Page 1

CAMPOS DOS GOYTACAZES, RIO DE JANEIRO • 07 A 13 JULHO DE 2019

Nas bancas por R$ 1,50

Foto: Silvana Rust

NÚMERO 142

Garotinho sem tornozeleira mas com novas denúncias Entre as delações de Cabral e a propina do rei

PÁGINA 05

Foto: Silvana Rust

Os desafios da acessibilidade para portadores de deficiências Deficientes visuais, cadeirantes e idosos enfrentam muitos obstáculos pelo caminho

Fotos: Reprodução

PÁGINA 03

Foto: Divulgação

Jornalista

Guilherme Belido

E

m parte antecipando as comemorações dos três anos de lançamento do Terceira Via, Guilherme Belido estreia na próxima semana com uma página onde irá discorrer sobre os mais variados assuntos, englobando Campos, Brasil e mundo, com vasto repertório de temas. Belido é um dos mais prestigiados jornalistas de sua geração, sendo conhecido também como um exímio entrevistador.

PÁGINA 07

Anthony Garotinho, o rei Arthur e o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral

Passos de PÁGINA 14 Arraiá dos famosinhos

Autódromo de Campos na reta do seu 1º aniversário

Foto: Divulgação

Anchieta 100km de caminhada Empresário campista Edvar Chagas Júnior fez o percurso pela primeira vez e elogiou a estrutura.

Mangas

BUFANTES Trend alert com carinha de anos 80

LOOK DOMINGUEIRA

PÁGINA 13

OncoBeda promove festa para pacientes oncológicos

CAPA

PÁGINA 3

PÁGINA 5

Foto: Carlos Grevi

PÁGINA 13

Cavaleiro mirim faz uma rifa para poder competir

Foto: Divulgação

Kauã Melo treina em sua égua Verena para disputar o campeonato nacional de hipismo representando Campos. Sem patrocínio, ele decidiu fazer uma rifa para cobrir os custos da viagem. PÁGINA 13

Londres Amor à primeira vista

PÁGINA 7

PÁGINA 12

Lohana Ernandes

PÁGINA 14

Vip chic: A bela Marcela Morena


@blpropaganda

SEMPRE

Financiamentos

Parceiros para to da a vida.

Hyundai Driving Experienc e

Visite www.meuhyundai.com.br e saiba mais.

/HyundaiBR Agende on-line seu test drive. Acesse: www.hyundai.com.br

/HyundaiBR @HyundaiBR

Rua Rocha Leão, 97 - Parque Leopoldina Tel.: (22) 2739 6262 - www.taimotors.com.br

No trânsito, a vida vem primeiro.

Creta Attitude 2019. Preço exclusivo para PCD (pessoa com deficiência), com desconto de IPI e ICMS, por R$ 54.662,00. O preço pode ser alterado sem aviso prévio. Garantia Hyundai 5 anos. Uso particular: garantia de 5 anos, sem limite de quilometragem. Uso comercial: garantia de 5 anos ou 100.000 km, o que ocorrer primeiro. Os termos e condições da Garantia Hyundai estão estabelecidos no Manual de Garantia do veículo, assim como no Manual do Proprietário. A linha Hyundai HB20 está em conformidade com o Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores – PROCONVE. A imagem do veículo é meramente ilustrativa.


PÁGINA

03

Especial

07 A 13 JULHO DE 2019

Acessibilidade que ninguém vê Deficientes físicos e visuais percorreram o Centro de Campos para mostrar obstáculos e dificuldades de locomoção encontrados no caminho

Foto: Silvana Rust

Priscilla Alves Acessibilidade. Segundo o Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa, esta palavra pode ser definida como “condição de acesso por parte do portador de necessidades especiais”. Muito é falado sobre este termo nos dias atuais e, embora várias campanhas de conscientização sejam divulgadas em todo o país em favor da acessibilidade, a cidade de Campos ainda está longe de ter as condições ideais para garantir o ir e vir de quem tem algum tipo de dificuldade de mobilidade. Calçadas estreitas, falta de rampas, calçamento tátil ineficiente, buracos nas calçadas e transporte público inadequado foram alguns dos problemas citados. Para João José Nunes dos Santos, o professor JJ, Campos é definida como uma cidade cruel para quem é cego. Ele tem 61 anos e não enxerga desde os 10. “Ser cego aqui é cruel. Onde tem piso tátil, na tal obra da reforma do Centro feita há alguns anos, os postes são colocados bem no meio da acessibilidade. Em cada esquina existem uns ferros com uns 90 centímetros de altura e aquilo é um perigo pra gente. Tenho um amigo que bateu com o órgão genital dele ali e chegou a desmaiar de dor e dia desses eu cheguei aqui em casa com a testa cortada porque bati em um medidor de luz que já estava quebrado”, desabafou. E segundo o professor os problemas não param por aí. “Outro grande perigo são os cruzamentos de algumas ruas do Centro que a calçada é do mesmo nível da rua. Nós cegos, às vezes estamos já no meio da rua e não percebemos. Tem muita armadilha”. Quem também enfrenta muitas dificuldades no dia a dia é o cadeirante Alessandro Martins Guimarães. O Pitty, como é conhecido, é atleta do basquete em cadeira de rodas da equipe campista e é cadeirante há 30 anos. “No meu caso, o transporte é a parte mais difícil. A gente sabe que existe a lei bonita no papel, mas infelizmente a realidade é muito diferente. Campos tem uma frota de ônibus adaptada, mas na grande maioria o elevador não funciona. Acho que deveria ter um controle e fiscalização maior, porque na maioria das vezes o elevador não funciona por falta de manutenção. Acho que hoje a maior

Calçadas não possuem largura necessária para passagem de cadeirantes

Cuidado o professor JJ mostra dificuldades ao desviar do poste no meio do piso tátil, que deveria estar livre

dificuldade do cadeirante é o transporte público. Nossa realidade é muito complicada, muito difícil. Eu sei que na cidade tem táxi adaptado, mas a gente sofre para conseguir”, contou. Em resposta à reclamação sobre os táxis, Antônio Carlos Cardoso, proprietário da maior empresa de táxi da cidade e também a única que possui um veículo adaptado, atribui o problema à falta de incentivo do poder público. “Somos a única empresa de táxi de Campos que colocou um carro adaptado para rodar. Hoje, somente com a adaptação de um veículo, precisamos investir R$ 35 mil. Eu já levei ofícios para o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte

(IMTT) e pedi que eles abrissem uma licitação para a gente colocar mais carros adaptados, mas ainda não fizeram nada. Nós temos hoje um carro assim, mas é o único para atender a cidade toda e muitas vezes este veículo está ocupado”. Não são apenas as pessoas que possuem algum tipo de deficiência que sofrem com a falta de acessibilidade em Campos. A empresária Luana Freitas é mãe do pequeno Davi Lucas, de 4 meses. Para ela, andar com o filho no carrinho de bebê é um desafio. “Em todos os passeios que vou com meu filho, eu levo o carrinho. Porém, essa locomoção é muito difícil. Nem todos os lugares estão preparados para nos receber. Percebo que a cida-

de tem tentado se adequar no quesito locomoção, mas ainda está longe do ideal. Além disso, é necessário a conscientização das pessoas que muitas vezes obstruem calçadas e rampas de acesso, por exemplo”, alertou. Instituições reclamam de falta de apoio Em Campos, alguns locais funcionam com o objetivo de prestar assistência para estas pessoas com necessidades especiais e quem está à frente destas instituições engrossa o apelo para políticas públicas mais efetivas sejam implementadas, como é o caso da Naira Peçanha, presidente da Associação de Pais de Pessoas Especiais (Apape). “Fala-se em inclusão e acessibi-

lidade, mas isso tem que ser de forma geral. As pessoas precisam ter acesso à políticas e direitos contidos na Constituição Federal, mas isso não acontece na prática. Não acontece no poder público, em prédios, nos transportes, não temos as calçadas voltadas para esta necessidade...”. Ainda segundo Naira, a Apape já tentou medidas eficazes, mas não obteve resultados fora do papel. “Chegamos a participar de uma audiência pública sobre esse assunto, mas ela não teve continuidade. A gente não vê uma fiscalização de forma eficaz feita pelo poder público. É algo que precisa ser mais discutido. Nós ainda nem começamos a fomentar essa política de direito. Ainda estamos muito longe de ter acessibilidade na sua integralidade aqui”, lamentou. Em coro com Naira, o presidente interino do Educandário para Cegos São José do Operário, Roberto Gomes Pereira de Azevedo, também afirmou já ter tentado sem sucesso medidas que beneficiem os portadores de algum tipo de deficiência física. “Nós já pedimos um sinal sonoro e calçadas melhores pelo menos aqui no entorno do nosso educandário, mas não fomos atendidos. Pedimos ao vereador Jorginho Virgílio há mais de um ano, mas até agora nada. Campos não está preparada para acessibilida-

de. Nos poucos locais que têm, não funciona. Na rodoviária, por exemplo, as pessoas colocam as bolsas em cima da faixa de acessibilidade. No Centro, a gente vai caminhando na faixa e depois vai parar em cima do poste. É muito difícil. Temos problemas na cidade inteira”. O vereador Jorginho Virgílio, citado pelo presidente do Educandário dos Cegos, é o atual presidente da Comissão dos Direitos de Pessoas com Deficiência. Segundo ele, o pedido que recebeu foi encaminhado ao Poder Executivo há cerca de um ano, mas por enquanto nada foi feito. “Já fiz ofícios e também já cobrei medidas ao antigo presidente do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) e ao atual, mas não recebi nem uma previsão. A Comissão dos Direitos de Pessoas com Deficiência é um braço que auxilia as entidades. Nós fizemos uma audiência pública no ano passado com todas as entidades que prestam atendimento a pessoas com deficiência e foi uma audiência inédita aqui em Campos que contou ainda com representantes de várias secretarias da prefeitura, que ouviram as demandas. Só que a situação é muito difícil. A cobrança é constante da nossa parte, mas a execução depende da prefeitura”, informou.

Prefeitura responde reclamações

Cadeirante é conduzida por idoso em meio aos carros na Rua Governador Theotônio Ferreira de Araújo

Em nota, a prefeitura informou que a questão da acessibilidade vem sendo tratada através da elaboração do Plano de Mobilidade Sustentável, que direciona de maneira mais específica questões como a padronização de calçadas, dentre outras - com destaque para o estímulo da participação popular. “A secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana informa que toda obra realizada no município respeita as normas de acessibilidade e as mais antigas estão passando por adequações, gradativamente, de acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Com relação à região Central, a secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana está revendo alguns pontos para adequações necessárias dentro do projeto Viva o Centro,

que devem ser finalizados em até cinco meses. No Calçadão, as equipes já começaram a instalar os postes provisórios de 6 metros. As canaletas também vão passar por intervenção com instalação de uma tubulação. Haverá remoção das grades nos vasos de plantas, que vão passar ainda por pintura e reposição dos que estiverem quebrados. Além de colocação de mais bicicletários, evitando que estes veículos sejam colocados nas grades dos vasos e nas luminárias”, informou a nota. Sobre as reclamações relacionadas ao transporte público, o IMTT informou que cerca de 60% da frota de ônibus tem o elevador para cadeirante e que as empresas já foram notificadas para que a frota seja 100% acessível. “Todos os ônibus, no entan-

to, têm piso tátil, braile nos botões de sinaleiro, sinal sonoro e refletivo”. Além disso, o setor de Fiscalização também recebe denúncias, que podem ser feitas na sede do órgão, localizado na rua Barão da Lagoa Dourada, n° 197 (em frente à Praça do Liceu). Para mais informações, está disponível o número (22) 98175-1160. Sobre o novo Sistema de Transporte Coletivo, o IMTT informou que é obrigatório que todos os veículos do sistema alimentador tenham elevador para cadeirante, além dos demais itens de acessibilidade e ar condicionado. Quanto à demanda solicitada pelo vereador Jorginho Virgílio, o IMTT busca o equipamento adequado para o semáforo, lembrando que o local possui travessia elevada com piso tátil.


AloysioBalbi Com Girlane Rodrigues

Foto: Silvana Rust

O craque O jogador Gil Nascimento chegou a Campos onde passará dias em sua mansão em um dos condomínios mais sofisticados de Campos. Viveu um momento de forte emoção na semana passada quando os chineses fizeram festa para a sua despedida. Gil se apresenta ao Corinthians de São Paulo, onde jogará pelo Brasileiro, já em curso, e pelo paulistão do ano que vem. Festa da Cumeeira Para a entrega das primeiras chaves aos proprietários de lojas do Guarus Plaza Shopping, empreendimento do empresário Joilson Barcelos, será realizado nesta terça-feira, dia nove, pela manhã a Festa da Cumeeira. O shopping, que vai traçar o perfil econômico de Guarus, será inaugurado em outubro. Ainda existem poucas lojas para serem vendidas. Voltou com força Como essa coluna adiantou no seu formato online, a espanhola Acciona, a que mais gerou empregos na era Eike Batista está de volta ao Porto do Açu. Ela que há cinco anos chegou a contratar 4 mil funcionários no porto, desta vez começa contratando mil, mas esse número pode crescer, porque a obra, digamos assim, é de vulto. Pelo fim da picada Com décadas de profissão, o médico reumatologista Francisco Conte está atendendo mais de 20 pacientes por dia que estão do Chikungunya. Com a sua experiência ele não tem dúvidas de que a doença está avançando e que já pode ser definida como uma epidemia. Fez esse relato ao prefeito Rafael Diniz através do WhatsApp. Que conste que a prefeitura tem feito mutirões em todos os bairros e mobilizado carros fumacês todos os dias. Que pena O Sesc do Rio de Janeiro já estava com tudo preparado para implantar um hotel na praia do Farol de São Thomé, em Campos. Mas infelizmente não será desta vez, em decorrência do corte de verbas do chamado Sistema S pelo governo federal. O projeto vai para a gaveta aguardando um melhor momento para sua implantação. Sax sentido A semana começa com um dos mais expressivos nomes da música instrumental de Campos, o saxofonista e flautista Dalton Freire tocando no Teatro Municipal de Rio das Ostras como convidado de um dos maiores pianistas brasileiros, João Carlos Assis Brasil. O evento faz parte do projeto “Teatro Jazz”.

Opinião

VLT em Macaé Macaé discute a licitação do novo serviço de transporte coletivo, e um sistema de Veículo Leve Sobre Trilhos – VLT, está nos planos. A Câmara Municipal discutiu a concessão dos serviços. É uma empreitada difícil, lembrando que a cidade já tentou implantar um metrô de superfície que não deu certo. O Rio de Janeiro está com sérios problemas com seu VLT. Oremos. Contorno e Integração Acertada a decisão dos organizadores do Seminário de Desenvolvimento Regional que aconteceu em Campos em maio na Uenf. Eles focaram nas duas principais prioridades para a região: o início das obras do traçado no Contorno que vai ligar Ibitioca a Travessão, com uma nova ponte sobre o Rio Paraíba do Sul e a conclusão da ponte da Integração ligando São Francisco a São João da Barra. Assustador Não são poucos os casos em Campos de medidas protetivas determinadas pela Justiça, estabelecendo a distância entre homens e mulheres devido a ameaças. Na maioria dos casos, a Justiça tem determinado um distanciamento de 300 metros um do outro. Quem descumprir é preso, mas o fato é que a bala de um revólver muitas vezes tem alcance superior a essa medida. Mesmo assim, tem aqueles que preferem matar à queima-roupa. Agora é Segurança Pública A Superintendência de Paz e Defesa Social – órgão da Prefeitura de Campos – passou a se chamar Superintendência de Segurança Pública. A alteração foi publicada no Diário Oficial do município, na semana passada. O motivo da mudança não foi explicado. A estrutura e organização da superintendência, no entanto, se mantêm as mesmas. Carcinicultura na Baixada Órgãos ambientais concederam licença a Magnos Agropecuária para implantação de Carcinicultura – criação, produção e comércio atacadista de pescados e frutos do mar, para sistema de cultivo extensivo em oito tanques, numa área de 630 mil metros quadrados. A empresa vai funcionar na estrada de São Martinho, localidade de Retiro, na Baixada Campista. Finalmente o São José O prefeito Rafael Diniz inaugurou o novo Hospital São José, que passa a ser chamado de Unidade Pré-Hospitalar São José. A cerimônia aconteceu na sexta-feira (5). O secretário de saúde, Abdu Neme também participou do evento. As obras do hospital começaram ainda na gestão da ex-prefeita Rosinha. Quando assumiu, Diniz conseguiu emendas parlamentares que garantiram o aporte financeiro empregado na aquisição de mobília e equipamentos para o São José. Ponto positivo para o poder público.

