Page 1

Conhecer

Volume V | Nº 5 | setembro de 2009 | www.sebrae.com.br

Educação 2.0

Sebrae

A interação multilateral em EAD

Uso da internet revoluciona o aprendizado ao permitir que educadores e alunos inovem seu relacionamento e a troca de conhecimentos

Sebrae investe na tecnologia de acesso

Pelo celular, pelo portal ou pelo call center será possível ter a mesma qualidade do atendimento presencial

A Web abre novos caminhos

para a Educação

A aprendizagem muda rapidamente com o avanço da tecnologia e da comunicação

Conhecer Vinhos Brasileiros 


lorem sumário ipsum

Ilha de oportunidades O avanço do Sebrae no Second Life

4

O futuro da Educação Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Presidente do Conselho Deliberativo Nacional Adelmir Santana Diretor-Presidente Paulo Okamotto Diretor Técnico Luiz Carlos Barboza Diretor de Administração e Finanças Carlos Alberto dos Santos Gerente da Unidade de Atendimento Individual Enio Pinto Gerente da Unidade de Marketing e Comunicação Márcio Godinho

Produção Editorial G3 Comunicação Produção Jornalística Profissionais do Texto Projeto Gráfico Buscato Informação Corporativa Jornalista Responsável Andréa Sekeff Tiragem 5 mil exemplares Sebrae SEPN Quadra 515 – Bloco C Loja 32 70770-900 – Brasília – DF Fone: (61) 3348-7100 www.sebrae.com.br



Conhecer Sebrae Educação 2.0

Os recursos da Web 2.0 colocados à disposição da educação

Educação 2.0 x educação arcaica

12

O megaempresário 19 da Educação a Distância O site LFG, de Luiz Flávio Gomes, é emblemático como modelo de negócios

31

ABED discute a vocação do brasileiro em EAD

O boom do ensino a distância 2,5 milhões recorrem a esta modalidade em busca de capacitação

Alunos atestam 37 a importância do tutor

Sem a motivação provocada pelo tutor, boa parte teria desistido do curso

Luli Radfahrer diz que os mestres precisam se inteirar das novas possibilidades de ensino

A busca pelas inovações

25

Aprendizado para fazer a diferença

40

A educação continuada em uma instituição ou empresa faz a diferença

Quando o escritório vira sala de aula

44

Ambiente de trabalho pode ser ótimo local para capacitar empreendedores e colaboradores

O primeiro milhão

46

Sebrae capacita mais de 900 mil em cursos via internet

34

Inclusão por meio da educação

48

As várias formas de acessar o conhecimento reunido e desenvolvido pelo Sebrae


editorial

O Brasil descobre

a Educação 2.0 E

sta edição da série Conhecer Sebrae destaca um

cada vez mais, das facilidades da web e de suas diver-

tema que vem ganhando terreno na área educa-

sas plataformas. Um exemplo é a estrutura que se

cional e que ainda é pouco conhecido por quem

organizou no mundo virtual, conhecida como Second

não integra este meio: a Educação 2.0, uma evolução do conceito de Ensino a Distância (EAD).

Life, construída e acessada via internet. Empresas recorrem às redes sociais para se relacio-

EAD pode ser definida como o processo pelo qual o

narem com funcionários, parceiros comerciais e, claro,

aprendiz constrói seu conhecimento em ambientes intera-

clientes; há, inclusive, quem esteja ganhando muito

tivos livremente ou com a ajuda de um orientador.

dinheiro investindo em negócios que têm EAD em sua

A Academia debate a necessidade de os educadores se valerem das novas tecnologias para ensinar. Alguns

essência, mas associando os recursos da web e inaugurando um modelo de Educação 2.0

sustentam que o ensino por meio dessas tecnologias

Para muitos micro e pequenos empresários, a EAD é sinô-

pode tornar os alunos desinteressados em relação aos

nimo de inclusão social porque, por meio dessa ferramenta,

métodos tradicionais. Outros dizem que desprezar as

eles têm a oportunidade de participar de programas de capa-

tecnologias no ensino significa contribuir para o surgi-

citação em horários flexíveis e passam a encarar o computa-

mento de "massas emburrecidas e alienadas".

dor e a internet como seus aliados e não mais com a descon-

Ao mesmo tempo, as facilidades e as ferramentas atu-

fiança normal que se tem diante de tudo o que é desconheci-

almente disponíveis na web favorecem os negócios, que

do ou distante. À medida em que essas pessoas conhecem

ganham impulso no desenvolvimento de soluções para

as redes sociais, elas ampliam seus conhecimentos por meio

educação continuada, independente do ensino formal.

dos relacionamentos e ao passo em que a educação abre

O Sebrae reforça, ainda nesta edição, a qualidade das ações voltadas aos seus colaboradores e também às micro e pequenas empresas Brasil afora que usufruem,

suas portas para a web, ela torna-se Educação 2.0. E este é um caminho sem volta, pelo menos até que surja a Educação 3.0!


Educação 2.0

O futuro

da educação

Foto: SHUTTERSTOCK

O conhecimento ganhou novas ferramentas que podem resultar numa revolução na educação e na formação continuada, se aplicadas corretamente.



Conhecer Sebrae Educação 2.0


educação. Tem-se um processo de aprendizagem que não é necessariamente presencial e também não convi-

ve com a distância. O conceito dá a impressão de ser confuso. Mas compreendê-lo é mais simples do que parece à primeira vista. A Educação 2.0 equivale ao uso da diversidade de recursos da Web 2.0 em nome do conhecimento. Por meio das redes sociais, ambientes digitais, recursos audiovisuais e outros que promovem e facilitam a comunicação o destinatário transforma-se em emissor e viceversa. "A participação, a colaboração e a oportunidade de criação abrem um novo leque de possibilidades à educa-

Web 2.0 — o termo é utilizado para descrever a segunda geração da World Wide Web, que reforça o conceito de redes sociais e a colaboração entre os internautas. Nessa tendência, o ambi-

I

magine todas as ferramentas da internet à disposição da

ente online torna-se mais dinâmico e os usuários colaboram para organizar os conteúdos.

ção e levam a crer que não dá para fugir da tecnologia", diz Luiz Carlos Barboza, Diretor Técnico do Sebrae. A proposta ganha cada vez mais adeptos e promete revolucionar o processo tradicional de ensino e também a Educação a Distância. Não é para menos. Interação e relacionamento, fatores primordiais para a educação, são a essência da Web 2.0, que tem o poder de aproximar professores e alunos que estão distantes no âmbito físico, apoiada pelo universo de alternativas disponíveis na rede. Essa ferramenta também ajuda os mestres e estudantes Foto: Sebrae - Divulgação

que dividem a mesma sala de aula a irem mais fundo na produção de conhecimento e nos debates. Acima de tudo, torna a educação mais interessante do que nunca. Pensar em Educação 2.0 é pensar na valorização da qualidade da comunicação no processo de aprendizado. Em um universo virtual com tantos estímulos, a proposta educacional pode tornar-se mais sedutora e interessante e os alunos podem buscar outras fontes, outras ofertas. Um exemplo é o uso do Youtube , entre outros sites , que trazem aulas de línguas, de dança, de administração, TI etc. É a chance de os educadores fugirem da fórmula tradicional de sala de aula com inúmeros estudantes olhando

Luiz Carlos Barboza Diretor Técnico do Sebrae

Conhecer Sebrae Educação 2.0




Educação 2.0

a nuca do colega da frente. Ou da

fissionais. Foi-se o tempo em que ter

ção às novas técnicas e padrões de

cansativa explicação inspirada apenas

um diploma de ensino superior era

ensino. O segundo obstáculo está

no giz e na lousa. Não à toa, o

mais do que suficiente para a coloca-

sendo vencido a passos largos. Dados

ambiente digital é capaz de preparar

ção e a permanência de funcionários

do Anuário Brasileiro Estatístico de

os futuros profissionais para as

nas grandes empresas. A qualificação

Educação

demandas do século atual, em que

continuada tornou-se imprescindível.

(AbraEAD) de 2008, com informações

crianças já nascem com blogs, pági-

"Os dados de 2008 mostram que

de 2007, mostram que o número de

nas de relacionamento e fotos e

mais de 273 mil pessoas buscaram a

brasileiros que estudaram a distância

vídeos postados na internet. Para

internet para se capacitar, via educa-

ultrapassou 2,5 milhões. O levanta-

essa geração, o encontro bilateral é

ção empresarial a distância, com os

mento fica ainda mais impressionante

pequeno demais.

cursos do Sebrae", diz Barboza,

quando se observa a curva de cresci-

Diretor Técnico do Sebrae.

mento: 213,8% em apenas três anos.

Aberta

e

a

Distância

Os professores e profissionais têm de se adequar a essa onda de

É verdade que o Brasil ainda não

Mas não se engane quem imaginar

compartilhar de forma multidirecio-

está 100% preparado para tais inova-

que apenas o Brasil estaria desprepa-

nal. Cada vez mais as informações

ções. Tanto que o professor Fredric

rado para a implantação em larga

serão compartilhadas, trocadas e

Michael Litto, presidente da Asso-

escala da educação 2.0. De acordo

construídas em redes sociais. As

ciação Brasileira de Educação a

com o consultor Seely Brown, do

ferramentas para isso estão à mão: é

Distância (ABED), lança o desafio

Instituto de Tecnologia de Massachu-

possível muito mais que conversar,

para os brasileiros. “Está na hora de

setts (MIT), os investimentos das

tendo um aparelho de telefonia

começarmos a ser protagonistas na

escolas e universidades na elaboração

móvel a mão — a tecnologia 3G per-

construção de novas formas para

de projetos educacionais que utilizam

mite o acesso à internet em qual-

usar as tecnologias em favor da edu-

recursos de Web 2.0 ainda estão abai-

quer lugar e a qualquer hora.

cação”. Para ele, o Brasil está evo-

xo do esperado. Para ele, tais projetos

luindo rapidamente no uso das tecno-

poderiam desenvolver nos alunos a

logias na educação, mas ainda há um

cultura de divulgar e debater idéias,

longo caminho a trilhar.

como no uso de wikis e blogs.

E se as inovações são importantes para os jovens estudantes, ainda mais fundamentais são para os pro-

BARREIRAS

O alerta de Brown é o resumo do que é a Educação 2.0: permitir ao

São duas as principais barreiras a

aluno se tornar mais do que um ser

serem superadas para que o País

passivo na etapa de aprendizagem.

entre com mais arrojo no ambiente

O aluno pode se tornar um agente

2.0 na educação. Tecnologia ao alcan-

pensante e enxergar nessas ferra-

ce de poucos e preconceito em rela-

mentas a oportunidade ideal, estimulado pela possibilidade de formar e trocar conhecimentos. Para o professor Luli Radfahrer, PhD

Foto: SHUTTERSTOCK

Educação 2.0: acesso em qualquer lugar, a qualquer hora


Foto: Sebrae - Divulgação

em Comunicação Digital pela ECA-

Unisinos está no mundo real e no virtual para facilitar acesso ao conhecimento

USP, o educador terá a oportunidade de verificar aspectos muitas vezes

tilha informações com seus alunos e

mundo real. Nele constam a bibliote-

difíceis de serem identificados em

publica seu calendário de aulas e ava-

ca, o auditório, os prédios e o primei-

sala de aula, como a capacidade de

liações sempre atualizado, a relação

ro grupo de pesquisa em Educação

elaborar textos, pesquisar sobre um

parcial de notas, além de comentá-

Digital e as pesquisas que desenvol-

assunto, dar uma opinião e debater a

rios sobre assuntos abordados. Todas

ve. Existem também espaços para

de outros. “E ainda estará produzindo

essas possibilidades descritas não

discussões e trabalhos em grupo. O

novos conhecimentos em vez de estar

exigem despesas adicionais. Um ser-

Second Life foi usado, por exemplo,

frustrado e cheio de tédio”, provoca.

viço bem interessante é o Edublogs.

como base para um encontro da

org. Vale o destaque por ser uma

Abed no final de maio para debater o

plataforma voltada especificamente

futuro do ensino a distância.

FERRAMENTAS

por possuir uma boa ferramenta de

de relacionamento como o Orkut,

edição e suporte a diversos tipos de

serviços de mensagens instantâneas

arquivos de texto, por disponibilizar a

ou enciclopédias virtuais — pode ser

criação de blogs coletivos e aceitar

inserida em qualquer processo edu-

postagens individuais com a identifi-

cacional. O professor pode começar

cação dos usuários, por apresentar a

a trabalhar o conteúdo com uma aula

possibilidade de privacidade, por ser

introdutória sobre os conceitos, as

gratuita e de fácil utilização.

Foto: SHUTTERSTOCK

para a criação de blogs educacionais, A plataforma da Web 2.0 — sites

ferramentas que podem ser usadas e quais os objetivos a serem alcança-

Além dessa plataforma, outras

dos. Passada essa fase, pode pedir

incontáveis estão à disposição de pro-

tarefas em que o conteúdo deverá

fessores, instituições e alunos. A

ser exposto periodicamente via blog

Universidade do Vale do Rio dos Sinos

ou, após finalizado, submetido a um

(Unisinos), por exemplo, foi a primeira

wiki. Cada matéria ou cadeira de

universidade brasileira a ter uma ilha

faculdade pode ter a própria wiki.

no Second Life, mundo digital virtual tridimensional criado em 2003 pela

Educadores têm a possibilidade de utilizar os recursos Web 2.0 também

Linden Labs, empresa norte-americana situada em São Francisco (EUA).

para o controle de aulas, pelo uso de ferramentas online. Um exemplo é

Na Ilha Unisinos foi modelado um

um blog em que o professor compar-

campus bastante semelhante ao do

O planeta tem na Web 2.0 a oportunidade de ampliar o acesso à informação e à educação

Conhecer Sebrae Educação 2.0




lorem artigo ipsum

Um conceito

em construção A

história da educação, nos

indivíduo” que busque a informação,

seus

chegou

independente de sua classe social e

com os mestres e seus discí-

que saiba fazer bom uso dela, trans-

primórdios,

pulos. Era uma comunicação não dia-

formando-a em conhecimento.

lógica na qual os mestres detinham o

Diante desse novo sujeito, outras

saber e os discípulos mergulhavam

possibilidades de interação hão de vir.

nessa sabedoria.

