Page 1

Presente especial Motivos delicados para criar lindas peças!

+

60

300 de

ideias e

Imagens

para deixar a casa do jeito que você sempre sonhou

Celebre a PÁscoa Compondo scrapbooking, cartonagem e découpage

Passo A PASSOs

Crie abajur, almofada, álbum de fotos, pratos em cerâmica, toalhas, panos de copa e muito mais! Relógio

Organizador

Com pintura country, ele se torna belo e divertido

Fev/ Mar - Ano 1 • Nº 04 - R$ 6,90

ISSN 2178 - 1257

Scrap décor • costura • pintura em madeira, tecido e cerâmica • embalagens • reciclagem


Carta ao leitor

Coisas de amigos...

Tenho vivido dias de graça. Talvez o grande motivo dessa euforia seja o fato de que além de ter a oportunidade de estar com você – agora – todo o mês, também tenho a chance de fazer novas amizades e, ainda, poder estar próxima a outras tão queridas, conversando, trocando ideias e vivendo experiências deliciosas dentro de um universo que considero tudo na minha vida: a amizade. Logo no dia da elaboração da pauta, quando veio a ideia de darmos um brinquedo repaginado, a diretora da revista, Rosangela, contou que tinha um cavalinho de madeira da sua filha Manu e que, agora, poderia ganhar roupagem nova e passar para o seu filho, o Mark. Para tanto, toda dedicação foi empregada e os detalhes cuidadosamente pensados. Afinal, se tratava do mais novo companheiro de aventuras do pequeno. Elementar minha cara leitora, esses dois amigos já estão vivendo dias inesquecíveis de pura brincadeira. Outro dia, descobrimos que a querida artesã Meire Barbosa tinha uma mesa em sua casa, que pertenceu à mãe da sua sogra. Uma peça muito antiga, mas castigada pela história. No bate-papo, chegamos à conclusão: uma boa pátina provençal e algumas pinceladas barrocas a transformariam em um objeto novo de decoração. Dito e feito. Agora, a mesa esta na varanda e é um convite para longas conversas, regadas a chá, nas tarde de sol. Sim, já vivi a experiência e amei! Outro delicia registrada nas próximas páginas foi a conversa que tivemos com a Cristina Bottallo. Sou suspeita, pois cultivo uma amizade com ela há mais de 20 anos. Seu talento e carisma refletem nas cores expressas em seus traços. Sou fã de carteirinha e, com certeza, você também é ou será, assim que descobrir no seu blogue como ela se tornou uma amiga nossa do dia a dia, literalmente. E a coelha Lolly? Vou contar para vocês: são meses de papo via MSN com a Rovena Barros. Ela é a nossa leitora nº 1 (lembra? Foi ela quem nos enviou a Santa Clara, apresentada na edição nº 2). Pois bem, de lá pra cá, num vivo mais sem os nossos deliciosos papos cibernéticos. E, para finalizar, não poderia deixar de agradecer em nome de toda a equipe o carinho que a minha grande amiga Tânia Humbergue e toda a sua família nos recebeu para ambientarmos as fotos desta edição. Não dá para chamar isso de trabalho: passar o dia na sua casa foi pura festa. Assim, entregamos para você uma edição que vai muito além de algumas páginas impressas. Colocamos em suas mãos os nossos corações, repletos de experiências deliciosas que só mesmo os amigos sabem compartilhar. Divirta-se!

Bete Monta e equipe bete@emporiumdeideias.com

Um abraço muito apertado,

Expediente

Diretora Responsável Rosangela Arias | Diretor de Operações Adilson Strutsel | Diretora Executiva Silvana Cordier | Editora Bete Monta (bete@emporiumdeideias.com) | Diretora de Arte Carla Rodrigues Alves | Designers Bianca Oddone, Demetrios Cardozo, Renata Carvalho e Tânia Martins| Jornalista Responsável Tarcila Ferro (MTB 42.110) | Diretor Comercial Rodrigo Cunha | Gerentes de Contas Fernanda Fernandes (fernanda@emporiumdeideias.com) e Simonetta Ielo (simonetta@emporiumdeideias.com| Fotos Juca Vieira A revista Ideias & Arte é uma publicação da Emporium de Ideias Serviços Editoriais Ltda. Av. Imperatriz Leopoldina, 1391, Vila Leopoldina - São Paulo - SP - CEP: 05305-012 Tel: (11) 3834-6585 / Fax: (11) 3834-0649 www.emporiumdeideias.com Distribuidor exclusivo para bancas: Dinap S/A (Distribuidora Nacional de Publicações). O conteúdo da revista Ideias & Arte é resguardado por direitos autorais, não podendo ser reproduzido sem prévia autorização da Emporium de Ideias. Impressão: Gráfica Oceano

1


Sumário ano 1 edição 04 Fev/ Mar

Seções 03 06 50 54 56 57 58 60 64

12

Entre amigas Pra você Perfil Talento de artista Aula básica Estilo próprio Artesanato pelo mundo Onde tudo acontece Mil ideias O quê se vê por aí .. Carrinho de compras Produtos de artesanato Todos os pontos Caderno de riscos Caderno de contatos

Pratos de parede Traços clássicos Almofada e bandeja Conforto e comodidade Mesa Um toque de romantismo Abajur Especial como você

Páscoa 08 10 12 14 16 18 19

28

14

Guirlanda Que trazes pra mim? Scrapbooking Presente de Páscoa Embalagens Nos mínimos detalhes Cartão Feliz Páscoa! Coelha Mocinha charmosa Mais ideias Livre para criar! Vitrine Ideias novas

Acessórios 22 40 42 44 46

Pesos de porta Balaio de gatos Caixas organizadoras O bebê merece Álbum de fotos Bem guardados Caixa de engraxate Sempre à mão Relógio Que horas são?

Banho

26 Toalhas de lavabo Estilo retrô

Antes e depois

20 Brinquedo Cavalaria a postos!

Mesa e cozinha

34 Porta-guardanapos Beleza sustentável 36 Panos de copa Positivo e negativo

Presente especial Motivos delicados para criar lindas peças!

+

60

300 de

IDEIAS e

IMAGENS

para deixar a casa do jeito que você sempre sonhou

CELEBRE A PÁSCOA Compondo scrapbooking, cartonagem e découpage

PASSO A PASSOS

2

Ideias & Arte

Crie abajur, almofada, álbum de fotos, pratos em cerâmica, toalhas, panos de copa e muito mais!

ISSN 2178 - 1257

RELÓGIO

ORGANIZADOR

Com pintura country, ele se torna belo e divertido

Fev/ Mar - Ano 1 • Nº 04 - R$ 6,90

38

Pra você

Scrap décor • costura • pintura em madeira, tecido e cerâmica • embalagens • reciclagem

Agradecimentos As fotos com o tema Páscoa foram ambientadas nas Cromus Embalagens

Presente pra você!

Participe com seus trabalhos e concorra a um kit de pintura incrível!

Martha: confira na próxima edição. Estamos preparando uma sugestão na medida para você! Gostaria de sugerir uma matéria sobre o uso de garrafas pet, para ajudar o nosso planeta e, ao mesmo tempo, fazer coisas lindas para a minha casa.

Decoração 28 30 32 38

Entre amigas

Correio

Viviane Mattos, São Paulo, SP

Isabel Carlos, por e-mail

Viviane, corra para a página 34 e confira como fazer um lindo porta-guardanapo que tem como base o material das garrafas pet. Fácil de fazer e correto para usar todos os dias!

Oi Isabel, muito lindo seus trabalhos. Participe da promoção e envie uma peça. Além de vê-la publicada, você pode ganhar um brinde muito bacana!

Sou apaixonada por bonecas e bichinhos de pelúcia. Que tal um especial com ideias e moldes para a gente fazer?

Os artesanatos que faço não são copiados de lugar nenhum. Crio todas as peças! Meu grande sonho que é vê-los um dia publicados.

Agora, a cada edição, as leitoras que enviarem seus trabalhos* para a seção Entre Amigas, da revista Ideias & Arte, poderão ganhar um brinde extra! Basta criar uma peça bem bonita e preencher os dados solicitados. A cada edição, uma comissão julgadora avaliará todos os trabalhos e o mais criativo e bem executado ganhará este kit superbacana de pincéis e auxiliares, oferecido pela Pincéis Condor e Revista Ideias & Arte.

Participe!

Envie para Revista Ideias & Arte, av. Imperatriz Leopoldina, 1391, São Paulo, SP. Nome completo, endereço, E-mail, RG, Data de nascimento.

Carla Simões, Rio de Janeiro, RJ

Sou apaixonada por bordado ponto cruz. Gostaria de trocar motivos de bebês com pessoas do mundo todo! Isabella Macedo, São Paulo, SP

Confiram o e-mail da Isabella: bella_ sp84@gmail.com e bons trabalhos! Parabéns pela revista! Eu amei e adorei todas as sugestões. Por isso, quero dar uma ideia: que tal publicarem uma bolsinha bem charmosa? Martha Sampaio, Salvador, BA

Carla: anotado! Ótima sugestão. Vamos conversar sobre isso nas próximas pautas. Mas, se você quiser, pode conferir a coelha Lolly, pág. 16. Ela linda e fácil de fazer! Oi, estou mandando a minha “pretinha balarina” feita em biscuit. Fabiane Lima, por e-mail

Fabiane, ela é toda charmosa. Parabéns!

Siga-nos!

Olha só que lindo o Pequeno Príncipe em feltro, criados pela Célia Regina Dutra, do Rio de Janeiro. Ela ganhou o brinde da Condor e da Ideias & Arte. Parabéns. Participe você também, a próxima pode ser você.

* Independente da publicação, as peças enviadas não serão devolvidas. Elas irão ser doadas para uma entidade beneficente!

Para estar sempre em contato com vocês, abrimos espaço no Twitter, no Facebook e no Orkut. Faça parte das nossas comunidades e não deixe de contar suas sugestões, assim poderemos criar uma revista com a sua cara! Comunidade Revista Ideias & Arte http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=104563466 Participe das nossas enquetes! @ideiasearte

Ideias & Arte

Fale com a redação

Envie seus trabalhos e escreva para o endereço: Av. Imperatriz Leopoldina, 1391, CEP 05305-012, São Paulo, SP. e-mail: ideiasearte@emporiumdeideias.com Atenção: as peças enviadas não serão devolvidas, mas doadas para uma instituição de caridade.

3


Perf il

Talento de artista

Com mais de 22 anos de carreira, Cristina Bottallo reinventa seus traços, suas técnicas, transformando em pura expressão a arte e o artesanato do dia a dia

Diz o dicionário Houaiss que artesanato “é a arte e a técnica do trabalho manual não industrializado, realizado por artesão, e que escapa à produção em série; tem finalidade a um tempo utilitária e artística”. Por outro lado, o dicionário Aulete conta que arte é a “atividade criadora do espírito humano, sem objetivo prático, que busca representar as experiências coletivas ou individuais através de uma impressão estética, sensorial, emocional, como tal apreendida por seu apreciador”. Mas, no ateliê de Cristina Bottallo, estas duas palavras se misturam e se confundem, elevando suas criações a um patamar reconhecido por todo o Brasil. O jeito de menina esconde, com graça, os anos de carreira e trabalho desta paulista, de 43 anos, nascida em Santo André, cidade da região do ABC. Formada em educação artística, com especialidade em artes plásticas na Faap, sua história com o artesanato é antiga: aos 12 anos fez o seu primeiro curso. Com o apoio da mãe, que a incentivava e investia em apostilas e fascículos do assunto, foi adquirindo cada vez mais habilidade. A partir de então, fez cursos de cerâmica, de porcelana e de pintura em madeira com as mestras Norma Donato e Carmen Osterne, entre outras, desenvolvendo conhecimentos de técnicas como a barroca, o bauernmalerei e a fiorentina. “Na faculdade, aprendi a elaborar um pensamento profissional, visando a realização pessoal e financeira”, conta a artista. Durante cinco anos, de 1991 a 1995, Cristina manteve a loja Feito em Casa, onde vendia kits, miniaturas, bordados em ponto cruz e outras peças. Mas, no ano de 1996, ela recebeu um convite para trabalhar como coordenadora do ateliê da Acrilex e então, passou a se dedicar 6

Ideias & Arte

ao desenvolvimento de técnicas e de aplicações dos produtos. Foram anos de enriquecimento cultural e profissional. Além de dominar completamente os produtos da empresa, a artista passou a viajar o Brasil inteiro, agregando conhecimento e know-how. Paralelamente ela desenvolveu uma série de serigrafias, que foram comercializadas em grandes lojas de decoração, como a Tok & Stok. Em 2003, Cristina montou um ateliê e começou a desenvolver ações de divulgação e a criar produtos para empresas como a industria de tintas Corfix, Pincéis Tigre, Sakura, Imprimax além de ministrar cursos e participar de eventos. “O ano passado foi sabático para mim. Mudei o ateliê para um novo endereço, investi no meu blog e no site, e me dediquei aos programas de TV. Quis me estruturar para poder montar uma grade de cursos mensais, sem contar que postei 365 receitas no meu blog, uma por dia! O resultado foi muito positivo: hoje, tenho a média de 60.000 acessos por mês. Para 2011, espero melhorar essas mídias eletrônicas, atualizando-as com maior frequência, investir na venda de produtos e de kits e, ainda, manter um contato permanente com emissoras de televisão. Gravei no final do ano passado dezessete programas que serão passados no canal a cabo Fox Life, no programa Bem Simples. Também tenho programas a serem transmitidos pela Rede Vida, TV Aparecida e Gazeta”, conta Cristina. Mas suas atividades artísticas não param por aí: Atualmente, ela está com uma obra exposta no Memorial da América Latina, além de seus trabalhos da fase “México”, que são reconhecidos pelo uso das cores e pela leitura de traços limpos. Portanto, não se espante se no próximo minuto, uma novidade dessa cabecinha genial surgir na sua frente.


