a cidadania e o estado de espírito dos menos instruídos. Como se pode aduzir, embute-se na questão um viés ideológico, coisa que se vem desenvolvendo no País na esteira de um populismo embalado com o celofane da dema-

gogia. Ora, os desprotegidos, os semianalfabetos, os analfabetos funcionais, enfim, as massas ignaras não serão elevadas aos andares mais altos da pirâmide se lhes for dada apenas a escada do pseudonivelamento das regras do idioma. Esta é, seguramente, um meio de ascensão social. Mas seus usuários precisam entender que a chave do elevador está guardada nos cofres normativos. Igualmente, as vestimentas, os modos e costumes, a teia de amigos, as referências profissionais são motores dessa escalada. Por que, então, os doidivanas da cultura e da educação investem com tanta força para elevar a linguagem popular ao patamar da norma culta? Não entendem que são objetos diferentes? Por que tanto esforço para defender uma feição que valida erros grosseiros? Não há outra resposta: ideologização. Imaginam o uso da língua como arma revolucionária. O sentimento que inspira os cultores da ignorância só pode ser o de que para melhorar a autoestima e ter uma vida melhor a população menos alfabetizada pode escrever como fala. Como se a gramática normativa devesse ser arquivada para dar lugar à gramática descritiva. Sob essa abordagem, sorver a sopa fazendo barulho, à moda dos nossos bisavós, também poderia ser recomendável... As concessões demagógicas que se fazem em nome de uma “educação democrática” apenas reforçam a estrutura do atraso que abriga o ensino público básico do País, responsável pelo analfabetismo funcional que atinge um terço da população. Avolumam-se os contingentes de jovens de 9 a 14 anos que, além de não saberem interpretar um texto, se restringem ao exercício de copiar palavras sem entender o seu significado. Os copistas constituem os batalhões avançados da “revolução” empreendida pela educação brasileira. Pior é constatar que os “revolucionários” creem firmemente que a escalada social deve continuar a ser puxada pela carroça do século 17, fechando os olhos à “mobralização” da universidade. E assim, passada a primeira década do século 21, no auge das mudanças tecnológicas que cercam a Era da Informação, emerge um processo de embrutecimento do tecido social. Alicerçado pela argamassa de escândalos, desprezo às leis, violência desmesurada, promessas não cumpridas. O grande Rui bem que profetizara: “A degeneração de um povo, de uma nação ou raça começa pelo desvirtuamento da própria língua”.

GAUDÊNCIO TORQUATO jornalista, é professor titular da USP e consultor político e de comunicação.Twitter: @GaudTorquato

Dez feridos e oito mortos em ataque no Paquistão har, Paquistão, 28 (AE) Uma forte bomba explodiu neste sábado perto de um mercado e um restaurante em uma região tribal no nordeste do Paquistão, próxima da fronteira com o Afeganistão O ataque aconteceu na área de Salarzai, na problemática região tribal de Bajur. Oito homens morreram e outras 10 pessoas ficaram feridas, segundo autoridades locais. Segundo Israr Khan, uma autoridade do governo local, a bomba foi plantada dentro de um restaurante. O médico Mohammed Saeed afirmou que o hospital re-

K

cebeu quatro corpos e quatro feridos, que morreram pouco depois. Os médicos também estão tratando de 10 feridos, alguns em condição crítica. Salarzai fica a cerca de 50 quilômetros de Khar, que é a principal cidade de Bajur. A região é considerada uma fortaleza para os militantes e a violência continua imperando desde o ano passado, quando o exército afirmou que havia derrotado militantes do Taleban e da Al-Qaeda depois de mais de um ano de confrontos. Um porta-voz do Taleban paquistanês, Ahsanullah Ahsan, as-

sumiu a responsabilidade pelo ataque, argumentando que dois dos homens mortos estavam ajudando as forças de segurança. No passado o Taleban paquistanês já teve como alvo homens de áreas tribais porque eles formavam milícias para combater o Taleban em Bajur. O novo ataque destaca a capacidade dos militantes de atingir homens de áreas tribais, que geralmente atuam junto com tropas do governo nas tentativas de encontrar insurgentes na região. As informações são da Associated Press. ANWARULLAH KHAN/AP/AE

Vettel sai na frente no GP de Mônaco alemão Sebastian Vettel garantiu a pole position para o Grande Prêmio de Mônaco. O piloto da Red Bull anotou 1min13s566, ficando à frente de Jenson Button, da McLaren, 1min13s997 e Mark Webber, 1min14s019. É a quinta pole dele em seis etapas da F-1. Ele também lidera o campeonato de pilotos. O espanhol Fernando Alonso, o mais rápido dos treinos livres no circuito monegasco, largará na quarta colocação. O alemão Michael Schumacher garantiu a quinta posição com 1min14s682, à frente do brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, que ocupará a sexta colocação do grid. O treino foi marcado pelo acidente envolvendo o mexicano Sergio Pérez, da Sauber, na saída do túnel. O piloto perdeu o controle do carro e se chocou fortemente contra a proteção lateral da pista. O acidente foi praticamente idêntico ao ocorrido mais cedo, também neste sábado, com o alemão Nico Rosberg, da Mercedes. Na saída do túnel, o carro girou para a direita e, com o piloto sem controle, também bateu violentamente contra as proteções laterais. O mexicano foi retirado do carro pelos comissários de prova e levado de ambulância para o hospital. O piloto já estava consciente quando deixou o circuito monegasco e sentia dores na perna. Um dos principais prejudicados pelo acidente de Perez foi o britânico Lewis Hamilton, da McLaren. O treino foi interrompido quando ele partia para sua primeira volta rápida e teve que retornar aos boxes. Quando as atividades foram retomadas, ele marcou apenas o sétimo tempo.

O

GRID DE LARGADA O médico Mohammed Saeed conta que além dos mortos, dez pessoas ainda estão em estado grave

Presidente quer fim de bombardeios Cabul, 28 (AE) - O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, determinou que apenas forças afegãs podem realizar operações especiais e ataques noturnos, e não tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). A medida é uma tentativa de acalmar a ira da população contra os ataques noturnos da Otan que, segundo o presidente, mataram civis. O anúncio incluiu a ordem para que a coalizão internacional não realize qualquer ataque que não tenha sido previamente coordena-

Atentado fere comandante da polícia Cabul, 28 (AE) - Um homem bomba atacou um escritório do governo provincial de Takhar, no norte do Afeganistão, causando várias mortes entre membros da coalizão militar internacional e das forças de segurança. O general Daood Daood, comandante da polícia afegã no norte do país, morreu no ataque. A explosão aconteceu enquanto autoridades se reuniam, de acordo com Mohammed Ahmadzai, um portavoz local da Polícia Nacional Afegã, que participava da reunião. Daood era ex-vice-ministro do Interior e ex-guarda-costas de Ahmad Shah Massoud, o carismático líder Tajik que comandou a Aliança do Norte e morreu em um ataque suicida da Al-Qaeda dois dias antes da tragédia do 11 de setembro nos Estados Unidos.O major Tim James, porta-voz da coalizão militar internacional, liderada pelos Estados Unidos, afirmou que “relatos iniciais indicam que houve um número significativo de vítimas entre os membros da coalizão e das forças afegãs.

do com as forças afegãs. Não ficou imediatamente claro que impacto, se houver algum, as ordens de Karzai podem ter sobre as ações da Otan. A coalizão rapidamente defendeu os ataques como uma necessidade para retirar os insurgentes de seus esconderijos. “Nós só podemos atingir os objetivos mútuos que compartilhamos com o presidente Karzai usando operações noturnas como um componente da campanha geral”, disse a Otan em um comunicado. No entanto, a Otan indicou que haverá uma mudança gradual, ao di-

zer que “nós sabemos que temos de nos mover da participação afegã nas operações noturnas para a responsabilidade das forças afegãs pelas operações noturnas”. A população afegã, que tem se tornado cada vez mais hostil a estrangeiros enquanto a guerra de uma década continua, tende a perceber os ataques da Otan como movimentos que capturam as pessoas erradas e maltratam os civis durante buscas em residências particulares e centros de operação. As informações são da Associated Press.

1 Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) 2 Jenson Button (INGL/McLaren) 3 Mark Weber (AUS/Red Bull) 4 Fernando Alonso (ESP/Ferrari) 5 Michael Schumacher (ALE/Mercedes) 6 Felipe Massa (BRA/Ferrari) 7 Lewis Hamilton (INGL/McLaren) 8 Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 9 Pastor Maldonado (VEN/Williams) 10 Sergio Pérez (MEX/Sauber) 11 Vitaly Petrov (RUS/Lotus-Renault 12 Rubens Barrichello (BRA/Williams) 13 Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) 14 Paul di Resta (ESC/Force India) 15 Adrian Sutil (ALE/Force India) 16 Nick Heidfeld (ALE/Lotus-Renault) 17 Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso) 18 Heikki Kovalainen (FIN/Lotus) 19 Jarno Trulli (ITA/Lotus) 20 Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso) 21 Timo Glock (ALE/Virgin) 22 Jerome d’Ambrosio (BEL/Virgin) 23 Narain Karthikeyan (IND/Hispania) 24 Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania)


8

geral

Natal | Rio Grande do Norte | Domingo | 29 de maio de 2011

A ideia é discutir como transporte urbano, meio ambiente e qualidade de vida estão relacionados. Em uma das palestras, o professor da USP, Paulo Saldiva falará sobre o tema “Cidades doentes: mobilidade urbana e saúde”

[ MEIO AMBIENTE ]

Transporte e saúde serão debatidos DIVULGAÇÃO

entro das comemorações da Semana do Meio Ambiente, a Federação das Empresas de Transporte do Nordeste (Fetronor) realiza, em Natal, o Seminário Despoluir: Transporte, Meio-ambiente e Qualidade de Vida, reunindo especialistas, autoridades e interessados no tema, no auditório do Sest-Senat, localizado na avenida Omar O’Grady, em Cidade Satélite. O seminário terá início às 14h desta terça-feira (31), com uma palestra do professor da Faculdade de Medicina da USP, Paulo Saldiva, sobre o tema “Cidades doentes: mobilidade urbana e saúde”. Saldiva é um dos maiores especialistas brasileiros em doenças provocadas pela poluição atmosférica e membro do Comitê Científico da Escola de Saúde Pública da Harvard School, na área de Poluição do Ar e do Comitê da OMS para a classificação das neoplasias pulmonares e para a definição dos padrões globais de poluição atmosférica. Escolhido pela revista Época como um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2010, o professor Paulo Saldiva desenvolve pesquisas sobre os impactos da poluição atmosférica na saúde da população. Em seguida, o engenheiro Vinícius Ladeira, gerente de projetos da Confederação Nacional do Transporte (CNT), apresentará um

D

Paulo Saldiva é um dos palestrantes do evento que começa terça

estudo exclusivo sobre os impactos do P-7 no Transporte Coletivo de Natal. O P-7 é um programa de redução da poluição nos veículos automotivos que, entre outras medidas, determina que a partir do ano que vem, todos os ônibus fabricados no Brasil só rodarão com diesel S-50, um tipo de combustível hoje existente apenas em grandes capitais, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Baixada Santista, Salvador, Fortaleza e Recife. “Atualmente, nós só temos disponível aqui no RIo Grande do Norte o óleo diesel S-1800, utilizado por navios, que é o mais po-

luente que existe no mercado”, revela Eudo Laranjeiras, presidente da Fetronor. “Sem o diesel S-50, os ônibus novos não rodarão. Se nada mudar, as empresas de transporte do Rio Grande do Norte não poderão comprar mais ônibus novos por falta de combustível de qualidade para abastecê-los”, alerta Eudo. Na quarta-feira, Paulo Saldiva e Vinicius Ladeira participam de uma audiência pública, a partir das 10 h, promovida pelo vereador Julio Protásio, na Câmara Municipal, que estará funcionando no Ginásio Nélio Dias, na zona norte.


Domingo | 29 de maio de 2011

geral

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

9

[ DIREITOS HUMANOS ] Família de militante comunista, preso pela repressão no dia em que tomaria posse na Câmara

Municipal de Mossoró e torturado nos porões da ditadura no Recife, busca reconhecimento e quer indenização

Família busca reconhecimento “ M ELLEN DIAS Jornal de Fato

ossoró - “Era de manhã cedinho. Meu pai ainda estava dormindo. Só se viu o alvoroço. Havia duas viaturas da Polícia lá fora. Minha mãe gritando, meus irmãos agarrados com papai, pedindo para eles não o levarem, e eu, pequenininha, chorava meio sem entender, mas nada adiantou. Eles botaram meu pai na viatura e o levaram embora.” Esse é o depoimento de Maria Neuza Fernandes Lopes, mossoroense, moradora do bairro Boa Vista (zona sul). A cena por ela descrita ocorreu no dia 25 de janeiro de 1973, o dia em que seu pai, Vicente Lopes de Lima, tomaria posse na Câmara Municipal de Mossoró. Vicente Lopes de Lima é considerado um dos desbravadores do bairro Boa Vista, em Mossoró, sendo um de seus ocupantes mais antigos e um forte representante comunitário. A prisão se deu devido ao seu envolvimento com o movimento e com o Partido Comunista. Vicente foi vaqueiro, trabalhou nas

Filhos aguardam reparação econômica Ex-preso político, militante comunista, ex-vereador, ex-presidente da Câmara Municipal, Vicente Lopes de Lima faleceu sem receber nenhum apoio. A ditadura deixou em sua vida e na de sua família muitas marcas irreparáveis. Um de seus filhos, ao ver o pai ser levado pela Polícia, ficou louco e nunca conseguiu recuperar a saúde mental. “Ele, quando viu aquilo tudo, começou a bater a cabeça na parede”, conta o vizinho Reginaldo. Outro filho de Vicente foi preso duas vezes por tocar violão em Praça Pública. A esposa, “Dona Santa”, teve de trabalhar como doméstica e lavadeira para poder sustentar os filhos. No final da vida, ele só pôde contar com o auxílio da família e de alguns amigos. Militante comunista e ex-reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Antonio Capistrano conheceu bem Vicente Lopes. “Eu ia muito à casa dele. Morreu pobre, abandonado”, conta Capistrano. Diante de todos esses traumas e problemas, a família de Vicente Lopes luta para tentar receber a reparação econômica através de requerimento de anistia. Entretanto, para eles, a maior compensação seria o reconhecimento. “Não é só o dinheiro. O que eu quero é que ele seja reconhecido como uma pessoa que lutou pela democracia, que ajudou a comunidade de seu bairro” disse Neuza. “Ele morreu sem ter nenhum tipo de reconhecimento”, relatou a outra filha, Maria Zulena Fernandes Lopes. A família de Vicente Lopes hoje é composta por oito filhos (dois faleceram) e pelos netos. Sua esposa também faleceu, alguns anos após sua morte. Assim como a família de Vicente, muitas outras famílias em Mossoró aguardam o recebimento da reparação econômica. ÁLBUM DE FAMÍLIA

Vicente Lopes (E) recebendo diploma de eleito em 1988

salinas, foi vendedor de jornal e também comerciante. Era um homem pobre, mas tinha simpatia por movimentos políticos. Presenciou a represália da Polícia a alguns membros do Partido Comunista. Tornou-se, então, simpatizante do movimento e, em 1972, ingressou na política. Elegeu-se vereador pelo partido do MDB (Movimento Democrático Brasileiro), haja vista que nessa época o Partido Comunista estava na ilegalidade e seus militantes eram vítimas de perseguição e tortura. Dessa forma, aliavam-se a outros partidos e militavam no comunismo às escondidas. “Minha mãe ficava na porta, pastorando, enquanto meu pai se reunia com os colegas dele nos fundos de nossa casa”, conta Maria Neuza. O envolvimento de Vicente Lopes com o Partido Comunista foi descoberto e ele preso. Por mais de um ano a família não teve nenhum tipo de notícia. A esposa, Francisca Fernandes Lopes, “Dona Santa”, como era mais conhecida, teve de se virar para cuidar dos 10 filhos e tentar localizar o marido. A família contou com o apoio

Minha mãe ficava na porta, pastorando, enquanto meu pai se reunia com os colegas dele nos fundos de nossa casa." MARIA NEUZA LOPES filha de Vicente

do Partido Comunista por muito tempo. “Sempre ajudaram. De madrugada, a gente só ouvia duas batidas na porta. Quando ia abrir, não tinha ninguém; só um envelope com dinheiro e uma feira. Eles não podiam se expor, por isso faziam escondidos”, relatou Neuza. “O povo na rua dizia que ele não voltaria mais para casa, mas eu acreditava. Não tinha certeza, mas a gente sempre tem esperança”, disse Francisco Avelino da Rocha, “Reginaldo”, como é conhecido, que morou vizinho à família Lopes durante 25 anos. Vicente Lopes passou três anos na prisão, foi vítima de tortura

psicológica e física. Somente um ano após a prisão, a família conseguiu localizá-lo. Estava em Recife (PE) e foi transferido para Natal, onde a esposa e os filhos puderam, enfim, reencontrá-lo. “Quando voltou para casa, chegou acabado, sem saúde. Ele sempre foi muito apegado à família e a distância foi um grande problema”, contou Reginaldo. Após o ocorrido, ele ainda assumiu o cargo de vereador e conseguiu se reeleger, chegando a ser presidente da Câmara. Quando morreu, em 9 de abril de 1995, ele tinha doença de Parkinson, uma das sequelas deixadas pela prisão. Até hoje a família luta na Justiça para tentar receber a reparação econômica através de um requerimento de anistia. A Lei da Anistia foi sancionada pelo presidente Figueiredo em 1979. Atualmente, tramita no Senado o projeto de lei que prevê a criação de uma comissão de verdade, objetivando esclarecer casos de violação de direitos humanos ocorridos no período da ditadura (1964-1985), incluindo até mesmo casos de pessoas já anistiadas.

MARCELO BENTO

Maria Neuza deseja que o pai seja reconhecido pela luta política


10 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

política

Domingo | 29 de maio de 2011

[ CIDADANIA ] Número de interessados em adotar crianças no Brasil é sete vezes superior

ao de órfãos nos abrigos, mas procura é maior por recém-nascidos brancos e saudáveis

Cláudio Humberto E-mail: ch@claudiohumberto.com.br - www.claudiohumberto.com.br

Kassab dá PSD-DF a rorizistas

Taxa de criança negra em busca de adoção é alta

EMANUEL AMARAL

ilberto Kasaab entregou o controle do PSD-DF ao ex-governador Rogério Rosso, aliado de Joaquim Roriz, aquele que a Justiça Eleitoral classificou de ficha suja, mas o prefeito paulistano já se arrependeu, segundo confidenciou a deputados aos quais ofereceu o comando do partido em Brasília. Sem votos nem liderança política, Rosso compôs a Comissão Provisória do PDS-DF com pessoas inexpressivas, como seu ex-chefe de gabinete, o motorista e até empregados da família.

G

Há um momento de certa ebulição no governo por conta dos fatos”

Ministro Edison Lobão (Minas), lembrando que houve o mesmo em outros governos

Ruim de serviço

Fora do ar

Além do vínculo a Joaquim Roriz, Rogério Rosso chefiou um desastroso governo de oito meses no DF. Não deixou saudades.

A agenda de Dilma na sexta (28) tinha só encontro às 10h com o ministro da Saúde. A do ministro Palocci estava desativada na internet.

OBRA DE IGREJA O ilustre contribuinte paga aluguel de outro espaço há três anos, enquanto não acaba a reforma da nossa embaixada em Washington.

DILMA KIT Sai o kit gay, entra o kit anti-Lula, o maior pé-frio dos trópicos: meia de lã, galho de arruda e mordaça.

Palocci liga para bêbado O clima caótico na Casa Civil da Presidência da República, em razão das denúncias contra o ministro Antonio Palocci, provocou tensão, e também momentos bizarros. O ministro pediu ligação para o se-

nador Itamar Franco (PMDB-MG), assim que soube, há dias, do diagnóstico de leucemia. Telefonaram à pessoa errada, um bêbado, e Palocci conversou com ele longamente achando que era o ex-presidente.

BOM SAMARITANO O Brasil doará US$ 50 mil para alojamentos de refugiados da Armênia no Azerbaijão. Foi o primeiro a coçar o bolso, a pedido da ONU. CIRCOS SEM ANIMAIS O Senado aprovou projeto da exsenadora Ada Mello (PTB-AL) que proíbe a exibição, em circos, de animais da fauna silvestre ou exótica. SOB FOGO CRUZADO Dois prefeitos de capitais – João Pessoa (Luciano Agra) e Porto Velho (Roberto Sobrinho) – lutam para evitar o impeachment.

rasília - Na semana em que se comemora o Dia Nacional da Adoção, ainda é alta a taxa de crianças negras que aguardam por uma família. Elas correspondem a praticamente metade das quatro mil aptas para adoção entre 29 mil órfãos que vivem em abrigos espalhados pelo Brasil. Junto a eles, outros 21% dos meninos e meninas não são adotados por possuírem problemas de saúde ou algum tipo de deficiência. Os dados foram divulgados no último mês pelo Cadastro Nacional da Adoção (CNA). De acordo com o documento, o número de interessados é sete vezes superior ao número de órfãos, porém, o perfil procurado é de recémnascidos brancos e saudáveis, distante da realidade encontrada nos abrigos. Outra dificuldade da Justiça está em encaixar perfis com idade acima dos três anos, do sexo masculino, e crianças que possuem irmãos. Para sensibilizar a sociedade quanto à importância da adoção, a ONG Aconchego e a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República lançaram na última semana (dia 25), a campanha Adoção: Família para Todos, em comemoração ao Dia Nacional da Adoção. A ideia é estimular a preferência por crianças e adolescentes excluídos dos perfis idealizados pelos pais adotivos. Na campanha, o governo brasileiro assume um compromisso público pelo direito à convivência familiar de todas as crianças do país. Só no Distrito Federal, 295 famílias são habilitadas para a adoção e 163 crianças aptas para serem adotadas. O número corresponde a 2,5 famílias por cada criança apta. No entanto, 100 desses meninos e meninas têm idade entre 12 e 18 anos – idade pouco procurada para adoção.

B

Maria do Rosário,ministra dos Direitos Humanos,ressalta importância de acabar com escolhas étnicas

CASAL DO MESMO SEXO ADOTA CRIANÇA São Paulo (AE) - A Justiça de Minas Gerais concedeu,por unanimidade de votos,a adoção de um bebê para um casal de homossexuais.A decisão foi divulgada sexta-feira. A adoção pelas duas mulheres já havia sido autorizada em primeira instância,mas o Ministério Público (MP) recorreu alegando,entre outros argumentos,que a adoção do menor por homossexuais poderia gerar-lhe constrangimentos futuros.Dessa decisão ainda cabe recurso,mas se não houver alteração na decisão,as parceiras poderão registrar o bebê.A criança,na verdade,já está com elas desde praticamente seu nascimento.No processo,ficou comprovado que a mãe biológica não tem condições de cuidar do bebê,nem interesse em fazê-lo,assim como a avó. Os desembargadores da 1ª Câmara Cível de Belo Horizonte fundamentaram sua decisão em princípios constitucionais e na recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF),que equiparou os direitos dos homossexuais aos dos heterossexuais,considerando a união como mais uma unidade familiar

A escolha por crianças brancas, independentemente da idade, pode ainda estar muito relacionada à questão do preconceito de cor,

ainda presente na sociedade. Enquanto os prováveis pais sonham encontrar crianças que se adaptem ao “perfil do filho imagina-

do”, os idealizadores da campanha Adoção: Família para Todos preferem tratar o tema como um direito da criança. Fabiana Gadelha, diretora jurídica do projeto Aconchego, compara o processo de adoção a uma gestação natural. “Na gravidez não escolhemos o sexo do bebê. Da mesma forma que podemos gerar filhos diferentes do esperado, a adoção também pode”, afirma. “Quando buscamos um filho, não queremos um patrimônio. Nessa espera está a possibilidade de receber filhos fora do padrão comum”, completou. Maria do Rosário, ministra dos Direitos Humanos, ressalta que é preciso superar escolhas muitas vezes motivadas por características étnicas e até pela pouca idade das crianças. Segundo a ministra, também é muito feliz adotar uma criança de outra raça ou de mais idade. “Assim, vamos tirar mais de 4 mil da situação de abandono”, ressaltou a ministra.

PALOCCI CAI, DIZEM OS ASTROS Palocci está com os

[ TRANSPARÊNCIA ] Prazo para cidade com população acima de 50 mil implantar portais

dias contados no governo, diz o jornalista Antonio “Bola” Harres, um dos mais acreditados astrólogos do País. Aliás, Dilma deveria perguntar a ele o que os astros dizem da sua saúde.

com informações sobre execução orçamentária e financeira terminou na sexta-feira

DF: MP agora governa O Ministério Público já governa várias áreas do DF, sem precisar ir às urnas. O Instituto Brasília Ambiental, o Ibama do governo do DF, que

atuava sob a demanda dos cidadãos, agora apenas cumpre ordens dos promotores. No governo passado, o MP indicou a secretária de Saúde.

Síndrome

Sensatez

É candidato a Toninho e Celso Daniel (ex-prefeitos assassinados) o homem-bomba de Campinas: Hélio de Oliveira Santos, ex-presidente da Sanasa que revelou corrupção na prefeitura, com delação premiada.

Até a senadora Marta Suplicy (PT-SP), musa da causa gay, apoiou a atitude da presidenta Dilma, vetando o manual de instruções do MEC para o homossexualismo. Para ela, o kit deve ser melhor discutido.

SARADOS Depois das massagens, a Infraero vai oferecer ginástica laboral, aeróbica e musculação para os estressados funcionários do aeroporto internacional Pinto Martins, em Fortaleza (CE). Já os passageiros, ó... ALIADOS SOB FOGO O presidente do Senado, José Sarney, e o líder do PMDB, Renan Calheiros, foram informados de verdadeiros comícios contra eles feitos por um consultor, Rodrigo Zerbone, no 9º andar do Ministério das Comunicações. O ministro Paulo Bernardo prometeu providências.

BEM-VINDOS O novo estatuto dos Correios, com 20 mil cargos para “companheiros”, estreou com a nomeação com um técnico de nível médio do MEC para Analista XII, a maior para um concursado. Não vale escrever “os selo”.

Convenção de Haia O americano David Goldman, que obteve no Supremo a volta do filho Sean, 11, faz campanha no Congresso dos EUA para punir países que se recu-

sam a repatriar crianças americanas “sequestradas”, projeto de deputado republicano que o ajudou na disputa contra os avós no Brasil.

APAGUE A LUZ Logo mais no cineminha do Torto: “Todos os homens da presidenta”.

Prefeitura perderá recursos WILSON ALVES/ABR

STÊNIO RIBEIRO Agência Brasil

rasília – Terminou na sexta-feira o prazo para que os municípios com população entre 50 mil e 100 mil habitantes implantassem portais de transparência na internet. O portal permite que órgãos de fiscalização e controle, ou qualquer cidadão, possam acompanhar, em tempo real, a movimentação de receitas e despesas da prefeitura, bem como o andamento de obras públicas municipais. O portal de transparência está previsto na Lei 131, de maio de 2009, em complementação à Lei de Responsabilidade Fiscal, e foi criado com o objetivo de informar a sociedade sobre a execução orçamentária e financeira da União, estados, Distrito Federal e municípios. A lei estabeleceu prazo de um ano para que todas as cidades com mais de 100 mil habitantes implantassem o portal na internet, de dois anos para os municípios entre 50 mil e 100 mil habitantes e de quatro anos para os demais municípios. O cronograma vem sendo cumprido, embora com eventuais atrasos, como ressalta o presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski. Ele disse que, dos 324 municípios brasileiros na faixa de 50 mil a 100 mil habitantes, 222 (68,5%) já cumpriram a exigência ou estão em fase de conclusão; 77 (23,7%) estão em processo adiantado de desenvolvimento dos portais; e 25 (7,7%) não prestaram informações sobre o processo.

B

Ziulkoski lembra que os prefeitos estão cientes das penalidades em caso de descumprimento da lei

Ziulkoski acredita, porém, que os atrasos serão sanados com rapidez. Afinal, os prefeitos estão cientes das penalidades para quem não cumprir a Lei da Transparência. O município fica impedido de receber recursos de transferências voluntárias e incentivos fiscais ou creditícios e o gestor pode perder a função pública, além de ter os direitos políticos suspensos por até cinco anos. De acordo com a pesquisa telefônica da CMN, todos os municípios do Acre, de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Sergipe, com população entre 50 mil e 100 mil habitantes, já têm portais de transparência ativos. Em contrapartida, dos 59 municípios relaciona-

dos de São Paulo, 11 não cumprirão o prazo. O atraso é preocupante também no estado de Pernambuco, pois, dos 23 municípios com essa faixa de população, nove não cumprirão a exigência no tempo aprazado. EDUCAÇÃO Na sexta-feira, a CNM lançou um alerta aos prefeitos para agilizar o envio dos dados do Censo Escolar da Educação Básica de 2011. Os gestores municipais devem enviar os dados pela internet por meio do sistema Educacenso e ficar atentos para que os diretores das escolas preencham e enviem as informações sobre as matrículas até o mês de agosto.

Como a data de referência do Censo é a última quarta-feira do mês de maio, os alunos matriculados e com frequência regular até o dia 25 devem ser cadastrados no Censo Escolar 2011. Caso os dados não sejam informados, os Municípios poderão ser prejudicados, ficando inclusive sem receber recursos dos programas federais, dificultando os investimentos e a manutenção do ensino público. Para a CNM, é importante que os gestores municipais acompanhem o preenchimento do Censo Escolar, pois, além das informações serem utilizadas para realizar um diagnóstico da Educação, os dados servem como referência para a formulação de políticas educacionais.


geral

Domingo | 29 de maio de 2011

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 11

ENTREVISTA / RICARDO LAGRECA – DIRETOR DO HUOL

A passagem do HUOL para a era da tecnologia foi tranquila? Na verdade, o SUS sempre financiou muito mal até os dias de hoje. Naquela época já era difícil, como então que ele ia financiar o hospital, principalmente sendo desafiado com essa mudança tecnológica enorme que aconteceu. Não tinha condições de fazer isso. Então ele estremeceu e foi de uma forma forte, digo com rachaduras. Vinha evoluindo e houve um breque, parou. Essa era uma situação séria. Então houve um trabalho, do qual participei, de soerguer o hospital e observamos que não havia condições pelos meios comuns para que isso fosse corrigido. Foi quando fizemos aproximação importante junto à bancada federal do Rio Grande do Norte para conseguir verbas e mudar essa realidade, que tinha de ser modificada porque o hospital com toda sua importância não podia sofrer abalo contínuo. E assim foi feito. Fizemos investimentos em todas as áreas físicas e do ponto de vista de novas tecnologias. O senhor pode mensurar o volume de investimentos nos últimos anos? A partir da década de 1990 até os dias de hoje foram investidos cerca de R$ 40 milhões. E ai sim, ele passou a ter condições de avançar e enfrentar as demandas mais modernas da medicina. É importante dizer que as dificuldades na época não eram só financeira, mas de comportamento dos profissionais, não por culpa deles, mas passaram a ter uma atração enorme para fora, sobretudo mercadológica, por que lá fora o acesso a essa tecnologia era maior. O convite lá fora era muito grande e real, até porque o setor privado tinha condições de comprar os melhores equipamentos, e o hospital não tinha nada, dependia do SUS. Era uma situação gravíssima e a gente tinha que reverter isso. Começamos a colocar aqui dentro o que tinha lá fora, só que colocamos de uma forma melhor. Então as pessoas passaram a sentir que era verdade, que o hospital passava novamente a se recuperar e a ter condições de viver neste mundo moderno de tecnologia. Queavançossederamapartirdaí? Retomamos as cirurgias de coração, área em que tínhamos sido pioneiros, com mais de 500 casos operados, e tinha parado de fazer isso. Voltou a fazer e de uma forma muito mais avançada, com pioneirismo. Esses dias, tivemos a quarta cirurgia do coração, minimamente invasiva. Poucos estados do Nordeste fazem isso, talvez o Ceará, além de nosso. É um avanço tecnológico enorme. Na área de transplante então é uma coisa fantástica. Em 2010, fomos um dos estados que mais transplantou no Nordeste: foram 51 transplantes. Este ano, já vamos com mais de 20. Não é só pioneirismo. A gente faz e mantém. Fomos pioneiros em transplantes de rins, de fígado, córnea. E mantém tudo isso, com exceção do transplante de fígado que não fazemos mais. Estamos participando de um projeto de tornar a fila zero de córnea. Talvez até setembro, outubro não exista mais ninguém precisando de transplante de córnea. É importante que se diga que o hospital retomou esses procedimentos, inclusive da córnea, já no mundo moderno, com alta tecnologia. Esse novo Centro de Internação que avanços traz? O prédio é todo informatizado. Tem uma central de prescrição com o prontuário do paciente online, em que os profissionais vão se comunicar com os setores de farmácia, UTI, laboratório, com internação e até ver na tela exames realizados num outro Centro de Imagens, muito moderno. A tomografia que é feita aqui pode ser vista praticamente em tempo real. Então, tudo isso

‘O HUOL SE ERGUE E ENTROU NA ERA DA TECNOLOGIA’ ALDAIR DANTAS

te. Mas o governo não acena soluções para reposição de recursos humanos, antes que se resolva o modelo jurídico do hospital, se continua como é ligado autarquicamente à universidade, ou se será transformado em empresa pública, que deve ser ligada também a universidade. O fato é que essas coisas não se resolveram e os hospitais universitários ficam numa situação muito delicada. Qual o déficit do HUOL? Nós temos isso muito bem dimensionado, até pelo MEC. Para se ter ideia, somente no nível médio de enfermagem talvez precisássemos de 300 pessoas só para as condições estruturais de hoje. Nós temos para suprir essa carência, nós temos que fazer contratação através da Fundação (Funpec). Hoje, já temos 100 nessas condições. Médicos também, professores estão se aposentando. Recentemente tivemos a perda de cinco médicos cardiologistas. Então como manter nossos pactos com o sistema de saúde? Fica difícil. Na terapia intensiva, o fisioterapeuta é fundamental e nós só temos apenas quatro. E pelo número de leitos de UTI precisaríamos, pelo menos, dez. Então essas áreas todas precisam ser atendidas.

C

om importância secular na saúde pública do Rio Grande do Norte, o Hospital Universitário Onofre Lopes vive, em meio a avanços significativos em termos tecnológicos e estruturais, problemas como o deficit de pessoal e o baixo financiamento do SUS. Manter a qualidade do atendimento é um desafio que depende, principalmente, segundo o diretor-geral, Ricardo Lagreca, de uma boa regulação do Sistema Único de Saúde. “Se você estiver regulando muito bem o sistema as demais coisas vão juntas, funcionarão bem”, diz Lagreca. Por mês, o custo para manter a unidade é da ordem de R$ 1,5 milhão. Quase mil alunos dos cursos de saúde da UFRN passam na unidade que é referência para a média e alta complexidade em diversas especialidades, entre elas, a Oftalmologia, a Neurologia e Cardiologia. Sábado, a unidade deu mais um passo em direção à melhoria da assistência, do ensino e da pesquisa, com a inauguração de seis andares do Prédio Central de Internação, com capacidade para 202 leitos. Lagreca anunciou que o hospital vai entrar na área de pesquisa experimental, com fármacos. faz parte do avanço enorme que o hospital teve. E do ponto de vista do ensino? Tudo isso deu condição para que a nossa peça fundamental, que é o ensino, pudesse se desenvolver não somente na área de Medicina, mas em todas as áreas da saúde. Cerca de 800 a 1.000 alunos passam aqui pelo hospital, em medicina, farmácia, enfermagem, fisioterapia, nutrição e outras áreas. Então o hospital passou a ter condições bem melhores para que o ensino seja executado. Aqui é onde se formam praticamente todos os profissionais de saúde. Temos outras universidades, mas ainda somos o maior formador de pessoas e com qualidade.

mente, temos um braço do Instituto de Neurociência, onde a pesquisa da neurociência é feita e será feita mais ainda, com pesquisadores, inclusive físicos, da maior qualificação. Além de manter uma outra área da pesquisa básica, com o professor Aldo Medeiros, que vem se mantendo e favoreceu a criação do setor de pós-graduação da universidade na área da saúde, que gerou teses da maior importância. Na hora que você começa a fazer pesquisa clínica, pesquisa experimental, pesquisa de neurociência, você quebra a inércia e estimula que os outros prossigam, porque os passos iniciais foram dados. Aqui pra nós, para o Nordeste, isso é muito importante.

Em que é preciso avançar mais? Do ponto de vista tecnológico estamos muito bem. Fazemos procedimentos da maior importância, como a cirurgia bariátrica, do coração, do aparelho digestivo. A gente fixa muito no paciente cirúrgico, mas os doentes clínicos são muito importantes e temos excelentes profissionais nessas áreas, desde a origem do hospital.

Quanto a assistência? O hospital não é para fazer atividades básicas, mas tratar da média e alta complexidade. E nessas áreas estamos muito bem. O hospital faz parte de um complexo dentro do Sistema Único de Saúde. Ele tem que conversar, planejar, estudar e ser estudado como ele faz essa inserção, cada vez mais adequada para atender a população do SUS.

E na área da pesquisa? Houve avanço muito grande. Antes nós tínhamos uma pesquisa básica, e agora está se transformando numa pesquisa mais clínica. Por esses dias, vamos entregar uma área especificamente preparada para fazer essas pesquisas clínicas. As pessoas, com consentimento próprio, vão se submeter a injeção de fármacos, por exemplo, para ver a atuação daquelas drogas. Isso é um avanço enorme e já estamos praticamente prontos para que isso seja exercitado aqui no hospital. Concomitante-

O senhor fala da regulação? Sim. Na hora que a gente tem toda essa estrutura, a demanda precisa ser regulada e muito bem regulada. Não podemos viver sozinhos, temos que viver em conjunto com o sistema. Mas essa convivência tem de ser bem estudada, para que erros que estão se tornando históricos não se perpetuem. Por exemplo, nas consultas de ambulatório. Temos profissionais muito bons, temos equipamentos de ponta, mas os pacientes clínicos fazem a consulta aqui, e não podem fazer o exame. Pre-

cisam voltar para as unidades básicas, para que o sistema autorize o exame e, muitas vezes, se perdem nesse processo, nessa caminhada toda. Quando conseguem retornar talvez não venham para o mesmo médico ou chegam aqui muito mais doentes. E saem falando mal do hospital, porque não cabe a ele definir de quem é a culpa. Falam da coisa que está mais perto dele, que é o atendimento. Essa regulação não está sendo bem feita? Não está, de maneira alguma. A gente já fala que precisa resolver essa situação da regulação há seis anos e não muda. A gente sofre barbaridade com isso. Então a gente quer estudar, planejar direitinho para que nada semelhante aconteça com a regulação dos pacientes da internação. Vamos ter agora 202 leitos e, no final do ano, mais 64, então vão ser 266, mas esses leitos precisam ser muito bem utilizados, para não tenhamos eles nem ociosos, nem mal ocupados, com complexidade. Ás vezes, a gente recebe paciente para avaliar risco cirúrgico. Isso não tem complexidade nenhuma. Ele tem que vir para tratar a doença do coração, a complexidade. O senhor pode mensurar essa demanda? Hoje nós adentemos 800 pacientes/dia no ambulatório, todos pactuados. Por isso, é preciso que haja ajuste nesse processo de referência. Atendemos da média e alta complexidade tudo, da cabeça aos pés, tanto do ponto de vista clínico, como cirúrgico. Neurologia e Oftalmologia são as que têm a maior demanda. Na oftalmologia, somos o único centro de referência para atividades mais

O hospital não é para atividades básicas, mas para procedimentos de média e alta complexidades”

Do ponto de vista tecnológico estamos muito bem. Fazemos procedimentos da maior importância, como a cirurgia bariátrica e do coração”

Estamos sem concurso público desde 2003. Por isso, o deficit que já tínhamos está aumentando e não está sendo reposto”

complexas no Nordeste e no Brasil. Aqui, cirurgias de catarata, glaucoma, estrabismo são feitas com qualidade, com equipamentos de ponta e excelentes profissionais. E, no estado, só nós fazemos esses procedimentos, tanto que se tem um congestionamento. Temos fila. Não dá pra atender todo mundo. Quanto a carência de recursos humanos? Nós estamos desde 2003 sem concurso público. Os profissionais estão, alguns deles, se aposentando, então o déficit que já tínhamos está aumentando e não está sendo reposto. Não daria hoje, por exemplo, condição para colocar em funcionamento os 266 leitos novos. Não teria pessoal para isso. O déficit de pessoal de enfermagem, por exemplo, é gritan-

Que orçamento tem o hospital e como manter a qualidade? Hoje, em torno de 1 milhão e meio por mês. Com certeza regular bem o sistema. Antigamente tinha um professor que recebia paciente que vinha espontaneamente. Então ele atendia e ele mesmo poderia pedir o eco, cateterismo. Isso agora, com a regulação, não existe. Isso desestimula. Na hora que eu regulo melhor, eu estou trazendo benefício para os pacientes e para os profissionais. Ai o resto é puramente questão de gestão. E o REUFH pode ajudar em que? Esse programa de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF) projetado pelo MEC trabalha em três frentes: recursos humanos, financiamento e gestão. O Rehuf trabalhou muito bem a parte de gestão e financiamento, mas quando chegou na parte de gestão parou. No programa de gestão e investimento, há perspectivas muito boas. Mas quando o Rehuf chegou nós já estávamos reestruturando o hospital. Do ponto de vista em equipamentos, estamos recebendo pouco porque temos tudo. O que tínhamos que pegar é a parte de ressonância magnética e estamos solicitando isso. Do ponto de vista de estrutura, também estamos recebendo pouco, mas devemos receber recursos para modernização do centro cirúrgico e UTI, que ocupará a área dos antigos pavilhões de internação. Tem um aspecto muito importante. O Rehuf vai permitir que uma junção do Hospital de Pediatria com o HUOL. A pediatria virá para dentro do hospital, com um setor de ambulatório só para atender crianças. Eessaquestãodofinanciamento? O MEC gasta cerca de 3 bilhões com os 46 hospitais universitários e o Ministério da Saúde, mesmo sendo a peça fundamental, gasta em torno de R$ 1 bilhão, através do custeio pelos procedimentos. Com o Rehuf, o decreto coloca que deve existir uma paridade no financiamento. Portanto, até 2012, o Ministério da Saúde deve chegar ao mesmo patamar do Ministério da Educação. O hospital universitário é de 15% a 30% mais caro que qualquer outro hospital. As médias de permanência são bem maiores, até pela característica do processo de ensino. Então essa paridade permitirá que tenhamos contratos globais mais justos, recebendo exatamente pelo que o procedimento custa e não pelo valor da tabela SUS. Vamos poder fazer melhor ainda e poder manter a vida financeira do hospital.


12 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

geral

Domingo | 29 de maio de 2011 LIA DE PAULA / AGÊNCIA SENADO

[ SENADO ] Projeto de lei já aprovado na Câmara dos Deputados

faculta ao segurado escolha de oficina mecânica em caso de sinistro Proposta tem como relator o senador Ciro Nogueira,que é favorável à emenda do colega Francisco Dornelles

Proposta que beneficia segurado é analisada na CAE rasília - A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE) deverá votar, na reunião da próxima terça-feira, projeto de lei da Câmara que faculta ao segurado, nos contratos de seguros de automóveis, a escolha do prestador de serviços de reparos do veículo sinistrado. A proposta tem como relator o senador Ciro Nogueira (PP-PI), que é favorável ao projeto e à emenda de autoria do senador Francisco Dornelles (PP-RJ), nos termos da subemenda que apresenta. O projeto ainda será apreciado em decisão terminativa pela Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA). O projeto diz respeito a seguros privados de automóveis e estabelece que é direito do segurado escolher a oficina mecânica ou de reparação de carrocerias que prestará os serviços de reparos na hipótese de sinistro do veículo objeto do seguro. A subemenda do relator determina que o valor do orçamento da oficina escolhida não poderá superar os valores de mercado, entendendo-se como tais os comumente ofertados pelas oficinas credenciadas pelas seguradoras. A medida tenta sanar um pro-

B

Aviso prévio indenizado tem caráter meramente indenizatório, não sendo classificado como rendimento.” VALDIR RAUPP senador

blema cada vez maior entre as companhias de seguros e os proprietários de veículos que muitas vezes não aceitam a oficina indicada para o conserto do bem. Nos últimos tempos vem se registrados demandas judiciais neste sentido, especialmente nos tribunais de pequenas causas. Em caso de contestação por parte de um dos demandados, a Justiça termina responsabilizando o causador do acidente. Outro projeto a ser analisado em caráter terminativo pela comissão é o PLS 209/09, que altera o artigo 28 da Lei 8.212/91, que trata do custeio da Previdência Social, para isentar da contribuição previdenciária a importância recebida a titulo de aviso prévio indenizado. De autoria do senador Valdir Raupp

Senadores também vão analisar empréstimo A CAE analisará ainda a Mensagem 79/11, em que o Executivo propõe ao Senado que seja autorizada a contratação de operação de crédito externo no valor de 85 milhões de euros entre o Brasil e um consorcio formado pelos bancos BNP Paribas S.A e Hapoalim B.M. A mensagem é relatada pelo senador Lindbergh Farias (PTRJ), favorável nos termos de projeto de resolução do Senado que apresenta. Os recursos destinam-se ao financiamento do projeto AM-X, que prevê a modernização de 43 aeronaves A-1, a ser realizada ex-

clusivamente no Brasil. O valor total do projeto é de US$ 187,43 milhões. Desse total, US$ 136,38 milhões se referem ao contrato comercial firmado entre o Comando da Aeronáutica e a empresa israelense Elbit Systems Ltd, sendo 85% desse valor proveniente do empréstimo em exame (US$ 115,93 milhões), assegurados pela ASHRA Israel Export Insurance Corporation Ltd. Os outros 15% (US$ 20,46 milhões) referem-se ao pagamento inicial, arcados diretamente com recursos do Tesouro Nacional. De acordo com informação do

(PMDB-RO), o projeto tem como relator o senador Gim Argello (PTBDF), que é favorável à aprovação da matéria com emenda. O autor do projeto explica que atualmente, em razão do Decreto 6.727/09, empregados e empregadores passaram a contribuir para a Previdência Social, com incidência de alíquota de 20% - 11% a cargo do empregador e 8%, do empregado - calculada sobre as importâncias recebidas em função de indenização de aviso prévio, o que seria oneroso para ambas as partes. Valdir Raupp lembra ainda que “o aviso prévio indenizado tem caráter meramente indenizatório, não sendo classificado como rendimento decorrente do trabalho”, conforme previsto na Constituição que, no inciso I do artigo 195, define como base de cálculo para a contribuição do empregador “a folha de salário e demais rendimentos do trabalho pagos ou creditados, a qualquer título”. O senador cita ainda decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST), em que o órgão se manifesta pela não incidência da contribuição sobre o aviso prévio indenizado, por ocasião dos acordos judiciais.

Banco Central, a operação de crédito externo pretendida não exige que suas condições financeiras sejam credenciadas pelo Sistema de Registro de Operações Financeiras, pois se trata de importação de bens e serviços com prazo de pagamento de até 360 dias. A operação de crédito prevê que seus desembolsos se dêem até março de 2015 e incorpora juros Euribor, mais despesas diversas e spread de 0,775%. A Euribor é a taxa de referência do mercado monetário interbancário europeu, sendo seu valor resultante da média das cotações fornecidas por um painel de bancos de primeira linha. De acordo com cálculos da Secretaria do Tesouro Nacional, o custo efetivo desse empréstimo deverá ser da ordem de 3,11% ao ano.


Domingo | 29 de maio de 2011

geral

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 13


14

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

quadrantes

Domingo | 29 de maio de 2011

JOSÉ ARNO GALVÃO [ Advogado ]

Placas e jardins a fachada da casa de número 528 da av. Deodoro, havia uma placa de ágata branca tendo, em letras azuis, a inscrição: Helio Galvão (assim mesmo, sem o acento como constava do seu registro civil). Logo abaixo do nome constava: Advogado. Em outras casas das imediações, havia placas semelhantes, como na do Dr. Tarcísio Medeiros e na do Dr. Sarinho, que morava na rua Mipibu. Essa placa acompanhou a família quando mudou-se para a av. Campos Sales, 930, por trás do campo do América Futebol Clube, pregada em uma das colunas da varanda da frente da casa. Depois, foi substituída por uma outra mais elegante, de bronze, fundo escuro e letras em relevo, com os mesmos dizeres. Não sei o que foi feito delas, sei que em uma das reformas sofridas pela casa, a placa foi retirada para nunca mais reaparecer. Essa prática costumeira de indicar o endereço de moradia dos profissionais desapareceu, até onde sei. Vi uma placa semelhante certa vez, quando andava por uma rua de Paris, nas proximidades da Praça do Trocadero; continha o nome do morador e, logo abaixo, a indicação: Médicien.

N

Penso que o abandono desse costume decorreu do fato de que os profissionais procuraram, a partir de certa época, separar em compartimentos estanques a atividade profissional de seu ambiente privado. Naquela época, ao contrário do que hoje acontece, era comum o cliente procurar o advogado ou o médico em sua casa e ser por ele recebido. Alguns, como meu pai, mantinham o escritório em casa, não somente para fazer algum trabalho, também para receber clientes. Havia aqueles, principalmente gente do interior, que só chegava fora de hora, como o Coronel Zé Lúcio, terno marrom, chapéu de massa combinando. Lembro do buchicho que se ouviu certa vez quando Pai foi procurado, lá em casa mesmo, por Dona Maria Barros, que era mais conhecida como Maria Boa e que, até onde sei, não tinha parentesco com os Barros lá do Tibáu, nossos parentes. Nunca soube do assunto tratado: segredo profissional. Hoje, o clima de insegurança reinante traz uma motivação a mais para o abandono dessa prática: quem vai facilitar a vida do assaltante, deixando do lado de fora da sua residência a indicação do nome e da profis-

são dos que lá habitam. Sim, pois quando na mesma casa morava mais de um profissional, eram colocadas placas com a identificação de cada um. E isso me leva a uma outra reflexão. Tenho visto uma vasta publicidade das construtoras sobre as vantagens de morar nos bairros de Tirol e Petrópolis, que os deslumbrados agora chamam de “Plano Palumbo”. Passei mais de metade de minha vida por ali e ainda guardo a lembrança do visual agradável daqueles bairros, suas ruas largas e arborizadas, suas casas recuadas, com jardins à frente; os muros baixos, no máximo um gradeamento não muito alto. Essas eram características comuns aos dois bairros, que tornava tão agradável lá morar e vadiar pelas suas ruas como fez recentemente Eider Furtado. Mas essas características estão sendo abandonadas. Com efeito, casas estão sendo derrubadas para dar lugar a mais e mais prédios. Em princípio, nada contra, salvo que considero a taxa de ocupação do terreno muito alta, favorecendo uma excessiva concentração populacional. Mas isso, é outra discussão. O que

“Confesso não entender a opção das construtoras quanto à separação entre o terreno particular e a via pública.Se é a segurança,não se pode esquecer que,em alguns casos,toda a extensão de algumas quadras ficará inteiramente deserta,por conta das muralhas erguidas em construções vizinhas.Quem vai ter coragem de caminhar por ali?

pode contribuir mais ainda para a degradação da qualidade de vida daqueles bairros é a tendência de cercar os edifícios com verdadeiras muralhas, que os isolam completamente. E pior, sem que se preveja um recuo razoável, passível de ser aproveitado para um ajardinamento. Confesso não entender a opção das construtoras quanto à separação entre o terreno particular e a via pública. Se é a segurança, não se pode esquecer que, em alguns casos, toda a extensão de algumas quadras ficará inteiramente deserta, por conta das muralhas erguidas em construções vizinhas. Quem vai ter coragem de caminhar por ali? Quando vou a São Paulo, geralmente me hospedo em um hotel no bairro de Higienópolis, o que me permite vagabundear, andando a pé para alguns lugares próximos, inclusive os médicos que tive de procurar, ambos com consultório na rua Angélica. E um dos aspectos mais prazerosos daquele bairro, que conta com uma associação muito atuante a ponto de ter influenciado o Metrô a rever o projeto de instalar uma estação nessa rua, é exatamente uma característica que o aproxima daquilo que constituiu sempre uma das vantagens do Tirol e de Petrópolis: os prédios são separados da rua por grades. E, entre a edificação e a via pública, há sempre um jardim. Semana passada, afirmei que, quando evoco o passado, não pretendo fazer comparações, nem julgamento de valor entre o ontem e o hoje. Mas, no caso, o que se tem a fazer é comparar o hoje com o que se pretende para amanhã. Se se quer preservar a qualidade de vida daqueles bairros, deve-se repensar as opções.

CARMEN VASCONCELOS [ Poetisa ] Humor Fino [ Amâncio ]

NELSON PATRIOTA [ Escritor]

As criaturas das palavras

Um museu de Praga que os guias evitam

s musas cantaram os deuses e eles surgiram. Os cantos, as palavras, criaram os deuses, segundo a mitologia narrada na “Teogonia” de Hesíodo. É bem verdade que Zeus havia criado as musas que o criaram com seu canto, pois no tempo mitológico circular isso era possível. Mas o fato é que palavras fizeram surgir os deuses e a história humana, conforme Hesíodo. Palavras também fizeram surgir o mundo na mitologia judaico-cristã, pois o deus ordenou a criação e ela se fez: a luz, a separação das águas, a produção da terra, as plantas, animais. Deus só pôs a mão na massa, indo além das palavras, quando foi para criar o homem, moldado no barro à sua imagem e semelhança. Mas isso já é outra história. Falar (ou escrever) é criar uma existência qualquer. Uma língua é um universo, uma língua é uma maneira de ser, sentir e pensar. Outro dia assisti a um documentário sobre o desaparecimento de algumas línguas, que estão prestes a arrastar com elas para o esquecimento os elementos culturais dos povos que as falaram. Mundos desaparecem quando palavras se calam. Há palavras que deflagram criações, mas também há palavras capazes de destruir existências. As mitologias também contam de palavras proibidas de serem ditas, para não dissolverem equilíbrios em seus mundos. O nome do próprio deus judaico-cristão – javé – em algumas ocasiões não pode ser revelado. Há outros deuses escondidos em seus nomes, muitas vezes secretos. E há situações nas quais os nomes secretos dão a quem os “O golem é o adão descobre poderes sobre redivivo,a criatura o nomeado. Assim na que o homem faz mitologia egípcia, da mistura do quando a deusa Isis arverbo e do barro, mou um estratagema verbo que,como para descobrir o nome Cristo,talvez do deus Rá. também se faça O conto de fadas carne quando o Rumpelstiltskin, dos irgolem se anima” mãos Grimm, conta sobre os poderes do nome mágico. Descoberto o seu nome, o anão feiticeiro perde o domínio sobre a rainha que lhe devia o cumprimento de uma promessa. Há também muitas narrativas sobre fórmulas mágicas feitas de palavras. Em vez de misturar matérias, misturam-se letras para transformar as coisas. Há umas lendas judaicas, muito populares em Praga, na República Tcheca, que falam de uns seres feitos de barro e animados por palavras mágicas: os golems. Há muitas variações dessas lendas, mas na maior parte delas, o golem é animado por nomes de deuses ou pela palavra emet (verdade) escrita na sua testa. Para desfazêlo (ou adormecê-lo momentaneamente), tira-se o e da palavra emet, ficando met (morto). Apaixonei-me pela lenda do golem, porque sempre me fascinou a tentação de transcêndencia do ser humano. O golem é o adão redivivo, a criatura que o homem faz da mistura do verbo e do barro, verbo que, como Cristo, talvez também se faça carne quando o golem se anima. O golem é o adão que volta ao pó quando se desfaz, por artes das palavras, estas que criam e destroem seres humanos, seres divinos, o concreto e o abstrato.

s programas e os guias de turismo o ignoram a favor de atrações mais ao gosto da modernidade de um setor que se pretende realista. A esse propósito, não faltam atrações à Cidade Velha, como o Castelo de Praga, o Relógio Astronômico da Praça da Cidade Velha, o Quarteirão Judaico, a Catedral de São Vito, os Jardins Reais, a Ponte São Carlos sobre o Rio Moldau, rio, aliás, navegável por esta época do ano. Com tantas atrações, compreende-se que o Kafka Museum não conste dos programas essenciais do turismo oferecido pela capital tcheca. Essa realidade não sofre qualquer alteração se considerarmos que o nome do museu pode ser lido a uma razoável distância. De um passeio de barco pelo Moldau, por exemplo, ou por quem transite pela Ponte São Carlos à luz do dia. Da mesma forma, a controversa estátua de Kafka sentado sobre os ombros de um personagem sem cabeça, do artista tcheco Jaroslav Róna, sequer é mencionada pelos guias que animam com seus grupos o turismo da alta estação praguense. A obra, instalada na entrada da Cidade Velha ladeando duas igrejas históricas, além de ter forte apelo turístico, tem outra curiosidade: foi inspirada no conto “Descrição de uma luta”, do homenageado, e retira daí seu caráter inverossímil. Por isso, tanto a estátua como o museu têm seu público, minoritário que seja. A estátua, pela ousadia e originalidade do seu artista, vale pelo impacto duradouro que é capaz de produzir, na medida em que deixa interrogações nas mentes das pessoas que a veem pela primeira vez. Experiência mais ou menos “Mas é ao idêntica à vivida por quem adentra conjunto de pela primeira vez o colosso multipeças do museu forme que é o Castelo de Praga. – áudios, vídeos, O Museu Kafka, porém, merece documentos, uma visita programada. Qualquer livros, fotos etc., pressa, qualquer negligência por que o visitante parte do visitante, e aspectos predeve atentar, ciosos da visitação podem se pervisto que forma der, e só um estudioso ou especiaum todo tão lista na obra do escritor praguense compacto que se imaginaria voltando àquele lupode ser gar para uma possível segunda viapreciado sita. Ou terceira. satisfatoriament Não é que faltem atrativos ao e de uma única museu. Pelo contrário. As atrações vez”. começam já no seu pátio, no qual se veem duas esculturas masculinas em tamanho natural, que giram sob compasso regular e eventualmente se encaram. A curiosidade (ou o chiste kafkiano) é que ambos estão “urinando” concomitantemente, num ardiloso trabalho decorativo do pequeno lago que os abriga. Mas é ao conjunto de peças do museu – áudios, vídeos, documentos, livros, fotos etc., que o visitante deve atentar, visto que forma um todo tão compacto que pode ser apreciado satisfatoriamente de uma única vez. A aquisição de alguns suvenires preservará, no futuro, algumas lembranças mais cruciais, poupando-as dos lapsos de memória em que a memória incorre com o passar dos dias. Um habilidoso jogo de luzes concorre para o clima surreal que cerca o interior do Museu Kafka, reforçado por um tipo de música criteriosamente selecionada para realçar e uniformizar o ambiente. Cada uma das musas kafkianas ? Felicia Bauer, Dora Dymant e Milena Jesenskà ? tem o seu próprio panteão eletrônico, onde suas fotos e biografias brilham por trás do vidro fosco sob luz baça, adequada apenas à leitura íntima. Fotos evolutivas de Kafka e de seus familiares se multiplicam ao longo dos dois corredores superiores do edifício. Aqui e ali, edições originais dos livros e jornais contendo seus escritos, desenhos, manuscritos, sob escrínios invioláveis. Objetos pessoais do escritor também podem ser visualizados ao longo do percurso de cada corredor. Talvez, ao deixar o Museu Kafka, o leitor kafkiano, agora travestido de turista efêmero, deixe-o com mais indagações do que ao entrar. Mas em se tratando de um personagem tão ou mais singular do que o seu Odradek e suas outras criações imaginosas, adquirir mais indagações a seu respeito é, de algum modo, uma forma de saber mais sobre esse autor.

