Page 1

SEXTA-FEIRA 9 DE AGOSTO DE 2019 | R$ 1,00

Edição: 4.273 - Ano XXI - www.bomdiaonline.com

Monlevadense é destaque na XX Super Copa de natação Página 4

Estacionamento rotativo recebe duras críticas Sérgio Henrique Braga

BONA NO SHINE

Sábado: a banda Bonapart sendo batizada na Casa do Rock em João Monlevade: Shine Crazy Rock Bar, lançando nova música. Confira na pagina 4 entrevista com outra banda de rock que tem se destacado na região, a banda Neanderthal.

O sistema de estacionamento rotativo da região central de João Monlevade, realizado pela Prefeitura através da empresa TI. Mob há cerca de três anos, foi alvo de duras críticas durante a reunião ordinária da Câmara Municipal na última quarta-feira, 7. Página 3

Espaço democrático: S Bom Dia entrevista ELEIÇÕE Railton Franklin 2020 Página 7


sexta-feira, 9 de agosto de 2019

BOM DIA

opinião

2.

O brasileiro sendo brasileiro

EXPEDIENTE

BOM DIA • Administrativo: Luiz Gonazaga de Castro • Comercial: comercial@bomdiaonline.com 3851-1515 • Edição / Comercial Geraldo Magela Dindão • Diagramação/Arte: Sérgio Henrique Braga • Impressão: Gráfica Bom Dia • Colaboradores: Márcio Naoto Suzuki (Up Street) Marcos Martino (Cenários) Emerson Duarte (Varejo 4.0) Maria Eugênia (Beleza em Foco)

• Representante Comercial: Super Mídia Brasil - BH

Frio pede café quente Bom Dia a todos e vamos tomar um café bem quente para espantar o frio e ver se conseguimos nos despertar desse torpor que nos impede de tomar as rédeas de nosso destino. O Café com Bom Dia vai te situar nesse mundo em que vive – que é a sua cidade – onde você nasce, cresce, estuda, come, dorme, trabalha, se diverte, adoece, se cura, namora, casa, reproduz e perpetua a vida. Viver em lugar saudável, lindo, maravilhoso, seguro, é seu direito. Fazer dele isso tudo, é seu dever. Como estão seus direitos? Sendo respeitados? E seus deveres – tem cumprido?

O cidadão X direitos X deveres Cidadania é a prática dos direitos e deveres de um(a) (pessoa - cidadão) em uma cidade. Os direitos e deveres de um cidadão devem andar sempre juntos, uma vez que o direito de um cidadão implica necessariamente numa obrigação de outro cidadão. Um cidadão é uma pessoa que deve ser considera em uma fase madura o suficiente desenvolvido para agir consciente e responsavelmente dentro da sociedade.

O jeito brasileiro de ser Já o brasileiro, em sua maioria, com seu “jeitinho” de ser, exerce sua cidadania apenas tendendo para o lado dos seus “direitos”, abandonando a premissa de que direitos e deveres andam juntos, são indissociáveis. Quando um cidadão deixa de exercer seu dever ele acaba interferindo no direito de outro cidadão.

Central de Comunicação - SC . Redação e Administração Rua Nossa Senhora Aparecida, nº 152, Sl. 305, Aclimação,

Círculo vicioso

www.bomdiaonline.com

Como um cachorro tentando morder o próprio rabo, o brasileiro entrou em um círculo vicioso que não consegue sair. Ao ter seu espaço invadido, seu direito tomado, ele prefere passar a nefasta atitude para frente que enfrentar a situação e lutar. E pior, busca um culpado para a atual situação em que se vive o país, o estado e a cidade.

FUNDADO EM JULHO DE 1998

Lei de Gerson

CEP.: 35930-028 João Monlevade / MG / Brasil (31) 3851.1515 • Bom Dia online:

redacao@bomdiaonline.com

A famigerada “Lei de Gerson” encontrou solo fértil em uma população acostumada com a fartura da terra em que “se plantando tudo dá” e proliferou. Entretanto, acostumado em não ler as letrinhas miúdas – não viram que, para levar vantagens, alguém tem que levar desvantagem – e nesse frenesi de “espertezas” esse alguém é simplesmente todo mundo... ninguém escapa.

Os colunistas do jornal BOM

A culpa é de quem?

Bom Dia Comunicação Ltda - ME. CNPJ.: 24538633/0001-16 Todos os Direitos Reservados bomdia@bomdiaonline.com

DIA escrevem de forma colaborativa e não têm qualquer vínculo empregatício com o jornal, sendo responsáveis cível e criminalmente pelo que escrevem e pelas imagens que publicam.

