Issuu on Google+

» OS CLASSIFICADOS DA TRIBUNA CIRCULAM HOJE COM 2.522 ANÚNCIOS E 16 PÁGINAS

Ano 63 • Número 214 • Domingo, 01 de dezembro de 2013

FUNDADOR: ALUÍZIO ALVES - 1921 - 2006 EXEMPLAR DO ASSINANTE DIVULGAÇÃO

Aeroporto

Estreias no bom humor e drama

Alysson Paolinelli, do Inframérica, espera incentivos do Governo

Atriz e cantora, Sophia Abrahão (ao lado) é mais conhecida como uma das ex-Rebelde, mas agora se prepara para estreiar em horário nobre com um papel na novela “Amore a Vida”. A volta de “Junto & Misturado” e a estréia de “Divertics” também marcam uma nova fase revista da dos programas humorísticos nas tarde de domingos da Globo. « PÁGINAS 3, 6 E 7 »

« ECONOMIA 7 » ADRIANO ABREU

Vida digital

Patrícia Peck e a responsabilidade dos pais e da escola diante da Internet

EXEMPLAR DO ASSINANTE

A redução do tempo semanal em sala de aula, de 30 para 20 horas, agravou a falta de professores para várias disciplinas. Na escola estadual “Winston Churchill” faltam 13 professores. « NATAL 1 E 2 »

« POLÍTICA » Procurador quer incluir Betinho na lista de infiéis

Entrega dos prêmios Top Natal 2013 na noite de festa para as marcas vencedoras « ESPECIAL 1 A 4 »

tv

« NATAL 9 »

« EDUCAÇÃO » Escolas chegam ao fim do ano com falta de professores

Empresas

Exportação mineral do RN beneficia vizinhos « NEGÓCIOS » As exportações de minério produzido no Rio Grande do Norte cresceram 46,8% entre janeiro e

outubro deste ano, em comparação com o mesmo período de 2012, totalizando R$ 27,6 milhões em tungstênio, caulim, quartzitos, granito e ouro. A falta de logística local, no entanto, faz com que o produto saia do país através de portos do Ceará, Pernambuco e Paraíba. A Susa Mineração tentou exportar pelo Porto de Natal, mas teve que cancelar a operação e envia, todos os meses, 35 mil toneladas de minério de ferro para o porto de Cabedelo (PB). O custo de transporte chega a ser o dobro e diminui a competitividade do minério potiguar. « ECONOMIA 1 E 3 »

Um campus universitário em constante expansão DANTAS JÚNIOR

O procurador regional eleitoral, Paulo Sérgio Rocha, pediu à Procuradoria Geral da República a inclusão do deputado Betinho Rosado (PP), ex-DEM, na lista da infidelidade partidária. « PÁGINA 3 »

« TRANSPORTE » Polícia registra quatro ataques a veículos alternativos Na madrugada de sábado (30), dois veículos foram queimados e outros dois alvos de tiros e pedradas. Polícia vai pedir perícia ao Itep para prosseguir investigação dos atentados. « PÁGINA 7 »

90

TOTAL DE PÁGINAS DESTA EDIÇÃO: páginas

FALE CONOSCO: PABX: Redação:

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte investiu R$ 300 milhões em infraestrutura nos últimos dez anos. O Campus Central (acima) aumentou em 40% a área construída (são 280 mil metros quadrados) e chegou a um ponto de saturação. A saída, para novas obras, é verticalizar. « NATAL 3 »

Assinaturas: 4006-6100 Venda avulsa: 4006-6113 Comercial:

4006-6111 Classificados: 4006-6103 Circulação: 4006-6173 Reclamações:

4006-6161 4006-6103 4006-6111

esportes

geral

ABC e América falam sobre erros de 2013

Exortação do Papa reforma a Igreja

Rivalidade à parte, ABC e América relembram os erros cometidos na temporada de 2013 e falam sobre o planejamento para 2014. « ESPORTES 2 »

Exortação Apostólica do Papa Francisco surpreende vaticanistas pelo alcance das reformas propostas na prática evangelizadora da Igreja. « PÁGINA 11 E 12 »

SITE: www.tribunadonorte.com.br REDAÇÃO (pauta): pauta@tribunadonorte.com.br

NO FACEBOOK

facebook.com/tribunarn

NO TWITTER

@tribunadonorte

PREÇO DESTA EDIÇÃO:

R$ 2,50


2

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Jornal de WM WODEN MADRUGA [ woden@terra.com.br ]

Leitura poética de Navarro

Dezembro começa bem, não somente porque começa num domingo – mês de cinco generosos domingos – mas também porque chegam notícias de chuvas alvissareiras molhando o sertão distante do oeste de Pernambuco, divisas com o sul do Piauí e o noroeste da Bahia. Para os antigos as primeiras chuvas anunciadoras do inverno do semiárido nordestino começam por ali . E por estas bandas literárias daqui, o começo de dezembro nos dá um bom presente, digno de papai noel inteligente. Terça-feira, 3, acontece uma “Leitura Poética de Newton Navarro”, na Academia Norte-Rio-Grandense de Letras, parceria com o Conselho Estadual de Cultural e a Editora da UFRN. Haverá também lançamentos de livros. Sai uma nova edição, a terceira, do primeiro livro de contos de Newton Navarro, O solitário vento do verão. O segundo livro reúne poemas e crônicas: Sete poemas quase inéditos & Outras crônicas não selecionadas. A organização do livro coube ao poeta Paulo de Tarso Correia de Melo e ao cronista e ilustrador Gustavo Cabral. Capa e ilustrações de Navarro. O terceiro livro, Saudade de Newton Navarro, foi organizado por Ângela Almeida (jornalista, fotógrafa e doutora em Ciências Sociais), Gustavo Sobral e Helton Rubiano, jornalista e editor da Editora da UFRN. Este Saudade de Newton Navarro, cuja capa reproduz uma fotografia do poeta numa explosão de alegria, reúne depoimentos de amigos e companheiros de Navarro (são 14), obtidos através de entrevistas feitas por Ângela, Gustavo e Helton. Na orelha, assinada Helton Rubiano, está escrito: “Este livro é tecido pelo fio da saudade. Trata-se de recordações de um norte-riograndense que marcou o tempo com sua arte e com sua forte presença no cenário da cultura potiguar (...) Os textos são fruto de entrevistas transcritas e editadas. O sujeito entrevistador foi apagado (está ausente, porque ele é você, leitor, para quem os amigos contam Newton).

Osentrevistados sãoMariaEmília Wanderley, Taciano Arruda, Vicente Vitoriano, Marlene Gouveia Galvão, Dorian Gray Caldas, Iaperi Araújo, Marcelo Fernandes, Tarcísio Gurgel, Antônio Marques, Ticiano Duarte, Lenine Pinto, Jurandyr Navarro, Paulo de Tarso Correia de Melo e este orador que vos fala. Maria Emília Wanderley começa o seu depoimento, assim: “As mulheres não frequentavam muito a noite naquele tempo, mas comigo não tinha isso, eu ia acompanhada de meu marido, Berilo Wanderley. Berilo trabalhava na redação da ‘Tribuna do Norte’, na Ribeira, e de lá íamos para o Nemésio. Nemésio, na verdade, era o bar Granada, ‘point’ na cidade. A boemia toda, a turma do jornal em peso, se encontrava em Nemésio. Umpapomaravilhoso!Íamossempre, chegávamos cedo, pedíamos a nossa bebida, encontrávamos os amigos,inclusiveNewton.Umanoite cheguei num vestido vermelho deslumbrante, sentamosecomeçamos a tomar um drinque e outro. A noitepassavaeláparaastantaschegou Newton completamente embriagado.Newtoneramuitoenvolvente, um poeta nato, e nesta noite passou por mim e, ao me ver de vermelho, sussurrou no meu ouvido, nunca esqueci: “Maria Emília você é o poema encarnado de Berilo”.

opinião

Questão Shakespeariana AGNELO ALVES Jornalista - Espaço Livre

título acima e o artigo abaixo são de autoria do confrade Bira Rocha, que transcrevo na íntegra para meus leitores deste domingo. “Há exato um ano Natal encontrava-se num verdadeiro caos. O lixo acumulado nas ruas esburacadas e o desmantelo dos serviços públicos municipais empalideceram as comemorações tradicionais do fim de ano. Nem Papai Noel quis dar o ar da graça na cidade. Com Micarla de Souza afastada do cargo a capital do estado teve quatro prefeitos em pouco mais de um mês. As esperanças da população estavam depositadas na nova gestão, que se iniciaria em janeiro, sob o comando do prefeito eleito Carlos Eduardo Alves. Após empossado e confirmando o abacaxi que teria pela frente, Carlos estipulou um prazo de 200 dias para recolocar a

O

Brum

cidade nos eixos e normalizar a vida de seus habitantes. Esse prazo passou e ao menos no que se refere aos serviços básicos as coisas parecem ter sido reordenadas. O caos ficou para trás. Sou frequentador habitual da residência do deputado Agnelo Alves, pai do atual prefeito. Na última visita que fiz à família, na semana passada, tive a oportunidade de manter uma conversa com Carlos Eduardo. Ele lembrou o caos que encontrou e as dificulda-des infindáveis que teve que superar. Quando projetou o futuro de sua gestão, porém, o prefeito era puro entusiasmo. Com os olhos brilhando, Carlos me enumerou uma série de obras e ações que vem desenvolvendo e lançou uma promessa: depois de implantados os projetos que estão em andamento, a história de Natal ficará dividida entre o “antes e o depois” de sua atual gestão. Carlos já passou pela prefeitura de Natal em duas outras

Quando projetou o futuro de sua gestão, porém, o prefeito era puro entusiasmo” oportunidades, mas só agora, segundo ele, está tendo condições de concretizar os sonhos que não conseguiu realizar no passado. O prefeito se referia aos recursos a que a capital potiguar terá acesso por conta das obras de qualificação ligadas ao projeto da Copa Fifa de 2014 por ser uma das cidades sedes. Ele disse que já estão contratadas obras no valor de R$ 1,2 bilhão. É, realmente, um volu-

Cartas

[ www.rabiscosdobrum.zip.net ]

Cláudia Regina Pobre justiça brasileira; perde um tempo absurdo com certos casos, enquanto existem milhares de processos travados para serem vistos.

relter.costa@gmail.com

Pesquisa IBGE Qual o futuro sem crenças, valores e educação? Será a ausência da célula mãe da sociedade? O governo paternalista que dá o peixe antes de ensinar a pescar? Diante disso como ficamos? Com certeza refém da falta de obrigações dos governantes medíocres que a cada dia proporcionam o aumento da violência.

Beco da Lama Em Sete poemas quase inéditos & Outras crônicas não selecionadas estão reunidas 58 crônicas. Em algumas delas, o leitor acompanha Newton Navarro em suas andanças por Natal, lírica deambulação, como esta caminhada pelo Beco da Lama: “Cantar-temesmoemprosa,Beco da Lama. Na Rua Vaz Gondim, desfigurada e falsa. Mas, beco, tão somente, e para que mais isso? Beco é tão mais humano, tão mais vida, tão mais sentimento. Corrias paralelamente ao centro maior da cidade,queeraaavenidaRioBranco.Tão próximos e tão diversos! Dos frontões soberbos da avenida restou-te sempreasombra,oladoescuro,aalmanublada.Quantaáguaesverdeadaeescuranãocorreusobretuaspedras tortuosas! Chamava-te por isso “da lama”, como se não fosse tão somente a porta estreita por onde o mundo maior da rua deixava sair,

nas madrugadas, os desesperos, a angústia,osuoreaslágrimas,enfim o lixo dos dias fartamente vividos. Canto-te com amor de amante eamigo.Fostedomeutempodemenino.Tempoido,quandoabrigavas tanta gente que passou. Lembro o salãozinho do “jogo do bicho” do seu Campos.AsduasportasaltasdoCel. Felinto Manso, ele sentado todo de branco, no seu bureau amarelado. Depois a oficina de mestre Monteiro,ondetantasvezesmeupaitrabalhou em horas de férias. Mais para lá,portashumildesdefunileiros,sapateiros,pequenosalfaiates.Erahumildeesimples.Sabiaguardarossegredos e os erros da rua maior. Quantasnoitesdeabrigonãodestes aos bêbados mais abandonados e escondestes amantes subversivos? Lembro certa lua que vi debruçada sobreosquintaisquetemargeavam. Talvez a mais pura claridade que já me cobriu neste mundo”

Da arte dos sonetos Pelas noites avançadas três poetas usam o telefone para cambiar informações e aí falam sobre poesia e artes afins. Trocam desafios, apimentam provocações. Os três reis magos são Sanderson Negreiros, Paulo de Balá Bezerra e Alex Nascimento. Inventam e reinventam sonetos. Suas fontes vão de Luís de Camões a Augusto dos Anjos, passando por Antero de Quental, Manuel Maria du Bocage, Cesário Verde, Mário de Sá-Carneiro, Fernando Pessoa, Machado de Assis, Gregório de Matos, Gonçalves Dias, Castro Alves, Raimundo Correia, Olavo Bilac, Auta de Souza, por aí. O creme do creme. Madrugada dessas, indo pela rua São João, em Lagoa Seca, subi na mansarda de Alex Nascimento. Conversamos surrupiei do birô do poeta este soneto que é uma prova dessa triangulação: Paulo Balá e Sanderson Negreiros Me ligaram no pé da madrugada Pra me comunicar uma charada, Como é comum a loucos verdadeiros. Me escolheram pra ser um dos primeiros A saber que um homem numa estrada Chorava na viola uma toada: “Cá não fico nem vou por mil dinheiros”. Matutei que Saudade e Paixão São um pedaço só, indivisível, Se um diz que vai, a outra fica, Se um diz que fica, a outra não; Viver é um disparate transmissível, Vide Lia, Raquel, Jacó, Labão.

Empresa Jornalística Tribuna do Norte Av. Tavares de Lira, 101 - Ribeira - Natal/RN CEP: 59010-200 Fone: (PABX) 4006-6100 Fax: (0xx84) 4006-6124 Endereço eletrônico: www.tribunadonorte.com.br

Diretor Presidente: Henrique Eduardo Alves Superintendente: José Roberto Cavalcanti Diretor Adm. e Operações: Ricardo Luiz de V. Alves Diretor Financeiro: Agnelo Alves Filho Diretor de Redação: Carlos Peixoto cpeditor@tribunadonorte.com.br Gerente Comercial: Eliane Rocha Gerente de Marketing: Ricélia Santiago Gerente de Circulação: Thales Vilar

me de investimentos que Natal nunca viu. Serão obras de mobili-dade, com túneis e viadutos; saneamento e esgotamento sanitário; reordenamento da orla urbana; reaparelhamento da estrutura de saúde e educação. Ele também promete uma total reestruturação da máquina administrativa da prefeitura. O entusiasmo de Carlos Eduardo contagia quem o ouve e é óbvio que a concretização desses planos o qualificaria como aspirante ao posto de governador do estado. Aí, vem a pergunta: como no ano que vem tem eleição estadual, ele estaria disposto a deixar a prefeitura caso seja convocado a disputar o governo? Carlos terá até abril para dar essa resposta. Portanto, nos próximos quatro meses o prefeito deverá dormir com Hamlet na cabeceira, tentando solucionar a dúvida do personagem de William Shakespeare: ser ou não ser candidato. Eis a questão.”

dlucass2006@hotmail.com

Universidade do Seridó CLAUDIO SANTOS Desembargador TJRN

os últimos meses, acentuando-se a impiedosa estiagem que grassa em todo o sertão nordestino, em especial na região do Seridó, emerge uma outra terrível constatação: o esquecimento de se dar prosseguimento ao movimento de criação e instalação da Universidade do Seridó, a ser sediada na cidade de Caicó, tema de breves debates, inúmeras manifestações de apoio e incontáveis promessas. O emprobrecimento da região do Seridó vem gradativamente ocorrendo nas últimas décadas, mais ainda quando dos períodos de seca, após longas épocas áureas, notadamente nos ciclos da carne, que durou mais de século desde a colonização, e do algodão, este até os anos sessenta. Há, realmente, pouco potencial econômico no semiárido, sob a visão cartesiana dos apressados economistas. Mas sob o ângulo eminente da cidadania e promoção humana, é inegável a grande e evidente riqueza dos recursos humanos locais, sendo este o mais importante insumo na construção de qualidade de vida de uma população. Os exemplos internacionais são prova inconteste. Como de diz nas ruas de Caicó, “só ficou quem não pôde ir embora”, aliados a alguns abnegados e apegados à terra, portadores das fibras do miolo da aroeira. Algumas tentativas de

N

Classificados Redação Fax Venda Avulsa Assinatura Natal Reclamações Natal ASSINATURA Mensal (à vista) Semestral (à vista) Anual (à vista)

4006-6161 4006-6113 4006-6124 4006-6100 4006-6111 4006-6111 R$ 43,00 R$ 258,00 R$ 516,00

O emprobrecimento da região do Seridó vem gradativamente ocorrendo nas últimas décadas, mais ainda quando dos períodos de seca”

desenvolvimento ocorreram, mais em discurso, como distrito industrial, que continua algo ainda incipiente. Os moradores locais continuam a tirar leite de pedra, diariamente, quer seja em pequenos negócios industriais e em diminutas produções agrícolas e pecuárias. O resto, e talvez maioria, vive de aposentadoria pública ou bolsa-família. A idéia da unidade autônoma de uma Universidade Federal é bem melhor do que qualquer empreendimento empresarial, com a custosa renúncia tributária em que implicaria, pois, além da circulação do dinheiro do investimento e do custeio na região, certamente evidenciar-se-iam os valores incomensuráveis constantes da cultura regional, com o considerável aprimoramento intelectual e o descortinamento de novos horizontes políticos, sociais e

PREÇO DO EXEMPLAR Rio Grande do Norte 3ª a Sábado Domingo Outro Estado 3ª a Sábado Domingo

Infraero

econômicos. Estes aspectos antes evidenciados somente poderiam ser melhor tratados e aplicados à necessidade do povo do Seridó, com uma Universidade de gerência plena local, com autonomia didático-científica, com custeio federal, pois é da União essa atribuição, já que ao Município cabe o ensino fundamental e infantil, e, ao Estado-membro, o fundamental e médio. A questão depende mais de nós, seridoenses natos ou originários, familiares e simpatizantes, a começar pela ampliação do movimento apartidário de força político-eleitoral a comprometer as forças sociais, em todas as cidades, com o foco centrado na necessidade de se passar da idéia ao projeto, e, deste, à prática. Vejo com otimismo tal realização, mas não como dádiva de autoridades políticas tal empreitada, mas apenas possível como o esforço, comprometimento e a sensibilização de todos os segmentos sociais. A Universidade do Seridó, necessidade imperiosa de minimização da desigualdade regional, represamento e reversão do quadro evidente de empobrecimento da região, não pode se tornar um retrato na parede, muito menos se deixar esmaecer pela falta de coragem de palmilhar o caminho e chegar-se a bom termo. A história da cultura seridoense não contempla quedarem-se todos ao mofo, no baú da omissão.

Poucas pessoas se preocupam e/ou procuram saber onde são gastos corretamente os recursos arrecadados pelos gestores públicos. Esses irresponsáveis, têm uma fonte de receita inesgotáveis, mesmo assim, não aplicam nas áreas que mais necessitam. Privatizam os aeroportos e mesmo assim, continuam prestando serviços de péssima qualidade. Privatizam as estradas e, as concessionárias cobrando um valor exorbitante por um pequeno espaço, muitos deles em péssima condição de uso e sem uma sinalização adequada, com um índice de acidentes alarmante. O proprietário, paga anualmente imposto exorbitante sobre a circulação do seu veículo em todo o território nacional. Para que serve essa fortuna arrecadada? Para onde vai todo esse dinheiro? Isso sem falar no desperdício dos recursos com obras paralisadas. Exemplo — transposição do rio São Francisco, Transamazônica, duplicação da BR-101, refinarias de petróleo, portos e aeroportos, entre outros. Este país precisa se ajustar à outra realidade com a máxima urgência! Defendo a volta da Monarquia para que desapareça de vez, com esse modelo de República ultrapassada.

djalma.sales@gmail.com

Cartas para esta coluna deverão ter no máximo 40 linhas para cada leitor e endereçadas para a seção Coluna do Leitor - Fone: 4006-6100 FAX: 4006-61224 - Redação/Tribuna do Norte. Email - tribuna@digizap.com.br

FILIADO AO

R$ 1,50 R$ 2,50

FILIADO AO INSTITUTO VERIFICADOR DE CIRCULAÇÃO

R$ 2,00 R$ 3,20

REPRESENTANTE NACIONAL – Pereira de Souza & Cia Ltda: Rio de Janeiro : (O21)2544-3070 – São Paulo: (011) 3259-6111

FILIADO À ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JORNAIS

REDE CABUGI DE COMUNICAÇÃO TRIBUNA DO NORTE 4006-6100 Rádio Globo/Cabugi (AM) Natal 4006-6180 104 (FM) Parnamirim 3272-3737 Rádio Difusora de Mossoró (AM) 3316-3181/2181/3317-6167 Rádio Cabugi do Seridó (AM) J. do Seridó 3472-2759 Rádio Baixa Verde (AM)J. Câmara 3262-2498 Pereira de Souza(SP) 11/3259-6111 Pereira de Souza(RJ) 21/2544-3070


política

Notas & Comentários [ colunanotas@tribunadonorte.com.br ]

Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

3

»ENTREVISTA » PAULO SÉRGIO ROCHA PROCURADOR REGIONAL ELEITORAL

ADRAINO ABREU

ANNA RUTH DANTAS

Disputa interna

A disputa pela presidência estadual do PT será definida na Executiva nacional da legenda. O grupo liderado pelo deputado estadual Fernando Mineiro aposta que Eraldo Paiva sairá vitorioso e ficará como presidente da sigla no Rio Grante do Norte. Enquanto isso, os petistas que seguem a liderança da deputada Fátima Bezerra, estão confiantes de que a decisão será favorável a Olavo Ataide. Após semanas de disputa interna no Rio Grande do Norte, os dirigentes nacionais vão se reunir na próxima quarta-feira (4), quando decidirão sobre as pendências potiguares. Atualmente a vitória está nas mãos do grupo capitaneado pela deputada Fátima Bezerra. O diretório estadual se reuniu na quinta-feira, analisou os recursos e deu a vitória a Olavo Ataíde. A reunião anulou ainda a eleição em Natal, que tinha sido vencida pelo candidato Juliano Siqueira, também ligado a Mineiro. Com isso, o diretório de Natal está sem presidente eleito.

A impressão é que o PSDB se sente constrangido de ser oposição. Parece que executa essa tarefa com desagrado. A oposição tem de ser agressiva. Quando o Governo Federal apresentar seus projetos, precisa se levantar” MARCO ANTONIO VILLA historiador e comentarista político, que vai lançar o livro “Década perdida – 10 anos de PT no poder”, na próxima segunda-feira.

Programa econômico As potencialidades e dificuldades da economia da região Oeste estão entre os temas da reunião marcada para a próxima segunda-feira (2), em

Mossoró. O encontro faz parte da elaboração do Programa Mais RN, em desenvolvimento pela Fiern e Governo do Estado, com o apoio do Sebrae-RN.

Privilégios O primeiro dia dos condenados do mensalão na Penitenciária da Papuda, em Brasília, acabou em pizza - mais precisamente, dez pizzas grandes. A Polícia Federal encomendou caixas da iguaria italiana e promoveu um jantar “VIP” para os padrões da cadeia. Proibida aos demais presos, que são obriga-

dos a comer as quentinhas da prisão, a massa foi comprada pelos policiais de plantão e chegou à cela 4, que abrigava o deputado José Genoino (PT-SP), o ex-ministro José Dirceu, o extesoureiro do PT, Delúbio Soares, e o ex-tesoureiro do PL (hoje PR), Jacinto Lamas, informou a Agência Estado.

Divergências Após divergir publicamente de Marina Silva pela primeira vez, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB-PE), disse que a falta de consenso sobre a formação de palanques estaduais com a Rede já era uma situação esperada. “Nós fizemos a aliança em 5 de outubro. Há um projeto em que priorizamos o País, mas já sabíamos que iríamos conviver com algumas situações assim”, disse o governador depois de participar de um evento com ruralistas. Durante um ato conjunto do PSB e da

Rede anteontem na capital paulista, Marina defendeu diante de Campos o lançamento de uma candidatura própria do PSB em São Paulo. O governador, que negociava o apoio do seu partido à reeleição de Geraldo Alckmin (PSDB) antes da entrada da ex-ministra na legenda, desconversou e disse que a prioridade devia ser o projeto nacional. Questionado novamente sobre a situação no Estado, Campos não quis opinar. O PSB paulista deseja ter a vaga de vice na chapa do PSDB.

Educação As inscrições para o Programa Ciência sem Fronteiras, que seriam encerradas na última sexta-feira foram prorrogadas e poderão ser feitas até o dia 6 de dezembro. Os estudantes podem concorrer a bolsas de estudo em 20 países: Reino Unido, Bélgica, Canadá, Holanda, Finlândia, Austrália, Nova Zelândia, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos, Alemanha, França, Itália, Suécia, Noruega, Irlanda, China, Hungria, Japão, Áustria. Os requisitos obrigatórios para todas as chamadas são

obter nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) igual ou superior a 600 pontos, apresentar teste de proficiência no idioma aceito pela instituição de destino e ter feito no mínimo 20% e, no máximo, 90% do currículo de seu curso no momento do início previsto da viagem de estudos. Para participar é necessário também cursar uma das áreas contempladas pelo programa, que são ciências exatas (matemática e química), engenharias, tecnologias e ciências da saúde.

Iluminação A árvore de Mirassol, localizada na entrada da ci-

dade, será entregue à população na próxima quarta-feira, 04, às 19h, pelo prefeito Carlos Eduardo. A estrutura possui 126 metros e conta com 8.000 mil conjuntos de lâmpadas de LED, com 100 micro-lâmpadas em cada. Ao todo serão 800.000 mil lâmpadas nas cores verde, amarela, branco, azul e âmbar.

Permanência O Tribunal Regional Eleitoral deverá retomar os julgamentos dos recursos da prefeita de Mossoró, Cláudia Regina, nesta semana. A prefeita tem dez cassações em primeira instância. Ela continua no cargo, porque o TRE decidiu que enquanto não julgar os recursos, não pode ser afastada.

Repórter

deputado federal Betinho Rosado (PP) poderá responder a um novo processo de infidelidade partidária. O procurador regional Eleitoral, Paulo Sérgio Rocha, confirmou que enviou ofício ao procuradorgeral da República, Rodrigo Janot, comunicando a mudança partidária do parlamentar. Como é deputado federal, o processo contra Betinho Rosado deverá ser impetrado pela Procuradoria Geral da República, em Brasília. Caso ocorra, será o segundo contra o parlamentar e tendo a mesma denúncia, já que o Democratas acionou a Justiça Eleitoral denunciando a infidelidade partidária de Rosado, que foi eleito pelo DEM e se filiou, este ano, ao PP. “Tendo mandato, se você migra de um partido para outro, sem que exista nenhum motivo, isso é infidelidade partidária. Mas, em relação aos deputados federais e senadores, não cabe ao procurador regional fazer essa análise, é ao procurador-geral”, disse o procurador regional eleitoral, Paulo Sérgio Rocha. Ao analisar a situação dos prefeitos eleitos em 2012, cassados pelos juízes e que continuam no cargo por entendimento do Tribunal Regional Eleitoral e do Tribunal Superior Eleitoral, Paulo Sérgio Rocha é duro nas críticas. “O TRE tem suspendido toda e qualquer decisão dos juízes de primeiro grau e o TSE tem feito a mesma coisa com o TRE. Na prática, os recursos na Justiça Eleitoral estão tendo um efeito suspensivo que a lei não dá, a lei diz expressamente o contrário”, analisou. Ainda sobre esse aspecto, Paulo Sérgio Rocha ironizou: “Se as decisões de primeiro grau têm sido inúteis, do segundo grau têm sido inúteis, então que comece tudo lá (no TSE). Assim já teríamos um resultado definitivo e o que fosse resolvido já seria aplicado”. Sobre os preparativos para o pleito 2014, o alerta para propaganda eleitoral antecipada e as denúncias contra prefeitos eleitos em 2012, o procurador regional Eleitoral, Paulo Sérgio Rocha, concedeu a seguinte entrevista para TRIBUNA DO NORTE:

O

O pleito 2014 já se avizinha, como o senhor analisa o comportamento dos pré-candidatos neste momento? Qual a visão do Ministério Público Eleitoral nessa fase?

São duas facetas. A primeira é que os nomes vão surgindo, isso é natural. A imprensa especula, alguém confirma, outro não confirma. Isso faz parte do jogo. O que não pode ocorrer é a chamada propaganda antecipada. É a utilização, por exemplo, de propaganda partidária que a Justiça Eleitoral defere todos os partidos têm determinado tempo na TV e o uso disso para enaltecer a figura de uma única pessoa, que a gente já sabe que, notoriamente, será um dos candidatos para o próximo ano. Um outro comportamento ao qual o Ministério Público está atento é o uso das TVs públicas. Por exemplo, as TVs da Câmara e da Assembleia. Sabemos que alguns vereadores irão se candidatar a deputado e alguns deputados a reeleição. As vezes, eles fazem uso do recurso da televisão para fazer propaganda e não apenas para divulgar a produção do seu respectivo mandato. A tudo isso a gente está atento e se espera que os candidatos naturais sejam mencionados na imprensa, mas não pode passar daí para uma propaganda escancarada.

Como o senhor analisa as redes sociais? Mudou o entendimento do pleito passado para o de 2014?

Existem dois entendimen-

Procurador da República recebe denúncia de infidelidade partidária

« RUMO A 2014 » Procurador regional alerta que não

será permito o uso indevido das emissoras de televisão públicas para propaganda eleitoral antecipada EMANUEL AMARAL

 FORMAÇÃO Paulo Sérgio Rocha é procurador da República de carreira e está no exercício do cargo de procurador regional Eleitoral. Termina o mandato de dois anos em março do próximo ano

Não basta autorização do partido para deixar a legenda. A fidelidade não é ato que o partido pode dispor ao seu bel prazer”

tos como quase tudo em Direito tem duas controvérsias. No começo se dizia que a internet é um mundo livre, só iria para internet quem queria e, portanto, não deveria existir regras. Houve um caso no Rio de Janeiro, nas eleições de 2010, e a partir dele o Tribunal Superior Eleitoral regulamentou Twitter, blog e dando a internet o mesmo tratamento que dá para vida fora do cyber espaço. Depois, em decisão de dois ou três meses atrás, o Tribunal Superior Eleitoral disse que o Twitter era como se fosse uma mesa de bar e, portanto, o que dizia lá não era oficial e seria possível. Em matéria de blog, Twitter, Facebook e até Orkut ainda, minha experiência diz que não é conveniente a liberação sem critério. Porque o que alguém diz no Twitter não fica restrito aos seguidores do candidato, como diz o TSE. Por exemplo, eu posso não ser seguidor de um determinado candidato, mas ser seguidor de um amigo do candidato. E aí esse amigo retwita a mensagem e já chega até a mim que nada tem a ver com ele. A meu ver, as regras anteriores eram melhores. A multa ainda é muito baixa, de R$ 5 mil a R$ 25 mil. A gente sabe que essas multas os candidatos não pagam. Quem paga são os partidos políticos, com recursos do fundo partidário, que são recursos públicos. Ou seja, na prática, o contribuinte termina pagando as multas. As sanções deveriam ser mais rigorosas tanto para propaganda no mundo normal, como no mundo da propaganda da internet. Como o senhor analisa a infidelidade partidária, onde muitos políticos conseguiram a desfiliação por justa causa a partir de uma autorização da legenda pe-

lo qual foram eleitos. Isso não é burlar a legislação?

Totalmente. A jurisprudência que entende que a autorização do partido é suficiente para afastar a infidelidade partidária é equivocada. Ela existe, mas é equivocada porque a questão da infidelidade partidária não é de interesse apenas do partido. A sociedade como um todo, o interesse público como um todo tem interesse que a fidelidade partidária seja observada. Ou seja, alguém que foi eleito por um determinado partido tem que permanecer nesse partido, pelo menos, até o final do mandato. Se quiser sair por algum motivo, pode, mas deixa o mandato com o partido. Concorde-se ou não, no Brasil as pessoas não votam no candidato, mas votam no partido. Por conta disso, há o interesse público nessa questão da fidelidade partidária. Não basta autorização do partido para deixar a legenda. Não é suficiente. A fidelidade não é ato que o partido pode dispor ao seu bel prazer. O Tribunal Superior Eleitoral tem entendido de maneira diferente, avalia que se o partido autoriza ele não está se sentindo traído. Esse é um entendimento que eu reputo equivocado. Aqui tem algo por trás, o interesse total da sociedade, por isso que, a meu ver, essa jurisprudência que entende a autorização do partido liberar para deixar a legenda isso é equivocado. O procurador-geral da República Rodrigo Janot trouxe declarações a imprensa afirmando que entrará com dezenas de denúncias contra deputados federais, que teriam deixado a legenda pelo qual foram eleitos, o que configuraria infidelidade partidária. Há algum caso do Rio Grande do Norte?

Eu não sei a que ações ele está fazendo menção na entrevista. Mas comuniquei para ele (Rodrigo Janot) um fato que chegou ao meu conhecimento do deputado federal Betinho Rosado (que deixou o Demcoratas e se filiou ao Partido Progressista). Comuniquei através de ofício, não sei que medida ele tomou. Se ele concorda com a mudança de partido ou não, mas o fato foi comunicado.

+

PÁGINA 4

Continuação da entrevista com o procurador Paulo Sérgio


4

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

política

»ENTREVISTA » PAULO SÉRGIO ROCHA PROCURADOR DA REPÚBLICA

‘Combate do MP ao Caixa 2 é amador’ « RUMO A 2014 » Procurador afirma que o Ministério

Público depende, nas campanhas, da ajuda das demais instituições de fiscalização e controle

FOTOS:ADRIANO ABREU

No entendimento do Ministério Público, o caso do deputado federal Betinho Rosado é uma infidelidade partidária?

Sim. Tendo mandato, se você migra de um partido para outro, sem que exista nenhum motivo, isso é infidelidade partidária. Mas, em relação aos deputados federais e senadores, não cabe ao procurador regional fazer essa análise, é ao procurador geral.

Como o Ministério Público Eleitoral se prepara para o pleito de 2014 nas ações de combate ao Caixa 2 de campanha?

O combate do Ministério Público e das instituições em geral ao Caixa 2 ainda é muito amador porque ele (o caixa 2) é oculto. O candidato quando se defende do Caixa 2 afirma “minhas prestações foram aprovadas”. Sim, foram aprovadas porque aquilo que ele declarou na prestação é o oficial, bate com a documentação. O problema não é esse, é aquilo que é feito as ocultas. O Ministério Público depende da contribuição de outros órgãos, até mesmo dos candidatos concorrentes, que comuniquem e tragam algum tipo de prova que determinado candidato praticou o Caixa 2. O atual cru-

Se as decisões de 1º grau têm sido inúteis, do 2º grau têm sido inúteis, então que comece tudo lá no TSE”

zamento de dados das doações feitas pelas pessoas jurídicas, das doações feitas pelas pessoas físicas, pelo próprio candidato para as suas campanhas, só mostram o quanto, oficialmente, um candidato recebeu ou quanto gastou. Mas os dados extraoficiais, o chamado Caixa 2, o que vem por fora, é muito difícil a prova porque o Ministério Público precisa de alguém que alerte, dizendo o dinheiro por onde está saindo, quem está dando. A gente ainda não tem mecanismo suficiente para detectar todos os casos onde ocorre. Chegaremos a mais uma campanha sem uma reforma política, algo que tanto se cobra e se defende. Alguma frustração por mais uma campanha sem a reforma política tão defendida por todos?

Não defendem não. É como a reforma tributária, falam que defendem, mas não é o que acontece. Poucos são os que propõem algo de efetivo. Aqueles que têm algum poder na mão e podem trancar toda pauta e dizem vamos votar, eles não fazem. Essa coisa de dizer que todos querem uma reforma política é balela. Eles não querem. É apenas para imprensa achar que a reforma política está na ordem do dia, mas não está. Eu fico frustrado porque queria ver instituições públicas mais sérias. Mas não me surpreende ano a ano e a reforma não acontecer porque aquilo que não se quer que aconteça quando não acontece está tudo dentro do programado. O financiamento público seria alternativa ou solução para o combate ao Caixa 2?

Não tenho opinião rigorosamente formada a respeito porque o Brasil precisa colocar recursos públicos em tanta outra coisa, patrocinar campanha no atual momento da sociedade brasileira não soa bem. Por outro lado, temos excelentes nomes, pessoas preparadíssimas, que seriam excelentes deputados federais e senadores, bem melhores que os at-

uais, mas que não podem concorrer porque não tem condição de gastar milhões em uma campanha, porque não podem se comprometer com obras de empresa para depois aprovar leis que favoreçam essas empresas. Essas pessoas terminam não se candidatando e a sociedade brasileira termina sem ter esses talentos. O financiamento público de campanha seria bom nessa perspectiva: permitiria que pessoas sem recursos tivessem acesso ou pudessem ter acesso ao crivo popular. Não sei se seria suficiente para fazer cessar o Caixa 2 porque as mesmas dificuldades que a gente tem hoje para provar que o candidato que gastou R$ 50 mil e na prática gastou R$ 500 mil, continuaríamos tendo essa dificuldade de prova. O financiamento ajuda porque poderia trazer pessoas novas, bem mais qualificadas que os atuais deputados federais e senadores que nós temos. Mas na perspectiva de solucionar o Caixa 2 não sei se essa medida seria suficiente. Entrando agora na temática de prefeitos, eleitos em 2012, já cassados. No Tribunal Regional Eleitoral houve já alguns casos, este ano, onde foram definidas por campanhas suplementares, mas o Tribunal Superior Eleitoral suspendeu. Como o senhor avalia essa situação?

É uma inversão de valores. Para quem conhece Processo Civil e Processo Eleitoral sabe que é um equívoco o que está ocorrendo. As decisões no processo eleitoral tem eficácia imediata. Então um juiz monocrático cassa um candidato e a decisão tem valor. O Tribunal Regional Eleitoral pode até suspender, mas só suspende se os recursos contra aquela decisão estiver fortes chances de êxito. Se não tiver fortes chances de êxito não é para suspender e as decisões do juiz monocrático tem que prevalecer. A mesma coisa é a decisão do Tribunal Regional Eleitoral. O Tribunal Superior Eleitoral só deveria modificar se o recurso contra essa decisão do TRE tivesse fortes chances de dar certo. Não é o que tem ocorrido. O TRE tem suspendido toda e qualquer decisão dos juízes de primeiro grau e o TSE tem feito a mesma coisa com o TRE. Na prática, os recursos na Justiça Eleitoral estão tendo um efeito suspensivo que a lei não dá, a lei diz expressamente o contrário. A decisão do juiz de primeiro grau não está valendo nada. A decisão do TRE não está valendo nada e o que prevalece é a decisão do TSE. Por isso que, em alguns lugares, eu tenho dito que os casos já deveriam começar no TSE. Se as decisões de primeiro grau têm sido inúteis, do segundo grau têm sido inúteis, então que comece tudo lá (no TSE). Assim já teríamos um resultado definitivo e o que fosse resolvido já seria aplicado.


Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

política

5

Historiador aponta ‘chance perdida’ « PESQUISA » Marco Antonio Villa lança um livro sobre os dez anos do PT no poder, com crítica ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva e ao início da administração de Dilma Rousseff décimo aniversário do PT no poder, que o partido festejou com os seus 30 anos de vida, começou nos sindicatos, passou por palanques e acabou nas livrarias. Década Perdida - Dez anos de PT no Poder, que o historiador Marco Antonio Villa lança na segunda-feira, é uma dessas “comemorações”, mas fora do programa oficial. Como já avisa o título, trata-se de

O

« SÃO PAULO »

Consultoria doou para candidatos do PSDB Focco Tecnologia, empresa de ex-diretores da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) suspeitos de envolvimento com o cartel metroferroviário em São Paulo, foi a segunda maior doadora da campanha do vereador tucano Mário Covas Neto, o Zuzinha, em 2012. A consultoria também deu dinheiro, em menores quantidades, a outros políticos do PSDB na campanha de 2010. Hoje ambos estão no primeiro escalão do governo Geraldo Alckmin (PSDB). São eles o secretário estadual de Meio Ambiente e deputado estadual licenciado Bruno Covas e o secretário estadual de Energia e deputado federal licenciado, José Aníbal. Sócios da empresa, os ex-diretores da CPTM João Roberto Zaniboni e Ademir Venâncio de Araújo foram indiciados pela Polícia Federal sob suspeita de corrupção, lavagem de dinheiro, formação de cartel e crime financeiro. Zaniboni foi condenado pela Justiça da Suíça por lavagem de dinheiro. A Focco já recebeu R$ 32,9 milhões do governo paulista entre 2010 e 2013 por serviços de consultoria. Ela assinou contratos para “supervisão de projetos” com CPTM, Metrô, Agência Reguladora de Transportes do Estado (Artesp),Secretaria de Transportes Metropolitanos e Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU). APFapontaZanibonieAdemir como “intermediários no pagamentodepropinas”parabeneficiar cartel no sistema metroferroviário suspeito de atuar nos governos tucanos de Mário Covas, Geraldo Alckmin e José Serra. Zuzinha e Bruno Covas são, respectivamente, filho e neto do ex-governador Mário Covas. Este era o governador em 1998, ano em que a multinacional alemã Siemens sustenta ter começado a operar o cartel no setor metroferroviário do Estado. Covas morreu em 2001, sendo sucedidopeloentãovice,Alckmin,atualgovernador,queterminouoseu mandato. A Focco doou R$ 50 mil para Zuzinha em 2012, ano da primeira campanha do filho de Covas. Era a segunda maior doadora do total de R$ 904,7 mil que o vereador declarou ter recebido. Ele ficou em oitavo lugar nas eleições, com 61 mil votos, e assim conquistou uma das 55 cadeiras do Legislativo municipal. Em 2010, a consultoria de Zaniboni e Ademir já havia doado para as campanhas do sobrinho de Zuzinha, Bruno Covas, e de José Aníbal. Bruno acabaria se tornando o deputado estadual mais votado, com 239.150 votos. Ele contou com uma doação de R$ 2 mil, e Aníbal com uma de R$ 4 mil. O atual secretário de Energia do Estado ainda recebeu uma doação de R$ 2 mil do consultor Arthur Teixeira, apontado pelo Ministério Público como lobista do cartel.

A

uma crítica pesada aos oito anos de Luiz Inácio Lula da Silva no Planalto, mais os dois primeiros de sua sucessora, Dilma Rousseff. Adversário antigo do petismo e das esquerdas em geral, Villa não se dedica a um balanço consolidado de grandes temas - saúde, educação, economia, programas sociais. Preferiu criar uma linha do tempo e ir contando, ano por ano, uma história que, ao fi-

nal das 280 páginas, reprova praticamente tudo no governo . Do Fome Zero ao Trem Bala, das virtudes éticas às alianças com as velhas elites, da “improvisação na economia” ao “desmanche da indústria”, ele chega, enfim, à constatação-título: “Foi uma década perdida para o País. Perdemos um momento único na história recente do capitalismo”. O olhar do autor se dirige mais para ati-

tudes, estilos, o modus operandi. E o que ele vê, no dia a dia da era petista, é a improvisação como método, o desperdício como rotina, muita propaganda, personalismo do chefe e permanente confusão entre Estado, governo e partido. Já no começo ele ironiza a decisão de Lula de suspender o gasto de US$ 700 milhões com a compra de caças franceses, para

usar o dinheiro no Fome Zero. Era um dinheiro que não existia, diz ele: aqueles milhões seriam linhas de crédito fornecidas pelos fabricantes do avião. A alfinetada dá o tom do que virá: as portas se abrindo aos velhos caciques antes tão criticados, as entranhas do mensalão, o PT enfraquecido e ascensão do lulismo, a “marolinha’ da crise de 2008 que custou ao Tesouro R$ 282 bilhões, o discurso

otimista na economia enquanto o País vivia “o mais longo ciclo de baixo crescimento desde o real”. Por trás de tudo, apenas um projeto de poder, diz o historiador: Lula “infantilizou a política e privatizou o Estado”. Eliminou o debate de ideias, mesmo no PT, ao reduzir tudo a disputas pessoais. E ganhava todas, porque o País “vivia, naquele momento, enfeitiçado pelo seu carisma”.


6

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

geral ANTÔNIO CRUZ / ABR

« NAMÍBIA »

Queda de avião na Namíbia mata 33 pessoas ohanesburgo - Um avião da Mozambique Airlines caiu numa área fronteiriça remota, matando as 33 pessoas a bordo, incluindo seis tripulantes, segundo informou a mídia da Namíbia ontem. Um brasileiro estava entre os 27 passageiros da aeronave. A queda ocorreu em um parque nacional namibiano próximo à fronteira com Angola, de acordo com uma fonte policial citada pela Namibia Press Agency. O voo TM470 saiu da capital moçambicana de Maputo e deveria ter chegado ontem à tarde a Luanda, capital de Angola. A empresa aérea informou que entre os passageiros estavam também dez moçambicanos, nove angolanos, cinco portugueses, um francês e um chinês. A Mozambique Airlines disse que entrou em contato com autoridades de aviação na Namíbia, Botswana e Angola para tentar localizar o avião. A área do Parque Nacional de Bwabwata é ampla e não há estradas nos arredores, o que torna mais difícil a localização da aeronave. Milhares de pessoas, assim como elefantes, búfalos e outros animais, moram no parque, que abrange 6,1 mil quilômetros quadrados. Fonte: Associated Press.

J

Dilma e Lula estavam ontem reunidos com a cúpula do PMDB para discutir alianças para 2014

Reunião entre PT e PMDB discutiu alianças nos Estados « ELEIÇÕES 2014 » A presidenta Dilma Rousseff estava

reunida na tarde de ontem com as cúpulas do PT e do PMDB para discutir a formação de palanques nos Estados

rasília - A presidente Dilma Rousseff estava reunida na tarde de ontem (30), na Granja do Torto com as cúpulas do PT e do PMDB para discutir a formação de palanques nos Estados. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também participaria do encontro. Dilma chegou ao local da reunião pouco antes das 10 horas da manhã, mas até o fechamento desta edição, 13h, a reunião não havia chegado ao fim. Estavam sendo aguardados no encontro o presidente do partido, Rui Falcão, e o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, cotado para ser coordenador da campanha de Dilma à reeleição. Pelo PMDB, os representantes são o vice-presidente Michel Temer, o presidente interino do partido, Valdir Raupp, e os presidentes do Senado, Renan Ca-

B

lheiros, e da Câmara, Henrique Eduardo Alves. Os principais impasses entre os dois partidos ocorrem no Ceará e no Rio de Janeiro. Líder do PMDB do Senado, Eunício Oliveira disputará o governo cearense e cobra o apoio do PT, que aliena o seu futuro à decisão do atual governador, Cid Gomes (PROS), e seu irmão Ciro Gomes (PROS). No Rio de Janeiro, o PT está prestes a romper a aliança com Sérgio Cabral (PMDB) e lançar Lindbergh Farias ao governo. O PMDB quer segurar os petistas na aliança e terá o vice Luiz Fernando Pezão como candidato. Há problemas também na Paraíba, onde o senador Vital do Rêgo Filho (PMDB), cotado para o Ministério da Integração Nacional, quer apoio petista para seu irmão, Veneziano, mas o PP deseja ter o partido no palanque

de Aguinaldo Ribeiro, ministro das Cidades. Em alguns Estados está consolidada a formação de palanques independentes. Em São Paulo, o PMDB terá Paulo Skaf, enquanto o PT apostará no ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Na Bahia, o governador petista Jaques Wagner lançou o secretário Rui Costa a sua sucessão, mas o PMDB terá o vicepresidente da Caixa Geddel Vieira Lima como candidato. No Rio Grande do Sul, também é definitiva a situação de que os dois partidos estarão em campos opostos. Depois da reunião com o PMDB, a cúpula petista receberia, também, líderes do PP para discutir o mesmo tema. Além do problema na Paraíba, há dificuldades na aliança em Minas Gerais e no Rio de Janeiro.

Policial Militar afastado é morto durante perseguição a fugitivos « VIOLÊNCIA » No confronto, o policial militar afastado Erivan Félix de Lima foi alvejado e morreu no local. Um outro homem foi preso noite da última sexta-feira foi violenta na zona Norte de Natal. Policiais do 4º Batalhão e do Bope entraram em confronto com dois homens na rua Miramar, localizada na região conhecida como Alto da Torre. No confronto, o policial militar afastado Erivan Félix de Lima foi alvejado e morreu no local. O outro homem identificado como Martim Januário das Neves foi preso e levado para a delegacia de plantão da região. O confronto aconteceu no momento em que os policiais realizavam uma busca por cinco presidiários que haviam fugido do Presídio Provisório Raimundo Nonato Fernandes. Durante as buscas, os policiais se depararam com Erivan e Martim. Ambos estavam armados e apenas Martim obedeceu às ordens dos policiais para largar arma e se deitar no chão. Os policiais atiraram e Erivan foi atingido no ombro e morreu logo em seguida. À polícia, Martim das Neves contou que estava bebendo com o policial afastado. Erivan teria feito uma proposta de “assustar” uma pessoa. A dupla foi à uma residência localizada na região e efetuaram vários disparos. Quando retornavam do local, foram

JOANA LIMA

A

Policiais realizavam busca a fugitivos do “Raimundo Nonato”

surpreendidos pelos homens do 4º BPM e Bope. Segundo informações, há dois anos, o policial afastado foi preso por extorsão, formação de quadrilha e falsidade ideológica. Erivan também respondia em um processo de expulsão da corporação. Ele estava afastado da Polícia Militar devido à problemas de saúde.

Fugas

Os cinco presos do Presídio Provisório Raimundo Nonato Fernandes foram recapturados por policiais do 4º Batalhão. Os

condenados estavam no isolamento da cadeia e tiveram acesso à rua depois de quebrar uma grade e o pergolado da prisão. Os fugitivos são: Joqueliton Nunes Teixeira, Adeilson Pereira Bezerra, Cleberson Félix da Cruz, Halisson Carlos de Menezes e Francisco Thiago da Silva. O grupo foi transferido para outra unidade prisional. Essa foi a segunda fuga registrada em Natal na mesma semana. Na madrugada da última quinta-feira, quatro presos fugiram do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Ribeira, em Natal.

« LIVRO »

Agência de Notícias da Aids completa 10 anos ão Paulo - Hoje, Dia Internacional de Combate à Aids, a jornalista Roseli Tardelli lança o livro “O Valor da Vida”, que marcaos10anosdaAgênciadeNotícias da Aids, fundada por ela para disponibilizar conteúdo relativo ao vírus HIV. O objetivo, segundo a autora, é ampliar o alcance do projeto. “Ainda é uma doença que tem um preconceito e um estigma enormes. Queria informar mais gente. Foi um aprendizado grande pra mim e eu quero que as pessoas também tenham esse aprendizado”, afirma Roseli. Ela se refere à experiência vivida ao lado do irmão, Sérgio Tardelli, que era portador do HIV. Nos anos 1990, os dois foram pioneiros na luta pelo direito de brasileiros soropositivos de serem atendidos pelos planos de saúde e convênios médicos. Venceram a batalha nos tribunais, mas Sérgio morreu anos depois. Desde então, Roseli se dedica à tarefa de difundir informações sobre a aids. Começou fundando a ONG Parceiros da Vida, com a intenção de oferecer apoio a pacientes infectados pelo vírus HIV. Em 2003, criou a Agência Aids, que distribui notícias a meios de comunicação, pesquisadores e autoridades. Seis anos depois, foi a vez de fundar a Agência Sida, em Moçambique. Sem contar seu envolvimento com eventos, peças de teatro e um documentário sobre o tema. “O que eu faço é usar meu ofício de jornalista e me valer de todos os instrumentos que estão disponíveis no universo da comunicação para falar de um assunto que atinge todo mundo”, explica. O livro conta esta trajetória, incluindo casos interessantes, como o episódio em que Roseli foi chamada para um cafezinho na embaixada dos Estados Unidos em Brasília e ouviu uma “reclamação” sobre a repercussão que a agência havia dado para uma notícia sobre o suposto protecionismo do governo norte-americano na questão das patentes de alguns medicamentos contra a aids.

S


Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

geral

Gaudêncio Torquato [ gaudenciotorquato@tribunadonorte.com.br ]

Gigantesca delegacia de polícia

Maracutaia, acochambração, falcatrua, artimanha, trapaça. As cinco sonoras palavras, que agasalham o corpo de nossa cultura, nunca deixaram o pano de fundo dos relatos que dão conta da vida social e política do país. Nos últimos tempos, porém, ecoando locuções em defesa e ataque por parte de contendores que se preparam para disputar o campeonato eleitoral de 2014, frequentam com maior intensidade a agenda de manobras erráticas na administração pública. A sensação é inequívoca: o Brasil mais parece uma gigantesca delegacia de polícia. De maneira proposital, atores variados tentam confundir o terreno da licitude com o espaço da ilicitude, o certo com o errado, em aparente estratégia de defesa de interesses de pessoas e grupos. Ao final dessa tentativa de embaralhar as cartas do jogo político, todos perdem: atores individuais e institucionais. A impressão que fica é a de que a disputa eleitoral, nesse final de ano, dá o tom maior do discurso, abrindo espaço para acusações e retaliações e expandindo a desconfiança social nos poderes constituídos.

De um lado se ouvirá o barulho de um contingente que há 20 anos espera a decisão, e, de outro, a voz forte do Estado em defesa do status quo bancário” Vejamos exemplos, a começar pela questão da saúde do deputado José Genoino. Trata-se de paciente com problemas cardíacos a merecer cuidados. A espetacularização montada em torno do caso conferiu ao ex-presidente do PT a imagem de vítima que deve ganhar solidariedade. O contraditório formado mostra, de um lado, ele, José Dirceu e Delúbio Soares como “presos políticos”, conforme se lê na faixa de um grupo sem terra, dissidente do MST; de outro, “foram julgados e cumprem penas por condutas políticas”, no dizer de um próprio petista Olívio Dutra, ex-governador do RS. Um laudo clínico produzido por cinco cardiologistas da Universidade de Brasília atesta que Genoino “é portador de cardiopatia que não se caracteriza como grave”, não carecendo permanecer necessariamente em prisão domiciliar. O STF dará a palavra final, mas é evidente que o processo de vitimização não terminará com o veredicto. O imbróglio foi despejado na cúpula da Câmara Federal, a quem caberá a decisão de conceder aposentadoria por doença do parlamentar. Caso concedida, livrar-se-ia ele do processo de cassação, não sem suspeitas de acochambração. Dirceu foi contratado por um hotel de Brasília para trabalhar como gerente, sob uma chuva de críticas. Em regime semiaberto, o detento pode sair de manhã e voltar no fim da tarde à prisão. A polêmica se instala pela inusitada decisão de um perfil portentoso do PT vir a gerenciar um estabelecimento hoteleiro. Ora, não há impedimento legal para que amigos façam um contrato de trabalho com ele. Possivelmente, os contratantes (com sua ética) viram nele instrumento de marketing para alavancar vendas. Versões de um lado e de outro, com novas acusações de produção de dossiês, aparecem no entorno da questão dos trens em São Paulo, forma de atenuar impacto das prisões de mensaleiros. O assunto alimenta ódios e paixões entre adversários e admiradores. E o que esperar da decisão do STF de julgar em 2014 a constitucionalidade dos planos econômicos editados nas décadas de 1980 e 1990? Parlamentos de sistemas democráticos convivem bem com a influência dos Poderes Executivos, particularmente no que concerne à aprovação de normas voltadas para aperfeiçoamento de seu desempenho (funcional/financeiro/contábil etc). Já o exercício do lobby sobre o Poder Judiciário tem sido cauteloso por este simbolizar a balança da Justiça. No caso dos perdedores da poupança, tal preocupação de as-

sédio inexiste. Autoridades passaram a abordar os ministros da Corte Suprema com um discurso catastrófico: o sistema financeiro ameaça desmoronar; 150 bilhões de desembolso dos bancos poderiam chegar a 600 bilhões de reais com a cobertura a todos os poupadores, não apenas aos que entraram com recursos. Mas o Instituto de Defesa do Consumidor apresenta uma conta de cerca de 8,4 bilhões. O caso será emblemático. O STF já julgou ações e estabeleceu parâmetros sobre a feição jurídica do sistema monetário e qualquer decisão terá forte repercussão, eis que, de um lado, se ouvirá o barulho de um contingente que há 20 anos espera a decisão, e, de outro, a voz forte do Estado em defesa do status quo bancário. Suas Excelências aprovarão as fórmulas usadas para calcular a correção da caderneta de poupança? Os bancos ganharão? Eventual reversão das expectativas sociais terá consequências eleitorais? Como se vê, nem o Poder Judiciário escapa ao cerco do jeitinho brasileiro de ser. Manobras para deixar as coisas conformadas ao patamar das conveniências invadem também o painel das estatísticas nacionais. A maquiagem sobre índices de crescimento e contas públicas é recorrente. No momento, a polêmica gira em torno da reavaliação do PIB de 2012, que teria passado de 0,9% para 1,5, apesar de o IBGE não ter divulgado a revisão. Como pano de fundo, a proximidade do fim de mandato do governo Dilma e a comparação com administrações anteriores. E haja pressão para mudança de metodologia. Dados recorrentes, passíveis de correção, são os do balanço do PAC, mostrando, de um lado, cronogramas dentro do prazo e, de outro, obras empacadas, como a transposição do São Francisco e a Transnordestina, a par de projetos com cara de interrogação como o Trem de Alta Velocidade (TAV), suspenso em 2011. O TCU, por sua vez, suspende concurso do Ministério do Planejamento por suspeita de favorecimento a indicados políticos. Ufa! O que esse painel tortuoso mostra sobre o país? Escancara a evidência de que a ausência de eficiente institucionalização política é o motor da corrupção. Os papéis institucionais acabam subordinados a demandas exógenas. A modernização, que deveria puxar nova escala de valores, a partir da meritocracia, abre fontes de riqueza, fazendo ascender novos grupos, os quais, por sua vez, acumulam recursos para escalar os degraus do poder. O Brasil novo teima em vestir o manto roto do passado.

Gaudêncio Torquato, jornalista, professor titular da USP, consultor político e de comunicação Twitter@gaudtorquato

7

Veículos alternativos são alvos de atentados « VIOLÊNCIA » Pelo menos dois veículos foram queimados e outros dois alvos de balas e pedras na madrugada de ontem em Natal otoristas da Cooperativa de Transportes Alternativos de Natal aguardavam na manhã de ontem , na Delegacia de Plantão da Polícia Civil da Zona Norte, pela requisição para a perícia, pelo ITEP, de quatro veículos da Cooperativa de Transportes Alternativos de Natal, que sofreram ataques na madrugada de ontem, causando danos também a uma residência e um veículo de passeio. Dois desses alternativos foram totalmente incendiados, um outro recebeu dois tiros e um quarto veículo teve uma pedra de paralelepípedo jogada contra seu parabrisas. O motorista Julio Cesar, proprietário do veículo que fazia a linha 314 – Nordelândia/Boa Esperança/Igapó sofre a situação mais díficil. A casa em que ele mora de aluguel na rua Ilha de Marajó, no Conjunto Soledade II, teve um dos quartos que ficava ao lado da garagem na qual seu veículo de transporte estava guardado - com parte do telhado arrancado pela explosão, assim como a pequena área na entrada da casa, onde as paredes também ficaram bastante danificadas. Parte do porta-malas do seu veículo de passeio derreteu com o calor do incêndio. Júlio acredita que foi atirado algo como um coquetel molotov, porque o incêndio consumiu o veículo de transporte muito rapidamente: “Algumas pessoas disseram ter visto uma moto com duas pessoas jogarem algo na direção do veículo e que havia um outro carro atrás da moto, dando cobertura. O fato é que não dá pra continuar operando sob o terror”. Julio César conta que a linha 314 havia sido desativada pela empresa Norteriograndense, que decretou falência, mas a cooperativa fez a solicitação à Secretaria de Mobilidade Urbana para assumir a rota, e contou com o apoio do Sindicato das Empresas de Transportes Urbano do RN para essa finalidade. No Conjunto Soledade I, outro motorista da cooperativa, Fábio Rogério, também teve um susto nesta madrugada, quando foi acordado pelos vizinhos na rua Itabuna, alertando o morador sobre o incêndio que acontecia no veículo que ele havia deixado estacionado em frente à sua residência, como de costume e com autorização do

FOTOS: ADRIANO ABREU

M

Veículo incendiado no Soledade II estava estacionado na garagem do proprietário

Outro incêndio ocorreu no Soledade I. O veículo estava estacionado em frente à casa do motorista

proprietário: “Ouvi tiros e em seguida, os gritos dos vizinhos. Tentei abrir a porta do veículo para usar o extintor, mais a explosão aumentou, a frente da casa ficou coberta de fumaça e eu tive que quebrar um muro atrás da casa para sair com a minha família em segurança” - conta. Fábio Rogério diz que trabalha como motorista há um ano e meio e apesar de já ter sofrido vários assaltos, nunca tinha vivido algo tão terrível. O veículo incendiado fazia a linha 503-Planalto/Satélite/Centro. Na casa do motorista Reginaldo Pedro da Silva, na rua Itaperuna, Conjunto Santa Catari-

Van que estava no conjunto Santa Catarina foi alvo de tiros

na, a família acordou também por volta das três horas da madrugada com um barulho de explosão: “Achamos que tinha sido um fio de alta tensão na rua, mas logo vi que os vidros do transporte ainda estavam se estilhaçando por conta dos tiros” - afirma Reginaldo, que diz ter recebido ameaças desde que se dispôs a assumir a nova linha. Esse veículo, que fazia a linha 052, foi atingido por dois tiros que atravessaram o parabrisas traseiro e atingiram o da frente. No painel de controle do motorista, dava pra ver resto das cápsulas das balas. O último veículo depredado estava estacionado para conser-

to em um posto de gasolina no início da rua Moema Tinoco, no Conjunto Pajuçara e recebeu uma pedra atirada contra seu parabrisas. A presidente da Cooperativa de Transportes Alternativos, Maria Edileuza de Queiróz, lamentou a onda de atentados e disse que espera providências das autoridades: “Temos 80 pais de famílias que estão trabalhando com medo. Hoje, quase quiseram parar por completo”. O Delegado Marco Geriz, da delegacia de plantão na Zona Norte, diz que os boletins de ocorrência dos casos foram feitos e serão encaminhados para as delegacias distritais.

