Page 1

A REVISTA DO FUTEBOL ALTERNATIVO OUT.2017 -- N.13 EDIÇÃO ESPECIAL -- N.4

GUIA

TERCEIRONA PARANAENSE 2017


L Alencar Souza/Blog do Alencar


MAIS QUE UM GUIA

P

ode não parecer, mas esse não é o primeiro Guia da Terceirona Paranaense que fazemos. Em 2016, em uma edição maluca dividimos as atenções com as Olimpíadas e a última divisão paranaense, mas dessa vez, a competição tem uma edição exclusiva para abordar uma das divisões estaduais mais alternativas do Brasil. Falar sobre Terceirona Paranaense é um desafio grande! As equipes não têm uma estrutura que facilite a comunicação, mas das nove equipes, todas têm algum tipo de mídia social, umas melhores e outras não tão bem atualizadas, o que dificultaram alguns pontos da produção do trabalho, mas fizemos todo o esforço possível para entregar o maior e melhor guia da competição. Algo inédito! Neste guia, vocês conhecerão os campeões da divisão que é disputada desde 1991, mas contou com dois hiatos. Daremos os nossos prognósticos sobre os favoritos ao acesso, são duas vagas na divisão acima! A história da competição conta com nosso mosaico com todas as equipes que participaram da competição. Tem muita coisa alternativa! Para fechar, a tabela da competição. Aproveite esse alternativo número da Revista Série Z, a 14ª edição do nosso periódico! Felipe Augusto Criador e editor da Revista Série Z


NOSSO TIME

/revistaseriez

EDITOR, PROJETO GRÁFICO e DIAGRAMAÇÃO, REVISÃO, REDAÇÃO E PESQUISA

Felipe Augusto

/revistaseriez

REDAÇÃO e PESQUISA

Dudu Nobre Gabriel Sawaf Kaique Augusto Ricardo Pavezi

/revistaseriez

/seriezrevista


E S C A L A Ç Ã O

8

12

CAMPEÕES

16

18

26

20

28

EDIÇÃO 2017

22

30

24

32


34

HISTÓRIA

42

TABELA


8


2016 União Beltrão

L Divulgação/CE União

9


campeões da

10

2015

2014

Cascavel CR

Andraus

2013

2012

FC Cascavel

Francisco Beltrão

2011

2010

Junior Team

Metropolitano

2009

2008

Pato Branco

Serrano


a

terceirona 2003

2002

Sport Paraná

Dois Vizinhos

2001

2000

Águia

RENOVE

1999

1998

Telêmaco Borba

Nacional

1997

1991

Prudentópolis

Ubiratã 11


ENVERGA, MAS NÃO

QUEBRA

Muitos questionam a necessidade de uma terceira divisão paranaense, mas cá está mais uma vez a ser realizado o último escalão do estado

12


O

Paraná precisa da Terceirona? É o que se questionam muitos, que defendem uma junção com a Divisão de Acesso, mas quebrando prognósticos e ideias, mais uma edição está prestes a ser realizada... e foi uma novela para finalmente a bola rolar na busca pelas duas vagas de subida. No dia 8 de junho, o arbitral da competição foi realizado, com a definição de que em 25 de agosto, o início seria dado com nove equipes, no caso, o Colorado estava dentro, mas o União Nova Fátima fora. Eis que veio o primeiro atraso, com o pedido do União para cancelar o início, pois a equipe tinha um processo para conseguir disputar o certame, que se iniciaria em 17 de setembro, mas a entrada do clube de Nova Fátima foi confirmada dois dias antes. Novo atraso. Nesse período, a Federação Paranaense de Futebol também lutava na Justiça para que o Colorado não pudesse disputar a Terceirona, devido ao duplo WO da equipe na edição passada. No dia 5 de outubro, o Colorado foi punido e o campeonato poderia começar, quase dois meses após a primeira data.

L Julia Abdul-Hak/FPF

Nove equipes entram em campo com a “garantia” de que o campeonato não vai parar. Nesse processo de produção do guia constatamos que há três níveis de estágio nas equipes, quando se trata de onde pode chegar. No primeiro pote, um quinteto: Arapongas, Batel, Independente, Rolândia e Sport Campo Mourão. São apenas duas vagas para ascensão, mas as cinco equipes tiveram uma política de contratações parecida, com muitos experientes e com passagem pelo futebol local. São os favoritos. Se pudéssemos apostar, entre esses que o acesso se define. No grupo seguinte, Verê e Cambé contam com um planejamento interessante, mas com uma aposta grande em jovens, o que faz com que as equipes sejam incógnitas, mas pensam na parte de cima da tabela. Grecal e União Nova Fátima, pelo que (não) vimos, são os clubes que estão degraus abaixo dos demais. Foram os times com a maior dificuldade para conseguir informações diretas. O resultado será visto adiante. A Terceirona Paranaense vai começar. Aproveite e conheça a última divisão do Paraná...

