__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

3 5 ª

Ed i ç ã o

-

Ano

IX

-

R $

15, 00

-

w w w.rev ist a z elo . c o m . b r

Moda

Couro, decotes e fendas em combinações glamorosas

Entrevista

Giuseppe Vecci: carreira, pré-candidatura e relação familiar

Casa Zelo

Mostra revela novo conceito em ambientes corporativos

Gourmet

Segredos do bacalhau e receitas tradicionais

Destino

Hotéis e pousadas oferecem exclusividade como diferencial


6


5 suítes

482,76m

Suíte Kingdom com

58,17m

2**

7

2

Vista única para o Parque Vaca Brava

CONSTRUÇÃO E INCORPORAÇÃO:

PARTICIPAÇÃO / INCORPORAÇÃO:

Piscina coberta e climatizada


Pelo olhar de dois grandes Profissionais da arquitetura, a Bontempo está presente na maior mostra de decoração do Brasil Aguardem!

Bontempo Goiânia

@bontempogoiania

Rua Treze, 894 - Setor Marista, Goiânia - GO Telefone: (62) 3215-8150


1. Assinatura prioritรกria

2. Assina


SUMÁRIO

34

38

88 34

ENTREVISTA Giuseppe Vecci fala sobre atual situação do País, da relação familiar e faz seu prognóstico para Goiânia 38 MODA

67 GOURMET Zelo revela os segredos do bacalhau, pescado que caiu no gosto dos goianos, que o consomem durante o ano todo 72 COMPORTAMENTO

No inverno 2016, shooting

Entenda como receitas passadas entre

revela um show de fendas,

gerações podem se ligar às nossas

decotes, franjas e muito couro 47 CASA Primeira edição da Mostra Olhar Consciente Office retrata um novo conceito em ambientes corporativos 58 LIFESTYLE

melhores lembranças 80 ARTES MARCIAIS Lutas transformam o corpo feminino e são ótima opção à monotonia das academias tradicionais 88 DESTINO

Eleonora Hsiung abre as portas de sua

Conheça hotéis e pousadas luxuosos, que

casa e mostra inspirações que rodeiam

oferecem como diferencial sofisticação,

vida pessoal e o ateliê que comanda

exclusividade e privacidade


EDITORIAL

EDIÇÃO GERAL

Rosângela Motta EDIÇÃO

Hannah Motta EDIÇÃO DE FOTOGRAFIA

Ângela Motta REPORTAGEM

Alexandre Parrode Alice Galvão Hannah Motta Juan Meloni Lucas Pereira Maria Cristina Furtado Osmar Régis FOTOGRAFIA

Kell Motta João Carlos Lucas Magalhães

ROSÂNGELA MOTTA

ÂNGELA MOTTA

DIAGRAMAÇÃO

Gabriel Evan Borba TRATAMENTO DE IMAGENS

por dentro da zelo

Vinícius Alves REVISÃO

Fátima Tolêdo PROJETO GRÁFICO

Carlos Sena JORNALISTA RESPONSÁVEL

Astero Motta (JP - 2233) ESTAGIÁRIO

Gabriel Evan Borba ZELO EM BRASÍLIA

Kell Motta (61) 9915-5115 IMPRESSÃO

Gráfica Formato MOTA EDITORA LTDA

Telefones: (62) 3259 6510/(62) 8501 0333 www.revistazelo.com.br redacao@revistazelo.com.br Rua T-36 nº 695, Sl. 506, Ed. Aquarius Center - CEP: 74.223-055 St. Bueno - Goiânia-GO A Revista Zelo não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nas colunas e artigos assinados por seus colaboradores e não tem vínculo empregatício com os mesmos.

CAPA NAKY (MEGA) USA JAQUETA PERFECTO ELLUS SECOND FLOOR E COLAR LOIRA MORENA, SUTIÃ C.CLUB PARA CARMEM CARDOSO E PULSEIRA FABRIZIO GIANNONE. FOTOGRAFIA VINÍCIUS MOREIRA, PRODUÇÃO RAFAEL GARCIA E BELEZA RODRIGO LOPES

O panorama econômico atual do País, agravado pela grave crise política, é um desafio para todos nós. Como manter o otimismo em momentos assim?! Aqui, na Zelo, aproveitamos para fazer o nosso melhor, encarando novos desafios. Acreditamos que manter uma atitude positiva, mesmo quando as notícias não são animadoras, é o melhor caminho. A partir deste mês, o portal da Zelo ganha um layout mais moderno, contemplando novos espaços. Com o desenho mais clean, as imagens ganham destaque, traduzindo na web o cuidado editorial e estético da publicação impressa. Além disso, o portal atual terá uma melhor navegabilidade, tornando a leitura mais dinâmica e prazerosa. As mudanças intensificam que a Zelo está presente em diversas plataformas digitais, como Instagram, site e revista. Na versão impressa, também saímos da zona de conforto: a Zelo ganhou novos pontos de distribuição, novas colunas e reafirmamos nosso compromisso como revista de contar boas histórias. A edição, aliás, está repleta de biografias interessantes. Entrevistamos o empresário Giuseppe Vecci, que faz uma avaliação do atual cenário político do País e relembra um pouco de sua trajetória. Já a irreverente designer de acessórios Eleonora Hsiung fala sobre as inspirações que rodeiam o seu atelier. Tem ainda uma matéria sobre temperos de família, que são passados de geração a geração, perpetuando aromas, sabores e afetos. “É sempre muito bom poder lembrar o passado, comendo, então, é melhor ainda!”, diz a empresária Ednara Braga. Quer mais? O bacalhau, uma das delícias lusitanas mais versáteis da gastronomia, também recheia esta edição. Estreamos a coluna Zelo Vinho, assinada por Ricardo Maranhão, que nos conta sobre o processo de produção do vinho do porto. No caderno Casa Zelo, destacamos a mostra Olhar Consciente, que exibe um novo conceito de ambientes corporativos. Você vai encontrar aqui mulheres que estão vencendo o preconceito e ocupando cada vez mais os tatames de luta. Nas sugestões de viagens, entregamos uma lista que remixa hotéis poderosos com pousadas cheias de charme. Tudo isso você confere nas próximas páginas, que têm ainda a modelo Naky, com edição de moda de Rafael Garcia, foto de Vinícius Moreira e beleza de Rodrigo Lopes. A Zelo já está nos melhores pontos de Goiânia. Se fosse você, correria para garantir a sua.

ROSÂNGELA MOTTA


Colaboradores

HANNAH MOTTA @hannah.motta

JUAN MELONI @juanmeloni

ALEXANDRE PARRODE

FRANCISCO BARROS

ASTERO MOTTA

MARIA CRISTINA FURTADO @mariacristinafurtado

@kelldamotta

FÁTIMA TOLÊDO

REGGIE MORAES

GABRIEL EVAN

LUCAS PEREIRA

ALEXANDRE LOZI

OSMAR RÉGIS

JOÃO CARLOS

RAFAEL GARCIA

VINICIUS MOREIRA

RODRIGO LOPES

@aleparrode

@asterofontenelle

PABLO KOSSA @pablokossa

@mfatimatoledo03

@outlucas

VINÍCIUS ALVES @alvini0808

CESAR NETO @cesarrnt

@fmgbarros

@reggiemoraes

@alexandrelozi

@joaocarlos84

@vinicius_vm

ALICE GALVÃO

@alicegalvaogyn

KELL MOTTA

RICARDO MARANHÃO @ricardoamaranhao

@gabriel.evan

@osmarregis

@rafaelgyn13

@rodrigolopsy

LIDI SANTOS @lidisantos


ARTIGO

o que você vai fazer em 2026? Há 10 anos eu sequer conhecia o bairro onde hoje tenho uma casa. Há 10 anos eu pirava no Orkut e aquilo para mim era a palavra final em redes sociais. Há 10 anos eu não via utilidade em um smartphone. Há 10 anos eu não tinha ideia do que era trap. E hoje ainda não sei. Há 10 anos eu não tinha nem projeto de conhecer uma das pessoas mais importantes de minha vida, a filha caçula. Há 10 anos eu falava mal da marca do carro que hoje tenho. E eu estava certo. Há 10 anos eu escolhia a cerveja pelo preço, sempre a mais barata. Há 10 anos eu não acreditaria em alguém que falasse que produzia cerveja em casa. Há 10 anos eu nem sonhava em trabalhar em alguns lugares que hoje me garantem o sustento. Há 10 anos eu acreditava no hexa na Alemanha com o quadrado mágico. Há 10 anos eu achava que o Goiás finalmente marcaria nome na América do Sul jogando a Libertadores. Há 10 anos eu via os Rolling Stones pela primeira vez no Rio de Janeiro e nem sonhava que os veria novamente uma década depois na mesma cidade. Há 10 anos eu sonhava em trabalhar em lugares que hoje me parecem saídos de um filme do Freddy Krueger. Há 10 anos eu gargalharia se alguém contasse que o Paul McCartney tocaria no Serra Dourada. Há 10 anos eu ainda acreditava em gente que hoje eu torço para nem encontrar na rua. E o que me impressiona nisso tudo é a arrogância humana. Se somos incapazes de projetar até mesmo míseros 10 anos em nossas próprias vidas, imagine dominar as verdades do universo. Ter certezas sobre Deus. Arrotar convicção sobre tudo. Faça o teste: tente adivinhar o que você estará fazendo em 2026 e anote. Daqui 10 anos, veja as anotações. O que eu estarei fazendo em 2026? Não faço a mínima ideia.

Pablo Kossa é jornalista, produtor cultural e mestre em Comunicação pela UFG


Unidade I: Alameda Coronel EugĂŞnio Jardim, 296. Setor Marista. (62) 3999-1508 Unidade II: Rua 227-A, 148. Setor Leste UniversitĂĄrio. (62) 3642-5774


ARTIGO

A Paris Poética de Edgar Morin tiva possui um misto de “subjetividade e objetividade, histórias de amor e estações de metrô, trabalho, aprendizado e luta, mas também momentos íntimos de mudanças e andanças”. Pensador original, que não se deixou seduzir por modismos, por crenças sectárias, por dogmatismos, Morin construiu a sua filosofia fazendo o que mais gosta: “travessias por todos os campos do saber”. Definindo-se como eterno estudante, ele sempre foi um arguto pesquisador que se colocou em posição de abertura a todas as influências. A autenticidade dos seus depoimentos autobiográficos nos coloca cara a cara com os acontecimentos mais marcantes da história contemporânea. Mas, também, com coisas triviais: amores, reuniões com amigos e andanças pelos bairros parisienses. A sua iniciação cultural teve uma forte influência do cinema, das canções e dos bailes populares. Tudo isso acontecia numa Paris que ainda não havia sido tragada pelo progresso, onde “os vizinhos conversavam de uma janela a outra, trocavam sal, manteiga ou pão em caso de necessidade e se ajudavam”. A cultura cinematográfica do início da década de 30, do século passado, relembra Morin, “me projetava no imaginário e ao mesmo tempo me iniciava no real”. Gostava de frequentar saraus, óperas, concertos, museus e livrarias. Para a sua formação intelectual, em busca de “verdades primordiais

e contraditórias”, Morin se nutriu de autores como Montaigne, Anatole France, Tolstoi e Dostoievski. Mas ele não renegou a cultura popular, das cançonetas, dos bailes populares, dos filmes baratos, desprezados pela elite intelectual. “A Cultura maiúscula na qual vim a desembocar recobriu minha cultura popular, mas não a destruiu”, anota o autor. Particularmente tocante é a descrição e reconstituição que Morin faz dos dias em que Paris foi libertada do jugo nazista. Ele relembra o convulso dia 25 de agosto de 1944, quando o estado-maior alemão se rendeu. Mas, sobretudo, o dia seguinte, quando ocorreu o grande desfile da Vitória, com os membros da Resistência Francesa percorrendo em carro aberto a Champs Élysées. Morin registra: “Choro de alegria, momentos indizíveis, inesquecíveis, um verdadeiro êxtase histórico.” Na atualidade, quando o debate intelectual entre nós se apresenta raso, superficial e sectário, conhecer a trajetória de Morin é um bálsamo. O autor do “pensamento complexo” tem muito a nos ensinar. Sobretudo, a não nos deixar contaminar pela aparência, pelo modismo, pelo apriorismo. Afinal, como bem definiu, somos seres dialógicos – 100% natureza e 100% cultura. Arte e ciência são complementares. A busca da totalidade é a verdadeira busca da plenitude, como sempre almejou, ao longo de sua longeva vida, o irrequieto garoto Edgar Morin. francisco barros é jornalista, escritor e diretor da interativa editora

REPRODUÇÃO

Edgar Morin é um dos maiores pensadores vivos da atualidade. Um intelectual, na melhor acepção do termo, que viveu intensamente o século XX. O que significa dizer: passou pela 2ª Grande Guerra, quando se engajou na Resistência Francesa, vivenciou as divergências com o Partido Comunista Francês e a ingerência soviética (episódios que culminaram com a sua expulsão das fileiras dessa agremiação), bem como pela Guerra da Argélia, Maio de 1968, Queda do Muro de Berlim, e tantos outros acontecimentos marcantes. Morin, que completa em 8 de julho próximo 95 anos, rememora todos estes fatos na sua obra Minha Paris- Minha Memória, publicada no ano passado pela Editora Bertrand Brasil. Trata-se, na verdade, de uma declaração de amor à cidade onde nasceu, cresceu e adquiriu uma formação intelectual que o elevaria ao posto de filósofo-sociólogo dos mais eminentes da França, tanto que recebeu do prefeito de Paris, Bertran Delanoë, a mais alta condecoração da cidade. Foi o seu discurso de agradecimento que acabou despertando em nosso personagem o desejo de escrever as suas memórias. Por que Paris? Ele explica: “Quase todos os principais eventos da minha vida ocorreram em Paris – aqui, eu vivi meus momentos importantes.” E acrescenta: “Inevitavelmente, minhas memórias pessoais confundem-se com as de uma Paris que não é a mesma dos dias de hoje.” O tempero da sua narra-


PARCELA SA PARTIR DE R$ ,00 MENSAIS *

690

FAÇA PARTE DESSE SUCESSO

FINANCIAMENTO DIRETO COM A CONSTRUTORA

nexusgo.com.br Incorporação e construção:

AV. D COM AV. 85, SETOR MARISTA

Parceiro:

Vendas:

STAND DE VENDAS:

3086-2100 *Valor referente a unidade 207 com área privativa de 35,81 m2. Entrada de R$ 9.265,75 + 4 parcelas de R$ 2.316,44 + 46 mensais de R$ 690,62 + 4 anuais de R$ 17.207,83 + 66 mensais de R$ 1.002,79 + 5 anuais de R$ 15.884,15. Valor total de R$ 264.735,81 - Todas as parcelas de preço são reajustáveis mensalmente, nos termos do compromisso a ser firmado. Tabela com validade até 15 de abril de 2016. Valor sujeito a alteração. R5-288.286. Imagens ilustrativas.


S.O.S.CERIMÔNIA ALEXANDRE LOZI alexandre@grupolozi.com.br

DIVULGAÇÃO

Parfum! Bebida e comida impecáveis, pista animada e decoração maravilhosa. Esses fatores são certamente os mais apreciados pelos convidados de um casamento. Mas, como tudo na vida, os detalhes fazem toda a diferença! Um dos conceitos mais atuais na gestão das empresas é o marketing sensorial, que vem sendo totalmente aplicado aos eventos. Aromatizar um casamento, por exemplo, é certeza de gerar memória a ele. Criar uma essência que transmita a personalidade do casal de noivos é o segredo! Comece na aromatização do convite, passe pelas lembranças dos padrinhos e termine com a aromatização de todo o ambiente da recepção.

De dar água na boca

Penetras As festas de 15 anos sempre foram datas esperadas, não somente pela aniversariante, mas também pelos convidados e mais especificamente pelos famosos “penetras”. Pode soar estranho, mas eles buscam diversas estratégias para entrar nesses eventos: falsificam convites, pulam muros e até subornam seguranças. Os profissionais do segmento têm pensado em formas rígidas de minimizar esses riscos, criando convites diferenciados. O sistema mais atual é o uso de cartão magnetizado, que pode contar até com leitor de código de barras.

