Issuu on Google+


EXPEDIENTE EDITORAS: Anne Raysa, Ivy Lemes, Manoele Luize REDAÇÃO BELEZA: Manoele Luize, Anne Raysa | Bem-estar: Kelly Costa | MODA: Ivy Lemes, Manoele Luize, Rebeca Albuquerque | ESPECIAL: Paula Cândido, Karen Carneti | DECORAÇÃO: Anne Raysa | INTERNACONAL: Isabella | LITERATURA: Fran Freire | ANIMAL: Dandara | CRÔNICA: Fran Freire DIAGRAMAÇÃO: Manoele Luize

CAPA

PRODUÇÃO E STYLING: Manoele Luize e Ivy Lemes | ASSISTENTE DE PRODUÇÃO: Rebeca Albuquerque | FOTOGRAFIA: Monica Berlitz | ASSISTENTE DE FOTOGRAFIA: Julia Roehrig | TRATAMENTO DE IMAGEM: Manoele Luize | CABELO E MAQUIAGEM: Carolina Kato | Modelos: Aléxia Caetano e Marcla Gayer (MN Management International Models) As imagens contidas nessa edição que foram retiradas de fontes de internet, receberam seus devidos créditos. Caso essa edição possua algum material de sua autoria, favor entrar em contato. O conteúdo das matérias expressa o ponto de vista do autor, não tendo a Revista Saia e Salto Alto responsabilizada pelo sua opinião. Essa edição não possui fins lucrativos. CONTATO: saiaesaltoalto@gmail.com http://www.twitter.com/SSAonline


Carta Editorial A revista dessa edição apresenta um editorial apaixonante, dedicada às tendências da nova estação, o outono. Aliás, vale dizer que essa edição está toda inspirada pelas baixas temperaturas que estão chegando aos poucos junto com as folhas secas do outono. Por isso, não deixe de conferir nossas matérias de moda, com dicas de peças para meia-estação, um comparativo das semanas de moda e maxi bijous divertidas. Também já adiantamos para vocês as coleções e lançamentos de beleza para o inverno e apresentamos os esmaltes metalizados que é a grande aposta da estação. Para não deixar o clima “power woman” de lado diante das comemorações do dia das mulheres (março) e dia das mães (maio), trouxemos uma verdadeira inspiração sobre mulheres que fizeram história, além da matéria sobre as artes de Frida Kahlo, que é considerada por muitos como a artista do século. E se a estação começa a esfriar, trouxemos dicas de literatura para esquentar seu tempo de lazer, com dica de livros para curtir embaixo das cobertas e recomendações para seu pet não sofrer nos dias mais frios. E se você pensa em fazer algum intercâmbio, e não sabe para onde ir, nessa edição inauguramos a nova seção que promete contar as experiências de quem já fez intercâmbio. Essa edição está imperdível, não deixe de conferir e mostrar para seus amigos. Abraços,


Quem faz Quem faz

• •••••• • • ••• ••••• • •••••••••

• •• As responsáveis por fazer a Saia e Salto Alto acontecer: • • •••••• • • ••• ••••• • ••••••••••• ••••••• •••• •• ••• •••• • •••••• •• •• Editora • - PR e ado•ANNE • • • ••RAYSA, • • • • •••21. • ••• Nasceu ••••• •••em•• Curitiba • ••••• ••••• • ••••• • ••• •• ra esse clima da cidade. Públicas ••••••••• •••• instável •••• •••• ••••• •• ••••É••Relações ••••• •••• • • •••••• • formação, seu ••maior desejo profissional é •por • •••• •• •••• •••mas •••••• ••• ••• ••••• •• •• • •••• • ••••• • trabalhar em ••uma revista, agora torna real. Se•• •••• ••• ••••• • ••••• •••••••que • •••• • ••••o ••• •• ••••••••• interessa e assuntos •• •••••••••por • •••moda, • • ••••beleza •••••••••••• • •• ••• que • ••••envolvem • • •• •• •• • também adora conversar e ler •o•universo •• •••• ••••femino, •• • ••• mas •••••• • •• ••• • ••••• • • •••••••••••• sobre e ações comunicação, resultado •• • ••••marketing ••• •••• • •••••• ••••de•••• • • • •••••• •••••• •••• • • •de•• •quatro • •••• • anos •• • •• estudando •••• • •• • • •e••se ••• apaixonando •• ••• • • •• • • •pela • •••• • • •• • •• • • • • • ••• • ••• • •••• • ••••• •profissão •• • •••• ••de •••RP. ••• • ••• •••••• • ••••••• ••• • ••• ••• •• •• ••• • •• • • •• •• •• ••• ••• ••••• ••• •• •• • • •••• • ••• ••••• ••••• • ••••• •••• •••••• •• • ••• •• ••• •••••••••••• •••• ••• • •••••• •• ••• • ••••••• • ••• ••••••••• •••••••• • •• • • •• • •• • • • • • ••• • ••• • •••• • ••••• •• ••••• • ••••••••••• • •••• ••• • • ••• •••••• • ••••••• ••• • ••• ••• •• •• •• •• •••• • ••••• ••• • •••• ••• • •• • • •• •• •• ••• ••• ••••• ••• •• •• •• •• ••• • • •• • • •••• •••• • •••• • ••• ••••• ••••• • ••••• •••• •••••• •• ••••• • ••• •• ••••• • ••••• •• ••• •• ••• •••••••••••• •••• ••• • •••••• •• •••••• •••••••• ••••• •• •• Editora ••• • ••••••• • •••mora ••••••••• • •••- •PR. •••• Designer • • ••••••••••••••• IVY, 23 anos, em•••••••• Curitiba de •• • •moda, • ••• • produtora e stylist apaixonada por tudo o que • • envolve esse universo. Pesquisadora 24 horas por dia, •• • lê e se interessa também por arte e literatura. Adepta de •••• rotinas bem organizadas, em sua agenda não pode faltar •• •• espaço para atividade física, um bom café e momentos ••• para ficar só. •• • ••• • ••• • •••• • ••••• •• • ••••• ••••• • ••• •••• • •••• •• • •• • • • •••• •• • • •• •••••••• ••••••• ••• • • •• ••• • •••• • • •• •• • •• •• • • •• •••••••• • •• •••• ••• ••• • •••• • •••• • •• • ••••• • ••• •••• •••••••••• ••••••••••• • •• •• • ••••••••••••••••• ••••• • •• •••• •• •• ••• •••• •• •• •• •• •••• •••••• ••• •••• •• • ••• •• •• • • ••••••••• ••• ••• •• •••••••• •• •• ••••••••••• • •• • • ••••••••• • • •• •• •• • ••••• •••••• •


•• ••• • •• •••••• ••• •• • •• •••• •• ••• • •••• • ••• • • •••• • •• •• • • • • •••• • •• • •• •••• • • •• ••••• •• ••• • • •••••••• ••• • •••• • • •••••••• •••• ••• •••••••• ••• ••• • •• ••• ••• • •••••• •• •••••••• • •• • ••• • ••• • ••• • ••• • ••••••• •••• •••• • ••••• • • •••••• •• •••• ••••• •••••• • •••• •••••• • •••

Quem faz

Editora MANOELE LUIZE. Formada em Publicidade e Propaganda • • UFPR • • • • •e••desde • •• • ••• • ••• • •••• • ••••• •• • por ••••• moda, ••••• • •••beleza • •• •• •• pela sempre apaixonada e •• •• • • •••••realizou •• ••••• o••curso • •• ••de • ••• ••••• •Communication • • ••••• ••• • • •• ••• • •• maquiagem, Fashion Sum• •School • •••• ••••••••• •• •Saint ••• •• Martins. ••• • • ••••Adora • •••••• • • ••••pop •• ••••••••• mer na Central música e dance,• •• • •como •••••••• ••• ••••••••• •• • ••••••••• • •••• ••incluem •••••• • •••••••• assim artes visuais, suas outras paixões Londres e Paris. Também escreve para o http://manuluize.com .

