Issuu on Google+

VISITE O PORTAL: WWW.SPJORNAL.COM.BR

Tempo de Pêssego

QUARTA-FEIRA, 30 DE NOVEMBRO DE 2016

Tártaro em cachorros

Brasil é o 13º maior produtor do mundo

Veja matéria sobre importância dos cuidados

PÁG. 5

PÁG. 4

editorial

ACESSE NOSSO PORTAL | WWW.SPJORNAL.COM.BR

Pepsi anuncia redução de açúcar

Divulgação

ANO XVII - Nº 202 - SÃO PAULO, 30 DE NOVEMBRO DE 2016

PÁG. 5

Inaugurada pista de skate na Mooca Novo espaço é destinado à prática das modalidades de skate, patins, Cross e Hardcore Sitting Leia a matéria completa com endereço e horário de funcionamento na página 7.

1


2 editorial

QUARTA-FEIRA, 30 DE NOVEMBRO DE 2016

EDITORIAL NOSSAS MANHÃS DE LAVA-JATO!

ANO XVII - Edição nº 202 São Paulo, 30 de novembro de 2016 Editor responsável SP Grupo Antonio Gelfusa Junior MTb 60054/SP Fundador SP Jornal Eurico Vieira Campos (In Memoriam) Fundador Jornal de Vila Carrão e Jornal de Vila Formosa Antonio Gelfusa Coord. comercial Renata Maria Gomes Assistente de Marketing Rafael Lacorte Sebastião Assistente de Produção Julio Gomes Domingos Publicidade Sandra Catelli Colaboradores Michele Pisani, José Garcia Telles Junior, Rita Zuini, Ismael Lima, Luana Delatin Leonel e Silvio Jasevicius. Circulação Tatuapé, Jardim Anália Franco, Vila Formosa, Vila Carrão, Aricanduva, São Mateus, Mooca, Belém, Pari, Vila Prudente, Água Rasa, Vila Diva, Sapopemba e adjacências. Órgãos públicos, Judiciário, Associações, Clubes de serviços e pontos comerciais. Redação Rua Dulce, 552 Vila Carrão, São Paulo - SP CEP 03427-040 Telefone: (11) 2129-8591 WhatsApp da Redação: (11) 97259-0518 E-mail: redacao@spjornal.com.br Site: www.spjornal.com.br Jornais do SP Grupo

Autoria e reprodução Não nos responsabilizamos pelas ideias e opiniões editadas em matérias assinadas e anúncios. É permitida a reprodução de conteúdos exclusivos do SP Grupo de Jornais quando citada a fonte. Marca registrada INPI nº 905.499.514.

Acesse nosso site pelo QR Code acima!

TWITTER @spgrupojornais FACEBOOK sp grupo de jornais YOUTUBE sp grupo de jornais WHATSAPP (11) 97259-0518 INSTAGRAM @spgrupodejornais ISSUU issuu.com/spgrupo

De um tempo para cá as manhãs do brasileiro têm sido impactantes e inovadoras. A lava-jato, operação da polícia federal brasileira que investiga casos de corrupção, vem fazendo um verdadeiro “inferno” na vida de políticos conhecidos. Nos últimos meses figurões como o senador Delcídio Amaral, o ex-presidente da Câmara dos Deputados – Eduardo Cunha e mais recentemente os ex-governadores do Rio de Janeiro – Anthony Garotinho e Sérgio Cabral, foram parar atrás das grades. Isso sem falar de ex-ministros e políticos como José Dirceu, José Genoíno e Antonio Palocci. Também foram presos o empreiteiro Marcelo Odebrecht, o empresário José Carlos Bumlai e o doleiro Alberto Youssef – este último há 3 anos. Todos agora figuram no hall da corrupção da história recente do país. Também houve condução coercitiva. Pouco antes do impeachment de Dilma Roussef, o ex-presidente Lula, que virou réu na operação, foi levado para prestar esclarecimentos à PF. Os exemplos acima são apenas pontuais perto da quantidade de pessoas que foram detidas nas mais de 36 fases da operação que tem se tornado símbolo do combate à corrupção. Porém, o que mais chama atenção, é que no Brasil sempre pairou a cultura da impunidade. Sem dúvidas o que temos assistido nos últimos 10 meses tem sido algo transformador. Em nossa história sempre soubemos que empreiteiro, empresário,

