Issuu on Google+

Sindicato Nacional dos Cegonheiros

NOVE ANOS NO CAMINHO DA INFORMAÇÃO

EXPLORAÇÃO SEXUAL INFANTIL Caminhoneiros, cegonheiros e Polícia Rodoviária Federal lutam contra esse mal

ESTRADAS

Motoristas experientes mandam seus recados

MERCADO

Vendas de veículos é a maior da história desde 1957

Ano 9 - edição no 109 - maio/2011 Publicação mensal

Palavra do Presidente Presidente: José Ronaldo Marques da Silva Vice-Presidente: José Cavalcante da Silva Secretário Geral: Antonio Bezerra Dantas Secretário de Finanças: Marcio Galdino da Silva Diretor Regional: Douglas Santos Silva Primeiro Secretário: Josimar L. de Freitas Primeiro Tesoureiro: Reginaldo Fabretti Diretores Executivos Efetivos Jaime Ferreira dos Santos Gilmar Donizete da Silva Benvindo Gonçalves José Laercio da Silva Antenor Garibaldi Diretores Executivos Suplentes Alberto Bartolomeu Neves Roberto Nobile Edimar Moreira de Oliveira Clemente Francisco de Assunção Ednilson Azevedo Bitencourt César Wellington Pereira da Rocha Luis Carlos Pitondo Luiz Eugênio Baldin Golgatto Luciano André Pingueli Correa Marcelo Imenis Pereira] Jurandy Pereira de Albuquerque Junior Abner Santana Damasceno Junior Conselho Fiscal Efetivo José Vicente Bonetti Ivan Antonio da Silva Hamilton Mendes Conselho Fiscal Suplente Silas Ramos Adilson Roberto Bento Antonio Ortega Augusto Jornalista Responsável José Nogueira do Nascimento Mtb 15.211 Editoração de Arte e Produção Gráfica Milton Tonello Publicidade Ítalo Rocha Nogueira Revisão Maria Isabel Corcete Fotografia Vinícius Aguiar Impressão Gráfica Editora Referência - Divisão Gráfica Tiragem 6.000 exemplares Endereço Rua Luiz Babalho, 07/11 - Bairro Demarchi CEP: 09820-030 - São Bernardo do Campo - SP Fone: (11) 4346-5507 Fone/Fax: (11) 4346-5500 www.sindicatodoscegonheiros.com.br revistacegonheiro@sindicatodoscegonheiros.com.br conexaocomunicacao@uol.com.br Revista Mensal dirigida aos Cegonheiros. As opiniões dos artigos assinados e dos entrevistados são de seus autores e não necessariamente as mesmas da Revista Cegonheiro. A elaboração de mátérias redacionais não tem nenhuma vinculação com a venda de espaços publicitários. Os anúncios são de responsabilidade das empresas anunciantes. Ano 9 - edição nº 109 - maio de 2011

Sindicato Nacional dos Cegonheiros

Revista Cegonheiro

2

Caros Leitores Infelizmente este início de ano vem sendo marcado por tragédias. A mais recente, que abalou a todos nós e ganhou destaque no noticiário mundial, foi o massacre no Rio de Janeiro, onde 12 crianças, estudantes da Escola Municipal Tasso da Silveira, foram cruelmente assassinadas. Episódios como esse nos fazem pensar e refletir sobre a questão da segurança nas escolas e discutir temas como bullying e drogas. Ainda nos reestabelecendo desse choque, temos a boa notícia da primeira viagem oficial da presidente Dilma Rousseff. A China já é o maior parceiro comercial brasileiro, após ter passado os Estados Unidos no ano passado. Os principais resultados dessa viagem são a assinatura de acordos milionários que vão aprimorar ainda mais os negócios entre brasileiros e chineses. Foram assinados acordos de cooperação tecnológica nos setores de petróleo e aeronáutica. Outros fatos que temos de comemorar é o resultado das vendas de automóveis, comerciais leves, motos e caminhões nos três primeiros meses deste ano. Tivemos o melhor trimestre da nossa história. Foram vendidas 1.263 milhão de unidades, resultado 5,8% superior ao mesmo período do ano passado, e a visita dos companheiros gaúchos em nossa sede Valdir Mário Toigo e Valdir Devenz. Que bons ventos continuem soprando para o nosso setor.

Índice

José Ronaldo Marques da Silva

DPVAT .......................................................................................................................................... 4 Gaúchos em São Bernardo ............................................................................................... 6 e 7 Mercado ........................................................................................................................................ 8 Transportadoras ........................................................................................................................ 10 Dicas das Estradas .................................................................................................................... 12 Caminhões .................................................................................................................................. 14 Esporte ................................................................................................................................. 16 e 17 Segurança .................................................................................................................................... 18 Licenças ...................................................................................................................................... 20 Comportamento ............................................................................................................. 22 e 23 Saúde .......................................................................................................................................... 24 Restrições de Tráfego ................................................................................................................ 26 Classificados ............................................................................................................................... 28 Cronotacógrafo ............................................................................................................................ 30 Divirta-se ..........................................................................................................................................31

Você sabia?

Você sabia... ue o seguro DPVAT foi criado em 1974, por meio da lei nº 6.194/74, e cobre vidas no trânsito? Como o próprio nome diz, ele indeniza vítimas de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre. Isso significa que o DPVAT é um seguro para vítimas de acidentes causados por veículos que têm motor próprio (automotores) e circulam por terra ou por asfalto (via terrestre). Observe que nessa definição não se enquadram trens, barcos, bicicletas e aeronaves. Por issom é que acidentes envolvendo esses veículos não são indenizados pelo Seguro DPVAT. O DPVAT, por ser um seguro destinado exclusivamente a danos pessoais, não

SINDICATO NACIONAL DOS CEGONHEIROS

Sede Central: São Bernardo do Campo São Paulo Rua Luiz Barbalho, 07/11 Bairro: Demarchi Cep: 09820-030 São Bernardo do Campo/SP Fone: (11) 4346.5500 E-mail: diretoria@sindicatodoscegonheiros.com.br Presidente: José Ronaldo Marques da Silva

prevê cobertura de danos materiais causados por colisão, roubo ou furto de veículos. Também não estão cobertos pelo DPVAT os acidentes ocorridos fora do território nacional; e os veículos estrangeiros em circulação no Brasil estão sujeitos a contratação de um seguro específico para esse fim, entre eles o seguro Carta Verde. (Para maiores informações sobre o carta verde, clique aqui.) Em caso de acidente, as situações indenizadas são morte ou invalidez permanente e, sob a forma de reembolso, despesas comprovadas com atendimento médico-hospitalar. Outro dado importante é que o Seguro DPVAT é obrigatório porque foi criado por lei, em 1974. Essa lei (Lei 6.194/74) de-

termina que todos os veículos automotores de via terrestre, sem exceção, paguem o Seguro DPVAT. A obrigatoriedade do pagamento garante à vítima de acidente com veículo o recebimento de indenização, ainda que o responsável pelo acidente não arque com a responsabilidade. O veículo inadimplente, além de estar sujeito a problemas com a fiscalização, por não ser considerado devidamente licenciado, ainda pode perder, em caso de acidente, o direito da cobertura. Também não estará isento de indenizar a(s) vítima(s). Por isso, pagar o Seguro DPVAT é mais que uma obrigação. É um exercício de cidadania.