Trata-se não somente de possibilida-

Como nas histórias de Sherazade,

des tecnológicas, mas também de

passam-se os anos e inúmeros mo-

possibilidades que respeitem esse

delos de educação entram em vigor

sujeito singular, único e inserido no

buscando a magia, o encanto do ensi-

contexto social.

nar e do aprender. Das manhãs, tardes

Assim, e com o desenvolvimento

e noites à sombra das árvores, das

das tecnologias de informação e de

praças aos apagadores e giz, das lou-

comunicação, ocorre a aprendizagem

sas magnéticas ao mundo da tecnolo-

no espaço e no tempo em que a vida

gia da informação e comunicação.

está sendo vivida. O indivíduo tem

Estamos construindo uma nova histó-

perante si oportunidades de siste-

ria, com novos moldes, novas magias.

mas, escolas, mestres, alunos, mate-

Foto: Sebrae - Divulgação

rial impresso, rádio, televisão, meios EDUCAÇÃO 2.0 — O ANTES E O

audiovisuais,

NECESSÁRIO

domiciliar e/ou em centros de estu-

assistência

tutorial

dos, além de ensino a distância em

Margareth R. Ramos de Macedo Cavalcante Pedagoga – Especialista em Educação



Conhecer Sebrae Educação 2.0

Educar na época da Web 2.0 envol-

grupo, que trabalha com programa-

ve desvendar os mistérios das narra-

ções didáticas mediatizadas por rádio,

tivas que norteiam as perguntas e as

televisão e desenvolve atividades pre-

respostas de indivíduos que já nas-

senciais regulares e colaborativas.

cem respirando tecnologia.

A educação a distância é uma das

A nova Sociedade da Informação

inúmeras possibilidades nesse novo

que se apresenta requer um “novo

modelo de ensinar-apreender. Nele,


os alunos planejam, organizam e pro-

serem mediatizados pela tecnologia?

ções disponibilizadas, estudar por si

gramam seus estudos, são acompa-

Como se vê, muitas perguntas estão

mesmo, ter autodisciplina e indepen-

nhados por um tutor especialista em

em aberto e as respostas demoram a

dência no ato de aprender. Desse

conteúdo e por uma equipe de supor-

vir. Mas o avanço não. Ele é rápido e

modo, mestres e discípulos/alunos

te técnico, têm acesso ilimitado às

urge que se tomem medidas oportu-

precisam ter não apenas conheci-

fontes de informações e desenvol-

nas, ousadas, inovadoras.

mento e domínio da tecnologia e dos

vem trabalhos colaborativos.

Antonio Machado (1875—1939),

diferentes recursos e ferramentas

Aliados a esse percurso, autono-

poeta espanhol, concentra interes-

disponíveis, mas, também, devem

mia e espontaneidade são palavras

sante conteúdo filosófico em um de

saber utilizá-los de forma didática e

imprescindíveis, que levam à colabo-

seus poemas ao lembrar, por exem-

pedagógica, proporcionando a intera-

ração e a ações colaborativas.

plo, a questão da prioridade essência/

tividade, por meio de múltiplas media-

Educar, nesse contexto, tem foco no

existência quando diz:

ções, exercitando a cidadania plena.

sujeito, na aprendizagem, na colaboCaminante, no hay camino,

ração, na descoberta.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Alves

se hace camino al andar.

O que muda no papel do mestre?

“aprendizagem no espaço e no tempo

Todo pasa y todo queda,

Não há respostas definitivas, mas

em que a vida está sendo vivida”.

pero lo nuestro es pasar,

talvez mude a relação de espaço, de

Nessa perspectiva, há uma redesco-

pasar haciendo caminos,

tempo e de comunicação com os

berta da aprendizagem colaborativa

caminos sobre la mar.

sujeitos. Afinal, o espaço de trocas se

Como

salienta

Rubem

que resulta do trabalho em conjunto,

estende da sala de aula para o mundo

com a utilização de tecnologias de

Desse modo, percebe-se que, para

“virtual”. O tempo de enviar ou rece-

informação e comunicação, com

o mestre de hoje, são necessárias

ber informações se amplia para qual-

objetivos e valores comuns colocan-

novas trilhas, novas caminhadas.

quer dia da semana, a qualquer hora.

do as competências individuais à dis-

Tudo passa e tudo muda, como

O processo de comunicação se dá

posição do grupo ou da comunidade

salienta o poeta. A superação do

nos espaços de aprendizagens, na

de aprendizagem, em forma de rede,

medo das novas tecnologias consti-

internet, no e-mail, no chat, nos blogs,

descortinando caminhos.

tui-se num verdadeiro desafio, tanto

nas teleconferências, nos wikis. O

Histórias de Sherazade? Nem tanto.

para o mestre como para o discípulo.

papel do mestre é bem mais destaca-

Caminha-se para ter cidades digitais,

É preciso apreender novas maneiras

do: de pesquisador, de estimulador da

conectadas. O acesso podendo ser

de ensinar, de aprender. É preciso

busca, de coordenador dos resulta-

feito de qualquer lugar e a qualquer

ousar, acreditar que bons frutos bro-

dos, muito mais flexível e constante,

hora e com equipamentos acessíveis.

tarão, haja visto que o homem é um

exigindo atenção, sensibilidade, intui-

No entanto, há perguntas que buscam

ser que está sempre se aperfeiçoan-

ção e domínio tecnológico.

respostas: por que os espaços educa-

do em busca de respostas.

E as próximas histórias?

Com

tivos não são atraentes? Por que não

Por esse motivo, há a importância

certeza elas virão, seja ao sabor do

há mestres que falem aos sujeitos,

da capacitação, do preparo, da avalia-

vento ou através dos tempos. O

que os estimulem a aprender, a serem

ção e do acompanhamento como um

futuro sempre é incerto, o mundo

críticos de suas próprias histórias? Por

fator decisivo no progresso das ações

muda conforme a necessidade dos

que os aprendizes não saem desse

docentes. Por outro lado, o sujeito

seus sujeitos. E esses têm provado

quadrado em que foram enclausura-

dessa aprendizagem deve ser capaz

que a cada dia estão mais especiali-

dos? E, também, por que relutam em

de analisar criticamente as informa-

zados e exigentes.

Conhecer Sebrae Educação 2.0




lorem artigo ipsum

A Web 2.0 muda os processos

de aprendizagem? A

o longo dos últimos 15 anos,

as tecnologias por si só não mudariam

pesquiso como as institui-

os rumos da educação. Seriam neces-

ções educacionais podem

sários muito mais do que excelentes

promover e facilitar os processos de aprendizagem. Mas, especificamente

A partir dessa reflexão metodologias

nos últimos oito anos, meu trabalho

mais adequadas e muitas delas basea-

voltou-se para como tudo isso pode ser

das fortemente nas teorias de aprendi-

favorecido por meio das tecnologias de

zagem da linha cognitivista apoiadas

informação e de comunicação.

pelos estudos da andragogia.

Inicialmente, observava nas iniciati-

Assim, ao definir-se um curso

vas da educação a distância a dificul-

mediatizado por tecnologias, algumas

dade de implantar metodologias efi-

perguntas tornaram-se muito impor-

cientes. O que se tinha era basica-

tantes: Quem são as pessoas que

mente uma tentativa de reprodução

vamos formar, o que elas já sabem

do ensino convencional. Sendo ainda

sobre o que vamos falar e o que elas

o ensino brasileiro bastante compor-

não sabem? Como elas aprenderam a

tamentalista, não era difícil observar

aprender? Quais são seus estilos cog-

isso refletido nos cursos a distância.

nitivos? Que competências essas

Foto: Sebrae - Divulgação

Mesmo a partir da década de 90,

Essas perguntas começaram a fazer

um espaço diferenciado para desen-

a diferença em muitas instituições de

volver essa modalidade educacional,

educação a distância, uma vez que as

o que se viu foi mais uma vez repro-

pesquisas de impacto mostravam

dução de conteúdos e atividades, tal

resultados melhores do que os daque-

qual se via no modelo presencial. O

las em que continuava-se repetindo o

que seria diferente, então? Nesse

modelo convencional de ensino.

10

Conhecer Sebrae Educação 2.0

E agora, o que muda com as possi-

pessoas.

bilidades de interação da Web 2.0?

Porém, equipes multidisciplinares no

Sabemos que as teorias de aprendi-

mundo todo começaram a discutir

zagem cognitivista e a própria andra-

seriamente o assunto, ao perceber que

gogia defendem que os processos de

conteúdo

Especialista em EAD

pessoas precisam desenvolver?

quando ganhamos, com a internet,

caso, somente o meio pelo qual o

Rita Guarezi

ambientes virtuais de aprendizagem.

chegava

às


interação são ricos, se aliados à cons-

forte de aprendizagem passiva, incuti-

de cultura é mexer fortemente em

trução de conhecimentos. Assim,

da nas pessoas desde tenra idade.

crenças e verdades. Deu para perce-

temos na Web 2.0 um conjunto de

Isso nos mostra que o desafio vai

recursos para promover situações de

além de tecnologias e também das

De qualquer forma, penso que o

interação. Porém, mais uma vez, não

metodologias. Há que se levar as

fato de estarmos refletindo sobre isso

podemos esquecer que não serão as

pessoas a refletirem seus esquemas

já mostra que o caminho está aberto e

ferramentas que farão a diferença e

mentais, a entenderem a importância

que pesquisadores como eu e como

sim o uso que faremos delas.

e os ganhos que terão ao participa-

você, leitor, podem contribuir para que

rem

interativos.

a geração de nativos digitais e a de

situações de interação criadas preci-

Podemos dizer que é uma mudança

não nativos possam crescentemente

sam de pessoas desejosas de interagir.

cultural de como as pessoas apren-

entender e usufruir as possibilidades

Todavia, ainda temos uma cultura muito

deram a aprender. Falar em mudança

educacionais da Web 2.0.

Foto: SHUTTERSTOCK

Temos de lembrar, também, que

de

processos

ber o desafio que temos nas mãos?

Conhecer Sebrae Educação 2.0

11


lorem entrevista ipsum

Educação 2.0 x

educação arcaica O modelo escolar parou no tempo, diz especialista em Educação 2.0

12

Conhecer ConhecerSebrae SebraeEducação Educação2.0 2.0


S

e a comunicação sempre foi

soa descongelada entenderia”. A

importante nos processos

frase é apenas um dos exemplos

educacionais, as novas tec-

das estruturas que Luli está disposto

nologias evidenciam essa importân-

a destruir com as palavras.

cia e apontam para a necessidade de mudanças. O professor tem de ser

Mas ele também é propositivo e

capaz de trabalhar com as novas

sugere um caminho para aliar a tec-

ferramentas tecnológicas, guiando

nologia à educação. “Vamos imagi-

os estudantes de todas as faixas

nar, em vez da fórmula falida (da

etárias e níveis de formação para

educação tradicional), o aluno passe a

que trilhem o próprio caminho em

procurar conteúdo na internet com

busca do conhecimento. A opinião é

colegas e que todos desenvolvam,

do professor Luli Radfahrer, PhD em

unidos, um raciocínio.”

onde leciona há mais de 15 anos. Foi

A qualidade da comunicação ficou

um dos precursores do trabalho com

mais importante na relação da pe-

internet.

dagogia com a Educação 2.0?

Em

1994,

fundou

a

Hipermídia, uma das primeiras agên-

Desde que surgiu o construtivis-

cias de comunicação digital do País,

mo, a comunicação e a pedagogia

hoje parte do grupo Ogilvy.

deveriam andar juntas. Mas é ver-

Foto: Sebrae - Divulgação

Comunicação Digital pela ECA-USP,

dade que, antigamente, era muito Luli é provocativo. Tanto que, na

fácil dar aula. Não havia tanto aces-

entrevista a seguir, propõe-se a des-

so a informação, então qualquer

truir paradigmas e causar polêmica e

idiota que ficasse em frente a uma

estranhamento. “Se nós pararmos

lousa e escrevesse qualquer coisa

para pensar vamos perceber que se

era absolutamente inquestionável.

alguém fosse congelado na época

Hoje, é completamente diferente. O

de Aristóteles e acordasse hoje não

aluno tem informação de onde ele

entenderia um hospital, uma cidade

quiser e o tempo todo. O professor

ou um avião. Já uma escola, a pes-

é só mais uma fonte.

Luli Radfahrer, PhD em Comunicação Digital pela ECA-USP

Conhecer Sebrae Educação 2.0

13


entrevista

contra o computador. Nesse caso,

mente me desligar de uma comuni-

entra-se numa relação perde-perde.

dade e entrar em outras, criando eco dos meus desvios.

Como assim? Ou alunos e professores perdem

Com a resistência à tecnologia na

um pouco ou perdem muito mais.

educação,

os

formadores

não

Na opção A, o professor consegue

sabem como lidar com tal situação,

convencer o aluno de que o compu-

certo?

tador não presta para nada. Cria um

Sem dúvida. E tudo passa por um

analfabeto digital despreparado para

conceito simples. O professor tem

enfrentar o mundo lá fora. Todo o

de entender que a escola é, antes

investimento em educação feito

de mais nada, uma rede social. Não

Isso é complicado para o professor

numa vida pode não servir para

se trata apenas de aprender. Tem

acostumado apenas com o método

nada. Na opção B, o professor não

relação com encontrar amigos, co-

tradicional?

consegue convencer o aluno. Aí o

nhecer coisas novas. Aprender não

Sem dúvida. Alguns professores

estudante assiste à aula e considera

passa na cabeça da molecada que

não sabem o que está acontecendo.

o que o professor fala um monte de

vai à escola. Se nós pararmos para

Apenas

escola

bobagens. Passa a buscar fora da

pensar, vamos perceber que se

investindo uma nota preta em equi-

escola um mundo muito mais diver-

alguém fosse congelado na época

pamento e nada nele. Passa, a partir

tido, legal e inteligente. Nesse caso,

de Aristóteles e acordasse hoje,

daí, a ver o computador como ame-

os alunos passam a desvalorizar o

não entenderia um hospital,

aça, como inimigo ou algo que pode

processo de aprender e, a partir daí,

cidade ou um avião. Já uma escola,

substituí-lo. Existem poucas coisas

vão querer ser autodidatas para o

a pessoa descongelada entenderia.

mais estúpidas que isso. Se o com-

resto da vida.

acompanham

a

Então a educação que estamos ofe-

putador for visto como ameaça, o professor vai tentar virar o aluno

E isso é assim tão ruim? Essa é a forma mais fácil de ter

14 Conhecer Sebrae Educação 2.0

uma

recendo hoje a crianças, jovens e adultos está equivocada?

massas emburrecidas, alienadas.

