Issuu on Google+

~

su

número cinco

MAGAZINE DIGITAL DE AMOR.ARTE.CULTURA. TECNOLOGIA.MODA. TENDÊNCIAS.ETC.

Sorria, Você é a TV O FAC-SÍMILE DO VOLUME V DA SÉRIE ESCRITA POR M.I.K.A.

PURI PRODUÇÕES

1


sutil 2

É UM MAGAZINE DIGITAL NÃO-PERIÓDICO, SEM FORMATO OU SUPORTE DEFINIDOS, DEDICADO À ARTE, CULTURA, TECNOLOGIA


downtempo: jazz; bossa nova; dub/reggae; electronic music a gosto.

A, MODA E TENDÊNCIAS, EDITADO E PUBLICADO PELA PURI PRODUÇÕES. NÚMERO CINCO. ABRIL DE 2012. VERSÃO EM PORTUGUÊS.

3


4


m.i.k.a.

Sorria, Você é a TV

VOLUME I

5


Todos os direitos reservados 2012 Puri Produções 1ª edição, 2012.

projeto gráfico, capa e diagramação m.i.k.a.

distribuição digital sutil [magazine digital]

Issuu [http://www.issuu.com/explore]

Facebook [http://www.facebook.com/vdeejaymika]

Todas as fotografias foram feitas pelo autor com a câmera digital embutida do MacBook G3 e com o software Photo Booth, sem edição ou pós-edição de imagem, exceto as das páginas 10, 14, 18, 22, 40, 46, 50 e 64*; e 80**. * Com pós-edição fotográfica no software Pré-Visualização 3.0.9. do Mac OS X 10.4.11. ** Imagem da Nebulosa do Caranguejo captada pela Nasa através do telescópio espacial Hubble.

6


m.i.k.a.

Sorria, Você é a TV

VOLUME V

7


8


Este volume foi escrito imediatamente após a conclusão do 4º, em Abril de 2012.

À Música.

9


10


XCVI

“O plano”

11


- (...) e este está em Paris, no Louvre, setor de antiguidades egípcias. - “Anéis de Shen”... - Sim, encontrado numa tumba em Memphis, mas a peça é datada como sendo do século XIII A.C., período do faraó Ramsés II. - É uma leitura muito próxima da do Faravahar, mas com outras perspectivas. É o olhar de quem vê a ave partir... - E é um falcão, de Horus, de Rá. - Levando dois anéis... - Egito antigo, antes do reinado de Salomão em Israel e do império Medo-Persa... - Vamos?... Você... Ajña? - Sim? - Para quê isso?! - Na viagem você descobre. 12


13


14


XCVII “Puros”

15


Acontece. Um novo estado. Uma nova época. Um outro lugar. Levitantes. Um estado de graça. Uma belle-époque. Um lugar singular. Hidratados pela essência aspergida desde cima enquanto suspensos num salão de um palácio. De cristal. Para que o tato da alma a filtre. E irrigue. E sare. Até que a consistência do fôlego de nossas vidas e a das nossas formas sejam quase a mesma. 16


Em textura rarefeita. O corpo astral. E a quintessência jorre e nos banhe. Inunde. Depure. Trespasse. Transforme. - Teto de agulhas e estalaquitites de éter em aproximação. F Kir.

17


18


XCVIII

“Mulher”

19


Ao dedilhares minha boca com teus dedos destros minhas palavras semi-pausam. Sopram. Semi-breves. Silhuetada defronte ao divã. Diva. Semi-nua. Exposição de ti. Tua mostra. Incontornável a exibição de teus contornos. Sinuosa. Sensual. Enrolada em um longo pano que deixa teu percurso escorrer-se pelo quarto de dormir vindo desde o hall e cruzando a porta.

20


Sempiterna. Semi-lúcida. Semi-enebriada. E, quando volta a debruçar-se sobre o sofá devolvida para os meus braços recebe um feixe de luz do candeeiro e revela, sem mais nem porquês, uns olhos de forma, coloração e reflexo que as artes ainda não conseguiram precisar. No exercício de adjetivar. Adverbiar. A mulher que tu és.

21


22


XCIX

“Passagem púrpura”

23


ProvĂŠrbio.

