Page 1

Programas Ambientais da BR- 448 orientam mitigação de possíveis impactos sobre a água

Página 04

Página xx

BOLETIM 33 abril 2013

Mutirão de limpeza mobiliza voluntários na orla do Guaíba

Entrevista Coordenador do Instituto Vonpar, Leo Voigt, fala sobre o trabalho do DNIT com as famílias da Vila do Dique beneficiadas pela BR-448. Página 06

Exposição Mercado Público agrega as “Árvores de lixo” e prorroga prazo. Contra capa

Educação Ambiental Com a temática “Não tem só água no Guaiba”, Instituto Visão Social, Gestões Ambientais (BR-448 e BR-116) e entidades retiram toneladas de lixo das margens do importante ecossitema gaúcho. Página 05

Programa Cidadão Ambiental de Esteio tem a participação da Gestão Ambiental da BR-448. Página 03


GER -

EDITORIAL Os impactos gerados pela ação humana no meio ambiente tem sido tema de discussão e proposta de iniciativa para ações em diversos setores. E esse processo quando tratado com atenção e em conformidade com a legislação, merece ser divulgado. Neste sentido, o DNIT, com a Gestão Ambiental da BR-448, após três anos de atuação na implementação dos 22 Programas Socioambientais vem realizando um expressivo trabalho. A dinâmica da equipe ultrapassa o previsto e se desdobra em novas e importantes ações, como o diálogo com as comunidades contempladas pelo empreendimento. Paralelo ao trabalho técnico da equipe há todo um sistema de conectividade com os públicos envolvidos pela construção da rodovia, o que permite uma abordagem precisa sobre a sua atuação no sentido de estabelecer um espaço de inter-relacionamento, permitindo o equacionamento dos conflitos gerados pela obra, enquanto por outro lado, fortalecem o sentido de cidadania dessas comunidades. Desta forma, a Gestão Ambiental da Rodovia do Parque assume um processo de mudança social, por meio do compromisso com um novo modelo de desenvolvimento.

SOBRE Nesta edição de abril, o Boletim da Rodovia do Parque traz novas e constantes ações da Equipe de Gestão Ambiental desenvolvidas na implementação dos programas ambientais. Algumas com destaque maior, como o mutirão de limpeza da orla do Guaiba que envolveu o Instituto Visão Social, o Pão dos Pobres e a Gestão Ambiental da BR-116/RS provando que a parceria para a promoção ambiental é o caminho para a busca da sustentabilidade. Outra notícia que vale ressaltar, são os cuidados com a água na área da BR-448 mostrando que o trabalho da Gestão não acontece apenas na mitigação de possíveis impactos gerados pela construção, mas na prevenção diretamente. A Entrevista está com interessantes considerações do Cientista Político e também Coordenador do Instituto Vonpar, Leo Voigt sobre o processo de ressocialização das famílias da Vila do Dique de Canoas promovido pela BR-448. Boa leitura!

Contate-nos

EXPEDIENTE Realização: Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) Execução: STE - Serviços Técnicos de Engenharia S.A. Conselho Editorial: Carlos Türck, Chaiana Teixeira e Letícia Frantz Jornalista Responsável: Andrea Weschenfelder MTB 10594 Fotografias: Divulgação STE S.A. Projeto Gráfico: FT Design

2

educombr448stesa.com.br

Visite nosso site rodoviadoparque.com.br

Curta nossas fanpages fb.com/gestaoambiental.rodoviadoparque fb.com/QueArvoreVoceQuerParaOFuturo

Um Novo Caminho. Uma Nova Vida


GERAL

Cuidados ambientais durante a constução da Rodovia foram apresentados aos educadores de Esteio

Equipe de educação ambiental fez a entrega de material informativo da gestão

Gestão Ambiental participa de capacitação de professores do Programa Cidadão Ambiental de Esteio Debater a conscientização sobre o meio é o eixo principal do Programa Cidadão Ambiental promovido pelas Secretarias Municipais de Meio Ambiente, Segurança e Mobilidade Urbana, de Educação e Esporte, de Desenvolvimento Urbano e Habitação e de Obras Viárias e Serviços Urbanos da cidade de Esteio. Dos dias 15 a 25/04, as secretarias realizaram uma formação de 32 horas para professores da rede municipal, estadual e particular, em diferentes locais, abordando os temas como plano de arborização, coleta seletiva, limpeza urbana, meio ambiente e trânsito, bem-estar animal, plano de saneamento básico, projeto Avenida Beira Arroio e poluição da água, ar e solo.