Quem faz

• • • •• •• • • • • ••• •• ••• • ••••• • ••• • •••• • ••••• • • •• •••• • • • ••••• • •• • • •••• • • • • • • •• •••••••• •• • ••• • •• •• •••• ••• •• •• • ••• ••• • ••• • ••• • • •••• •••••• • • •••• •••••• ••••••• •••• •• ••• •••••• •••••••••• •••• •• •• •••••••• ••• •• ••••••••••••••• • •• •••• •••••••• • •• •••••• ••••• • • •••• • ••• • •••••• • ••• ••••• • •••• •• ••• •••• • •• •• •••••••••• •••• •••• ••• 21 FRANCIELE CRISTINA FREIRE tem • • • • vive • •• •em • • Curitiba • • •• • ••e •é •formada • • • •• •em • ••• • ••• anos, Letras, •• • •••• •• •••• ••Escritora • ••••• •••••••• •• •• ••••didáticos •• ••••••• pela PUCPR. de materiais • • • • de ••• Língua •••••• •••• ••• •••••••••• •• Freire ••••• •• e• ••••• professora Portuguesa, Fran ••• •• ••••• •••• ••• •• • •romances ••• • ••• • • •••••• ••• •• •••••• costuma escrever e fanfictions, •• ••• • •• ao •••••• ••• •• •juvenil. •• •••• •• • •••• • ••• voltados público A ••• curitibana, • • •••• •• •Nora • • • •••• • •• • ••e •••• • •• ••••• •• ••• que é •fã••de Roberts de •cultura latina, • • •••••••• ••• • •••• • •••••••• ••••uma ••• •••••••• ••• também costuma se •divertir com boa dose ••• música • •• ••• internacional, ••• • •••••• •• •••••• •• • •• mexicanas • ••• • ••• • ••• de novelas e •seriados ••• • ••••••• •••• •••• • ••••• • • •••••• •• •••• ••••• americanos. •••••• • •••• •••••• • •••

••• •••• • ••••••

• • • • • • • •• • •• • ••• • ••• • •••• • ••••• •• • ••••• ••••• • ••• • •• •• •• •• •• • • ••••• •• ••••• •• • •• •• • ••• ••••• • • • ••••• ••• • • •• ••• • •• • • • •••• ••••••••• •• • ••• •• ••• • • •••• • •••••• • • •••• •• ••••••••• •


Quem faz

KAREN CARNETI (Kakah), 24 anos, São Paulo/ SP. Formada em Jornalismo pela Cásper Líbero. Ama ler, ouvir música, assistir séries, viajar e tudo relacionado ao mundo da beleza. Apaixonada pela Itália e pela cultura italiana.

DANDARA (Dandy), 23 anos, mora em Mogi das Cruzes/São Paulo. É formada em Medicina Veterinária na USP, e além de sua profissão, também é apaixonada por música, livros e claro, a internet. Costuma se arriscar compondo canções, desenhando, escrevendo e testando diversas outras formas de arte.

MARIA PAULA (Paulinha), 19 anos, mora em Florianópolis-SC. Cursando Administração. Estuda e trabalha (muito), mas nas horas livres, prefere algo bem mais tranquilo do que a correria do dia-a-dia, ouvir uma música boa, ler um livro, ver um filme, e claro, internet.


Quem faz ISABELLA estuda Comunicação Social no Rio de Janeiro e espera seguir a carreira de jornalista ou publicitária. Tem 19 anos e eme seu tempo livre gosta de estar na companhia de pessoas queridas, ler, assistir seus seriados de tv, ouvir música, sair pela cidade maravilhosa, comer e é claro, dormir! Valoriza muita a amizade e espera fazer algum dia uma contribuição significativa a este mundo.

Colaboradora da edição KELLY COSTA, 33 anos – Formada em jornalismo e com pós-graduação em comunicação corporativa, desde que se descobriu como jornalista, atua como assessora de imprensa no segmento de beleza. Há mais de 12 anos pesquisa, escreve e é apaixonada pelo tema. Vem encantando-se também com as descobertas dos canais de beleza na internet e irá compartilhar conosco várias dicas em produtos, tratamentos e o que rola na mídia on line sobre o assunto.

Colaboradora da edição REBECA ALBUQUERQUE tem 24 anos, Alagoana que mora em Curitiba, gosta de extremos.  Quase formada em Design de Moda, e apaixonada por Moda de uma maneira geral. 


Sumário

ARTE: Frida Kahlo por ela mesma ........................ 10

BELEZA: Inverno Metálico ................................... 12 Para o outono ficar lindo ...................... 15 Novas cores nas mãos ....................... 18 BEM-ESTAR: Beleza, saúde e bem-estar para você e para o planeta ................................................ 19 MODA: Maxi é mais .............................................. 24 Estilo de top .............................................. 25 Nem inverno, nem verão ..................... 29 Quando o frio chegar ........................... 31 Metálico na ponta dos pés ....................... 32 Fast fashion inglês no Brasil ..................... 34 Semana de moda internacionais ................ 36 Estações Invertidas .................................... 42


Sumário INTERNACIONAL: A ilha da fantasia.................. 44 EDITORIAL: Clima de Outono ........................... 46 ESPECIAL: Girl Power! ...................................... 56 Presentes para todas as mães ............. 61

DECORAÇÃO: Livros que enfeitam ..................... 63

LITERATURA: Top 5 releituras de Outono/ Inverno ......................................................................... 68 ANIMAL: Dicas para vestir seu pet nesse inverno .......................................................................... 71

CRÔNICA: Insegurança ...................................... 74


Arte

FRIDA KAHLO POR ELA MESMA IVY LEMES

Mergulhada em sentimento, a obra de Frida Kahlo é como um autorretrato; mesmo quando o que se vê na tela não é seu rosto. Em um primeiro olhar, os desenhos de Frida podem parecer surrealistas; porém, é a própria quem afirma não pintar sonhos, apenas a sua realidade. A artista mexicana teve uma vida marcada por problemas de saúde. Após contrair poliomielite ainda na infância, sofreu um acidente que resultou em inúmeras fraturas pelo corpo, condenando Frida a passar um bom tempo em repouso. Sua imagem refletida em um espelho no teto sobre sua cama e a dor impulsionaram suas primeiras obras. Fatos de sua história e traços de sua personalidade ficaram eternizados em telas com seu estilo inconfundível. Além dos graves problemas físicos, as dores da alma, resultado da relação conturbada com o marido Diego Rivera, marcam suas pinturas. Frida é uma mulher romântica. E não falo de romantismo no sentido de amor entre homem e mulher, embora o amor e seu marido sejam temas frequentes de seu trabalho. Aqui, o romantismo se traduz em intensidade. A artista de quem falamos viveu e pintou as emoções com profundidade e não hesitou ao falar se si; sabiamente, Frida diz pintar a si mesma, pois esse é o assunto que melhor conhece. Não por acaso escolhi Kahlo para representar mulheres fortes no campo das artes. Apesar de ter, por vezes, rejeitado sua feminilidade, como retrata a obra Auto-retrato com cabelo cortado, de 1940, conferindo a ela a culpa por suas fraquezas; Frida é muito mulher. Pois só uma grande mulher é capaz de viver, sofrer e amar com tamanha transparência.

10


Em Auto-retrato com cabelo cortado (1940), Frida aparece como uma A fragilidade física é tema de A figura masculina. A feminilidade foi, coluna partida (1944). muitas vezes, vista como fraqueza.

imagens: reprodução

Arte

O marido e grande amor de sua vida, Diego Rivera, é representado como pensamento frequente em Diego e Eu (1949). O cabelo enrolado no pescoço demonstra o sofrimento causado pela relação.

11


Beleza INVERNO METÁLICO MANOELE LUIZE

Sombra Pó Metallics, Contém 1g, cor Ouro Nobre Metálico. R$ 22,00.

12

imagens: ffw.com.br e contem1g.com.br

A maquiagem da nova estação traz tons metálicos para sombras. Tons de marrom, bronze, prata e dourado são as cores da estação quando falamos em sombras. O metálico que apareceu de jaquetas a sapatos na moda, também aparece na beleza do inverno 2012, tanto nos olhos quanto nas unhas. O marrom metálico nos olhos pode ser discreto e atual como na beleza do desfile da Iódice, ideal para um make dia-a-dia.


imagem: ffw.com.br

Já para Alexandre Herchcovitch, o dourado foi a cor escolhida para colorir olhos e unhas. Uma base em sombra marrom (o novo pretinho básico da maquiagem no inverno) é finalizada com um delineador dourado, um detalhe que torna o make usável para quem não quer arriscar um olho todo metálico. As unhas completam o look com o esmalte no mesmo tom do dourado do delineador.

