Issuu on Google+

Edição 7 Abril de 2012

Zinco em fertilizantes O Ministério da Agricultura da China recomenda o uso de Zinco: grande sucesso para o Programa IZA-ZNI

Nessa edição: O Banco Mundial incluirá Zinco no Programa Agrícola no Haiti

2

O Ministério da Agricultura da China assina extensão de 02 anos para o Projeto de Divulgação do Zn

3

O Primeiro Ministro da Índia e sua luta pelo fim “do castigo da mánutrição” na Índia

4

USAID mostra o projeto de Uréia com Zinco em Bangladesh

6

ZNI dá as boas vindas aos novos membros

6

O Ministério da Agricultura da China (MOA) publicou recentemente o “Guia de Recomendação Científica para Maior Produtividade 2012” que, pela primeira vez na história, inclui o zinco como fertilizante. Desenvolvido pelo Comitê Especializado em Tecnologia de Análise de Solo e Recomendação de Fertilizantes, as recomendações específicas para a adubação com zinco fertilizante no solo e/ou aplicações foliares foram indicadas para os seguintes cultivos: arroz, canola, algodão, maçã, frutas cítricas e uvas. A presença do zinco na recomendação chinesa para uso de fertilizantes representa um grande sucesso para a IZA e a Iniciativa Nutriente Zinco (ZNI). Essas recomendações nacionais são distribuídas para mais de 400.000 trabalhadores vinculados ao Ministério da Agricultura nos âmbitos urbanos, rurais, de províncias, bairros e vilarejos, orientando os agricultores quanto ao manejo adequado de adubação para produção. Além disso, há um acordo entre o Ministério da Agricultura e Essa orientação cerca de 100 indústrias de fertilizantes para a representa um produção de adubos com fórmulas baseadas especificamente nessas recomendações. divisor de águas Dessa maneira, espera-se um impacto para o mercado significativo no mercado de fertilizantes com da adubação com zinco na China a partir de 2012, visto que essa recomendação é promovida e divulgada para zinco na China, os diferentes níveis do sistema de extensão agrícola, representando um divisor de águas cujo potencial para o mercado da adubação com zinco na estimado é de China, cujo mercado potencial estimado é de 300.000 ton/ano de 300.000 ton/ano de zinco em fertilizantes. (Veja a página 3 para maiores informações zinco fertilizante. sobre o projeto de divulgação do Zn).

1


A IZA começou a trabalhar com o Ministério da Agricultura Chinês em 2011, com a instalaçãoda assinatura de um acordo para promover o zinco fertilizante na China através de campos demonstrativos e de programas educativos. Seguindo o sucesso desse esforço inicial, o Ministério da Agricultura assinou, recentemente, uma extensão para o presente acordo com a IZA durante 2012-2013.. Com as recomendações para o zinco lançadas agora, o trabalho em andamento com o Ministério da Agricultura terá seu foco na promoção de sua implementação e expansão para outros produtos principais, como o trigo e o milho.

O Banco Mundial incluirá Zinco no Programa Agrícola no Haiti O Banco Mundial anunciou recentemente a inclusão do zinco em seu programa agrícola no Haiti. Seguindo uma apresentação feita pela IZA, o grupo LAC Nutrition do Banco Mundial foi “inspirado pela história do zinco” – sua capacidade de melhorar a produtividade e valor nutricional dos cultivos. O Banco Mundial mencionou a apresentação da IZA em seu boletim informativo de fevereiro. O objetivo do grupo LAC Nutrition do Banco Mundial é examinar as estruturas existentes na América Latina e no Caribe para definir quais as áreas mais deficientes e desenvolver parcerias que transformem tais áreas em prioridade. A suplementação com micronutrientes é uma das áreas de prioridade máxima no Haiti. O Haiti apresenta 56% de sua população em risco de deficiência de zinco, o maior percentual dentre os países da América Latina e Caribe. O déficit de estatura, um dos efeitos da deficiência de zinco, prevalece em 30% das crianças haitianas. A suplementação e fertilização com zinco reduzirão esses números consideravelmente. A equipe do LAC HD reconhece que melhorar o estado nutricional dos cultivos com fertilizante zinco é um investimento de alto retorno. O zinco é essencial, disponível e eficaz, sendo a ferramenta ideal para dois dentre os problemas mais críticos do Haiti: desnutrição e segurança alimentar.

