Page 1

Rio

40º PÁGINA 03

Bem-vindo ao Club

O colunista estreia no próximo domingo, com uma coluna apontando tendências, comportamento, agitos, fatos, fotos e muito mais.

CAPA

CAMPOS DOS GOYTACAZES, RIO DE JANEIRO • 08 A 14 DE JULHO DE 2018

Foto: Divulgação

Nas bancas por R$ 1,50

NÚMERO 92

Até 2024 Campos vai conviver com fuligem

Usinas conseguiram reduzir emissão, mas no campo as queimadas continuam PÁGINA 03 O problema é antigo e já foi maior. No entanto, em Campos dos Goytacazes, os moradores ainda sentem a chegada do período do corte da cana-de-açúcar. E quem anuncia a época não é apenas o aquecimento da economia local, mas também a fuligem, resultada das queimadas praticadas pelos produtores rurais com o intuito de facilitar o corte da cana. Doenças respiratórias e muita sujeira são alguns desses transtornos.

AloysioBalbi Foto: Divulgação

Tigresa contra Gilmar

08 A 14 DE JULHO DE 2018

A bela campista Liliane Ventura, que há muito optou por São Paulo está protagonizando uma campanha pelas redes sociais para pedir o impedimento de três Ministros do Superior Tribunal Federal, entre eles o badalado Gilmar Mendes.

Toda a aleg ria do papai Rodrigo Castana e do FelliCarope line

Foto de em uma sessão em família. tyle Photographers Tudesco, premiada pela Lifes . Association em junho de 2018

PÁGINA 04

orando um aninho O Príncipe Henrique comem 02 com os pais Elen e Bruno Falcão PÁGINA

Neme A gostosinha Maria Terra Abdu PÁGINA 06 fazendo charme para a coluna

O Jornal Terceira Via lança hoje o Via Kids, um tabloide todo colorido voltado para públicos infantil e Teen Circula a partir de hoje encartado no Jornal Terceira Via o mais novo produto editorial do Sistema de Comunicação Terceira Via. Trata-se do suplemento voltado para públicos infantil e teen. No conteúdo as colunas de Tia Gê e Patrícia Abud, além da página “ Nasceu na Lilia”. O Via Kids nasce com a proposta de entreter o seu público alvo com agenda cultural e de eventos na cidade.

PÁGINA 04

Para dar as boas vindas aos leitores, revisitei o termo Ágora. Entendi que tanto a sonoridade da palavra quanto o seu significado seriam perfeitos para nomear esse novo espaço que se inaugura, hoje, aqui, no Jornal Terceira Via. Um espaço de diálogo sobre Educação e Cultura.

Igreja São Benedito Meninas batem bolão e ganhará um teto novo vão disputar o nacional Foto: Silvana Rust

Foto: Divulgação

Maria Cristina Torres Lima Muitos anos depois de ter sido presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, autarquia municipal que leva o nome de seu pai, a professora Maria Cristina Torres Lima retornou ao cargo. Está à frente da gestão da cultura de Campos desde o início do governo Rafael Diniz. PÁGINA 08

Patrimônio arquitetônico e cultural do município de Campos e do Estado do Rio de Janeiro, o prédio da Igreja Matriz de São Benedito, situado na praça de mesmo nome, passa por sérios danos estruturais que comprometem toda a construção e põe em risco a integridade física dos fiéis. Há aproximadamente um mês o padre Wallas Maciel autorizou as obras de recuperação do telhado. PÁGINA 06

Enquanto milhares de torcedores ainda lamentam pela despedida da Seleção Brasileira de Futebol da Copa do Mundo 2018, em Campos é a vez das mulheres brilharem, só que no futsal. A equipe feminina “Fúria Campista” chega cada vez mais perto de uma conquista inédita. Sem patrocínio, o time disputará, pela primeira vez, o Campeonato Nacional de Futsal Feminino. PÁGINA 13


60 MESES PARA PAGAR E VOCÊ AÍ PARADO?

SOMENTE NA FORD:

60

MESES PARA PAGAR

AGORA PODE CONTAR COM A FORD.

KA SEDAN 2018

FO R D

FO R D

KA 2018

S 1.0 (CAT. KAB8)

Motor 1.0 TiVCT com 85 cv, Ar-condicionado, Direção elétrica, Chave canivete com controle remoto, Abertura elétrica do porta-malas, Indicador de troca de marcha no painel e Trava elétrica das portas com controle remoto.

SE 1.0 (CAT. ZCJ8)

Direção elétrica e Ar-condicionado, Ajuste de altura do banco do motorista e My Connection com comandos de voz e My Ford Dock.

MESES

MESES

A partir de

Entrada de

R$

R$

40.990 à vista

19.511

Parcelas de

60 x de R$ 499

Entrada de

R$

R$

44.990 à vista

19.120

Parcelas de

60 x de R$ 599

ECOSPORT 2019

FORD

FORD

NEW FIESTA 2018

A partir de

SE 1.6 (CAT. RCA8)

Design com personalidade, Faróis de neblina dianteiros e Sensor de estacionamento traseiro.

SE 1.5 (CAT. ECL9)

SYNC® 3 com tela de 6.5”, AdvanceTrac®: Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) e Tração (TSC), e Sistema anticapotamento (RSC).

MESES

MESES

A partir de

Entrada de

R$

R$

50.990 à vista

21.160

Parcelas de

60 x de R$ 699

CONSÓRCIO NACIONAL FORD

Entrada de

R$

R$ x de R$ + R$ 6 mil de bônus no seu usado

74.990 à vista

39.219

Parcelas de

60

799

CAMPOS (22) 2739-6464 | ITAPERUNA (22) 3822-3366 CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM (28) 3526-2300 CABO FRIO (22) 2649-9200 | MACAÉ (22) 2773-9898

CAMPO GRANDE (21) 2409-1200 | RECREIO (21) 3418-3900

WWW.BRACOMNET.COM.BR

SEGUROS FORD

A partir de

WWW.FORD.COM.BR

No trânsito, a vida vem primeiro.

VENDA DIRETA

Consulte um Distribuidor Ford e conheça as condições especiais de Venda Direta que a Ford preparou para você.

Preços e condições de financiamento válidos até 5/6/2018 ou enquanto durarem os estoques. KA S 1.0 2018 (cat. KAB8) a partir de R$ 40.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,90% a.m. e 11,35% a.a., 47,60% de entrada (R$ 19.511,24) e saldo em 60 parcelas mensais de R$ 499,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 49.451,24. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 04/05/2018 a partir de 1,16% a.m. e 14,86% a.a., por meio do Programa Ford Credit (20 unidades). Ka Sedan SE 1.0 2018 (cat. ZCJ8) a partir de R$ 44.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,93% a.m. e 11,75% a.a., 42,50% de entrada (R$ 19.120,75) e saldo em 60 parcelas mensais de R$ 599,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 55.060,75. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 23/4/2018 a partir de 1,15% a.m. e 14,69% a.a., por meio do Programa Ford Credit (20 unidades). New Fiesta Hatch SE 1.6 2018 (cat. RCA8) a partir de R$ 50.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,99% a.m. e 12,55% a.a., 41,50% de entrada (R$ 21.160,85) e saldo em 60 parcelas mensais de R$ 699,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 63.100,85. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 23/4/2018 a partir de 1,19% a.m. e 15,30% a.a., por meio do Programa Ford Credit (20 unidades). EcoSport SE 1.5 2019 (cat. ECL9) a partir de R$ 74.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,83% a.m. e 10,43% a.a., 52,30% de entrada (R$ 39.219,77) e saldo em 60 parcelas mensais de R$ 799,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 87.159,77. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 23/4/2018 a partir de 1,02% a.m. e 12,89% a.a., por meio do Programa Ford Credit (20 unidades). Não abrange seguro, acessórios, documentação e serviços de despachante, manutenção ou qualquer outro serviço prestado pelo Distribuidor. Sujeito a aprovação de crédito. O valor de composição do CET poderá sofrer alteração, quando da data efetiva da contratação, considerando o valor do bem adquirido, as despesas contratadas pelo cliente, custos de Registros de Cartórios variáveis de acordo com a UF (não inclusos no valor das parcelas e no cálculo do CET) na data da contratação. Contratos de Financiamento e Arrendamento Ford Credit são operacionalizados pelo Banco Bradesco Financiamentos S.A. Valores válidos para cores sólidas, exceto a cor branca. Para os preços nos Estados da Paraíba, o consumidor precisará consultar o Distribuidor local diante da carga tributária do ICMS no Estado. Frete incluso. Ação de venda “Ford Valoriza”: bônus na valorização do veículo usado de R$ 6.000,00 para veículos Ford e outras marcas. Válido somente na troca do veículo usado para a aquisição de um veículo 0 km Ford EcoSport 2017, 2018 ou 2019. O veículo usado deve ser de propriedade do cliente, estar com toda a documentação regularizada e em bom estado de conservação, dentro dos critérios de avaliação do Distribuidor Ford. A avaliação deve atingir o valor mínimo de R$ 20.000,00 para ser elegível ao bônus. A Ação de venda será válida pelo período de 3/5/2018 a 5/6/2018, considerada a data de emissão da nota fiscal de venda do veículo 0 km. Essas condições não são válidas para a troca de veículos usados de: frota, táxis, locadoras, leilões, seguradoras e veículos recuperados de seguradora, também não são válidas para aquisição do veículo 0 km por modalidade de venda direta. Para mais informações, visite o site www.ford.com.br, contate o Centro de Atendimento Ford pelo telefone 0800 703 3673 ou o Distribuidor Ford de sua preferência.


03

Especial

08 A 14 DE JULHO DE 2018

Foto: Divulgação

PÁGINA

Uma fuligem que nunca acaba Mesmo com o esforço das usinas que se modernizaram, ainda existem produtores que insistem na queima da cana-de-açúcar Thiago Gomes e Ocinei Trindade O problema é antigo e já foi maior. No entanto, em Campos dos Goytacazes, os moradores ainda sentem a chegada do período do corte da cana-de-açúcar. E quem anuncia a época não é apenas o aquecimento da economia local, mas também a fuligem, resultada das queimadas praticadas pelos produtores rurais com o intuito de facilitar o corte da cana. Doenças respiratórias e muita sujeira são alguns desses transtornos. Apesar do processo ser comum na região, a Lei 5.990 de junho 2011 estabelece um prazo para a erradicação da queimada no Estado do Rio de Janeiro, que é 2020 para lavouras implantadas em áreas passíveis de mecanização da colheita e 2024 para áreas não passíveis de mecanização. Na enquete realizada em uma rede social, leitores do Terceira Via descreveram o que passam quando o assunto é fuligem. Para Lilian Paes, as cinzas não se restringem a bairros. “Ela suja a cidade inteira, além de causar alergias. Desde sempre foi assim. Não há fiscalização”, reclama. A dona de casa Sandra Buchaul concorda. “Entra pela casa, suja roupas no varal, suja a piscina, faz mal à saúde, irrita e dá prejuízo, já que gasto para limpar. Um desrespeito”, frisa. Fiscalização A fiscalização de usinas e produtores rurais em relação ao cumprimento das metas da Lei 5.900/2011 fica a cargo do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e, de acordo com o superintendente do órgão, René Justen, o trabalho tem sido feito em Campos. Segundo ele, as usinas só podem receber a matéria-prima de produtores de cana cadastrados no Inea, o que tem facilitado a fiscalização. “Cada produtor recebe um número, com sua propriedade mapeada via satélite”, detalhou o superintendente. O Inea informou que houve propriedades autuadas nas últimas safras, mas não disponibilizou o número. A lei estabeleceu o seguinte cronograma para as lavouras já implantadas em áreas passíveis de mecanização da colheita: 20% até o ano de 2012; 50% até o ano de 2014; 80% até o ano de 2018 e 100% até o ano de 2020. Já para lavouras implantadas em áreas não passíveis de mecanização da colheita, o calendário é o seguinte: 20% até o ano de 2016; 50% até o ano de 2018; 80% até o ano de 2022 e 100% até o ano de 2024. O dispositivo legal considera mecanizável a área cuja declividade seja inferior a 12%, em solos com estruturas que permitam a adoção de técnicas usuais de mecanização da atividade de corte da cana. O texto da lei também cria condições para que a queimada ocorra. É vetado, por exemplo, atear fogo em áreas a menos de 1.000 metros da sede do município. É preciso comunicar ao Inea com antecedência mínima de cinco dias úteis a data, horário e local da queima.

Sujeira O rastro deixado pela queima da cana atinge casas de norte a sul de Campos

René Justen explicou que, no caso de queimada clandestina ou criminosa, é de competência do Inea fixar o valor da multa, que varia de acordo com o tamanho da área e o grau de infração. Quem ateia fogo também pode responder judicialmente pela Lei de Crimes Ambientais. Batalha na Justiça Em fevereiro de 2010, a partir de uma ação civil pública, o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro (MPF-RJ) conseguiu suspender temporariamente as queimadas como parte do processo de colheita da cana-de-açúcar em Campos. A decisão liminar foi proferida pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 2ª Região em recurso impetrado pelo procurador da República Eduardo Santos de Oliveira, autor da ação. Já em 5 de março de 2015, o Supremo Tribunal Federal (STF) firmou a tese de que a eliminação da queima da cana deveria ser planejada e gradual em razão de fatores sociais e ambientais. Na época, o parecer do ministro relator Luiz Fux, ao julgar o Recurso Extraordinário 586224, foi acompanhado pela maioria dos ministros do STF, declarando inconstitucional a Lei 1.952/1995, do Município de Paulínia (SP), que proibia totalmente a queima da palha de cana em seu território. Esta decisão pôs fim a uma discussão travada em território fluminense sobre a constitucionalidade da Lei 5.990/2011, aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) e sancionada pelo então governador Sérgio Cabral, que prevê a redução gradativa da queima da cana. Asflucan e Sindicato Rural De acordo com Tito Inojosa, presidente da Associação Norte Fluminense dos Plantadores de Cana (Asflucan), os produtores rurais têm cumprido a lei que prevê a redução gradativa de queimadas nas lavouras de cana. Atualmente, 90% da produção de cana em Campos vêm dos cinco mil produtores que ainda não utilizam a colheita mecanizada. "Por enquanto, só a Coagro possui. É um investimento caro. Buscamos alternativas para ajudar os pequenos. Há um

projeto experimental com a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Coagro e uma universidade alemã para testar um equipamento até o fim da safra em setembro. Ainda é incerto sobre sua eficácia. Colher cana crua seria o ideal, porém há riscos para o lavrador como cortes e bichos peçonhentos. Em 2017, a safra foi de 950 mil toneladas. Este ano, por conta das chuvas, deve chegar a 1,25 milhão. "Deveríamos colher pelo menos três milhões de toneladas, mas falta investimento. A crise nos atingiu. O preço do açúcar no mercado internacional está baixo, mas favorável ao etanol". Inojosa aponta que há quei-

Problemas respiratórios logo aparecem nas crianças com a poluição do ambiente

madas criminosas e irresponsáveis que não têm a ver com o corte de cana. "Há caçadores de preás, pessoas que queimam lixo e espalham mais fuligem", fala. O presidente do Sindicato Rural de Campos, Ronaldo Bartholomeu, concorda que há queimadas provocadas sem relação com a cana. "Para queimar, precisamos de autorização do Inea. É uma exigência. Nenhum produtor quer ser multado. A consciência do produtor mudou", diz. Bartholomeu não opina sobre o futuro dos trabalhadores rurais após mecanização. "É o setor que mais emprega na safra. Teremos que buscar soluções", pontua.

