Page 1

10

10 9 772359 112000

ISSN 2359-1129

v.1 n.10 2015 www.telhanorte.com.br

9 772359 112000

ISSN 2359-1129

revista

14 dicas

para decorar pequenos espaços

Inspiração: concreto Diversos modelos para modernizar os ambientes

Escolha seu estilo Do rústico ao clássico, descubra a decoração que é a sua cara

A cara dos donos S TONOS,

FRI TES, N QUE TROS E NEU UROS ESC

No ritmo certo, Sarah e Marcos transformaram um apê comum no lar dos sonhos

TINTAS: 20 cores para tirar suas paredes da mesmice agora mesmo!

Mito ou verdade? Um guia sobre as principais dúvidas na hora de construir


A TELHANORTE TEM TUDO O QUE VOCÊ PRECISA. INCLUSIVE UMA LOJA PERTO DE VOCÊ. Com 39 lojas espalhadas por SP, MG e PR, a Telhanorte é o lugar ideal para quem quer construir, reformar ou apenas retocar a casa. Além de uma loja sempre por perto, você pode ficar em casa e comprar pelo site www.telhanorte.com.br. A gente garante o menor preço, a maior variedade de pisos e revestimentos*, entrega das suas compras com muito mais agilidade e você ainda pode pagar tudo em até 24x fixas** com o Cartão Telhanorte.

*mais de 3 milhões de m2 em estoque. ** parcela mínima de R$ 20,00


carta ao leitor

Conselho Editorial Pablo Satyro, Fredson Souza e Raquelline Curvelo

Etapa a etapa

Diretores Executivos Giovanni Rivetti (CEO), Roberto Feres (CCO), Edoardo Rivetti (CFO) e Raphael Alcântara (COO)

Quando se começa a construir ou reformar, surge um turbilhão de ideias e dúvidas: orçamento, mão de obra, compra de materiais, acabamentos... Para ajudar a colocar tudo em ordem, preparamos uma edição da Revista Telhanorte cheia de dicas e inspirações. Se você vai iniciar agora a sua obra, corra já para Seu dinheiro e entenda como sua verba total deve ser dividida entre as fases do processo – este é o primeiro passo para não ficar no vermelho! Aproveite o embalo e confira nossa reportagem sobre mitos e verdades no universo da construção e fuja de vez das ciladas. Depois de muito planejar, nada como ver exemplos reais de sucesso. Não perca a história do apartamento do casal Marcos Souza e Sarah Ferrari: eles reformaram um imóvel de 65 m² e não economizaram nas boas ideias e na escolha de cores alegres. E caso você já esteja chegando na fase de acabamentos, prepare-se: em Showroom selecionamos 20 tons de tinta que vão tirar suas paredes da mesmice! Em Final feliz, o destaque é dos pisos inspirados no concreto: a tendência tem ares modernos, mas pode ser combinada a qualquer tipo de decoração. Um abraço e até a próxima edição!

Editora-Geral Denise Dahdah Editora-Chefe Juliana Veronese Editora-Assistente Andressa Trindade Estagiária de Texto Catherine Debelak Diretor de Arte Wagner Oliveira Editor de Arte Paulo Reis Designer Bruno Tonel Diretor de Produção Fernando Contreras Produtora Executiva Rochelle Britto Estagiária de Produção Leticia Gonzalez Projeto Gráfico Wagner Oliveira Produção Gráfica Marcos Borges Coordenadora de Atendimento Monise Novais Assistente de Atendimento Thamires Rosa Gestão de Ativos Digitais Alini Almeida e Iris Rutiguel Diretor Financeiro Edvaldo Almeida Gerente Jurídico Fabio Alcântara

Colaboradores Texto Júlia Bezerra Revisão Colmeia Ideias Fotos Daniel Giallo, Felipe Gombossy, Luciano Munhoz e Roberto Seba Ilustração Davi Augusto, Eder Redder, Fido Nesti, Joana Resek e Rodrigo Damati www.newcontent.com.br Avenida Mofarrej, 619 – Vila Leopoldina – São Paulo – SP CEP 05311-000 A New Content e a Telhanorte, conscientes das questões ambientais e sociais, utilizam papéis com certificação FSC (Forest Stewardship Council) na impressão deste material. A certificação FSC garante que uma matéria-prima florestal provenha de um manejo considerado social, ambiental e economicamente adequado. Esta revista foi impressa em papel couché fosco 210 g/m2 (capa) e 90 g/m2 (miolo) na Plural Indústria Gráfica – certificada na cadeia de custódia – FSC.

Manuel Corrêa Diretor-Geral

SIGA-NOS

telhanorte

4

telhanorteoficial

@telhanorte

#telhanorte

telhanorte

Todos os direitos reservados. A Revista Telhanorte é uma publicação da New Content Editora e Produtora Ltda., com conteúdo desenvolvido a pedido da Telhanorte. Os artigos assinados são de inteira responsabilidade dos autores e não representam a opinião da revista, da Editora ou da Telhanorte. A reprodução das matérias e dos artigos somente será permitida se previamente autorizada por escrito pela Editora, com crédito da fonte.

Promoção válida de 10/8/2015 a 30/8/2015 ou enquanto durarem os estoques. Produtos não disponíveis em todas as lojas. Garantimos a quantidade mínima de cinco unidades, 100 m2 ou 180 l. Reservamo-nos o direito de limitar por cliente a quantidade dos produtos anunciados. Parcelamentos no Cartão Telhanorte. 1: Os pagamentos podem ser parcelados em até 6 vezes sem juros, mediante parcela mínima de R$ 100,00, e de 7 a 10 vezes sem juros, mediante parcela mínima de R$ 250,00; 2: Os pagamentos parcelados em até 24 vezes fixas, com juros, poderão ser feitos mediante parcela mínima de R$ 20,00. A taxa de juros aplicada no parcelamento em 24 vezes é de 2,99% a.m. + IOF. Para mais informações sobre parcelamento, consulte o estande da financeira na loja. Consulte o CET (Custo Efetivo Total) no momento da contratação. Preço do frete não incluso nos preços anunciados.

Diretor-Geral Manuel Corrêa


an Ăşn cio simples 1


sumário

Edição 10 2015

16

12

28

A Revista Telhanorte também está disponível na versão digital, nos sistemas iOS e Android. 6

Bem-vindos Uma seleção especial com os destaques da Telhanorte

7

Os produtos publicados nesta edição estão disponíveis no QR Code acima.

1.

11

Meu canto Veja como aproveitar um cantinho livre para criar uma horta

12

Verdadeiro ou falso? Descubra os principais mitos na hora de construir ou reformar

15

É fácil! Em cinco etapas simples, veja como instalar um interruptor

16

Sonho realizado As cores e as boas ideias do apê dos paulistanos Marcos e Sarah

24

Seu dinheiro Saiba o quanto cada etapa da sua obra consome e organize-se!

28

Showroom Transforme suas paredes: 20 cores para sair já do branquinho básico

32

Morar pequeno Grandes dicas para dar sensação de amplitude a qualquer espaço

35

Antes e depois Cinco soluções da Telhanorte para organizar o quarto das crianças

36

Raio-X Turbine sua cozinha: um dossiê completo sobre as coifas

38

Estilos Contemporâneo, clássico, rústico ou romântico? Escolha o seu!

42

Meio ambiente Dicas e produtos que dão fim ao desperdício de água e eletricidade

44

Final feliz Dê um toque de modernidade com os pisos que imitam concreto

47

O especialista Conheça a trajetória e rotina de um funcionário da Tigre

48

Guia Não erre na compra! Saiba como escolher o chuveiro ideal

50

Simples assim Dica esperta e barata para tirar o excesso de tinta do pincel

2.

3.

Vá até sua loja de aplicativos Abra o app e siga O funcionamento é simples: (Apple, Android, Windows Phone etc.) as instruções. aponte a câmera do celular para o e baixe um leitor de QR Code. QR Code ao lado e aguarde a leitura.

4.

Pronto! O link para a página de produtos aparecerá na sua tela.


BEM-VINDOS A solução completa para reforma e construção

destaque

Ao alcance das suas mãos

Foto: Divulgação

A marca de louças e metais Alterna chegou à Telhanorte em 2012 para turbinar banheiros, lavabos e cozinhas com design moderno e inovador. Por aliar qualidade, sofisticação e preço justo, os produtos têm excelente custo-benefício para todos os bolsos e gostos. A linha completa conta com monocomandos, acessórios de metal, duchas frias, louças sanitárias, assentos e cubas de lavatório. Aproveite: entre 10 e 30 de agosto, todos os acessórios para banheiro da Alterna estão com 10% de desconto em todas as nossas lojas.

7


bem-vindos

lista de compras

De tudo um pouco Confira nossa seleção de itens indispensáveis para usar desde a fase de acabamentos até no dia a dia do lar NO LUGAR DO FOGÃO

MAIS ECONOMIA

Com acabamento de vidro preto, o cooktop Glass, a gás, mede 60 x 45 cm. Ao instalar, o corte da bancada precisa ter apenas 56,5 x 42,5 cm, pois o equipamento é sobreposto. Franke.

