Page 1

Distribuição Gratuita - JUNHO/JULHO 2011 - edição 5

FESTAS JUNINAS

as comemorações que agitam todo o Nordeste brasileiro

VINHOS TINTOS Quentes ou frios, são a melhor opção do inverno

Cancún O paraíso arqueológico de águas azul-safira

PARCERIA TREND e REXTUR unem seus potenciais em prol dos agentes de viagens

EDUARDO BERNARDES Diretor comercial revela como a GOL atingiu o topo do céu

ACESSIBILIDADE Turismo para quem possui deficiências


editorial

Palavra do Presidente

A

migos, como bom carioca, sou grande apreciador do romeu e julieta, a famosa combinação de goiabada com queijo. Tem gente que não abre mão de um café com leite, e outros que não vivem sem um arroz com feijão. Parece que existem situações que foram feitas uma para a outra. E olha que essas coisas duram bastante tempo.

É desta forma que nós encaramos este enorme desafio do projeto que iniciamos com a Rextur. Muito mais que uma parceria comercial, é uma forma clara e objetiva de, mais uma vez, beneficiar e prestigiar o agente de viagens, gerando facilidades e boas oportunidades de negócios. Uma empresa de pessoas (e lá na Rextur encontramos pessoas fascinantes) e gerações diferentes, e muita competência quando o assunto é aéreo. Afinal de contas, eles vivem literalmente voando. E como nós adoramos velocidade, altura e competência, embarcamos nessa e estamos muito felizes. Hoje, nossos mais de 7 mil clientes ativos podem diariamente contar com a facilidade de comprar o aéreo em nosso portal, com a garantia e a experiência de mais de 30 anos de quem praticamente fundou este negócio de consolidação aérea. Em apenas algumas horas do início de nossas operações, no dia 19 de maio, percebemos que realmente a Trend estava em dívida com esta facilidade. Mas como tudo na vida tem o seu momento, acertamos na escolha e desenhamos um projeto que apenas decolou e nem alcançou a velocidade de cruzeiro ainda. Teremos mais, seremos mais, e ofertaremos, sempre focados exclusivamente nos agentes de viagens, os benefícios e as soluções que fazem a diferença no dia a dia de uma agência. Aviões hospedando? Hotéis voando? Este é apenas o primeiro capítulo de uma longa e vitoriosa história de sucesso que construiremos juntos. Um forte abraço,

Luis Paulo LUPPA Diretor-presidente

Expediente A revista Segue Viagem é uma publicação da TREND Operadora. Internet: www.trendoperadora.com.br. Tiragem: 10.000 exemplares. Projeto gráfico e Diagramação: Tatiana Barboza. Editor e Jornalista Responsável: Stevan Lekitsch (MTB 36.017 SP) imprensa@trendoperadora.com.br. Revisão: Jussemara Varella. Impressão: W Gráfica. Colaboradores: Alessandra Assad, Alexandre Camargo, Dr. Amaury Simoni, Helcio Honda, Mário Braga, Maurício Góis, Nilda Brasil e Raul Candeloro. Marketing - Gerente: Ana Kuba. Assistente: Talita Andrade. Equipe de Redação e criação: André Torres, Bruno Matinata, Fernando Figueiredo, Paulo André Calazans e Thaise Salzgeber. Foto da capa: César di Cesario. Créditos de Fotos: Banco de imagens, Shutterstock, divulgação, arquivo Mercado&Eventos e Arquivo TREND. As demais fotos estão com o devido crédito do fotógrafo. Para anunciar nesta revista, entre em contato com a nossa área comercial: publicidade@trendoperadora.com.br. Distribuição gratuita. www.revistasegueviagem.com.br.


CONHEÇA OS

SERVIÇOS ESPECIAIS DA ALAMO RENT A CAR Alamo Quiosque

O Quiosque de Auto Atendimento torna o processo de locação rápido e fácil reduzindo em muito o tempo de espera e de locação. Disponível nos principais destinos da Alamo nos EUA.

Alamo Select

Com o contrato na mão é só dirigir-se ao pátio e identificar a área específica da categoria reservada. Chegando lá, é só escolher o veículo preferido de acordo com a marca, modelo e cor.

Contrato de Aluguel em Português

A Alamo Rent a Car disponibiliza o contrato de locação em Português, facilitando o processo de locação e evitando qualquer mal entendido na compreensão do contrato.

Toll Pass

O serviço oferece mais praticidade para o cliente, evitando filas para o pagamento do pedágio. Com o serviço Toll Pass o cliente passa direto pelas cabines eletrônica sem se preocupar em efetuar o pagamento no local.

Importante: Os serviços mencionados podem não estar disponíveis em todas as localidades Alamo.

Para mais informações

21 2517 4800 Demais Localidades 4002 2829 Rio de Janeiro


editorial

Conselho de Amigo palavra dos conselheiros O Brasil é um país festeiro. Temos o Carnaval, o Réveillon, e uma tradição antiga está retomando com força total no Nordeste e em outras partes do país: as Festas Juninas. E tradição é uma palavra que gostamos muito de cultivar. Segundo o dicionário, tradição é a comunicação oral de fatos, lendas, ritos, usos, costumes, procedimentos, de geração para geração. E essa é uma das essências da TREND. Por meio de colaboradores engajados, motivados e de longa permanência na empresa, mantemos a tradição de passar cada vez mais conhecimento e informação a eles, atitude essa que vai ser replicada para os fornecedores e clientes, resultando num atendimento totalmente personalizado e de qualidade. O TREND Training Center e a Universidade de Gestores TREND é a realização prática dessa nossa vontade de repassar conhecimento, informação e tradição um para o outro. E acreditamos que é o maior ativo de nossa empresa: o que sabemos e fazemos. Queremos formar verdadeiros consultores, que não vendam apenas produtos e destinos, mas que realizem e entreguem sonhos, momentos inesquecíveis, locais memoráveis, viagens eternas. E a parceria TREND e REXTUR vai permitir realizarmos esses desejos de forma ainda mais completa e total. Os sonhos agora saem do chão e podem voar cada vez mais alto. Para os que ficam por aqui nas férias, bons arraiais. Para os que partem para mais longe, fica nossa sugestão caribenha. Pois o importante é sempre seguir viagem! Boa leitura!

José Anjos

Diretor-conselheiro

Washington Preti Diretor-conselheiro


AGENTE FALANDO

Cases de sucesso Cases de sucesso Cases de a vez Agente da vez Agente

sucesso Cases de sucesso Cases Nós, da Portaltur, temos muito a agradecer e

opinião

do leitor

admirar o trabalho de vocês. Parabéns pela equipe organizada e pontual. Conquistaram a admiração

Gosto de

dessas pessoas que conseguimos acomodar, pois

receber

TRATAVA-SE de parlamentares exigentes, que haviam sido atendidos no aéreo por uma empresa que não se atentou quanto à hospedagem. Foi um

a REVISTA SEGUE VIAGEM, pois é

tumulto, e assim que eles bateram à

extremamente

nossa porta, após receberem muitos nãos

útil ao meu

de outras agências e hotéis em Brasília,

trabalho

foram atendidos pela TREND exatamente onde queriam. Essa é uma das melhores

Neucila Nery

parcerias que fizemos nestes quatro anos Gerente Portaltur Macapá – AP de existência da Portaltur.

Irva Menegon Coordenadora dos Spas da Rede Plaza Hotéis. Balneário Camboriú – SC

Com uma solução de sucesso, a TREND recebeu a solicitação da Portaltur para acomodar 27 parlamentares do Amapá na cidade de Brasília (DF) no período de 27 a 29 de abril, considerado crítico, pois todos os hotéis da cidade estavam lotados. Atendendo à solicitação, a equipe de operações da TREND dividiu o grupo em dois, acomodando uma parte no Hotel Planalto Bittar e outra no Hotel Tryp Brasil 21, solucionando o problema do grupo em hotéis que eles mesmos haviam sugerido.

da vez Agente da vez Agente da vez Agente Nome: Ambrosio Sottilo Filho. Idade: 54 anos. Trabalha na: Nix Travel Agência de Viagens e Turismo Ltda. Localizada na cidade de: São Paulo (SP). Cargo: diretor-presidente. Estado civil: casado. No turismo desde: 26/04/1979. Começou trabalhando como: Agente Administrativo Sênior na Iberia Lineas Aéreas de España S/A. Na sua área gosta mais de: primar pela qualidade no atendimento aos nossos clientes. Destino favorito: Madri (Espanha). Destino mais pedido: no lazer, Fortaleza (CE) e Buenos Aires (Argentina); no corporativo, Brasília (DF) e Miami (EUA). O maior desafio para o turismo no Brasil: são vários: capacitação da mão de obra, segurança, infraestrutura dos aeroportos, portos e estradas, entre outros.


61

Novos colaboradores, feiras, eventos e tudo o que movimentou a operadora nestes últimos meses

60

ESPAÇO TREND

36

Com o frio, chegam as gripes e os resfriados. E na hora de viajar?

58

SaÚde

34

Os hotéis dão um show quando o assunto é entretenimento

54

Cultura

30

Saiba mais sobre os vinhos tintos, a bebida ideal para o inverno

52

CONSUMO

50

O cardápio dos arraiais juninos é uma festa de cores, sabores e ingredientes

45 22

GASTRONOMIA

14

O músico Guga Stroeter conta como foi sua passagem pelo Caribe e arredores

10

EXPERIÊNCIAS DE VIAJANTE

Cidades interioranas dão aula quando se trata de bons eventos regionais

CURIOSIDADES

Quatro resorts caribenhos de tirar o fôlego

HOTEL INTERNACIONAL EM DESTAQUE Entrevista

Conheça as maravilhas de Cancún, um paraíso que ferve mesmo no inverno

DESTINO INTERNACIONAl EM ALTA

Hotéis voando? Aviões hospedando? TREND e REXTUR agora vendem produtos casados

Parceria

Acessibilidade em hotéis e pontos turísticos passou a ser um item importante para deficientes de todo o Brasil

Atendendo Bem

Três opções de hotéis para todos os gostos no Nordeste brasileiro

HOTEL NACIONAL EM DESTAQUE

Saiba onde acontecem as maiores e melhores festas juninas do país

DESTINO NACIONAL EM ALTA

Lendas, tradições, contos e fábulas rechearam as dicas e orientações de nossos colunistas

Colunistas

Eduardo Bernardes, da GOL, fala como fez a empresa atingir o topo

Sumário

40

62


es d r duardo E rna -solo Be vool no e o go da mercado Divu

ão lgaç

ENTREVISTA

tor dire O da comercial aéreas a linhas o que gol ta n neja co pla turo empresa fu seu para

R

ecentemente, a GOL Linhas Aéreas Inteligentes (que tem como razão social o nome VRG Linhas Aéreas S/A – Grupo Gol) tornou-se líder do mercado doméstico brasileiro pela primeira vez na história da companhia. E grande parte desse mérito pode ser atribuído ao seu Diretor Comercial, Eduardo Bernardes. Formado em Administração de Empresas pela Ibero-Americana, com especialização em Comércio Exterior, iniciou sua trajetória na empresa em 2001, como Gerente de Contas na área comercial. Em 2006, ganhou o prêmio Best in Class concedido pela TMC Brasil – Associação das Empresas Administradoras de Viagens de Negócios. Foi promovido para Gerente Comercial de Negócios Corporativos, cuidando do Brasil e da América do Sul, e responsável também pela abertura de bases nacionais e internacionais da GOL, até se tornar Diretor Comercial em 2007.

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Em entrevista exclusiva para a revista Segue Viagem, Eduardo conta quais foram os processos para se chegar nessa liderança, e o que a empresa pretende para o futuro.

10

A GOL chegou recentemente à liderança do mercado nacional de voos domésticos. Como você vê essa conquista e quais elementos contribuíram para ela? Embora a obsessão da GOL não seja com o market share, mas com a segurança e qualidade dos serviços prestados, o controle de custos, a eficiência e a rentabilidade das operações, chegar à liderança do mercado aéreo brasileiro foi motivo de orgulho para cada um dos mais de 18 mil colaboradores da companhia. Essa realização mostra que estamos no caminho certo e que seu modelo de negócios é o mais adequado à realidade do Brasil. Fomos a primeira companhia a popularizar o transporte aéreo no País em


SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

11

A nova classe média brasileira, com a qual sempre

Você acredita que a nova classe média brasileira tem se identificado com a GOL e que esta liderança se manterá por mais tempo? É preciso destacar que a GOL sempre conversou com esse público, que hoje representa cerca de 47% de seus clientes. Fomos a empresa aérea que implantou o modelo de baixo custo e tarifa no Brasil. Desde aquela época realizamos pesquisas para descobrir os hábitos, gostos e desejos destes consumidores no que se refere a viagens. Além das tarifas mais em conta que oferecemos desde a fundação da companhia e dos nossos consistentes posicionamentos de marca e comunicação com clientes, temos uma ferramenta poderosa para estimular a demanda dessa fatia da população: o programa Voe Fácil, lançado em 2005 e que possibilita a compra de passagens em até 36 vezes. Também temos canais de vendas adequados. Além de loja física, inauguramos um inovador modelo de venda de passagens aéreas, destinado, principalmente, à nova classe média brasileira. Abrimos quiosques chamados VOE GOL nas estações de metrô Itaquera, Sé e Luz, na cidade de São Paulo. Localizados em posições estratégicas, os novos pontos de venda têm colaboradores da GOL treinados especialmente para atender o público que transita pelo local. Neles, é possível efetuar compras de bilhetes, alterações, cancelamentos de reservas e esclarecer todo tipo de dúvida

conversamos,

que o consumidor tenha sobre a viagem de avião.

representa

Os quiosques têm atendido às expectativas da companhia. Realmente, a repercussão foi grande. A GOL é a empresa aérea mais inovadora do País, com promoções e produtos criativos. Os quiosques representam mais um passo nessa trajetória de inovação.

cerca de 47% de nossos clientes

No cenário da aviação brasileira, a GOL está muito bem posicionada, contando com a maior frequência entre os principais aeroportos domésticos e um portfólio de produtos e serviços que confere a melhor relação custo-benefício do mercado.

A Gol sofreu recentemente problemas em função da falta de tripulantes, o que prejudicou sua malha de voos. Como está lidando com essa problemática?

Divulgação

larga escala e que mantém o compromisso de oferecer tarifas competitivas com o objetivo de estimular a demanda.

As dificuldades operacionais pelas quais a companhia passou foram resolvidas. Mas elas não se deram em função de falta de tripulantes: o quadro de colaboradores é condizente com as necessidades operacionais da empresa. A companhia tem um plano de negócios disciplinado e, atenta à perspectiva de crescimento, estrutura previamente ações internas que garantam sua sustentabilidade, o que inclui o aumento do número de funcionários quando necessário. A contratação de tripulantes segue seu curso normal, dentro do plano de crescimento da empresa. Só no ano passado, contratamos 394 copilotos e 851comissários. Até o final de 2011 estão previstas 270 contratações de tripulantes técnicos e 350 de tripulantes comerciais.


Divulgação

ENTREVISTA

o quadro de colaboradores é condizente com as necessidades operacionais da empresa. A companhia SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

tem um plano

12

de negócios disciplinado

A GOL tem feito um investimento pesado no sistema de check-in por meio de aparelhos, como celulares e iPads. Qual a porcentagem de passageiros que utilizam esse sistema? Os investimentos nesse tipo de tecnologia vão continuar? E quais as novidades tecnológicas que podem ser esperadas para este ano? Sim, os investimentos em tecnologia irão continuar. Hoje é possível realizar o check-in pela internet, pelos totens de autoatendimento, pelo celular e pelo iPhone. Desde o lançamento deste aplicativo, em julho do ano passado, a GOL já teve 61.057 downloads, número que triplicou desde fevereiro de 2011. A parcela de clientes que utilizaram totens para autoatendimento em terminais nacionais chegou a 34% no mês abril. Para efeito de comparação, no mesmo período do ano passado, o índice era de 17%.

a dica que damos ao cliente é se programar e reservar sua passagem com antecedência.

Qual tem sido o perfil dos passageiros da GOL atualmente? Corporativos ou de lazer? Cerca de 65% dos nossos clientes são passageiros a negócios.

A estrutura dos aeroportos brasileiros tem sido alvo de críticas. Quanto esse problema tem afetado o crescimento da GOL? O governo vem sinalizando que as discussões sobre esses investimentos ainda evoluirão mais. Temos que trabalhar em conjunto com os órgãos competentes para monitorar a qualidade dos aeroportos e desenvolver alternativas inteligentes, para que o sistema continue a operar de forma adequada até que os investimentos em infraestrutura sejam definidos. Do nosso lado, adaptamos a empresa ao crescimento do mercado. Por exemplo, temos substituído em alguns mercados o Boeing 737-700, com capacidade para 144 passageiros, por Boeing 737800, configurado com 184 assentos. Nossa frota e operação permitem essa flexibilidade. Nós também trabalhamos com o conceito de hubs múltiplos, que nos permite transferir voos para outros aeroportos que atualmente possuem mais espaço para crescimento, de forma a abrir espaço em aeroportos com maior demanda.