Colheita mecanizada

O presidente do Sindicato dos Produtores de Açúcar e do Álcool do Norte Fluminense, Frederico Paes, que também é presidente da Cooperativa Agroindustrial do Estado do Rio de Janeiro (Coagro), conta que, nos últimos anos, a região avançou em tecnologia e a mecanização da colheita tem substituído os incêndios nos canaviais. Ainda segundo Paes, entre indústria e lavoura, a Coagro investiu mais de R$ 26 milhões em processos que dispensam a queima da cana. Desses investimentos, nas lavouras, destacam-se seis colheita-

deiras de grande porte e outras quatro de pequeno porte, além de tratores e caminhões que dão suporte às máquinas que fazem a colheita. Já na indústria, foi implantado equipamento que recebe a cana crua e faz a limpeza da palha a seco. “As queimadas já foram bem mais recorrentes. Além da lei, há uma consciência ambiental dos produtores de que a queimada empobrece o solo. Até os pequenos produtores, que não tem colheita mecanizada, estão evitando queimar a cana”, comentou Frederico.

Risco ambiental Para o coordenador do curso de Engenharia Ambiental do Instituto Federal Fluminense (IFF), Gilmar Costa, as queimadas causam impactos no solo e ao ar. “Devemos pensar em tecnologias que conservem os recursos naturais. A queima da palha da cana gera emissão de C02 (gás carbônico), um dos gases do efeito estufa. A palha desprotege o solo e reduz o teor de umidade do solo, além de afetar uma série de organismos. A emissão de poluentes particulados com cinza ou fuligem afeta que tem problema respiratório. Há questões em debate sobre a queima da cana devido aos problemas sociais e de empregabilidade, mas do ponto de vista ambiental é injustificável com prejuízos no ar, no solo e na saúde”. Fuligem na História e Literatura A fuligem afeta Campos e diferentes regiões do Brasil. Na Literatura, ela encontrou inspiração. No século 19, o baiano Castro Alves escreveu o poema "A Queimada". Já o paulista e modernista Cassiano Ricardo, na obra "Martin Cererê", de 1928, cita a fuligem em versos. Em Campos, nos anos 1970 e 1980, o professor e historiador Hélio Coelho também escreveu sobre o tema. Ele atuou em campanhas contra usinas de açúcar que emitiam poluentes. Conseguiu, na época em que foi vereador, aprovar lei que exigia a instalação de filtros nas indústrias. Ele também é contra as queimadas. "Há tempos, debatemos essa questão. Quando não há consenso, apela-se às artes e à literatura", diz. Em 1984, escreveu o poema "Essa terra, essa cana". Segue um trecho: Essa terra, essa cana... Cadê o vento que vinha Suave do canavial? É só fagulha, fuligem, Poluição infernal. Essa terra tá doente, Palavrório não me engana É só cana na fazenda, Essa terra, essa cana...


AloysioBalbi Foto: Divulgação

Tigresa contra Gilmar A bela campista Liliane Ventura, que há muito optou por São Paulo está protagonizando uma campanha pelas redes sociais para pedir o impedimento de três Ministros do Superior Tribunal Federal, entre eles o badalado Gilmar Mendes. Em sua fala Liliane prova que existe "pegada" para o impedimento que terá que ser julgado pelo Senado. E a bela moça de par de olhos verdes fala com cara de zangada. Quando garota, em Campos, ela desarmou um bandido que tentava assaltar o salão de beleza da sua mãe. É uma fera. Tijolaço O parque cerâmico de Campos na Baixada Campista aos poucos vai se recuperando sendo um prenúncio de que em breve a construção civil pode deslanchar. A indústria Cerâmica do Colégio LTDA, em Goitacazes acaba de conseguir licença ambiental para fabricar mais tijolos em forno contínuo e chaminé. O setor já teria recuperado cerca de 20% do fôlego que perderá no ponto alto da crise em 2016. Se chorar leva Enquanto isso, o mercado imobiliário continua estagnado. A oferta é bem maior do que a procura no caso de aluguéis. Com a alta dos impostos e taxas, proprietários estão fazendo uma grande liquidação no preço em contrato de curto prazo. Um apartamento de dois quartos em área nobre, cujo aluguel valia R$ 1,3 mil, hoje está sendo alugado por até R$ 500. Se o futuro inquilino chorar ainda existe espaço para negociação. 'As UBER' Já são mais de 10 mulheres em Campos se virando, dirigindo UBER. Obviamente trabalham durante o dia. São em sua maioria estudantes que enxergaram nesse negócio uma oportunidade. E os passageiros devem tirar da cabeça qualquer tipo de gracinha porque as moças são bem treinadas e quase todas usam celulares com aplicativos de localização. Bem-vindas à praça. Pode isso? Antes eram siglas, agora é por extenso. Partido PODEMOS. Imaginem um fanho falando isso

Pincel Há dois anos morria um dos maiores vultos da arte campista que se exilou desde cedo em São Paulo. Ivald Granato, artista plástico internacionalmente conhecido, com quadros pendurados nas paredes das principais galerias do mundo, bem que merecia uma homenagem a altura. Além de um grande artista, Ivald também ajudou a revolucionar os costumes em Campos nas décadas de 60 e 70, o que torna sua história ainda mais interessante. Diário FM Para fugir de problemas contábeis, a Rádio Diário FM, definitivamente, trocou de nome, essa semana. Os sócios também não são mais os mesmos. A Rádio chegou a se chamar por um tempo Mix Diário, mas agora responde apenas por Rádio Mix, que tem sede em São Paulo. Os ouvintes garantem que agora os antigos locutores locais não têm mais voz e até os comerciais são de São Paulo. Fanfarrão A revista Crusoé, que está na sua edição de número 10, buscando um lugar entre as grandes, tem em capa essa semana uma foto tão risonha quanto bisonha do ex-ministro José Dirceu, com o título " Ele ri da Justiça". Uma reportagem bem feita, mostrando como José Dirceu consegue se esquivar da maioria dos processos onde deveria estar enfiado até o pescoço. Para a revista, ele, digamos assim, é um fanfarrão. Gato no telhado O que aconteceu com o Hotel Flávio pode acontecer com muitos outros prédios. É preciso rever tudo que foi feito até aqui e permitir que cacarecos sejam reformados sob o julgo da integridade física das pessoas. Na verdade, talvez por falta de dinheiro nada é preservado e sim imobilizado. Uma fonte do Defesa Civil disse que a situação na área central de Campos é de calamidade. O gato está subindo no telhado. Retornando O médico Francisco Colucci, um dos maiores especialistas em reprodução humana do estado, retornando de mais uma temporada de congressos na Espanha, onde foi palestrante em muito deles. No segundo semestre será a vez de falar sobre o tema na Colômbia. O mundo se interessa pelo que está sendo feito em Campos nesta área. Ponto positivo pela iniciativa XY que faz parte do Grupo IMNE e também para o Centro de Infertilidade do Norte Fluminense. Com Girlane Rodrigues

Opinião

Uma nuvem negra que está passando O Terceira Via toca, nesta edição, em um problema que ninguém gosta de tocar, principalmente com as mãos ou com os olhos: a fuligem. Velha personagem da paisagem de Campos, desde o tempo da primeira queimada de canavial, ela passou a ser indesejada. Com o passar do tempo, por fatores diversos, desde o aspecto de poluição na forma de nuvem negra até questões de saúde como causadora de problemas respiratórios, ela foi de indesejável à odiada. Muitos, até pouco tempo, achavam esse problema uma espécie de cisco nos olhos, até que a população percebeu que uma fuligem no lugar de um cisco é algo bem mais grave. Hoje a situação é bem melhor, mas ainda voa ao sabor do vento as palhas queimadas da cana neste período de safra. Vale registrar o empenho da maior usina do estado do Rio de Janeiro, a COAGRO/Sapucaia, que foi a primei-

ra a instalar filtros para evitar a fuligem de chaminé, e ao mesmo tempo investir pesado em colheitadeiras mecânicas para gradativamente ir acabando com as queimadas, colhendo cana crua. Elas vão continuar acontecendo até 2024, mas seguindo rigorosos critérios técnicos. A fuligem de hoje já não sai mais das chaminés das usinas e sim do campo. Hoje, o produtor rural tem que participar previamente a área a ser queimada, e ter uma estrutura para seu controle. É reconhecidamente um grande avanço. E muito disso se deve ao misto de usineiro e produtor, via criação da COAGRO que investiu milhares de reais em respeito às leis ambientais. Em outros tempos, no curso de uma safra, Campos parecia uma cidade europeia com uma neve escura caindo sobre ela. Continua de forma pontual e esperamos que em breve seja coisa do passado.

A resposta da Alice Para dar as boas vindas aos leitores, revisitei o termo Ágora. Entendi que tanto a sonoridade da palavra quanto o seu significado seriam perfeitos para nomear esse novo espaço que se inaugura, hoje, aqui, no Jornal Terceira Via. Um espaço de diálogo sobre Educação e Cultura. No passado, as Ágoras constituíam espaços livres com algumas edificações, mercados, feiras, teatros, praças onde os gregos se encontravam para diferentes atividades, principalmente, para dialogar. -------lice no país das maravilhas de Lewis Carroll é um clássico da literatura inglesa. O autor não concordava com a rigidez da educação e da moral puritana que marcaram a Inglaterra, no reinado da rainha Vitória. Tudo que se escrevia para a criança, nessa época, deveria ter função pedagógica e moralizante. Era um tempo cinzento pela fumaça das fábricas que reproduziam não só produtos como pessoas cinzentas, fechadas e enfadonhas. Carroll procurou romper com essa cadeia de produção, ao apresentar personagens com tais características que são, criativa e enfaticamente, enfrentados por Alice. Estão todos presentes no livro: a Duquesa irritadiça, o Chapeleiro maluco, a Rainha feroz, a Lagarta enigmática, a Tartaruga falsa e tantos outros. No história, Alice, menina tímida, mas corajosa, de repente acompanha o Coelho Branco que passa na sua frente e cai junto com ele dentro de um buraco. A partir daí, iniciam suas aventuras. Cresceu e diminuiu de tamanho várias vezes, conheceu e conversou com seres estranhos, ranzinzas e complexos. Entre eles, a lagarta. “A lagarta tirou o narguilé da boca e disse, dirigindo-se a Alice com uma voz calma e sonolenta: _ Quem é você? (...) _ Eu... Eu, neste momento, não sei muito bem, minha senhora... Pelo menos, quando acordei hoje de manhã, eu sabia quem eu era, mas acho que depois mudei várias vezes... _ O que você quer dizer com isso? _ perguntou a lagarta secamente. (...) _ Receio que eu não possa ser mais clara _ respondeu Alice educadamente_ já que, para começar, eu mesma não consigo entender o que se passa. E, alem do mais, ficar de tantos tamanhos diferentes num só dia é uma coisa que deixa a gente muito confusa.” ( Alice no País das Maravilhas – Lewis Carroll) A insistência da lagarta em buscar definições prontas demonstra, em mais essa passagem da obra, o quanto Carroll expõe a presunção e a esterilidade de uma sociedade repressiva e mecanicista. Já Alice é metáfora para o novo, para a graça, o divertimento, a mudança. É semente da revolução moderna que se seguiria. Realmente, ninguém é mais o mesmo depois de vivenciar uma jornada do sol. Felizmente.

A

Qual o último livro que você leu? Paulo Cassiano Júnior - Delegado da Polícia Federal - cassiano.pcbcj@gmail.com

Como se sabe, todos os anos as praias de Santa Catarina são invadidas por turistas argentinos na alta temporada. No verão de 2015, quando ainda residia em Florianópolis, viajei pelo litoral do estado, e uma cena era constante: qualquer que fosse a praia, lá estavam os “hermanos” espalhados pela areia com o rosto enterrado em um livro. Naquele cenário de mistura e de convivência plural, chamou a minha atenção que o costume dos argentinos contrastava com a conduta dos brasileiros, totalmente distraídos com diversos interesses. A partir daí, passei a observar mais atentamente o comportamento das pessoas em outros contextos sociais e verifiquei que a baixa atração tupiniquim pela leitura não se limita ao ambiente da praia. Nesse sentido, a última edição de Retratos da Leitura no Brasil (2016), a mais completa pesquisa já realizada sobre o assunto, extraiu conclusões alarmantes sobre o perfil e os hábitos dos brasileiros em relação à leitura. De acordo com o estudo, os brasileiros leem, por vontade própria,

www.jornalterceiravia.com.br

\ jornalterceiravia

Sistema de Comunicação Terceira Via CNPJ 15.205.202/0001-47

em média, menos de três livros por ano (completos ou em parte). Quatro a cada dez entrevistados disseram que não gostam de ler ou não têm paciência para a leitura. Nada menos que 30% nunca compraram um livro sequer! Quando a questão é o que se gosta de fazer no tempo livre, a leitura ficou em 10º lugar. Para piorar, 23% dos brasileiros declararam que não gostaria de ter lido mais. Outra enquete, realizada pela Fecomércio, em 2015, sobre os nossos hábitos culturais, revelou que sete a cada dez brasileiros não leram um único livro no ano anterior. Um espanto! Há quem relacione esse menosprezo pela leitura a aspectos culturais do país, como a intensidade da linguagem oral, a escolarização tardia da população e a preferência por outras mídias, como o rádio, a televisão e, mais recentemente, a internet. Tamanho desinteresse deveria despertar uma reflexão profunda na sociedade. Afinal, é incontroverso que o acesso à leitura é fundamental para o progresso cognitivo e intelectual do indivíduo. O livro transporta o leitor para outros mundos e realidades e desperta sua capacidade de abstração e seu senso crítico. Quem lê enrique-

"Neste artigo, Paulo Cassiano Júnior discute a importância do hábito da leitura"

ce vocabulário, constrói argumentos e forma opinião. Crianças que mantêm contato com livros desde a primeira infância desenvolvem mais facilmente a criatividade, a imaginação e a curiosidade, além de interagirem melhor com o meio social. A rotina da leitura expande a habilidade de concentração e de memorização. Entre os especialistas, existe consenso de que a superação desse problema dependerá do engajamento conjunto do Estado, da escola e das famílias. Cabe ao governo implementar políticas públicas de incentivo à leitura e ampliar o número de bibliotecas comunitárias. A escola precisa atualizar sua grade curricular e modernizar sua matriz pedagógica, pois a linguagem, as expectativas e as motivações do aluno do século XXI mudaram. Porém, a principal chave para essa virada talvez esteja em casa: uma nova geração de leitores é formada a partir de estímulos familiares. Pais que cultivam o hábito de ler e criam uma atmosfera de encorajamento à leitura em seus lares desfazem a falsa ideia de que a literatura não passa de uma obrigação escolar e investem diretamente na qualidade de vida de seus filhos.

