Page 1

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:04

Page 1

ZELO

9 ª

E d i ç ã o

-

A n o

I I I

-

R $

7 , 0 0

-

w w w . z e l o d i g i t a l . c o m . b r

Goiânia

O modelo de cidade com que todos sonham

Perfil

Guilherme Pinheiro de Lima

Ciclismo

Quando pedalar vira estilo de vida

MODA

Verão de luxo, sensualidade e elegância


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

20:47

Page 2

Dia da Noiva

Tratamento tão especial quanto este dia

Penteado Teste do penteado Maquiagem Manicure Pedicure Banho de lua Modelação de sobrancelha

Limpeza de pele profunda Auxílio para vestir Massagem relaxante Hidromassagem Depilação Lanche Suíte

Av. T-1, Setor Bueno, 3251-2240 / 3251-7794 Av. C-137, Nova Suíça, 3285-6651


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

cambury

21:34

Page 3


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

Editorial

23/10/2009

21:34

Page 4

ZELO

S

inônimo de qualidade de vida e de tranquilidade, Goiânia comemora este mês 76 anos. Neste número, Zelo convidou nove pessoas de destaque na sociedade para responder à pergunta: O que a cidade tem de bom que vale a pena manter para o futuro? Bem, alguns projetos urbanísticos como os desenvolvidos pela GPL Engenharia sem dúvida deveriam figurar nesta lista. Quem nos recebeu em seu escritório para falar deles foi o fundador e diretor da empresa, Guilherme Pinheiro de Lima, que completa 20 anos de atuação no mercado goiano. Outro que tem ajudado a mudar a cara da cidade, mais especificamente os ambientes internos, é o empresário Carlos Augusto Alves Borges, que há 25 anos atua no setor moveleiro. Esforço e dedicação fazem parte da sua receita de sucesso. Recheia também esta edição uma entrevista com a chef Waléria Noleto, que fala sobre a arte da gastronomia. O aprimoramento constante, a pesquisa de novos sabores e a busca por novidades em outros países são algumas das características que marcam o trabalho da profissional. A paixão dos goianienses pelo ciclismo, prática que tornou-se comum na Capital entre pessoas das mais variadas faixas etárias, é tema de outra matéria. Numa rápida entrevista, o senador De-

móstenes Torres culpa o Ibama pela destruição do Cerrado e fala sobre a sua Proposta de Emenda à Constituição que torna este bioma patrimônio nacional. E o editorial de moda traz seis páginas com o tema Dita - fortuna, sorte e felicidade -, que retrata uma visão otimista da vida urbana. Boa leitura!

Rosângela Motta

Índice - Itamar Sandoval

35 MODA - Dita 8 Goiânia

16 Viver com Zelo 33 Decoração

54 Carros Divulgação

ZELO 4


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:34

Page 5


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:34

Page 6

ZELO  EXPEDIENTE Edição geral Rosângela Motta Edição Ranulfo Borges Edição de Fotografia Ângela Motta Projeto e produção gráfica Carlos Sena Revisão Fátima Tolêdo

Colaboradores Ranulfo Borges, Pablo Kossa, Ulisses Aesse, Adevania Silveira, João Camargo Neto, Ismael Alexandrino, Talvane Garcia, Carlos Sena, Avai Correa, Walter Folador, Tobias Ragonesi, Fátima Tolêdo, Paulo Oliani e Marcos Manzutti

Ângela Motta Ranulfo Borges

Ulisses Aesse

Kell Motta Pablo Kossa

Avai Correa

João Camargo Neto Adevania Silveira

Jornalista Responsável Astero Motta (JP - 2233)

Astero Motta

Zelo em Brasília: Kell Motta (61) 8559-1007 Pré-impressão e Impressão Gráfica Formato Motta Editora Ltda Rua C-156 Quadra 328, Lote 18, Jardim América - CEP 74.275-160 Goiânia - Goiás Telefone: (62) 3259-6510 www.zelodigital.com.br contato@zelodigital.com.br

Ismael Alexandrino Tobias Ragonesi

Sena

Talvane Garcia

 MODA

Walter Folador

Fátima Tolêdo

A modelo Larissa Andrade (Voga Model) foi fotografada por Neilton Fernandes; beleza de Sergimm, produção e styling de Marcos Manzutti; assistência de produção, Maiana Maia e Micael Bezerra ZELO 6


23/10/2009

21:34

Page 7

Fotografia: Neilton Fernandes / Produção: Marcos Manzutti

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

Av. 136 nº 44, Sala 101, Galeria 136, Setor Marista, Tel.: 62 3541-1177, Goiânia - Goiás


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:34

Page 8

A metrópole ideal

 GOIÂNIA - 76 ANOS

G

João Camargo Neto

oiânia, como toda metrópole que se preze, é uma cidade mestiça, formada por brancos, negros e indígenas. Seus 76 anos ainda lhe conferem jovialidade. Apesar de ser uma das mais jovens capitais do País, o que lhe garante o status de município planejado, conserva história abundante e riquezas culturais fartas. Sua biografia é traçada por pessoas que vieram de longe e a escolheram para viver, goianienses ou não. O que essa cidade que encanta moradores e visitantes com a cor e o perfume das flores, a quantidade de árvores, a hospitalidade de sua gente, a culinária, a moda, a música, a religiosidade, a beleza das mulheres e a qualidade de vida pode deixar como exemplo para o futuro? O que vale a pena manter como modelo quando chegar a hora de comemorar seu centenário, mais 76 anos, dois séculos, enfim? Zelo convidou nove personas de destaque na sociedade, nascidas aqui ou não, para responder a esta pergunta. Nas próximas linhas, você confere a opinião de arquitetos, empresários, produtor cultural, chef de cozinha, artista plástico, político, escritora e filantropa. ZELO 8


Para o chef André Barros, Goiânia tem condições de se projetar no setor gastronômico-hoteleiro

Rio-verdense de nascimento, goianiense por opção e cidadão do mundo por vocação, o chef André Barros, 41, está em Goiânia há quatro anos, depois de longa temporada nos Estados Unidos. Ele é responsável pelas cozinhas do Country Club e do Blue Tree Towers e desenvolve projeto com merendeiras de escolas públicas. O trabalho social mescla-se ao título de chef do ano, dado pela Veja Goiânia em 2008. André não se contenta com apenas uma opinião. Eis a sugestão do chef: “Projeto de vilas esportivas em diversas regiões da cidade, centros comunitários com aulas de música, dança, teatro, culinária do dia-a-dia, capoeira. Montar um projeto de 'Amigos do Livro', onde a comunidade participaria doando, estudando, pesquisando ciclos de incentivo e leitura”, aponta o gourmet. Ao dar a resposta, ele estava na sala de embarque do Cais do Porto de Manaus rumo a um hotel de selva. A viagem à Amazônia foi motivada pela pesquisa de ingredientes da culinária de caboclos e indígenas daquela região. André aposta que o setor de serviços é um dos fortes de Goiânia. Para projetá-lo, porém, falta investimento. O chef dá a receita. Basta algum gestor público servi-la. “Criação de um centro de treinamento de mão-de-obra

23/10/2009

21:34

Page 9

para bares, restaurantes, hotéis e similares. Salas de aula com tecnologia multimídia, com projeção de filmes, palestras, laboratório de gastronomia, horta comunitária, com a participação dos alunos no processo de cultivo de hortaliças, ervas, etc. Cursos divididos em módulos para barman, cozinheiros e auxiliares, camareiras, mensageiros, garçons e assim por diante.” A depender de André Barros, Goiânia ganha o título também de capital do setor gastronômico-hoteleiro e passa a ser a primeira no ranking de receptivo turístico do Brasil.

Fabrício Nobre, 30, goianiense nascido na Maternidade Maio, tem sua personalidade moldada pela performance provocativa dos palcos de rock com sua banda, a MQN. Há 13 anos, começou carreira que redesenhou o cenário roqueiro independente brasileiro. Em 1999, criou o festival Bananada. No mesmo ano, se juntou com Leo Razuk, Leo Bigode e Márcio Júnior e fundou a Monstro Discos. A união, de fato, fez a força. O grupo é hoje responsável por dois grandes eventos - além do Bananada, o Goiânia Noise - e tem um dos selos com maior Claudio Cologni

Roqueiro Fabrício Nobre: “Eu acho que Goiânia é referência em urbanidade e juventude” ZELO 9

Camera 16

Walter Folador

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

Artista plástico Marcelo Solá cobra a conclusão do Centro Cultural Oscar Niemeyer, inaugurado em 2006 alcance no País e uma produtora de bandas que aos poucos está se internacionalizando. Hoje, presidente da Associação Brasileira de Festivais Independentes (Abrafin), diante de uma trajetória intimamente ligada à cultura, seu destaque não seria imprevisível. “Eu acho que Goiânia é referência em urbanidade e juventude. A prova disso é a força de seu cenário de música alternativa. São dezenas de iniciativas nesta área, estúdios, selos, bandas, festivais, coletivos de produção musical e de outras áreas que circulam essa produção, como design, audiovisual, etc.”, sublinha. Exemplos para a posteridade? Ele cita do jazz ao rock: Goyaz Festival, Vaca Amarela, Bananada e Goiânia Noise Festival, que este ano chega à 15ª edição consecutiva como o ”principal festival de música do País”. As aspas são do ministro da Cultura, Juca Ferreira. “Por mais que tenha viajado o País todo e a vários lugares do mundo e sempre tendo recebido propostas para morar e trabalhar em outras cidades, sou doentemente apaixonado por Goiânia”, arremata. Também vem da cultura o antiexemplo que o artista plástico Marcelo Solá, 38, não quer para a cidade. O Centro Cultural Oscar Niemeyer, inau-


Joel Sant’Anna, secretário de Ciência e Tecnologia: legado que atual geração deixará para a cidade passa pela inovação tecnológico-cultural gurado em março de 2006 sem ter sido concluído, “que não funciona e está deteriorando, não deve servir de modelo para o futuro da Capital”. O complexo custou R$ 60 milhões e os 17 mil metros quadrados deveriam abrigar teatro, biblioteca, museu, monumento aos direitos humanos e esplanada. Presidente do Democratas (DEM) em Goiânia e secretário estadual de Ciência e Tecnologia (Sectec), o odontólogo Joel Sant'Anna Braga Filho, 46, nasceu em São José do Rio Preto. É, no entanto, de Formosa e Palmeiras, interior de Goiás, e Goiânia, Capital do Estado, que ele guarda as recordações da infância, juventude e vida adulta. Para Joel, o legado que a atual geração deixará para a história da cidade passa pela inovação tecnológico-cultural. O Centro de Educação Profissional em Artes Basileu França (Cepabf), no Setor Universitário, desenvolve vários projetos, entre eles, a Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás, que realiza 40 concertos anuais e oferece cursos de formação inicial e continuada em música, artes visuais, teatro e dança. Além de espaço para espetáculos, o teatroescola atende cerca de 5,5 mil alunos por ano. “É um presente para Goiânia nos próximos anos não só como formação, mas também como área de inovação cultural e revelação de pessoas para o Estado e o Brasil”, diz.

