Issuu on Google+

A hora é Jovens talentos construindo profissões Edição 01 • Ano 2013

agora


2 • A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões

04 10 14 14 16 18

nosso jeito donos do negócio qualidade adoramos desafios obstinação por resultados excepcionais projeto pescar


Editorial

EXPEDIENTE A Hora é Agora – jovens talentos construindo profissões é uma publicação da 12ª turma do Projeto Pescar da Lojas Renner. Coordenação: Recursos Humanos – Sustentabilidade e Instituto Lojas Renner Execução: Disciplina de Português da 12ª turma do Projeto Pescar da Lojas Renner. Projeto gráfico e diagramação:

Desafiando as probabilidades Acho que eu deveria ter uns 10 anos quando parei em frente ao Banrisul e pensei que queria trabalhar ali. Me disseram que para isso, eu deveria

Trabalho voluntário realizado pela R3PB Comunicação | www.r3pb.com.br Redação: Jovens da 12ª turma do Projeto Pescar da

estudar Administração de Empresas. Assim, começou a minha carreira,

Lojas Renner - Amanda Heisler Moraes,

com a certeza de que eu tinha que dar um jeito de estudar.

Andréa dos Santos Glória, Andressa Brum da

Nasci numa família pobre do interior do Rio Grande do Sul, onde todos

Silva, Caroline da Rosa dos Santos,

completavam o primeiro grau e iam trabalhar nas fábricas de calçados.

Daniela Airta Milani Morsch, Desiree Martins da

Mas eu queria diferente, fui atrás e consegui. Com a ajuda de um pas-

Silva, Franciele dos Santos Camargo, Indiane

tor da igreja, fiz o segundo grau e minha primeira formação, que foi

Marisa

em teologia, com bolsas de estudos. Mas segui meu sonho e, depois

Klug, Juliana Santos dos Santos,

de formado, comecei a cursar Administração. Desta vez, quem pagava

Kelvin Viana Dias, Kimberly dos Santos Gules,

era eu. Os convites para trabalhar, nunca faltaram e em 31 anos, nunca fiquei desempregado. Hoje, não só eu pratico a administração, como uma das minhas atribuições é o Projeto Pescar da Lojas Renner. Ou seja, administro um

Campos

Rodrigues, Janaina Duarte

Mariana Soares Martins, Nathália Beatriz Xavier, Tyana Maria da Silva Antunes, Vanessa Camila Correia.

projeto que dá oportunidade para jovens que não teriam essa chance,

Capa:

como um dia eu quase não tive. Assim como eles, eu também fui atrás

Montagem dos jovens da 12ª turma do

de uma maneira de seguir meus estudos, apesar de as probabilidades

Projeto Pescar da Lojas Renner.

irem contra. Eu, assim como essa turma, também batalhei para me tornar uma porcentagem pequena da estatística, aquela que desafia a maioria. A partir de agora, cabe a cada um dar forma para a sua carreira. Para vocês, nem o céu é o limite. Vocês já iniciaram uma jornada que pode

Fotos: Todas fotos dos jovens da 12ª turma do Projeto Pescar da Lojas Renner – Amanda Heisler Moraes, Caroline da Rosa dos Santos,

ser tão ou mais exitosa do que a minha, cabe a cada um de vocês. Meu

Daniela Airta Milani Morsch, Janaina Duarte

conselho é: trabalhe muito e seja espontâneo, não tente ser algo que

Klug,

você não é.

Soares Martins, Tyana Maria da Silva Antunes,

O futuro é de vocês e a hora é agora.

Vanessa Camila Correia, exceto foto da página

Kimberly dos Santos Gules, Mariana

02 - Valmor Behenck e página 03 – Jefferson Jair Kievel

Bernardes.

Diretor Executivo do Instituto Lojas Renner

INSTITUTO LOJAS RENNER NA WEB www.institutolojasrenner.org.br @institutorenner www.youtube.com/institutolojasrenner A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões • 3


José Galló é Diretor-presidente da Lojas Renner 4 • A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões


nosso jeito

Acreditar e dar sempre o seu melhor Por Caroline da Rosa*

Q

uem

diria

que

um

ingredientes que poucas vezes falharão”.

sumidores. A Lojas Renner literalmente

homem do interior que

Essa história parece fantasiosa, mas é

deu a volta no mundo após 1992 com

carregava na bagagem

real e foi escrita por José Galló, hoje líder

todas essas mudanças. A Companhia vem

apenas sonhos de que

de uma das maiores empresas de vare-

crescendo e expandido seus negócios até

no futuro seria o melhor na área de enge-

jo do Brasil, a Lojas Renner. José Galló,

os tempos atuais.

nharia química, faria tantas mudanças

formado em Administração, iniciou sua

Galló é um exemplo de que devemos

para conquistar sua realização pessoal.

carreira de forma incerta estagiando em

fazer o que gostamos e não devemos ter

Esse jovem, recém-aprovado na mais

um supermercado de São Paulo. Depois

medo de mudar. E, acima de tudo, sempre

conceituada universidade do Rio Grande

de algum tempo, já com uma visão dife-

acreditar nos nossos sonhos.

do Sul, mudou o seu rumo ao ler, no

renciada sobre negócios, fundou uma

enunciado de uma prova, a sigla da

loja especializada em móveis em Porto

Escola Politécnica da USP – considera-

Alegre/RS, a qual se tornou loja referên-

da a melhor do país. Medo de arriscar

cia daquela região. Porém, surgiu um con-

talvez nunca tenha sido um problema.

vite de Cristiano Renner, um dos donos da

Mesmo com a vaga na universidade do

Lojas Renner.