Regionais:

Gravataí - Rio Grande do Sul

São José dos Pinhais - Paraná Rua Tubarão, 112 - Bairro: Borda do Campo Cep: 83075-060 – São José dos Pinhais/PR Fone: (41) 3385.8245 E-mail: sjpinhais@sindicatodoscegonheiros.com.br Diretor: Jaime Ferreira dos Santos

Porto Real – Rio de Janeiro Rua Hilário Ettore, s/n – Bairro: Ettore Cep: 27570-000 – Porto Real/RJ Fone: (24) 3353.4170 E-mail: portoreal@sindicatodoscegonheiros.com.br Diretor: José Laércio da Silva

Serra – Espírito Santo Rua Talma Rodrigues Ribeiro, nº 96 Edif. Metropolitano – Sala 04 Cep: 29168-080 – Serra /ES Fone: (27) 3066-2011 E-mail: serra-es@sindicatodoscegonheiros.com.br Diretor: Jurandy P. de Albuquerque Jr.

Av. Eli Correa, 6.651 - RS 030 Bairro: Passo da Cavera Cep: 94010-972 – Gravataí /RS Fone: (51) 3431.4848 E-mail: gravataí@sindicatodoscegonheiros.com.br Diretor: Antenor Garibaldi

São José dos Campos – São Paulo Rua Ernesto Júlio Nazaret, 201 Vila Tesouro Cep: 12221-770 – São José dos Campos/SP Fone: (12) 3906.0807 E-mail: sjcampos@sindicatodoscegonheiros.com.br Diretor: Ednilson Azevedo Bitencourt

Sindicatos parceiros: Sintrauto – Goiás Rua Mandaguari, 36 - Bairro: JK Cep: 75709-010 - Catalão/GO Fone: (64) 3411.2907 Presidente: Juarez Rodrigues da Silva

Sintraveba - Bahia Rua Gupiri, 23 – Bairro Goiana Cep: 42800-000 - Camaçari /BA Fone: (71) 3622.6700 Presidente: Renato Santana www.sindicatodoscegonheiros.com.br

Revista Cegonheiro

4

Gente

Gaúchos em São B

Da esquerda para direita: José Cavalcante da Silva (Zé do Poste), Antonio Bezerra Dantas (Tonho Magro), Valdir Mário Toigo, José Ronaldo Marques da Silva (Boizinho), Valdir Devenz e César Wellington Pereira da Rocha (Tomatão).

No último dia 12 de abril, o Presidente do Sindicato Nacional dos Cegonheiros, José Ronaldo Marques da Silva (Boizinho), e membros da Diretoria receberam na sede do Sindicato, em São Bernardo do Campo, os associados Valdir Mário Toigo e Valdir Devenz, representantes das cidades de Antônio Prado, Caxias do Sul e Flores da Cunha. Antônio Prado, na serra gaúcha, a 184 km de Porto Alegre, é uma cidade diferenciada. Seus habitantes convivem com um acervo arquitetônico centenário, que em 1989 foi declarado Patrimônio Histórico Nacional. O conjunto de 48 casarões representa o maior acervo de arquitetura em madeira, da imigração italiana, existente no Brasil. E não há, no mundo, similar com as mesmas características. Fundada em maio de 1886 a cidade foi a sexta e a última das chamadas “antigas colônias da imigração italiana”. O município também é conhecido por ostentar o selo internacional de CITTÁ SLOW. Esse prêmio foi atribuído a Antônio Prado em virtude da preservação da cultura, do meio ambiente e da gastronomia, evidenciando o modo de viver e a Revista Cegonheiro

6

qualidade de vida que ali se preserva. Os registros de manifestações culturais do município, como os grupos folclóricos de ascendência italiana, o dialeto presente diariamente na vida dos moradores locais, os corais, a gastronomia, as festas religiosas, a fé e, principalmente, o artesanato, preservam muito das feições dos antigos hábitos dos imigrantes. O artesanato local se diferencia dos demais pela originalidade, delicadeza e qualidade. Caxias do Sul: sua história começa antes dos italianos, ainda quando a região era percorrida por tropeiros e ocupada por índios. Chamava-se "Campo dos Bugres". A ocupação por imigrantes italianos, em sua maioria camponeses da região do Vêneto ( Itália ), deu-se a partir de 1875, estabelendo-se, aqueles primeiros italianos, em Nova Milano. Vinícolas, castelos, cachoeiras, rios, museus, grutas, santuários ecológicos, cânions, igrejas, vila de presépios, tradicionalismo gaúcho e italiano, comidas típicas, unidos, nas mais lindas paisagens do sul... E passeios pelas mesmas trilhas abertas há 130 anos, quando os

primeiros imigrantes italianos chegaram à região... Tudo isso você encontra em Caxias do Sul! Flores da Cunha é considerada a mais italiana de todas as cidades que receberam imigrantes em 1877. Um forte apelo do município é a preservação das tradições culturais herdadas dos imigrantes italianos. São tradições fundamentadas na língua, na gastronomia, na música, na religiosidade, nos usos e costumes, e demais elementos da cultura de imigração do nordeste do Estado do Rio Grande do Sul. Alegria e música fazem parte dessa tradição italiana, relembrada nas vozes dos corais da cidade e nas festas populares. Na área rural, as pequenas colônias hospitaleiras são produtoras de deliciosos licores, queijos, vinhos e outros artigos.O artesanato em crochê e filé - trabalho em agulha, tecido à mão em rede - utiliza desenhos trazidos da Itália pelos pioneiros. Você não pode deixar de conhecer e desfrutar da hospitalidade hospitalidade do povo de Flores da Cunha, a cidade mais italiana do Rio Grande do Sul.

ernardo

Flores da Cunha é conhecida como a "Terra do Galo" devido a um episódio onde um mágico passou pela cidade dizendo que iria cortar a cabeça de um galo e em seguida iria fazer uma mágica e o pescoço novamente se uniria ao resto do corpo, e o galo voltaria à vida.