23/10/2009

21:34

Page 10

Meio ambiente O avanço desordenado sobre matas ciliares exigiu, em mandatos anteriores da Prefeitura de Goiânia, a execução de uma política de proteção e recuperação dos fundos de vale, com o planejamento da reestruturação habitacional e da malha viária urbana. No Ribeirão Anicuns, deságuam os principais cursos d’água urbanos da Capital. Para ele, afluem os córregos Macambira, Cascavel e Botafogo, que drenam toda a área central e parte das regiões oeste, sul e leste. Estima-se que 70% da população da Capital esteja nestas sub-bacias. O projeto Macambira/Anicuns abrange ações nas áreas de meio ambiente, urbanização, habitação e sistema viário, em uma área superior a 5 milhões de metros quadrados, nas regiões norte, noroeste e oeste de Goiânia. O Macambira/Anicuns é, para a arquiteta Neusa Baiocchi, 61, nome de referência nacional quando o assunto é paisagismo, um dos mais importantes para o futuro de Goiânia. Também pudera, pois trata-se de um parque li-

Tobias Ragonesi

Para a paisagista Neusa Baiocchi, projeto Macambira/ Anicuns vai fazer Goiânia se destacar em relação a questões ecológicas e de qualidade de vida ZELO 10

Paulo Oliani

Divulgação

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

Arquiteto Marcílio Lemos também destaca as áreas verdes como o que de melhor a Capital tem de preservar para o futuro near com 26,5 quilômetros de extensão, conforme projeto original, que beneficiará 90 bairros goianienses, ao custo de US$ 94,5 milhões, a ser financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). “Vai atingir uma área enorme, vários bairros, retomar aquelas áreas de fundo de vale, utilizálas e equipá-las com áreas de recreação e lazer, direcionar e preservar outra região da cidade que vai ser polo”, descreve Neusa Baiocchi, que nasceu em Santa Catarina, morou no Paraná e Rio Grande do Sul e, desde 1966, está em Goiânia. Quando Attílio Correia Lima propôs o plano urbanístico de Goiânia, as áreas verdes já eram previstas no projeto. No entanto, para o arquiteto Marcílio Lemos, 44, elas ganharam visibilidade apenas nos últimos anos. Elas são, na opinião dele, o que a Capital tem de melhor a preservar para o futuro. Porém, apresenta ressalvas. “As margens dos córregos têm de ter 50 metros de preservação. Esse recuo não é respeitado em muitos trechos, principalmente em áreas de invasão”, queixa-se o pirenopolino que mora em Goiânia há mais de 20 anos.


Divulgação

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

Para a escritora Augusta Faro, são as praças e áreas verdes que projetarão a Capital goiana: “A cada mês aumenta a preocupação ambientalista”

Quem espera que a escritora e pedagoga Augusta Faro, 59, cite algum projeto cultural como propulsor de Goiânia se engana. São as praças e áreas verdes que, segundo ela, projetarão a Capital goiana. “A cada mês aumenta a preocupação ambientalista”, lembra a autora de A Friagem e pioneira da poesia infantil em Goiás.

Se a Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) já construiu 14 parques em Goiânia nos últimos cinco anos, para o diretor de Novos Negócios da Tropical Brasil Brokers e vice-presidente de Relações do Mercado Imobiliário do Sindicato da Habitação (Secovi), Paulo Roberto da Costa, 57, o grande responsável é o mercado imobiliário. “As parcerias com as incorporadoras resultaram nos parques Flamboyant, Cascavel e Leolídio de Ramos Caiado. A cidade ganha muito”, diz o goianiense, que tem mais da metade da vida dedicada ao setor. A mineira de Monte Alegre Maria Antonieta Alessandri tem 91 anos

23/10/2009

21:34

Page 11

de idade, 50 deles vividos em Goiânia. Escolheu a cidade assim que se casou com o médico cardiologista Clovis Figueiredo, que também aventava a possibilidade de se mudar para São Paulo. Figura conhecida nas rodas sociais goianienses pelo trabalho filantrópico realizado por meio da Irradiação Espírita, elege um exemplo imaterial com reflexo material de Goiânia: a generosidade do goianiense. Maria Antonieta conta que, ao longo de sua jornada à frente de creches e lares de idosos, tirou muitas pessoas das ruas. “Hoje são professores, advogados, enfermeiros. Inclusive tive a oportunidade de dar abrigo a um menino que hoje é deputado estadual por Goiás já no segundo mandato”, confidencia a filantropa. A identidade, porém, permanece em sigilo, resguardada pelo melhor estilo discreto e reservado que só os caridosos des-

Divulgação

Empresário Paulo Roberto da Costa afirma que a cidade tem muito a ganhar com as parcerias entre poder público e incorporadoras, como as que resultaram nos parques Flamboyant, Cascavel e Leolídio de Ramos Caiado ZELO 11

Divulgação

A mineira Maria Antonieta Alessandri, conhecida por seu trabalho filantrópico, já viveu 50 dos seus 91 anos em Goiânia e criou um vínculo de amor com a Capital: “O povo daqui tem o coração muito bom”

prendidos têm. “Não gosto de falar o nome, não. Quero esquecer quem ajudei. Nós servimos de instrumentos e não devemos ficar vaidosos com nada”, ensina. Ela diz que, além dos quatro filhos – um deles, a deputada federal Raquel Teixeira, além de um pianista de carreira internacional, um oftalmologista e um terapeuta –, tem apenas dois amores na vida. Um partiu há dez anos. A idade, contudo, não a impediu de ser cortejada novamente. “Fiquei viúva aos 81. Ele foi um médico extraordinário, uma pessoa que raramente se encontra, de tão boa. O melhor marido do mundo. Depois tive até pedido, mas recusei. É uma história interessante, mas não vou contar”, resguarda-se novamente. Por fim, o outro amor dela? “Goiânia.” Por quê? “O povo daqui tem o coração muito bom.” Z


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:34

Page 12


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:34

Page 13

 ARTIGO

Goiânia é a cidade dos sonhos Pablo Kossa

pablokossa@bol.com.br

N

asci em Goiânia, em 1979. Sempre morei em Goiânia. O máximo de tempo que já fiquei longe de Goiânia foi um período de um mês e pouco no início de 1997, quando estive esse curto espaço de tempo em Recife. Pretendo morrer em Goiânia. Bem velho, diga-se de passagem: tenho como meta atingir ao menos os 90 anos de idade. Se bem que não ando cuidando muito bem desse corpo para um patamar tão ambicioso... Mas isso não vem ao caso e confio no avanço ágil da medicina para me ajudar a atingir esse objetivo. Vamos lá, pessoal de branco! Ajude esse preguiçoso boêmio a viver muito! Ainda não conheço a gringa. Já fui na tríplice fronteira e atravessei a fronteira tupiniquim por meio de Foz do Iguaçu, conhecendo uma cidade na Argentina e uma no Paraguai - a inigualável Ciudad Del Este. Mas isso não conta, pois trazer muamba de lá é mais brasileiro que feijoada no sábado. O que não conheço no exterior, posso dizer que compenso bem com o Brasil. Já viajei esse País

como poucos. Conheço as cinco regiões da terra da bandeira verde, amarela, azul e branca. De Rio Branco a Florianópolis. De São Luiz do Maranhão a Porto Velho. Do metrô de Santana ao boteco sujo da Rua do Catete. E nada abalou meu amor por Goiânia. Calma aí, preciso confessar que apenas uma cidade no País me fez pensar que eu poderia sim morar por lá. João Pessoa, na Paraíba. E sabe por quê? Pelo simples fato de que a capital do Estado nordestino é Goiânia, com todo o timbre de Goiânia – uma capital de alcance regional e que preserva características interioranas com pessoas super-receptivas –, mas com aquilo que nós, goianienses, sempre falamos que falta em nossa cidade: o mar. João Pessoa é Goiânia com a vizinhança do Atlântico. Isso me baqueou. Mas aí entra o lado subjetivo. Quando penso nos laços afetivos que construí nessa cidade e tudo que isso envolve, nem mesmo um oceano pode me demover da ideia convicta de ficar por aqui. Goiânia é o tipo de cidade onde você encontra seus amigos de primeiro grau para tomar um chope e, na sequência, assistir a um jogo do Goiás na arquibancada do Serra Dourada. Goiânia é o tipo de cidade onde você ZELO 13

encontra aquele amigo de infância que morava no apartamento ao lado e conhece a filha e a esposa dele morando em uma aprazível casinha no Setor Santa Genoveva. Goiânia é o tipo de cidade onde você consegue estabelecer vínculos de amizade com pessoas que conheceu há um ou dois anos tão fortes e intensos como aqueles do pessoal que você tem uma relação de tempos pueris. Me desculpe, Mastercard, mas isso, sim, não tem preço. É claro que esse nosso amor por Goiânia não nos deixa míope em relação aos vários problemas que temos em nossa cidade. Um trânsito caótico com motoristas burros, um transporte público da pior categoria, uma especulação imobiliária calhorda que deixa gigantes áreas urbanas baldias em regiões nobres e empurra as famílias para lugares cada vez mais longe do Centro, uma elite provinciana e estúpida que só pensa no próprio umbigo, entre outros tantos pontos que poderiam ser citados. Mas tudo isso só nos estimula a trabalhar mais e mais para que essa Goiânia digna de críticas veementes se aproxime daquela Goiânia que exaltamos. Enfim, eu não tinha como terminar esse texto de outra forma: Goiânia, eu te amo! Z


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:34

Page 14

Rumo aos 20 anos

 INCORPORAÇÃO

Tobias Ragonesi

João Camargo Neto

GPL Engenharia completa duas décadas com a filosofia de promover o desenvolvimento urbano com arte

E

m 2 de janeiro de 2010, a GPL Engenharia completa 20 anos de atuação no mercado goiano. Foram duas décadas de muitas idealizações e construções. O final dos anos 1980 e começo dos 1990, contexto de nascimento da GPL, estavam muito distantes da tecnologia que predomina hoje na vida de todo o mundo. Televisão ainda era o principal eletrodoméstico das residências. Contas eram pagas somente no banco. E computador era investimento muito alto até para as famílias de classe média. É nesse contexto que a GPL surge em Goiânia, em 1990. Não foi apenas a tecnologia que avançou. A visão da empresa neste período também mudou. “Eu e meu sócio, Ricardo Reis, começamos no início dos anos 1990 fazendo obras públicas e industriais. Hoje atuamos na área de incorporação”, conta o fundador e diretor da GPL Engenharia, Guilherme Pinheiro de Lima. Ele lembra que o mercado imobiliário em Goiânia até 1998 não era muito bom. Apesar ZELO 14

