Issuu on Google+

15ª

Edição

-

Ano

V

-

R $

7 ,0 0

-

w w w. r e vi s t a ze l o . c o m . b r

ARQUITETURA

Morar Mais por Menos é sinônimo de economia e sustentabilidade

VITORIOSAS

Luiza Helena de Bairros, Valéria Perillo e outras mulheres de destaque

MODA

Minimalismo dos anos 90 está de volta Zelo 15 Final legal.indd 1

1/4/2011 01:52:05


Zelo 15 Final legal.indd 2

1/4/2011 01:52:45


Zelo 15 Final legal.indd 3

1/4/2011 01:53:17


Editorial

N

esta edição, a revista Zelo traz a opinião de mulheres de diferentes segmentos profissionais sobre discriminação e outros temas relacionados à condição feminina nos dias atuais. Personagens que merecem estar reunidas por uma única razão: todas conquistaram seu lugar ao sol. Além da primeira-dama Valéria Perillo, presidente da Organização das Voluntárias de Goiás, a lista de entrevistadas inclui ainda a ministra da Promoção Social, Luiza Helena de Bairros, a delegada do Meio Ambiente, Lara de Melo Oliveira, a cantora Cláudia Vieira, a secretária estadual de Política das Mulheres e Promoção da Igualdade Racial, Gláucia Maria Teodoro, e a magistrada aposentada Maria Luiza Póvoa. No encarte Casa Zelo, trazemos a arquiteta Eliane Mendonça, profissional que tem como característica principal superar desafios. Eliane tem projetos arquitetônicos executados em Goiás, São Paulo e no Distrito Federal. Também no Casa Zelo, mostramos soluções acessíveis e ideias criativas que arquitetos, decoradores e paisagistas apresentaram na 4ª edição da Morar Mais por Menos. Você ainda vai conhecer um pouco da vida do arquiteto Fernando Galvão, profissional que tem lugar de honra na arquitetura em Goiás. Para quem gosta de cinema, o jornalista Ranulfo Borges lança documentário sobre movimento estudantil em Goiás. Na seção Gastronomia, uma entrevista com o chef Rodrigo Oliveira, que comanda o restaurante Mocotó, em São Paulo. Nas sugestões de viagens, a repórter Roberta Brum fez uma lista das melhores opções em comidas rápidas de várias regiões da Europa e dá dicas sobre locais para se visitar na Holanda. Caldas Novas também é uma boa pedida. A cidade acaba de ganhar o Privé Boulevard, um moderno e sofisticado hotel de águas termais. E para deixar a leitura ainda mais gostosa, preparamos um roteiro de moda e gastronomia na Região dos Jardins, em São Paulo, um dos redutos mais charmosos e prestigiados do País. Se delicie com matérias sobre beleza, arte, além de um belo editorial produzido por Leandro Porto, fotografado por Danilo Gouveia e make-up de Evandro Filho. Veja também os eventos que marcaram a cidade. Tenha uma ótima leitura!

16 20 27 40 64

48

Reportagem Elas fazem a diferença

Conexão Europa Roteiro de fast-foods

Casa Zelo Morar Mais

Perfil Fernando Galvão

Caldas Novas Privé Boulevard FOTO: DANILO GOUVEIA

Moda Minimalismo

Rosângela Motta ZELO 4

Zelo 15 Final legal.indd 4

1/4/2011 02:00:17


ZELO 5

Zelo 15 Final legal.indd 5

1/4/2011 02:00:49


EXPEDIENTE Edição geral Rosângela Motta Edição Ranulfo Borges Edição de Fotografia Ângela Motta Diagramação Vinícius Alves Revisão Fátima Tolêdo Projeto Gráfico Carlos Sena

Ranulfo Borges

Ângela Motta

Astero Motta

Pablo Kossa

Roberta Brum

Kell Motta

Sandro Tôrres

Max Miranda

Lucíola Correia

João Camargo Neto

Alice Galvão

Areda Fiori

Lorena Guimarães

Vinícius Alves

Edna Gomes

Fátima Tolêdo

Jornalista Responsável Astero Motta (JP - 2233) Zelo em Brasília Kell Motta (61) 9915-5115

Motta Editora Ltda Telefone: (62) 3259-6510 www.revistazelo.com.br contato@revistazelo.com.br Rua T-36 nº 695, Sl. 506, Ed. Aquarius Center - CEP.: 74.223055 - St. Bueno - Goiânia-GO A revista Zelo não se responsabiliza pelos conceitos emitidos nos artigos assinados por seus colaboradores e não tem vínculo empregatício com os mesmos.

DIVULGAÇÃO

Pré-impressão e Impressão Gráfica Formato

MODA

A modelo Larissa Chiovato (Global Models) foi fotografada por Danilo Gouveia, com styling e produção de Leandro Porto e Lê Nishimoto, beleza de Evandro Filho e direção de arte assinada por Marcellus Nishimoto. O making off do editorial ficou a cargo de Bruno Karim e Dionizio Brandão. Look capa: maxi colete Tufi Duek

Colaboradores: Ranulfo Borges, Pablo Kossa, João Camargo Neto, Lorena Guimarães, Alice Galvão, Nelson Pacheco, Leandro Porto, Areda Fiori, Fátima Tolêdo, Max Miranda, Lê Nishimoto, Marcellus Nishimoto, Evandro Filho, Danilo Gouveia, Vinícius Alves, Roberta Brum, Sandro Tôrres, Ricardo Lima, Walter Folador, Edna Gomes, Lucíola Correia.

ZELO 6

Zelo 15 Final legal.indd 6

1/4/2011 02:01:37


Zelo 15 Final legal.indd 7

1/4/2011 02:02:04


ARTIGO

Pablo Kossa

pablokossa@bol.com.br

Ah, então você quer ser um cara legal? T odo mundo quer ser uma pessoa legal. Desde que o samba é samba é assim. Estar bem com a geral, ser bem visto pela galera... Enfim, o grande sonho da humanidade é ser uma pessoa bem recebida pelo seu grupo, independente do nicho social. Dos manos da quebrada aos playboys do Bueno. Ser uma pessoa que está bem na fita é objetivo comum. Então por que diabos as pessoas insistem em ser tão chatas? Tão inconvenientes? Tão sem noção? Tão irritantes? Tão, tão, tão, tão... Aff, vou parar por aqui senão eu é que acabo sendo o chato para você, nobre leitor! Vou elaborar para o seleto leitorado da Zelo um manual com algumas dicas para você ser um cara legal. Nada convencional, nada que eu tenho pesquisado! Algo feito agora, no tapa, mas que vai lhe ajudar muito a não encher mais o saco de ninguém. 1 - Nunca ligue duas vezes seguidas para o celular de alguém. Se não for um caso de vida ou morte, urgência descabida ou depósitos acima da quantia de R$ 10 mil, não faça isso. Os celulares de hoje, não sei se todos sabem, têm bina. Então, se a pessoa tiver interesse, ela pode retornar a ligação. 2 - Nunca buzine no trânsito. Se o motorista ao lado lhe deu uma fechada, não é a buzinada que vai fazer você readquirir seu espaço na pista. Se a garota que passa na calçada lhe atrai, não é a buzinada que vai aumentar sua chance com ela. Na real, muito pelo contrário – você vai é queimar o filme. 3 - Nunca atole a timeline de alguém no Twitter com um monte de mensagens que só interessam a você. Se o seu interlocutor quiser interagir sobre aquele assunto, basta uma única vez que ele responderá. Basta isso! 4 - Nunca poste no perfil de alguém no Facebook aqueles aplicativos idiotas. Vá por mim: ninguém quer saber sua opinião sobre os outros. Se brincar, nem sua mãe... 5 - Nunca convide alguém que seja casado ou em relacionamento sério para um evento qualquer em que você só possa oferecer um convite. Além de ser grosso, você ainda corre o risco de ser o motivo de um divórcio e, na boa, ninguém quer carregar um carma desse, né... Eu poderia listar, no mínimo, mais 15 dicas aqui. Mas acho que já deu para pegar o espírito da coisa. Além disso, com mais dicas, quem correria o risco de ficar de chato na história seria eu... ZELO 8

Zelo 15 Final legal.indd 8

1/4/2011 02:03:26


Zelo 15 Final legal.indd 9

1/4/2011 02:03:50


Zelo 15 Final legal.indd 10

1/4/2011 15:13:59


Zelo 15 Final legal.indd 11

1/4/2011 15:12:28


POR AÍ

FOTO: LISANDRA ANDRADE

RETRANCA

Rosângela Motta – rosangela@revistazelo.com.br

Arte e maquiagem Fernando Torquatto é quem assina o Livro de Maquiagem O Boticário. A publicação tem mais de 200 páginas e une arte e maquiagem para contar a história das cores e estilos. O conteúdo também inclui dicas preciosas para as mulheres reproduzirem, em casa, a maquiagem que veem na TV e nas passarelas. Entre as novidades do livro estão as imagens em 3D, que podem ser conferidas com um óculos especial, que acompanha a publicação. O preço da obra é R$ 89,00.

Pilares do direito Do Princípio da Boa-fé Objetiva nos Contratos de Consumo. Este é o título do livro do goiano Diógenes Faria de Carvalho, professor das universidades UFG, PUC Goiás e Universo. A obra discute um dos pilares do direito do consumidor: a boa-fé, o direito à informação, o acesso à Justiça e a nova concepção do Contrato no Código de Defesa do Consumidor. Diógenes é doutorando em Psicologia, com ênfase em comportamento do consumidor. Ele ministrará uma conferência sobre direito do consumidor na Universidade de Brunel, em Londres, no mês de junho. No dia 1º de julho, o autor visita a Escola de Verão do Direito do Consumidor da Universidade de Montreal, no Canadá, onde apresentará seu livro.

Tecnologia no dia a dia A 15ª edição da Casa Cor Goiás 2011 explora o tema “Dia a dia com tecnologia”, para mostrar, de forma criativa, como a tecnologia pode ser integrada à rotina das pessoas para trazer conforto, economizar tempo e ainda colocar a casa em sintonia com o meio ambiente, com a adoção de soluções sustentáveis. Este ano, a Casa Cor Goiás será realizada entre os dias 13 de maio e 21 de junho, no Espaço Merzian. Durante 40 dias, o público poderá conferir 45 ambientes projetados por 60 renomados arquitetos, decoradores, designers e paisagistas do Estado.

Filmes Até o fechamento da Zelo, o XIII Festival Internacional de Cinema Ambiental (Fica) já tinha recebido a inscrição de 270 obras, 139 nacionais e 131 internacionais. Alista dos escolhidos deve ser divulgada no final de abril ou início de maio.

Prova de gala A triatleta goiana Ana Lídia estará em Florianópolis (SC) no dia 29 de maio para a disputa do Ironman Brasil. A prova, na categoria de gala do triatlo brasileiro, marca o retorno de Ana Lídia, que sofreu um grave acidente em dezembro de 2009. São 3,8 km de natação, 180 km de ciclismo e 42 km de corrida. FOTO: PRISMA PHOTOGRAFIA

Coroa Wiviany Oliveira, 24, foi eleita Miss Goiás 2011, na Mansão Jaó. A modelo, que iniciou a carreira aos 11 anos e desde os 13 atua no circuito internacional, já passou por Milão, Chile, Coreia, EUA e México. Wiviany domina os idiomas espanhol e inglês e afirma que tantas experiências contribuíram para o título.

ZELO 12

Zelo 15 Final legal.indd 12

1/4/2011 02:05:19


Festival Gastronômico

Manhã de tendências

A 6ª edição do Festival Gastronômico, Esportivo e Cultural de São Simão, que acontece no feriado da Semana Santa, promete muitas novidades. Além do cardápio preparado pelos chefs responsáveis Humberto Marra e Emiliana Azambuja, que está pra lá de especial, o evento vai contar com a presença do escritor e folclorista Bariani Ortencio, que fará uma exposição sobre a gastronomia do Estado, em especial, o prato Peixe na Telha, de sua própria autoria.

Renato Steinberg e Karina Rodrigues foram os convidados da primeira edição da Manhã de Tendências, evento organizado pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Goiás). Steinberg abordou o tema “Redes Sociais na Moda”, com o objetivo de mostrar ao público a importância de estar conectado ao mundo virtual. Karina Rodrigues ministrou a palestra “Tendências do Inverno 2011 e Verão 2012”. Professores, estudantes, empresários e profissionais saíram de lá com gostinho de quero mais.

Salão de Arte Oito artistas plásticos goianos estão entre os 20 selecionados para expor seus trabalhos no 1º Salão de Arte Contemporânea do Centro-Oeste. A exposição será aberta no dia 28 de abril, no Centro Cultural da Universidade Federal de Goiás (UFG). A mostra homenageia também quatro artistas pela importância de suas trajetórias e de suas contribuições durante quatro décadas de trabalho para a construção da história da arte no Centro-Oeste.

Musas A empresária Luana Amorim, dona da multimarcas Chocollate, mostrou que, além de ter bom gosto e sensibilidade fashion, é antenada com os ícones de estilo. Divas do cinema como Sofia Loren, Audrey Hepburn (foto) e Marilyn Monroe estão estampadas na vitrine da loja, chamando a atenção de quem passa pela Rua 15, no Setor Marista.

Em grande estilo Com modernas e amplas instalações, os empresários João Nelson e Rita inauguraram a nova loja Bontempo, no Setor Marista. E para comemorar o lançamento em grande estilo, a empresa apresenta a coleção 2011, criada e formulada a partir de um estudo do perfil pessoal dos consumidores. São eles: moderno, natural, vintage e clássico. Os elementos presentes na nova linha traduzem também as tendências apresentadas nos grandes eventos mundiais de decoração.

Arquitetura brasileira

Água na Oca Em São Paulo, vale a pena dar um pulo no Parque do Ibirapuera e conferir a exposição Água na Oca. A mostra trata da relação entre a água e o planeta, enfatizando o que esse líquido representa para o Globo, e mais especificamente para o Brasil e seu povo, detentores do maior manancial do mundo. Aliando ciência, arte e tecnologia, são apresentadas instalações interativas, obras de arte, aquários reais e virtuais, fotografias e audiovisuais, com curadoria de Marcello Dantas. A exposição vai até o dia 8 de maio.

A Portobello está elaborando a primeira edição do livro Arquitetura Brasileira, publicação que reunirá projetos arquitetônicos de destaque de 20 renomados profissionais de diversas regiões do País. Com ele, a companhia pretende exaltar a criatividade de cada um dos participantes, assim como suas especialidades. Entre os arquitetos convidados para engrandecer as 200 páginas do livro, está a goiana Juliana Mesquita.

ZELO 13

Zelo 15 Final legal.indd 13

1/4/2011 02:05:45


SÓ PARA HOMENS RETRANCA

FOTOS: DIVULGAÇÃO

João Camargo Neto – joaoncamargoneto@gmail.com

Cinco estrelas Privé Boulevard Suíte Hotel é o nome do mais novo empreendimento de luxo de Caldas Novas. Inaugurado em fevereiro, conta com três torres interligadas e 12 andares, onde estão distribuídos 402 quartos nas categorias luxo e superluxo.

Infinity Renascer Depois do incêndio que atingiu a fábrica da Osklen há um ano na zona norte do Rio de Janeiro, Oskar Metsavaht recriou a internacionalmente festejada marca brasileira com o que restou do acervo. Por isso, a coleção outonoinverno 2011 chama-se Fênix.