Sul, acreditou que ir para São Paulo seria

Mudanças aconteceram com a chegada

a melhor escolha. Porém, após algumas

de Galló. Ele traçou metas para que

aulas, percebeu que não estava feliz. Sem

a empresa crescesse e mudou o foco

saber o que fazer, ele percebeu que a

que a empresa tinha. A Lojas Renner

engenharia não era o que queria.

comercializava de tudo, desde moda casa

Decidiu ir a uma palestra que falava

até vestuário. Ao captar as necessidades

sobre Marketing, uma área diferente

dos clientes, tratou de fazer com que

daquela que de fato iria seguir. Ele ficou

houvesse um atendimento diferenciado

encantado com aquela explosão de infor-

onde o cliente fosse o mais importan-

mações e decidiu que seria um admi-

te, investiu também na qualidade do

nistrador de empresa e que trabalharia

vestuário. Ainda criou o Encantômetro,

no setor de varejo. Era isso que fazia

uma máquina que registra o número de

seus sonhos brilharem. “Não ter medo

clientes “muito satisfeitos”, “satisfeitos”

de arriscar, ter determinação, coragem

ou “insatisfeitos”. Com isso, a qualquer

* Caroline da Rosa, 18 anos, quer se

e acreditar nos próprios sonhos são as

momento, podem ser verificados os pon-

formar em Jornalismo ou Relações

principais ferramentas para a realização

tos que as lojas precisam melhorar. O

Públicas.

pessoal. Amor, entrega e persistência são

Encantômetro facilitou a vida dos con-

Foto: Jefferson Bernardes

A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões • 5


Clarice martins costa atua na área há 30 anos

Paixão por gente é a ferramenta essencial para quem quer trabalhar no RH Por Caroline da Rosa*

Formada em Psicologia, a gaúcha Clarice Martins Costa iniciou a carreira trabalhando com crianças do primário. O convite para trabalhar na Lojas Renner surgiu através de José Galló, diretor-presidente da Companhia, e desde então, há 21 anos, exerce a função de Diretora de Recursos Humanos.

Os motivos que me levaram a escolher o RH foram vários, mas os fatores principais foram a minha paixão por gente e pelo ritmo que o varejo oferece para a área de recursos humanos - aqui eu consigo ver as coisas acontecerem mais rápido. O fato de poder ajudar no crescimento e desenvolvimento das pessoas também influenciou muito a minha escolha. Meu trabalho na Renner é desenvolver pessoas e prepará-las para encarar os desafios da empresa. Dedico parte do meu tempo definindo estratégias e outra parte executando-as. Eu acompanho o trabalho que está sendo feito pelo time, analiso os cronogramas e os projetos que precisam ser realizados. Tenho que ter continuidade em tudo o que faço. A tarefa de um líder é inspirar a equipe para que tudo aconteça e seja feito com qualidade. É uma responsabilidade muito grande, eu lido com 16 mil pessoas e, se cometer algum

6 • A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões


nosso jeito

sigam a ética da organização. Para trabalhar na área de RH é preciso gostar de gente e saber olhar o próximo. Deve também pensar no coletivo, pois isso traz resultados no futuro. Paixão pelo trabalho e por pessoas, ter flexibi-

Meu trabalho na Renner é desenvolver pessoas e prepará-las para encarar os desafios da empresa.”

lidade, ter empatia, ter humildade são

pois quer que ela cresça e gere lucro. A

fatores fundamentais. O perfil técnico

Renner tem muito a oferecer e está em

vem com aprendizagem e tempo.

fase de expansão.

O conselho que daria às pessoas é que

Ter ganho o prêmio de melhor profis-

trabalhem muito, sejam persistentes,

sional de RH do Brasil, em 2013, foi

dedicados e humildes. Devem gostar de

muito gratificante. Meu trabalho foi reco-

gente, realizar com paixão o trabalho,

nhecido e a Renner torna-se referência

ser pacientes e buscar conhecimento no

para outras empresas. Foi uma conquista

mercado. Em qualquer área do RH, você

muito especial.

lida com pessoas, então é preciso zelar

A moda faz uma leitura do que está

pela imagem da empresa e fazer com que

acontecendo na sociedade. Um exem-

os valores corporativos não se percam.

plo seriam os hippies com suas calças

Não deixe as oportunidades escaparem, a

rasgadas e camisas coloridas. Eles eram

vida nos presenteia com várias oportuni-

a ruptura de um comportamento. Ali

dades e devemos agarrar todas elas, pois

possibilitou a liberdade para as mulhe-

o mercado de trabalho é muito competi-

res buscarem seu lugar no mercado de

tivo. Quando você perde as oportunida-

trabalho. A moda faz a leitura do nosso

des, deixa de crescer. Seja dedicado, dê o

estado de espírito.

melhor de si, tenha coragem para trocar,

Meus filhos cresceram ouvindo falar da

mas não fique trocando todo dia. Uma

Lojas Renner, viveram comprando aqui.

erro ou se a empresa não obtiver resulta-

carreira não se constrói de um dia para

Meus filhos não entram na C&A até

dos positivos, pode resultar em milhares

outro, leva tempo. Se você trocar várias

hoje... (risos). No momento em que você

de famílias desamparadas, porque muitas

vezes de emprego, em um curto período

trabalha e conquista as coisas para uma

pessoas dependem desses empregos. É

de tempo, você acaba não adquirindo

vida melhor, você passa a ser exemplo

uma tarefa difícil manter a saúde da

conhecimento. Acaba não deixando um

para os filhos. Eu fui ter carro aos 40 anos

empresa. No ponto de vista financeiro,

legado, porque não encara os desafios

e eles aos 20. Isso é fruto do suor e do

tenho que fazer com que a empresa cres-

na empresa e não tem tempo para, quem

trabalho que tenho.