A escola não entendeu nada. Lev S.

Até mesmo fascistas. Não existe

Vygotsky e Jean Piaget descobriram,

am-biente melhor para não questio-

há mais de um século, que a única

nar do que o autodidata. A prova

forma de aprendizado é o engajamento

disso pode ser vista na própria inter-

por meio da descoberta. A internet é

net, com a criação de desvios de

perfeita para isso. Se um aluno fala

comportamentos. Se eu tenho com-

para o professor algo que não entende,

portamento desviante na sociedade

o mestre deve chamar a classe e con-

e vou procurar algum tipo de apoio,

vidá-la para uma jornada de descober-

sou confrontado e preciso aprender

ta. Quando estava no colegial (atual

a me comportar. Se a relação for

Ensino Médio) nos cinemas passava

totalmente digital, posso simples-

Indiana Jones. A quantidade de cole-


gas que queriam fazer Arqueologia na

E qual o seu conselho para driblar

minha escola foi enorme porque ele

essa frustração?

era um professor e vivia descobrindo coisas fascinantes.

Hoje, o professor pede trabalhos aos alunos, que, mesmo os bons estudantes, fazem-nos de qualquer

Do seu colegial para hoje não

maneira, em cima da hora e entedia-

mudou nada?

dos. E ainda matam algumas árvores

Não. E o pior é que o aluno já per-

para imprimir as páginas. Vale desta-

cebeu que existem diferenças enor-

car que, geralmente, os alunos são

mes. As escolas enfrentam os mes-

proibidos de colar da internet e con-

mos problemas de outras estruturas

versar com o colega. Resultado, o

de concentração de informação

professor tem de ler 50, 100 ou 200

como a mídia, a publicidade e os

projetos. Após essa insanidade, todos

governos. A concentração de infor-

vão para o lixo. O processo é tão

mação só deu certo até o final do

burro que não é por menos que o

século XX, quando ninguém questio-

professor descobre que o trabalho

nava. As escolas, a imprensa e o

que ele desenvolve não é de educa-

governo eram fonte única da infor-

ção, é de adestramento dos alunos.

mação. Hoje, a informação está por todos os lados.

E o que fazer? Vamos imaginar que, em vez da

E qual a saída?

fórmula falida, o aluno passe a procu-

O professor precisa entender que o

rar conteúdo na internet com colegas

aluno vai buscar informação lá fora de

e que todos desenvolvam, unidos, um

qualquer maneira. Ele precisa enten-

raciocínio. E que, no lugar de entregar

der que a função dos professores

ao professor aquela quantidade enor-

agora é guiar os alunos para fazer

me de páginas, o grupo gere uma

bom uso da informação. Deve usar

enciclopédia virtual da classe.

sua experiência nisso. Uma enciclopédia com o conteúdo A função é apenas de guia?

da sala?

Até a popularização da internet, ser

Sim. Como se fosse um verbete do

professor era uma profissão ingrata:

Wikipedia. Melhor ainda se a produ-

pegavam-se as sementes e transfor-

ção fosse antes da aula. No dia, todos

mavam-nas em mudas, ou seja, pega-

debateriam e incluiriam as discussões

va-se o aluno cru e, quando estava

na enciclopédia. No ano seguinte, os

pronto, passava-o de ano e via-se o

novos alunos teriam de descobrir mais

fruto do trabalho ir embora. Não é à

detalhes e aprofundar os verbetes.

toa que os professores ficam entedia-

Isso desobrigaria o professor de ser

Redes sociais e sites — Instrumentos

dos e frustrados.

um imbecil que repete jogral do livro.

para Web 2.0 e Educação 2.0

Conhecer Sebrae Educação 2.0

15


ipsum Mas lorem isso não dá muito trabalho

sores de Química no País inteiro, por

para os professores?

um ano, peçam aos alunos para pro-

De jeito nenhum. Talvez no primei-

duzirem verbetes na tal enciclopédia

ro ano, até montar a estrutura. A

virtual. Se um aluno em mil fizer duas

partir do curso seguinte, cria-se um

laudas de produção de conhecimento,

programa com todo conteúdo para os

teremos milhares de verbetes, no

estudantes. É nesse momento que o

lugar de livros didáticos e árvores mor-

professor vai entender que ele é

tas. Será o maior livro de Química do

maior do que a máquina. As escolas,

mundo e que continuará crescendo!

Educação

faculdades e os governos devem investir em ensinar o professor a usar

Essa proposta vale para todos os

Twitter, Youtube, blogs, Wikipedia.

níveis de ensino e conteúdos? Sim. Em todos eles a função do

Tem gente que diz que é fácil para

professor é guiar o aluno em uma

o senhor falar porque você está na

direção.

maior universidade do País… Bobagem. Dá para fazer isso com

E que ferramentas podemos usar?

qualquer escola, com qualquer porca-

Todas as mídias sociais, blogs,

ria de computador. Não precisa estar

redes sociais e, principalmente, o

na USP. Está tudo sustentado na

wiki. Dá para explorar conteúdo de

Pode

ter

o

"blog

do

Carlos Drummond de Andrade no

Tiradentes", a "Wikipedia de Química",

Twitter e postar frases dele. O aluno

e o professor vai melhorar a cada vez,

vai falar UAU, isso é legal! Dá para

porque ele vai aprender mais técnicas

obrigar o indivíduo a entrar em conta-

de debate e não vai ficar entediado.

to com a poesia em um momento

Vai ficar maravilhado! E cada vez

inesperado e não lendo livro de poe-

mais capacitado.

sia em frente a todo mundo.

Estamos longe disso?

Mas até que ponto as pessoas esta-

internet.

O problema é que está tudo inverti-

riam prontas para tantas novida-

do na educação.

des?

Até na educação a distância oficial?

estava pronto para a igualdade

É a velha desculpa. Ninguém Ela é ainda mais estúpida do jeito

racial, para a igualdade sexual ou

que está hoje. A internet possibilita

para o fim da escravidão. Nem para

um debate real. Podemos usar o

o jazz as pessoas estavam prontas.

Skype, que também é gratuito. Do

Vamos ignorar o fato de não esta-

jeito que está, é adestramento. Não

rem prontas! Já perdemos muito na

há debate. O aluno pergunta e o

história. Há poucas décadas, as

monitor responde sem nem saber

mulheres não podiam criar porque a

escrever e sem trocar dinâmicas. Só

sociedade não estava pronta. Veja

que temos uma grande chance de

quanto conteúdo incrível perdemos.

transformação em nossas mãos.

Quem sabe a internet já não tivesse

Vamos imaginar que todos os profes-

sido criada no século XVII?!

16

Conhecer Sebrae Educação 2.0

Márcia Maria de Matos Especialista em EAD


2.0 a sua disposição Por Márcia Maria de Matos

O

utro dia, em um momento

no modelo tradicional da sala de aula.

separa o aluno do professor, variando

de reflexão, cunhei uma

Os ambientes interativos disponíveis

apenas nos recursos que oportuni-

definição para o termo

na Web 2.0 permitem autoria, exposi-

zam o ensino-aprendizagem. Falar de

Educação 2.0: "Processo pelo qual o

ção e troca de ideias e seleção de

Educação 2.0 não é referir-se à dis-

aprendiz constroi seu conhecimento

temas de interesse. Permitem encon-

tância, mas à importância dos ambien-

em ambientes interativos apoiados

trar e conhecer pessoas, obras de arte,

tes interativos para a educação, quer

pela tecnologia, livremente, orientado

ler livros, descobrir lugares. Os nativos

seja na modalidade presencial, quer

ou com ajuda de um facilitador".

digitais, geração Y, sabem disso, conhe-

seja na modalidade a distância. Em

A intenção foi evitar a possível

cem os caminhos e curtem a internet.

qualquer caso, a educação pode, e

confusão entre Educação 2.0, Web

Observamos isso ao ver a quanti-

deve, apropriar-se das soluções de

2.0 e Educação a Distância.

dade de jovens participando de redes

colaboração que os alunos já estão

Primeiro, é importante entender que

sociais, com os mais variados inte-

usando. Ao contrário do que aconte-

Web 2.0 é uma expressão simbólica. É

resses; ao perceber a facilidade com

ce na maioria dos cursos a distância,

um alerta para as novas possibilidades

que pré-adolescentes estão apren-

em que a sala de aula é replicada na

da web, que passa de plataforma de

dendo inglês, pelo simples fato de se

internet, por que não abrir a sala da

exibição de conteúdos a um ambiente

interessarem por assuntos que estão

aula para a web? Por que não incor-

de colaboração e de compartilhamen-

disponíveis na internet nessa língua.

porar um vídeo no Youtube, uma

to, ampliando os efeitos da rede e

Foto: Sebrae - Divulgação

aproveitando a inteligência coletiva.

Esses ambientes colaborativos favo-

comunidade no Orkut, uma página no

recem, informalmente, a construção

Facebook, uma rede no Ning, dicas

Entendo que associar a expressão

de conhecimentos. Agora, imagine se

no Twitter ou em um blog?

2.0 ao termo Educação amplia o

forem utilizados por professores, a

entendimento sobre as possibilida-

partir de objetivos pré-determinados.

Se muita gente pensa que a Educação a Distância pela internet

des de ensino-aprendizagem em um

Por isso defendo a diferença entre

derrubou os muros da escola, enga-

contexto multidirecional, onde so-

Educação a Distância(EAD) e Educa-

na-se. O que temos é muito impor-

mos todos protagonistas nos pro-

ção 2.0, termo que utilizo para expli-

tante, pois abriu o acesso a muito

cessos educacionais.

citar uma nova forma de pensar a

mais pessoas para estudar e para se

educação.

manterem aprendendo continuada-

Imagine a diferença entre uma exposição oral e um debate com recursos

Distância é uma qualificação que

mente. Mas os muros só serão rom-

de pesquisa, utilizando textos, imagem

vem sendo utilizada desde os primór-

pidos quando a sala de aula se abrir

e vídeo. A Web 2.0 possibilita que faça-

dios, definidos na literatura por EAD

para a web da mesma forma que a

mos dessa forma, independente de

de primeira geração, quando as pes-

web se abriu para as pessoas. A

consolidarmos os resultados presencial-

soas estudavam por correspondên-

expressão "2.0" após a palavra

mente ou a distância.

cia. Nessa mesma linha, a segunda

"Educação" aponta a possibilidade de

As novas tecnologias, em ampla

geração da EAD utiliza recursos mul-

processos

evolução, permitem que aprender

timídia e a terceira recebeu a introdu-

abertos, fundamentados na comuni-

torne-se uma atividade mais envol-

ção da internet. Todas têm em

cação, nos relacionamentos e na

vente e mais enriquecedora do que

comum a distância geográfica que

colaboração entre as pessoas.

ensino-aprendizagem

Conhecer Sebrae Educação 2.0

17


A web é 2.0.

E a educação? Por Gisele Umbelino / Nivia Aparecida de Azevedo Silvana Denise Guimarães / Sônia Inez Grüdtner Floriano

I

ndiscutivelmente, a internet revolu-

apenas um meio. E o acesso à infor-

temos de ter clareza da escolha, do

cionou o processo de comunicação

mação não garante que a construção

objetivo de uso e dos resultados

como nunca. Aproximou pessoas,

do conhecimento se efetive.

esperados de cada uma dessas ferra-

quebrou paradigmas de tempo e espaço e modificou as relações sociais.

Enfim, o diferencial é notoriamen-

mentas, para auxiliar os alunos a

te impulsionado pela ação humana,

selecionarem as informações neces-

A internet trouxe também várias

pela concepção e pela prática peda-

sárias, a serem criativos, a construí-

possibilidades de avanços para a área

gógica, que prioriza o processo edu-

rem o conhecimento.

educacional, especialmente para a

cacional voltado para a efetiva cons-

Isso pode revolucionar efetivamente

Educação a Distância, ao integrar

trução do conhecimento por meio da

o processo ensino-aprendizagem, visto

vários meios de comunicação.

interação entre os sujeitos.

que favorece um aprendizado em rede

Sabemos, no entanto, que apesar

Tais afirmações evidenciam que a

mais “divertido” e “prazeroso”. Tam-

de a educação ter ultrapassado os

educação ainda não conseguiu agre-

bém otimiza a gestão da informação

muros da escola, pouco mudou no

gar todas as possibilidades que a Web

para a construção criativa do conheci-

processo ensino-aprendizagem com

1.0 propicia ao processo ensino-apren-

mento, seja individual ou em grupo, de

o advento da internet. Muitas práti-

dizagem, porque ainda estamos calca-

forma sistemática e permanente. Algo

cas tradicionais apenas ganharam

dos em uma educação cujo objetivo é

nunca presenciado em sociedades an-

nova roupagem. Isso se deve princi-

transmitir informação, independente

teriores. Mas, como potencializá-lo de

palmente ao fato de a tecnologia, por

do meio de comunicação utilizado.

forma adequada, pedagogicamente?

Os currículos ainda são organizados

Tais possibilidades exigem concep-

processo de ensinar e aprender. Ela é

em disciplinas e as séries estruturadas

ção e prática educacional focadas no

de forma linear. E novos desafios já

desenvolvimento humano: é preciso

estão batendo à porta, com a chegada

organizar um currículo por habilidades

da Web 2.0. Desafios são apresenta-

e competências, com método dire-

dos ao corpo docente e ao corpo dis-

cionado a projetos de aprendizagem,

cente, pois precisamos incorporar na

de forma que o aluno seja o protago-

educação todas as potencialidades

nista do seu aprendizado e o profes-

apresentadas pela Web 2.0, tais como

sor seja um mediador da construção

os blogs e redes sociais, por exemplo.

do conhecimento, organizando espa-

Essas possibilidades são ainda

ços de aprendizagem, orientando os

mais desafiadoras do que na Web

alunos e articulando a construção

1.0, pois possibilitam a comunicação

conjunta do conhecimento.

