Page 1

Ano IX | Número 466 Direção: Antonio Carlos Sobral Notícias diárias em www.pgn9.com.br Praia Grande, de 17 a 23 de fevereiro de 2017 Maitê Morelatto

SAÚDE | Página 12

Equipes do Complexo Hospitalar Irmã Dulce abordam doação de órgãos em Santos Com um dos melhores desempenhos na captação no Estado, profissionais ministraram palestra sobre tema

Divulgação

Considerada pela Escola Paulista de Medicina uma das equipes multidisciplinares com melhor desempenho na captação de órgãos no Estado de São Paulo, profissionais do Complexo Hospitalar Irmã Dulce ministraram palestra sobre o tema, na Santa Casa de Santos.

PROMOÇÃO SOCIAL | Página 4

PG abre mais de 500 vagas em atividades para a Melhor Idade Inscrições podem ser feitas nas unidades do 'Conviver' Quem já passou dos 50 e não gosta de ficar em casa parado tem uma excelente oportunidade para realizar diversas atividades por meio do Programa Conviver, em Praia Grande. São vagas para cursos de ginás-

tica, ioga, coral, artesanatos e muitas outras atividades. Só é preciso ser morador da Cidade e procurar uma das oito unidades do programa espalhadas pelo Município. Todas as atividades são gratuitas.

ESPORTE | Página 5

Atleta de PG é prata no Aberto de Belo Horizonte de Jiu-Jitsu COTAÇÕES

Victor de Matos destaca-se na disputa sem quimono DÓLAR EM 16/02

1,00 = R$ 3,05

US$

EURO EM 16/02

LAZER | Página 3

PG Folia tem início dia 24 de fevereiro Praia Grande terá 18 shows em três pontos da Cidade. Sorriso Maroto será uma das atrações O Kartódromo Municipal será palco de apresentação do Grupo Sorriso Maroto, dupla Munhoz e Mariano, Grupo Pixote e Tiago Brava, de 24 a 27 de fevereiro.

PREVISÃO DO DIA 17/02 PARA PRAIA GRANDE

1,00 = R$ 3,24

EU$


2 Redação

Praia Grande, de 17 a 23 de fevereiro de 2017 Notícias diárias em www.pgn9.com.br TUDO EM DIA | Antonio Carlos Sobral

ARTIGO | Antonio Carlos Sobral

Temer quer a Lava Jato?

Novo e bom líder! O prefeito fez uma espetacular escolha: Vereador Leandro Avelino (PSB) como seu líder, na Câmara. A função desse cargo é conseguir promover a negociação, convencer um lado ou outro nas questões mais delicadas, e não ser mero "garoto de recado do prefeito na Casa”. Isto evidentemente depende de alguma abertura do prefeito para o diálogo, para a negociação. Neste sentido, é um trabalho difícil e de bastidor, não dá tanta visibilidade, além de assumir algum desgaste. Mas acreditamos na capacidade e competência do Leandro. Sempre disse que você seria uma alternativa à ser lapidada pelo Mourão. As chacotas continuam Além do “assassinato” da língua portuguesa; da efusiva recepção do presidente ao prefeito, com direito a flores, beijos, abraços, etc., o presidente da Câmara de Praia Grande, vereador Ednaldo Santos Passos, o Reco (SD), deu uma de João Dória ao ir consertar o telhado da Casa de Leis. Alegando ser caro o reparo por parte de firma especializada, “o Dória da PG” escalou o prédio sem o mínimo de segurança e sem o uso obrigatório de EPI (Equipamento de Proteção Individual). Cuidado, presidente, já pensou se o senhor cai e se espatifa no chão? A chacota seria maior ainda! E por falar em chacota...

Todo mundo entendeu a malandragem do Michel Temer. O Presidente prometeu botar para fora do governo qualquer ministro que se tornar réu no Supremo Tribunal Federal, especificamente por denúncias na Lava Jato. O probleminha concreto é: demora muito demais da conta para que alguém atinja tal “status” de processado no STF. Por isso, a temerária ação midiática de Temer serve apenas para ganhar tempo. Ele não abandonará os ministros estratégicos para os negócios do PMDB, embora seu discurso indique o contrário. Tudo é jogo de cena. Temer apenas experimentou ontem uma estratégia de comunicação mais ofensiva – certamente inspirada no estilo Donald Trump de mandar recados diretos ao eleitorado. Publicamente, Temer seguirá defendendo a continuidade da Lava Jato. Nos bastidores, seus parceiros que são alvos do judiciário, agirão no sentido contrário, fazendo o impossível para sabotar e queimar o filme de juízes como Sérgio Moro e Marcelo Bretas, junto com críticas ácidas à atuação da Força Tarefa comandada por Deltan Dallagnol (apontado como potencial candidato ao Senado pelo Paraná na próxima eleição). A malandragem é evidente. Em palestra na Caixa, o poderoso ministro Eliseu Padilha deixou bem clara qual a estratégia de sobrevivência do governo Temer: “Nosso objetivo era chegar aos 88% de apoio no Congresso. Não há na história do Brasil um governo que tenha conseguido 88% do Congresso. Isso Vargas não teve, JK não teve, FHC não teve, Lula não teve, só nós que conseguimos”. Tal “objetivo” só é alcançado de um jeito: pela via do toma lá dá cá. O velho esquema men-

saleiro e fisiológico do “é dando que se recebe” vigora com toda força na Era Temer. Nesse meio do caminho, “gênios” da articulação de politicagem, como o maranhense Edson Lobão (presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado), deixam claro que o plano é aliviar a barra dos aliados com problemas e alcançáveis pela Lava Jato e afins. Embora o presidente do Senado, Eunício de Oliveira, negue tal intenção, Lobão lutará pela anistia ao crime de Caixa 2 de campanha. A tese do Lobão é de envergonhar a Vovozinha: “Todo ano, o presidente anistia alguns presos por conta disso ou daquilo. Houve a lei da anistia durante o regime militar. Resta saber se anistia tal ou qual é conveniente. Vou aguardar que a Câmara decida lá, quando vier para cá nós avaliaremos (...) é constitucional a figura da anistia, qualquer que ela seja”. A turma de Michel Temer só quer ganhar tempo contra a Lava Jato. Na terça-feira à tarde, o ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal, soltou sua decisão sobre Moreira Franco. O Gato Angorá (apelido dado originalmente pelo falecido Leonel Brizola, e não pelo setor de corrupção da Odebrecht) soube que continuará a ter foro privilegiado no cargo de ministro da Secretaria Geral da Presidência da República. Moreira é citado 30 vezes na delação premiada de Cláudio Melo Filho, ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht. Moreira continuará ministro até a hora que for formalmente investigado ou denunciado.

Após ser alvo de todo o tipo de brincadeiras na internet, através das redes sociais e críticas deste colunista e outros profissionais de imprensa, a mesa diretora da Câmara de Vereadores de Praia Grande resolveu apresentar um Projeto de Lei (PL) criando concurso público para a contratação de um jornalista diplomado. Embora, com essa medida, solucione o problema, o Legislativo ficou um tempo razoável sem informações precisas, língua pátria sendo relegada a segundo plano, jornais e portais sem releases e outras atribuições dadas ao profissional. Antes tarde do que nunca. Gol de placa do FGTS O governo Temer faz um gol de placa ao permitir que os trabalhadores possam sacar o FGTS de contas inativas e que há mais de um ano não têm qualquer movimento. Com essa iniciativa, mais de 30 milhões de trabalhadores terão acesso a um bolo de mais de R$ 40 bilhões, e esse dinheiro certamente ajudará a fazer girar novamente a roda da economia. Tira o sigilo, Carmén! Já se passaram mais de duas semanas desde que a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, homologou as delações dos 77 executivos da empreiteira Odebrecht, entre elas a do ex-presidente, Marcelo, e de seu pai, Emílio. De lá pra cá, não houve mais qualquer avanço em relação às delações, e a sociedade exige uma resposta à sua indagação: por que o STF não retira logo o sigilo dessas delações? É preciso mais do que citar O presidente Michel Temer afirmou que não pretende impedir o avanço da Lava Jato, muito menos blindar quem quer que seja, suspeita que a opinião pública sustenta na nomeação de Moreira Franco a ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República. “Se houver denúncia, que é um conjunto de provas, que eventualmente pode levar ao acolhimento, o ministro denunciado será afastado provisoriamente”, disse o presidente. “Se acolhida a denúncia e o ministro se transformar em réu, o afastamento é definido”, garantiu.

