Page 1

1

EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018

DISTRIBUIÇÃO

GRATUITA

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DE EVENTOS PÁG. 4

DIVULGAÇÃO/QUINTA DA ESTÂNCIA

Turismo rural Site reúne os roteiros do Estado Pág. 3

KARINE VIANA/PALÁCIO PIRATINI

UM MAR DE MÁQUINAS E NEGÓCIOS

ÁREA DESTINADA À INDÚSTRIA DE MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS E IMPLEMENTOS APRESENTA LANÇAMENTOS EXCLUSIVOS NA EXPOINTER

PÁGS. 8 e 9

Poll Dorset O ovino bom de carne e de lã Pág. 12

NILTON SANTOLIN

Personagens da Expointer Retratos de quem faz a feira Pág. 15


JULGAMENTOS, LEILÕES E PROVAS 08h

16h30

Local: Estande da Raça

09h

Pônei Local: Pista 1 Charolês Machos Local: Pista 2 Gir / Sindi Local: Pista 3 Red Poll Local: Pista 4 Devon Fêmeas Local: Pista 5 Angus Local: Pistas 5 e 6 Santa Ines Local: Pista Ovinos 10 Ile De France Local: Pista Ovinos 11 Hampshire Down Machos Local: Pista 12 Provas Appaloosa Local: Pista de Provas 1 Hampshire Down Machos Local: Pista Ovinos 12

10h

Julgamento dos animais rústicos - Hereford *Julgamento Hereford e P. Hereford rústicos Local: Pista 20

Reunião com os associados da Associação de Criadores de Gado Jersey do Rio Grande do Sul (ACGJRS) *Reunião para discutir o desenvolvimento do Jersey no RS Local: Estande Raça Jersey Concurso Velo e Conformação Ideal Local: Estande da Raça

10h30min

Prova Postdam Bolsas Feminina Local: Pistas 14 e 15

11h

Reunião de diretores ACGJRS e visitantes

Vitrine da Carne Gaúcha *Apresentação do Programa Carne Pampa da Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) Local: Espaço Vitrine da Carne

12h

Intervalo Julgamento e degustação- Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) *O Estande ABHB contará com degustação de Carne Certificada Hereford Local: Estande da Raça

Fecolã- Leilão Ideal Local: Estande da Raça

18h

Julgamento Morfológico Expointer/2018 *Campeonatos e Grandes Campeonatos de Cavalos Crioulos Local: Pista dos Cavalos Crioulos

Início do Julgamento de Classificação *Machos e Fêmeas Jovens de Gado Holandês Local: Pista 8 Julgamentos da Raça Jersey *Julgamento vacas em lactação, vacas secas, melhor úbere jovem, conjuntos vacas leiteiras, julgamento do Grande Campeonato e Melhor Úbere da Exposição Local: Pista D Pônei Local: Pista 1 Curso de Jurado Jovem Charoles Local: Pista 2 Guzerá Local: Pista 3 Wagyu Local: Pista 4 Devon Machos Local: Pista 5 Ile De France Local: Pista Ovinos 11 Poll Dorset Local: Pista Ovinos 12 Cavalo Árabe - Prova Feminina Local: Pistas 14 e 15

ONDE:

Parque Estadual de Exposições Assis Brasil BR 116 – Km 13 - Esteio - RS

17h

13h30

14h

29 QUA

Galeria das Campeãs Galeria das Campeãos junto com o Quadro Grande Campeã Expoleite/2018 Local: Estande da Raça

QUANDO:

De 25 de agosto a 02 de setembro de 2018 Horário de Funcionamento do Parque – entrada de público pedestre: das 8h às 20h30. – entrada de veículos visitantes: das 8h às 20h.

12º Leilão Prime HB *Touros Rústicos Local: Pista Rústicos Leilão da Raça Jersey Local: Pista B

18h30

Leilão Hampshire Down Local: Estande da Raça

COMO:

Ingressos na bilheteria - Pedestre: R$ 13,00 – Estudante: R$ 6,00 com apresentação de carteira oficial de estudante da UNE (ensino superior), UBES (ensino médio ou fundamental), UGES. Carteira expedida por estabelecimentos de ensino médio ou associação, ou agremiação de estudante a que pertencem (ensino médio e superior). Carteira de passagem escolar – Idosos: R$ 6,00 a partir de 60 anos com a apresentação da Carteira de Identidade. Maior de 65 anos terá gratuidade na entrada (Lei nº 10.741 de 01/10/2003). – Crianças com até 6 anos têm acesso livre se acompanhadas. Entrada de pedestres pelos portões 02, 03 e 06

19h

Confraternização e entrega de prêmios - ABCOS Confraternização e entrega de prêmios da ABCOS (criadores de Ovinos) Local: Estande da Raça Jantar de Entrega de Prêmios - Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) Prêmios das raças Hereford e Braford Local: Estande da Raça

Leilão Machos Texel Local: Estande da Raça

20h

Leilão Quarto de Milha e Quarter Sul Local: Pista B

ESTACIONAMENTO:

Estacionamento de Veículos: o valor é de R$ 32,00 por veículo (com direito ao ingresso do motorista). Entrada dos veículos visitantes pelo portão 15. Motos: não são permitidas nos estacionamentos.

21h

Remate Cavalo Crioulo Local: Tatersal do Cavalo Crioulo

Ranch Sorting Inter Raças *Paint Sul Local: Pista 7

AGOSTO

Julgamento Morfológico Expointer/2018 *Continuação Julgamento Morfológico de Cavalos Crioulos da Expointer/2018 Local: Pista dos Cavalos Crioulos

SERVIÇO - 41ª EXPOINTER

DANI BARCELLOS/PALÁCIO PIRATINI

Banho de Leite com os vencedores da raça holandesa. Na Expointer de 2018, a campeã na categoria adulta foi a vaca 666 Damasco, da Agropecuária Dois Irmãos, de Anta Gorda, produziu 79,62 quilos de leite. Já na categoria vaca jovem, a campeã foi Tang Roberta, da Cabanha Tang, de Farroupilha, com 66,88 quilos.

2

EXCURSÕES:

Excursões de estudantes e agricultores previamente cadastradas: – Estudantes de Escolas do Ensino Fundamental (a partir da quinta série), Ensino Médio e Ensino Técnico, acompanhados por seus professores. Gratuidade de 29 a 31 de agosto (4ª, 5ª e 6ª feira) e portão de acesso previsto pelo Portão 6 (podendo haver alteração). Horário de ingresso: das 8 às 15 horas.

EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 27 DE AGOSTO DE 2018

EXPEDIENTE:

Expresso Expointer Uma publicação do Armazém da Mídia

Publisher: Nenê Zimmermann (51) 98235-0022

Produção e Edição: Milim Comunicação www.milim.com.br (51) 3311-8850

Jornalistas Responsáveis: Sheila Meyer (Registro Profissional: 8190 DRT/RS) Tatiana Csordas (Registro Profissional 3480 DRT/PR)

Redação: Caroline Silveira Ferrari e Maíra Bernardo Projeto gráfico: Rafael Medeiros

Direção de arte e Diagramação: Carolina Fillmann Design de Maria designdemaria.com.br

Impresso na gráfica do jornal Zero Hora Tiragem: 20 mil exemplares


3

TURISMO

OS DESTINOS DO RIO GRANDE DO SUL EM UM SÓ LUGAR Hotsite da Emater disponibiliza mais de 300 opções para quem deseja conhecer e desbravar diferentes roteiros no Estado.