Foto: Sebrae - Divulgação

si só, não propiciar uma revolução no

de todos com todos, a interativida-

Dessa forma, teremos uma gestão

Sônia Inez Grüdtner Floriano

de, a construção colaborativa, o

participativa, com espaços diversifi-

Especialista em EAD

download e o uplood.

cados e flexíveis, tendo a tecnologia

Diante de tantas possibilidades,

18 Conhecer Vinhos Brasileiros

a serviço da aprendizagem.


mercado

O megaempresário da

Foto: SHUTTERSTOCK

Educação a Distância

Conhecer Sebrae Educação 2.0

19


lorem mercado ipsum

O

s números que circundam

de montar 20 unidades de ensino

raciocinar que se tivesse a estrutura

a vida de Luiz Flávio Gomes

telepresencial

A

para uma aula clara, objetiva, a dis-

armazenam

um

pelo

Brasil.

poder

Embratel providenciaria o sinal de

tância, o Brasil inteiro poderia assis-

constrangedor para os críticos da

satélite para a criação de um canal

tir”, diz o professor, que começou a

Educação a Distância como negócio

em circuito fechado de televisão e

trabalhar aos 11 anos, num cartório,

rentável. Principalmente porque o

o empresário conseguiria as salas

tornou-se delegado aos 21, promotor

professor conhecido como LFG tem

para receber o sinal. Oitocentos

aos 22, juiz aos 24 e se aposentou

como especialidade não o ramo da

alunos teriam a possibilidade de

aos 42. Hoje, dedica-se em tempo

administração de empresas, mas o

assistir aos cursos. Caso não cum-

integral a palestras e ao projeto que

Direito — ele é doutor pela Universi-

prisse o acordo, a multa seria de

define como “democratização do

dade Complutense de Madri e tem

R$5 milhões. A primeira aula foi ao

ensino”. Confira a entrevista.

mais de 40 livros publicados — e o

ar em 29 de janeiro de 2003.

mundo das aulas preparatórias para concursos públicos.

A essência do projeto Seis anos depois, o complexo de

"Eu trabalho com uma lógica que é

ensino remoto congrega 560 unida-

a seguinte: poucas pessoas, muitíssi-

Sudmenucci,

des de ensino —, incluindo duas na

mo capacitadas, falando para o maior

pequeno município na região de

Flórida (EUA) —, mobiliza 120 mil

número possível de alunos. Por isso

Araçatuba, assinou, em 2002, um

alunos, exige 110 professores e a

busco os melhores profissionais.

contrato ousado com a Embratel.

mão de obra de 3.300 funcionários.

Trata-se de uma lógica que funciona

Especialista em Direito Penal, Luiz

Um site concentra a oferta de cur-

ao contrário, por exemplo, a das gran-

Flávio assumiu a responsabilidade

sos, os fóruns de discussão e reúne

des orquestras sinfônicas. Muitas

documentos para aprofundamento

delas como a de Berlim e a de Nova

dos temas analisados em sala. As

York, estão falidas. Por que? Porque

aulas aproveitam a estrutura física

reúnem gente demais e tocam para

de instituições de ensino preexis-

poucos. Nós temos 110 professores

tentes. Os alunos chegam, ocupam

no grupo direto para atender a 120

as carteiras e recebem os conteú-

mil alunos. Cada unidade tem cinco

dos por meio de um telão. Dúvidas

ou seis funcionários, em média."

O

paulista

de

são remetidas aos professores por Foto: Sebrae - Divulgação

escrito, via web, e sanadas tanto durante as aulas quanto aproveitando o tempo na internet.

O suporte tecnológico "Entre 2000 e 2001 aposentei-me e comecei a desenvolver esse projeto de democratização do ensino. A

“Eu já dava aulas em São Paulo e

essência é telepresencial. A unidade

tinha alunos de todo o País e consta-

filiada é a única que recebe a imagem

LFG é a prova de que é possível fazer

tei que o deslocamento era um pro-

da aula em um horário específico.

bons negócios com a Educação

blema. Foi então que comecei a

Temos, na disciplina com os horários,

20

Conhecer Sebrae Educação 2.0


Site LFG: a evolução de um projeto que começou com caríssimas telessalas

uma de nossas bases. A internet é

mente distintas. Tive de aprender

importante para a discussão, que é a

nosso complemento. Lá, temos parte

errando e ajustando a trilha. Uma das

valoração. Assim, temos agora fato,

dos materiais de aula, plantonistas

coisas fundamentais, talvez nosso

valor e norma. Antes, pelo ponto de

para tirar dúvidas e atividades extras.

diferencial, foi conseguir reunir técni-

vista formalista, a pessoa podia parar

Assim, chegamos a uma mescla entre

cas de administração compatíveis

na cadeia por roubar um pão, uma

o sistema satelitário e a internet."

com nosso foco na democratização

caixa de leite, uma caneta. Hoje, isso

do ensino. No dia a dia, uma metodo-

não faz mais sentido. Há outras pena-

Busca de credibilidade e controle de

logia motivacional enfatizada para

lidades possíveis. Uma forma de dar o

qualidade

professores, funcionários, parceiros e

peso ideal para o delito."

"Em seis anos, aprendemos muita

alunos ajudou a pavimentar o cami-

coisa. Uma das formas que temos de

nho. E sou muito presente. Visitei

garantir a qualidade da estrutura ofe-

95% das unidades no Brasil. Faço um

"Sabemos perfeitamente que a

recida e do treinamento dos profes-

pouco de tudo: sou professor de

democratização do ensino exige duas

sores vem de uma parceria com o

Teoria Constitucionalista do Delito,

coisas: tecnologia e preço acessível.

sistema Anhanguera de ensino, que

atuo na divulgação do método, cuido

Por isso, nossos cursos preparató-

domina metodologias e técnicas

da presidência da empresa e tomo

rios para concursos cobram de 60%

modernas de capacitação. Em com-

partido nas decisões estratégicas."

a 70% do valor de um salário mínimo

plemento, nossa empresa está na bolsa de valores, o que indica que

Custo e resultados obtidos

por mês (entre R$ 280 e R$ 325), Teoria Constitucionalista do Delito

dependendo da cidade. Hoje, a pre-

somos devidamente fiscalizados,

"Trata-se de uma novidade no Direito

paração mais completa que temos

auditados. A soma disso nos dá uma

Penal, que costumo lecionar tanto em

dura um ano e meio. São 30 discipli-

conotação de grande corporação,

cursos preparatórios quanto em pós-

nas. Trata-se de uma revisão do

rigorosamente dentro da legalidade."

graduações. O Direito Penal no século

curso de cinco anos de Direito. Nesse

XX era muito formalista, legalista. Era

perío-do de trabalho, chegamos a

O advogado que virou administrador

só o fato e a lei. A Teoria Constitucio-

160 mil aprovações em concursos

"Certamente são áreas completa-

nalista do Delito trouxe um fator

públicos, um índice altíssimo."

Conhecer Sebrae Educação 2.0

21


lorem ipsum

Um mercado ascendente

O

caso de Luiz Flávio Gomes é apenas um entre os muitos de utilização da Educação a Distância(EAD) de forma empresarial no Brasil. Um sinal de que há muita gente entendendo o potencial do mundo virtual como fonte de inspiração para os negócios. Como no mundo real, credibilidade e seriedade são essenciais para conquistar e manter os clientes. A Aquifolium Educacional (www.aquifolium.com. br), por exemplo, oferece serviços de consultoria para a implantação de programas de EAD, tanto para instituições de ensino quanto para empresas. O trabalho inclui não só o suporte técnico, com a criação de ambientes para aprendizagem colaborativa e os recursos de interatividade, mas também a concepção pedagógica, a capacitação e o acompanhamento dos docentes nas primeiras aulas. O Instituto Amazônida (www.institutoamazonida.com.br), por sua vez, investe no conceito de autoformação do aluno, ou gestão da autonomia de aprendizagem. O site é um imenso banco de

22

Conhecer Sebrae Educação 2.0

dados com opções de artigos, livros e fontes de consulta. Oferece cursos diversificados, desde Administração e Economia até educação especial e idiomas. O conceito expresso é o do autodidatismo. Os alunos que cumprem as tarefas necessárias em cada área fazem um trabalho de conclusão e recebem diplomas e certificados. O Cursos 24 Horas (www.cursos24horas.com. br) divulga cursos 100% pela internet. Oferece apostilas, exercícios, opções de interação com os professores e espaços para tirar dúvidas. O certificado de conclusão de curso pode ser impresso no próprio site, assim que o aluno conquista este direito. Já no site www.caligraphia.com.br é possível fazer um curso de redação em Língua portuguesa focado em narrações, descrições e dissertações. Muitas outras opções podem ser encontradas no site da Associação Brasileira de Educação a Distância (www.abed.org.br), que reúne um catálogo nacional de cursos online e funciona como espécie de selo de qualidade para as instituições que trabalham nessa área.


artigo

Educação 2.0: Como aprender a

empreender na Web 2.0 Por Sidney Vieira - Coordenador de Curso a Distância do Sebrae

M

uito já tem sido discutido a

Cerf (497.000), considerado um dos

tão fácil e rápido aprender a empreen-

respeito

educação

pais da internet, este novo ambiente

der com os recursos da Web 2.0.

da

empreendedora e web. Por

representa uma explosão na oferta

isso, minha proposta é relativizar os

de serviços online, totalmente interli-

Como eu disse, embora a Web 2.0

assuntos e dar um novo enfoque, que

gados. “Já estamos vivendo uma

seja uma fonte de oportunidades e

acredito ser importante e, a meu ver,

fase de transição, em que a internet

aquisição de conhecimento, a Web 2.0

pouco ressaltado até aqui. A fim de

deixa de ser uma rede de conexão de

não vai simplesmente revolucionar os

preparar o terreno para discutir o assun-

dados e pessoas para tornar-se uma

negócios ou transformar a educação

to, farei uma breve recapitulação.

‘rede de todas as coisas,” afirma.

espontaneamente, como que por autocatálise. Existe a necessidade de bus-

Nos anos 80, pesquisas encomen-

Esse ambiente potencializa novas

dadas pela USAID (Agência Nacional

formas de interação e de colaboração

de Desenvolvimento dos Estados

entre os usuários, pela participação

Unidos) comprovaram a existência de

que permite na criação, na edição e

determinados tipos de comportamen-

na publicação de novos conteúdos

tos próprios de empreendedores vito-

online.

riosos. Essa constatação reafirmou a

(122.000) a Web 2.0 pode represen-

teoria de Peter Drucker (1.120.000)

tar para a internet o mesmo que a

de

que

o

Para

Aleksandar

Mandic

empreendedorismo

interface gráfica representou para o

(2.220.000) não é uma ciência, nem

PC, em termos de simplificação de

uma arte mas uma prática. Já nos

uso, de popularização e de criação de

anos 90, Jeffry Timmons foi mais

novos modelos econômicos.

rismo como uma revolução compor-

Apesar das relevantes possibilida-

tamental silenciosa, que será, para o

des na oferta de serviços online da

século XXI, mais do que a revolução

Web 2.0, a verdade é que, sem uma

industrial foi para o século XX.

atualização comportamental, o em-

Foto: Sebrae - Divulgação

longe e descreveu o empreendedo-

preendedor corre o risco de não se Já o termo Web 2.0 (492.000.000)

beneficiar dessas oportunidades tec-

é uma designação da segunda gera-

nológicas, o que seria um verdadeiro

Sidney Vieira

ção da Word Wide Web. Para Vinton

paradoxo. Por outro lado, nunca foi

Coordenador de Curso a Distância Sebrae

Conhecer Sebrae Educação 2.0

23


artigo lorem ipsum

car e interagir com esse conhecimento

para a internet? Para muitos, a segun-

dos empreendedores que ampliam seu

que hoje é de todos e para todos.

da vida somente ocorre após a morte,

conhecimento pela aprendizagem a

mas tem gente bem viva ganhando

distância e assíncrona? Essas possibi-

com a segunda vida!

lidades e muitas outras já estão dispo-

Então, como evoluir para a educação 2.0 (1.090.000) com a Web 2.0?

níveis na web e podem ampliar a quali-

Como ganhar dinheiro com a Web

Se você conhece o Twitter, o

dade e a eficiência de seu produto ou

2.0? Como aprender a empreender

Facebook, o Youtube, os blogs, o

serviço. Se você não sabe do que

com a Web 2.0? Como ampliar nossa

Second Life e o Orkut, então sabe do

estou falando, está na hora e conhecer

rede de contatos?

que estou falando, caso contrário vá

Twitter, Wiki e Educação a Distância.

para a web e comece a repensar sobre Acredito que uma analise rápida

o comportamento empreendedor.

de alguns comportamentos empre-

Para fechar essa análise escolhi o comportamento Persuasão e Rede de

endedores e sua relação com alguns

Outro comportamento é a Exigência

Contatos (198.000). Ele caracteriza

serviços da web, sejam suficientes

de Qualidade e Eficiência (396.000),

empreendedores que utilizam estraté-

para nortear reflexões sobre esses

que ocorre em empreendedores que

gias deliberadas para influenciar ou

questionamentos.

mudam tudo, se for preciso, para ofe-

persuadir os outros. Então, como eu

recer produtos e serviços com mais

escrevi no início

minha proposta é

Para começar, escolhi o comporta-

qualidade e eficiência. Seu lema é fazer

relativizar os assuntos e dar um novo

mento Busca de Oportunidade e

sempre mais e melhor para satisfazer

enfoque pouco ressaltado até aqui.