O Regional PG é uma publicação da PGN9 Editora, CNPJ 57.736.316/0001-63 - Fundada em 07/03/1989 E-mail: contato@pgn9.com.br | Diretor Responsável: Antonio Carlos Sobral | Editoração Gráfica: Rogério Sobral Publicidade: Eduardo Nonato - Telefone: 13 | 99164-8285 Jornalistas responsáveis: Antonio Carlos Sobral - MTB 63062 | Rogério Sobral - MTB 62970 Impressão: Gráfica Diário do Litoral, Rua Gal. Câmara, 254 - Centro - Santos, CEP: 11.010-122 Matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores, assim como opiniões emitidas em artigos assinados


Cidade 3

Praia Grande, de 17 a 23 de fevereiro de 2017 Notícias diárias em www.pgn9.com.br PRAIA GRANDE | Lazer/Turismo

PG Folia tem início dia 24 de fevereiro Praia Grande terá 18 shows em três pontos da Cidade Praia Grande já está pronta para o Carnaval 2017. A programação do PG Folia acontece de 24 a 28 de fevereiro em três pontos da Cidade. Ao todo, 18 shows vão animar moradores e turistas com vários ritmos diferentes. O Kartódromo Municipal será palco de apresentação do Grupo Sorriso Maroto, dupla Munhoz e Mariano, Grupo Pixote e Tiago Brava, de 24 a 27 de fevereiro. Todos os shows terão abertura da Bateria Show da Liga das Escolas de Samba, com participação de bandas regionais, tocando as músicas mais executadas e pedidas no Carnaval. Os Bairros Samambaia e Quietude também terão muita animação do PG Folia. De 24 a 28 de fevereiro, diversos grupos prometem agitar o público que comparecer ao Espaço Multiuso do Samambaia e Espaço Alvorada, no Quietude. A programação de todos os eventos tem início às 19 horas. Os shows contarão com a mesma estrutura oferecida durante as apresentações musicais comemorativas aos 50 anos de Praia Grande: praça de alimentação completa, recinto fechado, revista na entrada e segurança dentro e fora do local.

Divulgação/DECOM

Informações Turísticas Metropolitano (segunda a sábado, das 9 às 17 horas), no Boqueirão. Também será possível adquirir o ingresso na bilheteria do Kartódromo, por R$ 30 Reais (pista) e R$ 15 Reais (meia-entrada pista). Programação Kartódromo Municipal: 24/02: Abertura: Bateria Show Banda Quebraê Sorriso Maroto 25/02: Abertura: Bateria Show Banda Zumbaia Munhoz e Mariano 26/02: Abertura: Bateria Show Amanda Alves Grupo Pixote 27/02: Abertura: Bateria Show Lucas Moraes Tiago Brava

O Kartódromo Municipal será palco de apresentação do Grupo Sorriso Maroto, que já esteve na cidade em 2012

Ingressos - As atrações concentradas no Kartódromo Municipal terão ingressos vendidos antecipadamente a partir desta terça-feira (14) a R$ 20 Reais (pista) com meia-entrada para estudantes e pessoas com mais de 60 anos. O pacote para

os 4 dias do Folia PG no Kartódromo será vendido por R$ 60 reais. Os demais shows realizados no Samambaia e Quietude têm entrada gratuita. Convites para área VIP custam R$ 100 Reais. O pacote de área VIP para os 4 dias sai por

R$ 250 Reais. Os convites serão vendidos pelo site www.santocartao.com.br; Palácio das Artes (segunda a sábado das 12 às 20 horas), Paço Municipal (Segunda a sexta, das 9 às 16 horas) e CITM - Centro de

Espaço Alvorada Quietude: 24/02: Lucas Moraes 25/02: Banda Quebraê 26/02: Banda Zumbaia 27/02: Amanda Alves 28/02: Thainá Cardoso Espaço MultiUso Samambaia: 24/02: Banda Zumbaia 25/02: Banda Odekere 26/02: Banda Quebraê 27/02: Thainá Cardoso 28/02: Amanda Alves

PRAIA GRANDE | Fiscalização

PG combate o comércio irregular de espuma de Carnaval A venda ou utilização de spray de espuma, também conhecido como espuma de Carnaval, e fogos de artifício e bombinhas é proibida em Praia Grande e a fiscalização será intensificada e rigorosa, principalmente no período de Carnaval. Quem alerta é o secretário de Urbanismo, Alexander Ramos. O objetivo é a conscientização de comerciantes e ambulantes da Cidade para que evitem apreensões e multas. “Está chegando o Carnaval e neste período constatamos o aumento na oferta destes produtos. Sprays de espuma (lei nº1548/11), embora sejam divertidos, podem ser prejudiciais à saúde, principalmente à visão. Já foi comprovado que se este

produto for lançado contra o rosto pode causar irritação nos olhos, vermelhidão, dor e reações alérgicas. Até os gases do aerosol podem ser prejudiciais”. No que se refere aos fogos e bombinhas (Lei nº744/91), o titular da Seurb salienta que o risco já é de conhecimento público, assim como a proibição de sua armazenagem e/ou venda em Praia Grande. “Vamos agir com rigor e apreender quaisquer destes produtos, autuando e multando quem estiver vendendo. Queremos pedir também para os pais e responsáveis que evitem estes produtos, principalmente o spray. O comércio só acontece porque há consumidores. Se ninguém comprar ele acaba”, disse Ramos. Caso seja constatada a co-

mercialização irregular da espuma de Carnaval e/ou armazenagem e venda de fogos de artifício e bombinhas, além de ter o produto apreendido, o comerciante receberá multa de R$ 979,10. “E contamos com o auxílio de todos para combater este tipo de comércio. Para isso estamos disponibilizando de segunda à sexta-feira, das 8h até 16 horas, os telefones 34962028 e 3496-2276 para que os munícipes e turistas possam denunciar a venda irregular destes produtos. Já nos finais de semana as denúncias podem ser feitas pelo 199 da Guarda Civil Municipal, que também atuará na conscientização dos comerciantes e na realização de operações junto aos estabelecimentos comerciais.

Getty Images

Fogos de artifício e bombinhas também têm venda proibida na Cidade

Já foi comprovado que se este produto for lançado contra o rosto pode causar irritação nos olhos, vermelhidão, dor e reações alérgicas


4 Cidade

Praia Grande, de 17 a 23 de fevereiro de 2017 Notícias diárias em www.pgn9.com.br

PRAIA GRANDE | Promoção Social

Praia Grande abre mais de 500 vagas em atividades para a Melhor Idade Inscrições podem ser feitas nas unidades do Programa Conviver Quem já passou dos 50 e não gosta de ficar em casa parado tem uma excelente oportunidade para realizar diversas atividades por meio do Programa Conviver, em Praia Grande. São vagas para

cursos de ginástica, ioga, coral, artesanatos e muitas outras atividades. Só é preciso ser morador da Cidade e procurar uma das oito unidades do programa espalhadas pelo Município. Todas as

atividades são gratuitas. Quem gosta de atividade física pode se inscrever na caminhada, nas aulas de dança, aikidô, alongamento, entre outras. A turma que prefere atividades manu-

ais pode se inscrever para praticar pinturas, bordados, xadrez, damas, reciclagem e várias outras. Os interessados devem procurar a unidade mais próxima de casa levando original e cópia

do RG, comprovante de endereço e uma foto 3x4. Cada unidade tem uma grade de cursos disponíveis diferente. Para as atividades esportivas é preciso apresentar atestado médico.

Confira a relação das unidades e atividades disponíveis: A unidade do Bairro Guilhermina do Programa Conviver fica na Rua Praia dos Sonhos, nº 245. O telefone de contato é 3496-5058 e lá foram disponibilizadas mais de 60 vagas para aula de coral, alfabetização de adultos, patch apliquê, tricô, crochê, xadrez e damas, alongamento e jogos de mesa. No Bairro Boqueirão, a unidade do Programa Conviver, fica na Avenida Presidente Castelo Branco, altura da Rua Pernambuco. O telefone de contato é 3496-5060. No dia 22 a unidade abrirá cerca de 80 vagas para as aulas de informática para a Melhor Idade.