Beleza

Reparou algo em comum além do metálico na maquiagem? Para criar um look sofisticado com o visual nos olhos, a dica é uma boca neutra, procure um tom de boca que se adapte ao seu tom, assim olhos e boca não ficam brigando pela atenção.

imagem: O Boticário

Delineador em gel, Make B. Fashion Collection, O Boticário, cor: Tokyo Gold. R$ 32,99.

13


Beleza

Nas mãos das mulheres de Mario Queiroz, um tom sóbrio e metalizado.

14

imagens: ffw.com.br e reprodução

Com o metálico com tudo nas unhas, a nova coleção da Risqué em parceria com o estilista Reinaldo Lourenço traz seus esmaltes, sendo quatro deles metálicos, nas cores azul, verde, cinza e marrom.


Beleza

PARA O OUTONO FICAR LINDO ANNE RAYSA E se nas passarelas acontecem as maiores apresentações das tendências para roupas, calçados e acessórios, é nas lojas de cosméticos acontecem agora os maiores lançamentos de beleza. Por isso, a SSA traz para você as novidades e os lançamentos das principais marcas de beleza, que você pode comprar pessoalmente em uma loja física, ou no conforto de casa, pela internet. E não se esqueça de conferir a seguir o que as marcas de esmaltes estão prometendo para a próxima estação. Chegam em abril nas prateleiras das melhores lojas de makeups, as novidades de Yves Saint Laurent. Entre eles, um batom que promete revolucionar a nécessaire de qualquer mulher: batom, gloss e fixador! O batom está disponível em 20 cores, todas elas vibrantes e muito sexy. Para se apaixonar e desejar, foi publicado uma animação sobre o produto. É apaixonante! Para assistir, clique aqui. Por falar em batons, já estão rolando pela internet as imagens dos novos lápis para os lábios da Clinique, e a fofura fica por conta das cores e da embalagem, que remete à balas embaladinhas.

15


Beleza Para os olhos, Duda Molinos traz dez cores diferentes de pigmentos para os olhos. Trata-se da “Sombra Flash Pigment”, que promete alta tecnologia para atender à aplicação fácil, rápida e de efeito profissional. Já a M.A.C. Cosmetics, apresenta a coleção “MAC Extra Dimension” que é composta por 10 cores de sombras douradas, bronzes, pratas, pretas, azuis, rosas e lilás). Tem também o “Skinfinishes”, que é um pó iluminador e dois modelo de pincéis.

E se o verão acabou, a pele não precisa ficar pálida. A marca de cosméticos Benefit (recém chegada ao Brasil) está lançando o “Iluminador Sun Beam”, que denomina o produto como “um raio de sol líquido em um frasco”, para deixar a pele com um tom bronzeado o mais natural possível.

16

Para as bochechas, a Natura está relançando o “Duo Blush” que dá cintilância e uma pele luminosa.

imagens:reprodução

Para delinear os olhos, vale investir no “Delineador em Pasta” da Contém 1g, que promete maior pigmentação e cobertura.


Beleza Enquanto as marcas lançam cores vibrantes e quentes para o verão no hemisfério norte, Giorgio Armani está investindo em cores mais escuras, misteriosas. A coleção atual é inspirada pelas cores do oceano, apresentando uma cartela de cores que vai do azul escuro ao verde água.

Além do quarteto de sombras, a coleção tem também sombras unitárias, com cores claras peroladas como “Madre Perla” e “Ecailles”, além dos tons mais escuros como o “Obsidian Black” e “Obsidian Grey”. E para os lábios, lipstick em tons de rosa, como o discreto” Pink Quartz” e o vermelho sexy “Red Andranite”.

17


Beleza

NOVAS CORES NAS MÃOS ANNE RAYSA

Cores nos olhos, cores nas mãos. Se o color block foi febre ano passado nos “looks do dia” dos fashionistas, nesse ano a tendência é a fonte inspiradora da coleção “Vernis Color Block” da Dior, que apresenta os esmaltes “Incognito”, “Riviera”, “Plaza” e “Lucky”, nos tons de rosa de discreto e vibrante. Os lançamentos da grife não param por aqui, em se tratando de Dior surpresa nunca é demais. Um dos lançamentos de esmaltes é o trio “Les Vernis Violets Hypnotiques”, são três tons de roxo absolutamente chic, que levam o nome de “Shadow”, “Orchid” e “Poison”

imagem:reprodução

A Maison Chanel também não poderia ficar de fora, e já estão disponíveis em algumas lojas no exterior os esmaltes “Blue Rebel”, “Coco blue” e “Blue boy”, que com os próprios nomes sugerem, tratam-se de tons de azul. Será que pega?

Para quem mora no Brasil, no site da Sephora já é possível comprar a nova coleção de treze esmaltes. O preço é acessível e as cores estão bem diversificadas, do verde ao roxo. E no mesmo site, também está à venda a coleção de esmaltes hipoalergênicos da Mavala, que – pasmem – disponibiliza mais de setenta cores. É para ninguém ficar de fora mesmo!

18


Bem-estar BELEZA, SAÚDE & BEM-ESTAR PARA VOCÊ E PARA O PLANETA KELLY COSTA

Mais do que beleza por meio dos benefícios cosméticos e saúde por meio dos remédios, as pessoas estão cada vez mais conscientes sobre a importância de cuidar delas mesmas, mas, também do meio ambiente. Já passou o tempo de quando as novidades eram destacadas e premiadas pela tecnologia de ponta. Hoje, isso conta ainda, mas tem mais destaque e chances de sobreviver quando o por trás de toda modernidade apresentada vem um conceito prático e real de sustentabilidade. Diariamente, cada pessoa gera muito lixo e quando começa se dar conta percebe que muita coisa poderia ser diferente, muitos itens poderiam ser reaproveitados, revitalizados. Essa preocupação tem sido percebida em vários itens no nosso dia a dia: agências bancárias como o Santander que disponibilizam para os clientes fazer descarte de pilhas que são altamente prejudiciais ao meio ambiente quando jogadas fora de maneira inadequada. A alimentação com orgânicos cada vez mais faz parte da vida das pessoas, seja nos mercados que possuem prateleiras com várias opções, desde verduras, verduras, legumes, sucos etc. Em São Paulo aumenta cada dia mais

19


Bem-estar a procura pelo serviço de feira orgânica delivery: as pessoas cadastram-se no site www.organicosdamantiqueira.com.br e os dados são encaminhados para o representante mais perto. A partir deste cadastro, a pessoa recebe por e-mail a lista de feira e sugestões por meio de cestas padrões, escolhem o que quer, forma de pagamento e recebem em casa a feira da semana com produtos 100% orgânicos. No Sul, o Mercado Municipal de Curitiba, por exemplo, encanta os visitantes e faz sucesso entre os moradores da região. Lá é possível encontrar quase tudo de orgânico: verduras, frutas, legumes, chás, cafés e até uma loja com vários itens cosméticos. Sem contar o restaurante que tem no local e que é bem movimentado, com preço acessível e diversidade de prato saborosos. A demanda de consumo em produtos orgânicos é uma grande prova dessa mudança de comportamento das pessoas. Inclusive no consumo de cosméticos, uma vez que o conceito destes produtos é cuidar da beleza, mas, também preservar o meio-ambiente. Assim como os alimentos, são livres de agrotóxicos, não comprometem a natureza e a produção completa de cada item passa por todo um processo rigoroso de avaliação e muitos testes até poder ser considerado verdadeiramente ecologicamente correto. Rafael Krause, da Herbia Cosméticos, atua no segmento

20


Bem-estar de orgânicos desenvolvendo Xampus, Condicionadores, Cremes para cabelo e corpo entre outros itens e todos naturais e orgânicos. Começaram em 2005, em Joinville e hoje vê o crescimento da procura por produtos que eles já idealizar am há anos. Todos os itens da Herbia Cosméticos possuem certificação nacional e internacional de orgânicos. Aliás, Rafael acompanha de perto todo o desenvolvimento da regulamentação de orgânicos no Brasil para que não vire uma moda e, sim, se consolide como um conceito, uma forma de viver melhor. Nenhum produto da Herbia possui na fórmula ativos sintéticos, derivados de petróleo, parabenos, formoldeídos, sulfatos, fragrâncias e nem corantes artificiais porque podem causar coceiras, alergias e outras patologias. A fórmula é 100% à base de óleos essenciais puros e extratos naturais que possuem propriedades comprovadamente regenerativas, antioxidantes, antissépitcas, hidratantes e de melhor afinidade com a pele. “Nossa maior preocupação é estabelecer o conceito de ecologicamente correto na prática e não como apelo de marketing como muitas empresas fazem. Nossos produtos são certificados no mercado brasileiro, americano e europeu”, declara Rafael. Outros produtos de perfil “wellness” seguem esta tendência mundial de “saúde e sustentabilidade”, procuranddo aplicar de forma responsável os recursos naturais e respeitar aspectos éticos. Este mês começou a ser comercializada no Brasil a primeira

