Page 1

Plano

BRASÍLIA

prime w w w. p l a n o b r a s i l i a . c o m . b r

Marco Aurélio Rebouças MERCADO IMOBILIÁRIO

03

HIPER AQUECIDO


w w w. d c o r e c a s a . c o m . b r

61

3462.7700


MOOOI TOM DIXON SOFÁ MAGIS XO DIESEL KARIM RASHID RON ARAD PATRICIA URQUIOLA IRMÃOS CAMPANA ZANINE DE ZANINI PHILIPPE STARCK

2º PISO AO LADO DA TOOLBOX


.EDITORIAL

Começamos a Todo Vapor!

C

omeçamos o ano com força total! Muitos projetos e surpresas no decorrer dos próximos meses que vão envolver segmentos como o mercado imobiliário, as construtoras, o Creci DF, o G15, a Associação Comercial, indo até a decoração e arquitetura. Claro que todos os outros segmentos da revista, consequentemente serão beneficiados diante de um projeto arrojado, que logo comunicaremos. A PRIME este mês vem com matéria de capa o Diretor de Cia Imóvel, Marco Aurélio Rebouças, falando sobre o mercado imobiliário, futuro e crescimento de Brasília em especial. O CRECI e seus feitos. Motor é com a Mitsubishi. Ivana Valença, diretora do CasaPark conta o sucesso do maior shopping de decoração da cidade. Marcelo Dantas um dos especialistas mais respeitados no segmento arte, vem com a Mostra Água na Oca, em São Paulo. Samuel Guimarães e a beleza de suas esculturas em retrospectiva. A coluna de Alessandra valente faz o gancho entre Belô e Brasília. Mauro Carvalho entra também com um espaço voltado para noticiar o décor que marca a cidade. A decoração realmente este mês agregou trabalhos interessantes e expressivos que vem em destaque Thatianna Nunes e Ricardo Roberto em 15 páginas mostrando a maturidade desta dupla de arquitetos; Ana Paula Barros em 8 páginas especiais de puro luxo e o Especial Casa Cor, onde mais de 20 profissionais exibem novidades e ideias para quem quer construir, decorar e mudar. Tatiana Lacerda é pura Paris e Flávio Geo , mundo. Saiba mais sobre o sucesso de Paulo César de Oliveira, o forte jornalista mineiro . A manufatura é com a empresa familiar Bráz Gil, que cria louças para os principais museus do mundo. Confira! Paulo César de Oliveira, o maior jornalista de Minas Gerais, fala de seu sucesso e trajetória de vida. O G15, um novo grupo formado por Joel Jorge, ganha proporção e atinge um número de 200 empresários filiados, no intuito de fazer Brasília ganhar força chamando a atenção da sociedade e do Brasil para a força do mercado de negócios na capital do poder. A gastronomia é com o Le jardim, uma receita de dar água na boca e os drinks por conta do Help Bar. Maravilhas deliciosas. Enfim, confira dentro desta edição feita com tanto carinho para você, outras novidades gostosas da nossa terra. Boa leitura!

Anna Paola Frade


.EXPEDIENTE

.SUMÁRIO

Plano

BRASÍLIA

prime

8

DIRETOR EXECUTIVO Edson Crisóstomo crisostomo@planobrasilia.com.br DIRETORA DE PROJETOS ESPECIAIS Nubia Paula nubiapaula@planobrasilia.com.br DIRETOR ADMINISTRATIVO Alex Dias alex.dias@planobrasilia.com.br EDITORA E DIRETORA DE REDAÇÃO Anna Paola Frade annafrade@yahoo.com.br PROJETO GRÁFICO Sandra Crivellaro e Theo Speciale DIRETOR DE ARTE Theo Speciale

4258 8 CAPA Marco Aurélio Rebouças

32 TURISMO A Arte de Viajar

12 CONQUISTAS Corretores de imóveis rumo ao futuro

38 JOIAS Fabrizio Giannone

14 ENTREVISTA Ivana Valença

40 DESIGN O Design Hoje

16 MOSTRA Água na Oca

42 ESPECIAL Tatiana Nunes e Ricardo Roberto

18 ARTE Solidez na Arte 20 GASTRONOMIA Le Jardin du Golf 22 MOTOR Mitsubishi ASX 24 COLUNA Mauro Carvalho 26 FETICHE Braz Gil 28 COLUNA Alessandra Valente 30 ENTREVISTA Paulo Cesar de Oliveira

58 ARQUITETURA Ana Paula Barros 66 ESPECIAL Casa Cor 2010 108 SUSTENTABILIDADE Primavera Enxovais 110 MIMOS Marcante - 3 anos de sucesso 112 FEIRA MILANO Viagem a Milão 114 PERFIL Joel Jorge Filho Um Administrador Nato

DESIGN GRÁFICO Eward Ebonasser Jr. e Camila Soares COLABORADORES Alessandra Valente, Angela Borsoi, Fernanda Azevedo, Flávio Geo, Manoel Carlos, Mauro Carvalho, Tatiana Lacerda e Virginia Ciarlini COMERCIAL apoio Anna Paola Frade IMPRESSÃO Prol Editora Gráfica TIRAGEM 30.000 exemplares CAPA FOTO: Gustavo Lima REDAÇÃO Comentários sobre o conteúdo editorial, sugestões e críticas às matérias redacao@planobrasilia.com.br AVISO AO LEITOR Acesse o site da editora Plano Brasília para conferir na íntegra o conteúdo de todas as revistas da editora www.planobrasilia.com.br PLANO BRASÍLIA EDITORA LTDA. SCLN 413 Bl. D Sl. 201 CEP: 70876-540, Brasília-DF Administração: 61 3039 4003 Comercial: 61 3041.3313 | 3034.0011 Redação: 61 3202.1257 revista@planobrasilia.com.br Não é permitida a reprodução parcial ou total das matérias sem a prévia autorização dos editores. A Plano Brasília Editora não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos assinados.


.CAPA

.8

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos GUSTAVO LIMA

PRIME FEVEREIRO 2011


Marco

Aurélio

Rebouças mercado imobiliário hiper aquecido

t

udo que ele toca faz sucesso. Com uma trajetória invejável no mercado imobiliário nacional, esse midas já chega à Brasília revolucionando. Brasiliense de nascimento e cearense de coração, o bom filho a casa torna. É o atual Diretor Regional Centro Oeste da Cia Lançamentos Imobiliários. Organização que atua nacionalmente há 14 anos e que em menos de uma década passou a ser reconhecida como uma das maiores do país. Com escritórios regionais com presença em vinte nove cidades do Brasil, a sede da Cia Lançamentos é em Alphaville (SP). O grande diferencial da empresa é o modelo de coordenação e vendas com gerenciamento focado no reconhecimento e envolvimento de todos os colaboradores nos processos de venda, além, é claro, da responsabilidade de lançar produtos de alta qualidade de incorporadoras sérias e reconhecidas. Marco Aurélio nos concedeu momentos preciosos do dia a dia e nos falará sobre a profissão, a trajetória de sucesso da Cia e a chegada a esse mercado promissor que é a Capital Federal.

Como se deu a escolha de atuar no mercado imobiliário?

Antes do mercado imobiliário trabalhei com meu pai no mercado de capitais, até que decidi andar sozinho. Há exatos catorze anos comecei a trabalhar como corretor de imóveis e logo fiquei fascinado com o mercado imobiliário. Fiz estágios, fiz plantões, levava quentinha para os plantões, até que de estágio em estágio assumi a gerência de uma imobiliária e em pouco tempo montei meu próprio negócio. A Marco Aurélio Consultoria e Negócios Imobiliários que posteriormente se transformou em Vox Negócios Imobiliários. Me lembro desse tempo com orgulho. E

minha história na Cia começou há nove anos quando fui convidado para assumir a praça de Fortaleza. Eu montava estratégias de vendas para vários empreendimentos no país. Há dois anos estou de volta à minha cidade natal e com desafios diários para manter o sucesso conquistado pela Cia em Brasília. Hoje atuamos com duas sedes, uma no Plano Piloto e outra em Águas Claras e já ganhamos dois prêmios Construir Brasília, em 2009 e 2010.

Porque a decisão de vir para a capital?

A atuação da Cia Lançamentos no mercado imobiliário nacional sempre foi crescente e uniforme desde 1994. É a maior atuação nacional, com escritórios em vinte nove cidades, é a terceira em faturamento do país e não é uma empresa de capital aberto. Diante dessa potência que é a Cia, enxergamos o mercado de Brasília promissor e em desenvolvimento constante. A renda per capta é alta e a expansão das novas cidades está em pleno vapor. Brasília é o segundo maior mercado imobiliário do país! O crescimento é latente e forte. Anos de crescimento! Brasília passa por transformações naturais advindas de uma cidade nova, com apenas 50 anos é uma cidade extremamente tradicional e conservadora e o nível de esclarecimento da população colabora muito. Para essas mudanças, aqui implantamos o nosso modelo de coordenação e vendas, atendendo atualmente Alphaville, Conbral e Villela e Carvalho, e com foco em 2011 para novas licenciadas. Atualmente temos doze imobiliárias credenciadas de médio e grande portes. A seleção para ser credenciada CIA se dá com muito rigor.

FEVEREIRO 2011 PRIME

9.


Qual o seu olhar para o mercado imobiliário no Brasil? Sob a economia mundial, o Brasil é visto hoje como um mercado promissor e crescente. Vários fundos de investimentos nacionais e internacionais vão investir no mercado imobilário. Principalmente no Brasil. Com isso, podemos dizer que a nossa economia suportou o processo de uma crise e que conseguimos realinhar, em curto espaço de tempo, toda atividade do mercado e que agora vamos realmente despontar com novos investimentos internos e externos. Então podemos acreditar que haverá uma explosão de crescimento nos próximos dez anos, transformando assim, o mercado imobiliário num mercado mais varejista. Isto é, quando falo em mais varejista é porque nós vamos ter uma dinâmica de vendas com mais acesso e participação do mercado consumidor por conta de todos esses investimentos e todas essas facilidades, como as linhas de crédito e financiamento através dos bancos.

exemplo, já chegou e é reconhecida como a maior em transações imobiliárias do mundo.

Qual é o diferencial da Cia no mercado imobiliário e qual a sua visão de futuro para esse mercado no DF?

Então esse é um movimento positivo para o mercado imobiliário e para o consumidor no país?

De cara posso ressaltar a quebra de paradigmas no trato do gerenciamento das imobiliárias credenciadas. Todos estão envolvidos no processo de vendas e essa é a nossa força. Ora, quando abraçamos um mercado e estabelecemos parcerias com forças locais, aumentamos a nossa velocidade de vendas, dividimos estrategicamente o mercado, nos tornamos aliados das credenciadas e chegamos mais perto dos consumidores. Ou seja, o resultado é um mercado pulverizado e com mais valor agregado. E como já disse anteriormente, as expectativas são as mais promissoras, a capital cresce em pleno vapor. O crescimento é explosivo e puxa o desenvolvimento em todo entorno. Águas Claras é um exemplo. Uma área com 7 milhões de m² e já oficializado em várias indústrias nacionais, como sendo o maior canteiro de obras da América Latina.

Certamente que sim. Nesse processo de mudança para um mercado com características mais varejista, a dinâmica de vendas será muito maior. Um bom exemplo são as vendas expressivas dos imóveis usados. Antes, uma pessoa levava, em média, oito meses tentando vender um apartamento ou uma casa usada por falta de recursos e financiamentos para o comprador, o que dificultava toda venda. Hoje, tudo isso vai acabar. Atualmente os bancos tem muito dinheiro e todo mundo está financiando também os usados. É o velho ficando novo! Esse é um fator preponderante para as mudanças dos formatos comerciais, assim como a chegada de grandes redes imobiliárias internacionais. A Americana Remax, por

Todas as regiões do DF estão crescendo. Há vários lançamentos nas cidades satélites como Samambaia e Taguatinga. Estes investimentos estão dando uma nova cara em todo o DF, mudando as cidades que cercam Brasília, como Taguatinga, onde, lançamos o Taguaville da construtora Conbral, lançamento que fizemos com sucesso. Também estamos com vários lançamentos da Villela e Carvalho no setor Noroeste, inclusive é uma das empresas que vem se destacando neste, por ser a única obra em estágio avançado no Noroeste. Não quero deixar de falar no Mangueiral, na altura do Jardim Botânico, antes da DF 140, obras em pleno crescimento. E na DF 140, Alphaville deu

.10 PRIME FEVEREIRO 2011

Que outra região no DF tem grande potencial de desenvolvimento?

início as atividadesna Capital Federal com sucesso. Sob a nossa coordenação foi realizada a venda de 498 lotes em apenas cinco horas. Alphaville compreende uma área de 20 milhões m², portanto, 3 vezes maior que Águas Claras. É um lançamento de grande porte que estimula a criação de novos empregos, arrecadação de impostos e ainda puxa o desenvolvimento de todas as regiões que estão a sua volta.

Como será a leitura deste projeto grandioso para Brasília?

Podemos dizer que é uma releitura do projeto de São Paulo. Em Alphaville as pessoas vão morar e trabalhar lá. A tendência de Brasília é se regionalizar. Quem morar em Alphaville, em alguns anos vai morar e trabalhar em Alphaville! Terá absolutamente tudo ao alcance de suas mãos. Bancos, escolas, universidades, hospitais, restaurantes. Enfim, tudo mais que uma cidade tem que ter! Assim como é Águas Claras! Estamos falando de 20 milhões de m² e mais de 150 mil pessoas morando nesta nova cidade, localizada em uma das áreas mais privilegiadas do DF, por que será a continuidade do Lago Sul. São apenas 28 km da Ponte JK. Imagine você, Águas Claras esta a 22 km de distância do Plano Piloto, com a diferença que o fluxo viário com a duplicação da DF 140 _ já foi aprovado_ vai fluir com rapidez e mais livre sem o trânsito caótico que acomete a saída de outras cidades satélites. O Master Plan do Alphaville foi desenvolvido pela maior empresa do setor, dos EUA, a AECON. Cuidado e preocupação no desenvolvimento deste projeto é prioridade do Alphaville. Já temos as licenças ambientais e as construtivas. Estamos regularizados. O rigor com todos os regulamentos, desde como executar a obra até todos os índices de ocupação é um diferencial. No segundo semestre estamos dando início a segunta etapa deste mega empreendimento.


FEVEREIRO 2011 PRIME 11.


.CONQUISTAS

Por ANNA PAOLA FRADE

GRANDES CONQUISTAS CRECI-DF, CORRETORES DE IMÓVEIS RUMO AO FUTURO

Esperamos que o CRECI-DF sirva como plataforma sólida, para que a realização de bons negócios, pautados pela eficiência, transparência e legalidade, beneficiem tanto os Corretores de Imóveis e imobiliárias quanto os consumidores. O CRECI-DF estará, diuturnamente, à disposição para que o mercado imobiliário do DF continue a demonstrar o alto nível pelo qual sempre foi reconhecido Hermes Rodrigues de Alcântara Filho Presidente do CRECI 8ª Região - DF

A

primeira e grande conquista ocorreu em novembro de 2009, quando os Corretores de Imóveis do DF elegeram a nova diretoria do CRECI 8ª Região/DF por entenderem que era necessário quebrar um paradigma e galgar novos patamares rumo ao futuro. Desde a posse da nova gestão, em janeiro de 2010, muito se tem feito em prol dos Corretores de Imóveis e do Mercado Imobiliário. Mas, muito além de resultados, podemos comemorar uma série de mudanças e avanços que começaram na reestruturação da casa, destacam-se algumas dessas realizações: contratação de novos servidores concursados, implantação do PCS, aumento do efetivo da fiscalização e novas viaturas, treinamento de pessoal, uniformes, entre outras. O objetivo é que os corretores e usuários do sistema COFECI/CRECI tenham atendimento um de qualidade. A criação da Assessoria de Comunicação Social foi um ponto de destaque para dar publicidade aos feitos do Conselho voltado ao público interno e externo. Os reflexos dessas mudanças são notórios, só para se ter um exemplo, o departamento de fiscalização superou seu desempe-

.12 PRIME FEVEREIRO 2011

nho em relação ao mesmo período dos anos anteriores. Com a função de fiscalizar as ações de maus profissionais e de contraventores, bateu o recorde de autuações, elevando o CRECI-DF ao segundo melhor do Brasil. Outra mudança foi o planejamento do calendário de Solenidades na entrega das Carteiras Profissionais para os novos Corretores de Imóveis, conferindo a necessidade da entrada de um novo e qualificado profissional que o mercado de trabalho exige. Os profissionais brasilienses já desfrutam de estrutura bem maior do Conselho, dado que foi cumprida mais uma das promessas de campanha, a implantação dos Postos Avançados do CRECI em algumas regiões do DF. A finalidade é garantir aos Corretores de Imóveis e à comunidade acesso rápido e fácil aos serviços do Conselho perto de seus locais de trabalho ou residência. Atualmente, podem contar com os Postos Avançados de Taguatinga, Sobradinho, Gama e Águas Claras. No quesito aproximação, o CRECI-DF também inovou ao criar o CRECI IN COMPANY, ação que leva o Conselho para dentro das imobiliárias com o intuito de tirar dú-

vidas dos profissionais e explicar a atuação do Órgão. Ponto de destaque no quesito transparência é a divulgação da movimentação financeira da entidade no site do CRECI-DF. Há também a ouvidoria, aonde o usuário poderá fazer denúncias, sugestões e elogios.

COMBATE A CONTRAVENÇÃO O CRECI-DF vem se mantendo atento às ações de maus profissionais que se aventuram no mercado imobiliário e principalmente aos contraventores disfarçados de corretores, que agem às margens da lei. Com o propósito de moralizar a profissão e proteger a sociedade foi firmado convênio com Delegacia do Consumidor - DECOM. Outras ações vêm sendo desenvolvidas como campanhas de esclarecimentos através de jornais, rádios, televisão, revistas, cartazes, busdoor e internet; visita a várias delegacias e cartórios. Exercer ilegalmente a profissão, sem observar as disposições legais a que por lei está subordinado o seu exercício, constitui contravenção penal (art. 47 LCP). Para exercer a profissão de Corretor de Imóveis é preciso qualificação técnica em transações imobi-


liárias ou curso superior de formação específica em “Gestão Imobiliária” e está regularmente inscrito no CRECI da região de atuação, no caso do DF, CRECI/8ªREGIÃO.

CONVÊNIOS O grande diferencial do bom profissional é a sua qualificação profissional, e sob esse aspecto, a nova Diretoria procurou oferecer oportunidades aos Corretores de Imóveis na forma de convênios que viessem facilitar a sua atuação e busca por novos conhecimentos. Dentre os principais convênios firmados pelo CRECI-DF podemos destacar alguns de extrema importância: o convênio com a CVC, através do qual, Corretores de Imóveis e dependentes possam obter descontos em pacotes de viagens nacionais e internacionais (válido somente para a loja do Wal-Mart/sul); SESC-DF, que permite aos Corretores de Imóveis e dependentes usufruir de todas as dependências e serviços oferecidos pelo SESC do Distrito Federal; SENAC, pelo qual os Corretores de Imóveis e dependentes poderão estudar em cursos de graduação e pós-graduação, no ramo imobiliário. Além disso, VISA e sistema COFECI/CRECI firmaram parceria e criaram o cartão de crédito próprio da categoria, que permite ao Corretor de Imóveis pagar contas com um prazo de 40 dias e dividir a anuidade do CRECI em até 6 vezes sem juros. Há também o convenio com a Escola Superior de Advocacia da OAB-DF. E por fim, mas não menos significativo, IESB e CRECI-DF Fecharam convênio, onde Corretores de Imóveis, assim como seus dependentes, podem fazer cursos de graduação e pós-graduação com descontos que podem variar de 15% até 60% dependendo do curso e da unidade de ensino. Há um entendimento com o Banco do Brasil já em andamento aonde será implantada uma plataforma exclusiva para financiamento imobiliário. O Corretor

de Imóveis terá atendimento exclusivo e ainda receberá honorários sobre o valor do imóvel financiado.