13


2017

a

b

c

g


i

r

s

u

v


arapongas

ARAPONGAS ESPORTE CLUBE FUNDAÇÃO

6 de junho de 1974

Arapongão vem para subir

CIDADE

Arapongas (PR) MASCOTE

Araponga SITE

arapongasesporteclube. net REDES SOCIAIS

c/arapongasoficial

por RICARDO PAVEZI editor do Arapongão News

ESTÁDIO

José Chiappin - Dos Pássaros (10.000 pessoas) TÍTULOS

Campeão do Interior (2012) TÉCNICO PARANAENSE DE BASE 2017

Sub-17: Primeira fase Sub-19: Segunda fase

1

16


O Arapongas Esporte Clube chega neste Estadual da Terceira Divisão com o intuito de subir de divisão neste ano. Para tal, o clube passou por grande reformulação desde o último ano, trocando a presidência e diretoria, buscando jogadores novos mas com “bagagem” dentro do futebol em busca do acesso para a segunda divisão em 2018. Para o estadual deste ano, a equipe realizou alguns amistosos, obtendo bons resultados nos jogos, mesmo tendo passado por 3 técnicos diferentes: Cláudio Leite, Rafael Andrade e agora Edivaldo Júnior. Edivaldo, aliás, foi o comandante do time em 2016, aonde conseguiu o pífio sétimo lugar entre 10 times... Contudo o que ele não tinha no último ano, terá neste: jogadores capacitados e suporte da diretoria. A diretoria do clube está confiante que o Arapongas EC consiga uma das duas vagas na segundona, otimismo este que não é compartilhado pela apaixonada torcida do “Arapongão”. Para eles, muita coisa ainda precisa ser feita pela diretoria, a começar pela transparência e profissionalismo de alguns dentro do clube. Independentemente da confiança ou não por parte da torcida, a certeza é que a mesma comparecerá – mesmo que em pequeno número – nos jogos do time no Estadual deste ano.

PROVÁVEL TIME-BASE (4-4-2) Mário Alemão; Romário, Felipe, Miranda e Gustavo; Maguila, Matos, Nelson e Michel; Leandro e Gilmar Bahia

2

31 anos | Meia-atacante Último clube: Windsor Ka (Macau)

3

Adriano Maguila

33 anos | Volante Último clube: Porto (SC) - 2017

a RETROSPECTO 1991

1997

1998

1999

2000

2001

2002

2003

2008

2009

2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016

2017

?

1 Divulgação/Arapongas EC | 2/3 Divulgação/Arapongão News | 4 Divulgação/Daegu FC

4

LÉO PAULISTA

34 anos | Meio-campo Último clube: LDU de Loja (Equador) - 2016

17


batel

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BATEL FUNDAÇÃO

17 de março de 1951

Foco no acesso

CIDADE

Guarapuava ALCUNHA

Lobo SITE

aabatel.com.br REDES SOCIAIS

c: Aabatel Guarapuava d/aabatel_oficial

por KAIQUE AUGUSTO jornalista

f/aabateloficial ESTÁDIO

Waldomiro Gelinski (3.156 pessoas) TÉCNICO

Marcelo do Ó PARANAENSE DE BASE 2017

Sub-19: Primeira fase

1

18


Nem só de futebol de salão vive o esporte na cidade de Guarapuava. O município do centro-sul paranaense, que conta com uma população de 180 mil pessoas, aposta todas as fichas na Associação Atlética Batel para a disputa da Terceira Divisão Paranaense, em 2017. A equipe, que já é tradicional nas competições das divisões menos badaladas do futebol paranaense, quer esquecer a última participação na ”Terceirona”, quando conquistou o modesto sexto lugar, e busca repetir campanhas como a de 2014, quando alcançou a terceira colocação. Para buscar o acesso, o ex-atleta do clube e treinador, Marcelo do Ó, tem a disposição 27 atletas, sendo cinco da equipe sub-19 (Tiago, João Murilo, Aldir, Baiano e Magnum), seis por empréstimo do Iraty (Doni, Dan, Russo, Gabriel, Pety e Renan), dois do Prudentópolis (Josimar e Lucas), 11 contratados (Ricardo, Jean, Caio, Eri Gomes, Guilherme, Danilo, Marcelinho Araxá, Anderson, Marcelo Felber e Marquinhos) e os atletas que já remanescentes da temporada anterior, (Rocha, Maikon e Sobenko). A estratégia do Batel para a conquista de uma vaga para a segunda divisão é a mistura entre experiência e juventude, já que a equipe conta com jogadores experientes como o goleiro Doni, os defensores, Maiokon e Josimar, e atletas jovens, mas com rodagem a nível estadual.