O

s adeptos do turismo rural agora têm um endereço único para pesquisar os destinos das suas próximas viagens. É o hotsite Turismo Rural, lançado na Expointer, disponível a partir do link: http://www.emater.tche.br/site/turismorural/index.php. A turismóloga da Emater/RS-Ascar, Fernanda Costa, fez a apresentação do novo endereço e dos seus conteúdos, em um evento com a participação do presidente da Emater/RS, Iberê de Mesquita Orsi, e do secretário Estadual da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Victor Hugo. Segundo Fernanda, foram catalogados mais de 300 locais em todo o Estado, em 22 regiões turísticas, e 84 municípios, como, Quinta da Estância, Sítio Cascata da Borússia, Quinto Rancho, e Sítio Campiol. Ao usar a ferramenta, o usuário poderá dividir sua busca por temáticas, como hospedagem, região, idioma e funcionamento. O site também disponibiliza um mapa do Estado com especificações de cada destino. “Esse é um projeto inédito no RS. Nunca antes o segmento de turismo rural teve um hotsite exclusivo, especialmente com o detalhamento de informações, como contato, produtos, serviços e ofertas. Desde 2016 foram iniciadas as coletas de dados a campo. Essas informações possibilitaram o lançamento do diagnóstico atualizado do turismo rural, dados que, hoje, subsidiam o hotsite”, explicou a coordenadora do Grupo de Trabalho para o Turismo Rural Gaúcho (GTTR), Rosana Simões. O trabalho vem demostrando um grande potencial do turismo rural em todo o Estado. Os dados que foram levantados para a pesquisa apresentaram resultados interessantes. De todo os empreendimentos pesquisados, 68% são propriedades rurais e 29% são microempresas que já atuam no setor. Em 41% das propriedades, o turismo é a principal atividade econômica e, em 60% dos casos, novos produtos foram desenvolvidos a partir do turismo rural. Além disso, as propriedades tiveram um aumento de 60% nas vendas dos produtos, além do desenvolvimento do local e a melhoria da qualidade de vida das famílias que são inseridas nesses segmentos. As categorias dentro da pesquisa são: economia, caracteristicas da propriedade, acessibilidade, hospedagem, perfil do trabalhador, comunicação, divulgação e público. O turismo rural é destaque também no espaço organizado pela Emater/

DIVULGAÇÃO

Cabanha Costa do Cerro, em Porto Alegre, é uma das atrações destacadas no site

NÚMEROS DO TURISMO RURAL NO ESTADO:

Mais de

300

68%

29%

41%

são propridades

são microempresas

têm o turismo como

rurais

que já atuam no setor

principal atividade

locais catalogados

RS-Ascar no Pavilhão da Agricultura Familiar. Todos os dias, durante a Expointer, estão presentes representantes de cada cidade com roteiros turísticos, seus produtos e serviços aos visitantes. Representantes dos municípios de Passo Fundo, Rolante e Nova Roma do Sul estiveram presentes no espaço do turismo rural, na segunda-feira, divulgando seus roteiros turísticos. O hotsite é uma iniciativa do Grupo de Trabalho para o Turismo Rural Gaúcho (GTTR), atualmente configurado como Câmara Temática e inserido no Conselho Estadual de Turismo do Rio Grande do Sul (Conetur). A Emater/RS-Ascar, Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais do Turismo (ABBTUR), Associação Brasileira do Turismo Rural (Abratur), Associação Pampa Gaúcho de Turismo (Apatur), Centro Universitário Metodista (IPA), Federação das Associações de Municípios do RS (Famurs), Sebrae, Senar e Universidade de Caxias do Sul (UCS), sob a coordenação da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do RS (Sedactel), compõem o Grupo de Trabalho do Turismo Rural do RS. EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018

3


4

EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018

29 QUA

AGENDA DO DIA Solenidade Abertura do Dia da Agricultura Familiar Canal Rural e Fetag-RS Local: Arena Canal Rural Lançamentos: Projeto Nação Agro e Campanha Voto Consciente Canal Rural e Fetag-RS Local: Arena Canal Rural III Ação Social no Combate ao Trabalho Infantil para Inserção na Aprendizagem Profissional no RS *Promoção: SRT/RS Superintendência Regional do Trabalho do RS, FOGAP - Fórum Gaúcho de Aprendizagem Profissional e FEPETI - Fórum Estadual de Erradicação no Combate ao Trabalho Infantil Local: Palco Principal

09h30

Fórum Canal Rural: Sanidade Animal, desafio da agricultura familiar *Canal Rural, Fetag-RS e Fundesa *Apresentação de Kellen Severo (jornalista). *Painelistas convidados Odacir Klein (secretário da Agricultura - RS), Bernardo Todeschini (superintendente federal da Agricultura - RS), Flávia Bornancini Borges Fortes (médica veterinária e fiscal estadual agropecuário), Rogério Kerber (presidente do Fundesa), Carlos Joel da Silva (presidente da Fetag-RS), Nestor Freiberger (presidente da Asgav), Valdecir Luis Folador (presidente da Acsurs) e Alexandre Guerra (presidente do Sindilat-RS). Ao vivo pelo Canal Rural (TV e portal) Local: Arena Canal Rural Combate ao Carrapato Bovino * Sindicato Médico Veterinário do RS (Simvet/RS) Local: Casa do Veterinário CRMV-RS Q.45

09h45

Plano Diretor na Propriedade Rural Reengenharia do sistema *Com Roberto Lanes Leitão – professor e produtor rural Local: Auditório da Federacite

10h

Reunião ACGJRS *Associação de Criadores de Gado Jersey do Rio Grande do Sul (ACGJRS) *Com associados ACGJRS para discutir o desenvolvimento do Jersey no RS Local: Estande Raça Jersey Inauguração da Casa Institucional *Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater/RS) Local: Casa da Emater Oficina - Touros geneticamente superiores para o melhoramento do rebanho Local: Espaço Senar Reunião Pró-Oliva e Ibraoliva Local: Casa do Badesul

10h30

Vitrine da Carne - Bovinos *Associação Brasileira de Angus Local: Estande Vitrine da Carne Gaúcha - Salão do Empreendedor - Pavilhão Internacional

10h45

Oficina - Ultrassonografia para avaliação de carcaça em ovinos Local: Espaço Senar

11h

Vitrine da Carne - Ovinos *Assistência aos Rebanhos de Criadores de Ovinos (ARCO) Local: Estande Vitrine da Carne Gaúcha - Salão do Empreendedor - Pavilhão Internacional

12h35

Programa: Mercado&Cia *Canal Rural - Apresentação de Kellen Severo (jornalista). &Ao vivo pelo Canal Rural (TV e portal). *Participação de Marcos Tang e Ernesto Krug, que falarão sobre a importância do Produtor de Leite para o resultado final. Local: Arena Canal Rural