Costas Um dos estilistas brasileiros de maior prestígio no exterior, Alexandre Herchcovitch acaba de lançar uma coleção de mochilas pela empresa japonesa Medicom Toy. As caveiras, marca registrada do estilista, estão presentes em todas as quatro mochilas.

A visita ao dentista, que para alguns chega a ser uma sessão de tortura, pode se transformar num momento de relax. O implantodontista paulista Mateus Luis Simões, radicado em Goiânia, está com novidade no consultório: a cadeira odontológica Olsen Infinity. Além de trazer todos os periféricos acoplados na própria cadeira, o paciente também pode desfrutar, durante o atendimento, de massagem antiestresse por todo o corpo.

Inferior Desde que Hedi Slimane propôs uma silhueta mais seca para o homem na Dior Homme que o skinny entrou no nosso guarda-roupa. É difícil encontrar algum homem (até os mais conservadores) hoje que não tenha ao menos uma peça nesse estilo.

Outing Referência imediata no universo gay, Ricky Martin lançou a autobiografia “Yo” (“Eu”, em português), onde conta os meandros de sua autoaceitação e o caso amoroso com um radialista.

PREMIER n Hotel

n Camisetas

n Balada

n

Vinte e quatro horas no Leblon exigem café da manhã literário na Livraria Argumento, almoço no Celeiro, fim de tarde no Sushi Leblon e jantar no Carlota.

As águas de março já chegaram e fecharam o verão, mas continue tendo bom senso ao usar regata. O mesmo vale para as golas canoa e em vê.

DJ Diogo Goyaz é o novo residente do clube The Pub. Patrick Costa, um dos proprietários, também comanda as pick-ups eventualmente.

O setor de serviços especializados para homens cresce a passos lentos em Goiânia. Falta, por exemplo, loja de depilaçãounissex ou exclusiva para eles.

Pelo zero

ZELO 14

Zelo 15 Final legal.indd 14

1/4/2011 02:06:33


Zelo 15 Final legal.indd 15

1/4/2011 02:07:07


CONQUISTAS FOTO: CRISTINA CABRAL

Mulheres que se destacam na política e em outros segmentos falam sobre discriminação, problemas sociais e direitos femininos

Valéria Perillo: mulher cumpre seu papel com competência

Elas fazem

a diferença Alice Galvão

A

bril é um mês que intermedeia duas datas significativas para a população feminina e a sociedade brasileira em geral. Uma, do ponto de vista social e político. Outra, do afetivo e comercial. São respectivamente o Dia da Mulher, em março, e o Dia das Mães, em maio. Para traçar um panorama dos impactos e sentimentos inspirados por estas duas datas no imaginário feminino, no comportamento e nas estruturas sociais, Zelo participou dos eventos comemorativos ao Dia Internacional da Mulher, realizados no Palácio Pedro Ludovico Teixeira e no Palácio das Esmeraldas, onde entrevistou a presidente da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Valéria Perillo; a secretária estadual de Política das Mulheres e Promoção da Igualdade Racial (Semira), Gláucia Maria Teodoro Reis; a ministra da Secretaria Especial de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Luiza Helena de Bairros, e registrou os discursos da ministra da Secretaria de Políticas para as

Mulheres, Iriny Nicolau Lopes, e da advogada Maria Luiza Póvoa Cruz. Conversou também com a empresária e cantora Cláudia Vieira e com a delegada do Meio Ambiente, Lara Menezes de Melo. Das ideias destas mulheres de renome em diferentes áreas profissionais, surgiu o resultado que você lê a seguir. À frente da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Valéria Perillo é uma mulher moderna, elegante, de ar sóbrio, olhar atento e sorriso aberto. Ocupando posição de destaque, orgulha-se de fazer parte de uma sociedade em que as mulheres ganham cada vez mais espaço e respeito, à custa de muito trabalho. “Muitas mulheres enfrentam hoje com coragem e desenvoltura três, quatro jornadas diárias. Trabalham fora, cuidam da casa, dos filhos, do marido e ainda encontram tempo para cuidar de si e encarar a vida com otimismo”, afirma.

ZELO 16

Zelo 15 Final legal.indd 16

1/4/2011 02:07:48


FOTOS: ÂNGELA MOTTA

no Brasil uma organização sindical respeitável”, defende. Luiza Helena acredita que sem a presença de uma mulher na Presidência do Brasil seria mais lento o avanço do gênero na ocupação de cargos políticos de alto escalão, pois a presidenta estabeleceu um percentual mínimo de contratações femininas no seu governo. “Tivemos no início desta legislatura algo que nunca tinha acontecido antes, que é ter uma mulher na mesa da Câmara Federal e uma outra vice-presidenta na mesa do Senado, respectivamente a deputada Rose de Freitas e a senadora Marta Suplicy”, conta animada. Espera-se que o governo de Dilma Rousseff se diferencie dos anteriores no que diz respeito às políticas públicas, de forma que ao final dos quatro anos de mandato “possamos sentir que houve uma diferença, houve um efeito positivo desse governo sobre a vida da maioria das mulheres”. Com relação à equidade salarial, por exemplo, a ministra trabalha para que entre em pauta na Câmara Federal a votação de um projeto de lei que defende a igualdade de oportunidades entre homens e mulheres no mercado de trabalho, levando em consideração o nível de escolaridade e a função exercida. Gláucia Maria Teodoro Reis tem voz gentil e um largo sorriso, mas é firme em suas posições. Começou sua fala com informações sobre os sete convênios que a Semira está conduzindo para capacitação da mulher e ingresso da mesma no mercado de trabalho e sobre a proposta de parceria com o governo federal, para garantir mais recursos dirigidos a Goiás. Tudo isso aproveitando como cenário o Salão do Palácio das Esmeraldas após o brunch comemorativo do Dia Internacional da Mulher, com a presença do governador do Estado de Goiás, Marconi Perillo. Cumprida esta primeira etapa, os dados que a secretária mostrou foram preocupantes. “A equidade salarial em Goiás é similar à do resto do País, ou seja, a mulher ganha em média 70% menos

Delegada Lara Melo Oliveira: discriminação é herança da cultura latina

Valéria lembra que, mesmo com suas múltiplas funções, a mulher que é mãe continua cumprindo este papel com competência e carinho. Comenta ainda que a atual administração estadual pretende reforçar os espaços de atuação e valorizar a população feminina em Goiás. Na opinião da ministra Luiza Helena de Bairros, ao longo dos últimos 40 anos, o movimento de mulheres tem sido responsável por todas as conquistas do gênero na sociedade brasileira, provocando discussão e incentivando as mulheres a lutar por seus direitos em todos os setores da sociedade e não só na disputa por altos cargos. “Há muitas mulheres que fazem trabalhos de baixa remuneração, que se organizam e também sabem ser portadoras de direitos, como é o caso das trabalhadoras domésticas, que têm hoje

Ministra Luiza Helena defende oportunidades iguais para os dois sexos

ZELO 17

Zelo 15 Final legal.indd 17

1/4/2011 02:08:27


FOTO: ÂNGELA MOTTA

Secretária de Estado, Gláucia Maria Teodoro: mulheres têm visão sistêmica

que o homem exercendo o mesmo cargo, sobretudo na iniciativa privada”, pontua, agora, com semblante mais sério. Defendendo que as mulheres precisam ser incentivadas a pleitear cargos políticos e estratégicos, Gláucia acredita que a multiplicidade de funções do universo feminino dá às mulheres visão sistêmica. “A mulher tem uma dupla jornada em casa e no trabalho, isto é, ela desempenha várias tarefas simultaneamente. Já o homem tem um perfil de se especializar em uma coisa só”, dicotomiza. A mesma linha de raciocínio foi conduzida pela ministra Iriny Nicolau Lopes em seu discurso, ressaltando que a indústria da construção civil já se atentou para a qualidade do trabalho feminino e que o governo federal está trabalhando junto à Caixa Econômica Federal e outros agentes para facilitar o financiamento com juro diferenciado às mulheres que queiram abrir sua micro e pequena empresa. Segundo a ministra, “estas são as empresas que efetivamente geram emprego nesse País”. Violência E de trabalho entende muito bem a delegada Lara Melo Oliveira, que tem sete anos de profissão e já passou por diferentes delegacias, dentre elas, as especializadas no atendimento à mulher. “A gente vê que a mulher ainda sofre muita violência e preconceito e isso é muito característico da nossa cultura latina”, analisa a jovem delegada, que atualmente tem como foco os crimes contra o meio ambiente. Recém-casada e com planos de ser mãe, Lara se sensibiliza especialmente com os casos que envolvem a violência contra crianças. “A criança é muito verdadeira, ela conta certinho o que aconteceu, em detalhes. Com expressões de dor, de nojo. E

isso mexe muito comigo”, emociona-se. Lara formou-se em Direito no ano de 2004. Aos 25 anos de idade teve a cidade de Nazário como cenário inicial de sua carreira na Polícia Civil. Apesar do que se possa imaginar, Lara conta que não sofreu preconceitos, mas despertou a curiosidade e o questionamento velado da população da pequena cidade goiana com relação à sua capacidade de lidar com o tipo de demanda que receberia. “Era meu primeiro emprego. Quando eu cheguei nessa cidade, faziam fila na porta da delegacia para me ver, para saber quem era essa nova delegada”, conta entre risos. Após oito meses de trabalho em Nazário, Lara assumiu o 7º DP de Aparecida de Goiânia. Próxima de uma região com um aglomerado de mais de 60 motéis, casas de shows e boates, esta delegacia atende muitos casos que envolvem prostitutas e travestis, que fazem ponto na região. “São pessoas excluídas, marginalizadas e o único braço do Estado que chega para elas é o policial”, denuncia. No âmbito do meio ambiente, Lara enxerga uma situação muito semelhante quando descreve a condição das famílias que vivem do lixo. É um contrassenso, mas para o Estado estas pessoas representam um problema ambiental. “A maioria é de analfabetos, as crianças não frequentam creches”, revela com ar triste. Em sua visita ao lixão de Aparecida, ela diz que estava acompanhada por uma equipe de veterinários em uma operação para averiguar a existência de maus-tratos contra cavalos, sendo que um dos indícios do crime é a falta de ferradura nas patas dos animais. “Eu olhava para a pata do cavalo com ou sem ferradura, depois olhava para os pés das crianças e elas estavam descalças. Aí eu pensava: meu Deus, que situação!”, emociona-se a delegada. “As mulheres que se destacam têm que creditar esta conquista a uma caminhada de muitas”, desfere a cantora e empresária Cláudia Vieira. Atualmente sua prioridade profissional é a empresa de cosméticos que tem em sociedade com a mãe e duas irmãs. A carreira musical é uma paixão. Ela acredita que o Dia da Mulher é uma data tão importante quanto o Dia da Consciência Negra, por marcar a luta das minorias e provocar discussões a respeito do tema. Sobre o Dia das Mães, a artista chama atenção para as mudanças deste papel. “Ainda existe no imaginário da sociedade a mulher dona de casa, com perfil acolhedor, que nutre um amor incondicional. E essa mulher tem filhos, trabalha fora e ainda tem que se cuidar, ser linda, ser sexy”, suspira. Cláudia interpreta que o direito à maternidade passa a ser negado quando se cobra que ele seja exercido sem danos para o corpo, e conta uma história: “A minha irmã mais nova escreveu uma redação para a escola, uma vez, que dizia: minha mãe trabalha e é bonita, mas tem barriga. Com 6 anos, ela já tinha introjetado que ter barriga é um problema. Isso por um lado é legal, porque ela já não tem uma mãe idealizada, mas por outro, ela sabe que é uma objeção social”, lamenta. Orgulhosa de ser uma mulher negra, Cláudia Vieira se considera parte de uma parcela ainda mais discriminada, pois, segundo ela, as negras ganham menos do que as brancas e ocupam menos cargos importantes. De voz suave e dona de uma musicalidade refinada, a cantora ocupa frequentemente

ZELO 18

Zelo 15 Final legal.indd 18

1/4/2011 02:08:56


FOTO: DIVULGAÇÃO

posição de destaque na imprensa goiana e conta que já recebeu homenagem do movimento negro por isso. “Me disseram que toda vez que eu apareço no jornal, fortaleço a autoestima da criança negra que está em sua fase de formação”, emociona-se, lembrando que na universidade o movimento foi fundamental para a elevação de sua própria autoestima. Filha de pai negro e mãe branca, Cláudia não tinha contato em casa com o preconceito que sofreu na escola e isso precisou ser compreendido na fase adulta. Psicóloga por formação, a cantora reflete que os preconceitos são incutidos na primeira infância e que por isso a responsabilidade de transformação desta realidade passa de geração em geração, numa mudança lenta e gradual. E a própria mulher, mãe, é responsável pela mudança de pensamento de seus filhos e filhas, gerando novos pais e mães mais inclusivos. Apesar de biologicamente mais fortes, Cláudia acredita que os homens não superam as mulheres em equilíbrio e força emocional. “O homem também é frágil”, declara e defende que, “para uma nova mulher, é preciso surgir um novo homem”, que não queira competir em força física. Neste ponto, ela cita a Lei Maria da Penha como sendo conquista importante para a sociedade, por “colocar o dedo na ferida da violência contra a mulher”. Também nesta linha seguiu o discurso da advogada e magistrada aposentada Maria Luiza Póvoa Cruz, no Seminário Mulher Sempre Mais, organizado pelas secretarias de Estado da Saúde e de Políticas Públicas para Mulheres e Promoção da Igualdade Racial. Na oportunidade, a jurista chama a atenção para a existência, em pleno século XXI, da mulher assujeitada, que precisa de guarita do Estado por causa da violência física e psicológica exercida pelo marido. Para ela, deve-se levar em

Juíza Maria Luiza Póvoa: primeira de Goiás a reconhecer união homoafetiva

FOTO: FERNANDO LEITE

Cláudia Vieira: “Para uma nova mulher, é preciso surgir também um novo homem”

consideração que ainda existem mulheres que são relativamente incapazes de fato. São aquelas que nunca trabalharam ou se profissionalizaram, que vivem à custa e sob a dependência do marido, tendo dedicado a vida inteira à família. Neste caso, ela justifica que não há mais tempo e nem ânimo para que estas donas de casa consigam se aperfeiçoar para o mercado. Aí não há igualdade de condições com o marido e a advogada entende que essa mulher merece receber pensão alimentícia para o resto da vida. No caso desta mulher ser jovem, mas também nunca ter feito outra coisa que não ser mãe e/ou dona de casa, Maria Luiza explica que o caso é de pensão temporária, “durante um período julgado suficiente para que ela se profissionalize e se insira no mercado de trabalho”. Por outro lado, a jurista avisa que “a Lei Maria da Penha derrogou o artigo que trata da escusa absolutória. Significa que hoje, se o marido for embora levando todo o dinheiro da casa, a Delegacia da Mulher abre um inquérito para investigar furto de coisa em comum. Isso é um ganho exclusivo das mulheres. Se o caso ocorrer ao inverso, a mulher não sofre punição a não ser que haja violência física”. Primeira magistrada do Estado de Goiás a reconhecer uma união homoafetiva, Maria Luiza Póvoa Cruz acredita que hoje nós vivemos um momento histórico de inclusão social e que a dignidade da pessoa humana é mais importante do que as conquistas deste ou daquele segmento. Z ZELO 19

Zelo 15 Final legal.indd 19

1/4/2011 02:09:24


CONEXÃO EUROPA Roberta Brum – robertabrum@hotmail.com

Gastronomia rápida Sim, eu amo um Big Mac! Mas viajar e comer nestes fastfoods que há em toda esquina é quase um pecado! Sei que no ritmo turistão de Europa, a gente quer mesmo é comer um sanduíche rápido (e barato) e correr para o próximo pontinho do mapa. Porém, uma das marcas das cidades são os sabores. Então, vamos a eles: FOTOS: DIVULGAÇÃO

1. Londres:

Fish-and-chips – Consiste num filé de peixe (normalmente bacalhau fresco) empanado e batatas fritas, originado em 1958. Hoje em dia, as lojas de fish-andchip são responsáveis por 25% de todo o consumo de peixe branco no Reino Unido. Era tradicional embrulhá-los em uma fina camada de papel e por fora uma folha de jornal para absorver a gordura.

