Page 1

EDIÇÃO ESPECIAL DE ANIVERSÁRIO I 6 ANOS R$ 10,90 | NÚMERO 73 | ABRIL 2009

ABRIL 2009 | EDIÇÃO ESPECIAL DE ANIVERSÁRIO

A REVISTA DO NET

| OS 50 MELHORES FILMES DO SÉCULO 21

OS

Como é que eu iria ficar de fora dessa? Também estou na lista.

|

MELHORES

www.revistamonet.com.br

FILMES

DO SÉCULO 21

Nosso júri VIP de 250 críticos, cinéfilos, artistas e personalidades do Brasil e do exterior, incluindo Dustin Hoffman, Patrícia Pillar, Fernando Meirelles, Maitê Proença, Hector Babenco, Marcelo D2, Washington Olivetto e Walter Salles, elege os seus preferidos no cinema dos últimos anos

MNT73_Capa_Assinates.indd 1

16/3/2009 15:48:47


OS

50 MELHORES

FILMES DO

SÉCULO

SONATA DE TÓQUIO

(Tôkyô Sonata) Japão/Holanda/Hong Kong, 2008 Direção Kiyoshi Kurosawa Com Yû Koyanagi, Teruyuki Kagawa, Kyôko Koizumi, Jason Gray, Kazuya Kojima, Kanji Tsuda Gênero drama Duração 119 min

4 MESES, 3 SEMANAS E 2 DIAS (4 Luni, 3 Saptamâni si 2 Zile) Romênia, 2007 Direção Cristian Mungiu Com Anamaria Marinca, Laura Vasiliu, Vlad Ivanov Gênero drama Duração 113 min

Kiyoshi Kurosawa, que não é parente de Akira mas tem renome no singular cinema de terror que o Japão recentemente vem produzindo (e cuja estética tem sido “importada” por Hollywood), apresenta um drama sobre pai que perde o emprego e, represando o segredo para si, acaba transtornando a relação com esposa e filhos. O diretor não só continua fiel ao tema (afinal, o desemprego é o terror dos nossos tempos), como mantém seu usual esmero na construção de climas, o que é fundamental aqui.

50

O cinema romeno vem chamando a atenção no circuito de arte mundial nos últimos anos, a ponto de este longa de Cristian Mungiu ter recebido a Palma de Ouro no Festival de Cannes, sendo indicado como melhor filme estrangeiro no Globo de Ouro. Ao acompanhar, fielmente, uma estudante que se arrisca para ajudar uma amiga num aborto, o filme radiografa com extrema precisão o pesado clima da burocracia e dos abusos da ainda ditatorial Romênia de 1987.

BABEL

MIAMI VICE

Alejandro González Iñárritu fecha a trilogia iniciada em Amores Brutos e seguida por 21 Gramas com esse filme em forma de mosaico. A americana Susan (Cate Blanchett) é baleada no Marrocos por um rifle vindo do Japão, e o tiro se transforma em um incidente internacional. Paralelamente, Amélia (Adriana Barraza) leva as duas crianças de Susan e seu marido, Richard (Brad Pitt), para a fronteira do México. Uma miscelânea cultural bem conduzida, que levou sete indicações ao Oscar.

Ao levar para o cinema a homônima série de TV dos anos 1980, Michael Mann novamente assina um trabalho de vanguarda. Orquestrando soberbamente a trilha sonora a uma câmera de ritmo pulsante, traduzindo a tensão dos tiras infiltrados Sonny e Ricardo Tubbs, o longa ainda consegue impor respiros que saem da adrenalina para cair na mais bela contemplação visual. É uma grande aposta na soberania da imagem sobre os diálogos, ou seja, a essência da arte cinematográfica.

49

(ATÉ AGORA)

Pedimos para 250 artistas, cineastas, jornalistas e personalidades do Brasil e do exterior apontarem o que de mais relevante e bacana aconteceu no cinema apartir de 2001. A seguir, confira quais produções refletem o espírito do nosso tempo

(Babel) França/EUA/México, 2006 Direção Alejandro González Iñárritu Com Brad Pitt, Cate Blanchett, Adriana Barraza, Gael García Bernal, Michael Peña, Rinko Kikuchi Gênero drama Duração 143 min

48

(Miami Vice) EUA, 2006 Direção Michael Mann Com Colin Farrell, Jamie Foxx, Gong Li, Naomie Harris, Ciarán Hinds, Justin Theroux, John Ortiz Gênero policial Duração 134 min

47

28+MONET+ABRIL

73filmesUM.indd 28

16/3/2009 15:49:26


A VIAGEM DE CHIHIRO

(Sen to Chihiro no Kamikakushi) Japão, 2001 Direção Hayao Miyazaki Vozes de Rumi Hîragi, Miyu Irino, Mari Natsuki, Takashi Naitô, Yasuko Sawaguchi Gênero infantil/aventura Duração 125 min

46

Hayao Miyazaki não teve medo de mesclar elementos nebulosos à história da irritada garotinha que, junto de seus pais, vai parar em uma dimensão desconhecida e desértica, onde, por paradoxo, pululam seres fantásticos. E foi pela coragem da inovação que seu filme quebrou barreiras ao ser a primeira animação a receber um Urso de Ouro em Berlim. Depois veio o Oscar e o tardio reconhecimento ocidental ao gênio japonês.

+

e de Steven Nenhum film u entrar na ui eg Spielberg cons foi mencionado, ue iq un lista. Só M ientes ve votos sufic mas não obte mbém ta os eado. Já para ser rank ood w st Ea t in Cl americanos emplacaram e David Lynch cada m dois fil es

UMA MENTE BRILHANTE

ADEUS, LÊNIN!

45

A reunificação germânica, em 1989, é o ponto de partida. Alex é um jovem cuja mãe simpatiza com o socialismo vigente na Alemanha Oriental. Ela entra em coma e acorda em um país unificado e capitalista, mas Alex tenta evitar que ela descubra, com medo de que este seja um desgosto fatal. Assim, tenta recriar a mesma ambiência, caindo em situações hilárias como a de ressuscitar antigos noticiários “do povo”. Mas não fica só na alegoria política. Trata-se de um drama familiar – e dos bons.

(A Beautiful Mind) EUA, 2001 Direção Ron Howard Com Russell Crowe, Ed Harris, JenniferConnelly,ChristopherPlummer Gênero drama Duração 135 min Eis um filme com apego às tradições daqueles que frequentavam as premiações do Oscar desde os anos 1980, com suas histórias edificantes, de preferência baseadas em fatos reais, que tanto envolviam quanto comoviam a plateia. O efeito é o mesmo graças ao elenco, e isso é o que este longa de Ron Howard tem de melhor: a presença de um Russell Crowe, com perdão da redundância, brilhante. Ele é John Nash, grande e altivo teórico da matemática que tem de lutar contra uma devastadora esquizofrenia.

