Issuu on Google+

» OS CLASSIFICADOS DA TN CIRCULAM HOJE COM 2.857 ANÚNCIOS E 14 PÁGINAS FUNDADOR:ALUÍZIO ALVES - 1921 - 2006

Ano 61 • Número 241 • Domingo,01 de janeiro de 2012

ALEX RÉGIS

ELEIÇÕES

Pesquisas terão que ser registradas antecipadamente A partir de hoje os institutos de pesquisas que pretendem divulgar levantamentos para a eleição deste ano terão que se adequar à legislação e fazer o registro antecipado no TRE/RN. [ PÁGINA 3 ] ECONOMIA

Setor produtivo faz balanço e vê 2012 com otimismo Apesar da forte crise mundial, as perspectivas são de um bom ano para a economia potiguar. As obras de infraestrutura para a copa e a construção do aeroporto aquecem o setor produtivo local. [ ECONOMIA 6 E 7 ]

SOL,PRAIA E AVENTURA

OS PLANOS DE JULIANA PAES ATRIZ E APRESENTADORA

O verão e férias são um convite a quem gosta de aproveitar a vida.

[ REVISTA DA TEVE 6 E 7 ]

[ CLUBE DO ASSINANTE 3,4 E 5 ]

PARA EVITAR A RESSACA DO ANO NOVO [ TN FAMILIA 1 ]

[ INFRAESTRUTURA ] Relatório do Ministério do Planejamento aponta uma série de atrasos na execução das obras do PAC 1 e 2 no Rio Grande do Norte

Burocracia atrapalha conclusão de obras do PAC no Estado listados desde o PAC 1 é um deles. No Rio Grande do Norte, obras prioritárias como o Sistema Adutor do Alto Oeste, a dragagem do Porto de Natal e a duplicação da BR-101 têm na burocracia um dos principais entraves às suas

O relatório regional sobre o andamento da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) deve ser publicado esta semana, mas alguns pontos já podem ser antecipados. O atraso de boa parte dos projetos

conclusões. São dificuldades de se conseguir contrapartida, na obtenção de licenças ambientais, problemas com a licitação, entre outros. A maioria delas diz respeito à parte que é de responsabilidade de Estados e Municípios. [ PÁGINA 13 ] EMANUEL AMARAL

SISTEMA CARCERÁRIO

RN terá cinco novas cadeias públicas até o fim deste ano Serão criadas 1.198 novas vagas com um investimento de R$ 47 milhões. As cidades escolhidas para receber as novas unidades serão Parnamirim, Ceará-Mirim, Lajes, Parelhas e Macau. [ NATAL 7 E 8 ] ARENA DAS DUNAS

Secopa quer 50% da estrutura pronta até dezembro O ano de 2012 deverá marcar um grande avanço na obra da Arena das Dunas. Ao menos é isso que espera a Secopa. Segundo a secretaria, 50% da estrutura do estádio estará pronta. [ ESPORTES 2 E 3 ]

C.HUMBERTO Divulgação dos gastos com o recesso na Bahia irritou a presidenta Dilma.

Na RN 120, ligação entre a região central e o litoral Norte potiguar, as condições da rodovia e de segurança para o tráfego de caminhões são precárias

A ESPERANÇA DE UM NOVO RECOMEÇO

[ PÁGINA 10 ]

No início de cada novo ano, um misto de ansiedade e esperança. O Ocidente celebra a passagem de dezembro para janeiro como uma oportunidade de esquecer o que passou e iniciar o caminho rumo à realização de sonhos, busca de melhorias e sucesso, como se a mudança do calendário gerasse não uma continuidade mas um recomeço. De esperanças renovadas, cada um lista o que pretende alcançar nos próximos 365 dias. [ NATAL 1 E 2 ]

ALBERTO LEANDRO

GAUDÊNCIO TORQUATO

ALEX RÉGIS

RODRIGO SENA

A vida seria mais fácil se enfrentássemos menos burocracia no poder público. [ PÁGINA 7 ]

[ NATAL 3 ]

JORNAL DE WM Aumento do salário mínimo deve causar impacto nas finanças municipais. [ PÁGINA 2 ]

NEGÓCIOS E FINANÇAS Otimismo impera. Perspectivas são de crescimento para a economia em 2012. [ ECONOMIA 2 ]

84

TOTAL DE PÁGINAS DESTA EDIÇÃO: páginas

O FUTURO EM SUAS MÃOS CONHEÇA AS PREVISÕES PARA O 2012

TÊTE-À-TÊTE COM OS CRAQUES PAULO DE TARSO BANALIZADOS

REVISÃO DO PLANO DIRETOR

Em entrevista a Eliana Lima, o exsecretário faz críticas vigorosas com palavras sutis. [ NATAL 10]

Promotora Gilka da Mata fala sobre principais polêmicas no processo de revisão do PDN. [ PÁGINA 11 ]

REDAÇÃO: PAUTA

pauta@tribunadonorte.com.br

FALE CONOSCO: PABX: 4006-6100 Redação: 4006-6113

O histórico narrador Januário Oliveira, em Natal,critica a banalização dos craques,no Brasil. [ ESPORTES 5]

Assinaturas: 4006-6111 Venda avulsa: 4006-6103 Comercial: 4006-6173

Classificados: 4006-6161 Circulação: 4006-6103 Reclamações:4006-6111

HOME PAGE:

INCLUSÃO PRODUTIVA JURANDIR SANTIAGO FALA SOBRE METAS DO BNB [ ECONOMIA 3 ]

PLANOS DE SAÚDE NORMA GARANTE 69 NOVOS PROCEDIMENTOS [ PÁGINA 6 ]

www.tribunadonorte.com.br

PREÇO DESTA EDIÇÃO:

R$ 2,50


» OS CLASSIFICADOS DA TN CIRCULAM HOJE COM 2.857 ANÚNCIOS E 14 PÁGINAS FUNDADOR:ALUÍZIO ALVES - 1921 - 2006

Ano 61 • Número 241 • Domingo,01 de janeiro de 2012 EXEMPLAR DO ASSINANTE

ALEX RÉGIS

ELEIÇÕES

EXEMPLAR DO ASSINANTE

Pesquisas terão que ser registradas antecipadamente A partir de hoje os institutos de pesquisas que pretendem divulgar levantamentos para a eleição deste ano terão que se adequar à legislação e fazer o registro antecipado no TRE/RN. [ PÁGINA 3 ] ECONOMIA

Setor produtivo faz balanço e vê 2012 com otimismo Apesar da forte crise mundial, as perspectivas são de um bom ano para a economia potiguar. As obras de infraestrutura para a copa e a construção do aeroporto aquecem o setor produtivo local. [ ECONOMIA 6 E 7 ]

SOL,PRAIA E AVENTURA

OS PLANOS DE JULIANA PAES ATRIZ E APRESENTADORA

O verão e férias são um convite a quem gosta de aproveitar a vida.

[ REVISTA DA TEVE 6 E 7 ]

[ CLUBE DO ASSINANTE 3,4 E 5 ]

PARA EVITAR A RESSACA DO ANO NOVO [ TN FAMILIA 1 ]

[ INFRAESTRUTURA ] Relatório do Ministério do Planejamento aponta uma série de atrasos na execução das obras do PAC 1 e 2 no Rio Grande do Norte

Burocracia atrapalha conclusão de obras do PAC no Estado listados desde o PAC 1 é um deles. No Rio Grande do Norte, obras prioritárias como o Sistema Adutor do Alto Oeste, a dragagem do Porto de Natal e a duplicação da BR-101 têm na burocracia um dos principais entraves às suas

O relatório regional sobre o andamento da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) deve ser publicado esta semana, mas alguns pontos já podem ser antecipados. O atraso de boa parte dos projetos

conclusões. São dificuldades de se conseguir contrapartida, na obtenção de licenças ambientais, problemas com a licitação, entre outros. A maioria delas diz respeito à parte que é de responsabilidade de Estados e Municípios. [ PÁGINA 13 ] EMANUEL AMARAL

SISTEMA CARCERÁRIO

RN terá cinco novas cadeias públicas até o fim deste ano Serão criadas 1.198 novas vagas com um investimento de R$ 47 milhões. As cidades escolhidas para receber as novas unidades serão Parnamirim, Ceará-Mirim, Lajes, Parelhas e Macau. [ NATAL 7 E 8 ] ARENA DAS DUNAS

Secopa quer 50% da estrutura pronta até dezembro O ano de 2012 deverá marcar um grande avanço na obra da Arena das Dunas. Ao menos é isso que espera a Secopa. Segundo a secretaria, 50% da estrutura do estádio estará pronta. [ ESPORTES 2 E 3 ]

C.HUMBERTO Divulgação dos gastos com o recesso na Bahia irritou a presidenta Dilma.

Na RN 120, ligação entre a região central e o litoral Norte potiguar, as condições da rodovia e de segurança para o tráfego de caminhões são precárias

A ESPERANÇA DE UM NOVO RECOMEÇO

[ PÁGINA 10 ]

No início de cada novo ano, um misto de ansiedade e esperança. O Ocidente celebra a passagem de dezembro para janeiro como uma oportunidade de esquecer o que passou e iniciar o caminho rumo à realização de sonhos, busca de melhorias e sucesso, como se a mudança do calendário gerasse não uma continuidade mas um recomeço. De esperanças renovadas, cada um lista o que pretende alcançar nos próximos 365 dias. [ NATAL 1 E 2 ]

ALBERTO LEANDRO

GAUDÊNCIO TORQUATO

ALEX RÉGIS

RODRIGO SENA

A vida seria mais fácil se enfrentássemos menos burocracia no poder público. [ PÁGINA 7 ]

[ NATAL 3 ]

JORNAL DE WM Aumento do salário mínimo deve causar impacto nas finanças municipais. [ PÁGINA 2 ]

NEGÓCIOS E FINANÇAS Otimismo impera. Perspectivas são de crescimento para a economia em 2012. [ ECONOMIA 2 ]

84

TOTAL DE PÁGINAS DESTA EDIÇÃO: páginas

O FUTURO EM SUAS MÃOS CONHEÇA AS PREVISÕES PARA O 2012

TÊTE-À-TÊTE COM OS CRAQUES PAULO DE TARSO BANALIZADOS

REVISÃO DO PLANO DIRETOR

Em entrevista a Eliana Lima, o exsecretário faz críticas vigorosas com palavras sutis. [ NATAL 10]

Promotora Gilka da Mata fala sobre principais polêmicas no processo de revisão do PDN. [ PÁGINA 11 ]

REDAÇÃO: PAUTA

pauta@tribunadonorte.com.br

FALE CONOSCO: PABX: 4006-6100 Redação: 4006-6113

O histórico narrador Januário Oliveira, em Natal,critica a banalização dos craques,no Brasil. [ ESPORTES 5]

Assinaturas: 4006-6111 Venda avulsa: 4006-6103 Comercial: 4006-6173

Classificados: 4006-6161 Circulação: 4006-6103 Reclamações:4006-6111

HOME PAGE:

INCLUSÃO PRODUTIVA JURANDIR SANTIAGO FALA SOBRE METAS DO BNB [ ECONOMIA 3 ]

PLANOS DE SAÚDE NORMA GARANTE 69 NOVOS PROCEDIMENTOS [ PÁGINA 6 ]

www.tribunadonorte.com.br

PREÇO DESTA EDIÇÃO:

R$ 2,50


2 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

opinião

Domingo | 01 de janeiro de2012

ESPAÇO LIVRE [ Agnelo Alves ]

Jornal de WM VICENTE NETO - Interino - vneto@tribunadonorte.com.br

As prefeituras e o novo mínimo

P

ode parecer choradeira de final de ano, mas os prefeitos dizem que não é. E apresentam dados para mostrar o impacto do salário mínimo nas finanças municipais. A Confederação Nacional dos Municípios fez as contas. De 2008 para cá, o salário mínimo teve reajuste de 49,8%, enquanto o Fundo de Participação (FPM) subiu apenas 19,9%. Aí vem uma série de fatores que, segundo o presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), Benes Leocádio, ajudam a agravar ainda mais a situação. É caso da redistribuição dos royalties do petróleo, proposta ainda não aprovada no Congresso; dos 10% do PIB destinados à Educação e da Emenda 29. A emenda é uma proposta que a frente municipalista tenta emplacar há um tempão. Benes, que é prefeito de Lajes, chama atenção para outro agravante: a maioria dos municípios, mesmo aqueles que não dependem do FPM, está acima ou a um passo e meio do limite prudencial imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Em Lajes, o pagamento de salários dos professores já leva 90% do Fundeb. O ideal seriam 60% para que o restante pudesse ser investido na reforma e construção de escolas, compra de fardamento dos alunos etc. Os prefeitos dizem que os recursos destinados aos municípios estão minguando a cada ano. Fala-se em defasagem de 61,8% no FPM em função da renúncia fiscal sobre o Imposto de Renda e Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Fazendo um comparativo na ponta do lápis, chega-se à conclusão de que em Nova Parnamirim, bairro de 54 mil habitantes, classe média, circulam R$ 62 milhões por mês. Em novembro, como mostra a planilha do professor Adauto Galvão, da Femurn, os 166 municípios do Rio Grande do Norte (FPM interior) receberam, brutos, sem o

desconto dos 20% do Fundeb, R$ 61,3 milhões. Nos 5.564 municípios brasileiros, o novo mínimo terá um impacto de R$ 2,7 bilhões na folha de pagamento de pessoal; na Previdência Social R$ 19,8 bilhões; na folha de pessoal do governo da Paraíba R$ 60 milhões. No Rio Grande do Norte, esse cálculo ainda está sendo feito. No Nordeste, o impacto do reajuste do mínimo é maior na esfera municipal, onde apenas 61,3% dos servidores ganham acima do mínimo. Nas repartições estaduais esse porcentual sobe para 86,3% e nas federais 94,28%.

Amo viver, testemunhar e reportar; Puxaram a orelha do ministro do Planejamento, Guido Mantega; As pesquisas eleitorais para o pleito de 2012 e o adeus a João Ururahy”

Entro na oitava década

E

stou entrando no ano de minha oitava década. Não digo que novinho em folha. Já me arrancaram muitos pedaços para a preservação de muitos outros. Mas o que denuncia a minha oitava década são os cabelos brancos, as rugas e certo desequilíbrio nas pernas, diagnosticado pelo doutos como “Polineuropatia Sensitiva”, um mal de família ou melhor dizendo, hereditário. Estou entrando o novo ano com a mesma disposição que atravessei o finado 2011, otimista, cheio de planos como se estivesse no esplendor da saúde, apesar do câncer que me atacou já no final do ano que morreu de velho – embora tenha vivido apenas um ano – parecendo até que vou morrer de velhice, bote muitos anos para a frente. Na verdade, não tenho tempo para a morte. Ocupo o meu tempo para viver. Amo viver. Nessas oito décadas, testemunhei coisas incríveis. Quando me sentir cansado, vou começar a escrever minhas memórias. Por enquanto, continuo testemunhando no mundo e no Brasil. E também na geografia do ElefanteRN, esse paquiderme amado, paciente, forte, resistente, que não imagino preguiçoso, dormindo ou acordado, que nem eu, vendo o tempo passar e, com o tempo, as pessoas, os fa-

tos, as coisas. Agora mesmo, estamos testemunhando o que já vimos antes, apenas com os nomes ou rotulagens diferentes. Comunismo, Fascismo, Nazismo. Surgiram, subiram, caíram. Nos dias atuais, o Capitalismo e a Social Democracia, ambos vivendo a agonia para sobreviver. E também essa coisa fantástica chamada de “Primavera Árabe”, com ditadores que estavam a mais de quatro décadas no poder, rolando apodrecidos. Outros resistindo não sei por quanto tempo, ainda. Gente matando, esfolando, em nome de Deus, variando apenas o nome. Suicidando-se. Ainda não canto louvores. O ministro Mantega recebeu a notícia de que o Brasil ultrapassou o Reino Unido, alcançando a sexta posição na economia mundial, mas advertiu que para os brasileiros alcançarem o padrão de vida dos ingleses, ainda precisarão de vinte anos pela frente. Parece que puxaram as orelhas do Mantega e ele veio com outra declaração no dia seguinte, ufanista, dizendo que o Brasil vai des-

PESQUISA Olhaí... as pesquisas eleitorais para a Prefeitura de Natal vão começar a ser publicadas agora, em janeiro, a Consult, a Perfil e a Certus, praticamente uma a cada dez dias. Todas registradas na Justiça Eleitoral. JOÃO URURAHY Não importa os cargos que ocupou e sim como foi seu desempenho. Digno, como digno foi o cidadão João Ururahy, sem adjetivação. Um amigo.

Amâncio - www.chargistaamancio.blogspot.com

Cartas Policiais civis Parabéns aos nomeados. Será que Rosalba Ciarlini chama o restante mesmo no decorrer de 2012 como prometeu? De qualquer modo, começou o processo de transformação da Polícia Civil. Sem dúvidas está entrando uma turma muito bem preparada - todos de nível superior. Parabéns à Sesed pela formação deste pessoal novo e aos potiguares também. Somem forças no combate às organizações criminosas e dêem orgulho aos potiguares.

ALIÁS Estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostra que o reajuste real de 9,2% do mínimo (14,13% nominal), além de “injetar” R$ 47 bilhões na economia verde amarela. Isso projeta um incremento na arrecadação tributária sobre o consumo de R$ 22,9 bilhões.

Bumerangue Alvo de críticas no twitter pela deficiência no atendimento aos pacientes do SUS, o secretário estadual de Saúde, Domício Arruda, postou na sexta-feira uma foto de corredores vazios, no principal pronto-socorro do interior, reforçada pelo texto provocativo: “Famigerado corredor do Hospi-

guiufpb@hotmail.com

Gilka da Mata,promotora de Defesa do Meio Ambiente,em entrevista à TRIBUNA DO NORTE,sobre a revisão do Plano Diretor de Natal

VERÃO DIGITAL A Prefeitura de Parnamirim está instalando oito pontos de internet grátis na praia de Pirangi do Norte, reforçando a limpeza pública e o atendimento no hospital Márcio Marinho para o veraneio deste ano.

Pesquisa tra coisa no interior do RN. O Tribunal Superior Eleitoral adverte: a partir de agora, “o veículo de comunicação social que publicar pesquisa não registrada deverá arcar com as consequências dessa publicação, mesmo que esteja reproduzindo matéria divulgada em outro órgão de imprensa.”

Sinal verde Pergunta para o Dnit. Ou seria para a Polícia Rodoviária Federal? Se a preocupação maior é com os acidentes, por que não colocar semáforos com temporizador regressivo nos retornos de Cidade Satélite e Emaús? E por que não

adotar um mecanismo para controlar melhor o fluxo no retorno de Nova Parnamirim fora dos horários do rush? Do jeito que está, temos hoje um sistema de multa do Século 21 e controle de tráfego da Idade da Pedra.

LISTA SUJA O cadastro do trabalho escravo no Brasil chega ao número recorde de 294 empresas. Uma delas é do Rio Grande do Norte (perímetro irrigado do Açu, Alto do Rodrigues) e está lá desde julho de 2006.

Empresa Jornalística Tribuna do Norte Av.Tavares de Lira,101 - Ribeira - Natal/RN CEP:59010200 Fone: (PABX) 4006-6100 Fax: (0xx84) 4006-6124 Endereço eletrônico: www.tribunadonorte.com.br

Multas

tal Tarcísio Maia depois da crise.” Mas os descendentes da brigada que expulsou Lampião dizem que aquele corredor está sempre vazio em dias como os finais de semana e vésperas de feriados. E fizeram um desafio: Que permita o ingresso de fotógrafos nos outros corredores do hospital.

O desafio é garantir o patrimônio natural que ainda resta em Natal e que está dentro das Zonas de Proteção Ambiental.”

A partir de hoje está aberta a porteira para as pesquisas eleitorais, mas elas devem ser registradas na Justiça Eleitoral cinco dias antes da divulgação. Logo, ninguém poderá divulgar pesquisa nesta primeira semana de janeiro. Nem mesmo os blogueiros, que há uma semana não falam em ou-

bancar a França da quinta posição... Que é isso ministro? Fazer previsão em economia? O nosso amado Brasil, se tiver chegado à sexta posição, como acredito, terá sido por uma diferença de centavos. Vamos esperar a divulgação oficial dos números. Mas sem uma distribuição entre os brasileiros não dá pé nem mão. O PIB brasileiro é concentrado entre poucos.

Diretor Presidente: Henrique Eduardo Alves Superintendente: José Roberto Cavalcanti Diretor Adm.e Operações: Ricardo Luiz de V.Alves Diretor Financeiro: Agnelo Alves Filho Diretor de Redação:Carlos Peixoto cpeditor@tribunadonorte.com.br Gerente Comercial: Eliane Rocha Gerente de Marketing: Andréia Barandas Gerente de Circulação: Thales Vilar

MARCO AURÉLIO DE OLIVEIRA BARBOSA [ Especialista em Direito Tributário ]

Enriquecimento de agente público

A

improbidade administrativa possui um grave potencial lesivo, seja pela sua consequência econômica, por reduzir os valores aplicados pela Administração Pública, seja pela agressão aos mais elementares mandamentos éticos e jurídicos. A afronta à moralidade administrativa agride o sentimento de justiça e põe sob desconfiança não apenas os atos praticados pelos agentes, mas também a Administração Pública e o próprio Estado. Os casos de corrupção administrativa são recorrentes em nosso país, conforme tem relatado amplamente a imprensa. Visando proporcionar instrumentos de controle do enriquecimento dos agentes públicos, a Lei nº 8.429/1992, conhecida como Lei de Improbidade Administrativa – LIA - dispõe em seu artigo 9º, VII, que o acréscimo patrimonial do agente público desproporcional à evolução do seu patrimônio ou à sua renda constitui ato de improbidade caracterizado como enriquecimento ilícito. Assim, quando um agente público obtém uma vantagem patrimonial não justificada pelos seus rendimentos legítimos, presume-se que a sua origem é ilícita. A LIA também previu a obrigatoriedade de entrega da declaração de bens por parte desses agentes. A exigência da apresentação da declaração de bens, com atualização anual, objetiva o exercício de um controle contínuo sobre a legitimidade do enriquecimento dos agentes públicos, permitindo um acompanhamento da evolução do seu patrimônio. Contudo, não há uma utilização adequada dessas declarações como mecanismo de controle, sendo este efetuado apenas no sentido formal, com a mera verificação do atendimento à obrigatoriedade da entrega, sem uma análise material do seu conteúdo. Classificados Redação Fax Venda Avulsa Assinatura Natal Reclamações Natal ASSINATURA Mensal (à vista) Semestral (à vista) Anual (à vista)

4006-6161 4006-6113 4006-6124 4006-6100 4006-6111 4006-6111 R$ 43,00 R$ 258,00 R$ 516,00

PREÇO DO EXEMPLAR Rio Grande do Norte 3ª a Sábado Domingo Outro Estado 3ª a Sábado Domingo

Atualmente, compete à CGU - Controladoria Geral da União, no âmbito do PoOs mecanismos der Executivo Federal, anaatualmente lisar a evolução patrimoexistentes são nial dos agentes públicos ineficazes para o com o objetivo de verificar acompanhamento a compatibilidade com a que produza sua renda, devendo esse órresultados gão instaurar procedimensatisfatórios. to de sindicância patrimoE quando nial para a devida apuração voltamos à dos fatos, quando detectaatenção aos das irregularidades. Estados e Ao TCU – Tribunal de Municípios, Contas da União - cabe, em essa realidade sede de controle externo, a torna-se verificação da legalidade e ainda mais legitimidade desses bens e preocupante" rendas, com apoio nos sistemas de controle interno de cada poder. No entanto, esse acompanhamento não se tem mostrado eficaz, pois tem sido meramente formal. Tanto a CGU como o TCU, com raras exceções, vêm-se limitando a averiguar o cumprimento pelos órgãos de controle interno da obrigação de exigir de seus servidores a entrega das declarações de bens e do seu armazenamento. Assim, os mecanismos atualmente existentes são ineficazes para um acompanhamento que produza resultados satisfatórios. E quando voltamos à atenção aos Estados e Municípios, essa realidade tornase ainda mais preocupante, pois em sua grande maioria, sequer a exigência de entrega das declarações de bens vem sendo cumprida, quanto mais a análise do seu conteúdo.

Se engana quem pensa que tal redução se deve a maior conscientização dos motoristas. O verdadeiro motivo disso é a completa falta de fiscalização com seriedade e profissionalísmo dos agentes de trânsito (municipal e estadual) e ao fato de que, nos locais onde há lombadas eletrônicas, os motoristas aliviam a velocidade naquele local, mas logo depois aceleram como se estivessem numa corrida de Fórmula 1. Quem dirige diariamente em Natal sabe do que estou falando, uma vez que presencia costumeiramente os abusos que resultam em vários acidentes, principalmente batidas na traseira de outros veículos. Por acaso se fez comparação do número de acidentes do ano anterior com este para verificar se houve aumento ou diminuição em sua incidência? cordeiroel@ig.com.br -

Futebol As direções dos dois clubes contrataram muitos jogadores neste fim de ano. Alguns foram bons nomes. Agora é esperar o Campeonato Estadual do ano que vem que promete ser um dos melhores pelo nível de investimento. Agora é esperar pra ver se as contratações vão render o esperado e se haverá alguma surpresa do interior José Irineu

Ambulantes De fato, existem muitos ambulantes em Ponta Negra. Quem passar uma manhã inteira na praia, irá perceber a quantidade de pessoas que passam vendendo coisas. Por ser a praia mais popular e populosa do RN, é claro que já seria de suspeitar que isso aconteceria, porém tem mais ambulante do que eu esperava. Maria das Dores

FILIADO AO

R$ 1,50 R$ 2,50

FILIADO AO INSTITUTO VERIFICADOR DE CIRCULAÇÃO

R$ 2,00 R$ 3,20

REPRESENTANTE NACIONAL – Pereira de Souza & Cia Ltda: Rio de Janeiro :(O21)2544-3070 – São Paulo:(011) 3259-6111

FILIADO À ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JORNAIS

REDE CABUGI DE COMUNICAÇÃO TRIBUNA DO NORTE 4006-6100 Rádio Globo/Cabugi (AM) Natal 4006-6180 104 (FM) Parnamirim 3272-3737 Rádio Difusora de Mossoró (AM) 3316-3181/2181/3317-6167 Rádio Cabugi do Seridó (AM) J.do Seridó 3472-2759 Rádio Baixa Verde (AM)J.Câmara 3262-2498 Pereira de Souza(SP) 11/3259-6111 Pereira de Souza(RJ) 21/2544-3070


política

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

3

[ ELEIÇÕES 2012 ] Entram em vigor neste domingo as regras para a execução e divulgação de sondagens sobre a preferência do eleitor para a disputa pelas prefeituras e por vagas nas câmaras

Notas & Comentários colunanotas@tribunadonorte.com.br

PAE dos privilegiados

Pesquisa agora tem que ser registrada na Justiça Eleitoral

defesa do pagamento da Parcela Autônoma de Equivalência (PAE), apelido que foi dado para o auxílio moradia retroativo, geralmente fica limitada ao argumento de que está respaldado em decisões do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça. Realmente, se for considerado esse aspecto, não é possível mais discutir o assunto do ponto de vista da legalidade. Sim, o pagamento pode ter amparo jurídico. Mas como justificar, do ponto de vista da razoabilidade, que um Estado tão carente de recursos para investimentos em infraestrutura, para aplicar em programas sociais e para atualizar os salários de seus servidores, destine recursos milionários para categorias que já têm remuneração tão privilegiada?

A

ANA SILVA

ADRIANO ABREU

Direito milionário Os dados mais recentes indicam que apenas aos juízes e desembargadores o Estado precisaria destinar R$ 102 milhões para quitar o pagamento da tal PAE. Além disso, também se consideram com direito ao benefício procuradores e promotores de Justiça e procuradores do Estado. Como o Estado não tem recursos para fazer esses pagamentos de uma vez, os ma-

gistrados têm recebido ao longo deste ano valores próximos de R$ 5 mil por mês, em média, além do salário regular. Isso cobre apenas os juros da PAE. Ou seja, mensalmente aumenta o débito do Estado com essas categorias. As informações extraoficiais indicam que há casos de magistrados com “direito” a valores que ultrapassam um milhão de reais.

da PAE, o vencedor seria visto pela sociedade como uma casta de privilegiados. Os vencidos, aos quais restaria mera compaixão, se muito, são os contribuintes que precisam produzir para recolher impostos, principalmente aqueles que menos têm e mais se esforçam para viver com dignidade.

RICARDO STUKERT

Combate ao câncer

Passadas as festas de fim de ano,o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva começará,na próxima quarta-feira (4),uma nova etapa do tratamento contra o câncer na laringe.Nesse dia,a expectativa é de que Lula volte ao Hospital SírioLibanês,em São Paulo,para começar as sessões de radioterapia,que devem durar de seis a sete semanas.

Posturas distintas Depois que o presidente estadual do PSD, vice-governador Robinson Faria, rompeu politicamente com a governadora, a deputada Gesane Marinho, que também integra o Partido Social Democrático, tem con-

versado com o ex-deputado Carlos Augusto Rosado, marido de Rosalba Ciarlini. Enquanto isso, o deputado José Dias em nenhum momento titubeou na coerência e na lealdade ao PSD.

Entrevista de Paulo de Tarso Na entrevista que concedeu a Eliana Lima, o advogado Paulo de Tarso Fernandes, ex-secretário-chefe do Gabinete Civil, responde sobre o que considera acertado e equivocado no governo Rosalba Ciarlini. “Errado: má qualidade da despesa,

Paulo de Tarso Teixeira: registro é salutar para os institutos ALDAIR DANTAS

s entidades e empresas que pretendem realizar pesquisas de opinião pública relativas às eleições de 2012 terão, a partir deste domingo (1º), que proceder o respectivo registro junto à Justiça Eleitoral. O mesmo procedimento deve ser feito até cinco dias antes da divulgação de cada resultado. A exigência foi estabelecida pelo art. 33 da Lei nº 9.504/1997 e detalhada na resolução nº 23.190/2010 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No Rio Grande do Norte, as cinco empresas filiadas à Associação dos Institutos de Pesquisa (Assinp) já estão devidamente adequadas à regulamentação do TSE, afirmou o presidente da entidade, Tadeu Oliveira. “Nós tivemos uma reunião recentemente somente para discutir essa questão. Na campanha, vamos ter um advogado especialista no assunto para dirimir dúvidas e, além disso, nós já contamos de qualquer maneira com uma equipe de profissionais com respeitabilidade no mercado potiguar que garante a credibilidade da atuação do nosso ramo no pleito. São pessoas que estão no mercado há mais de trinta anos”, assinalou Tadeu. O registro deve ser feito junto aos tribunais regionais eleitorais (TREs), já que se trata de uma eleição municipal. Após os respectivos registros, os portais da Justiça Eleitoral disponibilizarão as informações das pesquisas de opinião pública relativas às eleições ou aos candidatos, quando realizadas para conhecimento público. Os dados publicados são fornecidos, integralmente, pelas entidades e empresas que as realizam. Nesse contexto, o Tribunal não realiza qualquer análise qualitativa, defere ou homologa o teor, método ou resultado das pesquisas. A finalidade é dar publicidade às informações prestadas e, com isso, permitir a ação fiscalizadora dos partidos e do Ministério Público. O presidente do instituto Consult, Paulo de Tarso Teixeira, enfatizou que a determinação da Justiça Eleitoral no sentido de obrigar o registro das pesquisas de

A

Ao vencedor... Defender esse tipo de privilégio com o argumento de que a decisão está tomada por um tribunal superior e não cabe discussão, é como lançar mão do argumento de Quincas Borba, personagem machadiano: “Ao vencedor as batatas, ao vencido compaixão”. Neste caso da famigera-

Mardoni França: pesquisas sinalizam viabilidade de candidatos

persistente”, afirma. Paulo de Tarso também responde sobre a disputa eleitoral de 2012, o vicegovernador Robinson Faria e o relacionamento com a governadora e o ex-deputado Carlos Augusto. A íntegra da entrevista está na página 10 desta edição.

COTADO PARA O MINISTÉRIO Ex-governador do Ceará e ex-ministro da Fazenda, Ciro Gomes está cotado para substituir Aluizio Mercadante no Ministério da Ciência e Tecnologia. Mercadante vai para o Ministério da Educação, no lugar de Fernando Hadadd, que disputará a Prefeitura de São Paulo.

CAPACIDADE DE ENDIVIDAMENTO A audiência da governadora Rosalba Ciarlini com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, ficará para a segunda quinzena de janeiro. A reunião estava prevista para o dia 29 de dezembro, mas foi adiada. O ministro entrará em férias na terça-feira, dia 3 de janeiro, e voltará a trabalhar no dia 16. A audiência com Rosalba Ciarlini, depois deste recesso, será para oficializar o aumento da capacidade de endividamento do Estado.

Fernando Figueiredo: aumento da procura será em março

REGRAS Exigências para pesquisas As informações que precisam ser prestadas no registro da pesquisa: Quem contratou; Valor e origem dos recursos despendidos no trabalho;

Nome de quem pagou pela realização do trabalho;

Metodologia e período de realização da pesquisa;

Contrato social,estatuto social ou inscrição como empresário,que comprove o regular registro da empresa;

Plano amostral e ponderação quanto a sexo,idade,grau de instrução,etc;

Nome do estatístico responsável pela pesquisa;

Sistema interno de controle e verificação,conferência e fiscalização da coleta de dados e do trabalho de campo;

Número do registro da empresa responsável pela pesquisa no Conselho Regional de Estatística,caso o tenha;

Questionário completo aplicado ou a ser aplicado;

Indicação do Município abrangido pela pesquisa.

Dados a serem publicados na divulgação dos resultados: O período de realização da coleta de dados; A margem de erro; O número de entrevistas;

intenção de votos é importante e inclusive necessária porque ao impor a transparência do processo a medida reveste as empresas da credibilidade necessária. “O registro é salutar porque oportuniza a quem quiser o conhecimento sobre a metodologia do processo, como é feita a pesquisa, o tamanho da amostra, etc. Dessa forma, fica mais explícito e se sabe como se

O nome da entidade ou empresa que a realizou e,se for o caso,de quem a contratou; O número de registro da pesquisa.

chegou àquele denominador comum”, opinou Teixeira. Ele explicou que uma pesquisa informal, quando não é necessário o registro obrigatório, é feita de acordo com o interesse do cliente e para o instituto esse método não é o mais adequado porque não retrata a espontaneidade do eleitor.

Advogado alerta para multas O advogado Paulo de Tarso Fernandes alertou que as sanções para o caso de divulgação de pesquisa sem o devido registro junto à Justiça Eleitoral podem atingir tanto o instituto que fez a análise quanto um pretenso candidato. “Temos aí duas vertentes: se a divulgação partir de um candidato existe uma penalidade que pode gerar inclusive a negativa do registro de candidatura. Já para os órgãos que divulgarem e, se comprovada a responsabilidade, a penalidade é somente multa”, explicou. Em 2010, a Corte Eleitoral do Piauí aplicou a multa de R$ 53,2 mil a uma editora titular de um portal de notícias, e a um jornalista de Terezina, em razão de divulgação de propaganda eleitoral em local proibido e não registrada na Justiça Eleitoral. A mesma multa se estendeu, também, ao candidato a governador Wilson Martins e à coligação da qual ele faz parte. Esse foi um dos mais divulgados casos de penalidade da Justiça Eleitoral do país, em virtude da divulgação de pesquisa eleitoral sem o devido registro. No Rio Grande do Norte não há casos similares. O advogado Paulo de Tarso Fernandes destacou que o tema é controverso porque a discussão diz respeito à liberdade de informação e ao mesmo tempo à preservação da liberdade eleitoral. “É um conflito aparente que realmente existe”, frisou ele. O jornal Folha de São Paulo, o de maior circulação no país, obteve certa vez uma decisão judicial no sentido de permitir a divulgação, mas posteriormente os próprios tribunais superiores reformaram o que havia sido referendado . “O que se modulou aí foi o registro para que todos os interessados na eleição tenham acesso aos métodos, para tentar evitar a manipulação, a desvirtualização, então se chegou a um equilíbrio”, finalizou Paulo de Tarso Fernandes.

Demanda por sondagens se intensifica Os institutos de pesquisa eleitoral em todo o país – e não seria diferente no Rio Grande do Norte – passam a receber a partir de agora demandas substanciais para a realização de análises que retratem preferências, potenciais rejeições e intenções do eleitor. É a chamada “época das vacas gordas”, como assim denominou o diretor do instituto Certus, Mardoni França. “Em qualquer município, seja o menor ou o maior, as pesquisas são realizadas para apontar tendências concretas quanto à viabilidade ou não dos candidatos”, disse Marconi.

Ele enfatizou que a procura pelos serviços de análise de pesquisas eleitorais se intensificou em novembro e dezembro deste ano e frisou que a tendência é de que a demanda se acentue ainda mais a partir de janeiro. Neste primeiro momento, no entanto, os clientes são informados de que – a meses da realização do pleito – o quadro ainda não está consolidado e as avaliações junto ao eleitor servem como “norteador” para estratégias de campanha e de candidaturas. “Existe um estudo que aponta que nas maiores cidades os resultados se definem no último mês e nas pequenas nos

últimos quinze dias”, observou Paulo de Tarso Teixeira, da Consult. Ele pondera ainda que a indefinição de cenários se configura ainda mais porque os propensos candidatos ainda não iniciaram os efetivos trabalhos eleitorais. “Eles deflagraram o marketing político, que é exatamente a feitura dos projetos, contatos, formação de alianças. Mas não chegaram a pedir o voto. Quando eles começarem a se apresentar como candidatos, aí sim, o eleitor também começa a movimentar-se e a se decidir”, emendou o consultor. O diretor do instituto Perfil, Fer-

nando Figueiredo, por sua vez, afirmou que aguarda somente para meados de março o aumento da procura pelas pesquisas de intenção de votos. “Os candidatos, os partidos e os interessados no processo ainda não obtiveram grandes ensejos”, observou ele. Todos consideram salutar as intervenções da Justiça Eleitoral no sentido de acompanhar e dar transparência a elaboração e divulgação das pesquisas eleitorais. “É interessante porque mostra os que trabalham com seriedade e competência e os que não”, concluiu Figueiredo.


4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

política

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Brasileiro assume a direção da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, mas tomará poder sobre uma organização em crise, com suspeitas de fraudes e dificuldades para arrecadação financeira

[ IRREGULARIDADES ]

Graziano encontra corrupção na FAO JOSÉ CRUZ

enebra (AE) - O brasileiro José Graziano assume a direção da FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) neste fim de semana. Mas tomará o poder sobre uma organização em crise. Países ricos bloquearam uma elevação do orçamento da entidade e documentos internos mostram que as suspeitas de fraude explodiram. Até 2013, o brasileiro verá um aumento dos recursos de apenas 1,4%, o que não será suficiente nem para compensar a inflação mundial. No período, o orçamento da FAO prevê US$ 1 bilhão, além de US$ 1,4 bilhão em contribuições voluntárias, valor parecido ao do ano passado. Os maiores responsáveis pelo congelamento do orçamento foram os governos europeus e dos Estados Unidos, que vêm adotando a mesma posição de austeridade em todos os organismos da ONU. Há poucos dias, a Assembleia-Geral das Nações Unidas aprovou um orçamento para a instituição com redução de 5% de gastos e o corte foi

G

José Graziano vai enfrentar dificuldades institucionais ao tomar posse na direção da FAO

o segundo em mais de meio século de existência da ONU. Na própria FAO, a crise contribui para a falta de recursos. Quarenta países estão com suas contribuições atrasadas e onze correm o risco de perder o direito de voto porque há mais de três anos não pagam suas contas. Até novembro deste ano, o buraco nas contas por causa de pagamentos atrasados superava a marca de US$ 100 milhões. FRAUDE Se não bastasse a crise financeira, os países ricos vêm adotando a postura de que a entidade deve ser reformada antes de que seja iniciada uma avaliação sobre novos recursos. Baseado em levantamentos feitos por auditores internos, governos europeus e dos Estados Unidos acreditam que a FAO é ineficiente e que dar mais dinheiro não resolveria a fome. Alguns desses relatórios, obtidos pelo Grupo Estado, mostram a fragilidade da administração da organização. Apenas em 2010, 111

casos de irregularidades foram abertos. Mais de um terço se referia a suspeitas de fraude dentro da organização. Em um dos casos investigados, a FAO admitiu uso indevido de recursos. Outro caso, de 2010, mostra que funcionários atuavam dentro da organização, violando princípios de conflito de interesse. Os auditores ainda pedem maiores controles sobre as atuações na Coreia do Norte, Sudão, Afeganistão e outros países Para o governo americano, que concede 22% dos recursos da FAO, a ordem é para Graziano limpar a entidade. Logo após sua eleição, o brasileiro recebeu a visita de uma missão da Casa Branca, justamente para falar sobre a importância da reforma. Para pressionar, Washington tem também segurado suas contribuições regulares. No total, a Casa Branca deve à FAO mais de US$ 60 milhões. As prioridades nos gastos também são criticadas. Hoje, mais da metade dos recursos vai para pagar salários de funcionários, e não para lutar contra a fome.

projetos que vai entrar em pauta no início do ano

[ INVESTIGAÇÃO ] Especialistas da Universidade de São Paulo constatam desconhecimento da opinião pública sobre o poder investigatório das comissões parlamentares de inquérito

Presidente da Câmara destaca prioridades

Pesquisadores avaliam CPIs

[ LEGISLATIVO ] Deputado informa sobre

presidente da Câmara, deputado Marco Maia, informou que 2012 vai começar com a votação de propostas polêmicas que foram adiadas neste final de ano, principalmente os textos aprovados pelo Senado sobre a divisão dos royalties do petróleo (PL 2565/11) e o novo Código Florestal (EMS 1876/99). Também é prioritário o projeto de lei (PL 1992/07) que regula a previdência complementar dos servidores públicos federais e cria a Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp), para gerenciar os recursos. Marco Maia fez um balanço dos trabalhos legislativos de 2011 e informou que a Câmara aprovou 144 propostas em Plenário e 493 nas comissões. Um total de 637 textos aprovados. Ele afirmou que das 33 medidas provisórias aprovadas 27 foram modificadas pelos deputados e se transformaram em projetos de lei de conversão.

O

TRABALHADORES Maia explicou que pretende negociar, ainda no primeiro semestre de 2012, a votação de uma política de reajuste acima da inflação para os aposentados que recebem mais de um salário míni-

mo e o fim do fator previdenciário. “É preciso convencer a equipe econômica do governo, mas já temos uma comissão especial e estamos negociando isso com o Ministério da Previdência”, disse. O presidente da Câmara lamentou não ter conseguido incluir na pauta de votações do Plenário o Projeto de Lei 4330/04, que regulamenta o trabalho terceirizado no Brasil e concede mais segurança a esses empregados. Para Marco Maia, a prioridade tem de ser dada aos trabalhadores, tanto que, entre as principais matérias aprovadas neste ano, ele ressaltou a política de valorização do salário mínimo até 2015 (PL 382/11) e o aviso prévio proporcional ao tempo de serviço (PL 3941/89). Perguntado sobre o reajuste de servidores, Maia disse que a Câmara deve seguir uma política semelhante à do Poder Executivo e integrar o esforço para não aumentar os gastos públicos em um momento de crise na economia mundial. “Deveríamos ter uma política de reajustes do setor público, para que isso fosse discutido de maneira mais natural, como na iniciativa privada, que tem uma data todos os anos para a correção dos salários”, afirmou.

DIDA SAMPAIO

ara um grupo de pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), o senso comum está equivocado: as comissões parlamentares de inquérito (CPIs) não acabam em pizza. É o que conclui o ensaio “As CPIs acabam em pizza? Uma resposta sobre as comissões parlamentares de inquérito no presidencialismo de coalizão”, de autoria de Lucas Queija Cadah e Danilo de Pádua Centurione, em trabalho registrado no livro O papel do Congresso Nacional no presidencialismo de coalizão (KonradAdenauer-Stiftung, 2011). No caso das CPIs, o desconhecimento por parte da opinião pública sobre o poder investigatório das comissões estimula a percepção de que as apurações não dão em nada, apontam os estudiosos. Os pesquisadores lembram, por exemplo, que as CPIs não têm poder de punir ou de indiciar diretamente os investigados. Mas podem recomendar ao Ministério Público que indicie os envolvidos e apresentar suas conclusões à Polícia Federal. De acordo com o estudo, 42% das CPIs analisadas enviaram sugestões de indiciamento aos promotores e procuradores. Esse índice de recomendação chega a 75% nas co-

P

Senadores coletam assinaturas para instalação de uma CEI

missões formadas por deputados e senadores (mistas). “Não compete às CPIs a responsabilização dos envolvidos. Com base nessa percepção e nos resultados finais das análises dos relatórios, nos parece inexata a opinião bastante difundida no caso brasileiro de que as comissões parlamentares de inquérito ‘acabam em pizza’”, afirmam os autores do estudo. MÉRITO LEGISLATIVO Lucas e Danilo examinaram os relatórios das 43 CPIs instaladas na Câmara, no Senado e no Congresso (mistas) entre 1999 e 2010.

O maior mérito delas, segundo os pesquisadores, não está nos pedidos de indiciamento, mas na produção legislativa: 75% das comissões parlamentares de inquérito que funcionaram nesse período propuseram alguma mudança na legislação. Todas as CPIs mistas e do Senado em atividade nos 11 anos estudados apresentaram sugestões legislativas. Criada em 1999 no Senado, a CPI do Judiciário, por exemplo, elaborou projeto de lei que definia os crimes de responsabilidade de magistrados dos Tribunais Superiores Regionais e Federais, bem co-

mo, juízes federais, desembargadores e membros do Ministério Público, passíveis de julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF). Já a CPI mista dos Cartões Corporativos propôs a normatização do uso dos cartões, limitando-os ao suprimento de fundos e estabelecendo a publicidade dos respectivos extratos bancários, destacam os pesquisadores. No texto, os autores dizem que uma maneira eficaz de mensurar o desempenho de uma CPI é por meio do teor de seu relatório final. Eles extraíram conclusões a partir de três tipos de encaminhamento do trabalho final: instituições acionadas pelas CPIs; grau de conclusões de responsabilização criminal e civil, e desempenho propriamente legislativo (apresentação de projetos de lei relativos aos temas investigados). Os pesquisadores apontam algumas das incompreensões sobre os trabalhos das CPIs. Uma das mais recorrentes, destacam, é a limitação constitucional do poder de investigar garantido aos parlamentares. Mesmo usufruindo de poderes investigatórios de autoridades judiciais, o inquérito instaurado pelo Legislativo não é de caráter judicial nem administrativo, mas sim político-legislativo.


Domingo | 01 de janeiro de 2012

polĂ­tica

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 5


6 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

geral

Domingo | 01 de janeiro de 2012

A partir deste domingo, dia 1º, planos de saúde deverão cobrir 69 novos procedimentos médicos. Foram incluídos 41 tipos de cirurgias por videolaparoscopia e exames para pacientes com câncer passam a ser cobertos

[ SAÚDE ]

Planos terão que ampliar cobertura DIVULGAÇÃO

partir deste domingo, os planos de saúde deverão passar a garantir a cobertura de 69 novos procedimentos médicos que foram determinados em resolução pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). O novo rol é a base mínima de procedimentos que as operadoras terão de oferecer a todos os usuários de plano. Entre as principais novidades está a cobertura de 41 tipos de cirurgias por videolaparoscopia - técnica menos invasiva, que permite uma recuperação mais rápida do paciente - , substituindo de vez as cirurgias tradicionais feitas por via aberta. A ANS aumentou a cobertura de exames como o PET-Scan, um dos mais modernos de diagnóstico por imagem. A partir deste sábado, os planos terão de cobrir o PETScan para câncer de intestino, além de linfoma e câncer de pulmão. A ANS também alterou o número de consultas com nutricionistas, tornando ilimitado, por exemplo, o número de consultas para diabéticos que usam insulina. O novo rol também contempla sessões de oxigenoterapia para tratar pé diabético. E incluiu o implante bicoclear para pessoas com deficiências auditivas.

A

CIRURGIAS A mais demandada foi a cirurgia de redução de estômago: a

Cirurgia por videolaparoscopia,considerada uma técnica menos invasiva e mais moderna,é um dos procedimentos incluídos na nova regra

ANS recebeu um documento com 2 mil assinaturas pedindo a inclusão desse procedimento na lista das coberturas obrigatórias. Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (S-

BCBM) apontam que em 2009 foram feitas 45 mil cirurgias - 25% delas por meio do vídeo. Em 2010, das 60 mil operações, 35% foram por vídeo. Cirurgias de intestino e do apa-

relho digestivo também foram incluídas. Outra novidade é a obrigatoriedade dos planos de pagar terapias imunológicas para pacientes com doenças reumatológicas. São tera-

pias mais modernas, seguras, que causam menos efeitos colaterais e estancam o avanço da doença. Trata-se de um tratamento de alto custo que não é coberto pelo SUS. A inclusão dos novos procedi-

mentos ocorreu depois de uma série de reuniões com especialistas das áreas, operadoras de planos, prestadores de serviço e órgãos de defesa do consumidor. A agência lançou uma consulta pública no site e recebeu cerca de 8 mil demandas e sugestões que foram analisadas pelo grupo técnico. Para entidades de pacientes com câncer, um dos pontos negativos foi a não inclusão das quimioterapias orais, que possibilitam o tratamento contra o câncer em casa e com menos efeitos colaterais. Para as entidades, essa quimioterapia é mais eficaz e reduz a ocupação de leitos. Os transplantes também ficaram de fora da nova cobertura e devem ser analisados para a próxima atualização, que deve ser publicada dentro de dois anos. Para Joana Cruz, advogada do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), um dos riscos da nova cobertura é as operadoras alegarem não terem profissionais ou a tecnologia disponível em determinado município. Outro será fazer um reajuste abusivo. “A regra exige que a operadora providencie o atendimento e o transporte para a cidade mais próxima. Mas, eles podem negar e isso caracteriza descumprimento de obrigação. O cliente precisa denunciar”, orienta. (As informações são do jornal Estado de S. Paulo).

[ LUTO ] Piza tinha 41 anos e passava férias com a família quando

[ DESTRUIÇÃO ] Homem responsável por atear fogo nos livros informou

sofreu um AVC. Jornalista do jornal Estadão, lançou 17 livros

que acervo pertencia à escola Cristo Rei, localizada em Santa Catarina

Morre o escritor Daniel Piza

Livros de escola são queimados JÚNIOR SANTOS

ALEX RÉGIS

jornalista Daniel Piza, 41 anos, morreu na noite desta sexta-feira 30, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Estava em Gonçalves (MG), onde passava as festas de fim de ano com a família. Chegou a ser socorrido pelo pai, que é médico, mas não resistiu. Segundo informações do jornal “O Estado de S. Paulo”, Daniel Piza deixa mulher, Renata Gonçalves Piza, e três filhos. No último publicado em seu blog, Piza disse que estava dando uma parada no fim de ano: “Volto no dia 11. Feliz 2012 para todos nós”. Paulistano de 41 anos, Piza era colunista do jornal O Estado de S. Paulo e advogado. Tinha 17 livros publicados, entre eles Jornalismo Cultural (2003), a biografia Machado de Assis - Um Gênio Brasileiro (2005), Aforismos sem Juízo (2008) e os contos de Noites Urbanas (2010). Traduziu títulos de autores como Herman Melville e Henry James, e organizou seis outros, nas áreas de jornalismo cultural e lit-

O

ma fumaça negra chamou a atenção de quem transitava pela ponte Newton Navarro ontem pela manhã. O fogo era alimentado por vários livros escolares, descartados de maneira irregular, num terreno baldio, na rua Amaro Ienaga, em Pajuçara, Zona Norte de Natal. A fumaça podia ser vista de bairros como a Ribeira, na Zona Leste da cidade. Os livros, que pareciam novos, poderiam ter sido encaminhados para alguma biblioteca pública ou ainda para cooperativas de reciclagem, caso não pudessem ser usados. O Corpo de Bombeiros enviou uma equipe para avaliar a situação e só apagaria o fogo, se houvesse risco à população. Não havia, porém, residências próximas ao terreno. O homem que descartou os livros escolares e ateou fogo ainda estava no local quando a equipe de reportagem chegou, mas não respondeu as perguntas. Disse apenas que os livros eram da escola Cristo Rei, localizada em

U

O escritor e jornalista Daniel Piza participou de evento na Pipa

eratura brasileira. Fez também os roteiros dos documentários São Paulo - Retratos do Mundo e Um Paraíso Perdido - Amazônia de Euclides. Foi justamente para apresentar o documentário e falar sobre o tema “Euclides da Cunha” que Daniel Piza marcou presença na

primeira Festa Literária da Pipa. Nos anos de 1990, trabalhou nas editorias de Cultura do Estado, Folha de S. Paulo e Gazeta Mercantil, na cobertura de literatura e artes visuais. Em maio de 2000, retornou ao “Estado” como editor-executivo e colunista.

Livros pareciam novos e poderiam ter sido enviados a uma biblioteca

Santa Catarina, também na zona Norte, não especificando se a escola era privada ou pública. A equipe de reportagem encontrou uma escola com o mesmo nome, em Potengi, próximo a Santa Catarina, mas a escola estava fechada e ninguém soube informar se

uma caminhonete vinho, vista no terreno baldio, tinha saído da escola carregada de livros. A equipe também esteve na casa da diretora, localizada na mesma rua que a escola, com turmas do jardim a quarta série, mas não encontrou ninguém.

DESAPARECIMENTO

CRIME

MONTE ALEGRE

GAROTO PEGA O CARRO DO PAI E SOME

HOMEM É MORTO A TIROS NA ZONA NORTE

CAIXA ELETRÔNICO É ARROMBADO

Um garoto de 13 anos, do bairro de Nossa Senhora da Apresentação, na zona Norte de Natal, pegou o carro do pai escondido (um pólo, de cor vermelha, e ano 2008) na quinta-feira passada (29) e está desaparecido desde então. Ele chegou a mandar uma mensagem para a mãe, ainda na quinta-feira, dizendo que estava com os amigos. Depois disso, não deu mais nenhuma notícia. De acordo com a Polícia Civil, a mãe do adolescente procurou a Delegacia de Plantão da zona Norte nesse sábado. Segundo ela, o filho não bebe e sabe dirigir. O caso será investigado pela 6ª DP. A Polícia pede que quem tiver qualquer informação sobre um adolescente de 13 anos, alto e loiro, e esteja num veículo com essas características entre em contato com a Delegacia de Plantão da zona Norte. O telefone é 3232-6291.

Violência no Vale Dourado. Josenildo Targino dos Santos, 38, natural de São Paulo do Potengi, foi assassinado na última sextafeira (30), por volta das 12h30, no bar da Galega, na Rua Joana Elisa Fernandes, no Vale Dourado, Zona Norte de Natal. Segundo sua companheira, cujo nome não será revelado, Josenildo estava sentado no bar quando um jovem alto e loiro, aproximou-se e atirou várias vezes contra ele. O suspeito, que chegou a pé ao local, fugiu na bicicleta da vítima. Segundo sua companheira, Josenildo Targino havia já sido preso por homicídio e estava em liberdade há pouco tempo. O caso foi registrado na delegacia de plantão Zona Norte. Ainda não há pistas sobre o assassino.

Assaltantes arrombaram um caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil, no centro de Monte Alegre, região metropolitana, por volta das 4h30 deste sábado. A Polícia Militar continua em diligências e já tem pistas dos suspeitos. Ainda não se sabe, porém, quantos participaram da ação nem a quantia roubada. Os assaltantes usaram um maçarico para arrombar um dos caixas. A agência fica a poucos metros da delegacia. Segundo coronel Jair Júnior, responsável pela área, a viatura estava em patrulha e só pôde chegar ao local após a ação. A mesma agência foi assaltada em junho de 2010. Na ocasião, assaltantes com pistolas e fuzis renderam um pedestre e exigiram que seguranças abrissem o terminal, que havia acabado de fechar. Eles roubaram o dinheiro, liberaram o refém, e fugiram do local, em motos roubadas.


geral

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

7

[ FISCALIZAÇÃO ] Comandante do Policiamento Metropolitano, coronel Alarico Azevedo, informou que os bafômetros e decibelímetros estarão sendo usados em toda a capital

Gaudencio Torquato E-mail: gaudenciotorquato@tribunadonorte.com.br

Um país mais sério e justo enhores políticos, governantes e futuros candidatos: façam de 2012 o ano de seu grande compromisso. O ano terá um caráter eleitoral, portanto, não abusem de nossa paciência. Só prometam aquilo que poderão cumprir. Não exagerem nas promessas. Procurem saber o que é ação viável de pacotes mirabolantes. Afinal de contas, quem promete o céu sem ensinar o caminho, pode acabar caindo nas garras de Satanás. Não dá para acreditar na redenção abrupta de municípios, na salvação das populações, na melhoria de todos os serviços públicos. Sejam parcimoniosos. Não é preciso ir longe para saber o que a sociedade quer. Basta captar o senso comum, que está a um palmo dos nossos sentidos. É claro que a população deseja que os candidatos se empenhem ao máximo para oferecer as melhores propostas e os modos mais adequados de realizá-las. Dispensa, porém, a demagogia, as extravagâncias, as fórmulas mágicas e os coelhos tirados de cartola, que se sabe, são artimanhas de ilusionistas do mundo circense.

S

Como a vida seria mais fácil se enfrentássemos menos burocracia na administração governamental, menos regulamentos, melhores e mais ágeis serviços, pela via da aproximação entre esfera pública e o cotidiano dos cidadãos”

Queremos que a nossa presidente continue a controlar de maneira firme a economia, garantindo a estabilidade da moeda e a fortaleza de nossa economia. E que os eixos dessa política sejam consolidados sem criar atropelos, mais tributos, percalços e sustos em uma caminhada que já é cheia de curvas. O país ansiado por todos deveria gerar mais empregos, sem restrição de idade e classe. Infelizmente, no auge de sua experiência, milhares de brasileiros são afastados de seus afazeres, recolhidos ao abrigo (nem sempre tranquilo) de suas aposentadorias. Sabemos que isso implica revolução no sistema da previdência e, ainda, plena carga na produção, com o incentivo aos setores da economia que se encontram semi-paralisados ou desmotivados. Que 2012 seja propício para baixar ainda mais os juros. E que os impostos sejam enxugados ou inseridos em planilhas racionais, fazendo-se com que mais gente pague, mas pague menos. Justiça fiscal, eis o que os brasileiros clamam. A comunidade nacional clama por mais segurança, na esteira de um sistema preventivo e ostensivo que se faça respeitar pela força da autoridade, pela disposição dos efetivos motivados e pela certeza de que os criminosos serão condenados e submetidos aos rigores da lei. Certeza de punição, eis o que bandidagem precisa temer para evitar a permanência nos antros da criminalidade. Longe de nós a segurança que causa insegurança, pela ação maléfica e contaminada de quadros policiais mancomunados com as gangues. Não queremos o aparato que se inspira na ideia da carnificina, da mortandade em seqüência e que tem como lema o slogan de que “bandido bom é bandido morto”. Sabemos que essa cultura é fonte da própria violência que se perpetua nos cárceres. Como seria civilizado dispormos de espaços seguros em todas as partes. Queremos uma educação forte de base, com todas as crianças em escolas aparelhadas, recebendo lições de cultura e vida, sem medo das infiltrações das drogas. Os nossos professores, motivados, com salários decentes, seriam respeitados como os guias espirituais de uma sociedade destinada a um grande destino. O sentimento cívico apela por uma Universidade sem carências de professores e sem greves movidas por pequenos interesses. O Brasil precisa acabar de vez com a hipocrisia de ter docentes fingindo que dão aulas e discentes fingindo assistilas. Nossa juventude precisa re-

descobrir a alegria do lazer saudável, dos esportes, da política estudantil voltada para a construção de valores e ideais. A cidadania ativa exige um sistema de saúde que abrigue estabelecimentos limpos, suficientes, modernos e bem aparelhados, sem os riscos de infecção hospitalar, como se vêem hoje por toda a parte. E mais: que os profissionais, preparados e acolhedores, em quantidade adequada, não façam o povo esperar em filas quilométricas. O processo de cura deve ser facilitado por remédios baratos e à disposição de todas as classes. Entre as nossas profissões liberais, algumas se destacam no ranking da qualidade e da tecnologia. Mas os nossos profissionais não devem se orientar apenas pela ideia do lucro fácil. Precisam reencontrar a satisfação no trabalho, cobrar justos preços, atender de maneira exemplar os seus clientes, irmanando-se ao ideal da solidariedade e do humanismo. Como a vida seria mais fácil se enfrentássemos menos burocracia na administração governamental, menos regulamentos, melhores e mais ágeis serviços, pela via da aproximação entre esfera pública e o cotidiano dos cidadãos. O anseio nacional é por melhor justiça, que significa mais agilidade nos processos, imparcialidade nas decisões e rigoroso cumprimento da lei. Precisamos carregar em nossos corações a certeza de que, em nosso país, a lei é para todos, sem distinção de cor, raça e gênero. Um passo ético, curto, porém valioso seria dado por nossos políticos ao prestarem contas dos compromissos assumidos, não se aproximando dos eleitores apenas no período eleitoral que será aberto nos próximos meses. Queremos ver candidatos compromissados com o ideal coletivo, menos sujeitos às pressões fisiológicas, menos aferrados à ideia de usar a política como profissão e não como missão. Que agradável seria vê-los como agentes plurais na forma de contemplar as demandas sociais, na capacidade de entender as dimensões e problemas das unidades federativas e na disposição de exercer as funções constitucionais. A ordem, o respeito, a autoridade, a disciplina, o zelo são valores intrínsecos ao escopo institucional. Urge resgatar esses valores a fim de se poder reconquistar a crença dos cidadãos nos símbolos da Nação. Para respeitar, o cidadão quer ser respeitado; para assumir responsabilidades, quer ver exemplos dignificantes de cima e ver replantada a semente de suas mais altas esperanças.

