Page 1

1


ESSe é o RetRato de uM MuNdo beM PaRticuL aR . loGo de c aRa você é S e d u z i d o , S a b e q u e e S tá S e N d o a R R a S ta d o Pa R a u M a Pa R ó d i a iNSóLita oNde aS ReGRaS Lhe São eNtReGueS aoS PoucoS, e que Não há coMo PReveR o deSeNRoL aR . você eNteNde aS ReGRaS, Sabe que Se tRata de uMa hiStóRia de aMoR, RecoNhece a MeLodia , eNteNde oS c o N c e i toS d e v i da e M o R t e , a boeMia , a MeL aNcoLia eM PReto e bRaNco, o ciNeMa aNtiGo, a baNda d e i N t e G R a N t e S a bS u R d o S . v o c ê eStá eM uM baR , eNteNde a íNtiMa S o L i dão d oS P e R S o N a G e N S , e e N teNde que é PReciSo cedeR PRa SeGuiR adiaNte. É uM LivRo SobRe aS teoRiaS, SobRe o teMPo e o eSPaço, S o b R e a ex i St ê N c i a , S o b R e o R o M a N c e , S o b R e a d e L i c a da i R o N i a . É uM LivRo SobRe a tRaGédia , So bRe

ac aSo, SobRe a PReSeNç a de

uM diabo xiStoSo eNtRe NóS. você ENtenDe o PRotAGoNIStA, SAbE loGo de caRa que eLe eStá MoRto, todoS eStão. vá coM iSSo, e Só. não teNte coNtRoLaR, achaR a Saída fáciL, eSte LivRo Não vai te daR aSSiM de Mão BeIJADA. leMbre-Se: É SoBRE o AMor, A FALtA DELe, A tRAGéDIA DE eStAr Só, e teR a MúSica coMo fio coNdutoR. É UM novo CAMINHo noS qUADrINHoS, Na NaRRativa, No joGo eNtRe PoeSia e PRoSa viSuaL , é SobRe a MúSica e a ReSSoNâNcia . Deixe aNdaR , v o c ê S e R á S e d u z i d o, M e S M o S e M eNteNdeR o que acoNteceu diReito. vaLeRá a PeNa . rafaeL CoutiNho 2


3


4


APARECIDA BLUES por Biu e Stêvz

1ª edição Rio de Janeiro Estêvão de Mello Vieira 2011

5


biu & Stêvz, 2011 .

VOCÊ ESTÁ LENDO UMA VERSÃO DIGITAL, CUJA FINALIDADE É DIVULGAR O LIVRO IMPRESSO. PARA COMPRAR, ACESSE: APARECIDABLUES.TUMBLR.COM/COMPRE

Dados internacionais de catalogação na publicação (CIP-Brasil)

B624a

Biu.

Aparecida Blues / de Biu e Stêvz; ilustrações de

stêvz. - rio de janeiro: E. de M. Vieira , 2011.

112 p. : il .

Texto em quadrinhos

isbn: 978-85-912517-0-4.

1. Histórias em quadrinhos - adulto. I. Stêvz. II.

Vieira , Estêvão de Mello. III. Título.

cdd 741.5981

cdu 741.5 (81)

aparecidablues . tumblr . com

revistabeleleu . com . br facadaleitemoca . com

6


Para Robx Para Clara

7


“Muita gente não ouviu porque não quis ouvir. Eles estão surdos.” O Rei


10


11


12


capítulo 1 : fuga

“Simplificadamente, a fuga é uma forma em que um tema melódico é apresentado por uma voz e retomado sucessivamente e a cada vez por outras, de modo que se instaura um tecido de semelhanças (ou imitações) defasadas, em que as vozes parecem se perseguir sem nunca coincidir, a não ser no acorde final.” José Miguel Wisnik, O Som e o Sentido (1989) 13


14


15


16


17


18


19


20


21


22


23


24


25


26


27


28


29


30


31


32


33


34


35


36


37


38


39


40


41


42


interlúdio

“A fuga foge da morte, sabendo que corre para ela.” José Miguel Wisnik, O Som e o Sentido (1989)