Iniciativa (3.220.000), que é a capacida-

ou superar as expectativas. Já pensou

de de ficar atento a tudo o que aconte-

a eficiência dos empreendedores que

Nosso papel como educadores,

ce a sua volta, identificando as necessi-

utilizarm seu microblog para saber as

líderes e agentes de transformação é

dades, as tendências e tudo o que

noticias e as novidades instantanea-

usar estratégias para influenciar, per-

possibilite a criação ou a ampliação de

mente? Harmonizar, aproximar e infor-

suadir e demonstrar a inegável neces-

bens e serviços. Será que nossos

mar em primeira mão aos clientes e

sidade de aprender a empreender

jovens empreendedores estão atentos

colaboradores é demonstração de efici-

com a Web 2.0.

ao serviço de analista de mídias sociais

ência e de qualidade, mas quantos

que está explodindo em nosso país?

empreendedores fazem isso? Quantas

Você pode estar se perguntando o

empresas estão ganhando tempo e

que são esses números que acompa-

Quando as pequenas produtoras

demonstrando eficiência por meio da

nham algumas expressões. É simples:

de vídeo perceberão que existe uma

criação e da consulta de hipertextos?

são resultados apresentados no Google

demanda por este tipo de produção

Imagine as vantagens competitivas

para cada expressão consultada.

24

Conhecer Sebrae Educação 2.0


Foto: Sebrae - Divulgação

tecnologia

Ilha de

oportunidades Batizado de Ilha do Empreendedor, o complexo de 65 mil metros quadrados do Sebrae no Second Life é referência em atendimento online, cursos multimídia e criação e armazenamento de conteúdo

Conhecer Sebrae Educação 2.0

25


tecnologia lorem ipsum

O

cliente chega ao balcão do

os. E, como a gravidade não neces-

Sebrae. Conversa com o

sariamente precisa existir no mundo

atendente. É apresentado

virtual, nada impede que o usuário

às dependências da instituição e

percorra os espaços voando. (confi-

aos cursos e capacitações disponí-

ra quadro).

veis. Escolhe as opções que se encaixam ao perfil desejado. Faz

inscrições.

Trabalhamos juntos há dois anos, com 1.500 Km de distância entre as mesas.

Tal leque de ferramentas poten-

Frequenta aulas. Tira

ciais para a Educação a Distância

dúvidas com colegas e professores.

(EAD) chamou a atenção do Sebrae.

Estabelece contatos com empresá-

Em 13 de agosto de 2007, o primei-

rios e estudiosos. Recebe o certifi-

ro espaço da Instituição no SL

cado e sai com visão abrangente

ganhou vida. Comparado à estrutura

das possibilidades e oportunidades

de hoje, era um balcão tímido, de

que tem pela frente.

800 metros quadrados, que mantinha um atendente oito horas por

A descrição seria banal e corri-

dia. Entre as prioridades, tirar dúvi-

queira, não fosse o detalhe de tudo

das de clientes, apresentar os cur-

ter sido feito remotamente. Do tra-

sos disponíveis e encaminhar inter-

balho, de casa ou a partir de qual-

nautas ao site do Sebrae.

Foto: Sebrae - Divulgação

quer ambiente conectado à internet. O atendimento em questão refere-

De lá para cá, o crescimento pode

se ao que é prestado gratuitamente

ser medido não apenas levando em

na Ilha do Empreendedor, espaço

conta a área construída. Em 2008,

amplo, com mais de 65 mil metros

o número médio de visitantes foi de

quadrados, edificado pelo Sebrae

555 por mês. No primeiro quadri-

no Second Life (SL - www.secondli-

mestre de 2009, a média subiu para

fe.com) e inaugurado em 6 de maio

1.082. Maio terminou com 1.692

de 2008.

presenças registradas. Além disso, mais de 60 alunos receberam diplo-

O SL funciona como uma espécie

mas nos cursos específicos de

de mundo paralelo que só pode ser

Iniciação ao Second Life e de

visitado na internet. Nele, o inter-

Criação de Conteúdo para Second

nauta cria suas personagens, cha-

Life e outros 200 participaram de

madas avatares, e interage com os

treinamentos de curta duração.

demais em um ambiente audiovisu-

Atualmente, há oito turmas em

al

abrangente

capacitação. O perfil dos alunos

Rodrigo Gecelka

entenda-se a possibilidade de traba-

inclui desde jovens de 18 anos a

Especialista em EAD

lhar com textos, chats, fotos e víde-

empresários experientes de 62.

26

Conhecer Sebrae Educação 2.0

abrangente.

Por


Distâncias relativas

“Outros procuram a ilha para sanar

tividade de experiências imateriais,

dúvidas sobre os serviços presta-

o trabalho do designer gráfico brasi-

dos pelo Sebrae, pois ficam saben-

liense Jessé Gusmão de Abreu, em

do que temos atendimento 11 horas

conjunto com o matemático gaúcho

por dia”, comenta Rodrigo. “Os

Rodrigo Gecelka da Silva, pode aju-

empresários também visitam a ilha

dar

em busca de informações sobre

a

desfazer

desconfianças.

Formado em Desenho Industrial

empreendedorismo”,

pela Universidade de Brasília (UnB),

Jessé. Para ajudar os internautas, a

Jessé, 27 anos, é um dos responsá-

Ilha do Empreendedor vem se

do

transformando num grande reposi-

Empreendedor do Sebrae no SL.

tório de conteúdo, com biblioteca

Rodrigo, 30, faz especialização em

atualizada semanalmente com arti-

ensino a distância e mestrado na

gos, apostilas e material extenso

área de engenharia de produção e

sobre cursos e capacitações.

veis

pela

criação

da

Ilha

completa

Foto: Sebrae - Divulgação

como abrir uma empresa no SL.

Para os céticos em relação à efe-

"Avatar" que identifica a presença de Jessé de Abreu no SL e auditório para cursos e palestras virtuais do Sebrae

tem, entre suas atribuições, o Impulso do Senaed

dos na ilha. Convivem oito horas por

Uma amostra do potencial do SL

dia nos últimos dois anos e são par-

pôde ser conferida pelas centenas

ceiros no atendimento. Mas nunca

de pessoas que fizeram um trabalho

se encontraram no mundo real.

de imersão na Ilha do Empreendedor

Foto: Sebrae - Divulgação

gerenciamento dos cursos ofereci-

antes, durante e depois do Seminário “Trabalhamos juntos há dois anos,

Nacional Abed de Educação a

com 1.500 km de distância entre as

Distância, que ocorreu de 23 a 31

mesas”, especifica Rodrigo, basea-

de maio de 2009, por via remota.

do em Florianópolis (SC), durante entrevista realizada remotamente

Por reproduzir com fidelidade

numa sala de reuniões na Ilha do

alguns aspectos do mundo verdadei-

Empreendedor. “Os responsáveis

ro, os treinamentos em tempo real

pelo projeto têm a mente bem pre-

no SL lembram muito a atmosfera de

parada para essa interação”, emen-

uma escola convencional, mas com o

da Jessé, presente à mesma con-

aditivo dos recursos tecnológicos.

versa, mas fisicamente sentado

Os ambientes da ilha, como auditó-

numa estação de trabalho em

rio, biblioteca, centro de convenções,

Brasília.

área de convivência, lounge, corredores e salas de aula lembram os de

Segundo eles, grande parte das

uma universidade. Professores e alu-

pessoas procura a ilha para saber

nos conversam, tiram dúvidas, fazem

Progressão do número de visitas à Ilha do Empreendedor Período Maio/ 2009 Abril/ 2009 Março/ 2009 Fevereiro/ 2009

Número de Visitas 1692 1207 1142 1009

Janeiro/ 2009 Dezembro/ 2008 Novembro/ 2008 Outubro/ 2008 Setembro/ 2008 Agosto/ 2008

Conhecer Sebrae Educação 2.0

949 629 639 750 696 701

27


Foto: Sebrae - Divulgação

tecnologia lorem ipsum

Sala de aula virtual: ensino de verdade no Second Life uso de projeções nas telas, com-

da aula, o aluno tem à disposição a

eventos relacionados aos temas

partilham textos, fotos, trocam

biblioteca, os textos de apoio e os

discutidos, além de reflexões e ser-

experiências e exercitam as bases

conteúdos complementares, tudo ao

viços complementares.

do que se convenciona chamar de

alcance de um clique de mouse.

construção colaborativa.

Para o futuro próximo, o plano é Circulação

expandir o atendimento, trazer pales-

“Pode-se comparar a um curso

E, para garantir que as informações

trantes e consultores do Sebrae para

presencial. Exatamente por isso não

mais importantes cheguem às mãos

uma atuação mais frequente na ilha e

costumamos atender mais de 20

de todos, há uma revista mensal que

ampliar o número de cursos. Um deles,

alunos ao mesmo tempo. É o número

circula no ambiente da ilha. Chamada

ainda em gestação, é o de Empreende-

ideal para que todos possam partici-

Fique por Dentro, a publicação fun-

dorismo no Second Life. Traria,

par e ter as dúvidas sanadas”, avalia

ciona como uma agenda e um espa-

segundo Jessé, as bases para a criação

Jessé. Um dos diferenciais interes-

ço adicional de aprofundamento. Traz

de planos de negócios e de marketing

santes da experiência é que, ao fim

os cursos previstos no período, os

específicos para trabalhar no SL.

O que é o Second Life

U

ns dizem que é jogo. Outros

virtual que tenta replicar a realidade

cartão de crédito, que se vendem e

preferem definir como rede

por meio de dispositivos digitais. Ao

se compram terrenos e serviços den-

social. Há quem opte por

pé da letra significa "segunda vida", ou

tro do SL. O programa atrai milhões

vida paralela, simulada, tridimensio-

uma experiência além da vivida no

de usuários e empresas mundo afora.

nal. Na verdade, o Second Life (SL)

mundo real. Os avatares que criamos

Há representações oficiais de bancos,

pode ser um pouco de cada uma

e manipulamos circulam por ruas,

empresas tecnológicas, programas

dessas alternativas. Tudo depende da

boates, cinemas, praias, cidades. Tudo

de televisão e serviços diversos.

aplicação que o usuário pretende

o que a criatividade humana e os pro-

fazer do ambiente criado pela empre-

gramadores de computador puderem

versidades,

sa Linden Lab em 2003 e que conta,

inventar.

Cambridge, têm seus espaços cati-

segundo o site da instituição, com mais de 17 milhões de usuários. O SL é um "metaverso", um mundo

28

Conhecer Sebrae Educação 2.0

No campo educacional, muitas unicomo

a

renomada

O sistema possui moeda própria, o

vos, utilizados para capacitações e

Linden Dollar (também grafado como

treinamentos. Outra oferta frequente

L$). É por meio dele, adquirido via

é a de cursos de línguas estrangeiras.


artigo

O Second Life como ambiente

de Educação

Por Rodrigo Gecelka da Silva e Jessé Gusmão de Abreu

O

s conceitos de educação

manter uma página e havia poucos

informática, criar conteúdo e formar

que compõem a didática,

serviços para montagem de sites por

opiniões se alargou e começou uma

nas diversas modalidades

leigos em tecnologia.

grande mudança nas relações entre

de ensino, foram desenvolvidos ao

pessoas e conteúdos na grande rede.

longo de centenas de anos por pen-

Com a gradativa popularização e com

sadores, teóricos e pesquisadores

o avanço da internet, surgiu a banda

A tecnologia potencializa a colabo-

educacionais. Apesar de os conceitos

larga, que diversificou os tipos de

ração e permite a ocorrência de casos

permanecerem, a tecnologia se

materiais disponibilizados pela web. O

como as wikis, em que qualquer usu-

desenvolveu e, com a internet, surgi-

conteúdo, que antes se limitava a tex-

ário teoricamente qualificado pode

ram diferentes formas de experiência

tos e imagens simples, ganhou novas

editar um determinado conteúdo com

ensino-aprendizagem, potencializan-

modalidades como vídeos interativos,

a finalidade de melhorar sua qualida-

do o maior envolvimento dos partici-

músicas e interfaces 3D. A interação

de. Um exemplo disso é a Wikipedia

pantes no processo.

entre as pessoas também se diversifi-

(pt.wikipedia.org).

cou, tornando mais acessível a possibiO acesso à internet decolou no

lidade do uso de voz e vídeo.

Brasil em 1995 e, desde então, pas-

Outro exemplo em que o conteúdo é gerado e compartilhado dinamicamen-

sou a fazer parte da vida das pesso-

Esse desenvolvimento tecnológico

te pelos usuários ocorre no Second

as em diversas instâncias. Na

deu suporte à participação ativa dos

Life, por meio do qual, com uma inter-

Educação a Distância, tornou-se um

usuários, à possibilidade de se criar

face semelhante a um jogo, podem-se

novo meio para interações e possibi-

conteúdo e contribuir para a constru-

criar objetos, textos e programas em

litou um dinamismo maior no pro-

ção de uma malha de conhecimento

conjunto e então colocar à experimen-

cesso de aprendizagem.

na internet, continuamente editada e

tação de um grupo ou de todos os

em desenvolvimento. Ou seja, o usu-

usuários. O ambiente permite também

Inicialmente, encontravam-se na

ário, além de fazer downloads, passou

interação síncrona com voz, vídeos,

internet conteúdos mais estáticos

também a fazer uploads. Características

chats e mensagens instantâneas, além

sobre os quais o usuário tinha papel

do que se denominou Web 2.0.

de sistemas internos desenvolvidos

ativo apenas na seleção do que aces-

que possibilitam simulações.

sar e de quanto tempo dispor para

Também começaram a se populari-

uma determinada página. Poucos

zar os serviços de blogs. Assim, a

Com o aumento gradativo da edu-

usuários tinham acesso ao conheci-

possibilidade de qualquer usuário,

cação na modalidade a distância e o

mento e à tecnologia necessária para

com mínimos conhecimentos em

surgimento do conceito de Web 2.0,

Conhecer Sebrae Educação 2.0

29


Foto: Sebrae - Divulgação

lorem ipsum

Flagrante de encontro de vários visitantes na Ilha do Empreendedor. Além de instrutivo, é muito divertido frequentar o SL.

surgem também novas perspectivas de se realizar educa-

de aprendizagem com grande potencial de Educação 2.0.

ção. A aprendizagem acaba se movendo para fora da sala de aula e para dentro dos ambientes, reais e virtuais, tornando-se mais colaborativa, pessoal e efetiva.

A combinação dos recursos de interação síncrona com sistemas de gestão de aprendizagem fornece recursos suficientes para a execução de cursos com o dinamismo

Participar de um curso a distância em ambientes virtu-

de uma sala de aula presencial completamente equipa-

ais e colaborativos de aprendizagem significa trocar idéias

da, com possibilidades de criação de objetos, textos e

e experiências, realizar simulações, testar hipóteses,

softwares colaborativos e a escalabilidade permitida pela

resolver problemas e criar novas situações, tornar-se

interação assíncrona.

receptor e emissor de informações, leitor, escritor e comunicador.