13h

Programa BandNews Especial *Rádio BandNews FM Local: Casa da Band

13h30

Oficina - Manejo do Campo Nativo Local: Espaço Senar Debate sobre Inspeção de Produtos de Origem Animal * Sindicato Médico Veterinário do RS (Simvet/RS) Local: Casa do Veterinário CRMV-RS Q.45

Reunião de diretores ACGJRS *Associação de Criadores de Gado Jersey do Rio Grande do Sul (ACGJRS) *Com diretores ACGJRS e visitantes Local: Estande Raça Jersey Propriedade Citeana de Ponta *Federação dos Clubes de Integração e Troca de Experiências (Federacite) Local: Auditório da Federacite

14h

11h30

Reunião do IBRAOLIVA1º ano *Desafios e avanços do Instituto Brasileiro da Olivicultura. Local: Auditório SEAPI

Oficina - Complexo Carrapato - Tristeza Parasitária Bovina Local: Espaço Senar

12h

Tá na Mesa - Vencedores do Agro e Elas no Agro *Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande GIOVANI VIEIRA

Luciano Maia no Palco Principal às 16h30

4

do Sul (Federasul) Local: Restaurante Internacional

EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018

A expertise alemã ao seu alcance *Câmara Brasil-Alemanha e Senior Experten Service - No Estande da Câmara-Brasil Alemanha Local: Pavilhão Internacional - Q.24 Oficina de Educação Financeira *Sicredi Local: Estande do Sicredi

Fórum Canal Rural Sistema integrado de produção de tabaco: 100 anos de história e desenvolvimento *Canal Rural, Afubra e Souza Cruz *Apresentação de Kellen Severo (jornalista) *Participação de Dimar Paulo Frozza (diretor de Tabaco da Souza Cruz), Benício Albano Werner (presidente da Afubra), Romeu Schneider (presidente da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Tabaco) e Alex Genehr (gerente Nacional de Produção Agrícola da Souza Cruz). * Ao vivo, a partir das 14h30min, pelo Canal Rural (TV e portal) Local: Arena Canal Rural

Mesa-Redonda: Revolução das Startups no Agronegócio *Com Andre Ghignatti da Aceleradora Wow; Gustavo Piccinini do Fundo Criatec 3; Emater e as Startup CowMed, Falker e Aegro Local: Casa do Badesul Soluções - Crédito Rural Caixa *Caixa Econômica Federal Local: Estande da Caixa Debates Correio Rural Local: Casa do Correio do Povo, Rádio Guaíba e Record Assembléia Geral de Prefeitos *Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) Local: Auditório do OCERGS Cite do Ano *Federação dos Clubes de Integração e Troca de Experiências (Federacite) Local: Auditório da Federacite Vitrine da Carne - Suínos Local: Estande Vitrine da Carne Gaúcha - Salão do Empreendedor - Pavilhão Internacional

14h30

Oficina - Manejo reprodutivo de ovinos Local: Espaço Senar Musical Imembuy Local: Palco Principal da Expointer

15h

PRÓ-OLIVA: Salão do Azeite Gaúcho *Degustação e Mostra de azeites do RS 2018. Premiações no Brasil e Exterior Local: Auditório SEAPI Lançamento dos Roteiros de Turismo Rural do Município de Mampituba/RS *Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater/RS) Local: Casa da Emater Gestão na Propriedade Rural *Com Rogério de Melo Bastos – Economista e consultor em gestão da propriedade rural Local: Auditório da Federacite

15h30

Show Chico Saratt Local: Palco Principal da Expointer

16h

Lançamento das Exposições - Feiras dos Sindicatos Rurais da Farsul *Promovidas pelos Sindicatos Rurais da Farsul Local: Casa Farsul Lançamento do livro: Gestão Rural: A Alma do Agronegócio *Federação dos Clubes de Integração e Troca de Experiências (Federacite) Local: Auditório da Federacite

Pampa Grande do Sul *Rádio Pampa AM Local: Casa da Pampa Especial Expointer 2018 *Transmissão das 16h às 18h Local: Casa do Correio do Povo, Rádio Guaíba e Record Oficina - Manejo e Bem-Estar Animal Local: Espaço Senar

16h30

Vitrine da Carne - Bovinos *ABHB - Apresentação do Programa Carne Pampa Local: Estande Vitrine da Carne Gaúcha - Salão do Empreendedor - Pavilhão Internacional Show Luciano Maia Local: Palco Principal da Expointer

17h

Fórum Respostas Capitais *Com Marta Sfredo Local: Casa RBS Restaurante com a churrasqueira Clarice Chwartzmann *Carnes nobres do Frigorífico Silva Best Beef Black Label Local: Espaço La Victoria Palestra Farsul Mulher: Família GAP: Pecuária, Trabalho e Paixão Palestra com João Paulo Schneider Local: Casa da Pampa

17h30

Show Silvio Costa Local: Palco Principal da Expointer

17h50

Pampa Debates *TV Pampa Local: Casa da Pampa

18h

Harmonização de queijos e cervejas Local: Leiteria Sindilat e Pub do Queijo

18h30

Galeria das Campeãs + Quadro Grande Campeã *da Expoleite 2018 Gadolando Local: Estande da Raça

Show Pedro Ernesto Denardin Local: Palco Principal da Expointer

18h48

Rural Notícias - Boletins da Expointer Canal Rural - Veiculação ao vivo pelo Canal Rural (TV e portal) Local: Arena Canal Rural

18h50

Flashes ao vivo no Programa Band Cidade *Programa Band Cidade das 18h50 às 19h20 Local: Casa da Band

19h

Jantar de Entrega de Prêmios - Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) Local: Estande da Raça Jantar com Farsul *Federação da Agricultura do RS (Farsul) Local: Casa da Pampa

20h

AGOSTO

09h

Jornal da Pecuária Boletins da Expointer 2018 Canal Rural - Ao vivo pelo Canal Rural (TV e portal) Local: Tatersal do Cavalo Crioulo Jantar dos Prefeitos * Federação das Associações de Municípios do RS (Famurs) Local: Churrascaria Casa do Gaúcho Noite dos Destaques da Ovinocultura e Troféu Ovelheiro Gaúcho *Lounge da Pista Ovinos Local: Pista Ovinos 1