24


25


26


C

27


O falcão decola. Farfalha suas asas e ruma ao sol. Repetimos o gesto que outrora Noé e a pomba protagonizaram desde a arca para encontrar terra nova. Em segundos ambas as asas multiplicam-se e desdobram-se em umas dez. Estabilizam-se. Levando consigo e em si um presente para um primogênito do passado agraciar-se no futuro. Plana. Levando consigo e em si o triunfo da ciência, espiritualidade e obra do nosso império para um ancestral reconhecê-lo. Paira. Levando consigo e em si a tradução do conhecimento e da história de dinastias de faraós e do seu povo. 28


Da civilização egípcia. Nascida dentre os filhos de Ham. Filho de Noé. Irmão de Japheth e Shem. Levando consigo e em si um diagnóstico imaterial e revelador de um caráter cultural: Da experiência na relação entre erro, culpa, expiação, cura interior, acertação e redenção. Levando consigo e em si a semântica da nobreza dos maiorais: Amor. Fé. Perdão. Sabedoria. Zelo. Humildade. Levando consigo dois anéis. Para que o herdeiro os distribua conforme o seu entendimento. Para que o Superior os abençoe. Os raios solares incidem sobre o falcão e alguns brilhos explodem em suas penas antes de ser mero traço negro diante de Rá e sumir de vista. 29


Estamos prontos - ler-se-谩. Somos o Egito. Sou um fara贸.

30


31


32


CI

“Poesia matemática 2” [ HOMENAGEM A MILLÔR FERNANDES ]

33


Cone é um triângulo equilátero.

34


35


36


CII

“Suspiro”

37


Santo corpo.

38


39


40


CIII

“Lotus”

41


- Oi. Fragrância. - Oi. Flor de lótus. - Relaxe. É um despertar muito suave. A humidade relativa do quarto está alta. - De que cores são? Relógio intuitivo descompassado. - Azuis. - Se você não fosse uma anja elogiaria dizendo que você é uma anja. As paredes estão fluorescentes, com uma iluminação de baixa opacidade. - Upalus. - Us.

42


Inda que visse as nuvens cruzarem o plano celeste mais velozmente não pararia. Opalas esculpidas graciosas como plumas. Pumas. Estáticos no Oriente e repentinamente com o Ocidente sob os pés. Corcéis. Profusão de estímulos. Propagação física. Radicais livres. Pedaços de vida. E pur si muove. (...) - Favo... - Sim, bom maná. 43


- Bom manรก. Lotus Sutra. Inda que...

44


45


46


CIV

“Magen”

47


João, o Batista. Moisés. Beira-rio. A mão que se estende e resgata o menino das águas que o afastaram das mãos que o embarcou. Mãos de mães. As mãos do bebê. Por instantes imensuráveis erguidas num esperneio afinado com seus prantos. Por instantes imensuráveis nas mãos de Deus. Como se nunca tivesse estado. Do berço para o caldal e do caldal para o berço. De Israel para o Egito. Daniel... 48


Não, não este bebê: este é Moisés. Daniel, o profeta. O anjo. Beira-rio. A visão do anjo que lhe falava desde o meio de um rio com outros dois a contemplarem-no, um em cada margem. E Moisés foi colhido das correntezas do Nilo. Das águas. João. Jesus. Emersão. Pomba...

49


50


CV

51


O sobrev么o do falc茫o.

52


53


54


CVI

“Kahuna”

55


Grand Opera.

56


57


58


CVII

“As mariposas”

59


E havia no quarto da habitação onde estávamos um casal de pequeníssimas mariposas. Insetos são os visitantes mais comuns nas residências. Mas este casal de distinta discrição despertou-me pouco a pouco uma admiração mais cuidada. O primeiro encontro deu-se ao perceber sua presença numa das paredes, à altura do meu olhar, mas mesmo este foi um encontro inusitado por perceber que estavam, para além de imóveis, pegadas uma na outra por suas partes posteriores. Como cães e gatos. Acasalamento, quem sabe... Nos dias seguintes os encontros se sucederam e, parede abaixo parede acima, as mariposas prosseguiam juntas na mesma situação. Acasalamento longo, quem sabe... Ao terceiro dia após o primeiro encontro, passei da admiração de transeunte ocasional de simpatia respeitosa à confessa apreciação 60


dos hóspedes. Já não se mantinham apenas em posição de coito invertido mas ocasionalmente via-as algo distantes uma da outra. Até que só ficou uma. Terminou o acasalamento, quem diria... Num dos primeiros encontros comentei que tínhamos tais hóspedes em casa e voltei ao assunto com certo tom lamentoso quando constatei a separação. A outra deve ter saído e volta logo, quem sabe... A mariposa ausente, regressou. Não só regressou: lá estavam elas na parede do nosso primeiro encontro e unidas por suas partes posteriores em posição de coito invertido. Num certo dia da mesma semana já não as encontrei. Flagrei-me especulando que poderiam ter saído e que talvez retornassem. Mas senti que não voltariam. 61


Senti também um saudosismo imediato, saudável, aconchegante... próprio. Tive o prazer de receber um casal apaixonado que muito me alegrou e que apreciou sua estadia. Quem sabe...

