Page 1

roraimaemtempo.com.br BOA VISTA, SEGUNDAFEIRA, 12 DE FEVEREIRO DE 2018

ANO 3 • Nº 857

MORADORES DE SÃO PAULO GERAM EMPREGO E RENDA COM AS HORTAS URBANAS.

RATOS INVADEM RUAS E PARQUES DE PARIS E A PREFEITURA TENTA CONTER A PRAGA.

Economia A10

Mundo A13

A NOTÍCIA QUE INTERESSA

R$

2,00

Temer se reúne hoje com os políticos de Roraima para tratar da imigração DEPOIS QUE OS MINISTROS VIERAM VER A SITUAÇÃO, O PRESIDENTE SE CONVENCEU DAS DIFICULDADES CAUSADAS PELA INVASÃO DE VENEZUELANOS AO ESTADO E RESOLVEU DISCUTIR SAÍDAS PESSOALMENTE COM OS POLÍTICOS LOCAIS. ÚLTIMAS NOTÍCIAS A2 Andrezza Mariot

UMA MULTIDÃO SE AGLOMERA DIARIAMENTE NA PORTA DA POLÍCIA FEDERAL EM BUSCA DE REGULARIZAÇÃO, ENQUANTO OUTROS OCUPAM OS SEMÁFOROS EM BUSCA DE TRABALHO

CARNAVAL 2018

Folia aquece economia local e dá renda extra a donos de barracas e ambulantes Blocos, fantasias e geração de renda. O carnaval de Boa Vista garante diversão para os foliões e um faturamento extra para quem quer reforçar

o orçamento familiar. A Praça Fábio Marques Paracat conta com uma praça de alimentação com 13 barracas. Outros 90 ambulantes circulam pelo local co-

mercializando diversos produtos. Quem trabalha com o lazer infantil também está sorrindo nesse período, são 20 espaços com brinquedos. LOCAL A16 Andrezza Mariot

CRIANÇA QUEIMADA

DE DUAS MARCAS

Procon alerta sobre a venda de filé de peixe congelado LOCAL A7

Polícia prende guianense que incendiou casa de venezulanos LOCAL A15

1 MIL KM DE EXTENSÃO

Governo pretende fazer concessões de rodovias para a iniciativa privada Sem dinheiro para investimentos, o governo vai oferecer para a iniciativa privada trechos de rodovias com a obrigação apenas

de fazer a manutenção e a restauração. Ou seja, as empresas ficariam responsáveis por operações simples de tapa-buracos, cortes de ve-

getação e sinalização de rodovias, sem precisar investir quantias bilionárias em duplicações e obras de grande porte. NACIONAL A8 DIVULGAÇÃO

CONTRA FAKE NEWS

SOBRE A PONTE

TSE pretende contar com a imprensa nestas eleições

Jovem é morto a facadas em Bonfim ao voltar de Lethem POLÍCIA A15

NACIONAL A8

CLASSIFICADOS HOJE Emprego

Imóveis

ANÚNCIOS

Veículos

CLASSIFICADOS:

95 3623-3038 / 99137-0070

FALE COM A GENTE: 95 3624-6958

Anúncios, Assinaturas e Assinantes, Atendimento ao leitor.

TEMPO EM RORAIMA

35º 25º

Chuva: 0% Umidade: 78% a 45% Vento: 15km/h Sol: 07:16h / 19:17h

FONTE: CLIMATEMPO


A2

Últimas Notícias

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

“SITUAÇÃO DRAMÁTICA”

Temer vem hoje a Roraima para tratar sobre imigração venezuelana no estado Michel Temer decidiu vir pessoalmente a Boa Vista, para ver a situação ‘in loco’ e verificar que medidas poderão ser tomadas Fabio Calilo

da semana passada, é de descentralização de venezuelanos, que serão transferidos, inicialmente para São Paulo, Paraná, Amazonas e Mato Grosso do Sul. Esta operação deverá começar a partir de meados de março, quando o governo federal pretende começar a distribuir a primeira leva de mil venezuelanos que chegaram a Roraima. Um censo também será realizado para que se tenha ideia do numero exato de venezuelanos que entraram e estão entrando no País já que os números são conflitantes, mas giram entre 30 mil e 40 mil. Por dia, passam pela fronteira do Brasil cerca de 700 venezuelanos em busca de melhores condições de vida, depois que o país governador por Nicolás Maduro se aprofundou em grave crise econômica, política e social. Os primeiros dados apontam que 70% desses venezuelanos tem nível médio de escolaridade e 30% têm nível superior e que deixaram seu país em busca de oportunidade por falta de comida, emprego, medicamentos. Nesta sexta-feira (9), o presidente Michel Temer, em entrevista à Rádio Guaíba, disse que “estamos em um embate diplomático com a Venezuela” e que a ações de seu governo não “diplomáticas” e “contestadoras” em relação ao que acontece no país vizinho. Temer comentou, ainda, que seu governo “discorda da forma como as coisas caminham lá (na Venezuela), que geram os refugiados” e lembrou que já editou decreto concedendo identidade provisória para estas pessoas que estão entrando no Brasil, como forma de identificá-las. Com informações da Agência Estado.

Michel Temer: “Não dá para esperar o Carnaval terminar para agir. A situação é dramática. Precisamos entrar com uma forte ação federal para ajudar o Estado e os municípios de Roraima”

Refugiados Venezuelanos acampados na Praça Simón Bolívar, em fila para receber comida

BRASÍLIA, DF - O agravamento da situação em Roraima com o aumento da entrada de venezuelanos no Brasil, e consequente piora da crise no país, principalmente, depois da decisão da última semana da Colômbia, de fechar a fronteira com a Venezuela para impedir a entrada dos vizinhos, o presidente Michel Temer decidiu ir pessoalmente vir a Boa Vista, para ver a situação in loco e verificar que medidas poderão ser tomadas para ajudar na

solução dos problemas criados por esta imigração em massa. Na manhã de hoje, Temer vai se reunir com as lideranças políticas do estado. “Não dá para esperar o Carnaval terminar para agir. A situação é dramática. Precisamos entrar com uma forte ação federal para ajudar o Estado e os municípios de Roraima”, disse o presidente ao Broadcast/Estado o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institu-

cional (GSI), general Sérgio Etchegoyen, esteve na quinta-feira da semana passada em Boa Vista, ao lado dos ministros da Defesa, Raul Jungmann, e da Justiça, Torquato Jardim, verificando os problemas. “O quadro lá é muito sério”, prosseguiu o ministro Etchgoyen, ao informar que a ideia do governo federal é ampliar “ainda mais fortemente” o aparato de apoio ao Estado, com mais ações de saúde, como levar mais su-

primento para a população, por exemplo, além do reforço das fronteiras com soldados e Polícias Federal e Rodoviária Federal, para ajudar no ordenamento da entrada dos venezuelanos, já que o estado, sozinho, não tem condições de receber tantos imigrantes, atendê-los e abrigá-los. Segundo Etchegoyen “aliada à situação econômica já deteriorada, isso se agravou com a iniciativa da Colômbia de adotar medidas mais rígidas

de entrada pela fronteira com a Venezuela”, o que acabou aumentando, ainda mais o fluxo de venezuelanos para o Brasil. “Fechar fronteira não é política do Brasil”, observou o ministro, acrescentando que a solução é agir para dar apoio federal para aliviar a fronteira e resolver a questão humanitária. O presidente Temer, que estava ontem no Rio de Janeiro com a família passando o feriado de carnaval, vai sair de lá direto para Boa Vista, hoje, por volta das 11 horas. Temer deve retornar ao Rio depois da visita, para permanecer com a família na Restinga da Marambaia. Além do GSI, da Defesa e da Justiça, representantes da Saúde, das Relações Exteriores, do Desenvolvimento Social, entre outros órgãos participarão da visita. “Sabemos que o sucesso do apoio vai levar a mais êxodo de venezuelanos para o Brasil. Por isso, precisamos encontrar uma forma criativa que evite isso, mas que nos permita ajudar os venezuelanos que já estão aqui”, comentou. Uma das medidas a serem adotadas rapidamente, segundo informou o ministro Jungmann, ao fim da visita

Vereadores participam de assinatura de ordem que dá início às obras Vereadores de Boa Vista participaram na semana passada da assinatura da ordem de serviço para o início das obras do Parque do Rio Branco. O evento foi uma iniciativa da prefeita Teresa Surita (MDB), e contou com a presença do o senador Romero Jucá (MDB) e secretários municipais, entre eles o adjunto de Obras e Urbanismo, Antonio Guga Carvalho. Entre os parlamentares presentes na solenidade, estava o presidente da Câmara, Mauricélio Fernandes (MDB), o primeiro-secretário Rômulo Amorim (PTC), o líder da Prefeitura na Casa, Zélio Mota (PSD), além de Mirian Reis (PHS), Nilvan Santos (PSC), Renato Queiroz (PSB) e Vavá do Thianguá (PSD). A obra prevê a revitalização da área de interesse social Caetano Filho, o “Beiral”, que se transformará no Parque do Rio Branco. Com o fim das obras, o local se tornará um novo ponto turístico da capital. Teresa Surita destacou a importância da Câmara de Boa Vista na realização das obras, uma vez que o Poder Legislativo aprovou, em 2017, um Projeto de Lei que autorizou o Executivo a desapro-

priar as casas da localidade e indenizar as famílias - até o momento, já são R$ 21,8 milhões em indenizações pagas com recursos próprios da Prefeitura de Boa Vista. “É uma parceria para que Boa Vista fique uma cidade melhor a cada dia. Eu recebo os vereadores para que discutam projetos, programas. É uma relação de uma instituição para a outra, a qual eu me orgulho muito”, disse a prefeita. Mauricélio Fernandes, por sua vez, parabenizou à Prefeitura e Jucá, que obteve os recursos necessários para executar as obras. “A Câmara Municipal está aqui representada para prestar apoio e dizer que estamos juntos sim, em todas as ações do Executivo. Todos os vereadores já demonstraram o seu compromisso com Boa Vista”, declarou. Para Zélio Mota, a obra é o início de um “sonho do povo boavistense”, que fortalecerá o turismo na cidade, gerando renda para os munícipes. “Esta estrutura, sem sombra de dúvida, vai trazer uma melhoria na qualidade do desenvolvimento social da nossa

cidade”, ressaltou o vereador. O PARQUE DO RIO BRANCO As obras irão contemplar a elevação da Avenida Sebastião Diniz, canalização do córrego Caxangá, macrodrenagem, ajuste do nível da área para prevenção de enchentes, e a instalação de equipamentos que promovam a atração

do público e o turismo no local, como marina flutuante, cortinas d’água e calçadão. Com a assinatura da ordem de serviço, a primeira etapa das obras foi iniciada e deve terminar em até 18 meses, contemplando: a canalização do Caxangá, da Avenida Ville Roy até a Foz do Rio Branco; a elevação da Sebastião Diniz;

e o ajuste no nível da área de prevenção de enchentes. Só para esta fase, o investimento é de R$ 46 milhões, fruto de convênio com o Ministério da Integração Nacional, com o apoio do senador Romero Jucá. Nesta quinta, o senador revelou que conseguiu R$ 35 milhões para a execução da segunda etapa da obra, que

será a reurbanização da área com transformação do espaço em um parque público. A fase será executada depois da conclusão da primeira. Pensado em receber a cheia do rio sem prejuízo à estrutura, o parque foi elaborado pelo arquiteto Claudio Nina, o mesmo que projetou a Ponta Negra, em Manaus (AM). Patrício Bispo/Secom CMBV

Tratatores trabalhando no local; com o fim das obras, o Beiral se tornará um novo ponto turístico da capital


Opinião A3

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Roraima Alerta TEMER EM BOA VISTA O presidente Michel Temer chega na manhã de hoje para apontar saídas para a crise que se instalou no estado em razão da invasão indiscriminada de venezeualnos. O principal encontro será com as lideranças políticas locais. Isso, porque a principal mandatária, a governadora Suely Campos, não reúne condições morais para fazer frente a tão quandes questionamentos, haja vista sua baixíssima credibilidade junto à população. VAIA HOMÉRICA A prova da falta de popularidade de Suely Campos pôde ser confirmada, mais uma vez, na quinta-feira (8), durante o encontro realizado no Centro de Tradições Gaúchas (CTG), para o lançamento da candidatura ao Senado do deputado Mecias de Jesus. Ao ser anunciada no evento, a governadora não conseguiu

falar. Quando começou, foi abafada por centenas de vozes que se uniram numa uníssona e estrondosa vaia. CASO PENSADO Parece maldade de Mecias de Jesus, que sabia da condição de ‘persona non grata’ da governadora diante da sociedade roraimense, e mesmo assim levou-a para passar por tamanho vexame. Há quem não duvide de que essa tenha sido mesmo a intenção do deputado perrebista, já que muitos acreditam que ele, Mecias, vê na derrocada geral da governadora um grande benefício para sua candidatura ao Senado. Há quem diga até que ele está articulando a saída de Suely do governo. MAIS UMA ENCRENCA Como se não bastasse a quantidade de encrencas que Suely Campos vem amargando,

principalmente com a falta de concluíram o ano letivo de 2017. recursos nos cofres do estado, os Outro motivo para a manifestaindígenas da Terra São Marcos ção é a merenda escolar, que arrumam mais uma para não esstá sendo garanela. Prometem para tida pelo governo do hoje, segunda-feiestado, assim como Parece maldade de Mera de carnaval, o materiais didáticias de Jesus, que sabia da fechamento da cos de apoio aos condição de ‘persona non graBR-174, na altura estudantes e prota’ da governadora diante da da Comunidade fessores. Boca da Mata, sociedade roraimense, e mesmo assim levou-a para passar por Terra Indígena DE NOVO tamanho vexame. São Marcos. NinO presidente guém vai passar nacional do Partinem indo nem vindo do Popular Socialista de Pacaraima (PPS), deputado Roberto Freire, disse que irá voltar FALTA TUDO a negociar, após o Carnaval, com Os ‘parentes’ se queixam Luciano Huck sobre uma possível que desde o dia 22 de janeiro a candidatura do apresentador à empresa que transportava cerca eleição presidencial pelo partido, de 68 alunos de várias comuniinformou o jornal O Globo. Para dades adjacentes e da sede de Freire, as condições oferecidas Pacaraima suspendeu o transporpelo PPS são melhores do que te escolar por conta do atraso no Huck encontraria no PSDB, onde pagamento. Isso tem prejudicado o governador paulista é pré-canos alunos, já que muitos sequer didato à eleição presidencial.

O NOVO? Luciano Huck comprou um jatinho particular de R$ 17,7 milhões com dinheiro de empréstimo do BNDES. A aeronave, adquirida em 2013, tem como beneficiária a Brisair Serviços Técnicos e Aeronáuticos Ltda., da qual Luciano e Angélica Huck são sócios, e o Itaú como instituição financeira intermediária. Pode não ser nada, mas dá para levantar suspeitas se realmente o país está diante do “novo”. “GRANDE REPERCUSSÃO” O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, divulgou neste domingo (11) um vídeo em que diz que o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, “tem o dever de observar inquéritos de grande repercussão” para que investigações não sejam utilizadas como “instrumento de guerra política”. Segovia teria dito que uma investigação contra o presidente Temer seria arquivada.

Editorial

Reformar a Previdência ou pagar o pato O Brasil está superando o momento mais crítico da crise econômica - sobretudo fiscal - gerada nos 13 anos de governos petistas. E, a partir daí, se espera a proposição de soluções a fim de reequilibrar as contas públicas, tornar o Estado novamente administrável e pavimentar caminho para um crescimento econômico sustentável. Política fiscal austera, geradora de

superávits, e monetária pouco tolerante à inflação são os pilares de certo consenso macroeconômico existente, dos quais resultam a atração de investimentos e, portanto, a criação de empregos. A Emenda Constitucional do Teto de Gastos constitui uma das mencionadas soluções que se esperava, haja vista constituir mecanismo de

congelamento dos gastos públicos. Os quais passam a ser apenas reajustados anualmente pela inflação de forma que, aliado a receitas crescentes, gerem os tão distantes superávits. Agora, a Câmara decide o que fazer com a reforma da Previdência. Caso não aprovada, cada vez mais gastos prioritários, como os com saúde e educação, serão cortados

para se cobrir o rombo previdenciário e cumprir a regra do Teto. Esta é a mais pura e simples realidade, tal qual mostram os fatos: o buraco na Previdência da União em 2017 foi de R$ 268,798 bilhões ao passo que, no mesmo ano, por conta disso, o governo federal teve que reduzir os gastos com saúde e educação em 3,1%. Votar contra a

reforma significa se opor à restauração da capacidade do Estado brasileiro de planejar e executar políticas públicas e evitar que os aposentados, do presente e do futuro, paguem o pato por essa insensatez. Eles não podem ficar à mercê do interesse corporativista, pois a reforma é, em última análise, a mais lidima expressão do interesse público.

Questão de Opinião

A Charge

Porque sim não é resposta ELIZA LIMA*

ACERTOU

ERROU DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

O presidente Temer, que não se conformou com o relatório que seus assessores lhe prestaram ao retornar de Boa Vista, na última quinta-feira. Ele decidiu vir pessoalmente ver o estrago que a imigração venezuelana está promovendo no estado. Temer desembarca em Boa Vista na manhã de hoje para um encontro com políticos locais.

A governadora Suely Campos, que deixou alunos sem merenda e transporte escolar e professores sem materiais de expediente e de apoio nas comunidades localizadas no interior da Terra Indígena São Marcos. A comunidade Boca da Mata prometeu para hoje uma manifestação com o fechamento da BR-174 nos dois sentidos.

Todo jovem ou adulto que viveu na década de 1990 deve se lembrar do programa da TV Cultura chamado Castelo Rá-Tim-Bum. Na atração, Nino, morador do Castelo, faz amizade com Pedro, Biba e Zequinha, três crianças que moravam no entorno da mágica construção. Os episódios mostravam as aventuras do quarteto com diversas criaturas falantes. Muitas vezes, o que acontecia na fantasia era motivado por uma expressão: “por que”? Zequinha, que sempre questionava tudo, vez ou outra escutava como resposta aos seus questionamentos um sonoro “porque sim, Zequinha!”. Após o grito surgia o Telekid, personagem que fazia uma rápida pesquisa num aparelho digital fictício e tirava todas as dúvidas do garoto. Na época que o programa foi produzido não existiam smartphones, e os computadores não eram tão acessíveis. Para os mais jovens pode ser difícil imaginar a vida sem uma telinha disponível para pesquisar tudo. Com a criação de mecanismos de busca cada vez mais eficazes, pode parecer que a dúvida foi deixada de lado. Mas e a curiosidade, ainda existe? É ingenuidade pensar que as coisas sempre foram do jeito como as conhecemos. Tudo é um ciclo formado por três etapas: a curiosidade e a dúvida, que andam lado a lado, e as per-

Desde o seu surgimento a

Filosofia sempre teve uma relação muito forte com a dúvida e as perguntas

que a acompanham. Ela nasceu da curiosidade, ou de porquês, como os do Zequinha. No tempo em que não havia escolas, era ela quem guiava todos pelo caminho do

conhecimento.

guntas, as quais devem ser feitas até encontrarmos a resposta certa. Nesse processo a dúvida e a pergunta, o porquê, são essenciais para alcançarmos o conhecimento. E o que pode nos ajudar em meio às perguntas? A Filosofia. Desde seu surgimento, a Filosofia sempre teve uma relação muito forte com a dúvida e as perguntas que a acompanham. Ela nasceu da curiosidade, ou de porquês, como os do Zequinha. No tempo em que não havia escolas, era ela quem guiava todos pelo caminho do conhecimento. Fenômenos da natureza, surgimento da vida vegetal, funcionamento do corpo dos animais, tudo isso já foi alvo dos porquês da Filosofia. Filósofos, como Heráclito, Aristóteles e Epicuro, foram incansáveis no

quesito fazer perguntas, e não à toa fizeram grandes descobertas para ciências como a Filosofia, Biologia, Botânica, Matemática, Astronomia, etc. O porquê promove conhecimento. E a Filosofia aparece para permitir que o conhecimento seja possível. Podemos compará-la a um molho de chaves, você precisa saber aonde quer ir para buscar a chave certa e abrir a porta. A Filosofia não ficou no passado, e também não está presa na escola como uma “matéria”, ela ainda é bem viva. A Filosofia nos cerca o tempo todo. Ao fazermos perguntas, os nossos porquês são a forma dela se apresentar, podemos percebê-la em tudo, como o Português que você usa para publicar seu status, ou a Matemática, usada na hora de uma compra, a Filosofia nos cerca toda vez que temos dúvidas, ela é feita no dia-a-dia. Então, quando você ouvir alguém dizer que não sabe para quê serve a Filosofia, lembre-se do Zequinha, de Heráclito, Aristóteles, Epicuro e de todos os porquês. * A autora é graduada e especialista em Filosofia. eliza. lima128@hotmail.com


A4

Local

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

RAIS 2017

Empregador deve declarar novas modalidades previstas na moderna legislação trabalhista Por conta da entrada em vigor da modernização trabalhista, foram incluídas novas modalidades de contratação Reprodução

A Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2017 está com novidades nesta edição. Por conta da entrada em vigor da modernização trabalhista, foram incluídas novas modalidades de contratação na declaração: Trabalho Parcial, Intermitente e Teletrabalho. No campo da modalidade do Trabalho Intermitente, por exemplo, a forma de paga-

sucursais, representações ou quaisquer outras formas de entidades vinculadas à pessoa jurídica domiciliada no exterior; autônomos ou profissionais liberais que tenham tido empregados no ano-base; órgãos e entidades da administração direta, autárquica e fundacional dos governos federal, estadual, do Distrito Federal e municipal. Também estão obrigados os conselhos profissionais, criados por lei, com atribuições de fiscalização do exercício profissional, e entidades paraestatais. Além destas, condomínios e sociedades civis; cartórios extrajudiciais e consórcios de empresas.

Inovação Para caracterizar a categoria Teletrabalho, deverá constar a informação de que a prestação de serviços deverá ser feita fora das dependências do empregador

mento informada deverá ser por horário. Neste caso, o preenchimento no campo “Horas Contratuais” permitirá apenas o valor igual a 1 (um), referente à hora trabalhada. Enquanto nos campos remunerações mensais deverão ser informados os valores pagos nas convocações. Já para caracterizar a categoria Teletrabalho, deverá cons-

Período para entrega do formulário vai até 23 de março; declaração deverá incluir as modalidades de trabalho parcial, intermitente e teletrabalho

tar a informação de que prestação de serviços deverá ser feita fora das dependências do empregador, com a utilização de tecnologias de informação e de comunicação que, por sua natureza, não se constituam como trabalho externo. Para o preenchimento do campo Trabalho por Tempo Parcial, as horas semanais não poderão ultrapassar 30 horas. Para todas essas modalidades, tratando-se de contratação, os trabalhadores que, ao longo do ano-base 2017, fizeram opção pela mudança no tipo de vínculo trabalhista (Trabalho por Tempo parcial, Teletrabalho e Trabalho Intermitente), desde 11 de novembro

de 2017, data de entrada em vigor da modernização trabalhista da CLT, o estabelecimento deverá indicar a opção “sim” na declaração da Rais. O empregador não poderá declarar o trabalhador aprendiz nas opções Trabalho por Tempo Parcial e Trabalho Intermitente. Outra alteração prevista na Rais 2017 diz respeito ao desligamento por acordo entre empregado e empregador, previsto no artigo 484-A da Lei 13.467/17, para o qual foi incluído o código 90. O ministro do Trabalho em exercício, Helton Yomura, lembra que a declaração da Rais é de extrema importância para a sociedade, empresas e trabalhadores.

“O trabalhador que não constar na Rais não conseguirá receber o Abono Salarial e o Seguro-Desemprego, além de ser prejudicado na contagem de tempo para a aposentadoria e outros direitos trabalhistas. O governo, por sua vez, tem à disposição, com a Rais, informações completas e com qualidade sobre a atividade econômica do país e da situação de nossos trabalhadores, fundamentais para subsidiar as estratégias de políticas públicas e de emprego”, salienta o ministro. PRAZO O empresário tem até o dia 23 de março para entregar a declaração da Rais. O preenchimento e envio do formulário é

obrigatório a todas as pessoas jurídicas com CNPJ ativo na Receita Federal em qualquer período do ano passado, com ou sem empregado, e a todos os estabelecimentos com Cadastro Específico do INSS (CEI) com funcionários. Os microempreendedores individuais (MEI) só precisarão fazer a declaração se tiverem empregado. Caso não tenham funcionário, a declaração é facultativa. QUEM DEVE DECLARAR Conforme a Portaria nº 31, publicada no Diário Oficial da União (DOU) em 17 de janeiro deste ano, devem declarar a Rais de 2017 os empregadores urbanos e rurais; filiais, agências,

COMO DECLARAR A declaração da Rais deverá ser feita somente via internet. Para fazer a declaração, é preciso utilizar o programa GDRAIS 2017, que está disponível aqui (http://www.trabalho. gov.br/rais/entrega-da-declaracao). Todas as orientações sobre como fazer a declaração estarão no Manual da Rais 2017, que também está disponível aqui (http://www.rais.gov.br/sitio/ rais_ftp/ManualRAIS2017.pdf). MULTA Quem não entregar a declaração da Rais dentro do prazo estabelecido ou fornecer informações incorretas pagará multa prevista na Lei 7.998/90. Os valores variam conforme o tempo de atraso e o número de funcionários e vão de R$ 425,64 a R$ 42.641,00.