A ducha eletrônica Optima poupa até 91% da energia elétrica em relação aos aparelhos comuns. Na cor branca, está disponível nas opções 5.500 W (127 V) e 7.700 W (220 V). Thermosystem.

Cód. 1201310 R$ 599,90

Cód. 1276026 e 1276018

8

KIT PRATICIDADE

PONTO DE LUZ

Feitas de aço, estas ferramentas prometem resolver qualquer pequeno ajuste ou reparo na sua casa. O jogo contém um alicate, duas chaves Phillips e uma chave de fenda. Black & Decker.

A luminária de mesa Movani, bivolt, 6 W, 4.500 K, possui lâmpada de LED, a mais eficiente e potente do mercado. Osram.

Espante de vez o frio com o aquecedor e desumidificador A03, disponível nas versões 127 V e 220 V. O aparelho tem três níveis de potência. Mondial.

Cód. 1317768

Cód. 1340980

Cód. 578860 e 579149

R$ 69,

R$ 229,

R$ 89,90 cada

90

90

DOIS EM UM

Imagem meramente ilustrativa. Fotos: Divulgação

R$ 109,90 cada


ACABAMENTO DISCRETO Desenvolvido para superfícies de metal e madeira, o esmalte sintético acetinado, 3,6 litros, tem brilho suave e serve para ambientes internos e externos. Consulte as opções de cor. Suvinil. Cód. 99384 R$ 89,90

ILUMINADO O plafon New Clean, com lâmpada de LED, está disponível nas opções 10 W e 25 cm ou 15 W e 30 cm. Com 127 V, tem alta durabilidade e baixo consumo de energia. Bronzearte. Cód. 1307428 e 1307436 R$ 79,90 e 98,90

BEM-AQUECIDO Ótimo para o bem-estar da sua família, pois não afeta a umidade do ar como os outros modelos, o aquecedor a óleo A06 é a pedida certa para os dias frios. Pode ser encontrado nas versões 110 V e 220 V. Mondial.

TRADIÇÃO À MÃO O misturador de mesa para lavatório da linha Loren Luna possui bica baixa e acabamento cromado. Lorenzetti. Cód. 490938 R$ 245,90

Cód. 1311581 e 1311590 R$ 199,90 cada

QUESTÃO DE HIGIENE Deixe o banheiro completo com a ducha higiênica Loren Star. Com linhas retas, ela tem flexível de 1,20 m. Lorenzetti. Cód. 192457 R$ 505,90

ALTA RESISTÊNCIA Feita de aço inox, a espaçosa cuba de embutir da linha Essenza mede 55 x 34 x 18 cm. Franke. Cód. 445959. R$ 359,90

9


bem-vindos

3 perguntas para…

inspiração

Tela em branco

Francisco Silva

Em tempos de crise hídrica, a caixa-d’água ganhou popularidade. Mas, antes de comprar, tire suas dúvidas com o vendedor da Loja Marginal Tietê

Você sabia que as cores de uma casa dizem muito sobre quem mora nela? Dê um toque de personalidade em seu lar com as nossas dicas

Como escolher a caixa-d’água com capacidade ideal?

VERMELHO Poder: aquece o ambiente. Bom para: cozinha e sala de jantar. Não rola: no quarto. LARANJA Poder: estimula a atividade e incentiva a socialização. Bom para: sala, cozinha, escritório e até quarto de criança (nesse caso, use com moderação). 10

Não rola: em excesso nos demais quartos. AMARELO Poder: abre o apetite. Leva claridade a ambientes com pouca luz. Bom para: espaços mais amplos, como a sala de estar. Não rola: cozinha, escritório e quarto de estudos.

O que mais é preciso saber? As dimensões do local onde a caixa será instalada e o tipo de laje. A primeira informação nós usamos para saber a altura e o diâmetro que ela pode ter; a segunda serve para avaliarmos se a cobertura aguentará o peso da caixa.

Qual é a diferença entre caixa-d’água e cisterna? As duas servem para armazenamento, mas a cisterna é um recurso extra que capta água de poços artesianos e da chuva – e não da rua, como faz a caixa-d’água.

VERDE Poder: promove a concentração e alivia o estresse. Bom para: sala, quarto e banheiro. Não rola: em excesso na cozinha. AZUL Poder: acalma e estimula a criatividade. Bom para: sala, quarto, banheiro e escritório. Não rola: na cozinha.

(1)

Fotos: Divulgação / Shutterstock (1) Felipe Gombossy

N

a hora de comprar tintas, é comum escolher os tradicionais tons neutros. Mas para quem quer mudar a cara da decoração apostando nas cores, a blogueira Carol Moré, do blog Follow the Colours, dá um empurrãozinho: “Escolha uma parede para destacar usando variações claras de tons como lilás, verde, azul e amarelo, que estão na moda atualmente”. Para os mais ousados, as combinações são uma boa saída e a dica de ouro é usar a técnica do tom sobre tom. “Dá para criar profundidade no ambiente pintando uma parede de roxo-escuro, por exemplo, e as demais de lilás”, diz. Veja abaixo as dicas de Carol para colorir sua casa:

Considerando que uma pessoa consome, em média, 40 litros de água por dia, é só multiplicar esse valor pelo número de moradores para chegar ao consumo diário da residência. Para uma casa de quatro pessoas, uma caixa de mil litros duraria cerca de seis dias sem reabastecimento.


meu canto

Espaço vivo

Já pensou em cultivar uma horta dentro do apartamento? Basta ter um pedacinho de parede livre e muita criatividade!

Texto: Catherine Debelak. Fotos: Felipe Gombossy. Stills: Divulgação. *Caixa com 2,42 m2

E

ntre os vasos com manjericão, alecrim e pimenta-malagueta, Cláudia Campos, de Santos (SP), gerente de marketing e comunicação de uma empresa do ramo automotivo, começa o dia regando as mudinhas da pequena horta particular. O ambiente fica na área de serviço do apartamento, localizado na capital paulista, e é integrado à cozinha, totalizando 16 m². Esse espaço é um verdadeiro refúgio para a família toda, que adora cozinhar. “Meus filhos gostam bastante de preparar comidinhas saudáveis e meu marido também se arrisca no fogão, então ter temperos frescos sempre à mão é pura qualidade de vida!”, diz. Cláudia foi bem específica no pedido aos arquitetos responsáveis pela obra: queria trazer vida àquele canto da casa sem atrapalhar a organização. A solução proposta por André Bove, da Raduan Arquitetura, de São Paulo, foi explorar as paredes. As prateleiras de madeira abrigam os vasinhos, deixando a bancada de apoio livre. O painel de ripas traz um toque de aconchego.

FAÇA IGUAL! Confira nossa seleção de produtos inspirados neste ambiente

PASTILHAS De vidro, 2,45 x 2,45 cm, vermelha. Crystalcor.

REVESTIMENTO RD32650*, 32 x 56 cm, branco bold. Incefra.

PRATELEIRA Facility, 25 x 60 cm, marfim. Prat-k.

Cód. 1213130

Cód. 1265440

Cód. 893692

R$ 13, a placa 90

R$ 13, o m 90

2

R$ 24,90

11


verdadeiro ou falso?

Dez mitos e verdades sobre a obra Não caia em cilada! Especialistas esclarecem as principais dúvidas na hora de construir

T

odo mundo tem uma dica na hora de falar sobre reformas e construções. É interessante ouvir a experiência dos amigos; mas para não dar mancada, é importante considerar a opinião de um especialista. Conversamos com Ana Lucia Siciliano, arquiteta de São Paulo; e Lucy Inês Olivan, professora dos cursos de Arquitetura e Engenharia da Faculdade Armando Alvares Penteado (FAAP), também da capital; para nos ajudar a desvendar as dúvidas mais frequentes que aparecem nessa hora.

1

É mais barato construir e reformar sem o auxílio de profissionais da área. MITO “A contratação de arquitetos e engenheiros corresponde de 5% a 7% do orçamento total da obra. Sem isso, os gastos para reparar erros podem comprometer até 40% do valor total”, alerta Ana Lucia. Encare esta fase como um investimento para o sucesso da obra. Além de evitar despesas extras, só estes profissionais são capacitados para emitir uma Anotação ou um Registro de Responsabilidade Técnica – documentos que garantem a segurança da reforma. 12


2

Trincas e rachaduras precisam apenas de reboco e pintura novos. MITO “É necessário investigar a causa das fissuras para, assim, definir o tratamento adequado”, conta Lucy. Fique atento: as mais superficiais ficam só no nível da tinta e da argamassa. Já as profundas podem indicar problemas mais sérios na estrutura da construção. Chame logo um profissional para fazer o diagnóstico.

3

A sondagem do terreno é indispensável para qualquer obra. VERDADE Conhecer o subsolo garante a escolha do tipo adequado de fundação e do método construtivo ideal, o que é essencial para a estabilidade da estrutura. Por isso, é importante descobrir se o local é arenoso, rochoso, se há algum lençol freático passando por ali etc. É essa checagem que revela particularidades importantes do solo e, assim, garante a segurança da construção.