Gaudêncio Torquato Jornalista, é professor titular da USP e consultor político e de comunicação.Twitter: @gaudtorquato

Operação Verão terá 540 homens na segurança m contingente de 540 homens da Polícia Militar reforçou a segurança das ruas de Natal, região metropolitana (incluindo o trecho entre as praias de Jacumã à Barreta) durante os festejos de reveillon. O comandante do Policiamento Metropolitano da Grande Natal, coronel Alarico Azevedo, informou que os bafômetros e decibelímetros (que medem a velocidade dos veículos) estariam espalhados em toda a capital para reforçar o monitoramento de transeuntes e coibir possíveis infrações de motoristas e populares que comemoraram a noite de ano novo. Ontem, Alarico afirmara que a expectativa era de uma passagem de ano tranquila. “Não tivemos nenhuma o-

U

corrência grave [até a tarde de ontem] e esperamos que continue desta forma”, enfatizou. Somente para garantir a segurança nos pontos de realização de shows abertos e queima de fogos, o policiamento contou com um efetivo extra de 350 policiais. A Operação Réveillon, explicou Alarico Azevedo, atendeu o entorno de locais de shows realizados em Natal, Parnamirim e Macaíba. As rondas contaram com viaturas, motos e cavalos. O comandante não soube precisar se houve acréscimo no efetivo, em relação ao empregado no ano passado. Na área das praias urbanas de Natal, o monitoramento por câmeras facilitou o acompanhamento pelo Ciosp. O comandante da Polícia

Rodoviária Estadual, Coronel Francisco Canindé de Freitas informou que 65 policiais, por turno de serviço, patrulhariam toda a orla da capital. Nas vias estaduais como a Via Costeira, avenida Engenheiro Roberto Freire, Rota do Sol Norte e Sul e avenida João Medeiros Filho foram feitas operações itinerantes, de 30 minutos. O objetivo era fiscalizar a imprudência de motoristas que pudessem estar ao volante sob uso de álcool. A Operação Reveillon ocorre em paralelo à Operação Verão, que desde o dia 16 de dezembro tem reforçado a fiscalização no litoral. O número de guardas vidas foi ampliado, nas praias patrulhadas. São elas: Búzios, Ponta Negra, Meio, Forte, Pipa, Tabatinga, Camu-

rupim, Redinha Nova, Redinha Velha, Santa Rita e Jenipabu, além Tibau do Norte e Praia das Manuelas, em Mossoró. Além de ampliar estrutura de veículos e embarcações, houve aumento do efetivo. Cerca de 80 militares fazem o serviço de patrulhamento. Para orientar os banhistas que frequentam as praias onde não há guardas-vidas, os Bombeiros e a Cruz Vermelha realizam uma blitz educativa. As ações estão sendo feitas nas principais vias de acesso as praias do norte e sul do Estado, com distribuição de 60 mil folders e 10 mil pulseiras de identificação para crianças. A Operação Verão também funcionou com reforço no policiamento ontem, véspera de ano novo, e continuará hoje. ALDAIR DANTAS

Policiais que participam da Operação Réveillon ampliam fiscalização para todo o final de semana,nas praias e avenidas da Grande Natal

[ VIAGEM ] Muitos natalenses deixaram para viajar na manhã de

sábado 31. Empresas aumentaram em 31,5% o número de ônibus

Fluxo na saída de Natal é intenso uitos natalenses deixaram para viajar na manhã de sábado 31. Dalvanira Fernandes Soares, 52, foi uma delas. Ela aguardava um ônibus para Graçandu, litoral norte, onde passará o réveillon com a família. Auxiliar de cozinha, trabalhou até as 20h da sexta-feira. Muitos trabalham a semana inteira, e por isso só podem viajar no sábado, como a manicure Roseane da Silva, 32, que também aguardava um ônibus, mas para Touros, a 87 km de Natal. A espera já durava 20 minutos. Roseane e as duas filhas carregavam quatro malas. Depois do réveillon em Touros,

M

elas seguem para Serra Verde, onde passam as férias. O resultado dessa correria é congestionamento nas principais vias. Só na avenida Tomaz Landin, Zona Norte, na altura do gancho de Igapó, o congestionamento já media 1,5 km. O motorista Francisco Fabiano, da empresa Expresso Cabral (Touros), perdeu 30 minutos no engarrafamento. “Eu deveria passar nesta parada às 10h, mas só consegui chegar as 10h30. O atraso seria ainda maior, se eu não tivesse feito um desvio”, afirmou. Diego Melo, autônomo, 26, não vai viajar, mas ficou preso no congestionamento mesmo assim. “Já estou aqui há 20 minutos. O trânsito até que está fluin-

do. O engarrafamento fica muito maior a partir das 13h”, disse. O movimento ainda estava intenso na manhã de ontem na Rodoviária. Para atender a demanda, as empresas aumentaram em 31,5% o número de ônibus em circulação. Em dias comuns, 190 ônibus partem da rodoviária. Na sexta, o número subiu para 250. Os destinos mais procurados neste réveillon foram Macau e Mossoró. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) decidiu intensificar a fiscalização nas estradas. Só em 2011, o número de acidentes envolvendo ônibus de viagens ultrapassou 300. O risco aumenta nesta época do ano. JÚNIOR SANTOS

Rodoviária registrou movimento intenso no sábado,31.Destinos mais procurados foram Macau e Mossoró

[ SILICONE ]

GrãBretanha avalia riscos de implantes Grã-Bretanha está avaliando novas evidências sobre os riscos de implantes de seio realizados por uma empresa francesa, agora fechada, em um momento de preocupação global sobre o tema, disse o governo no sábado. O governo francês já aconselhou as 30 mil mulheres na França que compraram implantes da Poly Implant Prothese (PIP) a removê-los diante de preocupações de que as próteses podem se romper. A Grã-Bretanha ainda não entrou com um processo judicial e os dois países disseram que não existe uma ligação entre câncer e os implantes. Mas o secretário britânico de Saúde Andrew Lansley disse que novas informações surgiram e o governo fará uma nova análise de todas as evidências. “Vimos evidências conflitantes e, em particular, ontem recebemos informações de um dos grandes fornecedores de cirurgia cosmética que diz que agora tem informações que não tinha divulgado ao regulador", disse. "Estou preocupado e infeliz sobre a consistência e qualidade da informação que foi fornecida...Se existe qualquer preocupação sobre a segurança, iremos agir". As informações são da Reuters.

A


8 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

geral

Domingo | 01 de janeiro de 2012


Domingo | 01 de janeiro de 2012

geral

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 9


10 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

geral

Domingo | 01 de janeiro de 2012

[ ADMINISTRAÇÃO ] Rotina de troca de ministros, embora tenha agradado à opinião pública, comprometeu o bom desempenho do governo Dilma Rousseff, indicam os cientistas

Cláudio Humberto E-mail: ch@claudiohumberto.com.br - www.claudiohumberto.com.br

Divulgação de gastos ilma ficou “muito irritada” com a revelação de que seu “recesso” com parentes e amigos na base naval de Aratu (BA) custou R$657,9 mil aos cofres públicos, disse fonte de seu staff à coluna. O site Contas Abertas mostrou a compra de oito TVs, sete DVDs, home theater, computador e cortinas de R$37,3 mil. Em 2010, a estadia de Lula custou R$ 2 milhões, mas a Marinha só admitiu R$800 mil para “reforma estrutural”.

D

CUCA FRESCA Este ano, nova reforma de R$195,4 mil, e a compra de seis frigobares por R$4,9 mil. Em 2010, Lula apareceu com um isopor na cabeça.

“É vergonhoso, (...) não vai parar por aí"

ACM NETO (DEM/BA) criticando aumento de 40% na obra do rio São Francisco

BEBÊ A BORDO O custo das férias também incluiria diárias à babá do neto Gabriel, mas a assessoria afirma que a função é de funcionários da Presidência.

Guerra sem fim

Campanha

A prefeita de Fortaleza Luizianne Lins (PT) confronta a presidente Dilma, sinalizando que vai se candidatar ao governo do Ceará em 2014, rompendo a aliança com o governador Cid Gomes (PSB).

O deputado petista Nelson Pelegrino já se lançou candidato a prefeito de Salvador (BA). Sonhava com o apoio do desgastado prefeito João Henrique, que preferiu apoiar seu secretário da Casa Civil, João Leão.

MEIO DESLIGADA Investiram em poltronas, mas esqueceram o principal: o telefone. A torre de comunicação foi instalada três dias após Dilma chegar à base.

Dias quer fim da ‘panela’ na Cultura O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) vai propor mudanças significativas na Lei Rouanet, quando voltar do recesso. Desconfia de uma “panela” criada na disputa pela renúncia fiscal do governo, que deixa de arrecadar de grandes empresas para ajudar a Cultura. Está intrigado com a denúncia que grandes bancos usam nossos impostos em suas propagandas milionária até em programas de auditório na TV.

BIP-BIP A Marinha e o Planalto não comentam os problemas de comunicação, que quase impediram a conversa com a presidenta Cristina Kirchner.

Briga feia

Enrolation

Os herdeiros de ACM não se entendem. Com tanta confusão, a TV Bahia deverá ser vendida por R$ 300 milhões para um grupo paulista, com fortes vínculos com a Rede Globo da região de Campinas (SP).

No máximo 20%, dos cerca de R$ 30 bilhões do Orçamento da União para investimentos em transporte público, foram aplicados pelo Ministério das Cidades em 2011. Sem projetos e gestores capacitados.

SOB NOVA DIREÇÃO A assessoria de comunicação da Infraero passou para o comando da presidência da estatal, após denúncias de desmandos e maracutaias.

Vereda tropical

Ser ou não ser

O rei Juan Carlos, chefe de estado da Espanha, deve estar pensando em pedir asilo ao Brasil: naturalizado, poderia ganhar o dobro dos R$ 58,6 mil mensais de salário, candidatando-se a deputado ou senador.

Paulo Bernardo aproveita a folga do fim do ano para decidir com a mulher e ministra Gleisi Hoffman (Casa Civil) se troca Comunicações pela direção da Itaipu. Se trocar, o substituto será César Alvarez.

MARK/CH:IMPRENSA A maioria dos brasilienses (55,6%) acha que a imprensa fez a ‘faxina’ que demitiu ministros. Dilma vem em seguida, com 29,20% dos votos.

Olhar de Nise Jorge Oliveira começa em março a rodar o documentário “Olhar de Nise", sobre a psiquiatra alagoana Nise da Silveira. Desenvolvido há quase dez anos, já tem certificado da Ancine para captação de recursos. Seu último filme, “Perdão, Mister Fiel", ganhou 11 prêmios.

IMPUNIDADE A pesquisa mostra ainda que a impunidade é a maior vergonha para o brasileiro (27,40%). A Saúde e os Três Poderes vêm em seguida. ORGULHO O maior orgulho do brasiliense é a diversidade de cultura no Brasil (24%). As estradas ficaram em último lugar na pesquisa (0,50%).

Dilma perde tempo lidando com crises nos ministérios ão Paulo (AE) - No primeiro ano de governo, a presidenta Dilma Rousseff se destacou pela personalidade forte, pela elegância na relação com os adversários políticos e por perder boa parte do tempo lidando com crises ministeriais. Essa é a visão de cientistas políticos ouvidos pela Agência Estado, que consideraram a rotina de crise maléfica para a governabilidade. Segundo os analistas, ao gastar tempo e energia administrando denúncias, o governo perdeu uma oportunidade única de emplacar as reformas necessárias, como a política e a tributária. “Minha impressão foi que ela ficou administrando os conflitos da base. Não foi um ano transformador”, resumiu Carlos Melo, do Insper. Os analistas afirmam que o primeiro ano do governo é o momento ideal para implementação de reformas, já que o presidente assume a administração com o respaldo das urnas. “Não ter feito as reformas compromete. Um governo novo tem mais força política para fazer reformas”, reforçou o cientista político Rubens Figueiredo. Mas se Dilma passou o ano consertando o “malfeito”, ela ganhou o apoio da população ao se mostrar intolerante com a corrupção. “Ao contrário do governo anterior, as denúncias tiveram consequências”, lembrou Figueiredo. A ideia de “faxina” ganhou destaque, mas os analistas apontam que a impressão de “limpeza profunda” não condiz com a realidade. “Faxina seria a disposição do governo de limpar a casa. No caso, o vaso quebrou e Dilma só recolheu os cacos”, comparou Carlos Melo. O professor emérito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Fábio Wanderley, compartilha da opinião de Melo. “Não é propriamente uma faxina”, ponderou. Mesmo com uma reforma ministerial, a qualidade da base de apoio, ressaltou Melo, impede que a presidente se livre facilmente do ciclo de denúncias. “Enquanto a gente tiver essa composição, e a sociedade tem culpa porque vota mal, não tem faxina. Ela pode se livrar de alguns móveis velhos, mas faxina de verdade é mais difícil”, disse. A rotina de troca de ministros, embora tenha agradado a opinião pública, comprometeu o bom desempenho do governo Dilma Rousseff, indicam os cientistas. “É como numa empresa, se você começar a trocar toda hora a dire-

WILSON DIAS

S

Dilma Rousseff: faxina na banda podre do governo e consolidação da imagem de “xerife”

toria, vai ter problema de performance. Cada um que entra compromete a ação administrativa”, afirmou Figueiredo. “No Brasil, a boa administração briga com a política”, emendou. Refém dos interesses da base aliada, a presidente não teve força para emplacar sua agenda e teve de negociar para não perder a governabilidade. Por isso, mesmo com a ineficiência da oposição, os analistas acreditam que os partidos aliados acabaram agindo como inimigos. “A oposição não foi dos partidos de oposição, que foram uns zero à esquerda. Ela teve mais oposição dentro de casa”, analisou Melo. Se Dilma não teve sorte com sua base, a primeira mulher presidente do Brasil “caiu no gosto do eleitorado”. “Para mim houve superação das expectativas. É notável que ela tenha níveis de popularidade à altura do Lula”, elogiou Wanderley. O professor da UFMG acredita que a popularidade de Dilma se deve à continuidade das políticas sociais do governo Lula. Na opinião dos analistas, a presidente Dilma também se destacou por seu jogo de cintura e capacidade de liderança. Mesmo alinhada com Lula, Dilma não se mostrou submissa ao antecessor. “Ela tem luz própria”, observou Figueiredo. Um exemplo disso foi a condução da política externa brasileira em determinadas situações, como no endurecimento do discurso com a Síria. “Ela foi bem, foi menos polêmica, evitando bolas divididas.

Afago de Alckmin a servidor eleva folha salarial em 1,5% São Paulo (AE) - O pacote de bondades concedido aos servidores públicos pelo governo de São Paulo em 2011 deve ampliar em 1,5% a fatia da folha de pagamentos do Executivo no orçamento do Estado, segundo o secretário de Planejamento, Julio Semeghini. Em 2012, o crescimento deve seguir o mesmo ritmo. Os salários dos servidores do Executivo representaram cerca de 40% do orçamento estadual em 2010. A série de reajustes e reestruturação de carreiras patrocinadas pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), contudo, vai gerar um gasto adicional neste ano de cerca de R$ 2 bilhões. O crescimento da folha salarial ocorre simultaneamente à tentativa de Alckmin de economizar cerca de R$ 1,5 bilhão no ano que vem, conforme revelou o jornal O Estado de S. Paulo, na semana passada. Embora o governador tenha garantido que o contingenciamento não irá afetar os investimentos, os benefícios concedidos ao funcionalismo podem tornar o cumprimento desta promessa mais difícil. Por isso, o Palácio dos Bandeirantes deve tentar conter o crescimento da folha salarial em relação ao orçamento. A intenção do governo, no entanto, é que a participação dos salários dos funcionários nas despesas estaduais retorne à faixa dos 40% até 2014.

“Nosso compromisso com o governador é que no final dos quatro anos (de mandato) nós não teríamos aumentado nada (da folha em proporção ao orçamento)”, afirmou Semeghini, hoje, em balanço anual da Secretaria de Gestão Pública, que ele ocupou até novembro. “No primeiro ano, nós vamos aumentar 1,5% a relação (da folha de pagamento) do Poder Executivo (em relação ao orçamento). No segundo ano, fica em 1%, 1,5%. Nós demos um salto muito pequeno na relação da folha.” Em 2011, o Palácio dos Bandeirantes concedeu reajustes salariais a 90% dos funcionários (em torno de 900 mil pessoas). Bancou, ainda, a reestruturação de carreiras como de professores e de delegados da Polícia Civil. Para algumas categorias, o governo aprovou reajustes também em 2012, 2013 e 2014 - o que diminui a margem de manobra do governo na gestão dos recursos estaduais. Em 2011, o contingenciamento de cerca de R$ 1,2 bilhão do orçamento e o crescimento nos holerites dos funcionários estaduais provocou redução de investimentos em áreas como transportes. Para 2012, o governo garante que a economia de recursos se resumirá aos gastos de custeio com o funcionamento da máquina pública.


geral

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

[ ENTREVISTA / GILKA DA MATA - PROMOTORA DE DEFESA DO MEIO AMBIENTE ]

11

[ CLIMA ] Ambientalistas temem simples

redistribuição de recursos com países pobres

‘Defendemos transparência Fundo climático é visto com reservas e participação nos debates’ ELISA ELSIE

JOHANNA SCHMELLER Deutsche Welle

erlim - “Anuncio que a Alemanha gostaria de hospedar o Fundo Verde para o Clima”, declarou o ministro alemão do Meio Ambiente, Norbert Röttgen, antes mesmo de o fundo existir. O acerto em torno do fundo ocorreu apenas poucas horas antes do final da 17ª Conferência do Clima, na manhã do último domingo (11/12), sem que o país-sede fosse definido. Observadores apontaram o fundo como o grande sucesso de Durban. Outros, porém, não pouparam críticas. O fundo deverá amparar países pobres na proteção climática e na adaptação aos efeitos das mudanças climáticas. Os primeiros financiamentos deverão ser liberados em 2013 e, a partir de 2020, 100 bilhões de dólares deverão estar disponíveis a cada ano. “O simples fato de termos este Fundo para o Clima já um sucesso. Além disso, foi estabelecido um processo para financiá-lo”, disse o pesquisador Reimund Schwarze, chefe do departamento de mudanças climáticas do Centro Helmholtz de Pesquisa Ambiental de Leipzig, que acompanhou as negociações em Durban. “Houve grande resistência por parte dos países doadores e receptores em aceitar um pacote como esse sem acordar um ‘Kyoto Dois’. Por muito tempo a coisa não estava certa, e a alegria foi grande que um resultado mínimo tenha sido alcançado. Assim, o objetivo mínimo que o Secretariado do Clima das Nações Unidas (ONU) havia estabelecido para a Cúpula em Durban foi atingido”, disse. Mas, poucos dias depois do término da Conferência do Clima de Durban, o Fundo Verde para o Clima já era alvo de críticas, especialmente por parte de organizações de direitos humanos. Para a Fian – ONG internacional de luta pelo direito à alimentação –, o acordo climático é uma farsa. “O financiamento do clima é

B

atual Plano Diretor de Natal foi sancionado pelo então prefeito Carlos Eduardo Alves em 21 de junho de 2007, com a previsão de que seria revisto dentro de quatro anos. Ou

Qual o principal desafio na regulamentação das ZPA’s? Gilka da Mata - O desafio é garantir restrições de uso e ocupação do solo nas áreas de importante função ecológica, paisagística, histórica, social e cultural, de forma a proteger, manter e recuperar o patrimônio natural que ainda resta na cidade de Natal e que está dentro dessas Zonas de Proteção Ambiental.

O

No caso da ZPA 6,a proposta da Prefeitura do Natal de aumentar em seis vezes a ocupação que já existe hoje,na área do entorno do Morro do Careca, em Ponta Negra. A promotoria é contra essa proposta e por quê? É contra. Atualmente, no local, só existem trilhas utilizadas por pescadores e por militares, além de uma lagoa de captação. Esses usos ocupam 2,91 hectares. A proposta aumenta a ocupação da ZPA de 2,91 hectares para 18,2 hectares. Além disso, possibilita que se impermeabilize 10% de toda a ZPA, o que significa 36 hectares, ou seja, uma área equivalente a 48 campos de futebol. Os estudos realizados indicam a necessidade de se garantir a proteção do maciço da ZPA como um todo, devido a sua importante função ambiental (hidrológica e eólica), além do forte apelo visual da ZPA na cidade. No local, portanto, deve ser possibilitada apenas a manutenção das atividades militares existentes no local e o uso indireto dos recursos naturais típicos de uma unidade de conservação da categoria de Monumento Natural.

Nesta entrevista à TRIBUNA DO NORTE, ela classifica o Plano Diretor de Natal como avançado, por garantir o desenvolvimento da cidade com sustentabilidade. No entanto, faz uma resolva: “o plano é uma Lei, que depende de gestores para colocarem em prática seus preceitos e seus instrumentos”. Confira a entrevista.

seja: a partir de junho de 2011. Mas por enquanto, a Prefeitura do Natal está pondo em discussão apenas a regulamentação das Zonas de Proteção Ambiental 6 [Morro do Careca] e 10 [Farol de Mãe Luíza]; 8 [estuário do Potengi/Jundiaí] e 9 [estuário do Rio Doce]; da Operação Urbana Consorciada Centro Histórico Cidade Alta-Ribeira; e dos planos setoriais, entre os quais a outorga onerosa. A expectativa é de que o debate da revisão do PDN comece mesmo nesse primeiro semestre de 2012. A promotora de Justiça do Meio Ambiente, Gilka da Mata, adiantou que espera que o processo seja participativo, como estabelece o Estatuto da Cidade.

ELISA ELSIE

para que o processo siga o sistema de planejamento participativo estabelecido pelo Estatuto da Cidade, pela Resolução 25/05 do Conselho das Cidades e do Plano Diretor de Natal, que prevê ampla publicidade do cronograma, dos locais das reuniões, das audiências públicas, das propostas e dos resultados dos debates.

O Plano Diretor de Natal é muito bom porque estabelece mecanismos para que a ocupação do solo seja condicionada à capacidade de infraestrutura urbana.”

No caso das demais ZPAs, as modificações precisam ser avaliadas com cuidado? Sim, porque dentro das ZPAs existem áreas, cobertas ou não, por vegetação nativa, com função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica, a biodiversidade, o fluxo gênico de fauna e flora, proteger o solo e assegurar bem-estar à população. É no processo de regulamentação de uma ZPA que se identifica e se garante a preservação, manutenção e recuperação desses espaços.

horias para as funções sociais da cidade, tais como moradia, saneamento, transporte, serviços, trabalho e lazer.

Que avaliação a senhora faz do atual Plano Diretor de Natal? O Plano Diretor de Natal é muito bom porque estabelece mecanismos para que a ocupação do solo seja condicionada à capacidade de infraestrutura urbana, reserva espaços para serem especialmente protegidos, valoriza a qualidade de vida dos habitantes da cidade e possui instrumentos para se alcançar mel-

Ele garante um crescimento sustentável? O Plano garante o desenvolvimento da cidade com sustentabilidade. Mas o Plano é uma Lei, que depende de gestores para colocarem em prática seus preceitos e seus instrumentos. Sem bons aplicadores, a Lei se torna letra morta. Quer um exemplo? A operação urbana destinada a recuperar e revitalizar o conjunto

O Ministério Público zelará para que o processo siga o sistema de planejamento participativo estabelecido pelo Estatuto da Cidade.”

Que trâmite deve ser cumprido? A proposta antes de ser submetida à Câmara Municipal deverá ser submetida aos Conselhos existentes na cidade, tais como o Concidade, o Cimplan, o CMTTU, o CONHABIN, o Consab. Antes de ser submetida à Câmara e após ser discutida nos referidos Conselhos, a proposta de revisão deverá ser aprovada em uma conferência. Que mudanças seriam necessárias? Ainda não temos o estudo sobre as mudanças necessárias. Por isso, tecnicamente, não posso apontá-las.

CALENDÁRIO AUDIÊNCIAS PÚBLICAS EM 2012

arquitetônico e urbanístico da Ribeira. Foi criada com base no Plano Diretor há quase 14 anos. Está sendo revisada, mas os estudos encomendados pela própria Prefeitura do Natal concluíram que não houve acompanhamento técnico, não houve monitoramento. A Lei está em vigor, mas não está sendo efetivamente aplicada. O prejuízo é visível. A revisão do PDN deve ser deflagrada em 2012. A promotoria vai sugerir algum cronograma de debates? O Ministério Público zelará

8/02/12 15/02/12 28/02/12 29/02/12 21/03/12

Planos Setoriais ZPA 8 ZPA 9 ZPA 3 ZPA 4

Em processo de regulamentação: ZPA-7 - tem seu processo já acompanhado pela Promotoria pelo inquérito Civil 02/07. Abril de 2012: Semurb pretende estruturar as discussões de revisão do PDN FONTE: SEMURB

apenas uma parte ínfima das negociações climáticas. O que essas negociações climáticas de fato objetivam é criar condições legais e um tratado climático que vincule os Estados às emissões de CO2”, afirma Anton Pieper, especialista em clima da Fian. E esse acordo, lembra, mais uma vez não foi alcançado. Por isso, o Fundo Verde para o Clima é apenas um “prêmio de consolação”. Além disso, Pieper considera que, sem uma referência obrigatória às convenções de direitos humanos, as medidas de proteção climática muitas vezes levam a violações dos direitos humanos. O especialista cita um caso na China: durante a construção de uma represa, pequenos agricultores foram “transferidos”, ou seja, expulsos de suas terras. “Um exemplo clássico. Também na produção de biocombustíveis ocorrem expulsões, atualmente em grande escala na África”. A ONG humanitária Oxfam e os serviços de ajuda humanitária Caritas (católica) e Brot für die Welt (evangélica) também mostraramse decepcionadas com os resultados de Durban. Organizações climáticas internacionais lembram que o “novo” fundo climático de Durban já havia sido decidido no ano passado em Cancun, mas nada aconteceu. E o acerto de que os países desenvolvidos deverão mobilizar um adicional de 100 bilhões de dólares por ano até 2020 para a proteção climática remete à conferência de Copenhague de 2009. Muitas ONGs temem ainda uma mera redistribuição de recursos já existentes. “É preciso observar com muito cuidado se um mesmo financiamento não será alocado duas vezes aos países em desenvolvimento”, alerta Stefan Krug, especialista em financiamento climático no Greenpeace alemão. “Se o governo alemão já tem acordos com países para repassar fundos de auxílio ao desenvolvimento, então esses não podem ser contabilizados também como fundos climáticos.” ALEX RÉGIS

Ambientalistas querem compensações do transporte de carga

Greenpeace sugere tributos para compensar poluição Para o Greenpeace, uma possível solução seriam impostos sobre emissões dos transportes aéreo e de carga ou um imposto sobre ganhos nas Bolsas de Valores. “Muitos governos tentam fazer uma dupla contabilização. Mas os recursos devem ser novos e eles devem ser concebidos de tal maneira que possam repassar recursos aos países em desenvolvimento durante muitos anos”, diz Krug. Também nesse ponto as estimativas variam muito. Um imposto sobre o diesel marítimo poderia gerar sozinho um total de 40 bilhões de dólares em 2020, de acordo com uma análise do Banco Mundial citada pelo jornal berlinense taz. “Eu considero isso uma superestimação”, afirma Schwarze. De acordo com pesquisas recentes do Centro Helmholtz, mesmo com o elevado preço de 50 dólares por tonelada de CO2, um novo imposto sobre o transporte marítimo arrecadaria no máximo 20 bilhões

de dólares por ano para o Fundo do Clima. Com os atuais baixos preços do CO2, seriam somente de 2 bilhões a 6 bilhões de dólares por ano. Quarenta bilhões de euros poderiam sair do orçamento federal alemão – um incentivo financeiro para o caso de o Fundo do Clima ser incorporado ao Secretariado do Clima da ONU em Bonn, na Alemanha. “Quando analiso o debate dos últimos dois ou três dias, vejo que o Fundo do Clima serve principalmente para polir a imagem da Alemanha”, diz Pieper, da Fian. Somente no próximo ano, será decidida a sede definitiva do Fundo Verde para o Clima. Além da Alemanha, Cingapura, México e Suíça também se candidataram ao posto. Por enquanto, o secretariado provisório dará início a seus trabalhos em Bonn. Como sucessor do Protocolo de Kyoto, um tratado climático vinculativo deverá ser acertado até 2015 e entrar em vigor a partir de 2020.


12 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

geral

Domingo | 01 de janeiro de 2012

[ SAÚDE ] Gestantes em situação de risco receberão incentivo financeiro do Governo para assegurar realização do

pré-natal. O projeto é mais uma arma para conseguir diminuir os indicadores de mortalidade infantil nos municípios

Falta de pré-natal agrava riscos DIVULGAÇÃO

HIGO LIMA Jornal de Fato

ossoró - A luta contra os ainda considerados altos índices de mortalidade infantil ganhou mais uma arma na semana passada com o anúncio Sistema Nacional de Cadastro da Gestante do Governo Federal, um mecanismo que passará a monitorar universalmente as gestantes com a possibilidade de também receberem auxílio financeiro para o deslocamento destas mulheres às consultas pré-natal. A iniciativa está dentro das ações estratégicas do programa Rede Cegonha, lançado no início do ano pela presidenta Dilma Roussef, com o objetivo de ampliar, qualificar e humanizar a assistência oferecida às gestantes e aos bebês nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS). E quando o assunto é saúde da mulher, a mortalidade é uma questão delicada, haja vista o esforço dos municípios para conseguir reduzir os indicadores aos patamares dos países desenvolvidos. A ONU considera aceitável a média de até 20 crianças que morrem no universo de cem mil habitantes. No entanto, a situação de algumas cidades do Rio Grande do Norte é preocupante porque, de acordo com um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a cidade amarga a triste realidade de ainda enfrentar a morte de quase 75 crianças para cada grupo de 100 mil habitantes. Mossoró só perde para a capital, em números negativos. De acordo com um levantamento do Ministério Público, entre os anos de 2000 a 2007, enquanto morreram pouco mais de 2 mil crianças dentro de Natal, essa cifra é de 716 crianças em Mossoró. A lista é seguida pela cidade de Parnamirim, que perdeu 354 e ainda Caicó (170) e Ceará-Mirim (151). A estimativa é que, juntas, apenas nove cidades respondem por metade da mortalidade do Rio Grande do Norte. A partir do decreto presidencial, todo estabelecimento de saúde que realize acompanhamento pré-natal e preste assistência ao parto e ao pós-parto deverá criar uma comissão de cadastro, vigilância e acompanhamento das gestantes de risco. Essas comissões serão responsáveis por manter atualizadas as informações cadastrais de todas as gestantes atendidas pela referida unidade de saúde. No caso específico de Mossoró, isso deve acontecer nas 43 unidades básicas de saúde. Para as gestantes que comprovarem não ter condições de financeiras será concedido um auxílio financeiro de até R$ 50. O objetivo é garantir o acesso delas as ações e serviços de saúde relacionados ao prénatal e ao parto. Porém, só poderá receber o benefício as gestantes que estiverem com gravidez de risco e mesmo assim o município

M

SAIBA MAIS COMPLICAÇÕES NA GRAVIDEZ Um dos grandes desafio também é diminuir o óbito de mulheres em idade fértil (10 a 49 anos).Isso acontece devido a complicações da gravidez,parto e puerpério de um determinado local e ano,divididos pelo número de nascidos vivos desta mesma localidade e ano, expresso por cem mil nascidos vivos. A Gerência de saúde explica que este indicador reflete a qualidade da assistência à saúde da mulher,utilizado para subsidiar processos de planejamento,gestão e avaliação de políticas de ação de saúde direcionadas para a atenção pré-natal,ao parto e ao puerpério.

SERVIÇO Para que a gestante receba o incentivo é preciso ser diagnostica da a gravidez de risco e o município deve estar credenciado na Rede Cegonha

Rede Cegonha,programa do Governo Federal,prevê ajuda financeira às gestantes para pagar o deslocamento até a unidade de saúde

NÚMEROS

15%

é a meta de redução da mortalidade infantil fixada pelo programa Objetivos do Milênio.

50

reais é o valor do auxílio financeiro para realização dos exames do pré-natal.

deve aderir formalmente à estratégia Rede Cegonha. Mossoró já assinou um termo com o MP se comprometendo a reduzir a taxa da mortalidade segundo recomenda a ONU. A meta, estipulada entre as oito metas do milênio, é decrescer em até 15% o percentual de crianças mortas. Uma frente de trabalho do Ministério da Saúde destinou anteriormente o montante equivalente a 7,1 milhões de reais para ser utilizado em ações prioritárias nos municípios considerados de alerta, que no caso eram compostos ainda por Macaíba, Currais Novos, São Gonçalo do Amarante e Pau dos Ferros. A idéia era a ampliação dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF), que existiam apenas 3 e, no entanto, saltasse para 43; e a oferta de leitos da UCI que era 27 passassem para 35 leitos.

Mortalidade infantil cai, mas números preocupam De acordo com um levantamento da Vigilância a Saúde de Mossoró, a mortalidade infantil no município caiu de 80 para cada grupo de cem mil crianças que nasciam vivas em 2004, para 16 em 2010. O médico e presidente da Associação de Proteção e Assistência à Infância e à Maternidade de Mossoró, Laíre Rosado, contesta os números porque, segundo ele, “esse índice não se refere à maternidade porque hoje nós estamos com melhores condições de trabalho aqui. Em 2009, de 5.500 partos, nós tivemos a morte de 67 recém-nascidos. Ano passado, durante o ano de 2010, numa média de 3 mil atendimentos, nós temos o registros apenas de três falecimentos neonatais”. Para se ter uma ideia, em 2009, dos 5,5 mil procedimentos, entre partos normais e cirúrgicos apenas oito parturientes vieram a falecer antes de completar uma semana de vida. De acordo com a justificativa da Gerência de Saúde do Município, o maior entrave do município está porque as mães que moram na zona rural e nos municípios da região muitas vezes só recorrem à maternidade na hora do parto, num momento que pode ser tarde demais, sem, sequer, realizar o pré-natal. A saída para diminuir os números é implantar ações estraté-

gicas. No ano passado, a Gerência incorporou às ações o Plano de Redução da Mortalidade Infantil e Materna com ações direcionadas à atenção básica e também de média complexidade, além de capacitação com profissionais em todos os níveis de assistência “Duas motocicletas estão sendo compradas para reforçar o serviço de motoboy para que os exames das gestantes sejam entregues nas Unidades em até 72h. Além disso, estamos reestruturando recursos humanos para acompanhamento dos casos de alto risco e uma Comissão Gestora está sendo formada para atuar junto à APAMIM”, falou a gerente. O médico Laire Rosado chama atenção que, a expectativa é que cresça a procura de parturientes de outras cidades da região ao procedimento de pré-natal em Mossoró depois do decreto. Isso porque, segundo ele, como Mossoró é uma cidade de referência e com o pagamento do incentivo, espera-se que as gestantes se motivem a afazer o acompanhamento da gravidez. Em Mossoró só existe a maternidade Almeida Castro que absorve praticamente toda a demanda. São realizados por mês cerca de 450 partos, sendo que metade desses são de mãe de outras cidades da região.

Mortalidade revela deficiência no atendimento Par driblar o problema, o Ministério Público em uma parceria com o Ministério da Saúde, o governo do Estado e municípios pretendem diminuir a quantidade de mortes infantis no Rio Grande do Norte. É o Pacto pela Redução das Desigualdades, assinado no começo de 2010 para qualificar o prénatal; capacitar os servidores da saúde; criar uma gestão de informação sobre registro de mortes e nascimento mais eficiente, melhorar a vigilância dos óbitos infantis, cadastrando e investigando as causas da morte; mobilizar a população realizar pesquisas na área. Entre 2000 e 2007, 443.946 crianças menores de um ano de idade morreram no Brasil. No Nordeste, foram 144.003 e na Amazônia Legal (incluindo o Maranhão), 76.916. Nas duas regiões, o número de óbitos somou 220.919 ou quase 50% do total nacional. O indicador de mortalidade infantil é resultado pelo número de óbitos de menores de um ano de idade, em determinado período e local divididos pelo

número de nascidos vivos desta mesma localidade e ano, expresso por mil nascidos vivos. O coeficiente de mortalidade neonatal é obtido pelo número de óbitos em menores de um ano de idade até 28 dias, em determinado período e local divididos pelo número de nascidos vivos desta mesma localidade e ano, expresso por mil nascidos vivos. Assim, altas taxas de mortalidade infantil refletem, de maneira geral, baixos níveis de saúde, de desenvolvimento sócio-econômico, cultural e de condições de vida. A diminuição da taxa de mortalidade infantil pode estar relacionada com a ampliação dos serviços de saúde e da atenção básica, a implantação de programas voltados para a saúde da mulher e da criança, tais como: atenção ao pré-natal, ao parto, aleitamento materno, à terapia de reidratação oral, entre outros além das coberturas vacinais. A taxa de mortalidade infantil de Mossoró passou de 28,08 no ano 2000 para 19,22 em 2008. Nesse período houve um aumento das causas neonatais as quais geralmente são decorrentes da gravidez, do parto e do nascimento, representando mais de 70% das causas de óbitos no primeiro ano de vida


geral

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 13

[ INFRAESTRUTURA ] Relatório divulgado pelo Ministério do Planejamento aponta uma série de gargalos nas

obras financiadas com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento no Rio Grande do Norte

Burocracia emperra obras do PAC m vias de divulgar o primeiro relatório regional sobre a segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento, o Governo Federal ainda precisa lidar com uma série de atrasos em obras planejadas desde a primeira fase deste que é o principal programa de governo do PT. No Rio Grande do Norte, obras prioritárias como o Sistema Adutor do Alto Oeste, a dragagem do Porto de Natal, a duplicação da BR-101, entre outras obras, esperam por “detalhes” para serem finalmente terminadas. Na maioria dos casos, a burocracia é o principal entrave para o cumprimento de prazos. As informações oficiais acerca do PAC, publicadas pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior, dão conta da finalização de 82% das obras do Programa, o que significa R$ 444 bilhões dos R$ 657,4 bilhões previstos. Isso em relação ao PAC-1. No que diz respeito ao PAC-2, o último balanço mostrou 15% dos investimentos previstos até 2014 realizados, com a maioria das obras em ritmo considerado “adequado”. A promessa é publicar relatórios regionais na próxima semana, segundo informações do Ministério do Planejamento. Os 12% de obras não concluídas no prazo inicialmente estipulado (quatro anos, de 2007 a 2010) foram incorporadas pelo PAC-2. Dessa forma, comparando-se os relatórios disponíveis, algumas da principais obras listadas para o Rio Grande do Norte até então são refugos da primeira fase do Programa de Aceleração do Crescimento. Algumas, como a construção da pista do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, já estavam previstas para ter continuidade pós-2010. Outras estão de fato atrasadas. Como o PAC é executado, em grande parte, como parceria entre Estados, Municípios e a União, boa parte dos atrasos estão fora da alçada do Governo Federal. São dificuldades de contrapartida, de ob-

E

ter a licença ambiental, problemas com a licitação e outros itens, todos decorrentes do tão famoso “custo-Brasil”. Um exemplo paradigmático desse processo deturpado é o da construção do Sistema Adutor do Alto Oeste. Caso os ditames do planejamento fossem seguidos à risca, a região do Alto Oeste não teria, em 2012, problemas de abastecimento de água. Na realidade, moradores de municípios como Luís Gomes e Antonio Martins terão de conviver com água de má qualidade ou com a simples escassez nas torneiras. O primeiro problema enfrentado pela obra foi uma investigação da Controladoria Geral da União. O motivo é a suspeita de sobrepeço – aumento no valor da obra de forma injustificada - num valor não divulgado pela CGU. A Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos afirma que essa investigação está superado. Contudo, a CGU não confirmou a informação para a reportagem da TN Estando ou não superada, a questão do sobrepeço não é mais impeditivo. Há outros problemas. O preço orçado inicialmente não incluía, de acordo com o secretário de Meio Ambiente, Gilberto Jales, um sistema de automação e algumas estações elevatórias. Por conta disso, o orçamento foi refeito, comportando um aumento de R$ 17 milhões. Como o convênio entre Ministério da Integração Nacional e Governo do Estado já havia sido celebrado, não foi possível incluir os novos custos. A solução foi o Governo do Estado assumir a conta. Nesse meio tempo, passaram-se quase dois anos de atraso. “Assim que o orçamento estadual reabrir nós iremos dar continuidade à obra. Nesse meio tempo, iremos fazer uma obra emergencial para evitar falta de água em Luís Gomes e Antonio Martins”, explica Gilberto Jales. Outros projetos estaduais têm problemas semelhantes, todos decorrentes da burocracia.

JÚNIOR SANTOS

MARCHA A RÉ Alguns casos de atrasos em obras estruturantes

Duplicação da BR-101

Duplicação do trecho da BR-101 entre Natal e a divisa da Paraíba,executada pelo Batalhão de Engenharia...

PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO Investimentos previstos para o Rio Grande do Norte INVESTIMENTO TOTAL Empreendimentos exclusivos do RN e divididos com outros Estados

R$ 15,2 bilhões

Social e urbana Logística

Energia

R$ 136,2 milhões

R$ 13,94 bilhões

Logística

Energia

R$ 121,3 milhões

R$ 13,227 bilhões R$ 81,6 milhões

R$ 1,17 bilhão

Drenagem de Capim Macio

INVESTIMENTOS EXCLUSIVOS

R$ 13,43 bilhões PRINCIPAIS INVESTIMENTOS EM LOGÍSTICA ➔ Pista do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante ➔ Dragagem do Porto de Natal ➔ Ampliação e repotencialização do Terminal Salineiro de Areia Branca ➔ Contorno de Mossoró ➔ Duplicação da BR-101

Figura nos relatórios oficiais como concluída a parte referente ao Rio Grande do Norte.Mas essa é uma meia verdade.Apesar de a duplicação em si estar concluída,há detalhes pendentes,como a pavimentação de alguns trechos e a construção da marginal nas proximidades de São José do Mipibu.Há máquinas do exército e trabalhadores cuidando desse acabamento.Segundo informações repassadas pela Assessoria de Comunicação do Dnit,o lote 1 (que vai de Natal a Arês) está 68% concluídos,enquanto que o lote 2 (de Arês a Paraíba) está 91% concluída.Originalmente,os lotes seriam finalizados em 2007.O novo prazo estipulado é de agosto de 2012 para o lote 1 e abril do mesmo ano para o lote 2.Entre os motivos apontados para os atrasos estão as dificuldades para obter o licenciamento ambiental e questionamentos na Justiça.O lote 2, por exemplo,foi alvo da Operação Via Ápia,realizada pelo Ministério Público,que prendeu diretores do Dnit e apreendeu documentos.Este foi um outro motivo para atrasos na execução.

Social e urbana

PRINCIPAIS INVESTIMENTOS EM ENERGIA ➔ Desenvolvimento da Produção de Petróleo

➔ Refinaria Clara Camarão

PRINCIPAIS INVESTIMENTOS NA ÁREA SOCIAL E URBANA: ➔ Sistema Adutor Alto Oeste ➔ Sistema Adutor Seridó

➔ Ampliação do abastecimento de água, drenagem e saneamento básico.

➔ Irrigação em Santa Cruz do Apodi ALDAIR DANTAS

SITUAÇÃO DOS PORTOS

Dragagem do Porto de Natal O Porto de Natal esperou durante anos pela dragagem e o conseqüente aumento da profundidade do rio Potengi,de 10 metros para 12 metros.Hoje, a obra se encontra 95% concluída,mas parada e já acumula um atraso de sete meses,dentro da previsão feita pela Secretaria Nacional dos Portos. O motivo do atraso vem da empresa responsável pela dragagem.Primeiro,a draga utilizada tinha um tamanho incompatível com a obra,chegando inclusive a encalhar nas proximidades da praia da Redinha.Agora,a empresa concentrou suas forças na dragagem em Fortaleza e só voltará à Natal quando concluir os trabalhos em terras cearenses.

O projeto de drenagem do bairro de Capim Macio tem 20 anos.Passou por vários governos,vários convênios e desaguou no PAC-1.Parte do dinheiro federal foi liberada,mas a Prefeitura de Natal não teve dinheiro para a contrapartida e as obras estão paralisadas desde julho de 2010, quando a construtora contratada abandonou o canteiro de obras alegando falta de pagamento. Recentemente,o município de Natal informou ao Ministério Público Estadual que não tem o valor da contrapartida de R$ 173 mil.Já o MPE irá pedir o bloqueio dos valores da contrapartida na Justiça.Enquanto o imbróglio não é vencido,os moradores convivem com alagamentos em períodos chuvosos. Pelo visto,2012 será um ano exatamente igual aos anteriores para quem mora naquela área.Detalhe: o convênio tinha a data de maio de 2010 para ser encerrado.

Contorno de Mossoró Com cerca de 30% de execução concluída,as obras no chamado Complexo Viário da Abolição passam, segundo o DNIT,por uma readequação no projeto por parte da Secretaria de infraestrutura. O convênio foi assinado em 2009 pela então governadora Wilma de Faria.O projeto,orçado em R$ 60 milhões, consiste na duplicação de em um trecho de 17 quilômetros na BR-304, entre o bairro de Santa Delmira e a rota de saída para Apodi. O prazo inicial era de 2012,mas provavelmente não será cumprido pelo nível de atraso apresentado.

Terminal Salineiro de Areia Branca Essa foi uma das obras que terminou praticamente dentro do prazo.Há outros casos,todos eles importantes,como o da Refinaria Clara Camarão. Foram várias alterações que irão interferir positivamente no terminal salineiro,entre elas o aumento da capacidade de receber navios,de 35 mil toneladas para 85 mil toneladas.Outros projetos na área de portos estão sendo encampados pelo PAC,como a ampliação do terminal de passageiros e o aumento da retroárea do Porto de Natal.Tudo isso dentro do PAC-2.A licitação para essa obra será realizada no dia 20 de janeiro.

... assim como a dragagem do Porto de Natal, aguardam pequenos ajustes para serem concluídas


14 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

quadrantes

Domingo | 01 de janeiro de 2012

LEONARDO BOFF [ teólogo,filósofo e escritor ]

O dia do juízo sobre nossa cultura final do ano oferece a ocasião para um balanço sobre a nossa situação humana neste planeta. O que podemos esperar e que rumo tomará a história? São perguntas preocupantes pois os cenários globais apresentam-se sombrios. Estourou uma crise de magnitude estrutural no coração do sistema econômico-social dominante (Europa e USA), com reflexos sobre o resto do mundo. A Bíblia tem uma categoria recorrente na tradição profética: o dia do juízo se avizinha. É o dia da revelação: a verdade vem à tona e nossos erros e pecados são denunciados como inimigos da vida. Grandes historiadores como Toynbee e von Ranke falam também do juízo sobre inteiras culturas. Estimo que, de fato, estamos face a um juízo global sobre nossa forma de viver na Terra e sobre o tipo de relação para com ela. Considerando a situação num nível mais profundo que vai além das análises econômicas que predominam nos governos, nas

O

empresas, nos foros mundiais e nos meios de comunicação, notamos, com crescente clareza, a contradição existente entre a lógica de nossa cultura moderna, com sua economia política, seu individualismo e consumismo e entre a lógica dos processos naturais de nosso planeta vivo, a Terra. Elas são incompatíveis. A primeira é competitiva, a segunda, cooperativa. A primeira é excludente; a segunda, includente. A primeira coloca o valor principal no indivíduo, a segunda no bem de todos. A primeira dá centralidade à mercadoria, a segunda, à vida em todas as suas formas. Se nada fizermos, esta incompatibilidade pode nos levar a um gravíssimo impasse. O que agrava esta incompatibilidade são as premissas subjacentes ao nosso processo social: que podemos crescer ilimitadamente, que os recursos são inesgotáveis e que a prosperidade material e individual nos traz a tão ansiada felicidade. Tais premissas são ilusórias: os recursos são limitados e uma Terra

finita não agüenta um projeto infinito. A prosperidade e o individualismo não estão trazendo felicidade; mas, altos níveis de solidão, depressão, violência e suicídio. Há dois problemas que se entrelaçam e que podem turvar nosso futuro: o aquecimento global e a superpopulação humana. O aquecimento global é um código que engloba os impactos que nossa civilização produz na natureza, ameaçando a sustentabilidade da vida e da Terra. A conseqüência é a emissão de bilhões de toneladas/ano de dióxido de carbono e de metano, 23 vezes mais agressivo que o primeiro. Na medida em que se acelera o degelo do solo congelado da tundra siberiana (permafrost), há o risco, nos próximos decênios, de um aquecimento abrupto de 4-5 graus Celsius, devastando grande parte da vida sobre a Terra. O problema do crescimento da população humana faz com que se explorem mais bens e serviços naturais, se gaste mais energia e se lancem na atmosfera mais gases pro-

Nosso individualismo arraigado tem impedido que nos encontros da ONU sobre o aquecimento global se tenha chegado a algum consenso. Cada pais vê apenas seu interesse e é cego ao interesse coletivo e ao planeta como um todo.

Humor Fino [ Amâncio ]

CARMEM VASCONCELOS [ poetisa ]

NELSON PATRIOTA [ escritor ]

O incompreensível pranto pelo ditador morto

Momento de translação “Eu sei que já faz muito tempo que a gente volta aos princípios” Lobão

alvez por sermos levados pelos movimentos da terra, nós também realizemos os nossos movimentos de rotação e translação. Em volta de nós mesmos, em volta de alguma coisa que para nós faça as vezes de sol e de sentido. Ano a ano, somos levados a começar de novo, ou pensar que começamos, do ponto de onde partimos e para onde voltamos. É mesmo o mesmo lugar? Pode ser que sim, pode ser que não. É como se cada novo ano fosse mais uma chance, a revanche contra o que gostaríamos de ter feito e não conseguimos. Mas, há o perigo de sair do eixo, e sair do eixo pode ser uma perdição. Talvez por essas e outras coisas, seja-nos difícil o desapego do conhecido e do confortável e é um paradoxo que os começos de cada ano nos façam prometer-nos desapegos e mudanças. A intempérie, o desamparo e outros monstros costumam frequentar nossos sonos quando em vigília estamos decididos a começar algo novo. O ano novo não somos nós a decidilo. Ele simplesmente acontece e aos prudentes e aos medrosos cabe apenas o esforço de fazer valer a velha e confortável máxima de que na verdade nada muda e cada ano novo é só uma ilusão. Não acredito nisso. Creio nos nossos movimentos de translação e acho que cada novo ano nos modifica de alguma forma, quando nos propomos a isso. O ano novo não Acredito. É bom somos nós a chegar a esta concludecidi-lo.Ele são: ainda acredito, simplesmente neste mais um comeacontece e aos ço de ano, ainda prudentes e aos acredito em coisas medrosos cabe tantas, as quais não apenas o esforço é hora de nomear, de fazer valer a embora eu tenha velha e aprendido nos últiconfortável mos tempos que todo máxima de que tempo de acreditar na verdade nada finda. É o outro temmuda e cada ano po, o tempo de desanovo é só uma creditar, o que nunilusão. ca termina. Falo em não nomear certas crenças, mas há crenças que têm nomes. Acredito em felicidades, essas coisas amorfas e transitórias que costumamos desejar. Acredito em felicidades que na vida chegam primeiro que as ilusões, e nestas também acredito. E quando não há mais felicidades, pedidas e perdidas, as ilusões lhes costumam tomar o lugar. Mas quando já não há umas, nem outras, ainda há paz que se deseje. E ela, a paz, é superior às felicidades e às ilusões. Creio na força do simbolismo destes tempos de recomeço, em que se invoca a paz. Afinal, somos seres simbólicos, por excelência. Os símbolos sustentam o lirismo do mundo. São os símbolos a matéria da nossa densidade, são os símbolos a nossa consistência. Acredito na paz e na sua duração, a depender dos nossos esforços. Que os façamos, então, e que sejam o nosso melhor. Até porque, se tudo der errado, “quem é que vai pagar por isso?”

dutores do aquecimento global. As estratégias para controlar esta situação ameaçadora praticamente são ignoradas pelos governos e pelos tomadores de decisões. Nosso individualismo arraigado tem impedido que nos encontros da ONU sobre o aquecimento global se tenha chegado a algum consenso. Cada pais vê apenas seu interesse e é cego ao interesse coletivo e ao planeta como um todo. E assim vamos, gaiamente, nos acercando de um abismo. Mas a mãe de todas as distorções referidas é nosso antropocentrismo, a convicção de que nós, seres humanos, somos o centro de tudo e que as coisas foram feitas só para nós, esquecidos de nossa completa dependência do que está à nossa volta. Aqui radica nossa destrutividade que nos leva a devastar a natureza para satisfazer nossos desejos. Faz-se urgente um pouco de humildade e vermo-nos em perspectiva. O universo possui 13,7 bilhões de anos; a Terra, 4,45 bilhões; a vida, 3,8 bilhões; a vida humana, 5-7 milhões; e o homo sapiens cerca de 130-140 mil anos. Portanto, nascemos apenas há alguns minutos, fruto de toda a história anterior. E de sapiens estamos nos tornando demens, ameaçadores de nossos companheiros na comunidade de vida. Chegamos no ápice do processo da evolução não para destruir mas para guardar e cuidar este legado sagrado. Só então o dia do juízo será a revelação de nossa verdade e missão aqui na Terra.

entre as imagens mais marcantes do ano que terminou nesse 31 de dezembro, nenhuma rivaliza com as cenas de um povo pranteando convulsivamente seu ditador defunto. Por que não faz sentido que um povo pranteie justamente aquele que até há pouco o oprimia, privando-o de direitos que até as nações mais miseráveis, (algumas autodenominadas democráticas) possuem e cultivam. As imagens liberadas pela tevê norte-coreana não deixam dúvidas: centenas de crianças, mulheres, homens adultos – sempre no coletivo –, choram sentidamente porque estão provisoriamente carentes de um líder que os dirijam rumo à glória, à vanguarda dos povos, ou a algo que talvez não saibamos ainda. São cenas capazes de comover o mais cético dos espectadores; mas, mais do que isso, intrigam e surpreendem porque suscitam uma inevitável pergunta: então é possível fazer um povo representar uma cena televisiva sob diferentes ângulos, independentemente de idade e sexo, como se acontecesse no palco de um teatro? A resposta a essa pergunta é o maior desafio que o ditador Kim Jong-Il, agora morto e pranteado, faz ao Ocidente, depois de ter abusado de bravatas e ameaças e desfeitar todas as advertências que sofreu de seus tantos adversários e críticos. Enquanto desenvolvia projetos armamentistas sem esboçar jamais um único gesto ambíguo que sugerisse, mesmo que sem certeza, alguma disposição para a paz, o pétreo ditador Kim conquistava as mentes e os corações de todo o seu povo... De fato, mesmo morto Kim Jong-Il protagonizou o gran finale de sua ópera-bufa, num ato único e amiúde reiterado, mas cujos atores se esmeraram apaixonadamente em seus “De fato, mesmo morpapéis – espelhados, talvez, na to Kim Jong-Il protatradição ocidental das carpidei- gonizou o gran finale ras, que se emulam nessa estra- de sua ópera-bufa, nha arte de prantear um morto, num ato único e amiúherdada das comédias e dramas de reiterado, mas cujos atores se esmeragregos e latinos. Se considerarmos o árduo es- ram apaixonadamenforço e disciplina que os artis- te em seus papéis – estas têm de fazer para parece- pelhados, talvez, na rem convincentes nas cenas tradição ocidental das dramáticas, sobretudo as que carpideiras” exigem lágrimas inequívocas, então é impossível que todos aqueles protagonistas que se desfazem em lágrimas ante nossos olhos nas cenas de rua em Pyongyang sejam atores conduzidos por um hábil diretor por trás de uma câmera. Estranho também que enquanto outros povos não menos oprimidos como os muçulmanos, por exemplo, vivendo uma nova estação, ousam se rebelar e às vezes a depor seus opressores, o povo norte-coreano aproveita as exéquias de seu ex-ditador não para jogar tudo para o ar; não para dar vivas à liberdade, afinal; não para subverter a ordem interna e pôr a perder todo um histórico de totalitarismo, mas para prantear caudalosamente o trespasse do caudilho, enquanto espera as ordens de seu sucessor. Outro mistério ainda inteiramente fechado em copas é o que trata dos motivos que levaram as autoridades nortecoreanas a adiar por dois dias o anúncio da morte de Kim Jong-Il. Nesse período, nem uma única voz destoou do pacto de sigilo estabelecido pela cúpula palaciana de Pyongyang, do mesmo modo que nenhum cidadão da capital se furtou ao chororô das ruas... Pior para o bom nome dos sofisticados serviços de espionagem da vizinha Coreia do Sul, com seus drones, espiões infiltrados, sistemas de escuta a distância, decodificadores de mensagens de recentíssima geração, e toda a parafernália bélico-eletrônica que a experiente espionagem americana é capaz de vender a um aliado indispensável como Seul. Sobretudo porque, do outro lado da fronteira, a China espreita sorrateiramente. O fato é que a Coreia do Norte é hoje o mais silencioso dos países. Verdade que se trata de um silêncio tenso, nervoso, augurando temores no mínimo inquietantes e, em última instância, corporificando um pesadelo nuclear. E nada pode ser mais enervante para a confiança dos mercados que desse silêncio também possam emergir segredos palacianos e extravagâncias coletivas. Falta ao ocidente – é forçoso reconhecer – uma sociologia da Coreia do Norte.

D

T

CLÁUDIO EMERENCIANO [ professor da UFRN ]

Advento e Ano Novo á momentos em que o ser humano reencontra no seu passado, especialmente na infância, o real sentido das coisas. Circunstância de incontida e absoluta introspecção. Paradoxalmente, a pureza de uma criança é fonte de insuperável lucidez ante as coisas transcendentais. Não as descortina com medo, dúvidas ou espanto. O adulto tende a complicar a percepção do mundo, enquanto a criança tudo vê, tudo sente, tudo assimila com naturalidade e simplicidade. Se a criança confunde o imaginário com o real, nada a assustando, o adulto deforma sua visão pelo peso das experiências vividas e das dúvidas acumuladas. Na criança predomina a ausência de pavor, insegurança ou hesitação. O adulto convive dentro de si com impactos psicológicos, emocionais e sentimentais gerados pela consciência da realidade. Um mundo de extremos inconciliáveis: o amor e o ódio, a humildade e as vaidades, a sinceridade e a falsidade, a verdade e a mentira, a solidariedade e os egoísmos, e, assim, um sem fim de contradições humanas. De tudo isso a criança é liberta e imune. O Natal em minha infância. O Advento. Período de quatro semanas fixado pela Igreja Cristã, a partir do primeiro dos quatro domingos que antecedem o Natal. Seu fim: preparação espiritual e purificação diante da expectativa quanto à vinda do Senhor, o Cristo Jesus. A cidade se preparava para a celebração da Natividade. Sua vida social revelava exuberante espírito provinciano. Laços em que prevaleciam caridade cristã, solidariedade e amizade fraterna. Já existia o mito do “Papai Noel”. Mas sem a dimensão dos dias atuais. Em cada casa havia um presépio. Lembro-me de minha querida mãe, hoje com noventa e um anos, montando nosso presépio numa vasta mesa retangular. As imagens de pessoas e animais se dispunham num cenário que simulava a cidade de Belém, os campos e, num alto, a manjedoura onde Jesus nasceu. Naquele tempo uma brisa, suave e permanente, embalava a cidade. As flores e as folhas das arvores se agitavam sob o impacto das lufadas de vento. Exalavam um perfume misturando o aroma dos jasmins, das margaridas, dos eucaliptos, de alecrins e frutas da época. Todos se confraternizavam. Sem nenhuma forma de discriminação ou preconceito. Não havia qualquer indício de insegurança. As novenas lotavam as igrejas. Bandas de música tocavam antes, durante e depois dos atos litúrgicos. A cidade dormia cedo. Somente em dois dias do ano a população madrugava: no Natal e no Ano Novo. A minha fé de criança nunca duvidou da origem de Jesus. É uma dádiva de Deus. Mais tarde, perto da adolescência, compreendi melhor o sentido destas palavras de São Pedro (Mateus 16,16): “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”. As minhas perplexidades, agora sexagenário, levam-me a formular, a mim mesmo e aos demais cristãos, o seguinte questionamento: - Apesar de acreditar, temos plena consciência de que Jesus, nascido numa manjedoura, é o Filho de Deus, o Criador do Universo? Deus Senhor de tudo no universo, cognoscível e desconhecido? Gandhi,

H

certa vez, conversando com um amigo cristão, disse o seguinte: “os cristãos muitas vezes parecem não entender as palavras e ensinamentos de Jesus, reveladoras do infinito amor de Deus pela humanidade”. Será que somos incapazes de compreender em plenitude o sentido do “O grande poeta Milnascimento do Filho de ton,em “O paraíso Deus, encarnando-se em perdido”,conclama o nossa condição humana, gênero humano a frágil, contraditória, indivinão perder nem redualista, submetida aos ennunciar à lucidez,à godos dos egoísmos e das serenidade,à paz e á vaidades? “Cantos de sevocação de buscar a reias”, que fecundam falsas verdadeira felicidailusões, interminavelmente, de.Parece que uma ao longo da vertente dos das grandes contratempos? A dicotomia entre dições dos homens a luz e as trevas, o bem e o reside em falsos enmal, o certo e o errado, o justendimentos da felito e o injusto. O grande poecidade.Frederico ta Milton, em “O paraíso Fellini,no genial “A perdido”, conclama o gênedoce vida”,atribui a ro humano a não perder uma criança a misnem renunciar à lucidez, à são de revelar ao serenidade, à paz e á vocaprincipal personação de buscar a verdadeira gem,interpretado felicidade. Parece que uma por Marcelo Masdas grandes contradições troianni,a essência dos homens reside em falda estupidez que sos entendimentos da felivarre o mundo.Esse cidade. Frederico Fellini, no é o epílogo de uma genial “A doce vida”, atribui das maiores obrasa uma criança a missão de primas do cinema. revelar ao principal persoFellini desmascarou nagem, interpretado por as hipocrisias,as Marcelo Mastroianni, a esmentiras e as futilisência da estupidez que vardades do seu tempo. re o mundo. Esse é o epíloEssas circunstâncias go de uma das maiores ose amplificaram.Sobras-primas do cinema. Feterram,aqui e ali,jusllini desmascarou as hipotas esperanças num crisias, as mentiras e as fumundo melhor.“ tilidades do seu tempo. Essas circunstâncias se amplificaram. Soterram, aqui e ali, justas esperanças num mundo melhor. O Advento suscita reflexão sobre a vida. Também do papel de cada um na sociedade. O que tem sentido na vida? A civilização cristã ainda é uma busca. O amor, a paz e a justiça são seus caminhos. O Ano Novo é retomada desse percurso sem fim. Existencial e transcendental É a possibilidade de o homem reencontrar-se consigo mesmo. Restaurar laços de verdadeira fraternidade de uns com os outros. Partilhar tudo: ações, sentimentos e sonhos. Semear a paz. Ter acesso à Luz. O homem não vivencia o pleno amor sem despojar-se de egoísmos e vaidades, que subvertem e corrompem sua razão de ser e existir. O Ano Novo é, assim, um renovar-se de esperanças. Sempre...


Domingo | 01 de janeiro de 2012

geral

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 15

[ ESTADOS UNIDOS ] Especialistas dizem que uma recuperação mais rápida do que o esperado pode assegurar a

reeleição do presidente Barack Obama, qualquer que seja o republicano na disputa pela Casa Branca em 2012

Reeleição está atrelada à economia TONY DEJAK

LUCIANA ANTONELLO XAVIER Agência Estado

ova York - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, deve terminar seu atual mandato sem a aura de salvador da pátria que o elegeu em 2008, e por isso mesmo precisará de mais fôlego para conseguir se reeleger em novembro de 2012. Sua eventual vitória ou derrota depende muito de como andará a economia americana nos próximos meses, e é justamente o desempenho fraco da economia que deve usado contra Obama por quem quer que venha a ser o candidato republicano escolhido durante a corrida eleitoral. “Creio que irá depender da queda do desemprego. Se isso não ocorrer, a economia pode ser o maior vento contrário à reeleição”, acredita Mohamed El-Erian, chefe-executivo do maior fundo de bônus do mundo, a Pacific Investment Management Company (Pimco), em entrevista à Agência Estado. A reeleição de Obama também dependerá de quantos obstáculos levantados pelos republicanos no Congresso ele terá que saltar pra chegar como vencedor na reta final. Após várias derrotas, Obama conseguiu uma vitória importante às vésperas do Natal, no último dia 23. A aprovação da prorrogação do corte de impostos sobre a folha de pagamento e do pagamento de benefícios aos desempregados por mais dois meses veio como um presente de Natal para o presidente. O benefício

N

Candidato à reeleição, Obama enfrenta resistência no Congresso, mas a vitória na véspera do Natal deu novo ânimo aos democratas

venceria no próximo dia 31 de dezembro, e a prorrogação só foi possível porque os republicanos, após terem rejeitado a proposta dias antes na Câmara de Representantes, resolveram ceder desta vez. Mesmo assim, Obama está longe da popularidade que tinha quando assumiu a Casa Branca. O índice de aprovação de seu trabalho está em declínio, segundo pesquisa Gallup. Dados referentes à semana encerrada em 23 de dezembro mostram que a aprovação à administração Obama teve ligeira alta de 42% para 43%, enquanto o nível de desaprovação caiu dos 50% mantidos há várias semanas para 48%. Ainda assim,

o nível de aprovação de Obama está bem abaixo do pico de alta, de 69%, registrados em janeiro de 2009, e bem perto do pior resultado, de 38%, em outubro de 2011. Os maiores reveses para Obama se concentraram no segundo semestre deste ano. Seu governo sofreu um golpe doloroso quando a agência Standard & Poor’s retirou a cobiçada - e aparentemente intocável - nota de crédito AAA do país. A S&P rebaixou o rating dos EUA de AAA para AA+, com perspectiva negativa, em agosto deste ano, após semanas de intensa queda-de-braço entre governo e Congresso para elevar o teto do endividamento do setor

Republicanos buscam candidato DIVULGAÇÃO

Nova York (AE) - A batalha dos republicanos pela nomeação, no início de 2012, ao posto de candidato oficial do partido na disputa pela presidência dos Estados Unidos deve se acirrar daqui para frente. Nenhum candidato, no entanto, parece ter o carisma do atual presidente americano, Barack Obama, e muitos pecam por posições homofóbicas, racistas, antissemitas ou xenófobas, extrapolando posições conservadoras em busca de mais eleitores. O fato é que agora nem Obama e nem os “genéricos” republicanos parecem apetecer aos americanos. Segundo pesquisa Gallup de 21 de dezembro de 2011, mais americanos avaliam que não há nenhum candidato bom para ser o próximo presidente em relação às eleições anteriores. O levantamento mostrou que 48% disseram que há um bom candidato, contra 46% que acham que não há. Em janeiro de 2008, ano em que Obama se elegeu, 84% dos entrevistados achavam que havia um bom candidato a presidente e apenas 11% diziam que não havia. Por enquanto, essa briga pelo posto de candidato republicano à Casa Branca está mais acirrada entre o ex-líder da Câmara de Representantes, Newt Gingrich, e o ex-governador de Massachusetts, Mitt Romney. Gingrich, apesar de estar na frente entre os republicanos após uma subida meteórica no início de dezembro, já não está mais tão longe do segundo candidato. Ele chegou a ter até 15 pontos porcentuais de vantagem sobre Romney no início de dezembro, mas a pesquisa Gallup de 21 de dezembro mostrava apenas cinco pontos porcentuais de dianteira para Gingrich. Segundo o levantamento, Gingrich tem 27% da preferência dos eleitores e Romney, 21%. Em terceiro, Ron Paul aparece com 12% da preferência dos entrevistados para ser o candidato republicano em 2012. Entre os demais candidatos, Rick Perry tinha 7%, Michele Bachmann, 6%, Rick Santorum 4% e Jon Huntsman 1%.