No Bairro Caiçara, o Conviver fica na Rua Maria Antunes Navarro, nº 1.435, esquina com a Rua São Domingos. O telefone de contato é 3594-7497. No total, a unidade disponibilizou mais de 300 vagas para várias atividades. São elas: Aplicação de reiki, aplicação de reflexologia, caminhada, pintura em tecido, confecção de boneca, ioga, ginástica, vôlei adaptado, alongamento, tênis de quadra, reciclagem e bordado. No Bairro Tupi, a unidade do Programa Conviver fica dentro do Vivência Tupi, na Rua Xavantes, nº 51. O telefone de contato lá é 3496-5017. No local tem

vaga para as aulas de dança cigana, ioga, ginástica, bordado, patch apliquê, jogos de mesa, pintura em tecido e coral. O Conviver do Bairro Samambaia fica na esquina da Avenida Pau Brasil com a Rua Itiberê da Cunha. O telefone de contato é 3496-5004. As 100 vagas que a unidade tem disponível estão distribuídas entre os cursos de ginástica dançante, alongamento, ioga, ritmos dançantes, tricô crochê, alfabetização, customização, coral, caminhada e trufas. O Conviver São Jorge está localizado na Rua João Batista de Siqueira, nº 130, no Bairro An-

tártica. O telefone de contato é 3496-5048. Lá, os moradores encontram vagas para as atividades de ginástica, vôlei adaptado, ritmos dançantes, dança de salão, cigana e também ginástica. No Bairro Sítio do Campo também tem unidade do Programa Conviver. O espaço está localizado dentro de Polo Esportivo e Cultural Leopoldo Estásio Vanderlinde, ao lado do terminal Tude Bastos. O contato pode ser feito por meio do telefone 3496-5015. A unidade tem vagas para aulas de aikidô, tai chi chuan e caminhada. O Conviver do Bairro Ocian fica na Avenida Presidente Castelo

Branco, altura da Avenida Vicente de Carvalho. O telefone de contato é 3496-5061. Lá tem vagas para dança cigana, alongamento, dança de rua e vôlei de praia adaptado. Serviço - O Programa Conviver é destinado a pessoas maiores de 50 anos e é resultado de uma parceria entre o Fundo Social de Solidariedade (FSS) e a Secretaria de Promoção Social (Sepros). O projeto teve início em 1993, com o objetivo de oferecer atividades esportivas e de lazer para a Melhor Idade. Atualmente são oito unidades. Outras informações podem ser adquiridas pelo telefone 3496-5015.

PRAIA GRANDE | Serviço público

Deputado Cássio Navarro defende melhorias nos serviços dos Correios em Bertioga Na tarde terça-feira (14), o Deputado Cássio Navarro participou de uma reunião com o vereador Pacífico Júnior e o Diretor Regional dos Correios, Eugênio Valentim da Silva para discutir melhorias no serviço dos Correios em Bertioga. Durante o encontro, que ocorreu na Sede dos Correios em São Paulo, o Deputado Cássio Navarro ressaltou que a cidade tem apenas uma agência e um CEP. “Hoje, com mais de 50 mil habitantes e em território bastante extenso, Bertioga necessita de mais CEPs para poder facilitar a ação dos funcionários e melhoria para a população”. O vereador Pacífico Júnior explicou as dificuldades vividas,

entre elas, “a necessidade de um CEP para cada rua e assim, dessa forma codificada através dos Correios fazer com que as correspondências cheguem nas casas das pessoas”. O vereador aproveitou a ocasião e agradeceu o apoio do Deputado Cássio Navarro pelo apoio na busca por melhorias no município. “Os serviços da Prefeitura e dos Correios têm que ser unificados. Estamos bastante otimistas com as melhorias que podemos fazer pelo nosso município. Quero agradecer o deputado Cássio Navarro, pelo apoio e por não ter poupado esforços para estar com a gente aqui juntos vamos trazer melhorias para a cidade de Bertioga”.

Divulgação

Durante o encontro, que ocorreu na Sede dos Correios em São Paulo, o Deputado Cássio Navarro ressaltou que a cidade tem apenas uma agência e um CEP


Praia Grande, de 17 a 23 de fevereiro de 2017

Cidade 5

Notícias diárias em www.pgn9.com.br PRAIA GRANDE | Esporte

PRAIA GRANDE | Política

Victor de Matos é prata Programa Juventude Legal movimenta no Aberto de Belo Colégio França Horizonte de Jiu-Jitsu Atleta da Cidade destaca-se na disputa sem quimono Arquivo Pessoal

O atleta de Praia Grande Victor de Matos, o Vitinho (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL e equipe Zenith Brazilian Jiu Jitsu), 28 anos, conquistou medalha de prata na disputa sem quimono (NO GI), categoria adulta, faixa preta, peso leve (70 a 75 kg), do Campeonato Aberto Internacional de Jiu-Jitsu de Belo Horizonte. A disputa, finalizada no último domingo (12), ocorreu no Ginásio do Estádio Jornalista Felipe Drummond, em Belo Horizonte, nas Minas Gerais. No evento, regido pela Federação Internacional Brasileira (IBJJF), a medalha de ouro foi conquistada por Caio Nunes (Academia Alliance/São Paulo). O desportista de Praia Grande conta com apoio de CTF PG, Morcelli & Morcelli, Restaurante Santa Planta, @zenithbjjofficial, @TheHouseFC, R4 Academia e Osan. Carreira - Em 2016, Vitinho conquistou duas medalhas (uma prata e um bronze) no Campeonato Internacional Aberto de Jiu-Jitsu de Curitiba, nas disputas com e sem quimono. Faturou a prata no Aberto Internacional Rio Verão e na seletiva nacional classificatória para a Copa de Jiu-Jistu Profissional de Abu Dabi (Abu Dhabi Grand Slam Tour) – sem quimono. Terminou entre os oito melhores no Campeonato Brasileiro. Lutou também no Mundial Profissional Abu Dhabi (Abu Dhabi World Professional Jiu-Jitsu Championship), no qual foi derrotado na segunda luta. Disputou o Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu, em Long Beach, nos Estados Unidos, onde foi derrotado na primeira luta. Em 2015, conquistou duas medalhas (um ouro com quimono - e uma prata – sem quimono) no Campeonato Brasília Internacional. Foi vice-campeão do Sul-brasileiro, conquistou duas medalhas no Curitiba Internacional Open (aberto). Obteve o terceiro lugar no Campeonato Nacional e no Sul-Americano; e dois bronzes no São Paulo Internacional Open. Chegou até a fase quartas de final do Pan-Americano e no Rio Fall Open.

A disputa, finalizada no último domingo (12), ocorreu no Ginásio do Estádio Jornalista Felipe Drummond, em Belo Horizonte

Foi eliminado na segunda luta da etapa de Gramado do Brasileiro Profissional, evento seletivo para o Mundial de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Ao longo da carreira, foi campeão Sul-Brasileiro, Nacional Open, Paulista, do Rio Brazilian Pro, do Paulistão Sem Kimono, da Copa Paulista Aberta Sem Kimono, do Circuito Aberto Estadual, do Torneio Brasil de Submission (luta de submissão), do Ubatuba Summer Fight, do Campeonato Sul-Americano Aberto de Submission, do Sudeste Brasileiro e da 5ª Copa São Vicente Open. Faturou a prata no São Paulo Open Internacional, no Brasileiro sem kimono, no 1º Campeonato de Praia Grande e no 10º Campeonato Internacional. Conquistou ainda os terceiros lugares no Campeonato Brasileiro, Circuito Baixada Santista, Campeonato Mundial No-Gi, no 13º Campeonato Internacional.

O primeiro encontro do Programa Juventude Legal 2017 movimentou cerca de 50 alunos do Colégio França (Bairro Caiçara), na manhã desta terça-feira (14). A iniciativa coordenada pela Subsecretaria de Juventude do Gabinete da Prefeitura de Praia Grande ministra palestras e seminários aos estudantes sobre temas como saúde, meio ambiente, esporte, lazer, cidadania, trânsito, mercado de trabalho, ações sociais, cultura, turismo, serviço militar, entre outros. “Achamos interessante receber o Programa por que vem ao encontro do projeto político pedagógico da nossa escola”, afirmou o diretor do Colégio França Sidney Cardoso da França. “Temos uma filosofia que vem desde os primeiros anos do Colégio na qual valorizamos as atividades de cidadania, como educação para o trânsito, sexual e reciclagem, entre tantas outras. A construção de um indivíduo do bem não ocorre da noite para o dia, mas sim, ao longo da vida”. Próxima - Na quinta-feira (16), das 9h30 às 12 horas, o Programa Juventude Legal ocorre no Colégio Confiança (Rua Bartolomeu Dias, 205, Aviação). Acontecem palestras de esporte, saúde ambiental, meio-ambiente, serviço militar e sobre atividades do

Conselho Tutelar de Praia Grande. Na sequência do cronograma do Programa, há a confirmação de encontros no dia 23 de fevereiro, no Colégio Piteco, e dia 23 de março, no Colégio Centurion. Dados - O Juventude Legal objetiva aproximar os estudantes do Ensino Médio (mais de 15 anos), de escolas particulares e públicas (municipais e estaduais), dos serviços prestados pela Administração Municipal. A iniciativa informa, por meio de palestra e exposições, sobre a importância da participação política e social por meio do grêmio estudantil e busca conscientizar o jovem sobre as diversas situações vivenciadas nesta faixa etária. Há ainda a intenção de demonstrar aos alunos as possibilidades de formação técnica e do mercado de trabalho em geral, que a cada dia mais busca novos talentos. Em 2016 e 2015, foram realizadas atividades para mais de 12 mil alunos, em cerca de 40 escolas (a cada ano). Participam do Programa Juventude Legal as seguintes secretarias: de Saúde Pública, de Esporte e Lazer, Promoção Social, Cultura e Turismo, Secretaria de Trânsito, Segurança Pública, Defesa Civil, Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Trabalho e Conselho Tutelar.


