Page 1

ABERTURA DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 05.03

05.03

Oração da Campanha da Fraternidade 2014 Representantes do Santuário e Serviço Social São Judas Tadeu participaram da Missa com Imposição de Cinzas na Catedral. 05.03

Durante a Celebração, padre Luiz Caputo falou sobre a importância da Quaresma e o seu caráter penitencial.

Na Paróquia, o encontro aconteceu às 20h e marcou a abertura local da Campanha da Fraternidade 2014. 05.03

Os fiéis apresentaram-se para receber as Cinzas. "Convertei-vos e crede no Evangelho", foi o incentivo aos presentes.

São José do Rio Preto | Abril/2014 | Nº 71 | Ano 7

Ó Deus, sempre ouvis o clamor do vosso povo e vos compadeceis dos oprimidos e escravizados. Fazei que experimentem a libertação da cruz e a ressurreição de Jesus. Nós vos pedimos pelos que sofrem o flagelo do tráfico humano. Amém.

SÃO JUDAS ACONTECE 11.03

MISSA DE CURA E LIBERTAÇÃO 1 O encontro foi celebrado no Santuário São Judas Tadeu e reuniu centenas de fiéis. 14.03

ORGANIZAÇÃO Pe. Luiz Caputo reúne paroquianos indicados para compor o Conselho Econômico.

11.03

MISSA DE CURA E LIBERTAÇÃO 2 Emocionante, a Exposição do Santíssimo foi o ponto alto da Celebração. 15.03

CATEQUESE Turmas refletem a importância da Campanha da Fraternidade em encontros temáticos.

12.03

SOLIDARIEDADE Adolescentes do São Judas apresentam peças feitas com materiais doados no Canadá. 17.02

BENEFICENTE Voluntários iniciam a organização da 20ª Festa das Nações, que acontecerá em Junho.

SEMANA SANTA

RESSURREIÇÃO SOCIAL

Acompanhe a programação do Santuário São Judas Tadeu e participe das Celebrações do Tríduo Pascal.

Páscoa: oportunidade de “vida nova” para Gabriel Brito, educando do Serviço Social São Judas Tadeu.


EDITORIAL

NA REDE SANTUÁRIO

"Quem diz a verdade proclama a justiça." Provérbios 12,17

Dia 5 de março iniciamos uma “viagem”. Deixamos o “conforto” das nossas “velhas atitudes” e pegamos a “estrada”. O nosso destino? A Ressurreição de Jesus Cristo! Desde a Quarta-feira de Cinzas estamos transitando pela Quaresma. Ao iniciar essa caminhada, cremos, você “calibrou” a sua fé, verificou o “nível” da sua esperança e “dimensionou” a sua caridade. Até aqui, a que conclusão você chegou? É possível alcançar o “destino”? Em poucos dias estaremos mergulhados no Tríduo Pascal. Para facilitar a vivência do “ponto alto” do nosso Ano Litúrgico, oferecemos na página 5 a programação da Semana Santa da Paróquia Santuário São Judas Tadeu. Nessa edição da Revista Voz no Caminho você encontrará, também, uma matéria que expressa o sentido de vida nova que a Páscoa confere a todos nós. O título do texto é “Ressurreição Social” (páginas 6 e 7)! “Embarque” realizado na Quarta-feira de Cinzas, horários programados com antecedência e o desejo de alcançar o “destino”. Se chegar é importante, chegar preparado também é: ainda dá tempo de se confessar, rezar mais e motivar-se para o Tempo Pascal. Se ainda assim você se sentir “atrasado”, não tema: “o Cristo, que leva aos céus, caminha à frente dos seus! Ressuscitou de verdade. Ó rei, ó Cristo, piedade!” (Sequência / Páscoa) Diretor Geral Pe. Luiz Caputo Jornalista Responsável André Botelho - MTB 43.468 / SP Impressão e Diagramação Gráfica São Judas | 17. 3215.9200

Fundador Pe. Bonomi Lodovico

02 Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto)

São José, esposo de Maria Pe. Luiz Caputo caputo@saojudasrp.org.br

“O Pastor com o cheiro das ovelhas!!!” Carlos Alberto de Oliveira “O olhar do bom Pastor! Senti na JMJ. Trago dentro de mim tudo que vi e vivi lá. É uma luz que não se apaga”. Sirlei Evangelista Bonfim “Grande motivador do seu rebanho! Que ele continue com essa moção do Espírito Santo sempre. Amém!” Suzet Aparecida Freitas Oliveira “Humilde, amoroso e atencioso com o próximo. Ele é maravilhoso!” Larissa Jamal “Verdadeiramente um homem de Deus! Humildade é seu nome e amor seu sobrenome!” Ana Lúcia Carvalhaes

ENQUETE O Serviço Social São Judas Tadeu, em 2014, passou a atender crianças a partir dos 6 anos. Você acredita que o trabalho iniciado nessa idade pode render frutos mais duradouros? ACESSE E OPINE

facebook.com/redesantuariosaojudas

EM DESTAQUE Foto | Bruno Santos

Definir onde se deseja chegar é uma das primeiras ações de quem se propõe a fazer uma viagem, não é mesmo? Para que o objetivo seja alcançado, alguns cuidados são necessários. Vai de carro? Então a atenção se volta para a calibragem dos pneus, para o nível do óleo e da água e para, não menos importante, a quantidade de combustível. Resolveu ir de ônibus ou avião? As passagens, certamente, foram compradas com antecedência e os horários programados para não haver atraso no embarque. Considerados os meios de transporte, uns chegam mais rápido do que outros, mas o importante é chegar!