Nas festas, as mesas de doces são grandes cenários que geram curiosidade e expectativa. Muitas novidades surgiram no segmento de pâtisserie. Primeiro foram as famosas confeitarias com inúmeras variedades de tortas e doces franceses. Depois as sorveterias e brigaderias chegaram a todo vapor. Em seguida, doces mais populares como churros e pipoca foram repaginados e ganharam carinhas sofisticadas. A tendência agora, e que será sucesso em breve, são as sobremesas gourmets preparadas na hora do evento por um chef especializado ou pela equipe do buffet. Tudo isso com bastante açúcar e afeto!

Up to date Blogs e facebooks especializados já deixaram de ser novidade no universo das noivas. Conectadas 24h, acompanham os lançamentos no universo dos casamentos. O instagram ajudou muito na democratização da “bride experience”, é como se a noiva estivesse no evento. Mas como tudo que é tecnológico evolui rápido, a última tendência é o snapchat. Profissionais mostram em seus vídeos diários novidades e eventos realizados em tempo real. As noivas, por outro lado, mostram seu dia a dia, contratação de fornecedores, escolha do vestido e as mais fortes emoções vividas. Agora dá para acompanhar de perto os bastidores desse dia mágico!


23 Qualidade aprovada pelo

Ensaios realizados pelo Laborat贸rio L. A. Falc茫o Bauer conforme relat贸rios LPC/L-258.793/1/15 e LPC/L-258.793/2/15 de acordo com as normas da ABNT NBR 16259.


RIOMAIS OSMAR RÉGIS osmar.regis@hotmail.com

DIVULGAÇÃO

Da vovó

O projeto Ouvidor na Cozinha, criado em 2014, com os integrantes do Samba da Rua do Ouvidor, propõe agregar samba e culinária. O evento acontece todo último domingo do mês, no Espaço Franklin, na Avenida Passos, 36, Centro Histórico do Rio. A cada evento, um bar prestigiado do Rio de Janeiro é convidado para servir os quitutes. Já marcaram presença nas edições anteriores o Bar da Gema, Bar do Momo e Aconchego Carioca.

Parada obrigatória de figurinistas, fashionistas e aficionados por moda vintage à procura de artigos dos anos 50, 60 e 70, a De Salto Alto é um brechó que funciona desde 1998. Com nome inspirado no filme homônimo de Pedro Almodóvar, é também conhecido como o brechó do Pantera – apelido do dono divertidíssimo e excêntrico da casa, Marcos Barreto. Com referências pop, roupas femininas e masculinas, luminárias futuristas, vinis antigos e bibelôs curiosos, abriga, além de vestimentas, mobiliário, livros e revistas antigas. A casa também compra artigos de quem está interessado em vender.

Pra dançar A sede do mais tradicional bloco carnavalesco do Rio de Janeiro, o Cordão da Bola Preta, tem espaço para shows com capacidade para 500 pessoas e o temático Bar da Bola, com fotos de desfiles antigos que contam a história do bloco. Toda semana abriga as mais diversas festas, principalmente aquelas que celebram a música e os ritmos brasileiros, como a “Mistério do Planeta” e a “Barato total”. Um lugar que vale a visita daqueles que querem dançar até o sol raiar!

Em família O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) traz, até dia 1º de maio, o espetáculo A tropa, vencedor da 7ª edição do concurso de dramaturgia Seleção Brasil em Cena. A peça gira em torno do encontro de um pai hospitalizado e seus quatro filhos. Um verdadeiro acerto de contas familiar recheado de humor e afeto, que tem a história brasileira como pano de fundo, dos tempos da ditadura militar à Operação Lavo Jato. Neste reencontro, os cinco discutem mágoas e revelações do passado, expondo outras enfermidades – ideológicas, sociais e familiares.

Samba para degustar


25


CTRLSP

REGGIE MORAES reggiemoraes@yahoo.com.br DIVULGAÇÃO

Exposição A exposição O Mundo de Tim Burton está em São Paulo, no Museu da Imagem e do Som. São mais de 500 itens que fazem uma retrospectiva da carreira do diretor, entre desenhos, fotos, bonecos, esboços de roteiros e rascunhos. Conta também com uma sala inédita que revela quais foram as inspirações que influenciaram Tim em seu trabalho. O público que planeja entrar no mundo lúdico do cineasta pode acompanhar no perfil do Spotify do museu uma playlist com músicas escolhidas pelo próprio diretor para acompanhar o visitante durante o passeio, e outra com músicas que fizeram parte de seus filmes. Pode ser conferida até 15 de maio. www.mis-sp.org.br

No topo de São Paulo 26

Entre janeiro e fevereiro, São Paulo recebeu um dos eventos mais aguardados dos primeiros meses do ano, a Heineken Up on the Roof, uma série de festas disputadíssimas que sempre acontecem no alto de alguns dos prédios mais icônicos da cidade. Desta vez, o topo do edifício Mirante do Vale foi casa para o evento que teve como tema “I (Heart) São Paulo”, no qual o público foi convidado a declarar seu amor pela cidade. Além das festas e DJs, passaram também por lá grandes nomes da música nacional. Só resta aguardar para saber quando e onde será a edição 2017! Saiba mais no Facebook: Heineken Up On The Roof

Kinho Concept Aficionado por moda, arte, decoração, azulejos e painéis, o designer Kinho Silva resolveu lançar uma linha de decoração para ambientes, onde a ideia é transportar imagens para painéis de mosaico em azulejos, usando técnica digital e resina especial, grande tendência atual no mercado de arquitetura e decoração. As principais peças são nichos ou painéis azulejados e porta-copos. Saiba mais no Facebook: Kinhoconcept

Music Non Stop A jornalista Cláudia Assef lançou o site Music Non Stop, apostando em um conteúdo focado no ser urbano que curte música, arte e noite. Cláudia, que também é DJ, tem passagens pela Folha de S. Paulo, portal Vírgula da Uol, artigos já publicados nas revistas Bizz, Bravo, DJ World. É autora do livro Todo DJ Já Sambou - A História do DiscJóquei no Brasil, sobre a cultura DJ, lançado em 2003. Esse know-how mostra a importância do novo portal com entrevistas, sets e conteúdos exclusivos. Enjoy! www.musicnonstop.com.br


RUA 9 N째 1.493, ST MARISTA (ACIMA DA AVENIDA D) (62) 3241-7500 / 9935-7500 @loiramorenaboutique /loiramorenaboutique


TREND ALERT LIDI SANTOS lidiane@lidisantos.com.br

28

Ousadia feminina BALMAIN

DIVULGAÇÃO

As primeiras semanas de moda internacional do ano trazem um guarda-roupa feminino surpreendente, com um mix inusitado, mas cheio de atitude: romantismo e pitadas dos estilos gótico e grunge são a grande tendência para o composê do look contemporâneo do outono/inverno 2016/17. A cintura chega em evidência. Esteve presente, de formas diferentes, nos desfiles de várias marcas, como Dior, Louis Vuitton, Balmain, Diane Von Furtenberg e Maison Margiela. Cintos, faixas, estampas, recortes e modelagem mostraram como a tendência bem trabalhada pode proporcionar um novo astral para a produção. O preto aplicado aos tecidos e à maquiagem também tornou-se presença cativa nas passarelas. E o verniz chamou a atenção não só nos acessórios, mas também em peças do vestuário. A tendência desta temporada é muito clara: atitude e ousadia regadas a muito brilho, mas sem perder a elegância e a feminilidade.

MAISON MARGIELA

DIOR

MIU MIU

LOUIS VUITTON

DIOR


HIGH-TECH ASTERO MOTTA astero@revistazelo.com.br

TV dobrável

DIVULGAÇÃO

Já imaginou poder enrolar uma TV como um jornal? A LG acaba de apresentar uma nova tela, com tecnologia OLED, que pode ser dobrada e amassada. O protótipo possui 45,7 cm de ponta a ponta, mas a marca planeja telas acima de 55 cm. Nessa dimensão, a empresa diz que conseguirá produzir uma qualidade de 4K, ou seja, quatro vezes maior do que o HD. O produto ainda não tem previsão de lançamento comercial.

30

Prato inteligente Acompanhar as refeições nunca foi tão fácil. O SmartPlate é um prato com sensores de reconhecimento de objeto e de peso que analisa os alimentos que você está consumindo e envia todas as informações ao dispositivo móvel do usuário, como valores de calorias, proteínas, carboidratos, açúcar e gordura.

Drone para passageiros A companhia chinesa Ehang anunciou o primeiro drone do mundo capaz de transportar uma pessoa. Não é necessário pilotar, basta programar o percurso em aplicativo e levantar voo. O aparelho, chamado Ehang 184 Autonomous Aerial Vehicle (AAV), tem bateria para funcionar durante 23 minutos a nível do mar, pode atingir velocidade máxima de 100 km/h e chegar à altitude de até 3,5 km.

Novo LG K10 Em ação exclusiva na loja Fujioka do Flamboyant, foi apresentado o novo LG K10, que integra a recente linha de smartphones intermediários da companhia, a Série K. O aparelho conta com a função Quick Selfie, que permite de jeito prático e rápido tirar selfies. O processador Octacore 1.14 GHz Mediatek traz mais agilidade e fluidez e é um dos grandes destaques do modelo.

Geladeira do futuro O futuro chegou de vez à cozinha. A Samsung anunciou, na edição 2016 da feira tecnológica Consumer Electronic Show, a Family Hub Refrigerator, uma geladeira inteligente com tela touch full HD de 21,5 polegadas que permite postar, compartilhar, fazer lista de compras e ver vídeos e fotos. Por meio de três câmeras dentro do frigorífico, é possível acessar as imagens do interior a qualquer hora com o smartphone do usuário, o que pode facilitar muito na hora das compras.


Estamos celebrando a imaginação. CASA COR. 30 ANOS SURPREENDENDO VOCÊ.

12/05 A 22/06 AV. TOCANTINS, 777 SETOR CENTRAL - GOIÂNIA

31

Teatro Goiânia

Casa Cor Goiás

casacor_goias

casacor.com.br


SÓPARAHOMENS CÉSAR NETO cesarr.nt@gmail.com

Faroeste

Sob medida

O inverno 2017 masculino da Dolce & Gabbana chega repleto de jaquetas, blazers e moletons decorados com motivos western: rosas, cactos, chapéus e até armas fazem referência aos filmes de faroeste. A nova coleção da grife italiana é cheia de itens desejo, um mix de máfia, banguebangue e hip-hop. Na dúvida do que escolher? Os ternos continuam em alta: paletó de dois botões, nem muito justo nem muito amplo.

A linha Made to Measure da Giorgio Armani mostra sua mais nova campanha com o ator Matt Bomer, que acabou de contracenar com Lady Gaga em American Horror Story: Hotel, Dan Steves, o charmoso Matthew Crawley, de Downton Abbey, e o chinês Kun Chen, supergalã de filmes chineses com espada. Os três atores aparecem em imagens P&B fotografadas no palco de um teatro e vestem os ternos da linha. DIVULGAÇÃO

Stella McCartney para homens O grande boato que circula a respeito de Stella McCartney é que ela estaria preparando sua 1ª coleção masculina sob a etiqueta homônima para primavera-verão 2017. Se for confirmado, o lançamento deve acontecer já em junho. Pode não parecer, mas a estilista começou sua carreira na moda criando peças masculinas, e foi aprendiz de Edward Sexton, tradicional nome da alfaiataria Saint Martins. Roupas casuais aliadas à alfaiataria podem ser uma das perspectivas para a nova coleção.

Comida saudável

De olho na gravata

Superpreocupados com a saúde e de olho nas calorias, os homens, cada vez mais vaidosos, estão trocando velhos hábitos de má alimentação por alimentos mais coloridos, saudáveis e ricos em vitaminas. Os nutrólogos estão com os consultórios cheios de pacientes em busca de maior qualidade de vida e Goiânia tem ganhado mais e mais restaurantes destinados a uma alimentação saudável. A dica fica por conta do Mix Tropical, restaurante com cardápio variado, cheio de opções leves e ambiente arejado. Localizado na Avenida Ricardo Paranhos, tem como chef a prestigiada Emiliana Azambuja.

A história conta que a gravata teria sido criada pelos romanos há muito tempo e disseminada na Europa pelos Croatas, caindo no gosto dos franceses, que adoraram o acessório. As peças mudaram e tornaram-se item de moda essencial no guarda-roupa masculino. Os designers têm ultrapassado os limites e modelos podem, sozinhos, montar ou quebrar um visual inteiro. São estampas exclusivas e sedas caríssimas, como nesse exemplar de Christian Lacroix.


Nova Unidade HUMANA MEDICINA REPRODUTIVA Corpo Clínico • Dr. Corival Castro • Dr. Eduardo C. de Castro • Dr. Fernando Costa Santos • Dra. Marta Franco Finotti • Dra. Mylena Rocha Camarço • Dr. Rodopiano Florêncio • Dr. Vinícius de Oliveira

Transformar o sonho de muitos casais em realidade é nosso foco principal. Priorizando sempre um atendimento de excelência a CLINICA HUMANA inaugurou mais uma NOVA UNIDADE. Um centro moderno, no Setor Marista, voltado para oferecer aos nossos clientes toda a tecnologia, profissionalismo e conforto que uma clínica de primeiro mundo pode proporcionar.

Embriologista • Jane Porfírio Exames de Ultrassonografia Consultórios: • Reprodução Humana • Ginecologia e Obstetrícia • Pediatria • Cirurgia Plástica • Andrologia e Urologia

Endereço da Nova Unidade: Rua 1.129 n° 730 - Setor Marista CEP 74.175-140 Fone (62) 3946-9050 www.humanamedicinareprodutiva.com.br Dr. Rodopiano Florêncio Diretor Técnico - Médico CRM 3117


ENTREVISTA

Giuseppe Vecci: “Goiânia carece de uma perspectiva de futuro” Alexandre Parrode Pré-candidato a prefeito de Goiânia, o deputado federal Giuseppe Vecci (PSDB) tem uma longa carreira na política goiana. Embora nunca tenha disputado mandato eletivo antes da eleição de 2014, o empresário e dono da Faculdade Cambury sempre esteve muito ligado à administração pública. Foi secretário de Planejamento durante o governo de Henrique Santillo e também de governos de Marconi Perillo. É amigo e foi braço direito do atual governador, tendo participado da criação de vários programas de sucesso, como a Universidade Estadual de Goiás (UEG) e o Renda Cidadã. Em entrevista à Zelo, Vecci relembra um pouco de sua história, fala sobre a atual situação do País e apresenta seu prognóstico para Goiânia, caso eleito prefeito. ZELO - Como o senhor recebeu a indicação do seu nome como pré-candidato do PSDB à Prefeitura de Goiânia? Vecci - Coloquei-me como candidato para poder realizar, ajudar as pessoas e melhorar a qualidade de vida de todos. Moro na Capital há 44 anos. Tive a oportunidade, como cidadão, gestor e empresário, de participar das grandes transformações ao longo dos últimos anos. Cheguei aqui no início da década de 1970, uma cidade sem tantos problemas como temos hoje, mas já àquela época um polo da região Centro-Oeste. Em 1975, na faculdade de Economia, trabalhava na Metago, como rádio-operador e xeroqueiro. Fui presidente da Associação dos Servidores da empresa, no início da década de 1980, e em 1985 tive meu primeiro cargo público: diretor de planejamento. Logo após participei da

campanha do ex-governador Henrique Santillo, e acabei sendo secretário de Planejamento de seu governo. Em 1991, deixei a administração pública e montei a Faculdade Cambury. Acabei sendo convidado para trabalhar no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), como diretor da Secretaria de Assistência Social. Estive na pasta quando foi criada e implantada a LOAS – Lei Orgânica da Assistência Social. Em 1998, o governador Marconi Perillo (PSDB) me convidou para trabalhar em sua primeira campanha. Desde então eu tenho participado de todos os seus governos. Ajudei o governador a montar quase todos os projetos e programas sociais, como o Renda Cidadã, a Universidade Estadual de Goiás (UEG), Vapt Vupt, Cheque Moradia e o Bolsa Universitária. ZELO - Nunca tinha tido vontade de disputar eleição antes de 2014? Vecci - Sou do PSDB desde 1990, mas nunca havia disputado mandato. Já ajudei vários companheiros, participei de muitas campanhas, mas pessoalmente nunca havia sido candidato. ZELO - O senhor é apontado como gestor, administrador. É isso que Goiânia precisa? Vecci - Diria que nossa bela e querida cidade está maltratada. A prefeitura, incapaz de realizar um planejamento. É fundamental que restauremos o orgulho dos goianienses. E esse orgulho só virá se você conseguir ter serviços públicos de qualidade. Para tanto, é preciso liderança, compartilhar o governo com os demais setores da sociedade organizada. A partir daí, em um trabalho conjunto, realizar ações.

