Page 1

natureza - cultura - turismo - esporte - gastronomia - meio ambiente DISTRIBUIÇÃO GRATUITA #31 2014

Paraty Ubatuba Caraguá São Sebastião Ilhabela

LITORAL em revista

QUEM QUER

ARTE?

Espetáculo com um elenco de Ubatuba é apresentado em Caraguá e lota o teatro nas duas sessões. Ubatuba continua com o teatro de portas fechadas.

FENG SHUI E DECORAÇÃO

BARRA DO UNA SÃO SEBASTIÃO

DE CANOA EM PARATY

TORTA CAPIXABA


EDITORIAL

006

CARTA DA

REDAÇÃO

EDITORA: Ana Pavão

EMAIL: ana@sapereeditora.com.br

“A gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte.” A Litoral em Revista, que antes era Ubatuba em Revista, sempre teve a arte e a cultura como áreas importantes de sua linha editorial. Por conta disso, não pudemos ignorar o fato do teatro de Ubatuba estar completando 15 meses com as portas fechadas. Foi uma felicidade imensa para a maior parte da população ver essa obra em funcionamento, não é a toa que quase todas as sessões que ali ocorreram alcançaram a lotação máxima. O local recebeu peças de renome nacional, como foi o caso de “Trair e coçar é só começar”; “Os monólogos da vagina”; “As mentiras que os homens contam”; “Beatles 4ever” e “Terça Insana”, além de apresentações de talentosos artistas locais, que aqui são muitos! Obra pública, que pode não ter sido feita no melhor local ou da forma mais adequada, com algumas questões ainda a serem resolvidas, mas é uma obra de direito da população, feita com dinheiro público e que está se deteriorando, está parada, entregue

à poeira enquanto poderia estar trazendo vida, cultura e alegria a Ubatuba. A arte enriquece e enobrece a alma. Muitos projetos sociais poderiam estar acontecendo no teatro, com música, dança, interpretação, pintura, e tantas outras áreas onde as crianças poderiam estar se desenvolvendo, utilizando um espaço majestoso e modernamente equipado. Claro, a cidade também tem outras questões importantíssimas para serem resolvidas, a exemplo da saúde. Porém o município tem várias secretarias e recursos separados para cada uma delas. Por isso uma questão não impede a outra de ser vista. Ubatuba tem um teatro! Os moradores, os turistas, e as crianças dessa cidade tem o direito de usufruir desse enorme benefício. A vida com arte muda. Uma cidade com um teatro também.

nossoscontatos Uma Publicação da Sapere Editora - CNPJ 09.492.465/0001-81

nosso time

anuncie

DIREÇÃO GERAL:

A Litoral em Revista é distribuída gratuitamente aos leitores, sendo assim além de uma forma eficaz de divulgar o seu negócio, uma forma de apoiar a divulgação de Ubatuba, Paraty, Ilhabela, São Sebastião e Caraguá, pois a revista é mantida unicamente pelos empresários anunciantes que apoiam a iniciativa. wilson@sapereeditora.com.br (12) 99728-7313

Ana Pavão | Wilson Roberto Editora chefe: Ana Pavão ana@sapereeditora.com.br DIAGRAMAÇÃO E ARTE FINAL: Ana Pavão ana@anapavaodesign.com.br

foto da capa Luis Pavão


PAsseios TerçAs e qUinTAs

às 19 horAs

PeDALe... ...FAçA AMiGos

VenhA FAZer PArTe!

Oficina especializada nas marcas:

Tel (12) 3833-3226 mazzabikeshop@hotmail.com Av. Prof. Thomas Galhardo, 1106 - Centro - Ubatuba


ÍNDICE

08

na edição 12

FENG SHUI E DECORAÇÃO

20 QUEM QUER ARTE? 30 torta Capixaba 32 O Recanto 34 barra do una 36 A lancheira ideal 40 Canoa Havaiana em Paraty 44 9 motivos para seu filho aprender a dançar 48 Cuidados Básicos com a Pele 50 Dicas para ler

54 Guia Comercial

Foto: Luis Pavão

52 Na telona


SEU FUTURO.

´


COLABORADORES

010

COLABORADORES

DA EDIÇÃO

Lucas Abdalla

Proprietário da empresa Vale Radical Turismo de Aventura. Atleta de corridas de aventura, amante da natureza e conservacionista. Atua como guia há 10 anos em diversos segmentos do esporte. Realiza trabalhos socioesportivos e socioambientais em paralelo com suas atividades. Atualmente é morador da cidade de Cunha onde está focado no Turismo de Aventura .

Ana Pavão

Redatora e editora chefe desta publicação. Proprietária de agencia de comunicação, na qual é responsável por planejamentos de marketing, design, diagramação e direção de arte. www.anapavaodesign.com.br

WILSON ROBERTO

Fotógrafo e colunista. Integrou a direção da Litoral em Revista em Julho de 2012, na qual é diretor comercial e operacional.

Luis Pavão

Paulistano com alma caiçara. Apaixonado por Ubatuba, há 12 anos resolveu mudar para a cidade. Jornalista e fotógrafo profissional, tem atualmente um acervo com as mais belas imagens de Ubatuba.

Michele Gilaberte e Maria Capai

PAT FELDMAN Culinarista e criadora do Projeto Crianças na Cozinha, que traz receitas infantis saudáveis, saborosas e livre de industrializados. É também autora do livro de receitas “A Dor de Cabeça Morre Pela Boca”, escrito em parceria com seu marido, o médico Alexandre Feldman. Envie dúvidas e sugestões para criancasnacozinha@ gmail.com.

Michele Gilaberte é consultora, Chef Nutricionista e proprietária do restaurante Cannelle Gastrobar. Maria Capai é blogueira, criadora do DigaMaria, blog de gastronomia: http://digamaria.com

CAMILA FERRARI Se formou na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - PUCCAMP. Morou na Espanha, em Sevilla e Barcelona, onde se especializou em diversos segmentos. Trabalhou por longos anos com Mobilidade Urbana e Transportes. Proprietária do estúdio GAIA- Projetos e Obras www.arquiteturagaia.com.br

Daiane Gomes

Escreve colunas sobre beleza e tendencias. É Hair Designer e Proprietária do salão de beleza Dai Hair em Ubatuba.

Papillon

Buffet e Eventos

ALUGUE CONOSCO O MATERIAL DO SEU EVENTO! VENHA CONHECER NOSSO SHOW ROOM

www.papilloneventos.com.br | buffet@papilloneventos.com.br Rua Jordão Homem da Costa, 179 | Centro - Ubatuba Tel. (12) 3833 9011 | (12) 97813 6456


24/04 QUINTA

18/04 SEXTA

Engrennagem

Nilo Mariano

26/04 SÁBADO

Jack Rabbit

20/04 DOMINGO

Pop Fiction

19/04 SÁBADO

Kashmir

21/04 SEGUNDA

Super Máfia

Sushi

Variados pratos da culinária tradicional japonesa (sushis e sashimis) mesclados com criatividade e ingredientes de qualidade

30/04 QUARTA

25/04 SEXTA

Tactus

Nilo Mariano

Forneria

Pizzas saborosas, feitas com ingredientes de qualidade. Também servimos calzones, pucchia, cornicciones e pizzicatos

Restaurante

Nosso cardápio“Restaurante” apresenta diversas opções, entre saladas, peixes e frutos do mar, carnes, risotos, massas e cremes.

Bar e Balada

Gastronomia e música. Isso é o bar do Anchieta Café. No palco sempre está rolando algum som de qualidade, com as melhores bandas da região.

Confira a programação: www.anchietacafe.com.br av. tamoios, 64 | centro | ubatuba | informações : (12) 3833.4232 | 9161.5765


ARQUITETURA DECORAÇÃO

012

FENG SHUI

E DECORAÇÃO POR: Camila Ferrari

A

distribuição dos móveis, as cores usadas em cada ambiente e a localização do edifício são essenciais para a aplicação do Feng Shui. Cada residência tem cômodos básicos, como sala, quarto, cozinha, banheiro, mas algumas contam com cômodos especiais, como escritório e terraço gourmet. Cada um desses lugares tem uma energia própria. O Feng Shui é a arte de equilibrar e de harmonizar o fluxo de energias naturais no ambiente, a fim de criar efeitos benéficos na nossa vida. Para que o ambiente esteja em equilíbrio, deve ser criado um espaço para o fluxo de energia positiva. Através do uso de cores, números, animais, objetos decorativos e símbolos dos cinco elementos. O objetivo é maximizar o movimento do “Chi”, que é a força de energia vital universal presente em nosso meio, para melhorar a qualidade de vida das pessoas. O interessante em trabalhar com o Feng Shui no litoral é que temos a paisagem sagrada das verdes montanhas para ser contemplada, bem como recebemos total energia de vento e água, da brisa marítima e do mar, rios, córregos e nascentes. Os projetos de arquitetura, decoração e de paisagismo revelam locais agradáveis, estimulando e criando novas energias, além de representarem puro aconchego. Integrando o homem ao seu ambiente e conseqüentemente usufruindo os benefícios da mãe natureza nesses espaços. A decoração baseada nos conceitos do Feng Shui traduz a conexão entre nosso ambiente físico, nossa mente, corpo e espírito. Para que nossa vida caminhe bem é fundamental ter um bom fluxo de energia em sua casa ou em seu local de trabalho. Por isso a eliminação da desordem pode transformar completamente toda sua existência.

O Ba-Guá é utilizado para mapear as energias doas ambientes. Possui forma octogonal, no qual cada lado representa aspectos ou energia de nossa vida (trabalho, sabedoria, família, prosperidade, fama, relacionamento, criatividade e amigos).


Ceviche, shitake, guioza, sushis, sashimis, temakis, hot roll... Tudo muito fresco e bem preparado. Venha se deliciar!

Desde 2004

estamos na

aproveiTe nosso FesTival de sushi - Tudo a vonTade! Rua Guarani, 736 Lj 12 - Itaguรก - Ubatuba - Fone (12) 3832-1405 - Aberto de quinta a domingo e feriados - Das 19:30 as 23:30h


ARQUITETURA DECORAÇÃO

014

Pintura suja e descascada Ambientes cuja pintura ou papel de parede estão muito sujos e descascando são um péssimo Feng Shui. Além de feios de olhar, passam uma sensação de más energias. Ruim para a prosperidade da casa. Deve ser arrumada.