PALAVRA DO PÁROCO

“A Igreja, em 13 de março, comemorou um ano de pontificado do papa Francisco. Sua Santidade, nesse período, já conseguiu imprimir a sua marca?”

Colaboradores Dom Tomé Ferreira da Silva Pe. Luiz Caputo Serginho Valle Heloisa Helena M. Faria Cidinha Bueno Renaldo Augusto Vieira Bruno Henrique Santos Julio Mitio Ito Jr.

A foto que ilustra essa página foi tirada durante a entrega de uniformes no Serviço Social São Judas Tadeu. Os recursos para a confecção das camisetas foram doados pelas Comunidade de Santa Cruz, Strathroy e Parkhill, no Canadá. Em destaque a pequena Giovanna Ester Violin, 6 anos.

Paróquia Santuário São Judas Tadeu Rua José Bonifácio, 1598 Jardim Roseiral - CEP 15070-400 Fone (17) 3215-9201 | 3012-0091 São José do Rio Preto - SP Tiragem: 2.000 exemplares

Estamos no centro da Quaresma. Pode parecer estranho para os leitores esta reflexão sobre São José, esposo de Maria. São vários os fatores que me levam a este “atrevimento”. Entre eles, destaco o fato de termos celebrado a Festa litúrgica do “pai adotivo” de Jesus recentemente; além do valor evangélico que ele expressa (ainda que apareça tão pouco nos Escritos Bíblicos). José é conhecido também como “José de Nazaré” ou “José, o Carpinteiro”. Seu nome é a versão hebraica de JOSEF. Outro ponto: era descendente de Davi. Bem sabemos, pela nossa fé e pela revelação da Palavra de Deus, que Maria, já tendo sido prometida em casamento a José, concebeu – por intermédio do Espírito Santo - sem que houvesse tido relações maritais com homem algum (Mt 1,18-19). José, após ter recebido a revelação de Deus (Mt 1,21-24), assumiu a guarda do Menino; reconhecendo-o como seu legítimo filho. Ele era carpinteiro, isso segundo o evangelista São Mateus (Mt 13,55). Tudo é muito discutido e são várias possibilidades, mas segundo os Relatos Bíblicos, prevaleceu que Jesus era filho do carpinteiro. Os Evangelhos não falam muito da vida familiar de Jesus e muito menos de São José. Apenas alguns

episódios são destacados, como o que é narrado por Lucas, quando Jesus é levado por seus pais para Jerusalém, na festa da Páscoa. Depois de dias de festa, Jesus ficou para trás. Isso causou grande preocupação para seus pais, que O encontraram depois de três dias. (Lc 2, 48-49) Segundo a tradição, quando Jesus começou a sua vida pública, José já tinha morrido. De fato, sua presença não é citada nem mesmo no momento da Cruz, quando Maria é confiada ao “Discípulo Amado”. Os livros canônicos não falam absolutamente nada sobre a morte de José. O fato é que São José foi um grande homem e um pai exemplar. Ele encarnou os traços mais profundos da paternidade e é modelo para todos os pais. Quantas coisas ele pode inspirar em um pai cristão: o exemplo de dedicação ao trabalho, prudência, o olhar voltado para o que realmente é útil para a família, a bondade, honestidade, etc. Isso tudo, sem falar, de sua delicadeza para com Maria; quanta atenção dispensada como esposo e companheiro. Diante de São José, rezemos ao Bom Deus pedindo que dê aos pais e esposos a força para serem solícitos, alegres e responsáveis. Que vivam o amor como entrega e a valorização da família como meta. São José, rogai por nós e por nossas famílias! Amém. Pe. Luiz Caputo é pároco reitor do Santuário São Judas Tadeu, em São José do Rio Preto / SP