Preservação da cultura em Antônio Prado “Artesanato de geração em geração”

Vista aérea de Flores da Cunha

Caxias do Sul. Museu de Ambiência (tudo nesta casa é original e pertenceu a família que habitava na época)

Quando falamos da região sul do País, referindo-nos a turismo ou a um destacado representante dos cegonheiros, não podemos esquecer nosso companheiro Nelson Roncen, proprietário da Transportadora Roncen Ltda, um dos pioneiros do Rio Grande do Sul no ramo de transportes de veículos novos. Nelson começou sua carreira como cegonheiro em 1968, com um Mercedes-Benz 1111 ano 68, na Brazul, com a frota nº 753. Trabalhou na Translor, na Transportadora Schlatter, na Axis Sinimbú e atualmente sua frota se concentra na Tegma Linha Sul ASL. A Transportadora Roncen Ltda, com sede em Caxias do Sul/RS, é uma empresa familiar fundada em 1973, e conta com a ajuda de Teresinha esposa de Rocen, e de seus filhos, Anderson e Maicon, ambos engenheiros, sempre ao lado do pai, auxiliando na parte operacional. Com a mesma determinação de sempre, Nelson continua empenhado no progresso de sua empresa e dos cegonheiros da região.

7

Revista Cegonheiro

Mercado

Vendas de veículos é a maior da história, desde 1957

As vendas de automóveis, comerciais leves, motos, caminhões e ônibus novos no Brasil subiram 5,88% no primeiro trimestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2010. Entre janeiro e março de 2011, foram vendidas 1.263 milhão de unidades contra 1.193 milhão no ano passado. Esse é o melhor resultado da história, desde 1957, quando a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) começou a fazer o balanço. A novidade em março foram os importados da Kia Motors, cujas vendas somaram 6.764 unidades, 105 à frente da Peugeot. Com isso, a marca coreana apareceu pela primeira vez na lista das dez mais vendidas, com 2,2% de participação no mercado. Revista Cegonheiro

8

Automóveis e Comerciais Leves A venda de automóveis e comerciais leves registrou alta de 3,63% entre o primeiro trimestre deste ano e o mesmo período de 2010. Foram 777.725 unidades, em 2011, contra 750.504 , em 2010. De fevereiro para março, as vendas aumentaram 11,57%, totalizando 288.758 unidades.

Ônibus As vendas de ônibus evoluíram 25,03%, comparando os acumulados deste ano com os de 2010, passando de 6.453 para 8.068 unidades. O resultado de fevereiro para março também foi positivo. Foram negociadas 2.925 unidades, contra 2.637 unidades, numa alta de 10,92%.

Caminhões Foram comercializados 39.413 caminhões nos três primeiros meses deste ano, contra 31.053 unidades no mesmo período de 2010: alta de 26,92%. De fevereiro para março, o segmento também apresentou evolução de 14,11%. Foram negociadas 14.488 unidades em março, ante 12.696 no mês anterior.

Motos O volume de vendas de motos aumentou 8,12% na comparação entre o primeiro trimestre de 2011 e o de 2010, passando de 405.687 unidades para 438.647 motos vendidas no período. Em março, o setor de duas rodas registrou 160.298 unidades, numa evolução de 10,31% sobre fevereiro, quando o segmento totalizou 145.314 motos comercializadas.

Divepe: seu novo Distribuidor Ford Caminhões da Grande São Paulo. VENHA CONHECER NOSSAS INSTALAÇÕES. EM BREVE, O LANÇAMENTO DO NOVO FORD CARGO 1932 - LINHA 2012. IDEAL PARA O SEGMENTO CEGONHEIRO.

DIVEPE 10.000 M2

OFICINA

AMPLO ESTOQUE DE PEÇAS

MECÂNICOS TREINADOS PELA FÁBRICA

30 BOXES PARA SERVIÇOS

SALA DE ESPERA COM CONFORTO

DIVEPE - TEL. (11) 3504-8600 AV. DR. JOSÉ FORNARI, 1700 – FERRAZÓPOLIS – SÃO BERNARDO DO CAMPO – SP

Faça revisões em seu veículo regularmente.

Transportadoras

TEGMA Programa Forte completa três anos com melhorias para o transportador

Transportadores prestigiam palestras sobre Relacionamento familiar

O Programa Forte, principal canal de relacionamento da Tegma com os transportadores, completa três anos em abril. O projeto, da Divisão de Logística de Veículos (DLV), comemora o sucesso de suas ações voltadas para a qualidade de vida dos motoristas e proprietários de frota, atendimento e segurança nas estradas. Para o diretor da DLV, Sineas Rodrigues Lial, a principal conquista é a conscientização dos transportadores em relação aos temas prioritários do projeto: qualidade de vida e segurança, atendimento, comunicação, infraestrutura e desenvolvimento. “Queremos fortalecer a parceria entre a Tegma e o transportador, com foco na diminuição de acidentes e atendimento qualificado”, ressalta. Em três anos, o Programa Forte reuniu cerca de 9.700 participantes no Ciclo Educativo, carro-chefe do projeto. A programação contou com palestras, peças Revista Cegonheiro

10

teatrais e treinamentos sobre direção defensiva, performance, normas de trânsito, doenças sexualmente transmissíveis, distúrbios do sono, obesidade, estresse, tabagismo, lei seca, entre outros. Em 2011, os temas do Ciclo Educativo serão focados em prevenção de acidentes, avarias e redução do transit time. Melhorias na infraestrutura Além de fortalecer o canal de relacionamento com os motoristas e proprietários de frota, por meio do Programa Forte, a Tegma iniciou em março uma série de ações para melhorar o atendimento aos transportadores. A principal medida é a ampliação da área de Carregamento da Miro Vetorazzo e filiais. Até junho, está prevista a construção de cinco novas rampas para as operações de carga e descarga na Miro, o que vai aumentar a capacidade de 2 mil para aproximadamente 4 mil movimentações

de veículos ao dia. Com a ampliação, a Tegma oferece mais comodidade aos transportadores, além de agilizar as operações. Outras melhorias também estão previstas para as demais filiais da companhia.

Saúde e qualidade de vida também são ações do Programa Forte

Estradas

Dicas para as estradas Manter uma distância de mais de 40 metros em relação ao veículo que segue à sua frente é o correto para motoristas que circulam nas rodovias. Esse é o espaço de que você precisará para parar seu carro numa frenagem de emergência a 80km/h, sem bater no outro. Rodando a 100 km/h, a distância sobe para 60 metros; e, assim, progressivamente. Ou se contará o tempo de dois segundos de distância, o que também dá no mesmo. Veja a seguir dicas de profissionais que circulam praticamente todos os dias pelas rodovias brasileiras.

Givaldo José da Silva tem mais de 15 anos de estrada: trabalha na Tegma, dirigindo um Volvo e excelência no trabalho é sua prioridade. Recentemente passou pela BR 116 no estado da Bahia, especificamente nas proximidades da cidade de Vitória da Conquista. Givaldo alerta os colegas para os perigos existentes por lá em relação a segurança: “Todo cuidado é pouco”, acrescenta. Chegando em São Paulo é bom ficar esperto no Rodoanel, principalmente à noite.

Givaldo “qualidade no trabalho é prioridade”

Valdinei Rogério da Silva, conhecido como “Castanha”, é paranaense e já tem mais de 32 anos de profissão. Seu desejo maior é que as rodovias federais cheguem ao nível das rodovias estaduais de São Paulo: “Dá gosto viajar pelo interior de São Paulo”. O recado para os colegas é que evitem dar carona nas rodovias, principalmente para mulheres que aparentam ser menores de idade.