Páscoa Guirlanda

Confira

Técnica: montagem Nível: fácil

Lista de materiais

• Guirlanda Família Sabor de Páscoa ref. 215142 • Galhos decorativos na cor rosa ref. 214660 • 3 cestinhas aramadas douradas ref. 1130089 • 3 cestinhas aramadas douradas ref. 1130087 • Papel de chumbo rosa e marrom ref. 128102 • Mini ovos de chocolate • Fechos-práticos na cor dourada • Fio Kraft Poá extra-fino nas cores marrom e branca ref. 093260 e rosa e marrom ref. 292503 • Fita Decorativa Aramada marrom e poás rosa ref. 291910 (média) e ref. 291909 (pequena) • Fita Decorativa Aramada rosa e poás marrom ref. 291908 (média) e ref. 291907 (pequena) • Tesoura

1

Encaixe um galho de cada lado da coelha da guirlanda e fixe com dois fechos práticos entrelaçados na guirlanda. Ajuste um na base e outro na ponta do galho. Modele o galho de acordo com a anatomia da peça. Retorça as pontas do fecho prático entre si e corte o excedente.

Que trazes pra mim? Execução:

8

Ideias & Arte

Patricia Luchiari, pela Cromus Embalagens Especiais

A simpática coelha recebe a todos, desejando muita saúde, alegria, e claro, ovos de chocolate em suas cestinhas de metal. Humm!

2

Com a fita rosa, faça um aro de 12 cm de diâmetro. Una pelo meio, formando um “8”. Segure, franzindo o meio.

3

Dê uma torcida na fita para posicionála do lado correto e faça uma laçada um pouco maior (2 cm) para direita, sempre franzindo e segurando com os dedos. Repita o procedimento para fazer a laçada do lado esquerdo.

4

Torça a fita novamente, e faça mais uma laçada, um pouco maior que a anterior, para a direita. Repita o procedimento e faça para o lado esquerdo. Apare. Corte novamente 25 cm de fita, dobre ao meio e encaixe junto ao laço, pela base e por trás, sempre franzindo. Usando o fio Kraft marrom e rosa, amarre o laço e dê um nó pelo avesso. Corte o fio.

7

Encape os ovinhos com o papel chumbo e coloque dois deles dentro de cada cestinha.

8

Faça um laço com a fita rosa pequena, seguindo os passos 3 a 5 e amarre-o junto à alça da própria cestinha. Dê um nó. No total, faça três cestinhas com laço pequeno rosa e três com laços pequenos marrom.

5

9

6

10

Faça um laço com a fita marrom seguindo os passos 3 a 5. Una os dois laços feitos, sobrepondo um ao outro e dê um no com o fio Kraft. Trabalhe com um fio grande.

Centralize o laço no topo da guirlanda e amarre com a o próprio fio Kraft pelo avesso da peça.

Amarre uma cestinha na mão da coelhinha. Corte o fio excedente com a tesoura.

Agora, fixe as cestinhas ao redor da guirlanda. Amarre cada peça usando o fio Kraft e dando um nó pelo avesso. 9


Páscoa Scrapbooking

Presente de Páscoa

Neste dia de alegria, os registros da festa merecem criatividade e capricho. Por isso, a dica é: use as sugestões da folha de motivos Ideias & Arte e faça um lindo projeto Execução:

Cristina Bottallo

Confira

Técnica: scrapbooking Nível: fácil

Lista de materiais

• Bandejinha • Base de corte • Cola branca • Dobradeira ou espátula plástica • Estilete de precisão • Fita de cetim com 1 cm de largura • Folha de motivos Ideias & Arte – motivos 1, 2, 3, 5, 7, 8, 9 , 10, 11 e 12 • Furador de ilhós (pequeno) • Ilhós de metal pequeno • Letras adesivas • Papel cartão • Plaquinha para furo de ilhós • Régua de metal • Rolo de espuma • Tesoura

3

Recorte os outros motivos usando a tesoura.

4

Sobreponha as duas pontas do ilhós sobre o papel listrado e duas tiras de fita com 32 cm cada, cruzadas em “V” invertido e, usando o furador e o martelo, perfure as tiras e o papel. Use a plaquinha como apoio para trabalhar o ilhós.

5

Sem movimentar o trabalho, encaixe o ilhós no local preparado.

8

Passe cola no avesso dos motivos 2 e 3 e fixe-os sobre os motivos 11 e 12 respectivamente.

9

Corte com a tesoura a fita-banana e cole atrás dos motivos 11 e 12. Fixe na lateral esquerda, como mostra a foto.

10

Coloque a fita-banana no avesso dos motivos restantes e fixe nos locais indicados

1

Sobre a base de corte e usando o estilete de precisão e a régua, corte o motivos 1, 11 e 12 da folha de motivos.

6

11

7

12

Vire para o avesso o trabalho, e usando a ponteira do furador de ilhós, fixe a parte de trás do ilhós.

2

Deposite a cola na bandeja e, com o rolo de espuma embebido, passe-a no papel cartão com 30 x 30 cm, formando uma camada fina. Fixe o motivo 1 bem ajustado ao papel cartão. Use a dobradeira para retirar eventuais rugas. 10

Ideias & Arte

Estique a ponta de uma das fitas e fixe um ilhós conforme os passos 4 a 6. Repita o procedimento com a outra fita.

Encaixe a foto e fixe com a fita-banana.

Recorte as letras e fixe-as com cola no canto inferior esquerdo. 11


Páscoa Embalagens

Nos mínimos detalhes Preparar o ovo de Páscoa faz parte da festa. Mas, decorar a embalagem em MDF como motivos especiais, aplicados em découpage, é um privilégio seu! Execução:

Meire Barbosa, com produtos Acrilex e Condor

Confira

Técnica: pintura em madeira e découpage Nível: fácil

Lista de materiais

• Base seladora Acrilex • Caixa quadrada (16 x 16 x 16 cm) e cestinha em MDF • Esponja abrasiva Condor • Folha de motivos Ideias & Arte – motivos 13, 14 e 15 • Limpa pincel Acrilex • Lixa de madeira • Multcolage Acrilex • Pano macio • Pincel Chapiscador Condor • Pincéis Condor nos 484-20 e 424-24 • Plástico • Rolo espuma Condor, ref. 989-4 • Tesoura • Tinta Dimensional Brilhante Acrilex na cor branca • Tinta Nature Colors Acrilex nas cores rosa-ciclame e marrom • Verniz Acrilfix Fosco Acrilex • Tesoura

3

Lixe toda a área pintada com a esponja abrasiva. Dê a segunda demão da tinta.

6

Corte os motivos 13 e 14. Passe multicolage na peça e encaixe os motivos formando o barrado inferior. Sobreponha o plástico sobre o papel e alise de dentro para fora com o paninho macio .

4

Usando o pincel chapiscador, respingue a tinta marrom-escuro em toda a peça.

7

Dê uma camada de verniz em toda a peça.

5

1

Dê uma demão de base seladora em toda a peça, usando o pincel nº 424-24.

Com a tesoura, recorte o motivo 15. Dê uma demão do Multcolage na tampa da peça usando pincel nº 484-20. Centralize o papel e fixe sobre o produto. Sobreponha o plástico no papel e com o paninho macio, retire todas as rugas. Trabalhe o paninho do meio para fora do trabalho. Aguarde secagem.

8

Faça o pesponto e os pontos do barrado com o dimensional na cor branca em toda a volta da tampa e do barrado.

Cesta

2

Com o rolinho, dê uma demão da tinta rosa-ciclame em toda a peça, incluindo as partes internas. 12

Ideias & Arte

Trabalhe a madeira seguindo os passos 1 a 8. Usando a tinta Dimensional branca, trabalhe a alça da cesta com tracinhos e pontos em sequência.

13


Páscoa Cartão

Confira

Técnica: cartonagem Nível: fácil

Lista de materiais

• Dobradeira ou espátula de plástico • Folha de motivos páscoa Ideias & Arte – motivos 11,12, 15 e 16 • Multcolage Acrilex • Régua de metal • Rolo espuma 989-4 • Papel de scrapbooking na cor marrom • Tesoura • Tinta Dimensional Brilhante na cor branca

+ideias

1

Usando a tesoura, recorte os motivos 11 e 16 da folha de motivos. Corte o papel de scrapbooking com a seguinte medida: 15,5 x 28 cm. Dobre o papel ao meio, usando a régua e vinque-o com a dobradeira

2

Decore o cartão com outros motivos da folha.

Passe cola no avesso dos motivos com o rolinho, criando uma camada homogêana e fina de cola. Fixe os motivos 11 e 12 nos cantos do cartão. Recorte os motivos do ovo e da barra do motivo 15 e aplique com fita banana sobre o motivo 16.

3

Usando a tinta dimensional branca, pontue com traços e bolinhas toda a volta do motivo 16.

Linha Costura, Quilt e Patchwork QC 1000 at your side

Tecnologia Japonesa • Especial para Quilt e Patchwork • 266 pontos decorativos • 3 tipos de fontes de letras • Enfiador automático de linha • Velocidade de 850 ppm XL 3750 • Função “Meus pontos personalizados” • Caseador automático • Braço livre • Painel digital de fácil leitura • Inclui acessórios de Quilt (mesa extensora, Walking Foot e Quilting Foot). CS 6000i NV 1500D Costura/ Bordado (Disney)

Feliz Páscoa!

Bons presságios chegam a todos: é o que conta o cartão feito em papel de scrapbooking Execução: Meire Barbosa, com produtos Acrilex

14

Ideias & Arte

Na SERV-MAK você valoriza o seu ATELIÊ com as máquinas BROTHER!

Distribuidor Brother

CE 4000 Máquina de Costura/ Quilt e Patchwork Eletrônica • Especial para Quilt e Patchwork • 60 pontos decorativos • Enfiador automático de linha • Caseador automático • Braço livre • Inclui acessórios de Quilt (mesa extensora, Walking Foot e Quilting Foot).

www.serv-mak.com.br Av. Celso Garcia, 4.423 - Tatuapé - São Paulo/SP

Fone 11 2295.1022

motivu15

Inovis NX 450Q Máquina de Costura/ Quilt e Patchwork Eletrônica


Lista de materiais

7

braços

patas

Ilustração 1

ilustração 2 

 or el h

a

h el or

a

Ilustração 2

cabeça

Ilustração 3

ilustração 3

3

Ilustração 2

Usando a cola quente, fixe as duas orelhas, uma em cada lado da cabeça da coelha. (Ilustração 3).

Ilustração 3

§

§

ilustração 7

4

Com o auxílio do papel sulfite, do papel-carbono e do lápis, risque os moldes do macacão no tecido floral duas vezes. Marque com o lápis 0,5 cm em todas as voltas, para dar margem de costura. Usando a tesoura, recorte, dando piques nos locais de curva no traçado. Una direito com direito em cada uma das partes e costure a máquina rente ao traço marcado do molde nos laterais, pernas e gancho. (Ilustração 4).

8

Usando a cola quente, fixe os pés nas pernas, por debaixo do babado. Prenda do mesmo modo os braços na altura dos ombros. (Ilustração 8).