(Good Bye Lenin!) Alemanha, 2003 Direção Wolfgang Becker Com Daniel Brühl, Maria Simon, Chulpan Khamatova, Florian Lukas, Alexander Beyer, Michael Gwisdek Gênero comédia/drama Duração 121 min

44

VOLVER

(Volver) Espanha, 2006 Direção Pedro Almodóvar Com Penélope Cruz, Carmen Maura, Chus Lampreave, Blanca Portillo, Antonio de la Torre, Carlos Blanco Gênero comédia/drama/policial Duração 121 min

Um espírito descabelado. Um defunto guardado no freezer. Uma cidade de pessoas enlouquecidas pelo vento. Não, não se trata de um tratado surrealista, mas de um filme de Almodóvar. O diretor espanhol conta a história de Raimunda, mulher que tenta acobertar o crime da filha, que assassinou o pai para não ser estuprada. No meio da história, choradeiras, reencontros familiares, a volta de Maura para o universo do diretor e Cruz em sua melhor forma, o que lhe rendeu uma indicação ao Oscar.

43

SOBRE MENINOS E LOBOS

(Mystic River) EUA, 2003 Direção Clint Eastwood Com Sean Penn, Tim Robbins, Kevin Bacon, Laura Linney Gênero drama/thriller Duração 137 min

42

Não bastasse a tragédia surgida na infância de três amigos, eles reencontram-se, adultos, graças à morte da filha de um deles. Descobrir o assassino será uma imersão ainda mais profunda na dor, na violência e na injustiça. Clint Eastwood leva ao limite o seu ceticismo sobre um possível conserto do mundo. Uma tragédia que ganha corpo sobretudo na atuação de Sean Penn, o pai que vê a sua cria morta e, entre ira e desespero, berra contra Deus, numa das cenas mais fortes da década. ABRIL+MONET+29

73filmesUM.indd 29

16/3/2009 15:49:34


SHREK

(Shrek) EUA, 2001 Direção Andrew Adamson e Vicky Jenson Vozes de Mike Myers, Eddie Murphy,CameronDiaz,JohnLithgow Gênero infantil Duração 90 min

Após as animações computadorizadas da Pixar, os estúdios viram que esse era o caminho. A Dreamworks arriscou tudo com um conto de fadas às avessas cujo protagonista é um ogro verde, fedido e mal-humorado que, ainda por cima, fica com a princesa. O sucesso foi enorme e global, com direito a sequências bem-sucedidas em 2004 e 2007. Os roteiros da franquia Shrek não possuem a mesma delicadeza dos da Pixar, mas ganham em pitadas pop.

41

SANTIAGO

(Idem) Brasil, 2007 Direção João Moreira Salles Gênero documentário Duração 90 min

João Moreira Salles é um exímio documentarista. Se isso não ficara provado em Notícias de uma Guerra Particular (1999), pode ser confirmado aqui. O personagem que dá nome ao filme é Santiago Badariotti Merlo, um antigo mordomo de sua família. Em pretoe-branco, ele vai narrando fatos curiosos de sua humilde vida, contrapostos ao espaventoso hobby de passar para o papel biografias de importantes aristocratas, além de ressuscitar memórias dos Salles.

40

PROCURANDO NEMO (Finding Nemo) EUA, 2003 Direção Andrew Stanton e Lee Unkrich Vozes de Albert Brooks, Ellen DeGeneres e Willem Dafoe Gênero infantil Duração 100 min

Peixe pai, traumatizado e superprotetor, mais peixe filho, frágil e corajoso vezes oceano cheio de perigos, é igual a uma das maiores unanimidades recentes de crítica e público. O roteiro funciona como um relógio, alternando entre drama, ação, aventura e comédia, mas talvez o melhor de tudo seja a variedade de camadas de leitura. A cada ano que passa o espectador pega mais e mais nuances do filme. Destaque para Dory, uma escamada desmemoriada.

39

PIAF – UM HINO AO AMOR

(La Môme) França/Reino Unido/República Checa, 2007 Direção Olivier Dahan Com Marion Cotillard, Sylvie Testud Gênero drama Duração 140 min

38

Marion Cotillard recebeu o merecido Oscar ao se transformar, de corpo e alma, no ícone da música francesa. É mais uma cinebiografia em que o ator comanda a graça do filme, como aconteceu com Jamie Foxx em Ray. Entre as interpretações de clássicas canções, com áudio da verdadeira “pardalzinho”, o longa é marcado pela vida de tragédias da cantora. A maquiagem, também premiada pela Academia, ajudou a dar uma impressionante verossimilhança.

OS INCRÍVEIS

(The Incredibles) EUA, 2004 Direção Brad Bird Vozes de Holly Hunter, Samuel L. Jackson, Jason Lee Gênero infantil/comédia/ação Duração 115 min

Este poderia ser mais um filme animado por computação gráfica, não fosse pelo brilhantismo do diretor Brad Bird. As vozes de astros hollywoodianos são a liga que faltava para se fazer um desenho perfeito. As aventuras dos super-heróis que foram aposentados, compulsoriamente, pelo governo e retornam 15 anos depois (um tanto enferrujados) à ativa levaram em 2005 os prêmios do Oscar de melhor animação e edição de som.

37

+

mes da Pixar Outros dois fil pelo nosso os ad foram lembr iss, atriz Cássia K A l. ra to ei a to vo colégio el io deu o solitár por exemplo, bém dirigido por m Ratatouille, ta mesmo de Brad Bird, o Wall-E quase Os Incríveis. Já ando em chegou lá, fic 53º lugar

30+MONET+ABRIL

73filmesDOIS.indd 30

16/3/2009 15:51:18


MOULIN ROUGE – AMOR EM VERMELHO

(Moulin Rouge!) Austrália/EUA, 2001 Direção Baz Luhrmann Com Nicole Kidman, Ewan McGregor, John Leguizamo Gênero drama/musical/romance Duração 122 min

36

Após romper com Tom Cruise, Nicole Kidman entrou em uma fase de bons filmes e ótimos papéis. Um dos maiores símbolos dessa guinada talvez seja o musical de Baz Luhrmann sobre o amor impossível dela com Ewan McGregor. Com grandes sucessos do pop, que ganham arranjos completamente inusitados, e cores berrantes, o longa recebeu oito indicações ao Oscar. Venceram os óbvios melhor figurino e direção de arte.

+

entarista Para o docum rca Russa zel, A Evaldo Mocar ais importante m o “não é apenas lo, mas também cu sé vo no s na deste divisor de água um verdadeiro nema; a mais história do ci a nação de toda complexa ence chamada trajetória da ” sétima arte

BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS

(The Dark Knight) EUA, 2008 Direção Christopher Nolan Com Christian Bale, Heath Legder, Aaron Eckhart, Maggie Gyllenhaal Gênero ação Duração 142 min

35

Livrando-se de vez do visual fantasioso das outras adaptações do herói no cinema, Nolan adere a um realismo notável, fazendo Gotham confundir-se com Nova York, o que reforça o discurso político distópico. Em meio à dramática missão inglória de Batman e autoridades, há o vilão Coringa, o centro de energia do filme graças à atuação sideral de Heath Ledger, que consegue até puxar para si a atenção da agitada câmera – e também do Oscar, que, mesmo resistente ao cinema de ação, premiou-o postumamente.