Veículo estacionado em posto da Moema Tinoco foi apedrejado

O fato é que não dá pra continuar operando sob o terror”

Tive que quebrar um muro para sair com a minha família em segurança”

Temos 80 pais de famílias que estão trabalhando com medo”

Achamos que tinha sido um fio de alta tensão, mas logo vi os vidros estilhaçando por conta dos tiros”

JÚLIO CÉSAR

FÁBIO ROGÉRIO

MARIA EDILEUZA

REGINALDO PEDRO DA SILVA

Proprietário de alternativo

Motorista de alternativo

Presidente da cooperativa

Proprietário de alternativo


8

Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

geral

Reajuste fica acima do anunciado « COMBUSTÍVEL » Postos de Natal reajustam preço da gasolina e diesel acima de percentuais autorizados ontem pela Petrobras. Em alguns postos, a gasolina chegou a R$ 3,00 e o diesel R$ 2,46 reajuste autorizado ontem para as distribuidoras de combustíveis não demorou para chegar às bombas dos postos de revenda na capital potiguar. No caso da gasolina, o consumidor já está pagando por um reajuste duas vezes maior àquele previsto pela Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e Lubrificantes (Fecombustíveis). Os preços foram modificados na manhã de ontem. Em alguns postos, a gasolina custa R$ 3,00 e o diesel R$ 2,46. O preço para o consumidor foi elevado mesmo com o estoque de combustível cheio nos postos. Ou seja, a gasolina vendida ao natalense foi comprada pelos empresários sem reajuste. Na última sexta-feira, o Sindicato do Comércio Varejista dos Derivados de Petróleo do Rio Grande do Norte (Sindipostos/RN) afirmou que o aumento seria repassado pelos postos, na medida em que for repassado pelas distribuidoras. Não foi o que aconteceu. O sindicato informou desconhecer se havia estoques nos postos capazes de evitar um aumento já nos próximos dias. A TRIBUNA DO NORTE foi em alguns postos e os gerentes dos locais informaram que os reservatórios estavam cheios. O Sindipostos/RN disse esperar uma queda no consumo de combustíveis em função da alta. Se de-

FOTOS: JOANA LIMA

O

Posto em Natal amanheceram ontem com preço antigo...

pender do vendedor Gilvan Firmino, a expectativa será confirmada. “Tenho dois carros em casa, mas vou vender um deles. Com esse valor é preciso economizar. Não posso gastar tanto com gasolina”, disse. A Fecombustíveis fez previsão de que o aumento da gasoli-

na seria de no máximo 2% para a gasolina e 5% no caso do óleo diesel. Em Natal, esse aumento foi o dobro. A gasolina era comercializada a R$ 2,89. Com o novo preço, o aumento foi de 4%. Já o litro de óleo diesel era comercializado, em média, a R$ 2,28. O novo valor foi composto com um

...mas logo começaram a reajustar o valor da gasolina e diesel

aumento superior a 7%. Os preços do etanol e gás veicular não sofreram aumento. Os consumidores temem que o reajuste nos combustíveis acarrete o aumento em outros produtos. “Acredito que, a partir de agora, tudo vai subir de preço. Sempre acontece. O preço da gasoli-

na já estava alto demais”, disse a dentista Priscila Pascelly. No momento em que Priscila abastecia o carro, o gerente do posto localizado na avenida Prudente de Morais autorizava a mudança nos valores cobrados nas bombas. A alteração na precificação dos combustíveis foi decidida na

última sexta-feira durante a reunião do conselho de administração da Petrobras e tem como objetivo assegurar que os indicadores de endividamento e alavancagem retornem aos limites estabelecidos no Plano de Negócios e Gestão 2013-2017 em até 24 meses, segundo divulgou a estatal. A Petrobras não divulgou os parâmetros da metodologia de precificação, “por razões comerciais e por cumprimento a uma recomendação do Conselho de Administração”. A estatal esclareceu, no entanto, que os preços da gasolina e do diesel, sobre os quais incide o reajuste anunciado, não incluem os tributos federais Cide e PIS/Cofins e o tributo estadual ICMS. A estatal também explicou que caberá ao próprio Conselho de Administração avaliar a eficácia da política de preços por meio da evolução dos indicadores de endividamento e alavancagem da Companhia e que o reajuste tem como objetivo equiparar o preço dos combustíveis no Brasil ao preço dos combustíveis praticado no exterior. Esse é o segundo reajuste aprovado no ano. O último foi em janeiro deste ano, quando o preço da gasolina subiu, em média, 6,6%. O preço já havia sido reajustado em junho de 2012, quando o litro da gasolina subiu 7,83% e o do diesel, 3,94%.


Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

geral

Estudo do IBGE aponta avanços sociais no RN « INDICADORES » Programas de transferência de renda, ampliação do emprego formal e ações de saúde melhoram as condições de vida da população om maior volume de dinheiro no orçamento familiar, jovens mais instruídos, melhores condições de moradia e oportunidades de trabalho, e indicadores mais civilizados na área de saúde, o Rio Grande do Norte avançou na última década, segundo pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística consolidadas na “Síntese de Indicadores Sociais – Uma análise das condições de vida dos brasileiros”, divulgada sexta-feira. Programas de transferência de renda do governo - como o Bolsa Família - e a política de recuperação do salário mínimo, que subiu de 80 dólares no final da décadas de 1990 para 300 dólares pelo câmbio atual, tiraram milhares de pessoas da miséria e deixaram um contingente menos vulneráveis às intempéries. Os últimos dois anos foram de seca no sertão nordestino, comprometendo o abastecimento de água da população e reduzindo drasticamente a produção agrícola. Mesmo assim não foram registrados saques ao comércio nem às feiras livres, como ocorria no passado. Os números do IBGE mostram o mercado de trabalho em expansão. A proporção de trabalhadores com carteira assinada passou de 44,1%, em 2011, para 45,2%no ano passado. A taxa de desocupação das pessoas economicamente ativas estava em 7,1% em 2012, quando foi feita a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). “O rendimento médio do

C

MORTALIDADE INFANTIL Menores de um ano - 2010 Ceará Pernambuco Rio Grande do Norte Paraíba Sergipe Alagoas Piauí Bahia Maranhão Nordeste (média)

16,2 17,0 17,3 18,2 18,2 18,6 20,7 21,0 21,9 19,1

trabalho principal das pessoas de 16 anos ou ,mais de idade ocupadas no Rio Grande do Norte em 2012 foi de R$ 1.069 – o segundo maior do Nordeste”, diz um informe assinado pelo supervisor de Disseminação de Informações do IBGE/RN, Ivanilton Passos de Oliveira. Os números da pesquisa projetam uma geração com mais saúde, portanto, vivendo mais, caso não sejam vítimas da violência no curso natural da vida. Das crianças nascidas em 2010, ano do censo demográfico, 48,1% eram filhas de mães submetidas a sete o mais consultas do pré-natal. Já 43% tinham entre quatro e seis exames. Apenas 1,8% das crianças eram filhas de mães que não fizeram nenhum pré-natal. Na relação médico/habitante, o RN tinha a segunda maior taxa do Nordeste: 1,39, mas abaixo da

Idosos trabalham para reforçar orçamento Rio de Janeiro (ABr) – Cerca de 27% dos idosos brasileiros trabalhavam em 2012. Os dados são da Síntese de Indicadores Sociais 2013 divulgado hoje (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O tempo médio semanal dedicado ao trabalho foi 34,7 horas. O IBGE considera idoso pessoas com 60 anos ou mais de idade. O jornalista aposentado Luis Artur Toribio, 63 anos, recebe benefício da previdência social há dois anos, mas continua trabalhando como freelancer para empresas de publicidade do Rio de Janeiro. Ele está entre os 15,3% dos idosos identificados na pesquisa que trabalham e são aposentados. “Continuo trabalhando, porque o que recebo da minha aposentadoria só cobre o aluguel, despesas de condomínio, luz, água, essas despesas de casa e o custo de vida aqui [Rio de Janeiro] é muito caro. Então trabalho para manter o padrão de vida que tinha antes de me aposentar”, explicou, ao declarar que pretende trabalhar durante muito tempo ainda. “Porque preciso e também porque gosto muito do que faço”. A grande maioria (76,3%) dos idosos recebia benefício da previdência social. A principal fonte do rendimento de idosos de 60 anos ou mais de idade foi aposentadoria ou pensão (66,2%) sendo que, para o grupo de 65 anos ou mais de idade, a participação desta fonte de rendimento é 74,7%. Cerca de 23,7% dos idosos não recebiam aposentadoria ou pensão, enquanto 7,8% acumulavam aposentadoria e pensão.

média nacional. De acordo com a Síntese de Indicadores Sociais, quase 30% dos domicílios urbanos brasileiros não tinham acesso aos serviços básicos de saneamento (abastecimento de água, esgotamento sanitário, coleta de lixo e iluminação elétrica) em 2012. A pesquisa informa também que 93,5% não tinham esgotamento sanitário. Nesse indicador, os maiores percentuais foram das regiões Norte e Nordeste (95,3% e 96,0%, respectivamente). O aumento do acesso aos serviços foi 7,3 pontos percentuais em dez anos. De acordo com a coordenadora da pesquisa, Ana Lúcia Saboia, o aumento da renda do trabalho, da escolaridade e do acesso a serviços essenciais, de 2002 até o ano passado, mostram que os indicadores sociais do país são cada vez melhores, mas os desafios ainda são enormes. “As melhoras são um incentivo para nós, porém, questões permanecem, como a de infraestrutura, saneamento básico ainda são o grande drama; grande parte da população ainda não tem acesso a esse serviço”, comentou ela. Segundo o IBGE, em 2012, 40,8% dos domicílios urbanos tinham computador, TV em cores e máquina de lavar. Cerca de 37% aparelho de DVD e 34,3% contavam com outros serviços, além da internet. Para os 9,2 milhões de domicílios cujos moradores têm rendimento per capita de até meio salário mínimo, apenas 10% tinham internet. EMANUEL AMARAL

Esgotamento sanitário: serviço básico ao alcançe de poucos

Planos de saúde cobrem 24,7% dos brasileiros No Brasil, 24,7% da população têm acesso a planos de saúde. Em 2002, a proporção era 17,9%. A estimativa da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) foi analisada IBGE na Síntese de Indicadores Sociais. Porém, a cobertura pela saúde privada é concentrada na Região Sudeste, que detém 64% dos planos. Entre os estados, São Paulo tem a maior cobertura, com 43,6% da população com plano de saúde no ano passado, enquanto no Acre apenas 5,6% das pessoas tinham o serviço contratado. O IBGE também destaca que faltam médicos no país como um todo, mas a desigualdade regional também é muito acentuada. Enquanto o Ministério da Saúde recomenda a proporção de 2,5 médicos por mil habitantes, a média brasileira está em 1,95, variando de 0,98 na Região Norte

a 2,61 no Sudeste. Os dados, de 2011, são do Conselho Federal de Medicina. Quanto aos investimentos, o IBGE identifica um direcionamento de recursos para a atenção básica. Em 2002, 17,4% da população eram cobertos por equipes da Saúde da Família, índice que subiu para 54,8% em 2012, distribuídos por 5.297 municípios. O estudo também destaca diminuição dos indicadores de mortalidade infantil e materna, além do aumento dos índices de tratamento da aids e de capilaridade da atenção básica. Por outro lado, o IBGE alerta para a falta de avanços para proporcionar mais qualidade de vida relativa ao envelhecimento e de pesquisas para tratar doenças que ainda têm alta incidência no país, como a malária.

9


10

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Cláudio Humberto [ch@claudiohumberto.com.br - www.claudiohumberto.com.br]

Carros de luxo empacados

Disponibilizada pelo Gabinete de Segurança Institucional para fazer a segurança da presidenta Dilma e do vice Michel Temer, a minifrota de carros de luxo Ford Edge – custam cerca de R$ 150 mil cada – está empacada há meses na Presidência por falta de seguro. Substituto do general Amaro, o coronel Artur José Solon Neto utiliza os veículos para autoridades do GSI, enquanto a Presidência precisa alugar os seus.

Grana preta...

O Detran do DF arrecadou R$ 293,4 milhões até outubro deste ano, dos quais R$ 104 milhões vieram dos “pardais”, as máquinas de multar.

Estou achando meu amigo ministro um pouco nervoso”

SENADOR AÉCIO NEVES (PSDB), sobre o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo

...e amarela

Apesar de ter aplicação prevista na educação de trânsito, gastou-se apenas R$ 312 mil, dos 104 milhões, com publicidade aos motoristas.

Aliados cobram atitude de Aécio O baixo desempenho do presidenciável Aécio Neves (PSDB) nas pesquisas levou intranqüilidade ao tucanato e aliados, que cobram dele uma nova atitude, até mais agressiva, temendo que a disputa contra a

presidenta Dilma nem sequer chegue ao segundo turno. Aécio não parece abalado: lembra que Dilma é beneficiada pela exposição na mídia, em razão do cargo, e que tudo isso está dentro das previsões.

É para a segurança

Apesar de ter adquirido carros Ford Edge, pela bagatela de R$ 150 mil cada, a presidenta ainda anda no mesmo carro, um sedã blindado.

Espelho meu

Cotado a vice do governador Beto Richa (PSDB), presidente do PMDB-PR, Osmar Serraglio, divulgou nota parabenizando a si próprio pela coragem ao relatar CPI do mensalão, que resultou na prisão de petistas

Estão nem aí

O deputado Marco Feliciano (PSC-RJ) critica o abandono à Comissão de Direitos Humanos: “Mesmo após perceberem que teríamos quórum, aliados da comunidade gay sequer apareceram para discutir projetos”.

Desafio

Aécio acha que o PSDB vencerá de novo na região Sul, como nas três últimas campanhas, e no Sudeste. Seu desafio, diz, é o Nordeste.

Tem quem queira

O PDT está confiante sobre manter Manoel Dias no Trabalho. O partido alega que a presidente Dilma não entregará de mão beijada seu tempo de TV ao adversário Aécio Neves (PSDB), ou Eduardo Campos (PSB).

Eis a questão

No Planalto, a ministra Miriam Belchior é nome forte para assumir a chefia da Casa Civil em lugar de Gleisi Hoffmann, que disputará o governo do Paraná. O problema é quem assumiria o Planejamento.

Burros n’água

O “desfio” oposicionista de crescer no Nordeste ficou mais distante, com o pífio desempenho de Eduardo Campos (PSB) nas pesquisas.

Reduto gaúcho

Fiel escudeiro do vice Michel Temer, Eliseu Padilha (RS) está sendo cotado na bancada do PMDB para assumir Ministério da Agricultura em lugar de Antônio Andrade (MG), que disputará as eleições em 2014.

Lata de lixo

Pedetistas designados para revisar contratos do Ministério do Trabalho com ONGs estão impressionados com os esqueletos que o dono do PDT, Carlos Lupi, deixou. Nem o partido imaginava que eram tantos.

Nova agenda

O presidente do partido Solidariedade, Paulo Pereira (SP), que apoia Aécio, cobrou dele mais viagens pelo País e uma nova agenda.

Nada disso Indicado pelo PTB para um ministério de Dilma, Benito Gama (BA) tem dito categoricamente, para quem quiser ouvir, que sairá candidato a deputado federal em 2014. Seus adversários o chamam de Benito “Grana”, talvez porque seja vice-presidente do Banco do Brasil.

Obsoletas

O deputado Fábio Trad (PMDB-MS) se reunirá com o presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN), para propor a revisão conjunta do código penal e do código de processo penal, ambas de 1940.

geral

MEC vai divulgar indicadores de 2012 do ensino superior « EDUCAÇÃO » Índices e conceitos são usados como parâmetros para

acompanhar a evolução da qualidade da educação superior no Brasil FÁBIO RODRIGUES POZZEBOM / ABR

MARIANA TOKARNIA Agência Brasil

rasília - O Ministério da Educação (MEC) deve divulgar nos próximos dias o Conceito Preliminar de Curso (CPC) e o Índice Geral de Cursos (IGC) referentes a 2012, indicadores que avaliam a qualidade do ensino superior do país. As instituições tiveram acesso antecipado aos índices e puderam pedir a revisão dos conceitos do dia 23 de outubro ao dia 1° de novembro. Segundo o secretário da Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), Paulo Speller, os indicadores devem mostrar melhoria na qualidade da etapa de ensino. “Acredito que estamos caminhando para uma regulação mais rigorosa da educação superior brasileira, tanto pública quanto privada. E o que observamos é uma melhoria na qualidade do ensino, não apenas na graduação, estamos enxergando isso também na pósgraduação”, disse Speller à Agência Brasil. Os índices são usados como parâmetro de acompanhamento da evolução da qualidade da educação superior no Brasil. As notas vão de 1 a 5, sendo que conceitos 1 e 2 são considerados insuficientes. Os cursos com nota baixa são supervisionados e a repetição de notas inferiores pode levar ao fechamento do curso. Os cursos com notas inferiores são também impedidos de participar de políticas como o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudanil (Fies). No ano passado, segundo dados do IGC, 27% dos cursos não alcançaram desempenho suficiente. O cálculo, no entanto, sofre críticas por parte das instituições particulares, que questionam o que os índices realmente medem.

B

Speller acredita que medidas são um instrumento eficaz para melhorar o ensino público e privado

O CPC é calculado principalmente pela nota no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que corresponde a 70% do conceito. Os demais 30% são calculados com base em fatores como títulos do corpo de professores e infraestrutura da instituição. Fazer o Enade é necessário para a obtenção do diploma, mas o bom rendimento não é exigência. Todos os anos, há boicotes por parte dos estudantes à avaliação. O IGC é calculado, nos cursos de graduação, a partir do CPC e, nos cursos de pós-graduação, utiliza a Nota Capes (sistema de avaliação implantado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes). Segundo o assessor do Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular, Sólon Caldas, o CPC, como o nome diz, é um conceito preliminar, que deveria determinar se a instituição precisa ou não de super-

visão, para, a partir da avaliação de especialistas, consolidar o Conceito de Curso. “Não é o que ocorre”, diz. Também segundo ele, as notas são dispostas em uma curva onde sempre haverá mais ou menos 20% das instituições com notas 1 e 2 e 20% com notas 4 e 5. A maior parte, 60% deve obter conceito 3. “Não é possível definir se uma instituição é boa ou ruim. O que se consegue fazer é comparar uma instituição em relação a outra”, analisa. “O aluno não tem comprometimento com o resultado do Enade, não sofre penalidade e só precisa comparecer para fazer a prova”. Segundo Paulo Speller, o MEC passou a obrigar que o estudante permaneça pelo menos uma hora no Enade. “Com isso você assegura que o estudante faça a prova”, diz o secretário da Educação Superior do MEC. O secretário diz que medidas como a obrigatoriedade do exame e a divulgação da

nota no Enade no histórico escolar “não foram adotadas e nem são cogitadas pela pasta”. Speller diz também que o objetivo do MEC é garantir a qualidade do ensino e que uma flexibilização nas avaliações e nas punições não deve ocorrer. “A tendência é uma exigência cada vez maior da qualidade, a medida que se avança no número de matrículas com novos cursos e novas universidades”. O secretário reconhece que o aparato atual não é suficiente para atender a toda a demanda de supervisão. Ele reforçou o papel chave do Instituto Nacional de Supervisão e Avaliação da Educação Superior (Insaes), cujo Projeto de Lei (PL) 4.372/12 está em tramitação no Congresso Nacional. Segundo o MEC, são mais de 2,6 mil cursos em processo de supervisão. Com a estrutura atual seriam necessários mais de seis anos para atender a apenas a demanda em estoque.

Artistas buscam isenção « CULTURA » Cooperativas que reúnem profissionais do circo, dança,

música e teatro querem fim do PIS e da Cofins para atividades culturais rasília (AE) – Institucionalizadas a partir da década de 1970, quando entrou em vigor a lei que define a Política Nacional de Cooperativismo, as unidades que reúnem profissionais do circo, dança, música e teatro querem o fim da cobrança do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre as atividades culturais oferecidas por grupos e artistas cooperados. Nos últimos dois meses, representantes de algumas entidades têm percorrido gabinetes do Congresso Nacional em busca de apoio político. Segundo eles, a isenção de 3,75% de PIS/Cofins cobrados sobre os serviços pode estimular o cooperativismo entre a classe artística, contribuindo para reduzir a informalidade no setor. Liderado pela Federação Nacional das Cooperativas de Cultura (Fencult), o movimento reúne duas das maiores cooperativas artísticas brasileiras, a Paulista de Teatro e a de Música de São Paulo, e vem sendo fortalecido por entidades de outras unidades da Federação, como a Bahia, o Distrito Federal e Goiás. “Esta é uma questão de vida ou morte para as cooperativas

MARCELLO CASAL JR. / ABR

B

Artistas de circo consideram luta uma questão de vida ou morte

culturais, já que seus sócios são trabalhadores autônomos muito mais sensíveis à cobrança desse tributo. Como os ganhos financeiros dos profissionais cooperados vêm justamente daquilo que entra na cooperativa, o Estado, a rigor, está cobrando também PIS/Cofins dessas pessoas físicas, que pagam seus impostos”, disse à Agência Brasil o integrante da Cooperativa Paulista de Teatro Paulo Celestino. Criada em 1979, a cooperativa, a maior da América Latina, reúne cerca de 3,2 mil associa-

dos de aproximadamente 800 grupos teatrais, entre eles integrantes de importantes companhias como o Grupo XIX de Teatro, Os Satyros e a Companhia do Latão. Em 2012, faturou em torno de R$ 26 milhões. Juntos, seus associados pagaram em torno de R$ 900 mil de PIS/Cofins. A Cooperativa de Música de São Paulo existe há dez anos e conta com 1.675 associados, entre eles Arrigo Barnabé e Toninho Ferragutti. A Constituição brasileira [no Artigo 174] diz que o Estado de-

ve apoiar e estimular a associação dos trabalhadores em cooperativas, inclusive tributariamente. Mesmo assim, hoje, é mais caro fazer parte de uma cooperativa do que pegar uma nota fiscal de um conhecido que tenha empresa”, acrescentou Celestino, defendendo que as cooperativas, além de proporcionar melhores condições para que os artistas produzam e divulguem seus trabalhos, garantem maior peso à classe artística, pois incluem socialmente os trabalhadores que, historicamente, costumam atuar individual e informalmente. “Estamos falando de uma parcela relevante e de excelência da produção artística do país”. Segundo os representantes do movimento, a atual carga tributária tem motivado muitos profissionais a trocar a produção organizada em cooperativas por opções mais atraentes do ponto de vista tributário. A desassociação se intensificou nos últimos anos, com a obrigatoriedade da emissão da Nota Fiscal Eletrônica. Antes, enquanto as entidades questionavam a legitimidade de impostos municipais como o Imposto Sobre Serviços (ISS), muitos cooperados simplesmente deixavam de recolher o imposto.


Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

geral

11

O Evangelho e a reforma da Igreja « RELIGIÃO » Exortação Apostólica Pós Sinodal é vista como a base de uma reforma capaz de sacudir todas as instâncias e dinâmicas da Igreja e colocar o papado mais perto dos ensinamentos de Cristo GREGORIO BORGIA

GIANNI VALENTE Escritor

oderia ser uma “simples” Exortação Apostólica Pós Sinodal, como muitas outras. Mas o Papa Francisco escreveu uma que representa um documento chave do seu Pontificado. A rota que sugere os “caminhos para a caminhada da Igreja nos próximos anos”. Quase a profecia de uma renovação profunda proposta a todos os cristãos. Um texto operacional destinado a sacudir todas as instâncias e todas as dinâmicas da Igreja; um convite a emanciparse de tudo o que entorpece a missão de anunciar o coração palpitante do Evangelho entre os homens de hoje, assim como são. Em primeiro lugar está a “alegria do Evangelho”, como diz a versão original escrita em espanhol. “A alegria do Evangelho”, lêse nas primeiras linhas da Exortação, “enche o coração e a vida inteira dos que se encontram com Jesus. Quem se deixa salvar por Ele é liberto do pecado, da tristeza, do vazio interior, do isolamento. Com Jesus Cristo sempre nasce e renasce a alegria”. Enquanto “o grande risco do mundo atual, com sua múltipla e avassaladora oferta de consumo, é uma tristeza individualista que brota do coração acomodado e avarento, da busca desordenada de prazeres superficiais, da consciência isolada”. Inclusive muitos crentes caem nessa armadilha, “convertem-se em seres ressentidos, queixosos, sem vida”. Ao contrário, “quando alguém dá um pequeno passo ao encontro de Jesus, descobre que Ele já aguardava de braços abertos a chegada”. Experimentar e propor aos outros a salvação alegre que Cristo ressuscitado oferece e os meios dos quais se serve são a vocação de todos os cristãos, além da razão de ser da Igreja. A experiência do encontro pessoal com Cristo é “o manancial da ação evangelizadora. Porque, se alguém acolheu esse amor que lhe devolve o sentido da vida, como pode conter o desejo de comunicação a outros?” Por isso, a evangelização nunca deve ser entendida como “uma heroica tarefa pessoal, já que a obra é, sobretudo, d’Ele, para além do que possamos descobrir e entender. Jesus é ‘o primeiro e o maior evangelizador’. Em qualquer forma de evangelização, o primado é sempre de Deus”. Se a missão própria dos cristãos é a de anunciar a alegria do Evangelho, o próprio objetivo configura também as formas nas quais esta se manifesta. Todos “têm o direito de receber o Evangelho. Os cristãos têm o dever de anunciá-lo sem excluir ninguém, não como quem impõe uma nova obrigação, mas como quem compartilha uma alegria, assinala um belo horizonte, oferece um banquete desejável. A Igreja não cresce por proselitismo, mas ‘por atração’”. A alegria do Evangelho é missionária que “sempre tem a dinâmica do êxodo e do dom, do sair de si, do caminhar e semear sempre de novo, sempre para mais além”. A comunidade evangelizadora que mergulha “na vida cotidiana dos outros, encurta distâncias, abaixa-se até a humilhação, caso for necessário”. Ela “acompanha a humanidade em todos os seus processos, por mais duros e demorados que sejam. Conhece as longas esperas e a paciência apostólica. A evangelização patenteia muita paciência, e evita deter-se a considerar as limitações. Fiel ao dom do Senhor, sabe também ‘frutificar’. A comunidade evangelizadora mantém-se atenta aos frutos, porque o Senhor a quer fecunda. Cuida do trigo e não perde a paz por causa do joio”. O objetivo declarado da Exortação Apostólica é “propor

P

Francisco critica o consumismo da sociedade moderna e a ‘tristeza individualista que brota do coração acomodado e avarento’

algumas diretrizes que possam encorajar e orientar, em toda a Igreja, uma nova etapa evangelizadora, cheia de ardor e dinamismo”. E neste percurso que o Papa propõe a todos “não convém que o Papa substitua os episcopados locais no discernimento de todas as problemáticas que sobressaem nos seus territórios. Neste sentido, sinto a necessidade de proceder a uma salutar ‘descentralização’”. Além disso, a “transformação missionária da Igreja” prefigurada por Bergoglio passa por uma renovação eclesial definida como “impostergável”. Trata-se de uma aventura que envolve toda a Igreja em “uma conversão pastoral e missionária, que não pode deixar as coisas como estão. Neste momento, não nos serve uma ‘simples administração’. Constituamo-nos em ‘estado permanente de missão’, em todas as regiões da terra”. O principal critério desta renovação não é uma teologia par-

Os cristãos têm o dever de anunciá-lo sem excluir ninguém, não como quem impõe uma nova obrigação, mas como quem compartilha uma alegria"

Tentações dos agentes de pastoral Em seu apelo à conversão missionária da Igreja, o Papa Francisco expõe uma detalhada sintomatologia da autorreferencialidade na qual é fácil tomar direções que inclusive caracterizaram momentos recentes da Igreja, sob a influência da “cultura globalizada atual”. Vai-se desde a sensação de derrota que se instala em pessoas consagradas e leigas, uma espécie de “pessimismo lamuriante” indicado por Bergoglio, que utiliza as palavras de João XXIII sobre os profetas de desgraças, aqueles que “não veem senão prevaricações e ruínas”. A raiz dos piores males que afligem a Igreja é identificada por Francisco com “o mundanismo espiritual, que se esconde por detrás de aparências de religiosidade e até mesmo de amor à Igreja, é buscar, em vez da glória do Senhor, a glória humana e o bem-estar pessoal”. Bergoglio relaciona com esta atitude as novas expressões de um gnosticismo (que nunca desapareceu) ou do neopelagianismo “de quem, no fundo, só confia nas suas próprias forças e se sente superior aos outros por cumprir determinadas normas

ou por ser irredutivelmente fiel a um certo estilo católico próprio do passado”. As palavras do Papa criticam duramente esses ambientes eclesiais nos quais “alimenta-se a vanglória de quantos se contentam com ter algum poder e preferem ser generais de exércitos derrotados antes que simples soldados dum batalhão que continua lutando”, sonhando “com planos apostólicos expansionistas, meticulosos e bem traçados, típicos de generais derrotados”. Um mundanismo asfixiante que se esconde sob “roupagens espirituais ou pastorais”, e que pode ser curada somente “saboreando o ar puro do Espírito Santo”. Bergoglio cita o clericalismo que penaliza os leigos e que os mantém “à margem das decisões” ou que os absorve em “tarefas intraeclesiais, sem um compromisso real com a aplicação do Evangelho na transformação da sociedade”. E reconhece que as reivindicações dos direitos das mulheres “colocam à Igreja questões profundas que a desafiam e não se podem iludir superficialmente”. O sacerdócio reservado aos varões “é uma

questão que não se põe em discussão, mas pode tornar-se particularmente controversa se se identifica demasiado a potestade sacramental com o poder”. Diante destes cenários, Bergoglio insiste em que a missão evangelizadora não é uma questão de especialistas ou de “roupas de elite”. Quem anuncia a alegria do Evangelho deve ser todo o Povo Santo de Deus, “santo por esta unção que o torna infalível in credendo”. Um povo “com muitos rostos” reunido pela graça de Deus e não segundo homologações culturais. O anúncio cristão –reconhece o Papa Francisco– não se identifica com nenhuma cultura, nem sequer com as que “estiveram estreitamente ligadas à pregação do Evangelho e ao desenvolvimento de um pensamento cristão”. Por isso, “não podemos pretender que todos os povos dos vários continentes, ao exprimir a fé cristã, imitem as modalidades adotadas pelos povos europeus num determinado momento da história, porque a fé não se pode confinar dentro dos limites de compreensão e expressão de uma cultura particular”. ANDREW MEDICHINI

JORGE MARIO BERGOGLIO Papa Francisco

ticular nem nenhuma linha de pensamento eclesial, mas “uma opção missionária capaz de transformar tudo, para que os costumes, os estilos, os horários, a linguagem e toda estrutura eclesial se tornem um canal adequado mais à evangelização do mundo atual que à autopreservação”. A pastoral ordinária, as paróquias, os movimentos, a hierarquia foram convidados a ter uma atitude de “saída”. O próprio exercício do mistério petrino, segundo o Papa Francisco, está imerso no dinamismo da renovação “em chave missionária”; Bergoglio anuncia também uma “conversão do papado”, para torná-lo “mais fiel ao significado que Jesus Cristo quis dar-lhe e às necessidades atuais da evangelização”.

Papa Francisco quer que a Igreja se apresente ao mundo como uma mãe de braços abertos

Hierarquia das verdades e as questões morais Ao ter como pontos cardeais a Constituição conciliar Lumen Gentium (sobre a natureza da Igreja), os textos montinianos Ecclesiam Suam e Evangelii Nuntiandi, além do Documento de Aparecida, a rota que Bergoglio agora traça concentra-se sobre alguns pontos nevrálgicos. De acordo com o Papa Francisco, é necessário rever a forma como é oferecido o anúncio evangélico. Por exemplo, coloca-se em discussão uma espécie de intervencionismo “midiático-eclesial” que se concentra nas questões morais. Com a seleção interessada dos conteúdos que normalmente os meios de comunicação levam a cabo, “a mensagem que anunciamos corre mais do que nunca o risco de aparecer mutilada e reduzida a alguns de seus aspectos secundários”. Isto acontece quando algumas questões que fazem parte do ensino moral da Igreja são propostas constantemente “fora do contexto que lhes dá sentido”. Segundo o Papa Francisco, o enfoque sobre a ação moral não pode prescindir da luz própria da vida iluminada pelo Evangelho. Uma pastoral em chave missionária “não está obcecada pela transmissão desarticulada de uma imensidade de doutrinas que se tentam impor à força de insistir. Quando se assume um objetivo pastoral e um estilo missionário, que chegue realmente a todos sem exceções nem exclusões, o anúncio concentra-se no essencial, no que é mais belo, mais importante, mais atraente e, ao mesmo tempo, mais necessário”. Citando Santo Tomás, o Papa repete que no âmbito específico das ações exteriores, a maior das virtudes morais para a inteligência humana iluminada pela fé é a misericórdia. Além disso, a missão de anunciar a todos a alegria do Evangelho manifesta-se dentro dos limites humanos e toma em consideração as condições nas quais vivem os homens (marcada pelo pecado original e pelo fluxo dos condicionamentos que nos rodeiam). “Há normas ou preceitos eclesiais”, reconhece o Papa, “que podem ter sido muito eficazes noutras épocas, mas já não têm a mesma força educativa como canais de vida”. Santo Tomás de Aquino destacava que os preceitos dados por Cristo e pelos Apóstolos ao povo de Deus “‘são pouquíssimos’”. Além disso, é preciso “acompanhar, com misericórdia e paciência, as possíveis etapas de crescimento das pessoas, que se vão construindo dia após dia. Aos sacerdotes, lembro que o confessionário não deve ser uma câmara de tortura, mas o lugar da misericórdia do Senhor que nos incentiva a praticar o bem possível. Um pequeno passo, no meio de grandes limitações humanas, pode ser mais agradável a Deus do que a vida externamente correta de quem transcorre os seus dias sem enfrentar sérias dificuldades”. A Igreja, explica o Papa Bergoglio, apresenta-se ao mundo como “uma Mãe com os braços abertos”. Uma das amostras desta abertura é deixar abertas, materialmente, as portas das Igrejas e dos lugares de oração. Mas, segundo o Papa, “nem sequer as portas dos sacramentos se deveriam fechar por uma razão qualquer”. Isto, obviamente também é válido para o batismo. Mas também para a eucaristia, acrescenta o Papa: “não é um prêmio para os perfeitos, mas um remédio generoso e um alimento para os fracos.

+

PÁGINA 12

Francisco acentua o valor da vida


12

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

geral

Francisco acentua devoção dos fiéis « RELIGIÃO » Pontífice defende uma igreja mais próxima do povo e sugere que as homilias nas missas sejam breve e simples, deixando de lado pregações professorais ou parecidas com uma conferência

uanto às formas primárias mediante as quais se transmite o anúncio evangélico, o Papa Francisco acentua o valor da vida da devoção popular, com a qual o povo “se evangeliza continuamente a si mesmo”, expressando o seu afeto por Jesus, pela Virgem e pelos santos. Depois, o Bispo de Roma, ao assinalar um tema delicado, dedica 23 parágrafos (em 18 páginas) a um dos instrumentos ordinários da pregação, o das homilias durante a missa. Segundo Francisco, a homilia “deve ser breve e evitar que se pareça com uma conferência ou uma aula”. A pregação “puramente moralista ou doutrinadora reduzem esta comunicação entre os corações que se verifica na homilia e que deve ter um caráter quase sacramental”. Na homilia, assim como na catequese – sugere Bergoglio –, sempre se deve anunciar ou indicar o núcleo central do anúncio cristão: “o primeiro anúncio ou querigma deve ocupar o centro da atividade evangelizadora e de toda a tentativa de renovação eclesial”. Porque é “prévio à obrigação moral e religiosa”, e é repetido como um tesouro inesgotável que se descobre constantemente. De acordo com o Papa Francisco, a missão evangelizadora se desfigura caso não se apreciar ou então se enfraquece o “laço indissolúvel entre a recepção do anúncio salvífico e um efetivo amor fraterno”. Palavras que anulam as falsas dialéticas daqueles que, nos últimos anos, insistiram no risco da “redução” da missão do anúncio à mera atividade de pro-

EMANUEL AMARAL

Q

nas quais o aborto lhes aparece como uma solução rápida para as suas profundas angústias”.

A vertigem da graça

Papa destaca papel dos católicos que demonstram sua fé expressando afeto por Jesus, pela Virgem Maria e pelos santos

moção social. A opção preferencial pelos pobres reforça-se sem meias palavras como um traço inocultável do amor de Cristo pelos homens, como indica o Evangelho. Não escutar o grito do pobre quer dizer colocar-se “fora da vontade do Pai e do seu projeto”. Trata-se de uma “preferência divina” que “tem consequências na vida de fé de todos os cristãos, chamados a ter os mesmos sentimentos de Jesus Cristo”. Francisco acrescenta, além

disso, na Exortação Apostólica julgamentos não genéricos sobre a “idolatria” da economia especulativa e sobre as dinâmicas que condicionam o desenvolvimento e produzem a pobreza. Convida para não confiar nas “forças cegas e na mão invisível do mercado”, na hora de tomar decisões econômicas como “remédios”, que, pelo contrário, “são um novo veneno, quando se pretende aumentar a rentabilidade reduzindo o mercado de trabalho e

criando assim novos excluídos”. A opção evangélica pelos pobres está afastada, se poderia dizer “geneticamente”, de “qualquer ideologia, de qualquer tentativa de utilizar os pobres a serviço de interesses pessoais ou políticos”. Literalmente, entre os pobres estão todos os indefesos, os excluídos e os fracos dos quais a Igreja deve se ocupar com predileção. Entre os citados anteriormente o Papa Francisco inclui os que ainda não nasceram, “que são os

mais indefesos e inocentes de todos”. Sua defesa está relacionada com a defesa de qualquer direito humano que reconhece cada um dos seres humanos como sagrado e inviolável. “Não é opção progressista pretender resolver os problemas, eliminando uma vida humana”. Mas, ao mesmo tempo, o Papa reconhece que “é verdade também que temos feito pouco para acompanhar adequadamente as mulheres que estão em situações muito duras,

Depois de ter definido o imenso campo de trabalho da “conversão missionária” à qual a Igreja foi chamada, Francisco, na parte final do documento, que termina com uma oração a Maria, retorna sobre a única fonte que pode propiciar e alimentar essa tão desejada saída da autorreferencialidade. Uma aventura por terras desconhecidas, que acarreta uma certa “vertigem”, pois depende inteiramente do agir de Cristo Redentor e de seu Espírito. Na história da Igreja, desde a época de Jesus, é o Espírito que “faz os Apóstolos saírem de si mesmos e transforma-os em anunciadores das maravilhas de Deus”. O verdadeiro missionário, “que não deixa jamais de ser discípulo, sabe que Jesus caminha com ele, fala com ele, respira com ele, trabalha com ele. Sente Jesus vivo com ele, no meio da tarefa missionária”. A missão não é “um negócio nem um projeto empresarial, nem mesmo uma organização humanitária, não é um espetáculo para que se possa contar quantas pessoas assistiram devido à nossa propaganda”. Precisamente, depender inteiramente da Igreja “pode causarnos alguma vertigem: é como mergulhar num mar onde não sabemos o que vamos encontrar. Eu mesmo o experimentei tantas vezes. Mas não há maior liberdade do que a de se deixar conduzir pelo Espírito, renunciando a calcular e controlar tudo e permitindo que Ele nos ilumine, guie, dirija e impulsione para onde Ele quiser”.


geral

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Reservatórios preocupam a ONS « ENERGIA ELÉTRICA » Comitê de monitoramento inclui na pauta da reunião da próxima quarta-feira a questão dos reservatórios de hidrelétricas do Nordeste, que estão operando com com 22% da capacidade io (AE) - A situação dos reservatórios que fornece água para geração de energia elétria na região Nordeste é a que mais preocupa neste momento o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), confirma o diretor do órgão, Hermes Chipp. Hoje, os reservatórios da hidrelétrica da região operam com capacidade de armazenamento de 22,5%, a mais baixa de todo o País. Essa questão, inclusive, vai ser um dos temas da próxima reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), na quarta-feira, em Brasília. Na reunião, Chipp informou que o ONS irá propor a manutenção do alto nível de intercâmbio de energia para o Nordeste, ou até elevar um pouco mais. A ideia é reduzir a geração hidrelétrica na região para evitar que o nível dos reservatórios reduza ainda mais. “Mas essa é uma decisão que vai ser tomada pelo CMSE. Vamos propor isso”, explicou o executivo, acrescentando que a situação das outras regiões do País é confortável neste momento. Hoje, o intercâmbio de energia para a região Nordeste é de 3 mil MW médios. Apesar do baixo nível dos reservatórios do Nordeste, Chipp descartou que isso represente um risco de um novo apagão para o País. Além de contar com as térmicas, o diretor-geral do ONS disse que as chuvas já estão ocorrendo, inclusive no Nordeste. “Já está chovendo na cabeceira do São Francisco”, afirmou Chipp. É na Bacia do Rio São Francisco

R

que estão localizadas as principais hidrelétricas da região, operadas pela estatal federal Chesf. Adicionalmente, o diretor da ONS também comentou que já está chovendo no Tocantins e também no subsistema Sudeste/Centro-Oeste, o que renova as esperanças de normalização dos sistema. As chuvas dos últimos cinco dias, elevaram o chamado nível de afluências (volume de água que efetivamente ingressou nos reservatórios das usinas), superando a média histórica para o período. “Para se ter uma ideia, as afluências das regiões Sudeste/Centro-Oeste passaram de 60% a 70% para 115% e 120%, nos últimos cinco dias. Esse alguns lugares, já chega a 130%”, comentou. A melhora na situação hidrológica irá levar a redução no nível despacho das termelétricas, hoje em torno de 13,1 mil MW médios. “No Programa Mensal de Operação (PMO) de dezembro, deve reduzir um pouco”, afirmou Chipp. Mas o executivo ressaltou que essa queda não será acentuada em função da nova metodologia de cálculo de preço da energia no curto prazo (PLD), que elevou de forma estrutural o chamado custo marginal de operação (CMO) do sistema. “Aquela festa de um CMO a R$ 15/MWh ou a R$ 18/MWh acabou”, afirmou Chipp. A nova metodologia do PLD passou a incorporar o custo do despacho das térmicas, o que aumentou de forma estrutural o seu valor. Com isso, Chipp explicou que o despacho térmico tende a ser mais constante ao longo do tempo e a um custo menor para os consumidores.

13


14

quadrantes

Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

SANDERSON NEGREIROS [ ESCRITOR]

A hora tais o meio da tarde e da rua, a grande presença acontecia: uma lua enorme, diritâmbica, pousava no céu. A mesma lua de Juan Miró, que ele retratou em quadro inesquecível. Quadro que apaixonou Hemingway, ainda pobre e moço, em Paris. Pois, de repente, revejo esse quadro na tarde antiga e feliz. Eu era mais feliz ainda, por ver tudo aquilo gratuitamente. De maneira anônima e inaugural. A beleza dói, dizia Gilberto Amado. E dói, mesmo quando compartilhada. Daí, o mal da so-

N

lidão feroz. A gente vê a beleza e não pode – ou não quer – distribuí-la aos outros. Como o pão que se reparte, como a água que se junta na concha da mão, e se dispersa por entre os dedos. Pensei em bulevares, em folhas caindo das árvores em prístinos outonos; em plátanos, aleias, pequenos bosques, sonhados por Monet. Mas eu tinha a riqueza da rua próxima do subúrbio, onde os jasmins florescem e os portões de ferro, rangendo, são cobertos de semprevivas. Um cão olha a rua e dor-

me – um horizonte de cães, como recitava Lorca, diante do mar. Um gato contempla com má vontade um passarinho que, por sua vez, come grama. Uma populosa mangueira oferece, sem imposto nem declaração de rendas, uma sombra farta e contemplativa. Certo personagem de Faulkner sentiu acender-se, nele, o grande mistério da vida, ao ouvir um pássaro solitário cantar às três horas da tarde. Num mundo móvel sem ser uma festa. Contudo, com essa luta, esqueço tu-

do; esqueço até a própria vontade do esquecimento. A felicidade existe. E para prolongá-la, lembrei-me de você, meu silêncio, retardatário e oportuno. Em uma tarde assim, Rimbaud deixou sua cidade natal, a pequena Charleville, em busca da verdade, que ele pensava estar na lonjura da distância, sem saber que ela se encontra muito mais dentro de nós mesmos. Em uma tarde assim, Beethoven perdeu a audição e ficou tateando as notas da Quinta Sinfonia; Hermingway chorou diante dos cu-

mes nevados de Kilimanjaro; e Ezra Pound começou a escrever seus cantos dentro de uma gaiola, aprisionado em Piza. Van Gogh contemplou com saudades os campos de trigo de Arles. Gauguin rejeitou as cores convencionais e encontrou o arco-íris nas ilhas dos Mares do Sul, apaixonando-se por uma nativa chamada Tehura. Quase ternura. Em uma hora como esta, eu me despedia do meu pai, pela última vez, no cais do porto, em demanda do sul, prisioneira de ilhas irreais. A horas tais, deverá haver uma criança que pensa com ternura em seu carneiro; uma velha rezando o terço; um velho padre recitando o breviário – é hora das vésperas – e um ídolo de barro sendo quebrado.

MARCELO NAVARRO [ DESEMBARGADOR ]

NELSON PATRIOTA [ ESCRITOR ]

Livro e sarau festejam Newton Navarro

Listas uitas vezes, perguntas bem simples são as mais difíceis de responder. Quando alguém pergunta ‘qual é seu filme preferido’, a gente em geral se embaraça. Começa a tentar dizer, vem um nome à cabeça, mas aí surge a lembrança de outro, e mais outro, e outro ainda... Aí a gente recorre às listas: ‘posso dizer os dez de que eu gosto mais?’. Só que nem isso é fácil. Eu já respondi uma vez, numa dessas entrevistas que lhe indagam tudo, até a marca de sua pasta de dentes (‘creme dental’ só em propaganda e legenda de filme, ninguém realmente diz isso, né?), que meu filme favorito era ‘Gandhi’ (Richard Attenborough, 1982, Ben Kingsley no papel-título, ganhou o Oscar de melhor filme aquele ano). Se eu for dizer hoje qual o filme que prefiro, certamente a resposta não seria essa. E qual seria? Não sei. Posso dizer dez? Qual seu livro preferido? Questão ainda mais difícil. Me vêm tantos à mente que uma lista de dez seria muito pequena. Não sei por quê, estou pensando agora em Moby Dick, de Herman Melville. Talvez porque tenha o melhor começo de romance de que consigo recordar: ‘Me chame de Ismael’ (gosto da tradução assim mesmo, começando com próclise, à brasileira). Mas assim que escrevi isso, lembrei de outro sensacional: ‘Nonada. Tiros que o senhor ouviu foram de briga de homem não, Deus esteja.’ É do ‘Grande Sertão’, do nosso Guimarães Rosa. E se matutar só mais um pouquinho, posso listar dez, cada um melhor que o outro. E qual o livro preferido que você não leu? Como é isso? Sim, aquele livro incrível, que todo mundo recomendou ou que você sabe que é Às vezes fico importante, ou que simtentando plesmente você queria ler traduzir um e provavelmente compoema. prou, aquele mesmo que Traduzo várias está lá, mofando na sua vezes. Não estante? Ulysses, do irconsigo escolher landês James Joyce, é, qual das minhas para mim, a resposta óbtraduções é via. Tanto que até escremenos pior. vi um poema em que Fiz isso com brinco com isso. Mas há Walt Whitman, dezenas. Posso fazer uma com Robert lista agora. Frost... Uma Por falar em poema, lista não qual o melhor, na sua opibastaria" nião? Passei muitos anos achando que era o ‘Poema em Linha Reta’, de Fernando Pessoa. Depois achei que era a ‘Ode Vingativa’, de Manoel de Barros. Depois, ainda, ‘Os Dois Lados’, de Murilo Mendes, Depois uma lista de muito mais de dez poemas de Manoel Bandeira – esse, talvez, meu poeta preferido (epa, lá vêm outros tantos!...) – e aí recebi um pedido de Jarbas Martins para fazer uma lista dos melhores dez sonetos para mim, e findei escrevendo um calhamaço de justificações, com dezenas de notas de rodapé apontando poemas que tive de deixar de fora e explicando critérios de exclusão... Olhem que eu só falei em poemas em português. E os traduzidos? Meu pai tinha uma verdadeira obsessão com ‘O Corvo’, de Edgar Allan Poe. Colecionava traduções. Mas qual será a melhor delas? Dá pra fazer uma lista... Eu às vezes fico tentando traduzir um poema. Traduzo várias vezes. Não consigo escolher qual das minhas traduções é menos pior. Fiz isso com Walt Whitman, com Robert Frost... Uma lista não bastaria. E comidas? Qual seu prato preferido? Qual o melhor restaurante a que você já foi? Que lugar é inesquecível para você? Que bebida você prefere (recomendo, hoje em dia, não perguntar qual o melhor vinho: pode haver brigas mortais numa roda de seis pessoas em diante). O pior não é nem isso. É saber qual o assunto preferido para fazer uma lista: filmes, livros, poemas, comidas, bebidas, viagens. Dá pra fazer uma lista. E isso não acaba nunca. Mas pelo menos deu assunto para a crônica.

Foi nessa hora que o poeta Hart Crane pulou de um navio no mar agitado das Antilhas, e morreu. E John Kennedy recitava o poema, que sabia decorado e que começava com o verso: “Eu tenho um encontro marcado com a morte”. Mas o poeta pernambucano, Deolindo Tavares, que se finou aos vinte anos, já declarava: “Tenho um encontro marcado com o Cristo a uma e meia da manhã”. Antes, garantira: “Sou pobre como Jó e rico como Salomão. Sou um poeta”. Em horas de ascese como esta, a noite não vem, a noite se esconde. E é preciso restaurar sua presença planetária, para que todos sintam a paz das alturas. E se comovam, pensando em Deus.

M

ão menos que de repente, o tempo ficou propício ao louvor de Newton Navarro. Não por essa ou aquela razão, mas porque uma fornada de novos e renovados livros de e sobre ele estão chegando ao mercado. Como é o caso, por exemplo, do livro “Sete poemas quase inéditos & outras crônicas não selecionadas” (Edufrn, 2013), organizado por Paulo de Tarso Correia de Melo e Gustavo Sobral. Mas se é mesmo tempo de louvar Newton, o lançamento de “Sete poemas...” não poderia se restringir a uma mera efeméride literária; as livrarias estão cansadas da atmosfera trivial que costuma cercar as tardes de autógrafos. Por essa razão, Paulo e Gustavo fizeram outra escolha, optando por lançar os inéditos & não selecionados, mas seletos, textos de Newton num clima de sarau. O evento, com direito a múltiplos recitais protagonizados pelos próprios organizadores, e contando com a luxuosa adesão de Diógenes da Cunha Lima, Angela Almeida e Tarcísio Gurgel, acontecerá nesta terça-feira, 03, na Academia Norterio-grandense de Letras, às 18h. É certo que não haverá tempo hábil num único sarau para a reprodução de todo o valioso conteúdo desse novo livro, mas será suficientemente estimulante a que, ao seu término, se o busque. De fato, “Sete poemas...” é um importante acréscimo feito à bibliografia navarriana desde o lançamento de “Newton Navarro: obra completa” (FJA/Fiern, 1998, 2 v.), quando, sob a orientação do poeta Luís Carlos Guimarães, os oito livros publicados pelo multitalentoso artista potiguar foram reunidos pela primeira vez. Com isso, abriu-se o campo para a pesquisa bibliográfica, documental e arquivista, além da reedição e anotação de suas próprias obras. No primeiro caso, vale destacar o en- “É certo que não saio biográfico escrito por haverá tempo hábil Sheyla Azevedo sob o títu- num único sarau lo de “Newton, um anjo fei- para a reprodução to sereno” (s/Ed., 2013); de todo o precioso no segundo caso, “Sauda- conteúdo desse de de Newton Navarro” (E- novo livro, dufrn, 2013), organizado mas será por Angela Almeida, Gus- suficientemente tavo Sobral e Helton Ru- estimulante a que, biano; no terceiro, a cole- ao seu término, se ta de dispersos reunidos o busque” por Paulo e Gustavo. Junto a esse vendaval de título circundando a figura de Newton, destaca-se ainda a reedição de “O solitário vento do verão” (Edufrn, 3. Ed., 2013), primeira coletânea de contos de Newton. A obra tem posfácio de Gustavo Sobral, o qual faz alguns reparos à edição da obra completa editada pela FJA/Fiern e que teria “esquecido” a obra teatral do escritor. Cada uma dessas obras se constitui num aporte para o conhecimento da vida e da obra de Newton Navarro, ao mesmo tempo em que chamam a atenção para o nome do escritor, menos conhecido do que o do artista plástico. “Sete poemas...” se distingue, porém, pelo fato de recolher a obra navarriana dispersa em jornais, beneficiando-se do fato de que o poeta Paulo de Tarso Correia de Melo as conservava em seus arquivos. Por isso, é ele quem assina a “Nota prévia” apensa ao livro, dando notícia da origem de cada poema e de cada crônica selecionada, segmentando-as em seções etc. Paulo chega, mesmo, a elucidar alguns mistérios navarrianos como, por exemplo, revelando quem seria o inominado missivista que mereceu de Newton uma rilkiana resposta na crônica justamente intitulada “Resposta”. Tantos livros e tantas revelações em torno de Newton Navarro e sua obra se traduzem como um fato novo nas letras potiguares ao proclamar o nome do escritor sob tantos nomes. Trata-se de uma espécie de “mea culpa”, necessário e menos tardio do que costuma acontecer entre nós, com um autor que se impõe por uma arte altamente original e poética em todos os gêneros de que fez uso. Falta, porém, como observa Gustavo Sobral, o Newton Navarro que escreveu para o teatro. A queixa de Gustavo só faria sentido se essa obra estiver disponível em algum arquivo. Sua publicação nessa fase da alta estação navarriana que segue seria simplesmente esplêndida.

N

CLÁUDIO EMERENCIANO [ PROFESSOR DA UFRN]

A cidade dos meus afetos

sabrochar de uma rosa. As pétalas se abriram e res vínculos do homem com sua cidade, de nasvelam outro ser. Semelhante também à transfigucimento ou de viver, investem-se de uma diração de uma moça. Ontem menina, amanhã mumensão mística e sentimental. Alcançam o lher. Inquieta-me agora a dúvida sobre a maneira universo sem fim de sentimentos que cada um dede ser dos seus habitantes. Transposição da minha tém, carrega e projeta na eternidade. Sedimentaminfância para o “novo mundo”. Prevalecem serese pouco a pouco no curso da vida. Estabelecem asnidade, lucidez e humildade? Há uma conspectos e condicionantes atemporais, que não ciência coletiva fundada também no são afetados por transformações urbaníspassado? Não sei... ticas, muitas vezes transgressoras ou As ventanias deste novembro, na demolidoras da essência do seu exisimensidão da noite que se aproxitir. As experiências humanas no âmma, contrastando com o inclemenbito de uma cidade são como camate calor do dia, vão embalar o sono das que se acostam uma após outra. da cidade? Os morros que a adornam Tipificam o cidadão como hospedeiparecem declamar a poesia da naturo e portador de uma cosmovisão local. reza. Ostentam sua indumentária verA expansão e as modificações paisagísdejante e albergam pássaros, que reticas não se justificam por si mesmas. gorjeiam renovada saudação por toDevem sujeitar-se a uma coerência com Os vínculos do do o dia. Sinfonia pastoral, que é deso espírito, a alma, a história, os hábihomem com sua percebida, ignorada ou desconhecitos e as aspirações dos seus habitantes. cidade, de da por maioria da população. InfeO jeito de ser do povo não pode nem denascimento ou de lizmente, um ritmo estressante soneveria ser violado por seus governanviver, investem-se ga a percepção de beleza e da vida. tes, quaisquer que sejam as imposições de uma dimensão Eis um contraponto afetivo e nosde interesses suspeitos e questionáveis. mística e tálgico. Revejo a cidade da minha inA preservação de certa maneira de visentimental. ver não pode impedir o chamado pro- Alcançam o universo fância. A Avenida Rio Branco, centro e coração da cidade, era um largo gresso, mas sua compatibilização é um sem fim de e extenso corredor, onde se alternaprincípio divisor entre o que é certo ou sentimentos que vam, predominantemente, casas em errado, sensato ou desatinado, visionácada um detém, estilo “belle époque” e as grandes lorio ou retrógado. Quando o então precarrega e projeta na jas. Suas amplas calçadas eram asfeito Sílvio Pedroza, depois também eternidade. sombreadas por abundantes “fícus de grande governador, projetou e consSedimentam-se benjamim”. Suas cercanias formatruiu avenidas circundando o mar, da pouco a pouco no vam, naquele tempo, um conjunto Praia do Forte à Areia Preta, revigorou curso da vida. harmonioso, singelo e encantador. uma vocação inconteste da cidade, que, Estabelecem Subsistia um clímax evocativo do pósanos mais tarde, Odilon Ribeiro Couaspectos e guerra. As pessoas viviam descontraitinho, em discurso muito mais poético condicionantes do que político, chamou-a de “talássi- atemporais, que não damente. A placidez do cotidiano era contagiante. Laços provincianos coeca”. E Otoniel Menezes, muito antes, são afetados por xistiam com as inovações trazidas peem poema épico, revelou-a como transformações la Guerra nos hábitos e costumes. “Praieira dos meus amores”. urbanísticas, muitas Bares, restaurantes, sorveterias, Um céu sem nuvens, belíssimo, de vezes transgressoras confeitarias, o “Natal Clube”, os cinecores variadas no entardecer extasianou demolidoras da mas Rex e Rio Grande, a Praça Pio X, te, exibindo o violeta, o lilás e um azul essência do seu evocavam o espírito de uma época. quase cinzento, arrebata-me a alma e existir. As Sem rendição nem mácula. Bondes o coração. Os morros, que ainda cerexperiências cam a cidade de todos os tempos, pa- humanas no âmbito circulavam em quase toda cidade. Seus passageiros, sem a pressa dos recem deter enigmas, segredos e fantade uma cidade são dias de hoje, deixavam entrar em seus sias. Veredas ainda indevassadas em como camadas que seu sentido. se acostam uma após corações a beleza original da cidade que amavam. Êxtase num pomar. EsEis uma circunstância em que outra plendor de vida e sentimentos. Paz e repenso minhas raízes e percepções ternura como arte de viver. Elos que sentimentais. Retorno afetivamente a fundavam solidariedade, compreenoutras fases da minha vida, invariasão, dignidade e harmonia. velmente impregnadas pelo ser da cidade em cada Reli belíssima crônica de Rubem Braga. Exalépoca. Reavalio minha terceira idade, na qual intando o viver no Rio de Janeiro. Chamando-o de gressei para não mais voltar. Diviso o “Rubicão” “paraíso terrestre”. Visão compartilhada por oudos setenta anos com tranquilidade. O silêncio da tros grandes cronistas, como José Lins do Rêgo, cidade de antigamente cumpliciava a busca e o coFernando Sabino, Otto Lara Rezende, Paulo Mennhecer das afeições, sonhos, esperanças, alegrias, des Campos, Antônio Maria, Rachel de Queiroz. O tristezas e motivações do seu universo humano. A meu paraíso é Natal. Imutável na ternura dos que cidade sofreu, desde minha infância, fantástica e verdadeiramente a amam e liricamente a possuem. imprevisível transformação. Mudaram suas vesLiames sem fim... timentas e suas feições. Metamorfose igual ao de-

O


Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

geral

15

O inglório epílogo de um magnata « ITÁLIA » Depois de 20 anos sob os holofotes da política, o bilionário sucumbe às denúncias de fraude fiscal e escândalos sexuais. Além do mandato, Sílvio Berlusconi perderá o título de Cavaliere do Trabalho GREGORIO BORGIA

CARLO CAUTI Agência Estado

ão Paulo - Foram 20 anos ininterruptos atuando como parlamentar, intercalados por quatro governos, dezenas de processos, inúmeras acusações e escândalos até Silvio Berlusconi ver cassado seu mandato de senador. O Senado italiano votou na última quarta-feira a cassação do mandato do Cavaliere após a condenação definitiva a quatro anos por fraude fiscal no processo conhecido como Mediaset. Ele deverá cumprir pena de nove meses, graças a um desconto de pena obtido através do indulto, medida aprovada em 2006 durante o governo de centro-esquerda de seu rival Romano Prodi. Nem mesmo de Cavaliere ele poderá mais ser chamado: Berlusconi deve perder o título de Cavaliere do Trabalho, recebido em 1977, uma das condecorações mais altas da Itália concedidas a empresários que se destacam na área econômica do país. Este é um epílogo bastante inglório para um homem que muitos italianos consideravam intocável. Entretanto, Berlusconi continua sendo um dos homens mais ricos da Itália, com uma fortuna estimada em volta de US$ 6,2 bilhões (cerca de R$ 10 bilhões) e, segundo as últimas pesquisas eleitorais, contaria ainda com cerca de um terço das intenções de voto. Muitos apoiadores de Berlusconi acham que ele foi vítima de uma conspiração da esquerda, que teria utilizado o Judiciário para eliminar um adversário político que não conseguia derrotar nas urnas. Para seus críticos, duas décadas de “berlusconismo” deixaram cicatrizes na política e na sociedade italianas. Muitos analistas, porém, consideram que a carreira política de Berlusconi ainda não acabou. “Eu sou, sem dúvida, a pessoa mais perseguida em toda a história do mundo e da humanidade”, afirmou o ex-primeiroministro em muitas ocasiões. Ele já foi acusado, entre as outras coisas, de fraude fiscal, desvio de verba, contabilidade falsa e corrupção de juízes. Berlusconi sempre negou qualquer irregularidade e foi absolvido inúmeras vezes. Estima-se que em 20 anos ele compareceu 2,5 mil vezes perante um tribunal, em 106 julgamentos e bancando despesas legais por 200 milhões de euros. Provavelmente Berlusconi cumprirá a pena em prisão domiciliar ou trabalhando em serviços comunitários, por causa de sua idade avançada. Mas é necessário esperar a sentença definitiva do processo conhecido como “Rubygate” ou “Bunga Bunga”.