§

• 10 x 15 cm de tecido de malha na cor rosa • 2 m de bordado inglês com 10 cm de largura • 2 miçangões na cor preta • 30 cm de soft na cor cru • 60 cm de tecido de algodão estampado floral • Agulha de costura e de bordado • Alfinetes • Botão de coelhinho • Cola quente • Fita rosa fina aramada • Lápis • Linha de costura branca • Linhas perlê nas cores rosa e preta • Máquina de costura Singer Curvy • Moldes (ver página 60) • Papel sulfite • Papel-carbono • Plumante • Tesoura

§

Técnica: confecção de bonecos Nível: difícil

Ilustração 1

Costure a máquina uma tira de bordado inglês de 50 cm em cada uma das bocas das pernas, formando um babado franzido em cada membro. Corte uma tira de bordado inglês com 82 cm, costure em pregas na gola da roupa, com pontos à mão, formando um babado. (Ilustração 7).

§

Páscoa Coelha

2

Confira

Usando a linha perlê rosa, marque com ponto cheio os dedos das mãos e dos pés da coelha. (Ilustração 2).

ilustração 8

1

Com o auxílio do papel sulfite, do papel-carbono e do lápis, risque os moldes do corpo, braços, orelhas e pés no soft. Ajuste os moldes para que, ao cortar o tecido, eles fiquem no sentido da trama do pano. Marque com o lápis 0,5 cm em todas as voltas, para dar margem de costura. Usando a tesoura, recorte, dando piques nos locais de curva no traçado. Una direito com direito de cada uma das partes e costure à máquina, rente ao traço marcado do molde. Deixe uma abertura de 8 cm em cada parte, conforme indicação. Desvire a peça por essa abertura. Preencha cada uma das partes com plumante, exceto as duas orelhas. Trabalhando com linha e agulha de costura, feche as aberturas com pontos de união. (Ilustração 1). Ilustração 4

Mocinha charmosa 16

Toda cheia de estilo e vestindo uma roupinha f loral, a coelha Lully se prepara para receber todo mundo com a simpatia da Páscoa Execução:

Rovena Barros, pelo ateliê RôLô

 orelhas

 braços

 patas Ilustração 5

ilustração 4 Ilustração 4

5

Desvire o tecido e, com a ajuda da linha branca e da agulha, franza o macacão na altura no pescoço, trabalhando com pontos de alinhavo. Antes ilustração 5 de puxar a linha, vista a peça no corpo da coelha e repuxe-a até que fique bem ajustado no pescoço do boneco. Arremate o fio. (Ilustração 5).

Ilustração 6

Ilustração 5

Ilustração 6

6

ilustração 1

Costure os dois miçangões na altura dos olhos usando a linha de bordado preta e a agulha. Com a mesma linha e agulha, faça a boca em um único ponto reto, da altura do nariz até o final do rosto. Risque o molde do nariz no tecido rosa. Usando linha e agulha, alinhave toda a volta, franza, enxerte plumante e feche formando um fuxico. Fixe com cola quente logo acima do final do ponto da boca, formando o focinho. Seguindo o passo da página 58, faça uma f lor de fuxico, arremate o miolo com o botão e pregue no meio do babado do pescoço. Finalize o trabalho com um lacinho no alto da cabeça da coelha. (Ilustração 9).

Ilustração Ilustração 65

corpo e cabeça

ilustração 6

Ilustração 1

Ideias & Arte

Ilustração 4

9

Preencha as duas pernas com plumante. Alinhave as bases das pernas e faça o mesmo franzido. Arremate o fio com dois nós. (Ilustração 6).

ilustração 9

17


Livre para criar!

Ideias novas

Páscoa - Mais ideias

Você pode fazer várias opções de peças para Páscoa usando os desenhos da folha de motivos. Confira outras sugestões e invente as suas

Páscoa - Vitrine

Embalagens, porcelanas, potes de vidros: são várias sugestões para você presentear seus amigos e decorar a sua casa

coelhos, ovos, embalagens e acessórios:

Sugestões coleção Páscoa Cromus 2011

coleção Páscoa Cromus 2011

1

1

A caixinha de MDF mede 16 x 16 cm e tem 5 cm de altura: perfeita para guardar bombons! Na parte de baixo foi dada uma demão de tinta branca e aplicado um barradinho de estêncil. Já a tampa, ganhou duas demãos de tinta na cor marrom e aplicação em découpage da sugestão 15 da folha de motivos.

1

2

3

6

2A carrocinha em MDF

tem a carroceria sextavada. A parte interna do carrinho foi pintada com a cor branca. O lado externo ganhou duas demãos de tinta marrom e a aplicação em découpage das sugestões 1, 3, 5, 8, 9 e 10 da folha de motivos.

7 4 5

2

3A cestinha sextavada

ganhou tintas branca na parte interna e marrom na externa. Os motivos aplicados em découpage foram os 1, 5 e 8. Para dar acabamento, foi dado ainda uma camada extra de verniz spray. A ideia pode comportar tanto mini-ovos, como na foto, quanto ser a base da embalagem de um ovo de 500 gr.

3

4Verde e branco

são as cores que decoram a charmosa cestinha de MDF. As sugestões usadas da folha de motivos foram as 1, 7, 9, 10, 11 e 12, aplicados em découpage.

5

Ovinhos pra você!

O cachepô de MDF leva pinceladas das tintas branca e verde-claro e, depois, delicados recortes dos motivos 13 e 14, aplicados em découpage, de forma aleatória. Decorado, condiciona um ovo de 250 gr com graça.

4 18

Ideias & Arte

8

5

1Pai, mãe e filhote:

todos sentadinhos no banco, prontinhos para decorar a sua casa. Família Lavanda.

2Nem só de coelhos

se faz a Páscoa! Morangos também estão na festa, como mostra a Família Moranguinho, com base de madeira e cestinha de feltro.

3

Dona Gansa e o Sr. Ganso

prepararam ovos deliciosos e agora querem compartilhar. Bonecos com base de madeira, Família Bem Querer.

4

Muita alegria e bons presságios conta

o coelho de madeira, com cestinha de arame da Família Cítrico. Como presente, ele carrega em sua cestinha bombons, embrulhados com embalagens para trufas, double face poá laranja.

5Que tal encher o pote

de gotas de chocolate, balas de goma ou mesmo mini-ovos e presentear a amiga querida? O coelho, da Família Terracota, é quem leva.

6Um, dois e três:

os coelhinhos da Família Artesanal decoram o enfeite de porta, desejando uma Feliz Páscoa!

7Chegou a hora

de separar embalagem de Tecido - filó pink –, folhas de papel chumbo prata (350g), montar os laços com fita decorativa aramada felina rosa e embalar os ovos de Páscoa.

8A gurizada vai se amarrar

na Caixa Cubo, Coelho Internauta e na Caixa Aquarela, com abertura lateral.

19


Antes e depois Brinquedo

Cavalaria a postos!

O antigo brinquedo ganhou roupa nova: pintura e aplicação de tecidos, que imitam patchwork. Agora, é só convocar a molecada e armar a brincadeira Execução:

Ideias & Arte

Confira

Técnicas: pintura em madeira e patch aplique Nível: médio

Lista de materiais

• Base de artesanato • Brinquedo de madeira • Chave de fenda • Cola branca Extra Oficina Paulista • Cola de madeira Cascorez • Gel Base Découpage Tecido True Colors • Lápis preto • Lixa de madeira • Lixa de unha • Marcador para Tecido Acrilpen Acrilex na cor preta • Pincéis Condor nos 484-22, 224-14 • Pincel Tigre nº 281/16 • Tecido estampa patchwork tons marrom Fernando Maluhi, à venda na Cinerama • Termolina Leitosa Acrilex • Tesoura de costura • Tinta Acrílico Acetinado True Colors na cor hortênsia • Tinta P.V.A. para Artesanato Acrilex nas cores areia e branca • Verniz spray Acrilex – Acrilfix mate fosco

3

Dê uma demão de base de artesanato em todas as peças usando o pincel nº 281-16. Aguarde secagem e lixe novamente. Dê outra demão e deixe secar.

7

Dê uma demão de gel base découpage tecido com o pincel nº 484/ 22 sobre a madeira, e cole o tecido parte por parte. Aguarde secagem.

8 4

Use a cor hortênsia e o pincel nº 484-22 para pintar cada uma das partes em destaque, como encosto, apoios de pés e “guidão” do brinquedo.

Com o mesmo pincel, dê uma demão de termolina leitosa em todo o tecido. Aguarde secar bem. Use uma lixa de unha para retirar eventuais rebarbas de tecidos nas lombadas de madeira.

9 5 1

Encaixe o guidão na cabeça do cavalinho e calcule cerca de 7 cm do guidom de cada lado, para fazer os olhinhos com o marcador permanente.

Usando o pincel nº 224-14, pinte com a cor branca todas as partes da peça. Com o mesmo pincel pinte as bordas laterais do assento, a cabeça e os pés do cavalinho com a cor areia.

Desmonte todas as partes do cavalinho, usando a chave de fenda.

10

Usando a chave de fenda e a cola de madeira, encaixe e monte novamente as peças do cavalinho.

2

Usando a lixa de madeira, alise todas as partes, desgastando a tinta antiga e retirando eventuais danos na madeira. Se necessário, cubra lascas ou trincas com produtos de reparo de madeira, como epóxi ou silicone.

20

Ideias & Arte

6

Sobreponha cada uma das partes do brinquedo no tecido e trace o molde com lápis. Corte o tecido, cerca de 0,3 cm a menor do traçado. Atenção, marque o tecido duas vezes para cada parte, para poder fazer frente e costas. Calcule para que as estampas fiquem de forma harmoniosa.

11

Aguarde a cola secar e dê uma demão de verniz spray em toda a peça. 21


Acessórios Pesos de porta

Balaio de gatos

Feitos de tecido branco e retalhos diversos, os pesos de porta recebem a todos com muita graça Execução:

Ideias & Arte

Confira

Técnicas: patch aplique e costura Nível: médio

Lista de materiais

• Agulha • Alfinetes • Areia de gato • Blush • Caneta permanente Acrilpen • Cola quente • Cola gel para découpage True Colors • Colher de chá • Lápis • Linha de costura • Linha de bordado nas cores rosa e marrom • Máquina de costura Singer Curvy • Papel sulfite • Pincel • Retalhos de tecido floral • Risco (ver pág. 60) • Saco plástico • Tecido branco de algodão • Tesoura de costura

3

8

4

9

Dê um pique com a tesoura nas áreas indicadas pelo risco. Esse procedimento, facilitará a costura da peça.

Recorte o motivo com coração e, com o pincel e a cola de tecido, fixe na frente do gatinho. Espere secar. Dê uma demão da cola sobre o tecido, para impermeabilizar.

Mamãe e gatinhos

5

Costure à máquina as laterais e a cabeça do motivo, fixando as duas partes. Deixe a base livre.

Usando a colher, encha com areia todo o interior do saco plástico.

Dê um nó no saco plástico e corte o excedente. Embuta-o dentro do gatinho e costure o restante da base, fechando completamente o gatinho.

10

Usando a caneta permanente, faça dois pontinhos para criar os olhos do animal e trace em cruz e paralelos tracinhos em toda a volta do coração.

1

Quadricule o papel sulfite em 3 x 3 cm. Transfira o risco para o papel sulfite. Na sequência, transfira-o para os tecidos com o auxílio do papel-carbono e lápis.

6

11

7

12

Desvire a peça, e trabalhando com linha e agulha, una uma parte da base e corpo do peso de porta com pontos caseados.

2

Margeie 0,5 cm em toda a volta do motivo com o lápis. Dobre o tecido ao meio e com a tesoura, recorte o motivo pegando as duas partes do tecido. Se preferir, fixe as partes com alfinete.

22

Ideias & Arte

Costurada uma parte, sem cortar a linha, insira o saco plástico dentro do gatinho, com a abertura voltada para fora.

Passe um pouco de blush na ponta do dedo indicador e colora as bochechas do gatinho.

Faça um viés à máquina com tecido floral e amarre no pescoço do gatinho, formando um laço. 23


Decoração Pesos de porta

Passo extra: Gatinha

4

Insira o saco plástico dentro da cabeça da gatinha, com a abertura voltada para fora e usando a colher, encha com areia todo o interior do saco plástico.

6

Fixe com cola quente a cabeça no corpo da gatinha, ainda vazio.

1

Quadricule o papel em 3 x 3 cm. Transfira o risco para o sulfite e, na sequência, para os tecidos com o auxílio do papel-carbono e do lápis. Margeie 0,5 cm em toda a volta. Dobre o tecido ao meio e recorte o motivo pegando as duas partes. Fixe-as com alfinete.