O brasileiro, assim como o mineiro e assim como o médio piracicabense e também como o monlevadense, adora culpar alguém e sempre sobra para o de cima – presidente, senador, deputados, governadores, prefeitos, vereadores... esquecendo que, estes foram selecionados, escolhidos (por escolha mesmo ou até por omissão) para estarem ocupando estes cargos. Nesse jogo de empurra-empurra quem mais paga o pato é justamente o cidadão, portanto, não tem como fugir da luta – chega uma hora que não tem como postergar, ou deixar de lado, ou mesmo deixar prá lá – se vai vier aqui – encare.

Após denúncia a prefeitura limpou o local, alguém colocou fogo no mato e outro alguém voltou a depositar lixo no local.

Na última edição o Bom Dia replicou a coluna do Tribuna do Piracicaba – A Voz do Rio que chamava a atenção para essas questões, focando nas questões ambientais. Naquela edição foi denunciado que “cidadãos” estavam descartando lixo irregularmente, em área de proteção ambiental, portanto cometendo crime. Após as denúncias a prefeitura foi ao local e providenciou a limpeza. Para surpresa, apenas dois dias após, jogaram lixo no mesmo lugar. Ai caímos na pergunta acima levantada: De quem é a culpa?... do cidadão que desrespeita o direto do outro ? / do cidadão que vê e não chama a atenção e denuncia ? / do município e ou das autoridades que não criam ferramentas e condições para coibir e se for o caso punir os infratores? Enquanto esses questionamentos não são respondidos, todo mundo é prejudicado e mais ainda quem se encontra justamente nesse andar de baixo – próximo ao problema, ou seja, na cidade – onde você nasce, cresce, estuda, come, dorme, trabalha, se diverte, adoece, se cura, namora, casa, reproduz e perpetua a vida.


sexta-feira, 9 de agosto de 2019

BOM DIA

política

3.

Estacionamento rotativo recebe duras críticas na Câmara Municipal Segundo vereadores, apenas 12% pagam pelo serviço e Prefeitura deixa de arrecadar R$2 milhões João Monlevade - O sistema de estacionamento rotativo da região central de João Monlevade, realizado pela Prefeitura através da empresa TI. Mob há cerca de três anos, foi alvo de duras críticas durante a reunião ordinária da Câmara Municipal na última quarta-feira, 7. De acordo com alguns parlamentares, durante o uso da tribuna, as reclamações sobre o serviço têm crescido muito e chegado a eles com frequência, além da pequena arrecadação de recursos do Executivo com os serviços, já que poucas pessoas pagam pelo estacionamento rotativo na cidade, que é falho em sua fiscalização.

Foto ilustrativa

Prefeitura deixa de arrecadar cerca de R$2 milhões por ano

De acordo com os vereadores Belmar Diniz (PT) e Fábio da Prohetel (PP), que foram mais enfáticos em suas falas sobre o assunto, a Prefeitura deixa de arrecadar cerca de R$2 milhões por ano com o sistema, já que recebe quase 20% do total arrecadado com o estaciona-

mento rotativo e, ainda, parte das multas advindas do sistema. Ainda segundo os parlamentares, a informação recebida pela Prefeitura é de que apenas 12% dos motoristas da cidade pagam pelo estacionamento. “A verdade é que as reclamações são muitas e o sistema não

funciona, é falho. A Prefeitura deixa de arrecadar muito dinheiro, que poderia ser bem utilizado e 88% dos usuários não pagam pelo rotativo. Cabe a Prefeitura fiscalizar com mais rigor. Acho até que um processo administrativo deveria ser aberto contra a empresa que opera o sistema. Algo precisa ser feito com urgência. Acho que na época da guarda mirim, se arrecadava mais com o rotativo em Monlevade”, afirmou Fábio. Outras reclamações Centenas de reclamações feitas ainda na época da implantação não foram levadas em consideração até o momento e problemas sérios não foram sa-

nados, como por exemplo a disponibilidade de vagas nos dois lados de inúmeras vias com mãos dupla, deixando o trânsito confuso e travado cm apenas uma pista liberada para dois sentidos. Outras situações que demonstram a falta de fiscalização e de correção diz respeito também a instalação de vagas em pontos de estreitamentos de pista, em vias de duas mãos com pista estreita, próximo a cruzamentos e ou esquinas dificultando manobras de ônibus e ou caminhões . Evasão de renda Uma das principais críticas sobre o sistema de