Cada vez mais as companhias aéreas oferecem parcelamentos. Essa é uma tendência que veio para ficar? É importante ressaltar que as tarifas baixas estão no DNA da GOL desde sua fundação, e não vamos mudar nossa estratégia bem-sucedida. Trabalhamos continuamente para reduzir custos e repassar essa redução para nossos clientes. Mantemos o compromisso de oferecer preços competitivos com os cobrados pelas empresas de ônibus interestaduais em nossos destinos. Para viajar com a rapidez, conforto e segurança do avião, a preços baixos,

A GOL tem uma frota composta por 737NGs, o que não lhe permite voos de longo alcance, ou seja, não poderia oferecer voos diretos para Estados Unidos ou Europa. Como a empresa está se preparando para o aumento de demanda internacional que ocorrerá nos próximos anos em função da Copa do Mundo e Olimpíadas? A GOL é uma empresa de capital aberto e possui um plano de negócios disciplinado, de modo que estará pronta para atender à demanda da


A empresa continua a Copa do Mundo e Olimpíadas dentro de seu sistema. A empresa continua a avaliar as oportunidades de expandir suas operações, lançando voos no mercado interno e em outros centros internacionais de alto tráfego, criando também produtos e serviços inovadores. O foco de suas operações são o mercado doméstico e destinos internacionais na América do Sul e Caribe, todos atendidos com aeronaves Boeing 737 Next Generation. Não estão nos planos de curto prazo o lançamento de voos de longo percurso nem a diversificação da frota. A estratégia é continuar com as parcerias de codeshare e programas de milhagem, de modo que seus clientes participantes do Programa Smiles possam voar para o mundo todo com as companhias aéreas globais líderes nesse segmento. Ressalto ainda que sua malha aérea consolidada é a mais extensa da América Latina, com aproximadamente 900 voos diários para 63 destinos. No Brasil, operamos a maioria dos voos nos aeroportos mais movimentados, como Congonhas (São Paulo), Santos Dumont (Rio de Janeiro), Juscelino Kubitschek (Brasília) e Confins (Belo Horizonte).

Qual será a estratégia do Programa Smiles agora com a GOL? O Smiles, que a GOL também adquiriu com a VRG Linhas Aéreas, tornou-se uma forte ferramenta de relacionamento. Trata-se de um dos mais completos programas de milhagem que existe, com mais de 7,5 milhões de participantes cadastrados e 180 parceiros. Mantém parcerias com cadeias de hotéis, empresas de aluguel de automóveis, restaurantes, editoras e lojas virtuais, além de alguns dos maiores bancos do Brasil e da América do Sul e administradoras de cartões de crédito. Por meio do programa, clientes GOL podem acumular milhas

avaliar as oportunidades de expandir suas operações, lançando voos no mercado interno e em outros centros internacionais de alto tráfego e emitir bilhetes para o mundo inteiro, graças aos acordos comerciais que a companhia possui com grandes empresas aéreas estrangeiras, como American Airlines, Delta Air Lines, Air France e KLM, líderes das rotas entre o Brasil e seus respectivos países.

A GOL está investindo no Caribe (destino destacado nesta edição). Quais serão as estratégias para esta região? A GOL é a única empresa aérea que liga Brasil ao Caribe de forma direta, com tarifas acessíveis. A partir do dia 2 de julho, a companhia, por meio da bandeira VARIG, vai operar dois novos voos para Punta Cana (República Dominicana), destino já atendido com três operações semanais. Atualmente, a VARIG oferece voos regulares para Bridgetown (Barbados), Oranjestad (Aruba) e Punta Cana. Como empresa competitiva, continuamos avaliando oportunidades de expandir sua malha na região.

Com o aquecimento econômico, os mercados regionais estão mais fortes. Alguns concorrentes optaram por comprar aviões menores (turbo-hélices) para atender cidades menores. Já outras companhias estão se unindo e até comprando pequenas empresas de aviação regional para aumentar suas ofertas. Como a GOL pretende atingir estes mercados menores? A malha da GOL contempla todas as capitais e as principais cidades brasileiras, totalizando 51 destinos atendidos no Brasil. No que diz respeito à regionalização, vale destacar algumas vantagens competitivas da companhia, como sua capilaridade e grande oferta de voos, que permitem aos clientes de cidades menores a possibilidade de conexões imediatas para grande parte dos destinos atendidos. Também operamos aeronaves que transportam um volume maior de passageiros do que as que habitualmente são utilizadas por empresas exclusivamente regionais, proporcionando uma oferta de maior de assentos, mesmo com menos frequências. Para citar alguns exemplos, no estado de São Paulo, estamos presentes em Presidente Prudente, Bauru e Campinas. No Paraná, em Londrina, Maringá e Foz do Iguaçu. Em Santa Catarina, Chapecó, Navegantes e Joinville, além de atender com boa oferta de voos todas as capitais dos estados mencionados. Nos estados do Norte e Nordeste, também atende destinos alternativos como, por exemplo, Santarém e Marabá (PA), Juazeiro do Norte (CE), Petrolina (PE), Imperatriz (MA) e Cruzeiro do Sul (AC). Também possuímos acordos comerciais com empresas regionais, ampliando ainda mais sua capilaridade, como a Passaredo e a NOAR.

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

13


Colunistas

Trend Training Center O TTC (Trend Training Center) continua funcionando a todo o vapor. O mês de maio foi marcado por vários eventos relativos ao setor. No início do mês, começou suas aulas a turma de 2011 da Universidade de Gestores Trend (UGT), que pretende formar mais uma turma de gestores craques em turismo e em todos os processos que envolvem a TREND. Comandados por Sérgio Velloso, Gerente de Treinamentos, e Alessandra Assad, palestrante e colunista da revista Segue Viagem, eles terão um ano inteiro de aulas e tarefas para se tornar os melhores do mercado.

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Paralelamente à UGT, os colaboradores da TREND Operadora, principalmente os das áreas de Operações e Comercial, estão tendo quase que diariamente palestras e treinamentos sobre destinos internacionais e suas respectivas cadeias hoteleiras. Integrantes de Conventions Bureaus de vários países, assim como representantes hoteleiros, estão passando pela sala do TTC para deixar os colaboradores TREND afiadíssimos sobre os produtos que estão vendendo.

14

Já passaram pelas telas do TTC palestras sobre: Bariloche e Buenos Aires (Argentina); Miami, Nova York e Orlando (EUA); Santiago (Chile); Bogotá (Colômbia); Paris (França); Londres (Inglaterra); Barcelona e Madri (Espanha); Roma (Itália); Cancún (México), matéria desta edição; Lisboa (Portugal) e Punta del Este e Montevidéu (Uruguai). E os treinamentos não param por aqui. Enquanto os alunos da UGT continuam suas aulas, os colaboradores TREND terão nos meses de junho e julho palestras e treinamentos agora sobre os destinos no Brasil, para vender ainda mais as localidades maravilhosas do nosso país!


Oito meses. Este foi o tempo que a Apple levou para lançar o iPod, desde a concepção à venda do produto. A pergunta é: você consegue perceber o valor econômico que foi criado para este produto em função da velocidade do seu lançamento? A competitividade do mercado hoje é tão grande, que mal conseguimos imitar as inovações dos concorrentes, que dirá criar coisas novas para a nossa própria empresa. Mas sabe por que isso acontece? Porque temos aquela velha mania de querer fazer tudo sozinho. A natureza da inovação está mudando. Hoje o que vemos é uma ruptura no modelo tradicional de inovação. Precisamos de um modelo de negócios que seja estratégico, que gere uma mudança cultural e um conjunto de capacitações e que combine ideias e ativos internos e externos em condições equitativas. Tudo isso para gerar aumento significativo de faturamento. Este novo modelo de negócios junta dois tipos de QI: o QI conectivo, que é o do modelo de conexões, com o QI intelectual, que é o do modelo das invenções. Você pode começar respondendo à pergunta: que modelos inteligentes eu tenho na empresa? Se a resposta for perto de zero, não é motivo para desespero. Larry Huston, que já foi vice-presidente da inovação da Procter & Gamble, defende que a inovação vai muito além de produtos ou serviços de bom desempenho. Para ele, a essência da inovação está na soma do que é necessário (consumidor, cliente e concorrente) com o que é possível (tecnologia). Mas talvez você pergunte: por onde começar? Você pode começar oferecendo para o seu cliente: • Soluções – produtos e serviços de apoio • Ótimas experiências – experiência de compra e de uso, interação total

J. Henning Buchholz/Shutterstock

Experiência da inovação: sim, você pode! Precisamos de um modelo de negócios que seja estratégico, que gere uma mudança cultural

• Parceria de confiança – proporcionar relacionamento significativo e mutuamente benéfico Você pode oferecer tudo isso, mesmo que não tenha muitos modelos inteligentes dentro da empresa. Como? Pense no mercado global de talentos, recorrendo a agentes de inovação externos. Isso significa que você pode terceirizar pessoas que pensem na inovação da sua empresa com foco voltado só em pesquisa e desenvolvimento. Considere que hoje 35% das ideias do mundo se originam em pequenas empresas. Nos Estados Unidos, uma empresa de 30 pessoas desenvolveu uma espaçonave tripulada que foi ao espaço duas vezes e voltou. Uma empresa pequena, porém com grandes competências. Isso pode resultar em projetos descontínuos, protótipos de baixo custo e a criação de uma rede de inovação. E as vantagens? Obtenção de ideias maiores, ideias novas, mais acesso a talentos de menor custo, maior gerenciamento do risco, menos investimento e maior rapidez. Huston defende que já existem soluções prontas para todas as principais necessidades das empresas e dos consumidores. A questão é que muitas vezes quem vê de fora, enxerga mais rápido. Ou você acha que a Apple teria conseguido sozinha lançar o iPod em apenas oito meses?

Alessandra Assad é diretora da AssimAssad Desenvolvimento Humano. Formada em Jornalismo, pós-graduada em Comunicação Audiovisual e MBA em Direção Estratégica, é professora na FGV Management, palestrante e colunista de vários meios de comunicação. É autora do livro Atreva-se a Mudar! – Como Praticar a Melhor Gestão de Pessoas e Processos. E-mail: alessandra@alessandraassad.com.br

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

15


Colunistas

Junhos inesquecíveis!

Naqueles tempos, muita pipoca, pinhão, doces típicos e refrigerantes garantiam a alegria das crianças

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Shutterstock

Mas assim como o Carnaval, dependendo do destino que você escolher, sua viagem deverá ser programada com muita antecedência. Para algumas cidades do Nordeste brasileiro, como por exemplo Campina Grande (PB), os voos normalmente lotam com um mês de antecedência, obrigando alguO mês de junho tem definitivamente um lugar especial mas companhias aéreas a reforçar sua malha com voos extras. em minhas lembranças. Quando eu era garoto Conseguir bons hotéis também é uma missão árdua se você costumava comemorar as festas juninas na casa de decidir viajar em cima da hora. O grande segredo para curtir meus tios. Naqueles tempos, muita pipoca, pinhão, uma viagem tranquila, com boas tarifas de avião e hotel é doces típicos e refrigerantes garantiam a alegria das comprar com bastante antecedência. crianças.Nós nos reuníamos ao redor de uma grande fogueira e passávamos a noite fazendo competições de Mas se você não conseguir bons lugares em cima da hora “galinha morta”, que eram aqueles pequenos balões para passar o São João no Nordeste, não desanime. Junho é feitos de jornal. Amarrávamos o papel em três pontas, propício também para viagens internacionais. Selecione no colocávamos fogo em um dos cantos e, quase por magia, mapa um destino para a Europa ou Estados Unidos. O pico os jornais decolavam. Aqueles que chegavam mais alto do verão no Hemisfério Norte é o mês de julho, portanto em antes de serem destruídos pelo fogo venciam. junho você ainda consegue algumas promoções e não se aborrece com parques e museus lotados. Já na adolescência, o mês de junho passou a ter outro significado. O mês dos namorados. Por alguns bons anos Aproveite as promoções que a Trend vem lançando e peça passei vários 12 de junhos comemorando a data com para seu agente de viagens entrar em nosso portal e reservar uma namorada diferente a cada ano. Às vezes com uma os melhores hotéis e city-tours para você. namorada diferente no mesmo ano. Bons tempos. E quer uma dica especial? Peça para reservar também E por final, adulto, perto dos meus 30 anos, este mês seu bilhete aéreo! Isso mesmo, agora a Trend também tão especial entrou definitivamente na minha lembrança oferece bilhetes aéreos para tornar sua viagem a mais porque acabei casando justamente em um 12 de junho. completa possível.

16

Seja pelo motivo que for, junho traz motivos para muitas comemorações. Seja para dançar um forró durante as festas de São João, seja para comemorar o Dia dos Namorados ou até partir para uma inesquecível lua de mel, uma bela viagem sempre cai bem.

Como eu disse lá no início da coluna, o mês de junho tem definitivamente um lugar especial em minhas lembranças. E agora, com todas as novidades da Trend, você também terá muitos motivos para viver um mês de junho inesquecível. Prepare as malas e siga viagem!

Alexandre Camargo é diretor de vendas da TREND Operadora, pós-graduado em Administração e Marketing, já foi diretor do Grupo Varig, Vasp e Copa Airlines e é autor do livro O Ano em Que Só Nós Tivemos Lucro, da Editora Matrix. E-mail: acamargo@trendoperadora.com.br


Ao escrever este artigo, tive dúvidas entre falar de tecnologia ou estratégia. Acabei escolhendo falar de plantas. Há alguns anos, eu e o Luppa, presidente da TREND, estávamos preparando um importante workshop com os sócios e principais executivos da empresa e tínhamos o desejo de dar a cada um deles um presente que fosse muito especial. Simples, porém que pudesse marcar o momento com um significado único ao finalizarmos uma importante etapa de planejamento da empresa. Entre tantas possibilidades, algo que refletisse a vida. Pensamos... um bonsai seria perfeito! E assim, cada membro da equipe presenteou ao outro com o seu próprio bonsai. Exatamente porque o desafio seria o de cuidá-lo. O sentido disso foi: “Precisamos cuidar um do outro!”, e o bonsai simbolizaria esse ato. Dizem que o bonsai é como o nosso coração; tem a forma que nós lhe dermos, será o que nós fizermos dele. Estávamos ali reforçando o compromisso em continuar a fazer a TREND crescer, baseado na união e na harmonia entre todos. Nos abraçamos, pudemos olhar “olho no olho”, uma coisa genuína ali estava acontecendo. Lembro-me como ficamos todos emocionados. Agora vou lhes contar uma interessante história sobre bonsai. Para isso, seguimos viagem pro outro lado do planeta. Há muito tempo, um imperador sem filhos estava ficando velho e precisava escolher um sucessor. Mas quem iria escolher? Quem poderia herdar o seu trono? Como gostava muito de bonsai, decidiu dar um para cada criança do seu reino. Quem provar que fez o melhor possível dentro de um ano, ele declarou, será meu sucessor. A notícia causou grande agitação! Cada criança tinha esperança de ser a escolhida. Hiroshi ficou muito feliz, pois gostava muito de cuidar de plantas. E foi cuidando muito bem do bonsai, todos os dias. Mas os meses se passaram e o bonsai começou a perder as folhas. Pôs terra nova, regou e ficou noites sem dormir. Nada funcionou e a planta acabou morrendo. As esperanças do Hiroshi foram ao chão. Ele ficou muito triste. E acabou chegando o dia de se apresentar ao imperador. Seu amigo

Shutterstock

O bonsai do imperador

apareceu orgulhoso, trazendo um bonsai muito bonito e forte. Ele perguntou a Hiroshi: “Você tem coragem de aparecer na frente do imperador com um vaso vazio?” O pai de Hiroshi ouviu a conversa e disse: “Filho, fique em paz, pois você fez o melhor que pôde”. O imperador foi examinando cada bonsai vagarosamente. Finalmente chegou a vez de Hiroshi. O imperador fez uma cara séria e perguntou: “Por que você trouxe um vaso vazio?” Hiroshi começou a chorar e respondeu: “Segui as melhores instruções, cuidei dele o ano todo, fiz de tudo, mas não deu em nada!” O imperador, ouvindo essas palavras, abriu um sorriso e abraçou o menino. Então declarou para todos: “Encontrei! Encontrei alguém que merece ser imperador. Não sei onde vocês conseguiram novos bonsais, pois as raízes de todos os que lhes entreguei estavam cortadas e nenhum poderia ter sobrevivido. Admiro a coragem de Hiroshi, que apareceu diante de mim trazendo a pura verdade. Vou recompensá-lo com meu reino inteiro e torná-lo imperador deste país!”

Esta é uma história muito conhecida no Japão. Escolhi compartilhá-la porque, na época do workshop, um dos principais valores que queríamos enfatizar era: o de sermos verdadeiros... sempre! Seja verdadeiro no seu trabalho, com seus colegas, fornecedores, parceiros, pois com certeza irão perceber. E o seu cliente também! E assim, seu negócio prosperará! Então... como está o seu bonsai?