21


Bem-estar fralda ecologicamente correta da marca Wiona. Ao contrário das existentes no mercado, a película das fraldas Wiona é de origem vegetal, sendo 100% biodegradável. Tal tecnologia da Wiona faz com que a biopelícula seja capaz de reter o vazamento e, ao mesmo tempo, permitir a ventilação e a respiraçao da pele do bebê, graças aos microporos. No sentido de saúde e bem-estar para os bebês, num sentido mais amplo que vai desde cuidar da pele, absorção do xixi e o decarte da fralda, preocupando-se também em preservar o planeta, a Wiona é pioneira. O empresário alemão, Sebastian Schlossarek, que adotou o Brasil para morar, é o responsável em trazer este benefício, ele que é bastante ligado às questões de preservação do meio ambiente, mais do que na teoria, principalmente, na prática: alimentação, transporte e outros hábitos.

22


Bem-estar Um estilo de vida... Resumidamente, ser sustentável, ecolologicamente correto ou orgânico é fazer parte de uma tendência mundial em aderir a um estilo de vida diferenciado, visando a saúde e o bem-estar não apenas no hoje, mas, principalmente, no longo prazo, na herança para gerações futuras. É um processo de conscientização gradativo que começa, geralmente, na busca por alimentos mais saudáveis para nosso organismo, se estende ao descarte, com a separação do lixo... Com algumas atitudes simples como essas e outras, começamos perceber o quanto geramos de lixo dentro de casa, daí vamos nos policiando em consumirmos somente o necessário e gerando menos lixo. Vamos começando a questionar cada item como ele poderia ser melhorado em prol da preservação do meio ambiente e por aí vai. Os mais próximos vão observando, começam a pensar no assunto e em pouco tempo aderem ao estilo de vida também.

23


Moda

MAXI É MAIS. MANOELE LUIZE

Acessórios podem atualizar um look em um piscar de olhos e em um momento em que vivemos a volta do decorativismo e de maxi bijuterias, apostar neles é o modo mais fácil e divertido de dar um up no visual da estação.

Morana R$ 99

Anel Morana

24

Anel Morana

Anel Morana

imagens: morana.com.br

Colar Morana


Moda

ESTILO DE TOP

IVY LEMES E REBECA ALBUQUERQUE Fora das passarelas e das campanhas publicitárias, as modelos brasileiras desfilam seu estilo pessoal. Cercadas por informação de moda elas sabem como aliar tendências e personalidade, tornando-se referência em uma época em que a moda de rua ganha cada vez mais espaço. Conheça as preferências de quatro supermodelos e inspire-se na top que mais combina com o seu estilo. Alicia Kuczman Com apenas 17 anos, a modelo tem um estilo único que mistura elementos hippies e étnicos a referências do rock’n’roll. Tudo isso é reflexo do conhecimento adquirido nas passarelas, em cursos na área de Moda, e da busca por modelos exclusivos em brechós. Alicia Kuczman aproveita suas viagens ao redor do mundo para garimpar peças de segunda mão que garantem seus looks marcantes.

25


Moda

Aline Weber

Adepta de um estilo confortável, Aline Weber não dispensa t-shirts e regatas básicas. Com saias amplas – que podem ser florais ou vazadas, jeans ou até peças de alfaiataria, o toque final fica por conta dos acessórios artesanais: a modelo investe em bijuterias com “cara de feirinha”, geralmente compradas na praia. O que atrai Aline é a exclusividade desses itens.

26


Bruna Tenório

Moda

Combinar as últimas tendências a clássicos de grandes marcas é a fórmula do estilo elegante e moderno da modelo alagoana. Buscando estar sempre confortável, a paixão por viagens e o conhecimento de diferentes culturas contribui para o estilo hi-lo de Bruna. Sempre conectada, ela divide suas descobertas e looks em um blog (http://www.blogbrunatenorio.com).

27


Moda

Isabeli Fontana

Peças e acessórios de couro têm presença garantida no closet da modelo. Isabeli diz gostar do mix de peças românticas com itens poderosos e sofisticados. O resultado são looks modernos com apelo sexy. Nessa mistura não podem faltar sapatos pesados com salto alto.

28


Moda NEM INVERNO, NEM VERÃO

IVY LEMES

Tricôs leves Úteis em qualquer estação do ano, os tricôs leves ou vazados são salva-vidas em dias de sol que terminam com ventos gelados. Bem dobrados ou enrolados, eles cabem na bolsa e não amassam. Para servir como item transformador do look de trabalho para o visual de happy hour, aposte nos modelos metalizados que serão hit.

imagem look montado no looklet.com

As principais marcas já apresentaram suas coleções para o inverno 2012, que começa a aparecer também nas páginas das revistas. Porém, em um país tropical como o nosso, os dias quentes prometem não ir embora tão cedo. Saiba como dar início às compras de inverno com itens de meia-estação perfeitos para os fins de tarde de outono e que acompanharão também os casacões na época mais fria.

29


Camisas Antes restritas às ocasiões formais, a camisa agora circula do escritório a beira-mar. Na meia estação, as camisas podem ter função protetora quando usadas sobre peças de verão. Em cores claras e com os punhos dobrados, não ficam tão quentes e deixam à mostra composições de acessórios como pulseiras e relógio.

Transparências Tecidos transparentes e leves são tendência para o inverno e frescos para o verão. Em dias outonais, podem fazer a diferença sobre uma manga longa simples de malha. Lembre-se que, em situações informais, peças delicadas, em seda ou similares, pedem um complemento casual como o jeans.0

30

imagems: looks montados no looklet.com

Moda


Moda

Exercite a criatividade criando sobreposições com o tricô leve, usando jaquetas mais curtas e cachecóis. Camisas com tricô pesado e calça de alfaiataria justa: brinque com as proporções usando o clássico e sempre elegante preto e branco. Aproveite as transparências para levar delicadeza aos trench-coats pesados. Os tons escuros ganham feminilidade com tecidos leves e acessórios românticos.

imagems: looks montados no looklet.com

QUANDO O FRIO CHEGAR... IVY LEMES

31


Moda METÁLICO NA PONTA DOS PÉS

Cavalera

imagens: ffw.com.br

Alexandre Herchcovitch

38

Alexandre Herchcovitch Bianca Marques

Andrea Marques

Louis Vuitton - SS 12

Com a onda dos metálicos, os cap toes (sapatos com o bico em uma outra cor ou textura diferente do restante) que já apareciam em outras temporadas, trazem a tendência incorporada ao bico do sapato. Para o inverno que se aproxima, Alexandre Herchcovitch, Cavalera, Aüslander e Andrea Marques foram algumas marcas que trouxeram os cap toes metálicos para seus desfiles da estação. Nas passarelas internacionais, também vimos os cap toes metálicos em desfiles como o da coleção de primavera/verão 2012 da Louis Vuitton e no pé de muitas celebridades.

imagens: ffw.com.br

MANOELE LUIZE


Moda

O bico fino, que já ensaia uma volta há algumas estações, é o modelo tendência na hora de escolher um cap toe, mesmo que também existam opções com bico redondo, como na Cavalera e Alexandre Herchcovitch. Andrea Marques preferiu o de bico fino, com tecido de camurça em várias cores, a até mesmo um roxo. O detalhe aparece em scarpins e ankle boots, a Saia e Salto Alto separou alguns modelos para você refletir a tendência.