é retangular e gigante e com uma base muito mais grossa. Vendida por pedaços, que são cortados com uma tesoura, está por todos os lados, nos sabores margarita, cogumelo, salsicha, presunto e vegetariana. 6. Berlim:

3. Amsterdam:

Automatiek – É o nome das máquinas que vendem a típica comida rápida holandesa. Os Croquetes, sanduíches de croquetes e uma espécie de “risole”, são os mais comuns. As lojas preparam e colocam nas janelinhas, você põe uma moeda e a portinha se abre! É a cara da dinâmica Amsterdam. 4. Madri:

2. Paris:

Crepe Suzette – O mais famoso dos crepes franceses é a versão com açúcar, laranja e licor. Acreditase que foi criado por acidente no Café Monte Carlo, quando um inexperiente garçom preparava sobremesa ao rei britânico Eduardo VII e sua acompanhante Suzette. Não deixe de provar também as amanteigadas e recheadíssimas versões salgadas. Nada melhor que um jambon-fromage no almoço!

Bocatas – Apesar de que comer na rua não seja muito da cultura espanhola, que é defensora do tapeo (que são miniporções), a vida corrida levou os madrilenhos aos sanduíches, bocatas para eles. Os mais típicos são de presunto ibérico ou serrano com queijo manchego e azeite ou de tortilha de batatas. Peça “para levar”.

Wurst – Na Alemanha, se você não comer pão com salsicha, vai perder o melhor da viagem! A novidade é a versão híbrida com sabor asiático, Currywurst. 7. Istambul:

Döner – É aquela carne gigante no espeto que fica girando no gril. Uma das versões mais comuns é o “Kaşarlı Dürüm”, que consiste numa tostada finíssima enrolada com queijo kaşar e a carne döner. 8. Praga:

Smažený sýr – Para os amantes de um queijo quente, é um Edam grosso, frito à milanesa e servido em pão de hambúrguer com molho tártaro ou ketchup.

5. Roma:

Pizza al Taglio – É bom deixar claro que a Take-away pizza é bastante diferente e deliciosamente igual à de uma pizzaria. Ao contrário da tradicional, ZELO 20

Zelo 15 Final legal.indd 20

1/4/2011 02:10:07


Outside the Orange Box

Europa é arte A ideia de grandes exibições tem estado na moda nos últimos anos. Bom para quem mora do outro lado do Atlântico e está por aqui de passagem. Aproveite um guia a três grandes acontecimentos: • Monet – Musée d’Orsay, Paris, de 5 de abril a 3 de julho – Comprove os famosos retratos da vida social parisiense do século XIX (8 euros). • Picasso – Van Gogh Museum, Amsterdam, de 18 de fevereiro a 29 de maio – Uma mostra do início da carreira do artista em Paris de 1900 a 1907 (14 euros). • Miró – Tate Modern, London, de 14 de abril a 11 de setembro – A primeira retrospectiva sobre o artista na Inglaterra (15,50 libras)

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Sempre visitei Amsterdam e pensava que tinha conhecido a Holanda. Mas a verdade é que no último mês descobri que o país é muito mais que a capital e que esta é mais que bicicleta, canais, sexo e drogas. Fora dos estereótipos, este é um país incrível, de gente inovadora, criativa e competitiva, que faz de um território tão pequeno um dos maiores exportadores de comida. Gente que foi capaz de driblar o curso das águas, com 25% da população vivendo abaixo do nível do mar, e de criar negócios como a Tom Tom. Se for à Holanda, saia de Amsterdam, visite Rotterdam, uma cidade de arranhas-céus totalmente reconstruída após a guerra e casa do maior porto europeu. Um lugar tão multicultural que o prefeito é marroquino! Vá também a Den Haag, a capital política do país, solo do Palácio de Justiça Internacional e das maiores organizações de paz no mundo. Para isso, você só precisa de um bilhete de trem e 30 minutos de viagem, além, é claro, de uma cabeça aberta para entender este povo empreendedor.

Estonteante Para os que já conheceram a Europa Tradicional, ou para os pouco convencionais, a viagem do momento é para Tallin. A capital da Estônia – e capital europeia da Cultura 2011 – é o novo destino dos europeus mais informados. A gótica cidade conserva monumentos e costumes medievais – como os imponentes Castelo e Palácio Toompea, patrimônios tombados pela Unesco –, mas também interage com a arte contemporânea. Estônia valoriza o passado e abraça o futuro. Tallin é, por exemplo, listada frequentemente por maior extensão e penetração de uso de internet no mundo! Além do mais, aí estão as raízes do Skype. ZELO 21

Zelo 15 Final legal.indd 21

1/4/2011 02:11:07


GASTRONOMIA

Mocotó nordestino conquista o mundo Restaurante de São Paulo faz sucesso com cardápio que mistura comida regional e cosmopolita. Público é formado por celebridades e pessoas de todas as tribos

Edna Gomes

I

magine um restaurante com cara de boteco, com aspecto rústico, localização relativamente fora do centro cultural e gastronômico da capital de São Paulo e que atrai visitantes de todas as partes do Brasil e do mundo. Um chef de 30 anos faz sucesso com a sua arte culinária, introduzindo os produtos do Nordeste à sua cozinha moderna. Rodrigo Oliveira, paulistano formado há 5 anos em Gastronomia pela Anhembi Morumbi, é o responsáFOTOS: DIVULGAÇÃO vel pelo novo momento do restaurante Mocotó. Filho de seu Zé Almeida, um pernambucano que abriu um bar e tornou o seu caldo de mocotó superfamoso, ele começou cedo na lida do comércio e aos 13 anos já ajudava no armazém do pai. Lavou pratos, limpou banheiros, atendeu mesas, desenvolveu serviços de manutenção e tudo o mais que se pode fazer num restaurante. A revista Zelo teve o privilégio de conversar com ele e pôde perceber o orgulho que sente de trabalhar com as raízes nordestinas, herança da família. Rodrigo mistura ingredientes do agreste com o campestre, do Nordeste com o Mediterrâneo.

Sua simplicidade e paixão por uma boa bebida estão presentes em todos os lugares do restaurante. Não há nada de extravagante no local. Em várias estantes, muitas cachaças, das quais se tornou um grande apreciador. Para saber mais sobre as origens da sua cozinha, viajou sozinho pelo Nordeste, visitando restaurantes, indo a mercados e feiras-livres. Também decidiu sair pelo País para conhecer a fabricação da cachaça, uma de suas paixões. Em suas inúmeras viagens, ele foi se aprofundando no assunto. Hoje o chef Rodrigo se dedica integralmente à cozinha do restaurante e diz que “há muito trabalho pela frente, muito o que aprender e muito a apresentar da nossa cultura”. Com a humildade e o gosto pelo trabalho herdados do pai, ele e sua comida estão conquistando o mundo. O Mocotó já é notícia em várias partes do globo e gente de todo canto prova de suas iguarias. Hoje, o restaurante é sucesso absoluto de público e recebe excelentes críticas em revistas gastronômicas e jornais. O restaurante está sempre lotado de celebridades, gente de todas as tribos, chefs internacionais e pessoas comuns. Essa informalidade é que dá charme ao Mocotó, que se divide entre mesas e balcão, o que faz dele um lugar especial. Nas palavras do jovem chef, a receita do sucesso está no saber e no amor de fazer o que se gosta. Z

Chef Rodrigo Oliveira comanda a cozinha do Mocotó: dedicação

ZELO 22

Zelo 15 Final legal.indd 22

1/4/2011 02:11:35


Dadinho de tapioca com queijo de coalho INGREDIENTES

• Tapioca granulada, 250g • Queijo de coalho, 250g • Leite quente, 500ml • Sal, 8g (pode variar de acordo com o sal do queijo) • Pimenta branca, 1 pitada PREPARO

1. Misture o queijo ralado e a tapioca e junte ao leite bem quente, mexendo sempre para não formar grumos. 2. Acrescente os temperos e mexa até a mistura começar a firmar. 3. Despeje em uma assadeira forrada com plástico (para facilitar ao desenformar) e cubra com papel filme. Deixe resfriar em temperatura ambiente e leve à geladeira por pelo menos 3h. 4. Corte em cubos e frite por imersão a 180ºC até dourar. 5. Sirva com molho de pimenta (Sweet Chilli Blue Dragon).

Musse de chocolate com cachaça INGREDIENTES

• 350g de chocolate meio amargo picado • 250g de creme de leite fresco • 100g de cachaça artesanal envelhecida em bálsamo • 45g de manteiga derretida • 75g de açúcar • 06 claras • 06 gemas

(Rende 8 porções)

PARA DECORAÇÃO

•Calda de chocolate • Raspas de chocolate • Chantilly de cachaça PREPARO

1. Derreta o chocolate em banho-maria e mantenha-o aquecido. 2. No liquidificador, coloque as claras e com o aparelho ligado adicione o chocolate, a manteiga, a cachaça e o açúcar. Reserve e deixe esfriar completamente. 3. Numa tigela de inox, leve as gemas ao banho-maria, batendo até ter um creme fofo e brilhante. Tome cuidado para não coagular as gemas com calor excessivo. Reserve e deixe esfriar completamente. 4. Bata o creme de leite bem gelado até firmar e triplicar de volume aproximadamente. Junte as gemas batidas e por último o creme de chocolate. Misture delicadamente até ter um creme homogêneo. 5. Despeje no recipiente escolhido e leve à geladeira até firmar. 6. Decore com o chantilly de cachaça, raspas e calda de chocolate. (Rende 10 porções) ZELO 23

Zelo 15 Final legal.indd 23

1/4/2011 02:11:53


Adega PERFIL

Edna Gomes – gomesedna@uol.com.br

Vinho certo para cada carne É maravilhosa a sinergia que existe entre a comida e o vinho. Especialmente nos impressiona o quanto um belo vinho tinto acompanha bem uma carne grelhada na brasa. Com relação a esta harmonização tão prezada entre as pessoas que valorizam a boa mesa, temos algumas dicas bacanas. 1. Sempre considerar inicialmente o corpo do vinho que se estará bebendo com relação ao tipo de carne que se vai pedir. Existem carnes bovinas mais leves e com menor teor de gordura e existem outras mais gordurosas e com sabor mais pronunciado. O vinho deve acompanhar estas diferenças. 2. As carnes mais gordurosas devem ser acompanhadas de vinhos com boa acidez, pois a acidez do vinho limpa o palato, convidando a mais uma garfada. 3. Vinhos com uma quantidade maior de tanino devem ser degustados acompanhados de carnes vermelhas suculentas (do ponto para malpassada), pois a proteína da carne vai, de certa forma, “domar” estes taninos, arredondando o vinho.

Glass Mountain Cabernet Sauvignon 2005 (EUA) Espiritu de Chile Syrah Reserva 2007 (Chile) Cem Amigos 2007 (Portugal)

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Harmonização de cervejas. Ótima experiência!

Ruiva

Negra

Loura

Nem só de amendoim vivem os apreciadores de cerveja. Cada vez mais exigentes, eles começam a desvendar as inúmeras possibilidades de harmonização da bebida com a gastronomia. O fato é que algumas versões possuem características que não estão presentes na maior parte dos vinhos, a exemplo da carbonatação ou da existência de sabores e aromas torrados ou caramelizados, elementos que acompanham com perfeição certos pratos. As combinações ocorrem, geralmente, por corte (quando, por exemplo, os elementos da cerveja, como carbonatação e amargor, “quebram” a gordura presente no prato, limpando o paladar para a nova garfada), contraste (quando as características diferentes entre o prato e a cerveja acabam por valorizar a ambos), e semelhança (quando receita e cerveja possuem elementos sensoriais que se assemelham), de modo que as qualidades recíprocas sejam ressaltadas. Com a intenção de auxiliar os iniciantes neste saboroso processo, a Cervejaria Devassa oferece um cardápio, no qual

cada prato vem acompanhado de uma sugestão de cerveja ou chope para harmonização. A casa oferece cinco opções do produto. A Loura (Pilsen), de cor clara, com aroma mais leve e sabor suave, vai bem com peixes, frangos, saladas ou molhos; enquanto que a Ruiva (Pale Ale) tem tudo a ver com receitas de paladar forte, como carnes vermelhas, massas com molhos condimentados e queijos tipo parmesão, gouda e emmental. Por outro lado, a Devassa Negra (Dark Ale), de coloração escura e levedura de alta fermentação, é uma boa pedida para acompanhar sobremesas, principalmente as que têm o chocolate como base. Já a Sarará (Weiss), feita à base de trigo e com aroma de banana e cravo, combina perfeitamente com apimentados, a exemplo das iguarias da cozinha tailandesa e mexicana, além de petiscos como bolinho de bacalhau, mandioca e batata frita. Por fim, a Índia (India Pale Ale), que é escura e de alta fermentação, produzida com blend dos maltes Viena, Chocolate, Black e Pilsen, faz dupla com tira-gostos e pratos condimentados.