ça, gere lucro e empregos.

sabe, até mudar de cargo. Para tudo isso,

Os meus sonhos posso afirmar que já

O RH é uma área de apoio, não a ativi-

tempo é essencial. Os jovens são muito

realizei, mas no momento o meu maior

dade fim de uma empresa. Ele auxilia

afoitos, tudo é para ontem. Carreira não

sonho é que meus filhos tenham o

para que o negócio cresça, é o respon-

é assim que se constrói, é feita ano após

sucesso profissional que eu tenho. Quero

sável por trazer pessoas que ajudem a

ano. A vida profissional não é como uma

vê-los ganhando prêmios e sendo reco-

organização e que tenham talento. O RH

escola, você precisa ser resiliente. Você

nhecidos. O sonho de toda mãe é ver o

tem que manter essas pessoas, treiná-las

deve ir atrás de conhecimento e nunca

melhor para seus filhos!

para que desenvolvam e explorem seus

parar de aprender.

potenciais ao máximo. Fora isso, o RH

A Renner se tornou uma empresa de

* Caroline da Rosa, 18 anos, quer se

deve preservar a cultura e os valores da

capital aberto, de ações pulverizadas no

formar em Jornalismo ou Relações

empresa, sendo o guardião para que não

mercado. Isso é um diferencial onde você

Públicas.

sejam corrompidos e para que as pessoas

mesmo acaba sendo o dono da empresa,

Foto: Amanda Heisler Moraes

A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões • 7


nosso jeito

lisiane da silveira

Força de vontade e determinação Conheça a história de duas profissionais que foram atrás de seus sonhos e hoje são realizadas em suas carreiras. Por Desiree Martins*

A

pós passar um ano e meio

de lançar uma linha de produtos com

do novos lançamentos, macrotendências,

morando fora do Brasil,

a marca da

pesquisas de preços, planejamento de

Lisiane da Silveira sabia

lhasse, mas nunca tinha tido a oportuni-

que queria trabalhar com

dade até entrar na Lojas Renner. Quando

comunicação, pois sempre

todos desacreditaram, ela demonstrou

gostou de se comunicar e, antes de qual-

que era possível criar uma marca para

quer coisa, lidar com gente. Na hora da

produtos de beleza evidenciando o nome

inscrição no vestibular não teve dúvidas

da Renner, a Alchemia. “A linha busca

em escolher Relações Públicas. “Os pro-

diferenciação juntamente aos valores da

fissionais da área de comunicação pre-

Companhia, trazendo inovações constan-

cisam gostar de lidar com pessoas, com

tes e muitas novidades”, conta Márcia. O

diversidade de ideias e personalidades

seu maior sonho é que a marca Alchemia

diferentes”, conta Lisiane.

seja desejada, reconhecida e lembrada

Há dois anos na Renner, Lisiane traz valo-

com carinho. A linha Alchemia Bio é o seu

res pessoais para a empresa e gosta da

xodó por ter um cuidado especial com o

sua rotina dinâmica, tornando o traba-

meio ambiente.

lho ainda mais interessante. Um conselho

Formada em farmácia, ela conta que

que ela deixa para os jovens é “gostar

antes de ingressar na faculdade teve

do que faz, gostar de lidar com desafios

muitas dúvidas sobre a carreira que iria

constantes e com pessoas”. Lisiane da

seguir. Pensou em engenharia química,

Silveira é Coordenadora de Comunicação

mas optou por farmácia por gostar da

Interna da Renner, formada em Relações

parte técnica e de desenvolvimento de

Públicas e com Pós em Comunicação.

produtos. Márcia trabalha há dois anos

* Desiree Martins, 18 anos, quer se formar

Já Márcia Grunewaldt, profissional dinâ-

na Renner e ocupa o cargo de Gerente

em Marketing.

mica e realizada, sempre teve o desejo

de Produtos na área de Beleza, realizan-

Foto: Kimberly dos Santos Gules

8 • A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões

empresa na qual traba-

pontos de vendas entre outros.

Os profissionais da área de comunicação precisam gostar de lidar com pessoas, com diversidade de ideias e personalidades diferentes.” (Lisiane da Silveira)


nosso jeito

“Tuas conquistas são proporcionais ao teu grau de dedicação”

Cristiane Almeida de Souza Cé

Por Mariana Martins*

Q

uando somos jovens e estamos

Societário, bastante voltado para o mer-

suporte para o negócio da Companhia,

concluindo o segundo grau, a

cado de capitais e empresas de grande

mas que possui grande interface com

sociedade começa a nos questio-

porte, bem diferenciado das outras áreas

todos os departamentos da Companhia,

nar sobre o que queremos para o futuro,

como Direito Civil e Penal, entre outros.

dando todo respaldo possível para a

mas nem todos têm um objetivo pronto,

“No mundo empresarial estamos sem-

operação, apontando riscos e ajudando

ou certeza do que faremos dali pra frente.

pre lidando com leões, ou seja, estamos

na tomada de decisões”. Desde o início

É nesse momento que surgem as dúvidas,

lidando com pessoas jurídicas, não pre-

na faculdade, Cristiane teve confiança e

as incertezas e, também, as certezas.

cisa haver envolvimento emocional (com

foco naquilo que queria. Usando disso e

Por isso, entrevistamos a Cristiane

o sofrimento das pessoas físicas, como

muita força de vontade, ela se dedicou

Almeida de Souza Cé, formada no curso

lida o Direito de Família, por exemplo).

ao máximo para construir a sua carreira.

de Direito, com especialização em Direito

Diferentemente das outras especializa-

Posso dizer que é um exemplo para quem

Societário, na FGV-SP, para nos relatar

ções, é mais voltado para o fato de acred-

quer seguir no Direito.

um pouco sobre a área e sua carreira

itar e querer defender uma corporação”.

até chegar na Lojas Renner. Ela, que saiu

Cristiane sempre teve muito presente

em busca de seus objetivos e hoje é

essa vontade de trabalhar com grandes

Gerente Geral do Jurídico e Secretária do

empresas.