CONGRESSOS E EVENTOS Desde o início da nova Gestão, o CRECI-DF vem se fazendo presente nos principais eventos do mercado imobiliário, buscando com isso a salutar troca de experiências que resulta no crescimento profissional da categoria. Participamos ativamente (inclusive como patrocinadores) do II Encontro Brasileiro de Corretores de Imóveis aonde geramos as primeiras imagens da TV CRECI para todo Brasil ao vivo através da internet. Projeto inovador e que em breve estará em funcionamento total de acordo com a demanda do XXIII Congresso Nacional de Corretores de Imóveis - CONACI em Florianópolis-SC, XVI Congresso Nacional do Mercado Imobiliário e do Corretor Show Brasilia-Df, evento com palestras motivacionais para os profissionais. E, buscando ampliar os horizontes e a participação dos Corretores de Imóveis candangos no mercado internacional, uma comissão do CRECI-DF, esteve recentemente nos EUA, onde participou do congresso anual da RAMB, realizado em Miami-EUA, e da Conferência Internacional da NAR, a Associação de Corretores de Imóveis Norte-Americanos, realizada em Nova Orleans- EUA. O Conselho ainda ofereceu inúmeras palestras aos Corretores de Imóveis, entre as quais podemos destacar Crédito Imobiliário de Balcão; Cartórios e Corretores de Imóveis; Imóveis no Brasil, um mercado sem crise; O Papel da Mulher Corretora de Imóveis no Mercado de Trabalho; Nova Lei do Inquilinato; e o Marketing Imobiliário. E, para completar, agora em dezembro, o CRECI-DF organizou o 1º Fórum do Mercado Imobiliário do Distrito Federal, cujo principal foco foi a discussão dos desafios e oportunidades advindos da realização da Copa do Mundo de

2014 em Brasília. Em comemoração ao Dia Nacional do Corretor de Imóveis, 27 de agosto, o CRECI-DF criou o Prêmio Colibri o “OSCAR DO CORRETOR DE IMÓVEIS” aonde foram premiados os trinta profissionais que mais se destacaram no ano de 2010 em vários segmentos como: lançamentos, administração, captação de imóveis entre outros. Um marco na história dos Corretores de imóveis e do Mercado Imobiliário, o evento reuniu mais de 1.200 convidados. Em 2011 vem ai o III EMBRACI em junho e a segunda edição do Oscar em agosto.

REPONSABILIDADE SOCIAL Foi um tremendo sucesso! E, como não podia deixar de ser, o CRECI-DF demonstrou compromisso com a responsabilidade social. Como programação de final de ano, foi criada a Campanha Corretor Solidário, na qual foi arrecadada uma grande quantidade de donativos para o Abrigo dos Excepcionais de Ceilândia (AEC). As doações foram feitas por Corretores de Imóveis, imobiliárias e empresas afins. O AEC é uma instituição carente que cuida de pessoas com necessidades físicas e mentais e crianças e adolescentes abandonados. Durante a visita o CRECI-DF apresentou o Coral do CRECI, composto pelos funcionários do Conselho, que cantaram músicas natalinas para os abrigados. O evento foi um sucesso e inspirou a gravação do DVD institucional. O CRECI também adotou a Associação Nacional de Equoterapia - ANDE Brasil que trata de pessoas com deficiência e/ ou com necessidades especiais que utiliza o cavalo, dentro de uma abordagem interdisciplinar.

FELIZ ANO TODO É o que deseja o CRECI-DF a todos os Corretores de Imóveis, com muito trabalho e dedicação, você é um vencedor, porque é líder com visão de negócios, família, empresa e do mundo. Você é um sucesso; CRECI-DF.

FEVEREIRO 2011 PRIME 13.


.ENTREVISTA

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos DIVULGAÇÃO

10 Anos de

Sucesso! O

CasaPark completou 10 anos de sucesso. Um trabalho árduo e com dedicação integral da família Valença, o CasaPark, se consolida com um mix especial de lojas e é a grande referência de móveis de decoração da Capital Federal. Em entrevista à Revista Prime, Ivana Valença, diretora do CasaPark, falou sobre o sucesso da marca e os planos para 2011.

Qual o balanço que o CasaPark faz do ano que está terminando? O ano que passou foi um ano importante e emblemático para o CasaPark. Ele marcou os dez anos do empreendimento que se tornou uma referência no setor de arquitetura, design e decoração. Consolidamos importantes parcerias com os profissionais de Brasília e do Brasil. Procuramos estimulá-los ao máximo apoiando projetos que so-

.14 PRIME FEVEREIRO 2011

mam para todos. Brasília tem um time de profissionais importante que vem se destacando dentro e fora da nossa cidade. Temos muito carinho com todos eles e eles conosco.

Qual o segredo desse sucesso? Em primeiro lugar a nossa dedicação é integral. O CasaPark é hoje o maior shopping de decoração do Centro-Oeste. O nosso mix de lojas é muito completo e temos nomes muito fortes que naturalmente trás um público ligado ao nosso segmento. Buscamos incansavelmente novidades para suprir as exigências de quem mora em Brasília, e temos muita visitação de pessoas de outros estados. Além disso, abrimos espaço para abrigar uma mega livraria, cinemas de qualidade, restaurantes e cafés. São serviços e produtos que vão de encontro às expectativas do público de Brasília.

Um novo bairro residencial está surgindo ao redor do shopping. Como o CasaPark está de preparando para esse boom imobiliário? Estamos atentos ao crescimento imobiliário ao redor do shopping. É uma nova clientela que aquecerá o mercado e certamente exigirá um número maior de serviços voltados não apenas para decorar os ambientes mas também para atender às necessidades de suas vidas diárias.

Quais os projetos do CasaPark para 2011? Vamos começar a revitalização do shopping. Um shopping como o CasaPark tem de estar atento às necessidades de seus clientes e parceiros. Assim, estamos preparando surpresas para o próximo ano. O shopping tomará uma proporção muito interessante, mas como disse, é surpresa!


FEVEREIRO 2011 PRIME 15.


.MOSTRA

Por MANOEL CARLOS

ÁGUA naOCA

Mega exposição realizada pelo Instituto Sangari em parceria com o Museu de História Natural de Nova York E curadoria de Marcelo Dantas relaciona de forma multidisciplinar conteúdos artísticos, ambientais e científicos

D

oce e salgada, abundante e escassa, aliada e adversária, pura e poluída, líquida e impenetrável. Água! Cobrindo cerca de 70% da área da Terra na forma de oceanos, mares, rios, lagos e geleiras, ela é fundamental para a existência do ser humano e de todos os organismos vivos. A mega exposição Água na Oca trata da relação entre a água e o planeta, enfatizando o que essa substância representa para o Brasil e o seu povo, detentores do maior manancial do Globo. O que será visto nos 8000 m² da Oca, diz o curador brasileiro Marcello Dantas, “é uma mostra integralmente concebida no Brasil e para o Brasil. Em termos de espaço, diversidade e alcance é 10 vezes maior do que a americana. Fazer uma exposição sobre a água é como montar uma exposição sobre a vida, um assunto igualmente grandioso e infindável. Eleger a abordagem diante da amplitude do tema é a essência desse projeto”, afirma Dantas, que recebeu o suporte de uma

.16 PRIME FEVEREIRO 2011

curadoria científica, liderada por Gustavo Accacio e Mário Domingos. Aliando ciência, arte e tecnologia, são apresentadas instalações interativas, obras de arte, peças de acervo museológico, aquários reais e virtuais, fotografias e instalações audiovisuais, que ocuparão todo o pavilhão da Oca. Durante os cinco meses em que permanecerá em São Paulo, serão realizadas palestras, workshops e um extenso programa educacional, voltado para toda a rede de ensino. O Instituto Sangari, fundado em 2003, tem como missão democratizar o acesso ao conhecimento e promover a cultura científica como instrumento de inclusão social e de cidadania. Foi o grande idealizador deste projeto em parceria com o Museu de História Natural de Nova York, Água na Oca é apresentada pela IBM e pela Petrobras. O projeto é mais uma iniciativa do Movimento Cyan da Ambev e conta com o patrocínio do Bradesco. Copatrocínio de Volkswagen e Tejofran.

Água na Oca tem origem na exposição Water: H2O = Life, apresentada em 2007, no célebre prédio no Central Park West, com curadoria de Eleanor J. Sterling, diretora do Center for Biodiversity Conservation. Os estados e o ciclo da água, bem como os problemas relacionados à qualidade e à disponibilidade desse recurso na sociedade e nos ecossistemas, serão abordados na mostra. Ações para seu uso sustentável serão sugeridas pela exposição, que pretende chamar a atenção para o modo como o público utiliza os recursos hídricos. A mostra é dividida por temas, de acordo com cada andar do pavilhão da Oca: no térreo, o visitante encontra o Mundo d’Água, que trata das relações entre a água, a vida e o planeta, suas propriedades, problemas e potenciais. Neste espaço é possível conhecer as diferentes relações entre a água e os seres vivos, desde aqueles que vivem no mar, quanto os que sobrevivem em condições extremas de escassez deste recurso.


OCA Este andar também tem como atração uma faixa de aquários com mais de 60 espécies de peixes que vivem em sete ecossistemas diferentes. Será possível conhecer espécies que habitam o Rio Negro, cursos d’água da floresta de Sumatra e a bacia do Congo. Os peixes, além de compor a beleza dos rios e mares, são responsáveis pelo sustento de 520 milhões de pessoas no mundo por meio da atividade pesqueira. A exposição vai ainda abordar as ameaças da pesca predatória. O visitante poderá conhecer melhor algumas iniciativas de conter esta situação, como a adoção de períodos de defesa (proibição da pesca durante o período do ano em que há reprodução e desenvolvimento dos animais). As janelas redondas da Oca terão imagens em computação gráfica das espécies da zona abissal, localizada no fundo do oceano, levando o público a conhecer uma das áreas de difícil acesso em nosso planeta. A zona abissal é também a grande atração do segundo andar do prédio,

chamado de A Última Fronteira. Embora hoje seja possível chegar a cerca de dez quilômetros de profundidade, o fundo do mar ainda não foi alcançado. Neste espaço, um vídeo levará o espectador a diferentes lugares, desde os conhecidos recifes de coral até as partes mais obscuras do oceano. O primeiro andar mostra cenas que conhecemos muito bem: a fúria das enchentes. Um problema grave, principalmente no verão, que devasta cidades, casas, leva vidas e se repete todos os anos. Os visitantes serão conduzidos por uma instalação que simula uma casa durante uma tempestade e a ameaça da enchente. O Movimento Cyan, com o objetivo de mobilizar e conscientizar a sociedade quanto ao uso racional da água, descreve exemplos simples de economia deste recurso por meio de painéis. Intitulado Infiltração, esse andar apresenta a relação entre a água e a cidadania, a política e a consciência ambiental e individual sobre nosso papel e as nossas vulnerabilidades.

Curadoria de Marcello Dantas

O subsolo da OCA é o andar dedicado às obras de arte que envolvem água, seja como elemento de inspiração ou como material escultórico. Denominado Desaguar, este piso apresenta cinco obras que foram comissionadas a artistas brasileiros: à dupla Leandro Lima e Gisela Motta, a Sonia Guggisberg, a Laura Vinci, a Márcia Xavier, e ao trio Rejane Cantoni, Raquel Kogan e Leonardo Crescenti. Dois artistas foram convidados pelo curador Marcello Dantas: Claudia Jaguaribe, que explora o potencial artístico de fotografias, e o londrino William Pye, que participará com cinco de suas esculturas chamadas “Water Sculptures”. Uma importante parceria foi firmada com o Instituto Goethe e possibilitou a exibição de vídeos de artistas internacionais cuja obra, tem a água como protagonista. São eles: Thomas Demand, a dupla Floris Schönfeld e Michael Sewandono, Christine de la Garenne, Gianfranco Foschino, Laura Glusman e Agnes Meyer-Brandis.

FEVEREIRO 2011 PRIME 17.


.ARTE

Por Anna Paola Frade Fotos divulgação

Solidez S

amuel Pinheiro Guimarães retorna às origens de sua trajetória e volta à Brasília, após ter realizado exposições individuais em Londres, Egito, Bolívia, Uruguai, Bahia e Rio de Janeiro. A Mostra que o artista visual fez recentemente na Galeria do Jardim Botânico de Brasília, apresentou obras que refletem a evolução e a maturidade do seu trabalho nos últimos anos. Samuel vem desenvolvendo um trabalho com sólida base na escultura, traduzidos em uma série de “combines” – associação de diversos materiais e constante experimentação com forte personalidade e universo particular. Em muitas das suas obras podemos observar a força da monumentalidade sem escala em modelos reduzidos de um projeto maior que busca a expansão no espaço. Vindo de uma fase de mergulho na antropologia e mundos perdidos, o artista não rompe com o mundo étnico, ele o estende ao mundo globalizado, levantando a questão entre Conhecimento e Identidade x Oportunidade e Massificação.

.18 PRIME FEVEREIRO 2011

na Arte Cravados


Troféu de Correria Desequilíbrio Cartesiano

Cão de Oxossi

FEVEREIRO 2011 PRIME 19.


.GASTRONOMIA

Por anna paola frade Fotos divulgação

Le Jardin

I

du Golf

naugurado em abril de 2010 pelo casal Christine e Carlos Augusto Veloso, o Le Jardin du Golf apresenta menu francês, italiano e contemporâneo, que é de comer rezando, em um dos lugares mais belos de Brasília, o Clube de Golf. è verdadeiramente lindo. O lugar aconchegante virou ponto de empresários e políticos de Brasília. A qualidade gastrônomica, valorizada na capital do poder, se confirma com a quantidade de clientes que se tornaram fiéis ao lugar. A adega climatizada é sofisticada para atender o nível de exigência de seus clientes. São mais de 220 rótulos e cerca de 1500 garrafas de vinho. A minha sugestão, que é para ser degustada com calma e com um bom grupo de amigos é a "Lagosta a Moda do Chef".

lagosta à moda do chef Porção para duas pessoas Ingredientes - 1kg de lagosta - Suco de dois limões - 300 gramas de manteiga - Nirá (erva japonesa) - Ova de Salmão - Ciboullette - 300 gramas de creme de leite - ½ cebola batidinha - 100 ml de vinho branco - Sal a gosto .20 PRIME FEVEREIRO 2011

Modo de fazer

Retire a lagosta da casca e tempere a carne com sal, suco de dois limões e vinho branco. Em seguida, deixe em marinada por 20 minutos e reserve. Enquanto isso, ferva a casca em água quente para dar um aspecto avermelhado e esteticamente belo. Depois, em uma frigideira, despeje uma colher de sopa de manteiga e a nirá até dourar. Logo, coloque a carne do crustáceo e grelhe virando os dois lados para dar o ponto e reserve aquecido. Para o molho, coloque o restante da manteiga em uma panela, a cebola batidinha, a ciboullette, a ova de salmão, o creme de leite e o sal a gosto. Deixe encorpar em fogo baixo e reserve.

Montagem

Coloque a carne da lagosta cobrindo-a com o molho em um dos cantos do prato. Do outro lado, deposite arroz com ervas e amêndoas laminadas. Na última extremidade, ponha a casca da lagosta para decorar, e sirva.


help - BEBIDAS COM CHARME! S

e ter servido nomes como Elton John, Atina Onassis e Marc Jacobs não for suficiente para você apostar no charme em elaborar drinks especiais, como os da Help Bar, o meu conselho é textá-los. Os bartenders são um charme e a diferença é a educação e a apresentação de cada um. A montagem dos bares em eventos diferenciados proporciona um ar alegre e leve e muita qualidade. São 10 anos conhecendo o mercado, portanto a experiência que adquiriram facilta muito o dialogo com quem vai contratá-los. O que vem fazendo muito sucesso é o bar Help!kids que é interativo e inovador. Um charme! É uma arte elaborar cada coquetel. São lindos e deliciosos. Aí segue uma sugestão para você se divertir com os amigos deliciando um drink diferente e refrescante.

ROYAL COSMOPOLITAN 30ml de vodka 15ml de champanhe 30ml de suco de cranberry 15ml de licor triple séc. Gotas de limão Bata no Shaker: vodka, triple séc, suco de cranberry e as gotas de limão. Coloque em uma taça martini pré resfriada e complete com o champanhe.

FEVEREIRO 2011 PRIME 21.


.MOTOR

Por anna paola frade Fotos divulgação

ASX

o novo crossover da Mitsubishi Motors

A

Mitsubishi terá uma opção de crossover em um nicho de mercado no qual não estava presente ainda, uma vez que o ASX terá seu custo entre R$ 80 mil e R$ 100 mil. "Além disso, o ASX também terá uma versão 4x4, característica presente no DNA da empresa, explica Robert Rittscher, presidente da Mitsubishi Motors do Brasil. Uma ótima relação custo x benefício, autonômia, potência e, acima de tudo, segurança em função da tração 4x4. É versátil, confortável e robusto, compacto e espaçoso, mas acima de tudo, urbano. Detalhes reforçam a ousadia do veículo. Os faróis dianteiros de xeonio, e o entorno do farol de neblina. As ponteiras do escapamento são muito interessantes. Retrovisores elétricos, rebatíveis e na cor do veículo, trazendo ainda luzes indicadoras laterais integradas. O ASX é um veículo de dimensões externas compactas, com amplo espaço interno e extremo conforto para até cinco passageiros, por causa da distância entre eixos

.22 PRIME FEVEREIRO 2011

(2,67 m). Os bancos, com acabamento em couro como item opcional, possuem encosto para cabeça e apoio central com ajuste elétrico, sendo que no caso dos bancos traseiros possuem encostos reguláveis e que podem ser rebatidos parcial ou totalmente. O ASX conta com


aquecimento dos bancos dianteiros na versão 4x4 AWD CVT. Na ausência de um quinto passageiro, é possível abaixar o apoia-braço no banco traseiro. Ergonômico, o volante conta com dupla regulagem, paddle shifters e controle do rádio e do "cruise control" acoplado, que proporcionam melhores condições de dirigibilidade e comodidade para o condutor do veículo. O painel de instrumentos possui marcadores com aros prateados e iluminação branca. Na tela de LCD, alocada entre velocímetro e tacômetro, o computador de bordo de 3.3 traz informações completas sobre combustível, distância percorrida total e parcial, consumo e temperatura exterior totalizando 12 funções. O teto de vidro panorâmico (Sky View) opcional na versão AWD CVT é maravilhoso! Botão Start & Stop, responsável pelo acionamento do motor com apenas um toque e ar-condicionado automático e ergonômico. O porta-malas possui espaço e piso rebaixado, que facilita a carga e descarga. Capacidade para 605 litros. Há também de um espaço abaixo do piso para o transporte de itens que não ficam visíveis. Um simples toque no botão Start & Stop é suficiente para acionar o motor 2.0 de 4 cilindros, 16v com comando variável - MIWEC com injeção direta e 160 CV. Esta configuração inédita da marca no País pode atingir a velocidade máxima de 194 km/h na versão manual (2WD) e 190 km/h e 188km/h nas versões automáticas (2WD e 4WD), respectivamente. Em sua versão manual (2WD) o veículo possui câmbio de cinco marchas, enquanto na versão automática o câmbio é o exclusivo INVECS III CVT (Transmissão de Variação Contínua), com sistema seqüencial Sports Mode de 6 velocidades, o que garante maximização do torque do motor e maior prazer ao dirigir.Com uma autonômia de

até 740 km, o consumo reduzido de combustível e baixo nível de emissões são fatores característicos desde a concepção de seu projeto. É um veículo leve e ágil, com baixo coeficiente de penetração aerodinâmica, superior às encontradas no mercado, onde o moderno motor 2.0 de alto rendimento tem um dos menores níveis de emissões em sua categoria. No ASX, a direção assistida eletricamente tem um excelente desempenho, e reduz o gasto de energia em velocidades mais elevadas. O Hill Start Assist (HSA) impede o veículo de recuar em subidas acentuadas, freando automaticamente as rodas durante a partida do veículo em local íngreme. Super novidade! Os freios ABS com EBD (Electronic Brake-force Distribution), garantem perfeita distribuição do esforço de frenagem entre as rodas dianteiras e traseiras. Controle ativo de estabilidade e tração, freio a disco nas quatro rodas com ventilação nas dianteiras e airbag duplo. Segurança total! Na versão 4X4, top de linha, com nove airbags: além do airbag duplo serão mais dois nas laterais, quatro de cortina e um de joelho, fazendo com que o ASX seja o único da categoria com airbag de joelho para o motorista. Os ocupantes contam ainda com cintos de segurança dianteiros com limitador de força, assentos e encosto de cabeça protegidos do efeito "chicote. A suspensão dianteira independente Mc Pherson, as molas helicoidais, as barras estabilizadoras e a suspensão traseira multilink garantem maior controle do veículo, e uma condução suave em terrenos irregulares. Rodas de liga leve 17 x 6,5 projetadas especialmente para o ASX, e que utilizam um pneu de perfil 60. Dispõe ainda de Comfort Pack - sensor de luz, chuva e estacionamento para a versão 4x4 AWD CVT, além de keyless com sensor de aproximação traseiro. O carro é inovador e completo!