político e gente rica em geral dificilmente eram punidos. Entretanto, por conta de um trabalho incansável por parte dos procuradores da república, policiais federais e ministério público em si, podemos observar justamente o contrário e o inédito passou a fazer parte de nossa rotina. Não importa se o político é graúdo ou “peixe pequeno”. O fato é que a liberdade que estes profissionais tem tido para trabalhar de 10 anos para cá ajudou a originar uma das maiores operações investigativas da história mundial. E, por ironia do destino, quem ajudou a polícia federal a ter mais liberdade e robustez administrativa foi justamente Lula em sua gestão de 2003 a 2010. Muito conhecida na Itália, a operação mãos limpas (Mani Pulite) que prendeu mafiosos e corruptos do país também inspirou os trabalhos do juiz Sergio Moro que não está sozinho neste processo. Os procuradores Deltan Dallagnol, Carlos Fernando dos Santos Lima, Roberto Henrique Pozzobon, entre outros, fazem parte de uma equipe que tem enfrentado todos os dias grandes adversidades com o único objetivo de contribuir para que o país possa ser “passado a limpo”. Se por um lado o brasileiro sofre com a crise, por outro, tem um sentimento positivo de ver que os crimes do “colarinho branco” podem estar com os dias contados. Nunca o início de um novo dia tem sido tão esperado. Que venha a próxima manhã de lava-jato! Antonio Gelfusa Junior

O Uber não afetará apenas o taxista Professor, você sabia que a economia disruptiva, que hoje é representada pelo Uber, mas que tem outros ícones como Netflix, Spotify e Airbnb, logo chegará à sala de aula? E o que você vai fazer? Reclamar, brigar e xingar? Proteger seu mercado de aulas tradicionais, exigindo que seus alunos continuem sentados em carteiras, um atrás do outro, ouvido sua aula expositiva, cujo conteúdo está todo na internet? O mercado de educação sofrerá uma grande transformação nos próximos anos e você tem que estar preparado para ela. O mais importante é compreender que a tecnologia disruptiva não é um inimigo, mas um aliado. Vamos analisar o caso do Uber: quando foi lançado, em San Francisco, o mercado de taxis era de U$ 200 milhões. Com a entrada do Uber, o mercado de taxis caiu para U$ 100 milhões. Mas se somarmos Uber e taxis, esse mercado atingiu U$ 1 bilhão. O mercado de transporte de passageiros cresceu cinco vezes, o trânsito melhorou, pois a população deixou o carro em casa, a poluição diminuiu e a cidade arrecadou mais impostos. Em vez de lutar contra novas tecnologias, enxergue como você pode se adaptar e tirar vantagens desta evolução. O mais incrível é que o Uber não tem nenhum carro, o Netflix não tem nenhum canal de televisão e o Airbnb não tem nenhum hotel e todos já faturam mais que seus maiores concorrentes tradicionais. Professor, você ainda acha que a economia disruptiva não vai afetar o seu trabalho? Nós estamos na era da

informação, mas o homem já passou por duas fases, anteriormente: a fase da agricultura, em que o poder e o dinheiro estavam com quem tinha terra, e a revolução industrial, na qual o poder e dinheiro estavam com quem tinha máquinas e produção em escala. Na fase da Informação, o poder e dinheiro passaram de quem detinha informação (Portais na internet), para quem distribuía a informação (Google, Facebook) - e agora está com quem usa a informação para transformar pessoas. O que um professor faz? Ele transforma as pessoas com o conhecimento. Portanto, você está no lugar certo, na hora certa. Nesta nova fase, o indivíduo tem mais poder que as empresas. As pessoas podem assistir ao filme que desejam, na hora que quiserem e sem propaganda. Se você tem um quarto sobrando na sua casa, pode alugá-lo e concorrer com grandes redes hoteleiras. Hoje, o professor pode dar aula sem ter vínculo com uma escola ou universidade. Diferente da revolução agrícola e da revolução industrial, em que as pessoas eram praticamente escravas, na economia disruptiva a força está no individuo. Só que se você ficar preso a modelos tradicionais, dando as mesmas aulas presenciais, com as mesmas metodologias, logo estará como os taxistas defendendo seu negócio sem perceber as oportunidades muito maiores que estão do outro lado. De que lado você quer ficar? Manter seu status e continuar fazendo o que sempre fez por ser mais cômodo ou encarar esta revolução e participar dela? Pense nisso.

* Ronaldo Hofmeister, é diretor do Núcleo de Ciências Biológicas e da Saúde da Universidade Positivo.

DESAPARECIDO

Se você tiver alguma informação vá diretamente a uma delegacia!