Schutz R$350 imagens: topshop.com, arezzo.com.br e schutz.com.br

Topshop

Topshop

Arezzo R$229,90 Schutz R$300

33


Moda

FAST FASHION INGLÊS NO BRASIL

MANOELE LUIZE

Por muito tempo as brasileiras esperaram notícias da abertura da Topshop no Brasil. A fast fashion inglesa já contava com lojas em vários países e com a compra pelo site, que podia entregar às nossas vizinhas argentinas, mas nada de entregar no Brasil. Quando a notícia de que a marca finalmente abriria suas portas no Brasil foi lançada, brasileiras antenadas ficaram ansiosas para saber quando e onde. A rede chega primeiramente a São Paulo agora em abril (com loja no Shopping JK) e tem planos de expansão de outras lojas, no entanto, esse ano ainda deve ficar apenas por lá. A Topshop traz tendências vistas nas passarelas das grandes marcas à preços acessíveis. O que todas querem saber: mas quão acessível será esse preço aqui no Brasil? Sempre terá o imposto relativo à importação, então não podemos esperar o mesmo preço que vemos lá fora nas peças aqui no Brasil. Para acabar com essa dúvida, a Saia e Salto Alto fez um comparativo entre os preços. A marca promete trazer ao Brasil as coleções simultaneamente às vendidas nas lojas de Londres, portanto, agora em abril devemos esperar a coleção de primavera/verão 2012.

Na Inglaterra: £ 22 No Brasil: R$ 117

34

£ 25

R$ 117


Moda £ 34 £ 62

R$ 150

R$ 299

£ 220 R$ 990

R$ 299

imagens: topshop.com

£ 58

Como já era de se esperar, os valores não seriam os mesmos como em outros países, mas as peças podem ser consideradas acessíveis (fora a linha dress up e parcerias com estilistas, que já são mais caras mesmo) e ótimas para criar looks hi-lo ou aproveitar as tendências da estação sem precisar investir em uma peça mais cara, que ficaria jogada no fundo no armário na estação seguinte.

35


Moda SEMANAS DE MODA INTERNACIONAIS

IVY LEMES

Para investir O próximo inverno do hemisfério norte está longe de chegar, mas Nova Iorque, Londres, Milão e Paris já apresentaram suas coleções outono/inverno 2012/2013. Tanto os metalizados quanto as transparências foram vistos por lá. Aplicações luxuosas com as mesmas referências decorativistas que vimos por aqui têm como base tecidos que deixam a pele à mostra.

Da esquerda para a direita: Blumarine (Milão), Gianfranco Ferrè (Milão), Paco Rabanne (Paris), Just Cavalli ( Milão), Jill Stuart (NY) e Emilio Pucci (Milão).

36


Moda A década de 20 reflete na silhueta sem curvas e na cintura mais baixa. De carona nessa tendência, modelos minimalistas com recortes e desenhos geométricos, também retirados da Art Déco, embalam o que foi chamado de esporte chique.

Da esquerda para a direita: Hermes (Paris), Pringle Of Scotland (Londres), Chanel (Paris), Marni (Milão), BCBG Max Azria (NY), Acquascutum (Londres).

37


Moda Mais Além do roxo e do vinho, também nas coleções de inverno nacionais, o vermelho vivo, ou vermelho Valentino, apareceu com mais frequência nas passarelas norte americanas e europeias. Algumas marcas apostaram na cor em looks monocromáticos.

Da esquerda para a direita: Issa (Londres), Maison Martin Margiela (Paris) e Moschino (Milão).

38


Moda O peplum, volume abaixo da cintura que pode estar em camisas, vestidos ou saias, já é nosso conhecido apesar de não se destacar nas coleções das principais Semanas de Moda brasileiras. No hemisfério norte, variações do detalhe chamaram a atenção, tem até com pele.

Da esquerda para a direita: Lanvin (Paris), David Koma (Londres) e Dsquared² (Milão).

39


Moda

New Look Longe da falta de curvas dos anos 20, casacos longos com a cintura em evidência e muito volume na parte inferior remontam a silhueta do New Look, de Christian Dior. O modelo chama a atenção por si só e não deixa dúvidas: a feminilidade da década de 50 não perdeu seu espaço. New Look, de Christian Dior, em 1947.

Da esquerda para a direita: Elie Saab (Paris) e Christian Dior (Paris).

Da esquerda para a direita: McQ (Londres) e Gareth Pugh (Paris).

40


Moda

Dolce & Gabbana (Milão). Givenchy (Paris)

Gucci (Milão)

M cQ (Londres)

Emporio Armani (Milão)

Burberry Prorsum (Londres)

Romance às escuras O romantismo do outono/inverno 2012/2013 é menos “adocicado”. Saem os tons pastel e entram sores sóbrias, mesmo nas estampas florais. A Moda começa a apresentar um lado dark, das roupas às maquiagens. Essa atmosfera sombria traz o preto como protagonista, em tecidos, detalhes e acabamentos sofisticados.

39


Moda ESTAÇÕES INVERTIDAS A primavera está chegando no hemisfério oposto e a palavra de ordem é tom pastel.

MANOELE LUIZE

SWEET PASTELS

Topshop £45

Asos.com $71,62

42

Topshop £80

imagens: asos.com, topshop.com, zara.com

Asoss.com $32,23


Moda

Topshop £42

Topshop £40

Topshop £38

Illamasqua $21,43

Zara £69,99

43


Internacional

A ILHA DA FANTASIA ISABELLA

Quando conto que morei três anos em um país no Oriente Médio, tão grande quanto um ponto minúsculo no mapa, a primeira pergunta que me fazem é, “e você gostou?”, e a primeira reação à minha resposta (adorei) é, “sério?! E como era lá?”. Assim começa uma conversa que, mesmo sendo repetida, me faz lembrar dos melhores anos da minha vida.

O país chama-se Bahrein, uma ilha perto de Dubai e da Arábia Saudita. Nesse pequeno Reino (existe a Monarquia Khalifa regente) fiz amizades que pretendo levar para a vida e aprendi muito sobre o mundo, as pessoas, sobre oportunidades e aprender a viver “sem medo de ser feli

44


Internacional

Deixei tudo para trás, minha família extensa (fui com meus pais e irmãos), meus amigos, minha escola, meu cachorro, tudo. Afinal, com 15 anos essas coisas eram tudo para mim. Mas morar fora me abriu uma perspectiva totalmente diferente do mundo - não que essas coisas ainda não signifiquem muito, claro que são importantes, mas nesses três anos eu cresci, amadureci como nunca teria imaginado. O primeiro ano foi o mais difícil, estudei em uma escola árabe. Sofri um pouco o preconceito com a dificuldade de ser uma estrangeira do “país da praia e do futebol” como somos conhecidos internacionalmente, mas também conheci pessoas maravilhosas como acontece em toda escola. Nesse início eu conheci o verdadeiro significado da palavra “saudade”. Sabe quando sua mãe te liga durante aquela viagem com suas amigas num feriadão de quatro ou cinco dias e ela fala “ai filha, estou com saudades” e você responde “eu também” ? Não é esse tipo de saudade. É um dos piores tipos de sentimento. Dói, e muito. “Sobrevivi” ao primeiro ano. Logo mudei de escola, e fiz meus últimos dois anos do Ensino Médio na minha adorada British School of Bahrain, que fica na cidade de Hamala (todo mundo pega um amor à escola que passou os últimos anos né?). Minha adolescência foi definitivamente diferente se comparada a de muitos, mas foi com certeza divertida. No Bahrein, tive minha primeira paixão de verdade, fui a uma boate pela primeira vez, Wranglers, um club no estilo americano que é point dos adolescentes estrangeiros e fica na capital do país, Manama. Conheci gente da Holanda, da Índia, do Canadá, da Inglaterra, da França, da Bélgica, da Rússia, dos EUA, do Paquistão, do Egito, da Tanzânia, da Coréia, do Brasil e a lista continua. O mais legal foi ver essas pessoas como amigos e adolescentes que éramos e realizar que no fundo, somos todos iguais, uns mais loucos que outros, mas iguais, independente de raça ou da etnia. Uma expressão muito usada no Bahrain na área de vendas é “same, same, but different” (é igual, mas é diferente) e eu vejo as pessoas assim.