Mato Grosso na rota dos investimentos A expansão do segmento de veículos no mercado mato-grossense foi decisiva para que os proprietários da Tauro Motors investissem em uma nova sede. O up da agricultura em 2005 foi o divisor de águas para que o sonho se tornasse realidade. Segundo Carlos Boscolo, representante da marca há 16 anos, as 500 passagens pela oficina ao mês, alavancaram o processo de expandir e criar uma nova estrutura para atender as exigências da Mitsubishi e dos apaixonados pela marca no Mato Grosso, se tornando uma referência no estado e também uma das maiores representantes no mercado de utilitários de luxo em Cuiabá. O faturamento ano da Tauros é de R$ 55 milhões por ano. Cifra considerável e que mostra o aquecimento do mercado automobilístico. Por conta das estradas e das distâncias no Mato Grosso, a camionete tornou-se a preferência na hora da compra. “Aqui temos a particularidade do agronegócio, que faz com que os comerciais leves potentes sejam os preferidos, diferentemente das grandes metrópoles, onde o sedã é o favorito”, enfatiza, Carlos Boscolo.

FEVEREIRO 2011 PRIME 23.


.COLUNA

Por MAURO CARVALHO cOLABOROU NATÁLIA CARVALHO Fotos DIVULGAÇÃO

MOVIMENTAÇÃO DECOR Inauguração

Para revestimento de bancada de cozinhas o Corian, material resultante de uma combinação de minerais naturais e acrílicos, já é bem conhecido e caiu no gosto do consumidor. Agora, a empresária Sandra Maia vai inaugurar a loja Design Sólido, revendedora do Corian e trará como grande novidade as luminárias produzidas em Corian translúcido, em parceria com um centro de usinagem. Outro diferencial será a entrega de todas as cozinhas com canto higiênico. Vamos aguardar!

Promoção I

Os empresários Ladir e Luciano Salvador colocaram todos os mobiliários do showroom da Kit House Gallery com descontos de 50%, durante todo o mês de fevereiro. Pertencente ao Grupo Possamai Móveis, a loja Kit House Gallery, localizada no SIA, é especializada na fabricação e vendas de móveis planejados. Atualmente, possui um showroom de 1000m² e, além dos móveis, comercializa cortinas, tapetes, artigos para decoração e utilidades para o lar.

Mostra de Vitrines

Thânia Lacerda, franqueada da Portobello Shop em Brasília, está programando diversas ações para o primeiro semestre de 2011. Entre elas, destaque para a Mostra de Vitrines que acontecerá nas três lojas da cidade, uma em cada mês. Para a estréia, a loja do Setor de Indústrias e Abastecimento receberá os projetos de Isabel Veiga, Sylvia Thereza, Simmetria Arquitetura, Traço Arquitetura e Larissa Cayres. Os detalhes, é claro, estão guardados a sete chaves. A arquiteta Yasodhara Chaibubb ao lado da empresária Thânia Lacerda

.24 PRIME FEVEREIRO 2011

Os empresários Ladir e Luciano Salvador

Dynamic Space

Em breve uma moderna cozinha será inaugurada no show room da MB Ambientes do shopping Free Park.O ambiente seguirá o conceito Dynamic Space, que enfatiza sobre o planejamento ideal de uma cozinha visando o melhor armazenamento nos armários e a menor movimentação de quem está utilizando a cozinha. Roberto Bomtempo, proprietário da MB Ambientes, e seu filho Felipe Bomtempo, estiveram na Áustria à convite da empresa Blum, referência em ferragens e dobradiças, onde conheceram a sede da empresa. Tiveram treinamento sobre o uso dos produtos e visitaram a produção de corrediças, dobradiças e outros produtos.

Os empresários Roberto Bomtempo e Felipe Bomtempo

Exclusividade

A loja Uniflex, localizada no Shopping ID, está trazendo com exclusividade para Brasília a marca holandesa Coulisse. São persianas, rolos, plissadas e painéis que se destacam pela tendência, exclusividade, design e luxo – indispensáveis para projetos decorativos em ambientes de destaque. Fazem parte do time de designers Coulisse: Eun Lee; Andrea; Dall’ Olio; Yoka Stada; Chatarina Idema; entre outros. Com uma grande variedade de produtos, Coulisse vem mantendo, ao longo dos anos, lançamentos que ditam tendências neste mercado.

Novidades

A Líder Interiores, uma das mais sólidas empresas de móveis e decoração do país, começa 2011 com ações que vão movimentar o mercado. Além de alguns lançamentos de móveis, a empresa está abrindo uma loja em Salvador, a primeira na capital baiana. Outra novidade é que a Líder está entrando em várias redes sociais com o objetivo de interagir e conhecer melhor seu público. Para abril está marcada a já tradicional


mostra de ambientes decorados de Brasília com projetos de profissionais de arquitetura e decoração que são destaque na nossa cidade.

Chegando em Brasília

Em março Brasília receberá a Celmar, uma referência entre as mais importantes indústrias do setor moveleiro, com 60 anos de mercado. A loja, de 520 m2, ficará no Setor de Indústrias e tem à frente os empresários Daniel e Fabiola Lopes. A qualidade dos produtos está associada à matéria–prima utilizada e à alta tecnologia dos equipamentos nacionais e importados, que resultam em produtos de ótimo acabamento e qualidade.

Promoção II

A Umami, que fica na 303 sul, entra na onda das liquidações e oferece descontos para lá de especiais. Entre as ofertas estão as panelas de ferro

fundido Le Creuset Azul Caribe e Dune, que estão com 30% de desconto e o abridor de vinhos portátil que está saindo a R$ 25. A loja está com vários produtos em promoção, enquanto durarem os estoques. Imperdível!

Parabéns!

desempenho da loja e sua presença marcante no mercado de decoração de Brasília. A exclusividade da marca de tapetes Casamatriz Tecer é outro orgulho das empresárias, afinal a marca é sinônimo de luxo na produção nacional de tapetes e já está consolidada no eixo Rio-São Paulo. A Uma Casa fica na QI 13 do Lago Sul.

Em reforma

A Uma Casa, loja especializada em tecidos, tapetes e persianas, comemora um ano de funcionamento em março. As sócias Tatiana Guerra e Luciana Nóbrega comemoram o

Régia e Roberto Rezende, proprietários da franquia da Evviva Bertolini em Brasília, iniciarão a reforma da loja situada no CasaPark, mas a loja continuará funcionando durante a reforma, já que será realizada por etapas. Com projeto do arquiteto e designer industrial José Ferro, as instalações serão modernizadas com a criação de 12 ambientes novos nos 450 m2 do showroom. A nova linha de produtos

FEVEREIRO 2011 PRIME 25.


.FETICHE

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos DIVULGAÇÃO

Braz

Gil ARTE NA MANUFACTURA

H

á 40 minutos de Lisboa, existe um lugar especial para quem ama a arte da manufactura. O nome é Calda da Rainha, conhecida pelas bençãos das águas sulfurosas curadouras de doenças como o reumatismo, conhecida também pela beleza das cerâmicas e por nomes fortes da arte como : Rafael Bordalo , Maria dos Cacos, Manuel Cipriano Gomes ,Francisco Elias, entre outros. Caldas da Rainha também tem outros segredos, e pessoas muito especiais que se aprofundaram incalsavelmente e dedicaram suas vidas a desenvolver o que existe de melhor em porcelana. Em uma bela Quinta, em uma morada traçada pelas linhas do arquiteto Raul Lino, nasceu a terceira geração da família Braz Gil. Esta manufactura familiar, que apostou na produção limitada da porcelana diferenciada, com um grau de exigência absurdo, tem como fontes de inspiração a fauna e a flora lusitanas. A história e a cultura caminham de mãos dadas com os Bráz Gil, pois é dái que nascem a excelência em objetos que vão poder conferir. A tração mototora desta empresa familiar é a pai-

.26 PRIME FEVEREIRO 2011

xão pelo que fazem e o grande autor desta arte é Joaquim Bráz Gil, que há mais de 30 anos ligado a porcelana, se tornou um dos maiores consultores e conhecedores do tema no mundo. Foi Joaquim o grande professor de sua equipe, inclusive dos filhos Jorge, Pedro e Luís , que já na terceira geração de seu legado, vão dar continuidade ao precioso trabalho da família. Os princípios que norteiam estes artistas são muito fortes e rigorosos. O conhecimento tecnico, histórico, e a bagagem cultural fizeram com que desenvolvessem peças de pretígio e valores expressivos. O sucesso foi tamanho, que originou a colaboração e união com entidades culturais como o IPPAR, ICPP e o Instituto Português de Museus. Há produção criadas especialmente para museus e palácios em várias partes do mundo, como na criação de peças originais que contam com a participação de designers portugueses e estrangeiros. Confira cada detalhe nos objetos a seguir. Escolhi para vocês o Compania das Índias. Deixe seus olhos deleitarem cada detalhe.


Bomboneira

Pratos Raso-Doce

Pratos Raso-Sobremesa

Travessa Pequena

FEVEREIRO 2011 PRIME 27.


.COLUNA

Fotos DIVULGAÇÃO

Alessandra Valente Notas rápidas • Uma das lojas mais movimentadas em Sampa é o novo show-room da Viking, localizado na Gabriel Monteiro da Silva, referência de nomes fortes que compõem as principais marcas de decoração. • A St. Charles armários e complementos para cozinhas, presente em casas legendárias e sofisticadas como Fallingwater, de Frank Loyd Wright e Farnswort, de Ludwig Mies Van Des Rohe. Agora, o ícone americano, que leva este nome que chamou a atenção do mundo, esta disponível para os apaixonados pela marca, no brasil. • A Suggar, marca mineira que conquistou o Brasil com seus produtos eletrodomésticos se prepara para entrar em parceria com uma grande mostra em Brasília. • Uma das arquitetas mais conceituadas de Belo Horizonte, a Linda Eduarda Corrêa e seu marido André Malta, comentavam

em uma roda de amigos sobre o sucesso de uma das mais importantes feiras do mundo, a Expo-Shangai. O assunto principal é a sustentabilidade e a harmonia entre homem e natureza, chamou a atenção do casal. Eduarda, muito antenada , já começou a aplicar em seus projetos, o que pode sugar de interessante no oriente. • A Casa Cor vem se fortalecendo cada vez mais no Brasil. Em cada estado , os profissionais procuram mostrar todo o seu esforço e trabalho, para se destacar nacionalmente. Até mesmo por que com a internet, a notícia rompe fronteiras e barreiras. Ana Paula Barros , arquiteta renomada de Brasília, chamou a atenção e canalizou olhares curiosos com o projeto executado na capital do poder. Minas da os parabéns a mineira de Uberaba, que conquistou seu espaço com talento e muita classe.

• A Talento Jóias se prepara para um grande coquetel de lançamento. Teresinha Géo Rodrigues promete brilhar com suas novas peças. • Quem esteve em Belô, foi o forte candidato a ocupar um cargo na OIC, em Londres, Robério Oliveira Silva. Este promete. • Anna Paola Frade e João Pimenta da Veiga voltam de férias com filhos e netos. Passaram uns dias na praia do Forte, em Salvador, no Tivolli. Aliás, dizem que está espetacular. Logo depois seguiram os dois para uma visita ao casal Renata e Tasso Jereissati, em Fortaleza e tiraram uns dias para descaçar. Agora, já estão de volta à Brasília, onde Anna recebeu em sua casa um grupo de amigas em torno da cantora Rosemary. • A bela Maria Pia Marcondes Ferraz volta para o Rio de Janeiro com os filhos. Depois da separação do empresário Antônio Venâncio, decidiu morar perto do pai, da família e dos amigos.

Degustar com Charme! Mostra em Belo Horizonte é marcada pela arquiteta Laís Albergaria na sala de almoço, com chame e bom gosto em ambiente singular.

.28 PRIME FEVEREIRO 2011


Taste Vin B

OA DÁDIVA

lta gastronomia de Vanguarda torna o D'Ádiva uma referência para quem quer se deleitar em receitas elaboradas e criativas. O restaurante com seu ar comtemporâneo é palco de gente bonita da cidade mineira. O forte da gastronomia é a comida mediterrânea, asiática, e brasileira, formando um mix inteligente de sabores sensacionais criados pela chef Silvia Lis. Os donos do restaurante, sempre a frente do negócio, os sócios Allyson Lessa e Manuel Julvêncio Ottoni e Sérgio Leonardo, tratam o D'Ádiva com muito profissionalismo e charme! A adega é recheada por vinhos especiais das principais vinícolas do mundo, mais de 350 rótulos para você escolher. Quem assina o projeto de arquitetura é Mariana Junqueira Lessa. É leve e atual, com telas de plasma espalhadas em uma das paredes. O pé direito altíssimo cria uma sensação generosa de amplitude e conforto. A adega é aparente e atraente, materiais como a madeira de demolição e o travertino sofisticam o D'Ádiva, em seus 180m² de área. O tratamento acústico e luminotécnico dão um conforto generoso enquanto a boa conversa, aliada a boa música e a boa gastronomia caminham juntas.

Serviço Endereço: Rua Curitiba, 2.202- Lourdes – Belo Horizonte – Minas Gerais Horário de funcionamento: Todos os dias, a partir das 12h até o último cliente para almoços, happy hour e jantar. Capacidade: 180 pessoas / Estilo Gastronômico: cozinha contemporânea Carta de vinho: 350 rótulos / Trabalha com reserva / Aceita todos os cartões Manobrista / Tels.: 3292.9810 / Site: www.odadiva.com.br

elo Horizonte se consolidou gastronomicamente. A culinária mineira como se sabe é fantástica. Mas o talento mineiro, aliado a culinária francesa é um casamento perfeito. Já que a revista Prime é de Brasília e a coluna é mineiro, minha sugestão para os brasilienses que vêm a Belo Horizonte é marcar presença em um dos restaurantes mais fantásticos da cidade, que é o Taste Vin. Desde a sua abertura, em 1988 até hoje, a qualidade e o cuidado com que elaboram seu menu é impecável. O forte são os sufflés. Deliciosos. Minha sugestão é o de maçã, com espinafre e queijo gruyère, e mais um, o TasteVin , com camarões, gruyèrre e champignon. A adega é rica e frequentada pelos maiores entendedores de vinho da cidade. Para ir, só reservando com antecedência. Vale a pena!

Vinhos... Tutto Itália O

Empório Tutto Itália possui hoje 21 anos de mercado. Seu proprietário Alencar Mattar, foi pioneiro no ramo de produtos alimentícios e bebidas importadas em Belo Horizonte nos inícios dos anos 90. Hoje o Tutto Itália continua com seu empório, continuando sua filosofia de trabalho de atender ao paladar requintado de seus clientes com produtos de qualidade superior e excelência de atendimento e serviços, tendo em seu portfólio 90 % de seus produtos de origem italiana. Sua adega totalmente climatizada possui em torno de 800 tipos de vinhos de praticamente todos os países do mundo. Sucesso há muitos anos.

INHOTIM O

Instituto Inhotim foi idealizado pelo empresário Bernardo Paz em meados da década de 1980. Em 1984, o local recebeu a visita do renomado paisagista Roberto Burle Marx, que apresentou algumas sugestões e colaborações para os jardins. Desde então, o projeto paisagístico cresceu e passou por várias modificações. A propriedade particular foi se transformando com o tempo. Começava a nascer um grande espaço cultural, com a construção das primeiras edificações destinadas a receber obras de arte contemporânea. Ganhava vida também o rico acervo botânico, consolidado a partir de 2005 com o resgate e a introdução de coleções botânicas de diferentes partes do Brasil e com foco nas espécies nativas. www.inhotim.org.br

FEVEREIRO 2011 PRIME 29.


.ENTREVISTA

Por anna paola frade Fotos divulgação

A Palavra com

Paulo César de Oliveira E

ste bate-papo rápido com Paulo César de Oliveira tem uma importância forte e especial pra mim. Afinal, me conhece desde criança, foi amigo do meu pai, Wilson Frade. Dois jornalistas que conviveram diariamente durante vinte longos e bons anos, noticiando Minas, cada um a sua maneira. Paulo César de Oliveira, mais conhecido como PCO, eu traduzo como um homem discreto, observador, incansável e obstinado pelo que faz. Daí o sucesso com sua Viver Brasil, o Correio Semanal, a Robb Report e o Conexão Empresarial! Regido pelo signo de escorpião, este mineiro, que tem verdadeiro amor a vida, e diz que a vida é um sonho, é leal aos amigos, e a seus princípios. Abomina o pior dos sentimentos, a inveja e gente sem caráter. Saudoso dos pais e irmãos que se foram, afirma que a família é uma base importante! Ama sua cidade, Belo Horizonte, mas recomenda também Paris. PCO diz que o amanhã a Deus pertence, e não gosta de perder nenhum segundo de seu tempo. Amante da boa gastronomia recomenda dois restaurantes, em Belô, o Vecchio  Sogno e em Brasília o tradicional Piantella. Este jornalista que com seu trabalho conquistou os mineiros, não tem medo da vida e sim respeito por ela. E é com disposição que o jornalista mais consagrado das Gerais vai conquistando diariamente mais e mais sucesso.

.30 PRIME FEVEREIRO 2011

Paulo César, são quantos anos de jornalismo e o que mudou na imprensa no Brasil ao longo destes anos? Como você descreve a imprensa nos dias de hoje? Desde que iniciei em Belo Horizonte já se vão mais de quarenta anos tendo passado por todos os jornais para chegar a VB Comunicação, junto com meus filhos Gustavo César e Paulo César. Hoje a VB Comunicação edita a VIVER BRASIL, a única revista quinzenal de Minas com tiragem de 60.000 exemplares o que a coloca, com certeza, com a maior do Brasil fora de São Paulo. A revista Robô Reporta - revista mensal dedicada ao mercado de alto luxo é um sucesso e o jornal Correio Semanal, distribuído semanalmente a partir do aeroporto de Confins já tem sua força também. A imprensa brasileira mudou com a tecnologia e seus avanços, com a internet e com a abertura total. Hoje, com a internet, deixaram de haver os furos ou mesmo com a televisão tão evoluída como temos no Brasil. Claro que mudou para melhor. Tudo acontece muito rápido e é preciso estar atento aos movimentos a nossa volta e aos movimentos do mundo. Tudo é importante, tudo pode se transformar em um grande assunto, em uma grande notícia.

Você conquistou um espaço invejável no cenário nacional e em Minas é considera-

do o mais forte e ativo jornalista das Gerais. Qual é o segredo para tanto sucesso? Isto é você que esta falando, mas o sucesso da maioria das pessoas é o trabalho incessante, a disposição em fazer o bem e bem feito. E tive como um dos exemplos seu pai, o saudoso jornalista Wilson Frade, convivemos e trabalhamos porta a porta por quase vinte anos. Aprendi muito com o Wilson. Não posso deixar de dizer que ao longo da minha trajetória de vida fiz bons amigos. Amigos de todas as horas, como o seu pai sempre teve também, e isso contribuiu, sem dúvida no nosso sucesso.

Você representa a Robb Report e criou uma série de veículos de comunicação de sucesso. Tem espaço para tantas publicações? E a Viver Brasil e suas vertentes, assim como o Correio Semanal? Fale um pouco sobre estes veículos que conquistaram Minas. A Viver Brasil é sim um veículo forte! Nossa tiragem como disse é muito grande e bem distribuída. Quanto a haver espaço para tantas publicações, afirmo que o espaço existe sim, e um fortalece o outro. O jornal também é muito lido. O segredo é suar a  camisa. Tudo que eu meus filhos construímos foi através de muito trabalho, buscando inovar em nosso segmento e criando uma rede de informação séria e eficiente. A resposta da Viver Brasil é muito


4

1 2 5

3 6 7

1 - O diretor da Gráfica Bandeirantes, Mario Cesar de Camargo e PCO. 2 - PCO e o saudoso ministro Jose Hugo Castelo Branco. 3 - Gilberto Amaral, o ex-vice-presidente Marco Maciel e PCO. 4 - Em 1966 no jantar de posse do governador de Minas, Israel. 5 - PCO e Beth Lagardere, a mineira que tomou conta da França. 6 - PCO e o ex-presidente Lula. 7 - PCO e a atual presidenta, Dilma Rousef.

forte! É uma revista que dá retorno em todos os sentidos. A Robb é um nome muito forte no segmento de luxo, e digo que agregamos valor a ela. Demos a Robb Report mais visibilidade no Brasil. A revista é um veículo que tem um público fiel, e com nosso trabalho ela tomou outra proporção nas principais capitais do país.