ORAÇÃO A SÃO JUDAS TADEU São Judas Tadeu, apóstolo escolhido por Cristo, eu vos saúdo e louvo pela fidelidade e amor com que cumpriste vossa missão. Chamado e enviado por Jesus, sois uma das doze colunas que sustentam a verdadeira Igreja fundada por Cristo. Inúmeras pessoas imitando vosso exemplo e auxiliadas por vossa oração, encontram o caminho para o Pai, abrem o coração aos irmãos e descobrem forças para vencer o pecado e superar todo o mal. Quero imitar-vos, comprometendo-me com Cristo e com sua Igreja por uma decidida conversão a Deus e ao próximo, especialmente o mais pobre. E assim convertido, assumirei a Missão de viver e anunciar o Evangelho como membro ativo de minha comunidade. Espero, então, alcançar de Deus a graça que imploro, confiando na vossa poderosa intercessão. Amém. Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto) 03


PALAVRA DO BISPO

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA SANTA | 2014

Santuário São Judas Tadeu

Campanha da Fraternidade 2014

DOMINGO DE RAMOS DA PAIXÃO DO SENHOR

Dom Tomé Ferreira da Silva www.bispado.org.br

Não faz muito tempo, a rede Globo de televisão fez e transmitiu uma novela, "Salve Jorge", onde destacava uma realidade brasileira nem sempre explícita: o tráfico de brasileiros para prostituição em outros países. A Campanha da Fraternidade é uma atividade pastoral da Igreja Católica Apostólica Romana, no Brasil, que se desenvolve anualmente durante a quaresma; neste ano de 2014, de 05 de março a 13 de abril. É uma atividade acolhida por todas as dioceses brasileiras. Iniciada em 1964, a Campanha da Fraternidade tem 51 anos de existência, voltada para a sociedade, no desejo de conscientizar as pessoas e transformar a realidade, à luz da fé, colocando em foco uma questão ou desafio de grandes proporções para o País e para a Igreja. No ano de 2014, a Campanha da Fraternidade tem como tema "Fraternidade e tráfico humano", e como lema "É para a liberdade que Cristo nos libertou" (Gl 5,1). É um clamor para que as pessoas se conscientizem sobre a realidade do tráfico de pessoas, no Brasil, para trabalho e ou prostituição, e para o tráfico de órgãos humanos. Esta conscientização deverá gerar uma mudança na sociedade brasileira, respeito à pessoa e promoção de sua indignidade. O objetivo geral da Campanha da Fraternidade-2014 é "Identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-lo como violação da dignidade e da liberdade humana, mobilizando cristãos e a sociedade brasileira para erradicar esse mal, com vista ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus." São objetivos específicos da Campanha da Fraternidade-2014: "Identificar as causas e modalidades do tráfico humano e os rostos que sofrem com essa exploração; denunciar as 04 Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto)

estruturas e situações causadoras do tráfico humano; reivindicar, dos poderes públicos, políticas e meios para a reinserção das pessoas atingidas pelo tráfico humano na vida familiar e social; promover ações de prevenção e de resgate da cidadania das pessoas em situação de tráfico; suscitar, à luz da Palavra de Deus, a conversão que conduza ao empenho transformador dessa realidade aviltante da pessoa humana; celebrar o mistério da morte e ressurreição de Jesus Cristo, sensibilizando para a solidariedade e o cuidado às vítimas deste mal." O católico não pode ficar indiferente diante do drama doloroso do tráfico humano. O Papa Francisco disse: "A cultura do bem-estar, que nos leva a pensar em nós mesmos, torna-nos insensíveis aos gritos dos outros; faz-nos viver como se fôssemos bolhas de sabão: são bonitas, mas não são nada, são pura ilusão do fútil, do provisório. Esta cultura do bem-estar leva à indiferença a respeito dos outros; antes, leva à globalização da indiferença. Neste mundo da globalização, caímos na globalização da indiferença. Habituamo-nos ao sofrimento do outro; não nos diz respeito, não nos interessa, não é responsabilidade nossa"( Lampedusa, Itália, 08 de julho de 2013). Rezemos com a Campanha da Fraternidade-2014: "Ó Deus, sempre ouvis o clamor do vosso povo e vos compadeceis dos oprimidos e escravizados. Fazei que experimentem a libertação da cruz e a ressurreição de Jesus. Nós vos pedimos pelos que sofrem o flagelo do tráfico humano. Convertei-nos pela força do vosso Espírito, e tornainos sensíveis às dores destes nossos irmãos. Comprometidos na superação deste mal, vivamos como vossos filhos e filhas, na liberdade e na paz. Por Cristo nosso Senhor. Amém!"