62


63


64


CVIII

“Realeza”

65


Multidões. De muitos. Caravanas. Cortes. Cortejos. Para verem o rei. Ouvirem-no. De todas as partes. Para constatar, enaltecer e admirar aquele que ressoa nos quatro cantos do mundo como sendo o rei do maior e mais próspero reino de todos os tempos. Durante todo o ano. Seus príncipes e os príncipes alheios. E o seu povo de Judá e de Israel. O reino da Sabedoria. De Salomão, o Sábio.

66


“The King of the Positive Never” - rascunho. Arriscando uma alcunha em meio a tantos contos boca-a-boca e tantas lendas palacianas transmitidas nas ruas. Nunca antes dele. Nunca depois dele. Nunca houve nem haverá rei tão sábio e reino tão próspero quanto o dele enquanto existir humanidade. “The King of the Positive Never”. Salut.

67


68


CIX

“Letra”

69


E habitualmente o sábio rei encontrava-se com os pássaros nos jardins do palácio. Num desses passeios notou, certa vez, que faltava um deles. Dom e convívio e afinidade conquistada. Precipitou uma indignação, pois onde teria ido o pássaro sem ter anunciado tal indisponibilidade previamente para uma ocasião tão costumeira? O upapa epops. Ninguém conhecia o paradeiro do upapa epops ou o motivo que o teria feito ausentar-se. O rei antecipou algumas idéias de como haveria de castigá-lo quando retornasse caso não tivesse uma justificativa plausível para a falta, enquanto preocupava-se com a saúde da ave ou a ocorrência de outro empecilho qualquer que por si já o explicasse. Ponderado, o rei admitiu a boa espera e dedicou-se aos outros visitantes. 70


O upapa epops estava bem, obrigado. Empreendera um vôo solitário raro como ele só e situava-se a meio caminho entre o palácio e algo que certamente era bom e incertamente imprevisível. Não olvidara do compromisso com o rei nem tão pouco perdera o interesse e prazer naquele rendezvous, mas algo o atraía e estava seguro de que o achado seria de grande valia também para os demais. O rei entenderá. Pingo.

71


72


CX

“Magi”

73


- Tripulação: entrando em fase de captação fotográfica em baixíssima aceleração*adição de parâmetros de graduação específica para ampliação dos espectros de tipificação de personalidades*iniciar condensação perceptiva. Bon voyage. Makemake. Balletto della cittá. O 10º grammos. O amor dos magi. Da aproximação entre os amantes aos saltos pelo recinto e de carícias brutais como pétalas e algodões. Do encurralamento da fêmea que se prende a uma coluna de mármore como quem brota da pedra para uma mordida macia numa uva. Do homem que a tornozeia com a juba e fareja o perfume de seus artelhos inferiores borrifados por águas de cheiro. 74


Do mergulho em piscinas lunares para retardar a completa incandescência do coincidir de suas lambidelas. De suas miradas. Humanjoselvagespíritos. Mim, Tu. Corpo cursivo repousado sobre uma manta escarlate bordada erguendo o dorso em nossos abraços. Sobremesa. Misturando nossas madeixas dançantes como os arbustos de algas ondulam no fundo do mar. Se deixando agarrar. Comemorar. O simples ato de amar demais.

75


76


CXI

“Cena”

77


turvo.

frescor da proximidade de um galard達o.

luminosidade.

cintilante. vultos.

semelhantes.

dois.

revelando-se.

um, penumbra. outro penumbra e brilhantes.

78


camada a camada.

um upapa epops e um falcão.

vindo para minha posição.

em 10, 9...