Romney está em segundo lugar na disputa republicana

Mitt Romney, de 64 anos, de Massachusetts, parece ser o candidato que mais preocupa Obama. Além da carreira política, Romney é um bem-sucedido homem de negócios, o que pode contar a seu favor quando o assunto é recuperar a economia americana. Ele também é menos polêmico do que a maior parte dos demais concorrentes. Newt Gingrich, 68 anos, surpreendeu a todos com sua escalada meteórica no início de dezembro. Seu histórico político e pessoal deixam a desejar. No passado, nos anos 90, enfrentou várias acusações de que teria ferido as leis de ética no Congresso. Casou-se três vezes e teve casos extraconjugais, admitidos por ele anos depois. O texano Ron Paul, 76 anos, tem uma carreira política sólida de 20 anos de experiência no Congresso. É tido como libertário e chamado de “padrinho intelectual do Tea Party”. Mas há os que preferem se lembrar dele também por suas teorias de conspiração contra os EUA, racismo contra negros e judeus e preconceito contra gays, manifestados em publicações e newsletters assinadas por ele nos ano 90. Rick Perry, de 61 anos, é governador do Texas, como também foram Ron Paul e o ex-presidente George W. Bush. É o governador

que está há mais tempo no poder, tendo assumido no lugar de Bush, em 2000. Gosta de apregoar que criou número recorde de empregos no seu estado e deve usar isso em seus discursos sobre como levantar a economia americana caso venha a ser o oponente de Obama. Michelle Bachmann, de 55 anos, se elegeu pela primeira vez a uma posição na Câmara de Representantes pelo estado de Minnesota em 2006 e ganhou notoriedade por suas opiniões ultra conservadoras. Rick Santorum, de 53 anos, exsenador pela Pensilvânia, foi eleito em 1990, aos 32 anos, a uma cadeira na Câmara dos Representantes, se reelegeu em 2000 e perdeu a vaga em 2006. É um nome menos conhecido entre os candidatos. Jon Huntsman, de 51 anos, carismático ex-governador de Utah, também foi embaixador na China no governo Obama, o que pode contar pontos contra ele entre os republicanos. O carismático e popular Herman Cain, que poderia vir a ser um adversário de Obama em 2012, deixou o páreo em dezembro em meio a um escândalo, sob acusações de assédio sexual e de manter um relacionamento extraconjugal por 13 anos.

público Após muito debate e impasse entre democratas e republicanos, o teto da dívida do governo foi elevado em cerca de US$ 2,4 trilhões, para US$ 14,3 trilhões, mediante contrapartida de um corte de pelo menos US$ 2,1 trilhões no déficit do Orçamento dos EUA nos próximos dez anos. Como se não bastasse o fato de a proposta ter ficado bem abaixo dos US$ 4 trilhões de cortes que Obama havia proposto inicialmente, a negociação para implementação desses cortes impôs uma nova derrota à Casa Branca. Em novembro, o supercomitê bipartidário do Congresso fracassou em entregar um plano para redu-

ção de US$ 1,2 trilhão em gastos do Orçamento ao longo da próxima década. O fato é que Obama herdou mais do que um elefante branco quando assumiu a Casa Branca, em 2009. O legado deixado por seu antecessor republicano, George W. Bush, foi uma economia mergulhada num caos após a grave crise financeira de 2008, um país endividado e em recessão, com duas guerras para administrar (Afeganistão e Iraque) a um custo de vários bilhões de dólares por ano. O mercado de trabalho, que ainda opera com uma taxa de desemprego acima de 8%, perdeu 820 mil empregos - o maior nível de toda

crise - no mesmo mês em que Obama assumiu o governo. Muitos pacotes fiscais depois, a economia dos EUA está melhor, mas não oferece uma boa plataforma de reeleição para Obama. Apesar do Ato para Recuperação e Reinvestimento, de 2009, e outras medidas para estimular a economia, a taxa de desemprego de 8,6% registrada em novembro ainda é muito superior à mínima registrada no ano de sua eleição, de 4,8%, em fevereiro de 2008. Obama está, em larga medida, nas mãos dos indicadores econômicos O mercado de trabalho tem de continuar mostrando um número crescente de criação de vagas, a taxa de desemprego seguir recuando e o mercado imobiliário, origem da crise de 2008, ainda mostrar finalmente alguma força. “Embora esperemos expansão contínua da economia nos próximos trimestres, o ritmo em geral da recuperação deve pesar no sentimento do eleitor em relação ao presidente. A taxa de desemprego deve ficar acima de 8% até as eleições”, prevê o economista para os EUA do Barclays Capital, Peter Newland. Uma recuperação mais rápida do que o esperado pode assegurar a reeleição de Obama, qualquer que seja o republicano na disputa pela Casa Branca. Por outro lado, uma melhora muito lenta ou mesmo a piora da economia deverá ser sua derrota. A batalha entre o que deve ser cortado no Orçamento deve continuar, mas mesmo sem um plano os cortes começarão automaticamente em 2013.


16

geral

Natal | Rio Grande do Norte | Domingo | 01 de janeiro de 2012

Crise na Europa provocou queda de governos, agravou o desemprego e a saúde financeira dos bancos, derrubou indicadores até então pungentes e lançou os países de economia mais robusta num beco sem saída

[ ZONA DO EURO ]

Um ano para ser riscado do mapa DIMITRI MESSINIS

RICARDO GOZZI Agência Estado

ão Paulo - O aprofundamento da crise na zona do euro marcou 2011 do início ao fim, virando um ano que muitos europeus vão querer esquecer. Queda de governos, desemprego elevado, corte de ratings, resgates financeiros, programas de austeridade, deterioração de perspectivas, falta de liquidez bancária, endividamento elevado e falta de confiança generalizada deram o tom em 2011. Tais notícias somadas à situação fiscal e a indicadores econômicos pouco encorajadores agitaram os mercados de ações, câmbio, petróleo e commodities em geral em meio a intermináveis rodadas de negociações e a temores de que a dívida pudesse se alastrar - ainda mais e a qualquer momento. Em relatório sobre as perspectivas para a situação na Europa, analistas do Deutsche Bank qualificam 2011 como um ano no qual a União Europeia (UE) mostrou-se incapaz de impedir a disseminação da crise, subestimando-a em meio a erros de cálculos políticos e mostras de desunião. Ao longo dos últimos meses tornaram-se constantes os rumores segundo os quais a zona do euro poderia vir a diminuir de tamanho, mas 2011 começou justamente na direção oposta, com a expansão da união monetária. Logo no primeiro dia do ano a Estônia tornou-se o 17º país a adotar o euro como moeda. O desenrolar da crise teve como pano de fundo a expectativa em torno de qual atitude seria tomada pelas autoridades políticas, econômicas e monetárias da zona do euro para impedir o agravamento da situação. Em uma reunião informal realizada em março, os líderes dos países da zona do euro manifestaram a intenção de expandir para 440 bilhões de euros a capacidade da Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF, nas iniciais em inglês) e confirmaram que o Mecanismo Europeu de Estabilidade (ESM) seria de 500 bilhões de euros. Quando isso aconteceu, porém, as quedas de governo e antecipações de eleições já haviam começado. Ainda em janeiro, a coalizão de governo da Irlanda desmoronou e o primeiro-ministro Brian Cowen viu-se obrigado a renunciar e a convocar eleições antecipadas para o mês seguinte. O pleito foi realizado em 25 de fevereiro, sendo vencido pelo partido Fine Gael (centro-direita), que obteve 76 das 166 cadeiras no Parlamento. Os trabalhistas ficaram em segundo lugar com 37 assentos. Os dois partidos acabaram por selar um acordo de coalizão no início de março. A estabilização política na Irlanda, porém, não poupou a nota de crédito do país. Em julho, a agência de classificação de risco de crédito Moody’s cortou o rating soberano irlandês em um grau, para Ba1. Portugal, por sua vez, sucumbiu à crise entre o fim de março e o início abril. O primeiro-ministro José Sócrates apresentou sua renúncia depois de o Parlamento ter rejeitado um plano de austeridade fiscal para evitar que o país necessitasse de ajuda externa. O colapso do governo socialista levou o presidente Aníbal Cavaco Silva a dissolver a legislatura em 31 de março e a convocar novas eleições. De 24 de março a 1º de abril, o rating de crédito foi cortado em cinco graus pela Fitch, a BBB-, e em três graus pela Standard & Poor’s, também para BBB-.

S

Aprovação de medidas de austeridade, impostas pela cúpula do euro, provocou uma série de protestos contra o desemprego nas principais cidades gregas

Eleitores abreviam o mandato de Berlusconi PIER PAOLO CITO

Enquanto Portugal passava por uma tumultuada transição, a Itália promoveu eleições locais nos dias 29 e 30 de maio. O partido do então primeiro-ministro Silvio Berlusconi saiu enfraquecido ao sofrer derrotas para a oposição de centro-esquerda em cidades como Milão e Nápoles. Diante do elevado grau de endividamento do país, o governo italiano publicou no início de julho os detalhes de uma nova lei orçamentária, com a meta de economizar 6 bilhões de euros em 2012, 18 bilhões em 2013 e 25 bilhões em 2014. Em 12 de agosto, foi aprovado um pacote de austeridade orçado em 45 bilhões para 2012 e 2013. No dia 19 de setembro, porém, a S&P cortou o rating da Itália para A. Envolvido em uma série de escândalos políticos e pessoais e diante da situação crítica das contas públicas do país, Berlusconi perdeu a maioria absoluta no Parlamento em 8 de novembro. A situação levou o yield dos bônus italianos de dez anos a superar a marca de 7% no dia seguinte. Quatro dias depois, Berlusconi renunciou ao cargo após quase duas décadas como figura política dominante no cenário político italiano. O ex-comissário europeu Mario Monti foi incumbido de formar um governo provisório. No dia 16 daquele mês, Monti apresentou um gabinete domi-

O próximo ano pode marcar o início de uma longa e demorada recuperação da economia nos países do euro.” TRECHO DE RELATÓRIO Deutsche Bank

Ex-comissário do euro,Mário Monti recebeu a missão de formar novo governo para administrar a crise

nado por tecnocratas. No início de dezembro, o novo governo anunciou um novo pacote de reformas estruturais e medidas fiscais com o objetivo de equilibrar o orçamento do país até 2013. Quem também entrou na roda foi o governo da Espanha, onde a população, irritada com o elevado índice de desemprego, protagonizou vultosos protestos em Madri e outras cidades. Em mar-

ço, a agência de classificação de risco de crédito Moody’s já havia rebaixado o rating soberano da Espanha em um grau, para Aa2. Em 29 de julho, o primeiro-ministro José Luis Rodríguez Zapatero antecipou as eleições, apesar de seu governo ter assegurado anteriormente que cumpriria o mandato até o fim. Nas semanas que antecederam as eleições antecipadas, a Espanha viu seu rating ser rebai-

xado por duas agências de classificação de risco de crédito: primeiro pela S&P, de AA para AA-, em 13 de outubro, e depois pela Moody’s, de Aa2 para A1, cinco dias depois. Na votação, realizada em 20 de novembro, o conservador Partido Popular assegurou maioria absoluta ao obter 186 das 350 cadeiras do Parlamento, superando o Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE).

Crise na Grécia: uma novela à parte A Grécia foi uma novela à parte ao longo de praticamente todo o ano de 2011. Em abril, quando a Eurostat, agência de estatística da UE, divulgou dados sobre o déficit e o endividamento do bloco em 2010, os números já mostravam o déficit orçamentário da Grécia em 10,5%, isto é,1,1 ponto porcentual acima da meta. No fim de junho, o Parlamento grego aprovou medidas de austeridade fiscal para atender os termos do resgate financeiro concedido ao país pela UE e pelo FMI no ano anterior. Dias depois, já em julho, os ministros das Finanças da UE aprovaram a liberação da quinta tranche, de 12 bilhões de euros, do resgate à Grécia. Em 21 de julho veio então o segundo pacote de resgate financeiro para a Grécia. Na ocasião, os países da

zona do euro chegaram a um acordo para libertar 109 bilhões para o país, com envolvimento do setor privado calculado em 37 bilhões. Em 19 de outubro, o Parlamento do país aprovou novas medidas de austeridade. Uma semana depois, líderes da zona do euro chegaram a um acordo sobre um desconto de 50% nos bônus em mãos de investidores privados, sobre uma recapitalização de 106 bilhões para os bancos europeus e sobre um plano para expandir a EFSF. Quando tudo parecia resolvido, a novela ganhou nova reviravolta. No último dia de outubro, o primeiro-ministro George Papandreou prometeu levar a referendo o acordo europeu sobre a dívida, mas recuou. A situação levou os dois maiores partidos políticos do

país a chegarem a um acordo para a formação de um governo de unidade nacional no dia 6. Quatro dias depois, Lucas Papademos foi apontado primeiro-ministro interino, com a missão de conduzir a Grécia até eleições antecipadas para fevereiro de 2012. A essa altura, a foice das agências de rating já havia passado pelas notas e perspectivas de Portugal, da Irlanda, da Grécia, da Espanha e até mesmo da altamente industrializada Itália. Ao mesmo tempo em que autoridades europeias passaram o ano formulando meios de regulamentar a ação dessas agências, as próprias agências não pareciam dispostas a repetir o vexame de 2008, quando a quebra do Lehman Brothers, nos EUA, pegou todos de surpresa.

Agências de risco dão o tom da crise europeia Em 5 de dezembro, a S&P colocou em revisão para possível rebaixamento os ratings de crédito de 15 dos 17 países da zona do euro, em decorrência do aumento do risco sistêmico na região. Não foram poupadas nem mesmo as poderosas Alemanha e França, que em novembro havia aprovado um novo pacote de austeridade por meio do qual cortaria 65 bilhões de euros de seu orçamento num prazo de cinco anos. A revisão das perspectivas ocorreu apenas alguns dias antes de uma reunião de chefes de Estado e de governo da UE em Bruxelas. No encontro, os líderes dos países da zona do euro aceitaram um acordo intergovernamental patrocinado por Berlim e Paris com o objetivo de implementar um pacto fiscal mais profundo e ampliar as medidas de estabilização financeira. O acordo só não foi mais amplo porque o Reino Unido decidiu ficar de fora do pacto. Com a zona do euro praticamente inteira em revisão negativa pela S&P, a concorrente Moody’s rebaixou em 16 de dezembro o rating da Bélgica em dois graus, para Aa3. E o rebaixamento da nota belga ocorreu apenas dez dias depois do desfecho de uma crise política histórica e insólita: a Bélgica ficou sem governo de abril de 2010 e dezembro de 2011. O impasse político terminou em 16 de dezembro, quando Elio di Rupo tornou-se primeiro-ministro. As vítimas seguintes foram a Hungria, rebaixada pela S&P em 21 de dezembro, e a Eslovênia, rebaixada pela Moody’s no dia seguinte. Depois disso, a foice da agências de rating aparentemente entrou em recesso para as festas de fim de ano. Mas o anúncio da S&P é praticamente uma garantia de que esse recesso não vai durar muito. Ainda assim, em seu relatório de perspectivas para 2012, os analistas do Deutsche Bank consideram que “o próximo ano pode marcar o início de uma longa e demorada recuperação da economia nos países do euro. Este ponto de vista baseia-se nas políticas acertadas quando 2011 se aproximava do fim”, diz o relatório.


economia DÓLAR COMERCIAL Compra: R$ 1,8670 Venda: R$ 1,8690 DÓLAR PARALELO Compra: R$ 1,90 Venda: R$ 2,02

POUPANÇA HOJE xxxxxxxxxxxx CDB 10,66% BOVESPA +0,39%

SALÁRIO MÍNIMO

R$ 622,00 TAXA SELIC

11%

TELEFONES ÚTEIS Receita: 3220-2200 Procon Estadual: 3232-6869 Procon Municipal: 3232-9050 DRT RN: 3220-2000

ENTREVISTA

O presidente do BNB,Jurandir Santiago,faz balanço de 2011 e projeções para 2012.Este ano,um dos focos do banco será o turismo. PÁGINA 3 DÓLAR TURISMO Compra: Venda: EURO Compra: Venda:

R$ 1,8030 R$ 1,9700 R$ 2,4170 R$ 2,4200

Editora: Renata Moura E-mail: renatamoura@tribunadonorte.com.brnorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 01 de janeiro de 2012

O Governo Federal quer ampliar a participação do Turismo no PIB dos atuais 3,6% para 6%, até o final da década. Oferta de crédito e redução de tributos devem servir de estímulos, mas é preciso desatar nós em outras áreas para fazer o setor deslanchar

[ DESAFIO ]

Meta é dobrar o peso do Turismo “ S

WLADIMIR D’ANDRADE

ão Paulo (AE) - A meta do Ministério do Turismo é que o setor fique perto de dobrar de tamanho até o final da década e chegue a ser responsável por 6% do Produto Interno Bruto (PIB) do País. Mas esse objetivo terá de superar os gargalos de infraestrutura apontados por empresários como um empecilho para o crescimento desse ramo de atividade. O ministro do Turismo, Gastão Vieira, diz que os problemas de infraestrutura apareceram com o crescimento substancial do mercado consumidor brasileiro dos últimos anos e que a Pasta tem investido. “Todas as obras voltadas para o turismo que estão em curso entrarão em operação até 2013”, afirmou. “Temos problemas de custo de construção e legislação ambiental, mas creio que com a entrada de investidores estrangeiros e as linhas de crédito oferecidas pelos nossos agentes financeiros, o Brasil vai conseguir elevar a sua competitividade”, disse Vieira, que assumiu o cargo em setembro do ano passado. Ele conta ainda que o Ministério vai reduzir impostos de ca-

Com a entrada de investidores estrangeiros e linhas de crédito, o Brasil vai conseguir elevar a sua competitividade”. GASTÃO VIEIRA ministro do Turismo

deias importantes ligadas ao turismo. Serão beneficiados hotéis, produtos têxteis e colchões. As desonerações, informa Vieira, estão em estudo. “Vamos pegar essa onda de medidas para estímulo ao consumo”, diz O Ministério abriu uma linha de crédito - o BNDES Procopa Turismo - destinada a ampliação, construção e reforma da rede hoteleira no valor total de R$ 2,3 bilhões e aumentou as ações promocionais do País no exterior. A Pasta cita que o Brasil investiu US$ 72 milhões em promoção internacional em 2010 (último dado disponibilizado pela Organização Mundial do Comércio) e ficou entre os dez maiores realizadores de eventos do mundo, conforme a

Associação Internacional de Congressos e Convenções (Icca, na sigla em inglês). A atividade turística representa, conforme o Ministério, 3,6% do PIB e gera em torno de R$ 132 bilhões em renda. O objetivo do governo é ampliar essa participação para 6% do PIB até 2021. Para o ano que vem, a previsão de Gastão Vieira é de números parecidos ao projetado para 2011, mesmo com uma crise internacional em curso. Este ano o Brasil deve terminar com cerca de 8,9 milhões de desembarques internacionais e 77 milhões de desembarques domésticos. Para a Copa do Mundo em 2014, a expectativa é de que o País receba 600 mil turistas estrangeiros que devem deixar por aqui R$ 4 bilhões em gastos e 3 milhões de brasileiros em circulação, que devem movimentar R$ 5,5 bilhões. O evento deve criar 700 mil empregos - 332 mil permanentes e 381 mil temporários. O que preocupa é a estrutura necessária para receber toda essa gente. “Não tenho dúvida de que chegaremos na Copa do Mundo com esses problemas resolvidos”, tranquiliza Vieira.

ALEX RÉGIS

Atividades ligadas ao setor,como a hoteleira,deverão ganhar estímulos como redução de impostos


2

economia

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 01 de janeiro de 2012

TOMISLAV R.FEMENICK [ Autor do livro “Ensaios de Economia” ]

Negócios &Finanças LUIZ ANTÔNIO FELIPE laf@tribunadonorte.com.br

Otimismo para 2012 Produto Interno bruto (PIB) brasileiro deverá chegar a R$ 3,96 trilhões em 2012, pela estimativa otimista da Federação do Comércio de São Paulo. Seria uma expansão de pouco mais de 3%. O comércio prevê ultrapassar R$ 1,2 trilhão em vendas. A Fecomercio/SP que espera um 2012 muito parecido com 2011. A diferença é que o próximo ano começa devagar e só irá acelerar no segundo semestre, quando a política monetária de expansão do consumo, que está sendo praticada pelo Banco Central, começar a apresentar resultados. Outras instituições acreditam que o novo salário mínimo vai acelerar a economia logo no primeiro trimestre.

O

AVALIAÇÃO Sem nenhuma comemoração mais efusiva, o governo Dilma e os governos estaduais estão virando o calendário do primeiro ano. Quase nada a mostrar. O ano foi difícil por conta de fatores externos e, no caso dos estados, por ser o primeiro ano de administração.

Mineração (I)

Mineração (II)

O setor mineral do Rio Grande do Norte vai ganhar no próximo dia 20 de janeiro uma nova empresa. Será inaugurada em Parelhas, a Casa Grande Mineração Ltda. Com investimento superior a R$ 10 milhões de reais, oferecerá 110 empregos diretos e mais de 300 indiretos, tendo como um dos incentivos o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial – Proadi.

O trabalho em parceria com outras empresas parceiras do ramo vai permitir que a Casa Grande Mineração Ltda seja a maior empresa nacional em beneficiamento de feldspato. O diretorpresidente da Casa Grande Mineração, João Leal, está finalizando os últimos detalhes do grande evento de inauguração, que contará com as presenças de políticos, clientes e parceiros.

MÍNIMO O aumento de 14,3% do salário-mínimo, que passa a vigorar a partir de hoje (1º de janeiro), será de vital importância para a recuperação do crescimento da economia brasileira. Os trabalhadores receberão o mínimo de R$ 622,00 no final de janeiro. Para a economia do RN serão mais de R$ 1,1 bilhão em recursos novos.

Novas regras O Governo Federal adotará novas regras para popularizar os investimentos no Tesouro Direto, As novas medidas anunciadas pelo Tesouro Nacional entrarão em vigor amanhã, entre as quais, o valor mínimo para aplicação será reduzido - podendo começar a partir de R$ 30 - e haverá facilidades como compra e venda programada. A maior parte das aplicações é feita por pequenos investidores. A participação do pequeno in-

vestidor no Tesouro Direto aumentou já em novembro passado. Aqueles que aplicam até R$ 5 mil - aumentou de 61,1% em outubro para 62,3% em novembro. O levantamento, divulgado pelo Tesouro Nacional mostra ainda que, no mês passado, o percentual mais alto foi o das aplicações de até R$ 1 mil, que somaram 25,6%. Em seguida aparecem as aplicações de R$ 10 mil até R$ 50 mil, que totalizaram 18,6%.

IMPOSTOS Em 2010, a Ambev gerou R$ 2,4 bilhões em impostos estaduais e federais no Nordeste do Brasil, 26% a mais em relação a 2009, quando foram gerados R$ 1,9 bilhão. Para a diretoria da Ambev a região vive um momento especial, com importantes avanços e transformações. De acordo com estimativas internas, em 2010, a indústria da cerveja no Nordeste cresceu 18%, mais que o dobro da média nacional.

1

No próximo dia 10,a Prefeitura do Natal começa a receber os recursos do IPTU,da parcela única ou da primeira parcela dos contribuintes do Grupo I.Mais dinheiro no caixa para começar o ano pagando dívidas e executando obras. Recebe ainda,livre de qualquer pressão dos credores,o Fundo de Participação e o repasse do ICMS.

2

A área de educação do governo Rosalba Ciarlini está acreditando que a educação no Rio Grande do Norte dará um passo significativo nos próximos anos.Para fazer uma aferição da qualidade do ensino,firmou uma parceria com a Fundação Getúlio Vargas e com o Instituto Ayrton Senna,para começar a avaliação já em 2012.

3

A FARN abriu processo seletivo para professores dos cursos de Direito, Enfermagem, Ciências Contábeis, Psicologia e Redes de Computadores. As inscrições devem ser feitas pessoalmente ou por procuração até 13 de janeiro de 2012,na Central de Atendimento da FARN,à rua Prefeita Eliane Barros,2000, Tirol, das 8h às 21h.

VAGAS (I) Levantamentos estimam que, em 2012, serão gerados entre 1,5 milhão e dois milhões de postos de trabalho, o que é suficiente para absorver a mão de obra que chegará ao mercado. Assim, o nível de desocupação, que está no patamar mais baixo da história – ao redor de 5,8% –, deve chegar, no máximo, a 6,5%. A renda das famílias, por sua vez, deverá ter um incremento de 5% ao longo do ano.

VAGAS (II) A Natura tem 30 vagas para o seu Programa de Estágio 2012. As inscrições vão até amanhã (2), com oportunidade para São Paulo e Rio de Janeiro. A Natura é a maior fabricante de cosméticos e produtos de higiene e beleza do país. A ideia é atrair jovens talentos que possuam, mais do que conhecimentos técnicos específicos, valores e comportamentos aderentes à essência da empresa. Inscrições no www.jovenstalentosnatura.com

FÉRIAS O colunista agradece a companhia, sempre estimulante, dos leitores durante o ano de 2011. As férias são necessárias para o corpo e a mente. Até o começo de fevereiro. Assume o espaço a jornalista Renata Moura (renatamoura@tribunadonorte.com.br)

Mercado, produção e renda o cotidiano das sociedades, o mercado é uma entidade não física, complexa e que exige uma multiplicidade de sistemas, instituições, procedimentos, infraestruturas e normas de relações sociais, para que suas operações possam ser efetivadas, quase sempre intermediadas por dinheiro. É uma concepção econômica sustentada em relações comerciais de compra e venda, na busca do equilíbrio e na lei da oferta e da procura. Porém, para que o mercado exista é necessário que, também, existam de um lado pessoas ou entidades que sejam possuidoras e que queiram negociar mercadorias, serviços, técnicas, capitais, mão de obra e ideias, bem como, do outro lado, pessoas ou entidades que queiram adquirir essas mesmas mercadorias, serviços, técnicas, capitais, mão de obra e ideias. Na dinâmica do processo de compra e venda, é que são estabelecidos os preços das matérias-primas e dos bens, preços que se formam segundo a simples correlação das forças da oferta e da procura. É também através dos negócios que se concretizam via mercado que cada sociedade constrói os valores agregados, a renda e o PIB nacionais. Sem compra e venda não há PIB, nem renda, nem valor agregado. Entretanto o comportamento do mercado tanto pode impulsionar como contrair esses fatores. A base teórica para os estudos sobre o mercado sempre tem sido o que se convencionou chamar de a “livre concorrência”, que só existe em uma situação em que os diferentes vendedores de um determinado bem ou serviço atuam de forma independente face aos compradores, utilizando instrumentos tais como qualidade dos produtos, prazos de pagamento e os serviços após venda, de forma que os valores das transações sejam determinados em por sistema de “preços livres”. O termo “mercado livre” às vezes é usado como sinô-

N

nimo com “economia de mercado”. Os pressupostos O mercado não se teóricos da concorlivra de algumas rência perfeita insituações cluem, então: a) um anômalas,onde grande número de imperam as ofertantes e de inteanomalias.Essas ressados em adquianormalidades rir produtos que sesão, jam uniformes entre principalmente,os si; b) que não exismonopólios e os tam diferenças funoligopólios,em damentais entre os suas mais variadas produtos oferecidos; formas,sendo a c) que não existem primeira a mais barreiras à entrada perniciosa” de produtos no mercado; d) que haja total transparência nas informações sobre tecnologia, lucro, preços, prazos etc., e e) que não haja intervenção estatal. Todavia, no mundo real não existem economias com um sistema de e governos interferem no mercado por diferentes formas e vias e em diferentes graus. Até os Estados Unidos possuem uma economia com alto índice de interferência estatal. O governo regulamenta várias atividades, presta subsídios a alguns setores de produção rural e a atividades de saúde e educação, financiam pesquisas cientificas a fundo perdido, porém é, fundamentalmente, em economia enraizada em um ideal de economia de mercado. O sistema de concorrência perfeita é o sonho ideal de todo economista liberal, pois nessa situação há um grande número de empresas ofertando produtos perfeitamente substituíveis; a tecnologia é disponível a todos; existe um grande número de compradores; existem muitos fornecedores dos insumos utilizados e etc., fazendo com que tanto os ven-

dedores como os compradores sejam subordinados ao mercado, o qual permite total liberdade de escolha para onde, quando e por quanto vender e comprar. Nesse cenário, nenhuma empresa ou consumidor é suficientemente grande para impor preços, qualidade, tipo e outras condições. Quem dita as regras são as leis da oferta e da demanda; o senhor da situação é o mercado. Nessa circunstância, as empresas somente podem vender seus produtos aos preços vigentes no mercado. Seu preço teto é o mercado que estabelece, seu piso decorre de aspectos intraempresa, o chamado preço de equilíbrio, formado pelo encontro entre os custos relativos e uma taxa de lucro que será maior ou menor em decorrência de sua capacidade técnica e financeira, sendo estas variáveis condicionantes de seu sucesso ou fracasso. No entanto o mercado não se livra de algumas situações anômalas, onde imperam as anomalias. Essas anormalidades são, principalmente, os monopólios e os oligopólios, em suas mais variadas formas, sendo a primeira a mais perniciosa. O monopólio se caracteriza pela existência de uma única empresa operando no mercado, como vendedora de um produto para o qual não há similar. Nessa circunstância ela não estaria sujeita às leis do mercado, pois ela mesma é que determinaria o valor desse bem ou serviço, cabendo aos consumidores simplesmente pagarem o preço estabelecido pela vendedora. Bom para a empresa, péssimo para os consumidores. Um efeito colateral do monopólio é o atraso tecnológico e/ou administrativo que pode provocar no setor. O caso exemplar foi a Petrobras durante os anos em que assumiu, em nome do Estado, o papel de monopolista absoluta das atividades petrolíferas: altos custos, produtividade aquém do desejável, autossuficiência longe de ser alcançada.

TATIANA DA PONTE [ Sócia-líder de Human Capital da Ernst & Young Terco ]

Equalização Fiscal ocê acaba de receber uma oferta de sua empresa para trabalhar no exterior e ficou animado com as perspectivas, potencial desenvolvimento, experiência internacional no curriculum, experiência de vida, sem contar o pacote atraente de expatriação! Não tenho dúvidas de que muitas questões pertinentes vão passar pela sua cabeça: quando ir, como será a adaptação da família, o que fazer com a casa e os pertences do Brasil, como resolver contas a pagar, entre muitos assuntos de ordem prática que geram grande expectativa. Nesse momento de ansiedade e de decisão, uma das últimas coisas que a maioria dos profissionais pensa são os impostos. Pois não deveria ser assim. A mordida do leão, em certos países, principalmente nos europeus, pode ser bastante significativa. É bem verdade que o retorno obtido em serviços públicos, como educação e assistência médica, até compensa. Mas, ainda assim, é importante ter em mente o tamanho do Imposto de Renda em alguns países. Na Bélgica e no Congo, a tributação da Pessoa Física pode chegar a 50%; na Austrália e na China, a 45 %; na Espanha e na Itália, até 43%; enquanto na França o percentual pode alcançar 40%. Com isso, a remuneração bruta – que parecia um sonho –, se calculada líquida, pode se transformar em um pesadelo se não hou-

V

ver o devido planejamento. Outro ponto de atenção diz A “equalização respeito ao risco de fiscal”,que é ainda bitributação (quanmais utilizada do ocorre pagamenpelas companhias, to duplicado de imé a garantia,por posto no país de oriparte da empresa, gem e no de destino de que o sobre a mesma renexpatriado pagará da). O Brasil possui o mesmo nível de acordo para evitar a impostos,no país bitributação com de destino,que apenas 29 países, pagaria caso, entre eles Itália e hipoteticamente, Portugal. O tão sopermanecesse no nhado acordo com Brasil” os EUA ainda está em fase de negociação. Alguns países têm o que chamamos de acordo de reciprocidade, que ameniza essa situação ao permitir que os impostos pagos em um país sejam compensados no outro, desde que respeitados certos limites. Com esse cenário, um bom planejamento fiscal é essencial para toda e qualquer transferência internacional. A boa notícia é que a maioria das empresas está atenta ao tema e oferece, em suas políticas de transferência, algum tipo de amparo para perdas fiscais. Entre os amparos fiscais concedidos pelas

empresas, destacam-se dois tipos de práticas. Nas de “proteção fiscal”, a empresa arca com o ônus de tributação do expatriado durante o período de transferência, somando à remuneração o chamado gross-up para anular o efeito dos impostos e garantir a remuneração líquida pré-acordada. Já a “equalização fiscal”, que é ainda mais utilizada pelas companhias, é a garantia, por parte da empresa, de que o expatriado pagará o mesmo nível de impostos, no país de destino, que pagaria caso, hipoteticamente, permanecesse no Brasil. A diferença entre o imposto real e o hipotético é reembolsada pela empresa ao expatriado. Ou, se for o caso, ocorre o inverso. Isso anula os prejuízos ou vantagens fiscais decorrentes da transferência. As vantagens podem ocorrer caso haja transferência para um paraíso fiscal, como Bahamas, Cingapura e Ilhas Cayman, ou para países com tributação inferior à brasileira, como, por exemplo, Rússia (13%), Costa Rica (até 15%) e Ucrânia (15%). No processo de tomada de decisão, vale a pena conferir qual é a política adotada por sua empresa e sempre levar em consideração o tema impostos ao analisar uma oferta de transferência internacional. Assim, evitam-se frustrações e há a garantia de que a transferência será um sucesso – tanto para você quanto para sua empresa.

SEMIO TIMENI SEGUNDO [ Mestre em Administração,Consultor Empresarial e Coach ]

E que venha 2013! começou o novo ano! A melhor definição de Ano Novo encontrei neste maravilhoso texto de Carlos Drummond de Andrade (1902-1987): “Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente”. Este é o momento ideal para você se perguntar: o que pretende fazer neste Ano Novo para que ele seja, verdadeiramente, um Novo Ano? Já parou para pensar sobre o que você realmente quer da sua vida neste 2012? Como diz Drummond, o Ano Novo é uma oportunidade de fazer as coisas diferentes... Compreenda o ano que se inicia como se fosse uma nova página na sua vida. E aí, o que você quer escrever nela? O que você quer conquistar? Trocar de carro? Investir num apartamento ou na bolsa de valores? E com o seu desenvolvimento intelectual? Gostaria de estudar outras línguas? Que tal um curso ou especialização? E em relação a sua saúde, o que você tem

E

feito por você? Tem cumprido suas propostas pessoais: faFeche os olhos. zer dieta? AtividaImagine-se em 31 de física regular? de dezembro de Sei, sei, falta tem2012.Imagine-se po... Mas, ao contrácom aquele sonho rio do que dizem, que você sempre tempo não é dinheiquis.Agora ro! Bem ou mal inconstrua o vestido, ele sempre caminho da volta. vai acabar! É um Transformar uma bem perecível, intarefa em transferível e prepequenas tarefas cioso! Lidar bem aumenta suas com ele pode ser chances de uma das maiores sucesso!” conquistas para você em 2012! Por isto que tão importante quanto traçar metas para o Ano Novo é planejar o caminho para alcança-las. Se você nunca se permitiu traçar Metas e fazer um Planejamento, esta é uma excelente oportunidade para replicar estes dois comportamentos já cientificamente comprovados como geradores de resultados nas vidas das pessoas. Feche os olhos. Imagine-se em 31 de dezembro de 2012. Imagine-se com aquele sonho que você sempre quis. Agora construa o

caminho da volta. Exemplo? Vamos lá: quer correr 300 km até 31/12/2012? Dá 25 km por mês. Ou correr 3 km por dia 2 vezes por semana. Ficou mais fácil, não? Pegar uma tarefa grande e transformá-la em pequenas tarefas aumenta suas chances de sucesso! Agora some às metas e ao planejamento dois comportamentos fortemente identificados nas pessoas de sucesso: comprometimento – fazer o prometido – e persistência. Sim, porque as tentações e as quedas no caminho são certas como o ar que respiramos. E só depende de você resistir! Faça melhor deste 2012, monitorando de perto suas metas e o planejamento para atingi-las, pois saber que as coisas estão avançando trará motivação e entusiasmo para você não desistir! Se você quer um legítimo Novo Ano, mude! Como diz a sabedoria popular, não é o ano que tem quer ser diferente, é você! Experimente-se! Ouse! Lembre sempre que você é a estrela principal da sua história! Nada de pensar como um coadjuvante! Seja o que você quiser ser, mas seja – intensamente! – o melhor que você possa ser! Espero que 2012 seja um ano de muito trabalho e esforço, mas que, ao final, você possa, de cabeça erguida e coração pulsante, afirmar: este foi o melhor ano da minha vida! E que venha 2013!!


economia

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 3

ENTREVISTA/JURANDIR SANTIAGO / PRESIDENTE DO BANCO DO NORDESTE FOTOS:ALEX RÉGIS

O Brasil teve um ano em que fatores como crise global, inflação,desaceleração da indústria e do ritmo de geração de empregos trouxeram preocupação ao setor produtivo e também ao Governo. Esse cenário afetou o desempenho do Banco do Nordeste? Na verdade, a preocupação do banco durante todo o ano foi continuar atuando como o principal agente de desenvolvimento do Governo Federal na região Nordeste. A retração observada na economia, que vem sendo acompanhada de perto pelo Governo Federal, aconteceu em menor escala do que, por exemplo, em países da Europa. Assim, os reflexos dessa retração econômica chegaram nas operações do Banco de forma pouco impactante. Prova disso, é que encerramos o ano aplicando integralmente o orçamento do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), e, mais importante, fazendo isso de forma mais pulverizada, atendendo a mais empresas da região. Qual é o balanço de 2011? Os resultados de 2011 apontam para uma linha de crescimento em todas as áreas de atuação do Banco. Consideramos o ano como muito positivo. Redefinimos o foco de atuação do banco, voltando as ações, principalmente, para micro e pequenas empresas, tendo havido um crescimento da ordem de 14% nos valores contratados nesse segmento. No microcrédito produtivo orientado, marca registrada do BNB, também alcançamos marcas históricas, como 1 milhão de clientes no microcrédito urbano e mais de R$ 1 bilhão na carteira do microcrédito rural, dentre várias outras marcas superadas. No caso do Rio Grande do Norte,houve evolução? O crescimento observado nas aplicações do Banco no Rio Grande do Norte tem sido muito significativo nos últimos anos. Para ter-se uma idéia, em 2003 o banco contratou no estado, com todas as fontes de recursos, o valor de R$ 85 milhões. Em 2010, as referidas contratações atingiram R$1.445 milhões. Ou seja, crescemos 1.600% no período de sete anos, ou uma média anual de 50,0%, o que, sem dúvida é algo excepcional. Temos consciência de que tal desempenho decorreu não apenas pelo aumento da eficiência interna, mas, fundamentalmente, pela capacidade que o banco tem tido de articular-se com parceiros locais, públicos e privados, integrando ações e facilitando o acesso ao crédito. Em relação a 2011 já há números fechados? Ainda não. No entanto, já podemos vislumbrar que novamente será batido recorde de contratações anuais no Estado, devendo seguramente superar o volume observado em 2010. Mesmo ainda não tendo fechado os números de 2011, incluindo o mês de dezembro, já podemos observar avanços importantes no acumulado de janeiro a novembro, que revelam avanços significativos sobre o ano de 2010. Isso é relevante principalmente se considerarmos que 2010 foi um ano histórico em termos de volume de crédito contratado no Rio Grande do Norte. Alguns dados ilustram o avanço do corrente ano, como o crescimento nas contratações com o Programa de Microfinança Rural – Agroamigo, que evoluiu de R$34,3 milhões em 2010 para R$40,7 milhões em 2011, com crescimento de 19%, sem computar o corrente mês de dezembro. No Programa de Microcrédito Urbano Orientado, o Crediamigo, avançamos 17,3% no período, saindo de um volume de contratações de R$183,0 milhões para R$214,0 milhões. As contratações com recursos do FNE com Micro e Pequenas Empresas evoluíram 39,8% de dezembro/2010 até novembro/2011, atingindo uma aplicação, no corrente ano, de R$112,8 milhões, quando durante todo o ano de 2010 contratamos R$80,7 milhões. Os números a serem divulgados no início do próximo ano, ao computar todo o pe-

“NÃO PERDEMOS A CEREJA DO BOLO” RENATA MOURA editora de Economia

O

ano de 2011 foi marcado pelos efeitos de mais uma crise global, com impactos como desaceleração do mercado de trabalho e da indústria no Brasil. O cenário desfavorável não inibiu, porém, novos investimentos nem reduziu o apetite das empresas – entre elas as micro e pequenas – por crédito. Só no Banco do Nordeste, o segmento impulsionou um avanço de 14% nos desembolsos e se tornou um dos principais motores da instituição. Por outro lado, o que vinha sendo considerado um grande filão, os projetos de geração de energia eólica, sumiram do rol de áreas financiadas. Por decisão do governo, essa missão foi centralizada no BNDES. “Mas não achamos que, com isso, perdemos a cereja do bolo”, diz o presidente do Banco do Nordeste, Jurandir Santiago. Esse é um dos pontos que comenta nesta entrevista, em que faz um balanço positivo sobre o ano passado – período cujos números ainda serão fechados, mas que, diz ele, deverão confirmar recorde na concessão de crédito – e faz projeções para 2012. Neste ano novo, projetos do setor de turismo relacionados à Copa de 2014 são parte dos que estarão na mira do banco. A disponibilidade de recursos para o setor, observa Santiago, deverá ser 30% maior que em 2011.

ríodo de 2011, deverão mostrar o quanto evoluímos no nosso desempenho geral no Rio Grande do Norte, sem deixar de realçar nossa satisfação especialmente com o crescimento verificado junto ao micro e pequenos negócios no estado. Em 2010 os financiamentos a projetos de energia eólica catapultaram os resultados no Estado. Sem esses financiamentos, qual foi o carro chefe? Em 2011 os financiamentos ao setor de geração de energia eólica ainda terão importância em nossos resultados, pois houve a contratação de alguns projetos anteriores a definição dessa nova política de financiamento. É importante destacar que os setores industrial e de comércio e serviços também apresentarão participação muito relevante no volume de crédito contratado no exercício. A retirada das eólicas do banco poderia ser comparada à retirada da cereja do bolo? Não pensamos dessa forma. Temos como principal fonte o FNE, cujos recursos são limitados. Estamos direcionando os recursos para outros setores. Boa parte deles está sendo carreada para apoio a mini, micro, pequenos e médios empreendedores. A prova disso é que, mesmo com a saída das eólicas aplicamos integralmente o orçamento do FNE de 2011. Ou seja, com as eólicas sendo financiadas por outras fontes, como aplicamos todos os recursos do FNE a região Nordeste passou a receber mais recursos. A “cereja do bolo” para nós é a inclusão produtiva. Mas sem os projetos de energia,

A CRISE GLOBAL NOS PREOCUPA,MAS ACREDITAMOS NA CAPACIDADE DO BRASIL REAGIR”. qual será o grande “filão” do banco em 2012? O Nordeste tem inúmeras opções de investimento. Grandes projetos industriais, montadoras de automóveis e toda a cadeia produtiva do setor, turismo, o segmento do agronegócio que tem muito a expandir-se, setor de serviços, enfim, existe toda uma gama de possibilidades de bons negócios a serem criados ou expandidos. Isso sem contar com o segmento de pequenas e médias empresas, que também engloba as mais variadas atividades. Então, entendemos que não existe um único filão para o Banco, mas todo o setor produtivo da Região. Projetos da Copa, por exemplo, não despertam o apetite? Percebemos a realização da Copa 2014 como oportunidade de ampliação e maior qualificação dos empreendimentos da Região, especialmente nos vários segmentos da atividade turística, mas também em outros setores da economia que se articulam com o Turismo, como Agricultura, Indústria, Infraestrutura etc. Em termos de recursos, estamos ampliando a programação para o financiamento a empreendimentos turísticos,

que em 2012 contarão com recursos do FNE da ordem de R$ 950 milhões para modernização, ampliação ou implantação de empreendimentos, com aumento de mais de 30% em relação a 2011. Nossas superintendências estaduais estão mobilizadas para orientar e atender as propostas de crédito, com atenção especial as empresas de pequeno porte. Quais são as projeções para 2012 de forma global e especificamente para o RN? Existem vários fatores que permitem que tenhamos otimismo em relação ao Rio Grande do Norte. Dentre eles, um grande esforço a ser feito na modernização do setor turístico, com a atualização do complexo de equipamentos voltados para o setor, implantados nas duas últimas décadas, além da implantação de novos hotéis, pousadas, agências de turismo, dentre outros, que deverão surgir com o advento da Copa do Mundo de 2014. O Banco do Nordeste está absolutamente inserido nesse esforço de contribuir para que o estado esteja preparado para não apenas receber o turista que venha para o período da Copa, como também para dar suporte ao crescimento

permanente do fluxo turístico esperado para os próximos anos. Além do mais, outros grandes investimentos, como a instalação de um grande complexo de Parques Eólicos do Estado, a instalação do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, a instalação do pólo cimenteiro na região, dentre outros, sinalizam para uma grande transformação econômica no Estado, o que se associa a um grande esforço de mobilização para fomentar e fortalecer milhares de micro e pequenas empresas em muitos setores nos quais o Rio Grande do Norte tem vantagens comparativas, como no setor de petróleo e gás, têxtil e confecções, cerâmico, fruticultura, alimentos, construção civil, piscicultura, etc. Dessa forma, estamos confiantes no nosso trabalho articulado com todos os parceiros, de forma a sermos efetivos não apenas na execução do orçamento do FNE Estadual 2012, como para alavancar todas as nossas ações no Estado, como vimos fazendo nesses últimos anos. Especialistas estimam baixo crescimento econômico para este ano,no país,com um possível agravamento da crise global, e um cenário que pode incluir restrições ao crédito.Que cenário o senhor enxerga? Será um ano de restrições? Não há opinião unânime a esse respeito. A crise global certamente nos preocupa, mas acreditamos na capacidade da economia brasileira reagir. Na última crise financeira mundial, houve forte retração no segmento bancário privado. Aqui no Brasil, os bancos públicos, seguindo orientação do Governo Federal, tiveram uma

postura anti-cíclica. Ou seja, passaram a emprestar mais para não deixar que a crise contaminasse nossa economia, aumentando sua participação no mercado. E o Brasil conseguiu superar o momento de turbulência praticamente sem sequelas. O substancial aumento do salário mínimo, por exemplo, terá forte impacto no fortalecimento do mercado interno, movimentando praticamente todos os setores da economia. Nós somos otimistas e apostamos que o Brasil vai continuar crescendo. E o Nordeste também. Quando assumiu,o senhor apontou como um dos focos a atuação em prol da erradicação da miséria.O que já foi feito nesse sentido e o que é previsto para 2012? Uma das frentes que temos trabalhado com bastante êxito, nesse sentido, é a do microcredito. Recentemente, nosso programa de microcredito rural, Agroamigo, superou a marca de R$ 1 bilhão em carteira ativa, fechando o ano com 750 mil clientes. Essa conquista nos deixa muito orgulhosos, porque o Agroamigo beneficia pessoas com renda anual de até R$ 6 mil. Para 2012, estimamos chegar ao total de R$ 1,25 bilhão em carteira ativa e 850 mil clientes. Todos esses clientes estão bancarizados, com conta corrente e cartão de débito. Trata-se de um programa diferenciado, no qual o assessor de crédito acompanha e orienta cada passo do cliente mesmo após o desembolso. No Agroamigo, é importante ressaltar que 60% dos atendidos recebem o Bolsa Família, o que demonstra a capacidade das políticas do Banco de promover a inclusão social e contribuir para a erradicação da miséria. E o programa Crescer (que foi lançado pelo Governo Federal,em agosto,para oferecer microcréditoorientado,com menos juros)? Como o BNB tem participado, que resultados têm sido colhidos e quais são as perspectivas? Na zona urbana, temos o Crediamigo, que foi o grande inspirador para implementação do Crescer, por já ter a experiência exitosa de microcrédito produtivo orientado desde 1998. Nós iniciamos as operações no âmbito do Crescer no início de outubro desse ano e a expectativa é fechar o ano com mais de 500 mil operações, garantindo ao Banco a liderança nas operações do Crescer no país. Em 2012 iremos desembolsar mais de 2 milhões de operações no Crescer, cumprindo assim o compromisso com o Governo Federal. Ambos os programas têm a missão de contribuir para eliminação da extrema pobreza, através da integração de nossas ações no Plano Brasil Sem Miséria.


economia

4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 01 de janeiro de 2012

[ AGRONEGÓCIO ] Segundo projeções, adoção de tecnologias, gestão no campo e qualificação

do agricultor são fatores que influenciam na perspectiva de crescimento do país no mundo

Abrindo a porteira laf@digizap.com.br

Presença no semiárido PepsiCo cria o Instituto PepsiCo para apoiar iniciativas que irão beneficiar cerca de 5 milhões de pessoas no semiárido do Nordeste. A fabricante das marcas Quaker, Elma Chips, Gatorade, entre outras marcas, cria uma organização sem fins lucrativos, comprometida em apoiar e energizar as lideranças locais para fortalecer e acelerar as transformações socioambientais em suas comunidades. Nos próximos cinco anos, a companhia investirá cerca de R$ 15 milhões (ainda muito pouco), para financiar, articular e apoiar iniciativas que busquem transformações socioambientais por meio do acesso à Água, Alimentos e à Educação, impactando mais de 5 milhões de pessoas.

A

Brasil deve avançar como fornecedor de alimentos ROOSEVELT PINHEIRO

BALANÇO O ano de 2011 foi bastante positivo para a agropecuária brasileira. As exportações, principalmente dos complexos soja, sucroalcooleiro, carne, sucos concentrados, entre outros, voltaram a sustentar o superávit da balança comercial e o crescimento do campo. Para 2012, a partir de fevereiro, a expectativa é de conclusão da votação do Código Florestal e de novos recordes na produção agrícola em geral.

Campanha (I)

Campanha (II)

Os passageiros estrangeiros que visitam o Brasil e os brasileiros que retornam de viagens internacionais contam com uma nova ferramenta para esclarecer dúvidas sobre os produtos agropecuários que podem ingressar no país. A campanha “Mala Legal”, lançada recentemente pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), esclarece as dúvidas desse público.

A divulgação é direcionada aos viajantes que entram no país por meio de aeroportos, portos, fronteiras e aduanas. A iniciativa informa quais são os produtos e alimentos de origem animal e vegetal que não podem ser trazidos para o Brasil sem autorização prévia e/ou certificação sanitária. Os mais comuns são frutas, queijos, carnes e mudas, entre outros.

INVERNO São boas as perspectivas de inverno para o semiárido nordestino neste ano de 2012. As chuvas deverão começar logo no semiárido, na previsão feita recentemente pelos metrologistas.

Programa municipalizado A municipalização do Programa do Leite, anunciado pela governadora Rosalba Ciarlini, começa a ser implantada agora no mês de janeiro. O governo reconhece que o programa está praticamente parado, além de ter sido encontrado com muitas deficiências. Se-

gundo ela, os problemas serão resolvidos com a mudança. “O Programa do Leite passará por uma grande reestruturação. Vamos municipalizá-lo. Dessa forma, saberemos as estatísticas sobre os resultados que serão alcançados”, explicou a governadora.

AGROENERGIA O Brasil é líder mundial no setor de agroenergia. A substituição de combustíveis fósseis por biocombustíveis, como o etanol e o biodiesel, serve de modelo para outros países. A agroenergia é responsável por cerca de 32% da energia ofertada no Brasil, o que coloca o país na liderança mundial do setor. Quase 48% do total de energia ofertada é obtida de fontes renováveis, como a biomassa, a energia hidroelétrica e os biocombustíveis. No mundo, 85% da energia consumida vem de fontes não renováveis.

1

O economista brasileiro José Graziano,de 62 anos,ex-ministro da Segurança Alimentar,assume amanhã (1º),o cargo de diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). O cargo será ocupado por ele até julho de 2015.Ele tem vários desafios, um deles é enfrentar o fato de cerca de 500 milhões de pessoas serem apontadas como famintas no mundo. Outro desafio é a tendência de aumento de preços dos alimentos.

2

A produção orgânica brasileira já tem 15 mil agricultores.O Ministério da Agricultura,Pecuária e Abastecimento é responsável pela regulamentação e cadastro de todos os produtores orgânicos. Os alimentos orgânicos são produzidos baseados em princípios agroecológicos que contemplam o uso responsável do solo,da água,do ar e dos demais recursos naturais.A lista de produtos cadastrados inclui os primários,os itens processados e os industrializados à base de orgânicos.

3

Vários decretos presidenciais, publicados na semana passada, iniciam as desapropriações para a reforma agrária do governo Dilma Rousseff. Os primeiros decretos atingem 60 fazendas em 13 do País, somando uma área total de 112,8 mil hectares para assentamento de 2.739 famílias semterra, ao longo de 2011, segundo o ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Cada área tem capacidade de assentar um mínimo de 15 famílias.

EMBALAGEM A Tetra Pak, líder mundial em soluções para processamento e envase de alimentos, anuncia recorde em 2011 e atinge a entrega de 12 bilhões de embalagens no país, o que representa um crescimento de aproximadamente 1 bilhão de embalagens em apenas um ano. São quase 60 embalagens consumidas por cada brasileiro nesse ano. De acordo com Paulo Nigro, presidente da Tetra Pak Brasil, é um aumento de quase 10% em relação à 2010. MENSAGEM

Agradeço e retribuo as mensagens de um Feliz 2012, com paz, saúde e prosperidade. Que o agronegócio brasileiro, conjuntamente com a agricultura familiar, continue sendo esse pilar que sustenta o crescimento do País, contribuindo para o fortalecimento da classe média rural no País e no Rio Grande do Norte.

A produção de grãos como a soja é uma das que deverão deslanchar nos próximos anos

Brasil será um dos importantes fornecedores de alimentos nos próximos anos, junto com os Estados Unidos, Austrália e Argentina. As projeções do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para os próximos 40 anos mostram que a produção de grãos no país deve saltar dos atuais 159 milhões de toneladas para 299,5 milhões de toneladas. Esse aumento representa acréscimo de 140,5 milhões de toneladas de arroz, feijão, trigo, milho e soja, ou 88% de incremento. A produção de carnes também deve apresentar forte aumento nos próximos anos. A previsão é que o país produza 52,6 milhões de toneladas em 2050. O aumento é de 98% em relação à produção de 26,5 milhões de toneladas, em 2011. O preço da terra têm sido um dos fatores atrativos para o deslocamento da agricultura e pecuária para novas áreas, especialmente no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Outro ponto é que como essas novas regiões de expansão da agropecuária apresentam

O

maiores riscos de variações climáticas, especialmente secas, a tecnologia é um fator essencial para reduzir esses impactos. A análise dos dados agropecuários foram apresentados pelo coordenador-geral de Planejamento Estratégico do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, José Garcia Gasques, na 2ª Conferência do Desenvolvimento, organizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em novembro, em Brasília. De acordo com Gasques, os resultados da produtividade total dos fatores nos últimos anos têm crescido a uma taxa de 3,6%. “Essa taxa é um das mais elevadas do mundo, superando, inclusive a taxa da produtividade nos Estados Unidos que tem sido nos últimos anos de 1,95%”, destaca. A produtividade total dos fatores na agricultura considera todas as lavouras, a produção animal e o conjunto dos insumos utilizados na produção. Os resultados desse indicador mostram que o crescimento da agropecuária no Brasil tem-se da-

do principalmente pela introdução de novas tecnologias, melhoramento do processo de gestão, maior qualificação da mão-de-obra, entre outros fatores. O coordenador acrescenta que o crescimento baseado na produtividade projeta para 2050 um aumento de área da ordem de 39%, o que significa passar dos atuais 46,4 milhões de hectares para 64,5 milhões de hectares. Vários estudos apontam que os preços agrícolas em todo o mundo vão permanecer altos nos próximos anos. Apesar das boas estimativas, existem muitos fatores que influenciam os preços e a produção. Gasques destaca as mudanças climáticas severas em alguns países; os baixos estoques mundiais de milho, arroz, trigo e soja; a pressão dos biocombustíveis; o aumento de renda e da população. “A volatilidade dos preços mundiais de alimentos tem decrescido e os resultados obtidos para os preços internos do Brasil, como milho e soja, mostram também que a volatilidade se reduziu nos anos recentes”, conclui.

Exportação de exóticos soma US$ 438 milhões São Paulo (AE) - A exportação de produtos agropecuários exóticos gerou aproximadamente US$ 438 milhões à economia brasileira em 2011, informou o Ministério da Agricultura. Pâncreas, sêmen e rabo de bovinos e suínos, além de sangue e outras miudezas em geral de bovinos, suínos e até mesmo de patos e gansos, estão entre os produtos. Os principais importadores são Angola, Cingapura, Cuba, Hong Kong, Japão, Nova Zelândia, Venezuela e Vietnã. Em nota, o Ministério diz que o principal comprador desses produtos é Hong Kong, com quase 50% das importações. Em 2011, o Brasil arrecadou cerca de US$ 233 milhões com exportações para aquele país. Os principais itens da pauta são rabos de bovinos; miudezas de bovinos, suínos, patos e gansos; e pâncreas de bovinos, bastante utilizado na preparação de produtos farmacêuticos. Segundo o Ministério, com pouco valor agregado no mercado brasileiro, quando não é exportada grande parte desses produtos exóticos é transformada e utilizada no mercado interno. Após passar por processamento específico, podem ser vendidos separadamente para produção de farinha, usada normalmente na preparação de ração animal.

NÚMERO

50%

Dos produtos exóticos exportados pelo país têm como destino o mercado de Hong Kong


Domingo | 01 de janeiro de 2012

economia

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

[ COMÉRCIO MUNDIAL ] Dados apontam riscos de este ano ser um dos piores desde a Grande Depressão, pressionado pela queda de consumo e de investimentos públicos nos países ricos

[ NOVIDADE ] O parcelamento poderá ser feito em

até 60 vezes e estará disponível a partir de amanhã

Empresas do Simples podem parcelar dívidas

Exportações terão forte desaceleração em 2012

RENATA VERÍSSIMO

DIVULGAÇÃO

JAMIL CHADE correspondente

enebra (AE) - O comércio mundial está sofrendo uma contração, num sinal claro do freio na economia internacional e indicando que 2012 pode registrar um dos piores resultados para as exportações em muitas décadas. Os dados foram publicados pelo Escritório Holandês de Avaliação Econômica, entidade que serve de referência para informações sobre exportações e importações no mundo. Em setembro do ano passado, a primeira queda foi registrada, com uma contração de 1,1% no comércio mundial. No mês seguinte, mais uma redução, desta vez de 1,1%. A queda é a primeira registrada desde 2009, quando o comércio mundial desabou 12,6%, no pior resultado desde os anos 1930. Se a tendência for mantida, 2012 poderá entrar para a história como um dos piores anos para as exportações desde a Grande Depressão. Parte importante da queda ocorreu por conta da redução do consumo e de investimentos públicos nos países ricos, que sofrem para lutar contra o endividamento. No mês de outubro, a redução de importações dos países ricos foi de 1,5%, depois de já registrar uma queda de 0,6% em setembro. A Europa, engolida pela crise da dívida, foi quem mais recuou em compras. A queda foi de 2,8% outubro e outro 1,6% em setembro. Nos Estados Unidos, o pri-

G

A queda nas vendas é realidade para diversos países e há riscos de o cenário se agravar em meio à crise

meiro mês de redução foi outubro, com baixa de 0,7%. A crise chegou até as economias latino-americanas, que sofreram uma dura queda nas importações de 3,8% no mesmo período que o Brasil registrava uma estagnação na expansão do Produto Interno Bruto (PIB). Essa queda afetou diretamente as exportações de países emergentes, em grande parte destinadas aos mercados dos Estados Unidos e Europa e que, juntos, consomem quase 20% de toda a produção mundial. No total, as exportações globais sofreram um recuo de 1,4% em outubro e mais 1% de queda em setembro. Entre os emergentes, a queda nas vendas foi importante e dá

a dimensão do contágio que a crise na Europa poderá provocar nos próximos meses. Depois de sofrer uma contração de 2,1% em setembro, a redução nas vendas dos emergentes foi de 0,1% em outubro. O cenário é bem diferente da expansão de 17% que as economias emergentes haviam registrado em 2010. Agora, a Ásia é que mais sofre com a redução de vendas, com queda de 3,2%. O Leste Europeu, dependente do mercado da União Europeia, também viu uma redução em suas exportações de 1% e 1,9%, entre setembro e outubro. A crise na Europa também afetou exportações dos próprios países ricos, com

5

uma redução acumulada já de 2,8%. Os países europeus registraram uma contração de 1,6% e 3,8% em setembro e outubro, respectivamente. No caso da América Latina, a região é uma das poucas a contemplar uma expansão nas exportações, em um sinal de que poderá manter certa resistência à crise. Em setembro, a alta foi de 0,5%, quando em outubro havia sido de 1,4%. Apesar de prever ainda um crescimento, a taxa é bem inferior aos meses anteriores, de expansão de mais de 2,1% ao mês. Parte da explicação é a diversificação de parceiros comerciais e o fato de a China ser hoje a principal parceira da região.

rasília (AE) - As micro, pequenas e médias empresas que fazem parte do Simples Nacional, sistema simplificado de pagamento de tributos, poderão solicitar o parcelamento dos débitos tributários a partir de amanhã. Uma instrução normativa regulamentando a possibilidade de parcelamento em até 60 vezes das dívidas tributárias destas empresas foi publicada pela Receita Federal na semana passada. O coordenador geral de arrecadação e cobrança da Receita, João Paulo Martins da Silva, disse que 600 mil pessoas jurídicas inscritas no Simples têm dívidas com o Fisco federal, estadual (ICMS) ou municipal (ISS), que somam cerca de R$ 4 bilhões. Os valores são pequenos, diz. Apenas 70 mil empresas têm débitos acima de R$ 10 mil. O parcelamento foi aprovado pelo Congresso Nacional em 2011 junto com a ampliação das faixas de faturamento para enquadramento de micro e pequenas empresas no Simples Nacional. As pessoas jurídicas que participam do regime tributário não tinham direito a dividir débitos. As inadimplentes são excluídas do sistema no início de cada ano. As regras, de forma geral, são as mesmas utilizadas para parcelamentos convencionais da Receita, como a exclusão da empresa que deixar de pagar três parcelas, consecutivas ou não. O coordenador informou que a principal alteração é que as empresas poderão pedir duas vezes o parcelamento de débitos. Silva explicou que a empre-

B

NÚMEROS

600

mil pessoas jurídicas inscritas no Simples têm dívidas com o Fisco federal,estadual ou municipal.

R$ 4

bilhões.É quanto somam as dívidas das empresas inscritas no Simples, segundo a Receita.

70

mil.É o número de empresas inscritas no Simples que têm débitos acima de R$ 10 mil .

sa, para incluir novos débitos, pode solicitar a suspensão do parcelamento em curso e o início de um novo processo. Isso pode ocorrer quando houver nova inadimplência, seja das parcelas ou das obrigações mensais. No primeiro parcelamento, a empresa tem que pagar, já na primeira parcela, 10% do total dos débitos. No novo, esse porcentual sobe para 20%. A correção das parcelas será pela taxa Selic, atualmente em 11% ao ano. O valor mínimo das prestações é de R$ 500, mais juros. As prestações vencem no último dia útil de cada mês. SERVIÇO Os pedidos de parcelamento devem ser feitos pelo site da Receita (www.receita.fazenda.gov.br).


6 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

economia

Domingo | 01 de janeiro de 2012

DESEJOS PARA O DESENVOLVIMENTO ANDRIELLE MENDES repórter

que 2012 reserva para a economia potiguar? Alguns setores econômicos, como a carcinicultura, esperam recuperar as perdas este ano. Outros, como a agricultura, aumentar os ganhos. Apesar da instabilidade externa, o final de 2011 sinaliza um 2012 melhor. De acordo com Otomar Lopes Cardoso Júnior, coordenador de desenvolvimento comercial da Secretaria de desenvolvimento econômico, o desempenho do PIB brasileiro, no último mês, abre bem o ano. “Ainda que com desigualdades sociais, essa é uma boa notícia. Há uma forte crise mundial, mas alguns mercados conseguem responder e reagir, como o Brasil”. Segundo ele, o Rio Grande do Norte conta com uma grande vantagem, que pode ajudar a alavancar a economia. “O RN tem uma combinação única no Brasil: Copa do Mundo, crescimento econômico e o novo aeroporto, que é provavelmente o maior projeto de infraestrutura voltado diretamente para o setor produtivo no país”. De acordo com o especialista, isso faz com que a promoção econômica do RN esteja melhor direcionada. Embora pesquisa do grupo inglês Economist, publicada recentemente na Veja, mostre que o estado é um dos piores ambientes de negócio do país, Otomar afirma que o RN é um bom local para os investidores. “O estado tem uma localização geográfica privilegiada, está na região que mais cresce no Brasil, e contará com um equipamento logístico operacional, o novo aeroporto”.