ARCA RUSSA

(Russkij Kovcheg) Rússia/Alemanha, 2002 Direção Aleksandr Sokurov Com Sergei Dontsov, Mariya Kuznetsova, Leonid Mozgovoy, Mikhail Piotrovsky Gênero drama histórico/fantasia Duração 97 min

Uma tomada sem corte, durando minutos, requer tino afiado e também uma tremenda coragem do cineasta, uma vez que um erro no meio da filmagem exige que se retome a empreitada do início. Pois o russo Alexandr Sokurov, após um árduo ensaio de sete meses, rodou seu filme num único plano-sequência, seguindo um cineasta e um diplomata pelo museu Hermitage, em São Petersburgo, num encontro com personalidades históricas (e 2 mil figurantes) dos últimos 300 anos da Rússia.

34

ADAPTAÇÃO

(Adaptation) EUA, 2002 Direção Spike Jonze Com Nicolas Cage, Meryl Streep, Chris Cooper, Tilda Swinton, Doug Jones, Jim Beaver Gênero drama Duração 114 min

Umdosmaisoriginais diretoresdevideoclipes, Spike Jonze já pes,Spike tinha feito o diabo em Quero Ser John Malkovich (1999). Mas foi aqui, mais uma vez com roteiro de Charlie Kaufman, que se mostrou maduro como realizador. Kaufman (Cage), aliás, é protagonista do filme e passa alguns maus bocados com um roteiroquenãoconsegue escrevereumirmãogêmeomenos talentosoemaisatirado.Emparalelo,umaescritora(Streep)eum caçadordeorquídeasraras(Cooper). Tudo se encontra. Acredite.

33

A QUEDA – AS ÚLTIMAS HORAS DE HITLER (Der Untergang) Alemanha/Itália/Áustria, 2004 Direção Oliver Hirschbiegel Com Bruno Ganz, Alexandra Maria Lara, Corinna Harfouch Gênero drama/guerra Duração 156 min

32

Muitas obras retratam Adolf Hitler como um monstro, e, por isso, perde-se a chance de expor a real sordidez dos crimes nazistas, uma vez que foram causados por homens, não por bestas inumanas. Pois foi um diretor alemão que conseguiu, ineditamente, humanizá-lo, optando por um registro mais seco para falar sobre seus últimos momentos, além de mapear a derrocada moral e militar nas ruas berlinenses. Fez um filme soberbo, que deixa o julgamento para nós e um Bruno Ganz antológico nas telas. ABRIL+MONET+31

73filmesDOIS.indd 31

16/3/2009 15:51:23


SERRAS DA DESORDEM (Idem) Brasil, 2006 Direção Andrea Tonacci Com Carapiru, Tiramukõn, Camairu Gênero drama Duração 135 min

31

O retorno de Andrea Tonacci – que rodou um dos marcos do cinema marginal brasileiro, Bang Bang (1970) – à direção é uma das particularidades deste longa, acompanhando por anos a errância do índio Carapiru, cuja aldeia foi atacada por fazendeiros brancos. A genialidade, aqui, é transcender documentário e ficção, pois a narrativa é meticulosamente encenada, passando por John Ford e pelo thriller, para chegar à realidade do desterro e da morte da cultura indígena.

+

uções que Entre as prod um voto as en ap m recebera s – Episódio II: ar W ar St o tã es rge Clones, de Geo O Ataque dos ted 93, de Paul ni Lucas, Voo U me o premiado fil Greengrass, e as in ir sp A a, m brasileiro Cine Marcelo e Urubus, de Gomes

SANGUE NEGRO

(There Will Be Blood) EUA, 2007 Direção Paul Thomas Anderson Com Daniel Day-Lewis, Paul Dano, Dillon Freasier, Russell Harvard, Paul F. Tompkins Gênero drama Duração 158 min

De Assim Caminha a Humanidade a Dallas, o petróleo e a cobiça que surge junto ao seu jorro da terra foi assunto mais que honrado pelo audiovisual. Paul Thomas Anderson, grande nome do cinema independente americano, consegue, ainda hoje, criar um marco do tema, na magnífica história de Daniel Plainview, prospector ganancioso que passa como um trator por cima de todos. O esmero visual, com enquadramentos ousados, faz bela bossa com a atuação mágica de Daniel Day-Lewis.

30

O PÂNTANO

(La Ciénaga) Argentina/França/Espanha, 2001 Direção Lucrecia Martel Com Mercedes Morán, Graciela Borges, Martín Adjemián, Leonora Balcarce, Silvia Baylé Gênero drama Duração 103 min

O cinema, arte que flerta sempre com o voyeurismo, raramente se detém na observação, optando por imagens que explicam as situações. Mas às vezes surgem cineastas como Lucrecia Martel, que simplesmente deixa a câmera capturar a superfície das coisas e, por consequência, cria uma arte única. Aqui, do conflito entre duas famílias durante as férias surge um trabalho extremamente sensorial, ficando entre peles e suores dos personagens, para questionar a dimensão metafísica dos seres.

29

O LABIRINTO DO FAUNO

O CURIOSO CASO DE BENJAMIN BUTTON

28

O que mais encanta neste filme (atípico para Fincher, que dirigiu Clube da Luta)) é a própria dificuldade da empreitada: contar a vida de um homem que nasce fisicamente senil e vai, no correr dos anos, rejuvenescendo. O tom é o de uma fábula, mas bastante agudo, doído até, para abordar o drama de Button, homem cheio de vida, ávido em descobrir o mundo, e que, ironicamente, segue na contramão daqueles que ama, num desencontro eterno. O CGI ajudou, mas é Brad Pitt quem emociona.

(El Laberinto del Fauno) Espanha/México/EUA, 2006 Direção Guillermo del Toro Com Ivana Baquero, Sergi López, Maribel Verdú Gênero drama/fantasia Duração 112 min

Não sabemos como será O Hobbit, Hobbit mas dos filmes fantásticos de Guillermo del Toro este está um patamar acima. Tanto que venceu o Oscar de melhor direção de arte, fotografia e maquiagem, trazendo mais respeito ao mexicano. Horror e beleza se cruzam na história de Ofélia, garota que se muda para uma região da Espanha onde ainda existem insurgentes da Guerra Civil e, lá, vai descobrir um obscuro labirinto que a leva para um mundo de fantasias, porém, com consequências bem reais.