45


Internacional Foi muito gostoso aprender e respeitar culturas diferentes e suas sabedorias. Claro que ver mulheres cobertas dos pés às cabeças com as burcas, mulheres de Sheik’s andando nos shoppings e fazendo compras de milhões de BD’s, (moeda local) foi totalmente espantoso no início, mas como seres humanos incríveis que somos, nos acostumamos com tudo. Morar no Bahrain foi um sonho. Era uma vida tranquila, confortável. Ao contrário do que muita gente pensa, era um país muito seguro, nada de bombas e ataques terroristas como dizem, e muito menos existiam assaltos. Foi uma época divertida, de festas e amizades. Mais que isso, me deu coragem para aceitar mudanças na vida. Sempre queremos viver no que é “certo”, no que sabemos que vamos ficar bem e raramente queremos arriscar. Pois digo, eu arrisquei e não me arrependi. Foi um prazer ter essa mudança no curso da minha vida. Lembro-me desta fase com muito carinho. As pessoas que marcaram, os lugares, as casas onde morei, a escola... Acho que o que eu mais aprendi disso tudo foi que devemos sempre estar de braços abertos a qualquer oportunidade que a vida nos traga, por mais maluca que ela se apresente, como por exemplo, largar tudo e ir morar no Oriente Médio.

46


Internacional

Alguns amigos, tenho certeza, vão ficar para a vida toda, outros talvez só por mais alguns anos. As fotos dos prédios modernos, das mulheres de burca, do deserto e dos carrões de marca sempre vão me impressionar, mas agora de uma forma positiva. Os momentos mais marcantes que fizeram de mim quem eu sou estarão sempre guardados com carinho e serão sempre lembrados quando alguém me fizer aquela pergunta do início “e você gostou?”. Fora isso, os conhecimentos que aprendi formaram quem eu sou hoje, e desde então eu aconselho a deixar a vida guiar você, aceite as mudanças repentinas e “Inshallah” (Seja o que Deus quiser).

47


CLIMA DE

OUTONO

Camisa, R$ 263,90, Kadosh na Loja Praxe; Saia, R$ 174,90, Lez a Lez na Loja Praxe.


Camisa, R$ 80, Composição; Top, R$ 54, Composição; Colete e Saia, acervo; Bolsa, R$ 189, Sigmund no site minhabolsa.com.br.


Blusa, R$ 214,90, Regina Salomรฃo na Loja Praxe; Colete, acervo; Calรงa, R$ 169,90, Lez a Lez na Loja Praxe; Bolsa, R$ 139,90, Sigmund no site minhabolsa.com.br.


Blazer, R$ 299,90, Gloria Rabello na Loja Praxe; Camisa, R$ 80, Composição; Saia longa, preço sob consulta, Composição; Bolsa, R$ 119, no site minhabolsa.com.br.


Top, R$ 54, Composição; Shorts, acervo; Vestido, preço sob consulta, Ivy Lemes.


Ficha Técnica Produção e Styling: Manoele Luize e Ivy Lemes. | Assistente de produção: Rebeca Albuquerque | Direção de Arte: Manoele Luize | Fotografia: Monica Balestieri Berlitz | Assistente de fotografia: Julia Roehrig | Tratamento de Imagem: Manoele Luize | Cabelo e maquiagem: Carolina Kato | Modelos: Aléxia Caetano e Marcla Gayer (MN Management International Models)


Especial GIRL POWER! KAREN CARNETI

Nada melhor do que o mês das mulheres para refletir sobre o quão importante somos – e fomos – para a história mundial. E, para ajudá-las nessa tarefa, fizemos uma compilação de algumas das mulheres mais importantes que já pisaram no nosso planeta.

10 – Maria Stuart Maria tornou-se rainha da Escócia com apenas uma semana de idade, logo após a morte de seu pai. Mais tarde casou-se com Delfim de França, futuro Francisco II, e reinou na França ao seu lado. Quando o marido morreu e as acusações caíram sobre ela, fugiu de volta para a Escócia, onde assumiu a liderança do país e lutou contra a própria prima, Elizabeth I, da Inglaterra. Foi casada mais duas vezes (a segunda com o suspeito de assassinar o primeiro marido!), e, perseguida pela nobreza, foi presa e fugiu para a Inglaterra, onde foi condenada à morte.

56


Especial

09 – Margaret Tatcher Antes de se tornar a única primeira-ministra da Inglaterra, Tatcher estou ciências químicas na Universidade de Oxford. Foi apelidada de “Dama de Ferro” por ter sobrevivido a uma tentativa de assassinato em 1984, bem como sua dura oposição aos sindicatos e de sua forte crítica à União Soviética. Tentou combater a inflação deixando o Estado intervir cada vez menos na Economia, mas, quanto mais ela endurecia, maior a crise se tornava. Em três anos de governo, o desemprego triplicou e alguns bancos quebraram.

08 – Cleópatra VI Uma das mulheres mais conhecidas da História. Governou o Egito, sempre com a “ajudinha” de alguns homens. Apesar de sua beleza não passar de um mito, era sim, muito sensual, além de ter sido uma grande negociante, estrategista militar, falar seis idiomas e ter conhecimento de filosofia, literatura e arte gregas. A Rainha do Nilo não media esforços para conseguir o que queria, ainda que isso significasse ir para a cama com vários homens, inclusive o próprio irmão. Matou-se com uma picada de v��bora aos 39 anos, assim que percebeu que seria impossível seduzir Otávio, o próximo que poderia lhe ajudar a defender o Egito do total controle romano.

57


Especial

07 – Catarina de Médici Catarina regeu Florença, na Itália, e a França. Foi casada com Henrique II, que herdou o trono francês após a morte do irmão. Era filha do duque Lorenzo de Médici e sobrinha do papa Clemente VI. Até falecer, em 1589, Catarina governou à sombra dos filhos, enquanto estes não completavam a maioridade; e foi tempo suficiente para iniciar vários conflitos religiosos - entre eles, o histórico massacre da noite de São Bartolomeu, genocídio  que aconteceu em 23 e 24 de agosto de 1572.

06 – Wu Zetian Wu, também conhecida como Imperatriz Wu, foi a única mulher a se tornar Imperatriz em toda a história da China. Apesar de ter nascido em berço aristocrático, teve que batalhar bastante para chegar ao topo. Tornou-se concubina do imperador Taizong aos 13 anos e, depois, acabou se envolvendo com filho dele, Gaozong. Alguns dizem que, após a morte de Gaozong, ela teria matado os próprios filhos - herdeiros legítimos do trono - para chegar ao poder. Porém, uma vez assumido o comando, as intrigas foram substituídas por uma política de abertura: escolheu intelectuais como conselheiros, incentivou a agricultura, reduziu taxas e diminuiu o exército.

05 – Ana Bolena A famosa amante de Henrique VII Ana foi mãe da rainha Isabel I da Inglaterra e marquesa de Pembroke. Seu casamento com Henrique VIII foi polêmico, do ponto de vista político e religioso, o que levou o amante a criar

58


Especial

a Igreja Anglicana (que permitia o divórcio), resultando na ruptura definitiva entre a Inglaterra, o Papa e o restante da Europa. A ascensão e queda de Ana Bolena, considerada a mais controversa rainha consorte da Inglaterra, serviram de inspiração para inúmeras biografias e obras ficcionais. Ana reinou por apenas mil dias e terminou presa na Torre de Londres, acusada de traição e adultério.