Ambientes escuros e apertados

Existem 03 causas principais para a estagnação de energia: sujeira física, energia anterior e desordem. A falta de cuidado e de respeito que se tem pela sua casa reflete a falta de cuidado e respeito que se tem por si próprio. Quando você cuida da casa zelando por ela, você também estará amando e respeitando a si mesmo. Aproveitando o Feng Shui em grande estilo, darei uma série de dicas para ajudá-los a conseguir uma harmonização e um equilíbrio, na medida do possível, atendendo as regras desta disciplina oriental, resumidamente. A primeira coisa a ser considerada é que para decorar de acordo com o Feng Shui, tem que seguir a premissa de que menos é mais, evitando o stress de ter excessos à vista e, assim, conseguir um lugar para convidar o relaxamento. E claro, também deve ser prático e funcional. O que deve ser observado para que a energia “Chi” seja corrigida, logo de início:

Se na sua casa os ambientes são muito escuros, sem claridade mesmo com luzes acesas, isso é péssimo para o Feng Shui, pois a sensação é de penumbra e tristeza. Não faz bem para nosso psicológico. E se a pintura e/ou móveis forem também escuros, teremos uma sensação de aperto. Uma sensação incômoda, muitas vezes invisível. E para piorar, se os móveis forem muito grandes para o ambiente, a energia pode até estagnar. A solução é bem prática: ambiente espaçoso e clarear a pintura.

Lâmpadas queimadas Luz é energia. Por tanto verifique em qual área você está “apagado”, desvitalizado. E mantenha sempre os lustres limpos, porque insetos mortos não permitem que a lâmpada ilumine os ambientes como poderia.

Rachaduras nas Paredes As paredes dão a estrutura de sustentação da casa. Rachaduras nas paredes significam, então, “rachaduras” na estrutura da própria pessoa.

Infiltração, Mofos e Manchas nas Paredes Lugar de água é no cano ou na calha. A partir do momento que ela vai para onde não deveria, algo está errado. As infiltrações significam que outras energias estão entrando em um lugar onde não deveriam estar. Lembre-se que água é prosperidade. Canos vazando, torneira pingando e registros de água vazando são desperdício de água e prosperidade indo embora. Arrume imediatamente os vazamentos.

Casa Bagunçada e Desorganizada Casa, empresa e ambientes bagunçados e desorganizados são sinais claros de perigo para as boas energias e prosperidade da casa e das pessoas. É sempre bom lembrar que quem bagunça os ambientes é a pessoa. Isso provoca uma perda de tempo na vida da pessoa para achar coisas e um estresse violento. Atrapalha a circulação de pessoas e energias. Arrume tudo e jogue fora as bagunças.

Entulho - jogue no lixo Cuidado para não ficar guardando ou acumulando pela casa objetos velhos, papéis sem validade, roupas velhas, utensílios e aparelhos quebrados que não têm mais utilidade ou uso. Tudo que está quebrado é na verdade entulho, que representa energia estagnada que vai atrapalhar a prosperidade da casa e seus moradores. Esta situação a gente vê muito no quarto da bagunça. Limpe e organize imediatamente sua casa. Doe o que for aproveitável.

O estudo do Feng Shui pode levar muitos anos e envolver esforços consideráveis. Algumas informações importantes foram resumidas e apresentadas de forma fácil de compreender, o que lhe permitirá aprender e entender este fascinante e agradável assunto.


ARQUITETURA DECORAÇÃO

016

Em resumo, para começar um trabalho de diagnóstico e tratamento de uma casa é necessário seguir passos básicos. A maioria tem condições de harmonizar a residência onde se vive, seguindo alguns ajustes na disposição dos móveis e dos objetos e equilibrando o ambiente. Porém é bem interessante que um profissional qualificado possa apontar todas essas saliências, pois quem vive na residência não consegue enxergar, mostrando os problemas de energia que podem estar no ambiente e na decoração e dar algumas soluções e curas, através da aplicação do Ba-guá, bússola, pêndulos que medem as vibrações de estímulos e as radiações emitidas por objetos, pessoas, animais, terrenos, etc (radiestesia). O estudo do Feng Shui pode levar muitos anos e envolver esforços consideráveis. Algumas informações importantes sobre os ambientes foram resumidas e apresentadas a seguir de forma fácil de compreender, confira:

SALA DE JANTAR A iluminação deve ser boa, porém menos intensa que a da sala de estar. A mesa deve ocupar metade da área útil da sala de jantar. Deve-se evitar a proximidade de televisão e computador.

COZINHA Não deve ter a predominância de cores quentes. A opção por uma só cor também não é boa. Colocar elementos criativos na cozinha é ótimo. Incrementar a decoração com elementos relativos ao local. A iluminação deve ser total. A limpeza e organização de uma cozinha podem ter um efeito curador sobre os donos de uma casa.

QUARTO DE CASAL Evitar televisão no quarto, caso não seja possível utilizar o adesivo SCAP sobre a televisão. Evitar cantos para estudo ou trabalho. Cuidado com fotos de antepassados e artigos religiosos em excesso, diminui a criatividade sexual.

SALA DE ESTAR

QUARTO DE SOLTEIRO

A sala é o local mais público de uma casa, por isso evite expor particularidades suas como artigos religiosos, ideologias e símbolos. As cores da sala devem ser quentes, amarela, laranja ou salmão. A iluminação deve ser boa. Não use velas na sala. Evite o excesso de mobília.

O mesmo indicado para o quarto de casal. Em quartos de criança optar pela predominância das cores: azul, verde-claro, branco, rosa e tons pastéis. A iluminação deve permitir a graduação de intensidade. Moveis e peças coloridas são importantes.


OUTONO INVERNO

Shopping Itaguรก - 12 3833.1447 | Shopping Porto Itaguรก - 12 3832.3848 | Rua Tamoios, 64 - 12 3833.8904


O Restaurante Nativo se localiza no Centro de Ubatuba, em frente ao mar. Aqui você encontra a combinação perfeita de bom atendimento e deliciosos pratos, em um agradável ambiente climatizado com uma vista privilegiada para o mar. Servimos carnes, peixes, frutos do mar, massas e saladas, com a tradição da maravilhosa culinária caiçara. Selecionamos nossos produtos rigorosamente, visando sempre o sabor e a qualidade. A partir das 18 horas temos nossas tradicionais pizzas no forno a lenha e nosso Espaço Sushi.

ESCRITÓRIO Cores quentes, decoração estimulante, livros, computador, objetos ligados a preferências pessoais, hobbies, esportes. Caso a porta tenha que ficar às suas costas, colocar um espelho à sua frente. Aquários ou fontes de mesa são ideais para estimular o fluxo de dinheiro no escritório.

BANHEIRO E LAVABO No banheiro o elemento água se associa a sujeira e desce pelos canos. Por isso é tão desenergizante. O banheiro deve ser claro, limpo e sempre em perfeito funcionamento. O espelho não pode cortar a cabeça de ninguém e não deve estar em frente ao vaso sanitário. Não guardar remédios no banheiro, pois perdem a energia dos seus princípios ativos.

Quintal e jardim No jardim ou quintal deve haver um lugar para sentar e contemplar; um lugar para comer em paz; áreas ocultas para surpresa, excitação e intimidade; e caminhos suavemente em curvas trazendo seus convidados em harmonia e saúde.


Renovar para harmonizar e melhorar a qualidade de vida como um todo é o princípio básico do Feng Shui.

RESTAURANTE E POUSADA

Praia de Itamambuca ubatuba U

las praias tranqui

Terraço gourmet ou churrasqueira

natureza exuberante

A combinação de diversos elementos com plantas do jardim produz um ambiente propício ao descanso, capaz de restaurar as energias. A madeira presente nos móveis e pilares (caso houver) ativa a lealdade e o perdão.

Renovar para harmonizar e melhorar a qualidade de vida como um todo é o princípio básico do Feng Shui. Ele é uma ferramenta precisa, que identifica os locais de bloqueio energético bem como os locais de força de uma casa. Cria através da análise da energia dos moradores uma harmonia entre eles e a energia da casa potencializando a sustentação de um ambiente saudável, próspero e harmonioso. O homem atua sobre o espaço e o espaço age sobre o homem, integrados numa respiração comum. Formam assim o UM, e o UM torna-se o TODO. Quando alguém chega à sua casa e diz: “Como sua casa é gostosa!” Este alguém está se referindo à energia da casa, pois, segundo o Feng Shui, não são os móveis ou a decoração que o levam a fazer esse tipo de comentário. É bom lembrar que o que mantém uma casa sempre com bom astral são os pensamentos positivos. Positive-se! Para dúvidas ou saber mais sobre o trabalho da arquiteta Camila de Lima Ferrari entre em contato pelo email contato@arquiteturagaia.com.br ou acesse www.arquiteturagaia.com.br

te aguar dam

neste paraiso!

Praia de Itamambuca - Ubatuba Rua “C”, n.115 - Condominio Itamambuca (12) 3845-3129 - (12) 7813-9028 www.todasasluas.com.br - contato@todasasluas.com.br fanpage: pousada.todasasluas


CAPA

020

QUEM QUER

ARTE? Espetáculo com elenco de Ubatuba é apresentado em Caraguá e lota o teatro nas duas sessões. Ubatuba continua com o Teatro de portas fechadas. POR: Ana Pavão


Um teatro é um santuário, onde todas as classes sociais são iguais, onde todas as nações têm a mesma religião, onde todos os rostos têm a mesma cor e o mesmo coração. Alguém duvida que Ubatuba seria diferente com um teatro em funcionamento? Alguém duvida que as crianças e os adolescentes da cidade não seriam encantados com a magia do teatro? Eu vivi nos teatros do mundo inteiro cantando música erudita, por isso posso afirmar: Teatro é passado, presente e futuro! Gosto de ver este movimento para um futuro com cultura na cidade onde faz 14 anos que espero poder encantar o público, como sempre aconteceu na minha carreira.