(TheCuriousCaseofBenjaminButton) EUA, 2008 Direção David Fincher Com Brad Pitt, Cate Blanchett, Tilda Swinton, Taraji P. Henson Gênero drama Duração 166 min

27

32+MONET+ABRIL

73filmesTRES.indd 32

16/3/2009 15:52:52


IMPÉRIO DOS SONHOS

(Inland Empire) EUA/Polônia/França, 2006 Direção David Lynch Com Laura Dern, Ian Abercrombie, Jeremy Irons, Karolina Gruszka, Grace Zabriskie, Harry Dean Stanton Gênero mistério Duração 180 min

A imagem, segundo David Lynch, jamais dá conta de definir claramente as coisas, sempre mantendo algo flutuante, como num sonho. E Hollywood, a maior fábrica de ilusões do planeta, é o assunto deste que é o mais radical longa do diretor, retomando aqui a discussão sobre o cinema. Nada melhor, então, que a utilização de câmeras digitais, cujas imagens borradas transmitem bem esse grande curto-circuito de percepções e sentidos.

26

ENCONTROS E DESENCONTROS (Lost in Translation) EUA/Japão, 2003 Direção Sofia Coppola Com Scarlett Johansson, Bill Murray, Giovanni Ribisi Gênero drama Duração 102 min

25

Sofia começou discreta, para fugir das inevitáveis comparações com o pai Francis Ford Coppola, mas em seu segundo longa como diretora já conseguiu um daqueles raros fenômenos de filme certo no momento adequado. O encontro de uma jovem sem nada a fazer (La Scarlett) com um ator que já viu tempos melhores (Murray), ambos americanos perdidos em Tóquio, serve para entender os sentimentos variáveis, a ansiedade e a falta de comunicação em tempos globais.

CLOSER – PERTO DEMAIS

21 GRAMAS

24

O mexicano Iñárritu prossegue aqui com a estrutura narrativa já utilizada em seu filme-revelação, Amores Brutos, em que novamente um acidente interliga a vida de três personagens. Ao falar sobre vida e morte, o cineasta traz para um filme americano um traço cultural do seu país (que pode ser chamado, sem demérito, de “dramalhão”) com o acréscimo de uma habilidade do roteiro e da filmagem bastante expressiva, além de ter na atuação de Penn a cereja do bolo.

(Closer) EUA, 2004 Direção Mike Nichols Com Natalie Portman, Julia Roberts, Clive Owen, Jude Law Gênero drama/romance Duração 104 min

Um escritor e uma fotógrafa, atendendo aos seus desejos mais básicos, traem os seus companheiros, que, por sua vez, contra-atacam. Nada a ver com típicos dramas envolvendo amores proibidos, mas sim um cáustico teatro da agressão no qual os atores esgrimam-se sob os impulsos sexuais, humilhações, xingamentos etc. Mike Nichols lida, habilmente, com um dos mais afiados textos contemporâneos, numa direção bastante atenta à cena e aos atores.

(21 Grams) EUA, 2003 Direção Alejandro González Iñárritu Com Sean Penn, Naomi Watts, Benicio Del Toro, Charlotte Gainsbourg, Melissa Leo Gênero drama Duração 124 min

23

O ESCAFANDRO E A BORBOLETA (Le Scaphandre et le Papillon) França/EUA, 2007 Direção Julian Schnabel Com Mathieu Amauric, Emmanuelle Seigner, Marie-Josée Croze, Marina Hands Gênero drama Duração 112 min

22

Se não é fácil estar junto à experiência de um homem que, graças a um derrame raro, perde todos os movimentos do corpo (exceto do olho esquerdo), quanto mais trocar o flashback explicativo pelos delírios da mente agoniada do personagem. A costura de imagens distintas, entre filmes antigos e vídeos (algo bem a ver com Schnabel, também artista plástico), para traduzir esse renascimento sensibilizou muitos, inclusive o júri de Cannes, que premiou sua direção.

+

e também teve Nossa enquet damente voto nulo, devi odutor pr registrado. O , vencedor do an m ur T e nc Lawre de Um rimeira Noite Oscar por A P , respondeu que 7) Homem (196 um filme nos “não há nenh os digno últimos dez an de nota “

ABRIL+MONET+33

73filmesTRES.indd 33

16/3/2009 15:52:59


KILL BILL (Vols. 1 e 2)

(Kill Bill) EUA, 2003/2004 Direção Quentin Tarantino Com Uma Thurman, David Carradine, Daryl Hannah, Lucy Liu, Michael Madsen, Sonny Chiba Gênero ação/drama/policial/comédia Duração 111 min/136 min

Tarantino é o maior representante da pós-modernidade no cinema, ou seja, seus filmes apropriam-se de vários elementos alheios – da trilha spaghetti de Ennio Morricone ao lamê de Nancy Sinatra – para, na costura, criar algo tão inédito que a própria referencialidade deixa de ser uma questão. Aqui, nessa simples história de vingança, o diretor amadurece seu trabalho e faz render um dos maiores exercícios cinematográficos dos anos 2000.

21

EM BUSCA DA VIDA

(Sanxia Haoren) China/Hong Kong, 2006 Direção Jia Zhang-ke Com Zhao Tao, Lan Zhou, Han Sanming, Lizhen Ma, Wang Hongwei, Chen Kai Gênero drama Duração 111 min

Da história do minerador que vai atrás da ex-mulher e da esposa em busca do marido engenheiro que também a abandonou, Jia Zhang-ke extrai um belíssimo tratado sobre o (re)encontro humano numa China em mutação. Cidades e memórias coletivas são apagadas ao passo que novas experiências insurgem. Quase documental, o longa-metragem foi rodado no local onde a cidade de Fengjie foi submersa pela enorme represa de Três Gargantas.

20

QUEM QUER SER UM MILIONÁRIO?

OS INFILTRADOS

(The Departed) EUA/Hong Kong, 2006 Direção Martin Scorsese Com Jack Nicholson, Leonardo DiCaprio, Matt Damon, Mark Wahlberg, Alec Baldwin Gênero policial Duração 151 min

(Slumdog Millionaire) Reino Unido, 2008 Direção Danny Boyle Com Dev Patel, Anil Kapoor, Freida Pinto Gênero drama/romance Duração 120 min

19

O êxito do Oscar deste ano só confirmou uma particularidade deste filme de Danny Boyle: ir à Índia para recrutar mão-de-obra local e rodar uma mera história de amor. O que, no caso, significa pôr o país em visibilidade. A serem levados em conta, também, o ritmo audaz e o diálogo com as célebres superproduções indianas, os musicais de Bollywood. A dança fica para o final, mas quem se lembra disso em meio ao aperto do protagonista, o doce e apaixonado Jamal?

Ainda que muito tenha se falado sobre o retorno de Scorsese ao universo dos gângsteres, a grande questão aqui é a mesma de todo o seu cinema: a tensão de seres num mundo de violências, traições e ameaças. Ou seja, a falta de paz de espírito, nada mais comum para um policial e um gângster que se infiltram no grupo adversário. Filme inesquecível por honrar Scorsese, um dos maiores cineastas do mundo, aqui finalmente ganhando seu Oscar de melhor direção.