Conselho Administração da Renner, nos

Sempre envolvida com o setor Jurídico

conta a sua história de vida.

das empresas, Cristiane começou como

Tudo começou quando, com apenas 17

estagiária no Veirano Advogados, um

anos, concluído o Ensino Médio, Cristiane

renomado escritório de advocacia no

decidiu viajar para a Inglaterra pelas

Brasil. Ainda no Veirano, foi morar em

referências que morar fora iriam lhe traz-

São Paulo e fazer especialização por lá,

er. No exterior, ela aproveitou para fazer

trabalhando em outras ações societárias.

o ‘college’ de inglês e artes com foco em

Com mais de quatro anos no escritório,

fotografia. Depois de três anos, quando

recebeu o convite para trabalhar na AES

retornou ao Brasil, o Direito apareceu. Ela

Sul como Gerente Jurídico, onde per-

queria fazer algo onde pudesse negociar

maneceu por 2 anos e 8 meses, até rece-

com as pessoas e fazer uso do inglês,

ber um novo convite da multinacional

língua com a qual já estava familiarizada

Midea Carrier e Kidde South America.

* Mariana Martins, 19 anos. “Sempre fui

e naquele momento também dava aulas.

Novamente, com mais de quatro anos

encantada pelo curso de Direito e, com

Quando iniciou o curso de Direito, tudo

de empresa, foi chamada para trabal-

essa entrevista, minha admiração pela

se confirmou, e, por ser a área que mais

har como Gerente Geral do Jurídico na

profissão cresceu ainda mais”.

se identificava, decidiu seguir o Direito

Lojas Renner. “O Jurídico é um setores de

Foto: Amanda Heisler Moraes

A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões • 9


donos do negócio

AMO MODA Por Vanessa Correia e Indiane Rodrigues*

E

“Não existe profissão melhor ou pior, se tu te dedicares e executares com amor e paixão, ela será a melhor do mundo!”

u amo moda e me interesso por estilo desde

vi que essa não era “mais uma” loja de roupas.

pequena. Sempre gostei muito de inventar e me

Logo que eu entrei na Renner, não havia a área de Estilo, então

lembro de uma vez, quando criança, que eu disse

fui trabalhar no Compras. Muitos diziam que era engraçado eu

para minha mãe que queria muito de presente

gostar tanto de moda e trabalhar em uma área mais administra-

uma bota de “cetim virada”. Era meu aniversário e

tiva, mas eu estava disposta a aprender, queria muito fazer parte

minha mãe andou por tudo, procurou em inúmeros lugares a tal

do corpo de colaboradores da Renner e me empenhei ao máx-

bota e não encontrou. Então ela me perguntou: “Fernanda, aonde

imo. Inclusive, aconteceu algo muito importante nesse período

é que tu viste esta bota que eu não acho em lugar nenhum?”.

de tempo. O diretor de Compras da época me colocou para tra-

Acontece que eu nunca

balhar primeiro na

havia visto a bota, foi

seção de compras

uma ideia que eu tive,

de acessórios mas-

um modelo que eu criei

culinos (meias e

e cismei que queria.

cuecas) e depois

Eu tive algumas dúvi-

na seção de lin-

das na escolha da minha

gerie. Um dia ele

profissão. Sempre gos-

me chamou para

tei muito de crianças

conversar e disse

e de cavalos. Não quis

que havia tomado

fazer veterinária, pois

aquela atitude de

sabia que eu trabalharia

caso pensado, pois

tratando de cães e gatos e eu gostava realmente era de cavalos. Comecei

Fernanda feijó, gerente SêNIOr de estilo

então fazendo psicolo-

se eu tivesse ido direto para a área de moda eu desenvolveria muito bem

gia e, na mesma época, um curso de moda. Depois de um tempo,

o meu papel na empresa, mas não teria aprendido tanto quanto

decidi que queria mesmo era trabalhar com moda, pois esta

eu aprendi trabalhando em outros setores. Sendo assim, ele me

era a minha paixão. Sendo assim, abri uma confecção onde

colocou para trabalhar com uma pessoa que entendia muito de

eu criava biquínis desparceirados, pois eu já percebia há certo

números e relatórios e isso contribuiu para que eu me tornasse

tempo que as pessoas tinham a necessidade de usar a parte de

muito mais completa na minha carreira.

cima do biquíni com tamanho diferente da parte de baixo. Além

Hoje trabalho na área de Estilo captando tendências e desen-

disso, eu auxiliava na produção de desfiles, assessorava outras

volvendo coleções junto a minha equipe. O trabalho em equipe

confecções, fazia mil coisas ligadas à moda, tudo junto do curso

é muito importante e o resultado só acontece se todos fizerem

de psicologia.

o seu papel no grupo, trabalhando em conjunto e com sintonia.