4

A parte de tubulação custa apenas 3% do total da obra. VERDADE O orçamento total dessa etapa é muito pequeno em relação ao resto da construção. Porém, se ele não for tratado com o devido cuidado, poderá gerar dor de cabeça e muitos gastos extras no futuro – já pensou em ter que quebrar todas as paredes e refazer alvenaria e acabamentos? A ordem é investir em produtos de qualidade e em profissionais especializados no serviço.

Texto: Catherine Debelak. Ilustrações: Fido Nesti

5

6

Paredes de drywall não isolam o ambiente de ruídos. MITO Elas podem abafar os sons externos desde que, entre as placas, exista uma manta isolante de isopor, lã de vidro ou de rocha, entre outros. Para melhorar ainda mais o isolamento acústico, a dica de Ana Lucia é dar continuidade ao drywall acima do forro – assim os ruídos dificilmente passarrão de um ambiente para o outro.

Chuveiro a gás é mais econômico do que o elétrico. DEPENDE Quem explica é Jacques Toutain, diretor do grupo de chuveiros da Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica): “No quesito energia elétrica, o aquecedor a gás é mais econômico. Mas, quando falamos do gasto de água, o aparelho elétrico leva vantagem, pois a vazão é menor”. O sistema híbrido é o mais econômico: com aquecimento solar e chuveiro elétrico adaptado, só é necessário usar a eletricidade para esquentar a água que não foi aquecida pelas placas fotovoltaicas. 13


verdadeiro ou falso?

7

Há paredes que não podem ser derrubadas durante uma reforma. VERDADE Mais comuns nas construções antigas, as chamadas alvenarias estruturais não podem ser eliminadas em nome da estética, pois essa decisão pode comprometer a segurança de todo o restante da edificação. “O papel delas é sustentar o andar de cima ou a laje”, esclarece Siciliano.

8

Pintar as paredes da cozinha ao invés de revesti-las é anti-higiênico. MITO Embora revestimentos lisos, impermeáveis e laváveis sejam mais indicados pela ANVISA, paredes pintadas estão longe de ser anti-higiênicas. “Os revestimentos facilitam a limpeza e são mais resistentes do que a tinta; mas a pintura também é uma opção, especialmente em orçamentos mais apertados”, conta Lucy. Nesses casos, ela sugere investir no revestimento para o frontão (espaço entre armários e bancada da pia) e na tinta epóxi para as demais paredes.

9

É necessário comprar pisos e revestimentos com sobra de 10% a 15%. VERDADE “Durante o processo de instalação, é preciso cortar as placas para adequá-las à geometria do ambiente, o que gera perda de peças”, explica Lucy. Isso sem falar na necessidade de reposição no futuro: para evitar variações de cor, é ideal ter um pequeno estoque do mesmo lote que já foi instalado. A regra é comprar mais 10% caso a instalação seja reta e 15% se for no sentido diagonal.

10

Lâmpadas de LED economizam mais de 80% da energia elétrica. VERDADE “Elas consomem menos para emitir o mesmo fluxo luminoso das demais e chegam a durar 15 anos”, conta Esther Pecher Hamoui, gerente de produtos da Philips. Opção mais econômica e eficiente do mercado, as lâmpadas de LED exigem um investimento inicial maior, porém são excelentes para quem deseja poupar dinheiro e energia elétrica no longo prazo. 14


é fácil!

Na ponta dos dedos

Escolher um interruptor novo é uma ótima ideia para iniciar a transformação das paredes – na Telhanorte você encontra diversos modelos com ampla variedade de cores e acabamentos! Veja o quanto é simples e rápido fazer a instalação

1

CUIDADO INICIAL Antes de tudo, desligue a chave geral no quadro de energia – esta é sua garantia de segurança. Se puder, use um voltímetro para testar se a corrente elétrica realmente foi desativada.

2

4

3

5

MÃOS À OBRA! Retire o espelho antigo com a ajuda de uma chave Phillips ou de fenda. Se for um modelo de encaixe, basta puxá-lo com a ajuda da ponta de uma dessas ferramentas. Desparafuse a parte interna.

Fotos: Luciano Munhoz

Placa 4x2, Nereya, posto horizontal, cor sugar gloss. Pial. Cód. 1104535. R$ 5,99

LIGUE OS FIOS Posicione o vermelho, chamado de fase, no pino do meio. O branco (ou preto), conhecido como retorno, deve ficar em um dos lados vazios. Parafuse-os garantindo que estejam firmes.

QUASE LÁ O próximo passo é parafusar a estrutura interna do interruptor, onde fica o botão. Fique atento para que ela esteja reta e alinhada.

ACABAMENTO Encaixe o espelho do interruptor e ligue a energia elétrica para fazer o teste. Pronto! No dia a dia, a limpeza é simples: basta um pano úmido e, se preferir, um pouco de álcool.

15


sonho realizado

NO RITMO CERTO

Coordenar uma obra com o início de um casamento não é tarefa lá muito fácil. Conheça a história deste casal que, pouco a pouco, realizou os dois sonhos de uma vez só Texto Andressa Trindade Fotos Luciano Munhoz

16


S

e para muitos a reforma precisa ser a jato, para Marcos Souza e Sarah Ferrari, ambos da capital paulista, a história era bem diferente. O imóvel, comprado em outubro de 2011, só começou a ser habitado em fevereiro de 2015. “Daria para fazer uma matéria sobre como reformar em passo de tartaruga!”, brinca o administrador de 32 anos. Este apartamento de 65 m², localizado em Osasco (SP), foi a escolha certa para o casal por uma série de fatores: a construção estava quase pronta, o antigo proprietário tinha pressa em vender essa unidade – por isso, foi possível fazer 17


sonho realizado

um ótimo negócio –, é próximo da casa das famílias dos dois, fica em um andar alto e está voltado para dentro do condomínio, o que resulta em menos ruídos externos. Com a compra fechada e o casamento marcado, eles decidiram colocar a mão na massa. “Tínhamos tempo de sobra, por isso fomos com calma, no ritmo certo para nós”, relembra Sarah, jornalista de 26 anos. Por sorte, o antigo dono já havia solicitado à construtora a eliminação da parede que dividia a sala e um dos dormitórios, o que ampliou a ala social. A seleção de acabamentos neutros favoreceu ainda mais essa mudança na planta. “Ter criado a base branca foi a melhor coisa que fizemos, pois ficamos mais livres para usar as cores do restante da decoração”, explica. Buscando praticidade para o dia a dia, o porcelanato branco foi escolhido para a sala. Já os quartos (o dormitório, usado como closet, e a suíte), que pedem certo toque de aconchego, ganharam laminado. Para cozinha e área de serviço, ambientes contínuos, eles escolheram piso que imita concreto – ótima opção, pois o tom neutro demarca sutilmente a transição entre cozinha e sala, que são integradas. Na hora de

Produção de objetos: Beatriz Scavazzini

Acima, o casal e o pequeno Chuck Bass, um spitz alemão de 6 meses. Ao lado, na cozinha, o amarelo ganha destaque em meio aos acabamentos sóbrios

18


DICAS DE OURO Anote os conselhos de Marcos e Sarah

“A metragem de 65 m² não me atraiu no começo. Mas hoje vejo que é suficiente para nós” Sarah

Planeje a posição dos móveis e da bancada da cozinha antes de criar novas tomadas, para que elas sejam úteis aos equipamentos mais usados. Não feche uma parcela única com os pedreiros. O ideal é combinar pagamentos semanais baseados nas entregas e na metragem de cada cômodo trabalhado. Assente os rodapés de MDF só depois da instalação dos planejados. Assim, você evita a retirada de peças já aplicadas. Compre tintas de boa qualidade. O resultado prova que o investimento vale a pena. Se for aumentar a quantidade de pontos de água quente, faça na casa toda. Além dos banheiros e da cozinha, não se esqueça da máquina de lavar roupas e do tanque da área de serviço. 19


sonho realizado

monocomandos no lugar dos misturadores entregues pela construtora. “Foi muito difícil encontrar produtos da marca que eu queria, a Grohe. Só achei na Telhanorte”, conta Sarah. Muito antes de comprar os metais, foi preciso adaptar as instalações hidráulicas, que eram adequadas apenas para misturadores e levavam água quente só até os chuveiros. Hoje, tanto cozinha quanto banheiros contam com esse conforto para os dias frios. A quebradeira das paredes também deu conta da criação de novos pontos elétricos, necessários para o projeto luminotécnico, eletrodomésticos e eletrônicos, como frigobar, adega e os utensílios de cozinha. NOVO FÔLEGO PARA AS COMPRAS Na linha do tempo da reforma houve uma pausa de quase um ano. “No meio da retirada dos antigos acabamentos, os pedreiros quebraram alguns encanamentos, inclusive o de gás”, relata Marcos. Depois do estresse, eles retomaram a reforma e fizeram inúmeras visitas às lojas Telhanorte da Marginal Tietê e do Morumbi. “Lá nós encontramos mais opções de metais do que nos concorrentes e o estoque

Na foto ao lado, o banheiro social ganhou cuba redonda de apoio. Nesta foto, os tons sóbrios predominam na suíte

