Page 1

Ano XI - Edição 129 - Catalão/GO - Abril/1- 2015

Dia do trabalhador é comemorado com sorteio de prêmios e inauguração da sede própria

Pág.

Expediente/Editorial Thiago Cândido participa da Jornada de Debates do Dieese Torres e Albino recebem dirigentes metalúrgicos dos Estados Unidos e Canadá Trabalhadores da MQN fecham acordo salarial Mais de 10 mil trabalhadores estão parados em fábricas de veículos Trabalhadores concluem curso de Informática Mesmo sob protestos, Câmara aprova MP que altera seguro-desemprego Trinca ferro SIMECAT promove curso de Formação Sindical SIMECAT prestigia comemorações pelo Dia do Trabalhador Festa realizada pela Força Goiás reúne mais de 15 mil trabalhadores

4

Pág. 02 Pág. 02 Pág. 02 Pág. 02 Pág. 03 Pág. 03 Pág. 03 Pág. 03 Pág. 03 Pág. 04 Pág. 04


2

Editorial

Companheiro, pra todo lado a situação está feia. O momento é de refletir, mobilizar e encontrar as melhores saídas. Nas montadoras a crise está instalada e a todo tempo tememos que o pior chegue até nós, que são as demissões. Mas uma coisa é certa, nossa luta pela manutenção dos empregos será incansável, pode esperar isso de nós, mas você também precisa fazer sua parte. No dia 14 de maio, após a grandiosa assembleia na Mitsubishi, o Sindicato conseguiu uma conversa com a MMC e ela se comprometeu a suspender as demissões em maio e, ainda garantiu se sentar à mesa com o SIMECAT e a Força Sindical Nacional para encontrar soluções a fim de evitar ou regular demissões coletivas, se eventualmente necessário. Portanto, nas próximas assembleias levaremos mais informações sobre isso.Ao mesmo tempo que estamos preocupados e lutando pelo pessoal da Mitsubishi, na John Deere a luta continua intensa. Estamos discutindo o reajuste de salário e o CIPP (PLR), e adivinha? Um chororô danado. Mas se eles acham que vamos morrer afogados no mar da choradeira deles, estão enganados. A principal queda de braço é com relação ao abono do CIPP, porque eles não querem dar. Nós fizemos o compromisso de lutar para continuar garantindo este abono, mas você precisa fortalecer a luta. A John Deere tem falado que a queda na produção chegou a 20% então por este número dá pra você imaginar a dificuldade que tem sido a mesa de negociação. Companheiro, com toda sinceridade, se você não engajar na luta, juntamente com o Sindicato, a empresa vai querer reajustar somente o valor da inflação e o ganho real já era. Não é impossível fechar um bom reajuste de salário, mesmo diante deste cenário alarmante, porém, é essencial que você apoie e participe da luta.

Jornada de Debates

Reajuste na MQN Os trabalhadores da MQN Peças e Serviços conquistaram 8% de reajuste salarial; R$ 200 de vale card; R$ 150 de cesta de Natal; adicional de hora extra de 60% e quinquênio de 5%. Quem comandou as negociações foi o diretor José Geraldo.

USW

O secretário geral do SIMECAT Thiago Cândido participou no dia 28 de abril da X Jornada Nacional de Debates, que aconteceu na Assembleia Legislativa de Goiás, em Goiânia. O tema central das discussões foi ‘Os desafios das negociações coletivas diante do cenário atual’. O evento foi promovido pelo Dieese e irá percorrer todas as capitais do País.

Miguel Torres, presidente da CNTM e da Força Sindical, e Carlos Albino, presidente do SIMECAT e diretor da CNTM, encontraram-se no dia 16 de abril, em São Paulo, com dirigentes da USW (Confederação Sindical United Steelworkers), entidade representativa dos metalúrgicos dos Estados Unidos e do Canadá. O objetivo do encontro foi o de estreitar as relações entre USW e CNTM e ressaltar a importância da reunião mundial da Rede Sindical de Trabalhadores da Gerdau, a ser realizada em Chimbote, Peru, entre os dias 19 e 22 de maio, pela IndustriAll. Com informações dos Met. de São Paulo


3 Mais de 10 mil trabalhadores estão parados em fábricas de veículos Em um cenário de queda de 25% nas vendas e de 21,7% na fabricação em abril, na comparação com o ano passado, a indústria automotiva busca soluções para adequar a produção à demanda em baixa.