7 5

Feche a abertura da cabeça com pontos de união trabalhados com linha branca e agulha. Na sequência, borde por cima, em ponto caseado, usando a linha de bordado rosa.

2

Costure as duas partes (cabeça e corpo), rente ao traçado. Desvire as peças do avesso. Deixe entre as orelhas e a parte superior do corpo sem costurar.

3

Recorte o rabo, as emendas e o coração e usando o pincel e a cola de tecido, fixe-as na frente e nas costas da gata. Aguarde secagem. Dê uma demão do produto no tecido para impermeabilizar.

24

Ideias & Arte

Usando a caneta permanente, faça os olhos, criando dois pontinhos e o focinho, pintando um triângulo. Com a linha rosa, faça o bigode, inserindo a linha, dando nós e cortando cerca de 0,5 cm. Apare com a tesoura para dar proporção. Insira o saco plástico dentro do corpo da gatinha e na sequência a areia. Feche a abertura com pontos caseados. Usando a caneta permanente, decore os tecidos aplicados. Faça dois fuxicos e fixe-os com cola quente na altura da cabeça da gatinha.

Faça também! Para fazer o cachorrinho, você vai precisar dos mesmos materiais. Siga as indicações dos passos 01 a 08 desta página. Com a mesma linha, faça pontos em cruz em toda a volta dos recortes de tecidos floral aplicados. Para fazer as orelhas, recorte o risco no tecido floral quatro vezes. Una duas partes com pontos caseados, trabalhados com linha rosa e agulha. Forme um par de orelhas e fixe-o no topo da cabeça do cachorrinho. Borde com ponto cheio o focinho, o rabo e os dedos das patinhas. Para fazer os olhinhos, borde um ponto cruz de 0,5 cm em cada lado. Use a linha marrom. Atenção: se preferir, preencha as partes do focinho, patas e traseira do animal com enchimento de almofada.


Banho Toalhas de lavabo

Confira

Técnica: pintura em tecido Nível: fácil

Lista de materiais

• 3 toalhas de lavabo na cor branca • 4 botões pequenos na cor verde-bandeira • 50 cm gorgorão de seda • Agulha de bordado • Caneta escrita fina sem tinta • Cola permanente • Linha Coton Perlê Coats na cor verde-claro • Máquina de costura Singer Curvy • Papel sulfite • Pincéis Tigre nos 815-2 815-6 e 315-0 • Placa de Eucatex • Risco (ver pág. 60) • Tinta para Tecido Acrilex nas cores preta, verde-folha, verdepistache, verde-oliva, carmim, branca e púrpura

3

Para iluminar o motivo, passe levemente sobre a área pintada o pincel nº 815-2

4

Com o pincel nº 815-2 e a cor vermelho-carmim, faça o babado, o cinto e as f lores do motivo.

Ainda com o pincel nº 815-2 e a cor branca, crie os pontos de luz no cinto e no babado.

6

Com a cor branca e o pincel nº 315-0, faça os pontos de luz nas flores.

Estampas diversas decoram as toalhinhas de mão. Elas foram feitas seguindo a moda dos anos 50 Execução:

26

Ideias & Arte

Marly Montanheiro, pela Acrilex

2

Com o pincel nº 815-2 e a cor verde-pistache, preencha a parte de cima do vestido. Pinte a saia do vestido com mesma a cor e o pincel nº 815-6.

9

10

Corte uma tira de gorgorão de 8 x 30 cm. Fixe na placa e usando o pinta-bolinha ou o cabo do pincel e a cor verde-oliva, estampe todo a área com poás.

1

Estilo retrô

Use a tinta púrpura e o pincel nº 315-0 para pintar os babados e os contornos do vestido.

Com o mesmo o pincel e a cor verde-oliva, componha o monograma.

5

Prepare a placa com cola permanente e fixe o gorgorão (18 x 18 cm). Transfira o risco para o tecido com a ajuda do papel-carbono e da caneta escrita fina sem tinta. Usando o pincel nº 315-0 e a tinta preta, faça o cabide do motivo.

8

7

Usando o pincel nº 315-0 e a cor verdeoliva, preencha as áreas das folhas.

Como montar

Desfie suavemente cerca de 0,5 cm em todas as voltas dos tecidos com a ponta da agulha de bordado. Costure o quadrado com o vestido pintado centralizado na metade inferior da toalha e o barrado logo abaixo, na extremidade. A 1 cm de toda a volta, pesponte com a linha verde toda a volta.

27


Decoração Pratos de parede

Confira

Técnica: pintura em cerâmica Nível: fácil

Lista de materiais

• Esponja abrasiva Condor • Lápis preto • Papel carbono amarelo • Papel sulfite • Pincéis Condor nos 224-12 e 305-15 • Prato de cerâmica • Tinta Nature Colors nas cores branca e vermelho-fogo

4

Usando o pincel nº 305-15 e a tinta vermelho-fogo, preencha o interior do motivo. Comece de fora para dentro do traçado, sempre tomando cuidado para não escapar o motivo. Aguarde secagem e dê a segunda demão. Caso suje a área branca, retoque com a tinta branca e o mesmo pincel.

1

Dê uma demão de tinta branca em toda a peça de cerâmica. Use o pincel nº 224-12

5

2

Passe o risco dos monogramas para o centro do prato, usando o papel-carbono, o lápis e o sulfite. Escolha as letras iniciais do nome que desejar (ver alfabeto completo).

Lixe a peça com a esponja abrasiva. Na sequência, dê outra demão de tinta branca em toda a peça.

Traços clássicos

Fazendo uso dos monogramas e dos desenhos inspirados nas antigas porcelanas, os pratos decoram com estilo os ambientes da casa Execução:

28

Ideias & Arte

Meire Barbosa, com produtos Acrilex e Condor

3

Transfira o risco para o centro do prato usando o carbono amarelo, o papel sulfite e o lápis.

6

Pinte o monograma deslizando o pincel nº 305-15 inclinado e em traço único.

7

Pinte as bordas do prato com pincel nº 224-12 e a tinta vermelha.

A BC DEF GHI JKL MN OPQ RS T UVW YXZ

Monograma: amplie no tamanho desejado

29


Decoração Almofada e bandeja

Confira

Como montar

Técnica: pintura em madeira e costura Nível: fácil

Lista de materiais

• Agulha • Alfinetes • Bandeja em MDF, à venda na Casa da Madeira • Base de artesanato • Cola quente • Enchimento de almofada • Estêncil Opa – pesponto • Fita-crepe • Goma-laca • Linha branca • Lixa de madeira • Máquina de costura Singer Curvy • Pincéis Condor nos 423-0 e 484-22 • Tecido de decoração listrado, à venda na Cinerama • Tesoura de costura • Tinta Acrílica Decorativa Mural Color na cor Clay • Tinta PVA Fosco True Colors na cor sarja

3

Pinte toda a peça com a tinta cor sarja e o pincel no 484-22. Aguarde secar e dê uma segunda demão.

4

Fixe o estêncil com fita-crepe e inicie pelos traços na horizontal. Bata suavemente o pincel no 423-0 e a cor Clay (carregue o pincel levemente com a tinta).

Use a tesoura para corte o tecido listrado com 55 x 74 cm. Una, pela extensão horizontal, direito com direito e passe uma costura. Costure uma das laterais à máquina. Faça uma costura até a metade do outro lado. Costure as quatro pontas em ângulo. Desvire o tecido pela abertura que ficou e coloque o enchimento. Feche a abertura com pontos invisíveis. Ajeite as pontas da almofada, até elas tomarem um formato reto. Fixe as pontas com cola quente. Sobreponha a bandeja na almofada e fixe com cola quente.

Faça também!

Conforto e comodidade Fácil de fazer, prático de usar: assim é este modelo de almofada com bandeja, que agrega funcionalidade e beleza Execução:

30

Ideias & Arte

Ideias & Arte

1

5

2

6

Dê uma demão de goma-laca em toda a peça. Use o pincel no 484-22. Aguarde secar e lixe a madeira.

Na sequência, passe uma demão de base de artesanato com o mesmo pincel e aguarde secar.

Na sequência, fixe o estêncil com a fita-crepe na vertical e com os mesmos pincel e tinta, quadricule a peça. Use a largura do estêncil como medida divisória.

Finalize a pintura dando uma demão de verniz spray para impermeabilizar a madeira.

Para fazer a almofadinha você vai precisar de 38 x 76 cm de tecido listrado, enchimento de almofada, máquina de costura, linha branca, agulha e tesoura. Corte o tecido em duas partes de 38 x 38 cm. Una direito com direito das duas partes e passe uma costura a máquina. Deixe uma abertura de 10 cm. Desvire a peça e preencha a almofada com o enchimento. Feche a abertura com pontos invisíveis de união.

31


Decoração Mesa

Um toque de romantismo

A pátina provençal já remete para um certo ar bucólico... Mas, depois que a mesa ganhou rosas em pintura barroca, se transformou em pura inspiração Execução:

Meire Barbosa, com produtos Acrilex e Condor

Confira

Técnica: pátina provençal e pintura barroca Nível: fácil

Lista de materiais

• Lápis • Lixa grossa para madeira • Mesa de madeira • Pano macio • Papel-carbono • Papel sulfite • Pátina Cera Acrilex incolor • Pincéis Condor nos 456-20 e 305-14 • Pinta-bolinha Condor • Risco (ver página 60) • Rolo de Espuma Condor nº 989-4 • Tinta Nature Colors nas cores marrom-escuro, branca, verde-musgo e vermelho-fogo • Verniz Acrilfix – Acrilex – fosco

3

Com o rolinho de espuma, dê uma demão de tinta branca em toda a peça. Aguarde secagem e pinte novamente.

7

Molhe o pincel nº 315-14 na tinta vermelha e, na sequência, na tinta branca para sujar o pincel. Trabalhe o pincel de cima para baixo, explorando a abertura dos seus pelos. Posicione o pincel na vertical, sem incliná-lo.

4

Após secagem, lixe a peça nos lugares onde foi passada a pátina cera.

8

Faça as folhas trabalhando mesmo pincel nº 315-14 igual ao modo do passo anterior. Use a cor verde-musgo com a cor branca na proporção 2:1/2.

1

Lixe bem a peça para tirar eventuais falhas, lascas e outras saliências da madeira. Limpe com um pano. Com o rolinho, passe a tinta marrom em toda a peça e aguarde secagem.

2

Com o pincel nº 456-20, dê uma demão de patina cera incolor em alguns lugares da mesa. Trabalhe aleatóriamente, buscando quinas, reentrâncias e áreas livres no centro da peça. 32

Ideias & Arte

5

Transfira o risco para a madeira, usando o papel-carbono, o sulfite e o lápis.

6

Usando o pincel nº 315-14 e tinta vermelho-fogo, faça o miolo da f lor.

9

Com o pinta-bolinhas 5, faça as bolinhas em cima da f lor com a cor vermelha e nas folhas com o verde-musgo. Dê uma demão de verniz em toda a peça. 33


Mesa Porta-guardanapos

Confira

Técnica: reciclagem Nível: fácil

Lista de materiais • 1 garrafa pet lisa • 1 m de fita de gorgorão com 2 cm de largura • 1 m de fita de gorgorão com 1 cm de largura • 20 x 20 cm de tricoline na cor verde-claro • 50 x 70 cm de voilé off white • Agulha de costura • Cola quente • Linha branca • Tesoura

1

Com a tesoura, corte 1 tira de 4 x 25 cm (cada) da parte do meio da garrafa pet. Faça um aro com cerca de 4 cm. Dê mais uma volta e fixe as pontas com cola quente.

Beleza sustentável

Fitas de gorgorão, voilé off white e garrafas pet podem transformar a sua mesa. Basta uni-los com bom gosto Execução:

34

Ideias & Arte

Ideias & Arte

2

Cole a ponta da fita de gorgorão com 2 cm de largura sobre a emenda da pet e comece a dar voltas, sobrepondo a própria fita em 1 cm. faça isso até completar toda a volta.

6

3

Corte dois círculos com 4 cm de diâmetro cada. Seguindo os passos da f lor ensinada na seção “Todos os pontos”, faça duas folhas.

4

7

Ao terminar, cole a ponta da fita pela parte externa. Use cola quente.

Corte duas tira de voilé com 4 x 60 cm cada. Dobre ao meio, pela horizontal, deixando a largura com 2 cm. Usando linha e agulha, dobre uma das pontas para dentro, e alinhave toda a base. A cada três pontos feitos, retorne com a agulha e puxe a linha para franzir. Repita o procedimento até o final da tira para formar uma f lor.