Pré-candidato a prefeito da Capital, deputado tucano destacou sua trajetória política no Estado e garante que vai aproximar a administração da sociedade


FOTOS: ÂNGELA MOTTA

ZELO - Quais são os maiores desafios da cidade? Vecci - Alguns problemas são característicos de cidades grandes, como a violência, a insegurança... Certamente não é só de Goiânia, é do País. Diria que aqui há alguns prementes que o prefeito tem que chegar resolvendo: tapar os buracos da cidade, que está toda esburacada; iluminação e limpeza. São coisas rápidas que estão esquecidas. O prefeito não dá conta de fazer tudo sozinho, reconheço, mas quando há liderança, você consegue aglutinar a sociedade civil organizada para, juntos, superar os problemas. Mais do que ter proposta, é saber ouvir as pessoas. Goiânia carece de uma perspectiva de futuro. ZELO - Já desenvolveu algum projeto? Vecci - Temos algumas ideias. Por exemplo, criaremos subprefeituras para aproximar a administração da população. Regionalizar os órgãos da prefeitura, descentralizando serviços. Criar serviços novos, como o Vapt Vupt municipal. Temos que estar presentes na vida dos cidadãos. ZELO - Indicado como o nome do PSDB, como pretende construir sua

35

Faltam recursos para todos os lados, mas isso não pode ser um problema. Ninguém elegeu vereador, prefeito e governador para ficar chorando dificuldade. Elegeu para que ele possa, com garra e determinação, resolver os problemas básicos da população. É isso que falta em Goiânia, uma gestão com planejamento e prioridades, para que a gente possa dar uma vida melhor para as pessoas.


campanha? O senhor mesmo fará o plano de governo? Afinal, já fez quatro bem-sucedidos (risos). Vecci - Por isso que eu disse, é preciso ouvir as pessoas. O povo está ávido para dar opinião. Há uma descrença, um ceticismo muito grande para com os políticos. A população coloca todo mundo na vala comum. É preciso ter paciência para ouvir e captar os anseios. Junto com isso, construir grupos de trabalho para o plano de governo. As várias áreas e várias regiões da cidade. Vamos avançar fazendo uma campanha de prefeito como se fosse vereador. Indo de bairro em bairro, casa por casa. ZELO - Quando o senhor decidiu deixar o governo para disputar eleição, ser candidato a deputado federal, como foi a reação de sua família? Vecci - Sempre me apoiaram muito. Tenho três filhos, Gabriel, Lucas e Laura, que sempre me apoiaram. Agora, é uma vida diferente. Uma moradora da Vila Mutirão me disse uma frase que me marcou muito. Estávamos conversando e ela me agradeceu “por ter deixado a zona de confor-

to de deputado e vir a ser candidato a prefeito de Goiânia”. É um desafio, mas política deve ser assim. Não adianta ficar só criticando. Não tem como mudar a cidade, o Estado e o País se não for pela política. ZELO - Seus filhos ajudam o senhor, gostam de política, têm interesse de seguir a carreira? Vecci - Não. Acho que não. Bom, até hoje não, mas não sei (risos). Se você for pensar, eu entrei na política tarde. ZELO - Por parte deles, houve reclamações quando o senhor participou de campanhas ou quando foi secretário? Vecci - Quando eu não estava no governo, estava na empresa, então, acaba que não tinha todo o tempo que gostaria de ter para meus filhos. Eles, quando mais novos, demandavam mais tempo, aí reclamavam, sim. Dentro do possível, consegui ser um pai presente. ZELO - Era muito rígido? Vecci - Eu sou um pouco obcecado por resultados... E isso não é uma coisa que se conversa. Número é número.

Digo sempre que, em Deus, eu acredito, o resto tem de me mostrar resultados. Ou seja, eu quero dados concretos, indicadores de que há progresso. Seja nas notas na escola ou na vida pessoal, como pessoa. Mas só tenho a agradecer. Tenho filhos muito bons, dedicados, atenciosos. ZELO - O que o senhor faz no tempo livre? Vecci - Gosto de cinema, música e de me exercitar. Há muitos anos, é só chegar ao horto às 6 horas da manhã que vai me ver caminhando. Também gosto muito de pescar e leio sempre que posso. ZELO - Tem algo preferido para se fazer em Goiânia? Vecci - Ir a restaurantes. Acho que Goiânia tem se tornado um polo gastronômico. ZELO - Por falar em restaurantes, empresas e a atual situação do Brasil, como o senhor avalia, como empresário, cidadão mesmo, a situação econômica do País? Vecci - Existe uma crise muito forte. Desemprego, empresas fechando, diminuindo oferta de emprego... Há uns dias fui a uma churrascaria e me encontrei com um amigo que é proprietário de uma revendedora de veículos na Capital. Ele me contou que vendia 700 veículos por mês. Naquele dia, acho que era 26 ou 27, ele tinha vendido 69. Quer dizer, de 700 veículos para 70. E na própria churrascaria, questionei um dos garçons porque estava tão vazio. Ele me respondeu: “Senhor, já foram demitidos 14 garçons.” Imagine! Isso é só um reflexo do que está em toda a cidade. Sem contar na quantidade de placas de “aluga-se” e “vende-se” espalhadas por aí. É muito triste. É um jogo de “perde-perde”. ZELO - E parece que não há um fim para essa crise... Vecci - Falta esperança. Não é só o momento ruim pelo qual estamos passando... Falta perspectiva de futuro. Não temos uma liderança nacional que possa aglutinar os interesses maiores do País.


EDIÇÃO DE MODA: RAFAEL GARCIA FOTOGRAFIA: VINÍCIUS MOREIRA


BLUSA E SAIA EM COURO MURAL PARA LOIRA MORENA E BRACELETE FABRIZIO GIANNONE.


JAQUETA CARINA DUEK, BLUSA TRICÔ IORANE E CALÇA DE COURO ANIMALE PARA IVANA MENEZES, BOLSA SANTA LOLLA E ANÉIS FABRIZIO GIANNONE.


CASACO JACQUARD IORANE, BODY ALPHORRIA PARA IVANA MENEZES E BOTA SANTA LOLLA.


42


VESTIDO E BLAZER CAOS PARA CARMEM CARDOSO E SANDÁLIAS SANTA LOLLA. NA PÁGINA AO LADO, BLUSA DE FRANJA CORPOREUM, CALÇA E CINTO MURAL PARA CARMEM CARDOSO.


44

VESTIDO COVEN PARA IVANA MENEZES.


BODY RAFAELLA GURGEL, COLAR LOIRA MORENA, SAIA NOD PARA CASULO MODA COLETIVA E BOLSA SANTA LOLLA. ABAIXO, BLUSA CORPOREUM PARA RAFAELLA GURGEL, COLAR ELEONORA HSIUNG E PULSEIRA FABRIZIO GIANNONE.

FOTOGRAFIA: VINÍCIUS MOREIRA EDIÇÃO DE MODA: RAFAEL GARCIA STYLISTS: NATHAN OLIVEIRA E EVANDRO SELVA BELEZA: RODRIGO LOPES MODELO: NAKY (MEGA) ASSISTENTE DE FOTOGRAFIA: CACÁ CESCON AGRADECIMENTOS: HOTEL PRESIDENTE E NYG


46

DIVULGAÇÃO

CONSUMO

Fashionista por menos Outlet Premium Brasília atrai turistas de várias regiões do Estado e do País

A alta do dólar frustrou os desejos de compra de muitos consumidores que planejavam viajar para o exterior. Mas a boa notícia é que, mesmo em meio a um cenário econômico desfavorável, é possível encontrar ótimas opções de compras em localidades próximas. Uma das atrações para quem busca por descontos ou está passando pelo Distrito Federal é o Outlet Premium Brasília. “Comprar aqui se tornou ainda mais vantajoso, já que, além de não precisar pagar passagem e hospedagem e tarifa de IOF no cartão de crédito, com o dólar acima dos R$ 3,50,

os preços ficaram mais baratos comparados com os do exterior. No Outlet Premium, muitos lojistas oferecem a possibilidade de parcelar suas compras, além de concederem produtos com desconto até 80% maior do que a etiqueta. Na ponta do lápis, é muito mais interessante comprar no Brasil”, afirma o diretor-presidente da General Shopping Brasil, Alexandre Dias. Inaugurado em 2012, o centro de compras está estrategicamente localizado na BR-060, em Alexânia (GO). A 50 minutos do plano piloto, 1 hora de Goiânia e a 50 minutos de Anápolis, o empreendimento atrai turistas de vá-

rias regiões do Estado e do País. Fazem parte do seu portfólio marcas como Nike, Lacoste, Calvin Klein, Le Lis Blanc, Aramis, Animale, Ellus, Schutz, Shoulder, Levi’s, TNG, Polo Wear, M. Martan, Brooksfield, Carmen Steffens, Adidas, CNS, Polishop e Cavalera. Para garantir o conforto do cliente, o local possui ainda praça de alimentação, brinquedoteca, fraldário e estacionamento gratuito para carros e motos.

OUTLET PREMIUM BRASÍLIA BR-060, KM 21 – ALEXÂNIA/GOIÁS WWW.OUTLETPREMIUM.COM.BR/BRASILIA TELEFONE: (62) 3336 7300


CASA

Olhar Consciente

Goiânia recebe mostra voltada para decoração de ambientes corporativos

ELTON ROCHA

Expo Revestir

Revestimentos ganham coleções e materiais assinados por designers


DECORAÇÃO

FOTOS: GEOVANNA CRISTINA

REQUINTE E SOFISTICAÇÃO MARCAM O OFFICE DA DESEMBARGADORA, ASSINADO PELA ARQUITETA CAMILA CARAMASCHI

48

olhar consciente Primeira edição da mostra revela um novo conceito de ambientes corporativos: dinamismo continua, mas aconchego e tecnologia ganham nova importância

Hannah Motta Se você pensa no velho gabinete de trabalho, com escrivaninha, estante apinhada de livros e tons sóbrios na decoração ou no típico escritório com baias, diretores em salas isoladas, raros espaços sociais e entraves à comunicação entre os funcionários, é hora de rever seus conceitos. Nesses tempos em que se pode trabalhar em qualquer lugar, sem a necessidade da presença física na empresa, o ambiente corporativo clama por transformação. Chegamos a uma época em que as empresas demandam ambientes cada vez mais dinâmicos, tecnológicos, com ares de descontração e propícios à inovação. Pensando nisso, funcionalidade e soluções inovadoras são os pilares da primeira edição da Mostra Olhar Consciente de Arquitetura e Design Corporativo. Idealizada pela Consciente Construtora e Incorporadora, em parceria com a JFG Incorporações, é a primeira

mostra do Centro-Oeste voltada para ambientes corporativos. Realizada no Nexus Shopping & Business, em uma área de 1.100 metros quadrados, conta com 16 ambientes, que vão desde o lounge e jardim de entrada até criações antenadas às profissões atuais, como o Studio da Blogueira e o Office do Agrobusiness. São ambientes pensados para atender tanto as profissões consagradas regionalmente como as que crescem sem medida, motivadas pelo sucesso da internet. Arquitetos e designers de interiores elaboraram soluções eficazes, que combinam aconchego e eficiência em formatos flexíveis, de acordo com as necessidades do cliente. Salas versáteis se revezam com fluidez, cultivando bem-estar e integração. A mostra é uma excelente fonte de inspiração para empreendedores que, agora, ganham estímulo para conferir maior funcionalidade e praticidade ao dia a dia de trabalho.

SALA DE REUNIÕES, DE JOSY BRANDSTETTER E DENIS REZENDE, TEM FOCO EM CONFORTO E FUNCIONALIDADE


O DESIGNER DE INTERIORES ROBERTO FRÓES FOI O RESPONSÁVEL PELA ELEGANTE E DISCRETA CIRCULAÇÃO ENTRE OS AMBIENTES

KELLY SANTOS, THÁLITA SCHAIBLICH E THAÍS FERNANDES IMAGINARAM UM AMBIENTE MODERNO, MAS SINGELO, PARA O OFFICE DO AGROBUSINESS

LETÍCIA ORIZAM SUGERIU UMA DECORAÇÃO DESCONTRAÍDA COM TOQUES SOFISTICADOS NO OFFICE DA PUBLICITÁRIA


REQUINTE

A RIGIDEZ DE UM CONSULTÓRIO É QUEBRADA NO AMBIENTE POR MEIO DE BOAS IDEIAS DE DECORAÇÃO APLICADAS EM UMA BASE NEUTRA ÂNGELA MOTTA

GEOVANNA CRISTINA

Consultório Real Ambiente destaca requinte e aconchego através da mistura de atmosfera clássica e elementos modernos Por Lucas Pereira

MOBILIÁRIO IMPONENTE E TECNOLOGIA DESTACAM-SE NO SOFISTICADO AMBIENTE PROJETADO POR HANNA

WILLIAM HANNA (62) 8542 1188 / 3622 6343 EMAIL: ARQWILLIAMHANNA@GMAIL.COM

O arquiteto William Hanna teve em suas mãos o desafio de elaborar um ambiente que agregasse conforto e funcionalidade com um propósito bastante específico: criar um espaço possível, mas sem perder o toque conceitual. O Consultório Médico projetado por ele em homenagem ao cirurgião plástico Urias Carrijo mescla estilo clássico e elementos contemporâneos com parcimônia. “Eu quis propor um ambiente real, que poderia perfeitamente funcionar”, garante. Hanna dividiu os 33 metros quadrados do ambiente entre recepção, copa, lavabo, estar e, finalmente, a sala de atendimento. Garante que a intenção foi ‘espacializar’ o lugar para justamente atender a todas essas necessidades usuais. “É um ambiente que prima pelo aconchego e por receber bem as pessoas”, enfatiza ele, que

também não abriu mão de glamour e sofisticação no projeto. Para fugir da atmosfera fria que um consultório pode ter, apostou no uso da madeira e uma paleta de cores mais ampla. Tons de branco e cinza ganharam a companhia do vermelho vivo, na estampa do tapete do estae, e dos tons de dourado nos móveis e nos pendentes de cristal na cor champanhe. “Trabalhei com iluminação pontuada. No espelho, por exemplo, onde os pacientes seriam avaliados, a luz é evidenciada”, explica. O mobiliário destaca peças clássicas e imponentes, mas a interferência de elementos tecnológicos é o grande diferencial do espaço. A mesa do consultório, por exemplo, é em Dekton, uma pedra industrializada que leva o título de superfície mais compacta do mundo. “Além da estética, o ambiente precisa ter um aroma, uma atmosfera, elementos que agreguem valor e agucem os sentidos”, arremata o profissional.