Dom Tomé Ferreira da Silva é o Bispo Diocesano de São José do Rio Preto/SP

13/04

Domingo

9h - Missa / Bênção e Procissão de Ramos 19h30 - Missa / Bênção de Ramos

14/04

Segunda-feira

15/04

Terça-feira

16/04

Quarta-feira

17/04

Quinta-feira

18h às 19h30 - Jantar Moradores em Situação de Rua 19h30 - Celebração Penitencial 14h30 - Missa da Unidade (Catedral) INSTITUIÇÃO DA EUCARISTIA, DO SACERDÓCIO E LAVA PÉS (Ceia do Senhor) 20h - Missa (Santuário) 23h45 - Caminhada Penitencial (Eng. Schmidt) PAIXÃO DO SENHOR

18/04

Sexta-feira

7h30 às 14h30 - Vigília (Escala por Grupos) 15h - Celebração da Paixão (Santuário) 19h - Procissão do Senhor Morto VIGÍLIA PASCAL

19/04

Sábado

20h - Bênção do Fogo Novo, Proclamação da Páscoa, Renovação das Promessas do Batismo e Celebração da Páscoa DOMINGO DE PÁSCOA (Ressurreição do Senhor) 7h - Missa com Procissão do Cristo Ressuscitado

20/04

Domingo

9h - Missa com Batizados 19h30 - Missa / Ressurreição

FRATERNIDADE TEM GESTO CONCRETO

Coleta Nacional da Solidariedade Dias 12 e 13 de Abril de 2014

No final de semana do Domingo de Ramos, a Igreja realiza a Coleta Nacional da Solidariedade. A ação faz parte da programação da Campanha da Fraternidade e se apresenta como gesto concreto da Caminhada Quaresmal. Vale lembrar que em sintonia com o tema da Campanha da Fraternidade,

todo o valor doado pelos fiéis constituirá dois fundos: um Nacional e outro Diocesano. Ambos possibilitarão o financiamento de projetos e ações que combatam ou amenizem as consequências do tráfico humano. Dessa forma, 60% do total da coleta permanecem na diocese e 40% são destinados para o Fundo Nacional.

Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto) 05


PÁSCOA

A “Ressurreição Social” de Gabriel Foto | Bruno Santos

André Botelho andre@saojudasrp.org.br

Dezembro de 2013. Durante a formatura dos adolescentes do Serviço Social São Judas Tadeu, Gabriel Brito, 15, “solou” uma canção. O educando, que recebe instruções musicais na Entidade, teve a sua apresentação gravada e divulgada em uma rede social pela irmã. Dias depois, para a surpresa de ambos, um convite fortaleceu ainda mais a paixão dele pela música. “Aprendiz” no curso de Eletricidade, Gabriel iniciou a sua caminhada no São Judas em agosto de 2011. Artes Gerais, Pintura em Gesso, Ética e Cidadania, Restauração e Assistente Administrativo fazem parte do currículo dele desde então. Mesmo diante de tantos conceitos assimilados, a música é a atividade preferida pelo adolescente. “Dois meses depois que entrei no Serviço Social comecei a estudar na Banda e estou nela atualmente. Por incrível que pareça, foi minha mãe quem me motivou. Até então eu não queira entrar. Comecei por curiosidade e hoje não quero mais sair”, disse ele. Além de Sax Soprano, Alto, Tenor e Sopranino, Gabriel tem conhecimentos básicos em Violino, Clarineta e Flauta Doce. Ainda que considerada a grande variação de instrumentos, a rotina do adolescente não permite que ele se dedique por muito tempo à música. Aulas regulares na Escola Pública pela manhã, atividades no São Judas à tarde e o C u r s o d e Te l e c o m u n i c a ç õ e s à n o i t e preenchem o tempo do jovem instrumentista. “Eu tento dar o meu melhor em tudo”, completou.

“Eu tenho o sonho de entrar em uma orquestra e obter mais experiência musical” O testemunho de superação de Gabriel se confunde com as histórias de mais de 15mil 06 Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto)

adolescentes profissionalizados pelo Serviço Social São Judas Tadeu. A Entidade, fundada em 1692, nasceu do ideal do Missionário Comboniano, padre Ângelo Dell'Oro, que desejou oferecer oportunidade de “vida nova” para meninos que andavam, sem atividade, pelas ruas de terra do Jardim Roseiral. Hoje sob a presidência do padre Luiz Caputo, que atua em nome da Diocese de São José do Rio Preto (SP), esse ideal se atualiza. “Passamos a atender crianças a partir dos 6 anos de idade. Estamos em sintonia com as demandas do município, mas a nossa meta é resgatar cada vez mais cedo a dignidade de parcelas excluídas da sociedade”, disse o religioso.

“Eu vim para que tenham a vida e a tenham em abundância” (Jo 10, 10) A história de Gabriel se insere, no contexto pascal, como exemplo de “ressurreição social”. Analisadas as possibilidades, seria fácil justificar o abandono dos sonhos pela falta de oportunidades. Ele, ao contrário, preferiu se manter firme na busca por alternativas de “vida nova”. “Em nenhum momento eu pensei em desistir. Percebi que isso (conhecimento) vai ser muito bom para a minha carreira profissional”, disse o adolescente (que tem Jesus como a coisa mais importante na vida; seguido pela família, música e amigos).