S

Dono de um patrimônio avaliado em R$ 10 bilhões, Berlusconi deverá cumprir prisão domiciliar beneficiado pela idade avançada

 O QUE Fim da carreira política do ex-ministro Silvio Berlusconi, acusado de fraudes fiscais, suborno, desvio de verbas públicas e escândalos sexuais

TRAJETÓRIA MARCADA POR ESCÂNDALOS Junto com os procedimentos judiciários, a trajetória política de Berlusconi foi marcada por uma série de escândalos sexuais e de polêmicas sobre sua vida privada. Além do “Bunga Bunga”, outro caso foi sua participação na festa de 18 anos da aspirante a modelo Noemi Letizia e a candidatura para as eleições europeias de jovens que teriam participado de festas em sua mansão de Arcore. Ele sempre negou ter pagado mulheres para ter relações sexuais, já que segundo ele “a verdadeira satisfação é o prazer da conquista”. Por causa desses escândalos, sua segunda esposa, Veronica Lario,

pediu o divórcio e chamou as jovens candidatas nas eleições europeias de “lixo sem vergonha”. Berlusconi estaria pagando cerca de US$ 1,9 milhão (cerca de R$ 4,4 milhões) por mês para a exmulher, com a qual começou uma áspera batalha legal. A longa permanência como protagonista do cenário político italiano de Berlusconi provocou uma polarização dos eleitores, com intensas manifestações a favor e contra o ex-primeiro-ministro e até casos de violência. Em dezembro de 2009, Berlusconi foi atacado em uma rua de Milão por um homem que arremessou contra

ele uma pequena estátua de mármore, quebrando alguns dentes e provocando ferimentos em sua boca. Mesmo não estando mais presente no Parlamento, mas ainda com um aparato midiático poderoso e com seu partido fora da bancada governista, o que lhe confere um maior margem de manobra, o ex-primeiro-ministro poderá começar uma dura campanha de oposição ao Executivo. Entretanto, por causa de suas condenações, ele permanece legalmente impedido de se candidatar nas próximas eleições.

Mandato longo e leis sob medida

Eu sou, sem dúvida, a pessoa mais perseguida em toda a história do mundo e da humanidade” SILVIO BERLUSCONI Ex-primeiro ministro italiano

Nas eleições de 1996, Berlusconi perdeu para a coalizão de centro-esquerda liderada por Romano Prodi, mas voltou com força ao poder no pleito de 2001. Ele liderou o Executivo mais duradouro da história da Itália desde o fim da Segunda Guerra Mundial. Durante esse período foram aprovadas muitas leis polêmicas, que modificaram os procedimentos judiciários em andamento, por exemplo, reduzindo o tempo de prescrição, estabelecendo imunidade para membros do governo ou impedimentos para a ação dos promotores. Considerando o elevado número de processos nos quais Berlusconi era réu, essas leis foram denominadas “ad

personam” (sob medida, na tradução livre), já que beneficiaram diretamente o então primeiro-ministro. Em 2006, Berlusconi perdeu as eleições novamente para Prodi. Entretanto, graças a uma nova lei eleitoral criada poucos meses antes por seu governo, apelidada de “porcellum” (porcada, na tradução livre), a centroesquerda não conseguiu se impor mesmo recebendo um número maior de votos. O resultado no Parlamento foi um “empate técnico”. A instabilidade interna da coalizão de centro-esquerda levou à rápida queda do Executivo e o Cavaliere ganhou novamente as eleições em 2008 com um novo movimento, o

PDL. A crise econômica na Europa, entretanto, afetou de forma pesada a Itália e o obrigou a se demitir, deixando o cargo para o tecnocrata Mario Monti. No começo, Berlusconi apoiou o executivo Monti, mas em dezembro de 2012, decidiu retirar seu movimento da bancada governista por causa da aprovação da lei que vetava a candidatura de condenados em última instância. A decisão de Berlusconi resultou na convocação de eleições antecipadas, realizadas em fevereiro de 2013. Mais uma vez, Berlusconi mostrou que não perdeu seu “toque mágico”, quando chegou muito próximo de ganhar novamente o pleito.

Vendedor ambulante e cantor da noite Nascido em Milão em 29 de setembro de 1936, Berlusconi começou sua carreira de empresário vendendo aspiradores de pó, como cantor em casas noturnas e em navios de cruzeiro. Um de seus colegas músicos, Fedele Confalonieri, se tornou logo seu sócio de negócios e ainda hoje ocupa posto-chave no império midiático do Cavaliere. Formado em direito em 1961, logo depois criou a Edilnord, uma empreiteira com a qual começou a construir bairros residenciais nos arredores de Milão. Dez anos mais tarde, criou uma das primeiras televisões privadas da Itália, Telemilano, transmitida via cabo. Hoje a família Berlusconi controla o maior grupo televisivo do país, o Mediaset, com três redes nacionais em canal aberto e muitas outras no satélite e por assinatura. Além disso, a holding Fininvest controla também a maior editora da Itália, a Mondadori, o jornal diário Il Giornale, o time de futebol Milan e dezenas de outras empresas. Na década de 1980, Berlusconi já era o homem mais rico da Itália, superando o patrimônio do então presidente da FIAT, Giovanni Agnelli. Por causa da rapidez com que acumulou sua fortuna, Berlusconi foi alvo de acusações de muitos jornalistas e procuradores, que apontaram ligações com organizações criminosas, como a Máfia, como a origem de seu capital. Esse elo, entretanto, nunca foi provado.Em 1993, Berlusconi cria o seu movimento político, Forza Italia, disputando as eleições do ano seguinte e obtendo um resultado surpreendente. Com poucos meses de existência, o partido ganhou o pleito, derrotando as forças de esquerda, muito mais organizadas, mas que ainda mantinham lideranças do antigo Partido Comunista. Junto com os aliados da Aliança Nacional e da Liga Norte, formou seu primeiro governo. Muitos acreditaram que seu espírito de homem de negócios pudesse revitalizar a economia italiana, minada pelo escândalo de corrupção “Mãos Limpas” e em uma fase de guerra intensa contra a Máfia na Sicília. Entretanto, seu governo foi interrompido sete meses depois, após o Tribunal de Milão ter incriminado o premiê por fraude fiscal. Berlusconi viu-se obrigado a renunciar.


16

Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

geral « PREVENÇÃO »

Aids volta a crescer entre homens em São Paulo Maior preocupação é com a população jovem que se relaciona com homossexuais ão Paulo (AE) - A incidência de aids no município de São Paulo voltou a crescer entre os homens, principalmente entre os homossexuais, apesar de uma redução significativa dos números da epidemia na população em geral ao longo dos últimos 15 anos, segundo o último balanço epidemiológico divulgado pelo Programa Municipal de DST/Aids. A notificação da doença no município recuou cerca de 60% entre 1998 e 2012, passando de 47,6 para 19,3 novos casos registrados anualmente para cada 100 mil habitantes. A participação dos homens nesse novo cenário, porém, está aumentando. A divisão de novos casos registrados por gênero, que era de dois homens para cada uma mulher (2/1) em 1998, aumentou para 3/1 em 2012, e a expectativa é que aumente para 4/1 já nos próximos anos. A projeção é feita com base nas estatísticas de pessoas já infectadas pelo HIV e que deverão desenvolver a doença. “Se olharmos só para os números de infectados pelo vírus, a proporção este ano já é de 4/1”, disse a coordenadora do programa municipal, Eliana Gutierrez. “O HIV

S

hoje nos diz onde estará a aids amanhã”, explica ela, levandose em conta que há uma janela de tempo entre a infecção e o desenvolvimento da doença. A maior preocupação agora é com a população de homens que fazem sexo com homens (HSH): em 2012, segundo o estudo, eles passaram a representar quase metade (47%) dos novos casos de aids registrados na população masculina do município, comparado a 39%, em 2008. Os dados mostram também que a incidência está aumentando entre os jovens, nas faixas de 13 a 29 anos. “Vemos uma reconcentração da epidemia entre homens, principalmente homens jovens e que fazem sexo com outros homens”, diz Eliana. “Agora é pegar essas informações e partir para a ação. O cenário da epidemia hoje é diferente do que era ontem e é diferente do que vai ser amanhã.” No País, segundos os dados do IBGE, a incidência ficou estável - passou de 17,7 casos por 100 mil habitantes em 2000 para 17,9 em 2010. Mas teve comportamento oposto na população de até 39 anos, que registrou diminuição dos casos, e de 40 anos ou mais, onde houve crescimento. Na faixa dos 40 aos 49 anos, a incidência do vírus HIV aumentou de 31 por 100 mil habitantes para 34,2. Entre as pessoas de 35 a 39 anos, caiu de 44,3 por 100 mil para 38,1.


TELEFONES ÚTEIS

DÓLAR COMERCIAL

EURO TURISMO

Receita: 3220-2200 Procon Estadual: 3232-6869 Procon Municipal: 3232-9050 DRT RN: 3220-2000

Compra: R$ 2,3350 Venda: R$ 2,3360

Compra: R$ 3,1970 Venda: R$ 3,3070

DÓLAR TURISMO

LIBRA ESTERLINA

Compra: R$ 2,3070 Venda: R$ 2,4430

Compra: R$ 3,8229 Venda: R$ 3,8258

O PRESIDENTE DO CONSÓRCIO INFRAMÉRICA, ALLYSON PAOLINELLI, DEFENDE INCENTIVOS PARA IMPULSIONAR VOOS EM S. GONÇALO. Página 7

NA TN ONLINE Hotsite da Tribuna mostra a interiorização da indústria, as oportunidades de negócios e empregos. tribunadonorte.com.br/costurandoodesenvolvimento

economia Editora: Renata Moura [ renatamoura@tribunadonorte.com.br ]

Natal • Rio Grande do Norte • Domingo, 01 de dezembro de 2013

Crescimento

ALDAIR DANTAS

sem benefícios Com gargalos na área de logística, o RN não tem colhido os frutos do avanço das exportações de minérios, que aumentaram 46,8% este ano

A

s exportações de minérios originários do Rio Grande do Norte subiram 46,8% entre janeiro e outubro deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Mas ao invés de beneficiar o RN, o avanço beneficiou estados como Ceará, Pernambuco e Paraíba, por onde é exportado o minério potiguar. Dificuldades de logística no Rio Grande do Norte têm levado a produção para outros portos, uma migração que custa até R$ 2 milhões por mês, em frete, ao setor.

+

PÁGINA 3 Empresários recorrem a outros portos para escoar a produção e calculam prejuízos

Minério de ferro no Porto de Natal: produto agora é escoado pelo Porto de Cabedelo, na Paraíba


2

economia

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Negócios &Finanças

Aedes aegypti, o brocador!

LUIZ ANTÔNIO FELIPE [ laf@tribunadonorte.com.br]

LUCIANO RAMOS

Infraestrutura garantida Pelo preço do pedágio, em torno de R$ 2,60, para cada 100 quilômetros, oferecido pela construtora Odebrecht para a duplicação e conservação de mais de 800 quilômetros da BR 163, no Mato Grosso, o Governo Federal poderia oferecer em leilão a duplicação dos 580 quilômetros da BR 304 entre Natal e Fortaleza. Seria um avanço muito grande na infraestrutura rodoviária do Estado. Com o Orçamento da União, mesmo a bancada federal fazendo pressão, essa obra vai levar mais d dez anos para ser executada. Quem não quiser pagar o pedágio tem a opção da BR 406, entre Natal e Areia Branca, passando pela ponte que está sendo construída em Macau. E, vindo do Seridó, são muitas as opções para chegar até Mossoró.

Mais gás A Potigás vai fornecer o gás para a fábrica paraibana de cerâmica Elizabeth, que planeja se instalar no município de Baía Formosa. A empresa já demonstrou interesse em se tornar cliente da distribuidora e utilizar o gás natural (GN) como principal matéria-prima para o desenvolvimento de suas atividades. Serão consumidos cerca de 120 mil m3 de gás natural/dia. A Potigás sofreu uma grande redução no consumo de gás da Porcelanatti, de Mossoró. Há um volume expressivo de gás sobrando.

Indústria

Acertos

A 1ª Feira Potiguar da Indústria, que será realizada na próxima semana, 11 a 13 de dezembro, no Centro de Convenções de Natal, terá 1.300m² de área montada para abrigar 74 estandes onde as empresas vão expor sua marca, produtos e serviços. Serão realizadas também rodadas de negócios e palestras. O objetivo da Feira é mostrar o potencial industrial e captar novos negócios, com uma expectativa é da ordem de R$ 50 milhões.

A Semana Nacional de Conciliação terá quase 1.124 audiências em Natal, a partir de amanhã (2), até a próxima sexta-feira (6), proporcionando uma redução de cursos judiciais. É uma oportunidade para milhares de pessoas resolverem de forma ágil suas pendências na Justiça junto a empresas prestadoras de serviço e fornecedores. As atividades acontecerão das 8h às 17h, em três salas com quatro bancas de audiências cada uma.

Estímulo A Prefeitura do Natal fará uma licitação amanhã (2), para aquisição do fardamento escolar para a rede municipal de ensino. Seria uma grande oportunidade para impulsionar o segmento de facções do Estado se fosse uma compra coletiva de todas as prefeituras, do Governo do Estado e até o IFRN, para a comprar o fardamento no RN.

Cultivo de plantas O Sebrae RN promove o I Seminário no RN sobre Pragas, Doenças e Nutrição em Plantas e Flores Ornamentais, terça e quarta-feira (3 e 4), no salão de eventos da Instituição Assim como as árvores frutíferas, as flores e plantas ornamentais também são atacadas por pra-

gas e doenças, que acarretam em prejuízos para os produtores e floristas. A proposta é reunir cerca de 100 participantes para capacitá-los sobre a temática. O Rio Grande do Norte tem vocação para desenvolver essa área do agronegócio, já bastante difundida no Ceará.

Confraternização As entidades do segmento da economia iniciam o período de confraternizações. O almoço de confraternização da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no RN (ABIH-RN), com a Imprensa, será terça-feira (3) a partir das 12h30, no Ocean Palace.

O Sinduscon RN promove com o apoio do Crea, a palestra gratuita sobre “A evolução móvel na gestão da indústria da construção”, no auditório da Fiern, quarta-feira, às 19h. A exposição será de Herder Henriques Filho, administrador com pósgraduação em TI, atuando há 14 anos na gestão de empresas de construção civil. O tema mostra o acesso rápido às informações das obras, pedidos e vendas, como um dos principais benefícios trazidos à construção civil.

1

Mais uma boa palestra para o segmento da construção. Na próxima quinta-feira (5), na Escola de Governo, às 9 horas, o Sinduscon/RN, Governo do Estado e o Tribunal de Contas (CE), vão promover a palestra “Aspectos polêmicos de licitações e contratos de Obras Públicas”. O expositor é o engenheiro civil André Mendes, secretário de Fiscalização de Obras do TCU, de 2007 a 2012, auditor federal de Controle Externo do TCU.

2

Na próxima terça-feira, às 9h30, no hotel Sehers, estará em Natal o arquiteto do Arena das Dunas, Danilo Carvalho, para um encontro, com arquitetos e engenheiros promovido por uma loja de material de construção e pela Delta Faucet, indústria de metais sanitários. A temática do encontro são as soluções de economia de água e produtos de alta tecnologia. O vicepresidente mundial da Delta, Hans-Juergen Kalmbach, estará presente e pela primeira vez em Natal.

3

Promoção Aproveitando a Black Friday, a aérea Azul oferece até amanhã às 6 horas, passagens com 25% de desconto, em todos os canais de vendas com o código AZUL25. A Azul também lança promoção em seu programa de vantagens. Os clientes cadastrados no TudoAzul poderão converter a pontuação em passagens aéreas a partir de 1.500 pontos o trecho.

Conferência O empresário Augusto Cunha Lima, da Tirol Office, implantou recentemente na empresa os serviços de web conferência. Agora seus clientes podem realizar treinamentos e reuniões a longa distância. O sistema suporta que a reunião seja feita de até 5 pontos diferentes, uma economia significativa.

procurador-geral do Ministério Público de Contas do RN; mestre em Direito do Estado

E

stamos a pouco mais de duzentos dias para a Copa do Mundo de Futebol, esta redenção econômica e social para o Brasil, pintada por alguns como uma dádiva irrecusável. Com ela, teríamos a oportunidade única de mostrarmos nossas belezas naturais e humanas, a alegria do nosso povo e toda a generosidade de um deus dito brasileiro. Tudo arquitetado para uma grande festa internacional, onde nos tornaríamos destacado roteiro turístico no cenário mundial. Mas, tal qual no célebre causo de Garrincha, esqueceram de combinar com os russos, representados aqui por nossas mazelas sociais, as ameaças do PCC e até a pequenez do mosquito da dengue, insistente em entortar nossas autoridades de saúde com dribles desconcertantes e investidas mortais contra nossas peles indefesas. E o que a Copa teria haver com o Aedes Aegypti? A princípio nada, exceto pelo fato de que ela irá ocorrer em determinadas capitais em mais um período de

pico do nosso eterno surto de dengue, entre elas, claro, a nossa belíssima Noiva do Sol. De fato, enquanto só pensávamos em construir estádios e organizar a Fan Fest da FIFA, o pesquisador Simon Hay, especialista da Universidade Oxford, do Reino Unido, analisou as informações que nunca demos a importância devida e concluiu que a Copa pode ser fator mundial de proliferação da dengue, tudo devidamente exposto em artigo publicado esta semana na conceituada revista Nature. Esta notícia lembrou-me imediatamente duas coisas: 1) em 2009, sob a suspeita de proliferação da gripe A, muitos deixaram de ir ao carnatal daquele ano, inclusive com redução do preço dos abadás; 2) embora há muito se saiba o ciclo trienal de crescimento da dengue, a suposta principal ação para combatela em Natal de 2011 para cá, ano do pico anterior, aparentemente não passou de uma cortina de fumaça para desvios de recursos públicos, com a previsão de R$ 8 milhões irregularmente destinados a uma organização social de fachada, conforme revelado pela Operação Assepsia do Ministério Público do Rio Grande

do Norte, base até aqui para ação criminal e prisões temporárias da maioria dos envolvidos. Ou seja, quanto à primeira lembrança, se só a notícia de um risco de uma endemia inibe algumas pessoas de irem à rua de sua própria cidade, o que falar a respeito de atravessar o Oceano Atlântico e ir para terras desconhecidas, que no imaginário de muitos estrangeiros desavisados não passa de uma grande selva, coalhada por doenças tropicais? Apresentar um risco de dengue não é justamente o oposto da imagem que pretendíamos expor e que justificou tantos gastos públicos, muitos destes recursos drenados justamente da saúde? E quanto ao segundo ponto, quando nossas autoridades perceberão que em um mundo globalizado não dá mais para criar factoides só para inglês ver, sem atuação eficiente e concreta? Os ingleses não mais se contentam só com o que os supostos espertos brasileiros quiserem lhes mostrar, como teria acontecido com o combate ao tráfico de escravos no século 19, mas se aprofundam na análise de dados disponíveis para todos, conquanto não provoquem a mesma atenção daqueles com obrigação e

meios para alterar esta realidade anualmente renovada e agravada de tempos em tempos, em uma regularidade constante, do aumento de casos de dengue e da correspondente omissão do Poder Público. E olhe que o pesquisador inglês nem observou o fato de Natal conviver há meses com um decreto de calamidade na saúde pública. Não se faz Copa sem estádios, nem um evento mundial só com esta estrutura mínima, em detrimento do essencial, quer seja para uma vida digna aos cidadãos do país, quer seja para conseguir convencer as pessoas a vir conhece-lo e a ele retornar. Porque ninguém leva uma boa imagem de um local após passar mais de uma semana com dores por todo o corpo e febre de mais de 39ºC, fora o risco de morte por uma dengue hemorrágica sem a perspectiva de um centro de hidratação adequado. Portanto, acaso não queiram fazer mais este gol contra a nossa imagem internacional, as nossas autoridades deverão se movimentar melhor na defesa desde já, pois o Aedes Aegypti é ágil, como nossos melhores craques, e artilheiro na proliferação de novos casos de dengue.

Sobre revoluções, ciências e economia TOMISLAV R. FEMENICK MESTRE ECONOMIA E CONTADOR

A

chamada “revolução científica” aconteceu entre os séculos XVI e XVIII, impulsionada por vários fatores, entre eles o Renascimento, a imprensa, a reforma protestante e a própria alquimia, a pseudociência medieval. O modo de se fazer ciência que vigora no tempo presente teve uma etapa decisiva no século XVII, durante o período do Iluminismo, um movimento intelectual europeu, que defendia o primado da razão sobre o poder do Estado e das religiões. Para alguns pensadores que viveram antes do iluminismo – mas que tinham uma visão científica – foi criada a qualificação de préiluministas. Entre eles estão Copérnico (1473-1543), por sua teoria heliocêntrica do sistema solar; Francis Bacon (15611626), pelo seu método para estudar os fenômenos naturais; Galileu Galilei (1564-1642), por seus estudos sobre movimentos, pêndulo e inércia, e René Descartes (15961650http://pt.wikipedia.org/wiki/Descartes - cite_note-rene-0), por seus trabalhos sobre filosofia, ciências,

álgebra e geometria. Paralelo ao crescimento das ciências se registrou o aumento da produção e do consumo (do que a indústria têxtil é exemplo); se consolidou o uso da moeda como meio de troca e, mais importante ainda, houve a ordenação legal das atividades empresariais, base da segurança dos negócios. Nos séculos XIX e XX o avanço das ciências consolidou o racionalismo, dando-o a consistência com que se apresenta nos dias de hoje. O fato é que o uso do conhecimento científico mudou o mundo. Até o século XV todo o saber da humanidade era armazenado em cópias manuscritas, reproduzidas uma a uma, e restritas a um público muito limitado. Os mosteiros católicos trouxeram a si a responsabilidade de copiar e de guardar o conhecimento, num mundo em que predominavam reis, cortesãos e guerreiros rudes e analfabetos. Poucos – inclusive alguns mercadores – fugiam à regra. Isso tudo começou a mudar com o advento da imprensa, dos tipos móveis e da prensa gráfica, a invenção do alemão Johannes Gutenberg, em 1439. Primeiro foi a Bíblia, depois livros de todos os tipos foram edi-

O resultado da ampliação de conhecimento foi a alteração do modo de pensar dos homens, pois a leitura força a concentração do pensamento, induz ao raciocínio e o raciocínio leva à análise, à critica e à busca de provas”. tados e espalhados pela Europa e de lá seguiram os caminhos “nunca dantes navegados” pelos homens e pelos livros. Os livros sedimentaram padrões linguísticos (o dialeto londrino tornou-se a língua da Inglaterra e o dialeto da Toscana tornou-se a língua da Itália), foram os responsáveis pela solidificação das nações e uma das causas da reforma e da contrarreforma religiosa. No campo da economia, os Almanaques divulgavam informa-

ções sobre agricultura, “aritmética comercial”, preços de mercadorias, leis mercantis e de navegação, rotas marítimas, tabelas uniformes de cálculos, padrões de medidas, construção de navios etc. Um dos livros que teve maior repercussão foi o “Summa de arithmetica, geometria proportioni et propornalità” (Súmula de aritmética, geometria, proporção e proporcionalidade), do frei Luca Pacioli, o criador da contabilidade moderna. Livros sobre medicina, arquitetura, astronomia, navegação, geologia, química, metalurgia, tecelagem já eram comuns no século XVI. Paralelamente o número de escolas e de universidades cresceu exponencialmente. O resultado da ampliação de conhecimento foi a alteração do modo de pensar dos homens, pois a leitura força a concentração do pensamento, induz ao raciocínio e o raciocínio leva à análise, à critica e à busca de provas. Foi daí que nasceram as ideias de Copérnico, Kepler, Galileu Galilei e de vários outros pensadores. A leitura e a escrita são, pois, atos racionais, capazes de revolucionar as ciências, economia, a política, a sociedade e até mesmo a fé.

Estacionamentos, terminais e pontos ALCIMAR DE ALMEIDA SILVA consultor fiscal e tributário

H

á da parte de muitos técnicos e políticos o errôneo pensamento de limitar os problemas e soluções dos serviços públicos a municípios e cidades de maior porte e, mesmo nestes, a aspectos mais destacáveis. Dessa forma olvidam não apenas municípios e cidades de médio e pequeno porte, como aspectos menos destacáveis dos problemas e soluções, do que são exemplo os estacionamentos, os terminais de passageiros e os pontos de embarque e desembarque de passageiros e cargas, em relação aos quais não se omitiu a política nacional de mobilidade urbana (Lei nº 12.587, de 3 de janeiro de 2012). Tanto é que no § 3º, do art. 3º os estacionamentos, os terminais e os pontos de embarque e desembarque de passageiros estão tratados com a mesma hierarquia em que se encontram as vias e logradouros públicos, inclusive metroferrovias, hidro-

vias e ciclovias; a sinalização viária e de trânsito; e instrumentos de controle, fiscalização, arrecadação de taxas e tarifas e difusão de informações. Inclusive não é feita distinção entre portes dos municípios e cidades, o que obriga a que haja o tratamento em relação a todos eles, ainda que em observância ao princípio da equidade, adequando-se à realidade local. O problema de estacionamento é mais expressivo onde há maiores populações e números de veículos particulares, podendo sua exploração ser feita diretamente pelo poder público, mediante utilização de bens públicos (terrenos ou instalações construídas ou adaptadas) e contraprestação de tarifa ou preço público pelos usuários. Como pode ser feita indiretamente por concessão ou permissão do poder público a particulares, mediante utilização de bens de sua propriedade e contraprestação de preço privado pelos usuários, ao poder público resultando a remuneração da concessão ou permissão e a incidência de taxas de

O problema de estacionamento é mais expressivo onde há maiores populações e veículos, podendo sua exploração ser feita pelo poder público, mediante uso de bens públicos e contraprestação de tarifa ou preço pelos usuários”. licença e de ISS. Os terminais ou estações podem ser explorados pelo poder público ou pelos particulares aos quais tenha sido concedida ou permitida a exploração de linhas de transporte público. Em qualquer das hipóteses havendo também a concessão ou permissão aos particulares para a ex-

ploração de atividades econômicas, de venda de jornais e revistas, de lanchonetes e outros que tais. Bem assim podendo serem utilizados pelo próprio poder público para a prestação de serviços de atendimento à população, inclusive para pagamento e recebimento de pequenos valores, o que exigiria também posto de policiamento. Os pontos de embarque e desembarque de passageiros podem ser dotados dos mesmos serviços públicos semelhantes aos idealizados para os terminais ou estações. E ainda aos particulares com necessidade na realização de embarque ou desembarque de mercadorias em seus estabelecimentos, podem muito bem ser concedidos ou permitidos horários especiais pelo poder público, mediante a contraprestação por preços públicos, evitando os abusos atuais. Dessa forma, toda esta estrutura poderia ser melhorada e utilizada na prestação de serviços e no bem-estar da população, como soluções simples aos problemas atuais.


Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

economia

3

Exportações beneficiam ‘vizinhos’ « MINÉRIOS » Dificuldades de infraestrutura e carência de linhas de navegação no Rio Grande do Norte levam Estados vizinhos a absorverem exportações de minérios do Estado. Empresas se queixam de custos

Limitações O presidente da Companhia Docas do RN, administradora do porto de Natal, Pedro Terceiro de Melo, confirmou que a Susa foi a única empresa que exportou minério pelo porto e que de-

SAIBA MAIS

Por onde os empresários locais exportam o minério*

Quanto o RN exportou de minério (em dólares) – janeiro a outubro Variação

+25,8%

2012

2013 Pecém

Variação

+52,6%

CE Variação

+140%

Minérios de tungstênio

Ouro

Caulim

+0,3%

108,3 mil

276,1 mil

919,2 mil 0,19

Granito

Variação

107,9 mil

Variação

+13,5%

243,1 mil

4,91 milhões

A

Mineração Minério ganha espaço na pauta de exportação

3,21 milhões

s exportações de minério no Rio Grande do Norte subiram 46,8% entre janeiro e outubro deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. O estado exportou, até o momento, R$ 27,6 milhões em tungstênio, caulim, quartzitos, granito e ouro – R$ 8,8 milhões a mais do que exportou entre janeiro e outubro de 2012. Mas ao invés de beneficiar o RN, o crescimento das exportações beneficiou estados como Ceará, Pernambuco e Paraíba, por onde é exportado o minério potiguar. Dificuldades de logística para a exportação, segundo especialistas e empresários, penalizam o RN, que deixa de ganhar receita advinda da movimentação no porto e da contratação de frete, mas não é só isso. O governo também deixa de arrecadar impostos cobrados nas operações do transporte rodoviário e os empresários gastam até R$ 2 milhões por mês para transportar a carga de caminhão para outros estados e de lá embarcar em navios para países como a China, como é o caso da Susa Mineração. A mineradora envia 35 mil toneladas de minério de ferro para o porto de Cabedelo (Paraíba) por mês e paga R$ 60 por cada tonelada transportada para o estado vizinho. Enviar a mesma carga para o Porto de Natal custaria 25% menos, o que no final do ano poderia render uma economia de R$ 6,3 milhões. Dinheiro que, segundo José Fonseca de Oliveira, diretor da Susa, poderia ser reinvestido no RN. A mineradora foi a única que chegou a escoar minério pelo Porto de Natal. A operação, no entanto, foi suspensa este ano após alguns embarques, e não há previsão de retorno. Segundo Fonseca, não há galpões metálicos no porto de Natal. “O minério que agora exploramos tem outras características químicas, não pode mais ser estocado ao ar livre nem em galpões infláveis. Precisa ficar enclausurado em galpões metálicos. Estrutura que encontramos em Cabedelo”.

pois dela nenhuma outra firmou contrato para escoar minério. Pedro reconheceu as limitações que a estrutura atual impõe, mas disse que elas são ‘superáveis’. “Até compramos um galpão inflável, que nos custou R$ 300 mil para atender as mineradoras”, afirmou. Com o minério deixando o país por outros portos, o galpão ficou sem uso. Outras empresas têm sido afetadas. A Casa Grande Mineração (CGM), maior beneficiadora de feldspato do país, com sede em Parelhas, exporta caulim pelo porto de Suape, em Pernambuco, desde que foi inaugurada, em janeiro de 2012. João Leal, diretor da empresa, reclama do número reduzido de linhas de navegação no RN. “Exportamos para a América Latina e para a América Central. O armador (empresa que realiza o transporte marítimo) disse que não operava em Natal. Então tivemos que buscar o porto de Suape”. Leal exporta em média 2 mil toneladas de caulim por ano e chega a gastar o dobro para transportar cada tonelada para Pernambuco. “O frete que sairia por R$ 40 se exportássemos via porto de Natal, sai por R$ 80 a tonelada”, compara. Exportar pelo RN, calcula Leal, reduziria os custos com frete em R$ 80 mil por ano, em média. Economia que, diz ele, baratearia e aumentaria a competitividade do produto fora do país. “É claro que exportar pelo RN seria mais vantajoso. A questão é que isso não é possível”, afirma. A TRIBUNA DO NORTE procurou o secretário de Desenvolvimento Econômico do estado, Rogério Marinho, para saber o que está sendo feito para evitar que o minério continue deixando o país por outros estados, mas ele não atendeu as ligações.

5,82 milhões

repórter

4,62 milhões

ANDRIELLE MENDES

Quartzitos

Pelos portos de Pecém, no Ceará, Suape, em Pernambuco, e Cabedelo, na Paraíba. A carga sai do estado de caminhão.

Cabedelo

PB

Quanto o RN exportou de minério (em dólares) considerando todos os minérios – jan a out

-26,15%

2009/2010

+7,96%

2010/2011

-4,11%

12,03 milhões

2011/2012

-3,94%

+46,8%

2012/2013

-6%

8,19 milhões 2013

**Considerando todos os produtos exportados pelo estado. Variação

Fonte: Mdic / Empresas

Variação do valor global exportado de jan a out** 2008/2009

2012

*Parte do minério de ferro produzido pelo RN já chegou a ser exportada pelo Porto de Natal. A operação, no entanto, foi suspensa por dificuldades envolvendo a estocagem do minério.

Suape

PE

Logística difícil limita investimentos no Estado A falta de estrutura adequada ao escoamento de minério não aumenta só os custos dos empresários locais, como também limita os investimentos no Rio Grande do Norte. “A gente quer investir US$ 12 milhões (R$ 27,9 milhões considerando a cotação do dólar do último dia 29) e dobrar a produção de minério de ferro no estado, passando de 500 toneladas por ano para 1 milhão de toneladas. A questão é que a gente só pode fazer isso quando for possível exportar toda a nossa produção pelo Rio Grande do Norte”, afirma José Fonseca de Oliveira, diretor da Susa Mineração.

Segundo ele, a empresa só atingirá a meta que anunciou no início das operações, há quase três anos, quando surgir uma solução logística no RN. “Enquanto tivermos que exportar por outros estados, vamos ficar limitados as 500 mil toneladas por ano”. A razão é simples. De acordo com Fonseca, exportar por outros estados o dobro do que hoje ele produz anularia as chances de se obter mais lucro, mesmo com o aporte de novos investimentos. “A gente ia produzir o dobro, mas também ia gastar o dobro do que gastamos com frete, então

nós lucraríamos no final o que estamos lucrando hoje”, analisa. A Susa já investiu US$ 27 milhões no RN (R$ 62,7 milhões, considerando a cotação do último dia 29) e diz que não estar arrependida de ter aplicado os recursos no RN. Fonseca admite, no entanto, que “tem que tirar um problema do caminho por dia”. Para Otomar Lopes Cardoso Júnior, especialista em comércio exterior e professor do curso de Relações Internacionais da Universidade Potiguar (UnP), a situação só deve ser revertida com a construção de um porto com capacidade para escoar

Embora o minério explorado e beneficiado pelo Rio Grande do Norte seja exportado por outros estados,a exportação é contabilizada no RN.Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic),o valor e volume exportados são contabilizados sempre “no domicílio fiscal’da empresa exportadora.Para calcular as variações registradas mês a mês,o Ministério considera as informações fornecidas pelos próprios empresários em um sistema de informações do governo federal,o Siscomex.

grandes volumes de minério. “O porto de Natal não tem condiç��es muito satisfatórias de receber e escoar minério. Chegamos a exportar granito em containers (como é feito com as frutas) por um período, mas isso é inviável do ponto de vista econômico para outros tipos de minério, como o ferro, por exemplo. A questão é justamente que sem estrutura, o porto de Natal não consegue ser competitivo. Isso é ruim para os empresários e para o estado, que deixa de se beneficiar mesmo que indiretamente do aumento das exportações”. ALDAIR DANTAS

Setor teme mudanças com novo Código de Mineração A dificuldade enfrentada para escoar minério não é o único problema apontado pelo setor. Os empresários também reclamam das mudanças no Código de Mineração, atualmente em discussão na Câmara dos Deputados, em Brasília. A expectativa é que o texto seja votado no plenário da Câmara no próximo dia 10. A data, segundo divulgado pela Agência Brasil, foi proposta após reunião da comissão especial com o presidente da Casa, Henrique Alves (PMDB-RN). De lá, o texto, que está em discussão há cinco anos, seguirá para o Senado. Segundo o superintendente do Departamento Nacional de Pesquisa Mineral no RN (DNPM/RN), Roger Miranda, a previsão é que o novo código seja aprovado pelo Congresso ainda este ano. O novo marco regulatório deve, entre outras coisas, aumentar a alíquota do principal tributo pago pelas mineradoras, a CFEM – uma espécie de impos-

to pago pela exploração dos recursos minerais, que passará a ser de até 4% sobre a receita bruta das empresas - e tornar mais rigorosa a concessão das áreas onde se encontram os minérios. Hoje, basta solicitar uma autorização e apresentar as licenças exigidas para se explorar minério no país. Com o novo código, os interessados terão que participar de licitações. Para empresários locais, o novo marco “traz mais desvantagens que vantagens”. “O novo marco vai limitar a participação dos pequenos e médios, que agora terão que disputar licitação com as grandes empresas, e onerar ainda mais o setor, com a ampliação da alíquota da CFEM”, avaliou Mário Tavares, vice-presidente do Sindicato da Mineração no RN e diretor da Emprogeo Mineradora, em entrevista concedida à TRIBUNA DO NORTE em junho de 2013, quando as principais mudanças foram anunciadas pelo governo federal.

Porto de Natal: sem estrutura, terminal não consegue ser competitivo e onera operações de exportação, segundo empresários

Total de alvarás cresce em marcha lenta no RN O interesse em pesquisar minério no estado parece ter diminuído, apesar da alta nas exportações. O Rio Grande do Norte foi o estado do Nordeste que registrou o menor crescimento no número de ‘alvarás de pesquisa’ publicados entre janeiro e outubro de 2013, em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo levantamento realizado no banco de dados do Departamento Nacional de Pesquisa Mineral (DNPM). O levantamento mostra que o número de alvarás publicados no RN subiu 2,4% no período, enquanto em estados como Alagoas subiu até 777,7%. O desempenho do RN na região foi melhor apenas que o do Maranhão, que registrou queda de -5,9% na publi-

cação das autorizações. Ainda assim, ficou muito abaixo do crescimento verificado em todo o país, onde a publicação de ‘alvarás de pesquisa’ cresceu 59,3%. O superintendente do DNPM no estado, Roger Miranda, preferiu não comentar os números até avaliar o teor dos alvarás publicados por todos os estados. Ele admitiu, no entanto, que a publicação das autorizações para pesquisa de minério metálicos (ferro, ouro, tungstênio), liberada em setembro deste ano após quase dois anos de suspensão, não está a contento. “O Ministério liberou a publicação de dez alvarás por mês. A questão é que não estamos atingindo a meta. Em setembro, só publicamos quatro. A gente liga

O Ministério liberou a publicação de dez alvarás por mês. A questão é que não estamos atingindo a meta.” ROGER MIRANDA superintendente do DNPM

para os interessados, que assinaram protocolos (de intenção) em 2011, mas muitos deles não têm aparecido. De 2011 para cá muita coisa pode ter acontecido. Muitos desses empresários podem ter desistido de explorar mi-

nério no RN”, analisa. Segundo Roger, o Ministério de Minas e Energia voltou a autorizar a prospecção de minerais metálicos em setembro deste ano. A publicação dos alvarás de pesquisa - autorizações concedidas para quem deseja pesquisar minério - havia sido suspensa pelo Ministério de Minas e Energia em novembro de 2011 em todo o país, “devido ao número excessivo de concessões de pesquisa e lavra”. A ordem, segundo afirmou o ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, na época, era reter a maior parte dos pedidos até a atualização do Código de Mineração, elaborado na década de 60 e em tramitação no Congresso há cinco anos.


4

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

economia

“Grupo X” é destaque em prejuízos « EIKE BATISTA » As empresas OGX e OSX, do empresário Eike Batista, lideram o ranking das companhias que fecharam o 3º trimestre com prejuízo, na América Latina, segundo levantamento da Economática

S

ão Paulo (AE) - A OGX é a empresa de capital aberto com maior prejuízo líquido na América Latina no terceiro trimestre de 2013, segundo levantamento da consultoria Economatica. No período, a petroleira do Grupo EBX, do empresário Eike Batista, registrou resultado negativo de US$ 953,133 milhões. O segundo maior prejuízo na região é de outra empresa do Grupo EBX, a OSX, de construção naval, com US$ 794,811 milhões. Ambas as companhias tiveram seus pedidos de recuperação judicial aceitos pela Justiça nos últimos dias, e divulgaram seus resultados de julho a setembro deste ano somente nesta semana. O período estipulado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para a apresentação das demonstrações financeiras do trimestre passado se encerrou no último dia 15. Ainda conforme o levantamento da Economatica, o terceiro maior prejuízo na América Latina entre as companhias de capital aberto foi o da Eletrobras, com US$ 410,397 milhões, seguida por HRT, do setor de petróleo, com US$ 324,772 milhões, e pela construtora Homex, do México, que teve perda de US$ 266,858 milhões. Desta forma, as quatro primeiras colocações desta lista são de empresas brasileiras. Se consideradas as companhias dos Estados Unidos, além das latino-americanas, a OGX ocupa a quinta colocação, seguida pela OSX. Os quatro primeiros lugares neste ranking são de empresas

norte-americanas. Em primeiro lugar, está a United States Steel (prejuízo de US$ 1,791 bilhão; em segundo, a Starbucks (US$ 1,232 bilhão); em terceiro, Hologic, do setor de eletroeletrônicos (US$ 1,113 bilhão); e, em quarto, Centurylink, da área de telecomunicações (US$ 1,045 bilhão). A Eletrobras é a 11ª colocada nesta lista com empresas da América Latina e dos Estados Unidos, e a HRT, a 13ª.

Receita Enquanto participa das negociações como credora da OGX e elabora seu plano de recuperação judicial, a OSX tenta executar um planejamento para levantar receita. O caixa da companhia ao fim de setembro era de apenas R$ 196,6 milhões, uma corrosão de R$ 602,9 milhões frente ao segundo trimestre. A expectativa é que nas próximas semanas seja anunciada a venda da fatia de 49% da OSX na Integra, joint-venture formada com a Mendes Júnior (51%) para fazer a integração das plataformas replicantes P-67 e P70, da Petrobrás. Segundo uma fonte, essa participação é avaliada em cerca de US$ 60 milhões. Os recursos seriam usados para fazer caixa e terminar a área do cais onde serão montadas as unidades da estatal, no Porto do Açu, em São João da Barra (RJ). A OSX tenta assinar novos contratos para explorar o cais. Entre os candidatos estão a própria Mendes Júnior e a espanhola Dragados Offshore.


economa

Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

5


6

economia

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Abrindo a porteira LUIZ ANTÔNIO FELIPE [ laf@tribunadonorte.com.br]

Expansão do crédito O financiamentos da agricultura empresarial somam R$ 57,4 bilhões, uma alta de 46,5% entre julho a outubro de 2013 em relação ao mesmo período do ano passado, alcançando R$ 57,4 bilhões. Os produtores rurais contrataram R$ 45,7 bilhões nas modalidades de custeio e comercialização e R$ 11,7 bilhões na de investimento. As condições favoráveis do mercado de produtos agrícolas somadas a taxas de juros menores estão sendo fundamentais para esse aumento das liberações de crédito contratados.

PRONAF Já os agricultores do Semiárido financiaram mais de R$ 735 milhões nos primeiros meses da safra. De julho a outubro de 2013, mais de 234 mil agricultores familiares da região do Semiárido brasileiro fecharam contratos pelo Pronaf.

Renegociação

Rebate

O Conselho Monetário Nacional modificou as regras para liquidação de empréstimos de custeio e investimento com recursos dos Fundos FNE e do Norte (FNO). Produtores que estavam inadimplentes até 31 de dezembro de 2006, poderão quitar a dívida até 31/12/2014 de valor original até R$ 200 mil. Ficou decidido que os empréstimos via Agricultura de Baixo Carbono, tomados por produtores médios, terão o juro reduzido de 5,5%/ano para 4,5% ao ano.

O produtor rural que pagar a dívida em dia tem taxa de juros reduzida para 3,5% ao ano. Esse benefício é para o produtor com dívida de custeio ou investimento no valor original até R$ 200 mil, contratada antes de 30 de dezembro de 2006, que está com o pagamento em dia. Ele tem até o fim de 2014 para liquidar a dívida, com redução da taxa de juros. A medida só alcança os produtores de municípios da área de abrangência da Sudene.

Número de Estados com áreas afetadas por praga aumenta « AMEAÇA » A Helicoverpa armigera já havia deixado

em “estado de emergência” a Bahia e o Mato Grosso. Os Estados de Goiás e Minas Gerais engrossaram a lista

S

orocaba (SP) (AE) - Depois de Bahia e Mato Grosso, mais dois Estados acabam de entrar em emergência sanitária em razão dos ataques da lagarta Helicoverpa armigera, a mais nova praga da agricultura brasileira: o Estado de Goiás e parte de Minas Gerais. Os estados estão inseridos na área considerada de alta infestação. Com o decreto, a região poderá adotar medidas especiais para o controle da praga. Goiás teve o território todo declarado em estado emergencial. Já em Minas Gerais, o decreto atinge 90 municípios de várias regiões, entre eles grandes produtores

agrícolas, como Uberaba e Uberlândia, no Triângulo Mineiro. As medidas de controle estão previstas na portaria 1.109, de 7 de novembro, que estabelece diretrizes para o manejo integrado da lagarta, entre elas o vazio sanitário - período em que as lavouras suscetíveis não devem ser cultivadas para quebrar o ciclo de reprodução da lagarta -, a adoção de áreas de refúgio e a destruição de restos culturais. Também está autorizada para essas áreas a importação de produtos agroquímicos que tenham como ingrediente ativo a substância Benzoato de Emamectina, ainda não liberada para uso

regular nas lavouras brasileiras. Considerada a principal praga desta safra, a lagarta Helicoverpa armigera só foi reconhecida como uma nova ameaça em março deste ano, embora possa ter sido responsável por severos ataques ocorridos nas principais culturas da região do Cerrado desde fevereiro de 2012. Apesar do pequeno porte - de 3 a 4 centímetros - o inseto se prolifera rapidamente, tem alta mobilidade e é extremamente voraz, atacando um grande leque de plantas. Os maiores prejuízos ocorrem nas lavouras de milho, algodão, soja, feijão, milheto e sorgo, mas há relatos sobre outras. DIVULGAÇÃO

MAIS ÁGUA A Emater-RN lança a nova etapa do “Segunda Água”, para os 18 municípios que compõem a região administrativa de Umarizal. Para aquela região estão previstas 244 barragens subterrâneas, além da instalação de 2.600 unidades em 123 municípios potiguares até dezembro de 2014. Nesta segunda etapa do Segunda Água serão investidos R$ 20,5 milhões, com recursos do MDS e Combate à Fome.

Preço da castanha A Conab garante que os produtores de caju no Nordeste estão tendo boa remuneração na venda da castanha desta safra, com lucro chegando a 21,7% no Ceará, 15,7% no Piauí e 10% no Rio Grande do Norte, de acor-

do com análise técnica da Conab. O preço do quilo da castanha nesses estados está sendo vendido por até R$ 1,74, R$ 1,77 e R$ 1,76, respectivamente, bem acima do preço mínimo, que é de R$ 1,56/kg.

VISITA A superintendência do MDA, no Ceará, vai levar cerca de 30 convidados para conhecerem as pesquisas realizadas na Base Física da Emparn, em Apodi, na próxima quarta-feira (4). Em parceria com outros órgãos, a Emparn desenvolve pesquisas com o gergelim, algodão, sorgo, girassol, mamona, entre outras culturas. O Ministério da Agricultura e Pecuária lança editais para contratação de consultores da área de ciências agrárias, para atuar nos biomas da Mata Atlântica e Amazônia. É essencial formação em nível de graduação, assim como fluência nos idiomas Português e Inglês. Os interessados podem enviar os currículos até o dia 8 de dezembro para Lars Johnsen no email larsj@iadb.org. Para consultar os editais basta acessar a página do Mapa.

1

A próxima quinta-feira, 5, foi estabelecido como sendo o Dia Mundial do Solo à partir de um referendo dado pela FAO em sua Assembléia Geral de junho de 2013. À exemplo do que ocorre com o Dia Mundial da Água (22 de março), pretendese que essa data sirva para chamar a atenção dos habitantes do planeta sobre a importância desse recurso natural na sustentação da vida. Em 2015, o congresso sobre solo será em Natal.

2

Um número que simboliza o forte incremento do setor do agronegócios brasileiro. É o do faturamento nominal das empresas de máquinas e implementos agrícolas ligadas à associação do segmento, que atingiu R$ 11,199 bilhões de janeiro a outubro deste ano, alta de 19% sobre o mesmo intervalo de 2012. As exportações, na mesma comparação, subiram 9%, para US$ 823,72 milhões. As importações recuaram 11,1% no período.

3

LEILÃO Em Minas Gerais, o empresário e selecionador de gado Virgílio Villefort vai chegando ao fim do calendário de vendas traçado para este ano com uma mega oferta de novilhas prenhas e bezerrotas da raça Gir Leiteiro PO. Este será o Leilão Virtual Top 100 Novilhas e Bezerras Gir Villefort, agendado para amanhã, às 21 horas (horário de Brasília). Ao todo, 100 fêmeas serão comercializadas.

CAPACITAÇÃO Agricultores familiares são capacitados para criar aves caipiras na região agreste. A Emater e a Emparn, em parceria com o MDA e a prefeitura de Bom Jesus realizaram o curso sobre “Criação de Aves Caipiras” com 17 agricultores familiares da comunidade Sítio Capim, em Bom Jesus. As aulas aconteceram durante cinco dias, com o objetivo de melhorar a renda dos agricultores familiares através da criação de galinhas caipiras.

MAIS PRÊMIOS Os estudantes do curso de agronomia da UFERSA, Marlon Luan da Costa Ferreira e Jair José Rabelo de Freitas são vencedores do prêmio Odebrecht para o Desenvolvimento Sustentável – Edição 2013. O projeto vencedor, “Criação de tilápias com água de reuso após tratamento por osmose reversa” é uma fruto de uma pesquisa orientada pelo professor Nildo da Silva Dias, desenvolvida na Comunidade de Bom Jesus, no município de Campo Grande.

As lavouras de soja estão entre as que são afetadas pela praga Helicoverpa armigera, no Brasil

Banco do Nordeste contrata meio bilhão de reais do Plano Safra « SEMIÁRIDO » Os recursos foram distribuídos em 130.860 operações de crédito. Somente no RN foram 10.799, que somaram R$ 48 milhões

E

m menos de cinco meses (julho a 25 de novembro), o Banco do Nordeste contratou mais de R$ 562 milhões, no âmbito do Plano Safra Pronaf Semiárido, programa do Governo Federal que conta com R$ 4 bilhões para a agricultura familiar da região. Os recursos foram distribuídos em 130.860 operações de crédito. Somente no Rio Grande do Norte, a quantidade

de operações e valores contratados foram de 10.799 e R$ 48 milhões, respectivamente. O Banco do Nordeste dispõe de crédito para custeio, com juros de 1% a 3% ao ano, e investimentos, com juros que vão de 1%, a 2% ao ano, para agricultores familiares de todos os portes. Os pronafianos com renda bruta anual de até R$ 20 mil são atendidos pelo programa de microcré-

dito rural do BNB, Agroamigo, que oferece taxa de juros de 0,5% ao ano e desconto de 40% para o pagamento realizado em dia. Segundo o diretor de Desenvolvimento Sustentável e Microfinança, Stélio Gama, os produtores no semiárido têm suas execuções e prazos processuais de divídidas suspensos até dezembro de 2014 e descontos em operações contratados até 2006.

« PRODUÇÃO »

BNDES e Conab vão destinar R$ 15 milhões à agricultura

A

Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) irão investir R$ 15 milhões no fortalecimento da produção rural de base familiar. Esse é o objetivo do segundo edital de chamada pública relativo ao Acordo de Atuação Conjunta entre as instituições, lançado na sexta-feira (29). O documento será publicado no Diário Oficial da União (D.O.U) na próxima semana. As inscrições estarão disponíveis a partir de fevereiro do próximo ano. Podem se candidatar aos recursos não reembolsáveis às associações ou cooperativas de produtores que operacionalizam o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) ou o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), ou ainda da Política de Garantia de Preço Mínimo dos Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio). Terão prioridade os agricultores familiares que cultivam com base no sistema de produção agroecológico ou orgânico, mulheres, jovens e povos e comunidades tradicionais - formados em sua maioria por quilombolas e indígenas. O edital prevê duas faixas de apoio, uma de R$ 70 mil destinada apenas a produtores familiares de base agroecológicas e às associações e cooperativas formadas exclusivamente por mulheres, e outra de R$ 50 mil, voltada para os demais interessados. Nesta segunda chamada, os recursos estão veiculados à quantidade de beneficiários que o projeto irá atender. O edital prevê um teto de R$ 2 mil por beneficiário para os projetos de R$ 50 mil e R$ 2,8 mil para os projetos de R$ 70 mil. “Assim se uma organização, que não faz parte do público prioritário apresentar uma proposta que beneficie 10 pessoas, poderá receber no máximo R$ 20 mil, ampliando a abrangência da ação”, ressalta a superintendente de Suporte à Agricultura Familiar da Conab, Kelma Cruz. Os recursos devem ser aplicados para solucionar gargalos operacionais das organizações produtivas, permitindo expandir suas atividades, aprimorar as condições de trabalho no meio rural e proporcionar ampliação da renda dos produtores. Podem participar do acordo as cooperativas ou associações de produtores rurais de base familiar constituídas há mais de dois anos.


economia « ENTREVISTA » ALYSSON PAOLINELLI »

Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

7

PRESIDENTE DO CONSÓRCIO INFRAMÉRICA DIVULGAÇÃO

Quanto já foi investido no Aeroporto de São Gonçalo?

Já devemos ter alcançado os R$ 300 milhões e, provavelmente, a gente vai passar dos R$ 410 milhões. Não porque estouramos a obra. Mas vamos ter um valor superior e o principal motivo é que a gente identificou outras oportunidades de negócio que não estavam previstas anteriormente e que a gente acabou ampliando alguns investimentos em novas tecnologias que, inicialmente, não estavam previstas. Isso pode gerar um acréscimo no valor do investimento que será totalmente absolvido pela Inframérica.

“Vou insistir para reduzir o ICMS nos voos”

A Inframérica está há um ano no Rio Grande do Norte. Da análise que a empresa tinha inicialmente para o agora, dá para concluir que o Aeroporto de São Gonçalo foi superdimensionado? Dá para atingir o planejamento inicial?

« NOVO AEROPORTO » O presidente do Consórcio

Inframérica defende a concessão de incentivos para fazer o Aeroporto de São Gonçalo estrear competitivo

ANNA RUTH DANTAS repórter

presidente do Consórcio Inframérica, Alysson Paolinelli, condiciona a exploração de todo potencial do aeroporto de São Gonçalo do Amarante a oferta de incentivos tributários do Governo do Estado para o querosene de aviação. O empresário já esteve reunido com a governadora Rosalba Ciarlini, não conseguiu convencer, mas confirma que terá uma nova reunião com a chefe do Executivo estadual e que “vai insistir até o último minuto pelo incentivo”. Paolinelli admitiu que o Inframérica já tem três propostas a serem apresentadas ao Governo para oferecer incentivos às companhias aéreas. Ele analisou que a desoneração de ICMS no combustível de aviação precisa ser definida antes do novo terminal entrar em operação. A meta do Inframética é chegar a 5 milhões de passageiros anuais no Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante. Mas Alysson Paolinelli admite: tudo vai depender do Governo. “Temos a curva de crescimento prevista, mas a curva vai depender muito do que a gente conseguir de ajuda, não só das companhias, mas do Governo local”, afirmou o empresário. Ele confirmou a data de inauguração do terminal para o dia 3 de abril, às 8h30 e foi contundente: a partir do momento que o novo terminal entrar em operação, os vôos comerciais já não mais irão para o Augusto Severo. Em Brasília, onde participou do Seminário dos Operadores Aeroportuários, Alysson Paolinelli concedeu a seguinte entrevista para TRIBUNA DO NORTE:

O

Qual a alternativa que se tem hoje para os acessos ao Aeroporto de São Gonçalo do Amarante?

A alternativa que há hoje é construir os acessos. Não existe uma forma diferente hoje de solução. O tempo está ficando curto e a boa notícia é que na semana passada houve a publicação no Diário Oficial entre o Governo Federal e Estadual. Agora o que precisamos é executar a obra, não é responsabilidade da Inframérica, é do Governo estadual. Nós estamos acompanhando, cobrando constantemente para garantir e a nossa tranquilidade é que ainda existe tempo suficiente para engenharia executar a obra tanto do acesso Norte até o mês de abril quanto do Sul até a Copa. O que precisamos agora é de empenho da construtora que foi contratada pelo Governo local para executar e confirmar os prazos previstos. Se isso ocorrer nós teremos o aeroporto operacional com o acesso Norte em abril e os dois acessos disponíveis a população até o início da Copa. Então a Inframérica não trabalha com a hipótese de não ter

ì QUEM Alysson Barros Paolinelli é presidente do Consórcio Inframérica, que detém a concessão para construir e administrar o Aeroporto de São Gonçalo do Amarante

FORMAÇÃO Formado em engenharia eletrônica pela PUC–MG, pós-graduado em administração financeira pela Fundação Getúlio Vargas–RJ, ele cursou ainda o Advanced Management Program no IESE, da Universidade de Navarra, Espanha

CARREIRA O executivo, que assumiu no início de outubro o cargo de CEO (chief executive officer) do Consórcio Inframérica, acumula experiência de 19 anos no setor de logística, com passagens por empresas como AQCES Logística S.A., J.Macêdo Alimentos, MRS Logística S.A., Brahma e All Logística

acesso para o terminal?

Não tem condição. A Inframérica disponibiliza a infraestrutura para população e para as companhias aéreas. Se, de alguma forma, a população não tem como chegar ao aeroporto, o terminal não tem como estar disponível. Mas acho que o pior já passou. O esforço do governo estadual e federal deu resultado. Como ocorrerá a transição do Aeroporto Augusto Severo para o São Gonçalo do Amarante? O presidente da Infraero, Gustavo do Vale, já disse que o Augusto Severo só será desativado depois da Copa.