A ideia de colaboração não se restringe ao meio de internet com banda larga e sistemas de última geração.

Educação 2.0.

Pode-se obter um maior envolvimento de alunos em uma

Tomando o construtivismo como base para os processos

turma presencial abrindo a discussão para exposição de

de ensino e de aprendizagem, e as ideias de que esta última

ideias diferentes sobre um determinado assunto e, assim,

deve se desenvolver com os alunos mobilizando saberes e

construir um conhecimento orientado baseado em uma

produzindo (e não simplesmente absorvendo) conteúdos e

linha específica, mas com a contribuição de todos.

conhecimentos, é possível concluir que o Second Life, con-

Todavia, a tecnologia provê novos meios e é um catalisa-

jugado com os conceitos da Web 2.0, é um novo ambiente

dor nos processos de ensino e de aprendizagem.

30

Conhecer Sebrae Educação 2.0


Congresso ABED

A busca pelas inovações O 15º Congresso Internacional de Educação a Distância quer descobrir qual a vocação do brasileiro. A inovação domina os debates e mesas-redondas em Fortaleza

O

brasileiro é inovador ou

Educação a Distância. “Espero

Dr. Mahmood H. Butt, e do reitor da

segue as tendências mun-

debates

African Virtual University (AVU), de

diais quando o assunto é

sobre a capacidade de inovação do

Educação a Distância? A resposta

acalorados e divergentes

brasileiro”, diz o professor.

Naomi (Quênia) Bakary Diallo. Mahmood H. Butt é autor de arti-

para essa questão está no centro

Para ele, é fundamental definir um

gos sobre políticas educacionais,

dos debates do 15º CIAED –

leque de opções que se encaixem na

publicados em diversos veículos cien-

Congresso

de

inovação para o Ensino a Distância.

tíficos e apresentados em conferên-

Educação a Distância realizado

“O Manual de Oslo – Diretrizes

cias internacionais. Tem se apresen-

pela

de

para a Coleta e Interpretação de

tado em eventos sobre educação em

Internacional

Associação

Brasileira

(ABED).

Dados Sobre Inovações define qua-

todo o mundo. É Bacharel em

“Quem, entre nós, indivíduos ou

tro tipos de inovação: de produtos, de

Literatura e Língua Inglesa, Mestre

instituições, tem demonstrado ser

processos, de marketing e de organi-

em Educação e Doutor em História e

um verdadeiro inovador? A cultura

zação. Temos de definir onde, então,

Filosofia da Educação.

brasileira encoraja, inibe o espírito

devemos procurar a inovação na edu-

inovador, ou cria barreiras ao seu

cação a distância”, afirma Litto

Educação

a

Distância

Já Bakary Diallo desenvolveu, nos últimos 19 anos, trabalhos no setor

funcionamento? Qual seria a infraes-

Durante os debates, os partici-

educacional, atuando como professor

trutura ideal de condições para

pantes têm a oportunidade de

secundário, acadêmico, consultor,

fomentar a inovação na aprendiza-

acompanhar a apresentação de tra-

administrador de projetos, pesquisa-

gem a distância na realidade brasilei-

balhos científicos, mesas-redondas,

dor. Além disso, ambas as universida-

ra?”, desafia Fredric Michael Litto,

minicursos, encontros estratégicos,

des são exemplos de sucesso na

presidente da associação.

sessões plenárias, além de estabe-

Educação a Distância, sendo a AIOU

lecer

profissionais.

a primeira universidade aberta na

CIAED, o professor Litto lança, nesta

E, apostando no sucesso do 15º

Também estão programados um

Ásia e a AVU uma universidade que

revista, o desafio já para a próxima

diálogo

de

assegura o acesso à educação supe-

edição do Congresso, em 2010: des-

Educação a Distância (SEED), do

rior de qualidade, utilizando Tecnologia

cobrir qual é o número de usuários da

Ministério da Educação, e a presen-

da Informação (TI) e comunicação.

Educação 2.0 no Brasil.

ça de especialistas nacionais e

A temática deste ano, no 15º

contatos com

a

Secretaria

internacionais em EAD.

Vale destacar que, paralelamente ao Congresso, ocorre a ExpoEAD,

Congresso, é A procura de inova-

Entre as atrações internacionais, o

uma grande feira de Educação a

ções no processo ensino-aprendi-

destaque vai para as presenças do

Distância, na qual as instituições

zagem em EAD - Identificando e

Vice-Chanceler da Allama Iqbal Open

apresentam produtos e serviços aos

Disseminando

University, em Islamabad (Paquistão),

participantes do evento.

Inovações

em

Conhecer Sebrae Educação 2.0

31


Congresso ABED lorem ipsum

O futuro é a mistura do

virtual e do presencial Nas salas de aula, haverá espaço para a interação a distância e para o contato face a face

Os maiores usuários de internet para educação são os profissionais que querem se qualificar para as empresas onde trabalham.

Foto: Fábio Franci

Fredric Michael Litto Presidente da ABED

32

Conhecer Sebrae Educação 2.0

A

Educação a Distância mudou de cara. Se há trinta anos ela era feita por rádio e correspondência para formar técnicos, hoje é utilizada por profissionais já bem colocados no mercado e que querem se qualificar ainda mais. A opinião é do norteamericano Fredric Michael Litto que, desde 1995, é presidente da Associação Brasileira de Educação a Distância. Aos 70 anos, o professor Litto tem a história de vida misturada com a do ensino. Pesquisador da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo desde 1971, quando veio para o Brasil, foi fundador e coordenador científico durante mais de uma década da Escola do Futuro, um laboratório de pesquisa que investiga as novas tecnologias de comunicação em aplicações educacionais. Acompanhe a entrevista concedida pelo professor Litto.

Quais as principais mudanças no ensino a distância nos últimos anos? Cada vez mais gente tem acesso a computadores e à internet. Isso muda em muito as possibilidades de fazer educação a distância. No passado, havia muito curso por correspondência e via rádio. Isso acabou? Não. Ainda hoje o Sebrae tem um programa de rádio muito importante. A educação via rádio é democrática, mas é unidirecinal e vai apenas da emissora para os ouvintes. Para tirar dúvidas, só por correspondência. A internet mudou isso? Sim, mesmo usando bem o rádio, a rede mundial permite discussão entre alunos. E quanto mais gente tem acesso a rede, mais rica e completa fica a educação. Além disso, todo mundo está fortalecendo a Educação a Distância: o próprio Sebrae, o Sesi e muitas outras entidades e empresas. Com isso, há


um aumento enorme de alunos, de

produtos nas prateleiras dos super-

800 páginas e anotar à margem as

cursos, de pessoas que usam a

mercados e a destacar as novidades.

observações. Na Escola do Futuro

internet para fortalecer e certificar o

Também há cursos para fornecedores

da USP, sempre disse que a sala de

conhecimento.

com sugestões para embalagens e

aula do futuro vai ter um computador

dicas necessárias para atrair clientes.

embutido no centro da mesa e pes-

O que significa esse aumento? Significa que os preconceitos do

soas trabalhando em grupo. Em Isso é a Educação 2.0?

certa hora há espaço para o blá-blá-

passado estão relaxando, desapare-

Também. Mas, para mim, é um

blá; em outra hora, cada um vai para

cendo e que, cada dia mais, as pessoas

conceito mais amplo. A Educação

um canto do mundo sem sair da sala

topam experimentar educação a dis-

2.0 é quando o conteúdo é providen-

e depois voltam todos a ficar frente

tância como alternativa. A educação

ciado pelo usuário. Em vez de as

a frente. O futuro é a mistura do vir-

surge em todos os ambientes e não

mídias e empresas fornecerem o

tual e do presencial.

depende da formalidade do governo.

conteúdo pronto, são os próprios

Está na hora de o Brasil desenvolver um jeito próprio de ensinar na internet.

usuários que criam conteúdo, como

E qual o papel do Brasil nesse pro-

no Orkut e em outros sites em que

cesso?

os indivíduos se comunicam com

O tema do seminário da ABED

seus amigos, como blogs e enciclo-

deste ano é a procura de inovações

pédias virtuais. Se eu tiver de resu-

em educação. O brasileiro é inovador

mir: os destinatários são fornecedo-

ou segue os outros? Quero que todos

res de conteúdos e não apenas

estejam preparados para discutir isso.

receptores dele.

Quem mais usa a Educação 2.0? Os maiores usuários de internet para educação são os profissionais

Qual é a opinião do senhor? E quantos alunos hoje participam da Educação 2.0?

Para mim, em certas áreas o brasileiro é inovador e em outras é segui-

que querem se qualificar para as

Até agora não temos condições de

dor. Por exemplo, um amigo meu em

empresas onde trabalham. Chegam a

obter essas informações. É uma boa

Recife (PE) organizou um curso para

1,5 milhão de pessoas de empresas

ideia para o seminário de 2010.

as classes C e D. Como os alunos

como Petrobrás, Caixa Econômica Federal, Accor etc. Essas empresas produzem conhecimento?

não têm computador, esse amigo É na Educação 2.0 que mora o

fornece cupons para serem usados

futuro?

em lan houses. Nunca vi isso em

É parte do futuro. Mas ainda tere-

nenhum lugar – é inovação. Em vez

mos necessidade do face a face. O

de usar telecentros, é mais simples ir

Sim. O Grupo Martins, de entrega e

contato é bom para certas trocas de

para lan houses. Essa pessoa que faz

logística, usa Educação a Distância

ideias, para a construção de conheci-

cursos a distância recebe o cupom . É

para formar funcionários, clientes e

mento em certos tipos de situações.

uma solução brilhante. Ao mesmo

fornecedores. É uma experiência fan-

O presencial é muito bom para elimi-

tempo, o brasileiro é seguidor. Por

tástica. Eles ensinam os clientes,

nar dúvidas, ruídos e desconfiança.

exemplo, com a pedagogia nos cur-

donos de mercados e lojas, a construir

que mais compõe esse futuro?

sos via internet. Ainda copiamos o

até corredores mais eficazes – nem

No futuro, tudo poderá conviver,

que ocorreu na tecnologia dos

largos, nem estreitos demais – para o

afinal, quem vai ler Guerra e Paz em

Estados Unidos em 1990. Está na

transporte de mercadorias. Ensinam

um monitor?

hora de o Brasil desenvolver um jeito

como os vendedores devem expor os

Muitos preferem pegar o livro de

próprio de ensinar na internet.

Conhecer Sebrae Educação 2.0

33


ensinoipsum a distância lorem

O

boom do ensino

a distância

Foto: SHUTTERSTOCK

Em três anos, essa modalidade de ensino cresceu mais de 200% e hoje alcança 2,5 milhões de alunos.

34

Conhecer ConhecerSebrae SebraeEducação Educação2.0 2.0


Foto: SHUTTERSTOCK

A nova “sala de aula” proporcionada pela Web 2.0

E

squeça a sala de aula tradicional e aposte na pos-

mesma validade de um documento do ensino presencial.

sibilidade de o aluno carregar o conteúdo das aulas

A realidade, impensável há menos de meia década, já faz

em um celular ou em um computador portátil,

parte da rotina de mais de 2,5 milhões de alunos.

podendo assisti-las em qualquer lugar e a qualquer tempo. Ou então imagine um encontro virtual, via satélite, em

Nos últimos três anos, o aumento no número de alunos

telessalas, com a possibilidade de interação com o pro-

matriculados em cursos a distância em instituições regu-

fessor em tempo real. E, com o processo de aprendizado

lamentadas pelo Ministério da Educação (MEC) foi de

concluído, o estudante ainda recebe um diploma com a

213,8%, conforme dados do Anuário Brasileiro Estatístico

A APOSTA DOS ALUNOS Fundação Telefônica Fundação Roberto Marinho Senac Senai CIEE Governo de São Paulo Fundação Bradesco Sebrae Educação Corporativa

9.000 22.000 29.000 53.000 148.000 119.000 164.000 210.000 580.000

Instituições Credenciadas e Cursos Autorizados 970.000 Fonte: ABRAED 2008

Conhecer Sebrae Educação 2.0

35


Foto: SHUTTERSTOCK

lorem ipsum

Com a EAD, os jovens podem carregar o conteúdo das aulas no notebook. de Educação Aberta a Distância

oferta de cursos. Além disso, o MEC

ção corporativa, como a que educa

(AbraEAD) de 2008. Desde que foi

informa: existem 160 fiscais rodando

consumidores dos produtos e servi-

publicado o primeiro levantamento,

o Brasil para checar denúncias e man-

ços das empresas. É o caso da

em 2004, a quantidade de entidades

ter a qualidade da oferta.

Sabesp, empresa de saneamento

credenciadas ou com cursos autoriza-

básico de São Paulo, que promove

dos pelo MEC aumentou 54,8% – pas-

Entre os mais de 2,5 milhões de

cursos sobre como evitar o desperdí-

sou de 166 para 257. Entre o primeiro

brasileiros que estudaram em cursos

levantamento do AbraEAD e o divulga-

com metodologias a distância no ano

do no ano passado, a demanda por

de 2007, estão alunos em cursos de

Nota-se também, a partir dos

graduações e pós-graduações online

instituições credenciadas pelo Sistema

dados, um grande crescimento nos

cresceu mais de 300% no País.

de Ensino e grandes projetos de

projetos voltados para a educação

importância regional ou nacional, como

técnica a distância. É o caso da

cio no consumo de água.

O fenômeno da educação formal a

os da Fundação Bradesco, da Fundação

Escola Técnica Aberta do Brasil (e-

distância foi impulsionado ainda mais

Roberto Marinho e os do Sistema S,

TEC), lançada pelo Ministério da

a partir de 2005, quando o MEC defi-

do qual faz parte o Sebrae.