Muitos diziam para eu abrir uma lojinha já que eu gostava de trabalhar com moda, mas eu queria muito mais. Eu queria trabalhar em algo que fosse muito maior e que me trouxesse reconhecimento e realizações como profissional. Num dia qualquer, uma pessoa comentou comigo que trabalhava na Lojas Renner e que estava ocorrendo um processo para Trainees. Me inscrevi e

* Vanessa Camila Correia, 20 anos, e Indiane Marisa Campos

passei no processo. Achei superlegal, pois trabalhei em todos os

Rodrigues, 18 anos, querem ser estilistas.

setores, conheci o encantamento que havia por trás do nome e

Foto: Janaina Duarte Klugz

10 • A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões


donos do negócio

HENRY COSTA

é formado em Administração de Empresas e trabalha há 15 anos na Renner. Hoje é Gerente Geral de Gestão Comercial. comportamentos e no ambiente macro. Todos estes aspectos influenciam e são importantes para quem quer trilhar este caminho. Cite uma experiência profissional marcante.

Profissionais curiosos e antenados

A experiência mais marcante se deu em uma viagem que fiz para a Europa em busca de profissionais que, desanimados com a crise em que seus países se encontravam (Espanha, Portugal e Itália), estavam procurando oportunidades de emprego no Brasil (um país emergente).

Por Kimberly Gules*

Muitos de minha geração saíram do nosso país em busca de oportunidades,

O que faz a área de compras?

sabe tudo, porque o que não deu certo

nos anos 90 e 2000, e pude vivenciar

É uma área estrategicamente importante,

no passado pode dar certo no futuro e

o movimento contrário. Pude constatar

pois define exatamente quais produtos

o que está dando certo agora pode não

na prática essa inversão migratória que

vamos oferecer em cada uma das 200

dar certo amanhã. O profissional tem que

trouxe a reflexão de que o momento

lojas da Renner.

ser muito antenado e entender o que

em que vivemos, hoje com desemprego

está acontecendo, pois o mundo da moda

abaixo dos 5%, é próspero, mas pode

Onde a Renner busca suas tendências de

vive de ciclos. Tem que ver o que estão

acabar. Devemos estar preparados para

moda?

usando nas ruas, o que a moça da novela

crises que de tempos em tempos aconte-

Tudo começa nos desfiles de designers

está vestindo e ter um excelente senso

cem pelo mundo.

consagrados, principalmente europeus e

estético do que é comercial.

norte-americanos, e também com algu-

Como a sua carreira influencia a sua vida

mas referências asiáticas. Hoje é tudo

Quais são as curiosidade da sua área?

pessoal?

muito rápido, é tudo online. Temos sites

O que foi sucesso no passado pode não

Influencia bastante, é difícil de desligar

que nos trazem o que está acontecendo

ser um sucesso no futuro. Trabalhar nas

do trabalho. Na escola dos meus filhos,

no mundo todo como Roma, Milão, Paris e

coleções futuras. Agora temos recente-

nas idas ao shopping, festas e reuniões

Nova York. Também tem a análise de rua

mente nas lojas a coleção de verão

de família... Todos estes momentos são

que é muito importante. A partir de tudo

2013/14, mas já estamos trabalhando

oportunidades para que eu possa ver o

isso nós desenvolvemos um trabalho de

no desenvolvimento dos produtos da

que as pessoas estão vestindo e identifi-

características comuns, os macrotemas.

coleção de 2014/15 sem saber até

car oportunidades. Os valores e a cultura

Identificados esses temas, criamos os

mesmo o que vai dar certo e o que vai

da empresa são tão fortes que acabo

boards, que são painéis que trazem as

dar errado na coleção vigente.

trazendo a mesma essência para os meus

inspirações dos temas, e a partir daí nascem as coleções.

filhos e esposa. Qual conselho você daria para os jovens que estão iniciando nesta profissão?

Quais são as características para um pro-

Estar antenado de forma geral, ler, estar

* Kimberly Gules, 18 anos, quer ser peda-

fissional trabalhar na área de compras?

aberto para artes, conhecer um pouco de

goga.

Tem que ser curioso e não achar que

história geral. Estar ligado nos novos

Foto: Kimberly Gules

A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões • 11


donos do negócio

Uma carreira de sucesso Em 2012, a Lojas Renner, segunda maior loja de varejo de moda do Brasil, trouxe o show da diva Madonna para o delírio dos fãs brasileiros apaixonados pela rainha do pop. Esse foi um dos grandes eventos realizados pela equipe do Marketing Corporativo, liderado pela gerente geral da área, Luciane Franciscone.

Por Daniela Morsch*

E

la esteve à frente de todo o evento e relatou que planejar um show dessa magnitude foi bastante trabalhoso. É necessário muita organização para que tudo fosse perfeito, porém foi

gratificante ver o resultado final, o trabalho pronto, toda dedicação e orgulho da equipe que atuou no projeto. A sua simpatia nos deixou à vontade para conversarmos sobre a história de sua carreira. No início, a orientação de seu pai era para que ela prestasse concurso público ou cursasse a faculdade de informática. Em seu primeiro vestibular, onde seguiu a orientação de seu pai, não obteve sucesso, o que a deixou decepcionada. Não desistiu e então se inscreveu para o vestibular de publicidade e propaganda, no qual foi aprovada. No início da faculdade buscou um estágio na área para aprender na prática como era trabalhar na publicidade. Sua primeira ocupação foi no setor de atendimento em uma agência que prestava serviços para a Renner e, aos 27 anos, foi promovida a diretora de atendimento da agência. No ano de 2012, foi indicada e ganhadora do prêmio Profissionais do Ano, agora como gerente geral do Marketing Corporativo da Renner. Luciane contou que não imaginava ganhar esse prêmio, pois quando trabalhava na agência, as premiações sempre eram ganhas pelos criadores. Contou ainda que só a indicação ao prêmio já a deixou muito feliz, mas ganhar foi muito bom. Ao receber o prêmio, ela não esqueceu de agradecer as primeiras pessoas que lhe deram uma oportunidade de trabalho mesmo sem experiência, e ressalta que isso é essencial para o crescimento na carreira de todos. Sua definição sobre o perfil do profissional de marketing aponta pessoas que sejam curiosas por natureza, com raciocínio rápido e sempre antenadas ao que acontece no mundo. Para terminar nossa entrevista Luciane deixou alguns conselhos para os jovens: sejam humildes, tenham vontade de aprender, tenham coragem de realizar mudanças, façam o que gostam, sejam os melhores no que fazem, superem as expectativas e trilhem uma carreira de sucesso.