6 Sindical

Praia Grande, de 17 a 23 de fevereiro de 2017 Notícias diárias em www.pgn9.com.br

PRAIA GRANDE | Segurança no trabalho

Sindicato PG esclarece sobre CIPA A CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) tem sua importância ligada ao bom andamento das questões de Segurança do Trabalho na empresa. Quando CIPA e SESMT (setor de segurança do trabalho) conseguem trabalhar em parceria o resultado, normalmente, é positivo. Porém, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Praia Grande, Givanildo Berto da Silva, o Gil lembra que “(...) a atenção do funcionário deverá ser triplicada quanto ao uso de seus EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) uma vez que qualquer deslize será motivo para punição e, até, suspenção. Por isso, deveremos realizar uma campanha de conscientização sobre o que é e como funciona a CIPA”. CIPA é uma comissão formada por funcionários para trabalhar em busca de saúde e segurança do trabalho. O foco da comissão é trabalhar para evitar acidentes de trabalho e, também, doença do trabalho. A CIPA deverá sempre contar com representantes dos empregados e do empregador. Os representantes do empregador são indicados por ele e os representantes dos empregados são eleitos por eles através de eleição feita na própria empresa. Após sua implantação, os índices tanto de acidentes de trabalho como de doenças rela-

Divulgação/DECOM

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes é antiga reivindicação dos servidores municipais

"A atenção do funcionário deverá ser triplicada quanto ao uso de seus EPI’s", alerta o presidente do Sindicato, Gil

cionadas ao trabalho, deverão ter quedas significativas para que a comissão não seja avaliada como ineficiente. A CIPA é regulamentada pela NR5. O presidente Gil explica que

“(...) o membro da CIPA é um funcionário que divide o seu tempo de trabalho entre exercer a função para o qual foi contratado e exercer o trabalho voluntário de prevenção. Para que ele consiga realizar esse trabalho, a CIPA usa várias ferramentas que devem ser seguidas à risca, uma vez que ele não poderá abdicar de suas tarefas diárias para exercer sua posição de fiscalizador de segurança”, pontua. Os membros da CIPA, através de reuniões mensais, debatem os problemas de segurança do trabalho que foram encontrados e buscam soluções diretamente com o empregador e com o setor de segurança do trabalho. Caso o setor não exista, ele deverá ser criado. Para que serve – Como explica o presidente Gil, o objetivo das ações da CIPA é “observar e relatar as condições de risco no ambiente de trabalho e solicitar medidas para reduzir até eliminar os riscos existentes e/ou neutralizar os mesmos”. Portanto, sua missão é preservar a saúde e integridade física dos trabalhadores. “Seu papel mais importante é o de estabelecer uma relação de diálogo e conscientização entre os integrantes da empresa, ela

deve ser o elo entre a chefia e os empregados. E, de forma criativa e participativa, deve opinar na forma como os trabalhos são realizados, objetivando, sempre, melhorar a segurança e a saúde no trabalho com consequente melhoria nas condições”, esclarece o presidente. Treinamento - O treinamento da CIPA pode ser realizado pelo Técnico em Segurança do Trabalho, Engenheiro de Segurança do Trabalho, ou qualquer ou membro do SESMT, também por entidade ligada ao sindicato da categoria, ou por profissional que possua conhecimento sobre os temas ministrados. Temas esses, que estão listados na NR 5. A CIPA deve ser ouvida sobre quem ministrará o treinamento e esse procedimento deve constar na Ata de Reunião Ordinária. Se o treinamento não atender aos itens mencionados o MTE poderá solicitar que sejam acrescentados os itens faltantes ou solicitar que seja ministrado outro curso (treinamento). “O fato é que para ministrar o treinamento da CIPA é importante ter conhecimento. A formação é item secundário! O que importa é ter conhecimento nos temas que serão ministrados e ter conheci-

mento sobre como a CIPA deve funcionar de fato. Um treinamento meia boca geralmente gera uma CIPA meia boca”, alerta Gil. História - A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA surgiu a partir da Revolução Industrial na Inglaterra, segunda metade do século XVIII, em decorrência da chegada das máquinas nas empresas e do aumento do número de acidentes e lesões, bem como da necessidade de um grupo que pudesse apresentar sugestões para corrigir possíveis riscos de acidentes no trabalho. No Brasil, a CIPA nasceu em 1944, mais precisamente no dia 10 de novembro, durante o governo Getúlio Vargas. Coube a ela dar os primeiros passos para a implantação da Segurança do Trabalho no Brasil. Em empresas estrangeiras que prestavam serviço no Brasil já existiam CIPA como as de geração e distribuição de energia elétrica, Light and Power, em São Paulo e no Rio de Janeiro, e então, adotando esse modelo nasceu a CIPA no Brasil. Em 1953, a Portaria Nº 155, que regulamentou as Comissões Internas de Prevenção de Acidentes de fato.


ref.377

Praia Grande, de 17 a 23 de fevereiro de 2017

Tim-tim

Conheça a vinícola

Don Guerino

A Don Guerino é uma das mais modernas e belas vinícolas do país, rodeada por uma área de 50 hectares de vinhedos, numa paisagem única que encanta seus visitantes. O sonho da vinícola Don Guerino nasce no ano de 2000, no município de Alto Feliz, na serra Gaúcha, com o plantio das primeiras videiras. A paixão pela vitivinicultura foi trazida da Itália para o Brasil, pelos primeiros imigrantes da família Motter em 1880, e foi passada de geração a geração. A Família Motter carrega consigo a filosofia “do vinho como uma expressão de um estilo de vida”. Desde o início o projeto está comprometido a elaborar vinhos de alta qualidade, com

excelência e profissionalismo, procurando sempre ser fiel a terra que os origina. Vinhedos - Nossos vinhedos estão localizados no município de Alto Feliz na Serra Gaúcha, maior e maisimportante região vitivinícola do Brasil. Nosso terroir possui um microclima particular, caracteriza-se por uma constante exposição solar e ventilação, solos argilosos e profundos, com um clima temperado. Priorizamos o cuidado das uvas com o conceito de que a qualidade nasce no vinhedo. Somos conscientes de que esse é o ponto de partida decisivo e todos os nossos esforços estão concentrados na produção de uvas da mais alta qualidade. Ao todo, são

55 hectares de vinhedos. Prêmios - A vinícola Don Guerino conquistou mais 9 premiações na Avaliação Nacional de Vinhos 2014, sendo uma das empresas com maior destaque no evento. A degustação ocorreu em Bento Gonçalves. Além do vinho Ancellotta que representou os 16 melhores vinhos do evento, outros 8 vinhos ficaram selecionados entre os mais representativos da safra 2014 no Brasil. Este concurso é o maior evento anual de vinhos brasileiros. A degustação e seleção dos vinhos foi realizada por um júri de mais de 100 enólogos. Compartilhamos com muita alegria esses prêmios com os apreciadores dos vinhos Don Guerino!

Bem Estar 7

Nutrição & Sabor Carpaccio

famoso antepasto italiano Os antepastos italianos possuem papel de destaque na culinária Italiana, e com o tempo ganharam o mundo e a mesa de muitas pessoas pela interessante combinação de sabores. O Carpaccio é um exemplo de um antepasto italiano que faz sucesso. As famosas lâminas bem finas de carne crua ganharam o paladar das pessoas, e hoje já existem muitas variações. Ao contrário do que a maioria acredita o Carpaccio não é um prato tão antigo como parece. Criado na década de 50 pelo grande Giuseppe Cipriani, o Carpaccio assim como muitos pratos possui uma história bem interessante e curiosa. Giuseppe era dono do Harry’s Bar em Veneza, e recebeu a Condessa Amália Nani Mocenigo em seu estabelecimento. Frequentadora assídua do lugar, Amália pediu um prato leve, que não poderia ter carne assada ou cozida, pois era uma recomendação médica. Então, Giuseppe criou o Carpaccio (que não é levado à cocção), e como acompanhamento fez um molho que em sua receita original, é composto de maionese, molho inglês, suco de limão, leite, sal e pimenta do reino branca. O Carpaccio original é feito com carne bovina, e o nome é uma homenagem a Vittore Carpaccio, famoso pintor Renascentista que usava a cor vermelha em suas pinturas, lembrando a carne crua. Depois de ter conquistado a Europa, o Carpaccio chegou ao Brasil na década de 70, trazido por Massimo Ferrari, que colocou em seu restaurante em São Paulo. O Carpaccio não só conquistou os Brasileiros, como a técnica de fazer finas lâminas com os alimentos caiu no gosto dos chefs de cozinha, que hoje usam da criatividade para criar carpaccio de vários tipos. A carne mais usada para fazê-lo é o lagarto, mas nada impede de usar um filé ou até mesmo um cordeiro. Seja ele um carpaccio de polvo, palmito pupunha, peixe ou o tradicional de carne bovina, o fato é que esse antepasto Italiano além de ter uma história muito interessante, possui uma técnica de preparo que nenhum outro prato possui, fazendo dele um diferencial.