O BONSAI É COMO O NOSSO CORAÇÃO; TEM A FORMA QUE NÓS LHE DERMOS

Helcio Honda é conselheiro independente e consultor empresarial há 22 anos, foi senior manager da PricewaterhouseCoopers e executivo-chefe de Estratégia da Bandeirante Energia. Coordenou projetos de Excelência em Gestão, Governança Corporativa e Business Intelligence para mais de 60 empresas. Foi professor de pós-graduação da FGV, FIAP e coordenador-geral de pós-graduação de E-business do Senac. É consultor de Planejamento Estratégico e TI da TREND. E-mail: helcio@hondaconsulting.com

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

17


Colunistas

Não perturbe

o não Perturbe é realmente não incomodar o hóspede

Shutterstock

Irritar o hóspede, obviamente, não representa ponto positivo na qualidade operacional do hotel. Não é fácil contornar ou evitar esse tipo de “desobediência”, porém já tivemos êxito em implantar uma logística para evitar que o hóspede seja perturbado contra sua vontade.

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Algumas dicas:

18

Algo que é comum em todos os hotéis é a conhecida • Ao assumir o trabalho do andar, a camareira passa para a Recepção os quartos com a solicitação do placa “NÃO PERTURBE” colocada na maçaneta externa cliente de não incomodá-lo. da porta dos quartos. Em alguns sistemas mais modernos, uma luz vermelha é ligada indicando o mesmo desejo do • Todos os funcionários da Recepção, antes de transferir hóspede, que não deseja ser perturbado. uma ligação, consultam sobre os quartos bloqueados e prestam o serviço de anotar os recados que serão Todos sabemos que a pessoa mais importante da deixados sob a porta do quarto. “Educada” redação empresa é o cliente, nosso hóspede, frequente ou dessa nota acrescentará qualidade com a preocupação visitante pela primeira vez. de respeitar o desejo do cliente. Em nossas visitas técnicas a vários hotéis, notamos que esse desejo do hóspede, com grande frequência, não é • Se houver serviço de manutenção ou reparos não emergenciais, a Recepção deverá informar à atendido. Eis os registros principais destes “pecados” Manutenção sobre a impossibilidade de executar em desrespeitar o pedido do cliente: um serviço que perturbe o descanso da pessoa mais • Limpeza do corredor com ruidoso aspirador, justamente importante da empresa. próximo da porta do quarto. • A cada 45 minutos, a camareira do andar atualizará • Camareiras falam em voz alta próximo à placa ou led a informação para a Recepção dos apartamentos solicitando não perturbar. bloqueados. • Obra às 8h da manhã, ou antes, no apartamento do Também convém lembrar que, se um quarto ficar piso superior. bloqueado por 10 a 12 horas, devemos verificar se o • Telefonema da Recepção fazendo uma consulta ou mesmo cliente está realmente ou carece de ajuda. Nesse caso, a desculpando-se de algum atraso ou informando ter uma primeira alternativa é uma ligação telefônica. mensagem deixada pela empresa de turismo. O “NÃO PERTURBE” não é somente não bater na porta, e • Apesar da solicitação, é transferida uma ligação sim não incomodar realmente o hóspede, pois esse que é incomodado, não sendo atendido, não retorna para o hotel! externa para o hóspede. Mário Braga é diretor-executivo e CEO de AUDIT HOTEL e HOTEL LABOR, divisões especializadas no apoio à gestão hoteleira, e consultor de hotelaria e restauração. E-mail: mbragarc@unisys.com.br


Shutterstock

Uma história de motivação Se você está lendo esta revista, você quer vencer na área do turismo, certo? Para isso feche seus ouvidos para aquelas histórias motivadoras que têm cheiro de verdade, mas que o final levam para os caminhos da frustração. Por exemplo: qual a pior história motivacional do mundo? Há algumas, mas uma se destaca como a pior de todas e serve como reflexão para os profissionais de turismo.

que uma empresa da Itália envie dois gerentes para estudar a viabilidade de se introduzir no Brasil saias para homens.

O primeiro que aqui veio concluiu: não vai dar certo, neste país tupiniquim o sexo masculino não usa saias. Porém outra pessoa, eufórica, acreditando que descobriu a América, Ela “parece” ótima para motivar, mas.... É a seguinte: uma respondeu: vai dar certo, vamos ganhar muitos euros, pois no empresa que fabricava sapatos solicitou que um funcionário Brasil os homens ainda não usam saias. fosse a um país da África para fazer um estudo de viabilidade para abertura de uma nova filial. O gerente desembarcou Mas veja outro absurdo. Vamos imaginar que o viceno local e observou que todo mundo ali andava descalço. presidente de marketing reúna seus diretores e ordene: usem Ele, então, enviou a seguinte mensagem para a alta diretoria: os melhores argumentos que convençam os clientes para não vai dar certo, aqui ninguém usa sapatos. Inconformada que comprem nosso novo produto. Persuadir os homens com a resposta, a diretoria mandou outro funcionário para brasileiros a usarem saias não é uma responsabilidade do checar as informações ou, quem sabe, para encontrar nichos pessoal de vendas, mas sim, um desafio do marketing. Quem vazios em alguma demanda insatisfeita. O novo funcionário sabe com uma verba de muitos milhões de dólares se possa chegou à região e, cheio de entusiasmo contagiante, deu sua mudar hábitos e comportamentos. Por exemplo: atores e conclusão: vamos ficar ricos, é um mercado fantástico, aqui cantores famosos poderiam passar a usar saias, médicos conceituados poderiam provar que a nova veste facilitaria os ninguém usa sapatos. movimentos do corpo, que é ideal para um país tropical, que Essa é a história e as mais bem intencionadas conclusões masculinidade é corpo, não roupa, etc. Acredite, o melhor que se tiram dela são as seguintes: você precisa enxergar argumento do mundo dito pelo maior vendedor do planeta as oportunidades acima das ameaças. Ou transforme seu não me faria passar a usar saias hoje. Particularmente, otimismo em entusiasmo. Ou seja parte da solução, não do também não acredito que argumentos geniais convencerão problema. Ou você é pago para ser um caçador de facilitadores o Eike Batista, o Sílvio Santos, o Antonio Ermínio de Moraes e não para focar os bloqueadores. Ou esta um pouco mais e os atuais presidentes das transnacionais no Brasil a irem manjada de Jean Cocteau: por não saber que era impossível, para seus escritórios vestidos de saias. ele foi lá e fez. Você deve pensar que sou inimigo de histórias motivacionais. Pelo contrário, conto muitas delas em minhas Vamos parar com essa loucura de acreditar que preciso palestras. Mas é preciso tomar cuidado para não cometer realizar o impossível para crescer e vencer. Há coisas que são erros com os absurdos da motivação. O que é ruim nesta impossíveis mesmo (embora se pregue por aí que o impossível história é que ela contraria todas as leis do marketing e cria é uma opinião, não um fato). E há coisas que são possíveis, uma caricatura feia da real função de um agente de viagens, mas não compete a você executá-las. Pare de ficar ouvindo além de gerar frustrações na alma de todo profissional histórias de motivação que levantam o moral, a iniciativa, a iniciante. Vamos contar esta história diferente. Imaginemos determinação e a força de vontade na direção errada. Maurício Góis é empresário, palestrante, autor e estrategista. E-mail: contato@mauriciogois.com.br

Em Turismo não se deixe levar pelo erro incentivador

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

19


Colunistas

Uma equipe campeã em 10 lições 5 lição a

Um Colaborador encantado possui mais chances de encantar nossos clientes

Já falei sobre a importância de definir os perfis profissionais e comportamentais dos colaboradores que fazem parte da nossa equipe campeã. Já lembrei onde achar estes talentos e como escolhê-los.

Com certeza vocês já ouviram a frase: a primeira impressão é a que fica. Sabemos que não só a primeira, mas todas. É verdade que a inicial possui um peso grande. E é por isso que precisamos cuidar de receber muito bem quem chega na nossa empresa.

Shutterstock

Está na hora de receber os mesmos. Chamo este momento de Acolhida! Lembram que disse, lá no processo seletivo, que acredito que esta pessoa vai gerar resultados na nossa empresa, vai trazer Felicidade e ser Feliz?

seguintes dizeres: “Olhe para a mais nova pessoa muito importante da empresa!”

Enfim, coloque a criatividade para funcionar e imagine formas de receber este indivíduo que, a partir de uma A seguir, algumas recomendações para que este data qualquer, fará parte da sua empresa e você, profissional se sinta encantado. E nunca é demais certamente, deseja que ele de fato pertença ao seu time relembrar um dos nossos segredos: colaborador por um longo período. encantado possui mais chances de encantar nossos Depois deste primeiro impacto positivo, reserve um período clientes. Vai transmitir aquela energia bacana, que exala com ele, que pode ser de horas ou mesmo dias, depende do motivação e alegria! tamanho da sua empresa, e então comece a mostrar que

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Imagine então que a pessoa nova chega no primeiro dia, com aqueles sentimentos normais do novato: insegurança e ao mesmo tempo confiança, e carregado de dúvidas e perguntas: “Será que vai dar certo? Será que vou me sentir realizado? Será que vou aprender coisas novas? Será que vou crescer?”

20

E com esse turbilhão de pensamentos e emoções, ele é recebido por alguém que, sorrindo, lhe diz: “Seja bemvindo”. Tenho certeza de que você vai concordar comigo, que uma boa parte destas dúvidas começa a se transformar em: “Acho que vou gostar daqui”. E não para por aí: ele é levado para o local onde vai trabalhar e lá encontra um pequeno presente: pode ser um bombom, uma caneta da empresa, um folheto com o nome dele na frente, e quando abre encontra um espelho e os Nilda Brasil é psicóloga com especialização no Disney Institute na Gestão de Pessoas e Atendimento e Serviços. E-mail: nildabrasil@nildabrasil.com.br

empresa é essa: • Conte um pouco da história da empresa. • Quem é quem e o que cada um faz. • Se houver, converse sobre a Visão, Missão e Valores da empresa. Certifique-se de que a pessoa entendeu exatamente cada conceito. • Fale sobre os Direitos, mas também os Deveres dos colaboradores. • Ouça com toda atenção e coração as expectativas da pessoa. • Mais uma vez, mencione como a empresa se sente feliz em recebê-lo. • E não esqueça de percorrer toda a empresa, apresentando cada um a esta nova pessoa. Apesar de a maioria das empresas não valorizar este momento de ambientação, nas organizações onde este programa existe, os novos se sentem de fato muito mais acolhidos e emocionalmente mais propensos a receber a empresa com muito mais carinho e comprometimento. Experimente! Os resultados são excelentes!


Shutterstock

sermos um país abençoado por Deus e bonito por natureza só leva nossos Jorges e Teresas até certo ponto

O Brasil visto de fora Já ouviu falar na Letônia? E nas Ilhas Maurício? São países bem pouco conhecidos pelo público em geral. E, assim como outras 137 nações, Letônia e Ilhas Maurício foram ranqueadas de acordo com seu índice de turismo no Fórum Econômico Mundial. Esse índice baseia-se em 14 quesitos: regras e legislação oficial do país, sustentabilidade ambiental, segurança, saúde e higiene, prioridade de viagens e turismo nas agendas oficiais, infraestrutura aérea, terrestre, de turismo e de telecomunicações, preço cobrado por hotéis e empresas de transporte em comparação à média mundial, recursos humanos, afinidade da população com turistas, recursos naturais e culturais. O índice é publicado a cada dois anos, e o Brasil... bom, veja a tabela ao lado. O Brasil está entre a Letônia e as Ilhas Maurício! Não está nem entre os 50 melhores destinos turísticos do mundo. Não é líder nem na América Latina, ficando atrás de Barbados, México e Costa Rica. Como o Brasil conseguiu ficar em uma posição tão discreta? As notas dadas a cada quesito ajudam a responder (segunda tabela). Dissecando assim, o problema fica ainda mais grave: não há nenhum país melhor que o Brasil em recursos naturais, e bem poucos com uma cultura tão rica como a nossa. Acontece que sermos um país abençoado por Deus e bonito por natureza só leva nossos Jorges e Teresas até certo ponto. É preciso também botar a mão na massa. E há muito o que fazer nos outros quesitos. Continuo falando sobre na próxima edição.

Posição em 2011 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 ... 18 19 ... 30 31

PAÍS Suíça Alemanha França Áustria Suécia Estados Unidos Reino Unido Espanha Canadá Cingapura Islândia ... Portugal Nova Zelândia ... Emirados Árabes República Checa

Posição em 2011 ... 41 42 43 ... 46 47 ... 50 51 52 53 54 55 ... 138 139

Quesito Regras e legislação oficial do país Sustentabilidade ambiental Segurança Saúde e Higiene Prioridade de viagens e turismo nas agendas oficiais Infraestrutura aérea Infraestrutura terrestre Infraestrutura de turismo Infraestrutura de telecomunicações Preços de hotéis e viagens comparados a outros países Recursos humanos Afinidade da população com turistas Recursos naturais Recursos culturais

PAÍS ... Tailândia Catar México .... Israel Tunísia ... Turquia Letônia Brasil Ilhas Maurício Eslováquia Lituânia ... Angola Chade

Posição do Brasil 114 29 75 73 108 42 116 76 56 114 70 97 1 23

Raúl Candeloro é palestrante, autor de diversos livros sobre vendas e gestão e editor das revistas VendaMais®, Liderança® e InvestMais®. Formado em Administração de Empresas e mestre em Empreendedorismo, é responsável pelo maior portal de vendas e marketing da América Latina: www.vendamais.com.br. E-mail: raul@vendamais.com.br

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

21


Destino NACIONAL em alta

AS COMEMORAÇÕES QUE AGITAM O NORDESTE

Divulgação/Prefeitura de Mossoró

André Moreira

BRASILEIRO

22

Antônio Tenório Pedro Leite

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

acima à esquerda, orquestra sanfônica, em aracaju. Acima, festa de são joão de Mossoró. Ao lado, arraial em Aracaju


SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

23

FESTAS

JUNINAS

A

s festas juninas são, na sua essência, multiculturais, embora o formato com que hoje as conhecemos tenha tido origem nas festas dos santos populares em

Portugal: Santo Antônio, São João e São Pedro principalmente. A música e os instrumentos usados (cavaquinho, sanfona, triângulo ou ferrinhos, reco-reco, etc.) estão na base da música popular e folclórica portuguesa e foram trazidos para o Brasil pelos povoadores e imigrantes do país irmão. As roupas ‘caipiras’ ou ‘saloias’ são uma clara referência ao povo campestre, que povoou sobretudo o Nordeste do Brasil, e muitíssimas semelhanças podem ser encontradas no modo de vestir ‘caipira’ tanto no Brasil como em Portugal. As decorações com que se enfeitam os arraiais tiveram o seu início em Portugal com as novidades que na época dos descobrimentos os portugueses levavam da Ásia – enfeites de papel, balões de ar quente e pólvora, por exemplo. Embora os balões tenham sido proibidos em muitos lugares do Brasil, eles são usados na cidade do Porto, em Portugal, com muita frequência, e o céu se enche com milhares deles durante toda a noite.


Destino NACIONAL em alta

André Moreira

ao lado, show de sergival no forró Caju, em Aracaju. Abaixo, casamento coletivo, em Campina Grande

Origem

JUNHO E JULHO SÃO OS MESES QUE MAIS FERMENTAM O TURISMO NA PARTE SUPERIOR DO BRASIL. E PARTE DESTE MÉRITO ESTÁ TODa voltada PARA AS ENORMES COMEMORAÇÕES DE SÃO JOÃO QUE ACONTECEM POR LÁ

24

Como exemplo, pode-se citar as festas do interior da Bahia, como a de Santo Antônio de Jesus, que, apesar da inclusão de novas programações, não deixa de lado a cultura nordestina do forró, conhecido como “pé de serra” nos dias de comemoração junina.

Milho A festa de São João brasileira é típica do Nordeste. Por ser uma região árida, o Nordeste agradece anualmente a São João, mas também a São Pedro, pelas chuvas caídas nas lavouras. Em razão da época propícia para a colheita do milho, as comidas feitas de milho integram a tradição, como a canjica, a pamonha, o curau, entre outras.

Arraial O local onde ocorre a maioria dos festejos juninos é chamado de Arraial, um largo espaço ao ar livre (cercado ou não) onde barracas são erguidas unicamente para o evento, ou um galpão já existente com dependências construídas e adaptadas para a festa. Geralmente o arraial é decorado com bandeirinhas de papel colorido, balões e palha de coqueiro ou bambu. Nos arraiais acontecem as quadrilhas, os forrós, leilões, bingos e os casamentos matutos, e as barracas trazem brincadeiras como a pesca, derrubar latas, acertar a boca do palhaço, entre outras.

Locais

Divulgação PMCG

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

No Brasil, recebeu o nome de junina (chamada inicialmente de joanina, de São João) porque acontece no mês de junho.

Além de Portugal, a tradição veio de outros países europeus cristianizados, dos quais são oriundas as comunidades de imigrantes chegadas a partir de meados do século 19. Ainda antes, porém, a festa já tinha sido trazida para o Brasil pelos portugueses, e logo foi incorporada aos costumes das populações indígenas e afro-brasileiras.