cobrança do estacionamento é quanto a evasão de renda, já que praticamente todo recurso arrecadado vai para fora do município, sobrando apenas uma pequena participação para a administração municipal e sub empregos. Críticos do sistema dizem que quando era gerido pela fundação Cres-Cer, a renda ficava toda na cidade: “Claro que o sistema praticado anteriormente necessitava de melhorias e modernização, mas daí retirar da cidade, de uma entidade que precisa de apoio para ir para fora, é jogar contra o patrimônio”, comentou o motorista Marco Antônio Silva, 48.

Vereadores voltam do recesso e projetos polêmicos entram em discussões João Monlevade - A Câmara Municipal de João Monlevade voltou a realizar suas reuniões ordinárias nesta quarta-feira, 7, dando fim ao recesso parlamentar do mês de julho. A expectativa é de que importantes projetos sejam apreciados e colocados em votação na Casa Legislativa nesse segundo semestre. Entre os relevantes e polêmicos projetos que irão tramitar na Câmara, estão os que estabelece a Taxa Mínima de Água, de autoria do Executivo, que faz parte do plano de governo da prefeita Si-

Recesso parlamentar terminou nessa quarta e importantes projetos devem ser apreciados

mone Carvalho (PSDB) e tem gerado polêmicas e debates entre os parla-

mentares, que se dividem entre contrários e favoráveis à medida, o Projeto

de Lei que autoriza o município a efetivar um empréstimo junto ao Banco

de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) no valor de R$3 milhões para obras de infraestrutura urbana, como asfaltamentos e o projeto que disponibiliza uma rua da região central para que os vendedores ambulantes da cidade comercializem seus produtos. Duas reuniões extraordinárias haviam sido agendadas para a manhã da última terça-feira, 6, e para a tarde de quarta-feira, para colocar em votação o projeto do empréstimo junto ao BDMG, porém, os encontros foram cancelados. Outra iniciativa que de-

verá tramitar no Legislativo e está sob análise de comissões e dos parlamentares é a que implanta em João Monlevade a Guarda Municipal, que também é de autoria da Prefeitura e faz parte do plano de governo da chefe do Executivo. De acordo com a proposta, seriam criadas doze vagas de agentes da Guarda Municipal, além de um chefe e um coordenador da equipe. A Lei de Diretrizes Orçamentárias também será pauta de debates e votação na Câmara monlevadense nesse semestre.


sexta-feira, 9 de agosto de 2019

BOM DIA

cultura

4.

O ROCK FORTE DO NEANDERTHAL 1) Como os músicos se conheceram? Na primeira geração da banda, os músicos já se conheciam desde a infância. Quanto a formar uma banda, decidimos numa feira cultural do colégio. Na época estávamos no ginásio, numa crescente das bandas de ROCK no final dos anos 90. Na segunda geração da banda que foi reformulada aos poucos, recomeçamos com o guitarrista e o baterista que tocaram em outras bandas desde 2002. Assim, se juntaram ao baixista em 2011 e formaram um Power Trio resgatando num estilo mais Hard Rock as raízes da banda. Daí em diante foi aprimoramento e dedicação para uma formação com 5 integrantes. Como curiosidade, temos que a entrada do vocalista aconteceu através de um concurso pelo Facebook. 2) Os músicos são de quais cidades? Apenas o vocalista é de Ipatinga. Os demais são de São Gonçalo do Rio Abaixo. 3) Nomes? João Henrique - vocal; Plínio - baixo; Diego teclados e sax; Licurgo - guitarra Leonardo - bateria. 4) Influências musicais. Nacional - Tianastacia, O Rappa, Barão Vermelho, Charlie Brown Jr. Internacional - Pink Floyd, Sabbath, METALLICA, Zeppelin, Purple, Iron Maiden 5) Diferencial da banda. Nossa principal premissa é a valorização do Rock na sua plenitude e