O

ALEX FERNANDES

REPRESENTANTES DOS PRINCIPAIS SETORES DA ECONOMIA POTIGUAR E ANALISTAS FAZEM UM BALANÇO DE 2011 E APONTAM PROJETOS E DESAFIOS QUE FICAM PARA A AGENDA DESTE ANO, EM PROL DE UM CRESCIMENTO MAIS VIGOROSO NÃO SÓ DAS ATIVIDADES, MAS DO ESTADO A indústria de energia eólica é uma das mais promissoras do Estado, mas precisa de melhor infraestrutura para crescer

EMBORA ALGUNS SETORES TENHAM REGISTRADO PERDAS, COMO O TÊXTIL E DE CONFECÇÕES (QUE DEMITIU MAIS DE NOVE MIL PESSOAS NO ÚLTIMO ANO),2011 FOI BOM PARA A ECONOMIA COMO UM TODO” ALDEMIR FREIRE economista e chefe do IBGE-RN

SOBRESSALTOS Aldemir Freire, economista e chefe da unidade potiguar do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), reconhece que a economia potiguar passou por sobressaltos no último ano. O Rio Grande do Norte, até então líder em número de projetos e oferta de energia eólica nos leilões, foi ultrapassado pelo Rio Grande do Sul. O estado que já esteve entre os principais destinos turísticos do país também amargou o pior réveillon da década. O governo enfrentou dificuldades para quitar dívidas do programa do leite e os produtores e donos de usina reduziram a produção em quase 50%, quando as condições climáticas pareciam conspirar a favor da pecuária leiteira. Em contrapartida, a safra, principalmente a de grãos, subiu quase 300% no estado, segundo levantamentos realizados pe-

lo IBGE e Companhia Nacional de Abastecimento. A exportação de atum duplicou graças à parceria firmada entre a Japan Tuna e a Atlântico Tuna. O arrendamento de atuneiros (navios especializados na captura de atum) japoneses tirou o RN da condição de coadjuvante neste tipo de pesca. O Porto de Natal, construído no meio da cidade, exportou minério pela primeira vez em 2011, e a produção de petróleo no RN, em queda há anos, se estabilizou, sinalizando aumento em 2012. Aldemir relembra que a economia do estado cresceu no último ano, embora num ritmo menor. “Embora alguns setores tenham registrado perdas, como o têxtil e de confecções (que demitiu mais de nove mil pessoas no último ano), o ano foi bom para a economia como um todo”, avalia. Alguns setores se destacaram, segundo o economista. Ele lista três: agropecuária, produção de petróleo, e energia eólica. Dois mil e doze, na avaliação de Aldemir, será melhor, apesar das nuvens que pairam sobre a Europa, consumidora de grande parte dos produtos brasileiros. Benito Gama, secretário de Desenvolvimento Econômico do estado, destaca o volume de investimentos que o estado receberá nos próximos quatro anos. Segundo ele, o estado já assegurou R$ 35 bilhões, sendo que mais de R$ 11 bilhões serão investidos apenas pelo setor eólico. “Nossa meta agora é ampliar a cadeia do petróleo e a cadeia industrial da energia eólica”. Segundo Benito, o estado avançou no último ano, mas não conseguiu resolver todos os problemas: a infraestrutura foi um deles. DIVULGAÇÃO

Turismo quer mais divulgação para o Estado “Para a hotelaria, o ano não foi bom. Tivemos uma queda acentuada na ocupação. Se o produto turístico Rio Grande do Norte não for definitivamente para a “vitrine”, para reverter o quadro de queda, a consequência pode ser ainda pior com demissões no setor”, avalia Habib Chalita, presidente da unidade potiguar da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH/RN). O RN é o estado onde o Turismo tem a maior participação na ocupação formal em todo o país. Segundo Habib, quando uma atividade como esse peso está em crise, todos perdem: empresariado, trabalhadores e governo. “Dois mil e doze é o momento de avaliar o que deu errado para melhorar e investir em novas ações e projetos. Temos de buscar no curto prazo a classe média brasileira que está viajando mais e a médio prazo atrair novamente o turista internacional. Além dessa política mais agressiva de promoção junto aos mercados nacional e internacional, precisamos planejar estrategicamente nosso produto, criando novas opções para o turista”. Investir na infraestrutura das praias ajudaria a ‘fisgar’ os visitantes, segundo Habib. “Esperamos um 2012 bem melhor que 2011, tanto para a atividade turística quanto para os demais setores da economia potiguar”, conclui. Continua na página 7

Energia espera soluções para logística Para Jean Paul Prates, ex-secretário estadual de Energia, e presidente do Centro de Estudos de Energia Renováveis (Cerne), o fato do Rio Grande do Norte ter sido ultrapassado pelo Rio Grande do Sul nos últimos leilões de energia não fez de 2011 um ano ruim para o setor. O RN ainda é líder em megawatts a serem instalados no país. “Temos garantidos pelo menos cinco anos de bonança”, tranquiliza Prates. Os parques a serem instalados nos próximos cinco anos renderão ao estado mais de R$ 11 bilhões em investimentos e milhares de empregos diretos, na fase de instalação dos parques eólicos.

A INSTALAÇÃO DE NOVAS INDÚSTRIAS NO ESTADO ESBARRA NAS DIFICULDADES DE ESCOAMENTO”. JEAN-PAUL PRATES presidente do Cerne

Segundo ele, o ano foi produtivo do ponto de vista da implantação dos parques eólicos. “A po-

sição no ranking não importa muito”, ameniza. Prates espera que as deficiências na logística sejam corrigidas em 2012. “O que beneficiaria a indústria eólica, a mineração, a produção de petróleo, a fruticultura”. Segundo ele, o estado tem que buscar uma solução oceânica. “Não podemos contar apenas com o Porto de Natal. Ou decidimos exportar por Pecém e Suape, fechando um acordo com os dois estados vizinhos (Ceará e Pernambuco), ou construímos um porto fora de Natal. A instalação de novas indústrias, sejam de torres e equipamentos eólicos ou não, esbarra nas dificuldades de escoamento”.

Amaro Sales: é preciso criar condições ideais para atrair investidores

JÚNIOR SANTOS

Indústria deseja melhoras no ambiente de negócios

Porto de Natal: desafios para atender o setor produtivo na área de importações e exportações

Apesar de alguns segmentos da indústria potiguar terem desacelerado e demitido mais, como o têxtil e de confecções - que dispensou quase nove mil trabalhadores no último ano - a indústria de uma forma geral teve um bom ano, avalia Amaro Sales, presidente da Federação das Indústrias do RN (Fiern). Ele espera, em 2012, a execução de grandes projetos de infraestrutura, como as estradas de escoamento da produção, por exemplo. “Para alavancar a economia potiguar, o estado precisa resolver seus problemas de logística”, defende. Além das obras de infraestrutura, como a possível constru-

ção de um porto fora de Natal, Amaro defende mais incentivos para a exportação e redução de tributos para micro e pequenas empresas, maioria no estado. Ele destaca a instalação de novas indústrias no estado, como a de torres eólicas em Parazinho, e a consolidação do pólo cimenteiro em 2011, e afirma que é preciso criar uma política de atração de indústrias.“O Estado precisa criar as condições ideais para que as indústrias queiram se instalar aqui e não nos estados vizinhos. Para isso, é preciso investir em infraestrutura, reduzir impostos, criar uma boa rede de telecomunicações”.


economia

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 7

PROJETOS DE INFRAESTRUTURA ESPERAM DEFINIÇÕES ESTE ANO m 2011, muitos projetos, que poderiam dar um fôlego extra a setores que enfrentam dificuldades, ficaram pelo caminho. Eles serão retomados ou concluídos em 2012. O Terminal Pesqueiro de Natal é um deles. Sua conclusão foi adiada mais de cinco vezes em dois anos. Enquanto o governo do estado espera recursos, a estrutura se deteriora. A reforma do Aeroporto Augusto Severo, prevista para dezembro, só deve ser concluída em maio. Isso, segundo projeções da Infraero. A construtora responsável pela obra, porém, não sabe dizer em quanto tempo a reforma termina. “Talvez em seis, sete, oito, nove, dez meses”, afirma o diretor da empreiteira, Ciro Cima. Só aí vai quase um ano. A conclusão da reforma do Terminal Salineiro de Areia Branca também ficou para janeiro. O Tribunal de Contas da União investiga o dinheiro gasto na obra e ainda não informou que providências tomará. Outras obras devem sair do papel este ano. Os terminais do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, cujo terreno começou a ser desapropriado há mais de dez anos, devem começar a ser erguidos no início do segundo semestre deste ano, depois que o consórcio Inframérica, concessionário, conseguir aprovar todos os projetos básicos e executivos junto a Agência Nacional de Aviação Civil. As obras do Terminal Marítimo de Passageiros de Natal, com vistas à Copa de 2014, estão previstas para começar ainda em março. Se tudo correr no tempo previsto, o novo terminal ficará pronto em junho de 2013, um ano antes do Mundial. Todas devem ajudar o estado a superar um de seus maiores problemas, as deficiências na infraestrutura.

APONTADA COMO UM DOS PONTOS FRACOS DO RIO GRANDE DO NORTE, A INFRAESTRUTURA DEVERÁ SER ALVO DE NOVOS INVESTIMENTOS ESTE ANO, EM PROJETOS A SEREM INICIADOS OU JÁ EM FASE DE CONCLUSÃO

NÚMERO

115 Mil famílias são atendidas pelo Programa do Leite no Rio Grande do Norte

Incentivo à irrigação é desafio da agricultura Para José Vieira, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern), vinculada a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, 2011 foi um bom ano para a agricultura. Em 2010, o estado enfrentou seca e muitos perderam a produção. “Em 2011, tivemos um bom inverno e a produção subiu mais que o esperado”. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), só a produção de grãos subiu cerca de 280% no estado. O RN ficou entre os três estados brasileiros com maior crescimento na produção, área cultivada e produtividade, segundo o último levantamento realizado pela Conab. “Precisamos agora incentivar a agricultura irrigada, tirando do papel os projetos previstos para a Chapada do Apodi e para o Vale do Açu”, acrescenta. “Este será nosso grande desafio em 2012”. José Vieira espera que a votação do novo Código Florestal, prevista para 2012, retire milhares de produtores da ilegalidade, e que uma nova política agrícola seja implementada no Brasil. “É preciso reduzir o custo de produção, ampliar a assistência técnica, e garantir a geração de renda no campo”.

ADRIANO ABREU

E

Concedido à iniciativa privada em 2011, o Aeroporto de São Gonçalo deverá ter as obras dos terminais iniciadas no segundo semestre

Pecuaristas também esperam definições,no Programa do Leite A pecuária leiteira sofreu com os atrasos no pagamento do programa do leite. “Chegamos a pensar que 2011 seria um ano extraordinário para a pecuária leiteira, em função do bom inverno, mas nos enganamos. Os atrasos no pagamento levaram os produtores a reduzir a produção de leite em quase 50%. O programa é a base da cadeia leiteira. Se ele vai mal, toda a cadeia vai mal”, afirma Marcos Teixeira, presidente da Associação Norte-rio-grandense de Criadores (Anorc). Pelo menos,

metade dos produtores, segundo Marcos, vendeu suas vacas. O presidente da Anorc espera que o pagamento do programa, mantido com recursos federais e estaduais, seja regularizado em 2012. No RN, 115 mil famílias recebem leite do programa. Vinte e duas usinas e quase 2,5 mil produtores comercializam sua produção, ou ao menos parte dela, para o governo. “Reestruturar o programa será bom para a população, que depende do leite, e para a economia do estado”, defende Marcos.

No comércio,novas obras prometem aquecer vendas REESTRUTURAR O PROGRAMA DO LEITE SERÁ BOM PARA A POPULAÇÃO,QUE DEPENDE DO PRODUTO,E PARA A ECONOMIA DO ESTADO” MARCOS TEIXEIRA Presidente da Anorc

Embora tenha registrado crescimento de vendas abaixo do registrado no ano anterior, o Comércio, associado com o setor de Serviços, conseguiu gerar 75% dos empregos diretos com carteira assinada do estado entre janeiro e novembro. Foram quase 15 mil, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego. “O ano foi bom, de uma forma geral”, avalia Marcelo Queiroz, presidente do sistema Fecomercio. Até outubro, as vendas subiram

6,47%, em relação ao ano anterior. [Entre janeiro e outubro de 2010, as vendas subiram 12%, em relação ao mesmo período de 2009]. A previsão é que o setor encerre o ano com um crescimento em torno de 8%. Os números ainda não foram fechados. Segundo Marcelo, as obras de infraestrutura, esperadas para 2012, como as de mobilidade e do aeroporto de São Gonçalo do Amarante, vão gerar ainda mais empregos. “Gerando emprego, elas geram renda. Gerando renda, elas geram consumo”, resume. EMANUEL AMARAL

PARA A AGENDA 2012 Obras que deverão ser retomadas ou concluídas este ano. Construção do Terminal Marítimo de Passageiros de Natal Fase: licitado. Início das obras (previsão): março de 2012

Terminal Pesqueiro de Natal Fase: paralisada desde janeiro de 2010, por falta de recursos. Início das obras: julho de 2009.

Reforma do Terminal Salineiro de Areia Branca Fase: conclusão. Início das obras: novembro de 2009

Conclusão das obras: indefinida Conclusão das obras (previsão): junho de 2013 Valor: cerca de R$ 51 milhões (projeto inicial estava orçado em quase R$ 54 milhões,mas teve o custo final reduzido em R$2,5 milhões após recomendação do Tribunal das Contas da União)

Valor: cerca de R$ 37 milhões (o valor do projeto foi alterado nos últimos anos). Obs: Obra teve inauguração adiada inúmeras vezes.Estado espera recursos para pagar construtora,que só retomará as obras quando receber.

Conclusão das obras (previsão): janeiro de 2012. Valor: R$ 220 milhões Obs:Obra está sendo investigada pelo TCU.Auditoria constatou deficiências no projeto básico,que resultaram em dois aditivos,e sobrepreço.

Ampliação do Porto de Natal Fase: elaboração do projeto básico.

Construção dos terminais do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante Fase: elaboração do projeto básico. Início das obras (previsão): segundo semestre de 2012. Conclusão das obras (previsão): antes da Copa de 2014. Valor: R$ 650 milhões. Obs: Anac analisa documentação entregue pelo consórcio Inframérica e espera emitir ordem de serviço,dando a largada das obras,no início de 2012. Fonte:Codern/Governo do estado/Infraero/Consórcio Inframérica

Reforma do Aeroporto Internacional Augusto Severo Fase: construção de parte da estrutura civil de embarque/desembarque,das demais lojas do mix operacional/comercial,do novo acesso às salas de embarque,instalação dos elevadores panorâmicos. Início das obras: fevereiro de 2011. Conclusão das obras (previsão): maio de 2012,segundo Infraero. Valor: R$ 16,2 milhões Obs: Cima Engenharia,empreiteira responsável pela reforma,pediu rescisão do contrato,mas teve pedido negado pela Justiça Federal em Pernambuco.Questão está na Justiça.

Segundo de Paula: Foco também em agregar valor à produção

Fruticultores planejam abocanhar novos mercados A exportação de melão, carro chefe da fruticultura potiguar, não registrou grandes variações em 2011, de acordo com Francisco de Paula Segundo, presidente do Comitê de Fitossanidade do RN e fruticultor. A safra atual, segundo ele, não foi uma das melhores, “mas também não está entre as piores”. Para 2012, ele espera o cumprimento da Lei Kandir, que dispensa os exportadores do paga-

mento de ICMS, e garante o ressarcimento de quem já pagou o imposto; além da conclusão da estrada do melão, em Mossoró. “Vamos também tentar agregar valor à produção e buscar novos mercados”. O camarão sumiu da pauta de exportação, e o atum, que até então figurava como um dos últimos da lista, foi parar entre os dez itens mais exportados pelo RN.


8 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

economia

Domingo | 01 de janeiro de 2012


PREVISÕES

natal

Mãe de Santo Cremilda de Oxum prevê retrocesso na economia do Brasil e atuação mais firme de promotores. PÁGINA 3

TEMPO HOJE

TÁBUA DE MARÉS

FEIRAS LIVRES

BALNEABILIDADE

FASES DA LUA

Nebulosidade variável com possibilidade de pancadas de chuva. Máx.: 31ºC Mín.: 25ºC

Preamar 10h08-1.8 - 22h28-1.8 Baixa-mar 03h32-0.7 - 16h08-0.8

As feiras previstas para hoje foram antecipadas para ontem.

Todas as praias estão próprias para banho.

Crescente: hoje Cheia: 08/01 Nascer do sol: 5h09 Pôr do sol: 17h37

Editora: Cledivânia Pereira e-mail: cledivania@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 01 de janeiro de 2012

[ 2012 ] Psicólogo Rodrigo Costa explica que as manifestações de esperança renovada e maiores expectativas

nesta época do ano são questões culturais que se atrelam ao lado psicológico de cada ser humano

Ano novo: despertar da esperança RICARDO ARAÚJO repórter

omingo, 1º de janeiro de 2012. O passado e o futuro, os términos e os começos. O tintilar das taças de champanhe e os fogos de artifício que coloriram os céus nesta madrugada, anunciaram a chegada de um novo ano. Ansiedade e expectativa se confundem a cada começo ou, ainda, recomeço. Em todas as culturas, raças e religiões, a chegada de um novo ano é celebrada como se, com a mudança da data, as perspectivas de melhorias e a realização de sonhos, se renovassem com mais veemência do que nos demais dias do ano. A começar pela palavra que designa a festa celebrada entre o último dia de dezembro e o primeiro de janeiro: réveillon. Ela é derivada do verbo francês réveiller, que em português, significa “despertar”. E o abrir dos olhos para o novo ano vem, para quase 100% da população, acrescido de uma pitada a mais de alegria e esperança. É um desejo intrínseco de que os vindouros 365 dias sejam melhores do que aqueles recentemente encerrados com a mudança do ano. “A gente sempre imagina que tudo vai melhorar. Fazemos planos, criamos expectativas, fazemos simpatias e escolhemos as roupas baseadas na cor que imaginamos ser a melhor para o que queremos realizar no ano que se inicia”, comentou a assistente administrativo, Alânia Costa. Para 2012, ela planeja iniciar uma pós-graduação em Meio Ambiente. É preciso ressaltar, porém, que os céticos defendem que nada muda com um número diferente no calendário. De acordo com o psicólogo Rodrigo Costa, as manifestações de esperança renovada e maiores expectativas nesta época do ano, são questões culturais que se atrelam ao lado psicológico de cada ser humano. “Este período de transição estabelece o que seria novo. Por isso, a expectativa aumenta, as pessoas costumam tentar apagar o que ficou de ruim no passado e procuram fazer diferente no futuro”. Ele explica, ainda, que a questão da cultura da renovação de desejos e planos a cada início

D

de novo ano é mais forte na cultura ocidental do que na oriental. Além disso, de acordo com o psicólogo, as diversas simpatias feitas durante a madrugada de hoje funcionam como um dispositivo. “É como se as pessoas acionassem um gatilho psicológico que as predispõem a concretizar sonhos de uma forma mais forte, com mais garra. As simpatias funcionam como uma forma de concretizar ideais. É a ligação da cultura com o psicológico”, explica Rodrigo Costa. Apesar dos sorrisos, da confraternização explícita nas ruas e avenidas, do abraço entre desconhecidos e dos desejos de “feliz ano novo” ecoando em quase todos os lugares do mundo, o réveillon é uma data melancóli-

As pessoas costumam tentar apagar o que ficou de ruim e procuram fazer diferente no futuro” RODRIGO COSTA psicólogo

ca para muitas pessoas. Conforme argumentação do psicólogo Rodrigo Costa, há uma fragilização psicológica maior em determinadas pessoas neste período do ano. “Elas, assim como muitas outras, fazem uma avaliação do que fizeram ao longo do ano, dos sonhos que não realizaram, dos projetos que não deram certo e isso se reflete numa pressão interior muito forte”, analisa. Além disso, ele comenta que a própria sociedade exerce uma pressão para que todos sejam bem-sucedidos e isto contribui para o surgimento de frustrações e, em alguns casos, a depressão. Independente das simpatias, de quantas uvas foram comidas e quantos caroços guardados na carteira, da cor da roupa utilizada, de quantas ondas puladas, do início ou continuidade de um ciclo, há um fato que não pode ser negado. Dois mil e doze está apenas começando. E você, o que espera de 2012? [LEIA MAIS NAS PÁGINAS 2 E 3] EMANUEL AMARAL

A chegada do Ano-Novo cria expectativa de bons dias futuros


natal

2 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 01 de janeiro de 2012

O QUE VOCÊ ESPERA DE

2012 RODRIGO SENA

EMANUEL AMARAL

“Espero que a pesca melhore em 2012.Está muito devagar.Tem pouco peixe no mar e a gente precisa passar mais tempo procurando e ir cada vez mais longe.Parece que os peixes estão desaparecendo.Isso pode ser consequência da falta de preservação do meio ambiente.Os governantes deveriam se conscientizar e proteger os mares ,a natureza.O canto do mangue está poluído e o pescado é a única fonte de renda de muita gente.É preciso preservar a natureza”. IVANILDO GOUVEIA pescador

“Eu espero que muita coisa boa aconteça em 2012. Vou fazer uma pós-graduação em gestão ambiental,quero casar e ter filhos.Que os buracos da nossa cidade sejam tapados,que algum gestor faça alguma coisa pelo trânsito de Natal para dar mais fluidez e que o próximo governante possa administrar melhor a Saúde da nossa cidade. Em relação ao meio ambiente,é preciso que as pessoas sejam mais conscientes e não poluam”. ALÂNIA COSTA recém-formada em Administração

EMANUEL AMARAL

“Eu queria que em 2012 os professores estivessem mais empenhados para nos ensinar.Além disso,que o Governo do Estado invista mais em segurança nas escolas,nos laboratórios de ciências,na reabertura da nossa biblioteca que está sendo comida por cupins e pelo mofo.Enfim,nossa escola precisa de uma reforma geral.Não podemos praticar esportes pois não temos estrutura adequada.É uma pena,pois o ambiente escolar deveria ser completo em tudo.Hoje,temos o mínimo em nossa escola”.

RODRIGO SENA

MATHEUS JULES E DANIELE LARISSE alunos da Escola Estadual do Atheneu Norte-RioGrandense

“Meu desejo é que ocorram menos desastres ambientais em nosso país. Todo início de ano é marcado por desabamento de morros,mortes causadas pelas chuvas.Em 2012, pretendo constituir família,quero ter um filho.É muito caro educar uma criança hoje em dia,por isso pretendo ter só um.Quero fazer do meu local de trabalho o melhor de todos e,quem sabe,um dia me tornar gerente de uma grande rede de lojas.Além disso, quero fazer pós-graduação em logística”. LARISSA SILVEIRA gerente de um posto de combustíveis

RODRIGO SENA

CARLOS EDUARDO CAMPOS E CÍNTIA CAMPOS turistas paulistas

“Para 2012,eu pretendo reformar meu barraco para dar mais espaço para meus filhos.Eles estão crescendo e a casa está pequena.Eu não tenho expectativa que a gente recebe as casa de alvenaria prometidas pela prefeitura.Aqui na Ocupação Anatália,não tem água encanada,não tem sistema de transporte público eficiente,não tem posto de saúde,não temos como vacinar nossos filhos.Além disso,o lixo se espalha pelo terreno pois a coleta ocorre a cada 15 dias. Era isso o que eu queria mudar,para dar uma vida melhor aos meus filhos.A nossa realidade é cruel”.

EMANUEL AMARAL

“O nosso anseio é que 2012 seja um ano de paz e prosperidade. A gente enxerga o próximo ano como sendo de muitas oportunidades e mudanças de paradigmas.Planejamos muitas coisas para o próximo ano.O Governo Federal precisa investir mais no turismo,na qualificação de pessoas e não concentrar os recursos somente nas obras com vistas à Copa do Mundo de 2014 e às Olimpíadas de 2016.O Brasil é muito mais do que o país do futebol e não está sendo aproveitado como deveria”.

ROZALIE CINDY professora da rede estadual de Educação

RODRIGO SENA

“Para 2012,eu buscarei desenvolver mais meus alunos com vistas às oportunidades da Copa do Mundo.Eu busco formar cidadãos mais críticos em relação à sociedade na qual estão inseridos.Eu sou uma educadora e não apenas uma professora. Minha perspectiva é contribuir com a formação dos alunos da melhor maneira possível.É importante,também, que eles tenham sede de conhecimento.Afinal de contas,o conhecimento é infinito.Desta forma,eles serão alunos mais bem preparados e melhores profissionais.Para isto, porém,é preciso que o Estado invista mais na área da Educação”.

RODRIGO SENA

DAVID MACIEL E ROSEANA PESSOA moradores da Ocupação Anatália de Souza Alves, no Guarapes

“Eu queria ganhar uma bicicleta no próximo ano.Ainda material escolar para quando começarem minhas aulas.Para minha família e meus amigos,eu quero muita saúde, alegrias e paz”. ALÍCIA BUNE estudante


natal

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 3

NUMEROLOGIA

BÚZIOS

Previsão da numeróloga Joana Darc

Previsão da Ialorixá Cremilda de Oxum Maré

2012 será regido pelo número 5.O número 5 representa transformação, mudança,reflexão,prosperidade, novos conhecimentos, experiências e acontecimentos. Os números revelam que esse ano será de novas oportunidades e será bom para correr novos riscos.

» Eleições 2012

» Economia O ano será de progresso e de recuperação da economia mundial.Será um dos melhores anos para recuperar as perdas

» Política

De acordo com a Mãe de Santo Cremilda,a mulher vai dominar as eleições desse ano.Na disputa pela Prefeitura do Natal,as mulheres vão disputar com candidatos jovens,porém,uma mulher será a vitoriosa.Na Câmara Municipal,dois exvereadores retornam à Casa.

O Ministério Público Estadual vai atuar com mais força durante 2012.As punições contra administradores corruptos será intensivada.Ninguém ficará impune,segundo a religiosa.

» Olimpíadas O ano 5 é de mudança e desafio. Com dedicação e esforço o Brasil pode chegar a resultados positivos nas Olimpíadas de Londres.

» Economia Haverá retrocesso no Brasil.O gasto público será o responsável pela crise econômica no país.

» Política Mudança positiva nas eleições desse ano.Aos poucos,os governantes vão colocar as finanças e projetos em ordem.

» Esporte

» Eleições Será eleito um político que vai mudar a vida das pessoas de baixa renda.

» Rosalba Ciarlini

Melhor para o América.Porém, tanto o time alvirrubro como o ABC vão permanecer na série B do Campeonato Brasileiro.

Precisa mudar o secretariado.Os secretários mais velhos precisam ser trocados por secretários mais jovens.

» Micarla de Sousa O ano é de mudança.Ela não deve ser reeleita. » Fim do mundo 2012 representa o início de uma nova era,mas o mundo não vai acabar.Acaba um ciclo e começa outro. SERVIÇO: Numeróloga Joana Darc – contatos:36724521/3661-8311/8873-3093

ASTROLOGIA Previsão do astrólogo Ricardo Denysard Para a Astrologia,2012 será um ano da Lua.A família será o foco nos 366 dias desse ano. Ano bom para alguns signos,como Áries e Touro,que precisam perceber que o alvo das atenções é a família. Os laços ficarão mais fortes e estreitos. Câncer também é o signo da família e do emocional.Em 2012, o emocional do canceriano estará mais voltado,como sempre,à área da família e da estabilidade com quem você convive. O leonino poderá brilhar ainda mais.Sua sede e desejo em ser importante em algo que faça poderá te levar a realizar seus desejos com mais facilidade. O virginiano se tornará mais perfeccionista que antes.Gastos imprevistos e novos amores serão possíveis para os librianos. Legados e heranças serão a tônica dos escorpianos.O sagitariano precisa se estabelecer mais,dar mais atenção às pessoas que te rodeiam. Relacionamento com amigos e trabalho será a ênfase desse dos capricornianos.Para os aquarianos,o foco amigos e ideais estarão mais fortes e muitas realizações acontecerão.O pisciano precisa procurar colocar mais os pés no chão em 2012.

» Fim do mundo Destruições sempre aconteceram e sempre vão acontecer,mas o mundo não vai acabar.O que vai surgir é uma nova ordem. Veja as previsões completas para cada signo no site da Tribuna do Norte – www.tribunadonorte.com.br

SERVIÇO: Astrólogo Ricardo Denysard – contato:9182-5118

» Micarla de Sousa Corre o risco de não terminar o mandato por questões de saúde

PROFECIAS E PREVISÕES CERCAM 2012 O CALENDÁRIO MAIA PREVÊ CATÁSTROFES PARA 2012.DESDE A ANTIGUIDADE PROFECIAS ACOMPANHAM A CHEGADA DE UM NOVO ANO. ROBERTO LUCENA Repórter

ano de 2012 começa sob forte influência de superstições e sincretismo. As previsões mais escatológicas afirmam que nos restam apenas 355 dias. No dia 21 de dezembro desse ano, o mundo, tal qual o conhecemos, vai acabar. Mudanças climáticas bruscas, abalos sísmicos e colisão da Terra com outro planeta fazem parte do roteiro pessimista sobre o nosso futuro. A origem do prognóstico está fundamentada no Calendário de Contagem Longa Mesoamericano, ou simplesmente, Calendário Maia. Para os Maias, a data representa o fim de um ciclo de 5.125 anos. A interpretação deste calendário já serviu de mote para vários filmes sobre o assunto que relatam a destruição da espécie humana. Para estudiosos, inclusive a Agência Espacial Americana (Nasa), não o que temer: o sol há de brilhar no dia 22 de dezembro de 2012 e nós estaremos aqui para testemunhar. Profecias sobre o fim do mundo existem desde a Antiguidade. Para civilizações que viveram na América, como Maias e Astecas, dúvidas sobre o futuro deram origem à crenças e mitos. O professor de História, João Carlos, explica que o Calendário Maia ganhou

O

destaque porque há relatos de que as civilizações pré-Colombianas já haviam previsto outros infortúnios. “Quando a América foi conquistada pelo espanhóis, no fim do século XIV, havia um profecia dos Astecas – que eram vizinhos dos Maias – que dizia que ao fim dos tempos viria do mar o Deus Vento, que era caracterizado como sendo um homem branco e de barba. Vários europeus chegarem barbudos. Os Astecas logo imaginaram que aquilo era a concretização da profecia. E, de fato, representou o fim daquelas sociedades. Por isso dizem que eles já haviam previsto uma destruição e essa [de 2012] seria outra”. De acordo com o professor, a maioria das civilizações acredita que pode haver o fim de era. “Existem visões milenaristas e apocalípticas. As visões apocalípticas são aquelas que deslumbram que, ao término de um ciclo de vida, haveria um fim do mundo, o apocalipse. O milenarista é um visão diferente: ao invés de existir o fim do mundo, haveria a substituição de um tempo de destruição por um tempo de felicidade. A perspectiva Maia é apocalíptica”, diz. Na mesma velocidade em que surgem teorias escatológicas, estudos desmentindo o fim da existência humana e a destruição da Terra são apresentados. Em 2009, com o lançamento e sucesso internacional do filme “2012”, vá-

rios internautas enviaram mensagens para a Nasa questionando sobre a possibilidade das cenas mostradas nas telas do cinema se repetirem no mundo real. Em outubro daquele ano, por meio de um relatório, a Agência Espacial Americana esclareceu dúvidas e internautas e afirmou: o mundo não vai acabar em 2012. A Nasa negou a possibilidade de outro planeta se chocar com a Terra. O professor de História diz que essa não será a última previsão sobre o fim do mundo. “Essa ideia é recriada sempre. As previsões, geralmente, são sombrias e abstratas. Quando ocorre algum fenômeno, as pessoas relocam aquela previsão para aquele fenômeno. Por exemplo: ataques de 11 de setembro. Dizem que Nostradamus previu o ataque. Mas, na verdade, a previsão foi de as religiões entrariam em conflito. Ou seja, era muito abstrato”. Enquanto não chegamos ao dia 21 de dezembro de 2012, o assunto “fim do mundo” ganha, a cada dia, mais espaço. Livros, documentários e filmes já foram lançados. A busca pelos termos “2012” e “maia” no Google nos apresenta mais de 2 milhões de citações. Milhares de blogs, sites e portais comentam a profecia. Há quem acredite, há quem considere a discussão inócua. Até o dia 21 de dezembro, serão 355 dias. O fim realmente está próximo?

OS ACERTOS E ERROS DO ANO PASSADO

No fim de 2010,a Tribuna do Norte conversou com um numerólogo, Mãe de Santo e tarólogo.Veja o que se concretizou e o que ficou somente no campo da previsão em 2011: Política Somente no meio do ano é que os governantes começarão a ver

resultados.Haverá troca de secretários e ministros. Esporte 2011 seria mais favorável para o América.O ABC não teria muito sucesso. Micarla de Sousa

A cirurgia no coração seria bem sucedida,mas havia dúvida quanto a possibilidade dela terminar o mandato. Dilma Rousseff 2011 seria um ano de muita briga política e a saúde da presidenta estaria frágil.

» Dilma Rousseff

BATE-PAPO João Carlos »professor de história Como o senhor analisa essas previsões sobre fim dos tempos? Particularmente, vejo essa história de fim do mundo somente como mais um fenômeno. Várias vezes, na História, foram feitas previsões do fim do mundo. Você deve se lembrar que, no ano 2000, algumas seitas disseram que isso iria acontecer, seitas promoveram suicídio coletivo. Quando há mudança de época, há essas previsões. Há um fenômeno chamado de “Messianismo” onde os povos acreditam que haverá a volta de Cristo. Isso aconteceu no Brasil, por exemplo, com Antônio Conselheiro, ao dizer que o fim do mundo estava chegando com a volta do rei de Portugal. E o que dizer sobre o calendário Maia? A medição de tempo, às vezes, é diferente de uma civilização para outra. O calendário Maia pode representar o retorno dos deuses, e não o fim do mundo. Os calendários são vinculados a eras. O nosso, por exemplo, é antes e depois de Cristo. O calendário Maia pode ser desse tipo. Por que sempre se pensa nesse tema? A ideia de fim do mundo é recriada sempre. As previsões, geralmente, são sombrias e abstratas. Quando ocorre algum fenômeno, as pessoas relocam aquela previsão para aquele fenômeno. Por exemplo: ataques de 11 de setembro. Dizem que Nostradamus previu o ataque. Mas, na verdade, a previsão foi de as religiões entrariam em conflito. Ou seja, era muito abstrato. Há registros escritos sobre a previsão Maia? Um problema dos Maias é que boa parte do que eles deixaram foi a cultura oral. Aí você imagina, cultura oral é como a brincadeira de “telefone sem fio”, cada um muda um pouco a História. A cultura é sempre recriada, repensada. A interpretação do calendário pode ter sido recriada ao longo dos anos. A ideia original pode ter sido modificada.

A administração será boa.Vai continuar com bom desempenho.

SERVIÇO: Ialorixá Cremilda de Oxum Maré – contatos: 8826-7795/9928-8107 EMANUEL AMARAL

FERIADOS EM 2012 Janeiro 01 (domingo) – Confraternização Universal – feriado internacional 06 (sexta-feira) – Dia de Santos Reis – feriado municipal

Fevereiro 21 (terça-feira) – Carnaval – feriado nacional 22 (quarta-feira) – Quarta-feira de Cinzas – ponto facultativo até às 14h

Abril 06 (sexta-feira) – Sexta-feira Santa – feriado nacional 08 (domingo) – Domingo de Páscoa – feriado nacional 21 (sábado) – Dia de Tiradentes – feriado nacional

Maio 01 (terça-feira) – Dia do Trabalho – feriado internacional

Junho 07 (quinta-feira) – Dia de Corpus Christi – feriado nacional

Setembro 07 (sexta-feira) – Independência do Brasil – feriado nacional

Outubro 03 (quarta-feira) – Dia dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu – feriado estadual 12 (sexta-feira) – Dia de Nossa Senhora Aparecida (padroeira do Brasil) – feriado nacional

Novembro 02 (sexta-feira) – Dia de Finados – feriado internacional 15 (quinta-feira) – Proclamação da República – feriado nacional 21 (quarta-feira) – Dia de Nossa Senhora da Apresentação (padroeira de Natal) – feirado municipal

Dezembro 25 (terça-feira) – Dia do Natal – feriado nacional


4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

natal

Domingo | 01 de janeiro de 2012

MARCELO ALVES DIAS DE SOUZA [ procurador regional da República ]

O primeiro caso morte de Abel por obra do seu irmão Caim, conforme relatado no Livro do Genêsis, Capítulo IV, do Antigo Testamento (Gênesis 4:1-16), é o primeiro caso de homicídio “oficialmente” registrado na cultura judaico-cristã. Andei estudando os detalhes desse caso – os fatos, os motivos, o julgamento, a sentença e as consequências do crime – em “Law: A Treasury of Art and Literature” (de 1990, editado por Sara Robbins para a Beaux Arts Edictions), muito provavelmente o mais belo livro que possuo, em parte pelo seu conteúdo, mas, sobretudo, pela sua forma. Um livrão, daqueles que costumamos pôr (melhor seria dizer “expor”) sobre uma bela mesa de centro, repleto de histórias e estórias e, principalmente, recheado com cerca de 200 belíssimas ilustrações. Mas deixemos de lado “Law: A Treasury of Art and Literature”. A ele voltarei, prometo, outro dia. Concentremo-nos, doravante, no “leading case” bíblico. Os fatos do famoso fratricídio podem ser facilmente resumidos. Caim e Abel eram irmãos, filhos de Adão e Eva (muito embora, certa doutrina afirme ser Caim filho de Eva com a Serpente). Caim era agricultor; Abel, pastor. Certa feita, Caim trouxe, fruto da terra, uma oferenda a Deus. Abel, por sua vez, fruto do seu pastoril, também trouxe uma oferenda ao Senhor. Deus, a Bíblia não diz o porquê, aceitou a oferenda de Abel, mas dispensou a de Caim. “E Caim irou-se extremamente, e o seu semblante ficou abatido”. A ira de Caim parece haver se virado contra o irmão Abel, pois, segundo o relato bíblico,

A

“Caim disse a seu irmão Abel: saiamos fora. E quando estavam no campo, investiu Caim contra seu irmão Abel, e matou-o” (Gênesis 4:1-8). Um crime passional, aparentemente “motivado” por uma mistura de ciúmes, ódio e ira. Justificado? Por mais que o Antigo Testamento não explique os detalhes e o porquê de haver Deus aceitado a oferenda de Abel e rejeitado a de Caim, certamente esse sentimento de “rejeição” não é uma justificativa aceitável para o crime. E aqui vai uma primeira observação pessoal: com os meus botões, fiquei imaginando que se, para cada rejeição que sofri, tivesse cometido um “crime”, já estaria preso há muitas festas. O julgamento, presidido pela mais alta autoridade, isto é, Deus, foi inquisitorial e direto. Segundo as escrituras, o Senhor (no Seu papel de curioso juiz) perguntou a Caim: “Onde está teu irmão Abel?” E Caim disse: “Não sei. Porventura sou eu o guarda do meu irmão?” Deus disse: “Que fizeste? A voz do sangue de teu irmão clama da terra por mim”. Sabedor do fratricídio, Deus assim condenou Caim: “Agora, pois, será maldito sobre a terra, que abriu a sua boca e recebeu da tua mão o sangue do teu irmão” (Gênesis 4:9-11). Não sei se podemos chamar o relato bíblico, levando em conta os padrões atuais do devido processo legal, de julgamento. De testemunha, apenas uma, “o sangue do falecido”. Não houve qualquer defesa, já que Caim nada tenta nesse sentido. Nada de advogados, muito embora, em alguns casos, estes atrapalhem mais do que ajudem. Isso sem fa-

lar na pressa nos procedimentos, com uma sentença açodadamente proferida. E vai, assim, uma segunda observação pessoal: certamente, nos dias de hoje, algum tribunal super supremo, mais “garantista” que Deus e com alguns motivos a mais, anularia esse julgamento. A sentença, por sua vez, foi curiosa. Uma espécie de banimento ou exílio para o leste do Éden. Condenado a vagar, Caim carregaria um sinal, “para que não o matasse ninguém que o encontrasse” (Gênesis 4:17-24). Uma terceira observação pessoal: acho que saiu barato. Até porque, foi nesse tal de leste do Éden que a descendência de Caim, a partir do seu filho Lamec, fundou a ideia de poligamia. E Lamec ainda assim – ou talvez por isso, quem sabe – viveu 777 anos. Aliás, interessantemente, são

muitos os descendentes de Caim referidos no Antigo Testamento (Gênesis 4:17-24), como Enoc e o famoso Matusalém, que viveu 969 anos. Embora a descendência de Caim, segundo a Bíblia, tenha se extinguido com o dilúvio dos tempos de Noé, ela se notabilizou por produzir bons músicos, pastores e artífices em cobre e ferro. E, claro, bons polígamos. Aqui não há a necessidade de qualquer observação pessoal. Ironicamente, nos dias de hoje, a história/estória de Caim está sendo reinventada. Provavelmente o mais famoso homicida da civilização judaico-cristã, a figura de Caim, assim como o seu sinal ou marca, acabou sendo, para sempre, incorporada à nossa cultura. O seu sinal tem sido muitas vezes apontado como a origem do badalado “vampirismo” contemporâneo. Ademais, com o título “A Marca de Caim” eu posso citar pelo menos meia dúzia de filmes. E até o prêmio Nobel José Saramago (1922-2010) tem um livro intitulado “Caim” (de 2009), no qual ele tenta, polemicamente, através de uma “herege” revisão criminal, desarquivar o caso bíblico, desta feita colocando Deus – como autor intelectual do crime, por haver rejeitado a generosa oferta de Caim – no banco dos réus. Bom, por fim, eu quero deixar claro que o caso de Caim e de suas reinterpretações têm muito de lenda e de ficção. E que, na vida real, rejeição não justifica crime. E assim vai, a título de conselho, a minha última – e talvez mais importante – observação: em caso de rejeição, simplesmente “parta pra outra”.


natal

Domingo | 01 de janeiro de 2012 ➾ www.tribunadonorte.com.br ➾ tnonline@tribunadonorte.com.br ➾ twitter.com/tribunadonorte

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte| 5

tn online Fred Carvalho - www.twitter.com.br/fredcarvalhorn

Controle O governo de Xangai vai exigir que usuários de microblogs se registrem com seus nomes reais a partir desta segundafeira, informou a mídia estatal chinesa. Pequim e a província de Guangdong, localizada no sul do país, já haviam ordenado que usuários de weibos (microblogs semelhantes ao Twitter) registrassem seus nomes reais. Com a medida, as autoridades buscam aumentar o controle sobre a internet.

Crescimento O faturamento nominal das empresas de comércio eletrônico cresceu 20% neste Natal na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados pela empresa de monitoramento de comércio eletrônico, e-bit. Entre os dias 15 de novembro e 24 de dezembro, o faturamento do ecommerce somou R$ 2,6 bilhões. O porcentual de atrasos nas entregas sobre o total de pedidos recuou de 17% em 2010 para 13% este ano. Já o número de pedidos cresceu 27%.

Recall

Mercado

Apple anunciou um recall de iPod nano de 1º geração comercializados entre setembro de 2005 e dezembro de 2006. O motivo, segundo a empresa, é que “em casos muito raros” a bateria do produto, que tem a parte frontal de plástico a parte traseira de metal, poderá sobreaquecer e provocar riscos à segurança do usuário. “A possibilidade de acidente é rara, mas aumenta à medida em que a bateria vai se tornando obsoleta”, comunica a Apple, em seu site.

A Internet continua a ser uma ferramenta muito pouco, ou quase não usadas pelos microempresários brasileiros, segundo a pesquisa TIC Microempresas 2010, realizada pelo Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (CETIC.br) e divulgada na quarta-feira passada pelo Comitê Gestor da Informática (CGI.br). Os dados do levantamento realizado entre setembro e novembro de 2010, com mais de 1.500 empresas

A

Bombou

Viagem

55 polegadas

A Amazon divulgou resultados de vendas do período de Natal, afirmando que foram vendidos mais de 4 milhões de leitores digitais Kindle. De acordo com a empresa, foi o maior número de vendas do aparelho durante a temporada de festas. Foram mais de 1 milhão de Kindles por semana no mês de dezembro, diz a companhia.

Que tal escolhe do lado de quem você quer sentar no próximo voo? Pois é isso mesmo que a companhia aérea holandesa KLM pretende fazer em 2012, informa o jornal britânico Daily Mail. Para isso, a companhia está desenvolvendo uma ferramenta que permitirá aos passageiros acessar os perfis de seus possíveis companheiros no Facebook e no LinkedIn para fazer suas escolhas. Chamado de “meet and seat” (algo como “conhecer e sentar”), o serviço tem o objetivo de permitir que os clientes escolham os seus “vizinhos ideais” com base nas redes sociais. Assim, será possível escolher a pessoa para sentar ao seu lado com base nos interesses, aparência e até mesmo pela profissão, o que pode causar transtornos para alguns dos escolhidos.

Na edição 2011 da Consumer Eletronics Show (CES), a LG afirmou que já tinha em mente produzir telas com tecnologia de ultra definição (UD), mas nada apareceu no evento deste ano. Mas parece que, para a companhia, o céu é o limite. E não satisfeita em produzir um aparelho OLED de 55 polegadas, a empresa coreana apresentou um modelo que promete deixar todos de boca aberta: a televisão será a maior TV 3D do mundo já fabricada, com impressionantes 84 polegadas e 4 K de resolução (3840 x 2160).

Amém! Uma igreja da Irlanda começou a fazer transmissões pela internet, para que os fiéis que deixaram o país devido à crise possam acompanhar os serviços religiosos. A catedral de Tuam, no condado de Galway, transmite online as missas de domingo, os casamentos e até os velórios.

[ NOVA REALIDADE] Mudança é uma tentativa de acompanhar o avanço da tecnologia e o aumento da preocupação

com a qualidade de vida. Agora, não importa mais local de trabalho, mas se o trabalhador executa a tarefa determinada

Trabalho remoto passa a vigorar Lei 12.551, sancionada no meio de dezembro, alterou o artigo sexto da CLT para equiparar os efeitos jurídicos do trabalho exercido por meios telemáticos e informatizados ao exercido por meios pessoais e diretos. Significa que, no Brasil, deixa de haver distinção entre trabalho na empresa, em casa ou a distância. A lei é uma tentativa de acompanhar o avanço da tecnologia e o aumento da preocupação com qualidade de vida. Agora, oficialmente, não importa mais o local de trabalho, mas se o trabalhador executa a tarefa determinada pela empresa. O funcionário com carteira assinada que trabalha longe do escritório passa a ter os mesmos direitos dos outros, como hora extra, adicional noturno e assistência em caso de acidente de trabalho. O controle das horas e a supervisão do trabalho podem ser feitos por meios eletrônicos.

FOTOS:DIVULGAÇÃO

A

BENEFÍCIOS O telecomuting, teletrabalho ou trabalho remoto, que permite às pessoas trabalharem em diferentes locais, oferece inúmeras oportunidades para as pequenas empresas, incluindo a redução de custos e a capacidade de contratar rapidamente trabalhadores temporários. Ferramentas de telepresença, como videoconferência, tornam o trabalho remoto possível. O governo dos Estados Unidos adotou o trabalho remoto antes de muitas companhias do setor privado. Um número crescente de empresas tem prosperado com trabalhadores remotos, fornecendo serviços por meio da web. No Brasil, não existe qualquer artigo na lei que rege as relações de trabalho que proíba a modalidade, mas muitas empresas evitam a prática, diante das dificuldades de controle da jornada de traba-

brasileiras que empregam até 10 funcionários, atualizam o levantamento de 2007. Os resultados revelam estabilidade no número de microempresas informatizadas _ em 2007, 69% tinham computadores com acesso à Internet e este patamar se manteve estável em 2010 _ mas a presença na Web é muito baixa _ 73% das microempresas pesquisadas não possuem site e 83% delas sequer figuram em canais online de parceiros ou terceiros.

É cada vez maior o número de pessoas que trabalham em casa no Brasil, agora amparados por Lei

lho, principalmente em função do cálculo de horas extras. Razão pela qual algumas empresas proponham ao trabalhador um acordo no contrato de trabalho, registrando a flexibilidade de trabalho externo em carteira, liberando-as do pagamento de horas extras. Veja alguns argumentos que servirão para considerar a ideia de que oferecer trabalho remoto para os membros da equipe pode ser uma excelente alternativa. 1 - Funcionários mais produtivos Quando podem trabalhar em casa, eles não têm as distrações do escritório, e não gastam tempo com locomoção. Vários estudos acadêmicos e pesquisas corporativas mostram que os trabalhadores remotos são muitas vezes mais felizes e mais produtivos do que aqueles que ficam na sede da empresa. Alguns trabalhadores podem precisar de supervisão, mas você pode fazer isso por meio de metas de produção em vez de monitorar horas trabalhadas por dia.

2 - Alcançar os profissionais da equipe onde quer que estejam,independentemente da localização Geralmente, a adoção do trabalho remoto implica na construção de infraestrutura mínima adequada: software e conexão à internet apropriados. As ferramentas incluem aplicações de controle remoto, software de colaboração e software de videoconferência. Pode ser mais fácil alcançar os membros da equipe por meio da web do que caminhar pelo escritório. Os aplicativos de controle remoto como LogMeIn, GoToMyPC ou Splashtop Remote Desktop registram o usuário em casa e controlam o computador usado para o trabalho. Os software de colaboração como o Google Apps e o Office 365 permitem que os usuários compartilhem documentos, arquivos, apresentações, e outros dados em diferentes locais, simultaneamente. E software de videoconferência – como o Cisco WebEx Meeting Center, Citrix GoToMeeting, ou o Google+ Hangouts, que é de graça –

facilitam reuniões de grupo. 3 - Economia de espaço e corte de custos O trabalhador remoto não apenas suprime a própria mesa e o PC, como também energia elétrica, lanches, água, banda larga, serviço de telefonia e muito mais. Isso permite reduzir despesas para o escritório. Mesmo se você reembolsar alguns custos, como conectividade com a internet ou o uso do telefone, ainda irá economizar na metragem quadrada do espaço da empresa. 4 - Gestão aprimorada de TI e redução de custos de manutenção Em geral, os trabalhadores remotos fornecem sua própria conectividade e PCs. Se for necessário instalar antivírus, acesso remoto, e outros software, os custos totais devem ser muito menores em comparação com a gestão in-house. Você vai querer definir normas e talvez implementar o cumprimento delas, como a verificação de software para garantir que ninguém que se conecte à rede esteja infectado com vírus ou que tenha soft-

ware desatualizados. 5- Desfrutar de serviços baseados em nuvem Em vez de hospedagem de servidores em seus escritórios, você pode tirar vantagem de aplicações na nuvem que permitem a telepresença. As aplicações cloud podem fornecer serviço mais confiável do que seus próprios servidores. Fornecedores de cloud têm vários data centers redundantes para garantir a conectividade confiável. Obviamente, você vai precisar investigar minuciosamente a segurança disponível e as opções de backup de cada serviço. 6 - Negócio mais ágil Se as ferramentas estão configuradas corretamente, o trabalho remoto pode tornar a empresa mais ágil, dando maior flexibilidade aos profissionais para atender às exigências do projeto. Você pode, rapidamente, encontrar e recrutar trabalhadores para projetos específicos. 7 - Mão de obra mais barata Se você está localizado em uma área cara, pode economizar quantidades substanciais de dinheiro. Os profissionais podem viver em regiões com boa e mais barata conectividade de internet – e estarão satisfeitos com salários mais baixos do que nas grandes cidades. Além disso, muitos funcionários aceitam um salário menor em troca do trabalho remoto. Finalmente, se você contratar profissionais por meio de contratos independentes, irá economizar ainda nos custos de folha de pagamento. O trabalho remoto pode salvar a companhia com somas substanciais com poucas desvantagens reais se você gerenciar a segurança com cuidado. A percepção de dificuldade na supervisão de trabalhadores remotos, muitas vezes parece ser a maior barreira para implementar o trabalho remoto, mas é possível superar isso olhando para o lucro.

[ NO AR ]

Ligações em viagens têm custo maior em roaming uem for viajar para fora do estado ou do país deve ficar atento para as regras e tarifas de sua operadora de celular para ligações em roaming (fora da área de mobilidade). Além de as ligações serem mais caras, a operadora pode cobrar taxas extras para a realização e o recebimento de chamadas. O custo das chamadas em roaming varia de acordo com a operadora e o plano. Pelas regras da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a empresa pode cobrar um adicional por chamada para realizar ligações fora da área, além do próprio valor da chamada. Segundo o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), algumas empresas não cobram o adicional por chamada, dependendo do plano contratado, mas todas cobram a taxa de deslocamento, paga pelo consumidor quando está em roaming e recebe uma ligação. Essa taxa é cobrada por minuto. A orientação da entidade é pedir que os amigos e parentes enviem mensagens de texto (SMS), único serviço gratuito quando se está fora da área de mobilidade. Antes de viajar, é preciso verificar quais são os critérios utilizados pela operadora para determinar a cobrança de adicionais em caso de roaming. As informações podem ser obtidas no site das empresas ou pelo serviço de atendimento ao cliente. As viagens internacionais também exigem cuidados extras, principalmente com os smartphones. Alguns modelos têm serviço de atualização de e-mails automático, que vai consumindo os dados contratados mesmo quando o usuário não acessa a caixa de mensagens. Para que isso não aconteça, o serviço deve ser desabilitado no próprio aparelho.

Q


natal 6

Natal | Rio Grande do Norte | Domingo | 01 de janeiro de 2012

[ FERIADO ] No primeiro dia do ano, praticamente todo o comércio está fechado, inclusive supermercados e shoppings. Até mesmo as feiras

livres programadas para hoje, foram antecipadas para ontem. Fiéis católicos têm a opção de celebrações nas 35 paróquias de Natal

Comércio fechado no primeiro dia do ano Para os católicos, hoje é dia de celebração. A Arquidiocese de Natal divulgou os horários das missas para esse início de ano. Das 35 paróquias, apenas em três não ocorrerão celebrações. Já na Catedral Metropolitana, e nas paróquias de Jesus Bom Pastor, Beato Francisco Ambrósio, Nossa Senhora de Lourdes, São Francisco de Assis,

São joão Bosco e São Sebastião, ocorrerá mais de uma celebração ao longo do dia de hoje. FEIRAS LIVRES Além dos shoppings e comércio de rua, as feiras livres de Natal não vão ocorrer hoje. Foram antecipadas para ontem, de acordo com informações da diretora do departa-

mento de feiras e mercados da Semsur, Elinete Fernandes. Foram antecipadas as feiras: Cidade da Esperança, Quinta, Lagoa Seca, Gramoré, Nova Natal, Pirangi, Mãe Luiza, Felipe Camarão, Nova Natal e Nova República. Todas as lojas de shoppings da cidade estarão fechadas. A única pra de alimentação que irá funcio-

nar é o do Praia Shopping e o cinema do Midway Mall. LIMPEZA Cerca de 150 garis da Urbana estão de plantão nas praias urbanas para garantir a limpeza da orla após as festas da virada do ano. Essas equipes ficam na praia durante todo o dia de hoje.

FERIADO DE ANO NOVO Veja o que funciona e o que fecha hoje em Natal: FEIRAS LIVRES De acordo com a diretora do departamento de feiras e mercados da Semsur, Elinete Fernandes todas as feiras que acontecem aos domingos serão antecipadas para o sábado dia 31 de dezembro.São elas: ➔ Feira da Cidade da Esperança ➔ Feira das Quinta ➔ Feira de Lagoa Seca ➔ Feira de Gramoré ➔ Feira de Nova Natal

➔ Feira de Pirangi ➔ Feira de Mãe Luiza ➔ Feira de Felipe Camarão ➔ Feira de Nova Natal ➔ Feira da Nova República EMANUEL AMARAL

H

ao desconto de 50% nos pagamentos das passagens de ônibus e opcionais nas viagens urbanas. No ano 2012, o benefício será aplicado em janeiro (dias 01 e 06), fevereiro (dia 21), abril (dias 06 e 21), maio (dia 01), junho (dia 07), setembro (dia 07), outubro (dias 03 e 12), novembro (dias 02, 15 e 21) e dezembro (dia 25).

COMÉRCIO DE RUA Alecrim 01/01/2012 - lojas totalmente fechadas Centro 01/01/2012 - Fechado Zona Norte 01/01/2012 - lojas totalmente fechadas

SHOPPINGS Natal Shopping 01/01/2012 - Shopping fechado Praia Shopping 01/01/2012 - funciona somente praça de alimentação,a partir das 11h. Midway Mall 01/01/2012 - funciona apenas o Cinemark.Lojas e praça de alimentação estarão fechadas. Natal Norte Shopping 01/01/2012 - fechado.

Horário das missas do Ano Novo Igreja Matriz 01/01 Localização Paróquia da Catedral Metropolitana 11h / 19h Cidade Alta Paróquia de Jesus Bom Pastor 7h30 / 16h30 Bom Pastor Nsa.Sra.da Apresentação 17h30 Cidade Alta Paróquia de São João Batista Ponta Negra Capelania do Campus Universitário Anfiteatro da UFRN Beato Ambrósio Francisco Ferro 9h30 / 19h30 Planalto Beato André de Soveral 19h30 Emaús Beato Pe.José de Anchieta 17h Lagoa Nova II Bom Jesus das Dores Ribeira Cristo Rei 19h Pirangi Santa Rita de Cássia dos Impossíveis 18h Ponta Negra Nsa.Sra.Aparecida 19h30 Neópolis Nsa.Sra.Auxilidora 21h Felipe Camarão Nsa.Sra.da Candelária 17h Candelária Nsa.Sra.da Conceição 19h30 Nova Parnamirim Nsa.Sra.das Graças e Santa Teresinha 19h30 Tirol Nsa.Sra.de Fátima 19h30 Parque das Dunas Nsa.Sra.de Lourdes 9h / 19h Petrópolis Paróquia do Santuário dos Mártires 17h Nazaré Nsa.Sra.do Perpétuo Socorro 19h30 Quintas Sagrada Família 19h Rocas Sagrado Coração de Jesus 19h30 Morro Branco Sant’Ana 19h30 Soledade II Santa Clara 19h30 Pitimbu Santa Luzia Boa Esperança Santa Maria Mãe 19h30 Santa Catarina Santo Afonso Maria de Ligório 19h Mirassol Santo Antônio de Pádua 19h Parque dos Coqueiros São Camilo de Léllis 19h Lagoa Nova I São Francisco de Assis 7h/16h30 Cidade Satélite São João Batista 19h Lagoa Seca São João Bosco 8h/19h15 Gramoré São Lucas 18h30 Amarante São Pedro 16h30 Alecrim São Sebastião 8h30 / 16h30 / 19h30 Alecrim Nsa.Sra.da Esperança 17h30 / 19h Cid.Esperança MARCELO BARROSO

oje, primeiro dia do ano, praticamente todo o comércio está fechado, inclusive supermercados e shoppings (ver quadro abaixo). Mas como acontece em todo feriado, os usuários de ônibus pagarão, no domingo, 1º de janeiro, Dia da Confraternização Universal, a tarifa social, ou seja, terão acesso


natal

ENTREVISTA

Padre Sávio explica seu trabalho como assessor Nacional do Setor Juventude da CNBB. PÁGINA 9

TEMPO HOJE

TÁBUA DE MARÉS

FEIRAS LIVRES

BALNEABILIDADE

FASES DA LUA

Nebulosidade variável com possibilidade de pancadas de chuva. Máx.: 31ºC Mín.: 25ºC

Preamar 10h08-1.8 - 22h28-1.8 Baixa-mar 03h32-0.7 - 16h08-0.8

As feiras previstas para hoje, foram antecipadas para ontem.

Todas as praias estão próprias para banho.

Crescente: hoje Cheia: 08/01 Nascer do sol: 5h09 Pôr do sol: 17h37

[ PRESÍDIOS ] Convênio com a União garante a construção de cinco

cadeias públicas em Ceará-Mirim, Macau, Parnamirim, Parelhas e Lajes

RN terá 1.198 novas vagas no sistema prisional MARCO CARVALHO repórter

Rio Grande do Norte contará com cinco novas cadeias públicas em 2012. O reforço significativo na infraestrutura do Sistema Penitenciário Estadual será possibilitado através de convênio com o Ministério da Justiça, especificamente com o Programa Nacional de Apoio ao Sistema Prisional do Departamento Penitenciário Nacional. No total, serão 1.198 vagas, divididas em cadeias masculinas e femininas espalhadas pelo Estado. As cidades que receberão as unidades prisionais já estão pré-definidas: Cearámirim, Parnamirim, Macau, Parelhas e Lajes. O investimento no RN, de acordo com estimativas do Ministério da Justiça, gira em torno de R$ 47 milhões, dos quais devem encontrar contrapartida do Governo do Estado entre 10% a 25% porcentagem a ser definida. O auxílio do Governo Federal ha-

O

via sido anunciado em outubro e foi formalizado em novembro, através da portaria nº 522/2011. No RN, serão três cadeias masculinas, com 232 vagas cada, e duas femininas, com 251 vagas cada. O formato será similar ao novo pavilhão da penitenciária de Alcaçuz: pré-moldado, que permite a construção e finalização em até oito meses. De acordo com informações do secretário de Justiça e Cidadania, Thiago Cortez, os terrenos já foram doados e as licenças ambientais estão em andamento. A previsão é que ainda em 2012, o Estado possa conta com as novas unidades prisionais para desafogar as existentes, principalmente na capital. Segundo o secretário Thiago Cortez, o Rio Grande do Norte foi o 8º Estado do país a conseguir a maior quantidade de vagas no convênio federal. Isso se deu devido ao correto preenchimento do Infopen, cadastro nacional de estabelecimentos prisionais. “Já publicamos chamamento no Diário Oficial para as empresas interessadas na constru-

ção de unidades pré-moldadas se manifestarem. A partir de agora, estamos aguardando orçamentos”, informou Thiago Cortez. Dentre as metas estabelecidas pelo Programa Nacional de Apoio ao Sistema Prisional estão a eliminação do déficit em estabelecimentos prisionais femininos e a redução do número de presos em delegacias de polícia. De acordo com Thiago Cortez, isso serão conseqüências notadas no RN. “Com as construções, iremos zerar o déficit em vagas femininas”. Ele continua. “Além disso, com a concretização da construção das cadeias, podemos começar a resolver um grande problema chamado Centro de Detenção Provisória”, disse. Os CDPs, como são chamados, já chegaram a ser condenados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e alguns deles foram fechados em Natal, como o localizado no bairro das Quintas. Sem regulamentação, a superlotação é constante. “Os CDPs são improvisações que têm que aca-

Editora: Cledivânia Pereira e-mail: cledivania@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 01 de janeiro de 2012

SISTEMA PRISIONAL Locais de construção de novas cadeias no Rio Grande do Norte,total de vagas e volume de investimentos CADEIAS EXISTENTES NO RN

NOVAS CADEIAS Macau Lajes Parnamirim Ceará-Mirim Parelhas

Cadeia Pública de Caraúbas Cadeia Pública de Mossoró Cadeia Pública de Natal Centro de Detenção Provisória da Ribeira

VAGAS

Centro de Detenção Provisória da Zona Norte Centro de Detenção Provisória de Candelária

696

502

masculinas

femininas

R$ 40 mil é o custo por vaga

Complexo Penal Dr.João Chaves

Masculina Feminina

Complexo Penal Estadual de Pau dos Ferros

3260

Penitenciária Estadual de Alcaçuz

é o custo total aproximadamente

Penitenciária Estadual de Parnamirim

*verba federal com contrapartida de 10-25% do Governo do Estado

Penitenciária Estadual do Seridó, em Caicó.

Com a concretização da construção das cadeias, podemos começar a resolver um grande problema chamado Centro de Detenção Provisória” THIAGO CORTEZ Secretário de Justiça e Cidadania

População carcerária total

Complexo Penal Estadual Dr.Mário Negócio,em Mossoró

R$ 47 milhões

6.677

bar. E isso será possível com as novas obras destinadas a presos provisórios”, enfatiza o secretário. Além das obras com auxílio federal, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) também quer reformas para outras unidades do Estado, como Alcaçuz. “Alcaçuz tem uma estrutura que nunca passou por reforma, desde 1998 é a mesma. O Estado não tinha procurado investir, hoje é que a mentalidade está mudando”, disse Thiago Cortez. A Sejuc também trabalha para combater um problema apontado pelas autoridades de segurança pú-

Capacidade total Masculina Feminina

6114 563

3182 78

Informações do Sistema Integrado de Informações Penitenciárias - Infopen

blica: a presença de celular dentro dos presídios. “Pensamos sim em instalar bloqueador de sinal, mas é fácil de mudar a freqüência. Queremos fiscalização com raio-x e detector de metais”, esclareceu Cortez. Segundo ele, também há trabalhos de investigação contra agentes penitenciários suspeitos de facilitar a entrada dos equipamentos. “Alguns agentes já foram afastados e indiciados por tráfico de drogas e facilitação por entrada de celular em presídios. Estamos atentos a esse tipo de conduta que não é tolerada”.