Na realidade,pelo contrato, quando a gente cumprir todos os procedimentos de homologação do aeroporto, do que já está em andamento, são praticamente quatro fases de implantação do Processo de Transferência Operacional. A gente já concluiu as duas primeiras fases, estamos no meio da terceira e em um processo natural de transição, diferente de todas as outras concessões porque o aeroporto não existia antes. Não tem a estrutura da Infraero, estamos começando o processo quase do zero. Esse processo tende a se estender até o final de março para que estejamos com todo o movimento interno das nossas equipes, dos órgãos reguladores que devem estar no local e também de toda movimentação em 3 de abril pronto. Já temos uma previsão de horário, às 8h30, desse dia estaremos colocando o aeroporto dis-

ponível para o primeiro vôo descer. O que o presidente da Infraero quis dizer é que por segurança ele vai manter o aeroporto em condições operacionais. Mas a partir do momento em que nosso aeroporto estiver pronto para operar no dia 3 de abril, nenhum outro pouso irá para o aeroporto atual. De 2012 para 2013 houve uma queda de 10% no número de passageiros no aeroporto Augusto Severo. Nos últimos dois anos, a queda foi de 20%. Como a Inframérica chega para operar analisando esses dados. Desanima?

Não. Torna mais desafiador. Acredito que esse é um dos desafios. O aeroporto é um ponto de entrada do Brasil. A oportunidade de se tornar um hub de entrada proveniente da África, da Europa, a posição estratégia de Natal é relevante para nós. O que a gente precisa trabalhar é um pouco no tripé: Inframérica, Governo local e companhias aéreas. E principalmente o Governo local e eu venho sentindo o apoio da governadora nesse sentido, de que a gente promova algum tipo de incentivo. Houve um pleito nosso recente, entregue a governadora (Rosalba Ciarlini), para a redução do ICMS para o querosene de aviação. Isso torna o aeroporto de Natal atrativo para as companhias aéreas e com isso a gente consegue recuperar a queda de passageiro. Isso é para o aeroporto, bom para as companhias aéreas e, principalmente, para o Estado do Rio Grande do Norte porque torna o Estado, novamente, um pólo atrativo para o turismo. Hoje temos apenas três vôos semanais internacionais e o potencial é enorme. O que a gente precisa é dar condição para as companhias aéreas usarem o aeroporto como porta de entrada e a partir dali, o passageiro estrangeiro, irá se deslocar internamente.

Vou continuar insistindo até o último minuto, porque isso torna, não só o aeroporto mais atrativo para as companhias aéreas, como ajuda o Estado a recuperar e crescer mais no turismo”.

Então o ideal é São Gonçalo começar já com os incentivos pa-

Vou continuar insistindo até o último minuto porque isso torna, não só o aeroporto mais atrativo para as companhias aéreas, como ajuda o Estado a recuperar e crescer mais no turismo. O Estado é altamente receptivo ao turismo. Hoje as passagens aéreas para Natal são caríssimas e quando a gente junta o tripé de Governo, companhias aéreas e aeroporto acredito que a gente vai fornecer alternativas para população e atrair novos vôos. O senhor disse que vai insistir com a governadora Rosalba para dar o incentivo. A Inframérica já traçou um projeto de em que termos se daria esse incentivo para as companhias aéreas?

Tem. Mas essa alternativa vamos discutir com os técnicos do Estado. As companhias são muito criativas e rápidas nas suas propostas. Estamos criando três ou quatro opções para que a governadora olhe, veja o que é melhor para o Estado e dali tome a melhor decisão. Vamos continuar firmes e com o discurso para que em 3 de abril, quando inaugurar o novo aeroporto, tenhamos convencido o Governo tornar atrativo um aeroporto novo dentro de um Estado que vem reduzindo sua malha aérea.

O senhor disse que sentiu o Governo receptivo para oferecer esse incentivo. Mas a governadora Rosalba, nas declarações à imprensa, já disse que “só vai pensar nisso (no incentivo) depois que o aeroporto estiver operando”. Não seria melhor oferecer esse incentivo antes?

Eu acredito que sim. Conversei já com ela para que possamos voltar a discutir o tema. O volume de passageiros do aeroporto vem reduzindo nos últimos dois anos e eu acredito que tenha deixado uma sementinha para colher no futuro. Em breve vou retornar com uma proposta nova para governadora. A gente precisa promover um novo movimento, começar um novo ciclo. A gente precisa romper o ciclo de queda e tem total capacidade de, unindo os esforços, criar uma situação que torne Natal um pólo atrativo para pousos e decolagens.

ra as companhias aéreas, através da redução do ICMS de querosene de aviação? A Inframérica vai insistir com o Governo potiguar?

O terminal de cargas tem apenas 40% concluídos. Mas ficará pronto quando?

Temos certeza que vamos fazer daquilo um hub de entrada, desafogando um pouco Galeão (RJ) e Guarulhos (SP)”

Ele fica pronto até o início da Copa. O terminal de cargas é muito mais simples que o terminal de passageiros. A velocidade de conclusão de obra é muito mais fácil. O terminal de cargas é mais simples. O fato dele estar com 40% concluído não quer dizer que ela não estará pronto. Em abril junto com o aeroporto o terminal de cargas vai estar operando.

Vou dividir essa resposta em duas. Primeiro estamos rigorosamente em dia com o nosso planejamento de obra. E vamos entregar o aeroporto oito meses antes da data contratual, que é dezembro. A segunda parte da resposta é: o aeroporto, realmente, está dimensionado para um volume maior de passageiros do que vinha atuando atualmente. Hoje teríamos uma capacidade ociosa disponível dos quais a gente pretende ocupar com o crescimento de novas companhias aéreas levando aquele aeroporto a um patamar superior a 4 ou 5 milhões de passageiros por ano. É um desafio enorme, principalmente, porque a gente vem perdendo os passageiros nos últimos dois anos. O bom da história é que quanto mais desafiador, mais vamos nos debruçar sobre ele para conquistar. Temos certeza que vamos fazer daquilo um hub de entrada, desafogando um pouco Galeão (RJ) e Guarulhos (SP). O passageiro que vai para Europa proveniente do Nordeste e Norte não necessariamente precisa descer até o Sudeste para ir a Europa. Podemos ter novas rotas. O senhor espera atingir esse número de 5 milhões de passageiros quando?

Isso vai depender muito do apoio que o Governo estadual vai nos dar. Depende das companhias aéreas. Esse é um número que é o desafio da história. Temos a curva de crescimento previsto, mas a curva vai depender muito do que a gente conseguir de ajuda, não só das companhias, mas do Governo local. Ou seja, necessariamente a exploração do potencial do Aeroporto de São Gonçalo depende do incentivo do Governo estadual?

Não tenho dúvida disso. Por um motivo simples, alguns Estados da região Nordeste estão praticando algum tipo de incentivo e isso é uma concorrência. Infelizmente, uma concorrência positiva para os Estados que já se movimentaram, as companhias já estão se deslocando. A gente espera que o Rio Grande do Norte não fique atrás porque, caso o Estado não acompanhe (os incentivos fiscais dados para o querosene de aviação) o andamento de que outros (Estados) estão dando, vai aumentar muito nosso desafio. Outros Estados já estão dando, principalmente o Ceará. O Ceará é o concorrente principal?

Sim também pela posição geográfica e é um Estado que vem demonstrando um apoio muito grande às companhias aéreas no desenvolvimento das novas rotas. Mas tenho certeza que a gente vai ajudar o Estado do Rio Grande do Norte a seguir a mesma trilha e criar as mesmas oportunidades para voltar a revitalizar o turismo local.


8

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

economia


TÁBUA DE MARÉS

NO FACEBOOK

Preamar 02h54-2.2 - 15h11-2.4 Baixa-mar 08h41-0.3 - 21h06-0.1

Curta e compartilhe charge de Brum.

facebook.com/tribunarn

FASES DA LUA HOJE: MINGUANTE 02/12: NOVA

O MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, MARCO ANTÔNIO RAUPP, ESTARÁ EM NATAL AMANHÃ PÁGINA 5

.

natal Editora: Cledivânia Pereira [cledivania@tribunadonorte.com.br ]

Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 01 de dezembro de 2013

Ano letivo em recuperação « EDUCAÇÃO » De acordo com a Secretaria Estadual de Educação, do total de 167 escolas estaduais de Natal, cerca de 22 estão em situação de emergência por falta de professores DAÍSA ALVES repórter

E

ram 14h, e pouco a pouco a sala de aula se esvaziava. Os poucosalunosdaturmasedispersavam entre conversas nos espaçadoscorredores, entretenimento no celular, ou até completando uma atividade da aula passada. A turma do 1° ano de ensino médio da Escola Estadual Wilston Churchill assistiu a única aula do dia, de geografia, e os estudantes já se despediam da escola. Para as disciplinas seguintes, de filosofia e português, não há professor. Essa turma de estudantes, e de outras escolas estaduais, corre o risco de terminar o ano sem ter tido nenhuma aula de várias disciplinas. Segundo Betânia Ramalho, secretária do Estado de Educação (Seec), o conteúdo das aulas em falta serão repostos com o prolongamento Redo ano letivo em regime de ensino intensivo. De acordo com a Seec, do total de 167 escolas estaduais de Natal, cerca de 22 estão em situação de emergência. A falta de professores já é um problema recorrente das escolas públicas, no entanto, a situação foi agravada após o reordenamento da carga horária dos professores da rede estadual, que acarretou o descobrimento de turmas em disciplinas pontuais. Jarbas Oliveira, 17, migrou do município de Pilões, para Natal, a fim de terminar seu ensino médio “na capital”. Com a falta de três disciplinas,eleacreditaqueestariamelhor na escola antiga. “Somente na quinta tenho o horário de aula completo”. Talvez, seu objetivo de estudar Farmácia, seja adiado por mais um ano. Tainá França, 18, estudante do primeiro ano, fez a prova do Enem esse ano e sentiu a falta dos conteúdos, principalmente de História. “Não tive nem uma semana de aula. Se tivesse, poderia ter tirado notamelhor”,contaaestudanteque mora em Bom Pastor e se desloca todos os dias a escola. “É complicado, vir, pagar passagem pra assistir só uma aula”. Na E.E. Wilston Churchill, localizada em Cidade Alta, existem turmascomlacunasdeaulasdematemática, história, filosofia, português, inglês e sociologia. De acordo com a diretora da escola, Maria Eliane de Carvalho Han, atualmente, para suprir a demanda em falta, seriam necessários mais 13 professores. No turno da manhã a si-

tuação foi amenizada pela junção de quatro turmas há dois meses. Mas ainda há outro problema. O lançamento das notas é de responsabilidade do professor específico da turma, nem a direção ou coordenação tem acesso ao sistema das notas. E quanto aos que estão com a falta de aulas, não existe previsão para reposição pela direção. As lacunas de aula contribuem tambémparaoesvaziamentonasala de aula. Turmas de 30 alunos, com apenas 15 em sala. É desestimulante ir à escola e não ter aulas, concordam alunos e diretora. a diretora 15h45 da tarde, nenhuma turma mais em aula. Na E.E. Edgar Barbosa, localizada em Lagoa Nova, a situação se repete, com soluções de amenizaçãorecentes. Cerca decincoturmas chegam ao final do ano prejudicadas com a falta de professores para Matemática, Inglês, Filosofia, Física e geografia. Há dois meses, a escola recebeusuprimento deprofessores. Alguns substituíram durante a semana e outros estão ministrandoaulaaossábados.“Para2014 amenizamos os prejuízos no conteúdo, só torcemos para ter professorpróximoano”,declaraIlkéciada Silva, vice-diretora da escola. “Teve dias que a gente veio só para gastar a passagem”, relata Felipe Gabriel Lima, 17, sobre o inicio do segundo semestre. Para acelerar o conteúdo de História, o professor está passando trabalhos para a turma e no sistema de reposição de filosofia, ele não pode vir aos sábados. “Mesmo com os novos professores, a gente tem prejuízo”, lamenta. “Não fiz o Enem porque não estava preparada nos conteúdos”, relata Lidiane Honorato, 17. Ela chegou a pensar em mudar de escola, mas ficou com medo de encontrar a mesma situação. Na sua turma falta professor de sociologia, inglês e filosofia. Na E.E. Anísio Teixeira, localizadaemPetrópolis,trêsturmastem falta de horários de aula nas disciplinas de biologia, geografia e sociologia – uma turma cada, todas do segundo ano. O problema se apresenta o ano inteiro. Francisco Neris Viana, diretor do Anísio Teixeira, acredita que vai resolver a situação com reposição de conteúdo no ano seguinte.

+

PÁGINA 2

Secretaria quer solucionar problema ainda este ano

NA TN ONLINE

Confira galeria de imagens com fotos da semana.

tribunadonorte.com.br


2

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

natal

Hora-aula perdida não será reposta « EDUCAÇÃO » A secretária Betânia Ramalho disse que fará um esforço para a reposição, estendendo o

ano letivo e pagando horas extras aos professores. Mas o foco será no conteúdo e não na carga horária FOTOS: EMANUEL AMARAL

A

Secretaria de Estado de Educação e Cultura (Seec) pretende repor as disciplinas em falta ainda neste ano, com o foco em reposição no conteúdo, e não precisamente na carga horária perdida. Hoje, somente em Natal existem 167 escolas, das quais em 22 é constatado situação urgente. Segundo a secretaria, Betânia Ramalho a Seec dependia do anúncio da falta de professores pelos diretores de cada escola para que se tomasse ciência da proporção do problema e enviasse suporte. R$ 1,2 milhão foram desembolsados pela Seec para o pagamento de horas extras aos professores suplementares. Ainda nessa quarta-feira, 04, com o início da Jornada Pedagógica que será realizado o levantamento das turmas com falta de professores, para então se planejar a reposição. “Nosso foco é no conteúdo, e não necessariamente na carga horária”, relata. De acordo com Ramalho, o plano é que as aulas estendam além do ano letivo para poder repor o conteúdo. Pelo calendário escolar da rede estadual, o ano letivo termina dia 23 de dezembro. No caso, há apenas mais uma semana para repor as aulas ainda em 2013. “Nenhum aluno pode não concluir o ano letivo. Não tenham dúvida que os conteúdos serão repostos em todas as escolas”, assevera. Os professores que trabalharem extra serão remunerados. “Continuaremos comprando as horas ate o final dessa reposição”. Por lei, cada professor pode lecionar mais 10 horas nesse sistema. A compra de horas dos professores, por cerca de R$ 1,2 milhão foi a estratégica que mais se adequou a realidade da Secretaria. Atualmente, a rede estadual tem quase 10 mil professores em sala de aula. Foi comprada carga horária de cerca de 4 mil professores para o suplemento. Além deste agravamento pelo reordenamento, a secretaria contabiliza que todos os meses de 10 a 15% dos professores sofrem afastamento por licença ou aposentadoria. Para estas duas demandas, a secretaria pretende contratar mais 1.500 temporários em seleção diferenciada. O edital deverá ser lançado pela Escola de Governo, mas ainda não há estimativa de data.

Jornada de trabalho Segundo a secretaria, assim que determinada a diminuição na jornada de trabalho em sala de aula, em agosto, foi orientado aos diretores escolares que elaborassem projetos definindo as ausências e necessidades e levassem à Diretoria Regional de Educação de sua localização, e assim, poderiam enviar suplemento a escola. Ela conta que no caso da E.E. Winston Churchill foi enviado quatro professores, porém a direção decidiu não recebe-los já que precisaria mudar a grade de horários. “Esse reordenamento deveria ser por etapas, mas não fizemos. Decidimos implantar de imediato, com processo de reposição de disciplinas por meio de projetos. Muitas das dificuldades é na lentidão dos gestores agirem”, relata Betânia Ramalho. Para que o problema não persista em 2014, ela acredita que com a regularização do sistema SigEduc, sendo utilizado por todas as escolas, poderá haver o acompanhamento da Secretaria mais próximo às escolas e não haverá mais problemas com escolas descobertas de professor. Uma das soluções será a junção de turmas de acordo com a necessidade de cada escola.

Das 167 escolas públicas estaduais em Natal, 22 estão em situação de urgência por causa da falta de professores de várias disciplinas

Opinião

BATE-PAPO

Aluno, professor e diretora

Betânia Ramalho secretária estadual de Educação

“Há uma iniciativa tardia. É um problema de gestão” Qual o número atual de turmas sem professores?

Na jornada pedagógica vamos começar fazendo essa avaliação. Começa nesta quartafeira. Sabemos que tem 22 escolas em dificuldades. A própria secretaria deixa de estar mais próximo desses dados por causa do volume muito elevado de atribuições. Por que o levantamento não aconteceu antes?

Felipe Gabriel Lima, 17, estudante do primeiro ano na E.E. Edgar Barbosa. Sua turma tem a falta de professores de Filosofia e História. Apenas há dois meses que foram enviados professores para suplementar a falta. Mesmo com a reposição, ele sente que não verá o conteúdo da mesma maneira que o regime comum durante o ano.

Hudson Lima Rocha, professor de língua inglesa, acredita que o reordenamento era necessário e trouxe benefícios ao professor. Na escola em que leciona, E.E. Winston Churchill, ele deixou de dar aula para uma turma em cumprimento à determinação. E ainda considera que o desestímulo dos alunos em vir a escola quando têm poucas aulas tem esvaziado a turma e prejudica a aprendizagem.

Maria Eliane S. de Carvalho Han é professora há mais de 20 anos na rede estadual e há 3 diretora da E.E. Winston Churchill, com turmas do primeiro ao terceiro ano. Em sua escola, há um déficit de 13 professores para cobrir as horas de aula de sete disciplinas em turmas diferentes. Ela não sabe como irá repor as aulas há tempo do final do ano letivo

Reordenamento agravou situação A atual falta de professores é um simples problema de matemática. Não chega nem a ser uma fórmula de Báskara desconhecida. Na verdade, está mais próximo da regra dos três simples. Poucos professores para muitas turmas. O problema se expandiu por boa parte da rede estadual desde agosto deste ano quando foi determinado o estabelecimento imediato da Portaria nº731/2013, que determinava a atualização da carga horária considerando que 2/3 da jornada de trabalho deverá ser para o exercício em sala de aula. Até então os professores atuavam em 30h dentro de sala. Para os professores dos anos iniciais (1° ao 5° ano), se direcionou o cumprimento de uma jornada de 25 horas semanais em exercício em sala de aula, sendo 5 horas excedentes pagas com horas suplementares. Na redistribuição dos professores nas turmas, as lacunas sur-

giram. Já que as escolas atuavam desde o inicio do ano com o número de professores efetivos já prevendo a quantidade necessária para cada turma. Algumas turmas ficaram descobertas com a diminuição, pois, se o professor deve menos horas na jornada de trabalho em sala, terá menos turmas. Uma conta simples. A mesma portaria que determina a implementação da lei, também aponta que “por hipótese alguma esse reordenamento poderá prejudicar o atendimento ao aluno e o processo de ensino aprendizagem”. Mas no cálculo, faltou o fator da soma que substituiria as horas extras dos professores, diminuídas pelo reordenamento. A regularização é válida e necessária. No entanto, falta a cobertura da ação. Hudson Lima, professor da língua inglesa, leciona em seis turmas na EE Churchill, quando entrou em vigor a determinação, passou a dar

aulas em cinco turmas, pois excedia o tempo obrigatório. Uma das turmas está sem aula de inglês. “Para o professor foi bom, precisava desse tempo para o planejamento, mas prejudicou os alunos”, conta. Agora o professor tem tempo disponível para correção de provas, gerenciamento de atividades extras e reposição de avaliações. Antes, essas ações eram realizadas em tempo extra. No entanto, apesar do benefício aos professores, o reordenamento chega a atrapalhar até as aulas regularizadas. Segundo Tuíza Tavares, professora de espanhol, é desestimulante para os alunos vir para a escola para ter poucas aulas. “Vejo que foi algo bom para gente, mas prejudica o aluno”, lamenta a professora, ainda se sentindo incompreendida algumas vezes. “O aluno vê a falta de aula e vê o professor na escola e não entende todo o contexto”.

Para o professor foi bom, precisava desse tempo para o planejamento, mas prejudicou os alunos” HUDSON LIMA professor

Vocês têm que entender a quem cabe a responsabilidade. Não é possível que cheguem ao final do ano com uma noticia dessa para a gente. A secretaria se surpreende porque se você é diretor, não pode deixar que isso aconteça. Há uma iniciativa tardia. É um problema de gestão. De quem é a responsabilidade da apuração das faltas?

Tem que cobrar a direção da escola, cobrar do diretor da dired, antes de cobrar a mim, por que tem coisas que a gente nem fica sabendo. Se eu sou o diretor de uma escola e me está faltando professor eu não dou um passo sem resolver isso, vou até a governadora se preciso. Quanto ao esvaziamento das aulas pelo desestímulo, a que a senhora atribui?

O diretor e equipe pedagógica tem que ter capacidade de chamar esses aluno para motivar o aluno, isso é parte da gestão da escola. JÚNIOR SANTOS

O aluno vê a falta de aula e vê o professor na escola e não entende todo o contexto” TUÍZA TAVARES professora


Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

natal

3

Área construída aumentou 40% « UFRN » No Campus Central, a área construída passa de 200 mil para 280 mil metros

quadrados em 10 anos. Área está saturada e tendência é de verticalização das construções FELIPE GALDINO Repórter

A

Universidade Federal do Rio Grande do Norte investiu mais de R$ 300 milhões em infraestrutura somente nos últimos dez anos. No Campus Central, a área construída aumentou 40%, passando de 200 mil para 280 mil metros quadrados. Com as obras que estão em andamento ou planejadas, o Campus Natal chegará a 300 mil metros quadrados de área edificada ao final de 2014. Essa veloz expansão física traz uma preocupação: o Campus Natal já está chegando a um ponto de saturação, e logo não terá mais onde construir novos prédios. A alternativa, segundo a equipe de engenharia da instituição, será verticalizar. Somente no ano passado, a instituição contou com quase 100 obras em andamento. Uma das grandes estruturas que começaram a ser construídas nos últimos anos e é um dos grandes destaques da instituição é a

sede do Instituto Metrópole Digital, projeto do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação administrado pela UFRN, com o objetivo de implantar uma estrutura voltada para a área de Tecnologia da Informação. De acordo com a Superintendência de Infraestrutura da instituição federal, a obra do prédio, que começou a mudar o cenário da universidade ainda em 2011 com o início dos serviços, contou com um investimento de quase R$ 12 milhões e deve ser entregue ainda neste ano. “Estamos na fase de conclusão, com a expectativa de receber a obra na primeira quinzena de dezembro”, disse Gustavo Coelho, adiantando que a inauguração da estrutura deve ser feita no início do ano que vem. Outra grande estrutura que surgiu nessa última década e cortou a paisagem na instituição é o chamado “Minhocão”, que corresponde aos laboratórios de engenharia. A alcunha se dá pelo formato em curva da edificação. Outra grande obra que surgiu

SEGURANÇA Para 2014,a UFRN pretende mudar o sistema de monitoramento. Atualmente,o projeto é de 2007 e se baseia na tecnologia de fibra óptica.O problema é que nestes seis anos a instituição se expandiu e vários novos prédios foram levantados.Uma câmera implantada em determinado ponto,hoje pode estar encoberta por alguma nova edificação.Outro problema,também envolvendo as obras na UFRN,é que as máquinas às vezes quebram a fiação.Como alternativa para resolver essa questão,a instituição estuda mudar o sistema para uma rede sem fio,de acordo com a Pró-reitoria de Administração.Ainda não há projeto ou orçamento definidos, mas sabe-se que a eficiência do novo sistema será melhor.

nos últimos anos foi a Escola de Ciência e Tecnologia, localizada no setor 4. A estrutura foi cons-

truída exclusivamente para receber, à época, o novo curso de Ciência e Tecnologia, em 2009. A própria sede da Superintendência de Infraestrutura foi levantada recentemente e é uma das estruturas novas no território universitário do Campus. A estrutura, que chama a atenção pelo formato “pontudo”, foi inaugurado em 2011, onde havia apenas um terreno baldio.

Recursos Os recursos da universidade vem do Governo Federal, a grande maioria do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni), que permite essa grande expansão, com contratação de professores, técnicos administrativos, obras de laboratórios, residências e bibliotecas. Além disso, a UFRN se candidatou como centro oficial de treinamento para a Copa do Mundo de 2014 e isso alavancou ainda mais a chegada de recursos. Ao contrário do que a maio-

ria pensa, a UFRN não vem crescendo apenas no setor de ciência e tecnologia. Segundo o superintendente de Infraestrutura, Gustavo Fernandes Rosado Coelho, toda a universidade vem se expandindo, inclusive os outro campi, espalhados pelo interior do estado. São tantas obras, que ele nem arriscou dizer quanto será investido no próximo ano, visto que muitos projetos ainda estão sendo produzidos. “Há um equilíbrio das áreas, não dá para dizer o que cresceu mais. Hoje a área de Exatas e Tecnológica capta recursos também de outros pontos, como a Petrobras e termina levando a maiores intervenções, mas temos um crescimento acentuado em todas as áreas da UFRN. Também tivemos o crescimento das áreas físicas e melhorias para acompanhar o crescimento, adequação a normas e a pontos como acessibilidade em algumas edificações. Nos últimos dez anos temos um investimento superior a R$ 300 milhões”, afirmou Coelho.

Há dez, não eram contratados professores, os alunos eram desestimulados, mas desde 2003, com o Reuni, vemos um crescimento. A Escola de Ciência e Tecnologia é fruto disso e acho que o nosso maior benefício é a inclusão social, já que com mais vagas chamamos mais alunos” JOSSANA FERREIRA Professora de Ciência e Tecnologia

DANTAS JÚNIRO

O investimento é bom. Em um mês que estamos aqui vemos sempre algo novo e isso motiva, vendo tanto investimento para a gente” VANUCCI MEDEIROS Estudante de Ciência e Tecnologia

É muito benéfico, e acredito que seja importante para a parte acadêmica” MARIA EDUARDA COSTA E SILVA

Somente no ano passado, o Campus da Universidade Federal em Natal contou com quase 100 obras de construção civil

Estudante de Matemática

Investimentos somam mais de R$ 300 milhões Outras obras estão em MAGNUS NASCIMENTO

Nos últimos dez anos: investimento de R$ 300 milhões em estruturação física e aumento de quase 100 mil m² de área. Com tanto crescimento, os engenheiros e arquitetos da Superintendência de Infraestrutura da UFRN já começam a ter dificuldades quando pensam na construção de algum outro prédio. Segundo o próprio superintendente, não há mais tanto espaço para crescer dentro do Campus Central, tamanha é a saturação de edificações. Em meio a esse cenário, a alternativa já em estudo, é verticalizar. “A UFRN vem estudando alternativas, uma delas é começar a verticalizar até as estruturas já existentes. Soluções de trânsito para disciplinar melhor a utilização de nossos estacionamentos e em estudo também até a verticalização de alguns estacionamentos, mas ainda está em estudo. Mas a tendência pé que em 2014 essas realidades já devam começar a surgir”, estima Gustavo Coelho. O próprio Centro de Convivência, no Campus Central, deverá ganhar mais alguns andares na reforma que está para acontecer em sua estrutura. De acordo com Coelho, a edificação

O chamado “Minhocão”, que abriga os laboratórios de engenharia é das obras mais recentes vai ser ampliada, mas não para os lados, e sim para cima. A estrutura que conta com várias feirinhas, agências bancárias, livrarias e outras estruturas menores deverá ganhar mais dois pavimentos. A verticalização dos setores de aula também são bastante prováveis para os próximos projetos estruturais. Além de crescer para cima, outra alternativa é levar novas estruturas para a Escola Agrí-

cola de Jundiaí, que ainda tem espaço para expansão, além de parcerias para conseguir terrenos dentro da capital mesmo O fato é que a UFRN hoje, para crescer, precisa de bem mais território, visto que a projeção para os próximos anos é continuar o crescimento físico. “Mas ainda temos áreas que podem ser construídas, apesar da saturação. Como o Centro de Convenções, que vai ficar nas

imediações da Reitoria da UFRN e será um equipamento de qualidade para abrigar os principais eventos da instituição, inclusive boa parte das colações de grau e os eventos nacionais que vem caracterizando a universidade”, adiantou ele, explicando que os projetos estão sendo finalizados e em fevereiro é a expectativa de publicação da licitação. “A estimativa é que deve ficar entre R$ 20 e 22 milhões”, completou.

andamento ou planejadas Ainda há a inauguração de mais obras nos próximos dias, como a segunda etapa do Centro de Educação e o Setor Avançado de Pesquisas Químicas [Sapeq]. Para o próximo ano ainda tem o prédio de Ecologia para inaugurar dentro do complexo do Centro de Biociências, e, fora do campus Central, algumas obras na Escola Agrícola de Jundiaí, em Macaíba. “E assim vamos aumentando cada vez mais a nossa área de edificações. Além disso, gostaria de destacar um grande investimento no Campus Central. Vamos ter um incremento nas áreas de abastecimento d’água e esgotamento sanitário; a rede elétrica já estamos expandindo a subestação nova que ainda nem está em funcionamento e já vamos fazer a sua expansão. Tudo demandado pelo crescimento da UFRN. É o seguinte: foi programado para, em termo de estrutura, sermos X e hoje estamos com 3X”, comemora o superintendente. “Todos os centros temos projetos, além da ampliação do restaurante universitário, estamos aumentando o número de residências universitárias, e tem a

expansão do setor de aulas 5 para a construção de um outro bloco de aulas, que são licitações que já vamos publicar; ainda tem a ampliação da área de pós-graduação de vários centros”, disse Coelho. Para o próximo ano, ano, ainda está prevista a revitalização de todo o parque aquático. No valor de R$ 4 milhões, os projetos serão finalizados no início de 2014 e assim que aprovados, abertos para a licitação e início das obras. Ainda em fazer de projetos arquitetônico, para 2015 está em estudo a transferência da Faculdade de Enfermagem para o Campus Central. Ainda na área esportiva, a UFRN se candidatou para ser centro de treinamento para alguma seleção que venha jogar na Copa do Mundo do ano que vem, então a instituição vem reestruturando seu parque poliesportivo, mais especificamente o campo de futebol e a pista de atletismo, que poderá receber eventos internacionais. A previsão é que em 10 de dezembro seja feita a montagem das nossas torres de iluminação ao redor do campo. Até agora, foram gastos R$ 10 milhões com toda essa estrutura.


4

natal

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Poder Judiciário

« ARTIGO »

A jurisdição constitucional e o combate à corrupção (I)

ANELLY MEDEIROS [ anellymedeiros@hotmail.com ]

DIVULGAÇÃO

MARCELO ALVES DIAS DE SOUZA Procurador Regional da República

N

Escola de Magistratura O conselheiro do Conselho Nacional de Justiça, Emmanuel Campelo, elogiou a organização do I Congresso realizado pela Escola de Magistratura do RN, ocorrido, em Natal, na última quintafeira. Para o presidente da Comissão de Acesso à Justiça e Cidadania, esse evento busca difundir no Poder Judiciário as novas práticas a ele aplicadas, passo que aproxima a magistratura da sociedade e do CNJ. “Afinal, apenas com o apoio da magistratura é que as políticas públicas voltadas para o poder judiciário podem ter efeito”, concluiu o conselheiro que proferiu a palestra de abertura. O primeiro congresso organizado pela Esmarn faz parte das comemorações pelos 25 anos da instituição no Estado. Durante o evento, aconteceu o XXXIV Encontro do Colégio Permanente de Diretores de Escolas Estaduais da Magistratura – Copedem.

Regimento Interno

Concursos em pauta

O lançamento do livro “Regimento Interno do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte Comentado”, de autoria do desembargador João Batista Rebouças e do assessor judiciário Guilherme Vanin, foi bastante prestigiado. Entre os convidados estavam o ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Emmanoel Pereira, do conselheiro do CNJ, Emmanoel Campelo, o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, a viceprefeita de Natal, Wilma Maria de Faria e os desembargadores Saraiva Sobrinho, Glauber Rêgo e Dilermando Mota. A obra traz comentários orientados sobre jurisprudência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do TJRN.

O Tribunal de Justiça da Bahia publicou edital para o concurso público para outorga de delegações de serventias extrajudiciais de notas e de registro, com 1.383 vagas. As inscrições podem ser realizadas no período de 7 de janeiro a 5 de fevereiro de 2014. A taxa custa R$ 200. Os interessados devem ser bacharel em Direito, com diploma registrado, ou ter exercido função em serviços notariais ou de registros por no mínimo dez anos. E a Procuradoria Geral do Acre (PGE-AC) publicou edital de concurso público com seis vagas para Procurador do Estado. As inscrições vão até o dia 14 de janeiro. pelo site da FMP Concursos.

o domingo passado, registrei aqui que estaria, durante a semana, participando do “XIV Seminário Ética na Gestão: Ética, Democracia, Justiça e Mobilização Social” (organizado pela Comissão de Ética Pública da Presidência da República), palestrando sobre o tema (na verdade, dois temas conjugados) “Jurisdição Constitucional e o Combate à Corrupção”. Confesso a vocês que, embora eu dê aula sobre “jurisdição constitucional” e trabalhe como Procurador da República precisamente nessa área de “combate à corrupção” (e, em ambos os casos, desde há muito tempo), me foi complicado fazer a ligação entre os dois assuntos. Isso porque, na cabeça de qualquer profissional do Direito, o tema da repressão à corrupção está muito mais ligado à jurisdição criminal propriamente dita e à jurisdição civil responsável pelo processamento das ações de improbidade administrativa do que com qualquer outra coisa. Assim, quedei-me, por um tempo, com a questão: “o que danado tem a ver a jurisdição constitucional com o combate à corrupção?”. A resposta, afinal, veio (não como epifania, mas, sim, com um pouco de inspiração e muito de transpiração leia-se trabalho -, como quase tudo de bom na vida). Não resta dúvida que as ações penais (relacionadas a crimes contra a Administração Pública) e as ações de improbidade, juntas, formam a linha de frente da repressão à corrupção

através da “Jurisdição”. Entretanto, a jurisdição constitucional exerce muitas vezes o papel fundamental de viabilizar e otimizar essa repressão. E, doutra banda, ela serve, também, para balizar o combate dentro dos ditames constitucionais, até como proteção aqueles supostamente envolvidos na corrupção. Em síntese, como via de mão dupla, a jurisdição constitucional faz com que o combate à corrupção no Brasil se dê à luz da CF. Explico melhor. Lembremos, primeiramente, que o combate institucional à corrupção no Brasil dá-se de várias maneiras. Dá-se, antes de mais nada, por intermédio de uma legislação abundante - com viés preventivo e com instrumentos para futura repressão - voltada a esse combate. Falo, aqui, da Constituição com os seus inúmeros dispositivos essencialmente orientados ao combate à corrupção, tais como a própria previsão dos órgãos/agências incumbidos desse mister (Poder Judiciário, Ministério Público, Tribunais de Contas, Controladorias, Polícia Judiciária etc.), as garantias dos agentes envolvidos nessa tarefa (vide as garantias dos magistrados e dos membros do MP), os inúmeros instrumentos elencados para tanto (ação penal, inquérito policial, ação civil pública, ação de improbidade, inquérito civil público, ação popular etc.) e por aí vai. Refiro-me, também, à nossa copiosa legislação infraconstitucional vocacionada ao combate à corrupção: o Código Penal, o Código de Processo Penal, a Lei de Improbidade Administrativa (Lei 8.429/92), a Lei de Licitações (Lei 8.666/93), a lei

Não resta dúvida que as ações penais e as ações de improbidade, juntas, formam a linha de frente da repressão à corrupção através da ‘Jurisdição’” que trata das interceptações telefônicas (Lei 9.296/96), a lei que dispõe sobre os crimes de “lavagem” ou ocultação de bens, direitos e valores (Lei 9.613/98), a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/2000), a Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527/2012) e inúmeros outros diplomas legais. Dá-se, também (e, principalmente, no que toca ao Judiciário), repressivamente, por intermédio da persecução penal e das ações de improbidade administrativa. E, não esqueçamos, dá-se também na via administrativa estrito senso, preventiva e repressivamente, através dos órgãos/agências de controle (ca-

sas legislativas, tribunais de contas, CGU, Receita Federal, apenas para dar alguns exemplos) e do controle direto/interno propriamente dito. Dito isso, podemos fazer algumas ligações. (i) Se o combate à corrupção no Brasil dáse através da legislação, e é a jurisdição constitucional quem fiscaliza a constitucionalidade da legislação, está feito o primeiro link: a jurisdição constitucional, muitas vezes via controle concentrado, é quem estabelece os contornos constitucionais do combate à corrupção no Brasil. (ii) Em segundo lugar, é via controle difuso que, muitas vezes, o combate à corrupção no Brasil é viabilizado. Quantas vezes não tive, como procurador da República, de me socorrer da jurisdição constitucional difusa do Judiciário (perante um juiz federal), para obter uma interceptação telefônica ou a quebra de um sigilo fiscal ou bancário, que são, como sabemos, protegidos constitucionalmente? Isso sem falar na súmula vinculante do STF, hoje o último degrau do nosso controle difuso, cujos enunciados (pelo menos 5 deles) estão relacionados e balizam o combate à corrupção entre nós. (iii) E, para dar mais um exemplo, lembro da jurisdição constitucional das liberdades, com instrumentos como o habeas corpus e o mandado de segurança, dos quais o cidadão pode valer-se, mesmo tendo praticado ou sendo suspeito da prática de corrupção, se é vítima de abuso ou de ilegalidade. E que tal ilustrar isso tudo, para melhor compreensão, com alguns casos concretos? Farei isso na semana que vem. “Deixem comiiiiiiiigo”.

Opnião JUIZ FEDERAL MARCO BRUNO MIRANDA CLEMENTINO Juiz Auxiliar da Propaganda eleitoral

O juiz federal Marco Bruno assume a vaga de juiz auxiliar da propaganda eleitoral de 2014. Para o magistrado, o maior desafio é o de garantir o não engessamento dos debates, fazendo com que prevaleça às ideias e às propostas dos candisatos. Confira a entrevista do juiz Marco Bruno Miranda Clementino. Qual o desafio do magistrado que assume como juiz auxiliar da propaganda eleitoral em 2014?

Penso que o principal desafio está em manter a lealdade e a lisura na disputa do pleito, com uma atuação firme para combater eventuais ilícitos cometidos na propaganda, mas isso sem comprometer a liberdade do debate, sobretudo quando o debate estiver voltado às ideias e às propostas. Entendo, portanto, que a Justiça Eleitoral não deve atuar de modo a engessar o debate, mas também não pode permitir que a disputa descambe para a prática de ilícitos. Acredito que esse equilíbrio é o maior desafio. Acredito que a propaganda que deve ser severamente combatida é aquela enganosa, que visa iludir o eleitor, gerando nele uma impressão que não condiz com a realidade. Essa sim é uma propaganda que causa muitos danos à disputa eleitoral, prejudicando sobremaneira o debate. Como o senhor avalia a propaganda eleitoral nas redes sociais?

Avalio com bons olhos a pro-

paganda eleitoral nas redes sociais. As redes sociais, no meu entender, são um modo bastante democrático de divulgação de ideias, já que qualquer pessoa pode divulgar o que está pensando sem maiores burocracias, seja ela um milionário que acessa a rede no seu iate ou o morador de uma comunidade que a acessa de uma lan house. Dado esse caráter democrático, acho muito importante que a população posssa utilizar as redes sociais como uma ferramenta para ampliar o acesso ao debate e, assim, discutir política, coisa que fazemos relativamente pouco no nosso país. Claro que, eventualmente, ilícitos podem ser cometidos utilizando as redes sociais como ferramenta. E, aí, evidentemente a Justiça deve atuar para evitar que as redes sociais possam causar prejuízos à disputa. O senhor já começa a atuar agora, com a publicação da portaria?

Sim, os trabalhos dos juízes designados como auxiliares da propaganda eleitoral já têm início com a publicação da portaria.

viver

De terça a sábado

tn família TODOS OS DOMINGOS NA TRIBUNA DO NORTE


Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

natal

5

Estado terá radar meteorológico « MONITORAMENTO » O radar meteorológico do Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres

Naturais, órgão vinculado ao MCTI, será instalado em Natal e cobrirá cerca de 80% do Estado do RN JÚNIOR SANTOS

radar meteorológico do Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden), órgão vinculado ao MCTI, instalado em Natal cobrirá cerca de 80% do estado do Rio Grande do Norte, incluindo a maior parte da região semiárida e a faixa litorânea. Integrado aos radaresexistentesemQuixeramobim e Fortaleza, no Ceará, vai garantir a cobertura de 100% do território estadual. As informações fornecidas pelos aparelhos permitirão monitorarosextremosdechuvasqueprovocam deslizamentos de solos e inundações. Também irão auxiliar no planejamento das atividades agrícolas e do abastecimento de águaparaapopulaçãoeosanimais. A governadora Rosalba Ciarlini e o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação Marco Antonio Raupp inauguraram o radar do Cemaden amanhã (2), na Base Aérea de Natal (RN). Este equipamento faz parte de um conjunto de nove aparelhos adquiridos pelo Centro para atender a uma das metas do PlanoNacionaldeGestãodeRiscos eAlertasdeDesastresNaturais,lançado em agosto de 2012. Outros oito radares começam a ser instalados neste mês em um cronograma que vai até maio de 2014. Quatro serão implantados no Nordeste: em Natal (RN), Maceió (AL),Salvador(BA)ePetrolina(PE). Outros quatro serão destinados ao Sudeste: três em Minas Gerais (Almenara, São Francisco e Três Marias) e um no Espírito Santo (Santa Tereza).OCentro-Oesteserábeneficiado com a instalação de um radar no Mato Grosso do Sul (Jaraguari).O investimento é de pouco mais de R$ 72 milhões.

Foco será no monitoramento e no alerta

O

A governadora Rosalba Ciarlini e o ministro da Ciência e Tecnologia, Marco Antônio Raupp, inauguraram o radar, na Base Aérea de Natal (RN)

NORDESTE Radares do Cemaden - Previsão de operação 2013 Dezembro – Natal (RN) e Petrolina (PE) 2014 Janeiro – Salvador (BA) Fevereiro – Jaraguari (MS) e Maceió (AL) Março – São Francisco (MG) e Três Marias (MG) Abril - Santa Tereza (ES) Maio – Almenara (MG)

Cobertura ampliada Os radares meteorológicos adquiridos pelo Cemaden são capazes de realizar o monitoramento da atmosfera e obter informações detalhadas em um raio de até 400 km. Comasinformaçõesdoradareouso deavançadosprogramasdecomputador,oórgãoirámelhorarodesempenho de suas previsões de curtíssimo prazo.Em razão disso, os alertas poderão ser enviados com mais horas de antecedência. Antes do lançamento do Plano, aredederadaresmeteorológicosinstaladosnopaístinha23unidadesem operação. Esta malha está sendo reforçadacomosnoveradaresaserem instaladosemregiõesqueaindanão erammonitoradas.Osaparelhosin-

tegram o sistema de prevenção e de alertas sobre condições climáticas extremas, sobretudo quando a chuva atinge áreas habitadas com risco de deslizamentos. O contrato de aquisição dos nove radares do Cemaden foi assinado no final de 2012. O consórcio formadopelaempresaalemãSelexSystems Integration (que tem mais de 300 radares instalados ao redor do mundo) e pela brasileira Engelétrica Sul, de Canoas (RS), venceu a licitação para fornecer e instalar os aparelhos. A operação e a manutenção dos radares serão realizadas pelo Cemaden, em parceria com o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea/FAB). Ainda como parte do Plano de

GestãodeRiscoseAlertasdeDesastres, oCemaden já instalouoitopluviômetros – aparelhos que medem a quantidade de chuva – em áreas de risco de desastres no RN.Mais 21 desses aparelhos serão destinados ao estado ate o ano que vem. Atualmente a rede de pluviômetros do Cemaden tem 772 unidades instaladas nas cinco regiões do país. Além dos pluviômetros, o RN também receberá 10 estações agrometeorológicas e 75 conjuntos sensores de umidade do solo. Esses equipamentos contribuem para analisar as condições climáticas ligadasà seca. Serãoinstaladosna região semiárida e representam um investimento de cerca de R$ 2 milhões do governo federal.

Um dos objetivos estratégicos do Plano Nacional de Gestão de Riscos e Respostas a Desastres Naturais é ampliar a rede de observação das condições climáticas no território brasileiro. O Plano possui quatro eixos de ações: prevenção, mapeamento; monitoramento e alerta; e reposta. A atuação do Cemaden está focada no monitoramento e alerta. A principal função do órgão é acompanhar e analisar as informações climáticas, emitindo alertas para riscos de deslizamentos ou enxurradas aos órgãos de defesa civil. OCentro cruza informações hidrológicas, geológicas, meteorológicas e sociais, entre outras. Desde dezembro de 2011, o Cemaden emitiu 857 alertas em três graus de risco – moderado, alto e muito alto. O Plano estabeleceu a meta de garantir, até 2014, o monitoramento de 821 municípios considerados prioritários por apresentarem maiores índices de inundações e deslizamentos de solo. Para alcançar esse objetivo, o Cemaden irá adquirir e instalar, até o final de 2014, além dos nove radares, 3.375 pluviômetros automáticos, 1.100 pluviômetros semiautomáticos, 286 estações hidrológicas,100 estações agrometeorológicas e 550 sensoresde umidade do solo.


6

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

natal


TÁBUA DE MARÉS

NO FACEBOOK

Preamar 02h54-2.2 - 15h11-2.4 Baixa-mar 08h41-0.3 - 21h06-0.1

Curta e compartilhe charge de Brum.

facebook.com/tribunarn

FASES DA LUA HOJE: MINGUANTE 02/12: NOVA

PATRÍCIA PECK FALA SOBRE A RELAÇÃO ENTRE A EDUCAÇÃO E O DIREITO DIGITAL . PÁGINA 9

natal Editora: Cledivânia Pereira [cledivania@tribunadonorte.com.br ]

Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 01 de dezembro de 2013

RN é o 5º do país nos pedidos para estudos arqueológicos « HISTÓRIA » Nos últimos três anos, foram catalogadas mais de 40 estações arqueológicas em todas as regiões do Rio Grande do Norte ROBERTO LUCENA repórter

O

Rio Grande do Norte é o quinto Estado do país na quantidade de autorizações expedidas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para estudos e pesquisas em sítios arqueológicos. Nos últimos três anos, foram catalogadas mais de 40 estações arqueológicas em todas regiões do Estado. As últimas descobertas ainda estão na fase de escavações. Durante a instalação de torres de transmissão de energia em João Câmara e Extremoz, foram achados objetos do período Pré-colonial do Brasil. Com o trabalho de instalação das linhas de transmissão de energia feito pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), as primeiras escavações revelaram os indícios da presença humana no município de João Câmara, a 74 quilômetros de Natal. Antes de instalar as torres, a Chesf contratou a Alasca Arqueologia – empresa com sede em São Paulo – para as atividades de investigação. “Em João Câmara, encontramos rochas lascadas e outras pedras. Ainda vamos enviar o material para laboratório, mas já podemos afirmar que trata-se de vestígios de povos nômades que viviam aqui no período Pré-colonial”, explicou Claudio César de Oliveira, arqueólogo e um dos responsáveis pelas escavações no Estado. O sítio encontrado em João Câmara está nas proximidades de outro município, Parazinho, e mede aproximadamente dois mil metros quadrados. É identificado como um sítio lítico. Na área, os pesquisadores recolheram cerca de 150 fragmentos. A maioria é constituído de fagulhas de pedras, mas há peças representativas, como uma pedra

lascada que, segundo o arqueólogo, era usada como objeto cortante. “Está claro que o homem lascou a pedra para usar de uma outra forma. Para a arqueologia, são detalhes importantes”, frisou Cláudio. Depois de recolher todo o material em João Câmara, a Alasca seguiu, semana passada, para o município de Extremoz, a apenas 16 quilômetros de Natal. Lá, foram identificados dois sítios arqueológicos batizados de “Extremoz I” e “Extremoz II” e classificados como sítios cerâmicos. Diferente de João Câmara, os vestígios encontrados nos espaços mais próximos da capital revelam, segundo os estudiosos, que, ali, viviam comunidades de agricultores ou índios. Ainda não há uma parcial da quantidade de objetos encontrados no local. O “Extremoz II” ainda não pesquisada. No entanto, várias peças de cerâmica e até mesmo um osso foi revelado durante as raspagens do solo. “Podemos associar esses objetos a presença das tribos Tupi que, sabemos, viviam nessas terras. Mas tudo ainda será analisado com mais detalhes”, acrescentou Oliveira. Os vestígios da presença humana em João Câmara e Extremoz, após identificação e catalogação por parte da Alasca, serão encaminhados para o Museu Câmara Cascudo. O trabalho é acompanhado, nessa fase, pelo Iphan. Segundo o superintendente do órgão no Estado, Onésimo Santos, há uma preocupação de que o conhecimento seja repassado para a comunidade. “Os responsáveis pela obra precisam repassar todas as informações para a comunidade. É preciso divulgar essas descobertas”, colocou.

+

PÁGINA 8

RN tem 1.500 sítios arqueológicos catalogados MAGNUS NASCIMENTO

Pesquisadores investigam novo sítio arqueológico em Extremoz

NA TN ONLINE

Confira galeria de imagens com fotos da semana.

tribunadonorte.com.br


8

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

natal

Acervo do RN tem 500 mil peças « HISTÓRIA » No Laboratório de Arqueologia do Museu Câmara Cascudo estão guardadas mais de 500 mil

peças descobertas em aproximadamente 1.500 sítios arqueológicos já identificados no Rio Grande do Norte

Q

uem visita o laboratório de arqueologia do Museu Câmara Cascudo faz uma viagem ao passado. Dentro de caixas, prateleiras e em cima de mesas de trabalho, estão guardadas, segundo estimativas do professor Luiz Dutra – responsável pelo setor – mais de 500 mil peças descobertas em aproximadamente 1.500 sítios arqueológicos já identificados no Rio Grande do Norte. Isso não é tudo. Além da instituição comandada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), há peças arqueológicas depositadas na Universidade Estadual do RN (UERN). Luiz Dutra explica que, na última década, houve um salto significativo na quantidade de áreas arqueológicas identificadas em território potiguar. “Em 2000, fiz um levantamento no que estava catalogado e havia apenas 100 sítios cadastrados. Implantei um projeto na UFRN e conseguimos multiplicar esse número”, diz. Os números não são precisos. A Universidade não dispõe de um curso de graduação em Arqueologia e a equipe do professor Luiz Dutra é restrita. “Em contrapartida, há um volume extenso de trabalho no Estado”, coloca.

Arquelógico O resultado das escavações da Alasca Arqueologia em João Câmara e Extremoz será encaminhado para o Museu. É o Iphan o órgão responsável por indicar onde os vestígios do homem serão depositados. “Para começar o estudo, é necessário a autorização por parte do Iphan porque o empreendimento está intervindo num bem da União, que é o sítio arqueológico. Depois de publicado essa portaria no Diário Oficial, o arqueólogo vai a campo fazer a pesquisa e, se ele descobrir os sítios, haverá uma segunda fase da pesquisa que será determinada de acordo com a importância desse sítio. Por fim, o mate-

ALEX RÉGIS

rial é encaminhado para uma instituição. No RN, o normal é que vá para UFRN ou UERN”, explica Onésimo Santos.

Bom trabalho O superintendente do Iphan diz ainda que o volume de trabalho representativo em terreno potiguar é explicado por alguns fatores. Um deles é o bom relacionamento entre Iphan e Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). “O Iphan-RN tem um bom entendimento com o Idema e Ibama. Somos um bom exemplo para o Brasil. Em outros Estados há mais empreendimentos, mas a interação entre os órgãos ambientais não é bem articulada”, justifica.

Arqueologia Dados do Rio Grande do Norte

1.500 número de sítios arqueológicos identificados;

500 mil quantidade de peças catalogadas pelo Departamento de Arqueologia da UFRN.

Sítios arqueológicos identificados nos últimos três anos pelo Iphan:

2011 – 132 2012 – 72 2013* – 57 * Até novembro Fonte: UFRN e Iphan-RN

Peças de estudos arqueológicos encontradas no RN ficam no Laboratório de Arqueologia do Museu Câmara Cascudo

Contratação de estudo arqueológico é obrigatório A contratação de estudo de arqueologia é uma obrigação de toda empresa antes de iniciar qualquer empreendimento em áreas remotas dos grandes centros urbanos. É preciso autorização do Iphan para iniciar as atividades sob pena de responder civil e criminalmente. No Rio Grande do Norte, não é comum a desobediência à lei, no entanto, há casos de empresas que, literalmente, passam o trator por cima das recomendações e começam a construção sem a análise do solo. O último caso registrado ocorreu há dois anos, no município de Guamaré, a 165 quilômetros de Natal. Após denúncia do Iphan, Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal do RN apuram um suposto crime cometido pela empresa Brasven-

tos Aratuá Geradora de Energia S.A. A empresa é acusada de destruir um sítio arqueológico localizado na comunidade conhecida como “Alegria”, no município litorâneo. De acordo com informações repassadas pela assessoria de imprensa da Polícia Federal, a denúncia chegou à mesa do delegado responsável pela caso em janeiro deste ano. A denúncia do Iphan ocorreu em outubro de 2011. O delegado já indiciou o proprietário da empresa, mas ele ainda não foi ouvido pois mora em São Paulo. A empresa é acusada de infringir o que diz a Lei número 9.605, de 1998, mais especificamente o artigo 62. A pena para esse tipo de crime é reclusão, de um a três anos, e multa.

Em 2000, fiz um levantamento no que estava catalogado e havia apenas 100 sítios cadastrados. ” LUIZ DUTRA Museu Câmara Cascudo

Linhas de transmissão Os sítios encontrados em João Câmara e Extremoz estão localizados em áreas onde vão ser instaladas subestações e linhas de transmissão de energia

eólica no Rio Grande do Norte. A obra está atrasada. Segundo a Chesf, a razão do atraso é a dificuldade para obter autorizações de proprietários de terra para instalar as torres em suas áreas. A companhia também justifica o atraso com o fato de ter encontrado resquícios arqueológicos. Com as mudanças no cronograma, a linha que interligará Extremoz à João Câmara será ‘energizada’ – ligada à rede – apenas em janeiro de 2014 e a que ligará Paraíso (Santa Cruz) à Lagoa Nova, só em julho do próximo ano. A primeira linha deveria ter sido entregue ainda em junho de 2012 e a segunda, de acordo com o último cronograma apresentado, em maio de 2014. Ambas, no entanto, estão atrasadas em mais de um ano, se considerados os prazos originais.


Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

natal

3porquatro

9

POR ANNA RUTH DANTAS

« PATRÍCIA PECK »

ì

A responsabilidade é sempre dos pais” C

onversar com a advogada Patrícia Peck é uma verdadeira aula da relação entre a educação, o Direito digital. Ela fala com a propriedade de quem é hoje uma das grandes especialistas no Direito Digital e faz a relação com os riscos da segurança na internet e a responsabilidade dos pais e da escola. Em tom de alerta, ela destaca que há um risco hoje de estar sendo formada uma geração sabotada no conhecimento. E a explicação para isso é simples: os jovens estão copiando e colando

A senhora lançou uma campanha “não faça justiça com o próprio mouse”. A que tipo de justiça a senhora se refere?

Hoje em dia as pessoas que estão na internet, principalmente nas redes sociais, as relações que ocorrem mais digitais acabam gerando situações de felicidade ou de tristeza no mesmo ambiente. Aí muitos fazem o que a gente chama de vingança digital. Acontece por exemplo de alguém falar mal de outra pessoa na rede social, no sentido de fazer uma justiça para ela mesma. Se ela tem um desentendimento com outra pessoa, ao invés de buscar a solução do conflito da forma tradicional, que poderia até no judiciário, as pessoas têm preferido ir parar na rede social para não só resolver esse conflito, mas outros. Na relação de consumidor isso também tem ocorrido, nas relações conjugais, nas relações de amizade, por isso que aumentou tanto o cyber bullying. É aquela história de que a vítima de uma piada é quem vem com tudo na internet. A gente tem conversado com muitos pais, tem uma hora que o filho é vítima, mas em outro momento ele também vira infrator, é a hora da revanche, a hora da revanche até no professor. O aluno tira foto do professor em situação indiscreta e publica na internet. Qual a implicação legal que há em comentários e fotos postadas nas redes sociais?

Nós temos a liberdade de expressão e aí desenhamos tudo para a liberdade, para a democracia. Mas a liberdade sem educação gera abusos. Então o nosso Código Civil previu um artigo que fala do abuso do Direito. Então alguém ao falar sua opinião, ao exercer sua liberdade, ferir a honra, a imagem, a reputação da pessoa, aí virou abuso do direito e virou ato ilícito, es-

QUEM É

FOTOS: ADRIANO ABREU

rotineiramente. Patrícia Peck chama atenção para necessidade de promover a geração respeitando os direitos autorais. “A gente está crescendo com uma juventude que tudo copia e cola da internet. Isso pode transformar numa sabotagem para sociedade. Ou seja, a pessoa copia e cola, mas não sabe de nada”, comenta a advogada, que esteve em Natal, participando de evento promovido pelo Colégio Contemporâneo. Patrícia também cobra a participação dos pais na chamada “educação digital”. Para ela é

E ì BATE VOLTA Qual o perfil do pai que melhor ensina educação digital: hoje é o pai que, normalmente, trabalha com tecnologia. Quem trabalha com segurança da informação são os que falam sobre segurança

Como a escola deve atuar na educação digital: a escola pode ter o diferencial trabalhar três camadas, a primeira é infraestrutura tecnológica, tem que investir na infraestrutura, o segundo passo é o de sala de aula. Transformar proposta pedagógica debater a privacidade e o uso da imagem. O terceiro é a ideia mais social da escola promover encontros para tratar dessa temática.

tá sujeito a ter que se retratar e remover o conteúdo e até ter que indenizar. Isso tem ocorrido muito com as fotos porque nós viemos de uma época em que todo mundo tirava foto e guardava em casa. Tirar a foto por si só não é incidente jurídico. Mas na hora que nós publicamos a foto, o ato de publicar para terceiros precisa da prévia autorização. Isso está previsto na Constituição Federal e no Código Civil. Como a juventude é mais imagética, ao invés de escrever texto eles tiram fotos. Só que ele não tira apenas a foto, ele publica, coloca um contexto, faz um comentário. É isso que acaba trazendo o risco de difamação, de uso não autorizado da imagem. A impressão que passa pela sua análise é que as redes sociais tornaram as pessoas mais vulneráveis. É isso mesmo?

A minha percepção não é de

contraditório o pai afirmar que o filho tem uma página no Facebook e o responsável não conhecer esse site de relacionamento. A advogada questiona como o filho pode ter um perfil no Instagran, outra rede social voltada para fotos, e o pai nunca ter lido o termo de uso. “ O maior cuidado que precisa ter é ensinar os filhos de que a internet é a rua digital”, ressalta. A convidada de hoje do 3 por 4 traz um grande alerta sobre a internet, seus riscos e os cuidados com a segurança digital. Confira:

vulnerabilidade porque quem sabe usar os recursos de privacidade até que se protege. Quem está mais vulnerável é que não está na rede social. Porque quem não está não sabe o que ocorre lá e, as vezes, alguém cria o seu perfil, está publicando coisa a seu respeito e você não está sabendo. Vulnerável está quem está fora. Quem está dentro pode estar mais exposto e exige uma gestão, diligência, periodicamente. Ficar vigilante com relação a sua reputação digital, escolher melhor as amizades, com quem se conecta, ler duas vezes o texto antes de publicar. Ocorre situação de gafe até por erro de digitação, por situações que podem gerar dupla interpretação. Se eu virar para alguém de trabalho e falar “quando vai ser nosso encontro” é diferente de dizer “quando vai ser nossa reunião”. As vezes, as pessoas não escolhem muito bem a palavra e como a rede social documenta fica aquela questão que foi lida por outra pessoa que não estava no contexto e isso afeta as pessoas. Qual a visão que a senhora tem do aplicativo Lulu (onde as mulheres fazem comentários e aplicam notas aos perfis de homens)?

A primeira questão do Lulu que para o Brasil já geraria um problema jurídico é a garantia do anonimato de quem fala. Nossa Constituição proibiu o anonimato no Brasil, por entender que o anonimato gera uma covardia e estimula que as pessoas falam coisas que não seria a verdade e não vai precisar assumir porque não seria aquilo mesmo. No primeiro momento isso já gera uma questão jurídica (no caso do site Lulu). Depois quem adere, quem participa nem sempre sabe quem são as pessoas conectadas com ela e vão ser arrastadas pelo perfil do Facebook. E ainda tem o aspecto de você expor a imagem de alguém para terceiros. Se eu pegar

Patrícia Peck é especialista em Direito Digital e fez pósgraduação na Harvard Business School. Ela está entre as principais autoridades do Direito Digital no país. É autora do livro Direito Digital e do audiolivro Tudo o que você precisa ouvir sobre Direito Digital

diante da internet?