PROVÁVEL TIME-BASE (4-3-3) Doni; Josimar, Marcelo Felber, Adir, Gabriel; Lucas Lourenço, Dan, Rocha; Renan, Marquinhos e Russo

2

Doni

26 anos | Goleiro Último clube: Iraty - 2017

3

Josimar

29 anos | Lateral-direito Último clube: Prudentópolis - 2017

b RETROSPECTO 1991

1997

1998

1999

2000

2001

2002

2003

2008

2009

2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016

2017

1 Divulgação/AA Batel | 2/3/4 Reprodução/oGol.com

?

4

Marcelo Felber

29 anos | Zagueiro Último clube: Iraty - 2017

19


cambé

CLUBE ATLÉTICO CAMBÉ FUNDAÇÃO

13 de março de 1989

Quieto e ambicioso

CIDADE

Cambé MASCOTE

Galo

REDES SOCIAIS

c/oficialcambe d/CambeOficial f/c.a.cambe

por FELIPE AUGUSTO editor da Revista Série Z

ESTÁDIO

José Garbelini - da Curva (1.700 pessoas) TÉCNICO

Vavilson dos Santos PARANAENSE DE BASE 2017

Sub-17: Primeira fase

1

20


Dificuldades para conseguir informações sobre a última divisão paranaense são latentes, mas o caso do Cambé tem um ponto diferente, a preferência por se resguardar, mesmo presente nas redes sociais. Quieto, o clube alvinegro vive a gangorra das divisões estaduais, sendo um dos que mais participou da Terceirona, mas agora aposta em uma parceria para alçar “voos estáveis”. A gestão do clube foi assumida por uma empresa paulista, que tem como primeiro desafio trazer a confiança ao torcedor, pois o CAC viveu uma relação turbulenta com estes, sendo que apenas em campo, a resposta poderá ser dada. O elenco é majoritariamente formado por jogadores abaixo dos 23 anos, como o meia Rafael Paulista, 28 anos, e o atacante Romário, 26. A aposta é em um elenco jovem, com média de idade de 21 anos, com jogadores como o goleiro Victor, de 17 anos, e Igor, com apenas 16 anos. A ambição da equipe era natural, uma vontade, mas a preparação demonstrou que essa situação é palpável, com nenhuma derrota nos quatro jogos de preparação, incluindo um empate sem gols com o Maringá; uma goleada, por 6 a 0, contra o Linense e a vitória por placar mínimo sobre um “rival” da divisão, o Arapongas. O que se espera no Estádio da Curva é que nos jogos oficiais, isso permaneça.

PROVÁVEL TIME-BASE (4-2-3-1) Jefferson; Geovani, Vidal, Douglas, Gatti; Lucas, Rafael Paulista; Formiga, Liniker e Beiço; Patrick

2

Rafael Paulista

28 anos | Volante Último clube: Baré (RR) - 2017

3

Patrick

23 anos | Atacante Último clube: Flamengo de Guanambi (BA) - 2017

c RETROSPECTO 1991

1997

1998

1999

2000

2001

2002

2003

2008

2009

2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016

2017

1 Divulgação/CA Cambé

10º

11º

7º ?

4

Douglas

24 anos | Zagueiro Último clube: Panambi (RS) - 2017

21


grecal

GRÊMIO RECREATIVO ESPORTIVO CAMPO LARGO FUNDAÇÃO

A aposta é na juventude

15 de junho de 2007 CIDADE

Campo Largo MASCOTE

Azulão SITE

grecalesportes.com.br REDES SOCIAIS

por GABRIEL SAWAF editor do Do Rico ao Pobre

c/Grecal-

Pr-2016-751278431676051 f/grecal_base ESTÁDIO

Atílio Gionedis (4.198 pessoas) TÉCNICO

Plínio Carioca PARANAENSE DE BASE 2017

Sub-15: Primeira fase Sub-17: Primeira fase Sub-19: Primeira fase

1

22


Os números são preocupantes. Desde o rebaixamento da segunda divisão em 2012 o Grecal venceu apenas três jogos. Os dados não ajudam e a verba não está das melhores. Mas a chave deste ano para a diretoria do clube de Campo Largo está na juventude. O plantel preparado para a disputa da terceira divisão estadual vem praticamente inteiro do time que jogou o Estadual Sub-19. Tudo bem que os resultados não foram dos melhores. Em 12 jogos, foram um empate, onze derrotas e nenhuma vitória. 60 gols sofridos e apenas quatro marcados. Apesar dos resultados trazerem uma série de desconfiança e péssimo, a perspectiva no Azulão não está para isto. O escrete camporlarguense contará com jogadores mais experientes, quer dizer, tem poucos anos a mais de vida que os demais, que já rotaram alguns times de outros estados e somam para dar mais confiança ao plantel da base. A expectativa de jogadores que podem aproveitar a Terceirona para dar um rumo melhor a sua carreira é grande. Desde aqueles que já vieram de passagens anteriores, como o meia Wesley Maranhão, o meia Jailson e o volante Douglas, assim como aqueles que são oriundos da base da Região Metropolitana, como o volante Rodrigo, os laterais Wende e Gean, o zagueiro Jorge Willian, o meia Pedro Lindolfo e os atacantes Bruno e João Matheus.