Valdinei trabalha na Transzero, já tem mais de 32 anos de estrada Revista Cegonheiro

12

Caminhões

Volvo recebe Prêmio Lótus pela segunda vez O caminhão Volvo FH440 6x2 tractor é o grande ganhador da categoria Caminhão Pesado do Ano, do Prêmio Lótus 2011. O veículo foi o caminhão pesado mais vendido no ano passado, atingindo a marca de 6.526 unidades. É um número bem superior aos 3.935 caminhões do mesmo modelo, vendidos no mercado doméstico em 2010, segundo levantamento da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores). "Estamos muito contentes por receber o Prêmio Lótus pela segunda vez, pois é a prova de que o mercado reconhece a grande qualidade de nosso caminhão", declara Roger Alm, presidente da Volvo do Brasil. Ele lembra que baixo consumo de combustível, alta performance e grande disponibilidade são os principais atributos do FH440. O FH440 6x2 é produzido na fábrica da Volvo de Curitiba, no Paraná. É o mesmo veículo fabricado nas unidades fabris da Europa, um dos mais exigentes mer-

cados do mundo. "Nosso compromisso é oferecer caminhões robustos, de baixo consumo de combustível e grande disponibilidade e, ao mesmo tempo, garantir ao transportador produto de alta tecnologia, compatível com o que há de mais inovador no mercado", declara Bernardo Fedalto Jr., gerente de caminhões da linha "F" da Volvo do Brasil. O prêmio Lótus é a mais antiga premiação da área de transportes comerciais, que pesquisa os veículos mais vendidos em 24 diferentes categorias de caminhões, ônibus, caminhonetas e furgões. "Estamos promovendo o Prêmio Lótus, ininterruptamente, há 18 anos. Ele antecede, inclusive, a fundação da revista Frota&Cia. É, certamente, a mais tradicional distinção na área de veículos comerciais e de passageiros", destaca José Augusto Ferraz, diretor de redação da publicação Frota&Cia e publisher da Editora Frota. "O prêmio retrata fielmente as preferências dos compradores brasileiros", finaliza Ferraz.

O caminhão Volvo FH440 6x2 tractor é o grande ganhador da categoria Caminhão Pesado do Ano do Prêmio Lótus 2011

Revista Cegonheiro

14

Esporte

Mercedes-Benz faz dobradinha na

O piloto Geraldo Piquet venceu a segunda etapa da temporada 2011 da Fórmula Truck no Rio de Janeiro, - primeira etapa válida pelo Campeonato Brasileiro da categoria. Com o resultado, Piquet saiu na frente no Nacional, que conta com as etapas do Rio de Janeiro, Caruaru, Goiânia, Londrina, Guaporé, Curitiba e Brasília. O pódio foi composto também pelo piloto Wellington Cirino, completando a dobradinha da equipe ABF MercedesBenz, seguido por João Maistro, Regis Boessio e Beto Monteiro. Em uma corrida repleta de emoções e muitas surpresas, Felipe Giaffone (poleposition) não completou nem a primeiRevista Cegonheiro

16

ra volta devido a um problema em seu caminhão. Roberval Andrade, que vinha logo atrás, assumiu a liderança e, por várias voltas, ficou na ponteira. Danilo Dirani também teve um excelente começo de prova, colocando muita pressão em cima de Roberval. Na volta 20, o caminhão de Roberval não suportou a pressão de Dirani e apresentou problema na turbina, o que levou o piloto com as cores do Corinthians a abandonar. Tudo parecia certo para a primeira vitória de Dirani na categoria, mas o piloto da DF Motorsport sofreu com a quebra do diferencial, e também abandonou. Diferentemente da etapa de Santa

Cruz, a equipe ABF Mercedes-Benz teve muito o que comemorar no final, já que herdou as duas primeiras colocações no grid. Uma dobradinha comemorada, e muito, pela equipe oficial da marca. Como destaque, vale ressaltar o primeiro pódio na carreira de João Maistro e Régis Boessio na categoria. Os estreantes Luiz Pucci, Luiz Lopes e Cristina Rosito concluíram na zona de pontuação. A próxima etapa da Fórmula Truck acontece em Caruaru no dia 15 de Maio. Mais informações no site da categoria (www.formulatruck.com.br) e também no Twitter (@Formula_Truck).

a F贸rmula Truck do Rio de Janeiro

F贸rmula Truck, a categoria mais popular do continente, passa a ter os dois clubes com maior torcida de todo o Brasil, Sport Clube Corinthians Paulista e Clube de Regatas do Flamengo com aproximadamente 58 milh玫es de torcedores pelo pa铆s

17

Revista Cegonheiro

Segurança

Direção Defensiva: dirija seguro, sem acidentes Praticar Direção Defensiva significa dirigir de modo seguro, evitando acidentes, independente de os outros agirem ou não da mesma forma. A idéia principal da direção defensiva é não julgar se o outro condutor está errado ou sendo egoísta: o que importa é evitar um acidente ou uma situação de perigo. Praticar a direção defensiva garante a segurança de todos que circulam pelas estradas e rodovias. É técnica indispensável para o aperfeiçoamento do motorista que pretende usar de forma correta seu veículo, reduzindo a possibilidade deenvolvimento em acidentes de trânsito. Ou seja: direção defensiva é uma atitude que visa à segurança e à prevenção de acidentes.

Quanto à Direção Defensiva pode-se considerar: Para garantir a ultrapassagem segura, os motoristas devem garantir visibilidade total

Até 80 km/h, o condutor domina o caminhão. Acima de 80 km/h, o caminhão domina o condutor

Ajuste o cinto de segurança corretamente, passe-o com firmeza sobre o peito, nunca sobre o pescoço nem por debaixo do braço. Isso vale para todos os ocupantes do veículo Revista Cegonheiro