A gente tem conversado com muitos pais, tem uma hora que o filho é vítima, mas em outro momento ele também vira infrator, é a hora da revanche, a hora da revanche até no professor. O aluno tira foto do professor em situação indiscreta e publica na internet”

Nós vivemos mais inclusão digital do que educação digital. As pessoas estão muito mais conectadas e mais potencial de realizar, seja sonho ou até mesmo tragédia, pelo poder da tecnologia”

duas ou três amigas para contar sobre alguém isso fica no ambiente fechado. Mas a pessoa (de quem se fala) toma conhecimento, hoje, mesmo no mundo real, já seria considerado difamatório, porque é quando você expõe a honra de alguém para outra pessoa. Ali você documenta uma exposição e pode até dizer que seria uma forma de também trabalhar a vingança digital. A pessoa, no caso do Lulu, deveria ter direito de escolha, decidir se quer participar ou não. E pode acabar sendo alvo que é a ideia de pertencer a comunidade. Se o Lulu crescer vai chegar o ponto que a pessoa vai ter que fazer parte para poder saber o que está sendo dito dela e até mesmo responder, ter o direito de defesa. As pessoas costumam fazer comentários qualificando nordestino ou outras classes. Os comentários nas redes sociais sobre um grupo ou segmento deixa a autora dos comentários suscetível a um processo judicial?

Sim. Acho que o que mudou é que as pessoas naturalmente não pensam muito antes de falar. Nós mudamos com a questão da tecnologia é que hoje temos mais prova do que disse. Diminuiu o direito de arrependimento. Antes alguém falava uma coisa, via que tinha dito algo discriminatório, e dizia que não era bem aquilo que teria dito. Mas hoje tem a documentação. Na sua passagem por Natal, a senhora focou a palestra na família. Como a família se põe hoje

Hoje a maior parte das famílias ainda está em situação de enxergar necessidade de inclusão digital dos filhos. Então traz tecnologia para dentro de casa, dá um jeito de arranjar escola que já tenha recurso tecnológico, coloca banda larga, dá celular para o filho. Ou seja, traz o ferramental. Mas a grande maioria, por não ter aprendido muito a usar com seus próprios pais e avós, acaba não orientando. Nós vivemos mais inclusão digital do que educação digital. As pessoas estão muito mais conectadas e mais potencial de realizar, seja sonho ou até mesmo tragédia, pelo poder da tecnologia. Mas não que saiba tomar decisão consciente com visão crítica, entendendo causa e consequência, compreendendo qual a responsabilidade daquele ato. Isso temos visto muito com os jovens quando inicia aquela fase de que, até por prova de amor, faz uma foto mais ousada, passa para uma amiga por celular, ou passa para um namorado. Há ainda a falta de percepção de que esse conteúdo digital se perpetua, de que não há controle. Se você manda para alguém essa pessoa pode passar para outra pessoa. A gente está exigindo desse jovem de hoje ter mais capacidade de reflexão do que antigamente. E de quem é a responsabilidade pela educação digital?

A responsabilidade é sempre dos pais. O que eles podem ter é uma ajuda. A escola vem sendo um fornecedor para apoiar no processo de educação no cenário de mudança, onde os pais têm que ensinar algo que não aprenderam. Mas o pai tem que querer aprender. Não dá para o pai dizer que o filho tem Facebook mas ele (o pai) nunca entrou lá. Não dá para o pai dizer que o filho tem Instagran, mas ele (o pai) nunca leu o termo de uso. Isso, no Direito brasileiro, é um comportamento de negliência. Os pais respondem pela negligência em vigiar. Quais os principais cuidados para a segurança?

O maior cuidado que precisa ter é ensinar os filhos de que a internet é a rua digital. Na hora que acessa a internet tem que saber que não deve falar com um desconhecido, não deve passar informação se está sozinho em casa, não deve compartilhar a senha. Precisa ter cuidado com a webcam. Um dever muito importante da família é que precisamos gerar uma geração que respeite direitos autorais. A gente está crescendo com uma juventude que tudo copia e cola da internet. Isso pode transformar numa sabotagem para sociedade. Ou seja, a pessoa copia e cola, mas não sabe de nada.


10

natal

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

« ELIANA LIMA » elianalima@tribunadonorte.com.br

“Nenhum dever é mais importante do que a gratidão” Do filósofo romano Cícero, com a lógica que vem de muito antes de Cristo nascer. Válida sem prazo

FOTOS JOAONETOFOTOS.COM

Casa...

Melo Filho, da Academia Brasileira de Letras (ABL), enviou uma carta. De agradecimento. E elogiou. Agradeceu a entrevista que Octávio fez com ele, na ABL, para a manchete de capa da Revista Bzzz, e elogiou a fidelidade da entrevista, ao texto narrativo e a qualidade da revista. Um beijo para a Abelhinha, que pautou a matéria. Disse que mostrou a publicação aos colegas imortais e todos foram unânimes nos elogios. E a colmeia em festa de felicidade.

Sem ação do Governo e ausência de lupas dos Minstério Público, bens públicos estaduais estão sendo invadidos. No prédio onde funcionou o espaço de artesanato Papa Jerimum, na Av. Prudente de Morais, vários projetos foram feitos para recuperação, mas, ainda abandonado, foi invadido.

...Abandonada No chamado Alto da Candelária, o milionário prédio que tem assinatura de Oscar Niemieyer, o Presépio de Natal, continua ao deus-dará e servindo de teto para quem não tem. Também é usado como pista e escritório de empresas de autoescola.

Novas A edição de dezembro da Revista Bzzz chega dia 14 às bancas com muito boas matérias. No recheio, denúncia, memória, luxo, moda, gastronomia, arquitetura, dicas de turismo por leitores, entrevista com duas globais, etc e mais.

1 2

Pois No milionário prédio que o povo pagou para construir, o Presépio de Natal nunca fio ocupado por nenhuma proposta do poder público. Só promessas.

Pensando moderno

O grande painel que o artista plástico Dorian Gray fez exclusivamente para o Presépio de Natal foi abandonado junto com o imóvel. Resultado: tomou doril. Sumiu. E não se faz nada. Nem ontem, nem hoje. Decerto nem amanhça.

E na entrevista, Murilo Melo fala sobre a construção de um prédio comercial moderno nas dependências da ABL, que permite ganhos para investir em projetos da Academia. Na opinião dele, a “Academia NorteRio-Grandende deveria fazer o mesmo”. Ou seja: destinar parte do seu imóvel para uma ala comercial, como, por exemplo, salas para serem alugadas.

Mais

Rei e colmeia

Também inaugurado, em 2010, e nunca ocupado continua o imóvel que deveria ser a Central de Comercialização de Produtos e Serviços da Agricultura Familiar, na esquina das avenidas Capitão-Mor Gouveia e Jaguarari. Central construída para atender uma antiga reivindicação dos pequenos produtores. Foi edificada numa área de cinco mil metros quadrados, cedida pela Ceasa, tem 2.780 m2 de área construída.

E a Revista Bzzz foi parar nas mãos de Roberto Carlos. A chíquima Denise Gaspar colocou na suíte presidencial do Ocean Palace, a única em que o cantor se hospeda quando vem a Natal, edições da revista, enter elas a primeira edição, que tem citação sobre RC na entrevista com Denise, a quem o rei chama de Denisinha.

Pior

Lupas Nas obras de contrução da Central, foram gastos cerca de R$ 1,4 milhão. Recursos oriundos de convênio entre o Estado e o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Entrave O problema da inutilização do que se destinava a central, com o prédio fechado até hoje, é tamanho, que o Governo não pôde repassar a área para atender as demandas do TRT.

Clima... Nos escaninhos da Governadoria, comenta-se sobre um, digamos assim, “carão” que o deputado Getúlio Rêgo (DEM), líder do Executivo na Assembleia Legislativa, teria dado no secretário Obery Rodrigues (Planejamento), fiel escudeiro do Casal Rosa(do).

...Esquentou Motivado pelo descumpri-

3 mento da liberação de emendas acordadas com deputados. Uma das causas que levam o Legislativo a se manifestar, publicamente, com, por exemplo, a derrubada do decreto que reduziu em 10.74% o orçamento para a AL.

Linha e agulha E nos escaninhos da Segurança Pública, corre o desempenho do secretário Aldair Rocha de percorrer o Estado, mostrando habilidades de articulação que poucos conheciam. Afinado com o presidente do PTB, o baiano Benito Gama, recebe incentivo para conquistar votos nas urnas de outubro. De 2014. Ano da Copa. Do Mundo.

4 tiguares existe o que pode se chamar sorte com famosos apresentadores de tevê. Na então badalada candidatura de Jessé Freire Filho, Jessezinho, ele contou com uma presença que muito ajudou a decolar sua disputa para uma cadeira na Câmara dos Deputados: o velho guerreiro, Chacrinha, que era amigo da família da esposa-carioca de Jessezinho. A expectativa é se o dono do baú aterrissirará em solo potiguar para subir no palanque do seu genro. O deputado federal Fábio Faria, que vai de namoro muito feliz e apaixonado pela filha de SS Patrícia Abravanel.

Memória

Nos comentários que circulam nos corredores da Sesed, Aldair, somente este ano, teria percorrido todos os municípios do Estado pelo menos duas vezes.

Por falar em Jessezinho, ele foi eleito deputado federal pelo então PDS em 1982. Em 1986, foi reeleito pelo PFL. Em 88, não resistiu a problemas de saúde e morreu precocemente, aos 29 anos.

E nos caminhos eleitorais, corre o chamado “Mossoró lampiônico”. Votz!

Sílvio Santos... No histórico dos políticos po-

Lindinhos e apaixonadinhos: Bia Santa Rosa Barbalho e Renato Gadelha

Foto 2 - ...DE UM...

...Vem aí?

Cola

Bzzz...

Foto 1 – SININHOS...

Gigante Um negócio rentável que começa a gerar bens consideráveis é o comércio ilegal dos cartões de passagens dos transportes da capital dos magos-espertos.

Carol Sá e Esaú Magalhães

Foto 3 - ...DOMINGÓN...

5

Ana Emília e Jr. Rocha

Foto 4 - ...CHEIO... Patrícia e Bruno Alves

Conversas entre funcipnários domésticos falam em pessoas que têm vários cartões para comercializar. A pessoa compra por um preço abaixo da tarifa oficial, passa pela roleta e repassa o cartão pela janela.

Corda A comercialização ilegal dos cartões é um dos maiores problemas enfrentados hoje pelas empresas de ônibus. Prejuízo enorme, sem falar nas ruas que ainda existem cheias de buracos e levam diariamente veículos pa-

ra as oficinas.

Toque potiguar Em Brasília, adorna o gabinete do ministro Gilmar Mendes, no STF, o livro do advogado-imortal Diógenes da Cunha Lima, com fotografia da filha Leila Tinoco Cunha Lima. Com amigos em solo de Poti, o ministro vez por outra aterrissa por aqui.

Elegância Ao jornalista Octávio Santiago, o imortal-potiguar Murilo

Foto 5 - ...DE PAIXÓN LuÍza Azevedo e Davi Delfino

« COLMEIA » à Domingo de parabéns para Crystianne Grandi, Idaísa Fernandes, Lorena Tinoco, Polyana Simas, Luanda Holanda. à Segunda-feira de felicidade para Tânia Mendes, Teresa Quintiliano, Willame Galvão, Marcelo Abson, Robbson Cavalcanti, Pedro Vilela, jornalista Túlio Duarte.


Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

natal

11

« GEORGE AZEVEDO » georgeazevedo@digizap.com.br

Glam Coleções Foi assim... O Glam Coleções chegou chegando e abalou as estruturas do Chaplin Recepções. Tudo rolou na última quartafeira, 27 de novembro. E o lugar estava incrível com a concepção do design Diego Pereira e iluminação da equipe Castelo Casado. Na ocasião Nathi Fraia fez o

lançamento do seu novo blog e na passarela rolou fashion show das marcas: Arthur Caliman, Day by Day Nathi, Estrela Viva, Lê Femme, Lilu, Maré Mansa, Onix Jóias, Victor Dzenk e It Beach que mostraram o que serão tendências para o alto verão 2014. O evento contou também com a presença especial do

CRÉDITOS: RUAN SAMIR | BOB FLASH KÁSSIA FERNANDES E ANDERSON GRANT | ESTÚDIO 473 GEORGE AZEVEDO.

cantor Dado Dolabella que se apresentou em um animado pocket show. Outro momento especialíssimo foi a coroação da nossa Miss Rio Grande do Norte, Cristina Alves como Miss Brasil Internacional 2013. Ela recebeu a faixa e palavras carinhosas da Miss Brasil 2009, Larissa Costa. Confira os nossos cliques!

Nathália Faria e o lançamento do seu blog

Nathi Faria recebendo Sílvia Nóbrega

O casal Gabriela Colombini e Alberto Castro

A querida Natália Rodrigues

Amélia com o casal Emiliana e Zé Raimundo

Larissa Costa coroando a nova Miss Brasil Internacional, Cristina Alves

Cast Tráfego Models em momento backstage

Nathi Faria encerrando o seu desfile Day by Day

Soraya Simonetti encerrando o seu desfile com a top Andréa Schultz

Cristina Alves é aclamada a nova Miss Brasil Internacional 2013

Cast masculino e a moda Victor Dzenk

Arthur Caliman entre as models Cristina Alves e Clarisse Mousinho

A maravilhosa Coe Padilha antes de arrasar na passarela

Dado Dolabella em seu pocket show

Victor Dzenk encerrando a segunda edição do Glam Coleções

Érika Nesi e Victor Hugo para a cobertura do Moda & Atitude

Os irmãos Isabel e Daniel no comando do stand e desfile da Ônix Semi Joias


12

Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

natal DIVULGAÇÃO

NELSON MATTOS FILHO Velejador - avoante1@gmail.com

em só de mar e vento vive um velejador de cruzeiro, pois uma das boas coisas dessa vida meio errante de nômades dos oceanos e conhecer as maravilhas que existem nas terras dos lugares em que ancoramos e principalmente num país tão escandalosamente belo como é o nosso Brasil. Pode até ser que engrossemos as fileiras dos que se espantam com os desmandos e a falta de princípios éticos tão comuns entre nossos mandatários, mas tenho absoluta certeza que vivemos no melhor país do mundo e que independe das cores vestidas pelo rei do momento. Precisamos sim de uma agenda positiva e que faça realçar o verdadeiro Brasil. Precisamos apagar das nossas telas o cruel rastro de violência desenfreada que a cada dia faz a fama de meia dúzia de apresentadores televisivos que babam de prazer em meio ao sangue derramado. Precisamos descarrilhar o trem fantasma que corre nos corredores de nossas casas legislativas e que descarrega livremente sua carga maldita nas nossas cidades. Precisamos sim, ver o Brasil que existe dentro do Brasil e não apenas aqueles que saltam aos olhos nas vitrines padronizadas dos shoppings centers da vida. Adoro o mar, mas adoro também viajar pelas estradas que cruzam o nosso país. Hoje, sempre que posso, fujo das gran-

N

PAISAGEM DE ESTRADA

des BRs e me embrenho nas longínquas estradas que mostram o Brasil por dentro. Sigo pelas estradas interioranas me sentindo mais brasileiro e feliz por estar conhecendo um Brasil ainda tão desconhecido e tão desassistido.Sempre ouvi dizer que o brasileiro não conhece o Brasil e isso é uma das mais puras verdades. Basta sairmos um pouco das margens das estradas para nos depararmos com um povo verdadeiro, que não mede esforço quando o assunto e afagar o vi-

sitante e com uma paisagem de encantar. Mas vamos em frente que esse texto não é para colocar patriotismo barato na cabeça de seu ninguém, pois cada um sabe o que é o bom da vida. Quando me perguntam quando irei aproar o Avoante no rumo dos mares do Caribe e consequentemente do mundo, tenho a resposta pronta: Não sei, pois ainda não conheci todo o mar do Brasil. A resposta pode ser um balde de água fria naqueles que acham que tudo tem que ser igual

e que os sonhos tem que serem iguais. Mas é assim que vejo e foi com esse projeto que embarcamos. Queremos conhecer o Brasil por fora e por dentro. Se vamos conseguir isso eu não sei, mas estamos navegando em busca desse horizonte. É por isso que a igrejinha de beira de estrada está ilustrando a folha desse Diário, pois me encanto ao ver uma construção antiga embelezando as paisagens, principalmente as igrejinhas tão desprezadas pela modernosa fé dos homens.

É muito comum passarmos por elas sem ao menos pisar levemente no freio para uma olhadinha de soslaio. Parar nem pensar! A vida não permite mais a contradição de uma parada para olhar a paisagem que se descortina em nossa volta. Tudo é corrido. Tudo é perigoso. Tudo tem que ser para ontem. As paisagens são estáticas e coisas estáticas não despertam sonhos e muito menos chamam atenção. Eita mundo velho sem eira nem beira! Você, tripulante desse Diário,

deve estar se perguntando: Que igrejinha é essa? Ela fica nas margens da BR 101, próximo à cidade pernambucana de Goiana. Fica encravada nas terras que um dia pertenceu a Usina Maravilhas e que hoje serve de ringue para lutas do povo do campo. Não me pergunte a que Santo ela pertence, pois confesso que pequei em não ter pesquisado nos arredores. Muitas vezes passei pelo local e sempre me encantei com o cenário produzido pela natureza associado à engenharia dos homens da fé. Nunca tive a oportunidade de parar, apesar da vontade não ter faltado, e sempre me cobrei por isso e sempre a igrejinha estava lá a me acenar. Um dia eu paro! Dia desses deixamos o Avoante em Salvador/BA e pegamos a estrada no rumo de Natal/RN. Não sei precisar quantas vezes tive que diminuir a velocidade para apreciar a paisagem que brilhava sobre os campos, serras e montanhas. Parei para algumas, acenei para outras, mas tentei o impossível, que é dar atenção a todas. Impossível mesmo, pois nada é igual na segunda visada e paisagens são infinitas como os sonhos. Na saída da Goiana, onde o bumbo do maracatu pernambucano se mistura com o zabumba paraibano, sob as sombras do que resta de uma floresta, lá estava à igrejinha adormecida. Não me contive e parei! “Deus seja louvado”. Essa é a inscrição numa placa ao lado da igreja. Como é bonito o nosso Brasil!


NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 01 de dezembro de 2013

Top Natal premia os vencedores « MARKETING » Décima segunda edição destaca trabalho das empresas que se tornaram referência nos

segmentos em que atuam e que buscam qualidade nos produtos e excelência no atendimento ao cliente ALEX RÉGIS

Vencedora do Top dos Tops pela segunda vez, a Miranda é hoje a maior rede especializada em tecnologia no Rio Grande do Norte, com oito lojas e serviço de televendas com entrega em domicílio

DAÍSA ALVES repórter

S

uperar expectativas. Surpreender. Encantar. Esses são os fundamentos do Top Natal, que premiou, na última quinta-feira, as marcas mais lembradas pelos natalenses em 2013. O prêmio, em sua 12ª edição, destaca as empresas que se tornaram referência nos segmentos em que atuam, virando sinônimo de excelência nos serviços prestados aos seus clientes. A cerimônia de premiação foi um espetáculo à parte, a decoração do Olimpo Recepções encantou a todos os convidados, que elogiaram o requinte e a sofisticação em cada detalhe da festa. O Top Natal visa ressaltar o diferencial de cada empresa que se destaca na memória dos consumidores. Além desse diferencial, uma característica em comum a todas elas: a valorização do cliente. Afrânio Miranda, um dos diretores da Miranda Computação, que comemorou em família o bicampeonato no ranking geral, levando o troféu Top dos Tops, revela que o segredo é superar as expectativas dos clientes, identificando sempre seus desejos e necessidades. O empresário sabe do que está falando: a trajetória da Miranda reafirma que um atendimento de qualidade é essencial na construção de uma marca. A empresa foi inaugurada em 1987, no quintal de casa, com o objetivo de comercializar livros para informática e prestar serviços em processamento de dados. O atendimento era realizado pelos próprios sócios, os irmãos Luciano, Paulo e Afrânio. Em 1989, a empresa já oferecia a maior va-

A FESTA A festa de premiação reuniu empresários, autoridades e profissionais de mercado publicitário. Além da vice-prefeita Wilma de Farias, prestigiaram o evento o deputado estadual Hermano Morais, o presidente da Fiern, Amaro Sales, o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do RN (FCDL/RN), Marcelo Rosado, o ministro Garibaldi Alves Filho, o diretorpresidente da Arena das Dunas, Charles Maia, o vice-presidente do Sistema Fecomércio, Luís Antônio Lacerda, entre outros nomes. A festa terminou ao som de Tânia Soares e banda, que fechou com chave de ouro o evento.

riedade de produtos do segmento, se destacando pela pronta entrega. O empenho e união perpassou o ambiente familiar e hoje é destaque na empresa o trabalho em equipe dos profissionais envolvidos nas lojas. “Orientamos a atender o cliente naquilo que ele quer e precisa, fazendo com que ele se sinta feliz”, ressalta Afrânio Miranda. Ao palco central, em momento marcante da festa, receberam a premiação principal os três sócios-irmãos e seus pais, demonstrado que a Miranda Computação é mais que uma prestadora de serviços, mas uma empresa que valoriza a família. Outra empresa que preza por um atendimento de qualidade é a Farmafórmula, de maneira tal que se destacou no ranking geral com a segunda colocação. A qualidade da empresa fez com que

alcançasse ainda o reconhecimento de melhor franquia de farmácias de manipulação em todo o Brasil. Novas tecnologias e investimentos na equipe profissional é o segredo da empresa. “Estamos sempre inovando, importando tecnologia e investindo em nossos funcionários”, relata Júlio Maia, diretor da empresa. A organização da solenidade de premiação ficou a cargo da Verbo Eventos, dirigida por Sylvia Serejo. Paulo de Tarso, diretor da Consult Pesquisa, esteve envolvido em toda a trajetória do Top Natal ao longo dos seus 12 anos, e falou da dedicação que envolve a pesquisa realizada antes da premiação. “A nossa meta é promover o empreendedorismo, incentivando as empresas que estabelecem um vínculo estreito com o cliente, conhecendo seus hábitos, atendendo às suas necessidades e desejos, agregando confiabilidade à sua imagem e investindo na qualidade dos produtos e dos serviços prestados”, define. Para a festa, uma definição: “glamour”. A decoração suntuosa e um menu simplesmente irresistível endossaram o nome “Top Natal”.

Sempre no topo Ser a marca mais lembrada já é um prestígio, mais ainda é se manter no topo, fidelizando o consumidor. Algumas empresas se destacam no Top Natal por se manter, desde o início, como Top em seus segmentos. Abreu Imóveis, Ecocil, Pontanegra Fiat, Sport Master, Nordestão, são algumas dessas empresas, que há doze anos são premiadas. A Sport Master e o Nordestão já alcançaram também o Top dos Tops em edições passadas.

ì

Os vencedores de 2013 Marcas mais lembradas pelos natalensens Loja de Artigos de Informática Miranda (TOP DOS TOPS) 73,3%

Instituição de Ensino Superior UnP 38,7%

Farmácia de Manipulação Farmafórmula

64,0%

Farmácia/Drogaria Drogarias Globo

36,7%

Banco Banco do Brasil

63,5%

Água Mineral Santa Maria

35,2%

Supermercado Nordestão

62,0%

Curso Pré-Vestibular CDF Colégio e Curso

33,8%

Perfumaria O Boticário

60,8%

Restaurante Camarões

32,5%

Shopping Center Midway Mall

59,5%

Laboratório de Análises Clínicas Hemolab 32,0%

Loja de Artigos Esportivos Sport Master

58,8%

Construção Civil Ecocil

Agência de Viagem CVC

55,0%

Imobiliária Abreu Imóveis/Brasil Brokers 26,7%

Plano de Saúde Unimed

52,3%

Hospital Promater

23,3%

Loja de Calçados Thiago

23,0%

Colégio Particular Salesiano

22,2%

Clínica de Imagem, Ultrassonografia e Radiologia Instituto de Radiologia 51,7% 49,3%

Pizzaria Famiglia Reis Magos

48,3%

Concessionária de Automóveis Nacionais Pontanegra Fiat 21,2%

Ótica e Relojoaria Óticas Diniz

55,5%

Laticínios Leite Clan

Loja de Eletrodomésticos Insinuante

44,5%

Padaria Gosto de Pão

42,2%

Loja de Departamentos Riachuelo

39,2%

Loja de Material de Construção Armazém Pará 39,0% Instituição de Ensino Superior UFRN 38,7%

20,3%

Loja de Roupas Exclusivamente Feminina Toli 15,3% Concessionária de Automóveis Importados Hyundai Caoa 13,5% Clínica Médica Especializada Clínica Pedro Cavalcanti

11,0%

Educação Infantil Pinguinho de Gente

10,0%

Loja de Veículos Seminovos Nilcar

Abreu Imóveis Armazém Pará Camarões CDF Colégio e Curso Ecocil Famiglia Reis Magos Insinuante Nordestão O Boticário Pontanegra Fiat Sport Master

29,7%

Aguardente Cachaça 51

Operadora de Telefonia Celular Oi 40,8%

VENCERAM O TOP NATAL 12 VEZES

Nossa meta é promover o empreendedorismo, incentivando as empresas estabelecerem um vínculo estreito com o cliente"

7,0%

PAULO DE TARSO TEIXEIRA diretor da Consult Pesquisa


2

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

especial FOTOS: ALEX RÉGIS

Amauri Fonseca, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal, entrega prêmio para Júlio Maia, diretor-presidente da Farmafórmula, vencedora no segmento Farmácia de Manipulação

Sérgio Luiz, superintendente do Banco do Brasil no Rio Grande do Norte, recebe prêmio das mãos do publicitário Rogério Nunes. O BB foi o terceiro no ranking deste ano do Top Natal

Ricardo Alves, diretor da TRIBUNA DO NORTE, entrega prêmio ao empresário Manoel Etelvino de Medeiros, diretorpresidente do Nordestão, vencedor no segmento supermercado, um dos setores de maior concocrrência em Natal

Glauber Gentil, recebe o prêmio de marca mais lembrada no segmento Perfumaria. O Boticário faz parte do restrito grupo de 11 empresas que venceram todas as edições do Top Natal

Diego Fernandes recebe o Top do Midway Mall. Shopping inaugurado em 2005 é um dos maiores da América Latina, com 17 lojas âncoras e 263 lojas satélites

João Hélio Cavalcanti, diretor técnico do Sebrae, entrega prêmio para Orismar de Almeida, da Sport Master, empresa genuinamente potiguar, com sete lojas em Natal e uma em Mossoró

Dirceu Simabucuru, diretor superintendente da InterTv Cabugi, entrega o primeiro prêmio da noite a Klênio Rêgo, diretor da CVC, vencedora da Top Natal pelo quinto ano consecutivo

Sávio Ximenes Hackradt, secretário chefe do Gabinete Civil da Prefeitura, entrega prêmio para Antônio Francisco de Araújo, presidente da Unimed, na categoria Plano de Saúde

Albert Dickson, presidente da Câmara Municipal do Natal, entrega troféu a Francisco Lopes Neto, do Instituto de Radiologia, pioneiro na área de diagnóstico e imagem no RN

Vice-Presidente do Sindicato das Agências de Publicidade do RN, Rogério Nunes, entrega troféu a Ronaldo Lessa, da Cachaça 51

Paulo Henrique Barroso recebe o troféu de 2013. A Famiglia Reis Magos integra clube dos vencedores de todas as edições do Top

Amaro Sales de Araújo, presidente do Sistema Fiern, entrega o Top ao empresário Marcelo Augusto, das Óticas Diniz


especial

Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

3

FOTOS: ALEX RÉGIS

Aluízio Alves Neto, presidente da InterTV Cabugi, entrega prêmio para Neivaldo Peçanha, gerente regional da Insinuante, a mais lembrada pelos natalenses no ramo de eletrodomésticos

Amaro Sales, da Fiern, entrega troféu a Tennyson Brito, diretor da Gosto de Pão. A empresa, que está no mercado há 21 anos e virou referência entre as padarias, tem quatro unidades em Natal

Sílvio Torquato, secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte, entrega prêmio a Teófilo Câmara Matozzo, da OI, operadora de telefonia celular mais lembrada entre os natalenses

Aluízio Alves Neto, da InterTV Cabugi, entrega prêmio a Eduardo Lemos, gerente da Riachuelo, a mais citada na pesquisa do Top entre as lojas de departamento

Eliane Rocha, gerente comercial da TRIBUNA DO NORTE, entrega prêmio a Marcantoni Gadelha, do Armazém Pará. Este foi o 12º Top ganho pela empresa, que tem três lojas em Natal

Paulo de Tarso Teixeira, diretor da Consult Pesquisa, entrega prêmio a Ângela Maria Paiva, reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Paulo de Tarso também entrega o Top 2013 a Marcus Peixoto, presidente da UnP, que divide com a UFRN o prêmio no segmento Instituição de Ensino Superior

Amauri Fonseca, presidente da CDL Natal, entrega prêmioa Alysson Antônio, gerente regional das Drogarias Globo, inaugurada em 1969 e atualmente com 29 lojas em Natal, Parnamirim e Mossoró

Dirceu Simabucuru, diretor superintendente da InterTv, entrega o troféu ao diretor da empresa Água Mineral Santa Maria, Roberto Serquiz

Hermano Moraes, deputado estadual, entrega prêmio a Josiberto de Souza Rêgo, do CDF Colégio e Curso, há 12 anos, o cursinho mais lembrado pelos natalenses

Chefe do Gabinete Civil da Prefeitura do Natal, Sávio Ximenes, entrega prêmio a Gabriel Bezerra de Medeiros, do Camarões, doze anos seguidos o mais lembrado entre os restaurantes da cidade

Hemolab foi a marca mais lembrada no segmento Laboratório de Análises Clínicas. O troféu foi entregue ao diretor José de Lúcio do Nascimento pelo vice-presidente da Fecomércio, Luís Lacerda


4

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

especial FOTOS: ALEX RÉGIS

Ângela Paiva, reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, entrega prêmio a Fabrício Almeida, da Ecocil, vencedora em todas as edições do Top Natal, no segmento Construção Civil

Marcelo Rosado, presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do RN, entrega prêmio a Ricardo Abreu, da Brasil Brokers Abreu, vencedora 12 vezes entre as imobiliárias

João Hélio Cavalcanti, diretor técnico do Sebrae, entrega prêmio a Lilian de Paula, gerente de marketing da Thiago Calçados, que tem 44 lojas em Natal, João Pessoa e Campina Grande

Guilherme Maia, diretor do Hospital Promater, recebe o Top Natal. Fundado há 16 anos, o Hospital Geral e Maternidade se destaca pela tecnologia de ponta e atendimento humanizado

Herman Ledebour, diretor da InterTV Cabugi, entrega prêmio ao Padre Thiago Barros Nunes. A Rede Salesiana de Escolas alia tradição e modernidade na formação integral do aluno

Ângela Paiva, reitora da UFRN, entrega prêmio a Rose Cicarelli, gerente comercial da Pontanegra Fiat, eleita pela 12ª vez consecutiva a Concessionária de Automóveis Nacional mais lembrada de Natal

Paulo de Tarso Teixeira, diretor da Consult Pesquisa, entrega prêmio a Edilson Trindade, diretor presidente da Clan, que investe em qualidade e lançou novos produtos no mercado este ano

Eliane Rocha, gerente comercial da TRIBUNA DO NORTE, entrega prêmio a Amauri Alves Filho, diretorpresidente da Toli, vencedora no segmento Loja de Roupa Exclusivamente Feminina

Herman Ledebour, diretor da InterTV Cabugi, entrega prêmio a Danilo Tyrone, da Hyundai Caoa, eleita a marca mais lembrada entre as Concessionárias de Automóveis Importados

Albert Dickson, presidente da Câmara Municipal do Natal entrega prêmio a Paulo Humberto, da Clínica Pedro Cavalcanti

Hermano Moraes, deputado estadual, entrega prêmio a Maria Aparecida Ramalho, diretora do Pinguinho de Gente

Sílvio Torquato, secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, entrega Top a Normando Teixeira, gerente da Nilcar


NO FACEBOOK Veja a charge de Brum no Cartão Amarelo. facebook.com/tribunarn

NO RÁDIO

HOJE NA TV

7h - Esportes em Debate 16h - Série A: Vasco x Náutico

10h - Esporte Espetacular - TV Globo 16h - Série A: Vasco x Náutico Capibaribe - TV Globo

www.radioglobonatal.com.br

VASCO TEM DECISÃO DENTRO DE CASA, SEGUNDO ADÍLSON BATISTA• PÁGINA 6

TN ONLINE Acompanhe tudo sobre a rodada de hoje do Campeonato Brasileiro da Série A. www.tribunadonorte.com.br

esportes Editor: Itamar Ciríaco itamar@tribunadonorte.com.br

Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 01 de dezembro de 2013

Natal divulga os estacionamentos « COPA 2014 » Campus Universitário, o Parque da Ceasa, o IFRN da Salgado Filho, CAIC de Lagoa Nova, SESI e o Ginásio DED, em candelária servirão para receber os carros dos torcedores nos jogos da Copa, na Arena

O

Conselho Municipal de Turismo de Natal apresentou o plano de mobilidade urbana que será aplicado na capital potiguar durante a Copa do Mundo. O projeto foi mostrado para os dirigentes da FIFA, na última semana, no Rio de Janeiro. Em dias de jogos em Natal, a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) irá disponibilizar como estacionamento público o Campus Universitário, o Parque da Ceasa, o IFRN da Salgado Filho, CAIC de Lagoa Nova, SESI e o Ginásio Esportivo Professor Marcelo Carvalho, mais conhecido como Ginásio do DED, em Lagoa Nova. Também haverá estacionamentos privados (pagos), onde todos os pontos terão linhas circulares de ônibus que levarão os torcedores, que estejam portando seus respectivos ingressos, a pontos mais próximos da Arena das Dunas, já que o entorno do estádio será bloqueado. Outro ponto abordado foi à locomoção da população até a Fan Fest promovida pela FIFA, que acontecerá durante os 30 dias de Copa, no Centro de Convenções. Serão disponibilizados dois circulares de linhas verde e azul que irão facilitar a saída dos clientes dos hotéis da Via Costeira e a chegado do público no evento.

cê pode fazer uma previsão de onde para onde as pessoas vão”, afirmou o presidente da Anac, Marcelo Guaranys. Para o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco, a maior quantidade de voos oferecidos será fundamental para controlar as tarifas. “Nós vamos aumentar a oferta de voos. A nova malha, que será uma malha especifica para a Copa, vai ter como grande contribuição o aumento da oferta, que é o melhor instrumento para manter preços razoáveis e num padrão adequado”, garantiu.

TRANSPORTE

MARCELO GUARANYS

O planejamento de uma malha aérea específica para a Copa do Mundo de 2014 e a ampliação da oferta de voos durante o evento são os dois principais motivos para que a Secretaria de Aviação Civil (SAC) e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) descartem uma alta exorbitante nos preços das passagens no período do Mundial, que vai de 12 de junho a 13 de julho de 2014. Os órgãos do governo federal mantêm conversas com as empresas de aviação para evitar aumentos abusivos nas tarifas. “A malha aérea para a Copa do Mundo ainda não está sendo comercializada. Existem alguns voos que estão sendo comercializados para o ano que vem, mas são voos normais que as empresas aéreas já preveem. Todo o planejamento para a Copa vai ser complementado a partir do sorteio final, no dia 6 de dezembro. A partir daí é que se sabe que time vai jogar em cada cidade e vo-

Presidente da ANAC

ITAQUERÃO A Odebrecht e o Corinthians informaram que receberam as informações do embargo provisório de nove guindastes que operam nas obras da arena, que será palco da abertura da Copa do Mundo, e garantiram que a interdição não afeta os trabalhos,

Planejamento vai ser complementado a partir do sorteio final, no dia 6 de dezembro”

que serão retomados amanhã. A empresa e o clube disseram, ainda, que irão apresentar os documentos solicitados pelo Ministério do Trabalho “no mais breve prazo de tempo possível”. De acordo com a nota divulgada pela construtora, “os trabalhos que não necessitam utilizar guindastes serão executados normalmente, excetuada a área interditada pela Defesa Civil, que correspondente a 30% do prédio leste e a menos de 5% da área da arena. Exemplos de trabalhos que não utilizam guindastes são instalações elétricas e hidráulicas, de assentos definitivos, de revestimentos de pisos, paredes e forros e de sistemas de som. Também os trabalhos de acabamento nas áreas externas da arena, como acessos para veículos e torcedores, estacionamentos e muros, prosseguirão normalmente”. DANTAS JUNIRO

O Campus da UFRN será um dos estacionamentos públicos


2

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

esportes

?

« FUTEBOL POTIGUAR » ABC e América passaram toda

a temporada brigando contra o rebaixamento. Agora, o que os torcedores podem esperar para o próximo ano?

Um 2014 melhor ano de 2013 é para ser esquecido pelos dois principais times do Rio Grande do Norte. Tanto ABC, quanto o América não tiveram muito o que comemorar durante a temporada que se encerrou ontem, depois do apito final da partida entre o alvirrubro potiguar e o Oeste/SP, pela última rodada da série B do Brasileiro. Competição, aliás, que as duas agremiações passaram, inteiramente, lutando contra o rebaixamento. O alvinegro chegou a ficar 22 rodadas na última colocação, mas, depois da chegada de Roberto Fernandes, o time conseguiu uma reação inesperada e se livrou da queda a série C da próxima temporada. O América também não teve vida fácil durante a série B. Das 38 rodadas da disputa, passou 18 na zona de rebaixamento. Trocou de técnico três vezes durante a competição, mas, com a chega de Leandro Sena, já na parte final do campeonato, conseguiu se manter longe das últimas colocações e confirmou presença na segunda divisão do brasileiro em 2014. Assim como em anos anteriores, os erros da dupla potiguar se repetiram: atrasos salariais, não cumprimento de acordos com os jogadores e téc-

O

BRUM

nicos, excesso de contratações, constantes trocas no comando técnico das equipes, brigas internas, envolvendo dirigentes. Esses são alguns pontos que fizeram os clubes penarem durante toda a temporada, que parecia se iniciar de uma forma diferente, positiva para ABC e América. Na Copa Nordeste, o ABC, depois de uma campanha de recuperação, conseguiu se classificar em primeiro lugar no seu grupo, mas, acabou sendo derrotado para o ASA, em pleno Frasqueirão e foi eliminado nas quartas de finais da competição. A saída precoce do campeonato regional refletiu nos jogadores e no, então técnico, Givanildo Oliveira, que abandonou o clube depois de revelar que a direção não tinha honrado um acordo com os atletas. O América não conseguiu fazer uma boa campanha na Copa do Nordeste, ficando na primeira fase. Roberto Fernandes foi demitido do comando técnico e quem assumiu foi o seu preparador físico Alexandre Irineu, que só suportou um jogo, sendo demitido na estreia do campeonato estadual, depois de ser derrotado para o Corintians de Caicó. Sem pensar, o presidente americano, Alex Padang, recontratou Fernandes, que assumiu o time, conquistou o primeiro turno da competição e foi decidir o título com o Potiguar de Mossoró, sendo derrotado na

decisão, em pleno Barrettão. O ABC não foi capaz, sob o comando de Paulo Porto, chegar às finais do Estadual. A Série B começou apenas para confirmar as previsões dos torcedores: os clubes iam brigar para não serem rebaixados e foi o que acabou acontecendo. Depois de Paulo Porto, o ABC acertou a contratação de Zé do Carmo. Anunciado em uma sexta-feira, o profissional decidiu voltar atrás na decisão e no sábado, acertou com o Náutico. Com isso, a direção do clube acertou com Waldemar Lemos. O novo treinador não conseguiu dar um padrão de jogo e nem tirar o time da zona de rebaixamento e acabou sendo trocado por Roberto Fernandes, que tinha sido demitido do América. Depois da sua saída do alvirrubro, no início da série B, Fernandes foi substituído por Argel Fucks, que durou apenas 10 jogos no comando americano, sendo demitido depois de uma derrota para a Chapecoense/SC, no Barretão. No seu lugar, veio o experiente Pintado, que não agradou, foi demitido e substituído, de forma interina, por Leandro Sena, que vinha sendo o técnico das categorias de base do América. A troca se mostrou acertada, já que o time subiu de produção e se afastou, de forma definitiva, da zona de rebaixamento. A preocupação atual, das duas equipes, é tentar evitar, ao máximo, os erros cometidos na atual temporada, para que em 2014, os clubes possam ter um ano mais tranquilo e sonhar, quem sabe, em um acesso para

a série A de 2015, ano do centenário, tanto do América, quanto do ABC. Com o término da temporada, agora é pensar em 2014 e tentar não repetir os erros cometidos em 2013. De acordo com Alex Padang, atual presidente do clube, e que vai deixar a cadeira da presidência na próxima semana, com eleição de Gustavo Carvalho como novo mandatário alvirrubro pelos próximos dois anos, o que aconteceu ao clube rubro nesse ano foi a baixa produção de alguns jogadores. “O time não deu liga. Muita gente disse que o América fez apostas durante a temporada, mas, a realidade é que os jogadores mais caros não renderam o esperado e isso complicou toda a nossa temporada. Tudo que fiz, tinha que fazer, como foi o caso do Barrettão e não me arrependo de muita coisa não. A única decisão que deveria ter tomado antes era a chegada de Leandro Sena, que já renovou e vai continuar como técnico do América”, afirmou Padang. Quem também está deixando o clube, sendo o ABC, é o atual vice-presidente de futebol alvinegro, Bira Marques, que vai sair por problemas particulares. Para ele, o alvinegro não pode repetir os mesmos erros que cometeu no início da temporada de 2013 e montar um time dentro da realidade financeira do clube, já que não vai disputar a Copa do Nordeste e só o Estadual no início do ano. “Nosso objetivo era permanecer na Série B e conseguimos. Agora o próximo passo é montar um planejamento dentro da realidade que temos para o inicio da temporada, sem a Copa do Nordeste e com uma

primeira fase de Estadual que todo mundo sabe que é deficitário. Não podemos cometer os erros que cometemos no começo desta temporada com contratações tipo Junior Pipoca e Hamilton, temos que montar um elenco dentro da realidade. A nossa permanência na Série B além de garantir o aporte financeiro da televisão abre novas possibilidades de investimentos em patrocínios e tenho certeza que 2014 vai ser bem diferente do que foi este ano”, disse o dirigente abecedista. O futuro presidente americano, Gustavo Carvalho, mesmo sem assumir, já convoca a torcida para ajudar o clube nesse momento de renovações e contratações de novos jogadores, visando o início da próxima temporada. “Vamos precisar, e muito, do apoio do torcedor, na renovação do Sócio Dragão. O América depende de algumas receitas no início da temporada e o principal é a questão do sócio. Só estamos dependendo disso para acertar com o goleiro Andrey, que aceitou a nossa proposta e agora precisamos da ajuda do nosso torcedor”, afirmou Carvalho. O técnico Roberto Fernandes, que começou o ano no comando do América e terminou como treinador do ABC, sabe o que é preciso para que os clubes possam iniciar bem a próxima temporada e revela que o alvirrubro sai na frente do alvinegro nesse momento. “O América está na frente do ABC, já que vai manter cerca de 70% do seu elenco e isso conta muito em um início de temporada. Já o ABC, vai ter que reformular seu elenco, porque todos os atletas, sem exceção, tiveram seus contratos encerrados com o fim da série B. Então, quem tem uma base montada, leva vantagem”, explicou. O presidente do ABC, Rubens Guilherme Dantas sabe que o início da temporada para o alvinegro vai ser complicado, mas, adiantou que, na próxima semana, vai se reunir para definir, ou não, a permanência de Roberto Fernandes, para iniciar a montagem do elenco para 2014. “Vamos ter um primeiro trimestre de austeridade, mas sem abrir mão do nosso primeiro projeto que é o título estadual. Na próxima semana vamos sentar com Roberto Fernandes. Se depender de mim, ele fica para 2014”, finalizou.


Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

esportes « TAE KWON DO »

« CICLISMO »

Evento reúne atletas na ZN

Natal recebe prova e passeio

Os atletas potiguares participam hoje de um evento de Taekwondo na Academia Tae Center, situada no conjunto Parque dos Coqueiros, com um renomado conhecedor e praticante dessa arte marcial, o Grão-Mestre Milclei Mattos, vindo do Rio de Janeiro para ministrar um Aulão de Taekwondo e um Exame de Faixa para os alunos.

Marcando o fim do calendário esportivo da cidade de Natal, o dia 15 de dezembro será uma data dedicada para a primeira Volta Ciclística de Natal. Pela manhã ocorrerá o Passeio Ciclístico que promete reunir cerca de 2 mil pessoas. À tarde, será a vez da Prova Nacional, com 150 a 200 atletas de todo o Brasil, na zona norte. CEDIDA

« FUTEBOL AMADOR » América de Brasília Teimosa é campeão O América de Brasília Teimosa está comemorando o título de Campeão do Campeonato das Rocas, finalizado no último sábado, contra o Esperança. A competição é uma das mais importantes de Natal nas categorias amadoras e o elenco alvirrubro foi composto pelos atletas: Magnum Rodrigo, David Barbosa. Cléberson Mendes, Francisco Sobrinho, Clênio Souza, José Roberto, Renato da Cruz, Francisco Sena, Jubson Cley, Alexandre Rovaroto, Airton Oliveira, Leandro Silva, Fábio Vicente, Leandro Araújo, Denis Alberto, Alexsandro da Costa, Janilson dos Santos, Carlos Rovaroto e João Varela. O treinador é Valmir que foi auxiliado por Francisco Canindé.

3

Globo Natal escolhe os melhores da temporada « ELEIÇÃO » A equipe de esportes da rádio, com o reforço de jornalistas

da Tribuna do Norte e TN Online realiza programa especial amanhã às 20h ADRIANO ABREU

R

ádio Globo Natal, escolhe amanhã os melhores da temporada 2013, no futebol do RN. O programa especial terá inicio às 20h, com apresentação de Santos Neto. A emissora tradicionalmente a cada final de ano, faz um balanço das atividades do futebol em nosso estado. Os profissionais que vão participar da votação, serão os seguintes: Marcos Lopes, Ivan Nunes, Pedro Neto, Cézar Virgilio, Ricardo Silva, Marcos Lira, Levi Araújo e ainda os jornalistas Itamar Ciríaco e Vicente Estevam do jornal Tribuna do Norte e Júlio Pinheiro da TN online. O programa será comandado pelo âncora Santos Neto. A tendência é para que a seleção seja composta pelos craques dos clubes de Mossoró (Baraúnas e Potiguar) e Alecrim que fizeram uma boa campanha no estadual, principalmente o Potiguar, que se sagrou campeão e entra na disputa com três atletas: o goleiro Santos, o lateral direito Chiquinho, que atualmente está no América e o atacante Kattê. A escolha da seleção do campeonato pela crônica esportiva da Rádio Globo já é uma tradição e virou referência até para clubes de fora que desejam buscar reforços no RN. “A escolha da seleção é uma referência, já que cronistas de credibilidade estão apontando quem foram os melhores”, comentou Santos Neto.

O radialista Santos Neto comanda o programa de escolha dos melhores do ano na Globo Natal

OS CANDIDATOS GOLEIRO - ANDREY (AMÉRICA) / WILSON JÚNIOR (ABC) / SANTOS (POTIGUAR) ALA DIREITA - NORBERTO (AMÉRICA) / RENATO (ABC) / CHIQUINHO (POTIGUAR/AMÉRICA) ZAGUEIRO CENTRAL - FLÁVIO BOAVENTURA (ABC) / CLÉBER (AMÉRICA) / LEANDRO CARDOSO (ABC) QUARTO ZAGUEIRO - EDSON ROCHA (AMÉRICA) / LINO (ABC) / ALAN (ALECRIM) ALA ESQUERDA - ALEXANDRE (ABC) / WANDERSON (AMÉRICA) / SOMÁLIA (ABC) PRIMEIRO VOLANTE - EDSON (ABC) / MÁRCIO PASSOS (AMÉRICA) / BILEU (ABC) SEGUNDO VOLANTE - DANIEL (AMÉRICA) / DANIEL PAULISTA (ABC) / COUTINHO (AMÉRICA) MEIA DIREITA - FABINHO (AMÉRICA) / RUY CABEÇÃO (ALECRIM) / GIOVANNI AUGUSTO (ABC) MEIA ESQUERDA - CASCATA (AMÉRICA) / JÚNIOR TIMBÓ (ABC) / RÉGIS (AMÉRICA) PRIMEIRO ATACANTE - RODRIGO SILVA (ABC) / RODRIGO PIMPÃO (AMÉRICA) / FELIPE MOREIRA (ALECRIM) SEGUNDO ATACANTE - GILMAR (ABC) / MAX (AMÉRICA) / KATTÊ (POTIGUAR) CRAQUE REVELAÇÃO - RÉGIS (AMÉRICA) / KATTÊ (POTIGUAR) / ROBERTINHO (ALECRIM) CRAQUE DO ANO - CASCATA (AMÉRICA) / JÚNIOR TIMBÓ (ABC) / NORBERTO (AMÉRICA) MELHOR TREINADOR - ROBERTO FERNANDES (ABC) / CELSO TEIXEIRA (POTIGUAR) / LEANDRO SENA (AMÉRICA) MELHOR ÁRBITRO - ÍTALO MEDEIROS / PABLO RAMON / LEANDRO SARAÍVA MELHOR DIRIGENTE - ALEX PADANG (AMÉRICA) / RUBENS GUILHERME (ABC) / BENJAMIM MACHADO (POTIGUAR)


4

esportes

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Fla enfrenta a ressaca e o Vitória/BA « BRASILEIRO - SÉRIE A » O time carioca entra em campo pela primeira vez desde a conquista do tri na Copa

do Brasil. Já sem muito interesse na competição, o Rubro-Negro encara os baianos no Estádio Barradão

A

inda sonhando com uma vaga para a Libertadores, o Vitória terá pela frente o Flamengo, hoje, às 16h (no RN) no Barradão, pelo Campeonato Brasileiro. Os baianos, com 55 pontos, precisam dos três pontos e torcer por outros resultados para seguir com chances de ir para a competição sul-americana. Já os cariocas, que chegaram ao título da Copa do Brasil, devem ir a campo com um time misto, já pensando em 2014. No Vitória, o técnico Ney Franco poderá contar com os zagueiros Victor Ramos e Kadu, que eram dúvidas, mas voltaram a treinar e confirmaram presença. O volante Marcelo segue como única dúvida, pois ainda se recupera de uma lesão. Assim, a escalação será igual a do empate com o Criciúma na rodada passada. Mesmo com o Flamengo vindo com uma escalação diferente do normal, o goleiro Wilson rechaçou que o Vitória terá qualquer tipo de facilidade para chegar aos três pontos no Barradão. “Todo jogo é difícil. Um time jogando sem responsabili-

PEDRO MARTINS / AE

FICHA TÉCNICA VITÓRIA-BA FLAMENGO-RJ Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Michel, Luís Cáceres e Escudero; Marquinhos, Dinei e William Henrique. Técnico: Ney Franco

Felipe, Digão, Wallace, Samir e João Paulo; Cáceres, Luiz Antônio, Adryan e Gabriel; Rafinha e Hernane. Técnico: Jayme de Almeida

Estádio: Barradão, em Salvador (BA) Hora: 16h (no RN) Árbitro: Paulo Cesar de Oliveira (SP) Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC

dade acaba sendo pior. Perder ou ganhar tanto faz para eles. Vimos como foi contra o Cruzeiro. Acharam que um ou outro podia tirar a perna e não aconteceu. O Flamengo vem motivado, feliz pela conquista e querendo ganhar. Vamos encontrar dificuldade, como encontramos em toda a partida”, disse. Adiante, Wilson afirmou que, na quarta-feira, torceu con-

tra os cariocas. Já que, caso o clube paranaense, vice-líder da elite nacional, conquistasse o título, o G-4 seria alongado em G5: “Lógico que a gente queria que o Atlético-PR ganhasse, mas não foi o principal assunto. Nosso pensamento é ganhar o Flamengo. É o que nos resta para tentar uma vaga na Libertadores”, completou. No lado do Flamengo, a conquista da Copa do Brasil ainda é comemorada pelo elenco. O pensamento da diretoria passa a ser na próxima temporada. O técnico Jayme de Almeida revelou que deve poupar alguns titulares, mas jogadores como Felipe, Wallace e Hernane devem atuar, pois vão aproveitar a folga com familiares na Bahia. No restante, os cariocas virão com reservas. Desfalque certo por ter recebido o terceiro cartão amarelo, o volante Elias ressaltou que ainda sente o cansaço da final, mas destacou a importância de atuar com vontade dos que estiverem em campo e a busca por um bom resultado. “Tomei o terceiro amarelo. A comemoração estendeu, mas temos que vencer”.

Luta direta em Ponte Preta segue Atlético/PR tenta busca de uma vaga na luta contra se reerguer na Libertadores contra o Santos o rebaixamento

Pedro Neto [ pedron@natal.digi.com.br ]

EMANUEL AMARAL

Esportes em Debate E neste sábado e domingo a Rádio Globo estará apresentando o último Programa Esportes em debate do ano de 2013. Domingos Sávio, Fernando Amaral, Santos Neto e Pedro Neto estarão debatendo o ano do nosso futebol. ABC, América, Categoria de Bases, CBF e corrupção no nosso futebol serão alguns dos assuntos a serem discutidos. O programa vai ao ar neste sábado às 13h00 e no domingo às 06h00.

Tá ficando bonito

Ciclo que se fecha E quem está deixando Natal e o ídolo Cascata. Jogador de grande qualidade Cascata foi ídolo das duas maiores torcidas do RN. Cascata chegou a Natal pela primeira vez para atuar no América. Dois anos depois voltou ao nosso futebol, entretanto dessa vez para vestir a camisa do ABC. No ABC ele história sendo o principal responsável pelas conquistas do clube do povo nos anos de 2010/2011. No início do ano passado foi contratado pelo Náutico, contudo sofreu uma grave contusão ficando aproximadamente oito meses sem atuar. Voltou ao ABC no final da série B de 2012, porém já sem a mesma mobilidade de anos anteriores. Este ano foi contratado pelo América para disputar o Campeonato Estadual e a série B, mas não conseguiu se firmar por conta das contusões. Tudo indica que Cascata deverá atuar na próxima temporada pelo Treze CG. Que ele possa ser muito feliz nesta nova empreitada, até porque é um jogador diferenciado.

Férias O futebol do RN entrará de férias na próxima semana. ABC e América só voltam no final de dezembro já pensando na temporada de 2014. E no rádio não é diferente. Vários colegas da Rádio Globo também estarão entrando de férias nos próximos dias. Que todos possam curtir bem suas férias para que o ano de 2014 seja repleto de coisas boas.

Vice-presidente de futebol O futuro presidente do América Gustavo de Carvalho confirmou na última sexta-feira que Ricardo Bezerra será o seu vice-presidente de futebol. Para os que não lembram Ricardo Bezerra já exerceu anteriormente este cargo. Agora, também é verdade que Ricardo Be-

O treinador Jayme de Almeida confessou o cansaço do grupo após a festa pelo tri da Copa do Brasil

zerra nunca se afastou do América. Quem também deverá estar presente na gestão de Gustavo de Carvalho é o vereador Paulinho Freire, agora neste caso sem cargo na direção, e sim ajudando nos bastidores nas contratações, até porque já fez isso outras vezes.

E a Arena das Dunas está bem próxima da sua conclusão. Passando em frente ao estádio se percebe que os operários estão trabalhando duro para que tudo possa sair conforme o acordado. Pelos comentários de pessoas que já estiveram na Arena das Dunas o estádio está ficando lindo. Para muitos será o mais bonito entre todos os que estão sendo construídos. Que após a conclusão do Arena das Dunas possamos ter um futebol do RN ainda mais forte.

Segunda-feira O técnico Roberto Fernandes disse que na próxima segunda-feira deverá decidir se permanece no ABC para o ano de 2014 ou se seu destino será em outro clube. Roberto Fernandes tem dito que quer permanecer no ABC para o ano de 2014. Já o presidente do ABC Rubens Guilherme também tem dito que existe o interesse do clube na renovação do contrato do técnico, entretanto o lado financeiro é que está pesando neste momento, até porque a direção alvinegra quer dar prioridade à quitação das dividas acumuladas nestes últimos anos. Então, o melhor mesmo é aguardar para saber como ficará a situação.

Eliminados na semifinal da Copa do Brasil, Grêmio e Goiás disputam hoje, às 18h30 (no RN), em Porto Alegre, uma verdadeira decisão. Pode ser a última chance de ambos de conquistarem uma vaga na próxima Libertadores. Na Arena, o Tricolor, 3º colocado, com 61 pontos, recebe a equipe esmeraldina, que vem logo atrás na tabela, com 59. Hoje, tanto Grêmio como Goiás estariam se classificando para a fase preliminar da Libertadores de 2014. No entanto, ambos desejam a vitória, e não das duas equipes é obter o vice-campeonato nacional, para assim conquistarem vaga direta à fase de grupos do torneio continental. Além disso, um possível título da Ponte Preta na Copa Sul-Americana retiraria uma vaga à Libertadores via Brasileiro, transformando o G-4 em G3. Neste caso, o Goiás hoje é quem ficaria de fora. Como ambos entram pensando na vitória, a tendência é de um jogo franco em Porto Alegre. Em seu tradicional mistério, o técnico Renato Gaúcho deve repetir a formação que empatou com a Ponte Preta no último domingo, embora a atuação do Grêmio não tenha sido boa em Campinas. Ela inclui Vargas no ataque e Zé Roberto no meio: uma equipe no 43-3, com o paraguaio Riveros sendo o estrangeiro que sobra da relação. O zagueiro Rhodolfo, que não participou dos primeiros treinos da semana devido a dores musculares, não preocupa e deve ir para o jogo ao lado de Bressan na zaga. Na frente, Kleber teve sua pena de dois jogos reduzida e está liberado.

Na penúltima colocação da Série A do Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta seguirá a busca por um milagre hoje, quando recebe a Portuguesa, às 16h (no RN), no estádio Moisés Lucarelli. Ainda que possa não valer nada para a Macaca, a partida representa muito para a Portuguesa, que ainda está ameaçada pelo risco de rebaixamento. A Lusa soma 44 pontos e, em caso de derrota, pode terminar a 37ª rodada, a penúltima do Brasileirão, na zona da degola. Por outro lado, o time paulistano pode garantir a permanência se vencer e o Coritiba não derrotar o Botafogo. “É o jogo mais importante do ano. Será bom se pudermos resolver no domingo, mas sabemos que o campeonato é nivelado e será mais um jogo difícil, na casa da Ponte Preta”, afirmou o lateral esquerdo Rogério. Diante das dificuldades de permanecer na Série A e da possibilidade de conquistar o título da Copa Sul-americana – que tem a primeira final marcada para a próxima quarta-feira, no estádio do Pacaembu, em São Paulo -, o técnico Jorginho deve escalar somente reservas para enfrentar a Portuguesa. “Não sabemos ainda o que o Jorge vai fazer, mas a palavra que define mais esse grupo é ‘comprometimento’. Um se esforça para ajudar o outro, e todos jogam pela Ponte Preta. Então, quem entrar no domingo, vai dar seu melhor”, afirmou o volante Fernando Bob, que provavelmente não estará em campo neste domingo.

A derrota na decisão da Copa do Brasil abalou o Atlético-PR, mas o time de Vágner Mancini ainda está em situação confortável no Campeonato Brasileiro. Por isso, o clube paranaense tenta se reerguer hoje, às 18h30 (no RN), quando enfrentará o Santos, que não tem mais pretensões na competição. Sem correr risco de degola e também fora da briga pela vaga na próxima Copa Libertadores da América, o Peixe levou sua última partida com mando de campo de 2013 para o estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto. Enquanto a diretoria almeja um público maior no interior, o elenco espera se despedir com dignidade nesta reta final. “Independentemente da posição, estamos jogando para mostrar nosso trabalho e tentar o maior número de pontos possíveis. Vamos encontrar um Atlético mordido, por causa da derrota na Copa do Brasil. Eles brigam pelo G-4 e vêm fortes, ou seja, será um jogo complicado”, afirmou o meio-campista Cícero. Para esta partida, o técnico Claudinei Oliveira não poderá contar com o volante Arouca, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Assim, Alan Santos assume um lugar na equipe. Já o garoto Alison se recupera de dores na coxa esquerda e, se não puder atuar, abrirá espaço para a disputa entre Renato Abreu e Marcos Assunção. Com 51 pontos, o Santos aparece na parte intermediária da tabela. Já o Furacão ocupa a vice-liderança do Nacional, com 61 pontos, e está muito perto de confirmar sua classificação para a próxima Libertadores.