Neanderthal é de São Gonçalo do Rio Abaixo

o diferencial da banda está em seu repertório, escolhido criteriosamente, além da fidelidade aos arranjos originais. O nosso repertório preza pela originalidade dos timbres e passagens musicais na íntegra, sejam nas versões de estúdio ou ao vivo. Temos, com isso, o objetivo de proporcionar ao nosso público a experiência mais fiel possível ao ouvir nossas interpretações dos grandes clássicos sagrados do rock. O que é hard é hard, o que é feeling é feeling, e isso é o termômetro para com nosso público. Cascateando isso temos valores fortes na banda: Rock and Roll na veia; Palavra aberta entre os músicos; Respeito aos gostos variados de cada um; Gostar do que fazemos. 6) Porquê do nome? No início da adolescência dos integrantes, um dos colegas da banda zoava o guitarrista pois

ele ficava com o pescoço curvado pra frente na hora de tocar guitarra igual ao homem das cavernas... Daí saiu NEANDERTHAL do nada rsrsr ficou o nome desde então. Atualmente acrencentamos o HardRock no nome ficando “Neanderthal HardRock”. 7) Covers ou autoral? Tocamos cover basicamente. Iniciamos em 2016 um projeto pra gravar algumas músicas nossas mas paramos por falta de preparação e tempo. Além de tocar, todos temos outras trabalhos. 8) Rock velho? Garotos procuraram aprender e a tocar Rock? Apesar do Rock nunca ter tido grande visibilidade, o que vejo é que ele está ofuscado pela astúcia de alguns escritórios musicais no Brasil que só mantém o gênero Pop/Sertanejo para as massas. Contudo, muitas bandas surgem a toda hora. Porém, só aparecem no mercado

mais alternativo. 9) Cenário no Médio Piracicaba Vemos um cenário limitado pois nos eventos públicos há muito pouco ou quase nenhum intercâmbio cultural entre as cidades e suas bandas de rock. Há também como reflexo do fato anterior, uma desaprovação para eventos de rock. Na sua grande maioria são eventos privados e privativos. 10) O que falta no Cenário do médio Piracicaba Tem ocorrido de alguns empresários quererem produzir bandas de rock. Às vezes não tem alinhamento dos mesmos quanto ao dia em que ocorrer em algum lugar não ocorrer no outro, o que acaba por diluir o público e enfraquecer o movimento. Temos raras casas que tem oferecido exclusivamente o Rock. Por isso, esse alinhamento é de fundamental importância. Um outro ponto que poderia ser levado

em consideração seria a criação de circuitos como os que ocorrem nos grandes centros envolvendo as bandas de ROCK do Médio Piracicaba. 11) Sede da banda

São Gonçalo do Rio Abaixo. São Gonçalo é uma cidade que transpira música! Praticamente em toda casa há alguém que toca algum instrumento. Na Neanderthal, além dos irmãos Licurgo e Plínio, respectivamente guitarrista e baixista, ambos da Família Rodrigues, há também o tecladista Diego, cuja família Santos está há mais de 20 anos a frente da Banda Santa Cecília, sendo o próprio Diego regente da banda há 6 anos. 12) Contatos facebook.com/neanderthalhardrock/ instagram.com/neanderthalhardrock/ Zap: 31 99176-2851 ou 31 99219-7232 13) Para o futuro.... Gravar as músicas que estão engavetadas.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELA VISTA DE MINAS – Aviso de Licitação PREGÃO PRESENCIAL Nº 23/2019 no dia 23/08/2019 às 08h30. Objeto: Aquisição de material odontológico. O Edital se encontra à disposição dos interessados no setor de licitações, Av.: Arthur da Costa e Silva, 70, Centro, de segunda à sexta-feira no horário de 7h às 11h e 13h às 17h. ou através do site: www.belavistademinas.mg.gov.br Maiores informações poderão ser adquiridas pelo telefax: (31) 3853-1271/1272. Wilber José de Souza – Prefeito Municipal.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELA VISTA DE MINAS – AVISO DE LICITAÇÃO - PREGÃO PRESENCIAL Nº 24/2019 no dia 26/08/2019 às 08:30hs. Objeto: registro de preços de medicamentos. O Edital se encontra à disposição dos interessados no setor de licitações, Av.: Arthur da Costa e Silva, 70, Centro, de segunda à sexta-feira no horário de 7h às 11h e 13h às 17h. ou através do site: www.belavistademinas.mg.gov.br Maiores informações poderão ser adquiridas pelo telefax: (31) 3853-1271/1272. Wilber José de Souza – Prefeito Municipal.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELA VISTA DE MINAS – AVISO DE LICITAÇÃO - PREGÃO PRESENCIAL Nº 25/2019 no dia 27/08/2019 às 09:00hs. Objeto: Contratação de empresa de solução de tecnologia da informação integrada para gestão de saúde pública. O Edital se encontra à disposição dos interessados no setor de licitações, Av.: Arthur da Costa e Silva, 70, Centro, de segunda à sexta-feira no horário de 7h às 11h e 13h às 17h. ou através do site: www.belavistademinas.mg.gov.br Maiores informações poderão ser adquiridas pelo telefax: (31) 3853-1271/1272. Wilber José de Souza – Prefeito Municipal.


sexta-feira, 9 de agosto de 2019

BOM DIA

região

5.