Surto de febre amarela evidencia risco de epidemias de outras doenças no Brasil De acordo com o Ministério da Saúde brasileiro, no período de 1º de julho de 2017 e 30 de janeiro deste ano, foram registrados 213 casos de febre amarela, sendo que 81 pessoas foram a óbito. No mesmo período do ano passado (entre julho de 2016 e janeiro de 2017) foram 468 casos confirmados da doença e 147 mortes. Atualmente, já foram notificados 1.080 casos suspeitos, sendo que 432 foram descartados e 435 permanecem em investigação. Apesar de ser a febre amarela silvestre - o vírus está circulando apenas em ambientes de mata -, especialistas apontam que a reurbanização da doença é iminente e os riscos de contaminação em massa nas cidades são altos. “Temos mosquito que transmite o vírus da doença nas cidades, como o Aedes aegypti. Se não houver o controle desse vetor, o risco da febre amarela entrar nas cidades, diante do atual surto, é muito alto”, relata Bernardino Alves Souto, docente do Departamento de Medicina (DMed) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e líder do Grupo de Pesquisa Clínica e Epidemiológica Aplicada em Ciências da Saúde. De acordo com o docente, “a febre amarela apresenta surtos de vez em quando, principalmente em áreas de alta circulação viral, como matas e seu entorno. A doença atinge uma população mais suscetível e o surto acontece. Depois as pessoas ficam imunizadas e o quadro fica mais brando. No

entanto, a intensidade do surto atual está muita alta, provavelmente devido a um grande desequilíbrio ecológico que oportunizou a intensidade da circulação viral em volta das matas, de onde a doença está vindo”. Alves Souto afirma que esse é o pior surto de febre amarela já ocorrido no Brasil desde a década de 1930 e sua alta intensidade pode provocar a reurbanização da doença. “Se vier uma pessoa com febre amarela para São Carlos nos primeiros dias da doença, há risco dessa pessoa ser picada pelo Aedes aegypti e contaminar esse mosquito. Uma vez contaminado, o mosquito poderá transmitir o vírus da febre amarela a outras pessoas”, alerta o pesquisador. A vacinação contra a febre amarela é uma barreira importante, principalmente nesse momento de forte surto, “mas só com ela não vamos vencer essa guerra, ainda que possamos vencer uma primeira batalha. É preciso investir no combate eficaz do mosquito transmissor, o que também vai evitar outras doenças, como dengue, chikungunya e zika, que ameaçam novas epidemias no Brasil”, afirma Alves Souto. Pesquisa recente realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, comprovou o potencial de transmissão do vírus da febre amarela pelo Aedes aegypti e também apontou para a importância do combate aos criadouros do mosquito. “Por isso que combater os mosquitos

é primordial para evitarmos epidemias ainda mais desastrosas”, reforça o professor da UFSCar. COMBATE HISTÓRICO E INEFICAZ “O Brasil sempre combateu epidemias de dengue por meio de medidas de baixa eficiência; medidas focais de impacto paliativo e imediatista mediante um modelo de gestão pouco produtivo e nunca enfrentou as causas socioambientais, políticas e econômicas da doença. Sempre se negou a intervir sobre o modelo social e urbano de desenvolvimento responsáveis por agravos dessa natureza”, disse Alves Souza. “Nosso sistema de saneamento ambiental, de coleta, reciclagem e destinação do lixo, de planejamento urbano, entre outros, são extremamente atrasados e subservientes aos interesses especulativos em detrimento do interesse da vida e do bem-estar das pessoas. Nossa cultura é individualista, consumista, competitiva e o combate à dengue e a essas outras doenças exige o contrário.” “A educação e a formação de pessoas no Brasil também sempre foi negligenciada ao ponto de dificultar as pessoas de cuidarem adequadamente de si e do ambiente. Desde que reintroduzidas no Brasil na década de 1980, as epidemias de dengue, por exemplo, têm vindo cada vez mais mortais, mais próximas umas das outras e mais agressivas, como se estivéssemos lançados à própria sorte e não tivéssemos

nenhuma possibilidade de defesa”, relata Alves Souto, que também é representante da UFSCar no Comitê Municipal de Combate à Dengue de São Carlos, que reúne integrantes de 11 instituições diferentes do Município. De acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, em 2017 (dados contabilizados até o início de setembro), foram 219.040 casos de dengue notificados, sendo que a maior incidência dos casos estava nas regiões Nordeste e Centro-Oeste. Foram confirmados 88 óbitos causados pela doença no Brasil

e outras 222 mortes estão sob investigação para certificação da causa por dengue. Em São Carlos, dados da Vigilância Epidemiológica mostram que a cidade enfrentou, em 2015, uma epidemia de dengue, com 22.331 casos confirmados da doença, e no ano passado foram 1.172 casos notificados, com 45 positivos. Apesar do número de infectados ter caído, o risco de novas epidemias é iminente já que o cenário epidemiológico é favorável, com chuvas, calor, águas acumuladas, pessoas não imunizadas e muito Aedes aegypti circulando. “A dengue tem quatro

sorotipos de vírus. Na epidemia passada, muitas pessoas ficaram imunizadas pelo sorotipo que circulou daquela vez, em 2015. Caso circule um vírus diferente, poderemos ter uma epidemia tão grave ou pior. A chance de chikungunya e zika também é grande devido ao fato de praticamente não haver pessoas imunizadas contra essas doenças em São Carlos, ao mesmo tempo em que esses vírus já circulam pela cidade. Além disso, vivemos o alto risco da reurbanização da febre amarela, que é uma doença grave que pode levar à morte 40% ou mais dos doentes”, alerta Alves Souto. Reprodução

Pesquisador da UFSCar esclarece informações e alerta para o combate efetivo dos mosquitos transmissores da febre amarela e de outras doenças


Local

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

A5

‘FAKE NEWS’

TSE diz que conta com apoio da imprensa para combater notícias falsas nas eleições A afirmação foi feita pelo ministro Luiz Fux durante café da manhã com jornalistas durante a semana passada, em Brasília TSE

BRASÍLIA, DF – O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, afirmou na última quinta-feira (8) que contará com o apoio dos veículos de imprensa confiáveis para trabalhar no combate às fake news (notícias falsas) durante a campanha das Eleições 2018. “A imprensa brasileira será a nossa parceira, nossa fonte

Saídas à vista Ministério Público e Polícia Federal passarão a integrar o Conselho Consultivo montado no TSE para estudar soluções para o tema primária em uma das nossas maiores preocupações que é o combate às fake news”, disse ele ao informar que Ministério Público e Polícia Federal passarão a integrar o Conselho Consultivo montado no TSE para estudar soluções para o tema. O Conselho atuará den-

/hapvidasaude

tro do TSE com estudos de inteligência para se antecipar à disseminação de conteúdo indevido por meio de robôs, por exemplo. No entanto, o presidente reafirmou que a imprensa será a principal aliada para aferir a veracidade daquilo que está sendo noticiado. A convocação reitera o discurso do ministro Fux ao tomar posse na Presidência do TSE, quando afirmou que a Justiça Eleitoral não pretende tolher a liberdade de expressão e de informação legítima do eleitor, uma vez que “o papel do TSE, portanto, é o de neutralizar esses comportamentos anti-isonômicos e abusivos”. “Notícias falsas, fake news, derretem candidaturas legítimas. Uma campanha limpa se faz com a divulgação de virtudes de um candidato sobre o outro, e não com a difusão de atributos negativos pessoais que atingem irresponsavelmente uma candidatura”, disse ele na ocasião ao lembrar exemplos de eleições no exterior em que os candidatos preferem destruir a honra alheia através de notícias falsas por meio de redes sociais em vez de revelar as próprias aptidões e qualidades. O convite aos jornalistas

/hapvida.saude

Luiz Fux: “A imprensa brasileira será a nossa parceira, nossa fonte primária em uma das nossas maiores preocupações que é o combate às fake news”

foi uma iniciativa do ministro Fux para aproximar o tribunal dos responsáveis por informar os cidadãos com responsabi-

www.hapvida.com.br

*Verifique a disponibilidade da sua região.

Um dos maiores planos odontológicos do Brasil com o melhor custo/benefício para sua empresa.

Aqui você tem mais: • O melhor custo/benefício do mercado. • Uma das melhores avaliações da ANS. • Marcação de consultas com o dentista, site ou call center*. • Acompanhamento do tratamento pela internet. • Produtos flexíveis. Você pode adaptar o serviço de acordo com a real necessidade da sua equipe.

Ligue agora:

0800 284 9131

lidade e credibilidade. Com isso, o presidente abriu as portas para um trabalho conjunto nos próximos meses que

antecedem a eleição do dia 7 de outubro, que vai definir o novo presidente da República bem como os novos deputa-

dos federais, estaduais e distritais, além de senadores e governadores em todo o país. Fonte: TSE.


A6

Local

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

EM RORAIMA

Representante de grupo afirma que nem todos os venezuelanos ‘são criminosos’ Ángel Sandoval disse representar aproximadamente 20 mil venezuelanos que estão perambulando na capital Fábio Calilo

JOSUÉ FERREIRA

josue.ferreira@roraimaemtempo.com.br

Ángel Sandoval, que se diz representante de 20 mil venezuelanos em Boa Vista, procurou a reportagem do Roraima em Tempo para se pronunciar sobre as declarações de que os estrangeiros são criminosos. Ele afirmou que todos são trabalhadores e dedicados à

Mancha ‘Não concordamos com esse tipo de atitude. Tem que prender e não soltar esses malandros que não nos representam’ honestidade. O jovem espera que as autoridades tomem providência em relação àqueles que praticam crimes. “Nem todos são criminosos. Tem gente que trabalha duro o dia todo, que paga água, luz, gás, como qualquer outro brasileiro. Pedimos que as pessoas não digam ‘os ve-

Homens chegam a ganhar R$ 50 trabalhando durante todo o dia nos semáforos

nezuelanos’, mas sim um ‘grupo de venezuelanos’. Somos manchados por causa desses que cometem ilicitudes, roubam, assaltam, furtam. É preciso entender que não são todos”, declarou Sandoval. Ele disse representar pessoas que vivem na Praça Simón Bolívar, pelas extensões das avenidas Ataíde Teive, Venezuela, Mario Homem de Melo e outras vias públicas da cidade que detêm grande

Mais de 40 entidades publicam nota de repúdio contra xenofobia em Roraima DA REDAÇÃO jornalismo@roraimaemtempo.com.br

Ao todo, 48 entidades assinaram uma nota repudiando a xenofobia e a série de ataques cometidos contra imigrantes venezuelanos em Roraima nos últimos três dias e divulgada nessa sexta-feira (9) pela Conectas Direitos Humanos, organização não governamental que atua no Estado desde o ano de 2017. “Na madrugada do dia 8 de fevereiro, um incêndio intencional feriu três pessoas de uma mesma família venezuelana, incluindo uma criança de três anos. O crime se assemelha muito a outro praticado quatro dias antes na capital Boa Vista, onde a intensa migração somada à ausência de ações adequadas do Poder Público colocam em risco a segurança e a dignidade dessas pessoas que procuram no Brasil proteção e acolhida”, diz a nota. A Conectas informou que a resposta  dos entes públicos no Brasil à migração tem sido insuficiente e desarticulada, criando uma atmosfera de desinformação e temor em parte da população em Roraima. “A omissão do Estado tem fomentado reações negativas na sociedade local, muitas vezes propagando estereótipos, mitos e xenofobia. Os crimes de cunho xenofóbicos ocorridos nessa semana em Boa Vista demonstram de forma tragicamente vívida a nefasta consequência da falta de uma política migratória eficaz e coerente”, completou. Também foi cobrado que os governos federal, estadual e municipais devam “atuar de forma coordenada e assumindo suas responsabilidades frente às obrigações constitucionais de proteção da dignidade humana e de acolhida humanitária preconizada na Lei 13.445/2017”. “Medidas urgentes de acolhimento às famílias em situação de vulnerabilidade, integração local e interiorização não podem mais tardar. Preocupa as entidades e indivíduos que assinam essa nota que medidas de cunho sectário estejam ganhando preponderância no discurso e ações das autoridades. Os venezuelanos e venezuelanas buscaram no Brasil proteção e acolhida e as respostas a esse fluxo migratório devem ser pautadas pela promoção e proteção dos direitos humanos”, finalizou.

parte dos imigrantes. Ángel Sandoval comentou que repudia as práticas erradas dos cidadãos venezuelanos e pede que as autoridades tomem providências “mais drásticas”. “Não concordamos com esse tipo de atitude. Tem que prender e não soltar esses malandros que não nos representam. A polícia tem que ser mais dura com eles. Eu já fui vítima de uns venezuelanos. Caminhava na rua quando rou-

baram meu telefone. É preciso tirar essa imagem da gente. Por onde andamos, as pessoas ficam desconfiadas, nos olham feio, saem de perto da gente. Os venezuelanos são seres humanos”, ponderou. O líder do grupo explicou que é preciso ter controle mais rigoroso na fronteira entre os dois países, já que também estão entrando no Brasil criminosos de alta periculosidade. Ele relatou a história de

um detento que respondeu 12 anos por homicídio na Venezuela, mas conseguiu entrar com facilidade em Pacaraima. “Nesse caso, todos nós estamos em perigo. As autoridades brasileiras precisam pedir antecedentes criminais, analisar com mais cuidado quem entra, a que família pertence. Se não houver isso, todos vão cruzar a fronteira”, complementou. ENCONTRO

O representante complementou afirmando que o povo de Roraima é muito acolhedor, mas o comportamento do grupo de venezuelanos criminosos interferiu na hospitalidade. Ele falou que vem solicitando um encontro com a governadora Suely Campos (PP) para propor a construção de outro espaço que atenda os estrangeiros em condições de vulnerabilidade socioeconômica.

Cerca de 50 pessoas protestam contra ataques de ódio a venezuelanos em BV JOSUÉ FERREIRA

josue.ferreira@roraimaemtempo.com.br

Nessa sexta-feira (9), um grupo de manifestantes protestou na Praça do Centro Cívico, em Boa Vista, contra os ataques com fogo a famílias venezuelanas. Dois registros foram feitos em menos de três dias envolvendo os imigrantes. A Delegacia Geral de Homicídios (DGH), da Polícia Civil, investiga os dois casos e já identificou o suspeito de ter cometido os crimes. Conforme Alba Gonzáles, venezuelana refugiada no Brasil e uma das organizadoras da mobilização, eles resolveram pregar uma mensagem de paz, amor, fraternidade e respeito,

frente aos casos criminosos envolvendo os imigrantes. Segundo ela, é possível a relação entre brasileiros e venezuelanos em harmonia. “É uma ato contra ódio, preconceito e xenofobia. Estamos falando de seres humanos. Podem ser brasileiros, venezuelanos, argentinos. Não importa a nacionalidade: todos somos humanos e precisamos respeitar uns aos outros. É inadmissível que esses atos continuem acontecendo na cidade. Precisamos dar um basta”, declarou Alba. O primeiro ataque registrado foi na segunda-feira (5), no bairro Mecejana, Zona Oeste da capital, quando uma

imigrante teve queimaduras de segundo grau no rosto, pescoço e costas. Dois dias depois, outro caso foi registrado. Uma família foi atingida por chamas após um homem causar explosão na residência. O pai, a mãe e uma criança tiveram queimaduras. Vanessa Epifânio era uma das 50 pessoas que participaram da manifestação e pediram paz e respeito entre as pessoas. Ela trabalha num organização que cuida de dezenas de venezuelanos e pediu para que as autoridades públicas continuassem investigando os casos de ataque para punir os responsáveis. “A sociedade em geral ficou chocada com

esses crimes bárbaros. Precisamos dizer não à xenofobia e pregar o amor. As pessoas precisam ser conscientizadas de que abraçar os venezuelanos é a melhor coisa a se fazer. Não podemos mandar embora pessoas que estão passando fome. As autoridades devem criar políticas públicas que atendam esse público”, salientou. A DGH já investiga os dois casos e disse ter o suspeito do crime, e que a prisão deve ser decretada. A criança segue internada com a mãe no Hospital Santo Antônio e o pai no Hospital Geral de Roraima (HGR). O venezuelano Diego Torrealba, de 23 anos de idade, falou que o

sentimento é de indignação frente aos casos de ataques. Ele reforçou que quando os crimes são cometidos contra um público, toda a sociedade é atingida por eles. Além disso, lembrou que os povos da América do Sul são um só e precisam de amor e respeito. “Deus fez a terra para todos. Não é possível que vão querer expulsar um povo por causa de terra. As pessoas precisam de mais amor e cuidado com o próximo. É um problema de todos e todos precisam buscar soluções. Vamos protestar todas as vezes que isso ocorrer para evitar que novos casos sejam registrados em Boa Vista”, declarou. Fábio Calilo

Protesto ocorreu de maneira pacífica na Praça do Centro Cívico; em poucos dias, quatro venezuelanos foram vítimas de incêndio criminiso


Local

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

A7

PROJETO SEMENTE CRIOULA

20 produtores rurais são cadastrados em projetos para plantio em áreas individuais O projeto prevê o plantio de 25 hectares em área coletiva da cultura de feijão caupi para a produção de sementes crioulas Manu Pasqualotto

Vinte e cinco produtores do P.A Nova Amazônia I Gleba Truarú foram cadastrados para projetos de plantio em áreas coletivas e individuais no âmbito do Plano de Desenvolvimento do Agronegócio (PMDA). A ação aconteceu na manhã semana passada, na sede da Associação dos

Qualidade de vida O secretário municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas Marlon Buss disse que é um compromisso da Prefeita Teresa Surita atender aos agricultores familiares proporcionando melhoria da renda e qualidade de vida

Vinte e cinco produtores do P.A Nova Amazônia I Gleba Truarú foram cadastrados para projetos de plantio em áreas coletivas e individuai

Trabalhadores e Trabalhadoras em Regime Familiar do P.A Nova Amazônia (ASTRF-PANA). Esta é uma iniciativa da Prefeitura de Boa Vista por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas – SMAI, que permite ações de cadastramento onde os técnicos da pasta vão até o produtor, fa-

cilitando assim os trâmites e as fases dos projetos. O projeto prevê o plantio de 25 hectares em área coletiva da cultura de feijão caupi para a produção de sementes crioulas. A outra parte da produção será vendida para a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) e o lucro da venda será dividido entre os agricultores associados que fizeram parte do grupo de trabalho na área. A agricultora Maria de Jesus Araújo de Souza e seu esposo possuem um lote de terra há sete anos na região. Ela conta que plantam para a alimentação e para a venda as culturas de melancia, abóbora, feijão, maxixe e macaxeira, porém não da forma como gostariam. “Agora de fato com a inclusão dos agricultores neste projeto nós teremos como produzir mais e melhorar nossa renda e nossa qualidade de vida. Com esse apoio da prefeitura para plantar consequentemente teremos produtos de qualidade para inserir no mercado”, destacou. O Secretário municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas Marlon Buss disse que é um compromisso da Prefeita Teresa Surita atender os agricultores familiares proporcionando melhoria da renda e qualidade de vida. “Estamos nos empenhando, indo até o produtor quantas vezes forem necessárias para que o trabalho possa acontecer e render bons frutos”, concluiu.

Procon Boa Vista alerta sobre proibição de venda de filé de peixe congelado Reprodução

A comercialização de filé de peixe congelado das marcas Qualitá e Buona Pesca foram proibidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa. O Instituto Adolfo Lutz - LACEN-SP identificou a presença de dois parasitas no lote A170216036J do peixe congelado Polaca do Alasca, com validade 16/02/19. Segundo a empresa, quem faz uso do produto deve contatar, imediatamente, o Serviço de atendimento ao Consumidor (SAC) da empresa, para receber informações a cerca do recolhimento e substituição do produto. As evidências de contaminação e o risco à saúde do consumidor, por meio dos parasitas cestóides da ordem Trypanorhynca e nematóide da Família Anisakidae, fez a Anvisa proibir a comercialização no Brasil e a retirada do lote do produto das prateleiras

dos supermercados. A Companhia Brasileira de Distribuição, responsável pelo recolhimento do estoque existente no mercado, está à disposição de clientes para a troca do produto e que a realização periódica de análises atende requisitos exigidos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.  A empresa disponibilizou o telefone 0800 15 2134, de segunda-feira a sábado, das 9h às 18h, para atender os consumidores. A Secretária Executiva de Defesa do Consumidor, Sabrina Tricot, informou que o artigo 18 do Código de Defesa do Consumidor diz que são considerados produtos impróprios para o consumo, produtos com prazo de validade vencido, deteriorados, alterados, adulterados, avariados, falsifi-

cados, corrompidos, fraudados e nocivos à vida ou à saúde e perigosos ou, ainda, aqueles em desacordo com as normas regulamentares de fabricação, distribuição ou apresentação. O código do consumidor estabelece que os fornecedores de produtos de consumo duráveis e não-duráveis respondem solidariamente pelos vícios de qualidade ou quantidade que os tornem impróprios ou inadequados para o consumo a que se destinam. A legislação também é aplicada para aqueles produtos decorrentes da disparidade com indicações do recipiente, da embalagem, rotulagem ou mensagem publicitária, respeitando as variações decorrentes de sua natureza, podendo o consumidor exigir a substituição das partes viciadas. “O § 1° do artigo 18 do CDC

diz que o vício deve ser sanado no prazo máximo de trinta dias, caso contrário, o consumidor pode exigir a substituição do produto por outro da mesma espécie, em perfeitas condições de uso; a substituição imediata da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos ou o abatimento proporcional do preço”, comentou Sabrina Tricot. As reclamações podem ser feitas ao SAC - Serviço de Atendimento ao Consumidor da empresa e pelo telefone (95) 3625-2219  ou ainda na sede da Secretaria Executiva de Defesa do Consumidor do Município de Boa Vista - PROCON Boa Vista, localizada no Centro de Atendimento ao Cidadão João Firmino Neto - Avenida dos Imigrantes, n.º 1612/Caimbé - sala 02, em horário comercial.

Sabrina Tricot, Secretária Executiva de Defesa do Consumidor (Procon Boa Vista)


A8

Política Nacional

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

POLÍTICOS NA MIRA

Enredos apimentados envolvem críticas a governantes na volta ao sambódromo A Mangueira faz uma viagem no tempo e volta às origens do carnaval. Com o enredo Com dinheiro ou sem dinheiro, eu brinco Reprodução

RIO DE JANEIRO, RJ – O carnaval de 2018 está apimentado nas críticas. Sátiras que, normalmente, acontecem nos blocos de rua, tomaram conta do Sambódromo e virão como componentes dos desfiles do grupo especial, na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro. Entre os principais alvos, estão o presidente Michel Temer, repre-

nos, tanto federal quanto municipal, são muito rejeitados, e o carnaval expressa isso”, avalia.

Críticas No carnaval do engajamento, a Paraíso do Tuiuti fará um apanhado dos acontecimentos que balançaram a política nos últimos anos — do impeachment de Dilma Rousseff à aprovação da reforma trabalhista sentado como um vampiro em um carro alegórico da Paraíso do Tuiuti, e o prefeito da cidade, Marcelo Crivella, foco da Estação Primeira de Mangueira. O humor ácido promete dar as caras como há muito não se via. No carnaval do engajamento, a Paraíso do Tuiuti fará um apanhado dos acontecimentos que balançaram a política nos últimos anos — do impeachment de Dilma Rousseff à aprovação da reforma trabalhista. Com o enredo Meu Deus, Meu Deus, está extinta a escravidão? a escola abordará os 130 anos da Lei Áurea com uma visão crítica sobre a falta

O presidente Michel Temer, um dos principais alvos, aparece como um vampiro em carro alegórico da Paraíso do Tuiuti

de preparo na libertação dos escravos e a ausência de cidadania e igualdade de direitos que trazem prejuízos até hoje. As novas leis trabalhistas em vigência também serão retratadas de forma negativa. O visual será repleto de detalhes que complementam a crítica bem-humorada. Uma das últimas alas do desfile tratá integrantes com narizes de palhaço, uma roupa que representa o uniforme da Seleção Brasileira, em alusão aos manifestantes que pediram o impeachment de Dilma, com patos amarelos em torno da cintura — símbolo da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Nas mãos, as fa-

mosas panelas que soavam nas capitais quando Dilma aparecia na tevê. Em cima da cabeça, uma mão gigante de terno os transforma em marionetes. A historiadora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Regina Alves comenta que o carnaval sempre teve um tom de sátira, principalmente política. “O deboche, a cobrança das autoridades sempre existiu, mas hoje se concentra mais nos blocos de rua. Isso está profundamente ligado à história do carnaval. Quando as escolas começam a precisar de financiamento, uma parte acaba atrelada à quem financia. Agora, estamos vendo aflorar nas escolas de samba essas críticas”, afirma.

A Mangueira faz uma viagem no tempo e volta às origens do carnaval. Com o enredo Com dinheiro ou sem dinheiro, eu brinco! — inspirado na marchinha Eu brinco, de 1944 — a escola faz uma crítica ao prefeito Marcelo Crivella, que cortou os recursos das escolas de samba e à dependência financeira que, atualmente, condiciona o carnaval do Rio. A letra do samba deixa claro que o importante é a festa e não o dinheiro: “Outrora marginalizado, já usei cetim barato pra desfilar na Mangueira”. Nos primeiros anos, a Verde e Rosa era um bloco de rua. A agremiação propõe um resgate do carnaval popular nas ruas e nos desfiles.

“É uma resposta ao corte dos investimentos, mas também um reflexo da insatisfação com o momento de crise, até porque uma coisa provocou a outra. No caso do Rio de Janeiro, a presença das autoridades nos desfiles sempre foi uma tradição, mesmo quando eles eram alvos das críticas. Com o Crivella, essa relação foi quebrada”, analisa Regina Alves. O cientista político da Fundação Getulio Vargas Sérgio Praça acredita que a completa insatisfação com o governo acaba se refletindo na folia. “O Rio está em um momento de caos político e econômico como nunca se viu. Existe uma indisposição do prefeito com a festa. Os gover-

O MONSTRO A Beija-Flor, que fecha o desfile amanhã, entra com enredo baseado no clássico romance de ficção e terror Frankenstein ou o Prometeu Moderno, de Mary Shelley. A escola faz um paralelo entre a obra, que completa 200 anos em 2018, e a situação do Brasil. Intitulado Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu, o samba é carregado de críticas sociais, religiosas e políticas. Em um dos carros alegóricos, um rato gigante simboliza a corrupção que assola o estado e todo o país. Esse romance tem muito a nos dizer das diversas mazelas que atualmente corroem a integridade moral e espiritual de uma sociedade na qual a desigualdade se alimenta do descaso, tornando uma geração formada pelo caos, vitimada pelo abandono, que menosprezam tudo e a todos que lhes parece inadequados. O monstro de Frankenstein é a nossa realidade invertida”, conta o carnavalesco Cid Carvalho, na sinopse do enredo. A proposta deste ano traz à memória o aclamado desfile de 1989, com Ratos e urubus: Larguem a minha fantasia. A alegoria com figurantes vestidos de mendigos trazia um Cristo Redentor, mas precisou passar coberta por um plástico preto por causa de liminar judicial que proibiu a exibição da imagem. Por cima do plástico preto, foi colocada a faixa: “Mesmo proibido, olhai por nós!”. As informações são do jornal Correio Braziliense.