A produção da revista entrou em contato com o clube, mas não recebemos informações necessárias sobre o timebase e compor a ficha técnica dos três destaques

g RETROSPECTO 1991

1997

1998

1999

2000

2001

2002

2003

2008

2009

2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016

2017

1 Divulgação/Grecal

3º ?

23


independente

INDEPENDENTE FUTEBOL SÃOJOSEENSE FUNDAÇÃO

Um jovem atrevido

22 de maio de 2015 CIDADE

São José dos Pinhais SITE

saojoseense.com REDES SOCIAIS

c/São-Joseense-

210548269288970 f/saojoseense

por DUDU NOBRE editor do Do Rico ao Pobre

ESTÁDIO

Pinhão (5.200 pessoas) TÉCNICO

Ageu

PARANAENSE DE BASE 2017

Sub-15: Primeira fase Sub-17: Primeira fase Sub-19: Primeira fase

1

24


O Independente São Joseense aposta no profissionalismo para conquistar o acesso. O clube da Região Metropolitana de Curitiba contratou 13 atletas, manteve cinco remanescentes do elenco de 2016 e promoveu quatro jogadores da base – um para cada setor do campo. No entanto a grande atração está na casamata: Ageu, ex-zagueiro e ídolo do Paraná, será o treinador da equipe. No Plantel o atleta mais conhecido é o meia Camargo, que já teve passagens pela Vila Capanema e no J Malucelli, contratado junto ao Rio Branco. Outra novidade está no aspecto estrutural, já que nesta temporada o Independente mandará seus jogos no Estádio do Pinhão, principal casa do futebol São Joseense que foi reinaugurada no começo de setembro, com capacidade para quatro mil pessoas e gramado sintético aprovado pela FIFA. Tudo para ir um pouco mais longe do que na edição anterior, quando ficou na terceira posição e viu “da janela” União e Iraty subirem à Segunda Divisão. O planejamento foi traçado e o time está se entrosando, já que realizou jogos-treino contra o Sub 20 do Paraná, Coritiba, Internacional de Campo Largo e um combinado do Sindicato dos Atletas Profissionais de Futebol do Paraná (SAPEPAR). Resta saber se os resultados virão ao escrete Auriazul quando a bola rolar em definitivo.

PROVÁVEL TIME-BASE (4-1-4-1) Carlos; Evandro, Tosta, João Antonio, Stefan; Lucas Felippe; Camargo, Jader, William Souza e John; Robinho.

2

Tosta

32 anos | Zagueiro Último clube: Corumbaense (MS) - 2017

3

Jader

22 anos | Meia-atacante Último clube: Atalanta (futebol amador) - 2017

i RETROSPECTO 1991

1997

1998

1999

2000

2001

2002

2003

2008

2009

2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016

2017

1/2/3/4 Divulgação/IF São Joseense

?

4

Camargo

30 anos | Volante Último clube: Rio Branco - 2017

25


rolândia

ROLÂNDIA ESPORTE CLUBE FUNDAÇÃO

1973

Novas cores na cidade

CIDADE

Rolândia SITE

rolandiaec.com.br REDES SOCIAIS

c/rolandiaesporteclube ESTÁDIO

Erick George (7.000 pessoas)

por FELIPE AUGUSTO editor da Revista Série Z

TÉCNICO

Rubens Sanches PARANAENSE DE BASE 2017

Sub-17: Primeira fase

1

26


O azul e branco descansa. O Nacional, tradicional clube de Rolândia, desistiu da disputa da Divisão de Acesso de 2016, após sucessivas trocas de divisão. A saudade do futebol durou pouco: um ano. Surgiu (ou se reativou) o Rolândia Esporte Clube, que foi “fundado em 1973”, com a missão de estabilizar o futebol do município. O primeiro passo é a Terceirona. A equipe criou um time sub-17 que ficou na primeira fase do estadual da categoria, mas o foco maior era o time profissional. No final de agosto, a diretoria do REC revelou o elenco para a disputa, com jogadores conhecidos, como o lateral Rhuan (ex-Coritiba, Londrina e Maringá), o goleiro Júlio Cézar (Esportivo-RS), os meias Everton (Cascavel CR) e Bruno Alemão (Portuguesa Londrinense) e o rolandense Lucas Vieira, ex-Nacional e Maringá. A grande contratação, porém, chegou no decorrer da preparação, o experiente zagueiro Thiago Spice, que estava no Juventus e tem aparições em divisões menores do Paraná. A preparação do elenco comandado por Rubens Sanches contou com um amistoso, com o time reserva (e de jovens) do Londrina, que teve vitória por 2 a 0. Elenco experiente e mesclado faz com que a equipe veja o acesso como algo possível. Outra tarefa é cativar a torcida a se reacostumar com as vitórias. Novo clube e novas histórias é o que se espera.

