Page 1

Ano XII - Edição 137 - Catalão/GO - Fevereiro/1- 2016

Mulheres metalúrgicas são homenageadas pelo SIMECAT Pág.

Expediente/Editorial Brasileiros se solidarizam com trabalhadores da Nissan (EUA) Homenagem a Francisco Dal Prá Acordo de salário é fechado na Fórmula R Indústria Thiago Cândido participa de debate de conjuntura no Dieese Demitidos da Mitsubishi se formam em cursos de qualificação Metalúrgicos vão às urnas para eleger a nova diretoria do SIMECAT Trinca Ferro

3

Pág. 02 Pág. 02 Pág. 02 Pág. 02 Pág. 02 Pág. 03 Pág. 04 Pág. 04


2

Editorial

Companheiros, estamos em um momento importante do nosso Sindicato, quatro anos se passaram, e, agora, vai ocorrer uma nova eleição para escolher a diretoria que estará à frente dos trabalhos nos próximos quatro anos. Participe deste ato de democracia. Exerça seu direito de votar. Ainda nesta edição vocês poderão ver que alguns frutos já estão sendo colhidos. Lembram dos cursos que conseguimos para os demitidos!? Pois é, eles já receberam os certificados de conclusão. Este é o primeiro passo. Estamos na torcida para que todos consigam uma nova oportunidade de emprego o quanto antes. São companheiros vitoriosos que não se abateram pelo momento complicado e tiveram forças para recomeçar. Apesar de ainda estarmos em meio a uma crise política e econômica, muito grave por sinal, não podemos entregar os pontos. Temos que ir à luta e dar o nosso melhor para enfrentar essa fase crítica, principalmente para a classe trabalhadora. Ah, mais um 1º de maio se aproxima e novamente não teremos aquela tradicional festa, mas os prêmios seguem firmes e fortes. Dessa vez, os sócios vão concorrer a oito motos. Apesar de a atração ser os prêmios, não deixa de ser uma ‘festa’. Vá e leve sua família. Algumas novidades também serão anunciadas por lá. Outra coisa importante, não poderia de deixar aqui os parabéns para todas as mulheres, especialmente as nossas companheiras metalúrgicas. Estamos no março mulher. Um mês para recordar as conquistas da classe feminina e reforçar nossa admiração e respeito por essas mulheres de luta. Parabéns, companheiras. Vocês são importantes e essenciais! Um grande abraço.

O presidente Carlos Albino e os diretores José Geraldo, Leonardo, Renilson e Rherman participaram no dia 18 de fevereiro, no Rio de Janeiro, de um manifesto em favor dos trabalhadores da Nissan. A marca, que é patrocinadora das Olimpíadas, proíbe trabalhadores de se sindicalizarem e fazerem acordos coletivos em uma de suas fábricas nos Estados Unidos.

Centenas de sindicalistas apoiaram o protesto. A montadora é acusada de promover uma agressiva e sistemática campanha antissindical na fábrica localizada na cidade Canton, no estado do Mississipi, nos Estados Unidos, com a finalidade de impedir que seus trabalhadores se organizem em um sindicato e, consequentemente, este-

jam habilitados a assinar um acordo coletivo. Centrais sindicais, a UAW e a IndustriALL entregaram para o embaixador Agemar Santos, diretor de Relações Institucionais do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, uma carta-denúncia contra a Nissan.

Homenagem Em fevereiro, perdemos um grande companheiro, líder e referência do movimento sindical. Francisco Dal Prá era secretário de Finanças da CNTM e presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado do Rio de Janeiro e da Força Sindical-RJ. Um metalúrgico e um dirigente sindical exemplar em todos os cargos que ocupava em defesa da classe trabalhadora. Além de exemplo profissional, Dal Prá era uma pessoa humana e do bem. Com sua disposição permanente em ajudar, aprendemos muito. Ensinamentos que serão eternizados, assim como sua passagem por nós.

Acordo Fórmula R

Os trabalhadores da Fórmula R Indústria aprovaram o acordo de trabalho que garante a reposição das perdas causadas pela inflação no período da data-base, em 1° de novembro. Portanto, eles terão reajuste de 10,33% no salário e no vale alimentação. Através de pressão do sindicato e dos trabalhadores, o patrão manteve também o plano de saúde, que ele ameaçava tirar desde o início das negociações. Como o acordo equivale a partir de 1° de novembro de 2015, os valores serão pagos de forma retroativa.

Dieese Caroline Santana

Brasileiros se solidarizam com trabalhadores da Nissan (EUA)

O secretário geral do SIMECAT Thiago Cândido participou no dia 25 de fevereiro, em Goiânia, de um debate do Dieese sobre a conjuntura econômica e as perspectivas para 2016.