MULTIFUNCIONAL

Bem-estar corporativo Sinergia e integração norteiam o projeto Sala de Imprensa, assinado por Rose Campos Vaz Por Alice Galvão Quem foi que disse que não dá para humanizar e dar conforto à rotina de uma redação? Tudo bem que o trabalho jornalístico seja corrido, mas foi-se o tempo em que este ambiente era sinônimo de pizza fria, refrigerante quente e muito tumulto. Pensando no diálogo entre trabalho e estar, a arquiteta Rose Campos Vaz elaborou uma proposta funcional, humanizada e cheia de sofisticação para a Sala de Imprensa da Mostra Olhar Consciente. Em um ambiente de 80 metros quadrados, foram criados espaços que se complementam graças à escolha dos revestimentos, cores e objetos de decoração. Apesar de predominar a iluminação focal, o ambiente valoriza duas luminárias italianas by Karim Rashid. Destaque também para as arandelas, que emolduram o revestimento geométrico em alto relevo instalado em uma das paredes, dando efeito de volumetria. À direita fica um estar para a realização de entrevistas, com poltronas e tapete. “O espaço ficou posicionado de forma que quem entra na mostra pode

circular tranquilamente sem incomodar a equipe de reportagem e o entrevistado”, descreve Rose. Já ao lado fica o espaço gourmet. “Esta parte serve tanto como uma copa de apoio como para a recepção de clientes e convidados”, explica a profissional, que também é designer de interiores. Atrás do balcão, uma parede púrpura chama a atenção. “Esta é a minha cor para 2016”, revela a profissional, que inovou ao instalar um cobogó (painel cimentício vazado com formas geométricas) na cor branca, que serve como base para o balcão de serviço, além de uma parede à frente, que recebeu iluminação embutida com tubulares de led, criando um interessante efeito de luz e sombra. Como não poderia deixar de ser, o projeto também é composto por uma redação, com estações de trabalho, pontos de energia e acesso wi-fi, além de uma sala de estar para conversas informais e convivência. ROSE CAMPOS VAZ (62) 3932 5776 / 9607 5700 EMAIL: ROSE@ROSECAMPOSVAZ.COM.BR

GEOVANNA CRISTINA

SALA DE IMPRENSA CRIADA PELA ARQUITETA ROSE VAZ MISTURA TEXTURAS E CORES EM UM DESENHO LIMPO, MARCANTE E MULTIFUNCIONAL

51

ÂNGELA MOTTA


ELTON ROCHA

CONFORTO

Bela acolhida

ÂNGELA MOTTA

52

MESA DESENHADA PELOS ARQUITETOS E PAINÉIS DE MADEIRA COMO DIVISÓRIAS SÃO OS ELEMENTOS DE IMPACTO DO AMBIENTE

Estética e funcionalidade aliadas dão o tom do Consultório da Dermatologista Por Lucas Pereira Sentir-se confortável, à vontade, é um fator importante na hora de fazer uma consulta médica. Tratando-se de um consultório dermatológico então, a questão ganha ainda mais relevância. Foi esse o ponto de partida dos sócios e amigos Fabíola Naoum e Wilker Godoi ao projetarem o Consultório da Dermatologista, em homenagem à Drª Lana Bezerra. Trata-se de um espaço onde delicadeza e grandiosidade aliam-se em medidas sutis e harmônicas. “Trabalhamos todos os elementos a fim de proporcionar funcionalidade e aconchego à médica e seus pacientes”, garante a dupla. Com uma proposta contemporânea e arrojada, o ambiente foi concebido nos tons de branco, fendi e amadeirados, propiciando uma atmosfera suave e intimista. O projeto luminotécnico priorizou a rotina de

atendimento do espaço e a importância de uma boa iluminação. O uso do pendente ARO 8, da Lit Design, foi um acerto muito charmoso. “Tudo foi devidamente estudado e pensado para garantir o aspecto ideal para o segmento de saúde e estética”, enfatizam. No mobiliário, destaque para a mesa desenhada pelos arquitetos, cuja base remete às maçanetas das portas pivotantes que dão acesso ao banheiro e ao consultório. Para ampliar o espaço de 27,8 metros quadrados, os profissionais lançaram mão de algumas técnicas, como a utilização de painéis de madeira como divisórias e espelhos em algumas paredes. A aplicação de papel de parede com textura de tecido nas paredes ainda evidenciou mais a sutileza com que os arquitetos decidiram homenagear a estética no projeto. Ao adentrar o ambiente de Wilker e Fabíola, a sensação é de estar sendo acolhido pela beleza.

UNIR FUNCIONALIDADE E ACONCHEGO: ESTA É A PROPOSTA DE FABÍOLA NAOUM E WILKER GODOI NO PROJETO QUE HOMENAGEIA LANA BEZERRA

WILKER GODOI (62) 8139 8088 EMAIL: WILKERGODOI@HOTMAIL.COM FABÍOLA NAOUM (62) 3099 5575 / 9974 1993 EMAIL: FABIOLA@TGS.COM.BR


FOTOS: GEOVANNA CRISTINA

SOFISTICAÇÃO

O TOM VERMELHO DO CARPETE DEU UM TOQUE FEMININO E ELEGÂNCIA AO AMBIENTE. NO HALL, AO LADO, O QUE CHAMA ATENÇÃO SÃO AS DIVISÓRIAS: O ARQUITETO CÉSAR NETO USOU CORRENTES DE METAL

Por Alice Galvão Quando recebeu o convite para participar da Mostra Olhar Consciente, César Neto não teve dúvidas quanto ao ambiente escolhido: o Studio da Blogueira. A digital influencer Layla Monteiro também foi eleita sem dificuldades e a missão seria apresentar ao público o dia a dia desta profissão. Neto conseguiu traduzir de maneira elegante e funcional a rotina de trabalho e glamour da blogueira, em uma área de 36 metros quadrados, dividida em dois ambientes. Em vez de sala de espera tradicional, com secretária, o arquiteto criou um pequeno hall, com poltronas e mesa de apoio, separado da área de trabalho apenas por duas cor-

ÂNGELA MOTTA

César Neto assina o Studio da Blogueira com Layla Monteiro como fonte de inspiração

53

Por trás do glamour tinas feitas com correntes de alumínio. As peças, cedidas pela Revestic, são a sensação do espaço. “Por trás de uma blogueira, tem toda uma equipe de fotógrafos e redatores”, evidencia o arquiteto, que usou o vermelho para dar estilo ao ambiente corporativo. A cor, que também é a preferida de Layla, aparece em diferentes objetos de decoração, como cadeiras e tapete. O banheiro foi substituído por um provador e no espaço entre as estações de trabalho e a sala de espera, em vez de colocar um jogo de sofás ou uma mesa de reuniões, César optou por inserir cadeiras dispostas em círculo, dando informalidade e criando um ambiente de desfile para a apresentação

das peças. No piso, o arquiteto optou pelo carpete, uma escolha pouco comum em mostras do segmento. “Há alguns anos, os carpetes eram inteiriços e altos, espessos, com manutenção difícil. Hoje existem carpetes muito finos e com funções diferentes. Aqui, por exemplo, usei um carpete próprio para a entrada, pois absorve a sujeira. A beleza aqui é aliada à funcionalidade.” CÉSAR NETO (62) 9439 5454 EMAIL: CESARR.NT@GMAIL.COM PATROCINADORES: MARELLI, REVESTIC, PROJETO LUZ, SACCARO, ACERVO DECORAÇÃO E UBÁ


54

CONSULTÓRIO DE ODONTOLOGIA CRIADO PELA DESIGNER DE INTERIORES SIMONE SEBBA RECEBEU SERVIÇO DE AUTOMAÇÃO EXECUTADO PELO ESTTUDIO RV2

Paixão por tecnologia Mercado de automação, áudio e vídeo profissional está cada vez mais pautado por valores como boa reputação, profissionalismo e segurança das informações Alice Galvão Presença garantida em todas as mostras do segmento de arquitetura e decoração da capital goiana, o Esttudio RV2 tem apenas um ano e meio de mercado, mas já nasceu com uma bagagem invejável. “A empresa é herdeira de uma história muito antiga, que começou no fim dos anos 70 e início dos anos 80, quando eu trabalhei em uma empresa gaúcha chamada Contempo, que sonorizava igrejas no Brasil inteiro, além de realizar projetos de automação. Sempre sob demanda”, conta o empresário Virgílio Ribeiro. O mercado de sistemas de automação, áudio e vídeo profissional é pautado por inovação e atualização constantes. Neste ramo, o público consumidor está cada vez mais informado, por isso a importância de se ter uma equipe voltada para a qualidade e segurança das informações. “Aqui, mesmo

quem não é técnico precisa se qualificar tecnicamente, esta é uma condição básica. Nós cuidamos do cliente como queremos ser cuidados”, reforça. Além disso, a empresa não faz backup das informações de segurança dos projetos realizados. “Estas informações são só do cliente. Se for automação residencial, por exemplo, a gente orienta que só uma pessoa da casa fique responsável pelos acessos. Entregamos todas as informações exclusivamente para esta pessoa”, explica. E para manter uma comunidade de usuários felizes, Virgílio Ribeiro investe na qualificação de seus clientes por meio de reuniões de consultoria, questionário pré-compra, treinamentos, workshops e atendimento pós-venda. Para isso, conta com o suporte direto dos departamentos de engenharia dos fabricantes, além de alguns parceiros de renome nacional e internacional.

“Na parte de sonorização, por exemplo, nós temos a consultoria de um dos maiores engenheiros de som do País, Luiz Fernando Cysne, que trabalhou com os Mutantes durante muitos anos e foi engenheiro do primeiro Rock In Rio, além de ser autor do livro A Bíblia do Som”, orgulha-se o empresário. Para ele, quando se trabalha com a paixão por tecnologia, com o prazer e o conforto das pessoas, não dá para fazer de qualquer jeito. “Não é só vender, temos que levar soluções para os clientes, eles precisam dominar o equipamento que irão usar e ter segurança total”, conclui Ribeiro.

ESTTUDIO RV2 AV. CORA CORALINA Nº 694 SETOR SUL – GOIÂNIA-GO TELEFONE: (62) 3586-3008 CONTATO@ESTTUDIORV2.COM.BR

GEOVANNA CRISTINA

AUTOMAÇÃO


FOTOS: DIVULGAÇÃO

DESIGN

AZULEJOS DA SÉRIE RAÍZES DE MARCELO ROSENBAUM E PAULO BIANCHI PARA A POINTER

56

LADRILHO CIMENTÍCIO PIXEL, DESENHADO POR FERNANDA MARQUES PARA A SOLARIUM

AZULEJOS DA COLEÇÃO ATELIER CRIADOS PELAS ARTISTAS HELENA LEOPARDI E FLÁVIA ESPERANTE PARA A INCEPA

Revestimentos

assinados

Expo Revestir 2016 revela materiais personalizados para pisos e paredes Rosângela Motta Não é de hoje que os revestimentos vêm adquirindo importância inédita na arquitetura. Na 14ª edição da Expo Revestir, a fashion week da decoração, cresce o número de coleções e materiais assinados por designers. A Pointer, a mais nova marca do Portobello Grupo, convidou Marcelo Rosenbaum e Paulo Bianchi, do Estúdio Fetiche, para criarem uma linha de revestimento acessível. Nasceu assim, Morada Brasileira – Raízes, uma coleção que emociona e desperta a memória. Com olhar contemporâneo, os designers trazem repre-

sentações em cerâmica inspiradas em momentos marcantes da arquitetura brasileira. A Solarium também apostou nesse tipo de parceria e apresentou releituras assinadas por Arthur Casas e Fernanda Marques. O primeiro assina a coleção Votú, além da Lisboa, lançamento de piso inspirado na famosa pedra portuguesa, e a releitura de duas peças: a Synapsis cores, com diferentes colorações, e Solo Levigato, nova versão da Linha Terraviva. Já Fernanda criou a coleção Pixel, que remete a verdadeiros murais digitais. Trata-se de uma criação em módulos com cinco mode-

los diferentes em formato hexagonal, que possibilitam diversas paginações. A Incepa Revestimentos também deu espaço aos artistas durante a feira. A marca convidou Helena Leopardi e Flávia Esperante para assinarem a Coleção Atelier. Neste lançamento, a azulejaria tradicional ganhou nova roupagem, com efeitos óticos e inspirações geométricas, que se apresentam em traços delicados e, ao mesmo tempo, extremamente contemporâneos e autorais. A Colormix estreou uma coleção supermoderna de azulejos criada pelo designer Paulo Mutza, como os modelos FAU e Bumerangue.


FOTOS: JOテグ CARLOS

LIFESTYLE

Um tour de force chamado

58

Eleonora Hsiung


Designer goiana recebeu a revista Zelo em seu “quadrado ao cubo” para revelar o mar de inspiração que rodeia os 5 anos do ateliê que comanda Alexandre Parrode Quem vê as obras da designer Eleonora Hsiung não tem dúvidas de que ela nasceu para o design. Transgressora, irreverente e de um bom gosto único, a goiana se tornou famosa em todo o Brasil. Há cinco anos à frente da marca que leva seu nome, ela abriu as portas de seu apartamento na capital goiana e dividiu um pouco de sua história com a Zelo. Embora tenha se encontrado no design de acessórios, Eleonora Hsiung precisou “se perder” na Europa para descobrir sua paixão pela moda. Formada em Direito pela Universidade Federal de Goiás (UFG), ela abriu mão da profissão que fez sua mãe uma das juristas mais respeitadas do Estado e foi para Paris. Se você pensa que foi fazer algum curso glamoroso em um instituto fashion está muito enganado. Foi auxiliar de cozinha, babá e vendedora. “O principal para mim não era entrar no mundo da moda, mas dar o passo para fora da ‘caixa’, sair do trio Direito, Medicina e Engenharia. Sentia que existia algo muito além para minha vida.” E não é que ela estava certa?! ZELO - De onde vêm as inspirações, não só para as coleções, mas para sua vida? Eleonora - O que eu estiver lendo vai me inspirar. Eu tenho muitas influências, sou muito sensitiva, influenciável pelo ambiente. O que eu mais adoro fazer é pegar todas essas influências, digeri-las e cuspir novamente no universo. Se formos revisitar as coleções, conseguiremos te dizer o que estávamos ouvindo, como isso influenciou no ensaio fotográfico. A criação é a história da vida de quem cria. Pode ser que no final do trabalho, ele pense em fazer algumas adaptações, mas a peça conta uma história. É mais ou menos assim: brinco grande está na moda. Beleza, então a galera quer “brincão”, mas eu quero ir para Saturno. E aí, como vamos fazer? Divirto-me muito fazendo isso. Tenho que reconhecer que faço parte de uma equipe que é fantástica.

ZELO - Como foi sair da designer Eleonora Hsiung para entrar no ateliê Eleonora Hsiung? Eleonora - Foi muito natural. Foi uma sorte muito grande encontrá-los. Adoro dividir.

be do livro e, inclusive, tenho que terminar um livro de Dostoievski para o próximo encontro. Depois leremos Allan Poe. Eu tenho um defeito, começo a ler vários livros ao mesmo tempo e não consigo terminar alguns. (risos)

ZELO - É um desafio encontrar o meio-termo entre o conceitual e o comercial? Eleonora - A preocupação sempre existe. É preciso ser usável. Algumas vezes tenho prazer em fazer essa derivação, de materializar uma peça, que será facilmente compreendida. É ótimo. Mas, às vezes, é um pé no saco. Em toda coleção há peças mais conceituais e outras mais comerciais. É uma dosagem que eu preciso e sempre faço.

ZELO - Aqui na sua casa... Como toda essa inquietude se transcreveu nesse espaço? Eleonora - Eu sempre fui muito sensível ao espaço, extremamente. Sou uma pessoa que o que está tocando, a temperatura, a luz, tudo me influencia muito. Ter um canto meu, que eu possa organizar do meu jeito, colocar as referências que são cheias de significados para mim, é incrível. Eu adoro olhar para os objetos e lembrar da história que eles remetem. É um museu da minha vida. E das vidas que cruzaram a minha. Uma delícia!