Na formação, os educadores foram capacitados para trabalhar melhor as questões do meio ambiente dentro de sala de aula. Neste processo, o DNIT, por meio da Gestão foi convidado a colaborar no dia 18/04, às 15 horas, na Escola Estadual Ensino Municipal Jardim Planalto, com palestra sobre os cuidados com o meio ambiente implementados na área que abrange a Rodovia do Parque. Para a professora do Centro Municipal de Educação Básica (CMEB) Oswaldo Aranha, Josiane Santiago. “O que mais gostei de aprender foi sobre o Rio dos Sinos e os detalhes do projeto da BR448”.

ENGENHARIAS DA UNIRITTER CONHECEM TRABALHO SOCIOAMBIENTAL DA BR-448 Mais de 120 alunos do Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária, Civil e Mecânica do Campus Porto Alegre, da UniRitter, conheceram nos dias 22 e 24/04, o trabalho socioambiental implementado pelo DNIT, na construção dos 22 km da rodovia. Na oportunidade, o Professor dos cursos de Arquitetura, Engenharia Civil e Ambiental, José Azambuja, avaliou a execução dos Programas Ambientais apresentados pelo Coordenador dos Programas de Educação Ambiental, Reassentamento Populacional e Comunicação Social da Gestão, Engenheiro Carlos Türck como excelente. “ Lidar com as externalidades do ambiente é muito difícil, e isso está se fazendo na BR-448. Excelente”.

Boletim Abril 2013

3


GERAL Programas Ambientais da BR- 448 orientam mitigação de possíveis impactos sobre a água

Educação Ambiental assume o desafio de provocar uma nova consciencia ambiental frente aos recursos naturais desde a educação infantil

O ano de 2013 foi definido pela ONU – Organização das Nações Unidas como o Ano Internacional de Cooperação pela Água. Como forma de chamar a atenção para a importância da água doce e defender o manejo sustentável desses recursos, o DNIT/RS, por meio da Gestão Ambiental implementa além dos Programas Ambientais específicos de Monitoramento e Controle da Água Superficial e Subterrânea outros também atentam indiretamente para os cuidados com aos recursos hídricos que abrangem o empreendimento. O programa de Gerenciamento de Resíduos estabelece critérios básicos para as construtoras nos canteiros de obras, através de aspectos de classificação dos resíduos, acondicionamento e armazenamento temporário e transporte de efluentes. O Programa de Controle de Processos Erosivos direciona e orienta para indícios de processos erosivos ou instabilidades no trecho da rodovia prevenindo e evitando o carreamento de materiais para o leito de rios. Mesmo com a paisagem descaracterizada quanto a cobertura vegetal original devido a diversas atividades de urbanização e o cultivo de arroz, outro importante trabalho que será desenvolvido pela equipe durante a fase de operação é o Programa de Reposição Florestal (através de plantio compensatório). As campanhas trimestrais de monitoramento da qualidade da água superficial (10 pontos ao longo do trecho) e a subterrânea (em 14 poços piezométricos) da BR-

4

448, chegam na 12ª edição e até o momento não foram registradas interferências na qualidade da água. De atuação mais subjetiva e abrangente, o Programa de Educação Ambiental envolve as comunidades, colaboradores e escolas, buscando aliados e potenciais multiplicadores do processo de sensibilização ambiental provocando e promovendo de forma positiva, uma nova consciencia. Com isso, o DNIT faz a sua parte e se incorpora aos desafios propostos pela ONU para o ano envolvendo-se de forma local na Campanha de Cooperação pela Água com o estabelecimento de programas socioambientais como os implementados na Rodovia do Parque.

Coleta de água superficial e subterrânea fazem o controle da qualidade

Um Novo Caminho. Uma Nova Vida


Mutirão de limpeza mobiliza instituições e gestões ambientais do DNIT Ambientais das BRs 448, 392 e 116 (STE S.A.). A equipe distribuiu boletins, material lúdico (desenhos parta pintar e histórias em quadrinhos) para crianças e realizou oficinas de brinquedos com garrafas pet. Uma das principais atrações foi a presença dos bonecos João-de-Barro e Tamanduá-Mirim, mascotes da BR-448 e BR-116/RS.