DO COMEÇO AO FIM Acompanhe as principais etapas desta reforma

Início maio/junho de 2013

maio/junho

Pelo topo Rebaixo do gesso, criação do projeto luminotécnico e pintura do teto. (1)

(1)

julho

Quebradeira Retirada da alvenaria da bancada da cozinha, de todos os acabamentos (pisos, revestimentos, louças e metais), adaptação dos encanamentos e criação de novas tomadas. 20

Fotos: (1) Arquivo pessoal e (2) Luciano Munhoz.

escolher o revestimento, o auxílio da Telhanorte foi essencial. “Queríamos um modelo cinza estampado. Mas como a base era de barro, o vendedor nos alertou que ele poderia manchar com a umidade”, conta a paulistana. Assim, a opção indicada foi uma cerâmica clara com discreta estampa geométrica. O casal foi exigente com a qualidade das louças e, principalmente, dos metais. Marcos, por exemplo, tinha como prioridade trocar as bacias sanitárias. “Depois de muito pesquisar, percebemos que queríamos um modelo com design reto e pregos fixados na própria peça, e não no chão”, detalha. Para a área de serviço, o antigo tanque de cerâmica deu lugar a um de metal, que possibilitou a instalação de um tampo e de um armário planejado. Já a jornalista fez questão de incluir


Pausa até... 2014! Depois de ter alguns problemas com a mão de obra, que resultaram no rompimento de encanamentos, o casal tirou alguns meses para se dedicar aos preparativos do casamento.

outubro a dezembro

Ganhando forma Chegada e instalação dos móveis planejados e retoques na pintura. (2)

(2)

(1)

junho a agosto

janeiro e fevereiro

Retomada Instalação do aquecedor a gás, compra de pisos, argamassa, rejunte, metais, louças e tinta. Instalação das pedras dos banheiros, da área de serviço e da cozinha.

Casa nova! Colocação dos boxes de vidro nos banheiros, compra dos móveis e objetos de decoração, casamento, lua de mel e mudança para o tão sonhado lar. (1)

Término fevereiro de 2015

21


sonho realizado

(A) O porcelanato branco da sala tem charmoso acabamento brilhante. (B) Na cozinha, a cuba dupla, da Franke; e o monocomando, da Grohe; garantem praticidade no dia a dia. (C) A ducha cromada, da Deca, ganha destaque na parede clara. (D) Nos banheiros, o revestimento com detalhes 3D é o preferido de Sarah.

(B)

DEPOIS

ANTES

22

de marcas importadas é incrível”, revela a jornalista. Outra facilidade é o comprometimento dos vendedores: “Eles explicam tudo muito bem, são sinceros quando algo não vai dar certo e nos direcionam para a compra certa”, completa. A etapa de decoração aconteceu só depois do casamento, em fevereiro de 2015. Com a base branca criada no piso, nos armários planejados e nas paredes, foi fácil escolher as cores, que ganharam destaque. “Eu não tinha ideia do estilo que eu queria – até pensei em algo rococó, com bastante dourado. Mas comecei a me apaixonar pela cor amarela e a investir em algo mais moderno”, afirma Sarah. Na paleta, foram misturados a esse tom o vermelho, o cinza e o azul, pincelados por todos os lados em molduras, objetos e móveis. “Amamos morar aqui, pois vemos nosso toque pessoal em cada canto”, comemoram. “O próximo passo é cuidar da varanda, que vai ganhar deque, poltrona de madeira e horta vertical”, contam animados.

(C)

(D)

* Caixa com 1,58 m2. ** Além da lista ao lado, também foram comprados: lonas plásticas, nípeis com rosca, fita veda-rosca, anéis de vedação para bacia e sacos para entulho

(A)


“O que mais gosto no apartamento é o contraste entre o branco e os diversos itens coloridos” Marcos

Na ponta do lápis

Monocomando BauEdge, bica alta, Grohe

R$ 469,90 cód. 1207423

Monocomando BauLoop, bica baixa, Grohe

R$ 358,90 cód. 1299573

Monocomando Feel, bica alta, Grohe No orçamento total, cerca de R$ 6 mil foram gastos com projeto de iluminação; R$ 12 mil com pedras; R$ 35 mil com planejados; R$ 10 mil com móveis; R$ 6 mil com mão de obra e R$ 15 mil com materiais de construção. Veja quais foram os principais itens comprados na Telhanorte.

R$ 1.469,90 cód. 1075268

Torneira 1174C, para parede, cromada, Deca

R$ 222,90 cód. 972550

Cuba Basic Q6, de apoio, 35 x 35 cm, Celite

R$ 429,90 cód. 1060228

Cuba Basic R1, de apoio, 13,5 x 35 cm, Celite

R$ 248,90 cód. 1060929

2 válvulas de escoamento Luxo, Deca

Valor unitário: R$ 189,90 Total: R$ 379,80

2 bacias sanitárias Riviera, branca, Celite

Valor unitário: R$ 252,90 Total: R$ 505,80

2 caixas acopladas Riviera, Ecoflush, Celite

Valor unitário: R$ 242,90 Total: R$ 485,80

cód. 1283693

cód. 1062816

cód. 1062808

Porcelanato Mármore Bianco, branco, 45 x 45 cm, 6,3 m², Portobello

Valor do m2*: R$ 29,90 Total: R$ 188,37

2 argamassas para porcelanato, 20 kg, Quartzolit

Valor unitário: R$ 19,90 Total: R$ 39,80

cód. 106097

cód. 1156527

Ducha com desviador e ducha manual Max, cromada, Deca

R$ 369,90 cód. 401153

Ducha Acqua Plus, de parede, cromada, Deca

R$ 342,90 cód. 701033

Sifão de ajuste, multiúso, duplo, Plena

R$ 28,90 cód. 1145690

O segundo dormitório foi transformado em closet

Lâmpada eletrônica Mini Twister, 8 W, 127 V, suave, Philips

R$ 14,90 cód. 1096206

R$ 5.556,57** 23


seu dinheiro

Obra organizada

Descobrir quais etapas da obra vão pesar mais no seu bolso é o primeiro passo para dividir melhor as suas despesas. A seguir, veja como se distribuem os gastos dessa jornada

S

e você pretende construir, planejamento é fundamental. Qual é a estimativa total de custo? Será preciso fazer um empréstimo? Quais as etapas que vão pesar mais no seu bolso? Onde é possível gastar menos? Para descobrir as respostas, preparamos um gráfico especial com base nas dicas do engenheiro civil Roger Teixeira, especialista em patologia das construções (ciência que estuda os problemas prejudiciais à qualidade das edificações). Aqui você vai descobrir qual percentual do seu dinheiro deve ir para cada etapa da obra e como fazer uma economia inteligente. O nosso referencial é a construção de um sobrado de 90 m2.

5

% Elétrica Aqui entram fiação, disjuntores, quadros e o serviço do eletricista. Atenção: a dica mais valiosa nesta etapa é não economizar! Fios de qualidade fazem toda a diferença para a segurança da casa. Além disso, materiais muito baratos muitas vezes não cumprem as rígidas normas brasileiras.

5

% Hidráulica, esgoto e pluvial Esta fase engloba a contratação de encanadores e a compra de tubulações – bons produtos reduzem o risco de vazamentos! O gasto desta estapa pode subir se forem usadas tubulações de cobre, PPR ou CPVC, que têm mais qualidade e por isso são mais caras.

1.

Documentação, projeto e serviços preliminares 2. Fundações e impermeabilização 3. Estrutura 4. Alvenaria e reboco 5. Portas, janelas e vidros 6. Cobertura 7. Hidráulica, esgoto e pluvial 8. Elétrica 9. Cerâmica e revestimentos 10. Pintura e acabamentos 15% 13%

15%

12% 10%

10%

8%

7%

5% 5%

1

24

2

3

4

5

6

7

8

9

Ajuda extra Na etapa de compra de materiais, é muito importante ter flexibilidade no orçamento. O Cartão da Telhanorte é sua melhor opção para distribuir as despesas mês a mês, pois pagamentos altos podem ser divididos em parcelas mais suaves (em até 10x sem juros ou em até 24x fixas).*

522815

10 *Condições de pagamento do Cartão da Telhanorte: em até 10x sem juros (com parcela mínima de R$ 250,00) ou em até 24x fixas (com parcela mínima de R$ 20,00). Sujeito a aprovação de crédito. Para parcelamentos no Cartão Telhanorte, consulte condições na loja.


7

% Documentação, projeto e serviços preliminares Em toda obra é preciso incluir os serviços prestados por engenheiros e arquitetos, taxas, documentação e cartório, e materiais para abrigos e preparação do terreno. Um dos erros mais comuns é construir sem orientação técnica e executar o projeto fora dos parâmetros da prefeitura, o que pode inviabilizar uma futura venda por financiamento.

8

% Portas, janelas e vidro Aqui temos um valor bem aproximado, porque tudo depende do material utilizado: madeira (que tem o preço mais elevado), ferro, alumínio ou até plástico (o mais em conta). “A complexidade na colocação das esquadrias também pode aumentar o custo com a mão de obra, o que desloca esse percentual médio para cima”, aponta o engenheiro.