Educação com o objetivo de prover

niu que os diplomas de alunos forma-

alunos do Ensino Médio de laborató-

dos em graduações a distância seriam

Segundo o anuário, o crescimento

rios e cursos voltados para a iniciação

equivalentes aos de cursos presen-

do número de brasileiros educados

em diversas carreiras, o que inclui

ciais. De lá para cá, a modalidade

dentro das próprias empresas onde

parcerias com a iniciativa privada.

passou por um boom. Existem cerca

trabalham também foi expressivo.

de 970 mil alunos fazendo gradua-

Foram 582.985 trabalhadores em

ções a distância, nas 257 instituições

2007. Nas pesquisas realizadas junto

credenciadas pelo MEC. Vale desta-

a empresas que praticam educação

níveis no Brasil pode ser acessado

car que a maioria é particular e que

corporativa a distância, foram encon-

no site www.abraead.com.br

apenas 12 controlam mais de 70% da

tradas modalidades novas de educa-

36

Conhecer Sebrae Educação 2.0

*

Saiba mais Um guia de cursos a distância dispo-


Alunos atestam

importância do tutor P

esquisa com 100 alunos do curso a distância IPGN – Iniciando um Pequeno Grande Negócio – aponta que os tutores contribuem efetivamente para a conclusão do curso e, paralelamente – independente de os alunos estarem à frente de empresas como gestores administrativos – o conhecimento adquirido aumenta a percepção do ambiente pelos participantes, tornando-os aptos a tomar decisões que possibilitam um aproveitamento maior das oportunidades nas vidas pessoal e profissional. Tanto é que 58% dos alunos indicam a participação ativa do tutor como fator importante para que o aprendizado via internet seja assimilado. A maioria (84%) atesta que uma grande vantagem dessa modalidade sobre o presencial são os horários flexíveis para estudo. E para 51%, o ensino via internet proporciona o mesmo nível de aprendizado do ensino presencial – ressalte-se que, dos entrevistados, 60% participavam pela primeira vez de um curso pela internet. Os alunos mencionaram as mensagens motivacionais, os lembretes para cumprimento de prazos e os e-mails valorizando o conteúdo do curso, enviados pelo tutor, como itens determinantes à conclusão do curso. Foi o que disseram, respectivamente, 73%, 52% e 48% dos entrevistados – também a distância – pelo tutor Paulo Dias Fernandes. Todos concluíram o curso.

Foto: Sebrae - Divulgação

Entre os desafios da Educação a Distância, especificamente pela internet, destaca-se a verificação da aprendizagem de um conteúdo e sua aplicação. “O Sebrae busca estimular a aprendizagem de conteúdos pragmáticos. O conhecimento pode ser aplicado imediatamente, assim como verificação da sua utilidade e dos resultados”, diz Fernandes.

Paulo Dias Fernandes Consultor de Empresas e Educador

Sobre esse item, o tutor informa que os alunos são estimulados a buscar informação e aprendizagem, mesmo após o término do curso IPGN. A pesquisa destaca que 79% dos estudantes continuam a utilizar o conteúdo, os arquivos e os links do IPGN; 71% utilizam os prêmios por desempenho no IPGN – arquivos eletrônicos com informações e funcionalidades; – e 52% pesquisam conteúdo na biblioteca virtual do Sebrae, - www.biblioteca.sebrae.com.br. Outro dado que corrobora a análise é que, de todas as Características de Comportamento Empreendedor, estimuladas no módulo 1 do curso, os alunos assinalaram que estão praticando mais a Busca de Informações (60%).

Conhecer Sebrae Educação 2.0

37


artigo lorem ipsum

O desafio de educar

a geração instantânea Por Fernando César Lenzi

D

urante uma reunião pedagógica

no

curso

A geração instantânea não enxerga a

de

necessidade de desenvolver habilida-

Administração, em que se

des e competências. Não exerce a

discutia o perfil dos alunos, o compor-

paciência de frequentar os bancos

tamento em sala de aula e a convivên-

escolares para aprender ao longo de

cia no ambiente universitário, criei a

um período mínimo necessário para o

figura da geração instantânea para

cérebro processar os diversos conheci-

agrupá-los de acordo com as caracte-

mentos e digerir, no devido tempo, as

rísticas atribuídas. Uma geração de

experiências individuais e coletivas.

tudo se resolva em um piscar de

A realidade é que essa geração

olhos, a um clique do mouse. Mas é

não dedica tempo suficiente a pes-

também uma geração que não tem

quisas aprofundadas, o oposto do

medo da mudança e avalia o tempo e

que ocorre em relação às buscas

os acontecimentos com perspectivas

superficiais na internet. Para cada

diversas das gerações anteriores.

minuto de cliques em um site de

Foto: Sebrae - Divulgação

pessoas imediatistas, que deseja que

busca, estimo que a geração instantâTalvez a ansiedade de querer tudo

nea economize 10 horas de pesquisa.

na mesma agilidade de uma pesqui-

Ou seja, prejudica a progressão do

sa rápida na internet faça que os

pensamento, pois o cérebro deixa de

jovens amadureçam mais cedo, em

evoluir na proporção de 1 para 600

razão do contato com as tecnologias

por hora. Portanto, esse comporta-

e a liberdade globalizada. No entan-

mento cômodo de pesquisa superfi-

to, essa precocidade é o que está

cial reduz em 600 vezes a evolução

mudando o perfil de amadurecimen-

do pensamento na fase de amadure-

to e de educação deles.

cimento na educação.

38

Conhecer Sebrae Educação 2.0

Fernando Lenzi Doutor em Administração pela FEA/USP


Foto: SHUTTERSTOCK

Ainda que o mercado de trabalho

panhado e de fato orientado – ótima

Por isso, para atender à geração

possa exigir profissionais ágeis e que

oportunidade de conseguir uma

instantânea, precisamos de profis-

saibam tomar rápidas decisões, não

educação mais centrada e eficaz.

sionais mais presentes e que, na

se deve confundir essas qualidades

distância física, saibam acompanhar

com aprendizado a jato. As etapas de

As diversas ferramentas trazem

com proximidade a nova forma de

educação do indivíduo não mudaram

uma facilidade muito grande, mas a

ser e de agir dos jovens para que

e devem ter um amadurecimento

presença do professor, tutor ou

desfrutem de um amadurecimento

gradativo sem que nenhuma fase de

orientador é ainda mais desafiadora.

consistente, ético e profissional.

Foto: SHUTTERSTOCK

aprendizado seja deixada de lado. Educadores e pais têm de estar muito atentos aos jovens para que o comportamento da geração instantânea não se torne uma onda contínua e sem volta. E o maior desafio é disseminar o já mencionado amadurecimento gradativo entre ela. Felizmente surgem muitas iniciativas de Educação a Distância e, além disso, a Educação 2.0 vem quebrando as barreiras da superficialidade educacional. Se, por um lado, o professor e o aluno se mantêm a uma distância física, por outro, a aproximação do aluno se torna ainda mais necessária para

A geração instantânea abrange crianças e jovens, que não abrem mão da tec-

que o amadurecimento seja acom-

nologia na comunicação e no aprendizado.

Conhecer Sebrae Educação 2.0

39


formação corporativa lorem ipsum

Aprendizado para

fazer a diferença

Quando o escritório vira sala de aula, empresários e colaboradores têm acesso mais rápido e fácil à capacitação 40

Conhecer ConhecerSebrae SebraeEducação Educação2.0 2.0


Universidade Corporativa Sebrae atinge a marca de 1.688 colaboradores capacitados online em oito meses e projeta 700 novas vagas até o fim do ano

E

m tempos de evolução incessante do conhecimento, as habilidades e técnicas para se chegar a um atendimento de excelência ao empreendedor e às micro e

pequenas empresas se transformam com frequência. A receita para se sair bem nessa conjuntura inclui, como ingrediente essencial, a educação continuada. É diante dessa equação em forma de desafio que foram gestadas e implementadas as bases da Universidade Corporativa Sebrae (UC). Por definição, uma universidade corporativa é uma instituição de ensino vinculada a empresas privadas ou públicas. O objetivo: oferecer cursos que abordem conteúdos estratégicos para o desempenho do profissional na corporação. Atualmente, estima-se em 210 o número de empresas brasileiras que ingressaram nessa seara. Coincidentemente ou não, 95% dos 150 melhores lugares para se trabalhar no País adotam algum modelo de educação corporativa como forma de apoiar o aprimoramento pessoal Foto: Sebrae - Divulgação

e profissional dos empregados, segundo o guia Você S/A, de 2008, da revista Exame. No caso do Sebrae, houve um pontapé inicial de luxo. Ocorreu em 19 de setembro de 2008, numa conferência via Alzira Vieira, Gerente da Unidade de Gestão de Pessoas do Sebrae: EAD amplia poder de capacitar colaboradores.

web sobre empreendedorismo. Evento com direito à presença do professor canadense Louis Jacques Filion, um dos principais especialistas mundiais no tema. Desde então, a

Conhecer Sebrae Educação 2.0

41


formação corporativa lorem ipsum

Universidade Corporativa embarcou

ção era via presencial. Isso tornava o

sa abrangente. Mapearam 24 compe-

no universo virtual sem desprestigiar

processo oneroso e limitava o núme-

tências essenciais à formação inte-

o valor dos encontros presenciais:

ro de pessoas que conseguíamos

gral dos colaboradores do Sebrae.

1.688 colaboradores da instituição

atingir”, afirma.

Buscaram no Brasil e no exterior subsí-

horas de duração. Outras 700 vagas serão preenchidas até o fim do ano.

dios para se chegar a esses conheci-

Trilhas de aprendizagem A principal chave para tornar o aprendizado atraente para os colabo-

passaram por cursos de 20 a 40

Universidade do Sebrae oferece mais de 500 opções de aprendizagem.

Segundo Alzira Vieira, Gerente da

radores resume-se a uma espécie de

Unidade de Gestão de Pessoas do

frase-lema da UC: “Você é responsá-

Sebrae Nacional, a priorização do

vel pelo desenvolvimento de sua

ensino a distância resolve algumas

carreira”. Para que a sentença

limitações antigas. “Antes, 90% do

ganhasse efetividade, os gestores do

mentos em livros, artigos, DVDs, cur-

que fazíamos em termos de capacita-

projeto se embrenharam em pesqui-

sos, universidades, especialistas e consultores. Com isso, foi possível criar um “mapa de oportunidades” e mais de 500 opções de aprendizagem. Com esse arsenal à disposição, o colaborador escolhe, entre as opções de cursos oferecidos, os que lhe

Algumas Disciplinas

parecem mais naturais e complemendisponíveis online

• Negociação......................................................... 20h • Negociações Complexas....................................... 30h • Liderança de Equipes............................................ 30h • Atendimento aos Clientes..................................... 10h • Estratégia de Empresas......................................... 30h • Estratégia e Ação Empreendedora......................... 10h • Formulação Estratégica......................................... 30h • Perfil da Administração Empreededora................... 10h • Economia Empresarial........................................... 30h • Fundamentos de Microeconomia........................... 30h • Macroeconomia para Administradores.................... 30h • GEOR online........................................................ 40h

tares às suas necessidades imediatas. Elege horários de estudos mais adequados ao cotidiano de trabalho e passa a imergir na interação com colegas, educadores corporativos e tutores da Fundação Getulio Vargas. A quantidade de horas na virtualidade e com presença física varia de curso para curso. Um indicador da boa aceitação das iniciativas fica evidente no baixo índice de reprovação: 3%. Alzira enfatiza, também, a ação dedicada do corpo de profissionais engajados no papel de capacitadores.

Foto: SHUTTERSTOCK

“Exigimos bastante. É um processo

42

denso, um fazer consciente. A dedicação é indispensável. Há tarefas a serem cumpridas, provas presenciais, atividades práticas, momentos lúdicos”, lista

Conhecer Sebrae Educação 2.0


Mercado em expansão O s primeiros registros de universidades cor-

ceu 2.400% o número de empresas que investem em

porativas em terras brasileiras remontam

aperfeiçoamento e formação de funcionários. “A velo-

aos anos 90. O grupo francês de hotelaria

cidade da informação e das descobertas em todas as

Accor, em 1992, foi o primeiro a estabelecer uma

áreas do conhecimento é tão acelerada que o sistema

base consolidada. O Banco do Brasil, a Vale do Rio

de ensino formal não dá conta das novidades”, justi-

Doce e a Caixa Econômica Federal seguiram a trilha

fica, para estimar em 210 o número de empresas

tempos depois. A Petrobras investiu pesado no setor,

brasileiras envolvidas nesse ramo.

a ponto de ser considerada, hoje, a mais capacitada na formação de pós-graduação em petroquímica.

Nos Estados Unidos, a tendência vem se consolidando desde meados da década de 70, com iniciati-

Em uma entrevista recente à revista Veja, a profes-

vas da General Electric e da famosa Universidade do

sora Marisa Eboli, da Faculdade de Economia,

Hambúrguer, criada pelo McDonald's. Atualmente,

Administração e Contabilidade da Universidade de

são cerca de três mil empresas engajadas no pro-

São Paulo, estimou que, nos últimos dez anos, cres-

cesso de formação continuada dos funcionários.

a mineira de Patrocínio, com mais de

Alzira vislumbra a UC como uma

20 anos de experiência no Sebrae. Tal

realidade para 100% do público inter-

conjunto de exigências faz que os alu-

no do Sebrae em dois anos, o que

nos ressignifiquem o conceito de ensi-

significaria atingir pelo menos 15 mil

no a distância. “Eu confesso que tinha

profissionais. “Outra intenção é adap-

certo preconceito em estudar pela

tar a oferta de cursos e aprendizados

internet. A UC conseguiu quebrar esse

de acordo com as modificações que

percebermos no cenário do mercado

95% dos 150 melhores lugares para se trabalhar no País adotam a educação corporativa.

e incluir cada vez mais recursos no

site, como vídeos, vinhetas, palavras

cruzadas e o que mais possa servir

paradigma. Os tutores dão uma aten-

ser a grande referência entre os que

ção que motiva”, comentou Laura de

trabalham com pequenos negócios

Arruda, do Sebrae em Mato Grosso.

neste País.”

de ferramenta”, conclui Alzira. Tal trilha ganha eco na projeção de cenário feita

pelo

diretor-presidente

1.688 capacitações online em oito meses 500 multiplicadores do Sistema Sebrae formados

do

Sebrae Nacional, Paulo Okamotto. “Vamos preparar nosso pessoal para

600 horas de cursos presenciais

Conhecer Sebrae Educação 2.0

43


aprendizado lorem ipsum

Quando o escritório

vira sala de aula Metodologia aproveita conhecimentos e atividades do dia a dia do ambiente de trabalho

esses controles como ferramentas

do ambiente de trabalho em

importantes no processo de desenho

sinônimo

de cenários futuros e na tomada de

de

aprendizado

constante é o sonho de muitos pro-

decisões estratégicas.

fissionais. Partindo dessa premissa, estudiosos britânicos se debruçaram

Facilitadores especializados em

na missão de adaptar o conceito a

finanças e íntimos da metodologia

uma metodologia. Da empreitada sur-

atuaram como parceiros dos 50 clien-

giu, na década de 1980, o Work

tes do Sebrae. Parte do trabalho teve

Based Learning, algo como a aprendi-

a ajuda de ferramentas virtuais como

zagem a partir do trabalho. Por lá, a

e-mails, fóruns e comunidades e, para

técnica adquiriu amplitude e dissemi-

arrematar, encontros presenciais.