8 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

natal

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Com um repasse de R$ 1,1 bilhão aos Estados nos próximos três anos, a iniciativa do Programa Nacional de Apoio ao Sistema Penitenciário deve gerar cerca de 42,5 mil vagas em penitenciárias e cadeias públicas de todo o Brasil [ PRESÍDIOS ]

Programa investirá mais de R$ 1 bilhão A construção de cadeias públicas com 1.198 vagas no Rio Grande do Norte será possível graças a parceria com o Governo Federal. A União pretende investir R$ 1 bilhão para mudar o cenário da estrutura carcerária do país que hoje é marcado por celas superlotadas, reclamação de detentos, agentes penitenciários insatisfeitos e constan-

te tentativas de fuga. A falta de vagas é um dos principais problemas do sistema carcerário do país. Com um repasse de R$ 1,1 bilhão aos estados nos próximos três anos, a iniciativa do Programa Nacional de Apoio ao Sistema Penitenciário deve gerar cerca de 42,5 mil vagas em penitenciárias e cadeias públicas de todo o Brasil. Desse total, 15

mil vagas serão em presídios femininos e 27.500 em masculinos. Com isso, será possível zerar o deficit de vagas femininas em presídios e reduzir a quantidade de presos provisórios em delegacias. De acordo com levantamento feito pelo Fórum Nacional de Segurança Pública em 2010, aproximadamente 44% dos encarcerados eram pre-

sos provisórios, que ainda não tinham tido o processo julgado. Segundo o ministério, atualmente o faltam entre 50 mil e 60 mil vagas no país. No Rio Grande do Norte, o deficit de vagas no sistema prisional é de quase três mil vagas. FUTURO Além do programa de inves-

timento na estrutura física, o governo federal divulgou dois decretos para a área carcerária: a regulamentação da monitoração eletrônica de presos provisórios e condenados e a aprovação de um plano de educação nas prisões. O objetivo é ampliar e qualificar a oferta de educação nos estabelecimentos penais, definin-

do diretrizes e objetivos. Como parte do programa, serão enviados ao Congresso outros projetos de lei. Um deles permite que o juiz receba mensagens eletrônicas sobre vencimentos de prazo para concessão de benefícios ao preso. Para as mulheres, há um projeto de lei que estabelece visitas periódicas de familiares.

BATE-PAPO Thiago Cortez » secretário estadual de Justiça e Cidadania ADRIANO ABREU

Em 2011, o Sistema Penitenciário Estadual enfrentou momentos de dificuldades. No início do mês de maio, um detento foi decapitado durante rebelião na penitenciária estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta. O pavilhão 2 foi cenário para momentos de terror e destruição. Preso decapitado e cadáver destruído, colchões em chamas e confronto com agentes penitenciários. A confusão destruiu a estrutura do pavilhão e presos tiveram que ser relocados. Em setembro, foi deflagrada a greve dos agentes penitenciários. Detentos em todo o Estado aproveitaram a oportunidade para realizar motins e tentar alcançar a liberdade. Os presos também comandaram atentados de dentro de penitenciárias, levando medo à população. Em entrevista à TRIBUNA DO NORTE o secretário de Justiça e Cidadania, Thiago Cortez, declarou que o ano poderia ser considerado positivo, com a queda de rebeliões com mortes e fugas, além da conquista de convênios. Para ele, construir cadeias é apenas parte de um processo que desafogará o sistema penitenciário. Falta a contribuição do Poder Judiciário e a ação efetiva da Defensoria Pública. Confira a entrevista: Qual o balanço das atividades realizadas pela Sejuc,em 2011? Dentro do contexto, considero que foi um ano positivo. Durante vários meses, ficamos fora das pá-

ginas policiais. O sistema prisional é naturalmente complicado, mas estamos fazendo o máximo para cumprir o plano nacional de diretrizes penitenciárias. O CNJ havia condenado alguns CDPs, no começo do ano. Era o das Quintas, que foi fechado, o da zona Norte, que estamos reformando, e o da Ribeira, onde será promovido uma grande mudança para não ficar da forma que está hoje.

A questão dos presos provisórios passa pela falta de funcionários e estrutura do Poder Judiciário”

O grande problema do sistema prisional do RN se chama Centro de Detenção Provisória? É uma improvisação que a gente tem que acabar. As novas vagas serão destinadas a presos provisórios e com essas cadeias teremos condições de fechar vários CDPs. Qual o envolvimento do Poder Judiciário para a contribuição da situação dos detentos provisórios? Esse ano foi de grande parceria entre a Sejuc, o Ministério Público e o Poder Judiciário. A questão dos presos provisórios passa pela falta de funcionários e estrutura do Poder Judiciário. E realmente existe a dificuldade. O Brasil possui 500 mil presos provisórios. Temos que avançar nesse sentido. Poderíamos evitar os presos provisórios com as penas alternativas. A solução para o sistema prisional é a construção de cadeias públicas? Construir cadeias é apenas uma

Hoje, não temos uma Defensoria Pública estruturada, apesar de termos bons defensores. A estrutura ainda é acanhada”

parte da solução, juntamente com o fortalecimento da Defensoria Pública e do fomento às penas alternativas. Como o fortalecimento da Defensoria Pública poderia auxiliar nessa questão? A maioria dos presos não possuem nenhuma assistência jurídica, que o Estado é obrigado a dar. Hoje, não temos uma Defensoria Pública estruturada, apesar de termos bons defensores. A estrutura ainda é acanhada. Esse fortaleci-

mento impediria que muitos dos presos continuassem superlotando o nosso sistema. A Sejuc também é responsável pelas Centrais do Cidadão. Durante 2011, ouviu-se críticas a respeito da estrutura desses locais e do seu funcionamento precário.Como o senhor encara essa crítica? Pegamos as Centrais do Cidadão com todos os aluguéis atrasados desde setembro de 2010. Tivemos que tomar pé de toda a si-

tuação. Todas as centrais necessitam de coisas básicas como reforma nas instalações hidráulicas e elétricas, troca de equipamentos de informática. Diante das dificuldades financeiras, o Governo não teve condições de fazer isto esse ano. Para 2012, queremos focar nas centrais do cidadão, revitalizar o serviço, baixar os aluguéis considerados caríssimos. Em janeiro, já temos reunião agendada com a governadora, que já se prontificou a alterar a realidade vista nas centrais hoje em dia.

As novas vagas serão destinadas a presos provisórios e com essas cadeias teremos condições de fechar vários CDPs”


natal

Domingo | 01 de janeiro de 2012

3porquatro

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

9

POR ANNA RUTH DANTAS

PADRE CARLOS SÁVIO DA COSTA

PADRE SÁVIO,COMO É MAIS CONHECIDO,ATUA NA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL,ESTANDO O SEU TRABALHO DIRETAMENTE RESPONSÁVEL PELA “ANIMAÇÃO DO JOVEM”.ELE É ASSESSOR NACIONAL DO SETOR JUVENTUDE DA CNBB. E CONTA À TN QUAIS OS DESAFIOS E ALEGRIAS QUE ENCONTRA NESSA TAREFA:

“Na juventude eu Boto Fé!” FOTOS: EMANUEL AMARAL

Não é comum um sacerdote tão jovem assumir função de destaque na CNBB como o senhor alcançou.A que o senhor credita esse posto ocupado hoje na CNBB? É fundamental neste aspecto ser consciente que esta função é, sobretudo um serviço. Quando fui ordenado padre, após 8 anos de estudos, a Igreja através do Bispo me confirmou apto a exercer o ministério sacerdotal para servir com disponibilidade e despojamento onde quer que ela me enviasse. Sempre gostei muito de trabalhar com os jovens desde seminarista, nos momentos de serviço pastoral estive muito próximo à juventude em todas as paróquias por onde passei, por acreditar que a juventude é muito importante para a vida da Igreja e da sociedade. Estimo que foi essa minha identificação com a juventude que motivou o chamado para esse serviço. Para o senhor chegar ao cargo nacional na CNBB o que foi determinante nessa trajetória? Este chamado a exercer um serviço junto aos bispos do Brasil, creio que tenha sido por causa dessa tão nítida opção preferencial pela evangelização da juventude e pelos trabalhos que desenvolvi com os jovens nas paróquias e comunidades por onde passei. Participei ativamente da organização do 9º Encontro Nacional da Pastoral da Juventude aqui em Natal que foi determinante para esse convite feito pela Igreja do Brasil. Qual a maior dificuldade em lidar com os jovens na Igreja Católica? Os jovens são maravilhosos de se trabalhar, tenho encontrado por ai milhares deles que fazem trabalhos inacreditáveis. Porém, precisamos investir na orientação do projeto de vida de nossa juventude, vejo esse fator como um grande desafio. Contemplando o quadro atual de hoje, a Igreja como Mãe e Educadora contribui apontando luzes para esta desafiadora realidade que nos interpela e para isso acontecer eficazmente precisa haver também um esforço conjunto da família, Igreja domestica e primeira formadora do homem e da classe política, pensando em políticas públicas justas e eficazes para essa parcela da população. O Papa tem convocado incessantemente a Igreja a acolher com muita fraternidade e ternura os jovens, deixando claro para eles que os queremos bem e acreditamos em seu potencial mobilizador e transformador que infelizmente tem se deturpado por diversos fatores. Os dogmas da própria Igreja e os conceitos por ela defendidos entravam a relação da Igreja Católica com os jovens? Não acredito que os dogmas e os conceitos da Igreja sejam fator de entrave na relação com os jovens. Pelo contrário, são os alicerces da juventude cristã, uma proposta de felicidade para todos, inclusive para os jovens. É importante ter clareza do empenho da Igreja em favor da vida plena para todos os homens, que é sempre muito maior que as chamadas proibições. Num mundo com valores que mudam sempre, a Igreja propõe os mandamentos e as bem-aventuranças como caminho seguro para todos nós. Hoje na Igreja temos inúmeras e significativas opções de engajamento para essa parcela tão preciosa do povo de Deus. Em minhas viagens por todo o Brasil não canso

apresentarmos o projeto “Bote Fé”. Passado o tempo, em nossas reuniões em Brasília, foi se desencadeando um processo, após ouvir diversas instâncias de jovens e assessores adultos, acerca de diversos aspectos importantes para a vida do jovem para chegarmos em um projeto audacioso e criativo de evangelização para a juventude. Hoje o projeto “Bote Fé” tem movimentado de uma maneira impressionante os jovens de todo o Brasil em três vertentes: a celebração, a formação e a ação social. A Igreja tem Fé em Cristo e acredita que o Povo de Deus também merece crédito em formar uma sociedade digna e solidária, por isso dizemos: “Bote Fé”.

ovem empolgado. Um padre envolvido com a mobilização do próprio jovem. Desafio? Sim, mas o próprio desafio se transforma em força para o trabalho. Com apenas sete anos de sacerdócio o padre Carlos Sávio da Costa Ribeiro, ou simplesmente padre Sávio, como é mais conhecido, atua na Confederação Nacional dos Bispos do Brasil, estando o seu trabalho diretamente responsável pela “animação do jovem”, ele é Assessor Nacional do Setor Juventude da CNBB. Padre Sávio não apenas tem demonstrado desenvoltura com a função, ocupada há dois anos, como também surpreende, empreendendo eventos que chamam a atenção dos jovens e funcionam como um grande convite ao engajamento. “Sempre gostei muito de trabalhar com os jovens desde seminarista, nos momentos de serviço pastoral estive muito próximo à juventude em todas as paróquias por onde passei, por acreditar que a juventude é muito importante para a vida da Igreja e da sociedade”, destaca. Com apenas alguns minutos de conversa ao lado de padre Sávio é possível perceber toda sua empolgação e seu entusiasmo pelo trabalho. Na prática, é o jovem animando jovem. E que trabalho! Agora ele está toda atenção com o chamado projeto Bote Fé, desenvolvido em todos os Estados brasileiros com a passagem da cruz e do ícone de Maria, símbolos da Jornada Mundial da Juventude, evento que acontecerá no Rio de Janeiro em 2013. Para Natal, cidade onde nasceu, padre Sávio reservou algo mais além da própria passagem dos símbolos da Jornada. Será na capital potiguar que acontecerá a gravação de um DVD reunindo as 25 principais atrações da música da Igreja Católica. Um desafio a mais para o jovem sacerdote. O convidado de hoje do 3 por 4 é um sacerdote que se mostra um desbravador, um jovem encantado e impulsionado ao trabalho de animar para a Igreja Católica o próprio jovem. Padre Sávio fala com alegria, é atencioso no trato, simpático com o espectador e se mostra, sobretudo, um sacerdote que vai além nos seus desafios e na sua missão.

J

Não acredito que os dogmas e os conceitos da Igreja sejam fator de entrave na relação com os jovens”

de dizer olhando dentro dos olhos dos jovens que a Igreja acredita neles e espera muito deles. Os valores do Evangelho nunca passarão e são neles que a Igreja se fundamenta para apoiar de modo substancial, com muita nitidez, o caminho a ser seguido pelos jovens. Hoje como Assessor Nacional do Setor Juventude da CNBB qual o seu principal desafio? Sem dúvida alguma é acompanhar a rica pluralidade da Igreja do Brasil em relação a evangelização da juventude, mostrando a todos a importância de cada realidade diferente para uma evangelização mais eficaz. A cada dia me surpreendo com formas tão criativas que se consolidam em todos os recantos do

país, atraindo milhares de jovens. Projetos como o Jesus no Litoral que leva milhares deles a exercer de forma tão criativa um serviço missionário nas praias do sul, sudeste, e nordeste do país neste período de verão. A Caravana Natal Feliz aqui em nosso Estado, que há 15 anos traduz de uma maneira fenomenal o sentido verdadeiro do Natal para pessoas que estão quase sem perspectiva de vida. A participação determinante das Pastorais da Juventude nos conselhos de juventude das cidades, estados e no conselho nacional. As novas comunidades que, com dinamismo e intrepidez, têm atraído jovens para um encontro pessoal com Jesus Cristo. As ações da CNBB se voltando muito mais para os jovens são sintomáticas de tentar“reaver”o espaço perdido para outras religiões? Nosso serviço não é de combate. Continuaríamos com os nossos trabalhos mesmo se fossemos os únicos no Brasil. Temos que testemunhar a unidade, que é sinal do reino de Deus. O senhor está a frente de um evento nacional que é o “Bote Fé”,realizado em todos os Estados brasi-

Detalhes QUAL A META DO PADRE SÁVIO Continuar trabalhando incessantemente pela evangelização da juventude.Esse é meu projeto de vida para os próximos anos.Sei do enorme desafio que tenho pela frente,mas a causa da juventude me faz acreditar em um outro mundo possível.Creio com plena convicção que apostando nos jovens poderemos construir a civilização do amor,sonho de Jesus Cristo para toda a humanidade. Estou muito feliz com aquilo que aprendi nestes últimos anos,tenho vivido experiências muito significativas pelo Brasil e pelo mundo afora, conhecendo tanta gente que através de pequenas ações tem construído um mundo mais justo e solidário.Na juventude eu Boto Fé!

Nosso serviço não é de combate. Continuaríamos com os nossos trabalhos mesmo se fossemos os únicos no Brasil”

leiros.Como surgiu essa idéia e é possível“botar fé”no brasileiro? Era preciso apresentar a todos os bispos do Brasil o projeto de preparação para a Jornada Mundial da Juventude Rio- 2013. Lembrome quando ouvi pela primeira vez o nome “Bote Fé”, em uma conversa informal com um dos maiores publicitários do Brasil. No início fiquei um pouco temeroso, pois dali a poucos dias teria que fazer a apresentação aos Bispos do Brasil acerca do projeto final da peregrinação da Cruz e do Ícone de Nossa Senhora em preparação para a Jornada Mundial da Juventude no Brasil. Recordo-me com imensa alegria a confirmação dos mais de 300 Bispos na última assembléia geral com uma sonora salva de palmas após

Perfil Carlos Sávio da Costa Ribeiro,ou melhor,padre Sávio,35 anos,nasceu em Natal e está há dois anos atuando na Confederação Nacional dos Bispos do Brasil.O trabalho com a juventude não é novidade,já que ele acompanhou a Juventude da Arquidiocese de Natal na chamada Regional 2 que abrande os Estados do Rio Grande do Norte,Paraíba,Pernambuco e Alagoas.Como sacerdote, ainda no Rio Grande do Norte,foi capelão do colégio Marista e atuou também nas paróquias de Angicos e Emaus.O dia 4 de agosto de 2004 marca a ordenação de padre Sávio como sacerdote.

Nesse evento Bote Fé será feita uma gravação de DVD em Natal com 25 atrações da Igreja Católica.Por que a escolha da capital potiguar? Diante do número tão significativo de “artistas” católicos, que pela primeira vez se reúnem em um mesmo palco, foi muito difícil conseguir um dia que todos pudessem se encontrar em um mesmo lugar devido a agenda de shows de cada um. Com a graça de Deus conseguimos esta data e alguns até tiveram que antecipar ou adiar seus compromissos para atender este pedido da CNBB. Saliento que todos participarão do projeto cedendo gratuitamente todos os direitos artísticos e de imagem em favor do projeto Bote Fé. O dia 10 de fevereiro coincidiu com a chegada dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude em nosso Estado, daí aproveitamos para realizar este projeto em Natal, uma Arquidiocese que historicamente tem um legado tão importante para a Igreja do Brasil. Natal foi agraciada com este evento histórico para a música católica do Brasil. A gravação desse DVD envolverá quanto em recursos públicos? Para a gravação deste DVD temos como principal parceira uma das maiores gravadoras do mundo, a Sony Music, ela assumirá quase que a totalidade das despesas ligadas a gravação. Os demais recursos estão sendo alcançados junto a iniciativa privada, que de maneira solícita tem respondido de uma forma tão significativa, acreditando neste projeto que certamente movimentará toda a cidade do Natal. A CNBB ficou responsável pelo direcionamento artístico e pastoral e a Arquidiocese de Natal com o evento em si. Também procuramos a Prefeitura de Natal e o Governo do Estado, os quais nos recepcionaram muito bem e comprometeram-se com a parte logística necessária para que o evento aconteça e possa atingir todos os seus objetivos. Assim está sendo concretizado o projeto Bote Fé em Natal. Como o senhor pretende atuar nos preparativos dos jovens brasileiros para a Jornada Mundial da Juventude? O Brasil sediará o maior evento religioso de sua história em julho de 2013, que em número de participantes é maior que a Copa do Mundo e as Olimpíadas juntas. Para isso, já estamos preparando os nossos jovens através de um plano nacional de evangelização que deverá envolver todas as forças da Igreja no Brasil. Não tenho dúvidas que a evangelização da juventude será uma antes e outra depois da Jornada Mundial da Juventude.


10 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

natal

Domingo | 01 de janeiro de 2012

“ Eliana Lima

Sou contra. Não o movimento, mas a retirada da prefeita do cargo. Se ela foi eleita pelo rito democrático, numa eleição legítima, que se aceite o resultado das urnas. E se reflita sobre a formação política e educacional da população. E que se avance nesse sentido”

elianalima@tribunadonorte.com.br

Do jornalista Alex de Souza, no site substantivoplural.com.br FOTOS JOAONETOFOTOS.COM

» ...RETRATO

Sorriso de felicidade: Flávia Farias e Fábio Melo

» PARA O...

Leonardo Ximenes recebe todo o carinho de Aline Alves

» ...PORTA...

Lindinhos: Danielle e Rodrigo Vasconcelos ALDAIR DANTAS

TÊTE-À-TÊTE...

TODO CUIDADO

Advogado e jurista potiguar que há anos morava no Rio de Janeiro sem data ou pretensões de retomar moradia no RN, Paulo de Tarso Fernandes atendeu ao apelo do casal-amigo Rosalba Ciarlini e Carlos Augusto Rosado e veio colaborar com o governo como secretário-chefe do Gabinete Civil. Não demorou muito e já demonstrou status de supersecretário. Era a voz oficial. Decisões, idem.

O alerta é de um especialista à coluna: se entre 2005 e 2010, 25 mil mulheres no Brasil colocaram a prótese mamária francesa PIP (Poly Implants Protheses), que causou câncer na Fraça, é provável, pela contagem proporcional, que 250 mulheres sejam do RN. E pode ser que muitas nem saibam a origem do material implantado. Aconselha que quem já se submeteu a implante mamário que procure urgente um médico.

...COM...

Dessa vez são os médicos contratados para o Samu Natal que amargam salários atrasados. Desde outubro. É, no mínimo, revoltante o que governos submentem os médicos do Samu, profissionais de atividade extremamente vital para salvar vidas, com competência, disposição, coragem e dedicação. Uma das profissões mais difíceis e incrivelmente mal remuneradas. Pior: passam meses sem receber pelo trabalho

Até que interferências ravengarianas ultrapassaram os limites do que ele poderia considerar. A gota d’água foi a delonga para a renomeação do vice-governador Robinson Faria, também seu amigo, como secretário de Recursos Hídricos. RF pediu exoneração para assumir o governo no período em que Rosalba esteve nos EUA, mas entreveros políticos leveram a tesoura ao cabelo de Sansão, levando com as mechas os seus poderes no governo e na Assembleia Legislativa.

...PAULO DE TARSO FERNANDES Nesta semana, o governo enfrentou outra enxovalhada diante do decreto do Gabinete Civil que proibia manifestações no Centro Administrativo. A coluna, então, ouviu a opinião de quem comandou o poder que sai da antessala da governadora: Paulo de Tarso. Foi duro no diagnóstico: “É um desatino político”. E aconselhou a revogar. No mesmo dia da publicação da declaração na coluna, Rosalba afirmou que não revogaria, apesar de respeitar o conselho de PTF. No final da tarde, mudou de intenção e anunciou a anulação do decreto. Paulo de Tarso, que foi deputado estadual por três legislaturas, aplaudiu. Para a primeira coluna deste ano de 2012, concedeu entrevista exclusiva. Observem na sutileza das respostas críticas vigorosas. Também fala sobre eleições 2012:

QUE SITUAÇÃO!...

...GOVERNANTE O Senhor conheceu a radiografia financeira e administrativa do Estado.Qual o diagnóstico real? “Penso que é real a penúria financeira do Estado. Creio, por outro lado, que o Estado tem opções, mas elas só se conseguem com rupturas”.

onde esse dinheiro está sendo aplicado e onde se deve? “De novo, má qualidade da despesa. É preciso investir, já e antes, na modernização administrativa e na eficiência gerencial do Estado. Todo preço vale esse investimento”.

temunhar o esforço de ambos para acertar, bem como a honradez com que tratam a coisa pública. Discordo dos métodos quanto ao esforço por acertar política e administrativamente, e adiro incondicionalmente à maneira como tratam os bens do povo”.

Durante a campanha, sabiam-se das dificuldades do Estado e inclusive eram propaladas por adversários,apontando soluções e prometendo avançar.Problemas que se superaram.Como conhecedor da situação,o Senhor acredita que vai decolar neste ano de 2012? “Não percebo sinais concretos de que isso esteja na iminência de ocorrer”.

A governadora disse que está satisfeita com a sua equipe.O Senhor acha que deveria haver mudança? “Não me cabe opinar”.

E com Robinson Faria? “É o símbolo vivo da quebra irracional e injusta de compromisso político, legítimo e lícito. Nódoa que não se esmaia contra a face do Rio Grande do Norte, e para sua vergonha, isso corroi politicamente os que deveriam liderar a sociedade, pelo descrédito e desconfiança gerados no julgamento dos menores, dos distantes, dos que não vão aos gabinetes oficiais, dos sem mandato, do povo, enfim. O Vice-Governador não é vítima, pois sua grandeza leal e digna não condiz com o gemido dos que se derrotam, mas sua expulsão do Governo e do sistema político governista é um estigma, estigma que não é ele que carrega”.

O que está errado e o que se acertou? Errado: má qualidade da despesa, persistente. Acerto: melhor política fiscal e administração tributária, bem como a mais eficaz defesa do Estado nos tribunais, frente às crescentes demandas judiciais, que terminam por penalizar toda a sociedade, privilegiando o interesse individual em detrimento do interesse público. É preciso não permitir que se instalem cansaço e acomodação na luta pela melhor qualidade da despesa pública, pela justa política tributária, e pela defesa intransigente do Estado no Judiciário. Se há seguidos recordes de arrecadação,

Como conhecedor da cena política potiguar,o Senhor arriscaria num palpite para as urnas de outubro próximo? “Em Natal, Carlos Eduardo Alves não é palpite, mas evidência. Se votasse em Natal, teria dificuldades, como cidadão, para escolher entre Carlos Eduardo e Rogério Marinho, cujo preparo é também uma evidência. No interior, as circunstâncias locais serão preponderantes, com pouca influência externa”. Tem pretensões de ser conselheiro do TCE? “Não, embora tenha todo apreço pelo Tribunal e seus integrantes”. Como ficou o relacionamento com Rosalba e Carlos Augusto após sua saída do governo? “Faço votos sinceros para que tenham êxito e colham todas as venturas pessoais. Devo tes-

Quais seus projetos para o ano que entra? “Tenho minhas atividades profissionais, que estou retomando. Embora atento as coisas de meu Estado, ao qual busco sempre servir, não pretendo ter atuação política, exceto na minha terra, Santana do Matos, onde quero resgatar compromissos de lealdade, lutando pela eleição de Lardjane Ciríaco, Prefeita, e Edvaldo Júnior, Vice”.

É inconcebível que tais profissionais tenham que viver implorando seus salários aos governantes. Inconcebível.

COLMEIA

» Potiguar-carioca com voz de sucesso nacional,Roberta Sá será a estrela do palco do Teatro Riachuelo,no domingo 4 de março. Lançará seu CD ‘Segunda Pele’.

» Bem antes,no dia 19 de janeiro, sobe no palco do TR a primeira banda brasileira a divulgar e interpretar,impecalvelmente,o trabalho dos Bee Gees:Bee Gees Alive.

» Durante o mês de janeiro,parceria entre a Central de Intercâmbio e Viagens,filial da CI em Natal, e Pittsburg promove ação na praia de Pirangi:veranistas terão acesso ao estand da CI na sanduicheria,com informações sobre os produtos e sorteio de prêmios.

» De 3 a 9 de janeiro,tem torneio Brazil Cup,no ginásido do IFRN. COLABORAÇÃO DE HELDON SIMÕES


Domingo |

01 de janeiro de 2012

natal

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

11

George Azevedo georgeazevedo@digizap.com.br

Feliz Ano Glam!!! A nossa primeira coluna social de 2012 vem recheada de imagens da festa de lançamento da GLAM Nº10, que ferveu a Terra de Santa Luzia no dia 27 de dezembro nos salões do Requinte Buffet. Uma noite linda com assinatura da Master Produções e Eventos, que deixou o local com clima de balneário. Na ocasião, rolou desfiles com o beachwear da Prisma e Maison Tráfego ao som dos hits do DJ Balinha. Os fotógrafos Paulo Eduardo, Marcelo Bento e Irlanda Carlos registraram tudo para o Trafegando.com e Mais Glam. Olha só:

Socorro Paiva e Zoraide Azevedo posando no painel GLAM

Rosa Fernandes e a filha Keoma

Vinícius Santos nos últimos retoques

Germanna Gabriella. It Girl!!!

Ana Clara Oliveira com a moda Cia. Marítima para Prisma

Lílian Martins apresentou o show

Festejando o sucesso com Thaysa Bello e Georgiano Azevedo num bolo criado por Tereza Cristina Teixeira. Maravilha!!!

Thays Viana com o beachwear da NEON na passarela da Maison Tráfego

Luís Morais e Rosângela prestigiaram o evento mossoroense

Ellen Paiva e a filha Arliane

Saul Mota e a mui amada Camilla Nogueira

Thaysa Bello encerrando o show da Maison Tráfego

O cast Tráfego Models pronto pra arrasar!!!

Érika Fontes numa conversa animada com Kaio Assumpção e Marinaldo Rocha

Marilene Paiva registrando tudo para o seu programa Presença, na TCM

Selma Oliveira com as filhas Eclair e Alcélia, diretamente da Suíça!!!

Lucineide Dias com as filhas Ana Patrícia e Ana Priscila na fila A

Detinha Rêis e Irlanda Carlos

Glenda Negreiros, Bebete Falcão e Kátia Barreto


natal 12

Natal | Rio Grande do Norte | Domingo | 01 de janeiro de 2012

NELSON MATTOS FILHO velejador-avoante1@gmail.com

calendário marca o dia 21 de Dezembro como o início oficial do verão, a estação mais quente, alegre, colorida e energética do ano. É no verão que os ânimos ficam mais exaltados, que os sons têm mais balanço, que os sabores vindos do mar se misturam no ar com os sabores adocicados das frutas e o Brasil entra na eterna brincadeira de deixar tudo para depois que o carnaval passar. Mas, essa bela e inebriante estação de cores e ritmos começa mesmo para valer no dia primeiro de Janeiro, quando cessam todos os sinos e a risada gostosa do Papai Noel é apenas uma boa e feliz lembrança de Natal. É no verão onde todos os sonhos são prometidos, onde o vento de um leste nordestino sopra mansinho, acariciando o mar e transformando todos os azuis. É no verão que a morenice brasileira desfila para encantar o mundo e alegrar o Sol. É no verão que nada é proibido e onde a vida passa a ter um gostinho real de vida. Como é bom o verão! Foi num fascinante verão de almas livres que embarcamos nossos corações no Avoante para descobrir que a vida tinha outro sentido. Sentido tão diferente e real que nunca havíamos imaginado. Pois nenhum reclame dos plin plins das telas engorduradas de utopias conseguem mostrar. O mundo da natureza é real, e

O

VERÃO: COMEÇO DE UMA NOVA VIDA nada é mais irreal do que o mundo criado e legislado pelos homens. Mundo irreal de homens comprometidos com profecias malignas, onde as religiões não passam de um grande e delirante trampolim para vitórias financeiras pessoais e justificativas para todo tipo de atrocidade. Mundo em que Deus é apenas uma palavra bonita, e conforto para almas asquero-

sas e infiéis. Mundo mecânico onde as novidades são moídas e trituradas antes da chegada da próxima estação. Onde o fogo ardente de uma grande paixão é consumido e destruído em olhares que procuram o impensável. Foi com a alma carregada de sonhos que no verão de 2005 cruzamos a difícil fronteira entre o querer e o não querer, e passamos a ser fascinados assistentes do

show permanente que a cada segundo a natureza nos proporciona. É nesse verão que se inicia que eu desejo a você toda sorte do mundo para fugir dos parâmetros e quebrar as correntes que lhe amarram a esse mundo de sonhos frágeis, onde a natureza é apenas uma lembrança a ser preservada. É nesse verão que aquece as turbinas, e que inicia um novo ano, que eu queria ver você jogando

as desculpas pela janela e dando vida a todos os seus sonhos. Esqueça seus compromissos inadiáveis, pois a vida não lhe reserva esse direito. Esqueça o próximo evento social da moda, pois a natureza dita todas as modas e nunca lhe cobra por isso. Esqueça que você é indispensável para o mundo, pois num simples piscar de olhos a natureza lhe mostra o contrário.

Espero ver você com a alegria estampada no rosto, olhando para o mar e se achando um grande desbravador. Espero ver você olhando a vida com os olhos livres e os ouvidos aguçados apenas nos acordes da natureza. Espero ver você sem desculpas esfarrapadas e assim dando vida e cores a seus mais recônditos sonhos. Espero ver você apaixonado pela vida e buscando na força do coração um novo rumo para seguir. Coloque para fora o grande navegador que existe dentro de você e mostre ao mundo que os horizontes são muitos e nunca apenas aquele que podemos ver, porque sempre a nossa frente uma nova linha está traçada. Nesse verão não construa mais castelos em sua praia, pois eles de nada lhe serviram. Feche a porta de todos aqueles que já existem dentro de você e quando estiver do lado de fora, olhe apenas para frente. Foi fechando as portas de todos os meus castelos que um dia eu me vi cercado de uma mágica e bela paisagem coberta com muita água e abençoada por toda a beleza que a natureza é capaz de produzir. Um lugar tão fascinante que nunca serei capaz de esquecer. Lá enxerguei um mundo que jamais imaginei e tudo isso ao lado do grande amor de minha vida. Deixe esse verão transformar seu sonho em realidade e descubra você também que existe outro mundo além do seu horizonte.


esportes

HOJE NA TV

9h30 -Esporte Espetacular Intertv Cabugi 22horas - Sportv News Especial;SporTV

RÁDIO GLOBO NATAL

7h - Esportes em Debate Fim de Ano 18 h - Balanço Final do Futebol Show

ENTREVISTA

Januário de Oliveira critica a banalização dos craques no Brasil. PÁGINA 5

CURIOSIDADES

DICAS

NÚMEROS

No Cruzeiro,Ronaldo marcou 12 gols no competição em 14 partidas,logo quando fez sua estreia profissional.

No próximo dia 4,na sede social do América,Alex Padang toma posse como presidente,às 20h.

34 gols em 37 jogos fez o atacante Ronaldo quando jogou pelo Barcelona.

Editor: Itamar Ciríaco e-mail: esporte@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 01 de janeiro de 2012

O ano que passou marcou o fim da carreira de um dos maiores jogadores do futebol mundial, principal artilheiro das Copas do Mundo e que fez história por todos os clubes que passou

[ DESTAQUE DE 2011 ]

O ano em que o Fenômeno parou RAHEL PATRASSO

Ronaldo foi homenageado pela CBF e atualmente está no COL

dia 14 de janeiro de 2011 se transformou num dos mais tristes do futebol mundial. Foi a data em que Ronaldo Fenômeno, um dos maiores atacantes que o mundo já produziu, anunciou o encerramento da sua carreira. O fato aconteceu logo após a desclassificação precoce do Corinhtians na Copa Libertadores da América de 2011. Sem conseguir mais suportar treinamentos e jogos por causa das dores, o maior artilheiro da história das Copas do Mundo promoveu uma entrevista coletiva para anunciar que estava descalçando as chuteiras. “Depois de mais uma lesão, eu decidi que era o momento de parar. É muito duro abandonar o que te deixa feliz, tem tanto amor e poderia seguir porque mentalmente e psicologicamente ainda quero muito. Eu perdi para o meu corpo”. A carreira Ronaldo Luís Nazário de Lima nasceu no dia 22 de setembro de 1976 na cidade do Rio de Janeiro e começou a carreira no futebol no futsal do Valqueire Tênis Clube, transferindo-se depois para o Social Ramos Clube. De lá, ainda criança, transferiu-se para o São Cristovão, trocando o salão pelos gramados. Logo despertou a atenção pelo seu talento e foi contratado pelo Cruzeiro. Com apenas 16 anos, Ronaldo fez sua estreia no futebol profissional, defendendo o Cruzeiro, pelo Campeonato Brasileiro de 1993. Na Raposa, Ronaldo marcou 12 gols no competição em 14 partidas, tendo sido o terceiro maior goleador do torneio. Na temporada seguinte, em 1994, o atacante foi o artilheiro do Campeonato Mineiro, com 22 gols e acabou comprado pelo PSV da Holanda por seis milhões de dólares, vai para o PSV Eindhoven (dos Países Baixos). No time holandês, o brasileiro marcou 54 gols em 57 partidas no total. Da Holanda, Ronaldo partiu para sua primeira aventura na Espanha em 1996, já como campeão do mundo, já que fez parte do grupo que conquistou o tetra nos Estados Unidos. O Fenômeno foi comprado pelo Barcelona por 20 milhões de dólares. Naquela temporada, Ronaldo fez 34 gols em 37 jogos, conquistou a Copa do Rei e a Recopa européia e acabou sendo eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa. Logo depois teve seus direitos comprados pela Inter de Milão por 32 milhões de dólares. Em 2000, sofreu uma lesão séria no joelho direito e ficou pa-

O

NÚMEROS

16

anos de idade tinha Ronaldo quando fez sua estreia como profissional,no Cruzeiro

15

meses sem jogar ficou o Fenômeno antes de ser campeão mundial com o Brasil em 2002

Depois de mais uma lesão, eu decidi que era o momento de parar. É muito duro abandonar o que te deixa feliz, tem tanto amor e poderia seguir porque mentalmente e psicologicamente ainda quero muito. Eu perdi para o meu corpo” RONALDO Ex-jogador

rado por oito meses. Ele voltou em 12 de abril de 2000, em jogo válido pelas decisões da Copa da Itália, contra a Lazio. Mal entrou em campo, seu joelho direito cedeu no primeiro drible, saindo do lugar. No dia seguinte, iniciou nova recuperação, desta vez bem mais lenta: 15 meses e muitas dúvidas se ele voltaria ao futebol. Voltou com o título da Copa do Mundo de 2002 e trocou a Inter pelo Real Madrid, voltando a ser eleito o melhor do mundo e conquistando o título espanhol, se tornando artilheiro da Liga com 23 gols. O Real liberou Ronaldo que voltou ao futebol italiano para jogar pelo Milan em 2007. Acabou sofrendo nova contusão em 2008 e acabou rescindindo o contrato. Voltou ao Brasil para se recuperar, o que aconteceu no Flamengo, mas foi parar no Corinthians onde ajudou o Timão a conquistar o Campeonato Paulista. Foi fundamental para o título da Copa do Brasil de 2009. Finalizou sua primeira temporada no Timão com um total de 23 gols, sendo 12 deles pelo Campeonato Brasileiro. As decepções na Libertadores anteciparam o fim da carreira do Fenômeno.


esportes

2 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

DEMIS ROUSSOS

RODRIGO SENA

A primeira ação da obra ocorreu em 2010 com a queda da creche

Domingo | 01 de janeirode 2012

Em seguida,o terreno do Centro Administrativo foi terraplanado

O TEMPO NÃO PARA

RODRIGO SENA

Passo seguinte para a Arena foi a instalação do canteiro de obras

A COPA DE 2014 COMEÇA EM 893 DIAS,E NATAL CORRE PARA MANTER O CRONOGRAMA DE CONSTRUÇÃO DO ESTÁDIO ARENA DAS DUNAS.SEGUNDO A SECOPA, EM 2012,CERCA DE 50% DA ESTRUTURA DA ARENA POTIGUAR DEVERÁ ESTAR PRONTA EMANUEL AMARAL

A fase atual da obra de construção do estádio Arena das Dunas envolve a conclusão da terraplenagem e o início da construção das fundações e colunas de sustentação da praça esportiva

CRONOGRAMA 2011 Acho que temos o que comemorar. Estamos terminando o ano com uma certa folga. Como engenheiro que sou não posso dizer que estamos adiantados, até porque, qualquer obra forte, grande, você está sempre perseguindo ganhar tempo. Porque existem determinadas etapas da obra, que os riscos de atraso são maiores, mas isso é normal em qualquer projeto de engenharia, você tem um acompanhamento diário das etapas e sempre procurando ganhar tempo, que é o que lhe vai dar conforto no andamento das obras. Nós estamos bem dentro desse cronograma. Estamos dentro de uma zona de conforto, em relação ao tempo, até razoável.

FELIPE GURGEL Repórter

A

893 dias da Copa do Mundo do Brasil, em 2014, Natal tem no estádio Arena das Dunas a única prova concreta de que a competição passará pela capital potiguar. O estádio, que segundo a SECOPA segue o cronograma traçado pela entidade em conformidade com o que diz a FIFA, entra em uma nova fase de construção e, neste ano de 2012, tem tudo para começar a ganhar os contornos da praça esportiva conforme foi projetada. No entanto, as obras de mobilidade, utilizadas inclusive como justificativa para que a cidade embarcasse na aventura de sediar um evento mundial, continuam – com perdão do trocadilho – estáticas. Natal receberá, no Mundial de 2014, quatro partidas com a presença de seleções ainda não definidas, mas com a certeza da ausência da Seleção Brasileira. A divulgação, durante todo esse período até a Copa e no evento, tem um valor inestimável, no entanto, caso a cidade não consiga se organizar, o “tiro pode sair pela culatra”. Em 2012, Natal deverá receber mais uma vez a visita da FIFA. A fiscalização, no entanto, se restringe à obra da Arena das Dunas, fiscalizada 24h, via internet, por câmeras instaladas no local pelo Comitê Organizador brasileiro. De acordo com Demétrio Torres, em 2012 pelo menos 80% de toda estrutura deverá estar fabricada. “Vamos lutar, para que 50% dessa estrutura esteja aplicada até o final de 2012”, confirmou o secretário da Secopa. que podemos nos surpreender.

SURPRESAS Tínhamos quase que certeza, que não íamos ter nenhuma surpresa. Nós poderíamos ter sido surpreendidos no que se refere às fundações, no caso do Machadão, a demolição, mas não tivemos nenhuma surpresa negativa, nesse primeiro momento. E, para frente, fica mais difícil acontecer algum imprevisto, porque vamos estar trabalhando em etapas, que depende apenas das condições climáticas e, conhecendo o Nordeste, não vamos ter momentos em

mento inicial, nós vamos iniciar a estrutura, propriamente dita, em mais noventa dias.

CHUVA Não acredito que atrapalhe. Esse tipo de obra, principalmente essa parte, onde são partes prémoldadas, não tem perigo. Se tivesse algo sendo feito fora, dependendo do local, a chuva poderia atrapalhar, mas não é o caso na Arena das Dunas. REAPROVEITAMENTO Do canteiro de obras, não saiu nada. Todo o entulho está sendo reaproveitado lá mesmo. Na verda-

de, vai faltar entulho para a Arena das Dunas. As máquinas estão processando o material da demolição. E estamos usando tudo na sub-base da área de pavimentação. A fábrica de pré-moldados será instalada lá. A usina está em fase final de acabamento. Alguma coisa pode ser feito fora. Mas, o pesado será executado no canteiro de obras. MITOS Existiram alguns mitos durante todo o processo. Algumas pessoas tentaram desmoralizar a obra, quando eu disse que a demo-

lição seria de forma mecânica. Outro ponto era em relação ao que fazer com os entulhos da demolição. Esses pontos foram levantados por pessoas que não tinha conhecimento suficiente para falar sobre o assunto, mas tinham um espaço muito grande na mídia, o que tornou aquilo uma insegurança sobre esses mitos levantados. Mas, nós, que estávamos trabalhando sério, sabíamos que isso não ia acontecer. DEMOLIÇÃO Não era a parte mais importante da obra. Fizemos, primeiro, o

que era vital para obra, que foi a terraplanagem. Por isso que estamos iniciando as fundações, sem concluir a demolição. Faz parte do item demolição, o reprocessamento. Ainda temos muita coisa para reprocessar. Ainda devemos continuar esse processo por mais sessenta dias, para concluir a britagem do material. ARQUIBANCADAS Não vai ser necessário terminar as fundações para dar início ao processo de montagem das arquibancadas. No nosso planeja-

CRONOGRAMA 2012 No próximo ano, deveremos estar com, pelo menos, 80% de toda estrutura fabricada. E vamos lutar, para que 50% dessa estrutura esteja aplicada até o final de 2012. São números confortáveis para que a gente conclua toda obra até o final de dezembro de 2013. ANTECIPAR A CONCLUSÃO Se conseguirmos, melhor. Mas, não é fácil, nem racional. Para isso, teríamos que trabalhar em três turnos em vários momentos. Não deve se pensar nisso. Não temos motivo para fazer assim, já que estamos com um prazo confortável para tudo isso. Não vale a pena. CAMPO É a coisa mais fácil para se fazer. Vamos pensar nisso apenas em 2013, quando tivermos com todo o processo adiantado. INTERVENÇÕES O que está cercado ali, da forma que temos, é de responsabilidade da Are-na das Dunas. As obras de mobilidade são de responsabilidade da Prefeitura de Natal. E, sou obrigado a dizer, que, por


Domingo | 01 de janeiro 2012

esportes RODRIGO SENA

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

ALEX RÉGIS

RODRIGO SENA

O trabalho de demolição do Machadinho foi concluído em 24h

A derrubada do estádio Machadão marcou uma nova fase

decisão do Governo Federal, se essas obras não ficarem prontas, Natal não vai perder nada. Ficou decidido da seguinte maneira: se as obras que estão planejadas para o entorno da Arena das Dunas, por acaso, sofram algum atraso no calendário, ficou definido pelo Governo Federal, que elas vão ser incorporadas pelo PAC e serão realizada pós-Copa. Temos que pensar qual obra vai ser feita ali. Um viaduto na Avenida Prudente de Morais? Vai dar tempo de ficar pronto? Então, é assim que o Governo Federal está pensando. Se, tecnicamente, essa obra não vai estar pronta na época da Copa, vai acabar atrapalhando. Esse é o raciocínio. Agora, qual intervenção podermos fazer naquela região? Particularmente, acho que nenhuma. Temos vias amplas, largas, com bons acessos. No momento do jogo, podemos tomar alguma decisão, como o desvio do trânsito, como acontece no Carnatal. Agora, aquelas obras de mobilidade, que não estiverem no entorno da Are-na das Dunas, como por exemplo, na zona norte de Natal, vai começar quando puder ser e terminar no seu prazo. Porque não vai interferir no andamento das obras da Arena das Dunas. Natal não vai perder essas obras. Por ser cidade sede, os recursos já estão garantidos.

seis jogos no Mundial.

AS OBRAS DOS ESTÁDIOS

ISENÇÃO FISCAL Acho que a prefeitura de São Paulo vai ganhar muito mais com isso. Imagine a prestação de serviço que o estádio do Corinthians vai dar para a cidade? A isenção fiscal não foi dada para as obras públicas? Porque pena-lizar aquele que apareceu o privado. Achei justo. Se em Natal, fosse um privado a fazer, com certeza. Estamos falando de São Paulo, mas, não tem nenhuma cidade parecida, em termos de obras. O mais próximo de Natal é Belo Horizonte/MG. Acho que precisava existir, se incentivar. É uma orientação do próprio Governo Federal. Na minha opinião, a prefeitura de São Paulo, agiu de maneira correta.

Oito dos 12 estádios tem data de conclusão para este ano

PROBLEMAS Não é apenas Natal que vai passar por problemas nas obras urbanas. Todas as cidades sedes estão atravessando por esse tipo de contratempo. A obra urbana tem uma série de dificuldades, que são inerentes, porque a cidade existe. DESAPROPRIAÇÕES A legislação para esse tipo de procedimento, não é justa. Quantas pessoas, por exemplo, moram na Avenida Capitão Mor Gouveia, porque fica perto da Ceasa e o negócio dele é lá? Então, essa casa tem um valor agre-gado, diferente das outras que não ficam próximas. E, lamentavelmente, a lei não dá essa condição. Você não pode desapropriar sua casa por um valor diferenciado, apenas por trabalhar na Ceasa. O que acho, ao pé da letra, ser uma injustiça. Isso gera os impasses. Os proprietários dos imó-veis se sentem agredidos. E, na verdade, estão sendo. Essas dificuldades acontecem aqui e em qualquer lugar do mundo. GASTOS EM 2012 Nós compramos “fiado”. O Governo do Estado, só vai começar a pagar as prestações, sessenta dias depois de receber a Arena das Dunas pronta. Até lá, não vamos pagar nada. ELEFANTE BRANCO Por isso que chamamos Arena de multiuso. Os grandes eventos, um ABC x América, tenho a impressão, de que seria melhor ser

realizado na Arena das Dunas. A receita deles vai ser maior. Primeiro, porque o público, em um clássico, poderia ser de, no mínimo, 32 mil pessoas. O dobro do Frasqueirão. Segundo: a empresa que vai administrar a Arena das Dunas vai querer gente no local, para consumir nos seus bares e restaurantes, nas lojas e nos seus locais de eventos. As pessoas vão gostar de estar lá. Isso vai ser um atrativo. Você pode ter um jogo que vai começar na parte da tarde e as pessoas podem chegar de manhã, já que as lojas vão estar abertas, vai ser igual a um shopping. ESTACIONAMENTO Toda aquela região que era o Machadão vai virar estacionamento. Mas, não só aquele local. O kartódromo também ser retirado daquele local. Não começamos as intervenções na área, porque ainda não se fez necessário. LEGADO Se raciocinarmos que, pela primeira vez, Natal senta na mesma mesa que as principais cidades do Brasil, para conversar de igual para igual, isso já é um legado. As obras de mobilidades, que já estão asseguradas, vão deixar um legado para a cidade. Em uma cidade que o turismo é a principal fonte, nada melhor que uma Copa do Mundo, para divulgar Natal. Nunca acreditamos que nossa cidade poderia ser sede, pensando como aqueles nordestinos humildes, que as pessoas não dão valor e agora as pessoas estão perdendo isso. Nossa condição era de que sempre ficávamos com o resto e isso está mudando, justamente pelo Mundial. Esse é um legado muito importante. Fomos ridicularizados por sermos sede de uma Copa do Mundo. Ninguém acreditava que Natal ia conseguir. E, hoje em dia, o Comitê Organizador, trata todas as sedes com a mesma distinção. A prova disso é Fortaleza/CE, que tem o status das grandes cidades, porque fez melhor o dever de casa. Vai receber

NÃO VAI SER NECESSÁRIO TERMINAR AS FUNDAÇÕES PARA DAR INÍCIO AO PROCESSO DE MONTAGEM DAS ARQUIBANCADAS”

DERRUBADA DO MACHADÃO No início fui contra a demolição. Achava que você poderia fazer uma reforma e adequar às condições da FIFA. Mas, depois de ter um conhecimento maior, vi que era inviável fazer essa reforma, porque ia continuar sendo apenas um estádio de futebol e não uma arena multiuso. Para reformar o Machadão, por exemplo, iríamos investir R$ 100 milhões. Como, em uma praça apenas para o futebol, com jogos quarta e domingo, a empresa ia recuperar esse investimento? Ainda mais em Natal, quando tem jogos com menos de 100 pagantes. Temos que ter outro conceito. Fazer um lugar apenas para o futebol, não existe mais no Brasil e nem em lugar nenhum. LOCAL O lugar correto de se fazer a Arena das Dunas tinha que ser ali mesmo. Tínhamos que ter um local de fácil acesso. Ali, temos a BR101 de um lado e a Avenida Prudente de Morais do outro. Temos hospitais de grande complexidade de fácil acesso. Temos a Promater, Hospital do Coração e o Walfredo Gurgel. Via direta com o aeroporto. Proximidade com os hotéis de Ponta Negra. Se fizéssemos em Parnamirim, iríamos ter que construir tudo isso. Como Natal é uma cidade pequena, tínhamos que ter atrativos para justificar a vinda da Copa para cá. O outro motivo: Por que manter o Machadão? É uma estrutura convencional, que de três em três anos tem que passar por reforma e isso tudo tem um custo, que iria sair do bolso da população. Em outras partes do mundo, temos exemplos, de obras históricas, que foram demolidas. EXEMPLO DA ÁFRICA A grande diferença da África do Sul, que foi uma escolha exclusivamente política, é que aqui gostamos de futebol. Lá, os estádios estão sendo sub-utilizados porque não existe uma liga de futebol forte. Aqui no Brasil, a situação é completamente diferente. Não acredito que os estádios fiquem ociosos.

Terminada a demolição, um campo foi demarcado no terreno

Estádio: Mineirão (MG) Previsão de entrega: 21 de dezembro de 2012 Estágio atual da obra: 40% concluído Cronograma: Dentro do cronograma

Estádio: Castelão (CE) Previsão de entrega: Dezembro de 2012 Estágio atual da obra: 50% concluído Cronograma: Dentro do cronograma

Estádio: Arena Fonte Nova (BA) Previsão de entrega: Dezembro de 2012 Estágio atual da obra: 35% concluído

Estádio: Beira-Rio (RS) Previsão de entrega: Dezembro de 2012

1

Foi trazido ao corpo diretor do Comitê um novo e ilustre membro,mestre dos gramados. Maior artilheiro das edições de Copa do Mundo da FIFA,Ronaldo Nazário de Lima.

2

A tabela de jogos foi anunciada em 20 de outubro na sede da FIFA,em Zurique,na Suíça.Nessa mesma ocasião,foram divulgadas as sedes da Copa das Confederações da FIFA:Brasília,Belo Horizonte, Fortaleza e Rio de Janeiro,além de duas cidades aprovadas condicionalmente:Recife e Salvador. Reunindo as sedes,o COL e a FIFA,seminários e estudos foram realizados em diversas áreas, como transportes e tráfego, gramados,marketing,fan fests, comunicação e voluntariado.

Estágio atual da obra: 15% concluído Cronograma: Obras em atraso

Estádio: Arena Pernambuco (PE) Previsão de entrega: Dezembro de 2012 Estágio atual da obra: 22% concluído Cronograma: Dentro do cronograma

Estádio: Arena Pantanal (MT) Previsão de entrega: Dezembro de 2012 Estágio atual da obra: 35% concluído Cronograma: Dentro do cronograma

Estádio: Arena da Baixada (PR) Previsão de entrega: Dezembro de 2012 Estágio atual da obra: 22% concluído Cronograma: Obras em atraso

4

Na área de segurança foi testado,no Rio de Janeiro,um aparato tecnológico de ponta, incluindo sensores de movimento e um Centro de Comando e Controle (CCC) com acesso em tempo real a imagens de satélite e câmeras estrategicamente posicionadas.O modelo do CCC foi considerado exemplar por especialistas em segurança e eventos e será reproduzido no Centro de Comando e Controle da cidade do Rio de Janeiro em 2012,podendo ser disseminado ainda para outras regiões do país.

5

O COL organizou e acompanhou a atuação da segurança privada nos amistosos entre Brasil e Holanda,em Goiânia,e Brasil e Romênia,em São Paulo, ambas em junho.Representantes do COL participaram também da Copa do Mundo de Clubes da FIFA Japão 2011 e da Copa do Mundo da FIFA Feminina,na Alemanha.

6

Cronograma: Dentro do cronograma

O COL mantém um monitoramento constante das obras dos estádios e foi inaugurado um sistema de visualização em tempo real com 24 câmeras instaladas,duas por estádio.

Estádio: Maracanã (RJ)

7

Estádio: Estádio Nacional (DF) Previsão de entrega: Dezembro de 2012 Estágio atual da obra: 42% concluído

Previsão de entrega: Fevereiro de 2013 Estágio atual da obra: 30% concluído Cronograma: Dentro do cronograma

Estádio: Arena Amazônia (AM) Previsão de entrega: Junho de 2013 Estágio atual da obra: 30% concluído Cronograma: Dentro do cronograma

2012 é o Beira-Rio, em Porto Alegre (RS). Apesar disso, esse prazo tem tudo para não ser cumprido. A obra começou a ser realizada, mas parou durante seis meses, tendo sido retomada apenas em meados de dezembro. As duas arenas que ficarão prontas por último, segundo previsão oficial, é o Estádio das Dunas, em Natal (RN), e o Itaquerão, em São Paulo. Ambas tiveram as obras iniciadas por último, em 6 de setembro e 30 de maio deste ano, respectivamente.

PASSOS DA COPA EM 2011 POR TODO BRASIL

3

Estádio: Estádio das Dunas (RN)

go do Brasil na primeira fase e uma semifinal da Copa das Confederações. Além disso, se o Brasil se classificar em primeiro em sua chave, disputará, se chegar, as quartas de final no Castelão. Se for o segundo, jogará as oitavas de final em Fortaleza. Outra obra que segue adiantada é a do Mineirão, com data de conclusão prevista para: 21 de dezembro, apesar das greves que enfrentou. Outro estádio com previsão oficial de entrega em dezembro de

10

Cronograma: Dentro do cronograma

Primeiros estádios saem em 2012 O ano de 2012 ficará marcado para a história da Copa de 2014 por ver os primeiros estádios que estão sendo construídos ou reformados prontos. Oito das 12 arenas espalhadas pelo país serão entregues até dezembro, de acordo com previsão oficial do Ministério do Esporte. A cidade de Fortaleza tem tudo para ser a primeira a ter um estádio pronto para o Mundial de futebol. Os trabalhos de reforma do Castelão estão na metade. A capital cearense vai receber um jo-

3

Previsão de entrega: Dezembro de 2013 Estágio atual da obra: 11% concluído Cronograma: Dentro do cronograma

Estádio: Itaquerão (SP) Previsão de entrega: Dezembro de 2013 Estágio atual da obra: 22% concluído Cronograma: Dentro do cronograma

Foram realizadas quatro importantes fases - duas janelas de inscrição e duas rodadas de avaliação - de possíveis Centros de Treinamento das Seleções (CTS).Os CTS,que serão a casa das 32 seleções nacionais participantes, podem ser localizados ou não nas sedes e são avaliados em dois aspectos:acomodação e campo. Uma série de visitas técnicas foi realizada por equipes da FIFA e do COL.

8

A sede do Centro Internacional de Transmissão (IBC) está definida.Visitas técnicas e análises detalhadas das propostas levaram à decisão final de montar o IBC no Riocentro,no Rio de Janeiro.

9

No final do ano,o COL esteve no congresso internacional de esportes Aspire4Sport,em Doha, no Catar,e na convenção global de futebol Soccerex,no Rio de Janeiro.

10

Realização do Sorteio Preliminar para a Copa do Mundo,num evento conjunto entre o COL,que tem atualmente um efetivo de 65 funcionários em diversos setores e a FIFA.


4

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

esportes

Domingo | 01 de janeiro de 2012

O piloto potiguar Victor Uchôa é um dos maiores vencedores do País em competições automobilísticas, festeja seu aniversário hoje, mas convive com as incertezas para a temporada de 2012 por falta de patrocínios [ KART ]

Um dia de festa e preocupação piloto potiguar Victor Uchôa completa onze anos hoje. O dia é de festa, com direito a companhia da jornalista Cristiane Dias, apresentadora do Globo Esporte, que está na Praia de Pipa ao lado do piloto. No entanto, o clima é também de preocupação por parte do kartista, que perdeu alguns patrocínios e tem dificuldades para definir o planejamento para 2012. No ano de 2011, o aniversariante de hoje pôde fazer a primeira participação no WSK Master Series, mas a permanência neste circuito ainda não está confirmada, justamente por conta da escassez de recursos. Ele torce bastante para que a situação melhore, já que o WSK possibilitou uma evolução técnica muito grande. Depois de etapas complicadas, o kartista conseguiu ficar entre os melhores do mundo, ao se classificar para a final na última etapa do evento inter-

O

nacional. O piloto mostrou a evolução técnica adquirida na disputa do WSK nas últimas provas do ano. O potiguar comemorou o primeiro título internacional da carreira, a Taça Portugal de Kart, que aconteceu em novembro. O evento contou com a presença dos melhores pilotos lusitanos e diversos kartistas de outros países. Ele também conseguiu a façanha de ultrapassar 27 pilotos na Copa dos Campeões, realizada em dezembro na Espanha, fechando o ano com uma apresentação de luxo. Para participar dos eventos, o kartista contou com os patrocínios do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Unimed Natal, Faculdade dos Guararapes, Hotel Sombra e Água Fresca, Ster Bom, Livraria Câmara Cascudo e Escola Lápis de Cor. “Quero muito continuar correndo no WSK Master Series, para buscar meu lugar entre os melhores pi-

lotos do planeta. Minha equipe está resolvendo o planejamento para 2012, mas sei que está sendo tudo muito difícil”, declara Victor Uchôa, que só tem quatro corridas confirmadas em 2011, que são as duas etapas do Campeonato Espanhol, a Taça Portugal e a Copa dos Campeões. “É muito pouco para manter uma boa sequência”, preocupa-se o kartista. A solução encontrada para conseguir a confirmação no principal evento internacional está na Lei de Incentivo ao Esporte, em que o kartista pôde conseguir a captação de patrocínios através da dedução de imposto de renda. “Para entrar na Lei de Incentivo, o empresário precisa apenas ter a visão de como é importante agregar a imagem da marca ao esporte, pois não é direcionado um investimento extra que não está no orçamento da empresa, mas sim a verba dos impostos”, declarou o kartista.

Marcos Lopes lopesrn@hotmail.com

Por todos os dias alar de futebol, já falei ao longo de todo o 2011 e vou certamente fazer durante este novo ano. Hoje é tempo de recomeçar, mas que bom se o recomeçar fosse mesmo prá valer. A cada final de ano a gente se enche de promessas, traça planos, elabora planejamentos que via de regra não chegam ao primeiro trimestre. O regime não dura uma semana, o “deixar de beber” não resiste ao primeiro convite para um sábado no litoral sul ou norte, e a gente continua na mesma roda vida de sempre. Eu também fiz minhas promessas de virada de ano, e pretendo chegar em janeiro de 2013 com um balanço positivo. Prometi que não vou tolerar o maldito preconceito que insiste em sobreviver, alimentando por uma sociedade hipócrita e perniciosa. Contra ele – o preconceito – prometo lutar os 365 dias de 2012 e tantos quantos forem os dias que Deus me permitir. Não existe nenhum mal que seja tão danoso a uma sociedade

F

quanto o preconceito. Como admitir que as pessoas continuem sendo avaliadas pelo estilo de vida que escolhera, em detrimento da capacidade intelectual e acima de tudo ética. Falam de homofobia e de racismo, como se fossem os únicos sinais de que vivemos rodeados de hipócritas e preconceituosos. Mas quantos outros tipos de discriminação são vistos diariamente bem aqui ao nosso lado¿ O nordestino é discriminado no sul e no sudeste e quem vem de lá – sul e sudeste – também sofre discriminação aqui. Quem é que estabeleceu que corte tal e qual de cabelo é o “correto” ou “incorreto” ou, onde é que está escrito que tatuagem não é coisa de gente séria¿ Pois se você não sabe, Natal ainda tem preconceitos contra quem vem de fora, contra quem usa tatuagem, contra quem tem um corte de cabelo diferente, contra quem escolheu um estilo de vida alternativo. Hipócritas! Não digam que é isto não é verdade! Contra este tipo de preconceito – e contra todos os demais – é que vou dedicar os todos os dias da minha vida.

E o futebol.... .... do futebol espero que 2012 seja melhor do que foi 2011, e que nós possamos caminhar por trilhas menos tortuosas daqui para a frente. Veja que ABC e América estão bem encaminhados e que a nossa primeira competição, o Estadual seja efetivamente coroado com o sucesso que está sendo desenhado. Fazia muito tem que a competição doméstica, organizada pela FNF não vinha tão recheada de expectativa positiva, como a deste ano. Um campeonato que vem trazendo como carro-chefe a profissionalização do marketing e a demonstração clara que o futebol potiguar é um produto rentável quanto os campeonatos de outros estados. Guardando as devidas proporções, o Potiguar pode ser

tão atrativo quanto o Paulista, Gaúcho ou Mineiro, e os primeiros passos estão sendo dados pelo presidente da federação José Vanildo. É preciso também, que os clubes façam a parte deles e que a gente esqueça o famoso complexo de vira-latas e passe a olhar para o nosso campeonato com os mesmos olhos que olhamos para o Paulista e o Carioca, e antes que você diga que a Rádio Globo transmite jogos e dá cobertura aos campeonatos do eixo Rio e São Paulo, quero dizer que é uma questão editorial e que não me cabe discutir, mas que também não inviabiliza e nem impede de emitir a minha opinião de que é necessário valorizar cada vez mais o que é nosso, o nosso futebol.