ZELO 24

Zelo 15 Final legal.indd 24

1/4/2011 02:12:30


CEREBRAIS-TENTÁCULOS

Mundos-olhos: pensamentos exprimem dias que nadam Max Miranda

maxmaxmax3m@hotmail.com

O

que é a história dos dias? Será que, no canto de bruta-existência, isoladamente, é ágil o bastante para manter o mundo sob controle? O controle é o meio técnico. Não se preocupe, alguém assistirá ao canal íntimo que nos rodeia. Ao mergulhar em constantes ritmos fluidos? Não. Nem precisa ligar o fato com o tato. Mesmo no escuro, a biografia é reluzente em dia de sol. Quero dizer que o dia de um não vive sem o dia dele. Do tempo incontrolável de nós. Águas de chuva: ou bueiros que entopem um a um devido aos “papéis de bala” jogados pela janela do carro. Multidão descontrolada em idas-vindas asfálticas. Ou você caminha rápido ou ficará na sua-nua cor de sangue, quente no concreto, filtro das horas viventes no espaço de andares vivos: ao nosso redor e, ao mesmo tempo, sinais de violência e doçuras escondidas; fortes, presença caótica e buzinas: manifestantes de especiais pudores que funcionam como viveres abertos. Se sim ou não, os quatros cantos – norte-sul-leste-oeste – consomem a cor vital? Esfaimada. Os espaços da teia concreta pertencem ao caos ou estão ao léu? Pertences públicos entregues ao fim de uma pura existência de contínuas crias; formas barram ao passar pelo fio da meada criada a umbigos e particípios íntimos: do ser que é ser e ser e ser. Selado. Espaços construídos na cidade em termos íntimos. E o democrático riso é feito de pano. A democrática-bio-forma fica nas mãos ou nos olhos ou nos cérebros de uns e outros poucos sozinhos brincalhões: distúrbios, manias e perversões – inteligências e manipulações. Cenário negro? Natureza-verde, sem efeitos especulativos. E pronto. Consumos inconscientes ou nada disso. Justaposições que se leem e nem acham

que foram e que vão; só repetição. O importante é ser o caminho de si para fluir o caminho do outro: trânsito é disciplina e paciência no volante. Quando voltar do destino, ninguém descobrirá onde foi partido o tempo que se foi proposto pela cidade. Viver em meio concreto, e também se ver no parque de vísceras que pulsam. Também no parque de dentro. “Qual a influência dos florais de Bach na música de Beethoven?” Há perguntas cotidianas e há ainda respostas ancestrais em meio ao tudo de hoje – rir nos vales. Viver agora é enfrentar o equívoco invólucro de sentidos inacabados do pensamento. Que pensamento de deixar lixo na porta de casa? A rua é limpa. Somos nós a pura fatia estragada que podemos? Linhas-pálpebras Outra pergunta: sobre os dias de hoje, é cabível saber qual a parcela de culpa da pálpebra caída da outra face da visão? A vista sobrepõe-se ao total da flâmula em cinza ou outra cor; mal pude acreditar nos tratos carnais da alma alheia, pois em completa queima estava. Mas prosseguimos o inacabado teatro

de nós: olha essa ação. É feia, suja... Banco de espera de ônibus, ou melhor, ponto de ônibus. Lugar de esperar a condução para casa – e casa é um lugar que se volta –, pois há um fluxo. Hoje, muitos não colocam a bunda no banco. Colocam os pés-lamas. Sujam o banco para o outro. Cidadania ou só cidade mesmo? Ponto de ônibus, com chuva ou não, o diálogo conserva a nossa fiação com os leões-vivos do dia a dia. Viveres são contatos e calores: onde tem muito concreto, têm abstratos derretendo. Onde há o verde no foco da metrópole, há expedição imobiliária em corte fundo de navios terrestres. E de vivência urbana, o buraco desenha o traço do trajeto. Ruas de canais. Ruas de ilhas. Árvores em puro fresco dia. As borboletas que se pensaram casulo, põem-se em destino do laço com o existido inteiramente livre: e só agora sexos são diversidades publicadas. Quem faz gênero é a papuda que ainda é sapo, nem príncipe, nem princesa. Chuvas de granizo que abarcam os nós de amontoados em sangue e pele. Humanos crus e de frente e de trás. E fomos nós outra vez acordar o dia: cada um sabe disso. FOTO: MAX MIRANDA

ZELO 25

Zelo 15 Final legal.indd 25

1/4/2011 02:12:47


ZELO 26

Zelo 15 Final legal.indd 26

1/4/2011 02:13:30


CONFORTO

Eliane Mendonça cria versátil sala de cinema MOSTRA

Morar Mais por Menos traz ideias sustentáveis e econômicas

PERFIL

Fernando Galvão abre seu baú de recordações

Zelo 15 Final legal.indd 27

1/4/2011 02:14:27


MODERNIDADE

Cinema com todo conforto Arquiteta propõe mix de produtos e cores diferenciadas, inovando o conceito de home-cine FOTO: ÂNGELA MOTTA

Eliane Mendonça: sala de cinema high tech no aconchego do lar

Lucíola Corrêa

S

uperar desafios. Essa é uma das características da arquiteta Eliane Mendonça, que atua há mais de 20 anos na área. Seu profissionalismo é pautado pela transparência e compromisso com seus clientes. “Aliar as expectativas do cliente ao processo criativo é essencial para o resultado de um bom projeto”, diz a arquiteta. A profissional possui projetos arquitetônicos e de interiores executados nos principais condomínios horizontais e verticais em Goiás e São Paulo, e também no Distrito Federal. Além de interferências significativas em empreendimentos de construtoras renomadas, como Borges Landeiro e Euroamérica Construtora. Atenta às novidades do mercado de arquitetura, urbanismo e interiores, Eliane Mendonça sempre participa de eventos ligados ao setor em que atua. “É importante para o aprimoramento do profissional estar presente em eventos ligados ao setor, como visitar feiras, eventos técnicos e acadêmicos, além de participar de mostras de decoração.” Em 2011, a profissional aceitou participar da 4ª edição da Morar Mais Goiânia, e seu maior desafio foi executar um projeto em que estivessem presentes os conceitos que norteiam a mostra: “reduzir, reutilizar e reciclar”, sem se esquecer de valorizar a brasilidade. E o desafio, como garante a própria arquiteta, foi cumprido. Eliane levou para a edição de 2011 da Morar Mais uma proposta diferenciada para o ambiente Sala de Cinema. “Elaborei um projeto em que transformo o home-cine numa verdadeira sala de convivência”, explica a profissional. O espaço foi concebido numa linguagem moderna para provar ao público que é possível unir

Sala de cinema combina tecnologia avançada com peças rústicas na decoração

conforto, aconchego e tecnologia num só lugar. A predominância de elementos simétricos e o equilíbrio das cores refletem a preocupação em tornar o ambiente em um espaço prático e usável. Brasilidade O mobiliário reflete a tendência de combinar peças sofisticadas e rústicas em um só local, levando um toque de charme à Sala de Cinema. O ambiente abriga peças criadas pela arquiteta Eliane Mendonça e executadas pela Cambuí Móveis, como, por exemplo, a central de cine-áudio: dois painéis em laca branca brilhante, que em uma das paredes faz um pórtico em torno do telão, e a mesa-bar em madeira pínus, que foi preparada a fim de dar o tom de rusticidade ao ambiente.

ZELO 28

Zelo 15 Final legal.indd 28

1/4/2011 02:16:24


FOTO: RICARDO LIMA

Segundo a arquiteta, a escolha dessa madeira foi proposital, para transformar o móvel em uma peça de design. “O pínus é uma madeira renovável e de baixo custo, muito usada na fabricação de caixotes e pouco valorizada pelo setor moveleiro”, explica Eliane Mendonça. “A mesa-bar atua como peça de apoio do espaço, um local onde pode-se colocar uma máquina de fazer pipoca, servir bebidas, por exemplo”, sugere Mendonça. Um sofá-chaise longue com encostos reguláveis permite a quem usá-lo sentir-se abraçado pela peça. Pufes complementam o conforto dos usuários do móvel. Em contraponto à rusticidade de alguns itens do mobiliário, a arquiteta contemplou o uso de tons claros (bege, dourado, prata) e nas variações de

branco, presente nos dois painéis em laca brilhante, também executados pela Cambuí, e nos revestimentos das mesas de apoio e do estofamento das poltronas, em fibra de tábua natural, que foram revestidas com saco de linhagem. Seguindo o mote brasilidade e sustentabilidade, o uso da juta revestindo as paredes laterais surpreende na maneira como a fibra natural 100% biodegradável e reciclável foi utilizada. “Nessa aplicação, quis mostrar que há outras opções para o cliente revestir suas paredes. É possível substituir os clássicos papéis-parede, que possuem um custo elevado, e decorar um ambiente com a juta, além de essa fibra natural funcionar como revestimento acústico”, ensina a profissional. A juta também possui sua beleza, afirma a arquiteta. “Usamos uma trama

de juta que possui fios dourados”, explica Eliane. Ela garante que é uma maneira sutil de mostrar que um elemento rústico como a juta pode perfeitamente combinar com a luminária e com as molduras das gravuras, que se apresentam na cor dourada envelhecida. “A juta, o dourado e a prata das louças complementam o espaço e ressaltam a elegância que o espaço de convivência possui”, finaliza Eliane Mendonça. Tecnologia A tecnologia do cinema está presente no espaço projetado por Eliane Mendonça, que tem no telão de 106 polegadas a máxima expressão da tecnologia, que vem revolucionando o conceito de home-cine. A profissional escolheu o Media Center 3D, um servidor para os mais diversos tipos de mídia e informações digitais. O dispositivo concentra em um único aparelho a central de áudio e vídeo, capaz de gravar, armazenar, editar e reproduzir imagens. “Escolhi esse produto porque garante um show de imagens e permite uma experiência inovadora através dos óculos 3D ativos, que são de lente LCD, proporcionando total imersão tridimensional”, justifica a arquiteta. Além da presença marcante do sistema de áudio e vídeo, a Sala de Cinema conta também com a automação na climatização do ambiente, nas cortinas e na iluminação. Esta última apresenta-se de maneira pontual e dimerizada, a fim de instaurar um clima ora de aconchego ora de descontração. Z ELIANE MENDONÇA ARQUITETURA E INTERIORES

Telefones: (62) 3241 8529 / 9975 3322 Email: elianearqmendonca@gmail.com

Cambuí Cozinhas e Dormitórios Av. D nº 491, Qd. G11, Lt. 16 Setor Oeste, Goiânia - Goiás

ZELO 29

Zelo 15 Final legal.indd 29

1/4/2011 02:18:07


SUSTENTABILIDADE

Economia em

três palavras

A expressão “reutilizar, reciclar e reduzir” faz parte do processo criativo dos profissionais envolvidos na concepção da mostra Morar Mais por Menos

FOTOS: WALTER FOLADOR

do espaço – da Terra, simplesmente. Exemplo: caco de vidro. Muitos sabem que isso é matéria-prima. Qual a palavra? Reciclagem. Não apenas para baratear a obra. Para poupar o meio ambiente. Exemplos disso são as pastilhas de vidro utilizadas pela Morar Mais no revestimento de banheiros. Luxo chique-responsável. Passando pela casa, um pensar em mente: materiais só viram lixo quando não se demonstra nenhum interesse por eles. É bom falar disso: peças que sofreram algum problema na linha de produção e que seriam descartadas, produzindo assim mais lixo para o Planeta, agora voltam renovadas. A casa apresenta um tipo de cerâmica que, após novo tratamento, pode ser utilizada como revestimento. Coisas úteis se transformam de uma forma ou de outra.

Kerley Melo criou a Varanda Master: espaço para toda a família

Max Miranda

A

casa proporciona uma multiplicidade de apontamentos para se viver melhor, mais consciente, mais responsável – para uma confortável mente na hora de consumir. A 4ª edição do Morar Mais, em Goiânia, une profissionais diversos e espaços que acrescentam conceitos de economia. Diante da proposta de sustentabilidade, uma letra se reproduz em maiúscula intenção: Reutilizar, Reciclar e Reduzir. As três palavras construíram os ambientes da casa. Muitos são os materiais que se renovam e contribuem para o bem-estar

Da moda ao restaurante Um lugar leva ao outro. A casa Morar Mais é grande. Curiosa. A curiosidade dos olhos leva até o Escritório da designer de moda, idealizado pelo arquiteto Fábio Souza e Carolina Bailoni, designer de interiores. “O ambiente reflete a personalidade do fashionista, do apaixonado por moda. Local de negócios e criação”, esclarece Fábio. Sustentabilidade e materiais certificados estão na agenda do arquiteto. “Economia de energia por meio de sensores também soma responsabilidade ao projeto.” Audrey Hepburn, croquis, máquina de costura

ZELO 30

Zelo 15 Final legal.indd 30

1/4/2011 02:19:36


Marcos Queiroz em sua Sala de Jantar: parede rústica contrasta com peças sofisticadas

Fábio Souza e Carolina Bailoni bolaram o Escritório da Designer: local de negócios e criatividade

antiga, poltronas amarelas, iluminação inteligente, cortinas de fibra. “As cores do ambiente chamam a atenção. Alto-astral”, define Maria Conceição, monitora. Outro espaço, em meio a tantos outros cômodos, é a Boutique Design. Jeferson Castro, Leonardo Fleury e Leandra Pires são os autores. “Loja de objetos de design que traz uma proposta de conforto e aconchego por meio do uso de materiais sofisticados em contraste com materiais rústicos”, traduz Jeferson. Segundo os idealizadores, o espaço foi ambientado para gerar conforto e sofisticação a todos os amantes de decoração e arte. Há criações goianas na Boutique:

esculturas, vasos, móveis, telas e objetos de diversos artistas. “Foi concebido para ser um espaço neutro, clean e ao mesmo tempo romântico, com o uso de papel parede clássico, lustre de cristais e espelho com moldura clássica.” Jeferson acrescenta: “As cordas são nosso maior apelo ao sustentável. São materiais naturais, de uso geralmente industrial e no espaço teve uma roupagem romântica, por meio de amarração em varões com ponteiras de cristais.” Quem não gosta de uma varanda deliciosa para sentir o frescor dos dias? A Varanda Máster, criada por Kerley Melo, tem uma cara de família. Ela traduz: “Uma varanda que reúne toda a família,

e que seja uma extensão da cozinha. Com poltronas relaxantes. Pensei numa varanda aconchegante, com folhagens, estampa azul na parede.” A profissional define o lugar numa palavra: “Gostosa.” Há lugares e lugares. Mas no ambiente Do Escultor, do arquiteto Robledo Costa e Noeli Mendes, designer de interiores, o espaço faz a diferença. Rico em contentamento e cor. O que é o ambiente, Robledo? “O espaço é um gazebo, dividido em dois ambientes, Estar e Oficina, e um espelho d’água na lateral externa, dedicado ao escultor ou artesão.” E o que é um espaço consciente e responsável? “O espaço consciente é aquele que se preocupa, em primeiro lugar, com o cliente ou programa de necessidades, que se apropria de materiais adequados à proposta e tem como base elementos de criatividade, praticidade e funcionalidade.” Robledo comenta que o espaço criado se preocupa com o perfil da mostra: “E por ser uma mostra diferente, que procura abrir espaço para projetos mais criativos e com respostas às necessidades atuais de habitar; sendo sustentável, ecologicamente correto, tecnológico, que inclua os valores e produtos locais e facilite o acesso às ideias para todas as camadas sociais. Enfim, um projeto morar mais por menos.” Comer. Comer com harmonia não faz mal a ninguém. O Restaurante, do arquiteto Leo Romano, traz esse ar; ar de asas, porque tem imagens de pássaros, em forma de quadros e porcelana. E

ZELO 31

Zelo 15 Final legal.indd 31

1/4/2011 02:20:04


Leo Romano: criatividade no reaproveitamento de materiais

mais: 35 portas de madeira, resistentes e que não teriam utilidade para uns, delimitaram a área com criatividade e reaproveitamento. Leo define o lugar em dez palavras: “Conceito, sustentabilidade, clima, criatividade, contemporâneo, inusitado, plástico, flexível, reúso, preciso.” Do jantar à suíte Mais um lugar soma às intenções da mostra: a Suíte da Moça, de Luciana Messala. Ela comenta: “Efeito hi-low, ou seja, o luxuoso misturado ao simples e barato. Foi uma das grandes sacadas para o projeto e para a decoração. Um mega closet sem portas, integrado ao boxe e ao restante do banho: uma transgressão mais que bem-vinda em conceito de morar contemporâneo. E cores chiques como o preto e o vermelho.” E a Sala de Jantar? Criada pelo arquiteto Marcos Queiroz, traz um “lustre-super”, que não fica ao centro da mesa, de oito lugares. A sala tem um ar fantástico, não se esquecendo das propostas arrojadas e de sustentabilidade, como uma parede rústica – um entrelaçado contraste com peças sofisticadas. Detalhe: a base da mesa é uma obra de arte que sustenta o vidro. São filetes de madeiras sobrepostos de efeito excêntrico. A Suíte Máster, assinada pela arquiteta Adriane Conti, é ampla, integrada. “Este projeto foi totalmente pensado para quem quer poucos móveis, e espaços mais livres e limpos. O destaque é a integração entre os ambientes (quarto, banho, clo-

set), reforçado pelo design das grandes bancadas executadas em mármore, tanto no quarto como no banho, e que trazem uma linguagem única ao espaço.” De acordo com Adriane, a definição das cores foi o ponto de partida: branco, off white, turquesa. “A mistura do moderno e o contemporâneo valoriza a suíte do casal, trazendo muito aconchego e a vontade de não mais sair do descanso.” As especificações englobam tecnologia e sustentabilidade relacionadas com automação residencial, segundo ela. “O projeto luminotécnico valorizou o clima relaxante e elegante do morar bem. A

iluminação foi planejada com lâmpadas, reatores e luminárias de baixo consumo que garantem a afirmação de economia e praticidade sem perder na qualidade da luminosidade do ambiente.” Ela é prática: “As paredes foram trabalhadas visualizando a praticidade de materiais – papel parede e pedras Stone.” Para Adriane, o conceito de Morar Mais por Menos pode ser associado à combinação de materiais, cores e espaços. “O que torna o ambiente exclusivo e atemporal, sem prejudicar o bem viver. Quer para pequenas ou grandes obras, é possível fazer desta realidade um modo de vida.” Z

Jeferson Castro e Leonardo Fleury na Boutique Design: para amantes da arte

ZELO 32

Zelo 15 Final legal.indd 32

1/4/2011 02:21:00


ZELO 33

Zelo 15 Final legal.indd 33

1/4/2011 02:21:58


EVENTO FOTOS: ÂNGELA MOTTA E WALTER FOLADOR

Decor

Os empresários Frederico Gomes e Soraia Prates receberam arquitetos, decoradores, paisagista e designer de interiores para o coquetel da Morar Mais Por Menos edição 2011.