18

O FABULOSO DESTINO DE AMÉLIE POULAIN

(Le Fabuleux Destin d’Amélie Poulain) França/Alemanha, 2001 Direção Jean-Pierre Jeunet Com Audrey Tautou, Mathieu Kassovitz, Rufus Gênero romance/comédia Duração 122 min

17

A vida como uma caixinha de música. É um tanto assim – pegando guloseimas, brinquedinhos, fotos 3x4 e outros fluflus – que Jean-Pierre Jeunet conta a sua fábula sobre a bondosa Amélie Poulain, que reorganiza as peças no tabuleiro para assim consertar as coisas – no caso, as pessoas. Foi nessa segurança de engrenagem fechada, onde tudo está devidamente encadeado, que o público, talvez um tanto carente de cores e esperanças, encantou-se com esse conto de fadas açucarado.

+

Snyder, de O diretor Zack não recebeu , 0 30 e s Watchmen us filmes mai se r po to vo a, ei tr nenhum es de seu longa famosos. Só o dos Mortos, foi da ga ru Mad iu Snyder prefer mencionado. se se or Sc o er mesmo escolh ados de Os Infiltr

34+MONET+ABRIL

73filmesQUATRO.indd 34

16/3/2009 15:55:40


MENINA DE OURO

(Million Dollar Baby) EUA, 2004 Direção Clint Eastwood Com Clint Eastwood, Hilary Swank, Morgan Freeman, Lucia Rijker Gênero drama Duração 132 min

16

O mais clássico dos cineastas de hoje, Clint Eastwood, porém, não faz filmes “à antiga”, ou seja, com desenlaces que reorganizam o universo apresentado na tela. Ao contrário, as injustiças e tragédias atacam e condenam impiedosamente seus personagens à eternidade, como a lutadora de Hilary Swank cujo sonho é interrompido. É Clint, mantendo-se sintonizado com o ceticismo de nossos tempos – no vencedor do Oscar de melhor filme, direção, atriz e ator coadjuvante.

+

explica sua Walter Salles ca da Vida: Bus escolha por Em o e contundente ic ét po “O filme mais os anos. Zhang-ke tim úl s que vi no asta o melhor cine não é apenas É o. ne râ po chinês contem melhor o te en m possivel idade” diretor em ativ

CRASH – NO LIMITE

(Crash) EUA, 2004 Direção Paul Haggis Com Matt Dillon, Sandra Bullock, Don Cheadle, Thandie Newton, Terrence Howard, Brendan Fraser Gênero drama Duração 112 min

Roteirista antes de ingressar nesta sua primeira direção de cinema que encantou a Academia no Oscar, Paul Haggis exercita sua escrita elaborando um pequeno mosaico sobre corrupção, racismo e vilania ambientado em Los Angeles, entrecruzando personagens a partir de um acidente automobilístico. A constatação não é pessimista, mas sim um reencontro com a crença no altruísmo humano. Daí a importância do elenco escolhido a dedo, que dá caldo a essa singela crônica.

15

PEQUENA MISS SUNSHINE

(Little Miss Sunshine) EUA, 2006 Direção JonathanDaytoneValerieFaris Com Abigail Breslin, Greg Kinnear, Toni Collette Gênero comédia Duração 101 min

14

A família disfuncional que ingressa numa estropiada kombi amarela para cruzar os EUA (para levar a caçulinha para um concurso) é uma das várias recorrências do cinema indie presentes aqui. Seu desenrolar é de uma leveza exemplar, e, mesmo sem acertar todas as peças e se deparar com novas desgraças, os amalucados personagens acabam por tocar a vida na maior alegria, algo que certamente contribuiu para o enorme sucesso do longa, mais uma produção alternativa que a Academia viu com olhos atentos.

O SEGREDO DE BROKEBACK MOUNTAIN (Brokeback Mountain) EUA, 2005 Direção Ang Lee Com Heath Ledger, Jake Gyllenhaal, Michelle Williams Gênero drama/romance Duração 134 min

13

Ang Lee, cineasta chinês, vai para o cenário do meio-oeste americano para contar uma história de amor entre dois vaqueiros, bastante dramática graças ao conservadorismo do país – o dos tempos pré-Milk, os anos 1960. Não à toa, um filme tocante, com atuações formidáveis de Heath Ledger e Jake Gyllenhaal, e reconhecido pelo fiel público que mobilizou e pelas tantas premiações nos festivais, como as de melhor filme e direção no Globo de Ouro e melhor direção no Oscar.

AS INVASÕES BÁRBARAS

(Les Invasions Barbares) Canadá/França, 2003 Direção Denys Arcand Com Rémy Girard, Stéphane Rousseau, Dorothée Berryman Gênero drama Duração 99 min

12

Às portas da morte, o Rémy de O Declínio do Império Americano (1986) aproveita a presença de amigos não para chamegos ou agradecimentos, mas para destilar sua revolta junto ao triste balanço da sua vida. Num humorado sarcasmo, o olhar distópico e severo sobre a condição do mundo atual, no qual o projeto de reforma social e política inexiste, conquistou admiradores, inclusive rendendo prêmios de melhor filme estrangeiro no Oscar e de direção e atriz no Festival de Cannes. ABRIL+MONET+35

73filmesQUATRO.indd 35

16/3/2009 15:55:45


ONDE OS FRACOS NÃO TÊM VEZ (No Country for Old Men) EUA, 2007 Direção Ethan e Joel Coen Com Tommy Lee Jones, Javier Bardem, Josh Brolin, Woody Harrelson, Kelly Macdonald Gênero thriller/policial Duração 122 min

11

Uma maleta lotada do verde e cobiçado dinheiro une os caminhos de um matador psicótico, um veterano do Vietnã que sobrevive fazendo bicos, um grupo de traficantes e um honesto xerife – este último sendo o grande “teórico” que avista o fim dos velhos tempos, aqueles quando havia um equilíbrio justo que consertava os desarranjos do mundo. Os indies Coen entram no mainstream, em longa justamente agraciado com quatro Oscars (incluindo filme e direção).

+

ta l, que interpre Michael C. Hal rial killers da se o predador de teve dúvida ao não r, te ex D e ri sé e foi filme favorito escolher o seu Vez, acos Não Têm de Onde os Fr dem faz também Bar no qual Javier rio matador de um sanguiná dência? aluguel. Coinci

O PIANISTA

ELEFANTE

O SENHOR DOS ANÉIS

CIDADE DOS SONHOS

Parece um filme dos anos 50, tamanha a solenidade com a qual Polanski filma o drama do pianista judeu que vê, passivo, a sua Polônia ser invadida pelos nazistas, com família e amigos arruinados pelos inimigos. Essa impressão, contudo, enfatiza a sagacidade do diretor, que põe um novo olhar sobre o genocídio, além de verter para a tela a sua traumática experiência pessoal. No mais, o prêmio de melhor direção no Oscar foi como o perdão americano ao escândalo que o baniu do país nos anos 70.