FICHA TÉCNICA

FICHA TÉCNICA

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO-RS

PONTE PRETA-SP

SANTOS-SP

GOIÁS-GO

PORTUGUESA-SP

ATLÉTICO-PR

Dida; Pará, Rhodolfo, Bressan e Alex Telles; Souza, Ramiro e Zé Roberto; Kleber, Barcos e Vargas. Técnico: Renato Gaúcho

Renan; Vítor, Valmir Lucas, Ernando e W. Matheus; Amaral, Thiago Mendes, Eduardo Sasha, Renan Oliveira e Hugo; Walter Técnico: Enderson Moreira

Estádio: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS) Horário: 18h30 (no RN) Árbitro: Heber Roberto Lopes (FifaPR) Assistentes: Emerson Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Carvalho (Fifa-SP)

Edson Bastos, Régis, Betão, Ferron e Ferrugem; Magal, Alef, Adrianinho e Chiquinho; Adailton e William Técnico: Jorginho

Lauro; Luís Ricardo, Lima, Valdomiro e Rogério; Willian Arão, Bruno., Moisés e Souza; Wanderson e Gilberto Técnico: Guto Ferreira

Estádio: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP) Horário: 16h (no RN) Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS) Assistentes: Anderson Moraes e Danilo Manis (ambos de SP)

Aranha, Cicinho, Edu Dracena, Gustavo Henrique e Mena; Alan Santos, Alison , Cícero e Montillo; Thiago Ribeiro e Geuvânio Técnico: Claudinei Oliveira

Weverton, Léo, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Deivid, Zezinho, Paulo Baier e Everton; Marcelo e Ederson Técnico: Vagner Mancini

Estádio: Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto (SP) Horário: 18h30 (no RN) Árbitro: Wagner Reway (MT) Assistentes: Marrubson Freitas (DF) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)


Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

esportes

Apito Final EVERALDO LOPES e_lopes@tribunadonorte.com.br

Bom senso FC reprovaria 4 O grupo de jogadores que está à frente do Bom senso FC respondeu na última quarta-feira, à proposta da CBF sobre o “Fair Play” Fiscal e Trabalhista com sete itens a serem incluídos. Segundo o grupo formado por mais de 1.000 jogadores dos times das primeiras divisões do futebol brasileiro, a ideia é colocar em prática uma espécie de responsabilidade fiscal aos clubes, exigindo que eles apresentem “um resultado final do exercício, quando prejuízo (déficit), não superior a 10% de sua receita total nos dois primeiros anos e 5% de sua receita total no terceiro e quarto ano” “A partir do quinto ano o clube não deverá trabalhar com deficit para se evitar a falta de cumprimento de outros compromissos (fornecedores), prestadores de serviços, credores diversos, instituições financeiras, etc) e, dessa forma, limitar o prejuízo das equipes brasileiras”, explicou o Bom Senso FC, que também propôs uma agência reguladora independente para acompanhar as finanças e exclusão de clubes dos campeonatos caso não estejam em dia com as contas.

Bom senso (2) Seguindo essa proposta, o portal ESPN.com.br fez um levantamento com as 12 grandes equipes nacionais, comparando a arrecadação e o déficit em 2012 para saber quais deles, hipoteticamente, já não poderiam disputar torneios neste ano. São quatro clubes. Flamengo, Botafogo, Atlético-MG e Cruzeiro não estariam dentro da responsabilidade fiscal sugerida pelo Bom Senso FC, pois o prejuízo foi 10% maior do que a receita no período. Flumi-

nense e Vasco também gastaram mais do que arrecadaram em 2012, mas entrariam. O Bom Senso FC está preocupado em coibir uma prática antiga de alguns clubes brasileiros. É o hábito de atrasar no final da temporada os salários dos jogadores que não serão aproveitados no próximo ano. Nos casos de atraso, no ano seguinte, passa a ter prioridade para ser pago quem está na equipe. Os demais só recebem se sobrar dinheiro. E quase nunca sobra.

Atrasos e cia. Os clubes que chegam ao final com má colocação, costumam atrasar os salários. Sabedores disso, integrantes do movimento de jogadores já estavam em estado de alerta nas últimas rodadas do Brasileiro. Então, souberam que metade do elenco do Náutico recebeu, enquanto a outra parte “ficou a ver navios”, para usar antigo desabafo

No embalo Com todos os seus defeitos, o presidente da CBF, José Maria Marin tem sido um dirigente que dá atenção às federações mais desprotegidas, incluindo a norte-riograndense FNF, tendo de ser registrado o esforço do presidente José Vanildo. Além de ter apoiado e realizado a volta da Copa do Nordeste, a CBF acaba de prestigiar também clubes da região norte e sudeste. Vem aí a Copa Verde, reunindo 16 clubes saídos de 11 federações.

popular. A situação piorou quando membros do “Bom Senso FC” souberam que a direção do time pernambucano teria feito ameaças de retaliações aos atletas credores. Dessa forma, o clube pernambucano virou protagonista da crise, mas os integrantes do Bom Senso FC, atacam um problema muito maior, enraizado no futebol brasileiro.

Quem viria? Do Pará, o instável Paysandu, que vem de má campanha na série “B”, Paragominas e Clube do Remo; do Distrito Federal o Brasiliense e o Brasília, de Mato Grosso o Mixto e o Cuiabá, do Amazonas o Nacional e Princesa do Solimões, do Acre o Plácido de Castro, de Mato Grosso do Sul o CENE, do Espírito Santo a Associação Desportiva Ferroviária, Tocantins e Interposto, do Amapá Santos, de Rondônia o Vilhena, e de Roraima o Náutico.

Jaime, o treinador Torce- Jaime (2) Na data de 09/10/74, dores rubro negros, na rua, indagam do colunista, em que época o atual treinador Jayme jogou no Flamengo. Respondo sempre que, foi um jogador obscuro, com passagem rápida pelo elenco entre 1974 e 77, porém atuações apenas discretas. Com esforço, consegui no livro-almanaque, raras partidas, para depois Jaime sumir. Agora, brilha como treinador.

jogo Flamengo 5x1 Madureira, a formação rubro negra foi esta: Cantarelli, Humberto, Jaime, Luiz Carlos e Rodrigues Neto, Liminha, Geraldo e Zico, Paulinho, Doval e Zé Mário. Em 1974, Flamengo 1x0 Itabaiana/SE, valendo o antigo Campeonato Nacional, jogando com Cantarelli, Aloísio, Rondinelli, Nei, Liminha e Jaime (Geraldo), Paulinho, Doval, Zico e Arilson.

Melhores do ano Como já é tradição da Rádio Globo, a emissora apresenta nesta segunda-feira com participação da equipe da emissora, votando nos melhores do futebol potiguar. O grande problema para os votantes é que a rotatividade este ano foi exagerada, principalmente nos elencos do ABC e América. É difícil até selecionar os 11 melhores do ano, em vcirtude da tremenda troca de jogadores, quer por contusão, por dispensa e novas contratações. Fim de festa Nos clubes do Brasil inteiro, fim de temporada, é uma movimentação intensa de jogadores, 80% indo embora em definitivo, os outros 20 constituem os que saem agora, mas retornarão em janeiro.

« CARTÃO AMARELO »

5

Botafogo quer lugar no G-4 e “Coxa” luta contra o Z-4 « BRASILEIRO - SÉRIE A » A equipe paranaense - com risco alto de queda

para a Série B - recebe o time carioca que luta para ir a Libertadores

WAGNER MEIER

O

Botafogo visita o Coritiba hoje, às 16h(no RN), no Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro em um confronto onde apenas a vitória interessa aos dois times, mas por motivos bem distantes. Com 42 pontos conquistados, na zona de rebaixamento, o Coxa, que vem de empate sem gols com o Internacional, tenta se afastar da área de degola. Tarefa difícil para quem não vence há cinco jogos. Já o Glorioso, que no fim de semana empatou por 1 a 1 com o São Paulo, tem 58 pontos e mira o G-4, a zona de classificação para a próxima Copa Libertadores. Oswaldo de Oliveira, técnico do Botafogo, passou a semana procurando trabalhar o aspecto psicológico de seus jogadores. Fora do G-4, o treinador entende que o grupo precisa focar apenas nos seus resultados, já que depende das próprias forças para ir para a Copa Libertadores, já que existem confrontos diretos entre seus concorrentes. “Nós dependemos dos nossos resultados. Se vencermos os dois jogos restantes, contra o Coritiba, e depois diante do Criciúma no Rio de Janeiro, vamos definir a nosso presença no G4 sem precisarmos nos preocupar com os demais resultados. O jogo deste domingo já é muito complicado e existe atenção máxima. Portanto, estamos pensando apenas na melhor maneira de conseguirmos a vitória”, analisou Oswaldo. Tcheco, técnico interino do Coritiba, também tem procurado motivar seus jogadores. Ele espera uma guerra neste domingo, mas confia no apoio de seus torcedores. “São dois times que precisam de vitória de qualquer maneira, mas por objetivos diferentes. Isso porém não tira o caráter decisivo do confronto. Será uma batalha e precisamos vencer. Acredito que o torcedor seja um diferencial importante para provar que o Coritiba tem mais garrafa vazia para vencer”, disse Tcheco. Se Tcheco espera usar a força da torcida para vencer, deverá encontrar resistência dos botafoguenses, que garantem estar preparados para uma forte pressão. “A nossa expectativa realmente é de uma pressão muito grande, pois o Coritiba também jogará sua vida no Cam-

O técnico do Botafogo, Oswaldo de Oliveira, promete escalar um time bastante ofensivo hoje

FICHA TÉCNICA CORITIBA

Criciúma recebe um desmotivado São Paulo

BOTAFOGO Vanderlei; Luccas Claro, Bonfim (Lincoln) e Chico; Victor Ferraz, Willian (Germano), Júnior Urso, Alex e Carlinhos; Geraldo (Júlio César) e Deivid Técnico: Tcheco

Jéfferson, Gilberto, Dória, Bolívar e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Renato), Gabriel, Seedorf, Hyuri e Rafael Marques; Elias (Bruno Mendes)Técnico: Oswaldo de Oliveira

Estádio: Couto Pereira Horário: 16h(no RN) Árbitro: Ricardo M. Ribeiro (Fifa-MG) Assistentes: Janette Mara Arcanjo (FifaMG) e Pablo Almeida da Costa (MG)

peonato Brasileiro e precisa demais do resultado. O Botafogo é o visitante e vai precisar saber lidar muito bem com isso para não ser surpreendido. Temos que jogar de maneira inteligente, sem deixarmos nos envolver pela pressão que eles tentarão impor”, afirmou o zagueiro Dória. Em termos de escalação, Oswaldo de Oliveira vai promover a entrada do jovem lateral direito Gilberto na vaga de Edilson, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. O zagueiro Bolívar, que retorna de suspensão, pega o lugar de Dankler. Já o volante Renato, com dores na perna esquerda, é dúvida e pode ser substituído por Marcelo Mattos. Outro que preocupa é o atacante Elias, com dores na perna esquerda. Bruno Mendes está de sobreaviso.

Apenas um ponto acima da zona de rebaixamento, o Criciúma é o principal interessado no duelo contra o São Paulo, às 16h (no RN) de hoje, no Heriberto Hulse. Mas não o único. Jogar com muitos reservas não significa que o time paulista não levará a partida a sério também. Pelo contrário: esses jogadores lutam pela permanência no clube e querem mostrar trabalho a Muricy Ramalho. Embora queira fazer testes para a próxima temporada, o treinador promete cobrar o máximo da equipe, até porque, se relaxar, pode prejudicar diretamente outros times que, assim como o Criciúma, tentam se manter na primeira divisão nacional. “Tem gente que precisa desse resultado. Não tem essa de amistoso, para nós, não”, lembrou, na quarta-feira, logo após a eliminação são-paulina na Copa Sul-americana, para a Ponte Preta. “Os jogadores vão encarar esses jogos muito a sério, como se estivessem precisando salvar a gente do rebaixamento”, disse. Os 11 jogadores escolhidos para atuar em Criciúma não foram revelados, porque, como de costume, os treinos de sábado são fechados para a imprensa, no CT da Barra Funda. O único confirmado é Luis Fabiano, atacante que marcou o único gol

são-paulino na quarta-feira e teve sua titularidade antecipada por Muricy, ainda em Mogi Mirim. Ademilson, um de seus possíveis parceiros de frente, promete nas duas rodadas finais o mesmo empenho que teria em (quase) qualquer situação. “É claro que a motivação não é a mesma de disputar um título, mas tem que estar motivado sempre. Temos que jogar, independentemente de estar brigando por algo ou não. Temos que honrar a camisa do São Paulo. É o clube em que a gente trabalha. Vamos tentar buscar esses seis pontos”, afirmou.

FICHA TÉCNICA CRICIÚMA SÃO PAULO Galatto; Sueliton, Ewerton Páscoa, Fábio Ferreira e Marlon; João Vitor, Serginho, Elton e Morais; Lins e Wellington Paulista Técnico: Argel Fucks

Rogério Ceni; Mateus Caramelo (Lucas Farias), Rafael Toloi, Edson Silva e Clemente Rodríguez; Wellington, João Schmidt, Lucas Evangelista e Jadson; Osvaldo (Welliton) e Luis Fabiano Técnico: Muricy Ramalho

Estádio: Heriberto Hulse Horário: 16h (no RN) Árbitro: Francisco C. do Nascimento (Fifa-AL) Assistentes: Márcio Eustáquio (Fifa-MG) e Katiuscia Berger (Fifa-ES)


6

esportes

Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Vasco joga “decisão” no Maracanã « BRASILEIRO - SÉRIE A » Na zona de rebaixamento, o time cruzmaltino recebe o quebrado Náutico e sabe

que tem a obrigação da vitória para ainda sonhar com a manutenção do clube na primeira divisão em 2014

E

m um jogo em que apenas a vitória interessa, o Vasco recebe o Náutico hoje, às 16h(no RN), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), em confronto válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na zona de rebaixamento com 41 pontos, o Cruz-Maltino já não depende dos próprios resultados, mas tem boas chances de escapar se fizer a sua parte nesta reta final. O triunfo sobre o campeão Cruzeiro, por 2 a 1, deu novo fôlego ao time, que joga a vida na temporada. Ganhar está longe de ser uma tarefa complicada diante do já rebaixado e lanterna Náutico, que se tornou uma espécie de saco de pancadas do Brasileirão. Estacionado com 17 pontos e dono de uma das piores campanhas da era dos pontos corridos, o Timbú foi goleado pelo Atlético-PR por 6 a 1 no fim de semana passado. O mau momento vivido pelo Náutico divide os sentimentos dos vascaínos para este confronto. Isso porque, a obrigação de vitória é enorme e eles sabem do comportamento que a equipe precisa ter em campo. “Nós sabemos que é um jogo em que a responsabilidade pela vitória é toda nossa e, portanto, vamos ter que tomar a iniciativa desde o começo e não permitir que o Náutico tente jogar. Nós temos que tornar o jo-

FÁBIO CASTRO / AE

FICHA TÉCNICA VASCO-RJ NÁUTICO-PE Alessandro, Fagner, Cris, Luan e Yotún; Guiñazu, Abuda, Pedro Ken e Marlone; Thalles e Edmilson Técnico: Adilson Batista

Ricardo Berna, Maranhão, Alison, Leandro Amaro e Bruno Collaço; Derley, Gustavo Henrique, Martinez e Tiago Real; Rogério e Maikon Leite. Técnico: Marcelo Martelloti

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro Horário: 16h(no RN) Árbitro: Anderson Daronco (RS) Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Rafael da Silva Alves (RS)

go tranquilo, embora ele se desenhe complicado. A melhor maneira de fazer isso é impedir que o nosso adversário toque a bola com tranquilidade ou consiga sair da defesa para o ataque”, analisou o zagueiro Cris. Apesar disso, ninguém em São Januário quer mais pressão do que a já vivida pelo clube. Por isso, os jogadores estão tentando afastar a euforia da torcida, que deverá colocar mais de cinquenta mil pagantes no Maracanã, todos esperando uma goleada. Os atletas lembram que a prioridade é vencer e querem afastar do imaginário da torcida a humilhante goleada sofri-

da pelos pernambucanos para o Furacão no último domingo. “Em uma competição equilibrada como é o Campeonato Brasileiro ninguém deve pensar em ganhar o jogo de véspera. Muito menos golear. O que aconteceu com o Náutico na rodada passada não é o comum em termos de resultado no Brasileirão. Basta analisarmos a realidade, a tabela. É preciso respeitar os profissionais que estão do outro lado. O Vasco precisa ir a campo com o pensamento de ganhar a partida, pois temos que somar pontos. Goleada não é a nossa prioridade. Se acontecer será naturalmente”, disse o volante Abuda. Satisfeito com o rendimento do time na vitória sobre o Cruzeiro, o técnico Adilson Batista descarta mudanças e vai repetir a formação da rodada passada. Pelo lado do Náutico, o técnico Marcelo Martellote tem procurado trabalhar o aspecto psicológico dos jogadores, que no meio da semana abriram mais uma crise contra a diretoria, acusada de não pagar os salários dos atletas no departamento médico. Apesar disso, os pernambucanos garantem que a vitória é um desejo deles neste domingo e que empenho não vai faltar. “Nós queremos a vitória para saírmos desses dezessete pontos”, prometeu o zagueiro Leandro Amaro.

Cruzeiro recebe faixa de campeão no Mineirão

Adilson Batista conversou com o elenco e pediu concentração

Campeão Brasileiro por antecipação, a festa do título do Cruzeiro parece que não tem fim. A comemoração começou oficialmente em Salvador, no triunfo contra o Vitória, e deve terminar com um verdadeiro Carnaval hoje, após o jogo contra o Bahia, às 16h (no RN), no Mineirão. Trio elétrico e muita cerveja darão o tom dos festejos. O atacante Dagoberto não esconde que gosta de uma folia e afirma que o título merece a festa que o Cruzeiro preparou. “É igual carnaval lá na Bahia, dura dois meses. Temos que comemorar mesmo, porque é um título que todos querem conquistar. A galera está toda empolgada, feliz e é mais do que merecido”, disse Dagoberto, que lembra que o time ainda tem que atuar contra o Bahia, o jogador, porém, garante os jogadores celestes estarão focados na partida. “Pode ter certeza de que o time vai estar muito focado, independente da festa depois do jogo. Pode soar como uma coisa estranha, mas tem que ter festa mesmo, nós conquistamos isso. Vamos respeitá-los”, declarou.


revista da

+

Um ator exposto. Para Victor Hugo, o descamisado vilão de “Pecado Mortal” é o papel da sua vida

Ex-Rebelde, a atriz e cantora Sophia Abrahão faz seu primeiro papel no horário nobre da Globo, em “Amor à Vida”

« PÁGINA 4 »

« PÁGINA 3 »

A REVISTA DA TV É UM SUPLEMENTO DA TRIBUNA DO NORTE. NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE.

Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 01 de dezembro de 2013

Cheios de graça

A estreia de ‘Divertics’ e a volta de ‘Junto & misturado’ marcam uma nova fase do humor nos domingos na Globo. « PÁGINAS 6 E 7 »


Luís Ernesto Lacombe está lançando “Manual poético dos esportes”. Em forma de soneto, esse é o terceiro livro infantil do jornalista, que é neto de Américo Jacobina Lacombe, imortal da Academia Brasileira de Letras.

Divã, humor e romance com Gloria Pires”Doctor Pri”, seriado de Aguinaldo Silva com direção de Marcos Schechtman, começará a ser gravado em fevereiro no Rio. A previsão de estreia é em abril, mas a grade de 2014 ainda não está 100% montada.

Da televisão diretamente para o preloSucesso no telejornal local “Bom dia, Paraná”, da Globo, a psicóloga Ligia Guerra assinou contrato com a Editora Sextante. Ela lançará “Mulheres às avessas”, mesmo nome do quadro que comanda na TV.

Na caça sim, mas armados e treinados Não é só Cauã Reymond que está fazendo treinamento com um policial para a série “O caçador”. Alejandro Claveaux também aprende a manusear armas e faz aulas de boxe. A primeira leitura do elenco vai ser na próxima semana, no Projac. DIVULGAÇÃO

com Florença Mazza e Ana Luíza Santiago, Clara Passi e Rafaela Santos kogut@globo.com.br

Esportes com poesia para as crianças

patrícia kogut

2

revista da

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

10

Para a promissora geração de atores mirins no ar nas novelas atualmente. Pela primeira vez, estamos vendo crianças que não parecem treinadinhas. Chamam a atenção Mel Maia (Pérola) em “Joia rara”, Marlon Queiroz (Pedro) em “Malhação”, JP Rufino (Nilson) em “Além do horizonte” e, claro, Klara Castanho (Paulinha) em “Amor à vida”.

A própria medida DIVULGAÇÃO

Q

uando assistiu recentemente a um dos episódios da terceira edição do “Medida certa”, que chega ao fim esta noite, Marcio Atalla pela primeira vez ficou satisfeito. O preparador físico, que começou a dar dicas de saúde em 2006, no GNT, acredita que só agora se encontrou na frente das câmeras: - Sou tímido, nunca achei que pudesse fazer isso bem. Até pouco tempo me achava forçado, canastrão. Mas estudei e aprendi. Nesta edição, senti que fiquei mais natural. Além de confortável no ar, Atalla não encontrou dificuldades para mudar os hábitos de Fabio Porchat, Preta Gil, César Menotti e Gaby Amarantos. Complicado mesmo, conta, foi lidar com os ânimos: Alguém sempre achava que o adversário era privilegiado. Por outro lado, a disputa fortaleceu o comprometimento e fez com que cada um desse o seu melhor, principalmente o Porchat. De todos, foi o que mais seguiu à risca as recomendações. Por causa do “Fantástico”, o preparador viu o assédio nas ruas crescer, “desde o manobrista à senhorinha”. - Converso com todos. Tem gente até que me pede para escolher o prato no restaurante. Só me chateia quando alguém vem falar que

o Ronaldo ganhou dinheiro para fazer o quadro. Isso não aconteceu. Fico orgulhoso por saber que ele manteve pelo menos 80% dos novos hábitos. E claro que ver Zeca Camargo acima do peso me deixa frustrado. Mas também fico feliz com a Renata Ceribelli magrinha. Atalla agora se dedica a um novo RODRIGO DE ANDRADE

Capitão Gay sai Foi adiado para o ano que vem o filme sobre o Capitão Gay, personagem criado por Jô Soares em 1982 para o programa “Viva o gordo”. Leandro Hassum, que vestirá o collant rosa do superherói, tem mais dois filmes para o primeiro semestre.

0

Patentes diferentes Enquanto grava “Amor à vida” como o empresário de funk de Palhaço (Anderson Di Rizzi), Thogun Teixeira filma “A estrada do diabo”. Ele é um sargento e seu parceiro, um capitão, personagem de Tadeu Melo.

Para a falta que faz uma faixa diária de séries policiais na TV paga. O Universal tinha “Law & order: SVU” de segunda a sexta, no fim do dia durante anos. Não tem mais. O AXN apresentava “Criminal minds” direitinho, com legendas. Em vez disso, está exibindo “CSI Miami” dublado sem opção de legendas. Uma pena mesmo. Assim perdem o público fiel.

programa no GNT e não descarta fazer outro “Medida”: Me perguntam quando será o próximo e dão sugestões de nomes. Vamos ver. Eu queria mesmo era fazer algo que mudasse a vida de um grupo grande de pessoas. Enquanto não me expulsarem das salas de reuniões, vou insistir no projeto - brinca.

Bruxa? Em termos

Em outro vagão. Com o mesmo humor Conhecido por sua atuação como a Valéria em “Zorra total”, Rodrigo Sant’anna vai fazer teatro com Moacyr Goes (com ele na foto). A parceria será na comédia “Lotação esgotada”. A peça de Becky Mode já foi montada na Broadway.

Aos que convidam, Cleo Pires diz nãoCleo Pires, que arrasou como ritmista da bateria da Grande Rio este ano, avisou que não pretende repetir a dose no próximo carnaval. Ela já avisou às escolas que a sondaram para desfilar que só pensa em sossego. Não quer passar nem perto da Sapucaí.

No ar em “Amor à vida”, Elizabeth Savala vem sendo reconhecida pelo público infantil nas ruas por causa da bruxa Morgana, do “Sítio do Picapau Amarelo”. É que o Gloob e a TV Cultura estão reprisando o programa.

Hit mexicano O SBT, que consegue uma audiência estável com suas tardes de novelas mexicanas, lança amanhã aquela que foi campeã de audiência nos Estados Unidos. “Por ela sou Eva”, um dramalhão “daqueles”, levou a Televisa às alturas.


revista da

natalia.castro@oglobo.com.br

S

ophia Abrahão sempre foi uma menina que sonhou “muito alto”. Nascida em São Paulo, e com uma carreira de modelo anterior à de atriz, que começou aos 13 anos, ela não esconde suas ambições: Eu nunca tive sonhos pequenos, nunca, nunca. Mas não cheguei nem a um terço do que quero - avisa ela. Aos 22 anos, Sophia se diz realizada com o que conquistou até aqui. Idolatrada pelo público juvenil graças à participação em “Rebelde”, da Record, ela investe pesado na carreira musical e acaba de lançar o segundo single, “Flores”. Também é dona de um blog de moda e de uma marca de roupas com o próprio nome. Viu sua vida despertar ainda mais interesse após anunciar o namoro com o cantor Fiuk. Sim, ela ainda está no elenco do longa “Confissões de adolescente”, e faz sua estreia no horário nobre da Globo como a Natasha, de “Amor à vida”. E Sophia tem uma teoria sobre a boa fase da carreira: Acho que as coisas vão melhorando a cada ano, sabe? Até a maturidade com que você leva tudo. Talvez se tudo isso tivesse acontecendo comigo há quatro anos, eu não saberia lidar. Então acho que vem tudo no momento certo e tomara que essa seja uma trajetória de ascendência, né? A independência financeira é uma meta já realizada. Mas, como ela disse, ainda há muito mais para conquistar. Como trabalhar em Hollywood, por exemplo. De preferência ao lado de Carey Mullingan, uma de suas atrizes preferidas no momento. Sophia também quer se tornar estrela pop, por que não? Hoje cantando para adolescentes na faixa dos 10 aos 15 anos, ela espera que seus fãs cresçam ao som de suas músicas. - Quero vê-los evoluindo musicalmente comigo. E quero maturidade para compor para eles, quando tiverem 30. Cantar é algo que quero para sempre. Por enquanto, Sophia não precisa se preocupar com os “tirus” (nome dado aos seus admiradores): mais de 790 mil deles acom-

3

FOTOS DE ANA BRANCO

« PERFIL » NATALIA CASTRO

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Grandes expectativas No ar em ‘Amor à vida’, a atriz Sophia Abrahão fala do que aprendeu com a exposição do namoro com Fiuk e da carreira musical panham sua página no Facebook. No Instagram, tem 557 mil seguidores, e no Twitter, eles ultrapassam um milhão. A popularidade nas redes sociais rendeu à artista o curioso troféu de “Melhor Tuiteira”, na cerimônia do “Meus Prêmios Nick”, do canal Nickelodeon. - Se eu tenho uma certeza na vida, é a de que meus fãs me entendem. Pelo tom que escrevo, eles sabem se estou triste, feliz, ou animada. Tem fim de semana que esqueço o celular, não posto nada, aí eles me cobram. Eu digo: ‘É isso aí, gente, tô vivendo e tá tudo bem. Eles sabem que preciso do meu tempo - afirma, contando que os fãs sabem até mais de sua vida pessoal do que ela gostaria. Tamanha exposição também traz responsabilidade, conclui Sophia. Afinal, ela tem plena noção de que os adolescentes para os quais fala precisam de referência. Para não desapontar quem se inspira no seu estilo de vestir, a atriz procura postar sempre looks modernosos em seu blog. Mas, mesmo se assumindo vaidosa, conta que, às vezes, vai de pijama à padaria ou ao banco. - O maior barato disso é que não minto. Não vivo uma vida à parte e eles sabem que não interpreto um personagem. A gente vai amadurecendo, mas nunca dei trabalho. E eu sou assim mesmo, não tenho esse lado louco - garante. Louca, ela só ficou quando viu o término de seu namoro com Fiuk, em setembro, ocupar as manchetes de sites e revistas de fofoca. Embora não se arrependa de ter postado fotos e mais fotos revelando a sintonia romântica dos dois - eles até fizeram um corte de

Acho que as coisas vão melhorando a cada ano, sabe? talvez, se tudo isso tivesse acontecendo comigo há quatro anos, eu não saberia lidar. tudo vem no momento certo”

RUIVA. Aos 22 anos, a atriz, que começou em “Malhação”, estreia no horário nobre da Globo

cabelo semelhante - Sophia explica que ficou magoada com a proporção que o relacionamento ganhou na mídia. - Não me arrependo de ter exposto, porque faria de novo. Mas pelo que fizeram em cima do que eu fiz, do que falaram em cima do que eu falei. É muita mentira, é muita sujeira. Sou uma menina de 22 anos, estou namorando, feliz, e por que não posso postar como todo mundo faz? E se um dia o namoro acaba, tenho que pagar por ter postado fotos dizendo que gostava da pessoa? Atualmente evitando falar sobre uma possível - e notici- ada - volta com o cantor, Sophia reitera que, se tiver vontade, vai, sim, voltar a falar sobre a relação. Só vai deixar de ser “boba”, como ela classifica. - Não sou de ficar embarreirando. Sempre lia as pessoas dizendo que não falavam da vida pessoal, e achava isso o cúmulo do absurdo. Pensava: ‘Nunca vou fazer isso’. Mas fui obrigada. Foi essa mentira que me desestimulou a não querer comentar. Dei uma acordada, sabe? Passei a selecionar melhor as pessoas para quem conto minhas coisas. Descobri que nem todo mundo é amigo.


4

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

revista da

« NOVELA »

ARTE DE IGOR MACHADO SOBRE FOTO DE CAMILLA MAIA

Mudança de fase Com quase 30 anos de carreira, Victor Hugo faz o que considera o seu melhor papel: o vilão de ‘Pecado mortal’

RECORD/MUNIR CHATAC

ISABELLE LINDOTE isabelle.lindote@oglobo.com.br

A

fala mansa e pausada de Victor Hugo em nada lembra a agitação do seu personagem Picasso, o detetive corrupto e sedutor da novela “Pecado mortal”, da Record. Aos 36 anos, formado em Filosofia, com a segunda pós-graduação em andamento, o ator vive seu momento mais estável na TV. Apesar de sempre ter atuado em outras frentes, como o teatro e a sua produtora, Victor passou um longo período sem um personagem de destaque no vídeo, o que garante não ter mexido com seu ego. - O mais importante para mim é o trabalho artístico, não a fama. Sempre pensei dessa forma. Tive uma doença chamada Legg-Calvé-Perthes que limitou meus movimentos até os onze anos. Eu não podia correr, tive que fazer uma cirurgia para não ficar com uma perna maior que a outra. Minha vida era cercada de cuidados, com muitas horas em casa brincando sozinho, lendo ou estudando. Essa experiência, junto com minha base familiar, me deixou com os pés no chão. Para interpretar Picasso, Victor mergulhou em um trabalho de caracterização. Além de aulas de

tiro e de artes marciais, ele mudou a rotina de exercícios físicos e a alimentação para ganhar massa muscular: o resultado é visto nas muitas cenas do ator sem camisa, uma marca dos folhetins do autor Carlos Lombardi. Mas para Victor, a exposição do corpo não é a principal característica do delegado. A maior violência está no sorriso. Ele não mede esforços para conseguir o que quer e exige de mim uma entrega total. Com Picasso não tem meio-termo, é tudo ou nada. Já na carreira do ator, as oportunidades foram aparecendo aos poucos. Apesar do problema de saúde, que o fez ficar um ano engessado da cintura para baixo, Victor decidiu seguir a carreira artística. E teve certeza de ter feito a escolha certa ao se matricular em um curso de teatro com o ator Roberto Bomtempo. Ele estreou na TV com a série “Na Rede de Intrigas”, em 1989, na extinta Rede Manchete.- Alguém me falou sobre a emissora e resolvi ir até lá, sozinho, sem conhecer nada. Não tinha marcado horário e só entrei pela garagem, escondido atrás de um carro. Um diretor acabou me recebendo e me deixou fazer um teste. Costumo dizer que meu padrinho é meu empenho - brinca. Foi depois de participar da novela “Ana Raio e Zé Trovão”

Descamisado. Victor Hugo em cena como o sedutor Picasso, de “Pecado Mortal”

DIVULGAÇÃO

(1990) que Victor foi chamado para participar de “Perigosas Peruas” (1992), seu primeiro trabalho na Globo. Na época, os convites na TV passaram a vir mais por conta do sucesso que ele fazia na peça “Capitães da areia”, adaptada da obra homônima de Jorge Amado. O espetáculo rendeu ainda a ele o prêmio Coca-Cola na categoria de melhor ator revelação aos 15 anos. Na peça, Victor interpretava um menino aleijado chamado Sem-Pernas. - Foi muito intenso vivenciar as emoções de um personagem que era o que eu poderia ter sido, um menino coxo, manco. Depois me reencontrei com essa temática na série “Rei Davi”, no ano passado, quando interpretei o Mefibosete, um deficiente físico que não podia andar. Não acredito em coincidências.

Autoconhecimento

Palco. O ator aos 15 anos na peça “Capitães de areia”, que lhe rendeu prêmio de ator revelação

Apesar do sucesso, que o levou ainda ao elenco da minisérie “Sex appeal” (1993), junto com uma leva de novos rostos como a sua então namorada, Carolina Dieckmann, além de Camila Pitanga, Luana Piovani e Danielle Winits, todas em início de carreira -, Victor nunca chegou a ter um contrato fixo com a Globo. Ele era chamado para trabalhos por obra até assinar com

a Record, em 2008. - Hoje tenho um contrato longo, até 2017, mas nada veio de mão beijada. Cheguei a fazer “Vidas opostas”, em 2006, na Record, mas voltei a atuar na Globo (em “O Profeta”, seu último trabalho no canal) antes de interpretar o Marreta, de “Chamas da Vida”. Depois de emendar as produções bíblicas “A História de Esther” (2010), “Rei Davi” e “José do Egito” (2013), Victor volta às novelas para encarar o que considera seu papel mais complexo. - Nunca trabalhei com esse volume de texto para decorar e gravar. É cansativo, mas ao mesmo tempo gratificante. Isso é resultado de anos de preparação e de muito trabalho na lavoura artística, regado por muito suor do meu rosto. Pai de Sofia, de 9 anos, e de Nicolau, 6, frutos do casamento de 10 anos com a professora de literatura Renata Boiteux, Victor parece mesmo ser o oposto do garanhão mau-caráter de “Pecado mortal”. Morador do Recreio dos Bandeirantes, no Rio, o ator dedica o tempo livre à família e ao sítio que tem em Petrópolis. E avisa: Não deixarei morrer a minha vontade de me descobrir. É o que me estimula a seguir sempre em frente. Quero poder continuar me desafiando.


revista da

«MALHAÇÃO» Globo 17:30

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

5

« NOVELAS »

«JOIA RARA»

«ALÉM DO HORIZONTE»

Mundo expulsa Ernest do cortiço. Silveira diz a Iolanda que ela não pode ser vista com Mundo. Franz é convocado como testemunha de acusação no processo contra Ernest. Mundo desconfia quando Iolanda conta que Venceslau alugou um apartamento. Franz depõe contra Ernest.

Matias resgata Celina. Tereza se desculpa com LC por não ter falado sobre Lili. Heloísa pede que Thomaz esqueça o que houve entre eles. Zélia não deixa Paulinha ir atrás de Marlon, que conhece Angelique. Líder Jorge anuncia o nome dos escolhidos para iniciarem o treinamento.

Félix se recusa a trabalhar com Márcia. Aline combina de se encontrar com Ninho. Maciel pede para Pilar tomar cuidado com Jacques. Márcia convence Félix que aceita vender cachorro-quente com ela. César sente-se mal e cai dentro de casa.

José Ricardo dá ao filho um papel com o nome e endereço da mulher a quem entregou o filho de Gabi. No local, Antônia diz que o bebê morreu e foi cremado. Em conversa com Cícero, Tati conta que mora com Vivi no orfanato. Maria Cecília diz a Tobias que desde que eles começaram a namorar, sua vida mudou.

Donana força Stella a escrever bilhete para Carlão. Laura recusa programa e pede dinheiro emprestado para Betty. Carlão recebe bilhete de Stella dizendo que não vai encontrar mais ele e Otávio. Patrícia descobre que Carlão lembrou dela. Eles selam as pazes com um beijo.

Ernest nega as acusações de Franz, mas confessa a Moacir que não é réu primário. Dália procura Ernest e se oferece para armar um flagrante de Iolanda e Mundo, para que ela seja presa por adultério. Valter declara que contratou Rosa para difamar Mundo e pede desculpas.

Lili, Rafa, William e mais três membros são escolhidos para o treinamento. Kléber pede para Edu conseguir um novo carregamento. Rita diz a Fátima que Selma roubou o seu dinheiro. Os eleitos são levados ao campo de treino e recepcionados por Assis.

Aline finge se preocupar com César. Valdirene se encontra com Carlito perto do prédio de Ignácio. Thales beija Natasha. Niko exige que Amarilys e Eron saiam de seu apartamento. César fala para Aline que vai ao hospital para descobrir seu problema nos olhos.

Junior diz ao pai que não irá lhe perdoar por tudo o que fez. Binho avisa Cris e Bia que Brigadeirão e a Eterna Apaixonada querem trocar fotos. Carol vai à sala de José Ricardo e pede desculpas ao pai de Junior. Armando vai à mesa de Carol e mexe em seu computador.

Dorotéia descobre que o carro de Omar capotou. Donana manda Stella enganar Otávio e Carlão. Anjo insiste em pagar o aluguel de Laura. Ela não usa o dinheiro e vai fazer programa para a mãe, Betty. Donana e Mineral atiram Stella de uma ribanceira.

Dália manda bilhetes para Iolanda e Mundo marcando um encontro. Laura indaga Valter sobre a verdadeira história de Tavinho. Iolanda e Mundo são presos por adultério. Fabrício descobre que Dália e Ernest armaram o flagrante de adultério. Matilde se declara a Sonan.

Líder Jorge conversa com os eleitos e Assis acha graça do medo de Lili. Marcelo aconselha Inês a ser igual a Heloísa para conquistar Thomaz. Kléber pensa em Celina e não consegue ficar com Keila. Rafa chega atrasado para a saída da van, e Lili o repreende. Lili desiste do treinamento.

Ninho aparece de surpresa na casa de Aline. Amarilys afirma que vai se vingar de Niko. Maciel devolve o dinheiro para Márcia. César faz vários exames. Edith leva investigadores para falarem com Félix. César acorda sem enxergar e Aline comemora.

Leticia conta à Carol que está com câncer em estágio avançado. Eduarda resolve vender suas melhores bolsas com Shirley pelo bairro. Ernestina é surpreendida pela dupla do “Esquadrão da moda”. Após ver suas roupas no lixo, a zeladora sai para fazer compras no shopping.

Getúlio testemunha drama de Stella. Laura discute com Betty. Picasso pede a Michele para dormir na casa dos Vêneto. Carlão encontra Picasso dormindo em seu quarto. Carlão acorda Picasso, que atira em sua direção, mas percebe estar sem munição.

Manfred fica arrasado com o desprezo de Amélia e Gertrude o consola. Dália diz a Lola que não se arrepende de ter armado o flagrante. Fabrício avisa Mundo que conseguiu o dinheiro para pagar a fiança de Iolanda. Manfred propõe a Décio que eles assaltem a joalheria Hauser.

Celina fica pensativa quando Fátima a compara ao povo da cidade. LC se impressiona com os comentários de Paulinha numa palestra. Lili pede para encontrar com André. Nilson e Fátima se assustam ao ver uma embarcação seguir para os limites da floresta.

César se desespera com a cegueira. Carlito grava um CD e avisa a Valdirene. Aline diz a Mariah que está apaixonada por Ninho. Mariah decide gravar um depoimento para Paloma para contar parte do plano de Aline. Paloma convida César para morar com ela.

Armando volta à sua sala e acusa Carol de ter roubado o Café. No restaurante, Ernestina e Chico percebem que estão no mesmo encontro. Mili e Duda chegam à mansão. José Ricardo diz a Carol que foi confirmado que a transferência foi feita no seu computador e a demite.

Carlão briga com Picasso por fotos provocativas de Patrícia. Danilo e Picasso recebem boliviano na casa dos Ashcar. Patricia teme que Carlão tome o lugar de Michele nos negócios. Carlão acha papéis da contabilidade do pai que foram roubados por Patrícia.

Iolanda sai da cadeia. Benito e seus capangas invadem a joalheria, enquanto Décio espera no carro. Sonan, Tenpa e Jampa testemunham o roubo e, na fuga, Décio atropela Tenpa acidentalmente. Décio foge de casa com as joias roubadas. Manfred encontra Décio.

André comenta com Olívia que Lili marcou um encontro. Matias tenta convencer Celina a desistir de procurar pistas na floresta. Rafa, Lili e William dão continuidade ao treinamento. LC pergunta para Líder Jorge sobre o desempenho de Lili. William segue Lili e não permite que ela fale com André.

Aline convence César a ficar com ela. Paloma conta para Félix que César está cego. Paloma não perdoa Félix e ele decide não entregar o vídeo de Mariah. Silvia descobre a traição de Michel. Jonathan procura Félix. Aline tenta convencer César a revelar suas senhas.

Cintia comunica os órfãos que um casal interessado em adotação irá visitá-los. Chico e Ernestina não conversam um com o outro. No jardim, Tati brinca com Pipoca e Marta mostra interesse em adotá-la. Junior diz a Carol que desconfia de Armando e ela pede para que se esqueçam do assunto.

Manfred ameaça Décio. Pérola visita Tenpa no hospital e, diante dela, ele acorda. Manfred entrega Décio a Benito. Décio conta para Valter que Manfred planejou o roubo. Viktor vê Manfred dar dinheiro a Silvia e os acusa pelo assalto à joalheria.

William mostra para Lili que ela foi seguida e a beija para disfarçar. Osvaldo se desespera ao ver que Sandra customizou a camisa que ele deu de presente. Keila diz a Celina que foi atacada na noite do blecaute.

Paloma conta para Pilar que César está cego. Ignácio flagra Valdirene e Carlito. Gigi consola Ignácio. Valdirene volta para a casa de Márcia. Félix vai visitar César. Pilar chega à casa do exmarido bem na hora em que ele e Félix estão se enfrentando.

Globo 18:00

Globo 20:00

«AMOR À VIDA» Globo 21:00

«CHIQUITITAS» SBT 20:30

«PECADO MORTAL» RECORD 22:10

SEGUNGA-FEIRA Ben e Meg selam sua amizade. Sidney e Anita trocam ideias para o roteiro do musical. Ele percebe a harmonia entre Ben e Anita. Com ciúmes, Flaviana proíbe que Meg se aproxime de Serguei. Em uma crise de ciúmes, Flaviana proíbe que Meg se aproxime de Serguei. TERÇA-FEIRA Maura e Hernandez ficam mais próximos. Meg pergunta se Flaviana é namorada de Serguei, e o rapaz nega. Martin confronta Micaela sobre os sentimentos dela por ele. Ben e Anita namoram escondidos e se desesperam ao ouvir batidas à porta do banheiro. QUARTA-FEIRA Anita e Ben tentam disfarçar para Pedro o motivo de estarem juntos. Micaela e Martin se beijam. Flaviana treina as meninas do MICA para a gincana de jogos de guerra. A turma do musical prepara o casarão para o ensaio. Amanda, Bruna e Drica se desentendem durante a gincana. QUINTA-FEIRA Drica vence a gincana, mas Antônio ignora e convida Bruna para sair. Antônio diz a Bruna que eles estão namorando. O pai de Júlia morre, e os amigos a consolam. Antônio é rude com Bruna, que obedece ao rapaz. Júlia questiona a mãe sobre a forma com que sua avó materna trata seu pai. SEXTA-FEIRA Rita diz que Elvira era contra seu casamento e sugere que Júlia converse com a avó em outro momento. Serguei inventa que está namorando Flaviana. Anita e Ben decidem contar sobre o namoro para a família, e Antônio ouve os dois.

A emissora não enviou o capítulo.

SÁBADO Não há exibição.

Não há exibição.

Não há exibição.


6

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Saco de risadas

revista da

TV GLOBO/ALINE MASSUCA

1

2. Releitura. Record exibe “Nova Família Trapo” hoje

Os domingos da televisão apostam no humor com as estreias de ‘Divertics’ e ‘Junto & misturado’, na Globo, e dos especiais de fim de ano produzidos pela Record THAÍS BRITTO thais.britto@oglobo.com.br

O

domingo volta a ser um dia para gargalhar diante da televisão. Comandado pelo diretor Jorge Fernando, o anárquico “Divertics” assume o horário do “Esquenta!” a partir da semana que vem. E hoje, os espectadores da Globo verão o retorno do “Junto & misturado”, atração liderada por Bruno Mazzeo que, após sair da grade em 2010, ganha uma segunda temporada, no ar depois do “Fantástico”. As estreias chegam num momento favorável ao gênero. O humorístico “Vai que cola”, do Multishow, foi o programa mais assistido da TV fechada neste ano. No mês passado, os quatro episódios inéditos do “Sai de baixo”, produzidos pelo Viva, elevaram os índices das noites de domingo da Globo: com média de 14 pontos no Ibope, a trupe do Largo do Arouche aumentou em 52% a audiência da emissora no horário, em comparação às quatro semanas anteriores. Dia da semana que já eternizou programas como “Balança mas não cai”, “Os trapalhões” e o próprio “Sai de baixo”, o domingo da Globo estava sem uma atração de humor desde fevereiro deste ano, depois que “Os caras de pau” deixou a grade. - Domingo é aquele dia que tem a ameaça da segunda-feira, sempre dizendo: ‘Olha, vou te estragar!’. Acho que a comédia ajuda na tentativa de prolongá-lo brinca Claudio Torres Gonzaga, redator geral do “Divertics”. Num cenário ocupado por

contêineres coloridos, Jorge Fernando dirige um elenco encabeçado por Luiz Fernando Guimarães e Leandro Hassum em uma série de esquetes entremeados por vários tipos de interferência como números musicais e até apresentações de Le Parkour. Com um detalhe: a mesa do diretor está dentro do plano e Jorge Fernando aparece em cena. Ele interage com a plateia que está ali, ao vivo, assistindo à gravação. Pode parecer um pouco difícil de entender a princípio, mas o formato um tanto caótico é mesmo a cara do “Divertics”. O elenco traz ainda nomes como Maria Clara Gueiros, David Lucas, Nando Cunha e Rafael Infante. - Nos últimos 10 anos, todo o investimento de humor foi feito em seriado, em dramaturgia. O que gosto no “Divertics” é que é um programa de humor, onde dá para homenagear desde a “Sexta super” até o “TV Pirata” passando por tudo que tem no meio. E acho que ter o público ao vivo é cada vez mais importante, porque até no teatro já acabou essa coisa da quarta parede, a plateia passiva - conta o diretor de núcleo Jorge Fernando, que promete brincar com os mais diversos formatos na atração. A plateia também será parte importante do “Nova Família Trapo”, que a Record exibe hoje, às 23h15. A emissora resolveu unir comédia e domingo neste mês de dezembro: seus cinco especiais de fim de ano são de humor, e quatro deles vão ao ar nos domingos de dezembro. Hoje, vai ao ar a versão moderna do programa da década de 1960, com texto de Letícia Dornelles e Bos-

1. segundo ano. Mistura de esquete e dramaturgia é marca do “Junto e misturado”

3. Elvis. Bruno Mazzeo é autor e ator da atração que estreia hoje 4. Divertics. David Lucas, Luiz Fernando Guimarães e Rafael Infante em cena 5. Divertido. Marcus Majella vai volta como o zelador Ferdinando na segunda temporada de “Vai que cola” 6. Estreia. Rafael Infante está no elenco de “Divertics”, novo humorístico da Globo 7. Em campo. João Vicente de Castro é o zagueiro Liosvaldo no seriado “A mulher do prefeito” RECORD/MICHEL ÂNGELO

2

8. Casal. Marcos Veras está em “Zorra total” e “Encontro com Fátima Bernardes”, sua mulher, Júlia Rabello, terá seriado no GNT 9. Dupla. Fábio Porchat estrela ao lado de Miá Mello o filme e a série “Meu passado me condena”, do Multishow


revista da

segundo ano. istura de squete e ramaturgia é arca do “Junto misturado” Releitura. ecord exibe Nova Família apo” hoje Elvis. runo Mazzeo autor e ator a atração que streia hoje . Divertics. avid Lucas, uiz Fernando uimarães e afael Infante m cena . Divertido. arcus Majella ai volta como zelador erdinando a segunda emporada de Vai que cola” . Estreia. afael Infante stá no elenco e “Divertics”, ovo humorístico a Globo Em campo. oão Vicente e Castro é zagueiro osvaldo o seriado A mulher o prefeito” . Casal. arcos Veras stá em “Zorra otal” e “Encontro om Fátima ernardes”, ua mulher, úlia Rabello, erá seriado o GNT . Dupla. ábio Porchat strela ao lado e Miá Mello o me e a série Meu passado e condena”, o Multishow

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

7

DIVULGAÇÃO/JULIANA COUTINHO

co Brasil, e direção geral de Ignácio Coqueiro; na semana que vem, é a vez de “Tá tudo em casa”, uma comédia sobre um casal em que o marido fica em casa e a mulher trabalha fora. A programação tem espaço até para uma comédia de terror, o “Noite de arrepiar”. A experimentação tem razão de ser: um dos programas pode passar a ser fixo na grade, de acordo com a emissora. É também dentro das muitas possibilidades do humor que o “Junto & misturado” chega à segunda temporada prometendo “uma evolução, um aperfeiçoamento da primeira”, nas palavras do diretor de núcleo Maurício Farias. Ele vê na atração um frescor dentro dos formatos já existentes. - Acho que como categoria, o “Junto e misturado” pertence aos humorísticos tradicionais e não aos seriados. Mas justamente o que ele traz de novo para este tipo de programa é a junção de dramaturgia com esquetes de humor. Nesta segunda temporada trabalhamos mais nisso, tentando fazer com que essa medida fosse ainda mais divertida, mais atraente para o espectador. Bruno Mazzeo, autor e ator da atração, conta que temas do co-

3

tidiano continuarão sendo alvo das piadas. São muitos os que entram no liquidificador da atração: hipocondria, religião, namoro, velhice, viagem e consumo. - Existem mudanças que a gente já queria fazer, como alternar esquetes maiores com os mais curtos, para não ficar tudo tão rápido. O que não significa que o programa não terá a velocidade, que é uma das suas características - explica Mazzeo. Humor, esquetes, cotidiano, velocidade... É difícil não lembrar do coletivo Porta dos Fundos quando se fala de “Junto & misturado”, até porque nos embriões dos dois projetos estão nomes compartilhados. Parte hoje do grupo que produz vídeos para a web, Ian SBF, Fábio Porchat e Gregório Duvivier participaram da primeira temporada do “Junto”. O próprio Mazzeo já disse que o sucesso da Porta pode ter impulsionado a volta da atração à TV. Para Maurício Farias, a tão comentada influência que o humor produzido na internet parece exercer na televisão não deve ser encarada como uma via de mão única. - Mudança de linguagem vem em função da criação, e isso eu identifico na internet e na TV. As

pessoas que estão lá também fazem televisão. Hoje em dia, como o audiovisual está virando multiplataforma, isso se mistura cada vez mais. As linguagens estão todas conversando entre si - opina Farias: - Existe sim é uma nova geração de humoristas, autores, criadores, e eles têm atuado em todas essas áreas. A gente percebe diferenças no humor do “Junto & misturado” e da Porta dos Fundos em relação ao “Zorra total”, por exemplo. Todos são bons à sua maneira, mas é outra escola. É uma coisa de geração mesmo. Cláudio vai além e diz que, apesar da liberdade e das barreiras que o humor consegue quebrar no território livre da internet, ainda há muito caminho a ser percorrido pelas produções feitas para as telinhas de computadores, tablets e celulares. - Na verdade, a internet ainda mimetiza a televisão. É claro que lá se pode abordar temas que a TV aberta não pode, mas não acho que a internet tenha uma linguagem que seja exclusiva só dela. Não vejo a internet na frente e a TV correndo atrás. Se você olhar para o Monty Python, por exemplo, é algo da TV dos anos 1960 e 1970 que até hoje influencia todo mundo.

TV GLOBO/ RENATO ROCHA MIRANDA

GUITO MORETO

4

5 A porta na tv Fábio Porchat Fez a primeira temporada de “Junto & misturado” e teve um personagem fixo em “A grande família” (na Globo). Está na série “Meu passado me condena” (Multishow) e participa do “Medida certa”, do “Fantástico”.

Gregório Duvivier

TV GLOBO/ESTEVAM AVELLAR

6

Participou das séries “Mandrake” (HBO), “Cilada” (Multishow), “A grande família” e “Louco por elas” (Globo). Também fez parte da equipe de roteiristas deste último seriado e esteve na primeira temporada de “Junto & misturado”. Protagonizou “O fantástico mundo de Gregório” (Multishow).

João Vicente de Castro Participou de “O fantástico mundo de Gregório” (Multishow) e interpreta Liosvaldo no seriado “A mulher do prefeito” (Globo).

TV GLOBO/ZÉ PAULO CARDEAL

7

Júlia Rabello Fez participações em séries do Multishow, como “Adorável psicose” e “O fantástico mundo de Gregório”. Será a protagonista de “Ponto final”, prevista para o ano que vem, no GNT.

Luís Lobianco Participou de séries do Multishow, como “Adorável Psicose”. Na Globo, fez “O dentista mascarado” e “Os caras de pau”. Foi o delegado Gomes em “Copa hotel” (GNT).

DIVULGAÇÃO/PÉRCIO CAMPOS

8

Marcos Vera

Uma vitrine virtual O sucesso da Porta dos Fundos na internet reverberou em outras mídias. Formadopor um elencoque mescla atores já experientes no vídeo com outros menos conhecidos, o time de humoristas do coletivo ganhou tanta visibilidade por meio da web que chamou a atenção dos produtores de TV. Os casos mais recentes são os de Rafael Infante, que está em “Divertics”, a nova aposta de humor dos domingos da Globo, de

João Vicente de Castro, atualmente em “A mulher do prefeito”, e de Júlia Rabello, que, depois de pequenas participações em seriados, protagonista de “Ponto final”, no GNT. Estrela de um dos vídeos de maior repercussão do grupo, “Sobre a mesa”, que tem mais de 11 milhões de visualizações, Júlia Rabello estreou no teatro em 1999. Mas nunca havia experimentado o reconhecimento de seu

trabalho como agora. - No You Tube, é só um espectador vendo um vídeo de poucos minutos, concentrado. É uma relação mais íntima, as pessoas te abordam nas ruas como se fizessem parte do grupo. A Porta dos Fundos me trouxe essa amplitude de plateia. A partir daí vieram vários convites legais para cinema e TV - conta a atriz.

+

PÁGINA 8

Porta dos Fundos, canal no You Tube tem mais de 7 milhões de assinante

Integra o elenco do “Zorra total” e é repórter do “Encontro com Fátima Bernardes”, na Globo.

Marcus Majella Participou de “Barata flamejante” e de “220 volts” e é o zelador Ferdinando de “Vai que cola”, do Multishow.

Rafael Infante Participou de “Barata flamejante” e “Adorável psicose”, no Multishow. Fez “Louco por elas” e está no elenco de “Divertics”, da Globo.

DIVULGAÇÃO/JULIANA COUTINHO

9


8

revista da

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Publicitário por formação e ator por acaso, João Vicente é um dos sócios da Porta dos Fundos, cujo canal no You Tube tem mais de 7 milhões de assinantes. Ele se deparou com a oportunidade de uma nova carreira quando começou a atuar nos vídeos do grupo. Hoje, tem crachá da Globo: é o zagueiro Liosvaldo na série estrelada por Denise Fraga e Tony Ramos. O convite, conta, veio através do diretor-geral do seriado, Luiz Villaça. - Fiquei honrado por ele ter gostado do meu trabalho e ter me chamado para integrar o time dele. Sou muito inexperiente, não tinha feito nada em TV como ator, mas gostei muito. É diferente, né? Na internet, a gente gra-

va muitas vezes com uma equipe total de seis, sete pessoas. Esse é só o número dos diretores do seriado, que tem 13 episódios, não três minutos - compara João. Após experiências discretas no cinema e na TV, Rafel Infante também viu o sucesso da web se transformar em novas frentes de trabalho. A partir do dia 8, ele estará ao lado de nomes como Luiz Fernando Guimarães e Leandro Hassum no novo humorístico da Globo. - São dois veículos diferentes. Eu quis entender e experimentar essa diferença. Mas humor é humor, independentemente da plataforma. O legal agora é a chance de alcançar outro público - diz. Marcus Majella é outro que ex-

perimentou a diferença entre as mídias. Ele interpreta o zelador Ferdinando no “Vai que cola”, que estreou em julho deste ano e tem segunda temporada já confirmada para 2014, no Multishow. - Recebi o convite do canal quando a Porta já estava bombando. A repercussão dos nossos vídeos é igual a de novela das 21h e, sem dúvida, deu uma alavancada nas nossas carreiras - acredita Majella, cujo maior destaque até então era a participação no “220 Volts”, também do Multishow. Nem todos os integrantes do coletivo são inexperientes na TV. Marido de Júlia, Marcos Veras faz graça no “Zorra total” desde 2009 e estreou como repórter do “En-

contro com Fátima Bernardes” em junho de 2012. Para ele, o tipo de humor que faz na web ganhou mais espaço na TV agora. Um bom exemplo é “Junto & misturado”. O programa, que volta hoje ao ar, teve uma primeira temporada exibida em 2010 e trazia entre seus roteiristas Ian SBF, diretor da Porta, e Fábio Porchat. Este último também atuava na atração ao lado de Gregório Duvivier, outro sócio do coletivo. - A primeira temporada do “Junto” lembra muito o que a “Porta” é hoje, mas o grupo se transformou em algo a mais, porque a internet dá uma liberdade maior. Por enquanto, os dois veículos só paqueram. A Porta dos Fundos le-

1

NATÁLIA BOERE

FOTOS DE DIVULGAÇÃO

vou qualidade de imagem e profissionalizou a internet. O contrário ainda não acontece de fato. A TV precisa beber um pouco mais da permissividade da web, está um pouco estacionada - opina Veras. A pergunta que não cala é: já existe espaço para a Porta dos Fundos na televisão? - A TV tem responsabilidades muito grandes, fica ligada numa sala diante de crianças. É preciso entender o tamanho dela pondera João Vicente. Para ele, a irreverência de boa parte dos esquetes da web não cabem na TV. Mas a parceria pode acontecer. - Só não fizemos ainda porque não achamos um projeto legal. Mas, quandotivermos, faremos.

2

natalia.boere@oglobo.com.br

O

cantor e compositor inglês Ritchie morou um ano em São Paulo assim que veio para o Brasil, em 1972. Sem perspectiva de novos trabalhos durante o período em que viveu na capital paulista, ele aceitou a sugestão da mulher, a arquiteta carioca Leda Zuccarelli: mudou-se de mala e cuia para o Rio, onde vive há 39 anos. - Tenho um carinho grande pelo Rio, que é uma cidade linda. As pessoas são calorosas, hospitaleiras. Bem diferentes dos ingleses, que se levam muito a sério - compara o músico. A história de Ritchie se assemelha a de muitos estrangeiros que adotaram a capital carioca como casa. E foi justamente essa relação dos forasteiros com a cidade o que inspirou o diretor Fábio Mendonça, da O2 Filmes, a criar, com Teodoro Poppovic, os seis episódios de “Destino: Rio de Janeiro”, série de ficção que estreia hoje, às 21h15, na HBO. A produção é uma espécie de desdobramento de “Destino: São Paulo”, que foi ao ar no ano passado e retratou a trajetória de pessoas de diversas nacionalidades que elegeram a capital paulista como lar. - Em São Paulo, há bairros inteiros de imigrantes. No Rio,

De braços abertos Série de ficção inspirada nos imigrantes que elegem como lar a capital carioca, ‘Destino: Rio de Janeiro’ estreia hoje na HBO

eles estão mais misturados aos cidadãos locais, o que me deu mais recursos: vi que qualquer história que eu criasse pareceria verídica - observa Fábio. E Ritchie tem tudo a ver com isso: o músico atua no episódio dedicado aos personagens ingleses. A performance arrancou elogios do diretor. -Ele não era ator e se saiu muito bem, é estudioso. E está com 61 anos, dá para acreditar? - conta Fábio. Assim como na versão pau-

lista, boa parte do restante do elenco de “Destino: Rio de Janeiro”, que ainda traz episódios com personagens japoneses, romenos, italianos, gregos e americanos, é formada por não-atores. - Eu preferi apostar nas pessoas dos países de origem porque, além do idioma, vem muito da cultura. Os japoneses, por exemplo, falam uma coisa triste com um leve sorriso no rosto. Um ator brasileiro, mesmo descendente, não entraria com esse código - defende Fábio.