5

EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018


ARTIGO

EXPOINTER 2018: AQUI TEM UM MUNDO DE TECNOLOGIA CAROLINA L. ROSSATO

O

6

KARINE VIANA/PALÁCIO PIRATINI

Presidente do SIMERS

significado de tecnologia, similar à palavra inovação, projeta nossos olhares a um futuro melhor, que na agricultura é peça fundamental já que serve como motor propulsor de um País que tem como missão desenvolver-se e alimentar seu povo. Inventos, patentes registradas, desenhos, matrizes, ferramentais, materiais, planejamentos, treinamentos e campo, tudo para produzir alimentos para o mundo. Motivo de orgulho nacional, a indústria que não tem medo das diversidades e pedras que estejam no caminho deste objetivo, de fazer o Brasil crescer, alimentar os brasileiros e se tornar um dos maiores exportadores de alimentos do mundo. O trabalho árduo de todas as empresas, independente do tamanho, seja na fabricação de peças e componentes, máquinas, armazenagem ou irrigação, todos trabalham para aumentar a produtividade e desenvolver o Brasil. A indústria nacional tem tarefa árdua de desenvolver-se em momentos de retrações, crises econômicas ou políticas e também de alta demanda de ciclos íngremes, que acompanham nosso País. Investimentos que são vitais para a sobrevivência das marcas, produtos e pessoas que precisam olhar para frente, buscando diversificar mercados e produtos. Todos falam que o Brasil é rico em minérios, clima, florestas, mas esquecem-se do orgulho de nossa indústria nacional, que se recupera e se reinventa de forma dinâmica para a sobrevivência neste mercado. É um orgulho participar da Indústria de Máquinas Agrícolas do Rio Grande do Sul que transforma materiais, desenvolve patentes, produz, qualifica, alimenta brasileiros e que sempre de forma visionária desenvolve os melhores equipamentos para os agricultores do Brasil. Na Expointer, a principal novidade estrutural para esta edição é que 100% da área de máquinas agrícolas está pavimentada, sendo que a pavimentação foi ampliada em 1.800 metros quadrados. Além dessa obra, para melhor receber os expositores e o público em geral, neste ano o SIMERS realizou outras melhorias na estrutura da área de exposição das máquinas agrícolas e também na Casa SIMERS. Para a edição deste ano, tendo em vista os inúmeros lançamentos que as indústrias estão trazendo para a feira e também, a perspectiva de crescimento do setor, a expectativa é de que tenhamos mais uma vez bos resultados nas vendas de máquinas e implementos agrícolas. Diante desse cenário, desejamos a todas as entidades que participam da Expointer 2018, muito sucesso e que nossos agricultores possam compreender e acessar esse mundo de tecnologia, que estamos demonstrando.

EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018

“A INDÚSTRIA NACIONAL TEM TAREFA ÁRDUA DE DESENVOLVERSE EM MOMENTOS DE RETRAÇÕES, CRISES ECONÔMICAS OU POLÍTICAS. INVESTIMENTOS QUE SÃO VITAIS PARA A SOBREVIVÊNCIA DAS MARCAS, PRODUTOS E PESSOAS QUE PRECISAM OLHAR PARA FRENTE, BUSCANDO DIVERSIFICAR MERCADOS E PRODUTOS”.


AGRONEGÓCIO

DO CAMPO À MESA

Salão do Empreendedor encanta os visitantes e destaca as cadeias produtivas da soja, bovinocultura de corte e vinicultura.

U

m único espaço na Expointer reúne três dos mais importantes segmentos do agro gaúcho: o vinho, a soja e o gado. Ocupando boa parte do Pavilhão Internacional, o Salão do Empreendedor é um dos destaques para os visitantes que circularem pela feira. O espaço é uma iniciativa da Farsul, do SenarRS e do Sebrae RS, através do Programa Juntos para Competir, além de parceiros, como a Fecomércio/Senac-RS, o Fiergs/ Senai-RS e a Embrapa. Planejado tendo como referência o conceito ‘Do Campo à Mesa’, o Salão do Empreendedor pretende esclarecer aos visitantes da Expointer sobre como atuam inúmeras micro e pequenas empresas que compõem as cadeias produtivas de três grandes segmentos do agronegócio gaúcho: a de carne, dos vinhos e de espumantes, e da soja. Para a completa visão de como o Estado se tornou referência nessas três áreas, uma novidade também chega em formato tecnológico: pela primeira vez, estarão no Salão do Empreendedor 15 startups que desenvolvem serviços específicos para a produção rural. Nove delas são ligadas ao Programa Startup Agrotech, lançado em 2018 pelo Sebrae RS. As outras já integraram ou ainda estão no Programa StartupRS, iniciado em 2015. O presidente do Sistema Farsul e do Conselho Deliberativo do Sebrae RS, Gedeão Pereira, observa que em todas as atividades do agronegócio, no mundo todo, o uso intenso de tecnologia é uma realidade que resulta em altos índices de produtividade aliada à qualidade. “É muito importante nosso trabalho e de tantas outras organizações que conseguem se aproximar das inovações e proporcionar aos produtores rurais o acesso, estímulo ao uso e conquistas de bons resultados a partir das iniciativas das startups”, destaca. O Salão do Empreendedor tem uma estrutura de 800 m² convidativos para todo

FOTOS: MARCOS NAGELSTEIN

Espaço do Vinho Gaúcho apresenta rótulos, oficina de harmonização e até uma vinícola modelo

o público da Expointer. Em uma espécie de mercearia-modelo são expostos os diferentes produtos resultantes e com valor agregado das três cadeias selecionadas. No local, que incentiva a interação, o visitante pode conhecer a história da criação de gado nos campos gaúchos, as técnicas aplicadas, as melhorias que são utilizadas para qualificar rebanhos, visualizar a grande variedade de alimentos e outros produtos derivados da soja, além de aprender sobre a diversidade dos rótulos de vinhos e espumantes gaúchos. Também há explicações sobre as diferenças de uvas, processos e regiões, demostrando as vantagens dos diferentes “terroir” do Estado.

EXCELÊNCIA DA CARNE GAÚCHA

Arena da Inovação: startups mostram suas novidades na feira

A Vitrine da Carne Gaúcha é uma das atrações mais visitadas da Expointer nos últimos dez anos e tem por objetivo valorizar a excelência da carne gaúcha. No local, o público pode acompanhar demonstrações de consultores em desossa e cortes de carnes, e apresentações de técnicos das associações de raças produtoras de carnes selecionadas. Nas oficinas, eles ensinam, ao vivo, técnicas para desossa e apresentação de diferentes cortes e opções de preparo de carnes. São trabalhadas carcaças de ovinos, suínos e bovinos, conforme programação previamente divulgada. As demonstrações acontecem no Pavilhão Internacional, em frente à Praça Central. A Vitrine da Carne Gaúcha é uma iniciativa da Farsul e integra o Salão do Empreendedor.

Vitrine da Carne Gaúcha conquista o público da Expointer há 10 anos

SAIBA MAIS SOBRE AS CADEIAS PRODUTIVAS QUE ESTÃO REPRESENTADAS NO ESPAÇO: Bovinocultura de Corte A vocação pecuária do Rio Grande do Sul, a produção de carne de qualidade e a relevância dessa cadeia para a economia do Estado são alguns dos pontos que o público visitante vê em destaque. A conexão com a gastronomia e as possibilidades da harmonização com o mundo dos vinhos e espumantes também estão no Salão do Empreendedor. Vinicultura (somente vinhos e espumantes) Estão presentes 30 empresas produtoras de vinhos e espumantes do Rio Grande do Sul. A ideia é divulgar dados e regiões produtoras, mostrar rótulos premiados, novidades e lançamentos. É possível conhecer uma vinícola modelo e as tecnologias usadas para a produção de vinhos

finos, além de participar de oficinas de harmonização. Soja De grande relevância econômica para o Rio Grande do Sul, a parte que mostra a soja é um pouco diferente. As micro e pequenas empresas que atuam com ela, na sua maioria, são integrantes da cadeia produtiva antes das fazendas. Isto é, trabalham com máquinas e equipamentos, caminhões ou armazenamento, fertilizantes e agroquímicos, embalagens, etc. No Salão do Empreendedor, os visitantes têm a oportunidade de vislumbrar o impacto econômico dessa cultura no Estado, a variedade de produtos e subprodutos da soja, além de conhecer tecnologias de ponta utilizadas na agricultura de precisão, bem como o uso de drones no campo.

EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018

7


CAPA

A INDÚSTRIA QUE CRESCE COM O AGRONEGÓCIO

Lançamentos de máquinas e equipamentos agrícolas atraem produtores rurais e as vendas devem superar 2017.

E

Em 2018, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o censo agropecuário com informações mais do que relevantes para o olhar atento para a indústria de máquinas agrícolas. Entre os dados, por exemplo, sabe-se que a frota de tratores no país é de 1.228.634. Destes, 52% estão em condições de sucateamento e 42% têm mais de 20 anos. Em outras palavras, está aí uma enorme oportunidade para a comercialização de novos tratores. Altamente competitivas, as indústrias desse segmento de produtos é uma das poucas que não apresenta reflexos ruins causados por recessão econômica ou instabilidade política brasileira. Ao contrário. O agronegócio, como se percebe em

diversas áreas presentes na 41a Expointer, dá sinais de que vai crescer ainda mais. Com 135 expositores em 2018, a parte exclusiva da feira que abriga as marcas gaúchas, brasileiras e multinacionais é administrada pelo Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas no Rio Grande do Sul (Simers). E o próprio Sindicato aponta alguns motivos que justificam o otimismo entre muitas empresas. “O Plano Safra 2018/2019 tem disponíveis R$ 194,37 bilhões para a aquisição de máquinas e equipamentos agrícolas. As taxas anuais dos financiamentos tiveram uma redução de 1,5% em relação ao ano anterior. E o volume de recursos, com juros coerentes com os de mercado, é o motivo do

otimismo do setor”, aponta a presidente do Sindicato, Carolina Rossato. Para se ter uma ideia das possibilidades que o Brasil tem para a indústria de máquinas, novamente o segmento de tratores ajuda a ilustrar. De acordo com o diretor geral de operações da Mahindra no Brasil, Jak Torretta, sabe-se que por aqui a produção anual, somando todas as marcas é algo em torno de 40 mil tratores ao ano. “Na Índia, são fabricados cerca de 300 mil tratores ao ano. Há um abismo enorme de diferença nos mercados. E o Brasil é o país com as melhores perspectivas para o agronegócio”, reforça o executivo. Mas engana-se quem acredita que o preço é o principal fator na decisão de compra dos produtores rurais. “Já faz algum

DIVULGAÇÃO

Tratores com tecnologia de transmissão automática atraem produtores rurais.

tempo que fatores como atendimento, condições de pagamento, os serviços prestados por técnicos que, em alguns casos, vão até a propriedade, a rede de concessionárias e são prioridades para os agricultores”, comenta Diogo Melnik, gerente comercial e de marketing para a América Latina da americana Case IH. A marca possui um serviço chamado Plano de Manutenção. Ele tem como objetivo aumentar a disponibilidade e o desempenho das máquinas. Com o pagamento de um valor fixo mensal, o produtor conta com todas as intervenções preventivas em seus equipamentos. “Os agricultores buscam objetivamente máquinas que representem economia de tempo, redução de desperdício, ganhos em produtividade e também ofereçam alguma dimunição no consumo de combustível”, acredita o executivo da Case IH. Para o engenheiro Fabrício Costa, gerente da coordenação do planejamento estratégico da John Deere para a América Latina, a tecnologia oferecida pelas indústrias de máquinas é a chave para o futuro do agronegócio. “Se pensarmos nos últimos 50 anos no Brasil, a produtividade cresceu cinco ou seis vezes mais do que a área agrícola. Isso tem a ver com a tecnologia no sentido mais amplo da palavra, não apenas de maquinário. Aí entram o melhoramento genético das plantas, a evolução das técnicas, o domínio do cultivo, etc. Hoje, a gente vive o que eu chamo de consolidação da automação”, aponta ele, observando que as máquinas surgiram como equipamentos integralmente mecânicos. Substituíam o trabalho braçal e a tração animal, já trazendo muitos ganhos na produtividade. “Depois, vieram as máquinas a vapor e as hidráulicas, mas sempre com a presença indispensável do homem, do operador no controle. Agora, vem uma fase em que o equipamento também pode ser automático”, ensina Costa.

DO PEQUENO AO GRANDE

1.228.634 tratores em operação 52% condições de sucateamento 42% tem + 20 anos 10% entre 16 e 20 anos 38% com até 10 anos de operação 8

EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018

172.664 colheitadeiras em operação 59% condições de sucateamento 48% tem + 20 anos 11% entre 16 e 20 anos 31% com até 10 anos de operação

Outro fator, segundo o diretor de vendas nacional da Valtra, empresa do grupo AGCO, Rodrigo Junqueira, é que a indústria possui produtos para todos os perfis de produtores. “Temos tratores que atendem desde a pequena propriedade até as grandes lavouras. Portanto, um portfólio amplo colabora para que a mecanização no campo seja um passo cada vez mais irreversível”, diz.


SHEILA MEYER

Melnick, da Case: mercado brasileiro tem oportunidades para aumentar as vendas em todos os perfis de produtores rurais

MARCELO DE OLIVEIRA/ ESTEIO/RS/BRASIL

O Brasil precisa ser preocupar com a falta de conexão de internet no campo, diz Costa.

DIVULGAÇÃO

Nunes, da Massey, ressalta oportunidades no Brasil.

RETROSPECTIVA DE VENDAS EXPOINTER

2017

1,92 bilhões

2016

1,9 bilhões

2015

1,69 bilhões

2014

2,7 bilhões

2013

3,2 bilhões

2012

Na Expointer, a Valtra lançou 10 tratores de diferentes linhas, todos com tecnologia de transmissores automáticos. E isso também foi visto nos lançamentos da Massey Ferguson, outra gigante da indústria de máquinas agrícolas. Os tratores de 75 a 370 cv foram os destaques no estande. “A linha de tratores MF 8700 Dyna-VT, que está sendo apresentada em primeira mão na Expointer 2018, foi especialmente preparada para trabalhar com grandes implementos, baixo consumo de combustível e alto rendimento operacional. “Diante da projeção positiva para a safra de grãos, do Moderfrota com taxa de juros atrativa e com a boa da rentabilidade para o produtor, o agronegócio segue otimista e em crescimento constante. Para contribuir, a Massey Ferguson investiu em produtos versáteis e com tecnologia de ponta”, confirmou Eduardo Nunes, diretor de

vendas nacional da Massey Ferguson. Por outro lado, há um desafio enorme dos produtores rurais em encarar a onda tecnológica das máquinas. “É preciso ter mão de obra qualificada. Na minha opinião, esse é um dos grandes problemas, o descompasso entre a velocidade da tecnologia e a velocidade da capacitação. Outro entrave é a falta de conectividade. Nós não temos uma rede eficiente para conectar o Brasil rural. Sinal de celular, por exemplo, terá de ser avançado”, observa Fabrício Costa, da John Deere. Seu argumento é que as máquinas de última geração podem operar reportando dados em tempo real para o proprietário, o escritório, o agrônomo, para as empresas. “Só que, sem sinal, as informações simplesmente não chegam em tempo real, o que seria muito melhor para otimizar o processo. O Brasil precisa corrigir isso”, dispara.