As festas juninas brasileiras podem ser divididas em dois tipos distintos: as festas da região nordeste e as festas do Brasil caipira, ou seja, nos estados de São Paulo, norte do Paraná, sul de Minas Gerais e Goiás. No Nordeste brasileiro se comemora, com pequenas ou grandes festas que reúnem toda a comunidade e muitos turistas, com


SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

25

À direita, quadrilha, na Vila nova da rainha, nome dado a Campina grande quando ainda era vila. Abaixo, quadrilha em Aracaju

Atualmente, os festejos ocorridos em cidades polos do Norte e Nordeste dão impulso à economia local. Como exemplo, temos Santo Antônio de Jesus, Amargosa, Cruz das Almas, Piritiba, Ibicuí, Jequié, Euclides da Cunha e Senhor do Bonfim (Bahia); Recife e Caruaru (Pernambuco); Juazeiro do Norte (Ceará); Cametá (Pará) e os três destinos sugeridos a seguir. Campina Grande (PB) e Caruaru disputam o título de Maior São João do Mundo, embora a segunda esteja consolidada no Guinness Book, categoria festa country (regional) ao ar livre. Além disso, Juazeiro do Norte, no Ceará, e Mossoró, no Rio Grande do Norte, disputam o terceiro lugar de Maior São João do Mundo. No interior de São Paulo ainda se mantém a tradição da realização de quermesses e danças de quadrilha em torno de fogueiras. Em Portugal, há arraiais com foguetes onde se assam sardinhas e oferecem-se manjericos, as marchas populares desfilam pelas ruas e avenidas, bate-se com martelinhos de plástico e alho-porro nas cabeças das pessoas, principalmente nas crianças e quando os rapazes querem se meter com as moças solteiras. E essas tradições também se espalharam na África e na Ásia, como em Macau, na Índia e na Malásia.

César de Cesário

fartura de comida, quadrilhas, casamento matuto e muito forró. É comum os participantes das festas se vestirem de matuto, os homens com camisa quadriculada, calça remendada com panos coloridos e chapéu de palha, e as mulheres com vestido colorido de chita e chapéu de palha.

Campina Grande (PB) A edição 2011 do São João de Campina Grande tem início no dia 3 de junho até 3 de julho. São 31 dias de festa e mais de 1.000 horas de forró para um público de cerca de 2 milhões de pessoas, com destaque para o grande número de turistas. O chamado Maior São João do Mundo traz grandes inovações este ano: palco duplo, homenagem a Genival Lacerda e ao cordelista Manoel Monteiro, destaque para os grupos de dança folclórica e os trios de forró, retorno à Rua da Imprensa e a decoração externa da Pirâmide Jackson do Pandeiro. Shows com grandes artistas locais, regionais e nacionais, apresentações de quadrilhas juninas, forró pé de serra, grupos folclóricos, Casamento Coletivo, Círio de São João, Expresso Forrozeiro, Projeto Cantoria de Viola no São João (apresentações de repentistas), Recanto dos Santos Juninos, Cordel, shows pirotécnicos, culinária regional e muitos outros grandes atrativos garantem a animação, cultura e tradição e fazem da festa junina de Campina Grande a maior do mundo.

Aracaju (SE)

Mais de 100 atrações vão passar pelos palcos principal e alternativo. O público chega a 150 mil pessoas por noite. A festa acontece entre os mercados municipais de Aracaju, no Centro Histórico da cidade, às margens do Rio Sergipe. Todos os shows são abertos ao público e gratuitos.

André Moreira

Este ano o Forró Caju vai de 17 a 29 de junho, e alguns artistas já são presença confirmada, como Alceu Valença, Elba Ramalho, Dominguinhos, Zé Ramalho, Cavaleiros do Forró, Calcinha Preta, Aviões do Forró, entre outros.


Destino NACIONAL em alta

SANTOS JUNINOS O relacionamento com os santos juninos é quase familiar, cheio de intimidades e simpatias feitas a eles. E os objetos utilizados devem ser sempre virgens, ou seja, usados pela primeira vez, senão nada da simpatia funciona!

Ao longo de 14 anos, o evento se consagrou como uma das maiores festas juninas do País. Para quem gosta de festejos juninos, comidas típicas, forró, atividades culturais e gente bonita, Mossoró, localizada no oeste do Rio Grande do Norte, distante 282 quilômetros da capital Natal, realiza um dos maiores arraiais do Brasil: o Mossoró Cidade Junina. O palco principal é a Estação das Artes Eliseu Ventania (com mais de 48 mil metros quadrados), antiga estação ferroviária, onde são montados palcos, camarotes, arenas, barracas, o circo do forró, bares e restaurantes, e outros ambientes do Corredor Cultural da Avenida Rio Branco.

26

A Festa de São João se refere ao profeta São João Batista, nascido no ano 7 a.C., primo e batizado por Jesus Cristo, e é seu nascimento a data comemorada. As superstições em torno do santo são muitas e devem ser feitas na noite de São João. Pessoas com problemas de pele acreditavam que, saltando as fogueiras de São João, se curariam desses males. No sertão, o batismo de João também é lembrado com banhos à meia-noite no rio mais próximo. Outras superstições têm a ver com casamentos e em sua maioria envolvem água. Duas agulhas que se juntam numa vasilha anunciam casamento; nomes de pessoas em papéis na vasilha que se desenrolam no dia seguinte indicam o nome do futuro par; clara de ovo na água, se aparecer uma igreja é sinal de casamento. Dar um nó nas quatro pontas do lençol com um nome em cada uma, o que estiver desatado ao amanhecer indica o nome do novo amor. Por fim, comum no interior, diz que se olhar numa bacia com água nesta noite e não ver o rosto refletido é porque a morte está próxima.

São Pedro (29 de junho) Este pescador tornou-se apóstolo e acompanhou os atos da vida de Jesus. O ofício exercido antes de seguir o Messias fez com que fosse considerado o santo dos pescadores, e também “o porteiro do céu”, devido a uma passagem bíblica em que Jesus Cristo diz: “Eu te darei a chave do reino dos céus”. Assim como Santo Antônio, o dia em sua homenagem é o de sua morte, ocorrida em Roma, em 64 d.C. Acredita-se que tenha sido viúvo, um dos motivos para ser devotado também por viúvas. No seu dia, é costume acender fogueiras e realizar procissões em sua homenagem.

Shutterstock

Em outras praças do Corredor Cultural acontecem atividades culturais como festivais de quadrilhas juninas, encontros de sanfoneiros, shows de humor e decoração especial. A expectativa para este ano é de que mais de 1 milhão de pessoas participem do evento, que acontece durante o mês de junho, e todas as atividades do Mossoró Cidade Junina são gratuitas.

Pacífico Medeiros

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

É nessa estrutura que se apresentam mais de 100 grupos musicais de caráter nacional, regional e local. Bandas como Aviões do Forró, Forró do Muído e a Banda Parangolé participam do evento, além de várias outras atrações que fazem sucesso na região, como Dorgival Dantas, Cavaleiros do Forró e Saia Rodada. Os famosos trios de forró pé de serra também têm espaço garantido no Cidade Junina, onde mais de 70 grupos fazem a festa no Circo do Forró e nas Ilhas de Forró espalhadas pela Estação das Artes.

São João (24 de junho)

Shutterstock

Mossoró (RN)

Além de casamenteiro, é invocado para achar coisas perdidas. No seu dia, jovens fazem simpatias para conquistar alguém ou descobrir quando vão casar. Seu nome era Fernando de Bulhões, português, de família tradicional de Lisboa e ordenado sacerdote aos 23 anos. Tornou-se Antônio quando entrou na Ordem de São Francisco de Assis. Morreu em Pádua, Itália, em 13 de junho de 1231, dia em sua homenagem, e o local tornou-se seu sobrenome: Santo Antônio de Pádua. Moças solteiras que querem se casar colocam uma imagem do santo de cabeça para baixo atrás da porta, ou sob a cama, dentro de um poço, ou enterrado até o pescoço, ou com uma fita vermelha e branca amarrada no braço. Fazem o pedido e, enquanto não são atendidas, lá fica a imagem como está.

Shutterstock

Claudio Roberto

Santo Antônio (13 de junho)


FOGUEIRA De origem europeia, as fogueiras juninas fazem parte da antiga tradição pagã de celebrar o solstício de verão (perto do dia 21 de junho). A fogueira do dia de “Midsummer” (24 de junho) tornou-se, pouco a pouco na Idade Média, um item da festa de São João Batista, santo celebrado nesse dia. Ainda hoje, a fogueira de São João é traço comum em todas as festas europeias (da Estônia a Portugal, da Finlândia à França). Uma lenda católica cristianizando a fogueira pagã afirma que o costume de acender fogueiras no começo do verão europeu tinha raízes em um acordo feito pelas primas Maria (mãe de Jesus) e Isabel (mãe de João), que para ter seu auxílio após o parto, acendeu uma fogueira em cima do monte para avisar o nascimento de João.

BALÕES E FOGOS DE ARTIFÍCIO O uso de balões e fogos de artifício durante o São João no Brasil está relacionado com o tradicional uso da fogueira junina e seus efeitos visuais. Este costume foi trazido pelos portugueses para o Brasil, e ele se mantém em ambos os lados do Atlântico, sendo que é na cidade do Porto, em Portugal, onde mais se evidencia. Os balões, soltos em quantidade de cinco a sete, serviam para avisar que a festa iria começar. Os fogos lançados junto com eles serviam para “despertar” São João Batista. Em Portugal, pequenos papéis são atados no balão com desejos e pedidos. Atualmente constituem uma prática proibida por lei em muitos locais, devido ao risco de incêndio.

MASTRO DE SÃO JOÃO Conhecido em Portugal também como Mastro dos Santos Populares, é erguido durante a festa junina para celebrar os três santos. No Brasil, no topo de cada mastro são amarradas três bandeirinhas simbolizando cada um.

QUADRILHA Tem seu nome retirado de uma dança de salão francesa do século 19 para quatro pares, a “quadrille”, que era um desenvolvimento da “contredanse” popular nos meios aristocráticos franceses. Por sua vez, a “contredanse” vem de uma dança inglesa de origem campesina. A “quadrille” veio para o Brasil graças ao interesse das elites portuguesas e brasileiras por tudo que surgisse em Paris. Ao longo do século 19, a quadrilha se popularizou no Brasil e se fundiu com danças brasileiras. Aumentou-se o número de pares e abandonou-se passos e ritmos franceses. Ainda que inicialmente adotada pela elite, a dança teve o seu ápice no Brasil rural, daí as roupas caipiras, tornandose dança própria dos festejos juninos, principalmente no Nordeste, surgindo muitas variantes: “Quadrilha Caipira”, como é chamada em São Paulo; “Saruê”, alteração do termo francês “soirée”, no Brasil Central; “Baile Sifilítico” (Bahia); “Mana-Chica” (Rio de Janeiro); “Quadrilha” (Sergipe); e “Quadrilha Matuta”. Para tocar a música que dá ritmo à quadrilha são usados o acordeão, pandeiro, zabumba, violão, triângulo e o cavaquinho; e o ritmo é dado pelo forró, ou por ritmos similares como o baião, o xote, o reizado e o samba de coco. Para a prática da quadrilha é importante a presença de um mestre “marcante” ou “marcador”, pois é quem determina os passos diversos que os dançadores devem desenvolver. Os participantes da quadrilha devem e s t a r vestidos de matuto ou à caipira, e o par que abre o grupo é um “noivo” e uma “noiva”, já que a quadrilha pode encenar um casamento fictício. Esse ritual matrimonial da quadrilha teve origem nas festas de São João europeias que também celebravam uniões matrimoniais.

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

27


Destino NACIONAL em alta

Minha melhor Festa Junina ...Campina Grande (PB), e não é à toa que a cidade é conhecida como a que tem o melhor São João do mundo. As festas começam no início de junho e terminam na primeira semana de julho. O melhor é ver as quadrilhas Luiza Medeiros KLP Turismo Natal – RN

estilizadas, os shows no Parque do Povo, e o clima, que nesta época é bastante frio. Tudo é muito alegre e colorido, a cidade inteira respira Joyce Camêlo

forró, é uma alegria contagiante. E este ano, estarei lá novamente!

...Amargosa (BA). Inesquecível! Ao lado de amigos, com muito churrasco, forró e animação, torcendo pelo Brasil, já que na época acontecia a Copa do Mundo de 2010. Também curtimos uma das maiores festas de São João, o “Forró do Piu-Piu”, que acontece na cidade há mais de 15 anos e tem sempre grandes atrações. A festa é resultado do encontro de diversos elementos da cultura popular e da alegria dos milhares de forrozeiros dos quatro

Mariana Freitas Tri Tour Viagens e Turismo Salvador – BA

28

Marco Peixoto

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

cantos do país. Vale a pena conhecer!


SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

29

foi em... ...Fortaleza (CE), sem dúvida, meus melhores arraiais. Sempre estou entre pessoas especiais e Shutterstock

queridas, colegas, fornecedores e familiares. a festa celebra o encerramento de dois meses de uma campanha ... São Luís (MA). Uma vez, indo para lá

solidária,

de barco e à noite, de muito longe

promovida pela

víamos fogos saindo do interior de uma

Casablanca

embarcação próxima à cidade.

Turismo há 14

Ao NOS APROXIMARMOS da baía de São

anos, e que este

Marcos, do cais da Rampa Campos Melo, onde desembarcaríamos, fomos recebidos por um arraial de luzes,

ano ocorrerá no Natália Abreu Casablanca Turismo Fortaleza – CE

Pirata Bar.

cores e sons de tambores. Coincidentemente nasci em 24 de junho (dia de São João), no interior do Maranhão, e migrei para a capital nessa

Taguatur Turismo São Luís – MA

ocasião.

Shutterstock

Virgínia Barros

...Gravatá (PE), em família e entre amigos. Principalmente no ano em que esticamos para Caruaru, Ameixas e Cumaru para apreciar as festividades nas cidades do agreste pernambucano, que são imperdíveis! Edinaldo Lourenço

Morando em Pernambuco há quase oito anos, tenho a sorte de desfrutar inúmeras opções juninas.

Ricardo Musafir Interline Turismo Recife – PE


hotel NACIONAL em destaque

MUSSULO RESORT SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

O paradisíaco

30

e inexplorado litoral da Paraíba ganha seu primeiro resort All Inclusive

A

20 km de João Pessoa, no Polo Turístico da Costa do Conde, o resort trouxe para a região uma nova experiência em hospedagem e alto padrão, as belezas naturais e os incríveis roteiros turísticos paraibanos, com matas virgens, restingas, falésias, arrecifes, praias de naturismo e piscinas naturais. Primeiro empreendimento no Brasil do Grupo Mantra, reúne em uma área

de aproximadamente 96 mil m2 102 bangalôs e uma completa estrutura de descanso e lazer. A decoração leve e tropical é composta de muita madeira, sisal, fibras de coco e peças de artesanato afro-nordestino. O hotel dispõe de Business Center, loja de conveniência e artigos esportivos, além de receptivo local e alojamentos para motoristas de ônibus de excursão.


31 SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Apartamentos Dois tipos de bangalôs estão disponíveis: o Deluxe, para dois hóspedes, com suíte, sala e cozinha americana; e o Master, para quatro hóspedes, com dois quartos, sala e cozinha americana, que oferecem: TV a cabo, linha telefônica, minibar, cofre, internet de alta velocidade wireless, secador de cabelo, amenities exclusivos para banho e ar-condicionado.

Gastronomia

Festa Junina: • Quadrilha • Forró pé de serra

Arquivo Hotel

O programa All Inclusive oferece uma vasta experiência gastronômica, que vai além do café da manhã, almoço e jantar, com culinária internacional e regional. O Zaire Restaurante tem ambiente climatizado para as refeições principais. O Rio Bengo Bar é para petiscos e refeições rápidas. O Namibe Bar serve a piscina e o Pool Lounge é ideal para um drinque.

• Quitutes típicos

Cacio Murilo

Lazer e spa

• Barracas

Conta com um complexo aquático com duas piscinas para adulto e uma • Brincadeiras infantil, playground, quadra de tênis de saibro, quadra poliesportiva e de Durante o mês de junho beach volley. Integra ainda sala de jogos, playground e Kid´s Club com equipe especializada para atender os pequenos clientes. As mães podem O primeiro resort da Paraíba contar com uma copa exclusiva para preparar as refeições dos bebês trouxe para o Estado uma e solicitar o serviço opcional de grande oportunidade de crescimento e desenvolvimento contratação de babás. do turismo

O Mussulo Health Club and Beauty oferece terapias de relaxamento e beleza e possui salas de tratamento, sauna a vapor, salão de beleza e Fitness Center. Na praia de Tabatinga, é possível usufruir os serviços do Beach Club, serviço exclusivo de bar. Transfer do hotel.