3

1. Japonês. Takashi (Tetsuya Hida) ancora seu veleiro na Marina da Glória em busca de um amor antigo 2. Grego. Nikos (Sotiris Karamesinis) é um marinheiro que aporta na cidade para acertar as contas com um grande amigo 3. Romena. Ileana (Diana Tyuleneva) treina uma equipe de fisiculturistas no Flamengo e sonha encontrar um namorado brasileiro 4. Ingleses. Martin (Ritchie) e Dana (Kim Fisher) chegam na cidade com a filha Alexa (Shelena Louise) e fazem amizade com um casal suspeito

4


revista da

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

9

Resumos Hora do troco

Zean Bravo revistadatv@oglobo.com.br

Filmes de hoje

FOTOS DE DIVULGAÇÃO

FIQUE DE OLHO O TNT estreia hoje “Velozes & furiosos 5: Operação Rio” (22h) e aproveita para fazer, antes, uma pequena maratona da franquia. Anote: tem “Velozes & furiosos” às 17h50 e “Velozes & furiosos: Desafio em Tóquio”, às 19h55.

O Hobbit: uma jornada inesperada. Martin Freeman interpreta o hobbit Bilbo Bolseiro, que parte numa aventura incentivado pelo mago Gandalf

O Hobbit: uma jornada inesperada Max, 10:00 (Eua, 2012) de Peter Jackson. Aventura O segundo longa desta segunda trilogia inspirada na obra de J.R.R. Tolkien, “O Hobbit: A

desolação de Smaug” chega aos cinemas brasileiros no próximo dia 13. Então, você, entusiasta das tramas ambientadas na TerraMédia (e nerd, pode confessar), pode aproveitar para recapitular a primeira parte da franquia hoje.

Na trama, Bilbo (Martin Freeman) é intimado por Gandalf (Ian McKellen) a ajudar uma trupe de anões a libertar o reino de Erebor do dragão Smaug. E no caminho ainda encontra o Um Anel. Aquele mesmo, o precioso.

Acostumado a esculhambar aqueles que considera inferiores, Félix vai ter que aprender a lidar com o povão nos próximos capítulos de “Amor à vida”. Na cena de amanhã, o vilão se vê no centro de São Paulo vendendo cachorro-quente com Márci. Sempre querendo tirar aquela vantagem, o rapaz começa a dever moedas de troco. O suficiente para levar um chega pra lá de um cliente mais exaltado.

Apoio O apoio dos amigos será fundamental para Julia na semana de “Malhação”. Ao ver seu pai hospitalizado após um problema de saúde, a garota conta com a companhia de Anit, que passa boa parte do tempo no hospital, e, principalmente de Frédéric, que não sai do seu lado de jeito nenhum. As cenas vão ao ar a partir da quinta-feira.

Despedida

O artista. Jean Dujardin e Bérénice Bejo: longa conquistou cinco Oscar

2001: Uma odisseia no espaço TCM, 13h00 (EUA, 1968) de stanley kubrick. Ficção científica. Se o leitor mora ou estará em São Paulo até janeiro, vale a pena ver a exposição “Stanley Kubrick”, em cartaz no MIS-SP. Este clássico de 1968 é um dos filmes retratados na mostra. Dividido em quatro atos, o longa fala de evolução, inteligência artificial e tecnologia, tudo embalado por uma trilha sonora inesquecível.

O artista Max, 20h15 (França, 2011) de Michel

seus dias de glória, mesmo que use artifícios um tanto inusitados.

Ao descobrir que foi roubada por Selma e Rita em “Além do horizonte”, Fátima toma uma decisão radical em cena da quartafeira: faz as malas e resolve sair de casa, alegando para Vó Tita que não aguenta mais viver com as duas. A despedida, no entanto, gera um certo frisson nas irmãs, que começam disputar o poder na casa.

O diabo veste Prada

Nova vida

FOX, 0h30 (EUA, 2006) de David Frankel. Comédia. Andy (Anne Hathaway) é uma jornalista recém-formada que vai parar numa revista de moda como assistente da editora Miranda Priestly (Meryl Streep), o carrasco em forma de gente. Enquanto o patinho feio vira fashionista, vemos que, por trás da fachada, Miranda também tem suas fraquezas.

A partir de amanhã, começa a saga de Cícero para reconquistar as filhas Tati e Vivi em “Chiquititas”. Depois de sair da prisão, o homem se aproxima de Tati sem revelar que é seu pai e diz se chamar Estevão. Na torcida está Cintia (Milena Ferrari), que está louca para se livrar dos órfãos para procurar o tesouro que está escondido no orfanato.

O diabo veste Prada. Meryl Streep e Anne Hathaway: chefe e pupila

Hazanavicius. Comédia. O longa narra a trajetória de um ator de filmes mudos em Hollywood quando o gênero entra em decadência e é substituído pelo cinema falado. Em época de alta tecnologia, o filme mudo arrebatou a indústria americana e levou cinco Oscar, entre eles filme, ator e diretor.

Hancock Globo, 0h50 (EUA, 2008) de peter berg. Comédia. Will Smith vive um super-herói que perdeu a popularidade e tenta recuperar


10

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

revista da

EM FOCO

COLUNA DO

TV GLOBO/ALEX CARVALHO

Clube do assinante Promoções e descontos renovados a cada domingo ALEXSANDRA BORGES

Promoções válidas de domingo (01/12/13) a sábado (07/12/13), limitadas às quantidades em estoque, somente para assinantes da TRIBUNA.

Fafá Nobre Studio Fafá Nobre realiza excelentes trabalhos com fotografia. São books gestante, infantil, 15 anos, casamento. Além de cobertura a aniversários, cerimônias, eventos. Tudo produzido com muito carinho e a qualidade que você procura!Esta semana, Fafá Nobre Studio oferecerá um desconto, exclusivo ao assinante da TN, no book infantil ( 20 fotos 20 x 30). Rua Inconfidentes, 4778, Pirangi, 2ª etapa, Neópolis Tel.: 3217.3804 à vista (dinheiro) no book infantil ( 20 fotos 20 x 30).

DIVULGAÇÃO

50%

Livre para voar ISABELLE LINDOTE

Clínica Márcia Ortiz A Clínica Márcia Ortiz oferece atividades aquáticas, terapias de habilitação e reabilitação. Todos os seus procedimentos são desenvolvidos por profissionais qualificados e através de uma excelente estrutura. Esta semana, a Clínica Márcia Ortiz oferecerá um desconto, exclusivo ao assinante da TN, na avaliação e na 1ª mensalidade da hidroginástica, turmas para gestante, idosos e fitness. Av. Passeio dos Girassóis, 2562, Mirassol Tel.: 3231.1727 vista (dinheiro) na avaliação e na 1ª mensalidade da hidroginástica turmas 50% àpara gestante, idosos e fitness. ■As promoções publicadas na Coluna do Clube do Assinante são exclusivas para assinantes da TRIBUNA DO NORTE, PESSOAS FÍSICAS. ■Desconto não acumulativo. ■ Para ter direito à promoção, o assinante deverá apresentar a carteira do Clube e a Identidade no ato da compra. ■Contatos para credenciamento: Depto. de Marketing. Tel. 4006-6100, R. 6262. ■e- mail.mkttn@tribunadonorte.com.br; clube@tribunadonorte.com.br

sabelle.lindote@oglobo.com.br

‘M

aluquete’ com um parafuso a menos. É assim que Laila Zaid, de 29 anos, define a patricinha Priscila, prima e melhor amiga da protagonista Lili (Juliana Paiva), em “Além do horizonte”. - Por ser tão fútil, ela vive muito a vida da Lili. Mas a Priscila deve ter seus próprios conflitos agora que se interessou pelo Marcelo (Igor Angelkorte), exnoivo da amiga - acredita. Depois de estrear em “Malha-

ção”, na Globo, em 2004, e ficar na atração por três temporadas, a ruiva foi para a Record, onde atuou em duas novelas e teve, pela primeira vez, um contrato longo. - Dá uma deliciosa sensação de segurança, mas, ao mesmo tempo, limita. Senti que era hora de me arriscar - conta Laila. A atriz voltou para a Globo no ano passado. De lá para cá, fez um episódio da série “As brasileiras” e a novela “Amor eterno amor”. Em 2014, ela será vista no filme sobre Tim Maia, de Mauro Lima, e na peça “Lugar escuro”, no Rio.


Liv Brandão e Tatiana Contreiras seriaais@oglobo.com.br

seriais

revista da

« “REVENGE”, QUARTA, 22:00 »

Ensaio sobre a vingança A

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Intérprete de Daniel Grayson em “Revenge”, o ator Joshua Bowman ficou supreso ao descobrir o aplicativo Lulu, no qual as mulheres avaliam homens. “Isso é bem vingativo, não?”, perguntou Bowman, aliviado ao saber que ainda não está no Lulu. Bowman veio ao Brasil nesta semana participar de uma campanha publicitária e divulgar a série. Falou com a reportagem do GLOBO no Hotel Fasano, em São Paulo, onde esteve hospedado antes de curtir alguns dias de folga no Rio. - Uma moça me contou que entrou no aplicativo e deu vários zeros para um exnamorado. Disse que ela deve ter gostado dele no começo, senão nem o teria namorado. Isso é bastante vingativo, não? Deveriam fazer um igual para os rapazes chamado “Lala”. A quarta temporada de “Revenge” ainda não está confirmada. No entanto, Bowman espera que seu personagem torne-se um vilão nos próximos episódios da série, cuja terceira temporada vai ao ar no Sony às quartas, às 22h.

- Alguns eventos o tornarão mais retraído e frio. Ele vai se tornar mais vilão. Acho que as pessoas não vão

O adeus à Nova Orleans de ‘Treme’ SOBE O especial de 50 anos de “Doctor Who” foi um deleite para os fãs da série, que andavam apreensivos. Espetacular!

DESCE

Mas a BBC HD deixou a desejar nas legendas: durante toda a programação especial em homenagem à série, a ditas cujas falhavam

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Criada por David Simon - mesma mente que trouxe ao mundo a aclamada “The wire” - e Eric Overmyer, “Treme” estreou em 2010 mostrando o cotidiano dos moradores de Nova Orleans na reconstrução da cidade pósfuracão Katrina. Amanhã, às 20h, o ciclo se fecha na HBO: no quarto e último ano da trama, voltamos à cidade americana 38 semanas após a tragédia. Será uma temporada mais curta, com

cinco episódios, que se passam entre novembro de 2008 e a festa carnavalesca Mardi Gras de 2009. Fecham-se aí as histórias de artistas, músicos, chefs, advogados e escritores que lutaram para manter as raízes culturais do local enquanto reconstruíam suas vidas em meio às dificuldades. Estreando com apenas um dia de diferença dos EUA, este quarto ciclo de episódios será, como de hábito, guiado pelo trombonista Antoine (Wendell Pierce), e vai mostrar um dos protagonistas enfrentando a morte, enquanto os outros seguem em frente com suas carreiras e relacionamentos. A eleição de Barack Obama, em 2008, também aparece no enredo como motivo de esperança para os moradores de Nova Orleans. Simon, que comemorou a possibilidade de fechar a trama com estes cinco episódios finais, resumiu o sentimento dos fãs em entrevista recente à revista Variety: “É bem difícil dizer adeus a essa história”.

gostar muito dele. Mas será mais divertido interpretá-lo. Daniel vai se tornar cada vez mais parecido com seu

11

pai, a pessoa que ele nunca quis ser. Espero que seja também possível dar a ele mais humor. No mundo de “Revenge”, há o lado bom e o mau. Acredito que ele vai para o lado do mal. O ator ouviu falar da novela brasileira “Avenida Brasil”, muitas vezes comparada a “Revenge”, cuja trama central era a vingança de Nina. - Tem uma outra novela parecida na Espanha também. Vingança é um tema universal com o qual todos conseguem se identificar. Sempre haverá diferentes histórias. Até mesmo na nossa série. Não é só a vingança de Emily Thorne. Todos têm suas suas pequenas histórias de vingança. Já quando o assunto é vingança na vida real, Joshua prefere esperar que se realize a máxima “aqui se faz, aqui se paga”. - Prefiro sentar e esperar. Todo mundo tem sentimento de vingança. Eu também. Mas não perderia meu tempo. Deixo o carma lidar com isso. Espectador de séries como “The walking dead”, “Homeland” e “Friday night lights”, o ator comemorou o bom momento da TV. - Essa é provavelmente a era de ouro. Temos diretores e atores de cinema migrando para a TV. Claro que houve recessão, com menos filmes sendo feitos. Mas hoje a TV é um lugar em que as pessoas querem estar. (Márcia Abos)

Antes tarde do que nunca Ufa. Uma das comédias mais cultuadas do momento, a hilária “Portlandia” finalmente chega ao Brasil. E de uma tacada só. As três temporadas da série serão disponibilizadas a partir de terçafeira no Muu, o serviço de video on demand da Globosat. É a primeira vez que o Muu exibe algo que não foi ao ar nos canais da rede, deixando o conteúdo exclusivamente para a rede. Indicada ao Emmy, “Portlandia” retrata a vida dos personagens vividos pelo comediante Fred Armisen (ex-”Saturday night live”) e pela atriz, cantora e guitarrista Carrie Brownstein na überhipster cidade americana de Portland, no Oregon - tratada como elemento central da trama. O Muu está disponível para os assinantes da Globosat via internet, tablets e quetais (é de graça!).

Prepare o adeus

Sonho de Kubrick

Recordar é viver

Jack Gleeson, o in-supor-tá-vel Rei Joffrey, de “Game of thrones”, anunciou que vai renunciar ao trono. A ator irlandês disse que pretende se aposentar (sim, precocemente) depois da série. Totalmente oposto ao ambicioso personagem, ele prefere levar uma vida simples, longe dos holofotes de Hollywood.

A HBO está mirando em Baz Luhrmann, diretor da adaptação mais recente de “O grande Gatsby”, para algo grande, bem grande. O canal quer que ele adapte para a TV um dos projetos mais ambiciosos de ninguém menos que Stanley Kubrick: um roteiro sobre a vida de Napoleão Bonaparte. A ideia é fazer uma minissérie.

Seth Cohen está de volta! Tá, vai, nem tanto. Mas Adam Brody, o eterno nerd fofo e adorável de “The O.C.”, vai fazer uma participação especial em “New girl” e pode nos dar um gostinho de seu antigo papel. O rapaz vai encarnar um exnamorado de Jess que se torna o melhor amigo da personagem de Zooey Deschanel.


Isabelle Lindote isabelle.lindote@oglobo.com.br

o que vem por aí

12

revista da

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

CENA VIRTUAL DEU NA TV E FEZ SUCESSO NA INTERNET VEJA OS VÍDEOS EM oglobo.com.br/revistadatv

Cebolinha em ação O sumiço da escultura da Mônica, em SP, ganhou repercussão nacional e a matéria do “Fantástico” com Maurício Kubrusly e um Cebolinha virtual deu o que falar. Precisava?

Na campanha pela prevenção

C

omemorado hoje, o Dia Mundial da Luta Contra a AIDS ganha evidência na programação da MTV. Exibido às 21h30, o documentário “Minha vida sexual e a dos outros” mostra as impressões de jovens da geração Millennials (aqueles nascidos entre os anos 1980 e 2000) sobre o sexo, em dez países diferentes. Ao longo do dia, pílulas da série ‘Família do Zaralho” reforçam a importância da prevenção. Amanhã, o tema continua em voga no “Coletivation”, às 21h30. No estúdio, Fiuk e Patrick Maia recebem o jovem Fabrício Stocker, de 20 anos. HIV positivo, ele participa de campanhas preventivas na internet.

Cazuza In Rio

Torcida brazuca

Fantine Thó, ex-Rouge, mobilizou fãs brasileiros nas redes sociais com sua participação no “The Voice” holandês. Pena que não deu para a moça, que foi eliminada na terceira fase.

Hoje, a partir das 20h, o Multishow transmite, ao vivo, um dos shows da turnê “Maria Gadú canta Cazuza”. Exibida do palco do Vivo Rio, a apresentação também pode ser acompanhada via Internet: ela vai estar disponível no site do canal para quem não puder ver pela TV. Além de canções como “Pro Dia Nascer Feliz” e “Ideologia”, Gadú entoa músicas do Barão Vermelho.

Pura festa

Pole Dançe sexy? Otaviano Costa e José Loreto brincaram de pole dance no “Amor & sexo”, mas foi o marido de Flavia Alessandra quem roubou a cena ao ficar só de cueca.

O último “Esquenta” do ano, (Globo, hoje, 15h) antecipa os festejos de Natal, Ano Novo e Carnaval com a presença de Preta Gil, Thiaguinho e MC Marcelly. No palco, a novidade é o brega funk, ritmo em alta no Recife, e um concurso para eleger o melhor Papai Noel.

FOTOS DE DIVULGAÇÃO

Documentário. filme apresenta entrevistas com jovens de 10 países

ZAPEANDO INVESTIGAÇÃO DISCOVERY. COMEÇAM HOJE, COM O ESPECIAL “VIVENDO COM O INIMIGO”, ÀS 22H, APRESENTAÇÕES DE PROGRAMAS INÉDITOS.

GLOOB. A SEGUNDA TEMPORADA DA ANIMAÇÃO “LARRY E OS SINISTROS”, ESTREIA AMANHÃ, ÀS 17H45. TV BRASIL. AMANHÃ, ÀS 18H, O “ESTÚDIO MÓVEL” CELEBRA O DIA NACIONAL DO SAMBA COM ENTREVISTAS ESPECIAIS. VIVA. O “REVIVA” DE AMANHÃ, ÀS 22H45, REÚNE O ELENCO DE “SAI DE BAIXO” E CONVIDADOS QUE ASSISTIRAM AO RETORNO DO PROGRAMA.

Caso paulista O episódio inédito de “Investigação criminal” (A&E, terça, 22h30) reconstitui o caso de Gil Rugai, acusado pelo assassinato do pai e da madrasta, em crime ocorrido em São Paulo, em 2004.


FACEBOOK

Entrevista com a cirurgiã dentista Ana Pereira sobre o tratamento do ronco. www.facebook.com/tribunarn

ASTROLOGIA

COLUNAS SOCIAIS

PÁGINA 6

PÁGINAS 4 A 7

Leia as previsões astrológicas de Cláudia Hollander para hoje.

J.Oliveira, Liege Barbalho e Hilneth Correia contam tudo o que se passa em sociedade.

LANÇAMENTO DO GLAM COLEÇÕES REÚNE GRANDES NOMES DA MODA POTIGUAR • PÁGINA 8

PAULO COELHO

Reflita com as transcrições de histórias de monges moradores do deserto, do início da era cristã PÁGINA 2

tnfamília Editor: Isaac Ribeiro [tnfamilia@tribunadonorte.com.br]

Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 01 de dezembro de 2013

Sinfonia do barulho

Um em cada quatro homens roncam, e três em cada dez têm apneia do sono. Além de incomodar quem está tentando dormir ao lado, distúrbios podem provocar doenças sérias ISAAC RIBEIRO Repórter

S

e você é um dos 70 milhões de brasileiros que roncam, então já deve ter passado por algum tipo de constrangimento ou desavença com alguém, em casa, no trabalho ou no

lazer. Um em cada quatro homens emitem esse ruído desagradável enquanto dormem, e três em cada dez deles têm apneia, interrupções momentâneas da respiração, que podem desencadear enfermidades como infarto do miocárdio e outras cardiopatias, hipertensão, derrame

cerebral. Sem falar nas consequências sociais e psicológicas. Imagine você ter um dia cansativo e estressante de trabalho, pegar aquele engarrafamento barulhento a caminho de casa e, na hora de fechar os olhos para o descanso merecido, alguém começar a roncar... Ninguém merece! Apesar de ser alvo de brincadeiras, o ronco é algo bem sério, pois além de dificultar a convivência, é o primeiro sinal de que algo não está certo com a respiração durante a noite. Mas como o ronco e apneia po-

dem causar tanta doença grave? Ora, uma máquina que não para de trabalhar, certo dia apresenta algum tipo de defeito. É por aí. Roncando a noite inteira, o cérebro não descansa e não realiza as sinapses e outros processos necessários para nossa saúde mental. Quem tem esses problemas, geralmente acorda cansado, com dor de cabeça, irritado. Parece que, por mais que tenha dormido oito horas de sono, isso não foi suficiente para descansar de fato. Não se alcança o chamado sono reparador.

Os mais propensos a terem ronco e apneia são homens acima dos 45 anos, obesos, sedentários, fumantes, quem consome bebidas alcoólicas em excesso, crianças e adolescentes com aumento das adenoides e amígdalas e ainda pessoas com alterações nos ossos da face. O tratamento médico é multidisciplinar, podendo envolver otorrinolaringologistas, neurologistas, fonoaudiólogos, psicólogos, educadores físicos e até mesmo dentistas. As formas mais difundidas de

combater esses distúrbios do sono ainda são o uso do CPAP — abreviação do inglês para Continuous positive airway pressure —, equipamento eletrônico que regula a pressão da respiração; e a placa intra-oral, espécie de dentadura que posiciona a mandíbula corretamente, evitando que o tecido relaxado da faringe bloqueie a passagem de ar durante o sono.

+

PÁGINA 3

Tratando o ronco no dentista


2

tn família

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

« PAULO COELHO »

Mais histórias dos padres do deserto

N

o começo da era cristã, um grupo de eremitas vivia no deserto, ao redor do mosteiro de Sceta. Existem centenas de relatos destes monges, e – mais uma vez – transcrevo alguns deles.

entende que a palavra sacrifício vem de sacro ofício. Neste caso, a Presença Divina o ajuda o tempo todo, e ele consegue resultados no Céu”.

O CAMINHO QUE LEVA AO CÉU

O abade Pastor passeava com um monge de Sceta, quando foram convidados para comer. O dono da casa, honrado pela presença dos padres, mandou servir o que havia de melhor. Entretanto, o monge estava no período de jejum; quando a comida chegou, pegou uma ervilha, e mastigou-a lentamente. E nada mais comeu. Na saída, o abade Pastor conversou com ele: - Irmão, quando for visitar alguém, não torne a sua santidade uma ofensa. Da próxima vez que estiver em jejum, não aceite convites para jantar. O monge entendeu o que o abade Pas-

Quando perguntaram ao abade Antonio se o caminho do sacrifício levava ao céu, este respondeu: - Existem dois caminhos de sacrifício. O primeiro é o do homem que mortifica a carne, faz penitência, porque acha que estamos condenados. Este homem sente-se culpado, e julga-se indigno de viver feliz. Neste caso, ele não chega a lugar nenhum, porque Deus não habita a culpa. “O segundo é o do homem que, embora sabendo que o mundo não é perfeito como todos queríamos, reza, faz penitência, oferece seu tempo e seu trabalho para melhorar o ambiente ao seu redor. Então ele

tor dizia. A partir daí, sempre que estava com outras pessoas, se comportava como elas.

O PROBLEMA E A CULPA

A VIRTUDE QUE OFENDE Coluna de hoje transcreve três dos muitos relatos existentes sobre monges eremitas que viviam no deserto, nos arredores do mosteiro de Sceta, no início da era cristã

Um dos monges de Sceta disse ao abade Mateus: - Minha língua vive me causando problemas. Quando estou no meio dos fiéis, não consigo me controlar - e termino condenando suas ações erradas. O velho abade respondeu ao irmão aflito: - Se você acha que não é capaz de controlar-se, largue o ensino e retorne ao deserto. Mas não se iluda: escolher a solidão para fugir de um problema, é sempre uma prova de fraqueza. - O que devo fazer? - Admita alguns erros, para evitar a perniciosa sensação de superioridade. E acerte em tudo que puder acertar.

A MANEIRA DE AGRADAR AO SENHOR Certo noviço procurou o abade Macário, e pediu conselhos sobre a melhor maneira de agradar ao Senhor. - Vá até o cemitério e insulte os mortos - disse Macário. O irmão fez o que foi ordenado. No dia seguinte, voltou a Macário. - Eles responderam? – perguntou o abade O noviço disse que não. - Então vá até lá, e elogie-os. O noviço obedeceu. Naquela mesma tarde, voltou até o abade, que de novo quis saber se os mortos haviam respondido. - Não – disse o noviço. - Para agradar ao Senhor, comporte-se da mesma maneira – comentou Macário. - Não conte nem com o desprezo dos homens, nem com seus louvores; desta maneira, você pode construir o seu próprio caminho.

MÉDICO E PROFESSOR DA UFRN - BOUCINHAS_JC@HOTMAIL.COM

(PSICODERMATOLOGISTA ) RITAURSULA@IG.COM.BR

« JORGE BOUCINHAS »

« RITA DE C. M. M. HOMET MIR »

Vegetarianismo: prós e contras (2)

T

endo-se, no Artigo passado, iniciado uma revisão sobre o Vegetarianismo, no desta semana revêem-se os aspectos positivos da referida abordagem alimentar. Um fator relevante para a avaliação dos mesmos é a idade quando da adesão ao regime alimentar. De acordo com Fonnebo (1994), as pessoas que se tornaram Adventistas do Sétimo Dia durante a adolescência apresentaram aproximadamente a metade do risco de mortalidade geral do restante da população. Já entre aquelas que iniciaram as recomendações vegetarianas da religião a partir dos 35 anos não se verificou associação positiva com o aumento da expectativa de vida, quiçá porque as mudanças tardias não ofereceram tempo suficiente para surgirem resultados benéficos. Doenças que modernamente afligem tanto países desenvolvidos quanto países em desenvolvimento, quais a Obesidade e o Diabetes Mellitus, estão profundamente ligadas uma à outra e à forma de alimentação, podendo-se até afirmar que a primeira é o fator ambiental mais importante para o aparecimento da segunda. Snowdon, em 1988, detectou e publicou que, entre vegetarianos, a prevalência destas doenças é inferior à verificada na população em geral. Logo antes da passagem do milênio o mesmo autor verificou que 10% dos Adventistas do Sétimo-Dia e 25% dos não Adventistas consumiam regularmente carnes e ovos, e constatou que a taxa de mortalidade por doença coronariana e câncer de cólon esteve positivamente associada ao consumo destes alimentos. Embora as recomendações para diminuir o risco de doenças crônicas sugiram a moderação dos hábitos dietéticos e não a eliminação total do consumo de carnes e outros alimentos de origem animal, um outro estudo, este prospectivo e de 12 anos de duração, incluindo 4.671 vegetarianos e 6.225 não vegetarianos ingleses de ambos sexos, evidenciou que a mortalidade por doença coronariana isquêmica foi estatisticamente menor entre vegetarianos, porém os autores não chegaram a esclarecer se este fato foi devido exclusivamente à abstinência de carne ou o foi ao alto consumo de vegetais ricos em antioxidantes como vitaminas C e E, e bioflavonóides. Com relação à mortalidade devido a doenças do sistema circulatório e respiratório, incluindo câncer de pulmão, Key e colaboradores, em 1996, verificaram, em estudo de 17 anos de duração, que é menor entre os vegetarianos. Os autores

ressaltaram, no entanto, que também o estilo de vida, incluindo hábito de fumar, afeta bastante o desenvolvimento dessas condições. Anderson e seus colaboradores, em1994, atribuíram o menor risco de surgimento ou a melhora das enfermidades crônicas entre vegetarianos às propriedades das fibras alimentares, defendendo a idéia de que ao ingerirem mais deste componente que os onívoros, ficam menos propensos à Hiperlipidemia e à Aterosclerose. Obviamente não descartaram a contribuição de outros fatores dietéticos, quais os níveis de consumo de gorduras saturadas e calorias totais na definição do perfil de saúde. No mesmo ano Vuoristo e Miettinen relataram que a ingestão e a absorção do colesterol são significativamente menores em indivíduos ovo-lacto-vegetarianos do que em onívoros, o que baixa as concentrações séricas de colesterol total e LDL, por si só já conferindo certa proteção contra as doenças cardiovasculares. Associado à menor absorção, vegetarianos ingerem dietas com menores quantidades de gordura saturada e colesterol, e maior teor em fibras alimentares, do que os onívoros. Ling e Hanninen acrescentaram que a adesão a dietas vegans, nas quais só se admite alimentos vegetais (crus em sua maioria), causaria uma diminuição intestinal de enzimas bacterianas e de produtos tóxicos relacionáveis ao desenvolvimento do câncer de cólon. Há poucos anos Kris-Etherton e auxiliares salientaram que a ingestão de frutos oleaginosos conferia efeito protetor adicional contra degeneração arterial, de vez que o seu conteúdo em ácidos graxos monoinsaturados e compostos bioativos diminui o colesterol plasmático. Fraser, no mesmo período, relatou que, no referente ao infarto agudo do miocárdio, indivíduos que consumiam frutos oleaginosos 1 a 4 a vezes por semana reduziram em 22% seu risco de acometimento, e aqueles que as ingeriam 5 ou mais vezes reduziram-no em 51%. Alguns estudos epidemiológicos mais recentes, de há um lustro atrás, como o de Barr, vêm sugerindo que o Ovo-lacto-vegetarianismo exerce um efeito positivo contra a osteoporose em mulheres, e Hunt e Reed evidenciaram que, em média, a densidade óssea média de vegetarianas pósmenopausadas nunca caia abaixo da de onívoras. Como nada é perfeito (à exceção de Deus!), ficam para o próximo Artigo observações sobre os possíveis efeitos nefastos do Vegetarianismo. Até lá!

Mecanismos de defesa do ego “No crie cuervos pues ellos te sacarán los ojos “ (ditado espanhol utilizado no filme “Cria Cuervos”, de Carlos Saura )

V

ivemos, consciente ou inconscientemente, tentando resolver os conflitos que podem nos desenvolver ansiedade ou angústia ou ambas. A integridade de nosso ego encontra-se sempre às voltas com situações ameaçadoras vindas do meio externo ou do nosso próprio id, ou ainda das lutas internas entre o super ego e o id ; para nossa sobrevivência, faz-se mister preservá-lo. A nossa mente é tão espetacularmente perfeita que tenta reduzir qualquer manifestação pela qual o nosso ego possa ser desintegrado. Esta coisa fantástica, quando bem usada, é chamada, na TEORIA PSICANALÍTICA, de MECANISMOS DE DEFESA. Eles minimizam um evento demasiado intenso e doloroso, resguardando o nosso equilíbrio mental e, como se fossem um DIAL de um rádio, tais mecanismos vão sintonizando estes ajustamentos. Esta sintonia é indispensável para um bom funcionamento mental do indivíduo. Infelizmente, em alguns casos, os mecanismos de defesa, como se não fossem “suficientemente bons guerreiros”, deixam escapar alguns desequilíbrios como o estresse e respostas neuróticas como a ansiedade e a depressão, somatizações, insônia e alterações do apetite. Somente em casos gravíssimos o conflito atua como uma BOMBA num ser despreparado emocionalmente para receber OGIVAS NUCLEARES, e pode se desintegrar num suicídio ou transtornos delirantes. Por isto eu dizia a meus pacientes: é ótimo, delicioso, maravilhoso, um DOM de Deus ser NEURÓTICO. O bom neurótico pode no início fazer mal a ele mesmo. Chora demais, lamentase demais, sofre demais, alegra-se demais, MAS JAMAIS será um PSICOPATA. Ele tem um sistema límbico que é uma dádiva, pois suas emoções estão sempre à flor da pele. O bom neurótico nunca vai “maquinar” fazer mal conscientemente a uma pessoa, como os psicopatas que tentam matar sem “sujar as mãos”. Na nossa sociedade abundam estes PSICOPATAS BONZINHOS, de voz suave, figuras impecáveis socialmente. São pessoas que não tiveram inteligência emocional suficiente para pôr seus Mecanismos de Defesa em ação e, não resolvendo seus conflitos, passaram a assediar moralmente ou-

tras pessoas, tentando isolá-las, desequilibrá-las, tentando pô-las em um labirinto sem saída. Digo sempre nas palestras que o medo causado por um “Serial Killer” não é nada, nada, nadinha mesmo, comparado ao medo causado pela “ovelhinha” que, sob a pele, esconde, não um lobo, mas um leão assustador. O serial killer é logo descoberto. O manto de leão que cobre a verdadeira pele da ovelhinha necessita de uma TOSA DIVINA, pois parece que a sua lã tem tentáculos nos lugares mais recônditos, espalhando o mal, sem nunca ser denunciado. Fiz este comentário sobre o “psicopata disfarçado” porque suas vítimas, sejam vítimas de estupro de um membro da família, de maltratos psicológicos e/ou físicos constantes, normalmente não são capazes, por medo, “respeito”, por sentir-se culpadas, etc, de denunciá-lo e passar a usar estes mecanismos de defesa que são comportamentos de ajustamento aprendido e funcionam em níveis relativamente inconscientes. Podem, portanto, ser considerados normais e desejáveis, exceto quando utilizados num grau excessivo e quando operam a expensas da eficiência adaptativa da pessoa e do progresso pessoal contínuo em relação a uma maturidade maior. Citarei os mais importantes mecanismos de defesa e nos próximos artigos faremos considerações sobre tais funcionamentos. Ei-los: Sublimação, Negação da realidade, Fantasia, Repressão, Formação Reativa,Deslocamentos, Isolamento Emocional, Regressão. Desejo a todos um feliz Domingo e até o próximo artigo se o Bom Deus assim O permitir.

« LIBERTAS » Esperança Contemplo um arco-íris e ele me toca. Paro e fico mudo. As cores todas, o vermelho, o laranja, o amarelo, o verde, o azul e o índigo refletindo os sete dias da semana, presentes no fenômeno da luz do sol, brilhando sobre as gotas de água. Ele estabelece uma ponte entre o céu e a terra. Ou uma aliança entre A Divindade e a humanidade. A sabedoria popular associa o arco-íris à esperança. A esperança é uma virtude teologal. Junto com a fé e a Caridade, ela completa o triângulo superior da casa das Virtudes humanas. Existe uma bifurcação na esperança: ela pode ser material ou espiritual. Material, quando almejamos um emprego, um carro, um namorado ou marido ou ser correspondidos nos sentimentos em um relacionamento. Espiritual torna-se a esperança, quando desejamos a Divindade internamente e as-

piramos à felicidade que isto pode trazer, colocando a confiança e perseverando nesta direção. Permanecer confiante é uma Arte, principalmente nos momentos de angústia, de insegurança e de fragilidade. Quando nos tornamos vulneráveis, é justamente aí, neste lugar, que a Esperança ocupa um lugar de fundamento. Ela nos autoriza a continuarmos, no aqui e agora e com o olhar no Todo da vida. A esperança acalma. Traz calma. Aquieta a ansiedade e a inquietação. Tranquiliza a corrente sanguínea e devolve ao nosso sangue seu fluir natural como um riacho tranquilo. Jayme Panerai Alves – Jayme@libertas.com.br

“Cafés suspensos” Entramos num pequeno café na Bélgica e fizemos o nosso pedido. Quando duas pessoas chegam e pedem: - “Cinco

“Ele estabelece uma ponte entre o céu e a terra. Ou uma aliança entre A Divindade e a humanidade. A sabedoria popular associa o arco-íris à esperança. A esperança é uma virtude teologal. Junto com a fé e a Caridade, ela completa o triângulo superior da casa das Virtudes humanas. Existe uma bifurcação na esperança: ela pode ser material ou espiritual.”

Esta coluna é de responsabilidade da Libertas Comunidade www.libertas.com.br - libertas@libertas.com.br

cafés, por favor. Dois para nós e três suspensos.” Eles pagaram a sua conta, e saíram. Perguntei ao meu amigo: - “O que são esses cafés suspensos?” O meu amigo respondeu-me: - “Espera e vais ver.” Algumas pessoas entraram, pediram um café, pagaram e saíram. Observei o pedido seguinte feito por três homens: sete cafés - três para nós e quatro “suspensos”. Enquanto eu ainda me perguntava qual é o significado dos “suspensos”, um homem vestido com roupas gastas parecendo um mendigo chega na porta e pede cordialmente: - “Você tem um café suspenso?” Resumindo, as pessoas pagam com antecedência um café que servirá para quem não pode pagar. Esta tradição começou em Nápoles, mas espalhou-se por todo o mundo.

Pós-graduação Libertas - Centro de Pesquisa e Pós-

Graduação está atualmente com inscrições abertas para três especializações credenciadas pelo MEC: Gestão de Equipes (9ª turma), Terapia de Casal e Família (4ª turma), Gestão de Riscos a Desastres e Intervenções Psicocorporais (1ª turma) e Psicologia Clínica (9ª Turma) credenciado pelo Conselho Federal de Psicologia. Informações: (81) 3268 3311/3596.

China Depois do Rio de Janeiro e São Paulo, o Recife será a terceira capital do País a sediar um Consulado Geral da República Popular da China. De acordo com o embaixador, o novo consulado deve começar a funcionar em 2014. O Recife foi escolhido devido à sua localização estratégica e importância cultural e econômica no Norte e Nordeste do Brasil. www2.recife.pe.gov.br


Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

tnfamília

3

ALEX REGIS

uando se fala em tratamento do ronco e da apneia, quase sempre pensa-se logo em neurologistas e especialistas nos distúrbios do sono. Poucos suspeitam que o problema pode ser resolvido na cadeira do dentista. Isso mesmo! Entre as especialidades envolvidas nessa terapêutica, o cirurgião dentista tem importante papel. Um dos recursos odontológicos mais recorrentes para esse fim, está a placa intra-oral, espécie de dentadura removível capaz de regular a posição da mandíbula, afim de facilitar a passagem do ar durante o sono. A cirurgiã dentista Ana Pereira diz receber muitos pacientes em seu consultório em busca da placa intra-oral, na esperança de por um fim aos tormentos noturnos. Além de tratar o problema, ela própria é usuária do dispositivo. “A placa tem uma coisa muito boa: ela não é invasiva em em nada. Você põe, ela funciona; você tira, ela para de funcionar. Você não fez uma cirurgia no seu paciente, você não comprometeu ele em nada”, comenta a dentista. Ela compara a placa com outros procedimentos invasivos, que podem, inclusive, comprometer o paciente caso não funcionem. Ana Pereira cita como exemplo os portadores de micrognatia — queixo recuado, tipo Noel Rosa. A solução seria uma cirurgia ortognática para reposicionar a mandíbula à frente, afim de abrir espaço na orofaringe, facilitando a passagem de ar. A diferença é que a paca é um tratamento puramente mecânico, removível após o uso noturno. “Isso é muito personalizado, é moldado, é medido tudo na boca, e você tem a chance de, gradativamente, aumentar esse espaço, pois tem como fazer essa regulagem. O resultado dos pacientes, 100% é um índice muito ousado, mas eu digo que 95% dos pacientes ficam muito satisfeitos”, diz Ana Pereira.

Q

Conforto na placa Ao passar a noite roncando e tendo os despertares constantes da apneia, o organismo não para de trabalhar. Agora imagine isso após um dia estressante de trabalho... A pessoa acorda cansado, irritado, com dor de cabeça. Sem contar com o risco do aparecimento de doenças e prejuízos cognitivos provenientes desse ritmo constante de funcionamento. Ao colocar a placa, o roncador finalmente consegue relaxar e dormir a noite inteira. “A diferença no tratamento é uma coisa muito significante, em termo de conforto. Eu sou usuária da placa do ronco: você amanhece outra pessoa”, relata a dentista. Ela, porém, faz questão de ressaltar o caráter multidisciplinar do tratamento. O primeiro passo é ir a um especialista do sono, que deve indicar uma polissonografia, exame que detecta o problema. “Você pode ter a

Tratando

o ronco no dentista Terapêutica dos distúrbios do sono envolve equipe multidisciplinar. No consultório odontológico, paciente pode colocar a placa intra-oral BATE-PAPO Marcos Lima

Apneia & ronco Fique sabendo de mais detalhes sobre os dois distúrbios Apneia ocorre quando as vias aéreas superiores se fecham temporariamente durante o sono e impedem a respiração. Vias aéreas normais

neurologista Essas paradas seguidas levam a problemas cardiovasculares porque há um menor retorno de sangue do pulmão para o lado direito do coração, forçando o átrio esquerdo a se contrair mais. Por isso, o coração de quem tem apneia apresenta um formato diferente e disfunções.

Ocorre também quando o fluxo de ar para e a pessoa tem microdespertares, ordenados pelo cérebro para que se volte a respirar. Vias aéreas normais

Vias aéreas obstruídas

Vias aéreas relaxadas

ÁTRIO ESQUERDO

Mitos

Como evitar:

Microdespertares

Roncar significa estar em um sono bom e profundo

à

Controle o peso Não coma demais nem tome bebidas alcoólicas à noite à Evite usar remédios para dormir à Trate problemas de nariz e garganta, como rinite, desvio de septo, sinusite, adenoides e amídalas à Procure dormir de lado à Se ronca com frequência, procure um médico

Até 5 vezes

à

Até cinco paradas respiratórias por hora de sono são aceitáveis.

à

Alguns sintomas da apneia à Roncar intensamente com pausas à Sono agitado acompanhado de transpiração à Sonolência durante o dia à Dificuldade de concentração à Irritabilidade, ansiedade ou depressão à Perda de interesse sexual com dificuldade de ereção à Dor de cabeça matinal

à Todo homem ronca e mulher nunca ronca

Verdades à Dormir de lado e de bruços ajuda a evitar a apneia

Roncar e parar de respirar durante o sono traz riscos à saúde à

Mais de 5 vezes Acima disso, o indivíduo já começa a ter sonolência diurna, dificuldades de concentração e memória.

Mais de 15 vezes Apneia

Quem ronca tem

Grupos de risco Obesos Homens à Pessoas acima dos 45 anos à Indivíduos com alterações dos ossos da face à Crianças e adolescentes com aumento das adenoides e amídalas à Quem consome bebida alcoólica em excesso à Fumantes à Sedentários à à

7 3

vezes mais chances de acidentes de trabalho e automobilístico.

à à à

vezes mais chances de ter um infarto e hipertensão.

Hipertensão Arritmia cardíaca Infarto Derrame cerebral

Números sobre o ronco:

70 milhões

24 %

120 mil

18%

de brasileiros roncam

pessoas roncam no RN

dos homens roncam

das mulheres têm o distúrbio

Acima dos 60 anos essa proporção aumenta para:

60%

dos homens

40%

das mulheres

15% a 20%

de pessoas no Brasil têm queixas do ronco

4% a 5%

da população brasileira tem apneia

Fontes: Associação Brasileira do Sono / G1

apneia obstrutiva ou central. Se você tem a central, você tem um comprometimento neurológico. Você pode ter um tumor numa área que está comprometendo. Não é uma coisa tão simples, tipo “o paciente está com ronco e vamos fazer a placa”. Se você vai cuidar desse paciente com seriedade.”, diz Ana Pereira.

Convivendo com o ronco Este mês de dezembro, a professora aposenta Sílvia Helena Rabello, 61 anos, iniciará seu tratamento contra o ronco e a apneia, que lhe atormentam há uns três anos. Depois de relutar um pouco, ela resolveu procurar um especialista em

Nós interpretamos o ronco como uma coisa muito mais cômica do que realmente a importância que ele tem. Hoje já é conhecido que a apneia obstrutiva do sono é um fator de risco isolado para doenças cerebrovasculares, para problemas coronários. E já se sabe não só que isso pode acontecer, ms os mecanismos de como isso vem ocorrer. Geralmente, o ronco é um dos sinais da apneia do sono. O roncador pode ser portador de apneia; geralmente quem ronca não tem apneia — porque o ronco é uma alteração que ocorre por um momento, na resistência da passagem do ar. Então, se ocorre um aumento na resistência na passagem do ar, aquele indivíduo pode aumentar isso e chegar a ter apneia do sono, que são pausar respiratórias durante o sono. — Então, quem ronca necessariamente tem apneia ou não? Qual a relação entre os dois?

Problemas decorrentes à

— Acredita que as pessoas dão a devida importância ao ronco e suas consequências?

distúrbios do sono, que, de pronto, marcou um exame de polissonografia. Ela conta sentir sensações ruins durante a noite, principalmente falta de ar. “Às vezes acontece. Se estiver muito cansada, isso se repete algumas vezes. Por exemplo, no dia em que trabalho muito”, relata Sílvia,

atribuindo o problema também ao sobrepeso. A professora diz acordar cansada e um pouco irritada, mas está usando um travesseiro especial para amenizar o problema. Ela reconhece, porém, que são seus familiares, marido e filhos, que mais se incomodam e reclamam de seu ronco.

Existe o ronco isolado e existe o ronco como sintoma da apneia do sono. Só pela história clínica, às vezes, nós não conseguimos definir. O que determina se a pessoa é ou não roncadora, isolada ou com apneia, é a polissonografia, que fazemos para identificar se, além do ronco, faz pausas respiratórias. Lógico que antes da apneia tem a história clínica. Tem pacientes que têm um quadro típico de apneia do sono, cujos principais sintomas são o sono não reparador; porque a apneia interfere na qualidade do sono; ela fragmenta o sono em diferentes graus e dependendo do grau você tem mais ou menos sintomas; então, causa a privação crônica do sono de qualidade. Muitas vezes, o indivíduo que tem apneia do sono muitas vezes não se queixa de insônia, ele dorme, às vezes dorme muito; porque ele está sempre privado de qualidade. O indivíduo diz: “Não, eu não tenho dificuldade para dormir. Onde eu estiver eu durmo. Duro até em pé!” Isso é uma anormalidade. Não é para ter sonolência excessiva. Mas o que ocorre é que ele perde em qualidade.


tn família

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Cheia de criatividade, Andrea Motta deu início ao seu tradicional bazar com mimos natalinos, no Espaço R&M Gastronomia. Com açúcar e com afeto, a partir do próximo dia 10, Andréa pilota o bazar com suas já conhecidas delícias para a temporada de festas.

Mostra

Jota Oliveira

Às vezes acreditamos piamente, que temos um problema. Por acreditar nesse problema, damos-lhe um tamanho maior que a nossa capacidade de resolvêlo. Por isso, perdemos valioso tempo em lamentações e pedidos inúteis. Muitos são os que neste dia que se inicia, não terão o alento do alimento á mesa, e para piorar verão seus entes queridos, na angústia da fome. E nada pior que a dor da fome. Outros, abandonados apenas as forças da Divina Providência, vão se resignar com a dor que carregam. Tendo como remédio, uma prece, um benzimento. Deixados de lado, em puro esquecimento. Alma querida, nunca se esqueça que Deus não se esquece de ninguém. Por isso, faça do seu problema, seja ele do tamanho que for, não uma fonte de lamentação e dor, mas uma ponte para seguir adiante, sem olhar para o tamanho, ou mesmo para sua proporção. Gigante mesmo é o poder que cada ser humano tem de conseguir, através da sua determinação, superar suas próprias deficiências. Então, esqueça o problema, pense na solução. E assim, com amor e dedicação, você vai vencer, com equilíbrio entre a emoção e a razão. A vitória te espera. Acredite em você. (Paulo Roberto Gaefke)

Cinéfilos Para os amantes da sétima arte, na próxima terça o Cineclube Natal dará início exibição da filmografia de François Truffaut. O evento, que segue até sábado, será às 18h30, no Nalva Café.

3 Filosoficamente a importância da culinária e do ato de comer nos é descrita pelos fragmentos da obra monumental Deipnosofistai (O Banquete dos Sofistas) de Ateneu de Naucratis (c. 200 a.C.). O autor descreve toda a sociedade grega da sua época com detalhes impressionantes sobre a evolução culinária na Grécia.

michele maisto -madrelingua@supercabo.com.br

« LETRAS E PRATOS »

2

O filme Parente é serpente (Mario Monicelli, 1992) retrata uma típica família italiana reunida na casa da nonna para a ceia de Natal. Separados pela distância e estilos de vida diferentes, tudo transcorre em clima de festa. No entanto, as verdadeiras personalidades de cada um dos irmãos, vão sendo expostas e minam, aos poucos, o clima festivo. O que resta da fraternidade familiar vai por água abaixo quando os avós anunciam que decidiram morar com um dos filhos.

Dâmocles Trinta em coro de vivas para a musa Christianne, em idade nova hoje

Vivas para Lairinho Rosado/Polyana. Ela trocando de idade hoje LUCIANO TOSCANO

Aniversariando hoje, Idaísa recebe os mimos do muso Zé Ivan Fernandes e do filho Brenno JOÃO NETO

Parabéns!

Uma exposição no Museu de Arte Contemporânea de Los Angeles, MOCA, exibe as obras de dois artistas pioneiros da arte homoerótica: o fotógrafo americano Bob Mizer (19221992) e o ilustrador finlandês Touko Laaksonen, conhecido como Tom da Finlândia. Confira algumas imagens no Arco-íris do nosso blog.

Abraços e vivas de felicidades para os aniversariantes Christianne Grandi Fernandes Trinta, Idaísa Cavalcanti Fernandes, Lorena Tinoco, Polyana Simas Rosado, e em Miami, César Ferrete amanhece em idade nova com os vivas da coluna. Amanha, dia 02, vivas antecipados para o jornalista blogueiro Marcelo Abdon (Boituca), Maria Zélia Paiva Fernandes e Robson Cavalcante. Comemora-se hoje o Dia Mundial de Combate a AIDS.

Prevenção

Kécia em tintins para o maridão Marcelo Abdon, rasgando folhinha amanhã

1

Da palavra latina lare (lugar onde se acendia o fogo) derivam as palavras lareira e lar. Durante séculos a cozinha teve o papel de agregar as pessoas também porque era o lugar mais quente da residência.

JOÃO NETO

JOÃO NETO

Bazar

Carpe Diem!

georgeazevedo@tribunadonorte.com.br

4

Para lembrar o Dia Mundial de combate a AIDS, celebrado hoje, o Hospital do Coração promove amanhã, uma palestra de conscientização e prevenção com os funcionários da instituição. O evento será às 16h, no Auditório do Hospital.

Cozinha Um ambiente em movimento

O nosso abraço para Robson Cavalcante, em idade nova amanhã

✃ Receita Gazpacho com sardinhas marinadas Rendimento: 2 pessoas INGREDIENTES 400g tomates para salada 120g pão tipo português ou italiano 100g caldo vegetal 80g sardinhas evisceradas 40g pimentão vermelho 40g pepino 10g cebolinha 5g açúcar 2colheres de chá de azeite extraVirgem Vinagre de vinho branco 1 dente de alho Sal e pimenta do reino MODO DE PREPARO:

E

stamos gastando cada vez mais para comer fora de casa, tanto em termos de dinheiro, quanto de tempo. Nas cidades do mundo ocidental o dado é incontestável: em muitos países nosso estilo de vida nos obriga a consumir na rua, e muitas vezes sem companhia, duas das três refeições principais (sem contar os lanches)! Talvez essa seja uma das chaves de leitura das razões do crescente interesse a respeito da gastronomia: “puxados” para fora de casa (1) queremos voltar ter mais controle sobre o que comemos e, conseqüentemente, sobre o espaço da cozinha. Em relação a esse ambiente doméstico, nas cidades brasileiras está acontecendo algo novo: a função prática (preparação de comida) e a função social (lugar de encontro com os outros) estão se separando fisicamente! Nos apartamentos pequenos a função social está migrando verticalmente para o espaço gourmet do condomínio: geralmente um salão com cozinha toda equipada e várias mesas onde é possível acomodar bem mais do que

A cozinha mantém fortemente sua função social: estresse do trabalho, ansiedade causada pelos estudos, birra de adolescentes, mudanças de humor se catalizam nesse espaço” as quatro pessoas que cabem no apartamento. Naqueles maiores a função social está se transferindo horizontalmente para a varanda: cada vez mais construtoras perceberam que o “ar livre doméstico”, se for equipado, é o ambiente ideal para a nova tendência. Devido à falta de espaço, em muitos países da Europa a cozinha mantém fortemente sua função social: es-

tresse do trabalho, ansiedade causada pelos estudos, birra de adolescentes, mudanças de humor feminino e masculino, encontram no espaço da cozinha um catalisador perfeito. Sem falar dos almoços de domingo, da ceia de final de ano (2), quando os hóspedes abrem a caixa de Pandora de onde saem rancores nunca sopitados, conflitos entre caracteres e orgulhos vários. E não é raro que a comida posta à mesa seja a causa principal dos conflitos. Nesse contexto já está se falando de Wellness Cozinha: um manifesto que promove um modus vivendi multisensorial onde, além do gosto e da qualidade, a música, o design, a decoração, as luzes, as cores e os perfumes se fundem. Isto é, a cozinha como um centro de bem-estar com os outros. Duas respostas modernas à mesma, antiga, necessidade humana: “Se tu vires um homem comer sozinho, sem companhia nenhuma, podes apostar que ele perdeu metade de sua vida” (Athenaios, gastrônomo grego do IIº séc. a.C.) (3).

Abra as sardinhas e tempere-as com sal, açúcar, uma colher de vinagre e uma de azeite. Deixe marinar durante 30 minutos. Retire as sementes dos tomates, corte-os em pedacinhos e coloque-os no liquidificador com 40g de pão molhado no vinagre, a cebolinha e uma pitada de sal e pimenta moída na hora. Quando tudo ficar homogêneo adicione o resto do azeite e dilua com o caldo bem frio. Passe tudo numa tigela e coloque na geladeira. Toste o resto do pão, em cubinhos, numa frigideira com azeite e alho. Sirva o gazpacho com as sardinhas no centro do prato e decore com o pimentão e o pepino em cubinhos e com o pão torrado. Receita de Mediterrâneo Buffet – Telefones: 4141-6437 / 9991-0876


tn família Faroeste

Confraternização

Durante uma entrevista para o The Tonight Show, Quentin Tarantino revelou que vai novamente realizar um faroeste e que este será seu próximo projeto. Porém, ele esclareceu que não será uma continuação de Django Livre. Leia mais no nosso blog.

Com direito a roda de samba, sorteio de brindes, posse da diretoria e entrega do troféu lambe-lambe, próximo dia 07 de dezembro, a Associação Potiguar de Fotografia promove sua confraternização de fim de ano. O evento será ao meio dia, no Clube da Caixa – Pium.

Carlos Alberto Araújo

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

5

Na capa Gisele Bündchen está em Night & Day, editorial da edição de dezembro da Vogue Brasil para 2013, da qual é capa. Na edição, ela mostra que é tão importante manter o glamour entre quatro paredes quanto nas festas mais high profile do fim do ano: a top model posa de lingerie na cama, e também com vestidos e separates festivos. Inovando O Facebook quer cada vez mais que os usuários passem o máximo de tempo possível dentro da rede social. Por isso, o site de Zuckerberg está testando um novo recurso que permite salvar conteúdos para ler depois, no estilo do conhecido aplicativo Instapaper, segundo informações do All Things D.

Clics dos melhores momentos da inauguração da Sierra Móveis e Sierra Garden by Artkasa, sob as lentes de João Neto e Bobflash.

Minucioso. É como pode ser definido o trabalho do médico Carlos Alberto Araújo, o nosso Cabeto. Pós-doutor pela Duke University e Chefe do Serviço de Cirurgia Torácica no HUOL, Dr. Carlos é o pioneiro no Estado quando o assunto é Cirurgia Minimamente Invasiva (CMI), tendo introduzido a prática em Natal, fazendo cirurgias com apenas uma incisão/corte, chamadas de Uniportal ou SinglePort. Sempre buscando aprimorar sua técnica, Dr. Carlos viaja o mundo participando de treinamentos promovidos pela Sociedade de Cirurgia Torácica, como o de Cirurgia Robótica, que aconteceu em janeiro desse ano, em Los Angeles, ministrado pela Dra. Marshall M. Blair. Semana passada, Cabeto esteve em Salvador participando do VI Simpósio de Cirurgia Minimamente Invasiva do Tórax, onde ministrou palestra sobre “Os Avanços da CMI”. No evento, também presença do Dr. Diego Gonzalez, de quem é amigo. Aliás, Dr. Carlos foi convidado para ser professor visitante da Universidade de La Corunã, atendendo pedido do Dr. Diego, onde também fará um curso de imersão em Cirurgia Torácica.

autos &

motores

TODAS AS SEXTAS NA TRIBUNA DO NORTE


6

tn família

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Parlamentar

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte comemorando 179 anos. A data foi celebrada com solenidade que também marcou os 50 anos do Hospital Central Coronel Pedro Germano, administrado pela PM. O evento aconteceu no auditório Morton Mariz, no Centro de Convenções de Natal, e contou com a presença da governadora Rosalba Ciarlini, militares, autoridades civis e colaboradores da segurança pública do RN. A cerimônia foi aberta pela banda da Polícia Militar ao som da Valsa Royal Cinema, numa homenagem aos 100 anos da composição do potiguar Tonheca Dantas, militar e exmaestro da banda da PM.

Minissérie “Amores Roubados” é o titulo da nova minissérie da Rede Globo de Televisão, que terá participação de um potiguar. Depois de atuar na novela “Cheias de Charme” e de celebrar os 20 anos de atividades do Clowns de Shakespeare, grupo norteriograndense de teatro o qual integra, César Ferrário viverá o moto taxista Bigode de Arame. »» Cheio de paixão, vingança e questões familiares mal resolvidas, o folhetim é ambientado em um sertão contemporâneo e tem como enredo a história do Don Juan que entra em apuros ao se envolver com a filha de um homem rico e poderoso da capital. A trama tem estreia no dia 6 de janeiro. A coluna vibra com mais talento potiguar em vitrine nacional. Parabéns.

Flor de sal Na companhia de Celso Amâncio e Rodrigo Loureiro, esta colunista foi abraçar Jemima Diniz Aladim em noite de lançamento. A empresária inaugurou, na cidade do Assu, a marca Flor de Sal - loja de acessórios finos.

Docéu Vargas e Rianete Cansanção fazem coro de vivas para Lilian Cabral, que muda de idade

LIEGEBARBALHO.COM

Hipocrisia

Congresso

As pessoas estão tão acostumadas a ouvir mentiras, que sinceridade demais faz com que você pareça arrogante – Jô Soares. Esta colunista comunga com escritor e apresentador. Ufa !!! A hipocrisia a cada dia toma conta da humanidade.

O médico alergologista Roberto Pacheco está em Belém do Pará onde participa do 40º Congresso Brasileiro de Alergia e Imunopatologia. O potiguar, que é presidente da Sociedade de Alergia do RN, ministrará palestra sobre a “ Imunoterapia – vacina e alergia”. Com encerramento nesta terça-feira, o evento acontece no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, e contará com a participação de profissionais brasileiros e de países como: Canadá, Estados Unidos e Japão. Tintina com seu amado César Ferrário. Ele faz mais uma atuação na TV Globo

O atuante Paulo César Costa, presidente da Comissão Criminal da OAB

O alergologista Roberto Pacheco é palestrante de Congresso em Belém do Pará

aniversariantes da semana. Cristiane Grande, João Augusto da Cunha Melo, Liliam Cabral, Josiane Lowain, Fernanda Amaral Montenegro, Tiago Câmara, Amaro Saturnino e o deputado federal Felipe Maia.

Marte e Mercúrio ativam positivamente o signo complementar ao seu, acentuam sua necessidade de relacionar-se e fazem com que estar com as outras pessoas lhe dê maior prazer. Você poderá ter contato com pessoas bastante dinâmicas, inteligente e estimulantes. DICA: há um astral de solidariedade a dois.

Gêmeos 21/05 a 20/06 Seu planeta Mercúrio harmonizase com Marte e lhe enche de disposição para dedicar-se a atividades práticas. Esses astros fazem com que mexer com terra, organizar hortas, vasos e canteiros seja excelente higiene mental. DICA: você anda mais perfeccionista e pode executar tudo com maior capricho.

Os planetas Marte e Mercúrio, em harmonia, favorecem seus contatos afetivos e os tornam mais estáveis. Você tende a sentir segurança em relação a seus sentimentos e isso facilita a vida amorosa. DICA: esses astros também lhe tornam bastante vital, com disposição para exercitar-se e agitar fisicamente.

Leão 22/07 a 22/08 Graças a Marte e Mercúrio estes dias são particularmente propícios para você analisar-se profundamente. Sua necessidade de introspeção está em alta e você poderá compreender ainda melhor suas próprias motivações. DICA: o Sol e Urano facilitam bastante as atividades sociais e dinamizam a vida em grupo.

Virgem 23/08 a 22/09 Agora Marte, em seu signo, está em harmonia com Mercúrio, por isso esses dias são ótimos para você recarregar suas baterias e concentrar-se em tudo o que lhe diz respeito. Cuidar do visual e renová-lo são ótimas pedidas. DICA: sua perspicácia está em alta e lhe permite ver através da aparência das coisas.

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA - da Companhia de Serviços Urbana de Natal, tendo como objetivo promover a conscientização dos funcionários, realizou na última semana no pátio da instituição a Semana Interna de Prevenção aos Acidentes do Trabalho – SIPAT 2013. “ Limpando com segurança hoje, amanhã e sempre” foi o título do evento que contou com palestras que abordaram temas como “Acidente no Trabalho”, ministrada pelos magistrados TRT, Simone Jalil e Alexandre Erick, e “Doenças infectocontagiosas”, a cargo da equipe técnica do Centro de Controle de Zoonoses.