Qual é o segredo para não tornar a coluna diária chata, empobrecida e massante? É conseguir novidades diariamente, o que não é fácil, comentar noticias e estar por dentro de tudo. É preciso circular, promover e ter um relacionamento no Brasil, e não só em Minas.

Você ajudou a construir a história de Belo Horizonte e de Minas, noticiando absolutamente tudo o que aconteceu ao longo dos anos. Como você vê a sociedade mineira atualmente e Minas no cenário político nacional? Claro que não ajudei, mas sim participei dela nos últimos quarenta anos tendo acompanhado muito do que aconteceu de importante. Como tudo na vida, Minas evoluiu e hoje tem uma sociedade consistente e progressista e ganhou a auto-estima nos últimos oito anos com o governo do atual senador Aécio Neves e continua agora com o governador Anastasia. Minas têm hoje

nomes no cenário nacional como Robson Andrade presidindo a poderosa Confederação Nacional da Indústria, Roberto Simões, na presciência do conselho do SEBRAE, e lideres empresariais como Salim Mattar(Localiza), Modesto Araújo(Drogaria Araújo), Lúcio Costa(Suggar), Ricardo Vicintin (Grupo Rima), Fernando Frauches (Fidens Engenharia), etc.

Você tem trabalhado diretamente com o empresariado mineiro fazendo um Net Working sensacional. São eventos concorridos como o "Conexão Empresarial" , que trouxe palestrantes como Eike Batista , entre outros para debater temas diversos junto aos empresários de Minas. Como se deu este novo braço de negócios e quais suas próximas ações? Na realidade durante a minha vida das coisas que mais gostei foi reunir pessoas. Basta se lembrar das festas que já promovi, dos jantares na minha casa. Agora na VB, com um espaço maior, criamos o Conexão Empresarial, que mensalmente leva um nome de destaque para debater com o empresariado mineiro. No ano passado fizemos o Conexão Empresarial em Tiradentes que vai acontecer anualmente em junho e tivemos como convidada a então candidata, Dilma Roussef, hoje presidente da Republica. Os resultados são gratifican-

tes, com estes encontros novos negócios surgem para todos e Minas vai mostrando sua força e poder empresarial com este encontro reunindo empresários respeitados de Minas.

Paulista e carioca tem mania de dizer que mineiro é acanhado, discreto ao ponto de não fazer Minas acontecer no Brasil. Você concorda com isto? Claro que não concordo e ate acho um provincianismo dos cariocas e paulistas em acharem assim. Recentemente li o livro de Ricardo Amaral e a prova disso: só existe São Paulo e Rio, seja de pessoas e de seus empreendimentos. No entanto, ele teve uma passagem por Belo Horizonte com a boate Crocodilus, em 1980, e que foi apadrinhada por Wilson Frade - que como uma figura importante que foi no jornalismo e na sociedade brasileira - sequer mereceu um registro do autor do livro Vaudeville.

Como acha que será o governo da Presidente Dilma Roussef? Aposta em seu sucesso? A presidente Dilma Roussef tem tudo para fazer um bom governo: teve um professor impar, o ex-presidente Lula, é preparadíssima e tem garra. Eu sou suspeito, pois acreditei na Dilma desde a primeira hora.

FEVEREIRO 2011 PRIME 31.


.TURISMO

Por Flavio Geo Fotos dIVULGAÇÃO

A arte de viajar T

enho o fascínio pela aventura, pelo exótico, pelo desconhecido. A emoção de vivenciar e explorar novos horizontes, de expandir fronteiras e, assim, poder integrar-me em outras culturas de modos diversos. É uma experiência que, ao mesmo tempo, desafia e coloca na bandeja, com todo o conforto que merecemos, sensações incríveis, como uma brisa vinda do deserto, um aroma de tempero de um souk, o colorido das rochas desenhado em desfiladeiros, os calafrios de um vôo de paraglider, as belezas das paisagens brancas das geleiras, o som dos mantras dos monges em templos budistas e o sorver de um bom vinho. São oportunidades que encantam e nos fazem amar cada vez mais o nosso mundo, ao mesmo tempo em que nos dá forças e impele a seguir o caminho em direção ao novo e a todos os recantos do nosso pla-

.32 PRIME FEVEREIRO 2011

neta terra. E vamos seguir o conselho de Marcel Proust, “A verdadeira viagem do descobrimento não consiste em procurar novas paisagens, mas em vê-las com novos olhos.” Quanto mais viajamos e retornamos a lugares antes visitados, sempre achamos que aquele lugar mudou muito. Mas, na realidade, somos nós que já adquirimos novas experiências e somos outras pessoas. Desta forma, percebemos estes lugares com outros olhos.

ARTE DE VIAJAR

Quando criamos uma nova forma de viajar, a chave é libertar-se, envolver-se o mais profundamente possível e trazer à tona novas sensações, facetas e ritmos diários de uma região interessante. Uma jornada ao coração de uma cultura é vivenciar e aprender com o povo local que adora dividir suas histórias reais.


Personalizamos seu roteiro para cada situação, realizando sonhos. Como nas últimas viagens que fizemos. Vejam alguns exemplos: Amar o ser humano nas suas diversas manifestações culturais e sociais, sempre nos surpreendendo em cada gesto de carinho ou afeto, o que mantém viva a certeza de estarmos em nossas viagens sempre abertos para a vida, para que ela se renove em nós.  Flutuar em um passeio de balão pela paisagem lunar da Capadócia, formada por rochas no vale de Devrent, completado com o salpicar de mais de 60 balões subindo ao mesmo tempo, em um cenário ímpar. Andar de elefante na reserva Maesa Elephant Camp, perto de Chiang Mai, ao norte da Tailândia. Mata onde percorremos trilhas e cruzamos um rio em cima dos elefantes, além de alimentá-los com bananas e cana. Voar em um paraglider sobre o deserto de Gobi, nas dunas de Dunhuang, na China. As dunas são consideradas as mais altas do mundo, chegando até 130 metros de altura. E ver, lá em baixo, uma linha cortando as dunas que, na realidade, é uma cáfila (camelos) ou o Oásis da lua crescente. Indescritível. Fazer um safári de Tigres na reserva de Rothambore no Rajastão, na Índia. E ficar hospedado nas luxuosas tendas do Oberoi Amarvillas. Poder acordar de manhã e deparar com um babuíno à frente da sua tenda, comendo tranquilamente. Dormir em um Ger, uma tenda dos nômades, no Parque Nacional de Gurvansaikham, na Mongólia. À noite, quando abrimos a porta do ger, o vento do deserto cria uma música que some na imensidão do Universo, onde a via láctea serpenteia, majestosamente, de um lado ao outro do céu.

Assistir à ópera Nabucco de Verdi, ao ar livre, no anfiteatro romano, construído há mais de dois mil anos, na cidade de Verona, na Itália. Ópera imortalizada por Shakespeare, no romance entre Romeu e Julieta. Navegar no navio Spirit da linha Silversea no Inside Passage, a passagem pelos fiorges, no interior do Alaska. Um magnífico parque nacional de onde se observam vários paredões de gelo glacial. Trata-se de um cenário único e majestoso, cujo silêncio é interrompido de quando em vez, pelo estrondo de um bloco de gelo caindo no mar. Esse é o efeito do sal marinho corroendo o gelo. Velejar no Wind Song da Windstar Cruise, o maior veleiro do mundo, e visitar a ilha de Bora Bora, um paraíso no meio do Oceano Pacífico, na Polinésia Francesa. A barreira circular de recifes, os corais multicoloridos, a areia fina e branca, fazem da ilha um dos pontos mais bonitos do planeta. Mergulhar com tubarões na barreira de coral da Austrália, após um passeio de duas horas em um catamarã que sai da cidade costeira de Cairns, ao norte do país.  Comer no restaurante do chef Juan Mari Arzak, responsável pela criação da nova cozinha basca. É um privilégio poder compartilhar a culinária feita com raízes, onde, no DNA de cada criação do chefe, estão registradas experiências sensoriais e as invencionices gastronômicas que resultam em pratos exóticos. E poder abrir uma garrafa de vinho do Rioja, engarrafado especialmente para o restaurante. Escalar a montanha até chegar ao topo de mil metros, no Butão, na Ásia. Primeiro subimos montados em mulas por duas horas, até chegar a um ponto bem íngreme. Em

FEVEREIRO 2011 PRIME 33.


seguida, continuamos a escalada a pé, por mais três horas, até chegar ao templo Taktsang-Lhakhang (o ninho do Tigre). Construção encravada em uma rocha de granito a mais de 90 graus no pico da montanha, de onde se pode ver todo o vale de Paro. Passeio que culmina com uma sensação de harmonia e paz. Remar um caiaque na baía de Ha Long Bay, no Vietnã, onde passamos por casas na cidade flutuante e visitamos uma caverna. As mais de 3 mil ilhotas gigantes do cenário parecem estar boiando, levemente, como um iceberg. Subir os degraus do templo de Bakheng, em Angkor Wat, no Camboja, e ver o pôr-do-sol do topo do monumento. Perambular pelos corredores privativos da família Médici em Florença, percorrendo os melhores museus da cidade e um dos grandes acervos artísticos do mundo. Caçar trufas no Piemonte com cachorros que valem 8 mil euros, achar a sua trufa ainda fresca e ralar em cima de um ovo bem quentinho. Degustar um aceto balsâmico, em Modena, na Accetaia dos Malpighi que tem, em seu estoque, uma barrica de mais de 400 anos que foi servida a Napoleão. Provar queijo Reblochon, nos Alpes franceses. Ou um escargot Helix pomatia da Borgonha, criado só com ração, leite em pó e vinho branco. Jantar feito pelo maior chef do mundo, Ferran Adrià do restaurante El Buli, no museu Mies Van der Hohe, em Barcelona. Fechado exclusivamente para o nosso grupo, tivemos o privilégio de degustar o melhor da gastronomia contemporânea.

.34 PRIME FEVEREIRO 2011

Descer de mula o Grand Canyon, nos Estados Unidos, até chegar ao rio Colorado e fazer um acampamento, como nos velhos filmes de cowboy. Patinar com o Sagway pelo centro de Praga ou pelo promenade des anglais em Cannes. Rodopiar com o Jetover no canyon em Qeenstown, ao sul da Nova Zelândia. Uma lancha turbo que faz manobras incríveis e consegue navegar com, somente, 10 cm de água. Emocionar-se com a beleza das pinturas feitas por Michelangelo na Capela Sistina, ou com a falta delas no segundo andar, todo em branco, do Museu do Holocausto em Berlim, dedicado aos artistas que não puderam criar as suas obras. Subir o Mont Fuji no Japão ou o Etna na Sicília, e poder sentir de perto o poder da natureza. Receber uma massagem com uvas retiradas das vinícolas do Marquês de Riscal que, após serem esquentadas, são espremidas na pele com óleo à base de vinho, no centro de terapia do vinho Caudalie em El Ciego, no vale do Rioja na Espanha. Compartilhar um narguilé, com essência de maçã, no hotel Al Maha, no deserto de Dubai nos Emirados Árabes, enquanto escutávamos músicas árabes. Sonhar enquanto assistimos ao show Fantasmic, dentro do parque Disney Hollywood Studios, em Orlando nos Estados Unidos. Conviver e aprender com amigos, clientes de todas as gerações, nas nossas diversas viagens. Este é o meu presente no amplo sentido da palavra, por isto sinto-me uma pessoa privilegiada. 


FEVEREIRO 2011 PRIME 35.


.TURISMO

Por Tatiana lacerda Fotos DIVULGAÇÃO

PARIS É

impossível visitar a cidade luz e não deixar-se seduzir pelo charme do lugar. Mas Paris é uma anfitriã entusiasmada, disposta a oferecer uma experiência que vai além da beleza de seus monumentos. A cidade tem uma combinação especial de arte, gastronomia que proporciona diversão garantida aos seus visitantes. Além de abrigar, nos grandes museus, as mais importantes obras de arte do mundo, a capital francesa é palco de toda a sorte de eventos culturais, exposições e pequenos museus. Portanto, vale a pena explorar lugares menos conhecidos como o Musée Jacquemart André (158 Boulevard Haussmann). Com decoração e mobiliário autênticos, o lugar reflete a estética parisiense do século 19. O museu, que fica aberto todos os dias, é uma alternativa agradável para escapar da movimentação dos grandes museus. A visita ao Museu dês Arts Forains (Pavillons de Bercy 53, Av. des Terroirs de France) proporciona um mergulho num universo fantástico, uma experiência lúdica e inesquecível. O museu conta com a maior coleção de objetos de espetáculos e parques de diversão, compondo um cenário incrível. Para conhecer, é preciso agendar.

.36 PRIME FEVEREIRO 2011


Paris é uma cidade gastronômica, com restaurantes consagrados e cozinha internacional. Mas são os tradicionais bistrôs, de fachadas discretas e ambientes pequenos e aconchegantes, que guardam a verdadeira identidade da culinária francesa. Entre as diversas opções, recomendo o charmoso Astier (44, Rue Jean-Pierre Timbaud), que oferece, há mais de 50 anos, pratos clássicos, preparados com excelência. Situado próximo ao Palácio de la Concorde, o L’Ardoise (28 Rue Mont Thabor) também é garantia de um jantar agradável. O restaurante, que costuma ser bem movimentado, tem atmosfera descontraída e a comida é deliciosa. Nos dias de intensa programação, entre passeios, visitas a museus e exposições ou compras, o ideal é optar por um almoço leve e rápido. O Delicabar (26-38 Rue de Sèvres) tem um cardápio de snacks e saladas criativas. Ele fica na galeria Le Bon Marché, e é perfeito para almoços em dias de compras. A noite, o Le Comptoir du Relais (5, Carrefour de l'Odéon) funciona como um luxuoso bistrô e as reservas devem ser feitas com muita antecedência, mas durante o dia o lugar assume uma proposta mais informal, com pratos típicos do sudoeste francês. Fugindo da influência francesa, o restaurante Ralph’s (173 Boulevard Saint-Germain) que fica na flagship Ralph Lauren, oferece comida americana, como um delicioso cheeseburger. Os amantes de chocolate podem se deleitar com as caixinhas de bombons vendidos na lojaPatrick Roger (108 Boulevard Saint-Germain). A Chapon (52 Avenue Mozart )é outra boutique de doces e tentações, os chocolates artesanais dividem espaço com uma variedade de mousses, servido em copinhos de sorvete, uma delicia! Reserve um tempo para conhecer os mercados de paris e comprar iguarias e temperos, é uma maneira de compartilhar a experiência da viagem em reuniões com amigos. As lojas de produtos gourmet Da Rosa (62 Rue de Seine) e La Grande Epicerie (38 Rue de Sèvres) têm uma grande seleção de especiarias, queijos, geléias e chocolates, entre outros. Já na La Dernière Goutte (6 Rue Bourbon Le Château) é possível comprar excelentes vinhos. Paris é uma cidade cosmopolita, as culturas que à habitam acrescentam diferentes cores e sabores, criando o cenário perfeito para romance e diversão. Dedique-se a caminhadas e aproveite melhor o que a cidade tem a lhe oferecer, pois a cada esquina uma nova surpresa pode se revelar.

FEVEREIRO 2011 PRIME 37.


.JOIAS

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos DIVULGAÇÃO

FABRIZIO

GIANNONE EM BRASÍLIA NO IGUATEMI

.38 PRIME FEVEREIRO 2011


F

abrizio é italiano, cursou geologia e gemologia em Roma. Na década de 90, veio ao Brasil em busca de sua paixão: a variedade e a qualidade das pedras brasileiras. A partir daí começou a se dedicar a criação de jóias contemporâneas, onde se obteve sucesso no mercado nacional e internacional. Suas criações apresentam o melhor da elegância italiana, traduzidas para feminilidade da sofisticada e moderna mulher brasileira.  Toda a produção é artesanal e as lapidações são exclusivas, sugeridas pela constante pesquisa de novas formas e materiais.  Toda peça é única. Giannone confirmou seu talento e espírito empreendedor oferecendo também acessórios como bolsas, sapatilhas e cintos desenvolvidos em couro com aplicação de pedras naturais brasileiras. Dentre as pedras preferidas do designer estão o quartzo rutilado, a turmalina, a ágata vermelha e o cristal. nesta edição escolhemos os braceletes e pulseira, que criam um grande efeito, proporcionando charme e beleza à mulher brasileira. Em mais de 25 lojas no Brasil e 06 no exterior: Palm Beach, Panamá, Nova York, Nicarágua, Costa Rica e México , Fabrício Gianoni virou uma marca de sucesso na joalheria.

Pulseira Farfalle

Pulseira Nero e as cobras

Pulseira Camelia

FEVEREIRO 2011 PRIME 39.


.DESIGN

Por angela borsoi Fotos divulgação

O DESIGN

HOJE... O

design é a linguagem que uma sociedade usa para criar objetos, coisas, que reflitam e sinalizem seus objetivos, sua identidade e seus valores: Criando insígnias nacionais, produtos, embalagens e marcas de empresas... em todas as suas manifestações, ele é o DNA da sociedade como um todo – é um reflexo de nossos sistemas econômicos e o código que precisamos explorar se quisermos ter uma chance de entender a natureza do mundo moderno. Sobretudo hoje, o design aliado à tecnologia, reflete um contexto cultural que continua em expansão e evolução, não se esquecendo da qualidade – estética e ergonômica que sempre devem estar agregadas e assim, induzindo ao “sonho de consumo”, – ao “desejo”. O design revela a marca da tecnologia com que temos de trabalhar, refletindo valores emocionais e culturais. Usa a ‘cor’ para sugerir brincadeira ou masculinidade e o ‘formato’ para envolver seus usuários nas funções ou informá-los a respeito delas. Mas, ainda é muito mais do que isso: o design explora todos os sentidos e os mais brilhantes são os que usam simultaneamente todas essas características e fazem isso, conscientes do que podem fazer. Essas múltiplas definições, tornam o design um assunto eternamente fascinante, de importância decisiva e reveladora, agente de mudanças de hábitos e costumes.

.40 PRIME FEVEREIRO 2011


Mini Cooper

O que torna essa visão do design hoje, realmente atraente é a noção de que há algo a entender sobre os objetos e coisas... além, das questões óbvias de ‘beleza, função e finalidade’. Numa linguagem bem específica, ele serve para sugerir o gênero de um objeto, muitas vezes pelo meio menos sutil, pela cor, pela forma, pelo tamanho e por referências visuais.

Um objeto de design cria pistas táteis e visuais que sinalizam: “preciso” ou “barato”! Além disso tudo, o design se tornou o processo de transformar produtos, antes sérios e espontâneos – relógios, câmeras ou mesmo carros – em brinquedos para adultos (como por exemplo: o carro Mini-Cooper ou a cadeira ‘Luis Ghost’ de Philippe Starck cujos designs foram resgatados do passado para o presente, numa ‘linguagem lúdica’) explorando fantasias sobre nós mesmos, aproveitando a nossa disposição de pagar para sermos entretidos ou bajulados por aquilo que possuímos. Hoje, a busca pelo LUXO é mais onipresente do que em qualquer outro momento da historia. Na ausência da escassez, o luxo adquiriu um papel para além do seu uso como sinal social codificado de privilégios. Vivemos numa época em que nossa relação com aquilo que possuímos está passando por uma transformação radical. Alguns símbolos de riqueza atuais estão sendo substituídos por outros mais consistentes. Mais do que nunca, a arte, a cultura/ sustentabilidade e ícones de design (que carregam a assinatura de designers consagrados e são feitos industrialmente, – em série ou em edição limitada, assumindo o status de objetos de arte) são símbolos de riqueza & cultura. Hoje, ‘arte’ e ‘cultura’ andam juntas como símbolos do VERDADEIRO LUXO!!!

Cadeira Ghost - Philip Stark

MAGIS - Chair One Konstatin Grcic

Voido - Ron Arad

Serviço angela borsoi designer de interior shis qi17 cj07 cs 09 lago sul 71 645 070 - brasilia - df -brasil tel - fax + 55 – 61-33642969 mob + 55 – 61-7811 2943 angelaborsoi@gmail.com www.angelaborsoi.com.br

FEVEREIRO 2011 PRIME 41.