Tatá demite “braço direito” de Antônio Cota Secretária de Administração era considerada a “dama de ferro” do Executivo piracicabense

Minuto com a Nutri Lorena Gabrielle / CRN-9 16710

Rio Piracicaba - O prefeito interino do município de Rio Piracicaba, Sebastião Torres Bueno (PR), o “Tatá do Caxambu”, exonerou, na semana passada, a secretária de Administração da Prefeitura, Maria Inês Torres Magalhães, mais conhecida como “Inezinha”, tida como “braço direito” do prefeito licenciado Antônio Cota (DEM), que tirou férias e realiza tratamento de saúde. Tatá, que é o vice-prefeito, assumiu o cargo de chefe do Executivo há cerca de 15 dias. A demissão da secretária surpreendeu a população e o meio político da cidade, pois em todos os quatro mandatos do prefeito Antônio Cota, Inezinha era considerada a pessoa mais próxima dele, de extrema confiança e com amplos poderes na Prefeitura. De acordo com uma fonte ligada ao Executivo, que preferiu não se identificar, Inezinha tinha plenos poderes e total liberdade na administração, inclusive, com autonomia para dar ordens até nas demais

Por onde eu começo?

Tatá assumiu o cargo de chefe do Executivo há cerca de 15 dias

secretarias. “Depois do Antônio Cota, era ela quem mandava na Prefeitura. Sempre foi assim, mesmo nos outros mandatos. Muitos não estavam satisfeitos com a postura dela, de ‘dama de ferro’ do Executivo”, afirmou a fonte. Ainda segundo rumores, servidores municipais e até vereadores não estavam satisfeitos com a postura da secretária nos últimos anos, o que pode ter pesado na decisão sobre sua exoneração. Função técnica Funcionária de carreira, a servidora é apostilada na

função de chefia e mesmo fora do cargo tem seus rendimentos garantidos pela legislação vigente, o que acaba gerando um imbróglio para o gestor: “ninguém questiona a capacidade técnica de Maria Inês, inclusive deve ser sim aproveitado seus conhecimentos, mesmo porque recebe para tal, não pode é fazer igual o ex-prefeito Dr. Gentil, que colocou a servidora que custa caro aos cofres públicos a disposição em uma escola na cidade, inclusive cometendo improbidade administrativa por desvio de função”, disparou um colega da servidora.

Olá! Me chamo Lorena Gabrielle, sou nutricionista graduada pela Universidade Federal de Ouro Preto – MG e vamos a partir de hoje, manter um bate papo quinzenalmente, com dicas, sugestões, receitas, desvendando mitos e verdades sobre nutrição e alimentação. Hoje muito se fala de nutrição, de alimentação saudável, mas, nem todos praticam uma alimentação realmente equilibrada, benéfica e eficiente julgando do ponto de vista da saúde. Primeiro de tudo precisamos entender qual é a necessidade do nosso corpo. Por que precisamos nos alimentar? E por que precisamos nos alimentar bem? Isso é mais importante! É dos alimentos que vem a energia para que possamos nos movimentar, andar, correr, falar, fazer nossas atividades básicas, resumidamente o que comemos é nosso “combustível”, comparando a um carro que precisa entrar em movimento, nós precisamos dos alimentos para permanecer vivo. Comer, assim como qualquer outra função básica, dormir, ir ao banheiro, beber água, tomar banho, deve fazer parte da nossa rotina diária, e ela deve ser realizada sem estresse, sem desconforto, deve ser prazerosa, gostosa e não aterrorizante como vem sendo de uns tempos para cá! A maioria esmagadora das pessoas quando pensa em nutrição associa a emagrecimento e isso nem sempre acontece! Precisamos estabelecer o que desejamos para então saber para onde vamos, e então começar! O começo não precisa ser na segunda-feira, no dia primeiro, após aquela festa que você esta esperando, o começo pode ser hoje, pode ser agora! Inclusive deve! Comece! Está bom, mas, por onde eu devo começar? Comece do simples do básico, do comum! Eu tenho certeza absoluta de que se o seu objetivo é apenas se alimentar melhor, você sabe o que pode mudar ou melhorar. Trocas simples do dia a dia, menos açúcares, menos pães, farinhas, refrigerantes e industrializados, por exemplo, já parece ser um bom começo, o famoso descascar mais e desembrulhar menos! Faca o teste! Experimente, tire um dia e observe sua alimentação, o que você come vem mais da prateleira do supermercado, embalado ou da feira e do açougue? Passe a estabelecer refeições menores, proporcionais à fome, essa também é uma estratégia interessante, assim como aumentar a ingestão hídrica diária, o consumo de alimentos naturais, reduzir frituras, embutidos e excesso de sal, mas falaremos das diversas estratégias nutricionais num próximo dia. Vamos aos poucos! O que precisa ficar claro é que se o seu objetivo é mais abrangente, mais elaborado, consistente, aconselho procurar um nutricionista, ele será o único profissional que saberá exclusivamente o que será necessário para você! Muita gente não sabe, mas as quantidades são individuais, assim como cada um de nós, o que vale para você não é o mesmo que vale para seu filho ou para seu sobrinho, cada um tem uma particularidade que o profissional vai estudar e adequar para juntos chegarem e alcançarem o objetivo! Espero que no decorrer das nossas conversas você consiga iniciar, mudar seus hábitos, praticar algo diferente, mudar sua vida!