Frederico Gomes e Soraia Prates

Marcos Queiroz e Luciani Stival Marcelo Tentro , Leo Romano e Rogério Borges

Rosemar Colucci e Kerley Melo

Katarine Alexandre, Olegário Costa e Sergio Madalena Klaudia Sabino e Eliane Mendonça

Marcelo Peixoto, Luciana Oliveira, Elton Vidal e Isolda Gontijo

Alice Melo e Maria Abadia Haich Wanessa Rodrigues

Cristal, Liliane e Tana Lobo Ana Carolina, Anderson Lobo e Camila Cunha Luciana Mençala

Flávio Antônio, Helen Simone, Elsiony Moura e Clarismar Machado

ZELO 34

Zelo 15 Final legal.indd 34

1/4/2011 02:23:04


Zelo 15 Final legal.indd 35

1/4/2011 02:23:06


EVENTO

FOTOS: ÂNGELA MOTTA E WALTER FOLADOR

Meire Santos

Laura Alvarenga e César Neto

Eliane Mendonça

Aline Santos

Chic que cabe no bolso A mostra Morar Mais por Menos “O chique que cabe no bolso” já se consolidou com o conceito que mescla sofisticação e ambientes acessíveis. Durante 40 dias, arquitetos, decoradores, paisagistas e designer de interiores apresentaram no evento soluções acessíveis e ideias criativas envolvendo arquitetura, decoração e paisagismo. Para a edição 2011 da mostra, cerca de 60 profissionais foram convidados para construir os espaços expostos. (Rosângela Motta)

Mônica Monteiro

Marcelo Solá

ZELO 36

Zelo 15 Final legal.indd 36

1/4/2011 02:24:14


Moely Mendes e Robledo Costa

Flรกvio Paraguassu e Ednara Braga

Bruno Baiocchi e Mariah Mundim

Leandra Gualberto e Pedro Ernesto

Mayse Mendonรงa e Elizabeth Pires

Bรกrbara Fiori

Rubens Brito e Fรกbio Guedes

Juliane Calvet

ZELO 37

Zelo 15 Final legal.indd 37

1/4/2011 02:25:00


EVENTO FOTOS: ÂNGELA MOTTA

Ana Maria Miller e Alexandre Milhomem

Marcelo Greiner, João Nelson Jr., Rita e João Nelson

Regina Amaral, Márcia Albiéri e Fátima Mesquita

Cynara de Siqueira e Karina de Siqueira

Bontempo premia

Larissa Camárcio Barbosa e Andréa Fonseca

Bárbara Neuma

Giselly Graciano

A Bontempo ofereceu um almoço no charmoso Buffet Hanna para um seleto grupo de especificadores participantes do Programa Malas Prontas, que está em sua sétima edição e já premiou mais de 250 profissionais em todo o Brasil. Alexandre Milhomem, Ana Maria Miller, Ana Paula de Castro e Cynara de Siqueira foram os ganhadores de viagens a Milão durante o Salone Internazionale del Mobile, que atrai público do mundo inteiro. Também ganharam viagens nacionais: Karla Bittar, Regina Amaral e Sandra Marquezan. Na ocasião, foram divulgados os nomes dos participantes do livro Receitas de Sucesso, que abrange especificadores de todo o País e do qual participam, pela franquia de Goiânia, Alexandre Milhomem, Ana Maria Miller, Ana Paula e Sanderson, Bár-

Sanderson Porto, Ana Paula de Castro e Genésio Maranhão

Marcelo Lopes e Lígia Cardoso

bara Neuma, Cynara e Karina de Siqueira, Genésio Maranhão, Giselly Moreira, Karla e Eduardo Bittar, Larissa Camárcio Barbosa e Andréa Fonseca, Regina Amaral, Márcia Albiéri e Fátima Mesquita. A receita de sucesso da Bontempo Goiânia tem como ingredientes essenciais a participação de profissionais que se destacam no segmento de Arquitetura e Decoração de Goiás e do Tocantins.

ZELO 38

Zelo 15 Final legal.indd 38

1/4/2011 02:25:58


Zelo 15 Final legal.indd 39

1/4/2011 02:26:18


PERFIL

Fernando viveu em Minas e no Rio de Janeiro, mas foi em Goiás que encontrou a vida que sonhava

Com lugar de destaque na história da arquitetura em Goiás, Fernando Galvão dá lições de simplicidade e mostra vigor juvenil quando o assunto é trabalho

De uma singela

Grandeza ZELO 40

Zelo 15 Final legal.indd 40

1/4/2011 02:28:22


FOTO: ÂNGELA MOTTA

João Camargo Neto

N

ão marque um bate-papo com o arquiteto Fernando Galvão se você tiver outro horário marcado. Ou se você tiver três aparelhos celulares e uma agenda imediata a cumprir. O risco de perder detalhes de uma conversa enriquecedora será grande se desobedecer às duas orientações acima. A carteira de identidade aponta 70 anos. Ele confirma. No entanto, a jovialidade expressa no rosto e o frescor das histórias que conta, ao mesmo tempo sérias e boêmias, contradizem as sete décadas e remontam à adolescência, fase onde tudo ligado à arquitetura começou a acontecer em sua vida. De início, em Uberlândia, cidade mineira onde nasceu, ao Rio de Janeiro, à época capital federal, onde fez faculdade, na atual Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Foi lá, no berço do nascimento, que tudo começou. Fernando sempre precisou trabalhar para custear os estudos e suas pequenas farras. Aos 17 anos, no fim do científico, o que corresponde hoje ao ensino médio, ingressou como auxiliar em um escritório de arquitetura em sua terra natal. À época, participou de excursão da turma de colégio ao Rio de Janeiro. O bairro de Botafogo, não tão tradicional como Ipanema e Copacabana, mas cheio de bossa como toda a Cidade Maravilhosa, proporcionou amor à primeira vista. Estava tudo decidido. Seria ali que iria morar, estudar, se casar... De volta a Uberlândia, depois de alguns dias passeando da Lapa à praia, mal conseguia concluir os estudos para focar no seu objetivo: morar no Rio de Janeiro. Concluído o científico, partiu para a realização do seu sonho. No Rio, não foi diferente. Teve, de cara, de começar a trabalhar para bancar o curso preparatório para o vestibular. A Universidade do Brasil, hoje UFRJ, era cercada pela pompa de ser a universidade pública da capital federal. Remanescente de escola pública não teria chances de estudar nela. Não se fosse hoje, pois à época a qualidade do ensino público era satisfatória, e se não fosse Fernando Galvão, menino que soube aproveitar a vida e escalar degrau por degrau com trabalho, dignidade e boemia. O último fator ele não esconde. Na universidade, foi exemplar. Dedicou-se com afinco ao curso que escolheu. Sempre estagiando na área, concluiu a faculdade aos 27 anos e trabalhou um ano e meio no Rio. Durante este período, integrou equipes responsáveis por obras estruturantes justamente – e não coincidentemente – no bairro que o encantou de início: Botafogo.

Já ladeado pela mulher com quem é casado até hoje, Fernando Galvão temia a vida que seus colegas levavam. “A maioria deles via os filhos somente aos finais de semana. Eu não queria isso para mim”, conta. Por este motivo, resolveu se mudar para Goiânia, onde seu pai, recém-aposentado, estava morando e gabava-se da qualidade de vida. Fernando Galvão teve sorte na vida, porém nunca precisou lançar mão dela. Seu esforço e competência sempre delinearam seu caminho. Novamente, não por coincidência, quando resolveu vir para a capital goiana, a então Universidade Católica de Goiás, hoje Pontifícia Universidade Católica de Goiás, estava abrindo sua Faculdade de Arquitetura. Quando os responsáveis pela contratação do corpo docente souberam da mudança de Fernando Galvão, logo o contrataram. Sua formação e experiência no Rio foram determinantes para a conquista do novo trabalho. Desde então, não parou mais. Ele abandonou a carreira universitária uma década depois, mas com carteira de clientes formada para lhe garantir sucesso e vida longa. Lembra-se da primeira casa que projetou em Goiânia, na Avenida República do Líbano, no Setor Oeste. O cliente, um médico, mora nela até hoje. Fernando Galvão não perde a piada: “De duas, uma. Ou ficou tão ruim que ele nunca conseguiu vender. Ou ficou tão boa que ele nunca mais quis sair dela.” Certamente, a segunda opção. Se pudesse escolher um arquiteto vivo ou morto para fazer o projeto de sua nova casa, Fernando Galvão logo responde que seria o americano de origem austríaca Richard Josef Neutra (1892-1970) o escolhido. O entrevistado foi proibido de responder seus filhos, dois dos três fizeram arquitetura, e sua nora, que também segue o mesmo caminho. Caso pudesse escolher uma residência já construída, a Casa da Cascata, desenhada em 1934 por Frank Lloyd Wright na Pensilvânia, seria seu novo abrigo. Em visita aos Estados Unidos, Fernando Galvão percorreu 200 quilômetros somente para visitá-la. Ele garante que valeu a pena, pois guarda referências da construção. Aos 70 anos, Fernando Galvão continua com o porte de um garoto no fim da adolescência e o jeitinho centrado de mineiro. A risada e a malemolência elegante mostram que o arquiteto tem algo do Rio de Janeiro, além de sua formação universitária. A recepção, a tranquilidade e o profissionalismo são dignos de um goiano. A mistura resultou em um dos profissionais mais sólidos e respeitados da arquitetura de sua geração. Z

ZELO 41

Zelo 15 Final legal.indd 41

1/4/2011 02:30:39


EVENTO FOTOS: CONFIRMAR???

Adebar Pinheiro, Tainá Pinheiro, Nordal de Paula e Andiara Pinheiro

Vivace Ambientes Goiânia conta agora com mais requinte e sofisticação. Inaugurada em dezembro de 2010 pelos sócios Nordal de Paula, João Correia e Raquel Lopes, a Vivace Ambientes Planejados chega em grande estilo para conquistar o mercado com criatividade. Com objetivos audaciosos, a empresa quer imprimir sua marca criando ambientes inteligentes, com personalidade e, ao mesmo tempo, valorizando o perfil do cliente. A ideia é traduzir nos projetos um conceito inovador. A Vivace Ambientes Planejados, além de trabalhar com criações diferenciadas, prioriza matérias-primas orgânicas, produzidas de forma sustentável, respeitando o meio ambiente e o bem-estar das pessoas. Seu leque de atuação vai desde ambientes convencionais, como escritório, cozinha, home, quarto, banheiro e área de serviço, até os espaços mais sofisticados.

João Correia, Raquel Lopes e Nordal de Paula

Élcio, Lázaro Figueiredo, Xenia Carandina, Fernanda Lima, Dorival Luiz e Carol Bailoni

Beatriz, Nordal de Paula, Fabiano, João Correia e Edinalva

Márcio Bispo, Aline Santana, Antônio Angelo e João Correia

André Marques, Suene de Paulo, Assis, Nurya, Raquel Lopes, Sérgio Endrigo e Lígia

Marcos, Irley, João Correia, Eduardo Junqueira, Armando e Wilian Corrêa

ZELO 42

Zelo 15 Final legal.indd 42

1/4/2011 02:32:39


Sinahara, Manoel Neto e Vanessa Clara Marco Túlio, Raquel Lopes, Nordal de Paula, Fernanda Lima, Gicélia Macedo, João Correia

Raquel Lopes, Eduardo, Camila Oliveira, Nordal de Paula, Eduardo de Sousa e Juliana Tavares

Joelma e Silvya Guedes

Romero Fonseca, Eleusa Moreira, Nordal de Paula, Keila Cristina e Ledir Sousa

Marcelo Rosa e Shirley Rosa

Lilian Daniela, Daniel Souza, Euripia Souza, José Romualdo e Karita Amélia

Juliana Pedrosa, Wildy Toledo, Nordal de Paula, Mayara Toledo e Eliomar Pedrosa

Show Room Fone: 3932-3262 Av. T-13 nº 218 St. Bela Vista

ZELO 43

Zelo 15 Final legal.indd 43

1/4/2011 02:33:17


EVENTO FOTOS: CONFIRMAR???

Forum Tufi Duek

Forum Tufi Duek

Inverno

2011

Forum Tufi Duek

V. Rom

A

Reinaldo Loureiro

15ª edição de Inverno 2011 do São Paulo Fashion Week antecipou as tendências que os consumidores acompanharão nas vitrines de todo o Brasil. As calças skinny e pantalonas, vestidos e saias longas surgiram em boa parte das coleções. As sobreposições e as meias ¾ curtas estão em alta, assim como as polainas de bailarinas. Corseletes sobre vestidos ou malhas, macacões, paetês, xadrezes e estampas florais e abstratas também dão o ar da graça na estação mais fria do ano. Há espaços também para as peles, couro, camurça e rendas. Na cartela de cores prevalecem o bege, caramelo, verde musgo, cinza preto, vermelhos, verdes e rosas.

Neon

ZELO 44

Zelo 15 Final legal.indd 44

1/4/2011 02:34:39


ZELO

Sofisticação

BELEZA

Domenico Dolce e Stefano Gabbana são nomes expressivos da moda internacional e tornaram-se designers renomados pela singularidade de cada um. Gênios, eles são considerados sinônimos de luxo, fascinação, elegância e sofisticação. A mesma sofisticação que os consumidores vêm demonstrando pelo Dolce & Gabbana, The One Gentleman, a personificação da elegância moderna. Este é um perfume para o homem que é cortês, ponderado, com uma sensação instintiva de cavalheirismo. Elegância refinada e cultivada lhe permite facilmente dominar qualquer tipo de situação.