2 bilhões

2011

834,7 milhões

2010

827,5 milhões

2009

795 milhões

2008 2007 2006 2005

370 milhões 120 milhões 87 milhões 135 milhões

2004

218 milhões

2003 2002 2001 2000

216 milhões 125 milhões 30 milhões 13 milhões FONTE: SIMERS EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018

9


INOVAÇÃO DIVULGAÇÃO/MAHINDRA

Mahindra faz lançamento mundial na Expointer

CRIAÇÃO DA MAHINDRA NO BRASIL FAZ BONITO MUNDO AFORA O protótipo do 1º trator fruteiro da marca no mundo, apresentado na 41a Expointer, é sucesso também no mercado indiano e de outros países.

U

10

m trator mais estreito e adequado às necessidades dos produtores de frutas chama atenção do mercado especializado. Trata-se do modelo 6060C, o 1º trator fruteiro Mahindra do mundo. O projeto foi desenvolvido por engenheiros brasileiros, em parceria com profissionais da Índia (país de origem da multinacional), Estados Unidos e Japão e a produção para o nosso mercado será na fábrica da cidade de Dois Irmãos, no Rio Grande do Sul. De acordo com o diretor geral de operações da marca no Brasil, Jak Torretta, o lançamento na Expointer foi planejado para ser um diferencial junto a tantas novidades que a empresa oferece desde sua chegada ao País, em 2013. “A Mahindra chegou aqui afirmando que teria uma atuação inovadora. E, de fato, já foram oito novos

produtos lançados desde 2016, quando assumiu a unidade gaúcha. O Brasil, hoje, é o centro de engenharia para a América do Sul”, confirma. Com foco na agricultura familiar e nos produtores de médio porte, a Mahindra desenvolveu a estratégia de apresentação do protótipo na Expointer 2018 porque faz parte, também, do lançamento da campanha “Feitos no Brasil. Para o Brasil”. O objetivo é salientar que a marca número 1 de vendas no mundo vem investindo cada vez mais no País, trazendo novidades para compor seu portfólio, que conta com modelos de tratores de 26cv a 95cv, nacionalizados e preparados para as condições brasileiras de operação. “O trator fruteiro é uma ideia genuína de nossa operação por aqui. Como se mostrou adequado e eficiente

EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018

para seu objetivo, acabou gerando a inspiração da marca para o mundo”, complementa. Além da apresentação do protótipo do 1º trator fruteiro, a Mahindra Brasil reforça a qualidade dos sua tecnologia e traz ao produtor brasileiro a maior garantia do mercado: 6 anos de fábrica. Na Expointer, oficialmente, ocorre também o lançamento do Consórcio Nacional Mahindra. Para a rede de concessionárias, a apresentação foi realizada durante o mês de julho. A ferramenta oferece uma nova possibilidade para o agricultor brasileiro adquirir um trator da marca. Com o consórcio, a compra é programada e não há juros nas parcelas, o que torna o preço final do produto mais baixo do que outras formas de financiamento.

JakTorretta apresentou inovações da empresa. Em um plano de 120 meses (10 anos), por exemplo, 6 anos serão cobertos pela garantia de fábrica. A administradora de consórcios é uma empresa constituída, equiparada a uma instituição financeira, que está legalmente habilitada pelo Banco Central do Brasil. Na Expointer, os apaixonados por trator, ainda terão uma atração extra. Em vez de só apresentar as

máquinas limpas e polidas, haverá um exemplar em condições de trabalho ‘in natura’ – (isso mesmo: sujo!). O modelo 9200, em demonstração até o final da feira, pertence a Alison Dal Ponte, cliente da região de Turvo/RS. A ação “Meu Mahindra” faz parte da estratégia de marketing da marca de comprovar a força e robustez dos produtos para o mercado nacional.


11

EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018


OVINOS

POLL DORSET ESTÁ EM EXPANSÃO NO RIO GRANDE DO SUL Raça se destaca pela alta produtividade de carne, lã e leite e deve contar com programa de certificação ainda este ano.

U

ma presença discreta e promissora. A raça Poll Dorset trouxe apenas 22 exemplares para a Expointer, mas graças a seus atributos a participação na feira e também nos campos gaúchos só tende a crescer. A Poll Dorset é considerada uma das melhores carnes entre as raças ovinas, por conta do marmoreio entre as fibras, muito requisitada pelos principais chefs europeus. A raça foi desenvolvida há 70 anos, na Austrália, a partir de base de animais de origem inglesa. Conhecida e respeitada pela sua aptidão para carne, lã e também para a produção de leite, o Dorset conquistou a admiração dos criadores e consumidores pela qualidade da carcaça e pela finura da lã. A raça tem entre suas principais características o cio o ano todo, mesmo na região sul do Brasil, três partos em dois anos, entrada precoce em reprodução, partos múltiplos (com até quatro cordeiros), habilidade materna acentuada, lã (branca) em quantidade com qualidade, facilidade de parto e genética dominante em cruzamentos.

DIVULGAÇÃO

CARNE CERTIFICADA

O presidente do Núcleo Poll Dorset Sul, Claudio de Sottomaior Filho, anunciou durante a Expointer o plano de lançar um Programa de Cerficação da Carne Poll Dorset ainda este ano. “A carne já tem um alto índice de produtividade e, com esse reconhecimento, o interesse dos produtores deve crescer”, ressalta. Embora não haja muitos criadores gaúchos, a estimativa é de um rebanho em torno de 5 mil cabeças no Estado. “Para uma raça que tem menos de 15 anos de registro no Brasil, é um número muito bom”, ressalta Sottomayor. Os maiores produtores mundiais de carne ovina (Austrália, Nova Zelândia, EUA e África do Sul) têm a base de seus rebanhos nessa qualificada raça. Para ele, apesar da participação não ser muito expressiva na Expointer, o importante é o trabalho de promoção da raça, na busca de formar rebanhos gerais, com sangue Poll Dorset. “Temos que ter uma base de pirâmide

A estimativa é de um rebanho de 5 mil cabeças da raça no Estado

bastante larga e sólida, para que o trabalho de seleção genética possa ser valorizado e este ganho de qualificação dos animais, seja transmitidos aos demais criatórios, disseminando assim, as boas qualidades da raça”, finaliza.

SERVIÇO:

Poll Dorset – 22 animais inscritos Julgamento: 29 de agosto, quarta feira, à tarde, Pista 12. Jurado: Ignácio de Vicenze – Uruguaio

AUTOMÓVEIS

A ESTREIA DA HILUX 2019

Picape da Toyota faz sua primeira aparição ao público na Expointer

A

Toyota do Brasil, na sua 12ª participação consecutiva na Expointer, destaca as versões SRX, SRV, SR e Standard Power Pack da nova Hilux, todas com motorização diesel. O modelo foi lançado na semana passada e, pela primeira vez, pode ser conferido pelo público. A expectativa é de comercializar cerca de 100 unidades do modelo durante o evento.