Por falta de recursos, governo Temer fará concessão de rodovias Geilson Miranda

cionais são consideradas regulares, ruins ou péssimas. Hoje esse trabalho de manutenção é realizado exclusivamente pelo Dnit, órgão do Ministério dos Transportes responsável por cuidar dos 55 mil quilômetros de estradas federais do País, mas que tem orçamento cada vez menor (ver abaixo). Ao repassar parte dessa malha para o setor privado, o governo quer aliviar a pressão sobre o orçamento e concentrar os recursos do Dnit em obras, em vez de reparos e manutenção. Os “contratos de gestão” das estradas terão prazo de dez anos e serão fiscalizados pelo próprio Dnit, em vez de serem repassados para a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que gerencia as tradicionais concessões de rodovias federais. Entre os trechos prioritários estão a BR-364 em Mato Grosso, a BR-116 em Minas Gerais e a BR-101 em várias regiões do Nordeste, como o trecho que corta Pernambuco, onde a estrada foi duplicada pelo Dnit. A partir dos primeiros trechos, o governo vê espaço para explorar o modelo em praticamente 45% de toda a malha que o Dnit administra hoje. Um levantamento do órgão aponta que, dos 55 mil km de estradas, 25 mil km teriam condições de serem passados à iniciativa privada por meio desses contratos

O estado precário de boa parte das estradas brasileiras é considerado um entrave até para o crescimento econômico

de manutenção e restauração. CUSTOS As informações foram confirmadas pelo diretor-geral do Dnit, Valter Casimiro. “Estamos avançados nessa proposta e devemos ter um modelo con-

EXPEDIENTE

BRASÍLIA, DF – Sem dinheiro para investimentos, o governo vai oferecer para a iniciativa privada trechos de rodovias com a obrigação apenas de fazer a manutenção e a restauração. Ou seja, as empresas ficariam responsáveis por operações simples de tapa-buracos, cortes de vegetação e sinalização de rodovias, sem precisar investir quantias bilionárias em duplicações e obras de grande porte. Em troca, cobrariam pedágio. O Estado apurou que os primeiros editais ficam prontos em até 60 dias, para entrar em consulta pública entre abril e maio. Inicialmente serão licitados três lotes, cujos trechos somam 1 mil km de extensão. São estradas que já estão prontas e receberam obras recentes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Em junho, os editais devem ser enviados ao Tribunal de Contas da União (TCU), para licitação no segundo semestre. O Dnit precisa de R$ 6 bilhões para fazer a necessária manutenção das estradas, mas só tem R$ 3,9 bilhões disponibilizados. O estado precário de boa parte das estradas brasileiras é considerado um entrave até para o crescimento econômico. Segundo pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), divulgada no final do ano passado, 61,8% das rodovias na-

solidado até maio, em consulta pública, para que seja enviado ao TCU até junho”, diz. “O modelo vai permitir que as estradas continuem a oferecer um bom estado de trafegabilidade, sem aumentar os custos para a União.” Os ajustes legais para via-

DIREÇÃO GERAL: ROSILENE BRITO DIREÇÃO COMERCIAL: CYNTHIA NOLETO EDITOR-CHEFE: NEI COSTA EDITOR-ADJUNTO: ÉRICO VERÍSSIMO EDITORES SETORIAIS: GABRIELA GUIMARÃES, EDNALDO MORAIS, JUNIOR BRASIL, NONATO SOUSA, PLINIO VICENTE, SÉRGIO PAULO EDITORES DO SITE: BRUNA ALVES E JAQUELINE PONTES REPÓRTERES: ANDERSON SOARES, BRUNA ALVES,

bilizar o novo modelo de concessão estão sendo discutidos por um grupo formado pelos ministérios dos Transportes, Casa Civil e Planejamento e pelo Dnit. Será preciso editar uma lei que viabilize a proposta, o que deve ocorrer por meio de uma medida provisória a ser publicada também em meados de maio. O plano prevê que a concessionária que assumir o trecho receba uma receita fixa pelos serviços que vai prestar, independentemente do tráfego de veículos na estrada. Dessa forma, o governo quer garantir um retorno fixo ao empreendedor. De forma similar ao que já acontece no setor elétrico, o plano prevê a criação de um tipo de câmara de compensação financeira para garantir os pagamentos aos concessionários. Trechos concedidos que eventualmente

arrecadarem mais dinheiro com o fluxo dos pedágios ajudarão a bancar o pagamento de outros que arrecadarem menos. O setor da construção vê a proposta com bons olhos. “É um grande programa, uma forma alternativa de resolver o problema da falta de investimento do Dnit e de garantir boa qualidade das estradas”, diz José Carlos Martins, presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic). Para o economista Claudio Frischtak, da Inter.B Consultoria, esse é um “movimento inevitável”. “Temos estradas importantes nas mãos do Dnit que nem sequer têm acostamento”, disse. “Estamos numa situação de crise fiscal, com restrição direta de investimentos públicos. Portanto, considero a ideia correta.” As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

HERIANNE CANTANHEDE, JOSUÉ FERREIRA E THALYTA ANDRADE DIAGRAMADORES: NAZARENO NEVES E JÚNIOR PINHEIRO EDITORA ON LINE LTDA ENDEREÇO: ALAMEDA CANARINHO, 150, CANARINHO, BOA VISTA/RR – CEP. 69.306-580 FONE: 95 3624 6958 EMAIL JORNALISMO: jornalismo@roraimaemtempo.com.br EMAIL ADMINISTRATIVO: administrativo@roraimaemtempo.com.br EMAIL COMERCIAL: comercial@roraimaemtempo.com.br


Política Nacional

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

A9

ISENÇÃO

Com os “penduricalhos”, 18 mil juízes deixam de pagar R$ 360 milhões de tributos federais Nas últimas semanas , juízes de expressão pública procuraram justificar o recebimento generalizado de auxílio-moradia DIVULGAÇÃO

SÃO PAULO, SP – Um conjunto de 18 mil juízes brasileiros, de 81 tribunais federais e estaduais, deixa de pagar cerca de R$ 30 milhões por mês de Imposto de Renda graças à isenção tributária de benefícios como auxílio-moradia, auxílio-alimentação e auxílio-saúde. Se os chamados penduricalhos fossem tributados da mesma forma que os

Crítica Se os benefícios são vistos como salários, não deveria haver tratamento tributário diferenciado, argumentam críticos de privilégios no Judiciário salários, cada juiz teria de repassar, em média, 19% a mais para a Receita Federal. Como a grande maioria dos auxílios concedidos pelo Poder Judiciário tem valor fixo e pagamento mensal, é possível projetar que essa espécie de renúncia fiscal alcance R$ 360 milhões por ano - aproximadamente R$ 20 mil por juiz, em média. Nas últimas semanas, líderes da categoria e juízes de grande expressão pública - entre eles Sérgio Moro, titular da 13.ª Vara Federal de Curitiba e responsável pela Operação Lava -Jato na primeira instância - procuraram justificar o recebimento generalizado de auxílio-moradia, mesmo entre os proprietários de imóveis, como uma forma de complementação salarial. Se os benefícios são vistos como salários, não deveria haver tratamento tributário diferenciado, argumentam críticos de privilégios no Judiciário. “Então tem que incluir no teto e pagar imposto de renda. Será que um dia a lei será igual para todos neste país?”, escreveu a

O juiz Sérgio Moro Justificou que o recebimento do auxílio moradia supre a falta de reajuste salarial

economista Elena Landau, em postagem no Twitter, ao reagir à afirmação de Moro de que o auxílio-moradia compensa a falta de reajuste salarial no Judiciário desde 2015. Para estimar o “bônus tributário” dos juízes, o Estadão Dados analisou as folhas de pagamentos, relativas aos meses de novembro e dezembro, de todos os tribunais federais e estaduais que enviaram dados salariais ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Ficaram de fora do levantamento apenas os juízes que não receberam auxílios ou que, por serem aposentados, não têm desconto de imposto de renda na fonte. Foram calculados o valor tributável de cada contracheque e o impacto que haveria em

cada um deles caso o imposto incidisse também sobre os penduricalhos. Em novembro, essa diferença foi de R$ 29,8 milhões. Em dezembro, mês de pagamento do 13.º salário, chegou a R$ 30,3 milhões. DETALHAMENTO Nos contracheques dos juízes, os rendimentos incluem, além dos salários, outros itens agrupados em três campos: “direitos pessoais”, “direitos eventuais” e “indenizações”. Na média da folha de novembro, os salários corresponderam a 60% do total de rendimentos, e os demais itens a 40%. O auxílio-moradia é enquadrado legalmente como indenização e, como tal, não é sujeito a cobrança de imposto.

Estão na mesma categoria o auxílio-alimentação, o auxílio-saúde, o auxílio-natalidade e “ajudas de custo” diversas. Também por ter caráter “indenizatório”, e não remuneratório, o auxílio-moradia não é levado em consideração no cálculo do teto do salário dos juízes. Assim, a maioria ultrapassa o limite de remuneração, que atualmente é de R$ 33,7 mil por mês. Há diversas ações judiciais que contestam o caráter indenizatório do auxílio-moradia. Desde 2015, graças a uma decisão liminar do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, o benefício é pago de forma generalizada, e não apenas aos juízes que são obrigados a trabalhar em local diverso de sua

residência tradicional. O valor chega a R$ 4.378 por mês. Para o presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), não há ilegalidade na concessão generalizada do benefício (mais informações nesta página). “O Supremo vai decidir se a natureza da verba é indenizatória ou remuneratória”, observou. “Se for remuneratória, deve incidir Imposto de Renda. Mas aí se coloca um outro problema: as verbas indenizatórias, como o auxílio-moradia, são dadas apenas para juízes na atividade. Aposentados não recebem, porque não trabalham e, portanto, não teriam que ter residência oficial. Se (o STF) entender que o caráter da verba é remuneratório, o efeito pode

estender isso a todos os aposentados também.” Para o professor de Direito Tributário da USP Luiz Eduardo Schoueri, o auxílio-moradia tem caráter de verba indenizatória, por exemplo, quando um soldado do Exército é deslocado para a fronteira a trabalho. No caso do Judiciário, é diferente. “É um salário indireto. Se não tem caráter de reparação, é renda.” “A lei trata como indenização o que a pessoa recebe em virtude de uma perda a ser reparada”, disse Heleno Torres, colega de departamento de Schoueri. “É preciso compreender o limite do conceito de indenização. O que não tem natureza obrigatória deve ser oferecida sempre à tributação.”

Procuradoria-Geral da República pode instaurar procedimento contra Segovia DIVULGAÇÃO

Fernando Segovia sugeriu que inquérito contra o presidente Temer pode ser arquivado

BRASÍLIA, DF – A Procuradoria Geral da República (PGR) pode instaurar procedimento para analisar a conduta do diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia. Em entrevista à Agência Reuters, Segovia sugeriu que o inquérito que investiga o presidente Michel Temer por suspeita de favorecimento a uma empresa que atua no Porto de Santos pode ser arquivado. A investigação, contudo, ainda está em fase de diligência e a declaração foi interpretada como interferência no trabalho do delegado que conduz o caso. Após a polêmica, Segovia redigiu nota na qual negou ter feito a afirmação para a Reuters. O Ministério Público atua como órgão de controle externo da Polícia Federal. Condição que lhe permite instaurar um procedimentos contra Segovia. O ministro do Supremo, Luís Roberto Barroso, relator do

inquérito que investiga Temer, informou neste sábado (10) o MPF do episódio envolvendo Segovia “para que o órgão tome as providências que entender cabíveis”. No mesmo despacho ele intimou o chefe da PF a se explicar. A reportagem apurou que a PGR vai avaliar quais providências são cabíveis nesse caso, mas ainda não adotou nenhum procedimento. Delegados críticos a Segovia avaliam que a procuradoria poderia, até mesmo, pedir o afastamento dele do cargo se entender que está interferindo nas investigações. Segovia assumiu o comando da PF por indicação do ministro do TCU, Augusto Nardes, do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, e também teve o aval do ex-senador José Sarney. O ministro da Justiça, Fernando Torquato, chefe de Segovia, não participou da escolha.


A10 Economia

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

ESPECIAL COTIDIANO

Moradores de São Paulo geram emprego e renda com hortas urbanas de orgânicos Na Zona Leste da capital paulista, ONG promove agricultura em terrenos cedidos; na Zona Norte, desempregada encontrou no plantio sua geração de renda São Paulo às vezes leva seu caos para o divã em busca da solução para os problemas atuais em suas próprias origens. É assim que alguns grupos da sociedade civil têm atuado: eles encontram espaço na metrópole mais urbanizada do Brasil para montar hortas orgânicas que ocupem

pelo menos parte dos 2 milhões de desempregados da Região Metropolitana. Os destaques são os responsáveis por três projetos de geração de renda por meio da agricultura urbana na cidade – a ONG Cidades Sem Fome, que atua na Zona Leste, o projeto Hora da Horta, que acontece na

Zona Norte e o Coletivo Dedoverde, que desenvolve os trabalhos na Zona Sul. Há 20 anos, o empresário gaúcho Hans Dieter Temp foi estudar na Europa e se inspirou na relação daquelas comunidades com a terra para fundar uma ONG na Zona Leste de São Paulo. “Na Alemanha,

na Holanda e na Dinamarca muitas pessoas cultivam seus tomates e suas maçãs pela preocupação em consumir alimentos limpos. Nesses países, que sequer têm a fertilidade do solo e nem o clima do Brasil, a agricultura familiar é gerida com metas de colher e até de faturar, como uma grande empresa”,

disse ele, que estudou administração, agropecuária e políticas ambientais. Hoje, a ONG Cidades Sem Fome faz a gestão de 27 hortas urbanas, que empregam 153 famílias no cultivo de alimentos sem agrotóxicos, que são vendidos e consumidos na própria região, diretaMARCELO BRANDT/AG

Hortas do Cidades Sem Fome em São Mateus, na Zona Leste da capital paulista. Atividade de geração de renda ocorre em terreno cedido pela Eletropaulo, que dá destinação social a terreno abandonado

Benefícios As hortas são feitas em terrenos públicos ou particulares, muitos deles pertencentes às concessionárias de energia, que também se beneficiam ao dar destinação a um espaço abandonado mente do produtor para o consumidor, sem a participação de um intermediário, que desvalorizaria o trabalho do agricultor e poluiria o meio-ambiente no transporte. Todas as hortas do Cidades Sem Fome são feitas em terrenos públicos ou particulares, muitos deles pertencentes às concessionárias de energia. A utilização é feita por conta de cessão mediante contratos, de modo que o proprietário também se beneficia ao dar destinação a um espaço anteriormente abandonado. “Não é mais possível concorrer com a especulação imobiliária na Avenida Paulista ou na Vila Madalena, mas a periferia tem milhares de espaços disponíveis”, explica Hans Temp. A ONG conta coma parceria feita com patrocinadores, que investem na criação de cada horta até que ela fique de pé. Os agricultores consomem 3% da produção e vendem os 97% dos alimentos nas feiras e restaurantes da região. MARCELO BRANDT/AG

O poder público ainda não está ajudando No bairro da Casa Verde, na Zona Norte, a dinâmica da geração de renda por meio da agricultura urbana e familiar acontece por iniciativas, como a Hora da Horta. O cultivo de hortaliças, ervas medicinais, flores e árvores frutíferas é realizado em um terreno de 1.200 m² da AES Eletropaulo e a venda também é feita diretamente ao consumidor da região, com o mesmo preço encontrado nas feiras convencionais, mas sem embalagens excessivas que se transformam em resíduos. O projeto nasceu há três anos graças aos esforços da pesquisadora de administração pública Lya Porto, que fez seu doutorado em agricultura urbana, e de Rita Freitas Cavaliere, que trabalhava com paisagismo, mas ficou desempregada. De acordo com a pesquisadora, o trabalho proporciona diversos benefícios, que vão desde a interação entre os cidadãos até a educação alimentar e ambiental, passando pela reivindicação de políticas públicas pela comunidade. “Na falta de políticas, os próprios agricultores têm se reunido e dialogado sobre

a formação de uma união de hortas urbanas na região. A Prefeitura de São Paulo poderia ajudar com insumos, com a facilitação na emissão de documentos que certifiquem os produtos como orgânicos, o acesso às feiras e à assistência técnica”, sugere. A iniciativa se repete e se expande na Zona Sul da cidade, por meio do empenho do gestor ambiental Renato Rocha de Lima, fundador do Coletivo Dedoverde, cuja proposta é fortalecer o trabalho de ONGs do Jardim São Luís e do Jardim Ângela por meio da implementação de hortas nesses espaços: ao mesmo

tempo em que alimenta as pessoas em vulnerabilidade social atendidas pelas entidades, gera renda no entorno. “Há seis anos, com o apoio do Instituto Kairós e do Movimento Urbano de Agroecologia (Muda), fizemos um mapeamento da região e estudamos a possibilidade de transformar as hortas orgânicas em um modelo de economia local, que hoje atende diversas famílias e pessoas como a dona Francisca, que trabalha como diarista e complementa a renda com o trabalho e colheita que exerce em um desses espaços”, explica Renato. MARCELO BRANDT/AG

Rita Freitas toca o projeto Hora da Horta, na Casa Verde, Zona Norte de São Paulo

Hans Dieter Temp se inspirou na agricultura familiar na Europa para criar ONG na Zona Leste de São Paulo

Mutirão agroecológico com voluntários Seguindo a mesma dinâmica dos projetos das Zonas Leste e Norte, os alimentos sem veneno cultivados na Zona Sul são vendidos a R$ 2 em feiras na própria periferia. Os trabalhos do Coletivo são sustentáveis e utilizam soluções de baixo custo, como uso de água da chuva para irrigar hortas por meio de cisternas, instalação de placas solares para geração de energia e gestão de resíduos para adubo. As iniciativas cobram o apoio insti-

tucional e governamental. A carência de políticas neste sentido deu origem ao Movimento Urbano de Agroecologia (Muda), que defende a importância da venda direta do produtor para o consumidor, diagnostica e articula a agricultura urbana e realiza mutirões agroecológicos por meio de uma equipe de voluntários. Para Samuel Gabanyi, um dos fundadores do coletivo, o apoio do poder público é

fundamental e poderia acontecer de diversas formas. “Os governos poderiam disponibilizar assistência técnica, conceder uso de terrenos abandonados, isenção nos produtos e ferramentas, regularizar cooperativas, facilitar o acesso dos produtos em feiras e por em prática leis já regulamentadas, como aquela que descentraliza a distribuição dos orgânicos em escolas e outros equipamentos públicos”, enumera. (Fonte: AG).


Economia A11

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

ESPECIAL COMPORTAMENTO

Nova moda no Vale do Silício, Califórnia, ‘água crua’ é vendida a US$ 37 a garrafa Coletada diretamente de mananciais, ela é vendida como“pura”e cheia de propriedades que beneficiariam a saúde. Está se tornando tão popular a ponto de o estoque esgotar das prateleiras GETTY IMAGES/BBC

Perigos Essa nova febre pode ser perigosa: mesmo que a água pareça pura e cristalina, por não passar por nenhum tratamento, ela pode estar contaminada com bactérias, vírus e outros parasitas

Em alguns supermercados da costa oeste dos Estados Unidos, marcas de água que chegam a custar US$ 36,99 (R$ 118,8) por garrafa de 2,5 litros estão se tornando populares a ponto de frequentemente esgotarem das prateleiras. Essa água é diferente por não receber nenhum tipo de tratamento ou filtragem. É vendida como “água crua”. Coletada diretamente de mananciais, ela é propagandeada como“pura”e cheia de propriedades que beneficiariam a saúde. Uma das marcas, a Live Water, afirma que a “água crua” “hidrata a pele”, “reduz as rugas” e “aumenta a flexibilidade e a força das articulações”. A própria página da marca na internet reconhece que nenhuma dessas alegações foi comprovada pelo FDA (Food and Drugs Admnistration), o órgão americano que regula os setores de alimentos e remédios.

Apesar dos riscos, a moda parece estar pegando no Vale do Silício e em lugares conhecidos por terem uma população jovem e rica. A marca Live Water coleta água da fonte Opal Spring, Oregon, no noroeste do país.

Essa nova febre, no entanto pode ser perigosa: mesmo que a água pareça pura e cristalina, por não passar por nenhum tratamento, ela pode estar contaminada com bactérias, vírus e outros parasitas. “Muitas doenças podem ser transmitidas pela

água se ela não receber nenhum tratamento e contiver micróbios ou outros contaminantes”, alertou o médico Andrew Pavia, infectologista da Universidade de Utah, nos EUA, em um artigo sobre a “água crua”. “Se ela não é filtrada, há um risco”, escreveu.

GETTY IMAGES/BBC

Um fator ajudou muito o negócio: o mercado de meias em geral está em alta

O negócio é muito lucrativo Sim, esta mensagem sobre os poderes da água crua (em pleno século XXI) fez sucesso entre os ricos de Silicon Valley, que, obcecados, estão acabando com o estoque da Live Water, companhia que vende galões do líquido a 60 dólares (e recarregas por 15 dólares). Não é a única, Zero Mass Water, que permite às pessoas coletar água da atmosfera próxima de suas casas, já arrecadou 24 milhões de dólares em capital de risco. Obviamente, os fanáticos da água sem tratamento não estão respaldados pela ciência. No entanto, muitos dizem estar seguros de obter benefícios para a saúde ao beber água “viva”. Por exemplo, Mukhande Singh, o fundador da Live Water, disse ao New York Times que a água de sua empresa expirava após uns meses, algo que diz que é normal quando se trata de água real: - “A água mantém-se mais fresca dentro de um ciclo lunar

de entrega. Se ficar muito tempo sem usar, se tornará verde. As pessoas nem sequer se dão conta disso porque toda sua água já está morta, e nunca veem que fica verde.” Os especialistas da vigilância sanitária não podem estar mais em desacordo com esta absurda ideia. Não existe evidência alguma de que a água não tratada seja melhor para as pessoas. De fato, beber água sem filtrar poderia ser incrivelmente perigoso, inclusive letal para o organismo. Segundo Bill Marler, especialista em segurança alimentícia: - “Quase tudo o concebível que pode adoecer alguém pode ser encontrado na água. Isso inclui bactérias e doenças como o cólera, E. coli, hepatite A e Giardia. Não podemos deixar de consentir que adultos sejam estúpidos mas, ao menos deveríamos tentar.” (Fonte: BBC).

Vicent Hill, chefe do departamento de doenças transmitidas pela água do CDC (Center for Disease Control), a entidade americana de controle de doenças, também advertiu para os perigos da nova moda. “Beber água contaminada

pode levar a doenças causadas por micro-organismos como o Cryptosporidium , a Giardia , a Shigella “, disse Hill à BBC Apesar dos riscos, a moda parece estar pegando no Vale do Silício e em outros lugares co-

nhecidos por terem uma população jovem e rica. A marca Live Water coleta água da fonte Opal Spring, no Estado do Oregon, no noroeste do país. Conhecidos empreendedores do Vale do Silício estão entre seus clientes.

Produto chega ao consumidor sem tratamento Um dos grandes entusiastas da tendência é o empreendedor Doug Evans, famoso depois da falência da sua start up Juicero, que vendia máquinas de suco. Em seu Instagram, ele relatou sua “caçada” por fontes naturais de água limpa. E participar da nova moda não é barato. Mesmo ao comprar a água pela internet é preciso encomendar pelo menos quatro galões de 9 litros, a US$ 16 (R$ 51) cada. A Live Water diz em sua página que a água é colocada em “recipientes reutilizáveis de vidro sem chumbo” e “transportada rapidamente em contêineres refrigerados” para ser distribuída. Outra marca de “água crua” é a Tourmaline Spring, do Maine. Bryan Pullen, criador da empresa, diz que toda a água distribuída é testada para verificar se ela é saudável e se atende aos requerimentos do FDA. A agência de controle exige que os produtores protejam a fonte de água de bactérias e outros contaminantes, que processem, envasem e transportem a água em condições sanitárias adequadas e que apliquem processos de controle de qualidade e análise. Para Pullen, “a água de mananciais é muito melhor que a água da torneira, que contém cloro e flúor”. As substâncias são adicionadas em pequenas quantidades justamente para eliminar bactérias. O flúor ajuda a fortalecer os dentes.

A água engarrafada normal também costuma vir de mananciais - a diferença é que passa por tratamentos e filtragens, o que não acontece com o produto das start ups. “A água da torneira é coquetel químico, carregada de substâncias como cloro e flúor, e muitas são cancerígenas”, diz Pullen. No entanto, o empresário não apresenta estudos que corroborem essas afirmações, que Hill, do CDC, considera errôneas. “Pesquisas científicas mostram que tomar água com pequenas quantidades de cloro não tem efeito nocivo para a saúde”, afirmou o cientista. “Isso ainda garante proteção contra as doenças transmitidas pela água.”

Apesar de ser um centro para o avanço tecnológico, a área da baía da Califórnia também é notória por tendências absurdas de saúde anti-ciência, como o movimento que se opõe às vacinas que, em 2014, levou ao surto de sarampo mais significativo que o estado havia visto em décadas. Junta-se agora ao absurdo uma nova e igualmente ridícula tendência: “água crua”, isto é, água não tratada, água de nascente, que, mesmo quando das fontes aparentemente mais limpas, pode espalhar doenças como cólera, E. coli, hepatite A ou Giardia. Uma coisa é você beber água de nascente em uma estância hidromineral no interior de Minas, outra totalmente

diferente é beber água de nascente em uma serra próxima a uma cidade grande, exposta a todos os contaminantes da poluição que aflora nas proximidades. Mesmo algumas águas das minerais mais famosas, que sim devem passar por um prévio tratamento, não passaram no teste de qualidade, mostrado pelo Fantástico, pela presença de coliformes fecais. Basicamente, a água crua implica buscar e engarrafar água, sem nenhum tratamento, de mananciais difíceis de atingir, e falar sobre os duvidosos benefícios para a saúde da água torneiral e da fluorização. A água vem com todos os micróbios que o corpo humano possa suportar e está sendo um rotundo sucesso nas elites de San Francisco. GETTY IMAGES/BBC

Basicamente, a água crua implica buscar e engarrafar o produto natural, sem nenhum tratamento


A12 Mundo

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

ESPECIAL CRISE AMERICANA

ONG acusa a Patrulha de Fronteiras de sabotar ajuda a imigrantes nos EUA Os patrulheiros são acusados de destruir intencionalmente suprimentos deixados para migrantes no deserto para“condenar os que cruzam a fronteira a sofrimento, morte e desaparecimento” RUSSELL CONTRERAS/AP

Vídeo

Vídeo mostra agentes chutando vasilhames com água que foram deixados no deserto e um agente zombando da pessoa que o está filmando e pergunta para que é a água, enquanto despeja no chão um garrafão de quase quatro litros

A Patrulha de Fronteiras também deteve duas pessoas que “recebiam ajuda humanitária” no momento, segundo a No More Deaths. Essas duas pessoas ficaram sob custódia, segundo denúncia do grupo

Na semana passada, um grupo sem fins lucrativos que oferece ajuda humanitária a migrantes no deserto do Arizona divulgou um extenso relatório afirmando que agentes da Patrulha de Fronteiras estão destruindo intencionalmente suprimentos deixados para migrantes no deserto, segundo o grupo, para “condenar os que

cruzam a fronteira as sofrimento, morte e desaparecimento”. O que recebeu mais atenção, porém, foi um vídeo que o grupo No More Deaths (Chega de mortes), sediado em Tucson, no Arizona, distribuiu com seu relatório. A gravação, feita entre 2010 e 2017, mostra agentes da Patrulha de Fronteiras chutando

vasilhames com água que foram deixados no deserto. Em um clipe, um agente zomba da pessoa que o está filmando e pergunta para que é a água, enquanto despeja no chão um garrafão de quase 4 litros de água. Agora o grupo de ajuda está chamando de suspeita a prisão de um de seus voluntários. Agentes

Uma ONG ajuda dando comida, água, roupas limpas e um lugar para dormir Agentes da Patrulha de Fronteiras estavam realizando vigilância em um prédio em Ajo conhecido como “Celeiro” quando localizaram dois imigrantes sem documentos que entravam no país, segundo uma queixa apresentada contra Warren no Tribunal Distrital dos EUA no Arizona. Os dois naturais do México, identificados como Kristian Pérez Villanueva e José Arnaldo Sacaria Goday, disseram aos agentes da patrulha que procuraram na internet “os melho-

res meios e métodos de atravessar a fronteira ilegalmente antes de cruzar” e descobriram que o Celeiro era um lugar onde poderiam conseguir comida e água, afirmou a denúncia. “Depois de chegarem ao Celeiro, Warren encontrou-se com eles do lado de fora e lhes deu comida e água durante aproximadamente três dias”, afirmou a denúncia. “Sacaria disse que Warren cuidou deles no Celeiro, dando-lhes comida, água, camas e roupas limpas.”