PROVÁVEL TIME-BASE (4-2-3-1) Júlio Cézar; Rhuan, João Pedro, Spice, Leandro; Bruno Alemão, Bruno Henrique; Maycon Douglas, P. Henrique e Gabiru; Lucas Vieira

2

THIAGO SPICE

32 anos | Zagueiro Último clube: Luziânia (DF) - 2017

3

Lucas Vieira

24 anos | Atacante Último clube: Maringá - 2017

r RETROSPECTO 1991

1997

1998

1999

2000

2001

2002

2003

2008

2009

2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016

2017 ?

4

rhuan

25 anos | Lateral-direito Último clube: Maringá - 2017

1 Divulgação/Rolândia EC | 2 Facebook/Thiago Spice | 3 Wilton Santana | 4 Vinicius Frigeri/RPC

27


sport

SPORT CLUB CAMPO MOURÃO FUNDAÇÃO

31 de julho de 1989

O “espelho” está em casa

CIDADE

Campo Mourão MASCOTE

Leão SITE

sportclubcm.com.br REDES SOCIAIS

c/SportClubeCM d/SportCM

por KAIQUE AUGUSTO jornalista

ESTÁDIO

Roberto Brzezinski (3.500 pessoas) TÉCNICO

Adriano Kanaã PARANAENSE DE BASE 2017

Sub-19: Segunda fase

1

28


O ano de 2017 foi especial para a cidade de Campo Mourão. Pela primeira vez uma equipe figurou o alto escalão nacional em uma competição. Porém o destaque aconteceu no Novo Basquete Brasil, com a equipe Campo Mourão Basquete, na liga máxima do esporte da bola laranja no país. E é com o objetivo parecido, mas em escala estadual, que o time de futebol, o Sport Clube Campo Mourão pode se espelhar para a disputa do Campeonato Paranaense da Terceira Divisão. Com campanhas regulares desde quando começou a disputar o terceiro escalão do Campeonato Estadual, o time mourãoense busca melhorar o feito de 2016, quando conquistou a quarta colocação, e quase conseguiu o tão sonhado acesso para a segundona estadual. Para a disputa deste ano, o técnico Adriano Kanaã conta com 19 atletas no plantel, o lateral direto, Diego Fiuza, de 31 anos, que já jogou por Chapecoense, Cruzeiro e Mirassol, é um dos destaques. Outros nomes também chamam a atenção, como volante Guaraci, que atuou durante cinco temporadas no Coritiba, e Rodrigo Marcelino, artilheiro da Terceira Divisão de 2014 com nove gols. A estreia do Campo Mourão será contra a equipe do Arapongas, no Estádio Municipal Roberto Brzezinski, ainda sem data e horário definidos.

PROVÁVEL TIME-BASE (4-4-2) Cezinha; Diego Fuiza, Jonatan, Ricardo, Julio César; Guaraci, Wesley Mineiro, Asa, Dunguinha; Rodrigo Marcelino e Diego Raposa

2

Rodrigo Marcelino

28 anos | Atacante Último clube: Naviraiense (MS) - 2017

3

Guaraci

25 anos | Volante Último clube: CRAC (GO) - 2017

a RETROSPECTO 1991

1997

1998

1999

2000

2001

2002

2003

2008

2009

2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016

2017

?

1 Divulgação/Blog do Raoni | 2 Facebook/Rodrigo Marcelino | 3/4 Reprodução/oGol.com

4

Dunguinha

24 anos | Meio-campo Último clube: Caxias (RS) - 2017

29


união nova fátima

UNIÃO FUTEBOL CLUBE FUNDAÇÃO

12 de fevereiro de 2012 (data da profissionalização)