T

ransformar as tarefas diárias

Work Based Learning é aprendizado de uso imediato.

Distância. Desde o ano passado, a

“Num primeiro instante, é feito um

ferramenta ganhou versão brasileira,

diagnóstico para determinar o que o

com as devidas adaptações, em ativi-

cliente conhece e o que precisa

dades realizadas pelo Sebrae.

desenvolver. A partir daí, chega-se a

Foto: Mauro Frason

nação principalmente na Educação a

um plano de estudo. A etapa seguinSob comando da Unidade de

te é a das atividades em si, com

Capacitação Empresarial, dois grupos

estudos de caso, análises, debates e

de empresários, cada um com 25

situações criadas a partir de pergun-

integrantes, receberam capacitação

tas provocativas. Por último, há uma

de 90 dias em gestão financeira.

demonstração dos resultados. Cada

Todos tinham em comum o requisito

etapa implica avaliações e discus-

de terem controles financeiros já

sões”, detalha Mirela Luiza Malvestiti,

implementados em suas instituições.

Gerente da Unidade de Capacitação

Mirela Luiza Malvestiti

A ideia do projeto era passar a usar

Empresarial do Sebrae.

Gerente da Unidade de Capacitação Empresarial do Sebrae

44

Conhecer Sebrae Educação 2.0


Segundo ela, a experiência teve

2009, outros cinco grupos de empre-

2008, o trabalho conjuga ferramentas

repercussão quase instantânea. “O

sários receberam capacitação no

virtuais e encontros presenciais: dois

retorno que tivemos é excelente, prin-

Work Based Learning, também com

deles de oito horas de duração, um

cipalmente porque eles transportam o

foco em gestão financeira. Dessa

de quatro horas, e um último, de uma

aprendizado para a realidade. É um

vez, cada grupo tem 30 integrantes.

hora, para atendimento individual.

aprendizado de uso imediato”, comen-

Dois têm sede em São Paulo, um em

ta Mirela, paulista de Araras com for-

Santa Catarina, um no Ceará e outro

Numa projeção de futuro, Mirela

mação em Ciência da Computação,

na Bahia. O perfil dos alunos inclui

prevê a formação de novos facilita-

especialização em Educação a Distância

donos de empresas e gestores das

dores especializados no método,

pela Universidade Católica de Brasília,

firmas. “Um dos benefícios é enfati-

para que seja possível ampliar o

com Mestrado em Educação pela

zar a reflexão, a autocrítica. Tudo com

foco das experiências, já que o con-

Universidade de Brasília (UnB).

diagnósticos e objetivos claramente

ceito de educação a partir do traba-

definidos”,

lho permite estudos em várias fren-

Um indício do quão promissor é o tema reflete-se no fato de que, em

enfatiza

Mirela.

Da

mesma forma que aconteceu em

tes, não só na gestão financeira.

Trabalho como ponto de

partida e de chegada A

prática da aprendizagem no local de trabalho merece a dedicação de vários especialistas. Entre eles, Claudia Simone Antonello. No artigo Desenvolvimento de recursos humanos e a aprendizagem no local de

trabalho: identificando perspectivas e abordagens, ela resume da seguinte forma o conceito do Work

Based Learning: “A aprendizagem no local de trabalho representa um conjunto de processos que acontecem dentro de contextos organizacionais específicos, que se focalizam na aquisição e assimilação de um grupo integrado de conhecimentos, habilidades, valores e sentimentos e resultam em indivíduos e equipes que redirecionam e mudam fundamentalmente os seus comportamentos”. As atividades que os profissionais desenvolvem servem de base para o aprendizado. A ideia é que o dia a dia seja a base para os ensinamentos. Ou seja, o próprio trabalho e o seu ambiente são utilizados como case e como ferramenta, a partir dos quais são delimitadas as discussões, projeções, metas e criações de cenários. Entre as habilidades incentivadas estão posicionamento, liderança e trabalho em equipe. Como bem explicitou o professor e pesquisador em educação André Genesini, em um dos fóruns de discussão sobre Work

Based Learning do Sebrae, o trabalho é o ponto de partida e de chegada do currículo. “O que o estudante-trabalhador já sabe, em conjunto com as características da organização, é levado em consideração para estabelecer o ponto de partida”.

Conhecer Sebrae Educação 2.0

45


cursos lorem ipsum

O primeiro milhão Sebrae ultrapassa a marca de 900 mil alunos capacitados cessibilidade é palavra que

A

As opções de cursos e os públicos

ções. Este ano, a meta é chegar perto

frequenta com mais assidui-

atendidos são diversificados. Para

de 400 mil. E, para 2010, ampliar o

dade o cotidiano do Sebrae

quem está interessado em dar os

número de atendimentos em até

desde 2001, quando tiveram início os

primeiros passos, o Aprender a

25%. “Essa é a grande diferença em

cursos gratuitos de capacitação ofe-

Empreender e o Iniciando um

relação aos cursos presenciais. Jamais

recidos pela internet. De lá para cá,

Pequeno Grande Negócio são os

conseguiríamos treinar tanta gente

mais de 900 mil pessoas ficaram ínti-

mais recomendados. Os que já estão

presencialmente em um ano, seria

mas dos conceitos e das práticas que

consolidados e buscam diferenciais

impraticável. Com a internet, chega-

levam a um empreendedorismo qua-

competitivos encontram subsídios

mos inclusive a lugares onde não há

lificado e com planejamento para

nos cursos Como Vender mais e

unidades do Sebrae”, conclui.

fazer a diferença no mercado. Até o

melhor, no D-Olho na Qualidade e

fim de 2009, a estimativa é de que a

no

marca de um milhão de certificados

Financeiro. Em julho, passou a fazer

entregues seja atingida.

parte do cardápio a formação em

Análise

e

Planejamento

Para que 30 mil pessoas por mês

Completam a lista de novidades os

tenham contato com os módulos de

cursos Atendimento ao Cliente e

conhecimento oferecidos, é necessá-

Programa de Alimento Seguro.

Foto: SHUTTERSTOCK

Gestão de Cooperativas de Crédito.

rio um trabalho afinado e eficiente nos bastidores. “Hoje contamos com

Em média, cada capacitação exige

115 tutores, que fazem todo tipo de

um mês de treinamento, com dedica-

acompanhamento. Há, ainda, seis

ção recomendada de 50 minutos diá-

monitores encarregados de tirar dúvi-

rios (veja quadro). A interação entre o

das sobre o uso da plataforma e para

estudante e os professores se dá por

resolver aspectos mais tecnológicos

mensagens, fóruns de discussão e

do processo”, explica Márcia Maria

leituras. “Uma grande novidade é a

de Matos, coordenadora de cursos

ampliação dessa interatividade para o

pela internet. Completa o staff um

celular", ressalta Márcia.

trio de pedagogos, responsáveis pela orientação dos tutores.

46

Conhecer Sebrae Educação 2.0

Em 2008, houve 273 mil capacita-

Sebrae investe na interação pelo celular


de

Cooperativas

de

Crédito

tar estratégias empresariais a partir de análise financeira do seu negócio.

Conteúdo e objetivos Oferece ao participante conhecimentos suficientes para que entenda o universo das cooperativas de crédito,

Aprender

desde as origens e princípios até o funcionamento e a

Conteúdo e objetivos

gestão contábil-financeira.

Três módulos de estudo que tratam dos conceitos bási-

Público

cos sobre empreendedorismo, mercado e finanças.

Interessados na carreira de gerente de cooperativas de

Público

crédito. É recomendável ter noções de contabilidade, de

Voltado para empresários formais e informais de peque-

operações de crédito e de matemática financeira e Ensino

nos negócios nas áreas de comércio, indústria, serviços

Médio completo.

e agroindústria.

D-olho

Iniciando

na

Qualidade

a

Empreender

um

Pequeno Grande Negócio

Conteúdo e objetivos

Conteúdo e objetivos

Sete módulos de estudo para apresentar o método D-

O objetivo é orientar o empreendedor a elaborar um Plano

olho (descarte, organização, limpeza, higiene e ordem

de Negócio, ou seja, um documento que especifica os

mantida), a fim de implementá-lo na organização. O

fatores necessários para a criação de um negócio, seja ele

objetivo é desenvolver novos hábitos para o trabalho

pequeno ou grande. Consiste em dar respostas organiza-

diário das pessoas e melhorar o bem estar físico, men-

das a uma série de perguntas vitais para quem pretende

tal e social de todos.

começar um empreendimento.

Público

Público

Empresários e gerentes de micro e pequenas empresas

Voltado para empresários formais e informais de peque-

que tenham, pelo menos, o Ensino Médio incompleto e

nos negócios nas áreas de comércio, indústria, serviços

quem precisa repensar a organização do seu empreendi-

e agroindústria.

mento ou do setor.

Como Vender Mais

e

Melhor

Boas Práticas nos Serviços Gestão da Segurança

de

Alimentação:

Conteúdo e objetivos

Conteúdo e objetivos

Cinco módulos de estudo para desenvolver no aluno a com-

Criar condições para que os participantes desenvolvam

petência para construir um modelo de gestão de vendas a

competências para gerir as boas práticas nos processos

partir do planejamento e da ação comercial da empresa.

de manipulação e de produção de alimentos seguros em

Público

bares, restaurantes e afins.

Empresários de pequenos negócios que querem aprimo-

Público

rar o setor de vendas.

Proprietários e gestores de pequenos bares e restaurantes.

APF – Análise

Atendimento

e

Planejamento Financeiro

ao cliente

Conteúdo e objetivos

Conteúdo e objetivos

Subsídios para uma administração financeira projetada e

Permite ao participante identificar, refletir e planejar as

planejada, com definição de metas e avaliação de resulta-

ações e procedimentos de atendimento em sua empre-

dos. O conceito é trabalhar com o participante as compe-

sa que garantam a satisfação dos clientes e possam

tências para analisar e projetar estratégias empresariais a

gerar um impacto positivo nos resultados.

partir de informações financeiras.

Público

Público

Empresários e profissionais que mantenham contato dire-

Empresários de pequenos negócios que desejam proje-

to com clientes.

*

Saiba Mais Todos os cursos oferecidos pela internet são gratuitos. É necessário ter um computador com acesso à rede. Inscrições pelo site www.ead.sebrae.com.br Conhecer Sebrae Educação 2.0

47

Foto: SHUTTERSTOCK

Gestão


lorem ipsum inclusão digital

Inclusão por meio da educação Ensino a distância do Sebrae forma e promove inclusão digital de empresários em busca de qualificação se encontrar, por exemplo, nas redes

de ensinar e capacitar, é uma

de relacionamento e frequentar os

ferramenta de inclusão digi-

blogs. “Na verdade, os cursos a dis-

tal. Nada menos que 70% dos alunos

tância têm ainda mais vantagens se

que frequentam os cursos a distância

levarmos em conta a rotina dos

do Sebrae nunca tinham participado de

pequenos empresários, que não pos-

qualquer programa de qualificação por

suem horários regulares e livres por-

meio da rede mundial de computado-

que precisam chutar e cabecear ao

res. E o mais impressionante: ao fim

mesmo tempo”, argumenta.

Em nome da integração, o aluno poderá se conectar com o Sebrae via portal, call center, newsletter e mensagem via celular e outras formas.

cursos a distância os líderes de satisfa-

Os dois cursos mais procurados

ção dos usuários do Sebrae na planilha

no Sebrae hoje são o Iniciando o

de soluções, em que cada um dá uma

Pequeno Grande Negócio (IPGN)

nota ao serviço oferecido.

— para quem sonha em se tornar

Foto: Sebrae - Divulgação

dos processos de aprendizado, são os

empresário — e o curso Análise e A avaliação em alta ganha significa-

Planejamento Financeiro — para

do ainda mais especial, de acordo

gestores. “Oferecemos cursos gra-

com o Gerente Nacional da Unidade

tuitos e de altíssima qualidade para

de Atendimento do Sebrae, Ênio

os dois públicos.”

A

Educação a Distância, além

Pinto, quando é detalhado o público atingido. “O empresário de fundo de

O Sebrae trabalha de olho no futuro

quintal é tão cliente quanto alguém

e aposta na conexão das ferramentas

de classe média que vai abrir uma

e das ofertas. Em nome da integração,

franquia em um shopping”, explica.

o aluno poderá se conectar com o

“Universo tão heterogêneo convive

Sebrae via portal, call center, newslet-

totalmente sem preconceitos e dife-

ter, mensagem via celular. No ensino

renças em um curso a distância,

via rádio, por exemplo, os ouvintes já

onde todo mundo é igual”, afirma.

são convidados a telefonar para o call

center ou a visitar os blogs a cada Para o gestor, os cursos a distância

intervalo entre as lições. “A criação de

em nada deixam a desejar aos pre-

uma rede com todas as tecnologias

senciais. O Sebrae oferece material,

voltadas para o aprendizado tem como

tutores, certificação e inúmeros espa-

subproduto a abertura do Sebrae para

ços para interação. Os alunos podem

cada vez mais usuários”, conclui.

48

Conhecer Sebrae Educação 2.0

Ênio Pinto Gerente Nacional da Unidade de Atendimento


Conhecer Sebrae Educação 2.0

49


lorem ipsum

www.sebrae.com.br 50

Conhecer Sebrae Educação 2.0

Educação 2.0  
Educação 2.0  

Publicação do SEBRAE sobre Educação 2.0

Advertisement