A

O

CLÁUDIO EMERENCIANO [ Professor da UFRN ]

Reencontros conhecimento da condição humana. Os questionamentos que tornam o homem esse ser liberto, criativo, incontrolável e ilimitadamente duvidoso. A curiosidade, como disse certa vez Marco Pólo (o aventureiro que redescobriu o Oriente, especialmente a China), elimina ou inibe o medo. Com efeito, tem sido a curiosidade, a busca de saber, a disposição em desbravar novos caminhos e plantar novas perspectivas, a própria sede de viver e de conhecer, que encaminham o homem para o desconhecido. Essa seria uma visão parcial da questão. Pois o compromisso do homem em busca do infinito é uma decorrência natural de sua identidade com Deus. Somos frágeis em todos os sentidos. Todavia, paradoxalmente, trazemos dentro de nós um universo de sentimentos, aspirações, sonhos, idéias, vontades, alegrias, tristezas, desencantos, esperanças, percepções, medos, angústias, ansiedades, energias, que convertem a natureza humana em fantástica e renovada criação. Exibindo a marca do imprevisível e do inovador. O homem, nesse sentido, é infatigável. Quando se pensa que ele termina, cessa de lutar ou procurar, surpreende. Exemplo de Sansão, cego, no cativeiro, readquirindo suas forças pelo poder da fé, para de novo lutar e vencer. São Francisco de Assis e Gandhi, cada um a seu modo, impondo ao tempo a marca de sua fé, dos seus princípios, sonhos, compromissos e ideais. Vidas de ascensão e de entrega sem fim a Deus e aos homens. Chegar numa cidade às primeiras claridades do dia é uma forma de devassar e surpreender sua privacidade. É conhecer a intimidade facultada aos habitantes mais comprometidos com o cotidiano de sua vida. É, de certo modo, desvendar sua vida naquilo que ela tem de mais sincero, autêntico, real, simples e singelo. As madrugadas, geralmente, não discriminam ninguém. Quem as procura em seu universo acolhedor de miragens, de contemplações, de sonhos e encantamentos, de paz e lucidez, de serenidade e paciência, descobrirá que nada substitui em solidariedade a alma humana. Constatará que, espontaneamente, as mãos se ligam, os sentimentos se estreitam, os corações se encontram, os laços se eternizam, dando forma e conteúdo à fraternidade consagrada pelo “Bom Samaritano”. Assim se praticam, apesar da violência urbana dos nossos dias, na força mágica e inexplicável do anonimato, atos que elevam a condição humana, como as carícias e o olhar de uma criança, as lágrimas e os adeuses dos que ficam, ou dos que partem, as alegrias que não têm idade, porque de toda a humanidade. Toda cidade, grande, pequena, provinciana, cosmo-

O

polita, não esconde suas verdades em suas auroras. Assim é Roma. Em seu amanhecer primaveril, imerge-se no espírito atemporal do seu povo: sua fé, suas contradições, seus rompantes barulhentos e desinibidos, seus cantos, sua maneira de viver. Sua comovida “Chegar numa hospitalidade, expressando a cidade às primeiras vocação de "cidade eterna". claridades do dia é Sua visão universal. Sua geouma forma de grafia é esquisita e desconcerdevassar e tante. Com exceção do Vaticasurpreender sua no, do Coliseu e do Fórum Roprivacidade.É mano, seus sítios confundem conhecer a os visitantes. Parecem não obintimidade facultada servar qualquer racionalidade aos habitantes mais na localização. A Fonte de Trecomprometidos com vi ("Dos Desejos"), por exemo cotidiano de sua plo, surpreende pelo local revida.É,de certo servado, recolhido, acanhado, modo,desvendar sua escondido em que se enconvida naquilo que ela tra. Também o Pantheon, entem de mais sincero, clausurado por dois becos laautêntico,real, terais, que dão acesso à Piazsimples e singelo.As za Navona. Originalmente da madrugadas, era republicana e posteriorgeralmente,não mente reconstruído por Adriadiscriminam no em 118 D. C. Até a Villa ninguém.Quem as Borghese tenta camuflar sua procura em seu suntuosidade, paradisiacauniverso acolhedor mente envolta por tênues clade miragens,de ridades do entardecer, quancontemplações,de do a cidade se cobre de um céu sonhos e rosáceo e lilás. encantamentos,de Devemos a Alceu Amopaz e lucidez,de roso Lima o primeiro merguserenidade e lho no espírito da cidade. Foi paciência,descobrirá através do livro "Mensagem que nada substitui de Roma". Depois de visitá-la em solidariedade a pela primeira vez em 1969, alma humana. Afonso Arinos nos inseriu na Constatará que, plenitude de sua dimensão esespontaneamente, piritual e cultural nesse admias mãos se ligam,os rável "Amor a Roma". Inimisentimentos se tável e magistral. Foi a cidaestreitam,os de sentimental de Goethe, corações se Mme. Stael, Napoleão, Sthenencontram...” dal e Chateaubriand. Eis um reencontro, que se renova na alma e no coração, albergando uma identidade enigmática e transcendental.


geral

Domingo | 29 de maio de 2011

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 15

[ PALESTINA ] Opositores da

tese de devolução de territórios conquistados na Guerra dos Seis Dias alertam que volta às fronteiras de 1967, como quer os EUA, deixaria Israel vulneráveis a ataques suicidas

[ ESTADOS UNIDOS ]

Uma pedra no caminho da paz

Presidente do Twitter vira assessor de Obama

CHARLES DHARAPAK

ARON HELLER Associated Press

erusalém - Durante sua viagem a Washington nesta semana, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou repetidamente que as fronteiras do país anteriores a junho de 1967 são “indefensáveis”. Uma retirada completa da Cisjordânia, região montanhosa estratégica em relação ao centro de Israel, certamente deixaria o país mais vulnerável a ataques ou invasões. Mas alguns especialistas dizem que mísseis de longo alcance, armas de destruição em massa e guerra cibernética mostram que os riscos no mundo moderno estão em outro lugar - especialmente se a Palestina se desmilitarizar no futuro. A questão das fronteiras agora está no cerne das últimas tensões nos esforços de paz no Oriente Médio. Na busca por desfazer um impasse de oito meses, o presidente dos Estados Unidos Barack Obama propôs na semana passada que Israel se comprometa a estabelecer um Estado Palestino com base em suas fronteiras antes da guerra de 5 a 10 de junho de 1967, quando os israelenses tomaram a Cisjordânia, Jerusalém Oriental e a Faixa de Gaza. Os palestinos reivindicam as três áreas para seu Estado. Israel retirou-se totalmente de Gaza em 2005. Mas o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu disse que a retirada das outras áreas, mesmo como parte de um acordo de paz, prejudicaria a segurança do seu país em alguma escala. Uma volta às fronteiras de 1967 deixaria Israel com apenas 15 quilômetros de território em seu ponto mais estreito, Jerusalém cercada por terras palestinas em três lados e o principal aeroporto do país a poucos quilômetros da fronteira. Se um conflito tiver início, as maiores cidades de Israel estariam vulneráveis a disparos de foguetes e outros ataques. Entretanto, especialistas ressaltam que Israel começou a guerra de 1967 - a vitória militar mais decisiva de sua história - partindo dessas mesmas fronteiras. Hoje, a superioridade militar esmagadora do país o deixa em uma posição vantajosa para se defender de qualquer ameaça externa. “A geografia tem um papel limitado na guerra. O que você realmente não deseja é que as pessoas o odeiem no outro lado”, afirmou Martin Van Creveld, um historiador militar da Universidade Hebraica, em Jerusalém. Ele disse que a insistência de Netanyahu para que Israel mantenha o controle do vale do Jordão, uma região estratégica na fronteira ocidental entre Cisjordânia e Jordânia, seria mais importante para a segurança do país, mas não é “absolutamente necessária”. Até mesmo Obama não espera uma volta às fronteiras como eram exatamente em 1967. Em alguns discursos, ele disse que um tratado de paz deveria ser “baseado nas fronteiras de 1967 com tro-

ão Francisco (AE) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, nomeou o presidente do Twitter Inc. e um alto executivo da Microsoft, entre vários veteranos da tecnologia empossados, como conselheiros de segurança de telecomunicações de seu governo. “Estou orgulhoso em designar homens e mulheres tão impressionantes para esses papeis importantes, e agradeço que eles concordaram em emprestar seus talentos consideráveis para esse governo”, disse ontem Obama numa coletiva de imprensa disponível online. A lista de nomeados inclui o presidente do Twitter, Dick Costolo; o vice-presidente de computação segura da Microsoft Corp., Scott Charney; o presidente da empresa de segurança computacional McAfee, David DeWalt; e Lisa Hook, chefe da companhia de tecnologia de comunicação global Neustar Inc. O último nomeado ao comitê foi Jamie dos Santos, presidente do grupo que cuida da tecnologia de informação do governo federal, Terremark Worldwide.

S

J

Primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu recusou proposta das fronteiras pré-1967, apresentada pelo presidente Obama

A geografia tem um papel limitado na guerra. O que você realmente não deseja é que o odeiem no outro lado" MARTIN VAN CREVELD historiador

cas acordadas mutuamente”. Os palestinos aceitaram essa posição. Mas eles visam apenas a pequenas modificações das fronteiras antigas, e esperam em troca uma quantidade igual de território dentro do que agora é Israel. Netanyahu sinalizou que isso seria inaceitável. No entanto, dois premiês israelenses anteriores - Ehud Barak and Ehud Olmert - ofereceram tratados de paz aos palestinos que incluiriam uma retirada próxima do que eram as fronteiras de 1967. Um terceiro, Ariel Sharon, considerou essas fronteiras “ponto de referência” segundo seu assessor Dov Weisglass. O legislador israelense Isaac Ben-Israel, ex-general da Força Aérea, disse que a questão envolve muito menos considerações militares e mais política e relações entre vizinhos. Ele lembrou que Holanda e Bélgica tem “fronteiras indefensáveis” e que no passado estiveram suscetíveis à invasão. “Mas não significa que isso tenha deixado de ser questão agora porque eles esses países não têm inimigo externo”, disse. Ele afirmou que o ponto de vista do primeiro-ministro sobre as fronteiras carrega uma perspectiva pessimista de que a paz necessariamente não vai significar o cessar de hostilidades.

Netanyahu ganha apoio de israelenses A opinião pública parece concordar com Netanyahu. Segundo uma pesquisa publicada no dia 25 de maio, 61% dos israelenses se opõem à fórmula das fronteiras de 1967 com trocas de territórios como base para um acordo com os palestinos, enquanto apenas 27% são a favor. A pesquisa do Instituto Geocartografia entrevistou 500 judeus israelenses e tem uma margem de erro de 4 pontos porcentuais. Giora Eiland, outro general aposentado, disse que os militares de Israel nunca assumiram que a paz traria a tranquilidade e que sob essas circunstâncias o controle de terras é importante. Enquanto mísseis de longo alcance já conseguiriam atingir todo o país, ele disse que uma retirada da Cisjordânia colocaria o coração de Israel - Jerusalém, o aeroporto e a região de Tel Aviv acessível a foguetes de curto alcance e morteiros iguais aos que

tornaram sofrida a vida dos israelenses vivendo próximo a Gaza. Ele acrescentou que um estado desmilitarizado, que os palestinos dizem aceitar, impediria a ameaça de tanques, artilharia e aviões de combate, mas não seria capaz de evitar o contrabando de armas e mísseis anti-tanque. Militantes do Hamas levaram essas armas a Gaza e usaram contra alvos israelenses. “É impossível inspecionar esses tipos de armas e não há maneira efetiva de pará-las”, afirmou Eiland, ex-conselheiro de segurança nacional de Israel. Ele disse que o país ficaria especialmente vulnerável uma vez que se espera que a maioria das trocas de terras seria empregada para anexar blocos de assentamentos existentes em vez de garantir pontos estratégicos importantes, como áreas fora de Jerusalém ou perto do aeroporto Ben-Gurion. “O ponto de partida é que essas

fronteiras são muito desconfortáveis para nós”, disse. Eiland, que saiu do cargo de conselheiro de segurança em 2006, disse que nas discussões internas naquela época, membros do governo israelense falaram em 12% da Cisjordânia como o mínimo que Israel deveria manter para garantir suas necessidades mais básicas de segurança. Durante as negociações de paz de 2008, Olmert propôs manter cerca de 6%, enquanto os palestinos sugeriram dar a Israel apenas 1,9%. Van Creveld, especialista militar, argumentou que alguns dos enclaves de assentamentos que Israel deseja manter já tornam as fronteiras ainda mais indefensáveis. “A Cisjordânia pareceria um queijo suíço e é impossível defender um queijo suíço”, disse Creveld. “A situação das fronteiras como eram antes de 1967 mostram que Israel pode perfeitamente se defender”. MOHAMMED ABOU ZAID

Palestinos sonham com um Estado independente, sem as armas e o cerco de soldados de Israel

[ CANADÁ ]

Jornal digital terá edição brasileira oronto (AE) - Arianna Huffington, cofundadora do jornal digital The Huffington Post, está expandindo a operação do veículo de mídia para o Canadá, na primeira de várias operações que a empresa pretende abrir no exterior, disse nesta sextafeira a tycoon da mídia. Huffington esteve em Toronto nesta semana para lançar o Huffington Post Canada, que entrou no ar na quinta-feira. “Este é o primeiro de uma série de jornais na nossa expansão internacional. O próximo jornal será lançado em julho na Inglaterra e depois iremos à América Latina e lançaremos um jornal no Brasil”, disse Arianna Huffington. “Nosso objetivo é crescer e produzir uma verdadeira empresa de mídia do século 21, ao redor de todas as plataformas”, afirmou. Em fevereiro, a America Online (AOL) pagou US$ 315 milhões pelo The Huffington Post e comprou o poder da marca criada por Arianna Huffington. Ela foi indicada pela AOL para ser editora-chefe do jornal digital. De acordo com a Comscore, que mede tráfego na internet nos Estados Unidos, mais de 27 milhões de pessoas visitam o site do jornal a cada mês - ou 13% da população online dos EUA.

T


16 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

geral

Domingo | 29 de maio de 2011


economia POUPANÇA HOJE 0,6354% CDB 11,95% BOVESPA + 0,31%

SALÁRIO MÍNIMO

R$ 545,00 TAXA SELIC

12%

TELEFONES ÚTEIS Receita: 3232-2200 Procon Estadual: 3232-6869 Procon Municipal: 3232-9050 DRT/RN: 3220-2000

PÁGINA 7 DÓLAR TURISMO Compra: R$ 1,5530 Venda:R$ 1,6770 EURO Compra:R$ 2,28200 Venda:R$ 2,2850

Editora: Renata Moura e-mail: renatamoura@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 29 de maio de 2011

O Fundo Monetário Internacional suspeita que o Investimento Estrangeiro Direto (IED) esteja sendo usado como instrumento para os investidores estrangeiros driblarem a taxação sobre o ingresso de capitais no Brasil [ CAPITAL ]

“IOF pode estar sendo driblado” FERNANDO DANTAS E FABIO GRANER

io (AE) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) engrossou o grupo que suspeita que o Investimento Estrangeiro Direto (IED) esteja sendo utilizado como instrumento para os investidores estrangeiros driblarem a taxação sobre o ingresso de capitais no Brasil. E indicou que o governo brasileiro poderá tentar, de alguma forma, estender os controles de capital a essa modalidade. “Para mim, (há) números suspeitos do IED (investimento estrangeiro direto)”, disse Olivier Blanchard, economista-chefe e diretor do Departamento de Pesquisa do FMI, em seminário no Rio. Ele observou que “o IED está crescendo e, por coincidência, é excluído do imposto; espero que seja IED de verdade, mas talvez não seja; então o meu palpite é que o próximo passo será o de estender a rede (de taxações) e incluir alguma forma de IED, talvez até todo o IED”. O IED é normalmente isento de impostos ou medidas de controle de capital, por ser considerado o melhor tipo de fluxo, já que é apli-

R

cado no setor produtivo e tipicamente vem para o longo prazo. Blanchard, que se mostrou favorável aos controles de capital, comentou ainda, sobre a possibilidade de o Brasil estender os controles de capital ao IED, que “nunca diga nunca. Nós veremos, eu acho que eles vão distinguir entre várias formas de IED”. Para ele, é preciso “tentar adivinhar o que será que os caras (do setor) privado do outro lado, que são muito inteligente, vão fazer, e estar preparado”. A preocupação mostrada pelo FMI também ocorre no Ministério da Fazenda, conforme revelou a Agência Estado em março. O governo vem acompanhando com atenção o ingresso de dólares por meio de IED, que não tem incidência do IOF, com a suspeita de que esse dinheiro poderia estar entrando na verdade para operações no mercado financeiro, especialmente de renda fixa, o que caracterizaria fraude fiscal e cambial. Essa inquietação do governo, que também é compartilhada por alguns integrantes do mercado financeiro, surgiu por causa do forte fluxo nesta rubrica no início do ano. ALEX REGIS

Governo acompanha com atenção ingresso de moedas estrangeiras

[ COMÉRCIO E SERVIÇOS ] Com o tema

“A Arte do Sucesso”, evento terá 14 palestras

Convenção começa na próxima quinta-feira erá realizada na próxima semana a 15ª edição da Convenção do Comércio e Serviços do Rio Grande do Norte. O evento está programado para os dias 2 e 3, no Teatro Riachuelo, e terá como tema “A Arte do Sucesso”. A programação inclui 14 palestras e nomes do cenário nacional, atuantes em diferentes ramos. Entre os palestrantes, estão nomes como Simão Silber (economista), David Barione (ex-presidente da TAM), Mario Castelar (exdiretor de marketing da Nestlé) e Júlio Vasconcelos (fundador do

S

Peixe Urbano). Último nome a ser confirmado, o designer Hans Donner, reconhecido pelo pioneirismo na utilização de seu estilo tridimensional e criação de diversas marcas famosas não só na indústria televisiva, mas em diversas áreas do designer brasileiro e mundial, abordará o tema “Como dinamizar marcas para que se mantenham vivas e impactantes”. O evento é realizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do estado (FCDL RN) e pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal.

JÚNIOR SANTOS

DÓLAR COMERCIAL Compra:R$ 1,5970 Venda:R$ 1,5990 DÓLAR PARALELO Compra:1,67 Venda: 1,76

CONSTRUÇÃO CIVIL

O presidente do Sinduscon RN,Sílvio Bezerra,fala sobre qualificação de mão de obra para o setor.


2

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

economia

Domingo | 29 de maio de 2011

TOMISLAV R.FEMENICK [ Autor do livro “Para aprender economia” ]

Negócios &Finanças LUIZ ANTÔNIO FELIPE laf@tribunadonorte.com.br

Sustentabilidade em debate 3º Fórum de Sustentabilidade e Responsabilidade Corporativa vai acontecer amanhã e terça-feira, no auditório da Fiern, das 15h às 20h. Fórum vai discutir os caminhos para um mundo sustentável, contando com a presença de grandes palestrantes e cases de práticas de responsabilidade social reconhecidas. O evento nasceu em 2008, quando um grupo de empresas decidiu trazer a público e discutir com a sociedade as melhores práticas corporativas que servissem de exemplos de responsabilidade social e sustentabilidade. Nas duas primeiras edições, o Fórum foi aprovado por 95% dos seus participantes. O acesso é gratuito, mas as vagas limitadas. Os interessados devem se inscrever através do site www.forumnatal.com.br.

O

CAPITAL Os investimentos estrangeiros chegarão a US$ 65 bilhões em 2011, demonstrando que o Brasil está no “radar” dos investidores, mas na sua grande maioria atraídos pela alta taxa de juros oferecida pelo governo, infelizmente. Ouse,a capitais especulativos.

Copa

Cartão

A solenidade de lançamento do Programa Sebrae na Copa 2014, marcado para a próxima terçafeira foi adiado para uma nova data, diante da impossibilidade da governadora Rosalba Ciarlini, de comparecer. A presidenta Dilma Rousseff convocou a governadora a Brasília, para tratar exatamente do assunto Copa do Mundo, que tanto vem preocupando os brasileiros e a própria Fifa.

A rede de lojas Riachuelo superou a marca de 18 milhões de cartões, sendo 445,3 mil emitidos ao longo do primeiro trimestre. O tíquete médio apresentou crescimento de 6,8%, para R$ 111,20, no primeiro trimestre de 2011. O bom desempenho leva a Riachuelo a figurar entre as principais empresas varejistas com cartão próprio do país.

CONVENÇÃO Quinta e sexta-feira, (2, e 3), o Midway Mall vai ser a sede da 15ª Convenção do Comércio e Serviços do RN. Antes na quarta-feira (1º), acontecerá na CDL/Natal, o encontro com o ex-presidentes.

Crédito do BNDES Os micro, pequenos e médios empresários do Rio Grande do Norte terão mais uma oportunidade de conhecer as linhas de crédito que o BNDES oferece ao desenvolvimento empresarial. Na próxima quinta-feira (2), a partir das 16h30, no auditório Albano Franco, na Casa da Indústria, técnicos do BNDES farão

uma palestra sobre essas linhas de crédito, com o objetivo de tornar mais claras as formas de acesso aos programas de financiamento do BNDES. As inscrições para as palestras podem ser feitas por intermédio do e-mail palestrabndes@fiern.org.br . Para habilitar o JavaScript e visualizá-lo ligue: 3201-7428.

LIDERANÇA A TRIBUNA DO NORTE mantém a liderança de circulação no RN. O jornal tem 176% de circulação a mais que o principal concorrente, na Região Metropolitana. A informação Jurada do Editor refere-se a abril.

1

O Projeto de Lei Complementar (PLP) aprovado recentemente pela Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados concede isenção do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN),tributo de competência municipal à Fifa e às empresas contratadas para a Copa das Confederações 2013 e para Copa do Mundo de 2014.A principal emenda solicitada pelos parlamentares foi a identificação dos beneficiários da isenção tributária.

2

A Escola do Legislativo Miguel Arraes,da Câmara de Vereadores de Natal, vai realizar o Curso para Disseminadores Externos das Informações Previdenciárias para os servidores do setor de recursos humanos de todas as câmaras legislativas do RN.Para participar das aulas, que serão realizadas nos dias 02,09,16 e 17 de junho,é preciso se inscrever.

3

Com apenas R$ 13,5 mil,é possível tornar-se franqueado da Seguralta,que soma 140 franquias em todo o Brasil.É a única franquia de corretora de seguros do Brasil e vai expor na ABF Franchising Expo 2011,de 8 a 11 de junho,em São Paulo,com novos produtos e três opções de formatação: microfranquia,loja standard e másterfranquia.

FRETAMENTO A agência Aerotur lança o “Verão na Europa”, nas próximas férias, de 4 a 16 de julho, exclusivo para passageiros do RN. O programa abrange três capitais - Madri, Paris e Londres e inclui entradas em museus, igrejas e tour. O pacote tem parte aérea via Tap, três noites de hospedagem em Madri, cinco noites em Paris e três noites em Londres.

TARIFA A British Airways oferece tarifa especial para Europa, de US$ 999 para saídas de São Paulo e Rio de Janeiro, antes do inicio da alta estação. O valor do bilhete em classe econômica, cabine World Traveller, é acrescido das taxas aeroportuárias, para as principais cidades europeias. A promoção é válida para as reservas e emissões até 16 de junho.

VIAGENS Madri e Barcelona (Espanha) são os novos destinos da JSC Turismo, para o final do ano, no período do réveillon de 25 de dezembro de 2011 a 03 de janeiro de 2012. O passageiro voará para Europa pela companhia aérea Ibéria e o embarque será em Recife. As vendas estão sendo realizadas através das agências de viagens. A operadora também lançou um charter para Bariloche, em julho.

ARQUITETURA Com projeto dos arquitetos Nélio Archanjo e ambientação de Gracita Lopes, além de projeto de isolamento e tratamento acústico de Ricardo Marques, a equipe do Garbos Recepções e Eventos está finalizando os detalhes para realizar a partir de amanhã, a 1ª Expo Garbos. Terá a participação de futuros parceiros de Mossoró, Natal, Fortaleza e Recife que vão apresentar em 70 estandes.

Custos e concorrência empresarial s modernos meios de comunicação transformaram o mundo em uma verdadeira aldeia e, no campo dos negócios, impuseram um sistema concorrencial onde os custos são determinantes para a sobrevivência das sociedades empresárias. O resultado é que as empresas grandes, médias e pequenas, de todos os setores e de todos os lugares, estão vivenciando um período de competitividade nunca registrado na história. Nessa circunstância, os gestores das empresas estão cada vez mais atentos para a contenção das despesas. Por desconhecerem os elementos básicos do que sejam custos, muitas vezes eles agem de forma confusa. Todavia, para se compreender esse assunto é necessário compreender a diferença entre o conceito geral sobre custos, as concepções contábeis e econômicas sobre a matéria e, também, a terminologia geralmente usada pelos profissionais da área. O conceito geral diz que custo é a avaliação, em unidades de valor, de todos os bens materiais e imateriais, trabalho e serviços consumidos pela empresa, na produção de seus produtos ou serviços, bem como aqueles consumidos na manutenção de suas instalações e equipamentos. Vistos dessa forma, custos é um conceito teórico que está diretamente relacionado com a ideia de utilização de mão de obra, recursos da natureza, trabalho e tecnologia para a produção de bens e serviços – e nada mais. Porém não é bem assim. Para as Ciências Econômicas, os custos são estudados com o objetivo de se fazer a melhor alocação possível de recursos, visando alcançar o melhor índice possível de lucro. Essa é uma matéria se não complexa, porém vital para o comportamento das organizações produtivas e mercantis. É estudada desde os mais antigos compêndios de economia clássica,

O

quer sob o ponto de vista liberal, sob o prisma socialista ou O fenômeno “custo” de outras correntes. passou a ser tratado de No século XIX, outra maneira,embora Adam Smith já dizia que usando os que os custos são elementos básicos do iguais a remuneração pensamento clássico. dos fatores de produAtualmente a ção, exemplificando: abordagem que se faz “renda da terra, os saé voltada para análises lários dos trabalhae projeções dos“custos dores e os lucros do de oportunidades”ou capital empregado de“custos de uso em criar, preparar e alternativo”,fazendotransportar o bem até se estudos sobre a o mercado”. oportunidade de se Embora questioproduzir dado bem ou nando os seus métoserviço,abstendo-se dos sobre o valor da de elaborar outros remuneração dos produtos” trabalhadores, no século seguinte Marx usa a base teórica de Adam Smith e conceitua como custos os dispêndios com matéria-prima, matérias secundárias, máquinas e equipamentos (o desgaste das) e fretes. Em suma, o valor dos insumos materiais, e mais os dispêndios com mão de obra, energia, estocagem e, também, reconhece a remuneração da renda da terra. Entre as grandes diferenças no pensamento desses dois grandes teóricos é que Marx insere novos protocolos conceituais no fator trabalho e inclui mais um elemento de custo. Se, no seu entender, a mão de obra é o fator preponderante da produção, quanto maior for a taxa de remuneração do fator capital, maior seria a “mais valia”, ou seja, a diferença entre o preço de venda do bem ou serviço, a soma do valor dos bens utilizados para produzi-los e os salários dos trabalha-

dores. Já os custos ocultos seriam o resultado da contraposição de forças entre o valor de uso da mercadoria e o valor [custo] de sua manufatura. Esses dois representantes das duas maiores correntes de pensamento econômico são suficientes para o nosso propósito. A evolução das Ciências Econômicas fez com que o fenômeno “custos” passasse a tratado de outra maneira, embora que usando os elementos básicos do pensamento clássico. Atualmente a abordagem que se faz dos custos é voltada para análises e projeções dos “custos de oportunidades” ou de “custos de uso alternativo”, fazendo-se estudos sobre a oportunidade de se produzir dado bem ou serviço, abstendo-se de elaborar outros produtos. A opção de renúncia, a produção dos bens que não considerados para manufatura é o custo de aquisição dos bens produzidos; ao se utilizar os recursos da empresa para manufaturar determinado produto, esses mesmos recursos não poder ser usado na elaboração de outras mercadorias. Dai porque do cuidado exigido no planejamento da produção futura e nas análises da produção presente; ambos (planejamento e análises) ensejam evidenciar a escolha mais racional. O primeiro (a visão presente da produção futura) identificando as várias proposições de manufatura, considerando que todas são excludentes entre si; a escolha de uma delas inviabiliza as demais. A segunda (os exames da produção havida) verificando o nível de acerto das projeções e o grau de aproximação entre a produção planejada e a produção efetiva, realizada. Em ambosVeja tudo os procedimentos, tem-se o primado da melhor alocação de recursos, tendo por finalidade maximizar o resultado operacional e, por seu intermédio, alcançar a otimização dos lucros.

JOAO LYRA NETO [ JORNALISTA ]

As marchas de agricultores á vários anos que lutam as lideranças e agricultores do MST, pela criação de um ambiente propicio à realização dos problemas ligados a Terra. Muitos parlamentares têm encaminhado ao CONGRESSO, projetos e emendas, modificando o sistema de exploração das terras, sem, todavia, ter trazido benefício algum para os que procuram trabalho enfrentando este tipo de problema no campo. Essas marchas de agricultores acolheram dessa vez, famílias que trabalham no sistema “Agricultura Familiar”, deixando de lado o trabalho que o Governo e os Bancos têm feito para a manutenção desse programa. Todavia, não é de agora, que as terras têm sido invadidas, terras dos que trabalham e dirigem as fazendas. Nesse particular os agricultores ligados à organização do MST, continuam na sua luta, diretamente com a invasão de propriedade. O que se pode dizer, sobre as invasões de terras no Nordeste e Sul do país é fomentado pelos agricultores. Isso tem sido o fator primordial do trabalho do MST. Em Recife a Usina Caxangá deu o primeiro passo para a de-

H

sapropriação. Foi o trabalho duro na solução do problema, A “Agricultura em se tratando de Familiar”está uma usina de açúcar bastante engajada particular. Daí partiu nesse programa de o grande trabalho do exploração agrícola INCRA, com a pree vem se sença do Presidente desenvolvendo ao Emilio Medice altapassar do tempo, mente interessado recebendo o apoio no trabalho da insfinanceiro do Banco tituição. Os primeido Nordeste.No ros trabalhos de deNordeste a ocupação sapropriação pelo de áreas para o INCRA começaram trabalho das famílias no Maranhão em Alé,realmente, tamira com a distriindiscutível” buição de terras. Eram lotes distribuídos com agricultores. A Belém- Brasília foi impasse importante do INCRA, para a vinda de agricultores do Sul do país, para a ocupação de terras. No caso do MST é uma organização que almeja o que quer fazer na solução

da desapropriação de terras. O presidente Lula deu o seu total apoio aos agricultores do MST com bandeira e chapéu. A “Agricultura Familiar” esta bastante engajada nesse programa de exploração agrícola e vem se desenvolvendo ao passar do tempo, recebendo o apoio financeiro do Banco do Nordeste. No Nordeste a ocupação de áreas para o trabalho das famílias é, realmente, indiscutível. É de espantar a participação de agricultores desse programa de “Agricultura Familiar”, quando é um programa apoiado desde o Governo de Fernando Henrique Cardozo como estimulo aos que queriam trabalhar na agricultura corretamente. No caso das marchas do MST, o problema e bem diferente pelo tipo de ação desenvolvida para a aquisição de terras, em áreas ate mesmo proibidas e sem a participação do INCRA, órgão que ficam de braços cruzados com as invasões de terras. Participando com o MST os que fazem a Agricultura Familiar perdem completamente o seu direito de receber recursos, na ajuda do Governo.

SEMIO TIMENI SEGUNDO [ Mestre em Administração,Consultor Empresarial e Coaching ]

Quem tem medo de empreender? uando perguntado, sete em cada dez brasileiros gostariam de ter seu próprio negócio. Mas o que impede muitos de realizar este sonho? Medo e acomodação. Sobre a acomodação, acredito que esta não tem remédio. É característico de certas pessoas se refugiarem no que a psicologia chama de zona de conforto, acostumando-se com uma vida acomodada, onde se escondem no aparentemente seguro e estável, deixando, nas palavras do sambista, “a vida me levar, vida leva eu”. Uma vida calma e previsível pode gerar uma vida chata e monótona. Vejo muitos jovens – e às vezes não tão jovens assim... – investindo meses e anos no preparatório para concursos públicos. Quando perguntados o que querem para suas vidas, invariavelmente a resposta é: qualquer concurso! Entendo que nestes casos o emprego público não é por opção de vida, mas uma opção por um lugar “quentinho e gostosinho” onde se pode viver os dias até... Uma coisa é certa neste mundo: nunca ninguém conseguiu progredir na vida parado na zona de conforto. Abdicar desta maneira de ser não é fácil, principalmente porque se precisa encarar as incertezas da vida – evolução e mudanças andam de mãos dadas. Por outro lado, o medo de empreender é algo contornável. Diria até que um pouco de medo é bom, desde que não imobilize o empreendedor! O medo leva a pessoa a avaliar as alternativas, a elencar as opções, a identi-

Q

ficar os pontos fortes e fracos de um negócio, ou mesmo enE você, tem medo xergar as oportunide empreender? dades sem desmereQue tal permitircer as ameaças. Mese realizar aquele do é bom, desde que sonho não sirva de gesso ou adormecido de ter de fuga a imobilizar seu próprio o espírito empreennegócio? Vivemos dedor que existe um momento dentro de você. maravilhoso, onde E uma outra ceras boas ideias tem teza é que o medo um terreno fértil pode ser vencido para serem através de algumas plantadas. Mas técnicas que fazem para isto, não aflorar a ação embasta querer preendedora de forempreender, é ma consciente e orimportante saber ganizada, minimiempreender” zando os riscos e criando autoconfiança para gerar resultados. E como é gratificante se vencer um medo! Nosso tempo carece de homens e mulheres corajosos! Brasileiros que desejem verdadeiramente novos desafios, lidando com mudanças velozes, com ideias inovadoras, pessoas focadas em resultados e movidas por metas desafiantes. É do canadense Louis Jacques Filion, reconhecido como uma das maiores autoridades em empreendedorismo do mundo, a se-

guinte afirmação “O Brasil está sentado em cima de uma das maiores riquezas naturais do mundo, ainda relativamente pouco explorada: o potencial empreendedor dos brasileiros. Creio que o Brasil é atualmente um dos países onde poderia haver uma grande explosão empreendedora. Só os brasileiros têm poder para que isso aconteça.” E você, tem medo de empreender? Que tal permitir-se realizar aquele sonho adormecido de ter seu próprio negócio? Vivemos um momento maravilhoso, onde as boas ideias tem um terreno fértil para serem plantadas. Mas para isto, não basta querer empreender, é importante saber empreender. Mas, afinal, o que é importante saber para empreender? Nos mais diversos estudos sobre empreendedorismo no mundo, uma das características mais fortes identificadas nos homens e mulheres de sucesso é ter muito claro objetivos e metas que querem alcançar. Ter uma visão clara ajuda a convergir energias em torno de um sonho. A conseqüência da visão clara é o foco nos negócios, que leva a outras ações importantes, como conhecer o mercado, formar boas equipes, ser sensível às demandas financeiras, ter persistência, buscar sempre a qualidade, entre outras. Tudo isto cercado da dose certa de entusiasmo forma o gostoso caldo da prosperidade. Como já ensinava Confúcio, há mais de 2.500 anos: “para onde quer que vá, vá de todo coração”. Pense nisso. Bom trabalho. Sucesso!


Domingo | 29 de maio de 2011

economia

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 3

[ ENTREVISTA / ANDRÉ PEIXOTO /DIRETOR DA CLARO PARA O NORDESTE ]

“AS OPERADORAS SE ESTRUTURARAM PARA O BOOM” FOTOS:ANA SILVA

O setor de telefonia e, sendo mais específica, a Claro, estão preparados para esse crescimento? Sim. Na verdade a Claro sempre tem como objetivo oferecer a melhor cobertura, os melhores serviços para todos os usuários, com inovação. Para isso, a companhia tem investindo muito, principalmente em Natal, para dobrar a capacidade que tem principalmente de 3G, para atender a demanda na área de internet. Vamos continuar investindo também na ampliação da cobertura em municípios no estado. O Rio Grande do Norte é um estado muito estratégico. Que cresce, por exemplo, na área de construção civil. E os dados econômicos que apresenta são muito importantes para que possamos continuar investindo, reafirmando esse compromisso de proporcionar sempre a melhor cobertura e continuar investindo na qualidade dos serviços, procurando trazer produtos inovadores. Mas em números,quanto a Claro tem investido e pretende investir para que a expansão da demanda não vire um problema,como aconteceu com a TIM (a operadora ficou mais de um mês impedidajudicialmentedehabilitarnovaslinhas no Estado,por conta de falhas na prestação do serviço)? Eu não posso especificar o tamanho do investimento. Os números são informações estratégicas. O que eu posso garantir é que em todas as audiências, nos fóruns públicos, aqui no estado, temos sempre nos mostrado muito solícitos e principalmente temos cumprido todas as normas da Anatel em relação a taxas de congestionamento, nível de qualidade...então o que posso dizer é que reassumimos o compromisso com a qualidade. A operadora está em quantos municípios do Estado? Em 66. Há meta de expansão nesse número para este ano? Sim, mas não posso dizer ainda números fechados. Estão investindo então na infraestrutura da rede para... Na verdade são dois trabalhos paralelos. Um é melhorar a qualidade onde já estamos. Isso é prioritário. A Claro, antes de aumentar a cobertura, a quantidade de municípios, sempre melhora onde já está. Esse crescimento da base de usuários não só da Claro,mas de todo o setor de telefonia,tem também se refletido na qualidade do serviço. Tanto é que os órgãos de defesa do consumidor são bombardeados por reclamações dos usuários. A que o senhor atribuiria isso, considerando que a Claro está,com outras empresas,no topo das que são alvos de reclamação? Se você considerar o número absoluto de reclamações, qualquer empresa que presta serviços a toda a gama de usuários, tende a estar entre as primeiras. Falando sobre a Claro, a companhia tem feito um trabalho junto ao Procon para minimizar esses efeitos. O celular, na minha opinião, e aí falando de maneira genérica, é um instrumento de trabalho e de vida. Hoje você sai de casa sem carteira, mas não sai sem celular. Essa relação, acredito, gera no consumidor um nível maior de exigência. E no final das contas isso é muito salutar. Porque é preciso sempre estar melhorando. No Rio Grande do Norte temos feito um trabalho muito próximo ao Procon. Temos criado canais muito interessantes para que o tempo que a empresa tem para dar retorno de informações diminua. O senhor diria que o setor estava preparado para atender toda essa expansão ou que foi pego de surpresa com o boom? Na verdade o Brasil já mostrava sinais de uma demanda reprimida. Acredito que o setor se preparou sim e fez os investimentos necessários. Óbvio que às vezes você pode ter uma curva de demanda maior em determinado produto ou segmento, mas, de uma maneira geral, as operadoras se estruturaram para isso.

RENATA MOURA Editora de Economia

O

aumento do poder aquisitivo da população, a geração de novos empregos e facilidades de pagamento oferecidas ao consumidor fizeram do Brasil um terreno fértil para os negócios do setor de telefonia. E o Nordeste e o Rio Grande do Norte têm se mostrado, nesse meio, tão produtivos quanto regiões mais desenvolvidas. Para se ter ideia dos números, o RN fechou o mês de abril com mais de 3,4 milhões de celulares ativos e está inserido na lista de 17 Unidades da Federação que, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações, já possuem mais de um aparelho por habitante. Em um ano, o Estado ganhou cerca de 600 mil novos aparelhos. Nesta entrevista à TRIBUNA DO NORTE concedida durante passagem por Natal, esta semana, o diretor da Claro para o Nordeste, André Peixoto, analisa os números, fala sobre oportunidades de crescimento e as consequências dele: o bombardeio de reclamações contra o setor, nos órgãos de defesa do consumidor. Sem revelar números, ele também anuncia planos de expansão da companhia no Estado onde, entre abril de 2010 e abril de 2011, habilitou quase 200 mil novas linhas, se mantendo na vice-liderança do mercado, com participação de 31,89% (A TIM detém 34,44% de participação). Formado em administração, com MBA em marketing e em gestão em telecomunicações, André Peixoto tem 39 anos, 13 dos quais dedicados à companhia. Ele assumiu a diretoria regional em março deste ano. Confira os principais trechos da entrevista:

ção. Não só dos clientes pós pagos como dos prépagos e banda larga também. Uma ferramenta de retenção bastante interessante que estamos desenvolvendo bem é o Claro Clube. Aqui em Natal, por exemplo, temos parceria com o Cinemark, para que o cliente ganhe descontos no cinema. Também temos apostado em trazer muita coisa nova, em smartphones, por exemplo, em tablets. Temos tentado trazer em primeira mão o que há de mais novo em tecnologias. Porque a adesão a elas é crescente. É uma tendência que está aumentando muito. O público das classes C e D, por exemplo, tem começado a entrar nesse mercado de smartphones, a estar ligado às redes sociais. As pessoas estão podendo estar mais conectadas. Isso tem contribuído para aumentar o acesso á internet. As pessoas estão começando a se habituar a estar dentro da rede e estamos sempre procurando contribuir com isso.

E a portabilidade,que acabou virando um canal de saída para o consumidor que está insatisfeito com o serviço, tornou realmente mais difícil a tarefa de segurar os clientes? A portabilidade, na verdade, virou canal de saída, mas também de entrada de clientes. A gente vê a portabilidade como uma oportunidade muito boa. A Claro foi a primeira a levantar a bandeira da portabilidade porque acredita muito na relação de confiança com os consumidores. Então é uma bandeira que vemos com muitos bons olhos. Temos visto relatórios que mostram que temos recebido mais clientes do que doado.

Essa crescente adesão à internet e às redes sociais abre novos mercados para as empresas, mas exige ao mesmo tempo que tenham mais cuidado com a imagem de suas marcas e com o que fazem, considerando que o que chega à rede se espalha muito rápido. Como a companhia enxerga esse movimento e como tem se adaptado a ele? A Claro é hoje, talvez, a operadora que mais tem investido nessa área. Vemos as redes sociais como ferramentas de aproximação com os clientes, mesmo sabendo que isso aumenta o risco. As redes sociais estão com uma força impressionante de mobilização social, mas enxergamos isso como uma questão de proximidade. E a gente incentiva isso e faz parte. Temos, por exemplo, um perfil de Ronaldo (fenômeno) no Twitter. Tentamos trazer as pessoas mais para próximo da empresa. A rede social é uma realidade que veio para ficar e que só tende a crescer. E cada vez mais que se democratiza a internet, essas redes vão ficar maiores e mais poderosas. A Claro vê isso como uma coisa muito positiva.

Qual tem sido a estratégia para conseguir isso? Temos trabalhado muito em cima de reten-

Falando um pouco sobre custos,uma pesquisa da consultoria europeia Bernstein Research

Hoje você sai de casa sem carteira, mas não sai sem celular. Essa relação, acredito, gera no consumidor um nível maior de exigência”

aponta que o Brasil é um dos três países com as mais altas tarifas de telefonia celular do mundo,junto com a África do Sul e a Nigéria. (No Brasil,o minuto custa em média US$ 0,24, valor similar aos US$ 0,23 da Nigéria e os US$ 0,26 da África do Sul.Em países com PIBs próximos ao do Brasil,como a Índia,a tarifa média é de US$ 0,01. Nos Estados Unidos, se aproxima de US$ 0,05). O que explica isso? Qual é o grande vilão das tarifas no país? Na verdade, acho que a gente tem que analisar a carga tributária do segmento. Mas no momento eu não tenho muita propriedade para fazer a análise em relação a outros países. Na área de internet banda larga,também tentando fazer uma comparação,o Brasil ainda está aquém de outros países, em termos de velocidade e de penetração (14% dos domicílios no Nordeste possuem um computador ligado á internet.No RN são 15%,enquanto na Holanda e na Dinamarca o acesso já chega a 31% da população).O que explica essa discrepância? Na verdade, dados dos últimos dois anos mostram um avanço bem expressivo no Brasil. Logicamente comparado com os países mais desenvolvidos ainda estamos muito aquém. Mas o Brasil realmente deu um salto muito grande. Dado isso, os aparelhos que se vende mais no país hoje são smartphones. Então acredito que seja questão apenas de tempo para estarmos no mesmo nível de países desenvolvidos. Como a operadora enxerga o plano nacional de banda larga,que tem o objetivo de popularizar,a baixo custo,a internet mais rápida no Brasil? Não tenho propriedade para comentar. Acho que é uma questão mais central da empresa. Hoje o serviço de banda larga da Claro está em quantas cidades no RN? Nos 66 municípios temos cobertura de transmissão de dados, com o chamado 2G. Agora, com 3G, estamos em Natal, Parnamirim e Macaíba. Há planos de expansão, mas não podemos detalhá-lo agora. Como a operadora enxerga a região Nordeste? O Nordeste é a China do Brasil. O crescimento maior da classe média tem se dado na região. Há diminuição da migração para as capitais e para o Sudeste e os indicadores mostram que o Nordeste é a bola da vez no Brasil. É aqui que tem as maiores oportunidades de investimentos e aonde tem, talvez, a maior demanda reprimida do Brasil. Apesar de o Rio Grande do Norte hoje já estar com mais celulares que habitantes, ainda há regiões no Nordeste em que essa relação é 70 celulares para cada 100 habitantes. A gente vê também oportunidades para banda larga, para onde também vamos direcionar nossos esforços.

Apesar de o Rio Grande do Norte hoje já estar com mais celulares que habitantes, ainda há regiões no Nordeste em que essa relação é 70 celulares para cada 100 habitantes”

O que motiva o crescimento do setor? apenas a ascensão social? Falando de maneira macroeconômica, as pessoas estão com uma renda mensal maior, a formalização dos empregos tem dados mais segurança a elas. Além disso, há facilidades para a compra de aparelhos. Eles estão ficando cada vez mais baratos, mais sofisticados, as pessoas podem comprar parcelado. Tudo isso tem impulsionado o crescimento do mercado. Além disso as pessoas precisam cada vez mais se comunicar. Todo o cenário econômico do Nordeste favorece o crescimento porque as pessoas estão tendo mais acesso a bens de consumo, e não apenas ao celular.


4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

economia

Domingo | 29 de maio de 2011

Na capital do Rio Grande do Norte, a empresa, uma das gigantes no setor de tecnologia, já firmou parceria com uma universidade e está desenvolvendo outros parceiros que serão o braço comercial para a venda de serviços

[ TECNOLOGIA ]

IBM se renova e chega ao RN LUIZ ANTONIO P. FELIPE Enviado à Hortolândia (SP)

ma das maiores empresas de tecnologias do mundo, a norte-americana IBM, está expandindo sua atuação no Brasil e no mundo, para oferecer novos produtos e novos pacotes de serviços. Nos próximos dias, Natal vai receber a visita do executivo Álvaro Andrade, responsável pela área Norte/Nordeste, para instalar aqui, embora virtual, uma unidade de ponta. A empresa escolheu, nesta segunda etapa da sua expansão, mais oito cidades entre as quais, Natal, Aracaju, Campo Grande, Passo Fundo e Goiânia, para oferecer as novas tecnologias, dentro da filosofia de “construir um planeta mais inteligente”. O programa “IBM Smart Professional” envolve a parceria entre empresas e universidades de todo o Brasil, a fim de capacitar e certificar estudantes, professores e profissionais de TI, de acordo com as necessidades do mercado local. Às vésperas de completar 100 anos de atuação no mundo - em 16 de junho - e 94 anos de Brasil, a IBM vem desenvolvendo uma série de serviços, para atender a uma clientela cada vez mais crescente e carente de soluções tecnológicas. Com exceção do computador pessoal que não produz mais, a IBM continua produzindo outras máquinas e equipamentos no Brasil e em outras unidades no mundo, de forma terceirizada. A prestação de serviços, no entanto, é a bola da vez, principalmente, para uma empresa que faz quase de tudo, na vida do cidadão a começar pelo código de barras, uma invenção das suas “cabeças” pensantes. No Brasil o parque tecnológico da IBM está instalado na cidade de Hortolândia, próximo à Campinas, a 110 quilômetros de São Paulo. Os seus executivos são proibidos pela matriz de falar em

U

DIVULGAÇÃO

NÚMERO

99,9

bilhões de dólares.Foi o faturamento alcançado pela companhia em 2010

números locais tipo faturamento, empregos oferecidos, entre outros, sob a justificativa de que se trata de “uma empresa global”. Os números globais dão a dimensão dessa indústria que já foi sinônimo de computador e hoje quer estar na vanguarda da Tecnologia da Informação (TI). A IBM atua em 170 países e emprega um batalhão de 426 mil pessoas, faturando US$ 99,9 bilhões (2010). Ela é líder mundial em registro de patentes com 5.896 em 2010, seguida a coreana Samsung com 4.551 e a Microsoft, com 3.094. Das suas patentes, 20 foram registradas por funcionários da matriz brasileira. Mesmo assim quer mais, agora com a expansão territorial. Segundo seus executivos, no Brasil, 54% do potencial em Tecnologia da Informação estão fora do eixo Rio/São Paulo, daí a busca por esses mercados nas cinco regiões do País. Em Natal já desenvolveu uma parceria com uma universidade e está desenvolvendo com parceiros que serão o braço comercial para a venda desses serviços. Em 2010 capacitou 1.500 parceiros e 18 universidades. Uma dos grandes clientes é o grupo potiguar Guararapes/Lojas Riachuelo. Em todo o mundo estão sendo desenvolvidos esses projetos em 257 cidades, sendo 60 no Brasil para implantação até setembro próximo. Para comemorar os 100 anos, a empresa fará uma ação comunitária, batizada de “Celebration of Service”, reunindo colaboradores e aposentados, no dia 15 de junho próximo, em todo o mundo.

Companhia não produz mais “computador pessoal”e foca na prestação de serviços e no desenvolvimento de soluções tecnológicas

Brasil sediará novo laboratório mundial Na cidade de Hortolândia, onde ajudou a elevar a renda per capita da população, hoje em R$ 21 mil, a unidade da empresa ocupa uma área de um milhão de metros quadrados e, para atender os deslocamentos dos funcionários, mantém 140 linhas de ônibus, além de servir cinco mil refeições/dia e trabalhar 24 horas os sete dias da semana. O Brasil foi o primeiro país a receber uma unidade da IBM, em Benfica, no Rio de Janeiro. Recentemente, foi escolhido também para ser o nono laboratório da empresa no mundo. As soluções tecnológicas oferecidas pela companhia vão desde um simples pacote de informações com manutenção, até soluções para grandes empresas como bancos. Na visita à Hortolândia, a empresa fez uma demonstração de uma tecnologia recente, a telepresença que vai substi-

tuir a viodeconferência. Uma executiva na cidade de Somers, há 15 anos na IBM, norte dos Estados Unidos, participou de uma entrevista como se estivesse no Brasil, na mesma sala com jornalistas, com uma alta qualidade de som e imagem. A IBM também está preocupada e pensando no futuro. Segundo a executiva Kátia Vaskys, da área de Soluções Integradas para Inteligência Analítica, o mega computador Waltson, que recentemente venceu o jogo do milhão nos Estados Unidos é um dos exemplos desse avanço tecnológico. Para atender aos clientes do mundo inteiro, a empresa mantém um centro de suporte tecnológico, onde os funcionários atendem em oito idiomas, alguns inclusive no Mandarim, o principal idioma chinês. Em setembro estará recebendo uma equipe para treinar seus

[ SUSTENTABILIDADE ] Norma lançada no início do ano no Brasil e que serve como guia para as empresas que querem se declarar socialmente responsáveis, será apresentada no RN

ISO 26000 será detalhado consciência de que o planeta possui recursos finitos e que, para deixarmos um mundo melhor para as gerações futuras, precisamos adotar atitudes sustentáveis, fazem da responsabilidade social a palavra de ordem para pessoas e empresas em todo o mundo. Mas quem pode ser considerado socialmente responsável? Lançada em dezembro de 2010 na Suíça e em janeiro deste ano no Brasil, a ISO 26000 surge como a primeira norma internacional de Responsabilidade Social Empresarial (RSE). O Brasil sai na frente na participação nesse processo de transformação: o engenheiro brasileiro Jorge Cajazeira coordenou o grupo composto por diversos setores da sociedade em todo o mundo e que iniciou o desenvolvimento da ISO em 2005. Cajazeira estará em Natal amanhã para participar do 3º Fórum de Sustentabilidade de Responsabilidade Corporativa, que

A

FÓRUM O 3º Fórum de Sustentabilidade e Responsabilidade Corporativa será realizado nos dias 30 e 31 de maio.O evento vai acontecer no auditório da Fiern,das 15h às 20h,e terá a participação de diversos palestrantes:além de Jorge Cajazeira,estão confirmados nomes como Sérgio Cavalieri, presidente do Conselho de Administração da ALE Combustíveis S.A;e Michael Haradom,diretor presidente licenciado da Fersol (empresa de produtos agrícolas referência em negócio sustentável).As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do site www.forumnatal.com.br

será realizado no auditório da Fiern. Na oportunidade, ele – que também é gerente corporativo de competitividade da empresa Suzano Papel e Celulose – fará a apresentação da ISO 26000 aos empresários presentes. O encontro é realizado desde 2008 para discutir com a sociedade as melhores práticas corporativas que servissem de exemplos de responsabilidade social e sustentabilidade. Sobre a nova ISO, Jorge Cajazeira explica que não se trata de

uma certificação, mas de um guia para as empresas que desejam adotar as práticas e se declararem como socialmente responsáveis. Para isso, não há um grande segredo: “Para começar a falar do assunto, a empresa tem que, primeiramente, seguir a lei do lugar onde atua, ou seja, estar dentro da legalidade. Não adianta uma empresa dizer que faz doações, faz caridade e não segue, por exemplo, as leis que garantem acessibilidade aos portadores de deficiência”.

Embora seja uma norma recente, Jorge Cajazeira mostra que várias empresas no Brasil estão prestes a se declararem como seguidoras da ISO 26000, como a própria Suzano, a Petrobras e a Serasa. Para isso, além de seguirem as regras de RSE, elas podem fazer uma declaração em suas páginas na internet ou mesmo no balanço anual. A fiscalização de quem cumpre ou não a ISO é feita pela própria população, órgãos públicos e por movimentos da sociedade civil organizada. “O Brasil está bem avançado na questão da responsabilidade social. Temos por exemplo, um padrão de legislação mais rigorosa para tratar de aspectos ligados a isso. Estamos mais adiantados do que nossos principais concorrentes como a China e a Índia, porque temos uma percepção mais forte de que seguir essas normas será importante agora e no futuro”, explica Jorge Cajazeira.

funcionários da área de negócios e, em novembro promoverá no Rio de Janeiro o Smart Cities, um fórum já realizado em Nova Iorque e na China, com o objetivo de discutir com governo, instituições, clientes e futuros lideres, como a cidade poderia funcionar de uma forma mais inteligente. Também no Rio de Janeiro, em parceria com a prefeitura e, depois das fortes chuvas com queda de barreiras e muito sofrimento para a população, a IBM instalou o Centro de Operações Rio, para gerenciar os diversos problemas enfrentados no cotidiano pela população e o programa Previsão de Meteorologia de Alta Resolução (PMAR), que faz uma previsão segura das chuvas com 24 horas de antecedência. O uso mais amplo da chama inteligência analítica, de acordo com pesquisa de mercado, esbarra em alguns fatores como a fal-

ta de entendimento sobre como usar a a ferramenta, falta de tempo dos gestores, falta de conhecimento dos usuários e dificuldades em obter dados. Aliás, para os executivos da IBM, a vida dos cidadãos no planeta, com o advento do computador e suas novas descobertas não é nada mais do que dados. A empresa também oferece em Hortolândia um dos maiores e mais eficiente processo de remanufatura e recondicionamento de equipamentos no mundo, o chamado lixo eletrônico. O GARS é a Unidade de Negócio responsável pela aquisição, gerenciamento, reaproveitamento e relocação no mercado de equipamentos e componentes de Tecnologia da Informação. *O jornalista viajou a convite da IBM.

RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL A norma internacional ISO 26000 tem a proposta de servir como norte para as corporações e não como uma certificadora.Veja os seus sete princípios: RESPONSABILIDADE assumir voluntariamente o dever de responder por todas as consequências de suas ações; TRANSPARÊNCIA oferecer às partes interessadas todas as informações sobre fatos que possam afetá-las,de forma acessível, compreensível e em prazos adequados; COMPORTAMENTO ÉTICO agir de modo aceito pela sociedade como correto,e não fazer a outros o que não aceitaria se fosse imposto por outros a você; CONSIDERAÇÃO PELAS PARTES INTERESSADAS ouvir e considerar as manifestações das pessoas ou entidades que tenham um interesse identificável nas atividades da organização;

LEGALIDADE como ponto de partida mínimo para ser socialmente responsável,cumprir integralmente as leis do país onde se está operando; NORMAS INTERNACIONAIS adotar prescrições de tratados e outros acordos internacionais favoráveis à responsabilidade social, mesmo que ainda não obrigada por lei; DIREITOS HUMANOS reconhecer a importância a universalidade dos Direitos Humanos,cuidando para que as atividades da organização não os agridam direta ou indiretamente.

Fonte:www.ecodesenvolvimento.org.br/iso26000


Domingo | 29 de maio de 2011

economia

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 5


economia

6 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 29 de maio de 2011

[ PECUÁRIA ] Rebanhos localizados na Bahia, em Tocantins e Rondônia

[ PESQUISA ]

conquistam reconhecimento internacional com vacinação

Cana de açúcar agora tolerante à seca no país

Abrindo a porteira

JÚNIOR SANTOS

laf@digizap.com.br

Expofruit e Fenacam 2011

N

No Rio Grande do Norte,onde há cerca de 900 mil cabeças de gado,reclassificação também é esperada

MAIS RENDA As estimativas de preço e de produção divulgadas em abril apontam para o crescimento de 7,4% do Valor Bruto da Produção (VBP) do setor agropecuário, em 2011, para R$ 274,1 bilhões, superando o resultado de 2010, quando o VBP somou R$ 255,3 bilhões. Os números constam da análise divulgada pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), que atribui a melhora no desempenho da agropecuária a fatores como o aumento da área plantada e da produtividade das lavouras, em função das condições climáticas favoráveis.

Exposição Termina hoje em Caicó, a Exposição Agropecuária do Seridó. O leilão de animais foi realizado na tarde de sábado, com animais de diversas raças e de vários criadores convidados. A Emparn colocou 17 animais para os com-

pradores e vai divulgar o resultado financeiro amanhã. As próximas exposições do circuíto estadual serão realizadas em Currais Novos, em Julho e a Festa do Bode, em Mossoró, também no mês de julho.

Vacinação Termina na próxima terçafeira (31), o prazo para os pecuaristas do Rio Grande do Norte vacinarem os seus rebanhos de bovinos e bubalinos. A meta é alcançar 90% de todo o rebanho e garantir o reconhecimento no futuro de zona livre da aftosa

com vacinação. Está no ar a campanha do Ministério da Agricultura contra a febre aftosa. Com o slogan “Crie seu rebanho para o mundo”, dois filmes de 30” reforçam a importância da vacinação para manter o gado livre da doença.

Plano Agrícola 2011 O Plano Agrícola e Pecuário 2011/2012 trará novas normas que passarão a vigorar no dia 1° de julho de 2011, explica o coordenador-geral para Pecuária e Culturas Permanentes do Ministério da Agricultura, João Antônio Fagundes Salomão. A próxima safra terá R$ 107 bilhões, para financiar

os produtores rurais, um incremento de 7% nos recursos a serem oferecidos aos produtores no Plano Agrícola e Pecuário 2011/2012. Para a próxima safra, o Brasil vai colher mais de 160 milhões de toneladas de grãos. A agricultura empresarial e familiar terá à disposição R$ 123 bilhões.

ATRASO Os produtores de leite do Estado, que fornecem para o programa do governo, ainda estão esperando pela proposta de pagamento dos R$ 8 milhões deixados pelo governo anterior. O problema só não se agravou por conta das boas chuvas que fortaleceu o pasto e amenizou as despesas com ração.

1

A cooperativa neozelandesa Fonterra, maior exportadora de lácteos do mundo, planeja investir na produção de leite no Brasil. A empresa assinou um acordo para a compra de uma fazenda na região de Cristalina (GO). O objetivo é desenvolver fazendas leiteiras-piloto no país. Com 10.500 produtores cooperados e receita de US$ 13,3 bilhões em 2010, a Fonterra é a maior processadora de leite do mundo, com mais de 2 milhões de toneladas de produtos lácteos por ano.

2

O Sebrae em São Paulo lançou durante a 18ª Agrishow 2011, o novo Programa de Agronegócios, o AgroSebrae. O objetivo é melhorar a competitividade dos pequenos produtores rurais nas principais cadeias produtivas do agronegócio paulista, capacitando-os com orientação de gestão empresarial, qualidade total, boas práticas agrícolas, acesso a mercados, entre outros. Uma ideia a ser adotada no RN.

3

O governo está buscando novos mercados para a carne brasileira. O diretor do Ministério da Agricultura, Otávio Cançado, viajou para Indonésia, Malásia e Japão para avançar nas negociações que permitirão início das exportações de carne suína, bovina e de aves aos três países. Os governos precisam reconhecer o princípio da regionalização para controle da febre aftosa.

INDÚSTRIA O laticínio Italac, o quinto maior na captação de leite no país, estuda a construção de uma nova unidade para ampliar a produção de sua linha de lácteos. O projeto, ainda em fase preliminar, prevê aportes entre R$ 50 milhões e R$ 60 milhões na nova planta. O faturamento alcançou R$ 1,2 bilhão ano passado, 23% acima de 2009. O local da construção da indústria não foi definido.

MAMONA

A Terasol Energy, LLC anunciou que firmou acordo com Kaiima Bio Agritech, empresa líder de sementes baseada em Israel, para comercializar variedades de mamona de propriedade da Kaiima no Brasil. O acordo concede à Terasol direitos de exclusividade para comercializar variedades de mamona de propriedade da Kaiima no Mato Grosso. A Kaiima utiliza sua tecnologia patenteada para produzir as sementes de mamona mais avançadas em produtividade.

rasília - A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) desenvolveu as primeiras plantas transgênicas de cana-de-açúcar tolerantes à seca. A descoberta é importante para o setor, já que as perdas nos canaviais podem variar entre 10% e 50% em decorrência da seca, dependendo da região e da época de plantio. Atualmente, não existe variedade de cana-de-açúcar transgênica comercial. A planta desenvolvida pela Embrapa tem grande potencial para aumentar produção física de cana e de seus derivados, como o etanol. As plantas foram selecionadas em laboratório e nos próximos três meses estarão em estágio de multiplicação in vitro para serem avaliadas em casa de vegetação (estufas usadas na produção de plantas para fins comerciais ou de pesquisa). Até maio de 2012, serão avaliadas quanto às características de tolerância à seca. Após estes processos, as plantas que apresentarem melhor desempenho terão potencial de avaliação a campo, mediante aprovação junto ao Comitê Técnico Nacional de Biossegurança (CTNBio). As pesquisas com transgenia em cana-de-açúcar vêm sendo desenvolvidas, desde 2008, sob a coordenação do pesquisador Hugo Bruno Correa Molinari, da Embrapa Agroenergia. O trabalho conta com o apoio de laboratórios da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia , que possuem características exigidas pelas normas da CTNBio para estudos com organismos geneticamente modificados. A pesquisa também tem o apoio da Japan Internacional Research Center for Agricultural Sciences, empresa de pesquisa vinculada ao governo japonês.O objetivo é desenvolver cultivares comerciais com maior tolerância à seca, o que poderá potencializar o setor sucroalcooleiro nas áreas tradicionais e de expansão da cultura. De forma geral, as áreas de expansão têm como características solos com baixa fertilidade, altas temperaturas e baixa precipitação pluviométrica.