Com base no BID

CIDADE

Nova Fátima MASCOTE

Águia

REDES SOCIAIS

c/uniaofutebolnovafatima

por FELIPE AUGUSTO editor da Revista Série Z

ESTÁDIO

Dr. Ross (3.000 pessoas) PARANAENSE DE BASE 2017

Sub-19: Primeira fase

1

30


Em 2016, o União disputará pela terceira vez, o último escalão do Paraná. O histórico é péssimo: abandono em 2012 e lanterna com pontuação negativa em 2016. Originalmente, o clube não estaria nessa edição, pois não participou do arbitral, mas na Justiça, a entrada foi autorizada e o clube vem para mais uma Terceirona sem ser favorito ao acesso. Entre os participantes, sem dúvidas, o clube do Norte paranaense é o mais fechado, com poucas divulgações sobre o que está sendo feito seja no elenco profissional ou na base. O jeito é consultar o BID, sistema que é responsável por registrar os contratos dos jogadores. Em 5 de outubro, 13 nomes apareceram no boletim diário, e no dia seguinte mais três atletas surgiram. A base do plantel é formada por jogadores entre 18 e 24 anos, onde não encontramos informações sobre posição de cada um. Aranha, 36 anos, goleiro da equipe na temporada passada, continua para a nova temporada e será o líder da equipe. No BID, se encontra o nome de Marcio Antonio, de 40 anos, mas não encontramos mais informações sobre o jogador. Acima da “média de idade”, Leonardo Costa, 25 anos, é mais um “experiente”. O União Nova Fátima entra como candidato a ficar na parte baixa da tabela...

Não conseguimos informações sobre o time-base e nem mesmo o plantel da equipe. Por isso, apenas um jogador está como destaque da equipe

2

ARANHA

36 anos | Goleiro Último clube: Botafogo (DF) - 2016

a RETROSPECTO 1991

1997

1998

1999

2000

2001

2002

2003

2008

2009

2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016

2017

1 Divulgação/União FC | 2 Reprodução/oGol.com

10º

?

31


verê

VERÊ FUTEBOL CLUBE FUNDAÇÃO

31 de julho de 2015

O time internacional

CIDADE

Verê

MASCOTE

Índio SITE

verefutebolclube.com.br REDES SOCIAIS

c/verefutebolclube

por FELIPE AUGUSTO editor da Revista Série Z

ESTÁDIO

Vila do Mar (1.000 pessoas) TÉCNICO

Kokan

PARANAENSE DE BASE 2017

Sub-17: Segunda fase (em andamento)

1

32


Em 2016, a base do Verê Futebol Clube fez um ótimo papel no Paranaense Sub17 quando representou o Colorado. Dali adiante, a equipe quis dar um passo a mais: se profissionalizar. Em fevereiro, a equipe entrou no quadro da FPF e começou a preparação para a Terceirona, com foco no elenco sub-17, que mais uma vez faz ótima campanha no Estadual. O foco da equipe é a revelação de jogadores, por isso se autodenomina um clube-empresa. As informações sobre a formulação do elenco são poucas, mas os jovens devem formar a base do plantel, com a contratação de jogadores mais experientes, mas sem ultrapassar os 24 anos. Porém, a exceção fica pela contratação de três estrangeiros. O primeiro anunciado foi o meia camaronês Romeo, que estava na Portuguesa Londrinense e está há cinco anos no Brasil. Para o ataque, o colombiano Manyoma é reforço, vindo do Ceres. Por último, a defesa ganhou o francês Augustine, vindo do Aliança, do Ceará. Outros “experientes” são os defensores Marcos Goiano e Douglas Mathias; os meias Gabriel e Natan e o atacante Chimbinha. A equipe não é cotada como favorita ao acesso, mas a organização e planejamento podem mudar o time de patamar no decorrer da Terceirona. Para isso, resta esperar pelas partidas.

Até o fechamento dessa edição não conseguimos, junto ao clube, ao menos uma lista de jogadores do elenco da equipe e nem mesmo um provável 11 inicial

2

Tchano Romeo

27 anos | Meio-campo Último clube: Portuguesa Londrinense - 2017

3

Darlinton Manyoma Barahona 24 anos | Atacante

Último clube: Ceres (RJ) - 2017

a RETROSPECTO 1991

1997

1998

1999

2000

2001

2002

2003

2008

2009

2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016

2017

1/2/3 Divulgação/Verê FC | 4 Divulgação/Aliança FC

?

4

Augustine Uche Nwabufo

21 anos | Lateral/Zagueiro Último clube: Aliança (CE) - 2017

33


34


QUEM FEZ A TERCEIRONA? A Revista Série Z foi atrás e mostra a vocês, quantos e quais clubes já disputaram a Terceira Divisão do Paraná. Segundo a nossa pesquisa com base na RSSSF e livros, chegamos a 91 clubes de todos os cantos do estado. Muitos times passaram pouco tempo no escalão que é marcado por dois hiatos, entre 1992 e 1996 e 2004 e 2007. Aproveite esse levantamento, com os escudos (dos encontrados), nomes completos (em caixa alta, como era chamado), cidades e os anos de participação