10

% Cobertura Este custo, composto por estrutura e telhado, pode variar bastante de acordo com o material escolhido. Telhas de fibrocimento, por exemplo, são mais baratas e têm execução mais rápida do que as de cerâmica ou concreto. Cuidado com projetos muito elaborados, altos e com muitas águas-furtadas, cuja estrutura pode significar assustadores 20% do valor da obra! 10%

5%

Texto: Júlia Bezerra. Ilustração: Davi Augusto

0%

Quem gasta mais?

Alvenaria, reboco, cerâmica e revestimentos devem consumir 30% de seu gasto total.

Hidráulica, esgoto, pluvial e elétrica devem consumir, juntos, só 10% do orçamento.

25


seu dinheiro

“O pilar de alvenaria e reboco é um dos mais custosos, mas o investimento vale a pena, pois é quando a casa ganha forma” Roger Teixeira

10

%

Pintura e acabamentos É hora de computar os gastos com acabamentos finos, como emassamento, lixamento e pintura. Cerca de 70% desse valor é gasto com o pessoal contratado. Por isso, nada de economizar: quanto mais baixa for a qualidade do material, mais demãos e mais mão de obra serão necessárias para um resultado satisfatório.

26

12

Estrutura

13

% Fundações e impermeabilização %

Ela normalmente é erguida com alvenaria estrutural ou concreto armado. Estruturas de concreto permitem mais flexibilidade de projeto; enquanto a alvenaria estrutural, apesar de mais barata, pode inviabilizar futuras reformas.

Separe essa parte da sua verba para os gastos que incluem mão de obra pesada, equipamentos de perfuração e escavação, e materiais como aço e concreto. É a primeira etapa “visível” da obra. Mas não se afobe: este processo costuma ser lento, ainda mais quando é realizado durante a temporada de chuvas.


15

% Alvenaria e reboco Esta etapa é composta pela compra de materiais como tijolos, blocos, argamassa, chapisco, emboço, reboco, areia, cal, cimento e o serviço de pedreiros. É uma das fases mais caras da obra. O investimento, no entanto, vale a pena: é nesse momento que a casa ganha corpo, pois as paredes começam a subir!

15

Material x mão de obra

Seja qual for o tamanho da construção, os custos das etapas são subdivididos entre estas duas frentes de gastos básicos.

% Cerâmica e revestimentos Este é o momento mais aguardado, pois é hora de personalizar os ambientes! Aqui entram gastos com cerâmica, porcelanato, pastilhas, laminados, vinílicos e afins, além de materiais para aplicação – como argamassa, rejunte e espaçadores – e da contratação de instaladores.

mão de obra

materiais

As quatro etapas abaixo despendem mais dinheiro com mão de obra do que com materiais:

15%

documentação, projeto e serviços preliminares

80% 20% 70% 30%

hidráulica, esgoto e pluvial pintura e acabamento

70% 30%

60% fundações e impermeabilização

40%

10%

Estas outras cinco fases consomem mais recursos com materiais do que com mão de obra: 40% 60% estrutura 60%

40%

alvenaria e reboco 60% 5%

40%

cobertura cerâmica e revestimentos

60%

40%

30% portas, janelas e vidros

0%

70%

Quanto à etapa elétrica, os custos entre mão de obra e materiais são divididos igualmente.

27


showroom

Cores mil Esteja você procurando por tons quentes, neutros, frios ou escuros, aqui você encontra exatamente a nuance de que sua parede precisa para ganhar vida nova!

1

2

quentes 1. Manga, Suvinil, R137. R$ 166,67 2. Vermelho Escarlate, Suvinil, P241. R$ 169,18 3. Rosa Alaranjada, Suvinil, P266. R$ 132,18

3

4. Caquizeiro, Coral, 60YR 26/605. R$ 179,74 5. Tesouro Arqueológico, Coral, 39YY 68/634. R$ 150,50

4

5 28


1

neutros 1. Branco Pinho, Coral, 84YY 87/135. R$ 81,95 2. Azul Pálido, Coral, 30BG 56/045. R$ 82,55 3. Primeiro Amanhecer, Coral, 50YR 87/019. R$ 79,71 4. Fio Metalizado, Suvinil, B152. R$ 82,95

2

5. Canção de Ninar, Suvinil, A226. R$ 85,01

3

Fotos: Roberto Seba. Os preços referem-se a galões de 3,2 litros e ao acabamento fosco

4

5

29


showroom

frios 1. Apatita, Suvinil, E327. R$ 84,22 2. Regata, Coral, 13BB 17/399. R$ 131,80 3. Grande Mar, Coral, 30BG 33/269. R$ 95,10 4. Azul Safira, Suvinil, E078. R$ 112,65 5. Fernando de Noronha, Coral, 10BG 54/199. R$ 89,80

1

3

2

4

5 30


1 2

3

4

escuros 1. Grafite Claro, Coral, 14. R$ 82,20 2. Uva-Passa, Suvinil, R370. R$ 110,36 3. Pinheiro Verde, Coral, 70YY 12/167. R$ 112,30

5

4. Pecado Original, Suvinil, R229. R$ 228,75 5. Sugilite, Suvinil, R088. R$ 159,01

31


morar pequeno

Adeus,

apertamento

Confira 14 dicas pra lá de valiosas para otimizar os imóveis mais enxutos

C

riar sensação de amplitude em espaços pequenos é tarefa fácil para as arquitetas Carolina Cândido e Cláudia Naressi, ambas da capital paulista. Dando atenção aos detalhes certos e fazendo mudanças rápidas e baratas, as experts ensinam como deixar o seu cantinho mais amplo, bonito e funcional – sem perder o conforto!

Projeto esperto

“Ao trabalhar com uma planta de metragem reduzida, o primeiro foco é a circulação, que deve ser suficiente e confortável”, diz Carolina Cândido. Depois, o desafio é maximizar o espaço reduzindo a quantidade de paredes, divisórias e portas: “Em apartamentos pequenos com salas compactas, o ideal é pensar na integração dos ambientes, como uma cozinha americana”. Cláudia Naressi lembra que, nessa hora, é importante avaliar a rotina: “Se o imóvel é destinado a uma família que se reúne na sala, o projeto deve prever espaços alternativos com mais assentos”. Também é possível configurar o ambiente de forma flexível, para que o morador adapte a disposição do espaço quando for necessário.

Cortinas alongadas

TV na parede

Use o drywall (gesso acartonado) para criar uma abertura para embutir o aparelho de TV. Aproveite para abrir outros nichos que vão turbinar a decoração da sala. 32

Texto: Júlia Bezerra. Ilustrações: Joana Resek

Escolha uma peça que vá do teto ao chão e ocupe toda a parede, não somente a faixa da abertura. As linhas verticais formadas pelas pregas do tecido criam a sensação de maior altura.


Acesso inteligente

Ambientes integrados maximizam os espaços, mas, para Cláudia, é importante que a privacidade dos dormitórios seja respeitada: “As portas de correr são boas alternativas”. Se a única opção forem os modelos convencionais, mantenha os mesmos acabamentos e cores do restante do imóvel nos quartos.

A luz ideal

Carolina Cândido indica o uso da iluminação indireta embutida, que dá toque de conforto ao ambiente, deixando-o mais aconhegante e convidativo, seja qual for a metragem do ambiente.

Parede comprida

“Papéis de parede com linhas verticais dão a sensação de esticar a altura do ambiente”, diz Carolina. Uma dica é pintar listras com tinta acrílica. Outra maneira de otimizar o espaço é usar uma cor única e forte na parede maior. “Isso desvia o foco das superfícies de menor proporção”, conta Cláudia.

O piso certo

Placas de grande formato, como o porcelanato de medidas amplas, precisam de menos linhas de rejuntamento, o que dá impressão de maior espaço. Também é importante utilizar o mesmo piso na maioria dos ambientes, criando um belo efeito unificado. 33


morar pequeno

Móveis multiúso

Quanto mais funções eles tiverem, mais se aproveita o espaço de um apartamento pequeno. As arquitetas sugerem o uso de racks que funcionem como home office. Na mesma pegada, aparadores podem fazer as vezes de mesa para refeições ou mesmo de estante.

Jogo de reflexos

As duas arquitetas indicam o uso de espelhos em locais estratégicos – recurso que, além de dar efeito amplo, moderniza o ambiente. “Uma opção barata e charmosa é abrir mão das molduras e montar uma espécie de galeria com peças pequenas coladas em uma parede”, sugere Cláudia.

Escolhidos a dedo A dica de Carolina é compor os ambientes com móveis mais baixos, de formato mais enxuto e menos volumosos. “Sofás sem braço ou com o braço estreito maximizam espaço”, exemplifica.

Cores

Para aumentar a sensação de espaço, o segredo é investir em tons claros. “Os off-white são boas opções para fugir do branco, e ainda promovem efeito aconchegante”, diz Carolina. Já Cláudia indica o cinza: “Além de ser neutra, essa cor traz modernidade”.