Beleza em três passos Natura Chronos renova seu portfólio e traz novidades para a pele. São seis novos produtos com embalagens sofisticadas que combinam ativos e tecnologias que compreendem os três passos para preparar a pele e potencializar o tratamento cosmético: limpeza, esfoliação e tonificação. O destaque fica para as novas fórmulas, como a Espuma de Limpeza Refrescante, que possui sensorial exclusivo, e a Loção Adstringente Reguladora, que chega para atender a necessidade de tonificação de peles mistas a oleosas.

Experimente O Boticário lançou o Active Dermato. Trata-se de uma linha com formulações concentradas que complementam o tratamento antissinais e aceleram os resultados. Active Dermato é para consumidoras de todas as idades com necessidades específicas na pele, como rugas, manchas, lábios sem volume e pele sensível ao sol. O destaque é o Active Dermato Creme Esfoliante Facial, que ganhou fórmula nova e traz em sua composição pó de diamante, um microesfoliante que, em conjunto com as esferas esfoliativas, garante um tratamento mais efetivo.

Vólgere Bianco Inspirada na tendência “Purity”, que traz características como minimalismo, delicadeza, elegância, sedução velada e muita personalidade, nasce a nova fragrância feminina da L’acqua di Fiori: Vólgere Bianco. Composta por notas de maçã e mandarina, que, combinadas a um corpo sensual de jasmim, morango e muguet, encanta de forma ímpar. Para finalizar essa composição envolvente, âmbar, almíscar e notas balsâmicas dão o poder de atração único nesta mulher. Para a criação do Vólgere Bianco, o perfumista Thierry Bessard buscou inspiração no branco e seu caráter atemporal. ZELO 45

Zelo 15 Final legal.indd 45

1/4/2011 02:37:53


IN ZELO FOTOS: DIVULGAÇÃO

Ultrassofisticada A Amsterdam, loja que é sinônimo de qualidade e sofisticação em moda para casa, apresenta sua nova Coleção Inverno 2011, com peças para vestir inspiradas nas tendências mundiais do segmento. Para rechear seu closet de novidades, a dica da Zelo são as toalhas Ultra (foto), da Buddemayer. Ultrassofisticada, a coleção é trabalhada em linhas de algodão egípcio, considerado a melhor matéria-prima do mundo para os produtos têxteis. A Amsterdam Roupas para Casa fica na Avenida 136, no Setor Marista.

Lançamento Chilli Beans A Chilli Beans, a maior rede latinoamericana de óculos e acessórios, apresenta cinco destaques da sua coleção: Couro Queimado, óculos feitos para quem nasceu para ser livre, todo em metal, com efeito das hastes e armação revestidas em couro; Alice 54, inspirado no mundo mágico do País das Maravilhas, com as hastes em cores saturadas de vermelho, pink e azul; Mojave, leve, feito de policarbonato, modelagem máscara, que remete ao famoso deserto californiano Mojave; Ônix, pedra usada por gregos, romanos e indianos para trazer proteção, foi a inspiração para um óculos clássico, com textura tom sobre tom e chapa de metal nas laterais; e Califórnia 70, feito em uma homenagem ao espírito flower & power.

Brasilidade à mesa Com seu olhar sobre a brasilidade, cultura popular e memória, o estúdio Rosenbaum criou a linha Mesa Brasileira com três estampas – Sementes, Índio e Animais Brasileiros –, todas inspiradas nas influências indígenas e na natureza, trazendo tais traços para o ritual da casa brasileira. Entre as peças, aparelhos de jantar, jogos de chá e café, faqueiros, jogos americanos, tábuas de vidro, copos térmicos, canecas, moringas, caixa para vinho e acessórios para banheiro. As peças podem ser encontradas por meio do site www.rosenbaum.com.br

ZELO 46

Zelo 15 Final legal.indd 46

1/4/2011 02:38:22


ZELO

JOIAS Joia com história Heritage é o nome da mais recente coleção de joias da H.Stern. As joias nos remetem a histórias, lembranças e emoções do passado. Para criá-las, os designers da H.Stern revisitaram alguns ícones da joalheria clássica, tesouros que passam de geração a geração. Desta releitura surgem joias contemporâneas com teor retrô e visual romântico. O legado vintage está em brincos e anéis de Ouro Nobre com pedras coloridas em lapidação cabochon: ametistas, citrinos, prasiolitas, topázios azuis e turmalinas pink. Há também peças de ouro rosé e madrepérolas. Os anéis trazem uma pedra central em forma oval, cercada de diamantes que formam uma delicada moldura ao seu redor.

Energia das pedras Bichos, flores, folhas, o amor pela Floresta Amazônica e suas tantas energias inspiraram a designer Gabriela Aidar na criação de suas joias. A coleção de inverno 2011 vem com uma linha de colares com os símbolos do zodíaco vazados nas peças. Os 12 signos solares estão impressos e explícitos em pingente circular, cravejados em zircônio, fixados em uma corrente em prata ou ouro. O acessório, além de muito estiloso, traz a proteção pela figura aliada à energia da pedra natural brasileira.

Formas da natureza A designer de joias Marília Capisani apresenta sua coleção Outono/ Inverno 2011 inspirada nas belezas da natureza, com peças únicas e sofisticadas, banhadas a ouro e prata, com formas originais e materiais diferenciados. A coleção está direcionada a mulheres jovens e descontraídas, em especial na linha étnica, com ênfase nos couros com estampas de animais, além do toque artesanal da porcelana pintada à mão com estampa de onça e penas. As pedras chegam nos tons quentes como o cristal fumê. A sofisticação e ousadia ficam por conta da mistura do phyton com pedras, couro de avestruz com penas de faisão, materiais que predominam na coleção.

ZELO 47

Zelo 15 Final legal.indd 47

1/4/2011 02:39:04


RETRANCA

Máximo Efeito O minimalismo dos anos 90 ressurge e ganha força nesta estação com mix de alfaiataria e peças esportivas. Contraste entre tons neutros, mescla de saias longas e transparências com casacos e paletós sequinhos de design clean

FOTO: DANILO GOUVEIA DIREÇÃO DE ARTE: MARCELLUS NISHIMOTO (VOLUCER DESIGN) STYLING E PRODUÇÃO: LEANDRO PORTO (VOLUCER DESIGN) E LÊ NISHIMOTO (VOLUCER DESIGN) BELEZA: EVANDRO FILHO (MAQUIADOR REGIONAL NATURA) MODELO: LARISSA CHIOVATO (GLOBAL MODELS) AGRADECIMENTO: CENTRO CULTURAL OSCAR NIEMEYER

ZELO 48

Zelo 15 Final legal.indd 48

1/4/2011 02:40:36


RETRANCA

mant么 Cris Barros na Arranha Gata; camiseta Talie NK na Emp贸rio Anna; saia bandagem Jean Darrot sob saia transparente de seda Crioulo; open boots salto wedge Santa Lolla

ZELO 49

Zelo 15 Final legal.indd 49

1/4/2011 02:42:21


RETRANCA

spencer de linho Tufi Duek; regata preta Reinaldo Louren莽o na Club Ysalomeh sobre top Cris Barros na Arranha Gata; rel贸gio Chilli Beans; saia de seda Crioulo

ZELO 50

Zelo 15 Final legal.indd 50

1/4/2011 02:44:11


RETRANCA

casaco off white Maria Bonita na Emp贸rio Anna; camiseta Maria Bonita Extra; rel贸gio Chilli Beans; minissaia Ateen na Arranha Gata; legging acervo; scarpins wedge Emp贸rio Naka

ZELO 51

Zelo 15 Final legal.indd 51

1/4/2011 02:44:57


RETRANCA

casaco Maria Bonita Extra; tric么 Cantao; rel贸gio Chilli Beans; saia de seda Crioulo sobre cal莽a skinny, Mixed na Club Ysalomeh; botas wedge Carrano na Emp贸rio Shoe

EditorialdeModa ZELO 52

Zelo 15 Final legal.indd 52

1/4/2011 02:47:03


RETRANCA

casaco risca de giz P.A Concept na Chocollate; jaqueta de moletom I贸dice Denim na Arranha Gata; 贸culos Alexandre Herchcovitch para Chilli Beans; rel贸gio Chilli Beans; vestido usado como saia Delli Blue

ZELO 53

Zelo 15 Final legal.indd 53

1/4/2011 02:47:18


RETRANCA

palet贸 Alphorria na Arranha Gata; camiseta cropped Mixed na Club Ysalomeh; blusa cinza mescla Maria Bonita Extra; saia de seda Crioulo sobre saia bandagem Jean Darrot; botas salto wedge Esdra na Emp贸rio Shoe

ZELO 54

Zelo 15 Final legal.indd 54

1/4/2011 02:47:50


RETRANCA

colete de shantung Tufi Duek; saia usada como vestido Gl贸ria Coelho na Club Ysalomeh

ZELO 55

Zelo 15 Final legal.indd 55

1/4/2011 02:48:07


ESTILO

FOTOS: REPRODUÇÃO

Areda Fiori – aredafiori@hotmail.com / www.aredafiori1.blogspot.com

“Essa noite eu tive um sonho estranho, sonhei que tinha me transformado em um cisne” (Natalie Portman, Black Swan)

Cisne Negro

D

epois que o aclamadíssimo filme Black Swan (Cisne Negro) caiu nas graças do mundo da moda, com sua equipe de figurino pra lá de competente, além de ganhar o Oscar de melhor atriz pela ótima interpretação de Natalie Portman, não poderia deixar de falar do estilo que entrará em vigor em 2011: o romântico. Mas um romântico cosmopolita, imponente e urbano. Lembra-se de quando as meninas cresciam enfeitando suas bonecas, aprendendo a enrolar biscoito junto à avó e brincando de casinha? Então, imagine hoje uma geração de mulheres que se enfeitam com tatuagens de laços e diamantes, preparam seus próprios cupcakes e outras coisas fofas que aprenderam no cursinho de gastronomia, e decoram seus apartamentos com o que tem de mais fino e elegante no mercado de decoração. Então, essas são as novas românticas. Independentes, elegantes, cultas e exigentes. O romantismo ao pé da letra se re-

fere ao idealismo, sonhos e projetos. Nas roupas, isso se transforma em rendas francesas, tules importados e laços com ótimo acabamento. O que faz essa tendência fulminar este ano é combinar romance com o resto da composição visual. Tecidos leves em camadas exageradas, rendas escuras, tricô misturado com couro. A mistura do leve com o pesado faz da mulher idealista uma mulher firme. E a influência do balé vem tão firme quanto. Trocando em miúdos: sapatilhas nude, cetim preto, laços, meias, malhas ultrafinas. O truque é misturar peças suaves com cores fortes ou ter apenas uma ou duas referências, para não ficar muito over. Na realidade, a atitude vale muito mais que a roupa propriamente dita. E para quem já se identificava totalmente com o jeito Sandy de ser, agora é só exagerar um pouco no look para sair do rótulo de frágil para Cisne Negro. Mas lembre-se, é cisne negro, não ovelha negra. Elegância com feminilidade, postura imponente com graciosidade. Couro em tons pastéis com renda preta. Afinal de contas, toda mulher feminina e imponente é uma rainha. Sapatilhas, rendas escuras, nude com aplicações, exagero na composição, tule preto, cetim cor da pele, peças dramáticas

ZELO 56

Zelo 15 Final legal.indd 56

1/4/2011 02:48:46


ZELO 57

Zelo 15 Final legal.indd 57

1/4/2011 02:49:39


ARTE

Vendo a festa Sandro Tôrres

A

h, a diversidade de linguagens! Tão salutar para as artes plásticas. Mais que isso: combustível propulsor das viagens românticas e diletantes dos artistas. Pode soar piegas, mas a arte – rima ordinária à parte – não tem regras. Ela transita do absurdo conceito à retratação naturalista e ordinária sem hífens ou barras delimitadoras. Cabe ao olho humano decodificar o que vislumbra. E por falar em linguagens e manifestações inusitadas, tragamos à tona um tema pouco recorrente ao goiano de uma maneira geral: o carnaval. Se para o carioca o carnaval definitivamente adquiriu contornos sambísticos de bundas melaninizadas e para os baianos é muito claro o culto às rimas pobres e melodias vogalizadas e pegajosas do axé, uniformizado com parangolés vulgares, para os goianos, o que seria a definição de carnaval? Um período de escapada para as localidades abundantemente aquosas do Estado ou talvez resignadas idas a arremedos de bailes? Micaretas vertiginosamente compostas, onde a fusão de axé com sertanejo com funk com pop tenta soar naturalmente? E quando tentamos nos ater ao aspecto estético, a coisa fica pior. Qual a cara – leia-se “estética” – do carnaval em Goiás? Periférica, retrô, caipira? Quais os elementos absorvidos como códigos pela população local? Eu sei? Você sabe? Quem sabe? Evidente que devem existir estudos específicos sobre esse tema, mas, cá pra nós, nenhum deles vai me convencer que a identidade goiana desenvolveu DNA próprio relativo ao carnaval. No máximo mimetizou manifestações “importadas”. Claro que ainda existem por aqui os bravos exemplos de preservação e disseminação da cultura dos carnavais antigamente tidos como tradicionais, embalados pelas marchinhas, é o caso do Carnaval dos Amigos, capitaneado pelo cantor Xexéu e o cartunista Jorge Braga (Salve o Zé Ferino!), e outro exemplo é a Bateria de Carnaval do Largo do Rosário,

já em sua sétima edição e formada por profissionais de várias áreas da sociedade que se reúnem pela convivência e pelo entusiasmo à causa, realiza mais uma vez um disputado concurso de marchinhas lá pelos lados da Vila Boa. Foi de posse de algumas absolutas e inegáveis premissas que o curador Gilmar Camilo convidou 12 artistas, alguns designers e outros criadores, para desenvolverem trabalhos para uma mostra com o sugestivo título “Vendo o Carnaval”, trocadilho alusivo aos verbos ver e vender, segundo os mais atuais compêndios sobre artes, ambas necessidades intrínsecas ao fazer artístico. O resultado foi equivalente a um feriadão: esperado, comemorado e com muito espaço para reflexão. Exibiram por lá sua ótica carnavalística nomes importantes como Divino Sobral, Carlos Sena, Pitágoras, Kátia Jacarandá e outros, como, inclusive, o próprio artista que vos escreve. Atavismos à parte, o carnaval perdura na tradição brasileira há quase 4 séculos, seja branquinho ou pretinho, seja rico ou seja pobre, seja cachaça ou seja “breja”, vá de samba ou sertaneja, é tudo um grande e mesclado caldeirão. Sorvamos!

Foto de Vinícius de Castro: mostra sobre o carnaval

ZELO 58

Zelo 15 Final legal.indd 58

1/4/2011 02:50:33


CINEMA

História de colegas e camaradas Documentário reconstitui trajetória do movimento estudantil em Goiás. Tarzan de Castro, Pedro Wilson Guimarães e Aldo Arantes estão entre entrevistados FOTO: ÂNGELA MOTTA

Ranulfo Borges: documentário reconstitui trajetória do movimento estudantil por meio de depoimentos e material de arquivo

U

m panorama histórico do movimento estudantil em Goiás é o que faz o documentário Colegas, companheiros e camaradas, que o jornalista Ranulfo Borges lança neste mês de abril, com apresentações programadas para os cines Lumière e Goiânia Ouro. Produzido com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, resgata fatos e personagens, por meio de depoimentos e material de arquivo.