B

a primeira semana de junho, o Rio Grande do Norte será sede de dois eventos mundiais do agronegócios, a Expofruit e a Fenacam. Na Expofruit, os mini-cursos acontecem nos dias 6 e 7 de junho nas salas da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), em Mossoró/RN. Na programação, nos dias 09 e 10 de junho terá palestras sobre ‘Sustentabilidade’, ‘Gestão Empresarial’, ‘Impactos e Riscos do Uso de Agrotóxicos’ e ‘Estratégias de Comercialização’. Já na VIII Fenacam, paralela com a WAS, de 6 a 10 de junho, no Centro de Convenções de Natal, a programação dos eventos prevê simpósios e minicursos ministrados por autoridades nacionais e internacionais do setor, como o norte-americano que concede a entrevista a seguir.

OIE declara zonas de proteção livres de febre aftosa rasília - A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE, sigla em inglês) reconheceu, na última quinta-feira, 26 de maio, o status de livres de aftosa com vacinação das zonas de proteção da Bahia, do Tocantins e de Rondônia. O anúncio foi feito durante a 79ª Assembléia Geral de Delegados da OIE, que terminou sexta-feira em Paris. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento foi representado no encontro pelo diretor do Departamento de Saúde Animal (DSA), Guilherme Henrique Marques.O Rio Grande do Norte espera também ser declarado área de livre de aftosa com vacinação, até 2012. Hoje, o estado é classificado como área de médio risco. Segundo o coordenador-geral de combate às doenças do Ministério da Agricultura, Orasil Romeu Bandini, as áreas já eram consideradas de proteção livres da doença com aplicação de vacina pelo Ministério desde a publicação da Instrução Normativa nº 45, de 28 de dezembro de 2010, mas ainda não tinham o aval internacional. Com a resolução da OIE, as três

B

unidades passam a ter o mesmo status sanitário em todo o território, sem restrições quanto ao comércio e trânsito de animais. “Antes, era preciso fazer quarentena e sorologia dos animais. Isso encarecia o processo e desestimulava a pecuária nessas regiões. A partir da declaração do governo brasileiro no final do ano passado, o valor do bezerro quase dobrou em alguns desses estados”, revela. As áreas foram estabelecidas para isolar parte da Bahia, do Tocantins e de Rondônia – consideradas livres da doença com vacinação pela OIE – de áreas fronteiriças com estados que têm status sanitário inferior, como Pernambuco, Piauí, Maranhão e Amazonas. Na Bahia, a zona abrange oito municípios – Casa Nova, Remanso, Campo Alegre de Lourdes, Pilão Arcado, Buritirama, Mansidão, Santa Rita de Cássia e Formosa do Rio Preto –, com cerca de 10 mil criadores e um rebanho de aproximadamente 255 mil cabeças. No Tocantins, os municípios que compõem a área são: Barra do Ouro, Campos Lindos, Goiatins, Lizarda, Mateiros, Recursolândia e São Fe-

lix do Tocantins, onde o rebanho está estimado em 133,6 mil cabeças. Em Rondônia, a zona inclui o norte de Porto Velho e parte dos municípios de Canutama e Lábrea (localizados no Amazonas). CLASSIFICAÇÃO Hoje, 15 unidades da federação são reconhecidas pela OIE como livres de febre aftosa com vacinação: Acre, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo, Sergipe, Tocantins e Distrito Federal. Além disso, detêm esse status a região CentroSul do Pará e os municípios de Guajará e Boca do Acre, no Amazonas. O estado de Santa Catarina é considerado pela OIE como livre da doença sem vacinação. O Ministério da Agricultura reconhece como risco médio de febre aftosa os seguintes estados: Alagoas, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí e a região Centro-Norte do Pará. Em alto risco encontram-se Roraima, Amapá e as demais áreas do Estado do Amazonas.


economia

Domingo | 29 de maio de 2011

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Fonte: IPEA/ Sinduscon RN/Sindicato Intermunicipal dos trabalhadores do ramo da construção civil

CAÇA AOS QUALIFICADOS E NÚMEROS - RN

41.090 é a estimativa total de oferta de mão de obra em 2011 para o setor de construção civil

-119

é o deficit de mão de obra qualificada que o setor terá esse ano

5.196

estimativa de mão de obra desempregada,mas com qualificação e experiência profissional,em 2011

7

34.178 profissionais empregados com carteira de trabalho assinada em 2011

454

é a estimativa de abertura de novos postos de trabalho com carteira assinada para esse ano no setor

R$ 702

R$ 1.400

é o valor do piso salarial de pedreiro no Rio Grande do Norte

é a média de remuneração para pedreiros paga pelas empresas (por produção)

DEFICIT E SOBRA DE PESSOAL - NE

CONSTRUÇÃO CIVIL AQUECE E QUER MAIS PROFISSIONALIZAÇÃO

PI + 931

MA + 5.563

RN - 119

CE + 985

PB - 332 PE - 14.258 AL - 2-211 SE - 484 BA + 26.683

FOI-SE O TEMPO EM QUE PEDREIROS E OUTROS TRABALHADORES DO RAMO ERAM FORMADOS APENAS NO CANTEIRO DE OBRA JUNIOR SANTOS

SARA VASCONCELOS Repórter

BATE-PAPO Aldemir Freire »economista do IBGE

S

e os inúmeros canteiros de obras espalhados pela cidade, seja para a construção de prédios residenciais ou para obras de infraestrutura, dão mostras de que o mercado da construção civil se mantém aquecido, é por trás, ou melhor, em meio a eles que se vê a transformação pela qual o setor passa nos últimos anos. Diferente do que ocorria há algumas décadas, quando o pedreiro era “formado” em meio ao trabalho braçal puxado, a urgência das obras somada ao avanço e emprego de novas tecnologias em maquinário e métodos - que mudaram o ambiente e a rotina dos canteiros - demanda também uma maior qualificação dos profissionais do setor. A falta de planejamento para atender este crescimento, entretanto, abriu vaga para a escassez de mão de obra qualificada enfrentada pela construção civil e força empresas e profissionais a correrem para se adaptar a nova realidade. Para esse ano, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) estima em 40.971 a oferta de mão de obra qualificada e com experiência profissional no setor, somente no Rio Grande do Norte. As análises do Instituto apontam ainda para um déficit de 119 vagas. Mas o número pode ser bem maior, se levarmos em consideração a previsão de empresas e centros de formação, de qualificar cerca de 12 mil profissionais para os próximos três anos. O número, observa o presidente do Sindicato da Construção Civil, Sílvio Bezerra, deve suprir as necessidades de mercado do setor imo-

“A tentativa agora é acompanhar o ritmo do boom”

Juarez Siqueira, cortador de paralelepípedos, de 50 anos, pretende melhorar em 100% o rendimento mensal, com o curso de pedreiro

biliário e ainda as perspectivas de obras para a realização da Copa do Mundo de 2014, de mobilidade, do aeroporto e dos parques eólicos. O cenário promissor motivou o cortador de paralelepípedos Juarez Siqueira de Moura, 50 anos, a mudar de profissão. Há um mês e meio, ele iniciou um curso de pedreiro e pretende melhorar em 100% o rendimento mensal de R$ 800,00 pelo trabalho na pedreira. Isto porque, embora o piso salarial da construção civil (com reajuste de 15% esse ano) seja de R$ 702,00, a produtividade eleva o rendimento entre R$ 1,2 mil a R$ 2 mil. “Já trabalhei em vários setores, mas vejo que este tem uma chance maior de melhorar de vida”, diz o morador de Macaíba. Apesar de trabalhar há sete anos

no setor, Lenildo Oliveira, de 23 anos, é prova de que só experiência - como auxiliar de serragem, carpintaria, revestimento e outras atribuições - não é garantia de estar empregado. “As empresas dão preferência por quem tem capacitação. Não consigo trabalho porque não tenho um curso”, conta o aluno do curso de pedreiro. Atenta ao mercado, Fabrízia Naiara dos Santos, 18 anos, optou pelo ensino técnico e entrar no mercado, com a conclusão do curso de aprendiz de construção civil, antes de tentar vestibular para engenharia civil. “Sou filha de pedreiro e, além do orgulho que sinto pelo trabalho dele, vejo um crescimento contínuo, não falta emprego”, diz. Antes mesmo de terminar o curso, a estudan-

te foi contratada como assistente de mestre de obras. O curso dá noções de instalações elétricas, hidráulicas, desenho técnico e medições. Mas engana-se quem acha que a qualificação visa somente a inserção no mercado de trabalho. Para Magnólia Barros, 41 anos, o conhecimento é válido também para quem não pretende colocar a mão na massa. Proprietária de pequenos imóveis, ela pretende ao final do curso de pedreiro conhecer o ‘fazer moradias’ para administrar melhor as construções e reparos e evitar futuros prejuízos. “Sem ter conhecimento, a gente acaba confiando no pedreiro. E depois de muitas, hoje percebo como tem gente sem capacitação atuando na área e fazendo vítimas como eu”, observa.

As empresas preferem quem tem capacitação. Não consigo trabalho porque não tenho curso” LENILDO OLIVEIRA “Aprendiz”de pedreiro

EMANUEL AMARAL

Efeitos da carência de pessoal estão minimizados agora A alta de juros para conter a inflação fez o setor da construção civil perder ritmo em relação ao crescimento visto nos dois últimos anos. O “pé no freio” acionado pelo governo federal, segundo o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon), Sílvio Bezerra, deve evitar também que a escassez de mão de obra qualificada no Estado, no entanto, traga prejuízos ao setor com a possível paralisação de obras. “Se ligou a luz amarela, não a vermelha. Não há empreendimentos ameaçados. É um momento de reflexão e de planejamento”, disse. Hoje, no Rio Grande do Norte, existem 34.178 profissionais empregados com carteiras assinadas no segmento. Outros fatores como o processo inverso de migração de profissionais - que nas décadas de 1970 e 1980 partiram para estados do Sul e Sudeste, para trabalhar na construção civil – que retornam atraídos pelas boas ofertas de sa-

lário; e até mesmo o atraso nas obras para a realização da Copa de 2014, avalia Sílvio Bezerra “contribuem para a minimização dos efeitos dessa carência”. Exceto, pelo consequente e inevitável aumento nos custos repassados ao consumidor. Apesar de admitir que há necessidade de mais profissionais com capacitação, o presidente do Sinduscon não soube precisar o déficit de mão de obra no setor e garantiu que medidas, como a parceria com o Serviço Nacional da Indústria (Senai), irá aumentar a oferta de cursos nas várias áreas da construção civil. O diretor regional do Senai, Rodrigo Melo, avalia que a procura por profissionais capacitadas é igualitária. “Não existe busca maior por um pedreiro, ou instalador elétrico, ou operador de máquinas. Nenhuma atividade do setor tem profissional em estoque”, disse. Devido à dinâmica de trabalho e demanda de empreendi-

Nenhuma atividade do setor de construção civil tem profissional em estoque”

Fabrízia Santos: ensino técnico na área, de olho em oportunidades

mentos, ressalta o diretor, não há mais condições das empresas como capacitar esses ´profissionais durante a execução dos trabalho. Para resolver a equação entre a falta de profissionais no setor e o alto índice de desemprego no Estado, avalia Rodrigo Melo, o caminho é qualificação. “É o momento de buscar os cursos e se qualificar por que haverá um crescimento de oferta de trabalho, com ganho real para o trabalhador nos próximos três anos”, afirma.

BARREIRAS A baixa de mão de obra ainda deve permanecer por algum tempo. Isto porque, segundo Assis Pacheco, presidente do Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores do Ramo da Construção Civil, os centros de formação ainda são insuficientes no Estado ou ainda caros para quem está buscando emprego. “É necessário que se trate a profissionalização do setor com a criação de políticas públicas”. O banco de da-

RODRIGO MELO Diretor do Senai

dos do Sindicato para oferta de pessoal às empresas vive zerado, apesar da alta procura. A baixa oferta é também sinônimo de melhoria para o trabalhador, que é disputado entre as empresas. O mestre de obras Armando Crispim, 65 anos, há 42 atuando, recebeu nos últimos quatro meses três convites para sair da construtora em que trabalhava. “A gente avalia as propostas e vê a melhor. Hoje só fica desempregado quem quer”, garante.

A escassez de mão de obra qualificada na construção civil do Estado pode comprometer o crescimento no setor? Não há, no Rio Grande do Norte, o risco de apagão do setor por assim dizer, como se observa em outros estados. Mas faltam profissionais. Basta se procurar um pedreiro, um mestre de obras para fazer um reparo em casa, para sentir essa dificuldade. Estão todos ocupados. Há uma necessidade de profissionais capacitados, sobretudo em algumas ocupações que exigem um pouco mais de habilidades e formação específica. E quem tem está sendo disputado por alto preço pelas empresas. Isso se reflete em melhoria de vida desse trabalhador, em questão de renda ou mesmo em nível de escolaridade? Esse é um lado positivo. A valorização dos bons profissionais, por esta disputa. Há um ganho real nos rendimentos, com aumento da remuneração, que se refletem na qualidade de vida desses trabalhadores. Ninguém trabalha pelo piso salarial. Hoje se tem um poder aquisitivo maior. Alguns com motos e carros. Por outro lado, esse aumento nos custos é repassado ao consumidor, que acaba pagando mais pela obra. Quanto a escolaridade também muda, uma vez que se exige um mínimo de compreensão para que se possa compreender esse universo e fazer os cursos necessários para atuação. Essa escassez poderia ser evitada? Faltou planejamento por parte dos governos ou dos centros de ensino para formação de pessoal? Não acredito que foi por falta de planejamento. Não era possível prever este ‘boom’ que a construção civil experimentou nos últimos anos. O que está se fazendo é tentar acompanhar agora, promovendo qualificação. Mesmo porque se se confirmar a Copa em Natal e outros grandes investimentos no setor, como também o mercado imobiliário se mantiver aquecido, isso demandará ainda mais mão de obra. A tendencia nesse caso deverá ser importar pessoal de outros estados pessoal.


8 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

economia

Domingo | 29 de maio de 2011


natal

EDUCAÇÃO

Betânia Ramalho fala sobre falta de professores e currículo único. PÁGINA 2

TEMPO HOJE

TÁBUA DE MARÉS

FEIRAS LIVRES

Parcialmente nublado com possibilidade de pancadas dechuvas Max.: 30º CO Min.: 23ºCO

Preamar 02h02 -2.1- 14h23 -2.1 Baixa-mar 08h02 -0.6- 20h13 -0.6

Nova Natal: hoje 550 bancas/283 feirantes Lagoa Seca 226 bancas/122 feirantes

BALNEABILIDADE Impróprias

FASES DA LUA

Rio Pium (Ponte Nova) Redinha (Rio Potengi)

Q.Minguante: Hoje Lua Nova: 01/06 Nascer do sol: 5h23 Pôr do sol: 17h12

Editora: Luciana Campos e-mail: lucianacampos@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 29 de maio de 2011

[ PAC ] Nem um quinto dos mais de 300 projetos relativos ao Rio Grande do Norte na primeira etapa do Plano de Aceleração do

Crescimento chegou a ser concluído. 45% deles sequer entraram em fase de execução. Apesar disso, gestores elogiam modelo

Só 11% das obras estão concluídas WAGNER LOPES Repórter

uando lançada em março do ano passado, a segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) do governo federal previa R$ 958 bilhões em investimentos até 2014 e foi anunciada como “herdeira do legado do PAC 1”. No entanto, um simples inventário da herança deixada pela primeira fase do programa demonstra que a realidade dos números ainda está muito longe das previsões. De acordo com o último balanço do PAC 1, de dezembro de 2010, somente 11% dos mais de 300 projetos relativos ao Rio Grande do Norte foram concluídos, enquanto 45% sequer entraram em fase de execução. Dos R$ 28 bilhões previstos para serem investidos no território potiguar na primeira fase do programa, os 33 projetos já executados representam 20%. Apesar dos números negativos, gestores afirmam que o PAC tem conseguido melhorar o modelo de investimento, descentralizando os recursos e tornando as análises mais técnicas. “É um programa a se elogiar e que tem conseguido o objetivo de diminuir a burocracia. É claro que ainda há demora na documentação, na elaboração dos projetos, as desapropriações, licenças ambientais, mas o PAC alertou aos gestores como deveriam atuar em termos de projetos de grande porte e da execução das obras”, resume a secretária estadual de Infraestrutura, Kátia Pinto. Ela enaltece também a atuação da Caixa Econômica na análise dos projetos e lembra que o banco não cria regras, segue as determinadas pela União. “Para fazer um projeto executivo com tudo certo pode levar até um ano e meio, mas é melhor perder tempo nesse planejamento, porque quando você licita não fica nenhuma pendência”, analisa, ressaltando que obras viárias, com desapropriações e necessidade de desalojar moradores são geralmente as mais complicadas. Sob responsabilidade direta ou

Q

indireta da Secretaria de Infraestrutura (SIN), estão projetos como o do Complexo Viário da Abolição, em Mossoró. “Começou em agosto de 2009, com a ordem de serviço. Quando cheguei ao governo, estava paralisado e de 2009 a 2011 não tinham chegado recursos federais. Havia sido pago R$ 1,8 milhão pelo estado e a empresa havia paralisado por falta de recursos. Assim que chegamos vieram os recursos. Efetuamos pagamento do que estava em atraso, R$ 7 milhões, e já recebemos uma nova parcela, de R$ 5,2 milhões”, explica. A conclusão deve ocorrer em “meados de 2012” e a obra completa prevê R$ 21,7 milhões em investimentos. Outra é a do conjunto Mor Gouveia, na Cidade da Esperança, com mais de 300 unidades habitacionais. “Quando assumimos, a obra estava paralisada por decisão do Tribunal de Contas da União. Chamamos a empresa, informamos as exigências do TCU e ela acatou. Foi feita uma readequação de planilha e retomada para ser concluída em fevereiro.” Um terceiro investimento, a construção de 10 casas em uma comunidade de Parnamirim, está em fase final de licitação e deve se iniciar em menos de um mês. A secretária prefere “não falar do passado”, mas admite que falha na elaboração dos projetos é um dos erros que mais prejudicam o andamento das obras do PAC. Por outro lado, Kátia Pinto não lamenta o aumento das exigências. “Há cinco ou dez anos, a documentação podia ser menor, mas agora a legalidade é maior.” Mesmo atuando em gestões de um partido de oposição ao governo federal, ela aponta que os critérios políticos perderam força com o PAC. “Antes se dependia muito das emendas dos parlamentares. Hoje há uma banca de técnicos onde você faz a defesa de seu projeto. Se contemplar todas as exigências técnicas, é aceito”, resume a ex-secretária Municipal de Mossoró, que assim como o governo do estado, é administrado pelo DEM. ALEX REGIS

A duplicação da BR-101 é uma das obras iniciada e não concluída


2 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

natal

Domingo | 29 de maio de 2011

Segundo os especialistas envolvidos na questão, a alta complexidade de boa parte das obras listadas para o Rio Grande do Norte, as constantes adequações e o excesso de burocracia deixam a execução dos trabalhos lenta [ CONT. PÁG 1/PAC ]

Burocracia gera atrasos em obras mbora lançado em 2007, boa parte dos projetos contemplados pelo PAC 1 só foram incluídos nos anos seguintes. Para o diretor técnico da Caern, Ricardo Varela, esse é um dos motivos que levaram ao baixo índice de conclusão de obras na área de saneamento, no último balanço do programa. “Alguns dos nossos projetos só foram incluídos em 2009 e ainda estão se iniciando, ou nem começaram”, ressalta. Somado a isso, ele aponta o fato de se tratarem de obras muito complexas, de grande porte e que exigem adequações constantes e uma extensa burocracia, em termos de documentação. “O programa é bom e tem destinado muitos recursos para saneamento. O que ainda dificulta é a documentação. Há, por exemplo, terrenos que estão com a Caern há décadas e se exige a comprovação da titularidade”, ressalta. Na área de saneamento, somando os recursos do PAC 1 com os investimentos do chamado “pré PAC” (programas financiados desde 2003 e incluídos no balanço do PAC pelo governo federal), foram previstos R$ 448 milhões em investimentos através da Caern, dos quais R$ 54 milhões de contrapartida do estado. Até hoje, no entanto, foram liberados apenas 32,3% dos recursos totais, restando ainda R$ 303 milhões. Exclusivamente do PAC 1, a liberação foi de 11,4% dos R$ 136 milhões previstos. “O PAC 1, especificamente, incluiu R$ 800 mil em projetos; uma obra em Assu, que ainda não começou; obras em Macaíba, uma de abastecimento d'água e outra de esgotamento, com a de água já concluída em 65%. E ou-

ALEX RÉGIS

E

A pista principal do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante foi inclusa no PAC 1 ao custo de R$ 84 milhões,mas também não está pronta

tra obra em Mossoró, iniciada somente agora em outubro e com 11% pronta”, relata Ricardo Varela. Todas devem estar prontas até o final de 2012. As obras, somadas às do “pré PAC”, beneficiarão mais de 2 milhões de norte-riograndenses. Uma dificuldade enfrentada é a necessidade de adequação dos projetos. Dentro dos incluídos no balanço do PAC pelo governo federal, estão obras do programa Saneamento para Todos (R$ 300 milhões no total), do qual foram liberados aproximadamente 41,4%, contemplando diversas cidades do

Outubro é a nova previsão de conclusão da obra da BR-101 Após quase seis anos de obras, a duplicação da BR-101 no trecho entre Natal e a divisa com a Paraíba, uma das maiores intervenções do PAC no estado, tem prazo previsto para estar concluída em outubro, de acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit). Até se confirmar, no entanto, o prazo é apenas mais um dado pelo órgão, que em 2005, quando da assinatura da primeira ordem de serviço, previa a conclusão dos trabalhos ainda em 2008. A duplicação está dividida em dois lotes. O primeiro possui 46,2 km e diz respeito ao trecho que vai de Natal à entrada para Arês. Sob a responsabilidade do Exército, a ordem de serviço nessa área foi assinada em novembro de 2005 e atualmente está 66% concluída, incluindo toda pista de concreto, cinco passarelas, um viaduto e três pontes, além da restauração de parte da estrutura já existente. Ainda falta, por exemplo, a construção das marginais nas áreas urbanas entre Natal e Parnamirim e a restauração de 6,4 km. A previsão de término do trecho é em agosto próximo e . O valor inicial seria de R$ 108,7 milhões. No entanto as adequações realizadas ao longo do Lote 1 elevaram o preço para R$ 146,8 milhões, de acordo com o Dnit. O balanço do PAC, contudo, destaca que os investimentos nessa obra são de R$ 161,2 milhões. Outros R$ 37,6 milhões seriam investidos em obras remanescentes, tanto no primeiro, quanto no segundo lote. O Dnit aponta que estão sendo gastos R$ 214,5 milhões no Lote 2, que possui 35,2 km de extensão e vai do acesso a Arês até a divisa com a Paraíba, sob responsabilidade de um consórcio formado por três construtoras: Constran/Galvão/Construcap. Os últimos números indicam 88% da obra concluída, incluindo 33,1 km de pista de concreto, quatro pares de viadutos, sete pontes, três passagens inferio-

estado. Grande parte dos investimentos, contudo, tiveram de ser adiados devido à polêmica a respeito da antiga proposta do emissário submarino, que seria o destino final dos esgotos da zona sul de Natal. O assessor de Emprendimentos da Presidência da Caern, Marcos Rocha, e a assessora de Gestão Empresarial, Anne Carvalho, apontam que os valores referentes direta e indiretamente ao emissário representam grande parte desses investimentos. “Só de recursos ligados ao emissário são uns R$ 160 milhões”, cita Marcos Rocha. A

proposta mais recente da companhia substituiu o emissário por uma estação de tratamento nos Guarapes, cujo projeto está sendo concluído. Já dentro do PAC 2, estão incluídas seis novas propostas da Caern, totalizando R$ 125 milhões. Duas são de esgotamento em Natal, uma na zona norte (R$ 84,3 milhões) e outra na sul (R$ 5,7 milhões). “As demais cidades do PAC 2 são Caicó (R$ 24 milhões), Mossoró (R$ 2,9 milhões), Parnamirim (R$ 2,2 milhões) e Macaíba (R$ 5,6 milhões)”, acrescenta o diretor técnico.

Alguns dos nossos projetos só foram incluídos em 2009 e ainda estão iniciando ou nem começaram. O programa é bom, o que dificulta é a documentação.” RICARDO VARELA diretor técnico da Caern

EMANUEL AMARAL

NÚMERO

66% da obra de duplicação da BR-101 está concluída

161

milhões de reais foram investidos no Lote 1 da obra, segundo relatório do PAC

214

milhões de reais é a previsão de gastos para a conclusão do segundo trecho da obra

Kátia Pinto diz que apesar da demora na execução, PAC inaugurou modelo com menos burocracia ADRIANO ABREU

res e duas passarelas. A previsão de término é outubro deste ano e quando da assinatura da ordem de serviço, em outubro de 2006, a estimativa era de seriam gastos apenas R$ 172,3 milhões no Lote 2. IRREGULARIDADES A obra do Lote 2 de duplicação da BR-101 é alvo de suspeitas de irregularidades, por parte da Controladoria Geral da União e Ministério Público Federal. Em novembro de 2010, o então superintendente do Dnit no Rio Grande do Norte, Fernando Rocha; o diretor Gledson Maia e outros integrantes do departamento foram presos na operação Via Ápia, junto com empresários da área de construção civil. O grupo foi acusado de participar de um esquema que teria desviado pelo menos R$ 2 milhões em recursos federais, através de superfaturamento, fraudes na execução dos serviços e pagamentos indevidos. As prisões, no entanto, não representaram paralisação no andamento das obras do Lote 2.

Ricardo Varela apoia o programa, mas acredita que as exigências detalhadas atrasam a execução

Aeroporto de São Gonçalo está na fase do leilão Uma das obras mais emblemáticas do Governo Federal no Rio Grande do Norte, o aeroporto de São Gonçalo do Amarante, ganhou o fôlego final já dentro do Programa de Aceleração do Crescimento. No PAC foi incluída a construção da pista, orçada em R$ 84 milhões. Agora a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) irá realizar um leilão para escolher os investidores que vão concluir as demais etapas. O edital com as regras do leilão foi publicado no último dia 12 e a expectativa é que os lances sejam dados no dia 19 de julho. O aeroporto de São Gonçalo do Amarante será o primeiro do Brasil a ser concedido à iniciativa privada, que irá manter e explorar a estrutura. As obras se iniciaram ainda no final da década de 90, com a terraplanagem, e enfrentaram mais de uma década de atrasos, até a inclusão no PAC. A concessão à iniciativa privada será válida por 28 anos, dos quais os primeiros três estão previstos para a construção da infraestrutura e os demais 25 para a exploração do complexo. O edital reúne, em 42 páginas, os requisitos para participação dos interessados, as condições de apresentação da documentação e o critério de julgamento. De acordo com o cronograma divulgado no edital, o contrato deverá ser celebrado em 21 de outubro. O lance mínimo é de R$ 51,7 milhões.

PAC 2 promete R$ 1,6 bi em investimentos A segunda fase do PAC prevê investimentos no valor de R$ 958,9 bilhões em todo o Brasil até 2014. No entanto, a nova etapa do programa já soma outros R$ 631,6 bilhões previstos a serem investidos após esse prazo, nas obras contempladas, o que resultaria em quase R$ 1,6 trilhão ao todo. Para o Rio Grande do Norte, a expectativa é que R$ 458 milhões sejam destinados a 18 obras em municípios do Grupo 1, que inclui capitais, regiões metropolitanas e cidades com mais de 70 mil habitantes. Os projetos abrangem as áreas de saneamento, habitação, pavimentação, contenção de encostas e áreas de risco; instalação de Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e praças, em Natal, Mossoró, Parnamirim e São Gonçalo do Amarante. Em uma segunda seleção, ainda no final de 2010, mais oito municípios potiguares foram contemplados com projetos: Assu, Apodi, Ceará-Mirim, Macaíba, Caicó, Nova Cruz, Touros e Equador. Outro investimento previsto é a construção de 21 creches, em Natal, Mossoró, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Extremoz, Martins, Monte Alegre, Poço Branco, São Paulo do Potengi e Sítio Novo. Dentre as maiores obras previstas para o estado no PAC 2 estão: o metrô de superfície da capital; a elaboração do projeto para ampliação do sistema de distribuição de água em bairros de Parnamirim e de ampliação do sistema de esgotamento em Mossoró e Natal; além da construção do túnel de drenagem do estádio Arena das Dunas; e obras no bairro de Nossa Senhora da Apresentação. O PAC 2 se divide em seis eixos principais: PAC cidade melhor; PAC comunidade cidadã; PAC minha casa, minha vida; PAC água e luz para todos; PAC transportes; e PAC energia.


natal

Domingo | 29 de maio de 2011

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 3

[ CONT. PÁG. 2/PAC ] Antes mesmo das casas do conjunto Mor Gouveia serem concluídas, os moradores da antiga favela Wilma Maia ocuparam os imóveis e ainda esperam melhorias

População não aguarda por término das obras demora na conclusão de uma das obras do PAC no Rio Grande do Norte, a construção do conjunto Mor Gouveia, na Cidade da Esperança, resultou na invasão das casas pelos moradores da antiga favela Wilma Maia, localizada às margens da avenida Mor Gouveia. Sem condições de se manterem nos barracos e diante da demora na entrega das obras, aproximadamente 130 famílias ocuparam as residências em setembro de 2010, mesmo sem abastecimento de água, energia elétrica e faltando portas, janelas e todo o acabamento. “Não dava mais para ficar nos barracos. Quando chovia entrava água por todos os lados, então resolvemos vir para cá”, recorda a faxineira Fátima da Silva, de 52 anos. A ocupação ocorreu em setembro passado, motivada também pela ameaça de que famílias não cadastradas pudessem invadir as casas. Desde então, os moradores tentam “se virar” como podem, comprando ou improvisando portas, janelas, indo buscar água em áreas próximas, enquanto a obra das demais casas voltou a ser tocada. Muitos moradores não suportaram a esperara e decidiram concluir os imóveis por conta própria. “Tem uma juíza que me ajuda e com a ajuda dela vou fazendo o que posso na casa”, diz Fátima da Silva. Ela colocou portas e janelas, iniciou o muro e até mesmo uma área em frente à residência de dois quartos. “Mas ainda tem muita gente esperando a conclusão das casas e torço que isso aconteça logo, pois acho que agora a obra não para mais.” Alguns moradores, no entanto, ainda aguardam para ter certeza da conclusão das casas. “Não boto fé que terminem essas casas já ocupadas”, diz a dona de casa Maria Auxiliadora de Castro. Ela passou a morar na residência com outros seis integrantes da família e até hoje o imóvel não recebeu todo o reboco, nem as portas internas. “Pode até ser que façam isso quando terminarem (as demais casas), mas só vendo.” A obra do conjunto foi iniciada em junho de 2008 e paralisada no início de 2010. Os trabalhos foram reiniciados este ano e a expectativa é que sejam concluídos até fevereiro de 2012, deixando 202 casas e uma área de lazer prontas. Até hoje 25% da obra esta pronta.

EMANUEL AMARAL

A

Por causa da demora, a faxineira Fátima da Silva decidiu se mudar antes da entrega das casas

Atraso é maior na área de saneamento básico Em relação ao Rio Grande do Norte, o maior atraso diz respeito às obras de saneamento. Das 195 incluídas no balanço do PAC, incluindo as sob responsabilidade da Caern, da Funasa e dos municípios, apenas duas foram concluídas e 73% não tiveram sequer as obras iniciadas até dezembro de 2010. Na área de infraestrutura energética, 42% das obras estão prontas. Em estrutura logística, 47%. Enquanto em habitação apenas 16%. Com relação aos recursos, os projetos já concluídos de habitação somariam 92% do total previsto, porém esse percentual inclui principalmente empréstimos para pessoas físicas e não obras. Em saneamento, os únicos dois concluídos representam somente 0,9% do valor total. Contudo, um número positivo é que, dos 312 projetos do PAC no Rio Grande do Norte, os

HISTÓRICO

141 que não chegaram a ter as obras iniciadas respondem por apenas 4% dos recursos. Os número que apontam a baixa eficiência do PAC não são exclusividade do Rio Grande do Norte. Em abril foram divulgados dados do Instituto Trata Brasil, revelando que 60% das obras de saneamento do programa em todo o país estão paralisadas, atrasadas ou sequer começaram, enquanto menos de 4% foram concluídas. No balanço de quatro anos do programa, divulgado em dezembro, mesmo excluindo os investimentos em habitação e saneamento, verificou-se que quase 40% das ações e obras previstas não estavam concluídas. No setor de infraestrutura social e urbana apenas um terço foram executadas, enquanto em logística o percentual é de 70% e em infraestrutura, 51%.

O PAC foi lançado em janeiro de 2007 e previa,inicialmente, investimentos de R$ 503,8 bilhões,oriundos de fontes públicas e privadas,até o ano de 2010. Em 2009,novos projetos foram acrescidos e somaram R$ 142 bilhões ao valor inicial.O montante passou a R$ 646 bilhões.Os investimentos executados pelo programa alcançaram,até outubro de 2010, R$ 559,6 bilhões,equivalentes a 85,1% do total previsto.E os empreendimentos concluídos somariam R$ 444 bilhões até dezembro do ano passado.O PAC é apontado,pela administração federal,como um dos grandes responsáveis pela geração de 5,6 milhões de emprego entre janeiro de 2007 e fevereiro de 2010,em todo o país.No setor de Habitação foram firmados 1.800 contratos e no Saneamento foram 1.291 empreendimentos.

PAC Investimentos no Rio Grande do Norte Por eixo (em R$ milhões) Eixo 2007-2010 (Empreendimentos exclusivos) Pós 2010 (Empreendimentos exclusivos) 2007-2010 (Empreendimentos de caráter regional) Pós 2010 (Empreendimentos de caráter regional)

Total:R$ 28,0 bilhões Até 2010

R$ 12,8 bilhões Pós 2010

R$ 15,2 bilhões Andamento dos projetos (Em número de projetos) Área Estrutura Infraestrutura logística energética Total de projetos Concluídos % Em obras/execução % Em licitação,contratação ou ação preparatória %

Energética 4.933,7

Social e Urbana 3.055,0

Total 8.963,2

121,3

13.227,1

81,6

13.430,0

-

1.806,2

2.034,0

3.840,2

14,9

719,2

1.095,6

1.829,7

17 8 47% 8 47% 1

19 8 42% 10 53% 1

8 3 38% 4 50% 1

45 0 0% 40 89% 5

Social e urbana (saneamento Funasa) 150 2 1% 38 25% 110

6%

5%

13%

11%

73%

32%

45%

Social e urbana (energia e recursos hídricos)

Social e urbana (saneamento)

Social e urbana (Habitação)

Total

1787,4 1641,7 92% 125,1 7% 20,6

28054,4 5560,3 20% 21288,8 76% 1205,3

1%

4%

Em valores dos projetos - Valores (em milhões R$) Área Estrutura Infraestrutura logística energética Total previsto Projetos concluídos % Em obras/execução % Em licitação,contratação ou ação preparatória %

Logística 974,4

Social e urbana (energia e recursos hídricos)

Social e urbana (saneamento)

1110,8 481 43% 614,9 55% 14,9

20686,3 3226,8 16% 16659,5 81% 800

3593,5 209,9 6% 3293,6 92% 90

803,4 0 0% 570,6 71% 232,8

Social e urbana (saneamento Funasa) 73 0,9 1% 25,1 34% 47

1%

4%

3%

29%

64%

Fonte:Balanço de 4 anos do PAC (2007-2010)/Lançamento do PAC2

Social e urbana (Habitação)

Total

73 12 16% 38 52% 23

312 33 11% 138 44% 141


4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

natal

Domingo | 29 de maio de 2011

O kit idealizado pelo Ministério da Educação para combater o preconceito e incentivar o respeito à diversidade sexual dentro das escolas acabou suspenso por decisão da presidenta Dilma Rousseff, mas a polêmica está longe de terminar [ HOMOFOBIA ]

Método de combate gera polêmica RODRIGO SENA

ma cartilha e três vídeos se transformaram no assunto da semana em todo o Brasil. Não fosse o seu conteúdo, a cartilha e os vídeos não teriam alcançado tamanha repercussão. Cercado de gritaria por todos os lados, o material faz parte do Kit Escola sem Homofobia, denominado pela bancada religiosa – e contrária ao projeto - do Congresso Nacional de “Kit gay”. A cartilha seria utilizada para incentivar o respeito à diversidade sexual dentro das escolas, mas foi suspensa pela presidente Dilma Rousseff por “fazer propaganda de opções sexuais”. A suspensão não diminuiu a polêmica em torno do tema. Pelo contrário. Desde o anúncio da suspensão, reações tão diversas quanto à época do lançamento do kit foram disparadas através da imprensa. Setores contrários – incluindo pais e religiosos – comemoraram. O Movimento de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transsexuais e Trangêneros (LGBTT) e organizações como o Conselho Federal de Psicologia reclamaram. Por que a idéia de incentivar o respeito à diversidade sexual causa tanta discussão? Poucos setores se dizem explicitamente contrários ao objetivo em si da iniciativa. O xis da questão é o método. O debate gira em torno de saber se o Kit simplesmente defende a liberdade sexual ou tem o poder de influenciar as escolhas do público-alvo. Os três vídeos e a cartilha, com um caderno e seis boletins, tratam temas relativos ao convívio com homossexuais, transsexuais, etc, dentro do ambiente escolar e, segundo o MEC, têm o Ensino

U

HOMOFOBIA Números sobre o tema no Brasil Segundo a Unesco (2000):

39,6%

35,2%

dos estudantes masculinos não gostariam de ter um colega de classe homossexual

dos pais não gostariam que seus filhos tivessem um colega de classe homossexual

60% dos professores afirmam não ter conhecimento suficiente para lidar com a questão da homossexualidade na sala de aula

Segundo a Rede de Informação Tecnológica Latino-Americana (2009):

Especialistas alertam que primeiros sinais de homofobia devem ser combatidos dentro da escola

Médio como público preferencial. Mas para os principais críticos a adoção do material seria capaz de confundir ou influenciar a opção sexual dos alunos. A própria presidente Dilma Rousseff se posicionou nesse sentido: “Não aceito propaganda de opções sexuais. Não podemos intervir na vida privada das pessoas. O governo pode, sim, ensinar que é necessário respeitar a diferença e que você não pode exercer práticas violentas contra os diferentes ". A polêmica sai dos corredores da burocracia e chega às ruas. Francisca Sales é professora e mãe. Ela representa dois atores importantes no processo: os professores, que teriam de aplicar os conceitos do Kit quando necessário, e os pais dos alunos. Francisca Sales é

contra: “Pelo que fiquei sabendo, pela mídia, aqueles vídeos não podem ser passados pra crianças e adolescentes. Isso confunde a cabeça do aluno. Não queria que um filho meu visse aquilo”, opina. Por outro lado, os defensores do Kit Escola sem Homofobia argumentam que o tema foi distorcido pela mídia e que não se trata de “propagandear opção alguma”. Primeiro, pela idéia de que o material seria distribuído diretamente aos alunos. Érica Maia, natalense que participou do Grupo de Trabalho propositor do Kit, explica: “O material seria enviado para os professores e eles é que decidiriam como e quando usariam isso na sala de aula. Além disso, era para o Ensino Médio, para adolescentes e não para crianças. Falaram também que

o Kit continha beijos e cenas de sexo, o que é um absurdo”. O Conselho Federal de Psicologia se posicionou contrariamente à suspensão do material. À época da criação do Kit, o CFP chegou a dar um parecer elogiando a iniciativa. Diz o texto: “O material convida o educador ao compromisso éticos no enfrentamento do sofrimento de adolescentes Lésbicas, Gays, Bissexuais, etc. O material não induz os alunos à prática da homossexualidade”. A psicóloga Débora Sampaio, especialista no tema, tem opinião semelhante: “Todo o material está muito bem adequado à faixa etária em questão, de adolescentes. É uma ótimo oportunidade até para que os professores saibam lidar com alunos desse tipo de orientação sexual na sala de aula”.

63,1%

+50%

dos entrevistados alegaram já ter visto pessoas que são ou são tidas como homossexuais sofrerem preconceito;

dos/das professores(as) afirmam já ter presenciado cenas discriminatórias contra homossexuais nas escolas;

Cerca de 44,4% dos meninos e 15% das meninas afirmaram que não gostariam de ter colega homossexual na sala de aula.

Segundo a Fundação Perseu Abramo (2009):

92%

28%

da população reconheceram que existe preconceito contra LGBTT

das mesmas pessoas reconheceram e declararam o próprio preconceito contra pessoas LGBTT

O QUE DIZ...

»

A BANCADA EVANGÉLICA E MÍDIA NACIONAL: - Material distribuído para Ensino Fundamental e Médio de todo o país Vídeos com cenas de beijos entre pessoas do mesmo sexo - Material entregue diretamente aos alunos - Tentativa de“fazer propaganda de determinadas opções sexuais”.Nesse sentido,o material influenciaria crianças e adolescentes a serem ou se tornarem gays,lésbicas,travestis,etc

»

O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO: - Material direcionado ao público somente do Ensino Médio - Vídeos com situações de preconceito e dificuldades enfrentadas pelo público LGBTT - Material direcionado aos professores para instruir como abordar o assunto dentro da sala de aula - Tentativa de diminuir o bullying nas escolas e disseminar o respeito pelo público LGBTT.Sem conotação de influenciar a sexualidade dos alunos.


Domingo | 29 de maio de 2011

natal

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 5

[ CONT. PÁG 4/HOMOFOBIA ] A maior parte dos homossexuais afirma

OS VÍDEOS POLÊMICOS

que preconceito começa a aparecer já no início da adolescência

Gays relatam preconceito vivido durante adolescência o redor de Jerisson, uma multidão. Uma multidão nada amistosa. O adolescente, com 13 anos, enfrenta uma enxurrada de piadas e xingamentos. O motivo não é exatamente novo, já que há pelo menos dois anos o menino sofre com o mesmo problema. “Viadinho” é o nome mais comum, embora existam variações. Alguns anos depois Jerisson vira Rebecka Glitter, engaja-se na luta contra a homofobia e hoje, com 26 anos, é uma das defensoras do Kit Escola Sem Homofobia, editado pelo Ministério da Educação e vetado pela presidente Dilma Rousseff na última quinta-feira. Como é visível, Rebecka apóia a edição do Kit, antes de tudo, por uma questão pessoal. Ela sofreu na pele a homofobia dentro da sala de aula. “Já passei por situações difíceis, como essa de quase toda a escola se juntar para me chamar disso e daquilo. Mesmo assim, consegui dar a volta por cima e as mesmas pessoas que me xingaram passaram a me respeitar um tempo depois”, relata. A história de Rebecka, segundo a mesma, não é diferente da de inúmeras pessoas com orientação sexual diferente da hétero nas escolas brasileiras. Rebecka conta que o bullying era mais frequente no período em que ela não falava claramente sobre a própria orientação sexual. “Quando entrei no primeiro ano do Ensino Médio e deixei o cabelo crescer, as pessoas passaram a me respeitar. Sempre fui amiga dos professores e consegui que alguns me chamassem pelo nome que escolhi: Rebecka. Isso foi já no terceiro ano”, relembra. Antes disso, quando Re-

A

A questão do nome é o mais complicado. É constrangedor alguém lhe chamar por um nome masculino quando a sua aparência é feminina” REBECKA GLOTTER Homossexual

becka não tinha cabelo longo, ainda se chamava pelo nome Jerisson e era apenas um adolescente afeminado, a situação era mais complicada. “As pessoas faziam fala pra me ver passar e me chamar de viadinho, essas coisas”, aponta. Durante o Ensino Médio, Rebecka conseguiu transitar com mais facilidade pelo universo escolar. Era líder de classe e concluiu o Ensino Médio, algo incomum entre travestis ainda hoje. “A questão do nome é o mais complicado. É constrangedor alguém lhe chamar por um nome masculino quando a sua aparência é feminina. Muitas travestis não terminam os estudos e são empurradas para a marginalidade. Por isso, quero continuar”, opina. Quanto ao Kit Escola sem Homofobia, Rebecka acredita ser importante para diminuir o bullying nas escolas e orientar os alunos que tenham orientação sexual diferente da heterossexual, o que segundo ela não acontece atualmente. “É importante haver uma orientação dentro da escola. Quando uma menina tem a primeira menstruação, ela pode perguntar para a mãe: “Mãe, por que eu menstruei?”. Já o homossexual, por exemplo, nem sempre pode perguntar em casa: “Mãe, por que eu gosto de homem?”. A escola pode ser um ambiente adequado para esse tipo de questão ”, encerra.

ADRIANO ABREU

Rebecka conta como sofreu com a homofobia durante a vida escolar

Os vídeos – disponíveis no You Tube e no site da TRIBUNA DO NORTE - identificados pelo MEC como em análise para o Projeto Escola Sem Homofobia mostram: ENCONTRANDO BIANCA Fala sobre uma transsexual, chamada Bianca, e os problemas enfrentados dentro da escola. Bianca narra como conseguiu ser respeitada dentro do ambiente escolar, privilegiando questões como a adoção do nome social (Bianca) em detrimento do nome de batismo na hora da chamada. Outra questão é a persistência da personagem para continuar a estudar. Como se sabe, o público de travestis e transsexuais tem

dificuldades para completar o Ensino Médio por conta do preconceito. PROBABILIDADE O foco é a bissexualidade. Um jovem muda de cidade, deixando para trás uma namorada, e no novo ambiente descobre sentir atração por outro homem. Ele fica confuso com a situação, mas no fim das contas aceita a bissexualidade. O vídeo destaca que o jovem não precisaria decidir se relacionar somente com homem ou somente com mulher, sendo possível ter relações com os dois. Esse foi, segundo o ministro da Educação, Fernando Haddad, um dos pontos

que pesou na decisão da presidenta Dilma em suspender o Kit Escola sem Homofobia. Os trechos mais “problemáticos”, para a presidenta, estão contidos nesse vídeo. TORPEDO Duas meninas são surpreendidas com a divulgação, no mural da escola, de fotos que evidenciam uma relação entre ambas. Após momentos de tensão, onde elas sentem medo do preconceito dos demais alunos, elas decidem expor a relação na presença de todo o grupo e passam a namorar. O vídeo fala das dificuldades de aceitação para esse público específico.


natal

6 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 29 de maio de 2011

MARCELO ALVES DIAS DE SOUZA [ Procurador da República ]

Poder Judiciário ANELLY MEDEIROS

Leite condensado, nem pensar!!! Superior Tribunal de Justiça determinou indenização de R$ 15 mil a um consumidor que encontrou uma barata numa lata de leite condensado. Os advogados da Nestlé alegaram a excelência do seu sistema de fabricação e armazenamento e que a barata só poderia ter entrado por um dos furos feitos pelo consumidor. Mas, pesou a informação de que a lata foi aberta na frente de alguns funcionários do Procon de Minas Gerais e que, de acordo com a perícia, o inseto, de 23mm de comprimento por 9 mm de largura, estava inteiro, sem sinal de esmagamento e não teria como entrar pelos minúsculos furos. “Como o ônus da prova era da própria empresa, caberia a esta ter incluído a dúvida nos quesitos apresentados ao perito, para levar o tribunal estadual a se manifestar sobre o assunto”, afirmou a ministra Nancy Andrighi, relatora do caso.

O

BOA IDEIA FOTOS:DIVULGAÇÃO

Muito legal a forma como a 2ª Vara da Infância e da Juventude de Natal comemorou o Dia Nacional da Adoção. Em parceria com a coordenação das promotorias de Infância e Juventude, reuniu os pretendentes a pais adotivos e as crianças na Casa de Passagem I para se conhecerem melhor. Cerca de 20 casais habilitados no Cadastro Nacional de Adoção participaram do encontro. O juiz Sérgio Maia assinou o ato de adoção provisória, que dava ao casal Cosme Ribeiro e Fátima Souza o direito de levar o menino Artur para o novo lar. Outros quatro casais devem receber, na próxima semana, autorização para levar os filhos para casa.

O pioneirismo da Justiça do Trabalho uito se fala hoje de precedentes vinculantes, sobretudo em virtude da criação da súmula vinculante do Supremo Tribunal Federal e das decisões com esse caráter (vinculante) produzidas nas ações diretas para o controle da constitucionalidade de leis e atos normativos. Mas pouco ou quase nada se diz do pioneirismo da Justiça (ou do Direito) do Trabalho nesse campo. Meio que prestando uma homenagem a esse ramo do nosso Judiciário – muito criticado, frisese, pelos motivos mais diversos, mas que não vêm ao caso – com o qual tenho pouca ou nenhuma familiaridade, salvo boas amizades com alguns magistrados e servidores, vou tentar reparar esse injusto esquecimento. Primeiramente, registro o pioneirismo da Justiça ou do Direito do Trabalho com a criação dos controversos prejulgados trabalhistas. Esse tal prejulgado trabalhista estava previsto no art. 902 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, com a redação dada pelo Decreto-lei 8.737/46. De fato, facultava-se ao Tribunal Superior do Trabalho, na forma prescrita em seu Regimento Interno, estabelecer prejulgados, que teriam força vinculante em relação aos demais órgãos da Justiça do Trabalho. Ainda consoante o texto da lei, podiam ser revogados ou reformados pelo pleno do TST, “pronunciando-se em tese ou em concreto, sobre a hipótese do prejulgado”. O maior problema era que, se pelos termos da lei, presumir-se-ia que somente a reforma ou a revogação do prejulgado se poderia verificar em tese, ou seja, na ausência de caso em julgamento, não era assim que se dava. De fato, o regimento interno do TST permitiu, também, a criação do prejulgado em tese, possibilitando à Turma julgadora a provocação dele sempre que, acerca da interpretação de uma norma jurídica, houvesse ou pudesse haver divergência entre as turmas do próprio TST ou entre os tribunais regionais do trabalho do país. E o TST, em várias oportunidades, assim, agiu. Isso fez com que fosse contestada a constitucionalidade do instituto, sob o argumento de que não poderia lei ordinária outorgar

M

De fato,o regimento interno do TST permitiu,também,a criação do prejulgado em tese,possibilitando à Turma julgadora a provocação dele sempre que,acerca da interpretação de uma norma jurídica,houvesse ou pudesse haver divergência entre as turmas do próprio TST ou entre os tribunais regionais do trabalho do país. E o TST,em várias oportunidades,assim, agiu”

competência a um tribunal para editar normas que tivessem força vinculativa e que obrigassem as instâncias inferiores, já que isso significava dar, ferindo o princípio da separação dos poderes, competência ao Judiciário para (quase) legislar. Mas, não obstante o vício, o prejulgado sobreviveu por 34 anos, sob o pálio de três constituições, somente vindo o STF a declarar a sua inconstitucionalidade em acórdão de 12.05.1977. E esse julgamento deu azo a que fosse editada a Lei 7.033, de 05.10.1982, que acabou por fulminar o instituto tido por inconstitucional. Todavia, apesar do prejulgado não mais sobreviver, ainda existe na Justiça do Trabalho um tipo de decisão que, a sua maneira, possui “efeitos vinculantes”. De fato, prevê a CLT, nos

Juizado Especial Federal O juiz federal Marco Bruno Miranda, titular da 3ª Vara Federal, é o novo coordenador dos Juizados Especiais Federais no Rio Grande do Norte. Marco Bruno também integra a

coordenação geral do Fórum Nacional dos Juizados Especiais Federais como representante da 5ª Região. O FONAJEF é vinculado a Associação dos Juízes Federais.

OPINIÃO 1.Essa é a primeira vez que o Juizado da Infância e da Juventude resolve fazer um evento unindo os possíveis pretendentes e as crianças aptas à adoção. O resultado foi o esperado??? Sim. Atingiu plenamente o que se pretendia, ou seja, chamar a sociedade, através dos pretendentes inscritos no cadastro de adoção, ao encontro das crianças acolhidas que estão em busca de uma família substituta, garantindo futuramente a estas crianças o princípio constitucional da convivência familiar e comunitária. Durante a comemoração, alguns casais se interessaram pelas crianças que participaram do evento. Porém, os futuros pais adotivos terão que esperar a conclusão dos processos de destituição do poder familiar em relação às famílias biológicas das crianças para concretizar a adoção. 2. Como está a situação no Rio Grande do Norte com relação às adoções,principalmente,de casais homoafetivos??

Em relação à Comarca de Natal, já foram deferidas três adoções homoafetivas, todas elas tramitaram anteriormente a recente decisão do STF. Não acredito que com a recente decisão do Supremo Tribunal Feral poderá haver um incentivo a inscrição de pretendentes homoafetivo, embora o STF só tenha se manifestado sobre a união estável e não sobre a adoção homoafetiva.

ESMAFE O desembargador federal Manoel Erhardt indicou o juiz federal Janilson Bezerra, titular da 4ª Vara Federal, para o ser o novo diretor do núcleo da Escola de Magistratura Federal no Rio Grande do Norte. Janilson Bezerra também é também o vice-diretor do Foro da Justiça Federal do Rio Grande do Norte.

NOVO INTEGRANTE PARA O TRE/RN O juiz federal Jailsom Leandro de Sousa ocupará a vaga de titular na Corte reservada para magistrado Federal.Jailsom Leandro foi escolhido, por unanimidade, pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região. Ele sucederá o juiz federal Marco Bruno Miranda, cujo mandato no TRE será encerrado no dia 2 de julho.

MPF/RN: CONTRATAÇÃO O Ministério Público Federal do RN está recebendo currículos de engenheiros civis interessados em ocupar cargo em comissão de assessor especial da Procuradoria da República do Rio Grande do Norte. O salário é de R$ 4.277,75, mais auxílio alimentação no valor de R$ 630,00 para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. O prazo para entrega de currículos termina 10 de junho, às 18h, pelo e-mail: curriculo@prrn.mpf.gov.br. O requisito básico é ter registro profissional.

tn família

TODOS OS DOMINGOS NA TRIBUNA DO NORTE

seus arts. 868 a 871, a chamada sentença normativa. Explica Nelson de Souza Sampaio que, “por ela, em caso de dissídio coletivo referente a novas condições de trabalho, o Tribunal competente pode estender tais condições a todos os empregados da empresa da mesma profissão, mesmo aos que não figuraram como parte no dissídio. A extensão ainda poderá ser maior, abrangendo todos os empregados da mesma categoria profissional, dentro da jurisdição do tribunal, desde que cumpridas as exigências dos arts. 869 e 870. Trata-se, pois, de decisão que foge aos moldes da sentença clássica, cujos efeitos só atingem as partes”. Por conter esses comandos genéricos e abstratos, quase se equiparando à atividade de legislar (quase, porque não tão genéricos e abstratos os efeitos quanto os da lei em sentido estrito), a constitucionalidade da sentença normativa foi vigorosamente discutida no passado. Mas, hoje, de fato e de direito, não há mais lugar para essa discussão. Basta consultar o art. 114, no “caput” e em seus parágrafos, e art. 5º, XXI, ambos da Constituição de 1988, para ver que ela reconheceu a existência da sentença normativa. E a força vinculativa da sentença normativa, por suas próprias características, mostrase evidente. É verdade que ela produz efeitos “ultra partes” (alguns autores falam em efeitos “erga omnes”, do que discordo), com certa limitação no campo subjetivo (integrantes da mesma categoria profissional) e espacial (território de jurisdição do tribunal), aliás, de certo modo, antecipando o efeito análogo criado nos Estados Unidos, com as “class action”, embora com outros desideratos. Mas sua eficácia é vinculante para outros órgãos da Justiça do Trabalho, balizando, por exemplo, as possíveis ações individuais de cumprimento, previstas no art. 872 da CLT, que devem ser apreciadas em conformidade com o disposto anteriormente na sentença normativa. Interessante, não? Às vezes fortemente criticada, a Justiça do Trabalho mostra-se na vanguarda nesse tema – dos precedentes vinculantes - hoje tão palpitante. Nem tudo na vida é preto no branco. Com exceção do futebol, claro.


natal

Domingo | 29 de maio de 2011 ➾ www.tribunadonorte.com.br ➾ tnonline@tribunadonorte.com.br ➾ twitter.com/tribunadonorte

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

7

tn online Fred Carvalho - www.twitter.com.br/fredcarvalhorn

Ibyte

ERA MACHADÃO O portal TN Online lançou uma enquete especial para os torcedores de ABC, América e Alecrim. O internauta poderá escolher a seleção do seu time na Era Machadão. Foram escolhidos cinco jogadores para cada pocição, mais o treinador. A primeira seleção é do Alecrim, cuja enquete está no ar desde a sexta-feira passada. Para votar, basta acessar a ppágina de Esportes do portal.

Uma das maiores empresas do Nordeste na fabricação e comercialização de produtos na área de tecnologia abre sua primeira loja em Natal. A cearense Ibyte inaugura na capital potiguar, na próxima terça-feira (31/05), sua loja no Midway Mall, apostando em diferenciais como o conceito de “marketing de experiência”

(onde o cliente pode “degustar” o produto na loja) e o atendimento consultivo (o cliente é orientado por consultores a realizar a melhor compra, analisando custo-benefício). A Ibyte é pioneira no Ceará como fábrica de desktops, notebooks e netbooks, que possuem os certificados ISO 9001 e HCL (compatibilidade com Windows). FOTOS:DIVULGAÇÃO

GENÉRICO Com o surgimento dos remédios genéricos - aquele que contém o princípio ativo, na mesma dose e forma farmacêutica - foi possível encontrar preços mais baixos para a mesma qualidade de produto. Para atender quem quer encontrar medicamentos genéricos de forma rápida, foi lançado o www.generico facil.com.br, que busca entre mais de 2.846 opções de remédios de mais de 80 laboratórios brasileiros.

Para jogos A Mtek, uma das principais fornecedoras nacionais de suprimentos de informática, oferece o Headset Joy, compatível com PC’s e dispositivos sonoros, como, por exemplo, MP3 Players e iPods. Para aqueles que buscam mais imersão durante os games, o Headset Joy é uma boa alternativa. O fone promove o isolamento acústico do usuário, evitando a entrada de ruídos externos e tornando o jogo ainda mais real. Além de ter uma espuma auricular acolchoada, o acessório também possui hastes ajustáveis na tiara e no microfone, que evitam desconfortos durante o uso. O preço sugerido é de R$ 30.

TV

A americana Stephanie Sablan testou o equipamento chamado ‘eLEGS’, desenvolvido pela empresa Berkeley Bionics. As pernas robóticas são alimentadas por uma bateria em uma mochila pendurada nas costas da paciente. As ‘eLEGS’se encaixam sobre a roupa. Ao segurar as muletas com sensores especiais, ela consegue ficar de pé e caminhar. Stephanie ficou paralítica da cintura para baixo após sofrer um acidente de carro em janeiro de deste ano.

A WorldTV.com (http://worldtv.com) lançou sua plataforma para publicação de vídeos em Canal de TV e na Web. Após 4 anos em desenvolvimento e mais de um quarto de milhão de canais criados por usuários de teste em 200 países, a WorldTV pode agora demonstrar a força total de seu serviço com soluções para publicação de vídeos e facilidade de uso da marca. A WorldTV é uma plataforma que possibilita a qualquer indivíduo ou empresa criar seu próprio canal de TV.

MORTAL KOMBAT A produtora Netherrealm anunciou o primeiro pacote de conteúdo extra para o game de luta “Mortal Kombat”. O conteúdo traz roupas clássicas de alguns dos lutadores e “fatalities”, como são chamados os golpes finais, dos primeiros títulos da franquia. As vestimentas clássicas são dos personagens Sub-Zero, Scorpion, Reptile, Ermac, Mileena, Jade e Kitana, dos jogos “Mortal Kombat II” e “Mortal Kombat III”. Já os fatalities são dos lutadores Reptile, Scorpion e Sub-Zero.

Blu-ray É incrível a rapidez que uma tecnologia leva hoje para se tornar popular e conseguir sua maturidade em tão pouco tempo. No mercado brasileiro há cinco anos, os primeiros Blu-ray players eram lentos, ruidosos e mal conseguiam reproduzir todos os filmes no formato lançados na época. Hoje, esses superdotados tocam vídeos

empacotados em MKV contidos em PCs, smartphones e outros dispositivos, via DLNA, em redes WiFi N e permitem acesso às redes sociais na internet e sites de notícias. Mas a bola da vez é o 3D. Já são 27 produtos, entre players e HTBs, à venda nas lojas compatíveis com as TVs de mesma tecnologia, além de dezenas de media centers.