DIVULGAÇÃO

Victor Uchôa conquistou a competição em Portugal e planeja um crescimento ainda maior este ano

Carreira internacional é o objetivo Victor está cada vez mais focado na carreira internacional, já que a equipe do piloto entende que na Europa ele conseguirá evolução plena no automobilismo e estará envolvido com as melhores equipes. Porém, o grande empecilho é a logística para que o kartista de 11 anos consiga manter uma regularidade de treinamentos de alto nível. O kartódromo de Natal não tem a dimensão adequada para um treinamento semelhante ao que é realizado pelos Europeus. Além disso, por conta da eminente explosão do kartódromo, devido à realização da Copa do Mundo, o estado de conversação do local também não é dos melhores. Como solução, o kartista comprou um simulador de corridas, que é ligado ao videogame. O equipamento se programa como se estivesse no kartódromo europeu escolhido e o piloto guia como se estivesse em plena corrida. A média de treinamentos do kartista com o simulador é de cinco horas diárias. “Esse equipamento é muito importante, pois diminui a distância de treinamentos com os principais kartistas da Europa. Não é o mesmo que uma prova real, mas me ajuda bastante nos treinamentos. O simulador vai ajudar muito na minha evolução”, disse o piloto. A equipe do piloto também entende que o simulador contribui

Não é o mesmo que uma prova real, mas me ajuda bastante nos treinamentos. O simulador vai ajudar muito” VICTOR UCHÔA Piloto

É muito complicado ficar sem direcionamento, por isso, estamos decididos a focar sempre na Europa” GLÁUCIO UCHÔA Pai e empresário do piloto

na diminuição dos custos e é mais benéfico até mesmo do que as corridas no Brasil. Isso porque existe muitas diferenças técnicas entre os kartódromos brasileiros e os principais centros do kart mundial. “O kartista, às vezes, pode até ficar repleto de vícios com as diferenças de kartódromos. É mui-

to complicado ficar sem direcionamento, por isso, estamos decididos a focar sempre na Europa, sem menosprezar qualquer outro centro. Além disso, hoje é duas vezes mais caro fazer provas no Brasil, do que correr na Europa. Os preços dos equipamentos estão muito altos”, salientou o pai e empresário do kartista, Gláucio Uchôa. A meta para o kartista é ousada. Depois de conquistar o título de campeão brasileiro em 2010 e a Taça Portugal em 2011, o objetivo é fazer com que ele seja campeão da Espanha em 2012. Para isso, o piloto passa a ser piloto número da forte equipe Marlon Kart e já é tido como uma das grandes apostas para a temporada no país. Em 2013, o kartista já sonha em se tornar o número no circuito mundial WSK Master Series na Itália, consolidando o último título importante na categoria. A partir daí, o kartista deve iniciar o processo de transferência para morar na Europa, o que deve se concretizar em 2015. Em 2016, a meta é fazer com que o kartista já passe a competir também em carros de fórmula. “Temos metas ousadas para a carreira de Victor, mas precisamos de investimentos para conquistar esses objetivos e esperamos que o ano de 2012 seja fundamental para isso”, finaliza Gláucio Uchôa.


esportes

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

5

ENTREVISTA/JANUÁRIO DE OLIVEIRA/EX-LOCUTOR

Apito Final EVERALDO LOPES - elopes@tribunadonorte.com.br

A 94ª edição a brincadeira, o Campeonato Estadual do RN - que durante algum tempo não tinha nada de estadual e não passava de um torneio sem maiores pretensões entre quatro - às vezes cinco clubes da capital. Agora, está perto de ver a disputa da sua 94ª edição. Dia 15 de janeiro, exatamente daqui a 15 dias, às 16h larga o Estadual/2012, festejando o retorno do Caicó EC e ainda outra vez com 10 clubes. Algumas novidades lançadas pela FNF, pequenas alterações no formato da competição, premiação, zelo redobrado do presidente José Vanildo, empenho do América visando a sair de um jejum de oito anos, do ABC de evitar, a dupla mossoroense mostrando administrações mais profissionais, buscando desvencilhar-se do incômodo apoio da prefeitura de Mossoró, um paternalismo inadmissível nos dias atuais.

N

Folclore Em um desses blogs de coleguinhas interioranos, noticiando um torneio com renda beneficente, estão lá as curiosas e esdrúxulas escalações das equipes disputantes. Tive o cuidado de colher alguns apelidos de jogadores, como sempre com alguns absurdos. Vejam: Fobica, Carambola, Fuzuê, Suvela, Motorzinho, Boião, Bolão, Carangue-

jo, Baiacu (com a tônica na última letra), Afrodísio, Melado, Petreco e Tico Tico. No passado, o futebol do RN teve suas extravagâncias: Babá, Papagaio, Cuíca, Cocó, Tatá, Teté, Tico, Bocadágua, Burro Preto, Xexéu, Bocão, Lepo Lepo. Nenhum apelido superou o do primeiro massagista potiguar, apelidado de “Calo seco”.

Volta às origens Por pouco, muito pouco o ABC FC não consta na relação dos clubes que contaram alguma vez com o camisa 10 campeão do mundo em 2002, o pernambucano Rivaldo. Foi quando o ABC trouxe quatro jogadores emprestados pelo Santa Cruz do Recife, mas à última hora Rivaldo preferiu ir para o interior paulista. E lá

virou ídolo no Palmeiras. Rivaldo Vito Borba, seu nome completo, em abril 2012 completa 40 anos, estreou na seleção em 1996, com 30 anos jogando contra a Croácia. Rivaldo acaba de assinar com o Sport Recife, retornando às origens, sua terra natal. Em abril, Rivaldo deve ser o jogador brasileiro mais velho, em atividade.

Xuxa Segundo O Júnior Xuxa, apresentado anteontem entre os novos que chegam para o América, é o segundo Xuxa na história do futebol americano. Após defender o Ferroviário de Natal em 1968, o Xuxa potiguar transferiu-se para o América no ano seguinte,

sendo campeão formando o meio de campo com ele, Déo e Talvanes. O Xuxa americano era um pouco branquelo, louro de cabelos encaracolados. Se não foi um jogador que fez história, pelo menos jamais decepcionou. Teve carreira curta demais.

RETROSPECTIVA Como faz habitualmente todo final de temporada do futebol, a Rádio Globo/Natal apresentou ontem e repete neste domingo a retrospectiva esportiva. Cedo, de 6 às 7h30m com repeteco logo mais entre 14 e 15h30, sobre o Estadual e o Brasileirão séries “C” (o América) e “B” o ABC, a luta de cada um tentando seus objetivos: o ABC, o de não cair, o América o da ascensão à “B”.

O elenco

Desempate

Oficialmente confirmados como profissionais do América para a jornada 2012, este o elenco americano apresentado à torcida na última quinta-feira, na sede da Rodrigues Alves:goleiro Fabiano, Dida e Westerly, laterais Tiaguinho, Ferreira, Bruno, Carlinhos e Wanderson, zagueiros Mauro, Edson Rocha, Marx Ferraz, Thiago e Zé Antônio, volantes Nata, Márcio Passos, Fabinho, Felipe Macena, Judson, Ricardo Baiano e Ricaardo Oliveira, meias André Beleza, Júnior Xuxa, Jean Carioca e Norberto, atacantes Wanderley, Rivaldo, Thiago Fernandes, Daivison, Isac e Leandro Guerreiro. Técnico, Flávio Araújo. Fonte: site do América FC.

O internauta Murilo Leitão Jr. pede para a coluna esclarecer uma dúvida em torno das melhores e piores colocações de ABC e América nos Campeonatos Brasileiros. As melhores do ABC foram estas: campeão brasileiro da “C” em 2010, e – pior atuação, a “lanterna” da mesma série “C” em 2003, desclassificado pelo ASA/AL. Já o América, teve a melhor colocação na “B” em 1996, e a pior em 2010, 20º lugar, e na série “A” ficou em 16º em 1997. Estes números não são oficiais, além da dificuldade devido a CBF ainda não adotar a fórmula de pontos corridos. O ABC está fora da série “A” desde 1986.

RANKING A editoria de es- RANKING (2) Em 11º o Atléportes da “Folha de S. Paulo” lançou também o seu ranking 2011, mas com o detalhe de que parou no 33º lugar, que é do Paulista e do Sto. André/SP. A pontuação nacional é a seguinte: Flamengo e São Paulo 909 pts., Palmeiras 823, Santos 794, Corinthians 747, Cruzeiro 727, Vasco 716, Inter 696, Grêmio 649, Flu 614.

tico MG 495, Botafogo 481, Bahia 441, Sport 413, Fortaleza 369, Ceará 360, Coritiba 340, Vitoria 312, Paysandu 309, Atlético PR 261, Náutico 250, Goiás 249, CSA 235, Figueirense 133, Criciúma 101, Lusa 98, Bangu 70, São Caetano 67, Guarani 62, Brasiliense 51, Juventude 40, Bragantino 25, Santo André 22.

FECHARAM-SE AS CORTINAS O ano 2011 já era. Neste domingo, estamos em 2012, um repeteco que já virou rotina. Aqui na TN a coluna chega ao seu 24º ano de circulação diária, adotando uma filosofia que o finado João Machado gostava de chamar de “frapè”, isto é, sem ataques, mas também sem bajulação nem oba oba.

A palavra craque está sendo usada de maneira errada? Podem reclamar que sou saudosista, mas ninguém vive sem saudade. Na minha época, vi craques como Ademir da Guia, Dirceu Lopes, que hoje em dia seriam do nível de Messi, ficar fora da Seleção, pelo simples fato de ter jogadores mais qualificados. Tínhamos Zico, Rivelino, Tostão, Gérson, só craques, de verdade. Atualmente, qualquer jogador que se destaque no seu clube, é chamado d craque. Todo dia surge um novo Pelé, um novo Zico e não passam de promessas. Estão dizendo que o Paulo Henrique Ganso (meio campo do Santos), é a salvação para a camisa 10 do Brasil. Só podem estar de brincadeira. Ele é apenas um bom jogador, que ainda tem que provar que merece jogar na Seleção. O Neymar é diferenciado? Não tem como negar, mas, daí, dizer que ele é o melhor do mundo são coisas completamente diferentes. Ele é endeusado. Mas, em que posição ele jogaria na seleção de 1970? A palavra craque está vulgarizada. O Romário disse,em entrevista, que o Brasil está abaixo da Espanha,atualmente,no futebol. O Senhor concorda? É lamentável o estado do futebol brasileiro. Passamos a pior crise dos últimos 50 anos. A Espanha tem jogadores de qualidade em todas as posições e nós não. Estamos passando por um problema grande de jogadores. A qualidade do futebol brasileiro caiu e isso é notório. Até bem pouco tempo atrás, nossos jogadores sempre estavam na disputa pelo premio de melhor do mundo. Na sua maioria, meio campistas e atacantes. Hoje, mesmo a FIFA tendo aumentado o número de concorrentes para mais de 30, não conseguimos colocar nenhum, com chances reais de ser eleito o melhor jogador. Temos um lateral direito, que é o Daniel Alves e o Neymar, que joga no Brasil. A Espanha teve vários. Mas, o Brasil tem que tomar cuidado com outras seleções também. A Alemanha está montando um time muito forte e de qualidade. A Itália também. É preciso que nossa Seleção se monte o quanto antes, para não passar vergonha na Copa. Tenho medo que aconteça um desastre e o Brasil não consiga passar das quartas de finais. A derrota do Santos para o Barcelona, na final do Mundial de Clubes, deixou essa diferença ainda mais evidenciada? Aquilo foi uma brincadeira. A primeira decisão que vi de um Mundial de Clubes, foi em 1962. Nunca tinha visto um massacre tão grande quanto aquele. O Santos foi um fiasco e o Barcelona brincou de jogar futebol. Tanto que o Neymar, no final, disse que tinha aprendido uma lição, tinha aprendido a jogar futebol. Espero mesmo que tenham aprendido, porque os ensinamentos anteriores, foram péssimos. Devem ser esquecidos. O resultado foi barato. O placar de 4x0 ficou de bom tamanho para o Santos. Poderia ter sido pior, já que o Barcelona meteu duas bolas na trave.

RODRIGO SENA

“A PALAVRA CRAQUE ESTÁ VULGARIZADA” FELIPE GURGEL Repórter de Esportes

U

m dos mais icônicos narradores de futebol brasileiro nas últimas três décadas, Januário de Oliveira esteve em Natal para passar as festas de fim de ano com seus familiares que moram aqui. Longe da televisão desde 1999 por problemas de saúde, o ex-locutor concedeu entrevista a TRIBUNA DO NORTE e falou sobre Neymar, CBF, momento atual do futebol brasileiro e a figura do empresário no meio esportivo. Sem fugir de nenhuma pergunta, fez críticas a própria imprensa, que, segundo ele, é culpada pela vulgarização da palavra craque e também revelou como surgiu os bordões de futebol que ele criou e está marcado na memória da grande maioria dos amantes brasileiros do maior esporte do planeta.

O QUE MAIS TEM É EXJOGADOR SE TORNANDO EMPRESÁRIO.TEM JOGADOR QUE,ANTES DE ENCERRAR A CARREIRA,SE TORNA EMPRESÁRIO”

O ÉZIO FOI UM AMIGO QUE FIZ DURANTE MEU TEMPO COMO LOCUTOR”

Falta humildade aos jogadores de hoje? Não só humildade, como também direção. O futebol brasileiro é muito mal dirigido. Começando pela CBF. Não temos mais dirigentes como o próprio João Havelange. Ele deveria ter ensinado ao Ricardo Teixeira, como se comanda uma Confederação. Ele conseguiu transformar a FIFA em um órgão mais importante do que a ONU.

Rio Grande do Sul, com garotos de até 12 anos, com grandes clubes do Brasil e da Argentina, que participam da disputa. Todos os meninos estão lá com seus empresários de lado. Isso é criminoso. Não se pode assinar contrato com essa idade. Mas, eles dão emprego para o pai ou para mãe e ficam com a preferência em, se um dia, esse menino virar jogador de futebol, contratar.

O futebol,hoje em dia,está nas mãos dos empresários? Hoje não tem mais empresário de futebol pobre e todo mundo quer ser empresário. O que mais tem é ex jogador se tornando empresário. Tem jogador que, antes de encerrar a carreira, se torna empresário. É o caso do Ronaldo Fenômeno. É brincadeira. Vá no ABC, no América, em qualquer time de futebol, tem meninos de 12, 13 anos, que já tem empresários. Existe um torneio no interior do

Na sua época, o senhor recebia ligações de empresários? Nossa, cansei de receber. Eram muitas. Até de empresários da Colômbia. Recebi gente na rádio Nacional querendo mostrar jogadores. Um dia, um empresário me encontrou em um hotel em Recife/PE e eu decidi levar o jogador dele, que era goleiro, para treinar no Vasco da Gama/RJ. Foi a maior burrice da minha vida. O que o senhor acha dessa rela-

ção entre imprensa e dirigentes de futebol? Isso é uma promiscuidade. Desculpa o termo, mas chega a ser nojento. Tem casos de jornalistas que viraram dirigentes e nem sabemos como. Fui, nem sei se sou ainda, amigo de um jornalista que virou presidente do Flamengo. Tem um empresário em São Paulo, que era repórter de campo. Hoje ele é o principal patrocinador de Ronaldinho Gaúcho. E eu pergunto: onde estava esse dinheiro todo que passava por mim e eu não via? Teve um repórter, que virou dirigente, que o clube que ele trabalhava, deu um cheque de US$ 1 milhão, para pagar os salários atrasados desse clube. Conheci repórteres, ficavam eles, telefonando para outros colegas, passando notícias de jogadores. Teve um clube do interior de São Paulo, que deu um jogador para ele ser o empresário, para ele colocar jogadores em outros clubes. Descobriram e ele perdeu o emprego. Mas, isso ocorre há muito tempo. Na minha época, era novidade, mas hoje está tudo escancarado. Contra ou a favor de torcida organizada? Sou contra. Quando trabalhavam, dizia: não são torcidas organizadas. A maioria são grupos terroristas organizados. Estou morando em Goiânia/GO e lá morre um por semana. Mas isso não é só lá. É errado os dirigentes darem voz a esse tipo de torcida. O mundo do futebol é podre? Lamentavelmente, é. Já foi um negócio sadio. Me sinto felizardo por ter vivido grandes épocas do nosso futebol. Mas, me entristece, quando comecei a viver o futebol na década de 80 e 90. Felizmente parei. Tem dirigente que torce contra o próprio time, porque, na crise, ele quer tirar vantagem. Mudando um pouco de assunto,como surgiu seus bordões no futebol? O primeiro, foi o “Tá aí, o que você queria”, que surgiu na déca-

da de 70, em um jogo do Fluminense, pelo Carioca. A partida estava prevista para começar às 20h e devido as chuvas e falta de energia, começou perto das 23h. Quando o árbitro decidiu começar a partida, eu soltei o “Tá aí o que você queria”. Logo depois, narrando um gol do Vasco da Gama, gritei: ´Dinamite, é disso que o povo gosta´´. E virou outro bordão. Isso na época do rádio. Quando fui para a televisão, em 1992, Denner tinha sido contratado pelo Vasco e em um jogo, marcou quatro gols e o último deles, foi uma pintura. Driblou quase o time adversário todo. Como não tinha mais adjetivo para usar, soltei o ´Cruel, muito cruel´. Outra vez, narrando um jogo do Flamengo contra o Sport, na Ilha do Retiro, o Mozar, zagueiro carioca, recuou a bola para o goleiro Gilmar. Ele foi tentar agachar para pegar a bola, que vinha devagar e acabou deixando-a passar entre as suas pernas, entrando de mansinho no gol. Foi quando usei, pela primeira vez: ´Sinistro, muito sinistro´. Mas, além desses, tiveram outros? Em uma partida que não me lembro, pela TV Educativa, fiz amizade com os maqueiros do Maracanã. Quando eles entravam em campo para tirar algum jogador contundido, sempre dizia que estava acontecendo um ´carreto´. Em outra partida, no mesmo Maracanã, um jogador caiu em campo e ficou demorando para se levantar. Aí, soltei: ´Tá lá, um corpo estendido no chão´. No outro dia, todos na rua já estavam com o bordão na ponta da língua. Super-Ézio foi invenção sua? Uma vez, estava almoçando com um amigo meu, no Rio de Janeiro, dias antes de um clássico entre Fluminense e Botafogo, isso na década de 90. E estávamos elogiando o Ézio, atacante tricolor, que era o único jogador que escapava naquele time, que era muito ruim. Foi quando chamamos ele de superherói, por conseguir fazer gols, mesmo jogando em um time fraco. No clássico, o Fluminense venceu por 3x0 e ele fez dois gols. Foi quando gritei ´Super-Ézio´. O senhor chegou a conversar com ele sobre esse apelido? O Ézio foi um amigo que eu fiz durante meu tempo como locutor. Fomos amigos de verdade. Sempre ligávamos um para o outro. Fiquei muito abalado com sua morte. Ele teve um gesto muito bonito. Depois que saiu do Fluminense, foi jogar no Atlético/MG e seu último jogo como profissional, foi justamente contra o time carioca. A camisa dessa partida, ele fez questão de me dar.


esportes 6

|Natal Rio Grande do Norte |Domingo| 01 de janeiro de 2012

[ VERÃO ] Serão oferecidas atividades de lazer, esporte e saúde para os

[ JIU-JITSU ] Fernando Braga, faixa roxa da categoria até 64 quilos,

banhistas em férias. Os finais de semana não serão mais os mesmos

participa da competição em Lisboa entre os dias 27 e 29 deste mês DIVULGAÇÃO

Circuito SESC Verão é lançado nas praias do RN O

projeto Circuito SESC Verão irá movimentar as férias dos banhistas com atividades de lazer, esporte e saúde, nas praias de Pirangi, Tibau do Norte (Mossoró) e Açude Itans (Caicó). Até 2011, o evento era realizado somente na maior cidade da região Oeste do Rio Grande do Norte, na Praia de Tibau do Norte. O evento é uma iniciativa do SESC em parceria com a Intertv Cabugi, idealizado para oportunizar aos comerciários, seus dependentes e a comunidade em geral, atividades esportivas, recreativas e culturais, visando à socialização e o bem estar dos participantes. “O Circuito Verão, realizado pelo Sistema Fecomércio RN, através do SESC Regional e Nacional, com apoio da InterTV Cabugi, supre a lacuna de uma significativa demanda por atividades esportivas, culturais e de lazer para toda a comunidade, não só de qualidade, mas aberta ao público e totalmente gratuitas”, enfatiza o Diretor Regional do SESC RN, Laumir Barrêto. A programação contempla torneios esportivos, sendo uma

PROGRAMAÇÃO Beach Soccer:Natal – Praia de Pirangi - Data:07;08;14;15;21;22;28 e 29 Horário:07h às 16h Torneios:Beach Soccer- 07 e 08/01,Futevôlei- 14 e 15/01,Hand Beach- 21 e 22/01 e Vôlei de praia- 28 e 29/01 - Seridó – Iate Clube de Caicó - Data:21 e 22,28 e 29 - Horário:07h às 16h

O atleta de Goianinha Fernando Braga tem se destacado e parte para conquistas fora do Brasil Torneios:Beach Soccer,Futevôlei e Vôlei de praia:21 e 22,28 e 29/01 Mossoró – Praia de Tibau do Norte - Data:14 e 15,21 e 22/01/2012 - Horário:07h às 16h

Supre a lacuna de uma significativa demanda por atividades esportivas, culturais e de lazer” LAUMIR BARRETO Diretor Regional do SESC

modalidade por final de semana (Beach Soccer, Hand Beach, Fut. Vôlei e Vôlei de Praia). Para o pre-

sidente do Sistema Fecomércio, Marcelo Fernandes de Queiroz, a ação do SESC ratifica o compromisso da instituição com o público comerciário. “O projeto SESC Verão é mais uma prova do quão afinado com as demandas dos comerciários o nosso Sistema Fecomércio está. Numa época do ano em que o clima convida à prática de esportes e o desfrute do lazer à beira-mar ou de uma piscina, a realização deste projeto se configura como uma ótima opção de diversão saudável e convívio prazeroso entre os participantes de cada etapa”.

Lutador potiguar treina para o Campeonato Europeu Rio Grande vive uma grande fase no mundo das lutas. Além de muito bem representado no MMA, o jiu-jitsu não fica por baixo quando o assunto é rendimento. Um dos principais nomes do RN nas competições nacionais e internacionais é o atleta de Goianinha Fernando Braga, 25 anos, faixa roxa na modalidade da categoria até 64 kg. O atleta será um dos responsáveis por tentar trazer a medalha de ouro no Campeonato Europeu de Jiu-Jitsu entre os dias 27 e 29 de janeiro de 2012, em Lisboa, Portugal. Desta vez, Fernando lutará na divisão de atletas até 70 kg. O competidor treina duro para superar o melhor resultado que conquistou na disputa. Em 2009, Braga foi vice-campeão do Europeu, também na capital lusa. No mesmo ano, emendou resultados que o consagraram nas lutas. No tatame, foi bicampeão do Panamaericano em Salvador, campeão da Copa Internacional de jiu-jitsu na França e primeiro lugar na Copa Suíça, disputada em Lausanne, todas travadas na categoria Pluma Azul para atletas até 64 quilos. Agora, o lutador está na fase de preparação para a competição no velho continente. Para isso, trabalhou em duas etapas. No primeiro momento cuidou da alimentação priorizando carboidrato, proteínas, frutas e verduras, além de tomar

O

bastante líquido. A partir desta semana, Fernando Braga voltou a treinar pesado pensando no primeiro lugar do campeonato europeu. “Para não perder o ritmo de treinamento estava trabalhando em Goianinha com outros atletas que são mais pesados do que eu. Isso faz parte da preparação e é muito bom para mim. Vou buscar o resultado em 2012, já que em 2009 fui vice-campeão. Estou mais maduro e vou mais confiante para trazer o título para Goianinha e para o Rio Grande do Norte”, planejou. O lutador comentou ainda que a agenda para 2012 está completa, mas pensa em uma competição por vez. “Já estou classificado para várias disputas em 2012, mas meu foco é o Europeu, que é um campeonato de nível muito alto, no qual participam atletas muito duros e experientes. Tudo isso conta para eu não perder o foco”, completou o faixa roxa. Fernando Braga começou a praticar a arte suave em 2009, quando tinha apenas 20 anos. Nos primeiros meses, Fernando revelou que chegou a treinar até nove horas dividias em três vezes por dia. Os resultados do emprenho e de muito suor vieram rápido. Em apenas 20 dias de lutas participou do Campeonato Norte-Nordeste em Fortaleza e após três combates conseguiu o terceiro lugar na competição. Agora, com cinco anos e seis me-

ses de treinos, o lutador acumula um cartel invejável. Fernando já foi bicampeão Panamericano, 1º lugar no Estadual do RN, campeão Norte-Nordeste em Recife, campeão do sudeste, competição disputada na Barra Funda, em São Paulo, campeão Sulamericano do Mercosul e campeão mundial de jiu-jitsu. Fernando trabalhava como funcionário do município como professor de educação física, mas uma reunião mudou tudo. “Tive uma reunião com o prefeito e expliquei a ele que precisaria de mais tempo para me dedicar aos treinos e levar o nome de Goianinha para onde ele merecia. Foi então que passei a ser patrocinado, tranquei a faculdade de pedagogia, construí minha própria academia e depois disso tudo melhorou. Passei a me dedicar em tempo integral ao esporte com o auxílio do meu professor Marcelo Caneta e do meu preparador físico, Antônio Carlos. Agora pretendo crescer para trazer mais títulos para o Estado e para a minha cidade”, disse. “Os patrocínios são muito importantes porque permitem que nós atletas possamos nos dedicar em favor do rendimento. Por isso meu agradecimento em quem confia em mim como a Prefeitura de Goianinha, Tacom Redecon, Academia Lisboa Fitness, Academia FBBJJ, Kel Modas, Banda Tikatá, Black Belt e DMC”, encerrou.


ARQUITETOS QUE DÃO DICAS DE DECORAÇÃO NA TV REVELAM O ESTILO DE SUAS CASAS,COMO O ESPECIALISTA JAIRO DE SENDER (NA FOTO).

[ PÁGINA 4 ]

[ PÁGINA 11 ]

[ PÁGINA 3 ]

Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 01 de janeiro de 2012

VOCALISTAS DA BANDA DOMINGÃO CONCILIAM TV COM SHOWS E FALAM DOS IMPROVISOS QUE ENCARAM AO LADO DE FAUSTO SILVA

revista da tv

A REVISTA DA TV É UM SUPLEMENTO DA TRIBUNA DO NORTE. NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE.

EM REALITY SHOW QUE ESTREIA AMANHÃ NA BAND,VAL MARCHIORI É UMA DAS CINCO MULHERES A OSTENTAR UMA VIDA DE LUXO E MORDOMIAS.

QUE BELEZA! JULIANA PAES INICIA O ANO À FRENTE DA SEGUNDA EDIÇÃO DE ‘POR UM FIO’E SE PREPARA PARA PROTAGONIZAR A NOVA VERSÃO DE ‘GABRIELA’ [ PÁGINAS 6 E 7 ]


Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

Inter TV/Cabugi – Canal 11

revista da tv

Domingo | 01 de janeiro de 2012

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

Natália tenta convencer Guido a se entender com Laura. Gabriel fala para Cristal que vai morar com Beatriz. Valdir finge ter se acidentado para conseguir dinheiro de Dieguinho e Jefferson. Débora fica admirada com Nando, filho do mestre de kung fu. Alexia conversa com Cristal pela internet, vê as malas de Gabriel e pergunta se eles irão viajar.

Cristal mente para Alexia e diz que eles vão viajar. Sandra diz a Guido que não devolverá o dinheiro a Laura. Gabriel trata Cristal com frieza. Guido se oferece para alugar o quarto de Gabriel com Natália, mas Babi não gosta. Guido entrega uma nota promissória em seu nome para Laura. Tomás expulsa Gabriel do programa “Tudo conectado”.

Gabriel se aborrece com Tomás e Cristal tenta amenizar a situação. Laura e Guido não conseguem se entender. Débora confidencia para Filipe que quer namorar Nando para provocar ciúmes em Betão. Filipe conta para Débora que Betão está namorando Babi. Cristal e Ziggy ameaçam sair do programa se Gabriel for afastado do projeto.

Tomás recebe um telefonema da reitora da faculdade elogiando o programa “Tudo conectado”. Tomás tenta manipular Cristal para se separar de Gabriel. Babi e Cristal concordam em alugar o quarto de Gabriel para Natália e Guido. Alexia conta para Cristal e Gabriel que destrancou a matrícula da faculdade e está voltando para o Brasil.

NÃO HÁ EXIBIÇÃO

Manuela não perdoa Ana e pede para ela ir embora. Iná consola Laudelino. Júlia pede para Rodrigo levá-la para casa e Ana se entristece. Ana decide se afastar de Rodrigo e não abrir mão de Lúcio. Rodrigo diz a Nanda que não consegue deixar os sentimentos por Ana. Manuela se despede. Ana e Lúcio se beijam.

Ana leva Lúcio ao baile de sua avó em Gramado. Rodrigo pede que Manuela volte por causa de Júlia. Eva fica contrariada por Ana defender Manuela. Manuela chega para passar o final de semana com Júlia. Rodrigo vai para a casa de Nanda, que não consegue animar o irmão. Eva procura Manuela.

Manuela expulsa Eva de sua casa. Júlia sofre com a partida de Manuela. Júlia comenta com Rodrigo que Lúcio esteve com elas no passeio. Rodrigo avisa a Lourenço que se encontrará com Tiago. Lourenço vai ao encontro de Rodrigo com Tiago, mas apenas os observa de longe. Ele se emociona ao ver o filho.

Lourenço vai embora sem ser visto. Ana aceita viajar com Lúcio. Wilson encontra Aurélia, mas não consegue terminar com ela. Jonas se surpreende cada vez mais com as atitudes de Ângela. Ana visita Laudelino com Lúcio. Ana e Lúcio chegam na pousada. Lúcio diz para Ana que a ama. Rodrigo vê Ana e Lúcio se beijando.

Rodrigo não gosta de saber que Ana e Lúcio estão namorando. Dora se preocupa com a insatisfação de Marcos na empresa em que trabalha. Mariano e Vitória se beijam. Júlia questiona Ana sobre seu nascimento. Ana conversa com Rodrigo. Rodrigo vai abraçá-la, quando Lúcio chega. Lúcio fica surpreso.

Pedro, Alice, Tomás e Carla discutem sobre quem tocará na festa de Bia. Tomás e Pedro contam para Diego que decidiram cantar sem ele e Roberta na festa. Jonas anuncia que expulsará os alunos envolvidos na briga. Diego se entrega e Roberta vê tudo. Jonas pergunta a Diego e Binho o motivo da briga. Roberta diz que foi ela quem começou a briga.

Diego tenta fazer com que Roberta saia, mas ela insiste em assumir a culpa. Jonas decide não expulsar ninguém, mas determina que Binho e Diego fiquem no colégio durante o fim de semana. Bia diz que gostaria que os Rebeldes tocassem, mas Roberta afirma que a banda não existe mais. Diego aparece e contradiz Roberta.

Os seis Rebeldes sobem ao palco e se apresentam. Pilar e Binho quase se beijam. Leonardo garante a Sílvia e Márcia que não brigará com Diego. Roberta pede que Pilar converse com Diego. Ofélia tenta convencer Teresa a vender sua casa, mas ela recusa. Diego agradece o apoio de Pilar e, ao ver Roberta, a abraça. Binho manda Diego largar Pilar.

Binho demonstra ciúmes de Pilar com Diego. Diego fala para Tomás que nunca mais voltará a recorrer à bebida. Alice e Pedro conversam sobre os planos de viajar no feriado, mas Carla os interrompe. Pedro pressiona Roberta para saber por que ela continua com Binho e se o envolvimento dela com o rapaz tem a ver com a visita dele a Beth.

Agenor comunica à família que pretende levar Belezinha para morar com ele. Joselito decide viajar e deixa um bilhete para Iara. Juan invalida a anulação de seu casamento com Lucena. Rubinho se recusa a dar o divórcio para Claudia. Claudia discute com Maruschka e, no calor da discussão, fala sobre o filho que a empresária entregou para adoção.

Claudia diz a Maruschka que Regina está disposta a processá-la. Belezinha diz a Agenor que não sabe se ainda o ama. Olga conta para Estela que Sebastião ganhou na loteria. Íntima pede o divórcio a Bob. Vicente diz a Lucena que a solução para evitar problemas com a justiça é anular o casamento dos dois. Vera diz a Sarita que irá denunciá-la.

Alberto passa o terreno do Covil do Bagre para o nome de Maruschka. Ricardo avisa a Camila que Flavinho só ficará com ela nos finais de semana. Íntima pede para se separar de Bob. Rubinho diz a Claudia que dificultará a separação dos dois. Maruschka oferece a sociedade da Comprare para Grace Kelly.

Grace Kelly garante a Maruschka que conseguirá o dinheiro com sua mãe. Marisol sugere que a Shunel se torne uma marca de roupas e Agenor aprova a ideia. Íntima fala para Belezinha e Bob que vai abrir uma escola para formar misses. Grace Kelly exige que Deusa pague o valor que Maruschka pediu pela sua participação na Comprare.

Lucena se incomoda com a presença de Claudia no Sonho D’Aveiro. Ricardo examina Otília. Deusa pensa em cobrar explicações de Olga sobre as cartas de Diva que nunca foram entregues para Sarita e Marisol. Maruschka pede para Rubinho fingir que está interessado em Grace Kelly. Raimunda ouve Toinha dizer que a verdadeira Damiana morreu.

Enzo e Pereirinha fogem do antiquário, mas perdem as miniaturas. Teodora sai do esconderijo e recupera o tesouro. Amália e Rafael passam a noite juntos. Esther tem alta do hospital. Juan Guilherme descobre que Chiara está voltando para o Brasil. Tereza Cristina ameaça armar um escândalo no restaurante de Renê, quando Griselda chega.

Tereza Cristina avisa que vai reabrir o Le Velmont e Fred se interessa ao saber que ela ainda não tem um chef. Pereirinha vê Teodora com seu passaporte e tira satisfações. Vilma ajuda Letícia a escolher o vestido de noiva. Renê Junior não gosta de ver Fábio olhando para Carol. Griselda se arruma como Pereirão para trabalhar na reforma de sua mansão.

Tereza Cristina diz que Fred será chef do Le Velmont se ajudá-la a fechar o novo restaurante de Renê. Luana diz a Solange para tomar cuidado com Baltazar. Álvaro ouve a conversa de Íris e Alice sobre Tereza Cristina. Chiara chega ao Rio. Paulo procura Esther. Tereza Cristina desconfia que Griselda seja a financiadora do restaurante de Renê.

Tereza Cristina contacta um detetive particular. Letícia vai embora ao saber que Chiara está indo para a casa de Juan Guilherme. Paulo confessa a Esther que tem ciúmes de Vitória. Chiara avisa que tem poucos meses de vida. Fred diz a Tereza Cristina que providenciou a sabotagem. Renê Junior vê Pereirinha na cama da mãe e desmaia.

Renê Junior volta a si e Griselda reconhece Pereirinha depois de ouvir a descrição feita por ele. Vanessa se preocupa com a possibilidade de Esther voltar para a Fio Carioca. Renê estranha as atitudes de Fred e comenta com Severino. Tereza Cristina denuncia o restaurante de Renê à vigilância sanitária. Renê Junior pede para morar com Patrícia.

Adalberto acredita que Regina é responsável pelo desaparecimento de Augusta. Raimundo percebe que está sendo seguido por Juliana e Lucas. Elton tenta convencer Margarida a viajar para a Bolívia para fazer a lipoaspiração. Margarida se irrita ao descobrir que Divina foi até Severino para falar sobre o plano de Elton. Lucas e Juliana se beijam.

Margarida diz a Divina que vai retirála do negócio das quentinhas. Raimundo visita Augusta, que implora por sua liberdade. Francisco deixa o hospital acompanhado de Patrícia e Rita. Margarida recebe a visita de policiais que receberam queixas de pessoas que foram hospitalizadas após o consumo das quentinhas.

Zizi exige que Raimundo revele a localização de Augusta. Divina conta para Ernesto que foi expulsa da casa de Margarida. Nelize liga para Francisco e avisa que os irmãos mais novos do milionário irão até a mansão no dia seguinte. Cacau diz a Fátima que vai se casar com Welligton no campo do Cariocas. Augusta consegue escapar do quarto da clínica.

Suzana exige que Raimundo fale a verdade sobre Augusta, caso contrário, ela o deixará. Bandidos e policiais começam a trocar tiros. Disfarçado, Cleber aproveita para entrar no prédio. Sob a mira do revólver do bandido, o porteiro é obrigado a acompanhar Cleber até o apartamento de Regina. Ele consegue entrar.

NÃO HÁ EXIBIÇÃO

Mário fala a Marcela que os dois podem criar o bebê juntos. Ela diz que não o ama. No Dops, Batistelli é torturado por Fritz, mas resiste e não denuncia os companheiros. Jeová leva Ernesto para ver Batistelli, que se emociona ao reencontrar o filho. Maria sente contrações, mas não pode ir ao hospital.

Fernanda enfrenta Fritz e diz que vai provar que ele é o assassino de Aranha. Duarte conta a Miriam que não conseguiu tirar seu passaporte. Thiago pega os documentos falsificados para sair do Brasil. Marina afirma a Marcela que está disposta a assumi-la e ajudar na educação do bebê.

Na sala de torturas, Filinto faz terror psicológico com Miriam. Olivia entra em trabalho de parto e não pode ir para o hospital, pois é procurada pelo Dops. Miguel diz que vai fazer o parto. Maria, José, Nina e Heloisa deixam o esconderijo. Os militares chegam e começam a vasculhar o local.

NÃO HÁ EXIBIÇÃO

SEGUNDA

SÁBADO

MALHAÇÃO ID Gabriel e Alexia se beijam. Guido e Natália pensam em morar sozinhos. Cristal ouve Gabriel falar para Ziggy que quer terminar o namoro com ela. Beatriz se sente mal e Gabriel a leva para o hospital. Guido termina seu relacionamento com Laura. Tomás chega à casa de Cristal no momento em que ela está tentando se acertar com Gabriel.

Inter TV/Cabugi – Canal 11

A VIDA DA GENTE Júlia pede para morar com Manuela. Celina fica tensa com a possibilidade de estar grávida. Manuela diz a Rodrigo que se mudará para Florianópolis. Iná encoraja Ana a procurar Manuela. Laudelino diz a Iná que está doente. Mariano fala com Vitória sobre a filha Cecília. Ana pede para falar com Manuela.

TV Tropical – Canal 8

REBELDES João fica decepcionado ao saber que a banda acabou. Franco pede a Jonas que considere trocar Roberta de quarto, mas o diretor resiste. Maria tenta beijar Diego, mas ele se esquiva. João insiste com Pedro que a banda cumpra a promessa e toque na festa de Bia. Leonardo conta para Sílvia que Sônia desapareceu.

NÃO HÁ EXIBIÇÃO

Inter TV/Cabugi – Canal 11

Sarita vê a sua foto com Alberto na capa do jornal e se desespera. Valério conta para Orlandinho que Belezinha está grávida. Maruschka admite para Gisele que quer unir Rubinho a Grace Kelly. Olga conta para Maruschka que as terras do Covil do Bagre são de Iara. Agenor fala para os pais que Belezinha está grávida. Sarita recebe uma intimação.

Inter TV/Cabugi – Canal 11

AQUELE BEIJO

Rafael entra na mansão para salvar Amália. Baltazar manda Solange ir embora ao vê-la com Daniel. Griselda dá um banho de mangueira em Tereza Cristina. Letícia diz a Vilma que sente a presença de seu ex-marido no quarto. Renê repreende Griselda por não tê-lo avisado do incêndio. Enzo e Pereirinha invadem o antiquário e o alarme dispara.

FINA ESTAMPA

TV Tropical – Canal 8

VIDAS EM JOGO

TV ponta Negra– Canal 13

2

Cleber entra no quarto e abre o saco de papel com bichos sobre a cama de Francisco. Suzana consola Raimundo. Machucado, Elton chega à casa de Margarida. Lucas tenta convencer Andrea a sair do país. Cleber liga para Regina e a ameaça mais uma vez. Elton convence Margarida de que todos querem prejudicar uns aos outros.

AMOR E REVOLUÇÃO Miriam teme tirar o passaporte por causa de Filinto. Marcela diz a Marina que está grávida de Mário. Carlos Marighella é morto. Telmo pede ajuda a Heloisa para encontrar Nina. Bartolomeu diz a Batistelli que ama Jandira. Nina e José entram em tiroteio para ajudar guerrilheiros.

Maria está preocupada, pois José e Nina estão demorando. Marcela afirma a Mário que não pensa em tirar o bebê e não quer se casar. Miguel aconselha Olivia a procurar um psiquiatra. Maria resgata José, Nina e outros guerrilheiros do tiroteio. José repreende Maria, pois ela está grávida. Os policias levam Batistelli para a sala de interrogatório.


Domingo | 01 de janeiro de 2012

revista da tv

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte 3

DIVULGAÇÃO/ARCHITECTS HOUSE

GUITO MORETO

Na casa de Jairo de Sender,nada de clean:objetos e mais objetos à mostra em todo canto LEONARDO AVERSA

THAÍS BRITTO

uando você imagina a sala de estar do arquiteto Jairo de Sender, titular do quadro “Dando um retoque”, do “Mais você”, na Globo, logo deve vir à mente um espaço colorido, com uma variedade incrível de objetos. E é exatamente assim. O especialista faz parte de uma turma que dá dicas e ajuda a reformar e decorar as casas de muita gente na TV. Assim como ele, Bel Lobo, do “Decora” — no ar às quintas, 21h45m, no GNT —, e Marcelo Rosenbaum, que comanda aos sábados o “Lar doce lar”, no “Caldeirão do Huck”, têm em comum duas características: levam seu estilo de trabalho para dentro de seus refúgios e fazem questão absoluta de repetir, quase como um mantra: “Casa não é showroom”. A cobertura onde Jairo mora há 18 anos no Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca, é quase um manifesto contra o clean. Objetos dos mais diversos, da sofisticação ao puro kitsch, compõem os cômodos do imóvel. É exatamente disso que ele gosta. E, ainda bem, a família entra na onda. Valor afetivo é o que conta no apartamento, no qual cada filho tem um quarto projetado de acordo com sua personalidade e serigrafias originais de Salvador Dalí convivem lado a lado com molduras vazias de PVC coladas na parede. — Não gosto de guardar tudo porque virou moda ter a casa vazia. E o que você faz com tudo que juntou a vida inteira? Gosto de ter os objetos à vista. O importante é que a residência tenha a cara, o estilo e a personalidade de quem mora — opina Jairo. Comandando o quadro na atração de Ana Maria Braga desde março, ele acredita que tem havido uma divulgação maior de produtos e técnicas do tipo “faça você mesmo”, o que aumenta o potencial de criação do brasileiro e ainda coloca por terra aquela ideia de que ter o lar decorado é sinônimo de gente milionária. À frente do semanal “Decora”, Bel concorda e diz que a maior estabilidade financeira do país tem

Q

Marcelo Rosenbaum valoriza o artesanato brasileiro:ladrilhos inspirados em bandeirinhas de São João

Bel Lobo conta que ela e o marido têm compulsão por garimpo em feiras de antiguidades

FAÇA O QUE EU DIGO... ARQUITETOS QUE DÃO DICAS EM PROGRAMAS DE TV ABREM SUAS CASAS E MOSTRAM SEU ESTILO PESSOAL contribuído para que as pessoas pensem mais em suas casas. No programa, ela dispõe de uma verba reduzida para mudar um cômodo da residência de alguém e costuma recorrer a feirinhas e garimpo em geral. Em seu apartamento, no Leblon, é a mesma coisa. Característica dela e do marido, Bob Neri, com quem compartilha o escritório de arquitetura. — A gente é meio compulsivo, então, fica tudo entulhado. Usamos muitos móveis de feiras de antiguidades. Morávamos numa casa enorme no Cosme

Velho, que virou nosso escritório e, quando viemos para cá, trouxemos quase tudo — conta ela, na sala do atual imóvel onde vive com Bob e os dois filhos. O espaço é cheio de detalhes típicos de quem sai garimpando sem pensar muito no depois: ventiladores antigos e até ferramentas ornamentam as prateleiras junto a coleções de campainhas antigas e máquinas de costura. Num dos cantinhos da casa, fica a “arca de Noé”, como Bel se refere a um grupo de animaizinhos de ferro e madeira, bonecos e até robôs de brinquedo. — Nunca tinha deixado ninguém fotografar minha casa porque acho que ela é para viver e não para mostrar — defende, dizendo estar sempre exposta aos achados: — Eu encontro tudo o tempo inteiro. Outro dia, estava andando com uma cliente na feira do Lavradio e me apaixonei instantaneamente por este Tenreiro (ela mostra uma luminária da famosa marca de móveis). Era o preço de um carro. Liguei para o marido para ele dar um apoio moral e acabei com-

prando. Ah, era meu dinheiro! E eu só gasto com a casa, sempre — lembra Bel, rindo. Responsável por muitas lágrimas dos espectadores que se emocionam com suas reformas no “Lar doce lar”, Marcelo também é fã do garimpo. Mas com um foco bem objetivo: o artesanato brasileiro. Em suas viagens pelo país, costuma trazer exemplares como o jacaré de madeira feito pelos ribeirinhos de Jamaraquá, no Pará, o banco desenvolvido por um arquiteto de Pirenópolis, no interior de Goiás, e ainda as xilogravuras que adornam a cozinha. Estes pequenos — ou grandes — achados estão espalhados por toda a casa, cuja reforma chegou a virar livro. Em “Entre sem bater”, o arquiteto fala do processo criativo e do cotidiano das obras que construíram o lar onde ele vive com a família há um ano e meio em São Paulo. — Viajo pelo Brasil e vivo de anteninha ligada. Sou completamente fascinado por esse potencial do país, a riqueza do olhar, a utilização da natureza como utilitário — explica Marcelo, lembrando que tudo tem valor afetivo: — A casa é para a gente viver. Claro que tem exercícios de experimentação porque é meu trabalho, mas ela foi pensada para ser aconchegante. A parte externa, segundo ele, é especial para receber as pessoas. E a lista dos objetos garimpados que ajudam a dar o charme especial ao local é extensa: tem desde telas de artistas da Chapada dos Veadeiros a conjunto de lanças da Amazônia e piscina com estampa em homenagem ao Maracatu. A tal experimentação também está lá: os ladrilhos da cozinha e da varanda, por exemplo, são inspirados em bandeirinhas de São João e assinados pelo próprio escritório do especialista. — Acho que há uma profissionalização crescente do segmento. Até então, chamar um decorador significava deixar tudo mais caro. Mas a função de um bom arquiteto de interiores é exatamente o contrário. Quem é competente vai fazer a pessoa gastar menos e deixar o ambiente mais acolhedor — opina.


4

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

revista da tv

Domingo | 01 de janeiro de 2012 FOTOS:BAND/DIVULGAÇÃO

VAL MARCHIORI

NATALIA CASTRO

xperimente juntar cinco mulheres poderosas, vaidosas, excêntricas, com personalidades diferentes e gênios incompatíveis. O resultado dessa mistura — muitas vezes explosiva — poderá ser conferido em “Mulheres ricas”, que a Band estreia amanhã, às 22h15m. Nessa combinação de reality show e documentário, produzida pela Eyeworks/Cuatro Cabezas, o dinheiro é praticamente o único fator que aproxima a empresária e emergente Val Marchiori, a advogada e jornalista Narcisa Tamborindeguy, a arquiteta Brunete Fraccaroli, a joalheira Lydia Sayeg e a piloto de Fórmula Truck Débora Rodrigues. Em dez episódios, com uma hora de duração cada, o quinteto joga na cara do telespectador um dia a dia repleto da extravagância que só um cartão de crédito sem limite pode proporcionar. Mas, até encontrar as perfeitas representantes da alta sociedade brasileira, o diretor Pablo Mazover revela que realizou uma intensa pesquisa por seis meses. A premissa era que os perfis fossem completamente diferentes, enfatiza ele. — Começamos a procurar mulheres bemsucedidas no eixo Rio-São Paulo. Eu até já tinha ouvido falar da Narcisa e da Val, mas não queria somente nomes que estão na mídia. Então, comecei a perguntar e o cerco foi se fechando. Fiquei bem satisfeito com o resultado — avalia. Para Pablo, o principal objetivo do programa não é registrar somente uma rotina de ostentação. O diretor também quer mostrar ao público que as protagonistas da atração passam por problemas semelhantes aos dos simples mortais. — Elas só não têm problemas com dinheiro — esclarece ele: — Mas enfrentam dificuldades nos relacionamentos com a família, na vida amorosa e no trabalho como qualquer um. Os homens podem se surpreender e as mulheres podem se identificar com o que vão ver... Ou, então, enxergar isso tudo como algo que não querem. Entre as aventuras da trupe, passeios de helicóptero, piqueniques regados a champanhe no Ibirapuera, festas exclusivas, compras em lojas de grife e uma viagem em grupo para Buenos Aires. E a presença das câmeras acanhou as novas amigas? Nem um pouco, garante Narcisa. — Foram as câmeras que se inibiram um pouco comigo, mas,

Natural de Arapongas, no Paraná,Val ficou conhecida após revelar seus gostos extravagantes e gastos pouco comedidos no quadro “Ícones de luxo”, do “Programa Amaury Jr.”, na RedeTV!.Mãe dos gêmeos Victor e Eike,ela não dispensa cabeleireiro e maquiador:— Minha rotina é normal,mas com cartão ilimitado.

E

LYDIA SAYEG

Lydia Sayeg,Val Marchiori, Brunete Fraccaroli, Narcisa Tamborindeguy e Débora Rodrigues

DINHEIRO NA MÃO É VENDAVAL ‘MULHERES RICAS’, ESTREIA DE AMANHÃ NA BAND,MOSTRA O COTIDIANO DE UMA TURMA QUE NÃO ABRE MÃO DO LUXO E DO CARTÃO DE CRÉDITO depois, relaxaram — conta ela. Para a socialite carioca, a convivência não foi suficiente para que todas se tornassem íntimas. E a comparação dos padrões de vida — Val chegou a dizer que Narcisa era a menos abastada do grupo — também não a agradou. — A Valdirene (nome de batismo da empresária) é muito divertida, com essa mania de sociologia dela. A produção do programa teve a elegância de não se meter com cifras, até porque tem gente que gosta de ostentar o que não tem. Já pobreza de espírito é uma coisa que não dá para disfarçar, né? — alfineta Narcisa. Val, conhecida na mídia por esbanjar, não vê problemas em dizer que é rica mesmo. — Seria hipocrisia dizer que não. Sou uma mulher comum, só que com bastante glamour — define. Entre as mulheres do grupo, Val confessa que se identificou mais com Lydia. Não à toa. Assim como a paranaense, a joalheira diz estar acostumada às coisas boas da vida. E afirma que rico tem uma responsabilidade importantíssima no mundo: fazer o dinheiro girar. — Querida, se o rico não gastar, acontece o que chamamos de cri-

se. Gastar é a minha maior obrigação com a sociedade. Eu compro, logo existo — argumenta ela, que relutou em participar do programa devido à exposição e prefere não revelar o nome dos filhos. Mas, após a experiência, Lydia garante que está preparada para as críticas: — Sei que muita gente vai julgar, mas eu não conheço o outro lado, entende? Sou assim, nasci com essa vida. As pessoas vão me ver cuidando da minha família e trabalhando muito. Arquiteta de renome no meio paulistano, Brunete tenta ser mais modesta ao falar de sua situação financeira. Em sua opinião, a única rica de verdade do reality é Val. As outras são classe média alta. — Nem concordo muito com o nome dado à atração. Sou contente, realizada, mas trabalho muito para ter tudo o que tenho. Acho que não almejo mais nada na vida, só um amor — sonha a arquiteta, separada quatro vezes. Brunete também diz que não tem um closet enorme, nem liga para roupas de grife. Mas reconhece que vive uma rotina bastante agitada, cheia de compromissos sociais. — Quando nasci, meus pais eram ricos, mas perderam tudo. Fui criada com uma

boa vida, mas sempre tive limites e não tenho helicóptero, motorista... Em Milão, comprei uma saia linda por nove euros — defende-se. Como a arquiteta, Débora também vai na contramão das ricas. A piloto — que nos anos 90 ficou conhecida como militante do Movimento dos Sem-Terra (MST), posou nua para a “Playboy” e apresentou o “Fantasia”, do SBT — confessa que se sentiu surpresa ao receber o convite para integrar o “Mulheres ricas”, já que seu dia a dia é “tênis, jeans e camiseta”. Para ela, que adora andar de moto, a ida ao cabeleireiro é só por obrigação. E uma voltinha no shopping, só por necessidade. — Acho que fui chamada exatamente para fazer um contraponto. Sou simples, mas sei me montar quando o evento exige. Vivo de patrocínio do meu trabalho, não tenho milhões e gasto com muita cautela — afirma Débora, deixando escapar que não concorda totalmente com o excesso de gastos de algumas integrantes do grupo: — Não acho uma realidade fazer um piquenique com espumante. Eu gosto de ir ao Ibirapuera para passear com as minhas filhas, não para isso

Lydia comanda a joalheria Casa Leão,em São Paulo.Casada há dez anos,prefere não expor a família no reality.Adora jantar fora e gastar com sapatos e bolsas.As joias,claro, são acessórios de destaque em seu closet.— Sem elas,I feel naked — afirma ela,usando o inglês para dizer que se sente nua.

BRUNETE FRACCAROLI Após ser apelidada de Barbie em uma reportagem,a arquiteta não fez por menos.Hoje,possui 403 exemplares da boneca.Vaidosa, Brunete gosta de se vestir de rosa e ama maquiagem.Devido a uma pedra no rim que demorou a sair,só bebe água gasosa Perrier. — É a melhor porque as bolhas são grandes — justifica.

DÉBORA RODRIGUES A ex-militante do Movimento dos Sem-Terra é casada há 13 anos com Renato Martins,piloto de Fórmula Truck assim como ela.Mãe de Jacqueline,João Paulo e Renatinho, Débora gasta dinheiro com carros e com a prática de esportes.— Tenho uma vida melhor do que a maioria dos brasileiros,mas não sou rica — avisa.

NARCISA TAMBORINDEGUY Figura presente nas principais badalações cariocas, Narcisa é conhecida pelo jeito alegre e sem papas na língua.Namora o escritor Guilherme Fiúza há cerca de um ano e é autora de dois livros,“Ai,que loucura”e “Ai,que absurdo”:— Tenho liberdade para viver como eu quero e fazer o que gosto.


revista da tv

Domingo | 01 de janeiro de 2012

10

Para Leilane Neubarth,que se reinventou no telejornal da Globo News “Edição das 18h”. Ela é esperta e domina o programa ao vivo com a maior segurança. A missão não é para qualquer um e a jornalista está arrasando.

CONTROLE REMOTO

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

0

Para Rodrigo Hilbert,pelo Alexandre Lopes de “Fina estampa”. O ator está inexpressivo no papel do neurocientista de família aristocrática.Nas cenas do jantar de Tereza Cristina (Christiane Torloni),ele fez uma cara de paisagem atrás da outra.

ELIZABETE ANTUNES (INTERINA)

edimos a alguns personagens da coluna para falar sobre seus sonhos para 2012. Saúde, alegria, tempo para dedicar aos filhos e muitos projetos profissionais estão entre os desejos para o futuro que começa hoje. Feliz Ano Novo para você também.

10

ANA LYGIA VIEIRA: Para Diogo Vilela.Eu me divirto muito com o Felizardo.E para a reprise de “Mulheres de areia”. É muito bom ver os antigos sucessos da Globo.

0

Para a programação vespertina da Globo.A “Sessão da tarde”está horrível,“Malhação”nem se fala.Está na hora de mudar.

Este será um ano de muito aprendizado. Vou ter que equilibrar meu tempo entre as gravações da novela (‘Marias do lar’) e o João Vicente (seu filho com Lázaro Ramos)” Taís Araújo,atriz

0

P

Adeus ano velho, feliz ano novo...Saúde para dar e vender” Luciano Huck,apresentador

10

10 0

SERGIO ROBERTO ALVES TROVA: Para o “Domingão do Faustão”, que fez uma justa homenagem à “namoradinha do Brasil”, Regina Duarte. Para a reprise de “Barriga de aluguel”no Canal Viva.A novela tem uma trama chata e é muito longa.Gostaria que levassem ao ar “Que rei sou eu?”. GRACIELE SAMPAIO DIAS: Para a série “The Big Bang Theory”, exibida pelo canal Warner.As manias malucas dos nerds divertem demais. Para a entrada de Ashton Kutcher em “Two and a half men”. Ele é bom ator,mas o personagem não se encaixou direito na trama. GUSTAVO STEPHAN

Vou começar o ano viajando com o Di (Ferrero,seu namorado).Depois,lanço ‘Totalmente inocente’e volto à TV” Mariana Rios,atriz Meu plano para 2012 é não ter planos. Só quero continuar trabalhando feito louco para o ‘Casseta & Planeta — Vai fundo’, para a coluna do Agamenon e para a minha família,que são a razão da minha vida Hubert,humorista Quando ‘Fina estampa’chegar ao fim, vou para Curitiba gravar meu DVD Alexandre Nero,ator Depois de três anos gravando nos dias 2 e 3 de janeiro,começo 2012 viajando. Agora,vou aproveitar este ‘momento férias’. Só volto no dia 20! “ Guilhermina Guinle,atriz Só peço saúde para continuar levando alegria e emoção para o meu público Marcelo Serrado,ator Vou encenar ‘A paixão de Cristo’e preparo ‘O auto da Compadecida’para o teatro.Mas meu grande projeto para 2012 é a paternidade (sua filha nasce em junho) Mouhamed Harfouch,ator Estou feliz com a volta às novelas (em ‘Marias do lar’) e o lançamento do filme ‘Xingu’. Farei muitos shows com a minha banda,a Peba” Fábio Lago,ator

érias para muitos,janeiro será um tempo de trabalho intenso para Cristiane Dias.Ela dividirá com o marido,Thiago Rodrigues,os cuidados com Gabriel,de 2 anos e meio.É que,com Alex Escobar de férias,a apresentadora assumirá o “Globo esporte”no Rio. Além disso,ocupará o posto de Glenda Kozlowski,que estará se preparando para o carnaval,no “Esporte espetacular”. — É o mês em que mais trabalho — diz. Caberá a Thiago levar Gabriel à orla de São Conrado,um dos passeios prediletos da família. Mais fotos em oglobo.com.br/kogut.

F

CRÍTICA INTERNET E TV O casamento entre a internet e a televisão se fortaleceu ainda mais em 2011.A Globo,por exemplo,lançou mais de 50 sites e blogs desde janeiro passado.O tema é oportuno não apenas porque diz respeito ao futuro e hoje é o primeiro dia de um ano novo, mas também porque fala do presente. Vale lembrar a proximidade da estreia de mais uma edição do “Big Brother”, atração da televisão brasileira que mais obteve êxito neste movimento de interseção entre as duas mídias. Os sites das novelas têm números de audiência crescentes.A cada estreia,os recordes de visitas anteriores foram sendo derrubados e novos patamares se estabeleceram.O de “Insensato coração”cravou o recorde de mais de 3,6 milhões de visitas em um único dia; alcançou a impressionante média de visitas diárias de mais de 1,1 milhão; teve 5,4 milhões de visitantes únicos no mês; e sua média diária de pageviews foi de 3,3 milhões.A média de visitas diárias ao site de “Fina estampa”supera em 58% a sua antecessora,no mesmo período considerado para esta aferição (90 dias iniciais). Quando há uma polêmica forte no ar,a internet responde com números diretamente proporcionais.O site de “A vida da gente”,entre os das novela das 18h,foi o que chegou mais rapidamente ao patamar de 1 milhão de visitas em um único dia:apenas 16 dias após a estreia.Normalmente,a marca era atingida dois ou três meses após a estreia.O drama das duas irmãs criadas por Lícia Manzo também já arrebatou os recordes de visitas diárias e visitantes únicos no mês, respectivamente,1,7 milhão e 3,3 milhões. Todo este trabalho envolve tecnologia e dinâmica de conteúdo.A equipe responsável por isso inventa testes, enquetes,games e aplicativos para divertir e convida as pessoas a interagirem.Há ainda um investimento nas redes sociais:uma coisa alimenta a outra. Nenhum programa até agora, entretanto,conseguiu a proeza do “Big Brother”, que “acontece”com força igual paralelamente nas duas mídias — além do serviço do pay per view.É o sonho realizado de todo mundo que faz TV agora:que as atrações fiquem no ar para além do seu horário de exibição na TV.

5


6

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

revista da tv

Domingo | 01 de janeiro de 2012

TATIANA CONTREIRAS

o camarim de um estúdio na Barra Funda, em São Paulo, a televisão está ligada em um desenho infantil. À espera da visita do filho, Pedro, de 1 ano, Juliana Paes conta que, dia desses, caiu de cama e teve febre. Motivo: ansiedade. Em novembro passado, em meio à maratona de gravações da segunda temporada de “Por um fio”, reality show que estreia no dia 13, às 22h30m, no GNT, a atriz, de 32 anos, sofria com a indefinição que até então cercava sua vida profissional. Escalada para a novela das 21h de Gloria Perez e também cotada para protagonizar a nova versão de “Gabriela”, assinada por Walcyr Carrasco, ela tinha uma metáfora na ponta da língua para definir sua situação: “Entro numa Ferrari ou dirijo uma Mercedes?”. A angústia teve fim pouco tempo depois. O novo ano começa hoje com uma Juliana já estabelecida como apresentadora de TV e, também, como a nova musa com aroma de cravo e pele cor de canela. — Poderia estar me achando, mas estou tranquila. Sou mãe e vou fazer parte de um projeto campeão. Estou mais sentindo o peso da responsabilidade do que voando nas nuvens. O fato de as coisas não terem vindo de forma gratuita deixa os meus pés no chão — avalia Juliana, numa espécie de exame de consciência, durante nova conversa por telefone em dezembro: — Demorei muito a ter as chances que estão me sendo dadas ao longo dos últimos cinco anos. São degraus que vamos galgando. Já fui protagonista em uma novela das nove (“Caminho das Índias”)... Mas nada para mim veio de graça, nunca fui a primeira opção nos trabalhos que fiz. Sempre tive que batalhar muito. Este é um momento especial, mesmo. Já mais calma — “Estava angustiadíssima”, admite —, Juliana agora se permite ficar confortável com sua situação. Já está no meio do livro de Jorge Amado, “Gabriela, cravo e canela”, e menos preocupada com a receptividade do público ao remake. Afinal, ela pensava como nos tempos de hoje uma jovem que subisse em um telhado, sem se preocupar com a visão alheia, não seria sumariamente tachada de “periguete”. — A mudança da mentalidade do público de TV é importante. Coloquei isso para o Walcyr e para o Mauro (Mendonça Filho, diretor). É óbvio que a dramaturgia mudou, mas “Gabriela” será uma novela de época, ambientada nos anos 20. Não existe uma obrigação de se fazer uma trama igual à anterior (exibida em 1975 e protagonizada por Sonia Braga) e isso me deixou mais livre para criar à minha maneira — explica a atriz, que, ainda em 2010, retornou à TV numa rápida participação em “O Astro” na pele da secretária Nina: — Foi uma brincadeira, matei as saudades do Projac. As gravações, ela conta, devem começar no fim de março. Até lá, o foco é “Por um fio”. No segundo ano do reality (adaptação nacional do gringo “Shear genius”), no qual um dos 12 cabeleireiros candidatos sai vencedor e fatura R$ 100 mil, Juliana aprendeu a se jogar. Já dispensa as clássicas fichas e tenta ser o mais natural possível. No entanto, procura não dar muita atenção ao que se comenta sobre sua performance. — Não tenho esse feedback, juro pelo meu filho. Meu Google Alert (alerta de e-mail que monitora a internet e envia notícias sobre um determinado as-

N

ESTRELA DO PRÓXIMO ‘REMAKE’DA GLOBO E NO COMANDO DE ‘REALITY’ DO GNT, JULIANA PAES AFIRMA QUE NUNCA RECEBEU NADA DE GRAÇA EM SUA CARREIRA

COM OS PÉS NO CHÃO


FOTOS DE MICHEL FILHO

Domingo | 01 de janeiro de 2012

sunto) está desativado há dois anos. Não sou apresentadora, sou atriz. Não quero parecer arrogante, mas se não tivessem gostado do programa, ele não teria uma segunda temporada — acredita. Juliana reforça que se sente à vontade no comando da disputa: — Quando você entende a atração, seu desempenho é mais natural. Tenho uma noção clara de “Por um fio” e tento ser o mais objetiva possível. A opinião dos outros é levada ainda menos em consideração quando o assunto é idade e beleza. Ao ser confirmada em “Gabriela”, Juliana virou alvo de especialistas em dramaturgia e palpiteiros ocasionais, que davam conta de que ela seria velha demais para o papel de uma adolescente. Uma discussão que, para a atriz, é “cafona”: — É muito complicado estar em uma sociedade com problemas ligados à estética. As pessoas estão cada vez mais preocupadas em aparentar uma idade que não têm. Acho temerária essa discussão boba e antiga sobre poder fazer um personagem dez anos mais novo ou dez anos mais velho. Na dramaturgia, você pode viver qualquer um — defende, séria. Antes da preocupação com a idade, Juliana diz, vêm a ambientação com a trama de época e a prosódia necessária para compor a moça saliente que ouriça a população de Ilhéus — principalmente o comerciante Nacib, que, no remake, deve ser encarnado por Humberto Martins. O aval de Sonia Braga, que imortalizou a personagem na TV e no cinema, a atriz já tem. Ela enviou flores e um cartão para a nova detentora do icônico papel. — Lógico, fiquei muito lisonjeada. Mexer com Gabriela é igual a mexer com Nossa Senhora. Parece uma coisa sagrada, é como se eu estivesse tocando num bibelô do qual todo mundo é dono. Sonia me disse: “Olha, não poderiam ter feito melhor escolha. Você tem tudo que Jorge Amado gostaria. Ele ficaria felicíssimo em ver você representando a personagem que ele escreveu” — revela Juliana. A vida de mãe deve mudar com a nova rotina. Durante as gravações de “Por um fio”, o pequeno Pedro era presença constante nos bastidores. No camarim, um tapetinho colorido, travesseiros e almofadas demarcavam o espaço do bebê. Na primeira temporada do reality, Juliana ostentava feliz seu barrigão. Hoje, os 16 quilos a mais da gravidez já foram embora e o filho se tornou seu “chaveirinho”: — Pedro tem sempre um cantinho. Trago ele para as gravações porque não aguento de saudades. Agora, não sei exatamente como vai ser esse esquema de viagens. Mas para onde eu for, ele vai junto. Se tiver que me enfiar no sertão para fazer laboratório, ele vai também! Claro que não vou fazer meu filho passar por dificuldades, mas é igual a desmamar aos poucos. E aí vou me acostumando a ficar um tanto mais de tempo longe dele. No “momento especial” que Juliana diz estar vivendo — apesar do clichê da expressão, a intenção é real —, só não há lugar para rancor. — Não sinto que há inveja ao meu redor. Tenho amigas que falam que sou uma pessoa muito inocente, que vivo num fantástico mundo. Mas prefiro ser assim. Acredito na bondade humana até que me provem o contrário. Não tenho espaço para a raiva no meu estilo de vida. Quanto mais amadurecemos, mais aprendemos que coisas assim aprisionam a gente — filosofa.

revista da tv

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

pode repicar! Os jurados Ricardo (à esq.) e Wanda, e o diretor,Roberto: pressão

Normalmente explorada em reality shows,a relação de amor e ódio do telespectador com os participantes de cada programa deve ganhar espaço no segundo ano de “Por um fio”,no ar dia 13,às 22h30m,no GNT. Na nova edição,personagens escolhidos a dedo em todo Brasil — e sem papas na língua — vão movimentar ainda mais o salão que serve de cenário para a disputa.Ao lado de Juliana Paes, seguem os jurados fixos Wanda Alves e Ricardo dos Anjos,além do mentor Tiago Parente,que assume também a apresentação das dicas e dos resumos de cada episódio. Para a temporada 2012 da atração, vêm de São Paulo Ana Karla Siqueira, 39 anos,e Bruna Aparecida Pires,29. De Porto Alegre chegam Cassiano Pellenz,25,e Vitor Hugo Lemos,34. Curitiba tem dois representantes:Isis Piovesan,22,e Riccardo Guerra,33.A lista se completa com Charles Santos, 37,do Recife;Denis Ramos,35,do Rio de Janeiro;Duílio Farias,26,de Rio Verde,Goiás; Francisco Fernandes, 45,de São Bernardo do Campo; Marcio Granado,34,de Poá,em São Paulo,e Rafael Guapiano,36,de Itajaí, em Santa Catarina.A estrutura é a mesma:jurados convidados e provas que desafiam os cabeleireiros — com direito a algumas pegadinhas e respostas na lata durante o percurso. — O charme de um reality é seu casting.Nesta edição,os participantes são naturalmente personagens.Temos candidatos

Tiago Parente segue como o mentor dos participantes,que estão,segundo ele,mais preparados do que nunca interessantes,um pouco de tudo. Tem gente que está aqui porque precisa de dinheiro,outros são artistas ou querem furar o círculo dos profissionais superstars.Todos têm um objetivo,este não é apenas mais um programa em que você aparece e fica famoso.A adrenalina é mais forte porque eles correm riscos — explica o diretor Roberto d’Avila.