Foto: Luis Pavão

Mariana Cioromila Solista Internacional de Ópera

E

ncanto, emoção e magia. No Vale Encantado, musical de Oswaldo Montenegro, moram os personagens do mundo da fantasia. Ali vivem uma vida normal. Cada vez que uma criança vai sonhar, eles são convocados para entrar no sonho daquela criança e só aí executam as histórias que a gente conhece. Produzido pela Oficina dos Menestréis, o espetáculo contou as aventuras de seus personagens de maneira alegre e divertida, deixando fluir a emoção do texto através da música, dos efeitos de luz e do diálogo. Vale Encantado é, na expressão mais simples, “um musical infantil pra gente grande”. A peça “encantada” emocionou o público que lotou as duas sessões, que ocorreram dias 5 e 6 de abril em Caraguatatuba, com um elenco de 50 artistas de Ubatuba. A plateia de mais de 1400 pessoas que prestigiou a peça, também provinha de Ubatuba e foi obrigada a fazer uma viagem apenas para assistir ao espetáculo na cidade vizinha. O “Vale Encantado” foi muito elogiado, mas uma pergunta ficou no ar: Por que a peça não ocorreu em Ubatuba, cidade do elenco e da plateia? O Teatro de Ubatuba, que foi aberto em 2012, encontra-se desativado há 15 meses, desde o início do mandato do atual prefeito Mauricio Moromizato. A queixa geral foi a falta de expectativa e respostas por parte da prefeitura quanto aos reais problemas e prazos. O elenco do Vale Encantado, como protesto a essa situação, realizou uma manifestação pacífica em frente ao Teatro de Ubatuba onde, vestindo seus figurinos e munidos de abaixo-assinados, recolheram assinaturas para cobrar da prefeitura prazos e agilidade na reabertura desse espaço tão importante para a cidade.


CAPA

“Ensine seus filhos a fazer do palco da sua mente um teatro de alegria e não um palco de terror” Essa frase de Augusto Cury, define o que sinto em relação ao nosso teatro. Lindo, cheio de possibilidades, de crescimento, ensinamentos e auxilio cognitivo para nossas crianças. Fico imaginando ele funcionando não apenas como uma distração ou um lugar para ir em dia de chuva, vejo como um ninho de esperança cultural, com aulas de expressão corporal, fonética, postura. É triste vê-lo fechado, ver nossos artistas na “rua”, tendo que ir para outras cidades se apresentar, ele esta se tornando um monumento frio, abandonado, um túmulo de sonhos... Lidi Keche

Foto: Luis Pavão

022


Foto: Luis Pavão

Acima, a platéia provinda de Ubatuba no espetáculo Vale Encantado, que ocorreu em Caraguatatuba. Abaixo, manifestação cobrando prazos para a abertura do teatro de Ubatuba.

Foto: Aline Pilz

A produtora da Oficina dos Menestréis de Ubatuba, Luciana Chaer, explicou que foi convidada, na época da construção, para conhecer o teatro. “Me lembro direitinho da minha emoção ao ver aquela estrutura toda. O nosso teatro é completo! Não deve nada para os ótimos teatros da capital. É uma pena estar fechado há tanto tempo…” conta. “Quando as pessoas me questionam o porquê de apresentarmos em Caraguá eu realmente fico sem respostas. Sabemos que existem coisas irregulares, mas por que tanto tempo sem uma satisfação à população? Por que tanto tempo sem fazer nada? Cada um me dá uma resposta, ou um prazo, mas nosso teatro continua fechado.” explicou. O elenco realizou também uma apresentação social gratuita para crianças carentes de Ubatuba, porém não foi possível lotar o teatro nessa sessão pois teve o elemento complicador da necessidade de ônibus para uma viagem de Ubatuba até Caraguá. Segundo Luciana, as apresentações com fins sociais são um objetivo real do grupo, e caso o teatro de Ubatuba estivesse aberto, certamente haveria não uma, mas várias sessões. “Ver as crianças e jovens das escolas públicas de Ubatuba maravilhados com nosso espetáculo em Caraguá foi gratificante! Nosso elenco e equipe técnica ficaram muito emocionados. Noventa por cento daquelas crianças, com certeza nunca tinham entrado num teatro! E olha que temos um maravilhoso em nossa cidade…”

Foto: Luis Pavão

Apresentação social gratuita para crianças carentes de Ubatuba


CAPA

024 ENTREVISTA COM ATUAL ADMINISTRAÇÃO

Qual a previsão para a reabertura do Centro do Professorado? Saulo Carvalho: Difícil precisar uma data. Para adequar alguns locais que não estão dentro do padrão das normas de segurança e executar o sistema de exaustão, é necessária contratação de empresa especializada e, consequentemente, obediência aos prazos licitatórios, o que deve levar de 4 a 6 meses.   Quais os empecilhos para a abertura, no momento atual? Saulo Carvalho: Atualmente o principal empecilho é a instalação de um sistema de prevenção e combate a incêndio, para que seja obtido o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), consequentemente o HABITE-SE, e, por fim, o Alvará de Funcionamento do prédio.   Por que, no período de 15 meses que se passou, não foi possível regularizar o que estava irregular? Saulo Carvalho: Nos últimos 15 meses a prefeitura trabalhou para regularizar, porém a situação já estava ajuizada o que tornou o tempo uma variável não controlável. Entretanto, é fundamental esclarecer que, no período de 15 meses, a Prefeitura trabalhou por diagnosticar os problemas envolvidos com a Construção do Centro do Professorado. Uma série de perguntas necessitavam de respostas, como, por exemplo: Qual secretaria estava responsável pela gestão do Teatro? Havia apontamento pelo Tribunal de Contas sobre a verba utilizada para a construção do mesmo? O prédio atendia às exigências do Corpo de Bombeiros? Por que ele não tinha AVCB? Por que o projeto não foi aprovado pela Secretaria de Arquitetura e Urbanismo? Essas e outras informações necessárias para sua abertura precisavam ser buscadas, e isso leva tempo. No entanto boa parte delas já puderam ser esclarecidas através de um trabalho de auditoria, que está em fase final e será divulgado a toda população em breve.   Quem, na prefeitura, está responsável pela regularização e reabertura do Teatro? Saulo Carvalho: Visto as diversas dificuldades, são responsáveis vários setores. Existe uma comissão composta pelas Secretarias: Assuntos Jurídicos, Obras, Arquitetura e Urbanismo, Comunicação, FundArt e Gabinete. A presidente da Fundart, Isabella Vassão, e o Superintendente, Rinaldo Santos, são os nomes que lideram o processo.   Declaração da Presidente da Fundart, Isabella Vassão: Desde quando o Prefeito Maurício assumiu a prefeitura de Ubatuba, tem colocado parte de sua equipe para tratar da situação do Centro do Professorado. Os trabalhos começaram com a Secretaria de Arquitetura e Urbanismo e Secretaria de Educação, que ficaram encarregadas de diagnosticar os problemas apresentados, tais como: a obra foi entregue corretamente? a empresa cumpriu o contrato? com que verba foi construída? há problemas processuais relacionados ao prédio? e mais uma série de perguntas que não tínhamos respostas, pois acabávamos de assumir. As informações foram levantadas, com toda a dificuldade que nos foram colocadas pela gestão anterior, tais como: 1) o terreno onde se localiza o Teatro não havia sido regularizado, ou seja, no Cartório de Registro de Imóveis não havia sido transferida a propriedade para Prefeitura; 2) a construção não contemplava um projeto de sistema de combate a incêndio executado, apenas um projeto aprovado no Corpo de Bombeiros; 3) a Educação não poderia ter utilizado os recursos do FUNDEB para a construção do mesmo; dentre outras questões.

Juntamente à Oficina dos Menestréis, diversos cidadãos e artistas permanecem insatisfeitos com as portas fechadas do teatro. “É lamentável ter um teatro em nossa cidade, que pertence a todos nós, fechado e se deteriorando. Com tão pouca chance que a nossa gente tem de acesso à cultura. Penso principalmente nas gerações e gerações de crianças que não podem usufruir de uma formação cultural consistente. O teatro é mágico para todos: para os artistas é a oportunidade de difundir o seu trabalho, enquanto para o público, um encantamento por algo ausente em seu cotidiano.” declarou a pianista Rosa Lafratta. A falta de prazos para a reabertura é o que mais incomoda. Mas, pior que isso são os prazos que foram dados e não cumpridos. Em reunião do Conselho Municipal de Políticas Públicas, segundo testemunharam os conselheiros presentes, na época em setembro de 2013, Isabella Vassão, atual presidente da Fundart e a pessoa que está à frente da comissão pela abertura do teatro, falou que ele tinha passado para a administração da Fundart e que ele estaria aberto, até outubro daquele ano. Luciana Chaer também conta que, em agosto de 2013, esteve em reunião, no gabinete do vice-prefeito, Sérgio Caribé, onde o mesmo garantiu que o teatro estaria aberto até outubro de 2013. A Litoral em Revista, que sempre foi um veículo de cultura e arte em Ubatuba, viu-se no dever de buscar os reais motivos que impedem a abertura do teatro. Fomos, com isso, questionar a gestão atual, que fechou suas portas, e a gestão anterior, que as abriu. São dois lados com informações diferentes, e ouvimos cada um deles. Nos quadros, você pode conferir as respostas oferecidas pela atual e anterior administrações.