“Comecei passar meu conhecimento a futuros músicos e eu gosto muito disso” Depois que teve a sua apresentação postada na Internet, Gabriel foi procurado pelo vereador Marcio Larranhaga. O parlamentar convidou o adolescente para visitar o seu gabinete. Durante o encontro, o jovem músico foi presenteado com um sax e recebeu o convite para dar aulas de música, na periferia de São José do Rio Preto, em Entidade apoiada por Larranhaga. “Comecei passar meu conhecimento a futuros músicos e eu gosto muito disso”, concluiu Gabriel Brito da Costa, 15 anos, “exemplo de persistência” e músico! 07

Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto)


LITURGIA

A Semana Santa na Obra Social

A última Ceia

Cidinha Bueno comunicacao@saojudasrp.org.br

08 Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto)

At 4,13-21 Sl 117(118),1.14-21 Mc 16,9-15

2º PÁSCOA OU DIVINA MISERICÓRDIA

At 2,42-47 Sl 117(118),2-4.13-15.22-24 1Pd 1,3-9 Jo 20,19-31

São Pedro Chanel São Luís Grignion de Montfort At 4,23-31 Sl 2,1-9 Jo 3,1-8

Is 42,1-7 Sl 23(27),1-3.13-14 Jo 12,1-11 VIGÍLIA PASCAL Gn 1,1-2,2 - Gn 22,1-18 Ex 14,15-15,1 - Rm 6,3-11 Sl 117(118),1-2.16ab-17.22-23 Mt 28,1-10 At 3,11-26 Sl 8,2a.5-9 Lc 24,35-48

Santa Catarina de Sena At 4,32-37 Sl 92(93),1ab.1c-2.5 Jo 3,7b-15

10 QUI 15 TER

Dn 3,14-20.91-92.95 (Sl) Dn 3,52-56 Jo 8,31-42

20 DOM

Santo Isidoro Sb 2,1a.12-22 Sl 33(34),17-21.23 Jo 7,1-2.10.25-30

25 SEX

Sl 21(22),8-9.17-18a.19-20.23-24

Fl 2,6-11 Mt 26,14-27,66 PAIXÃO DO SENHOR Is 52,13-53-12 Sl 30(31),2.6.12-13.15-17-25 Hb 4,14-16;5,7-9 Jo 18,1-19,42 At 3,1-10 Sl 104(105),1-4.6-9 Lc 24,13-35

14 SEG

Ramos da Paixão Is 50,4-7

19 SÁB

Nm 21,4-9 Sl 101(102),2-3.16-21 Jo 8,21-30

09 QUA

04 SEX

Ex 32,7-14 Sl 105(106),19-23 Jo 5,31-47

05 SÁB

Serginho Valle é coordenador do Serviço de Animação Litúrgica (SAL).

24 QUI

03 QUI 08 TER 13 DOM

02 QUA 12 SÁB

07 SEG

1Cor 11,23-26 Jo 13,1-15 At 2,36-41 Sl 32(33),4-5.18-20.22 Jo 20,11-18

o povo celebrante, seriam atores ou, na pior das possibilidades, expectadores de um rito realizado há 2000 anos. Mas não, todos nós somos celebrantes na Missa e, no momento celebrativo da Eucaristia, estamos participando Mistério Pascal de Cristo, do qual fazemos memória. Fazer memória não é repetir um rito, mas atualizar um acontecimento. Isso é tão importante para entender o que é a Missa, que vou repetir com outras palavras. Fazer Memória não é teatralizar a Última Ceia, é atualizar, trazer para o momento presente, para o nosso hoje, para a nossa vida, o acontecimento salvífico de Cristo. Quer dizer, a Salvação do Pai, realizada no Mistério Pascal de Cristo, acontece HOJE a nós que estamos celebrando a Missa nesse momento. É isto que se entende como a primeira e mais importante participação; participar (toma parte) do Mistério Pascal de Cristo, participar da sua Salvação. O mais bonito de tudo é que isso não é obra nossa, mas ação do Espírito Santo. Sem o Espírito Santo não existe Eucaristia, não existe participação na Salvação de Cristo, não existe presença memorial do Mistério Pascal de Cristo. Qualquer comparação de Missa com teatro é totalmente fora de contexto.

29 TER

At 2,14.22-33 Sl 15(16),1-2a.5.7-11 Mt 28,8-15

Sl 115(116B),12-13.15-16bc.17-18

18 SEX

Mt 26,14-25

CEIA DO SENHOR Ex 12,1-8.11-14

23 QUA

Sl 68(69),8-10.21bcd-22.31.33-34

Ez 37,21-28 (Sl) Jr 31,10-13 Jo 11,45-56

28 SEG

Is 50,4-9a

São João Batista de La Salle Dn 13,1-9.15-17.19-30.33-62 Sl 22(23),1-6 Jo 8,1-11

17 QUI

5º QUARESMA Ez 37,12-14 Sl 129(130),1-8 Rm 8,8-11 Jo 11,1-45 Santo Estanislau Jr 20,10,13 Sl 17(18),2-7 Jo 10,31-42

São Francisco de Paula Is 49,8-15 Sl 144(145),8-9.13cd-14.17-18 Jo 5,17-30

22 TER

01 TER 06 DOM 11 SEX 16 QUA

Ez 47,1-9.12 Sl 45(46),2-3.5-6.8-9 Jo 5,1-16

27 DOM

José Reis de Oliveira Paulo Conrado Anizio Zaghini

21 SEG

Paroquianos falecidos

26 SÁB

Jo 11,25

Cidinha Bueno foi educadora no Serviço Social. Hoje atua, voluntariamente, na Rede de Comunidades do Santuário São Judas.