Guilherme Pinheiro de Lima, diretor da GPL Engenharia: empreendimentos inspirados na criação artística


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:34

Page 15

Inovação Guilherme lembra que, em 1999, a GPL, já atuando no mercado de incorporação, identificou a oportunidade de expandir sua atuação na construção de empreendimentos verticais. “Até então não o fizemos com mais força porque o mercado era muito fraco”, explica. Ele argumenta, também, que não havia leis seguras, como a Lei da Fiducial Imobiliária (Lei nº 9.514), aprovada em 2003, que dá segurança ao comprador e ao empreendedor. A inauguração da GPL no ramo dos empreendimentos verticais foi em 1993, com o lançamento do charmoso Residencial Gaibu, com quatro quartos. “São apartamentos de 150 metros quadrados. Até hoje, 16 anos depois, o prédio é muito moderno e bonito, com padrão de qualidade muito acima do que existia à época, quando já tínhamos essa visão”, remonta. Desde então, a GPL contabiliza inúmeras unidades residenciais nos vários empreendimentos já entregues e nos que estão em construção. Tantos que, de cabeça, o diretor Guilherme Pinheiro de Lima não sabe precisar com exatidão. Por outro lado, como não abre mão de acompanhar in loco a idealização e execução das obras, os que estão em andamento são facilmente lembrados por ele. Ao todo, a GPL está com seis empreendimentos em construção, que totalizam 650 apartamentos em execução: Mahatma Gandhi (Jardim Goiás), Flora Viva (Parque Amazônia), Viva América (Jardim América), Art Dèco Convenience (Alto da Glória), Residencial Pátio Suíça (Nova Suíça) e agora o Vanguard Convenience (Marista). A GPL investe em arte como forma de promover o desenvolvimento urbano, humano e residencial. A Praça das Artes, inaugurada em novembro de 2008 em frente ao residencial Mahatma Gandhi, é um dos melhores

Divulgação

disso, a Encol, goiana e maior empresa do setor em todo o Brasil, possuía 780 empreendimentos. “Hoje, mesmo com o boom, não tem nenhuma com o tamanho que a Encol tinha naquela época”, enfatiza.

A Praça das Artes, empreendimento que resume a filosofia de trabalho da GPL Engenharia: obras de arte homenageiam grandes ativistas da paz

exemplos do lema da incorporadora. Construído em uma área de nove mil metros quadrados, entre as ruas 70, 71 e 73, no Jardim Goiás, nas proximidades do Parque Flamboyant, o espaço se tornou referência da união de esforços entre poder público e iniciativa privada. A idealização do projeto foi da GPL Incorporadora. O apoio da prefeitura, por meio da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), foi decisivo. A urbanização do espaço teve um detalhe a mais. Inspirado em grandes homens que lutaram pela preservação do planeta e pela paz mundial, o artista plástico G. Fogaça criou oito obras em formato de totens para a Praça das Artes: São Francisco de Assis, Mahatma Gandhi, Madre Teresa de Calcutá, Cora Coralina, Leolídio Caiado, Martin Luther King, Dalai Lama e John Lennon. A experiência da implantação, da idealização da praça até sua construção, a análise de arte pública, urbanismo e a atuação de Fogaça foram reunidos no livro Praça das Artes. A obra, também iniciativa da GPL, é assinada por PX Silveira. “Tudo o que fazemos na vida, em sociedade, provém da cultura, do que estamos embasados, do que recebemos de nossos pais. A GPL entende que há um peso em tudo o que é cultura. Então, se não enfatizarmos e evoluirmos em matéria cultural, não vamos ser capazes de entender as necessidades ecológicas, da sustentabilidade, de tudo o que o futuro exige”, sublinha Guilherme. ZELO 15

EXPANSÃO A comemoração de duas décadas da GPL segue concomitante com o planejamento para atuação nos próximos anos. Guilherme, mais do que ninguém, está ciente de que Goiânia vai mudar bastante. E já começa a apresentar alterações, como resultados do Plano Diretor, do qual, à época, na condição de presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi), foi um dos principais articuladores. “Já começamos a comemorar. Estamos comemorando com o mercado goiano, incipiente e embrionário, que está apresentando uma recuperação muito rápida. Vislumbramos crescimento pós-crise. Nunca no Brasil tivemos visão de crescimento a longo prazo como estamos tendo agora”, aponta Guilherme Pinheiro de Lima. Diferente de qualquer boom, sempre seguido por ressacas que causam retrações, Guilherme vê sua empresa adquirir crescimento consistente. Enquanto isso, ele segue fazendo de uma frase de Mahatma Gandhi, personagem que nomeia um de seus principais empreendimentos, uma filosofia de vida para si, pessoa física, e para a pessoa jurídica que dirige: “A arte da vida consiste em fazer da vida uma obra de arte.” Quer ilustrações? Visite os empreendimentos da GPL Engenharia. no site www.gplengenharia.com.br. Z


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:34

Page 16

Carlos Sena

 VIVER COM ZELO

Descobrir a Capital

Ismael Alexandrino

N

asci no interior de Goiás. Mas para contemplar minhas aspirações, mudei-me logo cedo para Goiânia. Depois ganhei o mundo afora. Muitas pessoas gostam de morar no interior. Outras preferem a Capital. Há gosto para tudo, há cidades para todos os gostos. A grande alegação de vantagem de quem vive no interior é a calma, o ambiente pacato e tranquilo. Mas tranquilidade demais pode virar tédio, dizem os que preferem a Capital. O crescimento exagerado das capitais é inevitável. Inevitável não é, no entanto, viver estressado nas cidades grandes, nas capitais. Como assim? Mas e o trânsito caótico? E o alto custo de vida? E os assaltos? Tudo isso existe, é fato. Mas há fatores compensadores. Na Capital, quase tudo o que se quer, se encontra. Inclusive calma, ambiente pacato e tranquilo. Graças à concepção e tendência dos novos administradores, tem surgido de forma ZELO 16

alvissareira o bucolismo nas cidades grandes. Na Capital goiana, por exemplo, não se precisa andar muito para ver um parque agradabilíssimo ou um lago. A população está começando a usufruílos, deixando de ser apenas lugares decorativos. Na Europa, quando tem algum dia de sol, é muito comum ver crianças, jovens e pessoas da melhor idade sentados na grama conversando, jogando cartas, comendo. Umas vão além: esticam o esqueleto e dormem debaixo das árvores. Eu, inclusive, já fiz isso. E garanto: a sensação de liberdade vale a pena. Mas, e no Brasil, não há perigo de assalto? Certamente sim. Mas quem se propõe a dormir tranquilamente em um parque não é de bom tom pensar que tal pessoa vá levar celular e mil adereços. Afinal, o que se quer é sossego, se integrar com a natureza, sossego pleno. Viver na Capital pode ser menos estressante, mais prático, e muito prazeroso. Espero que o leitor não tarde em descobrir a Capital em que vive. Z


Blog

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

Ulisses Aesse

23/10/2009

21:34

Page 17

ulissesaesse@hotmail.com

Câmara Municipal de Goiânia

É pedir o boné

Aos poucos o prefeito Iris Rezende vai notando que seu tempo no PMDB (quem sabe, na política) está passando. O vereador Santana Gomes foi quem fez o desafio: se o cristão novo Henrique Meirelles é bom para disputar o governo ou o Senado, por que eu não sou?!! Ou Iris faz um trabalho para estancar o descontentamento contra sua liderança no partido ou pede o boné.

Política como profissão

Alguns políticos fizeram do voto uma baita profissão. Um grupo deles nunca ganhou tanto dinheiro na vida pública como agora. Boa parte acaba virando fazendeiro, empresário e vive numa prosperidade que nenhum bilionário (da iniciativa privada) experimenta ou experimentou. Fazer política pode ser uma boa?! Para alguns!

Perder nada

Ordem do staff de Marconi Perillo: não perder nenhuma homenagem. Pode ser escolha da rainha de colégio, palestra, Testemunha de Jeová ou batizado. O senador está com a agenda pronta para atender a todos os chamamentos. Sem distinção. Marconi quer engrossar o apoio para, quem sabe, vencer ainda no primeiro turno.

Diário de Pernambuco

Agência Press

Sem trégua

O deputado Carlos Alberto Leréia afirma que não baixou a guarda e nem deu a bandeira da paz ao governador Alcides Rodrigues e sua equipe. Pelo contrário. Leréia diz que fala, fala, mas a imprensa não tem publicado. O deputado tucano quer que comecem as eleições (as campanhas) para poder mostrar quem é quem.

A CPI da Celg

O homem tem prestígio

Uma coisa é certa: mesmo novo na política (como filiado a um partido), Henrique Meirelles tem mais prestígio que todos os políticos goianos juntos. Afinal, sua filiação ao PMDB foi notícia em todos os jornais, rádios, tevês e revistas do País. Meirelles é hoje um nome nacional e por isso já começa a receber pedradas.

Muitos torcem, como eu, para que a tal da CPI da Celg não seja nenhuma farsa ou que termine em pizza como as outras criadas na Assembleia Legislativa. Afinal, a falência da Celg não tem apenas um culpado, mas vários deles. E a culpa não foi apenas de um governo, mas de vários deles. Quem viver, verá. Vão, mais uma vez, esvaziar a CPI e poupar os verdadeiros culpados pela quebradeira da Celg.

Nem seriam notadas

A retirada das dragas no Rio Araguaia foi um puxão de orelha no superintendente do Ibama em Goiás, Ary Soares dos Santos. Aliás, se fosse por ele, as dragas nem seriam notadas. Tanto que o Ibama não fez nada para que elas fossem retiradas do local. Draga não combina com preservação de natureza. Nem soja com preservação do Cerrado. ZELO 17

Webpress - Divulgação

Um PV propositivo

Alessandro Mendes Pedroso, Goiano Sidney e Marcelo Sacolão trabalham um núcleo no Partido Verde para impedir a ação de aventureiros na legenda com a euforia agora da provável candidatura de Marina Silva à Presidência da República. Alessandro, hoje uma das mais importantes lideranças do PV, quer o partido propositivo e não de “oba oba”.


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:34

Page 18

POR AÍ...

Ângela Motta

Rosângela Motta rosangela@zelodigital.com.br

Madero

“Adoro joias”

O blog “Adoro joias - e as coisas boas da vida!” by H.Stern acaba de entrar no ar. Voltado para os fãs do universo H.Stern, o novo canal oferece dicas de moda, de como conservar joias, mostra os lançamentos, relógios, notícias de celebridades com as joias da marca, enquetes para saber o que as pessoas andam pensando e muito mais. E tudo isso é atualizado, periodicamente, por quatro experts na área: Costanza Pascolato, Renata Ruiz, Christian Hallot e Roberta Rossetto. Para conferir: www.adorojoias.com.br.

Livro Aberto

Divulgação

O Livro Aberto - Salão de Literatura e Cultura de Goiás será realizado de 4 a 8 de novembro no Shopping Flamboyant. A programação inclui palestras, mesasredondas, café literário e lançamentos de livros. Idealizado pelas empresárias Larissa Moreira e Patrícia Cunha Campos (foto abaixo), o Livro Aberto é o primeiro evento do gênero em Goiás. Com a presença de escritores como Carlos Heitor Cony, Mario Prata, Guilherme Fiúza; os jornalistas Caco Barcellos e Domingos Meirelles, Gabriela Leite, professor Pasquale Cipro Neto e a filósofa Márcia Tiburi, o evento deve receber 100 mil pessoas nos cinco dias do evento.

Comer bem

As nutricionistas Paula Ribeiro e Patrícia Bittencourt lançaram o livro Comer bem! Como? “vai até a sua casa”. Trata-se de um Manual de Orientações Nutricionais que traduz como funciona o trabalho do personal dieter, um serviço prestado pelo nutricionista que, de um ano para cá, invadiu algumas cozinhas. A primeira tarefa do profissional é identificar o padrão alimentar da pessoa. A partir daí, analisa sua rotina alimentar, monta cardápios balanceados e nutritivos, elabora a lista de alimentos do supermercado, orienta como comprar e ainda treina a cozinheira. Segundo as nutricionistas, nem sempre é tarefa fácil sugerir mudanças nos hábitos que foram praticados durante anos. Por isso, estas devem ser gradativas.

Festival

A cidade de Goiás receberá, entre os dias 30 de outubro e 2 de novembro, renomados chefs da culinária goiana no Festival de Gastronomia e Cultura da cidade de Goiás, edição 2009. Além da degustação de pratos típicos da região e oficinas de gastronomia, o evento terá na programação sarau de poesias e shows com artistas goianos. ZELO 18

O Restaurante Madero, tradicionalmente conhecido em Curitiba, no Paraná, abriu uma filial no Goiânia Shopping, em frente ao Parque Vaca Brava. A grande estrela da casa é uma churrasqueira à lenha usada na preparação dos famosos hambúrgueres de carne. A casa conta ainda com uma das maiores adegas da cidade – são mais de 500 rótulos. Os pratos são assinados pelo renomado chef Junior Durski (foto), que conquistou o título de chef do ano pela Revista Veja e Restauranteur do Ano pelo Guia Quatro Rodas. Divulgação

Cambury na Semana do Peixe

A Faculdade Cambury, por meio da Escola de Gastronomia, esteve presente nas atividades de lançamento da Semana do Peixe em Goiás. Os alunos do 4º período, com supervisão do professor Fabiano Carvalho (foto), foram os responsáveis pela realização da oficina de culinária no Carrefour Sul, que ofereceu aos clientes uma deliciosa receita de surubim com redução de açaí e maracujá.


23/10/2009 21:34

Cabelo e Maquiagem: Fátima Bastos / Grinalda e Acessórios: Inê Carvalho / Bouquet: Inê Carvalho / Fotografia: Estúdio Fotográfico Ilidio Botafogo

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd Page 19


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:34

Page 20

FETICHE

Avai Correia avai@electramag.com.br Fotos: Divulgação

Bolsas esculturas

A artista plástica americana Kathleen Dustin desenvolveu uma linha de bolsas-esculturas, com o objetivo de dar uma utilidade prática à sua arte no dia-a-dia das pessoas. Ela se inspira em elementos da natureza, usando argila plástica e material sintético de PVC, que são leves e flexíveis, para dar vida às suas inusitadas criações. As bolsas podem até virar objetos de decoração na sua casa, quando 'esquecidas' naquela sua mesa de centro. www.kathleendustin.com

Chazinho sempre quente

O chazinho no final da tarde é uma tradição de diversos países como uma forma de reunir as pessoas. Mas o chá que começa quentinho e no meio já está frio perde a graça. Para mantê-lo na temperatura ideal, Jorine Oosterhoff criou um recipiente térmico envolvido com um disco que mantém a temperatura do seu chá constante. Dá até para colocar uns biscoitinhos ao seu redor. Sua conversa vai ganhar um gostinho de quero mais. www.jorineoosterhoff.nl

Celular de madeira

O protótipo já deve ser apresentado na próxima edição da Ceatec, uma das maiores feiras de eletrônicos, que acontece em outubro, no Japão. O aparelho Touch Wood é resultado de uma parceria entre a Sharp, a Olympus e a organização More Trees. A empresa afirma que, até o momento, só foram utilizadas madeiras retiradas de uma região da cidade de Kochi, onde o cipreste é o excedente de árvores cortadas para manutenção de florestas. A madeira usada no celular não possui corantes nem tintas artificiais. Segundo a NTT Docomo, o processo foi possível graças à tecnologia de moldagem por compressão 3D criada pela Olympus. Dessa forma, o produto tem durabilidade e ainda mantém resistência natural à água, insetos e mofo. www.nttdocomo.co.jp

Caneta que copia cor

No Photoshop, quando você quer pintar alguma coisa pode usar a função conta-gotas, que copia a cor do objeto e você pode então pintar outras coisas. Na vida real, a Coreana Jinsu Park criou uma caneta eletrônica que também captura a cor em uma imagem e, automaticamente, a usa como base para pintar um objeto ou escrever. O produto não tem previsão para ser comercializado. Se o preço não for proibitivo, deve fazer muito sucesso entre os artistas. ZELO 20

Relógio mostra horas com palavras

O relógio Qlocktwo mostra as horas com palavras em luzes LED sobre um fundo de acrílico. As horas são exibidas com intervalos de 5 minutos. Ao clicar um botão, você também pode ver os segundos em tamanho grande, em uma “tela” formada pelas próprias letras com sensor de luminosidade e ajuste de brilho. Infelizmente ele não tem uma versão em português.

Lareira portátil

O visual é lindo e o uso, bastante prático. O conceito criado por Fredrik Hyltén-Cavallius queima etanol, o que evita cheiro e fumaça, e uma camada isolante entre o refletor interno e a concha externa de cerâmica mantém ele sempre resfriado. Desta forma, permite ainda que fique próximo de móveis e outros objetos sem nenhum risco. Como é portátil e não precisa ser ligada em nada, você pode levar a lareira para onde quiser.


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:40

Page 21

Adevania Silveira

Fotos: Divulgação

fashionmania adevaniasilveira@terra.com.br

Depois de Nova York, Londres, Milão e Paris...

As tendências para o verão 2010 ditadas pelas capitais da moda se apresentam de forma bastante diluída, portanto, muito diversificadas. Para simplificar, os especialistas preferiram falar em macrotendências, na tentativa de retratar o espírito que vigorou nas passarelas. O sportwear, o naturalismo, a feminilidade, a sensualidade e a simplicidade foram palavras usadas para classificar os estilos apresentados. Na cartela de cores prevalecem os nudes, mas há muito pêssego e laranja. Não há espaço para mínis. O comprimento mais curto vai até os joelhos. Saem de cena os power dresses e entram vestidinhos mais delicados e femininos. As cinturas são marcadas, devolvendo feminilidade aos looks. Fluidez e formas orgânicas contribuem para esse modelo de mulher. Shorts curtíssimos, nem pensar. As bermudas estão em alta, assim como as calças mais soltinhas. Pura praticidade.

Olhos de lurex

A maquiagem cintilante está em alta, prevalecendo o tom oitentista. Mas salvo meninas que fazem o estilo irreverente, as demais devem ter cuidado se não quiserem sair por aí faiscando como luzinhas de Natal. A regra é: olhos cintilantes, boca fosca. A pele, a mais natural possível, como pede o verão. E lembre-se: aposente o gloss com glitter, que é brilhante, mas não cintilante. O glitter tem partículas grandes, enquanto o cintilante tem micropartículas que reluzem mais.

Karen O: garota-propaganda do novo esmalte fosco da Knock Out

Unhas rock chic

Look Issey Miyake: bermudas em alta

Jogo rápido I

No rasante que fez durante a Feira do Empreendedor, no mês de setembro, em Goiânia, Ronaldo Fraga revelou que atualmente gosta mais de exercitar a veia empreendedora do que a criadora. Além das marcas Ronaldo Fraga e Ronaldo Fraga para Filhotes, o estilista mineiro se desdobra em ações associadas a entidades privadas e públicas de promoção da cultura. Por meio da indústria da moda, é claro.

Jogo rápido 2

A primeira turma de pós-graduação em Fashion Design do IED/Senai, que se forma no final do ano, está entusiasmadíssima com a possibilidade de desenvolver as coleções para o trabalho de conclusão do curso (TCC) sob orientação de duas competentes estilistas: Érika Ikezili e Simone Nunes. ZELO 21

Os maquiadores dizem que as unhas também ganharão brilho na próxima temporada, mas estou louca para provar uma novidade dos Estados Unidos que está ganhando mais e mais adeptas: esmaltes foscos, lançados em grandes desfiles de moda. A marca Knock Out se inspirou na vocalista da banda indie Yeah Yeah Yeahs, Karen O, para criar novas cores foscas: cinza, vermelho, verde, vinho, rosa, branco e preto. A O.P.I, outra marca americana, também entrou na corrida e lançou cores foscas, incluindo as berrantes rosa e amarelo neon. Agora, se acha caro pagar cerca de 25 dólares em cada vidrinho, há outra forma de aderir a essa moda: duas marcas lançaram bases que prometem deixar qualquer esmalte fosco com apenas uma camada. A Matte Top, da Orly, produz efeito embaçado, enquanto a Matte About You, da Essie, deixa o esmalte fosco.

Fôlego

No ateliê da multi Eleonora Hsiung, a tesoura não tem descanso. Depois de produzir peças exclusivas para o Empório Ambientar, a estilista mergulhou na criação do figurino para a gravação do DVD do Grupo Solo Brasil, que tem à frente a cantora Maria Eugênia e locações na África e em Portugal, em novembro. Tem mais? Tem, sim. Produz roupas e acessórios para venda em seu ateliê na Vila 516 sem perder o foco nos pedidos de roupas sob encomenda. O fôlego? A moça malha todos os dias!


Só para Homens

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

21:40

Page 22

joaoncamargoneto@gmail.com

Rango

O Outback é uma das melhores opções em Goiânia para almoço de negócios. Entre as sugestões de entrada está a salada El Ranchito Salad, combinação de alface, cenoura, repolho roxo, bacon e tiras de nacho, regada ao molho Barbecue Ranch. O almoço executivo é oferecido de segunda a sexta-feira, das 12 às 15 horas.

Coffee Man

O Boticário buscou inspiração no café para lançar a fragrância Coffee Man, que chegou às lojas de Goiânia no início de outubro. A empresa é a primeira marca nacional a lançar perfumes obtidos a partir do processo de infusão do Coffea Arábica, grão nobre utilizado na industrialização de cafés especiais e mais caros do mundo.

Segurança

A nova coleção da Kipling conta com um acessório indispensável para quem planeja viagens para o exterior. Passport é um porta-passaporte em nylon, resistente e repelente à água. Além de estiloso, serve como garantia de transporte seguro para esse documento tão importante.

 A Oscar Fashion Days 2009 apresentou os principais lançamentos em calçados e acessórios Verão 2010 ao consumidor final. Bouts, Umbro, Nike, Rainha, Everlast e Pernambucanas estiveram em destaque no evento, que aconteceu em setembro em São José dos Campos.

Novidade

A Natura relançou o perfume Kaiak, que foi repaginado e aparece com visual mais moderno, ideal para homens urbanos ativos. A perfumaria oferece agora duas opções: o Natura Kaiak Masculino e o Natura Kaiak Aventura Masculino. Outros perfumes da linha, que inclui produtos de barba e desodorantes, terão a adaptação da arte à nova linguagem da marca.

Ambivalente

Já a Triton Eyewear, consagrada empresa no segmento de óculos escuros, lança uma linha destinada não apenas ao visual e à proteção do sol, mas para corrigir a visão com muito estilo. Os modelos são em aço e acetato.

Calor

A primavera começou a aquecer, preparando-nos para o gostoso calor do verão. Na estação mais aguardada pelas crianças, a Tchunga Marepunga criou roupas 100% algodão, portanto, bem leves para o período mais quente do ano e perfeitas para a disposição da criançada.

PREMIER

 Clássicos temas navy aparecem em diferentes leituras na coleção de alto-verão da Tigor T. Tigre. Para os dias de calor intenso, tecidos leves em cores suaves ganham espaço, formando uma composição refrescante.

Fotos: Divulgação

João Camargo Neto

23/10/2009

Easy

A L'Occitane apresenta, especialmente para homens que gostam de um banho prático, mas com qualidade, o sabonete líquido para corpo e cabelo Badian. O produto tem prática fórmula dois-em-um que purifica o corpo e deixa a pele macia e saudável, além de limpar e dar brilho aos cabelos.

 Nuances off white estão entre as apostas da cartela de cores da coleção. Estampas aquareladas reforçam o clima praiano.

 De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 10% dos 56 milhões de domicílios brasileiros são habitados por uma única pessoa.

 São mais de 5 milhões de pessoas morando sozinhas no País, sendo que mais de 87% delas estão na faixa etária acima dos 30 anos.

 O aeroporto continua sendo a maior passarela para o desfile de tendências, das executivas às esportivas e despojadas.


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:40

Page 23

ZELO 23


23/10/2009

21:40

Page 24

 GASTRONOMIA

Waléria Noleto: pós-graduada em Barcelona, todos os anos a chef participa de eventos e frequenta os melhores restaurantes do cenário mundial para explorar as novidades e aplicar no cardápio do seu buffet

Arte de inovar sabores

Fotos: Tobias Ragonesi

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

Talvane Garcia

O

s atuais chefs de cozinha podem ser comparados aos antigos alquimistas porque, tal qual os antigos magos, eles possuem maestria para manipular fórmulas mágicas. A gastronomia atual privilegia as misturas de condimentos, aromas, cores e sabores. Uma das maiores e mais competentes chefs de Goiânia é Waléria Noleto, que completa 15 anos à frente do Buffet Imperial. Sofisticação e requinte são marcas da casa administrada por Waléria, que se especializou na Europa. Por primar pela qualidade e estar atenta aos detalhes do serviço do Buffet Imperial e da Mansão Jaó, Waléria possui uma extensa lista de admiradores da sua arte. “Sempre gostei de cozinhar, de receber amigos e familiares”, conta a chef, que pode ser comparada a uma alquimista da gastronomia. Waléria tem o dom de preparar um prato diferente com um toque especial e pessoal nas receitas. Até mesmo as mais simples ganham sofisticação quando recebem a assinatura da chef que morou em Campinas, São Paulo, onde teve um restaurante especializado em grelhados. No retorno à Capital goiana, Waléria Noleto percebeu que a cidade deixava muito a desejar no quesito buffet. “Tinha apenas um, que por sinal era muito bom e que me serviu de referência”, afirma. Começou organizando pequenos eventos com cerca de 40 pessoas. “Atualmente, trabalho com os maiores eventos do estado”, orgulha-se. Aprimorar é um verbo muito conjugado pela chef Waléria Noleto. “A busca por novos temperos é sempre um desafio.” Formada na primeira turma do curso de Gastronomia da Faculdade Cambury, ela sempre reserva um tempo para participar de cursos em grandes mecas da cozinha inter-

23/10/2009

21:40

Page 25

nacional. Mesmo antes da formatura, já era antenada com as tendências gastronômicas. “Ao menos duas vezes por ano era certeza que estava em São Paulo com os melhores chefs, como Toninho Marioti, Vito Tangoda, Alex Atala, entre outros”, conta a chef. Pós-Graduada na Escola de Bellas Artes, em Barcelona, todos os anos Waléria participa do Boa Mesa, da Degustar e Casar e frequenta os melhores restaurantes do cenário mundial para explorar as novidades e aplicar no cardápio de seu buffet. Cozinha & Escritório O momento é de aproveitar a maturidade profissional. Segundo Waléria, entrar no curso de Gastronomia ampliou a sua visão sobre a profissão que já desenvolvia e praticava diariamente. De acordo com ela, uma das mais importantes modificações do seu trabalho foi gerir o seu talento como uma empresa. O conhecimento adquirido na faculdade, sobretudo, na área de administração, proporcionou o crescimento da empresa conduzida por Waléria Noleto. Com o crescimento do Buffet Imperial, que atua como buffet móvel, com material e equipe necessários para a realização do evento, Waléria montou um espaço para a realização de eventos, a Mansão Jaó. O salão foi inaugurado há cinco anos, com capacidade para atender até 600 pessoas, e dispõe de uma belíssima área externa. “Os eventos devem ser marcados com cerca de um ano de antecedência para garantir a vaga na agenda, que, graças a Deus, está sempre cheia.” Sucesso Waléria reconhece que o sucesso da sua empresa também é mérito de seus colaboradores. “Tenho muita sorte de ter duas pessoas comigo, que são a Maria e a Sônia. Estamos juntas há 22 anos e o meu buffet existe há 15. Tudo que eu aprendi em cozinha, repassei para elas”, diz com modéstia. A chef Waléria Noleto conta com a colaboração de sua sobrinha Julyana Noleto na gestão comercial do Buffet ZELO 25

Brevemente Julyana Noleto se gradua em Gastronomia. Há cinco anos, ela atua na gestão comercial do Buffet Imperial

Imperial. “Há algum tempo, Julyana demonstra grande interesse pela gastronomia. Em breve ela também será uma grande chef”, aposta. Atualmente Julyana Noleto proporciona um atendimento personalizado com sugestões de cardápios aos clientes. Um dos maiores referenciais do Buffet Imperial é a qualidade de sua comida e o desejo de realizar os sonhos de seus clientes. Outra marca registrada do buffet, que realiza eventos como café-da-manhã, coffee break, brunch, coquetel, jantar, buffet de massas e temático, é a fartura no servir. “Gosto de ver as pessoas bem atendidas.” Mesmo com uma rotina corrida, a chef ainda consegue receber os amigos e familiares. “Sempre digo que me divirto cozinhando. Adoro fazer uma comidinha. Eles também entendem e marcam os nossos encontros aos domingos”, sorri.


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:40

Page 26

Sobre duas rodas

Foto: Tobias Ragonesi

 CICLISMO

Ciclistas de todas as idades tomam conta das ruas de Goiânia. Esporte oferece modalidades para os mais variados perfis Ismael Alexandrino

E

las são esbeltas, têm um andar macio, garboso; deslizam facilmente e com elegância entre os transeuntes. Algumas são baixas, tímidas. Outras, grandes, imponentes. Há aquelas recatadas, discretas. E também as extravagantes. Umas versáteis; outras, limitadas. Caras e baratas. Todas, no entanto, prestativas. Prontas para servir o próximo que passa. Assim são as bicicletas – grandes companheiras de viagem! Quem nunca sonhou ter uma quando criança? Alguns continuam sonhando, mesmo depois de adultos. Em Goiânia há muitos sonhadores. Ou melhor: muitos são amantes das bicicletas. Estes têm na prática do ciclismo um hábito saudável, rotineiro, um hobby levado a sério. Tornou-se cena comum do cotidiano goianiense ver pelas ruas da cidade ciclistas de várias idades e de ambos os sexos. Antes de ir para o trabalho ou perto do sol

Edmar Borges: em longas distâncias se pôr são os horários mais prováveis de encontrar um desses apaixonados pelo esporte todo paramentado andando pelas ruas da cidade ou nas rodovias da região metropolitana. Mais que um esporte, o ciclismo pode ser percebido como uma filosofia de vida. Existem várias modalidades da prática, cada uma com um perfil diferente. As mais comuns são Mountain Bike, Road ou Speed, e Free Ride. As Mountain Bikes, sem medo de errar, são as mais versáteis. Estas, tanto são feitas para serem pedaladas em terrenos acidentados, em trilhas, como se adaptam muito bem às ruas da cidade. São as mais usadas por quem pedala. As chamadas Road ou Speed são ZELO 26

bikes bem mais específicas. Atingem velocidades altas, são muito leves, mas só rodam no asfalto. E olhe lá! Pois o asfalto não pode ser cheio de pedras e buracos, pois têm pneus bastante finos. Já a modalidade Free Ride pouco se vê. Geralmente é composta de um público ainda mais específico que o dos ciclistas da velocidade e consiste basicamente em manobras radicais realizadas em pistas preparadas com rampas e obstáculos. Até dez anos atrás era raríssimo ver alguém pedalando pelas ruas de Goiânia como atividade esportiva. Antes, quem pedalava utilizava “as magrelas” para se locomover geralmente da periferia para os setores mais centrais. Não é que hoje não


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:40

Page 27

Fotos: Divulgação

Bruno Tomás Martins de Lima faz manobras radicais com sua bike

Parques oferecem segurança para crianças

exista isso. Existe! E poderia existir ainda mais. Mas, sem dúvida, o público foi incrementado. Há vários grupos que se organizam diariamente, pois encontraram no ciclismo o seu esporte, o seu lazer, o veículo de fazer perder calorias e de integrar pessoas. Advogados, bancários, engenheiros, médicos, comerciantes, empresários, professores, dentistas; toda sorte de profissionais pedalam simbioticamente. Quem já sentiu o prazer de fazer uma trilha e teve o pneu da sua bicicleta furado entende bem o termo “simbiose”, qual seja, sobrevivência dependente e sem prejuízos para quem a usufrui. Cria-se um espírito de corpo saudável, amigável, e todos se ajudam mutuamente. Há grupos que pedalam num ritmo forte, e há os que pedalam mais tranquilamente. Saem de vários pontos da cidade e rodam por vez 15 a 50 km, dependendo do dia e do preparo físico da turma. Dois grupos bem conhecidos entre os ciclistas goianienses são o “Pedal do Cerrado” (www.pedaldocerrado.com) e “Os

Goiabas” (www.osgoiabas.com.br). A Federação Goiana de Ciclismo (www.fgciclismo.com) também organiza campeonatos em variadas categorias. Dia 20 de setembro, por exemplo, aconteceu a 5ª etapa do Campeonato Goiano de Ciclismo na modalidade Mountain Bike. A prova foi realizada entre as cidades de Goiânia e Bela Vista de Goiás. Pedalar exige requisitos mínimos de segurança. Capacete, luva, bermuda apropriada (com gel ou espuma) e luzes de identificação são itens que não podem faltar para um pedal seguro e prazeroso. Pedalar na contramão também é contraindicado. Ainda faltam ciclovias na cidade. Mas isso pode ser compensado pelo prazer de se pedalar vendo canteiros bem cuidados espalhados pela Capital, bosques arborizados e parques ecológicos. Além de belos e agradáveis aos olhos, tais parques atenuam um pouco a falta de umidade característica do clima da cidade. Por esta razão – a falta de umidade na cidade –, associada à perda pelo organismo de líquidos e eletrólitos enquanto se pedala, é fundamental ter uma excelente hidratação antes, durante e depois de cada pedalada. A boa alimentação também é esperada e necessária. O médico e ciclista Raimundo Nonato Diniz Rodrigues Filho, 29, recomenda fazer um “bike fit” quando for comprar sua bike, a fim de se ter um equipamento adequado ZELO 27

Médico Raimundo Nonato pedala 30 quilômetros diariamente e vê no esporte uma forma de combater o estresse

ao seu biotipo. Nonato pedala 30 km diariamente antes de ir trabalhar. Ele, que tem o ciclismo como um hobby levado a sério, vê no esporte uma forma alternativa de relaxamento do seu dia-a-dia intenso no trabalho. Além disso, faz provas fora de Goiânia, tendo a oportunidade de conhecer vários lugares do Brasil. Motiva quem quer começar no ciclismo dizendo que não precisa de tanta técnica no início, basta um tempo mínimo e disposição. Denys Schuster, 45, era gerente de vendas e começou a sofrer com a obesidade. Resolveu pedalar para emagrecer, melhorar a saúde. Se apaixonou de tal forma pelo esporte que se demitiu, e, juntamente com sua esposa, Sandra Arcuri, 43, montou uma das melhores lojas de bicicletas de Goiânia. E continua pedalando com seus clientesamigos. Se você, querido leitor, já pedala, continue e estimule seus amigos a fazer o mesmo. Se já pedalou e parou, ainda está em tempo. Mas se ainda não conhece o prazer que o ciclismo pode lhe proporcionar, está perdendo tempo, está perdendo vida saudável. Sinta-se convidado a viver sobre duas finas rodas! Z

Ismael Alexandrino pedala 200 km por semana


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:40

Page 28

Agenda Verde Ranulfo Borges ran.borges@ig.com.br

Em defesa do Cerrado

O senador Demóstenes Torres (DEM) espera, desde 2003, aprovação no Senado de Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que torna o Cerrado patrimônio nacional. Para Demóstenes, os maiores culpados pela destruição do bioma são o Ibama e outros órgãos que autorizaram a derrubada de árvores. Ele ainda critica o governo federal e o ministro Carlos Minc pelo descaso com que estariam tratando o assunto.

A PEC do Cerrado, do deputado Pedro Wilson (PT), tramita há quase 15 anos na Câmara. Em 2003, o senhor apresentou projeto semelhante no Senado. Por que a apresentação de duas propostas semelhantes? Demóstenes Torres - Quando cheguei ao Senado, em 2003, Pedro Wilson não mais era deputado, estava prefeito de Goiânia, e sua PEC havia sido arquivada. Então, apresentei uma PEC com a mesma redação, que, aliás, não é dele nem minha, é um texto no qual os movimentos de defesa do Cerrado trabalham há muitos anos. A exposição de motivos (justificação) que apresentei é bem diferente da dele. Quando o Pedro voltou para a Câmara, ele protocolou de novo a PEC, mas a minha já estava andando, tanto que já foi aprovada nas comissões e está pronta para votação no Plenário. De qualquer forma, são duas boas iniciativas e qualquer uma que tiver sanção primeiro estará ótimo para o Cerrado. O seu partido, o DEM, é o principal representante dos produtores rurais no Congresso. Por sinal, estes são acusados de destruir o Cerrado. O senhor concorda? Demóstenes - Kátia Abreu, presidente da CNA e única senadora do DEM ligada aos produtores rurais, é favorável a aproveitar as

Fotos: Divulgação

Fundo virtual

Diretor de Políticas Culturais da Acieg, Leopoldo Veiga Jardim atua no projeto Fundo Virtual de Cultura. Trata-se de uma iniciativa onde a Acieg participa com apoio institucional, atuando como ponte entre artistas e empresários para a viabilização de projetos culturais. É graças a essa parceria que quatro artistas plásticos goianos realizam atualmente exposições em Paris e na Holanda.

Casas de baixo custo Para Demóstenes Torres, Ibama é cúmplice na destruição do Cerrado

terras já preparadas para a agricultura sem derrubar árvores. A expansão agrícola se deu sem qualquer planejamento, sob a cumplicidade criminosa do Ibama e de outros órgãos corruptos. Quem derruba é culpado, mas quem autoriza é muito mais. Já foi provado que não é destruindo que se alcança boas safras e bons rebanhos. É preservando que se tem a chuva na quantidade e no tempo certos, os rios saudáveis, o povo saudável. É necessário melhorar a produtividade, não desmatar. O ministro Carlos Minc diz que agora o Cerrado ganha atenção do governo em igualdade de condições com a Amazônia. Será que ainda dá tempo? Demóstenes - Ainda há tempo, mas não vejo vontade em ninguém do governo, muito menos do ministro Minc, que está enrolando para conhecer realmente a devastação do Cerrado e treme de medo dos garimpeiros que destroem o Rio Araguaia. Ainda é possível parar a degradação e recuperar o que foi danificado. ZELO 28

Governo brasileiro, em parceria com a Organização das Nações Unidas (ONU), desenvolve casas de baixo custo com tecnologias de redução de impacto ambiental. O projeto incorpora tecnologia sustentável de distribuição de água, geração de energia limpa e é de fácil manutenção.

Matança

Esta foto circula pela internet. Mostra o mar tingido de vermelho na Dinamarca por causa da matança de golfinhos. Mas quer ver uma cena realmente chocante, vá até o blog do Geral Thomas e assista a um vídeo que mostra cães sendo desmembrados vivos, também na Dinamarca. O endereço é unistas.ig.com.br/geraldthomas/?s=caes.


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:40

Page 29

A mostra que vai compor seu ambiente.

A harmonia vai chegar à sua casa. Conheça a Ambientar 2009, a mostra de Arquitetura, Decoração, Design de Interiores e Paisagismo que jå Ê referência em soluçþes inteligentes para morar bem. E aproveite outras atraçþes, que tambÊm se afinam com você: shows, bar, brinquedoteca, cafÊ, creperia, lanchonete e restaurante.

De 18 de setembro a 18 de outubro, das 15h Ă s 21h, Central de Decorados Consciente / Bambui, Av. T-9 com Rua T-30, Setor Bueno, Goiânia - GO. ,QIRUPDĂŠĂ˜HV  xZZZDPELHQWDUFRPEU


 PERFIL

23/10/2009

21:40

Page 30

Sinônimo de sofisticação

Carlos Augusto, dono da Maxim’s: conceito de qualidade da loja se estendeu da cozinha para todo o restante da casa

Fotos: Divulgação

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

Carlos Augusto Alves Borges inovou o conceito de decoração em Goiânia com a Maxim’s. Empresa é hoje uma das principais referências em ambientes planejados na Capital e em Brasília Talvane Garcia

E

sforço e dedicação fazem parte do sucesso do empresário Carlos Augusto Alves Borges, que há 25 anos atua no setor moveleiro. Natural de Rio Verde, chegou a Goiânia em 1977. Como a maioria dos jovens da época, Carlos veio para a Capital estudar e concluir o segundo grau (atual ensino médio). Passou no vestibular e teve de se mudar para Uberlândia para cursar Engenharia Elétrica. “Não concluí o curso, retornei em 1984. Ano em que me casei”, conta. No ano seguinte, foi contratado por uma indústria de móveis planejados como projetista, aproveitando a facilidade que já demonstrava com o desenho. Depois passou a trabalhar com vendas e em outra empresa de planejados foi gerente de vendas. Até que, em 1989, montou a Maxim's Cozinhas. Naquela época, iniciou a transformação do modo de morar em Goiânia. As cozinhas planejadas trouxeram um ar de modernidade para as casas, que, em sua maioria, eram grandes palacetes, mas os mobiliários deixavam a desejar. “Era normal as famílias abastadas terem aquelas 'cortininhas' debaixo da pia, onde eram colocadas latas e prateleira”, lembra.

23/10/2009

21:40

Page 31

Cozinhas planejadas Os espaços das residências ainda guardavam resquícios das fazendas. Era comum as famílias conservarem um fogão a lenha do lado de fora das cozinhas. “Na época em que eu entrei no ramo, apresentar cozinhas planejadas e armários embutidos era novidade”, afirma o dono da Maxim's. A aceitação do produto demonstra que houve uma mudança no comportamento das famílias goianienses, que passaram a buscar móveis modernos que já eram utilizados em outros locais do País. Na década de 1990, a chegada dos condomínios horizontais teve grande impacto no jeito de morar da cidade. A concepção dos espaços se transformou. As casas foram ampliadas, todavia, os apartamentos tiveram uma redução nos ambientes. Carlos Augusto acompanhou de perto essa mudança. “Na década de 1980, o cliente procurava por cozinhas planejadas e a área de serviço ia junto”, conta o empresário. Com o passar do tempo, começou a planejar o quarto e a sala. “E por que não os armários do banheiro? Quando a gente percebia, já tinha feito a casa toda. Foi assim que o foco passou a ser a casa toda”, destaca Carlos Augusto. Tanto que o nome da empresa mudou. Deixou de ser Maxim's Cozinhas e passou a ser Maxim's Ambientes. Não houve apenas uma modificação no modo de mobiliar uma casa, mas uma mudança no conceito de morar. De acordo com Carlos Augusto, antes havia uma valorização dos espaços onde as visitas eram recepcionadas. “Hoje, o cliente busca qualidade de vida e dar um peso maior aos espaços privativos, como, por exemplo, o quarto.” Também é comum o casal realizar o projeto da casa, até mesmo o da cozinha, em conjunto. O homem passou a opinar mais nos projetos e as crianças também ZELO 31

começaram a dar sugestões. “A casa não é mais para visita. A casa é para os moradores”, destaca o empresário. Um hábito que ainda é preservado é receber as pessoas mais íntimas na cozinha, que passou a ser a área de convivência da família.

Rotina simples Aos 46 anos, Carlos Augusto afirma ter uma rotina simples. “Minha vida é da casa para o trabalho e do trabalho para casa”, conta. Pai de um casal de filhos – Carlos Júnior e Letícia –, ele se orgulha de tê-los como colaboradores em sua empresa. Atualmente, o filho é gerente de produção e a filha cuida do relacionamento com os clientes. Apesar de se dividir para cuidar das duas lojas, uma em Goiânia e outra em Brasília, Carlos Augusto também encontra tempo para viajar para Milão, na Itália, Alemanha, entre outros países, para acompanhar as tendências do setor. Atento a todos os detalhes, o empresário sabe da importância de ter conhecimento do que acontece no mundo e procura trazer isso para a empresa. Todavia, ele admite conciliar a sua agenda de viagem a trabalho com um pouco de lazer. “Sempre reservo um tempo para aproveitar”, conta Carlos Augusto. Acostumado a lidar com sofisticação e luxo, o empresário não transfere isso para seu cardápio. Para agradá-lo, basta ter à mesa um bom arroz com feijão, carne moída ou ovo frito. Nos finais de semana, também gosta de estar em sua propriedade rural, continuando a convivência com as suas origens e com seus pais, que são seus ídolos. Preocupado com as questões sociais e ambientais, Carlos Augusto buscou uma parceria com uma Organização Não-Governamental (ONG) na periferia de Goiânia e participa do projeto Reciclarte. “Essa entidade já trabalhava com jovens carentes com noções de cidadania e nós passamos a ser parceiros.” Z


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:41

Page 32

 DECORAÇÃO

Ambientar 2009

A Ambientar – Mostra de Interiores marca a inauguração da Central de Decorados Consciente Construtora / Bambuí Empreendimentos. A mostra conta com 99 profissionais e estudantes de Arquitetura, Design e Paisagismo, responsáveis pela elaboração de 45 ambientes, em uma área total de mais de 4 mil metros quadrados. A proposta é unir bom gosto e economia, proporcionando ao público um conceito de moradia urbana prático, moderno e acessível.

Espaço Fotográfico - J.R

Café

Cozinha, área de serviço e banho

Brinquedoteca

Escritório

Jardim Nobre

Garagem

Jardim sustentável

Recepção

Salão de eventos

Suíte da filha


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:41

Page 33


23/10/2009

21:41

Page 34

Dita

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

Vestido verde fluorescente Kadosh para Carmem Cardoso. Sapato Forum Tufi Duek e colar em tela e couro BeijodelĂ­ngua . ZELO 34


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

Vestido em jersey com detalhes em dourado e sandália Forum Tufi Duek. Laço perolado em algodão resinado Beijodelíngua

21:41

Page 35


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

Vestido drapeado nude, e laço rosa Beijodelíngua para Fuxica. Colar em pérolas naturais Magda Santos e sapato Forum Tufi Duek

23/10/2009

21:41

Page 36


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:41

Page 37

Vestido nude com detalhes em correntes Caos para Carmem Cardoso. Sandálias em tiras de couro Forum Tufi Duek, anel Magda Santos e adorno de cabeça Beijodelíngua


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:41

Page 38

Camisa branca com babados e calça jeans com detalhes bordados Jean Darrot. Sapato e cinto Forum Tufi Duek, faixa de cabelo em couro Beijodelíngua


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

Fotografia: Neilton Fernandes Produção/styling: Marcos Manzutti Modelo: Larissa Andrade (Voga Model) Beleza: Sergimm Assistentes: Maiana Maia e Micael Bezerra

Leging preta em sirê e bata em seda pura Rasga Chita. Sapato Forum Tufi Duek, colar em ouro branco Magda Santos, laço em tafetá Beijodelíngua

23/10/2009

21:41

Page 39


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:41

Page 40

Aniversário de Tana e Cristal

Fotos: Ângela Motta e Walter Folador

Uma concentração de gente bonita marcou presença na festa de novo ano das irmãs Tana e Cristal Jayme Lobo, no Condomínio Aldeia do Vale. A banda de pagode “Sambaboom” e os cantores de funk “Mc's Mazinho e Rogério”, de BSB, animaram a festa, que começou ao meio-dia e virou a noite. Quem foi aprovou tudo.

Cristal, Liliane Lobo e Tana

Andressa, Pedro Henrique e Thaynara Motta

Marcela Lobo e Daniela Brandão

Carla Rattes e Marcos Silveira

Manuela Lobo e Sara Costa

Mariana Silva, Lakshmi Ribeiro, Mariana Palmeira, Flora Crosara, Cristal Lobo, Mariana Barbosa, Fernanda Brum e Tana Lobo

Lane, Marcela e Mariana Lobo

Tana Lobo e Marcelo Moura

Os sócios Tatiana Teixeira, Camargo Lins e Ana Paula Panarello ofereceram coquetel para a inauguração da loja Saad, no Shopping Bougainville. O DJ André Barros comandou as pickups.

Foto: Rubens Cerqueira

Saad em Goiânia

Tadeu Jayme e Elisa Frota

Camargo Lins, Ana Paula Panarello e Tatiana Teixeira

Júlio César Basile, Tatiana Teixeira, Luzdalva Teixeira e Ana Luiza do Nascimento

Andrea Motta e Fernando Samaúma

Roberta Saad, Luciana Saad e Ana Paula Panarello

Rose Vieira e Belinda Roriz

Suely e Fernanda Stival e Maria Cristina Diniz

Valéria Perillo e Delly Sebba

Walterci de Melo, Andressa e Wilder de Moraes

ZELO 40


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:51

Page 41

Festa para Eliane Vilela

Fotos: Ângela Motta e Walter Folador

O aniversário de Eliane Vilela Machado reuniu 50 mulheres da sociedade goianiense em festa impecável, preparada pelas filhas Rafaela, Giovana e Isabela Vilela Machado. O evento aconteceu no apartamento da família, no Edifício Chateau Du Pare, no Setor Bueno. A chef Cris Isaac assinou o cardápio da noite, que não poderia ter sido melhor. Rafaela Vilela,Eliane Vilela,Isabela Vilela e Giovana Vilela

Ana Elisa de Fátima, Elcia Machado e Maria Nilda Machado

Kênia Palmeira, Cristina Conforti, Andréia Teixeira, Eliane Vilela, Ludmila Arantes e Ana Flávia Machado

Anadia Pinheiro e Maria Elisabeth Frascino

Chrystina Aguiar e Telma Maia

Valéria Perillo, Eliane Vilela, Priscila Rassi e Gisela Maciel

Milena Isaac, Ilana Teixeira, Lorena Cabral e Leonora Macieira

Cardápio assinado pela chef Cris Isaac

Edmara Cavalcante

ZELO 41


Festa para Laila

Mônica Navarrete de Souza reuniu um seleto grupo de amigos para almoço em comemoração a mais uma primavera da jornalista Laila Navarrete, no Salão Bougainvillea, no Castro's Hotel. O almoço festivo reuniu amigas de longa data.

Mônica Navarrete de Souza e Fernando de Souza

23/10/2009

21:51

Page 42

Fotos: Paulo Oliani

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

Miguel Navarrete e Laila

Laila Navarrete e Vanira Mendonça Godoy

Isabella, Ana Clara, Laila, Bruna Larissa e Tatyana Issa

Glorinha Drummond

Ana Flávia Navarrete

Evento solidário

Paula Roriz Riedberger

O colunista Luís Carlos de Moraes promoveu almoço para cerca de 300 convidados no LC Recepções. O mote: evento beneficente em prol de instituições filantrópicas de Goiânia. Na ocasião, os convidados assistiram ao show da cantora Suely Paschoal, que lançou o CD Alma.

Luís Carlos, Rosa Alzira e José Bomfim

Zander Campos da Silva e Zilma

Adriano Rocha e Patrícia Bittar

Ana Luiza Frota

Mena Marangoni

ZELO 42

Percival Rabelo e Maria Helena


21:51

Mérito Industrial

Jânio Carlos Alves Freire, Henrique Meirelles e Alcides Rodrigues

Fotos: Ângela Motta e Walter Folador

O empresário Jânio Carlos Alves Freire, diretor-presidente da Jean Darrot, participou da cerimônia de entrega de medalha do Mérito Industrial da Federação das Indústrias de Goiás (Fieg) a personalidades que prestam relevante contribuição ao desenvolvimento industrial do Brasil e de Goiás.

Page 43

Ubiratan da Silva Lopes e Jânio Carlos Alves Freire

Giuliano Lima e Lorena Freire

Luana Limírio e Alexandre Baudy

Jânio Carlos Alves e sua mulher, Daírdes

Jânio Carlos Alves Freire e Paulo Afonso

Luciana Freire e Fernando Mundim

Pedro França e Ana Carolina Quireze

Caroline Garrote e José Alencar

Daniela Cunha

Patrick Rassi e Nicolle Seronni

Línea em festa O jantar promovido pela Línea Sucralose, linha de produtos dietéticos, reuniu 100 nutricionistas no Flamingo. A noite de festa foi em homenagem ao Dia da Nutricionista.

Sílvio Terra e Marcília

ZELO 43

Fotos: Tobias Ragonesi

23/10/2009

Viviane Nolasco e Flávia Ferazo

Fotos: Ângela Motta e Tobias Ragonesi

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd


23/10/2009

21:51

Page 44

Foto fachada: Ricardo Lima

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

A Summerflex festejou em grande estilo a reinauguração da loja T-9, que agora conta com 14 ambientes, assinados por 24 profissionais. Um projeto arrojado e sofisticado que mereceu uma comemoração descontraída e muito animada.

Fotos: Paulo José / Arroz de Fyesta

Família Summerflex: Bárbara Machado, Elsiony Moura, Clarismar Machado e Helen Simone-Flávio Antônio

Sérgio Luís e Madalena Morais (Persiflex,

Andrea Accioly, Mariângela Rodrigues, Helen Simone e Flávio Antônio

Luciana Pena e Clarismar Machado

Luana Mendonça e Mariana Mendonça

Flávia Rucelle, Neyton Guimarães Rosa e Adriane Conti

Ana Maria Miller, Madalena Morais, Irma Leão, Andréia Carneiro

Simone Ferreira e Rossana Franco da Mais Marketing)

Helen Simone e Rejane de Castro

Helen Simone, Ivan Grande e Nando Nunes

Clarismar Machado, Priscila Paulino e Liliane Melo

ZELO 44


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:51

Page 45

Clarismar Machado e Silvana Cambota

Katarine Alexandre e Olegário Costa

Sandra Camargo e Helen Simone

Ednei Barros e Marília Abrão

Augusto Thomé e Júnior Roriz

Flávio Paraguassú, Hilberto Santana, Edmara Cavalcante e Fernando Parrode

Fernanda Gemus e Thais Camargo

Fabiana Costa e Aline Santos

Roberto Lima e Ricardo Lima

Rúbia Bailão, Mariane Barcelos e Jean Bueno

Gustavo Luz, Sara Moreschi e Ralph Paiva

Nádia Amaral e Clarismar Machado

Loja T-9: Av. T-9 nº 620, Setor Bueno (62) 3942-7820

Rayner Rich, Simone Ferreira e Rodolfo Naves

Wanessa Clara, Ozair Riazo e Maria Célia ZELO 45

Loja Sebba: Rua C 255, Sl. 13 Centro Empresarial Sebba Nova Suíça (62) 3259-2935


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:52

Page 46

Elizabeth Oliveira, Joaquim Barbosa, Elza Ferreira e Ilézio Ferreira

Fotos: Ângela Motta e Waler Folador

AMBIENTAR 2009

Vivian Valentin e Rubiana Teixeira

O coquetel de abertura da Ambientar reuniu centenas de convidados no lançamento da edição 2009 da mostra. Os anfitriões Ilézio Inácio Ferreira e Joaquim Barbosa de Oliveira receberam arquitetos, decoradores, paisagistas, designers de interiores e formadores de opinião. Virmondes Cruvinel e Anselmo Pereira

DJ Múcio

Fernando Takeo e Flávio Takeshi

Maria Célia Moraes e Cláudio Furlanetto

Rosana Paiva e Nádia Amaral

Nelly Furtado e Sávio Barros

Joana D’arc e Rogério Nery

Flaviany Guimarães e Gustavo Luz

Humberto Furlanetto e Daiene Granzotto

Evandro Fausto Pereira e Alessandra

Lorena Tahan, Juliana Barbosa, Marcelo Perinni, Carol Magalhães e Ana Canedo

Sara Moreschi e Débora Moreschi

Selvo Afonso, Juliana e Argus Ridan Cavalcante ZELO 46

Helcio Inácio, Simira Correia, Madalena Moraes e Luiz Sérgio (Persiflex)

Mário Baiocchi e Neusa Baiocchi

Breno, Hugo e Santiago Pasquim


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:52

Page 47


23/10/2009

21:52

Page 48

Micarê Goiânia

O Micarê Goiânia 2009, o carnaval fora de época da Capital goiana, reuniu cerca de 60 mil pessoas em seus três dias de evento. Muita gente bonita passou pelos camarotes “Tô na micarê, tô contigo!" e Eco Folia, os mais agitados do circuito oval do espaço Goiânia Arena.

Lélio Carneiro e Rose Vieira

Músico Dudu di Valença, Cumpadre Washington, do É o Tchan, e Rey

Walterci Melo e Flávia

ZELO 48

DJs Rodrigo Melo e André Pulse

Jogador Romário e o ambientalista Leandro Sena

Pedro Leonardo e Dani Rocha

Fotos: Waler Folador

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:52

Page 49


23/10/2009

21:52

Page 50

Lançamento Cebramen

Os médicos Omar Carneiro Filho e Fernando Salum receberam convidados no Centro Molecular Avançado para coquetel de lançamento do aparelho PET-CT. Trata-se de uma revolucionária técnica de diagnóstico que, além de mostrar imagens da anatomia do corpo humano, avalia alterações metabólicas do organismo.

Aviator

Omar Carneiro Filho, Osterno Queiroz e Márcio Roberto

Geraldo Lemos e Nabhy Salum

Lili Moreira e Salomão Rodrigues

Fernando Salum, Irani Ribeiro e Esteban Espinoza

Carlos Inácio de Paula

Renata e Omar Carneiro Filho

Ângela e Glauco Baiocchi

Morgado

A loja de moda masculina Aviator, que se instalou no Flamboyant Shopping, abriu as portas com a coleção verão 2010, que traz um mix entre o natural e o urbano. Para apresentar a nova maison, um coquetel reuniu gente bonita e inteirada com a moda na Capital.

Adriana Mastria, Hudson Ramos e Flávia Ramos

Sérgio Ladowsky, Gustavo Loureiro e Henrique Uram

Syglia Brandão

Leidivânia Bessa e Thaynnan Lopes Cançado

Luís Cláudio Cunha e Ana Paula Vitoi

Roger Murilo e Julianna Valadão

ZELO 50

Fotos: Ângela Motta e Tobias RAgonesi

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:52

Page 51

O jornalista José Guilherme Schwam e o casal Miguel Abrão-Joana D'Arc preparou uma bela surpresa para Márcia Brandão no novo espaço do Restaurante Árabe. Em clima de muita alegria, amigos se reuniram para dar um abraço – mais que merecido – em Márcia. O buffet ficou por conta de Joana, que encantou os convidados com um cardápio bem elaborado.

Luiggi

Fotos: Tobias RAgonesi

Alto-astral Márcia Brandão e José Guilherme Schwam

Tony Ragonesi, Márcia Brandão e Vanda Ragoseni

Maísa Gouveia

Kamila Abrão

Moema Tavares

Paulo Chaves Fotos: Divulgação

comemora um ano Filho único da médica Lívia Carla e do odontólogo Alessandro Bianchi, Luiggi ganhou comemoração de um ano no Monorail Festas Infantis. Fazenda, um tema que agrada crianças e adultos, foi o cenário da festa.

Primavera

Valéria Junqueira, Ivone Silva e Ludmila Junqueira

A apresentadora Ivone Silva recebeu amigos em jantar no espaço Splendore para brindar o aniversário dela. O DJ Negão animou a festa, que teve rodízio de risotos preparados por Elaine Moura, do buffet Accontece. Fotos: Espaço Fotográfico

Marcelo Carneiro e Rogério Rezende ZELO 51

Elaine Moura e Flávia Lélis


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:52

Page 52

LANÇAMENTO

Tânia e Aniel Campos, proprietários da loja Fuxica no Setor Marista, receberam convidados para coquetel de lançamento da nova coleção de seu casting de marcas. Acabamentos manuais, sedas, bordados, rendas, laços e estampas florais nas saias e vestidos permeiam a coleção.

Marilene Maciel, Aniel Campos e Dóris Magalhães

Suzi Maria Melo e Dóris Magalhães

Encontro entre amigos A Chácara Tatibana, em Goiânia, foi o cenário escolhido para o 1º Grande Encontro Entre Amigos de Goiânia e do Tocantins.

Sabrina Larroque

Camila Quirino e Kênio Kleber

Fabiane Lima Maciel

Aline Volpato

Fotos: Ângela Motta

Aniel Campos, Camila e Tânia

Luísa Martins

Jéssica Mesquita de Assis

Fotos: Ângela Motta e Walter Folador

Rosirene Costa, Lúcia Costa, Marciene Costa

Fernanda Paiva, Cesário Barbosa Júnior e Laura Montagnini

Lúcia Costa e Verônica Gonçalves ZELO 52


CARROS

ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

Astero Motta

23/10/2009

21:52

Page 53

asterofontenelle@yahoo.com.br

Salão de Frankfurt

O 63º Salão Internacional do Automóvel Salão de Frankfurt, o maior e mais importante do segmento - realizado na cidade de Frankfurt, de 15 a 27 de setembro, na Alemanha, abriu as portas com 753 expositores de 30 países, 82 lançamentos mundiais e apostou em modelos esportivos de alta velocidade, elétricos e híbridos. Influenciadas pela “onda verde”, as montadoras investiram tecnologia em carros menos poluentes e produzidos com matéria-prima ecologicamente correta, apresentando as tendências que devem nortear o setor nos próximos anos.

Fotos: Divulgação

Ferrari 458

Uma das principais estrelas do Salão de Frankfurt foi a nova Ferrari 458 Itália. Além do visual, possui um belo motor 4.5 V8 que gera 570 cavalos de potência. A tecnologia dos LEDs é utilizada no novo 458 Itália, fator que garante uma iluminação fantástica e economia de energia. Chegando para substituir a F430, a 458 Itália chama a atenção pelo visual ousado que divide gostos e opiniões entre fãs e o público comum.

Volkswagen

A Volkswagen apresentou nove lançamentos durante o Salão, em Frankfurt. As novidades incluem o conceito E-Up!, com um comprimento total de apenas 3,19m e um motor elétrico capaz de rodar cerca de 130km com somente uma carga, o protótipo da versão que será comercializada do supereconômico L1, o novo Polo três portas, as versões BlueMotion do Polo, Golf e Passat, o superesportivo Golf R e a nova geração da Multivan / Califórnia. Modelos customizados, como três novas versões da Linha R (Golf, Sirocco e Passat CC) e o primeiro lançamento com a nova designação Volkswagen Exclusive (Golf Estate) completam a relação das premières mundiais deste salão.

Audi R8 Spyder

Apresentado no Salão de Frankfurt, o R8 Spyder conversível chegará ao Brasil na segunda metade do ano que vem. A comercialização do carro na Europa começa no início de 2010. O modelo vai de 0 a 100 km/h em apenas 4,1 segundos e tem velocidade máxima de 313 km/h. O conversível consome uma média de 14,9 litros de combustível a cada 100 km.

Novo Porsche

Corolla

A Porsche revelou o seu mais novo modelo 2010 Porsche 911 GT3 RS no Salão de Frankfurt que começará as suas vendas na Alemanha no início de janeiro, com um preço de 122.400 euros. O GT3 utiliza um motor 3.8 de 450 cavalos de potência.

A Toyota amplia a linha Corolla com o lançamento no mercado brasileiro da versão GLi. Posicionado entre os modelos XLi e XEi, o Corolla GLi agrega todas as qualidades das outras versões do sedã médio da marca a uma ampla lista de equipamentos. ZELO 53


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

21:52

Page 54


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

20:48

Page 55


ZELO 9 FINAL - FORMATO:Revista Zelo 9.qxd

23/10/2009

20:47

Page 56

FELICIDADE sf (lat felicitate):

Estado de quem é feliz; Bem-estar, contentamento; bom resultado, bom êxito; Os armários da sua casa do jeito que você sempre sonhou.

Av. 136, nº 764, St. Marista 62.3281-3666


Zelo 09  

Nona edição da Revista Zelo

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you