.ESPECIAL

Por ANNA PAOLA FRADE

THATIANNA NUNES

E RICARDO ROBERTO Conheço Thatianna Nunes e Ricardo Roberto já há alguns anos, assim como acompanho outros arquitetos, eles também estão sob o meu olhar crítico. A dupla é muito boa no que faz! Ela sempre na linha de frente, ele por trás dos bastidores lhe dá a retaguarda necessária. Os irmãos formam uma dupla perfeita e a prova são os trabalhos escolhidos para compor as 15 páginas dedicadas a eles neste Caderno Especial. Através de trabalhos desde a decoração de interiores a projetos residenciais e corporativos, eles provam que são bons e inovadores na arte de criar linhas e formas que compõem o cotidiano das pessoas.

.42 PRIME FEVEREIRO 2011


.ENTREVISTA

Por anna paola frade Fotos gustavo lima

ARQUITETURA

Há quantos anos atua como arquiteta e designer de interiores? Me formei em 2002 e, nos primeiros 4 anos de carreira, atuei na area de vendas técnicas em duas das mais importantes empresas do mercado de interiores: Ornare e Artefacto. Nesse período, além de ter desenvolvido a habilidade de atender bem os clientes, tive o privilégio de ter contato com o trabalho de arquitetos talentosos, o que contribuiu muito pra completar a minha formação. Então, em 2006, após um período de aperfeiçoamento nos Estados Unidos, dei início ao meu próprio escritório em parceria com meu irmão, que se formou junto comigo, o Ricardo Roberto.

Como você vê esta relação entre profissional e cliente. O que é fundamental para que o projeto flua entre os dois? A empatia é essencial. Como acontece com todo tipo de profissional liberal, seja médico, dentista, psicólogo, advogado, ou arquiteto, o cliente deve sentir confiança no profissional que está contratando. Para isso, além de ter um bom portifólio, que é uma evidência do histórico do profissional, é preciso que o mesmo incentive o cliente a expor claramente suas necessidades e desejos. No caso específico de nós, arquitetos, devemos ter claro que estamos trabalhando com sonhos e que o resulta-

.44 PRIME FEVEREIRO 2011

MADURA

do do nosso trabalho vai estar diante dos olhos dos clientes por anos. Então, temos que nos envolver com o sonho do cliente e nos imaginar "vivendo" naquele projeto. Sintetizo isso na missão da nossa empresa: "Contribuir para a felicidade das pessoas, criando pra elas ambientes que superem suas expectativas de conforto, funcionalidade e estética.

Qual é sua fonte de inspiração para criar? Pesquiso muito. E a Internet é uma fonte de pesquisa maravilhosa para qualquer campo. No cyberespaço, a gente viaja pelo mundo inteiro em horas, sem sair da poltrona. Aí, na tela do computador, temos contato com trabalhos incríveis dos mais renomados profissionais do planeta, como Kelly Hoppen, Phillippe Starck e Isay Weinfeld. Além disso, revistas e livros que trazem o trabalho desses "artistas mundiais" são valiosas fontes. Completo minhas pesquisas com visitas regulares a mostras e eventos do nosso setor, tanto aqui no Brasil, quanto fora do país. Além disso, mesmo quando viajo a lazer, estou sempre pesquisando, observando a arquitetura de cada lugar. Então, a minha cabeça mistura todas essas informações com minhas experiências de projetos anteriores para criar algo novo.


Você é uma profissional que conquistou um espaço sólido entre os profissionais de Brasília. É hoje um dos grandes nomes neste segmento. Há que você atribui este sucesso? Muito trabalho e investimento. Sempre me dediquei com paixão à minha profissão. Adoro o que faço e me envolvo muito com meu trabalho. Crio cada projeto com prazer e a busca do aprimoramento contínuo é algo que parece correr em minhas veias. Além disso, tive o privilégio de que algumas pessoas importantes no mercado de interiores de Brasília, às quais sou e sempre serei muito grata, confiaram no meu talento e me abriram importantes espaços para que eu pudesse apresentar o meu trabalho ao público. Assim, desde seu primeiro ano de funcionamento, nosso escritório

sempre esteve presente em mostras de grande destaque no mercado local e nacional, como a Casa Cor, a Mostra Artefacto e a Mostra D'Core.

O que nunca pode acontecer entre profissional e cliente? Quebra de confiança. Como disse antes, a confiança é imprescindível no relacionamento entre qualquer profissional liberal e seu cliente. Mas é importante ressaltar que essa é uma via de mão dupla. Da mesma forma que o profissional tem que estar atento aos desejos e necessidades do seu cliente, também é necessário que o cliente entenda as condições de contorno do que está contratando e forneça o feedback no tempo certo, colaborando para que o projeto seja bem desenvolvido conforme suas expectativas e para que seu sonho seja bem concretizado na

execução do projeto de acordo com o planejamento prévio.

Brasília é relativamente uma cidade jovem. Você encontra dificuldades junto aos seus clientes quanto a investir no morar bem, investir em boas peças e boas obras de arte? Com relação aos clientes investirem em morar bem, tenho a impressão de que esse é um desejo universal. Como já comentei, um projeto de arquitetura é muito associado a sonhos. E belos sonhos! Quantas vezes já vi clientes se emocinarem às lágrimas ao ver seu projeto concluído. É claro que todos o fazem conforme suas posses, muitas vezes até extrapolando o orçamento (risos), mas é compreensível, não é? Já que vão viver dentro daquilo com o que sonhavam. Então, tenho percebido essa disposição de investir em morar bem

FEVEREIRO 2011 PRIME 45.


não somente nos clientes que já atendi aqui em Brasília, como, também, em outros locais até mais jovens que aqui. Por exemplo, tenho clientes do interior do Mato Grosso que têm investido em belíssimas casas em cidades pequenas, que oferecem muito pouco em termos de urbanidade. Mas estes clientes optam por ter todo o conforto em suas residências, ainda que não vislubrem que este investimento trará retorno financeiro em função de ser um mercado imobiliário pouco dinâmico. Por outro lado, quando se fala no mercado de obras de arte, tenho percebido que os clientes de São Paulo têm mais disposição para investir nesse tipo de produto. Mas acho que isso está mais associado ao tamanho da economia daquele mercado do que ao fato de ser uma cidade quase qüincentenária. Por exemplo, tenho clientes também em Fortaleza, que é uma cidade tão antiga quanto São Paulo, e me parece que, lá, o mercado de artes não é muito mais dinâmico que o nosso. O fato é que obras de arte, além do importante caráter estético, também podem ser vistas como um tipo de investimento, só que muito especializado, para o qual o investidor deve estar bem assessorado para decidir sua compra.

Você foi convidada a fazer parte da Mostra Artefacto São Paulo, por Albino Bacchi. Fale um pouco desta experiência? Como se deu este convite, o projeto? Como já comentei, algumas pessoas importantes do mercado de interiores confiaram no meu talento e me abriram importantes portas. Minha parceria com a Artefacto começou desde quando atuei na area comercial na loja de Brasília. Do meu ponto de vista, essa parceria tem gerado bons resultados tanto para meu escritório, quanto para a Artefacto. Desde o princípio do meu escritório, tenho atendido clientes que se identificam com o estilo da Artefacto

Completo minhas pesquisas com visitas regulares a mostras e eventos do nosso setor, tanto aqui no Brasil, quanto fora do país.

O que acha que faz a grande diferença no conjunto da obra ? Diversidade com harmonia. Quando se vê o trabalho de um arquiteto, é importante identificar um estilo, aí está a harmonia. Mas não se pode cair na mesmice, aí está a diversidade. Ou seja, cada projeto tem que parecer único, mas haverá traços comuns entre um e outro trabalho, que caracterizam o estilo do arquiteto. O exemplo mais notável no Brasil é o de Oscar Niemeyer. Percebemos a originalidade de cada projeto seu, mas as curvas sempre estão lá para marcar seu estilo inconfundível.

.46 PRIME FEVEREIRO 2011

e têm adquirido os produtos da marca para compor seus projetos com bastante satisfação. Devido a esse bom resultado, em 2009, a Cristina Arnez, da Artefacto Brasília, convidou-me para decorar um dos principais ambientes da Mostra Artefacto Brasília daquele ano. Com isso, eu e a Artefacto tivemos ainda melhores resultados e, naquele ano, estive entre as principais parceiras da marca no nível nacional. Então, numa premiação nacional provida pela marca, meu prêmio foi participar com destaque da mostra 2010, o que se converteu no convite para decorar um

dos ambientes da loja Artefacto Beach & Country São Paulo, que é uma das duas mais importantes lojas da marca, juntamente com a loja da Rua Haddock Lobo. O Albino Bacchi é, no meu entendimento, um dos “pais” do conceito de parceria entre fornecedores e arquitetos de interiores, que transforma os pontos de vendas em vitrines para os dois lados da parceria: o fabricante e o arquiteto. Bacchi sempre demonstrou muito respeito pela parceria com os arquitetos, não somente dando exposição ao trabalho daqueles que contribuem para a divulgação de seus produtos, como, também, tratando nós, arquitetos, com muita simpatia, cordialiadade e honestidade.

Você sentiu a diferença entre os mercados de Brasília e São Paulo? São muito distintos? Como comentei, uma diferença importante é o tamanho da economia de São Paulo, o que não é novidade pra ninguém. Mas, daí, temos que entender quais são as repercussões disso no nosso nicho específico, de arquitetura e design de interiores. Já falei que um dos impactos é que, de fato, há mais disposição para investimento, por exemplo, em obras de arte. Além disso, os clientes paulistas de alta renda possuem imóveis não somente na capital, como, também, casas de campo e de praia, daí a loja Beach & Country ser uma das mais importantes da marca. Acho que isso não é tão comum aqui em Brasília devido à localização de nossa cidade que, ao mesmo tempo que é distante do litoral e regiões de montanhas, tem belas casas à margem de um lago maravilhoso. Talvez isso despense que os clientes de alta renda tenham de ter um segundo imóvel no litoral. Outra conseqüência é que o número de projetos de grande vulto é bem maior. Além disso, há muito mais variedade de fornecedores, o que acirra a concorrência, podendo


tornar a execução do projeto mais econômica para o cliente.

As Mostras de decoração dão retorno ao profissional? Entendo que sim. Tanto institucional, na construção da sua marca, como comercial, na captação de novos clientes. Mostras são uma importante vitrine do seu trabalho, o que contribui para a captação de clientes. Além disso, um trabalho bem reconhecido em uma mostra valoriza o seu portifólio e contribui para a construção de uma marca forte e de valor. Mas é importante que o profissional tenha em mente que a captação de clientes não é imediata, ou seja, uma mostra de arquitetura não é como uma feira de produtos, na qual os clientes saem com produtos debaixo do braço ou contratos assinados. Como disse, a mostra é uma vitrine e o cliente que se interessou por seu estilo poderá te procurar somente muitos meses depois, quando chegar o momento da necessidade de elaboração do projeto. No meu caso, as Mostras me deram ótimo retorno, tanto em termos de construção de marca, quanto de captação de clientes.

o conhecimento que já desenvolvi na arquitetura residencial. Por exemplo, como comentei, São Paulo oferece uma grande quantidade de fornecedores e venho desenvolvendo parcerias com alguns deles para buscar trazer inovações para esse ramo aqui em Brasília.

Como você se define como arquiteta e designer de interiores? Qual é sua diferença? Como você recicla? Sou uma arquiteta com muito boa visão de mercado.Minha atuação na área de vendas no início da carreira contribuiu para que eu desenvolvesse uma excelente intuição sobre o gosto dos clientes.

Brasília não deixa nada desejar a outras capitais. Muito ao contrário, acho que aqui já é um dos três principais mercados do Brasil

internet e em livros e revistas, como, também, pesquisa de campo em viagens e mostras.

Como você vê Brasília e o mercado de decoração na Capital Federal? É promissor? Deixa a desejar a outras capitais? O mercado de Brasília é um dos mais promissores do Brasil em todos os segmentos ligados ao ramo imobiliário. Uma forte evidência disso é o grande número de empresas importantes em nível nacional que começaram a atuar aqui recentemente, tanto construtoras, como incorporadoras e imobiliárias. Brasília é uma das cidades de maior crescimento demográfico do país e, em especial, recebe muitos migrantes de classe média e média alta, o que torna o mercado ainda mais atraente para o meu segmento alvo. Como já mencionei, o fato de Brasília ser uma das cidades sede da Copa 2014 potencializa ainda mais nosso mercado que já é muito dinâmico. Enfim, Brasília não deixa nada desejar a outras capitais. Muito ao contrário, acho que aqui já é um dos três principais mercados do Brasil, junto com São Paulo e Rio de Janeiro.

Quais são suas aspirãções para 2011? Seus planos, já que vem crescendo com grande sucesso? Pretendo continuar crescendo no nicho de arquitetura residencial e aumentar minha penetração no ramo de arquitetura comercial. Em São Paulo, fiz parceria com colegas de lá, para dar início à implantação do meu escritório naquela capital. Aqui em Brasília, enxergo que as potencialidades do nosso mercado aumentam muito com o fato de sermos uma das cidades sede da Copa de 2014, principalmente nos segmentos de hotelaria e de bares e restaurantes. Acredito que posso aplicar com sucesso nesse ramo da arquitetura todo

Quando se atua em uma loja, você tem a oportunidade de ter contato com uma grande variedade de projetos e de perceber o que impressiona bem a maioria das pessoas. Assim, acho que consegui captar bem o que é bom gosto e, geralmente, consigo transmitir isso para os meus clientes. Além disso, desenvolvi bem a habilidade de relacionamento, o que ajuda muito a construir a empatia, que já comentei que é muito importante para o sucesso do projeto. Quanto à reciclagem, como já comentei, faço muita pesquisa, tanto na

FEVEREIRO 2011 PRIME 47.


.PROJETOS

Por Anna Paola Frade Fotos Paula Hosanah

LINHAS PURAS E RETAS

DE THATIANNA NUNES E RICARDO ROBERTO C

om a vivência que esta dupla adquiriu com o andar dos anos fazendo Mostras, apartamentos decorados , os próprios projetos de clientes e as andanças pelo mundo afora, hoje , Thatianna e Ricardo estão apresentando este somatório de vida em seus trabalhos de forma grandiosa. Esta residência de linhas puras, limpa mas sem perder o movimento, confirma a maturidade dos dois na arquitetura urbana. O estilo contemporâneo predomina. Materiais naturais como pedra e concreto casam perfeitamente. Enormes paredes de vidro proporcionam a luz natural uma entrada gostosa. O pé direito altíssimo faz a grande diferença dando poder e solidez a casa. Ela se integra perfeitamente a composição do projeto paisagístico, mas se impõe a este de forma muito suave. Perfeito!

.48 PRIME FEVEREIRO 2011


FEVEREIRO 2011 PRIME 49.


.PROJETOS

Por Anna Paola Frade Fotos Frank Carvalho

Artefacto Brasília por

Thatianna Nunes e

Ricardo Roberto E

ste espaço foi inspirado em um tema especial, India. A clareza e o os detalhes do Taj Mahal serviram de fonte de inspiração para os profissionais. Foi um verdadeiro sucesso pela profundidade do trabalho, pelo detalhamento dos materiais, pela ambientação seguida de adornos sofisticados, somados a obras de arte e tapetes importantes. O quarto requintado se tornou alvo dos olhares mais desejosos dos que passaram pela mostra em Brasília.

.50 PRIME FEVEREIRO 2011


FEVEREIRO 2011 PRIME 51.


Artefato São Paulo por Tatiana Nunes e Ricardo Roberto Mostra realizada em um dos espaços mais concorridos e disputados de São Paulo, a grande Artefacto, foi marcada pelo sucesso da dupla de Brasília no ambiente Artefacto Beach & Country

.52 PRIME FEVEREIRO 2011


Enriquecido com os móveis Artefacto, somados às esculturas de Chescciati a elementos como madeira, pedra, água, mais a iluminação prática e cuidadosamente elaborada, Thatianna e Ricardo, criaram espaços singulares nesta Mostra em Sp. FOTOS: João Lisboa

FEVEREIRO 2011 PRIME 53.


.PROJETOS

Por Anna Paola Frade Fotos Frank Carvalho

Equilíbrio na Decoração Por Thatianna Nunes e Ricardo Roberto

E

m um espaço de 500m² , localizado na AsaNorte, em Brasília, Thatianna e Ricardo projetaram uma cobertura para um jovem advogado. Espaços amplos e arejados. O cuidado dos arquitetos em desenvolver algo para um jovem de 32 anos sem perder o equilíbrio entre o moderno e uma pitada de sobriedade, foi um grande desafio. Lindo de morrer! O resultado.

.54 PRIME FEVEREIRO 2011


FEVEREIRO 2011 PRIME 55.


.PROJETOS

Por Anna Paola Frade Fotos Frank Carvalho

Requinte e

Bom Gosto Por Thatianna Nunes e Ricardo Roberto

E

ste apartamento esta localizado em um dos locais mais lindos de Brasília. O Ilhas do Lago fica de frente para o Lago Paranoá. São 142 m² desenvolvidos para atender aos anseios de um jovel casal, ligado a tecnologia e design. Para integrar absolutamente todos os espaços deste apartamento, os arquitetos quiseram dar uma sensação de loft, o que foi muito bem pensado.

.56 PRIME FEVEREIRO 2011


FEVEREIRO 2011 PRIME 57.


.arquitetura

Por anna paola frade

Ana Paula

Barros Desponta no Brasil como um grande nome na arquitetura

I

ncrível como ela e seu trabalho vem ganhando espaço pela maturidade, pelo aprofundamento e conhecimentos que são fundamentais para desenvolver qualquer projeto. É preciso ter um olhar profundo para a história e ao que acontece a nossa volta para conseguir criar. Acompanho o trabalho desta mineira, linda, amável, meiga, mas acima de tudo uma profissional comprometida e muito boa em tudo o que se propõe a fazer e que está se tornando uma forte referência na Arquitetura e suas vertentes. Arquiteta com mestrado em Teoria e Historia da Arquitetura pela UNB, Ana Paula Barros mostra nesta matéria obras concretas que desenvolveu ao longo de 18 anos de experiência.

.58 PRIME FEVEREIRO 2011

Você é uma referência em arquitetura no Brasil. Conquistou na Capital Federal um espaço invejável pela beleza de seus projetos. Quais são suas fontes de inspiração na hora de criar? Tudo o que eu vi e vivi em toda a minha vida são a minha maior fonte de inspiração. Trago a rusticidade do interior de Minas, onde nasci, com suas casas aconchegantes, com grandes varandas, pisos em madeira, elementos orgânicos como pedra e cimento das fazendas onde passei a minha infância. Além da minha formação acadêmica, me dedico a estudar e compreender os arquitetos, mestres, que admiro. Além disso, os lugares por onde viajo, de onde tiro inspiração de lugares e coisas mais inusitadas. Tudo isso com-


põe a minha essência e isso se expressa na minha arquitetura.

Como você vê o futuro arquitetônico de Brasília? Brasília começa a ser uma referência arquitetônica, temos agora um conceito de arquitetura brasiliense, porque com Niemeyer e os modernistas, tivemos a arquitetura carioca, gaúcha, paulista se instalando aqui. Hoje posso dizer que existe uma escola de arquitetura em Brasília, um grupo de arquitetos que já transformaram em cultura brasiliense, o trabalho que se faz aqui.

Qual é o projeto perfeito? Não existe projeto perfeito, assim como não existem pessoas perfeitas, mas a beleza está também nas imperfeições.

Como você classifica o seu trabalho? Como você entende esta relação profissional e cliente? Sou uma pessoa que bota no papel o sonho dos clientes que me procuram. Tento orientá-los para que o seu sonho não se torne um pesadelo dando uma forma harmônica e coerente ao que o cliente me traz na sua caixinha de sonhos. Não posso impor o meu estilo ao meu cliente, embora o cliente quase sempre me procure porque se identifica com o meu estilo. Uma relação profissional é construída na confiança. O relacionamento do arquiteto com o cliente é como qualquer outro relacionamento. Deve ser cultivado e regado. Também deve ter o distanciamento certo, mas a aproximação necessária. Convivo com muita proximidade com a intimidade do meu cliente. Não dá pra ser frio ou distante.

Você divide seu tempo entre Brasília e Uberaba e mantém residência nas duas cidades. Como você organiza seu trabalho e sua vida familiar?

Na verdade moro mais em Jaguara, uma represa no Rio Grande entre Minas e São Paulo, onde tenho uma casa na beira do lago. Acordo com os passarinhos e tenho uma vista maravilhosa. Lá crio meus projetos, sem interrupções, em paz. Fico de segunda a quarta em Brasília, quinta em Uberaba e de sexta a domingo em Jaguara. São três casas, mas produzo aqui com muito mais eficiência. Afinal, quantos arquitetos têm 3, 4 escritórios espalhados pelo Brasil e conseguem administrá-los bem, não é mesmo! Minha equipe, na qual confio em Brasília, mantém tudo em andamento quanto não estou presente. Minha família me apóia incondicionalmente, afinal são 18 anos na Capital do País e amo essa cidade. Não pretendo cortar meus vínculos com Brasília de forma alguma.