Liturgia

“Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá”.

Você já deve ter ouvido falar que a Última Ceia foi a primeira Missa celebrada na terra. É verdade! A Última Ceia foi a celebração final de todo o projeto salvador do Pai realizado em Cristo, denominado de “Mistério Pascal”. A Última Ceia foi uma celebração de ação de graças - EUCARISTIA - e ao mesmo tempo a oferta do sacrifício que Jesus iria realizar na Cruz; o momento supremo do Mistério Pascal de Cristo. Para sermos breves. Cristo realizou na Última Ceia seu Mistério Pascal em modo ritual celebrativo. Isso é o mínimo do mínimo para se entender a Missa. Mas tem um porém que devemos refletir um pouco. São as palavras de Cristo depois da bênção do cálice, que na Missa, nós chamamos de consagração do vinho. Cristo diz: “fazei isto em memória de mim”. Nas palavras de Jesus está expresso que a Missa é uma celebração memorial. O que significa isso? Significa que a Missa não é teatro — encenação, reprodução, ou qualquer sinônimo semelhante a isso — da Última Ceia. É muito mais que isso: Missa é a memória do Mistério Pascal, do sacrifício e da Ressurreição do Senhor. E aqui chegamos ao centro da questão, a chave da compreensão de todo ato litúrgico, de modo especial, da Missa. Compreender isso, significa compreender a celebração da Eucaristia. Se a Missa fosse teatro, ou coisa parecida, nós estaríamos repetindo um rito realizado por Cristo. Seja o padre como os ministros e, até mesmo,

O grupo de jovens da Paróquia sempre preparava uma apresentação do auto da Paixão, para os meninos e familiares. Nesse dia o salão da Obra ficava completamente tomado e a emoção invadia todos os presentes. Depois chegava a Páscoa. Não se falava em ovo de Páscoa, chocolate, mas se insistia nesse momento forte da Igreja; não só lembrar-se da Cruz, mas alegrar-se com o “Cristo não está aqui, ressuscitou”. Nas aulas planejadas por dona Izabel, muitas vezes era sugerida a elaboração de cartazes referentes aos assuntos tratados. Na Semana Santa, sobretudo, era muito bom entrar nas oficinas e se deparar com painéis sobre a Paixão e Ressurreição de Jesus. Na Quinta-feira Santa de 1971, após um encontro de oração com os funcionários, Pe. Ângelo celebrou a Santa Missa, usando como altar a mesa que estava posta para o jantar. Alguns não entenderam: por que não no altar da Igreja? Na manhã seguinte, Sexta-feira Santa, ao levantar-se da Adoração que fazia naquele momento, na Igreja, faltou-lhe sustento na perna direita e para não cair, Pe. Ângelo agarrou-se a um banco. Não caiu, mas fraturou o pé. Mesmo engessado até o joelho, atendeu confissões e celebrou sentado, naquela tarde.

ABRIL 2014

O Serviço Social São Judas Tadeu, através de sua direção, sempre se empenhou para que funcionários, mestres e meninos participassem cada um na paróquia de seu bairro. Pe. Ângelo, depois os outros diretores, se reuniam todos os sábados com o pessoal que trabalhava na Obra, e era nessas reuniões que lhes recomendava frequentar e participar da Igreja. Todas as datas importantes, civis ou religiosas, eram devidamente lembradas e trabalhadas na Obra. Alguns desses eventos eram a Campanha da Fraternidade, a Semana Santa e a Páscoa. Como já escrevemos aqui, a professora Izabel Assumpção era a coordenadora da formação religiosa dos funcionários e alunos. Ela preparava para uma semana, uma quinzena e até um mês, os textos evangélicos para serem meditados cada dia. Nas oficinas os mestres faziam um estudo com os meninos, logo na entrada das aulas. Os alunos mais velhos, que já tinham feito a 1ª Eucaristia, eram preparados para a Confissão. Uma tarde era escolhida para a vivência deste Sacramento. Quanto à Campanha da Fraternidade, era bem trabalhada, focando sempre no seu tema, no seu lema e nos conteúdos a serem vividos na família, na escola e na Obra Social. Desde os menores até os mais velhos, todos os meninos sabiam que momento a Igreja estava vivendo.