CARPACCIO DE LAGARTO Você vai precisar de: 200g de carne fatiada e fina (lagarto) 1 maço de agrião 200g de queijo parmesão 50g de alcaparras Para o molho 6 colheres de sopa de mostarada amarela 2 colheres de sobremessa de alho picado ou triturado 2 pitadas de pimenta - do - reino 3 pitadas de sal ou a gosto 2 colheres de sobremessa orégano 1 colher de sobremesa de molho inglês 1 colher de sobremesa de vinagre branco 4 colheres de sopa de azeite virgem Modo de Preparo Forre um prato com o agrião Cobrir todo o agrião com as finas camadas de carne Cortar em estilo de babata palito o queijo parmessão Separar ao lado Para o molho Misturar todos os ingredientes até formar uma massa homogênea Regar a carne com o molho já pronto Em seguida, acrescentar o queijo cortado em tiras Finalizar com algumas alcaparras Regar o prato com mais azeite virgem


8 Cidade

Praia Grande, de 17 a 23 de fevereiro de 2017 Notícias diárias em www.pgn9.com.br

PRAIA GRANDE | Educação

Rede municipal ganha mais três bibliotecas escolares Ao todo, a rede municipal conta com 34 bibliotecas, incluindo escolares e comunitárias As escolas municipais José Padin Mouta, Domingos Soares e Wilson Guedes iniciaram o ano letivo com uma novidade: a partir de agora, essas unidades contam com bibliotecas da Rede Porto do Saber. Com isso, das 33 escolas de Ensino Fundamental da rede municipal, 29 contam com bibliotecas. Considerando também as bibliotecas comunitárias, a rede Porto do Saber já conta com 34 unidades que visam fomentar a leitura entre estudantes e população em geral. Com a implantação gradativa de bibliotecas em toda a rede, Praia Grande se antecipa à lei federal que determina a instalação deste tipo de equipamento dentro das escolas até 2020. Vale lembrar que o Município iniciou o projeto de instalação das unidades nas escolas antes mesmo da legisla-

ção federal ser promulgada. As bibliotecas são padronizadas, seguindo os modelos de instalações da matriz do Porto do Saber. Cada biblioteca escolar tem três mesas de seis lugares, 18 cadeiras almofadadas e 12 pufes. Inicialmente, são disponibilizados para cada unidade escolar cerca de 1.500 livros de diversos gêneros literários, como contos, crônicas, romances, poemas, história em quadrinhos, revistas e vídeos. O acervo é informatizado, para facilitar as pesquisas bibliográficas e a consulta de títulos disponíveis pela internet. Cada unidade escolar conta com o trabalho de um auxiliar de biblioteca que, além de orientar os estudantes quanto à localização dos livros, ainda desenvolve projetos diferenciados de incentivo à leitura. “São

espaços de grande importância para desenvolver nas crianças e adolescentes o gosto pela leitura, principalmente pelo fato de serem bibliotecas ativas, onde se realizam diversos projetos e movimentos de estímulo à leitura e cultura”, destacou a bibliotecária e chefe da Divisão de Cultura nas Escolas, Lucilena Bragion de Micco, acrescentando: “Incentivamos toda equipe escolar a aproveitá-la, pois se bem utilizada, é uma importante ferramenta no processo ensino aprendizagem”. A instalação de bibliotecas nas quatro escolas que ainda não possuem o equipamento já está sendo planejada pela Secretaria de Educação. Ainda não existe uma previsão de entrega, pois a ação demanda obras de alvenaria e readequação do espaço escolar.

CURTA A PÁGINA “PRAIA GRANDE NA TELA”

NO

FACEBOOK

Espaço Fraterno por Eduardo Nonato

Relacionamentos... A vida de relação faz parte da nossa natureza. Foi colocada por Deus como uma lei natural para que através dela o ser humano, no relacionamento com os demais, apare as próprias arestas. São os relacionamentos com o outro que nos oferecem as maiores possibilidades de conquistas e aprendizados para as coisas do coração. Por essa razão, são desafios gigantescos. Porque nos situamos em um processo de aprendizagem, num aprender-ensinar mútuos, as dificuldades acontecem de forma inevitável. Quanto mais íntimo o contato, quanto mais próximo nos colocamos do outro, maiores são as possibilidades de atritos que, superados, oferecem o aprendizado necessário ao nosso crescimento. De um modo geral, o início dos relacionamentos se mostra tranquilo e harmonioso. Posto que ainda não aprofundamos laços, demonstramos ao outro e percebemos nele a parte social, agradável, como se fosse o nosso cartão de visitas. Isso ocorre porque o tempo ainda não teve a oportunidade de apresentar situações mais variadas e complexas que os relacionamentos oferecem. Dessa forma, nesse início, ainda conseguimos manter o bom trato social, esconder nossas limitações emocionais, permitindo que a relação se apresente leve e tranquila. Entretanto, a convivência nos permitirá nos conhecermos melhor e conhecer ao outro. Esse duplo viés, o de conhecer nossas dificuldades emocionais e o de perceber as limitações do outro, torna os relacionamentos humanos realmente desafiadores. Contudo, esses são desafios que vale a pena serem enfrentados, algo que podemos chamar de um bom combate, pois com o aprofundamento do conhecimento próprio e do outro, amadurecemos nossas emoções. Entretanto, muitos de nós, ante os primeiros percalços, não desejando investir o esforço necessário, optamos por desistir, abandonar a luta. Então, nos desgastamos por questões de somenos importância, como uma palavra mal pronunciada, em momento indevido ou uma crítica mais contundente vinda do outro. Nada que não pudesse ser deixado para equacionar logo mais, após madura reflexão e através do diálogo equilibrado a respeito do ocorrido. E vamos substituindo amizades, trocando de parceiros, sem atentarmos que, muitas vezes, o problema maior pode estar em nós. O problema de não conseguir aceitar negativas, de desejar que a nossa vontade prevaleça, que nosso desejo seja sempre realizado. Bom lembrarmos que todo convívio requer constante investimento emocional. E, todo relacionamento que se estabelece, seja no nível profissional, social, de amizade ou de afetividade íntima, é sempre imensurável convite da vida para o desenvolver de virtudes e valores nobres. Será nos relacionamentos que aprenderemos paciência, que conquistaremos indulgência e compreensão, que exercitaremos o perdão. Não nos iludamos com a existência de relacionamentos fáceis e prontos. Guardemos, ao contrário, a certeza de que, com o devido investimento de esforços que façamos, eles oferecerão os frutos da maturidade emocional, do amor ao próximo, e do autoamor, fundamentais para uma vida feliz e saudável.

t.f.a


Mundo 9

Praia Grande, de 17 a 23 de fevereiro de 2017 Notícias diárias em www.pgn9.com.br CURIOSIDADE | Dia dos namorados

Valentine's Day x Dia dos Namorados: Por que o Brasil é 'do contra' e comemora a data em junho? Enquanto o resto do mundo celebra o dia mais romântico do ano em 14 de fevereiro, em terras brasileiras ele ocorre em 12 de junho; pai do atual prefeito de São Paulo foi quem criou a data comemorativa, por motivos comerciais O dia 14 de fevereiro é conhecido no mundo todo como “o dia mais romântico do mundo”. Chamado “Valentine’s Day” (ou Dia de São Valentim), a data celebra o que é conhecido no Brasil como Dia dos Namorados. Mas por aqui ele não é comemorado hoje - aliás, nem perto disso. Desde 1948, o país celebra essa data romântica em 12 de junho. Ela coincide com a véspera do Dia de Santo Antônio, conhecido como santo casamenteiro, mas o motivo para isso tem pouco a ver com o significado religioso - foi exclusivamente comercial. A ideia de estabelecer uma comemoração de “Dia dos Namorados” veio do publicitário João Doria, pai do atual prefeito de São Paulo. Dono da agência Standart Propaganda, ele foi contratado pela loja Exposição Clipper com o objetivo de melhorar o resultado das vendas em junho, que sempre eram muito fracas. Inspirado pelo sucesso do Dia das Mães, Doria instituiu outra data comemorativa para trocar presentes no ano: o Dia dos Namorados. Junho foi escolhido porque era justamente o mês de desaquecimento das vendas. A escolha do dia 12 teve a ver com o fato de ser véspera da celebração de Santo Antônio, que já era famoso no Brasil por ser o santo casamenteiro. Unindo, então, o útil ao conveniente, Doria criou a primeira propaganda que instituiria a data no país. “Não é só com beijos que se prova o amor!”, dizia um slogan do primeiro Dia dos Namorados brasileiro. “Não se esqueçam: amor com amor se paga”, afirmava outro. A propaganda foi julgada a melhor do