Uberaba está em pleno aquecimento imobiliário, cresce com uma velocidade impressionante a Capital do Zebu. A demanda por profissionais qualificados é cada vez maior. Conte um pouco sobre os seus planos e o que está em andamento em uma das regiões mais importantes do Triângulo Mineiro? O trabalho que desenvolvi em Brasília é conhecido e reconhecido por todos em Uberaba. Que não é uma cidade comum em função do Zebu, trazendo visitantes e curiosos do mundo inteiro. Com isso tudo mudou, todos querem melhoras em suas casas, instalações comerciais, as fazendas estão cada vez mais lindas e a própria cidade em sí vai exigindo melhoras a todo o momento. Estou com um número expressivo de projetos lá. Embora seja uma cidade do interior de Minas, as pessoas estão atentas a tudo. São de lá as fabricas das lojas Mac e Pátio Brasil, a empresária Tânia Bulhões morou a vida toda em Uberaba, assim como inúmeras outras pessoas de destaque. Todos são muito ligados em decoração e moda, e gozam um bom gosto incrível.

Qual é o seu mestre na arquitetura, você tem um? Não tenho um mestre, admiro tanta gente! Acho que a minha arquitetura é a soma de todos os arquitetos que admiro por diversos motivos. Acredito também que não são apenas os figurões que nos influenciam, ás vezes um colega nos inspira e fico encantada quando algum projeto de um colega mexe com o meu próprio estilo. Isso acontece a toda hora.

Como você classifica os trabalhos que fazem parte desta matéria? São alguns trabalhos significativos ao longo de uma carreira de 18 anos. Todos esses trabalhos me marcaram de alguma forma, e foram importantes no meu crescimento.

Como foi o resultado da Casa Cor Brasília para você? A Casa Cor Brasília me deu a oportunidade de mostrar um projeto de arquitetura e de decoração. Pude construir livremente um loft completo, onde mostrei a minha forma de ver a arquitetura e a forma de viver que me agradam. O resultado foi muito bom. As pessoas gostaram muito, tenho sentido isso a toda hora e fiquei muito feliz.

Não existe projeto perfeito, assim como não existem pessoas perfeitas, mas a beleza está também nas imperfeições

FEVEREIRO 2011 PRIME 59.


.PROJETO 1 | Participação: Valéria Gontijo | Engenharia: Rhc Construtora | Fotos: Joana França

Residência:

Lago Sul Por: Ana Paula Barros

.60 PRIME FEVEREIRO 2011


FEVEREIRO 2011 PRIME 61.


.PROJETO 2 Movéis: Artefacto | Iluminação: Soledad Hurtado | Fotos: Edgard Cezar

Residência: SMDB Por: Ana Paula Barros

.62 PRIME FEVEREIRO 2011


FEVEREIRO 2011 PRIME 63.


.PROJETO 3 Acessórios: Quadra Interiores | Iluminação: Soledad Hurtado | Fotos: Edgard Cezar

Residência: SPA Bem Star Por: Ana Paula Barros

.64 PRIME FEVEREIRO 2011


FEVEREIRO 2011 PRIME 65.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE

Casa Cor

Brasília A

2010

Casa Cor Brasília foi um absoluto sucesso! Além de ter recebido um número imenso de profissionais, dentre estes arquitetos, designer e paisagistas de peso de nossa cidade, que contibuíram para que este grande evento recebesse o prêmio de "Melhor Casa Cor do Brasil", com a somatória incrível de projetos muito bem preparados. Este foi um dos motivos que decidi mostrar alguns ambientes de destaque, mais de 20, que vão servir para nosso leitor de guia na hora de escolher alguém qualificado para desenvolver o projeto dos sonhos. Brasília cresceu! Amadureceu eu diria.É muito bom ver que os anseios de quem habita a Capital do país é seguido por um nível alto de exigência e qualidade. As pessoas querem viver melhor! Se deleitem com todos os espaços que vamos apresentar. Seja bem vindo ao universo facinante do decor.

.66 PRIME FEVEREIRO 2011


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos divulgação

Apartamento

Modelo A

do Mendes vem se revelando no universo da decoração de interiores. É um sucesso! Seu ambiente nasceu a partir da tinta preta, cor adotada para destacar o partido arquitetônico nas paredes e teto falsos. Nascido em São Paulo mas com raízes em Brasília, vem conquistando rapidamente um espaço expressivo. No caso deste apartamento, ele quis criar um ambiente cênico, sofisticado e descolado ao memos tempo. A ilumição foi projetada com cuidado, foi perfeitamente distribuída para remeter intimidade e conforto, além de se preocupar com a racionalização de energia. Madeira, concreto, vidro, comungam o mesmo ambiente, que no caso foram as paredes Precisamente o espaço neste caso foi definido pela circulação, formando um ambiente lógico e simétrico.

Serviço Ado Mendes End: CLSW 303- BL A - SL 102- SUDOESTE Tel: (61) 3546-3417|Fax: (61) 3546-3417|Cel: (61)9924-3417 E-mail: ado.arq@uol.com.br Site: www.adoarquitetura.com.br

.68 PRIME FEVEREIRO 2011


FEVEREIRO 2011 PRIME 69.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos divulgação

Espaço

Fitness A

ngela Brito, patrocinada pela Reebok, foi a responsável pelo Espaço Fitness na Casa Cor. Como tudo que faz, o resultado foi um só. Sensacional! Respeitando a proposta solicitada em dar ênfase a sustentabilidade, o projeto gravitou em torno de beleza, harmonia, relaxamento e saúde. Os aparelhos inéditos, de última geração e tecnologia avançada convidam ao bom exercício. Os materiais utilizados foram recicláveis. Madeira e cimento queimado. Este ambiente teve como proposta servir de modelo para condomínios e hotéis de luxo da cidade. Foram 100m² destinados a pura saúde.A iluminação de baixo consumo energético, com uso de dominante de Leds e de lâmpadas fluorescentes criaram um efeito sensacional. Mais de 30 mil tampinhas de garrafas Pet, recolhidas do lixo, por ajudantes do Varjão, cobriam toda uma parede criando um efeito incrível e estimulando o trabalho social. Um espelho d’água ameniza os efeitos térmicos que encontramos na capital. Um spa com cromoterapia para relaxar  após os exercícios ou mesmo para uma sessão de fisioterapia e massagem, esta encaixado em um jardim de conceito oriental, porém com vegetação típica do cerrado, um trabalho delicado da paisagista Maria Cristina Rodrigues da Cunha.

.70 PRIME FEVEREIRO 2011


Serviço Angela Brito End: SHIS QI 07-BL B-LJ 104- LAGO SUL Tels: (61) 3364-5699 Fax- (61) 32480764 Cel: (61) 8406-8877 E-mail: angelabrito.arquitetura@gmail.com Site: www.angelabrito.com.br

FEVEREIRO 2011 PRIME 71.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos divulgação

I Loft You

e Cobogó A

DOMO Arquitetos foi criada em 2008 à partir da associação entre os arquitetos Daniel Mangabeira, Henrique Coutinho e Matheus Seco, que já haviam colaborado anteriormente em outros projetos. Os arquitetos vêm de formações e interesses diversos e têm o objetivo de fazer uma arquitetura que possa refletir a diversidade da vida contemporânea e os valores do escritório combinados com os anseios do cliente, resultando em obras únicas e sem linguagem fácil de categorizar. Ao mesmo tempo em que são fãs da arquitetura moderna brasileira e de arquitetos como Villanova Artigas e Eduardo de Almeida eles também acompanham de perto a obra de arquitetos contemporâneos com obras tão diversas como os brasileiros Alvaro Puntoni e Tryptique além de arquitetos sul-americanos como o chileno Alejandro Aravena ou os argentinos do Adamo Faiden. O bom desenho para eles não vem de “estilos” mas sim de uma análise detalhada das especificidades de cada trabalho. A atuação do escritório é diversa, incluindo trabalhos de arquitetura de interiores, mostras de decoração, vitrines e arquitetura residencial e comercial.

.72 PRIME FEVEREIRO 2011

“COBOGÓ” Melhor Espaço de Uso Público O ano de 2010 foi um ano de reconhecimento profissional para o escritório com a conquista de 3 prêmios importantes de arquitetura e interiores. A Casa Tangram publicada na edição anterior desta revista, foi premiada como ”Melhor Projeto Residencial de 200 a 500m2” pela Editora Abril e revista Arquitetura & Construção em São Paulo, dentro do prêmio nacional “Melhor da Arquitetura 2010”. Já em Brasília a DOMO foi premiada na Casa Cor Brasília 2010 com o “O Melhor Projeto” e “Melhor Espaço de Uso Público”.

Serviço Domo Arquitetura End: Shcn 202- Bloco B- Salas 206/ 207- Asa Norte Tel.: (61)- 3201-6912- FAX: (61) 3202-5542 Cel.: (61) 8165-6166 E-mail: contato@domo.arq.br Site: www.domo.arq.br


“I loft you” O Melhor Projeto

FEVEREIRO 2011 PRIME 73.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos divulgação

SALA DE

JANTAR

S

ônia Peres e Hélio Albuquerque, com a ideia  de abrigar tudo que envolve um jantar em três ambientes distintos, porém integrados, criaram a sala onde o prazer de receber amigos e compartilhar boa comida é habito constante. No espaço do jantar, se destaca um louceiro/bar disfarçado por painel, desenvolvido pelos profissionais e executado pela Evviva Bertolini, que armazena louça, toalhas, copos, utensílios domésticos além de adega e cafeteira, tudo organizado e ao alcance da dona da casa.  Na sala de drink, onde após o jantar,  aprecia-se um licor, um vinho do porto ou um saboroso café. A clarabóia no eixo da sala traz a luminosidade natural, simulada aqui, pelas lâmpadas fluorescentes. O fumoir, onde aqueles que ainda apreciam o tabagismo desfrutam de um bom charuto sem incomodar os outros, em um ambiente avarandado com vista para o jardim. As obras de arte são um capítulo a parte. Trabalhos de artistas consagrados como Tomie Ohtake, Iberê Camargo, Wakabayashi, e Burle Marx valorizam as paredes do aconchegante espaço.

.74 PRIME FEVEREIRO 2011


Serviço Hélio Albuquerque e Sônia Peres End: Seps 707/907- Ed San Marino- Sls 103/ 104- Asa Sul Tels: (61) 3443-3527|Fax: (61) 3443-3527 Cel: (61) 9983-8327/ 9983-8329 E-mail: ap.df@uol.com.br Site: www.albuquerqueperes.com.br

FEVEREIRO 2011 PRIME 75.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos divulgação

Espaço

Gourmet

M

uito bem projetado, buscando detalhes para enriquecer o próprio trabalho, a arquiteta Karla Amaral se inspirou em um chef de cozinha moderno, que ama receber amigos para degustar e aprovar suas criações gastronômicas, apreciando do lounge, ou da área de degustação a vista do jardim vertical e ao mesmo tempo curtindo o espaço que foi pensado para a confecção dos pratos. Todas estas áreas se fundiram em um conceito único. O ambiente é ritmado por pórticos que se distribuem ao longo das paredes e sinalizam áreas através de elementos que deles “nascem”. Alguns acabamentos seguem uma linha mais rústica: o piso cimentício com pedriscos e a parede revestida de bambuzinho, o pergolado e os cachepôs em ferro azinagrado, a raiz natural de uma árvore utilizada como base de mesa e as paredes com pintura de efeito camurça, além de uma grande parede repleta de samambaias, mesclam-se em har-

.76 PRIME FEVEREIRO 2011

monia ao que dá o toque moderno, como o vidro incolor, o espelho prata, a bancada em Silestone e os acabamentos búlgaro e acácia. A cozinha e o estar se integram naturalmente. A visita ao ambiente começa pelo lounge, este destinado à receber os amigos do chef enquanto ele prepara seus sabores! Nele temos uma área para leitura de livros de arte e gastronomia com estantes laterais e um sofá em linho de espaldar Karla Amaral alto, estofado e taxado. Após a mesa onde todos En:SHIS Qi 09- Bl A - Sala 102- Lago Sul estarão reunidos para apreciar as delícias pre- Tel/fax: (61) 3364-5498 |Cel:  (61) 9214 -1504 E-mail: karlaamaralarquitetura2@gmail.com paradas na área gourmet.

Serviço


FEVEREIRO 2011 PRIME 77.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos Claussem Bonifácio

Lúcio Costa

Café R

equinte, conforto e beleza resumem um pouco o “Café Lúcio Costa”, em seus 180m². Os arquitetos Tânia Franco, e William Hanna assinaram o espaço projetado para homenagear o idealizador do Plano Piloto de Brasília. O espaço tem como proposito incentivar a boa conversa, degustando um café especial, em meio a história de vida do urbanista. Pesquisa, trabalho e um mergulho na poesia modernista da Arquitetura e Urbanismo para apresentar uma leitura inovadora. O resultado foi perfeito. Tudo foi devidamente pensado, resgataram formas e desenhos no mobiliário e revestimentos trazidos para Brasília ainda na década de 60. Para os arquitetos, o processo criativo de Lúcio Costa é proposto de uma maneira em que a composição do espaço e seus elementos tragam a leveza estética e visual.

.78 PRIME FEVEREIRO 2011

A harmonização de cores; o mobiliário com design retrô; a iluminação contemporânea; a alta tecnologia em som, imagem e automação; e os adornos com o filme e as obras do grande projetista do Plano Piloto de Brasília foi o princípio inicial do projeto, refletindo em um espaço que, além de funcional, seja contemplativo. O cinza, o branco e o preto criam um contraste único com o lilás púrpura da cadeira “Bailarina”, elaborada pela designer Solange Fernandes; e dos pendentes amarelos. O mobiliário modernista, em madeira e palha trançada descansa sobre o piso de granitina restaurada. O desenho geométrico do papel parede reveste juntamente com a textura marmorizada. A tecnologia de ponta da automação, som e imagem, harmoniza-se com o painel de azulejos e gravuras do inigualável e renomado artista Athos Bulcão. O belo jardim vertical, se completa com piso em parquet e com toldos imprimindo aconchego e convívio social à varanda


Serviço Tânia Franco End.: SQS 212- Bl J- Ed. Via Piemonte- Apto605- Asa Sul Rua João de Abreu, número 19- Sl 08- Setor Oeste - Goiânia Tel.: (61) 3445-1179 (62) 3622-6341 (61) 7812-7377 (62) 8542-1188 E-mail: taniafranco@taniafranco.arq.br williamhanna@francohanna.com.br Site: www.taniafranco.arq.br

FEVEREIRO 2011 PRIME 79.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos Claussem Bonifácio

TVLOUNGE

.80 PRIME FEVEREIRO 2011

P

ara a primeira Mostra Casa Cor que as arquitetas Andréa Ceotto e Taíza Greca participaram, parece que o nome desta dupla marcou presença no espaço TV Lounge. Patrocinado pela Rede Record, o espaço de 50m² se destacou e foi concorrido. Ângulos retos, eixos marcantes e matérias inovadores enaltecem os 50 anos da Capital Federal e também a homenagem a Lúcio Costa. O projeto de encaixes simétricos, que realça a leveza e sobriedade do ambiente, são muito bem feitos. O TV Lounge se dividem em duas áreas: a primeira remete ao relaxamento, próprio para escutar a boa música e degustar a vida. Um banco em “U” revestido em couro caramelo se funde às mesas de apoio e puffs. Já no segundo momento, o ambiente muda, dando destaque às esculturas em aço oxidado, sobreposto à parede de fulget. Tom âmbar na iluminação. Suavidade e sofisticação aos vasos de cactos e ao painel que mostra Brasília. Seis televisores convidam a assistir a programação da Record em poltronas em linho e couro. Não esqueceram da sustentabilidade. Tema forte da Mostra, que através da consciência do profissional, passa para o seus clientes alternativas inteligentes de educação, funcionalidade e beleza.


Serviço Andrea Ceotto e Taíza Greca End: SHIS QI 26 conjunto 01 casa 24 - Lago Sul 71.670.010 - Brasília - DF Tel/Fax: (61) 3248-4115 |(61) 9119-0554 / 7814-2554 E-mail: andrea@ceotto.arq.br | taizagreca@ceotto.arq.br Site: www.ceotto.arq.br

FEVEREIRO 2011 PRIME 81.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos divulgação

JARDIM

TROPICAL

M

adeira de reflorestamento e um lago ecológico são os destaques do jardim tropical idealizado pelos paisagistas, Cleber Depieri e Gabriel de Souza, que ainda abusaram de plantas exóticas na leitura de um jardim tropical com 1960m². A exuberância de fauna e flora brasileiras certamente foi uma forte inspiração para os dois  no projeto da Casa Cor 2010 Brasília. Responsáveis pelo ambiente “Jardim Novo Tropical”, o local foi cuidadosamente preparado pelos profissionais para apresentar um conceito atual e inovador de área verde. O conceito do ambiente se contrapõe à antiga idéia de jardim exótico, que demandava uma manutenção mais freqüente e mais trabalhosa. Plantas ornamentais de pequeno, médio e grande porte foram utilizadas para compor a paisagem, que ainda inclui um caminho de Mármore Bege Bahia e algumas esculturas. Um dos centros do projeto, o lago ornamental, é mantido sem produtos químicos e com água 100% reutilizada. Com baixa manutenção, é possível também colocar peixes e plantas.  Inspirado pelo tema da sustentabilidade, optaram pelo uso de madeira reflorestada em toda a composição.  Isso incluiu a construção do pergolado, dos decks, cachepôs e até no orquidário, lugares em que a madeira foi usada e coberta com policarbonato.  Por fim, um sistema de irrigação automatizado foi instalado visando economizar a quantidade de água utilizada e ainda proporcionar a rega das plantas nos melhores horários do dia. Quatro esculturas vermelhas, do Artista Plástico Sanagê Cardoso com estilo contemporâneo se destacam; e uma de bronze de  Victor Brecheret. A adição desses elementos confere ao jardim um toque de elegância e nobreza.

.82 PRIME FEVEREIRO 2011


Serviรงo Gabriel de Souza e Cleber Depieri End.: SQS 213 Bl. K , apto 503 - Asa Sul SHIS QI 19 Cj.8 Cs. 13 - Lago Sul Tel.: (61) 3263.5785 | 3366.2036 Cel.: (61) 9623.5619 | 9986.4892 Email.: gabrieldominguesouza@hotmail.com cleberdepieri@yahoo.com.br

FEVEREIRO 2011 PRIME 83.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos Claussem Bonifácio

ÓTICA MINIMALISTA C

amylla Fay é designer de interiores, que se especializou em projetos e gerenciamento, em casas, apartamentos, kitnetes, lojas comerciais e hotelaria. Ela se diz realizada ao participar de um evento tão importante como foi a Casa Cor 2010. Optou por um ambiente comercial e desenvolveu o projeto da “Voriques Ótica”. Procurou uma linguagem limpa, com linhas puras, retas e cores que pudessem se fundir em harmonia. Escolheu o preto, o branco, o prata e o bege. Em 37m2 ela conseguiu o que desejava, aproveitar cada espaço. Duas entradas com portas de correr proporcionam mais conforto e aproveitamento da área. Grandes espelhos para ampliar. Nichos adequados e amplos para demonstrar os últimos lançamentos da coleção valorizam o produto. Fachadas e moveis em MDF certificados respeitando a exigência da Casa Cor no quesito sustentabilidade. A empresa Camylla Fay Design de Interiores executou a bancada revestida em couro preto presente nos móveis soltos em seu ambiente, que têm espelhos no apoio para dar mais expressão as peças. Ela adesivou na parte superior, imagens com óculos temáticos que se destacaram. Foi um charme. O piso em fibra natural, o sisal, foi um sucesso. Uma bela luminária pendente casou muito bem com os plafons e dicróicas embutidos no teto. Tudo muito estudado.