Na minha opinião o Teatro é uma ferramenta de fundamental importância para o desenvolvimento cultural de Ubatuba, que já vem sofrendo com essa carência não é de hoje. Apesar de não concordar com a localização do mesmo, por uma questão de estacionamento entre outras coisas, a obra ficou muito bem feita, estruturalmente confortável e visivelmente muito bonita. Honestamente, gostaria que nossos governantes olhassem com carinho e agilidade para esta questão da abertura do teatro, pois temos muitos talentos artísticos desperdiçados no município, além de que, nossos munícipes e turistas merecem ter mais esse atrativo cultural. Foto: Luis Pavão

Guto Saboia Humorista

ENTREVISTA COM ADMINISTRAÇÃO ANTERIOR O Teatro estava irregular no fim da sua gestão? Eduardo Cesar: Não, tanto em relação ao Corpo de Bombeiros como em relação ao CONDEPHAAT, a situação do prédio era regular. O prédio funcionava em perfeitas condições técnicas, acústicas e de segurança, com apenas uma restrição referente a duas salas no andar térreo, que ainda não possuíam exaustor (situação já deixada por mim com projeto elaborado, incluindo planilha orçamentária para execução, orçada em cerca de 200 mil reais e previsão orçamentária para o prefeito que viesse), mas estas eram salas destinadas à realização de oficinas, aulas ou afins, que em nada impediam o recebimento de espetáculos teatrais.   O corpo de bombeiros havia autorizado o funcionamento? Eduardo Cesar: O corpo de bombeiros regularmente efetuava o acompanhamento das obras. Em 16.12.2012 efetuou a aprovação do projeto técnico 053/11 (projeto do teatro).   Quais foram os compromissos assumidos no TAC assinado por você? Eduardo Cesar: O TAC firmado com o órgão competente focava alguns aspectos. Primeiro a previsão da desapropriação da área, o que foi efetuado através da edição do decreto municipal que tornou a área frontal à Praça Exaltação à Santa Cruz como de utilidade pública, passível de desapropriação. Tal Decreto foi levado a conhecimento e plenamente aprovado quanto ao seu conteúdo e forma.  Em segundo plano, a prefeitura assumiria o compromisso de reurbanizar a área em volta incluindo um projeto de arborização, algo perfeitamente exequível e de certa forma necessária, que apenas valorizaria a obra e todo aquele espaço. Em terceiro, haveria a necessidade de alteração da fachada, diminuindo o impacto visual em relação ao Casarão. Este último, quando o TAC foi minutado, a segunda etapa da obra já contemplou a alteração do projeto, tendo sido reduzido em 1,5 metros a parte frontal do prédio. Neste aspecto, ressalte-se que o Juiz ao apreciar o processo acima citado, foi muito claro ao declinar seu entendimento de que o referido entorno já há muitos anos foi descaracterizado,

com obras de mais de décadas e que o Teatro não poderia sofrer com tais fatos concretos. Portanto, em todos os âmbitos, não há motivos para que o teatro permaneça fechado, tampouco que a prefeitura continue a não adotar as medidas necessárias para a continuidade do seu funcionamento. Sendo assim, é difícil entender por que esse teatro não esta funcionando, aliás, na minha opinião, o que falta para funcionar é apenas vontade política. Caberá à sociedade cobrar do prefeito a responsabilidade pelos enormes prejuízos que a não utilização do prédio está gerando, questionando acerca da depreciação do lindo prédio (que diariamente é depredado), dos caríssimos equipamentos que lá estão, e, principalmente, dos danos à sua cultura e à educação, como bem destacou o Magistrado citado. A presidente da Fundart argumentou os seguintes problemas: O terreno onde se localiza o Teatro não ter sido regularizado, ou seja, no Cartório de Registro de Imóveis não havia sido transferida a propriedade para Prefeitura, sobre a construção não contemplar um projeto de sistema de combate a incêndio executado, apenas um projeto aprovado no Corpo de Bombeiros e sobre o fato de que não poderia ter utilizado os recursos do FUNDEB para a construção do mesmo. Quais suas considerações quanto a isso? Eduardo Cesar: Sobre a argumentação da presidente da Fundart, minha opinião é que foi infundada, uma vez que para a utilização plena do teatro não há necessidade de se discutir detalhes burocráticos de cartório. A compra foi legítima e a posse é efetiva. Com relação ao projeto aprovado pelo Corpo de Bombeiros, estaria sendo questionando o Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo? Já sobre a verba ser do Fundeb, a situação já havia sido analisada e aprovada pelo Tribunal de Contas. Teria a presidente da Fundart maior capacidade para avaliar este tipo de questão do que os técnicos do Tribunal de Contas? Mas e em sua área, a cultura, o que impede a colocação do teatro para funcionar?


CAPA

026

Confundiram o Povo da Cultura com um ente partidário. Esqueceram que é um ente vivo, pulsante e que não para de crescer. Povo da Cultura não é só quem faz, é quem ama cultura. Não é um segmento ou uma pessoa que se prejudicam com um espaço daquele fechado, é toda uma administração. Administração esta que traz em si um legado de apoio às artes, nas outras cidades Brasil afora e que aqui patina.

Foto: Luis Pavão

Fernando Moreno

O AVCB - ALVARÁ DO CORPO DE BOMBEIROS Segundo o construtor Kailash Pinotti, é comum a necessidade de adaptações para conseguir o AVCB. Pela análise que ele fez, do laudo do corpo de bombeiros, o item mais oneroso, que ficou faltando, é o sistema de exaustão mecânica: “Não vi o projeto, mas ele teria que captar ar de fora do edifício e ter uma exaustão também para fora, da fumaça. E todo o caminho deste ar deve ser resistente a fogo. Para este item acredito não existir outro tipo de solução, a não ser de se inutilizar a área. Ou seja, retirar tudo que tem lá dentro, deixando o acabamento em materiais classe 1, lacrar as portas com alvenaria e entrar com um processo para modificar o projeto aprovado no corpo de bombeiros.” Um outro item que, segundo ele, é preocupante, é o sistema de hidrante que parece que foi executado com diâmetro errado “Por ser um teatro, o diâmetro colocado não passa. Este item tem que ser refeito. Não existe solução paralela. Dependendo do trajeto da tubulação pode ser uma coisa não muito onerosa. O material pode ser cobre ou aço carbono, para o litoral usamos cobre pela resistência à corrosão.” Já os outros itens, ele explica, não são muito onerosos e alguns podem ser resolvidos através de processo administrativo no corpo de bombeiros, colocando justificativas para a divergência de projeto e executado. Para Kailash, o teatro poderia já ter superado esses problemas, mesmo que fosse necessária a colaboração da população. “Poderíamos orçar estas mudanças e fazer uma campanha para levantar dinheiro para pagar a obra. Não acredito que seja algo que ultrapasse os 250 mil reais” explica.

O EMBARGO DO CONDEPHAAT A assessoria de imprensa do Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico), em nota exclusiva à Litoral em Revista, esclareceu que, de fato, o Teatro encontra-se em área envoltória de bem tombado, que é o Casarão do Porto. Sendo assim, sua construção deveria ter sido submetida à aprovação do Conselho, o que não aconteceu e, portanto, a construção encontra-se irregular junto ao órgão, e que, atualmente, o Condephaat está elaborando uma minuta de Termo de Ajustamento de Conduta para regularizar a construção, mediante o cumprimento de determinadas condicionantes a serem estabelecidas, de forma a resolver o problema e compensar danos e prejuízos já causados. Vale ressaltar que, segundo o órgão, isso não interfere no funcionamento do Teatro. “O tombamento, entretanto, não altera a titularidade de um bem, nem interfere no seu funcionamento ou de sua área envoltória.” Ou seja, esse fator não é um empecilho para o funcionamento do Teatro.


Imagens geralmente falam

www.anapavaodesign.com.br

mais do que mil palavras.

Venha. E fique sem palavras.

Praia da Almada, Km 13 Rio Santos - Tel. (12) 98122-0044

Desembarque conosco

Lat s 23º21.673” Long wo 44º53.278”


CAPA

Foto: Maria Rita Zahra

028

As Artes, em Ubatuba, têm sido devidamente valorizadas pela população. Pelo menos desde 2008, quando iniciei, regularmente, meus trabalhos teatrais aqui, vimos sendo bem acolhidos pelos patrocinadores locais e pelo público que entendeu a importância de pagar para consumir produtos artísticos. A construção do prédio do teatro, ainda que tardiamente, em relação a outros muitos municípios do estado, é um fator de consolidação dessa realidade. Ele precisa ser, finalmente, reaberto. Ubatuba não pode andar para trás. Heyttor Barsalini Diretor Teatral

Teatro de Ubatuba

O nosso teatro é completo! Não deve nada para os ótimos teatros da capital. É uma pena estar fechado há tanto tempo… Luciana Chaer

Acima e abaixo, marcas de depredações ocorridas há vários meses, e da falta de manutenção no Teatro de Ubatuba.

O Centro do Professorado de Ubatuba (Teatro Municipal) possui 450 lugares, acessibilidade em todo o espaço e cadeiras com mecanismo que facilitam o acesso de idosos e deficientes. A estrutura conta com modernos equipamentos eletrônicos, entre eles alguns dos melhores refletores disponíveis no mercado e sistema de varas de luz com acesso automático. Estrutura de ponta que está parada há 15 meses, sem uso e quiçá sem manutenção, visto que a fachada externa encontra-se em visível deterioração. Uma das portas de vidro do teatro, que foi vandalizada meses atrás, permanece, até a data do fechamento dessa edição, sem reparos. O Teatro, mais do que um patrimônio da população, é um espaço social, de integração e de fomento à cultura. Lugar de artistas, músicas, peças, espetáculos, shows, exposições e tudo mais. Para todas as classes sociais. Uma riqueza cultural sem precedentes. Mas, talvez por ter um valor tão grande para a população, mas ser pouco lucrativo monetariamente, ele esteja sendo esquecido, ou posto de lado. Afinal... Quem quer arte? Nós queremos.

Fotos: Wilson Roberto

Existe um abaixo-assinado online solicitando a reabertura do Teatro de Ubatuba. Caso queira participar, acesse: http://bit.ly/teatrodeubatuba Ou use o código ao lado com um leitor de qrcode no seu celular.


Av. Leovigildo Dias Vieira, 38 - Itaguá - Ubatuba De frente para o mar. Aberto todos os dias das 11h até o último cliente. Tel.: 12 3832.6307 /O Rei do Camarão www.reicamarao.com.br - reicamar@terra.com.br ambiente climatizado / trocador para crianças

Desde 1993 O reinado da boa mesa


GASTRONOMIA

030

torta capixaba POR: Michele Gilaberte e Maria Capai

Em receitas tradicionais, cada fruto do mar é cozido separadamente em uma moquequinha, para, só depois, serem misturados uns aos outros. Aqui, apostamos em um modo de fazer mais prático, preparando um único refogado – com camarões, mariscos, siri, bacalhau e palmito pupunha.