Usando a cola quente, fixe as flores e as folhas, compondo um arranjo sobre o aro. Faça dois laços delicados, usando a fita com 1 cm de largura. Fixe uma em cada ponta do arranjo.

Atenção

5

Arremate a linha pela parte de baixo Faça mais uma flor do mesmo modo.

Repita todos os passos para criar o par da peça.

35


Cozinha Pano de copa

Confira

Técnica: pintura em tecido Nível: fácil

Lista de materiais

• Agulha de crochê • Cola permanente • Embalagem vazia de delineador • Fio Maniah nas cores preta, branca e laranja • Lápis • Panos de copa Estilotex nas cores branca, preta e laranja • Papel sulfite • Papel-carbono • Placa de Eucatex • Riscos (ver pág. 60) • Tinta Delineador Textil Acrilex nas cores preta e laranja • Tinta para tecido Acrilex na cor branca

Flores cheias

3

Agora, faça o miolo das margaridas do mesmo modo, preenchendo totalmente o seu interior. Componha as pétalas, pintando primeiro os contornos e, na sequência, o interior das pétalas.

6

Coloque a tinta de tecido branca em um tubo vazio de delineador. Trabalhe o risco C sobre o pano preto.

4

Usando o delineador preto, puxe o caule, um a um, trabalhando as linhas de cima para baixo. Faça as folhas em vaivém na mesma linha com no máximo 1 cm em cada uma. Trabalhe o tubo levemente inclinado, e os traços voltados para cima, formando “v”, em pontos aleatórios do caule.

7

Transfira o motivo D para o tecido laranja. Coloque a tinta de tecido branca em um tubo vazio de delineador e pinte o motivo.

Outros motivos

1

Positivo e negativo

O efeito da pintura monocromática é sempre muito moderno. Abuse do preto e do branco, mas não deixe de criar com outras cores também Execução:

36

Ideias & Arte

Julia Passioni, com produtos Acrilex e Estilotex

Prepare a placa com cola permanente e fixe o pano de copa. Transfira o risco A para o tecido usando o papel-carbono, papel sulfite e lápis. Se preferir, desenhe os motivos à mão livre.

5

Transfira o risco B para o pano de copa e trabalhe sobre o tecido branco com o delineador laranja.

8

Transfira o motivo E para o tecido branco e com o delineador têxtil preto, contorne os motivos.

Dica de mestre

2

Usando o delineador têxtil na cor preta, preencha o miolo dos botões. Faça primeiro o contorno, e na sequência, preencha o interior das f lores.

Use uma ponta de lapiseira antiga encaixada no bico do tubinho para facilitar o trabalho. O metal ajudará no manuseio, afinando as linhas e dando mais segurança ao traçado.

37


Decoração Abajur

Confira

Técnica: scrap décor Nível: fácil

Lista de materiais

• 1,5 m de renda guipir Prima Marketing • 4 folhas de papel para scrap Basics Grey Inventory, bas-2553 • Bandeja de isopor • Base de corte • Borboletas Prima Marketing Butterflies Papillon – ref. 543839 • Cola para Scrapbooking Repeteco • Cúpula de abajur com pé, ref. 049886, à venda na Casa da Arte • Die-cut Accents – Windsor – 8-2432 • Estilete • Fita banana • Fita dupla face • Flor de veludo Maya Road • Flores de tecido Prima Marketing Brante Blooms Bisque – ref. 542900 • Lápis • Nature Colors Acrilex nas cores ocre e saara • Pincel Condor nº 424-24 • Tesoura • Tinta PVA para Artesanato Acrilex na cor camurça-queimado

Especial como você

O abajur ganhou detalhes em renda, f lores de tecido, veludo e borboletas. O resultado foi uma peça cheia de romantismo e charme Execução:

38

Ideias & Arte

Gil Jussara, pela Scrap Sampa

3

7

Marque cada risco no papel com o lado correspondente da cúpula, nomeando com as letras “A”, “B”, “C” e “D”. Usando a tesoura, recorte os papéis.

Corte a fita dupla face ao meio, pela horizontal, nas medidas das bases da cúpula. Fixe bem rente a elas. Na sequência, cole a renda guipir justo às bordas.

4

8

9

Aplique a fita dupla face nos quatro cantos de cada face da cúpula. Retire a fita protetora de um dos lados e fixe o papel correspondente. Repita o procedimento nas outras faces.

Fixe a fita banana no verso das flores maiores de tecido. Posicione e cole-as, distribuídas em um dos lados da cúpula, seguindo de baixo para cima, na perpendicular.

1

Corte com a tesoura quatro tiras com 4 x 19 cm cada nas sobras de papel da cúpula. Cole cada uma das tiras nas laterais do pé do abajur. Use a dupla face.

5

Fixe as flores de veludo com dupla face, encaixando-as entre as flores maiores. Com fita dupla face, fixe os diecuts, na altura do meio da cúpula. Ajuste as bases encaixadas por baixo das flores

2

6

10

Deposite na bandeja de isopor, na proporção 1:1:1 as tintas ocre, saara e camurça-queimado. Usando o pincel nº 424-24, dê duas demãos dessa mistura, intercaladas com secagem, no pé do abajur e na parte interna da cúpula.

Depois de seca, coloque a cúpula no papel, e margeando com o lápis, risque o molde toda a volta. Posicione a peça de modo a ficar bem rente a um dos lados.

Com a tesoura, corte outras quatro tiras de papel, agora com 5 x 14 cm cada uma. Fixe na base do pé do abajur usando a fita dupla face.

Fixe a borboleta com fita dupla face, ajustando-a logo acima dos die-cuts. Repita os passos 8 a 10 para fazer a decoração do pé do abajur. 39


Acessórios Caixas organizadoras

O bebê merece Que tal deixar tudo à mão e em ordem? As caixas organizadoras foram pintadas de branco e ganharam à companhia do tecido xadrez Execução:

Ideias & Arte

Confira

Técnica: pintura em madeira e costura Nível: fácil

Lista de materiais

• Agulha • Alfinetes • Base de artesanato • Caixa em MDF 10 x 26 x 30 cm, à venda na Casa da Madeira • Cola Gel para découpage True Colors • Enchimento de almofada • Fita-crepe • Fita de cetim branca • Gaveteiro em MDF, à venda na Casa da Madeira • Goma-laca Acrilex • Linha branca • Lixa de madeira • Máquina de costura Singer Curvy • Pincel Condor no 484-22 • Tecido de decoração xadrez azul e branco, à venda na Cinerama • Termolina Leitosa Acrilex • Tesoura de costura • Tinta para Artesanato PVA Super Arts Gato Preto na cor branca

Madeira

1

Dê uma demão de goma-laca em toda a peça. Use o pincel no 484-22. Aguarde secar e lixe a madeira.

2

Com o mesmo pincel, passe uma demão de base de artesanato e aguarde secar. Pinte toda a peça com a cor branca. Aguarde secar e dê uma segunda demão. 40

Ideias & Arte

3

5

Gaveteiro

Gaveteiro porta-fralda

1

1

Dê uma demão de verniz spray e reserve as peças de MDF.

Corte duas partes do tecido xadrez com 52 x 58 cm cada. Una direito com direito e costure rente à borda. Deixe uma abertura de 5 cm em uma das quinas e desvire a peça

2

De acordo com as linhas do esquema de costura (ver pág. 60), costure na transversal as laterais para formar a capa. Costure também a quina do fundo da peça.

Finalize ajustando o franzido da fita e fazendo um laço na abertura.

Sobreponha a frente da gaveta no tecido xadrez e marque o contorno com o lápis.

2

Recorte a área com a tesoura, deixando 0,3 cm de borda a menor da marcação.

3

3

Costure à maquina, a 4 cm da borda, toda a volta da capa. Na sequência, embainhe essa abertura.

4

Passe a fita de cetim pelo passante formado. Ajuste a capa no gaveteiro, casando as costuras feitas com as quinas da madeira.

Dê uma demão de cola gel na gaveta e aplique o tecido na madeira. Estique bem para evitar rugas e aplique outra camada sobre o pano. Deixe secar e dê uma demão de termolina. Retire as rebarbas e saliências com a tesoura.

Faça também!

Potinhos de higienização decorados com o mesmo tecido usado nos gaveteiros.

41


Acessórios Caixa de engraxate

Confira

Técnica: aplicação de recortes na madeira Nível: fácil

Sempre à mão A simplicidade da execução e a funcionalidade da peça levam a assinatura de quem gosta de caprichar sempre nos detalhes

Execução:

Ideias & Arte

Lista de materiais

• Base de artesanato • Caixa de engraxate de madeira, à venda na Casa da Madeira • Cola branca ou de madeira • Goma-laca Acrilex • Letras S (2x), H, O e E em MDF, com 5 cm de altura • Lixa de madeira • Pincéis Condor nos 484-22 e 484-14 • Tinta Acrílica Decorativa Mural Color na cor clay (mc 0206496) • Verniz Spray Acrilex

3

Dê uma demão de goma-laca em cada uma das letras de MDF usando o pincel no 484-14.

7

Usando a cola e o o pincel no 484-14, fixe as letras em uma das laterais da caixa, dando um intervalo de 1 cm entre elas, com exceção do “E”, que deve ser colado inclinado para a esquerda.

4

Usando a lixa de madeira, alise as peças, retirando as imperfeições.

8

Para finalizar, dê uma generosa camada de verniz spray em toda a peça, incluindo o fundo, as laterais das divisões e a parte interna.

1

Dê uma camada de goma-laca em toda a caixa de engraxate com pincel no 484-22 e aguarde a secagem.

5

Usando o pincel no 484-22, dê uma demão de base de artesanato nas letras.

Incremente!

2

Usando a lixa de madeira, alise toda a peça, retirando as imperfeições e as rebarbas. Dê outra camada de goma-laca e aguarde a secagem. 44

Ideias & Arte

6

Pinte cada uma das letras com a tinta clay e o pincel no 484-14. Aguarde secagem e, se necessário, dê outra demão de tinta.

Usando a tinta clay e o pincel chato médio, pinte as partes internas da caixa de engraxate antes de passar o verniz. O efeito é bem interessante.

45


Acessórios Relógio

Confira

Técnica: : pintura country Nível: difícil

Lista de materiais

• Base acrílica para artesanato • Batedor de espuma • Carimbo de florzinha e quadrado, à venda no Ateliê Aroma Dell’Arte • Cola de madeira • Compasso • EVA • Lápis • Lixa n° 220 para madeira • Pano macio • Papel vegetal • Pincéis Condor nos 456-20, 306-14, 306-18, 308-14, 426-04 e 422-0 • Pinta bolinha Condor nos 05 e 07 • Placa de EVA com 10 x 10 cm • Recorte em MDF ovelhinha Ateliê Aroma Dell’Arte • Régua • Relógio quadrado em MDF Ateliê Aroma Dell’Arte • Rolinho de espuma • Tintas PVA nas cores branca, palha, canela, cedro, nude, marrom-médio, marrom-escuro, nozes, preta, spice tan, mapple, caramelo e sugar • Verniz spray fosco

3

7

Com o auxílio do compasso, faça um círculo ao redor da peça imitando uma moldura e, com a régua, faça as outras divisões.

Deposite um pouco de tinta canela na plaquinha de EVA. Molhe o carimbo na tinta e, na sequência, carimbe com as florzinhas as partes “C”, estampando as áreas.

4

8

Pinte as partes denominadas “A” no esquema de distribuição (ver pág. 60) com a cor nozes. Colora as partes “B” com a cor spice tan, as partes “C” com a cor areia e as partes “D” cor palha. Pinte a parte “F” com a cor spice tan e “E” com a cor caramelo. Use sempre o pincel nº 306-18.

Usando o pincel n° 426-04 e cormapple sugar, faça listras horizontais a cada 2 cm nas partes “D”. Trabalhe o pincel com firmeza e em um único traçado.

9

Intercale traços finos entre listras das partes “D”. Trabalhe com o pincel n° 422-0 e a cor canela.

5

Com a largura da régua, quadricule as partes “A” com o lápis. Sombreie em cima dessas linhas com a cor cedro. Para tanto, umedeça o pincel nº 308-14, retire o excesso de água no pano e molhe na tinta. Trabalhe sobre o traçado sempre no mesmo sentido.