O Banco Mundial foi “inspirado pela história do zinco” – a capacidade do zinco de melhorar a produtividade do cultivo e seu valor nutricional.

Desde 2010, o Banco Mundial ajuda ativamente o Haiti através do financiamento e operação de um número de programas, não apenas voltados para a nutrição, mas também para melhor educação, tecnologia e agricultura. Para maiores informações sobre o trabalho da IZA com o Banco Mundial e o Projeto Haiti, entre em contato com Andrew Green.

Para solidificar o estabelecimento da agricultura, o Ministério da Agricultura da China (MOA) lançou recentemente seu “Guia para Incentivar a Aplicação de Fertilizantes”, que recomenda maior uso do fertilizante com zinco em todas as regiões da China. O zinco foi o único micronutriente defendido em todas as seis áreas agrícolas chinesas. As diferentes composições de fertilizantes tinham orientações sobre o aumento ou diminuição de uso, enquanto o fertilizante com zinco foi o único recomendado consistentemente para ter seu uso ampliado em todas as regiões.

2


O Ministério da Agricultura da China assina extensão de 2 anos para o Projeto de Divulgação do Zn Como resultado de uma pesquisa extremamente bemsucedida sobre o zinco fertilizante e uma força-tarefa que começou em 2011, a IZA, o NATESC (Centro de Serviços e Extensão de Tecnologia Agrícola Nacional da China) e o Ministério da Agricultura assinaram um acordo para prorrogar o projeto por dois anos. O objetivo é melhorar a produtividade do cultivo, a saúde humana e a renda de agricultores na China, utilizando os fertilizantes com zinco. O primeiro ano do projeto demonstrou melhorias Workshop IZA-MOA em Xiamen, significativas na produtividade do cultivo e retorno 7 de março de 2012 financeiro para o agricultor; o objetivo da prorrogação é ampliar essa tarefa, expandindo os testes com as plantas, campos de demonstração, treinamentos e transferência de tecnologia. Durante a cerimônia de assinatura do acordo, Dr. Li Tieshen, Vice Diretor Geral, disse “O NATESC está muito satisfeito em trabalhar cooperativamente com a IZA na promoção do uso de fertilizantes com zinco na China, muito importante para corrigir a deficiência de zinco na produção dos cultivos chineses, e melhorar a tecnologia de aplicação e eficiência do fertilizante.” A cerimônia de assinatura deu prosseguimento a um workshop nacional bem sucedido, durante o qual foram anunciados os mais recentes desenvolvimentos de fertilizantes com zinco. Mais de 150 pesquisadores da área agrícola, profissionais de extensão e líderes de companhias de fertilizantes compareceram ao workshop, que aconteceu em 07 de Março em Xiamen. Para maiores informações sobre o trabalho da IZA com o Ministério da Agricultura Chinês (MOA), entre em contato com Ming Fan, Diretor da ZNI na China.

O programa “Zinc Saves Kids” – Zinco Salva Crianças – recebe donativos de Xinhefeng Pequim A “Beijing Xinhefeng Agricultural Products” – Produtos Agrícolas de Xinhefeng Pequim – doou a quantia de 8.000 dólares para o programa “Zinc Saves Kids” – Zinco Salva Crianças – da IZA, durante uma cerimônia de doação em Pequim. Wang Shi Cheng, Presidente da Xinhefeng disse que sua empresa está comprometida com o incentivo do uso de fertilizantes com zinco na China, para produtos vegetais ricos em zinco, e melhorando assim a nutrição e a saúde da população chinesa, principalmente aquela localizada em áreas rurais. Dr. Andrew Green, Diretor da Iniciativa Nutriente Zinco da IZA, apontou que a Xinhefeng foi a primeira indústria da China a se juntar à IZA como um membro associado pela ZNI, e agora a “Xinhefeng também é a primeira empresa da China a participar ativamente do programa “Zinc Saves Kids” – Zinco Salva Crianças. Segundo ele, o compromisso da