[ NOVIDADE ] Equipamento da Apple foi disponibilizado aos brasileiros na sexta passada.

[ FACILIDADE ] Aplicativo no aparelho armazena

Em poucas horas, o estoque do tablet se esgotou nas principais cidades do Brasil

as informações do cartão de crédito ou débito

Wallet transforma smarts em “carteiras”

iPad 2 vira “sonho de consumo” dos brasileiros A DIVULGAÇÃO

oi com todo o clima de mistério a que a Apple está acostumada que o iPad 2 começou a ser vendido no Brasil na virada de sexta-feira passada, em São Paulo. Às 22h da quinta, os “applemaníacos” que aguardavam foram afastados do local das vendas para que o estande fosse montado em sigilo. Tapumes bloqueavam a visão do público no local. Apenas à meia-noite, as cerca de 300 pessoas que compareceram ao evento, num shopping da Zona Oeste da capital paulista, puderam conferir o espaço montado para o lançamento. As vendas começaram no horário programado. O estudante universitário Pedro Wilson, de 20 anos, foi o primeiro brasileiro a comprar o iPad2. Ele veio de Santos, acompanhado da irmã, e chegou ao Shopping Iguatemi às 15h. “Não quis comprar o primeiro modelo porque ia esperar a segunda geração”. Ele escolheu uma versão com 32 GB, sem 3G. O produto custa R$ 1,8 mil, ou R$ 150 mais caro que a versão básica, com 16 GB. Após nove horas de espera, ele diz que valeu a pena. Logo atrás dele estava o bancário André Furquim, 26, que foi um dos primeiros brasileiros a adquirir o iPad, em 2010. O paulistano chegou ao local às 17h. “Achei que ia ser o primeiro da fila de novo [o lançamento do iPad foi realizado em várias representantes da Apple]. Da outra vez, cheguei no mesmo horário e não tinha ninguém”. André conta que ficou apenas um mês com o aparelho anterior: “Quando soube que ia sair uma versão mais completa, troquei o tablet por uma televisão”. A ver-

F

iPad 2, lançado sexta-feira, teve primeira remessa toda vendida; produto chega a Natal esta semana

são escolhida por André é o de 64 GB, com 3G, o mais “turbinado” da série, que custa cerca de R$ 2,6 mil. “A Apple está próxima à perfeição”, diz. O estudante Fernando Furquim chegou 15 minutos depois de André. O iPad 2 é o seu primeiro tablet. Fernando também adquiriu a versão mais completa e parcelou o tablet em dez vezes no cartão de crédito para não ficar de fora: “Baixo muitas músicas, assisto vídeos e uso a internet. O computador agora vai ficar parado em casa”. CELEBRIDADES Algumas celebridades compareceram ao lançamento do iPad 2. Entre elas estava a roqueira Pitty. “A paixão que alguém tem pela tecnologia é a mesma que al-

guém tem por uma banda de rock. É puro amor”, disse a cantora. Ao lado dela estavam a cantora Paula Lima e a apresentadora de TV Marina Person: “Não tenho muita facilidade com tecnologia, mas sei usar o que preciso”, diz Marina. “Durante viagens, acesso muito o email pelo smartphone.” EVENTO Diferentemente dos outros lançamentos da Apple, apenas um evento no país começou a vender o iPad 2 a partir da meia-noite. Os consumidores de outros estados puderam adquirir o aparelho durante a madrugada por meio de lojas virtuais, como a da própria Apple. Na sexta, a partir do horário de abertura das lojas, todas as revendas da Apple em São Paulo e em

outras cidades também começarão a comercializar o iPad 2, como Campinas, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre, Caxias do Sul (RS), Florianópolis, Brasília, Belo Horizonte, Vitória, Goiânia, Alphaville e Recife. O equipamento deve chegar a Natal esta semana. PREÇOS Embora o governo federal tenha publicado uma medida na segunda-feira passada que visa a isentar o produto de impostos, o modelo mais simples chegou por aqui por R$ 1.650, 103,38% mais caro do que nos Estados Unidos, onde é vendido por US$ 499 (R$ 810,78). O mais completo, com 3G e 64 GB, passou de US$ 699 para R$ 2,6 mil nas lojas brasileiras.

Google anunciou um novo serviço de pagamento eletrônico batizado de “Google Wallet”. O serviço transforma smartphones Android em “carteiras eletrônicas”, que podem ser usadas para efetuar pagamentos com cartões de crédito ou débito em estabelecimentos conveniados. Um aplicativo (a “Google Wallet” propriamente dita) no smartphone armazena as informações de seu cartão de crédito ou débito. Basta aproximar o smartphone de um ponto de pagamento, digitar uma senha e a transação é completada automaticamente. Ao mesmo tempo, o estabelecimento pode creditar automaticamente ao usuário pontos de um programa de fidelidade, que também são armazenados na Wallet. Segundo Stephanie Tilenius, vice-presidente de comércio eletrônico da Google, o sistema usa a tecnologia NFC (Near Field Communications - Comunicação por proximidade) integrada em smartphones como o Google Nexus S para fazer a transmissão das informações, que são criptografadas. Uma Wallet pode armazenar informações de vários cartões, e no futuro poderá armazenar também dados de documentos como carteiras de motorista. O Google Wallet começa a funcionar hoje nos Estados Unidos em caráter “beta”. Segundo a empresa, haverá testes de campo em Nova York e São Francisco. Inicialmente apenas os cartões de crédito Mastercard emitidos pelo Citibank serão aceitos no pagamento de bens em 120 mil lojas nos Estados Unidos equipadas com o sistema Paypass da Mastercard. As redes participantes incluem Macy’s, Walgreens, Subway, Noah’s Bagels, American Eagle, Bloomingdale’s Peet’s Cof-

fee, Toys ‘R’ Us, entre outras. Além do cartão do Citi, a Google incluiu um cartão de pagamento pré-pago com sua própria marca e que pode ser carregado a partir de qualquer cartão de crédito. A Google espera lançar oficialmente o produto em meados de julho nos EUA. Representantes da empresa afirmaram que cerca de 300 mil varejistas internacionais têm a capacidade de aceitar a carteira móvel, mas eles não detalharam planos para expansão do sistema a outros países. Até o fim do ano a Google planeja adicionar um recursos que permitirá aos lojistas enviar os recibos de compra aos usuários também via tecnologia Wallet. OFERTAS Em conjunto com o Google Wallet a Google anunciou o Google Offers, que entregará aos usuários ofertas em lojas participantes. Os “cupons de desconto” serão armazenados na Google Wallet, e poderão ser utilizados na próxima transação. Empresas poderão fazer vários tipos de ofertas, como recompensas em troca de “Checkins” no Google Places, como resultado de buscas no Google ou por proximidade: se o usuário passar perto de um restaurante, poderá receber um alerta no celular de que o prato do dia está com 10% de desconto. Várias empresas têm tentado lançar pagamentos móveis há anos e a Google reconheceu que ainda há barreiras. Segurança é uma questão que atrasou o progresso das carteiras móveis. O Nexus S usa um elemento de segurança na forma de smart chip da NXP, o mesmo tipo de chip usado em passaportes eletrônicos e em cartões de crédito com ou sem contato, afirmou Rob Von Baron, engenheiro de segurança da Google.


natal 8

Natal | Rio Grande do Norte | Domingo | 29 de maio de 2011

[ MEIO AMBIENTE ] O curso de Saneamento

e Sustentabilidade será oferecido pela Caern

Programação de Semana será aberta com curso A

Caern promove de amanhã até o dia 3 de junho, sextafeira, o 3º Curso Saneamento Básico e Sustentabilidade, das 8h às 12h no auditório da Administração Central, situada na Avenida Senador Salgado Filho. O curso, que é gratuito e abre a Semana Estadual do Meio Ambiente 2011, promovida pelo Governo do Estado. Os palestrantes são do quadro de servidores da Caern, com títulos de especialista, mestre ou doutor e experiência em sala de aula. Para esta turma, mais de 200 pessoas preencheram o formulário de inscrição. Como o número de participantes é limitado, os remanescentes deverão ser inseridos na próxima etapa, com data a definir. “Este curso é uma iniciativa importante da Caern, que passa a interagir de forma mais direta com a comunidade, abrindo as nossas portas, apresentando nossos profissionais e expondo nossa maneira de trabalhar”, destaca o engenheiro da Companhia, Mar-

co Calazans, que durante o evento vai abordar o tema “Tecnologias de Tratamento de Água”. Para Calazans, o curso de saneamento básico é uma ferramenta de educação ambiental. “Estamos, na prática, formando novos multiplicadores ambientais”, enfatiza o palestrante. O público alvo da iniciativa são estudantes da área de Meio Ambiente, universitários e profissionais do segmento interessados em conhecer mais sobre os temas integrantes da programação. Os tópicos em discussão envolvem desde o desenvolvimento sustentável até aspectos relacionados aos sistemas de esgotamento sanitário. Durante os cinco dias de curso, os participantes poderão refletir, debater e aprender sobre os mais variados aspectos do meio ambiente, através das palestras sobre o Desenvolvimento sustentável, Abastecimento de água: desafios, diretrizes do saneamento básico, Tecnologias de Tratamento de Água, entre outros.


natal

3X4

O escritor Eduardo Shinyashiki fala de suas experiências e dá dicas. PÁGINA 11

TEMPO HOJE

TÁBUA DE MARÉS

FEIRAS LIVRES

Parcialmente nublado com possibilidade de pancadas dechuvas Max.: 30º CO Min.: 23ºCO

Preamar 02h02 -2.1- 14h23 -2.1 Baixa-mar 08h02 -0.6- 20h13 -0.6

Nova Natal: hoje 550 bancas/283 feirantes Lagoa Seca 226 bancas/122 feirantes

BALNEABILIDADE Impróprias

FASES DA LUA

Rio Pium (Ponte Nova) Redinha (Rio Potengi)

Q.Minguante: Hoje Lua Nova: 01/06 Nascer do sol: 5h23 Pôr do sol: 17h12

Editora: Luciana Campos e-mail: lucianacampos@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 29 de maio de 2011

Alunos da rede estadual de todas as regiões do Estado sofrem sem aulas de disciplinas importantes e fundamentais para a formação escolar. Sem os conteúdos ministrados, o sonho de passar no vestibular está cada vez mais distante [ EDUCAÇÃO ]

Falta de professores é chaga latente “

ISAAC LIRA Repórter

s alunos da Escola Estadual Presidente Roosevelt, em Parnamirim, estão vivendo um momento muito importante em sua vidas: a preparação para o vestibular. O momento, já recheado de incertezas para qualquer adolescente, é ainda mais delicado para os vestibulandos dessa escola. Apesar de estarem no terceiro ano do Ensino Médio, há alunos sem notas em várias disciplinas do primeiro e segundo ano. Nos boletins, espaços em branco no local das notas de Economia do RN, Espanhol, Química e Física. Os alunos não têm as notas porque não tiveram aulas e não tiveram aulas porque não havia professores. Em maior ou menor escala, esse é um problema que se repete em escolas de todo o Estado. A própria Secretaria Estadual de Educação admite as falhas (veja entrevista da secretária Betânia Ramalho na página seguinte), embora não tenha como quantificar quantos estudantes estão na mesma situação. O problema na Escola Presidente Roosevelt é extremo. Passaram-se dois anos com furos na escala de professores e alguns alunos simplesmente não cursaram as disciplinas necessárias. Atualmente, há duas turmas de Terceiro Ano sem professor de Química e falta também professores de Física. Segundo a presidente do Grêmio Estudantil da escola, Rayssa Dantas, de 17 anos, a proposta levada até os alunos para compensar as sucessivas perdas de anos letivos em várias matérias é de ministrar trabalhos e completar os espaços em branco nos boletins dos alunos com essas notas. A Secretaria de Educação diz que essa não é a orientação dada para as escolas. Mas diretores confirmaram à reportagem que essa é a prática mais comum, tendo em vista que o apertado calendário escolar não deixa brechas para reposições. No caso de um ou mais trabalho escolar ser utilizado para repor a nota, resolve a parte burocrática, mas deixa de lado a parte mais importante desse processo. E o aprendizado? Como fica? Seriamente prejudicado. Essa é

O

Como um aluno que passou meses sem aula vai poder prestar vestibular?” CLÁUDIA SANTA ROSA Pedagoga

a conclusão de especialistas, dos alunos e da própria Secretaria Estadual de Educação. De acordo com a subcoordenadora de inspeção escolar da Secretaria Estadual de Educação, Auxiliadora Albano, a perda do ano letivo é irreparável, embora as escolas tentem fazer a reposição da melhor forma possível. A pedagoga Cláudia Santa Rosa vai além: “É impossível ter uma formação de qualidade se há tanta descontinuidade no processo. Como um aluno que passou meses sem aula vai poder prestar vestibular?”. Os alunos da Escola Presidente Roosevelt pensam da mesma maneira. Com a diferença de que eles são parte do processo. A parte prejudicada, no caso. Como os principais afetados, os estudantes se sentem em grande parte incapacitados para competir em nível de igualdade com os concorrentes do exame que se aproxima. “Desde o primeiro ano, temos deficiências na base. Esperamos e esperamos, mas os professores nunca chegam. Vamos fazer o vestibular sem saber o conteúdo”, diz Rayssa Dantas, em meio a um protesto realizado pelos alunos em frente à escola na última semana. Oficialmente, os alunos que não tiveram nota por falta de aulas estão na mesma situação de alunos “em dependência”. A dependência é um instrumento utilizado para quando o estudante reprova em até duas disciplinas e, para não perder o ano, pode cursar a próxima série ao mesmo tempo em que cursa novamente as disciplinas nas quais foi reprovado no ano anterior. Mesmo quando não se trata de um caso extremo – onde os alunos perdem todo o ano letivo em uma ou mais disciplinas – a falta de professores acarreta outras formas de perda, prejudicando a continuidade do aprendizado dos alunos. ALEX REGIS

O histórico dos alunos está sem notas de algumas disciplinas


10

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

natal

Domingo | 29 de maio de 2011

Até a semana passada não haviam parâmetros nem normas para definir quais disciplinas e o número de aulas que os estudantes do Ensino Médio deveriam ter por ano. Os professores não sabiam sequer que conteúdos ministrar

[ CONT. PÁG. 9/EDUCAÇÃO ]

Escolas não têm currículo unificado ma outra questão que contribui com a dificuldade de repor aulas perdidas por falta de professores é a ausência de um currículo único. A Secretaria Estadual de Educação publicou na última semana o currículo unificado do Ensino Médio, mas até então não havia parâmetros fixos para determinar quantas aulas e de quais disciplinas cada série do Ensino Médio deveria ter. Dessa forma, nem mesmo os professores sabiam o que deveria ser ministrado e muitas vezes o sumário do livro didático era usado como “currículo”, segundo a pedagoga Cláudia Santa Rosa. “Esse é um ponto do qual os professores reclamam bastante: se não tem um currículo único, eles ficam sem embasamento para saber o que será ministrado”, relata a pedagoga. Cláudia Santa Rosa diz ainda que os parâmetros curriculares do Ministério da Educação não eram suficientes para sistematizar a educação em nível de Estado. Por exemplo, o MEC determina a integralização de pelo menos 2,4 mil horas de aulas no Ensino Médio, mas não fixa a quantidade exata por série. “O Ensino Médio não foi formatado, concebido, a partir de disciplinas, mas a partir de áreas do conhecimento. As escolas é que trabalham a partir de disciplinas porque os professores são contratados seguindo esse critério”, explica a secretária Betânia Ramalho. Com a formatação de um currículo único, a Secretaria de Educação poderá inclusive identificar possíveis locais com “mão de obra excedente”. “Agora, poderemos ter certeza de onde falta e onda sobra oferta de determinadas disciplinas e será mais fácil remanejar isso. Esse é um ponto importante, fundamental, que a Secretaria de Educação está providenciando depois de muito tempo de promessa. É preciso uma definição para ter controle, sem autoritarismo, respeitando a autonomia da escola”, diz Auxiliadora Albano, subcoordenadora de Inspeção Escolar. Isso não significa que o problema da falta de professores, que compromete a continuidade do

RODRIGO SENA

U

Aulas perdidas prejudicam alunos da rede

Alunos ficam sem aulas enquanto secretaria não providencia professores para diversas disciplinas

Agora poderemos ter certeza de onde falta e onde sobra oferta de determinadas disciplinas e será mais fácil remanejar” AUXILIADORA ALBANO Subcoord.de Inspeção Escolar

aprendizado dos alunos, será resolvido a curto prazo. Segundo Auxiliadora Albano, há questões estruturais mais sérias incidindo sobre o problema. Uma delas é carência de professores. “O problema nesse caso não é falta de dinheiro, mas falta de mão de obra mesmo. Acabamos completando com estagiários porque não há professores suficientes”, lamenta. A equação é conhecida: salário baixo e trabalho insalubre viram pouca procura pela formação de professor nas faculdades e universidades e, por sua vez, essa baixa procura implica em poucos professores no mercado. “Antes, o sistema não era universalizado. Depois que todo município e estado foi obrigado a prover educação para todos, a formação de professores não acabou não acompanhando o processo”, contextualiza.

CURRÍCULO ÚNICO Número de aulas semanais para o Ensino Médio Regular O currículo aprovado pela Secretaria Estadual de Educação determina o seguinte:

Português

4

Inglês

2

Espanhol

1*

Arte

1

Educação Física

2

Matemática

3

Física

2

Química

2

Biologia

2

História

2**

Geografia

2

Filosofia

1

Sociologia

1

* No terceiro ano,não há aula de espanhol ** No terceiro ano,são três aulas

3 mil

1 mil

200

5

total de aulas do Ensino Médio

Aulas por ano

dias letivos por ano

aulas por dia

Fonte:Secretaria Estadual de Educação

O Colégio Atheneu, um dos mais tradicionais da cidade, não chegou ao cúmulo de passar o ano inteiro sem professor em uma ou mais disciplinas. Mas permanecer meses sem aula em um determinado horário é algo comum. Por licença médica ou porque realmente começou o ano letivo e não havia professor disponível, os alunos permanecem sem aula. E com o agravante de não haver sequer condição legal de repor essas aulas a contento, a não ser que a Secretaria de Educação contrate um professor especificamente para isso. Bartolomeu Silva é vice-diretor do Atheneu e afirma que as aulas perdidas quando o professor é designado para o cargo não são repostas. “Quando há greve, tudo bem, os professores tentam repor embora seja muito difícil. Mas se o professor é contratado em maio, por exemplo, não há obrigatoriedade de dar o conteúdo anterior. Ele pode passar um trabalho ou fazer uma prova para recuperar a nota. Mas a aula mesmo não é reposta”, explica Bartolomeu. Falta de professores por alguns meses é mais comum do que pelo ano letivo inteiro. Para Cláudia Santa Rosa mesmo quando a ausência é por semanas ou meses, as perdas são irreparáveis. “Perde-se a sistematização do conteúdo. A própria greve traz isso, porque as aulas aos sábados não têm a mesma freqüência do horário normal”, diz, acrescentando que esse é um dos principais motivos para o abismo entre a escola de ensino básico pública e as universidades públicas. “No Ensino Fundamental e Médio, 85% dos alunos são de escolas públicas. Mas no Ensino Superior, apenas 15% das vagas são preenchidas por alunos do ensino público. O que está no meio do caminho é a precarização do ensino público básico”, complementa.

BATE-PAPO Betânia Ramalho »Secretária de Educação Quais os benefícios da unificação do currículo? Esse currículo já estava de certa forma em vigor. Então, temos um documento orientador que serve de referência para os professores e escolas. São necessários ajustes para adequá-lo aos referenciais curriculares e pretendemos também novas revisões para deixar mais claro os objetivos, as metas dessas diretrizes. Antes as escolas tinham liberdade para decidir a quantidade de aulas em cada disciplina? Como estou na secretaria há quatro meses, não tenho como falar. Mas é bom lembrar que o Ensino Médio não foi formatado, concebido, a partir de disciplinas, mas a partir de áreas do conhecimento. São três áreas: ciências exatas e naturais, linguagem e ciências humanas e sociais. As escolas é que trabalham a partir de disciplinas porque os professores são contratados seguindo esse critério. Temos casos de alunos que passaram até um ano letivo inteiro sem professor em algumas disciplinas.Como lidar com isso? Essa é uma realidade que nós encontramos e reflete a descontinuidade das políticas de educação do Estado nos últimos anos. O que estamos procurando é promover “aulões” para que o aluno tenha acesso aos conteúdos. Mas mesmo assim há perdas em relação ao aluno que acompanha a disciplina durante todo o ano letivo. Sim, com certeza. Não se recupera o tempo perdido. E é justamente por isso que não concordamos com essa greve. Não se resolve os problemas da noite para o dia. Estamos chegando agora e o Estado não teve uma política contínua. Foram 10 secretários em oito anos. Precisamos de tempo.


natal

Domingo | 29 de maio de 2011

3porquatro

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 11

POR ANNA RUTH DANTAS

EDUARDO SHINYASHIKI

ESPECIALISTA EM DESENVOLVIMENTO HUMANO,O ESCRITOR E PALESTRANTE LANÇA MÃO DE SEU CARISMA PARA ATRAIR MULTIDÕES PARA AS SUAS PALESTRAS.OS ASSUNTOS ABORDADOS VÃO DESDE O MERCADO DE TRABALHO ATÉ COMPORTAMENTO,RESPONSABILIDADE,LIDERANÇA E RELAÇÕES HUMANAS NO GERAL

“Vivemos um apagão de talentos” FOTOS:ADRIANO ABREU

É difícil a arte da convivência? É desafiador. É muito desafiador quando você fala a convivência porque de alguma forma nós vamos ao longo do tempo criando hábitos, hábitos as vezes que nos impulsionam a conviver bem e hábitos que vão criando muitas interferências no relacionamento. Muitas vezes as pessoas não se dão conta: qual o resultado que eu desejo. As pessoas vão colocando muito mais atenção nas dificuldades, nas adversidades do dia-dia e vão se perdendo nisso. Se você pegar um relacionamento quando duas pessoas escolhem ficar juntas parece que elas estão definindo um resultado. Os casais que dão certo são os casais que ao longo dos anos souberam manter o foco no resultado e renovaram o sentido, o significado, o propósito, objetivo. Os casais que vão se perdendo são aquelas pessoas que, por exemplo, a toalha molhada no chão começa a ser um fator de grande interferência. A pessoa começa a colocar uma dificuldade ali e aqui. Você tem que perguntar para essas pessoas: vocês estão buscando serem felizes ou terem razão? Muitas vezes as pessoas estão buscando ter razões sobre pontos que não são importantes. Posso dizer assim que você fez bagunça e vamos ajeitar. Mas isso não necessariamente precisa criar um ranço para que a gente se distancie ou separe. Mas chega um momento do relacionamento que se torna mais fácil as pessoas definirem o negativo da outra pessoa do que o positivo. E quando chega esse ponto a relação está fadada ao fracasso? Ou ao faz de conta, faz de conta que estar junto. Se a gente olhar em um restaurante um casal quando você vê que eles estão com sentido e significado parece que a comida é só um complemento de um momento a dois. Mas quando os casais já se perderam parece que a comida é mais importante, o que o garçom faz é mais importante, quem está no restaurante é mais importante. Tudo começa a ganhar uma importância maior do que aquilo que tinha definido inicialmente. Quando a gente leva isso para as organizações percebemos que o nível de superficialidade vai interferindo na lucratividade da empresa. É aquela coisa: faço de conta que sou seu amigo, mas na hora que precisar lembra de um passado e faz você pagar. Ao invés de termos sentimento de que não sou melhor ou pior do que você, sou único. Diante de uma pessoa sou único. Temos muito para crescermos juntos. A convivência nas empresas se torna mais difícil pela competitividade que há entre as pessoas? A competitividade muitas vezes é utilizada para mascarar a insegurança do profissional. Quando ele se sente ameaçado diz “estão tentando puxar o meu tapete”. E ele vai simplesmente escondendo essa insegurança por trás de uma atitude competitiva, arrogante, uma atitude egocêntrica. Muitas vezes vemos dois tipos de pessoas bem negativas dentro de um processo competitivo: aquela pessoa que está em um momento de competitividade se sente menor do que a outra pessoa e cria e alimenta o sentimento de inveja, são as pessoas retraídas, tímidas e ficam sempre se lamentando porque o momento não surgiu, a oportunidade não apareceu; e tem a outra pessoa que é o arrogante, que diz

que o senhor afirma isso? As vezes as pessoas me perguntam se o líder nasce pronto? E eu digo, se a gente pegar só uma história que a humanidade conhece muito que é a história de Jesus a gente vai ver que ele não nasceu com virtudes e qualidades de um líder. As vezes a gente olha, vê uma pessoa temerosa, com dúvida, insegura, mas vai indo em trajetória em que começa a fortalecer ele mesmo, a fé dele, a crença dele, é nesse momento que se torna um líder. Essa atitude que as pessoas estão esquecendo de ter na vida delas. As vezes a pessoa tem um chamado, mas internamento não fez a opção de se fortalecer. Algumas pessoas dizem “precisa de mais universidade”. O problema não é somente o ensino universitário. A UNESCO deu uma estatística que eu achei trágica, no Brasil um terço dos PHDs estão desempregados.

duardo Shinyashiki costuma se definir como um companheiro de viagem. E basta uma rápida conversa com esse escritor e palestrante para perceber quantas lições ele transmite nessa viagem. Cada palestra, cada livro, claro, é uma viagem, onde ele tem milhares de companheiros. Shinyashiki é daquelas pessoas que logo no primeiro encontro trazem muito carisma, fala no olho no olho, e mostra, com a simplicidade das palavras, experiências e análises das pessoas e da gestão que elas fazem da própria vida. No decorrer dessa entrevista Eduardo traz algumas respostas que soam como alerta, outras como reflexão. Com especialização em Desenvolvimento Humano nos Estados Unidos, Europa, América do Sul, México e Índia, Eduardo se mostra um estudioso que expõe resultados e análises nas palestras, artigos e nos livros. “A competitividade (entre funcionários) muitas vezes é utilizada para mascarar a insegurança do profissional. Quando ele se sente ameaçado diz ‘estão tentando puxar o meu tapete’. E ele vai simplesmente escondendo essa insegurança por trás de uma atitude competitiva, arrogante, uma atitude egocêntrica”, destaca Eduardo, que esteve em Natal participando do 14º Congresso Nordestino sobre Gestão de Pessoas, evento promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos no Rio Grande do Norte. No decorrer dessa entrevista Shinyashiki fala sobre relações humanas, sejam elas pessoais ou no trabalho, sobre gestão e a responsabilidade de quem assume lideranças e traz análises cautelosas sobre talento. ‘Os casais que vão se perdendo são aquelas pessoas que, por exemplo, a toalha molhada no chão começa a ser um fator de grande interferência. A pessoa começa a colocar uma dificuldade ali e aqui. Você tem que perguntar para essas pessoas: vocês estão buscando serem felizes ou terem razão?”, alerta. O 3 por 4 de hoje é um convite a reflexão e a mudanças. Com vocês, Eduardo Shinyashiki.

E

A competitividade muitas vezes é usada para mascarar a insegurança do profissional. Aí ele vai tomando atitudes competitivas”

ser melhor do que todos, é aquela postura que não soma, sempre uma atitude de subtrair. A pessoa que está centrada, consciente de que ela não é perfeita e ela tem a humildade para reconhecer sai na frente das outras pessoas porque não está no processo competitivo com os outros, mas no processo de evolução interna. Tem uma referência do Ayrton Senna que um dia foi perguntado se Alan Prost seria seu grande adversário. Ayrton Senna disse “eu não tenho rejeição, não é que eu não goste do Alan Prost, eu admiro Alan Prost, porque sei que só admirando as qualidades, identificando as qualidades que ele tem

eu vou poder me tornar melhor, não melhor do que ele, mas melhor do que sou hoje”. É aquele momento em que a pessoa olha para fora e diz: nossa ele está fazendo isso. E aí você volta para dentro de si e pergunta o que precisa para desenvolver a competência dentro de si. Como é a postura do gerente:incentivar a competitividade, para ter mais produção,ou a convivência? Hoje diria que deve incentivar a cooperação. Porque hoje a gente tem cada vez menos talentos. A gente diz que hoje o mundo tem um apagão de talentos. Então pessoas que tem competências técnicas, pessoais e fazem a diferença. Quando o gerente ou gestor começa a estimular a competitividade entre as pessoas é uma atitude que as pessoas puxam a brasa para sardinha dele e não ajuda o outro a bater a meta, realizar o projeto em que está trabalhando. Então, quando se olha isso dentro de uma empresa é perda, horas de trabalho pagas que não geraram nenhum resultado.

Detalhes Quem convive melhor: hoje a liderança se tornou muito feminina nos atributos, flexibilidade,capacidade de ouvir,de se comunicar. Culturalmente,a mulher tem facilidade maior para a convivência.O homem foi muito mais preparado para faz,faz,faz, seja o provedor.Agora se você diz quem convive melhor? Eu digo aprenda com as crianças.As pessoas vão aprendendo a conviver com rótulos e esquecem de quem é você. Então quem é você: sou um companheiro de viagem,minha postura é de eterno aprendiz. Quando a gente tem postura que já aprendeu tudo parece que a única lição a ser aprendida é a morte.Em todas as situações tem sempre algo a aprender.

Temos muitos profissionais que estão norteando seu conhecendo, seu talento, muito mais em não errar, não ousar, não realizar.”

Não pode ser só o discurso de ser uma família, mas é saber valorizar as pessoas, estimular as pessoas que não estão tendo resultado. É lapidar o talento. Ao invés de dizer que essa pessoa não dá para nada, olhe mais, perceba mais essa pessoa, ajude-a. No mundo hoje se fala tanto em coach (treinador de líderes), e gosto de dizer que é o sentido de treinar, mas também a pessoa que dá uma direção para carruagem. As vezes as pessoas têm disponibilidade, mas não tem direção. Chama atenção quando o senhor fala que hoje há um “apagão de talentos”. Baseado em

Perfil Eduado Shinyashiki é palestrante, consultor organizacional e especialista em desenvolvimento das Competências de Liderança e Preparação de Equipes. Presidente da Sociedade Cre Ser Treinamentos.Especializou-se em Desenvolvimento Humano nos Estados Unidos,Europa, América do Sul,México e Índia. Eduardo tem uma trajetória acadêmica dedicada ao estudo e à pesquisa dos aspectos emocionais,mentais e físicos do ser humano.

Como há um apagão de talento se nós temos um terço dos PHDs desempregados? Essas pessoas são boas, como uma boa biblioteca, você vê cheias de conhecimento, mas conhecimento que não transposto para realidade não se torna sabedoria, nem carisma, nem liderança, nem a capacidade de inspirar pessoas. Por isso que tem pessoas especialistas em lições de palavras, mas não lições de vida. O que torna uma pessoa que tem conhecimento uma pessoa talentosa é a capacidade que ela teve de desenvolver competências pessoais, sua inteligência emocional, sua competência emocional. Como lido com minhas emoções? Como lido com minhas incertezas? Como lido com a raiva das coisas que saíram do meu controle? As vezes as pessoas se perdem não dentro do conhecimento, mas exatamente quando surge uma adversidade acaba fazendo as escolhas que vão tornar a convivência difícil, torna difícil a superação das adversidades e o talento se perde. As vezes digo que tem talento que não tem sentido, tem vida que está sem sentido. Mas pode recuperar fazendo o que? Investindo. Se a gente tivesse 100% de recurso, diria que invista 50% dos recursos em você para se tornar melhor, que cada vez mais o passado não seja referênia para o que vai acontecer no futuro. “Passado não ser referência para o que vai acontecer no futuro”.Mas as pessoas não têm que aprender com o passado? Elas têm que aprender com o passado, mas não ficarem prisioneiras do passado. Lição é aquilo que nos torna melhor, mas tem pessoas que ficam rancorosas, ressentidas, magoadas. O problema é como se tivesse a opção de prender alguém, colocar dentro da cela e jogar a chave fora. Aí você não se dá conta que se torna o carcereiro dessa pessoa. Quando ela está na prisão estamos do lado de fora, mas dentro da mesma prisão. É aquela coisa: a pessoa diz nunca mais vou confiar em alguém. As pessoas esquecem que a melhor forma de nunca errar um pênalti é nunca bater. As pessoas fazem essa opção: sofreu no passado aí não quer sofrer no futuro, mas essa opção ela não se dá conta de que não sofrer significa não viver, não ousar, não se entregar, não viver a vida. Temos muitos profissionais que estão norteando seu conhecendo, seu talento, muito mais em não errar, não ousar, não realizar.


12

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

natal

Domingo | 29 de maio de 20011

Embora o número de vigilantes seja insuficiente para fiscalizar toda a área dos campi da instituição, os índices de violência estão caindo. Em um ano a redução foi de 32,4%. Universidade está investindo em monitoramento eletrônico [ UFRN ]

Cai índice de violência nos campi RICARDO ARAÚJO Repórter

ssaltos, estupros e assassinatos. O que no passado era praticado nas ruas, vielas e periferias das cidades, ingressou nas escolas e universidades. Ao longo da última década, a prática de crimes em ambientes acadêmicos e de educação infantil se tornou mais comuns. Para estudantes, funcionários e pais de alunos, é intrigante saber ou sentir que nem mesmo no período em que estão nas instituições de ensino, estarão efetivamente seguros. Mas no Rio Grande do Norte, o número de casos de violência nos campi da Universidade Federal vêm caindo e os relatados de violência estão menos frequentes. Entre 2009 e 2010, a queda foi de 32,4%. Com 23 mil hectares de área, muitas árvores e margeando o Parque das Dunas, o campus central da UFRN pode parecer um ambiente propício à prática de crimes. Apesar do índice de ocorrências ter caído nos últimos anos, os próprios seguranças da universidade admitem que assaltos, furtos, comercialização e consumo de drogas são práticas relativamente comuns dentro e nas cercanias do Campus. Por causa disso, foi preciso investir em segurança particular. Para o diretor substituto da Segurança Patrimonial da UFRN, Manoel Eufrausino, seria necessário que a União entendesse que uma das saídas para melhorar a segurança no ambiente acadêmico, seria a realização de um concurso público e a recriação das vagas para vigilantes. Hoje, existem 149 vigilantes no quadro efetivo da UFRN para se-

A

rem distribuídos por todos os campi da instituição no Estado, além dos hospitais e centros de administração acadêmica. “Para ampliar nosso quadro, tivemos que terceirizar o serviço. Contratamos uma empresa que disponibiliza quatro homens armados em cada um dos 16 pontos espalhados pelo campus central”, explicou Manoel. Além da terceirização da segurança, que custa mensalmente R$ 91 mil à universidade, a reitoria fez um amplo investimento num sistema de monitoramento por câmeras. Com aproximadamente 32 mil alunos e uma circulação diária de estimada em 45 mil pessoas, a instalação das câmeras em pontos estratégicos foi uma das possibilidades que podem contribuir para a redução da violência. “O nosso projeto original de informatização está em fase de implantação. Apesar dos avanços tecnológicos, ainda dependemos de mão de obra humana”, ressalta Manoel Eufrasino. Para ele, a possibilidade da Polícia Militar realizar rondas periódicas na área do campus central não está descartada. Manoel afirma que há uma intenção da UFRN em firmar uma parceria com o Comando Geral da Polícia. “Se a Polícia Militar topar fazer rondas pelo menos no anel viário e nos pontos de ônibus do campus central, será uma boa atitude para nós da segurança e principalmente pros alunos e servidores”, destacou. Ele considera que os pontos críticos da universidade em relação à segurança são: a Praça Cívica, o anel viário e os pontos de ônibus em horários de menos movimentação. [ CONTINUA EM NATAL 13 ]


Domingo | 29 de maio de 2011

natal

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 13

As câmeras de monitoramento eletrônico são algumas das principais responsáveis pela queda nos registros de violência dentro do campus universitário de Natal. A ideia é ampliar essa fiscalização

[ UFRN ]

Tecnologia auxilia segurança ma volta ao redor do campus universitário em menos de dois minutos. A tecnologia das câmeras de monitoramento posicionadas nos pontos mais altos do campus, permitem que isto seja realizado. Na Central de Monitoramento da UFRN, 11 monitores captam imagens de 36 câmeras. Os equipamentos conseguem identificar, através do zoom, placas de veículos que entram e saem do campus além de possibilitar a identificação visual de quem transita pela área da instituição. “Há quatro anos, o sistema foi implantado. Com as câmeras, nós conseguimos ampliar o monitoramento. Em dois minutos no máximo, nós conseguimos visualizar todo o campus universitário”, afirma o operador de câmeras Adauto Sabino Bezerra. As câmeras estão posicionadas a uma altura na qual é capaz de captarem imagens num raio de cinco quilômetros. Foi através deste sistema integrado, que os seguranças da UFRN conseguiram coibir a ação de uma quadrilha que realiza arrombamentos em veículos. O grupo foi surpreendido no início do ano passado enquanto forçava a abertura de um veículo no estacionamento do setor I. “Nós verificamos a ação e deixamos para agir no momento certo. O grupo foi preso em flagrante”, disse Adauto. Há quatro meses, as câmeras conseguiram captar a ação de um homem roubando capacetes. Utilizando-se de câmeras que se movimentam em 360º, os operadores acompanharam o roubo e

ALEX REGIS

U

VIGILÂNCIA A Divisão de Segurança Patrominial da UFRN realiza levantamentos periódicos dos índices de violência dentro dos campi da instituição e hospitais.Nos últimos três anos,os números sofreram redução graças ao investimento em tecnologia e na ampliação da segurança armada circulando 24 horas nos complexos. Os dados abaixo foram fornecidos pela DSP. Ano 2008 Assaltos 16 Furtos de Patrimônio 13 Furtos de Veículos 2 Furtos de Terceiros 57 Detenção a suspeitos 10 Flagrante de drogas 3 Em outubro de 2008,foi registrado um estupro dentro do Campus Central da UFRN,em Potilândia. Total de ocorrências 566

Equipamentos de vigilância eletrônica garantem mais segurança e conseguem detectar movimentos suspeitos em boa parte do campus

capturaram o marginal quando ele saía da área da UFRN. Apesar do avanço, muito ainda precisa ser feito. “Apesar das melhorias e do avanço tecnológico, ainda existem ajustes a serem feitos. É preciso entender que nem todas as ações são captadas”, analisa Adauto. Ele comenta que em relação a outras universidades federais, inclusive maiores e com mais recursos, o monitoramento da UFRN é um dos mais modernos do país. Mas não deixa de fazer uma ressalva. “O campus universitário não será nunca um lugar totalmente seguro. O consideramos seguro, mas não descartamos que casos de violência podem ocorrer”.

Alunos consideram campus inseguro Nos últimos seis anos, o caso mais violento registrado no campus central da UFRN foi um estupro praticado contra uma aluna em outubro de 2008. As informações sobre o caso são superficiais para garantir o sigilo em relação à identidade da vítima. Mesmo sem nenhuma ligação direta com o campus universitário, um assassinato chocou a sociedade potiguar há 12 anos. Em 14 de maio de 1999, o corpo da advogada Bianca Mesquita de Moraes Passos foi encontrado a 200 metros da guarita do Exército, no anel viário do campus universitário, em Nova Descoberta. Bian-

ca Mesquita tinha 33 anos e foi encontrada com um tiro na cabeça. Na época do crime, dois vigilantes do campus chegaram a afirmar que viram dois rapazes numa moto próxima ao carro da vítima. O crime não foi elucidado. Nos últimos três anos porém, os índices de violência diminuíram internamente. Um média de 13,3 assaltos ocorreu entre 2008 e 2010. Apesar dos números apontarem a eficiência do monitoramento por câmeras, implementado no campus central há cerca de quatro anos, os alunos que circulam diariamente na universidade ainda consideram o ambiente in-

seguro e os vigilantes terceirizados despreparados. Um aluno do setor II, que pediu sigilo de sua identidade, afirmou que o consumo e comercialização de maconha nos blocos de aula são comuns. “A qualquer hora, pode-se adquirir maconha aqui. Tem gente que nem vende, compartilha. Muitos vigilantes sabem disso e fazem vista grossa”, comenta o aluno. Ele afirma que o consumo se intensifica à noite. “Eu sei que muitos dos usuários são pacíficos. Mas se um dia chegar um traficante aqui procurando alguém que não pagou a dívida, e aí”, indagou.

Ano 2009 Assaltos Furtos de Patrimônio Furtos de Veículos Furtos de Terceiros Detenção a suspeitos Flagrante de drogas Total de ocorrências

14 6 4 77 4 0 456

Ano 2010 Assaltos Furtos de Patrimônio Furtos de Veículos Furtos de Terceiros Flagrante de drogas Detenção a suspeitos Total de ocorrências

10 6 2 38 5 4 308

Os dados tabulados pela DSP levam em consideração a quantidade janelas e portas que não foram fechadas ao final do expediente,carros que alarmaram no estacionamento,luzes e equipamentos ligados,pernoites de veículos no interior dos campi. Por isso que o número total de ocorrências é alto em relação aos casos considerados mais relevantes.


natal

14 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 29 de maio de 2011

“ Eliana Lima

...fica também mais pobre o pobre que aplaude o rico, menor o pequeno que aplaude o grande, mais baixo o baixo que aplaude o alto, e assim por diante”

elianalima@tribunadonorte.com.br

De Raduan Nassar, no livro ‘Lavoura arcaica’, presente do poeta peripatético Volonté

» METAMORFOSE...

JOAONETOFOTOS.COM

JOAONETOFOTOS.COM

A própria chamada comunidade gay se divide diante da decisão da presidente Dilma Rousseff de proibir o MEC de distribuir o kitgay nas escolas de ensino médio (fundamental também estava na lista, mesmo que não divulgado). Uns consideraram que a presidente agiu com sensatez. As associações em nome da defesa homossexual criticam.

O novo par-romântico da capital dos magos-enamorados responde por Marília Bittencourt e Carlinhos Cabral. Belos, diga-se.

» PARCERIA A Fundação Capitania das Artes prorrogou o convênio com a Federação do Comércio. De 30 de abrila 29 de junho, a Funcarte repassará R$ 44.575,50 do orçamento do Natal em Natal.

» ...DE UM BRASIL... A presidente foi taxativa: - “O governo defende a educação e também a luta contra práticas homofóbicas. No entanto, não vai ser permitido a nenhum órgão do governo fazer propaganda de opções sexuais”. Diz que a função do governo é educar para que se evitem agressões e desrespeitos às diferenças, e reafirmou: - “Nós não podemos interferir na vida privada das pessoas”.

» ENFIM » BZZZZ...

Um pote de mel para quem acertar quem é o engessado usando camisa chique da Burberry.Dica: é deputado estadual

» SININHOS

JOAONETOFOTOS.COM

Apaixonadóns: Uila e Fred Mariz JOAONETOFOTOS.COM

» ...EM BUSCA... No Twitter, o professor goiano Ed Garcia opinou que a homofobia deve ser considerada crime. Mas a apologia ao homossexualismo também. Aliás, no Twitter recebi reclamações de homossexuais para não tratar por “homossexualismo”, sob a justificativa de que o termo “é doença”, e que o correto é “homossexualidade”. Não entendi. Segundo Caldas Aulete, é a mesma coisa. Sinônimo...

» ...E RESPEITO... Diante da conquista de liberdade sexual, endossada também por muitos heteros, a pegunta ganha coro: e o homossexual está liberto de todo e qualquer preconceito? Do coro, um alertou: - “É fácil defender a luta contra o preconceito do qual você é vítima. Difícil é defender o dos outros”. A coluna conhece vários preconceituosos. Tem um gay assumido em Natal que faz intensa campanha contra a homofobia, e a qualquer expressão taxa de “homofóbico”, mas tem aversão a negro. Tempo desses, presenciei-o num restaurante irritado porque ao lado da sua mesa se sentou “uma negrota”, como se referiu. “Mandou” o garçom afastar a sua mesa...

Depois de muito esperneio, a Prefeitura de Natal publicou no DOM os extratos das despesas adquiridas através da Funcarte para a realização do carnaval (2011) e do desfile temático (2010). Para a Associação das Escolas de Samba, Tribos de Indios, Blocos e Troças Carnavalescas: R$ 150 mil e R$ 221 mil. Para a Ar Projetos e Construções Ltda, R$ 33.750,00.

» EVENTO

» ...DE RESPEITO... Em conversa com o cantor Emílio Santiago (homossexual assumido), em Natal e no Rio de Janeiro, ele disse que a forma de busca pelo direito de amar a quem se quer é errônea e incentiva a homofobia. Acredita que muitos vão “apanhar nas ruas” porque conquistaram a liberdade de sexual, mas não estão aprendento a se comportar, a contar que no Brasil a cultura é de respeito: – “É errado ficar se agarrando em público (bares, restaurantes, shoppings, por exemplo). Você não vê hetero fazer isso”, lembrou. Opiniões convergem de que estão levando a palavra homofobia (aversão, ódio a gay) à confusão de atitudes e valores. Qualquer opinião hoje é tratada como homofobia. E não é.

» SININHO

Na unidade a Roberto Freire, de 1º a 3 de junho acontece o 8º Semarketing UnP - Seminário de Marketing. Em discussão, a linha de Philip Kotler: ‘A missão do marketing 3.0 nas empresas consiste em estabelecer um elo com o cliente, promover a sustentabilidade no planeta e melhorar a vida dos pobres. Se você criar um caso de amor com os seus clientes, eles próprios farão a sua publicidade.

» PORTARETRATO » TALENTOS

Mãe e filha em festa bacana: Karina Cabral e Maria Augusta JOAONETOFOTOS.COM

Bambambãs da arquitetura na capital dos magos-construtores, Gracita Lopes e Nadiedja Melo vão dividir um mesmo espaço a partir do 2º semestre,na rua Açu

» ...E RESPONSABILIDADES No Rio de Janeiro, a potiguar Emília Correia participa de um grupo de estudo sobre a liberdade sexual e o risco da heterofobia. Em vídeo, observa um casal de mulheres onde a mãe não admite que a filha namore meninos. A garota se entrosava bem na escola com um colega que todos acreditavam gay. Na verdade, gostam-se. Uma amiga implicava com a conversa dos dois. Certo dia acompanhou a filha do casal de lésbicas até a sua casa e lá lhe deu um beijo sem consentimento. A mãe viu e, feliz, insistiu num sentimento que não existia na filha. Noutro momento, o garoto chega e, a contragosto, sobe até o quarto. A mãe flagra os dois se beijando e faz escândalo querendo impor que a filha não namore o menino, mas sim àquela que a deixou em casa. A companheira, então, recrimina o seu comportamento heterofóbico e diz que cada um deve escolher a quem amar...

Presidente no Brasil da RE/MAX, Renato Teixeira aterrissa dia 2 em Natal a convite dos sócios no RN Sérgio Fernandes, Sérgio Cabral, Rui Cadete e Fábio Gomes, para a inauguração da sede própria, na Alexandrino de Alencar. Os potiguares adquiriram a RE/MAX regional de mais quatro estados: MA, PE, PB e AL.

» D’ALÉM MAR Esticando dias de passeio pela Europa, os casadóns Manuel Messias e Bethania Caldas seguem até à Dinamarca.

COLMEIA

» Natal será palco do primeiro Curso Internacional de Vinhos do Nordeste.Mais informações no www.delospassos.com.br.

» LETRAS AMBIENTAIS Domingo 5, quando se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, a promotora Gilka da Mata e a procuradora municipal Marise Costa lançarão o livro ‘A Casa do telhado branco, uma história sobre consciência ambiental’. Obra resultado da vontade das autoras de falar para as crianças sobre as questões cotidianas voltadas à proteção do meio ambiente e à busca de uma boa qualidade de vida. Será às 16h, na Siciliano-Midway.

» Em parceria com a Embaixada Francesa,o Moviecom promove o Festival Varilux de Cinema Francês,de 10 a 16 de junho.

» Dentro das comemorações da

» S.O.S. Estudantes e trabalhadores gritam por iluminação pública em frente à escola estadual Padre Miguelino, no Alecrim. Semana passada houve até arrastão.

» GRITA CIDADÃ De Ponta Negra, chega o apelo para que a prefeita Micarla olhe com mais carinho para a Av. Praia de Muriú. “Está difícil de passar por ela, pois são buracos e pedras soltas”, relata um morador. “Uma avenida tão útil para diminuir o tráfego na Roberto Freire...não sei como ninguém vê isso”, alerta.

» TERRINHA

» SUSPIROS

Apaixonadinhos em dia de brindes à Bruna Galvão Teixeira: Renata Barbalho e Elízio Galvão Araújo

Semana do Meio Ambiente,a Federação das Empresas de Transporte do Nordeste (Fetronor) realiza o Seminário Despoluir: Transporte,Meio-ambiente e Qualidade de Vida,no auditório do SEST-SENAT,dia 31,às 14h,com palestra do professor Paulo Saldiva,da Faculdade de Medicina da USP,sobre ‘Cidades doentes: mobilidade urbana e saúde’. COLABORAÇÃO DE HELDON SIMÕES


Domingo |

29 de maio de 2011

natal

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

15

George Azevedo georgeazevedo@digizap.com.br

Glam Mossoró Lucineide Dias encerrando o show da Prisma ao lado da Miss Daliane Menezes

Espedito Jr e Katriny Rêgo. Dá-lhe Requinte Buffet

epois do lançamento bombado na capital potiguar, realizamos uma super festa na Terra de Santa Luzia para lançar a GLAM 08. E mais uma vez, foi sucesso total!!! Uma noite muito bem prestigiada por empresários, socialities, lojistas e fashionistas... Todos encantados com a revista, e pasmem, com a festa que teve assinatura da Master Produções e Eventos e deixou a Tenda Music Club um show com direito aos hits do Dj Filho e muita moda na passarela com as lojas Prisma, Mr.Jocker e Maison Tráfego. Sem falar nos quitutes do Requinte Buffet. Uma maravilha!!! Olha só o nosso resumo em fotos de Cláudio Roberto e Irlanda Carlos para o Trafegando.com

D

Diego Lucena na passarela da Mr.Jocker

A Miss Mossoró, Catharina Amorim, com a moda Victor Dzenk by Maison Tráfego

Roberta Rosado exibindo a GLAM

Patrícia Simões com a moda Animale by Prisma

Detinha Rêis e Nerialba Brasil na fila A

Fátima Tereza com a cunhadinha Ana Luíza Borges. Antenadíssima!

Lara Amaral e tia Sheila Kime

Lúcia Oliveira e Adriana Freire

A new face Bárbara Amorim arrasando na sua estréia

Kleber Azevedo num papo com Kênia Marques

Turma boa..Detinha Rêis,Sérgio Chaves,Jean Rêis e Lenilson Marques

Irlanda Carlos, Fátima Santos, Ione Câmara e Ana Paula Felipe de olho na passarela

Georgiano Azevedo e Luiza Medeiros exibindo a página de casamento de Cesar Cima e Germanna

Nil Costa e sua musa Ellen Gurgel

Valéria Escóssia com a filha Morgana e sobrinha Marina

Liliane Oliveira e Marina Vidal

Micheline Fontes e Rosa Fernandes

Festa fervida na Tenda Music Club com assinatura da Master Produções e Eventos


natal 16 Natal | Rio Grande do Norte | Domingo | 29 de maio de 2011

VIDA A BORDO 232 DIVULGAÇÃO

NELSON MATTOS FILHO velejador avoante1@gmail.com

elas regras das comunicações costeiras no Brasil, os iates clubes e marinas formam a Rede Costeira de Apoio ao Iatismo e por isso devem manter escuta permanente em VHF no canal 68 e utilizar o canal 69 como segundo canal de trabalho. Mas, infelizmente, essa regra não vem sendo observada em muitos clubes náuticos e marinas ao longo da costa do Nordeste. Não sei de onde deve de partir a cobrança da regra, mas seja lá de onde for, acho que já está passando da hora dessa fiscalização acontecer. A regra ainda orienta os iates clubes e marinas transmitir boletins meteorológicos via canal 68, quando solicitados ou mesmo quando uma mudança mais radical de tempo estiver para acontecer. Isso seria uma excelente prestação de serviço ao navegante amador, mas infelizmente vale a regra do salve-se quem puder. Existe um despreparo total das pessoas encarregadas de manusear o rádio VHF nos clubes e marinas, com raríssimas exceções. Na maioria das vezes o rádio está localizado nas portarias, aonde permanentemente existem vigilantes, mas a falta de atenção e o desconhecimento das regras são tantas, que eles nem se dão ao trabalho de responder a chamada. E quando atendem, não sabem pas-

P

ENTRE CHUVAS E RELÂMPAGOS – SEM COMUNICAÇÃO

sar nenhuma informação precisa. O canal 16 do VHF é restrito as chamadas de socorro, urgência, segurança, correspondência pública e escuta permanente quando em navegação oceânica. Assim que a chamada for interceptada, por outra embarcação ou estação terrestre, deve-se escolher outro canal para uso e assim liberar a freqüência do canal 16. Novamente nada

disso acontece e ouve-se todo tipo de absurdo, e má educação, na freqüência do canal 16. Até a Embratel, que opera a Rede Nacional de Estações Costeiras – RENEC, dificilmente atende uma chamada de um navegante amador. Eu mesmo, sempre que me atrevi a chamá-la no rádio nunca fui atendido. Mas sei que eles estão em escuta permanente, pois

sempre que acontece um acidente ou uma chamada de emergência a EMBRATEL envia uma chamada geral. Então porque não responde nossa chamada? Com relação aos órgãos públicos a gente até tenta entender essa incrível morosidade para com o contribuinte, mas quanto aos iates clubes e marinas, que são empreendimentos voltados exclusi-

vamente para atender os anseios e interesses do navegante, e seus proprietários e diretores também são, preferencialmente, navegadores e, por isso, conhecedores das necessidades dos que se fazem ao mar, essa é uma falta grave e que merece correção imediata. Já faz muito tempo que queria escrever sobre esse assunto, mas sempre esbarrei no crédito que mi-

nha alma de velejador cruzeirista concede aos que estão nos portos para acolher o navegante amador. Não quero usar o artifício da denuncia fácil e entrar em rota de colisão com os administradores de clubes náuticos e marinas, muitos deles meus amigos. Desejo apenas uma correção no rumo que as comunicações no mar estão navegando, visando uma melhor prestação desse serviço que tanta segurança traz ao navegante amador. Nessa velejada entre Chuvas e Relâmpagos, aonde venho contando a navegada que fizemos de Salvador a Natal, em Abri de 2011, algumas vezes precisei me comunicar através de VHF com clubes náuticos, mas sempre recebi o silêncio como resposta. Sem ter a quem reclamar a gente tem que engolir a descortesia e seguir em frente, com aquele sentimento de irrelevância. Foi assim que entramos em Recife, empurrado por um mar de ondas altas, com o Céu preto que nem carvão e desaguando em cima de nossa cabeça, o vento acelerando a todo vapor, o Avoante precisando de uma urgente manutenção elétrica e a gente precisando de um apoio para ancorar em meio a todo esse transtorno. E nada de sair do rádio uma resposta ao nosso chamado de aviso de chegada. Não precisava de muito, apenas uma resposta assim: Pode aproximar veleiro Avoante, que estamos aguardando!


esportes

HOJE NA TV

RÁDIO GLOBO NATAL

09:00 – GRAND PRIX DE MÔNACO DE F1 - Globo 16h00 - BAHIA X FLAMENGO, Sportv

06h - Esporte em debate 16h00 - Bahia x Flamengo/RJ Série A 21h - Resumo Final

CURIOSIDADES Pesquisa da Consult informa que apenas 11% dos torcedores do Estado frequenta os estádios potiguares.

DICAS A primeira largada da prova de Santa Cruz de Kart está marcada para às 10h30, gratuita para todos.

PROJETO SOCIAL

André Calixta comanda projeto que transforma jovens potiguares. PÁGINA 3 NÚMERO 3 passagens,contando com a atual,tem o treinador Francisco Diá,no América.

Editor: Itamar Ciríaco e-mail: esporte@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 29 de maio de 2011

Prova na cidade do Trairi marca o início de uma temporada que irá percorrer várias cidades do interior do Rio Grande do Norte com o objetivo de divulgar o esporte e estimular a interiorização da modalidade [ KART ]

Circuito de rua agita Santa Cruz uem pensa que lugar de kart é só dentro de um kartódromo está completamente errado. A Federação Potiguar de Automobilismo (FPA) está realizando hoje, a primeira etapa do Circuito Estadual de Kart nas ruas da cidade de Santa Cruz. A primeira largada será dada a partir das 10h30, as demais a partir das 14h. O diretor de Kart da FPA, Fábio Macedo, explica que esse evento tem como principal objetivo difundir o esporte entre os potiguares e, assim, conseguir encontrar novos talentos. Ele lembra que o Rio Grande do Norte é o único estado do país que possui dois campeões simultâneos de kart. “Nós da Federação, estamos fazendo o que precisa ser feito, que é divulgar o esporte por todo o estado, massificar o esporte no interior, para estimular os empresários a investirem em novos pilotos e novos talentos. Aliás, nós somos o único estado do Brasil que tem dois pilotos campeões como o Johilton Pavlak e o Victor Uchôa, de forma simultânea. Inclusive eles dois já garantiram presença no evento. Então, temos que aproveitar essa oportunidade para garimpar novos talentos, jovens talentos que nem foram descobertos, mas que precisam desse incentivo”, destacou. Ao todo, 25 pilotos federados estão inscritos nas categorias Mirim, Cadete e F-400 que competiram nas ruas de Santa Cruz. Durante a manhã serão tomados os tempos de todas as categorias e ainda será dada a largada da bateria dos pilotos mais novos. Já durante a tarde, será a vez dos motores 4 tempos roncarem. “Pra nós da FPA é um orgulho poder fazer uma prova de rua como essas. Quem estiver na cidade, com certeza, vai acompanhar uma prova de alto nível técnico, com bons pilotos. Sem contar que ainda vai poder desfrutar das belezas naturais da cidade, aos pés de Santa Rita de Cássia. Imperdível”, garantiu Fábio Macedo. Em reunião com membros do Departamento de Kart da Federação Potiguar de Automobilismo (FPA) e com o prefeito de Santa Cruz, Péricles Rocha, Joacy Bastos acertou os detalhes para a prova, que contará com o apoio em parceria entre a Seel, Prefeitura de Santa Cruz e o departamento de Kart da FPA. Com o objetivo já externado às federações esportivas de promover a interiorização de todas

Q

NÚMEROS

25

pilotos devem compor o grid de largada da prova pelas ruas da cidade de Santa Cruz

2

largadas estão agendadas.A primeira às 10h30 e a segunda às 14h

Nós da Federação, estamos fazendo o que precisa ser feito, que é divulgar o esporte por todo Estado” FÁBIO MACEDO Diretor de Kart da FPA

O kart no RN sempre revelou bons pilotos e, agora, queremos que eles surjam também do interior” JOACY BASTOS Secretário da SEEL

as modalidades, o secretário de Estado do Esporte e do Lazer, Joacy Bastos, acredita que a disputa das provas de kart pelo interior vai contribuir para o desenvolvimento do esporte nas demais cidades potiguares. “Nosso plano de interiorização do esporte já está nas ruas. O kart no Rio Grande do Norte é um esporte que sempre revelou bons pilotos e, agora, queremos que eles surjam também do interior”, disse Joacy Bastos. “Além disso, a prova em si também é um atrativo para a população, principalmente em circuito de rua”, completou. SOLIDARIEDADE Mas para o município de Santa Cruz o kart não vai deixar apenas a marca do esporte. A solidariedade também se fará presente. Todos os pilotos inscritos no Circuito Estadual de Kart entraram com uma participação financeira, que será revertida em cestas básicas para serem distribuídas posteriormente para famílias de baixa renda. DIVULGAÇÃO

Os pilotos de kart vão encarar novos desafios, agora pelas ruas


2 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

esportes

Domingo | 29 de maio de 2011

Dados divulgados pela empresa Consult, mostram que os torcedores estão deixando de ir aos estádios e optam pelo rádio ou pela televisão para acompanhar os jogos dos seus times. Implantação de programas de sócios é a solução [ PESQUISA ]

Números assustam os dirigentes pesquisa realizada pela empresa Consult, a pedido de dois ex-dirigentes de ABC e América, para saber que time possui a maior torcida do Rio Grande do Norte, além de apontar um leve favoritismo para o alvinegro, também causou espanto entre os dirigentes ao revelar que apenas 11% dos 1.800 entrevistados vão aos estádios em dia de jogos, preferindo escutar as partidas pelo rádio ou assistir na televisão. Um número considerado muito baixo, basta ver as médias de público durante o campeonato estadual. A televisão, que muitos apontam como vilã nesse processo de esvaziamento dos estádios, é protegida pelos dirigentes. Alguns outros fatores podem ser apontados como o esvaziamento dos estádios: jogos com baixo nível técnico, estádios sem estruturas, horários das partidas, entre outros. “A única exceção no Brasil de um estadual que seja sucesso de público, é em Pernambuco. Em todos os outros estados, apenas nos clássico é que se vê estádio cheio. Os clubes precisam trazer esses torcedores de volta”, alertou Paiva Torres, vice-presidente de marketing do ABC. Vários projetos estão sendo elaborados pelos dois maiores clubes do Rio Grande do Norte, para atrair de volta a atenção dos torcedores que estão distantes do estádio. Mas, o carro chefe de ambos é o programa de sócio, que tem como finalidade dar mais vantagens aos torcedores e ajudar as instituições na captação de rendimentos, já que os patrocínios dos times não completam a folha de pagamento e a renda de cada partida é uma aliada importante . Experiente no que diz respeito a programa de sócio, Paiva Torres revela que os clubes pre-

A

cisam investir nos sócios para trazer a torcida de volta aos estádios. “ Essa é a saída. Temos que socializar o preço dos ingressos. Só assim o torcedores vai começar a se interessar em assistir o jogo no estádio. Mas, outras ações precisam ser tomadas para que esse torcedor retorne na próxima partida. É uma engenharia complicada”, revela Torres. Pedro Paulo, responsável pelo marketing do América enaltece o programa de sócio e acredita, assim como o dirigente alvinegro, que essa é a forma mais atual conseguir trazer os torcedores para o estádio. “ Temos que tornar o futebol mais próximo do torcedor e para isso existem os planos de sócios. É preciso dar vantagens, não apenas dentro do estádio, mas de outras maneiras, que animem os torcedores a se associarem. Creio que essa é a saída até financeira para os clubes”, disse Paulo. Investir nos estádios é uma solução para atrair o público. Cadeiras confortáveis, boas lanchonetes, estacionamento, tudo isso é levado em consideração pelo torcedor quando pensa em assistir um jogo do time do seu coração no campo. “ A grande jogada é transformar o jogo em um atrativo, que não se resuma apenas ao futebol. O estádio precisa ser a segunda casa do torcedor, onde ele se sinta bem e não, o lugar para onde ele vai, já com vontade de ir embora”, afirma o vice de marketing do ABC. “Não se pode comparar em assistir um jogo pela televisão e uma partida no estádio. Torcedor de verdade gosta da emoção de estar em campo, de gritar, cantar o hino do clube e é nisso que temos que apostar, nessa ligação torcedor com o clube”, aposta Pedro Paulo, do América.