Procurado, o advogado de Warren, William Walker, não foi encontrado. Ele disse ao jornal “The Arizona Republic” que Warren tentava salvar vidas no Celeiro, e não agir criminosamente. “Nós não os contrabandeamos. Não fazemos nada para ajudá-los a entrar nos EUA. Não fazemos nada ilegal”, disse Warren ao jornal. “Este lugar que eles invadiram não fica no meio do deserto. Não está escondido em algum lugar. Fica na cidade de Ajo, e é usado há muito tempo, não para ajudar o tráfico de pessoas, mas para dar assistência médica, comida e água.” RUSSELL CONTRERAS/AP

Menina se comunica com o pai através da tela instalada numa cerca da fronteira dos EUA e México, no Arizona

da Patrulha de Fronteiras detiveram Scott Warren, 35, no deserto perto de Ajo, no Estado do Arizona, cerca de oito horas depois que foram divulgados o relatório e o vídeo da No More Deaths. Warren, um antigo voluntário no grupo e professor associado na Universidade Estadual do Arizona (ASU, na sigla em

inglês), foi detido sob acusações preliminares de tráfico de pessoas; ele depôs no tribunal e foi libertado sob fiança, disse o grupo em um comunicado. Agentes da Patrulha de Fronteiras também detiveram duas pessoas que estavam com Warren e “recebiam ajuda humanitária” no momento, se-

gundo a No More Deaths. Essas duas pessoas ficaram sob custódia, segundo o grupo. Alicia Dinsmore, uma voluntária da organização, disse ao “The Washington Post” que o grupo achou “suspeito” que agentes da Patrulha de Fronteiras prendessem um antigo e conhecido voluntário no mesmo dia em que o grupo divulgou o vídeo criticando a agência. “Acho que o momento é suspeito”, disse Dinsmore. “Não posso falar sobre o conhecimento da Patrulha de Fronteiras.” Um porta-voz da entidade negou que a agência tivesse visado o grupo de ajuda por causa do vídeo. “Não é retaliação”, disse Carlos Diaz, um porta-voz da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA, ao “Washington Post”. “Estamos protegendo as leis de imigração na área, e houve uma situação em que precisamos fazer a prisão porque havia alguns indivíduos ilegais nessa área.”

Atuação da Alfândega no tratamento dado aos ilegais é tida como desumana Um punhado de grupos de ajuda deixa regularmente água, alimentos e suprimentos no deserto no sul do Arizona para migrantes que tentam atravessar do México para os EUA. Seu objetivo, segundo eles, é evitar que as pessoas morram ao cruzar um terreno inclemente. A No More Deaths, que também atende pelo nome em espanhol de No Más Muertes, entrou em operação em 2004 e, embora o número de seus membros varie, tem de 70 a 100 voluntários durante os meses de pico, segundo Dinsmore. Warren começou a trabalhar com o grupo em 2013, acrescentou ela. A ASU confirmou na terça-feira que Warren é um professor na escola e que dá o curso online chamado “Mudança Global”, sobre a mudança climática e seus efeitos no planeta. “O senhor Warren não estava atuando como funcionário da ASU no momento do suposto incidente e não temos motivos para acreditar que isso prejudicará sua capacidade de cumprir seus deveres com a universidade”, disse a ASU em um comunicado. Dinsmore disse que não foi a primeira vez que agentes da Patrulha de Fronteiras prenderam seus voluntários enquanto eles ajudavam migrantes. Em 2005, dois voluntários da No More Deaths foram presos e acusados de crimes menores enquanto prestavam ajuda, disse ela.

RUSSELL CONTRERAS/AP

A instalação de uma cerca segue na fronteira do EUA e México no Estado do Arizona

Um juiz federal mais tarde rejeitou as acusações. O relatório da No More Deaths divulgado no dia 17 foi o segundo de uma série chamada “Os Desaparecidos”. Nele, o grupo diz que de 2012 a 2015 encontrou mais de 3.586 galões de água destruídos em uma área desértica de 2.000 km_2_ no sul do Arizona. O vídeo que acompanhava o relatório desde então conseguiu milhões de visitas no Facebook e outros canais de mídia. No relatório, o grupo chamou a destruição sistemática

de suprimentos destinados à sobrevivência dos migrantes de uma “cultura da desumanização” do órgão de Alfândega e Proteção de Fronteiras. “Centenas de atos de vandalismo não podem ser descartados como mau comportamento de algumas maçãs podres”, afirmou o relatório. “Depois de extensa análise, concluímos que a cultura e as políticas da Patrulha de Fronteiras dos EUA como órgão de policiamento autoriza e normatiza atos de crueldade contra os que cruzam a fronteira”. (Fontes: AP/The Washington Post)


Mundo A13

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

ESPECIAL SAÚDE PÚBLICA

Os ratos estão conquistando Paris? Um vídeo que mostra dezenas de roedores vasculhando monturos e o acúmulo de lixo na capital desencadeiam alarmes da cidade da luz: a povoação desses animais está sem controle? SILVIA AYUSO/AFP

A verdade é que a “Cidade Luz“, como é chamada secularmente, há muitas décadas vem perdendo a guerra para esses bichinhos que aparentam graciosidade, mas trazem junto o perigo de várias doenças

‘Cidade Luz ‘ A “Cidade Luz“, como Paris é chamada, vem perdendo a guerra os esses bichinhos que aparentam graciosidade, mas trazem junto o perigo de doenças

Alguns órgãos de comunicação franceses foram irônicas alguns meses atrás com o que consideravam uma obsessão da imprensa estrangeira com o assunto: a proliferação incontrolada de ratos em Paris. E é verdade que, em comparação com outras cidades, como Nova York ou Washington, onde não

há como evitar os ratos gigantes que arvoram ruas, parques e linhas de metrô , os episódios de “visualização” desses roedores sujos na capital francesa é contada com mordacidade. A verdade é que a “Cidade Luz“, como é chamada secularmente, há muitas décadas vem perdendo a guerra para

SILVIA AYUSO/AFP

Acúmulo de lixo e detritos nas ruas também se tornou uma das razões da proliferação de ratos em Paris

Chuvas e inundação do rio Sena forçam a procura por novo refúgio A luta contra o terrorismo também teve seus efeitos colaterais no problema dos ratos: como medida de segurança. As lixeiras públicas de Paris não são estruturas fechadas, mas consistem em um arco de metal que contém uma bolsa de plástico transparente que fica no ar. Embora esse modelo dificulte esconder armas ou dispositivos explosivos, também facilita muito as coisas

para os roedores e outros animais (os gigantescos corvos que também povoam Paris são outros atacantes regulares do lixo orgânido descartado em Paris). O entusiasmo dos parisienses para fazer um piquenique nos parques, assim que um raio de sol aparece, ou o descuido de alguns restauradores, que em vez de colocar o lixo nos contêineres o joga na rua, só agrava o problema .

A tudo isso adiciona-se outra ameaça potencial: as fortes chuvas que caíram na capital francesa por semanas . Elas causaram uma grande inundação do rio Sena, que transbordou em várias áreas do centro de Paris e inundou grande parte do habitat natural dos ratos da região. Eles, agora, estão sendo obrigados a procurar um novo refúgio, mais perto da superfície. E mais perto dos parisienses. (Fonte: AFP).

esses bichinhos que aparentam graciosidade, mas trazem junto o perigo de várias doenças. Um vídeo viral gravado por um coletor de lixo e publicado há poucos dias nas redes sociais que mostra como dezenas, senão centenas de ratos lutam dentro de um recipiente entre sacos de lixo, disparando alarmes na

cidade do glamour . Sim, Paris tem um problema de rato e não existe um filme da Disney “à la Ratatouille” que possa compensar. David, o nome fictício sob o qual a denúncia foi feita pelo trabalhador municipal que distribuiu as imagens chocantes, assegura que o que viu e gravou no VII distrito de Paris não é exceção.

“Eles são enormes e têm cada vez menos medo de nós” , explicou o trabalhador ao jornal Le Parisien , o primeiro a publicar o vídeo que as redes de televisão já reproduziram. “A prova é que eles não hesitaram em atacar as pessoas e isso ocorreu em diferentes distritos. Um saltou no pescoço de um lixeiro e outro pulou no braço “, disse ele.

Proibição do uso de raticida reduz as formas de combate aos roedores Que Paris tenha um problema de rato é algo que até foi oficialmente reconhecido. Em dezembro de 2017, a Prefeitura Municipal anunciou um “plano de ação imediato” para reduzir “significativamente” um problema que, reconheceu a prefeita Anne Hidalgo, a instituição não tem como erradicar completamente. Para ela, isso é impossível em uma cidade com tantas cavernas, túneis, catacumbas e esgotos. O plano de desratização, para o qual a cidade destinou 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 6 milhões) no atual exercício, já foi posto em prática em vários pontos da cidade. Também está em andamento nos jardins do Campo de Marte que levam à Torre Eiffel e que são um dos lugares mais visitados pelos turistas e... por ratos, que ocupam o parque assim que o sol se põe. O problema dos ratos e Paris não é novo. O diário “Le Parisien“ evocou a capa de sua edição de 8 de fevereiro de 1968, na qual, em uma grande manchete, advertiu que “200 mil ratos ameaçam invadir Paris”. No centro da cidade existe uma média de

1,75 rato por habitante, disse o especialista Pierre Falgayrac ao jornal “Le Figaro“. O que significa uma população de pelo menos 3,8 milhões de roedores em Paris, a grande maioria - até 80% - alojada nos esgotos. O problema, reconhece a Prefeitura, aumentou nos últimos meses. Uma das razões,

segundo as autoridades municipais, é uma diretiva europeia que proíbe o uso de raticidas em iscas granuladas. “Isso reduziu nossos meios de luta e tivemos que encontrar outras soluções para tentar acabar com o problema”, disse ele o chefe de serviços de saúde ambiental em Paris, George Salines. SILVIA AYUSO/AFP

Nos parques de Paris, os ratos já não temem a presença das pessoas


A14

Polícia

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

SOBRE A PONTE

Rapaz é assassinado a facadas no Bonfim quando voltava de uma festa na Guiana Pedro foi esfaqueado por um indivíduo desconhecido que ainda não havia sido encontrado pela polícia até a tarde de ontem Divulgação (Por foto do detalhe)

NONATO SOUSA

nonatosousa@roraimaemtempo.com.br

A madrugada de domingo de Carnaval em Roraima foi marcada por um assassinado. O crime ocorreu na sede do município do Bonfim, distante 127 quilômetros de Boa Vista, na fronteira com a república Cooperativista da Guiana. Até

Golpe fatal Além dos policiais militares, uma equipe do Samu esteve no local do esfaqueamento e socorreu a vítima, mas quando os socorristas chegaram ao hospital em Bonfim, os médicos informaram que ele já estava morto Rockie Pedro chegou a ser socorrido por uma equipe do Samu, mas já chegou morto ao hospital de Bonfim

esse incidente, a festa de carnaval no estado, iniciada na sexta-feira (9), era considerada tranquila e sem registro de crimes violentos. Conforme registro no Instituto de Medicina Legal (IML), em Boa Vista, para onde o corpo do jovem foi removido no domingo pela manhã, a vítima foi o indígena Rockie Pedro, que faria aniversário no próximo dia 22. Ele levou uma facada no peito.

Um agente de plantão na delegacia de Bonfim disse que a namorada da vítima e um casal de adolescentes, amigos dele, testemunharam o crime e contaram que Pedro foi esfaqueado por um individuo desconhecido, sem que qualquer discussão ou motivação aparente. Aos policiais militares que atenderam a ocorrência, as testemunhas contaram que os dois casais voltavam para

casa de uma festa na cidade de Lethem, no país vizinho, a pé, quando o assassino surgiu do mato, no meio da escuridão e esfaqueou a vítima. Foram pelo menos três facadas. “Ele não disse nada já chegou esfaqueando meu namorado”, disse a testemunha. Ainda de acordo com a garota e os amigos que estavam com a vítima, depois de esfaquear Pedro, o individuo fugiu.

DIVULGAÇÃO

Segundo testemunhas, a picape capotou depois de bater no meio-fio da Avenida e cair de uma ribanceira, nas proximidades do prédio da Polícia Federal

Ex-presidiário morre após picape capotar na Avenida Brasil, trecho urbano na BR-174 Anderson de Oliveira respondeu processo por lesão corporal e passou uma temporada na Penitenciaria de Monte Cristo As policiais Militar e Civil registraram vários casos de acidentes de trânsito no fim de semana de Carnaval nas ruas e avenidas de Boa Vista. Em um dos casos, um carro saiu da pista, capotou e resultou na morte de uma pessoa. Nos demais acidentes, a maioria resultou apenas em dano material para as pessoas envolvidas. A vítima do capotamento foi o jovem Anderson Alexandre de Oliveira, 21. Ele morava no bairro Raiar do Sol. O Acidente fatal ocorreu por volta das 23h30 de sábado (10), na Avenida Brasil, trecho urbano da BR-174, sentido Sul, nas proximidades do prédio da Polícia Federal e local denominado de “Pau da Paciência”.

Segundo o relatório dos policiais rodoviários que atenderam a ocorrência, Anderson era passageiro de uma picape S-10, junto com a mulher Karen Joyce da Silva Campos, que teve apenas ferimentos leves. “Ela estava em estado de choque devido à morte do companheiro”, destacaram os PRFs. A picape era conduzida por Silas Simão da Silva, 29, que estava desacordado e recebeu os primeiros socorros de uma equipe do Samu. Depois foi conduzido ao Pronto Socorro Francisco Elesbão, onde permaneceu internado. Ainda de acordo como apurado pelos policiais, testemunhas contaram que a picape seguia sentido bairros Centenário, Cinturão Verde e São Bento, quando o motorista perdeu o controle da direção. Em seguida bateu no meio-fio

e caiu da ribanceira. Após o trabalho de perícia no local do acidente, o corpo do jovem foi removido ao Instituto de Medicina Legal. Ontem pela manhã parentes dele estiveram no IML e providenciaram a liberação do corpo. O relatório da ocorrência foi entregue no plantão da Polícia Civil, porém, por se tratar de morte por acidente de trânsito, o caso será investigado pelo delegado e agentes da Delegacia de Acidente de Trânsito da Polícia Civil. A reportagem apurou que a princípio Silas da Silva deve responder a processo por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) na direção de veículo automotor terrestre. Também ontem a reportagem foi informada que Anderson era ex-presidiário.

Além dos policiais militares, uma equipe do Samu esteve no local do esfaqueamento e socorreu a vítima, mas quando os socorristas chegaram ao hospital em Bonfim, os médicos informaram que ele já estava morto. Pela manhã, o IML foi acionado para fazer a remoção do corpo para a necropsia. A reportagem apurou que vigias do prédio da Receita Federal, que fica próximo da Ponte

onde ocorreu o esfaqueamento, disseram aos policiais que viram um individuo desconhecido, sem camisa, correndo em direção ao bairro São Francisco. Os PMs ainda fizeram diligência pelo bairro para tentar encontrar o criminoso, mas encerraram as buscas sem sucesso. A namorada e o casal de amigos de Pedro foram conduzidos à delegacia para serem ouvidos acerca do ocorrido,

mas acabaram intimados a retornar na delegacia na próxima quinta-feira (15). Até a conclusão da matéria, à tarde, nenhum parente de Rockie Pedro tinha ido ao IML para providenciar a liberação do corpo dele para o velório e sepultamento. “Se até o final do dia ninguém vim aqui o corpo será colocado na geladeira para conservação”, disse uma servidora.

Motocicleta de vigilante dos Correios roubada no dia 5 é encontrada abandonada em matagal A motocicleta Titan de cor preta, pertencente de um vigilante dos Correios do município de Normandia, a Nordeste de Roraima, roubada no começo do mês durante assalto àquela agência, foi encontrada abandonada na tarde de ontem, jogada num matagal. O capacete preto da vítima também foi deixado pelos bandidos próximo ao veículo. Foto da motocicleta foi compartilhada na rede social (WhatsApp). A reportagem do Roraima em Tempo tentou contato com a delegacia de Normandia para falar com algum agente e colher mais informações do caso, mas a ligação não se completou.

ROUBO O assalto à agência dos Correios de Normandia ocorreu no começo da tarde do dia 5, ocasião em que era feito pagamento dos servidores federais que atuam naquela região. Segundo a reportagem colheu no dia com o delegado Alberto Alencar, depois do roubo o gerente registrou ocorrência na delegacia e informou que foiram levados cerca de R$ 90 mil. Alencar disse que dois bandidos entraram na agência, renderam os funcionários, enquanto outros dois esperavam em um carro. Conforme o gerente detalhou antes de anunciar o roubo, os homens se fingiram de clientes e um deles

perguntou sobre valor de saque. Depois de respondida a pergunta eles saíram e retornaram pouco tempo depois, momento em que, já de armas em punho, renderam todos e informaram que se tratava de um assalto. Os bandidos roubaram ainda o colete e a arma do vigilante. O caso está sob investigação da Polícia Federal e até ontem nenhum suspeito tinha sido preso, nem identificado. Imagens do circuito de câmeras do prédio foram divulgadas horas depois do roubo e mostra a tranquilidade com que os bandidos agiram, o que já tinha sido informado pelo gerente. A suspeita é de que os criminosos vieram de outro estado. DIVULGAÇÃO

A motocicleta foi encontrada após denúncia anônima para a polícia


Polícia A15

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

INCÊNDIO CRIMINOSO

Estrangeiro que ateou fogo na casa em que estavam os venezuelanos é preso O guianense confessou que ateou fogo nas casas por raiva e vingança, depois de ter sido vítima de roubo e agredido por venezuelanos Divulgação PC

NONATO SOUSA

nonatosousa@roraimaemtempo.com.br

Terminou na noite de sábado (10) as buscas ao hpmem que lançou coquetel molotov nas casas onde famílias de imigrantes venezuelanos dormiam, no bairro Mecejana. No local funciona também num posto de lavagem de carros. Pelo menos cinco pessoas sofreram queimaduras, quatro delas de segundo

Indícios No local onde ‘Jamaica’ foi preso foram encontrados frascos de álcool, com o produto inflamável, usado nos ataques e outros objetos também usados pelo suspeito

grau, mas não correm risco de morte. Uma das vítimas é uma criança de três anos que ainda está internada no Hospital Infantil Santo Antônio. Pai e mãe dela também se queimaram. A prisão do principal suspeito, Gordon Fowler, 42, natural da vizinha República Cooperativista da Guiana, conteceu cinco dias após o primeiro ataque, resultado de uma investigação que aconteceu de maneira ininterrupta, desde o dia 8, quando houve o último ataque do piromaníaco. A investigação foi feita pelo delegado Cristiano Camapum e agentes da Delegacia Geral de Homicídio da Polícia Civil. O suspeito, que é conheci-

O guianense Gordon Fowler, apelidado de ‘Jamaica’ é morador de rua. Ele confessou os ataques e alegou que os fez por vingança, depois de brigar com outros venezuelanos

do pelo apelido de “Jamaica”, é morador de rua e foi preso num imóvel abandonado, localizado na rua Pedro Rodrigues, no mesmo bairro onde ocorreram os ataques incendiários. Após ser encontrado, ele foi conduzido à delegacia, onde foi interrogado por Camapum e confessou o crime. Ainda na noite de sábado, o delegado falou com a imprensa sobre o desfecho do caso e informou que, de acordo com a confissão do guianense, ele ateou fogo nas casas por raiva e vingança, depois de ter sido vítima de roubo e agredido por venezuelanos. Porém as vítimas dos ataques incendiários não têm nada a ver com o roubo e agressão alegada pelo suspeito. Ainda durante o interrogatório ‘Jamaica’ disse que não tinha nada contra as vítimas, e que tomou raiva de venezuelanos desde que teve desentendimento com outros compa-

triotas das vítimas que também estão vivendo nas ruas de Boa Vista, ocasião em que foi agredido e teve a bicicleta roubada por esses venezuelanos. Ficou com raiva e decidiu se vingar. “Ele disse que as vítimas foram escolhidas pela facilidade em ser alcançadas, por dormirem em locais semiabertos, sem portas ou janelas, e por pernoitarem no bairro Mecejana, onde ele também se abrigava em imóveis abandonados”, informou Camapum. Diante da confissão do suspeito e de não ter mais dúvidas de que ele era mesmo responsável pelos ataques, e que agiu sozinho, o delegado concluiu o procedimento policial e prendeu ‘Jamaica’ em flagrante por tripla tentativa de homicídio, qualificada referente ao último ataque, que vitimou pai, mãe e filha. Também foi indiciado por dupla tentativa de homicídio, atingidas no primeiro ataque. Ao final do flagrante, ‘Jamaica’ foi levado para a carceragem da Polícia Civil e depois, para audiência de custódia. INVESTIGAÇÃO/VÍEOS/ROUPAS Durante a investigação pelo menos dois vídeos de câmeras de monitoramento de casas próximas de onde ocorreram os ataques foram recolhidos pelos agentes da DGH e ajudaram na elucidação do caso, além dos depoimentos de testemunhas. Num dos vídeos ‘Jamaica’ foi filmado caminhando na madrugada em que ocorreu um dos incêndios. No outro, o incendiário foi filmado quando lançou o coquetel molotov na casa onde pai, mãe e filha dormiam e saiu correndo do local. Ao ser preso, ‘Jamaica es-

O delegado Cristriano Camapum deu o caso por esclarecido e informou que no momento da prisão ‘Jamaica’ estava com a mesma roupa e boina que usou no último ataque

tava com a mesma roupa: bermuda, camisa preta e uma boina, que usou num dos ataques. Também durante o interrogatório foram mostradas as imagens para o suspeito e o guianense confirmou ser ele a mesma pessoa do vídeo, o que corroborou com o trabalho da polícia. MATERIAL INCENDIÁRIO Jamaica vive em Roraima já há algum tempo. No local da prisão, foi encontrada parte do material que usou nos ataques criminosos; garrafas com álcool, isqueiro e uma mochila que usou para transportar o produto inflamável para cometimento do crime. Também uma placa com a palavra “incêndio”. A suspeita do delegado é de que caso ele não fosse preso naquela noite teria cometido outro ataque incendiário. Ainda segundo o delegado, o guianense não demonstrou arrependimento. Ao ser indagado se estava arrependido,

Traficante reincidente é pego com trouxinhas de crack e dinheiro enquanto fazia delivery No final da noite de sexta-feira (9) mais um suspeito foi preso em flagrante de tráfico de drogas enquato fazia delivery [venda em domicílio]. Guto Melo Alvarenga foi detido por policiais do Grupamento de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro), equipe Golf, da Polícia Militar, durante patrulhamento pelo bairro Santa Teresa,

Zona Oeste da capital. O suspeito andava numa motocicleta, quando os militares suspeitaram e tentaram abordá-lo num primeiro momento para fiscalização. Mas Alvarenga não obedeceu e fugiu dos policiais que foram atrás. Após alguns minutos de perseguição por varias ruas do bairro, conseguiram interceptá-

-lo na Avenida Princesa Isabel, próximo de um bar. Com o suspeito, foram encontradas três trouxinhas com pedras de crack e dinheiro – pouco mais de R$ 700 – trocado, característico da pratica de tráfico de drogas. Logo depois Alvarenga foi conduzido ao plantão da Polícia Civil, onde acabou autuado em flagrante por tráfico.

REINCIDENTE A reportagem do Roraima em Tempo apurou que Alvarenga é velho conhecido da polícia e já responde a procedimentos policiais por tráfico de drogas e outros crimes. No sábado (10), pela manhã, o preso foi levado para audiência de custódia. O resultado não foi informado.

ele respondeu que não. Porém alegou que não tinha intenção de atingir crianças e mulheres. O alvo dele eram os homens venezuelanos. Com a prisão de ‘Jamaica’, o delegado Camapum deu por esclarecido o caso e descartou que outra pessoa tivesse envolvida no crime. HOMOLOGADA Ontem à tarde o delegado voltou a falar com a reportagem e informou que o juiz de custódia homologou o flagrante de ‘Jamaica’ e transformou a prisão dele em preventiva. Ao final do procedimento, o preso foi recolhido à cadeia. ALÍVIO A resposta rápida da polícia trouxe alívio para os milhares de venezuelanos que estão vivendo em Boa Vista, na sua grande maioria nas ruas e praças da cidade. Devido aos ataques, os estrangeiros estavam receosos por suas vidas, temen-

do a novas investidas. Os amigos Alan Rodriguez, 28, e Álvaro Primeiro, 44, que sobrevivem de bicos, de serviços gerais e vendas de balas nas ruas de Boa Vista, falaram com a reportagem no final a manhã e disseram que ficaram felizes com a ação da polícia em identificar e prender o incendiário. “Dormimos na rua e já estávamos com medo de sofrer algum ataque. Que bom que a polícia já prendeu esse homem que fez mal a nossos compatriotas. Já estamos sofrendo muito em nosso país, por conta daquele presidente louco e desumano [Maduro]. Saímos de lá em busca de sobrevivência e uma vida melhor. Peço compreensão do povo daqui e que nos ajude”, disse Primeiro, ao lembrar que veio de Valência e deixou três filhos pequenos e está muito preocupado com eles. Disse que a maior parte do que consegue manda para os filhos.

DIVULGAÇÃO

Alvarenga foi preso na noite de sexta-feira no bairro Santa Teresa. Ele andava numa motocicleta vendendo droga em domicílio


A16

Local

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

CARNAVAL DE BOA VISTA

Foliões contam com segurança para as cinco noites de festa: PM, GCM, CBM e Smtran A festa momesca também conta com um sistema de monitoramento por câmeras espalhadas por todo circuito do carnaval Fernando Teixeira

No carnaval de Boa Vista a segurança é garantida. Quem compareceu à Praça Fábio Marques Paracat nesta primeira noite de folia para se divertir, pôde conferir que a Prefeitura de Boa Vista preparou um grande reforço de guardas civis municipais, policiais militares, agentes de trânsito e bombeiros que irão atuar nas cinco noites de festa.