Margareth Ausier

Gerente Geral do Mussulo Resort by Mantra

Arquivo Hotel

Arquivo Hotel

• Pescaria

Exclusividade TREND • 1 tratamento de massagem para o casal durante estada. • Válido para junho 2011.


hotel NACIONAL em destaque

Dorisol Recife grand hotel

Arquivo Hotel

Arquivo Hotel

Arquivo Hotel

monumento à arquitetura moderna, com obras do escultor Francisco Brennand

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

A

32

palavra recife sugere o azul do mar, a linha branca da rebentação, a brisa suave e salgada, e areias finas e claras. Esta maravilhosa faixa costeira brasileira tem muitas praias. E o Recife Grand tem uma na sua porta: a Praia de Piedade, que, com suas areias douradas, atrai adoradores do sol, praticantes de windsurf e também nadadores. Outra atração são as águas mornas e turquesas. Quando a maré desce, formam-se piscinas inacreditáveis. Próximo também das praias Gaibu, Calhetas, Porto de Galinhas e Carneiros, e a apenas 15 minutos do Aeroporto Internacional de Guararapes.

Hotel

Restaurantes e bares

Com 17 andares oferece piscina para adultos e crianças, serviço de quarto 24 horas, florista para comprar flores para quem ama, academia para cuidar da forma durante as férias, spa para tratamentos luxuosos, saunas, cabeleireiros, parque infantil, estacionamento assistido e serviço de reserva de excursões pelos pontos de interesse locais.

Com quatro opções, agrada a todos os gostos. No Ar de Bar, no lobby, pode-se desfrutar a famosa caipirinha. No Fora d´Água, à beira da piscina, lanches rápidos ao som de uma cascata. No Acqua, o melhor da cozinha regional e internacional, e no Espaço Galeria, deslumbrante restaurante no terraço, o local perfeito para um jantar.

Apartamentos Oferece uma seleção de quartos e suítes, todos com conforto e tranquilidade garantidos. Os quartos da categoria Superior oferecem vista oceânica e 28,2 m² de espaço; a Suíte Deluxe tem uma sala de estar e quarto com vista para o mar; e a Suíte Presidencial tem impressionantes 170 m² de espaço. Todos vêm equipados com arcondicionado, televisão a cabo, telefone para chamadas locais e internacionais, minibar repleto de bebidas e snacks, cofre individual, secador de cabelo, serviço de lavanderia, ligação de internet por cabo ou sem fio.

Exclusividade TREND Para junho e agosto: • Early check-in: 11h00 • Late check-out: 16h00

Nossos hotéis são sinônimos de conforto e bem estar. Aqui praticamos a arte de bem receber

Josi Rodrigues

Gerente de Vendas Dorisol Hotels


HOTEL

Exclusividade TREND

Para junho e agosto: • Early check-in: 11h00 • Late check-out: 16h00 • Duas crianças FREE (até 10 anos)

DORISOL

PORTO DE GALINHAS O local ideal para se pôr em prática a frase

Lazer São duas grandes piscinas com decks molhados para facilitar o acesso, uma piscina júnior, parque infantil, quadra de tênis, quadra de voleibol de praia, sauna mista, spa com serviços de massagem, e animadores por todo o hotel.

Apartamento

Todas as suítes vêm equipadas com arcondicionado, televisão a cabo, minibar, telefone com possibilidade de ligações para o exterior, cofre, secador de cabelo, serviço de lavanderia e internet sem fio (com taxa extra).

No Restaurante Brisas do Mar é possível saborear a moderna cozinha brasileira com um toque de temperos portugueses. E no Bar Leme, localizado na piscina, a especialidade são os coquetéis tropicais, grelhados suculentos e refeições rápidas.

Arquivo Hotel

Restaurantes e bares

Eventos O Dorisol Porto de Galinhas Suíte Hotel possui duas salas de reuniões: a Mero, com capacidade para 300 pessoas, e a Caravelas, para 110 pessoas, ambas com ar-condicionado, internet e área para coffee-break. Venha conhecer nossos

Arquivo Hotel

Localizado na Praia de Merepe, a apenas uma hora de distância do Aeroporto Internacional de Recife, Guararapes, e a cinco minutos do centro de Porto de Galinhas, uma pitoresca vila de pescadores. Excursões para pontos de interesse turístico podem ser agendadas. Possui estacionamento grátis, serviço de recepção 24 horas, e de quarto das 7h00 às 22h00.

dois andares e traz dois quartos no andar superior. A Suíte Deluxe de piso único tem sala de estar, cozinha americana, varanda e suíte com ar-condicionado.

hotéis e

desfrutar da Oferece três tipos diferentes de suítes, todas desenhadas para uma estada beleza e do confortável e descontraída. A Suíte charme que Dúplex Superior possui dois andares: PErnambuco no inferior há uma pequena cozinha e oferece a seus sala de estar, e no piso superior, a suíte. visitantes A Suíte Dúplex Premium também tem

Paulo Gouveia

Gerente Geral do Dorisol Porto de Galinhas

Arquivo Hotel

C

oqueiros espalhados pela areia branca, que é arrumada pela brisa suave do mar. Essa é a sensação de quem está nesse pedaço de paraíso quatro estrelas.Desenhado especialmente para uma lua de mel inesquecível, para um aniversário de casamento especial ou simplesmente para usufruir o tempo de qualidade com as pessoas mais queridas.

Arquivo Hotel

“sombra e água fresca”

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

33


atendendo bem

ACESSIBILIDADE

PALAVRA valiosa NO TURISMO E NA HOTELARIA Americanos adultos com deficiência gastam uma média de US$ 4.2 bilhões em hotéis por ano

C

ada vez mais, em anúncios, em folhetos, em sites e até em nosso diretório de hotéis vemos várias vezes a palavra “acessibilidade” ou “apartamentos adaptados para deficientes físicos”, ou placas sobre o assunto em pontos turísticos. Segundo a legislação brasileira, todos os hotéis devem possuir apartamentos adaptados e promover a acessibilidade em todas as suas áreas. Mas isso na prática acontece? Ou é apenas uma frase para atrair mais uma fatia de mercado? Intrigadas com essa questão, a revista Segue Viagem procurou um dos maiores especialistas sobre o assunto no país para saber o que acontece na prática. Afinal, Ricardo Shimosakai é diretor da organização Turismo Adaptado, que trabalha para garantir a acessibilidade e inclusão das pessoas com deficiência e mobilidade reduzida no lazer e turismo.

34

Atento à questão da informação, Ricardo ministra palestras, cursos e capacitações, além de elaborar projetos e campanhas. E ele dá um parecer ainda tímido sobre o panorama brasileiro nessa área.

Arquivo Pessoal

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Em 2010 passou a atuar como uma agência de viagens, oferecendo pacotes turísticos com infraestrutura para a pessoa com deficiência. Pela necessidade do próprio mercado, também atua como uma operadora, elaborando programas turísticos no Brasil, identificando a acessibilidade nos produtos e serviços turísticos.

As informações e dados foram fornecidos por Ricardo Shimosakai - Turismo Adaptado - Agente de Viagens e Consultor de Acessibilidade e Inclusão - Tel: (11) 3846-6333 www.turismoadaptado.wordpress.com

“No Brasil não há muitas pesquisas em relação à acessibilidade na hotelaria”, diz Ricardo. “Aqui existem 24,5 milhões de pessoas com deficiência (14,5% da população), sendo 4% do total mundial que é de 600 milhões. É um número relativamente grande de pessoas, que tem muito potencial a ser explorado.” “Para se ter uma ideia, americanos adultos com deficiência gastam uma média de US$ 4,2 bilhões em hotéis por ano. E nossos turistas? Estão gastando por aqui?”, Ricardo deixa a questão no ar. Bacharel em Turismo pela Universidade


Hotelaria Segundo Ricardo, muitos hotéis dizem que possuem facilidades de acessibilidade, mas quando ele chega lá com sua cadeira, a realidade não é bem essa. “Alguns hotéis querem oferecer o serviço, mas não foram corretamente orientados para as adaptações. Para as pessoas com deficiência física, por exemplo, uma coisa importante que poucos hotéis possuem é uma boa cadeira de banho. Muitas coisas devem ser adequadas, mas geralmente os hotéis colocam somente o básico, que julgam suficiente, o que não é a realidade. É preciso se informar antes de ir para o local”, reforça ele. “No caso da deficiência visual, dificilmente os hotéis têm uma boa preparação, e para a deficiência auditiva pior ainda. A verdade é que temos que nos virar para saber superar essas dificuldades, e quem não sabe fazer isso, acaba não viajando”, lamenta Ricardo. Mas nem tudo está perdido. Segundo ele, algumas cidades brasileiras já estão cheias de bons exemplos.“São Paulo é a cidade mais acessível do Brasil, apesar de ainda ter muita coisa a se fazer. Ela oferece diversas oportunidades, inclusive na hotelaria. Meu hotel favorito no quesito condições de acessibilidade é o Parque dos Sonhos em Socorro (SP) e o Villa Bella em Gramado (RS).”

Arquivo TREND

A empresa realiza eventos unindo o turismo e a acessibilidade, como o Workshop “Acessibilidade e inclusão aplicadas ao lazer e turismo”, em parceria com a DUCA - Desenho Universal Consultoria em Acessibilidade, empresa especializada em acessibilidade arquitetônica, que acontece nos próximos dias 18 e 19 de junho. O evento marcará oficialmente o início da parceria das empresas, que nasceu com o objetivo e a missão de oferecer ao mercado atendimento, criação e segurança, sempre com um olhar sensível à diversidade humana.

Os deficientes auditivos têm luminoso para avisar quando toca a campainha e o telefone (inclusive no banheiro), e TV com legendas. Os deficientes físicos têm quartos com medidas especiais para cadeirantes, menos móveis para facilitar a circulação, barras de ferro com assento especial no vaso sanitário e cadeira plástica no banheiro. No hotel os banheiros também são adaptados, assim como computadores para a internet. Seus funcionários foram treinados para trabalhar corretamente com esse público.

Arquivo TREND

Apesar do ocorrido, Ricardo queria retornar às suas viagens, que sempre lhe trouxeram muitos momentos de prazer. A partir daí começou sua luta e a vontade de espalhar esse prazer a todos. Assim nasceu a Turismo Adaptado.

No Rio de Janeiro, a melhor opção é o Hotel Novo Mundo, no Flamengo. Os dois elevadores têm painel sinalizado em braile e sonorização. Possui três quartos adaptados, sendo dois na categoria executiva e um na econômica, com piso laminado de madeira, boa área de circulação e puxadores nos cabides. O banheiro tem porta larga de correr. No hotel a área de eventos tem sanitário adaptado. Na capital do país, Brasília, destaca-se o Hotel St. Peter, com 16 apartamentos adaptados para cadeirantes e deficientes visuais, com barras de apoio, cardápios e lista de ramais em braile.

Arquivo TREND

Anhembi Morumbi/Laureate International Universities, Ricardo ficou paraplégico depois de ter levado um tiro em 2001 num sequestro relâmpago.

O Diretório da TREND Operadora traz mais de 100 hotéis com acessibilidade para deficientes físicos, visuais e auditivos. O Novotel Jaraguá, na capital paulista, possui todos os parâmetros que os hotéis acessíveis devem ter, sendo um dos melhores na categoria. Com 14 apartamentos adaptados, são 12 para deficientes físicos, um para visuais e um para auditivos. Os deficientes visuais recebem um quarto com identificação na porta e cardápio em braile e piso frio que permite a circulação de cão-guia.

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

35

Opções TREND


Parceria

TREND E REXTUR

Arquivo TREND

UNEM SEUS POTENCIAIS PARA FORNECER PRODUTOS COMPLETOS

Presidência e diretoria TREND e Rextur (com camisetas invertidas) no lançamento da parceria na Praia do Forte (BA)

A era das compras de produtos turísticos em diversos fornecedores SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

acabou

36

N

a primeira fase de uma parceria inédita no mercado brasileiro de produtos turísticos, duas marcas fortes, há muito tempo conhecidas pelos agentes de viagens, resolveram juntar forças e dar as mãos para oferecer um produto completo ao trade turístico. A REXTUR, uma das maiores consolidadoras de passagens aéreas da América Latina e a TREND, a maior facilitadora em soluções em hospedagens corporativas, uniram seus sistemas.

suas equipes de vendas, de operações e a mídia do trade turístico para anunciar a união das empresas, dos produtos e dos sistemas. A notícia se espalhou e o mercado ficou em alvoroço.

Quatro dias depois, num jantar de gala em um agradável restaurante em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, todos os grandes nomes do trade turístico paulistano, e por que não dizer brasileiro, reuniram-se para saber mais sobre a parceria e para presenciar o lançamento No dia 14 de maio, diretamente de oficial: a partir daquele instante os um resort na Praia do Forte (BA), as sistemas TREND e REXTUR, já integrados, diretorias das duas empresas reuniram estavam no ar pela internet.


SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

37

As agências de viagens

agora terão mais facilidades e agilidade para atendimento

As áreas de TI (Tecnologia da Informação) das duas empresas trataram de unificar suas respectivas plataformas comerciais, possibilitando que o agente de viagens continue usando os já consagrados sistemas REXTUR e TREND para adquirir hospedagem e passagens aéreas.

No mesmo ambiente, ainda dentro do site REXTUR, é possível para o agente de viagens acessar o sistema de reservas TREND e comprar também diárias de hotéis do seu portfólio, pagando tudo de uma só vez. Com suporte de mais de 200 colaboradores, a REXTUR possui atendimento emergencial, além de uma excelente expertise para trabalhar grupos, com tarifas especiais, seja em eventos fechados ou por adesão. A era das compras de produtos turísticos em diversos fornecedores acabou. A partir de agora, com a TREND e REXTUR tudo está disponível para o agente de viagens em um mesmo lugar, totalmente online e 24 horas por dia. “É só entrar, comprar e ter a certeza de que o passageiro vai voar e dormir tranquilo! E, tudo isso,

Arquivo TREND

A amizade de longa data existente entre os proprietários das duas empresas contribuiu para a iniciativa. “No começo deste ano, visando atender à constante solicitação dos nossos clientes em obter passagens aéreas e hospedagem num mesmo combo, demos início à inovadora parceria comercial”, concordam os empresários Luis Paulo Luppa e Goiaci Guimarães.

A parceria proporciona aos agentes de viagens ganho de produtividade, na pesquisa de tarifas, de modelos de aeronaves, configuração de assentos, duração das viagens, mapas de rotas disponíveis e também ganho de rentabilidade na venda conjunta do aéreo com a hospedagem.

Arquivo TREND

A partir de agora, REXTUR e TREND podem proporcionar às agências de viagens mais facilidades e agilidade para atendimento de seus clientes na venda de passagens aéreas e produtos hoteleiros, com a integração de ambos os portfólios e sistemas online de reservas, que oferecem opções de voos operados por mais de 60 empresas aéreas e de hospedagem em mais de 1.500 hotéis nacionais e 120 mil internacionais.

Arquivo TREND

de seus clientes

Acima: Luciano Guimarães, diretor de marketing da Rextur, Washington Preti, diretor-conselheiro, Luis Paulo Luppa, diretor-presidente, José anjos, Diretorconselheiro, todos da Trend, e Cassio Oliveira, diretor-comercial da Rextur Ao centro: Diretoria e gerente de marketing da Trend Abaixo: equipes de venda e operacional da TREND e Rextur recebendo treinamento na praia do Forte


Parceria apenas na primeira fase dessa grande parceria, garantem as empresas que já prometem anunciar mais novidades em breve. Para se ter uma ideia do sucesso já ocorrido com a parceria, no mesmo dia do seu lançamento o número de usuários acessando ambos os sistemas foi tanto que eles saíram do ar por alguns instantes, devido ao excesso de fluxo. No primeiro dia, milhares

de agentes emitiram suas passagens e compraram hotéis nos sistemas interligados, gerando um volume de transações muito acima da média esperada para o início. É a confirmação de que essa parceria era tudo o que o mercado queria e esperava. E muitas outras novidades ainda estão por vir, nessa união que apenas começou. Hotéis voando? Aviões hospedando? É aqui mesmo.

• 37 anos. • 200 colaboradores. • 5 filiais pelo Brasil. • 60 empresas aéreas. • GDS e site free. • Tarifas e promoções online. • Plantão de atendimento emergencial.

38

Arquivo TREND

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Arquivo TREND

• Fatura e reembolso online.

Acima: entrada do IberoStar Praia do Forte, onde ocorreu o lançamento da parceria Abaixo: jantar na Chácara Santa Cecília, em Pinheiros, onde a parceria foi anunciada ao trade turístico

• Informações de tarifas, promoções e condições de vendas através do site.


SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

39

• 25 anos. • 500 colaboradores. Arquivo TREND

• 29 filiais pelo Brasil. • 1.500 hotéis nacionais. • 120 mil hotéis internacionais. • Sistema 100% online. • Atendimento 24 horas e trilíngue. • Setor de On-Travel e Pos-Travel.

Arquivo TREND

Arquivo TREND

• Produtos específicos para o mercado corporativo, de eventos e lazer.

w w w . a ge n t e v a l o r i z a o a ge n t e . c o m . b r

Acima: Luppa e Goiaci anunciando a parceria Ao centro: equipe da Rextur recebendo treinamento sobre o sistema da Trend Abaixo: noite de gala na Chácara Santa Cecília


destino interNACIONAL em alta

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

CancÚn

40

Um pedaço do paraíso caribenho Ruína Maya em Tulum

Um mar de cor azul-safira banha belos resorts mexicanos


22 quilômetros de praias de

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

41

areias finas onde a natureza e a história se integram Shutterstock

e se completam

L

ocalizada na costa do Estado de Quintana Roo, no México, em uma península que se tornou um dos centros turísticos mais importantes do mundo, Cancún une belezas naturais, a cultura ancestral de cidades Mayas fundadas no período précolombiano e suntuosos resorts de tirar o fôlego.