Cerimônia de Doação em Xinhefeng, 9 de março de 2012

3


Xinhefeng para combater a deficiência de zinco tem um longo caminho a percorrer através “do benefício de segurança alimentar e saúde humana na China”. A Xinhefeng é o maior produtor e vendedor de fertilizantes micronutrientes na China e é membro associado desde 2010.

Conferência estratégica esclarece o problema da deficiência de zinco no solo no estado de Jharkhand

Secretário da Agricultura Arun Kumar Singh, IAS, discursando em Jharkhand

Uma conferência realizada no estado de Jharkhand foi “um passo a frente para sugerir estratégias que ajudassem os agricultores”, disse Dr. Soumitra Das, Diretor da ZNI da Índia. Organizado em conjunto pela IZA e FAI, o simpósio reuniu representantes do governo estadual, membros da academia e da indústria de fertilizantes, com o objetivo de discutir a deficiência de zinco do solo, dos cultivos e das pessoas no estado de Jharkhand. Esse foi o primeiro encontro sobre o assunto da região.

O Simpósio teve 140 participantes, representando os Departamentos de Agricultura, Saúde e Renda Familiar, o Governo Estadual, a Universidade Estadual de Agronomia, a UNICEF, ICAR & KVKs, Indústria de Fertilizantes e ONGs. O propósito de todos era o mesmo: ajudar os agricultores, chamando atenção para a necessidade de fertilizantes com zinco para aumentar a produtividade e a qualidade das safras.

O trabalho da IZA bem-vindo no Oriente Médio A participação da IZA em um fórum sobre adubação no Egito abriu possibilidades para a colaboração futura com a indústria de fertilizantes com zinco no Oriente Médio. Um artigo apresentado pelo Dr. Soumitra Das, Diretor da ZNI da Índia, foi bem recebido pelo público, que aprecia as conquistas da ZNI. A Associação de Fertilizantes Árabe (AFA) convidou a IZA para participar de seu fórum anual de 07 a 09 de Fevereiro em Sharm El-Sheikh, Egito. Cerca de 500 representantes, provenientes de 166 organizações de 36 países, participaram da conferência.

Dr. Soumitra Das se apresentando no Fórum Anual da AFA, 8 de fevereiro de 2012

O Primeiro Ministro da Índia e sua luta pelo fim “do castigo da má-nutrição” na Índia Dr. Manmohan Singh, o Primeiro Ministro da Índia, realizou uma reunião com cerca de 200 participantes em 20 de Fevereiro. Ele falou sobre sua preocupação com os desafios da má-nutrição que assola o país, dizendo:

4


“Conforme crescemos, temos de ter em mente não apenas a demanda por comida, mas a mudança da composição dessa demanda. Estima-se que seriam necessários 50 milhões de toneladas extras, aproximadamente, de grãos nos próximos 10 anos para atender à demanda doméstica. A produção crescente de grãos é certamente uma etapa importante da segurança alimentar e nossos esforços para acabar com o castigo da má-nutrição em nosso país.” Dr. Singh também enfatizou a importância de parcerias públicas e privadas, fortalecendo o sistema de extensão e aumentando o investimento em pesquisas e desenvolvimento agrícola na Índia.

Reportagem sobre discurso do Primeiro Ministro no IARI, Nova Déli

O programa de TV com maior índice de audiência, apresentado pelo Instituto de Pesquisa Agrícola Indiano - Indian Agricultural Research Institute (IARI), foi visto pelo “Pai da Revolução Indiana Verde”, Dr. M.S. Swaminathan, assim como pelos representantes da DARE, ICAR, e do Ministério da Agricultura.