TRABALHADORES PARADOS

Atualmente, são mais de 10 mil trabalhadores parados, em férias coletivas, licença remunerada ou cujos contratos foram suspensos temporariamente (layoff). Além disso, montadoras têm aberto planos de demissão voluntária (PDVs).

Volkswagen

8.370

General Motors

2.115

Mercedes-Benz

750

Ford

não informado

Fiat

Suzuki A fabricante está pronta para fechar sua fábrica em Itumbiarae se mudar para Catalão. São 100 funcionários, sendo que, muitos serão demitidos. Os desligamentos serão feitos no início de junho.O Sindicato dos Metalúrgicos de Itumbiara (Sitrame) conquistou para os demitidos uma indenização de R$ 1 mil + 3 meses de plano de saúde, além do acerto trabalhista.

2.000

Apoio

Com informações André Paixão – Auto Esporte Foto: Daniel Cardoso

Aproveitando a oportunidade do reencontro com o presidente da Força e da CNTM Miguel Torres, o presidente Carlos Albino demonstrou sua preocupação com o cenário de crise das montadoras. Aqui, na Mitsubishi, a situação tem se sustentado, mas a cada dia que passa a apreensão é maior e o futuro incerto. As especulações sobre demissões já correm soltas. Miguel Torres tem acompanhado a situação complicada no País e garantiu que está do lado dos metalúrgicos de Catalão. O martelo já foi batido: a luta é pela manutenção dos empregos.

Mesmo sob protestos, Câmara aprova MP que altera seguro-desemprego O SIMECAT, a Força Sindical Goiás e trabalhadores de diversas categorias do Estado estiveram em Brasília, juntamente com o presidente da Força Sindical Miguel Torres, para sensibilizar os deputados a rejeitarem as Medidas Provisórias (MPs) 664 e 665, que dificultam o acesso ao seguro-desemprego, abono salarial, seguro-defeso, auxílio-doença, auxílio-reclusão e da pensão por morte. Infelizmente, mesmo com o protesto de trabalhadores, a MP 665, que trata de benefícios trabalhistas, foi aprovada. Foram 252 votos a favor e 227 contra. “Mais uma vez o trabalhador é penalizado pelo Governo e o Congresso.Manifestamos nossa indignação, mas mesmo assim não fomos ouvidos. Agora, é levar nossa reivindicação para o Senado”, alega o vice-presidente do SIMECAT José Pereira.O texto ainda tem que passar pelo Senado antes do dia 1° de junho, quando perderá a validade. Veja como ficou: Seguro desemprego O tempo mínimo de trabalho para solicitar o seguro desemprego pela primeira vez aumentou de 6 para 12 meses. Para pedir o seguro pela segunda vez, o prazo subiu de 6 para 9 meses. Para pedir o benefício pela terceira vez, é preciso ter no mínimo seis meses de atividade. Abono salarial Poderá receber o benefício o trabalhador que tiver no mínimo três meses de carteira assinada. O abono salarial tem valor de um salário mínimo e é pago anualmente aos trabalhadores que recebem até dois salários mínimos. O pagamento é feito ao empregado que comprovar vínculo formal de no mínimo 90 dias no ano anterior ao do pagamento. A regra seguirá a mesma linha do 13º salário: quem trabalhou um mês ou cinco meses receberá respectivamente 1/12 e 5/12 do abono. Com informações Taís Laporta – G1

Curso de Informática

No dia 15 de abril, uma turma formada por sócios do SIMECAT concluiu o curso de Informática Básica de 40 horas. O SIMECAT, em nome do secretário de Educação e Cultura Urismar Gonzaga, parabeniza os alunos.

Formação Sindical No dia 09 de maio diversos companheiros participaram do curso de Formação Sindical - Nível 1. Foi uma grande oportunidade para conhecer o papel do sindicato e contribuir com ideias. A iniciativa é do secretário geral Thiago Cândido. Parabenizamos os trabalhadores que concluíram o curso e demonstraram tanto interesse em fortalecer a luta. Vocês fazem a diferença!