PESQUISA CONSULT apenas 11% dos 1.800 entrevistados vão aos estádios em dia de jogos, preferindo escutar as partidas pelo rádio ou assistir na televisão O(a) sr.(a) (você) acompanha os jogos e resultados do time que torce ou simpatiza? Sim,acompanha indo a estádios e através de rádio ou televisão

NÚMEROS DA GRANDE NATAL Qual seu clube de preferência?

7%

Não acompanha

Não soube responder

32%

11%

ABC

27%

23,72%

Não torce por nenhum clube

0,5%

34,67%

Baraúnas

0,5%

30,61% Sim,somente através de rádio ou televisão com muita frequência

Sim,somente através de rádio ou televisão com pouca frequência

Qual o time de futebol do RN que o(a) sr.(a) (você) torce ou tem simpatia? (pergunta não estimulada) Clubes Pessoas ABC 565 AMERICA 397 POTIGUAR MOSSORÓ 49 BARAÚNAS 38 CORÍNTHIAS-CAICÓ 30 SANTA CRUZ 26 ASSÚ 20 ALECRIM-NATAL 14 PALMEIRA – GOIANINHA 7 PAUFERRENSE 5 CAICÓ 3 UNIÃO – NOVA CRUZ 2 PALMEIRAS – CACHOEIRA 1 VASCO – MARACAJAÚ 1 BOACICA – TOUROS 1 ALECRIM – POÇO BRANCO 1 CCP – PAU DOS FERROS 1 MACAU 1 BREJINHO ESPORTE CLUBE 1 BOTAFOGO – 1§ LAGOA 1 POTIGUAR – CURRAIS NOVOS 1 PALMEIRAS – SÃO GONÇALO 1 NÃO SABE 147 NENHUM 487 Total 1800

Percentual% 31.39 22.06 2.72 2.11 1.67 1.44 1.11 0.78 0.39 0.28 0.17 0.11 0.06 0.06 0.06 0.06 0.06 0.06 0.06 0.06 0.06 0.06 8.17 27.06 100.00

Palmeiras de Cachoeiras

31,5% América

1,5% Alecrim

NÚMEROS DE NATAL CLUBE ABC América Alecrim-Natal Santa Cruz CorínthiasCaicó Palmeiras-São Gonçalo Não sabe Nenhum Frequência Total

Norte

Sul

Leste

Oeste

TOTAL

32.0% 26.4%

40.0% 34.3%

48.2% 38.8%

53.3% 33.3%

42.6% 32.6%

0.0% 0.0% 0.0%

4.8% 0.0% 0.0%

1.2% 0.0% 0.0%

3.8% 1.0% 1.0%

2.4% 0.2% 0.2%

0.8%

0.0%

0.0%

0.0%

0.2%

2.4% 38.4% 125%

2.9% 18.1% 105%

0.0% 11.8% 85%

1.9% 5.7% 105%

1.9% 19.8% 420%

*ABC tem uma torcida estimada em 342.424 torcedores *América tem uma torcida estimada de 262.043 torcedores *Alecrim tem uma torcida estimada na capital de 19.292 torcedores. *Censo do IBGE 2010,a cidade de Natal têm uma população de 813.811 habitantes

Europa é um modelo a ser seguido Se por uma lado, os maus resultados dentro de campo pode fazer com que os torcedores deixem de comparecer aos estádios, os dois dirigentes são unânimes em usar a Europa como exemplo. De acordo com eles, o sentimento do torcedores europeu é diferente do Brasil, no sentido de apoiar o clube e não apenas dar atenção ao time de futebol. “Infelizmente temos a cultura de só ir ao estádio quando o time está bem dentro da competição, o que não acontece nos grandes centros de futebol. Lá, os torcedores vão aos estádios independente da situação dos seus times nas disputas. Eles aprenderam que é preci-

so ajudar o clube, mesmo ele estando em uma situação complicada”, disse Paiva Torres. O pensamento de Pedro Paulo, do rival América, é parecido com o de Torres. De acordo com ele, o torcedor tem que ser mais participativo na “vida” do clube e não só em dia de jogo. “ Temos que trazer o torcedor para viver o América. Criar mecanismos para que o verdadeiro americano compareça no estádio, mesmo se estivermos passando por momentos difíceis. Nos países europeus, principalmente, antes do começo da temporada, quase todos os ingressos para todos os jogos estão vendidos, até porque,

a grande fatia vai para os sócios, que não precisam nem sair de casa para adquirir sua entrada. Basta estar em dia com o clube, que ele pode retirar o bilhete na hora do jogo. E tem a certeza que sua cadeira vai estar reservada”, revela Paulo. Na última sexta-feira o América lançou, oficialmente sua campanha para o sócio-dragão. E, de acordo com Pedro Paulo, antes mesmo do lançamento, o projeto já vinha sendo um sucesso. “Não fizemos nenhum divulgação na mídia antes do lançamento e já tínhamos quase 1.300 pré-cadastros. Estamos confiantes”, finalizou.

JUNIOR SANTOS

Temos que socializar o preço dos ingressos. Só assim os torcedores vão começar a se interessar em assistir o jogo no estádio” PAIVA TORRES vice de marketing do ABC

DIVULGAÇÃO

Temos que tornar o futebol mais próximo do torcedor e para isso existem os planos de sócios. É preciso dar vantagens” PEDRO PAULO gerente de marketing do América


Domingo | 29 de maio de 2011

esportes

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 3

Professores de artes marciais se juntam para ajudar crianças e jovens carentes a sonhar com um futuro melhor, usando o esporte como trampolim para o aprendizado e como base da disciplina. Projeto beneficia dois mil alunos [ PROJETO SOCIAL ]

FOTOS:ALDAIR DANTAS

Juliana e Keithe Alinne trocaram as brigas corriqueiras, por disciplina e muito respeito ao próximo

Kelvin Martins mostra que superação é o seu forte.A deficiência física não o atrapalha nos combates

Boa vontade que transforma jovens VICENTE ESTEVAM repórter

oa vontade e uma grande determinação para ajudar ao próximo. Esses são os segredos que fazem do professor de karatê, André Calixta, uma pessoa diferente no meio do cenário esportivo potiguar. Através do seu amor ao esporte e do ideal de que a atividade pode mudar as pessoas e dar a oportunidade de jovens e crianças terem aspiração por um futuro melhor, Calixta desenvolve um programa de inclusão social no ginásio da Fundação Marie Jost, em Capim Macio. O projeto atende mais de dois mil jovens de ambos os sexos e se transformou no maior programa de difusão das artes marciais gratuito do país. Segundo Calixta, o projeto não alcançaria tanto sucesso se não fosse a participação de professores de outras modalidades e que também uniram esforços na tentativa de mudar ou influir de forma positiva na vida de tantos meninos e meninas, que devido a desocupação e sem um verdadeiro sentido para viver, acabavam perdendo a batalha para se afastar do submundo do crime e das drogas. Os irmãos Aitor e Gorka Sanchez, professores de judô e MMA e proprietários da academia Hikari, além de Gilberto Herculano Sobrinho, vicepresidente da federação de karatê, bem como os professores de 16 tipos de artes marciais que se integraram ao projeto como voluntários, são considerados figuras exponenciais para o sucesso obtido com a experiência. “Nossa preocupação não é apenas com a formação do atleta, nossa maior preocupação é na formação do futuro cidadão. Por isso exigimos regularidade, acompanha-

Ideal esportivo é capaz de mudar rumo da vida

B

Os professores Aitor Sanchez,Marcos Benício e André Calixta mostram orgulhosos os atletas que conseguiram transformar em campeões

mos o desenvolvimento escolar de todos os nossos alunos, que são afastados temporariamente do programa em caso de algum problema com nota baixa ou de comportamento tanto no local onde estuda quanto em casa”, ressaltou André Calixta. Além das aulas gratuitas os jovens que se apresentam para treinamento ainda ganham o kimono, considerado a peça fundamental aos praticantes de artes marciais e a peça mais cara para ser adquirida. “O kimono é cedido ao aluno a partir do momento em que a gente nota que ele realmente está inte-

ressado de fazer parte do projeto e se dedica para aprender aquilo que lhe é passado. Em caso de qualquer deslize na escola com notas baixas ou comportamental, a peça é recolhida até que haja a recuperação. Os nossos alunos têm de passar a ver o kimono como um ideal e lutar por ele”, destacou Aitor Sanchez. A doação dos kimonos só foi possível através de um patrocínio que Aitor arranjou com um colega, proprietário da empresa Integralmédica, que atua no ramo de suplementos nutricionais. A Acdemia Hikari fez a doação do ringue

A superação social e esportiva Entre as histórias de recuperação, existem também aqueles casos de superação apontados como mais emblemáticos pelos professores do projeto da Fundação Marie Jost. Esses casos envolvem três crianças de 10 anos de idade, que devido as suas peculiaridades, provam as pessoas que vale a pena investir no ser humano, que ninguém nasce com espírito ruim e que se suas habilidades forem bem trabalhadas no ambiente repleto de carinho e atenção, todos podem se transformar num atleta de ponta. O garoto Renan, residente numa comunidade da Vila de Ponta Negra, teria tudo para se revoltar contra a vida e perder o rumo, uma vez que teve os pais presos por tráfico de drogas e ainda perdeu um irmão assassinado pelo mesmo problema. Morando com a tia, esse garoto é mais um com a infância salva através de um pequeno gesto e que passou a vislumbrar um horizonte melhor no futuro. “Devido a tudo que sofreu em

tão pouco tempo de vida, num momento em que ainda está formando a personalidade. Renan era um menino cheio de problemas de comportamento, agora mudou em todos os sentidos. Hoje é um aluno disciplinado, não falta aulas nem aos treinos, tem notas boas e já conquistou o seu primeiro título estadual. Este é o maior pagamento para os professores envolvidos neste processo”, destacou Calixta. Outro caso emblemático é o do menino Kelvin Martins, que nasceu sem o braço esquerdo, mas sua superação o faz se transformar em um símbolo para os demais colegas. Morador do Monte Belo, não recebe apoio familiar para treinar. A deficiência, porém, não impede Kelvin de percorrer o trilho das conquistas dessa verdadeira fábricas de campeões. Mesmo lutando contra oponentes sem deficiência, o judoca potiguar possui um cartel com dois títulos brasileiros e garantiu uma vaga para disputar o Mundial de

sua categoria. Com um histórico de conquistas idêntico ao do amigo, aparece José Freire, com problemas de crescimento e que, aos 10 anos, tem estatura comparada a um garoto de cinco anos. Mas os baixinhos não dizem que são nos pequenos frascos que se guardam os melhores perfumes? Essa máxima vale para José, um garoto super ativo nas aulas e nos treinamentos e que não teme o fato de enfrentar oponentes bem mais altos e fortes e que também vai disputar o Mundial de sua categoria. “Esses dois garotos são especiais, Kelvin só vem treinar porque Gilberto Herculano passa na casa dele para pegar e deixar. José Freire tem problema de crescimento, precisa fazer um exame que não é realizado pela rede pública, só tem em clínicas particulares, custa caro e nós não temos condições de fazer isso por ele. Mas nada disso tira a alegria desses dois meninos, que são muito especiais para gente”, salientou Calixta.

e ajuda liberando a utilização dos aparelhos de musculação para os alunos do projeto trabalharem. De portas abertas para receber crianças e jovens das comunidades e colégios públicos, o número de alunos não para de aumentar. Com isso, crescem os gastos que têm de ser cobertos e os professores que retiram dinheiro do próprio bolso para manter viva a chama do projeto, gostariam de receber apoio para ajudar nos gastos com a conta d’água, luz, incentivos para compra de tatames e o mais importante de tudo: um bebedor de água.

“O sacrifício é muito grande, nossos alunos treinam forte por duas horas e quando saem não têm onde beber água. As dificuldades deles são grande e o bebedor que nos foi prometido por um deputado não veio porque foi a leilão. Quando a sede é muito grande eles são obrigados a beber um pouco de água na pia do banheiro. Isso chega a chocar a gente que não tem mais de onde tirar dinheiro para suprir certas necessidades”, afirmou o professor Aitor Sanchez. Calixta é quem se responsabiliza pelo pagamento da conta de água.

Em protesto, professor tira alunos dos Jerns Apesar de todo sucesso do projeto, os alunos da Fundação Marie Jost não vão mais participar dos Jerns. A decisão tomada pelo professor André Calixta é um protesto contra o preconceito contra os estudantes dos colégios públicos nas disputas dos jogos escolares. A regra que vale para o colégio particular não é a mesma aplicada para os representantes do ensino municipal e estadual. Segundo Calixta, o preconceito é fomentado pelos próprios professores, que entram na competição em busca de apresentar resultados aos patrões das escolas privadas e vão para uma espécie de vale tudo, incentivando seus alunos a discriminar as demais crianças. “O esporte não é para haver discriminação, não pode um aluno de escola paga, porque está em

desvantagem numa luta, chamar nossos alunos de favelados. Os árbitros também não podem privilegiar nenhum dos lados como ocorre muito”, protesta Calixta. Juliana Lima, habituada a subir no pódio em competições de alto nível revelou que já foi alvo de discriminação nos Jerns. “As meninas dos colégios pagos nos xingam de tudo quanto é nome, favelado é o menos pesado. É muito duro a gente escutar isso, anos atrás não aguentaria uma provocação desse tipo, mas hoje já sei me controlar e não reajo. Guardo minhas forças para hora da luta”, afirmou.

“Eu sou a prova de que o esporte é capaz de mudar as pessoas”. A aluna do curso de Enfermagem da Fatern, Juliana Lima de Araújo, 17 anos, é a autora dessa frase, que soa como uma bela canção aos ouvidos dos professores do projeto desenvolvido na Fundação Marie Jost. A adolescente disse que o aparecimento do professor André Calixta e do esporte mudou o rumo de sua vida, fazendo dela uma jovem mais humana e responsável. “Antes de ingressar no projeto eu era uma criança agressiva, respeitava pouco as pessoas e vivia envolvida em confusão, principalmente para defender os meus irmãos. Ingressei no projeto através das aulas que o professor dava no colégio Ferreira Itajubá, em Neópolis. Com a ajuda dele consegui me sair bem nos estudos e agora curso a universidade por força de um convênio do projeto com a Fatern e da nota que tirei no Enem. Hoje já posso sonhar com um futuro melhor”, salientou Juliana. A antiga disposição de brigar nas ruas, hoje foi revertida em coragem

Antes de ingressar no projeto eu era uma criança agressiva, respeitava pouco as pessoas e vivia em confusão” JULIANA LIMA aluna do projeto do prof.Calixta

para enfrentar as adversárias sobre o tatame. O resultado disso é um acumulo de títulos e um número sem fim de medalhas. Classificada para disputar o Mundial de sua categoria, marcado para novembro em Olinda/PE, só no último Norte/Nordeste de Karatê, realizado no Piauí, a aluna conquistou três medalhas de ouro e uma de prata. A trajetória vitoriosa também é acompanhada pela amiga Keithe Alinne, também de 17 anos. Ela disse que foi um pouquinho mais recatada que a colega, porém não esconde um passado problemático e briguento. O atrevimento de oito anos atrás, sofreu uma guinada e hoje além de um comportamento exemplar ela se transformou numa grande campeã do karatê, onde ostenta um bicampeonato brasileiro, três títulos nordestinos e oito títulos estaduais. “Na verdade perdi as contas de quantos títulos conquistei no RN. Devo tudo isso ao professor que conseguiu me ensinar a caminhar para o lado bom da vida. O esporte é importantíssimo para mim e me ajudou a ser disciplinada acima de tudo”, frisou.


esportes 4 | Natal Rio Grande do Norte |Domingo| 29 de maio de 2011 TOM HEVEZ

[ FÓRMULA 1 ] Prova de hoje é uma das mais

complicadas de todo o circuito, por falta de retas

Equipe RBR é a favorita à conquista da temporada 2011.Vettel emplacou uma série de vitórias e já mostrou que é o piloto a ser batido

Em Mônaco, Vettel não terá vida facilitada pelos rivais M onte Carlo (Mônaco) Gazeta Press - A temporada 2011 da Fórmula 1 chega a sua sexta etapa hoje, no tradicional circuito de Mônaco. Nas ruas sinuosas do principado, únicas no calendário, novas oportunidades surgem para que um número maior de pilotos entre na disputa pela vitória. A ausência de retas longas e curvas de alta velocidade, diminuem as exigências aerodinâmicas e o desgaste dos pneus. A largada para o GP de Mônaco será às 9 horas, com transmissão ao vivo da Rede Globo. As habilidades dos pilotos são realçadas ao guiar próximos aos muros que margeiam a pista. Ultrapassagens são raras e as chances de uma entrada do safety car são de 60%. Com esses ingredientes, a prova deste domingo promete ser a mais imprevisível da temporada. Se Sebastian Vettel já teve de suportar uma maior pressão dos adversários no GP da Espanha, no último domingo, em Barcelona, em Mônaco a disputa será ainda mais acirrada e com mais pilotos querendo interromper a hegemonia do alemão na temporada. “É divertido guiar aqui. É uma pista diferente”, disse Vettel. “O carro parece competitivo, mas todos estão muito próximos uns dos outros”, completou o atual campeão e líder do Mundial. Principal oponente de Vettel e único além do alemão a vencer uma etapa em 2011, o inglês Lewis Hamilton, da McLaren, está ansioso pela corrida deste domingo após a performance em Barcelona,

quando pressionou Vettel pela liderança nas últimas voltas. “Eu acho que mostramos na última corrida o melhor ritmo durante toda a prova. Eu estou realmente satisfeito com o equilíbrio do carro, mas será bem disputado aqui. Nesta pista não se pode cometer erros. Eu quero vencer este GP”, decretou Hamilton. Uma das incógnitas de hoje é como as novas regras afetarão o desenrolar da prova. A asa móvel só poderá ser usada na reta dos boxes, um trecho onde as ultrapassagens sempre foram quase impossíveis. Na saída do túnel, único setor onde algumas ultrapassagens são arriscadas, só o Kers poderá entrar em ação. Já com relação aos pneus, é esperado um desgaste menor do que nas etapas anteriores, e há a possibilidade de que sejam feitas somente duas paradas. AMEAÇA O desempenho de Sebastian Vettel na atual temporada é ainda mais regular que no ano passado, quando foi campeão mundial. Em cinco provas ocorridas até aqui, ele conquistou quatro vitórias e lidera o Mundial com 41 pontos de vantagem para o segundo colocado. Mesmo com tudo isso, no entanto, o seu chefe na Red Bull, Christian Horner, não acredita que o domínio irá continuar por muito mais tempo. A ótima fase de Vettel já começa a gerar preocupação no circo, com o medo de que a categoria volte aos tempos de hegemonia de um só piloto. FRANK AUGSTEIN

O espanhol espera que a escuderia italiana melhore o carro

Fernando Alonso cobra da Ferrari um carro mais veloz Enquando a Red Bull passeia e a McLaren chega cada vez mais perto de alcançá-la, a Ferrari parece ainda não ter encontrado o rumo certo em 2011. Após uma pré-temporada promissora, os carros vermelhos têm apresentado uma performance decepcionante, e a equipe não tem conseguido reverter o quadro até agora. No GP da Turquia, as atualizações introduzidas no F150 deram a impressão de progresso quando Fernando Alonso conquistou o primeiro e único pódio da temporada. Mas duas semanas depois, na Espanha, mais um desempenho sofrível para a escuderia italiana,

o que chegou a gerar cobranças do banco espanhol que patrocina a equipe. Nesta semana, o engenheiro Pat Fry, ex-McLaren e Benetton, foi contratado para substituir Aldo Costa como responsável pelo desenvolvimento de chassis. “Nós vivemos um difícil começo de temporada com as dificuldades de performance do carro, e nós precisamos de uma reação, precisamos de algo que nos dê uma mudança de direção. Nós precisamos de um carro mais rápido imediatamente. Nós estamos disputando quinto e sexto lugares, e desse jeito é impossível lutar”-, afirmou Fernando Alonso.


esportes

HOJE NA TV

RÁDIO GLOBO NATAL

09:00 – GRAND PRIX DE MÔNACO F1 - Globo 18h30 - ATLÉTICO GO X FLUMINENSE, Sportv

06h - Esporte em debate 16h00 - Bahia x Flamengo/RJ Série A 21h - Resumo Final

CURIOSIDADES O GP de Mônaco é um dos mais tradicionais da Fórmula 1.Sebastian Vettel sonha com uma vitória.

DICAS Circuito de Corrida Noturna de Natal,a Night Run Natal,acontece no dia 11/6.Inscrições: www.nightrunnatal.com.br

NÚMERO 500 vagas estão disponibilizadas para a Night Run Natal,corrida noturna.

Editor: Itamar Ciríaco e-mail: esporte@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 29 de maio de 2011

Afastado por sete anos da divisão principal, a estreia do Bahia em Salvador vinha sendo aguardada com ansiedade pelos torcedores, que acabaram a carga de ingressos colocados à venda em poucas horas [ BRASILEIRO SÉRIE A ]

Estádio lotado para Bahia x Fla alvador/BA (GP) - Depois de golear o Avaí por 4 a 0 na estreia no Campeonato Brasileiro, o Flamengo volta a campo pela competição hoje, quando visita o Bahia, às 16h, no Estádio Pituaçu, em Salvador, pela segunda rodada. Ganhando, o RubroNegro permanece entre os líderes. Já o Tricolor da Boa Terra busca a reação após perder por 2 a 1 para o América-MG em seu retorno à elite do futebol nacional. A expectativa pelo primeiro jogo do Bahia em casa após sete anos afastado da Primeira Divisão é enorme, tanto que os ingressos para o duelo foram esgotados na venda antecipada. Vanderlei Luxemburgo, técnico do Flamengo, vem destacando para seus jogadores a importância de uma vitória para manter o embalo na competição. O treinador considera que os pontos feitos como visitante farão a diferença na reta final da competição. “Partindo do princípio de que um time que pretende brigar pelo título terá sempre que fazer a lição de casa, acredito que os pontos conquistados fora de casa serão os determinantes para definir o campeão e as vagas na próxima Copa Libertadores. Justamente por isso que tenho refor-

S

FICHA TÉCNICA BAHIA FLAMENGO Omar,Marcos,Thiego,Titi e Ávine;Fahel, Marcone,Hélder e Lulinha;Jobson e Souza Técnico:René Simões.

Felipe,Galhardo, Welinton,David e Egídio;Willians,Renato Abreu,Thiago Neves e Bottinelli; Ronaldinho Gaúcho e Wanderley Técnico:Vanderlei Luxemburgo

Árbitro:Cleber Welington Abade (SP) Assistentes:Emerson de Carvalho (SP) e Marcelo Van Gasse (SP) Horário:16 horas Estádio:Pituaçu (BA)

çado a importância de buscarmos sempre a vitória no campo de nosso adversário”, disse Vanderlei Luxemburgo. Justamente pelo desejo de vitória que os jogadores do Flamengo prometem uma postura ousada em Salvador. “Nós vamos enfrentar um grande adversário e em seu campo, onde ele é muito forte. Se ficarmos recuados o tempo todo, vamos chamar o Bahia para o nosso campo e será muito complicado de sair para o jogo. Precisamos nos impor dentro de campo e isso só acontece quan-

do se joga para frente, buscando marcar gols. Claro que vamos respeitar o nosso adversário, mas não ficaremos recuados”, disse o meia Thiago Neves. Para este jogo o Flamengo continua sem poder contar com o lateral direito Leonardo Moura, vetado por conta de dores na coxa direita. Galhardo será o titular. O volante Willians, que estava afastado, foi reintegrado ao elenco após pedir desculpa pela cotovelada em Negueba e está confirmado. Pelo lado do Bahia, o técnico René Simões tem procurado trabalhar o aspecto psicológico de seus jogadores, que ficaram abalados após a derrota para o América. O time está definido, Marcos ganhou a disputa com Gabriel e vai ocupar a lateral direita. O time não terá o goleiro Marcelo Lomba e o meia Camacho, emprestados pelo Flamengo e com uma cláusula contratual que os impede de enfrentarem o Rubro-Negro. Dessa maneira, Osmar assume o gol, enquanto que Hélder entra no meio-de-campo. Porém a principal esperança dos baianos está em um trio ofensivo que é muito conhecido no futebol brasileiro. O meia Lulinha, ex-Corinthians, vai municiar o ataque, composto por Jobson e Souza.

FÁBIO BORGES/VIPCOMM

Fluminense busca reação em Goiânia

O meia Thiago Neves, do Flamengo, é uma das grandes atrações

Goiânia/GO (GP) - A estreia no Campeonato Brasileiro não foi a esperada pelo Fluminense, que acabou derrotado pelo São Paulo, dentro de casa, por 2 a 0. As cobranças sobre o elenco voltaram, com protestos da torcida na sede e pedidos para que Abel Braga, que está trabalhando nos Emirados Árabes Unidos e só assume o comando em junho, antecipe sua volta ao Brasil. É neste tenso cenário que o Tricolor busca a reação no Brasileirão hoje, quando visita o Atlético-GO às 18h30, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. Ao contrário dos cariocas, o Dragão, que se sagrou campeão goiano, está embalado pelo triunfo de 1 a 0 sobre o Coritiba, semana passada, em Curitiba (PR). Enquanto Abel Braga não chega cabe ao interino Enderson Moreira comandar a equipe dentro de campo. O treinador reconheceu que uma vitória sobre o Atlético-GO se torna fundamental para que o elenco tenha tranquilidade para trabalhar na sequência da temporada.


6

esportes

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 29 de maio de 2011

No confronto, que tem sido marcado por um grande número de gols, a equipe mineira apontada como favorita à conquista do título nacional, terá a oportunidade de testar sua força contra o Palmeiras de Luiz Felipe Scolari [ BRASILEIRO SÉRIE A ]

Cruzeiro tem bom teste na rodada WASHINGTON ALVES/VIPCOMM

ete Lagoas/MG (GP) - A vitória sobre o Botafogo reforçou que o Palmeiras se recuperou totalmente da goleada sofrida contra o Coritiba pela Copa do Brasil. Na estreia do Brasileirão, a equipe do técnico Luiz Felipe Scolari mostrou o futebol compacto - com uma forte marcação - que o notabilizou durante grande parte do primeiro semestre de 2011. Mas a segunda rodada do torneio nacional já reserva um desafio especial ao Alviverde: enfrenta um dos favoritos ao título, o Cruzeiro, hoje, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, às 16 horas. A missão palmeirense tornase ainda mais complexa pela necessidade de o time mineiro dar uma resposta no Campeonato Brasileiro. Na rodada de abertura, o Cruzeiro não demonstrou um bom futebol e acabou derrotado pelo Figueirense fora de casa. “O Cruzeiro é um grande time, com jogadores leves, ótimos atacantes, volantes que não guardam posição. É um grande adversário”, define o atacante Kleber, que carrega em sua mente uma tática para derrubar o adversário. “Eles vão nos atacar, portanto vamos precisar aproveitar o contra-ataque”, recomenda. Para enfrentar o Palmeiras, o

S

técnico Cuca perdeu dois jogadores importantes para o Cruzeiro. O armador Roger sofreu um estiramento na panturrilha esquerda e ficará fora de combate por pelo menos 15 dias. Outro desfalque certo é o zagueiro uruguaio Victorino, que foi convocado pela seleção do Uruguai para um amistoso contra a Alemanha. O argentino Montillo aposta em um ingrediente que não tem faltado nos duelos entre mineiros e paulistas para somar os três primeiros pontos do Cruzeiro.

Timão está alerta com o Coritiba

FICHA TÉCNICA CRUZEIRO PALMEIRAS Fábio;Marquinhos Paraná,Gil,Léo e Gilberto;Leandro Guerreiro, Henrique e Montillo;Thiago Ribeiro,Brandão e Wallyson Técnico: Cuca

Marcos;Cicinho, Thiago Heleno, Danilo e Gabriel Silva;Marcos Assunção,Márcio Araújo,Patrik (Chico) e Luan; Adriano e Kleber Técnico: Luiz Felipe Scolari

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF) Assistentes: Marrubson Melo Freitas (DF) e Thiago Gomes Brigido (CE) Horário: 16 horas Estádio: Arena do Jacaré (MG)

O técnico Cuca não vai poder contar com o meio-campo Roger,que deve ficar 15 dias afastado do time

Marcos Lopes lopesrn@hotmail.com

A nova fase do América ais uma vez o torcedor do América vive a expectativa de um recomeço na vida do clube, com a posse do presidente Hermano Morais, que assumiu e fica no comando administrativo até o final do ano. A missão do novo presidente está bem delineada, que é a de reestruturar o América administrativa e financeiramente, e tocar o processo de construção do estádio, com quase 15 anos de atraso. Neste sentido, tudo caminha para que a Arena do Dragão seja erguida às margens da BR 101, no trevo de Pitangui, que não é na minha opinião, a melhor localização para um estádio de futebol. Hermano Morais leva para a presidência uma característica que eu julgo importante, que é a capacidade de diálogo, de negociação e de discussão de grandes temas, própria dos políticos, sem radicalismo ou posições extremadas. Reafirmo que o América somou pontos com a chegada de Hermano Morais. É um recomeço, mais um, recomeço administrativo no clube, que precisa estancar a instabilidade política que reina pelos lados da Rodrigues Alves.

M

E PESQUISA? A pesquisa da Consult,patrocinada pelos conselheiros Alex Padang e Bruno Giovanni,do América e ABC respectivamente,indicou que a maior torcida no RN é a do ABC,seguida pelo América,Potiguar e Baraúnas de Mossoró.E trouxe um dado importantes,que é a pouca participação dos torcedores nos estádios.Apenas 11% dos que responderam o questionário,freqüentam os estádios,e que abre outra discussão.Quais as razões que afastam o torcedor dos estádios,e o mais importante,como reverter o quadro atual¿

AGORA É A PORTUGUESA O ABC tem uma semana para trabalhar o jogo da próxima sexta-feira contra a Portuguesa no Canindé.Até agora,concluída a segunda rodada do Brasileiro,é cada vez maior a minha convicção do nivelamento da competição,tornando-a ainda mais perigosa.Mais do que nunca,o Brasileiro não admite vacilos.É preciso atenção.

Fim de jogo, fim de papo RODRIGO SENA

ESTATUTO DO TORCEDOR Vez por outra tiro da gaveta o Estatuto do Torcedor, uma lei federal que assim como tantas outras, não “pegou” no Brasil. Eu fico impressionado com o descaso das autoridades responsáveis pela efetiva implantação do Estatuto, não só no Rio Grande do Norte, mas em boa parte do país. Uma das capitais onde tem funcionado de forma consistente, é Porto Alegre, onde a cada jogo no Beira-Rio ou no Olímpico, é divulgado o balanço do Juizado Especial Criminal, que deve funcionar em todos os estádios. No futebol potiguar, só funciona nos chamados “grandes jogos” debaixo do calor dos holofotes. No geral, as autoridades responsáveis ignoram solenemente o Estatuto de Defesa dos Direitos do Torcedor, e o que é mais sério, o próprio torcedor, o bom torcedor não faz valer os direitos assegurados em lei. No futebol do RN, as ações muitas vezes são midiáticas, passageiras e que não buscam a solução dos problemas. Eu vejo com tristeza e preocupação o que acontece com o Estatuto.

Paulo Ricardo Moroni assinou contrato e já está trabalhando na montagem do Santa Cruz para o Brasileiro da Série D.

TREINADOR PREOCUPADO Leandro Campos manifestou antes do jogo com o Salgueiro, preocupação com o tamanho do elenco do ABC.Para ele,com 30 jogadores,existe um excesso de três ou quatro jogadores, segundo ele,o que não abre espaço para trabalhar com jogadores de base,como ele disse que gosta de trabalhar.

UM GOLEIRO Preocupado com a possibilidade de perder Welligton a qualquer momento – pode ser negociado – Leandro Campos cobrou a contratação de mais um goleiro,no que ele tem razão.No mais, não acho que o elenco esteja “inchado”, considerando que o Brasileiro é uma competição longa e cheia de obstáculos.

ARENA DA BAIXADA

SÃO JANUÁRIO

DERROTADOS LUTAM POR REABILITAÇÃO

GOMES VOLTA A USAR OS RESERVAS

Começar o Campeonato Brasileiro na zona de rebaixamento é ruim. Chegar à segunda rodada e não conseguir desencantar pode ser ainda pior. Por isso, para evitar mais um tropeço, Atlético-PR e Grêmio, derrotados na primeira rodada, entram em campo hoje, às 16 horas, na Arena da Baixada, com o pensamento fixo na vitória. A necessidade de conseguir um resultado positivo e acalmar o torcedor, que ficou na bronca com a derrota por 3 a 0 para o Atlético Mineiro na estreia, não parece demover o técnico Adílson Batista da ideia de continuar com três volantes. O treinador rubro-negro, como de praxe, não divulgou a escalação, do time que vai a campo.

Após se classificar para a final da Copa do Brasil no meio de semana, o Vasco vai a campo neste domingo, contra o América-MG, em São Januário, novamente com um time formado por reservas. O técnico Ricardo Gomes vai poupar os titulares para a decisão e deverá colocar praticamente a mesma escalação da vitória na etsreia sobre o Ceará. Já os mineiros vêm embalados do triunfo contra o Bahia e esperam aproveitar o fato de os cruzmaltinos estarem focados em outro torneio. No Vasco, no treinamento de sexta-feira, o zagueiro Fernando e o atacante Leandro, ambos recuperados de lesão, trabalharam entre os titulares.

A vitória por 2 a 1 sobre o Grêmio, fora de casa, animou o elenco do Corinthians na estreia do Brasileiro. A equipe comandada por Tite parece já ter superado a decepção de perder o título paulista para o Santos. Para seguir em alta, no entanto, é preciso ganhar do Coritiba às 16 horas deste domingo, na Arena Fonte Luminosa. O adversário inspira bastante respeito no Corinthians. Finalista da Copa do Brasil, o Coritiba foi derrotado pelo Atlético-GO na primeira rodada do Brasileirão, porém continua badalado como uma das sensações do País neste primeiro semestre. A goleada por 6 a 0 aplicada no Palmeiras, por exemplo, ainda não foi esquecida por quem defende o clube do Parque São Jorge. “O Coritiba já mostrou a força que tem. Precisamos ter muito cuidado com o time deles, que é forte e digno”, enalteceu o atacante Liedson, que defendeu o time paranaense entre 2001 e 2002. O artilheiro está empolgado porque voltou a ser decisivo na rodada passada, com gol sobre o Grêmio. Mas, independentemente de quem marca os gols, o mais importante é o Corinthians vencer. Também para proporcionar mais oportunidades a Liedson, o técnico Tite decidiu escalar o Corinthians com dois armadores. Cachito Ramírez foi convocado para defender a seleção peruana em um torneio amistoso no Japão e cedeu seu lugar ao lado de Morais para Danilo. “É a minha oportunidade de mostrar serviço. Tenho que dar o meu máximo para tentar seguir no time”, afirmou o veterano meia. Do outro lado, o Coritiba está preparado para uma maratona ou mesmo para uma guerra. Com esse espírito, a possibilidade de utilizar um time reserva praticamente não existe, já que na avaliação da comissão técnica perder mais pontos no início do Campeonato Brasileiro é motivo para bastante apreensão. Ainda assim, alguns casos de atletas desgastados podem ser avaliados.


esportes

Domingo | 29 de maio de 2011

Apito Final EVERALDO LOPES - elopes@tribunadonorte.com.br

Interior surpreende o América s números da pesquisa da Consult, encomendada por dois torcedores/empresários, visando a apontar qual a maior torcida do futebol no Rio Grande do Norte, apontaram mais ou menos o que já se esperava, ressalvada uma ou outra injustiça, como por exemplo, o oitavo lugar do Alecrim FC. A esperança dos americanos era uma surpresa no interior do estado, como há muito vinha se especulando. Como os números anunciados não priorizam as regiões interioranas consultadas, permanece a dúvida se o ABC é mais popular na região do Seridó, do 0este (Mossoró e municípios vizinhos), Trairi, na tromba do elefante (aí, pela lógica, o ABC deve ter contado com muitos pontos...), no Litoral, no Agreste, na Grande Natal, na região salineira, Central, Alto oeste, Alto sertão, etc. Pelos números que a Consult ofereceu, a região oestana e do vale (Assu, Areia Branca, Touros, Baraúna, etc) Guamaré, Alto do Rodrigues devem ter votado nos clubes de futebol mais conhecidos. Daí, a explicação para que Potiguar e Baraúnas tenham deixado o Alecrim pra trás (oitavo lugar), posição que não convence os dirigentes do Verdão.

O

ABC (2)

ABC (3)

Se pesquisa representasse pelo menos 60 porcento da realidade, Leonel Brizola jamais tinha sido eleito governador do Rio de Janeiro. Faltando poucos dias para as eleições de 1982, os institutos Ibope e Proconsult anunciaram numa das últimas pesquisas colocando Leonel Brizola em 5º lugar, enquanto Moreira Franco, do PMDB aparecia como virtual eleito. Para a Globo, a derrota de Brizola era prioritária.

A Rede Globo combatia ardentemente o líder do PDT, daí desconfiava-se ser algum “trabalho” visando a derrotar o líder dos cariocas. Após a abertura das primeiras urnas (ainda não havia votação eletrônica) os brizolistas iniciaram o carnaval da vitória. O gaúcho era o vitorioso”. O exemplo nada tem a ver com a pesquisa da Consult, mas apenas para ilustrar e confortar os americanos.

E o interior?

E o interior? (2)

Todos os presidentes que passaram pelo América, a partir do retorno à democracia plena (fim da Revolução de 64), quando o País reencontrou a democracia, não tinham dúvida de que, se fizessem uma eleição (ironizando a ditadura) o clube rubro podia até perder na capital, porém no interior seria desfeita a diferença pró ABC obtida em Natal. A despeito de não ter sido feita nenhuma pesquisa envolvendo o interior potiguar, parecia ser assunto sem discussão.

Um dos maiores americanos na história do clube de vermelho – com licença do abecedista Emilson Tavares - o ex-presidente hoje falecido, professor e advogado Antônio Soares Filho, ele dizia sempre que seu clube reinava absoluto no interior. “O povo do sertão, do agreste e do Seridó gosta muito de cores, e o vermelho era uma cor linda demais”, costumava repetir o “capitão Smith”, como era chamado Antônio Soares pelos amigos íntimos.

A Consult

A Consult (2)

O Instituto Consult, do estatístico Paulo de Tarso é um dos mais respeitados do RN, mas agora ganhou vários críticos. Um deles é o professor Normando Bezerra. Ele acha um absurdo seu Alecrim FC ficar num desprezível oitavo lugar, a não ser que a prioridade tenha sido o voto do interiorano, especificamente, do mossoroense, para que Potiguar e Baraúnas sobrepujam o Verdão.

Como a pesquisa foi muito mais uma querela entre dois torcedores de razoável poder aquisitivo – talvez para dissipar dúvidas, o instituto priorizou o interior, resultando no “banho” dado no Alecrim, ficando “pequenos” do interior na frente de um clube que tem cinco títulos estaduais, três Copas Cidade do Natal e uma passagem pela série “A” do Campeonato Brasileiro, em 1986.

Quem foi consultado? O Instituto Consult informa que foram ouvidas 1800 pessoas, nas faixas etárias entre 13 e 75 anos, EM TODO O ESTADO. Aqui, a coluna abre um parênteses para levantar uma dú-

vida quanto ao “todo estado”, quando se sabe que o RN tem 167 municípios, missão nada fácil. Melhor teria sido se a Consult citasse ter “ouvido xis número de municípios...”

Números finais Concluindo,s números levantados: o ABC com percentual de 31.39%, equivalente a 994.477 torcedores América 22.06% ou seja 698.890 torcedores, Potiguar/M 2,72% (ou 86.174), Ba-

raúnas 2.11% (ou 66.848 torcedores), Seguem-se Corinthians/RN l.67%, Santa Cruz 1.44, ASSU 1.11% e Alecrim FC 0.78%, Palmeira 039%, , seguindo-se outros menos votados.

Outros O total de “não sabe informar” com 8.17% e “nenhum” (não torce por ninguém) 8.17% . Curiosamente, como clube citado por consultados, o Palmeira/Goianinha ficou como lanterna com votação 0.06%.

Foram lembrados, Potiguar/CN, Brejinho EC, Macau, Centenário/PF, Boacica FC, Alecrim de Poço Branco, União de Nova Cruz, Vasco de Maracajaú, Caicó SC, Pauferrense, enrtre outros .

JUVENAL A governadora Rosalba Ciarlini reintera o desejo de reconstruir o velho Juvenal Lamartine, mas até aqui, com o mundo de greve pipocvando em todos os setores do estado, ainda não disse qual será a fonte desses recursos, nem o tipo de matemática financeira que irá realizar para presentar os clubes que vão disputar o Brasileiro com um pacote de R$ 1 milhão. Como é melhor previnir, é melhor o América acelerar o projeto da Arena do Dragão.

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 7

Na sua primeira passagem pelo América,você saiu como herói. Na segunda, como vilão. O que esperar agora? Realmente, na minha primeira vez aqui, tive uma passagem marcante e na segunda nem tanto, devido a vários fatores. A equipe estava cabisbaixa, sem compromisso e tivemos pouco tempo para trabalhar, por isso os resultados não aconteceram e por isso decide sair. Agora é uma nova etapa no América. Estou podendo participar da montagem desse grupo e isso faz uma diferença muito grande. Tenho certeza que esse tempo de dois meses que vamos ter para preparar a equipe vai servir para montar um time forte e competitivo para fazermos uma grande campanha. Qual a diferença de assumir um time com o elenco já formado e montar o time? Quando você pega um barco no meio do caminho, fica mais difícil. Agora, quando você tem mais tempo para trabalhar, com aqueles jogadores que indicou junto a diretoria, dá mais tranquilidade para realizar um bom campeonato. Em todos os times que comandei, quando tive a oportunidade de iniciar um trabalho, consegui colher bons resultados e aqui não vai ser diferente. Como você avalia a sua passagem como técnico do Mogi-Mirim/SP, no Paulistão de 2010? A experiência foi válida? Com certeza. Não só para Diá, mas como para qualquer treinador. Trabalhar na maior vitrine do futebol brasileiro, que é São Paulo, só me fez bem. Só tive a lucrar com essa oportunidade. Adquiri um pouco mais de experiência, pude trabalhar com um campeão mundial, que era o Rivaldo e também com o César Sampaio, que disputou Copa do Mundo e você acaba trazendo coisas boas para sua carreira. Aprendi bastante e vou repassar isso para os meus jogadores para formar um América competitivo, com chances de brigar na competição. O que se pôde notar, na apresentação do elenco americano, foi a presença de muitos jogadores jovens e desconhecidos de grande parte da torcida.Foi um pedido de Diá,da direção do clube ou já fazia parte do projeto? Na verdade, foi um conjunto de tudo isso que você falou. Consegui trazer alguns atletas que já tinham trabalhado comigo e por isso conhecia o potencial deles e também jogadores que foram adversários e me chamaram a atenção. Apesar de jovens, esses jogadores que foram contratados são experientes. O Fábio Sanches tem apenas 20 anos e já conquistou dois campeonatos paulistas, assim como o Rodrigão e o Mazinho. Eles podem ser novos, mas tem uma grande base e tudo para dar certo aqui. O clube acertou com 12 novos jogadores e manteve uma base do estadual. Ainda precisa de reforços? Vamos analisar com calma. Não tive nenhum contato com os jogadores dentro de campo e vamos ver nos treinamentos se vamos precisar de reforços ou não. Mas, a princípio estou satisfeito com o que temos aqui, para esse início de treinamento e com o decorrer dos testes, amistosos, é que vamos poder tomar alguma decisão. Como vai ser a preparação do grupo, já que o América tem quase dois meses até a estreia

FOTOS:RODRIGO SENA

ENTREVISTA/FRANCISCO DIÁ/TÉCNICO DO AMÉRICA

“O AMÉRICA É TIME GRANDE E SEMPRE ENTRA COM O OBJETIVO MAIOR” FELIPE GURGEL repórter de Esportes

F

rancisco Diá sempre foi considerado um treinador polêmico, principalmente pelas suas declarações. Mas, além das polêmicas, o treinador chama atenção pelo olhar clínico em descobrir bons valores no futebol e também na montagem dos times, privilegiando sempre o ataque. É nele que o América aposta suas fichas para comandar o time na Série C do Brasileiro, na tentativa de retornar à Segunda Divisão. Nesta entrevista à TRIBUNA DO NORTE, Diá falou sobre seu retorno ao clube, da montagem do elenco, da mudança para Goianinha e também sobre o novo presidente do América, Hermano Morais. te, é uma equipe de tradição, assim como o CRB, que já disputaram a série B algumas vezes e não podemos menosprezar o Guarany, que vem forte e jogando em seus domínios não vai ser um jogo fácil.

Mas, se vai ser difícil para o América, também será difícil para os nossos adversários.” na Série C do Brasileiro? O bom disso é que vamos ter tempo para trabalhar. Já solicitei alguns amistosos para a diretoria e espero poder realizar entre cinco ou seis partidas antes da nossa estreia para dar mais ritmo e entrosamento ao time. O pensamento do América é ser campeão da Série C ou a meta é voltar para a Série B? O América é time grande e sempre entra com o objetivo maior, que é ser campeão das competições que disputa. Mas, o nosso primeiro passo é conquistar a classificação para a série B de 2012. Alcançando isso, o caminho para o título fica aberto. A chave que o América ficou, com Campinense/PB, Guarany/CE, Fortaleza/CE e CRB/AL, é difícil? Não existe mais nada fácil no futebol. O Fortaleza está vindo for-

Jogar para frente ou entrar em campo pensando apenas no resultado? Time grande, como o América, sempre joga para frente. Todas as equipes que armo, priorizo o ataque, marcando muitos gols, foi assim no Alecrim, no Mogi Mirim, no próprio América e agora não vai ser diferente. Quero um time forte, competitivo, que saiba atacar e defender. Vamos entrar para brigar com todos os adversários. Já conversou com os preparadores físicos em relação aos jogos que vão acontecer na parte da manhã? Esse não é o horário ideal para se praticar o futebol, mas infelizmente não podemos fazer mais nada em relação a isso. É uma norma da Confederação Brasileira de Futebol e temos que cumprir. Vamos tentar nos adaptar o mais rápido possível, com treinamentos, para que os atletas não sintam tanto o desgaste que é jogar às 10 horas da manhã. Mas, se vai ser difícil para o América, também será difícil para os nossos adversários. Como você vê a mudança do Machadão para o Estádio Nazarenão,em Goianinha? A minha preferência seria por jogar perto do nosso torcedor. Mas, os verdadeiros americanos sempre nos apoiaram e agora não vai ser diferente. Tenho certeza de que eles vão se fazer presentes nos nos-

sos jogos e os atletas vão se sentir em casa, no estádio de Goianinha. Falando nisso, qual o papel da torcida nessa caminha do América na Série C? Fundamental. Em 2009, quando estávamos na zona de rebaixamento da série B, a torcida veio para o nosso lado e nos ajudou a permanecer na segunda divisão e agora não pode ser diferente. Mas, tudo passa pelos resultados. Temos que fazer nossa parte dentro de campo, para que os torcedores nos ajudem nas arquibancadas. Tenho certeza que, direção, comissão técnica, jogadores, torcida e até a imprensa, juntos, vamos fazer um América muito mais forte. Já teve alguma conversa com o novo presidente do América, o deputado estadual Hermano Morais? Antes de tudo, o nosso presidente é um americano que já vinha ajudando o clube há tempos. Tenho certeza de que ele vai nos ajudar muito, já que é uma pessoa de um grande conhecimento, não só na área que ele exerce, como também no futebol. Vem para somar. O que a torcida pode esperar desse começo de trabalho de Francisco Diá como treinador do América? Muito trabalho, dedicação, isso não vai faltar em momento nenhum da nossa parte. A torcida pode confiar de que, apesar de ser um grupo jovem, temos muitos jogadores experientes, acostumados a esse tipo de competição e tenho certeza de que vamos fazer um grande trabalho e dar muitas alegrias aos americanos.


esportes 8 | Natal | Rio Grande do Norte | Domingo | 29 de maio de 2011

Em uma decisão surpreendente, a entidade também iniciou um processo de investigação contra seu próprio presidente, que terá que se explicar em uma audiência especial marcada para hoje, em Genebra

[ FIFA ]

Blatter também será investigado urique (AE) - A Fifa abriu investigação contra seu próprio presidente, o suíço Joseph Blatter, que terá que dar explicações no Comitê de Ética da entidade. Ele foi convocado para a audiência de domingo, três dias antes da eleição em que tentará mais um mandato no cargo. Único adversário de Blatter na eleição da próxima quarta-feira, Mohamed bin Hammam, dirigente do Catar que preside a Confederação Asiática de Futebol, também está sendo investigado pelo Comitê de Ética. E foi justamente ele quem pediu para que o suíço também desse explicações. Bin Hammam está sendo acusado de ter financiado uma reunião com cartolas da Concacaf para promover sua candidatura, o que é proibido pelo regimento da Fifa. Mas o dirigente do Catar se defendeu dizendo que Blatter, como presidente da entidade, sabia de tudo e não se opôs. A Fifa informou que Blatter será investigado de acordo com o artigo 16 do Código de Ética da entidade, sendo que o dirigente terá de prestar esclarecimentos já neste sábado, antes mesmo da audiência de domingo, que acontecerá em Zurique, na Suíça. A Fifa anunciou que o processo foi aberto contra Blatter pelo fato de que “no relatório apresentado ao Comitê no início da semana, o vice-presidente Jack Warner teria informado Blatter

MARCELO CASAL

Z

Fifa recebe documentação contra Ricardo Teixeira

De acordo com Joseph Blatter, presidente da Fifa, tudo ficará esclarecido na reunião de hoje

Eu não posso comentar os procedimentos abertos contra mim” JOSEPH BLATTER presidente da Fifa

com antecedência sobre possíveis pagamentos em dinheiro às delegações que participaram de uma reunião especial da União Caribenha de Futebol, aparentemen-

te organizada por Warner e Hammam, nos dias 10 e 11 deste mês”. Ao saber que terá de enfrentar um processo aberto pelo Comitê de Ética, Blatter evitou aumentar ainda mais a guerra política travada com Hammam. “Eu não posso comentar os procedimentos abertos contra mim. Os fatos irão falar por eles próprios”, afirmou o dirigente, por meio de um comunicado. Já Hammam se defendeu das acusações de suborno na última quinta-feira e disse que as mesmas foram feitas com a inten-

ção de tirá-lo da briga pela presidência da Fifa. “Não é coincidência que essas alegações tenham sido feitas poucos dias antes das eleições”, disse o dirigente do Catar. Agora, com os dois candidatos sob investigação do Comitê de Ética, está cada vez mais complicada e conturbada a eleição para presidente da Fifa, que acontecerá na próxima quarta-feira na Suíça. Apesar disso, Blatter segue como favorito à reeleição para mais um mandato - ocupa o cargo desde 1998.

A Fifa recebeu a documentação preparada pela CPI do Futebol no Parlamento Britânico em que o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, é acusado de ter pedido favores em troca de votos para a sede da Copa do Mundo de 2018. Há duas semanas, o ex-presidente da Associação de Futebol da Inglaterra, David Triesman, compareceu na CPI e denunciou quatro cartolas da Fifa de terem pedido favores em troca de apoiar a Inglaterra para sediar o Mundial. Triesman admitiu que foi procurar Teixeira em uma partida do Brasil contra a Inglaterra, no Catar, em novembro de 2009. Para se aproximar do brasileiro, lembrou que havia sido secretário no Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido, responsável justamente pela relação com a América Latina. O britânico elogiou o expresidente Luiz Inácio Lula da Silva, em uma insinuação de que gostaria de ter acesso ao governo. Segundo o depoimento de Triesman ao Parlamento, Teixeira respondeu: “Lula não é nada. Venha e me diga o que você tem para mim”, teria declarado Teixeira. O presidente da CBF anunciou que processaria o inglês. Mas a lei britânica dá imunidade a qualquer

coisa dita durante uma CPI no Parlamento. Em um comunicado, a Associação de Futebol na Inglaterra confirmou nesta sexta que enviou a documentação à Fifa e que espera que seja analisada. Até o início da noite de sexta (horário local), o Comitê de Ética da entidade máxima do futebol não havia sido convocado para tratar do assunto. A Fifa admite que não tem como determinar se houve alguma violação da lei, já que não tem jurisdição para falar sobre membros do Comitê Executivo. Cabe à Fifa determinar se houve alguma violação de suas leis. Há uma semana, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, declarou em uma entrevista ao jornal suíço NZZ que as acusações que pesam sobre Ricardo Teixeira não seriam um crime sob a lei suíça. “O que ele (Teixeira) está sendo acusado, por enquanto, não seria ilegal sob a lei suíça”, afirmou Blatter. No entanto, eticamente o presidente da CBF sabe que uma condenação pode pesar. Além disso, os interesses políticos do mandatário brasileiro estariam seriamente ameaçados em nível internacional.


revista da tv A REVISTA DA TV É UM SUPLEMENTO DA TRIBUNA DO NORTE. NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE.

Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 29 de maio de 2011

Marisa Orth fala sobre o atual trabalho em “Macho man” e diz que ter parado de fumar a ajudou a compor a exgorda Valéria na série. [ PÁGINA 4 ]

Spin-off dos filmes, o longa protagonizado por Ashley Tisdale (foto) estreia hoje, às 20h, no Disney Channel [ PÁGINA 10 ]

Em busca de uma nova vida, o ex-campeão mundial de boxe Mike Tyson treina pombos de corrida em nova série do Animal Planet. [ PÁGINA 3 ]

NA NOVA SÉRIE ‘A MULHER INVISÍVEL’, INSPIRADA NO LONGA HOMÔNIMO, SELTON MELLO ESTREIA COMO DIRETOR DE TELEVISÃO

PARA VER E SER VISTO [ PÁGINAS 6 E 7 ]


Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

revista da tv

Domingo | 29 de maio de 2011

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

Pedro acusa Fausto de ser o responsável pelo desaparecimento de Raquel. Pedro diz a Catarina que Fausto mandou os emails em nome de Raquel. Babi discute com Maicon por causa de Rejane. Fausto afirma a Duda que estava na lan house procurando pistas de Raquel. Catarina vê uma menina igual a Raquel na rua.

Eric não deixa Josiane revelar seu segredo para Duda. Pedro afirma a Eric que Fausto sumiu com o cartão postal de Raquel. Roberto e Cláudia vão falar com os grevistas. Rejane beija Maicon. Catarina e Guilherme encontram uma menina parecida com Raquel em uma das fitas de segurança do shopping.

Analisando a imagem, Catarina tem certeza que a menina é Raquel. Rejane entra na emergência e convence o médico a atender Babi. Cláudia adere à greve do hospital. Theo recebe um telefonema misterioso. Pedro surpreende Fausto pedindo o cartão de Raquel que Duda encontrou.

Fausto admite que mandou os e-mails fingindo ser Raquel, mas garante que não enviou o cartão postal. Guilherme e Catarina percebem que a menina não é Raquel. Duda vê Eric e Josiane conversando e acha que eles estão juntos. Pedro se mete na discussão de Duda e acusa Eric de ter mandado o cartão em nome de Raquel.

NÃO HÁ EXIBIÇÃO

Úrsula sugere que Augusto dê a Jesuíno o título de cavaleiro de Seráfia. Bel beija Penélope. Benvinda teme por seu filho ao saber o que ele fez para salvar Inácio. Florinda vê Petrus no cinema e desmaia. Florinda revela para Zenóbio que viu o homem mascarado. Jesuíno decide aceitar a homenagem de Augusto.

Florinda tenta se aproximar de Petrus. Augusto pede para Jesuíno salvar Seráfia e deixar Açucena se casar com Felipe. Batoré vê Antônia e Inácio se beijando. Florinda leva Petrus até Zenóbio, que o ajuda a tirar sua máscara. Úrsula tem um pesadelo com Petrus. Jesuíno conta para Açucena que é filho de Herculano.

Açucena fica espantada com a revelação de Jesuíno. Zenóbio reconhece Petrus e diz a Florinda que contará a Augusto que ele está vivo. Augusto diz para Baldini que está disposto a tudo para impedir o casamento da filha. Timóteo diz que Batoré pode levar Antônia embora se ele prometer ajudá-lo a acabar com o casamento.

Batoré retira Antônia à força do carro de Timóteo. Batoré atropela uma mulher na estrada para fugir de Inácio. Inácio promete cuidar dos filhos da mulher que Batoré atropelou. Batoré pede que Timóteo ajude-o a pegar Antônia. Úrsula ouve o plano de Augusto para impedir o casamento de Jesuíno e Açucena.

Timóteo decide ir atrás da irmã após a ameaça de Batoré. Augusto diz a Cesária que só ficaria com ela se o povo a aceitasse. Inácio decide doar tudo a um mendigo. Batoré ameaça romper o acordo com Timóteo caso ele não se case com Antônia. Herculano diz a Zóio-Furado que pretende invadir a fazenda de Timóteo.

Silvia conta a Leonardo que já sabe que ele é o pai de Márcia e que paga os estudos dela, e o chantageia. Beth liga para Franco e avisa que Pedro sumiu. Pedro pede a Roberta para passar a noite na casa dela. Celso aconselha Leonardo a ceder à chantagem de Silvia. Leonardo conta a Diego que irá se casar com Silvia. Diego e Tomás não entendem.

Roberta leva Alice para casa e as duas dão de cara com Pedro. Débora estranha o novo comportamento de Artur. Carla e Alice acham o comportamento de Roberta estranho. Pedro desabafa com Tomás sobre seus problemas e diz que ama Alice. Diego e Roberta fogem para se encontrar. Quando o casal vai se beijar Alice flagra os dois.

Roberta e Diego tentam fingir que se odeiam, mas não convencem Alice. Pedro tenta se aproximar de Alice, mas não consegue e decide que agora ficará com todas as meninas. Pedro pede a Jonas para morar no colégio. Pilar volta a escrever em seu blog, dessa vez sobre Pedro. Beatriz aconselha Lupi a se declarar para Becky.

Téo flagra Pilar colando folhas com o blog impresso na parede. Ela sai correndo e ele resolve recolher as fotos. Pedro e Alice brigam e atrapalham o ensaio da banda. Pedro briga com Diego achando que ele estava tendo algo com Alice. Pilar põe uma folha no caderno de Pedro. Pilar derruba o caderno de Pedro e cai a prova de química.

NÃO HÁ EXIBIÇÃO

Dulce quer contratar um advogado para Guilherme. Aquiles diz que o contrato de Keiko com Tieko é ilegal. Lílian visita Alice e é humilhada. Celeste propõe que Áureo finja ser seu namorado. Naomi tenta convencer Akira a lhe dar a chave do laboratório de Ícaro. Júlia pede que Ícaro sonde Abner para descobrir quem mandou Josué agir contra ela.

Dulce propõe a Salomé que ela compre sua casa. Josué flagra Virgínia com o prefeito. Naomi provoca uma intriga entre Ícaro e Akira. Dulce tira Guilherme da cadeia e ele critica a mãe por ter vendido a casa. Lílian é humilhada por Alice na frente de Renato. Salomé tenta raptar Zariguim e cai em uma armadilha. Alice vê Guilherme.