Acessibilidade para todos

A

reportagem Especial desta edição trata de acessibilidade em todos os níveis em Campos. Embora nos últimos anos vias públicas, prédios públicos e condomínios tenham avançado em equipamentos para facilitar a acessibilidade de deficientes e idosos, Campos está um pouco distante de ser um exemplo neste contexto. No Centro, por exemplo, obra realizada há cinco anos, colocou pisos táteis indo de encontro aos postes, lembrando que o fundamento da obra que causou grandes transtornos na área central, era exatamente retirar os postes, embutindo toda a fiação de energia elétrica, internet e outras. Investir em acessibilidade é tão importante quanto em mobilidade. Em alguns casos, acessibilidade e mobilidade se confundem, como é o caso do transporte coletivo com ônibus equipados para dar mobilidade aos cadeirantes, o que é raro em Campos, assim como em qualquer cidade brasileira.

Todos devemos defender investimento em acessibilidade, não por pena ou algo semelhante dos deficientes, mas pelo fato de que em uma fração de segundos qualquer pessoa normal pode se transformar em um deficiente por consequência de acidentes ou coisa parecida. É como se cada um de nós fizéssemos um seguro coletivo, mas que um dia poderá ter um grande valor individual. Com a expectativa de vida aumentando para quase 80 anos, esses equipamentos de acessibilidade devem ser cada vez mais exigidos porque os idosos precisam desta mobilidade. A repórter Priscilla Alves passou um pente fino nesta questão em Campos, traçando um retrato destes equipamentos de acessibilidade. Para retratar bem a situação, a repórter se colocou no lugar de cada deficiente, avaliando o grau de dificuldade de cada um deles. Tentem andar pelas ruas com os olhos vendados. Como seria?

Caminho para o abismo

O

As palavras têm idade

utro dia, distraidamente, perguntei a minha neta: Qual o nome do crooner daquele conjunto? Ela me respondeu espantada do alto dos seus quinze anos: O que, vó? Crooner? Conjunto? Mariana não fazia a menor ideia e, por isso, atualizei a frase: Qual o nome do vocalista da banda? E ela: Agora entendi, vó. Você fala umas coisas estranhas... Realmente, as palavras tem idade e quem já viveu umas boas décadas pôde acompanhar a história de vida dos vocábulos. Estes, assim como os seres vivos, envelhecem. Nesse processo, algumas palavras tornam-se mais expressivas e populares, outras mudam de sentido ganhando novos matizes e há aquelas que somem do vocabulário usual. Ficam velhas. Na verdade, estas elas não morrem propriamente. Ficam adormecidas esperando que alguém assim como eu as acorde de repente. Em tempos de internet, temos a impressão de que as palavras vivem menos devido aos modismos. Elas surgem e desaparecem num piscar de olhos. Existem dicionários que registram os vocábulos que “sumiram do mapa” e seus respectivos significados atuais. Essas iniciativas são providenciais, especialmente, para muitos jovens que sentem alguma dificuldade com o vocabulário de seus avós e, às vezes, com o de seus pais. Esses trabalhos apresentam não só vocábulos que desapareceram ou estão por desaparecer juntamente com os objetos a que dão nome, como por exemplo “datilografar”. A máquina de escrever desapareceu e todas as palavras referentes a ela foram junto. O mesmo aconteceu com “rebobinar” ( a fita da locadora). O Pequeno Dicionário da Língua Morta do jornalista e escritor Alberto VillasEditora Globo registra esses fatos lingüísticos. E as palavras borocoxô, supimpa, chumbrega, munheca, convescote e víspora? Quem as conhece? Significam respectivamente: triste, algo bom (legal), coisa estranha, pão-duro, piquenique, farmácia e bingo. À medida que o tempo passa e as transformações acontecem, a Língua Portuguesa assim como todas as outras línguas sofrem alterações, seja a escrita ou a falada. As mudanças ocorrem tanto na forma (pharmácia/farmácia) quanto no significado como por exemplo a palavra “ barbeiro”(nome do profissional que faz a barba). Porém até a metade do século XIX, esse profissional também exercia atividades relativas à medicina e à odontologia aqui no Brasil e em Portugal. Mas os resultados não eram, muitas vezes, desastrosos. Daí a palavra “barberagem” como sinônimo de incompetência. Agora, se você não quer dar nenhuma pista da sua idade, cuide da sua linguagem, pois quem fala crooner, toca-discos, domingueira e gírias como “ broto”, “pra frente”, “carango”, “brasa”, “mora” já passou e muito dos cinquenta o que, na verdade, é um grande privilégio.

Neste artigo, Paulo Cassiano Jr. aborda a violência contra professores

Paulo Cassiano Júnior - Articulista - cassiano.pcbcj@gmail.com

Carapicuíba (SP), uma professora foi expulsa Vem dá (sic) aula pra mim, sua gata gostode sala pelos alunos, que arremessaram contra sa, vem no 1º B e 2º C”. A frase, grosseira em ela livros, cadernos, até, carteiras. A cena foi filqualquer circunstância, foi pichada por alunos de uma escola pública de Campinas no mada e divulgada em mídias sociais pelos próprios estudantes. Descrita como uma pessoa carro de uma professora de Educação Física, tranquila, a educadora foi internada com surto a qual preferiu não se identificar, por motivo emocional e ataques convulsivos. de segurança. O medo da docente em revelar Estudos sobre o assunto apontam como caua sua própria identidade não é à toa. sa central da violência nas escolas a imersão A mais recente pesquisa da Organização Charge consta no link https://www.correio24horas. numa sociedade cada vez mais violenta. Jopara a Cooperação e Desenvolvimento Eco- com.br/noticia/nid/escolas-da-capital-baiananômico, realizada com mais de 100 mil pro- registram-uma-ocorrencia-policial-por-dia/ vens e adolescentes pobres, moradores das fessores e diretores de escola dos ensinos periferias, expostos crua e diariamente a todo fundamental e médio, posicionou o Brasil no topo do “ranking” tipo de violência, desigualdade e exclusão, constituem a massa mundial da violência em escolas. Por aqui, 12,5% dos entrevis- que frequenta nossos colégios públicos. A escola não fica alheia à tados disseram ser vítimas de agressões verbais ou de intimida- violência praticada fora de seus muros. ção de alunos pelo menos uma vez por semana, um índice quase Outro fator que ajuda a explicar o fenômeno é a crise na família. quatro vezes maior do que a média dos 34 países pesquisados. Pais sobrecarregados ou ausentes não acompanham adequadaA violência contra professores já seria inaceitável caso se limitas- mente o desenvolvimento escolar dos filhos. Crianças que não se a ameaças e ofensas. Nos últimos tempos, porém, episódios de recebem limites dentro de casa não enxergarão professores e diagressão física em sala de aula têm crescido assustadoramente. Em retores como figuras de autoridade nem acatarão regras sociais.

www.jornalterceiravia.com.br

\ jornalterceiravia

Sistema de Comunicação Terceira Via CNPJ 15.205.202/0001-47

Até um passado recente, as famílias respaldavam a escola na disciplina dos filhos, pois a identificavam como parceira no processo de educação (ai da criança cujo responsável era comunicado de algum ato de insubordinação!); atualmente, os próprios pais se insurgem contra os professores para defender seus pequenos reizinhos rebeldes. Ainda de acordo com especialistas, a desestruturação da própria escola também contribui para esse quadro. Instalações físicas precárias, grade curricular anacrônica, salas de aula lotadas, há muito a escola deixou de capturar a atenção e o interesse do jovem. Além disso, os professores e diretores sofrem com baixa qualificação, salários aviltantes e péssimas condições de trabalho. A desmotivação e a baixa autoestima são gerais! Se a escola já não é um ambiente agradável, nem considerada digna de valor, torna-se mais suscetível à prática de incivilidades e atos violentos. Esse assunto é tão grave e complexo que parece não ser resolvido apenas com a refundação da escola brasileira. Talvez seja necessário mesmo reinventar a sociedade. Afinal, quando crianças e adolescentes vão à escola dar na cara de seus professores, tudo caminha para o abismo.

Expediente: Fundador Herbert Sidney Neves - Direção Executiva Martha Henriques - Diretor Geral Fábio Paes Diretor de Jornalismo Aloysio Balbi Chefes de Reportagem Girlane Rodrigues e Roberta Barcelos - Projeto Gráfico Estúdio Ideia Diagramação Elton Nunes - Departamento Comercial (22) 2738-2700 Rua Gov. Theotonio Ferreira de Araújo, 36 - Centro - Campos dos Goytacazes - RJ Impressão: Parque Gráfico do Jornal O Globo. Tel: (21) 2534-9579/ comercialpg@infoglobo.com.br


PÁGINAS

05

Política

07 A 13 JULHO DE 2019

Garotinho pode voltar a ter restrições Decisão de desembargadora que livrou o ex-governador de medidas restritivas é provisória e só vale até julgamento de suspeições

Foto: Silvana Rust

Marcos Curvello Após colher uma série de derrotas no último mês, Anthony Garotinho (sem partido) termina a semana em situação melhor que começou. A desembargadora Maria Sandra Kayat Direito, da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, acatou pedido da defesa do ex-governador e suspendeu, na última quarta-feira (3), os efeitos das medidas restritivas que o mantinham atado a uma tornozeleira eletrônica e impedido de sair de casa à noite e aos fins de semana. Terá, porém, que lidar com outro grave revés: na segunda, o também ex-governador Sérgio Cabral (MDB), brandiu sua Excalibur verbal em depoimento dado ao juiz federal Marcelo Bretas e cravou na pedra: o empresário Arthur César de Menezes Soares Filho, o Rei Arthur, consolidou seu acesso ao Palácio Guanabara durante a gestão do campista da Lapa. A decisão foi tomada monocraticamente pela desembargadora após os demais integrantes do colegiado se declararem suspeitos e não votarem. As medidas cautelares suspensas foram impostas pelo juiz Leonardo Cajueiro, da 2ª Vara Criminal, e incluíam uso da tornozeleira eletrônica, proibição de estar em Campos ou em escritórios de representações do município e de manter contato com testemunhas do caso Chequinho, além de recolhimento noturno, nos finais de semana e em feriados. O ex-governador estava autorizado a sair de casa apenas de 4h as 10h, aos sábados, e de 5h a 11h30, aos domingos, para apresentar seu programa na Rádio Tupi. Com a decisão, foi suspenso, também, o bloqueio de mais de R$ 18 milhões em contas registradas em nome de Garotinho e sua esposa, Rosinha. O valor bloqueado diz respeito ao que teria sido desviado da Prefeitura de Campos entre os meses de julho e dezembro de 2016, quando era comandada pelo casal — ela era prefeita e ele, secretário de Governo.

Ex-governador do Estado do Rio foi condenado nos âmbitos eleitoral e criminal por garantir votos em troca de Cheque Cidadão

xxr dxxxxxxxxxxxx

xxr dxxxxxxxxxxxx

A decisão desta quarta-feira foi tomada em resposta a um habeas corpus e tem caráter liminar, ou seja, provisório, até que seja resolvida a questão da suspeição de desembargadores no caso. Presidente do TJ-RJ, o desembargador Luiz Zveiter, tem um histórico de conflitos judiciais com Garotinho e Rosinha. Em nota, a defesa de Garotinho

afirmou que “Não há razão para a imposição de medidas excepcionais uma vez que os fatos motivadores da ‘Operação Chequinho’ ocorreram três anos atrás, sendo extemporânea a medida cautelar recentemente imposta”. O casal é réu em ações eleitoral e penal oriundas da Operação Chequinho, da Polícia Federal

O Conselho Diretor da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos, vem a público se solidarizar com o nosso presidente Orlando Portugal diante das manifestações inapropriadas recebidas pelo mesmo. As reivindicações da CDL à Prefeitura Municipal de Campos na defesa do ambiente comercial saudável de nossa cidade foram elaboradas por este conselho escutando e interagindo com os nossos pares, não se tratando de um ato isolado do presidente como querem induzir os ataques. A pura intenção das reivindicações foi pontuar as mazelas que afligem a nossa cidade, e na expectativa de possíveis atuações. Reiteramos o compromisso com nossa classe, com a cidade e continuamos no aguardo de um debate salutar em ambiente próprio sobre as pautas levantadas pelo comercio, sempre no intuito de resolver o problema e não de forma subsequente criar outros, acreditamos no diálogo franco e honesto, esperando e confiando em ações do poder público no sentido de atender nossas solicitações, que são a mesmas da sociedade campista como sendo, de braços dados a sociedade civil organizada, a melhor forma de resposta. Com o respeito às instituições e as pessoas, uma prática que sempre nos norteou, tornamos pública esta nota esclarecendo que nosso presidente cumpriu o que se espera de uma liderança. Reproduzir o sentimento coletivo dos seus liderados. Assinado: Diretoria CDL Campos/RJ José Francisco S. Rodrigues Vice-Presidente

Norival Manhães Lima Sobrinho Diretor Social e de Comunicação

Francisco Martinho Ferreira Paes Diretor Secretário

Daniel Francisco Leça Pereira Diretor Departamento Jovem

Ralph Azevedo Pereira Diretor de Marketing, Promoções e Eventos

Joilson Maciel Barcelos Filho Ex-Presidente Imediato

Roberto Viana dos Santos Diretor Financeiro Edvar de Freitas Chagas Júnior Diretor Comercial e de Patrimônio Luiz Felipe Goulart Marins Diretor de Serviços e Produtos Vilson Correa dos Santos Diretor p/ Assuntos Jurídicos e Econômicos

Ivanildo da Silva Cordeiro Deptº Relações Inter-Instituições Fátima Vasconcelos M. de Jesus Deptº Mulher Empresária Luis Cláudio Cardoso Barcelos Deptº de Lojistas do Centro Sirléa Gonçalves M. Pita Deptº de Lojistas da Pelinca

Fotos: Reprodução

Cledemilce Henrique de Souza Deptº de Lojistas de bairros e adjacentes Maria Luíza Cardoso R. Schulz Deptº de Recursos Humanos João Eugênio Moraes Pessanha Deptº de Assuntos Imobiliários Cláudius Marcelo Arêas Alves Deptº da Fundação CDL Eduardo Borges da Silva Deptº Agronegócio Sidney Rangel Deptº Lojista da Rua João Pessoa Demilton da Silva Rosa Deptº Feira, Projeto, Obras e Reformas

Roberto Teixeira Escudine Jr. Deptº Lojista da Av. Alberto Torres José Antônio Souza Freitas Conselheiro Fiscal Efetivo Paulo Cesar Henriques Gomes Conselheiro Fiscal Efetivo Marco Antônio de Souza Gomes Conselheiro Fiscal Efetivo Agildo Rodrigues dos Santos Conselheiro Fiscal Suplente Samuel Willemem Sterck Conselheiro Fiscal Suplente Vicente Paulo Alves Pereira Conselheiro Fiscal Suplente

(PF). Garotinho e Rosinha são acusados de trocarem inscrições fraudulentas no programa social Cheque Cidadão, da Prefeitura de Campos, por votos em candidatos de seu grupo político. Na nota, a defesa de Garotinho qualifica as denúncias como "infundadas": "Estamos vivendo num contexto muito difícil de politização da Justiça e judicialização da política, onde o mais fácil é eliminar o opositor político através de denúncias infundadas." Távola redonda da corrupção Garotinho, porém, terá de lidar, ainda, com a grave acusação apresentada por Cabral ao juiz Marcelo Bretas, da Lava Jato.