* Daniela Morsch, 18 anos, quer ser Engenheira Ambiental . Fotos: Caroline da Rosa

12 • A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões


Daniel Vitola de Vargas, 36 anos, Especialista de Marketing/Web da Lojas Renner, é Formado em Marketing com Pós-Graduação em Marketing Digital.

A mAgiA Por trás dA plAtAFormA onlinE Por Amanda Heisler*

d

likes, compartilhamentos e comentários

dar as pessoas a crescer profissionalmen-

na Dell Computadores, quatro

dos usuários, é possível ter um fee-

te e ajudá-las a alcançar seus objetivos.

anos como Gerente de Vendas

dback imediato. Há um grande cuidado

Sua maior dica é que tenham paciência

Chat Online. Hoje trabalha

com essas imagens, que são feitas em

e que não sejam imediatistas quanto

na Lojas Renner, também no setor de

um estúdio fotográfico por uma agência

ao sucesso, pois acredita que antes do

Marketing. Dentre suas responsabilida-

com um acompanhamento direto de uma

sucesso é preciso muito trabalho e dedi-

des na Renner destacam-se: comunica-

grande equipe, entre eles: um produtor

cação para fazer a diferença. Salienta

ção Web da Lojas Renner (www.lojas-

especializado nos lifestyles da Renner,

também a importância da leitura e do

renner.com.br), aplicativo Mobile, criação

uma analista de Redes Sociais, um produ-

domínio de uma língua estrangeira.

e design dos hotsites (sites adicionais

tor de fotos e com o setor de Estilo.

com conteúdo exclusivo), Mídia Display

De todas as redes sociais, a única

(Editora Abril, Globo.com, ClicRBS, entre

que exige imagens diferenciadas é o

outros) e divulgação de produtos e

Instagram, pois o mesmo exige fotos

campanhas em redes sociais (Facebook,

com certa instantaneidade e naturali-

Twitter, Instagram, entre outras).

dade, motivo pelo qual as fotos não são

Os elogios e críticas recebidos dos clien-

feitas em estúdios fotográficos e sim em

tes, através do Fale Conosco no site da

shoppings como o Barra Shopping Sul e

Renner e através de fotos e imagens

Iguatemi, em Porto Alegre.

publicadas nas redes sociais, são funda-

Daniel aconselha jovens que estão deci-

* Amanda Heisler Moraes, 18 anos, quer

mentais para o crescimento e desenvol-

dindo sobre o futuro e suas carreiras, pois

ser fotógrafa.

vimento do setor. A partir do número de

sua maior realização pessoal é poder aju-

Foto: Mariana Soares Martins

LOJAS RENNER NA WEB

aniel trabalhou por oito anos

www.lojasrenner.com.br

youtube.com/estilorenner

www.estilorenner.com.br

pinterest.com/lojasrenner

facebook.com/lojasrenner

@lojasrenner

@lojas_renner

A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões • 13


qualidade

ajudar alguém sem esperar nada em troca Vanessa Moraes Duarte, formada no curso Técnico em Enfermagem, trabalha há cinco anos na Lojas Renner e é responsável pelo plano de saúde de todos os colaboradores da Companhia.

Por Juliana Santos* O que te levou a escolher essa profissão?

O que mais te marcou na tua carreira?

É saber que posso ajudar alguém. Isso me

Foi um estágio na Santa Casa, em Porto

faz sentir realizada. É muito gratificante

Alegre, onde atendi um paciente com

fazer o que gosto.

diabetes. Ele estava bem debilitado, passando por um momento difícil, mas não

Tivestes dúvidas para escolher a tua

deixava transparecer, apesar dos prob-

profissão? Não, não tive muitas dúvidas

lemas.

É muito gratificante fazer

quando escolhi a minha profissão. Sou

o que gosto”.

muito determinada e isso ajudou.

(Vanessa Morais Duarte)

Que conselho você daria para os jovens? Ter força de vontade, traçar seus objetivos, ir atrás dos seus ideais, mostrar sempre interesse e estar sempre disposto

* Juliana Santos, 19 anos, quer ser enfer-

a aprender.

meira.

adoramos desafios Comunicação Social / Jornalismo

Engenharia Ambiental

Onde encontrar: UFRGS, PUCRS, UniRitter, Ulbra, IPA, Unisc.

Onde encontrar: UFRGS, PUCRS, UniRitter, Ulbra, Unisc.

Duração: 04 anos

Duração: 05 anos

Atuação: Meios de comunicação (jornais, revistas, TVs, rádios,

Atuação: Como consultor, em empresas na área de sustentabili-

internet), em diversos setores de empresas como comunicação

dade ou engenharia, por exemplo, na indústria.

interna e assessoria de imprensa, por exemplo.

Comunicação Social / Relações Públicas

Administração de Empresas

Onde encontrar: UFRGS, PUC, IPA, UniRitter.