Que horas são? Para saber, coloque o pincel para trabalhar e crie esta ovelhinha simpaticíssima em estilo country! Execução:

46

Ideias & Arte

Mônica Bragante Risco: Reynaldo Bragante Agradecimento: Bicho da Madeira

1

2

Passe uma camada de base acrílica para artesanato em toda a peça usando o rolinho de espuma. Deixe secar.

10

Usando o pincel n° 308-14, sombreie em volta de cada divisão e em volta do círculo com a cor marrom-médio.

Lixe toda a peça em MDF e a ovelhinha com a lixa n° 220.

6

Molhe o pincel nº 456-20 na tinta branca e retire o excesso no pano. Passe sobre as partes “B” da peça, trabalhando o pincel primeiro na horizontal e, depois, na vertical, criando assim o efeito de pátina seca.

11

Com o pincel n° 422-0, faça pespontos de 0,5 cm na cor branca para dividir os quadrados e em volta do círculo. 47


Acessórios Relógio

12

Faça os pontos em cruz com a cor branca e o pincel n° 422-0.

17

Com a tinta palha ag uada (proporção 3:1), passe uma demão sobre o branco com o pincel nº 30618. Ag uarde secagem.

21

Faça os detalhes dos olhos usando a cor preta e o pincel n° 422-0. Ilumine com o pinta bolinhas e a cor branca.

Vandir Botões

13

Com o pincel n° 308-14 e a tinta marrom-escuro sombreie cada final dos pespontos para dar profundidade aos pontos.

22 18

Lixe suavemente o recorte com a lixa n° 220. Tire o pó com o pano, e na sequência, transfira os detalhes do risco usando o papel vegetal e o lápis.

Faça o sombreado das patinhas com a cor marrom-escuro e o pincel n° 308-14 manuseado na horizontal. Para os dedinhos, trabalhe com pincel na vertical.

14

Com o pinta bolinhas n° 05, estampe com a cor palha dentro da parte “E”.

23

Fixe a ovelha no canto inferior direito (parte “B”) com cola de madeira e deixe secar de acordo com as orientações do fabricante.

15

Dentro da área “F”, faça as demarcações com o pinta bolinhas n° 07 para marcar as horas 1, 2, 4, 5, 6, 7, 8, 10 e 11. Escreva os numerais 12, 3, 6 e 9 usando o pincel n° 422-0. Use sempre a cor palha.

19

Sombreie todos os traços da ovelha com o pincel n° 308-14 e a tinta canela. Faça também a boca, formando um “V” aberto. Na parte interna das orelhas, sombreie com a tinta flamingo.

24

Finalize a peça usando verniz spray fosco em toda a peça. Depois de seco, monte a máquina do relógio.

+ideias

16

Pinte o recorte de ovelhinha com o batedor e a tinta branca, esponjando toda a peça. Deixe secar.

48

Ideias & Arte

20

Carimbe o corpo da ovelha usando o carimbo quadrado e a cor marrom-escuro.

Crie quadrinhos com os dois riscos das ovelhas que você encontra na página 60.

Vandir Botões, aqui você encontra a maior variedade de botões nacionais e importado, entre outros produtos para artesanato e pacthwork, importação propria. Rua Comendador Abdo Schahim, 62 loja 5/6/10/11 Bairro: Centro São Paulo - SP CEP: 01023-050 www.vandirbotoes.com.br Tel.: (11)3229-6190 Fax: (11) 3229-8677 e-mail: ale.gaviao@uol.com.br ou vandirbotoes@vandirbotoes.com.br


Aula básica - pintura country A pintura country, mais do que uma técnica, é um

Estilo próprio

Mais do que uma técnica de pintura, o country simboliza a cultura de um povo, representado por tudo o que lembra a vida no campo

estilo de vida para quem trabalha com os conceitos sobre a natureza e a vida no campo. Este tipo de arte surgiu em diferentes países, mas não sob as mesmas circunstâncias. No entanto, os Estados Unidos sempre foram o precursores dessa arte. Acredita-se que tudo começou com um grupo de alemães que se instalaram na área da Pensilvânia, durante o século 18. Esses imigrantes expandiram sua arte criando lembrancinhas feitas com tintas e cores diferentes. Todas as mensagens eram escritas em alemão gótico e continham expressões e sentimentos de origem bíblica. No entanto, ao se falar sobre os traços do country americano, remete-se à representação da cultura amish, um grupo social que, devido as suas fortes convicções religiosas, conserva suas tradições e o modo de vida de seus antepassados. Eles evitam ao máximo o contato com o resto do mundo. Para este povo, não existe elementos da vida moderna, como luz elétrica, telefones ou computadores. As mulheres amishes fabricam seus próprios vestidos e toda a roupa da família passa de irmão para irmão. São elas também que bordam e criam todo o enxoval da casa. Para os homens cabe a construção das casas, dos móveis, além da lida diária com a terra e os animais. É este estilo de vida que a arte country retrata. Para contar um pouco sobre todas estas peculiaridades, são criadas peças de madeira, quadros, bonecos, colchas e outros tantos elementos. No seu conceito original, as cores trabalhadas devem ser opacas e com toques envelhecidos. As peças também têm muitos detalhes, tais como pequenas flores, corações, pássaros e todos os tipos de animais da fazenda, como ovelhas, coelhos, cavalos, vaquinhas, galinhas entre outros. Atualmente, as cores mais fortes invadiram as pinturas, sendo adaptadas ao estilo da decoração. São nas representações das bonecas de pano – rag dolls – que se refletem bem o vestuário country: avental e anágua, touca no cabelo e botas nos pés. Outros objetos como cintos, botões e outros utensílios e acessórios também ganham os traços da pintura country. A decoração de ambientes nesse estilo apresenta um design peculiar, onde móveis, quadros, cortinhas, enxovais de cama, mesa e banho podem conter o mesmo desenho. Não há limites para a aplicação da pintura, nem amarras para usar a técnica: o segredo é conhecer o básico e deixar voar a imaginação.

As superfícies e os temas A pintura country acompanha os mais diversos materiais: madeira, tecido, metal, plástico e até vidro. O que conta é o preparo da superfície e da base e os detalhes de pintura, tais como floating, sombras e esfumaçados. Cores em tons pastéis e com áreas envelhecidas são algumas características, bem como uso de retalhos, pontos em pespontos, em cruz e alinhavos, imitando os bordados e o patchwork. O uso e o abuso de sombras e de luz seca também diferem os motivos da técnica que pode ser subdividida em country americano, country primitivo e country clássico. A pintura country americana apresenta riscos mais estilizados e cores características. Já a country primitivo conta com cores mais escuras e com aparência envelhecida. O country clássico levam cores próximas à realidade, que destaquem o volume e a perspectiva do motivo. 50

Ideias & Arte

Os aliados Um dos instrumentos mais importantes para a prática dessa técnica são os pínceis

Cerdas duras – Normalmente utilizados em pátinas, quase sempre são feitos com cerdas sintéticas e o preço bem mais em conta do que um de pelo macio. Chanfrado ou angular – com sua ponta inclinada, é utilizado para fazer o efeito de sombra no motivo. O segredo para obter este efeito é umedecer o pincel com água e remover o excesso pressionando levemente as cerdas sobre um pano. A tinta deve ser colocada na ponta mais alta das cerdas em pouca quantidade. Também são indicados para atingir os cantos pontiagudos. Chato – são perfeitos para pintar os fundos e os detalhes maiores do motivo. Também podem ser usados para pinceladas de flutuação e para pintar folhas nas técnicas de pinceladas praticadas. Filete – pincel longo e fino, indicado para a criação de traços finos, linhas retas, pespontos, insetos, etc. Também pode ser usado para finalizar os detalhes. Leque – mais utilizados para fazer a vegetação, como gramas, matos e também cabelos e copas de árvores. Muitas vezes utilizamos para dar uma textura diferente no fundo dos riscos. Liner – muito parecido com o pincel filete, mas apresenta suas cerdas mais longas. Usado para traços finos e longos. Língua de gato ou filbert – indicado para traços retos e contínuos podendo ser largos ou finos, dependendo da posição em que for usado. Luz seca – é um ótimo aliado para iluminar as áreas – ele deve ser usado apenas com a tinta, nunca molhado em água. O movimento vai depender do formato do risco. Mop ou Pituá redondo – pincel de cerdas macias e naturais, normalmente de camelos. Mop oval – mais achatado que o tradicional. Esse formato garante maior precisão nas batidas. Ideal para corrigir sombras. Pata de vaca, redondo angular ou deerfoot – é um pincel diagonal usado para efeitos de pelo, de areia, de nuvens, iluminar as bochechas e grama. Redondo – indicado para pinturas de pinceladas ensaiadas com a finalidade de fazer uma curva mais perfeita do que a feita com o pincel quadrado. Além de outras utilidades, é mais empregado para fazer desenhos. O redondo 00, é o mais empregado para fazer pespontos curtos. Serve para finalizar detalhes. Trincha – Pincéis chatos e largos, para pintar grandes extensões. Mais utilizados para dar fundo e preparar a peça. 51


Aula básica - scrapbooking

Materiais

MDF

Alguns termos usados na prática da pintura country

Confira os produtos necessários para iniciar seus trabalhos com a técnica

Betume – líquido escuro e viscoso derivado do petróleo que é utilizado para técnicas de envelhecimento. Pode ser aplicado diluído, com o auxilio de uma “boneca” ou ser misturado á cera. Diluente – Aguarrás. Ceras – são usadas para proteger a superfície pintada ou não da madeira, quando não se quer envernizar. Podem ser usadas as ceras caseiras, ceras pra carros ou cera de carnaúba, desde que sejam de boa qualidade (em pasta e incolor). Corantes – servem para dar cor às tintas e aos vernizes. Podem ser líquidos ou em pó. (Ver Pigmentos) Escovas – de aço, para escovar a madeira de forma a obter sulcos e relevos na mesma. Esponja de Aço – feita com fios de aço, usadas para lixar ou lustrar uma peça. Estêncil ou molde vazado – são modelos feitos em acetato ou plástico com formas ou desenhos e podem ser usados para aplicar tinta ou massa. Gesso Acrílico – trata-se uma pasta usada para obtenção de relevo em peças de madeira, gesso ou cerâmica, mas também serve como preparação para telas destinadas à pintura acrílica ou à óleo. Goma Laca Indiana – é uma resina extraída de uma frondosa arvore indiana e que ali foi depositada por um inseto, o cocus laca. Pode ser encontrada em torrões escuros ou em lascas (de coloração âmbar), ou na forma líquida, diluída em álcool. Tem várias utilizações: como seladora, como impermeabilizante ou como verniz. A goma laca já preparada pode ser incolor, amarela ou avermelhada. Diluente – Álcool. Guache – é o nome técnico dado às aquarelas opacas. MDF – Medium Density Fiberboard ou Painel de Fibras de Média Densidade é uma mistura de fibras de madeira com resina sintética e outros aditivos. Essa mistura é moldada em painéis lisos sob alta temperatura e pressão. Medium – produtos ou mistura de diferentes produtos que são usados para diluir a tinta. Óleo de Linhaça – óleo vegetal, extraído da semente do linho, usado na fabricação de tintas. Misturado às tintas prontas, confere maior transparência à mesma. Secante de Cobalto – líquido que adicionado à tinta á óleo, possibilita que a mesma seque mais rapidamente. Produtos Auxiliares – vernizes, diluentes, médiuns, seladores e todo tipo de produto dos quais se faz uso para auxiliar a pintura. Pinta-bolinhas – ferramenta muito utilizada para fazer tudo em que vão bolinhas, como f lores, luminosidade dos olhos, poás e outras decorações. 52

Ideias & Arte

Glossário

Tecidos – podem ser de algodão ou sintéticos, mas com tramas fechadas para o recebimento da tinta. Termolina Leitosa – é um verniz acrílico de múltiplos usos, sendo indicado como adesivo em trabalhos de découpage, como impermeabilizante para tecidos (impermeabiliza e possibilita que se corte sem desfiar) e como verniz sem brilho em qualquer superfície. Escova para chuvisco ou spatter brush – utilizado para obter efeito espirrado nos trabalhos. A peça possui uma parte com cerdas, onde a tinta deve ser aplicada com auxílio de um pincel.