Expediente: Fundador Herbert Sidney Neves - Direção Executiva Martha Henriques - Diretor Geral Fábio Paes Diretor de Jornalismo Aloysio Balbi Chefes de Reportagem Girlane Rodrigues e Roberta Barcelos - Projeto Gráfico Estúdio Ideia Diagramação Elton Nunes - Departamento Comercial (22) 2738-2700 Rua Gov. Theotonio Ferreira de Araújo, 36 - Centro - Campos dos Goytacazes - RJ Impressão: Parque Gráfico do Jornal O Globo. Tel: (21) 2534-9579/ comercialpg@infoglobo.com.br


PÁGINA

05

Política

08 A 14 DE JULHO DE 2018

Atrás de meio milhão de votos Pré-candidatos ao governo do Rio começam a garimpar a região, cujo maior colégio eleitoral é Campos

xxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Márcia Tiburi pré-candidata do PT esteve em Campos na semana passada

O ex-governador Garotinho não descuida do seu grande reduto eleitoral

Índio da Costa foi outro pre-candidato que já visitou Campos recentemente

O senador Romário esteve em Campos e SJB em pleno jodo do Brasil na Copa

segmentos produtivos de Campos, acompanhado do prefeito da capital, Marcelo Crivella e do senador Eduardo Lopes, ambos do PRB. Visitou, também, a Ponte da Integração, cuja obra foi retomada pelo governo Pezão no início do mês passado e que pretende integrar o litoral norte fluminense, encurtando em cerca de 80 quilômetros a distância entre São João da Barra e São Francisco de Itabapoana. No fim de junho, esteve em Macaé.

Entra e sai gera prejuízo à Câmara

Já Garotinho construiu as fundações de sua carreira política em Campos e mantém votação expressiva no município. Bombardeado por acusações de compra de votos, recebimento de Caixa 2 e liderar organização criminosa armada, em ações penais originadas nas Operações Chequinho e Caixa D’Água, ambas da Polícia Federal (PF), tenta voltar ao Palácio Guanabara, que ocupou entre 1999 e 2002 e ao qual tentou voltar em 2014, quando foi derrotado por Pezão. No dia 25 de junho, o ministro Dias Toffoli, do

Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liminar suspendendo o processo de Garotinho na Operação Caixa D'Água. Em 16 de abril, outro ministro da Corte, Ricardo Lewandowski, já havia suspendido o trâmite da Ação Penal que resultou na condenação de Garotinho a 9 anos, 11 meses e 10 dias de prisão pelos crimes de corrupção eleitoral, associação criminosa, supressão de documento público e coação no caso da Chequinho. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, recorreu nessa segunda-feira da decisão.

Foto: Silvana Rust

Maior município em extensão territorial do Estado do Rio de Janeiro e o mais populoso e economicamente expressivo do interior fluminense, Campos é parada obrigatória na corrida pelo Palácio da Guanabara. E como a peregrinação visando às eleições gerais de outubro já começaram, os pretendentes a Governador voltam seus olhos e comitivas para a cidade. Além de Anthony Garotinho (PRB), que mantém laços estreitos e parte importante de seu reduto eleitoral na terra de Benta Pereira — embora seja visto, nos últimos tempos, quase que exclusivamente no Fórum Maria Tereza Gusmão de Andrade —, outros pré-candidatos já deram uma prévia de seus discursos na Planície. A visita mais recente foi a de Márcia Tiburi, nesta quinta-feira (5). Pré-candidata ao Governo do Estado pelo PT, a professora de filosofia e escritora esteve na Universidade Federal Fluminense (UFF), onde falou aos alunos durante o “II Seminário de Formação Política: Poder, Mulheres e a Função do Estado na Garantia dos Direitos”. Uma das principais bandeiras de sua candidatura — a primeira a um cargo eletivo — é o combate ao conservadorismo. Antes de Tiburi, Romário esteve na região. Entre os dias dia 21 e 24 de junho, o ex-atacante da seleção brasileira e senador, que representa o Podemos na corrida eleitoral, visitou sete municípios e esteve com representantes de entidades que atendem pessoas com deficiência. Em Campos, se reuniu com a diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e deu posse à comissão provisória do Podemos, em cerimônia na Câmara Municipal. No dia 22, em um bar da Avenida Arthur Bernardes, assistiu à vitória da seleção brasileira sobre a Costa Rica por 2 a 0, pela Copa do Mundo da Rússia. Pré-candidato pelo PSD, Índio da Costa têm estado com alguma frequência na região. Em maio, o deputado federal licenciado e ex-secretário municipal de Urbanismo do Rio de Janeiro encontrou representantes de

Foto: Divulgação

Fotos: Silvana Rust

Marcos Curvello

Dinheiro que não estava previsto no orçamento do legislativo Marcos Curvello Investigações da Polícia Federal (PF) expuseram, ainda em outubro de 2016, as engrenagens de uma máquina de fazer votos. Naquele mesmo mês, foram depositados nas urnas o resultado de uma barganha feita com recurso público. Candidatos do grupo político da ex-prefeita Rosinha lotearam, segundo prestígio e/ou potencial, o Cheque Cidadão e distribuíram vagas irregulares no programa social em seus redutos eleitorais. Segundo as apurações, 34 candidatos a vereadores e ex-secretários participaram do esquema. Destes, 11 se elegeram. Em apenas três meses, o número de beneficiários saltou de 11.500 para 30.500. Cada um recebia R$ 200, bancados com dinheiro do contribuinte. Mas, a sangria provocada pela fraude é dupla. Esta semana, o presidente da Câmara de Campos revelou gastos de mais de R$ 1 milhão em rescisões trabalhistas de assessores de vereadores afastados pela Justiça Eleitoral. A Casa de Leis tem 25 assentos, mas houve 40 posses e 11 reconduções: um entra e sai provocado por sucessivas decisões judiciais favoráveis e contrárias aos réus, tomadas em diferentes instâncias, dentro de ações eleitorais originadas no farto conjunto probatório levantado pela PF durante as Operações Vale Voto, Chequinho e Chequinho 2. Cada vez que um réu esgotava seus recursos em segunda instância e era obrigado a deixar a Câmara, todos seus assessores tinham os contratos rescindidos e uma nova equipe era nomeada pelo suplente. Como cada vereador tem direito a pelo menos 6 assessores e houve 15 posses a mais do que o número de cadeiras na Casa, isso significa, no mínimo, 90 rescisões. Porém, ao contrário dos próprios vereadores, assessores têm direitos fundamentados na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) e fazem jus a benefícios

como férias e 13º proporcionais, por exemplo. De forma que as constantes rescisões contratuais geraram gastos extraordinários de R$ 614.019,07 em 2017 e R$ 527.390,66 até o mês de junho em 2018. Não prevista no orçamento da Câmara e inevitável, devido à sua própria natureza, esta despesa impõem desafios ao equilíbrio orçamentário da Casa. “Foi necessária a adequação, como a redução de uma série de contratos de custeio para a manutenção do alto custo gerado com essas rescisões”, diz o presidente da mesa diretora, vereador Marcão Gomes (PR). “Torço para que o mais rapidamente possível o Tribunal Superior Eleitoral possa exaurir o julgamento de todos os recursos que chegaram até a corte da Justiça Eleitoral e que possam promover o equilíbrio, para determinar os 25 parlamentares que de fato irão completar a legislatura até o final de 2020”, completa.

O imponente prédio que abriga a Câmara nunca deu tanto o chamado " bem-vindo de volta"

Já foram afastados pela Justiça Eleitoral os vereadores eleitos Jorge Magal (SD); Jorge Rangel (PTB); Kellinho (sem partido); Linda Mara (PTC); Miguelito (PSL); Ozeias (PSDB); Roberto Pinto (PTC); Thiago Ferrugem (PR); Thiago Virgílio (PTC) e Vinícius Madureira (PRP); além dos suplentes Carlinhos Canaã (PTC), Geraldinho de Santa Cruz (PSDB) e Thiago Godoy (PR). Quarta suplente do PR, Roberta Moura passou

pela Casa em 2017 e assumiria a vaga deixada por Godoy, mas viu Eduardo Crespo (PR) ser convocado por também já ter sido condenada em segunda instância. Também ré por participação no esquema, a vereadora Cecília Ribeiro Gomes (PT do B) foi condenada, mas acabou deixando a Câmara por outro motivo: perdeu a vaga para Marcos Bacellar (PDT) após uma retotalização de votos ordenada pela Justiça Eleitoral.

INSTITUTO MUNICIPAL DE TRANSITO E TRANSPORTE - IMTT AVISO DE LEILÃO PTN07/2018 O Instituto Municipal de Transito Transporte (IMTT), sediado na Rua Barão da Lagoa Dourada nº 197, Centro – Campos dos Goytacazes, através de seu Presidente, no exercício de suas atribuições legais, a empresa MHA DOS SANTOS PARQUEAMENTO E REMOÇÕES DE VEÍCULOS LTDA – PÁTIO NORTE, tendo seu escritório central localizado na Av. Gilberto Cardozo nº 242, Pq. Turf Club (22)27233245, escritório do setor de leilões localizado na Av. 28 de Março nº 13 loja 27 (Shopping Turf Centro), Pq. Fazendinha (22)27259602, e pátio centralizado localizado na Rodovia BR-101 Km 78, Ururaí, todos localizados no município de Campos dos Goytacazes; e o Leiloeiro Público Marco Aurélio Cândido, matriculado na JUCERJA sob o nº 158, levam ao conhecimento dos interessados que, na forma da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993 e alterações posteriores, da Lei Federal nº 9.503, de 23 de setembro de 1997 e suas alterações posteriores, da Resolução CONTRAN nº 623, de 06 de setembro de 2016, e da Lei Estadual nº 6.657, de 26 de dezembro de 2013, realizarão o LEILÃO DE VEÍCULOS CONSERVADOS (destinados a circulação) E SUCATAS INSERVÍVEIS (destinados a prensa e reciclagem), cuja venda será igual ou superior à avaliação, a ser conduzido pelo referido Leiloeiro, dos veículos automotores listados no EDITAL DE LEILÃO que está disponível na sede do IMTT e nos escritórios do PÁTIO NORTE, bem como de forma digital no portal da Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes (http://www.campos.rj.gov.br) e site do PÁTIO NORTE (www.pationorte.com.br). O Leilão será realizado, simultaneamente, sob a forma Presencial e Online no dia 26 de Julho de 2018, a partir das 10 horas, o pregão presencial acontecerá no auditório do CDL- CÂMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, Av. Sete de Setembro 274/280, Centro – Campos dos Goytacazes/RJ, e o virtual através do sítio eletrônico: www.brbid.com no mesmo horário. JOSÉ FELIPE QUINTANILHA FRANÇA PRESIDENTE


PÁGINA

06

Campos

08 A 14 DE JULHO DE 2018

Um teto para São Benedito Igreja localizada em área nobre da cidade faz campanha para recuperar o telhado e pintar todo o templo, entre outras obras

Fotos: Silvana Rust

Ulli Marques Patrimônio arquitetônico e cultural do município de Campos e do Estado do Rio de Janeiro, o prédio da Igreja Matriz de São Benedito, situado na praça de mesmo nome, passa por sérios danos estruturais que comprometem toda a construção e põe em risco a integridade física dos fiéis. Com o intuito de garantir a realização dos casamentos que foram agendados para este ano e os tradicionais festejos do padroeiro, há aproximadamente um mês o padre Wallas Maciel, responsável pela paróquia, autorizou as obras de recuperação do telhado. Acontece que o orçamento, somente para a recuperação do telhado, ultrapassou R$ 170 mil, quantia muito superior à arrecadação da casa. Para arcar com os custos, a paróquia conta com a sensibilidade dos fiéis e da população de Campos que reconhece a importância do prédio, um dos cartões postais da cidade. Ainda que a Igreja seja tombada pelo Conselho de Preservação do Patrimônio Histórico e Cultural (Coppam), não houve contrapartida municipal para a realização da obra. O padre Wallas afirma que ele mesmo não buscou apoio, uma vez que está consciente da atual situação econômica da Prefeitura de Campos. Ele decidiu, portanto, encarar a reforma como uma “missão” da instituição religiosa e, para arrecadar o expressivo valor no qual a obra foi orçada, algumas medidas tiveram de ser tomadas. Entre elas, a distribuição de um carnê aos fiéis da paróquia. “Após orçarmos as intervenções, utilizamos uma quantia que já havia no caixa, oriunda dos dízimos, ofertas e outras arrecadações rotineiras para arcarmos com a entrada. Quanto ao restante do valor, decidimos, junto aos membros da Igreja, que a quantia seria dividida entre eles e paga mensalmente”, explicou. No entanto, novas necessidades surgiram e essa contribuição já não é mais suficiente. “Porque não basta consertar o telhado. Precisamos ainda pintar toda a igreja novamente e essa finalização estética não estava incluída no orçamento original”, afirmou.

Reforma do telhado começou há aproximadamente um mês e meio e a previsão do padre Wallas é de que seja finalizada até o final do mês de setembro

Além disso, desde que as obras foram iniciadas, as missas e outras reuniões tiveram de ser transferidas para outras igrejas da mesma paróquia — no caso das missas dominicais das 8h, 10h, e 19h, para a Igreja de São Francisco, no Centro; já o grupo de oração Príncipe da Paz, para a Igreja de Nossa Senhora Mãe dos Homens, na Pelinca. A consequência dessa ação emergencial foi a diminuição da arrecadação dos dízimos e das ofertas. Diante desse cenário, outras alternativas vêm sendo tomadas para angariar fundos, como a realização do Arraiá de São Benedito, que aconteceu no último final de semana na praça, e o Baile de São Benedito, que vai acontecer no dia 24 deste mês no Clube de

Regatas Rio Branco, mas o padre Wallas pede ainda a contribuição do público de modo geral. “Contamos com a sensibilidade dos campistas. Além da tradição religiosa, sabemos que a Igreja de São Benedito é um dos pontos turísticos da cidade e está situada em uma área bastante valorizada e, por esses e outros motivos, não podemos relegar o prédio. E os dízimos e as ofertas não bastam porque temos outras despesas, como pagamento de funcionários, contas diversas, etc. Pedimos encarecidamente que a população compreenda a situação e ajude a manter a nossa igreja que é de todos”, declarou. As colaborações podem ser feitas na secretaria paroquial ou em depósitos na Conta Poupança

03294-1, Agencia 1730 – Operação 013 – Caixa Econômica Federal. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (22) 2723-0219, 2723-1869, 2731-8785 e (22) 99848-0090. Ainda de acordo com o padre, caso os valores necessários sejam arrecadados, a previsão é de que as intervenções sejam concluídas até o final de setembro deste ano. Durante as obras, somente os batizados e as atividades rotineiras da paróquia continuam sendo realizadas nas salas e no salão paroquial. Após a conclusão das obras do telhado do salão principal, as missas dominicais e o grupo de oração que foram transferidos devem voltar a acontecer na Igreja de São Benedito.