L Kaique Augusto

35


36

ADAP - Associação Desportiva Atlética do Paraná Campo Mourão 2002

AFA UMUARAMA - Associação de Futebol da Amerios Umuarama 2011

ÁGUIA Futebol Mandaguari/Maringá 2001

Clube ANDRAUS do Brasil Campo Largo 2010, 2014

Associação Atlética ARAPONGAS Arapongas 2001, 2002

ARAPONGAS Esporte Clube Arapongas 2008, 2016

Associação Atlética ARAPOTÍ Arapotí 1997

ARAUCÁRIA Futebol Clube Araucária 2002

Sociedade Esportiva e Recreativa ASSAHI Assaí 1998

Associação Atlética BATEL Guarapuava 2009, 2014, 2016

BELA VISTA Futebol Clube Bela Vista do Paraíso 1999

Clube Atlético CAMBÉ Cambé 1991, 2008, 2010, 2011, 2012, 2015

Associação CARAMURU Esportes de Castro Castro 1991, 2001

Grêmio Esportivo CARAMURU Chopinzinho 1991

CASCAVEL Clube Recreativo Cascavel 2014, 2015

CASCAVEL Esporte Clube Cascavel 2001


Futebol Clube CASCAVEL Cascavel 2009, 2013

CAXIAS Esporte Clube Palmas 1991, 1997

CENTENÁRIO Futebol Clube Centenário do Sul 2008

CESUM - Clube Esportivo e Social União Medianeirense Medianeira 1991

CINCÃO Esporte Clube (atual Apucarana Sports) Londrina 2011

COLOMBO Futebol Clube Colombo 2000

COLORADO Atlético Clube (antigo Cintos Mima) Colorado 1998, 2001, 2010, 2011, 2012, 2016

Esporte Clube COMERCIAL Cornélio Procópio 1997, 2001, 2002, 2003

CONCÓRDIA S/A Esporte Marechal Cândido Rondon 1997

CPF - Centro Paranaense de Futebol Curitiba/São José dos Pinhais 2003

Clube Atlético CRUZEIRO Loanda 1991

DOIS VIZINHOS Esporte Clube Dois Vizinhos 2002

FANÁTICO Futebol Clube Campo Largo 2000, 2002

FRANCISCO BELTRÃO Futebol Clube Francisco Beltrão 2011, 2012

GRECAL - Grêmio Recreativo Esportivo Campo Largo Campo Largo 2010, 2011, 2013, 2014, 2016

GRÊMIO MARINGÁ Maringá 2010, 2011, 2015

37


38

Associação Desportiva GUARATUABA Guaratuba 1997, 1998

Associação Esportiva IBIPORÃ Ibiporã 1999, 2000

Associação Atlética IGUAÇU União da Vitória 2000

IGUAÇU AGEX Futebol Clube União da Vitória 2010

INDEPENDENTE Futebol São Joseense São José dos Pinhais 2016

INTERNACIONAL Esporte Clube Campo Largo 2000

IRATY Sport Club Irati 2016

Sociedade Esportiva ITAÚNA DO SUL Itaúna do Sul 1999

Esporte Clube IVAIPORÃ Ivaiporã 2000, 2002

IVAIPORÃ Futebol Clube Ivaiporã 1999

Clube Atlético Desportivo de JACAREZINHO Jacarezinho 2008, 2009

JAGUARIAÍVA Esporte Clube Jaguariaíva 1997

JANDAIA Esporte Clube Jandaia do Sul 1991

JUNIOR TEAM Futebol Londrina/Sertanópolis 2010, 2011, 2016

Associação Esportiva e Recreativa JUVENTUDE Paranaguá 2000

Sociedade Esportiva KASHIMA ANTLERS do Brasil Guaíra/Curitiba 1997, 1998


Sociedade Esportiva MATSUBARA Cambará 2001, 2009, 2010, 2011

Grêmio METROPOLITANO Maringá (atual Maringá FC) Maringá 2010

MIXTO Futebol Clube São José dos Pinhais 2000

MIXTO BORDÔ Futebol Clube Telêmaco Borba 1997

NACIONAL Atlético Clube Rolândia 1991, 1998

NÁUTICO Clube Jataizinho Jataizinho 1991

NOROESTE Futebol Clube Maringá/Mandaguari/Ivaiporã 2000, 2001, 2003

PARANAVAÍ Atlético Clube Paranavaí 1998, 1999

PATO BRANCO Esporte Clube Pato Branco 1997, 2009, 2012, 2013, 2014, 2016

PAULISTINHA Futebol Clube Campina Grande do Sul 2000

Associação Atlética PINDORAMA SIQUEIRENSE Siqueira Campos 1997, 1998

PITANGA Esporte Clube Pitanga 2000

Sociedade Esportiva PLATINENSE Santo Antônio da Platina 1999, 2002, 2008, 2011

União Atlética PLATINENSE Santo Antônio da Platina 2003

Associação PORTUGUESA LONDRINENSE Londrina 2012, 2013, 2014

PRUDENTÓPOLIS Esporte Clube Prudentópolis 1997

39


40

PSTC - Paraná Soccer Technical Center Londrina/Cornélio Procópio 2010, 2011, 2012

