Page 1

folhafinanciária www.bancariosdecuritiba.org.br

ORGANIZAR PARA CONQUISTAR FOI TEMA DA 2ª CONFERÊNCIA NACIONAL DOS FINANCIÁRIOS Entre os dias 01 a 03 de junho foi realizada a 2ª Conferência Nacional dos Financiários, com o tema “Organizar para Conquistar”, dando sequência ao movimento de organização iniciado no ano passado e com o objetivo de avançar nas conquistas de todo o segmento. O evento foi realizado na sede da Contraf-CUT, em São Paulo. Durante o evento, foram debatidos temas como: a gravidade do atual cenário político, os ataques à classe trabalhadora com as reformas trabalhista e previdenciária e as consequências para a categoria, que é uma das que mais sofre com a terceirização. “A terceirização irrestrita, aprovada recentemente pelo Congresso, acentua a desigualdade social, pois o terceirizado ganha menos e não tem os mesmos direitos. A reforma trabalhista aprofunda os problemas que a categoria financiária já vem tentando combater

Financiários debatem conjuntura

há bastante tempo. É preciso mobilizar para resistir”, afirmou a desembargadora Magda Biavaschi. A categoria, que sofre com a alta rotatividade, fina-

lizou o encontro traçando estratégias para manutenção do emprego, sem a precarização do trabalho, e a preservação dos direitos já conquistados.

Financiários receberão reajuste salarial de 4,38% em 2017 Os financiários receberão reajuste salarial de 4,38% em 2017. O índice foi definido pelo fechamento do INPC de junho de 2016 a maio de 2017, em 3,35, mais 1% de aumento real, que representa um acumulado de 4,38%. A PLR também será reajustada por este índice. “Na conjuntura atual, podemos dizer que a negociação para dois anos foi assertiva. Um índice com aumento real, no atual cenário seria improvável”, defende Katlin Salles, diretora da Secretaria do Ramo Financeiro.

PLR SERÁ PAGA ATÉ 30 DE SETEMBRO • Foi necessária uma retificação no Parágrafo Único da cláusula IV da Convenção Coletiva de Trabalho Aditiva 2016/2018 dos financiários. A regra trata das financeiras que possuem programas próprios de PLR e pagam a antecipação desses programas juntamente com o adiantamento estabelecido no Acordo de PLR. A mudança teve de ser feita para adequar a data de 30 de junho para 30 de setembro, pois o pagamento está condicionado à divulgação do seu balanço semestral.

L A R E G E V E S O N GR E M A O T I E R I D NENHUM

#FORATEMER #DIRETASJÁ #CONTRAASREFORMAS

30 DE JUNHO ! VAI PARAR

O BRASIL

SEEB/CURITIBA

ANO 03 • 2ª QUINZENA • JUNHO DE 2017


02

FF

• Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região

JUNHO • 2017

/CONQUISTA

/NA LUTA

APÓS O ENQUADRAMENTO DA CATEGORIA, TRABALHADORES PASSAM INTEGRAR O SINDICATO E REALIZAM ASSEMBLEIA

o fim da CLT

Trabalhadores da Credipar são Reforma reconhecidos como financiários trabalhista é A proposta que tramita no Senado revoga o princípio que o trabalhador é o elo frágil na relação de emprego e tira a proteção sobre ele. Entre os prejuízos, torna sem validade a prorrogação de acordos e convenções coletivas, deixando os financiários desprotegidos até que seja assinado novo acordo. Na última terça (20), senadores da oposição rejeitaram o relatório da reforma trabalhista por 10 votos a 9. Porém, o texto deverá ir ao plenário no início de julho. Os trabalhadores apostam que a greve geral do dia 30 sensibilize o Congresso.

Terceirização ameaça direitos Recentemente, os trabalhadores da financeira Credipar, que faz parte do grupo Negresco, foram reconhecidos como financiários, após a constatação do Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região da irregularidade de enquadramento da categoria, registrada como comerciários. Com o reconhecimento, os trabalhadores já recebem desde abril, as conquistas da nova categoria e formalizaram o acordo coletivo através de assembleia. “Desde 2015, estamos procurando pelos financiários da Credipar, fizemos ofício solicitando a empresa o enquadramento da categoria e, num primeiro momento, não fomos atendidos. Procuramos o MPT que, após investigação, deu razão ao Sindicato, uma vez que o trabalho desempenhado por seus funcionários é de financiários. Agora, esses trabalhadores poderão usufruir os benefícios

23

conquistados ao longo dos anos”, afirma Karla Hunning, diretora dos assuntos jurídicos do Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região. Antes de serem reconhecidos pelo MPT como financiários, os trabalhadores não recebiam benefícios como auxílio-alimentação e refeição. Somados os valores superam o salário. “Esse é um momento muito importante, pois, ao integrar o Sindicato, filiando-se, esses trabalhadores estão fortalecendo a luta e podem usufruir os direitos já conquistados. Juntos temos mais força na hora da negociação. Além disso, já estão protegidos com uma das melhores convenções coletivas do país. Estamos felizes com mais essa conquista do nosso Sindicato, pois é fruto de muito trabalho”, finaliza Katlin Salles, diretora do Ramo Financeiro do Sindicato.

A lei que permite a terceirização nas atividades-fim foi sancionada pelo presidente Michel Temer em março deste ano. O texto aprovado é de 1998 e causará prejuízos incontáveis para os trabalhadores, pois permitirá a subcontratação e dificultará a fiscalização das leis trabalhistas. A terceirização põe fim aos direitos e benefícios como 13º, férias, licença-maternidade e férias, pois os trabalhadores terão apenas contratos temporários de 6 meses, podendo ser renovados por mais 3. Além disso, podem ser demitidos sem aviso prévio.

LUCROS DAS FINANCEIRAS EM 2016 CREFISA

R$ 1,1 bilhões

Financeira Itaú CBD

R$ 237 milhões

Midway

R$ 210,1 milhões

Circuito Vale Europeu Catarinense

15 de julho

Informações e inscrições: www.bancariosdecuritiba.org.br

www.bancariosdecuritiba.org.br

A Folha Bancária é o informativo quinzenal produzido pelo Sindicato dos Bancários de Curitiba e região • Av. Vicente Machado, 18 - 8º andar • Telefone: (41) 3015-0523 • Fax: (41) 3322-9867 • Presidente: Elias Jordão • Secretaria de Imprensa: Genesio Cardoso • Conselho editorial: Ana Fideli, Cristiane Zacarias, Elias Jordão, Genesio Cardoso e Pablo Diaz • Redação: Camila Cecchin • Projeto gráfico • Arte final e Diagramação: Alinne Oliveira e Jonathan Andrade • Impressão: Multgraphic • Tiragem: 300 exemplares • sindicato@bancariosdecuritiba.org.br • www.bancariosdecuritiba.org.br

28/06/2017  

A Folha Financiaria é uma publicação produzida pelo Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região.

Advertisement