Há três anos, a Hilux é líder no segmento de picapes médias no País. O veículo é produzido na fábrica de Zárate, uma província de Buenos Aires, na Argentina. De lá, o modelo é exportado para 21 destinos, inclusive o Brasil. Segundo a consultoria especializada no setor automativo Focus2Move, o modelo já atingiu nos primeiros sete meses de 2018 a terceira DIVULGAÇÃO/TOYOTA

Modelo tem versões para o campo e para a cidade

12

EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018

colocação entre os veículos mais vendidos da região. Com o lançamento, a Hilux 2019 reforça sua proposta de um produto multiuso, que tanto pode ser usada no campo, quanto na cidade. Sua principal atribuição, enraizada por um DNA essencialmente dotado de robustez, tem como diferencial para a linha 2019 um novo desenho frontal nas versões SRX, SRV e SR. O modelo incorpora desenho de grade hexagonal, traçada por três sólidas barras horizontais contornadas por um acabamento cromado. As alterações implicaram remodelação do parachoque dianteiro, onde foram incorporados faróis de neblina, equipamento presente desde a versão SR. Como em 2018 a Hilux completa 50 anos de existência, a versão

topo de linha SRX homenageia à tradicional história do modelo, tornando-se a SRX 50th anniversary, incluindo capota marítima, priorizando o uso e conveniência aos clientes. Já os modelos voltados para o trabalho mantiveram o design externo da linha 2018 e receberam novos itens e alterações. Motores diesel e flex compõem a linha 2019 da Hilux. Nas versões SRX, SRV e SR, dos modelos diesel, a transmissão é automática. Para as demais opções, o câmbio é manual de seis velocidades. A versão flex foi projetada especialmente para o mercado brasileiro e tem como diferencial a tecnologia de duplo comando de válvulas variável (Dual-VVTi), que otimiza a queima de combustível de maneira inteligente.

ESTACIONAMENTO EXCLUSIVO

Durante todos os dias de realização da Expointer 2018, os clientes Toyota terão direito a estacionamento exclusivo e gratuito, com localização privilegiada para acesso ao estande da marca. As vagas reservadas serão limitadas e estarão disponíveis mediante ordem de chegada. A área fica localizada entre os portões 1 e 14, com entrada pela pista local da Avenida Independência. Além disso, a fim de garantir a segurança de seus clientes e aumentar o índice de atendimento de seus veículos envolvidos em campanhas de recall de airbag, a Toyota promoverá uma ação especial de reparo no estacionamento disponibilizado aos proprietários de carros da marca. A ação é gratuita.


13

CANAL RURAL

SANIDADE ANIMAL E 100 ANOS DA CULTURA DO TABACO EM DISCUSSÃO NA QUARTA No Dia da Agricultura Familiar, Arena Canal Rural terá debates que abrangem pecuária e uma cultura tradicional no Estado.

A

quarta-feira, 29 de agosto, terá uma série de atrações interessantes na Arena Canal Rural. A programação começa com a Abertura do Dia da Agricultura Familiar na Expointer, a partir das 9h, seguido dos lançamentos do Projeto Nação Agro e da Campanha pelo Voto Consciente, uma parceria do Canal Rural e da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS). A partir das 9h30, será a vez do “Fórum Canal Rural: Sanidade animal, desafio da agricultura familiar”. À tarde, às 14h30, será a vez do “Fórum Canal Rural Sistema integrado de produção de tabaco: 100 anos de história e desenvolvimento”. Os dois eventos têm entrada gratuita e serão transmitidos ao vivo pela televisão. A oferta de boas condições de sanidade aos animais deve fazer

parte da filosofia de melhoramento do ambiente na criação e também do esforço de satisfazer plenamente os consumidores. A partir dessa premissa, o fórum da manhã conta com a presença do secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação do Rio Grande do Sul, Odacir Klein; do secretário de Desenvolvimento, Pesca e Cooperativismo do Estado, Tarcísio José Minetto; do presidente do Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal (Fundesa), Rogério Kerber; do presidente da Fetag-RS, Carlos Joel da Silva. Também participam do fórum o presidente da Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (Acsurs), Valdecir Luis Folador; do conselheiro do Sindicato das Indústrias de Produtores de Suínos (SIPS), Luís Gustavo Goulart do Nascimento; do presidente da Associação

FRANCO RODRIGUES / CANAL RURAL

Arena Canal Rural reúne público para acompanhar discussões sobre temas diversificados.

Gaúcha de Avicultura (Asgav), Nestor Freiberger; do presidente do Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados (Sindilat-RS), Alexandre Guerra, do superintendente Federal da

Agricultura no Rio Grande do Sul, Bernardo Todeschini e da médica veterinária e fiscal estadual agropecuária, Flávia Bornancini Borges Fortes. O período da tarde será para

celebrar os 100 anos da cultura do tabaco no Rio Grande do Sul. O sistema integrado de produção introduziu uma série de tradições que, posteriormente, foram adotadas por outras culturas, como o fornecimento de insumos pelo comprador para garantir a totalidade da safra do produtor. O fórum “Sistema integrado de produção de tabaco: 100 anos de história e desenvolvimento”, será a partir das 14h30, realizado em parceria entre Canal Rural, Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) e Souza Cruz. O evento contará com a participação do diretor de Tabaco da Souza Cruz, Dimar Paulo Frozza, do presidente da Afubra, Benício Albano Werner, do presidente da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Tabaco, Romeu Schneider e do gerente Nacional de Produção Agrícola da Souza Cruz, Alex Genehr.

EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018

13


GENÉTICA

QUANTO MAIS, MELHOR AGENDA 2018

14 SET

28 SET

8E9 SET

CIRCO TURMA DA MÔNICA Teatro do Bourbon Country

ALCIONE

23 SET

ANDREA BOCELLI

MILTON NASCIMENTO

28 SET

PAULA TOLLER

Auditório Araújo Vianna

Auditório Araújo Vianna

Estádio Beira-Rio

Teatro Feevale

Premiação destaca macho e fêmea com mais filhos registrados em um ano

O

s melhores bovinos foram o destaque da Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC). Os vencedores do mérito Difusão Genética Nacional foram divulgados na segunda-feira, 27 de agosto, na Expointer, juntamente com o lançamento do Sumário de Touros ANC/PROMEBO 2018/2019 e a apresentação do novo Índice Bioeconômico de Carcaça (IBC). O pesquisador da Embrapa Fernando Cardoso explica os resultados que virão com o novo indicador. “O IBC é uma maneira de agregar valor às informações de ultrassonografia. Desenvolvemos um modelo que relaciona as medidas de carcaça dos animais com a chance dos seus filhos serem bonificados”, detalhou. O mérito Difusão Genética Nacional destacou o macho e a fêmea nacional que tiverem o maior número de filhos registrados nos livros Puro de Origem e Puro Controlado, no período de 1º de julho de 2017 a 30 de junho de 2018. “Nosso trabalho é valorizar os animais registrados, que apresentam características melhoradoras importantes para o rebanho nacional, estejam eles nas feiras ou no campo”, pontua o presidente da ANC, Ignacio Tellechea. A premiação só foi concedida às raças com, no mínimo, cem animais registrados no período. Para serem agraciadas, as fêmeas deveriam ter, no mínimo, cinco descendentes registrados.