ZELO - E como manter uma marca tão ousada em um mercado tão tradicional como o de Goiânia? Eleonora - Goiânia está mudando. Percebemos que, às vezes, as linguagens são diferentes. É um pouco frustrante, mas nosso objetivo aqui é esse mesmo. Goiânia foi muito generosa comigo, houve uma razão para tudo começar aqui. A marca nunca teve como objetivo criar padrões, novos padrões, como dizem. Criar novas formas de ver as coisas, sim. Gosto muito também quando as pessoas me propõem maneiras de fazer, enxergar as coisas. ZELO - Muitos não conseguem entender? Eleonora - Sim. Mas isso não é problema, afinal, eu tenho uma empresa que vende brincos, se for só um brinco, ok, a pessoa compra só o brinco. Se for uma viagem, uma reflexão, melhor ainda. O mercado precisa de lojas de departamento, por exemplo, que podem não ter uma história tão profunda como a nossa. Só que isso não invalida nem diminui o valor das peças. ZELO - O que você gosta de ler? Eleonora - Cara, eu leio muita coisa diferente... (risos). Faço parte de um clu-

ZELO - Que objetos são esses? Eleonora - Eu não tenho muita coisa de design, de decoração... Tenho coisas tão simples que, para mim, têm um significado muito grande. Por exemplo, meu longboard. Está ali no canto, mas ele funciona meio que como minha mesa de centro. Comprei há algum tempo, pois eu queria aprender a andar. Andei três vezes e acabei deixando de lado. Mas tem um significado muito grande, porque me remete ao snowboard. Snowboard mudou minha vida. ZELO - Como? (risos) Eleonora - Você só consegue ficar em pé no snowboard e esquiar se estiver relaxado. Se ficar tenso, se sua postura estiver tensa, você vai cair. Então, você tem que esquiar relaxado. Para mim, isso tem uma profundidade muito grande. Não importa onde você esteja, a situação que estiver enfrentando, tem que estar relaxado. O processo tem que ser prazeroso, bom. Não é que eu viva no mundo da Pollyana, não é isso. Acho que a sabedoria é conseguir transformar tudo que você faz em algo prazeroso. Por isso, para mim, tudo tem que ser sincero e verda-


60

NO QUARTO, LIVROS, ACESSÓRIOS E PRODUTOS DO ATELIÊ FUNDEM-SE NAS PRATELEIRAS

deiro. Não finjo, não copio. É história da minha vida. ZELO - E como unir tantas histórias na sua casa? Como criar algo? Eleonora - As composições são criações também. É como o trabalho de um DJ, que pega pedaços de músicas e cria algo novo. Muita gente diz que DJ não é músico, e isso é errado. É tão criador quanto um músico de um instrumento tradicional. Independente se o que você está usando seja uma matéria-prima completamente crua ou um pedaço de algo que já existe (ao qual se dá um significado diferente), tanto faz. É criação. ZELO - Sua casa, então, nunca é a mesma? Eleonora - Não. Isso é uma “dificuldade” que quem convive comigo tem. Tudo meu tem que ser móvel, não gosto de nada embutido, nada afincado. Eu queria minha casa toda com rodinhas (risos). Queria morar em um galpão enorme, onde eu pudesse ter paredes móveis.

ZELO - Nessas mudanças, é difícil abrir mão de algumas coisas? Eleonora - Não muito. Assim, tem coisas que eu não gostaria de me desfazer... As malas da minha avó, vários objetos que comprei nas viagens – e que são completamente nonsense. Eu adoro esses objetos nonsense. A boneca que achei na rua em Paris, o molho de chaves que comprei em Praga... Fico viajando no que essas chaves abrem. Eu tenho uma carta que tem o selo de Hitler, acredita?! ZELO - Tem alguma parte preferida da casa? Eleonora - Não. Na verdade, eu tenho uma coisa muito forte com o chão. Não sei se vem das minhas origens orientais ou indígenas, mas eu preciso sempre estar no chão. Por isso que fiz um tatame próximo a minha cama, por isso que tenho almofada e carpete. Gosto muito de ficar no chão. As palavras no título são uma brincadeira com nomes de coleções do ateliê Eleonora Hsiung: Tour de Force, Quadrado ao Cubo, Mar que Nos Rodeia e 5.

LEMBRANÇAS DE VIAGENS E OBJETOS QUE MARCAM A VIDA DE LEONORA MISTURAM-SE À DECORAÇÃO


UMA MÁQUINA DE ESCREVER E CHAVES “QUE NÃO ABREM NADA” SÃO PEQUENOS DETALHES QUE COMPÕEM O UNIVERSO DA DESIGNER

NAS PAREDES, COLARES E PEÇAS DA DESIGNER VIRARAM PARTE DA DECORAÇÃO

LEONORA: “SABEDORIA É CONSEGUIR TRANSFORMAR TUDO QUE VOCÊ FAZ EM ALGO PRAZEROSO”


FOTOS: GEOVANNA CRISTINA

COMPORTAMENTO CONFORTO

62

NA COZINHA, BANCADA INSTALADA GARANTE BELEZA E FUNCIONALIDADE

Íntimo e confortável Cores, texturas e mobiliário planejado aliados para evidenciar clima de acolhimento em projeto residencial Lucas Pereira A intenção de criar um lar aconchegante foi o que norteou o projeto da arquiteta Rubiana Teixeira em um apartamento de 100 m² no Setor Bueno. O lugar ganhou ares intimistas e sofisticados, com foco no conforto para o casal de clientes receber familiares e amigos, e na praticidade do cotidiano. “A ideia era criar ambientes confortáveis e leves, com mobiliários adequados a cada função, para aproveitar ao máximo os espaços”, explica a profissional. Contrastes entre tons sóbrios e uma atmosfera clean, além do projeto luminotécnico com luzes diretas e indiretas, convidam ao relaxamento. Cores quentes dispostas tanto no mobiliário quanto nos revestimentos fizeram a decoração mais charmosa. Os móveis planejados executados pela Maxim’s ganharam destaque

em vários ambientes. Na cozinha, uma bancada de fora a fora foi utilizada para melhor adaptar os equipamentos e eletrodomésticos com os armários inferiores e superiores. Fitas de LED ainda foram usadas para iluminar a bancada e peças decorativas. Já nos banheiros, além dos gaveteiros, foram propostos espaços para guardar roupas e acessórios diversos. Os revestimentos foram escolhidos para enriquecer o décor com materiais nobres, como as pastilhas no banheiro do casal e a madeira e as pedras na sala e na varanda gourmet. O quarto do casal também ganhou um suntuoso closet e teve parte das paredes revestidas por M.D.F. madeirado. “O desafio era apresentar um projeto agradável e funcional, em que os clientes se sentissem realmente felizes”, conclui a arquiteta. Difícil é a ideia de ter de sair de casa vivendo em um ambiente assim!

ARQUITETA RUBIANA TEIXEIRA


SALA E VARANDA GOURMET GANHARAM ARES SUAVES E ACOLHEDORES, IDEAIS PARA MOMENTOS DE DESCANSO

63

O QUARTO DO CASAL PRIMA PELO CONFORTO, ACONCHEGO E ELEGÂNCIA. TONS NEUTROS TRAZEM TRANQUILIDADE E RELAXAMENTO

PARA AMPLIAR O BANHEIRO DO CASAL, ARMÁRIOS FORAM INSTALADOS ATRÁS DOS ESPELHOS

EM CONTRAPONTO AOS TONS CLAROS, A ARQUITETA RECORREU AO M.D.F. MADEIRADO NO CLOSET E NAS PAREDES DO QUARTO DO CASAL

Goiânia - Brasília www.maximsambientes.com.br


64

FOTOS: JOÃO CARLOS

ESTILO

NA SALA DE JANTAR, MÓVEIS IMPONENTES E PEÇAS DE DESIGN COMBINAM-SE A UMA BASE NEUTRA

clássico e moderno Projeto de Flavianny Guimarães abriga com equilíbrio e perfeição elementos sóbrios, contemporâneos e funcionais Osmar Regis Ernest Gombrich, em sua vasta pesquisa sobre a História da Arte, afirma não existir arte, apenas artistas, sendo assim, tudo aquilo que é produzido por eles poderia ser considerado arte, inclusive o design ou arquitetura. Esse conceito poderia ser facilmente aplicado ao novo projeto que leva a assinatura da designer de interiores Flavianny Guimarães. Uma das idealizadoras da loja Mente Criativa, espaço que celebra moda, design e arquitetura, a jovem profissional traz para o novo apartamento decorado da Bambuí Negócios Imobiliários, que em breve estará disponível para visitas na Mostra Morar Mais por Menos, a mistura equilibrada entre clássico e moderno.

Para entender melhor, uma decoração moderna remete a tudo que é clean, sem rebuscamentos, prático, com poucos objetos, com elementos de design contemporâneos e high-tech, como o home teather. Os móveis, tanto de linhas retas como curvas, são mais simples, porém mais vistosos, ou seja, não passam despercebidos. Já quando a aposta é algo mais clássico, é possível notar a presença de objetos de arte, como pinturas e esculturas e outros elementos mais tradicionais. Fazer um mix entre os dois estilos foi o ponto chave de Flavianny. E cá entre nós, deu muito certo! A designer chegou à conclusão de que o espaço de 120 metros quadrados era perfeito para abrigar, de forma ele-

gante, elementos que pudessem entregar ao visitante a ideia de sobriedade, mas com uma dose certeira de ousadia. Partiu para uma cartela de cores de tons amenos, que garantem claridade e conforto e não roubam a cena do mobiliário. O clássico pode ser visto no lustre de cristal, nas cadeiras de palha e nas cortinas de linho. A modernidade faz-se presente no tapete em formato geométrico, no espelho estrategicamente posicionado na saída do ambiente e nos elementos funcionais, como a divisória vazada, que pode separar ou integrar os espaços de acordo com a vontade do morador. “A sala pode abrigar tanto um jantar informal entre amigos como uma sessão de cinema em casa”, explica a


designer. O décor com base neutra ganhou atmosfera de sofisticação auxiliada pela iluminação intimista. Fitas de LED em lugares estratégicos garantem uma luminosidade agradável, enquanto uma luz pontual valoriza objetos decorativos, o que deu ao local um ar de galeria de arte. Há também abajures, que oferecem uma luminosidade acolhedora em momentos íntimos. Segundo Flavianny, cada elemento do ambiente foi pensado milimetricamente. O resultado é um espaço de bom gosto e sofisticado, com uma combinação harmoniosa de estilos. Um lugar para sentir-se inspirado e acolhido!

FLAVIANNY GUIMARÃES (62) 8414 1187 / (64) 9211 7879 E-MAIL: FLAVIANNY@OUTLOOK.COM

À DESIGNER DE INTERIORES FLAVIANNY GUIMARÃES COUBE A TAREFA DE UNIR O MELHOR DAS ESTÉTICAS CLÁSSICA E MODERNA

MENTE CRIATIVA ARQUITETURA E DESIGN DE INTERIORES (62) 3942 8467 RUA 140, 16, SETOR MARISTA

65

O DÉCOR GANHOU UMA ATMOSFERA DE SOFISTICAÇÃO GRAÇAS À ILUMINAÇÃO INTIMISTA


FOTOS: JOÃO CARLOS

SOCIAL

Olhar Consciente Office A Consciente Construtora e Incorporadora e a JFG Incorporações reuniram imprensa e profissionais do design e da arquitetura para abertura da 1ª Mostra Olhar Consciente, no Nexus Shopping & Business. Os convidados conferiram, em primeira mão, os 16 espaços elaborados por 20 profissionais, que apresentaram conceitos exclusivos em design para ambientes corporativos.

URIAS CARRIJO, ERICKA VILELA E WILLIAM HANNA

LAYLA MONTEIRO E CÉSAR NETO

CAMILA CARRAMASCHI

JÚNIOR FRIBOI, ADRIANO CARRIJO, DANIELLE CARRIJO, MARCOS TADEU CÂMARA, ELZA FERREIRA E ILÉSIO FERREIRA

ROSE PINHEIRO E LUIZ EDUARDO PINHEIRO

BEL LASMAR, RILDO LASMAR E SIMONE SEBBA

FERNANDO MORALES, JACQUELINE ADORNO E ROBERTO FRÓES

LANA BEZERRA, WILKER GODOI E FABIOLA NAOUM

ROSE VAZ, ROMULO CASTRO E SABRINA TANNUS

CAMILO BAZI, MARCELLA NAOUM E JOÃO VICTOR NAOUM


67

GOURMET

Bacalhau

Desvende os segredos do pescado que ganhou a mesa dos goianos

Enologia

FOTO: JOテグ CARLOS

Conheテァa a histテウria do famoso Vinho do Porto


SABOR

bacalhau à mesa,

com certeza!

O pescado conquistou nosso paladar e hoje está incorporado à gastronomia de Goiás

68

Juan Meloni Ele pode ser servido como petisco, entrada ou prato principal. Seja frito, grelhado, ao forno, salteado, ensopado, com batatas a Gomes de Sá ou o famoso bolinho. Dizem que podem ser feitas mais de mil receitas com ele, depende da sua criatividade. Seus “amigos” inseparáveis são o azeite, a cebola, a batata e a azeitona. Vai muito bem acompanhado de vinho branco, cerveja ou champanhe. Acho que você já sabe de quem estamos falando. Sim, dele mesmo, “O príncipe dos mares”, o bacalhau. Esse peixe, seja natural ou salgado, caiu no gosto dos brasileiros e, em especial, dos goianos, que o consomem não apenas na época de Quaresma ou nas festas de fim de ano, mas durante o ano todo. “No meu restaurante, são utilizadas duas toneladas de bacalhau por mês”, afirma Ângelo Manuel Gonçalves Mendes, à frente do Obelisque. Para entender melhor como o bacalhau caiu nas graças da cultura gastronômica, vamos falar de sua origem, que muitos pensam ser portuguesa, mas, acredite, não é! Os grandes pescadores, sim, eram portugueses, mas o bacalhau vivia nas profundezas geladas da Noruega, Finlândia e do Canadá, região chamada na época de terra nova. Como não havia refrigeração, eram pescados e depois salgados ao ar livre, para assim serem conservados e consumidos tempos depois em expedições e grandes viagens. “Os navegadores perceberam que era um produto que poderia ser conservado no sal sem alteração e até poderia haver um ganho de sabor nessa cura do bacalhau”, explica Edvânia

Nogueira, responsável pela cozinha do restaurante português Porto Cave. Quem tinha tanto a técnica da pesca como do preparo e do comércio eram os portugueses, que deram notoriedade ao peixe. “O bacalhau salgado é uma invenção portuguesa. É o Bacalhau do Porto, o melhor”, esclarece Edvânia. O peixe salgado chegou ao Brasil junto com seus colonizadores, mas só tornou-se hábito entre os habitantes daqui com a chegada da família real, em 1800. A ESCOLHA CERTA O nome científico do legítimo bacalhau é Gadus Morhua. Mais tenro, sensível ao calor e menos fibroso, dele pode ser aproveitado tudo. Com sua carne altamente nutritiva, rica em ômega 3, com um lombo menor, porém mais alto, pode ser preparado em diversas receitas. Do fígado é feito o óleo, que pode ser usado como remédio, e da bexiga se faz a cola. A segunda linha do bacalhau é o Gadus Imperial, mais utilizado em grandes supermercados, com preço mais acessível e identificado como Porto Imperial. “Depois vêm os outros peixes, que são mais fracos e têm mais pele do que carne. O preço também é bem mais em conta”, diz Ângelo Mendes. “PEGADINHAS” Hoje, em Goiânia, existem vários tipos de bacalhau, como o seco, tradicional e lombo dessalgado. A chef Wanessa Barcelos, do Restaurante Piquiras, alerta para o cuidado na hora da compra. “Preste atenção se na embalagem está escrito ‘tipo bacalhau salgado’ ou ‘saithe’. Essas embalagens indicam que é um tipo de peixe, e não o bacalhau.” O pirarucu, por exemplo, conheci-

do como o bacalhau do Brasil, é salgado pelos indígenas há muito tempo, o que faz com que ele tenha o mesmo efeito do bacalhau. Sendo assim, ele é um “tipo bacalhau salgado”. SALGA E DESSALGA Com o bacalhau em casa há sempre dúvida na hora de dessalgar. O mais indicado é colocar dentro de um recipiente com água gelada e deixar na geladeira por cerca de 4 horas. Feito isso, é necessário trocar a água gelada e repetir o procedimento por quatro ou cinco vezes, dependendo da espessura do bacalhau escolhido. “Não pode haver oscilação de temperatura, caso contrário, você terá um bacalhau com cheiro e sabor acentuados, para não dizer perdido. O pescado não pode estar acima de seis graus”, explica Edvânia. Já para quem quer salgar o peixe, é só colocar sal, muito sal, assim como na carne de sol, só que um pouco mais. “Deixe em uma temperatura de até dez graus. Assim, ele é conservado por mais de um ano tranquilamente”, diz a responsável pela culinária do Porto Cave. CONSELHOS DE QUEM FAZ Todo bacalhau passa pelo processo de cozimento, então, são retiradas as espinhas, em alguns casos a pele, e pode ser confitado no azeite com alho fatiado e ervas e colocado junto com a cebola, batata, azeite e azeitonas. Você pode seguir a receita de sua preferência. O peixe solta uma água branca, que é o restante de sal. Não se assuste! “Lembrando que a pele agrega sabor. Não é necessário jogá-la fora porque, dependendo do prato, ela vai fazer muita falta. No bacalhau assado, por exemplo, não