No episódio de estreia,a vencedora da primeira temporada,Gabriela Gusso,vai ajudar a escolher o melhor look feito com tranças.Nas provas, não basta executar bem uma das tarefas.É preciso combinar habilidades e técnicas,como corte, coloração e penteado.Tudo para exigir mais dos confinados. — Este ano,os candidatos vieram mais ousados e bem preparados,com o feedback da edição anterior.São pessoas com mais experiência e muitos anos de carreira— avalia o especialista Tiago Parente:— Também estão mais afiados para retrucar,mais ameaçadores.Responsável por orientar os aspirantes a estrela dos salões — e,em alguns momentos,até confundi-los —,Tiago ainda comanda pequenos flashbacks e a apresentação do mural de tendências,uma novidade que ajuda os candidatos na hora do vamos ver: — Os participantes ganharam mais confiança em mim,mas suspeitam de tudo ao mesmo tempo!

Em nova temporada,‘Por um fio’traz provas mais elaboradas

7


revista da tv

8 Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

O QUE VEM POR AÍ

Domingo | 01 de janeiro de 2012

TATIANA CORREIA

MULTISHOW/DIVULGAÇÃO

TV GLOBO/MATHEUS CABRAL

»VIDA BOA

Imagine ir para um reality no qual não é preciso competir,executar tarefas ou ficar confinado.A única obrigação é curtir algumas das mais belas praias do país,em Florianópolis e na Praia do Rosa,em Santa Catarina.Essa é a mordomia oferecida a oito jovens de “Verão que vem”(foto acima),estreia do Multishow na quinta-feira,às 22h.

»PÉROLAS SECRETAS

Karol Knopf aparece nesta quarta-feira,às 21h,à frente do “Secret spots”, do OFF.A apresentadora vai percorrer o mundo atrás de locais perfeitos para a prática de surfe e outros esportes,além de mostrar detalhes da cultura de cada país.

»QUANTA ANIMAÇÃO!

h,o verão! Tempo de praias cheias,água de coco,cerveja gelada,bronzeado bonito e, claro,novidades na programação.A partir de amanhã,as tardes dos sortudos que estão de férias ganham novo fôlego na Globo:após a “Sessão da tarde”estreia “Acampamento de

A

O Tooncast elegeu os 20 melhores desenhos de todos os tempos e os exibe de uma vez só hoje,a partir das 9h.São clássicos que vão de Pernalonga e Patolino a Popeye.

férias III — O mistério da ilha do corsário”, minissérie de cinco capítulos protagonizada por Renato Aragão e que tem no elenco nomes como Vanessa Lóes e Henri Castelli.Logo depois,vai ao ar o “Video game verão”, sob o comando de André Marques. Fora do estúdio de janeiro a março,a GNT/DIVULGAÇÃO

A maratona de amanhã na MTV é dedicada ao “Adnet ao vivo”. Às 7h,começam a ser exibidos 30 programas apresentados pelo humorista ao longo do ano.Haja fôlego para as risadas.

»BOA IDADE

Novidade na grade da CNT,o “Rio melhor idade”vai ao ar às segundas-feiras,às 11h,abordando assuntos de interesse da terceira idade,como saúde,bem-estar e questões sociais.

þ

»SUBLIME AMOR

Na nova temporada de “No astral”, que estreia bem no primeiro dia de 2012, o tema não poderia ser outro: o amor, objetivo de nove entre dez indivíduos que fazem promessas de ano novo... Claudia Lisboa fala sobre o assunto sob a ótica da astrologia e recebe Marisa Orth para um papo. A atriz diz acreditar que o amor é “a coisa mais difícil que tem na Terra”. A psicóloga e terapeuta de casais Êda Lucia Fagundes e o músico Roberto Frejat também participam da atração. O cantor e compositor fala sobre a dificuldade de descrever o amor em suas canções. Hoje, às 23h, no GNT.

»OVERDOSE DE ADNET

C E NA V I R T UA L

atração terá provas mais radicais,que incluem desde tarefas na água até subir em árvores.Na primeira semana, o cantor Belo,a ex-BBB Diana e a musa do Brasileirão,Bianca Leão,enfrentam o ator Nando Cunha,a modelo Gracyanne Barbosa e a dançarina Juliane Almeida.

DEU NA TV E FEZ SUCESSO NA INTERNET

Shhh! Foi de um jeito fofo,mas Hebe Camargo mandou um “Cala a boca!”para Regina Duarte ao entre gar um prêmio à atriz no “Domingão do Faustão”.

þ

É ou não é? Agnaldo Timóteo continua causando no “SuperPop”. Depois de ser tirado do armário à força em maio,ele voltou à atração para falar sobre o assunto.

þ

Curtimos.Esta coluna achou uma delícia o especial “Ivete,Gil e Caetano”, com destaque para as belas interpretações de “Atrás da porta”e “Olhos nos olhos”.


revista da tv

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Filmes de hoje

05:45-Santa Missa 06:50-Sagrado 07:00-Globo Comunidade 07:30-Pequenas Empresas 08:05-Globo Rural 09:00-Auto Esporte 09:30-Esporte Espetacular 12:30-Aventuras do Didi 13:05-Os Caras de Pau 13:50-Esquenta! 15:05-Temperatura Máxima:“Transformers” 17:35-Domingão do Faustão 20:30-Fantástico 22:50-Domingo Maior:“Missão impossível 3” 01:00-Sessão de Gala:“Pequena Miss Sunshine” 02:40-Corujão

TV Universitária/Cultura - 5 06:00-Via Legal 06:30-Brasil Eleitor 07:00-Palavras de Vida 08:00-Santa Missa 09:00-Viola Minha Viola 10:15-Curta Criança 10:30-Janela Janelinha 10:45-Escola pra Cachorro 11:00-Meu AmigãoZão 11:30-A Turma do Pererê 12:00-ABZ do Ziraldo 12:30-AnimaTV — Tromba Trem 12:45-AnimaTV — Carrapatos e Catapultas 13:00-A Turma do Pererê 13:30-Catalendas 13:45-Cocoricó 14:00-Dango Balango 14:30-TV Piá 15:00-Stadium 16:00-O Planeta Azul 17:00-Ver TV 18:00-De Lá pra Cá 18:30-Cara e Coroa 19:00-Papo de Mãe 20:00-Conexão Roberto D’Ávila 21:00-Filarmônica de Berlim — “Os ritmos de la noche” 22:30-Curta TV 23:30-Cine Ibermedia:“Tangos,el exílio de Gardel” 01:30-Programa de Cinema Francês:“Delicatessen” 03:00-América Latina Tal Como Somos

TV Mult tv/Rede TV! - 17 06:00-Ultrafarma 08:00-Igreja Mundial 10:00-Médico de Almas e Corpos 11:30-América Sub 11:50-Futebol Melhores Momentos 15:00-Companhia de Viagem

15:45-Olhar Digital 16:15-Transição 16:45-Super Papo 17:15-A Hora e A Vez da Pequena Empresa 17:35-Super Papo 17:45-Pague Menos 18:15-Ritmo Brasil 18:45-Belas na Rede 19:50-O Último Passageiro 21:00-Pânico na TV! 23:30-Dr.Hollywood 00:30-É Notícia 01:30-Super Papo

ZEAN BRAVO

FOTOS:DIVULGAÇÃO

Programação de tv InterTV Cabugi/Globo -11

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

Band/Natal - 3 05:45-Religioso 07:00-Gerando Vencedores 07:30-Exerça Sua Fé 08:00-Igreja Batista da Barra 09:00-Multirio 10:00-Comunidade na TV 10:30-Brasil Caminhoneiro 11:00-Infomercial 12:00-Auto Mais 12:45-Band Kids 15:45-Sessão Livre:“O anel dos Nibelungos” 19:00-Domingo no Cinema:“Lawrence da Arábia” 23:30-Canal Livre 00:30-Deles & Delas 01:00-Show Business 01:45-Cine Band:“Um convidado bem trapalhão” 03:45-Religioso

TV SBT/Ponta Negra - 13 06:00-Arnold 06:30-Aventura Selvagem 07:30-Pesca Alternativa 08:30-Vrum 09:00-Chaves 11:00-Domingo Legal 15:00-Eliana 19:00-Roda a Roda Jequiti 19:40-Sorteio da Tele Sena 19:45-Programa Silvio Santos 00:00-De Frente com Gabi 01:00-O Mentalista — Série 02:00-Divisão Criminal — Série 03:00-Os Esquecidos — Série 04:00-Jornal do SBT

TV Tropial/Record - 8 08:00-Domingo de Prêmios 08:30-Todo Mundo Odeia o Chris 11:00-Record Kids 12:30-Tudo é Possível Especial de Ano Novo 16:30-Programa do Gugu Especial de Ano Novo 20:30-Domingo Espetacular 23:00-Cine Maior:“Irresistível paixão” 01:00-Programação IURD

Domingo Maior:“Missão impossível 3”

•QUEM QUER SER UM MILIONÁRIO? Com Dev Patel, Anil Kapoor, Saurabh Shukla e Freida Pinto. Drama. Gravado todo com atores indianos e aproveitando um tanto dos mecanismos de Bollywood, o despretensioso filme de Danny Boyle levou nada menos do que oito Oscars. Não houve quem não se emocionasse com a história de Jamal (Patel), jovem morador de uma favela de Mumbai que participa de um programa de perguntas e respostas e, quando está prestes a ficar milionário, é preso por suspeita de trapaça. TNT, 15h. •DO JEITO QUE ELA É Com Katie Holmes, Derek Luke, Oliver Platt e Patricia Clarkson. Drama. Antes de se tornar a respeitada Sra. Tom Cruise e mãe da coisinha linda Suri, Katie Holmes protagonizou este típico filme indie. Ela é April Burns, uma mocinha que mora no Lower East Side de Manhattan com o namorado e é totalmente desgarrada da família suburbana de classe média. MGM, 17h20m. •MISSÃO IMPOSSÍVEL 3 Com Tom Cruise, Philip Seymour Hoffman, Billy Crudup, Michelle Monaghan e Keri Russell. Ação. Depois de uma saga de diversos diretores que pegaram e largaram o projeto, J.J. “Lost” Abrams assumiu este que é um dos melhores filmes da série protagonizada por Tom Cruise. Narrada em flashback, a trama tem um narrativa levemente ousada para filmes de ação, com diversos momentos de clímax. Mas, claro, os efeitos especiais e as explosões também estão lá. E são ótimos.IINTER TV/CABUGI, 22h50m.

ressaca”, tradução literal do nome em inglês deste filme de 2009 (“The hangover”), é a definição perfeita deste primeiro dia do ano, após os possíveis excessos cometidos na noite de ontem. Fazemos votos de que no caso do (a) amigo (a) que lê esta coluna não haja tigres ou bebês desconhecidos perdidos pela casa, como acontece com a trupe de Doug (Justin Bartha). De casamento marcado para dali a três dias, ele se junta aos dois melhores amigos, Phil (Bradley Cooper) e Stu (Ed Helms), e a seu inacreditável cunhado, Alan (Zach Galifianakis, hilário), numa viagem a Las Vegas para uma noite de despedida de solteiro. No dia seguinte, os três marmanjos acordam numa suíte de hotel revirada e constatam ter perdido o noivo. Para encontrá-lo, embarcam numa jornada de recuperação da memória (e da dignidade...) perdida, tentando refazer os passos da noite anterior. A participação de Mike Tyson e os créditos finais são as cerejas do bolo. “SE BEBER, NÃO CASE” (MAX PRIME*, 21h10m)

A

•IRRESISTÍVEL PAIXÃO Com George Clooney, Jennifer Lopez, Ving Rhames, Don Cheadle e Catherine Keener. Ação. Sejamos sinceros, Steven Soderbergh não é isso tudo que ele pensa. Mas aqui ele acertou ao adaptar mais um livro de Elmore Leonard (o incrível — e

SONHANDO ACORDADO

DO JEITO QUE ELA É

UMA NOITE FORA DE SÉRIE

subestimado — “Jackie Brown”, de Quentin Tarantino, é baseado em seu “Rum Punch”). TROPICAL, 23h. •UMA NOITE FORA DE SÉRIE Com Tina Fey, Steve Carell, Mark Wahlberg, James Franco e Mila Kunis. Comédia. Dois dos melhores nomes da comédia televisiva americana, Tina Fey e Steve Carell são Claire e Phil, casal que vive uma vida sem muitas emoções e mergulhada bem fundo na rotina num bairro de classe média de New Jersey. TELECINE PREMIUM, 23h50m.

•SONHANDO ACORDADO Com Gael García Bernal e Charlotte Gainsbourg. Drama. Michel Gondry já disse por aí que este é seu filme mais pessoal, no qual colocou sensações e conflitos pelos quais estava passando na época das filmagens. Nota-se logo que o diretor realmente estava confuso. As nuances e indistinções entre sonho e realidade permeiam a trama de Stéphane Miroux (Bernal), jovem que sai do México para morar na França e acaba se apaixonando pela vizinha da frente, Stéphanie (Charlotte). O problema é que ele tem dificuldades em saber quando está sonhando e quando está acordado, o que afasta a moça cada vez mais. TELECINE CULT, 0h20m. •LIGAÇÕES PERIGOSAS Com Glenn Close, John Malkovich e Michelle Pfeiffer. Drama. Estreia em Hollywood do inglês Stephen Frears, esta adaptação da obra de Choderlos de Laclos traz Glenn Close e John Malkovich como a Marquesa de Merteuil e o Visconde de Valmont, dois amigos cuja principal característica é o alto poder de sedução. Ele está dedicado a conquistar a recatada Madame de Tourvel (Michelle) e faz uma aposta com a marquesa. HBO, 1h45m. •UM CONVIDADO BEM TRAPALHÃO Com Peter Sellers e Claudine Longet. Comédia. Na humilde opinião desta coluna, o filme mais engraçado de todos os tempos traz mais um exemplar do sucesso da parceria entre o diretor e seu protagonista-fetiche. Sellers é Hrundi V. Bakshi, um ator indiano que é convidado por engano para uma festa com a presença de todo o alto escalão de Hollywood. Sua predisposição para fazer tudo errado é o motor das situações cômicas, interpretadas com uma boa dose de improviso e que resultam em algumas das mais hilárias cenas de comédia pastelão. BAND/NATAL, 1h45m.

9


10 Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

revista da tv

Domingo | 01 de janeiro de 2012 MIX TV/DIVULGAÇÃO

COLUNA DO

Clube do Assinante Promoções e descontos renovados a cada domingo

DIVULGAÇÃO

Promoções válidas de domingo (01/01/12) a sábado (07/01/12), limitadas às quantidades em estoque, somente para assinantes da TRIBUNA.

A partir da esq.,Ivo,Caio,Teco,Debora e Mia:eles ficam na jam session até tarde,mas caem no mar cedinho

ONDAS SONORAS THAÍS BRITTO

Clinopé Há 7 anos a Clinopé vem realizando excelentes procedimentos em podologia. Lá, você encontra uma equipe de profissionais qualificada e uma variedade de tratamentos e cuidados para os seus pés. Além dos serviços calistas, a Clinopé também realiza atividades estéticas, confira! Esta semana, a Clinopé oferecerá um desconto, exclusivo ao assinante da TN, nos serviços de podologia.Aproveite! Av. Romualdo Galvão, 1889, Ed. Imperial, Lagoa Nova Tel.:3234.1703

DIVULGAÇÃO

50% à vista (dinheiro) nos serviços de podologia.

Rose Estética O Verão chegou e junto com ele os cuidados com a pele e o corpo. Rose Estética dispõe de tratamentos faciais e corporais, tudo para deixar você ainda mais bonita. Lá, você encontra tratamentos para redução de estrias, celulites, limpeza de pele, etc. Esta semana, Rose Estética oferecerá um desconto, exclusivo ao assinante da TN, na drenagem linfática redutora (pacote com 12 sessões). Av. Prudente de Morais, 3857, Shopping Natal Sul, loja 22, Lagoa NovaTel.: 3234.1996.

50% à vista (dinheiro) na drenagem linfática redutora (pacote com 12 sessões).

■ As promoções publicadas na Coluna do Clube do Assinante são exclusivas para assinantes da TRIBUNA DO NORTE, PESSOAS FÍSICAS. ■ Desconto não acumulativo. ■ Para ter direito à promoção,o assinante deverá apresentar a carteira do Clube e a Identidade no ato da compra. ■ Contatosparacredenciamento:Depto.deMarketing.Tel.4006-6100,R.6262. ■ e- mail.mkttn@terra.com.br; clubetribuna@digizap.com.br

ida de surfista é acordar ainda de madrugada para garantir as melhores ondas, ter hábitos saudáveis e bronzeado da cor do verão o ano inteiro. Já vida de músico é passar as madrugadas tocando, trocar o dia pela noite e se alimentar do que for possível nas horas vagas. Parecem universos completamente incompatíveis, mas o “Surf and roll”, reality que a Mix TV estreia no próximo dia 9, às 23h, pretende provar o contrário. Durante duas semanas, cinco músicos conhecidos do público jovem ficaram hospedados numa casa em Maresias, no litoral de São Paulo, competindo pelo grande prêmio: uma viagem internacional. Com apresentação da VJ Maryeva Oliveira e sob a orientação do surfista Renan Rocha, os participantes — que não tinham qualquer intimidade com o esporte — aprenderam a subir na prancha e a enfrentar as ondas. Mas também teve trilha sonora: os bateristas Débora Teicher (do Scracho) e Caio Camargo (do Replace) e os cantores Teco Martins (do Rancore), Amanda Wicthoff (a Mia, do CW7) e Ivo Mozart aproveitaram a reuniãozinha para promover jam sessions diárias na casa. — É engraçado porque eles realmente juntam as duas coisas. Ficam a noite toda acordados, mas na hora de ir para a água cedo estão lá. É muito legal essa vontade deles. Ficam o dia na praia e à noite fazem

V

MIX TV LANÇA ‘SURF AND ROLL’, COMPETIÇÃO QUE COLOCA CINCO MÚSICOS EM CIMA DA PRANCHA música. A juventude é uma maravilha, né? — brinca Renan, destacando a evolução da turma em cima da prancha: — Desde o primeiro dia eles surpreenderam todo mundo. Quiseram aprender e tiveram comprometimento com as aulas, as dicas e as funções. E não é só pegar onda, mas também entender as correntes marítimas e o estilo de vida do esporte, de interação com a natureza. Além do surfe, os jovens passam por outras provas físicas: de ioga a stand up paddle (surfe a remo), passando por kite surf e trilhas. Aos 25 anos, Teco pratica diversos esportes e anda de skate, mas nunca tinha surfado. A oportunidade de passar uma semana num lugar paradisíaco foi um dos principais motivos que o atraiu para o reality. Apesar das inúmeras atividades, ele é taxativo: ficaria lá mais tempo tranquilamente. — O relógio biológico da gente aqui é muito doido. Dormimos, no máximo, quatro horas por dia. Mas não tô cansado. Por mim, ficaria aqui muito mais. Imagina! Todo

mundo se dando bem, morando numa casa linda e tendo ajuda de professores muito bons. Tá ótimo — diz. O ineditismo sobre as ondas não é exclusividade de Teco: Debora, 25, é a única do grupo que mora no Rio de Janeiro e, ainda por cima, é filha de um surfista. Ela conta que cresceu vendo o pai pegar onda, mas nunca experimentou o esporte com muita perseverança. Já Mia ficou impressionada com o que conseguiu fazer em tão pouco tempo: — Eu quase nunca fui para o fundo do mar. Não costumo passar daquele ponto em que a água bate no joelho. Tudo que estou fazendo nesse reality é 100% novo. Conseguir ficar em pé na prancha já no primeiro dia foi muito louco. A competitividade por serem de bandas “rivais”, eles dizem, não rola. Todos já tinham se esbarrado em bastidores de shows e premiações, mas esta é a primeira vez que têm a oportunidade de se conhecer melhor. Tanto é que as parcerias já começaram a aparecer. Segundo Mia, durante as tais jam sessions promovidas madrugada adentro, o quinteto compôs diversas canções. Débora conta que os brainstorms e as rimas soltas são constantes, e que até providenciaram uma espécie de jingle para o programa. O entusiasmo que colocam na música também vai para o surfe. Ao fim da entrevista por telefone, Mia se despede animada: — Estamos aqui numa balsa saindo de Ilhabela. Vamos cair no mar para mais uma bateria.


revista da tv

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte 11

DO MUNDO PARA O COMPUTADOR ara quem está acostumado a ligar a TV no mesmo horário e acompanhar uma grade de programação fixa, pode parecer estranho assistir a séries e filmes na tela do computador (ou, então, conectando-o ao televisor) na hora em que quiser. Mas é assim que a Netflix, um serviço de transmissão online por streaming (direto da internet, sem a necessidade de baixar arquivos), vem ganhando seu lugar no mercado brasileiro e latino-americano. Vinda dos Estados Unidos, a empresa conquistou ainda mais os telespectadores aficionados por seriados ao oferecer de forma exclusiva a atração britânica “The hour”. Lá fora, a Netflix também virou notícia recentemente ao “descancelar” a cultuada série “Arrested development”. Assumindo o papel de um canal de TV, o site anunciou que vai retomar o programa, produzido pela Fox, e exibi-lo online a partir de 2013. Para Joris Evers, diretor de comunicação corporativa da Netflix, o serviço da empresa (no Brasil, ao custo de R$ 14,99 ao mês) não é semelhante ao dos canais por assinatura. — Com o rápido crescimento da internet em alta velocidade no Brasil, assistir a filmes e séries por meio de streaming vem se tornando uma prática cada vez mais comum. Acredito que a exibição de boas atrações só ajudam a fortalecer a nossa marca e tornam o conceito mais conhecido — diz ele. Em seis episódios, “The hour”

P

Banda Domingão conciliam TV com shows ovatas na Banda Domingão, as cantoras Gabriela Petry, de 25 anos, e Francine Missaka, 29, já entenderam o espírito do trabalho naquele palco. Assim como os vocalistas masculinos do grupo, Nil Bernardes, 52, e Ricardo Arantes, 29, elas também aprenderam a conciliar a TV com os shows. E já sabem que, para estar no estúdio ao lado de Fausto Silva, é preciso muito jogo de cintura. — Estou aprendendo demais cantando em um programa desse porte e ao vivo. Mas o fato de ser atriz e ter vindo do teatro me ajuda muito a lidar com os improvisos da televisão — conta Gabriela. Tanto ela como Francine passaram a reforçar a banda em agosto. Gabriela iniciou a carreira nos Estados Unidos, onde estudou interpretação e participou do musical “Sweet charity”. A jovem também esteve na montagem brasileira de “Hairspray”, como Brenda, e fez participações em “Malhação”, “Senhora do destino” e “América”. Já Francine, que leva em paralelo o trabalho em mais duas bandas — Sambasonics e Bela Seeman —, também quer ter uma chance como atriz. Para ela, um trabalho complementa o outro. — O artista não pode ter preconceitos, principalmente quando se trabalha na TV. acredita Francine. Veterano na Banda Domingão, Nil também é compositor e produtor. Ele é autor dos temas das novelas “O rei do gado”, “Esperança”, “Cabocla” e “Sinhá Moça”. — Apesar de ter me apresentado em vários programas como cantor, a experiência semanal no “Domingão do Faustão” é única, pois a gente nunca sabe o que pode acontecer — destaca o músico. Há seis anos no grupo, Ricardo também faz parte da Sensacional Orchestra Sonora e da Banda da Patroa. Segundo ele, cantar vários estilos na TV lhe deu mais versatilidade: — O mais difícil talvez seja a rapidez e a prontidão desejadas. Às vezes, fico numa saia justa e acho engraçado.

N

COM ATRAÇÕES EXCLUSIVAS COMO A SÉRIE ‘THE HOUR’ E UM ACERVO CRESCENTE, NETFLIX SE FIRMA COMO UM NOVO JEITO DE VER TELEVISÃO

mostra o lançamento de um novo programa de notícias da BBC em junho de 1956, justamente quando explode a crise de Suez no Oriente Médio. Com Dominic West no elenco, a série já conquistou fãs brasileiros, que contam com o serviço desde setembro. — O seriado está tendo ótima repercussão aqui. Para a América Latina, nossa expectativa é a expansão de nosso catálogo. E já estamos trabalhando para isso. Com certeza, pretendemos levar ao espectador brasileiro mais produções exclusivas. Eles merecem — explica Joris. As peculiaridades do mercado

nacional são levadas em conta pela empresa. Aqui, séries americanas e filmes dividem a preferência do público com programas e longas infantis. — O Brasil é o único país que fala português na América Latina e possui um excelente conteúdo nacional, reconhecido internacionalmente. As novelas fazem sucesso no mundo todo e, atualmente, o cinema do país vem conquistando cada vez mais espaço. Então, é preciso trabalhar neste mercado com um olhar diferenciado na hora de levar um conteúdo “televisivo” — completa o executivo.

MALHAÇÃO

VIDAS EM JOGO

PERSONAGEM NOVO NA NOVELA DAS 18H

GABRIEL COBRA DECISÃO DE CRISTAL

CLEBER APRONTA CONFUSÃO NO HOSPITAL

TV GLOBO/JOÃO MIGUEL JR.

A VIDA DA GENTE

Polliana Aleixo chega nesta segunda-feira à trama de “A vida da gente” para interpretar a jovem Cecília. Tenista obstinada, ela será treinada por Vitória, ocupando o espaço deixado por Sofia, filha da treinadora que cansou dos maus-tratos e desistiu da carreira. A chegada terá diversos desdobramentos: o pai de Cecília, Mariano, acabará se envolvendo com Vitória. E, no futuro, a jovem tenista será a grande adversária de Sofia, que vai virar aluna de Ana.

O SOM DO AUDITÓRIO

Nesta semana, em “Malhação”, Cristal tenta consertar sua relação com Gabriel (Caio Paduan) quando Tomás interrompe a conversa, convidando a moça para uma palestra na faculdade. Irritado, Gabriel reclama da intromissão e cobra da namorada uma decisão.

Nesta segunda-feira, Cleber vai colocar em prática um plano de vingança um tanto nojento contra Francisco em “Vidas em jogo”. Disfarçado, ele vai até o hospital, entra no quarto e coloca um saco cheio de bichos peçonhentos em cima da cama na qual o milionário dorme. Francisco desperta e fica aterrorizado com as baratas, minhocas e ratos sobre o lençol. Depois da confusão, a enfermeira encontra um bilhete com um recado ameaçador deixado por Cleber.


Revista da tv 12

Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 01 de janeiro de 2012

»SAUDADE NÃO TEM IDADE

A partir de sábado,à 0h30m,a RedeTV! abre uma nova faixa de seriados com a primeira temporada de “Star Trek — A série”(com William Shatner e Leonard Nimoy!) em versão remasterizada.

SERIAIS

» MAIS UM REENCONTRO

Palmas para o TCM,que antecipou “Arquivo X”para as 21h,com reprise à 0h. Agora,sim! A medida já vale a partir de amanhã.

Donna e Fez juntos novamente? É isso mesmo. Depois de “That ‘70s show”, Laura Prepon e Wilmer Valderrama vão trocar uns beijos em cena na série “Are you there,Chelsea?”(foto).Curtimos. LÍVIA BRANDÃO - TATIANA CONTREIRAS FOTOS:DIVULGAÇÃO

Ok,“Grimm”é uma das apostas do Universal Channel. Mas o canal não precisa exibir o episódio-piloto à exaustão.Chega!

MAIS MAIS Réveillon já passou,Carnaval vem aí,o verão está bombando e tudo é festa.Na lista da semana,checamos o circuito dos bares mais badalados da ficção.

AGENTES FORA DA LEI

MENTES CRIMINOSAS

1

Taverna do Moe,de “Os Simpsons”. Cheio de gente bêbada,só vende uma marca de cerveja e é cenário de situações improváveis.Como não frequentar?

2

Cheers,de “Cheers”.Estrelada por Ted Danson,a série ambientada no bar de mesmo nome foi sucesso nos anos 80.Se for a Boston,dê uma passadinha por lá — ele existe de verdade!

HAWAII FIVE-0

GLEE

Estreias na madrugada ejamos sinceros:o horário é meio complicado para quem trabalha ou estuda cedo.Mas para quem está de férias como Jô Soares,que sai da grade de programação da Globo nesta semana e dá espaço para um pacote de séries,até que a proposta é válida.A partir de terça-feira,a emissora exibe após o “Jornal da Globo”,nesta ordem,“Hawaii Five-0”,“Mentes criminosas”, “Agentes fora da lei”e “Glee”,uma a cada dia. Escalada para as terças,“Hawaii Five-0”já está em sua segunda temporada no canal Liv.O remake é estrelado por Alex O’Loughlin,

S

Scott Caan e Daniel Dae Kim,e terá seu primeiro ano exibido na Globo.Mesmo caso de “Mentes criminosas”, no ar desde 2005 e já em sua sétima leva de episódios nos Estados Unidos.No suspense,uma equipe do FBI desvenda os perfis de assassinos.A atração ocupa seu espaço na grade às quartas. Nas quintas-feiras,uma polêmica:a segunda temporada de “Glee”estreia em novo horário.A mudança é radical:o seriado era exibido anteriormente nas manhãs de sábado.Oi? Obviamente,num horário mais tarde,algumas cenas mais fortes não sofrem

com a classificação etária.Mas um programa de sucesso entre adolescentes passar de madrugada também é algo complicado. Para quem ainda não viu na Fox,que já leva ao ar a terceira temporada,o segundo ano traz os imperdíveis episódios temáticos de Lady Gaga e Britney Spears. Fechando a semana,às sextas,estreia “Agentes fora da lei”(no original,“Breakout kings”).Na trama,um grupo de prisioneiros ajuda a encontrar fugitivos da polícia e, assim,tem suas penas reduzidas.Para quem não madruga,a semana é boa.

3

Bada Bing!,de“Família Soprano”.Ok, este é um bar na linha adulto.O clube de strip-tease do seriado tem uísque,mulher pelada e aquele apelo do submundo.

4

Paddy’s Pub,de “It‘s always sunny in Philadelphia”.Tido como o pior bar dos Estados Unidos,o Paddy’s não prima pela regularidade.Mas ainda assim é um hit.

5

Dobler’s,de “Greek”. Estabelecimento universitário,repleto de gente bonita e clima de paquera. Sentiu o clima?


tn família ASTROLOGIA

Lua crescente no signo de Áries inaugura 2012 com paixão e esperança PÁGINA 6

CINEMA “Imortais” tem o ator Mickey Rourke no papel do Rei Hipérion. No Moviecom e Cinemark PÁGINAS 6 e 7

LETRAS & PRATOS Primeira coluna do ano dá sequência ao tema “gramática da comida”. PÁGINA 4

GLAM Para iniciar o ano ensolarado e colorido,a Tráfego Models reúne seu casting na praia. PÁGINA 8

E-mail: tnfamilia@tribunadonorte.com.br Editor: Isaac Ribeiro ARTIGO Jorge Boucinhas segue escrevendo sobre a relação entre alimentos e o câncer. PÁGINA 2

PAULO COELHO Compromisso do escritor é falar do que lhe preocupa e não do que todos gostariam de ouvir. PÁGINA 2

NATAL | RIO GRANDE DO NORTE Domingo | 01 de janeiro de 2012

FOTOS:ALEX RÉGIS

ANO NOVO PASSANDO BEM EVITE OS EXAGEROS COM BEBIDAS E COMIDAS,TÍPICAS DO REVÉILLON,E COMECE UM ANO REALMENTE NOVO ISAAC RIBEIRO repórter

uando chega o final do ano, são muitos os convites para festas, confraternizações, amigos secretos, reuniões de familiares. E em todas essas ocasiões o que não faltam são mesas fartas de comidas e bebidas. O coroamento disso tudo é o réveillon, quando muita gente parece esquecer que tem um novo ano pela frente e se entrega à comilança e a bebedeira desenfreadas. O resultado: ressaca e mal-estar no primeiro dia do ano. Que tal seguir algumas dicas e acordar bem em 2012? A chave para tudo é a moderação. No caso do álcool, o melhor mesmo seria não beber. Mas como faz parte da socialização de muita gente, usar o bom senso também está valendo. Diante da mesa farta, a nutricionista Fátima Nunes indica dar preferência a comidas mais leves, como saladas cruas, evi-

Q

Evitar os excessos das festas de réveillon é fundamental para acordar bem no primeiro dia do ano

tando as frituras e os pratos mais pesados e gordurosos. Frutas aquosas como abacaxi, melão e melancia são uma boa pedida, pois ajudam a hidratar o organismo, além de possuírem propriedade diuréticas. Por falar em hidratar, nunca esquecer de beber muita água antes, durante e depois da carraspana. O álcool atrapalha a hidratação, enviando a água diretamente para a bexiga. No dia seguinte, se realmente a ressaca vier, Fátima Nunes recomenda, além das frutas aquosas, tomar água de coco. “Mas tem que ser tirada do pé e não essas vendidas em copos plásticos na rua, pois essas embalagens possuem uma substância chamada bisfenol, altamente cancerígena. A água de coco, que não falta em Natal, é rica em sódio e potássio.” Para eliminar as toxinas, é aconselhado pela nutricionista beber chá de alecrim sempre antes de cada refeição. A medida, ela indica, é uma meia colher de chá da erva em meia xícara de

água morna. Já Jorge Boucinhas, médico e professor de Fitoterapia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, recomenda medicamentos homeopáticos aliados a uma alimentação equilibrada para detoxicar o organismo dos excessos etílicos e alimentares. Ele costuma prescrever Nuxvomica C7 — cinco glóbulos três vezes ao dia, durante dois ou três dias — e Sulphuris Ácido C9, na mesma proporção. “Eles reagem de forma reativa, jogam fora as libações etílicas, fazendo com que o organismo se limpe por si só. O ideal é não levar mais nenhuma substância estranha para o organismo. Quanto mais coisas estranhas você fizer emprego, mais tempo levará para desintoxicar”, afirma o médico. Bem, seguindo essas recomendações, só resta entrar o ano realmente novo, sem os efeitos nocivos dos exageros do último dia do ano passado. [ LEIA MAIS NA PÁGINA 3.]


tn família

2 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Paulo Coelho [ escritor ]

a pensar hoje o que pensava ontem, e usar sempre a gravata combinando com a meia; existe algo de mais aborrecido? A sociedade que hoje aborda o comportamento sexual com o “padrão”, sem respeitar as diferenças individuais, deve procurar lembrar-se de um dos mais belos poemas sobre a condição humana, o hino a Isis descoberto Nag Hammadi, que os peritos datam entre os séculos III e IV de nossa era:

Do autor e seu compromisso o dia 29 de maio de 2002, horas antes de eu colocar um ponto final no meu novo livro, fui até a Gruta de Lourdes, na França, encher alguns galões de água milagrosa na fonte que ali se encontra. Já dentro do terreno da catedral, um senhor de aproximadamente 70 anos me disse: “Sabe que você parece com o Paulo Coelho?” Eu respondi que era o próprio. O homem me abraçou, me apresentou à sua esposa e sua neta. Falou da importância de meus livros em sua vida, concluindo: “Eles me fazem sonhar.” Já escutei esta frase várias vezes, e ela sempre me deixa contente. Naquele momento, entretanto, fiquei muito assustado – porque sabia que “Onze minutos” falava de um assunto delicado, contundente, chocante; o percurso de uma prostituta brasileira em busca do encontro com sua alma. Caminhei até a fonte, enchi os galões, voltei, perguntei onde morava (no norte da França, perto da Bél-

N

gica) e anotei o seu nome. Na mesma hora, tomei a decisão de dedicar o livro a este senhor, Maurice Gravelines. Tenho uma obrigação para com ele, sua mulher, sua neta, e comigo: falar daquilo que me preocupa, e não do que todos gostariam de escutar. Alguns livros nos fazem sonhar, outros nos trazem a realidade, mas nenhum pode fugir daquilo que é mais importante para um autor: a honestidade com o que escreve. Escrever sobre sexo, para mim, era um desafio que me acompanhava desde minha juventude, quando a revolução hippie criou uma série de novos comportamentos a este respeito, às vezes indo até o limite do bom-senso. Depois destes anos loucos, passamos por um período conservador, pelo advento das doenças mortais, por aquela pergunta que sempre voltava: “mas sexo é mesmo tão importante assim?” Vivemos em um mundo de comportamento padrão: padrão de beleza, de qualidade, de

inteligência, de eficiência. Achamos que existe um modelo para tudo, e achamos também que, seguindo este modelo, estaremos seguros. E por causa disso, estabelecemos um “padrão sexo”, que na verdade é composto de uma série de mentiras: orgasmo vaginal, virilidade acima de tudo, melhor fingir que deixar o outro decepcionado, etc. Como consequência direta, este tipo de atitude tem deixado milhões de pessoas frustradas, infelizes, culpadas. E tem provocado todo tipo de aberração, como a pedofilia, o incesto, ou o estupro. Por que nos comportamos assim com algo tão importante? Da mesma maneira que um autor não sabe jamais o percurso que irá percorrer com seus livros – e por isso permite que seus textos caminhem em direções inesperadas - nós também precisamos viver nossas contradições, principalmente em áreas tão sensíveis como o sexo e o amor. O homem que quer seguir um padrão o tempo todo, será obrigado

Após o encontro com um senhor de 70 anos e sua família, na Gruta de Lourdes, na França, o escritor e titular deste espaço percebeu ter uma obrigação para com eles e consigo: falar daquilo que lhe preocupa, e não do que todos gostariam de escutar

Porque eu sou a primeira e a última Eu sou a venerada e a desprezada Eu sou a prostituta e a santa Eu sou a esposa e a virgem Eu sou a mãe e a filha Eu sou os braços de minha mãe Eu sou a estéril, e numerosos são meus filhos Eu sou a bem-casada e a solteira Eu sou a que dá a luz e a que jamais procriou Eu sou a esposa e o esposo E foi meu homem quem me gerou em seu ventre Eu sou a mãe do meu pai Sou a irmã de meu marido E ele é o meu filho rejeitado Respeitem-me sempre Porque eu sou a escandalosa e a discreta.

Dr. Jorge Boucinhas [ médico e professor da UFRN ]

Libertas libertas@libertas.com.br

Ano que nasce xiste um privilégio em todos que leem este artigo. É o de sermos testemunhas vivas das transformações que estão acontecendo vertiginosamente no mundo. São demasiadas e muito velozes. Há alguns anos não havia Internet, nem crise na Europa e nos Estados Unidos. Então, os dias calmos de nossas infâncias se tornam turbulentos em nossa fase adulta. O estressse ronda em cada sinal de trânsito e engarrafamento. Temos já a experiência da sucessão de dias cheios de preocupação, em busca da sobrevivência, da saúde, da educação dos filhos e do amanhã.O final de um ano e início de outro são pausas que permitem a reflexão de como estamos conduzindo nossa vida e o que devemos fazer para torná-la melhor. Mas também, temos a vivência de pensarmos em realizar várias decisões que incluímos numa lista que, nos primeiros meses e obstáculos, perdemos. Perdendo-se a lista vão-se as decisões e determinações. Voltamos ao cotidiano pesado e repetitivo ou rotineiro. O nascimento de um novo ano, este 2012, solicita um empenho maior em nossas intenções. Ele vem exigir uma Vontade e um Querer maiores, mais intensos e que possam realmente fazer acontecer as mudanças necessárias. Isto porque nos cercamos de mudanças mais profundas. Os tempos e os acontecimentos estão a mostrar. E temos que estar preparados, para crises, para momentos de alegria, de crescimento, enfim, para todas as possibilidades. Isto se faz nos centrando e estando cada vez mais “pés no chão" e com saúde. Saúde que deve ser cuidada para dar-nos a paz e a serenidade capazes de acalmar nossos corações. E com o coração calmo, amarmos a todos. Feliz 2012. Jayme Panerai Alves – Jayme@libertas.com.br

E

O CAVALO DESCONTENTE Em pleno inverno, o cavalo desejava o regresso da primavera. Ainda que agora descansasse tranquilamente no estábulo, via-se obrigado a comer palha seca. - Ah, como sinto saudades de comer a erva fresca que nasce na primavera! A primavera chegou e o cavalo teve sua erva fresca, mas começou a trabalhar bastante porque era época da colheita. - Quando chegará o verão? Já estou farto de passar o dia inteiro puxando o arado! Lamentava-se o cavalo. Chegou o verão, mas o trabalho aumentou e o calor tornou-se muito forte. - Oh, o outono! Dizia mais uma vez o cavalo, convencido de que naquela estação terminariam seus males. Mas no outono teve que carregar lenha para que seu dono estivesse preparado para enfrentar o inverno... MESTRADO As inscrições para a seleção do curso de Mestrado em Saúde e Sociedade da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), vai até o dia 20 de janeiro de 2012. Serão disponibilizadas 15 vagas distribuídas em duas linhas de pesquisa: “Diagnóstico, Clínica e Terapêutica no Processo Saúde/ Doença na Sociedade" e “Políticas e Práticas de Saúde, de Educação e de Promoção da Saúde na Sociedade". Info: uern.br. LETRAS O Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL), do Campus Avançado Profa. Maria Elisa de Albuquerque Maia (CAMEAM), abriu no dia 19 de dezembro, as inscrições para a seleção do curso de Mestrado em Letras da UERN. Mais informação: uern.br. Esta coluna é de responsabilidade da Libertas Comunidade www.libertas.com.br libertas@libertas.com.br

boucinhas_jc@hotmail.com

Dieta e câncer (2) oje, já iniciado este tema no domingo passado, prossegue-se com a revisão da relação entre tipos de alimento e aparecimento de tumores malignos.

H

CARNES VERMELHAS Uma alimentação com quantidades substanciais de carnes vermelhas aumenta, provavelmente, o risco do câncer colorretal. Análises recentes sugerem associação mais consistente com a ingesta das processadas. Estudos metabólicos mostram que seu consumo aumenta a produção de compostos ditos N-nitrosos, potencialmente carcinogênicos, ao nível do cólon, de forma dose-dependente, embora a ingestão de apenas 60g não provoque alterações significativas na produção de aminas heterocíclicas (os elementos potencialmente agressivos à mucosa intestinal). Vários estudos têm, também, mostrado aumento do risco de câncer da mama com a ingestão das mesmas carnes, mesmo após ajuste para o consumo de gorduras isoladas. Existe ainda evidências de uma possível relação de um consumo alto com os cânceres da próstata, do rim e do pâncreas. LEITE E DERIVADOS O consumo de laticínios está possivelmente associado a aumento do risco do câncer renal e prostático e, em alguns estudos, também da mortalidade por câncer prostático. Na França têm-se levantado muito a probabilidade de ser fator precipitador principal do carcinoma de mama, mas ainda parece haver necessidade de mais evidências. Embora a gordura possa ser apontada como a responsável pela associação, constatou-se que a gordura láctea não está associada a risco acrescido de câncer prostático. Curiosamente encontrou-se uma relação inversa entre o consumo de leite e o risco do câncer colorretal, cuja incidência seria menor nos que o ingerem volumosamente.

ERVAS,ESPECIARIAS E CONDIMENTOS Os resultados relativos ao consumo de ervas, especiarias e condimentos (exceção do sal) sobre o risco de câncer são, de momento, controversos. As evidências mais consistentes, dizem respeito ao consumo de hortaliças do gênero Allium (alho em especial, cebola secundariamente) e redução do risco do câncer do estômago (bem menos, mas também, para o colorretal). Pensase que a proteção estomacal seja mediada pela atividade antibacteriana dos compostos organossulfurados, nomeadamente contra a bactéria Helicobacter pilorii, e inibição da formação das já citadas nitrosaminas, de alta carcinogenicidade (potencial de formação de tumores). No que diz respeito às especiarias no geral, os resultados são controversos. Um estudo realizado na Itália encontrou uma associação protetora para o câncer do estômago com a elevação do consumo de especiarias, ao passo que outro, realizado no México, mostrou associação inversa para o consumo de pimenta. Por outro lado, estudo realizado na zona mediterrânea da França, mostrou aumento do risco do câncer da bexiga nos indivíduos com consumos mais elevados de especiarias em geral. BEBIDAS NÃO-ALCOÓLICAS

A maioria dos estudos mostra que o consumo regular de café e/ou chá não apresenta relação significativa com o risco para a maior parte dos cânceres. No entanto, um elevado consumo de café (5 a 7 xícaras por dia) pode, por um lado, aumentar o risco do câncer da bexiga e, por outro, ainda que as provas ainda sejam insuficientes, reduzir o risco dos cânceres da área colorretal e do fígado. O consumo regular de chá verde parece estar associado à redução do risco de câncer em estômago e esôfago, embora neste último caso existam evidências de que, quando mui-

Colunista dá sequência ao tema iniciado no artigo da semana passada; uma revisão da relação entre tipos de alimento e o aparecimento de tumores malígnos. Hoje,serão analisados os efeitos do consumo de carnes vermelhas,leite e seus derivados, ervas,especiarias e condimentos,e ainda as bebidas não-alcoólicas.Nos próximos artigos, outros aspectos sobre o tema

to quente, aumente seu risco, dependendo da freqüência de ingestão. É possível que o consumo de mate possa aumentar o risco de câncer de boca, faringe (para cerca do dobro) e esôfago, de forma independente, podendo estar relacionado com o mate per se, ou, provavelmente, ser o resultado de ser bebido muito quente (nestas condições seu consumo regular pode aumentar o risco de aparecimento do câncer do esôfago em até 20 vezes!). Nada de consistente, contra ou a favor, existe até agora, quanto ao uso de refrigerantes. Já beber bastante água ou outros líquidos pode reduzir o risco do câncer da bexiga, uma vez que diluem a concentração de carcinógenos e diminuem o seu tempo de contato com o epitélio de revestimento da bexiga. Os próximos artigos abordarão outros aspectos do tema. Feliz Ano Novo e até lá!

Rita de Cássia M.de Medeiros Homet Mir [ psicodermatologista ]

ritaursula@ig.com.br

Pisicodermatologia: dermatite factícia m um dos meus primeiros artigos fiz uma consideração sôbre a EMBRIOGÊNESE da pele e o sistema nervoso central ou seja, a origem embrionária de ambos é a mesma. Os dois procedem do mesmo folheto embrionário: o ectoderma. Citei Paul Valéry para que a aridez da ciência fôsse amenizada pela beleza e leveza da poesia. Realmente, o que há de mais profundo no homem é sua pele. Parece uma contradição vê-la tão exposta e dizer que é tão profunda. Já falei também sobre o intercâmbio somático psíquico e neuropsíquico. Hoje não é meu objetivo discorrer sobre o histórico desta interrelação, pois de certa forma já o abordei no meu artigo sobre Psicossomática. Gostaria de me ater a um tema que está sendo muito comentado ultimamente, a AUTO-FLAGELAÇÃO, principalmente entre jovens. Recordo que nos anos 80 de dois casos clínicos que atendi no ambulatório de dermatologia do Hospital Universitário Onofre Lopes. O primeiro tratava-se de um adolescente com lesões que após uma anamnese detalhada não se enquadrava nas patologias usuais. Como psiquiatra e fazendo na época a especialização em dermatologia que culminou com a minha monografia sõbre Psicodermatologia, resolví abordá-lo com uma entrevista psiquiátrica. Era um adolescente que convivia em um ambiente sócio-familiar inóspito. Havia inclusive um passado de drogadição, tanto por parte dele como dos genitores. Seu grau de de-

E

pressão, ansiedade e insatisfação com o presente e o futuro eram visíveis. Daí em plena crise de choro, confessou-me que começou a se queimar com cigarros. As lesões foram se infectando e formando verdadeiras ulcerações na pele. Cabe aqui lembrar que estas lesões eram exatamente em locais acessíveis aos seus braços. Marcamos sessões de psicoterapia breve e tive de prescrever, sabendo que iria retirá-lo futuramente, um antidepressivo, que também tinha ação ansiolítica. Outro caso semelhante foi o de uma senhora que também vivia em um ambiente conturbado; o esposo era alcoólatra e infiel. Ela se autoflagelava com um objeto cortante. O procedimento que usei foi semelhante ao do paciente anterior. Com estes dois casos clínicos quis classificar uma das patologias estudadas na Psicodermatologia: A Dermatite Factícia, também chanada de Patomímia (a mímica de uma patologia), dermatite artefacta, e ultimamente, autoflagelação. Esta relação pele psiquismo pele é estudada desde a idade média com M. de Mondville e outros. Citei em artigo anterior que na Grécia antiga, Platão já dizia que “o erro presente, difundido entre os homens, é querer compreender separadamente a cura do corpo e do espirito”. Autores mais modernos, como Freud e Pierre Marty, estudaram a relação entre conflitos psíquicos e sintomas físicos. Na teoria psicoanalítica, o objetivo é sempre a busca da

Recordo de dois casos clínicos que atendi,nos anos 80, no ambulatório de dermatologia do Hospital Universitário Onofre Lopes.O primeiro tratava-se de um adolescente com lesões que após uma anamnese detalhada não se enquadrava nas patologias usuais. Outro caso foi o de uma senhora que também vivia em um ambiente conturbado;o esposo era alcoólatra e infiel.Ela se autoflagelava.

compreensão de um todo extremamente dinâmico no qual há o que chamamos de DESLOCAMENTO. Na dermatite factícia há um CONFLITO DESLOCADO para a pele. Há nisto desde fantasias inconscientes com simbolismo e finalidades que somente através de uma entrevista psiquiátrica podemos alcançar qual é real necessidade de um paciente para não querer se curar. Há várias teorias para explicar as auto lesões. Deter-me-ei no chamado “lucro secundario” de Freud: conflitos psíquicos reprimidos para diminuir estados ansiosos, culpas, raivas, incapacidade de verbalizar suas angústias, etc. Seria necessário, pois é uma parte apaixonante da dermatologia, mais espaço para esclarecermos que desde a infância, a doença orgânica despertou carinho, atenção, isenção de obrigações e outras vantagens. Daí, é praticamente “natural” que nosso inconsciente vá pouco a pouco retirando este “PESO” sobre o RECALQUE que quer aflorar como uma rolha dentro d’água. É comprensivel pois, já que a doença física é tolerada e os conflitos psíquicos , na maioria das vezes, é motivo de vergonha. Termino com a frase de Heyer: “Os órgãos constituem a linguagem oculta que a alma escuta e pela qual fala “. Quero agradecer vários e-mails recebidos, principalmente de ex-pacientes e prometo cumprir o que foi solicitado em vários dêles : falar sobre acne. Será meu próximo assunto, se Deus assim o quiser. Desejo um feliz 2012 a todos.


tn família

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 3 ALEX RÉGIS

Se acordar no outro dia de ressaca, depois de se esbaldar com comidas e bebidas, prefira as frutas aquosas como melão, abacaxi e melancia, pois elas ajudam a hidratar. Alguns sucos acabam o mal-estar

CONTRA RESSACA, O CERTO MESMO É NÃO BEBER OU MODERAÇÃO MAS COMO AS BEBIDAS ALCOÓLICAS ESTÃO NA MAIORIA DAS FESTAS DE FINAL DE ANO,E PRINCIPALMENTE NO RÉVEILLON, É CONSELHÁVEL ALGUNS CUIDADOS PREVENTIVOS,COMO FAZER UMA REFEIÇÃO REFORÇADA E BEBER BASTANTE ÁGUA ara evitar a ressaca, o certo mesmo é não beber. Ou então ser moderado na hora de entornar o copo. Sempre tem um amigo com uma receita infalível, um macete, um truque. Às vezes funciona, mas nem sempre. Alguns pesquisadores descobriram que a uma alimentação correta antes de ingerir álcool minimiza e muito os efeitos do revertério do dia seguinte. O estômago cheio diminui o tempo de absorção do álcool no fígado, assim como não irrita tanto o estômago, dando uma chance ao organismo para processar as toxinas com mais tempo. Mas a ingestão de água também é fundamental. Ao entrar na corrente sanguínea, a hipófise — conhecida como a glândula-mestra do sistema nervoso — bloqueia a criação da vasopressina, o hormônio controlador da taxa de excreção de água na urina. Os rins, sem essa substância, enviam a urina direto para a bexiga, sem hidratar o corpo; daí aquele negó-

P

cio de ir várias vezes ao banheiro. Estudos comprovam que ao ingerirmos cerca de 250 ml de bebida alcoólica, perdemos de 800 a 1 mil ml de água. Como há um processo de desidratação enquanto se bebe, no dia seguinte é comum acordar com a bica seca e uma sede tirana. Isso nada mais é do que um aviso desesperado do corpo pedindo a reposição de água. Então, não esqueça! Faça uma refeição completa antes de beber e beba bastante água antes, durante e depois da farra. Isso assegura menos ressaca e uma boa hidratação antes que o processo diurético se instale. Outras dicas importantes é beber sempre com moderação. O mais correto seria uma dose a cada hora, pois esse é o tempo de processamento da bebida pelo organismo. Mas quem faz isso? A escolha da bebida a ser ingerida também tem grande influência. A cerveja, apesar de ter uma concentração menor de álcool, variando de 4% a 6%, tem gás, o que acelera sua

absorção. Já o vinho possui uma graduação alcoólica menor, entre 7% e 15%, e não é gaseificado. Entre eles, o branco é o que possui menos toxinas. A probabilidade maior de se ter ressaca fica mesmo com os destilados, que possuem mais álcool em sua composição, de 40% a 95%. Os de cor clara, como vodka, rum e gim possuem menos toxinas do que os escuros, uísque, bourbon ou tequila amarela. Antes de dormir, alguns especialistas indicam tomar uma aspirina com um copo cheio d’água, pois esse tipo de medicamento são inibidores de prostaglandina, um ácido graxo, que ameniza a gravidade da ressaca. Ao acordar, pode-se tomar mais uma ou dias aspirinas com um copo bem cheio de água, vitamina C para livrar-se das toxinas e um café da manhã reforçado, incluindo ovos, banana e suco de frutas. Alguns sucos são fundamentais (veja infográfico). É bom lembrar que o café, o chá e os refrigerantes desidratam ainda mais quem está de ressaca.

RESSACA VERDADES E MITOS Misturar bebidas diferentes aumenta a ressaca MITO Misturar drinques diferentes não piora a sua ressaca.O que importa é a quantidade de álcool que você ingeriu.O que acontece muitas vezes é que ao misturarem bebidas de teor alcoólico diferentes,as pessoas perdem a noção do quanto estão bebendo.

Beber água enquanto consome bebida alcoólica ajuda a amenizar os efeitos da ressaca

Para curar uma ressaca,só tomando outro porre por cima

O álcool atrapalha o fluxo de urina e desidrata o organismo

MITO

VERDADE

VERDADE

Essa história de que ressaca se cura com mais álcool é lenda.De fato, alguns sintomas podem melhorar.O mecanismo se assemelha à abstinência de drogas,o organismo sente falta de determinadas químicas.Mas ingerir mais álcool pode acabar levando à dependência e,a curto prazo,pode agravar mais os enjoos.

O álcool tem ação diurética,por isso a frequência das visitas ao banheiro aumentam tanto.Ele inibe a produção de um hormônio que controla a produção de urina.Isso também explica sensação de boca seca e sede,no dia seguinte:a eliminação de líquido mais rápida do que o normal piora a desidratação.

Beber água enquanto ingere bebidas alcoólicas reduz as chances de uma ressaca.Já reparou que os apreciadores de vinho sempre têm um taça de água para acompanhar?

DICAS DE SUCOS DESINTOXICANTES Existe um tipo de suco para praticamente cada necessidade do organismo.Saborosos e funcionais,eles podem ajudar a recuperar as energias e reidratar o corpo. Maçã Com grande quantidade de antioxidantes,pode ser consumido puro ou associado à cenoura,beterraba e aipo,servindo como desintoxicante e alcalinizador do Ph do sangue. Também tonifica organismo,protege o fígado e ajuda na digestão. Uva Ajuda a diminuir o colesterol e melhora a circulação,além de ser poderoso antioxidante. Melão e melancia São ótimos diuréticos e auxiliam no funcionamento do fígado. Abacaxi Digestivo,diurético e antitérmico, servindo também para acalmar a garganta e curar laringites. Morango Combate a diarreia,auxilia na digestão,diminui a febre e estimula o metabolismo,além de ser diurético e ter propriedades adstringentes.

Manga A grande quantidade de betacaroteno lhe confere propriedades antioxidantes. Também é um ótimo regenerador do sangue.

Laranja Rica em vitamina C,fortalece as defesas naturais do organismo,além de combater resfriados,gripes,febres e ter efeito anti-hemorrágico.

Açaí É considerado um forte antioxidante natural,além de facilitar a eliminação de radicais livres por ser rico em vitaminas E e C.

Acerola Serve para combater a fadiga e a debilidade do organismo,a perda de apetite,além das gripes e afecções pulmonares. Mamão Estimulante e tonificante do organismo,é bom para a digestão e possui substâncias bactericidas capazes de prevenir infecções intestinais causadas por parasitas, além de proteger a mucosa intestinal. Maracujá Além de ser usado como calmante, tem propriedades antissépticas e reforça o sistema imunológico,estimulando também a digestão. Fontes: “Colonterapia: Reeducação Alimentar,Desintoxicação,Rejuvenescimento”,de Tiago Almeida e Solange Menta (Editora Gran Sol).

CONFIRA AS CALORIAS DE ALGUMAS 'COMIDAS DE RUA'

COMIDAS Acarajé (unidade)

BEBIDAS: 282 kcal

Cachorro quente 680 kcal completo de salsicha (molho,milho,ervilha,ovo de codorna,maionese, ketchup,mostarda,queijo ralado e batata palha)

Aguardente (100ml)

231 kcal

Batida de frutas com leite 252 kcal condensado (100ml) Caipirinha de limão (100ml)

171 kcal

Churros de doce de leite (unidade)

570 kcal

Capeta (vodca,guaraná 320 kcal em pó,leite condensado, mel e suco de limão)

Espetinho de carne (unidade de 50g)

119 kcal

Cerveja (lata)

148 kcal

Coca-cola (lata)

137 kcal

Espetinho de frango (unidade de 50g)

9,5 kcal Coca-cola light (lata)

- de 1 kcal

Mini-pizza de mussarela (unidade de 105g)

310 kcal

Guaraná (lata)

110 kcal

Guaraná diet (lata)

1 kcal

Uísque (dose/100ml)

240 kcal

Vinho tinto (taça/100ml)

65 kcal

Vodca (30ml)

72 kcal

Rum (copo/50ml)

110 kcal

Pipoca doce (saco de 25g) 118 kcal Pipoca salgada (caso de 25g)

112 kcal

Queijo coalho na brasa (unidade)

168 kcal

Salsichão (unidade de 100g)

222 kcal

*Valores baseados em tabelas elaboradas pelo Instituto de Nutrição Josué de Castro da UFRJ,Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação da Unicamp e pela Associação Brasileira de Nutrição.


tn família

4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Jota Oliveira jotaoliveira@tribunadonorte.com.br

CARPE DIEM!

PARABÉNS!

“Para ganhar um ano-novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.” (Carlos Drummond de Andrade)

Abraços e vivas para os aniversariantes Laura Rosado, Robson Coelho e Eduardo Meira Lima. Nesta segunda, dia 02, vivas antecipados para Auxiliadora (Dodora) Alves Santos, Zequinha Baltazar e Renato Gomes Netto.

R E T R O S P E C T I V A 2011 FOI MARCADO POR ENCONTROS,REENCONTROS,ENLACES,VIVAS E BONS MOMENTOS.NO NOSSO BOX,RELEMBRAMOS EM CLICKS AS MELHORES FESTAS QUE MOVIMENTARAM OS SALÕES NO ANO E QUE,COM CERTEZA,FICARÃO NA MEMÓRIA COMO A NOSSA FOREVER YOUNG,A SUNSET PARTY DOS 5.0 DE PAULO GALLINDO,OS 6.0 DE VALDEMIR MARINHO,AS BODAS DE DENISE/ARNALDO GASPAR,O LANÇAMENTO FGR,OS NIVERS DE RAYANA FRANÇA,MARISTELA FREIRE,VÍTOR POTIGUAR E BELLE AZEVEDO E OS ENLACES DO ANO DE ANA LUÍSA/ROSTAND,THEMIS/RODRIGO OLIVEIRA,FERNANDA/ALONSO,HELENA/JEOVÁ.

2

Sua escolha pode estar ligada a razões tanto econômicas (a disponibilidade de recursos) quanto rituais (na Europa cristã,o calendário litúrgico com suas obrigações “de magro”e “de gordo”, que conferem aos pratos uma colocação espaçotemporal típica dos advérbios.

3

Essa é a descrição,feita por um cronista da época,de Adelqui, filho do rei dos Longobardos derrotados por Carlos Magno em 778,no sul da Itália.

MICHELE MAISTO - madrelingua@supercabo.com.br

1

Mesmo faltando um ingrediente, deve-se permanecer o mais próximo possível da própria cultura,da “linguagem”que se conhece.Em 843,o cronista francês Saint Bertin,em seus Anais, descreve que a causa da carestia “os homens foram obrigados a comer terra misturada com um pouco de farinha e transformada em pão”. A forma,a morfologia do alimento, é o que garante continuidade ao sistema.