Onde encontrar: UFRGS, PUCRS, IPA, Fapa, Anhanguera, UniRitter,

Duração: 04 anos

Unisinos, SENAC, São Judas Tadeu, Dom Bosco, FTEC, IBGEM

Atuação: Em diversos setores de empresas como comunicação

Duração: 04 anos

interna, comunicação corporativa, marketing, em agências de

Atuação: empresas privadas, organizações públicas, setor finan-

comunicação e assessoria de imprensa, organizações públicas e

ceiro, recursos humanos, comércio exterior, sistemas da infor-

do terceiro setor.

mação.

14 • A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões


qualidade

segurança e saúde do trabalho Por Nathália Beatriz*

Rodrigo Aldolfo Barth, Técnico de Segurança do Trabalho, com dois anos de Renner, é um homem com muitos sonhos e experiências na bagagem.

SONHO: Valorização das pessoas para questões relacionadas à segurança do Trabalho, saúde e meio Ambiente”. (Rodrigo Barth)

R

odrigo Barth, em sua trajetó-

de trabalho.

determinadas situações e alterações

ria profissional, teve dúvidas e

Com uma experiência anterior, ele pode

de atividade para a empresa ter um

medos como todo jovem tem,

sentir na pele a necessidade e a impor-

ambiente de trabalha agradável e seguro

mas isso não o impediu de

tância dessa área dentro das empresas.

também fazem parte dos objetivos do

seguir em frente. Soube enfrentá-los e

“Estava realizando uma tarefa e quase

trabalho.

logo escolheu a carreira de Técnico de

sofri um acidente de trabalho dentro de

Ultrapassou medos e dúvidas e focou

Segurança do Trabalho. Na época não

um local fechado, onde o equipamento

em seu sonho para crescer e ser um bom

havia muitos profissionais formados na

de proteção respiratória falhou. Sai do

profissional da área. Hoje faz parte do

área e a procura pela formação era gran-

local um pouco tonto e foi um técnico

time da melhor empresa de varejo de

de. Então ele arriscou.

de segurança quem me atendeu”, disse

moda do Brasil, a Renner.

Como todos os profissionais, iniciou sua

Rodrigo lembrando a situação que pas-

carreira em cargos operacionais, atuou

sou.

como empacotador, pintor de carros e

O técnico de segurança do trabalho tem

almoxarife. Assim foi amadurecendo, sen-

a função de identificar as situações que

tindo a necessidade de crescer e de

possam gerar quaisquer riscos de aci-

buscar mais conhecimentos para que, um

dentes, para a saúde e para o desenvol-

*Nathália Beatriz, 17 anos, quer ser den-

dia, pudesse prevenir e alertar os cola-

vimento de doenças ocupacionais nos

tista e abrir o seu próprio consultório.

boradores sobre os riscos de acidentes

colaboradores. Propor melhorias para

Foto: Amanda Heisler Moraes

A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões • 15


obstinação por resultados excepcionais

ademir pedro muller, gerente de expansão da lojas renner

inovar é nossa meta Por Franciele Camargo e Kelvin Viana*

A

o esperado, optou-se por fechar a loja naquela época. Com isso, retornou para o Rio Grande do Sul, na loja do Praia de Belas. No ano de 2000, foi promovido a Gerente Regional e transferido para São Paulo (SP). Nesta função, respondeu por lojas em vários Estados (GO, DF, PR, por exemplo). Em 2004, a partir de um plano de expansão mais intensivo incluído no planejamento estratégico, foi convidado para ser o responsável pela área de Expansão da Lojas Renner. Ao longo dessa caminhada, as responsabilidades cresceram, mas ele sempre seguiu em frente. Para fazer acontecer a abertura de novas lojas, a Companhia faz um planejamento com o mapeamento de todo o Brasil. “Sabemos os locais que possuem população e renda para rece-

demir Pedro Muller, Gerente de Expansão da Lojas

ber a Renner. A partir disso, a equipe de Expansão escolhe as

Renner, veste a camisa da Companhia desde seus 18

cidades mais adequadas para a abertura de novas lojas”, conta.

anos de idade. Antes de começar na Renner, trabalhou

Não são todos os municípios que recebem lojas, mas até 2021

com seu pai em um minimercado e sempre teve paixão pelo

a Companhia pretende ter 408 lojas no Brasil. “As lojas são a

varejo. Cresceu ouvindo histórias da Renner, pois seus padrinhos

nossa maior conquista! Não tem nada mais gratificante que ver

trabalhavam na confecção da empresa. Quando decidiu traba-

os clientes ‘adorando’ a loja”, comenta Ademir.

lhar “fora”, foi selecionado para trabalhar na Lojas Renner. Desde

Em sua trajetória, uma de suas maiores conquistas foi a abertura

então começou a sua trajetória na Companhia.

da Renner no Shopping Praia de Belas, em Porto Alegre, pois a

Iniciou como balconista, depois encarregado de setor e chefe de

partir daí a Companhia tomou um novo rumo.

andar, entre outras funções. Surgiram novos desafios e foi trans-

Para trabalhar na Renner, os profissionais têm que ter brilho nos

ferido para outras cidades no Rio Grande do Sul como Canoas,

olhos e gostar de gente. Precisam ir além e encantar os clientes.

Novo Hamburgo, Santa Maria e Pelotas. Após esse período voltou para Porto Alegre como gerente da loja Otávio Rocha, no centro da cidade.

* Franciele Camargo, 18 anos, quer trabalhar em laboratório.

Inaugurou a primeira loja fora do estado do Rio Grande do Sul,

Kelvin Viana, 17 anos, quer trabalhar na área de logística.

em Londrina/PR, mas como o desempenho de venda não atingiu

Foto: Amanda Heisler Moraes

16 • A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões


captando clientes Janaína Camargo começou captando clientes na rua e hoje está em um cargo importante de uma das melhores empresas para se trabalhar. Formada em Administração, Janaína Camargo, que começou aos 17 anos captando pessoas para fazer cartão de crédito, trabalha na Renner há seis anos e hoje é Gerente de Canais, atuando no setor de Produtos Financeiros da empresa. Ela conta alguns fatos importantes de sua trajetória.