Segundo o ex-governador, preso desde o fim de 2016, Rei Arthur, mantinha relação muito próxima com Jonas Lopes de Carvalho Júnior, ex-chefe da Casa Civil de Garotinho e ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ). Cabral afirmou, em seu depoimento, que Arthur já circulava pelo Palácio Guanabara durante o governo de Marcello Alencar, mas que foi somente durante o governo Garotinho que o empresário passou a atuar de maneira mais ativa na articulação entre políticos e empresários prestadores de serviços. Então presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Cabral afirmou que a ponte era feita por Lopes.

Escolhido por Garotinho para chefiar sua Casa Civil, o advogado campista recebia propina, garantiu Cabral a Bretas. “No governo Garotinho, ele [Arthur] passa a ser um colaborador e tem um convívio muito mais íntimo com o Jonas Lopes. Ele passou a organizar os prestadores de serviços e as licitações. No meu governo não foi diferente. Ele coordenava os prestadores de serviços”, disse Cabral. O ex-governador Garotinho afirmou que é citado apenas indiretamente na delação de Cabral e que denúncias devem vir acompanhadas de provas. Delator Lopes é autor da delação que possibilitou à Polícia Federal (PF) desvendar um esquema de corrupção no TCE-RJ e levou 5 dos 7 conselheiros do órgão à prisão durante a operação Quinto do Ouro, em março de 2017. Na mesma ocasião, foi preso outro ex-presidente da Alerj, o deputado Jorge Picciani (MDB). Sentenciado a 7 anos de prisão, Lopes assinou acordo de delação premiada e cumpre penas alternativas, com monitoramento de tornozeleira eletrônica. Ele e o filho, o advogado Jonas Lopes Neto, foram condenados, ainda, a devolver à Justiça R$ 13,3 milhões, valor equivalente ao perdimento dos valores recebidos ilicitamente, inclusive os mantidos em contas no exterior.

INSTITUTO MUNICIPAL DE TRANSITO E TRANSPORTE - IMTT AVISO DE LEILÃO PTN07/2019 O Instituto Municipal de Transito Transporte (IMTT), sediado na Rua Barão da Lagoa Dourada nº 197, Centro – Campos dos Goytacazes, através de seu Presidente, no exercício de suas atribuições legais, a empresa MHA DOS SANTOS PARQUEAMENTO E REMOÇÕES DE VEÍCULOS LTDA – PÁTIO NORTE, tendo seu escritório central localizado na Av. Gilberto Cardozo nº 242, Pq. Turf Club (22)27233245, escritório do setor de leilões localizado na Av. 28 de Março nº 13 loja 27 (Shopping Turf Centro), Pq. Fazendinha (22)27259602, e pátio centralizado localizado na Rodovia BR-101 Km 78, Ururaí, todos localizados no município de Campos dos Goytacazes; e o Leiloeiro Público Marco Aurélio Cândido, matriculado na JUCERJA sob o nº 158, levam ao conhecimento dos interessados que, na forma da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993 e alterações posteriores, da Lei Federal nº 9.503, de 23 de setembro de 1997 e suas alterações posteriores, da Resolução CONTRAN nº 623, de 06 de setembro de 2016, e da Lei Estadual nº 6.657, de 26 de dezembro de 2013, realizarão o LEILÃO DE VEÍCULOS CONSERVADOS (destinados a circulação) E SUCATAS INSERVÍVEIS (destinados a prensa e reciclagem), cuja venda será igual ou superior à avaliação, a ser conduzido pelo referido Leiloeiro, dos veículos automotores listados no EDITAL DE LEILÃO que está disponível na sede do IMTT e nos escritórios do PÁTIO NORTE, bem como de forma digital no portal da Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes (http://www.campos.rj.gov.br) e site do PÁTIO NORTE (www. pationorte.com.br). O Leilão será realizado, simultaneamente, sob a forma Presencial e Online no dia 25 de julho de 2019, a partir das 10 horas, o pregão presencial acontecerá no auditório do CDL- CÂMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, Av. Sete de Setembro 274/280, Centro – Campos dos Goytacazes/RJ, e o virtual através do sítio eletrônico: www.brbid.com no mesmo horário. JOSÉ FELIPE QUINTANILHA FRANÇA PRESIDENTE


CORRA PARA UMA CONCESSIONÁRIA FORD.

NOVO KA

NOVO KA SEDAN

Nova transmissão automática com 6 velocidades, My Connection com Comando de voz e My Ford Dock, Vidros elétricos dianteiros.

SE 1.5 AT (cat. KDB9) A partir de R$

54.490 à vista

Nova transmissão automática com 6 velocidades, My Connection com Comando de voz e My Ford Dock, Vidros elétricos dianteiros.

SE 1.5 AT (cat. ZDB9)

Parcelas de

Entrada de R$

41.957

,30

24 x 574

A partir de

R$

R$

58.490

TAXA ZERO EM 24X

Parcelas de

Entrada de

à vista

R$

45.037

,30

24 x 614 R$

TAXA ZERO EM 24X

+ BÔNUS DE R$ 5 MIL NO SEU USADO

FORD

ECOSPORT

SYNC® com tela de 7”, Ar-condicionado automático e digital e Nova transmissão automática.

FREESTYLE 1.5 AT 2020 (cat. EFA0)

A partir de

89.990

R$

à vista

69.292

Parcelas de

,30

24 x 924 R$

TAXA ZERO EM 24X

WWW.BRACOMNET.COM.BR

[1] [2]

RANGER LIMITED 3.2 DIESEL 4X4 AT (cat. JN29)

Entrada de R$

FORD

Sistema de permanência em faixa, Rodas de liga leve de 18” e Piloto automático adaptativo com alerta de colisão.

No trânsito, dê sentido à vida.

A partir de R$

Entrada de

179.990 120.593 à vista

R$

,30

Parcelas de

24 x 2.581 R$

COM TAXA ZERO

SEGUROS FORD

CONSÓRCIO NACIONAL FORD

WWW.FORD.COM.BR

Imagens meramente ilustrativas. Alguns itens apresentados poderão não estar disponíveis nas versões, consulte uma concessionária Ford. Preços e condições de financiamento válidos até 04/06/2019 ou enquanto durarem os estoques - 20 unidades. KA SE 1.5 AT 2019 (cat. KDB9) a partir de R$ 54.490,00 à vista ou financiado com taxa de 0,00% a.m. e 0,00% a.a., 77,00% de entrada (R$ 41.957,30) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 574,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 55.733,30. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 30/04/2019 a partir de 0,77% a.m. e 9,65% a.a., por meio do Programa Ford Credit. KA Sedan SE 1.5 AT 2019/Fabr. 2018 (cat. ZDB9) a partir de R$ 58.490,00 à vista ou financiado com taxa de 0,00% a.m. e 0,00% a.a., 77,00% de entrada (R$ 45.037,30) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 614,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 59.773,30. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 30/04/2019 a partir de 0,74% a.m. e 9,28% a.a., por meio do Programa Ford Credit. EcoSport FreeStyle 1.5 AT 2020 (cat. EFA0) a partir de R$ 89.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,00% a.m. e 0,00% a.a., 77,00% de entrada (R$ 69.292,30) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 924,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 91.468,30. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 29/04/2019 a partir de 0,59% a.m. e 7,34% a.a., por meio do Programa Ford Credit. Ação de venda “Ford Valoriza”: bônus na valorização do veículo usado de R$ 5.000,00 para veículos Ford e de outras marcas. Válido somente na troca do veículo usado para a aquisição de um veículo EcoSport Freestyle 2020 (cat. EFA0). O veículo usado deve ser de propriedade do cliente, estar com toda a documentação regularizada e em bom estado de conservação, dentro dos critérios de avaliação da Concessionária Ford. A Ação de venda será válida pelo período de 01/05/2019 a 04/06/2019, considerada a data de emissão da nota fiscal de venda do veículo 0km. Essas condições não são válidas para a troca de veículos usados de: frota, táxis, locadoras, leilões, seguradoras e veículos recuperados de seguradora, também não são válidas para aquisição do veículo 0km por modalidade de venda direta. Para mais informações, visite o site www.ford.com.br, contate o Centro de Atendimento Ford pelo telefone 0800 703 3673 ou a Concessionária Ford de sua preferência. Ranger Diesel Limited 4x4 2019 (cat. JN29) a partir de R$ 179.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,00% a.m. e 0,00% a.a., 67,00% de entrada (R$ 120.593.30) e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 2.581,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 182.537,30. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 29/04/2019 a partir de 0,34% a.m. e 4,14% a.a., por meio do Programa Ford Credit. Não abrange seguro, acessórios, documentação e serviços de despachante, manutenção ou qualquer outro serviço prestado pela concessionária. Sujeito a aprovação de crédito. O valor de composição do CET poderá sofrer alteração, quando da data efetiva da contratação, considerando o valor do bem adquirido, as despesas contratadas pelo cliente, custos de Registros de Cartórios variáveis de acordo com a UF (não inclusos no valor das parcelas e no cálculo do CET) na data da contratação. Contratos de Financiamento e Arrendamento Ford Credit são operacionalizados pelo Banco Bradesco Financiamentos S.A. Valores válidos para cores sólidas, exceto a cor branca. Para os preços nos Estados da Paraíba, o consumidor precisará consultar o Concessionária local diante da carga tributária do ICMS no Estado. Frete incluso. Para mais informações, visite o site www.ford.com.br, contate o Centro de Atendimento Ford pelo telefone 0800 703 3673 ou a Concessionária Ford de sua preferência.


PÁGINAS

07

07 A 13 JULHO DE 2019

Jornalista

Guilherme Belido

Página inteira no Terceira Via Jornalista é uma das referências na imprensa de Campos, reconhecido pelo gabarito de seus textos Aloysio Balbi

E

m parte antecipando as comemorações dos três anos de lançamento do Terceira Via, Guilherme Belido estreia na próxima semana com uma página onde irá discorrer sobre os mais variados assuntos, englobando Campos, Brasil e mundo, com vasto repertório de temas. Dele, praticamente nada há para ser acrescentado que não seja de todos sabido. Um jornalista completo, respeitado, com artigos publicados na grande imprensa, que conhece a atividade de ponta-cabeça, desde circulação, área comercial, setor gráfico, diagramação e, naturalmente, redação. Filho do saudoso jornalista e escritor Vivaldo Belido de Almeida –

que por mais de 40 anos esteve à frente do extinto jornal A Cidade e se notabilizou como um dos ícones da história da imprensa de Campos – Guilherme começou ainda adolescente, "totalmente contra a vontade do pai", conforme conta, e se tornou, ele próprio, uma referência. Muitos anos depois de A Cidade, onde foi diretor-adjunto, fundou o periódico Primeira Página, dele se afastando para assumir a direção-geral de O Diário. Apesar de há muito tempo se dedicar à atividade comercial, não conseguiu afastar-se da Comunicação. Fundou o site Opinião e, depois, o que hoje leva seu nome. Mais recentemente, escrevia como colaborador na Folha da Manhã.

Fotos: Divulgação

O que o leitor do Terceira Via pode esperar dessa nova atração que o jornal passa a oferecer? Bem, o leitor vai encontrar uma página de visual atrativo, de diagramação leve, aberta, encaixada com o projeto gráfico do jornal. Em termos de página inteira, se você 'entulhar' o texto, ninguém lê. Sem subdivisões e títulos secundários, vira uma massaroca. A página tem que ser bonita, com espaços claros para o 'respiro', de modo que fique agradável aos olhos. Quando possível, fotos grandes. Os assuntos serão diversificados, de preferência remetendo a tema que for destaque naquele momento. Há de se observar, ainda, um conteúdo adequado tanto ao jornal físico como na versão Online, o que recomenda textos enxutos. Uma linha a mais que o necessário é uma linha cansativa para o leitor. Apesar de você ter citado "assuntos diversificados", existe sempre um foco maior sobre determinado tema. Aquele com o qual o jornalista mais se identifica, concorda? Sim, sim, claro! Tem razão. Mas como estamos falando em uma matéria por semana, acredito que a diversificação seja o norte da página. Mas, de toda sorte, penso que a política seja o tema mais frequente. Até pelo momento... pelo período conturbado que vive o Brasil, correto? Sem dúvida. Desde a Operação Lava Jato, passando pelo medonho segundo mandato de Dilma – impeachment da petista, chegada de Temer, mais escândalos e denúncias, e eleição de Bolsonaro – o País vive um tsunami político. Tem sido um furacão a cada semana. relativamente abrandado, talvez, a partir deste ano. Assim, ao menos por enquanto, acho que a política vai seguir nos holofotes e, consequente, 'forçando' os textos que destrincham a notícia – a interpretam e analisam sobre diferentes ângulos – para que o leitor possa melhor se orientar. São temas que você gosta de esgotar o assunto, com frequência fazendo um retrospecto, não é? Exatamente. Até porque algumas questões são 'engordadas' e mudam a cada semana, e o leitor menos atento até se perde. Exemplo: na denúncia contra o então presidente Temer, envolvendo audio da JBS, mala de dinheiro, propina da Odebrechet, etc., foram tantos os episódios em tão curto espaço de tempo, que uma abordagem melhor explicativa exige que você recue no tempo para mostrar a relação de Joesley Batista com o presidente; a conversa fora da agenda presidencial ocorrida em garagem; o suposto interesse de Temer na manutenção do silêncio de Eduardo Cunha, que já estava preso; a mala de dinheiro como propina paga a Rocha Loures e como tudo isso virou uma denúncia apresentada por na época por Rodrigo Janot. Ou seja, tanta-se fazer um resumo, um o roteiro dos movimentos iniciais até chegar à denúncia, para que o leitor relembre e até mesmo tenha informação de algo que lhe fugira o conhecimento. E o mesmo se aplica a inúmeros exemplos similares, cujos eventos não foram pontuais, mas formados por uma série de desdobramentos. Dentro desse leque de variações que você mencionou, poderia dizer, então, que seriam assuntos sem fronteiras? "Sem fronteiras" seria muita pretensão. Mas, sem dúvida, não se prende ao que está em voga. Gosto muito da questão histórica, que exige cuidado para o texto não se tornar enfadonho, mas não me vem à cabeça nenhum tema que, por regra, fique de fora. Por exemplo: no próximo 1º de setembro (que por sinal cai num domingo) completa 80 anos desde que a

De texto impecável, é conhecedor da história da imprensa em termos gerais, em especial da trajetória dos grandes jornais cariocas. Realizou centenas de entrevistas, incluindo presidentes, ministros, governadores, políticos e intelectuais de renome. Acredita que a mídia tradicional vá sobreviver à virtual (a qual considera a ferramente do presente e do futuro) e que ambas caminharão juntas cumprindo papéis semelhantes. Ressalva, contudo, que o momento é de transformação – "a engrenagem cíclica que naturalmente faz seus ajustes". Nascido e literalmente 'criado' no ramo é, com todas as letras e sobrenome, gente de jornal.