69 FOTOS: JOÃO CARLOS

A VERSÃO DE EDVÂNIA NOGUEIRA PARA O PRATO PORTUGUÊS


70

BACALHAU ACOMPANHADO POR CEBOLA, AZEITONA E BRÓCOLIS É UM DOS CARROS-CHEFES DO RESTAURANTE PIQUIRAS

ÂNGELA MOTTA

se tira a pele. É riquíssima em colágeno, tem um óleo próprio”, revela Edvânia. Outra dica de Edvânia é fazer o arroz de bacalhau ou o risoto com a água utilizada no cozimento do peixe com pele, assim ele fica mais saboroso. “Uma folhinha de louro em algum momento da receita também fica muito bom. Tem que ter cuidado com o produto, cuidado na preparação. Não existe uma técnica e sim uma maneira de ser feito, e é isso que faz a diferença”, explica a sócia-proprietária do Porto Cave. Para Ângelo Mendes, o peixe precisa

ser trabalhado. “Não é só chegar no supermercado e querer fazer ele para amanhã. Isso não existe! O segredo é trabalhar o peixe por cerca de dois dias, para ficar saboroso.” AZEITE O azeite é peça imprescindível no preparo do bacalhau. Em todos os pratos, ele é usado em grande quantidade. “No Brasil, abusamos mais do azeite do que em Portugal. Ao chegar aos restaurantes de Portugal, percebe-se que não há azeite nas mesas, porque ele já está

no prato. Já no Brasil, as pessoas já esperam a garrafa de azeite sobre a mesa”, observa Edvânia. Ângelo Mendes explica quais são os melhores azeites. “Os com menos acidez, engarrafados e extravirgem são os mais indicados.” HARMONIZAÇÃO Um bom prato pede uma boa bebida, isso é de praxe. Com o bacalhau como prato principal, é comum a escolha do vinho, em especial, o branco ou verde e, de preferência, o seco. “O vinho mais


A temperatura é um fator importante na preservação da bebida. “Os brancos precisam ser conservados em até 10ºC e os tintos, em até 18ºC. Assim pode-se sentir o aroma e o paladar. Lembrando que o vinho verde tem uma acidez que é ótima para acompanhar o bacalhau”, esclarece José Pedro. SECO OU SUAVE O cônsul explica ainda que não existem vinhos secos ou suaves, essas nomenclaturas foram criadas no Brasil para denominar as bebidas de menos doce a mais doce, mas esse fator depende da colheita, da época e da quantidade de sol que a uva pegou. “O que aqui é chamado de suave, lá fora chamamos de macio. Já o que aqui é seco, no resto do mundo dá-se o nome de duro, onde o palato aperta, firma mais”, pontua Ângelo Mendes. BOAS OPÇÕES Um dos clássicos pratos com o peixe é o Bacalhau à Lagareiro e com ele a chef Wanessa Barcelos recomenda o Anselmo Mendes - Alvarinho Muros de Melgaço, vinho branco da região de Vinho Verde, em Portugal. Já com o bacalhau servido na casca de parmesão, um dos pratos mais queridos do Piquiras, ela aconselha o Loureiro Quinta de Gomariz. O sommelier do Supermercado Pão de Açúcar da T-63, Silas Marinho, oferece outras boas opções de compra com valores entre R$ 30,00 e R$ 80,00, todos portugueses. Confira abaixo:

doce não faz bem para a vesícula. Quando acostuma-se com o vinho seco, não se escolhe mais o suave”, conta Edvânia. O cônsul de Portugal em Goiás e também proprietário do Porto Cave, José Pedro Santos, percebe que ainda há uma tendência cultural do goiano em optar pelo vinho tinto. “Hoje desmistificou-se que o tinto é pra carne e o branco para peixe. Isso fica a cargo da pessoa, do momento, da temperatura, do estado de espírito. Mas o mais indicado é mesmo o branco, ainda mais nesse clima em que vivemos, acima de 25-30 graus.”

Vinho Verde Quinta da Aveleda Distingue-se pela sua elegância e vivacidade. Apresenta aromas florais que se fundem na perfeição com notas tropicais, num final longo e persistente, harmoniza bem com frutos do mar e bacalhau bem elaborados. Vinho Verde Lagosta Com reduzido teor alcoólico, é leve, frutado, e ligeiramente refrescante. Acompanha peixes e pratos delicados. Vinho Verde Casal Mendes Casal Mendes é um vinho jovem, de cor citrina, frutado com suaves notas de frutos tropicais – ideal como aperitivo –, peixes, saladas ou mariscos.

EDVÂNIA LEMBRA QUE A PELE DO PESCADO NÃO DEVE SER DESCARTADA, POIS “AGREGA SABOR E, DEPENDENDO DO PRATO, VAI FAZER MUITA FALTA”


COMPORTAMENTO

Tempero de família Com sabor e afeto, receitas passadas entre gerações podem se ligar às nossas melhores lembranças

72

FOTOS: JOÃO CARLOS

NA VIDA DE BRUNO OLIVEIRA E SUA MÃE, TELMA ARAÚJO, A PAIXÃO PELA COMIDA VIROU PROFISSÃO

Osmar Régis A chama do fogão é ligada com bastante precisão. Da panela, já entregue às chamas, começa a sair o aroma que invade toda a cozinha. Quem tiver um olfato mais apurado poderá identificar cada um dos ingredientes. A empresária Ednara Braga, 57 anos, carrega consigo um segredo valioso: a pamonha de forno, prato que foi passado de geração a geração em sua família e já tem mais de 100 anos de existência. Ela aprendeu a fazer a famosa iguaria com a mãe: “Aprendi com ela a fazer suas duas versões: a doce, que contém canela e queijo, e a salgada, que leva requeijão, jiló e linguiça”, explica. Ednara conta que o prato é moti-

vo de reunião da família e que, só de sentir o cheiro da pamonha de forno, se lembra automaticamente da mãe, da avó e dos dias na fazenda da família. “É sempre muito bom poder lembrar o passado, comendo, então, é melhor ainda! Essa receita é uma preciosidade da minha família”, diz saudosa. Não há como negar, mesmo que o ato seja considerado uma das necessidades mais básicas do ser humano, comer é prazer. É uma das mais ricas experiências sensoriais que podemos ter. Comer é, também, um ato emocional. Traz conforto, tranquilidade e, às vezes, culpa. Para alguns, chega a ser uma experiência espiritual. Mas também pode ser um motivo para juntar toda a famí-

lia ao redor da mesa, fortalecendo laços e criando uma aura de bom humor. O empresário Bruno Oliveira, proprietário do restaurante Casa Oliva, diz que sua paixão por comida é de família. “Parte da minha família é do Rio Grande do Norte. Quando nos reuníamos, os pratos que vinham eram receitas tradicionais do Nordeste. A primeira que me vem à cabeça é a moqueca de peixe preparada tanto pela minha mãe quanto pelos meus avós”, revela. Bruno conta que a paixão e o interesse pela comida foram os sentimentos que levaram toda a família aprofundar, com o tempo, suas técnicas culinárias e a viver delas. “Primeiramente foi minha mãe, que se formou em Gastronomia, e


sua filha mais velha, a preparar o tal doce. “Mesmo sob minha supervisão, quero que minha filha aprenda a fazer algo que possa deixá-la feliz. Acho que não existe no mundo coisa melhor que brigadeiro de panela!”, se diverte. MEMÓRIA AFETIVA Segundo pesquisas, a felicidade é uma somatória do presente com o passado. O problema é que o presente dura muito pouco. A cada três segundos, ele se torna passado. Esse conceito parte da investigação do psicólogo francês Paul Fraisse e hoje é amplamente acolhido por diversos pesquisadores, como o também psicólogo Daniel Kahneman, ganhador do Prêmio Nobel de Economia. Após esses três segundos, todas as informações que passam pela sua cabeça saem da consciência e são armazenadas nos sistemas de memória do cérebro. Isso significa que você enxerga a própria vida, fundamentalmente, através da memória. Quando pensa nas receitas de família, é exatamente para a época de sua infância que a empresária Fernanda Palazzo é guiada. Ela conta que esperava

NA CASA DE EDNA BRAGA E EDNARA BRAGA RECEITA DE PAMONHA DE FORNO É RELÍQUIA FAMILIAR

ansiosamente para chegar as férias, para ir à casa azul de sua avó Tita. “Era a verdadeira casa de vó de livros de historinha, me sentia no Sítio do Pica-Pau Amarelo. Sempre achei minha vovó Tita parecida com a dona Benta, uma velhinha bondosa e dedicada”, relembra. Palazzo revela, com saudade, que a hora do almoço era sempre a mais esperada: “Sempre foi um banquete. Eram pratos simples, mas muito gostosos. Sempre tivemos aquela mesa cheia de comida para todos os gostos. Casada com filho de italiano, vovó teve que aprender a cozinhar muito bem. Meu avô adorava mesa farta e amava comer bem.” E foi depois de anos provando a comida da avó que Fernanda resolveu se arriscar na cozinha. Por admiração às habilidades culinárias da avó, que resolveu tentar ela mesma preparar a famosa macarronada da família. Tudo isso, é claro, sob a supervisão da matriarca. “Quando liguei para saber exatamente como se fazia, ela respondeu com seu jeitinho doce e sua voz já um pouco trêmula, mas muito segura do que dizia, que não tinha nada demais. Me disse apenas que pegava sempre a

73

posteriormente eu iniciei as atividades da Casa Oliva em Anápolis, onde minha mãe comanda a cozinha até hoje brilhantemente.” E completa: “Eu morro de orgulho dela em fazer o que realmente gosta tão bem.” De forma afetiva, vamos construindo em volta dos pratos certos laços e memórias. Basta uma colherada para que sejamos transportados automaticamente para um fim de tarde na casa de nossas avós ou para a recordação daquele passeio na praia com a família. Em cima da mesa, um pratinho com granulado espera por sua vez de ser utilizado. Eis diante dos nossos olhos, o verdadeiro brigadeiro. Invenção genuinamente brasileira, que ganhou o coração de gerações, hoje é ensinada de mãe para filha. “Poucos alimentos são tão simples, tão cotidianos e, ao mesmo tempo, tão apetitosos. Como é que essa mistura banal de chocolate, manteiga, leite condensado e, para dar um toque especial, granulado pode exercer tamanho poder sobre nossos sentidos?”, comenta Fernanda Miranda, 28 anos. A missão de hoje era ensinar Mirella,


74

carne que tinha, poderia ser moída ou um músculo em pedaços pequenos ou ossobuco, que particularmente eu prefiro e adoro”, conta Palazzo. Fernanda diz que o segredo da macarronada ensinada pela avó está, principalmente, no tempero: “Ela gosta de cozinhar alguns dentes de alho e galhos de ervas junto com a massa, o que deixa o perfume e o sabor ainda mais gostosos.” E completa: “Até hoje, quando passo por lá sempre no começo ou no final das minhas férias, é com este prato que ela delicadamente nos recebe.”

FLÁVIA PALAZZO, FERNANDA PALAZZO E REGINA PALAZZO: MACARRONADA DA FAMÍLIA ATRAVESSOU GERAÇÕES

FERNANDO GONÇALVES

COMIDA DE AVÓ A maioria das receitas de família é passada pelas nossas queridas avós. Pensando nisso, o Grandma's Project, criado pelo francês Jonas Parienté, traz um pedacinho da cozinha e da cultura de diferentes vovós do mundo. De Paris a São Paulo, elas são as protagonistas de filmes que contam com boas pitadas de doçura, delicadeza e afeto. A avó materna de Jonas, apelidada carinhosamente de Nano, mantém sua conexão com a cultura egípcia através da comida, passando isso para filhos e netos. Nano nasceu no Egito e mora em Paris desde 1956, mas nunca considerou sua família “francesa”. Jonas explica que para ele toda a cultura e herança familiar, tanto polonesa quanto egípcia, estão materializadas nas comidas que suas avós faziam. “É o que me faz sentir parte dessas culturas, mais do que qualquer outra coisa. Não aprendi a falar árabe nem polonês, mas posso aprender as receitas delas e ensinar aos meus filhos.” Criado para rememorar as conexões culturais e sentimentais com as avós, o Grandma's Project é colaborativo e conta com a ajuda de cinegrafistas, videomakers e estudantes de Cinema/Rádio e TV e outras pessoas que gostem de contar histórias em vídeos. Quem quiser participar pode acessar o grandmansproject.org (em inglês) e preencher o formulário, respondendo por que quer participar, qual a receita e sua história e a relação entre você e sua avó. Os pedidos são aceitos nas línguas inglesa e francesa. E se você não conhece nada de captação e edição, fotos também podem ser enviadas.

PRIMOGÊNITA DE FERNANDA MIRANDA, MIRELLA JÁ DESENVOLVE SEU PRIMEIRO PRATO, O DELICIOSO BRIGADEIRO DE PANELA


75


REPRODUÇÃO

ZELOVINHO RICARDO MARANHÃO ricardo_amsa@yahoo.com.br

BARCO RABELO SOBE O RIO DOURO. EMBARCAÇÃO TRADICIONALMENTE TRANSPORTAVA AS PIPAS DE VINHO DO PORTO

que tal um PORTO? Entenda o processo de produção do vinho do porto e confira sugestões de onde encontrar a bebida Reconhecido como um dos mais famosos vinhos portugueses, o vinho do Porto é uma bebida fortificada que se destaca por suas características únicas. Além do alto teor alcoólico, possui cores, aromas e doçuras que variam de acordo com cada tipo de vinho, sua produção e tempo de envelhecimento. Diante desses aspectos, possui uma classificação própria informada no rótulo de sua garrafa: Ruby, Branco, Tawny, Tawny Colheita, Tawny com indicação de idade, LBV (Late Bottled Vintage) e Vintage. A história do vinho do Porto é bem peculiar. Surgiu no final do século XVII, na paralisação da importação dos vinhos franceses, durante o conflito entre Inglaterra e França. Em busca de novos fornecedores, os comerciantes ingleses encontraram no Douro uma excelente opção de vinho. Mas a viagem era longa e os produtores da região passaram a adicionar à bebida um pouco de aguardente para aumentar o teor alcoólico e impedir que se estragasse durante o percurso. Somente o vinho produzido na Região Demarcada do Douro, que respeita normas de produção e envelhecimento controladas, pode utilizar a denominação “Vinho do Porto”. A diferença dele em re-

lação aos demais é a adição de aguardente vinífica durante o período de fermentação, que eleva a sua graduação alcoólica para 19% a 22% de álcool. Também é dividido em duas categorias distintas: os envelhecidos em barril de madeira e em garrafa. O Porto é um vinho que pode ser servido como aperitivo ou após as refeições e acrescenta um toque de bom gosto e requinte a qualquer ocasião. Dicas: É costume em Portugal presentear o aniversariante com um vinho Vintage ou Colheita do ano de seu nascimento. Em Goiânia, é possível encontrá-los em várias safras com o português José Pedro, do Restaurante Porto Cave, no Marista. A temperatura ideal para servir a bebida é entre 10 e 15 graus, mas ela pode ser mais baixa para os brancos e Tawnys. Ao servir, complete apenas até a metade da taça, a recomendada é a Tulipa, para permitir uma melhor oxigenação e maior percepção dos aromas. O vinho do Porto, por ser doce e ter alto teor alcoólico, harmoniza superbem com a maioria das sobremesas. É irresistível!