WILLIAN SARMENTO PEREIRA Data de nascimento: 31/12/1999 Data do desaparecimento: 02/05/2012 UF: RJ Município: Rio de Janeiro

www.desaparecidos.gov.br

VISITE O PORTAL: WWW.SPJORNAL.COM.BR

1ª corrida na zona leste será em prol do Benção de Paz Bairro vai receber evento beneficente Divulgação

ASSOCIAÇÃO CONTA COM expectativa de 5 mil participantes para ajudar na manutenção de obras sociais. DA REDAÇÃO COMENTE ESTA NOTÍCIA

redacao@spjornal.com.br

Organizado pelo Rotary Vila Carrão, Colégio Santa Marina e Batalha Fit Academia e com apoio da Prefeitura da Cidade de São Paulo, a 1ª corrida beneficente em prol da Associação Benção de Paz tem como objetivo engajar o público da

região em prol da causa das crianças e adolescentes carentes do projeto José de Anchieta, além de arrecadar fundos para as necessidades da associação. Segundo a organização do evento, o público estimado é de 4 a 5 mil participantes. O Projeto José de Anchieta promove a inclusão social e atende 150 jovens da comunida-

de, que participam de atividades extra curriculares, sempre com o objetivo de integrá-los à sociedade atual. O evento, que tem como padrinhos os judocas Charles e Gabriela Chibana, contará com três modalidades: caminhada de 3 km, corrida de 5 km e corrida de 10 km, masculino e feminino. A inscrição terá o valor de R$ 50.

Homenagem à Ayrton Senna Entre os dias 20 de outubro e 15 de novembro, o Shopping Anália Franco abriga estátua que integrará, em novembro, o primeiro a céu aberto do mundo em homenagem à Ayrton Senna e sua trajetória na Fórmula 1. O projeto é assinado pela BB Editora e o Instituto Ayrton Sen-

na, em comemoração aos 25 anos da conquista do tricampeonato mundial de Fórmula 1 do ídolo brasileiro. O museu ficará permanentemente no Autódromo de Interlagos e contará com 11 esculturas, assinadas pelo artista Rafael Sanches, que retratarão momen-

tos especiais de Ayrton Senna nesta categoria automobilística. A peça exibida no Shopping Anália Franco faz parte deste acervo e conta com 1,80m de altura. O frequentador do shopping que quiser registrar este momento, pode conhecer a peça no Piso Lírio.

Show da Luna na Mooca Um Natal exclusivo e inédito em São Paulo já chegou aos corredores do Mooca Plaza Shopping. O empreendimento explora a curiosidade infantil com o fenômeno O Show Da Luna, para comemorar o momento mais festivo do ano com as famílias paulistanas. Um grande espaço na Praça de Eventos traz

diversas atividades infantis que são realizadas em meio a um cenário de muita cor e brilho. Entre festões, luzes, presentes e árvores de Natal, as crianças podem curtir um playground tematizado com a Luna, seu irmão Júpiter e o furão de estimação Cláudio, em um cenário lúdico que faz referência a

episódios do desenho animado, e descobrir respostas para os diversos porquês que os afligem. Em dois espaços para brincadeiras, um gratuito e um pago, os pais podem registrar seus filhos vivendo esses momentos de encantamento e aventura com suas próprias câmeras e telefones celulares.

Rap de aluno da zona leste vence O rap “Primeiro Passo”, escrito por Nathan Pereira da Silva da E.E. Deputado Silva Prado, é a música vencedora do concurso Vozes pela Igualdade de Gênero, organizado pelo Ministério Público do Estado de São Paulo e a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. A lista com os três primeiros colocados (veja abaixo)

foi divulgada nesta sexta-feira (25). A premiação, com direito a show ao vivo, está marcada para 5 de dezembro, durante a campanha dos 16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra a Mulher. Para compor o rap, Nathan teve ajuda da técnica e professora de Língua Portuguesa, Cristiane Macário de Lima. Na letra, a cultura

do machismo e o patriarcado são apontados como hábitos que persistem na sociedade e reforçam o preconceito contra as mulheres (“O preconceito é real / É pra quem der e vier / Quando tem batida de carro / Alguém grita: tinha que ser mulher”). A música será gravada em estúdio pelo produtor Rick Bonadio, jurado do programa XFactor.