Cesta básica Apliques Base de artesanato Diluentes Espátulas Esponjas Godê Lixas Massas para textura –

de modelar, acrílica, corrida, etc. Panos Pincéis (ver box) Rolinho de espuma Solventes Tanquinho para pincéis Tinta para tecido Tinta PVA Tintas acrílicas Verniz e vernis acrílico

Acabamento – é a ultima camada de tinta, verniz ou cera aplicada em um trabalho Aguada – camada de pintura feita com a tinta diluída, que matiza a pintura anterior, sem mudar ou esconder sua cor. Alastramento – propriedade de se alastrar de uma tinta ou verniz, sem formar acúmulos (marcas deixadas pelo pincel). Aquarelada – nome dado as pinturas feitas em tons suaves. Camada – cada demão de tinta, verniz, cera ou massa. Carga dupla – colocar duas cores de tinta, uma em cada ponta das cerdas de um pincel (chato ou angular). A carga dupla é muito usada na técnica “One Stroke”. Carregar – colocar muita tinta no pincel. Cobertura – propriedade que uma tinta tem de cobrir a camada anterior. Tintas com boa cobertura necessitam de menor número de demãos. Demão, veladura – cada aplicação (camada) de tinta ou verniz. Desgastar, distressing – Produzir sinais de desgaste a um trabalho com o uso de lixas ou outras ferramentas, para dar uma falsa impressão de muito uso. Diluição – tornar a tinta mais líquida, usando um diluente. Envelhecimento – são técnicas que produzem efeitos de envelhecimento ou de desgaste do motivo ou da peça Envernizar – aplicar o verniz com pincel, rolo ou pulverização. Esfumado – mistura duas cores diretamente na superfície do trabalho, esfregando um pincel largo, macio e limpo, na área de encontro dessas cores, em movimentos de vaivém. Esponjado – técnica de pintura que consiste em “bater” com uma esponja carregada com uma cor de tinta diferente, sobre outra já seca e que confere um aspecto envelhecido ao trabalho. Flutuação, floating, “flotar” – técnica que cria efeito de sombra ou de luz. Utiliza-se um pincel chato ou angular, carregado com a tinta só na ponta, para produzir uma pincelada esfumaçada, ou seja, de cor intensa que se desvanece até sumir. O nome da técnica deriva da idéia que já que se trabalha com um pincel “embebido” em água, as partículas de cor (pigmento) “flutuam” na água e ficam depositadas na superfície que se está pintando. Folk art – arte folclórica. Todo estilo de pintura característica, que tem sua origem em uma determinada região ou país. Arte popular de um povo ou cultura. Iluminar – criar áreas de luz em uma pintura. Massagear, blending – é o processo de misturar duas cores de tinta com o pincel, diretamente na superfície do trabalho. Também pode ser o ato de “passear” o pincel na paleta, massageando uma tinta para fazer com que ela penetre em suas cerdas. Matiz – variante de uma cor mesclada com outra. Molhado no molhado – técnica de pintura que consiste em aplicar uma camada de tinta sobre outra ainda molhada, misturando

as cores na superfície do trabalho, de forma a se conseguir novos matizes ou nuances Monocromático – é um trabalho feito com vários tons de uma só cor. Paleta – placa (geralmente de madeira) onde são colocadas as tintas. Pode designar também, a lista de cores de tinta utilizadas em um trabalho. Papel de parede, background – pintura de motivos pequenos e repetidos que servem para decorar parte ou toda extensão de um trabalho, geralmente o fundo. Também se incluem os xadrezes e as imitações de tecidos em geral. Pinceladas ensaiadas strokework – são pinceladas usadas em certos estilos de pintura, que requerem prática constante, até que se obtenha total controle do mesmo. Selar – impermeabilização de uma peça de madeira, gesso, tecido ou cerâmica, que sela (fecha) os poros. Sombrear – criar áreas de sombra em uma pintura. Tempo Aberto – é o espaço de tempo antes que a pintura comece a secar. Texturas – são técnicas através das quais pode se obter relevos de aspectos rústicos em várias superfícies (madeira, parede, cerâmica, gesso, etc.), com o auxilio de massas especiais e/ou materiais diversos, como areia, fibras naturais, etc. Tinta Magra – é a tinta mais aguada ou diluída. Pintura em tecido - consiste em transferir um risco para um determinado tipo de tecido e pinta-lo, pode ser pano de pratos, toalhas de mesa e de banho, etc. Policromático – É um trabalho desenvolvido com várias cores. A utilização de cores contrastantes resultará em um trabalho vibrante e alegre. Pouncé, Stippling – depois de pintar uma área, bater com um pincel seco sobre a área pintada e ainda molhada, para criar uma textura ou efeito de folhagem, nuvens, areia, etc. Preenchimento, blocking in – é o preenchimento dos espaços no risco, com as cores indicadas. Permite uma pintura básica, sem efeitos de sombra e luz. Respingado, spattering – é o processo de espirrar uma tinta magra sobre uma superfície, com o auxilio de uma escova velha de dentes ou outra ferramenta. Transparência, Scumbling – é o processo de aplicar uma demão de tinta magra sobre uma área pintada, que produz um efeito de transparência. Com essa técnica podemos pintar criando ilusão de vidro ou dar um aspecto envelhecido a um trabalho. Produtos:

à venda na A Gaivota 53


Onde tudo acontece

Artesanato pelo mundo

O principal centro de comércio popular do Brasil, a região da rua 25 de Março, é o local onde todas as variações de tintas, linhas, tecidos e bijuterias se reúnem

uma rede com 15 unidades e 1.500 funcionários. A primeira loja vendia aviamentos, linhas e botões. Hoje são mais de 240 mil itens de variados setores como papelaria, armarinhos, bordados e artesanato em geral. Do baú de lembranças da rua, a Aslan, inaugurada em 1951, é outro estabelecimento que cresceu junto com a via. “A empresa passou por várias transformações ao longo dos seus 60 anos, mas nunca perdeu o foco no mercado de aviamentos para confecção”, conta Edson Aslan, proprietário da empresa.

De tudo um pouco Ao longo dos 2.500 metros da via, o consumidor tem uma opção enorme de produtos, que também podem ser encontrados nas ruas laterais. Além das lojas espalhadas pelas calçadas, centenas de pontos comerciais se empilham pelos andares dos edifícios, isso sem falar dos camelôs. Nas mãos dos ambulantes é possível

Um desfile de tecidos e de artigos diversos enche as ruas de cor e boas ofertas, como os panos de copa vendidos a partir de R$ 2,5 a unidade. Na página ao lado, a artesã Fátima Oliveira demonstra como o ponto russo é feito

Hoje a região da Rua 25 de Março se parece com um mar de gente, cercada por montanhas de prédios. É difícil imaginar que até 1850, a mais famosa rua comercial do país era, literalmente, um rio navegável. Para se ter uma ideia, havia por ali um porto que servia de escoadouro para as mercadorias vindas de Santos. Ele era chamado de Porto Geral, vem daí o nome da famosa ladeira. No fim do século, esse rio teve o seu curso modificado, possibilitando a construção do que ficou conhecido como Rua de Baixo. Tempos depois, quando os bondes passaram a circular na região, o local ganhou o nome de 25 de Março, em homenagem a data da promulgação da primeira Constituinte Brasileira.

Mosaico cultural Conta a história que a primeira loja aberta na 25 de Março foi a Nami Jafet & Irmãos, em 1893, inaugurada pelo imigrante libanês Benjamim Jafet. No fim do mesmo ano, já existiam seis outras 54

Ideias & Arte

no local, sendo cinco armarinhos e uma mercearia. Oito anos depois, em 1901, já eram mais de 500 pequenas lojas. Na época, os sírio-libaneses eram a maioria dos vendedores. Após a Revolução de 1930, a indústria brasileira consolidou-se e os produtos nacionais começaram a dominar o comércio da região. Assim, artigos de vestuário e armarinho se tornaram os principais itens, vendidos no atacado e no varejo. A região transformou-se em um grande mercado, que passou a ser impulsionado por comerciantes vindos de diferentes partes do mundo, entre eles, sírios, árabes, gregos, italianos, portugueses, coreanos e chineses. A mistura de todas essas etnias deu uma identidade ao comércio popular da 25 de Março. Nos anos de 1960, aconteceu uma sequência de enchentes na região. A perda de produtos foi significativa e para retornar ao movimento normal, os comerciantes baixaram seus preços. Com isso, as lojas começaram a lotar e os estoques esgotaram rapidamente. A

rua e suas adjacências passaram a ser referências para o comércio de atacado A vocação da região para o artesanato também ganhou força com o passar dos anos. Uma das primeiras pessoas a se voltarem para esse setor foi a paulistana Angelina Gianotti. Filha de imigrantes italianos, sua família fundou a loja A Gaivota, especializada em pelúcias. Com o passar dos anos, problemas financeiros fizeram com que a família buscasse um produto alternativo. Surgiu então a ideia de criar uma boneca dorminhoca feita em pelúcia, para enfeitar a cama e guardar os pijamas. Simples e genial. Milhares de bonecas foram vendidas (e copiadas, claro). O resultado foi o crescimento e a consolidação no segmento de artesanato. Outra loja que ajuda a contar a história da 25 de Março é a Armarinhos Fernando. Um jovem português de apenas 14 anos, que trabalhava como faxineiro na rua, foi o responsável pela a criação do que viria a se tornar

comprar alguns achados, como os panos de prato da Chico & Neide, ótimos para quem quer bordar, pintar e decorar a cozinha. O preço convidativo (quatro unidades por R$ 10) é o seu grande trunfo. Quem quiser outros produtos pode ir até a loja Chico & Neide que fica na Ladeira da Constituição. Outra boa pedida é ir até a Fernando Maluhy, na rua Basílio Jafet. Desde 1966, o estabelecimento oferece tecidos 100% algodão, dos mais variados tipos para confecção, patchwork e artesanato. “Nossa clientela é formada em boa parte por mulheres que têm um papel importante no orçamento familiar. Esta consumidora é exigente e não abre mão da qualidade”, explica Bernardo Maluhi, diretor de compras e desenvolvimento. Vale a pena passear e comprar nessa parte da cidade, uma área que dá vida e cor a São Paulo. A 25 de Março é uma vitrine para o Brasil da moda do “faça você mesmo”.

Serviço A Gaivota (11) 3326-6222 www.agaivota.com.br

Armarinhos Fernando (11) 3325-0400 www.armarinhos-fernando.com.br

Aslan (11) 3311-2600 www.aslan.com.br Chico e Neide (11) 9807-2272/ 3227-4899 www.panodepratochicoeneide.com.br

Fátima Oliveira (11) 8245-5641 Fernando Maluhi (11) 3325-2015 www.fernandomaluhy.com.br


Carrinho de compras

Mil ideias

Produtos de artesanato

O quê se vê por aí Ideias originais e com charme singular: confira uma seleção de peças úteis e decorativas Fotos:

Algumas novidades e materiais para compor o acervo do seu ateliê e criar peças incríveis

Juca Vieira e divulgação

6

1Boa ferramenta

1

A Micro Retífica da Mondial foi projetada para a perfuração, gravação, polimento, entre outras funções de diversos materiais, como madeira, metal e plástico.

3

2Faça a sua moda

O Fio Allegra é indicado para trabalhos em tricô e crochê. Feito em 100% acrílico, é ideal para criação de malhas e produtos para tapeçaria. Fio Maniah é a melhor opção em crochê e ideal para produção de peças para decoração, vestuário e acessórios. Os dois são lançamentos da Estilotex.

1

2

3Cores da natureza

A Nature Colors, da Acrilex, é uma tinta acrílica fosca com alta cobertura e secagem rápida apresentada em 145 cores. De fácil aplicação, que dispensa preparação prévia do fundo, pode ser aplicada em diversos fundos, tais como madeira, isopor, gesso, cerâmica, couro etc.

4 2

4Os bebês merecem

3

Os apliques autocolantes da Enkanto são emborrachados, levam detalhes em tecidos e podem decorar os mais diversos produtos: enfeites de maternidades, álbum de fotos, artefatos de madeira decorativos. À venda na A Gaivota.

5Nova máquina 6

5

1Pequeno, médio ou grande:

nas três versões, os portaretratos de madeira ganharam aplicação de f lores de tecido. Criação Damata Décor.

2Que tal preparar um lanchinho bem gostoso

e transportá-lo no saquinho ou no porta-prato, feitos em tecido de algodão? O primeiro vem com forro em plástico (perfeito para a merenda da gurizada) e o segundo tem fechamento ajustado e alças Sugestões da Ideias a Fio.

3A caixa revestida de tecido de

algodão pode ser organizadora ou chapeleira. A delicadeza dos acabamentos da alça e da flor faz toda a diferença na criação da artesã Jaci Silva.

56

Ideias & Arte

4 Maleta, estojo de pincéis e nécessaire:

o kit completo para ir às aulas, levando os trabalhos bem arrumados. Os revestimentos são em tecido pintado pela artista plástica Cristina Bottallo.