Alerta Cerca de 30 agentes da Smtran e o Grupo Tático de Trânsito (GTT) orientam condutores em relação ao excesso de velocidade e os perigos de dirigir sob efeito de bebidas alcoólicas A Guarda Civil Municipal destacou 84 homens e mulheres para atuar por noite, incluindo equipes da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) e da Defesa Civil Municipal. A Superintendência Municipal de Trânsito (Smtran) também deslocou agentes de trânsito para controlar o tráfego e orientar condutores quanto aos trechos interditados nas proximidades da festa. “Nos preparamos para

Guarda Civil Municipal e Polícia Militar fazem a segurança durante a folia, que conta ainda com monitoramento por câmeras em tempo real

que todas as noites de festa sejam tranquilas e sem ocorrências, para que as famílias possam comparecer e se divertir durante a festa”, destacou o inspetor geral da Guarda Civil Municipal, Jader de Andrade. Além disso, mais 41 policiais militares reforçam a segu-

rança no local. As viaturas e motocicletas auxiliam com rondas no entorno da praça. E ainda 20 bombeiros civis e 10 militares também estão presentes atuando e orientando quanto à prevenção de acidentes. A festa também conta com um sistema de monitoramen-

to por câmeras espalhadas por todo circuito do carnaval. Ao todo, são 24 câmeras acompanhando toda movimentação em tempo real, sendo 20 delas fixas e 4 móveis, que enviam as imagens para um microônibus totalmente equipado, garantindo tranquilidade a todos os foliões.

Cerca de 30 agentes da Smtran e o Grupo Tático de Trânsito (GTT) orientam condutores em relação ao excesso de velocidade e os perigos de dirigir sob efeito de bebidas alcoólicas. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) garante o apoio no local.

O autônomo Leandro Paiva veio curtir a primeira noite de carnaval com a família e aprovou o esquema de segurança montado para os dias de folia. “Vim mais cedo porque estava com criança. Gostei da festa. Achei bem seguro. Pretendemos voltar outras noites”, disse.

Folia movimenta economia local e garante renda extra para ambulantes e donos de barracas Blocos, fantasias e geração de renda. O carnaval de Boa Vista garante diversão para os foliões e um faturamento extra para quem quer reforçar o orçamento familiar. A Praça Fábio Marques Paracat conta com uma praça de alimentação com 13 barracas. Outros 90 ambulantes circulam pelo local comercializando diversos produtos. Quem

trabalha com o lazer infantil também está sorrindo nesse período, são 20 espaços com brinquedos. No local também foram instalados bares, food trucks e até gelaterias, além das várias barracas que oferecem artesanatos, bijuterias e brinquedos. Em uma delas, a costureira Joana Pimentel, de 62 anos, montou um

pequeno ateliê, onde customiza abadás e confecciona fantasias. Ela já participa do carnaval de Boa Vista há seis anos, mas foi a primeira vez que resolveu costurar no local da festa. Só no primeiro dia de carnaval, ela recebeu trinta encomendas. “Eu vi que as pessoas compravam os abadás aqui na praça, aí tive essa ideia Andrezza Mariot

Na barraca de comida japonesa, o Célio Macedo Oliveira Jr é o responsável por elaborar os pratos

de trazer a máquina de costura pra cortar e enfeitar os abadás aqui mesmo. Eu vivo da costura e quando tem esses grandes eventos, como o carnaval, eu aumento cerca de 90% o faturamento”, disse. Quando querem repor as energias depois de pular nos blocos, os foliões correm para a praça de alimentação

e lá encontram um cardápio variado: churrasquinho, sanduíches, acarajé e até sushi. Na barraca de comida japonesa, o Célio Macedo Oliveira Jr é o responsável por elaborar os pratos. “É a primeira vez que a gente está no carnaval, estamos experimentando e divulgando o restaurante. Esperamos ter um bom faturamento nesses

cinco dias”, contou. O carnaval arrasta milhares de foliões atrás dos blocos e de quebra movimenta a economia da cidade. “A estimativa é que o carnaval movimente cerca de R$ 5 milhões em Boa Vista. É um importante ganho para a economia local”, pontuou o superintendente de Cultura da Fetec, Enos Almeida. Andrezza Mariot

No local também foram instalados bares, food trucks e até gelaterias, além das várias barracas que oferecem artesanatos, bijuterias e brinquedos


Social

por Júnior Brasil

jornalismo@roraimaemtempo.com.br

BOA VISTA, SEGUNDAFEIRA, 12 DE FEVEREIRO DE 2018 Junior Brasil

RELÔOOU

Junior Brasil

seu tempo ou de alimentos, ligue: 99112 7227.

Não é fantasia. O Presidente Michel Temer agendou visita ao Estado de ultima hora e deve aportar por aqui nessa segunda-feira Gorda de carnaval. *** Vem conferir aquilo que seus ministros constataram: o problema da imigração venezuelana é uma questão (inter-) nacional.

CONCORRIDO

TEMA

Sobre a imigração e o estado de penúria dos refugiados diante da incapacidade das autoridades em atender a grande demanda, o Foto Clube de Roraima prepara a exposição “Mulheres 2018”, que deverá abrir as portas em março. *** O tema em foco pelos profissionais será “Mulher migrante, imigrante e sua força” .

BOMBOU

O Carnaval 2018 começou embalado, mostrando a força da festa popular tanto em números quanto em animação, com o povo brincando da Praça do Centro Cívico ao palco oficial da folia, na Praça Fábio Marques.

Da lista dos posteiros, Débora Moraes, Scyla Oliveira e Cátia Evangelista, no embalo do Bloco do Poste, na noite de sábado

A artista plástica e ilustradora Ina Avelino e o pai Junior Avelino com a camiseta dos mujiqueiros, com logo assinada por ela

*** Também quem mostrou sua força foi o Bloco Canaimé que, mesmo no circuito extraoficial, arrastou multidão e deu uma “palinha” do que será seu desfile hoje, arrastado pela banda Araketu.

abertura do carnaval quem ganhou festa de aniversário foi Jeremias Nascimento, que sintonizou na faixa dos 4.4. *** O casal Cida Gomes e Odely Sampaio chamou os amigos do radialista para um churrasquinho básico em sua cháca-

A ALTURA

Hoje também é dia Mujica, o bloco mais alternativo da cidade, reunindo artistas, escritores, jornalistas, profissionais liberais e outros intelectuais. *** E, este ano, o bloco, ou

melhor, sua logo, foi criada por Ina Avelino. Nada mais, nada menos que a ganhadora do Prêmio Jabuti no quesito ilustração, pela obra infantil “O Cabelo da Menina”, de Fernanda Takai.

FILHOS DE FRANCISCO

Em plena sexta-feira de

Junior Brasil

Junior Brasil

A publicitária Simone Meneses e a médica Kelly Vieira prontas para correr atrás do trio do Canaimé na sexta-feira

ra, na periferia da cidade, onde a designer mantém sua fábrica de móveis projetados, um hotel para cães e gatos, e um fantástico projeto de recolhimento de animais abandonados.

FILHOS DE FRANCISCO 2

O projeto de Cida Gomes, batizado Filhos de Francisco é, segundo ela, sua missão. Tarefa que ela cumpre com prazer, muita dedicação e amor. *** Entre hóspedes de quatro patas e residentes o espaço abriga um canil com mais de 100 cães e um gatário com outras dezenas de gatos, além de ambulatório e sala cirúrgica que a designer chega a emprestar para alguns procedimentos. *** Isso tudo em meio a uma enorme área verde, bastante arborizada e com jardins convidativos que ela mantém por conta própria e com a ajuda de alguns voluntários. Se quiser conhecer o trabalho, doar um pouco do

E a moda dos blocos in door está tomando conta da cidade. Sábado foi o dia do Bloco do Poste, ali no Caçari, que começou com um grupo de amigos que se reuniam na calçada da casa, em baixo do poste da rua (daí o nome). *** Ainda fechado apenas para os amigos e os amigos e os convidados dos amigos, a diretoria está num impasse diante da quantidade de pessoas que passaram na frente perguntando quanto pagava para entrar.

CONCORRIDO 2

O Bloco do Poste é um bloco daqueles que nossos avós chamavam de “familiar”, realizado na residência do casal Patty Brasil e Edy Oliveira, onde todos se cotizam para pagar pequenos serviços e a banda. *** O resto é comprar uma camiseta, ou customizar uma outra qualquer obrigatoriamente com a logo do bloco impressa.

OFF FOLIA

Agora, se você não é de carnaval e prefere curtir um cineminha, a coluna sugere alguns dos indicados ao Oscar 2018. *** Na lista dos indicados à 90ª edição do Prêmio e já incensado pela crítica estão, entre outros, “Três Anúncios para um Crime”, “Lady Bird - A Hora e Voar” e “O Destino de Uma Nação”, sobre Winston Churchill. Junior Brasil

Junior Brasil

O radialista Jeremias Nascimento e seu bolo musical, celebrando idade nova já em clima de carnaval

A designer Cida Gomes e o radialista Odely Sampaio, anfitriões do jantar em torno da idade nova do amigo Jeremias Nascimento

A anfitriã e uma das fundadoras do bloco do Poste, Paty Brasil com os amigos Futrica, e Gela Leitão, na festa de sábado


B2

Juventude

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

CIÊNCIA

Cientistas cultivam óvulos humanos até a maturidade em laboratório É a primeira vez que óvulos humanos são desenvolvidos in vitro em um laboratório, desde seu estágio mais precoce até sua plena maturidade DIVULGAÇÃO

Cientistas britânicos e americanos cultivaram óvulos humanos em laboratório até a plena maturidade, ou seja, prontos para serem fecundados, algo inédito e que oferece um potencial para preservar a fertilidade feminina, segundo trabalhos publicados nesta sexta-feira (9/2). É a primeira vez que óvulos humanos são desenvolvidos in vitro em um laboratório, desde seu estágio mais precoce até sua plena maturidade, ressaltou em um comunicado a universidade de Edimburgo (Reino Unido) que conduziu, com pesquisadores de Nova York, estudo publicado na revista Molecular Human Reproduction. Este avanço, um passo prévio a qualquer tentativa subsequente de fertilização, poderia ter aplicações para preservar a fertilidade das meninas com câncer. O interesse, para aquelas que receberão um tratamento como a quimioterapia, seria evitar a reimplantação do tecido ovariano previamente removido e, portanto, o risco de reintrodução do câncer. Em vez disso, os oócitos imaturos recuperados a partir de um pedaço de ovário das pacientes poderiam ser levados à maturidade em laboratório. Eles seriam armazenados para serem fertilizados mais tarde. Para o estudo, os pesquisadores desenvolveram substâncias adequadas (meios de cultura em linguagem técnica) em que os oócitos foram cultivados para suportar cada etapa do seu desenvolvimento. Os cientistas já haviam conseguido maturar no labora-

Avanço Este avanço, um passo prévio a qualquer tentativa subsequente de fertilização, poderia ter aplicações para preservar a fertilidade das meninas com câncer. O interesse, para aquelas que receberão um tratamento como a quimioterapia, seria evitar a reimplantação do tecido ovariano previamente removido e, portanto, o risco de reintrodução do câncer. Imagem de um processo de fertilização in vitro

tório óvulos de ratos para produzir descendentes vivos. Outros fizeram amadurecer óvulos humanos a um estágio de desenvolvimento relativamente tardio. “Ser capaz de desenvolver plenamente óvulos humanos em laboratório pode ampliar o alcance dos tratamentos de fertilidade disponíveis e agora estamos trabalhando para otimizar as condições para o seu desenvolvimento. Esperamos saber, sujeito à aprovação regulamentar, se eles podem ser fecundados”, comentou a professora Evelyn Telfer, da universidade de Edimburgo, que lide-

rou esta pesquisa. O professor Azim Surani, da universidade de Cambridge, estima, por sua vez, ao Science Media Center que “os resultados relatados no estudo são interessantes”. Mas, ele acrescenta: “ainda há muito trabalho a fazer antes de concluir que eles têm o potencial de ser usados %u200B%u200Bem clínicas”. Este biólogo também observa que “esses oócitos são menores do que o normal”. Ele acredita que seria interessante testar seu desenvolvimento através da fertilização in vitro (FIV). Robin Lovell-Badge, do

Instituto Francis Crick, observa que o procedimento ainda é “realmente muito ineficiente”, com, segundo ele, apenas nove células atingindo o estágio de óvulos maduros, de um grande

manos podem ser cultivados até a maturidade em um laboratório”. Ele vê isso como “um avanço importante que poderia oferecer esperança a mulheres inférteis”, mas “levará vários anos para traduzir isso em terapia”, adverte.

número não especificado. Para a Dr. Channa Jayasena, do Imperial College de Londres, este é “um trabalho elegante, demonstrando pela primeira vez que os óvulos hu-

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br Arte das negociações entre Estados

© Revistas COQUETEL

Livrar-se da responsabilidade (bras.) Posto de Atendimento Médico (sigla)

Santo (?), cidade da Bahia Parte larga do chapéu do mexicano

Cirurgia estética típica de modelos (red.)

Documento daquele que vota

Prática do matadouro O papel lustroso

Camisa 10 da Seleção do Tetra (fut.)

DIVULGAÇÃO

Cupido, para os gregos (Mit.)

Brado usado por cocheiros

Protege; favorece Pronome da 2ª pessoa do plural

Vazio; sem miolo Manchas na pele

Aquele homem Atração litorânea Inferior a tudo Junte; associe

O partido de Lula (sigla) Detido; preso

Eduardo Suplicy, político brasileiro Peça de pano colocada em janelas Chefe supremo da Igreja Católica

Cada um dos símbolos do baralho

Período fértil dos animais

Móvel principal do quarto de dormir

Apaixonado; enamorado Arte, em inglês 22

Solução R T C I O E R O S A E

BANCO

T I T U L O D E E L E I T O R

forma de enviar dinheiro para amigos via SMS a partir do Google Pay. O Google também está preparando uma ferramenta parecida com as respostas inteligentes de apps como Gmail, Allo e Inbox. Até agora, no entanto, não há nenhuma informação por parte da empresa em relação à disponibilidade das novas funções. Referências a um recurso em um arquivo APK não significa necessariamente que ele vai existir um dia, mas é um indício de que o Google ao menos estuda expandir as funcionalidades de SMS no Android.

Roberto Talma, diretor de novelas

Novo Testamento (abrev.)

A C B A A E P I R A A I P A R R E N E D A

do arquivo APK. Referências a um recurso indicam que, em breve, vai dar para mandar mensagens a partir do navegador. A ferramenta funcionaria com o pareamento do smartphone a um site na web a partir de um código QR. A partir daí, é só digitar no teclado o que o usuário quer que seja enviado para seus contatos. O recurso foi parcialmente implementado na versão 2.9 do Android Messages, mas não é possível enviar mensagens no momento. Outro recurso que pode ser incluído no futuro é uma

Orlando Drummond, humorista

A P L O M A I A M P A R O C O S E A P T U R T I N D N A A P A S D C C O R B A A E M O V M A D O

Vai dar para enviar mensagens de texto pelo navegador, caso você seja usuário do Android. Códigos encontrados dentro do aplicativo Android Messages do Google indicam que a empresa planeja disponibilizar essa funcionalidade no futuro. O pessoal dos sites XDA Developers e Android Police vasculharam os dados da versão mais recente do app Android Messages, que o Google disponibiliza para gerenciamento de mensagens SMS no Android. E eles encontraram algumas coisas bastante interessantes escondidas no código

(?) eletrônico: e-mail Oposto de “mal”

T D I R A R V O C C O R P N O F O R G A

Google prepara recurso para envio de SMS no Android pelo navegador do PC

Especialidade dos escoteiros (pl.) Que legal! O de esmalte é a acetona

O (?) da MPB: Roberto Carlos

3/art — una. 5/amaro — naipe. 10/diplomacia.

Referências a um recurso indicam que, em breve, vai dar para mandar mensagens a partir do navegador

Produto do artesanato nordestino

Flor da lapela do noivo


Variedades

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

B3

USA

Longa: ‘Cinquenta Tons de Liberdade’ lidera bilheteria nos EUA com 38,8 milhões de dólares´ Estreia da comédia familiar ‘Pedro Coelho’ arrecadou 25 milhões de dólares em 3.725 locais, melhor que o esperado DIVULGAÇÃO

A estreia de Cinquenta Tons de Liberdade, da Universal, está dominando os cinemas norte-americanos com uma sólida arrecadação de 38,8 milhões de dólares, em 3.678 locais de exibição, enquanto a indústria aguarda a chegada de Pantera Negra. O lançamento da comédia familiar Pedro Coelho, da Sony, arrecadou 25 milhões de dólares em 3.725 locais, melhor que o esperado. A estreia do thriller dirigido por Clint Eastwood 15h17: Trem para Paris, da Warner Bros., também foi acima das estimativas, obtendo 12,6 milhões de dólares em 3.042 locais no fim de semana. Dupla de sucesso desde as festas de fim de ano, Jumanji: Bem-vindo à Selva e O Rei do Show persistiram em seu oitavo fim de semana de exibição e conquistaram quarto e quinto lugar. Jumanji, da Sony, encerrou com cerca de 10 milhões de dólares em 3.126 locais e O Rei do Show, da Fox, conquistou 6,4 milhões de dólares, em 2.373 telas. Jumanji encerrará o fim de semana com cerca de 365 milhões de dólares, em 38º lugar na lista de filmes com maior bilheteria nos Estados Unidos em todos os tempos, 3 milhões de dólares atrás de Meu Malvado Favorito 2. O encerramento da trilogia Cinquenta Tons - chamado de “o clímax” nos materiais de divulgação - também está estreando em 57 mercados internacionais este fim de semana,

Jumanji encerrará o fim de semana com cerca de 365 milhões de dólares, em 38º lugar na lista de filmes com maior bilheteria nos Estados Unidos em todos os tempos, 3 milhões de dólares atrás de Meu Malvado Favorito 2. com cerca de 100 milhões de dólares, o que leva a franquia a um total de cerca de 1,09 bilhão de dólares. O fim de semana viu um aumento significativo nas idas ao cinema, na sequência de uma sessão lenta do Super Bowl, com 138 milhões de dólares, alta de 46 por cento, de acordo com o comScore. No geral, os negócios recuaram 27 por cento ante a mesma semana um ano atrás, quando Lego Batman: O Filme liderava com 53 milhões de dólares. As idas ao cinema receberão outro grande impulso ao longo do feriado do Dia do Presidente com a estreia de Pantera Negra, da Marvel, em 16 de fevereiro, com previsão de arrecadação de 150 milhões de dólares durante o período de sexta-feira a segunda-feira. “Este fim de semana

Cena do filme ‘Cinquenta Tons de Liberdade’, com Dakota Johnon e Jamie Dornan

está bem calmo antes da tempestade causada pela

DIVULGAÇÃO

As atrizes Cynthia Nixon, Sarah Jessica Parker, Kim Cattrall e Kristin Davis, da série ‘Sex and the City’

Marvel, com a previsão de que Pantera Negra estreie

nos cinemas com resultados recordes”, disse o analista de

mídia sênior da comScore, Paul Dergarabedian.

Tensão entre atrizes da série ‘Sex and the City’ vem à tona nas redes sociais Após anos de rumores sobre um suposto clima de tensão entre as protagonistas da série de TV Sex and the City, os atritos vieram à tona neste sábado, 10. Há tempos se dizia que a estrela da série de sucesso da HBO, Sarah Jessica Parker, não tinha uma boa relação com Kim Cattrall, uma das outras três protagonistas. Quando a série estreou, em 1998, Sarah já era amiga de Cynthia Nixon, que representava uma das três melhores amigas da personagem de Sarah em Manhattan, onde se passava a história. Em seguida, criou uma boa

relação com Kristin Davis, a quarta protagonista. Mas as coisas com Kim sempre foram diferentes. Na manhã deste sábado, esta última publicou uma mensagem dura em sua conta no Instagram: “Não preciso do seu carinho ou apoio neste momento trágico, @sarahjessicaparker”. “Minha mãe me perguntou hoje: ‘Quando essa hipócrita @sarahjessicaparker irá te deixar em paz? Seu contato contínuo é uma lembrança dolorosa do quão cruel você realmente era então e agora”, escreveu. Sarah havia publicado

uma mensagem na conta de Kim no Instagram transmitindo condolências pela morte do irmão desta última, encontrado morto em casa, no Canadá, na semana passada. Kim incluiu em sua postagem um link para um artigo do New York Post intitulado: “A cultura interna das meninas malvadas destruiu Sex and the City”. A atriz, 61, fez uma advertência a Sarah: “Você não é minha amiga. Então estou escrevendo para lhe dizer, pela última vez, que pare de explorar nossa tragédia para resgatar sua imagem de boa moça”.

HORÓSCOPO ÁRIES Você vai querer reconhecimento no trabalho e precisará organizar os próximos passos que vai dar. À noite, as emoções estarão fortes -- pense antes de agir. Na paquera, tome a iniciativa. Cor: marrom. TOURO Viagens a passeio ou culturais estão favorecidas. Também é um bom dia para cultivar a espiritualidade e a fé. Curta os momentos mais românticos com seu amor. Paqueras podem acontecer em festas. Cor: vermelho. GÊMEOS Tente relaxar e desapegar-se um pouco dos problemas. A saúde pre-

cisa de mais atenção. Se você está só, há chance de rolar interesse forte por alguém muito sedutor. Cor: amarelo. CÂNCER Evite se preocupar com coisas sem importância. A Lua capricorniana vai favorecer os contatos e parcerias com pessoas que pensem da mesma maneira que você. Namoro ficará mais firme. Cor: prata. LEÃO A Lua vai te deixar mais responsável, com muita vontade de solucionar problemas e seguir adiante. Generosidade em família. Dê mais atenção ao seu amor. Isso vai reforçar os laços

entre vocês! Cor: roxo. VIRGEM Poderá sentir necessidade de organizar as atividades e tarefas a serem executadas em casa hoje. Baladas e passeios vão deixar a vida amorosa e sexual bem mais interessante. Cor: bege. LIBRA O clima em casa poderá ficar tenso, mas vai tirar isso de letra com seu poder de argumentar. Conseguirá atrair dinheiro para seus projetos. Pode conhecer alguém interessante na casa de parentes. Cor: preto. ESCORPIÃO

Suas palavras e gestos farão toda a diferença hoje seja em família ou até mesmo quando estiver com seus amigos. Para você que está só, aumentam as chances de rolar amor à primeira vista. Cor: verde. SAGITÁRIO Procure relaxar e recarregar suas energias. Contará com sorte e proteção astral em tudo o que fizer nesta noite. Procure dividir suas ansiedades com a pessoa amada e mande o ciúme pra bem longe. Cor: lilás. CAPRICÓRNIO A Lua vai reforçar a imagem que você passa para as outras pessoas. À noite, vai atrair muitas amizades:

vida social intensa! Se está só, prepare-se para o surgimento de novas paixões. Cor: verde-escuro. AQUÁRIO Seu sexto sentido estará em alta e não vai se enganar com as aparências. Bom momento para planejar sua carreira profissional. Você e a pessoa amada podem superar uma crise juntos. Cor: pink. PEIXES Sua cabeça vai estar cheia de ideias para o futuro graças às influências lunares. Viagens e encontros religiosos estarão protegidos à noite. Planos na vida amorosa têm tudo para dar certo! Cor: vermelho.


B4

Diversão

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

FILME

‘The Post’ e o ocaso do cinema no novo feminismo O principal assunto de “The Post” é a conquista do protagonismo por Kay Graham nos espaços masculinos, sem perder sua feminilidade DIVULGAÇÃO

Kay Graham, a personagem de Meryl Streep em The Post, acaba de sair de um julgamento na Suprema Corte Americana. Ela é editora-chefe do jornal Washington Post e uma das partes em disputa em um processo do Estado contra a imprensa do país. Há ampla cobertura do evento, mas nenhum repórter solicita entrevista a Graham. A atenção é toda para os chefes do Times,

Vera Fischer fingiu ter doença ginecológica para fugir de assédio Em pleno carnaval, a atriz Vera Fischer falou sobre como fazia para lidar com tentativas de assédio sexual que sofria em seu passado na TV, em entrevista a Amaury Júnior, no Band Folia. Amaury não se incomodou com o clima de festa no Baile do Copa, no Rio de Janeiro, e abordou um assunto sério: “Tá se falando muito em assédio sexual, essa coisa toda que tá rolando. Você foi vítima de assédio sexual lá atrás...” “Sim, sim. Mas eu sou um touro. Alemã. Sempre soube dar uma ‘fugidinha’ e

Personagem Graham é uma mulher vacilante, que viveu a maior parte da vida à sombra do pai e do marido, e apenas por um infortúnio assumiu o comando do jornal da família. Ela estava feliz na condição de esposa e socialite, e jamais teria se tornado chefe de um jornal, se não tivesse sido obrigada a isso. o jornal concorrente. Eles são homens. Graham não se abala com isso, e sai pela lateral da rua em direção à saída, passando por um corredor de pessoas que a observam com admiração. Este corredor é formado apenas de mulheres. A câmera acompanha o movimento de Streep de modo que os olhares femininos para a sua personagem se destacam na cena, em uma das passagens mais bonitas do filme de Spielberg. Uma leitura superficial diria que The Post é condescendente com a sociedade patriarcal que direciona aos homens o protagonismo no mundo do trabalho. No nível literal da representação, há vários momen-

dar uma explicação que as pessoas ficavam: ‘Ah, não, então não. Não é bom isso que você tá falando’. Uma doença ginecológica, coisas assim. Aí ‘nego’ foge de mim e não me manda embora da novela”, revelou. Em seguida, complementou: “A gente tem criatividade, aí você se safa. Porque se você não fizer o que eles querem, eles te mandam embora. Eu não queria ser mandada embora, então fiquei inventando coisas.” Questionada sobre o “teste do sofá”, foi enfática: “Não teve isso pra mim. Mas eles tentaram.” DIVULGAÇÃO

Atriz Meryl Streep

tos que parecem autorizar essa interpretação. Graham é uma mulher vacilante, que viveu a maior parte da vida à sombra do pai e do marido, e apenas por um infortúnio assumiu o comando do jornal da família. Ela estava feliz na condição de esposa e socialite, e jamais teria se tornado chefe de um jornal, se não tivesse sido obrigada a isso. A insegurança faz com que Graham dependa da opinião dos homens que a ajudam a administrar o jornal, causando um desconforto indisfarçável. Esse desconforto é mostrado por Spielberg em sua direção de Meryl Streep, fazendo com que The Post seja um dos cada vez mais raros exemplos de cinema narrativo em que o significado da obra deve ser buscado nos sutis detalhes da interpretação dos atores. Isso vale igualmente para grandes e pequenos gestos, como na cena em que Graham entra em um

Novelas

O OUTRO LADO DO PARAÍSO Renato e Gael brigam. Adriana faz insinuações contra Duda/Elizabeth. Radu separa a briga e Gael vai embora do baile de Carnaval com Sophia e Aura. Adriana pede para falar com Renan. Patrick questiona Clara sobre seus sentimentos por Renato. Suzy e Irene provocam uma briga entre Samuel e Cido. Patrick alerta Clara sobre o interesse de Renato pelas esmeraldas. Aura comenta com Sophia que pode ter direito às minas de esmeralda. Clara visita Raquel. Lorena suplica à filha para retirar a denúncia contra o padrasto. Vinícius solicita que Bruno arquive a denúncia que Laura fez contra ele. Clara questiona Patrick sobre seu interesse pelas esmeraldas e ele ri da situação. Aura afirma ser irmã de Clara e solicita que Patrick seja seu advogado. Vinícius aparece na casa de Clara e a ataca. DEUS SALVE O REI Amália descobre que Afonso é seu marido. Saulo diz a Selena que talvez eles não tenham sido feitos um para o outro. Catarina e Constantino se sentem vitoriosos quando Augusto indica o duque para ser o general do exército de Artena. O médico informa a Afonso que não tem como prever quando a memória de Amália voltará. Rodolfo estranha a decisão de Lucrécia de parar com as aulas de pintura. Betânia e Brumela recebem Tila, a nova cozinheira do castelo indicada por Rodolfo. Augusto ordena uma busca por Hermes ao saber que o cavalo do barão retornou sozinho ao castelo. Diana percebe que Amália acha que ainda é noiva de Virgílio. Betânia e Brumela notam que Tila não tem nenhuma familiaridade com a cozinha.

