Page 1

Informe 1

ÁREA DE MEIO AMBIENTE Edição - Nº 3 08/06/2012 Salvador - Bahia

PRÊMIO DE DESEMPENHO RECEBIDO PELA AMA

No último dia 24 de maio de 2012, em Brasília, a Área de Meio Ambiente do SENAI DR Bahia Unidade Cetind, pelo 3º ano consecutivo, conquistou o Prêmio SENAI pelo melhor desempenho financeiro em Serviços Técnicos e Tecnológicos. Classificada em segundo lugar, a AMA recebeu um Troféu e uma quantia no valor de R$ 50.000,00, que será aplicada em investimentos nesta área de negócios.

2

PAINEL DE ESPECIALISTAS PARA ESTRUTURAÇÃO DO IST DE MADEIRA DO MOBILIÁRIO NO ACRE

No último dia 30/05/2012, a convite do Departamento Nacional (DN), os gerentes do SENAI Edisiene de Souza Correia – DR Bahia/ Unidade CETIND AMA e Nilson Carlos Stefani Violato – DR Paraná / Unidade CETMAM participaram de discussões em Rio Branco – Acre, no PAINEL DE ESPECIALISTAS - IST/ Centro de Tecnologia

de Madeira do Mobiliário e de Construção Civil (CETEMM), que subsidiarão a implantação do IST de Madeira e Mobiliário naquela cidade. O Painel foi promovido pelo Sistema FIEAC, no estado do Acre e contou também com a participação do Representante da UNITEC/ DN Julio Zorzal e do Diretor do SENAI DR AC. No evento foram discutidas as tendências e serviços tecnológicos para o setor de Madeira e Mobiliário em nível nacional e mundial, com apresentação dos resultados obtidos pela Unidade de Estudos e Prospectiva - UNIEPRO/SENAI - Departamento Nacional; foi realizado um levantamento das demandas locais por grupos formados por representantes de Universidades, Sindicatos, Empresários e Consultores, presentes ao evento. Aproveitando a oportunidade, os gerentes alinharam algumas oportunidades de projetos conjuntos, trocaram experiências, estreitando laços entre os Departamentos Regionais e enriquecendo o vínculo.

Informe AMA | Junho , 2012 - 1


4

EM BREVE ESTARÁ EM FUNCIONAMENTO A ESTAÇÃO DE MONITORAMENTO DO AR!

Fruto de um investimento de quase um milhão de reais, financiados pelo SENAI Departamento Nacional, o SENAI DR Bahia estará em breve disponibilizando sua Estação Móvel de Monitoramento da Qualidade do Ar, que poderá executar serviços em todos os estados do país. Este equipamento é utilizado para o monitoramento contínuo de gases na atmosfera, além de PM10 (partículas inaláveis < 10) e dos parâmetros meteorológicos: direção e velocidade do vento; umidade relativa do ar; radiação solar; pressão e precipitação pluviométrica. Podem ser monitorados os seguintes gases: • SO2 (dióxido de enxofre) • Monóxido de carbono (CO) • Material particulado inalável • Ozônio (O3)

2 - Informe AMA | Junho, 2012

• Oxidos de nitrogênio (NO, NO2 e NOx) • Compostos orgânicos voláteis (benzeno, tolueno, xilenos, etil-benzeno) • Hidrocarbonetos Totais • Velocidade e direção do vento • Temperatura / Umidade • Índice pluviométrico • Radiação solar Os equipamentos de monitoramento de poluentes instalados na unidade são fabricados pela empresa francesa ENVIRONNEMENT. A estação poderá ser usada para elaborar diagnóstico da qualidade do ar para estudos de impacto ambientais; avaliar impactos na qualidade do ar em comunidades, situados no entorno de empreendimentos industriais e também para verificar melhorias na qualidade do ar resultante da adoção de medidas de controles, dentre outros serviços.