Gus Van Sant é, hoje, quem melhor se aproxima do universo juvenil, sempre evitando julgamentos ou revelações, e preferindo preservar o mistério tão comum nessa fase tão hormonalmente conturbada de nossas vidas. Aqui, ele parte do brutal massacre de Columbine para, em longos planos-sequência, passear junto aos personagens envolvidos, num tom observacional que contempla o estar no mundo da garotada. E, ao final, mesmo com vários pontos de vista convergindo, a síntese não resolve o mistério.

09

A grandiosidade do livro de J.R. Tolkien, que criou um verdadeiro tratado antropológico (com alfabeto próprio e tal) do modo de vida de seus personagens, não poderia dar boa coisa se adaptado para o cinema – principalmente se o critério for o olhar dos aplicados fãs que oram pela fidelidade aos materiais originais. Pois a trilogia assinada por Peter Jackson, reverente, conseguiu agradar aos leitores, dar conta do universo tolkieniano e ainda se fazer como um marco do cinema de aventura.

Leitura surrealista de Lynch sobre o universo do cinema, trazendo uma gama de ícones reconhecíveis, como a aspirante a atriz, a femme fatale em crise, o diretor criativo em apuros com os produtores. A trama, fragmentada, instigou as plateias a desvendar a ordem do quebra-cabeças – porém, o importante mesmo era entrar no jogo e mergulhar nessa incursão sofisticada e ousada ao inconsciente da indústria de sonhos de Hollywood. E Lynch ganhou o prêmio de melhor direção em Cannes.

(The Pianist) França/Alemanha/Reino Unido/ Polônia, 2002 Direção Roman Polanski Com Adrien Brody, Thomas Kretschmann, Frank Finlay Gênero drama/guerra Duração 148 min

10

(Elephant) EUA, 2003 Direção Gus Vant Sant Com Alex Frost, Eric Deulen, John Robinson, Elias McConnell, Jordan Taylor, Carrie Finklea Gênero drama Duração 81 min

(Lord of Rings) EUA/Nova Zelândia/Alemanha, 2001, 2002, 2003 Direção Peter Jackson Com ViggoMortensen,Ian McKellen,ElijahWood Gênero aventura Duração 558 min

08

(Mulholland Drive) França/EUA, 2001 Direção David Lynch Com Naomi Watts, Laura Harring, Justin Theroux, Dan Hedaya, Lee Grant, Robert Forster Gênero drama Duração 145 min

07

36+MONET+ABRIL

73filmesQUATRO.indd 36

16/3/2009 15:55:50


PONTO FINAL – MATCH POINT

FALE COM ELA

DOGVILLE

A VIDA DOS OUTROS

06

Na história de dois homens que se encontram na mesma experiência de cuidar de suas amadas, ambas em coma, Almodóvar chega a uma nova fase de seu cinema, agora mais interessado na narração, optando por internalizar o drama dos personagens e não mais em expressar os seus fortes ânimos por meio dos cenários, objetos e atuações ultraestilizados. E uma mulher ressuscitar do coma graças a um estupro que a engravida é um grande achado do cinema recente.

Com gângsteres em seu encalço, Grace consegue abrigo numa cidadezinha. O que, a princípio, aparenta generosidade, logo se mostrará uma relação de exploração dos nativos contra a forasteira. O dinamarquês Lars von Trier, um dos idealizadores do movimento Dogma 95, olha cientificamente seus personagens, fazendo do lugar algo como uma planta riscada em lousa, com seus atores sobre um cenário minimalista. Uma grande aula sobre a natureza humana.

O vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro de 2007 é um belo refresco para quem acha que o cinema político ficou em algum lugar no passado. Ambientado na totalitária Alemanha Oriental, flagra um agente da polícia secreta que acaba se envolvendo intimamente na missão de bisbilhotar a vida de um escritor “rebelde” e sua mulher atriz. Espionagem e contraespionagem, liberdade e opressão, arte e brutalidade, e um final de cortar o coração.

(Match Point) Reino Unido/EUA, 2005 Direção Woody Allen Com Jonathan Rhys Meyers, Scarlett Johansson, Emily Mortimer Gênero drama Duração 124 min

Woody Allen troca, pela primeira vez, Nova York por Londres para contar uma história dostoievskiana, um denso drama sobre um jovem tenista ambicioso que, a horas tantas, terá de optar entre uma paixão e a conveniência de um casamento que é seu ingresso na alta roda londrina. O caminho é o da tragédia, num filme de grande tensão e elegância, em pegada bem distinta das tantas comédias leves que o diretor vinha fazendo desde que assumiu sua enteada, Soon Yi.

(Hable con Ella) Espanha, 2002 Direção Pedro Almodóvar Com Javier Cámara, Darío Grandinetti, Leonor Watling, Rosario Flores, Caetano Veloso Gênero drama Duração 112 min

05

(Dogville) Dinamarca/Suécia/Noruega/ Finlândia/Inglaterra/França/ Alemanha/Holanda, 2003 Direção Lars von Trier Com Nicole Kidman, Ben Gazzara Gênero drama Duração 178 min

04

(Das Leben der Anderen) Alemanha, 2006 Direção Florian Henckel von Donnersmarck Com Ulrich Mühe, Sebastian Koch, Martina Gedeck Gênero drama Duração 137 min

03

BRILHO ETERNO DE UMA MENTE SEM LEMBRANÇAS (Eternal Sunshine of the Spotless Mind) EUA, 2004 Direção Michel Gondry Com Jim Carrey, Kate Winslet, Kirsten Dunst, Elijah Wood, Mark Ruffalo, Tom Wilkinson Gênero drama/romance Duração 108 min

02

Imagine poder apagar lembranças dolorosas no fim de um relacionamento. Foi o que Clementine fez e deletou do cérebro qualquer memória de Joel. É com essa ideia genial que Charlie Kaufman e Michel Gondry, vencedores do Oscar de melhor roteiro original, atingiram um resultado memorável – a história de amor mais marcante dos nossos tempos. Estão ali as nossas neuroses: o medo da rejeição e a tentação de se recorrer a uma pílula da felicidade quando as coisas azedam.