ZNI ajuda a desenvolver o “Plano Nacional de Cinco Anos” para micronutrientes na Índia O objetivo principal do workshop realizado em Kolkata, Índia, foi formular o plano estratégico nacional para ampliar os estudos de micronutrientes e sua aplicação nos próximos cinco anos. ICAR, o governo da Índia, convidou a IZA para apresentar as atividades da ZNI – Iniciativa Nutriente Zinco e para ajudar a desenvolver um plano para três prioridades de sua pesquisa: 1) Estudo contínuo dos micronutrientes, incluindo zinco, em solo, plantas, animais e humanos; 2) Estudo dos micronutrientes, incluindo zinco, na aplicação no solo versus a aplicação foliar; 3) Teste de novos produtos de adubação com fertilizantes micronutrientes, incluindo fertilizantes com zinco. Para maiores informações sobre a participação da ZNI nesse workshop, entre em contato com o Dr. Soumitra Das, Diretor da ZNI na Índia.

IFFCO inaugura a maior Unidade Produtora com Sulfato de Zinco na Índia A nova unidade produtiva de sulfato de zinco monohidratado no complexo da IFFCO em Kandla, no estado de Gujarat, considerada a maior da Índia, tem capacidade de produzir 100 toneladas por dia, ou 30.000 toneladas por ano. Dr. U.S. Awasthi, Diretor Administrativo da IFFCO em 01 de Março, inaugurou a fábrica. Inauguração da nova unidade produtora de sulfato

Através de sua cadeia de marketing de zinco no porto de Kandla, no Oeste da Índia, 1º de março de 2012 nacional, a IFFCO fornecerá fertilizantes com zinco aos agricultores, em porções de 5 kg. Esse é um avanço na discussão da crescente deficiência de zinco no solo e nas safras da Índia, que impactam negativamente na produtividade dos cultivos e na saúde humana. Além de garantir a segurança alimentar, isso também garantiria a segurança nutricional

5


das pessoas. A IFFCO é Membro Associado da ZNI e um dos líderes na produção de fertilizantes da Índia.

Pesquisa da IFDC sobre Uréia com Zinco faz sucesso em Bangladesh Os testes em laboratório e com plantas utilizando Uréia com núcleo de Zn provaram ser bem sucedidos em Bangladesh, e podem melhorar muito a qualidade de vida das pessoas, principalmente daquelas em comunidades agrícolas pobres. Em 2011, o Centro Internacional de Desenvolvimento de Fertilizantes “Com a tecnologia do International Fertilizer Development núcleo de zinco, e es- Center (IFDC), com apoio da IZA, estendeu seus estudos para a pecialmente com a bio- biofortificação agronômica a fim fortificação com zinco, de usar a tecnologia “nuclear” uma forma relativamente temos a oportunidade como eficaz e barata de suprir o solo com de fazer a diferença na micronutrientes, especialmente o Como os grãos são base da vida de 158 milhões de zinco. dieta da maioria da população de cidadãos de BanglaBangladesh, o IFDC implementou a de zinco nas culturas desh no futuro próximo.” biofortificação de grãos e de alguns vegetais.

Siga a ZNI no Twitter! Participe da discussão internacional contínua sobre as novas descobertas em fertilizantes com zinco, nutrição com zinco e o progresso da ZNI ao redor do mundo.

A uréia é o fertilizante de nitrogênio de granulação de leito-fluidizado mais usado. Com a substituição do núcleo de uréia pelo zinco, as comunidades terão acesso ao fertilizante rico em zinco sem precisarem alterar seus métodos, o que era uma barreira à adoção de fertilizantes de zinco no passado. A produção de uréia com núcleo de zinco demonstra o aumento do conteúdo do nutriente sem declínio na produtividade, que beneficia ambos os agricultores e as comunidades agrícolas. Populações que sofrem o maior risco da Conforme divulgado pela deficiência de zinco USAID em Março, sobre o estudo de caso, “Com a • Na Ásia, Bangladesh tem o maior percentual populacional em risco de tecnologia do núcleo de deficiência de zinco: 50%. zinco, e especialmente com a biofortificação com zinco, • Haiti possui o maior percentual na América Latina: 56% temos a oportunidade de • Moçambique tem o maior percentual mundial: 61% fazer a diferença na vida de (Fonte: IZiNCG) 158 milhões de cidadãos de Bangladesh em um futuro próximo.”