Equipe participou da ação que recolheu toneladas de lixo do local

Um mutirão de limpeza recolheu, no início do mês, cerca de quatro toneladas de lixo da orla do Guaíba, próximo ao píer da Avenida Diário de Notícias, Zona Sul de Porto Alegre. Pneus, colchões, garrafas plásticas e restos de construção foram apenas alguns exemplos do que foi retirado das margens. A ação organizada pelo Instituto Visão Social mobilizou cerca de 150 participantes, entre voluntários, organizações sociais e empresas. O DNIT integrou o evento por meio das Gestões

A área escolhida para atividade é um espaço que compreende pista de caminhada e ciclovia, além ser um novo ponto de embarque e desembarque do catamarã que liga Porto Alegre a Guaíba. “Por que não podemos ter aqui um lugar legal de convívio?”. Foi este questionamento que fez a presidente do Instituto Visão Social, Cris Guimarães, amadurecer a ideia do mutirão. “A intenção é conscientizar para que cada um cuide deste lugar de forma cidadã, sem jogar lixo no chão”, afirmou. O engenheiro Carlos Türck, coordenador dos Programas de Educação Ambiental e Comunicação Social da BR-448, ressaltou que a questão dos resíduos e a sensibilização para mudança de hábitos são aspectos que estão no dia a dia da STE S.A. “São temáticas recorrentes nas Gestões Ambientais, o que justifica nossa adesão a esta causa”, explicou. A Fundação Pão dos Pobres, que acolhe 80 crianças e adolescentes em quatro unidades, levou diversos jovens para ação. Ao final do evento, o lixo foi coletado pelo Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) da Capital.

Mais famílias são reassentadas provisoriamente pela BR-448 Com o processo de construção avançado, as famílias que residem na faixa de domínio da Rodovia do Parque, na cidade de Canoas, estão sendo transferidas provisoriamente para a Vila de Passagem. Entre os dias 08 e 12/04, o DNIT, por meio da Equipe Social do Reassentamento em parceria com a Prefeitura de Canoas realizou a mudança de 16 famílias para o loteamento, totalizando 192 famílias e esgotando a capacidade de moradias do local.

Trabalho de educação ambiental é reforçado no primeiro dia de mudança das famílias

Com isso, novas transferências ocorrerão somente para os loteamentos definitivos Canoas Minha Terra I (bairro mato Grande) e II (este já abriga 144 famílias) e o Morada Cidadã, onde estão sendo construídos os apartamentos.

Equipe da BR-448 participa do Brazil Road Expo 2013, em São Paulo Maior evento de infraestrutura viária e rodoviária do Brasil, a Brazil Road Expo 2013, aconteceu em São Paulo, entre os dias 19 a 21/03 e reuniu feira de negócios e Congresso, no Transamerica Expo Center. Representando a STE S.A. esteve o Coordenador de Meio Ambiente, Adriano Panazzolo e as Coordenadoras da Gestão Ambiental da BR-448, a Engenheira Letícia Frantz e a Geógrafa Chaiana Teixeira.Conforme Panazzolo, grande parte dos estandes tinham como destaque os termos sustentabilidade ou meio ambiente. Além de visitar os estandes, a equipe participou da programação dos workshops, em especial da pauta sobre Ecologia de Estradas onde foram apresentados os trabalhos de educação ambiental em projetos de infraestrutura rodoviária.Além do evento, também foi realizada uma visita ao Centro de Controle e Operações da rodovia Imigrantes.

Boletim Abril 2013

5


ENTREVISTA Leo Voigt: “Obras como esta demonstram que o caminho é cada vez ENTREVISTA e na consciência mais curto para chegarmos lá, na sustentabilidade de mútua dependência”.

Léo Voigt, 53 anos, natural de Porto Alegre e Coordenador do Instituto Vonpar.

Natural de Porto Alegre, Sociólogo e Mestre em Ciência Política, Leo Voigt foi também Presidente da Cruz Vermelha Brasileira/ RS, Diretor da Fundação Maurício Sirotsky e Presidente do GIFE - Grupo de Institutos, Fundações e Empresas. Coordenou a Política de Proteção à Infância na Prefeitura Municipal de Porto Alegre de 2005 a 2007 e desde então, Coordena o Instituto Vonpar, que atua com a gestão de resíduos e inclusão produtiva. Voigt fala para a GA da Rodovia do Parque sobre os desafios do DNIT na implementação da Gestão Ambiental, e em especial, do atendimento prestado às 599 famílias da Vila do Dique, em Canoas, pelo Programa de Reassentamento Populacional.