Troca moderna

Que tal usar pufes ao invés de cadeiras na sua mesa de jantar? Esta é a dica de Cláudia para um melhor aproveitamento do espaço da sala: “Quando não estiverem sendo utilizados, os pufes ficam guardados sob a mesa”. 34

Distância de segurança

“Tenha certeza de que seus móveis não estão atravancando o espaço”, alerta Cláudia. Segundo a arquiteta, deve haver ao menos 60 centímetros livres entre um obstáculo e outro.

Paisagismo

Há uma série de plantas que são perfeitas para espaços reduzidos; como a samambaia, no caso de jardins verticais. Já o antúrio funciona bem para vasos de chão.


antes e depois

Em ordem

Quem tem filhos pequenos, sabe: os brinquedos parecem ter vida própria e nunca estão no lugar certo. Para dar fim à bagunça, veja os principais itens que a Telhanorte oferece para organizar cada cantinho

Antes 1. Caixa organizadora, média, 13,5 litros. Ordene. Cód. 786071. R$ 44,90 2. Nicho MDP, 45 x 45 x 20 cm. Multivisa. Cód. 1375423. R$ 47, 50 3. Caixa organizadora, grande, 65 litros. Ordene. Cód. 1068806. R$ 79,90 4. Cesta multiúso, 59,5 x 38,8 x 22,3 cm. Coza. Cód. 1366394. R$ 54,90 5. Gancho Command, médio. 3M. Cód. 167533. R$ 23,90

Depois

Fotos: Luciano Munhoz. Personal Organizer: Carol Rosa

5

2 1 3 4

35


raio-X

Novos ares Um dos equipamentos mais importantes de uma cozinha moderna é a coifa: ela elimina odores e gordura, e ainda dá uma pitada de modernidade ao ambiente

Coifa Arketto, de parede, 110 V e 220 V, 90 cm, Franke.

C

om plantas cada vez mais integradas, a cozinha americana tornou-se a grande aposta de novas casas e apartamentos. Democrática e sociável, ela permite que o anfitrião comande as panelas ao mesmo tempo em que bate papo com os convidados. Para essa conversa não sumir em meio à fumaça, a coifa torna-se indispensável. Com a ajuda de Verenice Machado, coordenadora de produtos da Franke, fizemos o raio-X do equipamento.

Cód. 637190 e 637211.

R$ 1.199,90 cada

Antes de comprar

O primeiro passo é verificar se há tomada compatível no local de instalação – fique de olho na voltagem, pois há coifas tanto de 127 V quanto de 220 V. A largura do aparelho deve ser maior ou igual à do fogão ou cooktop.

Função

A coifa promove a exaustão (sucção) do ar, dos odores e das partículas de gordura.

Filtro de carvão

Qual é a diferença entre os termos “coifa”, “exaustor” e “depurador”?

Coifa é o nome comercial do equipamento, que pode funcionar de duas maneiras: como exaustor (que possui duto de saída externa de ar e filtro metálico) ou como depurador (indicado para espaços que não têm saída externa; nesse caso, o ar é processado internamente por um filtro complementar de carvão ativado). 36

Manutenção

Feitas de aço inox, devem ser higienizadas com produtos não abrasivos. O filtro metálico precisa ser lavado com sabão neutro ou na máquina de lavar-louças uma vez por mês, se o uso for intenso. Já o filtro de carvão ativado precisa ser limpo a cada quatro meses ou conforme a utilização.

Ilustrações: Rodrigo Damati

Saída do ar


A distância ideal entre a coifa e o fogão pode variar de 65 a 85 cm.

Instalação

Se o modo de funcionamento escolhido for o de exaustão, é preciso preparar a saída externa de ar – os apartamentos recém-construídos já costumam contar com isso. Se o modelo for o de ilha, a dica é recorrer à assistência técnica da marca para checar quais são os pré-requisitos. Aliás, a ajuda profissional é fundamental, pois é preciso avaliar se a estrutura do imóvel suporta o peso do equipamento.

FORÇA

A compra da coifa também envolve a escolha da potência adequada, que é indicada pela unidade m³/h. Calcule o volume total do cômodo: uma cozinha pequena, com 2,7 m de altura, 4,5 m de comprimento e 2,5 m de largura, possui 30,38 m³. Estime o espaço destinado aos eletrodomésticos e móveis. No caso de ambientes com formato de corredor, por exemplo, geralmente metade da área é para circulação, e a outra parte para os equipamentos e a marcenaria. Então, se o ar vai circular em apenas 50% do espaço, o volume útil é de 15,19 m³. As coifas de parede da Franke possuem 20 renovações/hora. 15,19 m³ (volume útil) x 20 renovações/hora = procure por um modelo de, no mínimo, 303,8 m³/h. Se você preferir a de ilha, que possui 30 renovações/hora, a potência ideal é de 455,7 m³/h. “O indicador ‘renovações/hora’ mostra quantas vezes o ar do ambiente é trocado”, esclarece Verenice.

Componentes

Todas as coifas são equipadas com o filtro metálico, feito de tramas de alumínio, que retêm a gordura, e com o motor. Se o aparelho for usado no modo “depurador”, esta peça é potencializada por um filtro de carvão ativado que auxilia na eliminação dos odores e impede que eles retornem ao ambiente.

Modelos

Os tipos mais comuns são o de parede (imagem acima) e o de ilha. Fique de olho: uma coifa de parede não tem a estrutura adequada para a fixação em uma ilha. O contrário também é verdadeiro, pois o modelo que é fixado apenas no teto possui acabamento por todos os lados, o que inviabiliza o encaixe adequado na superfície. 37


estilos

Do seu jeito Entender os próprios gostos é a chave para criar a essência do lar. Descubra qual é o estilo ideal para sua casa!

C

onversamos com arquitetos e designers de interiores para desvendar as características dos principais gêneros decorativos. Conheça mais sobre os estilos contemporâneo, romântico, clássico e rústico e deixe a imaginação rolar solta. Aproveite para misturar elementos de identidades diversas em um mesmo ambiente!

contemporâneo

Destaque para a intersecção de elementos amarelos, brancos e cinzas, e a prateleira em linha diagonal (1)

LINHAS MODERNAS

38

Veja quais itens a Telhanorte oferece para este gênero

Monocomando Loren Round 4877C60, de mesa, bica alta. Lorenzetti. Cuba L1039, de apoio. Deca.

Cód. 1098233

R$ 515,90

Cód. 1221124

R$ 1.509,90 Porcelanato Tuttomassa Provence, retificado, 80 x 80 cm (caixa com 1,92 m²). Incepa. Cód. 1314173

R$ 99,90 o m2

Texto: Catherine Debelak. Fotos: Marcos Souza/Divulgação(1) e Luciano Munhoz (2). Stills: divulgação

A expressão “menos é mais” é a máxima desse estilo, que, mesmo alinhado às últimas tendêcias de design, prioriza a funcionalidade. Aqui a praticidade é traduzida em linhas retas e minimalistas. “Como os apartamentos estão cada vez menores, esse gênero se tornou fundamental na hora de criar um projeto para quem valoriza a simplicidade sem perder a elegância”, explica a arquiteta Ana Lucia Salama, de São Paulo (SP), que assina o projeto acima. O cinza é uma das cores favoritas do estilo – use e abuse dos pisos e revestimentos inspirados no concreto e, para dar um toque atual, acrescente um detalhe em tom chamativo.


Piso frio amadeirado, pastilhas de pedra e móveis de vime: estes elementos dão a dose certa de rusticidade a esta varanda

rústico

(2)

DECORAÇÃO NATURAL O estilo está intimamente conectado à natureza. Por isso, é ideal para quem busca um refúgio em meio ao caos da metrópole. “Madeiras, pedras naturais e tijolinhos à mostra são só alguns dos materiais típicos de uma decoração rústica”, conta a arquiteta Adriana Priebe, de São Paulo, responsável pelo projeto acima. A aparente simplicidade dos acabamentos esconde um trabalho minucioso de combinar as diferentes texturas, que é um elemento para lá de importante nos projetos com esse DNA. Mas não pense que o ambiente deva ter visual pesado e “antiquado”! É possível investir em tons mais claros e em padrões suaves, como o linho.