Fotos: Maria Capai

A

torta capixaba é provavelmente uma ilustre desconhecida de boa parte dos habitantes e turistas do litoral norte de São Paulo, afinal, como o próprio nome sinaliza, é um prato típico do Espírito Santo. Neste imenso Brasil, ainda que os ingredientes se repitam em muitos estados, nossas diferentes regiões têm muito o que contribuir umas com as outras. Essa torta é uma forte tradição na semana santa dos capixabas e a rica combinação de frutos do mar com palmito é tão antiga que os registros de Pero Vaz de Caminha já traziam relatos sobre esse hábito indígena. Vale abrirmos um parênteses para o palmito, parte interna extraída de algumas palmeiras comestíveis. Escolhemos para esta receita o pupunha, pois grande parte de sua produção no Estado de São Paulo é originária de áreas de culturas permanentes. Aqui em Ubatuba, de onde escrevemos, encontramos condições climáticas favoráveis para seu cultivo e, apesar de sua distribuição ainda não ser ampla, basta dar um pulinho na feira da cidade para conseguir uma amostra fresquinha. Mas voltemos à torta capixaba. Em receitas tradicionais, cada fruto do mar é cozido separadamente em uma moquequinha, para, só depois, serem misturados uns aos outros. Aqui, apostamos em um modo de fazer mais prático, preparando um único refogado – com camarões, mariscos, siri, bacalhau e palmito pupunha. – que, depois de frio, é combinado a ovos batidos e vai ao forno em panela de barro. Desse processo simples, obtemos uma corada e versátil torta, saborosa fria, como entrada, ou quente, acompanhada de arroz em um prato principal. A este prato cabem ainda variações diversas, como usar apenas peixe – caso haja alguma restrição a frutos do mar –, e o uso do peixe fresco no lugar do bacalhau. Esperamos que gostem desse símbolo da sexta-feira santa capixaba e que o experimentem já nessa Páscoa!


Receita

Rendimento 4 a 6 pessoas

Ingredientes 150 g de bacalhau salgado (e depois dessalgado e desfiado) 150 g de camarão pequeno, sem casca, rabo e cabeça 150 g de carne de siri 150 g de mexilhões cozidos 300 g de palmito pupunha fresco e picado em cubos pequenos 200 g de cebola picada pequena 200 g de tomate picado pequeno 50 g de colorau (colorifero) 100 g de azeitonas sem caroço 3 dentes de alho picadinhos 8 ovos suco de 1 ½ limões coentro a gosto azeite de oliva sal a gosto

Entregas em domicílio (12) 3833-9970

Modo de fazer Separe os ingredientes que servirão para decoração da torta – algumas azeitonas e rodelas de cebola – e coloque dois ovos para cozinhar em água fervente por cerda de 5 minutos. Reserve. Preaqueça o forno a 180º C. Em uma panela ou frigideira grande, aqueça o azeite e refogue a cebola, o alho e o colorau. Quando a cebola murchar, junte o palmito e deixe cozinhar por cerca de 3 minutos. Acrescente os frutos do mar, as azeitonas e o bacalhau dessalgado e desfiado. Cozinhe por mais 3-4 minutos. Desligue o fogo, misture o coentro, experimente e acerte o sal. Remova qualquer excesso de líquido/caldo e deixe esfriar enquanto prepara a etapa dos ovos. Bata em neve as claras de 6 ovos. Reserve. Em outra vasilha, bata 6 gemas até se tornarem cremosas. Com delicadeza, junte-as às claras em neve. Misture dois terços dos ovos batidos ao refogado já frio e transfira para uma panela de barro ou forma refratária untada com azeite. Cubra com o restante da mistura de ovos, decore com as azeitonas, rodelas de cebola e ovos cozidos cortados em fatias e leve ao forno preaquecido. Quando a superfície estiver bem dourada, retire do forno e sirva.

Rua Guarani, 537


INFORME

032

Novo bairro em Ubatuba,

“O Recanto”

é acolhedor e sustentável

J

á imaginou acordar em sua casa, com a paz do canto dos pássaros, rodeado pela Mata Atlântica? E ainda: pegar a bicicleta e, em menos de 10 minutos, estar no centro da cidade? Em Ubatuba, essa possibilidade se abre com a criação de um novo bairro: “O Recanto”. O nome traduz o conceito: um lugar exclusivo, que propõe um estilo de vida em harmonia com a natureza. Essa é a aposta da BIO Empreendimentos, que está investindo em uma moderna infraestrutura e planejamento do espaço, com o propósito de minimizar o impacto no meio ambiente e oferecer aos moradores a possibilidade de ter uma vida mais sustentável. Construído sobre terras que formavam parte da Fazenda Ressaca, o bairro localiza-se ao pé do Parque Estadual da Serra do Mar, a 1,5 km do centro de Ubatuba e a 2 km da orla do Oceano Atlântico. O acesso se dá pelo trevo que une as rodovias Rio Santos e Oswaldo Cruz, passando pelo bairro da Ressaca. Cenário natural, com mais de 40% de áreas verdes e apenas 66 lotes de 450m2 a 1.150m2, o local é sinônimo de paz e tranquilidade, características que a empreendedora trabalha para reforçar. O planejamento envolve sistema de drenagem de águas pluviais, pavimentação com blocos sextavados, estação de triagem de material reciclável, local para depósito de lixo verde e compostagem, playground ecológico, trilhas, uma praça de mais de 4.000m2 com paisagismo nativo e espaço comum para meditação e relaxamento. A tranquilidade é reforçada com segurança e monitoramento 24 horas.

Foto: Divulgação

A poucos minutos do centro e com acesso facilitado às praias da região, bairro prioriza a qualidade de vida e o entorno natural

Guia da Construção Sustentável e Casa Modelo: novidades no mercado imobiliário A BIO Empreendimentos identificou a grande dificuldade que o proprietário tem, na hora de planejar e construir sua casa, para incorporar técnicas e materiais sustentáveis. Isso ocorre porque as informações sobre produtos e tecnologias, fornecedores, profissionais e técnicas encontram-se espalhadas e desorganizadas. Para facilitar a adoção do conceito de sustentabilidade no projeto, construção e utilização da moradia, a BIO editará o Guia da Construção Sustentável, incorporando todos esses elementos. Para reforçar e demonstrar as técnicas propostas no guia, a previsão é construir uma casa modelo, cuja visitação será aberta a moradores e projetistas para que conheçam, experimentem e promovam alternativas de construção de uma casa ecologicamente correta e economicamente viável. Mais que um bairro, “O Recanto” é a possibilidade de se viver em uma comunidade unida pelo compromisso de preservar a beleza natural, fomentar a educação, incentivar a cidadania, cuidar do meio ambiente e assegurar a qualidade de vida. Mais informações: www.o-recanto.com | (12) 3833-1667


PESCADOS - MASSAS CARNES - PRATOS VEGETARIANOS Rua Guarani 686 Itaguรก tel. (12) 3833-3377

www.spaghetto.com.br

PIZZAS NO ESTILO NAPOLITANO Av. Carlos Drummond de Andrade 80 Itaguรก

DELIVERY: (12)3833-5375


TURISMO

Fotos: Carlos Severo - Fotos Públicas

034

barra do una POR: Ana Pavão

A

Barra do Una é uma das mais belas paisagens do Litoral Norte, localizada na divisa de São Sebastião com Bertioga. Ali, o Rio Una desce a serra e deságua no mar pelo canto norte da praia, formando uma pequena península de areia muito utilizada por seus freqüentadores para o banho de mar. Um paraíso de águas cristalinas e areia fofa. As ondas geralmente ocorrem mais na parte sul da praia. Nesta praia existem muitas marinas, iates clubes e garagens náuticas, de onde partem a maiorias dos passeios de lancha pelas ilhas da região: Montão de Trigo, Couves, Gatos, As Ilhas e Alcatrazes. Locais de beleza paradisíaca, ótimos para a prática de mergulho. No Iate Club de Barra do Una concentra-se o maior número de barcos da Costa Sul de São Sebastião, com ótima infraestrutura, inclusive para esportes náuticos. Fica a apenas 147km da capital, com fácil acesso pela rodovia Rio Santos. Possui uma boa estrutura de hotéis, pousadas, mercados, bares, restaurantes e também um pequeno apoio de barracas que atendem ao longa da praia.

Ali, o Rio Una desce a serra e deságua no mar pelo canto norte da praia, formando uma pequena península de areia


R Carlos Drummond de Andrade, 120 Itaguá - Ubatuba/SP (12) 3833-3033

l a n ch e

hambú rgu s ere

! o s o i c i l De

s

s or ve t e s

sa

as lad

h o t-d

R. Carlos Drumond de Andrade, 20 Itaguá - Ubatuba - SP (12) 3833-3033

ogs


VIDA E SAÚDE

036

A lancheira

Foto: Ana Pavão

ideal POR: Pat Feldman

Precisa ser prática, mas também saudável e é necessário ainda que a criança se alimente...

Q

uem opta por morar no litoral, costuma ter em vista um estilo de vida mais saudável. Com esportes e boa alimentação inseridos no dia-a-dia. Porém, muitos pais se deparam com um dilema na hora de preparar o lanche dos filhos: O que colocar na lancheira? Precisa ser prático, mas também saudável. E é necessário ainda que a criança se alimente. Na lancheira do meu filho nunca faltaram frutas, uma variedade imensa delas, mas algumas com maior frequência porque eram as favoritas dele, além de mais práticas. Para beber, sempre água fresquinha, numa garrafa térmica. E aí aconteceu uma coisa muito engraçada: com o tempo o meu filho passou a pedir porções reforçadas das frutas na lancheira para poder dividir com os coleguinhas de turma. Deu o maior orgulho! O primeiro desafio, que para mim parece o mais simples é como conservar o lanche até a hora da criança consumi-lo. Muitas mães optam por produtos alimentícios em caixinhas, saquinhos, cheios de conservantes e outras químicas, com medo que o natural estrague, apodreça ou azede. Preocupação importante, é claro, mas fácil de solucionar com uma boa

HORÁRIOS: Seg a Sex: das 06h as 00hs Sab e Feriados: das 08h as 20hs

Avenida Rio Grande do Sul, 650 - Centro - Ubatuba-SP - Tel.: (12) 3832-6116 - Cel.: (12) 9177-0613


Coelhinho da Páscoa que trazes pra mim? Um ovo, presentes e carinhos sem fim! Loja 1: Av. Prof. Thomaz Galhardo, 495 Centro Ubatuba-SP 12.3832.5120

lancheira térmica, ou verifique se a escola do seu filho tem uma geladeira para serem armazenados os lanches até a hora do intervalo. O conteúdo da lancheira é uma questão que começa muito antes de uma criança ir para a escola, por mais cedo que ela vá. É que são os hábitos da criança que vão definir o que ela vai querer na lancheira, o que ela vai gostar de comer na hora do lanche. Se o seu filho foi acostumado a ter sempre pacotes de bolachas e salgadinhos em volta, vai ser difícil fazê-lo entender que frutas e iogurte podem ser uma boa opção para a lancheira, mas não significa que seja impossível! Apenas tenha consciência de que em casa os hábitos também precisarão de mudanças. A minha primeira dica então é: NUNCA ofereça industrializados para o seu filho na hora do lanche! Ele não precisa de bolachas, chocolate e salgadinhos. Se ele for acostumado a frutas, iogurte, legumes, queijos, etc, é o que ele vai querer comer.