São 22 quilômetros de praias de areias finas, divididos entre uma imensa lagoa (Nichupte) e o mar. As ruínas, as praias, a vegetação, os parques, o clima, a fauna marinha e a estrutura hoteleira fazem de Cancún um dos destinos turísticos mais visitados do mundo. Situada na costa oriental do continente, é influenciada pelas correntes oceânicas quentes, principalmente do Golfo do México, que promovem um ambiente quente e chuvoso, tipicamente tropical, quente (média de 27°C) com chuva durante todo o ano, sobretudo no verão.


destino interNACIONAL em alta ao lado, Isla Mujeres; Abaixo, souvenirs de Cancún, mergulho em Cozumel e dolphinarium do parque aquático SeaWorld

Shutterstock

História O nome Cancún vem da etimologia da civilização Maya “khan kun”, que quer dizer “ninho de cobras”. Os mayas mantiveram uma rota comercial da Laguna de Términos até Honduras, onde navios de carga percorriam toda a costa do atual Estado de Quintana Roo. Construções junto ao mar foram erguidas para facilitar intercâmbios comerciais, assim como para vigiar a costa e ajudar na navegação.

42

Shutterstock Shutterstock

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Shutterstock

A zona que agora compreende Cancún e Isla Mujeres foi descoberta por Francisco Hernández de Córdoba, descobridor do Yucatán em 1517. Mas a história da cidade propriamente dita é o resultado do sonho de um grupo de banqueiros que soube encontrar um ponto geográfico onde se exploraria o turismo, convertendo seus sonhos em uma realidade de repercussão internacional.

Cosmopolita Cancún é uma cidade cosmopolita. Sua recente criação e seu desenvolvimento têm provocado uma migração de habitantes de diversas regiões do México e inclusive de outros países em razão das numerosas ofertas de trabalho que se apresentam. Devido à sua localização, é identificada muito com o folclore, gastronomia e costumes do vizinho Estado de Yucatán e a cultura dos povos Mayas. Atualmente, Cancún está dividida em cinco zonas principais, tanto para efeito de governo quanto para a sociedade cancunense: Isla Cancún ou Zona Hoteleira (com mais de 130 opções de hospedagem), onde se concentra a maior parte das praias e atividades turísticas, com 23 km de extensão em forma de um número 7; a Zona Urbana, onde habita a maior parte da população cancunense, dividida em colônias, e onde se localiza a maior parte das instituições políticas, educativas, culturais e de serviços da cidade; Puerto Juárez, onde existem duas docas principais para embarcar e cruzar a Isla Mujeres, cheio de restaurantes de frutos do mar; Franja Ejidal, parte norte da cidade, com terrenos irregulares ocupados pela parte mais pobre da população, na sua maioria imigrantes de outros Estados mexicanos; e por fim a Zona Alfredo V. Bonfil, composta de colonos originários do norte do país, localizada na rodovia federal 307 que vai ao aeroporto internacional e Riviera Maya.


Praias A zona costeira é um faixa de areia branca que percorre todo o leste do município e é a principal atração turística da cidade. De norte a sul encontramos as praias públicas: Playa del Niño, Playa las Perlas, Playa Langosta, Playa Tortugas, Playa Caracol, Playa Chac Mool, Playa Marlín, Playa Ballenas, Playa Delfines e Playa Nizuc. O acesso ao restante da faixa de praias foi restringido pelas diversas cadeias hoteleiras, de modo que você só pode chegar a outros lugares caminhando na praia a partir de qualquer uma destas áreas de acesso público.

Shutterstock

ao lado, chichén itzá; Abaixo, Dolphinarium em Cozumel, araras e lagoa do parque Xcaret

Vários sítios arqueológicos estão em torno de Cancún, que trazem construções do antigo império Maya, onde pirâmides foram encontradas, além de ruínas de cidades inteiras, dos primeiros séculos da humanidade. Elas são abertas à visitação e proporcionam a união perfeita entre história, natureza e turismo. Locais como Tulum, Chichén Itzá, El Meco e El Rey são os mais procurados para quem quer ver a evolução da humanidade.

Shutterstock

Arqueologia

Dicas Fuso horário: três ou quatro horas a menos que a hora de Brasília, oscilando de acordo com o horário de verão e inverno.

Visto: é necessário o visto de entrada para os brasileiros, e o passaporte deve ter validade mínima de seis meses. Para retirar o visto pela internet basta acessar o site: http://consulmex.sre.gob.mx/saopaulo. Aos que já possuem visto americano a entrada é livre.

Shutterstock

Dinheiro: a moeda oficial é o peso mexicano, porém, quase todos os lugares aceitam dólar americano e devolvem o troco em peso.

Vacinas: não é preciso nenhuma vacina para entrar no país.

Transporte: táxis são baratos e utilizam tabela de preços nos hotéis (não há taxímetro), e o transporte público é eficiente e econômico.

Shutterstock

Restaurantes: cerca de 600 opções diferentes, desde as redes americanas de fast-food até a culinária sofisticada, e a cozinha mexicana com pimenta moderada para agradar aos turistas.

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

43


destino interNACIONAL em alta

Pontos turísticos Parques: Garrafón

Alberto Jiménez/Stock.XCHNG

Kabah Xcaret Xel-Há XPlor

Sítios arqueológicos: Chichén Itzá Cobá El Meco El Rey

Eszter Szöllõsi/Stock.XCHNG

Tulum

Ilhas: Contoy Cozumel Mujeres

Praias: Punta Cancún Punta Nizuc Playa del Carmen

Shoppings: Flamingo Plaza

44

Mayfair Plaza Plaza Caracol

Outras atrações: Capitão Hook Navio Pirata CocoBongo Club Cancún Dolphinarium www.cocobongo.com.mx

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Shutterstock

Kukulcán Plaza

Observatório Puerto Morelos Pirâmide de Kukulcán SeaWorld Cancún


CAPRI

Cercado por uma praia de areias brancas, oferece um luxo sem limites

L

ocalizado a 5 minutos da Playa del Carmen e a 35 minutos do Aeroporto Internacional de Cancún, este estupendo e exuberante resort está situado numa área de 71 acres, de frente para o Mar do Caribe, na Riviera Maya, cercado por uma praia de areias brancas e oferecendo um luxo sem limites. Os serviços oferecidos pelo hotel são de primeira classe, com concierges em cada andar 24 horas, incluindo nas áreas da praia e da piscina. Acesso à internet e jornais diários para se manter informado. O sistema é All Inclusive, com café da manhã, almoço, jantar e lanches inclusos, além de sucos de frutas e coquetéis sem álcool à vontade. E, por uma questão de saúde, é proibido fumar em toda a área do resort.

Apartamentos Os 291 luxuosos apartamentos, livres do cigarro, possuem cama king size ou duas de solteiro, varanda decorada e privativa, ar-condicionado, cofre, televisão 27 polegadas com canais via satélite, sistema de som, CD e DVD player, rádiorelógio com MP3, telefone com linha direta, máquina de café e chá, bar com bebidas e frigobar abastecidos diariamente com água, refrigerantes e cerveja. É possível escolher o horário para arrumação do quarto. Nos banheiros, de mármore italiano, banheira e cômodos separados para chuveiro, pia e sanitários, com secador de cabelo, roupões e chinelos gratuitos.

Restaurantes e bares O serviço de bufê e de room-service funciona 24 horas, além de oferecer seis opções de culinária. No La Riviera, bufê de cozinha internacional; no Himitsu, a fusão da cozinha americana com a asiática; no Portofino, culinária italiana e mediterrânea; no Seaside Grill, grelhados especiais; no Oceana, peixes e frutos do mar; e no Cactus Club, tacos e culinária mexicana.

Para quem quer se divertir, noites temáticas acontecem pelo hotel e pela praia, além de exibições de filmes ao ar livre, shows e performances ao vivo, e muito mais.

Os bares somam cinco opções: o Rendezvous, bar do lobby; The Lounge, piano lounge; o Desires, music lounge; o bar da piscina, Manatees; e o Sugar Reef, localizado na praia.

Arquivo Hotel

Na área de lazer do hotel há campo de golfe, spa, fitness center, lounge e jacuzzi externos, parque aquático, além de transfer para a Playa del Carmen. O spa, assinado pela marca americana de produtos de beleza Pevonia Botanica, tem hidroterapia, lounge de relaxamento, sauna seca e a vapor, tratamentos faciais, manicure, pedicure e salão de beleza.

Exclusividade TREND

Arquivo Hotel

Arquivo Hotel

Early check-in ou Late check-out (de acordo com a disponibilidade) de agosto a setembro de 2011. Solicitando transfer = jantar grátis no Señor Frog’s.

Arquivo Hotel

SECRETS

45 SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Arquivo Hotel

Hotel interNACIONAL em Destaque


Hotel interNACIONAL em Destaque

THE ROYAL Um resort que impressiona pelos seus serviços e paisagem

C

om serviços personalizados e localização privilegiada na zona hoteleira de Cancún, este resort só para adultos (permitida a hospedagem somente para maiores de 16 anos) possui sistema All-Inclusive, em que os hóspedes podem experimentar o que é fazer parte da “realeza”.

Com 288 suítes, vista para o Mar do Caribe, algumas com piscinas privativas, oferece o que há de mais sofisticado em decoração e facilidades. O hóspede pode fazer o seu check-in online com 48 horas de antecedência, e ao chegar o quarto está pronto, sem esperas ou filas. Ideal para comemorações especiais, pois oferece facilidades para essas datas. Uma agência de viagens dentro do hotel pode agendar passeios a todas as atrações turísticas de Cancún.

46

Restaurantes Todos os locais de refeições do hotel estão inclusos, com sistemas de bufê e à la carte para café da manhã, almoço e jantar, cozinhas gourmet, para confecção de pratos exclusivos, todos com pratos internacionais e especiais, incluindo culinária espanhola, basca, oriental, mexicana, francesa, vegetariana, de baixa caloria e de pratos rápidos. Todas as bebidas, incluindo alcoólicas, também fazem parte da estada, com variedades de cervejas, tequilas, vinhos e espumantes. Um sommelier está disponível no hotel para degustação de vinhos.

Spa

O SPAzul é um dos poucos ao ar livre do mundo com vista para o mar. Inspirado na filosofia holística Maya que utiliza muitos Os quartos possuem um nível de conforto e sofisticação insuperável. elementos da terra, oferece o banho relaxante com pedras As camas têm tamanho exclusivo The Royal, com vários tipos de “Temazcal”, sauna, jacuzzi, hidroterapia feita por cascatas de água, travesseiros e um cardápio de travesseiros especiais; aromaterapia salão de beleza, sala de relaxamento, e muitos outros serviços.

Exclusividade TREND

Early check-in ou Late check-out (de acordo com a disponibilidade) de agosto a setembro de 2011. Solicitando transfer = jantar grátis no Señor Frog’s.

Arquivo Hotel

Suítes

Arquivo Hotel

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

O hotel ainda possui lojas de suvenires, produtos artesanais, roupas de praia, joalheria, entre outros; fitness center, com sessões de spinning, ioga e aeróbica; business center com internet e wireless por todo o hotel; room-service e lounge 24 horas, com comidas rápidas, sala de jogos e telão; piscina de 50 metros de extensão; aulas de mergulho com equipamentos disponíveis; atividades recreativas com equipes especializadas; quadras de squash e vôlei; mesas de jogos e pingue-pongue; biblioteca; shows noturnos e apresentações de música ao vivo pelo hotel; serviços de transfer com carros minicooper para locação; e serviços de garçom na piscina e na praia, com fornecimento de toalhas.

nos quartos; ar-condicionado; TV LCD de 32 polegadas com canais via satélite; CD, DVD e iPod player com DVDteca; máquina de café, minibar e frigobar reposto diariamente; escolha de horário para arrumação do quarto; magic box para oferecer um serviço de quarto discreto, varanda privativa, cofre com tamanho para notebook, com telefone com duas linhas, atendimento bilíngue, e extensão no banheiro, e uma deliciosa jacuzzi para duas pessoas dentro do quarto. Seus banheiros são espaçosos, com duas pias individuais, duchas de massagem e espaços reservados com amenities da marca Bvlgari.

Arquivo Hotel

Arquivo Hotel

Cancún


CANCúN

Facilidades

Entretenimento

Uma equipe amigável está disponível para oferecer a melhor estada para os hóspedes do resort, e dentro do estabelecimento encontram-se as seguintes facilidades: concierge, mensageiro, auxílio especial para casamentos, salão de beleza, loja de presentes, produtos de spa, produtos de golfe, joalheria, aluguel de carros, agência de viagens, casa de câmbio, caixa eletrônico, máquinas de gelo, atendimento médico 24 horas, táxis disponíveis, manobristas e internet wireless por todo hotel.

Aqui tem diversão para todas as idades. Uma academia e um spa para quem quer cuidar do corpo, três piscinas abertas, três bares molhados, salão de jogos com mesas de bilhar, pinguepongue e jogos de tabuleiro, clube para crianças de 4 a 12 anos, recreadores com atividades diárias, e festas temáticas e shows todas as noites.

Apartamentos Os corredores curvos e paredes coloridas levam o hóspede a quartos espaçosos onde muita madeira e toques contemporâneos com iluminação suave formam o ambiente,

Restaurantes e bares Com uma variedade de sabores, o hotel oferece as culinárias italiana, mexicana, oriental e internacional através das sete opções de bares e restaurantes, além de serviço de quarto 24 horas e alternativas interessantes para o serviço à la carte. Os vinhos também estão inclusos, com opções espanholas, argentinas, californianas, francesas, italianas, chilenas e mexicanas.

Um mundo de serviços e facilidades em um luxuoso hotel

Arquivo Hotel

O design e arquitetura deste resort familiar de 287 apartamentos (divididos em quatro categorias), com varandas com vista para o lago ou para o mar e jacuzzi para duas pessoas, são insuperáveis. Trazendo uma decoração exótica em seus restaurantes, piscinas, bares e salas de tratamento de spa, sua construção respira luxo e conforto em cada ambiente.

para duas ou até quatro pessoas. E podem incluir varanda mobiliada, uma ou duas camas king size com menu de travesseiros, TV de tela plana com canais via satélite, internet sem fio, telefone com linha direta, cofre para notebook, rádio-relógio, iPod, DVD e CD player, ar-condicionado individual, ferro e tábua de passar roupa, máquina de café, minibar (com uísque, tequila, rum, vodca, refrigerantes, água mineral, sucos e cerveja artesanal) e recepção com vinho, frutas e aromaterapia. O banho numa jacuzzi para duas pessoas traz amenities L´Occitane, roupões, chinelos e secador de cabelo.

Arquivo Hotel

C

om vista para as areias brancas do Mar do Caribe e localização privilegiada no coração do setor hoteleiro de Cancún, perto do Shopping Myriad e de casas noturnas da cidade, as modernas facilidades do Beach Palace são ideais para o descanso.

Arquivo Hotel

BEACH PALACE

Exclusividade TREND

Early check-in ou Late check-out (de acordo com a disponibilidade) de agosto a setembro de 2011. Solicitando transfer = jantar grátis no Señor Frog’s.

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

47


Hotel interNACIONAL em Destaque

GRAND OASIS

CANCúN

Um complexo hoteleiro de tirar o fôlego

A

15 minutos do centro de Cancún e próximo ao aeroporto internacional, é um hotel 5 estrelas com sistema All-Inclusive, dividido em três prédios, de forma piramidal e uma esplêndida vista para o mar ou para a lagoa Nichupte. Um dos mais populares resorts do México faz parte da Rede Oasis que engloba sete hotéis com 3.124 quartos.

Arquivo Hotel

Uma excelente alternativa para os turistas a lazer ou a negócios. O lobby possui um impressionante teto de cristal que cobre um exótico jardim de plantas suspensas. Oferece a melhor área de lazer de Cancún, com grande variedade de atividades e espaços, como spa, campo de golfe, quadras de tênis, poliesportiva, piscina, sala de TV, academia e lojas. É possível a prática de esportes aquáticos não motorizados numa marina exclusiva, com serviço de bar, toalhas e espreguiçadeiras. À noite, o entretenimento é numa discoteca localizada dentro do hotel, contando com a famosa Festa da Espuma todas às quintas-feiras. Seus serviços incluem recepção, serviço de quarto, concierge das 7 às 23 horas e atendimento especial para casamentos e eventos. Serviços com custos adicionais: aluguel de carro, lavanderia, internet, cofre, atendimento médico, spa e lojas.

48

Exclusividade TREND

Early check-in ou Late check-out (de acordo com a disponibilidade)

de agosto a setembro de 2011. Solicitando transfer = jantar grátis no Señor Frog’s.