Minerva trama uma forma de afastar Lílian de Alice. Alice diz a Renato que se vingará de Guilherme. Salomé pede a Naomi que ela despiste Ícaro sobre a história do incêndio de Abner. Áureo propõe que Celeste o ajude com Josué enquanto ele finge ser seu namorado para Abner. Minerva arma um flagrante para acusar Lílian de roubo.

Lílian se ofende com a desconfiança de Minerva e hesita em mostrar sua bolsa. Áureo conta à mãe que pegou o anel para proteger Lílian. Salomé visita a fazenda e tenta pegar Zariguim, mas cai em outra cilada de Tonica. Áureo conversa com Abner e confessa que só está com Celeste para provocar ciúmes. Alice arma outra confusão com Guilherme.

Guilherme é demitido do café. Ícaro promete conseguir um emprego para Júlia e ela se anima. Celeste é desprezada por Abner e Áureo. Cristiano alerta Júlia de que a pessoa que a incriminou queria separá-la de Abner. Zariguim desmaia e Tonica se desespera. Guilherme se recusa a voltar a ser garçom e Dulce impõe que ele venda cocada na praça.

André e Leila se beijam. André e Leila ficam juntos pela segunda vez. Norma contrata Ismael para seguir Léo. Alice e Beto se beijam. André vê Carol e Raul juntos e fica incomodado. Ismael fotografa Léo almoçando com Marina. Irene e Pedro fazem o exame de DNA para comprovar a paternidade do bebê.

O resultado do exame de DNA revela que Pedro é o pai do bebê. Marina coloca um ponto final em seu relacionamento com Pedro. Teodoro confidencia a Oscar e Gilda que não pode ficar sem Norma. Pedro flagra Léo abraçando Marina em seu escritório. Teodoro beija Norma. Teodoro pede Norma em casamento.

Eduardo tenta terminar com Paula. Pedro diz a Raul que precisa descobrir como Irene engravidou. Teodoro fica feliz por Vitória aprovar seu relacionamento com Norma. Natalie e Cortez se casam. Pedro engana Irene e descobre que Léo a convenceu a fazer uma inseminação artificial. Léo atropela Irene e Ismael fotografa.

Léo age friamente com Pedro. Ismael mostra para Norma as fotos que tirou de Léo e Irene. Raul e Pedro suspeitam de que Léo possa ser o responsável pela morte de Irene. Léo faz com que Eunice acredite que Pedro seja o culpado pela morte de Irene. Léo finge se emocionar durante uma conversa com Marina.

Marina vai à Barão da Gamboa com Bibi. Marina repreende Raul por tentar falar com ela sobre Pedro. Pedro e Raul se emocionam no enterro de Irene. Ismael se encontra com Zulmira e descobre que a moça atropelada por Léo estava esperando um filho de Pedro. Léo diz a Marina que sente atração por ela.

Carlos diz que trocou o último número do jogo e entrega o cartão para Francisco. O rapaz vê os números. Por uma questão de segurança, a turma do bolão decide se hospedar em um hotel de luxo. Rita e José vão com o grupo. Divina não sabe do prêmio milionário e diz a Ernesto que pedirá a separação de Severino.

Patrícia conversa com Juliana e dá a entender que fará o aborto para satisfazer sua mãe. O gerente do hotel se nega a hospedar tantas pessoas, mas acaba cedendo à pressão. Regina e suas filhas ligam a TV e assistem ao noticiário sobre os grandes ganhadores da loteria. Francisco é entrevistado pela repórter.

Tatiana fica admirada com o depoimento de Francisco na TV. Patrícia se arrepende de ter acabado com seu relacionamento. Regina tenta convencer Patrícia a fazer as pazes com Francisco. A turma do bolão se reúne para jantar no hotel. Carlos começa a se dar conta de que o dinheiro está mudando seus amigos.

Patrícia discute com a mãe e inicialmente se nega a fazer o aborto. Francisco parte para a casa de Patrícia. A turma hospedada no hotel vai para a piscina. Severino pede a Ernesto que descubra quem é o amante de sua esposa, em troca de dinheiro. O vendedor de cachorro quente fica desconfiado, mas aceita a missão.

NÃO HÁ EXIBIÇÃO

Marina convida Mário para tomar um vinho, pois ele está muito tenso. José desafia Lobo Guerra ao dizer que ele nunca suja as mãos. João chega com uma notícia ruim e diz que Stela foi parar no hospital, pois fez o aborto. No acampamento, Jandira sente dores fortes no ventre. Ela começa a sangrar.

Marcela vai ao Dops com habeas corpus para soltar Duarte. Ana acusa Feliciana de tê-la envenenado. Filinto chama a ambulância para socorrer a mãe. Geraldo Corteiro e Bartolomeu transmitem textos de Brizola pela rádio, em Três Passos. Davi conta aos dois que tropas militares estão fechando o cerco.

Ana diz a Dr. Ruy que Feliciana a envenenou. Olivia mexe os dedos da mão, Julia vê. Lola tem um pressentimento ruim. Heloisa e Henrique se beijam. Aranha pede para Cardoso levar Marcela para fora do Dops. Ela exige visitar as celas do Dops. Ao levar Marcela para a carceragem, Aranha a prende.

SEGUNDA

SÁBADO

Inter TV/Cabugi – Canal 11

MALHAÇÃO ID Babi convence Dona Zica a refazer seus exames. Duda e Eric fazem as pazes. Catarina confessa a Guilherme que está gostando dele. Milena tenta descobrir por que Tereza cancelou o encontro com João. Maicon é cercado por alguns manifestantes que acreditam que ele seja o segurança de Roberto.

Inter TV/Cabugi – Canal 11

CORDEL ENCANTADO Herculano usa Inácio para enfrentar Jesuíno. Jesuíno ateia fogo na tenda de Herculano e consegue salvar Inácio. Filó fica nervosa ao ouvir Neusa falar sobre Bartira. Florinda ouve as crianças conversando sobre Petrus. Jesuíno leva Inácio até o palácio e o príncipe anuncia que foi ele quem o salvou.

TV Tropical – Canal 8

REBELDES Tomás pergunta a Ofélia sobre sua mãe, mas ela diz que não sabe de nada. Alice quer sair, mas Franco a proíbe e a deixa irritada. Cilene acha que Genaro está com síndrome do pânico. Vicente fica com ciúme de Becky e Lupi. Diego conta a Márcia que está namorando Roberta em segredo. Pingo oferece o bar do Genaro para o ensaio.

Inter TV/Cabugi – Canal 11

MORDE & ASSOPRA Dulce acolhe Guilherme em sua casa. Lílian doa sangue para Alice e Isaías tenta subornar o médico para manter o segredo. Dulce descobre as mentiras de Guilherme. Leandro procura Naomi e pergunta se ela tem uma irmã gêmea. Minerva manda prender Guilherme. Salomé planeja raptar Zariguim. Júlia avisa a Dulce que Guilherme foi preso.

Inter TV/Cabugi – Canal 11

Norma ouve a conversa entre Léo e Teodoro. Eunice tenta tranquilizar Júlio, que pensa em processar Rafa. Júlio decide se separar de Eunice. Norma faz perguntas sobre a ex-mulher de Teodoro. Raul pede demissão e Vitória não entende o porquê. Norma tenta confundir Teodoro para que ele a confunda com Estela.

TV Tropical – Canal 8

INSENSATO CORAÇÃO

Ivan decide sair do Rio de Janeiro e pede uma pequena quantia em dinheiro para Severino. A turma do bolão, com exceção de Carlos, se reúne com todos os amigos para comemorar o ano novo. A contagem regressiva para o fim do ano se inicia. Carlos chega com Zé e anuncia que o grupo está milionário.

VIDAS EM JOGO

TV ponta Negra– Canal 13

2

AMOR E REVOLUÇÃO Maria, Jandira, Batistelli e Padre Bento conseguem passar pela fronteira. João diz a Stela que tem certeza de que é o pai do filho dela. É março de 1965. No hospital, Olivia continua em coma. Filinto pede para a enfermeira Julia deixálo sozinho com a mulher. Ele pega um travesseiro para sufocá-la.

Dr. Ruy entra no quarto e Filinto consegue disfarçar. Batistelli, Jandira e Maria estão em Cuba onde participam do treinamento de guerrilha. Batistelli entrega carta de amor de José a Maria. Stela revela a João que fez o aborto. Duarte é levado para o Dops. No Dops, Duarte é apresentado a Aranha e Fritz.

NÃO HÁ EXIBIÇÃO


revista da tv

Domingo | 29 de maio de 2011

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte 3 ANIMAL PLANET/DIVULGAÇÃO

FERNANDA GODOY De Nova York

erenidade é uma palavra difícil de associar à imagem de Mike Tyson, ex-campeão mundial de boxe, lenda do esporte, conhecido pela violência dentro e fora dos ringues. Talvez por isso “Cara a cara com Mike Tyson”, do Animal Planet, que estreia no Brasil em 16 de junho, às 20h, seja fascinante. O programa em seis capítulos, que o próprio ex-lutador define como um híbrido entre reality show e documentário, mostra a sua busca pela paz consigo mesmo. Oficialmente, o foco da atração é a paixão de Tyson por pombos de corrida. Mas o tema verdadeiro é a reconstrução do ex-pugilista. Depois de chegar ao apogeu da fama e de descer ao inferno, ele perdeu uma filha, a maioria dos amigos da época em que era rico, entrou em depressão, engordou. Sua reaparição mostra um homem em busca da regeneração. Virou vegetariano, emagreceu, voltou a se exercitar — mas não a lutar. — Quando me olho no espelho vejo um cara danificado e que, aos poucos, tenta juntar os cacos e se reconstruir — declara. Vestindo camisa polo verde, calça jeans e tênis novos, Tyson entrou sorridente no salão do hotel de Nova York, onde o programa foi apresentado à mídia internacional, mas sua figura nunca perde totalmente um traço ameaçador. Quando começa a gesticular com mais velocidade, dá para pressentir o pavor de ter que enfrentá-lo. — Sou o mesmo homem. Só não faço mais as mesmas coisas, mas não mudei. Se você me apertar demais, vou morder. Mas não quero viver a mesma vida de antes — diz. O programa nasceu quando um produtor do Animal Planet descobriu que o ex-lutador havia se reaproximado dos antigos amigos de Jersey City (no estado de Nova Jersey) para treinar pombos de corrida. Tyson voltou à antiga paixão da infância pobre e marginal no Brooklyn. — Eu era gordo, usava óculos, tinha roupas horrorosas, os colegas implicavam comigo — conta ele, relatando como o bullying o afastou da escola e o aproximou de garotos que se dedicavam às corridas de pombos: — Infelizmente, nunca voltei para a escola, mas me apaixonei pelos pássaros. O primeiro murro da vida de

S

O ex-pugilista diz que aos poucos tenta se reconstruir e que quer dar bons exemplos

UMA FERA DOMADA Tyson foi desferido aos 13 anos, quando um garoto mais velho degolou um de seus pombos. Foi assim que tudo começou. O expugilista caiu na marginalidade dos conjuntos habitacionais barra-pesada e acabou preso numa instituição para menores infratores. Foi ali que conheceu o maior ídolo da história do boxe, Muhammad Ali. Durante uma visita, Ali despertou no então adolescente o desejo de ser respeitado, como ele conta no primeiro capítulo da atração. O garoto realizou seu sonho, tornando-se o mais jovem campeão dos pesos-pesados aos 20 anos. Mas nem toda a fama foi desejável: Tyson foi condenado à prisão por estupro em 1992 e escandalizou o mundo do esporte ao arrancar, com uma mordida, um pedaço de uma orelha de Evander Holyfield, em uma luta em 1997. — Eu era esse machão, pura testosterona, não admitia que brincassem comigo. Eu estava sempre

com raiva de quem fazia piadas a meu respeito, eu me levava a sério demais — lembra Tyson. Agora, ele diz ter aprendido que a vida é curta e totalmente imprevisível, que perdeu a ilusão de controlar os acontecimentos: O que a vida me der eu tenho que encarar. Se Deus quiser, terei condições de enfrentar. Se eu não suportar, estou acabado. De todos os incidentes que marcaram sua vida, o que parece ser o mais perturbador é a morte da filha Exodus, aos 4 anos, em um acidente doméstico com uma esteira ergométrica, em 2007: Pensei que minha vida acabava ali. Mas depois me dei conta de que minha vida estava recomeçando, e agora tenho que tentar dar bons exemplos e não viver da maneira como vivia no passado. Tyson voltou a se casar e teve mais dois filhos, com quem vive agora em Las Vegas. — Tenho prioridades diferentes, tenho filhos para criar. Não tive bons pais, mas vou quebrar esse ciclo, não vou ser

um pai drogado, bêbado, incapaz de proteger os filhos — avisa. O português Mário Costa, dono do ringue em Jersey City onde Tyson iniciou a carreira, é um dos que realmente o acompanharam a vida toda. Ele conta que os problemas do então boxeador com drogas foram se agravando e que os amigos antigos tentaram intervir, mas os empresários não deixavam. — Não queriam que ele parasse de lutar. Se não fosse pela ajuda dos psiquiatras e das clínicas de reabilitação, ele provavelmente teria morrido — diz Costa. Jersey City está a uma distância de Manhattan como Niterói de Ipanema, e todo o glamour desaparece no trajeto. O ringue de Mário Costa, com pintura descascada e móveis velhos, entrega a idade, mas o dono diz que Tyson não quer mudanças. — É muito bom estar com meus amigos, me sentir confortável e desinibido, saber que não tenho que me preocupar em ser julgado pelos outros — afirma o ex-lutador.

LONGE DOS RINGUES, MIKE TYSON TREINA POMBOS EM ATRAÇÃO DO ANIMAL PLANET


4

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

revista da tv

Domingo | 29 de maio de 2011 SIMONE MARINHO

ZEAN BRAVO

er parado de fumar há quatro meses ajudou Marisa Orth a entender melhor a cabeça de Valéria. Grande amiga do cabeleireiro Nelson, o Zuzu (Jorge Fernando), a assistente do salão Fréderic’s interpretada pela atriz no seriado “Macho man” é um tipo curioso: uma mulher que emagreceu 20 quilos, mas ainda não recuperou a autoestima. E amarga um fracasso atrás do outro em seus relacionamentos com o sexo oposto. — Já tentei parar de fumar outras vezes, mas agora é de verdade — garante a atriz. — E isso tem me ajudado a fazer a Valéria, que é uma ex-compulsiva. Se eu pensar em toda a nicotina que já consumi... Quanto isso significaria em quilos? O fumante não pode falar do gordo! — defende. Loura, como toda boa funcionária do Fréderic’s — a exceção é a gótica e morena Nikita (Natalia Klein) —, Valéria vive trombando pelos cantos por ainda não saber se comportar como uma mulher magra: Ela é desajeitada. Emagreceu, mas se sente feia e se move como tal. A mente não muda assim tão fácil. O legal do programa é isso: Zuzu passou a gostar de mulher, mas não deixou o jeito viado. Acostumada ao texto do casal Fernanda Young e Alexandre Machado — autores também de “Os normais” e “Separação!?” —, Marisa costuma proferir em cena frases hilárias como “A comida sempre me deu muito mais prazer que os homens. Do primeiro ao último”. — O texto da série tem uma concentração grande de piadas. E são todas frases de muito conteúdo — destaca a atriz, que em cena abusa das metáforas para falar daquilo. — O programa é sobre sexo, mas o mote não é só o ato sexual. Fala da conquista do parceiro, da questão do cara que muda de orientação sexual (Nelson) — enumera. Diretor do seriado, José Alvarenga Jr. afirma que Marisa sempre “participa com muita vontade” do produto em que está. — Ela tem uma velocidade de pensamento e interpretação. Como o Jorge Fernando é muito rápido, precisávamos de uma atriz assim. Em quase todos os nossos programas (dirigidos por ele e assinados por Fernanda e Alexandre) ela é convidada — conta Alvarenga.

T

ABRE A BOCA,

MARISA! NO AR COMO UMA EX-GORDA EM ‘MACHO MAN’, ATRIZ DIZ QUE MULHERES SÃO COMPLEXADAS E QUE BORDÃO DE ‘SAI DE BAIXO’ AINDA A PERSEGUE

TV GLOBO/MARCIO NUNES

Amigos de Marisa há anos, os autores de “Macho man” já criaram personagens para a atriz em outras ocasiões — no seriado “Os aspones” (2004) e no primeiro filme de “Os normais” (2003). — Escrever para a Marisa é uma atividade estimulante, já que ela entende o que o autor quer dizer e, por vezes, melhora — elogia Alexandre, satisfeito com a dupla formada agora pela atriz e Jorge Fernando no vídeo: — Os dois são geniais sozinhos e funcionam genialmente juntos. Eles deram um caráter popular ao programa, sem perder a inteligência. O casal de roteiristas se aproximou mais de Marisa na época em que a atriz apresentava o “Saia justa”, do GNT, ao lado de Fernanda. — Marisa é uma das pessoas mais engraçadas e mais malucas que eu conheço. No bom sentido, lógico. Uma vez, fomos perseguidos no trânsito, com ela dirigindo, por uma fã sapata louca, que ficou enfurecida quando a Marisa não deu a atenção que a fã achava que merecia — lembra o autor. Em geral, a atriz afirma lidar

Com Jorge Fernando no seriado: metáforas para falar sobre sexo

muito bem com o assédio dos fãs. Até com os que se julgam engraçadinhos e já chegam gritando o bordão “Cala a boca, Magda!”, do extinto “Sai de baixo”, que ficou seis anos no ar, na Globo, e agora é reprisado pelo Canal Viva. — Até hoje me mandam calar a boca! A Magda me persegue e, de certa forma, me homenageia. Com apenas quatro novelas na carreira — a atriz estreou como a tarada Nicinha, de “Rainha da sucata” (1990) —, Marisa ficou preo-

cupada durante um tempo por só ser convidada para atuar em comédia na TV. — Já me aborreci por não saber se conseguiria fazer outro papel tão forte quanto a Magda. Realmente, fiz pouca novela. Mas, desde a época do “TV Pirata” (1994), fui sendo mais chamada para a linha de shows. Hoje, não sinto desconforto por fazer comédia. E posso atuar em outros gêneros no teatro — pondera a atriz Sentada na cobertura de um hotel em Copacabana — morada pro-

visória da paulistana no Rio, enquanto o seu endereço carioca passa por uma reforma —, Marisa mostra o aplique que usa no cabelo para compor o visual de Valéria. — É um truque! Eu tinha que ter cabelo de cabeleireiro para essa personagem, né? Só fui loura assim quando criança. Eu nadava e ficava com o cabelo verde naquela época! Agora, são potes de creme para cuidar dos fios. Aos 47 anos, Marisa diz ser vaidosa sem excessos e afirma que “as mulheres são muito complexadas”. Para ela, o lado positivo de envelhecer é justamente deixar para trás certas neuroses. Hoje, ela malha e cuida da alimentação. Mas também não resiste a salgadinhos e diz devorar batata frita de pacote na companhia do filho, João Antônio, de 12. — Engordei dos tempos da “Playboy” para cá. Aquele corpo da revista não era o meu — confessa a atriz, que já mostrou a publicação, de 1997, para o filho: Ele não gosta de me ver com pouca roupa na TV, mas parece não ter registrado a revista. Não tenho vergonha. Acho meu ensaio chique. Embora não tenha se arrependido, Marisa não faria outro nu naqueles termos. — É uma loucura o trabalho que aquilo dá. Você precisa driblar a vergonha. Mas não é só tirar a roupa e aceitar seu corpo como ele é. No teatro, isso é possível. Na revista, você tem que estar nua e linda. A grana é alta, mas você tem noção de quantas horas de ginástica você faz sabendo que vai fotografar sem roupa?Apesar da fama de que “todo artista é louco”, a atriz afirma ser a mais normal das criaturas: Sou igual a todo mundo, sabe?


Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

10

Para Nathalia Dill,pela dupla interpretação de Doralice/Fubá em “Cordel encantado”.A atriz vem mostrando versatilidade e um talento imenso na novela das 18h de Duca Rachid e Thelma Guedes,dirigida por Amora Mautner.

»NA REDE

Aguinaldo Silva,em entrevista ao site Ego (ego.com.br),falou sobre sua nova novela,“Fina estampa”. O autor contou que está com 18 capítulos prontos e que faz questão de divulgar seus trabalhos nas redes sociais.

0

Para “Papo calcinha”, do Multishow.As meninas se acham liberadas,mas repetem alguns vícios dos mais machistas.E, donas aparentemente de pouca cultura,só falam de banalidades,sempre ligadas a sexo.Representam mal à beça as mulheres.

CONTROLE REMOTO »O FILHO DIRIGE A MÃE Mauro Mendonça Filho terá uma missão diferente em “O astro”:dirigir a própria mãe, a atriz Rosamaria Murtinho, que acertou sua participação no remake.

10

»VAPT VUPT

Eliana terá bebê em agosto e voltará a gravar em outubro.Ela quer estar no ar no Dia das Crianças.

»PARTICIPAM DA COLUNA

As autoras de “Cordel encantado”,Thelma Guedes e Duca Rachid,pedem para dar sua “nota dez do leitor” aqui:“Para os nossos colaboradores Thereza Falcão,Manuela Dias,Daisy Chaves,Júlio Fischer e Alessandro Marson.Esta equipe é um luxo”.

»CONTRATO

Daniela Galli renovou seu contrato com a Record por prazo longo.

»CORES

Os esmaltes usados por Paola Oliveira em “Insensato coração”lideraram as ligações sobre o tema para a Central de Atendimento ao Telespectador da Globo nos últimos 15 dias.

SANDRA APARECIDA DE OLIVEIRA: Para a competente Nathalia Dill e a nova fase de sua personagem,Doralice,em “Cordel encantado”.Perfeita.

0

Para o fim da primeira temporada da ótima série “Divã”.Mercedes (Lilia Cabral) e sua história vão deixar muita saudade.

10

MARTA CAMPOS MONTEIRINHO: Para “Tapas & beijos”, com Andrea Beltrão e Fernanda Torres. Há muito tempo não me divertia tanto com um programa.

»EM DVD

“Divã”acabou semana passada e já,já será lançado em DVD.A série,adaptada da obra de Martha Medeiros por Marcelo Saback e dirigida por José Alvarenga Jr.,chegará ao mercado em julho.

ELIZABETE ANTUNES (INTERINA)

0

Para o casal Pedro (Eriberto Leão) e Marina (Paola Oliveira) de “Insensato coração”. Eles não conseguem me convencer de que se amam.

10

RENATA COSTA DE MELLO: Para Marcos Pasquim,o Abner de “Morde & assopra”. Nas cenas em que seu personagem perdeu a fazenda,ele me emocionou.

0

Para o horário em que os ótimos filmes do SBT são exibidos aos domingos.Quem acorda cedo no dia seguinte não tem oportunidade de assistir. SIMONE MARINHO

ai de Miguel,de 6 anos,de seu casamento com Nívea Stelmann,Mário Frias agora se prepara para a chegada de Laura.A menina,fruto de sua união com Juliana Camatti,de 28,deve nascer no início de outubro,mesma época em que o também apresentador do game“O último passageiro”,da Band, vai se tornar um quarentão. — Não estou em crise com a idade.Até porque vivo um momento muito feliz com o nascimento da Laura — diz Mário que,pelo discurso,será um pai ciumento:— Acho que vou ter que protegê-la em dobro por ser menina. Em ótima forma aos cinco meses de gravidez,Juliana tem feito até aulas de boxe.Em julho,porém, ela para tudo para viajar com Mário e Miguel para os EUA.— Vamos fazer o enxoval da Laura e,depois,partimos para Cancún.Miguel é o mais animado — diz Juliana. Leia mais no blog.

P

CRÍTICA ‘O CONCILIADOR’: UM ACERTO O Brasil é grande,mas certos litígios são comuns a todas as suas regiões.As pilhas de processos que levarão anos para serem julgados — só em São Paulo,há 18 milhões — também estão em toda parte.O quadro “O conciliador”, apresentado por Max Gehringer no “Fantástico”, mostra o trabalho de quem busca soluções de paz para disputas menores.Como é um programa de televisão,ganha fôlego nos dramas particulares.Mas,ao retratar desavenças ocorridas de Macapá ao Rio Grande do Sul,monta também um panorama cultural nacional.São casos reais,numa ordem roteirizada de forma a garantir um certo suspense,e situações com as quais todo mundo pode se identificar uma vez ou outra. Melhor de tudo:sem apelação. Se você é,como eu,por temperamento um adepto da harmonização,vai adorar esta atração. Mas“O conciliador”também vale para quem gosta de acompanhar uma boa briga.Há litígios de todas as categorias morais e intensidades.Uma das grandes qualidades ali é o excelente trabalho de pesquisa de personagens.Na última semana, por exemplo,acompanhamos o calvário de uma noiva que,ao chegar ao altar,se sentiu sozinha. Não que o noivo não a estivesse esperando.Mas o fotógrafo,aparentemente a pessoa mais importante da festa para ela,faltou.Nos retratos do casamento,improvisados com os telefones celulares dos parentes,a moça só aparece chorando.“É uma mágoa muito grande”,lamentou ela na audiência de conciliação.O fotógrafo,por sua vez,estava,nas palavras de Gehringer, “arrrasado com o errrro”que alegou ter cometido: uma confusão com as datas.Depois de um debate que se estendeu bastante,ela acabou aceitando um ressarcimento financeiro bem gordinho até. Ponto para o trabalho do conciliador. Outro caso curioso foi em Vitória de Santo Antão,em Pernambuco.Um radialista acusou uma professora de trair o marido,um vigia noturno,enquanto este estava de serviço. Aviltada,ela não quis dinheiro.Exigiu retratação.Ele fez na audiência de conciliação. “O conciliador”está em sua segunda temporada e tem assunto para muitas mais.É um formato bem resolvido,que nem precisa de qualquer ajuste.

5 MARCOS SERRA LIMA/EGO

revista da tv

Domingo | 29 de maio de 2011


revista da tv

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

SELTON MELLO REVIVE PERSONAGEM QUE FEZ NO CINEMA — UM HOMEM QUE INVENTA A MULHER IDEAL — E FALA DA VONTADE DE VOLTAR ÀS NOVELAS ZEAN BRAVO

im, existe um exemplar perfeito do sexo feminino. Pelo menos na imaginação de Pedro, personagem que Selton Mello volta a interpretar esta semana na série “A mulher invisível”. Versão para a TV do filme homônimo de Claudio Torres, de 2009, a comédia romântica estreia nesta terça-feira, na Globo, depois de “Tapas & beijos”. E marca a estreia de Selton como diretor da TV. Ator e cineasta, ele comanda as gravações do quinto e último episódio do novo seriado antes de lançar, no próximo semestre, seu segundo longa-metragem, “O palhaço”. — Este foi um atrativo para mim — assume o ator, em entrevista à Revista da TV durante um dos intervalos das gravações do programa, no Polo Rio de Cine e Vídeo, na Barra da Tijuca. Além de Selton, Carolina Jabor e Claudio Torres também assumem a direção dos episódios da série, primei-

S

Domingo | 29 de maio de 2011

IMAGINAÇÃO

6

FÉRTIL

ra coprodução entre a Globo e a Conspiração Filmes. Com redação final de Mauro Wilson, “A mulher invisível” traz ainda Luana Piovani e Débora Falabella. — Tenho vontade de dirigir outros seriados e até uma novela. Por que não? Poderia ser o terceiro diretor. Hoje, consigo entender o que se passou na cabeça de um Dennis Carvalho ou de um Daniel Filho, que foram para trás das câmeras anos atrás — empolga-se o ator, que se autoproclama um “veterano jovem”. — Confesso hoje em dia gostar mais de dirigir do que de atuar. Por desejo, vou cada vez mais cair nessa área e trabalhar menos como ator. Comecei criança e tenho 38 anos. É natural experimentar outras coisas. Com 10 anos de idade eu já estava na Globo e tinha duas novelas nas costas — diz. Em “A mulher invisível”, o público poderá ver Selton novamente em um papel cômico. Romântico incorrigível, Pedro enxerga na figura da linda, loura, compreensiva e imaginária

Amanda (Luana Piovani) um aditivo para a sua vida sexual com Clarisse (Débora Falabella), sua mulher de carne e osso. — Primeiro, a Clarisse diz para o Pedro mandar a mulher invisível embora. Mas o casamento dos dois fica muito ruim. Amanda é a pimenta — explica o protagonista. No longa, Pedro começa a ter alucinações com Amanda — a beldade que faxina sua casa usando apenas calcinha e sutiã e ainda por cima entende tudo de futebol — depois de levar um fora da mulher e ver sua vida entrar em colapso. Na TV, o personagem recorre novamente à imaginação quando seu casamento com Clarisse cai na rotina. — A série se passa mais ou menos seis anos depois da história do filme. Pedro se divide entre as duas mulheres. A trama tem o seu parentesco com “Dona Flor e seus dois maridos”, mas acho que está mais para “Aline” — compara o ator, citando o seriado protagonizado por Maria Flor, Pedro Neschling e Ber-

nardo Marinho. Longe das novelas desde “A força de um desejo” (1999), Selton diz não ter absolutamente nada contra os folhetins. Embora tenha priorizado o cinema na última década, nunca se afastou da TV por longos períodos. No ano passado, esteve no ar na elogiada série “A cura”. — Claro que eu me imagino fazendo uma novela depois de todo esse tempo. Afinal, foi essa a minha escola. Aprendi a atuar gravando 25 cenas por dia — conta o ator, que destaca o Vítor, de “Tropicaliente” (1994), e o Emanuel Faruk, de “A indomada” (1997), como seus personagens prediletos. No elenco de dois filmes ainda inéditos nas salas de exibição — “Billi pig”, rodado este ano, e “Reis e ratos” —, Selton afirma que, apesar de todo o sucesso e reconhecimento proporcionado pelo cinema, é na TV que ele fala com grandes plateias. — Quantas vezes eu fiz um esforço quase romântico para viabilizar

um filme, como “O cheiro do r (produzido e estrelado por ele) bilheteria não passou dos 200 m pectadores. Um episódio de “A c dava 15 pontos e era visto por 15 lhões de pessoas — pondera. Discreto em relação à sua vida vada, Selton acredita que “min já nasce low profile”. O ator, qu sumiu ter passado por uma depre em 2009 quando decidiu parar d mar os remédios para emagrecer usava há anos, garante viver at mente “sem grande paranoias”. — Deveria até ser mais vaidoso gosto de comer doce e vivo engor do e emagrecendo. Envelhecer é b Eu estou desde criança nesse neg e o público gosta de acompanhar sumo meus cabelos brancos com gulho. Já vieram perguntar seu e nha feito esse cabelo para a série mostrando os fios mais claros. Telespectador eclético, o ator tanto de Katiuscia Canoro, a Lady te do “Zorra total”, quanto das s


a prineiro e asessão de tor que tual-

, mas rdanbom. gócio r. Asm oreu tie — ri,

r é fã y Kaséries

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

7

TV GLOBO/MARCIO NUNES

Uma nova vitrine Protagonistas de “A mulher invisível”, Selton Mello,Luana Piovani e Débora Falabella contracenam no seriado com quatro atores ainda pouco habituados aos estúdios de TV.Com carreira iniciada nos palcos, Álamo Facó,Marcos Suchara, Deborah Wood e Giselle Batista terão a chance de mostrar mais de seus trabalhos no vídeo. Em cartaz em São Paulo na peça “Pterodátilos”, ao lado de Marco Nanini,Facó também pode ser visto na série “Natália”, da TV Brasil,como o evangélico Anderson,ex-noivo da protagonista.Agora,fará Wilson,o melhor amigo de Pedro (Selton) no seriado da Globo. — Ele forma dupla com Pedro nas baladas e na agência de publicidade na qual trabalham.É o figura.Wilson só dá conselho errado para o amigo — adianta Facó,cuja participação na TV inclui dois episódios em “A grande família”, como Junior,o filho gay da dona Abigail (Marcia Manfredini). Ele,que fez teste para o atual papel na TV,está ainda em “O palhaço”, filme dirigido por Selton.E poderá ser visto também nos cinemas na comédia “Qualquer gato vira-lata”, estrelada por Cleo Pires e Malvino Salvador.

produzidas pelo canal HBO como “Família Soprano” e “A sete palmos”. Agora, ele também se diz “vidrado” nas reprises do Canal Viva. Chegou a passar alguns dias dormindo mais tarde para acompanhar “Vale tudo”, ainda no ar: Acompanho também “A escolinha do Professor Raimundo”. Queria rever novelas antigas como “Estúpido cupido”, “Saramandaia” e “O casarão”. Da atual safra de novelas, Selton destaca a unânime “Cordel encantado”: As tramas tinham uma assinatura. Antes, uma novela do Cassiano Gabus Mendes era uma novela do Cassiano Gabus Mendes. Hoje, com a autoria diluída entre autores e vários colaboradores, ficou tudo com a mesma cara. Avesso ao Twitter — ele tem uma conta no Facebook para promover seu segundo filme —, ele admite ter sua cota diária diante do computador: Chego em casa e fico uma hora no YouTube vendo clipes e as coisas que perdi na TV.

— Faço parte de uma galera que, apesar de não ter feito muita TV,já atuou bastante no audiovisual,em curtas e longas de baixo orçamento — diz o ator carioca de 30 anos. Em “A mulher invisível”, o mulherengo Wilson tem um casinho com Silvinha,personagem de Deborah Wood.Mas não quer nada sério com a moça,braço direito de Clarisse (Débora Falabella).Aos 27 anos,a niteroiense Deborah chamou atenção em “Clandestinos:O sonho começou”, série derivada de peça dirigida por João Falcão,exibida ano passado. — Ficamos quase três anos em cartaz e o espetáculo foi uma grande vitrine para todo mundo, assim como o seriado — conta a atriz,à vontade com a veia cômica de seu novo papel:— Ela é romântica e sofre por causa do Wilson. Giselle Batista é outra cria de “Clandestinos”. A atriz atuou ao lado da irmã gêmea,Michelle,no teatro e na série,assim como na sétima temporada de “Malhação”. No novo programa,ela faz Amanda, a idealizada personagem de Luana,mais jovem. Catarinese radicado em São Paulo desde os 18 anos,

Marcos Suchara,40,interpreta Téo, diretor da agência e admirador de Clarisse.O ator,que já esteve no elenco da minissérie “Mad Maria”e da novela “Alma gêmea”, construiu sua carreira nos palcos.Ele atuou em diferentes encenações de Shakespeare dirigidas por Ulysses Cruz e trabalhou com Jô Soares em “Ricardo III”. — As oportunidades que surgiram para mim foram mais no teatro.Mas a TV está acontecendo num momento muito bom — avalia o ator, que também dá aula de teatro em São Paulo: Selton,Débora e Luana são muito experientes em TV e nos dão vários toques nas gravações.

Os atores Álamo Facó,Giselle Batista e Deborah Wood (de cima para baixo) são novatos na TV

Marcos Suchara contracena com Selton e Débora (abaixo)

FOTOS DE TV GLOBO/RENATO ROCHA MIRANDA

ralo” ), e a mil escura” 5 mi-

revista da tv

Domingo | 29 de maio de 2011


»ESPELHO MEU

O ator Ney Latorraca é o convidado desta noite do “Marília Gabriela entrevista”, às 22h,no GNT.Ele fala sobre seus personagens mais marcantes,a carreira e confessa ser vaidoso:“Adoro aparecer”.

»OLHOS COLORIDOS

revista da tv »JUVENTUDE MILITANTE

O “Faixa musical”, hoje,às 21h,no Canal Brasil,apresenta “Sandra de Sá 30 anos & convidados”. Gravado em setembro de 2010,o show celebra o aniversário de carreira da cantora.

O QUE VEM POR AÍ

Domingo | 29 de maio de 2011 TV GLOBO/DIVULGAÇÃO

8 Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

O Canal Viva estreia amanhã,às 23h45m, a minissérie “Anos rebeldes”, de Gilberto Braga.Exibida em 1992,a trama narra as descobertas de um grupo de jovens em meio à ditadura militar.

TATIANA CORREIA SIMONE MARINHO

»NOVO OLHAR

A repórter Leila Sterenberg (na foto,acima) foi à Polônia conferir a “Marcha pela vida”,evento que reuniu 7 mil pessoas para percorrer o caminho que os judeus faziam de Auschwitz a Birkenau, na Segunda Guerra Mundial.O resultado está hoje no “Globo News especial”,às 20h30m.

»AMADO JORGE

TV5 MONDE/DIVULGAÇÃO

O “De lá pra cá”,da TV Brasil,homenageia o escritor Jorge Amado pelos nos dez anos de sua morte.O entrevistado é Bruno Barreto,diretor de “Dona Flor e seus dois maridos”,uma das mais célebres adaptações cinematográficas da obra do escritor baiano.Hoje,às 18h.

C

omo fiscal de figuração,o roteirista Leandro Matos viveu histórias que nem parecem reais. Como a da gravação de um comercial de isotônico no qual os atletas comiam sanduichinhos e os pobres figurantes tinham como refeição uma mesa repleta de...Ameixas.Essa e outras situações dão o tom de “Os figuras”, série escrita por ele, Clara Deák e Saulo Aride que estreia nesta terça,às 21h30m,no Multishow.Na pele de quatro amigos que trabalham como

figurantes estão Munir Kanaan,Pablo Sanábio,João Gabriel Vasconcellos e Paula Frascari (na foto,a partir da esquerda). — Os figurantes são importantíssimos em qualquer produção.Não existiriam cenas de festas ou batalhas sem eles,que acabam formando uma família de tanto se encontrarem nos bastidores de filmes ou de novelas — diz Pablo,intérprete de Rodolfo,sujeito que acredita ser um grande ator ainda não descoberto.

C E NA V I R T UA L þ

No primeiro episódio da série,produzida pela Total Entertainment,os amigos gravam uma campanha para uma rede de supermercados em plena madrugada. — Os quatro têm tipos de humor diferentes e cada um explora um lado da comédia.Lucas,por exemplo,trabalha como modelo,é formado em Educação Física e quer mostrar um lado intelectual, provando que não tem só um corpo bonito — adianta Vasconcellos (Tatiana Contreiras).

»TODAS AS FACES DO CHACAL

O venezuelano radicado em Londres Ilich Ramírez Sánchez foi um herói revolucionário.E também um terrorista assassino.Essas contradições da trajetória do guerrilheiro mais conhecido como Chacal estão em“Carlos”,obra do cineasta francês Olivier Assayas que o TV5 Monde exibe em três episódios, semanalmente,a partir desta quarta-feira,às 23h. Vencedora do último Globo de Ouro na categoria filme para a TV,a produção narra 20 anos da vida do venezuelano,responsável por algumas das mais impressionantes ações terroristas realizadas na Europa nas décadas de 70 e 80.

DEU NA TV E FEZ SUCESSO NA INTERNET

Pohaaan...Luisa Marilac,fenômeno da internet,está podendo:seu famoso bordão foi usado por Natalie Lamour (Deborah Secco), em “Insensato coração”.

þ

Climão. No meio da discussão sobre homofobia no “Superpop”, o radialista Felipe Campos tirou Agnaldo Timóteo do armário,mas foi logo contestado pelo cantor.

þ

Só ela.Lady Gaga fez das suas e foi ao programa de David Letterman apenas de calcinha e sutiã. “Me vesti e só gostei da jaqueta. Decidi tirar o resto”, explicou.


revista da tv

Domingo | 29 de maio de 2011

Filmes de hoje

05:35-Santa Missa 06:35-Sagrado 06:49-Globo Comunidade 07:15-Pequenas Empresas 07:55-Globo Rural 08:50-Fórmula 1 — GP de Mônaco 10:55-Auto Esporte 11:10-Esporte Espetacular 12:30-Aventuras do Didi 13:05-Os Caras de Pau 13:55-Temperatura Máxima — Filme:“A família do futuro” 15:45-Campeonato Brasileiro:— Bahia X Flamengo 18:00-Domingão do Faustão 20:45-Fantástico 23:05-Domingo Maior:“Carga explosiva 2” 00:36-Sessão de Gala:“A condessa branca” 02:50-Corujão

TV Universitária/Cultura - 5 06:00-Via Legal 06:30-Brasil Eleitor 07:00-Palavras de Vida 08:00-A Santa Missa 09:00-Viola Minha Viola 10:15-Curta Criança 10:30-Anabel 10:45-Meu AmigãoZão

Temperatura Máxima: “A família do futuro” 11:00-Castelo Rá Tim Bum 11:30-Janela Janelinha 12:00-ABZ do Ziraldo 12:30-AnimaTV 12:45-AnimaTV 13:00-Um Menino Muito Maluquinho 13:30-Catalendas 14:00-Dango Balango 14:30-TV Piá 15:00-Stadium 16:00-Planeta Azul 17:00-VerTV 18:00-De Lá pra Cá 18:30-Cara e Coroa 19:00-Papo de Mãe 20:00-Conexão Roberto D’Ávila 21:00-Esportvisão 22:30-Natália 23:00-Cine Ibermedia:“La perdicion de los hombres” 00:55-A Grande Música 01:55-DOCTV IV 02:55-Curta Brasil

TV Mult tv/Rede TV! - 17 06:00-Ultrafarma 08:00-Tempo de Avivamento

08:30-Igreja Internacional da Graça de Deus 09:00-Super Papo 09:30-Pé na Estrada 10:00-Médico de Alma e Corpos 11:00-Futebol 2011 13:00-Grandes Marcas 14:00-Parceria Publicidade 14:15-Super Papo 14:45-Parceria Publicidade 15:00-Companhia de Viagem 15:45-Olhar Digital 16:15-Transição 16:45-Parceria Publicidade 17:00-Super Papo 17:20-A Hora e a Vez da Pequena Empresa 17:35-Super papo 17:45-Pague Menos 18:15-Ritmo Brasil 18:45-Belas na Rede 19:50-O Último Passageiro 21:00-Pânico na TV 23:30-Dr.Hollywood 00:30-É Notícia 01:30-Bola na Rede 02:00-Super Papo 03:00-Igreja da Graça — Nosso Lar

Band/Natal - 3 05:45-Espaço Vitoriosa 07:00-A programar 08:30-Liliana Rodriguez 09:00-MultiRio 10:00-Federação Israelita 10:30-Brasil Caminhoneiro 11:00-Infomercial 12:00-Auto + 12:30-Band Esporte Clube 12:45-Fórmula Indy — GP de Indianápolis 16:00-CampeonatoBrasileiro—BahiaXFlamengo 18:00-Terceiro Tempo 20:00-V.I.P — Segurança Especial 21:00-Domingo no Cinema:“Desta vez te agarro” 22:50-Acerto de Contas 23:30-Canal Livre 00:30-Deles e Delas 01:30--Show Mix 02:00-Cine Band:“48 horas para morrer” 03:45-Espaço Vida Vitoriosa

TV SBT/Ponta Negra - 13 06:00-Cory na Casa Branca 06:30-Aventura Selvagem 07:30-Pesca Alternativa 08:30-Vrum 09:00-Chaves — Série 11:00-Domingo Legal 15:00-Eliana 19:00-Roda a Roda Jequiti 19:40-Sorteio da Tele Sena 19:45-Programa Silvio Santos 00:00-De Frente com Gabi 01:00-Arquivo Morto — Série 02:00-Desaparecidos — Série 03:00-A Sete Palmos — Série 04:00-Jornal do SBT — Série

TV Tropical/Record - 8 05:25-Bíblia em Foco 05:55-Desenhos Bíblicos 06:45-Nosso Tempo 07:15-Desenhos Bíblicos 08:00-Domingo de Prêmios 08:30-Record Kids 12:00-Tudo é Possível 16:00-Programa do Gugu 20:00-Domingo Espetacular 23:30-Heroes — Série 01:15-Programação IURD

9

ZEAN BRAVO

FOTOS:DIVULGAÇÃO

Programação de tv InterTV Cabugi/Globo -11

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

ilha mais velha de Glória Pires,Cleo Pires não pensava em ser atriz quando foi abordada pela diretora Monique Gardenberg na fila do banheiro de uma festa.Dali,surgiu a ideia da cineasta de convidar a novata para assumir o posto de protagonista de“Benjamim”(2004), filme inspirado no romance homônimo de Chico Buarque de Holanda.A atriz — que em breve estará de volta aos cinemas com a comédia“Qualquer gato vira-lata”— não poderia ter estreado de melhor forma.No auge de seu viço,Cleo interpreta Ariela Masé,jovem de espantosa semelhança com Castana Beatriz,moça que vem a ser o grande amor do passado do veterano modelo publicitário Benjamim Zambraia (vivido por Danton Mello na juventude e por Paulo José em sua fase madura).Esse encontro,30 anos depois,detona um acerto de contas do ex-modelo com a sua própria consciência.“BENJAMIM” (CANAL BRASIL,18h30m)

F

• A FAMÍLIA DO FUTURO Animação. Lewis é um órfão muito criativo, que bola as mais brilhantes e surpreendentes invenções. O seu mais novo trabalho é justamente uma máquina capaz de rastrear a memória. Tudo para tentar encontrar sua mãe biológica. Mas, antes mesmo de usar a bugiganga e apresentá-la na Feira de Ciências da escola, ele vê seu aparelho ser roubado. Lewis, então, recebe a visita do misterioso Wilbur Robinson, que o guia numa viagem no tempo. O jovem vai parar no futuro onde conhece a família Robinson, que o ajuda. INTER TV/CABUGI, 13h55m. • QUEM QUER SER UM MILIONÁRIO? Com Dev Patel, Ayush Mahesh Khedekar, Tanay Chheda, Freida Pinto. Drama. Jamal K. Malik (Patel) trabalha servindo chá em uma empresa de telemarketing, mas, claro, sonha melhorar de vida. É vê a sua sorte mudar depois de se inscrever no popular programa de TV “Quem quer ser um milionário?”. Desacreditado no começo, ele encontra em passagens da sua própria vida — contada em flashback — as respostas das perguntas feitas no quiz televisivo. TELECINE TOUCH, 18h05m. • DURO DA MATAR 4 Com Bruce Willis, Justin Long, Timothy Olyphant, Maggie Q. Ação. Willis sabe que envelheceu e brinca com a situação nesta quarta sequência da franquia iniciada ainda na década de 1980. Agora, os Estados Unidos são ameaçados por um novo ataque terrorista — só que através da informática. Um hacker invade a infraestrutura computadorizada que controla as comunicações, o transporte e a energia do país, ameaçando causar um blecaute de grandes proporções. Vindo da era analógica, o durão John McClane, policial da velha guarda interpretado por Willis, é recrutado para evitar o pior. E acaba formando uma inesperada parceria com o nerd interpretado por Justin Long para realizar o trabalho. FX, 19h30m. • LA PERDICIÓN DE LOS HOMBRES Com Rafael Inclán, Patricia Reyes Spindola, Luis Felipe Tovar, Carlos Chávez , Leticia Valenzuela. Comédia. Filmada em preto e branco, essa comédia usa o humor negro para abordar a história de duas mulheres que compartilham o mes-

mo homem, que morre vítima de uma surra das mãos de seus companheiros de equipe de beisebol. As duas entram em conflito depois que cada uma decide dar ao cadáver um enterro personalizado. TV BRASIL, 23h. • CARGA EXPLOSIVA 2 Com Jason Statham, Alessandro Gassman, Amber Valletta, Katie Nauta, Matthew Modine. Ação. Assim como o personagem de Willis em “Duro de matar”, Frank Martin (St atham) é um sujeito casca grossa que já deu expediente como agente das Forças Especiais. Mas agora trabalha transportando itens de grande valor para a influente família Billings. No emprego, ele convive com Jack Billings (Hunter Clary), garoto de 6 anos que é sequestrado. INTER TV/CABUGI,23h05m. • SINTONIA DE AMOR Com Tom Hanks, Meg Ryan, Bill Pullman, Ross Malinger. Comédia romântica. Clássico recente do gênero, a fita traz Hanks no papel do viúvo Sam, homem atrás de um novo sentido para a sua vida. Ao notar a tristeza do pai, seu filho resolve dar uma mãozinha e liga para um programa de rádio. Sam acaba recebendo centenas de cartas. Uma delas vem de Annie (Meg), com quem ele se envolve. HBO FAMILY, 23h15m. • DIGA QUE NÃO É VERDADE Com Heather Graham, Chris Klein, Orlando Jones, Sally Field. Comédia romântica. Jo (Heather) e Gilly (Chris Klein) estão perdidamente apaixonados um pelo outro e nada parece capaz de estragar a felicidade do casal. Quer dizer... A relação vai pelos ares depois que eles descobrem um segredo do passado: são irmãos por parte de mãe. Para não manter uma relação incestuosa, os dois decidem se separar. O enredo é de novela mexicana, mas o assunto é tratado aqui de forma leve. E o sofrimento de Gilly tem fim quando ele descobre que, na verdade, houve um erro e Jo não é mesmo sua irmã. Agora, ele precisa correr contra o tempo para revelar sua descoberta e impedir que a jovem se case com outro homem. TELECINE FUN, 23h55m.

Quem Quer ser um milionário

Carga Explosiva 2

Duro de Matar 4


10 Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

revista da tv

Domingo | 29 de maio de 2011 DIVULGAÇÃO

COLUNA DO

Clube do Assinante Promoções e descontos renovados a cada domingo

DIVULGAÇÃO

Promoções válidas de domingo (29/05/11) a sábado (04/06/11), limitadas às quantidades em estoque, somente para assinantes da TRIBUNA.

SOS Cabelo e Corpo Na SOS Cabelo e Corpo você encontra vários serviços em um só lugar. Lá,você dispõe de serviços de estética e de salão de beleza, tudo com a praticidade e a qualidade que você merece. Dentre os serviços estão: limpeza de pele, drenagem linfática, hidratação, depilação feminina e masculina. Esta semana, a SOS Cabelo e Corpo oferecerá um desconto, exclusivo ao assinante da TN, nos serviços descritos abaixo. Av. Nascimento de Castro, nº 03, Lagoa Nova Tel.: 3082.3119.

50% à vista (dinheiro) nos serviços de escova progressiva inteligente, marroDIVULGAÇÃO

quina, indiana, hidratação e cauterização.

Ashley Tisdale como Sharpay: direto de “High School Musical”

A GAROTA DE ROSA CHOQUE TATIANA CONTREIRAS

m “High School Musical”, Sharpay Evans era aquela garota que normalmente vinha acompanhada do adjetivo “insuportável”. Mas, em “A fabulosa aventura da Sharpay”, a mocinha que vivia no caminho de Troy (Zac Efron) e Gabriella (Vanessa Hudgens) ganha ares de heroína. Spinoff dos filmes, o longa protagonizado por Ashley Tisdale estreia hoje, às 20h, no Disney Channel. — Foi um desafio porque Sharpay era uma personagem que todos amavam odiar, e agora, neste filme, você torce e se apaixona por ela — explica Ashley, em uma entrevista via chat (isso mesmo!) com jornalistas de todo o mundo. No filme, que também será lançado em DVD e chega às lojas em julho, Sharpay vai a Nova York atraída por um caça talentos que vê um vídeo da garota e de seu

E Big Blue Parque Aquático O Big Blue é um espaço de diverção e lazer localizado a poucos quilômetros de Natal, para você passar momentos de descontração com a família e amigos. Lá, você dispõe de restaurante, piscinas de vários tamanhos, toboáguas, etc. Esta semana, o Big Blue Parque Aquático oferecerá um desconto, exclusivo ao assinante da TN, na entrada do parque, no limite de até 5 pessoas por assinante. Av. Brigadeiro Paulo Salema, s/n, Praia de Búzios Tel.: 3239.2118.

50% à vista (dinheiro) na entrada do parque, no limite de até 5 pessoas por assinante.

■ As promoções publicadas na Coluna do Clube do Assinante são exclusivas para assinantes da TRIBUNA DO NORTE, PESSOAS FÍSICAS. ■ Desconto não acumulativo. ■ Para ter direito à promoção,o assinante deverá apresentar a carteira do Clube e a Identidade no ato da compra. ■ Contatosparacredenciamento:Depto.deMarketing.Tel.4006-6100,R.6262. ■ e- mail.mkttn@terra.com.br; clubetribuna@digizap.com.br

cachorrinho Boi. No entanto, apenas o bichinho se torna uma estrela, enquanto Sharpay, que sonhava brilhar na Broadway, passa por apuros e tem que provar que mudou para melhor. — No começo, Sharpay é a mesma garota dos outros filmes. Mas você vê que, através de suas vivências em Nova York, ela evolui e amadurece — adianta a atriz, também produtora do longa. Saudades dos tempos de “High School Musical”? — Sinto que “High School Musical” apresentou o gênero musical a toda uma nova geração. Foi uma experiência tão boa que várias vezes tenho saudades do elenco — conta Ashley, que só não sente falta de uma coisa desta época: — A cor rosa gradativamente saiu do meu armário, acho que por têla usado muito como Sharpay. Agora estou morena e já posso pensar em usá-la de novo.

“A FABULOSA AVENTURA DA SHARPAY”, A MOCINHA QUE VIVIA NO CAMINHO DE TROYE GABRIELLA GANHA ARES DE HEROÍNA. SPIN-OFF DOS FILMES, O LONGA PROTAGONIZADO POR ASHLEY TISDALE ESTREIA HOJE, ÀS 20H, NO DISNEY CHANNEL


revista da tv

Domingo | 29 de maio de 2011

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte 11

MORDE & ASSOPRA

PRIMEIRO PLANO

ÁUREO SALVA LÍLIAN DA PRIMEIRA-DAMA

VALÉRIO ANDRADE

A enigmática Naomi e na vida real o coração feminino surpreende, na ficção é um mistério indecifrável. O protagonista de “Morde e Assopra”, Ícaro (Mateus Solano), teve uma decepção ao criar a andróide e está fadado a ter outra, ainda maior, neste inesperado reencontro com a Naomi de carne e osso.

S

A FALSA MORTE Ícaro era feliz no casamento e ainda perdidamente apaixonado pela esposa quando ela desapareceu no mar e foi dada como morta. Durante anos, amargou a perda sofrida, até que teve a idéia de criar uma duplicata, com tecnologia importada do Japão. Contrário do doutor Frankenstein, não criou um monstro, mas uma criatura fisicamente perfeita. O seu destino parecia ser melhor do que o do personagem do célebre livro (“Frankenstein”) de Mary Shelly, até que...

A HUMANIZAÇÃO DA MÁQUINA Até que a duplicata de Naomi teve a consciência de que não era uma mulher de verdade,apenas uma máquina totalmente dependente do seu Criador. Centrado na sua felicidade,Ícaro não percebeu a crescente infelicidade da andróide.Paradoxalmente,não foi uma imperfeição técnica,mas,ao contrário,é a perfeição que traria a infelicidade para Naomi,causada pela consciência de sua condição (ser uma máquina) e por haver adquirido a capacidade de absorver sentimentos.

A DESCOBERTA DO AMOR Por que,apesar de dever sua “vida”ao cientista,Naomi não ama Ícaro? Explicação:porque Ícaro não a faz se sentir mulher.Essa subtração afetiva foi compensada com o aparecimento de Leandro (Caio Blat), que,tão apaixonado como Ícaro estava pela verdadeira Naomi,fez florescer com o seu amor,o amor no

Com o inesperado retorno de Naomi, vinda de um passado nebuloso e mal explicado, e, ainda por cima, com um filho, Ícaro ocultou a andróide no laboratório. A sua desconfiança sobre o desaparecimento da esposa, que tanto o fez sofrer, foi sendo gradualmente minada pela lendária esperteza feminina e pela hipnótica beleza de Naomi.

cérebro da Naomi-andróide.Uma sensação nova e inusitada,também prazerosa,que a fez sentir as emoções das mulheres da vida real.

A RESSURREIÇÃO DE NAOMI Com o inesperado retorno de Naomi, vinda de um passado nebuloso e mal explicado,e,ainda por cima,com um filho,Ícaro ocultou a andróide no laboratório.A sua desconfiança

sobre o desaparecimento da esposa, que tanto o fez sofrer,foi sendo gradualmente minada pela lendária esperteza feminina e pela hipnótica beleza de Naomi. Se o autor da novela,Walery Carrasco, não adulterar o perfil de Naomi,que tem motivos para ocultar o tempo que fingiu estar morta,Ícaro será enganado pela segunda vez.Será que o filho é dele? Quem foi o homem que fez Naomi trair e abandonar o marido? Ela voltou ao lar porque foi abandonada? Ou porque quer se apoderar do dinheiro de Ícaro? Entre as incertezas,há uma única certeza, não para Ícaro,mas para o telespectador:Naomi está mentido e não é apaixonada por Ícaro. Em relação as duas Naomi(as),Walcyr Carrasco vem desenvolvendo (adequadamente) o que pode se classificado de suspense subjetivo. Ou seja:a sensação do perigo,mas que,mesmo não sendo visível,existe – e,cedo ou tarde,será materializado pela ação de Naomi,a esfinge que, em vez das cinzas,ressurgiu do mar.

POESIA DO SERTÃO

Nesta semana, em “Morde & assopra”, Minerva e Isaías armam um plano para despedir Lílian de sua casa. Com medo da proximidade entre a moça e Alice, a primeira-dama de Preciosa coloca um anel na bolsa da funcionária e pede para revistá-la, tentando armar um flagrante de roubo. Áureo escuta a armação dos pais e salva Lílian, pegando o anel de volta sem que eles saibam. As cenas devem ir ao ar no capítulo de quinta-feira. CORDEL ENCANTADO

PENÉLOPE NÃO RESISTE E BEIJA BELARMINO Está difícil para Penélope resistir às tentações em “Cordel encantado”. Na cena prevista para ir ao ar na terça, a jornalista acaba dando um beijo para lá de romântico em Belarmino. A situação tem início quando o cangaceiro, mais uma vez disfarçado, acompanha a professora na homenagem que o Rei Augusto faz para Jesuíno. Ao deixá-la na pensão, ele lhe tasca um beijo. Penélope se encanta com o afago, mas também se sente culpada pela traição ao marido, Farid. MALHAÇÃO

TRINTA ANOS APÓS EXIBIÇÃO NA TV, O ESPECIAL ‘MORTE E VIDA SEVERINA’, DE JOÃO CABRAL DE MELO NETO, SAI EM DVD

NATALIA CASTRO

ublicado em 1956 por João Cabral de Melo Neto, “Morte e vida Severina” tornou-se um clássico por relatar, de forma poética, a saga dos retirantes nordestinos em busca de sobrevivência. Em 1981, os belos versos do poeta recifense foram adaptados para a TV, em um teleteatro musical com roteiro e direção de Walter Avancini e tema musical de Chico Buarque. No ano seguinte, a produção ganhou dois prêmios: o americano Emmy e o espanhol Ondas. Agora, no aniversário de 30 anos de sua exibição, o especial recebe uma homenagem à altura. A Globo Marcas lança, esta semana, “Morte e vida Severina” em DVD. — É uma obra-prima da poesia na TV. Nosso país precisava deste tipo de depoimento

P

poético sobre a alma brasileira — diz José Dumont, o retirante Severino na trama O personagem do ator simboliza o tipo comum do sertão, “filhos de tantas Marias mulheres de outros tantos, já finados Zacarias”. Com ele, no elenco, Sebastião Vasconcelos, Tânia Alves e Elba Ramalho, entre outros. — O poema é épico. Uma realização importante. E Avancini foi o diretor certo. Graças a ele consegui dar densidade à rezadeira árida e pobre — elogia Elba. Nascida em Conceição, na Paraíba, a cantora conta que conhece bem a realidade retratada na obra: Quem não viu vai ter um conceito maior sobre o retirante nordestino. Um poema que embala morte e vida na mesma sintonia.

DIVULGAÇÃO

MAICON VAI AO HOSPITAL COM BABI Em “Malhação”, Maicon encontra Babi no Boladão e a agradece por convencer Dona Zica a fazer seus exames. O casal decide ir ao hospital, onde os médicos estão em greve, pedir que eles realizem os procedimentos de que ela precisa. VIDAS EM JOGO

CARLOS ESCONDE BILHETE PREMIADO

A atração traz no elenco José Dumont, Elba Ramalho e Tânia Alves

Em “Vidas em jogo”, o pessoal do bolão fica cabisbaixo depois de conferir o resultado do sorteio e ver que perdeu por um número. O que eles não sabem é que Carlos, responsável pelo jogo, trocou a aposta na última hora. Quando ele mostra o bilhete premiado, todos explodem de alegria.


Revista da tv 12

Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 29 de maio de 2011

David Boreanaz deixou “Angel”para trás e faz uma boa dobradinha com a ótima Emily Deschanel em “Bones”(Fox).

Impressão nossa ou os roteiristas de “Glee” (Fox) chutaram o balde? A série virou um apanhado de números musicais e só.

SERIAIS

» AMOR QUE ACABA

MAIS-MAIS

» ‘SEASON FINALE’TRIPLO

“Parenthood”fez o raro caminho do cinema para a TV: o mais comum é que aconteça o inverso.Relembre seriados que foram parar na telona.

Lá fora,“Mad love”foi cancelada.Já aqui,a série que apresenta Jason Biggs (de “American pie”) e Sarah Chalke (de “Scrubs”) como um romântico casalestreia na terça,às 21h30m,no Liv.

Amanhã, às 22h, termina a sétima temporada de “Grey’s anatomy”. Às 23h, é a vez do fim do quarto ano de “Private practice”. Na quarta, às 22h, encerra-se a sétima temporada de “Desperate housewives”.Tudo no Sony.