Rua Marília, 175 - Parque Vivamar - Ubatuba camila_cacapava@hotmail.com - facebook.com/camila.cacapava (12)99169-4044 - (12) 98143-3081

Loja 2: Shopping Porto Itaguá Ao lado do cinema Ubatuba-SP 12.3832.4798

Aberta todos os dias


MERGULHE EM UBATUBA NÃO PERCA A OPORTUNIDADE

VIDA E SAÚDE

038

Dicas de lanches SAUDÁVEIS Cubinhos de queijos variados Espetinhos de queijo com tomate (você pode ou não temperar com ervas) Nozes ou castanhas crocantes Biscoitos caseiros Bolinhos de arroz integral Iogurte com granola Frutas frescas variadas Palitinhos de cenoura, tomate ou algum outro legume que seu filho goste Espetinhos de frutas variadas Ovo cozido Folhas de alface Açaí

É FÁCIL E DIVERTIDO!

DESCUBRA O MERGULHO COM A OMNIMARE

OMNIMARE

Rua Guaicurus, 30 Ubatuba - SP

Tel. (12) 3832-2005 www.omnimare.com.br A Omnimare segue os padrões da PADI e as normas da ABNT de qualidade e segurança.

Água, pura e simplesmente água, que é o que hidrata de verdade, é o que refresca de verdade, é super saudável, não engorda e purifica o corpo e a mente.


Para compor a lancheira, verifique alimentos naturais que seu filho prefere. Podem ser frutas, cenouras e tomates cortados em palitinho, folhinhas de alface, ovo cozido, bolos naturais, castanhas, iogurte com granola, e por aí vai. O lanche não é composto por muitas coisas, pois não é uma refeição completa. Deve ser simples e pouco. Sempre é bom verificar a preferência da criança entre os produtos naturais, sem deixar como opção os industrializados, que não alimentam de verdade e só fazem mal. Ao lado, um box com algumas dicas, para compor uma lancheira ideal.

Uma escola comprometida com o ensino de qualidade, com uma equipe organizada didática e pedagogicamente.

Natação em pisciNa aqUecida mÚsica, capoeira e iNglês

A bebida: É impressionante notar que a maioria dos pais mandam para as crianças beberem na hora do lanche caixinhas das mais variadas e, em casos mais extremos, até refrigerante aparece… Uma tristeza! Eu me pergunto, qual é a dificuldade que a maioria dos pais tem em oferecer ÁGUA aos seus filhos. Sim minha gente, água, pura e simplesmente água, que é o que hidrata de verdade, é o que refresca de verdade, é super saudável, não engorda e purifica o corpo e a mente. Mas os pais – com certeza não por mal, mas sim por falta de informação – acostumaram seus filhos a sucos calóricos, chás açucarados, achocolatados e outras caixinhas em geral, e até refrigerantes. E aí, por falta de informação ou por falta de firmeza, ou por uma falsa sensação de praticidade, se sentem obrigados a mandar caixinhas ou latinhas nas lancheiras dos seus pequenos. Sobre essa praticidade, basta fazer algumas contas. A “matemática” aqui é bastante simples: produtos industrializados costumam ser infinitamente mais caros que comida e bebida de verdade, apesar de parecerem o contrário. E além deles serem caros por si só, a nossa saúde também paga um preço alto pelo seu consumo: Pessoas, crianças e adultos, que consomem muitos industrializados, têm mais facilidade em pegar doenças e desenvolver alergias e intolerâncias, e isso custa médicos, remédios, exames, dias de trabalho e dias de diversão perdidos. Enquanto beber água é pura saúde! Mas sempre tem também a dúvida, de que se mandar água o filho não bebe. Mas vamos pensar mais um pouquinho: água tem no filtro de casa, é barato e não estraga. Se o seu filho esta mega acostumado às caixinhas e latinhas açucaradas, pode ser que ele resista a água por alguns dias, mas sede é um sentimento primitivo, e ninguém morre de sede tendo água disponível. Então, se seu filho fizer birra nos primeiros dias, não se preocupe, insista! Se o coleguinha do seu filho é do tipo que só toma caixinhas ou latinhas na hora do lanche, converse com a mãe dele, converse com a diretora da escola, convoque uma reunião, crie a campanha #águanalancheira – aliás, acabei de criá-la, vou divulgar, e peço a ajuda de vocês para isso. A nossa saúde e a saúde das nossas crianças pode melhorar imensamente com essa mudança tão simples, tão pequena, mas tão importante!

UNIDADE 1

UNIDADE 2

Educação Infantil Ensino Fundamental I e II

Berçário, Mini Maternal e Maternal

rua Hans staden, 718 centro - Ubatuba tel. 12.3833-9575

rua Baptista de oliveira, 648 silop - Ubatuba tel. 12.3832-4796

E agora a ESCoLa gaIa TaMBÉM É PoLo DE EaD UNISaNTa:


ECO TURISMO

040

Canoa Havaiana Foto: Lucas Abdalla

em Paraty POR: Lucas Abdalla

Á

guas calmas, costeiras verdejantes e uma variedade incrível de lugares para se conhecer por água e por terra. Paraty é considerada um dos melhores lugares para a prática do remo devido as suas águas protegidas e pela variedade de ilhas que se encontram por lá. Ali também está um dos picos mais procurados na região, o Saco do Mamanguá, único fiorde da costa brasileira Com 8 km de comprimento por 1 km de largura, o mar entra no continente e fica cercado por montanhas dos dois lados e no final forma-se um mangue onde desaguam dois rios. Através de um roteiro exclusivo que explora os cantos mais bonitos e visitados, mesclando a remada na canoa havaiana com breves caminhadas que levam a cachoeiras, praias e picos irados, partimos de Paraty-Mirim, com destino a Mamanguá, a bordo de uma canoa havaiana para 6 pessoas. Após uma breve instrução e algumas informações sobre a cultura da canoa havaiana, colocamos nossas mochilas no barco de transporte e saímos remando com destino a praia do Cruzeiro, onde montamos nosso acampamento base. Foram 7 km de remo no primeiro dia, para os participantes pegarem o ritmo aos poucos, com paradas para descanso em pequenas praias ao longo do fiorde. Depois de montado o acampamento, preparamos o jantar em grupo, dividindo as tarefas. União, respeito e coletividade são qualidades essenciais para compor um bom grupo de eco-aventura. No segundo dia tivemos a oportunidade de conhecer um ambiente totalmente diferente e remar no mangue, subindo o rio cairuçu com destino a uma belíssima cachoeira, contemplando uma grande biodiversidade de fauna e flora, caranguejos, aves, peixes de diversas espécies, árvores com raízes aéreas e diversas plantas exóticas ,compõem o cenário.

Paraty é considerada um dos melhores lugares para a prática do remo, devido as suas águas protegidas e pela variedade de ilhas que se encontram por lá.

fiorde tropical Fiorde é uma grande entrada de mar entre altas montanhas rochosas. Os fiordes situam-se principalmente na costa oeste da península escandinava, onde são um dos elementos geológicos mais emblemáticos da paisagem, e têm origem na erosão das montanhas devido ao gelo. No hemisfério sul há uma única ocorrência de “fiorde tropical”, o Saco do Mamanguá, entretanto, existe controvérsias sobre o Saco do Mamanguá ser um fiorde, pelo fato de não ser datado da Era Glacial e ter águas rasas.


Conheça e descubra porque essa é a casa mais visitada de Paraty Bandas exclusivas e DJs renomados da noite carioca e paulista.

n Sapere (12) 3833-9035

Cozinha internacional combinada com as delícias brasileiras, trazendo o ano inteiro o melhor da MPB e Bossa Nova.

Rua Maria Jácome de Mello, 357 - Centro Histórico - Paraty - RJ - (24) 3371-7311 - www.paraty33.com.br


ECO TURISMO

É uma remada de 14 km e uma caminhada de 3 km. A trilha nos leva a uma cachoeira maravilhosa e muito bem escondida, onde pode-se conhecer também uma aldeia de índios que ainda vivem por lá. No terceiro dia descansamos os ombros das remadas anteriores e partimos para o trekking no Pico do Pão de Açúcar. O início da trilha fica na praia do cruzeiro. A subida é bem íngreme e leva cerca de 1 hora de caminhada até o cume. São quase 560 metros acima do nível do mar, de onde podemos avistar todo o fiorde e boa parte da costa verde de Paraty. Como um guardião silencioso, o Pico do Pão de Açúcar é um majestoso lugar para se apreciar a paisagem. No fim de tarde saímos para uma leve remada e um mergulho sob a luz do luar. No quarto dia a aventura começa bem cedo. Partimos de madrugada para aproveitar o dia e ver o sol nascer já dentro d´agua, e o destino é a Praia Grande da Cajaíba. São 28 km de remada no total, duas horas para cada trecho de ida e volta. Com uma grande faixa de areia a Praia Grande da Cajaíba guarda uma deliciosa cachoeira, com uma bela queda e um excelente poço para nadar. Essa trilha dura apenas 10 minutos, bem fácil de andar e fechada por mata. A trilha na verdade é uma diversão para quem remou tanto e precisa esticar as pernas. Depois de um banho de água doce e um bom lanche para repor as energias, pudemos descansar tranquilamente nas sombras das árvores chapéu de sol que se encontram por ali, e preparamos o corpo e o psicológico para a remada de volta. No final da tarde já estávamos de volta ao acampamento base e cheios de fome,

Fotos: Lucas Abdalla

042

A CANOA E OS POLINÉSIOS Antigamente a Canoa era usada também como uma válvula de escape para os polinésios, quando surgiam problemas de convivência em suas sociedades, os homens que brigavam entre si saiam juntos e com outros membros da tribo para uma longa remada, passavam juntos por diversas dificuldades e precisavam um do outro para poderem voltar em segurança. Quando eles voltavam para terra, a discussão já havia ficado no fundo do mar.

só deu tempo de preparar o jantar, comer, repor os líquidos e procurar o saco de dormir em nossas barracas. Na mente, só imagens dos lugares e uma ótima sensação de liberdade. Com o sentimento de estarmos inseridos na natureza, nossos sentidos ficam mais aguçados e chegando no final dessa aventura já veio o pensamento de quando serio o próximo passeio por essas bandas.