04 – Catarina, a Grande Durante o reinado de Catarina, o Império Russo expandiu-se, melhorando sua administração e continuando a modernizar-se. Seu governo revitalizou a Rússia, que cresceu ainda mais forte e tornou-se conhecida como uma das maiores potências europeias. Os seus sucessos dentro da complexa política externa e as suas represálias - por vezes brutas - aos movimentos revolucionários complementaram sua caótica vida privada. Causava escândalo frequentemente, dada a sua tendência para relações que espalhavam rumores por todas as Cortes Europeias. Foi uma mulher culta, amiga de pensadores como Voltaire e Diderot, e confabulou para se manter no trono até seu filho atingir a maioridade.  03 – Maria Teresa Integrante da família Habsburgo, seu reinado de 40 anos foi iniciado com a morte de seu pai, Carlos VI, Sacro Imperador Romano-Germânico, em outubro de 1740. Foi arquiduquesa e soberana da Áustria, Hungria,

59


Especial

Bohemia, Croácia,Mântua, Milão, Galícia e Lodomeria, Parma e Países Baixos Austríacos, de 1740 até a sua morte, governando grande parte da Europa Central. Logo de cara enfrentou uma grande barra: Inglaterra, Espanha e França não reconheciam uma mulher no poder e lançaram guerras contra ela. Maria Teresa foi tolerante com os católicos ortodoxos, reforçou o exército e, sobretudo, fez os filhos se casarem com as melhores pessoas da nobreza européia. 02 – Rainha Elizabeth I Conhecida como “rainha virgem”, a filha de Ana Bolena e Henrique VII faleceu em 1603, sendo a última dinastia Tudor. No comando da Inglaterra, enfrentou com enorme braveza dois grandes rivais: o rei Felipe II, da Espanha, que declarou guerra à Inglaterra com sua histórica esquadra marinha conhecida como “Invencível Armada”, e sua prima, Maria Stuart, rainha da Escócia, que queria derrubá-la. Tida como exemplo de pureza e visão política, Elizabeth foi também uma admirável patrocinadora das artes, criando o chamado “teatro elisabetano”, cujo maior nome foi William Shakespeare. 01 – Rainha Vitoria Nunca houve um nome tão apropriado:  Vitória teve o maior reinado da história da Inglaterra, em dos melhores períodos do país, e, no final do século 19, tornou-se também imperatriz da Índia, devido à expansão colonialista. Foi tronada aos 18 anos por ser a única herdeira da família e, tempos depois, casou-se com o próprio primo, príncipe Albert. Para citar apenas alguns de seus grandes feitos, Vitoria foi líder da corrida às colônias africanas e asiáticas, forçou a abertura dos portos nas Américas (para poder vender produtos ingleses) e declarou apoio ao fim da escravidão. Enquanto governou o país, a Inglaterra tirou o primeiro lugar da França como exemplo máximo de elegância e modernidade.

60


Especial PRESENTES PARA TODAS AS MÃES PAULINHA

O dia das mães está chegando, e junto com ele as diversas dúvidas: O que dar para a minha mãe? Será que ela vai gostar? O quê ela está precisando? Mesmo com as milhões de dúvidas é só pensar um pouco para começar ter algumas ideias legais e super úteis. Há muitos tipos de mães: as práticas, workaholics, caseiras, esportivas. Mas tem um presente coringa, que é sempre tiro certeiro: Bolsas. Não há mulher no mundo que não precise de uma bolsa (ou mais uma). Os modelos variam bastante, mas a dica é combinar o estilo da sua mãe com o presente. Uma maxi bolsa que caiba celulares, maquiagens, notebook é um ótimo modelo para mães executivas. Ou uma bolsa esporte, grande, com repartições próprias para produtos de higiene, é uma boa ideia para as mães mais esportivas que não dispensam uma academia. Outro presente legal pra quem quer surpreender e passar bons momentos com a mãe é é uma viagem. Que tal um cruzeiro ou um final de semana no campo, pra descansar um pouco e aproveitar a mãezona bem perto? Quem não quiser comprar pacotes em agências de viagem pode comprar promoções em sites de compras coletivas, que oferecem diárias em hotéis e geralmente com refeições inclusas. Os preços podem variar, mas há valores de acordo com o bolso de cada pessoa.

61


imagem: sxc.hu

Especial

Pra quem não tem muito tempo, nenhuma ideia, ou quer deixar a mãe livre para comprar o que precisar, várias lojas hoje trabalham com o serviço de “cartões presentes”, que nada mais são do que cartões que você compra e pode depositar o valor que quiser e presentear alguém. É algo bem prático e que pode agradar bastante, já que vai deixar a mãe ter a liberdade de escolher o que ela quiser e quando ela achar melhor. Perfumes e maquiagens também são uma boa pedida, mas o detalhe é conhecer bem o gosto da sua mãe. Um batom com uma cor nude ou um creme hidratante são boas escolhas pra quem tem dúvidas e não quer errar no presente. Livros, dvds, cds, aparelhos eletrônicos, flores e cestas de cafés da manhã. Todos esses também são ótimas opções. Há mães que gostam, mas eu não me arriscaria dar panelas ou eletrodomésticos pra minha. É bom escolher um presente pra ela, e mesmo que não muito caro, o que vale é não deixar passar em branco essa data tão especial pra nossas mães, que tanto já fizeram por nós.

62


Decoração

LIVROS QUE ENFEITAM

Livros são verdadeiras fontes de inspiração, tanto por seu valor cultural, informativo, educativo, quanto por sua funcionalidade na decoração de ambientes. Deixam qualquer lugar mais agradável e divertido, além de ser um ótimo elemento para entreter seu convidado. Por isso, nesta edição, a SSA traz para você dicas de como usar os livros para decorar sua casa. Não se esqueçam de seus livros transparecem seu estilo, seus gostos e preferências, por isso, podem ser considerados um verdadeiro cartão de visitas. Você pode compor uma linda mesinha de centro com livros e flores, deixando o livro próximo de um vaso ou arranjo de flor, dando charme e delicadeza ao ambiente.

imagem: reprodução

ANNE RAYSA

63


imagens: reprodução

Decoração

64


Decoração

imagens: reprodução

Além das flores, existem outros elementos decorativos que também combinam com os livres e deixam a sala ou um quarto mais moderno e arrojado.

65


Decoração Nas estantes os livros podem estar organizados conforme a cor da capa, o tamanho ou por quantidade. Também é interessante brincar com formas e deixar tudo ainda mais divertido.

66


Decoração

Por fim, você pode abusar da sua imaginação, porém jamais se esqueça de que o livro existe para ser lido. Portanto, ele sempre deve estar posicionado de forma que qualquer um sinta-se à vontade para ler, folhear e se distrair. Procure utilizar livros com mais imagens do que textos, com uma capa bonita ou colorida. Inclusive, existem algumas papelarias, livrarias e até mesmo lojas virtuais que vendem capas para livros. Portanto, abuse da criatividade e do capricho no momento de decorar sua casa, pois pequenos objetos jamais serão ignorados. A nossa editora, Ivy Lemes, também já escreveu sobre livros que enfeitam no seu blog pessoal. Para acessar o conteúdo, clique aqui.

67


LITERATURA TOP 5 RELEITURAS DE OUTONO/INVERNO FRAN FREIRE

Que passarelas da moda que nada, o negócio aqui é leitura. Qual tendência literária você vai vestir nesse outono/inverno? Eu resolvi bater a poeira dos meus livros de gaveta e encontrar títulos que pudessem valer para esse segundo trimestre, que está para chegar. Folhas no quintal, diria Sandy. O outono chegou, no Hemisfério Sul e a primavera invade o Hemisfério Norte. A natureza é divina e, para acompanhá-la, com o humor de folhas caindo, de troca, de início de um novo ciclo, o ideal é se libertar completamente do verão (ou do inverno, a depender do seu hemisfério atual). Que tal fazer isso com leitura? A SSA separou um Top 5 para você que está afim de iniciar a queda de temperaturas com um excelente livro. Cinco (sete!) livros tirados do final e da pontinha da prateleira, para você começar o ciclo natural com algumas (re) leituras: 1 – Trilogia Millennium, Stieg Larsson. A belezinha no Top 1 vale por três. Super em voga, depois de The girl with Dragon Tatoo – que não me agradou tanto quanto a versão sueca do filme, por sinal – é o livro que mais vejo nas mãos dos curitibanos que leem entre um ônibus e outro. Para quem passou da “fase primeiro livro” e já está no terceiro, asseguro a decepção de não ter mais uns 50 títulos de Stieg Larsson. A história fala de uma hacker-ivestigadora, maravilhosa e absolutamente anti-heróica, que encontra um jornalista ainda mais ma-ra-vi-lho-so (com o dobro da idade dela) e vive uma alucinante temporada de investigações e ami-