Veja quais elementos têm tudo a ver com espaços rústicos

Arandela Colonial, de aço, 20 W, ouro velho, 30 x 19 x 21 cm. Ideal. Cód. 910210

R$ 39,90

Mosaico de madeira Premium, 30 x 30 cm, castanho dourado. TMT. Cód. 1303848

R$ 34,90 a peça

Pastilha de vidro, 34 x 34 cm, branco e bege (caixa com 2,14 m2). Jatobá. Cód. 1097105

R$ 49,90 o m2

39


estilos

Os tons neutros e as linhas tradicionais tornam este banheiro atemporal. Projeto da arquiteta Carolina Cândido

clássico

(1)

DEMOCRÁTICOS

40

Sugestões para dar um toque clássico a qualquer ambiente

Torneira Loren Fit Slim 1168 C31, de parede, bica alta. Lorenzetti. Cód. 747564

R$ 99,90

Cuba Basic Q1, de apoio, quadrada, 41 x 41 cm. Celite. Cód. 974005

R$ 399,

90

Bacia e caixa acoplada Ecoflush, linha Smart. Celite. Cód. 1315889

R$ 342,90

Cód. 1315900

R$ 282,90

Fotos: Marcos Souza/Divulgação (1) e Rafaela Paoli/Divulgação (2). Stills: divulgação

Na vida prática, esse termo designa tudo o que é atemporal. Segundo a arquiteta Vivien Anselmo, de São José dos Campos (SP), o gênero se divide em duas vertentes: a primeira delas, inspirada na cultura greco-romana, é marcada pelo excesso de adornos; e a outra tem identidade predominantemente sóbria. Para ela, o segredo é chegar ao equilíbrio. “Uma ideia é colocar uma mesa de linhas retas sobre um porcelanato claro e quebrar a monotonia com duas poltronas mais trabalhadas nas pontas”, aconselha. Em relação às cores, aposte nos tons de bege, marrom, azul, marsalla (uma nuance do vinho) e cinza.


As estampas e cores da cozinha romântica da blogueira Danielle Noce, no centro de São Paulo

romântico

(2)

DOCE LAR Flores, cores delicadas, inspiração retrô e memórias afetivas à mostra: é na riqueza de detalhes que a alma romântica se revela. De essência acolhedora, o estilo preza pela leveza dos acabamentos, como cerâmicas com toque nostálgico, pisos que remetem a tons claros de madeira, metais de formato arredondado e estampas delicadas. Para a designer de interiores e blogueira do Histórias de Casa, Bruna Lourenço, construir uma base neutra é o passo inicial. “Depois, compre os acessórios menores e vá avaliando o que deve ou não ser acrescentado, como enfeites, flores em vasos, luminárias trabalhadas e quadros lúdicos”, sugere.

Nossas ideias para você criar essa atmosfera doce em sua casa

Caixa organizadora Sophie, papelão, 20 x 31 x 39 cm. Boxgraphi. Boxgraphi Cód. 1361694

R$ 32,90

Saboneteira Flex, parede, cromada. Deca. Cód. 592110

R$ 119,

90

Porcelanato Lisboa HD Mix, retificado, 58,4 x 58,4 cm (caixa com 5 peças). Portinari. Cód. 1342711

R$ 129,90

41


meio ambiente

Banheiro sustentável É possível gastar menos água e energia elétrica sem abrir mão do conforto. Simples, práticas e conscientes, as soluções a seguir garantem consciência limpa e economia no fim do mês

O

banheiro é campeão de desperdício da casa. É por seus ralos e tubulações que escorre grande parte da água utilizada diariamente. Se você tem chuveiro elétrico, então, pasme: no inverno, ele chega a ser responsável por até 40% de toda a energia consumida na casa. Em tempos de crise hídrica e energética, nem o frio nem a correria da rotina podem ser pretextos para deixar o meio ambiente de lado. Nesta reportagem mostramos que é viável levar uma vida prática e ao mesmo tempo sustentável, sem abrir mão do conforto. O segredo é equipar o banheiro com produtos econômicos e adotar hábitos para um consumo consciente. CUSTO -BENEFÍCIO Produtos ecológicos e econômicos costumam ter preços mais elevados do que os convencionais. Geralmente isso é motivado pelo investimento em novas tecnologias, que permitem que o produto gere economia de recursos e, assim, proteja a natureza. Pode acreditar: nesses casos, o caro costuma sair barato.

POUPE ÁGUA A engenheira ambiental Renata Amaral, de São Paulo, é especialista em sustentabilidade. Anote aí duas dicas de ouro para você ficar em dia com o meio ambiente.

42

TEM NA TELHANORTE!

Veja quais soluções tornam o seu banheiro amigo do meio ambiente

Chuveiro inteligente Para economizar água na hora do banho, a dica é investir em duchas econômicas. Entre as diversas opções da Telhanorte, destaca-se o Deca Balance 6, que tem tecnologia que mistura ar e água, gastando menos que o chuveiro convencional sem afetar o conforto do usuário.

Vazão equilibrada A instalação do dispositivo economizador de água, da Lorenzetti, funciona como um registro redutor de vazão, poupando 50% da água consumida pela torneira do banheiro. Outra opção é apostar nos arejadores, que misturam ar à água, diminuindo o fluxo sem comprometer a sensação de volume.

Dispositivo economizador de água EcoCasa 1300 C79, cromado. Lorenzetti. Cód. 1204831. R$ 46, 50

A água do chuveiro demora para esquentar? Não deixe que ela escorra pelo ralo: coloque um balde embaixo da ducha e use a água coletada para outras tarefas domésticas, como lavar a louça, regar o jardim e escovar os dentes.

Tente diminuir seu tempo de banho: uma economia de cinco minutos debaixo da ducha significa até 75 litros poupados! Outra boa forma de economizar é fechar a torneira enquanto você se ensaboa.

Texto: Júlia Bezerra. Fotos: Divulgação (still). Ilustração: Rodrigo Damati


Torneiras mágicas

Lâmpadas evoluídas

Há uma série de torneiras sustentáveis no mercado. Opções com sensor de presença, como as da linha Decalux, da Deca, interrompem automaticamente o fluxo de água quando as mãos se afastam, o que gera economia de até 85%. Outra vantagem é que elas são mais higiênicas, pois não é preciso tocá-las para que sejam acionadas.

Para reduzir o consumo de energia no banheiro, troque as lâmpadas incandescentes desse cômodo (e por que não do resto da casa também?) por modelos de LED, que economizam até 80% de energia. Além do mais, elas duram 15 vezes mais, não esquentam e não emitem raios ultravioleta, que são prejudiciais à saúde.

Boa troca

Lâmpada de LED Bulb 9, 60 W, 220/240 V, 6.500 K. Philips. Cód. 1372777. R$ 38,90

Segundo Diniz Simões, gerente de produto e inteligência de mercado da Deca, até 2002 as bacias fabricadas no Brasil tinham capacidade de 9, 12 ou 18 litros. A partir deste ano, foi determinado que elas comportassem apenas até 6,8 litros de água. “Só a troca da bacia gera, portanto, uma economia média de 50%”. E se você optar pelos modelos com caixa acoplada de duplo acionamento, há duas opções de descarga: a que usa 3 litros, para resíduos líquidos; e a de 6 litros, para sólidos.

Válvulas ponta firme Se o seu banheiro for equipado com válvulas de descarga instaladas diretamente na parede, também é possível economizar, pois hoje em dia existem modelos para parede com duplo acionamento. Outra opção é instalar o kit conversor Hydra Duo, da Deca, que muda a válvula antiga para a de mecanismo duplo. O uso racional dessa descarga gera economia de até 60%.

Kit adaptador Hydra Duo, cromado, 11/2. Deca. Cód. 1176706. R$ 168,90

43


final feliz

Já é concreto! Descubra os acabamentos inspirados nesse material, que trazem facilidades de conservação e instalação

F

oi decretado: o concreto está de volta! Supervalorizado pela arquitetura modernista, que tinha o visual industrial como uma das principais referências, esse material bruto reconquistou a casa dos brasileiros – e dessa vez está mais democrático e prático de instalar. Pisos e revestimentos inspirados nesse

44

material estão disponíveis em grande variedade de tamanhos, acabamentos e tonalidades. “O segredo da versatilidade é a cor. Por ser neutra, combina com todos os outros tons. É uma verdadeira tela em branco para brincar com estilos de decoração, e ainda pode ser usado desde a sala até a cozinha”, conta Mirella

Andreoni, arquiteta do escritório Mia Arquitetura, de São Paulo. Sonho de consumo de muita gente, a aparência “cinza detonado” não é lá muito fácil de ser conservada: o cimento queimado costuma trincar e rachar com facilidade, o que torna necessária a reaplicação nas áreas danificadas. Para resolver o problema, diversas marcas


Tudo cinza

Dez opções para você conseguir o efeito concreto na sua casa – e todas elas estão na Telhanorte!

1. Porcelanato Urbanos Cinza, bold, acetinado, 61 x 61 cm (caixa com 1,49 m 2). Incepa. Cód. 829749. R$ 39,90 o m2

1

2

2. Porcelanato Mohave, retificado, acetinado, 51 x 51 cm (caixa com 2,10 m 2). Lanzi. Cód. 1369903. R$ 28,90 o m2 3. Porcelanato Stoneblend Graphite, 20 x 120 cm (caixa com 1,19 m²). Portobello. Cód. 1367730. R$ 129,90 o m2 4. Porcelanato York, retificado, acetinado, 58,4 x 58,4 cm (caixa com 1,70 m 2). Portinari. Cód. 1288075. R$ 45,90 o m2

3

Texto: Catherine Debelak. Foto: Divulgação. Stills: Roberto Seba.