Por Janaína Klug e Andréa Glória* Escolhi administração por ser uma gra-

um dia se encontrou em uma pilha de

duação bastante abrangente, pode-se

papéis a proposta dessa cliente, a qual foi

trabalhar no varejo, em bancos e em

submetida a análise e foi aprovada. Bem

Como sempre trabalhei com crédito e

diversas empresas, em várias áreas.

nessa época uma colaboradora estava

pessoas, meu sonho é ter uma consulto-

ou na bolsa e fica mais lindo ainda.

saindo de férias para Salvador. Fizemos

ria própria de treinamento e desenvolvi-

Os produtos financeiros estão em alta

o cartão, imprimimos e mandamos pela

mento de pessoas.

porque os clientes querem crédito para

colaboradora que entregou na casa da

comprar roupas e joias, entre outros. O

cliente junto com um buque de flores. A

Uma coisa que me deixa realizada é ver

serviço estando disponível nas lojas fica

cliente ficou encantada.

o quanto os colaboradores respondem

mais acessível para o cliente e sem o

ao estímulo que damos a eles. Como, Amo muito o que eu faço, trabalho com

por exemplo, os ‘realitos’, onde os cola-

isso desde os 17 anos e amo trabalhar

boradores ganham pontos ao fazer bem

Primeiro de tudo para trabalhar no

com gente e em equipe. Os meus filhos

o seu trabalho e tratar bem os clientes.

Realize Produtos Financeiros e no varejo,

seguiram o mesmo caminho, os dois tra-

Esses pontos podem ser trocados em

precisa gostar de gente, pois vais atender

balham no setor do varejo.

diversas lojas, até supermercados. Isso é

constrangimento dos bancos.

clientes que desejam fazer o cartão ou

gratificante.

que estão com problema de crédito. Tem

Uma grande conquista é trabalhar na

que saber tratar com o público.

Renner, ser gerente de canais e trabalhar com a filosofia do encantamento. Minha

Uma experiência marcante foi na Renner,

maior conquista é a posição que estou.

há mais ou menos dois anos, quando uma menina de Salvador (BA) captou

Trabalhar com moda é ter uma habilida-

uma cliente e a proposta veio para cá, na

de fantástica, ter sensibilidade na pele.

*Janaína Klug quer ser Gerente de

Administração em Porto Alegre. Passou

Admiro muito quem trabalha com isso.

Recursos Humanos e Andréa Glória quer

algum tempo e a cliente estava desi-

Vejo uma vitrine e acho que está linda,

fazer Gestão Comercial e trabalhar no

ludida, pois sempre ia até a loja, mas a

então vem uma pessoa que entende e diz

varejo.

proposta nunca estava pronta. Até que

que pode melhorar. Vai lá, mexe na blusa

Foto: Daniela Airta Milani Morsch

A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões • 17


projeto pescar

Eu fui encantada pela Renner Cristiane Santana, oito meses no Projeto Pescar e oito anos contratada pela Lojas Renner. Hoje é Trainee de Supervisão da Companhia. Por Andressa Brum e Tyana Antunes*

V

inda de Alegrete (RS) e totalmente perdida numa cidade grande, Cristiane Santana trabalhava em uma fábrica de ombreiras com remuneração de R$ 100,00, quando, em 2004, ficou sabendo que a Lojas Renner estava fazendo seleção para uma ótima oportunidade. Sem conhecer a Renner e sem saber ao certo o que era, inscreveu-se no processo seletivo. Naquele ano foram 104 inscritos e houve uma pré-seleção onde foram escolhidos 30 jovens para fazer uma coletiva. Apenas 15 foram escolhidos e para surpresa de Cristiane, ela era parte da 1ª turma do Projeto Pescar da Lojas Renner. Na época o curso não tinha remuneração e tinha duração de oito meses em sala de aula. “Foi difícil deixar meu antigo trabalho, naquela época qualquer ajuda financeira era bem-vinda. Mas eu sabia que aqueles oito meses seriam uma porta de entrada para o meu futuro”.

18 • A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões

Após terminar o curso, foi contratada em loja e ficou três anos como operadora de caixa. Para ser promovida, precisava ser aprovada em um processo de seleção. Na segunda tentativa passou e passou a ocupar o cargo de vendedora. Ficou no setor de calçados por dois meses e depois foi para o masculino, onde trabalhou até abril deste ano, quando surgiu a oportunidade de ingressar no Programa de Trainee de Supervisão. Sobre as perspectivas para o futuro, Cristiane conta: “A empresa está crescendo muito e, sempre que surgir uma oportunidade, vou aproveitar para crescer junto com ela”.

*Andressa Brum, 21 anos, e Tyana Antunes, 20 anos, querem ser psicólogas. Foto: Tyana Maria da Silva Antunes


Conselhos para os jovens do Pescar: Nunca desista e quando surgir um obstáculo pare, pense respire fundo. Trace um objetivo e corra atrás dele, não importando os obstáculos, não importando se vai levar 1, 2, 3 ou 4 anos . Sempre respeite o momento, pois cada um tem o seu e, principalmente, nunca esqueça suas raízes.” (Cristiane Santana)

A hora é agora - Jovens talentos construindo profissões • 19


Alunos da 12a turma do Projeto Pescar da Lojas Renner


A hora é agora | Jovens talentos construindo profissões