Espetáculo de rua na Abel Ferreira No domingo, 27 de novembro, às 11h, na Av. Vereador Abel Ferreira, na Vila Regente Feijó, a supervisão de cultura da Subprefeitura Mooca apresentou o espetáculo de rua “A Saga de Don Quixote e Sancho Pança”. A produção da Cia. da M.A.T.I.L.D.E., com os atores Lincoln Joaquim, Marcelo Guedes e direção de Erike Busoni foi apresentada como parte integrante do Programa Rua Aberta da Subprefeitura Mooca, que ainda teve uma exposição com cerca de 300 carros antigos, promovida pela

Associação dos Proprietários de Veículos Antigos do Estado de São Paulo – A.P.V.A.E.S.P, além barracas de artesanato, alimentação, antiguidades e miniaturas. Com humor típico da comédia pastelão e da linguagem de palhaço, a peça resgata as andanças do engenhoso Dom Quixote e de seu simplório escudeiro, Sancho Pança, como se ambos tivessem acabado de saltar das páginas do livro e viessem convidar o público para viver as suas mais desvairadas aventuras. Inspirado na obra de Miguel

de Cervantes, espetáculo acontece como um inesperado musical a céu aberto e é diversão garantida para todos os públicos. Com duração entre 40 a 50 minutos. E é diversão garantida para todas as idades. “É uma peça com muita música, palhaças e interatividade com o público. Já fizemos algumas primeiras apresentações em ruas e praças e a recepção da plateia é muito boa”, comenta o ator Marcelo Guedes, que interpreta Dom Quixote. “Muita gente conhece estes personagens, ou pelo menos já ouviu falar sobre eles.


VISITE O PORTAL: WWW.SPJORNAL.COM.BR

QUARTA-FEIRA, 30 DE NOVEMBRO DE 2016

publicidade

3


4 saúde

QUARTA-FEIRA, 30 DE NOVEMBRO DE 2016

VISITE O PORTAL: WWW.SPJORNAL.COM.BR

Qual a melhor ração?

Vacinas obrigatórias

No momento de apontar e decidir as melhores rações para cães e gatos, o parâmetro é muito simples: a melhor ração é aquela que oferece a maior quantidade de nutrientes e qualidade para a dieta do seu pet. Peça auxílio a um veterinário.

As vacinas V8 ou V10 devem ser refeitas anualmente. Converse com o veterinário e verifique se a carteirinha de vacinação do seu cachorro está em dia. Fique atento e demonstre seu amor cuidando dele.

Feira de animais. O Shopping Anália Franco promoveu, no dia 5 de novembro, o Evento de Adoção de Cães e Gatos. Em parceria com o Instituto Luisa Mell, a ação gratuita aconteceu no estacionamento externo do empreendimento, e contou com a presença da ativista.

PETS

85% de cães e gatos têm tártaro

Limpeza diária combate as placas bacterianas e previne doenças DA REDAÇÃO COMENTE ESTA NOTÍCIA

redacao@spjornal.com.br

O médico veterinário e especialista em odontologia do Grupo Vet Popular, Thiago Prescinotto, explica que a simples higienização evita problemas bucais, entretanto é importante que os donos dos pets realizem a limpeza de forma adequada e leve os seus animais aos veterinários regularmente, pelo menos uma vez por ano. O especialista ressalta que não devem ser usados nada de humano, já que no mercado pet existem escovas com cerdas mais suaves e especialmente anguladas, além de cremes dentais exclusivos para cachorros com sabores agradáveis como frango ou carne. “A escovação inicial é como um adestramento, o dono deve se habituar a ir aos poucos, pode começar com dedo, por exemplo, depois com uma dedeira, até

chegar à escova de fato.”, ensina. “Com a escovação combatemos as placas bacterianas, evitamos o mau hálito, doenças na gengiva e a queda de dentes, além de infecções graves que podem se espalhar causando risco de vida.”, afirma Prescinotto. O médico veterinário alerta que a principal doença causada pelo tártaro é a periodontal, e os primeiros sinais são mau hálito e inflamação da gengiva, já na fase mais avançada acontece a destruição óssea e a perda dos dentes. “Procurar um especialista ao perceber algo de errado como mau hálito e inflamação da gengiva é imprescindível para que a doença não evolua e chegue a um estágio irreversível, já que a bactéria presente no tártaro destrói os dentes.” reforça. Outra informação importante, segundo Prescinotto, é que a doença grave na boca prejudica outros órgãos levando inclusive a diminuição

Divulgação

do tempo vida dos animais. “Por isso é importante que os donos de cães e gatos realizem a escovação uma vez ao dia, prevenindo problemas bucais”, finaliza o especialista em odontologia veterinária. Sobre o Grupo Vet Popular O Grupo Vet Popular iniciou suas atividades em 2008 com sua primeira unidade do Hospital Veterinário Vet Popular na Av. Conselheiro Carrão. Esta unidade é a primeira na característica de hospital 24h a preços populares da zona leste de São Paulo. Após seis anos o Grupo inaugurou, ao lado do primeiro hospital, um Centro de Diagnósticos para exames gerais em pets. Em 2015, com a abertura da segunda unidade do hospital na zona norte, o grupo passou a expandir suas ações para outras regiões da cidade.