Dados:

ZNI dá as boas vindas aos novos membros Bayer CropScience é um dos líderes de inovação no mundo, em ciência e pesquisa nas três áreas principais: proteção de cultivos, ciência ambiental e biotecnologia. A empresa tem cerca de 20.700 colaboradores ao redor do mundo. Seus produtos são formulados para aumentar o valor e a produtividade agrícola, o que se encaixa perfeitamente aos objetivos gerais da ZNI.

6


“Bayer CropScience está muito satisfeita em unir-se à IZA e poder contribuir com a ZNI – Iniciativa Nutriente Zinco. Estamos muito envolvidos com a segurança alimentar como parte de nossa estratégia global para ajudar a melhorar a qualidade de culturas básicas. Aumentando o uso de zinco na agricultura, estamos atingindo as deficiências minerais e o que é conhecido como “fome oculta”, assim cooperando com a IZA em termos estratégicos”, afirma o Dr. Lino Dias, Gerente de Produção Global.

Agrichem do Brasil S.A. começou na Austrália, mas agora

é uma empresa brasileira que trabalha com agricultores na América do Sul. Os produtos da Agrichem são elaborados para fortalecer os cultivos com fertilizantes líquidos e suspensões concentradas, com interesse particular em culturas de cereais e nos nutrientes de zinco. De acordo com o representante da Agrichem, “é unânime que nos juntamos à ZNI pois esse grupo presta serviços relevantes à sociedade, especialmente às crianças...”

A Asociación Nacional de Comercializadores de Fertilizantes, A.C. (Anacofer) é uma sociedade composta

por 13 empresas que atendem o mercado de fertilizantes mexicano; essas empresas produzem, importam, comercializam e distribuem fertilizantes orgânicos e inorgânicos, bem como matérias-primas.

Publicações Vários artigos e publicações foram feitos no primeiro bimestre de 2012, demonstrando os desenvolvimentos da nutrição com zinco em humanos, plantas e solo - duas foram publicadas por membros de nosso grupo, da Iniciativa Micronutriente e IFA. • Relatório Anual da Iniciativa Micronutriente 2010-2011. Web. Janeiro de 2012. Para acessar, clique aqui. • “Superpoder? 230 milhões de indianos passam fome todos os dias.” The Times of India. Impresso. 15 Jan 2012. Para acessar, clique aqui. • IFA Fertilizer and Agriculture Newsletter. Impresso e Web. Janeiro de 2012. Para acessar, clique aqui. • “Alleviation of drought stress in winter wheat by late foliar application of zinc, boron, and manganese.” Md. Rezaul Karim, et al. J. Plant Nutr. Soil Sci. 2012. Para acessar, clique aqui.

A ZNI está de cara nova A ZNI agora tem nova logomarca e novo visual. A logo foi feita para ilustrar a relação entre a deficiência de zinco no solo, plantas e humanos. As plantas representam as três principais culturas nas quais a ZNI está trabalhando: arroz, milho e trigo. O menino e a menina representam as centenas de milhares de crianças cujas vidas serão salvas pelo aumento do zinco em suas dietas. Zinco em Fertilizantes é um informativo publicado pela Associação Internacional do Zinco (IZA). uma organização sem fins lucrativos com sede em Bruxelas, Bélgica. A IZA inaugurou a Iniciativa Nutriente Zinco (ZNI) em resposta ao problema crítico causado pela deficiência de zinco nos solos, cultivos e pessoas.Para maiores informações, favor visitar http://www.zinc.org/info/zni_brazil. Diretor, ZNI-Brasil: João Moraes. ©2012 International Zinc Association.

7


Zinco em fertilizantes