+

lle: , sobre Dogvi Patrícia Pillar e me qu o nt su as “Fala de um , as relações to interessa mui e. da em sociedad o, vi na is oa ss pe sã ia nc râ le ta ser to O que aparen duais. teresses indivi in e, ad rd na ve a m si lís E tem uma be dicalmente encenação, ra minimalista” ABRIL+MONET+37

73filmesQUATRO.indd 37

16/3/2009 15:55:58


NA PROGRAMAÇÃO

Eles estão em cartaz

VejaquaisdessesfilmespassarãonaTVemabril. ValeapenaverougravarcomoNETHDMax 2º Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças (dia 11, 18h, Megapix, 58) 3º A Vida dos Outros (dia 24, 3h45, Max Prime, 76) 7º Cidade dos Sonhos(dia18,2h20,TelecineCult,65) 8º O Senhor dos Anéis + A Sociedade do Anel (dia 20, 13h30, TNT, 48) ; + As Duas Torres (dia 12, 18h25, TNT, 48); + O Retorno do Rei (dia 26, 18h, TNT, 48) 10º O Pianista (dia 22, 19h10, Megapix, 58) 11º Onde os Fracos Não Têm Vez (dia 26, 22h, Telecine Premium, 61) 13º O Segredo de Brokeback Mountain (dia 16, 0h45, Megapix, 58) 14º Pequena Miss Sunshine (dia 2, 11h55, Telecine Premium, 61) 15º Crash – No Limite (dia 5, 23h50, Telecine Action, 62) 16º Menina de Ouro (dia 8, 19h30, Megapix, 58) 17º O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (dia 30, 15h30, HBO Plus, 72) 20º Em Busca da Vida (dia 4, 6h55, Telecine Cult, 65) 21º Kill Bill Vol. 2 (dia 3, 19h30, Telecine Pipoca, 64) 23º 21 Gramas (dia 9, 22h, Telecine Light, 63) 24º Closer – Perto Demais (dia 5, 22h, Fox Life, 96)

colheram Entre os que es o o melhor m co s eu D ) Cidade de té o momento (a lo cu sé do p lli filme hi P no r australia CIDADE DE DEUS estão o direto es como Perigo (Idem) Noyce (de film ), o rapper to Brasil, 2002 Real e Imedia os atores Direção Fernando Meirelles Marcelo D2 e e Daniel a nç do en M Com Alexandre Rodrigues, Luiz Firmino da Hora, Phellipe Haagensen Mauro de Oliveira Gênero policial Duração 135 min

1

O longa-metragem conseguiu algo que o cinema brasileiro tentava ingloriosamente há anos: entrar na pauta das mesas de bar, conquistar um certo grande público que estava ausente das salas de exibição, tornar-se cult (alguém já se esqueceu do “Dadinho, o c..., meu nome é Zé Pequeno”?), servir de base para importantes debates e, de quebra, chamar a atenção do mundo – inclusive concorrendo ao Oscar e virando paradigma estético para cineastas como Spike Lee e Tony Scott. E a coisa não fica por aqui: Fernando Meirelles, ao optar por um tom mais “realista” – e gêmeo dos thrillers policiais norte-americanos – ao contar uma história de violência urbana numa favela carioca, rompeu com a tradição brasileira de retratar metaforicamente um sertão mítico e ainda colocou seu filme na raia vizinha da produção mundial contemporânea. Mas isso não livrou o longa das metralhas: ao visitar a favela para fazer dela um espaço de action movie e não o de um estudo que honrasse a complexidade social da verdadeira Cidade de Deus, Meirelles foi acusado de explorar a violência. Mas só em se conseguir extrair essa tese em meio aos tantos virtuosismos da câmera na mão, atuações realistas de gente real da favela e narrativa desconstruída, está claro que Cidade de Deus é algo a se perpetuar na história do cinema brasileiro.

28º O Labirinto do Fauno(dia17,20h15,HBOPlus,72) FOTOS: DIVULGAÇÃO

+

25º Encontros e Desencontros (dia 19, 22h, Fox Life, 96) 35º Batman – O Cavaleiro das Trevas, PPV 37º Os Incríveis (dia 1º, 20h, Disney, 67) 38º Piaf – Um Hino ao Amor (dia 18, 22h15, Cinemax, 75) 39º Procurando Nemo (dia 4, 20h, Disney, 67) 44º Adeus, Lênin (dia 25, 18h10, Telecine Cult, 65) 45º Uma Mente Brilhante (dia 3, 16h, TNT, 48) 46º A Viagem de Chihiro (dia 2, 10h10, Megapix, 58) 47º Miami Vice (dia 16, 17h05, Telecine Pipoca, 64) 48º Babel (dia 8, 22h, Telecine Cult, 65)

>> CHEGOU A SUA VEZ

É a hora de você fazer valer a sua voz na escolha dos 50 melhores filmes do século na opinião do leitor e ainda ganhar 10 DVDs, gentilmente cedidos pela Europa Filmes, todos da lista que você acabou de conferir – A Vida dos Outros, Cidade dos Sonhos, O Pianista, As Invasões Bárbaras,

38+MONET+ABRIL

73filmesCINCO.indd 38

16/3/2009 16:00:15


OS NOSSOS 250 ELEITORES > Adam Rodriguez, ator > Adilson Xavier, publicitário > Alcino Leite Neto, jornalista > Alessandro Giannini, crítico > Alessandro Maluf, NET > Alex Lerner, jornalista > Alexandre Maron, jornalista > Alexandre Matias, jornalista > Alfredo Sternheim, cineasta > Amir Labaki, crítico > Ana Castelo Branco, publicitária > Ana Paula Sousa, jornalista > André Guerreiro, NET > Andre Miranda, crítico > André Nigri, jornalista > André Rodrigues, roteirista > André Setaro, crítico > André Sturm, diretor > Ane Lopes, NET > Annalyne McCord, atriz > Arthur Nestrovski, jornalista > Bernardo Carvalho, escritor > Beth Carvalho, cantora > Bia Aydar, publicitária > Biah Schmidt, designer > Bianca Ramoneda, jornalista > Bruna Marquezine, atriz > Bruno Mazzeo, ator > Bruno Raposo, NET > Bruno Segadilha, jornalista > Bruno Yutaka Saito, jornalista > Carlos A. Mattos, crítico > Carlos Reichenbach, cineasta > Cássia Kiss, atriz > Cassio Starling Carlos, crítico > Cecilia Roth, atriz > Celio Ashcar Junior, publicitário > Charles Gavin, músico > Chris Rock, ator > Christiane Torloni, atriz > Cléber Eduardo, crítico > Constantine Verevis, acadêmico > Cote de Pablo, atriz > Craig Olejnik, ator > Cristiano Mascaro, fotógrafo > Dafne Sampaio, jornalista > Daniel de Oliveira, ator > Daniel Galera, escritor > Daniela Treveri, acadêmica > Danni Carlos, cantora > Daryan Dornelles, fotógrafo > David Caruso, ator > David Cohen, jornalista > David Williams, acadêmico > Débora Falabella, atriz > Denerval Ferraro Jr., jornalista > Dennison Ramalho, cineasta > Diego Medina, ilustrador > Domingos de Oliveira, cineasta > Dráuzio Varella, médico e escritor > Dudu Monsanto, jornalista > Dustin Hoffman, ator > Dustin Milligan, ator > Edgar Piccoli, apresentador