Uma nova vida graças Professor faz pesquisa na ao som do violoncelo Lagoa indígena de Iquipari Taysa Oliveira

Ocinei Trindade Não tem muito tempo que a rotina musical faz parte da vida da estudante Isabelle Maciel. A adolescente de 15 anos é uma das mais jovens violoncelistas de Campos. Há dois anos, ela ingressou para a Orquestrando a Vida, projeto social que ajuda a desenvolver talentos para a arte. No começo, seu interesse foi o violino. Porém, o grupo necessitava de alguém que assumisse o violoncelo. "Assim que comecei, quando tinha 13 anos, não consegui mais parar. O instrumento me escolheu e eu atendi ao seu chamado", diz. Isabelle Maciel é uma adolescente tímida e discreta. Não é muito de falar. Apesar da postura contida, quando está estudando e executando música, a interação com os colegas de orquestra e de ong é inevitável e sua boa comunicação flui. O desempenho da jovem ao violoncelo chama a atenção dos professores e músicos da Orquestra David Machado, que ela passou a fazer parte há cerca de um ano. A dedicação e o comprometimento com as tarefas da escola e da orquestra são tantos que, Isabelle, dentro de pouco tempo, passará a atuar como monitora da Orquestrando a Vida. Baseado no conceito venezuelano de orquestras "El Sistema", o integrante do projeto após um certo período, dependendo de sua habilidade, começa a ensinar o que já aprendeu na teoria e prática musicais para os alunos mais novos que chegam ao projeto. "É uma nova responsabilidade assumida com satisfação. Estou gostando de ensinar música", conta.

As meninas entre o verde e o som da boa música

Ela fica entre os balneários de Grussaí e Açú em SJB

Isabelle Maciel dedicação constante ao instrumento

Quem se sente bastante satisfeita com a trajetória de Isabelle na ong é a sua mãe, Alessandra Tavares. Trabalhando como secretária em um hospital da cidade, Alessandra também é voluntária na Orquestrando a Vida. Ela integra uma comissão de pais e mães que ajudam em diversas tarefas no projeto social. "Ajudamos a organizar eventos para levantar fundos, além de preparar almoço e lanche. Em eventos e viagens da orquestra, temos um rodízio de pais para ajudar a tomar conta das crianças e dos adolescentes", explica Alessandra. A educação de Isabelle é prioridade para Alessandra Tavares. Os estudos no Ensino Médio acontecem pela manhã. À tarde, ensaios de orquestra e estudos de violoncelo ocupam o tempo da adolescente. "Quando é necessário, há também atividades na ong aos sábados durante o dia e os concertos à noite. A música afasta os riscos da violência e das drogas. Sou apoiadora do projeto, pois sei o que ele foi capaz de transformar a vida da minha filha. Nossa família é só eu e ela, pois Isabelle perdeu o pai muita menina. Só temos a agradecer", diz. Para uma adolescente de 15 anos, pode parecer muito cedo para falar de futuro. Porém, a Orquestrando a Vida tem funcionado como um norte para Isabelle e para algumas centenas de outros meninos e meninas em Campos dos Goytacazes, direcionando para as artes, cultura e cidadania. Alessandra e Isabelle, mãe e filha, esperam e se dedicam para um futuro melhor e promissor. "Na ong, eu encontrei minha tribo que é a música. Quero seguir esse caminho profissionalmente. Acho isso muito bom. Eu me espelho na violoncelista argentina Sol Gabetta. Ela é uma inspiração para mim. Vou seguir em frente com meu sonho", conclui Isabelle.

Fotos: Divulgação

Isabelle Maciel, aos 15 anos, é uma das mais promissoras instrumentistas de Campos

Fotos: Divulgação

Conhecida pela beleza, por sua natureza preservada e origem indígena, Iquipari é uma lagoa que costuma receber muitos turistas durante a alta temporada. Localizada há cerca de 3 quilômetros da praia de Grussaí, em São João da Barra, possui uma espaçosa faixa de areia e águas tranquilas, e é um ótimo lugar para família com crianças. É cercada por casuarinas, Alunos participam do trabalho que mostra a biodiversidade da área coqueiros e vegetação rasteira, e é uma área de proteção ambiental. A restinga de não morrerem, além de toda história da parte ecoIquipari possui uma enorme biodiversidade. Duran- nômica, histórica e ambiental da interferência do te o pôr-do-sol, a paisagem costuma ficar belíssi- Porto do Açu na região. Esses são alguns dos tipos ma, atraindo diversos admiradores, para aproveitar de discussões feitas na aula de campo. um belo dia em contato com a natureza. Foi nesse Além de todo esse trabalho, os alunos também ambiente que o professor Cristiano Peixoto Maciel, aprendem um pouco das lendas da Ilha da Condeu um pontapé no projeto “Plantando Educação, vivência, Mangue da Moça Bonita, envolvendo além das disciplinas dadas por ele como a químiColhendo Cidadão”. Tudo começou quando ele terminou a pós-gradua- ca e a biologia. Os alunos respondem ainda um ção em educação ambiental com a defesa na beira questionário antes de saírem para campo, sobre da Lagoa de Iquipari. Diante daquele cenário, ele manguezal e restinga, desenvolvem um desenho assumiu o compromisso que toda turma que tives- e após a aula respondem o mesmo questionário se, levaria para uma aula de campo naquele local. e montam outro desenho constatando assim um “Num mundo cada dia mais individualista, pensar relatório da aula de campo. no outro ainda assim, é válido”. A afirmação é de “Estudei a minha vida toda em escola pública, da Cristiano. Ele trabalha há 14 anos com educação pré escola ao mestrado, trabalho na Uenf como ambiental e com o passar dos anos, tem se encan- técnico de meio ambiente, trabalho em uma estado com o que vê e mostra a seus alunos que o ho- cola estadual como professor, uma forma que eu mem precisa conhecer mais sobre o meio ambiente tenho de devolver para a sociedade todo investimento que foi feito em mim, quane, com isso, aumentar as ações em prol to na minha formação quando no do nosso planeta terra. Desde a criação, até hoje, cerca de 1500 estudanmeu profissional. Principalmente tes tiveram a oportunidade de participelos alunos da educação de jopar desta aula de campo, que além da vens e adultos (EJA), muitos deles lagoa de Iquipari, abrange a praia de já são pais de família e frequentam Grussaí, e na foz do Rio Paraíba do Sul essas regiões , quando a gente vai em Atafona. Praias, restingas, lagoas, dar uma aula diferente, eles aprendem como deve ser a interação Rio Paraíba do Sul, manguezal, uma com o meio ambiente, acabam asgrande oportunidade para alunos da sim, sendo multiplicadores. A edurede pública da educação de jovens e cação ambiental é um processo de adultos se sensibilizarem sobre o assunto. Espécies de animais, vegetais, formação ambiental e tem que ser fauna e flora da região, avanço do mar, para todos nós, não podemos deixar essa responsabilidade só para berçário da vida marinha, importância as crianças, a formação tem que de não deixar resíduos na praia, principalmente por conta de animais para O professor Cristiano Peixoto ser para todos”, relata.


PÁGINA

07

08 A 14 DE JULHO DE 2018

VIAsaúde


PÁGINA

08

08 A 14 DE JULHO DE 2018

Presidente da Fundação Cultural

Maria Cristina Torres Lima

'Presidir o Coppam é um desafio'

Para ela estabelecer o que é histórico, cultural e antigo para poder preservar o patrimônio arquitetônico de Campos Ocinei Trindade Muitos anos depois de ter sido presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, autarquia municipal que leva o nome de seu pai, a professora Maria Cristina Torres Lima retornou ao cargo. Está à frente da gestão da cultura de Campos desde o início do governo Rafael Diniz. Atuante nas áreas da educação, das artes e dos eventos culturais há décadas, Cristina Lima (como é mais conhecida) encara vários desafios e Desde 1990, a senhora participa de governos como gestora da área de Cultura em Campos, tendo participado de distintas administrações. Nesse período, existe um momento mais difícil ou mais favorável? Ou todas as gestões públicas oferecem os mesmos desafios? Eu nunca trabalhei na abastança, sempre com a dificuldade financeira porque no nosso país, de uma forma geral, a cultura é a última que recebe e a primeira que perde. Então, nos diversos períodos, nas diversas administrações, eu sempre trabalhei com a dificuldade financeira no investimento em cultura. Fazendo um retrospecto, no primeiro governo, em 1989, de Anthony Garotinho, existia grande dificuldade, nós não tínhamos os royalties; já no governo Sérgio Mendes, os royalties apareceram, mas de forma bem menor. Depois, na fase da riqueza, que foram os prefeitos que se sucederam, o prefeito Arnaldo Viana e depois o Mocaiber, e mais recentemente ainda o governo Rosinha Garotinho, a coisa cresceu em termos de verba para investimento em cultura e eu não estava. Exceto no governo de Mocaiber, onde atuei como gerente de cultura, mas sem ordenar despesas. Então, eu estou acostumada a lidar com a falta de recurso, mas isso ao mesmo tempo que é angustiante é desafiante, porque não tendo dinheiro você tem que encontrar saída para realizar os projetos, para fazer acontecer. Tem que ser criativo, buscar parceria, estratégias e, mesmo diante às dificuldades encontradas e limitações financeiras, esta gestão nos dá autonomia para realizarmos, dentro das ferramentas que possuímos, de maneira a agregar benefícios ao município, principalmente na área da cultura. O orçamento municipal foi bastante enxugado desde o início do governo Rafael Diniz por questões de ajustes financeiros da prefeitura, e a Cultura também passou a contar com menos verba para atuar. Qual é sua previsão de orçamento anual e como esse valor tem sido investido? O nosso orçamento de 2018 tem previsão de R$ 3 milhões, o que é relativamente muito pouco se nós pensarmos que a última Bienal, de 2016, custou de R$3 a R$ 4 milhões para dez dias de evento. Atualmente, essa verba tem sido investida em vários projetos, valorizando principalmente o artista local e na manutenção dos equipamentos culturais, que foram bastante otimizados nesse um ano e meio. Tem sido uma dificuldade muito grande, manter aberto o que temos e reabrir o que foi fechado, como o Teatro de Bolso. Atualmente, quais destaques da agenda cultural do município a senhora poderia destacar em Campos? Que dicas de arte e cultura costuma recomendar? Eu destacaria não só as promoções da prefeitura, mas também o fomento que se instalou no município para que outras pessoas possam também fazer cultura, como é o caso da Academia Campista de Letras, a Academia Pedralva Letras e Artes, o Instituto Histórico Geográfico e a Casa de Cultura Villa Maria. É muito importante ressaltar que não só a prefeitura tem tido a liderança na promoção dos projetos e eventos, mas também tem incentivado que outras instituições realizem seus próprios projetos e eventos. Para mim, a programação do Teatro de Bolso tem sido impecável, em nível de qualidade artística, de presença de público, de formação de plateia. Já chegou o momento, que o professor Hélio Coelho, por exemplo, afirmou que há muito tempo não se sentia tão dividido quanto ir ao Trianon ou ao Teatro de Bolso, numa mesma noite. Isso para a gente é muito sintomático de que a coisa vem acontecendo. Eu indicaria também as programações do Arquivo Público Municipal, que dobrou o número de visitantes na nossa gestão. E eu falaria também do Museu de Campos. As leis de incentivos à cultura na sua opinião têm ajudado ou contribuído para a realização de projetos no município? As leis de incentivo vêm ajudando sim, de forma

busca soluções em uma pasta com orçamento cada vez mais reduzido. Nesta entrevista, ela aborda temas que são destaque na agenda do município. Além de presidir a FCJOL, Cristina Lima assumiu recentemente a presidência do Conselho de Preservação do Patrimônio Arquitetônico Municipal (Coppam), setor que é alvo de críticas e possui diversas demandas. Foto: Antônio Cruz

Tenho me surpreendido muito com os artistas da casa. Campos tem muitos poetas, músicos e demais artistas que fazem um bom trabalho.

Para mim, ser empossada como presidente do Coppam é uma honra, um desafio que o prefeito Rafael Diniz me concedeu. tímida, mas começa a acontecer, como por exemplo, o Mercado Cultural, que contou com a Lei de Incentivo à Cultura do Estado. E como o apoio que a ONG Orquestrando a Vida vem recebendo do Grupo IMNE. A Petrobras também tem ocupado o Teatro com espetáculos de nível nacional. Já está acontecendo, mas precisa de mais robustez. O Brasil tem passado por uma longa crise política e econômica. Vários setores do país têm sido afetados. Do ponto de vista da gestão pública, como é lidar com as demandas locais que costumam contar com verbas municipais para realização de projetos e espetáculos? O carnaval, por exemplo, quando Campos voltará a realizá-lo? Se não tem verba pública, nós oferecemos o que temos, que são os espaços, o apoio. Esse é um ótimo momento para que o artista se distancie do paternalismo público. É hora de todos nós nos reinventarmos. Nós como gestores, e o artista como promotor, que tem que ser. Por isso, a parceria tem sido importante, onde a gente dá o espaço e o artista promove e se promove, junto com a prefeitura e com a iniciativa privada, com o que puder. É o momento de nos reinventarmos juntos. Já o carnaval, como todas as outras manifestações culturais, necessita de investimento. Então, ele só vai acontecer, do ponto de vista do investimento público, quando a prefeitura tiver disponibilidade financeira. Já foi tentado a parceria público privada, com várias instituições, o que não foi à frente. Foi feita uma comissão paritária, para reestruturar o Carnaval de Campos em nível de documentação, para as agremiações estarem formalizadas e aptas a receberem verba pública. Em sua opinião, como observa os movimentos artísticos no município? As pessoas têm produzido arte e cultura nas periferias, por exemplo. Como a senhora observa as novas gerações que tentam se expressar por meio de ritmos populares, grafismo, muralismo, manifestações de rua, música alternativa? O antigo

e o novo têm espaço na cultura atualmente? Todo mundo está tendo espaço e a escola nesse ponto tem um papel importantíssimo. É importante que a arte vá pelo viés da educação. Acho que é uma coisa que a gente precisa consolidar, embora esteja indo. Acredito que os movimentos estão em forma crescente e quando se fala em movimento artístico, não se fala só em coletivos, se fala em grupos de teatro, academias de dança e tudo isso está muito aquecido no momento. As pessoas voltaram a ocupar os espaços, o movimento artístico voltou a produzir e agora a gente trabalha em reconstruir as plateias que foram perdidas. O Mercado Cultural também foi um condutor e ponto de encontro dessas artes. Promovido por parceria público privada, contou com oito oficinas que juntaram todas essas formas de arte e fechou com apresentação de 200 jovens no Trianon. O antigo e o novo têm espaço, vêm até nós e os espaços estão abertos. As parcerias público-privadas são citadas em diversas realizações culturais. Este tipo de iniciativa tem funcionado em Campos e como a senhora avalia o apoio cultural que parte de empresas e apoiadores individuais? Como disse, isso já existe, mas de uma forma ainda muito tímida. Essa é uma das diretrizes do governo, a parceria público privada, para que não onere custos ao município, na realização de ações e na cultura não é diferente, como o estudo que vem sendo desenvolvido para a reabertura dos equipamentos fechados, além de outras parcerias que alimentam a cultura, nos equipamentos hoje em funcionamento no município. A senhora acaba de ser empossada como presidente do Coppam. O patrimônio arquitetônico e os tombamentos de prédios históricos esbarram na falta de conservação e de verbas de proprietários em manter construções de valor histórico. Porém, há prédios públicos que estão em situação comprometida como o Museu Olavo Cardoso que se encontra fechado e o Palácio da Cultura com obras inacabadas desde o governo passado. Como lidar com essas questões? Para mim, ser empossada como presidente do Coppam é uma honra, um desafio que o prefeito Rafael Diniz me concedeu. Entendo que é necessário haver uma sensibilização da comunidade quanto à preservação desses prédios, além de estabelecer a diferença entre o que é histórico, o que é cultural e o que é antigo. Nem sempre o que é antigo tem valor histórico. Em contrapartida, vemos construções mais modernas que carregam maior valor afetivo, moral e cultural. Por isso é necessário esse equilíbrio e também criar mecanismos de compensação para que o proprietário tenha como manter e lutar pela preservação do seu bem. Vamos regulamentar a lei do Coppam para que não aconteça o que está acontecendo, proprietários que têm o imóvel e nem sempre têm condições de preservá-lo ocasionando o abandono. Sobre os equipamentos da FC-