Serginho Valle www.liturgia.pro.br

30 QUA

Foto | Arquivo

NOSSA HISTÓRIA

São Vicente Ferrer Jr 11,18-20 Sl 7,2-39bc-12 Jo 7,40-53 Gn 17,3-9 Sl 104(105),4-9 Jo 8,51-59 Is 49,1-6 Sl 70(71)1-4a.5-6ab.15.17 Jo 13,21-33,36-38 RESSURREIÇÃO DO SENHOR At 10,34a.37-43 Sl 117(118),1-2.16ab-17.22-23 Cl 3,1-4 ou 1Cor 5,6b-8 Jo 20,1-9 M. vésp. Lc 24,13-35

At 4,1-12 Sl 117(118),1-2.4.22-27a Jo 21,1-14

São Pio V At 5,17-26 Sl 33(34),2-9 Jo 3,16-21

Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto) 09


INSCRIÇÕES (2ª CHAMADA)

NUTRIÇÃO

O Serviço Social São Judas Tadeu está com inscrições abertas para acolher adolescentes com idades a partir dos 11 anos. Serão oferecidos cursos de artesanato e profissionalizantes.

Dizimistas Aniversariantes de Abril 01 Silvana Mara Neves de Almeida 02 Antonia Clara Queiroz Neuseli Donizete Fernandes Silva Milena Ribeiro Lopes Torrente Aparecida Piton Santanielo Zara Santos Soares Cruciol William Marciano Vicente 03 José Daniel Ferreira Quiyoshi Itoyama 04 Elza Gimenez Correia Santo Meringui 05 Dorcilia Pimenta de Morais Silva Irene A. M. Silva Ivaneia Florindo Poleto Fabiana Satiro de Seixas 06 Elza Rodrigues Pereira Silmara Regina Passerine Silva Heronides Vitorino da Silva 07 Dolvo Nadarq de Oliveira 08 Roseli Aparecida Pedro Gonçalves Iracema Pradela Nogueira Maria Habara Doroti Silva 09 Maria Aparecida Ferreira Passoni Laudicea dos Anjos Cardoso Scandelai

ABRIL 2014 MISSAS Missa de Cura e Libertação Dia 08/04 (Ter) 20h | Santuário São Judas

Dirce do Amaral Luiz Carlos Arduini Jucilene Alves Sanches Ivone Vieira da Silva 10 Neilton Velani Norma Alves Martins Soares Rosangela Lelis Moreira 11 Eliane Frigério Morales 12 Otaviano Gaberlline Filho Osvaldo Aniceto de Lima Maria Ivete Guedes Rosemaria Aparecida Gomes Renato José Pavarino 13 Maria de Fátima da S. Dias Souza Octávio Hortêncio Guerreiro Elizangela dos Santos Souza Márcia Vilela de Carvalho Rocha Clóvis Vaz 14 Lourival da Silva Marilda Ferretti Virgulim Marli Gallego da Luz Milene Cristina Ananias dos Santos 15 Dulcinéia Ferreira Vieira Edson Luiz Freitas 16 Cleonice Valverde Sasaki

Agenda

Missa Setor 2 Dia 24.03 (Qui) 20h | Setor 2

Dia 03.04 (Qui) Exposição do Santíssimo 19h30 | Santuário São Judas Adoração nos Setores 20h | Rede Bênção do Santíssimo 21h | Santuário São Judas

São Judas Tadeu Dia 28.04 (Seg) 7, 9, 11h30, 15*, 18 e 19h30

Reunião do CPP 04.04 (Sex) 19h | Salão Pe. Ângelo

* Transmissão/Interativa FM 104,3

CONFISSÕES | SETOR SÃO JUDAS Preparação para a Semana Santa Terça, Quarta, Quinta, Sexta,

José Antonio de Lima Gilda Sodré Villela Mendes 17 Maria de Lourdes Braz Faria 18 Zenaide Rosa Sofia Sanches Aparecida Luiz Greggio Leonice Táparo Caetano de Mello João Luis da Silva 19 Carlos Roberto Deahir Massilon A. Luizon 20 Clarice Ribeiro Rodrigues Maria Ines Baffi Nonato Kevin Keth Kecot Ribeiro 22 Delvair Antonio Bergamasco 23 Maria Luiza de Souza Costa Fernando A. J. Rossini 24 Zenaide de Oliveira Lugui 25 Maria Esperança A. Secafim 26 Maria Braz Faria Bello Zildete Cruz Dourado Calixto Fátima Aparecida César de Morais João Carlos Oliveira Menezes 27 Jesus Liso 28 Maria Eliza Cardoso Martins Zenilda Moraes da Cruz Antonio Vançan

08/04 (20h) - Paróquia Santa Rita 09/04 (20h) - Paróquia Santa Luzia 10/04 (20h) - Paróquia Imaculada Conceição 11/04 (20h) - Paróquia São Francisco

10 Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto)

REUNIÕES | ENCONTROS Terço dos Homens Dia 10.04 (Qui) 19h30 | Santuário São Judas