CONHEÇA OS VENCEDORES:

23 OUT

GIPSY KINGS Auditório Araújo Vianna

28 NOV

CANAIS DE VENDAS OFICIAIS PORTO ALEGRE Bilheteria do Teatro do Bourbon Countr y

MARIA BETHÂNIA E ZECA PAGODINHO Auditório Araújo Vianna

MAIS INFORMAÇÕES OPUSPROMOCOES.COM.BR

NOVO HAMBURGO Bilheteria do Teatro Feevale

/OPUSPROMOCOES /OPUSPROMOCOES

ABERDEEN ANGUS Macho Ângelo Bastos Tellechea, proprietário do animal UMBU 1922 BRIGADIER (189 filhos registrados) Fêmea Susana Macedo Salvador/CIA. AZUL KAYENE TE 1425 (18 filhos) CHAROLÊS Macho Nilson Antônio Pagliosa/ VAGABOND 2803 DE SANTO IZIDRO (115) Fêmea Murilo Pess/JOTABÊ 5117 BR (8)

TEATRO DO BOURBON COUNTRY - ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO Nº 49110802 VALIDADE 21/02/2019 CAPACIDADE MÁXIMA: 1.144 PESSOAS AUDITÓRIO ARAÚJO VIANNA - ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO Nº 48640204. VALIDADE: INDETERMINADA. APPCI Nº 656 REFERENTE PPCI Nº 25452/1. EM PROCESSO DE RENOVAÇÃO. CAPACIDADE: 3.628 PESSOAS TEATRO FEEVALE - ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO INSCRIÇÃO MUNICIPAL Nº 100554. VALIDADE: INDETERMINADA. CERTIFICADO DE CONFORMIDADE DE PPCI Nº 5266/1. VALIDADE 19/10/2019

DEVON Macho Juarez Sandi/ARAPARI 1672 TORPEDO G4920 (107) Fêmea Wanderley Berte/ARAPARI 1830 CHIMARRÃO A0142 (11) HEREFORD Macho Mário Ubirajara Rotta Anselmi/ MAUÁ LORD DO PONTAL 4077 (141) Fêmea Ricardo Macedo Gregory/ BARRAGEM 440-650 (11) SHORTHORN Macho Thales Medeiros Ferreira da Costa/IBIROCAI T690 TRUSTY T908 (15)

ALEJANDRO AMUTTI

Troféu inspirado em cada raça

14

EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018


CULTURA

EXPOINTER EM PRETO E BRANCO Projeto dos fotógrafos Nilton Santolin e Fernando Kluwe Dias transforma retratos dos personagens da feira em arte FERNANDO KLUWE DIAS

A menina Manoela entre os tratadores Luiz Pedro Pedroso Maidana e Dagoberto Sousa Giordano

O

s verdadeiros astros da maior feira de agropecuária a céu aberto da América Latina são revelados no projeto Personagens da Expointer. A ideia dos amigos e fotógrafos Nilton Santonlin e Fernando Kluwe Dias, da Secretaria Estadual e Agricultura Pecuária e Irrigação, nasceu no ano passado e continua na 41ª edição da feira. “A proposta foi mostrar as pessoas que compõem a Expointer e não eram percebidas. São personagens que fazem a história do evento. Se a feira tem essa grandiosidade é por causa deles”, acredita Santolin. Inicialmente, os amigos fotógrafos começaram a clicar os tipos característicos que traduzem a identidade do gaúcho, do trabalhador que faz os animais brilharem, das pessoas que fazem a feira acontecer. Entre as personagens estão Luiz Pedro Pedroso Maidana, de Uruguaiana, e Dagoberto Sousa Giordano, de Alegrete. Os dois têm um histórico como tratadores das ovelhas da raça Merino Australiano e trabalham

para a Cabanha Santa Caminha, de Alegrete. A trajetória de Maidana se confunde com a da própria Expointer, evento do qual ele participa desde as primeiras edições, quando ainda eram no bairro Menino Deus, em Porto Alegre. Eles que tratam com tanto cuidado dos animais são reverenciados nas fotos como as estrelas do evento que ajudam a construir. Outro tipo característico retratado pelo projeto é o tratador Valdir Roos da Silva, o famoso “Pit Bull”, criador de ovelhas da raça Texel Colorido, da Cachoeira do Sul. “Há 27 anos, participo da feira, primeiro como funcionário e há 8 anos com minha própria criação. Em 2003, fui eleito Peão de Destaque da Expointer”, orgulhase o “Pit Bull”, que transformou seu apelido no nome de sua cabana. Mas Santolin e Dias vão além dos retratos dos tratadores de animais. Embora essas sejam as suas principais personagens, outros trabalhadores da feira

e visitantes também ganham status de arte sob o olhar dos fotógrafos. É o caso, por exemplo, da corte da Expointer com sua rainha e princesas de 2017 e do punk Maurício Duarte Possa, de Nova Esperança do Sul, que passeava com o pai no Parque de Exposições Assis Brasil no último domingo (26/08). Dias conta que o objetivo dos retratos, especialmente em preto e branco, é mostrar o que ninguém vê. “É dar mais dramaticidade, suscitar a imaginação e realçar o que, em geral, passa desapercebido na feira”, conceitua. No ano passado, os dois fotógrafos fizeram cerca de 20 registros com essas personagens. A ideia é continuar com esse olhar na Expointer em 2018 e, quem sabe, transformar esse projeto em uma exposição. Por enquanto, quem quiser conferir essas e outras imagens registradas pela dupla, poderá acessar a página Personagens da Expointer no Facebook.

NILTON SANTOLIN

O tratador Valdir Roos Silva, o “Pit Bull”, é um dos personagens retratados

FERNANDO KLUWE DIAS

Maurício Duarte Possa e o churrasco na feira de todos os gaúchos

EXPRESSO EXPOINTER, ESTEIO, QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018

15


A gente está ao seu lado na Expointer e onde mais você estiver. Há mais de 115 anos, acreditamos na cooperação como forma de crescer com quem trabalha ao nosso lado. Por isso, estamos presentes em 22 estados e no Distrito Federal, com mais de 1.600 agências espalhadas pelo Brasil, sempre próximos dos nossos mais de 3,8 milhões de associados. Conte com a nossa parceria e venha crescer junto com a gente na Expointer 2018.

SAC - 0800 724 7220 / Deficientes Auditivos ou de Fala - 0800 724 0525. Ouvidoria - 0800 646 2519.

Profile for Sheila Meyer

Expresso Expointer 2018 EDIÇÃO 4  

Jornal diário Expresso Expointer, produzido durante a Feira. 16 páginas.

Expresso Expointer 2018 EDIÇÃO 4  

Jornal diário Expresso Expointer, produzido durante a Feira. 16 páginas.

Advertisement