Jornalista Guilherme Belido

II Grande Guerra foi deflagrada, quando a Alemanha de Hitler invadiu a Polônia. Logo, acho interessante o enfoque, particularmente quando vemos movimentos de recrudescimento surgirem em vários países. Além do lado histórico-didático, traz uma pontinha de alerta. De resto, além da política, cuidaremos de temas ligados à economia, cultura, saúde, lazer e esportes. Gente que fez história. As cronicas também terão lugar. Enfim, de tudo um pouco... Mas é o momento que dita a pauta. Nota-se sua preocupação em estar presente na mídia virtual. Você teve um dos primeiros sites aqui da região e criou outro há pouco tempo. A página física seria o tema aprofundado do que os portais de notícias cuidam de forma mais superficial? Olha, de certa forma, sim; mas de outra, não. Os sites profissionais, os portais de notícias ligados a grupos de comunicação – como é o caso do Terceira Via – dão à notícia uma dimensão razoável. Mas se você estender muito, sequer vai ser lido, porque hoje a maioria acessa pelo smartfone. Poucos são os que se dispõem a ler longas matérias na telinha do telefone, não é mesmo? Então, sob essa ótica, o jornal é que traz a informação mais completa – che-

cada, confirmada com outras fontes e esmiuçada – o que não é o forte do Online. Mas, é a ferramenta do século 21. Quando você fala em 'sites profissionais', o objetivo é sublinhar a diferença e delimitar um contraponto em relação ao vale tudo das redes sociais, é isso? No meu modesto entendimento, sim. A Internet revolucionou a forma de comunicação e representada um avanço espetacular no que tange ao tempo e espaço. É a informação em tempo real, integrada, que não conhece fronteiras. Por outro lado, em se tratando de redes sociais, ou anti-sociais, deu voz a um exército de desqualificados, gente odiosa e despreparada, que no anonimato de seus quartos escuros e perfis falsos, cometem as mais gigantescas baixarias. Claro, não são se pode generalizar – não são todos. São as faces do bem e do mal na mesma moeda da alta tecnologia: de um lado, um instrumento espetacular; de outro, uma lixeira. A credibilidade da mídia tradicional, então, continua inabalada? Ah sim, penso eu. O que é noticiado na imprensa e nos telejornais tem um peso maior. Salvo erros in-

voluntários, toma-se como verdade. Já o que se divulga na Internet sofre os atropelos da pressa. A obsessão por dar a notícia na frente, como se alguém fosse morrer se a informação viesse meia hora depois, virou uma bagunça. Depois vem a série de atualizações corrigindo o que se publicou errado. Daí as pessoas terem reservas no que sai na Internet. Isso, sem falar no horror que são as fake news, com ninguém sabendo direito o que é verdadeiro ou falso. Visto por esse ângulo, você não acredita que a Internet venha acabar com os jornais impressos? Não acabou nos EUA, nem na Europa, por que acabaria no Brasil? Evidente que incomoda, mas os melhores sobrevivem. É uma questão complexa, mas me parece algo cíclico. Vejamos: o fenômeno da Internet chegou nos países europeus e nos EUA muito antes que no Brasil. Mas o The Times, o Financial Times e o The Guardian – citando apenas alguns londrinos – estão firmes. Tal como os italianos Corriere della Sera e La Repubblica; os franceses Le Monde e Le Figaro; os espanhois El Pais e La Razón. Nos Estados Unidos, nem se fala: New York Times, Wall Street Journal, Washington Post, Los Angeles Times, Chicago Tribune e tantos outros. Logo, você não vê que no Brasil vá ser diferente? Olha, não sou um especialista no assunto. Mas usando o Rio como exemplo, os grandes jornais fecharam todos, exceção para O Globo, entre os anos 60 e 90 – o que nada teve a ver com a Internet. Deixaram de circular o Correio da Manhã, Diário Carioca, Diário de Notícias, O Jornal, Última Hora, Jornal dos Sports – devo estar esquecendo alguns – o JB fechou um pouco depois. Mas estão lá O Globo, O Dia, Extra, Valor Econômico, Lance, etc. Da mesma que O Estadão, Folha de S. Paulo, Correio Braziliense, Estado de Minas, A Gazeta, Zero Hora... É complicado avaliar. Em Campos, encerraram os tradicionais A Notícia, A Cidade e Monitor Campista – bem como os semanários Correio de Campos e Reportagem – , por motivos alheiros à Internet. Também pensou-se que o cinema iria acabar com o teatro e a televisão com o rádio. Não aconteceu.

Na prestigiada carreira, longa trajetória de entrevistas de diferentes personalidades Como você começou antes dos 15 anos, são quatro décadas de jornalismo. As entrevistas não foram uma marca na carreira? "Carreira". Essa palavra me assusta, porque a coisa toda parece que foi ontem. Olha, eu não definiria como marca, muita embora num determinado período tenha sido.

para ele. Gostou muito e perguntou se podia reproduzir em jornais do Nordeste. Claro que concordei. Convidou-me para passar um final de semana em Fortaleza... enfim, uma honra para mim. Ciro Gomes é um homem de inteligência fora do comum.

Entrevistando o cineasta Cacá Diegues

Mas a entrevista é sempre algo marcante, que suscita comentários e desdobramentos. De fato. Penso que tenha feito algumas de grande repercussão. Mas quando digo artigos é porque, por conta do mensalão, por exemplo, escrevi aproximadamente 200, quase seguidos, em O Diário. Mudando totalmente de foco, no caso de Lindemberg Alves, aquele que matou a namorada, foram mais de 50, no Site Opinião. Isso para citar apenas dois assuntos – e bem distintos – porque a grande maioria de textos foi avulso, cada hora sobre uma coisa.

Você pode destacar algumas? É, assim, curioso... Uma das mais marcantes levou menos de 15 minutos, eu forcei a barra com o Ariano Suassuna, numa palestra que deu na Academia Brasileira de Letras. Banquei o intrometido, disse que tinha vindo de Campos especialmente para algumas perguntas e consegui meia dúzia de respostas, num cantinho do salão, na base da marra. Ele era uma figura extraordinária, foi super cordial, mas é que não dava. Todo mundo queria falar com o homem.

Tem alguma entrevista que você considera como a melhor, ou mais marcante? Tenho algumas que marcaram muito, mas escolher uma, é difícil. Se você perguntasse a pior, eu saberia (risos), mas a melhor, é complicado.

Mas também tiveram grandes entrevistas? Ah sim, algumas de duas páginas. Outras poucas, até de mais. Mas aí fica cansativo para o leitor. Teve entrevista que passei a tarde toda com o entrevistado. Aqui em Campos, fiz com Ciro Gomes, no CDL, duas páginas – mais de uma hora – mandei o exemplar

E que outras você destacaria. Entrevistei Ângelo Calmon de Sá quando nem tinha 18 anos. Delfim Neto, Figueiredo (uma entrevista arranjada pelo deputado Alair Ferreira, na base da consideração que tinha a meu pai); Roberto Campos, no CDL; Afonso Arinos, numa palestra que deu aqui no Dia da Justiça; o Lula, numa das campanhas, lá em Macaé; Brizola, Paulo Maluf (também em época de campanha), Marta Rocha, Cacá Diegues, Hélio Costa (estavámos hospedados no mesmo hotel em Barbacena)... não dá pra lembrar de todos. Ah, tem um episódio engraçado: entrevistei a Heloísa Perissé na saída do teatro no Shopping Bourbon, em SP. Pedi a entrevista e ela, super simpática, respondeu ali algumas perguntas, tirei foto, etc. Mas, como só faço apontamentos e tenho que escrever logo em seguida para não me perder, enrolei, enrolei e nem publiquei. Em Campos, não dá pra destacar. Entrevistei as principais personalidades do mundo político e de outros setores. Mas em tempos recentes, quase ninguém.


PÁGINA

08

07 A 13 JULHO DE 2019

VIAsaúde


PÁGINA

09

Campos

07 A 13 JULHO DE 2019

Autódromo de Campos completa 1 ano Plan Speed Park está na Baixada, recebe campeonatos de automóveis e motocicletas e reúne apaixonados por alta velocidade Fotos: Divulgação

Colaboração Rodrigo Viana Às margens da rodovia RJ-216, no quilômetro 26, em Mussurepe, na Baixada Campista, está localizado o autódromo denominado Plan Speed Park. É o único do estado do Rio de Janeiro. De iniciativa privada, sem participação governamental, a construção começou no início do ano de 2018, segundo conta Fabrício Oliveira, sócio-proprietário do empreendimento: “o sonho teve início no dia 10 de janeiro de 2018 e, no dia 16 de junho de 2018 foi a inauguração, com o primeiro evento teste, com participação de motocicletas. Em maio de 2019, o autódromo foi homologado junto à Federação de Automobilismo do Estado do Rio de Janeiro (Faerj), para competições estaduais de automóveis. Porém, algumas adequações tiveram que ser feitas como: implantação de zebra; nivelamento da borda do asfalto; acesso ao público; implantação dos boxes, da arquibancada, dos sanitários, da lanchonete/restaurante e etc.” Desenvolvido para abrigar inicialmente cursos de pilotagem, treinos e track day (dia na pista) de motos e carros, o circuito já abrigou provas de arrancadas, drifts e etapas de competições estaduais, tudo com o crivo das federações estaduais de motociclismo e de automobilismo e, com o apoio da prefeitura na implantação de toda a estrutura de segurança necessária, como ambulâncias UTI e brigada de incêndio para quaisquer emergências. Fabrício também almeja realizar no autódromo outros tipos de eventos, como: prova de ciclismo, corrida a pé, encontro de motociclistas, competição de carros rebaixados, competição de som automotivo, entre outros. A seriedade da organização e o padrão da pista têm atraído pilotos de várias cidades do estado do Rio de Janeiro e, também, de estados vizinhos, como: Minas Gerais, Espírito Santo e São Paulo. Por lá, pilotos já conduziram ao extremo as suas maravi-

Disputa pelo primeiro lugar no ranking de velocidade atrai pilotos de várias partes do Brasil, nas categorias de carros e motos

lhosas máquinas de duas rodas e de alta potência, como: Honda CBR RR Fireblade, Yamaha YZF-R1, Suzuki Hayabusa, Kawasaki Ninja, Ducati, BMW, entre outras, e também, carros esportivos, entre muitos, Porsche, Mercedes AMG, BMW M, Audi RS, Camaro e Mustang foram acelerados e exigidos a fundo. Profissionais do ramo, de renome, também já tiveram a sua participação em relação ao autódromo, como o piloto Rodrigo Dazzi, atual tricampeão brasileiro de motovelocidade, que quase sempre se faz presente nos eventos de motos. “O piloto Cacá Bueno, da Stock-car, já fez o seu manifesto positivo sobre o autódromo nas redes sociais. Um dono de equipe, também da Stock-car, pediu para que eu mandasse para ele, fotos e filmagens do circuito. Luciano, ou Luc Monteiro, como é mais conhecido, locutor de várias categorias do automobilismo brasileiro, já escreveu um artigo no seu blog, parabenizando a construção do autódromo”, conta Fabrício. Apaixonado por velocidade, Fabrício viajava para longe para curtir o hobby de pilotar motocicletas de alta performance e participar de campeonatos. Levando em consideração a posição geográfica de Campos - entre duas capitais que não possuem autódromo – e, ainda, com boa infraestrutura de hotéis, restaurantes, bares noturnos, Fabrício, em sociedade, fez um investimen-

A pista tem 2.400 metros de comprimento e pretende ser estendida para até 4mil

to alto. O valor não foi revelado. “O investimento ainda está sendo contínuo. Estamos aprimorando para nos adequarmos às exigências dos órgãos reguladores e também para oferecer mais segurança e conforto aos competidores e visitantes. Antes mesmo de obtermos o retorno, já compramos a área ao lado, de mesmo tamanho da primeira, para ampliarmos o autódromo”. Fabrício complementa: “Nosso objetivo é estender a pista para 3.500 a 4.000 metros”. Fabrício lamenta a falta de patrocínio. Atualmente, ele conta apenas com a participação de um representante local de uma renomada marca de pneus, sempre presente nas atividades realizadas no autódromo. Atualmente, a pista tem comprimento de 2.400m por 11,40m de largura. Tem duas retas: uma de 350 metros e outra, maior, de 640 metros de comprimento, entre elas,

11 curvas de raios distintos. Como parâmetro, o Autódromo José Carlos Pace, na cidade de São Paulo, mais conhecido como Autódromo de Interlagos, o principal e o mais antigo autódromo do Brasil, o único do país a abrigar a maior categoria do automobilismo mundial, a Fórmula 1, possui, no seu traçado atual, 4.309 metros de comprimento e a sua largura varia ao longo do circuito entre 12 a 15 metros, possui duas

Campeonato

Além das provas e eventos avulsos, o Plan Speed Park está promovendo este ano, para carros, a Taça Rio Marcas e Pilotos. O campeonato possui seis etapas: 28 de abril, 09 de junho, 14 de julho, 15 de setembro, 10 de novembro e encerramento no dia 08 de dezembro. Para motos, o Plan Speed Park também está

grandes retas e tem 13 curvas. Em contrapartida, o Autódromo Velopark, localizado na cidade de Nova Santa Rita, no Rio Grande do Sul, a 25 km de Porto Alegre, é o que possui a menor pista das etapas deste ano da maior categoria do automobilismo brasileiro, a Stock-car. São 2.278 metros de comprimentos, ou seja, o tamanho da pista é menor do que a do Plan Speed Park atualmente. “Eu, por ser habilitado como piloto pela FAERJ, recebi o convite para ser o condutor do Safety-Car, ou Carro de Segurança, no 1º Desafio de Motovelocidade do circuito, ocorrido no final do ano passado, com motos de até 1.000 cm3 de cilindradas e, que contou, inclusive, com piloto vindo de Portugal. De posse de um carro rápido, com motor original turbo, confesso que a pista me surpreendeu positivamente, achei o traçado bem desenhado e empolgante, com várias curvas de ângulos fechados, a serem contornadas em velocidades reduzidas, entre as duas retas que possibilitavam velocidades maiores, proporcionando muita diversão, mas exigindo também bastante perícia no controle do veículo. Outro aspecto que também me agradou muito foi a qualidade do asfalto, de grande resistência, sem desnível ou remendo, oferece aderência, sem ser tão áspero, o que poupa os pneus. A extensa área de escape margeando toda a pista, o que confere segurança num caso de perda de trajetória, também foi outro fato que me impressionou”, relatou Rodrigo Viana, amante de carros de velocidade.

promovendo campeonato, é a Taça Carioca de Motovelocidade. Os moldes da competição são os mesmos tanto para os carros como para as motos. São seis etapas, todas no domingo, nas seguintes datas: 10 de fevereiro, 07 de abril, 02 de junho, 21 de julho, 1º de setembro e finalizando no dia 24 de novembro.