GA: O que você acha do encaminhamento do DNIT- órgão do Governo Federal responsável pela construção de estradas e seu envolvimento no processo de reassentamento das 599 famílias da Vila do Dique? Leo Voigt: A política de mitigar os impactos ambientais, urbanísticos e sociais está em consonância com os novos paradigmas éticos da proteção e dos direitos, no Brasil e no mundo. Adotando este compromisso, elevam a responsabilidade social de todo órgão ou autoridade pública que o implementa. No caso do DNIT e da BR 448 este processo foi elevado ao um novo paradigma de atenção, zelo e proteção, oferencendo às famílias impactadas pela rodovia não uma ameaça ou eventual desconforto, senão uma oportunidade. Ao cuidar, os entes públicos e privados envolvidos com a BR estão dando a estas famílias acessos e promovendo cambios que transformam, positivamente, a vida daqueles que souberem bem aproveitar a oportunidade. Na verdade, me parece que em vez de impacto, temos é uma promoção humana: um up grade. GA: E em especial, como você vê o tratamento dispensado aos recicladores da Vila do Dique com a construção de um galpão de reciclagem na Vila de Passagem? Leo Voigt: Esta população nunca teve a oportunidade de ser cuidada ao logo do seu desenvolvimento. Logo, a maior parte não sabe se cuidar. Nossa experiência com catadores e pessoas em alta vulnerabilidade social demonstra que, recebendo um cuidado por, pelo menos, 2 anos, grande parte dos adultos apreende a se cuidar. Com isto, promove-se uma transformação a partir da produção. É isto que a unidade de Triagem de Resíduos Pós Consumo está promovendo: uma oportunidade de mudança de renda que impacta toda a vida. Quando os adultos conseguem cuidar de si, tornam-se especialmente capazes de cuidar dos seus. GA: A doação do Instituto Vonpar de equipamento ao Galpão de Reciclagem colabora diariamente com a melhoria de renda e de vida de 30 famílias que de forma

6

digna garantem seu sustento e deixam o trabalho informal para trás, atuando de forma cooperativada. O que você tem a dizer sobre este processo vivido pelas famílias e a participação do Instituto para esta mudança? Leo Voigt: O Instituto Vonpar recebeu o convite da prefeitura de Canoas para apoiar neste processo. Como é nossa vocação, aceitamos participar e ingressamos com um pequeno financiamento não reembolsável para instalação da tão desejada prensa dos materiais. Nós estamos realizando nossa missão. O DNIT e as empresas da construção estão mitigando os impactos de tão grande obra. A Prefeitura Municipal está aproveitando para viabiliazar um conjunto de esforços em torno de populações que nunca antes haviam se beneficiado, continuadamente, de uma política pública. Não apenas o Estado de bem estar se apresenta, talvez pela primeira vez, perante eles mas também a um conjuto de parceiros privados se somam para promover o desenvolvimento para todos na região. Talvez antes estas famílias só conheciam o estado através da políticia e do SUS. GA: Na construção da Rodovia do Parque há o cumprimento de políticas de proteção ambiental que beneficiam as comunidades envolvidas direta e indiretamente, implementado por meio de 22 programas socioambientais num esforço constante de uma equipe multidisciplinar de Gestão Ambiental. Como este trabalho contribui para uma compreensão de que o planeta funciona como um sistema onde todos os elementos estão entrelaçados e precisam caminhar juntos para a busca da sustentabilidade? Leo Voigt: Este é nosso desafio no presente e perante o futuro. Fazer com que as leis, as intenções e esforços como estes façam sentido para todos e despertem compromissos recíprocos. Isto ainda é um desafio. Mas obras como esta demonstram que o caminho é cada vez mais curto para chegarmos lá, na sustentabilidade e na consciência de mútua dependência. Um Novo Caminho. Uma Nova Vida


O FOTÓGRAFO É VOCÊ

A Técnica Ambiental, Andressa Facin, durante o trabalho de supervisão, captou a imagem de um rolo compactador vibratório para asfalto em atividade no Lote 2 da BR-448.

Envie sua foto para o e-mail educombr448@stesa.com.br e participe da coluna O Fotógrafo é Você.

GLOSSÁRIO

NOTÍCIAS CURTAS

Aceiro – prática utilizada por bombeiros e agricultores no combate e prevenção de incêndios florestais. Consiste numa faixa de terra aberta em volta da área que está sendo queimada ou que se quer proteger, mantida livre de vegetação, com capina ou poda, a qual impede a invasão do fogo.