4

“Este acabamento agrada a todos os estilos: do mais sofisticado e neutro até o mais moderno e alegre” Priscila 45


final feliz

5. Porcelanato Beton, bold, acetinado, 60 x 60 cm (caixa com 1,44 m 2). Eliane. Cód. 759805. R$ 45,90 o m2 6. Porcelanato HD Detroit Gray, retificado, acetinado, 84 x 84 cm (caixa com 1,41 m 2). Elizabeth. Cód. 1362313. R$ 54,90 o m2

5 6

7. Porcelanato Bauhaus Lime, 60 x 120 cm (caixa com 1,43 m 2). Portobello. Cód. 1137530. R$ 94,90 o m2 8. Porcelanato Metropolitan, retificado, acetinado, 51 x 103 cm, argento. Lanzi. Cód. 1300342. R$ 79,83 o m2

7

9. Porcelanato Técnico Minium, retificado, 60 x 60 cm (caixa com 1,44 m 2), chumbo. Eliane. Cód. 1373790. R$ 99,90 o m2

8

10. Porcelanato HD District SGR, retificado, acetinado, 58,4 x 117 cm (caixa com 1,37 m 2), Portinari. Cód. 1397613. R$ 119,90 o m2

de cerâmica criaram acabamentos inspirados no material. O principal deles é o porcelanato – ou seja, agora o cliente tem a garantia de visual moderninho aliado à alta resistência, facilidade de limpeza e baixa absorção de água. Para criar efeitos na decoração, a arquiteta Priscila Endo, da Atmos Arquitetura, de São Paulo, conta como combinar o concreto a outras cores. “O roxo e o rosa dão ar romântico aos espaços; o laranja e o amarelo trazem frescor e jovialidade; e as nuances de verde são ótimas para os mais clássicos, pois remetem a ambientes naturais”, ensina. Se você quiser criar efeito de continuidade, escolha móveis grandes, como um sofá, no mesmo tom do concreto usado no piso. E se ousadia faz parte do seu vocabulário, misture itens foscos e brilhantes – os pendentes são ideais para esse contraste. 46

9

10


o especialista

Ofício: inspiração

Texto: Catherine Debelak. Foto: Daniel Giallo

Sob o olhar cuidadoso de André Francisco da Silva, funcionário da linha de produção da Tigre, a qualidade dos produtos é garantida!

D

esde pequeno, o garoto observava o pai sair para trabalhar e desejava, um dia, ser como ele. Há 11 anos, o que era um sonho de criança tornou-se realidade para André Francisco da Silva, 32 anos, quando ele ingressou na fábrica da Tigre, em Rio Claro, interior de São Paulo – a mesma que emprega o pai há mais de duas décadas. André começou no centro de distribuição e separação de pedidos. Hoje ocupa o posto de operador 3, onde participa da capacitação

dos colegas de trabalho, potencializando o conhecimento, a motivação e a produtividade do grupo. “A mudança foi um desafio excelente para minha carreira. Mesmo usando o próprio PVC como matéria-prima, esse novo setor possui mais máquinas e processos”, explica. E, sobre esse assunto, André sabe muito bem do que está falando. Por que, afinal, o PVC é tão utilizado na fabricação desses produtos? “Trata-se de uma resina de alta durabilidade, que garante a segurança das instalações por ser bom isolante térmico e elétrico, resistir a fungos, bactérias, insetos e roedores, além de ser ecologicamente correto”, esclarece. Não é à toa que André tem grandes planos para o futuro: faltando apenas um ano e meio para terminar a faculdade de Engenharia de Produção, que iniciou com o apoio da Tigre, ele está inspirado a subir ainda mais na empresa.

Amplo catálogo A Tigre tem presença garantida nas prateleiras da Telhanorte. Se você está programando sua obra ou reforma, vale passar nas nossas lojas e conferir a gama completa de produtos

FICH A

DO

M E ST

RE

cisco é Fran : Andr a do r e No m e p :O r Cargo . a v il ão . da S roduç a de p s da linh o n o: 1 1 a Temp

47


guia

Como comprar chuveiros Antes de ir à loja, fique atento a detalhes como voltagem, acessórios, modelos e materiais – informações como essas são importantes para escolher o produto ideal

Chuveiros

1

Fiação elétrica A primeira etapa é verificar a potência do aparelho e checar se essa especificação está de acordo com as instalações da sua casa. Equipamentos com potência de 5.500 W até 6.800 W precisam de fio com espessura maior ou igual a 4 mm. Já modelos com potência acima de 7.000 W pedem fios com 6 mm ou mais.

3

2

Pressão da água Quanto mais alta estiver a caixa em relação ao chuveiro, maior é a pressão da água. Porém, se essa distância for menor que 3 m ou se você morar no último andar do prédio e ele não tiver bomba d’água, é preciso comprar um pressurizador.

Regulagem Nos aparelhos de temperatura predefinida, há menos opções de graduação e a regulagem deve ser feita antes do banho começar. Já os chuveiros eletrônicos permitem que você aqueça ou esfrie a água em temperaturas diferentes a qualquer momento.

TEMPERATURA PREDEFINIDA

Exemplo: Se a caixa-d’água está instalada a 6 m de altura, a pressão é de 6 m.c.a

3 A 5 TEMPERATURAS MULTITEMPERATURA TEMPERATURA GRADUAL

PRESSURIZADOR

CHUVEIRO PRESSURIZADO 48

ELETRÔNICOS GRADUAIS


4

Sem choque Hoje em dia os chuveiros são feitos de plástico. Isso significa que são muito mais seguros pois não permitem que a corrente elétrica escape e, assim, eliminam os risco de choques.

Tipos de jatos

PLÁSTICO

Para escolher o modelo mais adequado, pense em como você deseja que o banho seja. Com mais ou menos água? Com jatos concentrados ? Veja as principais opções:

INTELIGENTE É o mais tradicional dos jatos. Distribui bem a água e fica na vertical.

Modelos

DIRIGÍVEL

Essa é a hora de pensar no conforto do seu banho. É possível escolher a posição em que ele será instalado, o tamanho do jato e a quantidade de água que ele espalha

Permite escolher o ângulo do jato e oferece mais conforto a pessoas de diferentes alturas.

DOSE DUPLA Alguns modelos acumulam funções de chuveiro e ducha, que podem ser acionadas isoladas ou juntas.

PRESO NA PAREDE É fixado com um cano que pode ser revestido, opção que deixa o visual mais harmônico.

Acessórios Preste atenção quando for comprar seu chuveiro, pois será preciso adquirir algumas peças para fazer a instalação correta.

CONECTOR DE PORCELANA

ENGATE FÁCIL Fica preso direto no ponto de água da parede, sem necessidade de instalação de um cano.

Faz a conexão dos fios do chuveiro à fiação da parede e evita o superaquecimento durante o uso.

VEDA-ROSCA A função da fita é evitar que haja espaços entre o chuveiro, o cano e o conector da parede.

FITA ISOLANTE DESVIADOR

Conhecido também como “chuveirinho”, é item obrigatório em todos os chuveiros elétricos. Pode ser fixado à parede, usando o suporte que já vem com o aparelho.

Usada para fazer as emendas na instalação do fio terra do aparelho.

PLACA CEGA - 1 FURO Mantém os fios protegidos da água e umidade, que podem acabar escapando durante o banho.

49


simples assim

Na dose certa

Foto: Roberto Seba

Um dos segredos para pintar com perfeição – principalmente os cantos das paredes – é aplicar apenas a quantidade necessária de tinta na superfície. Um truque prático é envolver um elástico grosso na lata e, nele, tirar o excesso do pincel. Tudo pronto para a primeira demão!

50


an ún cio A Telhanorte entende a importância do arquiteto, do engenheiro e do designer de interiores para tirar os projetos do papel e criar os melhores ambientes. Por isso, criamos um programa de relacionamento com benefícios exclusivos. Conheça o Obra Prima Telhanorte, o programa feito sob medida para vocês!

www.telhanorteobraprima.com.br

terceira capa


an ún cio

VOCÊ NÃO FAZ UMA CIRURGIA ANTES DE FALAR COM UM ESPECIALISTA, CERTO? ENTÃO, NÃO FAÇA UMA OBRA SEM CONVERSAR COM A GENTE. OS ESPECIALISTAS NA LOJA E AS NOSSAS SOLUÇÕES NÃO DEIXAM VOCÊ JOGAR DINHEIRO FORA:

Compre materiais de construção pelo site a qualquer hora, sem sair de casa. Loja Marginal Tietê aberta 24 horas para resolver imprevistos na sua obra.

24x Parcele no cartão Telhanorte

em 10X sem juros ou 24X fixas.

$

A Telhanorte garante a economia, cobrimos qualquer oferta e ainda damos 2% de desconto.

/telhanorte

telhanorte.com.br

quarta capa

Para parcelamentos no cartão Telhanorte consulte condições na loja. Telhanorte Garante, consulte regulamento completo nas lojas. Políticas válidas exclusivamente para lojas físicas.

Profile for Telhanorte

Revista Telhanorte - 10ª edição  

Confira dicas para decorar imóveis pequenos, cores de tinta cheias de vida, pisos que são tendência e muito mais!

Revista Telhanorte - 10ª edição  

Confira dicas para decorar imóveis pequenos, cores de tinta cheias de vida, pisos que são tendência e muito mais!

Advertisement