JOL que se encontram fechados, já há um estudo e um grupo de trabalho debruçados sobre isso e a nossa expectativa é que sejam reabertos ainda em nossa gestão. Hoje, quais seriam as prioridades em se tratando de preservação do patrimônio material e imaterial de Campos? O objetivo é prosseguir, dar continuidade ao trabalho que já vinha sendo desenvolvido de tombamento de outros bens, a partir de pesquisas históricas e com a formação de uma equipe que possa elaborar esses trabalhos, tudo em parcerias, como a do Ministério Público. Já estamos dando andamento à regulamentação do Estatuto, junto à Procuradoria Geral do Município. A senhora sempre atuou na área da educação, das artes e da gestão cultural. São bandeiras que a senhora defende. Como esses setores têm contribuído para o desenvolvimento social e intelectual do município? Esse setor volta a contribuir agora porque, por muitos anos, a gestão de cultura foi esquecida e foi investido muito na gestão do entretenimento. Não que o entretenimento não seja essencial, até por que todos temos esse direito garantido pela Constituição, mas agora a gente volta a criar de fato a política pública cultural. Aí sim a gente volta a contribuir com o município. Hoje fazemos uma política cultural que deixa resíduo para o desenvolvimento social e intelectual do município. Essa é a política cultural que transforma. Todo mundo tem sonhos e projetos na vida pessoal e profissional. Hoje, quais suas aspirações mais importantes? Sem sombras de dúvidas, em curto prazo a entrega do museu Olavo Cardoso que foi fechado irregularmente. Não tinha necessidade de fechá-lo. Para piorar, ainda foi tirado dele o título de museu, transformando-o em centro cultural e logo após, a obra não andou e ele foi abandonado. Quando assumimos, criamos um grupo de trabalho para realização de um estudo para reforma e reabertura dos equipamentos que foram fechados, como também o Palácio da Cultura, que inclusive já passa por algumas negociações para captação de recursos através do Ministério da Cultura e do Ministério Público, que junto a prefeitura, também busca algum tipo de compensação para a retomada e entrega da obra. Vamos fazer de tudo para reabri-los em breve. Na música, na literatura e na dramaturgia, quem a senhora recomenda atualmente? Como incentivar uma pessoa a consumir arte e cultura? Tenho me surpreendido muito com os artistas da casa. Toda vez que o Teatro de Bolso Procópio Ferreira ou o Trianon recebem um artista ou uma companhia campista, a minha surpresa é das maiores, como não me surpreendia há muitos anos. Campos tem muitos poetas, músicos e demais artistas que fazem um bom trabalho, e citar só alguns aqui seria uma injustiça de minha parte. Por isso, prefiro ficar com todos que estão fazendo a boa arte na planície.


PÁGINA

09

08 A 14 DE JULHO DE 2018

VIAsaúde


PÁGINA

10

Saúde

08 A 14 DE JULHO DE 2018

Medicina Orofacial pede passagem Fotos: Divulgação

Profissionais buscam consolidação da área que tem avançado cientificamente Letícia Nunes A Medicina Orofacial (MOF) é a especialidade médica que estuda, previne, diagnostica e trata as doenças, distúrbios e demais condições do campo dentário ou odontológico, do campo oral e facial, bem como das áreas crânio-cervicais associadas à face. A definição desta área de atuação está no livro de autoria dos pesquisadores André Von Held, Pedro Bonassoli, Rogério Cavalcante e Simão Pedro C. Caetano, lançado em 2016, com mais de 400 páginas e que concentra os avanços científicos de especialistas de todas as partes dos Brasil. Esses profissionais, todos inicialmente formados em Odontologia, buscam junto com as instituições reguladoras da área, a consagração da Medicina Orofacial, junto com a mudança da nomenclatura e a expansão da grade curricular dos futuros profissionais. Já existe um abaixo-assinado nas redes sociais com quase 20 mil assinaturas, que reivindica a equiparação da nomenclatura utilizada no Brasil com a empregada em Portugal e demais países lusófonos, adotando os nomes de "médico orofacial" e curso de "medicina orofacial", por exemplo, em substituição aos nomes de "cirurgião-dentista" e curso de "odontologia”. O grupo alega que na prática o cirurgião-dentista é um médico especialista em medicina oral e com o novo título, esse profissional será enquadrado em um mesmo conjunto, passando a ser tratado e remunerado nos mesmos níveis dos demais profissionais médicos. O Médico Orofacial é o nome do título a ser concedido ao indivíduo graduado na área da Medicina Orofacial, após concluir curso regular de formação acadêmica, grau superior, para os iniciantes na profissão, ou depois do término da complementação de grau curricular para os

1º Meeting de Medicina Orofacial aconteceu este ano e reuniu grandes nomes da área no Rio de Janeiro

profissionais já graduados cirurgiões-dentistas. Esses profissionais atuam no sistema orofacial, que é um complexo conjunto formado pelos demais subsistemas (ósseo, muscular, vascular, glandular, linfático, nervoso, tegumentar, bioeletromagnético, e estomatognático), todos inter-relacionados. Entre os participantes do livro está a especialista Danielle Pessanha Pedra, que também faz parte dessa luta para a consagração do campo. Ela esteve na apresentação do 1º Meeting de Medicina Orofacial, que aconteceu este ano no Rio de Janeiro e reuniu todos os profissionais que

Representantes da MOF foram recebidos em Brasília

apoiam a existência desse campo, inclusive, com a presença de grandes nomes da Odontologia. Na ocasião, foi aberta a Associação Brasileira de Medicina Orofacial (ABMOF), que ainda está sendo formalizada. “A Medicina Orofacial surgiu no Brasil em 2016 e assim foi lançado o livro de mesmo nome, que reúne definições e estudos de diversos pesquisadores e cientistas do país. O interesse é solidificar de uma vez essa área, que é tão importante. Se promovermos uma readequação da grade curricular nas instituições de graduação, o paciente vai ter um profissional mais

capacitado em todos os sentidos, em todos os setores de atuação dentro da Odontologia, que está agora mais completa, coesa e sustentada cientificamente, sendo modificada em sua nomenclatura para abranger justamente a diversidade. Isso vai dar sustentabilidade científica ao paciente para resolver qualquer tipo de problema na região da cabeça e pescoço. Nós queremos esse título e que os novos profissionais já saiam como médicos orofaciais”, explica. O movimento tem apoio de José Mondeli, professor titular do Departamento de Dentística, Endodontia e Materiais Odontológicos da Faculdade de Odontologia de Bauru, Universidade de São Paulo, que escreveu a apresentação do livro de Medicina Orofacial e se disse privilegiado com o convite. No dia 3 de julho, aconteceu a reunião anual do Conselho Federal de Odontologia, em Brasília, com a presença de representantes de todos os Conselhos Regionais de Odontologia. Os integrantes da Associação Brasileira de Medicina Orofacial (ABMOF) foram convidados pelo presidente do CFO, Dr. Juliano do Vale, para apresentar a proposta aos demais órgãos reguladores. Foram expostas as necessidades de alterações no campo e as possibilidades que a Medicina Orofacial pode oferecer. “O objetivo é consolidar a Medicina Orofacial, que ganhou muita força após a realização do meeting. Com a Associação Brasileira de Medicina Orofacial, nós queremos o desenvolvimento dessa entidade em todas as regiões do Brasil”, ressalta.

Danielle Pessanha Pedra esteve na apresentação do 1º Meeting de Medicina Orofacial


PÁGINA

11

08 A 14 DE JULHO DE 2018

VIAsaúde


PÁGINA

13

Esporte

08 A 14 DE JULHO DE 2018

Meninas de Campos batem um bolão

Cresce na cidade as escolinhas de futebol para o time feminino Priscilla Alves

Enquanto milhares de torcedores ainda lamentam pela despedida da Seleção Brasileira de Futebol da Copa do Mundo 2018, em Campos é a vez das mulheres brilharem, só que no futsal. A equipe feminina “Fúria Campista” chega cada vez mais perto de uma conquista inédita. Sem patrocínio e formado em sua maioria por jovens de comunidades carentes, o time disputará, pela primeira vez, o Campeonato Nacional de Futsal Feminino. A conquista veio após o primeiro lugar no Campeonato Estadual, em 2017, logo na primeira vez em que o time disputou. Se por aqui a paixão pelo futsal e pelo futebol é a mesma, a estrutura e as condições de treinamento são bem diferentes. O time Fúria Campista, que existe há oito anos, é mantido exclusivamente pela ajuda do treinador, que também faz o trabalho de forma voluntária. Não há apoio com uniformes, auxílio financeiro para as atletas, material de treinamento ou qualquer outro recurso que possa colaborar para o desenvolvimento da equipe. “O campeonato é no dia 29 de julho e não temos recurso nem para viajar. Sempre quando a gente viaja, eu que banco tudo sozinho. As meninas, infelizmente, não têm condição porque a maioria vive em situação carente. Até o dinheiro do uniforme vai sair do meu bolso. Também tem a questão da estrutura. Precisamos

O Brasil perdeu a Copa, mas Campos está ganhando um timão de baton e esmalte

de um local adequado pra poder treinar, porque a quadra lá não é coberta e quando chove a gente fica sem opção”, afirmou o treinador Rômulo Andrade Maia. Enquanto por um lado falta apoio do poder público ou privado, por outro sobra disposição e força de vontade. A Fúria Campista atualmente tem 70 atletas com idades entre 16 e 32 anos. Os treinamentos são pesados e acontecem duas vezes por semana. “Das 70 atletas que temos atualmente, sempre escolho 15 para participar das competições. Essa é a primeira vez que um time de futsal feminino de Campos vai jogar uma liga nacional; Ainda não temos apoio”, explicou Rômulo. Competições O próximo desafio da equipe é o Rio Open de Futsal, que acontece em três etapas,

sendo a primeira no dia 29 de julho, em Quissamã. A etapa seguinte acontece em Petrópolis e as equipes classificadas disputarão a final, que será em Nova Iguaçu. Já em setembro será o Campeonato nacional, em que a participação da equipe entre as melhores do país já representa uma vitória. “Fomos os únicos do estado do RJ que se classificou. Essa competição nacional reúne as maiores equipes do Brasil, inclusive as Leoas da Serra, que conta com a jogadora Amandinha, eleita quatro vezes a melhor do mundo. A gente corre muito atrás, vamos representar a cidade de Campos em uma disputa nacional, mas a gente não é muito reconhecido”, concluiu Rômulo. Quem quiser apoiar o time Fúria Campista pode entrar em contato com o treinador Rômulo, pelo telefone 22 998624522.

Treinamento intensivo e exaustivo para garantir o preparo físico do time


01

08 A 14 DE JULHO DE 2018

Fotos: Divulgação

Fotos: Divulgação

Bem-vindo ao Club Roberta Barcelos

Ivete Sangalo

Orlando / Disney

Luan Santana

“Não tenho medo de concorrência, sou altamente determinado, acredito no meu potencial e sou muito grato à fidelidade dos parceiros que seguem comigo”. A declaração é do mais novo integrante do time de apresentadores da Terceira Via, o jornalista Fábio Abud. Com nada mais nada menos que 23 anos de experiência e muita intimidade com as câmeras, o apresentador mais conhecido da região resolveu encarar o desafio e aceitar o convite do diretor geral do sistema de comunicação Terceira Via, Fábio Paes. “A chegada de Fábio para o Terceira Via coloca o nosso grupo em um novo patamar. Ele tem mais de 20 anos de história como profissional de TV e jornal. O fato dele aceitar o nosso convite só mostra o peso e a importância que o nosso grupo de comunicação está conquistando na nossa região e a certeza de que vamos começar um novo tempo”, afirmou Fábio Paes. No próximo domingo, dia 15 de julho, às 14h, a TV Terceira Via vai estrear com duração de duas horas o “Programa Fábio Abud”, com produção da companheira fiel, a irmã Patrícia Abud. “Eu vou viajar para dentro e fora do país e o programa vai comigo! Temos muitas novidades, seis novos quadros, um deles de culinária. As bandas que são pratas da casa também continuarão tendo destaque no nosso programa. Vamos surpreender os telespectadores de Campos e região. Mas não posso falar mais nada! É tudo surpresa!”, contou Abud. Para o gerente técnico da Terceira Via TV, Hernani Camargo, esse será mais um desafio para a emissora que completou 5 anos este ano e já conta com o melhor time de apresen-

tadores da região. “Montar e editar um programa de duas horas com a qualidade que já faz parte da nossa marca é um desafio e estamos prontos pra isso. A mudança não é apenas da casa do Fábio Abud e sim de tudo. Teremos um cenário novo e ampliado que dará mais interação ao público. O estúdio continua no Shopping Boulevard, porém, totalmente reformulado. Serão duas exibições diárias do programa. O Fábio vem pra somar no nosso time e estamos muito felizes com a sua chegada”, contou Hernani. E não tem só estreia na TV, o Jornal Terceira Via, também vai ganhar a coluna “Fábio Abud” aos domingos. E para começar tem o lançamento de uma super gata que também faz parte da surpresa. Fábio, que já revelou mais de duas mil pessoas em sua coluna, está feliz e ansioso. Pra quem começou na TV aos 15 anos e já entrevistou personalidades do gabarito de Roberto Carlos, Xuxa e até nomes internacionais como o mágico David Copperfield, Fábio Abud aos 41, tem muito que comemorar. “É um imenso prazer ter Fábio Abud no time do Sistema Terceira Via, tanto na televisão, do jornal impresso e por consequência no ambiente virtual. Desde o início era ideia de Fábio Paes trazê-lo e agora isso se concretizou”, disse Dr. Herbert Sidney Neves. “Eu vim para somar e acredito no potencial das empresas do grupo. Me envaideceu muito o convite feito também pelo Dr. Herbert. Apesar dos meus 23 anos de experiência ininterruptos, a minha humildade me coloca em busca de aprender todos os dias e eu vim pra somar acreditando no potencial das empresas do grupo”, comemorou o apresentador. Pelo visto vem aí um novo Fábio Abud!

Não tenho medo de concorrência, sou altamente determinado, acredito no meu potencial.

Las Vegas

Michel Teló

Bahamas

Amaury Jr.