“O maior mérito do filme é reunir depoimentos de personagens como Tarzan de Castro, Pedro Wilson Guimarães e Aldo Arantes, que têm histórias interessantíssimas para contar”, explica Ranulfo. Segundo ele, outro ponto relevante é o material de arquivo, que inclui fotos, revistas, jornais e vídeos obtidos em centros de documentação públicos ou em arquivos pessoais. “Conseguimos material de grande va-

lor histórico, como uma foto em que Tarzan, ainda adolescente, discursa no Palácio das Esmeraldas, na cerimônia em que o governo doa o Castelinho (prédio localizado no Lago das Rosas) aos estudantes secundaristas”, conta o diretor. A história é conduzida pelos depoimentos dos personagens. Além de Tarzan de Castro, Pedro Wilson Guimarães e Aldo Arantes, a lista inclui ainda Juarez Ferraz de Maia, Renato Dias, Denise Carvalho, Luiz Carlos Orro, Lisandro Nogueira, Gil de Paula, Igor Campos, Henrique Lemos, Pedro Ivo Guerra e também representantes atuais da União Goiana de Estudantes Secundaristas (UGES). Tarzan, Pedro Wilson, Aldo Arantes e o professor de Jornalismo da UFG Juarez Ferraz de Maia são testemunhas vivas da atuação dos estudantes nas décadas de 50 e 60. Eles falam sobre os tempos da militância no Lyceu de Goiânia, quando os estudantes secundaristas tinham uma grande força de mobilização, e a luta que continuou na década de 60 contra o governo militar, quando alguns deles foram presos e torturados. Aldo Arantes se destacou nacionalmente no movimento estudantil quando se elegeu presidente da UNE em 1961, durante o Governo Jânio Quadros. Denise Carvalho, Luiz Carlos Orro e Gil de Paula resgatam a atuação dos estudantes goianos na luta pela redemocratização do País na década de 80, por meio de passeatas, greves e participação na campanha Diretas Já. Lisandro Nogueira fala de sua militância fora das entidades tradicionais do movimento. Seu desempenho se deu no Cineclube Antônio das Mortes, onde, juntamente com Lourival Belém e outros membros do grupo, usou o cinema como forma de atuação política. Outro ponto levantado é o envolvimento da polícia em casos de tortura e o extermínio de jovens da periferia, práticas que, segundo um dos entrevistados, seriam uma cultura herdada do regime militar. Colegas, companheiros e camaradas tem direção e roteiro de Ranulfo Borges. A trilha sonora é assinada por Welliton Carlos, com tema especial ao piano do maestro e compositor Beto Strada. A edição é de Renato N. Prado, que também fez a captação de imagens com Marcos Vinícius Brito.

ZELO 59

Zelo 15 Final legal.indd 59

1/4/2011 02:51:02


elétrico que pode ser aberta ou fechada a até 30 km/h. Para acomodar a capota quando aberta, a capacidade do porta-malas foi diminuída de 350 para 250 litros. A gama de motores do Golf conversível vai incluir seis opções com turbocompressor, com potências entre 105 e 211 cv (cavalos), sendo cinco à gasolina e uma a diesel. O preço do VW Golf Cabriolet na Europa será de 23.625 euros. SUZUKI SWIFT S-CONCEPT A japonesa Suzuki levou ao evento suíço um conceito derivado do hatch Swift. Trata-se do S-Concept, um pouco maior que o miniCooper S (em altura, largura e comprimento), mas a distância entre-eixos é 36 mm menor. Em seu visual, o que chama atenção são suas rodas 18 polegadas e o aerofólio maior. O carro tem motor 1.6, com câmbio manual de seis marchas e 120 cv (cavalos). A cor amarela chama atenção, assim como o contraste das pinças de freio pintadas em vermelho. Por dentro, há assentos do tipo concha, volante esportivo e tela multifunção no centro do habitáculo, que traz fibra de carbono em algumas partes. O motor é um 1.6, com transmissão manual de seis marchas. LAMBORGHINI AVENTADOR LP 700-4 A marca do touro mostrou o Aventador LP 700-4 como uma das estrelas do salão deste ano. O substituto do Murciélago tem carroceria toda feita em fibra de carbono e suspensão semelhante à usada em carros de Fórmula 1. Sob o capô, o motor V12 de 6,5 litros e 700 cavalos de potência faz de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos. O superesportivo vai vir ao Brasil no segundo semestre deste ano, durante o Salão de São Paulo.

LEXUS LFA NÜRBURGRING EDITION A grande atração da marca japonesa Lexus foi o Lexus LFA, um dos superesportivos mais cobiçados e exclusivos do mundo.O LFA conta com novos componentes aerodinâmicos, como novo spoiler e aerofólio. O motor 4.8 V10 também foi modificado, e entrega agora 570 cv. O tempo para trocar as marchas também foi reduzido, o que ajuda essa edição limitada a chegar a 100 km/h em 3,7 segundos. A velocidade máxima é de 325 km/h. A suspensão modificada baixou o carro em 10 mm. Esta edição especial do superesportivo terá apenas 50 unidades produzidas.

AUDI A3 SEDAN CONCEPT Uma das novidades no estande da Audi foi o seu conceito A3 sedan, que chega com muita potência e estilo. O carro tem motor cinco cilindros, que entrega 408 cv e 50,8 kgfm de torque e chega a 100 km/h em apenas 4,1 segundos, com velocidade máxima limitada em 250 km/h. O modelo conta com muitas partes em fibra de carbono e tem espaço para quatro ocupantes, além de transmissão automática de sete velocidades, com dupla embreagem e tração integral Quattro. Sua estreia, entretanto, vai acontecer somente em 2013.

HYUNDAI I40 A sul-coreana Hyundai revelou o novo i40, um modelo familiar pensado para o mercado europeu e desenhado no centro de ‘design’ da marca em Russelsheim, na Alemanha. O lançamento do i40 marca a entrada da Hyundai no segmento de luxo acessível, onde quer competir com o Toyota Aventis e o VW Passat. O i40 estará disponível com um motor a diesel de 1,7 litro em dois níveis de potência, de 116 e 140 cavalos. A comercialização do i40 vai arrancar durante o próximo verão na Europa.

FIAT FREMONT A novidade da marca foi sua “nova” minivan baseada no Dodge Journey, primeiro modelo nascido da colaboração entre a Fiat e o Grupo Chrysler. O modelo tem capacidade para levar até sete pessoas e será oferecido somente com tração dianteira e duas opções de motorização, sendo que a primeira a chegar é a 2.0 MultiJet a diesel, em opções com 142 cv ou 170 cv. Mas a Fiat planeja lançar uma opção equipada com tração integral num futuro próximo, que também poderá vir com o motor V6 3.6 de 280 cavalos da Chysler. O Fiat Freemont será vendido no Brasil no segundo semestre deste ano. Z

ZELO 61

Zelo 15 Final legal.indd 61

1/4/2011 02:52:03


FOTO: ROSÂNGELA MOTTA

SÃO PAULO

Roteiro

da moda e do luxo no coração dos Jardins A região mais nobre de São Paulo reúne grifes famosas, hotéis, restaurantes e cafés Rosângela Motta

A

Região dos Jardins, em São Paulo, é um dos redutos mais charmosos e prestigiados do País. Saborear um cafezinho e admirar as vitrines mais badaladas de São Paulo se tornaram um programa obrigatório para quem gosta do que é luxuoso e exclusivo. Lojas, cafés de primeira linha, galerias de arte, hotéis e restaurantes se concentram em alguns poucos quarteirões. Andar a pé por ali é fundamental para sentir o ritmo da capital. O roteiro pode começar pela Oscar Freire, que ostenta o título de oitava rua mais luxuosa do mundo. Lá estão grifes como Diesel, La Perla, Tommy Hilfiger, Osklen, Camper, H.Stern, Montblanc, Calvin Klein e Forum Tufi Duek. São quase 900 metros de muita sofisticação, com lojas de artigos exclusivos. Ruas como Haddock Lobo e Bela Cintra também abrigam importantes grifes, entre elas, Christian Dior, Louis Vuitton, Salvatore Ferragamo, Bulgari, Cartier, Giorgio Armani, Versace e Marc Jacobs. A sofisticação também está no atendimento, já que as lojas têm o prazer

Louis Vuitton

de atender seus clientes com taças de champanhe, confortáveis sofás e televisores de plasma. Nas redondezas da Oscar Freire, a gastronomia é um capítulo à parte no cenário paulistano. Por todo os jardins, flanando, encontra-se excelente comida. Entre os restaurantes, vale conhecer o tradicional Baby Beef Rubaiyat da Alameda Santos e o Dui. Fundado em 1957, o Baby Beef Rubaiyat é comandado por Belarmino Iglesias, pai e filho. A casa foi eleita por diversas vezes o melhor restaurante de carnes da cidade por publicações especializadas. Outra boa opção é o Dui, da badalada chef Bel Coelho, que comanda a casa em parceFOTOS: DIVULGAÇÃO

Ambiente do restaurante Dui, da chef Bel Coelho, na Região dos Jardins, em São Paulo

ZELO 62

Zelo 15 Final legal.indd 62

1/4/2011 02:52:36


FOTO: ROSÂNGELA MOTTA

Galeria Melissa, na Oscar Freire, loja conceito da marca

ria com o restauranteur Cristiano Almeida. O restaurante Dui (que significa “alegria”, “conversa prazerosa” e “convivência à mesa”) é um dos mais modernos spot gastronômico de São Paulo, com pratos inspirados na culinária espanhola e portuguesa, cheios de toques contemporâneos. “Queríamos um lugar moderno, jovem e despretensioso, que servisse uma gastronomia inspirada, porém acessível”, explica a chef. Para aguçar o olfato e o paladar, os cafés da região merecem ser visitados, como o Havanna Suplicy, Santo Grão e o Rádio Café. Eles oferecem poltronas confortáveis, diferentes tipos de blends, além de drinques ou sobremesas à base de café. Para quem quer se inteirar sobre o que anda rolando nas artes, é indicado passar pelas galerias de arte Romero de Brito e Luiza Strina – a mais antiga de arte contemporânea da cidade. Outra opção é a Galeria Melissa, na Oscar Freire. Considerada a loja conceito da marca, teve todas as paredes externas revestidas por post-its coloridos, criando um ambiente totalmente novo no espaço. Os visitantes ainda podem deixar mensagens nos post-its, dando um caráter bastante interativo à ação. A cada 15 dias, a parede é refeita. Depois das compras e badalação, o descanso é garantido no Quality Suítes Imperial Hall, que fica num dos pontos mais prestigiados de São Paulo: está na esquina com a Oscar Freire, uma das ruas de comércio mais importantes do mundo, e também próximo à Avenida Paulista, com sua enorme concentração empresarial e cultural. O empreendimento conta ainda com andar exclusivamente feminino e o Marcel Restaurant, que é reconhecido nacionalmente como o melhor cardápio de suflês e por sua impecável cozinha francesa. (Rosângela Motta viajou para São Paulo a convite da Rede Atlantica Hotels) Z

Baby Beef

Quality Suítes Imperial Hall FOTO: ROSÂNGELA MOTTA

Marc Jacobs

Rubaiyat ZELO 63


VIAGEM

Modernidade e sofisticação são as marcas registradas do Privé Boulevard Suíte Hotel, estabelecimento de luxo da cidade de Caldas Novas

Primeiro hotel superluxo de Caldas Novas Privé Boulevard oferece estrutura completa de lazer e espaço para eventos. Hóspedes ainda têm acesso a atrações de empreendimentos vizinhos Astero Motta

G

rupo Privé acaba de inaugurar o Boulevard Suíte Hotel, o mais moderno e sofisticado hotel com águas termais de Caldas Novas. Instalado em área de cinco mil m², o empreendimento conta com 12 andares, compostos por 402 apartamentos, sendo 48 unidades com 44 metros quadrados e 354 unidades com 37 metros quadrados, totalizando mais de 1.200 leitos. Possui ainda parque aquático com cinco piscinas termais, piscina de hidromassagem, ofurôs, sauna, cascata, fitness center, salão de jogos e recreação. De acordo com o sócio-proprietário do Grupo Privé, Marco Aurélio Xavier, Caldas Novas recebe 3 milhões de turistas a cada ano, sendo que 1,5 milhão visitam a região só no mês de julho. “Com a inauguração do Privé Boulevard e do Water

Park, prevista para julho, acreditamos que o turismo na cidade cresça 12% este ano”, afirmou Xavier. Dentre os diferenciais do empreendimento está a proximidade com parques aquáticos, pertencentes ao Grupo Privé. Todos os clientes que se hospedarem no Boulevard terão acesso gratuito ao Clube Privé, e ao futuro Water Park, um parque com rio lento, piscina de ondas termais, baterias de toboáguas, que será inaugurado no mês de julho. Tanto o Clube Privé quanto o Water Park estão localizados ao lado do Hotel Privé Boulevard. Outro destaque do Hotel Privé Boulevard é a estrutura preparada para receber eventos. Seu centro de convenções para 400 pessoas, estacionamento, serviço Wi Fi e restaurantes permitem que os hóspedes não precisem se locomover. A área gastronômica do hotel conta com opções diversificadas, dos pratos bem elaborados de seu restaurante internacional aos tradicionais petit fours e cafés especiais servidos na cafeteria Frapuccino, além de pizzas preparadas na hora na Pizzaria Firenze. Seus 402 apartamentos estão classificados nas categorias Luxo e Superluxo e todos dispõem de antessala, cama de casal superking ou duas de solteiro, ar-condicionado, TV a cabo de LCD, frigobar, cofre digital, telefone, room service 24 horas, entre outras comodidades. Atrativos Para quem gosta de conforto e muita emoção às margens do Lago de Corumbá, em Caldas Novas, a dica é o Náutico Praia Clube, que fica a apenas 10 km do centro do município de Caldas Novas. Com 62 km de espelho d’água, o empreendimento possui piscina com cascata e bar molhado, parque de aventura mirim, piscina infantil tematizada, tirolesa, quadras de areia, pier flutuante com bar, praia com quiosques e bar, restaurante panorâmico, lanchonetes e sorveteria.