ASSIM COMO OS HUMANOS, a higienização da boca e a escovação dos dentes dos cães e gatos devem ser diárias.


VISITE O PORTAL: WWW.SPJORNAL.COM.BR

QUARTA-FEIRA, 30 DE NOVEMBRO DE 2016

Abacate é saudável e gostoso

Doação no Anália Franco

Óleo de abacate é rico em nutrientes mantém suas propriedades mesmo em altas temperaturas. Segundo a nutricionista do Oba Hortifruti, Letícia Amaral, por não perder suas características quando aquecido é considerado um dos óleos mais saudáveis que existe.

O Projeto Grandes Encontros, realizado pelo Shopping Anália Franco, arrecadou mais de 1 tonelada de alimentos não perecíveis e lenços que foram doados para a campanha Outubro Rosa.

GASTRONOMIA

gastronomia

5

Redução de açúcar. A PepsiCo anunciou que reduzirá no mundo todo a quantidade de açúcares na Pepsi e de gorduras saturadas e sal em suas comidas, em um momento em que circulam propostas de taxar bebidas com muito açúcar a fim de prevenir a obesidade.

É tempo do delicioso pêssego paulista

Brasil é o 13º maior produtor da fruta no mundo DA REDAÇÃO COMENTE ESTA NOTÍCIA

redacao@spjornal.com.br

Os pêssegos selvagens, pequenos e amargos, foram descobertos e primeiro cultivados pelos chineses, dez séculos antes de Cristo, 36 séculos atrás. Os agricultores chineses, através de seleção e cruzamento – melhoramento genético - transformaram o pêssego numa fruta saborosa, graúda, suculenta e colorida. O pêssego se tornou um produto comercial valioso e símbolo de imortalidade na China. Os pêssegos se espalharam pela Ásia, encontraram na Pérsia (Irã) um clima excepcional e chegaram ao Mediterrâneo 140 anos antes de Cristo, onde foram cultivados nos pomares romanos. Hoje o pêssego está espalhado por todo o mundo. O último registro da FAO, órgão da ONU que trata da agricultura e da alimentação, mostra uma produção mundial de pêssego de

22 milhões de toneladas em 2013, por 81 diferentes países. O maior país produtor é a China, com 55% do volume, seguido pela Itália, Espanha, Estados Unidos, Grécia, Turquia, Irã. Chile, Argentina, Egito, Índia, França e Brasil. O Brasil é o 13º maior produtor de pêssego do mundo, com 1% de participação. O pêssego é do grupo das frutas de caroço como a nectarina, a ameixa e o damasco. O pêssego é uma fruta muito sazonal, que produz somente em alguns meses do ano. A melhor época de produção varia com região. O plantio em diferentes regiões brasileiras e a importação abastecem a CEAGESP. O pêssego é uma planta de clima frio. Ele precisa de um certo número de horas abaixo de 7,2º C para florescer e completar a formação de suas gemas vegetativas e floríferas. A necessidade de horas de frio depende da variedade e pode ir de 100 a 1000 horas. Variedades especiais foram desenvolvidas para os fruticulto-

res paulistas pelos pesquisadores do Instituto Agronômico e pela pesquisadora da EMBRAPA Dra. Maria do Carmo Bassols Raseira, que permitem a produção em climas mais quentes. A diversidade das variedades é imensa. Temos pêssegos alongados, arredondados e achatados, com ou sem bico, com polpa branca ou amarela, caroço solto, preso ou semi preso, fundente e crocante, casca creme, vermelha, arroxeada ou amarela, sabor mais doce ou mais ácido, graúdo, médio ou miúdo. Você pode conhecer um pouco mais sobre pêssego e suas variedades em www.hortiescolha. com.br em Hortipedia. O IBGE registrou a produção de 216 mil toneladas de pêssego em 2015, por 6 estados: 60% no Rio Grande do Sul, 17% em São Paulo, 9% em Santa Catarina, no Paraná e menos que 1% no Espírito Santo e no Rio de Janeiro. A maior parte da produção gaúcha vai para a indústria.