5

COLABORADORES ALINE E FLÁVIA REFORÇAM SUAS COMPETÊNCIAS EM LIMA NO PERU

Na semana do dia 21 a 25 de Maio, as colaboradoras Aline Almeida e Flávia Melo participaram do curso de extensão “Emissões Atmosféricas e Mecanismo de Desenvolvimento Limpo” ministrado pelo Msc. Jan Janssen, especialista da GIZ – Agência de cooperação Alemã em Lima, Peru pelo Projeto de Cooperação Internacional Trilateral Brasil – Alemanha – Peru. Durante o curso, além de aulas teóricas sobre emissões atmosféricas e MDL, foram realizadas palestras com participação de representantes da Diretoria Geral de Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente e do FONAM – Fundo Nacional de Meio Ambiente Peruano, além de visitas técnicas à Estação de Monitoramento da Qualidade do Ar do Serviço Nacional de Meteorologia e Hidrologia do Peru – SENAMHI e ao Aterro Sanitário Huaycoloro da PETRAMAS em Lima. Esta capacitação vem a fortalecer a competência em emissão atmosférica da Área de Meio Ambiente.

6

ARILMA PUBLICA ARTIGO SOBRE PEGADA ECOLÓGICA

A colaboradora da Área de Meio Ambiente Arilma Tavares desenvolveu um estudo aplicando o indicador Pegada Ecológica (PE) para as Cidades, já que essas têm sido percebidas como a chave para a sustentabilidade global, face aos seus aspectos sociais, econômicos e ecológicos. A Pegada Ecológica é vista como um indicador importante, pois incorpora a questão ecológica na análise da qualidade ambiental em áreas urbanas. Assim, o artigo trata teve como objetivo apresentar estudos empíricos que analisam a aplicação deste indicador em cidades de países em desenvolvimento, confrontando os resultados de PE’s aplicadas no Brasil e, desta forma, evidenciando a necessidade de uma uniformização de procedimentos e o estabelecimento de referências, para que seja possível fazer de fato uma comparação. Baseado neste estudo, o artigo “Aplicações da Pegada Ecológica no Brasil: um estudo comparativo” foi publicado na revista Brasileira de Ciências Ambientais no dia 15/05/2012, referente à Edição 21 - Setembro de 2011. Devido à relevância deste trabalho, este será também apresentado no espaço “Inovação para o Desenvolvimento Sustentável” da CNI na Conferência Rio+20, no Rio de Janeiro dia 18/06.

Informe AMA | Junho , 2012 - 3


7

DESTAQUE AMA

Beatriz

DEFESA KATIA

4 - Informe AMA | Junho, 2012

A ÁREA DE MEIO AMBIENTE do SENAI-DR Bahia venceu a concorrência do edital “MERCOSUL” para elaboração de Manuais de Boas Práticas de Consumo e Produção Sustentável, através da incorporação de sistemas de Gestão Ambiental e Produção mais Limpa para micro, pequena e médias empresas para cada de quatro setores produtivos do MERCOSUL, sendo os setores de intervenção: Madeireiro e Móveis no Uruguai, produtos elétricos e eletrônicos em Argentina; têxtil em Brasil e açucareiro orgânico no Paraguai. A proposta foi elaborada pela Drª. Beatriz Kaipper, colaboradora da Área e o órgão de contratação é LATU – Laboratório Tecnológico del Uruguay, como entidade de Gestão do Programa de Apoio e Aprofundamento do Processo de Integração Econômica e Desenvolvimento Sustentável do MERCOSUL – no ambito do Programa ECONORMAS MERCOSUR.

Nossa colaboradora Kátia Góes Macêdo de Oliveira, coordenadora operacional do Projeto de Cooperação Técnica com o Peru, defendeu seu mestrado em “Identificação de Fontes Fixas de Emissões Atmosféricas e Análise do Licenciamento Ambiental: Estudo de Caso - Município de Candeias-BA”. A defesa ocorreu no MAASA - Mestrado em Meio Ambiente, Águas e Saneamento, Escola Politécnica - Universidade Federal da Bahia, situada na Rua Aristides Novis, 02, 4º andar, Federação, SalvadorBA no dia 13 de junho de 2012. Profissional dedicada e com mais de 20 anos de experiência em Gestão de Garantia e Controle de Qualidade, tornou-se Mestre. Seu trabalho teve como objetivo geral identificar as principais fontes fixas de emissões atmosféricas, localizadas no município de Candeias, e analisar se os licenciamentos ambientais contemplam o monitoramento dos contaminantes característicos das fontes fixas existentes e instaladas.


Informe AMA - Nº 03  

Informe dos fatos relevantes da Área de Meio Ambiente

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you