LÍVIA BRANDÃO - TATIANA CONTREIRAS

Coisas de (qualquer) família FOTOS DE DIVULGAÇÃO

ai aos 19 anos,Craig T.Nelson,hoje com 67,já trabalhou como bombeiro,zelador e encanador para sustentar sua família,enquanto vivia em uma cabana de madeira no norte da Califórnia.Atualmente,Nelson usa sua própria experiência para dar vida a Zeke, patriarca dos Braverman em “Parenthood”. Inspirada no filme de mesmo nome,a série foi recentemente renovada para um terceiro ano.Por aqui,o Liv estreia,nesta terça,às 22h,sua segunda temporada. Recorrente em papéis de figuras paternais,de técnicos de times a policiais, o ator diz que,de fato,se identifica com este perfil. — Sabe,não consigo ficar longe desse tipo de personagem.De vez em quando, faço um sujeito malvado; às vezes,um homem de negócios — conta Nelson,em teleconferência com jornalistas da América Latina. Na série,Zeke é pai de Sarah (Lauren Graham,de “Gilmore girls”),Adam (Peter Krause,de “A sete palmos”),Crosby (Dax Sheppard) e Julia (Erika Christensen).Na nova temporada,Sarah e Adam passam a trabalhar juntos,mas sofrem as consequências ao misturar vida pessoal e profissional.Para Nelson,“Parenthood”é uma grande colagem de acontecimentos comuns a muitas famílias: — Ali você tem uma família multigeracional,e existem tantas questões...Especialmente hoje em dia. Acredito que a série aborda muitas áreas diferentes e tenta explorá-las ao máximo e da forma mais profunda possível. E pensar que o ator — que protagonizou na TV americana a série “Coach”— por pouco não foi parar em “Modern family”,

P

1.“Arquivo-X”.A história de Mulder e Scully não poderia terminar ao fim da nona temporada:a série ganhou duas adaptações para o cinema. 2.“Os Simpsons”.A família mais doida da TV ainda está no ar,mas Homer Simpson e cia ganharam um filme em 2007. 3.“Jornada nas estrelas”. Exibida em 1966,a série só foi virar filme em 1979. 4.“Missão impossível”.Muito antes de ser estrelada por Tom Cruise em Hollywood,a série fez sucesso na década de 1960. 5.“Sex and the city”.Para a alegria dos fãs,o quarteto ganhou uma sobrevida nos cinemas.

Craig T.Nelson (de pé,na cabeceira) é o patriarca dos Braverman em “Parenthood”

no papel que,por fim,coube a Ed O’Neill (de “Um amor de família”). — Bom,me ofereceram o papel e simplesmente não me pagaram um valor suficiente.Então,eu disse não.Achei uma falta de respeito a quantia que estavam me propondo.E graças a Deus apareceu “Parenthood”. Li o roteiro e percebi que era uma série incrível — conta Nelson,

que credita o sucesso da atração à “dissolução das estruturas familiares” mundo afora e vê semelhanças entre seus filhos da vida real e da ficção:— Crosby (Sheppard) é tão parecido com meu filho mais novo que chega a me assustar.Às vezes,acho que os roteiristas estão fuçando a minha vida pessoal para escrever!

E AINDA... • BYE,BYE: “United States of Tara”prometeu, mas não cumpriu.Produzida por Diablo Cody (de “Juno”) e estrelada por Toni Collette,a série acaba de ser cancelada pelo Showtime devido à baixa audiência.


tn família CINEMA Confira a programação de filmes em cartaz neste final de semana nas salas da cidade. PÁGINAS 5 e 6

ASTROLOGIA Lua e Netuno favorecem rituais e manifestações de arte.Lua nova em Gêmeos. PÁGINA 5

LETRASEPRATOS Quanto mais bagunçado o supermercado,mais o cliente pensa em mercadoria barata. PÁGINA4

GLAM Couros,alfaiataria,tricôs,animal print,malha...confira os hits que emplacaram no outono-inverno. PÁGINA 8

E-mail: tnfamilia@tribunadonorte.com.br Editor: Isaac Ribeiro ARRTIGO Médico Jorge Boucinhas escreve sobre Ginkgobiloba e suas propriedades. PÁGINA 2

PAULO COELHO Coluna aborda a importância do diploma e conta história sobre árvores para exemplificar o tema. PÁGINA 2

NATAL | RIO GRANDE DO NORTE Domingo | 29 de maio de 2011 ALEX RÉGIS

ESTRESSE NOSSO DE CADA DIA

ISAAC RIBEIRO repórter

empre quando o assunto é doenças ligadas ao nosso tempo, ao dia a dia cada vez mais corrido e cheio de atribuições que temos, o nome estresse surge em algum lugar. Isso porque ele é o principal desencadeador de várias patologias, crônicas ou não. Não se deixar contagiar por ele é o grande desafio. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 90% da população são afetados pelo estresse e suas consequências. Uma verdadeira epidemia mundial. Para se ter uma ideia da gravidade do problema, no Brasil, dos 400 mil infartos registrados por ano, 132 mil são causados por esse mal. Os dados são da Sociedade de Cardiologia de São Paulo. Na verdade, o estresse não é uma doença, mas um conjunto de reações do organismo frente a situações de ameaça, angústia, nervosismo, pressão e ansiedade, com sérias consequências para a saúde, principalmente se acontecer de forma prolongada e constante. Os especialistas dividem o estresse em crônico e orgânico, podendo ter origem física, psicológica ou social. Existem três etapas: alarme, resistência e esgotamento. Quando essa última fase persiste, há um desequilíbrio e o resultado é o aparecimento de algumas doenças, entre elas hipertensão, úlceras, artrites e problemas cardíacos, inclusive com lesões no miocárdio. A cardiologista e professora da UFRN, Fátima Azevedo, classifica o estresse como uma situação de ameaça ao organismo que, dependendo de sua gravidade, pode repercutir ou não no corpo. Ela explica que ao sermos ameaçados

S

CONSIDERADO PELA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE COMO UMA EPIDEMIA GLOBAL,O ESTRESSE PROLONGADO E CONSTANTE É FATOR DESENCADEADOR DE VÁRIAS DOENÇAS GRAVES por algo, a córtex cerebral recebe essa informação e a manda para um número enorme de neurônios. Mediante esses dados e dependendo da ameaça, o corpo vai parar e observar se fica atento, se não era nada, se para por aí. É o estágio de alarme, quando o estressor é reconhecido e o sistema nervoso autônomo é ativado. Depois vem o estágio de resistência, onde realmente a ameaça acontece e o indivíduo começa então a disparar a informação que foi para os neurônios. Só que agora ela vai para o hipotálamo, região do cérebro que comanda todas as ações e libera substâncias que são adrenéticas, o que a gente chama de adrenalina. Começam então as reações em diferentes órgãos e sistemas. “No aparelho cardiovascular, aumenta a frequência cardíaca, a contratilidade do coração, o consumo de oxigênio e também do débito cardíaco. No intestino, ele paralisa tudo. O intestino fica absolutamente paralisado. Essa descarga adrenética paralisa qualquer estímulo sexual, ao mesmo tempo em que diminui a imunidade e o processo inflamatório. Toda a concentração do corpo vai para sobreviver. Essa é a fase de resis-

tência”, explica Fátima Azevedo, presidente do Departamento de Hipertensão Arterial da Sociedade Brasileira de Cardiologia no Rio Grande do Norte. APARECIMENTO DE DOENÇAS A fase seguinte é considerada a pior. Quando o estresse persiste, tornando-se crônico, instala-se o estágio de esgotamento ou exaustão; o organismo se entrega e as doenças se instalam. Apesar de desequilibrar todos os sistemas, quem mais sofre as consequências é o coração. “Ele responde muito ativamente ao estresse, aumentando a pressão arterial, porque há liberação de substâncias como a adrenalina, que fecham os vasos sanguíneos”, afirma a médica. “É um efeito muito forte em cima do coração. Se isso é rápido, o corpo se acomoda; mas se é algo permanente, prolongado, dia e noite, naquelas regiões de ameaça permanente, no trabalho, em casa, na família, na estrutura dele, aquele indivíduo certamente caminhará para um processo patológico cardíaco sem dúvida nenhuma.” Se a pessoa não tem nenhuma doença cardíaca, o estresse crônico e intenso pode desencadeá-la. Caso tenha, ele agrava o problema

e ser o fator precipitante de um evento agudo. “Pode ser responsável pelo rompimento de alguma placa naqueles indivíduos que têm placas instáveis; fazer um entupimento de artérias, uma isquemia cerebral, trombose, ou romper um vaso que já esteja fragilizado, causando uma hemorragia cerebral.” No sistema gastrointestinal, o estresse causa gastrites e úlceras. Há também danos físicos, articulares, as fibromialgias, problemas psicológicos, síndrome de pânico... “E a sociedade se defende indo para as fugas. Muita gente to-

ma ansiolítico, bebidas, drogas, se defendendo da maneira errada”, comenta Fátima Azevedo. Para reduzir os efeitos do estresse é necessário primeiro identificar as fontes dele em sua vida. Os especialistas indicam a prática de uma atividade física regular, aumentar o círculo de amizades, participar de atividades sociais, eliminar obrigações desnecessárias, prezar pela pontualidade, ter uma alimentação saudável, enfim, levar uma vida mais simples. [ LEIA MAIS NA PÁGINA 3 ]


tn família

2 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 29 de maio de 2011

Paulo Coelho [ escritor ]

orgulhoso: “minha filha tem um diploma.” A maioria de meus amigos, e dos filhos dos meus amigos, também tem um diploma. Isso não significa que conseguiram trabalhar no que desejavam – muito pelo contrário, entraram e saíram de uma universidade porque alguém, em uma época em que as universidades eram importantes, dizia que uma pessoa para subir na vida precisava ter um diploma. E assim o mundo deixou de ter excelentes jardineiros, padeiros, antiquários, escultores, escritores. Talvez seja a hora de rever um pouco isso: médicos, engenheiros, cientistas, advogados, precisam fazer um curso superior. Mas será que todo mundo precisa? Deixo que os versos de Robert Frost dêem a resposta: “Diante de mim havia duas estradas Eu escolhi a estrada menos percorrida E isso fez toda a diferença”.

Da importância do diploma meu antigo moinho, na pequena aldeia dos Pirineus, tem uma fileira de árvores que o separa da fazenda ao lado. Outro dia, o vizinho apareceu: devia ter aproximadamente setenta anos. Volta e meia eu o via trabalhando com sua mulher na lavoura, e pensava que já era hora de descansarem. O vizinho, embora muito simpático, diz que as folhas secas de minhas árvores caíam em seu telhado, e que eu precisava cortá-las. Fiquei muito chocado: como é que uma pessoa que passou sua vida inteira em contacto com a natureza quer que eu destrua algo que custou tanto para crescer, simplesmente porque, em dez anos, isso pode causar um problema nas telhas? Convido-o para um café. Digo que me responsabilizo, que se algum dia estas folhas secas (que serão varridas pelo vento e pelo verão) provocarem qualquer dano, eu me encarrego de mandar construir um novo teto. O vi-

O

zinho diz que isso não interessa: ele quer que corte as árvores. Eu me irrito um pouco: digo que prefiro comprar a fazenda dele. - Minha terra não está à venda - responde. - Mas com esse dinheiro você poderia comprar uma excelente casa na cidade, viver ali pelo resto de seus dias com sua mulher, sem enfrentar invernos rigorosos e colheitas perdidas. - A fazenda não está à venda. Nasci, cresci aqui, e estou muito velho para mudar. Ele sugere que um perito da cidade venha, avalie o caso, e decida – assim nenhum de nós precisa se irritar com o outro. Afinal de contas, somos vizinhos. Quando sai, minha primeira reação é culpálo de insensibilidade e desrespeito com a Mãe Terra. Depois, fico intrigado: por que não aceitou vender a terra? E antes que o dia termine, entendo que sua vida tem apenas uma história, e meu vizinho não quer mudá-la. Ir para a cidade significa também mergulhar em um

mundo desconhecido, com outros valores, que talvez se julgue muito velho para aprender. Acontece apenas com meu vizinho? Não. Acho que acontece com todo mundo, – às vezes estamos tão apegados à nossa maneira de vida, que recusamos uma grande oportunidade porque não sabemos como utilizá-la. No caso dele, sua fazenda e sua aldeia são os únicos lugares que conhece, e não vale a pena arriscar. No caso das pessoas que vivem na cidade, elas acreditam que é preciso ter um diploma de universidade, casar, ter filhos, fazer com que seu filho tenha também um diploma, e daí por diante. Ninguém se pergunta: “será que posso fazer algo diferente?” Lembro-me que meu barbeiro trabalhava dia e noite para que sua filha pudesse acabar o curso de sociologia. Ela conseguiu terminar a faculdade, e depois de bater em muitas portas, conseguiu trabalhar como secretária em uma firma de cimento. Mesmo assim, meu barbeiro dizia

“A maioria de meus amigos,e dos filhos dos meus amigos, também tem um diploma.Isso não significa que conseguiram trabalhar no que desejavam – muito pelo contrário, entraram e saíram de uma universidade porque queriam subir na vida”

P.S. – para terminar a história do vizinho: o perito veio e, para minha surpresa, mostrou uma lei francesa que obriga qualquer árvore a estar a um mínimo de três metros da propriedade alheia. As minhas estavam a dois metros, e terei que cortá-las.

Dr. Jorge Boucinhas [ médico e professor da UFRN ]

Libertas libertas@libertas.com.br

Amor nas escolas Recentemente o governo da China decidiu incluir no currículo das escolas o ensino do Amor. As autoridades chinesas consideram que, depois de 30 anos de crescimento econômico e de sacrifício feito pelo povo, para que a China se tornasse a segunda economia mundial, é hora de “dar mais felicidade aos que trabalharam tanto”.A Assembleia Geral a que assistimos, com aqueles dois mil chineses, todos juntos, deliberando as metas para os próximos cinco anos, decidiu que a Felicidade deve ser buscada e levada ao povo chinês. A questão, que mobilizou os chineses e surpreendeu o mundo com esta guinada na sua educação, é que os pais viam que os filhos cresceram com acentuado rigor nos estudos voltados para o desenvolvimento material. Mas, este foco tirou deles a possibilidade de serem bem sucedidos em aspectos como o Amor, o casamento e a realização sexual. Recentemente, conhecemos o psicólogo mexicano Marco Murueta, ligado à ULAPSI - União Latino Americana de Psicologia-, que vem se dedicando a ampliar o trabalho sobre o Amor e as relações com afeto. São movimentos esboçados no planeta, a exemplo do Butão, pequeno país da Ásia e introdutor do FIB - Felicidade Interna Bruta. Os Estados Unidos são famosos por venderem armas e filmes violentos ao resto do mundo. O Butão, país encravado entre China e Índia com pouco mais de 600 mil habitantes, está conhecido pela busca de um caminho para a felicidade. O Brasil pode sim, caminhar para se alinhar a esses projetos e transformar em ação a intenção de conviver mais proximamente com o Amor. - Jayme Panerai Alves,Psicólogo- Jayme@libertas.com.br – www,libertas.com.br twitter.com/libertas_brasil

RICO E POBRE Uma vez perguntaram ao Buda: “Quem é o homem mais rico do mundo?” Buda respondeu: “Aquele que tem muita satisfação (com o que tem) é o homem mais rico. Em seguida perguntaram: “Quem é o homem mais pobre do mundo?” Buda respondeu: “Aquele que tem muitos desejos.” ANÁLISE BIOENERGÉTICA Análise Bioenergética, criada pelo psiquiatra Alexander Lowen, é uma forma que estuda o indivíduo como uma unidade psicossomática. È também uma abordagem terapêutica que tem uma escuta verbal e corporal, portanto não separa mente e corpo. Possui exercícios voltados para a saúde integral. SIMPÓSIO Palestras, debates, lançamentos de livros e apresentação de trabalhos fazem parte da programação do I Simpósio Norte-Riograndense de Bioética que será realizado pelos Departamentos de Medicina Clínica e Morfologia da UFRN e UNIMED. O evento acontece nos dias 17 e 18 de junho, no Hotel Pestana, Natal RN. As inscrições podem ser feitas até o dia 10 de junho, no endereço eletrônico: www.unimednatal.com.br/eventos. SEMINÁRIO Estão abertas até amanhã (30) as inscrições para seminário sobre “Reforma Política e Cidadania” organizado pela Faculdade de Direito (FAD). A taxa de inscrição é R$ 40 para profissionais e R$ 20 para estudantes. A programação faz parte do projeto de extensão “Ciclo de Estudos e Discussões Acerca dos Direitos Fundamentais” da FAD da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern). Esta coluna é de responsabilidade da Libertas Comunidade www.libertas.com.br libertas@libertas.com.br

Ginkgobiloba o se ter lidado, no Artigo passado, com a fosfatidilserina, grande arma contra os distúrbios da memória, fizera-se referência a uma conhecida planta medicinal, de grande efeito sinérgico com a mesma. Tal planta, que em muito aumenta os benefícios auferidos pelos usuários, é de origem chinesa, por sinal uma árvore que foi considerada um fóssil vivo pelo grande Charles Darwin, de vez que conviveu com os primeiros dinossauros e continua existindo até os tempos atuais. Muito interessante é o fato de que, após a explosão da primeira bomba atômica em Hiroshima, no Japão, ao fim da Segunda Guerra Mundial, foi o único ser vivo que estava na área de impacto direto e sobreviveu, pelo que os nipônicos (e depois a ONU) passaram a tê-la como símbolo de paz e longevidade (chega a viver 4 mil anos!). Sua descrição no Ocidente e sua primeira tentativa de classificação botânica datam de 1690, tendo sido feita pelo médico alemãoEngelbert Kaempfer, por volta de 1690, mas só passou a despertar maior atenção por parte dos pesquisadores a partir da década de 50, quando cresceu o interesse em seu emprego como auxiliar no combate aos radicais livres e no incremento da oxigenação cerebral. Dado histórico curioso é que Goethe, o famoso cientista, filósofo, poeta e botânico alemão, já escrevera um poema sobre ela no ano de 1815. Trata-se da Ginkgo biloba, de nomes populares nogueira-do-Japão, árvore-avenca e ginco. Apresenta-se como árvore caduca (perde a folhagem no inverno), de grande altura (atinge 20-35 m, com referência a achados raros de

A

boucinhas_jc@hotmail.com

exemplares com 50 m). Hoje em dia está deveras rara no meio natural mas existe em praticamente todos os continentes, sendo que no Brasil há exemplares transplantados e seus rebentos. Uma das suas características é a extrema resistência a fatores ambientais adversos, quais poluição, alterações climáticas extremas, pragas e, como já mencionado, radioatividade. Na Medicina Tradicional Chinesa as folhas são usadas para combater vários problemas de saúde, como asma, bronquite, problemas de perda de audição, tuberculose, deficiência circulatória, perda de memória, dor de estômago, problemas de pele e ansiedade, entre outros, mas isto tudo ainda carece de comprovação detalhada. Segundo os modernos estudos ocidentais o que se tem de patente é que o extrato feito a partir das folhas pode ser usado para melhorar o fluxo sangüíneo para os tecidos e órgãos (é um bom vasodilatador, especialmente quando usado a nível cerebral, aumentando o aporte de nutrientes e oxigênio em pessoas idosas), combater o dano causado às células pelos radicais livres (age como um antioxidante natural) e reduzir a agregação plaquetária (que se relaciona com o desenvolvimento de problemas cardiovasculares, respiratórios, renais e problemas no sistema nervoso). O fitoterápico costuma ser indicado para vários problemas, quais Doença de Alzheimer, perda de memória (embora tenha sido usada indiscriminadamente para este mister, serve apenas quando há deficiência circulatória cerebral) e perda auditiva (e, frise-se, apenas se também houver deficiência circulatória cerebral).

Quando se fala em tumores em geral, mais de 50 estudos já foram catalogados. Em 2002, uma pesquisa realizada na Grécia mostrou em laboratório e em testes clínicos que inibe o crescimento agressivo de tumores de mama. Também existem trabalhos sobre câncer cerebral e de fígado mostrando resultados promissores, mas ainda precisa correr muita água sob a ponte para se ter indicações mais corretas. Uma das investigações de resultados mais estrondosos foi concluída no final do ano retrasado. Ao todo, 1.388 mulheres foram acompanhadas por seis meses. Todas relataram toSua descrição no mar algum fitoterápico (equinácea, erva-de-São Ocidente e sua João, ginseng e ginco). As que ingeriram esta úlprimeira tentativa tima diariamente tiveram uma incidência 60% mede classificação nor de tumores de ovário. Para entender o que esbotânica datam de tava ocorrendo, os surpresos cientistas levaram1690,tendo sido na para dentro do laboratório. Misturaram o exfeita pelo médico trato a culturas de células de ovário cancerosas e alemão Engelbert bastou uma pequena dose para que o crescimenKaempfer,por volta to delas começasse a ser reduzido. de 1690,mas só Atenção para o fato de que não é (aliás, nada passou a despertar o é) absolutamente inócuo. Há relatos de hepamaior atenção por totoxidade se em doses excessivas, bem como, parte dos teoricamente, é contra-indicada em epilépticos, pesquisadores a nos quais pode causar convulsões, pois tem uma partir da década de neurotoxina que aumenta a atividade elétrica ce50,quando cresceu rebral. Para os que apresentam déficit circulatório cerebral, evidenciável por perda de memóo interesse em seu ria, irritabilidade, tonturas, dificuldade de conemprego como centração, uma formulação de grande valor é o auxiliar no uso associado, em cápsulas únicas, de fosfaticombate aos dilserina (100mg) com Ginkgo (60 a 100mg), senradicais livres e no do tomada uma cápsula a cada refeição. Outros incremento da componentes ativos podem ser agregados seoxigenação gundo o caso específico de cada paciente.

Hilton Marcos Villas-Boas [ psiquiatra ]

Ansiedade: inimiga ou aliada? pesar de velhos conhecidos da medicina, os Transtornos de Ansiedade, na contemporaneidade cada dia voem aumentando a sua prevalência na população em geral, inclusive acometendo cada vez mais precocemente, em adolescentes e crianças. Os seus sintomas bem conhecidos pelos leigos, pois a ansiedade é como que “um patrimônio do ser humano, existe desde sempre”, talvez por isso que à maioria das pessoas, fala “com certa propriedade” sobre a ansiedade. Os sintomas da ansiedade podem ser classificados em dois tipos, sintomas físicos e sintomas psíquicos, sendo que o fato de você ter algum dos sintomas que relataremos mais adiante, não significa estar doente. È comum à presença de sintomas de ansiedade na população saudável, por exemplo, quando se vivência situações que fogem ao nosso cotidiano, ou em determinadas ocasiões com um significado muito importante para o indivíduo. É exemplo de tais situações: antes de falar em público; momentos que precedem uma entrevista para um emprego; durante uma partida decisiva de futebol em que seu time esteja disputando; o aguardo de um resultado de exame importante, para um diagnóstico clínico e até mesmo na véspera de uma prova na escola. No entanto, para que a ansiedade possa ser considerada uma patologia, os sintomas enfrentados pelo indivíduo, devem estar presentes constantemente em sua vida, em um grau exagerado, passando a comprometer a sua qualidade de vida, sendo nesse caso necessário buscar a ajuda especializada. Os Transtornos de Ansiedade são classificados em diferentes tipos, sendo utilizado para tanto quais são os sintomas que predominam em cada caso. O chamado Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG), quando acomete um individuo, tem por características principais os seguintes sintomas: tensão constante; qualquer situação do dia a dia é motivo para grande preocupação; ocorre aquilo que chamamos de ansiedade antecipativa, ou seja, a pessoa preocupa-se com fatos que nem mesmo podem ocorrer; tais preocupações são tão exageradas que pode prejudicar a qualidade do sono, dificultar a concentração e atenção, facilitar a irritabilidade e o surgimento de dores musculares constantes. Por sua vez o Transtorno do Estresse Pós-

A

Traumático, com a globalização da vida, a violência e as dificuldades de se morar nos grandes centros, têm atingido inúmeras pessoas, as quais passaram por algum tipo de experiência exageradamente desagradável (assalto, seqüestro, agressão física, desastres naturais, acidentes aéreos, automobilísticos, naufrágios e outros). As pessoas acometidas por esse transtorno são capazes de apresentar pesadelos, nos quais revivem todo o momento passado na experiência desagradável sofrida, ou pior ainda fica o tempo todo, mesmo sem quererem revivendo o momento desagradável vivenciado. Tal situação leva a uma série de outros sintomas, decorrentes desta lembrança constante, tais como: medo, insegurança, diminuição da produtividade, isolamento social, dificuldade de atenção e concentração entre outros. O denominado Transtorno de Pânico possui como característica principal o surgimento dos seus sintomas “como que do nada”, de forma abrupta, súbita, sem que o indivíduo esteja sofrendo de qualquer patologia física, suficientemente capaz de causá-los. Os sintomas são de tamanha magnitude, que o indivíduo tem uma sensação de mal estar generalizado, com: o coração acelerado (palpitações); sensação de dor na região do coração; falta de ar, como fosse ter uma asfixia; tremores generalizados; sudorese fria em excesso; dor de cabeça; formigamento nas extremidades (parestesia); náusea, vômitos e dores disseminadas. Nesse momento o indivíduo tem a sensação de morte iminente, de perda do controle da situação ou que pode enlouquecer. Tal episódio tem uma duração, em seu ápice, de aproximadamente 10 minutos (os quais parecem ser eternos), e com 20 a 30 minutos, mesmo sem intervenção médica o indivíduo vai retornando ao seu estado de normalidade. E muito comum em tais episódios, dependendo do tempo para se chegar ao hospital, ao chegar lá o individuo já estar bem. É uma patologia das mais comuns, nos atendimentos em pronto socorro. Outra modalidade de Transtorno de Ansiedade são as chamadas Fobias, que se diferencia do Transtorno do Pânico, porque nesse caso o indivíduo tem um medo específico e persistente, o qual ele identifica. No entanto, esse medo é de tamanha intensidade, que o indivíduo passa a evitar as possíveis situações que poderá estar frente a frente com a situação causadora da

medicare@supercabo.com.br.

Os sintomas da ansiedade podem ser classificados em dois tipos, físicos e psíquicos, sendo que o fato de você ter algum dos sintomas não significa estar doente.É comum a presença de sintomas de ansiedade na população saudável,por exemplo,quando se vivencia situações que fogem ao nosso cotidiano,ou em determinadas ocasiões com um significado muito importante para o indivíduo.É exemplo de tais situações:antes de falar em público; momentos que precedem uma entrevista para um emprego;durante uma partida decisiva de futebol entre outras

fobia. As fobias de acordo com as suas características podem ser denominadas de: a - Fobia específica = medo exacerbado de uma determinada situação, a qual para a população como um todo não traria medo, tem como exemplo: barata, rato, aranha, avião e carro; b – Fobia Social = é quando o indivíduo sente-se como envergonhado, inseguro ou sem coragem, para enfrentar situações sociais corriqueiras tais como: assinar em público, falar em público, aproximar-se para falar com uma autoridade ou até mesmo de comer em público; c – Agorafobia = situação definida como o medo de estar em um local ou situação, em que sinta que é inviável conseguir algum auxílio no caso de vir a não se sentir bem. Para finalizar, a outra modalidade de transtorno de ansiedade é o chamado Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC), que possui como sintoma principal a invasão da mente do indivíduo por pensamentos incômodos e repetitivos (achar que não travou o carro, que se contaminou porque apertou a mão de uma enfermeira que retornava do trabalho, na frente de um hospital), os quais lhe causam um nível de ansiedade muito elevado (Obsessão), daí a necessidade do mesmo em ter que realizar um ato compensatório para aliviar a sua ansiedade, o qual pode ser repetitivo ou sem nenhuma função (Compulsão). Nos casos citados como exemplo, o indivíduo certamente: no caso da dúvida do não travamento do carro, ele voltará várias ao local onde esta o carro, para checar se realmente ele esta travado; no caso do aperto de mão e o medo da contaminação devido à pessoa ser uma enfermeira e estar voltando do trabalho, induz ao indivíduo a lavar as mãos repetidas vezes, por muito tempo, podendo até gastar um sabonete durante este processo. Qualquer que seja o Transtorno de Ansiedade, o mesmo merece um tratamento adequado, para tanto se faz necessário, que o indivíduo portador de um desses transtornos procure um especialista, o qual poderá identificar corretamente qual é o seu problema, e fazer uma programação terapêutica, a qual pode ser apenas com psicoterapia, apenas medicamentosa ou as duas conjuntas (melhores resultados). Podem ainda contribuir para o tratamento, medidas como: dieta saudável, atividade física; yoga; tai chi, massagem; meditação e relaxar muito. Até a próxima, um bom final de semana a todos.


tn família

Domingo | 29 de maio de 2011

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 3

COBRANÇAS NO TRABALHO PODEM GERAR ESTRESSE

BATE-PAPO PAULA BORBA » psiquiatra

“Estresse positivo é aquela ansiedade que nos motiva”

PARA A PSIQUIATRA PAULA BORBA É FUNDAMENTAL TER PRAZER NA PROFISSÃO ESCOLHIDA PARA QUE ELA NÃO SE TORNE UM MARTÍRIO á quem diga não saber viver sem um “estressezinho” lhe impulsionando a vida, principalmente no âmbito profissional. Alguns falam em “estresse positivo”, aquele que promove, motiva e inspira a competividade. Segundo a cardiologista Fátima Azevedo, a denominação médica dessa categoria é “Eu estresse”. Enquanto o estresse positivo está ligado a conquistas e tem na adrenalina um fator positivo, as constantes cobranças no trabalho podem desencadear o estresse maligno, o das perdas e ameaças. A psiquiatra Paula Borba costuma dizer que passamos mais tempo no trabalho do que em casa, por isso acha fundamental a profissão ser prazerosa para que não se torne um martírio. “Quem vive em um ritmo de grande exigência profissional pode passar a se desmotivar a enfrentar o trabalho, perder a qualidade em seu desempenho ou até chegar ao ponto de se achar incompetente e não enxergar que está sobrecarregado. É necessário perceber seu limite e se alertar se não estiver feliz em ir trabalhar”, alerta a psiquiatra. “Não tem para onde correr!” É a reação do contato publicitário Valmir Manfrin quando perguntado se enfrenta muitas situações estressantes no seu dia a dia profissional. É cliente reclamando, contrato que não é fechado, é o trânsito. Raramente não tem um dia sem estresse. Temos que matar um leão por dia.” Para afastar o estresse diário, Manfrin já começa a desopilar depois do expediente da sextafeira, frequentando algum “happy hour”. “No sábado, bato a minha bolinha com os amigos, tenho minha pescaria, e como moro em um sítio aproveito para passar os fins de semana com a família, descansando.”

H

QUESTIONÁRIO DO ESTRESSE Respondas as perguntas abaixo e veja como o estresse está presente e interfere em sua vida.Marque a frequência com que você passou pelas situações listadas abaixo: Dores de cabeça por tensão e enxaqueca

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Insônia,esgotamento e fadiga

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Comer em excesso

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Dor na parte inferior da coluna

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Úlceras ou gastrite

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Nervosismo

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Pesadelos constantes

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Pressão arterial alterada

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Mãos e pés de frios e suados

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Não tenho tido Ingestão de álcool e remédios sem receita médica problemas

De vez em quando

Frequentemente

Palpitações cardíacas (tarquicardia)

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Indigestão

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Dificuldades nas relações sexuais

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Excesso de preocupações diárias

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Náuseas e vômitos

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Irritabilidade

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Não tenho tido Sono irregular acordando várias vezes durante a noite problemas

De vez em quando

Frequentemente

Perda do apetite e diarreia

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Músculos do pescoço e ombros doloridos

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Crises respiratórias e dificuldade de respirar

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Períodos de depressão

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Pequenos acidentes domésticos

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

Raiva das coisas

Não tenho tido problemas

De vez em quando

Frequentemente

PONTUAÇÃO:

Massagem ajuda a amenizar efeitos do estresse diário Muitas pessoas recorrem às terapias complementares para amenizar os efeitos do estresse, principalmente às massagens. Estressados em busca de relaxamento representam 100% da clínica de Elizabeth Sandra, terapeuta corporal. A massagem mais aplicada em seus clientes é o shiatsu, precedida por um reflexoterapia nos pés e concluída por uma drenagem linfática facial. “O objetivo é equilibrar os meridianos energéticos. O equilíbrio é fundamental para o bom funcionamento do organismo. O estresse desequilibra esses meridianos e gera facilidade de a pessoa adquirir patologias”, explica a terapeuta. Entre as doenças causadas por estresse e reclamadas por seus clientes estão alergias, problemas ginecológicos, eczema da pele e dores de coluna. De acordo com Elizabeth Sandra, para o tratamento com massagens surtir o efeito desejado, são necessárias, no mínimo, seis sessões semanais, com dois dias alternados. “Mas em um sessão a pessoa já vê a diferença. Mas o ideal são seis sessões para manter o equilíbrio do corpo e o racional. Agimos muito pelo impulso, pelo lado emocional e não pelo racional. Isso é um sinal de desequilíbrio.”

Sem estresse - menos de 4 pontos

Estresse intenso – de 20 a 30 pontos

Estresse moderado – de 4 a 20 pontos

Estre muito intenso – acima de 30 pontos

— O estresse é realmente uma das maiores marcas de nosso tempo? É possível conviver com ele sem sofrer danos à saúde? O estresse parece ser uma coisa milenar, com evoluções diferentes. Na verdade, podemos dizer que o Homem já vivia sob essa tensão maior que é o estresse quando precisava lutar contra os animais, caçar, procurar sobrevivência. Havia as tribos, as guerrilhas, as disputas entre as civilizações, até chegar na Guerra Mundial que é fato indiscutível de grande estresse e traumas na população. Hoje, já num mundo mais civilizado, há outras forma de estresse. As disputas por profissões, o status social, a competividade de mercado, a sobrecarga de atividades e a necessidade de se fazer de tudo um pouco buscando a satisfação geral em sua vida. Até o ponto em que esse ritmo “estressante” esteja possibilitando um bom desempenho funcional e engajamento em suas atividades é possível conviver com essa ansiedade, mas se perceber que está havendo perda da qualidade de vida, prejuízo em sua funcionalidade ou surgimento de sinais ou sintomas que não existiam, é bom alertar para um possível nível patológico do estresse. — Quais sinais indicam estar a pessoa estressada? Poderíamos dividir a manifestação do estresse de duas formas: física e psíquica. O indivíduo pode passar a ter um excesso de queixas somáticas como dores crônicas, fadiga excessiva, tensões musculares, alterações do funcionamento intestinal, seja diarreia ou constipação, alterações do apetite para mais ou para menos e distúrbios do sono, também em sonolência excessiva ou insônia. Nas alterações psí-

quicas podemos perceber ansiedade, angústia, falta de alegria para o dia a dia, desinteresse pelas coisas, choro fácil, irritabilidade, desinteresse sexual entre outros. — Fala-se sempre dos aspectos negativos do estresse. Mas alguns defendem a existência do chamado“estresse positivo”? Ele realmente existe? Quais seriam os pontos positivos do estresse? O estresse positivo é aquela ansiedade que nos incentiva aos nossos objetivos, mantém nossa atenção e concentração, motiva para querer fazer o melhor. Veja que são planos e objetivos focados em uma ascensão ou para estarmos alerta aos riscos e nos defender. É diferente de querer fazer várias coisas ao mesmo tempo, como dizem, abraçar o mundo com as pernas e sair do foco. Termina por ter vários projetos inacabados. — O que se deve fazer para não se deixar contagiar tanto com as situações estressantes do dia a dia? Daria alguma dica para os estressados relaxarem mais? É preciso perceber o limite de cada um. Um determinado ritmo de vida pode ser estressante pra alguém mas não ser para outro. Procurar colocar as prioridades de sua vida e seguir mais ou menos um cronograma pode ajudar a não se exceder em tarefas e compromissos. Procurar equilibrar o dia a dia com dias de descanso, lazer, atividade física, alimentos saudáveis e um bom sono reparador são estratégias de escape do estresse. Afinal, nosso cérebro precisa relaxar para reter novas informações e seguir em boa performance. Cuidar do corpo e da mente, sempre! Um é a linguagem do outro. No estresse nosso corpo fala quando não o percebemos psiquicamente. ALEX RÉGIS


tn família

4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 29 de maio de 2011

LANÇAMENTO

Jota Oliveira

O criativo Clodualdo Bahia lança o primeiro catálogo Designer Brasil em recepção de dez, regada a borbulhas e muita animação para convidados no próximo dia 1º de junho, no Complexo Chaplin.

jotaoliveira@tribunadonorte.com.br

CARPE DIEM! Da dor fiz um colar cheio de contas, em cada conta uma história, uma decepção... Durante muito tempo da minha vida, carreguei esse colar, relembrando cada fato. Quando ameaçava ser feliz, pegava em uma conta, imediatamente a cena que ligava aquela conta

trazia de volta os sentimentos de dor e revolta. Da dor torneime escravo, assumi o papel de vítima, em tudo eu via conspiração do mal, coisas negativas, via despacho e feitiçaria até em presentes de amigos, o mal estava em mim, e eu me fechei nele. Achava que o problema estava nos outros, não via o problema em mim.

CEDIDA

Um dia, sufocado pela dor e solidão, joguei fora o colar de contas, resolvi esquecer o passado e viver apenas o dia. Percebi coisas boas em mim, revelei dons que até desconhecia, fiz novos amigos e até o amor me visitou. Percebi que o passado podia ser prisão, e que o dia de hoje é a chave que liberta. Hoje sou feliz, reconheço o melhor em mim, já

não sonho apenas, faço o que posso, e o que posso, faço o melhor. E o que eu não posso, eu peço ajuda, e assim, eu, você e o mundo, devemos aproveitar este dia para fazer o nosso melhor, com a experiência do passado, com os olhos no futuro, e os pés no chão deste momento, que não volta mais, Viver e ser feliz: só se for agora!

CEDIDA

CEDIDA

EXCLUSIVO Parceria recém-fechada com a Artkasa Design, o designer global Hans Donner traz para o RN sua linha exclusiva de móveis. Com lançamento previsto para o próximo dia 2, o evento acontece na Artkasa Design e será fechado para arquitetos e imprensa, contando ainda com a participação da exglobeleza Valéria Valença. Além do RN, a linha circula apenas pelos Estados de SP, RJ e RS.

FREUD

Luiz Felipe em pose com os pais Paula/Ricardo Gama, a mana Luciana, a avó Marlene e o tio Carlos

Luciana divide felicidade com o mano Luiz Felipe Alves Gama, em dia de graduação

JOÃO NETO

Luiz Felipe em saudações brasileiras com Luciana, e os amigos Rodrigo Tomashiro, Patrick Pinto e Felipe Oliveira

WELLINGTON BARBOSA

Nos dias 10 e 11 de junho, Natal recebe o Fórum de Interpretação na Clínica Psicanalítica com a psicanalista convidada Ana Laura Prates, Doutora em Psicologia pela USP. Os interessados podem ligar para 9985-7557.

CANUDO

Zandra Afonso rasgando folhinha com os mimos do muso Yuri Afonso

Vivas para Naty Bezerra e Marcelo Guerra. Ela em idade nova amanhã

3

Sobre o vazio veja: A Era do Vazio Ensaios sobre o individualismo contemporâneo (editora Manole,2005),do francês Gilles Lipovetsky, um dos mais importantes filósofos atuais.Os ensaios reunidos no livro focalizam o enfraquecimento da sociedade,dos costumes,do indivíduo contemporâneo da era do consumo de massa. Outra interpretação da sociedade atual é dada pelo sociólogo Zygmunt Bauman em seu livro Modernidade Líquida (Editora Zahar,2001).A passagem da modernidade “sólida” anterior à atual,mais 'leve','líquida','fluida' e infinitamente mais dinâmica,acarretou profundas mudanças em todos os aspectos da vida humana.

MICHELE MAISTO - madrelingua@supercabo.com.br

2

Segundo a revista Time,a rede de supermercados Walmart,depois de cinco anos de pausa,vai voltar a vender armas em algumas de suas lojas nos Estados Unidos.A decisão de voltar a vender armas tem como objetivo atrair homens para as lojas e reviver sua imagem de “one-stop shopping”,ou seja,de uma loja onde é possível comprar tudo. Juntamente com as armas,voltam às lojas produtos como varas de pesca.A empresa afirmou que havia subestimado a importância desse tipo de item no seu mix de produtos.

Letras & pratos

1

A preocupação com o “vazio”é confirmada por Ben DiSanti,diretor da Tnp, empresa norteamericana de consultoria da grande distribuição: “Com a evolução tecnológica certos produtos quase que desapareceram da oferta física,porque vendidos online.Até livrarias como Borders recebe o cliente propagandeando como primeiro produto o leitor digital deles,enquanto o catálogo dos livros de papel encolheu”.

Ângela Pinto e Andressa Dantas cantando parabéns para Milena Freitas

Ricardo Gama e Paula Alves, orgulhosos e felizes retornando dos EUA onde participaram dia 11 deste mês, da graduação do filho Luiz Felipe em Science in Business – Management e Administration, na Indiana University, na cidade de Fort Waine/ Indiana/USA.

Supermercados

A bagunça vende mais✃ recessão passou. As despesas familiares voltam subir e o consumo sóbrio em certas faixas de população ainda não é um novo estilo de vida, mas somente uma desagradável lembrança que precisa ser apagada de pressa. Com essa premissa, os gigantes norte-americanos de shopping center, supermercados e hipermercados já lançaram suas campanhas de vendas, todas baseadas na “estratégia do demasiado”. Todos os espaços¹ de venda devem estar “entupidos”, devem dar uma impressão de excesso, superabundância e se parecerem bagunçados, melhor ainda! Estranho? Nem um pouco segundo Paco Underhill, gerente geral da empresa Envirosell, especializada na análise dos comportamentos dos consumidores. “Quanto mais o ponto de venda

A

estiver abarrotado, mais as pessoas pensarão que a mercadoria é barata. Ao contrário, um supermercado muito racional dá uma impressão de escassez, que as pessoas associam a preços altos”, explica ele. Eis aqui, então, as “sei regras de ouro” do novo² marketing norte-americano: 1) guerra ao vazio – como os aparelhos eletrônicos ficaram menos voluminosos, todo espaço livre deve ser ocupado, mesmo obrigando os clientes a darem voltas desnecessárias, tipo quando para procurar macarrão temos que dar uma volta na palete cheia de biscoitos em promoção; 2) prateleiras mais altas – não se deve facilitar a visão total do produto: enquanto ele se esforça para alcançá-lo, seu olhar passa deve encontrar outros produtos também; 3) perto do cai-

Para Paco Underhill, gerente geral da empresa Envirosell,quanto mais o ponto de venda estiver abarrotado,mais as pessoas pensarão que a mercadoria é barata.Ao contrário,um supermercado muito racional dá uma impressão de escassez,que as pessoas associam a preços altos

xa o consumidor é mais vulnerável – naqueles minutos que o consumidor espera sua vez ele já se “livrou” da tarefa principal e agora pó de dar atenção a mais produtos em sua volta; 4) a bagunça faz vender mais – se a mercadoria não for superabundante o cliente tem a impressão de estar numa loja “preciosa”, cara; 5) nada de paredes divisórias “nuas” – qualquer parede, mesmo fina, deve ficar enchida de produtos, mesmo que pendurados: enfeites, decorações para a mesa e coisas assim; 6) combater o comercio online – a última regra é um resumo dessa nova ordem comercial: o verdadeiro inimigo é o mercado na Web. Como a Internet é um espaço³ virtualmente ilimitado, no espaço real é preciso fazer o mesmo. Isto é, cercar o consumidor de abundância.

CREME DE CEBOLA E CAMARÕES RENDIMENTO: 4 pessoas

INGREDIENTES: 500g cebola branca 350g caldo vegetal 4 camarões grandes Ervilhas descongeladas 1 fatia de pão de forma embebido em vinagre de vinho branco Manjericão Azeite extra-virgem Sal Pimenta branca

MODO DE PREPARO: Corte as cebolas em rodelas bem finas.Cozinhe-as em água fervente e salgada. Retire da água e deixe resfriar.Passe no liquidificador,em velocidade baixa,a cebola,a fatia de pão o caldo vegetal, uma pitada de sal,algumas folhas de manjericão e o azeite.Em seguida, descasque os camarões,e salteie-os nu frigideira com um fio de azeite;ajuste de sal e pimenta branca moída na hora.Sirva o creme de cebola em tigelinhas,ou pratos fundos,com um camarão no meio e uma colher de ervilhas para cada prato. Receita de Mediterrâneo Buffet – Telefones: 32194669 / 9991-0876


tn família

Domingo | 29 de maio de 2011

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 5

CULTURA

Jota Oliveira

A Aliança Francesa de Natal faz, este ano, seleção para o Festival da Canção Francesa 2011. Para participar basta gravar e enviar alguma canção de Serge Gainsbourg. O vencedor passará uma semana em Paris.

jotaoliveira@tribunadonorte.com.br FRED GALVÃO

FRED GALVÃO

Celuta Bezerra F. de Souza celebrando a vida com Celina Maria/Marcos César Formiga

JUNINA DE DEZ! De vento em popa os preparativos para a 10ª edição do Arraiá Pra Lá de Dez! que estaremos realizando próximo dia 17 de junho, no Pavilhão da Anorc, Parque Aristófanes Fernandes. Para animar a noitada de matutos estilizados, repertório da banda Forró Me Pega, Capilé e banda, mais picapes com seleção show do Dj Dilvan. Como nas edições anteriores, touro mecânico, jogos, quadrilha improvisada e muito mais completarão a ocasião que vai reunir grupos de festeiros casados e solteiros. Em breve começa a circular o material gráfico, criado pela Art&C e com impressão da Gráfica RN Econômico, da junina que conta com a parceria cativa do Midway Mall, PG Prime, Caio Fernandes/Moura Dubeux, Consórcio Redenção/Nissauto, O Boticário, Grupo Santana, Arituba Turismo, Construtora Crisal, Haype, Donna Donna, Natal Pneus.

O abraço e o carinho de Ezequiel Ferreira de Souza

FRED GALVÃO

Celebrando a vida e a amizade, Gleide e Maria Bezerra, Salete Bezerra Noronha, a aniversariante Celuta e Marineide Noronha JOÃO NETO

ALEXANDRE LAGO

APOIANDO O Arraiá pra lá de Dez! que em mais um ano terá produção assinada por Designer Brasil e Pratika Locações, com iluminação show de Castelo Casado,open bar de caips e fronzer do Cervantes,o uísque cada um leva o da sua preferência que lá terá gelo da SterBom, espetinhos da Sal e Brasa, Pastéis Paulista e bufê de comidas típicas juninas do Bufê Renata Motta, Real Botequim,Ar Geradores,Banca Cidade do Sol,Uvifrios,Talher, Nordeste Segurança,TV Ponta Negra, FMs 89,9 e 98,9,Prefeitura de Parnamirim e Anorc.

Em festa na Donna Donna com a comadre Erika, Auxiliadora Nesi e os afilhados Matheus e Gabi ALEXANDRE LAGO

VOAR Nos salões natalenses, o papo de Luanda Galvão Nunes e Tatyanna Bulhões

Renato Teles e Fred Queiroz em festa na Donna Donna

O empresário Murillo Felinto, da operadora JSC Turismo, lança mais um voo charter para os potiguares, e dessa vez o destino será Madri e Barcelona (Espanha), no período do réveillon de 25 de dezembro de 2011 a 03 de janeiro de 2012. O pacote inclui oito noites na Espanha (três dias em Barcelona e cinco dias em Madri), transfer, city tour e seguro viagem. FRED GALVÃO

FRED GALVÃO

PARABÉNS! Apagando velinhas hoje com os vivas da coluna, arquiteta Maria Cláudia Vale, Caciano Bezerra e Fernanda Paiva. Nesta segunda, 30, vivas antecipados para Fernanda Bezerril, arquiteta Zandra Afonso, medico ginecologista/obstetra, Tobias Germano, Milena Freitas Molina, Ana Lira, Nathalia (Natibiz) Bezerra Mariz , Zoraide (Zozó) Bezerra.

BUSINESS Próxima quinta-feira (02) e sexta-feira (03), no Teatro Riachuelo, a XV Convenção do Comércio e Serviços do RN, trazendo prestigiados profissionais e estudiosos para debater sobre o tema A Arte do Sucesso e abordar as novas tendências do mundo dos negócios.

Laíre Rosado/Sandra, Larissa, a pequena Maria, Poliana e Lairinho celebrando a matriarca Celuta

AFRODITE Ao primeiro olhar,Thêmis Dantas é pura beleza, mas em poucos minutos de aproximação a bela irradia inúmeras qualidades. Administração, moda, bom gosto e sofisticação estão no sangue e na intuição dela. Agora,Thêmis coloca seus talentos à disposição da cidade com o Espaço Themis Dantas, um local que vai personalizar a moda, criando roupas para as mais diversas ocasiões, pensando em excelência de acabamento, modelagem perfeita, ajustes corretos e tornando cada peça única, além de tornar a roupa um objeto para a vida inteira valorizando o ciclo da moda, além de oferecer peças prontas da grife “Uma graça” da própria Thêmis. O espaço será inaugurado nesta quartafeira na rua Potengi 636ª,vizinho a Aninha Cabelereiros.

A matriarca Celuta Ferreira de Souza cercada do carinho dos filhos, noras, genro, netos e bisnetos


6 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

tn família

Domingo | 29 de maio de 2011

FILANTROPIA Um gesto nobre de solidariedade do procurador da

Liege Barbalho liegebarbalho @tribunadonorte.com.br

República,Marcelo Alves Dias ,que doará para cinco instituições filantrópicas toda renda da venda de seu livro intitulado “Ensaios Ingleses”lançado recentemente no Solar Bela Vista.Entre as entidades que serão beneficiadas estão:o Abrigo Juvino Barreto,o Hospital Infantil Varela Santiago e a Paróquia da Cidade da Esperança. FOTOS:LIEGEBARBALHO.COM

FEIJOADA Importantes marcas do RN e de outros Estados apoiam o nosso “Feijão Society”. O tradicional evento que este ano chega a 20ª edição acontecerá no próximo dia 11 de junho no Hotel Pirâmide. Tendo como acesso uma camiseta, nosso encontro terá direito feijoada completa, cerveja geladíssima, caipifrutas, refrigerantes, água e os deliciosos doces e chocolates da Caffech. O evento também contará com sessão de sorteios de brindes.

Madre Alves com o sobrinho Marcelo Alves no lançamento do seu livro Ensaios Ingleses

Simpatia das primas Dodora e Rosana Alves no coquetel de lançamento de Ensaios Ingleses

Diuda Alves Dias celebrando o sucesso do filho Marcelo, com a amiga Marisa Motta

»»

Já que estaremos no mês de São João, a decoração será voltada para o clima junino e terá assinatura de Alessandra Cabral e Geysa Freitas da Amorosa Floricultura e Decoração. No quesito musical, o talento de Rubinho com teclado e violão dará o tom à nossa feijoada, que promete reunir vários grupos da nossa sociedade. No tom azul, as camisetas que estão sendo confeccionadas em breve estarão nos pontos de vendas. Divulgarei o local.

VÁRIAS »

CELEBRANDO Tendo como título “ Gentileza”, a colunista Simone Silva promoverá na próxima sexta-feira festa comemorativa a sua mudança de idade.Simone receberá coro de vivas no Olimpo Recepções de Candelária.A noite contará com ritmos variados com as bandas Samba de Rainha e Identidade Baiana,além do som do DJ Luiz Couto.A decoração ficará a cargo de Clodualdo Bahia.

»CATÁLOGO O todo talentoso Clodualdo Bahia assina A querida Adalva Rodrigues com os integrantes da banda Titãs,em evento do turismo em Santa Catarina

convite para o lançamento do primeiro catálogo “ Designer Brasil”. O evento que promete reunir profissionais do mundo festivos,além de jornalistas e convidados,acontecerá nesta quarta-feira,a partir das 20h, no Chaplin Recepções e Eventos.

Vereador Júlio Protásio, brindando aniversário, recebe coro de vivas da sua musa Ana Paula

»

EM NATAL Acaba de instalar consultório em terras potiguares o médico pernambucano Leonardo Pimentel. Especialista em Catarata e Cirurgia Refrativa,Leonardo traz no currículo especialização na área da visão pelo Hospital de Olhos de Pernambuco e no Instituto de Olhos Renato Ambrósio,no Rio de Janeiro.Em Natal,o médico está atendendo no Hospital da Visão.

CULINÁRIA Com simpatia e talento a toda prova Adalva Rodrigues mais uma vez representou a gastronomia potiguar em importante evento do turismo brasileiro. Desta vez querida Adalva Rodrigues, foi responsável pelo cardápio de um jantar para dois mil convidados da operadora MGM. O evento aconteceu em Curitiba/PR, numa parceria com a Emprotur. No menu, destaque para paçoca, carne de sol e camarão além de outras iguarias da culinária do Rio Grande do Norte. Entre os convidados da noite, presença dos integrantes da banda Titãs que provaram e aprovaram as delícias feitas por dona Adalva.

»BRINDANDO Musa de Isaac Ribeiro, jornalista e editor do caderno família da Tribuna do Norte,a produtora cultural Ana Lira é a aniversariante desta segunda-feira.Com expressiva atuação no cenário cultural do nosso Estado, entre as produções assinadas por ela,estão: O Festival Mada,Circuito de Festivais Gastronômicos e Nação Potiguar.

»PARNAMIRIM A Prefeitura de Parnamirim vai Prefeito Maurício Marques; atuação em Parnamirim

Ramzi e Ana Maria Elali, com a Blonde em noite Cascudo Bristô

ANIVERSÁRIOS

construir uma estação de transbordo.Foi o que informou o prefeito Maurício Marques em recente entrevista num programa de TV local.A estação ficará na divisa com Macaíba e obedecerá a todas as normas de segurança e higiene,inclusive às que dizem respeito ao tráfego aéreo.A obra que irá custar cerca de R$ 500,será executada com recursos próprios.

Os cumprimentos da coluna para os aniversariantes da semana.O advogado Hebart Spencer,a jornalista e presidente do Sindicato dos jornalistas do RN,Nelly Carlos,a querida Dalvanice de Freitas,a engenheira Cláudia Rebello da Cunha Melo e atuante o vereador da capital,Júlio Protásio.

EDUCAÇÃO O projeto social “Massa de Letras”, realizado pelo Complexo Educacional Contemporâneo, será lançado nesta terça-feira, no Ginásio II da unidade de Potilândia. Composto por crianças, de 5 a 11 anos, que produziram o livro “Valores – Essência da Vida”. O trabalho traz ilustrações que abordaram temas como amizade, compromisso, cooperação, diversidade, generosidade, honestidade. As produções dos alunos serão distribuídas gratuitamente em salas de leituras de escolas públicas da capital potiguar.

A jornalista Sylvia Sá esperando a chegada do primeiro herdeiro

VIVAS PARA ELAS

Ana Lira

Simone Silva

Nelly Carlos

Os parabéns da coluna para o advogado e amigo Hebart Spencer Meira comemorando hoje 6.0

Bárbara Abramo

Cinema

Horóscopo

★ RUIM ★ ★ REGULAR ★ ★ ★ BOM ★ ★ ★ ★ ÓTIMO ★ ★ ★ ★ ★ EXCELENTE ESTREIA

Lua e Netuno favorecem rituais,festas,e manifestações de arte.Lua nova em Gêmeos:1/6

Áries 21/03 a 20/04 Prepare-se para uma semana de demandas e perguntas, então descanse bastante hoje. Evite discussões com um parente, algo pode sair do controle. Esqueça viagens curtas e passeios complicados, podem ser apenas fonte de trapalhadas.

Touro 21/04 a 20/05

Lua em seu signo multiplica sua sensibilidade para assuntos privados. Desarranjos físicos parecem então maiores.Tendência a ser teimoso além do razoável.Apegos fortes e desejos poderosos.Impulsividade exagerada e competição.

Gêmeos 21/05 a 20/06

Como a próxima semana será turbulenta para você,o melhor é aproveitar o dia para se equilibrar.Exercícios serão ótimos para isso! Tente focalizar alguns propósitos menores hoje.Seja cuidadoso ao falar,precisão será fundamental.

Câncer 21/06 a 21/07

Bons papos com amigos queridos serão ótimos pra levantar seu humor e pique.Cuidar do jardim e momentos junto à natureza também são indicados.Seja equilibrado na alimentação,mas saboreie com prazer as pequenas delicias da vida!

Leão 22/07 a 22/08

Sol e Saturno transferem vibrações que assentam e estabilizam seus próximos dias. Atenção a amigos que aguardam retorno seu.Festas e eventos sociais dinamizam você.Conversas difíceis devem ser deixadas de lado por enquanto.

Libra 23/09 a 22/10

Combata preguiça e preste atenção as informações que seu corpo lhe dará. Deixe as caraminholas para outro dia, apegue-se na realidade concreta. Finanças é assunto pra discutir e acertar com parceiros.Boas ideias e inspiração a noite.

Escorpião 23/10 21/11

Com a Lua,agora são quatro os astros que vibram por mais engajamento social, amoroso e colaboração com outras pessoas.Você pode aprender algo importante com alguém.Mas sintonize-se com as necessidades dos outros.

Virgem 23/08 a 22/09

Sagitário 22/11 a 21/12

Cabeça longe,vontade de ampliar seu território, capacidade de refletir sobre pontos de vista diferentes,atração por viagens e horizontes longínquos.Bom seria viajar também.A semana traz alguns desafios,fique ligado em planos alternativos.

Um domingo para se regenerar com fé,praticar exercícios e cuidar da casa.Mergulhe fundo em emoções,mesmo sem mostrar pra ninguém.Você estará sensível a manifestações de fé e rituais.Seja seletivo ao escolher suas companhias desta noite.

Capricórnio 22/12 a 20/01

A Lua transita a sua casa astral do amor hoje.Faça bom proveito,ajude o destino,sorria e espere momentos de encanto.Seu brilho está maior,assim como seus talentos pessoais.Competições e provas podem ser vencidas com facilidade.

Aquário 21/01 a 19/02

Vida interior ganha destaque hoje,momento de mergulhos profundos e maior necessidade de estar perto da natureza. Inspiração vem do mundo concreto,e não das ideias.Clima bom pra criar aconchego em casa,chamar amigos e outros queridos.

Peixes 20/02 a 20/03

Quebre a rotina e busque algo diferente pra fazer.Hoje você precisa de informações consistentes e afetos confiáveis.Assim é que você se sentirá firme para agüentar a semana próxima, que traz reviravoltas em planos de trabalho e na família.

PIRATAS DO CARIBE 4 – NAVEGANDO EM ÁGUAS MISTERIOSAS (12 anos, legendado/dublado) Moviecom 1 (dub). Sessões 14h20, 17h20, 20h20/Moviecom 6 (dub/leg) 3D. Sessões 15h, 18h, 21h/Moviecom 7 (leg). Sessões 13h, 15h50, 18h40, 21h30/Cinemark 1 (leg). Sessões 11h30, 14h40, 17h45, 20h50, e 0h05 (sab)/Cinemark 2 (leg/dub) 3D. Sessões 11h, 14h05, 17h10, 20h20, e 23h30 (sab)/Cinemark 3 (dub). Sessões 12h, 15h10, 18h20, 21h25, e 0h30 (sab) O Capitão Jack Sparrow retorna em mais uma aventura cheia de ação sobre verdade, traição, juventude e legado. O capitão começa sua jornada quando cruza com uma mulher de seu passado (Penélope Cruz), a filha do lendário Barba Negra. Sparrow está em busca da Fonte da Juventude, e não sabe se a relação deles é amor, ou se ela apenas é uma cruel golpista que quer saber como chegar à fonte. No navio de Barba Negra, Sparrow se preocupa em quem deve ficar se olho: em seu antigo amor, ou em seu grande rival, o Barba Negra. Direção: Rob Marshall. THOR (10 anos, legendado/dublado) Moviecom 2. Sessões 16h35, 21h30/Cinemark 4. Sessões 15h/Cinemark 6 3D. Sessões 15h50.

A aventura épica se inicia no planeta Terra nos dias de hoje até reino de Asgard. O Poderoso Thor é um arrogante guerreiro cujas ações intempestivas despertam uma guerra antiga. Como castigo, Thor é enviado à Terra e forçado a viver entre os mortais. Uma vez aqui, ele aprende o que significa ser um verdadeiro herói, depois que o vilão mais poderoso de seu mundo envia as forças negras de Asgard para invadir o planeta. Direção: Kenneth Branagh. O NOIVO DA MINHA MELHOR AMIGA (10 anos, legendado) Moviecom 2. Sessões 14h15, 19h10/Cinemark 4. Sessões 11h50, 17h50, 20h30, e 23h10 (sab) Rachel, uma advogada muito certinha, está prestes a completar 30 anos. Na comemoração, ela acaba bebendo demais e vai para a cama com Dex, amigo de faculdade e também noivo da sua melhor amiga Darcy. Sentindo-se péssima com a situação, as coisas parecem piorar a cada momento, pois Rachel será madrinha do casamento e vai ter que lidar com os preparativos da festa, seus sentimentos por Dex e ainda, a sua amizade cultivada desde a infância com a noiva traída. Direção: Luke Greenfield.