Mas ainda não havia acabado, no último dia tivemos que voltar para Paraty-Mirim e, após um café bem gostoso, apreciamos os últimos instantes daquele lugar tranquilo. Saímos de lá com a lição de que precisamos respeitar muito um ao outro para poder viver bem. Vivendo em grupo nessa aventura passamos a respeitar mais o próximo e, acima de tudo, respeitar a natureza. Tradição faz a diferença!

26 tipos de pastéis salgados de 30cm 07 tipos de pastéis salgados de 17 cm 09 tipos de pastéis doces de 17cm Para acompanhar os deliciosos pastéis, temos caldo de cana gelado, refrigerantes e cervejas claras e escuras. Praça Diogenes Ribeiro de Lima, 699 - Centro - Caraguatatuba


Um qUILo DIFerente Um reStAUrAnte goUrmet

Ambiente tranquilo e preço justo

VALoreS PromoCIonAIS de baixa temporada, no almoço e jantar, mantendo a mesma qualidade de serviço e atendimento.

r$ 25,00

SábADo e DomIngo

CArtão FIDeLIDADe: o refugio da Louca paga a sua conta.

Av Leovigildo Dias Vieira, 1106 Itaguá - Ubatuba/SP (12) 3833-9173 (12) 8129-9880 refugiodaloucaubatub@hotmail.com


VIDA E SAÚDE

044

9 motivos para seu filho aprender a dançar POR: Marion Frank

Entenda os principais benefícios da dança para o desenvolvimento das crianças e adolescentes

O

homem usa o próprio corpo de modo a ocupar o espaço e interagir com o outro desde que o mundo é mundo. No início, seguiu o instinto; aos poucos, descobriu o prazer; e há séculos aproveita técnicas e estilos especialmente desenvolvidos pela dança para explorar a riqueza de possibilidades inerente ao corpo humano. Porque dançar é muito mais do que movimentar braços e pernas sob o estímulo de um ritmo. “A dança permite conhecer o próprio corpo e, com isso, ampliar a capacidade de se expressar e de se comunicar do indivíduo, criando a autoestima que vai servir de base por toda a sua vida”, realça Carmen Orofino, professora de dança no AtelierEscola Viva, de São Paulo. O simples ato de andar já é poderoso o suficiente para servir de alimento ao cérebro e, de

tabela, contribuir para a nossa saúde. A dança? “Seus movimentos são mais refinados, o que determina a qualidade de alimentação que proporciona ao nosso corpo”, garante o coreógrafo Ivaldo Bertazzo, há mais de 35 anos trabalhando com dança. A conclusão é uma só: quanto mais cedo uma criança aprende a dançar, mais possibilidades ela tem de tornar seu corpo “inteligente”. Dançar também ajuda a desenvolver emocionalmente quem tem pouca idade, combatendo inseguranças e estimulando a partilhar experiências com o grupo a que pertence. Crianças podem se exercitar na dança desde os primeiros anos da Educação Infantil, e assim, aprimorar habilidades motoras fundamentais para a evolução. Com a ajuda dos especialistas Carmen Orofino e Ivaldo Bertazzo, destacamos os principais benefícios da atividade. Conheça a seguir:

Venha conhecer as tendencias da moda infantil. ApResenTAndo esTe AnUncIo gAnhe desconTo de 10%

Rua Tamoios,20 | Itaguá | Loja 05 | Ubatuba Tel: 12 3833-6515 | BarbatanaBaby@hotmail.com | Barbatanakids

O simples ato de andar já é poderoso o suficiente para servir de alimento ao cérebro e, de tabela, contribuir para a nossa saúde.


Veterinária e Estética Animal • Rações Nacionais e Importadas • Acessórios

Farmácia Veterinária Completa • Aquarismo • Filhotes • Pássaros Exóticos

Xodó Rações, Onde seu Pet é nosso maior Xodó!

Av. Capitão Felipe, 61 | Itaguá | Ubatuba/SP | Tel 12 3833 8548 | 12 38327895 | Vet 12 3833 2019


VIDA E SAÚDE

046

1. Desenvolve habilidades A Dança tem a capacidade de estimular a chamada “psicomotricidade fina” - ela diz respeito às habilidades peculiares da raça humana, caso de escrever, sonorizar uma palavra, descascar e cortar legumes etc. A Dança serve de instrumento para “afinar” os mais variados movimentos que o indivíduo faz em seu dia a dia, algo de enorme valia por toda a vida.

2. Alimenta o funcionamento da máquina cerebral Qualquer tipo de movimento serve para conduzir informações ao sistema nervoso central. Caminhar é uma forma de alimento para o cérebro, andar de bicicleta é outra, assim como dançar. Acontece que a Dança consegue alimentar esse sistema nervoso de um modo ainda mais refinado com a série de movimentos a ela atrelados. Assim, quanto mais cedo uma criança aprende a dançar, mais “inteligente” seu corpo se torna em razão da qualidade desse estímulo.

3. Ajuda a manter a saúde do corpo A postura é uma estrutura de base, espécie de musculatura que mantém o indivíduo em posição vertical. Ela exige atenção diária: cuidar da postura é cuidar da manutenção do corpo, ou ainda, da sua saúde. Sem postura não é possível se organizar no espaço - dançar, em suma. Assim, quem dança aprende a movimentar o corpo de acordo com técnicas que precisam ser executadas com a postura adequada - posicionamento que se torna automático, um hábito, em quem toma gosto de dançar desde pequeno.

4. Estimula a coordenação motora e outras aptidões Dançar regula o tônus da força muscular por um ritmo musical, assim como desperta percepções diferentes do corpo, como a organização do olhar a cada movimento ou as diversas sensações dos pés pressionados no chão em razão deste ou daquele passo. Também estimula a coordenação motora - fundamental para a evolução da criança ao libertá-la de uma série de inseguranças físicas e emocionais. Como? Ao explorar novas maneiras de se mover e se expressar, as aulas de Dança possibilitam à criança enriquecer o repertório pessoal de movimentos, incorporando noções de ritmo, equilíbrio e fluência - aptidões que podem servir de base para a construção de movimentos mais elaborados, aprimorando o crescimento individual vida afora.

5. Colabora na formação do indivíduo Todo tipo de experiência é fonte de conhecimento para uma criança. Isso significa que tudo o que ela recebe como informação vai de algum modo influenciar o seu desenvolvimento. No caso da Dança, ela contém informações corporais, sociais e emocionais que podem contribuir para o crescimento infantil. Aspectos como a sutileza, a organização, o estímulo à atenção e o poder de observação presentes no ensino da dança influenciam positivamente o desempenho da criança inclusive em outras atividades escolares, facilitando a compreensão de conteúdos mais complexos.

6. Serve de ferramenta para se expressar A criança usa o corpo para conhecer o mundo desde tenra idade. São os sentidos que lhe transmitem a percepção do que está ao redor e é com eles que ela começa a elaborar os primeiros conceitos. Em uma segunda etapa do seu desenvolvimento, essa criança já é capaz de realizar atividades corporais, caso de correr, esticar, rolar, dobrar e saltar. O corpo mostra aptidão natural para executar esses movimentos, só precisa de oportunidade para praticar. Bem orientada, a criança recebe estímulos

para pesquisar as possibilidades de movimento físico, construindo modos de se relacionar com o outro e com o ambiente que a cerca. Com a Dança, ela ganha consciência de poder se expressar, usando o próprio corpo

7. Valoriza a linguagem pessoal Durante a aula de Dança, a criança vai recolher pedaços de informação e com eles montar um conjunto que faça sentido para ela. Isso significa que ela vai testar movimentos e pouco a pouco descobrir a diversidade enorme de possibilidades própria do uso do corpo. Será essa consciência corporal que vai lhe permitir se expressar de modo inédito - cabe ao professor, nesse momento de grande significado, estimular a construção individual, respeitando o tempo de cada criança.

8. Estimula o conhecimento estético A partir das experiências corporais ativadas pela Dança, a criança tem oportunidade de se relacionar com o belo, o harmonioso - e também com o feio, o caótico. Aos poucos, ela vai exteriorizar seu entendimento sobre o que é bonito e o que não é. A Dança pode, assim, ser entendida como uma forma de conhecimento poético - e a metodologia de trabalho com a criança deve priorizar a capacidade de improvisar. Porque será testando o próprio corpo, entendendo seus limites e seu funcionamento, que ela se sentirá livre para se envolver no processo de criação, revelando uma estética 100% pessoal.

9. Incentiva o controle emocional Aulas de Dança estimulam a criança a ter no corpo um parceiro instrumento que lhe ajuda a transmitir ideias e emoções as mais íntimas. Ela aprende a fazer dos movimentos do corpo uma fonte de diversão e de prazer, sendo incentivada a dividir o que sente com o grupo e a conviver com as suas diferenças. Trata-se de um aprendizado emocional de grande alcance, capaz inclusive de combater a timidez e a insegurança.


SENE ODONTOLOGIA AVANÇADA

arte e ciência modelando a perfeição

Dra. Tania Sene Winkler vem sendo um sinônimo de sucesso no que diz respeito à Odontologia e empreendedorismo para cidade de Ubatuba. Com sua nova clínica Sene Odontologia Avançada traz para nossa cidade uma odontologia de excelência com novos conceitos de tratamentos, primando pela tecnologia , segurança e conforto de seus pacientes. Com altíssima qualidade em seus trabalhos é Especialista na área de Odontologia Estética Restauradora e Reabilitadora , Prótese e Reabilitação oral e Odontopediatria esta sempre sintonizada com novas tendências e vem fazendo trabalhos maravilhosos , devolvendo sorrisos a quem o achava perdido . Os materiais odontológicos mais modernos devolvem a naturalidade e a resistência de um dente natural. Hoje com técnicas avançadas consegue-se reconstruir sorrisos maravilhosos e perfeitos, utilizando cerâmicas odontológicas chamadas de lâminas de porcelana , facetas de porcelana e lentes de contato.

ANTES

Dra Tania Sene

Odontologia Estética & Reabilitadora (12) 3833-9301 - Rua Salvador Correa, 392 - Centro - Ubatuba

DEPOIS


BELEZA

048

Qualidade de quem f abrica prat a

há 10 a n

os

Cuidados Básicos com a Pele rtifcado de garantia s com ce a ç e P

Fabricação próp ria

Peças exclusivas Seja um revendedor.