Sobre o CIPP... Na John Deere, a cada ano se fabrica mais com menos pessoas. O que isso significa? Que a exploração está ‘comendo solta’. Só que tem um porém, não é assim que os companheiros estão enxergando a situação porque obviamente tá entrando um dindin no bolso. Só que tem o outro lado, dindin entra, mas e a saúde? Como fica? Ah, a saúde vai embora. O barato sai caro, companheiro. O que você ganha agora, não vai comprar sua saúde lá na frente. Sem falar que quando você sair, a John Deere nem vai lembrar que você já trabalhou lá. Pense nisso!


4

Dia do trabalhador é comemorado com sorteio de prêmios e inauguração da sede própria a realização de um sonho, um verdadeiro presente de Deus”, lembra emocionado. Com o desejo da sede realizado, Albino anuncia o próximo objetivo do Sindicato. “Agora nossos esforços serão para construir a colônia de férias dos metalúrgicos, na cidade de Três Ranchos ou Caldas Novas”, afirma. A comemoração do Dia do Trabalhador também contou com a presença de representantes dos sindicatos dos Metalúrgicos de São Paulo/SP, Anápolis/GO, Itumbiara/GO, SindMetal/GO e do Sr. Eufrozino Pereira, secretário adjunto da Secretaria do Emprego do Estado de SP.

No dia 30 de abril, mais um marco entrou para a história dos metalúrgicos. Após quase 11 anos de fundação, os trabalhadores inauguraram a sede própria do Sindicato dos Metalúrgicos de Catalão (SIMECAT). Eles também participaram do sorteio de cinco motos 0km. A data foi escolhida para comemorar a conquista e celebrar o Dia do Trabalhador. Cerca de 3.500 pessoas prestigiaram a inauguração da nova sede do SIMECAT. Depois de passar por três imóveis de aluguel, a casa própria foi adquirida. O prédio foi batizado de ‘Roberto Ferreira’, nome do ex-presidente do SindMetal-GO e um dos responsáveis pela fundação do Sindicato em Catalão. São 610mt² de terreno com uma área construída de 250 mt². O imóvel fica na Rua Moisés Santana n° 99, Bairro São João, local privilegiado e que representará um melhor atendimento para o trabalhador. Para o presidente Carlos Albino, o sentimento é de alegria. Ao lembrar das diversas dificuldades enfrentadas ao longo dos anos, ele externa sua satisfação e orgulho por participar do momento. “Inaugurar esta sede própria diante da presença maciça dos trabalhadores é um orgulho imenso. É

Prêmios Neste ano, devido aos investimentos com a aquisição da sede própria, não houve a tradicional Festa do Trabalhador, porém, cinco motos modelo Titan Fan 125cc foram sorteadas para os metalúrgicos associados. Veja quem foram os ganhadores: Renato Borba Carneiro (Mitsubishi); Elias Lucindo de Paiva (BW&P); Igor Henrique dos Santos Souza (Mitsubishi); Juliard Pires de Melo (Torneadora Santa Isabel) ; Rodrigo Queiroz de Deus (Zamec).

O SIMECAT prestigiou outras comemorações do Dia do Trabalhador

No dia 01 de maio, o Sindicato Metabase reuniu cerca de 3.500 associados e dependentes no Cube da Acefértil. Foram sorteados 2 motos, 1 carro 0Km e outros prêmios.

No dia 30 de abril, o Sitrame, em Itumbiara, sorteou 3 televisores para os trabalhadores da Stemac. No dia 01 de maio, o vereador Jorginho promoveu a 3° Festa do Trabalhador de Ouvidor. Cerca de 1.800 pessoas participaram da comemoração. Foram sorteados 4 televisores 32” para os trabalhadores da cidade. Além de ser representante do legislativo, Jorginho também é diretor do SIMECAT.

Festa realizada pela Força Goiás reúne mais de 15 mil trabalhadores

No dia 30 de abril, a Força Sindical Goiás promoveu a 6ª Festa do Trabalhador em Luziânia, no entorno do Distrito Federal. Mais de 15 mil pessoas participaram da festa e se divertiram ao som de Rayan Barreto e Bonni&Belluco. Foram sorteadas 3 motos e 1 carro 0Km. Alimentos não-perecíveis foram arrecadados e entregues para instituições de caridade. As edições anteriores ocorreram em Itumbiara, Anápolis, Caldas Novas, Catalão e Rio Verde. Em 2016, a festa será na capital goiana.

Jornal O Ferramenta - Abril 2015/1  

Publicação do Sindicato dos Metalúrgicos de Catalão/GO

Advertisement