Nova York

Xuxa Meneghel

Wesley Safadão

Cláudia Leitte

Anitta

Harmonia do Samba / Xanddy

Foto: Cândida Vasconcellos

PÁGINA


PÁGINA

02

08 A 14 DE JULHO DE 2018

@nataliamuniznutri

nataliamuniznutri@gmail.com

Será que você precisa de mais

Ômega 3?

Você já sabe que o ômega 3 traz vários benefícios à sua saúde, não é mesmo? Mas será que você está precisando de uma dose mais elevada desse nutriente? ALGUMAS CONDIÇÕES QUE TÊM UMA ÓTIMA RESPOSTA COM UMA DOSE EXTRA DESTE NUTRIENTE: 1 – PESSOAS COM PROBLEMAS DE PELE (PELE MUITO SECA, PSORÍASE, DERMATITES, ALERGIAS) Por ser capaz de diminuir a inflamação celular em todas as camadas da pele, o ômega 3 reduz a vermelhidão, as rugas e a perda de tônus, reabastecendo os lipídios da pele, melhorando muito o sistema imune da pele. 2- PRA QUEM PRECISA DE UM UP NA MENTE O ômega 3 tem um efeito positivo sobre a perda de memória associada ao envelhecimento gradual. Estudos comprovam que o ômega 3 auxilia tam-

bém na concentração! Precisamos de ômega 3 para o bom funcionamento dos neurônios, proteção das células, prevenção da morte das células e melhora da transmissão nervosa. Pesquisas apontam que o ômega 3 pode aumentar os níveis de serotonina e dopamina – diminuindo a depressão e a violência. 3 – QUEM PRATICA EXERCÍCIOS FÍSICOS O ômega combate o processo inflamatório da obesidade, ajuda no emagrecimento e previne lesões musculares e articulares nos treinos. 4- GESTANTES Pesquisas relacionam a baixa ingestão de ômega 3 em mulheres grávidas com o parto prematuro, aumento do risco de pré-eclâmpsia, além de sinais

de hiperatividade nas crianças. Na Harvard Medical School (EUA), demonstraram que o ômega 3 é fundamental para o desenvolvimento neurológico do feto e contribui para que o bebê tenha um peso adequado ao nascer, são bebês com menor risco de alergias alimentares e eczemas. Atualmente, a maior parte da população consome muito mais o ômega 6, um óleo que compete com a absorção do ômega 3, esse, mais benéfico para a saúde. Por isso, a minha dica é que você faça uma alimentação rica em ômega 3, se alimentando de peixes como anchova, salmão, atum, sardinha, linhaça, chia ou você pode suplementar com cápsulas de óleo de linhaça ou de peixe. Finalizando, desconfie de produtos com preços muito abaixo do mercado pois podem não ser isentos de metais tóxicos.


@crisales_

Rio

40º

N

ão é à toa que ganhou o apelido de Cidade Maravilhosa. Sua beleza única e de seu povo encantam moradores e turistas, fazendo do Rio um dos locais mais cantados do Brasil e do mundo. Tem um pouco de mim em cada cantinho dessa cidade. Desde a atmosfera praiana à informalidade dos cariocas. A vida ao ar livre é um dos grandes atrativos, que tem seus parques, praças e praias cheios de gente de segunda a segunda. Aaaaah, a alegria dos cariocas contornam as adversidades da cidade e cultivam, no dia a dia, uma vocação para ser feliz. E por fim o por do sol no Rio é um acontecimento tão esperado diariamente que em muitos pontos da cidade merece até palmas. Eu amante que sou de fins de tardes, gosto de assistir de camarote o sol se pondo sob o mar ou sob as montanhas, compondo um espetáculo único. Até no inverno o Rio é 40º!

É um tratamento realizado através da emissão luminosa de LED’s, que promove fotoestimulação e terapia fotodinâmica. Essa tecnologia utiliza diversos diodos emissores de luz (LED), que expõem a pele a uma sequência precisa de pulsos. As ondas eletromagnéticas estimulam a atividade celular, fazendo com que as células da pele reajam de forma semelhante às células mais jovens. Na fotoestimulação ocorre interação da luz com as mitocôndrias das células o que leva a aumento da síntese de colágeno e da renovação celular. Também atua inibindo as metaloproteinases, enzimas responsáveis por degradar o colágeno. Na terapia fotodinâmica ocorre interação da luz com substancias químicas medicamentosas passadas sobre a pele. O efeito sinérgico entre a luz e a medicação leva ao tratamento de lesões de pele malignas ou pré malignas. É indicado para uma diversidade de tratamentos, dentre eles: • Rugas finas • Poros dilatados • Melhora da Textura da pele • Acne ativa • Cicatrização da pele • Terapia capilar (queda de cabelo)   • Queratoses • Carcinomas basocelulares superficiais • Dor pós herpéticas • Psoríase • Vitiligo

CRM:52530660

O QUE É FOTOTERAPIA?

Dra. Ana Maria Pellegrini

Demais indicações do LED: • Pode ser aplicado em qualquer região do corpo, incluindo o colo, braços, pescoço, pernas e costas • Possui uma excelente indicação para o tratamento de queimaduras solares ou de pele desvitalizada • Melhorar a cicatrização pós tratamento com luz mais invasiva, como resurfacing A LASER Diferentemente da Luz Pulsada Intensa (IPL) e de tratamentos leves similares, o LED não depende dos danos térmicos e sucessiva resposta imunológica para o sucesso do procedimento. Seu funcionamento consiste no estímulo a respostas biorrítmicas naturais do corpo à luz, o que é inofensivo às células. Vale ressaltar que a exposição total da pele ao LED é menor do que à luz de uma lâmpada padrão. O tratamento com LED utiliza uma luz menos invasiva, que aumenta o metabolismo celular. Na maioria das vezes, é utilizado como adjuvante no tratamento a laser. Além disso, é utilizado para tratar a pele sensível, rosácea, com rugas finas ou danificada pelo sol. A fim de diminuir o processo inflamatório, pode também ser utilizado após procedimentos cosméticos e para tratamento de doenças inflamatórias – como dermatite seborreica, psoríase, herpes e alergias. Dra. Ana atende no edifício Medical Center, na Rua 13 de Maio nº 286/512 Sala 12 Tel: 2733 4211.


@priscylabezerra

FASHION STYLE

mãos

aoALTO

E de preferência cheia estilo, com muitos anéis. Os anéis são acessórios na maioria das vezes, muito bem vindos. Independente do material, digo: joias, prata e inclusive as bijous (amo!) "ELES" já fazem parte da minha rotina de looks - principalmente no inverno. Adoro misturar banhos de metal, pedras com brilho e inclusive, resina com isso tudo aí!!!!! Até porque, eu dificilmente USO apenas um anel. #soudessas E você?! Também já se jogou no mix de aneis e não vive mais sem?!

TENDÊNCIA

LOOK DOMINGUEIRA

FLORAL DARK

Transpassado floral lindo (bem latino) Confortável, porém, muito feminino pois temos bandos nas mangas e barra. Enfim, encontrei o MEU "wrap dress" e nem imagino quando tiro do corpo. Virou uniforme, já era !!!

BELEZA/SAÚDE

A mesoterapia capilar é uma técnica moderna, que consiste na aplicação de medicamentos e princípios ativos consagrados no couro cabeludo. As substâncias injetadas, geralmente, são uma mistura de minoxidil, finasterida, fatores de crescimento e vitaminas, cada um com seu propósito, estimulando os folículos de maneiras diferentes. Aumenta a circulação sanguínea, aumenta o tempo de fase anágena do fio, inibe a enzima 5-alfa-redutase e promove uma melhora lenta e gradual dos cabelos. Outros fatores que influenciam são o diagnóstico (obviamente), os cuidados prévios e a disciplina com o tratamento prescrito para domicílio. Depois de uma avaliação prévia para saber o diagnóstico e conhecer a gravidade e a intensidade da queda, vamos determinar se a terapia é a mais indicada e quantas sessões serão necessárias. De modo geral, os fios param de cair, voltam a crescer, ficando com um aspecto mais bonito e saudável. A técnica atua na recuperação dos cabelos, ajudando, inclusive, a retardar os efeitos da calvície.

CRM 52-815861

MESOTERAPIA CAPILAR

Paula Marsicano

Dermatologia Integrada Rua Voluntários da Pátria 500 sala 108 Ed. Platinum Tel: 22 3026-1819 @paulamarsicano


PÁGINA

06

08 A 14 DE JULHO DE 2018

herminiasepulveda@yahoo.com.br

“O tempo é o correio da vida, ele trará tudo aquilo que estiver destinado para você.” FÉRIAS EM CAMPOS Quem chegou para passar as férias no Brasil foi Rebecca Terra Ferreira, que faz Medicina na Argentina. Ela é a filha amada de Aland Ferreira Lima Filho e Greice, que estão radiantes com a presença dela por aqui. BATIZADO Será no dia 22 de julho às 10h na Igreja Sagrado Coração de Jesus o Batizado da princesinha linda Maria Eduarda. Ela é filha de Karine Marinho e Luís Eduardo Soares Pessanha. Os padrinhos de Batismo são Flávia Pessanha e Claudemir Barbosa. Os de Consagração Frederico Barbosa Marinho Teixeira e Thayane Azeredo. A madrinha de carrego é Mayara Barbosa Xavier e a madrinha de toalha é Vanessa Barbosa. Seguindo a moda atual. TURNÊ A Orquestra Sinfônica Mariuccia Iacovino da ONG Orquestrando a Vida está em turnê na região Norte Fluminense, sob a regência do Maestro Maurício Carneiro e se apresentará em Campos no Teatro Trianon dia 27 de julho às 20h, será numa quarta-feira.

Lila Trindade Chalita é uma pintura de tão linda

A alegria e descontração de Jocília Petrucci Barcelos são indispensáveis nas festas da Turma de 1977 do IEPAM. Ela arrasa nas produções!

MISSA DO 1º MÊS A família Freitas Chagas convida para a missa de um mês em memória do saudoso patriarca Edvar de Freitas Chagas, que será realizada hoje às 18h na Capela Nossa Senhora Auxiliadora. NIVER Os parabéns de hoje vão para o primo desta colunista França Motta, também para Manoel Antônio Terra Machado, Jorge Meireles, Vardelei Silva Porto, Alessandra Miranda, Vivi Souza, Lays Velasco e Alessandra Martins. Amanhã para a sobrinha e afilhada desta colunista Maria Tereza Póvoa, Ayme Cristina Ribeiro Barroso, a apresentadora Paula Coutinho, Ana Torres, Déborah Rogério, Sarita Nery, Pedro Ivo Miranda, Carlota Delbons, Cristina Zulchner, Silvana Menezes e Evandro Calafange Alencar. Terça feira para Onecy Barros, Manuela Gomes, Lariça Marci, Luiz Vagner Cunha Henriques, Maria Helena Pereira Bath, Daniela Lannes, Zildea Ventura, Marilza Mendonça e Sérgio Franco. Quarta-feira para Márcio Ady Corrêa, Suelem Souza, Eliane Rangel, Giovane Jacyntho, Adriana Silva, Wilza Galdino, Marllos Barros de Assis, a prima desta colunista Eliane Scapini, Fernando Rossi e Marina Rocha. Quinta-feira para Karina Marilyn Bichara Boeschenstein Ferreira, Eliana Tavares, João Castanho, Carolina Abud Cabral, Gianinni Azevedo, Danyell Braga, Veronica Bento Silva, José Francisco Souza Rodrigues, Geraldo Venancio. Sexta-feira para Andinho Ide, Gizette Morales, Raphaela Melo, Genilce Magalhães, Salete Coelho, Cacianny Pessanha, Renato Boldes e Hermann Niedner. Sábado para Soares Nunes, Martha Mignot Cordeiro, Laurem Khenayfis, Bruna Gama e Carlos Faria Café. Da coluna os votos de muita saúde e felicidades para todos.

Casal muito querido: Orlando Nascimento e Cristiane

Sacramento do Batismo: Jayme Juncá e Karla Carvalho com Lorenzo na Igreja Nossa Senhora de Fátima

Festa Junina: Ronald Dutra e Nathalia Toledo Dutra com os filhos Bernardo e Nina

Fernando Ferreira Paes comemorando os 70 anos com seus amores Fernanda Vilaça, Renata Vilaça Batista, Sophia e Vitória

Luiz Gustavo Leal Lobo e sua amada Jussara que foi a aniversariante da semana

A bela aniversariante de quinta-feira Karina Boeschenstein Ferreira

Tânia Terra e José Carlos Souza Alves animados na Festa Junina

Rosana Corrêa Juncá com o Bispo Dom Fernando Arêas Rifan o celebrante do Batismo do seu neto Flavinha Paes e Luciano Freitas em recente evento Lorenzo

BOAS-VINDAS O Grupo Terceira Via têm mais dois integrantes que são muito bem-vindos à nossa turma. Estou falando dos irmãos Fábio e Patrícia Abud, que chegaram para somar e estamos felizes em tê-los aqui com a gente. MULHERES EM AÇÃO A fotógrafa Verônica Ribeiro está prometendo uma noite badaladíssima no dia 8 do próximo mês, com uma exposição de fotos feitas pelos seus alunos com o tema Desfile de Moda. A formatura vai ser num Hotel bacana aqui de Campos.

Renata Albernaz Duarte com a linda sobrinha/afilhada Alice Crispim no seu 1º Aniversário

Festa Junina top dos amigos fidelidade: Meryanne Souza, Priscila Coelho, Renata Machado, Mery Viana, Débora Rosa, Viviane Daher, Aparecida, Ana Paula Chalita Cândida Barcelos, Adriana Queiroz, Simone Salomão, Ana Márcia Alves, Carla Figueiredo, Mayná Castelucci e Kátia Guimarães.


PÁGINA

07

08 A 14 DE JULHO DE 2018

transparência

01

é trend

CASACO + CROPPED R$ 110,90 Le Lion @lelionoficial

02 COLAR R$ 212,07 Gio Bernardes

03

04

CASACO TELA R$ 99,50 Capulana @capulanaoficial

SHORT COURO R$ 2.298,00 animale.com.br

05 VESTIDO R$ 189,00 amaro.com

06 SUTIÃ R$ 49,90 Renner

STYLE SEXY Mega usada entre os anos 1990 e 2000 a transparência saiu de foco por mais de uma década, ressurgindo na semana de moda de Paris em 2015, se tornando hit nesses últimos anos. É quase impossível não encontrar a trend nas coleções, tanto de verão quanto de inverno. E o legal é que as peças são super diversificadas agradando todos os gostos, indo das mais discretas às super ousadas. A cada coleção a tendência ressurge de forma variada em blusas, body’s, vestidos e saias.

07

E sabe o que é mais bacana? Dá para criar looks incríveis e obter um style sexy e fashionista ao mesmo tempo!

CLUTCH R$ 299,00 itbagbrasil.com.br

Uma combinação legal é a T-shirt + top combinada com uma calça jeans ou de couro para um visual mais night.