PARCERIA - Cerca de 500 crianças que residem na Vila de Passagem e no Loteamento Canoas Minha Terra II, em Canoas, tiveram uma Páscoa mais doce com a parceria entre o DNIT/RS e a Vonpar Alimentos. Com kits contendo chocolates e balas as crianças comemoraram a data.

Antrópico – resultado das atividades humanas no meio ambiente.

AGRADECIMENTO - Depois de mais de seis me-

Assoreamento – processo em que lagos, rios, baías e estuários vão sendo aterrados pelos solos e outros sedimentos neles depositados pelas águas das enxurradas, ou por outros processos. Biosfera – sistema único formado pela atmosfera (troposfera), crosta terrestre (litosfera), água (hidrosfera) e mais todas as formas de vida. É o conjunto de todos os ecossistemas do planeta. Compostagem – técnica de elaborar mistura fermentada de restos de seres vivos, muita rica em húmus e microorganismos, que sirva para, uma vez aplicada ao solo, melhorar a sua fertilidade. Dano ambiental – qualquer alteração provocada por intervenção antrópica.

ses abrigando os móveis excedentes das famílias oriundas da Vila do Dique e beneficiadas pelo Programa de Reassentamento Populacional da BR-448 e reassentadas provisoriamente para a Vila de Passagem, em Canoas, a Equipe de Gestão Ambiental agradece o apoio e parceria da Empresa Colmeia Containers, que retirou no dia 18/04, um container que cumpria a função de resguardar o mobiliário até o momento da mudança das famílias para as moradias definitivas. COMUNICAÇÃO SOCIAL - A equipe do Programa de Comunicação Social das BR’s 448, 116 e 392 divulgou o trabalho executado pelos Programas de Monitoramento da Qualidade da Água nos empreendimentos, em comemoração ao Dia Mundial da Água, celebrado no dia 22/03 com notícia especial destacando as ações ambientais desempenhadas pelo DNIT nesse sentido.

Leia mais no site: www.rodoviadoparque.com.br

Boletim Abril 2013

7


BOLETIM 33 abril 2013

Mercado Público prorroga exposição do DNIT

A auxiliar de cozinha Elaine acredita na reciclagem

A Mostra ocupa espaço privilegiado no Mercado Público da capital

O sociólogo Irio propõe que a sociedade encontre soluções para a problemática do descarte dos resíduos

Instalada entre as referências do Mercado Público de Porto Alegre, os tradicionais e famosos Restaurante Gambrinus e a Banca 40, a exposição “Que árvore você quer para o futuro? Não faça do lixo a semente” ocupa até o dia 11/05, espaço privilegiado no Centro Histórico da Capital. Impactando os visitantes e frequentadores do local, a Mostra traz a polêmica do descarte irregular de lixo nas rodovias, em forma de árvores temáticas de lixo e fotografias com imagens de locais da região metropolitana utilizados de forma inadequada para o rejeito de resíduos. Para o sociólogo, Irio Conti, 51 anos, a exposição é um paradoxo. “Agressiva, mas bonita. Uma coisa é

a qualidade estética das fotos e a outra é a realidade que chama por soluções”, observa. Enquanto preparava as mesas para receber os clientes do Restaurante Gambrinus, a auxiliar de cozinha, Elaine Correia, 53 anos, comentou “Hoje cedo cheguei e visitei a exposição. É muita criatividade e mostra tudo o que vemos jogado nas ruas e poderia ser reutilizado”. A Instalação que estava prevista para permanecer no local até o dia 06/05 foi prorrogada para o dia 11/05, pode ser vista no Térreo do 1º andar - Mercado Público Central - Centro Histórico. Porto Alegre - RS, de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 19h30min e nos sábados das 7h30min às 18h30min.

Confira os próximos locais para visitação: 13 a 26/05 - Estação Mercado da Trensurb - Porto Alegre 27 a 31/05 - Colégio Farroupilha - Rua Carlos Huber -bairro Três Figueiras , 425 - Porto Alegre 03 a 07/06 - Unisinos - Centro 6 e de 08 a 15/06 - Biblioteca - São Leopoldo 17 a 27/06 - Ulbra - Rua Dona Laura, 1020 - bairro Rio Branco - Porto Alegre

Boletim 33 BR-448/Rodovia do Parque Abril de 2013  

Boletim 33 BR-448/Rodovia do Parque Abril de 2013