Todos os quartos estão decorados num estilo mexicano moderno, oferecendo um terraço ou varanda, ar condicionado com controle individual, banheiro com ducha, uma cama King Size ou duas camas Queen, TV a cabo com controle remoto, ligação telefônica direta, amenidades de banho, secador de cabelo, frigobar, e serviço de caixa forte (tarifado). Todas as suítes possuem banheiras.

14 Restaurantes e 12 bares Sabores que vão desde deliciosos sushis até a alta cozinha mexicana. O serviço AllInclusive abrange café da manhã americano, cozinha gourmet, bufês temáticos, bebidas exóticas nacionais, importadas (tarifadas) e carta de vinhos (à parte). No Tunkul, o bufê é internacional para café da manhã, almoço e jantar. A Trattoria é para os amantes de massas. O Akeru, especializado em culinária asiática. E o Gourmet traz o melhor da cozinha mexicana.

Arquivo Hotel

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Arquivo Hotel

Apartamentos

Possui ainda bares como: o Sands, na praia; o Koori Sushi, com pratos asiáticos; o Sports Bar, perto das áreas esportivas; o Tequila & Ceviche, com pratos de frutos do mar; o Rodízio Turkul, para lanches; o Sarape, com pratos mexicanos; o Barlovento y Sirocco, no lobby com música ao vivo; e o Swin up Sarape na piscina do hotel.


curiosidades

FEIRAS

TÍPICAS E REGIONAIS

CADA VEZ MAIORES E MAIS

IMPORTANTES, AS FESTAS REGIONAIS TêM MOVIMENTADO O TURISMO EM VÁRIAS REGIÕES DO PAÍS

C

ada região do Brasil, interessada em atrair cada vez mais turistas, a exemplo das Festas Juninas, tem criado eventos regionais ligados às culturas de sua área. Essas festas, de tão bem organizadas e interessantes, atraem cada vez mais gente, tornando-se muito relevantes e importantes. Conheça, abaixo, alguns dos principais festivais do país:

FESTIVAL DE INVERNO

50

Grande festival de música erudita do Brasil que acontece todos os anos (há 40 anos) no mês de julho por toda a cidade, atraindo um público de mais de 80 mil espectadores. Criado em 1970 pelos maestros Eleazar de Carvalho, Camargo Guarnieri e João de Souza Lima, foi inspirado no Festival de Tanglewood (Inglaterra). Alunos bolsistas passam um mês estudando com importantes nomes da música nacional e internacional. Paralelamente há uma intensa programação com convidados, importantes orquestras, grupos de câmara e recitais que se apresentam em diferentes lugares da cidade. Já trouxe nomes internacionais como o tenor Roberto Alagna, Aprile Millo, as pianistas Maria João Pires e Magda Tagliaferro, o trompetista Daniel Havens, a cantora Kiri Te Kanawa e o maestro Kurt Masur.

FESTA DO MORANGO E EXPOLEGUMES 25 de junho a 10 de julho (Atibaia/Jarinu – SP) Realizará a sua 28ª edição no Campo dos Aleixos, bairro que fica entre a divisa das cidades de Atibaia e Jarinu, interior de São Paulo. A cada ano, a organização da festa é revezada entre as prefeituras de Atibaia e Jarinu. Neste ano, Atibaia é a responsável pelo evento. Na festa deste ano são esperados 200 mil visitantes no Parque Duílio Maziero, local onde é montado o evento, que tem como objetivo valorizar e divulgar cada vez mais a produção de morango das duas cidades. A entrada é gratuita.

Mercado&Eventos

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Heloisa Bortz

1º a 24 de julho (Campos do Jordão – SP)


SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

51

Folclore, produtos agrícolas, música e arte: bons motivos para se criar um evento

FESTIVAL FOLCLÓRICO 24 a 26 de junho (Parintins – AM)

amazonastur/Jorge Herran

Festa popular realizada anualmente (desde 1965), sempre no último fim de semana de junho. Trata-se de uma apresentação a céu aberto, onde competem duas agremiações: a do Boi Garantido, de cor vermelha, e a do Boi Caprichoso, de cor azul. A apresentação ocorre no Bumbódromo (Centro Cultural e Esportivo Amazonino Mendes, inaugurado em 1988 pelo mesmo), uma espécie de estádio com o formato de uma cabeça de boi estilizada, com capacidade para 35 mil espectadores. Durante as três noites de apresentação, os dois bois exploram as temáticas regionais, como lendas, rituais indígenas e costumes dos ribeirinhos por meio de alegorias e encenações.

FESTIVAL DE INVERNO

Rafa Medeiros/Santo Lima

22 a 24 de julho (Garanhuns – PE) Realizado anualmente no agreste de Pernambuco em vários polos, especialmente nos Parques Euclides Dourado e Ruber Van Der Linden, na Praça Guadalajara e no Casarão. Trata-se de um evento cultural que mistura rock, MPB, blues, jazz, forró, orquestra, teatro, cinema, circo, maracatu e outras formas de manifestações artísticas. Está em sua 21ª edição, já tendo passado em seus palcos nomes como: Skank, Paulinho da Viola, Gal Costa, Pitty, MV Bill, Neguinho da Beija-Flor, Marcelo D2, Domiguinhos, entre outros. A cada ano atrai mais pessoas de todos os polos brasileiros. Além dos shows, propicia oficinas culturais, exposições de arte, apresentações circenses, dança, grafitagem e sessões de cinema.


experiências de viajante

O músico

guga

stroeter se deleita com os ritmos caribenhos

Arquivo Pessoal

M

úsico, diretor e produtor musical, Gustavo Cerqueira Stroeter nasceu em São Paulo, SP, em 15 de outubro de 1960. Formou-se em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, mas desde os anos 80 profissionalizou-se como músico, tocando vibrafone.

52

Guga Stroeter é também articulista, e dedica-se à literatura e à dramaturgia. Publicou a peça e o livro Monstros Peludos, concebeu e realizou o musical brasileiro Baile Estelar, em parceria com o diretor José Possi Neto. Realiza também trabalhos de curadoria (Museu da Imagem e do Som, Novo Canto IBM, e outros), a produção de álbuns no Brasil e exterior e direção de eventos artísticos, como fez em 1996 com a programação popular do Festival de Inverno Campos de Jordão. Atualmente Guga é presidente da ONG Sambatá Música e Cultura, e, como todo bom amante de cultura, ele adora viajar. Convidado pela revista Segue Viagem, conta a sua experiência de viajante, e músico, claro, pelas ilhas de Trinidad e Tobago.

Arquivo Pessoal

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Arquivo Pessoal

No ano de 1987 participou da fundação do quinteto jazzístico Nouvelle Cuisine, e, com o saxofonista George Freire, criou a orquestra Heartbreakers. Desde então, Guga vem realizando projetos com essas duas formações, além de, como instrumentista, trabalhar ao lado de diversos nomes da MPB como Caetano Veloso, Rita Lee, Marisa Monte, entre outros.

Acima, Guga stroeter e seu vibrafone; ao centro, HB Tronix; ao lado, HB Big Band


Trinidad e Tobago emitem sons em latas de óleo com notas definidas

Além dos tambores de lata, existem concursos do calipso cantado, em que se satirizam os hábitos e os políticos locais. Existem ainda shows do calipso feito pela comunidade de indianos (chutney) e bailes do estilo mais moderno e eletrônico, que é o ritmo soca (a união das palavras soul e calipso). Eu ousaria afirmar que se fizermos uma equação e levarmos em conta o tamanho do país, sua população e a quantidade de estilos musicais, creio que teríamos o índice mais alto do mundo na proporção ‘bons músicos por metro quadrado’. Vale a pena conhecer essa curiosa cultura.”

w w w. g u g a s t r o e t e r . c o m . b r

Richard Semik/Shutterstock

“Essas duas ilhas no Caribe, próximas à Venezuela, falam o inglês e têm uma composição étnica curiosa e harmoniosa: 50% são negros e 50% são descendentes de indianos. Na capital de Trinidad, Port of Spain, existem grandes orquestras (compostas por aproximadamente 80 músicos) que tocam steel drums, que são tambores feitos de lata de óleo, mas que emitem notas definidas como um piano. Os diferentes grupos se apresentam em uma competição semelhante aos nossos festivais musicais. Cada orquestra apresenta um número de música de concerto com duração aproximada de 15 minutos. Em seus tambores de lata interpretam obras de Mozart, Beethoven, Vivaldi. Em seguida tocam a música dançante local, que é o ritmo calipso. Assistir a estas bandas é, portanto, uma experiência completa, para se ouvir e para se dançar. Alucinante.

53 53 SEGUE SEGUE VIAGEM VIAGEM JUNHO/JULHO JUNHO/JULHO 2011 2011

Parlatuvier Bay, Trinidad e Tobago


gastronomia

Arroz-doce

U

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

ma fartura de cores e sabores. Isso é o que se vê quando o assunto são festas juninas. Trazidas para o Brasil no começo do século 19, as festas se adaptaram, principalmente no interior dos estados nordestinos, para o que havia em volta. Com a grande produção de milho que dominou certas regiões do país durante muito tempo, as receitas provenientes desse ingrediente se multiplicaram e deram origem a deliciosos pratos típicos de nossas festas caipiras.

54

Outros ingredientes bem brasileiros, como a cana-de-açúcar, a abóbora, o arroz, o amendoim, a batata, a canela, o cravo, também foram incorporados para dar origem a deliciosos pratos e doces típicos que fazem sempre muito sucesso nesta época do ano. Confira alguns pratos que não podem faltar nesse arraial.

Shutterstock

Shutterstock

JUNINO bolo de milho verde

de cores e sabores nas festas de junho

Shutterstock

ARRAIAL

Uma fartura

pipoca

Abóbora

Bolo de fubá

Ingrediente comum na culinária brasileira e nordestina, em festas juninas aparece como doce preparado cozido com cravo-da-índia e canela, ou então em formato de doce cortado em cubos, ou endurecidos e cristalizados para serem comidos em mordidas.

Fubá (do quimbundo fuba, “farinha”) é a farinha fina feita com milho, presença obrigatória nas festas juninas, podendo ser acrescentado de erva-doce e recheios para aprimorar seu sabor, e tem as versões assado, cozido ou cremoso.

Arroz-doce De origem árabe, também chamado arroz de leite, muito popular na Europa, Estados Unidos e Brasil. Consiste em uma mistura de arroz e leite, podendo ser acrescido leite condensado e diversos temperos, como canela, cravo, raspas de casca de limão, coco, açúcar queimado, amendoim e outras variações.

Batata-doce Presença obrigatória em festas juninas, pode se apresentar assada, até mesmo nas fogueiras, ou em forma de doces moles, caramelizados ou cristalizados. Uma variação é feita com batata-roxa, dando origem a doces muito coloridos.

Bolo de milho verde Geralmente feito com milho verde e leite condensado, pode ser acrescentado de ingredientes como coco ou erva-doce. Muito fácil de preparar, a maioria das receitas pode ser feita usando-se um liquidificador.

Canjica (ou Mugunzá) Doce típico da culinária brasileira, consumido o ano inteiro, mas com pico de demanda no período das festas juninas. Seus principais ingredientes são o milho branco, leite e açúcar, podendo ter como ingredientes opcionais o amendoim, o leite condensado e o leite de coco. O termo canjica vem do banto (kanjica), tipo de papa elaborada com farinha de milho branco ralado. Em algumas regiões, é conhecida como curau ou mingau de milho branco.


SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

55

Sempre com uma grande produção de milhos e grãos, o Brasil tem uma culinária junina rica

tapioca

Curau

Pé de moleque

Feito com o puro milho verde, é um creme pastoso que é cozido e após seu preparo colocado na geladeira para que fique firme. Seu formato pode variar, sendo individual ou pudim inteiro.

Mistura de amendoins torrados e moídos, que são unidos a uma rapadura previamente derretida. A mistura é lentamente mexida em fogo brando até atingir o ponto próximo à cristalização, e o doce é distribuído sobre uma superfície lisa e fria de pedra. Outra versão mistura açúcar derretido aos amendoins torrados, obtendo-se um pé de moleque bem duro e igualmente popular.

Feito com flor de milho e coco ralado, é uma variação das receitas com milho que parece uma farofa. Utiliza-se um cuscuzeiro para se preparar a receita, que vai em banho-maria.

Pamonha Quitute feito de milho verde, comum em todo o território brasileiro. O milho verde é ralado, e na massa resultante são misturados leite e sal ou açúcar. Esta massa é colocada em envelopes feitos com a própria palha do milho, que também serve como tampa. As pamonhas são cozidas e sua massa alcança uma consistência firme e macia. O nome pamonha vem da palavra tupi pa’muña, que significa “pegajoso”.

Pipoca Prato feito a partir de uma variedade especial de milho (Zea mays everta), que estoura quando aquecido, transformando a parte interna numa massa de amido e fibras. Possui diversas variações, podendo ser servida com sal, manteiga, queijo, bacon, açúcar derretido, groselha, entre outros ingredientes.

Quentão Shutterstock

Cuscuz de milho

Bebida quente tradicionalmente servida durante as quermesses e festas juninas no Brasil, está relacionada às noites frias

vinho quente

Shutterstock

Shutterstock

pé de moleque

Shutterstock

nesses ingredientes

do período em que ocorrem estas festas. Consiste numa mistura de aguardente, gengibre, açúcar e especiarias, como canela em pau e cravo-da-índia.

Tapioca Nome de uma iguaria tipicamente brasileira, de origem indígena tupiguarani, feita com a fécula extraída da mandioca, também conhecida como goma da tapioca, polvilho, goma seca, polvilho doce ou fécula de mandioca. Ao ser espalhada numa chapa ou frigideira aquecida, coagula e vira uma panqueca seca. O recheio pode variar, mas o mais tradicional é feito com coco e queijo. O nome tapioca é derivado da palavra tipi’óka (coágulo) em tupi.

Vinho quente Bebida servida durante as quermesses e festas juninas, é uma variação do quentão, feito com vinho tinto, adicionado de açúcar, canela em pau, cravo-da-índia, podendo ser acrescentadas frutas como maçã, abacaxi, cascas de limão, de laranja, entre outras.


gastronomia

a culinária junina é conhecida em todo o Brasil e muito apreciada também por turistas estrangeiros. pode ser sofisticada e diversificada com pratos unindo ingredientes contemporâneos aos Arquivo Serhs Natal Grand Hotel

tradicionais

O Nordeste na mesa SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Chef Pedro

56

Gomes apresenta prato típico junino

Pedro Gomes, 55 anos, é natural de Patos mas foi criado em Campina Grande (PB). Trabalha na hotelaria há 31 anos, passando por empresas como o Grupo Caesar Park Ipanema, Grand Hotel Marquise Fortaleza, e há mais de três anos é chef executivo no Grupo Serhs, em Natal. Realizou estágios no México, no Hotel Bristol de Paris, em Boston,

no Havaí, na Bélgica, e participou de vários festivais representando a comida brasileira. É especialista em culinária internacional, destacando-se na cozinha mexicana, francesa, italiana, espanhola, suíça e peruana. Tem curso técnico em culinária pela Universidade de Clion, de São Paulo, além de formação na área de Gestão em Alimentos e Bebidas pela FGV.


Pudim de tapioca Ingredientes 500 g de farinha de tapioca granulada 1 litro de leite integral

Arquivo Serhs Natal Grand Hotel

Arquivo Serhs Natal Grand Hotel

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

57

10 gemas 500 g de leite condensado 200 ml de leite de coco 1 ½ xícara de água 4 xícaras de açúcar

Preparo Umedeça a tapioca com o leite e o leite de coco por aproximadamente 30 minutos. Em seguida, acrescente as gemas e o leite condensado e misture bem. Para fazer o caramelo, leve ao fogo as xícaras de açúcar e 1 ½ de água, sem mexer, até ficar da cor do caramelo. Unte uma fôrma com o caramelo e coloque a massa. Leve ao forno preaquecido (160°C) em banho-maria por 50 a 60 minutos. Espere esfriar para desenformar. Rende quatro porções.


CONSUMO

A SEDUÇÃO DOS

VINHOS TINTOS

O SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

vinho tinto é a bebida resultante da fermentação do suco ou mosto extraído de uvas pretas ou tintas, no qual é obrigatório que haja maceração das cascas no mosto com a finalidade de se atribuir cor e sabor à bebida.

58

A polpa da fruta, tanto da uva branca quanto da uva preta, é clara. Quando prensada, esta polpa dá origem a um suco turvo considerado “branco”. A cor do vinho tinto é obtida de acordo com a forma com que as cascas da uva são usadas. Para tornar o vinho tinto é preciso que as cascas das uvas pretas descansem no mosto, o que é chamado de maceração. E a intensidade da cor no vinho tinto depende de dois fatores: primeiro do tipo de uva empregada na sua fabricação, e segundo o tempo de maceração das cascas no mosto. Convidamos o sommelier Ricardo Bonanome para falar sobre os quatro principais e mais consumidos tipos de vinho tinto: Cabernet Sauvignon, Merlot, Pinot Noir e o Syrah.