sexta-feira, 9 de agosto de 2019

BOM DIA

esporte

6.

Monlevadense é destaque na XX Super Copa de natação Competição que equivale ao campeonato mineiro de natação promove ainda o XVIII Troféu Eduardo Sávio

200 Metros peito - 1° Pedro leite Valente - Minas tênis; 2° Diego Cândido Prado- Minas tênis e 3° Samuel Guedes Ferreira - Olympico Club.

Belo Horizonte – O monlevadense Samuel Guedes Ferreira de apenas 20 anos foi um dos destaques na XX Super Copa de Natação realizada em meados do mês de julho no parque aquático Minas Tênis Clube,

em Belo Horizonte. O evento é a maior competição em nível Estadual das categorias Juvenil a Sênior e conta com a participação de vários clubes de Minas Gerais. Em disputa acirrada, nadadores tentaram supe-

50 metros livre - Pódio - 1° Vitor Guaraldo - exército brasileiro, Minas tênis clube; 2° Samuel Guedes Ferreira - Olympico Club e 3° Gabriel Oliveira Domingues - Bom Pastor

100 metros Medley - 1° Evandro Vinícius Silva - Minas tênis; 2° Diego Cândido Prado - Minas tênis e 3° Samuel Guedes Ferreira - Olympico Club.

rar os seus limites buscando medalhas, títulos e índices para outras competições em nível Estadual e Nacional. Participando em várias categorias, Samuel, que hoje é atleta do Olympico Club, subiu ao pódium

50 metros peito conquistando a 4° lugar. Vale lembrar que a competição contou com a participação de 208 atletas de 10 agremiações.

pelo menos em três oportunidades, conquistando a medalha de prata nos 50 metros livre, e bronze nos 100 metros Medley e nos 200 metros peito. Samuel ainda competiu nos 100 metros peito ficando em 6° lugar e nos

A XX Supercopa de Natação

XVIII Troféu Eduardo Sávio é promovida pela Federação Aquática Mineira (FAM), uma competição com bom índice técnico, pois reúne os melhores atletas do estado nas respectivas categorias.


sexta-feira, 9 de agosto de 2019

BOM DIA

política

7.