18

PREVENÇÃO: deve ser a atitude permanente do motorista para evitar acidentes. CORREÇAO: é a atitude que o motorista deverá adotar ao se defrontar com a possibilidade de acidente, corrigindo situações não previstas. NEGLIGÊNCIA: ocorre quando o condutor deixa de fazer a manutenção do veículo. Ex: Conduzir veículo que apresente equipamento obrigatório inoperante. IMPRUDÊNCIA: ocorre quando o condutor tem conhecimento das leis e regras de trânsito e deixa de respeitá-las. Ex.: trafegar com velocidade inadequada para a via, avançar sinal vermelho,e outras. IMPERÍCIA: ocorre quando o condutor não tem conhecimentos técnicos ou habilidade para realizar as manobras necessárias ao ato de dirigir. Ex: não conseguir manter o veículo parado em um aclive. Dirigir defensivamente significa completar o percurso sem desrespeito às normas e regras de trânsito. Em sua maioria, os acidentes de trânsito são evitáveis por um ou ambos os motoristas envolvidos, ainda que para isso seja necessário ceder ao motorista que esteja errado. A noção que a maioria das pessoas tem de que os acidentes podem ser evitados torna importante a distinção entre as precauções possíveis e as precauções razoáveis a serem tomadas por um motorista, a fim de evitar um acidente. O acidente pode ser: EVITÁVEL: aquele em que o condutor deixou de fazer tudo o que razoavelmente poderia ter feito para evitar o acidente. INEVITÁVEL: aquele em que, apesar de o condutor fazer tudo para evitar o acidente, ele ocorre. Direção Defensiva é dirigir de modo a evitar acidentes, apesar das ações incorretas dos outros e das condições adversas que encontramos nas vias de trânsito. O motorista que pratica Direção Defensiva preserva sua vida e a de todos à sua volta, pelo emprego racional e sensato dos conhecimentos teóricos e por uma determinada postura na condução do veículo, procurando evitar acidentes. É importante lembrar que pesquisas realizadas apontam que a maioria dos acidentes tem como causa problemas com o condutor (64%)*, problemas mecânicos (30%)* e problemas com a via (6%)*. •Fonte: DETRAN-PR

LICENÇAS Autorização para o tráfego de veículos com carga especial O Sindicato Nacional dos Cegonheiros tem a disposição dos seus associados e motoristas, o Departamento de Licenças, específico para dar entrada na documentação para a retiradade Licenças Estaduais e Federal de acordo com as normas exigidas pelo DER – Departamento de Estradas de Rodagem e do DNIT – Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes.

ONDE TIRAR AS LICENÇAS São Bernardo do Campo-SP Sede Central – Rua: Luiz Barbalho, 07/11 – Bairro Demarchi Licenças Federal e Estaduais

(11) 4346.5508

Camaçari / Bahia Rua: Gurupi, 23 – Bairro Goiana Licenças do Estado da Bahia

(71) 3622-6500

Gravataí / Rio Grande do Sul Av. Eli Correa, 6.651 – RS 030 – Bairro Passo da Cavera Licenças do Estado do R.G. do Sul

(51) 3431-4848

São José dos Pinhais / Paraná Rua: Tubarão, 112 – sala 02 – Bairro: Borda do Campo Licenças dos Estados de Santa Catarina, Minas Gerais, Tocantins, Paraná, R.G. do Sul, Goiás e São Paulo

(41) 3385-8245

São José dos Campos / São Paulo Rua: Ernesto Júlio Nazaret,201 Vila Tesouro Licenças Federal e Estaduais

(12) 3906-0807

Tocantins (Licença Estadual)

Pernambuco (Licença Estadual)

-Documento Cavalo Mecânico e Carreta -Contrato Social e CNPJ (pessoa jurídica) -CPF e RG (Pessoa Física) -Licença Federal 4,95m -Todos documentos autenticados

São Paulo (Licença Estadual e Federal) -Documento Cavalo Mecânico e Carreta

-Procuração -Contrato Social (autenticado) -RG ou CNH do proprietário (autenticado) -Documento Cavalo (autenticado) -Documento Carreta (autenticado) -Licença Federal (autenticar 1ª , e duas últimas folhas) -Laudo Engenheiro (reconhecer firma Ass. do proprietário e do Engº) -Memorial (rubricado todas as vias) -ART do Engº

Minas Gerais (Licença Estadual)

Santa Catarina (Licença Estadual)

-Documento Cavalo Mecânico e Carreta -Procuração (retirar no Sindicato) -Contrato Social (pessoa jurídica) -CPF e RG (pessoa física)

-Documento Cavalo Mecânico e Carreta

Goiás (Licença Estadual) R. Grande do Sul (Licença Estadual)

-Documento Cavalo Mecânico e Carreta -Licença Federal 4,95m

-Documento Cavalo Mecânico e Carreta

Paraná (Licença Estadual e Federal) -Documento Cavalo Mecânico e Carreta

-Documento do Cavalo Mecânico e Carreta

ATENÇÃO MOTORISTAS

Licenciamento São Paulo 2011 CAMINHÕES Final de Placa

Mês do Licenciamento

1e2 3, 4 e 5 6, 7, e 8 9e0

Setembro Outubro Novembro Dezembro

Revista Cegonheiro

20

Bahia (Licença Estadual)

CARRETAS AUTOMÓVEIS MOTOS Final de Placa Mês de Licenciamento

1 2 3 4 5e6 7 8 9 0

Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro

Comportamento

Caminhoneiros e cegon mapear prostituição infa

Revista Cegonheiro

22

he iros ajudam polícia a ntil nas rodovias federais As rodovias do país têm um novo parceiro no combate à exploração sexual infantil e à violência contra a mulher: os caminhoneiros e cegonheiros, parceiros estratégicos nessa causa. Preconceitos levavam a se considerarem os caminhoneiros como os principais agentes na exploração da prostituição de menores. Levantamento feito em parceria com a Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, a Organização Internacional do Trabalho, e a organização não governamental Childhood Brasil, apontou, em 66 mil quilômetros de rodovias federais, 1.820 pontos de risco para a prostituição de menores, sendo 67,5% deles em áreas urbanas. Desses 1.820 pontos de risco identificados pela Polícia Rodoviária Federal, 545 estão na Região Nordeste, no topo da lista. Em seguida, aparecem o Sul, com 399 pontos, o Sudeste, com 371, o Centro-Oeste, com 281, e o Norte, com 224. Relatórios também mostram que o problema é maior em áreas urbanas; e que estradas próximas a regiões desenvolvidas e polos econômicos também concentram grande número de pontos de exploração sexual de crianças e adolescentes. Na análise por rodovia, a BR-116, a maior do Brasil, é a que mais tem pontos de risco ao longo de sua extensão. Nessa rodovia, que vai de Fortaleza, no Ceará, ao extremo sul do Rio Grande do Sul, a PRF localizou 262 pontos de risco para exploração sexual infantil. Junto com a BR-116, outras cinco rodovias, que formam os principais eixos rodoviários do país, concentram 45,8% dos pontos de risco mapeados pela PRF. No grupo estão a BR-101, que também faz a ligação Nordeste-Sudeste-Sul; as BR-153 e 163, que cortam o interior do país; a BR-364, que começa em São Paulo, corta a região Centro-Oeste e termina no Acre; e a BR-227, no Paraná, conhecida como a Rodovia do Mercosul. Entre 2005 e 2009, a PRF prendeu 951 pessoas em flagrante por exploração sexual infantil e encaminhou aos conselhos tutelares mais de 2 mil crianças e adolescentes encontrados em situação de risco ao longo das rodovias. A corrupção e o tráfico de drogas e armas - crimes muitas vezes vinculados à exploração sexual de menores - são objeto comum de sentenças condenatórias e de prisões cautelares proferidas por juízes federais. Porém, é preciso criar mecanismos para que os crimes de exploração sexual de crianças e jovens cheguem com mais frequência à apreciação do Poder Judiciário, por meio da atuação do Ministério Público. Somente dessa forma será possível resolver o grave problema da subnotificação desses casos. 23