Formação Catequistas Dia 26.04 (Sáb) 8h | Centro de Pastoral

Terço das Mulheres Dia 10.04 (Qui) 19h30 | Capela Obra Social

Encontro Ap. da Oração Dia 27.04 (Dom) 16h | Santuário São Judas

Reunião Líderes da Semana Santa (Liturgia) Dia 12.04 (Sáb) 15h | Salão Pe. Ângelo

Momento Santas Relíquias / Bênção dos Enfermos 27.04 (Dom) 19h | Santuário São Judas

CAMINHADA PENITENCIAL Orações e Penitência na vivência da Quaresma Sexta-feira (4 e 11 de Abril) 5h30 - Concentração (Santuário São Judas) 6h30 - Missa (Santuário São Judas)

Heloisa Helena Marconi de Faria heloisa-marconi@ig.com.br

Internet

De 24 a 31 de março os interessados poderão procurar a sede da Entidade. O horário de atendimento será das 7h30 às 16h30. Informações | 17. 3215.9200

Alimentos Funcionais Nutricionista especialista em Nutrição Clínica e Administração em Serviços de Nutrição

Alimentos funcionais, como são comumente conhecidos, são alimentos com propriedades funcionais naturais ou enriquecidos com aditivos alimentares. Alguns exemplos de aditivos alimentares são os minerais, vitaminas, dietéticos, ômega 3, carboidratos, culturas bacterianas e fibras como probióticos e prebióticos. Os alimentos funcionais contribuem para a manutenção da saúde, trazendo benefícios a ela, à capacidade física e mental do corpo, retardando, assim, o envelhecimento. Entre os alimentos funcionais já legalizados pela ANVISA está a aveia; um alimento integral que ajuda a diminuir o colesterol LDL, além de melhorar problemas intestinais e diminuir o risco de desenvolver câncer; o alho, responsável por reduzir a

hipertensão arterial, aumentar os níveis de colesterol HDL e diminuir o LDL; o azeite extra virgem, que previne doenças do coração; casca da uva e vinho tinto, que são responsáveis por diminuir a incidência de alguns tipos de câncer, reduzir o colesterol e estimular o sistema imunológico. Além desses alimentos, são categorizados como funcionais a soja e seus derivados, peixes marinhos como sardinha e atum, chá verde, castanha do Pará, linhaça, castanha de caju, gergelim, tomate, goiaba vermelha, pimentão vermelho, couve-flor, repolho, brócolis, rabanete, mostarda, grãos integrais como centeio, cevada, farelo de trigo, leites fermentados, iogurte e mel. FONTE | anvisa.gov.br/

CONHECIDOS POR SUAS PROPRIEDADES, OS ALIMENTOS FUNCIONAIS SÃO CLASSIFICADOS COMO: • Flavonas: tem funções antioxidantes e inibe a ação de hormônios. Fontes: frutas e verduras. • Isoflavonas: inibe o acúmulo de estrogênio e reduz as enzimas carcinogênicas. Fontes: Soja, feijão, amendoim, ervilha, lentilha, grão de bico. • Catequinas: antioxidante e inibe a formação de ateromas. Fontes: uva, morango, chá verde e preto • Quercitina: inibe a mutação celular e a formação de carcinógenos, coágulos e inflamações. Fontes: vinhos e casca de Uva. • Limonóides: estimulam as enzimas protetoras contra o câncer e reduz o colesterol. Fontes: Laranja, lima, tangerina, limão, grapefruit.

• Terpenos: estimulam a produção de enzimas anticarginogênicas. Fontes: Tangerina, laranja, limão • Monoterpenos: antioxidante e auxilia a atividade de enzimas protetoras. Fontes: Manjericão, hortelã, sálvia, tomilho, orégano, brócolis. • Sulfeto alílicos: tem ação anti-hipertensiva e anticolesterolêmica. Fontes: alho e cebola (deixar 10 minutos em descanso antes do consumo picado ou amassado). • Isotiocianato: estimula a produção de enzimas protetoras contra o câncer. Fontes: mostarda e rabanete. • Ômega 3: redução da aterosclerose, doenças

cardiovasculares, hipertensão, Disfunções inflamatórias e melhora a autoimunidade. Fontes: Peixes e algas marinhas. • Ômega 6: Precursor do araquidônico mediadores bioquímicos potentes, envolvidos na inflamação, infecção, lesão tecidual, modulação do sistema imune e agregação plaquetária, formação de coágulo e vasoconstrição. Fontes: Óleos vegetais. • Fitoesteróis: reduz os níveis plasmáticos de colesterol, reduz a absorção de colesterol. Fontes: sementes (soja, gergelim), óleos vegetais, legumes, frutas e margarinas enriquecidas com fitoesteróis.

Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto) 11

VOZ NO CAMINHO | Abril  

VOZ NO CAMINHO DIGITAL Abril 2014

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you