Sumicity cresce na região São José assume Alphaville Foto: Divulgação

Empresa inaugurou centro operacional na cidade de Carmo, região serrana do Rio

Fotos: Silvana Rust

Thiago Gomes

Letícia Nunes A Sumicity, uma das empresas que faz a transmissão da programação da Terceira Via TV, inaugurou o complexo de operações na cidade de Carmo, na região Serrana, no estado do Rio de Janeiro. O objetivo das novas ações é potencializar a qualidade do serviço e alcançar mais assinantes. A inauguração do complexo contou com a apresentação de quatro instalações da Sumicity – loja, call center, datacenter e centro de treinamento. A empresa de telecomunicações atua no Rio de Janeiro, Espírito Santo e Zona da Mata Mineira, ofertando serviços de internet, TV HD por assinatura 100% fibra ótica e telefone fixo e investiu nesse mais recente projeto R$ 4,5 milhões. No espaço de call center, mais de 150 funcionários trabalham no atendimento ao público visando otimizar a qualidade do serviço prestado ao cliente. Já o novo datacenter é um dos pilares da nova estratégia da empresa, que pensa em expansão. São 20 racks instalados que funcionam em altos padrões tecnológicos para que os clientes possam ter mais qualidade no produto que recebem. O complexo de operações também inclui um moderno centro de treinamento com capacidade para treinar os colaboradores de forma a executarem um serviço

Construtora anuncia novo empreendimento para o bairro Penha

Call center com mais de 150 funcionários para atender aos clientes

de alto padrão. A Sumicity está na cidade de Campos e comemora o aumento no número de clientes. Até o momento, são dois mil e quinhentos com apenas dois meses de operações, mas a expectativa é alcançar dez mil assinantes até o final do ano. No mesmo dia, os executivos e convidados participaram também da prévia do lançamento da mais nova plataforma da Sumicity, a Top Movies. Uma seleção de dois mil e quinhentos filmes disponíveis para o cliente, com possibilidade de compra de forma a la carte. A partir do dia 15

de julho, a plataforma estará já disponível para assinatura. A Sumicity só tem a comemorar. São mais de 60% de crescimento em seis meses, a recente compra de um provedor que vai atender a região noroeste e mais: a meta é alcançar até o fim do ano 200 assinantes. Até o momento, a empresa alcança a marca de pouco mais de 150 mil clientes. Para 2022, a expectativa é ter 500 mil assinantes utilizando os serviços da Sumicity. É através desta operadora que você também consegue assistir a programação da Terceira Via TV através do canal 59.

O relançamento do Condomínio Alphaville Campos, ocorrido na quinta-feira (4), marca a chegada da Construtora São José a Campos dos Goytacazes. O empreendimento, instalado em uma área 490 mil m², entra em uma nova fase: sai das mãos da empresa desenvolvedora Alphaville e passa para a São José. Mas o Alphaville representa apenas cerca de 10% do potencial de investimento da empresa no município, já que ela adquiriu 4.5 milhões de metros quadrados para futuros negócios. Entre os projetos está a construção de 1.300 casas no bairro da Penha e a doação de um parque público para o município. De acordo com sócio-diretor da São José, Fernando Jorge, a construtora enxergou potencial para investimentos em Campos, que deverá ser potencializado à medida que as obras do Porto do Açu avançam. “O Estado do Rio foi bastante penalizado com a crise econômica, mas acreditamos que a situação está melhorando. Em relação a Campos, nossa percepção é de que o crescimento da cidade acompanhará o desenvolvimento do porto. E nós queremos estar junto com este crescimento, participar dele. Por isso, estamos investindo na cidade”, comentou o empresário. Ainda segundo Fernando Jorge, a perspectiva é que, com a entrada da São José no negócio, os terrenos que ainda compõem o estoque sejam todos vendidos e, os que já têm dono, valorizem.

Condomínio Alphaville possui área de quase 500 mil metros quadrados

Ele anunciou ainda, parcerias com empresas locais, especializadas em construção de casas de condomínio, com o intuito de oferecer condições especiais para os antigos e novos compradores para começarem as obras de suas casas. O condomínio possui 592 unidades residenciais e 19 comerciais. Ao todo são 490 mil m² de área, sendo 80 mil m² de área verde. Além do Alphaville, a construtora acredita que, até o final do ano, deve lançar outro condomínio, de padrão popular, no bairro da Penha. O projeto prevê a comercialização de lotes de 140m² e também casas prontas de 45m². O parque público anunciado pela construtora também focará no bairro da Penha. A área de 315 mil metros quadrados será posteriormente doada ao município. Segundo Fernando Jorge, o espaço contará com bosques, quadra poliesportiva, pista de skate, bosques, galo, ilha, entre outros atrativos. Assim como o projeto do condomínio da Penha, o parque público está em fase de licenciamento ambiental.

Fernando Jorge fala de potencial

Alto padrão A São José é conhecida por construir prédios de padrão AAA em São Paulo, os mais luxuosos do país. Seu último empreendimento entregue na capital paulista, o St. Paul, tem alguns moradores famosos. A cobertura foi recentemente adquirida por um apresentador global, que investiu aproximadamente R$ 45 milhões para morar em um apartamento da Construtora São José, cuja metragem é de 1.413 m² e 20 vagas de garagem.


Saúde Beda promove festa julina solidária PÁGINA

11

07 A 13 JULHO DE 2019

Fotos: Carlos Grevi

Evento reuniu dezenas de pacientes e a equipe do Grupo IMNE

Letícia Nunes Brincadeiras, comidas típicas e muita diversão. Essa foi a combinação da “festa julina da alegria”, que reuniu na semana passada, em Campos, dezenas de pacientes da oncologia das unidades do grupo IMNE, que incluem o Hospital Dr. Beda e o Oncobeda, além de seus familiares e da equipe multidisciplinar. A animação tomou conta dos participantes que registraram esse momento pra valer, como muitas fotos e vídeos animados. Todos participaram também da quadrilha, ensaiada pelo professor Frank Coutinho, que ministra aulas de dança para os pacientes uma vez por mês, através de uma parceira com o Sesc. E nem os profissionais da equipe escaparam do anarriê. “A dança eleva bastante a autoestima. Eles estavam ansiosos por esse momento. As aulas acontecem sempre na primeira quarta-feira de cada mês e os ensaios para a quadrilha já estavam a todo vapor. É muito bom poder contribuir e amenizar um pouco o sofrimento que infelizmente o tratamento do câncer traz. Essa festa foi uma forma de fazer uma socialização, pensando sempre no bem estar e na alegria deles”, afirma. A equipe da oncologia do grupo IMNE realiza diversas atividades ao longo do ano, além de possuir vários projetos que promovem a inclusão dos pacientes. Segundo a assistente social, Simone Xavier, o objetivo é estimulá-los diante de um momento tão doloroso. “Foi um dia de festa, de alegria, onde a gente trabalha muito a questão da autoestima. Nós temos vários projetos

Funcionáriose pacientes oncológicos se divertiram junto com a equipe multidisciplinar no arraiá que contou com danças, comidas típicas, brincadeiras e muita animação

que envolvem os pacientes, não só dança, mas também artesanato e diversos outros, visando justamente resgatar a vontade de viver. Ele precisar saber a sua importância, para nós e para a família, independente da doença. Tendo que entender ainda que a sua existência é fundamental. Cada um tem um valor especial. Por isso, nós realizamos mais uma edição desse evento para levar diversão a todos”, ressalta. Foi assim com a paciente, Jane Tavares, que nunca imaginou passar por um diagnóstico de câncer e encontrou no

grupo da oncologia, uma razão a mais para continuar seguindo em frente e lutando contra a doença. “Aqui, eu gosto de tudo, tenho muitos amigos. Todos são muito animados. Eu sempre quero fazer parte das confraternizações e das atividades e aviso para não me deixarem de fora. É edificante para nós, depois do diagnóstico do câncer e também para encarar o tratamento que não é fácil. A gente chega bem desanimada, mas temos que nos distrair, levantar a cabeça, esquecer as dificuldades e viver”, declara.


PÁGINA

12

07 A 13 JULHO DE 2019

VIAsaúde


Esporte Cavaleiro mirim faz rifa por título PÁGINA

13

07 A 13 JULHO DE 2019

Campeão de Escolas na categoria Salto, o menino Kauã faz ação para financiar ida ao brasileiro, em Joinville (SC)

Fotos: Divulgação

Marcos Curvello O cavaleiro campista Kauã Cardoso de Melo, o Kaká, tem somente 10 anos de idade, mas acumula vitórias no hipismo. Uma história breve, mas que inclui liderança em rankings no Rio de no Espírito Santo, vitórias campeonatos estaduais e um brasileiro de Escolas na categoria Salto. O pódio veio em 2018, em Santo Amaro (SP). Agora, o jovem aluno da Escola de Equitação Manège Bananeiras (MB) quer repetir a dose em Joinville (SC). Para isso, treina desde outubro com a égua Verena — no ano passado, montava o cavalo Hércules. Mas, antes que possa embarcar, Kauã terá que vencer um desafio comum a atletas de diferentes modalidades. Sem patrocínio, ele terá que levantar dinheiro para bancar a viagem. O Campeonato Brasileiro de Escolas 2019 acontece entre os dias 17 e 21 de julho. De acordo com a avó de Kaká, a veterinária Vera Cardoso de Melo, há “altos custos” envolvidos na ida até Joinville, especialmente no que diz respeito a Verena. “Quando falamos em hipismo, estamos tratando de dois atletas: o cavaleiro e o cavalo. E o mais caro é o cavalo, que vale por cinco em termos de despesas. É preciso ir com antecedência e estar acompanhado do tratador e do treinador. Então envolve um valor importante”, diz Vera. Para ajudar a financiar a ida a Santa Catarina, a família decidiu fazer uma rifa. O prêmio: uma bicicleta de 18 marchas, com rodas aero, manete e freios de aluan_promo199fone_297x260mm.pdf mínio. A ideia surgiu durante uma con-1

C

M

Y

CM

MY

CY

MY

K

Campeão em 2018, Kaká quer repetir dose

versa com amigos, conta Vera. “Falaram, porque você não faz uma rifa? Aí lembrei de um nadador, que havia comentado comigo um mês antes que conseguiu ir a uma competição no Havaí graças a uma rifa. E o apoio de amigos e parentes tem sido fantástico. Estou muito impressionada. Temos, finalmente, a perspectiva de viabilizar a viagem”. O sorteio acontece no dia 17 de julho, pela Loteria Federal. Os números custam R$ 10 cada e podem ser adquiridos na Imprimix, que fica na rua Tenente Coronel Cardoso, 73, na Animal Vet, na rua Doutor Felipe Uebe, 353, ou pelo te24/06/19 lefone (22)14:34 99900-2988.

Cavalo e cavaleiro: nas fotos com Hércules, Kauã monta, agora, a égua Verena; custo do transporte do animal é o mais elevado

Atleta de ponta Kaká é o único campista a ter conquistado o Campeonato Brasileiro Brasileiro de Escolas na categoria Salto. Segundo a avó, é um “atleta de ponta”. “Ele treina todo dia. Tem todo um preparo, toda uma dedicação. No ano passado, liderou o ranking da Federação Hípica do Espírito Santo e ganhou no final do ano. Neste sábado, ele ganhou a quarta etapa do Ranking da Sociedade Hípica Brasileira, no Rio”, afirma. Agora, Kaká e Verena treinam duro para superar a marca de 2018, quando o jovem

campista e o cavalo Hércules ganharam o brasileiro com salto de 60 centímetros. “Para defender o título, é preciso subir a categoria, que não pode ser repetida pelo campeão. Mas, o Kaká vem treinando e está pronto”, explica a avó. Vera afirma que o gosto e o desempenho do neto são resultado de uma vida próxima do esporte desde muito cedo. “Montei a vida inteira, minha mãe também. Sou veterinária de cavalo, então, Kaká sempre gostou. Aos 3 anos, entrou para a Manège Bananeiras, onde é treinado pelo Paulo Henrique Vieira

Rodrigues. Começou a competir aos 7 anos, quando participou de seu primeiro estadual”, recorda. Para se manter no esporte, porém, um atleta precisa de patrocínio. “Estamos fazendo, agora, essa rifa para que Kaká e Verena possam ir a Joinville, mas estamos falando de um esporte caro. As competições não acontecem em Campos. Os locais mais próximo onde temos que ir é Rio de Janeiro e Vitória. Então, trabalhamos pelo brasileiro, mas gostaríamos de ter apoio o ano todo. Meu neto representa a cidade, é um campista”, finaliza.


Fotos: Arquivo do Colunista

Vale a conferida!

O álbum "Rocketman: Music From the Motion Picture" apresenta os hits icônicos de Elton John reinterpretados em uma incrível performance vocal do ator principal de “Rocketman”, Taron Egerton, para apoiar a narrativa do aclamado filme. “Rocketman” é uma fantasia musical épica que conta a inspiradora história de transformação do tímido menino prodígio no piano, Reginald Dwight, até se tornar o superstar internacional Elton John, uma das figuras mais icônicas da cultura pop. Coma tarefa de pegar o inigualável catálogo de Elton e reimaginá-lo para se encaixar na narrativa do filme.

#programafabioabud

Logo mais, as 14h tem mais um “Programa Fábio Abud” inédito na telinha da 3ª Via TV. O programa está muito bacana. Diretamente de Macaé vem o cantor Felipe Braga que é um talento. Uma pauta muito bacana com a infectologista Dra. Renata Artiles, trago pra vocês o novo empreendimento que está fazendo toda diferença no mercado pet da nossa cidade a N+, cobertura das comemorações de 07 anos, com a equipe do Sistema Terceira Via de Comunicação, um bate papo com os ex- BBB´s Diego Grossi e Cassio Lannes muito mais. O programa além das operadoras: Net, Ver TV, Sumicity e Blue TV, para Campos e Região é transmitido on-line em tempo real pelo site: terceiraviatv.com.br. Espero vocês!

Linda e querida Carla Abreu Soares festejando novo tempo em Paris

Queridíssima amiga Dra. Laura Damian esperando seu príncipe Lucas.

Só uma prévia do que virá por ai! Nossa nova Paparazzi, a lindíssima Bia Linhares pelo olhar ousado do Binho Dutra

Bom demais!

Tive a oportunidade de assistir a pré-estreia do longa-metragem “Homem Aranha-Longe de Casa”, na quarta que passou. O ator que interpreta o herói, o Tom Holland se mostra cada vez mais capaz e com maestria encara a pele do aracnídeo. Parabéns, para a Marvel, Disney e Fox que após o sucesso épico de “Vingadores – Ultimado” mostra perfeitamente o que virá na fase 4 do Universo Cinematográfico da Marvel. Imperdível!

O empresário Cláudio Anomal (Ville Turismo), em parceria com a Visual Operadora participou essa semana de um programa de capacitação em Bonito/MS, a fim de oferecer para os usuários a melhor experiência

#villeteleva

Querida Dra. Renata Artiles gravando para nosso programa

O complexo Beto Carrero World conta uma pista de motocross e um kartódromo internacional, desenhado pelo alemão Herman Tilke. O Kartódromo possui pistas de boliche, lojas e restaurantes. Em 2011, recebeu a 500 Milhas de Kart, um importante evento que reúne as principais celebridades do automobilismo mundial e brasileiro. O Autódromo Internacional já está projetado e suas obras devem começar nos próximos meses. Existia grande possibilidade deste autódromo sediar o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, entretanto, o contrato com o Autódromo de Interlagos foi renovado. A Ville Turismo te leva para conhecer o encantado Beto Carrero World com mensalidades a partir de R$ 186,00 em agosto no Feriado de São Salvador. Entre em contato e garanta a sua vaga! Av. Alberto Torres, 445 - Centro (22) 2733-6553.