França

Venezuela

Dentre os mais Brasil

de 5 mil tipos de uvas brancas e tintas, quatro

Chile

Estados Unidos

Cabernet Sauvignon – é a principal uva tinta clássica de origem francesa, introvertida quando jovem e complexa no envelhecimento, plantada no mundo todo, com versões mais macias e fáceis de beber e preços moderados. Amora preta, groselha preta, cassis, hortelã, eucalipto, pimenta, cedro, couro, ameixa são sabores encontrados principalmente nos vinhos mais envelhecidos. O grande vinho cabernet precisa amadurecer no carvalho e envelhecer em garrafa para harmonizar. Os melhores, historicamente, são da região do Medoc, em Bordeaux. Também há bons da Sicília, na Itália, e em países como Argentina, Chile, Estados Unidos e Austrália.

variedades são mais importantes, e se diferem no

Argentina

aroma, corpo, textura e sabor, produzindo os melhores tintos Cabernet Sauvignon

Syrah

Merlot

Pinot Noir

do mundo


Merlot – também de origem francesa, parecida e confundida no sabor e aroma com a Cabernet, com alguma diferença, ameixa, chocolate, café e couro. Muito usada em Bordeaux no corte com as outras famosas Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc. A Merlot, quando provém de um bom vinhedo, tem taninos mais macios e redondos do que a Cabernet. Bons Merlots também se encontram no Chile, EUA (Califórnia) e Itália. No Brasil é a melhor uva tinta, com bons exemplos na região gaúcha. Por exemplo, a Vinícola Boscato, em Nova Pádua (RS), tem um Gran Reserva muito bom.

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

59

PRODUZIDOS E CONSUMIDOS NO MUNDO INTEIRO, SÃO A MELHOR OPÇÃO NO INVERNO

Pinot Noir – De origem francesa, sensual, com sabor terroso, de cereja cozida, de terra úmida, de cogumelos dos melhores e chocolate. Uva difícil para se transformar em vinho, trabalhosa no vinhedo, muito sensível a clima e solo, arriscada para o viticultor e o vinicultor. Os vinhos são pouco encorpados, pálidos. No Chile encontram-se alguns musculosos, mas com muito álcool. Na Alemanha há alguns que se confundiriam com Borgonhas e com preços bem mais acessíveis. A Borgonha tem os melhores, mais terrosos, mas muito caros e às vezes não tão bons. Encontra-se na Nova Zelândia (região de Otago) e África do Sul.

Moldávia Romênia

Itália

Syrah – Também francesa, foi levada da França para o Cabo da Boa Esperança, na África do Sul, onde foi rebatizada de Shiraz, e de lá para a Austrália, onde produz deliciosos vinhos. Rústica e elegante ao mesmo tempo, tem aromas e sabores fortes, de terra úmida, de amora preta silvestre, de fumaça, de temperos. Os Syrahs mais famosos provêm da França, do Vale do Rio Rodano, e também da Austrália, África do Sul e EUA (Califórnia).

Nova Zelândia

Austrália

Ricardo Bonanome é sommelier formado pela FISAR (Federazione Italiana Di Sommelier Albergatori e Ristoratori) e faz parte da Associação Brasileira de Sommeliers de Campinas (SP).

Shutterstock

Arquivo pessoal

África do Sul


Cultura

HOTÉIS DANDO

UM SHOW E

ntretenimento. A maioria dos hotéis, principalmente os resorts e os de lazer, busca cada vez mais proporcionar entretenimento aos seus hóspedes, para que eles entrem no estabelecimento e tenham tudo o que desejam lá dentro, sem precisar sair para outros lugares. E isso inclui oferecer shows com artistas renomados ou até mesmo com descobertas locais. E opções de hotéis com shows não faltam. Confira algumas sugestões abaixo:

A criatividade de cada região usa cantores locais para criar shows imperdíveis

NOITES TEMÁTICAS Hotel Village Porto de Galinhas (Ipojuca – PE)

Divulgação Hotel Village Porto de Galinhas

Oferecendo apresentações e música ao vivo todos os dias, esse hotel pernambucano tem uma variedade de noites musicais temáticas. Cada dia da semana um estilo musical é oferecido, indo dos clássicos românticos aos repertórios italianos e ritmos nordestinos, além de apresentações de DJs renomados, de shows interativos, de humor, de capoeira, entre outros. Devido às festas comemorativas juninas, em junho, todas as quartasfeiras, haverá noites de São João com concursos de forró e formação de quadrilha.

SHOWS DE ROCK

60

Alexandre Cerqueira

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Hotel Sheraton (São Paulo – SP)

Dentro do Hotel Sheraton de São Paulo (SP), um dos mais sofisticados da cidade, localiza-se o Club A. De alto padrão, oferece shows musicais de quinta a sábado, para todos os gostos, acompanhado de jantar e DJs renomados. Na programação de junho e julho nomes como Guilherme Arantes, Dani Gurgel, Reinaldo Kherlakian, Marcia Lopes, Bocato e Banda, Banda Coffee Breakers, Banda Los Sinatras, entre outros. O espaço é dividido em bar, restaurante, palco, pista de dança e piscina.


SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

voar enquanto estiver

61

saúde

acometido de um resfriado forte deve ser evitado

E VIAGEns AÉREAs Por Dr. Amaury Simoni (especialista em Medicina Aeroespacial e de Altitude e Atendimento a Turistas)

A

s férias de julho vêm aí! E para quem vai curtir o Hemisfério Sul, o inverno também. Muito comum nesta época, os inevitáveis vírus do resfriado provocam uma condição bastante comum, não somente pela facilidade com que se propagam, como pela pouca preocupação que as pessoas têm com resfriados, uma vez que são doenças potencialmente benignas e de curta duração. Geralmente, um resfriado dura de três a sete dias, e seu período mais intenso não passa de dois dias. Os sintomas mais comuns são febre baixa, tosse seca, coriza mucoide e congestão nasal, sendo os que mais se destacam. O problema é quando a gente já está com a mala pronta e vai viajar! E agora? De modo geral, como se trata de uma infecção leve e benigna, não é preciso se preocupar. As dicas para resfriados são as de sempre: não tomar gelado, boa alimentação, agasalhar-se bem e uma boa hidratação, que é fundamental para ajudar a eliminar secreções que se formam comumente na trato respiratório superior. E na cabine de uma aeronave? É um show à parte. Embora dificilmente vá ocorrer uma disseminação do vírus pelo avião, graças ao ar mais seco, sistema de circulação restrita do ar e pelos eficientes filtros HEPA presentes nos jatos comerciais, cuidados como proteger a boca ao espirrar e tossir e lavar sempre as mãos nunca são demais. Falando em ar seco e frio, levar um agasalho a bordo da aeronave junto aos pertences de mão é sempre uma boa ideia e fazer uma boa hidratação durante o voo. Medicações somente devem ser usadas com orientação médica ou, no máximo, aqueles descongestionantes ou antitérmicos de uso já conhecido do passageiro. O maior problema quanto à pressão interna da cabine durante o voo é quando o passageiro está muito congestionado.

Shutterstock

RESFRIADOS

Secreções costumam interferir no funcionamento das trompas de Eustáquio, que são as estruturas que promovem o equilíbrio entre o ar externo ao tímpano e o ar presente internamente no ouvido. O não funcionamento adequado destas estruturas pode provocar surdez temporária ou mesmo fortes dores de ouvido, devido ao abaulamento da membrana timpânica. Como regra geral, voar enquanto estiver acometido de um resfriado forte deve ser evitado. Se não for possível, descongestionantes devem ser usados. Os orais têm se mostrado mais eficazes que os tópicos, claro, sendo que o uso dos orais não é permitido para pilotos e tripulação. A vantagem dos tópicos é não causar sonolência, que pode ocorrer quando pseudoefedrina oral é combinada com anti-histamínico (mistura muito comum em apresentações comerciais). A “manobra de Valsalva” também funciona, muito comum para mergulhadores, e consiste em fechar a cavidade oral e nariz com as mãos e assoprar para forçar a abertura das trompas. No caso de diminuição da audição ou mesmo de dor por dificuldade de equalização do ar, deve-se estimular a deglutição: beber líquidos, chupar bala, mascar chiclete e abrir a boca como se estivesse bocejando ajuda a passagem do ar. As pessoas mais sensíveis a alergias e ambientes com ar frio e seco são as que mais irão sentir as alterações. Não podemos nos esquecer também que estas pessoas, ao viajarem, estarão sujeitas a locais com presença maciça de ácaros e fungos, como banheiros, quartos de hotéis e ar-condicionado com manutenção deficiente em seus filtros. A estas é aconselhável, quando possível, escolher quartos com exposição maior à luz solar, boa ventilação e andares superiores para poder deixar abertas janelas ou varandas. E levar a medicação que já está acostumado é fundamental para ter uma boa viagem sem que um simples resfriado estrague seus planos! Atchim!


Espaço TREND

Diretório TREND 2011 nas mãos e na tela Já está sendo distribuído pelos mais de 120 executivos de contas da TREND Operadora o novo Diretório 2011. Objeto de desejo de todos os agentes de viagens que trabalham com hotelaria nacional, com mais de 700 páginas, traz mais de 1.500 hotéis catalogados em 116 cidades por todo o Brasil, com fotos, informações sobre infraestrutura e divisões entre hotéis corporativos, de lazer (incluindo resorts) e para eventos.

inteligente dividida por tipo de produto, estado e cidade. O endereço para acessar é: www.diretoriotrend.com.br. É a TREND sempre antenada no que é tendência, novidade e inovação.

E a grande novidade deste ano é a versão online do diretório.A TREND fez uma versão na internet em que você pode encontrar as mesmas páginas do diretório impresso, com uma busca Aviestur2011_2

1

25/05/11

Arquivo TREND

Também traz informações sobre a Central do Carro TREND, com tarifas e informações sobre locação de carros, dados e preços sobre serviços de Receptivo Nacional, eventos e grupos nacionais, feiras e grupos internacionais, e do seguro-viagem.

página de abertura do site do diretório 2011

17:03

62

A equipe de profissionais da TREND Operadora marcou presença, por mais um ano, na 34ª Aviestur, evento organizado pela Aviesp (Associação das Agências de Viagens Independentes do Interior do Estado de São Paulo), que aconteceu nos dias 15 e 16 de abril no Convention Center de Campos do Jordão (SP), cidade que concorre à subsede da Copa em 2014. O evento tem o intuito de reunir profissionais da área de turismo, principalmente do interior do Estado de São Paulo, e este ano recebeu mais de 3.500 agentes de viagens, expositores e visitantes. A TREND foi eleita pela terceira vez consecutiva a Melhor Operadora em Hotelaria no Prêmio Top Aviesp 2011 com os votos dos agentes de viagens durante a Aviestur. Os ganhadores foram escolhidos pela qualidade dos serviços, equipamentos e condições comerciais oferecidos aos agentes e seus clientes, o consumidor final. O Prêmio Top Aviesp tem como objetivo valorizar e reconhecer publicamente empresas do turismo brasileiro, e apresentar e certificar os melhores fornecedores para os agentes.

Arquivo TREND

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

Após participação na Aviestur 2011, TREND ganha prêmio da Aviesp

Equipe em frente ao estande da TREND Operadora na 34ª AVIESTUR 2011


SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

63

13º Workshop TREND já está com site e estandes à venda

E os agentes de viagens que estiverem interessados em participar do evento, fiquem atentos, pois as inscrições vão começar no dia 1º de julho! Para fazer sua inscrição, basta entrar no site: www.workshoptrend.com.br e executar sua inscrição preenchendo o formulário próprio. Um e-mail será enviado confirmando o recebimento da inscrição. Basta imprimir e levar seu número de inscrição no dia do evento, que, no ano passado, no mesmo local, reuniu mais de 7 mil agentes de viagens. Você vai ficar de fora? Anote a data na agenda!

Arquivo TREND

Foi dada a largada para as vendas para o 13º Workshop TREND em Atibaia (SP) no dia 1º de outubro. O hoteleiro interessado em patrocinar o evento e em adquirir estandes para o mesmo já pode entrar em contato com o Departamento Comercial da operadora. Os patrocínios possuem cotas que vão de R$ 15 a R$ 320 mil reais, e os estandes possuem valores entre R$ 6,6 e R$ 9,9 mil reais. Os interessados devem correr, pois as vendas estão aceleradas!

Para Alexandre Camargo, diretor de Vendas, essas contratações acontecem em um momento estratégico, já que a TREND quer colocar à disposição dos agentes de viagens os melhores profissionais do setor, sejam eles novos ou que já tenham passado pela empresa. Isso só demonstra a competência que sempre possuíram. Acima, Rebeca Ferreira e Marcelo Bicalho, responsáveis pela região sudeste e Centrooeste. Ao lado, equipe de vendas do nordeste

Arquivo TREND

As contratações de profissionais de peso pela TREND não param. Rebeca Ferreira voltou à empresa para assumir a gerência da regional de vendas de Pernambuco, Alagoas e Paraíba, trazendo consigo outros profissionais da região: Túlio Burgos, Josiane Viana, Gabriel Melo, Diana Tavares, Julie Roma, Taua Colares, Diana Farias e Marconi Silva. Marcelo Bicalho também está de volta para assumir a Supervisão de Vendas nos Estados de Minas Gerais, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Arquivo TREND

TREND tem novos e veteranos colaboradores no Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste


Espaço TREND

Internacional da TREND também foca nos Estados Unidos da América Mais uma vez a TREND marcou presença em um importante evento mundial, a Pow Wow, feira que foi realizada em São Francisco (EUA) entre os dias 21 e 25 de maio. Estiveram presentes o Diretor Comercial Daniel Santos e a Gerente de Negociações Internacionais Flávia Oliveira, onde tiveram a oportunidade de conversar com os principais hoteleiros dos Estados Unidos, principalmente dos destinos: Miami, Orlando, Nova York e Las Vegas, além de firmar parceria com o programa Visa Waiver Now, campanha que tem o intuito de isentar brasileiros da necessidade de visto para entrar nos Estados Unidos da América.

com a Hotelbeds, Tourico Holidays e Rede Vision One de Hotéis e Casas. Acreditamos que com as novas ações da TREND poderemos alavancar ainda mais o nosso movimento. Hoje, Orlando é o nosso primeiro destino nos Estados Unidos da América”, disse o Diretor Comercial. É a TREND avançando no internacional!

64

Em um Pré Pow Wow, Daniel e Flávia também estiveram em Orlando (EUA). “Estivemos em Orlando onde realizamos excelentes reuniões de alinhamento

Arquivo M&E Arquivo M&E

A dupla também fechou acordos com passeios turísticos, viagens de helicóptero, traslados, receptivos, além de shopping centers nessas localidades e apresentou para América e para o mundo o portfólio TREND que conta com mais de 1.500 hotéis no Brasil, 120 mil hotéis internacionais, a Central do Carro, serviços de receptivos em todos os países que atua, além de vários outros produtos que agregam valores às opções de hospedagem, como o seguro viagem, ingressos, passeios, shows e muito mais, tudo isso dentro de um sistema de reservas 100% online, 24 horas por dia.

Arquivo M&E

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

“Esse ano foi a nossa primeira participação e estaremos presentes nas próximas edições, pois a feira gerou excelentes novos contatos e possibilitou estreitar ainda mais as relações com os parceiros já existentes”, afirmou Daniel Santos. Ele também revelou que o crescimento do setor internacional dentro da TREND foi bem acima da média de mercado, e em se falando de EUA, as vendas dobraram em relação ao volume do ano passado.

Daniel Santos, diretor comercial da TREND e flávia Oliveira, gerente de negociações internacionais com participantes da Pow wow


TREND premia seus melhores parceiros em Belo Horizonte

Arquivo TREND

No final do mês de abril, o trade turístico mineiro foi reunido no Hotel San Diego em Belo Horizonte (MG) para conhecerem os 10 melhores parceiros da TREND no estado no ano de 2010. A festa contou com a presença de todo o staff mineiro, além do diretor de vendas Alexandre Camargo e o diretor-presidente da operadora Luis Paulo Luppa.

Equipe trend e agentes de viagens premiados de Belo horizonte

A Ártico Tur foi escolhida como a melhor parceira TREND em Minas, e seu representante saiu com uma moto zero quilômetro do local. Os outros premiados foram: Estação Turismo, American Tour, Bravo Viagens Lufthansa City Center, Porto Velho Turismo, BTM Viagens, Estufa Agência, Exodus Turismo, LCN Tur e Real Turismo.

SEGUE VIAGEM JUNHO/JULHO 2011

65


SUAS VENDAS

VÃO LEVANTAR

VOO com a TREND!

Além de milhares de hotéis no Brasil e no mundo, resorts, locação de veículos, seguro viagem internacional, serviço de receptivo, eventos, feiras internacionais, sistema 100% online e atendimento 24h trilíngue, a TREND agora também tem as melhores opções de aéreos. É mais facilidade, agilidade, produtividade e rentabilidade para os agentes de viagens. Afinal, viagem é com agente.

Reservas Internacionais: 55 11 3041.7501 | 0800 773 7557 Reservas Nacionais: 55 11 3123.8555 | 0800 770 8555

www.trendoperadora.com.br

Revista Segue Viagem Edicao 05  

Revista Segue Viagem Edicao 05

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you