Espaço democrático

S

ELEIÇÕE

Nossa entrevista da semana é com RAILTON FRANKLIN. Ele vem sendo cogitado como candidato há algum tempo, perdeu uma eleição por pouquíssimos votos, foi vice-prefeito, sabe como funciona a máquina, tem facilidade de articulação, persistência e bom trânsito pra todo lado.. Mas vamos à entrevista... CENARIOS/BOM DIA - Você tem sido persistente e paciente pra esperar a sua hora. Acha que a hora é agora? Railton Franklin - Entendo que sim. Participei de cinco campanhas políticas sucessivas, sendo duas para vereador, uma para vice-prefeito e duas para prefeito, sendo bem aceito pela população, com vitórias e com votações crescentes para prefeito. Sinto que tenho capital político próprio e experiência de vida para enfrentar o próximo desafio. CENARIOS/BOM DIA - O que você sonha para Monlevade? Quais você considera serem as principais demandas e como pretende atendê-las? Railton - Percebo que a maioria da população não quer muita coisa, como projetos mirabolantes e falsas promessas. O povo quer uma saúde eficiente e ágil, uma cidade limpa, educação de qualidade e, claro, locais decentes para o lazer nos finais de semana. O gestor também deverá apresentar projetos para atrair empresas, criando mecanismos de incentivos fiscais para atraí-las, ofertando infra-estrutura adequada para se instalarem e gerar emprego e renda. Percebo, também, a necessidade do aumento do volume de captação e tratamento da água do rio Santa Bárbara, para atender a demanda crescente da população. O trânsito também é uma preocupação em todas as cidades. É preciso investir em políticas públicas para oferecer um transporte coletivo de qualidade, facilitando a locomoção das pessoas. Investir, contratando um projeto profissional para avaliar as alternativas viáveis para melhorar o trânsito. Tudo isso, claro, sendo discutido com os vários segmentos da sociedade, com entidades e com a população.

CENARIOS/BOM DIA O que você achou de ser vice-prefeito? A experiência foi interessante, ao permitir ver o funcionamento da prefeitura por dentro? O que você levou dessa experiência? Railton - Uma decepção. Infelizmente, esse cargo previsto pela Constituição é, muitas vezes, meramente figurativo, com raras exceções. No meu caso, por exemplo, o meu vice será atuante e me auxiliará diretamente na condução do poder Executivo. Ele também será um representante e um servidor da população. CENARIOS/BOM DIA O que você faria diferente do que viu até agora? Railton - Em um eventual mandato, a certeza que tenho é que faria tudo para ter uma administração técnica, com profissionais certos em áreas específicas e, também, com muita valorização ao servidor público efetivo, respeitando muito a meritocracia. Chega de gratificações sem justificativas que, mesmo sendo legais e previstas, são imorais. Darei todas as condições de trabalho aos assessores, que terão metas a cumprir e serão cobrados os devidos resultados, como em qualquer empresa privada. Quero sair do gabinete e ir para as ruas de todos os bairros para ouvir as demandas in loco, sempre acompanhado do secretário de Serviços Urbanos e de Saúde, que são as áreas onde ocorrem as maiores demandas da cidade, agilizando, assim, as respostas às reivindicações. Também pretendo realizar reuniões quinzenais para acompanhar e cobrar os resultados. No início de um eventual mandato, investiria em uma consultoria técnica para avaliar o “peso” da máquina pública, e faria com toda certeza os cortes

necessários e indicados por ela, porque não penso em reeleição. CENARIOS/BOM DIA - Na área da saúde, o que você faria pra resolver os principais gargalos da saúde pública no município? Railton - A saúde é nosso maior patrimônio e não tem preço. Por ser da área há quarenta anos, a valorizo muito e sei a importância de um serviço de saúde de qualidade. Por isso, por mais que façamos o possível, sempre haverá de se fazer mais. A saúde é dinâmica, a tecnologia avança rapidamente, assim como também os custos e exigências da população por qualidade, o que acho muito positivo, pois é um direito constitucional. Faço aqui uma lista de prioridades: Valorizar e ampliar a medicina preventiva; Criar um centro de diagnóstico para agilizar os exames; Criaria um pronto atendimento municipal 24 horas para desafogar o Hospital Margarida; e faria uma despolitização do hospital. CENARIOS/BOM DIA - Não acha que faltam projetos voltados para o desenvolvimento econômico, para atrair empresas e gerar empregos? Railton - Sim. Faltam profissionalismo e visão de futuro. É preciso um projeto para a cidade e não um projeto de poder pessoal. Temos que investir contratando profissionais da área de desenvolvimento econômico para fazer projetos que se adequem à nossa realidade, criando também mecanismos de incentivos fiscais e infra-estrutura para atrairmos empresas e geração de empregos. CENARIOS/BOM DIA - Ideologicamente, como você se enxerga hoje? De esquerda ou de direita? Isso por que o seu partido, o PDT sempre foi de es-