ZELO 64

Zelo 15 Final legal.indd 64

1/4/2011 02:54:25


FOTOS: DIVULGAÇÃO

O Privé Boulevard dispõe de um restaurante que oferece três refeições diárias, cafeteria, pizzaria, um bar junto às cinco piscinas termais, sauna e fitness

Grupo Privé Fundado pela família Palmerston na década de 1960, o Grupo Privé é precursor do turismo nesta região do Estado de Goiás. Entre outras empresas, hoje o grupo é formado pelo Hotel Privé Boulevard (categoria Superluxo), Privé Thermas Hotel (categoria Luxo), Thermas Park e Hotel Hot Star (categoria Turística) Clube Privé, Water Park, Privé Vacation Club, Construtora Thermas das Caldas e Serra das Caldas Mineradora. Caldas Novas A cidade turística de Caldas Novas fica localizada no interior de Goiás, a aproximadamente 170 km de Goiânia e recebe anualmente 3 milhões de turistas. Um destino abençoado, cujas fontes de águas termais que brotam da terra proporcionam atrativos infindáveis para quem ama lazer, diversão e natureza. Além de hotéis, clubes, restaurantes e esportes náuticos, um aeroporto com capacidade para receber voos fretados. A Serra de Caldas, o museu da cidade e o jardim japonês completam suas atrações. Z HOTEL PRIVÉ BOULEVARD

Localização: Rua do Balneário, Qd. 11 Lote 1R, Bairro Turista I, Caldas Novas-Goiás Reservas: 0800 627575

A apenas dez quilômetros do centro da cidade, o lago é hoje um dos pontos turísticos mais visitados da região das águas quentes

NÁUTICO PRAIA CLUBE

Endereço: Av. Caminho do Lago, Gleba A-1 Caldas Novas – GO - Fone:(64) 3455 9100 VIAS DE ACESSO A CALDAS NOVAS

Rodovias: As rodovias de acesso a Caldas Novas são BR-153, GO-213, GO-139 e GO-217

AEROPORTO:

O Aeroporto de Caldas Novas Nelson Ribeiro é um dos mais modernos do Estado, com uma estrutura de embarque, desembarque, praça de alimentação, distribuída em uma área de 4.000 m². Com uma das melhores pistas de pouso e decolagem do Estado, está atendendo no momento só voos fretados (charter), mas em breve estará atendendo voos regulares da capital. ZELO 65

Zelo 15 Final legal.indd 65

1/4/2011 02:55:04


FOTOS: DIVULGAÇÃO

ZELO DESTINO

Luxo no Oriente Médio Explora, um conceito único Atender pessoas que têm paixão por descobrir regiões remotas e pouco exploradas, mas tudo sem abrir mão do conforto, sofisticação e segurança. Essa é a filosofia da Explora, proprietária de três hotéis nas regiões de Atacama, Patagônia e Rapa Nui. O Explora Patagônia - Hotel Salto Chico está localizado no Parque Nacional Torres del Paine, com abundância tanto em conforto quanto em oportunidades de explorações. É farto o leque de opções para quem quer praticar esportes, que vão das cavalgadas, passando por caminhadas guiadas a passeios de barco. No Atacama, o Hotel de Larache utiliza todas as possibilidades que o deserto permite de conforto e aventura: jacuzzis ao ar livre, saunas secas e a vapor – rodeadas por árvores e por pássaros exóticos e naturais da região – e ainda aula de astronomia, aproveitando o Observatório. Localizado no meio do Oceano Pacífico, uma vista solitária e deslumbrante ao sul da Ilha de Páscoa, está a Pousada de Mike Rapu. Para descobrir essa mística ilha, a pousada conta com experientes guias. Tudo sempre naquele cenário de tirar o fôlego.

Conhecidos pelos grandiosos projetos arquitetônicos, os Emirados Árabes Unidos são o desejo de muitos que apreciam viajar com conforto. Um roteiro preparado pela Windows Travel Experience desvenda esta região do Oriente para o visitante com todo o glamour. Hospedagem no sete estrelas Burj Al Arab, limousine à espera e sobrevoo de helicópteros são apenas algumas das atrações preparadas em Dubai. O programa também leva os turistas a descobrirem o deserto em uma aventura 4x4 e a capital dos Emirados, Abu Dhabi. As compras têm um espaço especial no roteiro, com dicas dos melhores endereços da personal stylist que estará à disposição. SAIBA MAIS

Fones: (11) 4195 0117 e (11) 4193 4318 ou www.windowstour.com

Hotel Ramada Eastside

SAIBA MAIS

www.explora.com - Departamento de vendas no Brasil Fones: (11) 3805 3726 / (11) 9634 8684

Turquia para brasileiros Com uma pontinha do pé na Europa e outra na Ásia, a Turquia conquista cada vez mais brasileiros, atraídos por incontáveis mesquitas, castelos, igrejas, palácios e ruínas de inspiração greco-romana. Este autêntico mosaico cultural integra o novo roteiro da Flot Operadora Turística. O programa Turquia para Brasileiros proporciona uma imersão de nove dias por dez cidades históricas, a começar por Istambul – sede da elegante Mesquita Azul. A seguir, os passageiros visitam o Hipódromo da época bizantina e o Palácio Topkapi, residência dos sultões do império otomano.

Nova York ao seu alcance Se a visita a Nova York for a passeio, os hotéis da Apple Core são a melhor alternativa. As cinco unidades da rede ficam a poucos passos dos teatros da Broadway, da Macy’s, do Manhattan Mall, do distrito da moda e de atrações turísticas como o Empire State, o Madison Square Garden e a Times Square. Plantados no coração da “Big Apple”, os endereços do grupo são de fácil acesso. Simples chegar a partir de todos os aeroportos da cidade: JFK, La Guardia e Newark. Se o meio de transporte for trem ou ônibus, os hotéis estão a apenas algumas quadras da Grand Central Station, da Penn Station e do terminal rodoviário de Port Authority. SAIBA MAIS

SAIBA MAIS

Informações e reservas: (11) 4504 4544 - www.flot.com.br

Reservas: +1 (212) 790 2710 (disponível 24 horas por dia e 7 dias por semana) ou acesse www.newyorkhotels.com.br. ZELO 66

Zelo 15 Final legal.indd 66

1/4/2011 02:55:47


EVENTO

Inverno Maria Bonita Extra

FOTOS: TOBIAS RAGONESI

As empresárias Bárbara, Flávia e Camila Loyola receberam clientes para o lançamento da coleção de Inverno 2011 da Maria Bonita Extra, no Shopping Bougainville. As peças, de design jovem e moderno, são produzidas pela diretora de estilo Ana Magalhães, que buscou inspiração na dança. A nova coleção surge cheia de rendas, tules, leveza e transparências. Na cartela de cores, os tons são suaves, como lilás, rosas e cinzas, mas também com cores mais fortes, como azul, amarelo, marrom caramelo e vermelho. Bárbara, Flávia e Camila Loyola

Cyntia Melo Rosa Ludmila Dalul Aline Sena Barcellos

Márcia Racy, Ivana e Mirna Rassi

Carla e Mariana Cardoso Aline Lobo

Jane, Ana Luiza e Ana Thereza

Taiza Maia

Cyda Monteiro e Glorinha Drummond

ZELO 67

Zelo 15 Final legal.indd 67

1/4/2011 02:56:35


FOTOS: ÂNGELA MOTTA E NELSON PACHECO

EVENTO

Marcos Buaiz e Wanessa Camargo

Alexandre Ktenas, Alberto Cardoso, Marcos Buaiz, Carlos Filho e Vinícius Toledo

Royal em Goiânia Inaugurado em grande estilo, em Goiânia, o Royal Club. A noite de abertura reuniu muita gente bonita e vários famosos, como a cantora Wanessa e o empresário Ricardo Mansur, um dos DJs residentes oficiais da casa. Marcus Buaiz, Ronaldo Fenômeno, Alexandre Ktenas, Vinicius Toledo, Alberto Arroz e Carlos Pimenta, empresários que comandam o local, acertaram em tudo e a festa foi até de manhã. A decoração, impecável, leva assinatura do arquiteto Léo Romano.

Vinícius Moraes, Laura Montelo Humberto Natália Landemberger, Renata Garcia e Renata Carrijo

Marques e Caroline Siqueira

Flávia Teles e Walterci Melo

Ricardo Mansur

Lucilene Caetano e DJ Cia

Cleomir Tavares e Fausi Humberto

Nanda Rocha, Túlio Ribas e Claudine Machado

Ana Cláudia Rocha, Rômulo e Nathália

ZELO 68

Zelo 15 Final legal.indd 68

1/4/2011 02:58:14


Andressa Suita

Fernando Samauma e Andrea Mota

Flávia Viana

Camargo Lins e Ana Paula Panarello

Isídio Gomes e Daiane Oliveira

Rosângela Motta, Patrícia Drummond e Fabrícia Hamu

Jônio Marques e Rose Vieira

Alessandro Junqueira

Jéssica Nobre e Cristiano Carramasche

Ângela Motta e Cristiano Borges

Marcelo Tentro, Valéria Junqueira, Marly Mendes e Leo Romano

Carlos Eduardo, Lucilene Caetano e Handerson Pancieri

ZELO 69

Zelo 15 Final legal.indd 69

1/4/2011 02:58:38


EVENTO

Isadora Castro e Terezina Oliveira

Bia Guimarães e Juquinha

Sandro Tôrres e Wanessa

Victor e João Lucas

O cantor Marco Antonini fez um supershow no Restaurante Samauma, onde reuniu amigos e admiradores. A festa foi até altas horas num clima de alegria.

Paulo R. Thompson Flores e Salete Maria Henkes Thompson Flores

FOTOS: ÂNGELA MOTTA

Balada

Maria Henkes, Roberta Henkes, Leonardo Henkes Thompson Flores

Inauguração da Thompson Flores O advogado Paulo Thompson Flores, juntamente com seus filhos e sócios Francisco O. Thompson Flores e Leonardo H. Thompson Flores, inaugurou filial da Advocacia Thompson Flores com concorrido coquetel oferecido a clientes, empresários e amigos. A filial funciona em uma ampla casa localizada no Jardim América, na Rua C-148, esquina com C-135.

Amanda Mattos, Diógenes Faria de Carvalho e Joslaine Paião

Luxo

Hunter Douglas no Brasil promoveu, no Blue Tree, um happy hour para arquitetos e decoradores, onde foi exibida uma palestra ao vivo pela web com Carlos Ferreirinha. Direto da Fábrica da Luxaflex, ele apresentou os novos conceitos sobre Mercado de Luxo.

Denner Jr. e Márcio Sertori, Flávia Sousa e Rosemar Calucci

Alexandre Milhomem, Emílio Orciollo e Keilen Menezes

Daniela Haich

ZELO 70

Zelo 15 Final legal.indd 70

1/4/2011 02:59:00


EVENTO FOTOS: ÂNGELA MOTTA

Lara Guimarães e Fabrina Cunha

Beringela Tatiana Mendes, Lara Guimarães, Bruno Silva,

As sócias e chefs Lara Guimarães e Fabrina Cunha, donas do Beringela, reuniram amigos e gourmets para um jantar íntimo na casa de Lara, no Condomínio Aldeia do Vale. Apresentações de novos pratos, bom papo entre amigos e uma noite de muito alto-astral deram a tônica ao evento.

Edna Gomes e Fabrina Cunha

Diogo Gregório e Daniela

William Hanna e Fábio Silvestre

Ricardo Janz e Rosângela Motta

Lauro, Idyla Guimarães e Natália

Lara Guimarães e Tatiana Mendes

ZELO 71

Zelo 15 Final legal.indd 71

1/4/2011 02:59:22


EVENTO FOTOS: WALTER FOLADOR

Marcu Bellini em festa Para celebrar seu aniversário, o empresário Marcu Bellini reuniu em uma comemoração bem íntima seus familiares e amigos na tradicional Pizzaria 110, no Setor Central. Alto-astral e boa conversa foram os ingredientes da festa.

Marcu Bellini e Fabiana

Rose e Carlos Santillo

Roberto Naves e Vívian

José de Souza Freitas e Maria Justina Freitas

João Marcos Freitas, Fabiana e Marcu Bellini

Theodoro Bannwart e Letícia

ZELO 72

Zelo 15 Final legal.indd 72

1/4/2011 02:59:55


FOTOS: HAROLDO CARDOSO-BAETA

EVENTO

Lili canta Para comemorar seus bem vividos 50 anos, a RP Lili Moreira reuniu amigos e familiares no Bolshoi Pub. Acompanhada de Max Costa e banda, Lili cantou um repertório que agradou os convidados. O passaporte para a noite foram pacotes de gelatina destinados ao Grupo Pela Vida, casa que ajuda crianças soropositivas em Goiânia (TH).

Cybelle Maria Bretas, Laís Cunha e Carlos Eduardo

Raquel Aranha, Lili Moreira e Ângela Sebba

Ricardo Souza

Haroldo Cardoso

Max Costa e banda

Jaqueline Fidélis e Lili Moreira

FOTOS: ÂNGELA MOTTA

João Camargo Neto, Patrik Costa, Carol Almeida, Ângela Motta e Afif Sarhan

Andrea Bastos e Severino de Souza

Causa nobre

O The Pub abriu suas portas para a 3ª edição do The Pub Solidário. Toda arrecadação foi em prol das vítimas das enchentes no Rio de Janeiro. Como parte do projeto, o evento contou com a presença de personalidades da sociedade goianiense que atuaram como ‘bartenders’, juntamente com os funcionários da casa. Nas pick-ups, os DJs Robix (Rio de Janeiro), Laurize e Diogo Goyaz. Moacir Faustino, Gal Maria e Caio Germano

Cleiton Peres, Patrik Costa e César Neto

ZELO 73


FOTOS: CLASSE A

EVENTO

Limiro Figueiredo, Cárita Cristina, Cleydson Figueiredo, Cárita Cristina, Thiago Borges e Magda Cristina

Thiago Borges e Ana Cárita

O sim de Cárita e Thiago Cárita Cristina e Thiago Borges trocaram aliança no último dia 19 de fevereiro, em uma cerimônia para 400 convidados no Garden Place. A mãe da noiva, Magda Cristina, foi responsável pelo cerimonial impecável. O coral Selede abrilhantou o evento com lindas canções.

Cárita Cristina e Thiago Borges

Cleydson Jr., Cárita Cristina,

Jakson Dutra Castro, Cárita Cristina,

Cláudio Coelho, Cárita Cristina,

Thiago Borges e Andressa

Thiago Borges e Rosângela Barros

Thiago Borges e Maria Aparecida FOTOS: ESPAÇO FOTOGRÁFICO

Geralda Gomes, Rosa Alzira Mendonça e Valéria Junqueira

Vera de Aragão e Ricardo Grillo

Noivas em Festa

Mais ampla, moderna e interativa. É assim que a mostra Noivas em Festa chega à sua sexta edição, com diversas novidades, como palestras, apresentações culturais e desfiles.

Aécio Motta e Ivani Barroso

Marielza Rattes e Rosane Aragão

ZELO 74

Zelo 15 Final legal.indd 74

1/4/2011 13:12:40


FOTOS: ÂNGELA MOTTA

EVENTO

Juliano Felício e Daiane Oliveira

Lançamento Lorena Freitas e Dairdes Freitas

A Jean Darrot lançou durante coquetel para convidados a coleção Outono Inverno 2011. Mantendo o conforto como ponto forte da marca, a nova coleção traz diversas novidades e uma cartela de cores inspirada no aconchego do inverno, com tons de chocolate, vermelho, bege e verde, além do toque romântico sempre presente em looks da Jean Darrot, como rosa, azul, lilás, xadrez e florais.

Marcelo Barra e Mônica

Handerson Pancieri, Jô Almeida e Carlos Eduardo

João Augusto, Christiane Chaves, Andrea Regis e Gustavo Moura

Kétina e Rosenwal Ferreira

Sara Leal e Luana Lucena

ZELO 75

Zelo 15 Final legal.indd 75

1/4/2011 03:01:08


Zelo 15 Final legal.indd 76

1/4/2011 03:03:41


Zelo 15 Final legal.indd 77

1/4/2011 03:04:55


Zelo 15 Final legal.indd 78

1/4/2011 03:06:56


Zelo 15