79


80


CXII

“Conferência”

81


Quando a luz abrandou pudemos então falar entre nós sobre o nosso encontro. Aliás, pouco foi dito. Foi dito tudo entre nós, ou quase isso, mas naqueles instantes, quase nada. Aparecemos uns aos outros naquele espaço confluente vindos desde rotas descoincidentes e nem tão próximos do ponto-de-encontro em si conseguimos chegar. Almejávamos todos o mesmo e mesmo assim não reconhecemos imediatamente o êxito quando nos avistamos porque maior do que a consciência do que estava à nossa frente foi o vislumbre das personificações do almejado. Três pássaros e um chamado. E o chamado por si só poderia explicar aquela irradiação tão esclarecedora e unificadora quanto repelente e ofuscante, mas eles viram algo mais e puderam relatar-me a seguir em nossa conversa, apesar de termos 82


compreendido tanto quanto anulado qualquer possibilidade de entender: Havia uma pomba. Enquanto voávamos os três para a mesma direção vinha sobre nós uma pomba desde uma altitude mais elevada e fora do meu campo de visão e, ao ficarmos os quatro alinhados em pontos equidistantes, nada mais foi visto além de luz. Esplendor. Falando sobre o encontro, o que fez cada um empreender a sua viagem e sobre a pomba muito se pôde e poderá perceber e aprender. E talvez esta história seja contada a outros tantos e estes outros talvez saibam dizer algo mais do que nós mesmos sobre o que aconteceu naquele dia, até que um dia tudo sobre aquele dia seja percebido. Eu sou um falcão. Me chamam Ciro.

83


84


CXIII

“Linha da data”

85


Espoo, Grande Helsinki: - Oi Ajña. Demorei? - Não muito... estava admirando os quadros. Lembrei logo daquela mostra de fotografias microscópicas de gotas de bebidas alcoólicas. - Sim... e de “O Beijo” e “O Abraço”, de Klimt. Aceita um chá antes de irmos? - ...

Baía de Tebet.

86


87


88


Discografia

89


Von Daler & Low Pressure feat. Natasja “Real Love”

l

Autoria: Von Daler & Low Pressure Álbum: Real Love Selo: Playground Music Ano: 2008

Mt Eden Dubstep feat. Lisa Miskovsky “Still Alive”

l

Autoria: Mt Eden Álbum: digital single Selo: self-released Ano: 2009

Roni Size & The Reprazent “Snapshot”

l

Autoria: Ryan Williams Álbum: In the Mode Selo: Talkin’ Loud Ano: 2000

DJ Shadow “Organ Donor”

l

Autoria: Josh Davis Álbum: Endtroducing Selo: Mo’Wax Records Ano: 1996

Cabeza de Panda “Au Revoir Cecile”

l

Autoria: Berman, Monteiro, Vaz Álbum: Cabeza de Panda Selo: Independente Ano: 2009

Spiritualized “Ladies and Gentlemen We Are Floating in the Space” l

Autoria: Jason Pierce Álbum: Ladies and Gentlemen We Are Floating in the Space Selo: Dedicated Records Ano: 1997

Blues Etílicos “Boogie Pro Lao”

l

90

Autoria: Cláudio Bedran, Flávio Guimarães, Gil Eduardo, Greg Wilson, Otávio Rocha Álbum: San-Ho-Zay Selo: Eldorado Ano: 1990


l

l

l

l

l

l

l

The Falcons “You’re So Fine” Autoria: Bob West, Lance Finney, Willie Schofield Álbum: single Selo: Lupine Records Ano: 1959

Slash’s Snake Pit “Shine” Autoria: Slash’s Sanke Pit Álbum: Ain’t life Grand Selo: Koch International Records Ano: 2000

Seaweed “Baggage” Autoria: Seaweed Álbum: Weak Selo: Sub Pop Ano: 1991

Quintessence “Pearl and Bird” Autoria: Quintessence Álbum: In Blissful Company Selo: Island Records Ano: 1969

Quintessence “1st Impressions” Autoria: Aki Haarala, Emma Salokoski, Heikki Laine, Mikko Kaakkuriniemi, Tuomo Prättälä, Verneri Pohjola Álbum: Talk Less Listen More Selo: Texicalli Records Ano: 2002

Tulipa Ruiz “A Ordem das Árvores” Autoria: Tulipa Ruiz Álbum: Efêmera Selo: YB Music Ano: 2010

Violent Femmes “No Killing” Autoria: Violent Femmes Álbum: The Blind Leading the Naked Selo: Slash Records Ano: 1986