PUC CURITIBA – Pontifícia Universidade Católica Curitiba 2002

RENOVE - Recreativo Nova Estrela Fazenda Rio Grande 2000

ROLÂNDIA Esporte Clube 1973 -

ROMA Esporte APUCARANA Apucarana 2001

SPORT Club de CAMPO MOURÃO Campo Mourão 2012, 2013, 2014, 2016

Sport Clube SÃO JOSÉ São José dos Pinhais 2008, 2012, 2013

SERRANO Centro Sul Esporte Clube (atual Prudentópolis FC) Prudentópolis 2008

SOREC - Sociedade Recreativa Cascavel Cascavel 1998, 2001

SPORT Clube PARANÁ Formosa do Oeste 2003

TABU Esporte Clube Clevelândia 1991

TELÊMACO BORBA Esporte Clube Telêmaco Borba 1999, 2001

Associação de Futebol TIGRÃO de UMUARAMA Umuarama 2008, 2009, 2010

TOLEDO Esporte Clube Toledo 1998, 2001

UBIRATÃ Esporte Clube Ubiratã 1991, 2002

UMUARAMA Futebol Clube Umuarama 1997


Clube Esportivo UNIÃO Francisco Beltrão 1991, 2016

UNIÃO Futebol Clube de NOVA FÁTIMA Nova Fátima 2012, 2016

Futebol Clube VERÊ 2015 -

Associação Esportiva VILA NOVA Palmas 2008

YPIRANGA Futebol Clube Palmeira 2000

CIANORTE Esporte Clube Cianorte 1998, 1999

Esporte Clube Recreativo FERROVIÁRIO Jaguariaíva 1999

GRÊMIO de Futebol Paranaense Curitiba 2000

SPORT Club SALTENSE Salto do Itararé 2003

TAMANDARÉ Esporte Clube Almirante Tamandaré 2000, 2001

UNIÃO QUEDAS Quedas do Iguaçu 1991

Siga-nos no Twitter

/terceironapr 41


tab primeira fase INDEPENDENTE VERÊ BATEL SPORT CM

GRECAL BATEL SPORT CM ROLÂNDIA

INDEPENDENTE UNIÃO NOVA FÁTIMA BATEL ROLÂNDIA

GRECAL SPORT CM ARAPONGAS INDEPENDENTE

1ª RODADA

2ª RODADA

12/10

15/10

x x x x

UNIÃO NOVA FÁTIMA CAMBÉ ROLÂNDIA ARAPONGAS

UNIÃO NOVA FÁTIMA CAMBÉ ROLÂNDIA ARAPONGAS

x x x x

3ª RODADA

4ª RODADA

18/10

21-22/10

x x x x

CAMBÉ ARAPONGAS INDEPENDENTE VERÊ

GRECAL ARAPONGAS INDEPENDENTE CAMBÉ

x x x x

5ª RODADA

6ª RODADA

25/10

29/10

x x x x

GRECAL SPORT CM VERÊ ARAPONGAS

ROLÂNDIA UNIÃO NOVA FÁTIMA SPORT CM VERÊ

x x x x

7ª RODADA

8ª RODADA

01/11

05/11

x x x x

UNÃO NOVA FÁTIMA BATEL CAMBÉ VERÊ

ARAPONGAS CAMBÉ VERÊ BATEL 9ª RODADA

08/11

GRECAL VERÊ CAMBÉ UNIÃO NOVA FÁTIMA

x x x x

BATEL SPORT CM INDEPENDENTE ROLÂNDIA

x x x x

VERÊ BATEL SPORT CM GRECAL

ROLÂNDIA UNIÃO NOVA FÁTIMA BATEL SPORT CM

INDEPENDENTE CAMBÉ GRECAL ARAPONGAS

INDEPENDENTE ROLÂNDIA GRECAL UNÃO NOVA FÁTIMA


bela fase final

SEMIFINAL 4 ---------------------------------

x

1

---------------------------------

x

3 ---------------------------------

x

2 ---------------------------------

x

---------------------------------

1

---------------------------------

4

---------------------------------

2

---------------------------------

3

FINAL V2 V1

-------------------------------------------

-------------------------------------------

x

x

-------------------------------------------

-------------------------------------------

V1 V2


revistaseriez.org

O futebol longe dos holofotes, uma paixĂŁo pelo alternativo

Profile for Revista Série Z

SÉRIE Z 13 - Guia da Terceirona Paranaense 2017  

Outubro de 2017 | 13ª edição da Revista Série Z, especializada em futebol alternativo | Especial N° 4.

SÉRIE Z 13 - Guia da Terceirona Paranaense 2017  

Outubro de 2017 | 13ª edição da Revista Série Z, especializada em futebol alternativo | Especial N° 4.

Advertisement