08 BODY TULE R$ 129,90 amaro.com

Pra quem curte um look bem naked, como por exemplo um vestido total transparente + hot pants, a dica é deixar o visual mais despojado combinando a peça com tênis, jaqueta, ou rasteirinha TÊNIS MOLECA R$ 99,90 zattini.com.br

Workshop de Cuidador para Idosos

.

sob a coordenação da Dra. Deborah Casarsa com certificado ao final do curso

AlertaMENTE Inscrições abertas para a formação de novas turmas para as oficinas de memória AlertaMENTE, em agosto. Essas oficinas ajudam no envelhecimento saudável e fazem parte de um projeto inovador, que promove o tratamento e a prevenção de doenças como Alzheimer. O objetivo é exercitar os domínios cognitivos dos pacientes, a partir do trabalho de uma equipe interdisciplinar.

09


08 08 A 14 DE JULHO DE 2018

candinhovasconcellos@gmail.com

CANDINHO VASCONCELLOS

PÁGINA

O Tema – Rio de Janeiro Alto astral em pessoa, Leila Saldanha recebeu amigos de uma vida e familiares na tarde de ontem, no Hotel Vilarejo, em Rio das Ostras, para celebrar seu aniversário. A paixão pelo Rio de Janeiro é notória. Leila viveu anos por lá e fez amigos que guarda do lado esquerdo do peito. Quando resolveu comemorar seu aniversário, não pensou duas vezes em homenagear a cidade que ama. O salão do hotel foi transformado nos pontos turísticos da cidade maravilhosa, com direito a muito samba e carnaval. Na próxima edição da coluna, trarei a cobertura do evento. Foi a cara do Rio!

A aniversariante Patrícia Moll cercada pelos pais: Betinho e Mirian, pela tia Teresa e a irmã Camila. Festa linda no Jóquei Clube Brasileiro. Parabéns do espaço.

Madonna absoluta Perto de completar 60 anos, a estrela máxima do pop ganha nova biografia que detalha como ela foi capaz de transgredir a indústria cultural, ficar bilionária e sobreviver como a principal artista da música por quatro décadas. A obra de 538 páginas analisa em detalhe cada acontecimento da vida da cantora para demonstrar o que o produtor Steve Bray, antigo namorado de Madonna, resumiu ao afirmar que a característica mais impressionante dela é “dominar você por completo, e, de alguma forma, você gostar da experiência”. Economia patinando Cada vez mais brasileiros levam seus talentos, economias e esperanças para aproveitar as oportunidades e as vantagens que outros países oferecem. Há um aumento considerável do êxodo para outros países e cada vez mais gente capacitada, rica e até aposentada está deixando o Brasil sem planos de voltar. Os destinos são os mais variados. Nos últimos dois anos, além dos Estados Unidos, têm se destacado Portugal, Japão, Canadá e Austrália.

Cristina Lima emoldurada pela família: Natássia, Elisa e as netas, Mariana e Maria Clara. Ela reuniu os amigos para lanche em comemoração do seu aniversário.

Chocolate com amigos Cristina Lima reuniu os amigos mais chagados e familiares para celebrar seu aniversário. Foi feliz na escolha do local e do cardápio. Tudo muito gostoso e com fartura. Cristina estava feliz, realizada. Cada convidado que chegava era motivo para sorrisos e alegria. Ela faz questão de preservar a amizade. Foi uma noite deliciosa! Por lá: as filhas Elisa e Natássia, as netas Mariana e Maria Clara, a irmã Maria Cecília Torres Lima, Silvinha Salgado Rodrigues, Sandra Valéria Peralva, Lulu e Manoel Antônio Machado, Ana Lucia Sales, Paula Pizelli, Marcia Ângela Arêas, Orlando Araujo Junior, Lia Teixeira Lopes, Denise Menezes Balbi, Eliete Alves do Rosário, Marli Chacur, Kíssila e Pedro Lincoln Bessa, entre outros.

Liberou geral O que se temia como uma probabilidade está se transformando numa amarga realidade. O Judiciário vem colocando em curso um movimento abafa Lava Jato. Parece considerar que ela foi longe demais e quer lhe cortar as asas. A estratégia de implosão da operação – que nos últimos tempos desencadeou o mais bemsucedido esquema de combate à corrupção da história do País – é tenebrosa. A Segunda Turma do STF, composta na maioria por togados que não se conformam com as regras em vigor e que, sempre que podem, contrariam a jurisprudência, passou a desfazer sistematicamente decisões colegiadas, numa afronta gritante à ordem estabelecida. O triunvirato Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski adotou o método liberou geral.

Maria Cecília Torres Lima e Silvinha Salgado Rodrigues

Indecência Air O uso de jatinhos da FAB pelos figurões da República ganhou dimensão patológica. Mal chegou de um voo inútil a Buenos Aires, na semana passada, Eunício Oliveira decolou em outra mordomia do gênero rumo a Fortaleza, dois dias depois, para cuidar de sua campanha de reeleição ao Senado. Um desses “compromissos oficiais” do “capo” cearense foi participar de uma pelada no campo de grama sintética de Limoeiro do Norte, cidade também conhecida como “Terra das Bicicletas”.

Arraiá dos 30 e 40: André Chebabe, Marcelly, Cristina, Carla Barros e Leonardo Ferreira

Noite de São João Um grande Arraiá do 30 + 40 para brindar os 4.0 de André Chebabe e os 30 da namorada Carla Barros. Banda de Forró, sertanejo, Dj, animaram a festa. Barraquinhas com comida típica e uma grande mesa de doces com cocadas, docinhos, bolo e guloseimas. Inúmeros amigos prestigiaram a festa. Animação geral!

Bienal do livro 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo: Cozinhando com Palavras destaca temas da gastronomia social, patrimonial e tendências atuais em edição amadurecida. Entre os destaques estão: Morena Leite, Gabriela Kapim, Thiago Castanho, Tereza Paim, Carolina Ferraz, Helena Rizzo, Ivan Achcar, Breno Lerner, Janaina Rueda, Olivier Anquier, Rodrigo Oliveira e o apresentador Zeca Camargo.

Adianta alertar? Michel Temer talvez faça quatro viagens internacionais em julho. Dia 15, cogita assistir o Brasil na final da Copa, em Moscou. Na sequência, irá a Cabo Verde, México e África do Sul. Seus sucessores constitucionais, Rodrigo Maia e Eunício Oliveira, se recusaram a assumir a Presidência da República para não ficarem inelegíveis. Mas não precisam associar esse direito a viagens inúteis em jatinhos da FAB para o exterior. Há formas mais baratas de cumprir o impedimento legal. Suicidando-se, por exemplo. Com apetite Na contramão de muito investidor estrangeiro, o fundo americano Advent despeja dólares no Brasil. Depois de assumir a Estácio e arrematar a rede Walmart, agora analisa fazer uma oferta pela BR Mania, a loja de conveniências da BR Distribuidora, que estreou na bolsa de valores em 2017. Perfil admirado Principal nome do Brasil na Copa, Philippe Coutinho também se destaca entre os jogadores da seleção brasileira nas redes sociais. Em uma semana, dois milhões de internautas passaram a seguir o craque do Barcelona no Instagram. Ele tem agora uma lista com 15,34 milhões de admiradores. Aliás, ainda no mundo da bola, as hashtags que mais estão bombando, em português e inglês, envolvendo o Mundial da Rússia são #vaibrasil (1.397.335 publicações), #rumoaohexa, #cbf, #selecaobrasileira e #vemhexa.

Eleições na cabeça Na terça-feira 26, o general Antonio Mourão assumiu o Clube Militar. Com planos de colocar uma quinta estrela na “lapela” da instituição, de 131 anos. A missão iniciou com um convite aos presidentes dos clubes Naval e da Aeronáutica: promoverem um debate com os pré-candidatos ao Planalto. Sim, Jair Bolsonaro será o primeiro convidado a falar, no Rio de Janeiro. “O modelo político está esgotado. Parlamentarismo ou presidencialismo, a sociedade decide. Mas precisamos de reformas já”, prega Mourão.

Leonardo Henriques, Andrea Oliveira, Julia e Mariah Henriques curtindo a neve nas férias no Chile.

A festa preta e dourada A festa de aniversário de Marina Ruy Barbosa importou de São Paulo um elenco de milionários, todos amigos de seu marido, também milionário, Alexandre Negrão, o Xande Negrão. Numa terra em que a nobreza são o dinheiro e a fama, Marina é tipo a nossa Meghan Markle, com a vantagem, para Marina, de poder continuar a brilhar em sua atividade profissional, como excelente atriz que é. A festa teve o Pão de Açúcar, no Morro da Urca, como cenário, fazendo lembrar os épicos Sugar Loaf Balls de Guilherme Araújo, com as mulheres e os homens mais lindos do Rio. E em se tratando de gente bonita a festa da Marina não ficou atrás. OS DJ’S eram Alok, o famosérrimo, e Preta Gil, Nego do Borel, o MC, também esquentou o ambiente. O funk fumegou... “você partiu meu coração / mas meu amor não sinta pena/ agora vai sobrar então / um pedacin pra cada esquemaaaa”... e chão, chão, chão, com a Bruna Marquezine descendo até o chão, com seu Versace e as calças pretas justas.


GENTE BACANA que é sempre bom encontrar por aí

Foto 1 - O aniversariante André Chababe Elias com Ediberto Elias, Humbertinho Salles, Andre Chebabe Elias, Thadeu Elias, Michel Elias e Gustavo Elias, na sua festa junina bacanérrima. Foto 2 - Luciana Teixeira, Gabriela Neves, Laura Cunha Araújo, Júlia Neves e Babi Teixeira Pinheiro, na festa junina de Carla e André Chebabe.

SURTO 1

Maria Lúcia e Marcelo Fernandes receberam, sábado, na casa do Flamboyant colegas de colégio, os das carteiras do Liceu, que juntos comemoraram os 50 anos de formatura. A lista de convidados e todos os preparativos da grande noite, tinha ajuda de Xixixa Faria e Kid Soares. A família Jacyntho, que comanda no tradicional comércio local uma loja no ramo de pisos, azulejos e decoração, recebeu grupo enorme de amigos de Campos, que seguiram até Macaé para participar de evento na filial deles lá. Um onibus fretado fez o translado dos convidados, que na grande maioria eram arquitetos interessados em ver os ultimos lançamentos do setor.

Está no Google e num surto pela cidade: "Chikungunya é uma doença parecida com a dengue, causada pelo vírus CHIKV, da família Togaviridae. Seu modo de transmissão é pela picada do mosquito Aedes aegypti infectado e, menos comumente, pelo mosquito Aedes albopictus."

SURTO 2

Enquanto a febre Chikungunya está proliferada e colocando muita gente no estaleiro, a "febre" da geração Nutella, a que é capaz de dar a Pabllo Vittar um prêmio de Música do Ano 2017, com seu Corpo Sensual, está passando. Ufa! Mas seu talento como artista não vem a esse caso, pois é inegável e a coluna é fã.

Andre Martins na mira da coluna.

Foi encerrado com sucesso o evento "Wine in Búzios", que movimentou a cidade com degustação de vinhos e restaurantes apoiando com menu especial, mini palestras e a participação de mais de 100 rótulos de vinhos . No sábado o Wine Boat brindou os pontos positivos com um passeio num catamarã, navengando por praias, vendo as belezas naturais do lugar e desgustando coquetel regado a espumantes com direito a boa música com a dj Help Reis. A campista Angela Barroso, promoter e colunista social, atuou como RP do evento e sorri de orelha a orelha.

FRENÉTICAS

As Frenéticas, o famoso grupo das seis cantoras que fizeram sucesso nos anos 70 e que tem até hoje suas músicas tocadas em festas no clima Flashback, vão ganhar a versão musical no teatro, com estreia marcada no Teatro Bradesco, no Rio. O musical, batizado de "O Frenético Dancing Days", contará a história da famosa boate "Dancing Days", daquela época, com coreografia de Debora Colker. A atriz Larissa Carneiro interpretará Leiloca, a hoje famosa astróloga, amicérrima da campista Graziela Aquino Cruz.

Beth Landim e a a mulher da moda Fernanda Picanço, de Itaperuna.

CORTINAS

Dia 14 de julho, as oito da noite, no Teatro Trianon, estará em cena o musical As Aventuras Musicais de Aipim, com acopanhamento especial da Orquestrando a Vida e o coro infantil do Centro de Cultura Musical de Campos.

Inêz e Hugo Aquino Filho, em recente evento tão bacana quanto eles.

FOFO

Divertido de ver os muitos vídeos que invadiram as redes socias com as cenas dos animais e seus donos na brincadeira de esconder e desaparecer atrás dos panos, deixando eles inocentemente intrigados com o fato. Teve um que fez até com seu pato, com a reação muito interessante.

Mimi Oliveira e parte de sua prole, Ineida e Afonso de Oliveira, em noite de festa.

Festa de 2 aninhos de Arthur, filho de Ana Paula e André Mendes Cordeiro, será na próxima semana nos domínios da cerãmica dos avós paternos, Loura e Marcinho Cordeiro. A comemoração foi dupla, quando Carla e Andre Chebabe Elias reuniram muitos amigos de Campos e vindos de outras paragens, para uma festa junina das melhores, com todos vestidos à caráter. A decoração estava ótima, bandeirinhas em quantidade, iluminação bem posiciona, mesas decoradas para convidados e uma mesa imensa que servia de apoio para os doces, bolos,... Nas barraquinhas delícias para comer e beber, a fogueira acesa aquecia ainda mais a noite de total alegria. No palco shows de bandas de forro e xote e da bacanérrima Cântarus. Foi tudo com astral lá nas alturas. Quinta foi dia de festejar Ieda Rodrigues, do jeito que merece a mulher da moda, atuante nos negócios da família ao lado do marido Marcelo Rodrigues e dos filhos Léo, Rodrigo e Marcela. Logo cedo homenagem de funcionários com mesa de lanche e tudo mais.

TRABALHO DE FÉ

Nosso Padre Rodrigo, que depois de trabalhos exemplares em paróquias de Campos com bençãos em missas lotadas de fervorosos em casas santas, passou pela igreja matriz de Itaperuna e hoje faz obras que encantam o povo de fé de Raposo. Padre Rodrigo no momento, além do dom de propagar a palavra de Deus carregadas de fé, também ousa na construção do Centro Paroquial e Social São Francisco naquela pequena cidade, obra que culminará em 2019, com as glorias do céu e sensação de missão cumprida.

Ricardo Bueno, o fotógrafo e maquiador gentleman, cheio de elegância e talento, foi o aniversariante da semana. Passou o dia 5 todinho agradecendo incansavelmente a cada manifestação de carinho dos amigos e clientes. Com fôlego de sete gatos ainda teve tempo de festejar na intimidade de amigos, num dos restaurantes bacanas da cidade.

Ana Paula Oliveira foi até Friburgo para dar uma olhada na Fevest, a feira de vestuário que é famosa em todo o pais e tem visitantes que lotam a cidade.

Júlia Henriques em férias no Chile.

O aniversariante Ricardo Bueno e a amigaça Lia Manhães, festejando a vida.

O jovem bacana Gabriel Farhat não pensou duas vezes em reunir amigos para comemorar seu aniversário numa house da cidade, bem localizada numa das muitas esquinas do nobre Parque Tamandaré. Era gente em quantidade na mesma sintonia e astral do aniversariante.