91


Marisa Monte “Infinito Particular”

l

Autoria: Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown, Marisa Monte Álbum: Infinito Particular Selo: Phonomotor Records, EMI Ano: 2006

The Van Jets “Teevee”

l

Autoria: The Van Jets Álbum: Cat Fit Fury! Selo: Belvédère Records Ano: 2010

The Smithreens “A Girl Like You”

l

Autoria: Pat DiNizio Álbum: 11 Selo: Enigma, Capitol Ano: 1989

Egypt “Valley of the Kings”

l

Autoria: Aaron Esterby, Chad Hellie, Ryan Grahn Álbum: Egypt-EP Selo: MeteorCity Ano: 2009

Slo Burn “Positiva”

l

Autoria: Slo Burn Álbum: Amusing the Amazing-EP Selo: Malicious Vynil Ano: 1996

Candeia “Minhas Madrugadas”

l

Autoria: Candeia, Paulinho da Viola Álbum: Raiz (Filosofia do Samba) Selo: Equipe Ano: 1971

O Rappa “R.A.M.”

l

92

Autoria: O Rappa Álbum: O Rappa Selo: Warner Music Ano: 1994


l

l

l

l

l

l

l

Seal feat. Heidi Klum “Secret” Autoria: Seal Álbum: Commitment: 6 Selo: Warner Music Ano: 2010

Supertramp “Free As a Bird” Autoria: Supertramp Álbum: Free As a Bird Selo: A&M Ano: 1987

Samsara Soundsystem “Serpent Waves” Autoria: Professor Shehab, Alan Kushan, Fumio Toshiro Álbum: Ritual of Carrousel Selo: Baboon Records Ano: 2003

Samsara Blues Experiment “Flipside Apocalypse” Autoria: Berens, Eiselt, Peters, Vedder Álbum: Revelation & Mystery Selo: World in Sound, Rough Trade Ano: 2011

Hurtmold “Sabo” Autoria: Fábio Cappi, Fernando Cappi, Guilherme Granado, Marcos Perez, Maurício Takara, Rogério Martins Álbum: Hurtmold Selo: Submarine Records Ano: 2008

Four Tet “Hands” Autoria: Four Tet Álbum: Rounds Selo: Domino Records Ano: 2003

Orquestra Riverside “A Bailar con la River” Autoria: Orquestra Riverside Álbum: A Bailar Con La River Selo: Arista Records Ano: late 60’s-early 70’s

93


Antipop Consortium “Perpendicular”

l

Autoria: Antipop Consortium Álbum: The Ends Against Middle Selo: Warp Records Ano: 2001

Avril Lavigne “Who Knows”

l

Autoria: Avril Lavigne Álbum: Under My Skin Selo: Arista Records Ano: 2004

Los Hermanos “Quem Sabe”

l

Autoria: Rodrigo Amarante Álbum: Los Hermanos Selo: Abril Music Ano: 1999

Pearl and the Beard “Sweetness”

l

Autoria: Pearl and the Beard Álbum: Killing the Darlings Selo: Family Records Ano: 2011

Nirvana “Pennyroyal Tea”

l

Autoria: Cobain Álbum: MTV Unplugged New York Selo: Sony Ano: 1994

The Personal Legend “I Can Touch the Sky”

l

Autoria: The Personal Legend Álbum: digital single Selo: unsigned Ano: 2012

Augustus Pablo “East of the River Nile (original)”

l

94

Autoria: Augustus Pablo Álbum: East of the River Nile Selo: Message, Shanachie Ano: 1978


l

Happy Mondays

“Step On”

Autoria: John Congos, Christos Demetriou Álbum: Pills N’Trills and Belliaches Selo: Factory Records Ano: 1990

“Hallelujah”

l

l

l

l

Autoria: Gary Whelan, Mark Day, Paul Ryder, Shaun Ryder Álbum: Madchester Rave On-EP Selo: Factory Records Ano: 1989

Miles Davis “Pharaoh’s Dance” Autoria: Joe Zawinul Álbum: Bitches Brew Selo: Columbia Records, Legacy Ano: 1970

Sonny Rollins “Oleo” Autoria: Art Blakey, Kenny Drew, Milt Jackson, Percy Health, Sonny Rollins Álbum: Sonny Rollins European Concerts Selo: Bandstand Ano: 1959

Beach Combers “Psychofuzz” Autoria: Beach Combers Álbum: Ninguém Segura os Beach Combers Selo: Somatório do Barulho Ano: 2012