Jornalismo

Jemima e Rodrigo Aladim com o deputado George Soares na inauguração da marca Flor de Sal no Assu

Câncer 21/06 a 21/07

Vereador Rafael Motta celebrando o título de parlamentar do ano na CMN

eee Os parabéns da » ANIVERSÁRIOS » coluna para os

Libra 23/09 a 22/10 Marte une-se a Mercúrio e ativa positivamente seu setor material, por isso acentua sua capacidade de realização e lhe dá condições de sair-se bem em tudo o que exija bom senso e eficiência. DICA: acautele-se contra comportamentos controladores no amor e não sufoque a pessoa amada com cenas de ciúme.

Escorpião 23/10 21/11 Mercúrio, em seu signo, capta para você as estimulantes emanações de Marte, que acentua seu lado dinâmico e facilita os relacionamentos e amizades. Curtir velhos amigos será muitíssimo gratificante. DICA: Netuno também continua em harmonia com Mercúrio e favorece os amores.

Sagitário 22/11 a 21/12 O fato de Mercúrio vibrar positivamente no signo anterior ao seu acentua sua capacidade de síntese e torna esta fase ótima para você fazer um balanço dos últimos acontecimentos. Você está em condições de ver as coisas de modo abrangente. DICA: meditar e mentalizar coisas positivas será bastante frutífero.

Uma noite para consagrar e prestigiar o talento potiguar, este é o objetivo do Prêmio Sistema Fecomércio RN de Jornalismo, que acontecerá no próximo dia 10 no Praiamar Hotel. Serão contempladas as categorias de Jornalismo Impresso; Telejornalismo; Radiojornalismo; Fotojornalismo; Jornalismo On-Line; e a Categoria Especial Estudante. A premiação total será de R$ 25 mil.

Celso Amâncio, esta colunista e Rodrigo Loureiro foram abraçar Jemina Diniz Aladim

« CINEMA » ★ RUIM ★ ★ REGULAR ★★★ BOM ★★★★ ÓTIMO ★★★★★ EXCELENTE ✩ ESTREIA ★★★★ JOGOS VORAZES EM CHAMAS (14

Astros nos energizam

Touro 21/04 a 20/05

Parnamirim foi escolhida pela Associação Nacional de Prefeitos e Vices como uma das 100 cidades mais sustentáveis do Brasil em 2013. A organização leva em conta o desenvolvimento de projetos que contribuem para o crescimento econômico e social do município e para a melhoria efetiva das condições de vida da população. A entrega da premiação aconteceu na última quarta-feira no auditório do Senado Federal, em Brasília.

Prevenção

CLAUDIA HOLLANDER

O fato de seu regente Marte ativar seu setor da saúde lhe ajuda a cuidar de si e a repensar seus hábitos alimentares. Você tende a executar suas tarefas com especial eficiência e pode inclusive organizar-se melhor. Os cuidados com o organismo também serão bastante frutíferos. DICA: procure caminhar mais.

Sustentabilidade

Dâmocles Trinta e Cristiane Grande. Ela celebrando mudança de idade

«HORÓSCOPO » Áries 21/03 a 20/04

Amaro Filho, dep. Felipe Maia e Amaro Saturnino. Os dois últimos brindando aniversário

liegebarbalho@tribunadonorte.com.br

Comemoração

Coronel Araújo, governadora Rosalba e o deputado Ricardo Motta nos festejos dos 179 anos da PMRN

Liege Barbalho

Os cumprimentos da coluna para o vereador Rafael Motta que foi eleito o parlamentar do ano pelo Comitê de Imprensa da Câmara Municipal de Natal. O vereador venceu a eleição com 13 votos, dos 25 eleitores. Rafael Motta vem se destacando em seu primeiro mandato com aprovação de 156 requerimentos e 24 Projetos de Lei, somente este ano. O parlamentar é presidente da Comissão de Direitos Humanos Trabalho e Minorias, vice-presidente da Frente Parlamentar de Defesa dos Animais, membro da Comissão do Parlamento Comum da Região Metropolitana e da Comissão de Ciência e Tecnologia da CMN.

Capricórnio 22/12 a 20/01 Estar com os amigos, curtir sua turma e frequentar clubes ou associações será divertido neste período, em que Mercúrio estimula seu lado consciente, fraternal e solidário. Esse planeta também motiva você a participar de tudo o que acontece a sua volta. DICA: reserve um tempo para relaxar e reequilibrar-se.

Aquário 21/01 a 19/02 Durante estes dias Mercúrio coloca você em evidência, acentua seu carisma pessoal e permite que faça sucesso em seu círculo social. Para não desgastar-se nem se estressar, é importante que você não assuma responsabilidades demais e reserve um tempo para relaxar. DICA: mudar de ambiente lhe fará bem.

Peixes 20/02 a 20/03 Sua necessidade de ação está em alta, por isso aproveite estes dias para fazer caminhadas, passear e agitar socialmente. Conhecer pessoas diferentes e respirar novos ares será estimulante. DICA: Marte e Mercúrio, em harmonia, fazem com que os papos com os amigos mostrem-se particularmente agradáveis.

anos, dublado e legendado) Moviecom 1. Sessões (dub) 14h10 (sáb e dom), 17h10 e 20h10 / Moviecom 7. Sessões (leg) 15h10, 18h10 e 21h10 / Cinemark 2. Sessões (leg) 12h40, 15h50, 19h e 22h10 / Cinemark 3. Sessões (dub) 11h30 (sáb e dom), 14h30, 17h50 e 21h10 (exceto ter e qui) / Cinépolis 2. Sessão (dub) 12h30 / Cinépolis 2. Sessão (leg) 17h45 / Cinépolis 5. Sessões (leg) 15h20 e 20h45 Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) retorna a salvo, depois de ter ganhado o 74º Jogos Vorazes com o colega Peeta Mellark. Vencer significa que eles devem retornar e abandonar sua família e amigos próximos, embarcando na “Turnê da Vitória” nos distritos. No decorrer do percurso, Katniss sente que uma rebelião está em ebulição, mas o congresso continua fortemente no controle, ao mesmo tempo que o Presidente Snow prepara o 75º Jogos Vorazes, uma competição que pode mudar Panem para sempre. Direção: Francis Lawrence ★★★★★ CAPITÃO PHILLIPS (14 anos, legendado) Moviecom 2. Sessões 16h30 e 21h15 / Cinemark 7. Sessões 21h50 (exceto sáb) e 23h50 (sáb) Baseado na história real do capitão Richard Phillips (Tom Hanks), que aceita ser tomado como refém por piratas somalianos em troca da liberdade da

sua tripulação. Direção: Paul Greengrass ★★★★ BLUE JASMINE (12 anos, legendado) Moviecom 2. Sessões 14h25 e 19h10 Jasmine (Cate Blanchett) vive na alta sociedade em Nova York. Sua vida muda completamente quando ela separa-se do marido e perde todo seu dinheiro. Com isto ela é obrigada a ir morar com sua modesta irmã em São Francisco. Agora, distante de seu luxuoso universo, Jasmine precisará reorganizar toda sua vida. Direção: Woody Allen ★★★★ THOR 2: O MUNDO SOMBRIO (10 anos, dublado e legendado) Moviecom 3. Sessões (leg) 19h e 21h25 / Moviecom 6. Sessão (3D) (dub) 21h20 / Cinemark 4. Sessões (leg) 19h40, 22h05 e 0h30 (sáb) / Cinépolis 6. Sessões (3D) 22h30 Thor (Chris Hemsworth) luta para salvar a Terra e os Nove Reinos de um inimigo sombrio, mas uma antiga raça liderada pelo vingativo Malekith (Christopher Eccleston) retorna para levar o universo de volta às trevas. Enfrentando um inimigo que nem mesmo Odin (Anthony Hopkins) e Asgard são capazes de derrotar, Thor embarcará em sua jornada mais perigosa e pessoal que o reunirá Jane Foster (Natalie Portman) e o forçará a sacrificar tudo para salvar a humanidade. Direção: Alan Taylor


Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

tn família

» OS CLICS E COMENTÁRIOS... »

Memória viva!

Projetos como esses “Projeto Tonheca Dantas: o Maestro dos Sertões” devem ser aplaudidos na cidade e servir de exemplo à grandes empresas locais. Acontece no dia 11 de dezembro, no Teatro Riachuelo, com um concerto especial da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte o resgate da história de um dos maiores nomes da nossa música. Desenvolvido com patrocínio do Morada da Paz e da Prefeitura de Natal, via Lei Djalma Maranhão, e realizado pela Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte e a Cooperativa da Música do Rio Grande do Norte, o projeto traz dois CDs, um com 13 composições de Tonheca Dantas gravadas pela OSRN e outro com fotografias, partituras e o e-book “A Desfolhar Saudades: uma Biografia de Tonheca Dantas”, do professor e escritor Cláudio Galvão. A apresentação é aberta ao público e gratuita, basta preencher um formulário no pop up do site do projeto www.tonhecadantas.com.br até o dia 05 de dezembro. Os ingressos poderão ser retirados na bilheteria do Teatro Riachuelo a partir do dia 07 de dezembro.

No vai e vem... AS varandas de Jacumã se iluminam com a chegada de Franca Giordanetti. Ela desembarcou para preparar a casa para o verão... * DEPOIS de andanças pela Califórnia a nossa fotografa top Rose Flor já desembarcou na cidade... * MORADA nova ...nossa querida Joanita Potiguar trocou sua visão mo mar e do rio pelo Unique , no Plano Palumbo. Mas, a “vista” ela continua tendo...*DEPOIS do “parabéns a você” Margreth e Carlos Câmara embarcam para a morada carioca...*MINHA sobrinha caçula Isa, filha de Luciano Gomes e Roseani vai comemorar seu 1º aninho, dia oito, no Ra-tin-Boom (San Vale).

Todos emocionados e a mamy Elizabeth de Almeida Bulhões (Betinha) super chique.O noivo é filho de Francisco Edson do Monte Negreiros e Ana Maria Leite Pinto.Após a cerimônia fui abraçá-los na recepção nos salões do Versailles/Cidade Jardim.Uma festa chique com os amigos das famílias e

Ao longo dos anos um grupo de mulheres, amigas, que em muitas tardes divertem-se no “pano verde” marcaram confraternização natalina. Será quartafeira na Nick sob a batuta de Regina Emerenciano. Me dá uma saudade da amiga Jane Faria!!!

DÉBORA&DIOGO – Os pais Palocha Bulhões-Elizabeth

Nair e a noiva filha de Efábio de Lima Peixoto-Luci.A alegria e descontração foi a tônica da noite e até eu caí na dança brindando com os noivos.Eles seguiram em lua de mel para Paris e Londres. Confiram o álbum no “Xereta”por Suely Nomizo .Dos dois casamentos.

DÉBORA &DIOGO – Os pais, Francisco Edson do Monte Negreiros e Ana Maria Leite Pinto

DEBORA&DIOGO A benção do Pe. Charles

LUCIANA&FERNANDO - Os pais do noivo Eduardo Moura-Nair

LUCIANA&FERNANDO- Vovó querida Cleide Galiza Pinheiro

LUCIANA&FERNANDO – A alegria da família Galiza & Pinheiro

LUCIANA&FERNANDO Izabelle-Correia Jr., a mamy Luiza Irene

LUCIANA&FERNANDO - Os pais da noiva e Fábio de Lima Peixoto-Luci

NA MARCATO- Ginany Gosson e a dupla Anninha e Mariana Melo

NO GREEN VILLAGE - Encontro das amigas Emiliana Peixoto e Christyane Grandi

» PARABÉNS PARA VOCÊS »

ELA MERECE - Presidente da AL dep. Ricardo Motta entrega prêmio a Idaisa Fernandes. Presente de aniversário!!!

★ RUIM ★ ★ REGULAR ★★★ BOM ★★★★ ÓTIMO ★★★★★ EXCELENTE ✩ ESTREIA

✩ CRÔ, O FILME (12 anos, nacional) Moviecom 4. Sessões 14h, 16h, 18h, 20h e 22h / Cinemark 5. Sessões 11h20 (sáb e dom), 13h20, 15h20, 17h20, 19h20, 21h20 e 23h30 (sáb) / Cinemark 6. Sessões 12h30, 14h20, 16h20, 18h20, 20h290 e 22h20 / Cinépolis 1. Sessões 12h45, 15h, 17h15, 19h30 e 21h45 / Cinépolis 2. Sessões 15h40 e 21h / Cinépolis 5. Sessões 13h15 e 18h30 Após herdar uma fortuna, Crodoalvo Valério, mais conhecido como “Crô”, não quer apenas uma vida de milionário. Decidido a encontrar uma nova paixão, ele inicia uma busca entrevistando diversos tipos de

FERNANDO MOURA com LUCIANA PEIXOTO,na Igreja do Galo,Convento de Santo Antônio,precisamente às 18horas,do sábado.Mas,fui abraçá-los e festejar com os noivos e as famílias na recepção do Versailles/Cidade Jardim. Animadíssimos os familiares e amigos dos pais Eduardo Pinheiro de Moura-

DÉBORA&DIOGO – Padrinhos dos noivos

« CINEMA »

★★★ BONS DE BICO (Livre, dublado) Moviecom 3. Sessões 14h50 e 16h50 / Cinemark 4. Sessões 13h, 15h30 e 17h35 Jake e Reggie são dois perus com grandes diferenças e poucas afinidades. Mas o destino unirá essas duas figuraças, quando eles terão que viajar no tempo juntos para mudar os rumos da história e fazer o impossível: impedir que os perus se tornem o prato tradicional do Natal. Direção: Jimmy Hayward

dos noivos.Uma noite linda!!! Fiquei feliz em reencontrar a amiga Heliana, tia da noiva,que reside no Rio,é minha amiga de CIC e vizinhas no Tirol.As suas netas eras as damas de Débora. 2- DO VERSAILLES/CIDADE-JARDIM PARA VERSAILLES/TIROL - Não fui a celebração do casamento de

Luluzinhas na Nick

hilnethcorreia@tribunadonorte.com.br

Parceria cultural

1- Sábado começamos a nossa caminhada de “Sins”pelo casamento de DÉBORA BULHÕES e DIOGO NEGREIROS.Uma noiva linda,elegante sendo conduzida pelo pai Paulo Bulhões (Palocha) na nave da Matriz de Sant’Anna, ao encontro de Diogo. Igreja decorada nos tons de branco.

Hilneth Correia

Por algumas vezes convidada sempre fui declinando, mas da última vez aceitei o convite. A entrevista foi ao ar da telinha da TV Universitária na última quarta-feira e será reprisada neste domingo às 15h. Muito bem comandada por Tarcísio Gurgel e com a participação dos meus amigos Elzinha Dutra e Jomar Jackson. Abri o baú, fiz algumas revelações, contei episódios de uma Natal conservadora, há 40 anos atrás. Mas, ainda tem muitas outras coisas. Ficarão para o livro que Tarcísio Gurgel me incentivou a escrever. Elzinha e Jomar foram lindos nos depoimentos. Obrigada a todos e assistam...

7

mulheres. Direção

: Bruno Barreto

✩ JACKASS – VOVÔ SEM VERGONHA (14 anos, legendado) Moviecom 5. Sessões 15h15, 17h20, 19h25 e 21h30 / Cinépolis 3. Sessões 14h, 16h30, 19h e 21h30 Irving Zisman, de 86 anos está fazendo uma viagem pelos Estados Unidos com seu neto de oito anos. Tudo parece normal, mas este idoso é na verdade um personagem de Jackass e o garoto poderá fazer tudo o que sonhou, ou seja, beber, fumar e encontrar stripers. Direção: Jeff Tremaine ✩ UM TIME SHOW DE BOLA (Livre, dublado) (3D) Moviecom 6. Sessões 14h20, 16h40 e 19h / Cinemark 7. Sessões 12h20, 14h40, 17h10 e 19h30 / Cinépolis 6. Sessões 14h45, 17h30 e 20h Amadeo, um jovem tímido e talentoso, tenta reunir seu time de futebol de pebolim, após uma separação.Sua ideia é juntar os amigos para finalmente superar The Champ, seu maior adversário. Diretor: Juan José Campanella

★★★ MEU PASSADO ME CONDENA (12 anos, nacional) Cinemark 1. Sessões 12h50, 15h, 18h10 e 20h45 / Cinépolis 4. Sessões 13h45, 16h15, 18h45 e 21h15 Com apenas um mês de namoro Fábio e Miá resolvem se casar e passar a lua de mel em um cruzeiro até a Europa. O problema é que na viagem eles encontram seus respectivos ex-namorados, Julia e Tiago, agora casados e também em lua de mel. Direção: Júlia Rezende ★★★★ ADEUS MINHA RAINHA (14 anos, legendado) Cinemark 4. Sessão 21h10 (ter e qui) A relação entre Maria Antonieta (Diane Kruger) e uma de suas leitoras, durante os primeiros dias da Revolução Francesa. Direção: Benoît Jacquot ★★★ DOCTOR WHO (10 anos, legendado) (3D) Cinemark 7. Sessão 21h50 (sáb) Episódio especial de uma das séries de TV mais tradicionais do mundo, há 50 anos no ar na Inglaterra, em versão cinematográfica. Direção: Nick Hurran

àAbraçar os amigos Christyane Grandi Fernandes,Idaísa Cavalcanti Fernandes, Lorena Tinoco Constantino,Cristina Marquecho Carvalho,Patrícia Guimarães Sampaio,Edmilson Teixeira,Vicente Pascareta Filho,Lúcia Helena Gomes SEGUNDA Fátima Albuquerque,Willame Galvão,Marcelo Abdon (Boituca),Maria Zélia Paiva Fernandes,Robson Cavalcanti...TERÇA - Silvana Galvão Bezerra,Ana Tereza Fiúza Motta,João Augusto Melo,Sônia Maria Dantas Fernandes Simonetti,Cleudo Juventino,Rodolfo Alves ...QUARTA - Fernando Siqueira,Antônio José Ferreira de Souza (Juja),Ana Esmeria Fonseca,Monique Brasil Flor,Nino Lobo

“Jogos Vorazes: Em Chamas” supera antecessor O segundo filme baseado na trilogia literária de Suzanne Collins, “Jogos Vorazes: Em Chamas” estreou nos cinemas mostrando mais maturidade e qualidade que seu antecessor de 2012. Na trama, Katniss Everdeen e Peeta Mellark estão em turnê pelos 12 distritos por terem sobrevivido à 74ª edição dos Jogos Vorazes, evento organizado pelo Governo onde pessoas lutam por suas vidas. A população passou a enxergar os sobreviventes como símbolos de resistência contra a opressão da Capital. Deixando os jogos em um plano menor, o diretor Francis Lawrence corrige os pontos fracos do primeiro filme entregando um material mais politizado e crítico. Em Chamas não se priva de explorar a violência da ditadura contra os

distritos e nem de mostrar como o poder político usa os meios de comunicação como agente manipulador. Com ótimas atuações e um bom

conteúdo, “Jogos Vorazes: Em Chamas” consegue, com facilidade, ser mais que um mero entretenimento. (João Victor Wanderley)


8

1

9

tnfamília

Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

7

2

8

COLEÇÕES

Foto 01 – Arthur Caliman. O luxo da “moda festa” de Arthur Caliman que aqui apresenta um longão preto com detalhes em tule.

GLAM

Foto 02 – Victor Dzenk. Os caftãns estampados e esvoaçantes para mulheres poderosas e absolutas de Victor Dzenk Foto 03 – Maré Mansa Maison. A proposta “sempre atual” do animal print para Maré Mansa Maison. Foto 04 – Le Femme. Os pisantes maravilhosos da marca Luiza Barcelos fizeram a festa no desfile da Le Femme.

Sucesso! Assim foi a segunda edição do Glam Coleções. O evento aconteceu na última quarta, 27, no Chaplin Recepções reunindo na passarela grandes nomes da moda potiguar e nacional como: Arthur Caliman, Day by Day Nathi, Estrela Viva, Lê Femme, Lilu, Maré Mansa, Onix Jóias, Victor Dzenk e It Beach que mostraram o que serão tendências para o alto verão 2014. Na ocasião, o cantor e ator Dado Dolabella fez um animadíssimo pocket show para os presentes. Passarelas à parte fizemos esse ensaio com a “ajudinha” do top estilista Victor Dzenk minutos antes de começar o fashion show. Veja só:

Foto 05 – Estrela Viva. O nude e os tons de dourado reinaram no desfile da Estrela Viva, mas o destaque ficou para os vestidos amarelos como esse rendado e super glam. Foto 06 – Day by Day Nathi. A coleção de Nathália Faria para Rio Center tem ótimas opções em “brancos” e “of whites” ideais para as festas de final de ano.

4

Foto 07 – Lilu. O desfile foi colorido e tropical, mas a gente amou esse look “black total” que é puro glamour, Foto 08 – It Beach. Vamos a la playa? Vamos, sim... e com muitos acessórios da It Beach, que são incríveis. Foto 09 – Ônix Jóias. Riqueza. Assim podemos definir as semi jóias e acessórios da Onix, que agora é revendedora exclusiva dos braceletes italianos Rosa Leal.

3

6

Ficha Técnica

Fotógrafa: Kássia Fernandes; Direção de moda: George Azevedo; Beleza: Lirêda Coiffeur; Modelo: Rebeca Câmara (Tráfego Models); Styling: David Tavares.

5


EMANUEL AMARAL

PARTE INTEGRANTE DO JORNAL TRIBUNA DO NORTE - NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE - LINHA DIRETA DO ASSINANTE NATAL: 4006-6100 - R - 6261

Presentes de Natal

Clube do Assinante Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 01 de dezembro de 2013

ADRIANO ABREU

ADRIANO ABREU

+

Italy Prata reluz com jóias, semi-jóias e peças em prata « PÁGINA 7 »

Penteados e colorações da moda estão no Shop Hair « PÁGINA 6 »

OFERTAS VÁLIDAS EXCLUSIVAMENTE AOS ASSINANTES DA TRIBUNA DO NORTE DE 01 A 31 DE DEZEMBRO DE 2013


2

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Clube do assinante DIVULGAÇÃO

Palavra do editor mês de dezembro tem aquele clima especial que todo mundo conhece e gosta. Natal é uma época marcante do ano. É tempo de luzes, de memórias, de sorrisos. É tempo de reunir a família, de estar perto de quem se ama. E para marcar essa celebração, o caderno CLUBE DO ASSINANTE encerra 2013 embrulhado para presente, no embalos do Papai Noel. Selecionamos uma série de boas dicas que podem dar uma cor ou sabor especiais para a sua troca de presentes do ano. Temos chocolates de primeira qualidade, entre outras guloseimas que ganharam a cara da época. Sugerimos também uma bela refeição natalina com vista para o mar, ideal para conservar boas lembranças. Um vinho ou espumante para acompanhar, com qualidade e preços camaradas. Também oferece a oportunidade de dar um trato no visual, com os cortes e as colorações do momento, para homens e mulheres. Para coroar a seção de presentes, uma peça preateada que faz os olhos brilharem mais forte.

AS

O

« NOTAS EXPLICATIVAS » »Este é um serviço gratuito, oferecido aos assinantes da TRIBUNA DO NORTE pelo Depto. de Marketing com o objetivo de orientá-los na hora de escolher sua opção de compras. As informações contidas no CLUBE DO ASSINANTE foram fornecidas pelas empresas conveniadas. Não nos responsabilizamos pelas mudanças de preços e descontos. »Os descontos oferecidos pelas empresas associadas e anunciadas são válidos durante o mês de dezembro de 2013. A cada mês ocorrem alterações na listagem. »No caso de assinaturas feitas por empresas, uma pessoa deverá ser nomeada como titular do cartão. Os descontos oferecidos não serão cumulativos.

A ceia natalina tem as cores e os sabores de uma data especial, mas pode ir além do trivial para se diferenciar

Tradições que vão à mesa tradição do Natal também se estende até a mesa. Porém, mesmo que a ceia natalina possua um dos cardápios mais conhecidos por todos, é sempre possível dar um toque pessoal na seleção de iguarias que será saboreada pela família ao redor da mesa. “Em qualquer ceia de Natal o que mais se leva em conta ainda é a tradição. Aqui e acolá, em algum detalhe, é que se pode dar uma renovada”, ensina Verônica Motta, que pertence a uma tradicional família de banqueteiras e quituteiras. Para Verônica, uma ceia natalina como manda o figurino normalmente tem e deve ter peru com farofa, tender, bacalhau, e sobremesas como rabanada, torta de nozes, e strudel de maçã (em forma de rosca). “Uma boa apresentação dos pratos cai bem, comer com os olhos também

A

serve para a ceia”, ressalta Verônica. A ceia natalina tem um roteiro básico, mas cada família também pode fazer a sua versão, o toque pessoal. “Cada família também tem a sua tradição, seu jeito de fazer a ceia. Por exemplo, tem a sua receita própria de bacalhau, fazer o peru recheado ao torrado, etc. Elas buscam sua própria maneira de fazer as coisas”, explica. E é possível dar um toque brasileiro num cardápio de tradição tão européia? Segundo Verônica, é possível sim. “Eu recomendo uma compota de alguma fruta local para acompanhar o tender. Pode ser uma pasta de caju, por exemplo, que é bem fácil de encontrar por aqui. É um toque sutil e saboroso”, diz. A composição também é importante. Se for decorar a mesa com frutas, Verônica sugere maçãs, pêras, uvas, abacaGerente de Marketing : Ricélia Santiago Editor : Carlos Peixoto Repórter: Tádzio França Atendimento aos assinantes: Halicene Dantas, Alexsandra Borges e Cibelle Ribeiro

xi, nozes, avelãs, pistache, macadâmia, frutas cristalizadas, e mesmo “pérolas” feitas de melão cortado. “Se quiser fugir do roteiro natalino convencional, também pode colocar algum prato com crustáceo, por exemplo”, completa. Para beber, um bom vinho ou um espumante, que tem a cara das celebrações de fim de ano – e harmonizam bem com os pratos doces. Verônica também sugere um ponche de frutas, mas de preferência, sem álcool. Trabalhando com um dos buffets mais tradicionais da cidade, Verônica Motta também ressalta a composição da mesa no sentido decorativo. “Uma toalha especial para a ocasião, arranjos natalinos, pratos bem dispostos, talheres, tudo no lugar. Ceia de Natal também é meio que um ritual. E todo mundo adora seguir”, conclui. End.: Av. Duque de Caxias, 106, Ribeira CEP: 59010-200. Fone: 4006-6100 R-6261-6262 E-mail: clube@tribunadonorte.com.br Fax: 4006-6120 www.tribunadonorte.com.br/clube.php


Clube do assinante Diversão LAZER

Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

3

Doces com cara de Natal

Big Blue Parque Aquático Av. Brigadeiro Paulo Salema s/n, Praia de Búzios Tel. (84) 3239-2118. Desc.: 20% à vista na entrada do parque, limite de até 05 pessoas por assinante.

JUNIOR SANTOS

Ma-Noa Park Av. Ponta dos Anéis, s/n Praia de Maracajaú Município de Maxaranguape/RN Tel.: (84) 3211-2140 Escritório: Av. Roberto Freire, 1850, Shopping Seaway, Capim Macio. Desc.: 30% na entrada do parque. Desconto não acumulativo com outros descontos. Respectivamente no máximo de 5 (cinco) pessoas, (titular + 4 dependentes). Marina Badauê Av. Deputado Márcio Marinho, s/n Praia de Pirangi do Norte/RN Tel.: (84) 3238-2066 Desc.: 50% à vista na entrada inteira para os passeios de barco (Assinante + 4 pessoas). Crianças até 5 anos não pagam e de 6 a 11 anos pagam meia entrada. Reservas antecipadas. Tropical Hotel Eco Resort Rua Da Floresta, 078, Taborda, São José de Mipibú-RN Tel.: 3645-6660 Desc.: 20% (dinheiro/ cartão) no day use e nas diárias, (exceto feriados prolongados). Desconto não cumulativo com nenhuma outra promoção.

Educação BERÇÁRIO,CRECHES, EDUCAÇÃO INFANTIL E OFICINA Creche e Berçário Espaço da Criança Rua: Dr° Lauro Pinto, 124, Lagoa Nova Tel.: 3231-0325. Desc.: 20% Na anuidade escolar de 2014. (Pagamento através do boleto bancário da creche).

CURSOS DE IDIOMAS CNA Inglês Definitivo Unidade I: Av. Hermes da Fonseca, 1168 Tirol Tel.: 3222.4395 Unidade II: R. Leôncio Etelvino de Medeiros, 2835 Mirassol Tel.: 3207-8468 Unidade III: Av. Senador João Câmara, 134 CentroParnamirim/RN Tel.: 3645-5062 Desc.: 20% à vista ou 15% a prazo nas mensalidades dos cursos de espanhol ou inglês. www.cna.com.br/parnamirim Escolas Fisk Unidade I: Rua Mipibu, 365 Petrópolis Tel.: 3222.7114 Unidade II: Shopping Via Direta, Mirassol Tel.: 3206-2711. Desc.: 25% à vista ou 20% a prazo nas parcelas dos cursos de inglês e espanhol e promoções para os cursos de informática. Informamos que estamos com novas turmas.

Guloseimas do café ganharam caras natalinas, entre cupcakes, alfajores, rocamboles, brigadeiros e pirulitos

D

oces com a cara do Natal são algumas das surpresas que Café Brigadeiro está apresentando em suas vitrines durante esse período. São mais de 50 tipos de guloseimas para saborear – e várias delas com motivos natalinos. A loja também capricha na embalagem, que pode ser personalizada. Um doce que já é um presente. Entre as iguarias doces estão cupcakes, rocamboles com nozes, alfajores, pirulitos de chocolate, brigadeiros (claro!) e bolos de Natal (maçã com nozes, ameixa e frutas cristalizadas). Vários deles ganham formatos

Word Station Av. Deodoro da Fonseca, 444 Cidade Alta Tel.: 3222.7923. Desc.: 45% à vista ou 45% a prazo nas mensalidades dos cursos de Inglês e Espanhol.

CURSOS PROFISSIONALIZANTES Microlins Av. Ayrton Senna, 1970 Neópolis Tel.: 3207-3727 Desc.: 35% à vista ou a prazo em todos os cursos, exceto nos cursos Vip.

Café Brigadeiro entra no clima natalino, personalizando seus produtos para a época, em sabores e embalagens de Papai Noel e árvores natalinas. Os brigadeiros gourmet podem levar pistache, menta, goiabada, nozes, doce de leite, etc. Vale ressaltar que tudo é feito com chocolate belga, um dos melhores do mercado. As famosas embalagens da casa também ganharam a cara da época. Além

Gastronomia ALIMENTOS DIETÉTICOS Flor de Sálvia Av. Afonso Pena, 483, Petrópolis Tel.: 4103-1976/ 9921-6921/ 9956-9736. Desc.: 15% à vista (dinheiro) em todo o cardápio. Exceto bebidas e sobremesas. Leve Sabor Av. Rodrigues Alves, 867, Tirol Tel.: 3611-9214. Desc.: 10% à vista em todo o cardápio de alimentos. Exceto Bebidas.

dos formatos, levam fitas vermelhas e douradas. A Café Brigadeiro também oferece na época o seu serviço de pratos para a ceia natalina (ou réveillon) por encomenda. Tem de filé ao molho de ervas ao salpicão. Pode-se encomendar ou comprar no balcão. No verão, a casa também faz a sua temporada em Pirangi. Café Brigadeiro Rua Olinto Meira, 1109 A, Barro Vermelho (por trás do Neves). Tel.: 3642-1181.

20%

os assinantes terão 20% de desconto. (Somente dezembro)

Nutre Saúde Center Rua Ataúlfo Alves, 1889 Candelária Tel.: 3231.5429 Desc.: 10% à vista nos produtos e pratos do dia (alimentação light e diet).

NOVA Ana & Cláudia Doces Rua: Praia de Pirangí, 2302, Ponta Negra Tel.: 3082-7515/ 8821-7039. Desc.: 10% à vista (dinheiro) em todos os serviços.


4

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Clube do assinante

Café Avenida Av. Deodoro da Fonseca, 585, Lj. 01 Tel.: 8807-7007 Desc.: 10% à vista (dinheiro) em todos os itens.

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Café Brigadeiro Rua: Olinto Meira, 1109 A, Barro Vermelho, (Por trás do Neves) Tel.: 3642-1181 Desc.: 10% à vista (dinheiro) em todos os serviços ( exceto nos bolos artísticos). O desconto não inclui entrega em domicilio.

O Há trab rótu sião as f esco ra d éop

Confraria das Massas Praça, Marechal Deodoro, 072, Neópolis, (Próximo a Rotatória da Avenida das Alagoas) Tel.: 3642-1538 Desc.: 20% à vista (dinheiro) ou 10% (cartão) em todos os itens do cardápio. Faceburg Av. Afonso Pena, 487, Petrópolis Tel.: 3223-2874 Desc.: 10% (dinheiro) em todos os produtos, exceto sobremesas e bebidas alcoólicas (Assinante + 3 dependentes). Manary Gastronomia & Arte Rua: Francisco Gurgel, 9067, Ponta Negra Tel.: 3204-2900. Desc.: 10% (dinheiro ou cartão de crédito) Em todos os itens do Restaurante do Hotel (Exceto Prato da Boa Lembrança). (Horário Diariamente: Das 12h às 16h e das 19h às 23h Somente com Reserva). Mercearia Sanduíches Rua: Lima e Silva, 1549, Lagoa Nova Tel.: 3615-6200 Desc.: 10% (dinheiro e cartão débito ou crédito) em todo o cardápio, exceto promoções. Ó Pai Ó – Culinária Baiana Rua: Fernando Barreto, 1443, Lagoa Nova Tel.: 3234-4250. Desc.: 10% à vista (dinheiro) em todo o cardápio, exceto bebidas. Restaurante Barra Mares Av. Cotovelo s/n, Praia de Cotovelo Parnamirim/RN Tel.: 3237-2164 Av. Litorânea, S/N, Redinha Nova (Logo depois do Aquário Natal). Desc.: 10% à vista em todo o cardápio. (O desconto é válido havendo consumação de no mínimo uma refeição). ShowCoFrutas R. Leonel Leite,1377, Shopping 10, Alecrim (2° Piso, Quiosque próximo a lotérica) Tel.: 9481-6183/ 8893.1366. Desc.: 10% à vista (dinheiro) em todo o cardápio.

BEBIDAS Casa dos Vinhos Av. Romualdo Galvão, 2100, Lj. 07, Cond. Chevernny Tel.: 3086-8384. Desc.: 10% (dinheiro ou vencimento do cartão) em todos os vinhos da loja.

Óticas New Vision Loja 01: Midway Mall, 1º Piso, Lj. 110A Tel.: 32314443. Loja 02: E. Princesa Isabel, 571, Cidade Alta, Centro Tel.: 3222-2843. Desc.: 20% (dinheiro ou vencimento do cartão) nas armações JB aço.

V

tino lho ace dro com Gra Manary Gastronomia & Arte conta com dois ambientes, e um menu que privilegia as receitas elaboradas com frutos do mar

Sabor com vista pro mar U

ma boa refeição, feita num ambiente charmoso e aprazível, pode ser o presente de Natal diferente que estava faltando. O restaurante do hotel Manary é uma jóia que não está restrita aos hóspedes. Desde 2010 faz parte da tradicional Associação de Restaurantes da Boa Lembrança, uma instituição que reúne alguns dos melhores restaurantes do Brasil. Elogiado por natalenses e turistas, o restaurante é uma delícia com vista para a praia de Ponta Negra. O restaurante do Manary já tem um cardápio especial para a noite de Natal. O menu natalino é o seguinte: como entrada, a salada do Papai Noel (folhas, rabanetes, creme de camarão,

Ótica Máster Av. Cel. Joaquim Manoel, 615 Loja 02 B-Ed. Harmony Medical Center Petrópolis Tel.: 3202-1084 Desc.: 20% à vista (dinheiro) ou 15% a prazo em toda a loja. Parcelamento no cartão em até 10x sem juros. Desconto não cumulativo com nenhuma outra promoção.

Presentes e decoração Arte Final Av. Afonso Pena, 703 Tirol Tel.: 3211-5661 Desc.: 20% à vista ou 10% a prazo em todos os produtos.

O restaurante do hotel Manary é considerado um dos espaços mais aprazíveis e de melhor gastronomia da capital potiguar, trabalhando iguarias para turistas e nativos nozes e cereja); o prato principal, tender com maçã servido com arroz de amêndoas, cuscuz marroquino e purê de maçã. O cardápio normal da casa é variado, incluindo diversas opções em carnes vermelhas e massas, mas ressaltando a presença dos frutos do mar. O som e o cheiro do mar combinam com essas escolhas. Um dos pratos mais pedidos da casa,

Moeda de Ouro Loja 01: Rua Leonel Leite, 1429 Alecrim Tel.: 3213-0503. Loja 02: Av. Presidente Bandeira, 576, Alecrim Tel.: 3613.2744. Desc.: 20% à vista (dinheiro) ou 10% a prazo em toda a loja, exceto produtos em promoção. Moldura Minuto Av. Hermes da Fonseca, 1317, Tirol Tel.: 20140-9180 Av. Engenheiro Roberto Freire, 2920 Shopping Cidade Jardim – Loja 49 Capim Macio Tel.: 3207-2235 Desc.: 20% à vista (dinheiro) em quadros da vitrine, 15% à vista (dinheiro) em serviços de

não à toa, é o ‘misto di mare’, uma chapa quente repleta de delícias grelhadas como lagosta, camarão, mexilhões, peixe, polvo, frutas e legumes. Outro destaque é o prato da Associação da Boa Lembrança, o ‘baião de todos’, um risoto cremoso de arroz agulhinha com feijão, frutos do mar, jerimum, pimentão, cebola, alho, queijo de coalho, castanha de caju e ervas frescas.

Manary Gastronomia & Arte Rua Francisco Gurgel, 9067, Ponta Negra. Tel.: 3204-2900.

10%

Somente para dezembro: o assinante que jantar no restaurante durante esse mês ganhará uma taça de espumante. Desconto de 10% em todo o cardápio da casa.

emolduramento e 10% a prazo em até 6x no cartão, parcela mínima de R$50,00. Desconto não cumulativo com nenhuma outra promoção. Sonho Meu Presentes Av. Hermes da Fonseca, 620 Tirol Tel. 3201.1933 Desc.: 20% à vista (dinheiro, cheque ou cartão) na confecção de colchas de cama e cortinas (mão-deobra).

Produtos e serviços

En

Buff Sap R. R Desc assi o as para válid Com PACO met bolo


Clube do assinante AÇÃO

Vinhos para várias mesas O

s natalenses estão brindando mais e melhor à sua saúde e também ao prazer de beber um vinho de qualidade. Há oito anos no mercado, a Casa dos Vinhos trabalha atualmente uma variedade de 300 rótulos diferentes. Um vinho para cada ocasião e para cada bolso. No momento em que as festividades de fim de ano se aproximam, escolher um bom vinho (ou espumante) para deixar a ceia ou o réveillon mais saborosos é o presente que muita gente pretende dar. “Atualmente os vinhos chilenos e argentinos são os mais pedidos, pois são o de melhor custo/benefício: têm qualidade e são acessíveis”, afirma o proprietário Luiz Pedro Fernandes. Entre os rótulos que ele recomenda para a ceia, estão o chileno Veo Grande, e o argentino Los Haroldos. Os espumantes são praticamente obri-

Casa dos Vinhos tem oito anos de mercado e mais de 300 rótulos diferentes, em diversos preços, para atender os apreciadores de uma boa bebida gatórios para celebrar o fim do ano. Entre estes, Luiz Pedro recomenda o Lambrusco Costazzurra, um clássico italiano, ou um dos premiados nacionais, como o Cavalleri Brut ou Moscatel. “O Cavalleri foi medalha de ouro no IV Concurso do Espumante Fino Brasileiro. Além de tudo, é ideal para as sobremesas das ceias”, ressalta. Além dos populares argentinos e chilenos, a adega da casa também oferece rótu-

los de Portugal, França, Itália, Uruguai, Austrália, África do Sul, Espanha e, é claro, Brasil. Luiz Pedro afirma que o mercado natalense já está pronto para receber mais – e degustar – mais informação. “Pode-se dizer que já temos um mercado consolidado. O vinho já é encarado como um ingrediente de consumo regular, quando apreciado com moderação. Hoje já se sabe os benefícios que ele traz para a saúde, muito à frente da maioria das outras bebidas”, analisa. Casa dos Vinhos Av. Romualdo Galvão, 2100, loja 07, Condomínio Chevernny. Tel.: 3086-8384.

15%

Somente para dezembro: os quinze primeiros assinantes terão 15% de desconto nos vinhos.

r

Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

5

Tel.: 9406-8128/ 9800-7067. Desc.: 20% à vista (dinheiro) em todos os pacotes de brinquedos. (O pacote deve ser de no mínimo R$250,00). Espaço Baby Pequeninos (Decoração de Festas) Alameda das Mansões, 3693, Candelária Tel.: 9406-8128/ 9800-7067. Desc.: 20% à vista (dinheiro) Nos serviços de decorações de festas, com temas personalizados, voltada para o público baby, para batizados, chás de bebê, e aniversário da primeira infância (1 a 4 anos em geral). Junto com a decoração, oferecemos também a confecção e personalização de lembrancinhas ou itens para compor a mesa.

FLORICULTURAS E PAISAGISMO Art Plantas Av. Ayrton Senna, s/n Nova Parnamirim (Próximo ao Colégio Salesiano Dom Bosco) Tel.: 3608-4736 Desc.: 20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja. Ceiça Flores Av. Eng. Roberto Freire, 2895 Nordestão Cidade Jardim Tel.: 3217-2755 Desc.: 20% à vista (dinheiro) em toda loja (não inclui entrega em domicílio). Flor & Art Av. Eng° Roberto Freire, 2824, (Estacionamento do Hiper Bom Preço) Tel.: 3217-4809 Desc.: 20% à vista (dinheiro ou vencimento do cartão) nas flores de corte. Exceto plantas envasadas como (Orquídeas e bonsais) e taxas de entrega.

hapa omo olvo, rato aião aguum, lho,

Floricultura Quatro Estações Av. Afonso, 691A, Tirol Tel.: 3221-0711/ 9126-2203 Desc.: 20% à vista (dinheiro ou cartão para o vencimento) em toda loja. (o desconto não inclui entrega em domicílio). Girassol Flores e Jardins Av Eng Roberto Freire, 3039 Capim Macio Tel.: 3217-6278 Desc.: 20% à vista nas flores naturais

PRODUTOS TERAPÊUTICOS

Entre os muitos rótulos de vários países, destaque para os vinhos chilenos e argentinos, campeões no quesito custo/benefício

artão,

3 o) na -de-

Buffet Infantil Sapekas Play R. Raimundo Chaves, 1908, Candelária Tel.: 3206-6915 Desc.: (dinheiro ou parcelado) PARCELADO: De R$4.700 o assinante paga R$ 3.650 em 1 + 3 ou ÁVISTA: De R$4.230 o assinante paga R$3.350. NA FESTA PROMOÇÃO SAPEKAS, para 80 convidados com 3 horas de festa. A promoção é válida para festas de Segunda a Quinta, exceto feriados. Com agendamento somente até Janeiro de 2014. O PACOTE INCLUI: Decoração padrão (decoração de 4,5 metros quadrados - tradicional ou provençal, mesa bolo, mesa lancheiras, mesa guloseimas, caixa de

presente, voal paredes ou malhas); 3000 enchimentos, iluminação interna, convite sapekas, taxa de salão administrativa, doces, salgados assados, folhados e fritos, torta dos parabéns, refrigerante, água,suco e gelo, míni cachorro quente, míni hot dog, míni pizza, míni churros, míni hambúrguer, pipoca e algodão doce . Não inclui lancheiras nem balões.

4450/ 8784-1445. Desc.: 20% à vista (dinheiro) nas cestas de café da manhã.

CESTAS,PRESENTES E HOMENAGENS AO VIVO

LOCAÇÃO DE BRINQUEDOS E EVENTOS INFANTIL

Breakfast Sabor de Carinho Av. Paulistana, 2113 Panatis 1 Tel.: 3214-3521/9987-

Espaço Baby Pequeninos Alameda das Mansões, 3693, Candelária

GM Som E Homenagens Rua Jandira, 809 Bairro Nordeste Tel.: 36541088/3082-0029. Desc.: 20% à vista (dinheiro) em todos os produtos e serviços.

Ânima Produtos Terapêuticos Av. Hermes da Fonseca, 406, Mercado de petrópolis box- 40, Petrópolis Tel.: 3221- 4727 Desc.: 20% à vista (dinheiro) nas linhas de aromatizadores para ambientes, artigos esotéricos e de decoração.

FOTOGRAFIA,FILMAGEM E ACESSÓRIOS Fafá Nobre Studio R. Inconfidentes, 4778 Conjunto Pirangi II etapa Tel.: 3217-3804/9981-5640 Desc.: 20% à vista no pôster (fotos 50x75), e book infantil, 20 fotos (foto 20x30). www.fafanobre.com.br Italy Color R. Cel. Milton Freire, 2865, Lj. 06, Cidade Jardim, Por trás do Nordestão do Cidade Jardim Tel.: 9982-4136. Desc.: 15% à vista nos serviços fotográficos e 10% à vista nos produtos.


6

Natal - Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

PAPELARIA E LIVRARIAS Rellicarium – Papelaria e Presentes Av. Afonso Pena, 628 Loja 5 Petrópolis Tel.: 3211-2300 Desc.: 20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja.

PELÍCULAS,PERSIANAS E TAPETES Películas Design Rua: Jaguarari, 1875, Jaguarari Center, Lj.12, Lagoa Nova Tel.: 3223-6770 Desc.: 20% à vista (dinheiro) Nas películas.

Roupas, bolsa & acessórios BIJUTERIAS E ACESSÓRIOS Italy Prata Av. Eng° Roberto Freire, 8790, Praia Shopping, Loja C-06, Ponta Negra Tel.: 3219-2180 Desc.: 20% à vista (dinheiro) ou 10% à Prazo em toda a loja (exceto promoções).

Clube do assinante

Tocar e retocar o visual É

tudo uma questão de saber cuidar e retocar. São os serviços mais procurados quando chega o fim do ano no salão Shop Hair, que há mais de 10 anos cuida da saúde e beleza dos cabelos de mulheres e homens. “Retocar as mechas e as escovas definitivas são os que elas mais fazem nesse período”, afirma a proprietária Débora Maia. Para o fim do ano, Débora afirma que o ruivo e o loiro volumosos estão em alta. “São modismos lançados pelas novelas. As mulheres seguem as personagens de destaque”, diz. O marrom saiu de cena. Para complementar, os

Salão Shop Hair tem 10 anos de mercado, cuidando do visual de mulheres e homens tratamentos que cuidam da saúde dos cabelos: a cauterização e a blindagem dos fios deixam os cabelos alinhados, reduzem o volume, protegendo-os dos tratamentos químicos. Outros recursos incluem selagem, escovas, megahair (alongamento dos fios), hidratações e colorações. E a be-

leza não se restringe ao cabelo: tem limpeza de pele, clareamento e peeling, drenagem linfática manual, mãos e pés (com direito a unhas de gel). Os homens também estão comparecendo mais, sem preconceito, pedindo limpeza de pele, sobrancelha, hidratação, e pigmentação dos cabelos. Shop Hair Av. Senador Salgado Filho, 3684, Candelária (ao lado do Natal Shopping). Tel.: 3231-1701/Av. Eng. Roberto Freire, 2920, Shopping Cidade Jardim, lj 54, Capim Macio. Tel.: 3207-1754.

10%

Só para dezembro: os 10 primeiros assinantes que fizerem serviços de química ganharão pé e mão.

ADRIANO ABREU

Tiê Bijuterias e Presentes Shopping Via Direta, Loja 892, Mirassol Tel.: 3206-3850 Norte Shopping, Loja 220, Potengi Tel.: 3674-8450 Shopping Cidade Jardim – Tel: 3217.9850 Desc.: 20% à vista (dinheiro ou vencimento cartão) em toda a loja.

BOLSAS,CALÇADOS E ACESSÓRIOS Bagagerie – Bolsas, malas e acessórios Midway Mall loja 144 A 1º piso, Tirol Tel.: 3646-3515 Desc.: 20% à vista (dinheiro) em toda a loja. (exceto produtos em promoção). Le Postiche Midway Mall lojas 272/272 A 1º piso, Tirol Tel.: 3646-3240. Desc.: 20% à vista (dinheiro) nas linhas escolares infantis (exceto produtos em promoção).

MODA FEMININA Básica Moda Feminina R. Anibal Brandão, Galeria Tânia Pereira, Loja: 391B, Nova Parnamirim (Na lateral do Salesiano Dom Bosco) Tel.: 3208-4091 Desc.: 20% à vista (dinheiro) em toda a loja, exceto promoções. Dueto Moda Feminina Av. Jaguarari 1875, Jaguarari Center Loja 13 Lagoa Nova Tel.: 3213-2306 Desc.: 20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja. Malug Roupas e Acessórios Av Romualdo Galvão, 2100 Loja 06 Lagoa Nova Tel.: 3206-4804 Desc.: 20% à vista (dinheiro) ou 10% a prazo em toda a loja. Zullys Av. Amintas Barros, 2909 Loja 02 Lagoa Nova Tel.: 3606-0343 Desc.: 20% à vista (dinheiro) ou 10% a prazo a toda a loja.

MODA INFANTIL

Os tratamentos para os cabelos ainda são os serviços mais procurados, desde os corte a colorações e hidratações

Via Baby Av. Bernardo Vieira, 3775, Midway Mall, Loja 366-A, 3° Piso, Tirol Tel.: 3206-6345. Desc.: 20% à vista (dinheiro) em toda a loja, exceto produtos em promoção.

Pirineus Shopping Via Direta, loja 209 Mirassol Tel.: 3206-2303 Desc.: 20% à vista (dinheiro) em toda a loja.

MODA MASCULINA

MODA UNISSEX

O Gordo - Tamanhos Especiais Shopping Via Direta, loja 217 Mirassol Tel.: 3234-

Tissage – Moda Masculina e Feminina Av. Sen. Salgado Filho, 2190 Portugal Center Loja

3547. Desc.: 20% à vista (dinheiro) em toda a loja.

11, Lagoa Nova. Tel.: 3234-5017 Desc.: 20% à vista (dinheiro ou débito) em toda a loja. Vestale Colection Av. Prudente de Morais, 2936 Loja 07 Shopping Unicenter Lagoa Seca Tel.: 3223-5002 Desc.: 20% à vista ou 5% a prazo em toda a loja.


Clube do assinante Saúde, bem-estar e beleza ACADEMIAS E CLUBES AGEM Academia R. Conselheiro Lafayete , 2837 Conj. Pirangi 1ª Etapa Neópolis Tel.:3217.5586 Desc.: 20% à vista (dinheiro) em uma das modalidades - ginástica aéro-local, Musculação, jump e spinning Academia de Kung Fu Shao Lin R. Luzia Bezerra, 244 Rosa dos Ventos Parnamirim Tel.: 9600-5812/ 8809-5296 Desc.: 20% à vista nas três primeiras mensalidades e isenção da taxa de matrícula (kung fu tradicional, boxe chinês e Shuai Shiao). www.kungfurn.com. Aero Football Center Av. Hermes da Fonseca, 1400 Tirol Tel.: 3221.1408 Desc.: 25% à vista na escolinha de futebol e 10% à vista na locação de quadras e no futebol para executivos.

Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Presentes para brilhar B

rilho com certificado de autenticidade. É o que a Italy Prata oferece há sete anos no mercado. A loja trabalha com jóias e semijóias de prata, folheadas, ou de prata com banho de ouro, além de relógios charmosos com atestado fashion. Várias dicas de presentes natalinos estão na vitrine. Segundo a proprietária Ana Karine, o Natal traz as suas tendências. Entre elas, os conjuntos, reunindo brinco, corrente e pingente. O pingente de coração ainda é o favorito entre casais. Ela também sugere, para as mulheres, o kit da marca Allora que junta relógio, brinco, corrente e pingente, espe-

Italy Prata trabalha há sete anos com jóis e semijóias de prata, folheadas, ou de prata com banho de ouro, além de uma variedade de relógios para homens e mulheres

melhor. “Temos várias opções em prata, que dá um toque elegante na mistura”, diz Ana. Há também os ‘maxi’ brincos e colares, grandes como manda o figurino do momento. Os pingentes usam pedras naturais, como ágata, quartzo rosa, dolomita, olho de tigre, ametista, entre outras. A prata é de teor 925, o melhor do gênero.

cialmente para elas. Outra tendência da estação é o uso e abuso de pulseiras, moda que já foi batizada de “pulseirismo”, em que a mulher faz um grande mix de pulseiras e braceletes no braço. Quanto mais,

Italy Prata Av. Engenheiro Roberto Freire, 8790, Praia Shopping, loja C-06, Ponta Negra. Tel.: 3219-2180. Somente para dezembro: os primeiros 20 assinantes que comprarem acima de R$100 ganharão um brinco em aço (k1k2 ou k1k3).

ADRIANO ABREU

K1 Academia R. Domingos Alves Queiroz, 021, Nova Parnamirim Tel.: 3608-4256 Desc.: 20% (dinheiro ou cheque) Assinante Isento da taxa de adesão, os 20% desc. No valor de tabela para as mensalidades de: Ergometria, musculação, spinning, Ginástica, Funcional, Muay-Thai e Danças. (Exceto Pilates e Jiu-Jitsu). Promoção não cumulativa. Tuareg – Kasa do Oriente (Dança do Ventre) R. Praia de Alagamar, 2170 Ponta Negra Tel.: 32190029. Desc.: 20% à vista nas aulas da dança do ventre. Tutubarão Av. Nascimento de Castro, 954, Dix-Sept Rosado Tel.: 3223-5599. Desc.: 20% à vista (dinheiro). Com 1 mensalidade o cliente pode fazer as 4 (quatro) modalidades: natação, hidroginástica, musculação e ginástica. Exceto fisioterapia e hidroterapia. WM Fitness Av. Senador Salgado Filho, 3010, Candelária Tel.: 3206-3226. Desc.: 20% à vista no plano mensal, horário livre, incluso todas as modalidades que academia oferece, ou 10% nos planos trimestral, semestral ou anual. Calculados sobre o preço em vigor.

ARTIGOS TERAPÊUTICOS Maktub Shopping Via Direta, Loja 824 Mirassol Tel. 3234-1897. Desc.: 20% à vista ou 10% a prazo em toda a loja.

CABELEIREIROS Frank Centro de Beleza Av. Romualdo Galvão 779, Tirol Tel.: 3211-1134 Desc.: 20% à vista na cauterização, manicure, pedicure, depilação e escova. Shop Hair Av. Senador Salgado Filho, 3684 Candelária

7

As pulseiras estão em alta nesta estação, dividindo espaço os pingentes de pedras, relógios e outros artigos (ao lado do Natal Shopping) Tel.: 3231-1701 Av. Engº Roberto Freire, 2920, Shopping Cidade Jardim, Lj. 054, Ponta Negra Tel. 3207-1754. Desc.: 20% à vista na hidratação comum, coloração e mechas. Nos demais serviços 10% à vista (exceto estética).

CLÍNICAS DE FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA Fisioterapia Respiratória Pediátrica Rua Tomaz Matias II, 156 Nova Parnamirim Parnamirim/ RN Tel.: 3608.0596 / 8816.2989/

9976-7570. Desc.: 20% à vista (dinheiro) nas sessões realizadas. Atendimento 24H de domingo a domingo e por hora marcada.

CLÍNICAS TERAPÊUTICAS Bliss Estética Rua: Drº Renato Dantas, 488, Petrópolis, Tel.: 2020-0559 Desc.: 20% à vista (dinheiro), Nos serviços de Estética Corporal e Facial, Design de

Sobrancelha. CIRP – Centro Integrado de Reeducação Postural Rua Coronel Costa Pinheiro, 1522, Tirol Tel.: 3211.6016. Desc.: 20% à vista nas sessões de pilates para reabilitação e fitness, RPG, osteopatia, terapia manual, reabilitação cardíaca e pulmonar e fisioterapia para gestantes, reabilitação do equilíbrio corporal e vestibular, treinamento funcional.


8

Natal • Rio Grande do Norte Domingo, 01 de dezembro de 2013

Clube do assinante

Doçuras para vários momentos DIVULGAÇÃO

Ana Alves e Cláudia Mendonça criaram há 12 anos um serviço de produção em doces finos que adoçam eventos diversos

U

ma parceria que adoça a vida de muita gente há 12 anos. Ana & Cláudia Doces é o resultado do trabalho em conjunto de Ana Alves e Cláudia Mendonça, duas “amigas de condomínio” que resolverem apostar num negócio despretensioso, e criaram uma sólida empresa de doces finos e decorados com temas personalizados. “As crianças cresceram e a gente precisava fazer alguma coisa. Sugeriram que fizéssemos docinhos pra vender no condomínio. Deu certo, e o negócio foi crescendo”, conta Ana. Hoje eles produzem doçuras para festas variadas, aniversários, infantis, debutantes, e eventos corporativos. Agora elas contam com uma equipe de seis pessoas na cozinha. Do forno saem cupcakes, brownies, brigadeiros, alfajores, bem

Entre as guloseimas de Ana & Cláudia estão cupcakes, brownies, brigadeiros, alfajores, bem casados, trufas, etc.

casados, pirulitos de chocolate, trufas, bombons, entre outros. Para o Natal, certos ingredientes ficam mais populares, como damascos, amêndoas, nozes e frutas secas, usadas como recheios “Sempre usamos as frutas reais

para rechear, nada de sabores artificiais”, ressalta Ana. A dupla fez uma lembrancinha para a data: um cupcake numa caixa em forma de Papai Noel. Elas capricham nas embalagens temáticas da época.

Tel.: 3234-1703. Desc.: 20% à vista (dinheiro) Nos serviços de Podologia.

Nova Tel.: 3231-1050 Desc.: 20% à vista (dinheiro) em todos os serviços.

PERFUMARIA, COSMÉTICOS E DROGARIAS

E2 Corpo e Mente Rua: Raimundo Juvino Oliveira, 2400, Lagoa Nova Tel.: 3222-2070 Desc.: 20% à vista (dinheiro), nos serviços de Acupuntura, Massagens, Estética (Corporal e Facial), e Depilação.

SPA Pratagy e Salão Fina Flor Rua: Cel. Inácio Vale, 8847, Ponta Negra (Dentro do Hotel Rifoles) Tel.: 3643-5000 Desc.: 20% à vista (dinheiro) em todos os serviços do salão e SPA (massagem – tratamento corporal e facial, manicure e pedicure, depilação, corte, escova, penteado, maquiagem e química). Av. Sem. Dinarte de Medeiros Mariz,1195, Via costeira Dentro do Hotel Parque da Costeira) Tel.: 3203-4800

DEPILAÇÃO,ESTÉTICA E BELEZA

ESTAMPARIA E BORDADOS

Veículos

Clinopé Rua Romualdo Galvão, 1873, Lagoa Nova

Stamp Service Av. Amintas Barros, 3955, Center Oito, Lj. 08, Lagoa

ACESSÓRIOS PARA CARROS

Clínica Márcia Ortiz (Atividades aquáticas e psicocorporais) Av. Passeio dos Girassóis, 2562 Mirassol Tel.: 3231.1727 /9481.2979. Desc.: 20% à vista em todos os serviços, incluindo a avaliação. Desconto válido para alunos novatos e em um contrato mínimo de 03 meses. www.marciaortiz.com.br

SOLUI Farmácia de Manipulação Rua Apodi, 559 Tirol Tel.: 3222-1900/3222-1901 Desc.: 20% à vista (dinheiro ou cheque) na manipulação de fórmulas (ou produtos manipulados)

Ana & Cláudia Doces Rua Praia de Pirangi, 2302, Ponta Negra. Tel.: 3082-7515

10%

Os assinantes que fizerem suas encomentdas à partir de R$ 200,00 reais, ganharam uma caixinha de doces clássicos. (Somente no mês de dezembro)

Dom Car Peças & Serviços Av. Alexandrino de Alencar, 1112 Lagoa Seca Tel.: 3211.7501/3222.8611 Desc.: 15% à vista nas peças.

TROCA DE ÓLEO,LAVA JATO E REVITALIZAÇÃO DE PINTURA Car Service J. Marques Loja 01: Av. Presidente Bandeira, 975 Lagoa Seca Tel.: 3223-6338/9980-3535 Desc.: 15% à vista (dinheiro) Na troca de óleo, lava jato e polimentos, (exceto promoções). Loja 02: Estacionamento do Hiper Bompreço Cidade Jardim Tel.:3207-1305/8855-1961 Desc.: 15% à vista Lavagem Ecológica (Sem água) e Polimentos. (dinheiro) em todos os produtos e serviços (exceto promoções).


Tribuna do Norte - 01/12/2013