68


LITEARTURA zade incondicional. Não vou entrar em detalhes para não estragar as surpresas do destino, mas posso assegurar que a leitura flui, que os personagens são excelentemente trabalhados, que a composição do livro é impecável e que a frustração do autor ter morrido é super digna. 2 – Doce Vingança, Nora Roberts. Nora Roberts, com suas narrativas absolutamente femininas e contemplativas ao valor do homem e da mulher e sua relação vital, nos presenteia com uma das maiores histórias de sua criação. Em Doce Vingança a cultura árabe é exposta com detalhes intrigantes e exaltantes, ao passo que é confrontada com suas proibições de um rei autoritário e a atualização americana de uma de suas rainhas. Com todo o confronto, é a Princesa Adrianne, fruto do amor entre o Rei de Jaquir e a mais bela atriz de Hollywood, quem sofre. Mas, como Nora Roberts parece não gostar de ver suas mulheres sofrendo sozinhas, é o intrigante e charmoso (ladrão) Philip Chamberlain quem surge para dar uma sacudida na vida de Adrianne. 3 - Distráidos Venceremos, Paulo Leminski. Belíssimo livro de poemas, do autor curitibano. Uma leitura rápida e agradável, para emendar com uma sessão pipoca, de filmes em preto e branco. Paulo Leminski nos remete ao clássico e ao contemporâneo. Clássico em sua beleza e seus haicais, sempre bem vindos. Contemporâneo em sua loucura de linhas e versos. Um livro reflexivo e interessante. 4 – Comer, Rezar, Amar, Elizabeth Gilberth Para você que viu o filme, aborte essa ideia. Para você que já leu, dê a ele uma nova chance. Para você que nem encostou no pequeno, não espere mais nenhum minuto. Um livro repleto de insegurança, tentativas, frustrações, infelicidade e reviravoltas. Para você que precisa de uma boa auto-ajuda, é mais que indicado. Já você, que se sente forte, pode comprovar com essa leitura que não

69


LITERATURA existem obstáculos quando uma mulher acredita em si mesma e segue sua vida – com ou sem turbulências. Cada pedacinho das interessantes ou monótonas experiências dessa autora são intrigantes e reflexivas. Uma leitura agradável. A parte do “rezar” pode não ser compreensível à primeira leitura.

5 – Memórias de um Sargento de Milícias, Manuel Antônio de Almeida

Para finalizar, um clássico nacional, fora de época, para quem pretende retomar leituras sem pressão de vestibular ou relatórios de Língua Portuguesa. Memórias de um Sargento de Milícias é um livro inteligente, com um tom de graça, personagens muito bem trabalhados e cheio de segundas intenções. Um anti-herói dos mais agitados, Leonardo Pataca não deixa a desejar. Seus casos com a mulata Vidinha, o namoro com Luisinha e seus planos para escapar das perseguições do severo major Vidigal são prova disso. Se ler alguma indicação, ou quiser comentar, escreve para a SSA. Na próxima edição, um Top 5 fresquinho, com livros que falam sobre... bem, você só vai saber se ficar ligadinha.

70


ANIMAL

DICAS PARA VESTIR SEU PET NESSE INVERNO

O Inverno se aproxima, e com ele as temperaturas começam a cair. Nós, humanos, começamos a nos preocupar com carregar guarda-chuvas e blusas por aí, temendo as intempéries climáticas das grandes cidades, mas e quanto aos nossos pets? As opções são inúmeras, uma diversidade de cores, tecidos e, por que não, babados e franzidos. Tudo salta aos olhos nas petshops e grandes lojas, mas todo cuidado é pouco na hora da escolha do que irá manter nossos pets aquecidos nesse Inverno. Que tal algumas dicas?

imagem: flickr.com/photos/macprohawaii

DANDARA

71


ANIMAL 1) Tenha certeza de que seu animal precisa de aquecimento extra; Não é segredo para ninguém que algumas raças, ainda que vivam no Brasil e suas temperaturas mais amenas, são adaptadas a climas mais frios, como por exemplo os Huskies e São Bernardos. A própria composição corpórea desses animais garante controle de temperatura o suficiente para não ser necessária a utilização de roupinhas. Outro ponto a se considerar são os animais naturalmente peludos, como os menores Poodles e Spitzes. O pelame abundante desses animais garante um bom isolante térmico, não sendo necessária também a utilização de roupinhas. Dessa forma, considere apenas vestir os animais com pelame curto e fino, ou os que tenham sido recentemente tosados. 2) Preste atenção ao ambiente em que o animal fica; Aonde o animal fica durante o dia e também à noite? Durante o Inverno, costumamos ter noites mais frias do que os dias. Se o animal fica em quintal durante a noite, pode ser uma boa ideia vesti-lo antes de dormir.Além disso, é imprescindível que o local onde o animal permanece durante a noite seja limpo, seco e coberto, evitando correntes de ar e chuva. Caminhas são boas opções, assim como cobertores e até mesmo papelão para isolar a temperatura do piso.

72


ANIMAL 3) Fique atento aos sinais comportamentais do seu pet. Provavelmente a dica mais importante. Alguns pets simplesmente não conseguem se adaptar às roupinhas, e isso é normal. Alguns podem retirar a roupinha e destrui-la o mais rapidamente possível, enquanto outros podem ficar imóveis até que a mesma seja retirada pelo dono. Isso não quer dizer que a roupinha esteja ferindo o animal de qualquer forma, mas pode ser algo incômodo se o animal não estiver acostumado. No caso de o animal não aceitar a roupinha, o mais sábio a se fazer é desistir, e utilizar outras formas de aquecimento extra, como cobertores e caminhas mais fechadas. Um outro ponto a se considerar é a escolha de roupinhas que não sejam restritivas aos movimentos do animal e que sejam feitas de tecidos macios e maleáveis, visando evitar o desconforto inicial. Prontos para encarar o Inverno?

imagem: photoxpress

73


CRÔNICA INSEGURANÇA FRAN FREIRE Às vezes esperamos demais pelo destino, pelos demais, por Deus, pela sorte, pelos pais, pela sabedoria, pelos amigos, por qualquer coisa. Às vezes, simplesmente, não agimos. Deixamos que tudo ande, caminhe, corra, salte e ficamos com as mãos vazias e imóveis. Errar e perder. Tentar. Prosseguir. Cair e levantar. Mover-se. Viver. Ou apenas lamentar e transferir as culpas. A escolha é sua, em qualquer episódio, nas mínimas escolhas... Estava cansada de fingir que não o desejava, porque eu o desejava com todas as minhas forças. Mas daí a dizer alguma coisa. Ele entrava na sala tão tranquilo, de um jeito tão casual, que me fazia morder os lábios espremendo o corpo na cadeira, para não saltar naquele corpo em plenas oito e cinco da manhã – fazendo com que meu corpo, enfim, apaziguasse aquela sensação. Eu não sei se era o sorriso, que surgia alguns minutos depois, com as primeiras piadas, ou se eram os olhos negros, mas de alguma maneira ele me fascinava. Ainda que fingisse que eu não existia, mal dando ‘oi’ ou ‘tchau’ e, ocasionalmente, citando meu nome, ele conhecia bem aquele desejo reprimido. Que culpa eu tinha de ser tímida? Precisaria usar roupas de cores ridículas e me meter em saltos altos, falando sobre corpos masculinos, passeios e fofocas para chamar a atenção dele, como faziam as recalcadas do telemarketing? Sinceramente, eu tinha mais a oferecer do que aquelas mulheres, mas é claro que ele jamais descobriria se eu não tivesse a decência de demonstrar meu calor. Desse modo, meu tempo corria e minhas oportunidades escorriam pelos dedos.

74


CRÔNICA Os cabelos castanho escuros, os olhos negros, o sorriso sincero, a boca desenhada, a voz... estridente como um trovão. Eu o queria gritando comigo, falando coisas torpes em meu ouvido e enlouquecendo de prazer, mas o máximo que recebia era um sorriso amarelo ao invés de um “bom dia”. Cheguei à empresa no dia seguinte, e no outro e, mais uma vez, no próximo dia. Mas ele não me viu. Eu sempre fui a Mulher Invisível. Em um cinzento dia, a loira baixinha do telemarketng se aproximou do dono dos olhos negros e me fez sentir outro tipo de calor. O calor da inveja. Mais uma vez, nada fiz. Não me posicionei sobre o assunto. Não observei com nitidez. Não cumprimentei o casal na porta. Não por falta de educação, mas pelo hábito de passar e não ser percebida. Sorri gentil, quando, por algum motivo divino, se incomodaram com minha presença. Fiquei com as faces quentes quando ele me olhou, ou quando eu tive a impressão de sentir seus olhos queimando em minhas costas. Sentei em meu lugar e me preparei para ouvir os comentários dos colegas do escritório, sobre o novo casal. Fui eu mesma. Frágil, delicada e ausente. Será que eu errei? Sempre direi que foi ele quem perdeu, mas daí a ser verdade...

75


Saia e Salto Alto - 5ª Ediçao