AP Photo/Andy Wong

Valentine’s Day é celebrado no dia 14 de fevereiro na maioria dos lugares do mundo, mas no Brasil virou o Dia dos Namorados, em 12 de junho

ano pela Associação Paulista de Propaganda à época. A data começou a “pegar” no Brasil no ano seguinte, quando mais regiões começaram a aderir a ela - posteriormente, a comemoração se tornou nacional. Atualmente, o “Dia dos Namorados” já é a terceira melhor data para o comércio no país atrás apenas do Natal e do Dia das Mães. A média do faturamento do dia romântico já chega perto de R$ 1,5 bilhão. São Valentim - A origem do Dia de São Valentim, celebrado nos Estados Unidos e na Europa, é muito anterior ao Dia dos Namorados no Brasil. O chamado Valentine’s Day começou a ser celebrado no século 5 - o primeiro dia oficial do santo foi declarado em 14

de fevereiro de 496 pelo papa Gelásio, em homenagem a um mártir que tinha esse nome. Há algumas explicações para a história, mas a mais famosa é a de que São Valentim era um padre de Roma que foi condenado à pena de morte no século 3. Segundo esse relato, o imperador Claudio 2 baniu os casamentos naquele século por acreditar que homens casados se tornavam soldados piores - a ideia dele era de que solteiros, sem qualquer responsabilidade familiar, poderiam render melhor no Exército. Valetim, porém, defendeu que o casamento era parte do plano de Deus e dava sentido ao mundo. Por isso, ele passou a quebrar a lei e organizar cerimônias em segredo. Quando Claudius descobriu, ele foi preso e sentenciado à

morte no ano 270. Mas, durante o período em que ficou preso, o agora santo se apaixonou pela filha de um carcereiro. No dia do cumprimento da sentença, ele enviou uma carta de amor à moça assinando: “do seu Valentim” - o que originou a prática moderna de enviar cartões para a pessoa amada no 14 de fevereiro. Mas foi apenas dois séculos depois que a data passou a ser efetivamente comemorada, quando o papa Gelásio instituiu o Dia de São Valentim, classificando-o como símbolo dos namorados. A comemoração foi criada como uma resposta a uma tradição antiga que teria se originado em um festival romano de três dias chamado Lupercalia. O evento, ocorrido no meio de fevereiro, celebrava a fertili-

dade. Seu objetivo era marcar o início oficial da primavera. Como parte das celebrações, jovens sorteavam nomes de garotas misturados dentro de uma caixa. Os dois então se transformavam em namorados durante a festa, e podiam até casar. Nos séculos seguintes, a Igreja decidiu erradicar celebrações pagãs e por isso transformou o evento em uma festa cristã, em homenagem a São Valentim. Mas há ao menos outras duas figuras históricas que disputaram o título de São Valentim associado a essa data. Uma delas é um bispo de uma cidade próxima a Roma - na região da atual Terni - e a outra, um mártir do norte da África. Como não se sabe muito mais informações sobre essas duas outras figuras. O padre de Roma acabou se tornando o mais conhecido São Valentim. Sucesso comercial - Apesar de estar em queda, o “Valentine’s Day” ainda rende um faturamento considerável nos Estados Unidos. De acordo com a National Retail Federation (associação de varejistas dos Estados Unidos), a expectativa é de que a data mais romântica do ano traga US$ 18,2 bilhões (R$ 56,8 bilhões) para a economia. O número fica abaixo do recorde estabelecido no ano passado - US$ 19,7 bilhões (R$ 61,5 bilhões) -, mas ainda mostra que a comemoração desperta o consumo dos americanos. Nesta data, o item mais comprado para presentear os (as) namorados (as) ainda é o tradicional cartão de São Valentim. Em segundo lugar, ficam doces (chocolates ou balas) e em terceiro, flores.


10 Divirta-se

Praia Grande, de 17 a 23 de fevereiro de 2017 Notícias diárias em www.pgn9.com.br

CRÍTICA DE CINEMA | Thiago Siqueira (CCR)

LEGO Batman – O Filme (2017): divertida homenagem ao Cavaleiro das Trevas

É difícil para os fãs mais antigos do Cavaleiro das Trevas assistir esse “LEGO Batman – O Filme” e não lembrar de outra produção estrelada pelo personagem: o infame “Batman & Robin” (BAT-MAMILOS!). Isso porque os dois filmes têm um Bruce Wayne tentando superar seu medo de compromissos enquanto genuinamente GOSTA de ser o Batman, em uma Gotham que, apesar de ter crimes, abraça seu herói como uma celebridade. Há uma grande diferença entre os dois longas, no entanto. Por ser uma animação, inexiste o peso de ser um filme-evento de um dos pilares da cultura pop contemporânea. Além disso, a produção assume-se sem medo como uma comédia absurda e, aqui, as piadas funcionam e são voltadas para engrandecer e brincar com o legado do personagem criado por Bob Kane e Bill Finger, não ridicularizá-lo ou diminui-lo. Dirigido por Chris McKay, um veterano das sátiras animadas tendo dirigido diversos episódios da série “Frango Robô”, e roteirizado em grupo por Seth Grahame-Smith (“Orgulho, Preconceito e Zumbis”), Chris McKenna, Erik Sommers

(ambos da série de TV “Community”), Jared Stern (“Detona Ralph”) e pelo novato John Whittington, o longa toca todas as fases do personagem no cinema – especialmente as mais embaraçosas – e referencia também algumas das suas principais histórias nos quadrinhos. Todos esses elementos são usados para criar um Batman (Will Arnett/Duda Ribeiro) que usa sua megalomania, solidão e luta contra o crime para mascarar seu medo de perder novamente seus entes queridos, aqui representados pelo o órfão acidentalmente adotado por ele, Dick Grayson/Robin (Michael Cera/Andreas Avancini), o fiel mordomo Alfred (Ralph Fiennes/Julio Chaves) e pela nova comissária e polícia de Gotham e inevitável Batgirl, Barbara Gordon (Rosario Dawson/Guilene Conte). E é justamente o pânico do personagem em se apegar a alguém que aciona o plano do Coringa (Zach Galifianakis/ Márcio Simões). Desesperado para ser reconhecido pelo Homem-Morcego como seu arqui-inimigo e cansado de sempre perder ao trabalhar com os inimigos tradicionais do herói, o príncipe palhaço do crime se deixa ser captura-

do e levado à Zona Fantasma para lá soltar os maiores vilões aos quais a franquia Lego tem acesso, como Lord Voldemort (“Harry Potter”), Sauron (“O Senhor dos Anéis”) e os Daleks (“Doctor Who”). A dinâmica adotada pela trama é mais anárquica do que aquela em “Uma Aventura Lego“, com as quebras de quarta parede remetendo um pouco ao recente “Deadpool” (obviamente, sem a escatologia e violência do herói da Marvel). São muitas informações na tela, mas o longa jamais se torna confuso. Muito disso se deve à competente direção de arte do longa, que usa de maneira plasticamente incrível as características únicas dos kits LEGO, entregando um visual de encher os bloc… quer dizer, os olhos! Até mesmo o visual dos bonecos dos personagens entregam homenagens à diversas versões do Batman. O traje do protagonista-título lembra a armadura preta de “Batman – O Retorno”, o uniformes do Robin remete ao de Carrie Kelly na clássica HQ de Frank Miller “Batman – O Cavaleiro das Trevas”, enquanto o traje da Batgirl é baseado na série live-action de 1966 e por aí vai. Como nos clássicos filmes

Fotos: Divulgação

Referenciando todas as versões do personagem desde sua criação por Bob Kane e Bill Finger, esta produção reconhece a importância do Batman para a Cultura Pop, brincando com uma engraçadíssima caricatura deste em uma anárquica aventura animada

do trio ZAZ (como “Apertem os Cintos, o Piloto Sumiu!”), as gags acontecem não apenas no primeiro plano, mas também ao fundo, convidando o espectador a revisitar várias vezes o filme para pegar todos os detalhes. As próprias piadas possuem diferentes níveis, variando daquelas mais óbvias e contemporâneas, passando por aquelas que exigem uma certa maturidade para entender por sua natureza metalinguística (como a brincadeira envolvendo um certo diálogo de “Jerry Maguire – A Grande Virada” e a própria relação entre Batman e Coringa) e outras que brincam com a própria mitologia da franquia Batman, referenciando desde as cinesséries dos anos 1940 até o recente “Esquadrão Suicida”, com o próprio longa não poupando os recentes longas da DC de críticas (“Usar criminosos para prender criminosos? Que ideia idiota!“). Acertadamente, o filme desenvolve seu personagem central de maneira competente e divertida. Acreditem, por mais

canastrão e amalucado que este Batman seja, ele possui um arco dramático muito bem definido, com o protagonista saindo do ponto A (início da projeção, em preto) para um ponto B (fim da projeção, em branco) de maneira bem orgânica, especialmente por conta das ótimas interações dele com os coadjuvantes, ao contrário do que aconteceu em certos projetos para o cinema envolvendo o Cruzado Encapuzado no ano passado. .. O ritmo acelerado do filme cansa um pouco em seu terceiro ato e, pessoalmente, acho que o Batman possui vilões fortes e icônicos o bastante para tornar desnecessário o “empréstimo” por parte da produção de antagonistas de outras franquias. De todo modo, a animação diverte e empolga fãs do personagens de todas as gerações e de todas as encarnações do Cavaleiro das Trevas. E quem diria que um dia veríamos o Batman do Adam West fazendo sua bat-dança em uma tela IMAX?