7 anos de Sistema de Comunicação Terceira Via: O Diretor do Grupo, Fábio Paes e alguns dos super colaboradores da empresa: Priscyla Bezerra, Ti Gê, Hermínia Sepulveda, Fred Silva, Tia Patty e Diego Motta

Excess Club em festa! Linda e de bem com a vida Bia Azeredo curtindo Vassouras

A boate Excess Club não para de trazer novidades para este ano onde a casa completa 08 anos de sucesso, aqui em Campos. No próximo dia 19 de julho, sexta-feira com uma mistura de ritmos. A festa “Eu caído” é tradição da casa noturna e as atrações desta edição misturam muito funk e rap, por conta dos renomados DJean da Pub e Delacruz, além de nossos residentes DJ Ritter e Cadu La Cava. #vempraexcess

Tributo a Tom Jobim

A Associação Beneficente “Amigos do rim” está preparando uma noite memorável com um super tributo a Tom Jobim, no dia 20 de agosto, no Teatro Trianon. A entidade necessita de ajuda e assiste a centenas de pessoas com problemas renais. Tendo à frente a competente Greice Vasconcelos que sempre se esmera em oferecer o melhor para os assistidos de forma gratuita. Cantando e encantando a todos, “pratas da casa” se uniram nesta corrente do bem para ajudar, entre eles: Apollo, Dom Américo, Carol Travassos, Renata Arcobelli, Coral Municipal de Campos, Coral da Uenf e muito outros. Vamos participar e ajudar ao próximo? #todentro

Todos a bordo: os empresários Iago e Igor Duarte com o amigo Maravilhosa: Kíssila Mello #paparazzi - Foto: Guilherme Lobo Binho Dutra

Netflix

Nosso #paparazzi Jonatha Gonçalves (Mister Campos 2019), em Búzios festejando novo tempo – Foto: Tatiana Gomes O empresário amigo Rodrigo Brinquinho com o cantor Falcão(ex- O Rappa) em evento de sucesso

Casal mil: Clécia e Hugo Monteiro curtindo as maravilhas do lindo Castelo de Itaipava

“Mistério no Mediterrâneo” estreou recentemente na Netflix, e vem sendo considerado um ótimo exemplo do talento cômico de Adam Sandler. O filme também é protagonizado por Jennifer Aniston, que já havia trabalhado com Sandler na comédia Esposa de Mentirinha, lançada em 2011. O filme conta a história de Nick e Audrey Spitz, um casal de trabalhadores – ele um policial, ela uma cabeleireira – que resolvem embarcar em uma viagem para a Europa em comemoração do aniversário de casamento. Planejando uma viagem com economia de gastos, o casal se surpreende ao conhecer o ricaço Charles (Luke Evans), que os convida para visitar um cruzeiro de luxo com seu tio Malcolm (Terrence Stamp). Suave, empolgante, história bacana e prende a atenção do início ao fim. Adorei e indico pra vocês!

Delicioso!

Casal muito especial: Carlinha e Samyr Hissa! Um brinde ao amor, um brinde a vida!

Amiga querida a delegada mais linda do Os noivos e queridos amigos Andinho Manhães Brasil, Malake Waked Tanus, festejando Rodrigues e Robertinha Moreira seu niver

Em 2018 anos a empresa Discovery Channel lançou em sua grade, o canal “Food Network “. Dedicado a quem ama a arte da gastronomia, a programação traz desde a elaboração de diversos pratos, competições gastronômicas e lugares que levam na comida a cultura de diferentes países. O público pode conferir ainda chefs nacionais e internacionais renomados, fazendo o melhor da culinária mundial e apresentando temáticas de encher os olhos. Líder em sua categoria nos Estados Unidos, o canal é atual, moderno, diversificado e assinantes de todas as operadoras tem acesso a seu conteúdo, inclusive On-line, com material exclusivo e gratuito. Estou amando a programação e indico a vocês!


PÁGINA

01

07 A 13 JULHO DE 2019

Passos de

Anchieta 100km de caminhada Empresário campista Edvar Chagas Júnior fez o percurso pela primeira vez e elogiou a estrutura Thiago Gomes Cem quilômetros, muita fé, devoção e belas paisagens. Dá para resumir assim o percurso dos Passos de Anchieta. O caminho entre os municípios de Anchieta e Vitória, no Estado do Espírito Santo, era feito duas vezes por mês pelo Padre José de Anchieta, no final do século XVI. Há 22 anos, no feriado de Corpus Christi, o caminho virou tradição da fé capixaba e reúne devotos de todo país. Este ano, o empresário campista Edvar Chagas Júnior acompanhou pela primeira vez o percurso, que é dividido em quatro etapas de cerca de 25km, cada uma realizada em um dia. Além da beleza, Edvar conta que a estrutura montada para dar suporte aos fiéis, principalmente por parte da Prefeitura de Anchieta, chamou sua atenção. “Temos um percurso semelhante em nossa cidade, que é o Caminho de Santo Amaro. Também é lindo, emocionante, mas não tem a mesma estrutura oferecida aos fiéis que participam dos Passos de Anchieta”, comentou o empresário, que resolveu conhecer o caminho de Anchieta por indicação de um casal de amigos. O roteiro dos Passos de Anchieta res-

gata o trecho de 100 quilômetros, compreendidos entre os municípios de Anchieta e Vitória, que Padre José de Anchieta percorria regularmente duas vezes por mês na missão de cuidar do Colégio de São Tiago, erguido num platô da Vila de Nossa Senhora de Vitória, hoje transformado no Palácio do Governo, na cidade de Vitória. Anchieta José de Anchieta nasceu no dia 19 de março de 1534, em Tenerife, Arquipélago das Canárias - Espanha. No Brasil, a data de seu falecimento, 9 de junho de 1597, foi escolhida como dia oficial em louvor ao santo. Ele foi beatificado em 1980 e canonizado em 2014. Missionário da Companhia de Jesus, também conhecido como o apóstolo do Brasil, Anchieta ficou assim conhecido pelo fato de ter participado do início da catequização em terras brasileiras. Além de religioso, foi historiador, gramático, teatrólogo e poeta. Anchieta veio para o Brasil aos 19 anos, na comitiva de Duarte da Costa, em 1553, com a missão de catequizar os índios. O padre participou da fundação das cidades brasileiras de São Paulo e do Rio de Janeiro. Morreu na cidade de Reritiba, que mais tarde recebeu seu nome.

Um dos destinos da caminhada foi o Convento da Penha

Edvar Júnior e o grupo de fiéis em peregrinação pelo estado do Espírito Santo


@crisales_

Mangas

BUFANTES Trend alert com carinha de anos 80

S

e você é daquelas que como eu adora uma peça com cara retrô, vai amar essa tendência. Elas ocuparam um lugar de ouro na Era Vitoriana. Bem, com toda certeza a Rainha Vitória nunca imaginou que as mangas dos vestidos usados durante seu reinado em 1837, no Reino Unido, estariam presentes no street style e no closet das fashionistas mais antenadas do momento. Os tops vitorianos com mangas bufantes entram nessa onda vintage que estamos vivendo e re-vivendo. O interessante é misturar a peça com outras mais contemporâneas e criar um hi-lo de estilos e épocas ou então encarar um look inteiro neo vitoriano. Seja em vestidos, blusas, croppeds, em sua versão mais sútil, super volumosa ou até metalizadas as mangas bufantes são capazes de deixar qualquer look mais romântico. Um suspiro para as manguinhas bufantes!

om o passar dos anos, a pele perde colágeno, resultando na flacidez. No rosto, a bochecha tende a ser a primeira parte afetada, com a queda da pele, que dá nome ao chamado efeito bulldog. Mas, saiba que a tecnologia existe também para te ajudar a envelhecer bem e sem perder o contorno facial. E, melhor: longe do centro cirúrgico. Se você quer evitar ou reduzir os danos do efeito bulldog de uma maneira rápida, segura e sem cirurgia, a melhor solução é investir no tratamento do Ultraformer III. Trata-se de um ultrassom que, entre outras funcionalidades, utiliza a tecnologia microfocada para estimular a retração da camada muscular das pálpebras, bochechas, papada e pescoço.

CRM:52530660

C

O QUE É E COMO TRATAR O EFEITO BULLDOG?

Os benefícios são diversos: Efeito imediato – Em uma única sessão é Dra. Ana Maria Pellegrini possível que a paciente já se depare com o efeito lifting, caracterizado pela pele mais lisa, firme e jovem. Nos três meses seguintes, a tendência é que a aparência da pele só melhore. Rápida recuperação – O procedimento é feito no próprio consultório e a paciente pode retornar para casa imediatamente após a consulta. Periodicidade de acordo com a maturidade da pele – Para pessoas com a pele mais jovem, até 30 anos, a recomendação é que o procedimento do Ultraformer III seja realizado uma vez por ano. Em peles mais maduras, a partir dos 40, o ideal é que a aplicação aconteça de seis em seis meses. Vantagens em relação ao tratamento cirúrgico – Com o Ultraformer III é possível conseguir o sonhado efeito Cinderela com menor investimento e menos riscos de saúde no pós-procedimento. Prolongando os efeitos das tecnologias Para que o tratamento com o Ultraformer III tenha resultados mais satisfatórios e duradouros, é fundamental que ele seja aliado a duas boas práticas: Cuidados com o sol – O excesso de exposição ao sol destrói a estrutura do colágeno e prejudica a sustentação da pele. Isso acontece porque os raios ultravioletas danificam a epiderme e a derme, a camada mais profunda da pele, local onde se encontra o colágeno. Boa alimentação – Não se trata de comer menos ou mais e, sim, de se alimentar adequadamente. Aposte em uma dieta rica em verduras, frutas, legumes e proteínas magras, além de criar o hábito de ingerir muita água. Na escolha dos alimentos, prefira sempre os que contenham nutrientes e antioxidantes importantes para prevenir o envelhecimento natural da pele. Caso tenha outras dúvidas sobre o tão sonhado efeito Cinderela, busque mais informações em nosso site.

Dra. Ana atende no edifício Medical Center, Rua 13 de Maio nº 286/512 Sala 12 Tel: 2733 4211.


POR PRISCYLA BEZERRA PÁGINA

04

07 A 13 JULHO DE 2019

Lançamento

VERÃO EUROPEU

DA BIANZA NA TO-ITZ Rua Nações Unidas, 134 | Tel.: 22 2731.1472 @insensatezoficial

Ana Paula Felix, Andrea Bernardino, Aninha Miranda e Tatiana Andrade

Priscyla Bezerra

Ana Paula Felix

Eliane Brasil

Andrea Bernardino, Aninha Miranda, Ana Paula Felix e Tatiana Andrade Jaqueline Jacyntho e Sofia Jacyntho

Ricardo Bueno

Natália Muniz

Ivana Azevero

Ana Maria Pellegrini

Valquiria Arêas

Patrícia Henriques

Jeane Fagundes

Sílvia Santana

Ludmila Monteiro

Manu Manhães e Ludmila Crespo

Márcia Eleonora

Raniely Texeira

Morena Mendes, Cristina, Márcia Barroso e Tanira Machado

Raquel Mota

Synara Chaves

Cláudia Neto

Beatrice Senechal Viviane Lessa

Mara Rúbia

Manu Manhães

Equipe: Mara Rúbia, Synara Chaves, Nathália Muniz, Cláudia Netto, Raniely Texeira, Viviane Lessa e Márcia Eleonora

Cecília Abreu

Márcia Abreu

Rafaela Venâncio


@priscylabezerra

MODA

LOOK DOMINGUEIRA Inspirações para USAR xadrez

Visto xadrez - com conjunto eterno e adquirido na liquidação da Santa Frida | Chique é adquirir peças que consigam “passear”no seu closet.

LUXO BUZIANO

CRM 52-815861

Renato Castelo Branco e Pri Bezerra - obrigada pela cia meu Amor.

Começou neste final de semana o 18 Festival Gastronômico de Búzios - e tive o prazer de participar do Coquetel de Abertura do FGB que aconteceu no Hotel Arete nesta última quinta-feira, dia 4 de julho. Consegui em primeira mão, salvar 3 fotos fresquinhas do Coquetel de abertura. Confiram.

Leandro Manhães e Vanessa Manhães - Gerente Geral da Promenade Soho Campos - obrigada pelo convite

Emir Penna diretor da Rede Promenade - parabéns pelo evento impecável.

BELEZA

FIRM&LYFT TECHNIQUE: DEVOLVE FIRMEZA, VOLUME E SUSTENTAÇÃO À PELE

U

m novo método de aplicação une dois grandes agentes no combate à flacidez e às marcas de expressão: Bioestimulador de Colágeno e Preenchedor a base de Ácido Hialurônico. Essa técnica, chamada de Firm&Lyft Technique, consiste na aplicação do preenchedor à base de ácido hialurônico, em pontos de sustentação do rosto no mesmo dia da aplicação do Bioestimulador de Colágeno (Sculptra), para estimular a produção dessa proteína do rosto. O grande benefício é que, ao mesmo tempo que o paciente inicia o tratamento com Sculptra, que trará uma melhora gradual de contorno e efeito firmador da pele pelo bioestímulo de colágeno, o paciente já sai do consultório com o efeito imediato de sustentação em pontos estratégicos, como a região das "bochechas" e do "bigode chinês". Dessa maneira, o resultado das duas técnicas é otimizado, garantindo um efeito lifting e usando menos preenchedor, com resultados mais naturais. É recomendada para o tratamento da flacidez quando o paciente já deseja ter algum resultado imediato. Sculptra restaura a firmeza e a sustentação da pele e sua ação ocorre de dentro para fora, já que sua composição à base de ácido poli-L-láctico estimula a produção natural. “É um produto que trata todas as esferas do envelhecimento: reforço da parte óssea, reposicionamento da gordura facial e melhora da qualidade da pele. Já o preenchedor de ácido hialurônico, proporciona elasticidade e volume à pele. Sua tecnologia torna o produto Paula Marsicano ideal para o que chamamos de “ancoragem”: pontos estratégicos que sustentam o rosto, sem “volumizar muito” a região. Dermatologia Integrada Os resultados do tratamento com Sculptra são duradouros e progressivos, durando em média 25 meses, necessitando Rua Voluntários da Pátria 500 sala 108 cerca de três sessões com intervalo de médio de 30 dias a 60 dias entre elas. Enquanto isso, os preenchedores de ácido Ed. Platinum | Tel: 22 3026-1819 hialurônico, tem efeito imediato e em uma única aplicação com resultados que duram em média 12 meses. @paulamarsicano


06 07 A 13 JULHO DE 2019

CANDINHO VASCONCELLOS

candinhovasconcellos@gmail.com

PÁGINA

Queimou a largada O Autódromo de Deodoro, na Zona Oeste do Rio, onde o governo carioca deseja realizar o Grande Prêmio de Formula 1 do Brasil a partir de 2020, nem começou a ser construído e já levanta suspeitas quanto à lisura da obra. É que a empresa Golden Goal Sports Ventures, que faz parte do consórcio Rio Motorsports, única participante e vencedora da licitação para a edificação das pistas cariocas, não é nada idônea. Ela foi alvo da Polícia Federal na Operação Panatenaico, que investigou o superfaturamento de R$ 900 milhões nas obras do Estádio Mané Garrincha, em Brasília, uma das arenas usadas na Copa do Mundo de 2014. Segundo o MPF, a Golden Goal teria pago R$ 374 mil em propinas para o então governador petista Agnelo Queiroz (DF), o que levou-o para a cadeia em 2017.

O aniversariante Luciano Freitas cercado pelo seu bem maior, a família: Edvar Jr., Sid e Cicinha

Viva Luciano! Luciano Freitas foi prestigiadíssimo na festa de seu aniversário. Edvar Jr. e Sid abriram a deliciosa casa para os brindes. A partir das 20h foram chegando os convidados e se espalhando pela área de lazer da casa. Ricardo Sá de prontidão para levar boa música e muita animação, pois a noite pedia só alegria e alto astral. Já Luciana Gomes servia delícias do seu buffet que, por sinal, foi elogiadíssimo. Cicinha Chagas também ajudava distribuindo atenção aos convidados. Por lá, levando o melhor dos sentimentos, uma lista de amigos que desfrutam da amizade dessa família especialíssima. O bem querer perdurou todo o tempo levando todos a quase assistir o sol nascer. Parabéns Luciano.