43


44


45


46


capítulo 2 : sonata

“As primeiras versões de Fausto não o salvavam: a solução pela redenção do herói pode ser considerada uma tendência moderna.” José Miguel Wisnik, O Som e o Sentido (1989)

47


48


49


50


51


52


53


54


55


56


57


58


59


Rufem os tambores! batedores Quando os cavalos fortíssiinvadiram a cidade em , o dia ais on mos hexacordes at ante. on ss estava cheio de luz di cos be s no Trítonos ululavam ito efe de amorfos e ostinatos cro escala moral saltaram da biam e su mática onde coalhav s senhoda s ua ram pelas anág risinhos es ritas arrancando-lh r. histéricos em dó maio res relinOs cavalos batedo vam, rancham, grunhem, ui , sibilam gem, grasnam, roncam demonstre e mordem. Não . medo diante deles res, notas Doze cavalos batedo eis harmôsem repetição, míss mo raios nicos desgarrados co mbalados no céu. Acordes dese rico sol. rumo a um estratosfé em o comAí, nessa altura, perd rretem, e passo, suas asas de marcha eles caem aos cacos em pianíssilenta, bagatelas em , silêncio mo, e então mais nada um novo – A expectativa de movimento. Rufem os tambores. 60


ÁRIES Tenha ca utela com Fa se de prende r

os de sv ios da vi da . as rédeas e cont rola r os ga stos .

LEÃO Momen to propíci o pa Ev ite ca ron as .

SAGITÁRIO

ra reava lia r escolh

Us e Preto.

as . Nã o dê ouvid os

ao s ou tro s.

Amore s nã o cor res pond ido s po de m at or me ntá-lo. Melhor concen tra r-s e no amor próp rio e no tra ba lho.

TOURO Poderã o surgir dúv ida s qua Con fie nos seu s ins tin tos

VIRGEM

Mergulhe fundo nos seus sentimentos, mas cuidad o com os resfria dos. Use um agasa lho ou, melho r, roupa de banho.

CAPRICÓRNIO

GÊMEOS

nto ao caminho a tom ar. e sig a em fre nte.

Azar no amor, sorte no jogo. Ou seria o contrá rio?

As epifanias estão no ar! Criatividade em alta. Fuja das encruzilhadas.

LIBR A Amar re bem os cadarços para não tropeçar. Ande com um pé de cada vez.

61


62


63


64


65


66


67


68


69


70


71


72


73


74


75


76


capítulo 3 : Quadrado mágico

“O desejo do músico radical moderno é o de dominar o universo sonoro pela ‘integração absoluta de todas as dimensões musicais’, realizando o ‘quadrado mágico’ que reside na superação da diferença entre a melodia e a harmonia, a natureza polifônica da fuga e a natureza homofônica da sonata (bifurcação de origem no sistema tonal).”

José Miguel Wisnik, O Som e o Sentido (1989)

77


78


79


80


81


82


83


84


85


86


87


88


89


90


91


92


93


94


95


96


97


98


99


100


101


102


103


104


105


106


107


108


109


110


111


112


113


Este livro foi impresso em agosto de 2011 em offset 90 g e triplex 300 g , e termina aqui.

114


Biu, baStaRdo PoR PaRte de Pai, deSNatuRado PoR PaRte da Mãe, MeSMo aSSiM GoStaRia de aGRadeceR à Dª. PeNha PoR teR Lhe dado a vida e tê-La SaLvo ReiteRadaS vezeS quaNdo iNStiGou NeLe o GoSto PelA LEItUrA, E A Stêvz, Por Ser SEU AMIGo.

Stêvz é MioPe.

115


Esta é uma história sobre encontros, daí a encruzilhada, a unidade fundamental do labirinto, ou acaso, que nos rodeia a todos e dá o tom da música que dançamos, mesmo sem querer. O Caos reina, já dizia aquela raposa do filme. Então, e como dizia uma outra raposa velha: Sing a song, bro. Esta é uma história sobre instantes eternos.

116

APARECIDA BLUES  

um livro de Biu e Stêvz / a book by Biu and Stêvz aparecidablues.tumblr.com revistabeleleu.com.br facadaleitemoca.com

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you