Divulgação

APROVEITE, É TEMPO DE PÊSSEGO; procure o pêssego maduro pronto para comer e com identificação do produtor.


6

publicidade

QUARTA-FEIRA, 30 DE NOVEMBRO DE 2016

VISITE O PORTAL: WWW.SPJORNAL.COM.BR


QUARTA-FEIRA, 30 DE NOVEMBRO DE 2016

VISITE O PORTAL: WWW.SPJORNAL.COM.BR

Papai Noel de Itaquera

Brinde no Tatuapé

O Shopping Metrô Itaquera recebeu o Papai Noel no feriado de 15 de novembro para inauguração da decoração de Natal. Ele chegou de trenzinho, passeou pelo bairro de Itaquera e depois seguiu para o shopping.

O Complexo Tatuapé realiza promoção com a dinâmica “comprou, ganhou” para o Natal. A cada R$ 350 em compras, cumulativas, o cliente poderá trocar suas notas fiscais por uma bolsa térmica exclusiva.

ESPECIAL

especial 7

Campanha prorrogada. A campanha “Corinthians é Preto e Branco, Outubro Rosa” realizou mais de 600 atendimentos no estádio do clube. Devido ao grande número de mulheres interessadas em realizar os exames de mamografia e ultrassonografia gratuitamente, a campanha foi prorrogada e aconteceu até 4/11.

Mooca ganha Pista de Esportes Radicais Munícipes poderão praticar as atividades em espaço criado RITA ZUINI COMENTE ESTA NOTÍCIA

redacao@spjornal.com.br

No sábado, dia 26 de novembro, os adeptos dos esportes radicais sob rodas ganharam um novo e estruturado espaço para a prática das modalidades de skate, patins, Cross e Hardcore Sitting (cadeira de roda) na região. Atendendo o interesse da população juvenil e atenta ao desenvolvimento e melhoria dos aparelhos públicos voltados ao esporte para a juventude do bairro, a subprefeitura da Mooca construiu uma pista de skate dentro do Clube Escola Mooca, na Rua Taquari, 549. A estrutura teve um custo de R$ 404.793,31 mil, tem cerca de 1.150 m² e conta com diversos obstáculos sugeridos por praticantes do esporte. Foi construído um Bowl (espécie de piscina) com 267 m² e ao redor uma área da modalidade street, que simula situações encontradas em ruas, como rampas,

corrimões, escadas, entre outras. O complexo conta ainda com obstáculos conhecidos no mundo do skate, como Quarter, Savana com Gap, HIP 45º e Caixotes. A pista é toda de concreto e protegida por guarda corpo metálico. Esportistas com experiência no esporte e em construção de pistas foram ouvidos na elaboração do projeto. Este é o segundo equipamento voltado a pratica de skate e outras modalidades de esportes radicais na Mooca. Hoje já existe uma pista nos baixos do viaduto Alcântara Machado. A Subprefeitura Mooca doou o equipamento ao Clube Escola Mooca que se responsabilizará pelas normas para utilização do novo espaço. Sobre o skate Inicialmente, o objetivo do skate era apenas deslizar sobre o solo. Hoje considerado um esporte radical, devido ao grau de dificuldade das manobras executadas.

O Skate originou-se na Califórnia, surfistas locais queriam fazer do surf um divertimento também nas ruas, onde no começo, o nome da nova diversão era Sidewalk Surf. O Skate daquela época (1960) era muito diferente do que é hoje. Não possuíam nose nem tail, eram apenas uma tábua de madeira com 4 rodinhas. O novo “Surfe no asfalto” contagiou tanto as pessoas, que rapidamente ganhou seu espaço, praticantes e admiradores. Em 1970 o Sidewalk Surf, já conhecido como Skate, sofreu uma revolução, suas rodinhas foram estudas e feitas por um mater ial cha mado u ret a no. Com a ajuda dessas rodinhas, o Skate passou a pesar por volta de 2,5kg. Um grupo de garotos revolucionou ainda mais o Skate. Em 1975, mostraram ao mundo que era possível fazer manobras de Surf sobre o ele.

Divulgação

PISTA É DE CONCRETO e protegida por guarda corpo metálico.


8 publicidade

QUARTA-FEIRA, 30 DE NOVEMBRO DE 2016

VISITE O PORTAL: WWW.SPJORNAL.COM.BR


Edição 202