Praia Grande, de 17 a 23 de fevereiro de 2017

Esportes 11

Notícias diárias em www.pgn9.com.br

GIRO ESPORTIVO Conselho do Corinthians vai analisar pedido de impeachment de Roberto de Andrade A situação do presidente Roberto de Andrade ainda continua bastante complicada no Corinthians. Isso porque no próximo dia 20, às 18h, no Parque São Jorge, haverá uma reunião entre conselheiros do clube para votar sobre o requerimento de destituição do atual comandante corinthiano. Guilheme Strenger, presidente do Conselho Deliberativo, encaminhou aos conselheiros um documento com 28 páginas onde constavam os pareceres dos quatro membros da Comissão de Ética. Apesar de não ser revelado oficialmente, apurei junto a pessoas ligadas ao clube que todos foram contra o impeachment de Roberto de Andrade. Os representantes do comitê são Sérgio Alvarenga, Carlos Roberto Elias, José Luís Cecílio e Luiz Eduardo da Silva. Ainda sobre o parecer, a sugestão dada é que o atual presidente receba apenas uma advertência por escrito. Nas 330 páginas do processo foram investigados dois casos: a rubrica de Roberto de Andrade, como presidente em exercício, em um documento dois dias antes da confirmação da sua eleição e o fato do nome do atual presidente ter aparecido no contrato de estacionamento da Arena com a Omni quase um mês antes de ganhar a eleição. Sub-20 do Corinthians será comandado por ex-lateral do clube A diretoria do Corinthians confirmou nesta semana que Dyego Coelho, ex-lateral do clube, será o substituo de Osmar Loss no comando da equipe sub-20. Com a promoção de Loss para ser o auxiliar técnico de Fábio Carille no profissional, o cargo estava vago desde o término da Copa São Paulo. Coelho, de 33 anos, estava atuando no Timão como auxiliar de Loss nas categorias de base e agora terá a missão de continuar com o bom trabalho que culminou com o título da Copinha. Revelado pelas categorias de base do clube, o novo treinador demonstrou muita felicidade com a confiança depositada pela diretoria. “Eu não poderia estar mais feliz, afinal, eu me formei como jogador e como homem no Corinthians. Não tenho dúvidas de que essa nova etapa é um dos maiores desafios da minha carreira, incluindo quando eu era jogador, mas também uma das grandes felicidades da minha vida”, disse Coelho, que já foi auxiliar técnico do Flamengo de Guarulhos em 2014. Herói do título da Copa São Paulo, Carlinhos passará por cirurgia Artilheiro do Corinthians na Copa São Paulo de Futebol Júnior, o atacante Carlinhos será submetido a uma cirurgia no púbis. O departamento médico do clube não confirmou o prazo de recuperação do atleta, mas a tendência é que o jogador fique pelo menos dois meses afastado dos gramados. A notícia é ruim não só para Carlinhos, mas também para o técnico Fábio Carille, que esperava utilizar o jovem atacante no elenco principal. Com a desistência da contratação de William Pottker, uma vaga no ataque ficou em aberto e seria ocupada justamente pelo artilheiro da base corinthiana. Vale ressaltar que junto com Carlinhos, subiram para o elenco profissional o volante Mantuan e o atacante Pedrinho, que já estão treinando com o time principal no CT Joaquim Grava. Eternizada por Marcos, camisa 12 pode ser entregue para Borja Uma das maiores contratações da história do Palmeiras, o atacante colombiano Miguel Borja chegou cheio de moral com a torcida e também com a diretoria. O maior exemplo disso é que a camisa número 12, eternizada pelo ídolo Marcos, deve ser entregue para o novo contratado. Como Borja não está inscrito na primeira fase do Campeonato Paulista, a estreia do atacante deverá acontecer somente na primeira rodada da Copa Libertadores, no dia 8 de março. Apesar de ainda não estar definida qual numeração Borja utilizará, a diretoria entende que entregar uma camisa tão emblemática para o jogador pode ser uma forma de motivá-lo ainda mais e também ser uma jogada de marketing para venda de camisas. Na Libertadores de 2015, o escolhido para usar a camisa número 12 foi Gabriel Jesus, que depois preferiu assumir a camisa número 33. Borja ainda não foi apresentado oficialmente porque aguarda a regularização do seu visto de trabalho para poder assinar contrato que será válido por cinco temporadas. Dudu defende Eduardo Baptista, mas diz que preferia esquema adotado por Cuca Capitão do Palmeiras, o atacante Dudu foi bastante sincero em entrevista coletiva concedida nesta semana na Academia de Futebol do Verdão. Questionado sobre as criticas que foram direcionadas para o treinador Eduardo Baptista, Dudu afirmou que as pessoas estão se precipitando e defendeu o comandante alviverde. “Quando o Cuca chegou, foram cinco derrotas, se não me engano. O Eduardo está aqui e vem fazendo um bom trabalho. Estamos nos adaptando ao estilo de jogo. Temos de estar tranquilos e focados no trabalho dele. Não é uma derrota que vai abalar o trabalho que vem sendo bem feito no nosso ponto de vista. É dar tempo para ele ter as ideias dele e fazermos um bom ano”, disse Dudu, que também falou sobre o atual estilo de jogo do Palmeiras. “Eu preferiria que continuasse como ganhou, mas sabemos que é outra filosofia, outra comissão que chegou implantando a filosofia deles. Cabe a nós jogadores nos adaptarmos para ajudarmos e eles nos ajudarem também”, concluiu o capitão palmeirense. Santos busca gerente de futebol após demissão polêmica de Sérgio Dimas Após a polêmica demissão do gerente de futebol Sérgio Dimas, que criou uma tensão desneces-