APOCALIPSE Uri, Benjamin e Dylan olham perplexos para a imagem do telão. Uri questiona qual o significado de tudo o que está acontecendo. No Galpão Filhos do Amanhã, Zé Bento fica chocado e com medo quando vê Nicanor

restaurante para tomar café com Ben Bradlee (Tom Hanks), e tropeça em uma cadeira. A pesada mala de documentos que a personagem leva para uma reunião (ela é “a única que leu todos os papéis”) é um peso que dificulta a sua locomoção tanto fisicamente como metaforicamente. Na cena que comentamos há pouco, a saída de Graham por um corredor de mulheres aponta a cisão do espaço social em zonas preferencialmente masculinas e femininas. Este não é um momento isolado em The Post. A mise en scène de Spielberg adere quase todo o tempo a essa cisão, que fica ainda mais explícita em uma cena de jantar entre casais. A menção a um assunto de política é entendida como a “deixa” para que as mulheres se retirem da mesa e passem para a sala de estar, onde poderão conversar sobre temas muito mais leves e prosaicos. A demarcação é bem

Programação tv em sua frente. Na delegacia, César diz para Guido que suspeita que tudo o que está acontecendo está escrito na bíblia e que talvez seja o arrebatamento. Ele diz para Guido que caso esteja certo muita coisa ainda acontecerá. Nicanor chantageia Zé Bento dizendo que como ele escreveu a sua biografia sem a autorização pede que Zé Bento o deixe ficar no galpão por um tempo. Zé Bento, com medo, assente. Zoe sai do hospital ameaçando Henrique de contar toda a verdade que descobriu sobre ele. Ricardo se encontra com André e diz que precisam conversar em particular. Zoe reencontra Bárbara e Celeste e diz sobre o que aconteceu no hospital. As amigas perguntam se ela está abalada com o desaparecimento da família, mas Zoe diz que sabe que eles estão bem.

AMOR PROIBIDO Nilay corre para casa e pede desculpas a Besir, que resolve ficar na mansão. Bihter e Elif se encontram em uma loja de roupas e tomam café juntas. Nihat conta a Adnan que Firdevs esperava se casar com ele no lugar de Bihter. Behlul e Bihter se encontram na piscina e Peyker vê. Firdevs fala mal de Deniz para Adnan e ele fica furioso.

CARINHA DE ANJO Fabiana e Diana passam um trabalho em dupla na escola e Dulce Maria pede para fazer com o projeto com Frida. Flávio se encontra com a empresa concorrente da Rey Café e diz que durante o almoço com os empresários árabes ele deve ser chamado de Cristóvão. O objetivo é que a empresa de Gustavo perca a conta. Na escola, Frida diz para Dulce Maria que existe uma importante tradição para os casamentos durarem, que é pintar um coração grande em um lençol. Com isso, Dulce se empolga em fazer uma surpresa para Cecília e Gustavo. Flávio telefona para Leonardo após receber o suborno e avisa que a concorrente da Rey Café conseguiu fechar contrato com os árabes. Vitor chega em Doce Horizonte com Cassandra para morar com o pai.

simples: os assuntos públicos são masculinos, os assuntos privados são femininos. Sorridentes, Graham e suas amigas acatam a “deixa” e até demonstram prazer em mudar de ambiente. Pelo visto, estamos longe do que seria um típico “filme feminista”, registrado e batizado no meio cinematográfico dos nossos dias. Uma interpretação mais detida, porém, revela que estamos diante de um elogio à polidez que abre caminho para a exaltação das qualidades femininas da protagonista. Mas não se trata de uma deferência vazia. O feminismo segundo Steven Spielberg tem a ver com o poder da discrição e do diálogo na política. Assim, The Post reivindica ser lido para além da literalidade, e por isso ele é um filme importante no contexto atual, em que a crítica de cinema se vê cercada por uma política identitária avessa ao encontro com sutilezas narrativas.

Atriz Vera Fischer vestida para o carnaval 2018

CINEMA ESTREIAS CINQUENTA TONS DE LIBERDADE CLASSIFICAÇÃO – 16 ANOS CINEMARK – 1h50 – 16h30 – 19h00 Sala 1 (DUB) / 21h30 Sala 1 (LEG) / 15h50 – 18h10 – 20h40 Sala 2 (DUB) CINE ARAUJO – 15h00 – 17h00 – 19h00 – 21h00 Sala 1 (DUB) / 14h00 – 16h00 – 18h00 – 20h00 – 22h00 Sala 4 (DUB) / 15h30 – 17h30 – 19h30 – 21h30 Sala 5 (DUB) / 17h15 – 19h15 Sala VIP 3 (DUB) / 21h15 Sala VIP 3 (LEG) CINE SUPER K – 19h10 – 21h20 (DUB) Último filme da trilogia Cinquenta Tons de Cinza. MEU AMIGO VAMPIRO CLASSIFICAÇÃO – LIVRE CINEMARK – 14h00 – 20h00 Sala 3 (DUB) CINE SUPER K – 19h20 (DUB) Entendiado em seu 13º aniversário pelo 300º ano, o vampiro Rudolph decidiu iniciar uma ousada aventura: ir para o mundo real dos humanos em busca de novidades. Lá, onde apenas pessoas vivas têm espaço, ele vai começar uma amizade improvável com Tony, um adolescente de 12 anos apaixonado por lendas vampirescas. Mas o que ele não imagina é que Roque, um caçador, pretender capturá-lo a qualquer custo. A FORMA DA ÁGUA CLASSIFICAÇÃO – 16 ANOS CINEMARK – 18h30 – 21h15 Sala 4 (LEG) Década de 60. Em meio aos grandes conflitos políticos e bélicos e as grandes transformações sociais ocorridas nos Estados Unidos, Elisa (Sally Hawkins), zeladora em um laboratório experimental secreto do governo, conhece e se afeiçoa a uma criatura fantástica mantida presa no local. Para elaborar um arriscado plano de fuga ela recorre a um vizinho (Richard Jenkins) e à colega de trabalho Zelda (Octavia Spencer). TODO O DINHEIRO DO MUNDO CLASSIFICAÇÃO – 16 ANOS CINEMARK – 16h00 Sala 2 (DUB) / 21h30 Sala 2 (LEG) CINE SUPER K – 19h10 – 21h35 (DUB) `Todo do Dinheiro do Mundo´ é inspirado na história do sequestro do adolescente John Paul Getty III (papel de Charlie Plummer), neto do magnata americano do petróleo John Paul Getty (interpretado por Christopher Plummer), que aconteceu na Itália em 1973. A trama narra as tentativas desesperadas de sua devota mãe (papel de Michelle Williams) em convencer o patriarca da família a pagar a grande quantia exigida para o resgate. Quando ele recusa, ela tenta influenciá-lo, enquanto os sequestradores de seu filho se tornam cada vez mais inflexíveis e

brutais. O roteiro é inspirado em eventos históricos, porém algumas cenas, diálogos e personagens são fictícios. PADDINGTON 2 CLAASSIFICAÇÃO - LIVRE CINEMARK – 13:00 15:20 17:45 20:30 Sala 1 (DUB) / 13:30 Sala 2 (DUB) Após ser adotado pela família Brown, Paddington ganhou muita popularidade na comunidade de Windsor Gardens. No aniversario de 100 anos de sua tia Lucy, esse simpático ursinho sai em busca do presente perfeito e acaba encontrando um livro único na loja de antiguidades do senhor Gruber. Paddington se submete a uma série de trabalhos bizarros para poder comprá-lo, e quando o livro é roubado, ele e sua família farão de tudo para encontrar o ladrão. MAZE RUNNER: A CURA MORTAL CINEMARK – 14h30 – 17h30 Sala 1 (DUB) 3D / 20h30 Sala 1 (LEG) 3D / 13h30 – 19h15 Sala 4 (DUB) CINE ARAUJO – 14h30 – 17h15 – 20h00 Sala 1 (DUB) 3D / 15h30 – 18h15 – 21h00 Sala 5 / 20h30 Sala VIP 3 CINE SUPER K – 19h00 – 21h20 (DUB) Por trás de uma perspectiva cura para o Fulgor, Thomas (Dylan O´ Brien) descobrirá um grande plano, executado por Cruel, que poderá trazer decorrências catastróficas para a humanidade. O protagonista, então, decide entregar-se para o Experimento final. O TOURO FERDINANDO CLASSIFICAÇÃO – LIVRE CINE ARAUJO – 14h00 Sala 2 (DUB) CINE SUPER K –19h15 (DUB) Ferdinando é um touro com um temperamento calmo e tranquilo, que prefere sentar-se embaixo de uma árvore e relaxar ao invés de correr por aí bufando e batendo cabeça com os outros. A medida que vai crescendo, ele se torna forte e grande, mas com o mesmo pensamento. Quando cinco homens vão até sua fazenda para escolher o melhor animal para touradas em Madri, Ferdinando é selecionado acidentalmente. JUMANJI: BEM-VINDO À SELVA CLASSIFICAÇÃO – 12 ANOS CINE SUPER K – 19h10 – 21h20 (DUB) 3D Quatro adolescentes encontram um videogame cuja ação se passa numa floresta tropical. Empolgados com o jogo, eles escolhem seus avatares para o desafio, mas um evento inesperado faz com que sejam transportados para dentro do universo fictício, transformando-se nos personagens da aventura.


Moda & Beleza

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

B5

FITNESS

Q48 promete queimar calorias durante 2 DIAS Os treinos do Q48 dispensam o uso de aparelhos e apostam em movimentos que utilizam apenas o peso do próprio corpo DIVULGAÇÃO

Como funciona o Q48 O Q48 é um programa desenvolvido para ser praticado e ter resultados em 8 semanas. Os alunos podem executar o treino em três níveis: iniciante, intermediário e avançado. O treino HIIT, usado como base para criação do Q48, é feito para que seja utilizado o peso do próprio corpo e, com a prática de poucos minutos por dia, já é possível conseguir diversos benefícios

Exercício pode ser feito em casa apenas com o peso do corpo

O método Q48 - Queima de 48 horas é um programa com foco em emagrecimento rápido, para quem tem pouco tempo para malhar diariamente. A técnica desenvolvida pelo preparador físico Vinícius Possebon é baseada no treino HIIT (veja benefícios do treino HIIT) e oferece opções de treinamento de no máximo 15 minutos, que podem ser feitos em qualquer ambiente e que não necessitam do uso de nenhum tipo de aparelho, utilizam apenas o peso do corpo (1). O que é Q48 Os treinos do Q48 dispensam o uso de aparelhos e apostam em movimentos que utilizam apenas o peso do próprio corpo. Nessa metodologia, o nível de intensidade da atividade é elevado e os mecanismos naturais fazem com que o organismo utilize a gordura acumulada como fonte de energia por até 48 horas depois do treino. Isso acontece porque os treinos desta modalidade promovem adaptações fisiológicas e bioquímicas no pós-treino como, por exemplo, o consumo de oxigênio, que é cerca de cinco vezes maior do que uma ativi-

dade aeróbica de intensidade contínua. A inspiração para criar o programa nasceu do comportamento adotado pela maioria das pessoas que tenta apostar em uma vida mais saudável. Quase todo mundo que deseja emagrecer utiliza ferramentas da internet para buscar informação ou para se manter motivado. Por isso, foi criado um ambiente on-line que reúne treinos e também todas as informações necessárias para quem deseja emagrecer. As barreiras apontadas pelas pessoas como motivos para não adotar uma prática diária de atividades ajudaram a moldar o programa, que aposta em exercícios para serem executados em qualquer lugar que tenha uma conexão com a internet. Então, o Q48 pode ser acessado pelo computador ou celular e, dentro do programa, existe o aplicativo Q48, disponível para plataformas Android e iOS. Com o app, é possível acessar os vídeos a qualquer hora e lugar e ainda visualizar quantas pessoas estão utilizando o Q48 no mesmo instante, criando o senso de comunidade, que incentiva a prática das atividades físicas (1).

Como funciona o Q48 O Q48 é um programa desenvolvido para ser praticado e ter resultados em 8 semanas. Os alunos podem executar o treino em três níveis: iniciante, intermediário e avançado. O treino HIIT, usado como base para criação do Q48, é feito para que seja utilizado o peso do próprio corpo e, com a prática de poucos minutos por dia, já é possível conseguir diversos benefícios como evolução do condicionamento cardiovascular, perda de peso e aumento na qualidade de vida. É possível treinar em espaços de 10m² e não há necessidade de usar aparelhos. Com esse tipo de treino é possível alterar entre 10% e 15% o metabolismo de repouso, que é a quantidade de energia que usamos para nos manter vivos, em funções como bater o coração e respirar. Por exemplo, se a pessoa gasta 1.200 calorias para essas funções de repouso, é possível alterar até 10% desse total, ou seja, a pessoa passa a gastar 120 calorias a mais nas 48 horas em repouso seguintes ao treino. Como é dividido o programa?

O Q48 propõe treinamentos para 8 semanas e é dividido em 3 níveis: iniciante, intermediário e avançado. No início, o tempo de movimentação é maior e os exercícios são mais fáceis, mas a medida em que o aluno cria condicionamento físico, o tempo fica mais curto e os exercícios mais intensos. A ideia é que o aluno não pare de praticar os treinos e que, ao final do ciclo, ele recomece, mas aumentando a intensidade da atividade. No caso do aplicativo, existe um calendário que permite o controle da rotina de treinos, além de depoimentos que inspiram e sugestões de tarefas que incentivam o usuário a se focar nos exercícios. Quem assina o Q48 também pode acessar os treinos em forma de vídeo, registrar fotos de antes e depois, marcar as conquistas conforme avança os treinos e ter acesso à área Personal Q48 com o caminho completo para realizar cada fase do treino, desde o aquecimento até o alongamento (1). Benefícios do treino Q48 Acelera o metabolismo Redução do percentual de gordura Pode ser feito em qualquer lugar e a qualquer hora Todo material é disponibilizado online Treinos rápidos Tem opções de treinos para todos os tipos de pessoas (1,2) Treino Q48 Iniciantes/Sedentários Duração: 2 semanas Essa fase serve para adaptar o corpo ao estímulo e à queima de gordura durante os momentos de descanso. Assim, o metabolismo vai acelerando e entrando no ritmo de queima calórica por até 48 horas depois do treino. Os alunos iniciantes devem fazer pelo menos dois treinos por semana nesse período. Veja aqui um treino iniciante do Q48: Nesta fase, o corpo já está

habituado ao ritmo dos treinos, então entram exercícios com maior intensidade. Ao começar esse período, já é possível notar a perda de peso e a redução de medidas. Os alunos intermediários devem fazer pelo menos três treinos a cada semana nesse período. Avançados Duração: 3 semanas Aqui você já está próximo de alcançar o ápice da queima calórica do método. A intensidade do treino fica ainda maior e o corpo já consegue se manter queimando calorias por até dois dias. Os alunos avançados devem fazer pelo menos três treinos a cada semana nesse período. E depois das 8 semanas do Q48? Ao finalizar o ciclo dos três níveis, a proposta é reiniciar a sequência, refazendo os primeiros exercícios com muito mais condicionamento físico. A ideia é sempre levar aumentar a intensidade dos movimentos, pois é isso que promoverá a queima por até 48 horas. Dessa forma, você irá perceber com muito mais clareza a evolução do seu preparo físico ao refazer os ciclos (1). Queima de calorias durante 48 horas O gasto energético do corpo durante o período de recuperação após o exercício é conhecido como consumo excessivo de oxigênio pós-exercício (EPOC). Durante o exercício existe um aumento do consumo de oxigênio, em virtude do aumento do gasto energético e, após o término de um exercício, essa taxa não retorna aos valores pré-exercício imediatamente, podendo permanecer elevada por um período prolongado. Ou seja, podendo manter o corpo queimando mais calorias por um certo tempo após a atividade física. Entretanto, ainda não é possível determinar o tempo exato que uma atividade física

consegue influenciar na queima calórica depois de finalizada, pois isso depende de muitos fatores. Tem sido bastante explorada a contribuição do EPOC no auxílio ao tratamento e prevenção da obesidade, uma vez que é gasta uma grande quantidade de energia extra depois da atividade física. Por isso, um exercício de maior intensidade, nesse caso, poderia ser mais benéfico para o controle de peso, em virtude não somente do maior gasto energético da atividade, mas também do maior EPOC (2). Para quem o Q48 é indicado O Q48 é indicado para pessoas comuns, de todas as faixas etárias, homens e mulheres que não têm muito tempo livre no dia a dia e que não gostam de ficar horas em uma atividade considerada monótona. Geralmente são pessoas sedentárias que querem começar uma atividade, mas não encontram um horário para ir na academia. Também é uma opção para que não conseguem seguir dietas de contagem calórica e que não querem seguir em dietas restritivas. Os treinos do Queima de 48 horas não têm contraindicações, uma vez que o aluno esteja com a saúde em dia. Portanto, é muito importante consultar um médico antes de iniciar treinos tão intensos. Qualquer pessoa sedentária tem resultados visíveis muito mais rápido do que pessoas ativas. Entretanto, depois de um tempo de prática os resultados se estabilizam e é aí que as pessoas geralmente param com os exercícios, pois não veem mais resultados tão expressivos. Nessa hora, é bom encontrar uma nova atividade para que a variabilidade de prática mantenha a motivação e a pessoa continue ativa, pois é a continuidade que irá manter os resultados iniciais por mais tempo (2, 3). Cuidados ao realizar o Q48 Assim como toda atividade física, é importante ter cuidado ao realizar o exercício. Veja alguns pontos importantes: Conte sempre com ajuda de um profissional O aluno iniciante deve ter uma preocupação especial com o fortalecimento muscular, acrescentando exercícios de força, como musculação, e preparação das articulações com alongamento e aquecimento, para deixar o corpo apto a realizar treinos com esse e o HIIT A execução correta dos exercícios e preparação das articulações e músculos farão a diferença para evitar machucados e lesões (3)


B6

Esporte

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

JUDÔ

Judocas têm novo dia ruim e Brasil fecha Grand Slam de Paris sem nenhuma medalha Melhor resultado do País neste domingo foi um sétimo lugar do meio-médio Victor Penalber DIVULGAÇÃO

Brasil ficou sem medalhas no Grand Slam de Paris

O judô brasileiro encerrou sem nenhuma medalha a sua participação no Grand Slam de Paris. Após passar em branco no último sábado, o País viu todos os seus representantes que foram para o

tatame neste domingo, 11, também fracassarem na tentativa de conquistar um lugar no pódio. O melhor resultado alcançado por um judoca do Brasil neste segundo e último dia de

lutas na capital francesa foi um sétimo lugar do meio-médio Victor Penalber. No sábado, por sua vez, Phelipe Pelim terminou em quinto na categoria ligeiro e assim acabou sendo o brasileiro

com desempenho mais expressivo nesta edição do importante evento do calendário do Circuito Mundial da Federação Internacional de Judô (FIJ). Em sua campanha na

França, Penalber estreou vencendo o português João Martinho por ippon. Na sequência, se garantiu nas quartas de final de sua categoria ao passar pelo tunisiano Abdelaziz Ben Ammar ao forçar o adversário a cometer três punições da arbitragem e a sua consequente derrota. Na luta para ir às semifinais, Penalber encarou o japonês Sotaro Fujiwara e o equilibrado combate acabou indo para o golden score (tempo extra no qual quem encaixar primeiro um golpe validado pela arbitragem fica com a vitória). O brasileiro tinha a vantagem de dois shidos quando foi para este estágio derradeiro da luta e chegou a aplicar um wazari que lhe garantiria a vitória e foi assinalado pelo árbitro central. Porém, o árbitro de vídeo retirou a pontuação ao rever o movimento de Penalber. E, quando o combate foi reiniciado, Fujiwara conseguiu encaixar um golpe que foi confirmado como válido e triunfou. A derrota fez com que o brasileiro fosse para a disputa da medalha de bronze na repescagem, fase em que acabou sendo superado pelo holandês Frank de Wit, atual líder do ranking mundial da FIJ em sua categoria. Com isso, terminou a sua campanha em sétimo lugar.

Semifinais Na luta para ir às semifinais, Penalber encarou o japonês Sotaro Fujiwara e o equilibrado combate acabou indo para o golden score (tempo extra no qual quem encaixar primeiro um golpe validado pela arbitragem fica com a vitória). Leandro Guilheiro (81kg), Eduardo Bettoni (90kg), Rafael Buzacarini (100kg), Samanta Soares (78kg), Rochele Nunes (+78kg) e Camila Yamakawa (+78kg) também lutaram neste domingo em Paris, mas nenhum destes judocas conseguiu avançar à disputa por medalhas. Após o fim de sua participação no Grand Slam, a seleção brasileira de judô seguirá na França treinando até quinta-feira, quando voltará ao Brasil. O time principal do País só voltará a competir agora entre os próximos dias 23 e 25, quando ocorrerá o Grand Slam de Dusseldorf, na Alemanha.

Dueto norte-coreano brilha e mira feito na Olimpíada de Inverno Após treinarem com o canadense Bruno Marcotte em 2017, Ryom Tae-ok e Kim Ju-sik se converteram na principal referência em esportes de inverno da Coreia do Norte. Acostumado a receber atletas durante o verão no hemisfério norte (junho a setembro) na pista de gelo onde trabalha em Montreal, no Canadá, Marcotte ouviu um pedido inusitado após o Mundial de patinação artística no gelo de 2017, na Finlândia. A dupla Ryom Tae-ok e Kim Ju-sik, da Coreia do Norte, queria treinar com ele para aprimorar a parte técnica de suas apresentações. Seis meses após a experiência no Ocidente, os norte-coreanos cresceram na patinação artística no gelo. Agora, eles chegam a PyeongChang não apenas como convidados pela diplomacia, mas também como competidores capazes de surpreender os rivais nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018. Ryom Tae-ok e Kim Ju-sik formam uma das 22 duplas inscritas na categoria pares da patinação artística na Olimpíada cuja abertura foi realizada nesta sexta (9). Além do treino em Pyongyang, capital da Coreia do Norte, eles ficaram oito semanas sob orientação de Marcotte. Ex-patinador, ele é casado com Meagan Duhamel, bicampeã mundial nos pares tanto em 2015 quanto em 2016 ao lado de Eric Radford. O período coincidiu com o aumento de tensão entre a Coreia do Norte e EUA, principalmente com o recrudescimento das trocas de acusações entre o ditador Kim Jong-un e Donald Trump, presidente norte-americano. Para evitar distrações,

Marcotte adotou uma medida para manter o foco dos patinadores. Nunca conversamos sobre política, disse à reportagem. Em vez de falar sobre assuntos polêmicos, os patinadores e o treinador conversavam sobre a única coisa que tinham em comum: a patinação artística no gelo. O trabalho começou em julho e se estendeu até meados de setembro de 2017. Além de Marcotte, o dueto norte-coreano também teve orientações da irmã dele, Julie, coreógrafa e treinadora de patinação. Com ajuda ocidental, Ryom Tae-ok e Kim Ju-sik evoluíram rapidamente. Se no Mundial realizado em abril de 2017 eles terminaram na 15ª colocação, com 169.65 pontos na somatória de suas notas, no Troféu Nebelhorn, em setembro, eles ficaram na sexta colocação com 180.09 pontos no total. Em janeiro de 2018, os norte-coreanos conquistaram o bronze no Four Continents, torneio que reúne os principais patinadores da América, Ásia, África e Oceania, que perde em importância somente para os Jogos Olímpicos de Inverno e o Campeonato Mundial. Foi a primeira medalha da Coreia do Norte em uma competição de elite na patinação artística. Não é uma surpresa porque após passar oito semanas com eles eu sabia do potencial. Então, era o que eu esperava, realmente, prosseguiu o treinador canadense da dupla. A dupla compete no programa curto (fase eliminatória) às 23h (de Brasília) na terça (13). Se ficar entre as 16 melhores, avança ao programa longo (fase final), que ocorre no dia seguinte às 23h30 (de Brasília). Dos 22 atletas norte-coreanos que foram convidados a

participar dos Jogos Olímpicos de PyeongChang, os dois patinadores foram os únicos que obtiveram índice técnico para a competição. A sexta posição no Troféu Nebelhorn, na Alemanha, assegurou uma das cinco vagas olímpicas disponíveis. Contudo, por razões ainda não esclarecidas, a federação norte-coreana de patinação não enviou a documentação necessária à ISU (União Internacional de Patinação) para confirmar a vaga da dupla. Assim, a cota conquistada por Tae-ok e Ju-sik acabou repassada ao Japão. Não [sei o que houve], tudo o que converso com eles é sobre patinação e como eles podem melhorar, comentou Marcotte.