5Que tal experimentar alguma das

versões da linha “Delícia de Chantilly com Frutas para o Banho”. Atenção para a  essência de morango e champagne, com um toque de Canela. Criação da cosmética artesanal de Peter Paiva.

6 Confortáveis, práticos e com a cara do Brasil:

estes são duas opções de futons de chita. Repare que linhas de bordado formam a decoração quadriculada. Depósito Kariri.

Indicada para as iniciantes, a máquina de costura Confidence Quilter 7469Q da Singer é a dica. Ela oferece uma variedade grande de pontos decorativos, básicos e flexíveis, seis tipos de caseados automáticos, mesa extensora, arremate inicial e final da costura reta entre outras vantagens.

7 4

6Crianças arteiras

O kit desenvolvido pela artistas plástica Cristina Bottallo é um convite para a criançada desenvolver seus dons. Um boneco pode ganhar botões, recorte de feltro colorido e pontos bordados. Tudo feito pela garotada!

7

Cara nova

5

O Pinta Couro da Glitter é uma tinta acrílica para couro a base de água, ideal para restaurar e customizar artefatos em couro. Ela também pode ser usada em madeira, cerâmica, alumínio, gesso e outros produtos. 57


Todos os pontos

Ponto-atrás

Ajur

Ponto cheio

Calcule a área e sobreponha a agulha na linha do desenho a ser composto. Faça um ponto para trás, atravessando o tecido. Puxe a agulha novamente, agora um pouco à frente do primeiro ponto e componha outro ponto atrás. Desta vez, a agulha deve entrar no mesmo lugar de onde saiu o último ponto feito.

Para fazer o ponto ajur, primeiro, meça a largura necessária do barrado, mais as dobras e desfie o número de fios necessários. Não desfie os fios até o fim do tecido, mas somente até formar um quadrado ou retângulo. Corte os fios no centro e desfie gradualmente em direção a cada lado até onde foi marcada a barra, deixando um pedaço de fio nos cantos, suficiente para cerzir as pontas, de maneira invisível. Vire a barra para o avesso até o espaço do desfiado, mitre os cantos e alinhave. Puxe a agulha dois fios antes do desfiado através da barra dobrada, no lado direito, passe a agulha por baixo de três fios, puxando a agulha dois fios abaixo através de todas as dobras da barra pronta para o próximo ponto. O número de fios pode variar de acordo com o tecido ou o desenho desejado.

O ponto cheio pode ser trabalhado tanto da direita para a esquerda como ao contrário. A quantidade de fios da trama a serem trabalhados depende do efeito que se deseja obter.

Alinhavo Passe a agulha por cima e retorne por baixo do tecido, trabalhando os pontos no direito do mesmo comprimento que os apresentados no avesso. Os pontos do avesso devem ser, também, do mesmo tamanho do direito, porém os espaçamentos entre os pontos devem ter a metade do tamanho que os pontos feitos nos dois lados.

Ponto cruz

Caseado Puxe a agulha na linha inferior, introduza-a na posição certa na linha superior, fazendo um ponto reto para baixo, com a linha por baixo da ponta da agulha. Puxe o ponto para formar uma laçada e repita o procedimento. 58

Ideias & Arte

Para fazer o ponto cruz, puxe a agulha no lado direito inferior e a introduza logo acima, à esquerda do quadriculado da trama do étamine, formando o meio ponto cruz. Continue toda a carreira desse modo. No último ponto da carreira, cruze o ponto, invertendo a direção e completando a outra metade do ponto. Atenção, trabalhe os pontos da metade superior sempre na mesma direção.

Como forrar botão Sobreponha o botão sobre um circulo de tecido. Alinhave toda a volta do tecido e repuxe, franzindo o centro do botão. Arremate com dois nós.

Flor de fuxico Corte cinco círculos no diâmetro desejado. Para fazer uma pétala, dobre o círculo ao meio, pela vertical. Dobre o tecido novamente, agora na horizontal.Alinhave a base oposta ao bico, usando linha e agulha. Repuxe a agulha pelo tecido até franzir e arremate a linha sem cortá-la. Adicione outra pétala e repita o procedimento em todas as medalhas de tecido para formar as cinco pétalas. Sempre trabalhando pelas bases e com a agulha e a linha, una uma pétala à outra, até fechar a flor. Repuxe a linha e arremate sem cortá-la. Pregue um botão sobreposto à emenda das pétalas.


Caderno de riscos

Toalhas de lavabo Como calcular e ampliar os riscos Para ampliar o risco ou o molde, seguindo a indicação, sem usar o recurso de fotocópia, use o quadriculado das páginas, definidos com 1 x 1 cm. Depois, faça um quadriculado em uma folha avulsa, na mesma quantidade de quadradinhos apresentado em cada molde ou risco. Para a indicação de 200%, use a medida de 2 x 2 cm (o dobro) nos quadrados, por exemplo. Para outras medidas, faça um cálculo com a regra de três (veja como fazer abaixo). Risque o desenho à mão e transfira conforme a indicação da receita.

tamanho ori

Amplie os moldes 200% pág. 14

Relógio

pág. 26

C 4x11

B 11x11

A 11x11

E

12

D 4x11

x 200% 10 cm 100% 10 × 200 = 2000 100x = 2000 x = 2000 ÷ 100 x = 20 cm a medida final do trabalho deve ter 20 cm. Quadricule 2 x 2 cm.

9

F

Moldes em tamanho original

Exemplos de como calcular as medidas pela regra de três: Medidas ampliação

Medidas

Mesa Provençal

Amplie os moldes 200% pág. 26

3

Confira as cores Para pintar o vestido vermelho, use as tintas para tecidos na cor preta para colorir o cabide e as branca, rosa-chá e púrpura para o vestido. Pinte o vestido preto usando a tinta para tecido na cor preta.

D 4x11

6 A 11x11

B 11x11

C 4x11

ampliação

x 500% 10 cm 100% 10 × 500 = 5000 100x = 5000 x = 5000 ÷ 100 x = 50 cm A medida final do trabalho deve ter 50 cm. Quadricule 5 x 5 cm.

5,8

16

Pescoço - franzir

17,5

Coelha

15,5

7,5

braços corte 4X no soft

dobra do tecido

orelhas corte 4X no tecido soft

abertura

7,5

Medidas em cm pág. 16

27,5

ga nc ho

Moldes em tamanho original

Macacão corte 2x no tecido f loral

abertura

37

patas corte 4X no soft nariz fuxico abertura

5

corpo corte 2X no tecido soft

12,5

16

25,5

cabeça

5,5

9

60

Ideias & Arte

Moldes em

Confira as cores

Confira as cores Para pintar o vestido vermelho, asotintas para tecidosuse na as cortintas preta colorir o cabide e as brancas, rosa-chá Parause pintar vestido vermelho, para tecidos na e púrpura para o vestido. Pinte o vestido preto usando para tecido naecor preta. cor preta para colorir o cabideaetinta as branca, rosa-chá púrpura para o vestido. Pinte o vestido preto usando a tinta para tecido na cor preta.

ABC DEF GHIJ KLMN OPQRS TU VW X YZ

Confira Para pin cor pret púrpura para tec

Monograma

Pinte as letras de acordo com as cores indicadas 61


Caderno de riscos

Peso de porta

Pratos de parede

Amplie os moldes 100% pág. 22

Panos de copa

Amplie os moldes de acordo com o tamanho da peça escolhida pág. 28

Amplie os moldes 300% pág. 36

Risco A corte - 2x no tecido branco

corte - 1x no tecido f loral

Organizador Medidas em cm pág. 40

corte - 1x no tecido branco

corte 1x no tecido f loral

Esquema de costura Organizador gaveteiro

corte 1x no tecido f loral

Risco B

Risco C

Esquema de corte e costura

55

5

5

4

4

corte - 2x no tecido branco

Risco E

5

5

Risco D

4

corte - 2x no tecido f loral

corte - 2x no tecido f loral corte - 2x no tecido f loral

corte 2x no tecido f loral 2x no tecido estampado

Atenção:

siga o esquema de distribuição dos motivos para transferir os riscos para o tecido. Se necessário, adapte o desenho às medidas do pano escolhido.

4

corte - 2x no tecido branco

52

34

34

corte - 2x no tecido branco

4

4 62

Ideias & Arte

5

5

34

34

52

5

5

4

4

63


Caderno de contatos

Artesãos Ateliê Aroma Dell’Arte (11) 2783-9299 contatoaroma@terra.com.br

Singer 0800-702-2323 www.singer.com.br

Döhler (47) 3441-1700 www.dohler.com.br

Subliart www.subliart.com.br

Ateliê Rôlô Arteiras (21) 9989-5914 e 3259-4626 http://www.f lickr.com/ photos/lorena-arteira/

Estêncil Opa (11) 2283-2577 www.opacriandoarte.com.br

Cromus Embalagens (11) 4514-8000 www.cromus.com.br

Estilotex (19) 3459-8600 www.estilotex.com.br

Gil Jussara (11) 7881.8715/ 8757.4058 gilvaniak@gmail.com

Pincéis Condor www.condor.ind.br

Julia Pessarani (19) 9742-5059 julia.yp@uol.com.br Marli Montanheiro (11) 3872-0847 marlimontanheiro@hotmail.com Meire Barbosa 11) 9654-6866 meirebarboza@gmail.com HTTP://cantinhodameire.nafoto.net Mônica Bragante (11) 9491-2895 Rovena Barros (21) 9977-4461/ 3259-4626 Scrap Sampa (11) 5093-4555 www.scrapsampa.com.br

Lista de materiais Acrilex (11) 4397-9255 www.acrilex.com.br Anchor / Coats Corrente (11) 2061-6900 (São Paulo e Grande São Paulo) e 0800-702-1310 (para o interior de SP ou outros estados) www.coatscrafts.com.br

Pinctore Tigre 0800-7031929 www.pinceistigre.com.br RôLô Arteiras (21) 99774461/32594626 www.f lickr.com/photos/rovenabarros http://elo7.com.br/rovena Singer 0800-702-2323 www.singer.com.br Toke e Crie (11) 5681-6476 www.tokecrie.com.br

Carrinho de compras A Gaivota (11) 3326 6222 www.agaivota.com.br Acrilex (11) 4397-9255 www.acrilex.com.br Corfix (51) 3336 9133 contato@corfix.com.br www.corfix.com.br Cristina Bottalo (11) 9171-7075 www.cristinabottallo.art.br

Ateliê Aroma Dell’Arte (11) 2783-9299 contatoaroma@terra.com.br

Estilotex 0800 771 8395 www.estilotex.com.br

Bicho da Madeira (11) 2084-9595/ 7662-4563

Glitter (11) 4186-1034 www.glitter.ind.br

Casa da Arte (11) 2914-7277/ 5044-0166/ (19) 3254-7355 www.casadaarte.com.br

Mondial 0800 55 03 93 sac@mondialline.com.br www.mondialine.com.br

Cola Cascorez sac@albaquimica.com.br Corfix (51) 3336 9133 www.corfix.com.br

64

Cromus Embalagens (11) 4514-8000 www.cromus.com.br

Ideias & Arte

Peter Paiva (11) 5594-5749 www.peterpaiva.com.br

Mil idéias Adeilson Salles adeilsonsalles@yahoo.com.br Arango (11) 3081-7210 www.arango.com.br Bee Home (11) 5052-5841 www.beehome.com.br Carol Martini Casa (11) 3081-6644 www.carolmartinionline.com.br Chico & Neide (11) 3227-4899 www.panodepratochicoeneide.com.br Cristina Bottalo (11) 9171-7075 www.cristinabottallo.art.br Cromus Embalagens (11) 4514-8000 www.cromus.com.br Damata Décor (11) 3464 0356 / 6779 8315 www.damatadecor.com.br Deposito Kariri (11) 3064-6586 www.depositokariri.com.br Ideias a Fio (11) 3021.26.88 Jaci Silva (11) 6346-2013 Peter Paiva (11) 5594-5749 www.peterpaiva.com.br Rovena Barros (21) 99774461/ 32594626 www.f lickr.com/photos/rovenabarros http://elo7.com.br/rovena Scrap Sampa (11) 5093-4555 www.scrapsampa.com.br Siricutico (11) 3384-7429 www.siricutico.com.br

Ambientação das fotos Cromus Embalagens (11) 4514-8000 www.cromus.com.br


Bretas

Book I&A ed04  

ideias e de que você sempre sonhou casa do jeito Compondo scrapbooking, cartonagem e découpage Crie abajur, almofada, álbum de fotos, pratos...

Advertisement