Andréa e Renato Gomes também foram abraçar Luciano

Luciano com o sobrinho Gabriel que chegou de Vassouras fazendo a maior surpresa O arquiteto Lucas Cordeiro

Alcinéa e Jorge Margen

O performático presidente O presidente Jair Bolsonaro tomou posse há seis meses e, de lá para cá, a sua performance política no cargo de mais alto mandatário fez com que o País pouco andasse para frente. A fé e a esperança dos cerca de cinquenta e sete milhões de brasileiros que o elegeram recaíam sobretudo em suas promessas de recuperação da economia. Na escrita do dramaturgo italiano Luigi Pirandello consta um clássico em que seis personagens vivem buscando um autor, e um deles bem que poderia ser Bolsonaro: no âmbito político, o chefe de nosso Poder Executivo parece um personagem de si mesmo à procura de alguém que lhe dê roteiro para governar.

Viva Diva Siqueira! A filha Neide preparou delícia para os seus 86 anos

E segue... A seu favor conta a sinceridade ao declarar, após eleito, que não estava preparado para a função, e talvez não tenha dito isso anteriormente, já na campanha, porque de fato não imaginava o que se faz no Palácio do Planalto. A verdade é que tudo está estacionado e, em alguns pontos, caminhando de costas. Da tão vital Reforma da Previdência, dela Bolsonaro tomou distância: entregue o projeto ao Congresso, correu a afirmar que o problema era dos parlamentares. Em relação ao pacote anticrime do ministro Sergio Moro, a atitude do presidentepersonagem-perdido-no-palco-do-poder não tem sido diferente. Além disso, a relação com congressistas mais azeda que adoça, a situação do desemprego piora, o PIB murcha, a esperança vai se enlutando. Essa tem sido a performance política. Na plateia, tirante os fanáticos seguidores, a popularidade cai.

Por Tiradentes Como a coluna já publicou nomes de alguns campistas que seguirão para Tiradentes com o intuito de curtirem o Festival Gastronômico, outros tantos animaram e já fizeram reservas em pousadas. Acrescentando a lista, também irão seguir: Natália e Carlos Gicovate, Paula e Júlio Pizelli e Ana Luíza e Rodrigo Muniz Tolomei. A propina A Golden Goal pagava as propinas por meio de ingressos para camarotes em jogos realizados no Mané Garrincha, como na partida entre o Santos e o Flamengo no dia 25 de maio de 2013. Agora, a empresa está habilitada a construir o Autódromo de Deodoro, que custará US$ 200 milhões, e os primeiros rumores de suspeição começam a surgir. Matagal Em SP, o custo é zero. O GP de F1 é realizado em Interlagos desde 1990. O contrato assegura o direito da cidade organizar o GP até 2020, mas o governador João Doria quer renová-lo por 20 anos. Bolsonaro, Witzel e Crivella tentam levar a corrida para o Rio, apesar de Deodoro não passar de um matagal. Doria estrilou e abriu-se a disputa por 2022.

Todo charme de Gildinha Wagner

Analfabetismo Não é por outra razão que o Brasil tem 1,2 milhão de crianças, de 7 a 14 anos, que não sabem ler e nem escrever um simples bilhete. O mais grave, é que essas crianças e adolescentes estão matriculadas regularmente nas escolas. Ou seja, os professores não conseguem ensinar o básico. Isso tem que mudar. Definitivo Se a reforma da previdência não for aprovada, o Brasil quebra.

Betina Carvalho Brito com o filho Lucas no campeonato de Tênis. Ele promete.

Marialice Moreira Vasconcelos brindando a afilhada Laura Moreira Alvarenga

Turismo gera emprego O governador João Doria lançou esta semana, ao lado do secretário Henrique Meirelles (Fazenda), a campanha “São Paulo para Todos”, para estimular o turismo. “O programa consagra a atividade como fator de desenvolvimento econômico e gerador de empregos”, disse Doria. Serão investidos R$ 58 milhões no projeto.

Adriane Ribeiro Gomes pelo mundo feliz da vida


PÁGINA

07

07 A 13 JULHO DE 2019

Londres Amor à primeira vista V

iajar é renovar a alma! Uma das coisas que mais amo na vida é conhecer lugares, culturas e pessoas. E foi na minha última viagem que me encantei pela capital da Inglaterra! Londres é imersão cultural surreal, repleta de lugares, sabores e sentimentos. Foi amor à primeira vista, a cidade é um agito constante de carros, ônibus, pessoas indo e vindo a todo tempo, informação de tudo por todos os lados. Como fui no verão europeu, o clima estava extremamente agradável,

apesar de ser uma cidade cinza e chuvosa, não peguei um diazinho de chuva. O céu estava super azul e o clima muito agradável, ensolarado mas bastante fresco. A cidade é maravilhosa, cheia de atrações incríveis, para quem curte museu, existem várias opções, algumas grátis. Como o meu tempo na cidade foi curto, fui apenas no Madame Tussaud’s (museu de cera) que amei e super indico! Também vale conhecer a Tower Bridge, ir no Borough Market, passar a tarde no Hyde park, e bater perna na Oxford street.

Para comer e amar...

Para quem curte comida boa, e ambiente divertido com música e drinks vale conhecer o Old Compton Brasserie. Ele fica no soho.

Um dos pratos típicos por lá é o fish&chips, simples e delicioso. E para quem gosta de drink refrescantes , vale provar a rekorderlig de strawberry lime! Tem de diversos sabores, se você estiver bem no clima eu aconselho provar uma de cada, rs.

Èlan café é um daqueles lugares encantadores que você guarda no coração. O ambiente é lindo e a comida é ótima!

Se for ao Bourogh market não deixe de comer o risoto de mushrooms, é dos deuses, viu?!


PÁGINA

09

23 A 29 DE JUNHO DE 2019

@nataliamuniznutri

nataliamuniznutri@gmail.com

Dia de

Feira O primeiro passo para começar a ter uma rotina mais saudável, sustentável e organizada seria tirar sempre um dia da semana (ou até mais de um, se possível) para ir a feira.

A

feira é conhecida popularmente por ser sempre um local onde compramos um maior volume de alimentos por menor custo, menor tempo de validade e sem rótulos, diferente dos supermercados que a cada ida encontramos produtos novos, com tempo longo de validade e que chamam atenção, principalmente das crianças pelas embalagens atrativas com ilustração de desenhos animados. Seu filho sempre vai encontrar o seu super herói predileto ou a princesa, fada (sou mãe de menino e não conheço quase nada do mundo cor de rosa rsrs) estampados nos pacotes de biscoitos, nuggets, salsichas, e afins. Não é verdade? Na maioria das vezes eles já saem de casa sabendo o que comprar no supermercado, por-

que assistiram em propagandas de televisão, anúncios criativos que enchem os olhinhos dos pequenos. Não aconselho levar crianças ao supermercado, leve a feira, elas precisam conhecer os alimentos de verdade. Observem que quase todos os supermercados são projetados da mesma maneira: os alimentos processados dominam os corredores centrais da loja e as gôndolas de alimentos predominantemente frescos ficam ao longo das paredes. Fiquem longe do centro dos supermercados. Você não encontra nenhum xarope de milho com alto teor de frutose na feira, nem produtos alimentícios processados, acondicionados em embalagens com longas listas de ingredientes impronunciáveis ou informações nutricio-

nais duvidosas. O que você encontra são alimentos frescos, colhidos no auge do sabor e da qualidade nutricional. Eu adoro o ambiente das feiras, lá converso com os produtores, eles tem várias histórias pra contar e uma carga enorme de conhecimento sobre os produtos que vendem, além da simplicidade, troca de receitas e muito amor pelo que fazem. Para mim tem um valor enorme! Através do trabalho deles eu levo comida de verdade pra casa, sem rótulos e riquíssimos em nutrientes. Ir a feira significa sustentar uma menor produção e garantir a qualidade

Sabendo da importância de comprarmos alimentos integrais, frescos, sazonais e locais, veja as dez principais razões para priorizar a compra e o consumo de alimentos orgânicos: l Protege as futuras gerações. l Previne a erosão do solo. l Garante a qualidade da água. l Economiza energia. l Mantém compostos químicos

longe do seu prato. l Protege a saúde do agricultor. l Ajuda os pequenos produtores. l Sustenta a economia. l Promove a biodiversidade. l Tem muito mais sabor!

dos alimentos. Quando compramos de produtores locais e orgânicos, estamos não só incentivando o cultivo de alimentos sem uso de produtos químicos (agrotóxicos e pesticidas), como também sustentamos essa prática e garantimos que aqueles produtores continuem nos abastecendo. Além disso, quando compramos nossos alimentos na feira, aquele alimento provavelmente está fresco e sua qualidade é muito maior do que quando vemos os produtos nos supermercados, onde já foi transportado, embalado e pode estar nas prateleiras já há alguns dias. Isso faz com que a vitalidade e os benefícios, que aquele alimento deveria nos proporcionar, caia pela metade. Sem contar que a sua vida útil, ainda mais se estiver cortado ou descascado, fica comprometida. “Só coma alimentos que acabarão apodrecendo”. Outra particularidade da feira seria que os alimentos fornecidos naquele dia estão respeitando a sazonalida-

de da região onde você mora. Aquela verdura, legume, fruta ou hortaliça está na época, isto é, sua safra só foi possível porque está respeitando o clima, a temperatura e outras condições favoráveis locais para que a mesma dê fruto. O próximo passo seria sempre optarmos por escolher uma certa quantidade de alimentos que irá durar apenas aquela semana. Isso vai variar de acordo com o número de pessoas e a demanda da sua casa. Nunca compre além do que precisa, assim você evitará o desperdício de comida e de dinheiro. A feira, além de tudo, garante que compremos o alimento em sua forma integral, ou seja, com todas as suas partes comestíveis ainda intactas: fibras, sementes, casca, caule, folhas e raízes. Dessa forma o nosso aproveitamento do alimento é bem maior e não há perda de nutrientes, garantindo a sinergia entre todas as substâncias ali naturalmente presentes.

Horta caseira de temperos: Hoje em dia, mesmo que você não tenha um grande espaço, é possível realizar o sonho de poder ter a sua própria hortinha de temperos. Nada melhor que colher seus temperos frescos na hora de preparar seu alimento, da sua própria hortinha. Os temperos embelezam o espaço, contribuem com o meio ambiente e tem um aroma espetacular. Sabia que quando sentimos o cheiro do alimento, antes mesmo de ingerirmos nós já produzimos enzimas digestivas? Vocês podem usar a criatividade e utilizar vários tipos de materiais para fazer à hortinha. Veja alguns exemplos: Ervas ideais: alecrim, manjericão, hortelã, orégano, salsinha, cebolinha, tomilho. É preciso regar todos os dias, sempre no início da manhã ou no final da tarde Sol: é aconselhável que a horta fique exposta a 2 horas de sol diariamente; Lembre-se de adubar a terra Pelo menos 1 vez/ mês


PÁGINA

11

herminiasepulveda@yahoo.com.br

07 A 13 JULHO DE 2019

“Nunca se vingue, apenas sente e espere. Aqueles que ferem os outros acabam se destruindo entre eles mesmos.”

CHÁ DA TARDE No meio da semana Heloisa Beshara recebeu as irmãs e amigas para um elegante Chá da tarde em sua bonita casa no Condomínio Catarina Azevedo de Carvalho, com delícias de deixar qualquer um com água na boca. Todas as receitas foram tradicionais da família. POSSE Paulo Ricardo Vieira Ferrugem participou na quinta-feira de um jantar, onde assumiu a presidência do Lions Club de Campos. Presença de amigos e autoridades locais.

Noite elegante: Os 60 anos de Vera Lúcia Galvão Araújo foram comemorados em grande estilo tendo os filhos Jonas Neto e Mariana ao lado. Foto Juliana Neves

TÍTULO O fonoaudiólogo Luciano de Aquino Vianna Fernandes vai receber título de Cidadão Mimoso do Sul no dia 11 de julho às 19h em uma sessão solene na Câmara Municipal de Vereadores. ARRAIÁ DE SÃO BENEDITO Começou ontem e termina hoje o Arraiá do Bené, que já é tradição na cidade. Após a celebração da Santa Missa às 10h, com as apresentações da catequese e o casamento na roça, às 12h Guilherme Faria sobe ao palco pra animar o almoço. Às 15h a Ação entre Amigos com 15 maravilhosos prêmios como: bicicletas, tanquinho, micro-ondas e prêmios em dinheiro nos valores de 2 mil e 3 mil reais. Cartelas no valor de 2 por R$ 10,00 na secretaria Paroquial ou com agentes de pastorais. Têm também várias barracas: pescaria, caldos, pastéis, churrasco, doces, hot dog, bolinho de bacalhau, a torta de São Benedito que é de se comer rezando e também o espaço kids. Às 19h a Celebração da Santa Missa e logo após apresentação de quadrilhas convidadas para fechar a noite. LAVE O LIXO RECICLÁVEL Se você não lavou o lixo reciclável, você só desperdiçou tempo, explicam os especialistas. Resíduos recicláveis sujos não são reaproveitados e vão para aterros sanitários. A maior parte das pessoas não sabe jogar fora os recicláveis da forma correta. NIVER Os parabéns de hoje vão para Elisa Vera Beshara, Lúcia Alexim, Zezé Manhães, Jussara Campos Lobo, Márcia Valéria da Cunha, Niedner Ulysses e Nala Rizzo G. Alexandre. Amanhã para França Motta, Clarissa Crespo, Manoel Antônio Terra Machado, Jorge Meireles, Vardelei Silva Porto, Alessandra Miranda, Vivi Souza, Lays Velasco e Alessandra Martins. Terça-feira para Maria Tereza Póvoa, Ayme Cristina Ribeiro Barroso, Ana Torres, Déborah Rogério, Sarita Nery, Carlota Delbons, Cristina Zulchner, Silvana Menezes, Evandro Calafange Alencar e Paula Coutinho. Quarta-feira para Onecy Barros, Maria Helena Pereira Bath, Ângela Carvalho, Zildea Ventura, Marilza Mendonça, Manuela Gomes, Lariça Marci, Luiz Vagner Cunha Henriques, Daniela Lannes e Sérgio Franco. Quinta-feira para Eliane Scapini, Márcio Ady Corrêa, Suelem Souza, Giovane Jacyntho, Adriana Silva, Wilza Galdino, Eliane Rangel, Marllos Barros de Assis e Marina Rocha. Sexta-feira para Eliana Tavares, João Castanho, Carolina Abud Cabral, Gianinni Azevedo, Danyell Braga, Verônica Bento Silva, Karina Marilyn Bichara Boeschenstein Ferreira, José Francisco Souza Rodrigues e Geraldo Venâncio. Sábado para Raphaela Couto, Andinho Ide, Gizette Morales, Genilce Magalhães, Salete Coelho, Cacianny Pessanha, Renato Boldes e Hermann Niedner. Muita saúde e felicidades para todos!

A hair stylist Ana Márcia Alves mostra que a beleza da mulher baiana está muito bem representada aqui em Campos.