Por Rodrigo Sturaro sária da diretoria com o elenco e a comissão técnica, o Santos analisa no mercado a contratação de um novo profissional para o cargo. Segundo informações que obtive com pessoas ligadas ao clube, o nome mais forte para assumir o cargo é o de Thiago Scuro, ex-Cruzeiro e atualmente no Red Bull Brasil. Alguns conselheiros sugeriram que Clodoaldo ou Léo, ex-jogadores do clube, assumissem a função, mas o presidente Modesto Roma Júnior não compartilhou da ideia. A saída de Dimas é algo que ainda não foi bem explicado pela diretoria do Santos e o reflexo de que isso afetou o grupo pôde ser visto no Pacaembu depois da vitória contra o Red Bull Brasil, quando os atletas não concederam entrevistas para a imprensa como forma de protesto. Enquanto não define o nome do novo gerente de futebol, a diretoria do Santos colocou o analista Alexandre Ceolin, que chegou recentemente do Atlético-MG e é coordenador de estatística, para assumir a função interinamente. Dorival entende vaias da torcida como normal após derrota no clássico A derrota diante do São Paulo por 3 a 1, em plena Vila Belmiro, fez com que o torcedor do Santos manifestasse toda sua insatisfação com a atuação de alguns jogadores após o apito final. Entre os mais cobrados estavam o meia Lucas Lima e o lateral Zeca, que cometeu pênalti em cima de Gilberto no lance que mudou o panorama da partida. Questionado sobre as vaias para alguns jogadores, o técnico Dorival Júnior entendeu a situação como normal e aproveitou para cobrar uma reação dos jogadores na próxima partida diante da Ferroviária, no próximo sábado, às 19h30, na Vila Belmiro, com transmissão da Rádio RDG Esportes. “Quando resultados não acontecem, um jogador ou outro, ou o próprio treinador, são xingados. Isso é algo normal. Temos que trabalhar mais ainda e buscar a recuperação. Nunca estamos satisfeitos nas vitórias e nem felizes nas derrotas. O Santos não tem que se sentir por baixo pelo resultado adverso”, disse o treinador santista. Jucilei é apresentado no São Paulo Depois de seis anos jogando no exterior, o volante Jucilei está de volta ao futebol brasileiro. O atleta foi apresentado na última terça (14) como novo reforço do São Paulo. Emprestado até o final deste ano pelo Shandong Luneng, da China, Jucilei chegou falando em conquistar título na sua apresentação. “Estou mais experiente aos 28 anos e com uma vontade imensa de jogar para mostrar a torcida, que fica desconfiada por eu estar muito tempo fora do Brasil, que tenho capacidade. O São Paulo é um time muito grande. Planejo fazer uma boa temporada e ganhar títulos aqui”, disse o volante. Como está fisicamente abaixo dos demais companheiros, Jucilei ainda não tem data certa para estrear com a camisa tricolor. O atleta aprimorava a forma física no Rio de Janeiro, por conta própria, e agora treina em dois períodos no CT da Barra Funda para rapidamente estar a disposição do técnico Rogério Ceni. Com Pratto regularizado, torcedor do SP promete encher o Morumbi em sua estreia O atacante argentino Lucas Pratto, contratado recentemente junto ao Atlétic-MG, está com a documentação regularizada na CBF e vai ser inscrito no Campeonato Paulista pela diretoria do São Paulo para poder fazer a sua estreia diante do Mirassol, no sábado, às 19h30, no Morumbi. A notícia animou o torcedor são-paulino que promete lotar o Morumbi, superando os 51 mil pagantes do jogo diante da Ponte Preta no último domingo (12). Na coletiva após a vitória diante do Santos, o técnico Rogério Ceni afirmou que espera ver o estádio tricolor lotado. “Queria ver de novo o Morumbi lotado. Na descida do ônibus, quando encontramos o torcedor, aquilo funciona como um combustível extra. A vitória de hoje contra o Santos significa ver um Morumbi cheio. Com preço acessível, certamente vamos colocar o torcedor dentro do Morumbi”, disse o treinador do São Paulo.


12 Cidade

Praia Grande, de 17 a 23 de fevereiro de 2017 Notícias diárias em www.pgn9.com.br

PRAIA GRANDE | Saúde

Equipes do Complexo Hospitalar Irmã Dulce abordam doação de órgãos em Santos Com um dos melhores desempenhos na captação no Estado, profissionais ministraram palestra sobre tema Considerada pela Escola Paulista de Medicina uma das equipes multidisciplinares com melhor desempenho na captação de órgãos no Estado de São Paulo, profissionais do Complexo Hospitalar Irmã Dulce ministraram palestra sobre o tema, na Santa Casa de Santos. O evento, organizado pela Secretaria de Saúde de Santos, ocorreu terça-feira (14/2), e reuniu médicos, profissionais de Enfermagem, de Assistência Social e psicólogos. Aspectos da morte encefálica - condição

para a retirada de órgãos - foram explanados na ocasião. A morte encefálica e a avaliação do potencial doador de órgãos foram abordadas pelo diretor Clínico do Irmã Dulce, o clínico geral Renato Luís Borba, que destacou a importância do olhar atento às condições adequadas para a captação. “Além das condições ideais que favoreçam a identificação de potenciais doadores, é preciso haver uma equipe multidisciplinar qualificada. A demora no diagnóstico da morte encefá-

lica pode levar à perda destes pacientes”, ressaltou. Os aspectos para a confirmação da morte encefálica com o diagnóstico clínico para identificação da falta de funções vitais do cérebro foram apresentados pela médica intensivista, responsável pela UTI Adulto do Complexo Hospitalar, Daniela Boni. Entre os testes clínicos empregados para constatação da morte encefálica, a médica mencionou os exames para obtenção de reflexos nos olhos do paciente, que visam detecMaitê Morelatto

Palestra foi solicitada por equipes de Santos, baseado nos resultados apresentados pelos profissionais de PG

tar reação à luz, além de outros estímulos. A fase seguinte depois da conclusão da morte encefálica é a obtenção de autorização da família para a captação de órgãos - assunto exposto pela coordenadora de Enfermagem da UTI Adulto do Irmã Dulce, Maria Eliza Prado Monteiro. Conforme a enfermeira, essa decisão ocorre mediante consenso na família. “Para isso, todos passam por entrevista para confirmar ou não o protocolo de doação. Nesta etapa, precisamos dizer aos familiares o que é exatamente a morte encefálica. Falar como é um cérebro que não é mais irrigado, que não tem mais fluxo sanguíneo, ou seja, a morte encefálica, o óbito de fato. A família precisa entender isso de forma objetiva, porém de maneira digna e acolhedora, para que possa concluir que a única coisa a fazer é permitir que os órgãos do paciente possam salvar pessoas que estão fila de espera”, salientou. Na palestra, também foi ressaltado que para ser doador não é mais preciso registrar a vontade em cartório nem fazê-la constar em documentos pessoais, como ocorria anos atrás, bastando para isso deixar a família ciente desta decisão.

Foram os bons resultados apresentados pela equipe de Praia Grande nesse campo que levou a chefe de Seção de Captação e Transporte de Órgãos e Tecidos para Transplante, de Santos, a psicóloga Roseane Cordeiro, a organizar a palestra. “Tivemos um caso de morte encefálica na UPA Central e percebemos que houve dúvidas para o procedimento. Então decidimos buscar informações com profissionais experientes, como é caso das equipes do Irmã Dulce”, disse. No Hospital Municipal, a intensificação na identificação de possíveis doadores em morte encefálica teve início em 2010, quando profissionais passaram por capacitação específica para a notificação e captação de doadores de órgãos e tecidos. Assistente técnica da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto e presidente da Comissão Intrahospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante do hospital do Irmã Dulce, a médica Maria Odila Gomes Douglas pretende promover novas capacitações sobre o serviço este ano. Um doador pode beneficiar mais de 12 pessoas com os seguintes órgãos: córneas, coração, pulmões, rins, fígado, pâncreas, ossos, pele e artérias.

PRAIA GRANDE | Segurança

Regulamentação de atividades náuticas tem aprovação A Guarda Costeira de Praia Grande é responsável pela fiscalização A primeira temporada de verão após a regulamentação da atividade náutica com stand-ups, caiaques e outros tipos de embarcações para fins comerciais em Praias Grande teve um balanço positivo. Com uma área específica destinada às atividades com fins comerciais, a segurança nas praias da Cidade ficou ainda maior, ganhando a aprovação de banhistas e praticantes. O decreto 5935 regulamenta a lei 1.777, deixando claras as regras para os permissionários de atividades náuticas de lazer com stand up paddle, caiaques

e embarcações a motor do tipo banana boat. Dessa forma, a única área onde os permissionários podem locar seus serviços é uma faixa de areia localizada na frente da base do grupamento de Guarda Costeira, instalado no Canto do Forte. De acordo com o inspetor do grupamento, Delfo Monsalvo, o objetivo da legislação é garantir ainda mais segurança tanto aos banhistas quanto a quem pratica essas atividades por meio de aluguel. “A legislação é voltada aos fins comerciais. Claro que uma pessoa que

tenha seu caiaque ou prancha de SUP pode acessar o mar por onde quiser. Mas a atividade comercial é restrita a essa área”. Entre as regras está a delimitação das áreas de cada atividade, separadas por bóias e raias, além da instalação na faixa de areia de postes indicativos. Além disso, é de responsabilidade de cada permissionário providenciar e instalar os equipamentos necessários para a operação da atividade náutica, sendo obrigatório o uso de colete salva-vidas. Moradora do Rio de Janei-

ro, Kátia Lopes, está em Praia Grande visitando uma amiga e ficou impressionada com o que viu na praia. “Com certeza esse tipo de medida evita acidentes e problemas entre o pessoal que está fazendo as atividades e os banhistas. Organizar garante mais segurança a todos”. Após alguns anos alugando pranchas de stand up, o empresário Karl Stricker, que é um dos permissionários, revelou que torcia para que a atividade fosse logo regulamentada. “Era um desejo tanto de quem trabalha com esse tipo de ativi-

dade, pois agora é tudo legalizado, e também dos banhistas que querem curtir tudo que Praia Grande tem pra oferecer”. Desde o ano 2000 a Guarda Costeira de Praia Grande é responsável pela fiscalização de toda a área marítima de Praia Grande graças a um convênio firmado com a Marinha do Brasil. Com isso, consegue manter a marca de não registrar acidentes envolvendo lanchas, moto aquáticas e outras embarcações de lazer. Além disso, o grupamento atua também na fiscalização de barcos de pesca.

O Regional PG  

Edição 466

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you