Na virada do ano, contudo, Kim Jong-un divulgou uma surpreendente mensagem anunciando o interesse em competir nos Jogos Olímpicos de PyeongChang. Uma atitude inesperada e que serviu para abrir o diálogo entre os governos da Coreia do Norte e do Sul. A partir daí, os patinadores recomeçaram sua caminhada olímpica, agora por vias diplomáticas. A ISU, órgão máximo da patinação, deixou a decisão nas mãos do COI (Comitê Olímpico Internacional), que por sua vez sempre demonstrou interesse na participação norte-coreana nos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang. Com a costura, Ryom Tae-ok e Kim Ju-sik conseguiram

novamente a vaga no evento. Eles estão física e mentalmente prontos. A posição é difícil dizer, mas realmente espero que conquistem a melhor pontuação de suas carreiras, concluiu Marcotte. REGRAS DA PATINAÇÃO ARTÍSTICA A patinação artística no gelo é uma modalidade em que o atleta se apresenta executando saltos e piruetas ao som de uma música Os juízes avaliam todos os elementos e dão notas de 0 a 10 para as apresentações Os competidores são avaliados por elementos técnicos (saltos e piruetas) e artísticos (música, coreografia e figurino) A nota final é a somatória de duas apresentações

1. Programa curto Duração: 2min30 Os atletas devem exercer os movimentos requeridos 2. Programa longo Duração: 4min (mulheres) e 4min30 (pares e homens) Os patinadores montam suas apresentações, devendo constar saltos e giros, além de uma atenção especial dada a coreografia e interpretação Dança no gelo Há ainda a categoria “dança no gelo”, em que os atletas também se apresentam em pares. Nessa categoria, no entanto, não são permitidos saltos, piruetas ou levantamentos sobre a cabeça. As apresentações são avaliadas apenas por critérios artísticos DIVULGAÇÃO

Kim Ju-sik (à esq.) e Ryom Tae-ok em treino antes do início da Olimpíada de Inverno


Esporte

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

B7

CAMPEONATO ESPANHOL

Barcelona empata com Getafe no Camp Nou em estreia de Mina como titular O confronto com o Getafe marcou a segunda partida de Philippe Coutinho como titular do Barcelona DIVULGAÇÃO

O Barcelona não saiu do zero com o Getafe neste domingo, 11, no Camp Nou, pela 23ª rodada do Campeonato Espanhol. Precisando da vitória para manter a vantagem de nove pontos para o Atlético de Madrid, que superou o Málaga neste sábado, o time comandado por Ernesto Valverde dominou a partida, porém, parou no goleiro Guaita, que salvou os visitantes diversas vezes ao longo dos 90 minutos, e viu os Colchoneros diminuírem a distância para sete pontos na classificação. O confronto com o Getafe marcou a segunda partida de Philippe Coutinho como titular do Barcelona. Além disso, Yerry Mina também estreou entre os 11 jogadores que iniciaram o duelo, se tornando o primeiro colombiano a defender o clube catalão no Campeonato Espanhol. Essa também foi a primeira vez que o ex-palmeirense atuou no Camp Nou. O Barcelona volta a entrar em campo pelo Campeonato Espanhol no próximo domingo, quando visita o Eibar, às 12h (de Brasília), no estádio Ipurúa. Já o Getafe recebe o Celta de Vigo, no mesmo dia e horário, no Coliseum Alfonso Pérez. O jogo - O Barcelona teve bastante dificuldade para furar o bloqueio defensivo dos adversários no primeiro tempo. Ainda se adaptando ao esquema do Barça, Philippe Coutinho teve atuação discreta nos 45 minutos iniciais e não conseguiu fazer a diferença, assim como Suárez e Messi. Para se ter uma noção, o primeiro lance de perigo dos

O jogo O Barcelona teve bastante dificuldade para furar o bloqueio defensivo dos adversários no primeiro tempo. Ainda se adaptando ao esquema do Barça, Philippe Coutinho teve atuação discreta nos 45 minutos iniciais e não conseguiu fazer a diferença, assim como Suárez e Messi. donos da casa ao gol ocorreu somente aos 31 minutos, quando Messi recebeu de Rakitic, porém, foi interrompido por Damián no momento em que iria finalizar. Antes de ir para o intervalo, foi o Getafe que incomodou mais dentro de campo. Aos 39 minutos, Ángel recebeu passe açucarado e, mano a mano com Yerry Mina, bateu cruzado, rente à trave direita de Ter Stegen. No minuto seguinte, foi a vez de Shibaski desperdiçar outra oportunidade dos visitantes, pecando na conclusão da jogada. Como resposta, aos 43, Suárez recebeu linda bola de Messi e sem deixa-la cair no chão bateu firme, sem chances para o goleiro, entretanto, o árbitro já havia sinalizado impedimento

DIVULGAÇÃO

Matt Ritchie, aos 20 minutos do segundo tempo, definiu vitória do Newcastle sobre United

Manchester United perde para o Newcastle e vê Tottenham encostar na tabela O Newcastle venceu o Manchester United por 1 a 0 neste domingo, 11, em casa, e se afastou da zona de rebaixamento do Campeonato Inglês. Apesar da derrota, os visitantes continuam isolados na segunda colocação, com 56 pontos, cada vez mais longe do líder Manchester City. Hoje a distância é de 16 pontos. O Manchester United também viu o Tottenham encostar na tabela de classificação. O time que recentemente contratou o brasileiro Lucas venceu o Arsenal no sábado por 1 a 0 e assumiu, provisoriamente, a terceira colocação com 52 pontos. O Newcastle chegou à vitória com um gol de Matt Ritchie aos 20 minutos do segundo tempo. Ele recebeu livre na área e bateu cruzado para garantir a vitória dos anfitriões, resultado que levou a equipe aos 28 pontos, dois à frente da zona de rebaixamento.

As equipes agora voltam a campo em datas distintas. O Manchester United tem a semana de descanso e jogará no próximo sábado, quando enfrentará o Huddersfield, fora de casa, pela Copa da Inglaterra. Como está eliminado do torneio mata-mata, o Newcastle joga apenas no dia 24, quando visitará o Bournemouth pela 28ª rodada do Campeonato Inglês. O United volta a campo nessa competição no dia 25, no clássico contra o Chelsea, em casa. E não foi só o Newcastle que respirou aliviado neste domingo, 11. O Huddersfield Town fez 4 a 1 no Bournemouth e deixou o grupo da degola do Inglês. Foi a 27 pontos, na 17ª colocação, um à frente do Southampton, que ainda pode se recuperar neste domingo. O Bournemouth está em décimo lugar, com 31.

Mina fez primeira partida no Camp Nou e como titular do Barcelona, mas amargou empate

do atacante uruguaio. Já no segundo tempo o Barcelona voltou a campo mais agressivo e quase abriu o placar aos dez minutos, quando Alcácer tocou para Suárez bater rasteiro, tirando tinta da trave de Guaita. Dois minutos depois foi a vez de Coutinho buscar o canto, exigindo outra boa defesa do goleiro do Getafe. Apostando no contra-ataque, os visitan-

tes novamente assustaram aos 14, quando Djené flagrou Ter Stegen totalmente adiantado e tentou encobrir o alemão, porém, mandou para fora. Vendo a necessidade de fazer alterações, o técnico do Barça, Ernesto Valverde, decidiu sacar Coutinho de maneira precoce, aos 16 minutos do segundo tempo, colocando Iniesta. O jovem Dembelé também entrou

em campo, no lugar de Paco Alcácer, porém, foi o Getafe quem quase balançou as redes após as substituições. Aos 19, Ndiaye recebeu na esquerda e bateu firme, cruzado, obrigando Ter Stegen a espalmar para escanteio. Já na reta final da partida, aos 31 minutos, Yerry Mina por pouco não se consagrou em sua estreia. Em cobrança de escanteio, o zagueiro subiu mais alto

do que todo mundo na área para cabecear firme, no canto direito do goleiro rival, que viu a bola sair pela linha de fundo. Nem mesmo a entrada de Paulinho no lugar de Busquets nos minutos finais fez com que o Barça, enfim, balançasse as redes, e os líderes do Campeonato Espanhol tiveram de se contentar com o segundo empate consecutivo na competição.

Inter de Milão bate Bologna e encerra sequência de oito jogos sem vitória Demorou 42 dias, mas finalmente a Inter de Milão venceu o seu primeiro jogo de 2018. Recebendo o Bologna no estádio Giuseppe Meazza, a azzuri venceu o duelo válido pela 24ª rodada do Campeonato Italiano pelo placar de 2 a 1. Após sair na frente logo aos 2 minutos com Éder, a equipe da casa viu Miranda cometer um erro que não é comum e Palacio empatar a partida. Na segunda etapa, a equipe votou melhor e Yann Karamoh anotou um lindo gol para quebrar a sequência de oito jogos sem vitória da equipe de Milão. Com os três pontos, a Inter ultrapassa a Lazio e assume a terceira colocação do Campeonato Italiano com 48 pontos. Já o Bologna permanece com 27 pontos e segua numa posição intermediária na competição, 12º lugar. O jogo - Jogando em casa, a Inter não precisou de muito tempo para se impor no jogo. Logo no segundo minuto de jogo, Brozovic recebeu boa bola pela direita e cruzou rasteira para a área. A bola chegou aos pés de Éder. O brasileiro naturalizado italiano bate de primeira e

acertou o canto direito do goleiro para abrir o placar em favor do time da casa. No entanto, o gol cedo não deu a tranquilidade que era esperada para a equipe da Inter, que começou a ver o seu adversário incomodar no ataque. Aos 23 minutos, Palacio recebeu bom cruzamento e cabeceou firme, exigindo uma boa defesa do goleiro da Inter, Handanovic; Dois minutos mais tarde, A zaga do Bologna tenta lançar Palacio, porém a bola foi fraca e era de fácil domínio para Miranda. No entanto, o defensor errou feio na hora de dar o corte e acabou facilitando a vida do atacante argentino que não perdoou o vacilo e igualou o placar. Após o gol, a Inter tentou retomar as rédeas da partida.

Porém não conseguiu criar qualquer chance clara até o árbitro apitar o final do primeiro tempo. Na segunda etapa, a Nerazzurri pareceu disposta a voltar a ficar a frente no placar logo nos primeiro minutos. Isso porque logo aos .quatro minutos, D’Ambrosio subiu mais que todo mundo e conseguiu cabecear bem a bola, que caprichosamente acabou acertando a trave. No rebote deste lance, Skriniar acabou finalizando por cima perdendo grande chance. Apesar de seguir pressionado, as trocas de passes da Inter não conseguiam criar uma nova chance importante no jogo. Se as jogadas coletivas não davam o resultado esperado, restou a equipe apos-

tar na individualidade de seus jogadores. Foi assim que aos 18 minutos, Yann Karamoh deu um belo drible na entrada da área para limpar a marcação e emendou com um lindo chute que morreu no angulo esquerdo do goleiro adversário para dar novamente a vantagem no placar para a Inter. A parida teve seu ritmo diminuído após o gol. Isso prque Bologna perdeu grande força após ver Ibrahima Mbaye ser expulso. Mesmo assim, os visitantes conseguiram criar uma importante chance aos 42 minutos, quando Palacio teve libedade e chutou rasteiro, exigindo uma defesa espetacular de Handanovic.

Éder (33) e Yann Karamoh marcaram os gols da vitória da Inter de Milão, a primeira em 2018


B8

Esporte

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

SUB-20

Artilheiro da Copinha, Toró faz dois gols pelo São Paulo na Libertadores sub-20 O próximo jogo do São Paulo será nesta terça-feira para enfrentar o Atlético Venezuela DIVULGAÇÃO

Um dos artilheiros da Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano, com seis gols, o atacante Toró continua com boa média na Libertadores sub-20. Na estreia da equipe neste sábado, 10, o camisa 7 fez dois gols na goleada por 6 a 0 sobre o Quebracho, da Bolívia, no estádio Centenário,

Técnico O técnico André Jardine ficou satisfeito com a estreia. “Foi um bom jogo. Rapidamente, a gente entrou no clima da competição. Não senti ansiedade em nenhum momento. (...) Os gols foram acontecendo, e a gente foi se saindo melhor no jogo. Acabou saindo melhor do que a gente esperava”, afirmou o técnico.

Toró comemora gol na vitória do São Paulo diante da Chapecoense

em Montevidéu. “É um torneio muito importante para o clube. Sabíamos da dificuldade que ia ser o jogo. Acabou a Copinha, pude ser artilheiro, e já consegui fazer dois gols. É um objetivo (ser artilheiro). Vou procurar conquistar”, disse o jogador ao site oficial do São Paulo. Em 2017, Toró fez uma boa temporada, com 28 gols em 33 partidas feitas, considerando o torneio Future Cup, na China, onde balançou as redes 17 vezes em 4 jogos. O técnico André Jardine ficou satisfeito com a estreia. “Foi um bom jogo. Rapidamente, a gente entrou no clima da competição. Não senti ansiedade em nenhum momento. (...) Os gols foram acontecendo, e a gente foi se saindo melhor no jogo. Acabou saindo melhor do que a gente esperava”, afirmou o técnico. O próximo jogo do São Paulo será nesta terça-feira para enfrentar o Atlético Venezuela. Depois, o time encerra a participação no Grupo A diante do Atlético Talleres, da Argentina, na sexta-feira. O Cruzeiro é outro representante brasileiro na disputa.

DIVULGAÇÃO

De falta, Robinho marca primeiro gol pelo Sivasspor em empate no Campeonato Turco Com apenas 20 dias em uma nova aventura no futebol, o atacante brasileiro Robinho marcou neste domingo, 11, o seu primeiro gol pelo Sivasspor, em um empate por 1 a 1 contra o Kayserispor, fora de casa, pelo Campeonato Turco. Em um belo chute na cobrança de falta da intermediária, o jogador colocou a bola no canto esquerdo do goleiro adversário e abriu o placar para sua equipe. Na partida pela 21.ª rodada do Campeonato Turco, Robinho começou no banco de reservas e entrou em campo, no lugar

de Koné, aos 42 minutos do primeiro tempo. Desde que chegou ao Sivasspor, o brasileiro já foi relacionado três vezes, sendo o segundo em que joga. Sua estreia foi na derrota para o Yeni Malatyaspor. Depois, não entrou na vitória sobre o Galatasaray. O Sivasspor tem 31 pontos na tabela de classificação e ocupa a oitava posição no campeonato. O líder é o Istambul Basaksehir com 43. Na sequência aparecem Galatasaray e Fenerbahçe, com 41 cada, e Besiktas, com 40. O Kayserispor é o quinto colocado com 35. DIVULGAÇÃO

Robinho marca pela primeira vez com a camisa do Sivasspor

Redmond Gerard posa com a medalha de ouro conquistada

Garoto de 17 anos dá 1º ouro aos EUA em Pyeongchang e faz história no snowboard O garoto norte-americano Redmond Gerard, de apenas 17 anos, foi o responsável por dar aos Estados Unidos, neste domingo, 11, o seu primeiro ouro nos Jogos de Inverno de Pyeongchang, na Coreia do Sul. O adolescente triunfou na disputa do snowboard slopestyle e também fez história ao se tornar o mais jovem campeão desta modalidade pelo Estados Unidos e o segundo atleta mais novo a subir ao topo do pódio da Olimpíada gelada em todos os tempos. O feito veio com a vitória em uma prova na qual ele somou um total de 87,16 pontos e superou os canadenses Max Parrot (86,00) e Mark McMorris (85,20), que ficaram respectivamente com as medalhas

de prata e de bronze. Com apenas 53kg e 1,65cm de altura, Gerard exibiu ousadia nesta disputa por medalhas e desbancou o favoritismo de outros adversários nesta modalidade na qual os juízes distribuem notas aos competidores ao avaliarem as suas manobras, que podem ter pontuação maior ou menor de acordo com a altura e velocidade dos saltos realizados. O surpreendente campeão olímpico chegou a figurar na sétima posição na primeira fase desta disputa do snowboard slopestyle e depois caiu para a décima na segunda. Porém, no estágio derradeiro, exibiu um desempenho impecável, impressionou os juízes com suas ma-

nobras e viu a sua pontuação disparar para os 87,16 que lhe garantiram o ouro. McMorris, por sua vez, era líder até a segunda fase da prova, mas sofreu uma queda em seu último salto no terceiro estágio da luta por medalhas e precisou se conformar com o bronze, repetindo a mesma posição do pódio em que figurou nos Jogos de Sochi-2014, na Rússia, quando esta modalidade entrou no programa olímpico. O norueguês Staale Sandbech, que foi segundo colocado desta prova há quatro anos, desta vez ficou fora do pódio ao terminar em quarto lugar. Ouro em Pyeongchang, Redmond Gerard também manteve o seu país no topo ao triunfar neste domingo, pois

há quatro anos o seu compatriota Sage Kotsenburg triunfou nesta modalidade. Já McMorris, embora não tenha levado o ouro após se ver perto de conquistá-lo, não pode reclamar do destino que a vida lhe reservou na Coreia do Sul, pois acabou subindo ao pódio em Pyeongchang depois de ter enfrentado um enorme drama em 2017. Em março do ano passado, ele se acidentou de forma grave em um treino, quebrando 17 ossos e deixando o pulmão e o baço em situação crítica. Ele chegou a ficar em coma e a lutar pela vida no hospital em que foi internado, mas sobreviveu e seis meses depois retornou ao esporte e conseguiu se classificar aos Jogos de Inverno.


Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Publicidade

B9


B10 Saúde

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

ESTUDO

Causa de transtornos como autismo e depressão pode estar nos genes Após analisar 700 cérebros, cientistas dos EUA identificam semelhanças e especificidades genéticas ligadas aos distúrbios psiquiátricos DIVULGAÇÃO

Há problemas de saúde que se caracterizam por alterações no organismo bem definidas, como a febre causada por uma infecção ou a falta de ar desencadeada pela asma. No caso de distúrbios psiquiátricos, porém, esses sinais nem sempre são tão evidentes. Em busca de pistas fisiológicas de doenças do tipo,

Saiba Segundo o investigador, estudos científicos comprovaram que certas variações no material genético colocam as pessoas em risco de transtornos psiquiátricos, mas que o DNA não “conta toda a história” do distúrbio. pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, analisaram amostras cerebrais pós-morte de 700 pessoas e descobriram mudanças a nível molecular no autismo, na esquizofrenia, no transtorno bipolar, na depressão e no alcoolismo. Os achados da pesquisa, publicados na revista Science desta semana, poderão ajudar no diagnóstico e no tratamento dessas enfermidades. Em uma pesquisa anterior, os investigadores analisaram o RNA (a forma como o gene se expressa) no cérebro de crianças e adultos que haviam sido diagnosticados, em vida, com autismo. “Encontramos uma patologia molecular compartilhada e percebemos que poderíamos usar esse método para

Os achados da pesquisa, publicados na revista Science desta semana, poderão ajudar no diagnóstico e no tratamento dessas enfermidades

começar a entender a sobreposição quantitativa entre distúrbios, bem como características específicas”, conta ao Correio Daniel Geschwind, autor do estudo e professor de neurologia, psiquiatria e genética humana da Universidade da Califórnia. Segundo o investigador, estudos científicos comprovaram que certas variações no material genético colocam as pessoas em risco de transtornos psiquiátricos, mas que o DNA não “conta toda a história” do distúrbio. Em busca de mais respostas, ele os colegas resolveram analisar as moléculas de RNA nas 700 amostras de tecido cerebral e as comparar com as

de indivíduos que não tiveram os transtornos psiquiátricos. Os resultados do novo estudo de patologia molecular mostraram sobreposição significativa — ou seja, similaridades — entre distúrbios distintos, como o autismo e a esquizofrenia. “Vemos algumas mudanças compartilhadas, que envolvem, por exemplo, a redução na sinalização de células da glia (que fazem parte do sistema nervoso) mais pronunciada no autismo, algo visto como padrão também na esquizofrenia e no transtorno bipolar, mas, nesta última, isso é menos expressivo”, frisa Geschwind. A pesquisa também

apontou algumas especificidades. Segundo o investigador, no transtorno bipolar, percebeu-se um padrão totalmente diferente que, em termos gerais, mostra uma resposta relacionada ao efeito dos hormônios do estresse sobre o cérebro. “O alcoolismo não compartilha nenhum desses padrões, ele se mostra bem diferente, assim como a depressão”, complementa. ESTIGMAS Fernanda Coêlho Costa, psiquiatra do Instituto Castro e Santos, em Brasília, avalia que o trabalho americano auxilia a reduzir preconceitos ligados a esses problemas de

saúde. “Demonstrar que existe uma causa física ajuda a desmitificar os transtornos psiquiátricos, o que contribui para a redução do preconceito. Os sintomas psiquiátricos são, predominantemente, comportamentais, mas há alteração na química cerebral como causa. Dessa forma, o estudo facilita a compreensão dessas enfermidades como doenças, justamente por conectar o corpo à mente”, explica. Geschwind destaca a aplicabilidade médica do trabalho. Ele acredita que a pesquisa possa ajudar no desenvolvimento de intervenções mais eficazes. “Esse conhecimento começa

a estabelecer uma base para a compreensão das mudanças celulares e moleculares que caracterizam esses distúrbios. Entender isso nos permitirá desenvolver terapias mais direcionadas, semelhantes ao que acontece com os trabalhos contra o câncer”, destacou. Costa também crê que o trabalho americano possa contribuir com avanços clínicos na área. “O diagnóstico em psiquiatria é baseado nos sintomas apresentados, ou seja, quando a doença já está instalada e causando prejuízos para a pessoa. A possibilidade de exames que auxiliem em um diagnóstico precoce, antes do início dos sintomas, permitiria um trabalho de prevenção. Além disso, o tratamento se tornaria mais eficaz por agir diretamente nas áreas lesionadas. Assim, a longo prazo, poderíamos ter expectativas de cura para essas doenças”, opina. Há, porém, um caminho a ser percorrido. A equipe de pesquisadores ressalta que as mudanças moleculares detectadas no cérebro estão ligadas a causas genéticas subjacentes, mas que ainda não são conhecidos os mecanismos pelos quais esses fatores genéticos levariam às alterações. “Então, embora agora tenhamos alguma compreensão das causas, e esse novo trabalho mostra as consequências, temos que entender os mecanismos pelos quais isso ocorre, de modo a desenvolver a capacidade de mudar esses resultados”, ressalta Geschwind. “Esse é realmente apenas o começo. Onde essas mudanças ocorrem e como elas afetam a sinalização e a função cerebral são pontos que precisam ser mais investigados, usando técnicas anatômicas, como a microscopia, bem como a análise no nível celular.”

Como usar o banheiro químico sem risco à saúde Quem já precisou usar um banheiro químico conhece o horror: sujeira, mau cheiro, diversos usuários? O lugar perfeito para pegar uma infecção! Mas não o único: “cuidados de higiene devem ser observados em qualquer banheiro, mesmo em casa”, explica o infectologista Cláudio Gonsalez, do Hospital Santa Paula (SP). A diferença é que o banheiro químico costuma ter menos recursos: não há uma pia, por exemplo. Mas em muitas situações, ele é a única alternativa para aliviar a bexiga. E é possível

sim usá-lo sem por a saúde em risco. Veja a seguir o conselho dos nossos especialistas: EVITE O CONTATO COM O VASO O vaso sanitário é o local com mais bactérias por milímetro quadrado do banheiro químico. Por isso, evite o contato! “As mulheres estão em maior risco, já que elas precisam se sentar para urinar, enquanto os homens conseguem ficar de pé”, comenta o ginecologista Alexandre Kopelman, professor do Departamento de Ginecologia

da Universidade Estadual de São Paulo (Unifesp). Nessas situações elas se tornam muito suscetíveis e infecções vaginais e micoses. Mas, independente do sexo: se for preciso sentar na privada, certifique-se que você não entrará em contato direto com ela. Como? Usando um protetor. “Hoje existem opções compactas de protetores de assento sanitário de papel ou plástico que cabem no bolso e podem ser levadas a qualquer lugar”, considera o especialista. Mas, se você não tiver um

a mão, pode usar o bom e velho papel higiênico mesmo: basta colocar as tiras em volta do vaso sanitário e sentar-se. Mas cuidado para que este papel não caia no vaso e entupa a tubulação. Outra ideia, caso falte papel higiênico, é usar um pouco, passar álcool em gel e higienizar a superfície. Mas não adianta passar ele sozinho: “ai você só retira a sujeira visível, mas os micróbios continuam”, considera Gonsalez. Mas o papel higiênico não pode estar contaminado

também? “O papel não é um elemento esterilizado, mas, provavelmente, possui os mesmos micróbios que o que usamos em casa”, lembra o infectologista Thiago Mamede, membro da Sociedade Brasileira de Infectologia. TENHA SEMPRE ÁLCOOL EM GEL CONSIGO E não é só na hora de higienizar o vaso sanitário que você deve apelar para o álcool em gel: ele é o grande amigo na hora de higienizar as mãos, o que é importantíssimo. “As bactérias podem ficar presas nas unhas e causar micoses ou mesmo serem transmitidas aos alimentos, causando uma infecção intestinal”, enumera o ginecologista Kopelman. É até importante ressaltar: a higienização das mãos deve ser feita antes e depois de usar o banheiro. Caso você tenha acesso a uma pia, no entanto, você pode lavar as mãos com sabão líquido. “Sabonetes em barra permitem que resíduos fiquem em sua superfície e ainda podem se tornar verdadeiras colônias de bactérias por acumular água no recipiente em que são guardados”, esclarece a infectologista Maria Lavínea Figueiredo, do Delboni

Auriemo Medicina Diagnóstica. CUIDADO COM ONDE VOCÊ ENCOSTA Vale lembrar que como o banheiro químico é frequentado por muitas pessoas diferentes, não é só o vaso que pode estar contaminado: evite encostar muito nas paredes não só com as mãos, como com o resto do corpo. E se você saiu do banheiro químico e ainda não higienizou as mãos, cuidado com as outras pessoas: “é possível passar as bactérias das mãos para os outros, apesar de ser um risco um pouco menor”, considera o infectologista Gonsales. SAIBA ESCOLHER BEM S EU BANHEIRO Mesmo com estes cuidados todos, não se esqueça de fazer uma inspeção rápida no banheiro antes de entrar: “se ele estiver em condições muito desfavoráveis, evite usar”, aconselha o ginecologista Kopelman. Outra opção é tentar usar o banheiro de algum estabelecimento comercial da rua, se houver: “mas lembre-se, lá será necessário tomar os mesmos tipos de cuidado com o vaso sanitário e a higienização das mãos”, frisa o infectologista Gonsalez.


Culinária B11

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

ALIMENTAÇÃO

Estudo Pure: dietas ricas em gordura foram melhores do que em carboidrato Os resultados mostraram que consumos medianos entre 4,9% até 13,2% de gordura saturada conferiram proteção contra mortalidade geral DIVULGAÇÃO

O estudo PURE é um dos maiores desse tipo, um registro mundial sobre os hábitos dietéticos da população mundial. Há cerca de um mês foi publicado artigo em revista de nutrologia sobre os benefícios cardiovasculares do consumo de queijo, uma meta analise. O que ambos têm em comum? São estudos formadores

Estudo O estudo PURE mostrou como pessoas com maior consumo de frutas e verduras (400g por dia) vivem mais. Verduras cruas tiveram melhor performance que cozidos (exceto na Asia, por razoes desconhecidas). Quem faz mais exercício vive mais. de hipótese. E isso precisa ser explicado muito claramente, pois eles não podem mudar a vida de ninguém. Não nesse momento. O estudo PURE mostrou como pessoas com maior consumo de frutas e verduras (400g por dia) vivem mais. Verduras cruas tiveram melhor performance que cozidos (exceto na Asia, por razoes desconhecidas). Quem faz mais exercício vive mais. E uma bomba: dietas ricas em gordura foram melhores que dietas ricas em carboidrato. E quem trocou entre os extremos (gordura ou carboidrato) teve melhor performance indo para gordura que saindo dela. A dieta no Brasil já é bem rica em gorduras. E esse resultado não quer dizer que devemos

Dieta no Brasil já é bem rica em gorduras

trocar carboidratos por gordura, mas levanta essa hipótese. O melhor jeito de provar que isso esta certo seria pegar gêmeos e pedir que um só coma gordura e outro só carboidratos. Na falta de gêmeos, poderíamos buscar pessoa parecidas (mesma altura, mesmo peso, funções parecidas) e escolher qual item da dieta queremos testar. Sobre o estudo dos queijos, também observacional: Qual queijo é bom? Qual quan-

tidade? Queijo cottage é queijo? Os pesquisadores juntaram vários estudos de vários países com vários queijos diferentes e quem comia queijo viveu mais. Assim como o vinho em alguns trabalhos. O problema destes estudos (e são ótimos estudos, feitos por pessoas muito competentes) é que não conseguimos ajustar todas as variáveis. Imaginem o cenário do queijo. Vamos dizer que quem comeu

queijo morava na orla, padrão de vida alto, com acesso aos melhores hospitais e médicos e quem não comeu queijo morava em uma zona de extrema pobreza, onde a violência mata mais que em muitas guerras? Ainda assim podemos dizer que o queijo salvou vidas? Na ausência de evidencia de estudos randomizados (estes que conseguimos desde o começo colocar pessoas parecidas, uma de um lado e seu par

de outro), podemos aceitar estes como alternativas, mas com bom senso e crítica. Um exemplo é o para quedas. Na revista BMJ (British Medical Journal) foi feito um editorial explicando que nem toda a evidencia deve vir dos estudos. Por exemplo, não existem estudos que provem que usar paraquedas funcione. Isso porque ninguém testou pular sem e com um numero suficiente de vezes para que os estatísticos fiquem satis-

feitos. Apesar de absurdo, tecnicamente seria verdade. Mas o bom senso preza que ninguém pule de um avião sem ele. Estas noticias são ótimas, mas antes de trocarmos todo o nosso estilo de vida, vale uma analise individualizada da pessoa, e tentar na medida do possível usar estudos que forneçam o máximo de segurança e confiabilidade para melhorar a sobrevida (e a qualidade de vida, por que não?).