Festa de amigos: O aniversário de Luciano Freitas como sempre foi muito bom e prestigiado. Eles têm o dom de receber muito bem. E a descontração com o irmão Edvar Junior não podia faltar. Foto Alex Siqueira

Tarde animada: Sandra Rabelo e Jô Ribeiro de Castro brindaram a chegada dos 60 anos dela rodeados da família e amigos queridos, que vieram até de fora da cidade. Foto Ademar Santos

Noite glamourosa: Nelcimar Pires com Vyda, Simone Robaina, Liliane Pestana, Sulaima Robaina e Ane Silva Carla Barreto Viana e Margareth Faes em noite Márcia e Márcio de Almeida Rangel de Mostra abrilhantando a festa

Mãe e filha: Fátima Braga e a nutricionista Luana Pereira Braga num lindo cenário

Casal sempre festejado: Paulo Arantes e Simone Campos

Alex Siqueira e Valéria Nunes festejando Luciano Freitas

Denise Rangel arrasando no Villa Mix Goiânia

Curtindo o lindo Lake Louise no Canadá: Giulianno Diniz, Luciana Espinosa e Cecília Espinosa, que é engenheira química e foi passar as férias com eles.

Cicinho Paes e Márcio Batista comemorando o seu aniversário

Bahia: Sempre bonita Beth Henriques Alves em Trancoso


Mudanças de B

hábito

oa semana, já parou para pensar que 2020 está próximo? Estamos a um pouco mais de 5 meses do novo ano, e muitas coisas que prometemos realizar em 2019 estão ficando para trás. No topo da lista podemos destacar atividades físicas e mudanças de hábitos, porém pelos afazeres diários foram deixados de lado ou melhor dizendo, ficaram para segundo plano, então por que não aproveitar o agora e dar inicio e colocar o plano em prática? Qual o melhor momento para começar uma reeducação alimentar?

Quando chega o verão ou tem um evento importante como: casamento, aniversário ou até mesmo aquela festa tão esperada as pessoas se desesperam, o medo de não ficar bem no vestido ou de não “entrar” no terno é certamente geram dor de cabeça em muitos. Mas por que não pensamos em estar bem e saúde durante o ano inteiro? É preciso ter consciência que uma alimentação balanceada e prática de atividades físicas são fundamentais para um bom funcionamento do nosso organismo, além de prevenirmos doenças. Sempre digo que a estética muitas vezes é o “gatilho” para começar às mudanças porém outros benefícios para saúde, qualidade de vida, autoestima, melhor qualidade durante o sono, melhor desempenho sexual, mais energia para encarar os desafios diários vão muito além da vaidade. E para quem pensa que “dieta” é coisa chata ou muito restrita, pode acreditar que esse pensamento não é verdadeiro, posso afirmar sem medo de errar que você pode ser feliz e fazer dieta ao mesmo tempo rs. Pode ter vida social, consumir álcool (com moderação e para quem tem esse hábito) , sair.. basta ter juízo rs. Procure um profissional, converse com ele, os profissionais da saúde estudam justamente para te ajudar nas suas escolhas e  assim contribuindo para uma vida mais feliz, se cuide e viva bem! Equilíbrio é a chave!

Dyuana Abreu

“As pessoas costumam dizer que a motivação não dura sempre. Bem, nem o efeito do banho, por isso recomenda-se diariamente” Zig Ziglar Fiquem com Deus dmottanutricionista@gmail.com Morena Mendes Adolpho Antoniol

Fabrício e Leon Mendonça

Lohana Ernandes Aline Mendes

Ary Santos

Nicolas Crespo


PÁGINA

13

07 A 13 JULHO DE 2019

Em Exposição P

essoal, o nosso Museu Histórico completou sete anos e para comemorar tem uma programação super bacana acontecendo até o dia 13 deste mês. Estão tendo apresentações musicais, exposições, mesa de debates e ainda uma visita guiada, onde o público pode conhecer as salas de exposições, passeando pelo interior da reserva técnica, onde é possível saber com mais detalhes sobre os trabalhos de pesquisa, documentação e conservação, realizados pela equipe do museu. Reviva a nossa história. Museu Histórico de Campos fica na Praça do Santíssimo Salvador, nº 40, Centro. Maiores informações e agendamento 22-98175-06716

Ela na frente e ele por trás das câmeras, a jornalista Milena Macedo e o produtor Amaro Junior

Birthdays

Pensou em ciclismo na região, Matheus Barreto é o nome do cara

S

Cultura

eguem as inscrições para dois importantes concursos culturais de Campos que são o Concurso Nacional de Contos José Cândido de Carvalho e o Festcampos de Poesia Falada. As inscrições são gratuitas e seguem até 15 de agosto e podem ser feitas de segunda à sexta-feira, das 9h às 16h, na sede Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, que fica no Teatro Municipal Trianon. Ambos serão realizados durante a 3ª edição do Festival Doces Palavras, que acontecerá entre os dias 19 e 22 de setembro, no jardim do liceu.

Fabi Faquer

Cintia Martins

Mauricinho Vasconcellos

Depressão "O mal do século" Q

uma ‘frescura’ e também não esualificada pela Organização colhe cor, idade, condição social Mundial da Saúde (OMS) ou sexo, embora as mulheres secomo o "mal do século", estijam mais acometidas”, explicou a ma-se que a depressão atinge, psicóloga. em todo o mundo, mais de 300 Quanto ao tratamento, Andréa milhões de pessoas de todas destaca que as intervenções psias idades, sendo que o Brasil quiátricas, terapêuticas, técnicas é o país com o maior índice de alternativas, além de uma alicasos da América Latina. Esse mentação balanceada e prática transtorno patológico é identifide atividades físicas tem tido recado, muitas vezes, pela melansultados positivos na resolução colia e disfunção social de grave desse problema. No que se refere Yury Novarino intensidade e longa duração e à sua área de atuação na A Latepode englobar outros quadros Mestre em Acupuntura re, a psicóloga afirma que a tera(como a ansiedade e o pânico) pia exerce a função do acompanhamento direto do e, nos piores casos, levar até mesmo ao suicídio. Por ser uma doença de ordem psíquica, paciente. o tratamento deve ser feito por meio de uma “A terapia é fundamental no tratamento da depresabordagem conjunta entre profissionais de di- são, porque vai levar esse indivíduo a compreender as causas que desencadearam o processo. E por ferentes vertentes. Essa é a proposta da clínica A Latere, em Cam- meio desse autoconhecimento, o tratamento, de pos, que reúne especialistas de áreas distintas modo geral, torna-se mais eficaz”, orientou. para atuarem com a mesma finalidade: a melhora do quadro do paciente. O fisioterapeuta Segundo o acupunturista, a depressão também e acupunturista Yury Novarino, a médica gine- pode ser entendida como uma consequência de cologista Kathelyn Cordeiro, a nutricionista Ro- um evento marcante na vida daquele indivíduo reberta Seufitelli, e a psicóloga Andréa Franquet- gistrado em forma de memória celular. “O cérebro, to são os responsáveis por desenvolver esse como uma grande caixa organizadora e com grande potencial de ação, muda sua bioquímica para mantrabalho de vertente multidisciplinar. ter você são diante desse evento traumático. O órDe acordo com Andréa, a depressão pode ser gão, assim como o inconsciente, passa a te ajudar a qualificada como leve, moderada e grave e, lidar com essa situação. Mas a consequência desse geralmente, surge de forma sutil, quase im- intenso trabalho cerebral é que corpo começa a ficar debilitado e pessoa mais prostrada. Entende-se perceptível, como uma falta esse comportamento de defesa como de motivação para executar depressão”, explica Yury. as atividades rotineiras. A A acupuntura e a hipnose clínica, trainsônia, a apatia, a falta de balhos desenvolvidos na A Latere, capacidade de imaginação tornam-se, então, ferramentas para construtiva, o medo e o peso tratamento desses quadros depressimismo aparecem em sesivos. "A hipnose é uma técnica que guida, agravando o quadro. trabalha o inconsciente de cada pa“Muitas vezes a depressão ciente. Como se o levasse lentamente vem acompanhada de dores à origem do trauma/transtorno que físicas e de comportameno fez mudar de comportamento de tos alimentares extremos e, modo que ele consiga superar esse nem sempre, tem um motivo aparente. A depressão é uma Andréa H. Avila Franquetto evento. Já a acupuntura atua estimulando pontos específicos para elevar o doença comprovada, não é Mestre Psicóloga

potencial emocional do paciente, diminuindo a apatia, a tristeza, o medo etc.”, declarou. A nutricionista Roberta Seufitelli afirma que depressão é, ainda, uma decorrência da deficiência metabólica de Kathelyn Ferreira Cordeiro | Ginecologista e Obstetra produção de serotonina ocasionada pela falta de vitaminas, minerais e dico desta especialidade. Sendo assim, cabe ao aminoácidos. Assim, o acompanhamento nutricio- ginecologista o manejo clínico para diagnóstico nal também pode ajudar a tratar esses pacientes precoce dessa patologia. depressivos. “Em geral, priorizo o tratamento do “Por alterações fisiológicas e hormonais, assim intestino, visto que é ele que faz a produção de como pelo próprio perfil da mulher moderna inserotonina e a absorção de vitaminas e minerais. serida em um universo de inúmeras exigências, Quanto mais sadio estiver, mais fácil será a absor- estudos científicos já comprovam a maior porção desses nutrientes para uma modulação”, expli- centagem da doença no universo feminino, em cou Roberta. comparação ao masculino. Temos ainda o pósEla aponta ainda que hábitos alimentares pobres -parto e a menopausa como períodos especiais, em nutrientes levam ao aporte inadequado dessas em que abordagem e cuidados específicos são vitaminas, minerais e aminoácidos essenciais para necessários para identificar precocemente quaisuma melhor absorção e modulação de serotonina. quer alterações comportamentais na mulher”, “Por isso a necessidade de sempre estarmos com o orienta a ginecologista da A Latere que também prato bem colorido e variado com legumes, verdu- critica o modelo de consultas médicas aplicado ras, frutas etc. E é bom lembrar que a cura da depres- em muitos hospitais. são acontece com a mudança da atitude interior e a “Precisamos de um devido tempo para chegarreconexão com a alma. É preciso unir as partes em mos a uma abordagem mais pessoal e individudesarmonia, porque através de um corpo saudável alizada. Esse tempo dedicado, com qualidade e bem nutrido, combinado com atitudes mentais na coleta do histórico clínico e um bom exame positivas, as emoções saudáveis são estimuladas”, físico, potencializa nossa atuação curativa sobre destacou. as pacientes. Afinal, a saúde da mulher, em sua integralidade, é a missão do atendimento gineJá a médica gine- cológico e obstétrico de qualidade”, disse ela. cologista Kathelyn Cordeiro afirma que a depressão, no contexto da especialidade Ginecologia/ Obstetrícia, torna-se um caminho quando se considera que a mulher assume compromisso com Roberta Seufitelli as consultas anuNutricionista ais com o seu mé-

(22) 99930.3094 | Edifício Lumina | Rua Dr Siqueira, esquina com Rua Voluntários da Pátria, sala 903 - Campos dos Goytacazes/RJ |

@a.latere


PÁGINA

14

07 A 13 JULHO DE 2019

GENTE BACANA que é sempre bom encontrar por aí LUZ A Amovila, um órgão representante da Comunidade de Vila Nova de Campos, protocolou junto a Seperintendência de Iluminação Pública a solicitação de instalação já em em caráter de urgência, de postes de iluminação, principalmente na rodovia que da acesso a Sta Maria, São Joaquim e BR-356. Os moradores imploram para baixar o índice de inúmeros acidentes que tem acontecido por lá. Estão agora no processo de aguardo.

CASÓRIO

HELENA Nasceu Helena, filha de Fernanda Póvoa de Siqueira, fazendo de Márcia Póvoa e Sebastião Siqueira os avós mais felizes da vida. Nasceu no Rio, uma meninona que as famílias babam e sabem contar muito bem que é uma princesa, calma, sorridente, simpática, saudável...

TURISMO Dentro de sua política de promover o Vale do café, a Associação dos Embaixadores de Turismo do RJ, que esta coluna tema honra de pertencer, junto ao Instituto Preservale e grupo de personalidades, foram recebidos numa visita ao Vale do Café. Os convidados foram ciceroneados pelo prof. Bayard Boiteux, vice presidente executivo da Associação e pela harpista Cristina Braga no jardim Uana Ete. É lá que atualmente acontece o famoso Festival de Luzes, com apresentações musicais e tudo mais. Um almoço na Fazenda São João da Barra, do agropecuarista Rogério Van Rybroe, foi o ponto alto da visitação a Vassouras.

Lysandra sai da igreja como Sra Victor Azeredo e entrando com o pai Guto Leite. Na foto ao lado o irmão Thiago Leite. Na foto ao lado os noivos com a mãe dela Edenice Rinaldi e o pai Guto Leite.

F

oi aos pés da Serra da Mantiqueira, entre São Paulo e Minas, mais precisamente na cidade de Penedo, em Itatiaia, que os campistas Guto Tinoco Leite e Edenice Petronilha Rinaldi, viram a filha Lysandra Rinaldi Barbosa Leite subir o altar da capela Nossa Senhora Aparecida para aceitar como marido o Victor Azeredo, filho de Maria Antonieta Campos e Glicério Ribeiro de Azevedo Jr. A recepção foi no Galpão Mix e ambas as cerimônias foram repletas de linda decoração e muita emoção das famílias e amigos. Voltaram realizados, com aquela sensação de dever cumprido e entregando a filha preciosa ao Victor para que construam juntos uma nova família. Fotos: Alex Siqueira

VIVA!

Vi na TV e achei uma grande medida de segurança para esses crimes de feminicídio a medida de que os homens acusados de agressão a mulheres, passem a usar tornozeleiras eletrônicas que avisarão a mulher caso o seu agressor ultrapasse o limite permitido de distancia de sua pessoa. Algo tem que ser feito para travar essa covardia e crime.

É VERO Luciano Chagas com o mãe Cicinha, o irmão Edvar Jr e a cunhada Sid / Trio: Maria Fernanda Rodrigues, Beatriz Maciel e Silvinha Salgado

O

aniversário de Luciano Chagas foi daquele jeito como todo0s esperavam, um bando de gente bacana cercando ele por todos os lados. É um querido e carrega o DNA da família que sempre foi festeira e querida pela própria natureza. A casa de Sid e Edvar Junior estava entregue com prazer aos mais adultos amigos da família de uma vida inteiras e aos mais jovens que o aniversariante vem agregando com o passar dos tempos. É uma mistura bem bacana e isso tornou a noite muito especial. Dj Ricardo Sá fez o chão da sala tremer com seus hits bacanas, fazendo um outro ambiente além da área externa com jardim e varandão da casa que é sonho de consumo de 9 entre 10 amigos da família. Cicinha Chagas ajudava a receber os convidados, sempre com sua amabilidade para lidar com o próximo. E assim tudo correu, na mais perfeita ordem e alto astral. Fotos: Paula Brum

Sandra e Silvana Brito mais Sérgio Henrique Allemand estão em viagem maravilhosa pela Itália. Formaram grupo dos melhores com outros tantos amigos que decidiram partir com o mesmo destino. Foi de lá que todos festejaram o amigo Jamil Moreira Castro que aniversariava e festejava em restaurante badalado em Salvador.

MODA E CIA

As queridas Patrícia Sá, Mariana Aquino e Ana Cristina Bastos comemoraram seus aniversários numa só festa muito bacana com clima alto astral e descontraído.

O modelo campista Nathan Azeredo desfilando para Tom Martins na semana de moda paulista Casa de Criadores

PÉ SEM PENA

Itaperuna ganhou agito de moda na semana que passou com a presença de vários campistas que se misturaram a muitos Itaperunenses bacanas.

Ana Couto, Fernanda e Luciana Picanço

Fábio Couto e Erika com Michelli Bragança

Laura Meirelles

Cris Sales

Marcelo Nascimento

Laura Braz

Karla Bernardes e Bruno Arêas

Vip chic: A bela Marcela Morena

Paula Brum e Victor Osaka

Profile for terceiravia

Jornal Terceira Via ed142  

Jornal Terceira Via ed142  

Advertisement