Revista Cegonheiro

Saúde

Lombalgia, dor comum entre os motoristas O motorista de caminhão é uma das principais vítimas da lombalgia - dores lombares agudas e crônicas, de origem nervosa ou muscular. Se não tratada, a lombalgia pode prejudicar o profissional em seu trabalho. De acordo com especialistas, a enfermidade também pode ser causada por estresse, por fadiga, ou por contração generalizada, devida à permanência numa mesma posição por um tempo prolongado, caso dos motoristas, que trabalham sentados por horas. Além disso, a maioria dos motoristas não tem o costume de cuidar muito bem da saúde: é raro visitarem o médico ou fazerem exames periódicos. Muitos, quando sentem alguma dor, optam por automedicação. Os médicos alertam para o perigo dessa prática e aconselham ao motorista que procure, sempre, ajuda especializada, para melhor esclarecimento. Também é importante lembrar que em algumas situações, a dor lombar pode ser indicativa de uma doença mais grave, como um tumor na coluna, um processo infeccioso, ou um problema neurológico ou ortopédico mais sério e que exige imediata avaliação e tratamento. Para evitar a lombalgia, o motorista deve fazer exercícios de alongamento, antes e depois do início das atividades; utilizar técnicas de redução de estresse; corrigir a ergonomia na cabine, com banco proporcional a sua altura e peso, com apoio adequado para os braços e pescoço, uma inclinação do apoio das costas em um ângulo de cerca de 100 graus, e com sistema de amortecimento das vibrações e impactos, ajustando-lhe a altura e distância da direção. Dores agudas não cuidadas podem tornar-se crônicas ou mais intensas. Se os fatores precipitantes da dor não forem alterados e o motorista continuar reincidindo nos mesmos erros, esses fatores podem tornar-se muito mais graves e crônicos, acreditam os especialistas. Desse modo, um sinal de alerta que, com relativa facilidade poderia resultar na eliminação da lombalgia, pode tornar-se um problema crônico, de mais difícil e demorada solução. Revista Cegonheiro

24

25

Revista Cegonheiro

Restrições de Tráfego para carretas cegonhas em

2011

De acordo com o Departamento de Polícia Rodoviária Federal – Coordenação Geral de Operações, portaria nº1, de 20 de janeiro de 2011, publicada no Diário Oficial da União em 23/02/2011, fica restrito o trânsito de Combinações de Veículos portadores de AET, nos dias e horários abaixo discriminado.

OPERAÇÃO

PERÍODO

DIA DA RESTRIÇÃO

HORÁRIO DA RESTRIÇÃO

CARNAVAL

04/03/2011 à 09/03/2011

04/03/2011 (sexta-feira) 05/03/2011 (sábado) 08/03/2011 (terça-feira) 09/03/2011 (quarta-feira)

16:00 às 22:00 06:00 às 12:00 16:00 às 22:00 06:00 às 12:00

SEMANA SANTA

20/04/2011 à 24/04/2011

22/04/2011 (sexta-feira) 24/04/2011 (domingo)

06:00 às 12:00 16:00 às 22:00

CORPUS CHRISTI

22/06/2011 à 26/06/2011

23/06/2011 (quinta-feira) 26/06/2011 (domingo)

06:00 às 12:00 16:00 às 22:00

PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

11/11/2011 à 15/11/2011

12/11/2011 (sábado) 15/11/2011(terça-feira

06:00 às 12:00 16:00 às 22:00

FIM DE ANO

16/12/2011 à 01/01/2012

23/12/2011 - sexta-feira 25/12/2011 - domingo 30/12/2011 - sexta-feira 01/01/2012 – domingo

06:00 às 12:00 16:00 às 22:00 06:00 às 12:00 16:00 às 22:00

Revista Cegonheiro

26

rodape_185x60mm_cmyk_tel_fixo.pdf 1 29/03/2011 10:38:47

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

27

Revista Cegonheiro

Classificados 55*100*30421 (Cajaiba – TG) MB axor 2035 S, branco, 2006. Tratar: (11) 9484-3476 ( Raimundinho – TZ) Dambroz 73, aberta, com pneus.Valor: R$ 30.000,00.Tratar: (11) 7732-5305 /ID: 5*7389 (Lucio –TG)

MB axor 2035, 2008/2008,branca, 4x2,leito.teto baixo,ar condicionado, piloto automático,computador de bordo.Valor.R$ 185.000,00 Tratar:(11)9975-0144/ 4173-1429 (Pedro – TS)

Dambroz 86,semi aberta,preta com 8 pneus. Valor: R$ 26.000,00.Tratar: (12) 9107-6458 ID 96*55857 (Osmã) Dambroz,94, aberta e elétrica, verde.Valor a combinar.Tratar: (11) 4412-0159/ 9958-5510 (Vilson - Melancia) Dambroz,99, alongada c/ pistão. Valor. R$ 55.000,00. Tratar: (11)8561-9879 2374-1933 (Peterson - TZ) Dambroz,2000, alongada,robocop. Valor. R$ 75.000,00. Tratar: (11)8561-9879 2374-1933 (Peterson - TZ) Dambroz 2002, c/ pneus e cintas, verde. Tratar: (11) 9386-3330/ ID 102209*3 ( Renato) Dambroz 2006, robocop, pronta entrega. Valor R$ 90.000,00. Tratar: (11) 8480-8400 ( Edgar) Dambroz 2007, c/ pneus e cintas, verde. Tratar: (11) 9386-3330/ ID 102209*3 ( Renato) Dambroz 2008 – Alugo – Tratar: (11) 7809.7712 – ID: 90*12354 (Zé Valter – TN) Engerauto 95,aberta,semi reboque,8 pneus semi novos,licenciamento 2010.Valor: R$ 40.000,00 . Tratar: (11)7859-8490 ID 1188* 54834 (Fernando) - (43) 3432-3208/ 9935-9247 (Alaercio–TG) Engerauto 96,aberta,semi reboque,convencional,verde.Valor: R$ 26.000,00. Tratar: (51)8402-7997(Marcio) - (54) 91948697 (Mauro–TZ)

Três Eixos 95, com pneus,aberta com macaco no carro 9, s/ pneu.Valor: R$ 60.000,00. Tratar: (11) 7839-4775 /ID 54*22990 (Beto) Três Eixos 95, s/ pneus,fechada.Valor: R$ 30.000,00. Tratar: (11) 9222-5234 /ID 9*67333 (Itamar – TG Norte) Três Eixos 97, com pneus.Tratar: (11) 77325305 /ID 5*7389 (Lucio – TG) Três Eixos 2000,alongada.Tratar: (11) 78951915/9162-8053 (Carlos – TZ) Três Eixos 06,robocop,amarela.Tratar (11)7760-5941/ 9942-0375 (Oswaldo - BZ )