.84 PRIME FEVEREIRO 2011


Serviรงo Fone: (61)3341-2386 /3341-3880 Cel: 9806-4078 .81019226 Site: www.camyllafay.com.br E-mail:camyllafay@terra.com.br |camyllafay@gmail.com Endereรงo: Qmsw Qd.05 Lote.03 Ed .Mont Serrat Studios Bloco. E Sala. 106 Cep.70680-500. Sudoeste Brasilia-Df

FEVEREIRO 2011 PRIME 85.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos divulgação

jardim dos

desejos C

om ares europeu, o Jardim dos desejos foi um sucesso na casa cor Brasília. Espaços amplos com paredes de vidro que fazia tudo a sua volta integrar em um único conceito. A intenção dos profissionais era remeter este projeto ao acolhimento profundo com sofisticação. O cenário, concebido pelas decoradoras Juliana Sarkis e Fernanda Mendes juntas com o engenheiro agrônomo e paisagista Fábio Camargo, ganhou o prêmio de melhor projeto de paisagismo da Mostra. Sem deixar de lado a sustentabilidade, o espaço de 1.200m² foi dividido em vários ambientes interessantes, como a área de estar, um espaço para degustação de vinhos, lareira e jardim de especiarias. Um recanto, com espelho d'água, bancos de pedras e poço dos desejos finalizou este cenário encantador

Serviço Fernanda Mendes, Juliana Sarkis e Fábio Camargo End: SMPW Qd 20- C03-Lt02-Cs A- Park Way |Pólo Verde Lago Sul- Lt 02- Lago Sul Tels: (61) 3380-2319/ 7816-3506/ 3366-3039 (61) 9211-5869/ 8118-4114/ 9556-7824 Fax: (61)3344-2139/ 3366-5040 E-mail: fernanda@amicidesign.com.br|juliana@amicidesign.com.br fabiomeujardim@gmail.com Site: www.amicidesign.com.br| fabiocamargopaisagismo.com.br

.86 PRIME FEVEREIRO 2011


FEVEREIRO 2011 PRIME 87.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE divulgação

espaço da

diretoria

.88 PRIME FEVEREIRO 2011

H

elaine Caloête é arquiteta e urbanista e seu ambiente na Casa Cor foi pensado em um espaço corporativo executado em 200 m². O Espaço da Diretoria. Amplo para melhor circulação e comodidade para clientes e trabalhadores; arrojado e bem contemporânio, tanto na distribuição dos ambientes quanto no mobiliário; mistura de materiais que são puro charme, como madeira de demolição, aço, silestone, vidro e pedras. Lindo!   A Recepção, a  salas de reunião e da diretoria e os  banheiros se integraram harmoniosamente, atingindo o objetivo do projeto. O publico adorou!   Na sala de reunião, a estante projetada pela arquiteta é de sua autoria, como a execução é em sua própria marcenaria. A mesa  para reunião em  madeira de demolição apoiada no aparador de silestone suspenso, que faz também faz parte da bela fachada, recebe o vidro de vedação. O lavabo amplo remete através da parede verde, da casacata e da bela bancada de silestone uma sensação de amplidão e conforto.


Serviço HELAINE CALOÊTE End: SRTVN 701- Lote C- Sala 401 - Asa Norte Tel: (61) 3327-6422 |Fax: 3522-5707|(61) 9249-0345 E-mail: helainecaloete@hotmail.com Site: www.helainecaloete.com FEVEREIRO 2011 PRIME 89.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos divulgação

JARDIM DE

INVERNO E

stella Lopes é Desenhista Industrial e Designer, formada pela UFRG.  Se consagrou em Brasília pelo seu talento e vem se dedicando ano após ano em seu trabalho. Participa da Casa Cor há anos consecutivos, deixando sempre sua marca de bom gosto. Este ano foi o “Jardim de Inverno”. Um charme! Descontraído, elegante como ela.  A natureza, os móveis repaginados e somados a objetos antigos, valorizados e vivificados pela sua experiência, deram peso ao ambiente e mantém a leveza, onde a conjugação de tudo contribuiu para uma atmosfera aconchegante, com paz e tranquilidade. Os quadros de Paulo Maurício causaram um verdadeiro frisson no público. Amaram!

Serviço Estella Lopes End: SCLS 408- BL D- LJ 29- Asa Sul Tels: (61) 3244-6194 Fax (61) 3272-7988 Email: stella.lopes@uol.com.br

.90 PRIME FEVEREIRO 2011


FEVEREIRO 2011 PRIME 91.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos divulgação

hangar O

Hangar, foi realmente uma espaço inusitado em seus 227m². Surgiu aos 45 minutos do segundo tempo, sendo o último espaço a fechar com a mostra, faltando apenas 12 dias para a inauguração do evento e uma idéia desenvolvida em aproximadamente 1hora e meia. A obra relampago foi iniciada pela arquiteta Maristela Di Oliveira e do Designer Aglahilton Silva. Mobiliario exclusivo, a criação singular. Os profissionais sairam na vanguarda trazendo uma proposta totalmente inovadora ao realizar, pela primeira vez na america latina, um Hangar com um Jato Executivo D Jet, integrando o espaço. Conceitos de conforto e bom gosto nos 6 ambientes projetados causaram aconchego a todos. A surpresa na expressão dos visitantes. Impacto logo ao entrar e se deparar com o belo jatinho executivo. Na confortável sala de espera com TV e acesso a Internet os convidados se divertiram. O living de espera foi pensado em todos os detalhes para conforto da tripulação, com um belo café-adega, para degustação

Serviço Maristela di Oliveira e Aglahilton Soares End: SHJB Condominio Solar de Brasilia- Qd 01- CJ 09- Cs 07- Vila Planalto Tels: (61)- 3547-1514 Cel: (61) 8129-5255|(61)- 3339-4809  Cel: (61) 8209-5171 E-mail: elementodesign@hotmail.com

.92 PRIME FEVEREIRO 2011


FEVEREIRO 2011 PRIME 93.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos divulgação

punta del

leste PROFISSIONAIS BRASILIENSES SE DESTACAM EM MOSTRA INTERNACIONAL.

O

s profissionais Maristela Di Oliveira e Aglahilton silva, estiveram entre o seleto grupo de arquitetos e designers brasileirosque participaram da Casa Cor de punta del Leste, um dos lugares mais badalados do Uruguai. Foram três ambientes expressivos: o Living do Cassino, o Loft do executivo e o Bistrô. Foi comprovado que o "estilo brasileiro" tem um equilíbrio que encanta, mas a ousadia na medida que quebra os limites da criatividade sem chocar. Inovação, este foi o objetivo desta dupla. Em um antigo hotel/cassino, da década de 40, com forte tendência inglesa, a Casa Cor Punta Del Leste, foi realmente um desafio, por que, só o prédio já era uma jóia. Os ambientes de Maristela e Aglahilton precisavam ser aconchegantes e sofisticados sem excessos. Ficou um charme! Linhas arrojadas, cores quentes em alguns ambientes que em um movimento dinâmico se integrou as peças de época perfeitamente. Contrastes na medida! Sucesso total.

.94 PRIME FEVEREIRO 2011


Serviรงo Aglahilton Silva Cel: (61) 8540-3111 Skipe: begin_of_the_skype_highlighting Maristela Di Oliveira Cel: (61) _ 8129-5255 Skipe : end_of_the_skype_highlighting FEVEREIRO 2011 PRIME 95.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos divulgação

BANHO

PÚBLICO A

s designers Patrícia Tavares e Valéria Garnier criaram os banheiros Masculino, Feminino  e Portador de Necessidades Especiais com área total de 31m²,  destinados  ao uso público. Ares contemporâneos e sustentabilidade como tema primordial.  Nos banheiros masculino e feminino os pisos são em PVC reciclado_ ambienta canela_ com certificação de produto sustentável. Na área molhada foi utilizado o exótico Granito, Giallo Renoir. A  bancada_ criação das designers_  medindo 3,60m em MDF e revestida de espelho bisotê da Vidralle é linda. O  espelho d’água ao centro, traz um conforto ambiental. Emoldurando a bancada estão os jardins verticais de bromélias naturais. Na área de espera foram dispostas duas poltronas Barcelonas e quatro Pufes para espera.  A cenografia  fica por conta da iluminação, quatro pendentes de cipós criados por elas , se destacam a bancada. Exata medida do rústico com o contemporâneo. Os rasgos de iluminação na  parede e teto, valo-

.96 PRIME FEVEREIRO 2011

rizam o papel de parede rendado que trouxe requinte. As cabines de uso individual, tinham um lavatório da Deca próprio para pequenas áreas.  O Banheiro para Portadores de Necessidades Especiais foi preparado pra proporcionar total conforto a quem fosse utilizá-los. Requinte do piso de granito Preto Brasil, e na bancada em RobStone  Regal Yellow que com a cuba moderna de sobrepor triangular e torneira de sensor, deu um toque singular. 

Serviço Patricia Tavares e Valeria Garnier End: Rua 30- Lote 03- Apt 1310 - Residencial Milena Baqui Muniz- Àguas Claras Rua 10- CH 171-lote 30- Colônia Agrícola Vicente Pires Tels: (61) 3435-2400 Cel: (61) 8441-0438/ 9626- 7070 E-mail:garnierv@gmail.com patriciatavares.design@gmail.com


FEVEREIRO 2011 PRIME 97.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE

Sala de

Imprensa A

tuando nas áreas comercial, residencial e corporativa, a designer de interiores, Soraya Brixi participou pela quinta vez da Mostra Casa Cor. Nascida em Brasília, prestigiou os 50 anos da cidade, com uma homenagem especial às mulheres pioneiras. O escritório/ galeria, foi um espaço moderno e arrojado, inspirado para um profissional de imprensa ativo e que busca avidamente muita informação. Espaço que integrou os ambientes harmonicamente, como estar, sala de reuniões, café, jardim e galeria, foi executado com contrastes de texturas, tons neutros e piso em pvc e pastilhas. O colorido ficou por conta do mobiliário. Impactante a bancada de vidro azul , assim como o tapete do mesmo ton. A arquiteta priorizou materiais reciclaveis e na marcenaria a madeira utilizada era certificada. Enfatizou a importância da conexão com a natureza através do jardim vertical e da iluminação e ventilação natural que chegam ao espaço através da grande esquadria de alumínio visualmente duplicada com o uso do espelho. Enriquecido com escultura de Mara Nunes e outras obras de arte, somadas a uma importante mostra fotografica, intitulada "Candangas", reforçou o ar cultural que Soraya pretendia dar ao espaço, e mais, evidenciar o importante papel das mulheres pioneiras na consolidação da alma da cidade. Que deram a capital do país suas primeiras gerações e muitas desempenhando papéis de destaque. A homenagem especial à pioneira Ella Tony, como representante dessa brava e atuante mulher, teve além de registros históricos e imagens, a presença marcante das mesas de centro "Ella" nas cores vermelha e amarela criadas pela designer, em sua homenagem. Durante o evento houve o lançamento, com a presença da Secretaria de Cultura, da campanha "Histórias Contadas" que acontece através do site do Museu Vivo para incentivar a sociedade a contribuir com registros históricos, objetos e imagens das décadas de 50 e 60 para a construção do acervo e preservação da memória da cidade. Em sintonia com a idéia da

.98 PRIME FEVEREIRO 2011

campanha, a família da pioneira já havia feito anteriormente doação de registros e imagens históricas de seu acervo para vir a compor o acervo do Museu. O espaço reforça assim o conceito de ser, o profissional de imprensa, um importante agente de registro e divulgação de nossa históSoraya Brixi ria, atuando de forma significativa End.: SQN 309 Bl. F - Apto. 104 na formação da cultura e da memóTel.: 61. 9963.7433 E-mail: sbrixi@uol.com.br ria da cidade.

Serviço


ELLA TONY PIONEIRA - UMA VIDA A SER HOMENAGEADA

A

homenageada especial da Sala da Imprensa, a pioneira Ella Tony, nasceu em Corupá-SC,neta de imigrantes austríacos, húngaros, tchecos e italianos, que chegaram ao país na década de 1890. Chegou à Brasília em março de 1961, e desenvolveu significativo trabalho social nas comunidades pelas quais passou, em movimentos pela instalação de escolas, transportes , saneamento básico. Por sua crença inabalável no poder transformador da educação, participou ativamente de movimentos ligados à educação e à alfabetização de adultos, contribuindo com ações governamentais que integravam o Plano Nacional de Emergência na Educação, como o Plano do DF e o Movimento Brasileiro de Alfabetização, pelo qual lecionou voluntariamente nas escolas do Cruzeiro. Por seu trabalho social foi convidada a ser Presidente do Diretório Feminino do Comitê PRÓ JK-65, da campanha de reeleição do ex-presidente Juscelino Kubitschek. Os laços de amizade e de trabalho se fortaleceram com o batismo do seu primeiro filho nascido em Brasília, a quem deu o nome de Juscelino e que teve por padrinhos o amigo ex-Presidente e sua esposa Sra. Sarah Kubitscheck , em cerimônia realizada na 1ª. Igreja do Cruzeiro. Integrou, ainda, importantes instituições da cidade como a Rádio Nacional e o histórico BRASÍLIA PÁLACE HOTEL do qual era integrante do quadro de funcionários quando do incêndio ocorrido em 1978. Em 1985, instalou-se na área rural do DF, às margens do rio São Bartolomeu, região de São Sebastião onde continuou seu trabalho social, junto pequenos produtores da região.

Participou da fundação de várias entidades como APROSB – Associação dos Pequenos Produtores Rurais do São Bartolomeu, Associação de Ceramistas e Oleiros do São Sebastião dentre outras. Em sua gestão de quase 2 décadas à frente dessas entidades, promoveu ações junto à EMATER-DF, a Fundação Zoobotânica do DF, a Secretaria de Agricultura do DF, a CEB e o Governo do Distrito Federal, dentre outras. Seu trabalho resultou em melhoria de estradas da área rural, preservação ambiental na beira dos córregos da região, a instalação de energia elétrica, instalação de escola rural de ensino fundamental; distribuição de máquinas e insumos para melhoria da produção rural; fundação da Cooperativa para escoamento da produção de leite; instalação de telefonia pública rural; cadastramento dos produtores rurais; distribuição de livros, cobertores e alimentos, dentre outras. No mês da comemoração dos 80 anos de seu nascimento, em abril de 2009, a comunidade local a homenageou simbolicamente com o plantio de árvores, em evento que contou com a presença de representantes das instituições governamentais junto às quais ela atuou, além de amigos e familiares. Na passagem do aniversário de JK, em outubro de 2010 a família foi convidada a participar do evento no Memorial JK, onde procedeu também à entrega oficial de registros históricos do trabalho da pioneira junto ao Ex-Presidente. ELLA TONY, exemplo impar de solidariedade, determinação com o olhar para o coletivo. Suas iniciativas ajudaram a mudar a história de comunidades inteiras e hoje fazem parte da história de Brasília. Por isso recebeu a merecida homenagem na Sala de Imprensa da Casa Cor, no ano do Aniversário de Brasília.

FEVEREIRO 2011 PRIME 99.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos divulgação

cervejaria

Casa cor A

proposta do ambiente do arquiteto João Andrade e da designer Jemima Andrade foi receber o seleto público da Casa Cor em Cervejaria sofisticada e confortável. Optou-se por manter o ambiente aberto sem janelas e portas para valorizar a integração dos espaços internos com os externos e aproveitar a ventilação e iluminação naturais. Os toldos com tecido verde semi- opaco trazem cor, sombra e charme às varandas da cervejaria. A combinação de materiais de revestimentos nos tons de bege e fendi contrastando com tons mais fortes como a bancada em mármore marrom kilimanjaro e o painél de madeira imprime um toque de rusticidade e deixa o ambiente leve e agradável. Utilizou-se um adesivo no fundo do nicho das garrafas com a estampa de azulejos brancos e amarelos de autoria própria para homenagear Brasília pelos seus 50 anos. As mesas e cadeiras são de madeira de áreas de manejo florestal. Na cozinha uma janela grande foi instalada para que os visitantes pudessem acompanhar o preparo dos alimentos e o funcionamento de uma pequena cozinha industrial. Uma treliça em madeira reaproveitada com bromélias, orquídeas e chuva –deouro dão um toque final ao ambiente.

.100 PRIME FEVEREIRO 2011

Serviço

Jemima e João Andrade End: SHIS QI 19- BL A- Sl 50- LAGO SUL Tels:(61) 3366-3382 Cels: 9964-2879|9994-4446 E-mail: joao@solucoes.net |jemima@vilasolucoes.net www.vilasolucoes.net


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos Claussem Bonifácio

Banho do

Casal O

escritório de arquitetura nasceu há seis anos, em Brasília, por quatro colegas de faculdade: Carolina Nóbrega, Gustavo Assunção, Mariana Cartaxo e Sérgio Peres. Todos têm como formação a Arquitetura e Urbanismo. Nesse ano o projeto para a Casa Cor foi o “ Banho do Casal”, com 36m². A proposta foi desenvolver um layout criativo, sem ser óbvio. Um banheiro contemporâneo e sofisticado. O projeto foi inusitado, os materiais tradicionais são explorados de formas diferentes do convencional. Tons claros e brilhantes trazem ao ambiente leveza e aconchego. O ponto de destaque do ambiente é a cascata que cai em uma banheira e tem o design assinado por este quarteto que cresce sem parar. Ao fundo do banheiro um jardim pensado para dar vida, cor e charme ao espaço. Uma parede vem carregando obras de arte que dão peso e uma importância especial a esta sala de banho.

Serviço Simmetria Arquitetura Carolina Nóbrega, Gustavo Assunção, Mariana Cartaxo e Sérgio Peres Fones: (61) 993345.4093 (61) 8151.8208 |(61) 3345.4093 Fax-(61) 3346.3406 Site: www.simmetriaarquitetura.com.br FEVEREIRO 2011 PRIME 101.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos divulgação

Varanda

dos Lofts C

riado pela arquiteta Rosane França e as decoradoras Cássia Lott e Silvana Monte Rosa para a Casa Cor Brasília 2010, a Varanda dos Lofts trouxe conforto, descontração, modernidade e acima de tudo, contemplação a este lugar. Os móveis confortáveis, dentre este chases, puffs enormes e futons que inspiram o relaxamento. Também as confortáveis poltronas giratórias que facilitam a boa conversa criaram uma gostosa atmosfera neste espço de 95 m². Nas paredes palha vermelha emolduradas por painéis de madeira de demolição incrustados com coloridos ladrilhos hidráulicos e iluminação indireta, compõem o fundo e valorizam os móveis revestidos em couro e tecido com estampa floral. Tudo se funde em um só conjunto. A arte está presente nas esculturas e peças de design. Para proteção do sol, vento e chuva os breezes de madeira e rolôs de tela solar permitem a ventilação e a linda visão do jardim. Piso cimentício em tom sépia_ madeira certificada Flexdeck e rodapés em poliestireno consistem na prioridade por materiais sustentáveis utilizados em todo o projeto.

.102 PRIME FEVEREIRO 2011


Serviรงo Cรกssia Lott, Rosane Franรงa End: Scln 405 Bl B-Sl 40- Asa Norte Tels: (61)7814-4506 /7814-4505/ E-Mail: cassia.rosane@gmail.com cassiaerosane@blogspot.com Silvana Monte Rosa End: Shis Qi 17- Cj 14- Cs 23 - Lago Sul Tels: 3248-3267 Cel - (61) 8143-4286 FEVEREIRO 2011 103. E-mail:PRIME silvanamonterosa@yahoo.com.br


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos divulgação

O JARDIM DAS

QUATRO ESTAÇÕES

H

á quatro mãos o primeiro passo para criar este jardim foi a sustentabilidade. Tema que chama a atenção do mundo. Um jardim com estações bem marcadas era possível ser visto de todos os lados. Um passeio foi criado ao seu redor justamente para aproveitá-lo. Criado para a família, para o descanso e para ser feliz! No jardim Verão a tônica foram folhas secas como forração. Bucólico, barulhinho de água vindo da fonte fabricada com troncos e galhos, pelos próprios paisagistas pela Casa, Flor e Madeira. Já no Verão, o deck geométrico, comporta a espreguiçadeira, o ombrelone, a areia e um universo de conchinhas que chamam para o descanso. Arcos de Niemeyer criados, se destacaram pela beleza. No Jardim de Inverno, as paredes foram montadas com pedaços de concreto e em uma delas coube uma adega, com confortáveis puffs, feitos com

.104 PRIME FEVEREIRO 2011

pneus de carro, mesa de centro com sobras de cobre de fiação, incrementavam o ambiente. Telas em homenagem a Lúcio Costa sugeriam a Torre de TV nas quatro estações, que se acomodaram bem acima da prede da lareira. Já o jardim da Primavera, uma Casinha em eucalipto na árvore causou um cenário lúdico que chamou atenção de adultos e crianças. Tudo feito em medidas casadas para torna-la ainda mais gostosa. Eram flores, mobiliário sobre medida, medidor de altura, balanços no galho da árvore. Jogos que encantam como amarelinha com bolachas de madeira e um jogo da velha em eucalipto tratado para a criançada. A Casa, Flor & Madeira se superou neste desafio. Todo o projeto, paisagismo, pergolados, a casinha da árvore e o mobiliário rústico foram desenvolvidos por esta empresa que acima de tudo trabalha e cria com o coração.