querda, as vezes mais radical até que o próprio PT. Railton - Considero-me hoje cidadão monlevadense, pois cheguei aqui há 37 anos. Não me causa nenhuma preocupação ser direita ou esquerda. O importante é ter a oportunidade de fazer uma administração para todos os monlevadenses um dia, independente de partido político. A cidade é governada por pessoas, não por um partido, e acredito que todos que tenham a oportunidade, devem fazer o melhor. Estou no PDT há 20 anos e ideologicamente me considero de centro esquerda, sem nenhum radicalismo. CENARIOS/BOM DIA - Você tem um bom trânsito nos diversos segmentos políticos, consegue conversar com todo mundo. Acha que esse pode ser um ponto positivo? De poder buscar apoios dos dois lados, como um candidato agregador? Railton - Acho que conta a meu favor. Tenho amigos em todas as vertentes políticas. A política é muito dinâmica e não podemos ter o receio de mudar sua rota quando necessário for. A política passa e não podemos deixar as paixões do radicalismo político corroer as amizades. Não vale à pena! Nosso grupo de partidos, chamado de FRENTE AMPLA, conta hoje com nove partidos e está aberto a todas as legendas que queiram participar desse projeto, que tem como prioridade uma João Monlevade melhor. CENARIOS/BOM DIA Que nota você daria para o atual governo. Acha que tem acertos? E seus principais erros? Railton - Desculpe-me, seria muita pretensão e arrogância julgar e dar nota à administração. Sei que fazem o melhor que podem, inclusive nesse momento

de turbulência econômica, mas acredito que esse julgamento a população fará com toda a sabedoria e entendimento. CENARIOS/BOM DIA Como enxerga Monlevade hoje no contexto nacional e estadual? O PDT não teria dificuldades devido aos perfis dos governos Bolsonaro e Zema, mais liberais e refratários à esquerda? Railton - Não penso assim. Sempre digo em reuniões partidárias que sou um municipalista convicto. O que quero dizer é que vamos cuidar da nossa cidade com seus problemas, procurando nossas soluções com responsabilidade e trabalho, fazendo, assim, a nossa parte. Não acredito que nenhum governo, seja a nível estadual ou federal, vai querer prejudicar o município, só porque o prefeito tem outra ideologia e partido político diferente. Afinal, foram eleitos para governar para todos, sem distinção partidária. É o que entendo e que acho que deveria ser. CENARIOS/BOM DIA Mesmo integrando um partido de esquerda, você teria dificuldades em compor com partidos mais de centro esquerda ou mesmo de direita? Railton - Como disse anteriormente, atrás de siglas partidárias existem seres humanos, em sua maioria honestos e bem intencionados. Em um eventual governo, não teria o menor constrangimento em convidar um opositor político para participar da administração, sabendo de sua idoneidade e competência profissional. Só não aceito trocar apoio político por cargos. Nunca aceitei e não será agora que vou ceder a esse tipo de negociata ou pressão. CENARIOS/BOM DIA Você fez inimigos na política ou conversa com todo mundo?

2020

Railton - Sofri com muitas calúnias e difamações em campanhas eleitorais, vindas de pessoas que queriam se beneficiar com cargos oferecidos por adversários políticos. Não os considero inimigos, só os ignoro. Como conduzo minha vida, pessoal e política, tendo como um dos pilares o respeito ao próximo, não posso concordar com ataques difamatórios, mas como disse, apenas ignoro, pois quem pretende governar um município como João Monlevade, tem muito que pensar, ouvir e planejar, não havendo tempo para alimentar esses rancores inúteis. CENARIOS/BOM DIA Caso se candidato e seja eleito, como pretende ser lembrado. Que legados pretende deixar? Railton - Quero retribuir à cidade que me acolheu com uma administração transparente, honesta e com muita participação popular. Não estou na política por poder, status, vaidade ou dinheiro. Sou médico há quase quarenta anos e tenho uma família sólida, estruturada, independente, filhas criadas e profissionais, no mercado de trabalho, assim como minha esposa. Não estou na vida política por interesses pessoais, longe disso. Sou um idealista e sonho em contribuir, de forma consistente, para melhorar João Monlevade, pois amo essa cidade. Entrevista completa no bomdiaonline.com / Cenários


Festa Agostina em Sobrália

O último fim de semana foi só alegria no Sítio Palmeiras (de propriedade de Renato do Cartório), na cidade de Sobrália, no Vale do Aço. Amigos se reuníram em volta do fogão de lenha e realizaram a “Primeira Festa Agostina do Sítio Palmeiras”. Com direito a sanfoneiro, violeiro e uma belíssima fogueira, a festa correu solta durante o sábado. Destaque especial para a feijoada servida pela anfitriã Leontina.

Fotos: Sérgio Henrique Braga

Profile for sergiohenriquebraga

9agosto2019  

9agosto2019  

Advertisement