Terreno 6mil m², rio fundos, cercado, B.Rodeio, Sarapui/SP.R$15.000,00. Tratar:(11)4339.4646/9652.2855/4347.0131 (Vilela)

MB 1634 cavalinho, 2005. Tratar: (12) 36323709 ( Santo – DC)

Citroen ZX furion, 1995, completo, 1.8. Tratar: (11) 9876-4955 /4357-9255 (Geraldo – Sindicato)

MB 1634, 06, branco.Tratar:(11)9441-8547 (Umberto Nóbile – TS)

Focus 1.6, gasolina, 2007, completo, prata. Valor R$ 24.700,00.Tratar: (11) 78675050/4368-1975 (Clovis )

Terreno 572m², Avaré, cond. fechado, constr. casa alto padrão.R$ 12.000,00. Aceito carro Tratar:(11) 7732.5305/ ID 5*7389 (Lucio - TG)

MB 1634, 2006,eletrônico.Tratar: (11) 99325637 (Edmilson – BZ) MB 608 D guincho ,1980,.R$ 30.000,00. Tratar:(11)9134.8945/7833-2201 ID 84*23068 (Gilberto - TN) Scania R 113 H 360, vários modelos a partir de 1993 á 1998.Tratar: (54) 3027-7966 (Joel - TG) Scania 380, vermelho, 2006. Tratar: (11) 9484-3476 ( Raimundinho – TZ) VW titan 18310, 2002 Tratar: (54) 3027-7966 ( Joel - TG) Volvo FH 380, 2003/2003,branco,Valor: R$ 150.000,00.Tratar: (11) 7719-2163/ 9990-8962 ID 5*31864 (Nilson – TZ)

Revista Cegonheiro

28

Saveiro Surf 1.8, 2009, preto, ar, banco couro, 24 mil km.Valor: R$ 32.500,00. Tratar: (11) 7867-5050/4368-1975 (Clovis ) Voyage confortiline 1.6, flex, 09/10, completo. Tratar: (11) 4396-1869/7765-2487 ( Enzo) Montana 2005, prata.único dono, super conservada. Tratar: (11) 8549-1571 ( Washington – TS) Uno 2009,azul metálico, 2 portas, completo, flex.Tratar: (12) 9239-2287/9178-2857 ( Marcelo – BZ Taubaté) Gol geração 3, 1990, preto, 1.8, 2 dono. Valor R$ 6.000,00. Tratar: (11) 6105-3969/ 41751111 ( Edvaldo)

Volvo FH 440, 2007,cinza .Tratar:(11) 9990.8962 ID 5*31864 (Nilson – TZ) Volvo FH 520, 2008, dourada.Tratar:(11) 9990-.8962 ID 5*31864 (Nilson – TZ) Iveco Stralis, 2009,modelo Power cegonheiro, turbina e unidades novas, vermelho,pneus novos.Valor: R$ 210.000,00. Tratar: (11) 99357917 ( Delmiro – TNorte) Iveco/ Stralis 380, branco, 2007. Tratar: (11) 9484-3476 ( Raimundinho – TZ)

Apto Demarchi, 3 dorm, piso frio, garagem coberta, sala c/ textura, 2 ambientes cozinha planejados, banheiro c/ Box – área de serviço, todo reformado, área útil de 92m², cond. R$ 170,00, gás encanado. Valor: R$ 230.000,00. Tratar: (11) 43964073/8329-6033 ( Fabíola/ José) Apto no centro de Diadema, 3 dorm, 65m², churrasqueira, 2 piscina , salão de festa, sala de ginástica. Valor: R$ 195.000,00.Tratar: (11) 6710-9965 ID 118*5645 ( Eduardo – Cazu)

Astra Advantage, 2008/2009, automático, cinza.Valor:R$ 37.000,00.Tratar: (11) 4357-2876/9380-7096(Raquel/Danilo)

Apto Parque das Flores em Sbc ( Demarchi), todo reformado, 2 dorm. Valor: R$ 155.000,00. Tratar: (11) 7839-4775 /ID 54*22990 (Beto)

Blazer azul escuro, completa, 2000. R$ 32.000,00.Tratar:(11) 6193.9819 / 9646.4902 (Milton)

Chácara 5 alqueres, rod.Castelo Branco Km 162, Porangaba.Tratar:(11) 9943.8656/ 6949.5995 (Buriti)

Moto, ano 97. Tratar (11) 9222-5234/ ID 9*67333 (Itamar – TG)

Sítio Pilar do Sul-SP próximo a Sorocaba, 1 e ½ alqueire formado.Tratar:(15) 3278.1214 (Daniel -TNorte Curitiba - BZ)

CB 450 custon, 84/84 ótimo estado azul métalica.Tratar: (11)2831-8903/ 8385-7715 (Nelson - BZ)

Pajero, ano 98 prata, motor novo. Tratar :(11) 9222-5234/ ID 9*67333 (Itamar – TG)

Casa no bairro Demarchi, 04 dorm sendo 01 suíte, 03 wcs, 05 vagas, 02 terraços, copa, cozinha planejada, sótão, salão de festas, depósito. Valor R$ 450.000,00.Tratar: (11) 4347-6001/9136-2383 ( Maria Lucia) Casa Itanhaém,piscina,4 dorm,2 suíte,garagem 5 veículos,400m². Valor: R$ 160.000,00 Tratar: (11) 4357-2876/9380-7096(Raquel/ Danilo) Casa em Bicanga da Serra ( Espírito Santo) duplex, 4 quartos, 2 suítes, piscina, churrasqueira. Valor: R$ 220.000,00 Tratar: (27) 3328- 8886- ID 97*30287 (Willian - AP) Casa condomínio fechado Balneário Tropical em Boraceia , 4 quartos, 1 suíte, 4 banheiros, piscina, churrasqueira, ambientes amplos, garagem 3 veículos, á 400mts da praia, casa toda mobiliada + Geladeira, sofás, camas etc. Valor: R$ 350.000,00.Tratar (11) 7107-1612 (Ney – BZ) Casa Peruíbe cond,3 dorm,1 c/ suíte ar condicionado e vent. de teto, sala 2 amb, banheiro social,lavabo, todo mobiliado, cond. com todo lazer, 350mts próx a praia e ao centro. Tratar: (11) 7692-1404/ID: 13*23795 ( Valter – Tnorte) Sobrado Pq Espacial em S.B.Campo, 3 dorm, suíte, 2 salas, cozinha, edícula, área lazer, 5 vagas. Tratar: (11) 8549-1571/4352-5541 (Washington – TS) Sobrado no Terra nova II, 3 dorm amplos,1 suíte c/ varanda, todo reformado, tudo porcelanato, c/ jardim de inverno na sala, cozinha embutida, rack sobre medida, copa e coifa. Valor: R$ 400.000,00. Tratar: (11) 7364-4324/4396-9008 ( Nildo) Cobertura Duplex (nova) centro S.B.Campo/ SP.Tratar: (11) 6734-4797 (Jorge - BZ) Casa Mongaguá, 2 Dorm, 1 c/ Suíte, Sala, Cozinha, Garagem p/ 6 carros. Toda mobiliada ( 500 mts da praia ) Valor R$ 140.000,00 Tratar: (11) 8287-1084 SONIA