Ilhabela - (12) 3896 3820 Galeria da Vila Rua da Padroeira, 37 lj 09

Ubatuba - (12) 3833 9253 Shopping Porto Itaguá Rua Miltom H. Maia, 61 lj 44

POR: Daiane Gomes

A

pele de quem mora no litoral costuma ser bem castigada pela combinação de maresia, sol e vento. Agora com a nova estação, o outono, muitas pessoas procuram tratamentos faciais para recuperar a pele depois do verão. Mas outras, com a rotina corrida, acabam não tendo tempo para cuidar da pele como deveriam. Entretanto, o rosto preocupa praticamente todas as pessoas que não desejam rugas nem espinhas. A solução para amenizar esses problemas pode ser bem mais simples do que parece. Não é preciso gastar muito dinheiro nem tempo para cuidar da pele. Antes de tudo e de qualquer creme ou produto, é indispensável para manter a pele rejuvenescida uma boa alimentaçâo, com refeições saudáveis, muita fruta, vegetais e bastante água. Com uma rotina regrada, podemos ter os cuidados básicos para manter a pele bem vistosa, com brilho e elasticidade. Tudo começa pela limpeza, essa tem que ser 2 vezes por dia (manhã e noite) com gel ou sabonete de limpeza específico para seu tipo de pela. Em seguida a hidratação, com creme ou gel (depende de cada pele). A hidratação é importante para evitar descamassões e ressecamentos. Procure um cosmético que encaixe bem com o clima do litoral e com sua pele. E o mais importante, o protetor solar, use todos os dias, em todas as estações e até em dia de chuva. Temos no mercado muitos tipos de protetores, estão em alta os


E indispensável para manter a pele rejuvenescida uma boa alimentaçâo, com refeições saudáveis a base de frutas, vegetais e muita água.

B.B.Cream e o C.C. Cream, são bases multi-benefícios que protegem, hidratam e tonalizam o rosto, deixando a pele pronta para uma maquiagem. Depois de curtir seu dia com a pele linda e saudável, não esqueça de limpar novamente o rosto e retirar toda maquiagem. Muito importante também, principalmente para peles com cravos e espinhas, são as limpezas de pele e esfoliações que são feitas por uma esteticista facial, a profissional vai saber os produtos específicos para sua pele e a freqüência necessária. Siga essas dicas e com certeza sua pele estará sempre iluminada e bonita!


LIVROS

050

Dicas para ler autor Jordan Belfort

A Caçada ao Lobo de Wall Street Jordan Belfort fez uma fortuna no mercado de ações americano nos anos 1990 e viveu uma vida de luxo, drogas, sexo e pura loucura. O problema foi que, para enriquecer dessa maneira, ele não seguiu apenas o bom caminho, e o FBI não deixou barato... Acusado de fraude de valores mobiliários, manipulação de ações, lavagem de dinheiro e outros inúmeros crimes financeiros que nem ele saberia citar, Jordan se viu obrigado a cooperar com a Justiça americana, dedurando amigos e antigos colegas para tentar se livrar de uma pena que poderia chegar a 30 anos de prisão – e arruinar de vez sua vida. Em A caçada ao Lobo de Wall Street, Jordan conta com sua fina ironia e acidez todos os detalhes de seu início de carreira, bem como tudo que aconteceu com ele depois que seu império desmoronou: perdeu a esposa, o dinheiro e quase perderia os filhos. Uma história contada sem pudores, por um homem cativante que precisou se reinventar a qualquer custo.

Fazemos sua festa ou locamos todo material necessário para você. Faça-nos uma visita e conheça o nosso trabalho.

TEMOS SOM PROFISSIONAL CONSULTE-NOS E CONFIRA! Locação de coberturas, tendas piramidais e chapéu de bruxa, lonas tipo circo, piso elevado, grades, palco, etc...

Ditadura á Brasileira

www.mixtenda.com

Pagamento Parcelado em cartão ou cheque R. Manoel Barbosa, 219, Perequê-Açú - Ubatuba 12.3833.5945 - 12.99775.8973 - 12.7820.3197 - ID 55*114*113103 leandro@mixtenda.com

Esta obra procura dismistificar a ditadura brasileira, tanto em sua duração como em seus efeitos. Narra aqui a história desse período buscando não omitir quanto aos excessos que levaram à perseguição, tortura e morte no período entre o final de 1968 e 1979, e, para ele, porém, ‘o regime militar brasileiro não foi uma ditadura de 21 anos. Não é possível chamar de ditadura o período 1964-1968 (até o AI-5), com toda a movimentação político-cultural. Muito menos os anos 1979-1985, com a aprovação da Lei de Anistia e as eleições para os governos estaduais em 1982’.

autor Marco Villa


Encontre esses e muitos outros títulos na Livraria Nobel Ubatuba, parceira da Ubatuba em Revista na campanha pró-leitura. A livraria fica na esquina da Rua Guarani com a Av. Carlos Drummond de Andrade - Ubatuba - SP Tel.: (12) 3833-9840

O Dia do Relâmpago Do mesmo autor da saga Cavalo de Tróia, que já vendeu mais de cinco milhões de exemplares no mundo. A Operação Cavalo de Tróia terminou, mas o que de fato aconteceu com o Major quando retornou a 1973? O que é a “Raio Negro”? O general Curtiss foi realmente um traidor? Eliseu morreu com a queda do “berço” no mar Morto ou ele arrumou uma maneira de retornar ao tempo de Jesus? Como os famosos diários do Major entraram para a posteridade? Ao ler O dia do relâmpago, você viverá 101 dias trepidantes. E, mesmo que tente, jamais conseguirá imaginar o que acontecerá em 29 de agosto de 2027... Com este livro, você “viverá o não vivido”.

autor J.J. Benitez

O Obstinada Londres, 1770. Debaixo de toda a seda e renda da sociedade londrina se encontra uma organização secreta de espiões de elite. Proteger a Coroa de seus inimigos é uma tarefa árdua, mas, para Marcus Ashford, proteger seu coração de uma obstinada paixão é um perigo ainda maior.

autorA Sylvia Day

Como agente da Coroa, Marcus Ashford, o Conde de Westfield, já enfrentou inúmeros duelos de espada, foi atingido por dois tiros e se esquivou de mais disparos de canhão do que poderia contar. Porém, nada o excita mais do que o primitivo apetite sexual de sua ex-noiva, Elizabeth. Anos atrás, ela o preteriu pelo charmoso Lorde Hawthorne. Mas agora, Marcus deve defender a elegante viúva, e o fará ao mesmo tempo em que cuida de suas outras, mais carnais, necessidades, mostrando a ela até onde vai o real desejo de um homem.


CINEMA

052

PISCINAS FILTROS BOMBAS AQUECEDORES ACESSÓRIOS EM GERAL

Na telona

Praia do Futuro contato@casarealpiscinas.com.br Rua Thomaz Galhardo, 1430 - Centro - Ubatuba - SP

(12) 3832 - 1784

O melhor açaí você encontra aqui!

Donato é salva-vidas na Praia do Futuro, em Fortaleza. Ayrton é um menino que sonha com motos e super-heróis e admira a coragem do irmão mais velho em se jogar nas ondas para salvar desconhecidos. Quando falha pela primeira vez em resgatar uma vida no mar, Donato acaba conhecendo Konrad, um alemão piloto de moto velocidade, amigo do afogado. Donato parte com Konrad para Berlim e desaparece, deixando o irmão mais novo para trás. Anos depois, Ayrton, já adolescente, se aventura em busca de Donato para um acerto de contas com aquele que considerava seu herói.

Caixa com 5L: R$ 38,00 Caixa com 7L: R$ 55,00 Caixa com 10L: R$ 69,00 (12) 3832-4762

Malévola Uma bela e ingênua jovem com atordoantes asas negras, Malévola leva uma vida idílica, crescendo em um pacífico reino em uma floresta, até que o dia em que um exército invasor de humanos ameaça a harmonia da região. Malévola surge como a mais feroz protetora da região, mas acaba sendo vítima de uma impiedosa traição — um acontecimento que começa a transformar seu coração outrora repleto de pureza em pedra. Determinada a se vingar, Malévola enfrenta uma batalha épica contra o rei dos humanos e, como consequência, amaldiçoa sua filha recém-nascida, Aurora. Conforme a menina cresce, Malévola percebe que Aurora é a peça essencial para estabelecer a paz no reino — e para a verdadeira felicidade de Malévola também.


Confira no site a programação e trailers dos filmes em cartaz em Ubatuba: www.ubatubaemrevista.com.br/cinema CINE PORTO: (12) 3833-2066

Transcendence O Dr. Will Caster (Johnny Depp) é o mais notável pesquisador no campo da Inteligência Artificial. Ele trabalha no projeto de criação de uma máquina consciente, capaz de combinar a inteligência coletiva de tudo o que existe com todas as possibilidades de emoções humanas. Os experimentos altamente controversos trouxeram fama ao cientista, mas também o transformaram no alvo principal dos extremistas anti-tecnologia, que farão o que for necessário para destruí-lo.

O menino no espelho Que criança nunca sonhou um dia em ter um clone? Alguém que fizesse todas as tarefas chatas em seu lugar, como ir à escola mesmo sem vontade ou tomar uma dolorosa injeção no hospital. A transformação dessa fantasia em realidade é a trama central de O Menino no Espelho, um filme que trata de valores universais como a infância, a amizade e a descoberta do amor.Adaptação do livro homônimo de Fernando Sabino. A história gira em torno da infância do autor em Belo Horizonte, nos anos 1940.

Moda Masculina e feMinina conHeça noaH confecção Rua dr samuel costa 180 - centro Histórico - Paraty - (24) 3371-1477 - face: /noahnoah


GUIACARTÕES

054

Avenida Rio Grande do Sul, 542 - Ubatuba (12) 3832-1367


M

EL

O

Q

LIDADE UA

HOR PR

Self-Service por quilo

Qualidade

Mais de 60 opções ChurrasCo Peixes grelhados Peixes assados frutos do mar

Sabor

NoVidade:

Comida JaPoNesa

rua guarani, 612 - itaguá - ubatuba/sP - Tel (12) 3833-4254 (12) 3833-3960

Litoral em Revista #31  

- Feng Shui e Decoração - Quem quer ARTE? - Torta Capixaba - Barra do una - A lancheira ideal - Canoa havaiana em Paraty - 9 Motivos para s...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you