Dicas de Ricardo maranhão

Taylor’s Porto Branco Chip Dry Valor: R$ 125,00 Onde comprar: Porto Cave

Quinta do Noval Tawny 10 anos Valor: R$ 190 Onde comprar: Empório Sírio Libanês

Warre’s Porto King’s Tawny Valor: R$ 160,00 Onde comprar: Empório Piquiras

Quinta do Noval LBV Valor: R$ 187,90 Onde comprar: Porto Cave

Taylor’s Porto Tawny 20 anos Valor: R$ 230,00 Onde comprar: Empório Sírio Libanês


ÂNGELA MOTTA

MUNDO ANIMAL

RENATA BOTELHO MOSTRA NO PEQUENO SHARLÚCIO QUE ESCOVAÇÃO É IMPORTANTE PARA EVITAR PROBLEMAS NA SAÚDE BUCAL DO ANIMAL

78

Saúde bucal do pet Saiba como cuidar e evitar o desenvolvimento de uma doença grave e silenciosa que afeta cães e gatos: a periodontite Osmar Regis Você conseguiria perceber se o seu cão ou gato estivesse com dor de dente ou com a gengiva inflamada? Provavelmente, não. Mas saiba que as doenças periodontais são as mais comuns entre esses animais de estimação. Tudo começa com a presença da placa bacteriana, causada pela má higiene bucal. Ela acomete a gengiva e os tecidos de sustentação dos dentes e, se não tratada, não regride. “Esse problema pode atingir cães e felinos de todas as idades, mas quanto mais idoso o paciente, as chances de apresentar a doença se intensificam”, é o que explica a veterinária Renata Botelho, da Clínica Bicho Mimado. Com mais de 11 anos de experiência no cuidado de pets de diferentes idades, tamanhos e raças, a profissional conta que a doença periodontal pode ter efeitos maléficos na vida desses animais: “Além dos danos na cavidade oral, como inflamação da gengiva,

perda dos dentes e mau hálito, pode também causar distúrbios sistêmicos.” Contribui para o aparecimento da endocardite bacteriana, alterações renais, entre outros problemas. Os primeiros sinais de que algo não vai bem são o surgimento do mau hálito e a gengiva inflamada. Logo em seguida aparece o tártaro, que nada mais é que a placa bacteriana mineralizada. Esses sintomas já são suficientes para procurar um veterinário. Quando a doença periodontal já se encontra em estágio muito avançado, é necessário tratá-la com a utilização de equipamentos específicos para este procedimento, como US de limpeza dentária e polimento dos dentes. O processo é simples e eficaz: “Todo o procedimento é realizado por um médico-veterinário especializado. Sob anestesia geral, o paciente é submetido à raspagem da superfície dos dentes, polimento dos mesmos e, eventualmente, extração, nos casos em que a

doença periodontal avançou para tecidos de sustentação”, descreve Renata. Para não ter que chegar até a mesa de cirurgia, a solução é simples: escovação. Isso mesmo! “O simples ato de escovar os dentes diariamente promove a diminuição da formação da placa bacteriana”, alerta Renata. A médica veterinária também lembra que não é qualquer pasta de dentes que serve para os pets. “É preciso usar uma pasta específica, com enzimas que ajudam na limpeza.”

Av. C-171, 415, Qd. 452, Lt. 07 Jardim América


BELEZA

Artes marciais

Público feminino adere à luta como alternativa às academias convencionais

Estética JOÃO CARLOS

Confira os principais tratamentos contra o envelhecimento


80 FOTOS: JOテグ CARLOS

ESPORTE


Mulheres

à luta!

Público feminino tem aderido às artes marciais como aliadas do emagrecimento e da busca por um corpo escultural Maria Cristina Furtado Corpo perfeito e torneado é o objetivo da maioria das mulheres que praticam atividades físicas. Para alcançá-lo, um novo ambiente tem se tornado um grande aliado: as academias de luta. Nada de lugares escuros, lutadores com cara de mau ou uma placa estilo “clube do bolinha” dizendo que “meninas não entram”. Em um local arejado e de arquitetura contemporânea, os ringues, octógonos e tatames estão abertos a todos os interessados. E, dessa forma, a prática de lutas tem sido um convite para o público feminino. A primeira surpresa da equipe de reportagem, enquanto aguardava na recepção da Academia Team Nogueira Goiânia, foi observar a grande quantidade de mulheres que chegavam e saíam do local. De acordo com os professores, a estimativa é de que cerca de 80% dos frequentadores são mulheres. Algo incomum para uma academia de lutas, normalmente frequentada por um público masculino. O professor de boxe da Academia Team Nogueira, Nilton Freitas, que é irmão do lutador Acelino Freitas (Popó), explica que a luta traz um resultado muito rápido, desde que haja disciplina. “Quem pratica perde gordura corporal e ganha massa magra. É um exercício que

modela o corpo e não é monótono. A pessoa começa a treinar e nem percebe que já passou uma hora”, diz. A empresária de moda fitness Elizabeth Ribeiro Castro, 36, é uma das alunas de Nilton. Mãe de três filhos e com um corpo escultural, ela conta que procurou a luta para ganhar massa magra de forma natural, sem aumento no tamanho dos músculos. “Meu objetivo é manter o corpo definido, mas de uma forma que ele continue feminino, diferente da musculação, que também traz um resultado mais demorado. Com a luta, eu vi diferença corporal nos primeiros três meses”, explica. A escolha de Elizabeth pelo boxe se deu pela necessidade de fazer exercícios para os ombros e perder medidas nos braços. “Os movimentos da luta aliados a exercícios funcionais trabalham todo o corpo. A combinação faz acontecer um resultado mais rápido devido à força que o boxe nos traz”, avalia. EQUILÍBRIO Além do benefício para o corpo, muitas mulheres procuram as lutas para aliviar o estresse diário. A jornalista e modelo Ana Flávia Magalhães, 36, conta que desde criança faz atividades físicas devido à hiperatividade. “Eu me encon-

trei na luta, pois mulher tem TPM e, por isso, a prática de muay thai me faz bem emocionalmente, além de alcançar um bom condicionamento físico”, aponta. Ana Flávia afirma que adotou um estilo de vida saudável, com atividades físicas, alimentação regrada e sem bebidas alcoólicas, principalmente por causa do seu trabalho. Já foi Miss Bumbum Goiás 2014, é Musa Fitness e Musa do carnaval de São Paulo. “Acredito que ser bonita também é ser saudável. Como aquela máxima, ‘corpo são, mente sã’. Eu preciso da beleza porque trabalho com a minha imagem, mas é fundamental ter saúde”, diz. O muay thai, praticado pela jornalista e modelo, é uma arte marcial que veio da Tailândia e inclui chutes e socos com punhos, cotovelos, joelhos, canelas e pés. Atualmente, é uma das lutas mais procuradas na Team Nogueira pelas mulheres, conforme explica o professor da modalidade, Cleibe Ferraz. “O público feminino tem sido muito fiel, devido à grande queima calórica e ao prazer imenso que proporciona ao final do treino”, destaca. O professor explica que qualquer pessoa pode praticar o muay thai, mesmo aquelas que não estão se exercitando ou que farão uma atividade física pela primeira vez. “A pessoa inicia o


82

treino devagar e, conforme vai se adaptando, aumentamos a carga. É indicado para todas as idades. Logo a pessoa se envolve e nem acredita que nunca fez muay thai antes. Eu brinco com as alunas que luta vicia”, observa. LADIES CAMP Outra modalidade muito procurada na Team Nogueira é o Ladies Camp. Seus exercícios são baseados em treinamentos militares e é um programa exclusivo da academia e praticado somente por mulheres. O circuito mistura exercícios localizados e aeróbicos com golpes de MMA, muay thai, boxe, entre outras lutas. Durante o treinamento, não há contato entre as integrantes, não havendo, então, risco de lesão, o que é temido pelo público feminino. De acordo com o professor da modalidade, Fagner Silva, o principal objetivo do programa é a perda calórica. Ele pode também proporcionar a hipertrofia, devido aos movimentos de contração muscular. “O Ladies Camp tem uma grande procura na academia porque muitas mulheres gostam de luta,

SOBRE A MAIOR PARTICIPAÇÃO DAS MULHERES NO JIU-JITSU, O PROFESSOR JONATAS LESSA EXPLICA: “ELAS ESTÃO BUSCANDO, PRIMEIRAMENTE, DEFESA PESSOAL”


“ARTE SUAVE” O jiu-jitsu é uma modalidade que surgiu no Japão e é conhecida como “arte suave”. Seus principais golpes incluem movimentos de alavancas, torções e pressões para derrubar e dominar o oponente. Dessa forma, grande parte da luta acontece no solo. O professor Jonatas Lessa explica que, por ser uma luta de muito contato, havia inicialmente um preconceito por parte das mulheres, que agora estão aumentando a procura por essa arte marcial. “Elas estão buscando, primeiramente, defesa pessoal, que é uma das características do esporte, e também o condicionamento físico”, aponta. A cirurgiã dentista Nilovna Ribeiro, 33, conheceu o jiu-jitsu por meio do esposo e não parou mais de praticar. Como é uma luta de estratégia e não só

de força, logo ela se apaixonou pelos treinos. E os resultados no corpo não demoraram a acontecer. “O condicionamento físico é imediato e a mudança corporal é bem visível. Tem perda de peso e também define as formas, que é o que as mulheres procuram”, diz. Para Priscila Lessa, 35, o jiu-jitsu significou uma mudança de vida. Depois de praticar diversas atividades físicas sem sucesso e fazer dietas radicais, se dedicou à luta e obteve resultados inesperados. “Eu não me achava capaz de praticar jiu-jitsu, achava que era ‘mole’ para isso. Em quatro meses eu percebi a diferença no meu corpo, que hoje tem uma estrutura bem diferente”, afirma. O envolvimento de Priscila com o jiu-jitsu foi tão grande que já recebeu a sua primeira graduação, a faixa azul. “Eu não esperava que isso um dia fosse acontecer. Foi um momento muito emocionante”, ressalta. Hoje, ela e o irmão, o professor Jonatas, se dedicam a um projeto social que acontece aos sábados e ensinam a “arte suave” a crianças e jovens que não têm acesso ao esporte.

ELIZABETH RIBEIRO, PRISCILA LESSA, ANA FLÁVIA MAGALHÃES E NILOVNA RIBEIRO BUSCARAM UMA MANEIRA DE SE EXERCITAR QUE DEIXASSE A MONOTONIA DA ACADEMIA PARA TRÁS

83

mas não querem ter contato, e também porque já estão cansadas dos aparelhos rotineiros das academias”, afirma. Ainda segundo Fagner, dependendo da aula, uma pessoa pode gastar até 800 calorias, pois o batimento cardíaco está sempre acelerado.


REJUVENESCIMENTO

tratamentos contra

o envelhecimento

84

Com o passar dos anos, a aparência jovem dá lugar a um semblante cansado, com a cútis mais desgastada. Porém, quando o assunto é o rejuvenescimento facial, a medicina só evolui. Pensando nisso, o oftalmologista com fellowship em cirurgia oculoplástica Bernardo Magacho destaca alguns métodos. Confira! TEORIA DA VOLUMETRIA A face é formada por compartimentos de gordura, ligada por traves de tecido conjuntivo entre ela e que se sustenta diante da força da gravidade. Isso confere o aspecto de um rosto jovem e triangular, com o vértice voltado para baixo. Com os anos, há a diminuição do volume facial na maçã do rosto (terço médio) e acúmulo da gordura na região inferior da face, aumentando a região da papada. Tratamento: Sabemos que, com o envelhecimento, perdemos a definição entre face e pescoço, fazendo com que aparentemente se tornem uma estrutura única. O tratamento consiste em refazer a distribuição de gordura da parte superior da face e sulcos, aumentando o volume nessas regiões e diminuindo a camada de gordura na parte inferior da face, como papada e pescoço. TEORIA GRAVITACIONAL A força da gravidade, somada à diminuição da sustentação da face pelos ligamentos que a compõem e a diminuição da elasticidade da musculatura facial e da pele, acarreta a queda facial no sentido vertical. Tratamento: Consiste no encurtamento muscular sentido vertical, reposicionando estruturas ptosadas (caídas) da face. Assim, reposicionamos a face e pescoço de acordo com o tamanho da queda. Não tracionamos a face num sentido horizontal, como feito antigamente, e que dava aparência artificial. Hoje, a maior tração está na camada muscular. Apenas acomodamos a pele sobre o trabalho feito por baixo dela. O objetivo é a


reposição das estruturas faciais.

ALTERAÇÕES CUTÂNEAS A pele se modifica em termos qualitativos e quantitativos. Ocorre uma diminuição da quantidade de fibras elásticas e colágeno da camada dérmica e desorganização das células da camada basal da epiderme (quarta camada da pele). A pele começa, então, a perder a capacidade de “ir e vir”, pequenas manchas e rugas finas começam a aparecer e excessos localizados surgem nessas regiões. Com essas alterações, e dependendo das modificações, traçamos tratamentos mais superficiais ou profundos. Tratamentos: Destacamos o Multipeel + Exoplastia (peelings fenólicos) como tratamento mais rejuvenescedor em nível de pele, já que atinge a sexta camada e apaga a memória celular das células basais e, ainda, capacita outras células menos expostas ao estresse oxidativo a produzir a nova pele. Assim, a nova pele apresentará um aspecto bem jovial em relação à antiga. Em casos mais leves, é possível combinar tratamento a laser com peelings químicos, que podem variar de acordo com o tipo de lesão. Quanto à questão quantitativa, ou seja, excessos de pele, dependendo do tamanho do excesso, as cirurgias minimamente invasivas, como minilifting e blefaroplastia a laser (correção de excesso de pele e bolsas palpebrais), são indicadas.

RT DR. BERNARDO MAGACHO CRM GO 9933 GRADUADO PELA UFF, RESIDENTE PELA UFG, FELLOWSHIP EM CIRURGIA PLÁSTICA OCULAR PELA USP, STAFF EM CIRURGIA OCULOPLÁSTICA PELO CEROF-UFG, PÓS-GRADUADO EM MEDICINA E CIRURGIA ESTÉTICA PELA INTERNATIONAL ASSOCIATION OF AESTHETIC MEDICINE. MEMBRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA PLÁSTICA OCULAR E DA AMERICAN SOCIETY OF OPHTALMOLOGY

CENTRO BRASILEIRO DA FACE – CLUB LASER AV. T2 Nº 396, CEP: 74.210 010 SETOR BUENO - GOIANIA – GOIÁS TELEFONES: (62) 3252 6200 | (62) 3093 6363 WWW.CBF.MED.BR

HOSPITAL VER AV. AMERICANO DO BRASIL QD. 253, LT. 12-E, SETOR MARISTA - GOIÂNIA - GOIÁS - TELEFONE: (62) 3096 9696 WWW.DRBERNARDOMAGACHO.COM.BR

85 85

ALTERAÇÕES ESQUELÉTICAS O esqueleto ósseo do rosto também sofre alterações. Somado à diminuição da camada de gordura da face e perda de sustentação da mesma, ocorre a diminuição do volume ântero-posterior e alongamento ósseo vertical. Seria uma espécie de achatamento do esqueleto da face, o que contribui para que as estruturas da face desçam. O objetivo do tratamento seria a reposição de volume facial em um plano mais profundo, justa-ósseo.


ZELOBELEZA HANNAH MOTTA hannah@revistazelo.com.br

Para as mãos

É POP!

Com embalagem especialmente desenvolvida pelo renomado graffiti artist Ben Eine, a The Body Shop acaba de lançar uma edição limitada do icônico creme para as mãos de amêndoas doces da marca. O produto chega com a palavra “Change” (em inglês, “Mudança”) escrita com a famosa tipografia do artista. Ao comprar uma unidade, você pode escolher entre três causas para ajudar: proteger e valorizar o planeta, os oceanos ou pessoas e animais.

Stella McCartney quer atingir um público mais jovem com sua nova fragrância. Pop, como foi chamada, apresenta notas florais e amadeiradas e conta com Amanda Stenberg, Grimes, Kenya Kinski Jones e Lourdes Maria, filha de Madonna, como garotas-propaganda. A boa-nova, que chega ainda este mês na Sephora americana e nas lojas da estilista, será lançada globalmente em julho.

Alta fixação Enfim, chega ao Brasil o batom líquido de alta fixação da M.A.C, Retro Matte Liquid Lipsticks. São 15 novas cores, entre nudes, corais, rosas, vermelhos e roxos, com alta pigmentação e que devem entrar para a linha regular de batons da marca. Difícil mesmo é escolher um só.

Anti-idade poderoso! Acaba de chegar às terras canarinhas a nova versão do anti-idade best seller da Sisley, Supremÿa Baume. Além do patenteado Fitocomplexo LC12, que se propõe a regenerar a pele durante o sono, o produto vem enriquecido com manteiga de Kokum e óleos de avelã e macadâmia, combinação que confere alto poder nutritivo à fórmula.