ANUNCIE

CB 300 R.2009/2010, amarela.Valor: R$ 10.600,00. Tratar: (11) 8152-0093 ID 82*15730 (Robson – TZ) Caminhoneta, 82 cabine dupla,original, turbinada, hidráulica, raridade. Tratar: (15) 3278-1214 (Daniel-TNorte Curitiba - BZ)

MB axor 2040, 2008/2008,único dono.Valor. R$ 190.000,00 Tratar:(11)9430-3098/ ID

Terreno Piedade, próx. Sorocaba. R$25.000,00.Troco carro.Tratar:(15)3311. 4043/9574.0272(Marcinho - TG)

Golf ,2001, bege ,completo, rodas 19, DVD, xenon . Tratar: (11) 4358-1375 / 7736-6463 ( Junior - Pernanbuquinho)

Engerauto 98/98,aberta, amarela.Valor: R$ 60.000,00.Tratar: (43)7811-4497/ 3268-2295 (José ou Tatu – BZ) Três Eixos 95, com pneus,aberta,preta.Valor: R$ 50.000,00. Tratar: (11) 9222-5234 /ID 9*67333 (Itamar – TG Norte)

Triciclo Motor Santana 1.6 AP.R$ 17.000,00 ou troca por moto de porte grande.Tratar: (11)9164-3627/ 7812-8064 ID 54*28019 (Igor - TZ)

4346-5507

(11)

e-mail: revistacegonheiro@sindicatodoscegonheiros.com.br

STRALIS NR 410 / 460 4X2 - 6X2 AGORA DISPONÍVEL COM COM CÂMBIO AUTOMATIZADO*

VENHA CONHECER AS CONDIÇÕES SUPER ESPECIAIS PARA CEGONHEIROS

• AR CONDICIONADO • RODAS DE ALUMÍNIO • 2 TANQUES DE COMBUSTÍVEIS DE ALUMÍNIO

ALPHAVILLE Al. Araguaia, 3.497 - Barueri

saída km 21 da Rodovia Castelo Branco

F: (11) 4193-6363

SANTOS Av. Visconde de São Leopoldo, 653

Centro (ao lado do Posto da Balança)

F: (13) 3213-0033

Faça revisões em seu veículo regularmente.

SÃO BERNARDO DO CAMPO Via Anchieta, km 24,5

Sentido Santos / São Paulo

F: (11) 4335-6700

*Disponível somente para 460 CV. Fotos ilustrativas. Algumas versões, itens opcionais e cores estão sujeitos à disponibilidade de estoque, podendo variar seu prazo de entrega.

FROTISTAS ATENDIMENTO ESPECIAL

www.vetelli.com.br

29

Revista Cegonheiro

Serviço

Regularize seu Cronotacógrafo O cronotacógrafo é um instrumento que registra a velocidade, o tempo e a distância percorridos por um veículo em seu deslocamento. As informações registradas permitem o monitoramento do veículo, e são aceitas legalmente como prova em caso de acidentes ou denúncias de má condução.A análise e controle dessas informações têm como objetivo ajudar na redução de acidentes no trânsito. Regularize seu Cronotacógrafo de acordo com a portaria Nº 444 INMETRO, não deixe para última hora. Fique atendo ao prazo limite indicado para verificação, após a data será exigido o Certificado de Verificação do Cronotacógrafo, sob o risco de sofrer penalidades descritas na lei nº 9933 de 20 de dezembro de 1999. Acompanhe na tabela os prazos para verificação e veja os endereços dos postos de serviço autorizado VDO. Feita a verificação a VDO entrega um certificado com 2 anos de validade.

MIP Av. Presidente Tancredo Neves, 590 - Sacomã São Paulo/SP - Tel.: (11) 5060-5070 (Próximo à entrada da Anchieta) MIP CONTROL Rua Almirante Tamandaré, 296 - Jd.Platina Osasco/SP - Tel.: (11) 3693-2722 (Travessa Km 17 da Anhanguera, sentido capital) UNIÃO autopeças ROD. BR 101 - Km 8,5 - Viana Espírito Santo (Em frente ao Posto 13 de maio) Tel.: (27) 2104-8393 E-mail: tacografo@uniaovirtual.com.br Dúvidas, sugestões ou reclamações sobre diversos assuntos do IPEM (Instituto de Pesos e Medidas), órgão delegado pelo INMETRO, podem ser feitas pelo telefone da ouvidoria: 0800-0130522, de segunda a sexta, das 8h às 17h, ou via e-mail: ouvidor-ipem@ipem.sp.gov.br

Prazos para verificação dos Cronotacógrafos Placa 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9

Final de mês Dezembro/2010 Janeiro/2011 Fevereiro/2011 Março/2011 Abril/2011 Maio/2011 Junho/2011 Julho/2011 Agosto/2011 Setembro/2011 Fonte: Inmetro - Infográfico: Portal Transporta Brasil

Revista Cegonheiro

30

Divirta-se

Dia das Mães O Dia das Mães tem a sua origem no princípio do século XX, quando uma jovem americana, Annie Jarvis, perdeu sua mãe e entrou em completa depressão. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram a ideia de perpetuar a memória da mãe de Annie com uma festa. Annie quis que a homenagem fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas. Em pouco tempo, a comemoração e consequentemente o Dia das Mães se alastrou por todo Estados Unidos e, em 1914, sua data foi oficializada pelo presidente Woodrow Wilson: dia 9 de Maio.

Caça Palavras

No Brasil, o Dia das Mães é celebrado no segundo domingo de Maio, conforme decreto assinado em 1932 pelo presidente Getúlio Vargas.

Esconde-Esconde Clara e Francisco tiveram uma ótima ideia para presentear suas mães, farão um buquê de flores do campo. Ajude-os a localizar as 10 flores ao lado no desenho abaixo.

Problema As mamães Maria, Cristina, Simone, Claudia e Vera tem 48, 43, 22, 26 e 24 anos. Descubra a idade de cada uma delas. 01. Claudia é mais jovem que Cristina e Maria. 02. Vera é mais jovem que Maria. 03. Cristina é mais velha que Simone e Vera. 04. Cristina é mais jovem que Maria. 05. Vera tem menos de 30 anos. 06. Maria tem mais de 22 anos. 07. Claudia tem menos de 48 anos. 08. Vera tem mais que 22 anos. 09. Cristina tem menos de 48 anos. 10. Claudia tem mais que 22 anos. 11. Claudia é mais velha que Simone e Vera. Resposta: Maria tem 48 anos / Cristina tem 43 anos / Simone tem 22 anos / Claudia tem 26 anos / Vera tem 24 anos.

31

Revista Cegonheiro


Revista Cegonheiro 109