Domingo |

29 de maio de 2011

tn família

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 7

MEIO DO ANO!!!!!! Um horror,mas é verdade.Estamos justamente no limiar

Hilneth Correia

do meio de ano.Deus me livre nem tão cedo outro Carnaval em março.Bagunça tudo! MESAS DA FESTA A partir de 3ª feira nossas mesas da festa do nosso programa já estarão à disposição nos seguintes locais :estando da CYRELLA (Natal Shopping),na JOGÊ (5ª piso do MIDWAY) e na Banca de Tota,em Petrópolis.

hilnethcorreia@tribunadonorte.com.br

FESTA NO VERSAILLES Estamos em contagem regressiva para a grande festa de 1 ano do programa Hilneth e Show! e do portal nahorah.net. Marquem desde já na agenda, pois a partir das 22h do próximo dia 11 de junho, no Versailles Cidade Jardim, haverá “Uma Noite de Estrelas” mais que especial. A grande atração da noite será a banda Renato e Seus Blue Caps, que promete fazer todos dançarem, embalados pelos grandes clássicos da Jovem Guarda relembrando os inesquecíveis anos 60. ...CONFIRMADO desde já nossos patrocinadores : CYRELLA PLANO&PLANO, MIDWAY MALL, ARITUBA TURISMO, JOGÊ, CRISAL, METRO ², BOTICÁRIO, RNECONÔMICO, MARCA PROPAGANDA, UVIFRIOS...estamos “fechando” parceiros.

CASÓRIO DE NAURA,ANDANÇAS PELO RIO,LIVRO DE MARCELO E GASTRONOMIA... U M M I S TO D E T U D O I S TO FA Z A N O S S A C O LU N A D E S T E D O M I N G O.

LINDOS – Meus sobrinhos NAURA LORETO & FÁBIO CARVALHO

FELICIDADE - Da mana Emília, os filhos Álvaro, Mônica com Naura e Fábio

NO RIO - Um sábado na Academia da Cachaça, no Leblon. No grupo, Emílio Santiago, Francisco José e Eliana Lima

NA LAPA - Nós circulamos e adoramos o Santo Scenarium , na Lapa

NOITEDEGASTRONOMIA-AsirmãsCunha: Elke e Tatiana com Ariane Rocha Gaspar

GOURMET- Marcelo Dieb e o Chef Márcio Freire com equipe

VIZINHOS DE MURIÚ- Os “Cabral”e amigos prestigiando

CASAIS MÉDICOS – Djacir Dantas e Bob Furtado

SOLAR BELA VISTA- Marcelo Dias recebe o “vizinho”Ezequiel Ferreira de Souza

ENSAIOS DE MARCELO - Com Diuda e Madre Alves cercadas de amigas

PRESTÍGIOS - Com a presença dos desembargadores e procuradores

NO SOLAR – No lançamento de ENSAIOS INGLESES, a presença do mundo jurídico jovem

LAMENTAR E REZAR Ao escrever a coluna na última quinta-feira, era muito delicado o estado de saúde de DINA MOURA, na UTI do S. Lucas, depois de três derrames. Minha solidariedade aos queridos Carlos Moura, Patrícia, Carlos Sérgio...Enfim a toda família. Estamos na torcida pela recuperação.

EMBAIXADOR NA TELINHA Hoje tem repeteco de HILNETH É SHOW!, às 13h30, na SIM TV. Vocês vão ver que show as entrevistas com FIUZA NETO e ANDRÉ ELALI. No Celebration a festa de Wellington Barbosa-Andréia e da HATMO, na ED.

NAURA & FÁBIO – Tiveram uma cerimônia linda,na Capela do Hospital da Aeronáutica/RJ,oficiada pelo Capelão Pe.Campos,do 3º Comar no Rio.Na entrada da noiva,o irmão Álvaro,no seu trompete tocou a Marcha Nupcial.Na hora do si...a voz de Tâmara Terra (namorada de Álvaro) bela cantando a Ave Maria.Capela

1

linda,decorada nos tons branco e champanhe.No altar mor,uma toalha que pertenceu aos meus avós,passou por mamãe e hoje me pertence.Linda! Também a “declaração”de amor feita pela mãe,Emília Naura Santos Bouzada,no final da cerimônia.Depois uma recepção singela no salão de festas da morada da minha mana,em

Botafogo.Muito intima com a família e alguns amigos dos noivos.No bolo uma réplica da noiva gravidíssima! O noivo,namorido,é Fábio filho de Anair Fagundes e Nemias Carvalho.Tudo isso depois de um namoro de 7 anos. CONCORRIDÍSSIMO o jantar da Associação da Gastronomia do RN,no La Terrazza do D’Beach Resort

2

em Ponta Negra.O cardápio será assinado pelo chef Márcio Freire. Divino um Camarão ao molho de cajá com canela e musseline de mandioquinha com farofa de parmesão… Sob a coordenação de Marcelo Dieb foi uma noite deliciosa de muito encontros.Muitos clics no nosso www.nahorah.net.

OUTROS clics da NOITE prestigiada de MARCELO ALVES DIAS,no Solar Bela Vista.Foi perfeita : um mix de amigos,políticos e companheiros de trabalho.Um coquetel maravilhoso e uma música de alto nível.MASSSS temos também uma passagem pelo noite no Rio e encontro de amigos.

3

BORBULHANTES ! … MULHERES PODEROSAS ... Atualmente dois bancos notadamente focados nas contas jurídicas são gerenciados por mulheres. No ESPAÇO AMÉRICA é Larissa Leite, à frente do BANCO RURAL... enquanto na agência do BICBANCO, na Hermes da Fonseca, responde KALYANA ALVES. É show!...* A diretoria do Garbos Recepções e Eventos, promove um coquetel na próxima segunda-feira, a partir das 16h, para apresentar a “casa”, antes de inaugurar oficialmente, com a realização da 1ª Expo Garbos, em Mossoró ...*COM QUEM FAZER ??? A Designer Brasil -Eventos e Decoração será lançado por Clodualdo Bahia terça-feira, no Chaplin Recepções, às 20h. Nós também vamos conferir...*

ELA MERECE!!!- Antenada e querida, a produtora cultural ANA LIRA em “parabéns”

NO RIO - É tempo de abraçar MÔNICA ROMANO FARIA

HUMMMM! - Nas andanças fashion no Rio,o elogio de Hildegard Angel ao coleguinha George Azevedo e sua GLAM

HILNETH É SHOW – Entrevistado de RAPHAEL : André Elali. Brilhante...

NOTAS N O T A S NOTAS N O T A S NOTAS N O T A S NOTAS N O T A S NOTAS N O T A S NOTAS N O T A S NOTAS CHIQUE & ELEGANTE Na entrega das duas torres da ESTRELA DE NATAL,pela M² e Mar Aberto(faltam mais 3 torres),a construtora presenteou os proprietários com uma jóia criada por Valéria Françolim.Na simbologia, uma estrela e uma chave em ouro.Achei o máximo e agradeço o mimo.

MÚSICA& SONS HOJE- Instrumental de categoria,às 20h,no TAM,por Carlos Malta onde estará acompanhado por Daniel Grajew,Guy Sasso e Richard Montano. Ele apresenta no show múltiplos timbres nos saxofones barítono,tenor, alto e soprano...* HOJE- No Seis em

Ponto tem SONZEIRA,bombando neste domingo ...*GREVE CANCELA Com 100% dos funcionários em greve da FJA,foi suspenso o 1º Concerto do ano da Orquestra Sinfônica,que seria terça...* DAR PARABÉNS PARA... No Rio é tempo de comemorar

MÔNICA FARIA.Aqui :Fernanda Bezerril,Joanilo de Paula Rêgo, Nathalia Bezerra,Andrea Ramalho Alves,Milena Freitas,Tobias Germano (meu médico),Renata Santa Rosa,Nelly Carlos,Magnos Vila,Ramilson Tito, Margarida Leite Bittencourt e a filha Jovanka,Nadja Farias,Vicente

★ RUIM ★ ★ REGULAR ★ ★ ★ BOM ★ ★ ★ ★ ÓTIMO ★ ★ ★ ★ ★ EXCELENTE ESTREIA

Cinema RIO (Livre, dublado/legendado) Moviecom 3.Sessões 14h50, 16h55/Cinemark 6 3D.Sessões 11h10, 13h30. Aventura cômica numa das cidades mais lindas do mundo.Blu é uma ararinha domesticada que nunca aprendeu a voar,e vive pacatamente com sua dona e melhor amiga,Linda,na pequena cidade de Moose Lake,Minnesota.Blu e Linda acreditam que ele seja o último de sua espécie,mas quando descobrem a existência de outra arara que mora no Rio de Janeiro,partem em busca da longínqua e exótica terra para encontrar Jade,a única fêmea da espécie. Pouco depois de sua chegada,Blu e Jade são sequestrados por um grupo de atrapalhados contrabandistas de aves.Com ajuda da astuta Jade e de um grupo de pássaros espertinhos e bons de bico,Blu consegue escapar.Agora,com novos amigos ao seu lado,Blu terá que buscar coragem para aprender a voar,estragar os planos dos sequestradores que estão em sua cola,e regressar com Linda – a melhor amiga que uma ave pode ter.A animação tem a participação dos astros Anne Hathaway e Rodrigo Santoro nas dublagens.Direção: Carlos Saldanha. VELOZES E FURIOSOS 5 (14 anos, legendado/dublado) Moviecom 3.Sessões 19h,21h40/Cinemark

Vitoriano,Carlos Eduardo Alves,Angela Bezerra,Wagner Patriota,Michelle Santos,Carmelo Meira,Nailson Azevedo,Alexandre Magno Correia Barbosa,Ysnara Almeida,Auxiliadora Caldas,Flávio Alcides Araújo,José Fernandes Filho,Moacyr Gomes da Costa.PARABÉNS …

DIVULGAÇÃO

5.Sessões 11h15,16h35,19h30,22h25. Dom (Vin Diesel) e Brian (Paul Walker) firmaram uma parceria que os obrigou a fugir da polícia constantemente. Escondidos no Rio de Janeiro,eles têm mais uma missão a ser cumprida e,então,ganhar a desejada liberdade.No entando,a falha ou sucesso deste trabalho não segura a sede de sangue de um empresário corrupto,que deseja vê-los mortos.Nessa luta contra o empresário e em busca de suas liberdades,a dupla enfrenta o competente agente federal Lucas Hobbs (Dwayne Johnson),que está à caça de Dom e Brian com uma única arma: seu instinto,já que está cada vez mais difícil distinguir mocinhos e vilões.Direção Justin Lin. l SE BEBER, NÃO CASE 2 (16 anos, legendado) Moviecom 4.Sessões 15h15,17h30,19h45, 22h/Cinemark 7.Sessões 12h20,14h50, 17h15,19h40,22h20. Phil (Bradley Cooper),Alan (Zach Galifianakis) e Doug (Justin Bartha) vão à Tailândia para o casamento de Stu (Ed Helms).Com medo de que os acontecimentos na despedida de solteiro em Las Vegas se repitam,Stu planeja muito bem a comemoração,mas nada ocorre como o esperado.No paraíso sexual,as confusões prometem ser estrondosas e inimagináveis.Direção: Todd Phillips.

namorado da garota e de uma poderosa Padre Guerreira,especialista em combate. Direção: Scott Charles Stewart. l DEIXE-ME ENTRAR (14 anos, legendado) Moviecom 5.Sessões 16h45,21h10. Abby é uma misteriosa garota de 12 anos de idade que se muda para a casa ao lado de Owen,um excluído social que é cruelmente intimidado na escola.Em sua solidão,Owen forma um profundo laço com sua nova vizinha,mas ele nota que Abby é completamente diferente de todas as pessoas que ele já conheceu.Quando uma série de terríveis assassinatos domina o inverno da cidade do Novo México,Owen tem que enfrentar a realidade de que esta garota aparentemente inocente é uma selvagem vampira.Direção: Matt Reeves.

Série de assassinatos aterroriza a cidade do Novo México,no filme“Deixe-me Entrar”,cartaz do Moviecom 5

PADRE (14 anos,legendado) Moviecom 5.Sessões 14h50, 19h15/Cinemark 6 3D.Sessões 18h30, 20h40,e 23h (sab)

O mundo foi devastado por uma guerra entre humanos e vampiros que durou séculos.Com o final do combate,um Padre Guerreiro foi forçado a viver escondido entre os cidadãos comuns em uma cidade completamente controlada pela Igreja.Mas

tudo muda quando sua sobrinha é sequestrada por um grupo de sanguinários vampiros,que estão voltando a atacar após o breve período de paz.Contrariando as ordens da Igreja,o Padre parte em busca de sua familiar,contando com a ajuda do

l TETRO (12 anos, legendado) Cinemark 5.Sessões 14h. Buenos Aires.Bennie (Alden Ehrenreich) reencontra Tetro,o irmão mais velho (Vincent Gallo),que jurou nunca mais ver a família.Outrora um brilhante poeta,Tetro está distante e amargo.Rejeitou o nome e deixou de escrever.Na casa em La Boca, Bennie descobre textos antigos do irmão. Neles estão guardados os segredos daquela família arruinada por rivalidades. Direção Martin Scorsese.


FICHA TECNICA

tn família 8 | Natal | Rio Grande do Norte | Domingo | 29 de maio de 2011

| georgeazevedo@tribunadonorte.com.br

Foto: Fábio Faria Styling: Kassius Salviano Modelos: Lorena Lopes,Hingridy França, Klendja Lucena,Sara Maia,Brenda Maciel e Débora Lopes. Beleza: Júnior Oliveiros Agradecimentos: Midway Mall Onde encontrar os looks: Tereza Tinoco,na Afonso Pena,Colezzione,no CCAB Petrópolis,Bagatelle,na Afonso Pena e Natal Shopping, Carmen Steffens,no Natal Shoppinh e Midway Mall.

NEWSNEWSNEWS

Vestidos Tereza Tinoco com sandálias Luiza Barcellos para Collezione e Carmen Steffens

Camisa Santa Ephigênia e saia Patrícia Vieira da Maison Tereza Tinoco

O Rio de Janeiro ferve com as semanas de moda que trazem o melhor das coleções Verão 2012. Na próxima segunda, 30, tem início mais uma edição do Fashion Rio, que acontecerá no Píer Mauá, até 4 de junho. No line up do evento, desfilam: Alessa, Acquastudio, Melk ZDa, Patachou, 2nd Floor, Totem, Salinas, Espaço Fashion, Oestúdio, Ágatha, R.Groove, Coven, Blue Man, Filhas de Gaia, Coca Cola Clothing, Maria Bonita Extra, Têca, TNG, Triya, Herchcovitch, New Order, Giulia Borges, Lenny, Walter Rodrigues, Nica Kessler, Cantão, British Colony e Auslander.

Looks de Tereza Tinoco com pisantes Carmen Steffens Blusa e saia Juliana Jabour para Tereza Tinoco com sandália Carmen Steffens

VESTIDAS DE INVERNO Couros, alfaiatarias, tricôs, animal print, malha moletons, brilhos, estilo militar, rendas, transparências...esses são alguns dos hits que emplacaram neste outono-inverno 2011, e que achamos ter vida longa nas próximas temporadas.O couro continua no verão, usado com mais leveza e franjado no melhor estilo Western, sem falar na pegada “rocker” que já virou clássico.Alfaiataria é outro clássico, e a nova bossa é usá-la em contraponto com o jeans, já a estampa animal print ganhará mais força na pele de cobras, porém, as oncinhas deverão ser usadas com mais cautela.A malha moleton sai da linha sportwear e traz “limpeza”nos looks mais casuais, os brilhos se tornarão mais intensos e as rendas e transparências entrarão em cena com mais romantismo.É assim...Vestindo-se de inverno já pensando no verão.

Sara usa bolero e short Spezzato para Bagatelle com blusa de seda Salviano K. Hingridy, usa look total Carina Duek para Tereza Tinoco. Ambas com abotinados Carmen Steffens

A edição verão 2012 do Fashion Rio, terá como tema o Universo Tropical, inspirado no lifestyle brasileiro, com muita criatividade e sensualidade. Durante o evento, três exposições de moda, arte e design entre as salas de desfile, que irão abordas temas em homenagens à Carmen Miranda, Chacrinha, e outros artistas brasileiros.

E quem abre a temporada de verão 2012 do Fashion Rio são os novos talentos da moda brasileira que participam da 14ª edição do prêmio Rio Moda Hype, hoje, no Píer Mauá. São eles, os cariocas: Branchée, Dobra, André Lucian e Velt. Akihito Hira e Sann Marcuccy, do Distrito Federal, Lucas Magalhães, de Minas Gerais, Soddi, da Bahia, Martins Paulo, do Piauí, e Janiero, de São Paulo.

Estilista de sucesso, Oskar Metsavaht ganhou na última quarta-feira, 25, o prêmio Luxury Awards, em Londres. O nome Osklen foi reconhecido como uma das marcas mais importantes da indústria de luxo mundial. Em breve, o estilista será nomeado embaixador da boa vontade pela Unesco, em Paris.

Carol Trentini e Isabeli Fontana estão de volta na nova campanha da Morena Rosa. Com cliques de Jacques Dequeker, o verão 2012 da marca foi fotografado no Morro de São Paulo, na Bahia.

O top fotógrafo Terry Richardson aproveita a temporada no Brasil, onde clica a nova campanha do verão 2012 da Blue Man, para fazer editorial com oito modelos, durante o Fashion Rio. Os models serão fotografados no Posto 9 em Ipanema, e entre eles, participação especial de Marlon Teixeira, Barbara Fialho e Lea T.

Em passagem pelo Rio de Janeiro na última terçafeira, 24, o ator Antonio Banderas lançou seu perfume “The Secret”, no Palácio da Cidade. Durante o lançamento, aconteceu leilão beneficente com seis fotos realizadas pelo ator, que integram a exposição “Secretos Sobre Negro”. A renda do leilão foi revertida para a ONG Rioinclui.


PARTE INTEGRANTE DO JORNAL TRIBUNA DO NORTE - NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE - LINHA DIRETA DO ASSINANTE NATAL: 4006-6100 - R - 6261

RODRIGO SENA

Eternos namorados

clube do assinante Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 29 de maio de 2011 ANDREIA MUNFORD

RODRIGO SENA

Loja Tissage conserva a tradição em moda clássica e esportiva masculina, com opções para elas

Equilíbrio entre o físico e o emocional é o lema da clínica Corpomente, com várias terapias

[ PÁGINA 07]

[ PÁGINA 06]

OFERTAS VÁLIDAS EXCLUSIVAMENTE AOS ASSINANTES DA TRIBUNA DO NORTE DE 01 A 30 DE JUNHO DE 2011


2

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

Palavra do editor amor está no ar. Bom, os sentimentos apaixonados nunca deixam de figurar por aí, mas é bem verdade que eles costumam aumentar quando o mês de junho chega. No Brasil, época em que o Dia dos Namorados é celebrada, o 12 de junho é um momento especial para reviver sentimentos e estreitar os laços amorosos. O CLUBE DO ASSINANTE que está indo às bancas também foi flechado pelo cupido e selecionou uma série de sugestões que podem fazer os casais ficarem ainda mais apaixonados. Entre as dicas, roupas de vários estilos e tendências para agradar o gosto masculino e feminino; dicas gastronômicas para um almoço ou jantar romântico; jóias prateadas e douradas com estilo moderno; e até mesmo uma opção para manter o corpo e a mente equilibrados. O casal João e Tereza, destaque ao lado, são exemplos de que uma relação bem-sucedida deve ser cativada de várias formas.

O

NOTAS EXPLICATIVAS »Este é um serviço gratuito,oferecido aos assinantes da TRIBUNA DO NORTE pelo Depto.de Marketing com o objetivo de orientá-los na hora de escolher sua opção de compras.As informações contidas no CLUBE DO ASSINANTE foram fornecidas pelas empresas conveniadas.Não nos responsabilizamos pelas mudanças de preços e descontos.

»Os descontos oferecidos pelas empresas associadas e anunciadas são válidos durante o mês de junho de 2011.A cada mês ocorrem alterações na listagem.

»No caso de assinaturas feitas por empresas,

clube do assinante

Domingo | 29 de maio de 2011

Exemplo de vida com amor RODRIGO SENA

les se conservam juntos na saúde e na doença, nos momentos felizes e difíceis (e houve muitos, ambos), por 61 anos de casados. Uma marca admirável, em época de relacionamentos descartáveis, atingida pelo casal mossoroense João e Tereza Batista de Souza. E nem parece que o tempo passou para eles. Sempre juntos, combinando passeios, assistindo televisão e trocando idéias, como se ainda fossem aqueles jovens que trocaram alianças aos 23 anos de idade. Eternos namorados. O casamento aconteceu em junho de 1950. Dona Tereza conta que tudo começou da forma mais simples possível: “Ele passava todo dia em frente à minha casa, e trocávamos cumprimentos. Até que na Festa de Santa Luzia começamos a namorar. O namoro durou dois anos, até a gente decidir se casar”, conta ela, do alto dos seus 84 anos, a mesma idade do marido. Da relação vieram dez filhos, 19 netos e 11 bisnetos. Moram em Natal há 40 anos. Mesmo com a família numerosa e o tempo passado, permanecem unidos como sempre. Dona Tereza tem orgulho de afirmar a longevidade de seu casamento. O segredo? Vinda de uma época em que terapia de casais não estava em voga, ela não teoriza muito sobre o assunto. “Acho que sempre fomos muito unidos. Contamos tudo um pro outro, nós combinamos tudo juntos. Ficamos dois anos namorando até casar. Acho importante conhecer o outro”, analisa. Ela conta que a separação nunca passou pela cabeça do casal. “Jamais quisemos nos separar. Temos uma união abençoada por Deus”, diz. Para a filha que mora vizinho a eles, os momentos difíceis também foram importantes para manter a união dos pais. “Eles nos criaram com muita dificuldade. Imagine o que é cuidar de 10 crianças. Mesmo assim, nos deram uma criação exemplar. Mamãe sempre foi muito caprichosa; nos mantinha bem arrumados e educados; na rua a gente saía em fila e chamava atenção. Por isso que admiramos tanto os dois, e eles são tão queridos por noras e genros”, afirma.

E

Como dois namorados: em 61 anos de união, João e Tereza nunca perderam o romantismo

A matriarca sempre foi uma mulher paciente e de caráter apaziguador. João, segundo ela, nunca gostou de farras e bebedeiras. “Não tenho do que reclamar”, afirma. Essa combinação talvez explique a sintonia da relação. Vera (filha) é testemunha diária disso. “Como sou vizinha deles, certa vez pude ver do quintal eles dois assistindo televisão, juntinhos no sofá, de mãos dadas. Essa cena me fez chorar”, conta. “A velhice nos trouxe mais união e felicidade”, ressalta Dona Tereza. Alguém duvida?

Eles nos criaram com muita dificuldade. Imagine o que é cuidar de 10 crianças. Mesmo assim, nos deram uma criação exemplar.” VERA Filha do casal

uma pessoa deverá ser nomeada como titular do cartão.

»Nunca saia de casa sem seu cartão. Mantenha-o sempre dentro de sua carteira. Ele significa economia para você e sua família. OS DESCONTOS OFERECIDOS NÃO SERÃO CUMULATIVOS

Gerente de Marketing :Andreia Barandas Editor : Carlos Peixoto Repórter:Tadzio Yuri Atendimento aos assinantes: Halicene Dantas,Alexsandra Borges e Cibelle Ribeiro

End.:Av.Duque de Caxias,106,Ribeira CEP:59010-200. Fone:4006-6100 R-6261-6262 E-mail:clube@tribunadonorte.com.br Fax:4006-6121 www.tribunadonorte.com.br/clubeassinante.php


clube do assinante

Domingo | 29 de maio de 2011

Diversão Lazer

» BIG BLUE PARQUE AQUÁTICO Av.Brigadeiro Paulo Salema s/n,Praia de Búzios Tel.(84) 3239-2118.Desc.:20% à vista na entrada do parque,limite de até 05 pessoas por assinante.

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

3

A tendência da moda RODRIGO SENA

» DANNY'S PARK Av.Senador Salgado Filho,2233 Lagoa Nova–Shopping Via Direta Tel.:3206-1000 Av.Dr.João Medeiros Filho,2300 Loja 07 Potengi–Shopping Estação Tel.:3614-3710.Promoção:Compre R$20,00 em créditos e ganhe mais R$25,00 em bônus para brincar a vontade de domingo a domingo. Bônus válido para máquinas de vídeo game simuladores,brinquedos coletivos e Kid Raidem (para participar o assinante terá que adquirir o cartão do Park no valor de R$1,00). www.dannyspark.com.br » DUNNAS BOLICHE Av.Dos Ipês,2685 Neópolis Tel.:3207-6924 Desc.:20% à vista ou 10% a prazo nos jogos de boliche (não inclui alimentação e jogos eletrônicos). www.dunnasboliche.com.br » MA-NOA PARK Av.Ponta dos Anéis,s/n Praia de Maracajaú Município de Maxaranguape/RN Tel.:(84) 3211-2140 Desc.:20% à vista ou a prazo na entrada do parque,na aquisição do passaporte Classic Ma-Noa Park e passeio nos parrachos. Respectivamente no máximo de 5 (cinco) pessoas,(titular + 4 dependentes). » MARINA BADAUÊ Av.Deputado Márcio Marinho,s/n Praia de Pirangi do Norte/RN Tel.:(84) 3238-2066 Desc.:50% à vista na entrada inteira para os passeios de barco (Assinante + 4 pessoas). Crianças até 5 anos não pagam e de 6 a 11 anos pagam meia entrada.Reservas antecipadas. » TAVERNA PUB MEDIEVAL BAR Rua Dr.Manoel Augusto Bezerra de Araújo,500 Ponta Negra Tel.:3236-3696 Desc.:60% à vista (dinheiro) na entrada do Pub em festas normais e 20% à vista na entrada de festas especiais e nacionais.

Educação

Esporte fino para a estação: peças com bastante xadrez, estampas florais e de bichos são destaques do momento

guarda-roupa feminino é e sempre será o mais versátil de todos. Haja ‘olho clínico’ para seguir as diversas mudanças que passam pelo vestuário delas. A loja Malug, há dois anos e meio no mercado, acompanha de perto o vai e vem de tendências que as mulheres seguem a cada estação. Disposição e estilo não faltam a elas – e nem à butique. A Malug é uma empresa multimarcas, e que foca num estilo entre o esporte e o esporte-fino, em opções que podem circular bem entre o trabalho, diaa-dia e festas, segundo a proprietária Telma Lúcia Carvalho. A destacar nesta estação, o uso marcante de estampas: há florais, xadrez, e também bichos (cobra e, principalmente, onça). Estão

O

Loja Malug,há dois anos e meio no mercado, acompanha de perto a diversidade de tendências na moda feminina,trabalhando com várias marcas em quase tudo que a mulher use. Os vestidos, sejam justos ou soltos, curtos ou longos, estão com uma estamparia bem eclética. Telma destaca o ‘camisão’, um tipo de adaptação da camisa masculina, muito em alta no momento. No território das blusas, destaque para os modelos com um ombro só. Calças? Voltou com tudo a skinny, que insiste em não sair de moda,

ao lado dos modelos mais elegantes em alfaiataria. Os shorts também continuam com tudo, seja em modelos curtíssimos ou intermediário, cobrindo a coxa. As saias, no entanto, estão com total liberdade de comprimentos: longas ou curtas, para todos os gostos, e sempre com muitas estampas florais. Para complementar, acessórios como colares e pulseiras, cintos (entrançados, dita a moda atual), e bolsas pequenas, estilo carteira. Malug Av.Romualdo Galvão,2100,loja 06, Lagoa Nova.Tel.:3206-4804.

20%

à vista (dinheiro) ou 10% a prazo

Cursos de Idiomas

» ESCOLAS FISK » CNA INGLÊS DEFINITIVO Unidade I:Av.Hermes da Fonseca,1168 Tirol Tel.:3222.4395 Unidade II:R.Leôncio Etelvino de Medeiros, 2835 Mirassol Tel.:3207-8468 Unidade Parnamirim:Av.Senador João Câmara, 134 Centro-Parnamirim/RN Tel.:3645-5062 Desc.:20% à vista ou 15% a prazo nas mensalidades dos cursos de espanhol ou inglês. www.cna.com.br/parnamirim

Unidade I:Rua Mipibu,365 Petrópolis Tel.:3222.7114 Unidade II:Shopping Via Direta,Mirassol Tel.:3206-2711.Desc.:25% à vista ou 20% a prazo nas parcelas dos cursos de inglês e espanhol e promoções para os cursos de informática. Informamos que estamos com novas turmas.

» WORD STATION Av.Deodoro da Fonseca,740 Cidade Alta Tel.: 3222.7923.Desc.: 45% à vista ou 45% a prazo nas

mensalidades dos cursos de Inglês e Espanhol. Cursos Profissionalizantes

» IT CURSOS Unidade 01:Rua:Joaquim Holanda,1825 (Acesso Av.Miguel Castro),Lagoa Nova, Tel.:3222-4866 Unidade 02:Av.Ayrton Senna,1501- Fm Empresárial,Nova Parnamirim, Tel.:3208-0111 Desc.: 20% à vista ou 10% a prazo nos cursos das academias da IT Cursos.

» MICROLINS Av.Ayrton Senna,1970 Neópolis Tel.:3207-3727 Desc.:35% à vista ou a prazo em todos os cursos, exceto nos cursos Vip. Preparatório para Concursos

» PREMIUM CONCURSOS Av.Senador Salgado Filho,2981 Potilândia Tel.:3234-9923.Desc.:20% à vista ou a prazo nos cursos regulares preparatórios para concursos.


4

clube do assinante

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

Domingo | 29 de maio de 2011

Gastronomia

RODRIGO SENA

J

Alimentos Dietéticos

» NUTRE SAÚDE CENTER Rua Ataulfo Alves,1889 Candelária Tel.:3231.5429 Desc.:10% à vista nos produtos e pratos do dia (alimentação light e diet).

O um de gis ca de do

Bares e Restaurantes

» CONFRARIA DAS MASSAS Rua:Valter Fernandes,1846,Loja 1,Capim Macio (Ao lado do estacionamento do Favorito) Tel.:3642-1538.Desc.:20% à vista (dinheiro) em todos os itens do cardápio. » MARIPOSA – CREPES E SALADAS Rua:Assú,707,Tiro l Tel.:3611-9227 Desc.:10% à vista (dinheiro) em todo o cardápio, exceto bebidas. » MERCEARIA SANDUÍCHES Rua:Lima e Silva,1549,Lagoa Nova Tel.:3615-6200 Desc.:10% (dinheiro e cartão débito ou crédito) em todo o cardápio,exceto promoções. » Ó PAI Ó – CULINÁRIA BAIANA Rua:Fernando Barreto,1443,Lagoa Nova Tel.:32344250. Desc.:10% à vista (dinheiro) em todo o cardápio,exceto bebidas. » RESTAURANTE BARRA MARES Av.Cotovelo s/n,Praia de Cotovelo Parnamirim/RN Tel.:3237-2164 .Desc.:10% à vista em todo o cardápio.(O desconto é válido havendo consumação de no mínimo uma refeição). » RESTAURANTE COISAS DA ROÇA BR 304,Km 287 Reta Tabajara Macaíba/RN Tel.:3502-7810/9985-8307 Desc.:10% à vista (dinheiro) em todo o cardápio. Chocolates

» ANA & CLÁUDIA DOCES Rua Praia de Pirangi,2302 Ponta Negra Tel.:3082-7515. Desc.:10% à vista (dinheiro) em todos os serviços. » SHOWCOFRUTAS Av .Engenheiro Roberto Freire,8790 Praia Shopping–Ponta Negra. Tel.:9481-6183/ 8893.1366. Desc.:10% à vista (dinheiro) em todo o cardápio.

Empresa fabrica seus próprios artigos, produzindo moda praia para homens e mulheres, além de peças íntimas sugestivas

Romance com estilo Romance Brazil conta com um nome sugestivo por si só. E em um mês (junho) em que o romantismo está no ar, faz ainda mais sentido. A loja que há cinco anos investe numa moda praia cheia de estilo, já diversificou suas opções e oferece dicas ainda mais estimulantes para exibir o visual e também presentear alguém especial. Tudo, sem jamais perder o estilo. A moda praia e as lingeries são de fabricações da própria marca Romance Brazil. “Investimos numa produção acessível, mas de alta qualidade, sempre com novidades”, diz a proprietária Helene Alves. A moda para as praias continua o carro-chefe. Há opções para mulheres, homens e crianças. Para elas, estão em alta os biquínis mais largos, de tecidos leves. “Mas a moda praia é muito democrática, e a pessoa usa e combina peças conforme seu corpo e gosto”, afirma.

A

Romance Brasil trabalha moda para momentos de descontração e sensualidade, com opções em praia,roupas íntimas e a cessórios diversos A loja tem biquínis, maiôs e acessórios diversos, as chamadas ‘saídas’ de praia – o pacote completo: há vestidos, cangas, blusas, calças, colares, brincos, chapéus, sandálias e bolsas. “As saídas de praia estão com uma qualidade tão grande, que podem ser usadas em outras ocasiões. Os tecidos são mais finos e confortáveis, o visual é mais refinado. Pode-se usar no trabalho ou pra sair à noite. Agora há versatilidade”, explica. Para os homens na praia, muitas bermudas surfware, sungão tipo ‘boxer’, com um look mais amplo e composto. Para a criançada, peças bem

aç de cia lo os de (o m fem rio m do

parecidas a dos pais. Segundo Helene, para o Dia dos Namorados vai sair muito as peças com estampas de bicho (zebra, onça e cobra). Território ideal para as lingeries: há espartilhos, camisolas, conjuntos de calcinha e sutiã, e acessórios (alças, meias e ‘perfex’). Para o toque romântico e sensual, apliques de rendas e tules, mais estampas de bicho, cores vinho, rosa seco e lilás. “O estilo fica entre o sofisticado e sensual, sem vulgaridade”, diz.

Romance Brazil Loja 1:Av.Bernardo Vieira,3775,Tirol Midway Mall, Lj.152-L1°Piso Tel.:3646-3003 Loja 2:Av.Engenheiro Roberto Freire,8790 Praia Shopping,Loja C-09,Ponta Negra Tel.:3219-2917

20%

à vista (dinheiro) em toda a loja (exceto promoções). O assinante da TN ganhará um brinde no mês de junho

Lo

Delicatessen

» MAGAZZINO VINHOS E COZINHA Rua Potengi,576 Petrópolis Tel.:3212.1477 Desc.:10% à vista nos vinhos,chocolates e bacalhau. Sorveteria

» ORIGINALE GELATERIA Loja 01:Natal Shopping - Av.Senador Salgado Filho,2234,Candelária Tel.:8721-9989 Loja 02:Praia Shopping - Av.Engenheiro Roberto Freire,8790,Ponta Negra Tel.:8721-8008 Desc.:10% à vista ( dinheiro ou cheque) nos potes para viagem de 1 litro e 500 ml

Óticas » ÓTICA MÁSTER Av.Cel.Joaquim Manoel,615 Loja 02 B-Ed.Harmony Medical Center Petrópolis Tel.:3202-1084 Desc.:20% à vista (dinheiro) ou 15% a prazo em toda a loja.Parcelamento no cartão em até 10x sem juros.Desconto não cumulativo com nenhuma outra promoção.

Presentes e decoração

» MOEDA DE OURO

» ARTE FINAL

Loja 01:Rua Leonel Leite,1429 Alecrim Tel.:3344.3194 Loja;02 Av.Presidente Bandeira,576,Alecrim Tel.:3613.2744 Loja:03 Rua:Presidente José Bento,496,Alecrim Tel.:3213.0503.Desc.:20% à vista (dinheiro) ou 10% a prazo em toda a loja,exceto produtos em promoção.

Av.Afonso Pena,703 Tirol Tel.:3211-5661 Desc.:20% à vista ou 10% a prazo em todos os produtos.

» MOLDURA MINUTO Av.Engenheiro Roberto Freire,2920 Shopping

» ALÔ AMERICA SHOW CASE Av.Rodrigues Alves,930,Loja 11 Espaço América Petrópolis.Tel.:3211-2343. Desc.:20% à vista em toda a loja.

Cida Tel.: qua serv 6x n não

»S R.In Tel.: emb men


clube do assinante

Domingo | 29 de maio de 2011

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

5

Desc.:20% à vista em todos os serviços.

O SENA

Jóias com o brilho da prata brilho das jóias está atraindo cada vez mais ambos os sexos. De acordo com o design, pode haver uma na medida para cada estilo. A loja de acessórios metálicos Italy Prata registra, há cinco anos no mercado, o alcance que uma bela jóia possui na hora de cativar as preferências da clientela. Tudo com alta qualidade e charme. A Italy trabalha com jóias em prata, aço cirúrgico e folheados a ouro – além de relógios da marca Euro (presente oficialmente em eventos como a São Paulo Fashion Week). As peças em prata são os acessórios principais da loja; possuem design italiano e padrão de qualidade 925 (o quilate da prata). O material ganha forma em brincos, correntes (masculinas e femininas), pingentes, alianças, relicários (broche que põe foto) e a ‘carametade’, peça em duas partes, favorita dos casais.

O

Italy Prata é território dos acessórios feitos em prata legítima,com design italiano, além de peças em aço cirúrgico e folheados Algumas peças em prata também podem ter apliques de pedras naturais (ágata, jade, ônix) e sintéticas (zircona), ficando ainda mais bonitas e charmosas. Os brincos, por exemplo, podem ser encontrados desde os pequeninos (para o 2º furo) até os maiores com pedras. Segundo a proprietária Karine Moura, o estilo varia conforme a ocasião. “Há um brinco que combina com a roupa, trabalho ou festa. Para a noite, a pedida são as peças grandes e com brilho. O brilho da prata é sempre lindo”, afirma. As peças folheadas são enriquecidas com três camadas de ouro (14, 18 e 24), de brincos

» MUNDO DA IMAGINAÇÃO Av.Prudente de Morais,1836 Tirol Tel.:32013678.Desc.:20% à vista em todos os serviços. Consertos e Ajustes

a escapulários. O aço cirúrgico também demonstra seu charme, em alguns casos, viril. A linha de pulseiras masculinas é um sucesso, assinado pela marca italiana Rosso Design, contendo detalhes em silicone, couro, e alguns folheados. O aço cirúrgico tem a vantagem de ser anti-alérgico, não oxida, e deixar o cliente mais confortável. A vantagem, de acordo com Karine, é que as jóias se tornaram acessórios de charme que atraem mulheres e homens estilosos, sem preconceito. “Os homens hoje escolhem correntes para usar no dia-a-dia, além das correntes e anéis. As únicas peças que eles não usam são tornozoleiras e anéis nos pés”, brinca. Italy Prata Av.Engenheiro Roberto Freire,8790,Praia Shopping, Ponta Negra.Tel.:3219-2180/8802-0058.

20%

à vista (dinheiro) ou 10% a prazo em toda a loja ALDAIR DANTAS

o Dia m esrritóamiessómânmais o e linsual,

» SAPATARIA DO FUTURO Loja I:Av.Senador Salgado Filho,2190 Loja 01 Portugal Center Tel.:3234-1995 Loja II:Shopping Cidade Jardim,Loja 20 Tel.:3217-7527 Desc.:20% à vista em todos os produtos e serviços (Limpeza e consertos de sapatos,tênis, bolsas,cintos,ajustes em roupas, bainhas,etc.) Floriculturas e Paisagismo

» ART PLANTAS Av.Ayrton Senna,s/n Nova Parnamirim (Próximo ao Colégio Salesiano Dom Bosco) Tel.:3608-4736.Desc.:20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja. » ESTÂNCIA FLORICULTURA Av.Campos Sales,465 Petrópolis Tel.:32011705/ 9987-8706.Desc.: 20% à vista em toda loja (não inclui entrega em domicílio). » GIRASSOL FLORES E JARDINS Av.Rui Barbosa,13 Morro Branco Tel.:3211-0660.Av Eng Roberto Freire,3039 Capim Macio Tel.:3217-6278 Desc.:20% à vista nas flores naturais. Fotografia, Filmagem e Acessórios

» FAFÁ NOBRE STUDIO R.Inconfidentes,4778 Conjunto Pirangi II etapa Tel.:3217-3804/9981-5640 Desc.:20% à vista no pôster infantil,book infantil e book para grávidas. www.fafanobre.com.br » ITALY COLOR Shopping Cidade Jardim,loja 7 A Capim Macio Tel.:3217-9098.Desc.:15% à vista nos serviços fotográficos e 10% à vista nos produtos. Lavanderias

loja ante ho

rim ou em

g

Loja oferece grande variedade em correntes, pulseiras, anéis, pingentes e escapulários com material de primeira qualidade

Cidade Jardim – Loja 49 Capim Macio Tel.:3207-2235.Desc.:20% à vista (dinheiro) em quadros da vitrine,15% à vista (dinheiro) em serviços de emolduramento e 10% a prazo em até 6x no cartão,parcela mínima de R$50,00.Desconto não cumulativo com nenhuma outra promoção.

» SONHO DE PAPEL R.Industrial João Mota,1556 Capim Macio Tel.:9992-4900/ 8862-2969.Desc.: 20% à vista nas embalagens artesanais,cartões e caixas de mensagens.

» SONHO MEU PRESENTES Av.Hermes da Fonseca,620 Tirol Tel.3201.1933 Desc.:20% à vista (dinheiro,cheque ou cartão) na confecção de colchas de cama e cortinas (mão-de-obra).

Produtos e serviços

Desc.:20% à vista (dinheiro) nas cestas de café da manhã.

» GM SOM E HOMENAGENS Rua Jandira,809 Bairro Nordeste Tel.:36541088/3082-0029.Desc.: 20% à vista (dinheiro) em todos os produtos e serviços.

Cestas, Presentes Homenagens ao Vivo

Decoração de Festas

» BREAKFAST SABOR DE CARINHO Av.Paulistana,2113 Panatis 1 Tel.:3214-3521/9987-4450

» IDEARTE Av.Jaguarari ,1815,Lagoa Nova Tel.:3213-8245

» LAVANDERIA PRIMAVERA Av.Rui Barbosa,28 Morro Branco Tel.:3222-9697 R.Princesa Isabel,821 Centro Tel.:3222-6513 Av.Jaguarari,5085 Lagoa Nova Tel.:3606-0827 Desc.: 20% à vista na lavagem a seco e lavagens especiais (cortinas,estofados, tapetes) e revitalização de artigos em couro. Delivery grátis a partir de R$80,00.Desconto válido em todos os pontos de atendimento. Papelaria e Livrarias

» RELLICARIUM – PAPELARIA E PRESENTES Av.Afonso Pena,628 Loja 5 Petrópolis Tel.:3211-2300.Desc.:20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja. » UNIVERSITÁRIA PAPELARIA Av.Rio Branco,590,Cidade Alta Tel.:3211.2727 Desc.:15% à vista em toda a loja.


6

clube do assinante

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

Roupas, bolsas & acessórios Bijuterias e Acessórios

»ITALY PRATA Av.Eng° Roberto Freire,8790,Praia Shopping, Loja C-06,Ponta Negra .Tel.:3219-2180 Desc.:20% à vista (dinheiro) ou 10% à Prazo em toda a loja (exceto promoções).

Domingo | 29 de maio de 2011

A boa forma da mente ANDREIA MUNFORD

»TIÊ BIJUTERIAS E PRESENTES Shopping Via Direta,Loja 892,Mirassol Tel.:3206-3850 Norte Shopping,Loja 220,Potengi Tel.:3674-8450 Shopping Cidade Jardim – Tel:3217.9850 Desc.:20% à vista (dinheiro ou vencimento cartão) em toda a loja. Bolsas, Calçados e Acessórios

»BAGAGERIE – Bolsas,malas e acessórios Midway Mall loja 144 A 1º piso,Tirol Tel.:3646-3515 Natal Shopping loja 113,Candelária Tel.:3206-8109 Desc.:20% à vista (dinheiro) nas linhas escolares infantis (exceto produtos em promoção).

»COURO E COMPLEMENTOS Shopping Via Direta,Loja 711 Mirassol Tel.:3206-2203.Desc.:20% à vista (dinheiro) em toda a loja.Desconto não cumulativo com nenhuma outra promoção.

Espaço é preparado para aplicação de yoga, pilates, shiatsu, terapias corporais, ludoterapia, alongamentos, entre outros

»LE POSTICHE Midway Mall lojas 272/272 A 1º piso,Tirol Tel.:3646-3240.Desc.:20% à vista (dinheiro) nas linhas escolares infantis (exceto produtos em promoção). Moda Feminina

»DUETO MODA FEMININA Av.Jaguarari 1875,Jaguarari Center Loja 13 Lagoa Nova Tel.:3213-2306.Desc.:20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja.

»EMÍLIA REIS Av.Afonso Pena,442 A Petrópolis Tel.:32028587/3082-8969.Desc.: 20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja.

»MALUG ROUPAS E ACESSÓRIOS Av Romualdo Galvão,2100 Loja 06 Lagoa Nova Tel.:3206-4804.Desc.:20% à vista (dinheiro) ou 10% a prazo em toda a loja.

»MULIEBRIS Shopping Via Direta,Loja 436 Mirassol Tel.:3234-4323.Desc.:20% à vista (dinheiro) em toda a loja.

»ROSA CHIC Av.Eng.Roberto Freire,8790 Praia Shopping Loja G 04 Tel.:3219-0443 Desc.:20% à vista em toda a loja,exceto nos calçados da coleção Time Code.Desconto não cumulativo com nenhuma outra promoção.

»ZULLYS Av.Amintas Barros,2909 Loja 02 Lagoa Nova Tel.:3606-0343.Desc.:20% à vista (dinheiro) ou 10% a prazo a toda a loja. Moda Masculina

anter a forma também significa harmonia com a mente, não apenas com os músculos. É a filosofia que conduz os trabalhos do Espaço Corpomente, que há mais de 25 anos difunde esse conceito para quem tem uma ampla visão do bem estar que os exercícios proporcionam. A casa fundada por Seve Cunha, mestre de yoga e shiatsu, traz um espaço todo preparado para as atividades, com piso adequado, e ambientação relaxante. O trabalho da Corpomente é definido como ‘psicofísico’, reunindo terapias com influências da Índia, China e Japão. O yoga é uma das modalidades mais tradicionais e procuradas. Atua no físico, mental e emocional; relaxa, fortalece, ajuda na estética, reduz excesso de peso, melhora pele, define

M

»O GORDO - TAMANHOS ESPECIAIS Shopping Via Direta,loja 217 Mirassol Tel.:32343547.Desc.: 20% à vista (dinheiro) em toda a loja. »PIRINEUS Shopping Via Direta,loja 209 Mirassol Tel.:32062303.Desc.:20% à vista (dinheiro) em toda a loja. »SCHALK Av.Amintas Barros,2372,Loja 02 Lagoa Nova Tel.:3206-9439.Desc.:20% à vista (dinheiro) em toda a loja. Moda Unissex

Espaço Corpomente está há 25 anos no mercado, propondo harmonia mental e física através de terapias orientais diversas, exercícios e massagens

ca, e ludoterapia (voltada pra crianças, com brinquedos). No segmento de fisioterapia, há a opção de se fazer com aparelhos ou manual, sempre trabalhando diversas formas de alongamentos, além da drenagem linfática (massagem que relaxa e elimina excesso de líquidos e toxinas). “Muitas das nossas atividades também se prestam à reabilitação de movimentos, por várias ocasiões”, ressalta Kalina Gomes, secretária. A Corpomente também pode levar suas atividades para o ambiente das empresas, visando minimizar o estresse no ambiente.

músculos, e aumenta o poder de concentração. A massoterapia inclui shiatsu, massagens ayurvêdicas e relaxantes. O shiatsu é o mais procurado: pode ser tradicional (no corpo todo, por 50 minutos) ou ‘express’ (feito numa cadeira, por cerca de 20 minutos). O pilates também é um dos carros-chefes da clínica. As opções de psicoterapia incluem terapia de casais, terapia corporal, somáti-

Espaço Corpomente

»GARAGEM 303

Moda Praia Unissex

Av.Deodoro,303 Petrópolis Tel.:8821-1322 Desc.:20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja, exceto produtos em promoção.

»TISSAGE – Moda Masculina e Feminina Av.Sen.Salgado Filho,2190 Portugal Center Loja 11,Lagoa Nova.Tel.:3234-5017 Desc.:20% à vista(dinheiro ou débito) em toda a loja.

»VESTALE COLECTION Av.Prudente de Morais,2936 Loja 07 Shopping Unicenter .Lagoa Seca Tel.:3223-5002 Desc.:20% à vista ou 5% a prazo em toda a loja.

Rua Mipibu,338,Petrópolis.Tel.:3221-5502.

20%

à vista em todos os serviços

»FIO A FIO Loja 1:Av.Engenheiro Roberto Freire,2920 Shopping Cidade Jardim,Loja 27 Capim Macio Tel.:3217-7966 Loja 2:Av.Engenheiro Roberto Freire, 8790 Praia Shopping,Loja G8,Ponta Negra Tel.:3236-3123 Loja 3:Av.Bernardo Vieira,3775,Tirol Midway Mall,Loja 323,2° Piso Tel.:3646-3050 Desc.:20% à vista em toda a loja,(Exceto promoção.)


clube do assinante

Domingo | 29 de maio de 2011

nova ROMANCE BRAZIL Loja 1:Av.Bernardo Vieira,3775,Tirol Midway Mall, Lj.152-L1°Piso Tel.:3646-3003 Loja 2:Av.Engenheiro Roberto Freire,8790 Praia Shopping,Loja C-09,Ponta Negra Tel.:3219-2917 Desc.:20% à vista (dinheiro) em toda a loja,(Exceto promoções).No mês de junho assinante Tribuna do Norte ganha um brinde na compra de produtos.

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

7

Para homens e mulheres RODRIGO SENA

Saúde Academias e Clubes

»AABB – NATAL Av.Hermes da Fonseca,1017 Tirol Tel.:3211-4412 Desc.:20% à vista na adesão para sócio e nas mensalidades das seguintes atividades esportivas (para assinantes não sócios): basquete,dança,futebol,futsal,ginástica, handball,hidroginástica,karatê,musculação, natação,tênis,voleibol. »AGEM ACADEMIA R.Conselheiro Lafayete ,2837 Conj.Pirangi 1ª Etapa Neópolis Tel.:3217.5586 Desc.:20% à vista (dinheiro) em uma das modalidades - ginástica aéro-local, Musculação,jump e spinning »ACADEMIA DE KUNG FU SHAO LIN R.Luzia Bezerra,244 Rosa dos Ventos Parnamirim Tel.:9153-5515/ 8809-5296 Desc.:20% à vista nas três primeiras mensalidades e isenção da taxa de matrícula (kung fu tradicional,boxe chinês e Shuai Shiao). »AERO FOOTBALL CENTER Av.Hermes da Fonseca,1400 Tirol Tel.:3221.1408.Desc.: 25% à vista na escolinha de futebol e 10% à vista na locação de quadras e no futebol para executivos. »TUAREG – Kasa do Oriente (Dança do Ventre) R.Praia de Alagamar,2170 Ponta Negra Tel.: 3219-0029.Desc.:20% à vista nas aulas da dança do ventre. »VOLLEY CLUB Av.Nascimento de Castro,1024 Lagoa Nova Tel.: 3231-1054.Desc.:20% à vista ou a prazo nas mensalidades das aulas de voleibol. Artigos Terapêuticos

»FÊNIX AROMAS (Aromaterapia,Florais Saint Germain e Artigos Fitoterápicos) Av.Engº Roberto Freire,2925 Capim Macio Tel.3207-3600 Desc.: 20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja,exceto florais e chás. Cabeleireiros

»FRANK CENTRO DE BELEZA Av.Romualdo Galvão 779,Tirol Tel.:3211-1134 Desc.:20% à vista na cauterização,manicure, pedicure,depilação e escova.

Para eles,há camisetas pólo,calças jeans e em alfaiataria;para elas,opções em vestidos e blusas pólo,além de calças sociais

loja Tissage, que por mais de 10 anos foi um território exclusivamente masculino, ampliou um pouco mais suas sugestões de vestuário. A loja já conta com boas opções também para as mulheres. Com o mesmo bom gosto para ambos os sexos, está mais fácil de vestir bem e presentear a pessoa amada com um presente da casa. “Agora o homem pode vir aqui e também levar um presente para sua esposa/namorada, e vice-versa”, comenta Francisco Lacerda, proprietário. ”Trabalhamos com um estilo clássico que funciona bem para qualquer pessoa”, afirma Lacerda. Elas podem vestir as blusas pólo femininas, bem como os vestidos também pólo (até um pouco abaixo do joelho).

A

Tissage mantém a tradição em moda masculina clássica,abrindo também espaço às opções para o público feminino, conservando o estilo Elas seguem a mesma linha das masculinas: lisas ou com “fio tinto” (as listras estampadas e coloridas). Para complementar, calças jeans ou sociais (de microfibra). A linha para mulheres foi incrementada na loja há pouco mais de um ano. Para os homens, só não tem sapato e terno. No mais, eles são bem servidos na loja com camisetas esporte ou social;

»ROUGE COIFFEUR

Clínicas de Fisioterapia Respiratória

Rua Seridó,471 Petrópolis Tel.:3222-9946 Desc.: 20% à vista no tratamento da loreal, escova e pedicure.

»FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA PEDIÁTRICA

»SHOP HAIR Av.Senador Salgado Filho,3684 Candelária (ao lado do Natal Shopping) Tel.:3231-1701 Desc.:20% à vista ou 10% a prazo na hidratação comum,coloração Matrix e mechas.Nos demais serviços 10% à vista (exceto estética).

RuaTomaz Matias II,156 Nova Parnamirim Parnamirim/ RN.Tel.:3608.0596 / 8816.2989.Desc.:20%à vista(dinheiro) nas sessões realizadas.Atendimento 24H de domingo a domingo e por hora marcada. Clínicas Terapêuticas

»CIRP – Centro Integrado de Reeducação Postural Rua Coronel Costa Pinheiro,1522,Tirol

calças jeans, esporte ou em sarja canelada (com listras), em tons verde, caqui, bege e preto. As camisetas pólo estão, segundo Lacerda, mais ‘comportadas’ que na estação anterior. “Há menos estampas enormes, escudos, números, etc. Estão mais discretas”, diz. Entre os acessórios, cintos de couro ou lona, meias, cuecas, e gravatas – desde as clássicas até as finas, atual modismo entre a rapaziada mais jovem. Tissage Av.Salgado Filho,2190,Portugal Center,loja 11, Lagoa Nova.Tel.:3234-5017.

20%

à vista em toda a loja

Tel.: 3211.6016.Desc.:20% à vistanas sessões de pilates para reabilitação e fitness,RPG, osteopatia,terapia manual,fisioterapia dermato-funcional,reabilitação cardíaca e pulmonar e fisioterapia para gestantes.

»CLÍNICA MÁRCIA ORTIZ (Atividades aquáticas e psicocorporais) Av.Passeio dos Girassóis,2562 Mirassol Tel.: 3231.1727 /9481.2979.Desc.:20% à vista em todos os serviços,incluindo a avaliação.Desconto válido para alunos novatos e em um contrato mínimo de 03 meses. www.marciaortiz.com.br


clube do assinante 8 Domingo | 29 de maio de 2011 Natal • Rio Grande do Norte

» ESPAÇO CORPOMENTE Rua Mipibu,338 Petrópolis Tel.:3221-5502 Desc.:20% à vista nas terapias.Yoga, massoterapia oriental (shiatsu,ayurvedica,etc), psicoterapia corporal em biossíntese,terapias da respiração,hidroterapia,relaxamento e meditação,drenagem linfática manual, fisioterapia,bamboterapia,programa de combate a celulite e aumento do tonos musculares e pilatos (com e sem aparelhos).

DIVULGAÇÃO

Depilação, Estética e Beleza

»CLINOPÉ Rua Dom Expedito,2189,Lagoa Nova Tel.:3234-1703 Desc.: 20% à vista (dinheiro) Nos serviços de Podologia. »REVITALLE BELEZA ,ESTÉTICA E SAÚDE Av.Prudente de Morais,6332 Candelária Tel.:3206.3280.Desc.:20% à vista (dinheiro) em todos os serviços. »ROSE ESTÉTICA Av.Prudente de Morais,3857 Loja 22 Shopping Natal Sul-Lagoa NovaTel.:3234-1996 Desc.:20% à vista em todos os serviços (massagem,peeling,depilação,banho de lua, coloração,corte,escovas (vários tipos), manicure,pedicure e etc). »SPA PRATAGY E SALÃO FINA FLOR Av.Senador Dinarte Mariz,4077,Via CosteiraParque das Dunas Tel.:4005-0505 Desc.:20% à vista (dinheiro) em todos os serviços do salão e SPA (massagem – tratamento corporal e facial,manicure e pedicure,depilação,corte,escova,penteado, maquiagem e química).

»UNIQ BELEZA E ESTÉTICA Av.Brancas Dunas,565,Loja:02 e 04,Candelária Tel.:3642-1977 Desc.:20% à vista (dinheiro) em todos os serviços. Manicure,Pedicure,Hidratação,Corte Escova Progressiva,Coloração,Escova,Shiatsu, Shiatsu Express,Drenagem Linfática,Massagem Relaxante,Reflexologia,Massagem Localizada Modeladora,Gomagem Corporal,Limpeza de Pele Nova,Micropuntura Anti-Rugas e Hidratação Facial.

Mais proteína: o bufê de saladas é servido apenas no almoço, com mais de 40 opções, com grelhados à parte

Saboreando o cardápio creperia Mariposa está com o cardápio mais aberto que nunca. Além dos crepes, saladas, temakis e sushis, o espaço passa a contar agora com um bufê para almoço. Lançada no último dia 26 de abril, a opção vem mostrar que as pretensões gastronômicas da empresa – originária da Bahia – está em sintonia com as necessidades e, claro, o paladar do cliente. “Queríamos um cardápio mais protéico. O cliente pedia uma refeição mais completa, e nós atendemos”, explica Fernando Cordeiro, um dos sócios proprietários da casa. O bufê de saladas, acompanhamentos e molhos possui mais de 40 opções, e é complementado pelas opções em grelhados (à parte), com filé mignon, salmão, peixe branco e frango. O preço é de R$17,90 por pessoa. O almo-

A

Mariposa torna seu cardápio ainda mais sortido,com bufê para almoço,além da variedade em crepes, saladas,sushis e temakis ço só funciona de segunda a sexta, das 11h30 às 15h. O cardápio da casa tem várias outras surpresas. Agora há brusquetas novas, como a de salmão defumado com cream-cheese e molho de mostarda, rúcula e tomate-cereja; onze tipos de tapiocas recheadas; e o wrap texano (filé mignon, cebola e barbecue). No segmento de crepes, mais versões abertas, co-

mo o ‘biarritz’ (mussarela, shitaki e queijo grana padano) e o de brigadeiro. Há crepes para todos os gostos, como o Philadelphia (camarão, kani e cream cheese) e frango com catupiry, bolonhesa, presunto e tomate seco. O espaço Temaki Mariposa é para os fãs dos cones orientais, com recheios como camarão grelhado com ervas, salmão com doritos, e até goiabada. Há ainda sushis e sashimis. A casa ainda tem uma programação variada, com música ao vivo às sextas, e chope e caipirinha dobrados às terças e quartas. Mariposa Crepes e Saladas Rua Assu,707,Tirol.Tel.:3611-9227.

10%

à vista (dinheiro) em todo o cardápio, exceto bebidas.

Estamparia e Bordados

»STAMP SERVICE Shopping Via Direta,loja 254 Mirassol Tel.:3231-1050 Desc.:20% à vista (dinheiro) em todos os serviços. Perfumaria, Cosméticos e Drogarias

»SOLUI FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO Rua Apodi,559 Tirol Tel.:3222-1900/3222-1901 Desc.:20% à vista (dinheiro ou cheque) na manipulação de fórmulas (ou produtos manipulados)

»YES COSMÉTICS – ALECRIM

»DOM CAR PEÇAS & SERVIÇOS

Av.Coronel Estevam,1141,Alecrim Tel.:3211-6216 Desc.: 30% à vista ou 10% a prazo nas deocolônias,cosméticos e maquiagens.(exceto para revendedoras).

Av.Alexandrino de Alencar,1112 Lagoa Seca Tel.:3211.7501/3222.8611 Desc.:15% à vista nas peças.

Veículos Acessórios para Carros

Troca de Óleo, Lava Jato e Revitalização de Pintura

»CAR SERVICE J.MARQUES Loja 01:Av.Presidente Bandeira,975 Lagoa Seca

Tel.:3223-6338/9980-3535 Desc.:15% à vista (dinheiro) Na troca de óleo, lava jato e polimentos,(exceto promoções). Loja 02:Estacionamento do Hiper Bompreço Cidade Jardim Tel.:3207-1305/8855-1961 Desc.:15% à vista Lavagem Ecológica (Sem água) e Polimentos.(dinheiro) em todos os produtos e serviços (exceto promoções).

Tribuna do Norte - 29/05/2011  

ELIANA LIMA EXEMPLAR DO ASSINANTE ONOFRE LOPES INTERNACIONAL PESQUISA INSEGURANÇA CÓDIGO FLORESTAL Os números da pesquisa Consult sobre os t...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you