Serviço Wagner Henrique, Lúcia Braz, Cristina Campos e Luciana Galvão End: - SHIN QI 05- Conj- 05 Casa 23- Lago Norte Tel/ Fax: ( 61) 3368-8210  Cel (61)-8115-6782 E-mail:arqlucianagalvao@gmail.com Site: www.casafloremadeira.com

FEVEREIRO 2011 PRIME 105.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos divulgação

jardim dos

desejos C

om ares europeu, o Jardim dos desejos foi um sucesso na Casa Cor Brasília. Espaços amplos com paredes de vidro que fazia tudo a sua volta integrar em um único conceito. A intenção dos profissionais era remeter este projeto ao acolhimento profundo com sofisticação. O cenário, concebido pelas decoradoras Juliana Sarkis e Fernanda Mendes juntas com o engenheiro agrônomo e paisagista Fábio Camargo, ganhou o prêmio de melhor projeto de paisagismo da Mostra. Sem deixar de lado a sustentabilidade, o espaço de 1.200m² foi dividido em vários ambientes interessantes, como a área de estar, um espaço para degustação de vinhos, lareira e jardim de especiarias. Um recanto, com espelho d'água, bancos de pedras e poço dos desejos finalizou este cenário encantador

Serviço Fernanda Mendes, Juliana Sarkis e Fábio Camargo End: SMPW Qd 20- C03-Lt02-Cs A- Park Way |Pólo Verde Lago Sul- Lt 02- Lago Sul Tels: (61) 3380-2319/ 7816-3506/ 3366-3039 (61) 9211-5869/ 8118-4114/ 9556-7824 Fax: (61)3344-2139/ 3366-5040 E-mail: fernanda@amicidesign.com.br|juliana@amicidesign.com.br fabiomeujardim@gmail.com Site: www.amicidesign.com.br| fabiocamargopaisagismo.com.br

.106 PRIME FEVEREIRO 2011


FEVEREIRO 2011 PRIME 107.


.CASA COR

Por ANNA PAOLA FRADE

Daní e Fernando

E

Buscariólli

le arquiteto, ela designer de interiores. Os dois juntos formam uma dupla experiênte na arte de criar, decorar , mas principalmente construir. Adotando a capital federal para morar, acreditando no crescimento de Brasília e principalmente no centro-oeste, Daniela e Fernando Buscariólli, apostam no novo desafio de vida.

Por que a decisão de deixar São Paulo e vir para Brasília? Quais os atrativos que a Capital Federal oferece na área de vocês? Deixamos São Paulo por que o mercado está saturado. A cidade vive um momento complicado devido ao crescimento desordenado. O transito é isuportável, quando chove tudo pára. Inviabilisa nosso trabalho tornando-o oneroso e improdutivo. A convite de um casal de amigos pioneiros em Brasilia, que inicialmente foram nossos clientes em São Paulo, decidimos aceitar o desafio. Visitamos a capital e nos encantamos com o crescimento imobiliário, com a qualidade de vida, as pessoas, o clima, e as oportunidades para nossa área. Planejamos e nos mudamos convictos que optamos por uma cidade que crescerá imensamente nos próximos 50 anos. O Brasil descobriu o Centro-Oeste. Todos querem investir aqui, principalmente na capital do País!

O que o escritório de vocês oferece de diferente ás construtoras, aos clientes, aos arquitetos, ou àqueles que procuram construir sem complicações, ou reformar, ou apenas uma repaginação no ambiente?

.108 PRIME FEVEREIRO 2011

do bem os materiais para que não haja perda, e as sobras reorganizar para o que for aproveitável, usarmos durante o andamento da construção, minimizando qualquer gasto. Obra tem que ser limpa, arrumada! Nós dois temos pavor de obra suja, bagunçada.

Trabalhamos junto com o cliente, prezamos pela atenção, o contato direto, caso contrário seria muito impessoal. É impossível não ser assim, cada obra é uma obra, e cada obra tem que ter seus cuidados. O retorno que o nosso cliente pode nos dar é a satisfação quanto ao resultado do projeto. A indicação dele é fundamental para nós. A casa do cliente tem que ter a sua cara, não a nossa! Assim buscamos estudar cada detalhe dentro de condições técnicas e financeiramente viável a cada situação. Isso vai deste uma simples pintura ou organização da distribuição de móveis até a construção completa. Costumo dizer que nosso casamento se estende da família ao trabalho, e juntos completamos um ao outro, de um lado a parte técnica de outro a artística. Além disso oferecemos o serviço de organização doméstica, acompanhamento e administração de obra e limpeza final para entrega da obra minuciosamente executada.

É preciso que haja respeito entre as partes. Nós temos que respeitar as aspirações, desejos e sonhos do cliente e ele por sua vez deve respeitar a nossa orientação para que o resultado seja positivo. As decisões do andamento de obra e o comprimento de prazos e metas também é imprescindível para que no final todos estejamos satisfeitos, e para isso contamos com prestadores de serviços criteriosamante selecionados e recomendados. Quanto menos tempo de obra, mais econômia para âmbas as partes.

O que é construir limpo para vocês dois?

Qual é a formação de vocês?

Construir limpo é ter a consciência que somos responsáveis pelo nosso planeta. Temos que pensar sempre em re-aproveitamento dos objetos, móveis e materiais minimizando a geração de entulhos. O que resulta em custos menores evitando desperdícios. Para isso estamos sempre buscando no mercado fornecedores que ofereçam novas tecnologias para trabalharmos de maneira cada vez mais eficiente. Construir limpo é ser organizado, é levar o andamento da obra com ordem, guardan-

Trabalhei por cerca de 10 anos na área financeira, mas busquei em Designer de Interiores a minha grande realização. E o Fernando, cursou administração e arquitetura, foi empresário em vários segmentos, e quando nos unimos ele resolveu seguir a área em parceria!

Como vocês vêm esta parceria cliente e profissional para que o projeto flua tranquilo e o resultado seja satisfatório ?

Serviço Daní Buscarióli Tel.: (61)9970.0528 Fernando Buscariólli Tel.: (61) 9971.2888 Fixo: (61) 3532.2885


FEVEREIRO 2011 PRIME 109.


.SUSTENTABILIDADE

Por Fernanda Azevedo Fotos Divulgação

Primavera Enxovais

lança linha ecológica Empresa faz sucesso com jogo de cama feito com material reciclável

O

s tempos estão mudando, ninguém pode negar. Conceitos e ideais já não são mais os mesmos. O homem está mais consciente de si e do mundo que o rodeia. A cada dia se torna mais latente a necessidade de criar uma harmonia entre a sociedade e a natureza. Como conseqüência, o marketing verde nunca esteve tão presente nas empresas, como nesses tempos contemporâneos. E devido a todos esses fatores e uma forte necessidade de contribuir com a preservação do meio ambiente é que a Primavera Enxovais, empresa especializada na comercialização de roupas de cama, mesa e banho, lança no Distrito Federal, a Malha Eco da Alterburg. O tecido é composto de 50% algodão e, 50% de fibras de garrafas PET. Cada jogo de cama da malha ecológica retira da natureza cerca de 70 Pets para sua fabricação. A indústria Alterburg alcançou a meta de retirar mais de um milhão de unidades plásticas do meio ambiente com a produção de suas roupas de cama. Todas as garrafas utilizadas são selecionadas e passam por um cuidadoso processo de reciclagem. A Primavera enxovais foi Fundada em 1991, desde então é reconhecida no mercado por oferecer produtos de alta qualidade e sofisticação. A feliz proprietária é a empresaria Sueli Ribeiro. Conforme ela, a linha ecológica veio para agradar a clientela de Brasília e, o sucesso é uma resposta a essa premissa. “Cada vez mais os brasilienses estão se tornando intolerantes ao desperdício e à falta de consciência com os recursos naturais. Por isso,

.110 PRIME FEVEREIRO 2011

a comercialização da coleção tem sido um sucesso”, comemora. Toda linha da ECO Malha Altenburg traz um design arrojado. A nova coleção é composta por travesseiros, edredons, lençóis e cobre leitos nos tamanhos de solteiro ao king size. São seis diferentes padrões e três opções de cores lisas. As estampas, desenvolvidas em base crua (bege), possuem cores terrosas e pitadas de tons ecológicos como os verdes e azuis. Os desenhos permeiam a atmosfera fashion do design, alinhados com as tendências mundiais de eventos como o Salão do Móvel de Milão. Com 10 lojas espalhadas pelo Distrito Federal, a empresa é a maior rede especializada em cama, mesa e banho no Centro-Oeste. A Primavera Enxovais representa as maiores marcas do segmento e oferece itens exclusivos de grandes indústrias como a Buddemeyer, Altenburg, Karsten e Kacyumara. A Primavera Enxovais é mais uma das companhias que decidiram unir forças em prol da preservação do meio ambiente. Porém, essa onda verde precisa crescer ainda mais. Além das empresas, ela precisa estar presente também, nos lares e no governo, enfim, em toda a sociedade. Para o bem das gerações posteriores é importante que iniciativas como a da empresa de Sueli seja apenas a ponta do ice- Berg e que atitudes como essa sejam as primeiras de muitas, marcando o começo de uma era caracterizada por uma sociedade sustentável.

Serviço Primavera Enxovais www.primaveraenxovais.com.br Lago Sul Gilberto Salomão 3246- 4703 Asa Sul SCLS 105 Bloco. A 3242- 5951 Asa Norte Boulevard Shopping 3242-0222 Sudoeste CLSW 301- Bloco C 3342- 2795 Octogonal Terraço Shopping 3032-2523 Taguatinga Norte CNB 01- 3351- 7175 CNB 07- 3561- 3572 Taguatinga Sul CSB 02- 3352- 0361 CSC 02- 3562- 6516


FEVEREIRO 2011 PRIME 111.


.MIMOS

Por Fernanda Azevedo Fotos Divulgação

Marcantte Três anos de uma parceria de sucesso

P

resentear e decorar de acordo com a idéia do cliente é a proposta da Marcantte. A empresa é especializada em foto presentes, artigos diferenciados e adesivos decorativos. Todos com a cara do cliente, literalmente, pois o rosto do mesmo pode estar presente até nos pés, mais precisamente nas sandálias. E é esse diferencial que faz da empresa um sucesso há mais de três anos. A Marcantte foi criada pelos sócios Andreia Rego, Alessandro Marques, e Danilo Marques. A idéia da loja surgiu em novembro de 2007, quando Andreia se juntou à empresa do namorado e do cunhado para montar um “negócio diferenciado”, como ela mesma diz. E em agosto de 2008 os sócios abriram a primeira loja, no

.112 PRIME FEVEREIRO 2011

Sudoeste, logo após a experiência de Andreia no reality show, O Aprendiz 5- O Sócio, da Rede Record, apresentado, na época, por Roberto Justus. E em menos de dois anos foi inaugurada a segunda loja na 310 Norte. Conforme Andreia o objetivo da empresa é envolver pessoas e modificar ambientes. Ao chegar na Marcantte, o cliente pode escolher a sua foto favorita ou a de um amigo (a), parente, namorado (a) e colocar em canecas, almofadas, mousepads, bolsas, caixas, havaianas, camisetas, bandejas, quebra-cabeças e etc. Entre os presentes diferenciados podemos destacar; porta retratos, camisetas com mensagens especiais, copos, jogos, almofadas touch, luminárias, painéis e bonecos.


Arquitetos, decoradores, amigos e clientes elogiam os produtos da loja. Andreia, Alessandro e Danilo fazem parte da turma de jovens empreendedores que dinamizam o comércio da capital e aquecem o mercado. Os sócios apostam em artigos que fogem do lugar comum. A Marcantte é especializada ainda na confecção de adesivos decorativos para ambientes, tendência que já ganhou força entre arquitetos e decoradores. A loja dispõe de um catálogo que é renovado com frequência e elabora projetos de acordo com a necessidade do cliente. Andreia aposta no potencial do produto, pois conforme ela, os adesivos transformam ambientes de casas, apartamentos, lojas, vitrines e até de boates. Além da participação de sucesso em eventos da área como Morar Mais, Casa Cor e Natal Vitrines & Designers do Casa Park. Os clientes podem comprar cartelas de adesivos prontos ou encomendar projetos.

Os presentes diferenciados encantam as pessoas de todas as idades, com cores vivas, mensagens positivas e engraçadas. Presentes que são “marcanttes” para o cliente, pois mudam a sua rotina, cada vez que ele presenteia a si mesmo, a sua casa ou a uma pessoa querida. E para os proprietários, não deixa de ser diferente, a empresa cresce à medida que satisfaz cada um de seus clientes.

Serviço Marcantte Sudoeste: CLSW 103 Bloco B Loja 09 Galeria Tel.: (61) 3341-2299 Funcionamento: segunda à sexta de 09h às 18h00, sábados de 09h às 17h. Asa Norte: SCLN 310 Bl.E Loja 10 Tel.:  (61) 3034-8051 Funcionamento: segunda a sexta de 09h às 18h00, sábados de 09h às 14h

FEVEREIRO 2011 PRIME 113.


.FEIRA MILANO

Por Fernanda Azevedo Fotos Divulgação

Viagem

a Milão Antonello Monardo

Designers de Brasília vão a um dos maiores eventos de arquitetura do mundo

Q

ual o arquiteto ou designer que nunca sonhou em ir à feira do móvel de Milão, um dos maiores eventos de arquitetura do mundo? Alguns profissionais e universitários de Brasília estão prestes a realizar esse sonho. A escola da língua e gastronomia italiana, Parlando Italiano, cantando, Mangiando e viaggiando em parceria com o Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB) vai oferecer uma viagem à feira do móvel da cidade de Milão, na Itália. A feira acontece em abril e os viajantes; alunos e professores do curso de designer de interiores do IESB e, profissionais da arquitetura de Brasília irão à Itália nos dias 13 a 24 de abril. Eles serão guiados pelo delegado da Câmara Ítalo Brasileiro de Comércio e Indústria, e proprietário da Parlando Italiano, Antonello Monardo. O objetivo é aprimorar conhe-

.114 PRIME FEVEREIRO 2011

cimentos e ver a teoria posta em prática na feira. “O aluno consegue visualizar ao vivo e a cores aquilo que ele aprendeu na sala de aula sobre arquitetura, designer e estilo”, diz Monardo. O roteiro é inspirador, pois além da ida a feira do móvel, o aluno prestigiará também eventos relacionados à feira na cidade, pois Milão se torna uma extensão da mesma, abrigando as ultimas novidades do universo de design, os participantes poderão conferir mais de 100 atividades fora da feira. Profissionais da área, dos mais diversos lugares do mundo vão a Milão em abril. E pensando nisso que a empresa organizou a ida a encontros com outros profissionais, como os eventos: Jovens Arquitetos de Milão e Café com Arquitetos, este ultimo organizado pela própria Parlando


Italiano. Monardo garante que acompanhará os viajantes durante todo o trajeto, inclusive na feira aonde explicará e traduzirá o evento aos participantes que o acompanham. O roteiro não se resumirá a Milão, Antonello levará os companheiros para conhecer a arquitetura de Toscana, Florença, e outras localidades. Nos últimos dois dias da viagem eles seguirão para Bologna que é a capital da Vila Romana, cidade que possui uma arquitetura fantástica. Para Antonello, apesar do foco da viagem estar na arquitetura, nada impede o turista de visitar a parte lúdica que a Itália oferece. Ele mostrará à culinária e a cultura do país. A primeira sua especialidade, já que é um mestre na arte de fazer cafés. Os visitantes poderão saborear jantares típicos, participar de degustação de vinhos, queijos e ir a lugares turísticos. Monardo já fez varias viagens para a Itália a fim de mostrar a gastronomia e a cultura do país. É a primeira vez que ele faz um roteiro especial para a feira do móvel, mas com toda a experiência que tem, a viagem promete ser um sucesso. A lista de viajantes está praticamente fechada. Irão cerca de 30 pessoas. Conforme Antonello, a viagem foi programada com bastante antecedência, há mais de quatro meses, pois segundo ele, os hotéis de Milão são lotados em abril. Monardo vai fazer outra viagem no final do ano para Itália, com roteiro que vai desde a Calábria a Sicília. O objetivo desse segundo roteiro será gastronômico. Os participantes poderão acompanhar a produção de queijo e vinho. Como todas as viagens acompanhadas por Antonello, o roteiro a feira do móvel de Milão tem grandes perspectivas. Para os admiradores da Itália e da arquitetura, a viagem parece um prato cheio, tanto quando se pode aproveitar também à culinária, e de fato encher o prato com a boa comida e festejar a cultura italiana. Pois se é Parlando, cantando, mangiando e viaggiando, porque também não pode ser festejando.

Serviço Parlando Italiano CLS 201. Bloco B, Loja 9 Asa Sul- Brasília DF Tel. (61) 3425.3566 www.parlandoitaliano.com.br www.parlandoitaliano.blogspot.com

FEVEREIRO 2011 PRIME 115.


.PERFIL

Por ANNA PAOLA FRADE Fotos DIVULGAÇÃO

Um Administrador

Nato

Joel Jorge Filho é formado em administração. Além de lutar pelas causas de sua categoria, ele busca fomentar a economia do DF por meio da prática do networking

Q

uem conhece de perto a agenda do professor Joel pode ficar se perguntando: como ele consegue fazer tanta coisa em apenas 24 horas? Mas sim, ele consegue! Marido, pai, presidente do Sindicato dos Administradores do Distrito Federal (Sinda/DF), assessor técnico da liderança do Partido Trabalhista Brasileiro na Câmara dos Deputados e timoneiro de um grupo de networking, o G-15. Este é Joel Jorge Filho, que em 2011 passa a assumir ainda outras responsabilidades, já que faz parte da diretoria do Conselho Regional de Administração e é delegado titular junto à Federação dos Sindicatos dos Administradores. Tanta atividade não tira a energia desse jovem senhor, que faz questão de checar pessoalmente como andam os amigos que conquistou ao longo de tantos anos. Por essa prática de relacionamento, Joel Jorge foi homenageado, no final do ano passado, pela Associação de Mulheres Empreendedoras do DF com o troféu Stela de Prata. Um, entre tantos reconhecimentos pelo seu carisma e dedicação. A vontade de reunir pessoas e fazer o conhecido networking fez com que Joel Jorge formasse, há pouco mais de dois anos, um clube de amigos, conhecido por G-15. O nome foi dado por que o grupo, inicialmente era de 15 pessoas, que se reuniam em volta de uma mesa, para um

.116 PRIME FEVEREIRO 2011

almoço mensal. "No começo, foi essa a ideia. Mas percebi que os empresários têm uma necessidade enorme de relacionamento entre eles e todos têm interesse em alavancar oportunidades de negócios", conta Joel. Assim, o grupo que em 2008 começou com 15 pessoas, poucos meses depois já tinha mais de 40 participantes e hoje já ultrapassa 200 empresários que se reúnem para dividir experiências, sugerir novas ideias e até mesmo fazer negócios entre si. "O G-15 é a prática do networking moderno. As pessoas do grupo precisam agregar valor desde o primeiro dia em que participam do almoço. Não é simplesmente ir até lá participar. É, sim, trazer novas ideias, novos projetos", diz Joel Jorge, que se declara o timoneiro do clube. "Apesar de eu ter criado o G-15, não me considero ‘dono’ e nem quero ser. Sou apenas aquele que apresenta algumas pessoas às outras", diz. Joel Jorge conta que o encontro do grupo não fica só no almoço mensal. "As pessoas, quando fazem eventos em suas empresas, acabam convidando os empresários do grupo. Isso forma uma rede interessante", completa. Em 2011, a promessa é de muito crescimento para o G-15, que agora tem uma sala própria e está com um site praticamente pronto para entrar no ar. A ideia é expandir os eventos e torna-los cada vez mais produtivos para as empresas participantes.


MÓVEIS PLANEJADOS COM ESTILO cozinhas | dormitórios | áreas de serviço home theaters | home offices

www.resevila.com.br

SCLS 302B Bloco B Loja 34 Asa Sul Brasília - DF Tel: (61) 3964.4248 reseviladf@gmail.com

Plano Brasília Prime  

Revista de decoração com noticias da capital federal do brasil

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you