3

Mulheres metalúrgicas são homenageadas pelo SIMECAT deixar esta data passar em branco”, completa. A trabalhadora Maria Tereza Coelho ficou satisfeita com a lembrança do Sindicato. “Por mais que estamos em meio a uma crise, o Sindicato não esqueceu de nós. Eles reconhecem nossa luta, nossa peleja, pois sabem que não é fácil. Ficamos muito agradecidas pela lembrança.”, afirma. Já a metalúrgica Zilda Ferreira ficou surpresa com No dia 8 de março Dia Internacional da Mulher, o Sindicato dos Metalúrgicos de Catalão-GO (SIMECAT) homenageou as trabalhadoras da categoria. Logo pela manhã, as metalúrgicas foram recepcionadas pela diretoria do Sindicato e, em seguida, participaram de uma assembleia especial na Mitsubishi. Ao final da assembleia, todas as mulheres sócias do SIMECAT foram presenteadas com uma rosa e um kit contendo batom, sabonetes e chocolates. Não somente as trabalhadoras da montadora foram homenageadas, os diretores também fizeram a entrega do pre-

a homenagem do Sindicato. “Achei muito bom, fez o meu dia amanhecer ainda mais feliz”, diz. Além dos diretores do SIMECAT, representantes do Sindicato dos Metalúrgicos de Anápolis e Goiânia, Sindicato dos Comerciários de Catalão, Sindicato Metabase e Força Sindical Goiás também participaram de assembleia na montadora e deixaram suas mensagens pelo Dia Internacional da Mulher.

sente para as demais associadas que trabalham em outras empresas. Infelizmente, devido à crise, neste ano não foi possível realizar a tradicional festa da mulher, mas de uma forma singela todas as companheiras de luta foram lembradas e homenageadas. “Apesar de ser um presente simples, o Sindicato teve e sempre terá a intenção de prestigiar a mulher metalúrgica e valorizar o seu trabalho”, garante o presidente do SIMECAT Carlos Albino. “A mulher é muito importante, ela enfrenta uma jornada tripla, sendo mãe, esposa, do lar e ainda trabalha na indústria. A gente jamais poderia

Demitidos da Mitsubishi se formam em cursos de qualificação

O Sindicato dos Metalúrgicos de Catalão (SIMECAT) e o SENAI Catalão realizaram, no dia 01 de março, a solenidade de formatura dos metalúrgicos desligados da Mitsubishi que concluíram cursos de qualificação profissional. Os cursos foram ofertados gratuitamente para os trabalhadores através de uma parceria, firmada em julho de 2015, com o Ministério Público do Trabalho (MPT). Cerca de 140 mil reais foram destinados para o pagamento das qualificações. No total, foram atendidos 110 metalúrgicos em cinco cursos distintos, sendo operador de processos mínero-químicos; operador de retroescavadeira e empilhadeira; eletricista instalador predial; soldador a arco elétrico – processo mig mag e eletrodo revestido; e mecânico de manutenção de

máquinas pesadas. A oferta dos cursos foi uma das ações tomadas pelo Sindicato para amenizar o efeito das demissões em massa ocorridas na montadora. “Fiquei muito satisfeito em ver o trabalhador com o brilho nos olhos. Esses cursos levantaram a autoestima deles, pois agora vão poder tentar um novo mercado de trabalho”, destaca o presidente do SIMECAT, Carlos Albino. “Nos sentimos realizados em ter contribuído com estes companheiros. O nosso Sindicato está aqui pra isso, para ajudar o trabalhador o máximo que pudermos, sem medir esforços”, afirma. O presidente ainda destaca que os recursos advindos do MPT foi algo inédito. “O procurador Dr. Januário veio nos ajudar a negociar com a Mitsubishi, aproveitei e fiz o pedido e ele prontamente se dispôs a achar uma forma de des-

tinar essa verba aos companheiros”, lembra. O diretor do Senai Catalão, Antônio Ilídio, considera o projeto um sucesso pela iniciativa do Sindicato em mobilizar o MPT, o Senai e os trabalhadores. “Acredito que estes trabalhadores estavam em casa, ainda sem um norte, e o Sindicato os apresentou um horizonte promissor”, afirma. Para Ilídio, o que mais chamou atenção foi a disposição do Sindicato em formá-los em algum curso, mesmo que fosse de outra área. “Preparar estes profissionais para uma área que não é a de atuação do sindicato foi a grande “pérola”. Sinal que eles apostam no potencial do trabalhador”, ressalta. De acordo com o formando

Formando Eliel Costa (à direita)

Eliel Costa foram meses de intensidade. Ele conta que ficou muitos anos longe das salas de aula e passar dias e dias, em tempo integral, só estudando, foi uma volta ao passado. “Hoje é diferente porque tenho outras intenções e aposto em novas portas abertas”, diz. Para o formando Isaias Aguiar foi uma alegria muito grande concluir o curso. “Nunca fiz um curso na área de máquinas pesadas e acredito que vai ser uma nova porta aberta para o mercado de trabalho.”, explica. Otimista, Isaias nem está preocupado com a crise. “Penso que não tem crise para quem tem qualificação, estou muito otimista e com expectativa de que vai dar tudo certo”.