> Edney Silvestre, jornalista > Edson Franco, jornalista > Eduardo Graça, jornalista > Eduardo Peñuela Cañizal, acadêmico > Elaine Guerini, jornalista > Eliane Giardini, atriz > Ennis Esmer, ator > Eric Szmanda, ator > Evaldo Mocarzel, cineasta > Fábio Fernandes, publicitário > Felipe Bragança, cineasta > Fernanda Machado, atriz > Fernando Magalhães, NET > Fernando Meirelles, cineasta > Fernando Muylaert, ator > Filipe Furtado, crítico > Flávio Waiterman, publicitário > Francisco César Filho, cineasta > George Eads, ator > Gero Camilo, ator > Gilberto Braga, dramaturgo > Gilson Schwartz, acadêmico > Grazi Massafera, atriz > Guilherme Weber, ator > Gustavo Gaion, publicitário > Hector Babenco, cineasta > Hélio Gurovitz, jornalista > Humberto Fernandez, publicitário > Humberto Peron, jornalista > Inácio Araujo, crítico > Ione Sawao, designer > Isabel Wilker, atriz > Ivan Finotti, jornalista > J. C. Violla, coreógrafo > Jackie Earle Haley, ator > Jada Pinkett Smith, atriz > Jason Isaacs, ator > Jeffrey Dean Morgan, ator > Jessica Stroup, atriz > João Emanuel Carneiro, dramaturgo e roteirista > João Luiz Vieira, jornalista > João Moreira Salles, cineasta > João Sampaio, jornalista > Jonathan Togo, ator > José Geraldo Couto, crítico > José Mojica Marins, cineasta > José Padilha, cineasta > Jotabê Medeiros, jornalista > Juca Kfouri, jornalista > Julian Hoxter, roterista > Juliana Wosgraus, colunista > Kike Martins da Costa, jornalista > Kleber Mendonça Filho, cineasta e crítico > Lauren Lee Smith, atriz > Lawrence Turman, produtor > Leo Gandelman, músico > Leon Cakoff, crítico e produtor > Leona Cavalli, atriz > Leonardo Cruz, jornalista > Leonardo Mecchi, produtor e crítico > Lilian Lovisi, publicitária

> Lina Chamie, cineasta > Lírio Ferreira, cineasta > Lisa Marcos, atriz > Lizandra Trindade, jornalista > Lorena Calábria, jornalista e apresentadora > Lori Loughlin, atriz > Lucas Santtana, músico > Lucia Guimarães, jornalista > Luís Alberto Nogueira, jornalista > Luis Antônio Giron, jornalista > Luis Nachbin, jornalista > Luiz Fernando Carvalho, cineasta > Luiz Montes, cineasta > Luiz Zanin Oricchio, crítico > Maitê Proença, atriz > Marcelo Carnevale, publicitário > Marcelo D2, músico > Marcelo Duarte, jornalista > Marcelo Lyra, jornalista > Márcia Tiburi, escritora > Marcio Atalla, apresentador > Márcio Guedes, jornalista > Marcos Augusto Gonçalves, jornalista > Marcos Strecker, jornalista > Marcus Mello, crítico > Marcus Preto, jornalista > Margareth Boury, dramaturga > Maria Cecília Sendas, NET > Maria do Rosário Caetano, jornalista > Mariane Morisawa, jornalista > Marieta Severo, atriz > Mario Cesar Carvalho, jornalista > Mario Gioia, jornalista > Mauro Mendonça, ator > Megalyn Echikunwoke, atriz > Melina Kanakaredes, atriz > Michael C. Hall, ator > Michael Taylor, acadêmico > Michael Weatherly, ator > Milly Lacombe, jornalista > Moacyr Luz, músico > Mônica Martelli, atriz > Mônica Salmaso, cantora > Mônica Sanches, jornalista > Mylène Dinh-Robic, atriz > Naief Haddad, jornalista > Nelson Motta, escritor e produtor musical > Nicette Bruno, atriz > Paolo Russo, acadêmico > Patricia Palumbo, jornalista > Patrícia Pillar, atriz > Patricia Weiss, publicitária > Patrick Wilson, ator > Paul Bettany, ator > Paul Guilfoyle, ator > Paula Mageste, jornalista > Paulo Betti, ator > Paulo Mendonça, Canal Brasil > Paulo Pretti, publicitário > Paulo Sacramento, cineasta > Paulo Santos Lima, crítico

> Paulo Terron, jornalista > Pedro Alexandre Sanches, jornalista > Pedro Butcher, crítico > Phillip Noyce, cineasta > Priscilla Rozenbaum, atriz > Rafael de Luna, acadêmico > Raoni Carneiro, ator > Raul Rodrigues, publicitário > Reginaldo Faria, ator > Renata Simões, jornalista > Renato Cunha, jornalista > Rey Linn, ator > Ricardo Alexandre, jornalista > Ricardo Amorim, economista > Ricardo Calil, crítico > Ricardo Moreno, jornalista > Ricardo Pereira, ator > Robert David Hall, ator > Roberta Godoi, NET > Roberta Ristow, jornalista > Roberto Moreira, cineasta > Rocky Carrol, atriz > Rodrigo Fonseca, jornalista > Rodrigo Salem, jornalista > Roger Moreira, músico > Ronaldo Evangelista, jornalista > Rosa Passos, cantora > Rosanna Arquette, atriz > Ruy Castro, escritor > Ruy Gardnier, crítico > Ryan Eggold, ator > Samuel Rosa, músico > Sara Silveira, produtora > Saulo Ribas, designer > Sean Murray, ator > Sean Redmond, crítico > Sérgio Alpendre, crítico > Sérgio Gordilho, publicitário > Sérgio Machado, cineasta > Sergio Rezende, cineasta > Sergio Scarpelli, publicitário > Sibely Silveira, publicitária > Silvio de Abreu, dramaturgo > Simone Zuccolotto, apresentadora > Stephen Mamber, acadêmico > Steve Albrezzi, acadêmico > Steven Kovacs, produtor > Sylvio Back, cineasta > Tata Amaral, cineasta > Tico Santa Cruz, músico > Ubiratan Brasil, jornalista > Vera Holtz, atriz > Virgilio Neves, publicitário > Walcyr Carrasco, dramaturgo > Wallace Langham, ator > Walter Salles, cineasta > Washington Olivetto, publicitário > Wil.I.am, músico > Wilson Mateos, publicitário > Yves Dumont, dramaturgo > Zack Snyder, cineasta > Zélia Duncan, cantora > Zéu Brito, músico e ator > Zico Farina, publicitário

O Segredo de Brokeback Mountain, Menina de Ouro, O Escafandro e a Borboleta, Império dos Sonhos, A Queda – Os Últimos Dias de Hitler e Piaf – Um Hino Ao Amor. É simples: basta ir ao site da MONET (www.revistamonet.com.br) e dizer qual é o seu filme preferido, lançado entre 2001 e 2009 (é claro), e explicar por quê. O autor da frase mais criativa ganha o pacotão. Mas fique atento: a promoção vale até o dia 4 de maio e a lista do povo sai na edição de junho.

ABRIL+MONET+39

73filmesCINCO.indd 39

16/3/2009 16:00:18

Os 50 melhores filmes do século (até agora) - Monet  

Matéria de capa da edição especial de aniversário de 6 anos da revista Monet. Abril/2009

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you