Truckfighters “Momentum” Autoria: Truckfighters Álbum: Gravity X Selo: MeteorCity Records, Fuzzorama Records Ano: 2005

l

Slow Train Soul “Twisted Cupid”

Autoria: Slow Train Soul Álbum: Atlantis-Voyage (various artists) Selo: Silver Label Ano: 2009

95


Bromheads Jacket “Poppy Bird”

l

Autoria: Bromheads Jacket Álbum: Dits From the Commuter Belt Selo: Marquis Cha Cha Ano: 2006

The Tongue feat. Dudley Perkins & Georgia Anne Muldrow “Animal Crackers” l

Autoria: Xannon Shirley Álbum: Shock and Awe Selo: Elefant Traks Ano: 2007

Jimmy Riley “Blessed Be the Father (Dawn Penns No No No Riddim)” l

Autoria: Dawn Penns Álbum: digital single Selo: Ano: 2009

“Give Thanks and Praise”

l

Autoria: Jimmy Riley Álbum: Tell the Youths the Truth Selo: Trojan Ano: 1978

Karina Buhr feat. Fagner “Revelação”

l

Autoria: Clodô, Clésio Álbum: Som Brasil - TV live concert Selo: TV Globo Ano: 2012

John Lennon “How Do You Sleep Tonight”

l

Autoria: Lennon, McCartney Álbum: Imagine Selo: Apple, EMI Ano: 1971

Iggy Pop & The Stooges “Raw Power”

l

96

Autoria: Iggy Pop, James Williamson Álbum: Raw Power Selo: Columbia Records Ano: 1973


l

l

l

l

l

l

l

Guns N’Roses “Raw Power” Autoria: Iggy Pop, James Williamson Álbum: The Spaguetti Incident? Selo: Geffen Ano: 1993

The White Stripes “The Hardest Button to Button” Autoria: Jack White Álbum: Elephant Records Selo: V2, XL Ano: 2003

The Raconteurs “Salute Your Solution” Autoria: Jack White III, Brendan Benson Álbum: Consolers of the Lonely Selo: Third Man Records, Warner Music Ano: 2008

Passafire “Fit the Description” Autoria: Passafire Álbum: Passafire Selo: Passafire Ano: 2011

Ocho “Undress My Mind” Autoria: Chico Mendoza Álbum: latin vynil 45” Selo: Avalanche Ano: 1972

Hummingword “The Way it Goes” Autoria: Stevie Culture, Hummingword Álbum: Rare Breed 108 Proof Selo: Independente Ano: 2009

Stevie Culture “Top Class” Autoria: Stevie Culture Álbum: digital single Selo: Independente Ano: 2008

97


Moon Baker “You Are”

l

Autoria: Moon Baker Álbum: ABC of Romance Selo: Supertracks Ano: 2007

Touché “Love Eyes”

l

Autoria: Touché Álbum: Warm Storm of Love Selo: Magnum, GRT Ano: 1979

Djavan “Lilás”

l

Autoria: Djavan Álbum: Lilás Selo: Sony Ano: 1984

Fischerspooner “Cloud”

l

Autoria: Fischerspooner Álbum: Odyssey Selo: EMI, Capitol Ano: 2005

Lovage “Book of the Month”

l

Autoria: Dan The Automator, Jeniffer Charles, Mike Patton Álbum: Music to Make Love to Your Old Lady Selo: Ark Records Ano: 2001

Pelican “Aurora Borealis”

l

Autoria: Pelican Álbum: The Fire in Your Throats Will Beckon the Thaw Selo: Hydra Head Record Ano: 2005

Explosions in the Sky “The Only Moment We Were Alone”

l

98

Autoria: Explosions in the Sky Álbum: Earth Is Not a Cold Dead Place Selo: Temporary Residence Limited Ano: 2003


l

Tom Waits “Clap Hands” Autoria: Tom Waits Álbum: Rain Dogs Selo: Island Records Ano: 1985

99


100


101


PURI PRODUÇÕES AVENIDA ANTÔNIO CARLOS MAGALHÃES 846 EDIFÍCIO MAXCENTER, SALA 338 - ITAIGARA, SALVADOR - BA ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA:

AVENIDA SERNAMBETIBA 3200, CASA 36 BARRA DA TIJUCA, RIO DE JANEIRO - RJ 22630-010

102


103


104


sutil #5