Formando Isaias Aguiar (à direita)


4

Metalúrgicos vão às urnas para eleger a nova diretoria do SIMECAT O QUE O SÓCIO DEVE SABER PARA VOTAR • A votação se dará através de mesas coletoras fixas e itinerantes. As mesas fixas estarão instaladas na sede do SIMECAT, localizada na Rua Moisés Santana n°99, São João, e na empresa MMC Automotores do Brasil S/A (Mitsubishi). A mesa coletora itinerante receberá os votos dos associados que trabalham nas demais empresas que compõem a base. • Para votar, basta o associado fazer um X no quadrado ao lado dos nomes dos candidatos que vêm na cédula oficial. Não marque o nome do seu candidato preferido, não risque e nem rasure a cédula, pois seu voto poderá ser anulado. O SIMECAT deve levar mais de 1500 trabalhadores às urnas para eleger a diretoria que irá gerir os destinos da categoria nos próximos quatro anos. Apenas uma chapa (O TRABALHO É A NOSSA MARCA), encabeçada pelo líder Carlos Albino de Rezende Júnior, foi inscrita para o pleito. O processo eleitoral ocorrerá no próximo dia 29 de março, de 8 às 18 horas, na sede da entidade e nas principais empresas da categoria em Catalão. COMPANHEIRO (A), EXERÇA SEU DIREITO DE VOTAR!

• Terá direito a voto, o trabalhador da categoria que tiver no mínimo 06 meses de inscrição no quadro social do SIMECAT e estiver em dia com suas obrigações. • Caso seu nome não constar na lista de votação e você preencher os requisitos exigidos no Estatuto, poderá procurar um dos mesários e apresentar sua credencial de sócio ou outro documento que prove suas condições de votar. Seu voto será colhido separadamente e terá o mesmo valor dos associados que estão na folha de votantes. • Caso a Mesa Coletora Itinerante passe em sua empresa de trabalho e você estiver ausente, seu voto poderá ser feito na sede do SIMECAT no dia 29 de março, das 8 às 18 horas.

Enquanto isso... na linha de pintura O filme Tempos Modernos, de 1936, do Charles Chaplin, já denunciava o modo capitalista de produção. Ele retratou muito bem o que a classe trabalhadora enfrentava nas mãos dos patrões. Já avançamos muito, mas ainda nos dias de hoje nos deparamos com denúncias inacreditáveis. Acredita que tem chefe por aí explorando os trabalhadores nas esteiras? É UM ABSURDO! É INACEITÁVEL! Os trabalhadores estão tendo que ficar sem beber água e ir ao banheiro porque o chefe quer puxar saco e está desligando a esteira mais cedo para economizar energia na linha. VAI SER PUXA-SACO E LAMBE-BOTAS ASSIM LÁ NA CHINA!! O SINDICATO TÁ DE OLHO! Inclusive, já pedimos uma reunião com a empresa para podermos visitar a linha e ver com os nossos próprios olhos os absurdos que andam acontecendo. Estamos aguardando a empresa se pronunciar.

• Para exercer o direito de votar é necessário portar um documento de identificação, como carteirinha de sócio, RG, carteira profissional ou outro documento com foto. Para os que forem votar na sede da empresa, a identificação poderá ser feita através da ficha de registro ou crachá. • A abertura das urnas e a apuração dos votos serão feitas em sessão eleitoral pública no dia 29 de março, na sede do SIMECAT, a partir das 18 horas. • O voto é obrigatório. O associado que não votar poderá pagar multa ou ter seus direitos sociais e sindicais suspensos por até 90 (noventa) dias.

Atenção, companheiro (a). O SIMECAT já denunciou a Mitsubishi na Delegacia do Trabalho para que ela autorize o trabalhador a sair do seu posto para votar. A empresa é obrigada a liberar os trabalhadores para exercer o seu direito de voto, sob pena de ser penalizada com multa se impedi-los de realizar a votação. Além de ser lei, que deve ser cumprida, a montadora já foi avisada em uma mesa redonda com a Delegacia Regional do Trabalho e está ciente das suas obrigações. SE VOCÊ FOR IMPEDIDO DE IR ATÉ A URNA, AVISE O SINDICATO ATRAVÉS DO TELEFONE 3442-4296.

Jornal O Ferramenta - Fevereiro 2016/1  

Publicação do Sindicato dos Metalúrgicos de Catalão/GO

Advertisement