10 dicas para mudar sua rotina alimentar

Muitas pessoas querem mudar hábitos, um dos mais desejados é certamente a mudança na alimentação buscando mais saúde e qualidade de vida, mas por que temos tanta dificuldade? Separei algumas dicas que podem ser úteis para quem quer mudar:

1

-Reduza o consumo de óleo, sal e açúcar. Ao preparar ou temperar refeições, reduza quantidades de óleos, gorduras, sal e açúcar. Se o uso for moderado, esses ingredientes culinários contribuem para deixar a alimentação mais saborosa sem torná-la um verdadeiro veneno, elimine temperos artificiais da sua vida.

2

-Coma com calma e atenção Procure fazer suas refeições em horários semelhantes todos os dias e evite escapar nos intervalos entre as refeições. Coma sempre que possível devagar e desfrute o que está comendo, sempre que possível, coma em companhia, com familiares, amigos, colegas de trabalho ou escola. A companhia nas refeições favorece o comer com regularidade e atenção, combina com ambientes apropriados e amplia o desfrute da alimentação -Prepare seus alimentos em casa. Comer “na rua“ todos os dias, além de caro pode ser arriscado, por diversos motivos, por exemplo, você não sabe se o alimento foi armazenado de forma correta, ou bem higienizado, qual a procedência dos alimentos, temperos utilizados, é claro que não estou generalizando, temos sim bons restaurantes, mas sempre que possível prepare suas refeições. -Planeje as compras e o preparo das refeições Planeje as compras de alimentos, organize a despensa doméstica e defina com antecedência o cardápio da semana, evite comprar alimentos não saudáveis para não correr o risco de atacar a geladeira ou a despensa em um momento de ansiedade. -Evite fast food No dia a dia, procure locais que servem refeições feitas na hora,evite trocar uma refeição importante como almoço por hambúrguer ou alimentos do gênero. -Tenha uma alimentação colorida As cores dos alimentos indicam quais as prováveis vitaminas e minerais que eles contêm e, portanto, quanto mais colorido o prato, mais variedade de nutrientes será oferecido ao organismo, contribuindo para o seu funcionamento adequado. -Higienize corretamente seus alimentos Produtos frescos, higienizados corretamente e armazenados de forma segura garantem refeições livres de contaminação e sem riscos de problemas gastrointestinais ou intoxicações alimentares. -Coma salada Iniciar o almoço e o jantar com um bom prato de salada fornece não apenas vitaminas, minerais e fibras como também ajuda a controlar os excessos pois nos fornecerá saciedade. -Evite alimentos ricos industrializados Evite produtos ricos em conservantes: pesquisas indicam que eles podem aumentar o risco de desordens metabólicas e de obesidade, além de poderem ser potenciais carcinogênicos. Procure consumir mais alimentos naturais. - Evite alimentos com gorduras ruins e açúcar simples. Dê preferência a carnes magras, brancas, legumes e grãos integrais quando almoçar fora: escolhas mais inteligentes fazem muita diferença na hora de comer fora. As carnes brancas costumam ser menos gordurosas, os legumes e grãos integrais auxiliam na saciedade e evitam picos de glicemia.

Pedro Henrique Neves

3

4 5 6 7 Xaxa Silva

Karla Bairral

8

9

10

Diego Motta dmottanutricionista@gmail.com 99777-6869

Luciana Caiado

Vivendo bem Michely Bicock e Otavio

Davi Chagas

Gabriel Azeredo


Em Exposição

C

idade Luz – Quem quer saber mais sobre a riqueza e importância histórica da maior cidade do interior do estado deve visitar o Museu de Campos, a partir do próximo dia 19, quando vai ser realizada uma mesa de debates, marcando a inauguração da exposição “Luz Elétrica na Cidade”. A mostra vai contar com objetos desde lampião à querosene, até réplicas dos primeiros postes usados para iluminar a primeira cidade da América Latina a contar com a eletricidade, em uma cerimônia que contou com visita do imperador D. Pedro II, que inaugurou o advento em 1883. Somente seis meses depois o Rio de Janeiro, então capital do Império, passou a contar com luz elétrica. O amigo Bruno Carvalho curtindo aerotrip pela Europa.

O jogador Felipe Nascimento e a modelo Lola Narcizo, mostram atitude quando o assunto é moda.

Nekt

S

urge em Campos o maior clube de moda do Brasil. Planejamento de campanhas, casting e agenciamento, programa de pontos. Gente bonita, badalada e super conectada. Conecte-se ao futuro da moda!!!

O campista, queridinho das globais Fabio Crespo cuidando do hair de Giovanna Antonelli.

I

App Armazém da Saúde

NCA lança app Armazém da Saúde. Aplicativo visa promover alimentação e hábitos saudáveis com foco na prevenção de câncer. Com versões para IOS, Android e sistema Windows, o INCA lança nesta quinta-feira, dia 5, o app Armazém da Saúde. O aplicativo funciona como um armazém virtual no qual o usuário pode simular suas compras habituais de alimentos. Ao final das compras, o aplicativo fornece aos usuários informações sobre suas escolhas alimentares e sugestões para ter uma alimentação mais saudável. Inicialmente serão disponibilizadas 80 receitas com alimentos das diferentes regiões do país, divididas por ocasiões como “almoço em família”, “jantar com os amigos”, “merenda escolar”, entre outras. O usuário pode compartilhar o feedback das suas compras nas mídias sociais.

Os papais do ano, Niltinho e Cândida Vasconcellos. Só xão!

A

Conscientização

gentes Educadores já atuam para humanização do trânsito. Cerca de 30 jovens estão nos principais pontos da cidade, nos turnos da manhã e tarde, orientando pedestres, ciclistas, motociclistas e motoristas sobre as principais regras de trânsito. Os agentes educadores já fizeram parte do projeto Guarda Mirim, da Fundação Municipal da Infância e da Juventude (FMIJ), onde tiveram a disciplina sobre trânsito, e receberam mais um treinamento de duas semanas com a Guarda Civil Municipal. Através da FMIJ, foram selecionados os jovens que tiveram melhor desempenho durante o projeto Guarda Mirim. Os educadores de trânsito estão aptos a orientar sobre regras básicas, como: uso do cinto de segurança, crianças na cadeirinha e respeito à sinalização. Os agentes educadores de trânsito poderão ainda dar fluidez ao trânsito e, em situações mais complexas, a Guarda Civil Municipal (GCM) será acionada.

N A arquiteta Isabel Aguiar é só estilo.

Programa Vem Que Tem

o Vem que Tem dessa semana, eu recebo Bruno Invyk e Jenuária Storni, atletas do bodyboard que ficaram em quinto lugar na etapa estadual disputada em Niterói. A praia de Itacoatiara foi o palco da 2ª etapa do Circuito Brasileiro de Bodyboarding e Campos foi representado por nove atletas da praia de Farol de São Thomé. Todos os campistas participantes são vinculados à Associação de Bodyboarding do Farol (ABF). Isso e muito mais, você confere na telinha da #TerceiraViaTv. Em Campos – Blue canais 25 e 407 – Ver TV Canal 25Net – Canal 2 Macaé – Blue Canal 425 Rio das Ostras – Canal 425. Pelo site: www.terceiraviatv.com.br.


PÁGINA

12

08 A 14 DE JULHO DE 2018

@ju_ribeiros

Casal fofo! E parecem irmãos! Bárbara Coimbra e Ciro Botelho.

Trio imbatível! Camila Moll, Patrícia (que trintou em grande estilo) e Mírian Lobo. Beleza de mãe para filhas..

Passando pra dizer que a Kopenhagen abriu suas portas bem no coração da Pelinca (ali na galeria onde era o antigo Sonetto Café) com uma loja linda e ampla. Eu estava morrendo de saudade, e vocês? Ah, excelente até para presentear, pois a apresentação e o sabor são impecáveis! O chocolate quente deles é apenas O MELHOR! Depois me contem.. :) Mariana Reis ensina como é que se faz!

Bruno Pessanha e Camila Petronilho são incríveis! Sente a energia da foto..

Casal rock n roll: César e Dani Knifis.

Reggis Bueno ficou mais velho e eu desejo um mundo de felicidades para esse amigo talentoso!

Léo Bernardes e Raíza Tinoco, casal ótimo! :)

Parabéns, Gabriel Farhat, pelos seus 22 anos! Você é um talento e amo fazer parte da sua trajetória linda!


08 A 14 DE JULHO DE 2018

Toda a alegria do papai Rodrigo Castana e do Fellipe em uma sessão em família. Foto de Caroline Tudesco, premiada pela Lifestyle Photographers Association em junho de 2018.

O Príncipe Henrique comemorando um aninho com os pais Elen e Bruno Falcão PÁGINA 02

A gostosinha Maria Terra Abdu Neme fazendo charme para a coluna PÁGINA 06


02

A doce Rafaela para os papais Bia Carvalho e Diego Mérida

Festejando em ritmo de Copa Heitor Azevedo

O aniversariante da semana Theo Abud

Maria Antônia Jacyntho cheia de charme Comemorando Dan os pais Paula e Gustavo e a irmã Valentina Coutinho

Fofa Liz Gomes Duarte

Amizade passada de geração Heitor Passos Ferreira e Yan Abud

A princesa Nicole Thuin Minha cantora preferida Livinha Correa

Charme Sophia Laterça

July Silveira Ferreira de Araújo

Gêmeos Luísa e Rafael Kury

A pequena Helena Cardozo Oliveira

Arraiá em Família Pedro e José com os pais Cynthia Cordeiro e Rogério Costa


@Tia Patty & Você@ De casa nova e feliz! Leal aos meus princípios, resolvi que era hora de mudar. Grata sou a Deus e Nossa Senhora Auxiliadora por me permitir chegar até aqui, por tudo que já vivi, mais grata ainda pelo carinho que recebo de vocês, minhas . Vamos juntos?? Obrigada aos meus anunciantes, aqueles que que acreditam e confiam no meu trabalho e estão comigo nesta nova fase. Tenham todos um domingo cheio de alegrias e uma semana pra lá de feliz! Até semana que vem, fiquem com Deus! Beijos da Tia Patty

@ Dica da psicóloga @ “Em tempos de Copa do Mundo vemos cada vez mais a paixão pelo futebol. Paixão que move não só os brasileiros, mas o mundo todo! O sonho que permeia a maioria dos meninos é o de jogar futebol, ver seu time ser campeão, se tornar um grande jogador de futebol…. Neste momento há uma mistura de emoções e nos deparamos com sentimentos muitas vezes irracionais, que atravessam as fronteiras entre o amor e o fanatismo. Uma pesquisa realizada na Universidade de Coimbra, em Portugal, comprovou que a paixão pelo futebol é semelhante ao amor romântico, sofremos, amamos, criamos expectativas, rimos e choramos! Aff, muitas emoções juntas. O que temos que passar para os pequenos é que este é um caminho para poucos… O futebol é uma forma de fugir da realidade. Durante os jogos, essas pessoas esquecem os problemas que vivenciam em suas rotinas nem sempre fáceis. As dificuldades tem que ser enfrentadas, as frustrações trabalhadas e a rivalidade não pode passar de brincadeiras saudáveis.” Christiana Laterça – Psicóloga(CRP: 05/30281)

@ Alerta @ A vacinação infantil é vítima de seu próprio sucesso! Perguntei a Dra Ana Paula Naked Chalita, pediatra: as vacinas são realmente necessárias? A resposta foi: você já viu algum caso de varíola, sarampo, difteria, rubéola congênita. tétano neonatal ou pólio? Respondi que não! Ela explicou: há mais ou menos 50 anos, eram muitos casos de varíola em adultos e crianças, com altas taxas de mortalidade. A pólio era a principal causa das limitações de movimentos em crianças até a década de 60. As vacinas são o maior presente que a medicina ofereceu à humanidade. É necessário que os profissionais de saúde, esclareçam sobre a necessidade das vacinas, elas são necessárias e importantes para a vida e desenvolvimento dos pequenos. A rede pública disponibilizam a maior parte, as que não estão disponíveis , como a da meningite tipo B e a CWY, indico :quem puder, deve fazer nos pequenos! A bola da vez, infelizmente, é o Sarampo. A orientação é que verifiquem se tiveram sarampo e/ou se foram vacinados. Se for possível solicitem IgG para sarampo. Na dúvida, vacinar é a melhor medida. A recomendação de PNI é: Criancas: 1 dose aos 12 meses e + uma entre 15 e 24 meses. Adolescentes e adultos até 29 anos: 2 doses de tríplice viral com intervalo de 1 mês. Adultos entre 30 e 49 anos: 1 dose. o campo da vacinação não permite acomodação O futuro aponta para uma progressiva expansão das imunizações. Não podemos permitir que a desinformação comprometa a vacinação, pois assim colocaríamos em risco as crianças e um mundo melhor e mais saudável. #ficaadica

PÁGINA

03

08 A 14 DE JULHO DE 2018

@Colônia de Férias@ Férias... E agora? Colônia de Férias do Salesiano! Corra e garanta a vaga do(s) seu(s) pequeno(s). As 50 primeiras inscrições ganham uma camisa personalizada. As inscrições estão abertas desde o último dia 03 indo até 13/07. A programação está muito legal, tudo preparado com carinho pela Bons Ventos /Salesiano das tias Dani e Alessandra. Qualquer dúvida ou mais informações, liga para (22) 998851- 6594 ou 99915- 3194. Como mãe sou suspeita, super amo, confio e indico estas “tias”!


PÁGINA

05

08 A 14 DE JULHO DE 2018


06

Manu D’Ângelo Queiroz curtindo a sua linda festa

Os papais Marcelo e Larissa,o irmão Lucas comemorando os dois aninhos da Manu

Super vovôs Luiz Rodrigues e Ana Lúcia festejando Manu Coisa mais linda Maria Valentina curtindo o seu primeiro aninho

A gatinha Antonia no seu dia de festa com os queridos papais Leandra e José Vitor Silva

A princesinha Betina dos Santos Martins em ensaio fotográfico do seu primeiro aninho

Quem soprou a primeira velinha foi o príncipe Daniel Pessanha Sales

A princesa Maria Valentina com seus papais Anna Luyza e Fauzi Jassus


PÁGINA

07

08 A 14 DE JULHO DE 2018

amei A modelo Ágata Ribeiro encantada com as peças da Pé de Criança

Nosso Youtuber Dan Coutinho e seus 10 anos Mariah Henriques curtindo as férias no Chile O gatinho Henrique Almeida Falcão na sua escolinha Castelinho

agendinha

O sapeca Miguel Bensi

Instituto Sawanna Por Todos

A gostosinha Maria Terra Abdu Neme

Laura Coutinho cheia de estilo

Nossa linda caipira Beatriz Sealbach Kury

Doar aquece o coração de quem dá e de quem recebe. Coopera com o bem. Doe seu cabelo e ajuda alguém em sua autoestima. (22) 99804 9072 | Av. José Alves de Azevedo 317 Centro


@atemporalteen Av. Pelinca, 116 - tĂŠrreo Loja 27 | (22) 27332814

Por Gerlany Lyrio

Mariana Peralva

Juju Junquilho Maju Villela

Lis Brum

Jornal Terceira Via ed92  
Jornal Terceira Via ed92  
Advertisement