DIVULGAÇÃO

Sopa fria de tomate e manjericão Ingredientes 1,75 kg de tomates cortados 1 punhado de manjericão fresco 3 colheres de sopa de vinagre de vinho branco Sal a gosto 750 ml de caldo de galinha 4 colheres de sopa de azeite extra-virgem Modo de Fazer

Inicie colocando o tomate, o vinagre, o manjericão, o sal e o vinagre em um liquidificador ou processador de alimentos e os bata até que fiquem na consistência de um purê. Em seguida, transfira a mistura homogênea a uma travessa, acrescente o caldo de galinha e misture. Ao final, leve à geladeira e espere esfriar. Está pronto! Na hora de servir acrescente azeite ou outro condimento que desejar. DIVULGAÇÃO

Picanha com laranja grelhada Ingredientes 1 picanha Sal grosso a gosto 4 laranjas bahia descascadas inteiras Sal rosa do Himalaia a gosto Pimenta-do-reino preta a gosto 6 ramos de alecrim 1 colher (sopa) de azeite Modo de preparo Tempere a picanha com sal grosso e leve para assar na churrasqueira, em brasa, a uma altura de um palmo do fogo, com o lado da

gordura para baixo. Deixe até que esteja dourada, vire e deixe assar até chegar no ponto desejado; Para o acompanhamento, corte as laranjas pela metade, retire os caroços, tempere com sal e pimenta. Espete os ramos de alecrim nas laranjas e regue com azeite; Quando a picanha estiver quase pronta, leve as laranjas para assar na churrasqueira, até que estejam levemente douradas; Sirva a picanha em fatias, acompanhada das laranjas e de farofa. Bom apetite!


B12 Geral

Boa Vista, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

BEM-ESTAR

Você sabe a diferença entre psicólogo e um coach? Habitualmente, o foco do coach é na solução de melhoria contínua e não na cura de problemas propriamente ditos DIVULGAÇÃO

A novela “O Outro Lado do Paraíso”, provocou uma polêmica: uma advogada especialista em coaching está tratando o trauma de uma jovem com o sexo, que os personagens não sabem, mas está ligado a um abuso sexual infantil. O Conselho Estadual de Psicologia de Minas Gerais (CRP-MG) se pronunciou, alegando que:

formação desse profissional ensina quais os profissionais podem e devem ser indicados e para quais casos. Ou seja, nem sempre o coach está apto para compreensão maior da mente humana para ser capaz de indicar o tratamento a ser feito. Às vezes, é preciso contar somente com o bom senso e capacidade individual do profissional de percepção do seu coachee para uma possível indicação de tratamento, muito mais do que uma regra estabelecida. É preciso levar em conta que para alguns profissionais ainda não muito experientes, a indicação para um tratamento fora do processo de coaching é sinônimo do não sucesso, da não obtenção do resultado final, como se isso fosse um problema grave, o que jamais deveria ser, pois quando se tem mais experiência no coaching constata-se aquilo que acredito fortemente, os trabalhos se somam para o melhor resultado.

Entenda No atendimento psicológico, além das regras e olhar atendo do conselho de psicologia, o modelo varia de acordo com a formação do profissional, psicanálise, hipnose, cognitiva comportamental, etc. Para alguns psicólogos, as sessões se iniciam com avaliação de testes, uma extensa anamnese de compreensão e mapeamento da história de vida, familiar, inclusive da saúde física. “(..) a novela em questão sugere como solução rápida e como uma ferramenta para extrair a verdade a prática do coaching para acessar o bloqueio sexual oriundo de abusos sexuais sofridos na infância. O CRP-MG ressalta que tal prática não é ferramenta adequada para lidar com problemas psíquicos, transtornos mentais ou qualquer outro tipo de fragilidade emocional que demande cuidado e tratamento, tal como indica a novela. O tratamento psicológico, sim, é capaz de interferir na perpetuação do sofrimento, trazendo reestruturação e resiliência para as vítimas de abuso.” Com isso, é normal se perguntar: qual é a diferença, afinal, entre um psicólogo e um coach? Ou mesmo tentar entender o que cada profissional faz. Nesse artigo quero esclarecer quaisquer possíveis dúvidas, uma vez que tenho formação em ambas as áreas.

O foco do coach é na solução de melhoria contínua e não na cura de problemas propriamente ditos

Se você se sente triste ou mesmo apresenta sintomas percebidos como problemas, o ideal é a busca pela compreensão que está havendo com você, pois além de mental, pode existir até mesmo um componente físico e necessidades médicas. Um psicólogo pode melhor analisar suas condições psíquicas para indicar um tratamento. Já as sessões de coaching não são ideias para tratamento, pois não há doença, mas um trabalho preventivo de excelência e bem-estar. QUAL A ÁREA DE ATUAÇÃO DE UM COACH? A área de atuação desse profissional é algo maleável, uma vez que não há um órgão responsável. Por exemplo, a psicologia o Conselho Federal de Psicologia, que é “uma autarquia que tem a finalidade de “orientar”, disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão de psicólogo e zelar pela fiel observância dos princípios de ética e disciplina da classe”. Quando há um órgão que fiscaliza uma

profissão, as exigências são inúmeras, pois há diversas obrigações, deveres, regras e normas a serem cumpridas. O coach, o trainner da PNL e o hipnólogo, por exemplo, que não estão regidos por esse modelo de fiscalização, estão fora desse processo. Desse modo, a área de atuação é algo flexível. Habitualmente, o foco do coach é na solução de melhoria contínua e não na cura de problemas propriamente ditos. Não há um anamnese, uma avaliação nos moldes da medicina e psicologia. A ideia é estimular o coachee (cliente do coach) ao desenvolvimento para o encontro de excelência nas áreas de interesse, tais como: Pessoal Profissional Social Esporte Entre outras. O formato mais conhecido de sessões de coaching envolve encontros com número de sessões pré-determinados, pois o

modelo segue uma sequência pré-estabelecia que vai além do olhar e individualização do coachee. O coach conduz o processo baseado em metodologia de perguntas precisas que estimulam o coachee a pensar e encontrar seu caminho de resposta. Não há análise ou opinião do coach, muito menos é feito qualquer tipo de intervenção através de aconselhamento. E qual a diferença do coach para o psicólogo? No atendimento psicológico, além das regras e olhar atendo do conselho de psicologia, o modelo varia de acordo com a formação do profissional, psicanálise, hipnose, cognitiva comportamental, etc. Para alguns psicólogos, as sessões se iniciam com avaliação de testes, uma extensa anamnese de compreensão e mapeamento da história de vida, familiar, inclusive da saúde física. Outras sessões incluem reflexão, análise ou mesmo tarefas e métodos de avaliação de resultado. O atendimento para a cura se dá após um diagnós-

tico, uma compreensão maior do que o problema apresentado. Durante o tratamento, as ferramentas usadas podem ser de diversas fontes, desde que seja da escolha, formação e conhecimento do psicólogo. Essas formações, habitualmente, são feitas após o período de faculdade, como especializações, mestrado e etc. DÁ PARA FAZER OS DOIS? O modelo de atendimento da psicologia clínica pode ser feito e seguido paralelo ao atendimento do coach. Os tratamentos são complementares, justamente, pois são meios diferentes de melhoria e bem-estar emocional. Um processo não exclui e nem invalida o outro, ao contrário, fortalece e trás bons resultados. Quando se pensa na indicação de um profissional, por exemplo, para um coach indicar que seu coachee faça uma psicoterapia ou mesmo um tratamento psiquiátrico é interessante pensar alguns pontos: Nem sempre o curso de

NENHUM TRATAMENTO É MILAGROSO Compartilho que já tenho 20 anos de trabalho na área de psicologia clínica e 15 anos de atuação na área de coaching e nesses tantos anos de trabalho percebo que as formações são sempre bem-vindas para atualização do conteúdo a ser oferecido durante o tratamento. A ferramenta do coaching, por exemplo, é apenas uma entre tantas do processo. O foco é, e deve sempre estar no que o cliente quer melhorar e na dinâmica individual de cada um. E esse aprendizado é constante, pois o profissional deve ir muito além da “técnica da moda”. Hoje uma técnica emocional fica famosa e posta como “milagrosa”, e depois se descobre que a cura não acontece num simples passe de mágica e que é preciso atenção, mudança e consciência da própria vida para que algo aconteça efetivamente de modo duradouro. Mas nesse amanhã já terá espaço para que se crie outras técnicas para substituição daquela e tentativa de nova cura milagrosa. E assim, segue numa constância de criações de boas ferramentas, mas vendida como solução única ao invés de complementar com excelência. Compreender o ser humano com atenção escuta e orientação faz diferença no resultado.

Dependência psicológica, abstinência e angústia: quando amar vira doença Biologicamente, o amor desenvolve no ser humano os hormônios de noradrenalina, dopamina, endorfina e oxitocina, que causam euforia, felicidade, aceleração no batimento cardíaco e prazer. Entretanto, é possível que o amor gere sensações negativas e dependência psicológica - é aí que ele vira doença. O amor patológico, como é chamado pelos psiquiatras e psicólogos, causa sintomas de necessidade e abstinência, ansiedade e até depressão. “A pessoa costuma deixar suas atividades, cuidados com ela mesma, com o trabalho, e fica pensando somente no parceiro. É como se ela largasse tudo para cuidar

excessivamente do parceiro, de uma forma exagerada. É mais comum com mulheres, mas acontece com homens também”, explica Andrea Lorena, psicóloga coordenadora do ambulatório de amor e ciúme patológico do Ambulatório Integrado dos Transtornos do Impulso (Pro-Amiti) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Esse tipo de amor é mais comum do que se imagina e, por isso, foi criado o Mulheres Que Amam Demais Anônimas (Mada), um grupo que atua em diversas cidades do País, onde mulheres que sofrem de amor patológico têm espaço para desabafar e se recuperar. Nestes grupos, ignora-se a

classe social, idade, profissão, religião ou nível educacional: todas se unem pelo objetivo de se livrar de um sentimento destrutivo que as impedem de levar uma vida feliz e normal. O sentimento destrutivo se manifesta tanto em mulheres que namoram há poucos anos como naquelas que são casadas há décadas. Muitas vezes, a mulher já se separou do parceiro, mas sofre mais do que o normal para superar a perda. Quando a mulher consegue se livrar do parceiro e passa a tratar a patologia, ela é intitulada uma Mada em recuperação. Na reunião, porém, isso não faz diferença: o lema de todas é conseguir, ‘só por hoje’, se livrar do amor

que faz mal - cada ligação não feita, mensagem não enviada ou atividade independente do parceiro é comemorada. Lorena explica que uma pessoa que ama demais fica fixada no parceiro e pensa que, sem ele, não será feliz com mais ninguém. “A pessoa que sofre com o amor patológico apresenta sintomas de abstinência quando o parceiro vai embora ou ameaça ir embora fisicamente, e nem precisa ser em caso de término, pode ser um simples caso de viagem. Ela sente insônia, come demais ou perde completamente o apetite, os batimentos cardíacos ficam acelerados, ela pode sentir dor muscular”, explica a psicóloga.

O Hospital das Clínicas tem um núcleo referência para tratar pessoas que sofrem com o amor patológico, com tratamento psicoterápica em grupo que dura cerca de quatro meses. “Nas sessões, a pessoa vai trabalhar essa questão do vínculo, da autoestima, o resgate da confiança e das atividades dela. É comum essas pessoas perderem os amigos, então vamos tentar resgatar essas amizades. Muitas vezes, é só depois de dois, três meses de tratamento que nós descobrimos que a paciente tem filhos, porque ela esquece até disso e só fala do parceiro. Nós fazemos todo esse resgate na terapia. Não

existe nenhum tratamento farmacológico, a não ser que haja alguma depressão ou ansiedade associada - neste caso, o psiquiatra vai receitar um medicamento”, detalha Lorena. Cerca de 80% dos pacientes se cura após o fim do tratamento, que é gratuito. As pessoas que querem descobrir se sentem amor patológico devem acessar o site do Pro-Amiti e responder a cinco pergunta, como “você gasta muito tempo para controlar as atividades do parceiro?” e “você costuma sentir angústia, taquicardia ou suor quando seu parceiro se distancia?”. No site do Mada, são listadas 14 características de uma mulher que ama demais.


CLASSIFICADOS

ANUNCIE COM A GENTE

3623-3038 WHATSAPP 99137-0070

Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018 Rua Chico Lira, 252 -150 São-Francisco, Alameda Canarinho, Canarinho,Boa BoaVista-RR Vista-RR- CEP - CEP69.305-093 69.306-580- -Fone: Fone:(95) (95)3624-6958 3624-6958- -Email: Email:comercial@roraimaemtempo.com.br comercial@roraimaemtempo.com.br

Total 1171 ofertas

Emprego 85 ofertas Página 1

Veículos 196 ofertas Página 4

Imóveis 441 ofertas Página 6

Serviços 204 ofertas Página

Diversos 245 ofertas Página 14

EMPREGO 412862

410805

412829

410571

412832

412871 412856

413344 412882 412869

412867 412067

412876 412343

412873

412331

412853

412845

411069 412870 413978 412591

413143 412852

412895

412861

412875 412859

412837

412333

412835

412886 412880

410573 412890

412888 412334

413156

412855 413329

412878 412872 411718 412889 412858

412823

412868 412877 407718 412874 412885 412883

412516 412589 412857 412325

411716

412891

412863

412887

412848

412850

412865 412881

412824

412395

412846 412866

412324 412864 412007

412854

412884

412913

412828 412860

412825

412879

412826

261933


C2

Editais e ClassiďŹ cados Em Tempo

Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018


Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

Editais e ClassiďŹ cados Em Tempo

C3


C4

Editais e Classificados Em Tempo 413347

Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

408906 413287 413245

412830 412490

413309

413191

413285

413214 412842

412481 413241 412536 412840

413250

413188

412594 413310 412255

412818 413314

413284

412488

413311 413187

412596

412820 413296

VEÍCULOS

413239

FIAT

413253

413292

413312

412489

CHEVROLET 413251 413189 413242 413218 412485 413295 413255 413243 413182 413217

412595

413289 413252

RENAULT

412910

413183

413308

FORD

413345

413254

413238

HYUNDAI 413265 413235 411361 413249

413186

413223

412478

413283 413263 413286 413248 413240 413190

413185

412475

413276

412483

413282

413256 413346 413234

413184

413494

CLASSIFICADOS

99137

EM TEMPO

0070 412590


Editais e Classificados Em Tempo

Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

RENAULT

C5

MOTOS 413230 412419

413208

412765

VOLKSWAGEN 413231 412900

413203 413131 413271 411932

412899 413202 413273

411619

413192

413132

OUTRAS MARCAS

412901

413280

411021 403903

413137

413193 413216 413266

411624

412322

413158 413206

411620 413261

413066

413279 412518

TOYOTA 411623

413211

412902 412593 413278

413055 412911

412401

412535

413281 411610

412517

412421

412532

413139 413201

412897 412336 412534

413150

413222

413236

CAMINHÕES E TRATORES 412321 413037 412533

412418 413048 413198 412905 409104 413227 412426 412564

412763

413076

412530

413220

413228

413136 413063

413306 413229

413219

413046 411622

413058 412537

413305

413221

413071 413233

413040 411018

412420

413196

413232

CLASSIFICADOS

99137

EM TEMPO

0070 413065

412909


Editais e Classificados Em Tempo

C6 MOTOS

Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

IMÓVEIS 413075 412947

412773

CAIMBÉ

VENDA

413072

ASA BRANCA

413068

290609

AEROPORTO 413059 413073

412108

412956

413057 413054 412936 412930

412943 412903 407108

413154 412931 407109

ALVORADA 413047

412320 407098

412937

412957

CALUNGÁ

413044

BAIRRO DOS ESTADOS 413155

412932 380272

412335 413064

412958

413074 412933

397557

413070

APARECIDA 412960 412896

412393

412938

413215

BAIRRO UNIÃO

CAMBARÁ

CAÇARI

413045 413039

397556 413050

412332

412904

412940

CARANÃ 412934

397558

412782 412941

413160

BELA VISTA 413148 413153

412963

ARACELI 397560 413157

404516 412907

412935

412964

CAUAMÉ 412908

412939

412777 412520

BURITIS 397562 412775 412906

413053 412969

CLASSIFICADOS 99137

EM TEMPO 0070 413159

412766

412942

412946

CLASSIFICADOS

99137

EM TEMPO

0070


Editais e Classificados Em Tempo

Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

CENTRO

CAUAMÉ

JARDIM FLORESTA

C7

JÓQUEI CLUBE

412327 397577

412966

412983 397567

397574

397573

CINTURÃO VERDE

413001 407087 412978 412986 413976

413016

JARDIM OLÍMPICO

412987 413017 412973

CONJUNTO CIDADÃO 413003

324366

411662

MECEJANA

JARDIM PRIMAVERA

CIDADE SATÉLITE 412972

CENTENÁRIO

413018 412994

397576

413007

413022 412995 397571

413026

413005 412330

397566

413020

JARDIM EQUATORIAL

NOVA CIDADE

397569

413011

413322 397564

413023 396386 413027 413012

397570

413141

PINTOLÂNDIA

412999

397565

413010 412979

413024 274702

413029

PARAVIANA 413146

412975

JARDIM TROPICAL 412981 413028

413979

412976

413014 397575

CLASSIFICADOS

ANUNCIE

413000

CLASSIFICADOS

EM TEMPO

GRÁTIS

413325

99137-0070

ANUNCIE

CLASSIFICADOS 99137

EM TEMPO 0070 412984

413140

EM TEMPO

GRÁTIS

99137-0070 413025

413142


C8

Editais e Classificados Em Tempo

Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

SANTA LUZIA

PINTOLÂNDIA

413081

413086

413035

413030

PRICUMÃ

413041

411661

409111

413036 412068

SANTA TEREZA 412912 413067

413087

397581

412323 413080

RIVER PARK

413042 413088 407100

397582 413079

SÍLVIO BOTELHO

413043 407099

397587

413089

SÃO VICENTE

413032

413083

413049

SÍLVIO LEITE 413069 413091 413056

413031 408168

412392 413051 413321

TANCREDO NEVES

413090

413033

413145 397584 413092 413034 412211 413052

SENADOR HÉLIO CAMPOS

397588

407107 397586 413093

407104 413084

SÃO BENTO 407101

413077

TREZE DE SETEMBRO

PISICULTURA 153133

388568 413078

413085

413060

413149

TRINTA E UM DE MARÇO

RAIAR DO SOL 413082 413094

413061

413038 413062

CLASSIFICADOS 99137

EM TEMPO 0070 397583

CLASSIFICADOS

99137

EM TEMPO

0070 412561

411659

412512


Editais e Classificados Em Tempo

Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

C9

413121

397599 413095

413104 413111

413122

397595

397619

413105 413112 413097 412893

413096 413128 413113 397620 412253 413107

413106

413114

413129

413098

397600

413123

413108

413115

413099 413124 412514

397603

411765

413100

413116 412446 397604 413125 413117 413130

397593

413126

413133 397605

TERRENOS URBANOS

413101

413118 397602 413102

413134

413119 413341

412182 410534 397608 413103 413127 402790

ANUNCIE

GRÁTIS

411275

397601

397597

403403

CLASSIFICADOS

EM TEMPO

413109 397591

99137-0070 CLASSIFICADOS

99137

EM TEMPO

0070 413110

413120


C10

Editais e ClassiďŹ cados Em Tempo 412990

Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

411407 412961

412989 413004

397611

413147 413168

413177

412948

412954

413163 397614 413165

413002

412991

412119

413164

413323 397615 413171

412955

413009 413338

412944

404064 412952 413336

391177

413337 412962 413169 413340 413173

413179

413170 407105 397616

412993

413339 413174

412953 412992

397617

412998 412892 412223

PONTOS COMERCIAIS

413172

411920

412997 412959

412945

413175

413225 412950 412602

413008

397623

413161 413006

413180 412195

413162 412328 413335

400336 413167

412949

413178 412329

412951

407788

374816 413166

412988

413181

413176

412588

407102

412996

413275


Editais e Classificados Em Tempo

Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

C11

PONTOS COMERCIAIS 413267

413260

413247

412509

413258

413207

412411

397632

413303

412457

413332

413272

413274

413144 397624

413197 413313

412456 413213

413320 413326 397625

413268 413270 405961 413299

384405 412459 412454

411699 397633 413298

407647 413302 413244

413246

413333

413264

413316

404063

407103

413297

413259 397631 412467 412251 412073

IMÓVEIS RURAIS

412468

413200

397627 412474

412592

412412 413307 413194

412406 397628 413327

413300 412508 413334 413195

413277

413212

397629 412503 413262

413304

405482 413204 413269

413210


C12

Editais e Classificados Em Tempo

IMÓVEIS RURAIS

AMAJARI

IRACEMA

CARACARAÍ

Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

SÃO JOÃO DA BALIZA 413414

413413

412501 412271 412985

412980

411335 412636

413209 378344 408322

412242 412167

412657

BONFIM MUCAJAÍ

413199

413456

413343

412506 413426

412158

413013

412519 412982

412510 412691

413015 412409

412260 411280 413224 412697

OUTROS

CANTÁ 412737

411344 412521

ALTO ALEGRE

413226

SERVIÇOS E NEGÓCIOS

413455

413237 413021 412965

CAROEBE

PACARAIMA

412734

412968 412397 412671 407106

412635

412967

413460 412977

411297

412270

413459 412690 412156

411206 412154 409091

412713

413453

413330 412716

413452

413458

413454

RORAINÓPOLIS

413019 412269 411278

413457 412155 412970

411294

CLASSIFICADOS

ANUNCIE

EM TEMPO

GRÁTIS

99137-0070 412971

412974

413415

413451

412630

413450

CLASSIFICADOS 99137

EM TEMPO 0070

CLASSIFICADOS

99137

EM TEMPO

0070


Editais e Classificados Em Tempo

Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

C13

SERVIÇOS E NEGÓCIOS 413358 413435

413411

413417

413370

412709

413427

413359 412638

413449

412687

413479 413416

412717 413357

413448

412633

412733 413409

413424

413441

401674

413410 413474

413447

412714

412686 413484

413446

412658

412631

413355

413363 403902

413429

412692 413428 412703

412326

413354

413348

413420 413445

412688

413362

412701 413444

412720

412731

296536

413423

413434

413438

413471

413419

412735

413466

413356

412659

413468

413467

412685 413491 413407

413443

413406

413437

413481 413433 412661

412653 412628 412698

412390

413493

412727 413412

412644

412650

412710 412723

412662 413436 413418 413461 413442 413422 412652 412679 413488

412642 413408 412666 413367 413361 413432

413425

412673

413405 413360 413431

413469

413439

412681

413421

413475

405722

412721

413492

412398


C14

Editais e Classificados Em Tempo

Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

DIVERSOS

SERVIÇOS E NEGÓCIOS 412641 412400

413440

412781

412769 412699 413472

412389

412796

412741

310200 411715

412747

412648 412627 412757 412522

412745

412695 413430

413478

413138 413477 412807 412706

413463 411719

411810 368817

412663

413486 413369

413328 413462 412739

413482

413395

412396

412694

412056

412693 412563

412058

412626

412755 412764 413301 413398

412388 412059

412780

413473

412795

413397 413352 413349 412629

412079

412783

412668 413368

412646 412799 412711

410574 412665

412669 412689

412753 412639

412754

412399

412676

412678

412809

412808 412675

413464 412704 412767

412645 412762 412725 412722 412811 412319

412654

413342

413351

413476

ANUNCIE 412684

EM TEMPO 413350

412707

412758

CLASSIFICADOS

412696 413396

413465

412348

GRÁTIS

413470

412778

412806

412756

412515

99137-0070


Editais e Classificados Em Tempo

Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

C15

ELETRODOMÉSTICOS 412751

412774

412712 412640

412670

412759

412074 413331 412732

412649

412772

412925 412076

412680

412802 412708 412730 412587

412922 412655

412768

412063

ANIMAIS 412742

412726 412700 412929 412562 412894

410782 412798

412632

412748 412672

412729

412771

412927

412926 412917 412921 412634 412810

412738 405506 412656

405504 412637 412677

412923 412750

412749 412651 412660

412683

412724

BICICLETAS 412736

412391

412920 412715

412914

412740 412586

412667

412743

412719 412752

412080 412919

MÓVEIS

412801

412728 412744

412647 412664 412776

412746

412643 411732

412761

412718 412928

412705

412915

412674

ANUNCIE

CLASSIFICADOS 99137

EM TEMPO 0070 412804

CLASSIFICADOS

412924

412075

412916

412682

412702

EM TEMPO

GRÁTIS

99137-0070


C16 Editais e Classificados Em Tempo REFRIGERAÇÃO

SOM E IMAGEM

VÍDEO GAME

Boa Vista, Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

TELEFONES 413294

412851

413293 412546

412538 412062

ARTIGOS PARA BEBÊ 413151

412789 412554

412539

412805

412918

412017 412547 412792 413135

413152

412849

412021 407729 412787

412543

412793 412027 412394 412552

412542

412784 412791 412544

412018

412231

412553 412786 412031

412794

412023

412550 412847 412541 412779

412019 412548

412800

412540 411936

412785

412028

412545 412551

412803

MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS

412025 412029

412760 412070

412549

412797

PEÇAS E ACESSÓRIOS

412022 412831

412770

CLASSIFICADOS

ANUNCIE

EM TEMPO 412020

GRÁTIS

99137-0070 412827

413290 412788

412790 412016

412026

413288

412032

OPORTUNIDADES E NEGÓCIOS 405510

413291

412839

405501 412494

CLASSIFICADOS

99137

EM TEMPO

0070 413317

382518

Jornal roraima em tempo – edição 857  
Jornal roraima em tempo – edição 857  
Advertisement