Letras & pratos

FOTOS:JOÃO NETO,BLOG/JOTAOLIVEIRA,WELLINGTON BARBOSA,PAULO OLIVEIRA,DRIKA SILVEIRA,BOBFLASH,RUAN SAMIR,SÉRGIO LUIZ

Significados

a gramática da comida (2) ✃ e o léxico gastronômico é dado pelos ingredientes, a morfologia se refere aos modos pelos quais os produtos são elaborados e adaptados às várias exigências de consumo, por meio de gestos e procedimentos concretos que transformam as unidades de base em palavras, ou seja, em pratos de uso diverso e de função distinta. Por exemplo, com os cereais se podem fazer papas, massas, tortas: os ingredientes são os mesmos (1), diferente é o resultado gastronômico, determinado por uma qualidade diferente do trabalho realizado sobre eles. Os gestos e os procedimentos (as “receitas”) dão sempre conta das relações entre as unidades de sentido: a expressão linguística “pastel de queijo”, que usa o morfema gramatical “de” para designar o papel subordinado do segundo elemento em relação ao

S

primeiro, na prática da cozinha será expressa com o gesto de incluir o segundo no primeiro. A sintaxe é a estrutura da frase, que dá sentido ao léxico e às suas variantes morfológicas. No nosso caso é a refeição, que ordena os pratos de acordo com critérios de sequência, de associação, de relação recíproca. Como na frase verbal, um ou mais protagonistas estão no centro da ação: o prato de carne, peixe ou cereais, os quais definem os “complementos” que eventualmente precedem, acompanham, seguem: antepastos, acompanhamentos e sobremesas. Aos molhos se poderia atribuir um papel análogo àquele dos morfemas gramaticais, privados de significado autônomo, mas essenciais (como as preposições e as conjunções) para determinar a natureza e a qualidade dos protagonistas.

Como na frase verbal,um ou mais protagonistas estão no centro da ação:o prato de carne,peixe ou cereais,os quais definem os “complementos” que precedem, acompanham, seguem: antepastos, acompanhamentos e sobremesas.Aos molhos se poderia atribuir um papel análogo àquele dos morfemas gramaticais

Os condimentos têm função de adjetivo ou advérbio: o uso de toucinho/azeite/manteiga indica pertencer a um território, a uma sociedade (2). A comida adquire plena capacidade expressiva graças á retórica, complemento necessário de toda linguagem. Retórica é adaptar o discurso ao argumento. Se o discurso é a comida, a retórica é o modo como ela é preparada, servida, consumida. Na Idade Média, “comer como um leão faminto” (3) quer dizer entregar à voracidade aquele senso de vigor animal que a aristocracia dessa época percebe como valor principal da própria identidade. Exemplos de formas retóricas de nosso tempo são aquelas que qualificam a rapidez da “refeição de trabalho”, contrapondo-a à maior duração da refeição em família ou com os amigos.

DIVULGAÇÃO

LASANHA FRIA AO PESTO Calorias: kcal 351 Rendimento: 4 pessoas

INGREDIENTES: 200g massa fresca para lasanha 4 tomates para salada 1 pimentão vermelho 4 ovos Pesto de manjericão Azeite extra virgem Sal Pimenta do reino

MODO DE PREPARO: Corte a massa fresca em quadrados e coloque para cozinhar em água fervente. Retire a massa e deixe resfriar em cima de um pano.Corte os tomates em rodelas e deixe marinhar numa tigela com azeite,sal e pimenta do reino. Asse o pimentão numa boca do fogão até a pele ficar preta. Retire as sementes,as membranas internas e a pele queimada e corte-o em pedacinhos.Adicione ao pimentão algumas colheres de pesto de manjericão obtendo assim o molho.Corte em rodelas dois ovos previamente cozidos.Monte a lasanha alternado-a com as rodelas de tomate,as fatias de ovo e temperando com o molho de pimentão.Faça uma guarnição com os outros dois ovos picados bem fininhos, um fio de azeite cru,sal e pimenta do reino. Receita de Mediterrâneo Buffet – Telefones: 3219-4669 / 9991-0876


Domingo | 01 de janeiro de 2012

tn famテュlia

Jota Oliveira jotaoliveira@tribunadonorte.com.br

viver DE SEGUNDA A Sテ。ADO NA TRIBUNA DO NORTE

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 5


6 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

tn família

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Liege Barbalho

FELIZ ANO NOVO A cada dia de nossa vida,aprendemos com nossos erros ou nossas vitórias,o importante é saber que todos os dias vivemos algo novo.Que o novo ano que se inicia,possamos viver intensamente cada momento com saúde, paz e esperança,pois a vida é uma dádiva e cada instante é uma benção de Deus.

liegebarbalho@tribunadonorte.com.br

MOMENTOS DE 2011

UNIÃO As famílias de Antônio Marcos Rodrigues Fuiço, Maria de Fátima Ribeiro Rodrigues,Pedro de Oliveira Cavalcanti Filho, Ana Valéria Barbalho Cavalcanti, estarão unidas com o matrimônio dos filhos Mara e Pedro. Os noivos dirão sim no próximo sábado às 16h, na Enseada de Búzios, litoral sul. Mara e Pedro receberão os cumprimentos no mesmo local. A coluna e o site liegebarbalho.com confirmam presença.

FOTOS/ LIEGEBARBALHO.COM

MATRIMÔNIO Com cerimônia neste sábado às 19h, Leonardo Limongi e Luciana Lima sobem o altar na Igreja Bom Jesus das Dores. Os noivos são filhos de Sérgio Limongi, Lúcia Limongi, Antônio Lima e Maria das Graças Brito Lima. Após a celebração os nubentes receberão os cumprimentos no Versailles Recepções de Cidade Jardim.

Katalyna e Ricardo Motta

Toinho Silveira e Liege Barbalho

Garibaldi Filho e Denise Alves

José Eduardo e Ana Catarina Alves

Kristine e Rossane Shelman

Maria Helena e Arnóbio Pacheco

Diúda Alves Dias e Denise Gaspar

Judite Nunes e Rosalba Ciarlini

Witame Gomes e o cantor Lobão

Sami e Sandra Elali

Jorge Barbosa de Lima

MACAU Na terra do sal o réveillon começou mais cedo. O prefeito Flávio Veras movimenta seu município com inaugurações e muito lazer para a população macauense. A programação teve início na última quinta-feira com inauguração na comunidade de Ilha de Santana, seguida por atrações musicais. Já na sexta-feira mais uma inauguração com a praça de alimentação em Macau tendo como atrações Briola e a banda Cavalo de Aço, e ontem, na festa da virada do ano, a praia de Camapum ficou pra lá de movimentada com o agito das bandas Feras e Grafith.

Luciana e Leonardo Limongi dirão “Sim”neste sábado em cerimônia na igreja do Bom Jesus das Dores na Ribeira

EM NATAL A cantora Marina Elali nos preparativos para mais uma temporada de shows em Natal. Marina entra 2012 com novos projetos, entre eles, a cantora faz homenagem ao seu avô Zédantas e a Luíz Gonzaga. Na capital potiguar ela fará quatro shows durante este mês, no Hotel Pirâmide, sempre às quartas-feiras. As apresentações incluem performances como dança do ventre. Além disso, a cantora interpretará seus muitos sucessos que foram temas de novelas como o atual “Atrás da porta” de ‘A Vida da Gente’ da TV Globo.

Rita Alexandre com a neta Manuela

Walkíria Fagundes e Ana Tereza Mota

Ana Lúcia Novaes e a netinha Bia

A querida Adalva Rodrigues recebe o carinho dos netos do coração Wellington Júnior e Fernando Augusto Barbalho, em almoço no Paçoca de Pilão Marcelo Queiroz e Gisélia

Prefeito Flávio Veras e a primeiradama Erineide, anfitriões em Macau

Bárbara Abramo

Cinema

Horóscopo

★ RUIM ★ ★ REGULAR ★ ★ ★ BOM ★ ★ ★ ★ ÓTIMO ★ ★ ★ ★ ★ EXCELENTE ESTREIA

Lua crescente no vibrante Áries inaugura 2012 com muita paixão e esperança.

Áries 21/03 a 20/04 2012 começa bem importante pra você, pois a Lua crescente acontece em seu signo e isso levanta sua coragem, soltando seu entusiasmo pela vida. Tudo há por fazer,ser e acontecer.Um ano de ganhos,expansões e descobertas para você!

Câncer 21/06 a 21/07

De novo é a coragem que está na ordem do dia para você neste início de 2012; a de ser diferente do bando, a de encarar suas necessidades, seu jeito próprio de ser. Fale a respeito, através do dialogo será entendido e respeitado.Vá fundo.

Touro 21/04 a 20/05

Leão 22/07 a 22/08

Vale passar o primeiro dia do ano em clima de natureza,ar livre,simplicidade e muita conexão com suas raízes. Liberdade para respirar ares novos é essencial! Descanse o corpo,a mente e a alma.Júpiter protegerá seus passos por todo o ano.

Vênus traz amor para você neste início de ano! Através de uma pessoa amiga, conhecerá alguém que pode mexer com suas estruturas,certezas e até crenças.Mas será algo novo,e vibrante,capaz de colorir seus dias. Novidades no ar.

Gêmeos 21/05 a 20/06

Brinde ainda hoje com amigos,faça planos e sacie sua curiosidade.Mensageiros do amanhã servem para isso também gente de espírito empreendedor é que traz um novo fôlego a seus dias.Você receberá provas de afeto,e estará bem popular.

Virgem 23/08 a 22/09

Você começa 2012 com alta inspiração,visão de profundidade sobre seus planos de futuro. É o Sol em Capricórnio que esquenta seu caminho,ilumina e protege seus passos também.Emoções variáveis,porem,e pouca paciência para os outros.

Libra 23/09 a 22/10

Quer começar bem o ano? Mostre até onde você é capaz de estar com alguém, mesmo com divergências secundarias. Que elas sejam explicitas,alias.Uma boa conversa vai resolver muita coisa hoje. Assim você entra zerado em 2012. Avante.

Escorpião 23/10 21/11

Um lindo aspecto entre Lua e Mercúrio se forma hoje,sinal de sorte e suavidade para você neste começo de ano.Há recursos que pode alocar para tornar seu cotidiano melhor.E hoje já pode rever estratégias,adaptando-se a novos desafios.

Sagitário 22/11 a 21/12

Um pouco de movimento, ar puro,esportes e a companhia de pessoas abertas,generosas e capazes de rir de si mesmo quando preciso;é disso que você precisa para se sentir bem neste começo de ano.O amor sim,desde que não exclusivista.

Capricórnio 22/12 a 20/01

Ciumeiras familiares precisam ser neutralizadas neste começo de ano. Faça uma boa meditação,guarde o silencio por algum tempo,desvie-se de programas previsíveis. Arrumações em casa são boa maneira de começar bem 2012.

Aquário 21/01 a 19/02

Vênus e Lua prometem amor e simpatia neste começo de ano vale a pena investir em ambos,para que seu 2012 seja suave,sem tantas arestas como o ano passado.Há amores de diversos tipos,esteja aberto para descobrir mais um.

Peixes 20/02 a 20/03

Clima astral bom pra você neste começo de 2012,boas noticias,movimento,ideias interessantes e papos idem.Entusiasmo,boa comunicação,tudo vai se encaixando melhor.Saúde melhora também. Sensibilidade ajustada e forte.

★ ★ ★ MISSÃO IMPOSSÍVEL – PROTOCOLO FANTASMA (12 anos, legendado) Moviecom 1. Sessões (dub) 15h, 17h40 e 20h20 (exceto sáb) / Moviecom 7. Sessões (leg) 13h40 (exceto dom), 16h20, 19h (exceto sáb) e 21h40 (exceto sáb) / Cinemark 1. Sessões (dub) 11h50 (exceto dom), 14h45 (exceto dom), 17h35 (exceto sáb) e 20h30 (exceto sáb) / Cinemark 6. Sessões (leg) 12h50 (exceto dom), 15h45 (exceto dom), 18h40 (exceto sáb) e 21h30 (exceto sáb) A agência de espionagem para a qual Ethan Hunt (Tom Cruise) trabalha é envolvida em uma ameaça de bomba nuclear terrorista. A partir disso o Governo inicia o Protocolo Fantasma, que dissolve a organização, e tanto Hunt quanto sua equipe precisarão agir sem auxílio tático, apoio ou contatos para limpar o nome da agência. Direção Brad Bird ★ ★ ★ COMPRAMOS UM

ZOOLÓGICO (Livre, dublado) Moviecom 2. Sessões 14h05 (exceto dom), 16h35, 19h05 (exceto sáb) e 21h35 (exceto sáb) / Cinemark 5. Sessões 13h (exceto dom), 15h40, 18h25 (exceto sáb) e 21h05 (exceto sáb) Um pai de família, Benjamin (Matt Damon), se muda para o interior com os filhos para reformar e reabrir um zoológico à beira da falência. Direção Cameron Crowe ★ ★ ★ ★ ROUBO NAS ALTURAS (12 anos, legendado) Moviecom 3. Sessões 15h10, 17h25, 19h40 (exceto sáb) e 21h55 (exceto sáb) / Cinemark 3. Sessão 21h25 (exceto sáb) Funcionários de um prédio de luxo, revoltados por terem sofrido um golpe financeiro de um milionário de Wall Street, resolvem roubar o apartamento dele para recuperar o dinheiro. Com Ben Stiller, Eddie Murphy e Matthew Broderick no elenco. Direção Brett Ratner


Domingo | 01 de janeiro de 2012

tn família

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 7

Hilneth Correia

PARABÉNS PRA VOCÊS Abraçar neste início de ano Cidinha Dumaresq, Miriam Almeida, Luciano Flor, Karol Maciel, Kaka Kantidio,Isaac Ribeiro, Luciana Alves Gama, Marcelo Fernandes Queiroz, Norminha Dantas Albuquerque.

hilnethcorreia@tribunadonorte.com.br

UMA NOITE DE NATAL ...

BOM DIAAAAAA!!! Feliz 2012! Como é praseiroso começar o ano, trabalhando no que gosto... É assim que começo escrevendo a 1ª coluna do ano. Incrível , mas é o ano em que festejo 45 anos de colunista, desde o começo na Rádio Nordeste, ainda adolescente ...Foram anos ininterruptos, mas com algumas lacunas e andanças por esse Brasil. Vou pensar numa maneira de festejar estes 45. MAS, enquanto não chega, quero desejar a todos vocês um ano de Saúde, Realizações, Paciência, fartura na mesa e menos “abusos”. FELIZ 2012!

NUMA coluna especial... nada de muitas palavras. Vamos mostrar momentos da última NOITE NATALINA. Circulamos e abraçamos NA ENSEADA

DOS CORAIS: os amigos CÁSSIO ROMANO-CRIS com os filhos e a mamy Marlise reuniu a família; no BELLOMONTE a matriarca dos Potiguar: JOANITA na

casa do filho Joaci-Cyndra reunindo e no L’AQUA era a noite de GRAÇA MOTTA. Todos já comentados na nossa coluna.

AGRADECER É PRECISO ! Os “mimos” e cartões recebidos: SEBRAE, Anninha Madson, Vilma de Faria, Natal Shopping, Ezequiel Galvão Ferreira de Souza-Ingrid, Regina Emerenciano, Marta Dantas, Suzana Fonseca, Família Gazire (Zé GuilhermeAdriana e filhos), Dani Mota, Ricardo Mota,Gustavo Carvalho, Márcia Maia, Rogério Marinho, Colégio Contemporâneo, Via Direta, Verbo, Salinor (Airton Torres), a BAND, Jarbas Bezerra, Desembargador Saraiva Sobrinho,Ministério Público do RN, Norte Shopping, Paulo de Paula, Praia Shopping, Viveiro Marina, VERBO Comunicação, Folic, Margarida da H. Stern, Ney Lopes e Abgail, Priscila Gimenez, Governadora Rosalba Ciarlini , prefeita Micarla de Souza e com um carinho especial para D. Lucia Chalita e filhos.

CASÓRIOS EM JANEIRO

OUTROS CLICS MAS TAMBÉM TEREMOS CLICS DE NOITES E CONFRATERNIZAÇÕES DE FINAL ANO E DE “PESSOAS DO PEITO”. DULCE RECEBENDO,FAMÍLIA CHALITA REUNIDA,NATAL DAS AMIGAS DE JÔ GODEIRO E O NOSSO NATAL.

EM BÚZIOS - O casamento

1de PEDRO & MARA vai

abalar este início de verão. Cerimônia no dia 7 de janeiro, às 16h, na enseada de Búzios, residência dos pais do noivo, médico Pedro Cavalcanti-Ana Valéria Barbalho Cavalcanti. A noiva é filha de Antônio Marcos Rodrigues Tuiço e de Maria de Fátima Ribeiro Rodrigues. O convite pede confirmação... A tia coruja, Ceiça Wanderley, nos comunica o casamento de LUCIANA NAÍRA DE BRITO LIMA E LEONARDO DE VASCONCELOS LIMONGI. A noiva é médica mastologista e oncologista, residindo atualmente em Recife; ele, engenheiro pernambucano. A celebração será no dia 07 de janeiro, às 19h, na Igreja Bom Jesus das Dores, com recepção no Versailles/ Cidade Jardim. Os noivos são filhos de Antônio Lima e Maria das Graças P. Brito Lima e de Sérgio Limongi e Lucia Limongi.

2

★ RUIM ★ ★ REGULAR ★ ★ ★ BOM ★ ★ ★ ★ ÓTIMO ★ ★ ★ ★ ★ EXCELENTE lESTREIA

Cinema GATO DE BOTAS (Livre, animação, dublado) Moviecom 4. Sessões 13h45 (exceto dom), 15h40, 17h35, 19h30 (exceto sáb) e 21h25 (exceto sáb) / Moviecom 6. Sessão (3D) 14h50 (exceto dom) / Cinemark 4. Sessões 12h55 (exceto dom), 15h (exceto dom), 17h10 (exceto sáb) e 19h20 (exceto sáb, ter e qui) / Cinemark 7. Sessões (3D) 11h30 (exceto dom) e 13h40 (exceto dom) Muito antes de conhecer Shrek, o notório lutador e sedutor Gato de Botas (voz de Antônio Banderas) torna-se um herói ao sair em uma aventura com a durona e malandra Kitty Pata-Mansa (Salma Hayek) e o astuto Humpty para salvar sua cidade. Direção Chris Miller ★★★

★ ★ ALVIN E OS ESQUILOS 3 (Livre, dublado) Moviecom 5. Sessões 14h40 (exceto dom) e 16h40 / Cinemark 7. Sessões 15h50 e 18h (exceto sáb) De férias, os esquilos aproveitam todo o luxo de um grande cruzeiro. Mas um naufrágio irá estragar os planos da turma

que vai ter de se virar em uma ilha deserta. Direção Mike Mitchell ★ ★ ★ AMANHECER – PARTE 1 (14 anos, legendado e dublado) Moviecom 5. Sessões (leg) 18h45 (exceto sáb) e 21h20 (exceto sáb) / Cinemark 7. Sessão (dub) 20h10 (exceto sáb) A alegria de Bella (Kristen Stewart) e Edward (Robert Pattinson),recémcasados,é interrompida quando uma série de situações adversas ameaça destruir o mundo deles.Após o casamento,Bella logo descobre que está grávida,mas a chegada da filha coloca em movimento uma perigosa cadeia de eventos.Direção:Bill Condon l IMORTAIS (16 anos, dublado e legendado) Moviecom 6. Sessão (3D) (dub) 16h50 / Moviecom 6. Sessões (3D) (leg) 19h10 (exceto sáb) e 21h30 (exceto sáb) / Cinemark 2. Sessões (3D) (leg) 16h05 (exceto sáb), 18h30 (exceto

DIVULGAÇÃO

Mickey Rourke interpreta o Rei Hipérion no filme “Imortais”,cartaz do Moviecom e do Cinemark

sáb) e 21h (exceto sáb) / Cinemark 2. Sessões (3D) (dub) 11h (exceto dom) e 13h30 (exceto dom) / Cinemark 4. Sessões 11h45 (exceto dom), 14h10 (exceto dom), 16h40 (exceto sáb), 19h15 (exceto sáb) e 22h (exceto sáb) O Rei Hipérion (Mickey Rourke) declarou guerra contra todo o mundo grego e, para reforçar seu exército, ele tentará libertar os Titãs presos por Zeus. A fim de detê-lo, o mortal Teseu (Henry Cavill) comandará o exército grego nessa batalha épica. Direção Tarsem Singh l LATE BLOOMERS – O AMOR NÃO TEM FIM (14 anos, legendado) Cinemark 3.Sessão 19h10 (apenas ter e qui) Casados há 30 anos, Maria (Isabella Rossellini) e Adam (William Hurt) vivem as alegrias e dificuldades comuns a um relacionamento longo, até que descobrem que estão envelhecendo. Ambos tentam, cada um a seu modo, enfrentar essa nova realidade. Diretor Julie Gravas.


tn família 8 | Natal | Rio Grande do Norte | Domingo | 01 de janeiro de 2012

| georgeazevedo@tribunadonorte.com.br

FICHA TECNICA: Fotos: Humberto Lopes. Assistente de fotografia: Andrews Beleza: Júnior Oliveiros Agradecimentos: Hotel Vila do Mar e Romance Brazil

PRAIA DAS CORES

FELIZ 2012!!! Glam entra no ano novo em clima praieiro e reúne o cast Trafego Models para um happening pra lá de colorido.É hora de festejar as vitórias, conquistas, amizades, família...a vida!! E nesse primeiro dia do ano vamos todos pra praia, dizem que o banho de mar é bom para afastar todas as mazelas, com a melhor roupa de banho do nosso guarda-roupa de verão.Sim, porque chegou a hora de exibir o corpão conquistado com tanto esforço nas academias.O beach wear do momento pede cores, estampas tropicais, animal print e afins.Os biquínis são os mais descomplicados; cortininha com calcinha de lacinhos, tops com reforços e parte de baixo mais reta, tomara que caia, franzidos e tal! Para os homens, nenhuma novidade; as eternas sungas.E a gente só tem a desejar dias maravilhosos de verão.

MODELOS FEMININOS: Taynara Medeiros,Monique Rêgo,Mariana Albuquerque, Renata Correia,Bethania Tavares, Érika Fontes,Ana Gabriela,Priscila Cortez,Lariza Lima,Camila Balza, Micaela,Cecilia Nóbrega,Bruna Beatriz,Rebecca Patricio,Sabrina Silveira,Vitória Lins,Beatriz Azevedo,Stefane Camargo,Talita Kume,Manuela Alves,Tuanny Dantas,Vanessa Muniz,Alice Alves,Camila Scopel,Geovanna Oliveira,Thairrane Senna,Ana Clara Oliveira,Rádila,Alice Di Carli,Jessyca Morais,Karen, Debora Ferrer e Sasla Coutinho. MODELOS MASCULINOS: Yan Karsten, Jeff Della Possa,Bruno Diniz, Nicholas Cesconetto,Rodrigo Silva,Marcos Coppa,Pedro Villarin,Bruno Moneyhan,Murilo, Hugo Volkmer,Rodrigo Fernandes,Patrício Pontes,Luis Arthur Serejo,Arthur Azevedo, Luis Claudio,Damiano,Michael, Luan Péricles,Luan Jácome e Gabriel Froes.


PARTE INTEGRANTE DO JORNAL TRIBUNA DO NORTE - NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE - LINHA DIRETA DO ASSINANTE NATAL: 4006-6100 - R - 6261

ANA SILVA

Clima

de verão

clube do assinante Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 01 de janeiro de 2012

Consumiss Store é uma loja de moda para mulheres, com marcas diversas, estilos diferentes, e peças exclusivas PÁGINA 06

ADRIANO ABREU

Dunnas Boliche virou tradicional programa de família em Natal, com opções em jogos e extenso cardápio

ANDREIA MUNFORD

PÁGINA 03

OFERTAS VÁLIDAS EXCLUSIVAMENTE AOS ASSINANTES DA TRIBUNA DO NORTE DE 01 A 31 DE JANEIRO DE 2012


2

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

Palavra do editor

O

verão chega junto com as férias para muita gente. E mesmo para quem não está dispensado das obrigações do dia a dia, a estação é propícia para relaxar, pensar no sol, na praia, e no fim de semana. O caderno CLUBE DO ASSINANTE entrou no clima (muito quente, por sinal) com o alto astral necessário, e selecionou uma série de dicas que podem ajudar o leitor a apreciar a estação mais quente do ano, como se deve. A vestimenta para o verão costuma ser um item bastante procurado durante para a estação, que exige roupas leves, coloridas, e bonitas o suficiente para quem não abre mão de ter estilo. A moda praia, então, vira item de primeira necessidade para aqueles vão curtir o veraneio na praia ou no clube. A estação também sugere movimento, e várias atividades de lazer estão à disposição, desde o esporte até o boliche com a família e os amigos. E uma refeição com vista para o mar pode ser o momento mais gostoso – literalmente – de qualquer verão. Sempre ressaltando que pratos leves, saladas, frutas e muito líquido devem sempre fazer parte do cardápio.

NOTAS EXPLICATIVAS »Este é um serviço gratuito,oferecido aos assinantes da TRIBUNA DO NORTE pelo Depto.de Marketing com o objetivo de orientá-los na hora de escolher sua opção de compras.As informações contidas no CLUBE DO ASSINANTE foram fornecidas pelas empresas conveniadas.Não nos responsabilizamos pelas mudanças de preços e descontos.

»Os descontos oferecidos pelas empresas associadas e anunciadas são válidos durante o mês de janeiro de 2012.A cada mês ocorrem alterações na listagem.

»No caso de assinaturas feitas por empresas,uma pessoa deverá ser nomeada como titular do cartão.Os descontos oferecidos não serão cumulativos.

clube do assinante

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Verão leve para saborear ALEX REGIS

o verão, não é apenas o calor que é excessivo. Muita gente aproveita o período, geralmente de férias, para exagerar no consumo de bebidas alcoólicas e alimentos gordurosos. O resultado para o organismo costuma ser o pior possível. A estação mais quente do ano exige mais leveza, e pode-se fazer isso sem abrir mão de degustações saborosas, afirma a nutricionista Fátima Nunes. Mais líquido e menos gordura é a equação básica. “Para começo de conversa, a hidratação é fundamental. Há sucos e frutas perfeitos para isso. E depois, evitar aquilo que eu chamo de as ‘adas’: panelada, churrascada, feijoada e buchada. Nada disso combina com praia”, afirma Fátima. A nutricionista sugere, para hidratar, frutas que são naturalmente aguadas como abacaxi, caju, melão e melancia. A água de coco, ela alerta, deve ser consumida direto da fruta. “A água do copinho pode sofrer uma contaminação pelo plástico no sol, e formar dioxina, uma substância cancerígena”, alerta. Há também os “suchás”: sucos com chás. A receita básica é fazer meia xícara de chá verde e depois acrescentar um copo de água gelada. O chá verde ajuda a queimar caloria e emagrecer. Sucos feitos com chá verde ou água de coco rendem saborosas bebidas saudáveis. É o caso das combinações com limão e couve, gengibre com limão, abacaxi com hortelã, e laranja com couve. “Após uma corrida, passeio ou malhação na academia, é uma opção ótima”, ressalta Fátima. Ela chama esses alimentos de ‘detoxicantes’, que ajudam a limpar o fígado da gordura. Na hora de comer, a preferência vegetal e a leveza dão o tom. “Prefira peixes, aves e carnes grelhadas em geral, saladas com azeite, e feijão verde. Além de leves são deliciosos”, afirma. Fátima Nunes lançou recentemente o livro “A importância dos alimentos funcionais para a saúde – Dicas de consultório para o dia a dia”, no qual ela lista e explica o impacto positivo que determinados ingredientes possuem para o organismo.

N

Fátima define alimento “funcional” como qualquer um que não tenha tido sua matéria-prima alterada pela indústria, sem conservantes e agrotóxicos. Ela destaca a importância das frutas e verduras, ressaltando ingredientes saudáveis como alho, cebola, arroz da terra, folha de couve, azeite de oliva, linhaça, aveia, entre muitos outros. “As gorduras saturadas são as mais prejudiciais à saúde. Elas estão presentes, em sua maioria, nos alimentos animais”, disse. Portanto, o verão é o momento ainda mais propício para prestar atenção nessa dieta de qualidade. Gerente de Marketing :Andreia Barandas Editor : Carlos Peixoto Repórter:Tadzio Yuri Atendimento aos assinantes: Halicene Dantas,Alexsandra Borges e Cibelle Ribeiro

Após uma corrida, passeio ou malhação na academia, é uma opção ótima” FÁTIMA NUNES Nutricionista

End.:Av.Duque de Caxias,106,Ribeira CEP:59010-200. Fone:4006-6100 R-6261-6262 E-mail:clube@tribunadonorte.com.br Fax:4006-6121 www.tribunadonorte.com.br/clubeassinante.php


clube do assinante

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Diversão Lazer

» BIG BLUE PARQUE AQUÁTICO Av.Brigadeiro Paulo Salema s/n,Praia de Búzios Tel.(84) 3239-2118 Desc.:20% à vista na entrada do parque,limite de até 05 pessoas por assinante.

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

3

Na pista da diversão ANDREIA MUNFORD

» DANNY'S PARK Av.Senador Salgado Filho,2233 Lagoa Nova – Shopping Via Direta Tel.:3206-1000 Promoção: Compre R$20,00 em créditos e ganhe mais R$25,00 em bônus para brincar a vontade de domingo a domingo. Bônus válido para máquinas de vídeo game simuladores,brinquedos coletivos e Kid Raidem (para participar o assinante terá que adquirir o cartão do Park no valor de R$1,00).www.dannyspark.com.br » DUNNAS BOLICHE Av.Dos Ipês,2685 Neópolis Tel.:3207-6924 Desc.:20% à vista ou 10% a prazo nos jogos de boliche (não inclui alimentação e jogos eletrônicos). www.dunnasboliche.com.br » MA-NOA PARK Av.Ponta dos Anéis,s/n Praia de Maracajaú Município de Maxaranguape/RN Tel.:(84) 3211-2140 Desc.:20% à vista ou a prazo na entrada do parque,na aquisição do passaporte Classic Ma-Noa Park e passeio nos parrachos. Respectivamente no máximo de 5 (cinco) pessoas,(titular + 4 dependentes). MARINA BADAUÊ Av.Deputado Márcio Marinho,s/n Praia de Pirangi do Norte/RN Tel.:(84) 3238-2066 Desc.:50% à vista na entrada inteira para os passeios de barco (Assinante + 4 pessoas). Crianças até 5 anos não pagam e de 6 a 11 anos pagam meia entrada.Reservas antecipadas.

» TAVERNA PUB MEDIEVAL BAR Rua Dr.Manoel Augusto Bezerra de Araújo,500 Ponta Negra Tel.:3236-3696 Desc.:60% à vista (dinheiro) na entrada do Pub em festas normais e 20% à vista na entrada de festas especiais e nacionais. » TROPICAL ECO RESORT Rua:Da Floresta,078,Taborda/ São José de Mipibu-RN Tel.(84) 3645-6660 Desc.:20% (dinheiro/ cartão) nas hospedagens.(Identificar que é Assinante TN no ato da reserva e fazer a apresentação do CARTÃO DO CLUBE no check-in).

Educação Cursos de Idiomas

» CNA INGLÊS DEFINITIVO Unidade I:Av.Hermes da Fonseca,1168 Tirol Tel.:3222.4395 Unidade II:R.Leôncio Etelvino de Medeiros,2835 Mirassol Tel.:3207-8468 Unidade III:Av.Senador João Câmara,134

A cara das férias: dez pistas de boliche, games eletrônicos, fliperama, sinuca e extenso cardápio para agradar

labore a mira, jogue a bola, faça um strike, e depois saboreie uma boa refeição. Em cinco anos de funcionamento, o Dunnas Boliche fez dessa atividade algo comum para muitos natalenses. Gente que se reúne em grupos de amigos, casais e familiares para curtir uma tarde ou noite tentando derrubar os pinos, sem ver o tempo passar. “Sextas e sábados são os dias mais cheios, mas agora com as férias é todo dia”, afirma a proprietária Sílvia Firmino sobre a grande procura do Dunnas. O misto de boliche, bar e lanchonete atrai um público dos 10 aos 50 anos de idade. O local conta com dez pistas de boliche funcionando simultaneamente, em sistema digital, cada uma com monitor de computa-

E

Dunnas Boliche conta com estrutura de lazer e gastronomia para agradar grupos de amigos e famílias que lotam o lugar em todos os fins de semana dor de bordo, onde se registram os pontos dos jogadores. Uma hora de jogo custa R$45 e pode ser dividida em até seis pessoas. Além do boliche, o Dunnas conta também com outras alternativas de lazer, como as mesas de sinuca, games eletrônicos e fliperamas. O ambiente é climatizado. A casa também está com um cardá-

Centro-Parnamirim/RN Tel.:3645-5062 Desc.: 20% à vista ou 15% a prazo nas mensalidades dos cursos de espanhol ou inglês. www.cna.com.br/parnamirim

Desc.:25% à vista ou 20% a prazo nas parcelas dos cursos de inglês e espanhol e promoções para os cursos de informática.Informamos que estamos com novas turmas.

» ESCOLAS FISK Unidade I:Rua Mipibu,365 Petrópolis Tel.:3222.7114 Unidade II:Shopping Via Direta,Mirassol Tel.:3206-2711

» WORD STATION Av.Deodoro da Fonseca,444 Cidade Alta Tel.:3222.7923.Desc.:45% à vista ou 45% a prazo nas mensalidades dos cursos de Inglês e Espanhol.

pio, que diversificou ainda mais as opções. Há petiscos como isca de frango com fritas, kibe com fritas, nuggets, tábua de frios, isca de peixe, queijo à milanesa, entre outros. Há hambúrgueres em diversas receitas, espetinhos, sanduíches naturais, quatro opções em saladas e 14 em pizzas (de carne de sol a atum), crepes doces e salgados, filé com fritas, etc. Para sobremesa, açaí na tigela com várias coberturas. E para beber, de sucos a destilados.

Dunnas Boliche Av.dos Ipês,2685,Neópolis.Tel.:3207-6924.

20%

à vista ou 10% a prazo nos jogos de boliche (não inclui alimentação e jogos eletrônicos).

Cursos Profissionalizantes

» IT CURSOS Unidade 01:Rua:Joaquim Holanda,1825 (Acesso Av.Miguel Castro),Lagoa Nova, Tel.:3222-4866 Unidade 02:Av.Ayrton Senna,1501- Fm Empresarial,Nova Parnamirim,Tel.:3208-0111 Desc.:20% à vista ou 10% a prazo nos cursos das academias da IT Cursos.


4

clube do assinante

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

Domingo | 01 de janeiro de 2012

»MICROLINS

DIVULGAÇÃO

Av.Ayrton Senna,1970 Neópolis Tel.:3207-3727 Desc.:35% à vista ou a prazo em todos os cursos, exceto nos cursos Vip. Preparatório para Concursos

A

»PREMIUM CONCURSOS Av.Senador Salgado Filho,2981 Potilândia Tel.:3234-9923.Desc.:20% à vista ou a prazo nos cursos regulares preparatórios para concursos.

Gastronomia Alimentos Dietéticos

»NUTRE SAÚDE CENTER Rua Ataúlfo Alves,1889 Candelária Tel.:3231.5429 Desc.:10% à vista nos produtos e pratos do dia (alimentação light e diet). Bares e Restaurantes

»CONFRARIA DAS MASSAS Rua:Valter Fernandes,1846,Loja 1,Capim Macio (Ao lado do estacionamento do Favorito) Tel.:3642-1538.Desc.:20% à vista (dinheiro) ou 10% (cartão) em todos os itens do cardápio.

»MARIPOSA – CREPES E SALADAS Rua:Assú,707,Tiro l Tel.:3611-9227 Desc.:10% à vista (dinheiro) em todo o cardápio, exceto bebidas.

»MERCEARIA SANDUÍCHES Rua:Lima e Silva,1549,Lagoa Nova Tel.:3615-6200 Desc.:10% (dinheiro e cartão débito ou crédito) em todo o cardápio,exceto promoções.

»Ó PAI Ó – CULINÁRIA BAIANA Rua:Fernando Barreto,1443,Lagoa Nova Tel.:3234-4250.Desc.:10% à vista (dinheiro) em todo o cardápio,exceto bebidas.

»RESTAURANTE BARRA MARES Av.Cotovelo s/n,Praia de Cotovelo Parnamirim/RN Tel.:3237-2164.Desc.:10% à vista em todo o cardápio.(O desconto é válido havendo consumação de no mínimo uma refeição).

»RESTAURANTE COISAS DA ROÇA BR 304,Km 287 Reta Tabajara Macaíba/RN Tel.:3271-3349/ 9985-8307 Desc.:10% à vista (dinheiro) em todo o cardápio.

»SHOWCOFRUTAS

E

Restaurante ainda conta com visual rústico, e um cardápio que prioriza os frutos do mar entre peixes e camarões

Delícias à beira-mar restaurante Barramares é uma das casas mais tradicionais de Cotovelo, com 15 anos de boas refeições com vista para o mar. O local passou por uma reforma grande há algum tempo, e está sempre melhorando seu espaço para receber uma clientela que é, na maioria, natalense. “Os sábados e domingos, em especial, são os favoritos da clientela da capital”, diz o proprietário Hudson César. O Barramares tem o visual de uma grande barraca de praia, mas com todo o conforto necessário. Atualmente ampliou seus banheiros, trocou o piso, mas conservando o visual rústico. O espaço agora está mais aberto e arejado, com um grande alpendre coberto de palha de carnaúba; uma varanda com vista para o mar, e ainda cerca de 80 mesas que foram postas na areia da praia, com serviço de bar.

O

Barramares é um dos mais tradicionais restaurantes de praia do litoral potiguar, está sob nova administração,e reformou o espaço para receber melhor O cardápio é a la carte, com pratos que podem servir bem de três a quatro pessoas. A cozinha conta agora com um moderno forno combinado, substituindo as carnes na brasa, por um processo mais rápido e saudável. O estilo vai entre o regional e a cozinha praieira. Pode-se começar pelos petiscos, com porções de pastel, casquinho de caranguejo, carne de sol com macaxeira, e caldos (de camarão, caranguejo e peixe). Inclui na lista o caranguejo, tido como um dos melhores da área,

com mã mai se t par mar tá s vas das “ der dad exc Cru enc re”, cipa bele

que sai no coco ou na água e sal. Acompanha pirão, vinagrete e farofa. Entre os pratos de destaque da casa estão o camarão na moranga, a moqueca de camarão, à grega, na nata, à moda (flambado no conhaque, molho pomodoro, e arroz de açafrão), e à Barra Mares (empanado, recheado com creme de queijo e coberto com flocos de castanha); o peixe inteiro (cioba) ao forno; paçoca; escondidinho (de carne ou camarão); galinha caipira; filé ao comandante (grelhado com molho madeira) e à parmegiana, e uma bem servida porção de carne de sol na brasa, entre outras iguarias. Restaurante Barramares Av.Cotovelo,s/n,Praia de Cotovelo,Parnamirim.Tel.:3237-2164.

10%

à vista em todo o cardápio (o desconto é válido havendo consumação de no mínimo uma refeição).

Nov

Av .Engenheiro Roberto Freire,8790 Praia Shopping–Ponta Negra Tel.:9481-6183/ 8893.1366 Desc.:10% à vista (dinheiro) em todo o cardápio.

Presentes e decoração

Óticas »ÓTICA MÁSTER Av.Cel.Joaquim Manoel,615 Loja 02 B-Ed.Harmony Medical Center Petrópolis Tel.:3202-1084 Desc.: 20% à vista (dinheiro) ou 15% a prazo em toda a loja.Parcelamento no cartão em até 10x sem juros.Desconto não cumulativo com nenhuma outra promoção.

Desc.:20% à vista (dinheiro) ou 10% a prazo em toda a loja,exceto produtos em promoção.

»ARTE FINAL Av.Afonso Pena,703 Tirol Tel.:3211-5661 Desc.:20% à vista ou 10% a prazo em todos os produtos.

»MOEDA DE OURO Loja 01:Rua Leonel Leite,1429 Alecrim Tel.:3344.3194.Loja;02 Av.Presidente Bandeira,576, Alecrim Tel.:3613.2744

»MOLDURA MINUTO Av.Engenheiro Roberto Freire,2920 Shopping Cidade Jardim – Loja 49 Capim Macio Tel.:3207-2235 Desc.:20% à vista (dinheiro) em quadros da vitrine, 15% à vista (dinheiro) em serviços de emolduramento e 10% a prazo em até 6x no cartão, parcela mínima de R$50,00.Desconto não

cumulativo com nenhuma outra promoção.

»SONHO MEU PRESENTES Av.Hermes da Fonseca,620 Tirol Tel.3201.1933 Desc.:20% à vista(dinheiro,cheque ou cartão) na confecção de colchas de cama e cortinas (mão-de-obra).

Produtos e serviços Cestas, Presentes e Homenagens ao Vivo

»BR Av.P Tel.:3 (din »GM Rua Tel.: Des prod Dec


clube do assinante

Domingo | 01 de janeiro de 2012

AÇÃO

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

Estilo em três listras famosa ‘marca das três listras’ ainda é um símbolo de juventude, arrojo e estilo, mesmo já contando com 90 longos anos de mercado. A alemã Adidas é uma das grifes esportivas mais populares do mundo, e acabou por se tornar parte do vestuário do dia-a-dia, para variadas ocasiões. A loja oficial da marca abriu há dois anos em Natal, e está sempre mandando novidades exclusivas para os adeptos da boa e velha Adidas. São mais de 40 lojas no Brasil. “Apesar de muitas lojas diferentes venderem Adidas, aqui nós temos as novidades em primeira em mão, algumas com exclusividade”, afirma o gerente Karllus Cruz. A versatilidade de artigos da loja a encaixa no modelo de “performance store”, que oferece um pouco de tudo – principalmente para desportistas. No estabelecimento há de camisas de futebol (al-

A

Loja oficial da marca alemã Adidas oferece uma série de artigos exclusivos para a prática de esportes ou para vestir no dia-a-dia,com a qualidade da empresa gumas bem novas, como as da Escócia e Alemanha) até artigos para academia, bonés, meias, relógios e óculos esporte. O segmento esportivo é contemplado com artigos que utilizam as tecnologias modernas do mercado. Isso pode ser visto na variedade de tênis (para malhar ou correr), de opções para natação (sungas, maiôs e óculos), tênis (raquete e viseira), ciclismo (tênis, roupa e até squeeze, a garrafinha para pôr na bicicleta), futebol (bola, chuteira), entre outras. Está em alta no momen-

to a camisa e short ‘techfit’, as malhas segunda pele com alta compressão. Há até uma linha feminina específica para yoga, ginástica, corrida e dança, chamada ‘Adilibria’. Quando se fala em Adidas, também vem junto a questão do estilo. A marca tem uma série de opções no segmento têxtil, de roupas casuais para o cotidiano, entre camisetas pólo ou básica, bermudas, cuecas, sandálias, e vestidinhos – tudo na chamada linha ‘originals’, ou seja, aquela que usa elementos antigos, ‘vintage’. Há outros acessórios, como bolsas femininas, mochilas para várias ocasiões, e carteiras para homens. Adidas Av.Bernardo Vieira,3775,Midway Mall Tirol, terceiro piso,.Tel.:3611-9881.

20%

à vista ou cartão (parcelado em até 10 X sem juros) em toda a loja, exceto promoção e acessórios (bonés, meias, óculos e relógios). JUNIOR SANTOS

»CEIÇA FLORES Av.Eng.Roberto Freire,2895 Nordestão Cidade Jardim Tel.:3217-2755 Desc.:20% à vista (dinheiro) em toda loja (não inclui entrega em domicílio). »ESTÂNCIA FLORICULTURA Av.Campos Sales,465 Petrópolis Tel.:32011705/ 9987-8706 Desc.:20% à vista em toda loja (não inclui entrega em domicílio). »GIRASSOL FLORES E JARDINS Av.Rui Barbosa,13 Morro Branco Tel.:3211-0660 Av Eng Roberto Freire,3039 Capim Macio Tel.:3217-6278 Desc.:20% à vista nas flores naturais. Fotografia, Filmagem e Acessórios

»FAFÁ NOBRE STUDIO R.Inconfidentes,4778 Conjunto Pirangi II etapa Tel.:3217-3804/9981-5640 Desc.:20% à vista no poster infantil,book infantil e book para grávidas. www.fafanobre.com.br »ITALY COLOR R.Cel.Milton Freire,2865,Lj.06,Cidade Jardim, Por trás do Nordestão do Cidade Jardim Tel.:3217-9098.Desc.:15% à vista nos serviços fotográficos e 10% à vista nos produtos. Lavanderias

anha

»LAVANDERIA PRIMAVERA Av.Rui Barbosa,28 Morro Branco Tel.:3222-9697 R.Princesa Isabel,821 Centro Tel.:3222-6513 Av.Jaguarari,5085 Lagoa Nova Tel.:3606-0827 Desc.:20% à vista na lavagem a seco e lavagens especiais (cortinas,estofados, tapetes) e revitalização de artigos em couro. Delivery grátis a partir de R$80,00.Desconto válido em todos os pontos de atendimento.

ão o arão, corão), creastaoca; inha moserntre

Papelaria e Livrarias

»RELLICARIUM – PAPELARIA E PRESENTES Av.Afonso Pena,628 Loja 5 Petrópolis Tel.:3211-2300.Desc.:20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja. »UNIVERSITÁRIA PAPELARIA Av.Rio Branco,590,Cidade Alta Tel.:3211.2727 Desc.: 15% à vista em toda a loja.

2164.

o .

Novidades em primeira mão, entre tênis, camisetas, bermudas, bolsas, vestidos, e demais artigos para esportes em geral

Roupas, bolsas & acesórios

Bijuterias e Acessórios

33 a e-obra).

s

5

»BREAKFAST SABOR DE CARINHO

»IDEARTE

Av.Paulistana,2113 Panatis 1 Tel.:3214-3521/9987-4450.Desc.:20% à vista (dinheiro) nas cestas de café da manhã.

Av.Jaguarari ,1815,Lagoa Nova Tel.:3213-8245 Av.Prudente de Morais,1836 Tirol Tel.:3201-3678 Desc.:20% à vista em todos os serviços.

Desc.:20% à vista em todos os produtos e serviços (Limpeza e consertos de sapatos,tênis, bolsas,cintos,ajustes em roupas, bainhas,etc.)

»ITALY PRATA Av.Eng° Roberto Freire,8790,Praia Shopping, Loja C-06,Ponta Negra.Tel.:3219-2180 Desc.:20% à vista (dinheiro) ou 10% à Prazo em toda a loja (exceto promoções).

Floriculturas e Paisagismo

»GM SOM E HOMENAGENS Rua Jandira,809 Bairro Nordeste Tel.:3654-1088/3082-0029. Desc.:20% à vista (dinheiro) em todos os produtos e serviços. Decoração de Festas

Consertos e Ajustes

»SAPATARIA DO FUTURO Loja I:Av.Senador Salgado Filho,2190 Loja 01 Portugal Center Tel.:3234-1995 Loja II:Shopping Cidade Jardim,Loja 20 Tel.:3217-7527

»ART PLANTAS Av.Ayrton Senna,s/n Nova Parnamirim (Próximo ao Colégio Salesiano Dom Bosco) Tel.:3608-4736 Desc.: 20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja.

»TIÊ BIJUTERIAS E PRESENTES Shopping Via Direta,Loja 892,Mirassol Tel.:3206-3850.Norte Shopping,Loja 220, Potengi Tel.:3674-8450 Shopping Cidade Jardim – Tel:3217.9850 Desc.:20% à vista (dinheiro ou vencimento cartão) em toda a loja.


6

clube do assinante

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Bolsas, Calçados e Acessórios

»BAGAGERIE – BOLSAS,MALAS E ACESSÓRIOS Midway Mall loja 144 A 1º piso,Tirol Tel.:3646-3515 Natal Shopping loja 113,Candelária Tel.:3206-8109 Desc.:20% à vista (dinheiro) nas linhas escolares infantis (exceto produtos em promoção).

Versatilidade para o verão ADRIANO ABREU

»LE POSTICHE Midway Mall lojas 272/272 A 1º piso,Tirol Tel.:36463240.Desc.:20% à vista (dinheiro) nas linhas escolares infantis (exceto produtos em promoção). Moda Feminina BÁSICA MODA FEMININA R.Anibal Brandão,Galeria Tânia Pereira,Loja 361D, Nova Parnamirim (Na lateral do Salesiano Dom Bosco) Tel.:3208-4091 Desc.:20% à vista (dinheiro) em toda a loja, exceto promoções.

»CONSUMISS STORE Av.Prudente de Moaris,3857,Shopping Natal Sul, Loja 022,Lagoa Nova Tel.:3213-2306 Desc.:20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja. »DUETO MODA FEMININA Av.Jaguarari 1875,Jaguarari Center Loja 13 Lagoa Nova Tel.:3213-2306 Desc.:20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja. A loja prioriza peças únicas e exclusivas entre vestidos, blusas, calças jeans e alfaiataria, saias, bijuterias e acessórios

»MALUG ROUPAS E ACESSÓRIOS Av Romualdo Galvão,2100 Loja 06 Lagoa Nova Tel.:3206-4804.Desc.:20% à vista (dinheiro) ou 10% a prazo em toda a loja.

» ZULLYS Av.Amintas Barros,2909 Loja 02 Lagoa Nova Tel.: 3606-0343.Desc.:20% à vista (dinheiro) ou 10% a prazo a toda a loja. Moda Masculina

»O GORDO - TAMANHOS ESPECIAIS Shopping Via Direta,loja 217 Mirassol Tel.:32343547.Desc.:20% à vista (dinheiro) em toda a loja.

»ON-LINE FOR MEN Shopping Via Direta,loja 429 Mirassol Tel.:3234-0564 Desc.:20% à vista (dinheiro ou vencimento do cartão) em toda a loja,exceto promoções. »PIRINEUS Shopping Via Direta,loja 209 Mirassol Tel.:3206-2303 Desc.:20% à vista (dinheiro) em toda a loja.

»SCHALK Rua:Trairi,654,Loja 01,Petrópolis Tel.:3212-1123 Shopping Via Direta, Mirassol Tel.:3226-0776 Av.Eng° Roberto Freire,2920,Shopping Cidade Jardim,Loja 31,Capim Macio Tel.:3217-3521 Av.Eng° Roberto Freire,8790,Praia Shopping,Loja 018,Ponta Negra Tel.:3219-2432 Av.Dr° João Medeiros Filho,2395,Norte Shopping, Loja 214,Potengi Tel.:3214-5358 Av.Piloto Pereira Tim,2756,Loja 03,Monte Castelo/ Parnamirim Tel.:3272-0087 Desc.:20% à vista (dinheiro) em toda a loja. Moda Unissex

verão está mais versátil, colorido e confortável que nunca, quando o assunto é o que vestir. As vitrines da loja de roupa feminina Consumiss Store já estão refletindo essas tendências. Apesar de ainda ser uma novata no mercado natalense – a butique abriu em setembro deste ano – já está sintonizada com a moda que as mulheres da capital gostam de usar. A Consumiss é uma loja de multimarcas, que atende a um segmento voltado para roupas do dia-a-dia que podem ser usadas em diversas ocasiões. “Acredito que trabalhamos um vestuário versátil, sendo que muita coisa dos anos 80 está de volta”, analisa a proprietária Raiane Pereira. Ela também enfatiza o fato de a loja priorizar peças exclusivas, únicas, para que não se repita entre a clientela. “Temos todos os estilos, do jeans des-

O

Consumiss Store é uma loja de multimarcas voltada para o público feminino, para os mais diversos estilos e ocasiões pojado a peças mais clássicas”, afirma Raiane. Os vestidos e as saias, por exemplo, estão mais longos, como dita a moda da estação. Cores vivas e muitos apliques de brilhos com paetês voltaram à tona. Destaque para o forte ‘azul Klein’. As blusas continuam exibindo apliques e elementos em renda. A proprietária ressalta que o estilo ‘color block’ continua em evidência, ou seja, pode misturar as diferentes cores fortes sem medo de errar. As calças jeans estão mais simples e limpas, sem apliques e lavagens exageradas.

Apesar do básico estar forte, também há opções em calças skinny (vieram para ficar) ou as mais largas. A Consumiss também conta com dicas em bijuterias, como as feitas com pedras naturais, valorizando a peça. Há brincos, muitas pulseiras e colares; peças grandes são tendência. Pulseiras de couro com pedras, strass, miçangas, metal, tecido, trançadas, com pingentes, finas, grossas, etc. A tendência é misturar, não importa o material. Para calçar, as dicas são as sandálias ‘espadrilles’, em saltos de material rústico. Elas estão adorando. Consumiss Store Av.Prudente de Morais,3857,Shopping Natal Sul,loja 022,Lagoa Nova.Tel.:3213-2306.

20%

à vista ou 10% a prazo em toda a loja.

»GARAGEM 303 Av.Deodoro,303 Petrópolis Tel.:8821-1322 Desc.:20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja, exceto produtos em promoção.

Unicenter Lagoa Seca Tel.:3223-5002 Desc.:20% à vista ou 5% a prazo em toda a loja.

Mall,Loja 323,2° Piso Tel.:3646-3050.Desc.: 20% à vista em toda a loja,(Exceto promoção.)

Moda Praia Unissex

Moda Esportiva

»TISSAGE – MODA MASCULINA E FEMININA

»FIO A FIO

Av.Sen.Salgado Filho,2190 Portugal Center Loja 11,Lagoa Nova.Tel.:3234-5017 Desc.:20% à vista (dinheiro ou débito) em toda a loja.

Loja 1:Av.Engenheiro Roberto Freire,2920 Shopping Cidade Jardim,Loja 27 Capim Macio Tel.:3217-7966 Loja 2:Av.Engenheiro Roberto Freire,8790 Praia Shopping,Loja G8,Ponta Negra Tel.:3236-3123 Loja 3:Av.Bernardo Vieira,3775,Tirol Midway

»VESTALE COLECTION Av.Prudente de Morais,2936 Loja 07 Shopping

nova ADIDAS Av.BernardoVieira,3775,MidwayMall,3°Piso,Tirol Tel.: 3611-9881.Desc.:20% (dinheiro/ cartão)em toda a loja,parcelado em até 10x sem juros,exceto promoção e acessórios (bonés,meias,óculos e relógios).


clube do assinante

Domingo | 01 de janeiro de 2012

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

7

ADRIANO ABREU

Saúde Academias e Clubes

»AABB – Natal Av.Hermes da Fonseca,1017 Tirol Tel.:3211-4412 Desc.:20% à vista na adesão para sócio e nas mensalidades das seguintes atividades esportivas (para assinantes não sócios): basquete,dança,futebol,futsal,ginástica, handball,hidroginástica,karatê,musculação, natação,tênis,voleibol.

»AGEM ACADEMIA R.Conselheiro Lafayete ,2837 Conj.Pirangi 1ª Etapa Neópolis Tel.:3217.5586 Desc.: 20% à vista (dinheiro) em uma das modalidades - ginástica aéro-local, Musculação,jump e spinning

»ACADEMIA DE KUNG FU SHAO LIN R.Luzia Bezerra,244 Rosa dos Ventos Parnamirim Tel.:9153-5515/ 8809-5296 Desc.:20% à vista nas três primeiras mensalidades e isenção da taxa de matrícula (kung fu tradicional,boxe chinês e Shuai Shiao).

»AERO FOOTBALL CENTER Av.Hermes da Fonseca,1400 Tirol Tel.:3221.1408 Desc.:25% à vista na escolinha de futebol e 10% à vista na locação de quadras e no futebol para executivos.

»SPK – OFICINA DO MOVIMENTO E ESTÚDIO R.Raimundo Chaves,1912,Candelária Tel.: 3234.0581.Desc.:20% à vista (dinheiro) na 1ª mensalidade da oficina para crianças de 03 à 13 anos de idade.

» TUAREG – Kasa do Oriente (Dança do Ventre) R.Praia de Alagamar,2170 Ponta Negra Tel.: 3219-0029.Desc.:20% à vista nas aulas da dança do ventre. »TUTUBARÃO Av.Nascimento de Castro,954,Dix-Sept Rosado Tel.: 3223-5594/ 3223-5599.Desc.: 20% à vista (dinheiro).Com 1 mensalidade o cliente pode fazer as 4 (quatro) modalidades:natação, hidroginástica,musculação e ginástica.Exceto fisioterapia e hidroterapia. Artigos Terapêuticos

» MAKTUB

Fio a Fio tem opções em biquínis,maiôs,sungas,shorts,bonés,chapéus,camisetas e vestidos com um desenho próprio

Estilo ensolarado da estação M oda praia é quase como roupa para o dia-a-dia em uma cidade cujo sol brilha o ano todo, as temperaturas estão sempre altas e o mar é eternamente convidativo. Foi assim que a Fio a Fio estabeleceu sua marca no mercado local, há 24 anos. A loja não trabalha apenas biquínis, maiôs e sungas, mas também shorts, bonés, camisetas, vestidos e roupas de ginástica, além de uma linha para homens, crianças e mulheres grávidas. A moda para as praias se mantém como o carro-chefe da Fio a Fio. A grife traz sempre novidades em tendências, cores e cortes. A moda para a estação traz muitas peças com estampas florais e também com listras. Os tamanhos, no geral, estão maiores, mais largos, tipo shortinho. O biquíni com bojo, favorecendo o busto, é um eter-

Grife natalense de moda praia Fio a Fio renova a coleção e mostra suas opções para a estação mais quente do ano

no sucesso – com ou sem alça (opcionais). As mais ‘cheinhas’ e senhoras recorrem mais aos maiôs e aos ‘sukinis’. Clássicos como o fio-dental, por exemplo, nunca deixam de sair. A empresa foi a primeira no Estado a deixar que a cliente comprasse as peças em separado, respeitando suas diferenças de busto e quadril. Para os homens, também muito estilo. Além das sungas e do sungão, também foi criada uma alternativa para os

Shopping Via Direta,Loja 824 Mirassol Tel.3234-1897 Desc.: 20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja.

»FÊNIX AROMAS (Aromaterapia,Florais Saint Germain e Artigos Fitoterápicos) Av.Engº Roberto Freire,2925 Capim Macio Tel. 3207-3600.Desc.: 20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja,exceto florais e chás. Cabeleireiros FRANK CENTRO DE BELEZA Av.Romualdo Galvão 779,Tirol Tel.:3211-1134 Desc.:20% à vista na cauterização,manicure, pedicure,depilação e escova.

»SHOP HAIR Av.Senador Salgado Filho,3684 Candelária (ao lado do Natal Shopping) Tel.:3231-1701 Desc.:20% à vista ou 10% a prazo na hidratação comum,coloração Matrix e mechas.Nos demais serviços 10% à vista (exceto estética). Clínicas de Fisioterapia Respiratória »FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA PEDIÁTRICA Rua Tomaz Matias II,156 Nova Parnamirim Parnamirim/ RN Tel.:3608.0596 / 8816.2989.Desc.:20% à vista(dinheiro) nas sessões realizadas.Atendimento 24H de domingo a domingo e por hora marcada.

Clínicas Terapêuticas

»CIRP – Centro Integrado de Reeducação Postural Rua Coronel Costa Pinheiro,1522,Tirol Tel.: 3211.6016.Desc.: 20% à vista nas sessões de pilates para reabilitação e fitness,RPG, osteopatia,terapia manual,fisioterapia dermato-funcional,reabilitação cardíaca e pulmonar e fisioterapia para gestantes. »CLÍNICA MÁRCIA ORTIZ (Atividades aquáticas e psicocorporais) Av.Passeio dos Girassóis,2562 Mirassol Tel.:3231.1727 /9481.2979 Desc.:20% à vista em todos os serviços,

mais acanhados, a ‘sunga-short’: a peça tem as laterais largas para valorizar melhor o contorno do corpo. Os tecidos em lycra garantem a durabilidade. A loja dispõe ainda de cuecas, bermudas e camisetas, tudo na medida para o eterno verão natalense. As peças da Fio a Fio são todas de criação e fabricação próprias – apenas com alguns serviços terceirizados. “Um diferencial nosso, é que sempre demos oportunidade para o cliente personalizar as peças”, ressalta o proprietário Luiz Felipe.

Fio a Fio Av. Bernardo Vieira, 3775, Tirol, Midway Mall (loja 03),segundo piso.Tel.:3646-3050.

20%

à vista em toda a loja (exceto promoções).

incluindo a avaliação.Desconto válido para alunos novatos e em um contrato mínimo de 03 meses. www.marciaortiz.com.br

» ESPAÇO CORPOMENTE Rua Mipibu,338 Petrópolis Tel.:3221-5502 Desc.:20% à vista nas terapias.Yoga, massoterapia oriental (shiatsu,ayurvedica,etc), psicoterapia corporal em biossíntese,terapias da respiração,hidroterapia,relaxamento e meditação,drenagem linfática manual, fisioterapia,bamboterapia,programa de combate a celulite e aumento do tonos musculares e pilatos (com e sem aparelhos).


clube do assinante 8 Domingo | 01 de janeiro de 2012 Natal • Rio Grande do Norte

Um espaço para lazer e esportes DIVULGAÇÃO

A sede natalense do clube da AABB mantém uma diversificada programação para todas as idades iversão central com qualidade e tradição. Há 66 anos, a versão natalense do clube da AABB traz uma série de atividades que mantém a sociedade local em movimento – literalmente. A sede investe na combinação entre lazer e esporte, desenvolvendo opções que atende a pessoas de variadas idades. Para relaxar, festejar ou manter o corpo em forma, há um pouco de tudo. A própria estrutura da AABB já é convidativa. O local dispõe de uma piscina olímpica com direito a um parque aquático infantil. Há dois ginásios, dois campos de futebol (para crianças e adultos), três salões de festa climatizados, e duas palhoças para eventos, cada uma com serviço de bar. Logo mais será inaugurada a nova sala para musculação e ginástica, com aparelhos novos. O gerente Ricardo Freitas destaca a importância das escolinhas no clube. “Os pais vêm matricular seu filhos e acabam decidindo fazer uma ativi-

D

Depilação, Estética e Beleza

»CLINOPÉ Rua Romualdo Galvão,2189,Lagoa Nova Tel.:3234-1703.Desc.:20% à vista (dinheiro) Nos serviços de Podologia.

Clube tem estrutura convidativa para diversão no fim de semana, música, e prática de atividades esportivas diversas

dade também”, afirma. A série de atividades é sortida, com hidroginástica, karatê, muay-thai, basquete, vôlei, futsal/futebol, natação, pilates, dança de salão, tênis de mesa, ginástica, musculação, entre outros. As escolinhas são a partir dos sete anos de idade, e natação a partir dos dois. O clube também conta com uma agita-

da programação social. Todas as sextas têm happy hour com samba de raiz, das 20 às 22h30; aos sábados e domingos, mais samba das 12 às 16h; e aos domingos, um bufê de almoço. Também são famosas as colônias de férias. A próxima está programada para janeiro, de 09 a 20. Em dias de jogos importantes na televisão, muita gente vai pra AABB. É point.

Parque das Dunas Tel.:4005-0505.Desc.:20% à vista (dinheiro) em todos os serviços do salão e SPA (massagem – tratamento corporal e facial, manicure e pedicure,depilação,corte,escova, penteado,maquiagem e química).

Desc.: 20% à vista (dinheiro ou cheque) na manipulação de fórmulas (ou produtos manipulados)

Estamparia e Bordados

»ROSE ESTÉTICA

»YES COSMÉTICS – ALECRIM Av.Coronel Estevam,1141,Alecrim Tel.:3211-6216 Desc.:30% à vista ou 10% a prazo nas deo-colônias, cosméticos e maquiagens.(exceto para revendedoras).

Av.Prudente de Morais,3857 Loja 22 Shopping Natal Sul-Lagoa Nova Tel.:3234-1996.Desc.:20% à vista em todos os serviços (massagem,peeling, depilação,banho de lua,coloração,corte,escovas (vários tipos),manicure,pedicure e etc).

»STAMP SERVICE Shopping Via Direta,loja 254 Mirassol Tel.:3231-1050 Desc.:20% à vista (dinheiro) em todos os serviços.

Veículos

Perfumaria, Cosméticos e Drogarias

Acessórios para Carros

»SPA PRATAGY E SALÃO FINA FLOR

»SOLUI FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO Rua Apodi,559 Tirol Tel.:3222-1900/3222-1901

»DOM CAR PEÇAS & SERVIÇOS

Av.Senador Dinarte Mariz,4077,Via Costeira-

Av.Alexandrino de Alencar,1112 Lagoa Seca Tel.:

AABB Natal Av.Hermes da Fonseca,1017,Tirol.Tel.:3211-4412.

20%

à vista na adesão para sócio e nas mensalidades das seguintes atividades esportivas (para assinantes não sócios): basquete, dança, futebol, futsal, ginástica, handball, hidroginástica, karatê, musculação, natação, tênis, voleibol.

3211.7501/3222.8611. Desc.:15% à vista nas peças. Troca de Óleo, Lava Jato e Revitalização de Pintura

»CAR SERVICE J.MARQUES Loja 01:Av.Presidente Bandeira,975 Lagoa Seca Tel.:3223-6338/9980-3535 Desc.:15% à vista (dinheiro) Na troca de óleo, lava jato e polimentos,(exceto promoções). Loja 02:Estacionamento do Hiper Bompreço Cidade Jardim Tel.:3207-1305/8855-1961 Desc.:15% à vista Lavagem Ecológica (Sem água) e Polimentos.(dinheiro) em todos os produtos e serviços (exceto promoções).


Tribuna do Norte - 01/01/2012