FOTOS: DIVULGAÇÃO

Direto da Índia O Boticário foi buscar inspiração na beleza indiana para a nova linha de Nativa SPA. São quatro produtos para cabelo: óleo capilar, shampoo, condicionador e leave in e quatro itens de beleza: mel esfoliante, creme para as mãos e pés, shower gel e óleo de massagem.

Corretor Que mulher nunca imaginou um produto criado especificamente para quem tem pele oleosa, que reduzisse rugas e linhas finas e ao mesmo tempo tivesse efeito antioleosidade e de redução de poros e imperfeições? Pensando em tudo isso, a La Roche- Posay lança Effaclar Anti-idade, para resolver de vez a vida da mulher de pele oleosa. Vale a pena experimentar!

Mundo Disney A nova parceria que a Sephora fechou foi com ninguém menos que Minnie Mouse. São sete itens inspirados no estilo da personagem da Disney entre maquiagens e acessórios: pinceis, espelho de bolsa, um batom vermelho, dois delineadores, blush iluminador e uma paleta de sombras. Chega às lojas físicas e online da multimarcas em abril deste ano em edição limitada. Ou seja, quem quiser garantir um make da personagem, vai ter que correr!

Mascarada A nova máscara de cílios Chubby Lash Fattening, da Clinique, promete criar cílios volumosos e dramáticos com apenas algumas camadas por meio do seu aplicador volumizador, que transforma cílios finos e leves em grossos e volumosos, sem pesá-los. A máscara da família Chubby Stick está disponível na cor Jumbo Jet (preta) e mais três outras cores em edição limitada: Portly Plum, Two Ton Teal e Massive Midnight com fundo preto para cílios destacados de forma moderna.

Super-hidratação A Provanza integra ao seu portfólio de Make Up sua nova linha de batons hidratantes. Com toque confortável, desliza bem nos lábios e possui alta cobertura. Contém Óleo de Argan, que nutre, restaura e protege. O produto chega às lojas em cinco cores: Arty, Brow, Fire, Red e Grape.


refúgio De luxo Rosângela Motta

Hotéis e pousadas voltados para o mercado de luxo oferecem sofisticação, exclusividade, amenities especiais, privacidade e segurança. Eles contam com spa, sauna, jacuzzi, ofurô, piscinas, cardápio gourmet e, claro, vistas de tirar o fôlego. Num padrão melhor do melhor do mundo, visitar estes destinos é um convite ao ócio elegante, em um ritmo de férias sem fim. Zelo entrega uma lista que remixa hotéis poderosos com pousadas cheias de charme.

FOTOS: DIVULGAÇÃO

DESTINO


PONTA DOS GANCHOS RESORT Em Santa Catarina, Ponta dos Ganchos Resort tem vista cenográfica. O verde das montanhas ao redor parece unir-se às águas claras do mar da Costa Esmeralda. Em três tendas, montadas de frente para o mar, os hóspedes recebem massagens e tratamentos com produtos de luxo. Um dos highlights é a massagem “Ponta dos Ganchos, uma combinação de óleo de canela quente com a massagem manual e pindas de ervas aquecidas. Um mimo para poucos, já que o resort tem apenas 25 bangalôs megaexclusivos – um deles de 300 metros. Sob o comando do chef José Nero, o restaurante é um extra: o menu conta com ingredientes frescos e regionais e os hóspedes podem participar de cursos privativos de culinária. Diversão: stand-up paddle, canoa canadense, snorkeling e parador flutuante. Lugar para ser feliz! www.pontadosganchos.com.br

POUSADA MARAVILHA No arquipélago de Fernando de Noronha, a Pousada Maravilha é um destino luxuoso que oferece o melhor para quem gosta de desfrutar de privacidade. Faz jus ao conceito exclusivo, oferece apenas cinco bangalôs e três apartamentos de luxo, estes equipados com ofurô e com vista para o mar. Também possui restaurante de cozinhas internacional e contemporânea, que prestigiam a matéria-prima regional. Para completar a experiência, lençóis de algodão egípcio, amenities L’Occitane, piscina, e até uma loja com marcas consagradas. Chic! www.pousadamaravilha.com.br/


CASA TURQUESA

90

A charmosa pousada Casa Turquesa, em Paraty, mistura arquitetura colonial e contemporaneidade. Uma vez ali dentro, impossível não se sentir à vontade. Assim que chegam, os hóspedes são recebidos com alegria pela dona da casa, Tête Entrusco. Em suas nove suítes, o cuidado com o bem-estar dos hóspedes é visível nos detalhes: camas king ou queen size forradas com lençóis 600 fios da Trussardi e banheiro amplo com cosméticos da Granado. Nas áreas comuns há sempre um mimo colocado despretensiosamente para ser usufruído pelos visitantes. Bom lembrar que, para explorar a bela baía de Paraty com muito estilo, a Casa Turquesa oferece um saveiro exclusivo. E o melhor: o café da manhã não tem hora para acabar. Tipo único! www.casaturquesa.com.br

UXUA Se Deus está nos detalhes, ele se revela no Uxua Casa Hotel & Spa, no centro histórico de Trancoso, um dos lados mais atraentes da geografia brasileira. O Uxua – que significa maravilhoso na língua Patajó – conta com dez casas exclusivas criadas pelo designer Wilbert Das em colaboração com artesãos locais, perfeitas para quem busca contato com a natureza e tranquilidade. Entre os serviços disponíveis, estão: dois restaurantes especializados em culinária baiana tradicional, uma piscina exclusiva com cristais aventurine – de propriedades medicinais –, um lounge na praia construído com o uso de antigos barcos de pesca e o Spa Alméscar – uma maravilha à parte. A Zelo conhece e adora! ww.uxua.com


NANNAI RESORT & SPA

91

Na praia de Muro Alto, sul de Pernambuco, está o Nannai Resort & Spa, um dos mais sofisticados resorts do País. Aninhado sobre o mar de Recife, segue à risca o conceito de hotel-boutique, com tratamento diferenciado oferecido aos hóspedes, rica gastronomia e seus bangalôs incríveis com piscinas privativas de frente para o mar. E, claro, há um spa – operado pela L’Occitane – com uma oferta infinita de terapias e rituais para você relaxar dos pés à cabeça. Boutique, salão de beleza, biblioteca, cyber café, lavanderia, room service 24 horas e heliponto completam as comodidades do Nannai Resort & SPA. Zelo já esteve lá e confirma: alguns dias ali são garantia de paz de espírito e energia renovada. O Nannai é vencedor do prêmio Travellers’ Choice 2016 do TripAdvisor, na categorias melhores hotéis e melhores hotéis de luxo do Brasil. www.nannai.com.br

INSÓLITO BOUTIQUE & SPA Um conceito de cultura e decoração. O Insólito Boutique Hotel & Spa – uma hospedaria de fina estampa – debruça sobre uma formação de rochas da Praia da Ferradura, em Búzios, com uma vista exclusiva e deslumbrante. Os ambientes foram decorados pela proprietária, a francesa Emmanuelle Meeus de Clermont– Tonnerre. Os quartos ocupam a encosta, alternando-se com ofurôs, gazebos e objetos de arte. O restaurante, no topo do hotel, oferece uma viagem gastronômica, com uma fusão franco-brasileira. www.insolitohotel.com.br


FOTOS: ÂNGELA MOTTA

SOCIAL

ELIANE MARTINS E MARIZA PERES

BEL LASMAR E RILDO LASMAR

SÉRGIO RASSI E DANILA GUIMARÃES

RODNEI LASMAR, RAKEL SANTANA E RILDO LASMAR

NARA CRISTINA E CLAUDIANA GODOY

em grande estilo O Espaço de Estética Bel Lasmar recebeu convidados e imprensa para a reinauguração de sua sede. O amplo ambiente, elaborado pelo arquiteto Fernando Parrode, ganhou galeria de arte e uma sala suntuosa disponível para minicursos, palestras e eventos. Na ocasião, os convidados saborearam as iguarias do Buffet Accontece e do oriental Ankai. A noite foi animada pelo som da DJ Simone Junqueira. ANDREIA LOPES E PAULINE DI PAULA

FOTOS: SOLIMAR OLIVEIRA

MARCELO GOIANO, MARISLENE TAVARES, RAFAELLA FREITAS E POLLYANA CAETANO

RODRIGO CARRILHO, LILI MOREIRA, CEJANE VERDEJO, ANDRÉ PETTERSEN E MARCOS MORGADO

viva, lili!

LILI MOREIRA E JÔ ALMEIDA

Em comemoração ao seu aniversário, a relações-públicas Lili Moreira se apresentou no Bolshoi Pub cantando músicas de Elis Regina, com participação especial de Cejane Verdejo. A noite, além de comemorativa, teve caráter solidário. O ingresso de entrada para o evento foram caixas de gelatina, doadas ao Grupo Pela Vida, em prol de crianças portadoras do vírus HIV.


FOTOS: HAROLDO CARDOSO

SOCIAL

GILSON RAMOS, MAISA GOUVEIA, NATALIA GOUVEIA E EDUARDO CARDOSO

NATALIA GOUVEIA, PRISCYLLA PEDROSA E MAISA GOUVEIA

noite brilhante

SÔNIA BRAGA, SILVINHA LEMOS E FRANCIELE

VALÉRIA JUNQUEIRA E SELVO AFONSO

JOSÉ BONFIM, CLÉRIA PIMENTA E YEUZA DANTAS

ANA CLAUDIA ROCHA E WASTÍ GRASSESCHI

MARLY MUNIZ, BELINDA RORIZ E GISELE

ANTONIETA MENDES E MARIZA PERES

Para lançar a coleção Diáfana, as estilistas Maisa Gouveia e Natalia Gouveia armaram um elegante coquetel no Spa Relancer. Mãe e filha trouxeram uma coleção que mescla tecidos nobres com a sofisticação da renda renascença. Entre as modelos, Scarlet Cardoso, da novela Totalmente Demais, a apresentadora Lucilene Caetano e a blogueira Pricylla Pedrosa. Nas passarelas, joias e grinaldas de Jô Baramille, sapatos Carmen Steffens e, para as noivas, Buque Cida Flores. A beleza do desfile foi assinada por Jalles Rocha e Le Parri Coiffure. Um elenco de peso foi convocado para transformar o evento em uma festa memorável: Valéria Junqueira Decoração, DJ Simone Junqueira, Chroma Vídeo, Buffet Guiotti Comedoria, D&M, Iluminasom, Essencial Copeiras de Luxo, City Park, Kopenhagen, produção de Ronaldo Oliveira, Drink Sensation, fotos de Haroldo Cardoso e Graça Pires e apresentação Thais Freitas. Tudo com muito bom gosto!

LORENA PITALUGA


FOTOS: JOÃO CARLOS

SOCIAL

casa cor 2016 Organizadoras da Casa Cor Goiás, Eliane Martins e Sheila De Podestá receberam imprensa e profissionais da arquitetura e do design em um brunch no Castro’s Park Hotel, que deu start para a edição 2016 da mostra. Foram apresentadas as novidades do evento deste ano, que será realizado entre os dias 12 de maio e 22 de junho, no antigo prédio da CMAC Juarez Barbosa, localizado na Rua 30 com a Avenida Tocantins, no Setor Central.

ELIANE MARTINS, MARISETE NAVES E SHEILA DE PODESTÁ MARTIN

WILKER GODOI E FABÍOLA FLEURY NAOUM

LEANDRA CASTRO E PEDRO ERNESTO GUALBERTO

SHEILA DE PODESTÁ, ANDRÉ CARCUTE E ELIANE MARTINS

EDUARDO BITTAR E KARLA BITTAR

ALEXANDRE MILHOMEM E MILENA NIEMEYER

NANDO NUNES E ANDRÉ BEATON LENZA

MADALENA MARQUES E HELEN SIMONE

ANDREIA CARNEIRO E ANA MARIA MILLER

GEOVANNA CRISTINA

REGINA AMARAL E PEDRO PAULO LUNA


FOTOS: JOÃO CARLOS

SOCIAL

premiação Summerflex realizou a entrega do Programa de Premiação Persiflex, em um descontraído happy hour que reuniu arquitetos, decoradores e parceiros. Ao todo, seis profissionais foram bonificados com uma viagem para o Enotel Resort & Spa, em Porto de Galinhas. O projeto é uma iniciativa da Persiflex, que visa premiar profissionais da área de arquitetura e decoração e estreitar relacionamento. CLARISMAR MACHADO, MADALENA MARQUES, SERGIO MARQUES, HELEN SIMONE E FLÁVIO ANTÔNIO

CLARISMAR MACHADO, GABRIELLA SABACK E JOSÉ HENRIQUE ALVES

Kingdom park Em evento intimista, os empresários Paulo Silas, José Virgílio Ferreira, Ricardo Maciel, Gilce Reis e Rafael Magela receberam convidados para apresentar o Kingdom Park Residence. Os presentes saborearam as delícias do buffet assinado pelo Thiosti Restaurante e Chopperia. Para animar a noite, o músico Raphael Batista se apresentou acompanhado de seu violino.

PAULO SILAS, RICARDO MARCIEL E JOSÉ VIRGILIO

IRMA LEÃO, ROSE CAMPOS E MAYARA OLIVEIRA

FOTOS: ANDRÉ SADDI

CARINE ROCHA E KARINE ESPIRÍTO SANTO

THAIS E MÁRCIA ROSSIT

SANDRA MENDEZ E GILCE REIS

HANDERSON PANCIERI E MARIANA MARTINS

FLÁVIA ROSA E JÚLIO OZÓRIO


62 3097-7878 www.formatografica.com.br

gformato@formatografica.com

Av. S찾o Paulo, Qd 14 , Lt. 01 Parque Primavera - Aparecida de Goi창nia

Utilize este qrcode para seu gps.


FOTOS: PATRÍCIA BICALHO

SOCIAL

Über Luxury Hoje, tudo o que há de melhor em algo ou alguém é über, nome que a EBM Desenvolvimento Imobiliário escolheu para batizar seu empreendimento de altíssimo padrão localizado na Praça da T-23, no Setor Bueno. Na entrega do empreendimento, os convidados foram recepcionados ao som de violinos e saxofones com coquetel exclusivo assinado pelo premiado chef Ian Baiocchi e embalados pela cantora Maíra Lemos.

RODRIGO MEIRELLES E ROBERTA MEIRELLES

MARUSA LEMOS E ELAINE ROSA

RAPHAEL BATISTA

LEONARDO SOARES, VANEIDE GALANTINE E MARINA CALLAI

DENISE ALMEIDA E ADEMAR MOURA

CIRO FIGUEREDO, EDUARDO DA MATA E BENTO ODILON

ISABELA, GEOVANA E EVANDRO TOKARSKI


FOTOS: LUCAS MAGALHÃES - JOÃO CARLOS FOTOGRAFIA

VINICIUS DE OLIVEIRA, MARTA FRANCO, EDUARDO CAMELO, MYLENA ROCHA, CORIVAL CASTRO, JANE PORFIRIO E RODOPIANO FLORÊNCIO

LORETTA OLIVEIRA E VINICIUS DE OLIVEIRA

A Humana Medicina Reprodutiva inaugurou mais uma unidade em Goiânia, no Setor Marista. Com consultórios e uma equipe médica multidisciplinar, a clínica amplia os serviços prestados e oferece uma estrutura moderna para atender os desejos dos pacientes que procuram por um tratamento personalizado. O projeto é da arquiteta Cecília Martinhom e da designer Andreia Rocha. O espaço médico contém cinco consultórios, três salas de ultrassonografia, uma sala de enfermagem e outra de psicologia. CORIVAL CASTRO E PAMMELA CASTRO

MIRIAN FLORÊNCIO E RODOPIANO FLORÊNCIO

EDUARDO CAMELO DE CASTRO E MAYRA DE CASTRO

JOÃO PAULO, MYLENA ROCHA CAMARÇO, ARGEU CLOVIS E ANA CAROLINA

MARTA FRANCO FINOTTI E HELIO AUGUSTO FINOTTI

RAUL SOUZA E ALPALICE MARTINS

RONALDO CÂNDIDO E JANE PORFIRIO

PABLO RASSI E DANIELE FLÖTER

99

brinde!


Profile for Revista Zelo

Zelo 35  

Trigésima quinta edição da Revisa Zelo

Zelo 35  

Trigésima quinta edição da Revisa Zelo

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded