Issuu on Google+

www.revistavitti.com.br Edição 102 - Ano 9 Junho, 2014 Foto capa: Rafael Briest

Negócios Os limites da liberdade

Gastronomia Comida e futebol Brasil, a bola da vez

Entrevista

Mauro Russo

Confira bate papo com roteirista, ator e diretor que segue trabalhando a todo vapor

Capa

Arquiteto Roberto Migotto

Especial

CADERNO DE ARQUITETURA

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA VENDA PROIBIDA Vale do Paraíba, Litoral Norte e Sul de Minas Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 1


2OANOS

2 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


Ed. Camburi - Av. Walter Thaumaturgo (Avenida do Povo) -Getúlio Vargas - Centro TAUBATÉ - SP

Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 3


Índice Junho 2014 | Edição 102 | Ano 9

Negócios

Os limites da liberdade................................................20

COMPORTAMENTO

Comida e Afeto: uma relação a ser analisada.............32

REFLEXÃO

Romantismo.................................................................40

ambiente construído

Utilização da água potável..............................................46

Ponto de Vista monicuee alvez

Faça o que eu mando...................................................48

eNTREVISTA

Mauro Russo........................................................... 10

Roteirista, ator, diretor, escritor, árbitro de futebol, a lista de atividades deste gaúcho radicado em Taubaté é tão vasta quanto sua simpatia. Confira um descontraído bate papo com essa figuraça.

saúde

Celulite afeta 85% das mulheres na pós-puberdade...57

Esporte

Desafio Vanguarda: na terra, na água e no ar.............60

gastronomia

Comida e futebol: Brasil, a bola da vez.......................67

Pelo Mundo

Primeiro Pintor no Brasil é Valorizado na Holanda.....71

CADERNO ESPECIAL DE arquitetura................75

Editorial

Enfim, o mês da Copa

J

unho de 2014. Depois de tantas dúvidas, eis que o tão falado mês da Copa do Mundo de futebol no Brasil chegou. E apesar dos pesares, mesmo com as buzinadas variadas espalhadas pelo país, o tão esperado maior evento do ano está aí. O mundo todo volta suas atenções para nosso país, para o encontro dos 32 melhores times nacionais de futebol que desfilarão pelos 12 estádios preparados para a grande festa. Em ritmo de torcida pelo Brasil na conquista do sonhado hexacampeonato, trazemos mais uma edição da Revista Vitti. O grande destaque deste mês é o nosso tradicional Caderno Especial de Arquitetura, reunindo os melhores profissionais da região. Nossa capa traz o renomado arquiteto Roberto Migotto. Nas páginas destinadas ao tema, destaque também para a entrevista com Manoel Carlos de Carvalho, arquiteto taubateano que é um dos mais experientes em atuação da região. Vale a pena conferir este e outros artigos na seção especial. Não deixe de conferir também a entrevista do mês, com Mauro Russo, num bate papo divertido sobre bastido-

4 | Vitti | revistavitti.com.br

res da TV e experiências de vida de quem esteve muito tempo no ar. Nosso colunistas também trazem ótimos artigos sobre saúde, comportamento, negócios, artes, gastronomia, música, moda e muito mais. Nossos colunistas sociais trazem os melhores eventos de toda a região, com fotos exclusivas e as notícias mais quentes dos principais eventos. Aproveite mais uma edição, vista verde e amarelo e redobre a torcida pela nossa seleção. Boa leitura, e boa Copa do Mundo a todos! Abraços. Marcela Vitti Diretora “Eu te louvarei, Senhor, de todo o meu coração; contarei todas as tuas maravilhas. Em ti me alegrarei e salvarei de prazer; cantarei louvores ao teu nome, ó Altíssimo.” SALMO9:1-2

Junho, 2014


dIReToRA: Marcela Vitti ASSISTeNTe: Isaura Silva dIAgRAMAçÃo: Bruno Moura edIToR de ARTe: Victor Pereira JoRNALISTA ReSPoNSÁVeL: Ronaldo Casarin - MTB 52246 ReVISÃo: Ronaldo Casarin FoTo dA cAPA: Roberto Migotto (Foto: Rafael Briest) RePóRTeR FoTogRÁFIco: Monicuee Alvez coLuNISTAS: São José dos Campos e Jacareí: Gilberto Freitas, Marilda Serrano e Edu Rosa - Caçapava: Anna Dennz Taubaté: Socorro Pinto e José Luiz - Pindamonhangaba: Giuliana San Martin. coLAboRAdoReS: CHRISTIAN VIEIRA, LANI GOELDI, ADILSON PELOGGIA, RENATA VELLOSO, CARLOS MARCONDES, ARCIONE VIAGI, FABIANA FERREIRA, MANECO SIQUEIRA, ANTÔNIO SILVA, DR. ÉRICO PAMPAPO DI SANTIS, JULIANA BUENO, MARIANE BARROS, RAFAEL FERRO, MURILO BARACHO, JOÃO CARLOS DE FARIA, ANTONIO BARBOSA FILHO, JULIANA PELOGGIA E PETER IOTE. PubLIcIdAde dIReToRA coMeRcIAL: Marcela Vitti (12) 98122-3000 / 7812 4527 / 90*1463 - marcela@revistavitti.com.br TAubATÉ / cAçAPAVA / PINdA: Parê Guerson (12) 3624-5610 / 7812-4526 / 90*1461 / 98106-3500 - pareguerson@gmail.com SÃo JoSÉ doS cAMPoS / ubATubA / guARATINgueTÁ: Marcela Vitti (12) 98122-3000 / 7812-4527 / 90*1463 - marcela@revistavitti.com.br SuL de MINAS: Luigi Scianni (12) 9781-5623 - luigiscianni@gmail.com dISTRIbuIçÃo: Rodrigo Melo Gratuita e dirigida às cidades de Taubaté, Quiririm, São José dos Campos, Caçapava, Pindamonhangaba, Guaratinguetá, Lorena, Campos do Jordão, Santo Antônio do Pinhal, Tremembé, Cruzeiro, Ubatuba e Sul de Minas TIRAgeM deSTA edIçÃo: 12.000 exemplares Impresso no parque gráfico da Resolução Gráfica Ltda. ATeNdIMeNTo Ao cLIeNTe: (12) 3632-3060 / 7812-4525 / 90*1462 - Rua dos Operários, 118 - Taubaté - SP Os artigos, matérias, opiniões e anúncios aqui publicados são de inteira responsabilidade de seus idealizadores, e não refletem necessariamente a opinião da Revista Vitti. É proibida a reprodução total ou parcial da revista sem autorização da Revista Vitti.

cartas “Gosto muito de automobilismo e fiquei surpreso ao saber que temos um jovem piloto do vale disputando a Formula 3. Que o mauro consiga vencer no duro mundo da velocidade e seja um campeão. Parabéns pela matéria com ele.” Agildo Marcos, por e-mail “Revista vitti cada vez mais linda. adorei a edição deste mês, especialmente o texto sobre Dia das mães da colunista Renata velloso. ” Maria Julia Santos, via Facebook

“Parabenizo a vitti pela matéria sobre mobilidade urbana e bicicletas na Holanda. muito legal conhecer realidades de outros países e poder ter a certeza de que é possível mudar alguns costumes e melhorar a nossa qualidade de vida aqui. continuem assim, trazendo conteúdo positivo, é disso que precisamos. abraços.” Marcos Vinicius Mendes, por e-mail

cAPA

Maio 2014

eRRATA:

Na capa da edição de maio o nome correto do entrevistado do mês é Carlos Silva, e não Carlos Soares, como foi publicado.

coRReIo VITTI

Fale conosco: opine, critique e dê sugestões. Escreva para: redacao@revistavitti.com.br Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 5


nossa equipe parê gUErson

RoNALdo cASARIN

VENDAS

EDITOR

ISAuRA SILVA

VIcToR PeReIRA

ASSISTENTE

EDITOR DE ARTE

bRuNo MouRA DIAGRAMADOR

MoNIcuee ALVeZ

FOTÓGRAFA

eduARdo RoSA

COLUNISTA JACAREÍ

gILbeRTo FReITAS

COLUNISTA SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

SocoRRo PINTo

COLUNISTA TAUBATÉ

JoSÉ LuIZ

COLUNISTA TAUBATÉ

PeTeR IoTe

COLUNISTA LORENA

cARLoS MouRA

COLUNISTA

SUL DE MINAS

6 | Vitti | revistavitti.com.br

RodRIgo MeLo DISTRIBUIDOR

MARILdA SeRRANo

COLUNISTA SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

ANNA deNNZ

COLUNISTA CAÇAPAVA

gIuLIANA SAN MARTIN COLUNISTA PINDAMONHANGABA

LIgIA bALLoT

COLUNISTA APARECIDA

LuIZ FeLIPe

COLUNISTA UBATUBA

FAbIANA FeRReIRA

COLUNISTA

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 7


8 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 9


entrevista

MAuRo RuSSo

monicuee alvez

Gostou e me convidou para ir com ele. eu aceitei. Quando cheguei no Rio de Janeiro, estavam terminando a novela “o direito de nascer”. Fiquei na Globo por 27 anos, sendo que trabalhei com programas de humor, como do chico anysio. Também trabalhei para a TvS, que viria a ser o SBT, fazendo textos para a Praça É nossa.

O

bom humor é sua marca registrada. Roteirista, ator, diretor, escritor, árbitro de futebol, a lista de atividades deste gaúcho radicado em Taubaté é tão vasta quanto sua simpatia. Mauro Russo abriu seu arquivo pessoal para a Revista Vitti e contou sua história de longa atuação na frente e atrás das câmeras de televisão e cinema. Confira o bate papo. Por Ronaldo Casarin

Vitti – Você tem uma longa história de atuação na televisão, seja como roteirista, seja como ator. Como foi sua entrada no mundo da TV? Mauro Russo - Ganhei um concurso de redação na escola e o pessoal da Tv Piratininga gostou dos meus textos. Fui chamado para trabalhar na emissora 10 | Vitti | revistavitti.com.br

escrevendo roteiros, isso com 14 anos. Fiquei lá por quatro anos. Vitti – Como a TV Globo surgiu na sua vida profissional? M.R. - Paulo celestino, um dos chefes dos redatores de humor da Globo foi até o Rio Grande do Sul e viu meu trabalho.

Vitti - Dos artistas do humor que trabalham com você, quem você mais admira? M.R. - Pra mim o melhor era costinha, um cara que era naturalmente engraçado. Também como ator admiro Ronald Golias. Pessoalmente ele era mau humorado, mas como ator era muito bom. zezé macedo também era muito engraçada. Pra mim são os três melhores comediantes que o Brasil já teve. Vitti - Qual foi o grande chato com quem você trabalhou no humor? M.R. - agildo Ribeiro. na Tv manchete, trabalhei como diretor do programa dele, “cabaré do Barata”, e muitas vezes nós nos desentendemos. ele não tinha paciência com os colegas, se achava melhor humorista que todo mundo, era difícil. ele não aceitava ser dirigido. Vitti – Outra atividade sua foi como autor de histórias em quadrinhos. Como foi essa experiência? M.R. – eu já tinha boa experiência como roteirista de televisão, e no começo dos anos 1980 a editora ebal me convidou para roteirizar o Recruta zero. aceitei, e entre 1980 e 1985 era eu quem escrevia as histórias do Recruta zero no Brasil. Tive alguns trabalhos na revista da Turma da mônica também, mas não era um trabalho fixo. eu escrevia várias histórias e enviava para a editora abril. algumas eram aceitas, outras não. Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 11


Vitti - É verdade que além de toda essa experiência em TV e cinema você chegou a ser juiz de futebol? M.R. - Sim, é verdade. Foi em Porto alegre. um amigo meu era o diretor de árbitros da Federação Gaúcha de Futebol e me convenceu a fazer o curso. me formei árbitro, e cheguei até a apitar algumas partidas oficiais. mas como uma vez eu quase apanhei, decidi abandonar essa profissão (risos). Vitti - Você também trabalhou bastante como ator. Como foi essa transição de roteirista e diretor para a atuação? M.R. - Quando eu era roteirista de humor, um dia faltou atores para gravar um quadro. me chamaram para quebrar um galho, fui bem, e quando vi já estava atuando em novelas. na Globo, atuei nas novelas Salvador da Pátria, o Tempo e o vento, vereda Tropical, a Gata comeu, corpo a corpo e Bebê a Bordo, dentre outras. na manchete também fi z algumas novelas: Dona Beija, olho por olho e madalena. na manchete também tive algumas passagens como diretor de programas, tendo trabalhado com a Xuxa e a angélica. Depois dessa passagem por lá, retornei para a Globo. Vitti - Com relação à TV Manchete e a falência da emissora na década de 1990, isso aconteceu por que? A emissora quis fazer uma coisa demasiadamente grandiosa em seu tempo? M.R. - vou contar uma história que exemplifica o problema. a manchete tinha um restaurante maravilhosos para os funcionários. um dia, estou na fi la para me servir, e sai do elevador o adolpho Bloch, dono da Tv. ele passa por um garoto, jovem funcionário, que estava com um prato lotado de comida, parecia uma pirâmide. ele se irrita com a cena, tira o prato do garoto, joga toda a comida no lixo, entrega o prato vazio pra ele e manda que volte para a fila. ele pediu licença aos garçons e começou ele mesmo a servir as pessoas, contando as colheradas, e disse: “ser quiser mais, entra de novo na fila”. e ficou servindo até o fim do almoço. esse tipo de empresa delineada com um perfi l pessoal, não resiste. esse pensamento doméstico foi o que quebrou a manchete, e ela nunca se decidiu o que ela era, se era de classe a, B ou c. a programação não tinha um padrão. 12 | Vitti | revistavitti.com.br

Vitti - Os gastos com as novelas também contribuíram para isso? M.R. - Trabalhei na dramaturgia de lá, fiz três novelas. eles fizeram um estúdio pela metade. não tinha ar condicionado, então dependendo do figurino, você desmaiava de calor. essas coisas faziam com que os atores não quisessem trabalhar lá. a manchete tinha também que sustentar as revistas do grupo, e isso tudo foi criando problemas insuperáveis. Quando saí de lá, eles me deviam 30 mil reais. não recebi, e provavelmente não vou receber.

tivermos mão de “se obra boa, todo mundo

vai ganhar dinheiro, pois poderemos produzir filmes, telefilme e séries de tv, e eles terão espaço nas emissoras

Vitti – Você atuou no cinema. Como foram essas experiências? M.R. - Fiz alguns fi lmes internacionais, cheguei a contracenar com Roger moore, em “007 contra o Foguete da morte”, que foi fi lmado no Rio de Janeiro. outro fi lme internacional foi “luar Sobre Parador”, que tinha no elenco Richard Dreyfus, Samy Dave Junior e o grande Raul Julia.

Vitti - Você trabalhou em “Inferno Carnal”, fi lme de José Mojica Marins, o Zé do Caixão. Quais recordações têm do trabalho com ele? M.R. - meu amigo zé do caixão, e posso chamá-lo assim, tem uma percepção muito diferenciada sobre cinema. Para ele, o cinema não precisa de muito dinheiro, precisa de imaginação. infelizmente, hoje não dão a ele a chance de fazer um filme com mais dinheiro. considero mojica um cineasta à altura de mazzaropi, com quem também trabalhei. mojica é autodidata, é diferenciado como cineasta porque enxerga o que é preciso fazer, e faz sem ter dinheiro. a maioria dos diretores não sabe fazer isso. ele tirava soluções da cabeça dele. Se hoje

ele pudesse fazer filmes com toda essa parafernália, sairiam ótimos fi lmes. Vitti - Você acha que ele tenha deixado de fazer sucesso por ser ingênuo? M.R. - não, ele deixou de fazer mais sucesso porque quem poderia ter acreditado no sucesso dele, não acreditou. Por isso que ele foi aos poucos entrando num ostracismo, por falta de suporte. nos eua, por exemplo, isso acontece, os cineastas independentes conseguem apoio. Pegue o Quentin Tarantino, por exemplo, faz um monte de filmes ruins. aquele (filme) “Drink no inferno”, se tivesse sido dirigido pelo mojica teria saído muito melhor. Vitti – Como funciona o seu trabalho de formação de novos atores para o cinema e televisão? M.R. - não é oficina, não é curso teórico. eu gravo um fi lme com esse pessoal, e no processo de fi lmagem eu vou ensinando a eles como se faz cinema. Depois a gente verifica o que foi fi lmado, analisamos e vamos aprendendo na prática. está dando resultados, esse pessoal gostou de atuar, e quando eu tiver o sinal verde para produzir os fi lmes para as Tv’s, já terei a coisa mais importante: mão de obra preparada. minha idéia é produzir telefi lmes aqui no vale do Paraíba. Vitti – Estamos num bom momento para apostar no cinema nacional? M.R. - o momento da arte cinematográfica, incluindo os telefi lmes, é fantástico. as emissoras de Tv à cabo não estão conseguindo material suficiente para cumprir a lei que determina uma fatia exclusiva das suas programações para produções nacionais. então eles acabam repetindo muitos fi lmes nacionais, porque faltam produções. Se nós tivermos mão de obra boa, todo mundo vai ganhar dinheiro, pois poderemos produzir filmes, telefi lme e séries de Tv, e eles terão espaço nas emissoras.

PeRFIL Mauro Russo é natural de PelotasRS. Trabalhou em diversas atividades, entre televisão, cinema, HQs e teatro. Aos 65 anos, vive em Taubaté onde trabalha como ator e promove a formação de novos talentos na dramaturgia. Junho, 2014


LANÇAMENTO

O bairro planejado que faltava em Taubaté Terrenos a partir de 250m2. Um bairro planejado com terrenos residenciais e comerciais. Infraestrutura completa, incluindo iluminação, sistema de segurança 24 horas e belíssimo paisagismo. Perspectiva artística da portaria.

More em um residencial com portaria, controle de acesso e lazer completo para você e sua família.

Estrada Amácio Mazzaropi s/no, ao lado do Hotel Fazenda Mazzaropi. Coordenação e Intermediação

Realização

www.valedoscristaistaubate.com.br Loteadora responsável: ACS Urbanismo e Empreendimentos Imobiliários Ltda., com sede na cidade de Campinas - SP, à Avenida José de Souza Campos, 753 - Cambuí - CEP 13025-320. Projeto de arquitetura: Santos Arquitetura e Paisagismo: Terra Urbanismo. O loteamento residencial Vale dos Cristais - Bairro Planejado foi aprovado pelo Decreto Municipal n° 13.220/13, sujeito a alterações. Registro de Imóveis da Comarca de Taubaté sob o n° 01 e Matrícula n° 127.721 em 19/5/2014. Todas as imagens e perspectivas aqui contidas são meramente ilustrativas. A tonalidade das cores, as formas e texturas podem sofrer alterações. Os acabamentos serão entregues conforme o Memorial Descritivo do empreendimento. A quantidade de equipamentos das áreas comuns será entregue conforme o projeto específico de decoração. O porte da vegetação na entrega do empreendimento será de acordo com o projeto de paisagismo. LIL - Intermediação Imobiliária Ltda. - Alameda Araguaia, 151 - Alphaville - CEP 06455-000 - Barueri - SP - tel.: (11) 2078-4000 - CRECI/SP n° J-19584. Jeremias Rodrigues, localizada na Rua Pedro Perrelli, 115 - Jardim das Nações - Taubaté-SP - CRECI n° 23226J.

Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 13


14 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 15


vitti acontece

Silvia Rocha, Herica Pizzigatti, Vanesca Pauline, Camila Gomes, Fabio Rocha, David Gomes

Ana Paula Pizzigatti, Marcelo Cerqueira, Simone Camillo, Claudia Li Brantes, Fabio Rocha e Silvia Rocha O arquiteto Fabio Rocha com a Villa Cores realizou no dia 22/05 em São José dos Campos um bate papo sobre a percepção humana frente aos estímulos visuais do ambiente.

D. Natália, Nathali e Ana Gagliotti

Ana Cristina comemorando 10 anos do restaurante Gagliotti, em Quiririm.

16 | Vitti | revistavitti.com.br

Momento de descontração do jogador da Seleção Brasileira Luiz Gustavo com os amigos na Arena Craquenet de Futevôlei, em Taubaté. Prêmio Batuta 2014, a idéia do escultor taubateano Fernando Ito busca homenagear pessoas batutas, que imprimiram as suas marcas no mundo e fizeram a diferença na nossa Taubaté. Novidades de junho no Vale Sul Shopping Uma dos costumes de quem gosta de tecnologia é aproveitar a Copa do Mundo para adquirir um aparelho de TV novo. No Vale Sul Shopping, o consumidor que quer conferir as novidades em TV’s e outros eletroeletrônicos encontra a Fast Shop, destaque nacional no setor de eletroeletrônicos. Outro destaque é a Samsung, que tem todo o portfólio móvel da empresa, com smartphones, celulares, tablets, notebooks e câmeras digitais. Novidade também é a chagada da nova Riachuelo, com moda feminina, masculina, infantil, casa e calçados.

O atleta Tiago Leal ganhou mais uma, agora foi a corrida Geninho, de Tremembé. Parabéns a este superatleta e muito sucesso!

Junho, 2014


A MELHOR OPÇÃO DE EXPANSÃO PARA OS SEUS NEGÓCIOS. Grandes marcas já chegaram. Traga também a sua.

Infraestrutura completa em um promissor polo econômico do interior paulista. • Área do terreno: 120.000 m2 • Área bruta locável (ABL): 23.000 m2 • Área construída: 33.000 m2 • Shopping térreo

• 5 âncoras, 2 megalojas e 111 satélites

• 4 salas de cinema (2 salas 3D)

• Praça de eventos

• Área de diversões

• Supermercado

• 1.382 vagas de estacionamento

• Praça de alimentação com 11 operações e mais 2 restaurantes

• Complexo multiuso com 1 hotel e torres comerciais (em breve)

Âncoras e Megalojas Em breve:

Satélites Alecrim Boutique • Armazém do Homem • Banco Máxima • Bob's • Burger King • Cacau Show • Café Donuts • Chiquinho Sorvetes • Claro • Clube da Sapatilha • Colombo • Conto de Fadas • CVC • Decore • Degusta • Deny Tennis • Drogaria São Paulo • Eclipse Boardshop • Empório San Gallen • Espaço Açaí • Flor de Lotus • Giom • Go-iti Restaurante • Gold Finger • Hering Store • Ita Jóias • Izabel Borghi • Jujubas Balas e Guloseimas • Lions Joalheria • McDonald's • Minuano • Morana • Mundi Cel • Neto Jeans • Nina Kids • Novo Olhar • O Boticário • Oliver Folheados • Oscar Calçados • Ótica Oculare • Ozz • Patroni Pizza • Perfil Modas • Piticas • Ponto Digital • Quiosque Brahma • Rei do Mate • Scent Store Perfumaria • Shoebiz • Sóbrancelhas • Sophia Modas • Splash Gift Store • Spoleto • Stylos Hair • Subway • Sunglass Brasil • Sunpeak • Tennisbar (by Shoebiz) • Tim • Toasted Potato • Trupe Baby • Universo do Acessório • W.A. Ambientes Planejados Administração

Comercialização

Tel./Fax: 11 5102-3131 www.adshopping.com.br

Tel.: 11 5508-4500 Tel.: 12 3522-5591 www.admall.com.br

Rua Alcides Ramos Nogueira, 650, Pindamonhangaba – SP – www.patiopinda.com.br Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 17


moda

uSAFLeX:

conforto e estilo em cada passo

c

om inspirações que vão do ‘rock romântico’ ao ‘ethnic chic’, a usaf lex – marca de calçados reconhecida no Brasil e no exterior por suas criações focadas em moda e bem estar – mostra novidades quentes para a temporada outono/inverno. as modelagens minimalistas de botas, sapatos, sapatilhas e mocassins dão o tom do período, que ganha detalhes especiais, assim como ‘animal prints’, tecidos tramados e pêlos naturais. em cada produto, a empresa agrega tecnologias especiais de conforto e ergonomia, como artigos com calce especial, palmilhas ultraleves e aplicação de elásticos que propiciam ainda mais comodidade ao caminhar. o ‘glam rock’é uma das tendências que marca o período mais elegante do ano, e surge em elementos como fivelas, correntes, rebites, cravos e ponteiras de metal. a atitude ainda fica evidente por conta de zíperes e correntes delicadas, que adornam cabedais que não passam despercebidos. o pêlo natural marca presença em versões lisas ou com estampas de zebra e onça. Já a referência étnica é vista em artigos em tecidos tramados que celebram as culturas peruanas e colombianas, além do leste europeu. os saltos ganham diferentes alturas e, com estabilidade, deixam os calçados ainda mais cheios de estilo. os produtos são confeccionados

18 | Vitti | revistavitti.com.br

em couro, o que confere maciez extra a cada passo. Para garantir conforto extra ao visual sofisticado do período mais frio do ano, a usaflex lança um modelo de bota especialmente desenvolvido para quem sofre com joanetes. Sem deixar o design de lado, o lançamento garante bem estar extra e um pisar macio para mulheres que não abrem mão de mais saúde no dia a dia. a novidade incorpora tecnologia exclusiva e emprega materiais em lycra, oferecendo, assim, um calçado que se molda com perfeição aos pés. o produto ainda conta com mecanismos de transpiração, sistemas que impedem a passagem de água e toque macio. as inovações contam com a aprovação do instituto Brasileiro de Tecnologia do couro, calçado e artefatos (ibtec). amPanHa - Para destacar ainda mais suas criações que celebram a perfeita combinação entre beleza e bem estar, a usaflex mostra uma nova c a mpa n ha publici-

tária para evidenciar uma de suas características principais: a preocupação com os pés de suas consumidoras. a marca – pioneira em desenvolver calçados femininos de conforto no Brasil – resolveu alertar as mulheres ao fato de que elas não precisam se sacrificar, nem aceitar e conviver com o desconforto para sentirem-se bonitas. a ação evidencia uma espécie de declaração universal do direito ao conforto para as mulheres, um manifesto em prol da leveza em todas as idades.

c

Junho, 2014


inverno’14

Boutique de Calçar

Via Vale Garden Shopping - Taubaté

Criamos o conforto para você ser você mesma.

Loja Fidelizada usaflex.com.br Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 19


negócios

os limites da liberdade

l

Por Arcione Viagi

iberdade! essa palavra já foi motivo de controvérsia e de abusos de todas as partes. De quem queria ou quer controlá-la e de quem queira ou quer impô-la, porém, esse conceito é relativo e evolui com o tempo. no inicio a liberdade era privada pela força. Somente alguns detinham a liberdade imposta pelo poder e dominavam a maioria pela submissão aos caprichos daqueles que se diziam superiores. com a evolução da produção e o surgimento da “mais valia” o poder passou a ficar dividido entre aqueles que o detinha pela força e pela tradição e os novos poderosos detentores da riqueza. a quebra da hegemonia se deu pela conquista do poder econômico. em linhas gerais e de forma extremamente simplificada a história nos mostra que para mudar uma situação de submissão só existem dois caminhos: pela troca dos detentores do poder ou pela conquista de riqueza suficiente para defi nir seu próprio destino. como tomar o poder é uma coisa complexa e quase impossível porque envolve até mesmo pessoas desprovidas de conhecimento para reconhecerem que estão sendo escravizadas, o melhor caminho para conseguir a liberdade é por meio do trabalho e dedicação para criar um rol de valores que permitem ao detentor desses valores dizer não as imposições de quem tem o poder. como gestor de mudanças, tenho adotado a postura de enxergar todas as pessoas, físicas e jurídicas como vencedoras antes mesmo delas próprias, e

20 | Vitti | revistavitti.com.br

dessa forma mostrar que a busca pela liberdade é a minha forma de conseguir a motivação para manter foco na profissionalização e no respeito às outras pessoas. Somente seremos livres se não tivermos envolvimentos escusos para poder andar de cabeça erguida. não somos livres de defeitos para julgar os nossos semelhantes. cabe-nos ter a liberdade de não depender dos outros quando escolhemos com quem queremos compartilhar nossas vidas. e isso passa por sermos razoavelmente controlados financeiramente, o que não é fácil em uma sociedade em que a riqueza está concentrada nas mãos de poucos, porém, cada moeda que conseguimos reservar nos leva para uma situação melhor de independência e liberdade. em todas as atividades em que nos envolvemos pagamos mais caro quando nada temos. Reconheço que é difícil adiar a compra de algum produto cujo estimulo ao consumo é eficientemente provocado pelos profissionais da comunicação, porém, o imediatismo nos leva a pagar dois ou três e levar um. as taxas de juros são prova de escravidão dos menos favorecidos. Para confirmar, é só pesquisar quem paga juros. Por isso, na minha opinião, a base da liberdade é a poupança que conseguimos fazer e quem já compartilhou desse pensamento sabe como suas vidas melhoraram depois de mudar sua forma de ver as relações de poder. Arcione Ferreira Viagi é consultor empresarial. Contato: vitalconsultoria@gmail.com

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 21


Social Taubaté

ARoMA PReSeNTeS

no dia 07 de maio a aroma Presentes recebeu em seu espaço clientes, amigos e convidados para a comemoração de um ano de loja. uma tarde recheada de aromas e sabores com sorteio de vários gifts e a presença de pessoas muito especiais! FoToS: monicuee alvez

Fachada Aroma

Pricila e Solange

22 | Vitti | revistavitti.com.br

Thais, Solange e Renata

Maria Quitéria e Socorro

Elaine e Priscilla

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 23


economia

copa do mundo o melhor negócio do mundo Por Felipe Guarnieri

n

ão poderia deixar de aproveitar o momento para falar sobre um evento que acontece a cada quatro anos e que ocorreu pela última vez no Brasil há 64 anos. assim, deixo de lado este mês as finanças pessoais para fazer uma análise mais econômica (e política) do assunto do mês. antes de mais nada, este não é um artigo “pró-copa” como o título pode sugerir. chegar à conclusão de que a copa é o melhor negócio do mundo não significa ser contra ou a favor de sua realização no Brasil. a realidade (no caso a copa como negócio) é o que é, e ponto. imagine que você tenha um negócio em que conseguiu fazer algo aparentemente impossível, você conseguiu manter para si todo o dinheiro que entra e jogou para um terceiro todos os custos (terceiro que quis ter estes custos). além disso, as pessoas que vão trabalhar no evento, sejam elas os protagonistas principais ou as pessoas da organização, aceitam trabalhar de graça. Pois é, esse negócio existe e é mais ou menos isso o que acontece na copa do mundo. a FiFa organiza o evento e tem todas as receitas de direitos de televisão, patrocínio oficial, licenciamento da marca e ainda vende os ingressos para os estádios (os quais ela não teve custos para construir). os custos da infraestrutura e estádios, que são os mais pesados, ficam com o país anfitrião. os jogadores, que são as grandes estrelas do evento, não recebem nada diretamente da FiFa e muitas pessoas disputam vorazmente uma vaga de trabalho temporário na organização recebendo apenas uma pequena ajuda de custo e alimentação.

24 | Vitti | revistavitti.com.br

olhando o último balanço da FiFa publicado em 2011, vê-se que da receita de uSD 4,2 bilhões no período de 2007 a 2010, 89,5% vieram pela copa do mundo, sendo que os direitos de Tv responderam por 70% desse valor. os custos de estádios e infraestrutura estão estimados em cerca de uSD 14 bilhões, sendo que grande parte é responsabilidade do governo (mas o combinado não era que não haveria gasto público na copa?). assim, com a receita de um lado, e custo do outro, dá para entender porque no balanço da FiFa o presidente do comitê de auditoria interna teve sua foto publicada em página inteira com a frase: “a situação financeira da FiFa é muito sólida”. mas o gigante acordou, o que era um

grande trunfo do PT (trazer a copa para o Brasil) está sendo um grande fardo desde a eclosão dos protestos em junho de 2013. a presidenta, vaiada na abertura da copa das confederações, não deve participar da abertura do mundial. os mais lamentáveis dos males, são os que nós mesmos criamos, diria Sófocles. muita gente ao receber uma visita “importante” em casa costuma “dar uma arrumada” melhor na residência. a situação não deixa de ser curiosa, já que em teoria nada impede alguém de melhorar a casa independente de receber a visita ou não. Bem ou mal, a realidade mostra que algumas pessoas precisam deste empurrão para dar uma arrumada na casa, mesmo que ela seja, na maioria das vezes, momentânea. na minha modesta análise, isso é o que está acontecendo com o Brasil, algumas obras aqui, outras ali, mas nada disruptivo, nada que ao final da copa ficará como um grande legado ao nosso país e mudará a qualidade dos nossos serviços e de nossa infraestrutura. Quem esperava mudança de patamar do país com a copa do mundo, terá uma depressão pós-parto bastante grande quando o campeão levantar a taça FiFa no domingo, dia 13 de julho. ainda assim, somos todos torcedores e uma copa do mundo é um evento grandioso (ok, preferia que ela fosse feita com o dinheiro de contribuintes de outros países, mas não é por isso que deixarei de torcer), assim fica o meu vai Brasil e Forza azzurri! Felipe Guarnieri é administrador de empresas, executivo financeiro e especialista em finanças. Contato: fguarnieri@outlook.com Este texto não é uma recomendação de investimentos. Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 25


Social Taubaté

SPAZIo PubbLIco

noite italiana com a presença do cantor antônio di angeli e da rainha Barbara lorenzoni e a 2ª princesa Raiane Brancatti da Festa da colônia italiana de Quiririm. FoToS: monicuee alvez

Barbara Lorenzoni, Valter, Maria Silvia e Raiane Brancatti

Barbara Lorenzoni, Raiane Brancatti, Ana Lucia, Hercílio, D. Cidinha e Vera

Barbara Lorenzoni, Ieda, Dr. Nelson Franco e Raiane Brancatti

Raiane Brancatti, Antônio de angili e Barbara Lorenzoni

Barbara Lorenzoni, Dheminho, Antônio de Angili e Raiane Brancatti

Maria Teresa, Maria Alice, Maria Cristina, Aurea e Regina

26 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


ZIRIGUIDUM, TELECOTECO E PATICUNDUM. É ASSIM QUE VOCÊ VAI GRITAR GOL

da copa NO SPAZIO

Quinta, dia 12

Segunda, dia 23

+

BANDA MISTURA & MANDA

A PARTIR DAS 15h30

BANDA MISTURA & MANDA

CAROLINA SOARES

A PARTIR DAS 15h30

Terca, dia 17

Sabado, dia 28

BANDA MISTURA & MANDA

BATERIA SHOW DOS BONECOS COBIÇADOS

A PARTIR DAS 15H

LE CAIPIRINH UB A O D

ATÉ O FINAL DO DO JO GO SA U BL

E CH

O PE

AS D EV

A PARTIR DAS 12H

JOGOS CLASSIFICATÓRIOS E OITAVAS DE FINAL INCLUSO COUVERT ARTÍSTICO + ILHA DE APERITIVOS CONFIRA NOSSOS PREÇOS E PACOTES PROMOCIONAIS

R. Anízio Ortiz Monteiro, 51 - Centro | Taubaté Mais informações: spaziopubblico.com.br ou (12) 3622-7167 ELEGÂNCIA E OUTROS TEMPEROS.

Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 27


Desenvolvimento Pessoal

VoCê ConstrÓi Pontes ou barreiras?

P

Por Christian Vieira

odemos dizer que construímos uma aliança num relacionamento, seja ele profissional, pessoal ou afetivo, quando somos capazes de estruturar um vínculo, uma união, uma ponte com a pessoa que estamos conversando. com a ponte construída, fica muito mais fácil a troca e o crescimento de ambos. Podemos dizer também que o que interfere no que vamos construir é a forma de nos comunicarmos, e dependendo dessa forma, construiremos uma ponte ou uma barreira. na barreira não há espaço para a troca, e geralmente ocorre muito desgaste e grande possibilidade de estresse na interação, pois geralmente ninguém ouve ninguém, o que dificulta uma contribuição para o processo. Para a criação de uma aliança ou ponte, podemos considerar dois elementos de extrema importância: saber ouvir; e a validação. Saber ouvir: as pessoas confundem saber ouvir com ficar escutando sem falar e nem pensar em nada. e afi rmam que sabem ouvir. o que geralmente acontece é que enquanto o outro está trazendo um ponto de vista, estamos na nossa mente já pensando como iremos argumentar ou tentar convencer o outro da nossa opinião, isso quando não interrompemos não deixando o outro fi nalizar a frase.

28 | Vitti | revistavitti.com.br

nessa hora criamos uma barreira. Para saber ouvir, a primeira coisa que precisamos fazer é estar “desapegados” do nosso próprio ponto de vista, considerando que a outra pessoa pode ter um ponto de vista que seja mais efetivo que o nosso ou que no mínimo possa agregar. mas se não prestarmos atenção no conteúdo e não soubermos ouvir o ponto de vista do outro, como iremos construir uma ponte? validação: outra forma de ajudar a construir uma ponte é uma ferramenta chamada “validação”, onde sua função é que o que está sendo dito ou escutado está sendo entendido na mesma base, sem distorções. a validação pode ser feita pelo emissor ou pelo receptor. exemplo emissor: “o que você entendeu do que eu disse?”, que é diferente da pergunta fechada “você entendeu o que

eu disse?”. nesta última a validação não tem tanta efetividada como quando você pede ao outro para dizer o que entendeu. exemplo receptor: “deixa ver se eu entendi o que você disse, você quis dizer...”. a velocidade de nosso desenvolvimento pessoal está diretamente ligada com a quantidade e qualidade de pontes que criamos. Forte abraço. Christian Vieira - Engenheiro, Coach nivel Senior, formado pelo Integrated Coaching Institute, tambem pelo CCL (Center for Creative Leadership - North Caroline) , coach executivo pela Universidade de Cambridge e formado em Liderança Executiva pela Universidade de Pittsburgh. Contato: christian@bluebelt.com.br

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 29


Social Taubaté

FeSTA de quIRIRIM

a 25ª Festa de Quiririm aconteceu entre os dias 29 de abril e 4 de maio e ofereceu aos quase 400 mil visitantes 30 toneladas de massas, doces e pães, além da feira de malhas e artesanato e as populares atrações musicais. FoToS: JoÃo aTHaiDe

Tarantela

Tarantela

Dheminho Canavezzi e Preta Valério

Raiane Brancatti, Barbara Lorenzoni e Dalila Sávio

Comissão de frente

Liene Valério, Delmo Montesi e Sr. Fiori

Dheminho Canavezzi , Marry Valério e Renato Almeida

Grupo de dança tarantela

Oswaldo de Almeida 30 | Vitti | revistavitti.com.br

Mafalda Minozzi

Márcio Corbani

Fernanda Ventura, Karina e Allan Taino Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 31


comportamento

coMIdA e AFeTo:

Uma Relação a Ser Analisada

m

Por Renata Velloso

uita gente tem dificuldade em gerenciar a fome e a distingui-la de sensações desagradáveis como o desconforto e ansiedade. o adulto que come muito logo se arrepende, já a criança é capaz de comer e comer até se fartar sem culpa. o adulto ou a criança quase sempre não tem idéia do porquê da voracidade alimentar, das causas que a levam a ter o descontrole de suas ações e colocar tudo para dentro. uma relação muito importante a ser considerada é estudada há muito tempo pela psicanálise se tratando da relação existente entre a comida e o afeto. Teóricos apontam que a comida muitas vezes conforta as sensações desagradáveis para algumas pessoas e que dessa relação o alimento perde o seu papel essencial de nutrição e passa a servir como instrumento que alivia os momentos de ansiedade, desconforto e medo. na linha em que atuo, o processo psicodinâmico da pessoa obesa é levado em conta entendendo como funciona o seu

32 | Vitti | revistavitti.com.br

psiquismo, estando de acordo com os estudos. no caso de crianças com obesidade infantil, compreender e elaborar os conflitos intrapsíquicos são importantes para a reestruturação, reorganização e desenvolvimento da personalidade. os sintomas muitas vezes aparecem de forma oculta ou até explícitas, mas de qualquer forma vão sendo reveladas com o tempo. a análise, portanto cria um espaço para que o paciente busque os significados e que se permitam sair da fi xação, neste caso o alimento. Significando a palavra alimento conforme o dicionário aurélio (2010) o alimento é “aquilo que faz subsistir, que sustenta algo”, para a clínica é algo similar no sentido de preencher algo. nenhuma pessoa come demais por comer, as questões vão além dos maus hábitos, existem significados encobertos para o consumo alimentar excessivo, como para tudo que é em excesso e tentar entender a dinâmica do preenchimento é o que está em pauta. Sabemos que a obesidade envolve questões fisiológicas, sociais, psíquicas e que a fartura alimentar é uma das causas que favorece e compromete o peso. as

crianças que se alimentam fora de uma rotina comem “porcarias” o tempo todo, não sentam a mesa para se alimentar junto à família com certeza sofrerão mais cedo ou mais tarde consequências dos maus hábitos. o gordo adulto sente culpa e tenta culpar alguém, fica deprimido, apresenta baixa autoestima e pensamentos obsessivos buscando muitas vezes remédios e laxantes para emagrecer. a criança gordinha de hoje pode ser o adulto obeso no futuro, contudo é muito importante observar as crianças considerando o que comem e como comem auxiliar quanto à comida real para as suas necessidades diárias, e no caso do descontrole alimentar buscar ajuda de profissionais que tratem desse tipo de queixa, considerando que aquele que come sem controle e que precisa preencher algo quer e precisa preencher um “buraco”, mas qual? Renata B. Lima Velloso é Psicóloga e Psicoterapeuta de criança, adulto e família. CRP – 06/99281 E-mail: reblima@ig.com.br Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 33


Social itália

NíVeR KATY

Katy Satto recebeu seus familiares e amigos italianos e brasileiros no dia 10 de maio no espaço villa Pallavicini, em Parma - itália, para comemorar o seu aniversário.

Katy, Simona e Paola

Giovana, Francesca, Paola, Katy, Simone e Gabriella

Sara e Sofia

Katy e amigas

Giulio, Marcello, Katy, Enrico e Alberto

Marcela e Katy

Katy e Michel 34 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 35


maquiagem

Inverno:

tendências para os lábios

a

Por Juliana Peloggia

h, o inverno! estação que nos permite ser chique a qualquer hora do dia e da noite e, portanto, podemos abusar um pouco mais na maquiagem. Segundo as tendências dos desfi les nacionais e internacionais, o batom escuro continua reinando absoluto. uma das razões, acredito eu, é que os tons de batons como o uva, vinho, vermelho escuro e roxo, combinam perfeitamente com a cartela de cores que mais usamos no inverno: o cinza, os beges, marrons, pretos e fica mais lindo ainda se combinado a olhos levemente dourados, acobreados, nudes ou perolados. Gosto muito da combinação: lábios poderosos, olhos perolados, animal print e casaco pesado por cima. como os cabelos no inverno ficam “cobertos” pelos casacos e cachecóis, nada mais justo então que abusar desse item da maquiagem. uma dica bacana é combinar o seu batom escuro com um blush que faça contraste com a cor do batom. Por exemplo, se o seu batom for uva, vinho ou roxo (tons frios) opte por um blush alaranjado, pêssego ou levemente dourado (tons quentes), isso dará o equilíbrio exato para a sua maquiagem te deixando glamourosa e pronta para “esquentar” neste inverno! Juliana Peloggia é maquiadora profissional. www.julianapeloggia.com.br

36 | Vitti | revistavitti.com.br

gosto do inverno... do frio, da “ chuva, do vento gelado no rosto

em dias de sol; de me enrolar nas mantas todas as manhãs... pois dentro de meu inverno há sempre uma primavera a me guiar

Junho, 2014


M Marina calรงados

Inverno14 loja virtual - www.marinacalcados.com.br

Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 37


Social Taubaté

SocoRRo IN Foco

Por Socorro Pinto helpkoka@hotmail.com

Presper Daher e Cecília Valério

Enlace Matrimonial em uma belíssima cerimônia realizada no dia 3 de maio, Presper e a bela cecília trocaram alianças no santuário de Santa Terezinha. logo após os noivos receberam os convidados para uma animada festa no glamouroso Sítio Tangarôa. Felicidades ao casal!

Agito na noite Sucesso absoluto a festa Good Time, realizada pelo querido colunista luizinho no badalado Spazio Publicco. não faltou animação e muita gente bonita. Amigos

Luizinho, Kaká, Pasim e Vavá Beraldo

Petroduteiros Foi realizado de 14 a 19 de maio o vi encontro nacional dos amigos da Petrobras, no belíssimo Resort mabu Termas, em Foz do iguaçu. Foram momentos inesquecíveis, muitas alegrias, comidas típicas, festival de cachaça e muita descontração.

Mirian, Maria do Carmo Pe. Tequinho, Rose Danelle, Maria Helena Goffi, Judith Fernandes e Eloisa Fachinetti Data festiva mulheres do concelho Gestor da Fundação Dom couto marcaram suas belas presenças na inauguração da nova igreja de São luiz do Paraitinga, em momento de carinho com o querido padre Tequinho, posaram para a tão desejada foto. 38 | Vitti | revistavitti.com.br

Irene Serafim e Bia Amor infinito! Foi realizada na arezzo Taubaté Shoping uma linda homenagem às mães, aquela que nos deu a vida. irene marcou sua bela presença com a encantadora filha Bia.

Dom Carmo João Rhodem Muitas felicidade! Dom carmo recebeu convidados, amigos, familiares e pessoas ilustres para comemorar mais um aniversário. Foi uma festa bastante animada. Parabéns! Junho, 2014


numeestetica numeestetica.com.br

m

um

Sa úd e

e

be

Diretor Técnico: Dr. Gilberto de Abreu Victor CRM: 65432

em r ta s e

ar. g u l só

Além dos procedimentos já consagrados, oferecemos também: - Endocrinologia Funcional; - Nutrição Clínica Funcional; - Odontologia Estética.

Agende seu horário: Rua Argentina, 173 - Jd. das Nações - Taubaté/SP |12| 3635.2663 | 3624.1089 | 3629.4213 | 97401.3038 Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 39


Reflexão

M

Por Juliana Bueno

ais uma vez, o mês dos namorados, o dia 12 de junho, uma data especial... Mais uma vez nos surpreende trazendo lembranças, revivendo sonhos, flashes muito rápidos que gostaríamos de apagar completamente como se nunca tivessem existido. Desta vez o Dia dos Namorados, para piorar ainda mais o desejo de esquecer completamente o conteúdo mais profundo desta data, é exatamente o dia da estreia do Brasil na Copa do Mundo. Nada disso é romântico, e tampouco envolvente, principalmente agora que boa parte do povo parece desconfiado e descontente em relação a esta Copa. Mas, e o amor? Este continua sempre importante e desejado. Não apenas o amor fraterno, universal, cristão, mas também aquele outro, ainda tão “terráqueo”, repleto de enganos, medos e magoas, alegrias e ilusões. Talvez você realmente se surpreenda se analisar com profundidade, e descobrir que o verdadeiro romantismo não tem tanta ligação com este tão procurado e desejado amor-paixão. Ou seja, este sentimento pode existir em vários níveis, não apenas neste que geralmente entendemos. As pessoas realmente românticas vivem a beleza, a ternura e encantamento de situações especiais, momentos poéticos, emocionais, elas vivenciam isso de uma forma diferente, nem sempre ao lado do companheiro(a) desejado. Às vezes, na mais completa solidão, o verda-

40 | Vitti | revistavitti.com.br

deiro romantismo sobrevive. Ele se expressa principalmente na nossa maneira pessoal de olhar o mundo ao nosso redor, entender e tentar ajudar as pessoas, viver em autêntica sintonia, gratidão e encantamento com a vida, a natureza, o mundo todo, sem exceção. Quando acreditamos, por exemplo, que podemos e queremos ajudar alguém, quando nos compadecemos com a situação de sofrimento de outra pessoa ou até mesmo de um animal de estimação, estamos sendo românticos. Estamos acreditando no poder do verdadeiro amor, incondicional. Sempre que substituímos a amargura, o desanimo e a descrença pelo entusiasmo, a esperança e a fé, estamos sendo românticos. E assim continuaremos em toda a nossa vida atual, conquistando passo a passo a alegria e a paz interior. Viver dessa forma traz grandes recompensas. Uma delas é que estaremos envolvidos em uma energia saudável, suave e bondosa. Essa energia nos torna quase sempre uma pessoa mais atraente, com a qual desejamos conversar, partilhar de sua vida, conhecer melhor. Este talvez possa ser um dos caminhos para, mais cedo ou mais tarde, encontrar o companheiro(a) ideal. Conseguiremos então atrair essa pessoa, e certamente ela será tão romântica (em todos os níveis), tão sensível, confiante e otimista como nós, e uma autêntica sintonia acontecerá. Experimente viver assim para que as transformações possam acontecer. Quando estiver desanimado, coloque flores na sua casa, prepare-se para sair

caprichando muito mais na “produção”, use roupas coloridas e “românticas”. Assim o mundo exterior estará se adaptando a sensibilidade romântica do mundo interior. Os resultados virão, pode acreditar. Experimente também, escrever uma carta ou um recado maior, mais expressivo, para alguém que você sabe está precisando de atenção, carinho e amizade. Essa é uma atitude que podemos chamar de romântica, elas deveriam fazer parte continuamente de nossa vida, de nossas tantas atividades. Espontaneidade, alegria de viver, confiança na vida e na nossa capacidade de transformar o que for necessário é um passo importante para viver de uma maneira romântica, acreditando que amanhã tudo poderá ser muito melhor. É claro, lutando e se interessando de todas as maneiras para que essas esperanças se concretizem. E mais, uma vez neste mês “dos namorados”, você estará feliz, com uma autêntica auto-estima, reconquistando a si mesmo nas pequenas e grandes atitudes e comportamentos do dia a dia. O “clima” para o romance vai estar ideal, a energia estará a mais atraente possível para encontrar (atrair) e conquistar um verdadeiro amor. Juliana Bueno é jornalista e escritora, especializada em temas espiritualistas e comportamentais. Seus mais recentes livros, “Uma Vida Bipolar” e “Dores Ocultas” podem ser encontrados ou solicitados nas livrarias de sua cidade, ou acessando o site de sua editora: www.besourobox.com.br) Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 41


arte

do real ao imaginário de Ron Mueck Por Lani Goeldi / Fotos Divulgação

H

á mais de quatro anos a curadoria do museu de arte moderna do Rio de Janeiro tentava trazer para o Brasil as incríveis obras de Ron mueck, cuja exposição começou sua etinerancia em abril, na Fondation cartier Pour l’art contemporain, em Paris, França, recebendo mais de 300.000 visitantes, e depois na Fundación Proa, em Buenos aires, argentina. o artista produz efeitos especiais incrivelmente realistas ao criar seus trabalhos. além das seis importantes e recentes esculturas, a exposição inclui três que foram criados especialmente para este evento que foram exibidas aqui pela primeira vez: dois adolescentes na rua, uma mãe com seu bebê e um casal de idosos na praia. esta última me deu a nítida impressão, se não fosse pelo exagero da escala, de estarem congelados em momentos da vida, cada uma delas capturando o vínculo existente entre dois seres humanos. a natureza do laço de um indivíduo

42 | Vitti | revistavitti.com.br

retratado com o outro é revelada pelas ações, mínimas e comuns, e mesmo assim intrigantes. a precisão dos gestos, a aparência realista da carne, e a sugestão de elasticidade da pele criam no público uma imensa vontade de tocar nas obras. essas obras descrevem situações imaginárias, mas sua obsessão com a verdade evidencia a busca de um artista pela perfeição, munido de uma incrível sensibilidade pela forma e material. Ron mueck nasceu na austrália e hoje reside e trabalha na Grã Bretanha, porém acompanha minuciosamente cada montagem – esculturas que reproduzem os detalhes do corpo humano com tanta precisão que, se não fosse pelo tamanho, poderiam passar por seres reais. a exposição chegou ao Brasil em abril e permaneceu até 1º de junho. como sempre foi um grande sucesso de público e crítica, e uma das exposições mais importantes dos últimos anos. Para quem não pode visitar a exposição e quiser conhecer um pouco do trabalho de Ron mueck, basta acessar sua página oficial no Facebook.

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 43


Social Taubaté Por José Luiz de Almeida luizinho-cafe@hotmail.com Desde 1992 facebook.com/luizinholanches

FLASH

O grupo Palavra Cantada se apresentou em Taubaté na Avenida do Povo e foi um sucesso, a criançada se divertiu.

No último dia 20, o evento Profissionais do Vale 2014 reuniu os melhores arquietos e empresas do ramo. Com um belo jantar no restaurante Vila Mezzo, os profissionais receberam diversas premiações, entre elas os destaques Fernanda San Martin que ficou em primeiro lugar e levou uma viagem para Las Vegas. Evento organizado pelo querido Beto Jr. e seu sócio Fábio Rosa.

Sandra, Tiago e Osvaldo

As Dras. Fabiana Catherino (cirurgiã plástica) e Simonny Vitorino colocando o papo em dia no Spazio Pubblico, em Taubaté. Marcello Gaya no evento da Absolut na seletiva do interior de São Paulo. A final acontece em Recife e os três primeiros lugares vão para Suiça com tudo pago. Parabéns Gaya, estamos torcendo por voce!

Banda Trip tocando o melhor dos anos 80 na festa Good Times no Spazio Pubblico. Parabéns Gui e banda, foi um sucesso! 44 | Vitti | revistavitti.com.br

Atleta Tiago Leal vem se destacando nas provas de 5Km, conquistando diversos títulos: XXIX Prova General Salgado, 1ª Corrida da Liberdade, em Redenção da Serra, XVII Prova Geninho, em Tremembé, Prova Vale Run Tremembé, com patrocínio da Padaria Brasil. Parabéns, Tiago!

Brenno, Kaique, Leandro, Professor Eduardo Santos, Bruno, Renan e Kaian. Parabéns ao meu sobrinho Kaique Santos que ganhou em primeiro lugar o campeonato brasileiro de Jiu Jitsu. Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 45


RePRoDuÇÃo

ambiente construído

Utilização da água potável:

Requisitos legais aplicados a não conscientização Represa do Jaguari, que integra o Sistema Cantareira: crise da falta de água em São Paulo é a pior da história Por Prof. Dr. Adilson Peloggia

n

osso país pode ser considerado privilegiado no requisito água em termos de quantidade. a distribuição deste líquido precioso não obedece uniformidade no nosso território, em que a quantidade relacionada à qualidade é preocupante. Pudemos observar que os reservatórios de água em quase todo o estado de São Paulo registraram os níveis volumétricos alarmantes, comparados aos registrados desde o início da aquisição destes dados em 1930. várias prefeituras publicaram decretos lei em fevereiro de 2014 em que devem continuar a solicitar que seus munícipes aumentem o processo de economia deste bem precioso por consciência e devem começar a implantar multas aos moradores que desperdiçarem água potável. em campinas (SP), a administração municipal publicou o decreto lei antecipando para fevereiro o período de restrição do consumo de água tratada. De acordo com a legislação vigente “a utilização de água tratada para limpeza e lavagem de calçamentos e passeios públicos residenciais e comerciais, assim como para

46 | Vitti | revistavitti.com.br

a lavagem residencial de veículos durante o período de estiagem, ficam sujeitas às disposições regida pela e das demais disposições, ficando proibida a lavagem de calçamento e passeios públicos residenciais e comerciais e demais fins”. o morador que for f lagrado vai receber uma notificação de advertência e a sua reincidência pode gerar uma multa referente a três vezes o valor da última conta de água. a escassez de água é um problema ambiental cujos impactos tendem a ser cada vez mais graves caso o manejo dos recursos hídricos não seja revisto pelas nações. atualmente, mais de um bilhão de pessoas já não tem acesso a água limpa suficiente para suprir suas necessidades básicas diárias. a pecuária, que por vezes contamina as fontes de água potável, contribui escassez, uma vez que, para se produzir 1 kg de carne são consumidos cerca de 15 mil litros de água. embora a água evapore e retorne sob forma de água relativamente pura e potável, ela pode ser contaminada caso a atmosfera e os solos estejam poluídos. a água não acaba, pois seu ciclo acontece em um

sistema fechado, porém o risco de contaminação e escassez é real. o Brasil tem um reservatório de água mineral no subsolo, localizado na região sul, incluindo o Paraguai, a argentina e o uruguai com cerca de 46 mil km³ e na região amazônica temos o aquífero alter do chão duas vezes maior em volume d’água, tendo aproximadamente 86 mil km³. Se torna relevante levarmos em consideração que o mais importante não é apenas poupar água, e sim garantir que os meios em que circula (atmosfera e solo) estejam isentos de poluição. Racionalizar o uso da água não significa que podemos ficar sem ela periodicamente. nós devemos sistematizar o seu uso adequado, sem desperdício. Deve ser enaltecida a consideração como estabelecido, de uma prioridade social e ambiental, para que esse bem natural, a água tratada, potável, saudável, nunca falte em nossos cenários. Precisamos agir já com consciência e determinação, para garantirmos um futuro muito bom. Adilson Peloggia é consultor ambiental. Contato: peloggia.adilson@gmail.com

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 47


Ponto de Vista

Faça o que eu mando...

O

Por Carlos Marcondes

ex-presidente Lula (chefe dos PETRALHAS) afirmou, em palestra a blogueiros, pouco antes da realização da Copa do Mundo de Futebol, que a preocupação em dar mobilidade de Primeiro Mundo para torcedores chegarem aos estádios, de metrô, é “babaquice” (sic). O “doutor” Lula disse que o brasileiro “nunca teve problema em andar a pé: vai a pé, descalço, de bicicleta, de jumento, de qualquer coisa”. Ora, esta “pérola” e tantas outras do gênero, disparadas pelo ilustre filho de Garanhuns, comprovam uma vez mais que este senhor é useiro e vezeiro em adotar a famosa tese do: “faça o que

48 | Vitti | revistavitti.com.br

eu mando, mas não faça o que eu faço”. Isto é tão verdade que, no exercício da presidência da República, Lula mandou comprar um super avião, moderníssimo, tão gigantesco quanto aos maiores do mundo - logo apelidado de AeroLula, para suas inúmeras viagens ao redor do planeta. Nestas horas, certamente, ele (que tem dupla cidadania, já que é cidadão italiano também) dispensou os conselhos dos especialistas, que afirmavam que fretar aviões apropriados para estas viagens sairia bem mais barato aos cofres públicos do país. Com certeza, o que os brasileiros mais desejam é poder evoluir na vida, trabalhando com dignidade e podendo usufruir de bons serviços públicos, decorrentes dos elevadíssimos impostos que todos nós pagamos. Entretanto, creio firmemente que o custo final da Era PT no governo brasileiro será tão alto que, quando eles deixarem o Poder Federal, levar-se-ão em torno de quatro décadas para se recolocar o país nos trilhos. A propósito, o “doutor” Lula adquiriu hábitos refinados, com o passar dos

tempos; consta que, certa ocasião, o então presidente da República e mais dois acompanhantes foram ao luxuosíssimo restaurante Fasano, em São Paulo e, conversa vai, conversa vem, beberam três garrafas do vinho Romanée-Conti. Ao enxugarem a terceira, Lula pediu outra. Quando ouviu, da gerente da casa, que não havia mais no estoque, deu uma solene bronca na pobre moça. Detalhe: cada garrafa deste vinho francês custava R$ 7.500,00 (sete mil e quinhentos reais) e toda a conta foi paga com cartão de crédito corporativo da Presidência da República – este sim, pago por todos nós, BABACAS... Carlos Marcondes é Jornalista e Advogado. Contato: cmcomunicacoes@gmail.com

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 49


Social Taubaté

cuLTuRA ALTeRNATIVA

Por Monicuee Alvez monicuee@gmail.com

Lançamento a cantora Twyla, dona de uma voz incrível, fez o lançamento do seu cD nos dias 2 e 3 de maio com shows por Taubaté.

DivulGaÇÃo

FoToS: monicuee alvez

aconteceu no dia 16 de maio o show do Paulo meyer & The ThunderHeads, no Porca miséria com participação especial da cantora lu Bertoli e Juliana Gil na discotecagem (foto ao lado).

50 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


Só uma casa completa pode deixar seu evento inesquecível.

Não importa o tamanho do seu evento. Aqui, ele será surpreendente. O Marinelli oferece serviço de buffet e opções de espaços modulares. Fornecedores e parceiros previamente selecionados e boa acessibilidade pela Via Dutra. Para você tornar o inesquecível realidade.

Eventos Sociais Eventos Corporativos Casamentos

Viver é espetacular.

Estrada Municipal Santa Cruz, 215 Pindamonhangaba /MarinelliEventos Junho, 2014

/Marinelli_Eventos

www.marinellieventos.com.br revistavitti.com.br | Vitti | 51


Crônica

Dia dos namorados:cuide bem do seu amor

E

Por Murilo Baracho

m meio a tantos amores, novidades, decepções e esperanças, o Dia dos Namorados nos faz sentir bem, nos faz sentir confortáveis, positivos. Essa data é o dia mais lindo, comercial e triste do mundo, e tudo isso ao mesmo tempo. Tem pessoas que nunca tiveram um relacionamento, outras que sonham com algum que deu errado, tem gente que namora, ama, curte e já comprou o presente, e tem aqueles que esquecem o próprio relacionamento para vender presentes para os outros, e isso, chama-se “Dia dos namorados”. Manifestar o amor é algo fora de série, e nem todo mundo sabe fazer isso, mas mais importante que manifestar, é reconhecer pelo menos a tentativa de expressar um sentimento. O amor é uma necessidade que todos têm, sonham, compartilham, vivem ou desejam incondicionalmente. Aos namorados, destina-se essa graça que traz ao coração toda a alegria do mundo. A vida muda. O mundo muda. Com o amor o coração vibra e as coisas têm mais graça, a vida é mais intensa. Acho que todo mundo já teve um amor na vida. E nesse dia dos namorados

52 | Vitti | revistavitti.com.br

fica a proposta de relembrar toda aquela sensação de quando nos apaixonamos. Essas coisas não têm explicação, é simplesmente quando você passa a sorrir sem motivo e tudo parece uma maravilha, sabe? Quando você se sente feliz sem explicação, com o coração batendo forte e ardendo com uma sensação indescritível. Existem muitos tipos de namoro, entre eles os namoros presenciais e à distância, namoros de si mesmo, namoros on-line e até namoros através de cartas, típico dos apaixonados clássicos. De acordo com um estudo de Hong Kong, divulgado pela revista Super Interessante, os casais que namoram à distância se sentem mais íntimos e próximos de seus parceiros do que os demais, isso, comprovado em uma pesquisa com 63 casais heterossexuais juntos, em média, há dois anos. Ou seja, podemos imaginar que passar o dia dos namorados seja um momento realmente especial para eles. Namorar, alguns dizem ser um dom, mas acredito que seja muito mais que isso, é como se tivéssemos nascido repartidos em duas metades que formam um só contexto individual de um sentimento extraordinário mais forte do que tudo que possa acontecer, e que deixa marcas,

mas marcas de felicidade. Algumas pessoas talvez ainda não tenham encontrado a sua metade do contexto individual de um sentimento extraordinário, ou talvez já tenham encontrado, porém ainda não estavam prontas para viver toda essa intensidade, mas sempre tem alguém, e quando se está junto, os momentos bons vêm como uma onda tão grande e forte que deixa para trás todas as coisas que podemos, devemos ou queremos esquecer. De acordo com o dicionário, namorar significa: procurar inspirar amor, cortejar, fazer corte a, arrastar asa para, desejar vivamente. Portanto, é normal que todo mundo um dia na vida queira namorar. De acordo com uma pesquisa do site G Encontros, feita com 1,7 milhão de pessoas, a maioria está em busca do par perfeito para toda a vida ou para grande parte dela. Pelo menos é isso que afirma a maioria dos homens, afinal 57% deles estão dispostos a arranjar um namoro sério. Portanto, que esse Dia dos Namorados inspire muita gente e que seja diferente, mas acima de tudo, que seja bom para todos, e em todos os tipos de namoro. Um dia me desejaram o que eu desejo a todos nessa data: Boa sorte no amor. Junho, 2014


Toda a brasilidade com o seu toque

em até 6x sem juros.*

A coleção que reuniu peças exclusivas e brasileiríssimas, das melhores marcas de moda, para homens e mulheres que sabem o que é torcer com muito estilo. *Parcelamento em 6x nas compras acima de R$1.000,00

Junho, 2014

(12) 3682-1277 Av. ItálIA, 219 - tAubAté /vItAllIlojA revistavitti.com.br | Vitti | 53


Social aparecida

APARecIdA

Por Ligia ballot Decoradora liballot@hotmail.com

lindas arrasando Horse Hall na Hipica de Guaratingueta.

Pablo maciel e Bel Dias, lindos.

amor e equilibrio. erasmo Ballot e Tamires Diniz.

Sueli Dias e orlando Junior curtindo o frio de campos do Jord達o.

amigos reunidos para curtir o Tao do Gomeral. 54 | Vitti | revistavitti.com.br

amizade desde de sempre, isabela e Beatriz. Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 55


Social Pindamonhangaba

PINdA

Por giuliana San Martin gggsm@hotmail.com

Tanimara Cartagena com as queridas amigas Cris Germano e Marise Miotto o casal Paula e Sidney (magal), comemoram um ano de casados tomando um bom vinho em campos do Jordão!

nada mais romântico que passar as férias na europa. luciano Prudente e Giuli Pucci fizeram um tour maravilhoso sem deixar, é claro, de passar pela Basílica de São Pedro em Roma!

56 | Vitti | revistavitti.com.br

coleção outono/inverno Boutique nova Face. coquetel Dia das mães.

Lu Temer com amigas e clientes loja Terapia da moda apresenta sua nova coleção outono/inverno.

isolina, cliente especial da nova Face, prestigiando o coquetel e escolhendo seus looks favoritos. arrasou gatona!

Malú Araújo, Isaura Trannin, Silvia Scavone e Sandra Temer amigas e clientes de lu Temer, no especial coquetel do dia das mães!

Junho, 2014


Saúde

ceLuLITe AFeTA 85% DAS MULHERES NA PóS PubeRdAde

Por Dr. Érico Pampado Di Santis

e

m cada 100 mulheres, somente 15 não tem celulite”. assim afirma o pesquisador avram no Journal cosmetic laser. É muito prevalente esta alteração cutânea. atinge principalmente as regiões das coxas e dos glúteos. o nome técnico da celulite é lipodistrofia ginóide. os americanos chamam de celulite e o termo se consagrou também em nosso meio. no meio médico, celulite é uma doença do tecido celular subcutâneo, muitas vezes pode acompanhar a erisipela, doença grave. neste artigo, traduziremos lipodistrofia ginóide em celulite. e o que são esses malditos furinhos no bumbum? a celulite é uma alteração topográfica, ou seja, do relevo da pele. Gera um aspecto acolchoado e a superfície da pele fica com textura de casca de laranja, com dilatação da porosidade. De fora para dentro temos a pele, a gordura e o músculo. a gordura é dividida por septos transversais. esses septos, que dividem a gordura como colunas, se ligam no músculo em baixo da gordura e na pele em cima dela. na mulher os septos são perpendiculares ao músculo e nos homens oblíquos. agora imagine que haja uma distensão por aumento de volume da gordura. os septos por serem rígidos continuarão ligando à pele e o músculo, do mesmo comprimento. com o aumento do volume da gordura e a firme ligação do septo surgirão retrações que clinicamente se manifestam em Junho, 2014

pontos afundados. Daí o aspecto acolchoado, como se no local do “botão da almofada” tivéssemos o septo e ao redor do botão a espuma que representa a gordura. a formação da celulite é extremamente complexa, várias teorias são sugeridas: o acúmulo de proteínas e açucares no tecido conjuntivo da pele atraem sal e água, isso gera um edema crônico e este por sua vez gera uma fibrose, um endurecimento. isso prejudica a drenagem venosa e linfática, a área do corpo acometida pela celulite tem um fluxo sanguíneo 35% menor do que as outras regiões que não são, levando a maior estase e inchaço.

Como tratar a celulite?

assim como a alteração tem várias causas, o tratamento se faz com várias frentes. Dieta equilibrada com pouco sal e açúcar, diminuição de peso quando necessário e exercício físico entram como medidas fundamentais. o uso de hormônios como os contidos nos anticoncepcionais, por

exemplo devem ser evitados. várias modalidades terapêuticas são citadas, mas sem evidências científicas que as comprovem. em minha prática clínica, uso, além das orientações em relação a dieta, exercícios físicos a subcisão e o preenchimento local. Subcisão consiste em seccionar as traves (as colunas que ligam o músculo à pele). método cirúrgico onde utilizamos uma espécie de agulha com uma ponta cortante, a qual é inserida na pele e na gordura corta essas traves liberando a pele. outro método que pode ser usado após a subcision ou mesmo isoladamente dependendo de cada caso é o preenchimento. uso o ácido hialurônico corporal. Dr. Érico Pampado Di Santis é médico Dermatologista. CRM: 96546 / RQE: 21582 revistavitti.com.br | Vitti | 57


esporte

oLHo No LANce

Por Ronaldo casarin esporte@revistavitti.com.br

DivulGaÇÃo

eXPeRIeNTe PONTEIRO DANTE ASSINA coM VÔLeI TAubATÉ

Dante, um dos principais reforços do Taubaté Vôlei para a próxima temporada

cRÉDiTo: ToP 10 comunicaÇÃo

PARATRIATHLON: TIAGO SANTOS FICA EM SEGUNDO LUGAR NO MUNDIAL DO JAPÃO

o Com a medalha de prata no Japão, Tiago está entre os quatro melhores do ranking mundial de sua categoria 58 | Vitti | revistavitti.com.br

paratleta Tiago Santos, de Taubaté, participou no último mês de maio da primeira etapa do campeonato mundial de Paratriathlon em Yokohama, no Japão, e conquistou a segunda posição na categoria TP3. o bom resultado fez com que o taubateano subisse de posição no ranking mundial da categoria. “a prova foi muito boa, mas muito dura, pois a natação teve muitas marolas no mar porque passavam muitos barcos próximo ao evento”, explicou Tiago. “na bike, o percurso foi em um lugar lindo, mas com muitas curvas fechadas”, completou.

D

ante está de volta ao Brasil. Depois de uma temporada de muito sucesso e títulos no Japão, o ponteiro assinou com o Taubaté vôlei para a temporada 2014-2015. no oriente, o goiano foi campeão da Premier league (liga Japonesa) e da copa da Ásia. “Fiquei impressionado com o projeto de Taubaté. estão montando uma equipe fortíssima, foram ao mercado e contrataram excelentes nomes, é um time para disputar títulos, e isso motiva demais. estou vindo de um ano maravilhoso no Japão, estrutura, condições, resultados, tudo foi perfeito no Panasonic e agradeço a eles pela temporada, que foi muito especial. estou feliz por voltar ao Brasil, ficar perto da minha família, dos meus amigos, de poder sentir de novo o calor do nosso povo”, afirmou. Dante é dono de três medalhas olímpicas (ouro em atenas-2004, prata em Pequim-2008 e londres-2012).

JUDÔ JOSEENSE CONQUISTA 45 MEDALHAS NA COPA HIRAKAWA

u

m grupo de 43 judocas de São José dos campos conquistou 45 medalhas – 25 de ouro, 10 de prata e 10 de bronze – na vi copa Hirakawa. a competição foi realizada em maio, no ginásio da aDc embraer, em São José.

EQUIPE DE NATAÇÃO DO ATLETA CIDADÃO VENCE CIRCUITO EM UBATUBA

T

ime de natação de São José dos campos foi campeão por equipes na 2ª etapa do Xviii circuito de Águas abertas de ubatuba. o evento teve a participação de cerca de 700 atletas de 6 a 80 anos em diferentes categorias. esta etapa do circuito teve atletas das cidades de Taubaté, caraguatatuba, ubatuba, Jacareí, Rio de Janeiro e lorena. Junho, 2014


Doni caSTilHo

o

DivulGaÇÃo/cBHB

RePRoDuÇÃo

equIPe de SÃo JoSÉ É VIce-cAMPeà do RALLY cueSTA oFF RoAd

Fabiana Diniz, A Dara, em treino da seleção brasileira feminina de handebol

DE fÉrias, FABIANA DINIZ deScANSA e PARTIcIPA DE bATe-PAPo SOBRE HANdeboL

F

abiana Diniz, a Dara, pivô e capitã da seleção brasileira feminina de handebol está curtindo férias em casa. natural de Guaratinguetá, a atleta entrou para a história do esporte brasileiro ao levantar a taça do inédito título do mundial de Handebol Feminino, conquistado pelo Brasil em dezembro de 2013

piloto Jorley Júnior e o navegador maykel Justo, da equipe de São José dos campos, chegaram em segundo lugar na categoria Pró-Brasil do Rally cuesta off Road. a competição foi realizada no último mês de maio em Botucatu, interior de São Paulo. no total foram cerca de 255 Km de trechos em alta velocidade. “na segunda e última etapa deu para pisar fundo e manter o vice-campeonato”, disse Jorley Júnior. com sete participações no Rally Dakar, esta foi a primeira vez que maykel competiu em Botucatu. “uma prova muito boa e que exigia atenção.”. a dupla se prepara para o próximo desafio no campeonato Brasileiro de Rally cross country, que está marcado para junho, em Santa catarina.

na Sérvia. aproveitando os dias de descanso, Dara participou de um bate-papo sobre Handebol no SeSc consolação em São Paulo, onde pôde compartilhar sua experiência. Dara, que até a última temporada defendia o Hypo, da Áustria, transferiu-se para o nantes, da França, clube que defenderá a partir do segundo semestre, na disputa da 1ª divisão do handebol francês.

Luiz Augusto Zanon, técnico da Seleção Brasileira feminina de basquete

SÃo JoSÉ TeM 5 JogAdoRAS coNVocAdAS PARA A SeLeçÃo bRASILeIRA FeMININA de bASqueTe

o

técnico da Seleção Brasileira Feminina de Basquete, luiz augusto zanon, convocou as 12 jogadoras que vão disputar três amistosos contra o canadá. os jogos serão realizados na cidade de edmonton, de 26 a 28 de junho e fazem parte da primeira fase de preparação do Brasil, que em setembro disputa o mundial de Basquete Feminino, na Turquia. Das 12 atletas, cinco são do time do São José/colinas Shopping, que terminou a edição 2014 da lBF (liga de Basquete Feminino) na terceira colocação. São elas: Débora costa, Fabiana Souza, isabela macedo, Karina Jacob e Patrícia Teixeira.

CORRIDAS - PROGRAME-SE

INFORMAÇÕES: WWW.MINHASINSCRICOES.COM.BR CALENDÁRIO DE PROVAS JUNHO/JULHO 2014

Unimed Run

Quando: 29 de junho Onde: São José dos Campos Distância: 4, 5 e 10 Km Junho, 2014

80ª Corrida 9 de Julho Quando: 9 de julho Onde: Guaratinguetá Distância: 5 e 10 Km

Cross Run 2ª Etapa Quando: 26 de julho Onde: Taubaté Distância: 5 e 10 Km | Vitti | 59 revistavitti.com.br


esporte

lUz, CâmEra, eSPoRTe e AçÃo

Por Fabiana Ferreira Jornalista, Videorepórter, produtora, atleta e apaixonada pelo esporte outdoor. fabycanoagem@hotmail.com www.luzcameraesporteacao.blogspot.com

DESAFIO VANGUARDA:

c

na terra, na água e no ar! quatro atletas e tive as primeiras três tentativas canceladas, meu coração nessa hora foi a mil por hora, os olhos encheram de lágrimas, mas tirei aquela coragem lá de dentro e mergulhei no desconhecido para vislumbrar aquele cenário perfeito da Serra da mantiqueira. Quarenta minutos depois já estávamos em terra firme, ufa! Sem descanso e ainda um pouco enjoada do vôo subi na bike rumo à cidade de Pindamonhangaba. em todos os trajetos tivemos a companhia de alguns “anjos atletas” convidados, que sempre de alguma forma nos incentivava a seguir em frente e passavam informações técnicas da modalidade. nesse trecho ganhamos o reforço do atleta paraolímpico Tiago dos Santos. Passamos por Pinda e seguimos até Tremembé, onde a praça já se encontrava “borbulhando” de pessoas à espera do nosso comboio. energia boa para seguir rumo a Taubaté na corrida, em companhia do paratleta

maRcoS RocHa/7DB PRoDuÇÕeS

outdoor sempre tive esse sonho de informar, envolver, ajudar, trocar experiências e ao mesmo tempo vivenciar os esportes que eu tanto amo com outras pessoas. e foi assim, depois de meses entre reuniões e treinos que partimos para aquela aventura que com certeza seria a maior experiência de nossas vidas. além de cumprir um percurso diário, tínhamos a meta de horários para a chegada às praças das cidades e o link da Tv, o que deixava o telespectador mais próximo do que estávamos vivenciando e toda dificuldade encontrada no caminho. 1º Dia: nada mais sugestivo do que iniciar o desafio a 1.600 metros de altitude saltando de paraglider do Pico agudo, em Santo antônio do Pinhal. Foi a única modalidade em que não fizemos o simulado, e com certeza a etapa mais amedrontadora. Bruno foi o primeiro a decolar após uma tentativa que não deu certo, o que me deixou ainda mais tensa. Fui a última dos

maRcoS RocHa/7DB PRoDuÇÕeS

omo mostrar as belezas da região e a diversidade de esportes em meio a tanta natureza? como envolver os municípios, a população, as crianças e fazer o telespectador repensar no seu modo de vida? como mostrar a eles que com garra e determinação conseguimos tudo que almejamos na vida? Foi com esse intuito que o repórter desafiado “café com leite” Bruno Pelegrine começou esse projeto e durante meses ele e três atletas da região, marcela Sottile e Ruy araújo, educadores físicos e eu, jornalista e atleta da canoagem e corrida de aventura, começamos a dar vida ao que seria um grande marco para o esporte na região. o objetivo era um só: 300 km, 10 modalidades esportivas, em seis dias, passando por 11 cidades do vale Paraíba, litoral norte e Serra da mantiqueira. Percurso que teve a largada em Santo antônio do Pinhal e sua chegada emocionante em ubatuba. eu, como jornalista e amante do esporte

Ruy Araújo, Marcela Sottile, nossa repórter Fabiana

60 | Vitti | revistavitti.com.br Ferreira e Bruno Pelegrine em Santo Antônio do Pinhal

Muita pedalada pelas estradas da região Junho, 2014


claudemir aleixo. Foram 9 km, sendo que no quilômetro quatro eu já sentia fortes dores no joelho. Daí para frente foi uma briga psicológica e na base da superação chegamos à Praça Santa Terezinha comemorando os 60 km do primeiro dia. 2º Dia: nossa próxima meta era pedalar de Taubaté até São José dos campos passando por caçapava, 65 km entre morros, estradões de terra, cascalhos e muita poeira. Tivemos a companhia da triatleta olímpica carla moreno. em caçapava paramos para um rápido descanso, alimentação e o carinho dos moradores e seguimos pelas estradas rurais até São José. o calor já era intenso e as árvores cada vez mais escassas. Depois de 6 horas chegamos ao Parque da cidade, em São José dos campos. Desgaste extremo, pernas moídas e uma leve dor de cabeça devido ao sol brigavam com aquela sensação de missão cumprida e felicidade. era hora de descansar, repor as energias e receber o atendimento de nossos fisioterapeutas da PmB, que todos os dias ajudavam no alivio das dores. 3º Dia: não tinha noção de que a Rodovia dos Tamoios tinha tantas subidas. nesse trecho tínhamos a elite do ciclismo de São José dos campos nos acompanhando. Foram 40 km trocando experiências técnicas sobre a modalidade, entre subidas longas e descidas em alta velocidade. Fomos recepcionados em Paraibuna de um jeito saboroso e diferente. um café caipira com comidas típicas da região. De “barriga cheia” pedalamos os 10 km de estrada de terra com subidas até a beira da represa onde iríamos iniciar a canoagem de 25 km até Redenção da Serra. na água me sinto em casa literalmen-

Descida de rafting no Rio Paraibuna Junho, 2014

ta do Pico do corcovado, onde chegamos no tempo previsto. mas sabíamos que a chegada seria à noite, e os momentos finais da descida seriam de pura concentração, pois qualquer vacilo poderia colocar o desafio a perder. Pernas, joelhos e o corpo já davam sinal de cansaço. 6º Dia: a tão esperada chegada. o dia amanhece lindo, sorrindo para nós que estaríamos concluindo essa incrível jornada. Ficamos três dias longe da internet e não tínhamos a noção da proporção que esse desafio tomou. Foi pedalando 16 km até o cais na Praia do itaguá que começamos a cair na real, carros passavam buzinando, pessoas acenavam e gritavam “vai Bruno”, “vai desafio” e essa energia tomava conta do coração, cada vez mais apertadinho. Sentir a energia do mar e remar 6 km de Stand up Paddle no meu habitat foi algo mágico, ali pude agradecer pelos momentos intensamente vividos durante esses 6 dias. os braços estavam inteiros, mas as pernas estavam travadas. e ainda tinha o tão temido quilômetro de natação até a chegada. a presença dos atletas convidados, Fabíola molina e marcos campos davam uma confiança a mais de que tudo daria certo, além da multidão nos esperando na areia. a partir daí sofri, chorei, me esforcei, recebi ajuda e claro concluímos o desafio após 308 km de aventura e muita emoção. É disso que a vida é feita: bons momentos vividos intensamente e compartilhados deixando aquela “cutucada” na vida de cada um que acompanhou a nossa experiência: levanta daí, pratique atividade física, tenha saúde, seu corpo e sua mente agradecem.

aRTHuR coSTa/GloBoeSPoRTe.com

FaBiana FeRReiRa

aRTHuR coSTa/GloBoeSPoRTe.com

te, e para nos acompanhar na bela tarde do terceiro dia tivemos a ótima equipe de canoagem de Pindamonhangaba. os braços estavam inteiros e se comportaram direitinho até o final das quase 5 horas de remada. Dormimos em barracas à beira da represa. 4º Dia: acordamos com o frio da manhã e prontos para conhecer uma das modalidades que mais me gerou curiosidade: a marcha atlética. o campeão Paulista João elisiário chega a fazer 50 km em provas e nos ensinou um pouco da técnica desse esporte tão pouco divulgado no Brasil. até São luiz do Paraitinga foram 40 km de estrada de terra e não temos o preparo para seguir de marcha atlética até lá. corremos 5 km até encontrarmos a estrada que nos levaria de bike até São luiz enquanto João nos acompanhava correndo. os quilômetros finais foram de muita emoção, um misto de felicidade e dor que só amenizaram depois do abraço do papai e da mamãe, que me esperavam por lá. almoço e mais 35 km de pedal até a base do Parque estadual da Serra do mar, no núcleo Santa virginia, aonde chegamos já com a luz da lua, cansados, dores nas pernas, muito frio e fome. Já estávamos cada vez mais perto do nosso objetivo e a expectativa para o dia seguinte foi grande. 5º Dia: o mais longo do desafio. acordamos às 4 horas da manhã, e às 5h30 já estávamos na beira do Rio Paraibuna para o rafting, modalidade onde a minha paixão pela canoagem teve inicio. Foram três horas de corredeiras e belas paisagens. Depois encaramos 7 horas desafiadoras de trekking, debaixo de chuva, até a conquis-

Testando o fôlego na corrida com o marchador João Carlos Elisiário

Chegada do Desafio em Ubatuba revistavitti.com.br | Vitti | 61


Social caçapava

Por Anna dennz annadennz@hotmail.com

FoTo aline inaGaKi

cALeIdoScóPIo

Familiares do Batuta Theodoro e de Neusa Bottan

Princesa no dia 24 de maio as famílias Bortoleto e Higuchi comemoraram com linda festa assinada por Raquel Borges, no buffet Galpão em São Paulo, tendo como tema: “Bosque encantado da maria Júlia”, o segundo ano da primogênita do casal maria Sylvia e carlos Gustavo.

Picanha & Cia. em 14 de maio foi a abertura da temporada 2014 no Barbaresco center vale Shopping, evento que contou com a presença de trinta e dois jornalistas e formadores de opinião para degustação dos vinte pratos que estarão disponíveis para o público durante os próximos três meses.

Batuta ele também é, pois com seu talento leva e eleva o nome de Taubaté pelo mundo todo. Falo sobre o escultor Fernando iTo, idealizador do Prêmio que homenageou personalidades da música regional: Renato Teixeira, Benedito monteiro, arraiel Theodoro, José Francisco de Paula, e recebeu centenas de amigos, entre eles: claudio nicolini, Fernando cid Diniz Borges, Débora Borges e Darcy Breves, do dia 9 de maio, no Parque Gráfico Resolução.

Equipe Clinica Integra Saúde Saúde inaugurada em caçapava a elegante e bem equipada clínica integra, no mais alto astral de seus caps. adauto luis Pedro, newton Henriques e Dra. anapaula Pedro

Tania Oliveira e Camila Castro

62 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 63


Social São José dos campos

ATITude NeWS

Hamilton e eliana cordeiro com Daniely matiusson na inauguração da Domus enxovais, na vila ema.

Por gilberto Freitas gilfreitasff@hotmail.com

Thelma Quintão e Renata Pontes costa em coquetel de lançamento da Betha cloe, na vila ema.

martha mendes, ana Paula Pedras e luciana valadares no Guten Bier.

Rosangela ciconelli e Dilce Fernandes Gonçalves em noite de desfi le da moda Dilce.

Giovane cabral e andrea cabral recebem as blogueiras de SJc, na complemento a.

Sérgio monteiro e Regina Peneluppi na tradicional noite italiana da aeSi. 64 | Vitti | revistavitti.com.br

Daniela motti e Sérgio cruz com Talia oliveira em noite de festa no Bar do coronel.

mais uma noite de tributos no anexo da nena, dessa vez com Pink Floyd. Junho, 2014


conexão

CAMINHADA

3K

CORRIDA

CORRIDA

5K 10K

SÁBADO 02/08 ÀS 16H30

Inscrições: www.minhasinscricoes.com.br/conexaorun/2014 Local: PIB – Campus Colina - Rod. Pres. Dutra, km 145 - São José dos Campos / SP (sentido RJ ao lado da via de acesso da Petrobras) REALIZAÇÃO:

PATROCÍNIO:

conexão Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 65


Social São José dos campos

cIRcuLANdo

Janaína Dias, Will Rogers, Anna Dennz , Willian Roglles e Marilda

Larissa Olaio e Luana Camarah

Vera Bufulin, Carla Serrano, Cláudia Métene, Flávia e Sheila Serrano

Por Marilda Serrano marildavlserrano@uol.com.br

Juliana e Silvia Máximo

aconteceu no último dia 13 de maio o coquetel de lançamento da 2ª exposição Fotográfica - amigos para vida. a exposição seguiu até o dia 25 de maio na Praça de eventos do vale Sul Shopping. o público pode conferir gratuitamente um acervo com 22 fotos de personalidades nacionais e regionais com seus pets. Talyta Grandchamp assessora de imprensa da Bassit Comunicação

Felipe Cury e o Conselho da Mulher Empreendedora (CME)

FoToS: Will RoGeRS

Sandra e Clóvis Finger

Felipe Cury e a nova diretoria da ACI

aconteceu no auditório da aci a Solenidade de Posse da nova Diretoria e dos conselhos Fiscal e consultivo. algumas integrantes do conselho da mulher empreendedora- cme/SJc fazem parte desta nova Gestão 2014/2017. 66 | Vitti | revistavitti.com.br

no dia 16 de maio aconteceu o 6º jantar do dia dos oftalmologistas de São José dos campos. a comemoração aconteceu nas futuras instalações do Hospital de olhos do vale e reuniu profissionais da região do Sul de minas Gerais, litoral norte, Sul do Rio de Janeiro. na ocasião, os oftalmologistas e convidados puderam fazer doações para o Gacc de São José. Junho, 2014


Gastronomia

Comida e futebol: Brasil, a bola da vez

Onde a comida não está presente nos dias de hoje?

S

Por Rafael Ferro

e pararmos para pensar, a comida faz parte das nossas vidas mais do que imaginamos. Com o mesmo raciocínio, é possível descobrir qual a importância que nós atribuímos à nossa alimentação, não só no sentido nutricional e fisiológico, mas, também, como parte da essência dos seres humanos, sua sociologia e cultura. É fácil observar que a esfera cultural dos brasileiros não se baseia somente na gastronomia. O futebol também é um caso clássico. Não é preciso nem discutir que esse esporte é levado muito a sério por todos nós. Mesmo que esses dois sistemas culturais sejam tão complexos, ainda notamos certo entrosamento entre eles. Afinal, o que seria de uma partida de futebol sem alguns petiscos e cerveja gelada? Essa parceria é tão importante para ambos que sem ela não existiria um amor brasileiro tão conhecido, o boteco. E Brasil sem boteco, não é e nunca seria um país tão rico culturalmente. Só lembrarmos que diversos poemas, pensamentos e frases ilustres foram criados ao redor de uma mesa cheia de boa comida, bebida, samba e futebol. E essa é somente uma das parcerias entre comida e futebol!

isso estimula novas aplicações e mudanças nos padrões dos bares e restaurantes em todo o país. Com tanta ansiedade e preocupação em atender o público sedento de novidades e bons preços, alguns desses locais podem acabar esquecendo pontos importantíssimos como manter o padrão cultural dos nossos costumes, da nossa alimentação do dia-a-dia e as receitas especiais para nossas comemorações, a arquitetura e ambientes que frequentamos. Os turistas estão aqui para apreciar e viver o que nós vivemos, se alterarmos a realidade para atendê-los o que será o nosso atrativo? Podemos e devemos melhorar todos os nossos recursos para atender melhor as expectativas, necessidades ou até exigências dos turistas, brasileiros de outras regiões ou “gringos”. Dar-lhes, se necessário, o conforto de uma comida com gosto fácil

(internacional) como os fast-foods, para paladares pouco aventureiros, mas nunca poderemos deixar de lhes apresentar os pratos e as bebidas típicas, que, aliás, muitos deles já conhecem ou ouviram falar. Isso é o básico, mas temos que ir mais além, deixar de ser óbvio. Mostrar os tesouros e singularidades das culinárias de cada região de nosso país, os ingredientes, modos de preparo, rituais de alimentação. Isso é expor a cultura, isso é turismo, é o que os turistas buscam, portanto, é nisso que nós devemos investir. Investir em reconhecer nosso “jeitinho” brasileiro em cada canto desse imenso país. Somos a bola da vez, e como no futebol, vamos tirar de letra, pelo menos na gastronomia. Rafael Ferro é consultor gastronômico e sommelier. www.facebook.com/papogastronomico

O Brasil da Copa

Grandes eventos terão sede em nosso país. A Copa do mundo, por exemplo, já está logo aí. Mas a pergunta ainda persiste: Estamos prontos para receber esse tipo de evento? Deixando questões de investimento público de lado, temos uma capacidade de atendimento no ramo de alimentos muito promissora e preparada. No Vale do Paraíba, por exemplo, é esperado um aumento nas vendas de até 20%. Isso sem contar as cidades sedes dos jogos. Tudo Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 67


Rural

abelha Rainha:

de Pindamonhangaba para o Brasil, via Sedex

i

Por João Carlos de Faria

magine uma abelha viajando quilômetros via Sedex para melhorar a produtividade de apiários localizados nos mais longínquos rincões do Brasil. não se trata, é claro, de uma abelha qualquer, mas de uma rainha criada no Polo Regional do vale do Paraíba da agência Paulista de Tecnologia em agronegócios (aPTa), localizada em Pindamonhangaba, que é a única instituição pública no país a manter pesquisas e a produção permanente de rainhas. no setor privado, apenas dois ou três criadores têm produção de matrizes, mas o fazem em mínimas quantidades e esporadicamente, na maioria das vezes para uso próprio. uma delas é a pesquisadora etelvina conceição almeida da Silva, que aposentada, foi morar em ilhéus (Ba). Foi ela que há cerca de 40 anos iniciou esse programa, no antigo centro de apicultura Tropical (caT), que funcio-

nava no mesmo local. a produção de abelhas rainhas é limitada, mas mesmo assim cerca de duas mil são despachadas por ano para apicultores interessados em ter uma colmeia mais produtiva. cada uma pode custar R$ 6 se for virgem ou R$ 15 se for fecundada. estas já viajam prontas para procriar, com a vantagem de ter praticamente 100% de aproveitamento, e as virgens são fecundadas no próprio apiário do produtor. as princesas, como também são chamadas as rainhas virgens, realizam o vôo nupcial, para cruzar com o zangão e depois se recolhem à colmeia para reproduzir. Porém, ao voar para serem fecundadas, elas podem não retornar à colmeia, serem mortas por predadores ou se perder. o risco, segundo a zootecnista e pesquisadora maria luiza Teles marques Florêncio alves, é de 50% ou mais, dependendo da época do ano. Para que os inúmeros pedidos de várias regiões do país, inclusive da ama-

zônia, pudessem ser atendidos sem problemas, os pesquisadores desenvolveram uma embalagem especial, que é colocada num envelope e enviada ao produtor. Durante a viagem, cada rainha é colocada na gaiola com seis operárias jovens da sua própria colmeia, que vão sustentá-la durante o trajeto. a embalagem tem três compartimentos que acomodam também o cândi, alimento que é feito com açúcar refinado e mel, consumido pelas operárias, para que elas produzam a geleia real que alimenta a rainha durante a viagem. a temperatura ideal deve estar entre 20ºc e 25ºc para que a integridade das abelhas e rainhas dentro das embalagens seja assegurada. assim elas podem permanecer na gaiola por até sete dias, mas se as temperaturas ficam muito baixas ou muito altas, o tempo de sobrevivência delas pode diminuir. Quando recebe a encomenda, o produtor também recebe instruções sobre os procedimentos para realizar a troca da rainha. a recomendação é que a substituição de uma rainha por outra seja feita imediatamente, com a retirada da antiga rainha da colmeia e introdução da gaiola com a substituta.

Importância da Rainha

Maria Luiza Teles, pesquisadora 68 | Vitti | revistavitti.com.br

“a abelha rainha representa praticamente 50% da produção de uma colmeia. ela dura até cinco anos, mas o ideal é que seja trocada anualmente. É como um rebanho bovino, que precisa renovar a genética sempre”, explica maria luiza, que há 20 anos responde pelo programa de apicultura no Polo. mas, segundo ela, apenas 10% dos apicultores brasileiros investem na substituição periódica de rainhas velhas e de baixa produtividade por novas e produtivas. É assim no vale do Paraíba, que apesar da proximidade e da intensidade considerável da atividade apícola na reJunho, 2014


gião, os produtores não tem essa prática e quando trocam a rainha preferem as virgens. Maria Luiza afirma, no entanto, que estas são menos produtivas, pois ao cruzar com os zangões da colméia, pouco acrescentam geneticamente. Quando a rainha envelhece, a produtividade da colmeia é afetada e as colônias ficam improdutivas. Com isso precisam trabalhar mais para compensar suas deficiências, aumentando os custos de produção, com reflexo no preço final dos produtos apícolas. A abelha rainha é a genitora de toda a colônia, pois é a única fêmea que tem o sistema reprodutor perfeitamente desenvolvido, capaz de reproduzir adequadamente. Mas sua importância não se resume apenas à transferência dos genes para a prole, mas igualmente pela qualidade e quantidade de ovos que põem e pelos feromônios que liberam. As operárias, também são importantes e respondem pela execução de todas as tarefas necessárias à manutenção e funcionamento da colônia, e em condições especiais realizam postura de ovos que darão origem a machos. A conjugação das atividades da rainha e das operárias é fundamental para o bom funcionamento da colônia.

Como nascem

Além da tecnologia disponibilizada ao mercado, o Polo Regional atua há mais de 30 anos no treinamento, formação de mão de obra e demonstração de métodos aos apicultores. Segundo Maria Luiza, as vagas para esse treinamento também são limitadas a não mais que 30 produtores por ano. Em três semanas eles podem conhecer todo o processo de reprodução. Uma abelha rainha leva 30 dias para ficar no ponto de ser comercializada ou introduzida na colmeia. A pesquisadora afirma que o processo é relativamente fácil, depois que se torna uma rotina para o apicultor. Tudo começa com a enxertia, quando uma larva de 24 horas é colocada numa cúpula de cera, que imita as “realeiras” e levada a uma colmeia órfã, isto é, sem rainha. As operárias das colmeias de recria, estimuladas pela presença das cúpulas enxertadas, passam a alimentar com geleia real as larvas e fecham as cúpulas com cera. Depois de seis dias, essas cúpulas são colocadas numa estufa e quatro a cinco Junho, 2014

dias após, elas eclodem e surgem as abelhas rainhas, que são levadas novamente à colmeia para serem fecundadas e depois serem introduzidas em colmeias de produção ou ainda serem comercializadas.

Vantagens

Apicultor há 30 anos, somente dez anos atrás Luiz Antonio Jacinto Junior, de Pindamonhangaba, percebeu o quanto é importante a troca periódica da rainha numa colmeia. “Antes eu não conhecia os benefícios. Achava que era só colocar a colmeia para produzir, mas desde a primeira vez que eu fiz a troca percebi que o impacto é imediato e a produção dobra”, afirma. Essa pode ser a razão dele ter uma média de produção de 35 kg por caixa/ano, bem acima da média nacional que oscila entre 25kg e 30kg. “Já houve situações em que atingi até 80 kg por caixa”, diz Luiz Antonio. Ele tem um criatório com cerca de 200 caixas espalhadas pela região e sua produção nesse ano deve atingir a marca de 11 toneladas de mel, que ele vende em galões, a R$ 8 por quilo. A troca da abelha rainha é feita a cada dois anos, o que gera um rodízio de 50 a 100 caixas, entre as que estão em plena produção e as que necessitam da troca da abelha rainha. “Só troco dos enxames mais fracos e compro rainhas virgens. Dá mais trabalho, mas compensa pelo número de colmeias que eu tenho e com o tempo e a prática as perdas foram sendo redu-

zidas”, conta o apicultor. Segundo Luiz Antonio, não são muitos os produtores na região, que adotam a prática da troca. “Conheço uns 20 que fazem isso”. Segundo a bióloga Lydia Carelli Barreto, chefe do Departamento de Agronomia da Universidade de Taubaté, onde funciona o Centro de Estudos Apícolas (CEA), do qual ela também é coordenadora, não há estatísticas oficiais sobre a produção de mel no Vale do Paraíba, mas as estimativas apontam para cerca de 120 toneladas/ano. São mais ou menos 360 produtores, mas desses, segundo Lídia, apenas por volta de 10% tem a prática de trocar a rainha. “Mesmo porque se todos resolvessem trocar não teríamos produção de rainha suficiente para atender a todo mundo”, afirma. Mesmo assim, aponta que o incremento à produção observado nesse ano, quando muitos produtores passaram da média de 12 kg para até 100 kg por caixa, se deve muito à troca de rainhas. “É algo fantástico esse aumento causado pela mudança de manejo. A troca de rainha é uma estratégia técnica fundamental”, afirma. Lydia conta que a demanda de mel na região, apenas para a merenda escolar, é de 376 toneladas, muito acima da produção atual. O preço, nesse caso, chega a R$ 32 por quilo, como aconteceu recentemente numa licitação feita pela prefeitura de Taubaté que adquiriu 15 toneladas para a merenda escolar.

revistavitti.com.br | Vitti | 69


Social lorena

LoReNA

Por Peter Iote

a futura arquiteta Gabi morita ensinando sketchbook para os colegas na oficina realizada na 1° Semana de arquitetura da Fatea. certamente a Gabi terá um grande futuro e será uma grande arquiteta. Parabéns Gabi pela dedicação e empenho.

FoTo: ailana SanToS

lucas Peixoto curtiu o show de ivete Sangalo em São Paulo ao lado de sua amiga Sabrina Sato. lucas acompanha os shows de ivete por todo o Brasil e angariou o carinho e a amizade da estrela.

letícia Bartelega de florzinha no cabelo esbanjado fofura. com tanto charme assim tinha que aparecer aqui na vitti.

Parabéns Dona cida! minha sogrinha querida comemorou o dia das mães rodeada das suas 9 filhas e dois filhos. Parabéns sogrinha!

FoTo: anGelo SavaSTano

a lindinha melissa de oliveira no seu 1° clic fashion (e já tem nome de artista!) #melzinhalinda.

o ronco dos motores fez subir a adrenalina no Rally cuesta e o piloto marcos Kffuri e o navegador Rodrigo czech garantiram lugar no pódio mais uma vez. e a temporada 2014 só está começando! 70 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


Pelo mundo

PRIMeIRo PINToR No bRASIL (e nas Américas) É VALoRIZAdo NA HoLANdA Por Antonio Barbosa Filho

a. BaRBoSa FilHo

H

DivulGaÇÃo

lações do famoso museu, uma pequena seção foi dedicada apenas a Frans Post e albert eckhout, aia (Países-Baixos) - Dois arcomo se fosse uma pequena sala de Brasil em tistas holandeses trazidos ao meio ao imenso acervo de clássicos. Brasil pelo conde maurício em Haia, capital administrativa dos de nassau, durante a ocuPaíses-Baixos, está a casa que maurício pação de parte do nordeste por memde nassau construiu antes de ir para o bros da companhia neerlandesa das Brasil - dizem que ele aceitou o emprego Índias ocidentais, foram responsáveis de governador da colônia no nordeste pelas primeiras imagens pintadas que para poder saldar dívidas e concluir o paa europa conheceu dessas novas terras. lacete. Para tanto, exigiu um salário bem um deles foi albert eckhout, que dedialto, mais 2% de participação em todos os Frans Post, retratado pelo mestre cou-se a detalhados desenhos e pinturas lucros da colônia, além de 18 criados, um Frans Hals, no Rijksmuseum, de índios, plantas, animais e insetos, com médico, um predicante (orientador religioso), Amsterdã. intenção mais científica do que artística. e um secretário. a mauritshuis (casa de mauo outro, que merece nossa atenção como rício) abriga um dos mais importantes museus da europa, e está sendo restaurada ao mesmo tempo em o provável fundador da Pintura no Brasil, é Frans que será anexada através de um túnel a outro edifício do outro Post. nascido em leiden (terra de Rembrandt e de Frans Hals), em 1612, Frans Post foi indicado por seu irmão Pieter lado da rua, onde serão feitas as exposições temporárias. para integrar a comitiva que embarcou para o Brasil em 1637. na sua coleção, o museu mautshuis possui também três quaos holandeses já ocupavam parte do nordeste desde dros de Frans Post, entre eles a bela “ilha de itamaracá”, de 1637. Todas as telas de Post são em tamanho 1630, tendo fracassado numa tentativa anterior pequeno, caracterizam-se pelo predomínio do de invadir Salvador, em 1624 - chegaram a ocupar a Bahia por algum tempo, mas céu, cores pálidas, precisão nos detalhes e foram expulsos pelos espanhóis, então bom sentido de composição. calcula-se unidos a Portugal. que ele tenha deixado cerca de 100 telas, Frans tinha apenas 24 anos, e a maioria delas mostrando o Brasil que ainda era um desconhecido, num conheceu. Retornou à Holanda em país tão povoado de grandes artis1644, onde casou-se, teve três filhos, tas. como maurício de nassau era e faleceu em 18 de fevereiro de 1680. muito ligado à casa dos orange, está enterrado na Groote-Kerke comandante da República holan(igreja maior), de Haarlem. desa, estar próximo dele era uma existem obras de Frans Post no Mauritshuis em reformas, em Haia. A garantia de receber encomendas de museu do louvre (Paris); metrolitan casa de Maurício está sendo ligada por quadros e poder viver da arte. museu of art, em nova iorque; instium túnel a um edifício próximo, Pouco se sabe sobre a biografia de tuto de artes de Detroit (eua); natioampliando seu espaço de Frans Hals, a não ser que deixou apenal Gallery (londres), entre outras coleexposições temporárias. nas uma tela anterior a sua passagem pelo ções pelo mundo. mas o maior conjunto de Brasil, uma paisagem rural sem importância. suas telas está no instituto Ricardo Brennad, Tudo que produziu foi feito no Brasil, ou depois em Recife, com 17 obras. o museu de arte de São que retornou à Holanda, pintado a partir de esboços que Paulo, maSP, possui cinco Frans Post. realizou no nordeste. Antonio Barbosa Filho é jornalista, autor dos livros "A Bolívia de Quem visita o Rijksmuseum, museu Real da Holanda, em Evo Morales" e "A Imprensa x Lula". Divide seu tempo entre o amsterdã, pode ver quatro de suas obras mostrando o Brasil, Brasil e a Holanda, tendo visitado 31 países nos últimos oito anos. além de seu retrato pintado pelo conterrâneo e grande mestre Contato: valepensar@bol.com.br Frans Hals. na verdade, depois da recente reforma nas instaJunho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 71


Social Jacareí

JAcAReí NÃo PÁRA

nYc - the city that never sleeps!

Por edu Rosa

edu@educationabroad.com.br

casal nota mil - Rosely e Jl molina.

marlene Soléo entre amigos comemorando mais um aniversário. Parabéns!

murilo, carol e Ricardo Souza. linda família - Deus abençõe sempre.

as melhoras educadoras eliane Goldar, esther Rosado e Tania Priante.

cupcake mother´s day at ccaa with Katia negrelli. 72 | Vitti | revistavitti.com.br

erika monteiro Pires - curtindo a vida antes do intercambio eDucation para o canadá!

Turma da Segundona. amigos de décadas

Junho, 2014


era uma vez...

A CIDADE MUDA a

Por Antônio Silva

pequena cidadela de Pacato sempre foi conhecida pela sua tradição musical e outras manifestações culturais. embora desprovida de espaços, tinha muitas famílias tradicionalmente artísticas e muitos entusiastas que sempre faziam movimentos culturais, encontros musicais e outros tantos. cidade sempre acostumada ao movimento do antigo trem de ferro, às festas religiosas animadas pela Furiosa, como era conhecida a centenária banda de música da cidade. Pacato sempre foi animada com seus antigos carnavais de salão e seus blocos de rua, que não tinham o glamour dos bailes momescos do clube Recreativo, frequentado pelas famílias “tradicionais” ou até mesmo do clube da estação, como era conhecido o clube “mais popular” de Pacato. e os antigos clubes continuaram levando música e diversão para toda a cidade. não tardou muito. no fi m dos anos 1950, Pacato inaugurou a voz alta, estação de rádio que levava pelas ondas música e entretenimento aos lares pacatenses. na mesma época surgiu o night and Day, d a nc e ter i a , ba r, lanchonete e espaço aberto destinado às apresentações artísticas, shows musicais e serviços de bar e lanchonete que funcionava todos os dias, quase sem fechar. Foi a época de ouro de Pacato que, cheia de energia atraiu muitos turistas e pessoas Junho, 2014

que vinham conhecer a “atenas da Serra” como ficou conhecida a cidade pela farta e abundante fonte de artistas que nunca secava. mas “não há bem que sempre dure e nem mal que nunca se acabe” como dizem os antigos. e, com a ditadura militar de 64, Pacato viu sua voz alta calar, seus bailes de carnaval virarem estátuas de cera e o night and Day virar um elefante branco bem na Praça central da cidade, num erro sem precedentes na história. Pacato foi classificada como área de segurança nacional e, com a ditadura, o Prefeito deveria ser nomeado, extinguindo-se as eleições. o Prefeito Deodoro machado, nomeado pelos militares, sempre foi um homem avesso às difusas manifestações artísticas de Pacato. era rígido, ou melhor, rude feito pedra. não demonstrava ter

concluído nem mesmo o segundo grau. Turrão e burro feito porta, sempre vivia resmungando contra tudo e todos e, principalmente contra o night and Day. evidente: tornou-se o favorito para ser o primeiro prefeito nomeado nos anos de chumbo em Pacato. Porém o tiro saiu pela culatra. logo empossado, entrou com bola e tudo e não teve humildade em gol, fechando, por Decreto, o night and Day, sob a alegação de conspiração subversiva. não satisfeito com a lambança, concedeu anistia para as dívidas do clube Recreativo, o que causou alvoroço e deixou nervosa a pequena Pacato. Do dia para a noite, Pacato dormiu falante e amanheceu calada. a cidade revoltosa não podia manifestar-se, afinal eram os anos de chumbo. mas, mesmo com a voz calada, a dor no coração da cidade que era um caldeirão artístico só aumentava. Quando se deram conta que Pacato foi erroneamente classificada como área de segurança nacional já era tarde. o alto comando veio em comitiva até a cidade e, imediatamente, destituiu o Prefeito machadão, como ficou conhecido o alcaide. mas a ação foi rápida e piorada: clube Recreativo, clube da estação fechados. e, na entrada de Pacato, o antigo letreiro que dizia “cidade arte” foi toscamente pintado com a expressão “cidade muda”. assim, toda Pacato calou-se por mais de década e esperou o fim da ditadura. e o mais curioso era que todos os pacatenses ao encontrarem na rua ou em festas, saudavam-se fazendo sinal de silêncio. revistavitti.com.br | Vitti | 73


Social Sul de minas

SuL de MINAS

Por carlos Moura carlosmourap4@yahoo.com.br

O casal Eduardo Dias e Ana Carolina Mendes comemoram mais um aniversário do filho José Eduardo

Joelma Pires e as filhas Mayra e Maysa Pires

Carlos Oliveira, novo proprietário do Show de Bola Futebar, ao lado dos pais Luciene e Valdir Oliveira e sua namorada Amanda Novaes, na reinauguração da casa noturna

Parabéns ao atleta passaquatrense Natanael Rocha por mais uma vitória

74 | Vitti | revistavitti.com.br

O casal Maite Menegale e Antonio Couto

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 75


especial arquitetura

adaptações garantem velhice saudável

Com pequenas mudanças é possível evitar acidentes domésticos com pessoas da terceira idade

o

Da Redação

segredo da juventude eterna não é fingir que a velhice nunca chega. ela chega para nós, e para todo mundo. muitas vezes a simples aceitação da necessidade de adaptações cotidianas pode ser desconfortável, tanto para a família, quanto para o próprio idoso que reside na casa. Perceber que adaptações simples, como ver que o tapetinho da sala pode estar se tornando uma ameaça, é um processo complicado, que mexe com a dinâmica dos relacionamentos. mas é o primeiro e importante passo para realizar adaptações para evitar acidentes e promover qualidade de vida. a mortalidade de idosos com 60 anos ou mais por quedas, no estado de São Paulo, aumentou quatro vezes nesta década, segundo balanço da Secretaria de estado da Saúde. o índice passou de 7,6 óbitos por 100 mil idosos em 2000, para 28,4 mil em 2008. as quedas, por definição, são causas evitáveis. e a maior parte delas acontece em casa.

76 | Vitti | revistavitti.com.br

“a inatividade gera imobilidade, que por sua vez diminui a força, a massa e o tônus, e aí, vai cair de novo”, diz Sérgio Paschoal, coordenador do programa de prevenção de quedas do Hospital das clínicas, em São Paulo. “aí a família superprotege, começa a só deixar sair acompanhado. além de tudo leva a isolamento social, depressão e até institucionalização”. o banheiro é um local em que se cai muito. as pessoas molham o piso e vira um verdadeiro sabão. Às vezes não tem como trocar o piso, mas há alguns tapetes de borracha que grudam no chão. mesmo se o piso for antiderrapante, você tem que ter barras de apoio sólidas. no mínimo, a velocidade e a energia da queda serão menores. as barras são importantes também para evitar que as pessoas usem alternativas de apoio, como a torneira, que podem agravar a queda. existem adaptações como cadeiras pregadas na parede, cujo assento é dobrável para a parede. a pessoa desdobra, senta e toma banho mais tranqüila. outro lugar perigoso é o caminho do quarto para o banheiro. e isso tem mui-

to a ver com a iluminação. ao mesmo tempo em que é melhor evitar superfícies e lâmpadas muito brilhantes porque os olhos já não se adaptam com tanta rapidez à claridade, é fundamental que exista uma iluminação acessível. uma regra que vale para a casa toda é especialmente importante neste trajeto: o caminho tem que estar sempre completamente livre. o tapetinho é o grande vilão. mas também tacos soltos, carpetes com sobras e dobras, fio de telefone, brinquedos, móveis baixos e com pontas, animais de estimação pequenos, tudo isso é um prato cheio para quem tem um andar mais arrastado sofrer um acidente. as escadas completam o trio crítico de áreas da casa no que diz respeito a quedas. o pior tipo é a escada tradicional de sobrado, com janela no topo e iluminação frontal. a luz bate de frente e quem olha para baixo não vê o degrau. É bom que exista uma sinalização de cor contrastante na ponta do degrau. o corrimão deve ser firme, ficar dos dois lados, começar antes da escada e terminar um pouco depois. a altura do degrau também não pode variar. Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 77


78 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 79


especial arquitetura

manoel carlos de carvalho Arquiteto fala sobre carreira, mercado da arquitetura, inovações, modismos e desenvolvimento urbano do Vale do Paraíba

a

Por Ronaldo Casarin Foto Ronaldo Rizzutti

os 74 anos, esbanjando disposição e iniciativa, manoel carlos de carvalho abriu as portas de seu escritório em Taubaté para uma conversa com a Revista vitti. assunto: arquitetura, claro. mas com ele o tema não fica só em tendências, estilos e criações. manoel carlos é um dos mais respeitados arquitetos da região e além de estar à frente de seu escritório há mais de 45 anos, teve grande contribuição como professor universitário. Soma-se a isso uma série de atividades ligadas diretamente ao desenvolvimento urbanístico de várias cidades da região.

80 | Vitti | revistavitti.com.br

Como escolheu a arquitetura? Manoel Carlos de Carvalho - nasci em Paraibuna e vim para Taubaté aos dois anos de idade. Por aptidão e influência da construção de Brasília fui para São Paulo, onde estudei arquitetura no mackenzie. em 1966, formei-me e voltei para Taubaté onde abri meu escritório. em 2016 completaremos 50 anos de atividade. no final do curso fui convidado a trabalhar no projeto da primeira linha do metrô em São Paulo, mas não aceitei, pois queria voltar para Taubaté e fazer arquitetura aqui. acho que a escolha foi certa, pois pude contribuir com muita coisa, seja como profissional no mercado da região, ou como professor na uniTau e univaP, em São José dos campos. Hoje tenho a satisfação de ter alunos espalhados pelo país todo.

Qual a grande diferença da arquitetura de hoje em relação ao cenário da época em que você começou? M.C. - Quando fui fazer faculdade, arquitetura era uma coisa direcionada a clientes com poder aquisitivo alto, algo elitizado. Hoje em dia não, as pessoas procuram desfrutar de um bom projeto, seja comercial, residencial ou industrial, tendo esta possibilidade. Ainda é possível ousar e trazer algo realmente novo à arquitetura? M.C. - Sim, agora mais do que nunca pela tecnologia disponível. a arquitetura brasileira teve seu ápice no meio do século vinte, com a construção de Brasília e a grande influência de oscar niemeyer. Hoje temos como símbolo de inovação as construções em Shangai, Dubai, To-

Junho, 2014


ronto, nova iorque, etc. no entanto, há os modismos que se confundem com inovações. um exemplo foi a onda dos lofts. o loft surgiu em prédios antigos de nova iorque quase todos abandonados. Jovens, artistas, descasados, etc, alugavam esses espaços onde faziam o quarto na parte de cima, e embaixo a cozinha e sala em um só ambiente. Tentaram adaptar a idéia no Brasil construindo prédios com função de lofts, o que realmente aconteceu. o resultado foi que não venderam quase nada, tiveram prejuízos, foi um desastre. conheço um empresário que teve de reformar todo um prédio de lofts. a única saída foi transformá-lo em aparte hotel, com custo altíssimo nas adaptações, ou seja, um prejuízo causado por um modismo. Você teve participação num trabalho de propostas aos candidatos a prefeito em Taubaté, com melhorias e idéias para modernizar a cidade. Isso deu algum resultado até agora?

carreira foi “ minha maravilhosa, sou muito feliz, pois ela me propiciou muita coisa boa. tenho noção da responsabilidade que tive no desenvolvimento da região

Junho, 2014

M.C. - Reunimos cerca de 30 pessoas, de diversas áreas, num grupo denominado “viva Taubaté”, sendo formado por várias equipes de especialistas que levantavam os problemas de cada pilar da administração pública. Debatíamos as soluções e colocávamos isso num plano. convidamos todos os candidatos a prefeito de Taubaté em 2012 e apresentamos um resumo geral desse trabalho. Todos agradeciam e elogiavam a iniciativa, especialmente por apontar novas sugestões e soluções. estávamos à disposição, independente de quem fosse o vencedor das eleições para oferecermos esse conhecimento. Felizmente, a atual administração está aproveitando algumas das idéias do nosso grupo, em questões que estão em pauta como: a padronização das calçadas, que em breve deverá ser implementada. os temas abordados em saúde, segurança e educação também estão sendo objeto de aproveitamento pela Prefeitura municipal de Taubaté. isto me deixa bem orgulhoso, pois foi um trabalho de pessoas da sociedade, apartidários, que estão dando sua contribuição. Você já havia trabalhado com o setor público antes? Como foi essa experiência? M.C. - atuei inicialmente na equipe do Prefeito Guido miné, entre 1969 e 1972, quando tivemos a oportunidade de contratar o 1º Plano Diretor da cidade de Taubaté e desenvolver o 1º Distrito industrial da cidade com a criação do Gein. nesta administração também trouxemos para Taubaté as empresas Ford do Brasil, Daruma, nortres, Daido, Tendo e outras, e também na época conseguimos a construção e operação do conjunto denominado eletroradiobrás, o mais moderno centro de compras da região. Fui secretário de planejamento em Jacareí, na década de 1980. Trabalhei no plano diretor, foi uma grande mudança na cidade. aliás, defendo que o Plano Diretor de uma cidade seja feito por empresas de fora. abrimos uma concorrência e uma empresa curitibana foi a vencedora. Deixar que o plano diretor seja feito por gente da cidade é temeroso, pois é um trabalho que envolve interesses, sem con-

tar que a pessoa da própria cidade nem sempre consegue enxergar coisas que um profissional de fora poderá detectar. Aceitaria um convite para trabalhar numa prefeitura novamente? M.C. - o próprio ortiz Júnior, prefeito de Taubaté, me convidou para ser secretário, não foi possível aceitar o convite devido a grande carga de trabalho em meu escritório, mas mesmo com minha atividade profissional que me absorve integralmente, me coloquei à disposição da atual administração para ajudar no que for possível. Mas você gosta de colaborar com as cidades, não é? M.C. - Sim, com certeza. Há algum tempo fui convidado pelo prefeito ortiz Júnior a fazer uma explanação sobre paisagismo. Pedi que o papo fosse diretamente com o pessoal de obra, homens que trabalhavam com a jardinagem, manutenção, poda de árvores, etc. Fiz uma palestra passando a experiência. acho que é uma contribuição simples, mas que pode ajudar em alguma coisa. Tenho o Jardim dos Pinhais ecoparque, em Santo antônio do Pinhal, e lá também procurei dar alguma contribuição ao município. Felizmente deu resultado e a cidade melhorou no geral, conseguiu tornar-se mais bonita, funcional e atraente ao turista. essa contribuição me é extremamente prazerosa. Estando há mais de 40 anos do mercado da arquitetura, qual o balanço que você faz de sua carreira? M.C. - minha carreira está sendo maravilhosa, sou muito feliz, pois ela me propiciou muita coisa boa. Tenho noção da responsabilidade que tive no desenvolvimento da região. Hoje, já passando a responsabilidade do escritório para as mãos do meu fi lho, carlos alberto, estou focando em reservar espaço para ajudar mais as comunidades do vale do Paraíba. Já dei minha contribuição para cidades como Jacareí, São José dos campos, Guaratinguetá, Santo antonio do Pinhal, e aqui em Taubaté. É uma retribuição que posso e devo dar, pois sou realizado e tenho experiência para compartilhar.

revistavitti.com.br | Vitti | 81


especial arquitetura

Marmoraria 2 Leões:

P

Experiência Adquirida

ara se manter sempre um passo a frente do mercado, a marmoraria 2 leões se faz presente nas principais feiras relacionadas ao ramo de arquitetura no Brasil e no exterior. Desta forma, clientes, arquitetos, engenheiros e construtoras se beneficiam de uma experiência de compra em uma empresa de longa atuação, atualizada e que mantém sua fábrica avançada tecnologicamente a fi m de garantir serviços de qualidade e cumprimento de prazos. com presença estratégica em feiras nacionais e internacionais a 2 leões apresenta a seguir algumas novidades e oportunidades para valorizar ainda mais sua obra e seu projeto.

Kledson Leão - Salão Internacional do Móvel de Milão 2014 - Itália

Para criar sem limites

Cores Textura Resistência

82 | Vitti | revistavitti.com.br

na feira de milão, a 2 leões esteve presente no lançamento de Dekton, uma inovação tecnológica que combina os mais recentes avanços em materiais de vidro, porcelana e quartzo. Para se entender melhor, seria o mesmo que dizer que é uma evolução do Silestone. Pode ser aplicado continuamente da área interna para a externa integrando-se ao paisagismo, pois é resistente a intempéries. arquitetos e designers podem agora criar sem limites. Suas cores e texturas podem imitar madeira, ondulações, couro, ardósia, ferrugem, pedra, concreto, ou metal. É muito mais resistente que o Granito. Junho, 2014


Precisa de leveza e resistência? Quem esteve na Feira Revestir, em São Paulo, conheceu a neolith. É um material que concentra as melhores características da cerâmica porcelanato, composto de argila e minerais triturados, produzido em processo de alta tecnologia que resulta em um produto de espessura fina e muito resistente. leve, impermeável, resistente a manchas, desgastes, produtos químicos e ao fogo. o material pode até ficar exposto ao tempo.

Para finalizar com qualidade e bom gosto atendendo à necessidade de seus clientes, a 2 leões encontrou em uma marca de metais com design italiano, a melhor opção na linha de metais dentro dos mais altos padrões de qualidade, inovação, tecnologia e sofisticação. a idéia foi buscar produtos com conceitos de elegância, sofisticação e modernidade, transformando uma simples torneira (ducha ou acessório) em uma peça de decoração de luxo.

Materiais com até 10 anos garantia

Torneiras gourmet a evolução em torneiras para cozinha. uma das grandes tendências são as cozinhas Gourmet, com estilo americano, normalmente integradas à sala de jantar com uma bancada para que os convidados possam acompanhar a preparação do menu. Mostra de Arquitetura no Taubaté Shopping

Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 83


Edifício VErt rESidENcE, taubaté-SP

arquitetura personalizada RESIDENCIAl | COMERCIAl | EDIFÍCIOS | INTERIORES

84 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


designdeideias.com.br

Av. ItĂĄlia, 449, TaubatĂŠ-SP Tel.: (12) 3681-2539 / 3642-5999 (Pinda) alfredokobbaz@uol.com.br www.akobbaz.com.br

Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 85


especial arquitetura

encontro de Varejistas º 1 da construção do Vale do Paraíba

Rede Vale Construir promove evento reunindo profissionais ligados à construção civil

a

Rede vale construir realizou no último dia 8 de maio, em São José dos campos, o 1º encontro de varejistas da construção do vale do Paraíba. lojistas, fornecedores e diversos profissionais ligados à construção civil se reuniram para debater assuntos ligados ao setor. o encontro contou com duas palestras. a primeira foi ministrada pelo advogado Dr. marcus Gomes, que teve como título: inovações para a economia Tributária no varejo da construção. a segunda palestra do evento foi comandada pelo consultor anderson Santos, da aDeP, e teve como tema Práticas inovadoras de Gestão no varejo e Tendências de mercado, abordando questões ligadas às vendas e administração dos negócios aos empresários do setor. o encontro serviu também para fortalecer a presença e a proposta de atuação da Rede vale construir. atuando em toda a região do vale do Paraíba desde o ano 2000, a rede vem se consolidando 86 | Vitti | revistavitti.com.br

como uma das maiores do setor dentro do estado de São Paulo, contando atualmente com 20 lojas credenciadas espalhadas por 14 cidades da Região metropolitana do vale do Paraíba. a Rede vale construir emprega hoje mais de 350 colaboradores, possui 51 fornecedores parceiros e possui mais de 10.000 m2 de área de vendas e aproximadamente 50.000m2 de área de armazenagem. um dos pilares da atuação da vale construir é oferecer maior competitividade aos pequenos e médios empresários do setor de material para construção. Para o Presidente da Rede vale construir, luiz Fernando Sima, é preciso acreditar no associativismo. “a Rede vale construir se posiciona no mercado do vale do Paraíba como uma das maiores redes do Brasil, fomentando bons negócios com seus fornecedores e oferecendo produtos e serviços da melhor qualidade aos seus clientes”, comentou. Já luiz claret de oliveira Ramos, Diretor de negócios e expansão do grupo,

destaca a necessidade das lojas da região serem representadas por uma entidade que defenda seus interesses. “a vale construir pode fazer esse papel. Temos em nosso planejamento estratégico a meta de captar mais associados e expandir os negócios por toda a Região metropolitana do vale do Paraíba”, disse o diretor. esse trabalho da vale construir em agregar os varejistas do setor de materiais para construção sinaliza não só um fortalecimento de mercado para os pequenos e médios comerciantes, mostra também um caminho de crescimento de vendas. “essa junção de forças aumenta o poder de compra e negociação dessas lojas junto ao atacado, o que significa melhores preços ao consumidor final”, comentou luiz claret de oliveira Ramos. as lojas interessadas em fazer parte da rede devem procurar a vale construir por meio de seu gestor nos telefones (12) 3413-0905/98230-6300/7812-1891 ou pelo e-mail gestor@valeconstruir.com.br Junho, 2014


50

Válido enquanto durar o estoque

Taubaté Design (12) 3681.1855 Av. Professor Walter Thaumaturgo (Av. do Povo), 570 - Jd. das Nações

Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 87


especial arquitetura

JAMILI SocuTA & LucIANA MIeKo Graduadas em Arquitetura e Urbanismo pela Unitau 2008 PÓS - Graduadas em Design de Interiores pelo Senac São José dos Campos

a iluminação e Seu Poder Por Jamili Socuta e Luciana Mieko

a

iluminação é um dos elementos essenciais na arquitetura e na decoração. ela faz parte do momento criativo do projeto, projetar espaços pensando no efeito da luz que irá se transformando no decorrer do dia, se modificando e criando um espaço com um efeito visual. Hoje a iluminação vai muito além da simples instalação de luminárias. a composição e forma de cada ambiente requerem muito cuidado e atenção na hora de escolher cada componente. um fator que muitas vezes é deixado de lado, porém tão importante quanto a escolha do mobiliário e cores. um projeto luminotécnico bem feito tem o poder de transformar ambientes e dar vida a objetos e espaços totalmente desvalorizados. o planejamento cuida-

Rua João Francisco da Gama, 50 - Sala 5 Jardim Maria Augusta - Taubaté/SP e-mail: spaziodesign@gmail.com Contato: Jamili 98822-7599 / Luciana 99112-4816

doso e projeto minucioso são essenciais para que não ocorram exageros e falhas na iluminação, que ocorre não só na falta de luz, mas também no excesso dela. combinar a iluminação natural com a artificial é um item importante não só na funcionalidade, mas também no fator econômico. os recursos disponíveis que contamos hoje no mercado são bem amplos, temos vários tipos de lâmpadas, os leDS, as fibras óticas/acessórios, e sem falar também nas automações que dão muito conforto ao usuário. atualmente existem no mercado inúmeros itens para se fazer uma boa iluminação, porém é muito importante ter a ajuda de um profissional qualificado para saber sobre as características e funcionalidades dos produtos e como adequá-los da melhor forma ao ambiente que deseja compor e decorar.

Dica: Lâmpadas de Led

J

á bastante utilizadas hoje em dia, as lâmpadas de led aliam “custo x benefício”, pois possuem sua vida útil (durabilidade) bem maior que a das lâmpadas halógenas e uma economia de energia incomparável. importante destacar também que podemos substituir, em muitas situações, as lâmpadas halógenas já existentes pelas lâmpadas de led, pois temos modelos com temperatura de cor (tonalidade) baixa, tom amarelado, mantendo o efeito aconchegante das lampadas halógenas do ambiente, porém com toda a eficiência da tecnologia em led.

ESCRITÓRIO DAS ARQUITETAS 88 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


FoTo: monicuee alvez

COM PROPOSTAS ARROJADAS E DESAFIADORAS AS ARQUITETAS MOSTRAM PROJETOS QUE ESBANJAM MODERNIDADE E BOM BOSTO

Parceiros deste projeto:

Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 89


90 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 91


especial arquitetura

Terraplenagem ou Terraplanagem? Por Gustavo Benito C. Guarnieri

T

erraplenagem ou Terraplanagem? Quando o assunto é escavação ou remoção de terra, muitas pessoas ficam em dúvida se a palavra certa é terraplenagem ou terraplanagem. Terraplenagem é o ato de terraplenar, logo, é escavar ou encher de terra uma determinada área, deixar o terreno aplainado ou em platôs bem definidos em suas cotas. essa operação consiste em um conjunto de operações de escavação,

92 | Vitti | revistavitti.com.br

carga, transporte, espalhamento e compactação de terras. Tem como objetivo atender projetos executivos topográficos, movimentando quantidades grandes de solo para reforçá-lo ou torná-lo seguro. a forma preferencial do termo é terraplenagem, no entanto devido ao fato do processo de encher de terra uma depressão ou escavar áreas mais elevadas se relacionar diretamente com tornar plano um terreno, a palavra terraplanagem aparece em alguns dicionários da língua portuguesa como uma variante popular de terraplenagem.

mas digo que o certo, independente do que as pessoas dizem, terraplanar significa apenas aplainar o terreno, não exigindo o uso de importação de terra de outro local, apenas utilizando maquinas pesadas, portanto esta definição difere do que é na integra um serviço de terraplenagem. Portanto não confundir terraplenagem com terraplanagem. Gustavo Benito C. Guarnieri é engenheiro da Hidrolar Engenharia. Contato: gustavo@hidrolarengenharia.com.br www.hidrolarengenharia.com.br

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 93


especial arquitetura

O que as pessoas devem saber antes de comprar pisos e revestimentos

n

Da Redação

orma lmente procuramos pelo melhor preço para comprar, mas na maioria das vezes o que aparenta ser mais barato pode sair caro depois. o consumidor deve primeiramente escolher produtos de qualidade, nos pisos e revestimentos há defeitos que você só poderá saber com o produto instalado, como se está empenado ou fora de esquadro ou até com diferenças de tonalidade. Por isso o ideal é comprar produtos de fabricantes e lojas que primam pela qualidade. além disso, é muito importante saber a indicação do local do uso que é especificado pelo fabricante, para verificar se o piso ou revestimento que você está comprando é ideal para cada ambiente, há pisos que são de trafego médio e intenso, antiderrapantes, com acaba94 | Vitti | revistavitti.com.br

mento polido, acetinado, etc. Para cada ambiente há um piso adequado. uma dica seria a contratação de um profissional como um arquiteto, designer de interiores ou um decorador, para ajudar na escolha dos materiais e para que não ultrapasse o valor destinado na reforma. o profissional está muito mais atento ao valor dos materiais e com a gama de materiais que estão à disposição hoje, fica difícil a escolha, e o profissional pode optar por materiais que vão manter o mesmo conceito do projeto, mas com o valor muito melhor. algumas novidades no setor molduras de eps (isopor®) para fachada que substitui as molduras de concreto eliminando uma sobrecarga na estrutura do empreendimento, esse material já é

bem utilizado pelas construtoras, mas ainda pouco explorado em residências. Pisos drenantes: possuem capacidade drenante superior a 90%, possibilitando assim o livre escoamento das águas pluviais, retornando-as mais rapidamente ao solo. com acabamento antiderrapante, é um produto ideal para áreas de acesso, garagens residenciais, calçadas, fontes de água, praças etc. cimento com nanotecnologia é um revestimento de piso ou parede que devido à composição nano-tecnológico tem uma resistência extraordinária, que permite a criação de grandes áreas contínuas e sem juntas. É apropriado para a execução de obras novas ou de reformas, tem um acabamento decorativo, como o aço corten, o cimento queimado, efeito ardósia, metalizado e para os pisos pode ser antiderrapante também. Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 95


especial arquitetura

Beleza e Respeito à Natureza Da Redação / Foto Divulgação

n

a mesma época em que se começou a discutir maneiras de conciliar desenvolvimento econômico com a conservação dos recursos naturais do planeta na Rio-92, o engenheiro agrônomo Ricardo afiune criava a aRaucaRi. Sintonizada com as pautas mundiais, a empresa viria a se tornar um exemplo de sustentabilidade. a madeira utilizada em seus móveis tem legalidade assegurada pelo Documento de origem Florestal, do ibama, e pelas certificações Programa Brasileiro de certificação Florestal (aBnT/inmetro) e do Forest Stewardship council, organização internacional que fiscaliza o manejo florestal responsável. os mó-

96 | Vitti | revistavitti.com.br

Banco Folha feito em aço e Cumaru

veis, além de carregarem o valor da consciência ambiental, também têm o diferencial de possuírem designs próprios e exclusivos. Há 20 anos no mercado, a aRaucaRi oferece soluções de mobiliário ecoeficiente em projetos de diversas escalas, nos setores de mobiliário urbano, edifícios residenciais, comerciais e hoteleiros, clubes e complexos esportivos. Seus bancos, cachepôs, mesas, vasos e lixeiras estão presentes em empreendimentos de grandes clientes, como a vale, o instituto inhotim, o Google Brasil, a natura, o Jardim Botânico do Rio de Janeiro e o SeSc-SP.

Poltrona Eco Varanda, feita de madeira Cumaru

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 97


98 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


10% desconto

de

Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 99


especial arquitetura

Pintura:

dicas valiosas para quem vai renovar as cores de casa

m

Da Redação

ix de cores: calcule a quantidade de latas de tinta que você vai usar. Se elas forem de lotes diferentes, pode haver uma diferença no tom da cor. aí faça como os profissionais: misture tudo em um recipiente para igualar os tons e só então pinte. Forrando o chão: Para cobrir o chão, jamais use plástico. você vai acabar pisando na tinta úmida e sujando a casa. Quem conhece o assunto usa papelão ondulado, que é barato, absorve a tinta que cai e faz com que ela seque mais rapidamente. clima ameno: confi ra a previsão do tempo. Se o clima estiver muito úmido, a tinta não seca. Já se o ar estiver seco ou quente, a tinta não se espalha e a parede fica manchada. Por isso, evite dias com

100 | Vitti | revistavitti.com.br

umidade menor de 10%. no rodapé: compre a fita crepe mais grossa que você encontrar para cobrir o rodapé. Tire o pó para que a fita grude melhor, e passe uma régua para garantir a aderência. e nada de lambança: comece pintando o centro da parede para então puxar a tinta em direção ao rodapé. assim o pincel chega mais "seco" no chão. Dobradura: vai pintar a porta? Preste atenção nas dobradiças! Para protegê-las, passe vaselina líquida, que vai deixálas oleosas e impedir que a tinta grude. Truque de mestre: Primeiro passe um pincel nos limites da parede. antes de deixar a tinta secar, já complete a área com o rolo. espere 3 horas e repita a aplicação. a segunda demão elimina as diferenças entre os cantos, que foram pintados com pincel, e o centro, pintado com rolo.

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 101


Arquitetura & Design

As Pirâmides do Egito

Perturbadoras perguntas e inacreditáveis respostas da maior obra da arquitetura e engenharia humana

A

Por Peter Iote

Pirâmide de Quéops, também conhecida como a Grande Pirâmide, é a maior e mais antiga das três pirâmides de Gizé, e é considerada uma das sete maravilhas do mundo antigo. Entre as pirâmides, a de Quéops se sobressai como uma das criações mais espetaculares e geniais da história da arquitetura e engenharia humana, e figurou na lista das estruturas mais altas do mundo por mais de 3800 anos. Sua área equivale a seis campos de futebol e sua altura a um prédio de 42 andares.

Métodos construtivos

Primeiramente os construtores nivelaram o solo com seis mil peças de rocha cada uma delas com peso aproximado de 1.200 Kg. Para a construção da câmara interna foram usados 130 blocos de granito que variavam entre 12 e 70 toneladas, com altura de até 64 metros. A questão é que não só o granito, mas também os dois milhões de pedras usados para completar a obra foram extraídas a 800 Km de distância; mesmo os egípcios não tendo o conhecimento das rodas de ferro e aço e mesmo com tamanha dificuldade, a grande obra ficou pronta em aproximadamente 20 anos. A obra em si deixa qualquer um perplexo, tanto pela sua grandiosidade como pe102 | Vitti | revistavitti.com.br

las suas incógnitas construtivas, nas quais foram usados sistemas matemáticos que o homem começou a redescobrir somente a partir do século seis depois de Cristo.

Enigmas revelados

Em 1859 o inglês John Taylor observou as medidas reais da grande pirâmide, e concluiu que ao se multiplicar a largura por dois e dividir pela altura da Pirâmide (146,6 m) o resultado é o mesmo que o valor de Pi =Φ= 3,1416. A equação dourada ou número de ouro, é uma constante que relaciona área e perímetro de um círculo em relação ao seu diâmetro independentemente do formato do que está se analisando. Porém, embora se saiba que os egípcios usavam o método de medida chamado Côvado, nos intriga saber que o valor de Φ dividido por seis nos dá o resultado de 0,5236 (52 cm, 3 milímetros e 6 décimos), que é a medida do Côvado. Para se ter uma idéia das coincidências (ou não) com os números e medidas usados pelos egípcios, o comprimento lateral da Pirâmide menos a sua altura resulta em 314,16 metros, ou seja, 100 vezes o número de ouro: Φ (Pi). A distância entre Gizé e a Ilha de Páscoa é dez mil vezes a equação dourada. A distancia entre Nasca e Gizé é idêntica entre Gizé e Teotihuacam, e também a mesma entre Angkor Wat e Naska, assim como Mohenjo Daro fica na mesma distancia da

Ilha de Páscoa. Além disso, as pirâmides estão no centro exato da superfície terrestre, dividindo a massa da Terra em quadrantes iguais, e o Meridiano de Greenwich que passa pelo centro da pirâmide divide continentes e oceanos em latitudes que cruzam as linhas Norte-Sul e Leste-Oeste. E para impressionar ainda mais, ao se traçar uma circunferência no lado externo da base da pirâmide e outra no lado interno, o valor do raio 299,792458 (é exatamente a velocidade da luz por segundo:299.792.458 m/s). Mais uma coincidência: A altura da Pirâmide de Quéops é 146,6 m, esse número multiplicado por 1bilhão é a distancia em quilômetros do Planeta Terra até o Sol, distancia mínima que ocorre uma vez por ano por volta de quatorze dias após o solstício de dezembro. Como se não bastasse, o posicionamento e a distancia das três pirâmides é um espelho do Cinturão de Órion, popularmente conhecido no Brasil de Três Marias. É, parece que realmente há mais coisas entre o céu e a Terra do que supõe nossa vã Filosofia, mas essa é uma outra história. Peter Iote é graduando em Arquitetura e Urbanismo pela FATEA. Contato: anderson_piter@terra.com.br Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 103


104 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 105


especial arquitetura

a maior obra arquitetônica do planeta após as pirâmides do egito

Sonhado por Steve Jobs, sede da Apple será a maior construção já vista pelo homem

o

Por Peter Iote

nome de Steve Jobs é conhecido no mundo e rapidamente nos remete à memória os seus inventos enquanto mentor da apple. Jobs foi sem dúvida um dos maiores visionários dos últimos tempos. Porém sua carreira como empreendedor passa também pela empresa de animação Pixar, empresa que criou alguns dos mais bem sucedidos fi lmes de animação de todos os tempos, incluindo Toy Story, Procurando nemo e Ratatouille. os sonhos e devaneios de Jobs não tinham barreiras e nem mesmo limites. apaixonado por design, sua capacidade de criação não se limitou apenas aos produtos da apple, pois até mesmo os carros projetados por ele provocam espanto devido a tamanha beleza e fluidez. como sua imaginação não tinha limites, depois de reinventar os computadores e os celulares, Jobs queria ousar também no campo da arquitetura para reinventar os escritórios de sua empresa. assim nasceu o projeto apple campus 2, obra essa que será inaugurada em 2016 e que é de fato faraônica, talvez do tamanho dos seus sonhos, criatividade e ousadia. o que ele queria? uma sede que fosse elegante, funcional e diferente. Jobs sonhava com um imenso disco de vidro que parecesse formado por uma só peça, característica esta típica dos produtos da

106 | Vitti | revistavitti.com.br

apple: o mínimo possível de emendas. “É um pouco parecido com uma nave espacial”, explicou Steve Jobs diante do conselho municipal da cidade de cupertino, na califórnia, em junho de 2011. o formato circular dá um aspecto de sinergia (que é importante no mundo dos negócios e para fomentar a criatividade e principalmente a união dos funcionários), imita elementos da natureza como o sol e os planetas. Talvez, com a forma perfeita do círculo, Jobs quisesse dizer ao mundo algo sobre os ciclos da vida. enfi m, são várias as leituras que podemos fazer do aspecto arquitetônico escolhido por Jobs que na realidade não se encaixa em nenhum estilo arquitetônico existente no mundo. mas certamente essa proposta arquitetônica espelha a imagem máxima da apple: inovação, tecnologia e design. no fi nal do ano passado a cidade de cupertino, na califórnia, eua, finalmente deu permissão para a obra - que é uma das mais ambiciosas de todos os tempos. Para termos em mente a grandiosidade do projeto, a apple campus 2 irá custar 11.600 bilhões de reais, que é três vezes mais do que o Burj Kalifa, em Dubai, prédio mais alto do mundo. e mais do que todos os estádios da copa 2014 somados (que irão custar R$ 8 bilhões, segundo o último dado oficial). o arquiteto escolhido para encabeçar o projeto foi o britânico norman Foster,

que montou um exército de 50 arquitetos para auxiliá-lo. a apple campus 2 será erguida em um terreno de 260.000 m² e será projetado para abrigar mais de 12 mil funcionários. uma peculiaridade deste monumento arquitetônico é que não será aberto ao público e somente os funcionários o poderão contemplar. um fator interessante a notar será a arborização que contará com mais de 7 mil árvores. no centro do grande anel terá um grandioso pomar, com espécies frutíferas como cerejas, ameixas, caquis e maçãs, com destaque ao damasco que fora um pedido pessoal de Jobs. antes de morrer, esteve Jobs empreendeu muito amor e carinho neste projeto. construir no terreno da Hp a sede da sua empresa é como se ele quisesse dizer ao mundo que ali ainda funciona a Hp; ou que ele se tornou o que ele é para o mundo graças a essa empresa. esta obra será uma eterna e grandiosa aliança entre dois gigantes e será o símbolo que contará ao mundo a história de pessoas que não desistiram dos seus sonhos. acredito que talvez este seja o maior legado deixado por Jobs, mesmo que este campus fosse o maior sonho do mundo, nunca deixará de ser para Jobs os sonhos de menino. Peter Iote é graduando em Arquitetura e Urbanismo pela FATEA. Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 107


108 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 109


Perfil

Roberto Migotto Da Redação

N

atural de Taubaté, o arquiteto Roberto Migotto começou sua trajetória ao formar-se em Edificações pelo Colégio da Escola de Engenharia de Taubaté. Depois, formou-se pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Brás Cubas, em Mogi das Cruzes. Com 30 anos de carreira, o arquiteto desenvolve projetos em várias cidades do Brasil e também no exterior, incluindo trabalhos em Nova Iorque e Miami, nos Estados Unidos, e também em cidades européias como Paris e Lisboa. A partir de 1993, despontou com uma carreira promissora participando da sua primeira Casa Cor, onde ganhou seu primeiro prêmio. Com 15 participações brilhantes na Casa Cor São Paulo, recebeu por três vezes o prêmio de melhor projeto. Também participou da Casa Cor Manaus e Casa Cor Rio de Janeiro, tendo recebido diversos prêmios pelo conjunto de sua obra, incluindo Prêmio Casa Claudia 2014 pelo projeto Casa Cor 2013. Migotto prioriza em seus projetos arquitetônicos a integração de espaços com aproveitamento de luz natural, aliando conforto e praticidade. Na arquitetura de interiores é reconhecido por mesclar elementos clássicos e contemporâneos e assim seus projetos são atemporais.

110 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 111


Social Taubaté

HAPPY HouR dANeLLI

a imobiliária Danelli promoveu um happy hour para a equipe e parceiros em seu stand na 9ª edição do Salão do imóvel, que aconteceu entre os dias 22 e 25 de maio no via vale Garden, em Taubaté. FoToS: monicuee alvez

Equipe Danelli

Mario, Alberto, Felipe, Carlos, Ivan e Hodges

112 | Vitti | revistavitti.com.br

Ivan Danelli, Hodges Danelli e Miné

Gustavo, Lucélia, Carla, Tereza e Ana

Giselda, Anilce e Renata

Sebastião, Paulo e Luciano

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 113


Social ubatuba

ubATubA AcoNTece

Por Luiz Felipe Azevedo ubatubacvb@gmail.com

o mês de maio em ubatuba foi marcado por um clima invejável, com direito a ondas de sonho e a viabilização de trilhas indescritíveis, como a visitação ao Pico do corcovado e a cachoeira da Água Branca. mas o que realmente bombou na cidade foram os eventos, capitaneados, mais uma vez, pela galera dos esportes. a festa de comemoração dos cinco anos da academia outdoor Fitness foi o destaque, seguido de perto pela festa a fantasia da Trinity, ambas sob a batuta do competente leandro camargo. acompanhe as melhores imagens feitas pelo profissional marcus Derencius:

imaGenS: maRcuS DeRenciuS

Talita Canutto e o promoter Leandro Camargo, que a cada dia surpreende a todos com seus eventos nota mil (Festa Fantasy)

Alessandra Bartelega , André Ferreira, Alvinho Correa, Manú Correa, Diego, Tatiana e Diego Lorenzi também prestigiram o disputado evento (Festa Fantasy)

Eduardo Faustino, Roberta Lacerda e Talita Canutto (niver de cinco anos da Outdoor Fitness)

114 | Vitti | revistavitti.com.br

O precursor dos eventos de academia, André (leia-se Academia Spazio) e sua querida Carla Campos (Festa Fantasy)

As belíssimas Alexandra Barollo e Lívia Gonçalves (juntamente com seus amigos), também presentes na deliciosa festa de comemoração dos cinco anos da academia Outdoor Fitness

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 115


livros

dIcAS de LeITuRA Por Ronaldo casarin

O DIA EM QUE O ROCK MORREU ANDRÉ FORASTIERI ARQUIPÉLAGO EDITORIAL 184 PÁGINAS

u

ma viagem por 25 anos de crítica musical. andré Forastieri selecionou, costurou e atualizou textos que escreveu para os mais diversos veículos da imprensa brasileira. construiu um álbum conceitual que crava uma estaca no coração do rock. É o testemunho de quem viveu o turbilhão que transformou a música para sempre, do punk à revolução digital. andré enterra um passado que não vai voltar, seu próprio passado. e aposta num futuro de possibilidades infinitas. É um álbum duplo com quatro partes. no lado a do primeiro disco, o autor disseca ícones mortos: lennon, Hendrix, lou Reed, amy Winehouse, Joe Strummer e mais. no lado B, enterra o rock brasileiro. no segundo disco, Forastieri se despede das revistas de música, das capas de discos, da mTv, da indústria fonográfica, das bandas. ele fecha reencontrando Kurt cobain vinte anos após sua morte, com tudo que escreveu sobre o nirvana e a entrevista que fez com Kurt. um epitáfio sobre a última banda que importou. com afeto, sem nostalgia. É impossível fazer amor com um cadáver. este é um livro para quem, como Forasta, se apaixonou pelo rock – mas sabe que é hora de dizer adeus e olhar pra frente. 116 | Vitti | revistavitti.com.br

RAÇA, BRASIL

O LADO SUJO DO FUTEBOL

a

m

MONIQUE DANELLO BB EDITORA

jornalista monique Danello, repórter do canal de Tv esporte interativo lançou no último mês de maio “Raça, Brasil”, livro que aborda o título inédito conquistado pela Seleção Brasileira Feminina de Handebol no campeonato mundial de 2013, disputado em dezembro passado na Sérvia. monique já havia trabalhado na cobertura do campeonato mundial de 2011, que aconteceu no Brasil, e viu de perto tudo o que cercou os bastidores nos dois anos seguintes, passando pela eliminação precoce diante da noruega nas olimpíadas de londres em 2012, e culminando com a conquista do mundial no ano seguinte. o feito que já deixa a atual geração do handebol feminino brasileiro marcada na história do esporte nacional é contado por quem esteve lá, e se envolveu diretamente com as atletas. o livro conta com depoimentos das jogadoras e relata especialmente acontecimentos e detalhes de bastidores que coroaram o histórico título mundial. um registro importante da história esportiva nacional.

AMAURY RIBEIRO JR., LEANDRO CIPOLONI, LUIZ CARLOS AZENHA E TONY CHASTINET EDITORA PLANETA 400 PÁGINAS

ais uma obra investigativa que propõe ao público deixar a arquibancada e entrar nos bastidores da bola. Desse lado, você vai conhecer torcedores diferentes, aqueles que vibram apenas com seus próprios interesses, que não têm ídolos ou paixões. “o lado Sujo do Futebol” é o retrato definitivo do que acontece além das quatro linhas. um dos livros mais corajosos da história da literatura esportiva revela informações contundentes sobre as negociatas que empestearam o futebol nos últimos anos. mostra como João Havelange e Ricardo Teixeira desenvolveram um esquema mafioso de fraudes e conchavos, beneficiando a si e seus amigos. FiFa e cBF se tornaram um grande balcão de negócios, no qual são firmados acordos bilionários, que envolvem direitos de transmissão e materiais esportivos. um grande jogo de bolas marcadas, cujo palco principal são as copas do mundo. as 400 páginas escritas a oito mãos são incontestáveis, amparadas em documentos oficiais retirados de cartórios do Brasil e do exterior, transcrição de conversas gravadas, informações rigorosamente apuradas e criteriosa pesquisa em arquivos de revistas e jornais. Junho, 2014


Qualidade grรกfica que salta aos olhos. (12) 3627.3050 | www.resolucaografica.com.br

Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 117


118 | Vitti | revistavitti.com.br

Junho, 2014


Junho, 2014

revistavitti.com.br | Vitti | 119


dlgf

ESTRATÉGIA COMUNICAÇÃO MARKETING

| www.dlgf.com.br

Em breve

Alphaville é na Franco. A marca líder nacional de urbanismo sustentável agora perto de você. Cadastre-se já!

Compartilhar os bons momentos da vida com quem se ama é a principal função de uma morada. E o empreendimento Alphaville em Taubaté reúne mais do que alto padrão construtivo, nova dinâmica de urbanismo e conceitos sustentáveis. Morar no Alphaville em Taubaté é ter estilo próprio e foco na qualidade de vida. É a chance de aproveitar o melhor da vida em um espaço com a sua cara, sem abrir mão da convivência e da sintonia com a natureza.

(12)

3633.8556

www.francoimoveis.net/alphaville 120 | Vitti | revistavitti.com.br

Rua Ubatuba, 154 Centro - Taubaté/SP Junho, 2014


Revista Vitti, junho 2014 Caderno Arquitetura Edição n102